Issuu on Google+

Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

Diรกrio da Manhรฃ -

1


2 - Diรกrio da Manhรฃ

Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

Diรกrio da Manhรฃ -

3


4 - Diรกrio da Manhรฃ

GERAL

Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

GERAL

Diรกrio da Manhรฃ -

5


6 - Diรกrio da Manhรฃ

Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

Diรกrio da Manhรฃ -

7


8 - Diรกrio da Manhรฃ

Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

Diรกrio da Manhรฃ -

9


10 - Diรกrio da Manhรฃ

Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

Diรกrio da Manhรฃ -

11


12 - Diรกrio da Manhรฃ

Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

Diรกrio da Manhรฃ -

13


14 - Diรกrio da Manhรฃ

Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

Diรกrio da Manhรฃ -

15


16 - Diรกrio da Manhรฃ

Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

Diรกrio da Manhรฃ -

17


18 - Diรกrio da Manhรฃ

Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

Diรกrio da Manhรฃ -

19


20 - Diรกrio da Manhรฃ

Terรงa e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Conexão

Sábado e domingo, 5 e 6-04-2014 - www.diariodamanha.com

PASSO FUNDO - CARAZINHO - ERECHIM

Ipea desculpa-se por erro em resultado de pesquisa Foram trocados os gráficos percentuais das perguntas sobre violência contra mulher O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) comunicou sexta-feira (4) que houve erros na divulgação de resultados da pesquisa Tolerância Social à Violência contra as Mulheres. Foram trocados os gráficos percentuais das perguntas “Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas” e “Mulher que é agredida e continua com o parceiro gosta de apanhar”. A pesquisa tinha revelado que 65,1% dos entrevistados concordam que mulheres que usam roupas curtas merecem ser atacadas. O dado correto, divulgado hoje, é 26%. Segundo o levantamento, 70% discordam da afirmação de que a roupa justifica a violência. Após a detecção do erro, o diretor de Estudos e Políticas Sociais do Ipea, Rafael Guerreiro Osorio, pediu exoneração. Com a correção, constatou-se ainda que 65,1% concordam total ou parcialmente que mulheres que são agredidas pelos parceiros, mas continuam com eles, “gostam de apanhar”. O dado anterior era 26%. “Vimos a público pedir desculpas e corrigir dois erros nos resultados de

nossa pesquisa”, retratou-se a entidade, em nota. “Com a inversão de resultados entre as duas questões, relatamos equivocadamente, na semana passada, resultados extremos para a concordância com a segunda frase, que, justamente por seu valor inesperado, recebeu maior destaque nos meios de comunicação e motivou amplas manifestações e debates na sociedade ao longo dos últimos dias”. O dado de que 65,1% dos entrevistados concordam que mulheres que usam roupas curtas merecem ser atacadas gerou protestos em rede sociais e reverberou na imprensa. Homens e mulheres se posicionaram contra o suposto machismo revelado nas respostas. A frase “Eu não mereço ser estuprada” foi amplamente reproduzida na última semana. A jornalista Nana Queiroz, criadora da frase, chegou a ser ameaçada após o início dos protestos. “Amanheci de uma noite conturbada. Acreditei na pesquisa do Ipea e experimentei na pele sua fúria. Homens me escreveram ameaçando me estuprar

se me encontrassem na rua, mulheres escreveram desejando que eu fosse estuprada”, relatou Nana, em sua página

em uma rede social. A presidenta Dilma Rousseff chegou a manifestar apoio à campanha e à jornalista.


Região Diário da Manhã

2

Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que a preocupação com a perda do emprego causa tristeza na população

Cotações moedas

Fechamento Variação%

Dólar 2,2440 Euro 3,0751

CBOT

-1,66 -1,80

Fechamento Variação%

Soja (U$d/bu) 1473,75 -1,50 Milho (U$/bu) 501,75 1,75 Trio(U$/bu) 669,75 -6,25 Óleo (U$/bu) 41,57 -0,01 Farelo (U$/tonO) 479,10 -1,00 As cotações foram apuradas às 17h30. Horário de BR bm&f

Medo do desemprego deixa os brasileiros mais infelizes

Fechamento Variação%

Soja (U$d/bu) 30,69 Milho (U$/bu) 31,80 Boi(U$/bu) 123,30 Ouro/bm&f zid (R$/gr) 95,00

As preocupações do dia a dia estão deixando os brasileiros mais infelizes, aponta uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira (04), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com o estudo, o medo do desemprego aumentou 0,8% entre dezembro de 2013 e março deste ano. No mesmo período, o Índice de Satisfação com a Vida (ISV) caiu 1% no país. De acordo com especialistas, embora a relação entre

os dois fatores não esteja tão explícita, é preciso levar em consideração que diante da situação econômica familiar, os brasileiros temem perder o emprego e experimentar uma queda na qualidade de vida. Feita em 141 municípios, o estudo encomendado pela CNI entrevistou 2002 pessoas entre os dias 14 a 17 de março. Na comparação com março de 2013, o índice de medo do desemprego subiu mais, 6,7%, e de “forma generalizada, disse-

agrícolas Fechamento Soja Passo Fundo (R$/SC) 66,00 Milho Passo Fundo (R$/SC) 26,50 Trigo Carazinho (R$/SC) 39,00 www. agroinvvesti.com.br Av. Gal Neto, 789 - 2104-2300

bolsa 4/04/2014

Bovespa

-0,63% 51.082 pontos

INCC / Passo Fundo VARIAÇÃO NO MÊS

0,22%

**tjlp

jANEIRO A MARÇO

5% a.a.

SALÁRIO MÍNIMO R$ 724,00

SALÁRIO Região

Menor: R$ 770,00 Maior: R$ 1.100,00

NORMATIVO

dos comerciários Fechamento

Passo Fundo Erechim Carazinho

R$ 860,00 R$ 806,00 R$ 862,00

TABELA INSS Até 1.317,07 De 1.317,08 até 2.195,12 De 2.195,13 até 4.390,24

8% 9% 11%

www.diariodamanha.com Presidente

Vice-Presidente

Janesca Maria Martins Pinto

Diretor Executivo

Ilânia Pretto Martins Pinto

Rogel Mello

@jornal_dm www.facebook.com/diariodamanha

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência,917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800

minando-se praticamente em todos os perfis da pesquisa (por sexo, idade, grau de instrução, renda familiar) e nos domicílios (região, condição e tamanho do município)”, explicou o instituto que realizou o levantamento. Por região, revelou a CNI, a exceção foi o Nordeste, onde o temor do desemprego permaneceu estável em março de 2014 sobre o mesmo mês de 2013. Ainda de acordo com a Confederação Nacional da Indústria, o aumento do medo do desemprego entre dezembro de 2013 e março passado cres-

ceu conforme a renda familiar, sendo mais alto entre os brasileiros de maior renda. A pesquisa revela ainda que, comparativamente a março de 2013, a satisfação com a vida recuou 2,2%. “A satisfação com a vida se reduziu para a maioria dos cortes da pesquisa em relação a dezembro do ano passado. Quando confrontados com os dados de março de 2013, o resultado é ainda pior: apenas as famílias com renda de até 1 salário apresentaram aumento no índice (crescimento de 1,4%)”, concluiu a entidade.


