Page 1

Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo

Quinta-feira, 17.05.2018

DIÁRIO DA MANHÃ -

1

www.diariodamanha.com

Legislação limita operação de aplicativos de transporte

Foto Daniel Rohrig/DM

82 ANOS - Nº 350 - R$ 2,00

Cerca de 30% da frota de uma das empresas do ramo não pode operar na cidade em virtude de artigos da lei que já foram revistos e que constam no novo PL que tramita na Câmara.

Pág 3 Foto Matheus Moraes/DM

Rodovia federal de chão batido

Mais amparo às vítimas de violência Convênio entre Polícia Civil e UPF oferecerá atendimento psicológico gratuito a mulheres em situação de violência doméstica e/ou familiar.

Pág 11

Como são aplicadas as multas Cerca de R$ 6 milhões foram arrecadados no último ano através das irregularidades flagradas no trânsito da cidade.

Pág 5

Funai vai vistoriar área ocupada Famílias kaigang estão acampadas entre Passo Fundo e Carazinho desde o fim de semana.

Conexão

Novos detalhes da operação no HSVP Sem verba para o asfaltamento, DNIT contrata apenas serviços de manutenção para os quase 70 quilômetros da BR 153 entre Passo Fundo e Erechim. Pauta é reclamada há anos pela comunidade regional. Conexão

http://diariodamanha.com

facebook.com/redediariodamanha

99905-7864

3316-4800

Ação investiga o possível desvio de R$ 1,2 milhão do setor de oncologia.

Pág 11

@diariodamanhapf


RADAR

2 - DIÁRIO DA MANHÃ

Falta de água

Se você tem um smartphone e um aplicativo de QR Code instalado, posicione o leitor desta imagem e tenha acesso direto ao nosso site!

Valorização da cultura O Rio Grande do Sul possui uma ligação muito forte com seus costumes e tradições, e a dança folclórica é uma das principais formas de ofertar uma ampla visão da cultura popular do país. Passo Fundo possui uma tradição na realização de eventos e ações no folclore, e, procurando contribuir com esta ação, a Vice-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários e a Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (Feff) da Universidade de Passo Fundo (UPF), em uma parceria com a Prefeitura de Passo Fundo, realizam o projeto Folclore e Tradição na Escola. O projeto pretende oportunizar a crianças e adolescentes um momento de valorização do folclore através da vivência e danças tradicionais gaúchas, temas pertinentes aos alunos de escolas municipais que semanalmente receberão aulas práticas de danças. O projeto Folclore e Tra-

Foto Divulgação/UPF

A CORSAN, através da Coordenadoria Operacional de Água, informou que sexta-feira dia 18 de maio estará executando obras de interligação de novas redes de distribuição de água na Rua Tupinambás, trecho entre a Fagundes dos Reis até a Capitão Eleutério. Para tanto, faltará água em parte da Vila Fátima nos trechos entre a Dona Elisa e Major João Schel das 08:00 às 15:00, sendo atingidas aproximadamente 200 economias. O serviço apenas será executado com tempo bom. Mais informações poderão ser obtidas pelos telefones: 0800 – 6466444 / 3315-5000 / 3313-9478 / 3313-9455 / 3313-9000.

Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo

É notícia na Diário No programa Estúdio Aberto News de hoje, transmitido em cadeia entre a Diário AM 570 e FM 98.7, você acompanha as principais notícias da cidade, Estado e país. É a partir das 8h. Participe da nossa programação pelo 33117756 ou envie mensagem para 99958-8492. Ouça pelos 570 do seu rádio, 98.7 ou pelo www. diariodamanha.com

dição nas Escolas será realizado por estudantes da Feff, que, semanalmente, farão a vivência das danças nas escolas, oportunizando um ambiente de aprendizado e trocas entre os alunos das escolas municipais e da UPF.

Feira e Congresso Brasileiro do Varejo

Cidadania Italiana: quem tem direito?

Reunir fornecedores e lojistas em um só espaço e permitir a interação e a formação de novas parcerias e negócios. Estes são objetivos da Feira Brasileira do Varejo (FBV) e do Congresso Brasileiro do Varejo, realizados pelo Sindilojas Porto Alegre. A 6ª edição da FBV e do Congresso ocorrem de 28 a 30 de maio no Centro de Eventos da Fiergs. Serão três dias com mais de 80 palestrantes, 6.800 visitantes e 60 estandes de empresas com soluções tecnológicas para ponto de venda, gestão e marketing, automação comercial, merchandising, mobiliário, entre outros.Neste ano, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Passo Fundo em parceria com o SEBRAE/RS promove uma visitação à

Foto Divulgação FBV

Para ter a cidadania italiana, é necessário ter certidão italiana de nascimento, conhecida como “Dante causa”. Pensando nisso, o Centro de Línguas da Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF), UPF Idiomas, em parceria com a Associação Cultural Italiana do Rio Grande do Sul (ACIRS), irá realizar um novo encontro sobre o que é necessário para a obtenção dessa cidadania. A atividade acontece no dia 23 de maio, na UPF Idiomas, Campus III, onde a comunidade interessada poderá esclarecer dúvidas e receber informações para a realização dos encaminhamentos. Quer fazer sua Cidadania Italiana? O ponto de partida é ter em mãos a certidão de nascimento do italiano. Com o passaporte italiano, é possível visitar 144 países no mundo. A palestra sobre Cidadania Italiana será proferida por Enrico Protti, da 50&Piú Serviços, que prestará atendimento gratuito para a comunidade, esclarecendo dúvidas e repassando informações sobre cidadania italiana. A atividade será na sede da UPF Idiomas, na Avenida Brasil, 743. O evento é aberto ao público e gratuito, porém, as vagas são limitadas. Informações e agendamentos pelo telefone (54) 3316-8510.

diariodamanha.com

DATAS COMEMORATIVAS

17/05 Feira e ao Congresso no dia 29 de maio. O transporte será subsidiado pelo SEBRAE e a CDL irá custear 50% do valor da inscrição, de R$110,00. Interessados em participar da visitação podem entrar em contato pelo telefone (54) 3045-8804 ou e-mail milena@cdl-pf.com.br.

Dia Internacional da Comunicação e das Telecomunicações Dia da Constituição Dia Internacional contra a Homofobia

Vestibular IDEAU A busca constante pela qualidade de serviços é uma das missões da Faculdade IDEAU, que possui Certificação ISO 9001. A Instituição proporciona aos seus alunos aprendizado teórico e prático, além de inserir no mercado profissionais empreendedores. Na última semana, as Faculdades IDEAU divulgaram as datas do processo seletivo do Vestibular de Inverno 2018 em todas as suas Unidades de Ensino (Bagé, Caxias do Sul, Getúlio Vargas e Passo Fundo).

FUNDADOR Jornalista Túlio Fontoura (1935 1979) PRESIDENTE-EMÉRITO Dyógenes Auildo Martins Pinto (1972 1998) Vinícius Martins Pinto (1997 2003)

Com o slogan: “MAIS POR VOCÊ”, a equipe de comunicação buscou instigar o público alvo a refletir sobre suas próprias decisões, mostrando a Instituição como uma parceira para a evolução profissional e pessoal. A Faculdade IDEAU dispõe de bolsas e financiamentos, proporcionando acessibilidade financeira aos seus alunos. As inscrições para o Vestibular podem ser realizadas até 18 de junho no site www.ideau.com.br. Informe-se pelo telefone: (54) 2103 1250.

Presidente Janesca Maria Martins Pinto Vice-Presidente Ilânia Pretto Martins Pinto Editora Geral Nadja Hartmann

Diretora Comercial: Eliane Maria De Bortoli Editor: Édson Coltz - RP 17.059

www.diariodamanha.com facebook.com/redediariodamanha

@diariodamanhars


POLÍTICA

Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo

DANIEL ROHRIG

politica@diariodamanha.com

DIÁRIO DA MANHÃ -

3

Lei dos aplicativos de transporte privado limita operação da frota Nos moldes da legislação em vigor, cerca de 30% da frota de uma das empresas do ramo não pode operar na cidade em virtude de artigos que já foram revistos e que constam no novo PL que tramita na Câmara, ainda sem prazo para ser votado Foto: Daniel Rohrig/DM

Aprovada por unanimidade em dezembro do ano passado e em vigor desde o dia 15 de abril, a lei que regulamenta o sistema de transporte privado de passageiros em Passo Fundo já tem impactos na frota que presta serviços para empresas do ramo que operam no município. O principal fator que interfere no funcionamento dos aplicativos gira em torno do artigo que estabelece a idade máxima de cinco anos para a operação dos veículos cadastrados. Outro ponto diz respeito ao compartilhamento de dados em tempo real por parte das empresas do ramo com a Secretaria de Segurança Pública. Ambos os itens já foram revistos em um novo projeto de lei de autoria conjunta dos vereadores Mateus Wesp (PSDB) e Roberto Toson (PSD) que tramita na Câmara de Vereadores desde março, mas que ainda não foi à votação em plenário. Desde novembro presente em Passo Fundo, a empresa Garupa App conta atualmente com 70 motoristas aprovados e com outros 30 no aguardo da ampliação da demanda por passageiros para começar a trabalhar. De acordo com o sócio-operador da empresa, Leandro Peruzzo, cerca de 30% dos veículos que prestam serviço para o aplicativo ultrapassam o limite de cinco anos, o que impede que trabalhem pelo Garupa APP ao considerar a atual lei em vigor na cidade. “Esse ponto está em revisão, pois entendemos que em cidades de pequeno e médio porte, o período de durabilidade de um veículo é maior do que em grandes centros. Claro que o Garupa já está buscan-

