Page 1

Terça - feira, 17.04.2018, Carazinho

CARAZINHO, Terça - Feira 17.04.2018

Diário da Manhã

1

www.diariodamanha.com

Foto: Isabella Westphalen/DM

37 ANOS - Nº 356 - R$ 2,00

Supermercado à distância de um clique Comunidade carazinhense já pode realizar compras de mantimentos e outros itens de mercado através da internet.

Página 3

Foto: Rodolfo Sgorla da Silva/DM

Gaitaço para todas as idades

Esquerdopatas versus Coxinhas A divisão ideológica em que imerge as discussões políticas que antecedem o pleito de 2018 ganhou nome e sobrenome. Entenda o que dizem os especialistas sobre este comportamento.

Página 4 e 5

Insatisfação com classe política reflete no comportamento do eleitor 20% dos eleitores devem votar em branco ou anular o voto no pleito deste ano. Números são indicativo do que deve refletir nas urnas dentro de pouco mais de seis meses. Página 6

Página 6

Grupo Diário volta à estrada com Futsal de Carazinho Evento tradicional de Almirante Tamandaré do Sul reuniu cerca de 700 gaiteiros desde a infância até a terceira idade. Página 6

O Grupo Diário da Manhã começa a acompanhar, ao vivo, a campanha do time do OMF, representação carazinhense do Campeonato Estadual da Série Bronze. Página 8


2

GERAL

Diário da Manhã

Terça - feira, 17.04.2018, Carazinho

Campanha vai receber resíduos eletrônicos Recolhimento de equipamentos fora de uso acontecerá no dia 04 de maio, na Praça Albino Hillebrand

Baterias, celulares, chuveiros e até lavadoras de roupas estão entre o material que poderá ser entregue durante a campanha Com a intenção de conscientizar a comunidade sobre a conscientização do descarte correto de resíduos eletrônicos, acontece em Carazinho, no dia 04 de maio, uma Campanha de recebimento de Resíduos Eletrônicos. A campanha irá acontecer das 09h às 16h, na praça central Albino Hillebrand, No local serão recebidos: Aparelho de Som; Ar-Condicionado de Janela, Split e Aquecedores; Baterias; Bebedouro; Cabos e Fios; Cafeteira, Liquidificador e Batedeira; Calculadoras; Carregadores em geral; Celulares e telefones em geral; Centrais Telefônicas; Chuveiro; CPU; DVD e Vídeo Cassete; Estabilizadores e Nobreak; Fax; Ferro Elétrico; Fontes de Microcomputadores; Forno Elétrico; Freezer, Geladeira;

HD; Impressoras e Scanners; Lavadora de Roupa. Secadora e Centrífuga; Linha Branca; Máquina de Escrever; Máquina de Lavar Louça; Microondas; Modem; Monitores CRT e de Led; Mouse; Notebook; Pen Drive; Para-Brisa sob consulta; Placas em Geral; Plásticos ABS/PP/PS; Receptores; Roteadores; Servidores; Térmicas; Teclados; TV de tubo, Led e Lcd; Torneiras; Unidade de CD, DVD e Disquete; Vidros sob consulta. O evento será realizado pelo Departamento de Meio Ambiente da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia, Mobilidade Urbana e Meio Ambiente, em parceria com a empresa Natusomos. Para mais informações, entrar em contato com o DEMA pelo telefone: (54) 3330-1459.

Vítima de infarto, morre Nestor Masiero Neste domingo (15), Nestor Masiero morreu em decorrência de um infarto aos 69 anos. Ele era conhecido em Carazinho por sua atuação na área da construção civil. Nestor era casado com Elida Inês Canello Masiero e deixa as filhas Cristina e Carolina. Ele foi velado na capela D da Funerária Adam e seu sepultamento aconteceu na segunda-feira (16), no Cemitério Nosso Senhor Bom Jesus. Nestor foi o responsável por fazer as adequações no imóvel que hoje sedia o

Localizada na Avenida Flores da Cunha, a Loja Máxima completou trinta anos no último domingo, dia 15. Para o proprietário da empresa, Darci Huppes , o sucesso de uma empresa não acontece por acaso ou por sorte. “Muitos anos se passaram desde o início disso tudo. Foram tantos obstáculos superados e tantos objetivos alcançados, que o sentimento de que todo o esforço realmente valeu a pena ganha cada vez mais força”, afirmou. Huppes também lembra do esforço dos colaboradores no desempenho de suas funções. “Agradeço pelas dificuldades vencidas, pelo respeito incondicional a todos os integrantes presentes e que já passaram por esta empresa e, principalmente, pela honestidade e

Foto: Diário da Manhã

Três décadas de história no comércio

Equipe da Loja Máxima consideração”, disse. A data também foi motivo de agradecer aos clientes e fornecedores. “O sucesso de uma empresa não acontece por acaso ou por sorte. Acontece porque há profissionais competentes e talentosos que

aceitam o desafio de lutar para crescer a cada dia. Queremos celebrar e agradecer a dedicação de toda a equipe e também aos nossos fiéis clientes e fornecedores que nos acompanham por todos estes anos”, destacou o proprietário.