3 Sรกbado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo , Erechim , Carazinho


ESPORTE Diário da Manhã

4

Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

O Gigante te espera... Estádio Beira-Rio será reaberto com atrações especiais sábado e domingo FOTOS DIVULGAÇÃO

Beira-Rio será reaberto oficialmente neste final de semana Fechado desde 2012 e reaberto em apenas dois jogos-testes, o Estádio Beira-Rio terá a sua mega-reforma finalizada neste final de semana. Estão na bagagem do torcedor, sócio ou público em geral, muita emoção e expectativa para os grandes eventos no Estádio, que sediará jogos da Copa de Mundo. Toda a alegria dos colorados começa sábado, dia 5, às 20h, com o espetáculo artístico “Os Protagonistas” e segue no domingo, dia 6, com o jogo inaugural, entre o Internacional e o Peñarol. Aproximadamente 45 mil expectadores devem estar presentes em cada um dos dias.

Os Protagonistas

No espetáculo “Os Protagonistas”, que vai acontecer sábado (5), os protões serão abertos às 16h. As atrações que vão estar lá incluem shows das bandas Blitz e Cachorro Grande, Kleiton & Kledir, Nenhum de Nós, e Papas da Língua. “Os Protagonistas” contará a história do Beira-Rio, desde a sua fundação em 1969, através de uma linguagem narrativa composta de música, teatro, texto, projeções e dança. Para encerrar, show com o DJ Fatboys Slim.

Amistoso

No domingo (6), ocorre o grande jogo inaugural. Internacional x Peñarol entram em campo também com programação especial. Abertura dos portões fica para às 12h, logo após tem o Desfile do Consulado e Benção Ecumênica, também com a exibição do Maior Colorado do Mundo. Iniciando a partida tão esperada às 16h. Lesionados, Alex e Juan serão poupados. O time colorado deve iniciar a partida com Dida; Gilberto, Paulão, Ernando e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alan Patrick, Valdívia e D’Alessandro; Rafael Moura.

Colorado pronto para o amistoso de domingo

Retirada de ingressos

Os torcedores que adquiriram ingressos pela internet ou por telefone para assistir o Espetáculo de reabertura e o jogo inaugural, devem efetuar a troca do comprovante de compra pelo bilhete nos pontos de venda, isso também é necessária a apresentação do comprovante de compra, do documento de identidade pessoal com foto e do cartão de crédito efetuado o pagamento. Pontos de aquisição e retiradas dos ingressos são a bilheteria G do Beira Rio. Nos horários de 10h às 21h no sábado e no domingo para o jogo inaugural das 10h às 16h.

Grêmio entrega imagens para MP As supostas ofensas racistas sofridas pelo zagueiro Paulão, do Internacional, no clássico Gre-Nal disputado domingo passado na Arena, motivaram o Grêmio a captar as imagens do circuito interno de segurança. A direção Tricolor encontrou imagens que podem ajudar a elucidar o caso e as entregou

ao Ministério Público (MP), na sexta-feira (4). “O clube, por suas instâncias, tem feito o máximo esforço com o objetivo de identificar o responsável pelas ofensas, para que possam ser tomadas as medidas cabíveis diante deste fato lamentável e que em nada combina com os valores exigidos em

uma praça desportiva. Por entender tratar-se de uma atitude criminal, o Grêmio conta a partir de agora com a excelência dos órgãos da Segurança Pública e do Judiciário para que o caso possa ser devidamente investigado e punido dentro dos preceitos legais” emitiu o Grêmio, em nota oficial.


1 26

- Diário da Manhã Diário da Manhã, Passo Fundo Sábado e- domingo, 5 e 6.04.2014

Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo


Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo - Diário da Manhã Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo

2

Diário da Manhã -

27


Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo - Diário da Manhã - Diário da Manhã

328

Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo


Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo - Diário da Manhã

4

Diário da Manhã -

29


Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo - Diário da Manhã

30

5

Diário da Manhã Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo


6 - Diário da Manhã

Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo

Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo Diário da Manhã -

31


Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo - Diário da Manhã

32

7

Diário da Manhã Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo


8 - Diário da Manhã

Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo

Sábado e domingo, 5 e 6.04.2014 , Passo Fundo Diário da Manhã -

33


Passo Fundo 5 e 6.04 .2014

Moda p5

Nem tão longa e nem tão curta

Comportamento p9 Mais amor e menos neurose!

Turismo p12

Amazonas , Roraima e Venezuela

RAQUEL RUBERT PEREIRA Bailarina desde os sete anos, Raquel Pereira está à frente da Baillar Centro de Danças, uma das escolas mais antigas de Passo Fundo que divide com a irmã. Quando conta a sua trajetória, Raquel fala no plural, colocando a família, o marido e os alunos como parte de sua história. p3


2 CULTURA Diário da Manhã Passo Fundo, 5 e 6.04.2014

Pra Ver Em busca de Iara Ano: 2014 Gênero:Documentário Duração:97 min

Nascida na elite paulistana, Iara Iavelberg (1943-1971) abandonou o conforto, o casamento e a psicologia, aderindo à luta armada nos anos 1960. Sua morte, em agosto de 1971, foi oficialmente atribuída a um suicídio - e esta é a tese que o documentário “Em busca de Iara”, de Flávio Frederico, preocupa-se mais veementemente em desmentir.A raiz familiar do roteiro, da sobrinha de Iara, Mariana Pamplona, assinala um tom muitas vezes intimista num filme que é também uma busca. Filha da irmã de Iara, Rosa, Mariana não recebeu o sobrenome inclusive por temor de represálias durante a ditadura militar.

Pra Ler O Grande Herói Ano: 2014 Duração: 121 min O melhor título para O Grande Herói seria “Os Super-Heróis”. É mais ou menos com essa pegada de homens de aço que o diretor Peter Berg pretende homenagear um grupo de elite da Marinha americana (todos os integrantes da Operação Red Wings são vistos em fotos no final). Na trama, extraída de um episódio real ocorrido em 27 de junho de 2005, quatro militares foram escalados para eliminar um influente líder do Talibã. A missão parecia ser moleza quando chegaram às montanhas da província de Kunar, no Afeganistão. Contudo, algo inesperado fez a coisa desandar. Três pastores de cabra deram de cara com os americanos, ficaram reféns por algumas horas e, em seguida, ganharam a liberdade a mando de Michael Murphy (Taylor Kitsch), o cabeça da turma. Delatados, Murphy, Axe (Ben Foster), Danny (Emile Hirsch) e Marcus Luttrell (Mark Wahlberg) caíram numa emboscada e passaram a ser caçados pelos ensandecidos inimigos. Também ator, Berg nunca foi um cineasta de personalidade (é dele o fiasco Battleship). Mas aqui encontrou o tom certo entre a ação incessante e o dispensável sentimentalismo.

K. RELATO DE UMA BUSCA - Bernardo Kucinski Ano: 2014 Páginas:132

Aclamado pela crítica e finalista dos prêmios Portugal Telecom e São Paulo de Literatura de 2012, K. é relançado pela Cosac Naify, por ocasião da efeméride de cinquenta anos do Golpe Militar de 1964, com posfácio de Renato Lessa. O romance de estreia do jornalista Bernardo Kucinski narra a história de um pai em busca da filha que desapareceu, como tantos outros, durante a ditadura no Brasil. A narrativa a um tempo enxuta e sensível de Kucinski é feita de capítulos quase independentes, apresentando vários ângulos de uma mesma história – a história da ausência e da impunidade.