Alterações na atual legislação sobre apps de transporte privado de passageiros ainda não tem data para ser votada na Câmara do adequação a lei, mas para motivar a população e gerar maior renda para cidade este artigo deve ser revisto ainda”, frisou o empresário. Quanto ao item de compartilhamento de informações em tempo real com a SSP, Peruzzo disse que o aspecto ainda está em revisão e que a empresa não tem uma posição. “Estamos

trabalhando para adequar o app da melhor maneira possível para a lei”, completou o sócio-operador do Garupa. O novo projeto que tramita na Câmara retira especificamente a necessidade de dividir dados de usuários e motoristas em tempo real com a Prefeitura, fato que agradou os empresários do aplicativo. “Acredita-

mos que estes aspectos sendo revistos, o Garupa só tende a crescer na cidade, gerando fonte de renda para o município, proporcionando um serviço de qualidade e segurança para todos”, comenta Peruzzo. Cerca de seis mil passageiros estão cadastrados no aplicativo em Passo Fundo, de acordo com a empresa.

Reforma da lei Em março deste ano, pouco depois da lei ter sido aprovada, uma das principais empresas de transporte privado de passageiros do mundo, a Uber, anunciou o início de suas operações em cidades do Norte do RS, como Carazinho, Erechim, Coxilha, Erebango, Getúlio Vargas, Ipiranga do Sul, Marau e Sertão. O fato da principal cidade da região – Passo Fundo – ter ficado fora da lista causou estranheza para a comunidade e aos usuários. Na época, a Uber afirmou que a legislação municipal seria o principal impedimento para que o aplicativo funcionasse na cidade. Em comunicado, a empresa informou, entre outros aspectos, que a lei 5.318/2018 impôs regras que proíbem a atividade de motoristas parceiros e “contém normas baseadas em modelos ultrapassados, que desconsideram os avanços que a tecnologia trouxe à mobilidade urbana e impedem o modelo eficiente que beneficia usuários e motoristas parceiros da Uber no mundo todo”. Logo após a manifestação pública da empresa, Wesp – autor da lei em vigor – protocolou um novo projeto de lei na Câmara que revisa alguns pontos criticados pela multinacional. “A demanda surgiu por modificações no próprio ordenamento jurídico brasileiro

sobre o tema. Nós tivemos uma nova lei aprovada no Congresso Nacional, e que leva Passo Fundo a se adequar a esta legislação, também. Não é questão de opção e sim de obrigação. Assim como nós, todos os municípios brasileiros terão que se adequar e propor uma legislação”, justificou o parlamentar na ocasião. Dois meses depois de protocolada, o vereador Mateus Wesp afirma que espera bom senso da parte dos demais vereadores e pede celeridade para que os usuários possam utilizar outros aplicativos do setor que, segundo ele, começariam a operar na cidade após as revisões propostas na legislação serem sancionadas. “Já se passaram sessenta dias desde que protocolamos essa pauta e cabe agora a análise das comissões e do parecer da Procuradoria. O prazo regimental para os pareceres é de dez dias úteis a partir da distribuição, porém estamos no aguardo há dois meses”, disse Wesp, que aguarda o avanço da tramitação da pauta. O parlamentar disse que ao longo da construção do texto, diversas reuniões já foram realizadas com as empresas de aplicativos de transportes.

No aguardo de parecer na CCJ O novo projeto tramita agora na Comissão de Constituição de Justiça da Câmara de Vereadores. O relator da CCJ, vereador Patric Cavalcanti (DEM), afirma que é favorável a vinda dos aplicativos mas ressalta que o contexto requer cautela quanto ao andamento da pauta antes de esgotar-se todas as análises. “Nossa intenção é tratar com a Uber, Cabify e a 99 Táxi todas as eventuais mudanças. Não adianta a Casa aprovar uma lei que beneficia uma ou outra empresa, até porque o parlamento aprova leis que possam valer para todos. A nossa lei em vigor é semelhante a que funciona em Porto Alegre, então se eles trabalham lá, também podem trabalhar aqui”, cita. Na visão do parlamentar, é preciso mais subsídios antes de emitir parecer sobre as alterações dos aplicativos. Segundo Cavalcati, além do prazo regimental, a pauta pode permanecer por até 90 dias na comissão. O próximo passo da CCJ é estabelecer contatos com representantes das empresas do ramo em Porto Alegre e no Rio de Janeiro para que o assunto seja abordado de forma mais ampla. “Assim que tivermos esse retorno deles, nós daremos andamento aqui na Casa. Por enquanto, fica valendo a legislação como foi sancionada”, completou.

Abertura do mercado A expectativa do autor da proposta de lei, Mateus Wesp, é de que com as revisões, outras empresas possam operar na cidade. A nota divulgada pela empresa Uber, na época, afirmava que “a regulação contém intervenções excessivas que resultaram em uma proibição disfarçada à operação dos aplicativos ao atingirem diretamente as bases que tornam eficiente o modelo oferecido pela empresa”. O parlamentar espera ainda

O que deve mudar

que, com a aprovação do novo Projeto de Lei, empresas como Cabify e a própria Uber vejam Passo Fundo como um polo atrativo. Consultada pela reportagem, o Garupa App informou que a Lei Federal aprovada pelo Congresso no início do ano teve um ótimo impacto para a empresa e que com as adequações no âmbito municipal, seguirá cumprindo com o pagamento de impostos e regulamentações nacionais.

Com a reforma, o artigo que trata do o compartilhamento de dados de usuários com o Município seria suprimido do texto. Outra proposta de retirada refere-se ao artigo 7º que institui a Taxa de Gerenciamento Operacional como contrapartida obrigatória para a operação dos aplicativos na cidade. A flexibilização segue os moldes federais, em que a taxação ficaria restrita apenas ao recolhimento do ISSQN. Caso aprovada a nova lei, os carros utilizados pelos aplicativos poderão ter até dez anos de fabricação. O texto atual prevê apenas cinco anos para que o veículo possa operar. O artigo que obriga os aplicativos a manterem uma sede ou filial física em Passo Fundo também será derrubado com a reforma.


POLÍTICA

Nadja Hartmann

nadja@diariodamanha.net

Corrupção nefasta Corrupção é nefasta em qualquer lugar e em qualquer esfera. Porém, quando se trata de desviar dinheiro da saúde, a corrupção chega a ser cruel e desumana.. Quando se sabe de pessoas que morrem por falta de atendimento ou acesso à medicamentos, qualquer centavo desviado pode ser comparado a uma sentença de morte para alguém que na outra ponta, ficou sem este recurso que poderia salvar a sua vida. Por isso, apesar do nome dado pela Polícia Federal à Operação deflagrada no Hospital São Vicente esta semana, ser mais um dos nomes criativos que batizam as Operações da PF em todo o país, não retrata exatamente o que este crime representa. Afinal, efeito colateral acontece quando, por exemplo, tomamos um medicamento que irá aliviar uma dor ou curar uma doença. Ou seja, apesar de trazer consequências, traz algum benefício...Porém, qual é o benefício que o desvio de mais de R$ 1 milhão pode ter trazido e para quem??? Só mesmo para os próprios acusados...Há quem compare a corrupção a um câncer que está matando o país...Neste episódio, a frase chega a soar irônica...

Desgaste Aumento salarial para vereadores sempre vai gerar polêmica, e não interessa o nome que tenha...Ou seja, não interessa que não seja aumento e seja apenas uma reposição, assim como não interessa se o índice ficou abaixo da inflação e se há dois anos não acontecia nenhum reajuste... Mesmo contemplando os servidores com um reajuste maior, o desgaste para os políticos é inevitável, o que explica, inclusive que pré-candidatos à eleição deste ano tenham optado em abrir mão do reajuste ou até mesmo tenham proposto o fim de todo e qualquer subsídio...O projeto que garante uma reposição de 3,5% para os servidores e 2,5% para os vereadores foi aprovado com um placar de 13 a 06...Não sou da opinião que vereador tenha que trabalhar de graça, uma vez que isso pode significar elitizar a função, que mais do qualquer outra, precisa ser democrática e representativa de todas as classes da sociedade. Mas também não concordo que o cargo se torne uma profissão...O que não pode acontecer, portanto, são discursos demagógicos de quem precisa jogar para a torcida...

Melhor que nada... O anúncio feito pelo comando da BM, garantindo mais policiais para Passo Fundo, sem dúvida deve ser comemorado como uma conquista, apesar de ser notório que diante do déficit no efetivo, mais 30 policiais podem representar um tiro n´agua, mas no esforço de ver a metade do copo, como cheio e não vazio, é melhor do que nada...O resultado das assembleias municipais para Consulta Popular comprovam o tamanho da preocupação da comunidade com a questão da segurança. Em todos os municípios da região, a área aparece entre as três demandas prioritárias da população...