Feira de Oportunidades do Senac-RS Ações gratuitas estão previstas para Carazinho Com o tema “Você e a chance de mudar de vida. Vai dar Match”, o Senac-RS promove a 13ª edição da Feira de Oportunidades. O evento, que acontecerá de 7 a 12 de maio, em todas as escolas e unidades do Estado, promete capacitar mais de 100 mil pessoas neste ano. Durante a semana, os gaúchos poderão participar gratuitamente de diversas ações voltadas à qualificação profissional e ao mundo do trabalho. Palestras, cursos, workshops, oficinas, divulgação de vagas de emprego e atendimen-

Parabéns!

17/04

Grupo Diário da Manhã em Carazinho quando o mesmo foi adquirido pela empresa de comunicação.

tos ao público serão alguns dos destaques do evento. Criado em alusão ao Dia do Trabalhador, o objetivo do evento é levar qualificação profissional gratuita ao maior número de gaúchos. As atividades são abertas ao público e o valor da inscrição é simbólico, mediante a doação de um quilo de alimento não perecível. A programação na cidade e mais informações podem ser obtidas no site: www.senacrs.com.br/feiradeoportunidades.

Alan Luiz Capitâneo Amanda Sefrin Miguel Arnildo Hauschild Carolina Xavier do Carmo Cássio Muml

Daiane Coleraus Lodi Edson Luiz Coletto Eduardo F. Thiesen Ernio Nicolau Kuhn Florinda Petrolli João Alcides Rissi Lourival Machado Luiz Antônio da Silva Lopes

Maristela Gerusa Blatt Mercilda Araújo da Silva Nelson Schmitt Rogério Tonon Sérgio Geraldo Kontze Sérgio Luis Meira Vanda P. Colling Vilson Dalsasso

Fundador Jornalista Túlio Fontoura (1935 1979)

Presidente Janesca Maria Martins Pinto

Presidente-Emérito Dyógenes Auildo Martins Pinto (1972 1998) Vinícius Martins Pinto (1997 2003)

Vice-Presidente Ilânia Pretto Martins Pinto

Diretora Comercial: Jussara Alberton Sirena Editora Interina: Fabiana Duarte (MTB 14633)

www.diariodamanha.com www.facebook.com/diarioam

@diariodamanhaRS


GERAL

Terça - feira, 17.04.2018, Carazinho

Diário da Manhã

3

Carazinho conta com primeiro supermercado virtual da região Desde ontem (16), a comunidade carazinhense pode fazer compras de mantimentos e outros itens do mercado através do serviço de e-commerce Isabella Westphalen

Expectativa Foto: Isabella Westphalen/DM

isabella@diariodamanha.com

Realidade que parecia ser possível somente nos grandes centros, a aquisição de itens da lista do mercado para já pode ser feita através da internet, em Carazinho. A rede de supermercados Economia lançou sua plataforma de compras digital, ou seja, um site dedicado a quem deseja fazer suas compras online e recebê-las em casa, ou retirá-las em loja. O Economia é o primeiro supermercado da região a aderir o sistema e irá realizar as entregas em toda a cidade. De acordo com a responsável do setor de marketing do supermercado, Shaiane Goi, a iniciativa já vinha sendo pensada há meses, sendo assim, foi contratada uma agência de Santa Catarina para viabilizar o negócio, juntamente com a equipe de TI do mercado. Foto: Arquivo/DM

Site oferece todos os produtos encontrados nos mercados e agendamento para entrega

Proprietário da rede de supermercados Economia, Paulo Zanferrari, aposta na tecnologia como novidade nas vendas