PELA CASA SE CONHECE O DONO TDIDIER CORNILLE Ano: 2014 Páginas: 94 páginas; 97 ilustrações

A arquitetura até pode parecer complicada, mas este livro vem paramostrar o quão apaixonante – e cotidiano – é o assunto. Por meiode textos curtos e belas ilustrações, Didier Cornille cria uma linhado tempo da arquitetura moderna, dos anos 1920 até o início doséculo XXI, esmiuçando as casas dos principais arquitetos dessageração. O leitor é convidado a adentrar a Casa da Cascata deFrank Lloyd Wright, a casa de Charles e Ray Eames e até aresidência em Canoas de Oscar Niemeyer, incluída especialmente

v CINEMA

Bella Cittá (54) 3045-2814 // Bourbon(54) 3581-1920

COLUNA CINEMA ‘Noé’ fica entre o épico bíblico e o blockbuster Em cartaz nos cinemas brasileiros um filme bíblico, baseado no Livro de Gênesis e proibido em alguns países islâmicos: “Noé” (Noah - 2014). A versão de Aronofsky para a história de Noé e sua arca, tenta resgatar a grandiosidade dos épicos bíblicos de outrora, aclamados pelo público e pela crítica ainda hoje, mas com características de um típico blockbuster hollywoodiano devido ao uso de efeitos visuais e sonoros sensacionais, especialmente na criação dos animais (todos em computação gráfica) e nas sequências do dilúvio. No Livro de Gênesis, Noé ocupa poucas páginas, por isso constam algumas lacunas em aberto em sua história. Por este motivo, Aronofsky optou por dramatizar aspectos essenciais de acordo com a narrativa bíblica, explorando-os de maneira a mostrar os conflitos e dúvidas de Noé antes, durante e depois do dilúvio. Tal dramatização surpreende pela qualidade com a qual é apresentada ao público, de maneira simples e interessante, através do roteiro coerente e bem desenvolvido assinado por Aronofsky e Ari Handel. Além disso, “Noé” tem entre suas qualidades o elenco encabeçado por Russell Crowe, excelente em cena no papel-título, com uma interpretação forte e que consegue transmitir ao público toda a pressão de Noé após ter sido escolhido pelo Criador para salvar os animais do dilúvio que devastará a Terra, livrando-a de toda a crueldade humana. “Noé” é uma produção incrível que fica no “meio do caminho” entre o épico bíblico e o blockbuster, assumindo certo tom didático em sua primeira metade para mostrar a força da trama em sua metade final. É um filme que cresce a cada sequência e que vale a ida ao cinema, independente de qualquer religião e/ou polêmica, afinal, a maioria dos longas-metragens que abordam temas religiosos gera polêmica e controvérsia. E “Noé” não tinha como fugir a essa regra. http://www.sidneyrezende.com

RIO 2 – 3D

A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS

Blu (Jesse Eisenberg) vive feliz no Rio de Janeiro ao lado da companheira Jade (Anne Hathaway) e seus três filhotes, Carla (Rachel Crow), Bia (Amandla Stenberg) e Tiago (Pierce Gagnon). Seus donos, Linda (Leslie Mann) e Túlio (Rodrigo Santoro), estão agora na floresta amazônica, fazendo novas pesquisas. Por acaso eles encontram a pena de uma ararinha azul, o que pode significar que Blu e sua família não sejam os últimos da espécie. Após vê-los em uma reportagem na TV, Jade insiste para que eles partam para a Amazônia. Blu inicialmente reluta, mas acaba aceitando a ideia. Assim, toda a família parte em uma viagem pelo interior do Brasil rumo à floresta amazônica sem imaginar que, logo ao chegar, encontrarão um velho inimigo: Nigel (Jemaine Clement).

BELLA CITTÁ I

SEG. a DOM 14:00 16:10

NEED FOR SPEED – O FILME

Durante a Segunda Guerra Mundial, uma jovem garota chamada Liesel Meminger (Sophie Nélisse) sobrevive fora de Munique através dos livros que ela rouba. Ajudada por seu pai adotivo (Geoffrey Rush), ela aprende a ler e partilhar livros com seus amigos, incluindo um homem judeu (Ben Schnetzer) que vive na clandestinidade em sua casa. Enquanto não está lendo ou estudando, ela realiza algumas tarefas para a mãe (Emily Watson) e brinca com a amigo Rudy (Nico Liersch).

BELLA CITTÁ II

SEG. a DOM. 19:00 21:30

NOÉ

Noé (Russell Crowe) vive com a esposa Naameh (Jennifer Connelly) e os filhos Sem (Douglas Booth), Cam (Logan Lerman) e Jafé (Leo McHugh Carroll) em uma terra desolada, onde os homens perseguem e matam uns aos outros. Um dia, Noé recebe uma mensagem do Criador de que deve encontrar Matusalém (Anthony Hopkins). Durante o percurso ele acaba salvando a vida da jovem Ila (Emma Watson), que tem um ferimento grave na barriga. Ao encontrar Matusalém, Noé descobre que ele tem a tarefa de construir uma imensa arca, que abrigará os animais durante um dilúvio que acabará com a vida na Terra, de forma a que a visão do Criador possa ser, enfim, resgatada.

Tobey Marshall (Aaron Paul) herdou do pai uma oficina mecânica, onde, juntamente com sua equipe, modifica carros para que se tornem o mais rápido possível. Além disto, Tobey é um exímio piloto e volta e meia participa de rachas. Um dia, o ex-piloto da Fórmula Indy Dino Brewster (Dominic West) o procura para que Tobey bella cittá I possa concluir um Mustang desenvolvido por um gênio SEG. a DOM. 18:20 da mecânica que já faleceu. Apesar das divergências entre eles, Tobey aceita a proposta por precisar muiSEG. a DOM 21:00 to do pagamento oferecido por Dino. O carro é concluído e posteriormente vendido. Entretanto, a velha rixa entre eles faz com que disputem um último racha, que conta ainda com a participação de Pete (Harrison Gilbertson), grande amigo de Tobey. A corrida termina em tragédia devido ao falecimento de Pete. Considerado culpado pela morte, Tobey passa dois anos na prisão. Quando enLiliana Crivello fim é solto, ele organiza um plano para que possa participar de uma conhecida RP 10.698 corrida do submundo onde Dino também correrá.

Editora

BELLA CITTÁ II

SEG. a DOM. 14:00 16:30

BoURBON II

Dublado SEG. a DOM. 13:00 15:40 18:20 21:00

RIO 2

Blu (Jesse Eisenberg) vive feliz no Rio de Janeiro ao lado da companheira Jade (Anne Hathaway) e seus três filhotes, Carla (Rachel Crow), Bia (Amandla Stenberg) e Tiago (Pierce Gagnon). Seus donos, Linda (Leslie Mann) e Túlio (Rodrigo Santoro), estão agora na floresta amazônica, fazendo novas pesquisas. Por acaso eles encontram a pena de uma ararinha azul, o que pode significar que Blu e sua família não sejam os últimos da espécie. Após vê-los em uma reportagem na TV, Jade insiste para que eles partam para a Amazônia. Blu inicialmente reluta, mas acaba aceitando a ideia. Assim, toda a família parte em uma viagem pelo interior do Brasil rumo à floresta amazônica sem imaginar que, logo ao chegar, encontrarão um velho inimigo: Nigel (Jemaine Clement).