No comando A região estará representada nas eleições 2018 por uma tradicional liderança progressista, com nome confirmado já na cúpula da campanha para governador de Luis Carlos Heinze. O ex-prefeito de Tapera Ireneu Orth será o coordenador geral da campanha de Heinze para o Piratini...A missão é quebrar o jejum de mais 35 anos do PP, que desde 1982 não elege um governador no RS. Depois de Jair Soares o partido disputou eleições com candidaturas próprias sem nunca ter chegado ao segundo turno...

Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo

Governo do RS prevê déficit de R$ 6,8 bilhões Lei de Diretrizes Orçamentárias 2019 foi entregue à Assembleia Legislativa nesta semana à população. “Em 2015, tínhamos um déficit previsto de R$ 25,5 bilhões para os quatro anos de gestão. Com a implantação de medidas de modernização, reduzimos consideravelmente esse valor. Mesmo assim, seguimos em um cenário de grave crise financeira”, afirmou o secretário da SPGG, Josué Barbosa. Para ele, a adesão ao Re-

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), entregou, na terça-feira (15), o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2019 à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Elaborada entre os chefes de todos os Poderes, a LDO determina as bases para organização dos orçamentos anuais. O projeto de lei estima para o ano que vem R$ 49,9 bilhões em receitas e R$ 56,7 bilhões em despesas, o que acarreta um déficit orçamentário de R$ 6,8 bilhões. O documento reitera a necessidade de seguir fazendo os ajuste das contas públicas, para que o Estado recupere a capacidade de prestar serviços eficientes e de qualidade

gime de Recuperação Fiscal (RRF) seria o melhor caminho para possibilitar alívio aos cofres públicos e retomada do crescimento. “É o único plano possível para alcançar o equilíbrio financeiro em médio prazo e, assim, investir mais em áreas essenciais para os cidadãos, como Saúde, Segurança, Educação, Infraestrutura e Programas Sociais”, disse.

Os principais pontos da LDO Previsão de alteração do resultado primário em função do Regime de Recuperação Fiscal, em apreciação no Congresso Nacional; Adequação dos dispositivos referentes à previdência pública às novas legislações aprovadas no final do ano passado; Organização do orçamento da Segurança Pública com a discriminação dos gastos previdenciários, a exemplo do que já ocorre na Educação e na Saúde; Os parâmetros macroeconômicos utilizados nas metas fiscais foram os mesmos da União, com previsão de crescimento do Produto Interno Bruto para 2019 de 3%, e inflação de 4,2%.

Novo presidente da Famurs toma posse em julho Antônio Cettolin presidirá a entidade em substituição a Salmo Dias O prefeito de Garibaldi, Antônio Cettolin, venceu a disputa interna do PMDB para presidir a Federação das Associações dos Municípios do RS (Famurs) pelo próximo ano. Ele garantiu a indicação do partido com 81 votos, contra 71 do seu oponente, Rafael Mallmann, de Estrela. Cettolin tomará posse no próximo dia 5 de julho. Ao receber o resultado da eleição, o prefeito de Garibaldi convidou Mallmann para fazer parte de sua executiva na Farmurs e considerou a disputa sadia para a democracia interna. A eleição foi organizada pela Associação de Prefeitos e Vices do PMDB-RS, comandada por Paulo Salerno, de Restinga Seca. A indicação de Cettolin obedece a um acordo firmado entre os partidos com mais

Foto Divulgação

4 - DIÁRIO DA MANHÃ

Antônio Cettolin é o atual prefeito de Garibaldi prefeitos no Estado. Estabelecido em 2005, o acerto determina o rodízio de legendas na direção da entidade entre 2016 e 2020. Segundo partido com o maior número de prefeitos eleitos em 2016, o MDB obteve o direito de escolher o presidente da Fa-

murs em 2018. O Partido Democrático Trabalhista (PDT) e o Partido dos Trabalhadores (PT) completam a lista. O Progressistas (PP), que elegeu mais prefeitos na última eleição municipal, foi representado por Salmo Dias de Oliveira, que está a frente da Prefeitura de Rio dos Índios. Salmo iniciou seu mandado na Presidência da Famurs em 6 de julho de 2017. Antonio Cettolin, nascido em 19/11/1959, filho de Faustino Cettolin e Zenaide Fior Cettolin, natural de Garibaldi. O atual prefeito da cidade, gestão 2017/2020, reside no Bairro Guarani com a esposa Regina Guimarães Cettolin e os filhos: Diego, Diogo e Douglas. Tem sua formação em Técnico Agrícola e superior incompleto em Administração de Empresas na Fisul.


GERAL

Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

5

Entenda como são aplicadas as multas de trânsito Aline Prestes

aline@diariodamanha.com

Cerca de R$ 6 milhões é o valor arrecadado em multas no município no ano 2017, segundo o site da transparência da prefeitura. Após questionamentos de alguns leitores sobre notificações de penalidades de trânsito que receberam sem serem avisados no momento do registro da infração, a reportagem do Grupo Diário da Manhã conversou com o chefe da Guarda Municipal de Trânsito de Passo Fundo, Ruberson Stieven, para esclarecer o funcionamento do sistema. Através de um convênio de reciprocidade do Estado, os agentes de trânsito e policiais militares podem fazer qualquer tipo de autuação compreendida no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), ressalta Ruberson. “Tanto de competência do

Foto: Aline Prestes/DM

Motoristas questionaram sobre notificações enviadas via correio de infrações cometidas em Passo Fundo. Para compreender o serviço, nossa reportagem conversou com o chefe da Guarda Municipal

Notificações são enviadas via correio município quanto do Estado, em virtude desse contrato, os agentes podem autuar motoristas que descumpram as leis de trânsito municipais, como de circulação, parada sobre a faixa de pedestre e estacionamento”, explica ele. Outro ponto que ele destaca é

que o agente pode parar o condutor e identificar no momento da infração ou não. “O CTB prevê que nem sempre é possível que o agente pare o motorista na hora que cometeu a infração, caso ele compreenda que isso não é viável, em razão da via, não ter onde parar, ser

um local perigoso, entre outros. Assim, a autuação ocorre com o número da placa e a notificação vai via correio”, exemplifica o chefe da Guarda Municipal de Trânsito de Passo Fundo. Além dos agentes, em Passo Fundo, há as lombadas eletrônicas, as quais ficam totalmente visíveis e tem limite de velocidade máximo em 50 km/h, sendo monitorado pela faixa que capta por sensores no asfalto e, automaticamente, indica no visor a velocidade. Quando o veículo excede o limite, ele é fotografado e a imagem consta como prova

no auto de infração. Além disso, vários semáforos contam com sensores de avanço no sinal e de velocidade. Os equipamentos fiscalizatórios foram instalados por meio de contrato licitatório da Prefeitura com a empresa Focalle Engenharia Viária, que atua desde 2015. Na época, a prefeitura contratou o serviço por R$ 1,198 milhões ao ano (reajustado anualmente), pela instalação, fornecimento dos materiais e mão de obra necessária. Assim, o valor das multas é destinado ao município.

Para recorrer Vale ressaltar que se o motorista entender que foi autuado indevidamente, ele tem o direito de buscar na Junta Administrativa de Recursos de Infrações de Passo Fundo (JARI), que fica na Secretária de Segurança do Município, esclarecimentos sobre o fato, podendo recorrer. “O motorista deve apresentar cópias da carteira de habilitação ou do documento de identidade para a comprovação da assinatura, do auto de infração ou da notificação do Detran, do documento do veículo (CRLV) e as provas que vão fundamentar o recurso”, finaliza ele. Para mais informações a população pode entrar em contato pelo telefone 3313-3768.


GERAL

6 - DIÁRIO DA MANHÃ

Trânsito seguro passa por mudança no comportamento

Edgar Oliveira Garcia Advogado

edgar_garcia1@hotmail.com

Os juros na economia brasileira

O Maio Amarelo neste ano tem um novo tema: “Nós somos o trânsito”, para instigar a população a assumir suas responsabilidades. Acidentes representam a nona causa de mortes em todo o mundo Foto: Victor Ferreira / DM

