Page 1

CARAZINHO, sexta - Feira 13.07.2018

Sexta-feira, 13.07.2018, Carazinho

Diário da Manhã -

1

www.diariodamanha.com

foto: DM/Rodolfo Sgorla da Silva

37 ANOS - Nº 414 - R$ 2,00

Via paralela recebe melhorias

Resíduo asfáltico foi colocado em trecho localizado às margens da BR 285. Uma liga asfáltica para melhorar a resistência do material também será posta na via. Página 4 foto: DM/Anderson Favero

Casos de sarampo e poliomielite assustam a população no RS Doenças que não se manifestavam há anos, consideradas quase erradicadas no Brasil, voltaram a aparecer recentemente. Sete casos de sarampo foram confirmados no Rio Grande do Sul. Página 6

Acadev completa 18 anos de fundação Ao longo de sua trajetória, a entidade que luta em prol dos deficientes visuais de Carazinho tem representado um verdadeiro divisor de águas na busca por mais espaço na sociedade. Página 5

31,5% dos detentos precisaram de atendimento médico recentemente Preocupação com a segurança, devido ao alto número de escoltas, motivou uma reunião entre a direção do presídio e instituições de saúde. Página 11


RADAR

2 - Diário da Manhã

Sexta-feira, 13.07.2018, Carazinho

Se você tem um smartphone e um aplicativo de QR Code instalado, posicione o leitor desta imagem e tenha acesso direto ao nosso site.

Meias do Bem bertores foram recebidos pelo Lions e serão distribuídos a pessoas em vulnerabilidade social, dando preferência aos moradores de rua. Junto com estes, será doado um par de meias novo para a pessoa. A arrecadação continua durante todo o ano, e as meias podem ser entregues aos companheiros do Lions e LEO Carazinho Centro ou nos locais de coleta espalhados pelo país.

Foto: DM/Nathan Schultz

Os gerentes das lojas Quero-Quero, Carla Oliveira e Itamar Zanatta, participaram da programação da Rádio Diário, na manhã desta quinta-feira (12). Eles falaram sobre as ofertas que vão até o próximo final de semana nas condições de 10 vezes sem juros.

Foto: Divulgação

Em parceria com a Loja Pucket de Passo Fundo, o Lions Clube Carazinho Centro realizou pelo segundo ano consecutivo a campanha “Meias do Bem”. Visando a arrecadação de meias que não tem mais utilidade, como por exemplo, meias furadas, sem elásticos, etc, para que a partir destas sejam feitos cobertores. Após o processo, os 70 co-

Bloqueio de aparelhos Ação solidária A Associação Protetora dos Animais São Francisco de Assis (APASFA) está organizando um cachorro-quente beneficente para arrecadar recursos. A entidade se dedica a cuidar de animais abandonados em Carazinho. De acordo com a coordenadora da Associação, Nazir Salomão, a ação irá acontecer no dia 4 de agosto, no Café Pantanal (Rua Pedro Vargas, 857), somente para

retirada, das 11h30min às 14h e das 18h às 20h30min. O valor do cartão é R$ 10,00 e pode ser comprado com os voluntários da APASFA. “A gente pede o apoio da comunidade porque precisamos desse auxílio para pagar veterinário e agropecuárias em que a gente compra os mantimentos para os animais, então, é bem importante a colaboração”, comentou Nazir.

Salário-Educação O Ministério da Educação liberou nesta semana R$ 958,4 milhões para pagamento da parcela do salário-educação referente ao mês de junho deste ano. Os valores foram repassados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC, que efetuará o repasse aos estados, municípios e Distrito Federal até o próximo dia 20. Os recursos serão aplicados no financiamento de programas, pro-

jetos e ações voltadas para a educação básica. O salário-educação é uma contribuição social recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social, a partir de uma alíquota de 2,5% sobre a folha de pagamento. Após a arrecadação, feita pela Receita Federal, cabe ao FNDE repartir os recursos, até o dia 20 do mês seguinte ao da disponibilização dos valores, entre todos os entes federados.

Recomeça em 8 de dezembro o bloqueio de aparelhos móveis irregulares. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicação (Anatel), os bloqueios já ocorreram no Distrito Federal e em Goiás e, até o início do próximo ano, o processo terá ocorrido em todo o país. A Agência explicou que ações como essa fazem parte de um projeto que tenta coibir o uso de telefones móveis

não certificados. Com esses bloqueios, todos os celulares clonados, adulterados ou que tenham passado por alguma fraude ficam impossibilitados de operar. A partir de 23 de setembro, aparelhos no Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia e Tocantins vão receber uma mensagem de aviso. Em 8 dezembro, eles param de funcionar.

Cinetrash na Arteria A primeira sessão de cinema organizada pela Casa de Cultura Arteria acontecerá nesta sexta-feira (13) às 22h, iniciando com o filme “It: a coisa” de 2017, programação especial devido à data. Estão liberadas as entradas com comidas e refrigerantes no local. Com entrada gratuita vi-

Fundador Jornalista Túlio Fontoura (1935 1979) Presidente-Emérito Dyógenes Auildo Martins Pinto (1972 1998) Vinícius Martins Pinto (1997 2003)

sando a colaboração consciente, apresentará os filmes trash, z movies ou filmes sinistros como são conhecidos, caracterizados pelo baixo orçamento e uma grande criatividade em seu roteiro e direção, relembrando sessões de filmes que popularizaram personagens como ‘Zé do Caixão’, por exemplo.

Presidente Janesca Maria Martins Pinto Vice-Presidente Ilânia Pretto Martins Pinto Editora Geral Nadja Hartmann

ANIVERSÁRIOS 13/07 Adelmira Moller Anahy Fagundes dos Santos Alvori Cavalcante de Oliveira Arthur Sônego da Silveira Cleto Luiz Mezzono Daniela Scheenardie Eleandro Nunes Gerusa Ribeiro Guilherme Harnisch Neuhaus Lady Weissheimer Drey Leonor Weissheimer Leonara Weissheimer Drey Marilaine Salete Huhl Mateus Telokem Siqueira Nelci Pires Nila Ghedini Pablo Lima Paulo Borges Pereira Perceberto Correia da Silva Sandra Maria Diniz Pires Sérgio Antônio Toledo Sérgio de Quadros Lof Vilmar de Mello

Diretora Comercial: Jussara Alberton Sirena Editor Interino: Rodolfo Sgorla da Silva (MTE 18546/RS)

www.diariodamanha.com www.facebook.com/diarioam

@diariodamanhaRS


CIDADE

Sexta-feira, 13.07.2018, Carazinho

Diário da Manhã -

3

Carazinho registrou a abertura de 337 empresas no primeiro semestre Foto: Arquivo/DM

Alessandro Tavares alessandro@diariodamanha.com

Relatório apurado pelo setor de Fiscalização da Prefeitura de Carazinho indica que nos primeiros seis meses do ano o número de empresas baixadas e ativas teve um saldo positivo de 110 registros. De acordo com o chefe do setor, Michael Gastring, no período foram realizados 227 movimentos de baixa e 337 ativações. “Tivemos um acréscimo de 110 empresas que foram contabilizadas e destas cerca de 80% são microempreendedores individuais (MEI's)”, comenta Gastring. O servidor destaca que a após iniciada a abertura de um MEI por meio da Sala do Empreendedor, este tem prazo de seis meses para fazer o alvará junto ao setor de Fiscalização. Dada essa condição, é possível que o número de inscrições referentes ainda ao primeiro semestre na prática possa ser ainda maior.

No entendimento de Gastring, considerando a crise econômica e da paralisação de caminhoneiros, e analisando o comportamento de anos anteriores, é provável que o número de empresas a serem abertas nos próximos seis meses seja ainda maior. De acordo com ele, a documentação que é exigida para cada MEI ou empresa varia com o segmento de atividade desta. “Varia bastante, mas percebemos que a maioria dos MEI's que tem sido abertos são voltados para a prestação de serviços, dentre eles na construção civil, pinturas, serviços elétricos e também a comercialização de vestuário”, explica Gastring.

Projeto piloto para fomento dos MEI's

De acordo com o secretário Municipal de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia, Mobilidade Urbana e Meio Ambiente, Dêninson Costa, o Município pretende inaugurar ao final deste mês

o que tem chamado de MEI Claster, de modo a prestar maior assessoria aos empreendedores que procuram por orientações da Secretaria. - A ideia é de criarmos um espaço dentro da Sala do Empreendedor, como se fosse uma ilha de trabalho, onde o empreendedor tem acesso disponível à internet e computador para consultas, onde poderá imprimir suas guias de documentos e receber assessoria. Ele também poderá agendar visitas de clientes para rodadas de negociações ocupando-se deste espaço comenta o secretário. De acordo com Costa, a tendência é de que até o mês de dezembro, em todo o Estado, a abertura de empresas possa ser feita de forma 100% digital, o que deve representar um ganho de tempo nas tramitações.

Crédito

Conforme o secretário, o Município também busca uma forma de aproximar

“Percebemos que a maioria dos MEI's que tem sido abertos são voltados para a prestação de serviços”, comenta Michael Gastring, chefe do setor de Fiscalização da Prefeitura de Carazinho agentes financeiros dos micro e pequenos empreendedores. “Estamos procurando um meio legal de termos na sala do empreendedor a possibilidade do encaminhamento e acesso a micro crédito. Isto existia há um tempo, notamos que muitos até tem boas ideias e bons pro-

dutos, mas não tem capital, mesmo que pequeno, para fazer o negócio deslanchar. Buscamos uma forma legal, sem que haja prejuízos ao Município, de termos quem sabe um posto de atendimento de alguma instituição financeira junto deste novo espaço”, revela Costa.