BoURBON I

SEG. a QUA. 16:00 18:20 20:40 QUI. A DOM 13:40 16:00 18:20 20:40

www.diariodamanha.com

Jornalista Natália A. Mendes

@jornal_dm www.facebook.com/diariodamanha

Colaboração Christine Oliveira

Diagramação Ederson Rodrigo Teixeira Alessandra Studzinski

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência,917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800


PERFIL 3

Diário da Manhã Passo Fundo, 5 e 6.04.2014

RAQUEL PEREIRA

Bailarina desde os sete anos, Raquel Pereira está a frente da Baillar Centro de Danças, uma das escolas mais antigas de Passo Fundo que divide com a irmã. Quando conta a sua trajetória, Raquel fala no plural, colocando a família, e os alunos como parte de sua história. O marido Mário, com quem está desde os 20 anos, ela conheceu dançando, e aos poucos a dança passou a fazer parte da vida dele também.

Na exuberante Córsega

Como a dança entrou na sua vida? Eu comecei a dançar com 7 anos de idade. Nós morávamos em Fortaleza dos Valos e quando a minha irmã mais nova nasceu, nós nos mudamos para Cruz Alta e eu comecei a dançar lá com a professora Vera Bublitz . Eu tive uma iniciação muito perfeita, e isso foi fundamental para essa caminhada. Os nossos pais sempre foram extremamente cuidadosos com as meninas, e nos deram todas as oportunidades. Nós estudamos música, pintura, dança. E eu me mantive na dança. O que eu mais me apaixonei foi pela dança. E o suporte da família? Tivemos um apoio muito grande. Há 47 anos atrás, os nossos pais que eram agricultores morando em Fortaleza dos Valos , se deram conta de se mudar para Cruz Alta para dar oportunidades de estudo, é inédito para a época. Eles tiveram todo o cuidado, nós sempre estudamos tudo. E quando a bailarina vira empreendedora? Hoje para manter uma empresa você tem que manter os pés no chão. Nos sempre trabalhamos com a meta de transformar a Baillar em uma grande família. As pessoas que passam por aqui serão sempre bem vindas, e farão parte dessa família. Eu acho que isso é o grande diferencial, fazer as pessoas se sentirem em casa. Eu tenho a sociedade da escola junto com a minha irmã que á a Nara, e nos fomos aprendendo aos poucos a administrar. Nós fomos nós organizando de forma que cada uma assumisse a parte que mais lhe fosse afim. A Nara cuida muito da parte administrativa financeira, e eu cuido mais do visual, da comunicação, de como a escola aparece. Nos fomos aprendendo uma forma de administrar que hoje é muito tranqüila.

E como é a sua vida fora da escola? Eu sempre gostei muito de festas, de badalação, e eu vejo que com o tipo de profissão que eu tenho facilita muito. Porque a dança é isso: É comunicação, é estar com todo mundo, você conhece muita gente. Então eu trabalho e me divirto dançando. Eu só consigo ter a carga horária que eu tenho, porque eu amo o que eu faço. Eu não me imagino sem a dança.

Parceria na dança e na vida

A música e o movimento te prendem de tal forma que no momento que você está em sala de aula, tu só vive aquele momento

Nos palcos

E como você observa a dança influenciando a vida de outras pessoas? Quem procura a dança é porque quer estar de bem com a vida. Quem vem pra cá e não está bem, vem para estar bem. Eu agradeço todos os dias por ter escolhido a dança e poder ajudar tantas pessoas a se manterem bem. Hoje dança é qualidade de vida, é quase uma necessidade, com esse mundo absurdo. A música e o movimento te prendem de tal forma que no momento que você está em sala de aula, tu só vive aquele momento. Como é trabalhar com cultura em Passo Fundo? Eu agradeço todos os dias por ter vindo para Passo Fundo. Porque Passo Fundo efetivamente nos acolheu. Nos fomos abraçadas pela cidade, acreditaram no nosso trabalho. Independente da administração que esse município teve, sempre apoiaram o nosso trabalho. E eu acredito que nos tenhamos conseguido dar esse retorno.


4 MODA

Diário da Manhã Passo Fundo, 5 e 6.04.2014

Se tem um tipo de sapato que está se destacando tanto nas vitrines quanto nas ruas é o tal de slipper. A inspiração são chinelos de veludo usados com pijama, dentro de casa. Claro que depois de um upgrade, ficou muito mais interessante e usável fora de casa! E os modelos mais cobiçados são os de oncinha e os de glitter! Para usar esse tipo de sapato, leve em conta que ele se parece muito com sapatilha. Assim, você não fica tão presa na hora de escolher uma roupa para combinar. O modelo é muitas vezes confundido com mocassim, mas a diferença está na parte de cima. No slipper, ela é muito mais simples e sem costuras, ao contrário do mocassim. As combinações com slippers podem ser mais femininas, já que o sapato em si é fechado e masculino. Ele fica lindo comsaias e vestidos, em um contraste de estilos, ideal para ocasiões informais. Mas ele está realmente popular em looks com calça, o que fica super fácil adaptar para roupas de trabalho. Para deixar o sapato aparecer mais é só dobrar a barra da calça. Os modelos com estampas de bichos e com glitter são os mais procurados – além daqueles cheios de tachinhas -, mas, se quiser investir no primeiro par, indicaria uma cor mais neutra, como Botas Gabriel o nude.

Sapatos

Joias: O preto e dourado são cores clássicas que juntas resultam em uma combinação elegante e glamourosa. Vale sempre a pena ter uma peça que una os dois tons pois nunca sai de moda. Você pode usar a tendência em brincos, ou em anéis. Ou investir no duo de cores com anel e bracelete.

Jóias: Preto e dourado


MODA 5

Diário da Manhã Passo Fundo, 5 e 6.04.2014

SAIAS Nem tão longa e nem tão curta

Direções para a saia midi funcionar: Pensa se não funciona assim: marcas desfilam coisas lindas nas passarelas e, na sequência, as revistas publicam matérias dizendo que só quem é alta e magra pode usar essas lindezas porque tudo achata e engorda… é ou não é? MAS NÃO NÉ GENTE! Uma delícia ver em modelos de verdade as saias que a gente acha mais difíceis de usar, por exemplo! Pelo menos pra gente aqui nada dá mais vontade de experimentar do que ver em gente-como-a-gente a coisa dando certo. E se essas saias mais longuinhas – mas não tããão longas, na metade do caminho – podem fazer a gente pensar em pernas encurtadas, em quadril largo, em imagem datada… as referências aqui embaixo dão uma lição (um monte de lições!) de como fazer funcionar esse look fresquinho, feminíssimo e, mesmo antiguinho, super moderno.