“Dentro desse site, temos todos os produtos do mercado disponíveis, então, é possível fazer esta compra online como qualquer outra. É só fazer um cadastro, escolher os produtos e pagar pelo cartão de crédito ou débito”, explicou Shaiane, que também afirma que as compras têm que ser a partir de R$ 50. Por enquanto, a rede lançou o site – www.supereconomia.com.br – e, em breve, deverá ser viabilizado um aplicativo para o celular, facilitando ainda mais a vida dos consumidores. “O cliente pode comprar no

site e agendar o horário que deseja a entrega ou se irá retirar na nossa loja matriz, que é a da Borghetti, onde é feita toda a separação dos pedidos”, salientou Shaiane, que também afirma que a ideia do site de compras surgiu por uma questão de inovação, pois a tecnologia é evidente nos tempos de hoje. “A tecnologia assume os locais de trabalho, então, acho que não seria diferente para nós. A aceitação maior é com o público jovem, que é quem mais utiliza redes sociais e está familiarizado com essa inserção”, comentou a funcionária. O Economia já vinha in-

vestindo nesta mudança através de suas redes sociais e comunicação com os clientes de forma virtual, parando de imprimir os encartes informativos que distribuíam, o que ocorreu, também, visando a sustentabilidade. “A maioria dos nossos clientes acompanha essa evolução e agora também podem comprar online, é uma questão de praticidade”, revelou Shaiane. Caso a pessoa opte pelo sistema de entrega, é possível agendar o melhor horário para que as compras cheguem até a residência, no horário comercial, de segunda-feira a sábado.

Segundo o proprietário da rede de supermercados Economia, Paulo Zanferrari, a ideia vem sendo pensada há meses. “Agora, vamos ver como vai se comportar este novo canal de vendas, estamos na expectativa de ver como vai funcionar, deslanchar na aceitação das pessoas”, afirmou Zanferarri. De acordo com o proprietário, há espaços para mudanças e adaptações conforme o uso do sistema. Por ser algo novo, é preciso acompanhar de perto o funcionamento para que seja bom para os clientes que optam por essa modalidade de compras. “Vamos seguir construindo para que essa plataforma evolua, sabemos que, no primeiro momento, a demanda não vai ser tão alta, mas a nossa expectativa é boa”, revelou o proprietário. Ele explicou que, no primeiro momento, as retiradas das compras estarão restritas ao Economia da Borghetti, porém, podem ser expandidas para as outras lojas, futuramente. “Nossa ideia é entrar para o universo da tecnologia. Percebemos que aqui estava faltando isso, alguns mercados de grandes cidades já têm esse sistema e nós resolvemos implantar também, com todos os produtos que temos em loja. Queremos fazer um trabalho de qualidade e bem feito”, finalizou Zanferrari.


4

POLÍTICA

Diário da Manhã

Terça - feira, 17.04.2018, Carazinho

Esquerdopatas versus Coxinhas

A divisão ideológica em que imerge as discussões políticas que antecedem o pleito de 2018 ganhou nome e sobrenome. Um verdadeiro glossário de expressões inunda os debates nas redes sociais, que na maioria das vezes, transpõe o ambiente virtual e se instala nas rodas de conversa. Entenda o que dizem os especialistas sobre este comportamento

Se um cidadão nativo dos debates políticos da década de 1990, por ventura, acordasse em pleno ano de 2018, entraria em contato com um vocabulário completamente atípico a sua época. Até então, as dicotomias existentes eram pautadas por feio ou bonito, gordo ou magro, preto ou branco, Internacional ou Grêmio e por aí vai. Contudo, nos últimos meses, a polarização avançou – e muito – no campo político, erguendo uma espécie de “Muro de Berlim” imaginário ao longo de todos os estados brasileiros. Em ambos os lados, discursos extremos, pautados por ideologias completamente opostas, mas baseadas no mesmo objetivo de erguer uma bandeira a ponto de sacrificar amizades e de se blindar acerca de opiniões opostas e diferentes. O século XXI conta com um combustível ainda mais inflamável para disseminar ideias, conceitos e ideologias, afinal, como afirmam diversos especialistas, a rede social é a nova praça pública. De fato, as opiniões que

Foto: Daniel Rohrig/DM

Daniel Rohrig daniel@diariodamanha.com

Surgimento das expressões utilizadas nos debates políticos atuais são consequência da falta de cidadania política, que levam a simplificação extrema de debates, acredita professor ficavam antes restritas a um pequeno grupo de pessoas ou, até mesmo, durante um almoço de família no domingo, migraram para uma plataforma em que todos têm acesso o tempo todo. A constante necessidade de emitir opinião sobre tudo atrelado ao fato de que as discussões

não ocorrem frente e frente, e sim, por trás de monitores de computador ou dispositivos móveis, contribuiu para este comportamento. O professor de direito constitucional da IMED, Fausto Moraes, relaciona a evolução do processo comunicacional da esfera privada para a esfera pública

nos debates políticos. “Por impulso, as pessoas acabam postando coisas nas redes sociais sem pensar nas consequências daquilo. Ao invés da pessoa manter aquela opinião em sua esfera privada, ela entende que as redes sociais se tornam um instrumento para a manifesta-