Ação que aquece Instituições de Carazinho procuraram amenizar o sofrimento de moradores de rua Fotos: Divulgação

Quatro instituições participaram da ação

A noite fria da quarta-feira (11) foi uma das motivações para a equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Secretaria Municipal de Assistência Social, Defesa Civil e o Centro de Tratamento a Dependentes Químicos de Carazinho (Cetrat) promoverem uma abordagem a moradores de rua. Essas pessoas enfrentam noites geladas com poucos recursos para se proteger do frio. Os técnicos foram divididos em grupos de três componentes, mapeando os casos em áreas específicas de permanência dessas pessoas no município. De acordo com o CREAS, foram localizados oito cidadãos em situação de rua, todos com moradia em Carazinho, vivendo na rua devido à dependência química. Foi oferecido pela equipe o tratamento necessário aos dependentes e, para tornar a rotina do frio um pouco menos difícil, doados cobertores, lanche e um café quentinho. Ao longo do inverno, mais mutirões irão acontecer, a fim de acolher e tornar a vida das pessoas que vivem na rua um pouco mais suportável.

Ação aconteceu na noite da quarta-feira (11)


CIDADE

4 - Diário da Manhã

Sexta-feira, 13.07.2018, Carazinho

Paralela com a BR 285 recebe melhorias Município foi autorizado pelo DNIT a usar os resíduos asfálticos que têm sido retidos na manutenção da BR 386 e que foram compactados na paralela. Uma liga asfáltica para melhorar a resistência do material ainda será colocada. Município recebeu autorização do órgão para abrir uma paralela também na BR 386 Foto: DM/Rodolfo Sgorla da Silva

Alessandro Tavares

foto: Arquivo/DM

alessandro@diariodamanha.com

Aberta recentemente a fim de permitir a regularização documental das empresas que estão instaladas nas proximidades e que vinham sendo notificadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a via paralela com a BR 285 próximo à Ulbra recebeu uma camada compactada de resíduos asfálticos. A via também deve receber uma camada de liga asfáltica em breve, de modo a melhorar as condições de trafegabilidade da via e o acesso às empresas. “Esta é uma obra que era esperada por anos por todas as empresas que estão instaladas naquele entorno. BBS, Cerenna, Ulbra, Telha Certa, Sest Senat e agora a Lavoro precisavam de acesso não direto à BR para conseguirem documentações que não eram autorizadas pelo DNIT. Foi feito um trabalho de governo envolvendo o prefeito e as secretarias de Planejamento e Desenvolvimento. Inicialmente o DNIT pedia um trevo que era faraônico e que resolvemos com a cria-

Obras acontecem nas proximidades da Ulbra Carazinho ção da paralela”, comenta o secretário de Desenvolvimento e Mobilidade Urbana Dêninson Costa. O secretário destaca que em um primeiro momento as empresas que estão instaladas naquele trecho foram parceiras da iniciativa cus-

“O investimento é pequeno considerando a melhoria que vai proporcionar”, pontua Dêninson Costa, secretário municipal de Desenvolvimento

teando a abertura da via e a formação da sua base. “Agora está sendo colocado este substrato de asfalto com trabalho executado pela equipe da Secretária de Obras e com uma camada de pó de pedra e depois uma liga de piche que deve dar uma melhor condição de trafegabilidade”, comenta Costa. O material de resíduo asfáltico que está sendo usado tem sido entregue pelo DNIT e tem saído de obras de manutenção que tem sido feitas na BR 386. “O investimento para o município é pequeno, temos usado do maquinário e da mão de obra dos funcionários da Secretaria de Obras para fazer a colocação deste material e depois a emulsão asfáltica. O investimento é pequeno considerando a melhoria que vai proporcionar para as empresas que estão ali e servir de atração para outras”, comenta Costa.

A obra foi iniciada do sentido Ulbra em direção ao Trevo da Bandeira. Embora um trecho expressivo já tenha recebido a camada, ainda não há confirmação de que haverá material suficiente para fazer toda a extensão da via. Por ora somente foi compactado o resíduo no local.

Município pretende outras paralelas com as BR's 285 e 386

O secretário revela que, em uma situação que se demonstra mais difícil de ser negociada, o Município, por meio da Secretaria de Planejamento, estaria articulando a abertura de uma via paralela também no trecho da BR 285 que margeia as proximidades da Nestlê em direção ao acesso secundário ao Distrito Industrial Carlos Augusto Fritz. O secretário também con-

firma que outra paralela que já está autorizada a ser aberta pelo município é ao lado da BR 386, das proximidades do Trevo da Bandeira em direção ao município de Santo Antônio do Planalto até próximo ao posto de combustíveis que existe no local. De acordo com o secretário, autorizada a abertura, se verifica agora, assim como foi com a paralela na BR 285, a possibilidade das empresas que têm interesse na obra de auxiliarem financeiramente em seu custeio. De acordo com o gestor , assim como ocorria com as empresas que estão no trecho da paralela com a BR 285, as que estão às margens da BR 386 também tem situações de documentações por serem resolvidas a partir da conclusão da via paralela.


CIDADANIA

Sexta-feira, 13.07.2018, Carazinho

Diário da Manhã -

5

Acadev celebra 18 anos de fundação com importantes conquistas Entidade carazinhense que atua em prol de pessoas com deficiência visual, ao longo de quase duas décadas, tem representado a maior esperança de dias melhores para seus integrantes. E para 2018, busca apoio para realizar diversos projetos Anderson Favero redacao.carazinho@diariodamanha.com

Em 2007, a vida do carazinhense Alesandro de Oliveira Moraes não ia nada bem. Além da cegueira total no olho esquerdo que o acompanhava desde o nascimento, nessa época, ele passou a ter complicações também no olho direito, no qual possuía apenas 10% da visão. - Minha visão sempre foi limitada por ser monocular, mas isso nunca me impediu de ter uma vida plena como a de qualquer outra pessoa. Eu trabalhava, estudava, dirigia meu carro e, nas horas vagas, atuava até como Dj em casas noturnas. Entretanto, com o passar dos anos, também fui perdendo a pouca visão que tinha no olho direito até que, em 2007, a doença se agravou e eu precisei abandonar toda a minha rotina. Tudo isso fez com que eu entrasse num luto profundo. Eu tinha 35 anos e precisei reaprender a viver enxergando muito pouco”, relata. Sem saber ao certo como retomar uma rotina saudável e feliz, Alesandro procurou a Associação Carazinhense de e para Deficientes Visuais (Acadev). Na entidade, ele conheceu histórias semelhantes à sua e encontrou apoio psicológico para resgatar sua autoestima. A partir daí, aos poucos, ele foi reaprendendo a conviver com suas limitações. - Na Acadev, recebi todo o suporte que precisava para aceitar a doença e recomeçar. Não tenho como mensurar o quanto isso foi significativo”, resume Alesandro, que hoje é aposentado devido ao pro-

blema de saúde, casado e tem uma filha de seis anos. De 2007 pra cá, ele passou a colaborar nas ações desenvolvidas pela Associação, tendo, inclusive, presidido a entidade. Nesse contexto, assim como Alesandro, outros 130 deficientes visuais são cadastrados na Acadev. Eles se dividem entre aqueles com cegueira total e baixa visão. Sendo que, muitos deles, chegaram à entidade em situação semelhante, precisando de apoio psicológico para resgatar a autoestima e visualizar um futuro de possibilidades.

Em busca de visibilidade

Em 2018, a Acadev comemora 18 anos de fundação. Nascida já como um divisor de águas no município em se tratando do apoio a essa parcela da população, tem criado mecanismos para inserir as pessoas com deficiência visual na sociedade através de diversas ações. “Uma das nossas maiores conquistas foi o passe livre municipal aos deficientes visuais através de uma parceria com diversas entidades. Além disso, também atuamos na questão da acessibilidade urbana, incentivando a construção de calçadas com piso tátil, algo que antigamente não existia em Carazinho”, conta o presidente da entidade Tiago Roni Ferreira, que nasceu com catarata congênita e hoje tem a visão reduzida a pouco menos de um metro de distância. Nessas quase duas décadas de existência, a Acadev estendeu sua importância até no meio político. Nas últimas eleições municipais, a entidade se mobilizou e elegeu um repre-

Através de uma lupa importada da Alemanha, o carazinhense Alesandro de Oliveira Moraes, deficiente visual, acessa dados do seu celular: “Tecnologia para nos auxiliar existe aos montes, o problema é o alto custo que temos para adquiri-las”, diz

sentante para o Legislativo, o vereador em exercício Fábio Zanetti, deficiente visual que atua na Associação há 10 anos. “Para nós, é de suma importância termos alguém que não apenas nos represente, mas também vivencie na pele todas essas questões, então, nos organizamos e decidimos que o Fábio seria a pessoa ideal para falar em nome da Associação nesse espaço público”, diz Tiago. Diagnosticado com baixa visão, Fábio começou a perder a visão gradativamente aos 10 anos e, quando chegou à entidade, se encontrava em situação semelhante a de Alesandro. “A exemplo de muitos, eu estava num total estado de luto por ter adquirido a deficiência e, na Acadev, encontrei um novo caminho. Nesse sentido, a escolha do meu nome foi um consenso entre todos da entidade. Nossa intenção é dizer que as pessoas com deficiência visual existem e têm seu valor. Nós, enquanto sociedade, precisamos dar um olhar diferenciado para isso e venho propondo essa discussão através da minha atuação na Câmara de Vereadores e com a elaboração de diversos projetos”, complementa Fábio.