Dicas: * Cintura marcada faz com que qualquer excesso seja claramente identificável como do tecido e da modelagem da saia – cintura no lugar dá dimensão (real) de silhueta humana e das proporções de quem usa! * Bracinhos de fora, quando magrinhos, dão sensação de corpo todo alongado: quem tem naturalmente pode agradecer essa bênção todo dia, viu. ;-) * O maior trunfo da saia longuete é deixar o começo da panturrilha e canelas à mostra, que sempre são partes (mais) finas da perna – pra otimizar esse efeito de finura vale escolher sapatos que enfatizem sem cobrir, com gáspea baixa, com tiras super ultra finas, com cores que acompanhem as cores da saia (saia e sapato claros, ou saia e sapato escuros, ou tudo neutro, ou tudo colorido, etc etc etc) e tals. * Se a saia ocupa mais espaço no look do que a blusa (que por dentro fica mais “curtinha”), a coordenação de cores pode ter um efeitão na silhueta de quem usa: cores vivas e mais claras sempre expandem e cores opacas e mais escuras sempre retraem visualmente – quem tem peitinho e ombrinho pode querer usar parte de baixo mais chamativa, quem tem quadrilzão pode chamar a atenção pra parte de cima. * Já que as pernocas tão cobertas, um decotinho – na frente ou nas costas - pode ser super bem-vindo. Vale também pra dedinhos à mostra em sandálias.


Lurdes De Conto

8 SOCIAL

Parabéns a Vocês!!!

Diário da Manhã Passo Fundo, 5 e 6.04.2014

Happy

A jovem Luisa Carbonera comemorou os seus 15 anos linda de viver, junto a seus pais Ivagner e jaqueline Carbonera, no dia 29 do ultimo mês na sede social do Clube Juvenil.

Leonita Serena comemorou seu aniversário entre o carinho de seus familiares e amigos, no dia 2 de abril, recebendo incontáveis felicitações pela data. Receba o nosso abraço. Leonita com a filha Nathália Serena

O jovem Evandro de Azevedo Lima comemorou o seu aniversário recebendo milhares de felicitações de seus familiares e amigos, em especial o carinho da mãe Janesca, com a qual além da relação de mãe eles curtem uma grande amizade, são companheiros. Parabéns.

O garoto esperto Gabriel Henrique, comemorou os seus 4 Anos de idade em clima de alegria total, junto a seus pais, Joane Alberto Andreolla e Cristina Andreolla, no Salão de Festas do Clube Juvenil Kids, no dia 29 de março último.

Evandrinho com a mãe Janesca de Azevedo

A garota encantadora Letícia Franciosi, filha de Mário Franciosi e de Maria Cecília Almeida, comemorou os seus 8 Anos no dia 1 de abril e festejou com a galerinha do Colégio Conceição em clima de parabéns a você. Parabéns e que sua vida seja sempre de alegria como o significado de teu nome. Leticia Franciosi

Arthur, filho de Fernanda Rocha Nery e Oscar Rodolfo Vieira e neto de Neusa Henriques Rocha, comemorou no dia 24 de Fevereiro seu primeiro aniversário. Eles que residem atualmente em Florianópolis SC deixando muita saudade para seus familiares e amigos em especial para sua vovó. Arthur e seus pais

Trocou de idade no dia 25 de março ultimo o empresário Pedro Thomas, motivo de muitos cumprimentos por parte de familiares e dos seus muitos amigos que graças a sua lealdade e o seu desprendimento soube tão bem conquistar. Esta coluna deseja felicidade! A empresária Semeato Carolina Rossato, recebeu muitos cumprimentos pela chegada da nova idade de familiares e amigos em clima de muita alegria. Esta coluna deseja a aniversariante os melhores votos.

Agenda

Está chegando o dia 11 de abril, noite marcada pela festa das Mimosas no Clube Comercial, que este ano tem como tema “Volta ao mundo com as Mimosas” Entidade beneficiada: Lar da Vovó Vila Shisler e ao Abrigo de idosos São José e João XXlll.


FOTO DIVULGAÇÃO

Diário da Manhã

1

Sábado e domingo, 05 e 06.04.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

PASSO FUNDO - CARAZINHO - ERECHIM

Sábado e domingo, 05 e 06.04.2014 - www.diariodamanha.com

Cólicas: como aliviar o desconforto dos bebês Páginas 4 e 5


GERAL Diário da Manhã

2

Sábado e domingo, 05 e 06.04.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

Curso de gestantes traz segurança para futuras mamães FOTO HSVP

Um conselho, uma dica, um lembrete para os futuros papais e mamães são sempre válidos. Pensando nisso, o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo realiza o Curso de Orientação à Gestante, onde as grávidas e seus acompanhantes podem receber orientações de profissionais da área, trazendo maior segurança para a chegada do bebê. Na segunda-feira, 31 de março, iniciou a 29ª edição do evento, que segue até o dia 11 de abril, com a participação de 60 gestantes e acompanhantes. Os temas abordados no curso vão desde o cuidado na gestação, parto até troca de fraldas e banho. Na primeira noite foram apresentadas as palestras Mudanças psicológicas na gestação, com a psicóloga, Rejane Catapan Piovesan, e Crescimento e desenvolvimento fetal, alterações hormonais e como amenizar os desconfortos, Sexualidade na gestação e puerpério, com a médica obstetra Marisol Curti.

Doe Sangue: Cultive esta ideia No início do mês de abril, o Serviço de Hemoterapia do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) lançou a campanha de incentivo a doação de sangue de 2014 que tem como tema Doe Sangue: Cultive esta ideia, e faz uma homenagem a todos os grupos sanguíneos. Segundo a coordenadora técnica da Hemoterapia, Dra. Cristiane Rodrigues Araújo, a campanha segue o gancho de 2013, onde vários novos doadores vieram até o serviço, agora o objetivo é que esses doadores fidelizem-se e tragam novos para essa corrente. As flores deste ano, assim como as sementes em 2013, também repre-

Fazbem Lucuma, rica em betacaroteno Originária da região dos Andes, a lucuma é o sabor de sorvete mais popular na região. Aromática, de polpa rica e alaranjada com um sabor doce semelhante à baunilha, a Lucuma é uma fruta naturalmente rica em betacaroteno, o qual fortalece o sistema imune. É rica também em niacina, ferro, hidratos de carbono complexos, minerais e vitaminas B1 e B2. Bom para o colesterol: Contém Vitamina B3 (niacina) e carotenóides, pode chegar a ser muito bom para o colesterol. Também é conhecida culturalmente por reduzir a tristeza e depressão, uma vez que fornece nutrientes que estimulam o sistema nervoso. Mas por sua vez, esta planta age como um energético natural, aumentando a produção de energia a nível celular.

Creme de lucuma

ENDEREÇOS l Passo Fundo v Centro de Saúde (Posto Central) Rua Fagundes dos Reis, 270 (54) 3311-6494 v Hospital São Vicente de Paulo Rua Teixeira Soares, 808 Centro (54) 3316-4000 v Hospital da Cidade Rua Tiradentes, 295 Centro/Annes (54) 2103-3333 v Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes (54) 3313-4435 v Hospital Municipal Rua Alcides Moura, 100 Centro (54) 3316-4500 v Hospital de Olhos C.L. Dyógenes A. Martins Pinto Campus I - UPF - Bairro São José (54) 3318-0200

sentam o cunho ambiental no qual a Hemoterapia e o HSVP estão inseridos. No mês de abril, os homenageados são os doadores do grupo sanguíneo AB - porém, todos os grupos estão convidados a doar. O Serviço de Hemoterapia funciona de segunda a sexta-feira das 7h30min às 17h30min e nos sábados, das 8h às 12h (com agendamento). Para realizar a doação é necessário um documento original com foto, ter entre 18 e 69 anos, pesar acima de 50 kg e sentir-se bem de saúde. Doação de Sangue é uma atitude pela vida, venha fazer parte desta corrente. Mais informações pelo fone (54) 3316 4087.