ção pública. O facebook, por exemplo, pode ser um instrumento bom e ruim simultaneamente. O lado positivo é de ter um espaço em que as pessoas possam se conectar para debater e aprimorar ideias. Só que o lado negativo, que está prevalecendo, de defender ideias extremistas faz com que todo aquele que pensa diferente seja excluído dos debates”, analisa o professor. Este comportamento expõe não só a realidade das redes, mas também, a realidade do espaço físico cotidiano da sociedade. Em um contexto de debates que mais parece um campo de batalha, quase não resta espaço para neutralidades, ou até mesmo, isenções. Neste caso, o professor universitário considera duas situações que explicam em partes este processo. “Quando se fala em uma ideologia política, eu penso que a nossa cidadania política encontra um problema em dois fatores, que correspondem ao fundamentalismo político e ao narcisismo político. O primeiro diz respeito aos debates político-ideológicos irracionais. A pessoa escolhe um lado e a partir daí passa a não


POLÍTICA

Terça - feira, 17.04.2018, Carazinho

entender mais o lado oposto. O segundo, quanto ao narcisismo, compreende aquelas pessoas que só conseguem discutir com seus pares que pensam da mesma forma, do mesmo nicho político”, pondera Moraes. O perigo disfarçado nas posições políticas poderia levar o debate de projetos entre os presidenciáveis à meras discussões entre “certo” ou “errado”.

A língua portuguesa ganha novas expressões Quanto ao surgimento de um novo vocabulário em detrimento dos debates políticos, mencionado no início da reportagem, leva ao entendimento de como a língua portuguesa se comporta em determinados contextos sociais. De “esquerdopatas” a “coxinhas” ou de “petralhas” a “bolsominions”, uma verdadeira cascata de expressões pautam as discussões, geralmente de forma pejorativa a um grupo ou a uma ideologia. A professora da Universidade de Passo Fundo e doutora em Letras, Marlete Sandra Diedrich, explica que a língua é uma espécie de organismo vivo e que léxico (conjunto de todas as expressões de uma língua) está em constantes alterações. “Embora a língua seja um sistema organizado, ela está inserida sempre dentro de um contexto, seja ele social, cultural ou político. Todas as alterações que ela sofre estão relacionadas a todos estes aspectos. Hoje, colocamos em pauta estas transformações específicas entrelaçadas com o ambiente sociopolítico. Porém, em todas as épocas essas alterações acontecem”, explica. Não há um marco temporal que determina as transformações de uma língua, afinal este processo é contínuo. Contudo, Marlete explica que no recorte até as Eleições de 2018, muitas expressões ligadas a este fato surgirão e irão interferir na forma na qual as pessoas se

expressam, tanto na língua falada quanto na escrita. “O surgimento de uma nova palavra no léxico de uma língua é conhecido como neologismo. Porém, da mesma forma em que uma nova palavra surge e é aceita por uma língua, este neologismo se torna efêmero. Isso não ocorre apenas agora, mas já ocorreu em outras épocas e ocorre o tempo todo”, avalia. Outro olhar sobre o surgimento de uma palavra poder estar relacionado a etimologia, ou seja, o contexto histórico que envolve a origem das palavras. “Toda palavra possui uma origem para a sua formação, que geralmente é fixa, conhecido como radical. A forma como sufixos e prefixos vão sendo articulados determinam o sentido e o significado de uma expressão. Como toda a palavra também é um signo, ela se torna ideológica, que dependendo do contexto em que vou utilizá-la, eu posso revesti-la de novos sentidos”, entende a professora.

