Page 1

BRNEWS

Criado por João Carlos Nóbrega Teixeira

D O M I N G O

BRASIL, 28 DE OUTUBRO DE 2007

EDIÇÃO 01

PANCADARIA NA 2ª ETAPA DA BRTCC EM OSCHERSLEBEN Ocorreu de tudo e muitos pilotos saíram de Oschers revoltados com os acidentes Muitos acidentes marcaram a segunda etapa da categoria BRTCC II no circuito de Oschersleben. Evandro Fracalossi se sagrou vencedor da etapa depois de uma “lambança” por parte do favorito ao título, Hugo Faria, na entrada dos boxes. PÁGINA 02

Erick Nagy 100% na BRGT-S:

Donington Park National será o próximo palco para os espetáculos das categorias BRTCC II e BRGT-S. Promessa de muita disputa do começo ao fim. PÁGINA 06

A pequena presença de pilotos no grid de Oscher pela BRGT-S não tirou o brilho da disputa:

Conheça um pouco mais sobre o único piloto “estrangeiro” da categoria: Erick Nagy. 1º piloto da equipe CCBR C6, Nagy venceu as duas corridas da temporada atual da BRGT-S. PÁGINA 05

EXPEDIENTE BRNEWS

Donington Park National:

CRIADO EM 28 DE OUTUBRO DE 2007 DIRETOR SUPERINTENDENTE: Henrico Machado EDITOR –EXECUTIVO: João Carlos Nóbrega

Apenas 13 pilotos alinharam no grid da segunda etapa da categoria BRGT-S. Erick Nagy venceu de forma excelente a corrida trazendo Jorge Abujamra (CCBR Quasar Motors) em segundo e Renato Galvão, da Thunders Brasil, em terceiro. PÁGINA 04 Idealizador: Henrico Machado Publicação: Renato Galvão Redator: João Carlos Nóbrega Conselheiros: Ivair Simões, Bruno Bariani Divulgação: Paulo Renato

Conheça o novo líder da BRTCC: Em uma rápida entrevista conseguimos ter um papo muito interessante com EVANDRO FRACALOSSI, primeiro piloto da Project Race Team, atual campeão da categoria e agora líder do campeonato de pilotos. PÁGINA 03

Classificação atualizada e nenhuma surpresa na liderança: Confira o resultado da última etapa da categoria BRGT-S, assim como a tabela atual da classificação de pilotos, que está cada vez mais acirrada.

Site: www..brleague.com Contato: org@brleague.com

PÁGINA 04


BRNEWS

BRTCC

Fracalossi vence em Oschersleben e é o novo líder do campeonato:

Evandro Fracalossi leva sua BMW à vitória.

Vários fatores foram decisivos para definir o resultado final dessa segunda etapa da BRTCC II, nessa última terça-feira, dia 23 de Outubro, no circuito de Oschersleben, na Alemanha. O grid cheio fez com que a corrida prometesse ser excelente, mas foi só as luzes verdes acenderem para tudo mudar. Hugo Faria (Thunders) fez a pole-position com o tempo de 1:33.641s ficando com mais de meio segundo de diferença para Henrico Machado, da M.O.R.T., segundo colocado no grid. JCarlos Nóbrega, da equipe Skyline fez o terceiro tempo seguido do atual campeão da categoria Evandro Fracalossi, da equipe Project Race, fechando a segunda fila. A surpresa do qualify ficou por parte do garoto Carlos Popó (M.O.R.T.) que cravou o quinto melhor tempo e por muito pouco não foi mais rápido que o Fracalossi.

A corrida foi tão complicada quanto o próprio nome da pista. Muita gente rodou logo na primeira curva por causa de toques de pilotos mais afobados. Na frente quem conseguiu sair ileso foram Hugo Faria, Henrique Scotton e Evandro Fracalossi, coincidentemente três BMW. Scotton foi ultrapassado por Evandro poucas voltas depois e Hugo faria seguiu liderando a corrida até a volta 22 quando errou na entrada dos boxes jogando fora suas chances de vencer a corrida, chegando apenas em 7º lugar. Fracalossi assumiu a primeira posição para não largá-la mais. Scotton vinha em segundo para fazer a dobradinha da Project Race quando errou sozinho na chincane e com isso terminou na 6º colocação no final. Um dos poucos momentos emocionantes da corrida ficou por conta da grande corrida de recuperação de Machado e Ramos, que também rodaram na primeira curva da corrida, mas conseguiram se recuperar chegando em segundo e terceiro respectivamente. Gustavo Rocha fez uma corrida constante chegando em 4º no final, enquanto Ivair Simões teve que correr 27 voltas com a suspensão quebrada, mas no final chegou num honroso 5º lugar. Nathan Nunes, da Wild Wheels, largou em 12º com seu Peugeot e conseguiu terminar a corrida na 8ª colocação seguido de Nóbrega em nono. Fechando os dez primeiros da etapa veio o sempre constante, Marcelo Amadeu. Evandro agora lidera o campeonato seguido de Leo Ramos em segundo e Hugo Faria na terceira posição no geral.