Espuma de chocolate

Ingredientes:

v Prontoclínica Tv. Dr. Arthur Leite, 58 - Centro (54) 3313-5100 v Bombeiros -193

• • • • •

4 ovos 200g de leite 400g de leite condensado light 250g de polpa de lucuma comprada pronta 100g de açúcar

l Carazinho

Como fazer:

v Hospital de Caridade Rua General Câmara 70 (54) - 3329-9898 v Ambulatório Municipal Avenida São Bento, anexo ao prédio do Senai v Centro de Especialidades Médicas (CEM) Av Pátria, 736 - junto ao prédio do INSS (54) 3331-4510 v Bombeiros -193

• • • • •

• • • • • •

250ml de leite 250ml de creme de leite sem soro 6 gemas 100g de açúcar 50g de chocolate em pó 80g de chocolate meio amargo picado

Em uma vasilha, bata os ovos e acrescente o leite, o leite condensado e a polpa de lucuma. Reserve. Leve uma panela ao fogo médio com o açúcar e cozinhe até que caramelize. Disponha esse caramelo em formas pequenas para pudim e deixe esfriar. Coloque a massa preparada nas formas e leve ao forno preaquecido em banho maria, a 175C, por 30 minutos.

Espuma de chocolate • Leve uma panela ao fogo médio com o leite e o creme de leite. • Cozinhe por 4 minutos, a mistura não pode ferver. • Em uma vasilha, misture as gemas e o açúcar. • Junte o leite quente e adicione os 2 tipos de chocolate, mexendo sempre, até dissolver. • Deixe esfriar. • Coloque a mistura em um saco de confeitar, preenchendo-o até a metade. • Reserve na geladeira.

l Erechim v Hospital de Caridade Rua S Paulo, 466 (54) 3520-8400 v Hospital Santa Terezinha Rua Itália, 919 (54) 3520-2100 v Bombeiros -193

Editora

Liliana Crivello RP:10698

www.diariodamanha.com

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência,917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800

Jornalista

Sirlei Pazinato RP: 14391 @jornal_dm www.facebook.com/diariodamanha


GERAL Diário da Manhã

Educação condutiva traz benefícios à pacientes com paralisia cerebral FOTO DIVULGAÇÃO

“Hoje temos outra criança em casa, um menino muito inteligente, espontâneo, falante, ativo”

Pais buscam a instalação de uma escola voltada a esta forma de educação em Passo Fundo, para que o método seja acessível para pacientes da região Em busca de tratamentos e métodos que melhorem a qualidade de vida do filho Miguel, de dois anos, que nasceu prematuro de 28 semanas e com paralisia cerebral diplégica, que lhe afeta a parte motora, os passo-fundenses Juliana Mariano Goi e Peterson Goi conheceram a educação condutiva. “Sabíamos que devido ao coagulo que o Miguel teve depois que nasceu, teríamos que fazer acompanhamento com neurologista, com a ressonância magnética foi diagnosticado Paralisia Cerebral, e fomos aconselhados fazer fisioterapia, hidroterapia e estimulação precoce. Em seguida a ortopedista aconselhou o uso de órteses nos pés para ajudar na espasticidade. Mas no final do ano de 2012, conhecemos a educa-

ção condutiva. E descobrimos que seria ideal para o Miguel. Em março fizemos uma visita à escola e conseguimos uma vaga para o

Miguel, na turma de bebês”, relata Juliana. Assim, ele frequentou durante um ano a escola Pássaros de Luz, em Itajaí, Santa Catarina.

Método A Educação Condutiva é uma abordagem com visão pedagógica criada nos anos 40/50, por András Petö, médico Húngaro, que ao trabalhar na reabilitação de crianças com Paralisia Cerebral, compreendeu suas dificuldades como um distúrbio de aprendizagem. Com esta compreensão, passou a exprimir sua revolucionária ideia de que as pessoas com sequelas de lesão cerebral podem aprender a controlar e coordenar os seus movimentos. Conforme os pais, já no primeiro mês que frequentou a Escola Pássaros de Luz, o pequeno Miguel apresentou melhoras, que foram aumentando a cada estágio concluído. “Hoje temos outra criança em casa, um menino muito inteligente, espontâneo, falante, ativo, que ainda tem suas dificuldades, mas já consegue ficar sentado sozinho por algum tempo, troca passos, pega os brinquedos com as duas mãos, ainda tem dificuldades, mas adquiriu muita mobilidade, já esta começando a comer sozinho. Ainda temos muito para aprimorar na coordenação dele, mas a cada dia ele nos surpreende com algo novo”, revela a mãe.

Escola local Para que a educação condutiva chegue a mais pessoas, Peterson, Juliana e um grupo de pais juntaram-se e criaram o Centro de Pesquisa e desenvolvimento de Educação Condutiva Poder fazer, e buscam apoio, especialmente junto a prefeitura, para implantar um centro de educação condutiva no município. A proposta do Centro “Poder Fazer” é de implantar e desenvolver um atendimento especializado chamado Educação Condutiva, dedicado às pessoas com sequelas de Paralisia Cerebral (PC)

e alterações afins. “Nosso trabalho será de contribuição para o desenvolvimento das pessoas com diferentes capacidades motoras, na sua habilitação e reabilitação, buscando sua recuperação física, mental, psicológica e social, respeitando suas características, necessidades e interesses, oferecendo alternativas de maior autonomia e integração familiar, escolar e social. Além disso, queremos promover a sua inclusão e integração na vida comunitária, trabalhar no campo educacional em favor da difusão

de métodos e processos de conservação da saúde, auxiliando-as no trabalho da escolarização, através de classes de reforço e de recuperação”, acrescenta Juliana. Depois do período na escola de educação condutiva, os pais de Miguel o levaram para Bangkok, na Tailândia, onde, durante um mês o menino foi submetido a um tratamento com células tronco, que também tem apresentado resultados positivos. A história de Miguel é relatada no blog: www.miguelgoi.com.

3

Sábado e domingo, 05 e 06.04.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho


ESPECIAL Diário da Manhã

4

Sábado e domingo, 05 e 06.04.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

Cólicas: como aliviar o des Dicas simples podem ajudar a diminuir o sofrimento dos pequenos, que tende a melhorar normalmente, a partir dos três meses, quando aumenta a maturidade intestinal dos pequenos Depois de meses de gravidez e preparação, finalmente o bebê tão esperado chega à família e é rodeado de carinho e cuidados. São tempos de noites em claro

em que cada chorinho costuma ser motivo de preocupação para os pais. Em grande parte dos casos, o desconforto dos pequenos é causado pelas cólicas in-

+ Saúde - Por que os bebês costumam ter cólicas?

Cristiane A. Cassanelo - As cólicas podem ter várias causas, mas, principalmente, são causadas pela imaturidade do intestino do recém-nascido, que se contrai e relaxa de maneira desorganizada. Alguns bebês também deglutem muito ar durante as mamadas e têm dificuldades de digestão e, consequentemente, mais gases, exacerbando as cólicas. A frequência depende muito da maturidade intestinal de cada bebê e da sensibilidade à dor.