O assunto do momento são os juros da economia brasileira somados a de taxas, impostos e outros encargos, embutidos em qualquer operação financeira. Mesmo que o Banco Central ou o COPOM estejam empenhados em baixar os juros eles não caem. Há muitas explicações, mas não convencem. O sistema financeiro justifica, alegando que os juros de mercado não caem por conta da inadimplência. Estudos de economistas respeitados – não ligados a bancos – afirmam que os juros cobrados não encontram amparo técnico. Essas elevadas taxas de juros travam a economia do País. As empresas não podem contar com bancos para buscar capital de giro. Não podem produzir mais e tampouco aumentar o emprego. As empresas que poderiam arriscar investimentos estão com o freio de mão puxado. Todos esperam como vai se comportar a economia. Ocorre que a economia depende muito dos bancos. Afinal, para que serve o sistema financeiro? Enquanto isso, as empresas sofrem e os empregos não são gerados. A economia patina. As instituições financeiras publicam balanços anunciando lucros. Precisam fazer isso, em razão da concorrência entre elas. A conclusão mais evidente é que mexer na taxa básica de juros não beneficia a economia. De outra banda, traz mais lucros para os bancos, porque a captação fica mais barata. Outra questão extremamente preocupante é a média dos juros cobrada pelo mercado. Essa média já é excessiva. Algumas instituições extrapolam essa média, atingindo até 850% ao ano. O Judiciário tem apreciado essa matéria em milhares de processos. O problema é que mais de noventa por cento dos casos não chega ao Judiciário. Então o custo benefício dos bancos é muito grande. Urge que se criem políticas públicas de recuperação da economia, criando regras mais rígidas para todas as instituições financeiras. Os bancos e outras financeiras não podem estabelecer taxas maiores do que a média do mercado. Essas taxas já são absurdamente altas. Não é demasia afirmar que mesmo as taxas médias estão acima de qualquer razoabilidade econômica. É preciso desmistificar a questão da inadimplência, uma vez que é o argumento para os altos juros. A taxa de inadimplência, conforme dados do Banco Central, é de aproximadamente 5%. Enquanto isso o spread bancário vem crescendo. E não há explicação técnica para isso. Os abusos nessas cobranças têm alguns motivos. O primeiro deles é que o crédito ainda é fácil. E a sociedade brasileira ainda procura muito os empréstimos fáceis. E a inadimplência é estimulada pelos bancos, quando não adotam critérios mais rígidos. Concluímos que os bancos querem mesmo a inadimplência, porque é justificativa para os juros extorsivos cobrados. Tudo isso leva endividamentos insuportáveis para uma economia que deseja crescer. Significa dizer que os bancos se tornaram poderosos demais, sem controle efetivo pelo governo federal. Estou batendo nessa tecla há mais de vinte e cinco anos. O que mudou de lá pra cá foi o gigantismo de alguns bancos. Como consequência os bancos menores foram engolidos. E os bancos estatais foram vendidos ou extintos. Ainda, podemos afirmar que o sistema financeiro cria crises. As crises financeiras sempre favoreceram os bancos. Os lucros dos bancos não diminuem, mesmo com a economia em baixa. Por último: cabe salientar as fraudes bilionárias de alguns bancos. Depois foram socorridos por dinheiro público ou de banco público. Podemos lembrar o recente escândalo de socorro bilionário da Caixa para o banco Panamericano. Que tal lembrar os empréstimos bilionários do BNDES. A sociedade brasileira deve acordar e ajudar a mexer nessa caixa preta. Essa é uma luta de todos!

Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo

Victor Ferreira

victor@diariodamanha.com

Édson Coltz redacao@diariodamanha.com

A conscientização dos usuários do trânsito na comunidade de Passo Fundo é um dos objetivos do movimento Maio Amarelo, que nesta 5º edição adotou o tema “Nós somos o trânsito”. O tema foi discutido com a Associação Nacional de Detrans (AND) e foi apresentado em reunião do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). A proposta da campanha é ressaltar que todos devemos assumir nossas próprias responsabilidades no trânsito, seja quando motorista ou pedestre. Segundo a chefe do Núcleo de Educação para o Trânsito, Raquel Rubio, quase 90% dos problemas registrados nas vias tem relação com o comportamento humano. “Nós esquecemos de assumir nossas responsabilidades, nós fazemos o trânsito, e o Maio Amarelo é um momento de reflexão, para chamar a atenção, para sensibilizar”, ressalta Raquel. O trânsito de Passo Fundo tem diversos desafios a serem superados que vão além do quesito estrutural, conforme frisa o representante do Núcleo de Educação para o

Emerson Drebes “Nós somos o trânsito” busca disseminar a ideia de que todos têm responsabilidade

Trânsito, Emerson Drebes. “Nós somos o trânsito, temos que fazer parte deste assunto. E a sensibilização e a mudança de comportamento é o que vai fazer diminuir os números de acidentes. As estatísticas mostram que a maioria dos acidentes ocorrem por excesso de velocidade, álcool ao volante, ultrapassagem em lugar indevido, que acaba causando mortes, pessoas com sequelas para o resto da vida, danos materiais”, alerta.

Sobre o Maio Amarelo É um movimento que foi criado junto à Década Mundial de Segurança no Trânsito (20112020), com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. É uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil e propõe o debate entre a comunidade para tentar diminuir os acidentes. Com o sucesso de outros movimentos, como o Outubro Rosa e o Novembro Azul, os quais, respectivamente, tratam de temas como o câncer de mama e de próstata, o “Maio Amarelo” estimula atividades voltadas à conscientização das pessoas, seja motorista ou pedestre, ao debate das responsabilidades de cada um, e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus trajetos diários no trânsito. A Assembleia Geral das Nações

Unidas (AGNU) editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década Mundial de Segurança no Trânsito”, na qual governos de todo o mundo se comprometem a tomar novas medidas para prevenir os acidentes no trânsito, que matam cerca de 1,3 milhão de pessoas por ano em 178 países. Trata-se da nona causa de mortes em todo o mundo. Além disso, os acidentes no trânsito ferem de 20 a 50 milhões de pessoas a cada ano. Se nada for feito, a OMS (Organização Mundial da Saúde) estima que 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020, passando assim para a quinta maior causa de mortalidade, e 2,4 milhões, em 2030. As ações são pautadas por conscientização junto aos motoristas nas ruas e seminários. Detalhes no site www.pmpf.rs.gov.br.


Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo

7 7

DIÁRIO DA MANHÃ DIÁRIO DA MANHÃ -


8 - DIÁRIO DA MANHÃ

Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo


Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

Áreas precisam ser exploradas também no inverno

9

DIÁRIO DA MANHÃ

9

Quinta-feira, 17.05.2018

Passo Fundo Carazinho

Sereno Azevedo redacao.carazinho@diariodamanha.com

A movimentação de máquinas nos campos semeando grãos começa a ganhar força a partir da formação das lavouras de verão. No período de inverno, poucos são os investimentos no plantio de culturas comerciais, para o reforço do caixa do homem do campo. Pelo contrário, a explicação é praticamente única: explorar a terra no inverno pode não ser nada lucrativo ao trabalhador do campo. As estimativas podem não ser precisas, mas revelam uma realidade de quanto se planta em grãos comerciais no inverno e quanto nas safras de começo de ano. Os índices sofrem algumas pequenas variações, de um município para outro, ou por regiões. Exemplo vem da propriedade da família de Laercia de Souza, de Colônia Saudades, localidade do município de Não-Me-Toque.

Laercia de Souza “Temos cultivares com potencial produtivo de até 80 sacas por hectare, mas, infelizmente, o cereal não dá segurança financeira ao produtor”. Dos 300 hectares agricultáveis, a produtora rural aponta que 90% são destinados ao plantio da soja e o restante para milho. Já no inverno, a cultura do trigo, quando semeada, ocupa cerca de 20% das lavouras. No restante, os investimentos são destinados à cobertura

Foto: Divulgação

A relação clima e fatores financeiros tem desestimulado o plantio do trigo na região

Área semeada com mix de plantas de coberturas, pós culturas de verão verde, que depois é dessecada para formação das lavouras de soja e milho. “Tivemos frustrações de safras na cultura do trigo nos dois últimos anos. Em 2016 chegamos a plantar até 30% das lavouras com o cereal. Este ano estamos decidindo, mas se for opção plantar ocuparemos apenas 20% das terras com a cultura”, salienta Laercia. Ela aponta o custo de produção muito alto, o preço baixo e os fatores climáticos como os principais motivos pelo baixo investimento na produção de trigo dentro da propriedade da família. “Temos cultivares com potencial produtivo de até 80 sacas por hectare, mas, infelizmente, o cereal não dá segurança financeira ao produtor”, explica.

Áreas precisam ser aproveitadas O agrônomo Mauro Rohr vê a necessidade de uma exploração maior das áreas agricultáveis durante o inverno para a produção de grãos comerciais. “No verão, temos praticamente 100% das lavouras plantadas, com variações de 85% a 90% com soja e de 10% a 15% com milho. Os índices mudam dentro das propriedades, pois temos aqueles produtores que realizam rotatividade de cultura um pouco maior em comparação com outros”, enfatiza Mauro. Segundo ele, hoje se tem uma concentração nos ganhos com a monocultura da soja, sem uma visão maior direcionada à produção durante o inverno. O trigo, que já teve ciclos positivos, hoje ocupa no máximo 15% ou 20% das lavouras no período

frio das estações. “A canola e a cevada tiveram um começo, mas não vingaram, pois as condições de produção são mais delicadas do que a do trigo. A canola, por exemplo, não teve suas cultivares desenvolvidas para o nosso clima. É uma cultura do Canadá, com grande potencial nutritivo para ração animal e de óleo vegetal de excelente qualidade nutricional saudável. Aqui não conseguiu ser alternativa de cultura de inverno. Já a indústria do malte exige padrões de qualidade da cevada que o clima local acaba prejudicando”, disse o agrônomo. Para ele, alternativas de culturas que possam ocupar mais as lavouras no inverno precisam continuar sendo buscadas e pesquisadas.