Apoio estendido

Localizada junto ao Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), a Acadev é uma das quatro associações que ocupam a sala na Rua Silva Jardim, nº 1413, Centro de Carazinho. Além dos atendimentos feitos através de grupos de convivência, a entidade realiza visitas domiciliares aos seus usuários e oferta todo o respaldo psicológico tanto aos deficientes visuais quanto aos seus familiares. - Quando há um deficiente visual na família, toda o grupo familiar é afetado porque isso muda a rotina de todos, sobretudo nas famílias de pessoas que adquirem a deficiência na fase adulta e necessitam remodelar todo o dia a dia, então, esse apoio precisa ser estendido - explica Tiago. Para tanto, atuam junto a entidade uma psicóloga, uma assistente social e uma orientadora social. Para ajudar nas despesas, a Acadev recebe um recurso mensal do município, repassado através da Secretaria de Assistência Social e, ainda, realiza atividades para angariar fundos, como o tradicional

FOTOS: DM/Anderson Favero

Entre as maiores conquistas da Acadev, segundo Tiago Roni Ferreira, que preside a associação, está o passe livre municipal concedido aos deficientes visuais cachorro-quente beneficente que ocorre uma vez por ano. Recursos adicionais também são obtidos através da elaboração de projetos para concorrer em editais nacionais. A Acadev também busca parcerias no comércio carazinhense para o Troco Solidário, projeto que consiste em deixar uma urna em diferentes pon-

tos, como farmácias, supermercados e lojas, para que os consumidores façam doações de quaisquer valores. Nesse sentido, a população também pode colaborar com a Acadev se cadastrando no site da Nota Fiscal Gaúcha (nfg.sefaz. rs.gov.br), onde é possível indicar a entidade para receber benefícios.

Projetos atuais Um dos principais projetos da Acadev para este ano é montar uma sala de estudos para os deficientes visuais. A entidade já possui uma impressora em braile e um escanner que faz a leitura de textos em áudio. A iniciativa, no entanto, esbarra na falta de recursos. “Nosso objetivo para esses 18 anos é conseguir esse local e também o apoio para a compra de equipamentos, desde os móveis para a sala até as lupas eletrônicas, que possibilitam ao deficiente visual ler conteúdos em livros e no celular”, pontua o presidente. Outro projeto audacioso da entidade é trazer para Carazinho um curso de orientação e

mobilidade voltado aos usuários. Nesse curso, um profissional especializado irá traçar um mapa da cidade e, na sequencia, irá levar os deficientes em diferentes pontos para ensinar a eles como se mover na cidade. - Não adianta ter acessibilidade no município se o deficiente visual não souber fazer uso desses espaços. Contudo, o profissional que atua nessa orientação tem um custo muito caro, pois as aulas são individuais e não em grupo. É como se fosse uma autoescola para a pessoa com deficiência visual. Mais uma vez, necessitamos de apoio para isso - explica Alesandro.

Parcerias importantes Em 18 anos de atuação no município, a Acadev firmou importantes parcerias, principalmente com as universidades instaladas em Carazinho, como a Ulbra e a UPF. “Com a UPF temos uma de nossas parcerias mais antigas, que é o curso de musicografia em braile ofertado aos nossos usuá-

rios. A universidade cede um professor para que ele ensine música em braile aos deficientes visuais. Isso é importante porque, além do conhecimento, faz com que o deficiente saia de sua casa, conviva com outras pessoas e visualize novas possibilidades. Tudo isso a partir da arte”, salienta Tiago.


SAÚDE

6 - Diário da Manhã

Sexta-feira, 13.07.2018, Carazinho

Falta de cobertura vacinal facilita o contágio de sarampo e poliomielite A chefe da vigilância epidemiológica de Carazinho, Márcia Smaniotto, explicou para a reportagem o que pode estar por trás do surto destas doenças que não se manifestavam há anos no Brasil e agora voltam a alertar a população Fotos: DM/Anderson Favero

Todas as unidades de saúde estão abastecidas com as vacinas contra o sarampo Isabella Westphalen isabella@diariodamanha.com

O Ministério da Saúde, aliado às Secretarias Municipais de Saúde, realiza campanhas de vacinação durante todo o ano, para diversas causas. A última que aconteceu, por exemplo, foi em prol da imunização contra o vírus da gripe. Porém, agora o que vem preocupando as autoridades de saúde, e também a população, são os casos de sarampo e ameaça de poliomielite que estão acontecendo no país, afinal, são duas doenças que estavam erradicadas no Brasil. O sarampo era considerado erradicado no Brasil desde 2016, tendo em vista que a Organização Mundial de Saúde constatou que há um ano não aconteciam casos. A poliomielite, por sua vez, era considerada erradicada desde 1994, porém, o Ministério da Saúde informou haver alto risco de retorno da doença. Segundo a chefe da vigilância epidemiológica de Carazinho, Márcia Smaniotto, não há nenhum caso suspeito no município, porém, no Rio Grande do Sul foram confirmados sete casos de sarampo, um em Vacaria, outro em São Luiz Gonzaga e cinco em Porto Alegre. “Não temos, felizmente, nenhum caso, mas fica o alerta. O que nos preocupa muito são as

coberturas vacinais, que a gente observa que são baixas”, relatou a chefe. Ela afirma que em 2017, por exemplo, na vacinação da tríplice viral, que previne o sarampo também, a cobertura ficou em 73%, dado que é preocupante, tendo em vista que o ideal é vacinar 95% do público-alvo. “Isso significa o quê? Que vamos ter um número de pessoas totalmente desprotegidas, facilitando de novo a entrada e circulação do vírus no nosso meio”, complementou Márcia.

Mesmo sem casos na cidade, campanha de vacinação está prevista

De acordo com Márcia, a equipe da saúde do município já recebeu material e orientação para realizar uma campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite, que mesmo sem nenhum caso, já preocupa. A previsão é que a campanha aconteça de 6 a 31 de agosto. “Não temos maiores detalhes ainda, mas já existe essa preocupação e esse calendário”, ressaltou a chefe. Márcia acredita que o que aconteceu com o Brasil em relação aos surtos das doenças consideradas erradicadas é a cobertura vacinal abaixo de 95%, tornando a população vulnerável. “Entraram casos no Brasil vin-

dos da Venezuela, que tem muitos casos lá, e as pessoas não tem a cobertura vacinal. As doenças existem no mundo inteiro, ela só está ali quieta e se tiver oportunidade ataca de novo e foi o que aconteceu no Brasil em relação à Venezuela, entrou de novo e por falta de cobertura vacinal, aparecem os casos”, ressaltou a chefe. A chefe da vigilância epidemiológica afirma também que a Secretaria Municipal de Saúde já está solicitando mais doses de vacina, pois o número que disponível hoje serve para atender uma demanda de rotina normal, feita mês a mês, porém, o pedido de novas doses da tríplice é para contemplar as pessoas que não foram vacinadas ainda.

Doença exantemática

O sarampo é uma doença respiratória, que passa de pessoa para pessoa com muita facilidade. De acordo com Márcia, por isso é importante que as pessoas comecem a analisar a situação de suas vacinas, procurem seu documento de vacinação, afinal, é um histórico de saúde importante. A vacina pode ser feita de 12 meses até 49 anos de idade, portanto, quem tem acima de 49 anos, não irá receber a vacina pela rede pública de saúde. Segundo Márcia, essa faixa etária se

deve pois entende-se que aqueles que tem mais de 49 anos são pessoas que em algum momento da vida já tiveram contato com a doença ou, certamente, já fizeram a vacina. “Sarampo era bastante comum e frequente nessa faixa etária, acima de 50 anos, então é possível que ou já tiveram contato ou tenham se vacinado”, contou Márcia, que ressalta novamente a importância de encontrar o documento de vacinação e que a vacina de sarampo não é novidade.

Responsabilidade

A chefe afirma que a vacinação é feita durante todo o ano e várias campanhas já foram feitas, por isso é importante que as pessoas procurem seus documentos

de vacinação e verifiquem se tem a vacina feita ou não. Para aqueles que de fato não tem mais a carteira de vacinas, a orientação é que procurem uma unidade de saúde para mais informações. - Existe também a possibilidade das pessoas fazerem exames de sangue para ver se tiveram contato com o vírus em algum momento da vida, então, é importante que cada um tenha a conscientização sobre sua saúde individual – afirmou Márcia, que ressalta que ter o controle de vacinas também evita estar fazendo vacina somente por fazer. “Nesse documento tem a tua história, tua situação vacinal, o que tu já recebeu ou não, então é muito importante esse controle”, ressaltou Márcia.


REGIÃO

Sexta-feira, 13.07.2018, Carazinho

Diário da Manhã -

7

Trigo começa a retomar importância junto ao produtor gaúcho Na avaliação da FecoAgro/RS, alternativas para exportação podem resultar em aumento de área plantada nos próximos anos Foto: FecoAgro RS/Divulgação

foto: Arquivo/DM

Com o plantio na reta final, a cultura do trigo no Rio Grande do Sul tem apresentado bom desenvolvimento. Em áreas plantadas mais cedo, como as de regiões mais quentes, já há aplicação de ureia e nitrogênio, e em outros locais ocorre o preparo para a aplicação de fungicidas. Já nas regiões mais frias, há um processo de emergência normal com chuvas que foram benéficas para a cultura. A avaliação é da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado do Rio Grande do Sul (FecoAgro/RS). Para o presidente da entidade, Paulo Pires, o mais importante é que o Rio Grande do Sul plantou a mesma área em relação ao período anterior, com quase 700 mil hectares. Ele avalia que mesmo pequena, traz a certeza de que o produtor acha fundamental plantar a cultura. "Há uma convicção de que é importante plantar trigo para que haja a questão agronômica, fazendo a cobertura do solo, o fornecimento de palha para o plantio direto, ao mesmo tempo que precisa de uma cultura para ajudar a manter o resultado econômico e manter a propriedade para os custos fixos", salienta. Pires observa que existem ensaios de venda para a exportação dentro do

“O produtor quer colher e ter a capacidade de transformar o resultado do seu produto em dinheiro", afirma Paulo Pires, presidente da FecoAgro/RS

Trigo ocupa cerca de 700 mil hectares no RS quadro que a FecoAgro vem pregando nos últimos anos. "É importante que o Rio Grande do Sul produza o trigo pão para abastecer a indústria local, mas que também se comece a trabalhar com eficiência no trigo para a exportação, pois isso vai melhorar a questão de oferta e demanda dentro do Estado e vai tentar dar liquidez para a safra dos nossos agricultores. O produtor quer colher e ter a capacidade de transformar o resultado do seu produto em dinheiro", afirma. Conforme o presidente da FecoAgro/RS, há uma convicção de que a diversificação da cultura com produção voltada para outros mercados não vai trazer prejuízos para a cadeia produtiva. "Pelo contrário, o produtor que vinha diminuindo a área vai começar a acreditar na cultura e podemos ter um aumento de

área nos próximos anos e corrigir a distorção de que temos no inverno apenas 10% de área coberta em relação ao verão", explica.