+ Saúde

- Popularmente, diz-se que as cólicas começam a diminuir depois dos três meses da criança. Essa afirmação faz sentido?

Cristiane A. Cassanelo - Sim, justamente nesse período é que o intestino está ficando mais maduro e as contrações intestinais costumam ter um ritmo mais organizado.

+ Saúde - Até que ponto as cólicas podem ser consideradas normais nos bebês e quando é necessário procurar auxílio médico? Cristiane A. Cassanelo - As cólicas ditas fisiológicas, ou seja, consideradas normais

testinais. A seguir, a médica pediatra e neonatologista Cristiane Agostini Cassanelo explica mais sobre o tema e dá dicas para aliviar o sofrimento dos pequenos:

seguem um padrão, normalmente ocorrem mais no final do dia ou no inicio da noite. Elas têm um início súbito, o bebê tem um choro agudo e faz movimentos de extensão e flexão rítmica das pernas. Esses sintomas duram por um período de uma a duas horas em geral e cessam subitamente. Quando o choro do bebê é muito intenso, inconsolável, ocorrendo em diversos períodos do dia, ou bebê está tendo dificuldades em mamar ou em ganhar peso, nesse caso as mães devem consultar o pediatra.

+ Saúde - O que as mães podem fazer para aliviar as cólicas dos pequenos? Cristiane A. Cassanelo - Algumas técnicas podem auxiliar a aliviar os sintomas: vá para um local calmo, fale tranquilamente com o bebê, faça massagens circulares na barriga dele, compressas mornas no abdome (de preferência não utilizar bolsas de água quente pelo risco de queimaduras), colocar o bebê de bruços no colo com o abdome apoiado sobre sua mão e sempre colocar o bebê para arrotar após as mamadas. Chás e sucos não têm nenhuma comprovação de que sejam efetivos e em alguns casos podem até piorar as cólicas.

As cólicas podem ter várias causas, mas, principalmente, são causadas pela imaturidade do intestino do recém-nascido, que se contrai e relaxa de maneira desorganizada


ESPECIAL Diário da Manhã

esconforto dos bebês

5

Sábado e domingo, 05 e 06.04.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho FOTO ARQUIVO DM

+ Saúde - Com relação aos medicamentos para o alívio das cólicas, é preciso ter muita cautela?

Cristiane A. Cassanelo - Não existe nenhuma comprovação de que algum medicamento realmente seja eficiente para o tratamento de cólicas e, além do mais, estamos falando de crianças com poucas semanas de vida, todos os medicamentos só devem ser utilizados com indicação do seu pediatra.

+ Saúde - O leite materno provoca menos cólicas que outras substituições? Cristiane A. Cassanelo - Sim, o leite materno é rico em imunoglobulinas e lactobacillus que facilitam a digestão e diminuem a produção de gases. Não existe, como regra, nenhuma proibição em relação ao consumo de alimentos pela mãe durante a lactação, a alimentação deve, apenas, ser equilibrada, evitando excesso de leite de vaca e derivados, alimentos muito condimentados ou ricos em cafeína e refrigerantes também devem ser evitados.

Não existe, como regra, nenhuma proibição em relação ao consumo de alimentos pela mãe durante a lactação, a alimentação deve, apenas, ser equilibrada, evitando excesso de leite de vaca e derivados, alimentos muito condimentados ou ricos em cafeína

Diário da Manhã

5

Era uma vez um casal... e deles, tudo começou Sábado e domingo, 05 e 06.04.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

Crístofer Batista da Costa*

Uma relação conjugal marca o início de uma família. Tudo começa quando duas pessoas se enamoram mutuamente e decidem compartilhar a vida uma com a outra. No entanto, poucos casais tem clareza do quanto essa fase é importante para as demais que virão. Pesquisadores, especialmente em âmbito internacional, investigam as consequências que relações íntimas com intenso conflito provocam na vida dos próprios parceiros, para o contexto familiar e, principalmente, no desenvolvimento dos filhos. O início de um relacionamento conjugal dá muitos indicativos sobre como o casal se relacionará ao longo dos anos, pois o padrão de interação tende a se repetir. No entanto, muitas pessoas pensam que se um casal tem conflitos, com o passar do tempo isso se resolverá, pois com a idade se adquire maturidade. Outros acreditam que o nascimento dos filhos ou o distanciamento da família de origem implica necessariamente em responsabilidade e discernimento. Infelizmente essas mudanças positivas acontecem com uma minoria dos casos. Ocorre muito frequentemente de os casais se apaixonarem, rapidamente decidirem ir morar juntos e, mais rápido ainda se separarem. Tal fato não é algo inesperado, tampouco essas pessoas têm problemas afetivos. Os parceiros precisam aprender a se relacionar intimamente com o outro. Porém, quando o tempo desse aprendizado é antecipado para um envolvimento mais intenso, fica muito mais difícil conseguir gerenciar dificuldades primárias, tais como respeitar o espaço e o jeito do outro, dividir tarefas, comunicar-se com clareza e proporcionar momentos para a conjugalidade e momentos para a individualidade. Quando essas questões não são resolvidas no começo da relação, provavelmente repercutirão em situações mais complexas de resolver com a chegada dos filhos e com as mudanças no ciclo de vida da família. Não se pode ignorar também que na contemporaneidade as relações conjugais são desafiadas por um contexto social imediatista, efêmero, descartável, perfeito e belo. Todos esses aspectos influenciam a forma como as pessoas pensam, se relacionam e fazem escolhas. Por outro lado, não se quer mais viver em relacionamentos onde existe violência, altos níveis de conflito, falta de liberdade e autonomia, entre outros fatores destrutivos. Essa reflexão quer atentar para a necessidade premente de se ter mais tempo. Mais tempo para namorar, mais tempo para conhecer a pessoa que se deseja e por quem se está apaixonado, mais tempo para conhecer a si próprio e muito mais tempo para tomar decisões tão importantes como viver a dois. Tal escolha impactará de forma decisiva na vida dos envolvidos, nos acontecimentos futuros e em todo percurso que se seguirá. O momento atual requer mudanças. É preciso diminuir o ritmo em que se amadure as questões afetivas, oportunizar conhecer e lembrar que a vida conjugal precisa de muito ensaio antes de ir para o palco principal. Sobretudo, reconhecer os próprios limites, os do parceiro e os de todas as relações humanas para então decidir, com liberdade, se efetivamente o show deve continuar. *Psicólogo CRP 20453 / Mestrando em Psicologia Clínica - UNISINOS/RS / cristoferbatistadacosta@gmail.com


geral Diário da Manhã

6

Sábado e domingo, 05 e 06.04.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