DOMINGO, 28 DE OUTUBRO DE 2007

2

CLASSIFICAÇÃO DE PILOTOS: Confira como está a classificação de pilotos e das equipes da categoria BRTCC da liga BRLeague: Pos

Piloto

Equipe

Pts

Evandro Fracalossi

Project Race

44

Leonardo Ramos

Enemy Racing

42

Hugo Faria

Thunders Brasil II

39

JCarlos Nóbrega

Sky Accord

35

Gustavo Rocha

Heavy Metal

34

-

Ivair Simões

Enemy Racing

34

Henrico Machado

MORT

28

-

Henrique Scotton

Project Race

28

Nathan Nunes

Wild Wheels

25

10º

Fabio Rennó

Thunders Brasil III

19

CLASSIFICAÇÃO DE EQUIPES: Pos

Equipe

Pts

Enemy Racing

76

Project Race

72

Thunders Brasil II

55

Sky Accord

53

Heavy Metal MotorSports

50

A tabela completa da classificação de pilotos e de construtores você pode encontrar no site: www.brleague.com


BRNEWS

BRTCC

Favorito ao título “erra feio” na BRTCC: Quando tudo parecia estar se encaminhando para mais uma vitória do grande favorito ao título da temporada foi que a surpresa aconteceu: Hugo Faria errou na entrada dos boxes e jogou sua BMW no muro de proteção tendo que ficar vários segundos a mais nos boxes para que a sua equipe consertasse o carro.

Hugo finalizou a entrevista coletiva se desculpando com a equipe: “peço desculpas a minha equipe. Eu era o único que estava competitivo, ainda não conversamos na Thunders do porque disso, e joguei uma vitória certa fora. “

Os treinos para a próxima etapa no circuito de Donington já começaram, vamos ver se o favorito se redime do erro.

3

Entrevista com Evandro Fracalossi, vencedor da etapa: Repórter - Como foi a sua corrida em Oschersleben? Evandro - É uma pista que gosto e cheguei em primeiro no campeonato passado graças a uma boa estratégia de box que tive, desta vez com uma estratégia normal consegui vencer de novo graças a acidentes ocorridos com os meus principais adversários e por muito pouco não deu dobradinha com meu companheiro de equipe, que faltando 5 voltas com uma vantagem de mais de 30seg sobre o terceiro colocado acabou errando na chincane batendo o carro e estragando a suspensão, chegando apenas em sexto lugar.

Faria saiu em 8º lugar dos boxes e ainda conseguiu recuperar uma posição chegando em 7º lugar no final perdendo também a liderança na classificação geral de pilotos ficando em terceiro lugar. “incrível como um erro coloca tudo a perder...culpa foi minha, se não tivesse batido na entrada do box os mecânicos não teriam que arrumar nada. E ainda vi um forte concorrente ao título ganhar a corrida. “ lamentou Faria ao final da corrida. “o que parecia perfeito, acabou como um desastre.” completou Hugo comentando sobre a etapa de Oschersleben.

DOMINGO, 28 DE OUTUBRO DE 2007

Repórter - Agora na liderança do campeonato, é buscar o bi? Hugo Faria não segura a sua BMW e bate forte

“Foi o maior resultado que tive jogando GTR2” Leo Ramos “Foi uma corrida razoável” Gustavo Rocha

Evandro - Sinceramente vai ser muito difícil o bicampeonato, os pilotos melhoraram muito em relação a temporada passada e com a entrada do Hugo, que sem duvida esta bem acima dos demais, não vai ser nada fácil. Tirando o Hugo que é o grande favorito, me incluo entre uns 5 ou 6 com as mesma chances. Repórter - O que você achou dos acidentes que ocorreram na etapa? Evandro - Fiquei muito desapontado com isso, nem comemorei muito a vitoria, o pessoal tem que botar na cabeça que isso e um simulador e não um “joguinho arcade” que pode sair batendo em todo mundo que não acontece nada. No GTR2 qualquer encostadinha já era. Tem que encarar como uma corrida de verdade. Eu pelo menos encaro dessa forma. Repórter - A próxima etapa será em Donington Park, pista nova, qual a sua expectativa? Evandro - Não achei difícil a pista e por isso acho que vai equilibrar mais ainda a corrida, me dou melhor em pista de baixa um pouco mais técnicas, vou lutar para chegar entre os cinco primeiros.