Preços

Sobre preços, Pires reforça que atualmente o trigo no Rio Grande do Sul apresenta valores satisfatórios para o produtor. Entretanto, analisa que existem visões diferenciadas no mercado, onde alguns especialistas acham que o patamar dos preços do trigo pode cair, mas não tanto quanto em outros anos, assim como existem visões de outros analistas que dizem que o cereal cai para valores equiparados para antes do plantio, de R$ 32,00 na pedra para as cooperativas. De acordo com os resultados do segundo ano da pesquisa de alternativas para o cereal, realizada em

conjunto com a Embrapa Trigo, a variação da redução de custos verificada no estudo ficou entre 8,98% e 24,3%. No primeiro ano, a redução máxima foi de 18,7%. O projeto foi desenvolvido em campos expe-

rimentais da Coopatrigo, em São Luiz Gonzaga, da Cotricampo, em Campo Novo, da Cotrirosa, de Santa Rosa, e da Cotripal, de Panambi, além de uma área da Embrapa em Coxilha.

Vacinação o ano todo Tendo em vista que nascem terneiras durante todo o ano, a Prefeitura de Santo Antônio do Planalto, juntamente com a Secretaria Municipal de Agricultura Meio Ambiente e a Inspetoria Veterinária e Zootécnica (IVZ), está buscando informar aos produtores da região que a vacinação contra a brucelose bovina, no município, é permanente. De acordo com a médica veterinária do município, Katya Secche, devem ser obrigatoriamente vacinadas todas as fêmeas bovi-

nas, com idade entre três e oito meses. A veterinária avisa também que a vacinação é de grande importância, tendo em vista que trata-se de uma zoonose, ou seja, pode contaminar os humanos também. “Além de ser uma zoonose, pode causar problemas reprodutivos no rebanho, por isso é importante se manter atento”, ressaltou Katya, que explica que os produtores que precisam de auxílio basta entrarem em contato com a equipe da Secretaria ou pelo telefone (54) 3377-1816.


EDUCAÇÃO

DIÁRIO da DA Manhã MANHÃ 8 -- Diário DIÁRIO DA MANHÃ

8

Sexta-feira, 13.07.2018

Passo Fundo

Sexta-feira, 13.07.2018 , ,Passo Fundo Sexta-feira, 13.07.2018 Passo Fundo Sexta-feira, 13.07.2018, Carazinho

Recolhimento de embalagens de agrotóxicos inicia na próxima semana Mutirão acontece em dez comunidades do interior de Passo Fundo até o fim de julho Foto: Arquivo / Divulgação

Matheus Moraes matheus@diariodamanha.com

Forte no recolhimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas, a região de Passo Fundo está próxima de iniciar o mutirão para a retirada de plásticos das propriedades rurais. No município, o recolhimento inicia nas comunidades a partir da próxima quarta-feira (18) e segue até 27 de julho, passando por dez localidades. A atividade é uma iniciativa da Secretaria do Interior, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Passo Fundo e Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos (Cinbalagens) e a Produtécnica. A ação é realizada há 11 anos no município, geralmente no mês de julho. Neste ano, as localida-

Primeiro posto de recolhimento será na comunidade de Pulador des que terão postos de recolhimento são as de Pulador, São Braz, Nossa Senhora das Graças, Santo Antônio do Capinzal, Santa Gema, Bela Vista, Santa Terezinha, São Valentim, Vila Rosso e São Roque. As datas (disponíveis abaixo) de cada comunidade poderão sofrer alteração para o dia posterior em caso de chuva nos dias programados. O secretário de Interior de Passo Fundo, Antônio Bortolotti, reitera a im-

portância de contribuir com a destinação das embalagens até o ponto de coleta. “Antigamente se jogavam as embalagens em lavouras, rios. Hoje não se vê mais isso. O agricultor está mais consciente. Tudo é benefício do meio ambiente, dos nossos rios, da própria pessoa que mora no interior. Eles colaboram com o meio ambiente e com a vida deles mesmo”, afirma. A orientação é que as

embalagens vazias de agrotóxicos passem pela tríplice lavagem e estejam furadas. Além disso, é necessário separá-las das contaminadas. Elas também precisam apresentar, no momento da entrega, o modelo XV/

Bloco do Produtor. “A tríplice lavagem funciona em tirar a tampa, retirar o líquido interno, colocar no reservatório dentro da água. É preciso colocar ¼ de água, balançar o resíduo em três vezes. Depois, perfurar a parte debaixo e e colocar numa embalagem de volta todas as tampas separadas num saco e em outro a embalagem maior. Depois é só fazer a entrega”, explica Bortolotti. As embalagens, geralmente de plástico, devem ser limpas com extremo cuidado, conforme alerta o secretário. “É orientado que se utilize luvas, máscaras para realizar o trabalho. Inclusive na entrega dos postos de coleta, para que se protejam do inseticida que estava na embalagem”, completa.

Passo Fundo recolheu 2% de embalagens nacionais em 2017 Em reportagem veiculada pelo Diário da Manhã no mês passado, foi abordado que Passo Fundo destinou 2% de toda destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas em nível nacional. No Rio Grande do Sul, a cidade é líder em destinação por meio do programa brasileiro de logística inversa de embalagens, o Sistema Campo Limpo. No ano passado, foram 954 toneladas de material encaminhadas para reciclagem ou incineração. O número significa 20% de toda destinação do estado, que ocupa a terceira colocação em nível nacional pelo terceiro ano consecutivo, com 4.694 toneladas distribuídas. Neste ano, até dados de junho, o município já havia recolhido 670 toneladas, enquanto a meta é de 1,1 mil toneladas de embalagens.

Cronograma de Passo Fundo 18/07 (quarta-feira)

9h às 10h30

Pulador

Salão Comunitário

18/07 (quarta-feira)

14h às 16h

Pulador

Salão Comunitário

19/07 (quinta-feira)

9h às 10h30

São Braz

Salão Comunitário

19/07 (quinta-feira)

14h às 16h

Nª Senhora das Graças

Salão Comunitário

20/07 (sexta-feira)

9h às 10h30

Santo Antônio do Capinzal Salão Comunitário

20/07 (sexta-feira)

14h às 16h

Santo Antônio do Capinzal Salão Comunitário

23/07 (segunda-feira)

9h às 10h30

Santa Gema

Salão Comunitário

23/07 (segunda-feira)

14h às 16h

Santa Gema

Salão Comunitário

24/07 (terça-feira)

9h às 10h30

Bela Vista

Salão Comunitário

24/07 (terça-feira)

14h às 16h

Bela Vista

Salão Comunitário

25/07 (quarta-feira)

9h às 10h30

Santa Terezinha

Salão Comunitário

25/07 (quarta-feira)

14h às 16h

São Valentim

Salão Comunitário

26/07 (quinta-feira)

9h às 10h30

São Valentim

Salão Comunitário

26/07 (quinta-feira)

14h às 16h30

Vila Rosso

Em frente Escola João Rosso

27/07 (sexta-feira)

9h às 10h30

São Roque

Subprefeitura


geral

Sexta-feira, Passo Fundo Sexta-feira, 13.07.2018 13.07.2018,, Carazinho

DIÁRIO Diário DA da MANHÃ Manhã --

Empresas destacam a importância do recolhimento dos vasilhames de defensivos

9

DIÁRIO DA MANHÃ

9

Sexta-feira, 13.07.2018

Passo Fundo

Na região, uma das empresas recebeu mais de 360 mil embalagens somente no ano passado Sereno Azevedo redacao.carazinho@diariodamanha.com

A Cotrijal Cooperativa Agropecuária e Industrial recebeu no ano passado, dentro do programa de coleta de embalagens vazias de defensivos agrícolas, 364.324 mil unidades. Nos seis primeiros meses deste ano, a Cotrijal já recebeu outros 216.012 mil vasilhames. Segundo a coordenadora de Meio Ambiente, a bióloga Deise Nicolau, a cooperativa mantém desde 2002 uma

estrutura em pleno funcionamento, com dinâmica mensal de recebimento e destinação ambientalmente correta das embalagens vazias dos produtos. “Antigamente, estes vasilhames acabavam sendo jogados ou enterrados nas propriedades rurais, causando um sério prejuízo ambiental à natureza. Até nas encostas de rios os vasilhames eram descartados”, salienta a bióloga. Conforme ela, hoje, as embalagens passam, inclusive, por tríplices lavagens, o que garante uma coleta e um

encaminhamento seguro às indústrias de defensivos agrícolas, que são as responsáveis pelo destino final do material. Em todas as unidades da Cotrijal existem pontos para a coleta dos vasilhames. A bióloga da empresa E. Orlando Roos, Carolina Quadros, também salienta a importância e necessidade da coleta dos vasilhames de defensivos. De acordo com ela, a empresa desenvolve um programa específico de recolhimento do material. “Antes, os vasilhames causavam problemas am-

bientais, pois quando não eram queimados tinham como destino final pontos a céu aberto, contaminando o solo e colocando em risco o meio ambiente, causando desta maneira a morte de espécies de animais. Hoje, este problema está solucionado com a coleta ecológica dos vasilhames”, explica Carolina. De acordo com ela, a fama do Brasil de ser o maior consumidor de defensivos do mundo tem uma explicação, pois é o país que faz o maior número de safras agrícolas em um ano.