Calvície: nova técnica promete bons resultados A técnica FUE (Follicular Unit Extraction – Extração da Unidade Folicular) apresenta resultado natural Suportar a calvície é uma situação que pode deixar de fazer parte da realidade da vida de homens e mulheres que sofrem com esse mal. Criada nos Estados Unidos e trazida ao Brasil recentemente, a técnica FUE tem sido a solução para essas pessoas. Diferente de outros processos de transplante que deixavam os fios com aparência de cabelos de boneca, esse método permite naturalidade na aparência, sem pareça que houve uma cirurgia no local, além de apresentar um período mais confortável e bem menor de recuperação cirúrgica. Os números da literatura médica são impressionantes: a partir dos 30 anos de idade, mais de 30% dos homens já começa a apresentar sinais de alopecia (perda de cabelos). O quadro se agrava diante da constatação de que a perda aumenta conforme a idade avança. “O tratamento clínico (com medicamentos) é suficiente para tratar a queda nos casos iniciais e fundamental para evitar da progressão na maioria dos pacientes, mas quando já houve a perda permanente do bulbo capilar, somente o transplante de cabelo pode repô-lo nessa região”, diz o cirurgião plástico Mauro Speranzini, em transplante capilar por meio da técnica FUE. O tempo de cirurgia depende de cada caso e varia de quatro a dez horas. Os fios de cabelo são obtidos do couro cabeludo, da barba ou de qualquer região do corpo onde haja abundância de pelos. Para isto utiliza-se um micro punch (instrumento cirúrgico) com diâmetro de apenas 0,8 a 0,9 mm. “As cicatrizes resultantes geralmente são imperceptíveis com o cabelo muito curto e até mesmo raspado”, comenta o cirurgião plástico Mauro Speranzini. Vale ressaltar que o resultado definitivo acontece em cerca de nove meses, quando o paciente aproveitará realmente seu novo visual.

Técnica O objetivo dos transplantes capilares é proporcionar uma melhor aparência estética, devolvendo a autoestima para quem sofre com a calvície. Neste sentido, atualmente, existem maneiras de se chegar ao melhor resultado. Dr. Mauro adverte que a técnica ideal para ser aplicada em cada paciente deve ser analisada por um médico especialista. De acordo com médico, além desse método existe outro bastante utilizado, o FUT (Follicular Unit transplantation - Transplante de Unidade Folicular), em que um fuso de pele é retirado do couro cabeludo com um bisturi. Nessa técnica é necessário dar pontos para fechamento da ferida e resulta em cicatriz linear. Já na técnica FUE (Follicular Unit Extraction – Extração da Unidade Folicular) são feitas centenas e até mesmo milhares de microincisões circulares, geralmente com 0,8 mm de diâmetro sendo que em 24 horas os orifícios já estão reduzidos à metade. As cicatrizes resultantes geralmente são imperceptíveis mesmo com o cabelo muito curto e até mesmo raspado.


GERAL Diário da Manhã

Lesões de pele: grupo se consolida pelos bons resultados no tratamento O conhecimento adquirido e repassado, também é fator essencial no trabalho de prevenção de lesões cutâneas que é desenvolvido pelo grupo FOTO ASCOM HSVP / CAROLINE SILVESTRO

Atendimento transdisciplinar é um diferencial no tratamento O Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), desde 2008, conta com uma equipe transdisciplinar que compõe um grupo de estudos voltado ao aprimoramento e recuperação de feridas. Denominado Grupo de Pele, a equipe se consolidou no hospital, pelo atendimento especializado e de excelência em pacientes com lesões cutâneas. No ano de 2013, o Ambulatório do Grupo de Pele chegou a marca de mais de 1.000 atendimentos. Na busca pelo aprimoramento também realizou

o 1° Simpósio de Prevenção e Tratamento de Lesões Cutâneas, um evento que reuniu mais de 400 profissionais e acadêmicos de diferentes áreasem busca de atualização de conhecimentos. Formado por psicólogo, enfermeiros, nutricionistas, farmacêutico e médico, o Grupo de Pele atua no HSVP com foco na prevenção e tratamento estabelecido de acordo com protocolos específicos, para o melhor atendimento aos pacientes. O coordenador do grupo, Michael

Amarante destaca a evolução da equipe e o espaço que a atuação dos profissionais foi adquirindo. “O grupo cada vez mais, vem se estabelecendo. Atendemos em média seis pacientes por turno, encaminhados por colegas do grupo e por médicos especialistas que atuam na instituição. Os resultados são satisfatórios e positivos. Através do trabalho transdisciplinar da equipe podemos dar um suporte completo ao paciente e melhorar os resultados”, enfatiza o enfermeiro.

7

Sábado e domingo, 05 e 06.04.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

Aprimoramento Buscando sempre ampliar os conhecimentos e melhorar o atendimento o Grupo de Pele participa de eventos, pesquisas, seminários e dissemina o conhecimento para todos os profissionais. “Foi um desafio preparar o 1° Simpósio de Prevenção e Tratamento de Lesões Cutâneas. Agregamos conhecimentos para a nossa prática no HSVP e para toda região. Ficamos muito satisfeitos e já estamos pensando na segunda edição para o ano de 2015”. O conhecimento adquirido e repassado, também é fator essencial no trabalho de prevenção de lesões cutâneas que é desenvolvido pelo grupo. Amarante evidencia que através de escalas e protocolos, foi diminuído em mais de 50% a incidência de lesões de pele causadas pelo tempo de internação prolongado em setores críticos como os Centros de Tratamento Intensivos. “Cada paciente tem um tempo de recuperação da ferida. Nós aplicamos o tratamento de acordo com as características da lesão e o tempo de cicatrização dependerá das condições do paciente. Nós pesquisamos e trabalhamos para que esse tempo seja o menor possível, enfatizando que a prevenção sempre é o melhor tratamento”.


peSquisa Diário da Manhã Diário da Manhã

8

8

Sábado e domingo, Sábado e domingo, 05 e 06.04.2014 05 e 06.04.2014 Passo Fundo Passo Fundo Erechim Erechim Carazinho Carazinho

Autismo é resultado de anomalias nas estruturas cerebrais FOTO DIVULGAÇÃO

11

crianças autistas, com idades entre 2 e 15 anos, tiveram o tecido cerebral analisado por médicos

O autismo resulta de anomalias no desenvolvimento de certas estruturas cerebrais do feto, revelaram ainda no final do mês de março, neurologistas americanos. A descoberta faz parte de estudo que mostra uma desorganização na estrutura cerebral das crianças autistas. “Se for confirmada por outras investigações, poderemos deduzir que isso reflete um processo que se produz bem antes do nascimento”, explicou Thomas Insel, diretor do Instituto Americano da Saúde Mental (Iasm), que financiou o trabalho publicado na revista New England Journal of Medicine. “Esses resultados mostram a importância de uma inter-

venção precoce para tratar o autismo, que atinge uma em cada 88 crianças nos Estados Unidos”, acrescentou. O autismo é “geralmente considerado um problema do desenvolvimento do cérebro, mas as investigações não permitiram ainda identificar a lesão responsável”, disse Insel. “O desenvolvimento do cérebro de um feto durante a gravidez inclui a criação do córtex - ou córtex cerebral – composto por seis camadas distintas de neurónios”, precisou Eric Courchesne, diretor do Centro de Excelência em Autismo da Universidade da Califórnia (San Diego), principal coautor da pesquisa. “Nós descobrimos anomalias no desenvolvimento

dessas camadas corticais na maioria das crianças autistas”, acrescentou. Os médicos analisaram amostras de tecido cerebral de 11 crianças autistas, com idade entre 2 e 15 anos, no momento da sua morte, e compararam com amostras de um grupo de 11 crianças não autistas. Os investigadores analisaram uma série de 25 genes que servem de marcadores para certos tipos de células cerebrais que formam as seis camadas do córtex e constataram que esses marcadores estavam ausentes em 91% dos cérebros de crianças autistas, contra 9% no grupo de controle (crianças não autistas). Com informações da Agência Brasil.


Passo Fundo