BRNEWS

BRGT - S

DOMINGO, 28 DE OUTUBRO DE 2007

4

Erick Nagy vence novamente na BRGT-S Jorge Abujamra largou na frente, mas no final Nagy venceu a corrida Nessa quarta-feira, dia 24 de outubro, no circuito de Oschersleben, na Alemanha, aconteceu a segunda etapa na temporada da categoria BRGT-S que conta com carros super-potentes como Aston Martin, Ferrari, Maserati, Corvette e Lamborghini. O que marcou a etapa foi a pouca quantidade de pilotos que alinharam no grid de largada. Apenas 13 pilotos. E quem largou a frente desses 13 pilotos foi Jorge Abujamra, da equipe CCBR Quasar, seguido de Carlos Guimarães, da Strikers. Ivair Simões, da 2 Brothers, largou em terceiro e ao seu lado largou Erick Nagy (CCBR C6), fechando a segunda fila. Na terceira fila largaram Gustavo Rocha (RR Rochestein) e Renato Galvão , da Thunders Brasil, em 5º e 6º respectivamente.

A largada foi tranqüila, ao contrário do dia anterior com a categoria BRTCC. Abujamra disparou na frente. Simões e Nagy não largaram bem e ficaram pra trás. Outro que não largou bem foi Guimarães que caiu para a sexta posição. Na segunda volta, Galvão assumiu a segunda posição, mas não durou muito porque Nagy, em uma recuperação fantástica, já colou atrás de Galvão ultrapassando-o duas voltas depois, saindo à “caça” de Jorge Abujamra que abriu 8 segundos.

Classificação de pilotos atualizada: Confira ao lado a tabela de classificação atualizada até o fechamento dessa edição. Após duas etapas Erick Nagy, andando com o Corvette, lidera o campeonato com 8 pontos de diferença para Renato Galvão, Aston Martin. Jorge Abujamra (Ferrari), que chegou em segundo em Oschersleben, ocupa apenas a 6ª posição na classificação com 28 pontos (22 pontos a menos do que Nagy). A primeira Maserati a aparecer é a de Gustavo Rocha ocupando a terceira posição no campeonato.

Pos

Nome

Pontos

Pos

Abujamra entrou e saiu dos boxes ainda em primeiro, mas começou a errar muito e se desconcentrar. Nagy aproveitou o momento de instabilidade do líder da prova e começou a acelerar conseguindo ultrapassá-lo poucas voltas depois da parada dos boxes. Mas quem pensou que Jorge Abujamra iria se dar por vencido se enganou totalmente. Seguiu (agora ele era o caçador) tentando tirar a diferença para o Nagy e conseguiu. Colocou pressão e deu certo, Nagy deu uma escapada e Abujamra ultrapassou por fora assumindo novamente a liderança da etapa, mas (mais uma vez) errou logo em seguida e Nagy retomou a frente da corrida para não largar mais. No final foi só administrar a diferença para Abujamra e conquistar a sua segunda vitória em duas etapas da temporada. Nome

Pontos

ERICK NAGY

50

JORGE ABUJAMRA

28

RENATO GALVÃO

42

-

EWERTON SALARINI

28

GUSTAVO ROCHA

34

JOSÉ SOUZA

25

-

IVAIR SIMÕES

34

HENRICO MACHADO

23

CARLOS GUIMARÃES

30

10º

WALTON RIBEIRO

22


BRNEWS

BRGT - S

Entrevista com o piloto 100% da BRGT-S:

Nagy - Não, absolutamente. Treinei na pista errada durante toda a semana (a versão 2003). Apesar de não ter encontrado muita diferença, os tempos não estavam vindo na qualificação. Larguei em 4º. Não conseguia ver o farol na largada e acabei perdendo várias posições. Novamente consegui tirar proveito dos erros dos outros pilotos mantendo um ritmo constante mas não muito ousado.

Nagy - Relativamente tranqüila, não queria forçar muito o carro para tentar terminar a prova sem trocar pneus, mas isto não foi possível. Talvez pela tentativa de não deixar a vantagem do Jorge abrir mais que 10s eu forcei um pouco demais. Quando parei nos boxes, os pneus dianteiros estavam bastante gastos, e eu fiz a infeliz escolha de substituir apenas eles e consertar o aerofólio com o tempo que usaria para trocar os pneus traseiros. Infeliz, pois na volta o carro saia demais de traseira, e com o Jorge colado e pressionando muito acabei errando. Por sorte ele errou na seqüência e consegui voltar a ponta com uma certa margem para as últimas 5 voltas. Repórter - Duas corridas e duas vitórias, qual a formula para esse rendimento 100%? Nagy - Não tem fórmula, não tem tempo milagroso, não tem treinamento excessivo (o que eu acho um saco, perco interesse). O nível do pessoal é bom, alguns têm bastante facilidade o que torna o campeonato mais desafiante.

5

Acidente grave envolvendo quatro pilotos marcou etapa.

Repórter - Vitória esperada em Oschersleben?