10 - DIÁRIO DA MANHÃ

Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo


SEGURANÇA

Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo

Parceria para atender vítimas de violência Convênio entre Polícia Civil e UPF oferecerá atendimento psicológico gratuito a mulheres em situação de violência doméstica e/ou familiar A

Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Passo Fundo firmou um convênio para oferecer uma alternativa para atendimento a mulheres em situação de violência doméstica e/ou familiar. A DEAM terá como parceira a Clínica de Estudos, Prevenção e Acompanhamento à Violência (Cepavi) da Universidade de Passo Fundo (UPF). O convênio tem diversos objetivos. O principal deles é beneficiar as vítimas com avaliação e atendimento psicológico gratuito. Isso é necessário porque atualmente o município carece de uma abordagem específica, afirma a delegada titular da DEAM, Rafaela Bier. Segundo ela, um trabalho assim já foi feito em Passo Fundo, mas apresentou problemas na execução. “A vítima tinha de procurar atendimento psicológico no posto do bairro e, para ela, isso se torna público. A maioria das mulheres quer discrição”, explica Rafaela. Assim, a ideia é fazer com que as mulheres busquem o atendimento em um local específico

para isso. “É um tanto vexatório porque ela procura atendimento psicológico relativo à violência doméstica no núcleo da comunidade em que ela habita”. No convênio, a vítima receberá atendimento rotineiro na delegacia, como o registro da ocorrência, pedido de medidas protetivas. Depois, se a vítima concordar, ela será encaminhada para a Cepavi. “O objetivo é o empoderamento da mulher, para que ela não aceite mais essas condutas do agressor, que se desvincule do

agressor”, diz Rafaela Bier. Os filhos podem ser também inseridos na consulta. No futuro, há a ideia da criação de um grupo de atendimento para agressores. Isso porque, conforme a delegada, em diversos casos, as vítimas não buscam apenas afastar-se de quem cometeu uma violência. “Muitas delas querem permanecer com esse agressor, mas querem que as condutas dele mudem”, resume. Esse grupo funcionará nos moldes do Alcoólicos Anônimos. A parceria já está em funcionamento.

Capacitação de profissionais A parceria, além de beneficiar as vítimas com avaliação e atendimento psicológico gratuito, também contribuirá para a capacitação dos profissionais da área. A Cepavi faz essa abordagem com alunos do curso de psicologia da UPF. “É fundamental os alunos terem a oportunidade de exercer a função antes mesmo de se formarem. Além de atender ao compromisso social, de dar conta das demandas da sociedade, eles se qualificam em termos técnicos e teóricos”, afirma a professora Ciomara Benincá, coordenadora do projeto que foi criado em 2002. Segundo ela, são 22 alunos de todos os níveis do curso, que desempenham atividades conforme o nível de conhecimento de cada um deles, sempre supervisionados por um dos responsáveis pela Cepavi. “Eles realizam tarefas em diferentes níveis de complexidade. Os que vão atender mulheres e crianças que vêm encaminhadas pela delegacia são os que estão da metade para o final do curso, que já fizeram estágio”, explica a professora. A Cepavi presta atendimentos também relativos a diversos assuntos, como suicídio, abuso sexual, desenvolvimento de habilidades sociais, redes sociais, entre outros.

PF divulga informações sobre Operação Efeito Colateral II Ação investiga o possível desvio de R$ 1,2 milhão do setor de oncologia do HSVP A Polícia Federal (PF) divulgou informações sobre a Operação Efeito Colateral II, deflagrada no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) e outros pontos da cidade, na terça-feira (15). Segundo a investigação, o desvio de R$ 1,2 milhão foi feito no “repasse de valores para empresa privada em valor maior que a tabela SUS e para médico que não realizou atendimento” no setor de oncologia do HSVP. A empresa, entretanto, não teve o nome revelado.

A investigação, inicialmente feita pela PF de Passo Fundo, agora é realizada pela Delegacia de Repressão à Corrupção e Crimes Financeiros da PF, em Porto Alegre, pela especialização e pelo uso do laboratório de combate a crimes financeiros. A PF disse que não irá informar, neste momento, o nome nem o número de investigados na ação. Os 40 policiais que participaram da operação apreenderam mídias e documentos dos investigados.

Mulher morre em acidente na BR 386 Uma pessoa morreu em um acidente de trânsito entre um carro e um micro-ônibus com universitários, professores e vereadores na BR 386, em Soledade. No total, o acidente deixou 21 feridos. A colisão aconteceu no km 274, por volta das 6h30min de quarta-feira (16). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima fatal era passageira do Renault Sandero, com placas de Parobé. Denise Silveira Martins Rosawlino, de 27 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O carro que transitava sentido Capital-interior,

segundo a PRF, teria ultrapassado em local proibido e colidido frontalmente com o micro-ônibus, que levava universitários e professores da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) e vereadores de Soledade para Porto Alegre. Os feridos foram socorridos e encaminhados ao Hospital Frei Clemente, em Soledade. O condutor do Sandero, de 30 anos, foi internado em estado grave. Já o motorista do micro-ônibus não sofreu ferimentos e os passageiros tiveram lesões leves. A Polícia Civil investiga o acidente.

VINICIUS COIMBRA

vinicius@diariodamanha.com

DIÁRIO DA MANHÃ -

11

Propriedade rural é alvo de bandidos Entre os objetos, criminosos levaram notebooks, câmera fotográfica, uma moto, além de dinheiro Uma propriedade rural foi alvo de uma ação criminosa entre a tarde e a noite de terça-feira (15), na localidade de Rincão da Esperança, no interior de Mato Castelhano. Diversos objetos e um veículo foram furtados. Durante a noite do crime, a Brigada Militar foi acionada para atender a ocorrência. A vítima disse aos policiais que saiu de casa no fim da tarde e retornou por volta das 22h15. Nesse momento, observou que as luzes da residência estavam acesas, as portas estavam abertas e as grades da

cozinha haviam sido arrombadas. Ela entrou no imóvel e notou que diversos objetos haviam sido levados. Segundo o boletim da ocorrência, os criminosos levaram dois notebooks, uma câmera fotográfica, R$ 2 mil em dinheiro, produtos de beleza, uma roçadeira, uma motosserra, carregador de bateria de automóveis, escrituras da propriedade, entre outros objetos. Além disso, foi furtada uma motocicleta Honda CB 300, de cor prata e placa IQI3596, de Tapejara. Até o momento, os objetos não foram localizados nem os criminosos foram identificados. A 1ª Delegacia da Polícia Civil de Passo Fundo investiga o caso.

GERAL Polícia 24h BM aborda 70 pessoas durante operação

O 3º RPMon da Brigada Militar deflagrou a Operação Avante Entrada e Saída com focos em 10 bairros de abrangência dos Núcleos de Policiamento Comunitário (NPC). Durante a noite de terça-feira (15) e a madrugada de quarta-feira (16), os policiais fizeram abordagens e identificaram 70 pessoas, fiscalizaram oito bares, com o objetivo de buscar armas, drogas, flagrar venda de bebidas alcoólicas para adolescentes e crianças e localizar foragidos. Foram fiscalizados 16 veículos.

Condenada por tráfico de drogas é presa

Uma mulher de 46 anos, condenada por tráfico de drogas, foi presa pela Polícia Civil na tarde de terça-feira (15) no Distrito Industrial, em Passo Fundo. Policiais da 2ª Delegacia de Polícia que cumpriram o mandado de prisão. Ivanice Aparecida Ferreira cumprirá pena de sete anos e nove meses de prisão pelo crime praticado ainda em 2012. Naquele ano, a PC fazia investigação de tráfico de drogas quando ela foi presa em flagrante com dinheiro originado da venda de drogas na Rua Bento de Menezes, na Vila Cruzeiro. Ivanice foi conduzida até a delegacia e depois para o presídio, onde cumprirá pena no regime semiaberto.

Jovem é detido com veículo sem procedência

A Brigada Militar prendeu um jovem por adulteração de sinal identificador de veículo e posse de 30 gramas de maconha na tarde de quarta-feira (16), no centro de Passo Fundo. Segundo a BM, policiais da Ronda Ostensiva, com Apoio de Motocicletas (Rocam) faziam patrulhamento de rotina, na esquina das ruas Morom e Bento Gonçalves, quando abordaram um veículo GM/Corsa de cor branca. Na revista pessoal ao motorista, um jovem de 19 anos, não foi encontrado nada. No entanto, foi encontrado uma quantia de maconho embaixo de um dos bancos. O veículo estava sem documentos. Segundo o condutor, ele adquiriu o carro para “andar até perder”. O chassi estava adulterado e não possuía documentação e também estava com lacre rompido. O carro foi apreendido e o jovem conduzido até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde foi registrada a ocorrência. Depois, ele foi liberado. O carro foi apreendido.