Safra de grãos deve alcançar 228,5 milhões de toneladas Resultado é o segundo melhor da história. Produção de soja é recorde A estimativa da safra de grãos do Brasil, a segunda maior da história, deve ser de 228,5 milhões de toneladas, com redução de 3,9% ou 9,2 milhões de toneladas em relação à safra passada, quando chegou a 237,7 milhões de toneladas. A expectativa para a área de colheita é de 61,6 milhões de hectares, a maior já registrada. Os números são do 10º levantamento divulgado nesta semana, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Em comparação com o último levantamento, realizado no mês passado, a produção diminuiu 1,2 milhão de toneladas. O resultado da queda se deve

aos impactos climáticos que refletiram em nova estimativa de produtividade para o milho segunda safra. Mesmo com menor desempenho neste índice, o cereal terá produção total de 82,9 milhões de toneladas, sendo grande parte desse volume devido à colheita da segunda safra, algo próximo a 56 milhões de toneladas. Com boa produtividade, a soja é destaque positivo com produção que pode chegar a 118,9 milhões de toneladas, volume recorde, 4,2% superior à safra passada. Registram aumento o algodão em pluma, o feijão segunda safra e o trigo, quando comparados com

a safra anterior. O primeiro subiu 28,5%, alcançando 1,9 milhão de toneladas, o segundo, 7,7%, chegando a 1,3 milhão de t, e por último o trigo, com aumento de 15% e alcance de 4,9 milhões de toneladas. O secretário interino de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuá-

Área plantada

ria e Abastecimento (Mapa), Sávio Pereira, destacou a produtividade da soja, superior à do ano passado, além da maior área plantada, e também do algodão “com produtividade e área maior”. A safra, segundo ele, vai gerar excedentes para exportação e atender o consumo interno.

Entre as culturas avaliadas, a soja registrou o maior volume de área semeada, passando de 33,9 milhões para 35,1 milhões de hectares, com ganho absoluto de 1,2 milhão de ha. Outros ganhos ocorreram com o algodão que chegou a 1,2 milhão de hectares, graças ao aumento de 236,9 mil ha, e com o feijão segunda-safra, com 1,5 milhão de hectares e aumento de 108,3 mil ha. Neste caso, contribuiu muito o feijão caupi que, pelo acréscimo de 158,5 mil ha, obteve 1 milhão de hectares.

E mais... Cotrijal inaugura nova loja na região A 19ª Loja da Cotrijal foi inaugurada na quarta-feira (11), junto à Unidade de Negócios de Esmeralda. São 600 metros quadrados de estrutura (300 de loja e 300 de estoque) e seis mil itens à disposição dos produtores, associados e clientes. O ato de descerramento da fita contou com a presença de grande público, entre direção, conselheiros, superintendentes, associados e convidados. “A Cotrijal tem sido muito bem recebida pelos produtores e comunidade. Este investimento é fruto da confiança que os associados têm depositado na cooperativa. A Cotrijal será do tamanho que o produtor quiser na sua região”, destacou o presidente da Cotrijal, Nei César Mânica.


CIDADE

10 - Diário da Manhã

Sexta-feira, 13.07.2018, Carazinho

Procon aguarda determinação de Ministério para autuação Onze postos foram notificados em Carazinho. No estado, número chega a 1,4 mil Fotos: Arquivo/DM

Isadora Stentzler isadora@diariodamanha.com

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Carazinho aguarda determinações do Ministério da Justiça e do Procon RS para finalizar as análises das notas fiscais dos onze postos de combustíveis em que não foram aplicados os descontos de R$ 0,46 no diesel. Desde segunda-feira o órgão está com os documentos solicitados aos postos que não cumpriam a medida na íntegra e a expectativa era de que quarta-feira (11) a avaliação estivesse concluída. Mas devido a conversas internas entre os órgãos competentes, o Procon deve aguardar novas orientações para definir metodologia e divulgação dos casos.

Avaliações

As notificações foram feitas há duas semanas quando a equipe do Procon junto de agentes do setor de Fiscalização do Município visitaram os 22 postos de combustíveis da cidade para análise do cumprimento das portarias 735 e 760, do Ministério da Justiça. As portarias determinam quanto à aplicação imediata do desconto de R$ 0,46 sobre o óleo diesel e dizem respeito à forma de publicidade desses valores. Segundo texto da portaria 760, os postos devem informar os preços praticados antes do dia 25 de maio – que corresponde ao início da greve dos caminhoneiros – e após o dia 1º de junho – quando encerrou a greve – de forma visível e ao lado dos valores praticados atualmente. De acordo com o coordenador do Procon de Carazinho, Gilvane Pedrolo, todos

Análises visam identificar possíveis irregularidades no preço do diesel

“Um posto que recebeu um desconto não pode agir contra a economia popular. Se a distribuidora recebeu um subsídio e transferiu pro posto e o posto não transferiu, é um crime ao consumidor” Maria Elizabeth Pereira, diretora do Procon RS os 22 postos do município cumpriram a forma de publicização, mas 11 deles não apresentavam os valores com desconto total de R$ 0,46. A redução nessas unidades, segundo o coordenador, variava de R$ 0,30 a R$ 0,40. Esses estabelecimentos tiveram dez dias para unir notas fiscais do dia 25 de maio e após 1º de junho para comprovar se o valor praticado na bomba não correspondia ao desconto total devido à refinaria onde é feito o abastecimento.

Estado

No Rio Grande do Sul, mais de 1,4 mil postos de combustível foram notificados. Desses, 623 deram respostas, sendo 576 positivas e 47 negativas – postos não encontrados ou que mudaram de endereço. As análises dos materiais devem começar a partir do dia 31 de julho, quando, segundo a diretora do Procon RS, Maria Elizabeth Pereira, esgota-se o prazo do subsídio do governo. - A gente terá que analisar cada caso. Se a justificativa for coerente não poderemos sancionar. Agora, se não houver uma manifestação positiva, não tiver justificativa, aí realmente parte para uma outra análise porque pode ser uma infração. Mas tudo dependerá do caso - comenta Quanto às punições, Maria ressalta que há várias san-

ções, também de acordo com a intensidade da violação, podendo ir de multa a fechamento do estabelecimento. “Mas normalmente nesses casos é a multa”, destaca Maria. “Porque é a sanção que está sendo aplicada em todo o país no caso de prática abusiva. Um posto que recebeu um desconto não pode agir contra a economia popular. Se a distribuidora recebeu um subsídio e transferiu pro posto e o posto não transferiu, é um crime ao consumidor”, pontua.

Coordenador do Procon, Gilvane Pedrolo disse que se manifestará após as orientações


SEGURANÇA

Sexta-feira, 13.07.2018, Carazinho

Pecar tem 100 detentos com sintomas de gripe 31,5% da população carcerária de Carazinho precisou de atendimento médico nos últimos 10 dias. Preocupação com a segurança, dado o alto número de escoltas, motivou reunião entre Pecar, UPA e Secretaria municipal de Saúde

Diário da Manhã -

11

OFÍCIO DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS Rua Venâncio Aires, 279 - Carazinho/RS - Fone: (54) 3329-5588 Sílvia Regina de Assumpção Carbonari, Oficial de Registro, faz saber que pretendem casar-se: LEANDRO MORIGI e MARLI GUIMARÃES; LUIZ ROBERTO DA COSTA LISBOA e JACIARA SANTOS QUEIROZ.

Quem souber de algum impedimento, acuse- na forma da lei. Carazinho, 13 de julho de 2018.

Rayra Mendes Oficial Escrevente Autorizada

Foto: Arquivo/DM

Alessandro Tavares alessandro@diariodamanha.com

As oscilações de temperatura têm gerado um aumento na manifestações de doenças e sintomas gripais na população carcerária e gerado alguns transtornos à rotina do Presídio Estadual de Carazinho (Pecar). De acordo com a diretora da casa prisional, Márcia Daumling, em 10 dias, da segunda-feira (2) até a quarta-feira (11), 100 detentos precisaram de atendimento médico devido a manifestação de sintomas de gripe. “É bem comum nesta época do ano o aumento dos casos gripais, assim como no verão são comuns as doenças de pele. Temos registrado um aumento no quadro de doenças respiratórias na população carcerária”, comenta Márcia. Embora a febre, coriza e tosse sejam sintomas comuns entre os presos que manifestaram quadro clínico desfavorável, segundo a diretora não há confirmação de tuberculose nem de gripe H1N1. Conforme a diretora, em todas as celas do presídio há detentos com sintomas de gripe, e por ora a casa prisional não tem espaço que possa ser destinado a isolamento, se fosse o caso de orientação para algum detento. A sala de aula, que também era usada para essa finalidade quando de orientação médica, hoje está sendo ocupada por 32 detentos que permanecem alojados ali após o incêndio no prédio do semiaberto. A diretora do Pecar explica que a porta de entrada para os atendimentos médicos dos detentos é a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e que tam-

Pecar possui 317 apenados bém a cada 15 dias um médico da Secretaria Municipal de Saúde atende no Pecar. Porém, diante do alto volume de escoltas de detentos nas últimas semanas, a direção da UPA também manifestou preocupação com a questão de segurança.

Reunião discute o tema Por conta disso, segundo Márcia, foi realizada uma reunião com a Secretaria Municipal de Saúde. “Tivemos um aumento muito alto da demanda a cada turno, de pessoas com sintomas intensos de gripe, e os próprios médicos da UPA demonstraram preocupação, não só pela questão de saúde, mas também de segurança pelo alto número de escoltas, pois é notório para a população o baixo número de efetivo que temos para fazer estas

movimentações. Isto motivou o contato com pessoal da Vigilância Epidemiológica e com a Secretária de Saúde”, comenta a diretora.

Medidas Para agilizar o tratamento e a recuperação e diminuir os deslocamentos de presos, acordou-se que será privilegiado o tratamento com uso de medicação injetável, além dos medicamentos que são buscados na Farmácia Básica do Município e fornecidos aos detentos. A Secretaria de Saúde também disponibilizou um médico para atender com maior frequência, ao menos temporariamente, na casa prisional, de modo que só os casos que se demonstrarem como os mais necessários sejam levadas a UPA ou ao Hospital de Caridade de Carazinho (HCC).