Repórter - Como foi a corrida para você?

DOMINGO, 28 DE OUTUBRO DE 2007

A estratégia é sempre manter um ritmo que eu consiga segurar o carro na pista, sem perder tempo com rodadas, ou passeios para "aparar" a grama do autódromo (risos). Fora isto, o rendimento vai diminuir à medida que o pessoal voltar ao ritmo normal. Repórter - Próxima etapa será em Donington Park, o que esperar dessa etapa? Nagy - Eu ainda preciso ver se esta pista eu já conheço. Acho que é uma das que se usa na escolinha do GTR. Se for a que estou pensando, vai ser interessante, mas os carros mais potentes com certeza terão vantagem. O C6 não tem se mostrado muito bom nas retas, e os outros carros sempre abrem uma vantagem considerável. As chances de vitória serão bem menores neste caso . Repórter - Obrigado Nagy e parabéns pela vitória. Nagy - Eu que agradeço.

O resultado parecia ser tão desastroso quanto a cena do acidente em si, mas felizmente não foi. Ainda na primeira volta, em uma tentativa de ultrapassar o piloto Marcelo Amadeu e assumir a nona colocação, o piloto José Souza, da eq u i p e Thunders Brasil III tocou em Amadeu na curva 3 do circuito, onde os dois rodaram. Logo atrás vinham Andre Wiezzer e Walton Ribeiro disputando posição e, acredito, não viram os dois pilotos acidentados no meio da curva. O acidente que já estava feio piorou com o choque dos quatro carros na pista. Por sorte nenhum piloto se machucou e os quatro continuaram na pista depois do acidente, o que mostra a segurança desses carros da BRGT-S. Ao final da corrida os quatro pilotos foram encaminhados ao centro médico do circuito para exames de rotina onde não se constatou nenhum problema grave.


BRNEWS

PRÓXIMA ETAPA

DOMINGO, 28 DE OUTUBRO DE 2007

6

Donington Park National O palco para o próximo espetáculo nas duas categorias CURIOSIDADES DA PISTA:

Donington Park é um autódromo em North West Leicestershire, na Inglaterra. A configuração de Grande Prêmio, que foi usada na Fórmula 1 e é usada até hoje para as corridas de motocicletas em geral, tem 12 curvas e 4.023 metros (2,500 milhas). Já a configuração “National”, que não inclui o “Melbourne Hairpin”, e liga as duas retas principais com um “S”, tem 10 curvas e 3.149 metros (1,957 milhas). Donington foi aberto no início do século passado, e inicialmente era usado para corridas com motocicletas. Mais tarde, começou a ser usado como circuito de GP. Foi um trunfo pessoal para Fred Craner, dono do circuito de Donington, convencer as grandes equipes alemãs, Mercedes e Auto Union, a disputarem os GPs da Inglaterra de 1937 e 1938, ambos vencidos pelos Auto Union de motor central. A pista foi fechada durante a 2ª Guerra Mundial, quando o milionário britânico e entusiasta de corridas Tom Wheatcroft acabou de reformar a pista, e também deixou claro que queria levar a Fórmula 1 para lá.

* Donington Park recebe shows de rock desde a década de 80. Bandas como Iron Maiden, Metallica, Guns N'Roses, Slipknot, Linkin Park e Sepultura foram algumas das que passaram por lá.

Vista aérea do circuito de Donington Park

A única corrida de Fórmula 1 realizada em Donington até hoje foi o Grande Prêmio da Europa de 1993. Ultimamente, Donington Park é o autódromo com a agenda mais cheia da Inglaterra, e entre os eventos estão o GP britânico da MotoGP, uma das etapas do BTCC, uma das etapas do British Superbikes, além de corridas da F-Ford e Fórmula 3 Inglesa. Em fevereiro de 2007, Tom Wheatcroft vendeu o circuito para a Donington Ventures Leisure Ltda., que prentende reformar a pista, e também gerou a expectativa de que o GP britânico da F1 volte a ser lá.

* O anel que fica na parte de baixo do circuito foi adicionado em meados da década de 80 para a pista ser longa o suficiente para ser usada em corridas de motocicletas. Muitos pilotos preferem o traçado mais curto (National Circuit). * Do lado do autódromo há um museu de carros de GP, o Donington Grand Prix Collection, que é a maior coleção de carros de corrida do mundo. Entre os carros estão a McLaren MP4-8 com a qual Senna ganhou em Donington,e a Lotus de Jim Clark. * O circuito de Donington é simulado em vários jogos de computador, incluindo vários títulos da série Toca e os simuladores da FIA GT, GTR e GTR 2. Fonte: Wikipedia

brnews_edicao_01-07  

Classificação atualiza- da e nenhuma surpresa na liderança: Donington Park National será o próximo palco pa- ra os espetáculos das categoria...