GERAL POLÍCIA EDUCAÇÃO

12 - DIÁRIO DA MANHÃ

Quinta-feira, 17.05.2018 , Passo Fundo

www.diariodamanha.com DIÁRIO PASSO FUNDO redacao@diariodamanha.com - (54) 3316.4800 DIÁRIO CARAZINHO redacao.carazinho@diariodamanha.com - 54.3329.9666 DIÁRIO FM - 98.7MHz diariofm@diariodamanha.com - 54.3311.1309 DIÁRIO AM - 570KHz diarioam570@diariodamanha.com - 54.3311.7756 DIÁRIO AM CARAZINHO - 780KHz diarioam780@diariodamanha.com - 54.3331.2422

DM

Vacinação contra gripe

A campanha de vacinação contra a gripe já alcançou quase 60% dos grupos prioritários no RS, o que representa mais de 1,8 milhão de doses aplicadas. A dose da vacina protege contra três tipos de vírus Influenza (o A-H1N1, A-H3N2 e B). A meta é alcançar ao longo da campanha - iniciada em 23 de abril e que segue até 1º de junho - 90% de cobertura nos grupos. Até o momento, foram registrados 22 casos de internações por gripe no Rio Grande do Sul. Na grande maioria dos casos, os pacientes fazem parte de algum dos grupos elegíveis à vacinação.

PREVISÃO PARA HOJE PASSO FUNDO

9ºC

CARAZINHO

21ºC

Mínima

Máxima

LUAS Nascente: 6h50min Poente: 18h30min

Quinta-feira, 17/05/2018

10ºC Mínima

Minguante 07/05

PORTO ALEGRE

21ºC Máxima

Nova 15/05

10ºC Mínima

Crescente 22/05

20ºC Máxima

Cheia 29/05

SC Gaúcho: Jogo às 11h é tendência

Municipal Amador inicia no final de semana Campeonato conta com a participação de 15 equipes de futebol

Direção pediu o adiamento da partida diante da SER Cruz Alta de sábado para domingo pela manhã

Na Terceirona de 2018, o Sport Clube Gaúcho já atuou por duas oportunidades na Arena BSBios Wolmar Salton. Na estreia na competição, atuou às 11h de domingo. Passados 15 dias, entrou em campo às 15h. A mobilização dos torcedores observada e outros fatores levaram a direção a pedir o adiamento do próximo jogo, repetindo o horário da primeira rodada. Assim, a partida contra a SER Cruz Alta passou da tarde de sábado (19) para a manhã de domingo (20). Segundo o presidente do SC Gaúcho, Gilmar Rosso, pelo menos três fatos apontam para a realização dos jogos em Passo Fundo às 11h. “Nos baseamos em fugir da concorrência dos jogos da Dupla Gre-Nal na televisão. Também tem o fato climático, pois há a previsão de chuva no sábado. Ainda, nessa época do ano anoitece mais cedo” explica. Por fim, tem a boa aceitação do torcedor. “Nós observamos que havia mais público naquele

Campeonato de Futsal Abílio Fuão Rodada de hoje (17) 2000 17:20 Bom conselho x Tiradentes valendo pelo Campeo2001 18:00 Cecy x Integrado UPF nato Abílio Fuão ocorre no Bom Conselho. 2001 18:40 Bom Conselho x Tiradentes

Gaúcho volta a campo às 11h do próximo domingo, na Arena jogo das 11h do que na partida que fizemos à tarde” completou. Ainda conforme Rosso, há um antigo hábito dos torcedores levarem ao estádio convidados, aumentando o público em jogos pela manhã. A aceitação do horário das

11h pode levar o Gaúcho a pedir a manutenção permanente junto à Federação Gaúcha de Futebol. “Sem sombra de dúvidas, até aqui tivemos o maior público às 11h e a ideia é sim manter, tornando um hábito” finalizou o presidente.

Copa de Futsal Depois da abertura marcante, e grandiosa, com mais de 1,6 mil pessoas no Play Center Juvenil, a Copa Bless Centro de Eventos /Secretaria dos Esportes de Futsal, terá a primeira rodada no Ginásio Menino Jesus. São mais de 80 equipes inscritas, com 1200 atletas e se realizara mais de 300 jogos. Jogos de hoje (17):

Ingressos

Com uma campanha 100% e recebendo o vice-líder da Chave A no domingo, a expectativa é de bom público. Os ingressos serão vendidos ao valor de R$ 10. Também será oferecida a camisa do centenário e quem adquirir a peça ganha junto o livro “Bebeto – O Canhão da Serra” e um pacote de entrada para todos os jogos restantes em 2018.

JERGS prossegue em Passo Fundo Já foram definidos os campeões do tênis de mesa. Competição terá ainda mais modalidades em disputa No final de semana, será realizada mais uma rodada dos JERGS 2018 – Fase Municipal de Passo Fundo. Na sexta-feira (18), os jogos ocorrem no Ginásio Capingui, a partir das 8hs da manhã, com as finais da modalidade do futsal infantil masculino e feminino. No sábado (19), na quadra poliesportiva do Colégio Tiradentes, às 8h é a vez do voleibol juvenil feminino, e na segunda-feira, (21) acontece a realização da modalidade de xadrez, às 8h30min nas dependências da Faculdade Anhanguera. A previsão é de que os jogos ocorram até o mês de novembro, nas cinco fases da competição: Fase Municipal, Fase de CRE, Fase Regional, Fase

Final Estadual e Fase Seletiva Nacional. Já foram conhecidos os campeões do tênis de mesa. Na categoria juvenil masculino, o campeão é do Colégio Tiradentes - Kaio Sato, que venceu todos seus adversários. O Segundo melhor colocado, que também passa de fase, é o aluno da Escola Arcoverde, Marcelo Casarin. Na categoria juvenil feminino, os vencedores foram: Nicoli Vanz e Gabriela Perosa, do Colégio Tiradentes, e na categoria infantil masculino, Leonardo Tavares e Gustavo dos Santos, da Escola Ernesto Tochetto. Os vencedores representarão Passo Fundo na próxima fase da competição, a Fase de Coordenadoria.

16:00-2004-B- Menino Jesus X Projeto Semear 16:40-2005-B- Menino Jesus X Sest Sena 17:20-2006-A- Menino Jesus X Projeto Semear

Foto Divulgação

kleiton@diariodamanha.com

Os primeiros jogos da 29ª edição do Campeonato Municipal de Futebol Amador – 1ª Divisão, promovido pela Prefeitura de Passo Fundo, através da Secretaria de Esportes, acontecem no dia final de semana, nos dias 19 e 20 de maio. O atual campeão municipal, o time do Boca

Foto Kleiton Vasconcellos/ DM

Kleiton Vasconcellos

Juniors, é um dos que segue na disputa deste ano, junto com outras 14 equipes, sendo que Grêmio Esportivo Petrópolis e Napoli são as equipes que subiram da 2° divisão. Participam do campeonato as equipes A. A. Farroupilha, AFC Bahia, ATR BW 13 de Abril, Boca Juniors, E. E. Beco Santa Marta, Grêmio Esportivo Petrópolis, Napoli, Revelação, Roma, Ser 13 de Abril, Ser União, Só Canelas FC Pumas, Torres, Vila Real FC e Ypiranga.

Jogos de tênis de mesa ocorreram no último final de semana


Conexão

PASSO FUNDO - CARAZINHO

Quinta-feira, 17.05.2018 - www.diariodamanha.com

Funai vai vistoriar área ocupada por indígenas Famílias kaigang estão acampadas entre Passo Fundo e Carazinho desde o fim de semana Matheus Moraes matheus@diariodamanha.com

Representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai) de Passo Fundo devem se deslocar nesta semana para uma área localizada entre Passo Fundo e Carazinho, na qual cerca de 60 indíos kaigang estão ocampados desde

o fim de semana. Até essa quarta-feira (16), ainda não havia previsão de qual dia seria realizada a visita. De acordo com a Funai, a visita tem por objetivo verificar se a área ocupada pelos indígenas é de propriedade particular ou do Estado. Apesar de estarem no local desde o fim de semana, o primeiro contato com a Fu-

nai ocorreu apenas na segunda-feira. Os índios realizam uma reivindicação fundiária no local, com grupos de pessoas oriundas de Passo Fundo, Mato Castelhano, entre outros municípios da região. A ocupação teria sido nomeada de “Gojur”, que significa rio nascente. Segundo a Funai, eles alegam que a área, antigamente, era de

posse dos kaigang. A Funai buscará conversar com os indígenas presentes para orientá-los de quais medidas tomarem nos próximos dias. A reportagem do Jornal Diário da Manhã tentou contato com uma das lideranças kaikang presente na área às margens da BR 285, mas não obteve retorno até o fechamento dessa edição.

Essa ocupação não é o único problema encarado pela Funai nestes dias. O grupo indígena da Reserva do Votouro, de Benjamin Constant do Sul, próximo de Erechim, segue acampado no prédio da Funai de Passo Fundo, na Rua Uruguai, no bairro Boqueirão. Eles ocupam o local desde a última sexta-feira (11). Os índios pedem punição ao autor do crime pela morte de Vitor Hugo dos Santos Refey, de 22 anos, assassinado em 8 de março, num confronto entre indígenas que resultou em um óbito e oito feridos. Além disso, alegam perseguição contra as famílias que residem no local e reivindicam segurança. Na última semana, eles permaneceram acampados ao lado do Ministério Público de Erechim de segunda-feira a quinta-feira. De acordo com o coordenador da Funai, Lauriano Artico, até essa quartafeira, a situação não havia evoluído. “A situação segue a mesma. E já tem quase uma semana. Penso que temos que evoluir nesse caso ainda”, afirmou.