População carcerária De acordo com Márcia, a condição de superlotação do presídio não colabora para a melhora do quadro respiratório dos detentos, uma vez que os ambientes são pouco arejados e as condições de higiene não são as mais adequadas. O álcool gel ou outros materiais inflamáveis não podem ser usados por uma

questão de segurança institucional imposta pela Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe). Ontem (12), o presídio de Carazinho tinha 317 apenados, o que significa dizer que 31,5% da população carcerária existente na cidade precisou de atendimento médico nos últimos 10 dias.


12 - Diário da Manhã DIÁRIO PASSO FUNDO redacao@diariodamanha.com - (54) 3316.4800 DIÁRIO CARAZINHO redacao.carazinho@diariodamanha.com - 54.3329.9666 DIÁRIO FM 98.7 MHz diariofm@diariodamanha.com - 54.3311.1309 DIÁRIO AM - 570 KHz diarioam570@diariodamanha.com - 54.3311.7756 DIÁRIO AM CARAZINHO - 780KHz diarioam780@diariodamanha.com 54.3331.2422

www.diariodamanha.com

DM Sexta-feira, 13.07.2018

Voluntariado é essencial na realização da Procissão de São Cristóvão Pároco Arnildo Fritzen destaca a importância da comunidade carazinhense na etapa de divulgação da festa Foto: Arquivo/DM

Anderson Favero

PREVISÃO PARA HOJE Sexta-feira, 13.07.2018, Carazinho PASSO FUNDO

04ºC 18ºC

04ºC 18ºC Mínima

PORTO ALEGRE

07ºC Mínima

Mínima

Máxima

18ºC Máxima

Máxima

LUAS Minguante 06-07

Nova 12-07

Crescente 19-07

Cheia 27-07

Maior torneio da Região Norte do Estado é neste fim de semana Torneio do Imigrante de Coqueiros do Sul espera mais de 50 times

redacao.carazinho@diariodamanha.com

A realização da tradicional procissão motorizada de São Cristóvão, que acontece no próximo dia 22, em Carazinho, não seria a mesma sem o trabalho voluntário da comunidade. Somente na divulgação do evento, que ocorre desde a semana passada, de acordo com o padre Arnildo Fritzen, cerca de 40 pessoas estão envolvidas. - São muitas as mãos que nos ofertam ajuda. E somos muito gratos a todas elas. A cada ano nos surpreendemos com esse apoio da população de Carazinho, tanto na divulgação do evento quanto nas tarefas que acontecem no dia da Procissão. Não teríamos um evento tão grandioso sem essa ajuda - reitera o padre Arnildo, pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima. Organizada através de uma parceria entre o Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Carazinho e Região (Sindicar) e a Paróquia Nossa Senhora de Fátima, a procissão de São Cristóvão também conta com o apoio do comércio carazinhense. - Nessa etapa de divulgação, as empresas do município são de grande importância, principalmente na panfletagem, sem contar as rádios e os demais meios de comunicação que sempre

CARAZINHO

Marcelo Fripp redacao.carazinho@diariodamanha.com

“São muitas as mãos que nos ofertam ajuda. E somos muito gratos a todas elas. A cada ano nos surpreendemos com esse apoio da população de Carazinho”, destaca o padre Arnildo Fritzen abraçam a procissão - complementa o pároco. Nesse contexto, os cartões para compra de churrasco, no valor de R$ 50,00, estão sendo vendidos em diversos pontos da cidade, como os postos de combustíveis e a própria Paróquia promotora do evento. Além disso, para angariar fundos para a festa, esses locais também colaboram na venda de uma Ação Entre Amigos a ser sorteada no dia da festa, no valor de R$ 10,00 sendo o primeiro prêmio um aparelho micro system da Panasonic, o segundo prêmio uma mateira em couro com suporte para cuia de chimarrão, o terceiro uma jarra térmica e o quarto prê-

mio é uma sacola térmica de dois litros para transporte de frios. - Nesse momento, queremos reforçar o convite para toda a população de Carazinho e da região para que prestigiem nossa festa, a exemplo de outros anos, quando a participação da comunidade engrandeceu o evento. Será um momento de celebração da vida onde todos poderão confraternizar de forma saudável e em família. Estamos mantendo o mesmo preço no churrasco do ano passado e aqueles que desejarem poderão levar a carne para casa ou permanecer no local da festa, que terá acomodações ideais para a ceia”, conclui o padre.

Em 2017, o Torneio do Imigrante – que faz parte da programação do tradicional Festival do Imigrante de Coqueiros do Sul, que neste ano chega à sua 34ª Edição – terminou quando o sol já tinha chegado ao domingo (15 de julho), depois de ter virado a madrugada com disputas. Para 2018, a expectativa é de que o sucesso do ano passado se repita e mais de 50 equipes, nas categorias masculino e feminino, disputem a competição. No ano passado, foram 16 times femininos e 35 masculinos. O torneio vai começar às 13h30min deste sábado (14), quando serão abertas as inscrições das equipes. Para o feminino, o prazo para efetivar a participação vai até às

16h, já no masculino, até às 19h. As inscrições custam R$ 70,00 e a recompra da inscrição é R$ 40,00. As quatro primeiras equipes de cada categoria que se apresentarem terão de presente as suas inscrições e também, se necessário, a recompra. Da 5ª até a 8ª equipe, a recompra será de brinde. A partir da inscrição de quatro equipes de cada categoria, acontecem os sorteios e os jogos vão sendo realizados. No feminino, a premiação será 40% do arrecadado nas inscrições ao campeão, 20% ao vice e 10% ao 3º colocado. No masculino, ao 1º lugar são R$ 600,00; 2º lugar, R$ 300,00; 3º lugar, R$ 200,00; e 4º lugar, R$ 100,00. Informações podem ser obtidas pelos telefones (54) 9-9913-2645, com Naty, e (54) 9-9966-4171, com Ilvo.


Sexta-feira, 13.07.2018 www.diariodamanha.com

Tabela de frete carece de consenso

PASSO FUNDO - CARAZINHO

Foto Matheus Moraes/ DM

Após aprovada a Medida Provisória para definir o valor mínimo para o frete, caminhoneiros e empresários têm opiniões opostas sobre o tema Édson Coltz redacao@diariodamanha.com

Victor Ferreira victor@diariodamanha.com

A Câmara dos Deputados e o Senado aprovaram, nessa semana, a Medida Provisória que permite à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) definir um valor mínimo para o frete no transporte de cargas. A matéria segue agora para sanção presidencial. Mesmo com a aprovação, o texto ainda não é unanimidade entre os que serão afetados pela medida, sobretudo, caminhoneiros e empresários do setor de transporte. A medida foi uma das reivindicações dos caminhoneiros que paralisaram as estradas de todo o país no mês de maio, mas enfrenta forte resistência também

do agronegócio. Esta tabela terá validade em território nacional e deverá refletir os custos operacionais totais do transporte, com prioridade para os custos do óleo diesel e dos pedágios. Para o empresário, Izonir Canalli, proprietário de uma transportadora em Passo Fundo, o ideal seria que o mercado regulasse conforme a oferta e a demanda. “Sempre o que regula é o mercado, eu sou contra qualquer tipo de tabelamento. Mas como isto está em um campo político, basta esperar, mas a minha opinião com empresário e economista, falo também em nome da minha empresa, é sempre a oferta e a procura”, relatou, ao projetar que a aprovação da MP deve afetar vários setores. “A tabela mínima não contempla alguns setores e, ao mesmo tempo, teve um aumento muito significativo.

Eles estavam trabalhando muito abaixo e essa tabela veio para corrigir algumas coisas, mas não corrigiu totalmente. Estamos em compasso de espera. Assim, não posso dizer que isto afeta positivamente nem negativamente neste momento”, finalizou Canalli. Por um outro lado, os caminhoneiros se dizem contentes com esta aprovação. Ângelo Alerico ressaltou que o valor mínimo será uma referência. “O frete vai variar dali para cima, por que foi feito um custo de transporte, então este frete não pode diminuir. Isso vai me afetar positivamente, nós estávamos trabalhando abaixo e com muito prejuízo. Estava saindo gente do ramo todos os dias por não aguentar mais dar suporte para o caminhão e seguir o trabalho. A tabela vai ajudar bastante nós caminhoneiros”, concluiu Ângelo.

Como funcionará a tabela A tabela do frete deve considerar o quilômetro rodado por eixo carregado, as distâncias e as especificidades das cargas segundo a definição dada pela própria MP (carga geral, a granel, de frigorífico, perigosa ou neogranel). Para dar visibilidade ao cálculo, a norma da ANTT deve incluir também a planilha de cálculos utilizada para chegar aos fretes mínimos. O texto prevê que a tabela seja publicada duas vezes no ano – até 20 de janeiro e 20 de julho – com validade para o semestre. Caso a nova tabela não seja publicada nesses prazos, a anterior continuará vigente e seus valores serão atualizados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no período acumulado.


2

REGIÃO

Sexta-feira, 13.07.2018

Passo Fundo Carazinho

Lei de proteção de dados vai mudar relação entre cidadãos e empresas Texto aprovado pelo Senado determina que dados de pessoas só possam ser usados com consentimento. Medida é restritiva com o cruzamento de informações Caetano Barreto caetano@diariodamanha.com

A nova lei geral de proteção de dados pessoais, aprovada esta semana pelo Senado, estabelece direitos e responsabilidades sobre a coleta e uso de informações, e vai impactar no cotidiano dos cidadãos, de empresas e dos órgãos públicos. O texto ainda precisa ser sancionado pelo presidente Michel Temer, e as novas regras só vão entrar em vigor daqui a um ano e meio. A matéria define dados pessoais como informações que podem identificar alguém, incluindo dados que, quando

cruzados, possam determinar a distinguir uma pessoa. Foram criadas também regras para coleta e tratamento em qualquer situação, especialmente em meios digitais, incluindo cadastros ou textos e fotos publicados em redes sociais. “As ligações que recebemos de empresas de marketing a partir de cadastros de consumidor que muitas vezes são vendidos e cruzados para formar um perfil poderão diminuir com esse projeto. Um dos requisitos que é bem relevante e entrou no texto da lei é a necessidade de consentimento do indivíduo para que esses dados sejam utilizados”, afirma o profes-

O uso de dados não poderá ser indiscriminado, mas para uma finalidade determinada. Sendo assim, qualquer meio que solicite dados como nome de familiares, ou naturalidade e etnia, podem ser questionados. Isso inclui um local que peça esse tipo de referência, e até mesmo testes em redes sociais, como no escândalo envolvendo os dados usados pela empesa Cambridge Analytica, que influenciaram eleições norte-americanas. A coleta de dados só pode ocorrer caso preencha requisitos específicos, especialmente mediante autorização do titular. Assim, o pedido de permissão passa a ser a regra, não um favor das empresas. Para Fortes, a nova regulamentação vai inibir o comércio de dados: “É um impacto financeiro muito significativo para as infrações que as empresas podem cometer. Pensamos na seguinte maneira: Se as empresas de telefonia estão utilizando nossos dados sem consentimento e a gente leva às autoridades essa denúncia, o impacto será muito relevante, a partir desse ponto teremos o cumprimento mais eficiente da lei”, aponta. Isso faz com que os chamados “termos e condições do usuário”, usados por sites como as redes sociais, garantam às empresas o direito de tratar os dados dentro da finalidade específica. Contudo, a lei lista uma série de responsabilidades, como a garantia da segurança dos dados e a elaboração de relatórios de impacto à proteção de dados. Será permitida a reutilização dos dados por empresas ou órgãos públicos, em caso de “legítimo interesse”, mas isso só pode ocorrer em uma situação concreta, em serviços que beneficiem o titular, e somente com dados “estritamente necessários”.

www.diariodamanha.com Presidente

Vice-Presidente

Janesca Maria Martins Pinto

Ilânia Pretto Martins Pinto

www.facebook.com/redediariodamanha

Professor Vinicius Borges Fortes enfatiza a importância das pessoas terem que consentir sobre o uso destas informações

sor e coordenador do Mestrado em Direito da IMED, pós-doutor e especialista em regulamentação da proteção dos dados pessoais da Internet no Brasil, Vinicius Borges Fortes. A proposta cria o conceito de dados sensíveis, informações sobre origem racial ou étnica, convicções religiosas, opiniões políticas, saúde ou vida sexual. Esse tipo de registro terá maior proteção, para evitar formas de discriminação, e não poderá ser considerado, por exemplo, para direcionamento de anúncios publicitários sem que haja um consentimento específico e destacado do titular.

VINICIUS BORGES FORTES “As ligações que recebemos de empresas de marketing a partir de cadastros de consumidor que muitas vezes são vendidos e cruzados para formar um perfil poderão diminuir com esse projeto”,

Direitos

Finalidade específica e consentimento

@diariodamanhaRS

Foto divulgação/ IMED

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência, 917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800

O cidadão ganhou uma série de direitos, podendo solicitar os dados que a empresa tem sobre ele, a quem foram repassados, para qual finalidade, e poderá cobrar a correção no caso de discrepância, tendo direito de se opor a um tratamento. Outra garantia importante é a relativa à segurança das informações e a integridade dos dados, e as empresas são obrigadas a informar ao titular se houve um incidente de segurança, como vazamentos e roubos. No caso envolvendo o Facebook e a empresa Cambridge Analytica, por exemplo, a empresa norte-americana teve co-

nhecimento há anos do repasse maciço de informações, mas foi comunicar aos afetados somente meses atrás. “Há também o direito à revisão de decisões tomadas com base no tratamento automatizado de dados pessoais que definam o perfil pessoal, de consumo ou de crédito. A Autoridade Nacional de Proteção de Dados também terá o papel de realizar auditorias para verificação de possíveis aspectos discriminatórios nesse tipo de tratamento”, destaca Rafael Zanatta, do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec). Pessoas com idade até 12 anos

terão seus dados coletados com uma série de restrições, que deve ser informada de maneira acessível, e fica condicionada à autorização de um dos pais ou responsável. “Para as famílias, isso significa ter, finalmente, uma forma de garantir que não estão usando dados de seus filhos de forma não autorizada. Isso é fundamental. Afinal, as crianças estão em um processo peculiar de desenvolvimento e, por isso, são mais vulneráveis”, afirma Pedro Hartung, do Instituto Alana, organização voltada à defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

Negócios A lei vai ter impacto importante nos negócios realizados no Brasil e com parceiras estrangeiras. A primeira mudança é que, com sua aprovação, o país passa a atender a exigências de outros países e regiões, como a União Europeia. Sem isso, as empresas nativas poderiam ter dificuldades para fechar negócios. As empresas deverão passar a racionalizar a coleta de informações, uma vez que passarão a estar suscetíveis a sanções

Sobre o projeto:

que, de acordo com o texto, poderão chegar a R$ 50 milhões. “A privacidade é direito fundamental previsto no artigo 5° da constituição e esses procedimentos de uso desenfreado de dados é invasão de privacidade. A partir da Autoridade de Dados com a vigência da lei é bem possível que criado um canal de comunicação online para receber essas denúncias”, pontua Fortes.

O projeto aprovado pelo Senado regulamenta: Coletar somente os dados necessários aos serviços prestados; Informar, com linguagem compreensível, a política de proteção de dados (os clientes que tiverem dados invadidos deverão ser notificados imediatamente); Preservar a privacidade das pessoas, inclusive na internet. Dados de crianças só poderão ser tratados com o consentimento dos pais; Informações sobre a saúde das pessoas poderão ser utilizadas apenas para pesquisa. Ainda conforme o projeto, será obrigatória a exclusão dos dados após o encerramento da relação entre o cliente e a empresa.


GERAL GERAL POLÍCIA GERAL

Novelas REDE GLOBO

’Orgulho e Paixão‘

Deus Salve o Rei

Julieta expulsa Susana de sua casa. Uirapuru chantageia Brandão e Mário/Mariana tenta ajudar o coronel. Susana afirma a Petúlia que irá se vingar. Charlotte tenta defender Olegário para Julieta. Ernesto compra um anel de noivado para Ema. Kleber dá dinheiro para o supervisor de Ernesto. Susana se submete às vontades de Lady Margareth. Julieta manda Olegário embora de sua casa. Aurélio se declara para Julieta. Ernesto pede Ema em casamento. Susana revela que o casamento de Camilo e Jane foi uma farsa. Camilo e Jane ficam estarrecidos com a revelação de Susana sobre o falso casamento.

Catarina acusa Tiago e Amália de terem colocado o bracelete na casa de Dráuzio para incriminá-la. Afonso finge acreditar em Catarina e expulsa Tiago do exército. Afonso explica seu plano contra Catarina a Gregório. Otávio toma o castelo de Artena. Amália pede a Gregório que saia de sua casa, impactada com a expulsão de Tiago. Rodolfo escuta Lucrécia dizer a Heráclito que ama o ex-marido. Virgílio diz a Selena que Enoque aceitou conversar com eles. Aires observa Virgílio com Selena. Rodolfo avisa a Glória que ficará com Lucrécia. Aires pede mais dinheiro a Rodolfo, que não percebe que está sendo explorado por Otávio.

Sexta-feira, 13.07.2018

Passo Fundo Carazinho

3

Segundo Sol Agenor se desespera com a revelação de Viana e arma um escândalo na delegacia. Manuela implora para Ícaro deixar a casa de Laureta. Viana faz um acordo com Maura para libertar Selma. Ícaro procura Karola. Maura é expulsa de casa. Karola mente para Ícaro sobre Luzia. Beto/Miguel vê Ícaro sair de sua casa e questiona Karola. Gorete e outros fãs de Beto Falcão fazem uma vigília na porta da casa de Dodô. Zefa pede para Edgar conversar com Manuela. Severo entrega a Rochelle a chave e a senha de seu esconderijo. Cacau se surpreende com Roberval. Ionan enfrenta Doralice. Selma acolhe Maura.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Mania de perseguição A política (Patol.) que busca favorecer a indústria nacional Conjunto de objetos de uso pessoal

© Revistas COQUETEL

Quantia paga pelo réu para responder ao processo em liberdade

Fortuito; Patrono da acidental diplomacia brasileira A nota base do diapasão

Neurotransmissor ligado ao sono

(?) de si: perder o autocontrole Selvagem (?)-line: conectado à internet Máquina giratória que molda peças

Condição religiosa de Salman Rushdie

Família linguística africana Tipo sanguíneo (?) Rover, fábrica britânica de carros Sudeste (abrev.)

Homem préhistórico da Eurásia Título de GangaZumba em Palmares Emissoras de TV Dia de trabalho

3, em romanos Vogal do vocativo

A rena do Alasca Parte da planta que sofre a poda

Astral

"O (?) Desolado", peça de Suassuna

Bebida dos deuses do Olimpo (Mit.) “Ouro”, em "auriverde" Metade do diâmetro (símbolo) Ovo de piolho que adere aos pelos

No que acredita o niilista

O santo do contrabando de ouro

(?) de Mendel: deram origem à Genética Revista de notícias dos EUA Fator que "determina" o premiado da Mega-Sena

El. comp. de "neófito": novo Noel Rosa, compositor Carro de passeio

A hepatite transmitida por contato sexual Rival do antigo KGB

Sensação que antecede o vômito Emanação do Ser Supremo (Filos.)

Ferramenta de le- Símbolo de nhadores coulomb (Fís.) Processo de soldagem de peças metálicas

Isto é (abrev.) O início da viagem

Conexão hidráulica com ângulos retos

2/on. 3/éon. 4/land — time. 5/bantu. 6/caribu. 10/serotonina. 11/caldeamento.