Foto: Vinicius Coimbra / DM

Outro caso

Grupo de índios segue acampado junto à Funai em Passo Fundo


REGIÃO DIÁRIO DA MANHÃ

2

Quinta-feira, 17.05.2018 Passo Fundo Carazinho

Contagem regressiva para inauguração do novo shopping Fotos Caetano Barreto / DM

Investidores do Passo Fundo Shopping, que será inaugurado em outubro, abrem as portas da construção para lojistas iniciarem suas obras

Caetano Barreto caetano@diariodamanha.com

Na quarta-feira (16), foi realizado o cerimonial de entrega de capacetes da obra do Passo Fundo Shopping. O empreendimento entra agora em uma nova fase, em que os lojistas iniciarão as obras em seus devidos espaços. Em construção desde 2015, o novo centro de compras e serviços da região já está com mais de 80% de sua estrutura concluída e comercializada, e será inaugurada em 17 de outubro deste ano, sendo oficialmente aberta ao público no dia 18. Vinícius Roso, sócio da AR Empreendimentos, destaca que ainda há espaço para interessados. “Hoje a gente marca cinco meses para a inauguração do shopping, com a entrega dos capacetes aos lojistas e mostrando que o shopping vai sim inaugurar, e que eles também precisam começar suas obras o quanto antes para poder acompanhar o cronograma. Ainda existem lojas para comercializar, claro que as lojas maiores, as âncoras, já temos todas elas fechadas, mas algumas satélites estão esperando os lojistas”, informou. Para Mário Almeida, coordenador administrativo do grupo AD Shopping, a nova construção impressiona: “Até quem tem experiência

Estrutura será inaugurada em outubro

Cerimônia de entrega dos capacetes foi nessa quarta-feira. Lojistas tem cinco meses para concluírem seus espaços na área se surpreendeu com essa obra que, a cinco meses para a inauguração, já está muito adiantada e definida”.

O grupo AD Shopping será responsável pela administração do novo centro de compras e serviços.

Investir sem medo da crise

www.diariodamanha.com Presidente

Vice-Presidente

Janesca Maria Martins Pinto

Ilânia Pretto Martins Pinto

@diariodamanhaRS www.facebook.com/redediariodamanha

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência, 917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800

Em três anos de construção, o Passo Fundo Shopping atravessou tempos turbulentos na economia nacional. Mas para Antônio Roso, um dos acionistas do empreendimento, o receio da má fase financeira não foi empecilho. “Se fosse pela crise, não iniciaríamos, mas acreditamos no Brasil, acreditamos nos lojistas, e também nessa região, que tem 1 milhão de habitantes em um raio de 100 km, e um dos maiores PIBs do Rio Grande do Sul”, apontou. Almeida concorda, afirmando que o ramo de shoppings está seguindo a direção do mercado: “A indústria de shoppings está amadurecendo no Brasil, que hoje tem 571 empreendimentos, que juntos faturaram em 2017 R$ 167,5 bilhões. Por mais que se fale que o comércio mudou, os shoppings ainda são ponto de consumo e encontro, pois antes se faziam lojas pensando no produto, e hoje é feita para o consumidor, e oferece além de produtos, novas experiências e conceitos”. Com investimento de R$ 200 milhões, o novo centro de compras e serviços de Passo Fundo terá mais de 49 mil metros quadrados de área

construída, em um terreno de 75,2 mil m². A expectativa dos investidores é que o novo empreendimento gere 1,5 mil empregos diretos e indiretos no município. Serão mais de 200 lojas, sendo 144 lojas satélites, 13 megalojas, e 6 âncoras, mas esse total pode variar, segundo Vinicius Roso: “Isso não é fixo, pois alguns investidores pegam espaço de duas ou mais lojas para instalar seu negócio, mas eu imagino que o shopping comportará 200 operações”. O projeto ainda inclui serviços como academia, centro médico, 3 restaurantes, 5 salas de cinema, ampla praça de alimentação com vista panorâmica, além de uma área externa com pista de caminhada, ciclovia, área de lazer, e mais de 1,5 mil vagas de estacionamento. A estrutura também influenciará uma mudança na realidade do município, e segundo um levantamento realizado pela administração, a construção do Passo Fundo Shopping já incentivou o aumento de 31% na valorização dos imóveis no bairro São Cristóvão, local onde está inserido.


REGIÃO

Falta de recursos impede pavimentação da Transbrasiliana

DIÁRIO DA MANHÃ

3

Quinta-feira, 17.05.2018 Passo Fundo Carazinho

Sem verba para o asfaltamento, DNIT contrata apenas serviços de manutenção para os quase 70 quilômetros entre Passo Fundo e Erechim. Pauta é reclamada há anos pela comunidade regional Fotos Matheus Moraes / DM

Matheus Moraes matheus@diariodamanha.com

São pouco menos de 70 quilômetros que impossibilitam que o motorista utilize a rodovia BR 153, também conhecida como Transbrasiliana, no trecho entre Passo Fundo e Erechim. A estrada de chão, que tem um longo histórico de busca por pavimentação, não apresenta condições suficientes para o tráfego de veículos. Com o tão sonhado asfalto, a rota seria uma válvula de escape da movimentada ERS 135, único acesso asfaltado disponível por quem deseja percorrer as duas maiores cidades do Norte gaúcho. De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que se manifestou por meio da Unidade Local de Vacaria, a pavimentação do trecho de 68,4 quilômetros depende, ainda, da captação de recursos pelo governo federal para a contratação do projeto de pavimentação através de processo licitatório. “Quanto a pavimentação do segmento, o DNIT desenvolveu o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA), e solicitou a contratação do projeto para pavimentação”, diz o departamento, em nota. Em março deste ano, reportagem veiculada pelo Jornal Diário da Manhã trazia que a expectativa de publicação da autorização de abertura de licitação do projeto era para este mês, segundo informações do DNIT. No entanto, dois meses após a publicação, a previsão acabou não sendo confirmada. Em paralelo à pavimentação asfáltica do trajeto, o DNIT, por meio de uma empresa terceirizada, realiza serviços de manutenção e conservação da rodovia. De acordo com o Departamento, entre os quilômetros 53,7 e 122,1 é realizada a recomposição do revestimento

primário; reconformação da plataforma; conservação e limpeza da faixa de domínio; conservação e limpeza das pontes e dos dispositivos de drenagem; além de melhorias na sinalização. “A manutenção e conservação da rodovia está a cargo de um contrato firmado entre o DNIT e a empresa. Ele prevê os serviços de manutenção e conservação adequados e necessários ao mantenimento das condição da rodovia, mesmo não pavimentada”, declara. Ciente da espera pela pavimentação da rodovia, o DNIT salientou, ainda, que o único trecho que não obtém asfalto na Transbrasiliana enfrenta restrições de orçamento, “o que limita as ações à disponibilidade de recursos”, resume o departamento. Ao todo, a rodovia possui 4,35 mil quilômetros. Em extensão, ela é considerada a quarta maior do Brasil, com passagem pelos estados do Pará, Tocantins, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. No Estado, ela tem início em Aceguá, na proximidades da fronteira com o Uruguai.

São 68,4 quilômetros sem pavimentação asfáltica entre Passo Fundo e Erechim

“É uma vontade política de acontecer ou não”, diz presidente da Ampla João Picolli “Estamos aguardando mas sem deixar de trabalhar e insistir. A população cobra bastante, mas não temos condições de dar uma resposta segura neste momento. Acreditamos que irá sair a obra. Seguimos mobilizados, na expectativa”

“Sem asfalto não há condições de progredir” Mesmo com a rodovia construída há cerca de 50 anos, a inutilidade dela, em razão da ausência asfáltica, segue como uma das principais pautas da região do Alto Uruguai e do Planalto Médio. O presidente do Sindicato Rural de Erechim, João Picolli, declara que, desde o início da “luta”, foi complicado seguir com o projeto de asfaltamento em razão da burocracia. No entanto, após idas a Brasília, chegada de aliados, entre outros fatores, o momento, agora, é de aguardar a decisão do governo federal para a liberação de recursos. “Estamos aguardando mas sem deixar de trabalhar e insistir. A população cobra bastante, mas não temos condições de dar uma resposta segura neste momento. Acreditamos que irá sair a obra. Seguimos mobilizados, na expectativa”, afirma. Para ele, estar inserido no único trecho que a rodovia não é asfaltada significa no retardamento de avanços regionais. “Enquanto projeto, acreditamos que vai se desenvolver. A região do Alto Uruguai será mais desenvolvida com essa rodovia asfaltada. Estamos no caminho para o Centro do país. Um município sem asfalto não tem condições de progredir”, completa o presidente do Sindicato Rural de Erechim. Ele aborda, ainda, a necessidade de uma alternativa da ERS 135, a qual considera movimentada e com problemas que impossibilitam uma duplicação no trecho de Erechim a Passo Fundo.

Todo esforço dos últimos anos para pressionar a pavimentação da rodovia foi expresso pelo presidente da Associação dos Municípios do Planalto (Ampla), e também prefeito de Vila Maria, Maico Serafini Betto, ao responder sobre a BR 153. Com sensação de que tudo que estava ao alcance foi feito, ele declara que, agora, é aguardar pela obra. “É uma demanda que tratamos todos os anos. A maior demanda da região junto do Aeroporto de Passo Fundo. Neste momento só podemos aguardar, porque a pressão já foi feita. A demora é uma questão financeira do governo federal, mas também burocrática. É uma vontade política de acontecer ou não. O governo federal decide se tira do papel”, pontua.