23

Solução M T J R B

P P AR A F R A V I O N A T O R N E I Ç C A N A I E O R NA D N A D A I M E S O R T T T A C H A I A C A L DE

L E N D E A O T O N I N A E

R

S

C N A S E U A L S E C A R E I B A U O I M E

B L I A A I R I Ã B O A N D N O T A R U R I C O O S B N R S E A E O N C A N T O

D

BANCO

Letra da crase Ceda a posse

ÁRIES - Você está predisposto a ter um episódio amoroso neste dia, que lhe dará no futuro muitos aborrecimentos. Evite, portanto, qualquer coisa neste sentido. Cuide da saúde, da reputação, e não faça novos negócios. Não permita que o esgotamento físico ou as emoções fortes, tirem suas energias. TOURO - Influxos excepcionalmente benéficos para a sua vida em conjunto com as outras pessoas, também no trabalho. Evite a precipitação e os gastos supérfluos. Procure valer-se da posição do sol para promover a sua elevação em todos os sentidos. GÊMEOS - Tudo indica que você alcançará sucesso em tudo que empreender ou imaginar. Dê continuidade ao que têm que fazer. Faça-o com o máximo de entusiasmo e otimismo. Cuide de sua aparência. Será importante abrir mão de alguns pontos de vista em prol de um entendimento. CÂNCER - Dia muito bom para você. Vai se entender com sua família e com seus superiores e colegas de trabalho e lucrará bastante se poupar seu dinheiro. Pode realizar negócios, pois será bem sucedido. Contará com o apoio de amigos. Seus esforços valerão à pena. No amor, ciúmes. LEÃO - Evite a falta de persistência e dê continuidade nos empreendimentos ou negócios, que conseguirá bons resultados hoje. Bom para tratar com pessoas importantes ao seu progresso. Procure métodos originais para conseguir o que lhe parecer difícil. VIRGEM - Signo da intelectualidade e da expansão, será o signo mais favorecido hoje. Tudo isso, se deve a magnífica influência do sol. Portanto, haverá paz em todos os setores de sua vida. Alimente-se bem, isto é, moderadamente.

LIBRA - Deverá tomar muito cuidado ao dirigir veículos em estradas, ao entrar em contato com máquinas, fogo e eletricidade e com tudo que possa lhe prejudicar fisicamente. Êxito em assuntos ocultos. Evite abusos, e tome cuidado com os inimigos. ESCORPIÃO - Com otimismo e entusiasmo, você consegue ótimos resultados. Procure evitar os compromissos arriscados. Não trate com pessoas desconhecidas. Tenha cautela. Pode obter favores de pessoas ligadas à política. Pense sempre positivo. SAGITÁRIO - Muita habilidade literária, mente clara e penetrante e muita tendência aos assuntos elevados, é prevista para você hoje, devido à benéfica influência de Júpiter. Sucesso profissional e financeiro. Dia neutro para a vida sentimental e amorosa. CAPRICÓRNIO - Ótimo dia para tratar de questões financeiras, profissionais e as associativas. Fluxo benéfico para os exames, os concursos, os testes vocacionais e os assuntos amorosos. Acautele-se quanto aos problemas judiciais. Suas dificuldades serão solucionadas com bastante trabalho. AQUÁRIO - Bons prenúncios. Este dia lhe trará êxito. Não perca tempo com minúcias. Arrisque-se em projetos mais audaciosos mesmo que os outros não acreditem. Com senso e objetividade atingirá sucesso. Confie mais em si mesmo e só terá a ganhar. PEIXES - Confie em si mesmo procurando compreender o seu valor profissional, relacionando-o ao bem que poderá causar ao seu semelhante no futuro. Leia, penetre nas coisas para realmente melhorar e valorizar seu intelecto.


4

ESPORTE

Sexta-feira, 13.07.2018

Passo Fundo Carazinho

Quem será o melhor da Copa? Com a proximidade do fim do Mundial, alguns nomes já pipocam como destaques. Desempenho na competição é importante até mesmo na escolha do melhor jogador do ano Kleiton Vasconcellos kleiton@dairiodamanha.com

É tradicional. Além da disputa entre as equipes pela conquista da Copa do Mundo, um outro prêmio também chama a tenção a cada edição realizada do torneio. É o prêmio de Melhor Jogador, que geralmente aponta também o grande vencedor de outro prêmio, o de Melhor Jogador do Ano da FIFA. Para 2018, inclusive, a entidade máxima do futebol anunciou uma novidade: anunciará o vencedor de melhor do ano em uma nova data – 24 de setembro – antecipando ao comum, que é em dezembro. Assim, a premiação ficará ainda mais perto da Copa e levará em consideração votos dos capitães e técnicos das seleções, voto popular e de representantes da mídia.

Ser o Melhor Jogador da Copa (ou estar entre eles) pode ser indicativo de prêmio mais ao final do ano. Assim foi com o francês Zidane em 1998 (melhor da Copa e do Ano), o brasileiro Ronaldo em 2002 (vice da Copa e melhor do Ano), o italiano Fabio Cannavarro em 2006 (melhor da Copa e do Ano) e o argentino Lionel Messi em 2014 (melhor da Copa e vice do Mundo). Antes da bola rolar na Rússia, as apostas estavam em torno de quatro jogadores. Messi, o português Cristiano Ronaldo, o egípcio Salah e o brasileiro Neymar. Nenhum deles obteve o destaque esperado e todos foram eliminados precocemente. Noutros nomes então surgiram com força para receber o prêmio na Copa: o francês Mbappé, o croata Modric e o belga Hazard.

Fotos Divulgação

Mbappé, Hazard e Modric aparecem com candidatos a Melhor Jogador da Copa

Prováveis vencedores Kylian Mbappé – atacante francês, de 19 anos. Atuou em seis jogos até aqui, anotando três gols em 444 minutos. Desferiu seis chutes contra o gol adversário, acertando o alvo em cinco vezes. Veloz, já percorreu 43,2km na Copa. Luca Modric – meia croata, 32 anos. Atuou em seis jogos, somando 604 minutos e é autor

de dois gols na Copa. Arriscou 10 vezes contra o gol adversário, errou uma penalidade e percorreu 63km. Técnico, executou 443 passes. Éden Hazard – meia belga, 27 anos. Atuou em cinco jogos, soma 428 minutos em campo e marcou dois gols. Técnico, percorreu 46,6km, arriscou 15 chutes a gol e deu duas assistências para gols.

As opiniões Projetando quem poderia estar na eleição de Melhor Jogador da Copa, o Grupo Diário da Manhã foi ouvir lideranças esportivas em Passo Fundo e Carazinho. Fotos Arquivo Pessoal

Ricardo Attolini “Fora Cristiano Ronaldo e outros cotados que saíram da Copa, com certeza quem vem mostrando um futebol muito bom é o Hazard, da Bélgica. É um meia quase completo, vem mostrando um futebol muito bom, simples e vertical. Consegue fazer a função de marcar e também de atacar.

Opinaram o técnico Ricardo Attolini, o zagueiro e capitão do Gaúcho Marcelo, o ex-centroavante Sandro Sotilli, o ex-craque de futsal Tête e o jogador da OMF Márcio Cascata.

Marcelo

Busca o jogo, é objetivo, com uma simplicidade enorme. Até apostava na Bélgia para ser finalista. Outro que não pode ser esquecido, pela qualidade mostrada, é o Modric. Por tudo aquilo que vem fazendo, é o capitão do time. Tem facilidade de jogar, se posicionar. Líder e experiente, vem produzindo muito para a equipe. Legítimo camisa 10”.

“Pelo que estou acompanhando, o melhor jogador até aqui é o atacante francês Mbapeé. Por ser a primeira Copa dele, ele está sendo decisivo e ajudando a França a chegar na final. É um jogador novo, recém com 19 anos, tem muito o que evoluir e crescer ainda no futebol. Mas já é o o melhor da Copa”.

Sandro Sotilli

“Teve muitos bons jogadores nessa Copa. Mas acho que pela liderança, por aquilo que vem fazendo na competição e por estar em uma seleção até certo ponto sem tradição grande, meu voto vai para Lucas Modric, da Croácia. Ele teve uma liderança muito grande. Independente se a Croácia for campeã ou não, indico o Modric, camisa 10 da Croácia”.

Tête

“Foi uma Copa tão imprevisível que é até difícil dizer que alguém realmente arrebentou, mas, ele tem tudo pra ser o grande destaque. Tivemos muitos craques que em algum jogo foram brilhantes e em outros apagados, mas ele apresentou regularidade em todos os jogos e se mostrou maior que muitos que esperávamos”.

Giro pelas seleções França faz treino tranquilo

Márcio Cascata

“Esperávamos coisas grandiosas de jogadores conhecidos como Neymar, Messi, mas Mbappé conseguiu roubar todos os holofotes para sua pouca idade e calma. Acredito que não demorará muito para que ele seja um dos melhores, até mesmo o melhor jogador do mundo, chegando lá antes mesmo do nosso camisa 10”, aponta.

Um dia após ver definido o seu adversário na final da Copa, a França manteve a programação de recuperar jogadores para a decisão. Na quinta-feira (12), Mbappé, só apareceu na parte final da atividade dirigida por Didier Deschamps. O cami-

sa 10 fez exercícios acompanhado dos fisioterapeutas – e com um celular na mão esquerda. Não deram as caras o lateral-direito Pavard, o zagueiro Umtiti e o centroavante Giroud. O treino foi voltado aos jogadores reservas em Instra.

Técnico da Croácia confiante Depois de encarar a terceira prorrogação seguida, a Croácia poderia chegar ais cansada à final da Copa. Mas, para o técnico Zlatko Dalic, tal fato não é um problema. “Somos o único time da Copa que vai jogar oito jogos. Isso é muito difícil. Mas me parece que quanto mais difícil as circunstâncias, melhor nos jogamos futebol. Claro que a França tem um dia a mais, mas nós vamos descansar e nos recuperar a tempo. Tem sido difícil para nós, mas vamos achar a força e a motivação” disse o treinador, em coletiva ontem.

Carazinho  
Carazinho  
Advertisement