Uma briga de anos Em compasso de espera, o assunto já mobilizou dezenas de entidades e associações nos últimos anos. Até mesmo uma comissão executiva Pró-Conclusão da Obra da BR 153 foi criada. Entre os maiores líderes, a Universidade de Passo Fundo (UPF) – instituição que conta com alunos de toda a região -, coordenada pelo reitor José Carlos Carles de Souza. A pauta contou com o ingresso de diversas associações, visto o grande interesse da comunidade de diferentes municípios em tornar a pavimentação uma realidade. Entre as entidades e instituições participantes, estão a Associação de Municípios do Alto Uruguai (Amau), Corede Produção e Norte, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e Missões (URI) de Erechim, Universidade de Passo Fundo (UPF), poder público municipal de Passo Fundo e de Erechim, Sindicato Rural de Erechim, Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agronegócios de Passo Fundo (Acisa), Câmara de Vereadores de Passo Fundo, entre outros.


ESPORTE DIÁRIO DA MANHÃ

4

Quinta-feira, 17.05.2018 Passo Fundo Carazinho

Grêmio começa a sofrer com lesões

Perfil dos convocados brasileiros Foto Lucas Uebel/ Divulgação

A vitória sobre o Monagas por 2x1 com direito a manter a liderança da Chave A da Libertadores, na última terça-feira (15), trouxe mais um problema ao Grêmio. Logo no início da partida disputada na Venezuela o atacante Alisson sentiu uma lesão muscular. Mesmo fato que acabou por tirar do time o volante Arthur, o atacante Everton e o centroavante Jael. Embora a gravidade da lesão de Alisson não seja conhecida, como trata-se de músculo a parada não é inferior a uma semana. Atualmente o Departamento Médico do Grêmio está tratando três titulares de Renato Portaluppi: o centroavante Jael tem uma lesão grau 1, que inclusive o tirou de todos os jogos desde a goleada sobre o Santos.

Alisson é o mais recente lesionado no grupo de jogadores do Grêmio Deve retornar em breve. de tratamento é o mesmo: Já as situações de Everton e três semanas. Assim, devem Arthur são semelhantes. Tan- voltar na primeira semana de to o atacante quanto o volan- junho. Já o lateral-direito Léo te sofreram lesão muscular Moura vem tratando tamgrau 2 no Gre-Nal do sábado bém de uma lesão muscular (12). Embora sejam em mús- e tem ainda duas semanas de culos diferentes, o período prazo para retornar.

Odair tem dúvidas no Inter D’Alessandro é a principal delas, sendo que o camisa 10 será julgado hoje por suposta agressão a Lucas Paquetá Com uma campanha oscilante dentro do Campeonato Brasileiro e sem vencer desde a primeira rodada da competição, o Internacional vive momentos delicados. Sob pressão, o técnico Odair Hellmann vem buscando maneiras de formar o time que entra em campo na segunda-feira (21) diante da Chapecoense. E corre o risco de não ter D’Alessandro. Odair tem um importante acréscimo para o compromisso de segunda-feira. O treinador pode contar com William Pottker, atacante que desfalcou a equipe por suspensão no GreNal. Já Edenilson e D’Alessandro, lesionados, são dúvidas para os próximos confrontos do Inter. O meia até treinou ontem (16), sendo utilizado no meio-campo e com Zeca na lateral-direita. Ainda sobre D’Alessandro, outro motivo pode afastá-lo por mais tempo do time titular além de uma lesão. É o julgamento que ocorre hoje (17), no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, por supostamente ter agredido o meia-atacante Lucas Paquetá, do Flamengo, em jogo realizado no Maracanã. Se conde-

Foto Ricardo Lopes/ Divulgação

Lista de convocados Mais algumas seleções divulgaram listas com os convocados para a Copa do Mundo de 2018.

Peru

Sem o suspenso Guerrero, o técnico Ricardo Gareca chamou 24 atletas para o Mundial. Dos convocados, um terá que ser cortado antes da bola rolar na Rússia. Até lá, a equipe disputará amistosos diante de Escócia e Arábia Saudita. Convocados Goleiros: Carlos Cáceda, José Carvallo e Pedro Gallese; Defensores: Luis Abram, Luis Advíncula, Pedro Aquino, Miguel Araujo, Wilder Cartagena, Aldo Corzo, Christian Ramos, Alberto Rodríguez, Anderson Santamaría e Miguel Trauco; Meio-campistas: Christian Cueva, Paolo Hurtado, Nilson Loyola, Sergio Peña, Yoshimar Yotún e Renato Tapia; Atacantes: Raul Ruidíaz, Jefferson Farfán, Edison Flores e Andy Polo.

Suécia D’Alessandro é dúvida para os próximos jogos do Inter nado, pode pegar de quatro a 12 partidas de suspensão. E fato semelhante deve ocorrer em breve, quando D’Alessandro será julgado por suposta agressão a Luan, ao final do GreNal do último sábado (12). Porém, a súmula do clássico não cita o fato da agressão.

Felipe Massa na Fórmula E Ex-piloto de Fórmula 1 e último brasileiro a representar o país na categoria, Felipe Massa acertou um contrato para ser piloto da Fórmula E. Aos 37 anos, Massa assinou contrato de três temporadas com a equipe Venturi. “Estou muito feliz por me juntar ao Venturi Formula E Team e ao campeonato da Fórmula E, que se tornou uma competição magnífica em tão pouco tempo. Há alguns anos,

Dando sequência à série de perfis dos jogadores convocados por Tite para representar a Seleção Brasileira na Copa do Mundo, o destaque hoje é para o goleiro Ederson. Paulista da cidade de Osasco, Ederson Lúcio Santana de Moraes nasceu em 17 de agosto de 1993. Canhoto, faz parte do grupo de atletas que nunca atuou no futebol Ederson é o dono do brasileiro, exceto pela base lançamento mais longo do São Paulo Futebol Cludo futebol mundial be. Desde os 15 anos vive na Europa e profissionalizou-se no pequeno Ribeirão Futebol Clube, na temporada de 2012. Em seguida, foram três temporadas no Rio Ave, atuando no total de 65 jogos. Suas boas atuações o levaram ao Benfica onde substituiu o também brasileiro Júlio César, em 2015. Já na temporada de 2017, foi contratado pelo inglês Manchester City, pelo valor de 40 milhões de euros. Na Seleção Brasileira, a estreia de Ederson deu-se ainda no time sub-23, em 2014. pelo time principal, passou a ser chamado em 2016, sempre como reserva de Alisson. Curiosidade #1: está no Guinness, o Livro dos Recordes, como o autor do lançamento mais longo do futebol: 75,35m. Curiosidade #2: é o mais baixo dos goleiros convocados por Tite (tem 1,88m). Foto Divulgação

Arthur, Everton, Jael e agora Alisson têm problemas musculares e passam a ser baixa no elenco

tenho claro meu interesse por essa disciplina inovadora e voltada para o futuro que está se desenvolvendo exponencialmente. Eu gosto especialmente do formato das corridas, dos circuitos em meio às cidades e do contato com os fãs. Eu não posso esperar para participar nos testes no final do mês” disse Massa. A Fórmula E é disputada por carros elétricos.

Grande nome em anos recentes do futebol sueco, o atacante Zlatan Ibrahimovic não irá disputar a Copa do Mundo. O jogador já havia manifestado interesse em se aposentar do time em 2016 e não apareceu na lista divulgada pelo técnico Janne Andersson. Convocados Goleiros: Robin lsen, Karl-Johan Johnsson e Kristoffer Nordfeldt; Defensores: Mikael Lustig, Emil Krafth, Andreas Granqvist, Victor Nilsson -Lindelöf, Pontus Jansson, Filip Helander, Ludwig Augustinsson e Martin Olsson; Meio-campistas: Emil Forsberg, Jimmy Durmaz, Sebastian Larsson, Albin Ekdal, Viktor Claesson, Gustav Svensson, Oscar Hiljemark e Marcus Rohdén; Atacantes: Marcus Berg, Ola Toivonen, John Guidetti e Isaac Kiese Thelin.

Inglaterra Constantemente apontada como uma das favoritas ao título de Copa do Mundo, a seleção da Inglaterra busca o caneco desde a edição de 1966. Para o Mundial na Rússia, o técnico Gareth Southgate chamou 23 nomes – não precisará excluir ninguém antes da bola rolar. A Inglaterra fará amistosos contra Nigéria e Costa Rica no período de preparação. Convocados Goleiros: Jordan Pickford, Jack Butland e Nick Pope; Defensores: Alexander-Arnold, Cahill, Delph, Stones e Walker, Phil Jones, Ashley Young, Danny Rose, Trippier e Harry Maguire; Meio-campistas: Dier, Dele Alli, Jordan Henderson, Lingard e LoftusCheek; Atacantes: Raheem Sterling, Marcus Rashford, Harry Kane, Jamie Vardy e Danny Welbeck.

Passo Fundo  
Passo Fundo  
Advertisement