Diário da Manhã

5

Ideologia por trás das palavras Na opinião do professor de direito constitucional, Fausto Moraes, o surgimento das expressões utilizadas nos debates políticos atuais são consequência da falta de cidadania política, que levam a simplificação extrema de debates. “Muitas vezes utilizam-se dessas expressões aqueles que, de fato, não querem discutir os problemas do país. Um exemplo é se analisarmos quem discute a prisão do ex-presidente Lula e taxá-los de esquerdopatas. Um tipo de discurso assim é uma tentativa de denegrir uma possibilidade de debate próprio e aprofundado do tema. Isso torna a análise muito pobre”, entende. O vocabulário nativo das redes sociais também impacta na impressão dos eleitores, tanto de forma positiva ou negativa. “Há a discussão de que as redes sociais são utilizadas para impulsionar ou denegrir candidaturas. Esse, inclusive, é o tema de um estudo que estamos desenvolvendo sobre propaganda eleitoral nas re-

des sociais, liberdade de expressão e fake news. Essa última, que são as notícias falsas, aparecem no feed de notícias do cidadão que se identifica com a ideologia e ao mesmo toma como verdade, replicando a informação falsa”, explica Moraes. A utilização destas expressões serviria, portanto, muito mais para denegrir e para esconder toda a gama de ideias de um posicionamento político. Quanto a semântica das palavras, a produção de sentido vai depender da época em que elas são utilizadas, conforme explica a professora Marlete. “A ideologia vai depender muito da época em que ela foi ou será dita. A expressão pode até ter sido cunhada há 30 anos, mas se trazida para determinando contexto, fica trajada de um novo significado. Existem discursos do Brizola, da época da fundação do PDT, que se frases ditas por ele lá atrás são apresentadas no contexto atual, há toda uma mobilização de que ele jamais ele falaria tal discurso. A gente observa que a língua é um

camaleão”, observa. A mensagem, a partir de toda a construção do debate proposto em relação ao surgimento de expressões para simplificar discursos na tentativa de agredir o adversário político é uma só. Moraes atenta ao cuidado minucioso que o eleitor deverá ter ao realizar a escolha nas urnas, em outubro. “O esforço direcionado para essa polarização construída por ataques como ‘bolsominions’ e ‘esquerda mortadela’ deveria ser transferida a um ponto comum a todos os brasileiros. Escolher em 2018, representantes que não estão envolvidos em esquemas de corrupção e que demonstrem projetos concretos e não apenas ideias soltas ao vento. E por último, nomes com experiências em gestão pública. Ao mesmo tempo, devemos imaginar quem serão os demais parlamentares para darem suporte a esta pessoa para que ela possa governar”, finaliza o professor de direito constitucional.

Glossário das discussões pré-eleições 2018 A reportagem do Grupo Diário da Manhã separou algumas expressões utilizadas nos debates políticos e apresenta as possíveis origens e significados de cada uma dentro do contexto político atual:

Bolsominions – expressão criada a partir da ascensão do presidenciável, Jair Bolsonaro. O prefixo “bolso” faz referência ao político. Já o sufixo “minions” correspondem aos operários do filme “Meu Malvado Favorito”, que são todos idênticos e reproduzem as mesmas ações, agregando uma paixão doentia pelo seu líder, na animação. Neste caso, a expressão caracteriza os eleitores de Bolsonaro e suas ações no campo das discussões políticas. É utilizada pelo grupo de pessoas que faz oposição ao parlamentar.

Coxinhas – um dos mais famosos salgados brasileiros passou a ter outra conotação desde que os debates políticos se acirraram. A tarja ‘coxinha’ é utilizada para manifestar repúdio ao grupo de pessoas com pensamentos ligados à chamada ‘direita’ brasileira. Não há uma origem específica para surgimento desta expressão dentro deste entendimento. Esquerda Mortadela Usada para fazer referência às manifestações da chamada ‘esquerda’ brasileira, a expressão surgiu em virtude das reuniões promovidas pelos movimentos sociais e partidos da base aliada da ex-presidente Dilma Rousseff oferecerem lanches, geralmente compostos por pão e mortadela. A oposição deste

grupo justificava que a entrega do lanche seria motivada para aumentar o número de participantes nestes eventos.

Esquerdopatas – na etimologia da palavra, o prefixo ‘esquerdo’ faz referência a ideologia em si. Por sua vez, o sufixo ‘patas’ faz referência a palavra patologia, que apresenta conotação de patologia, doença. Portanto, o significado da expressão varia entre ‘esquerda doente’ ou ‘doença de esquerda’ e é utilizada pejorativamente para integrantes de partidos como o PT, PC do B, PSOL, PSTU, PCO, entre outros. Fascistas – de acordo com o dicionário da língua portuguesa, diz respeito a um movimento ou regime político e filosófico que, semelhan-

te ao imposto por Benito Mussolini, na Itália em 1922, baseia-se no despotismo, na violência, na censura para suprimir a oposição, caracterizado por um governo antidemocrático ou ditatorial.

Isentão – faz alusão a palavra ‘isento’, que demonstra imparcialidade, neutralidade. Utilizada de forma pejorativa para atingir o grupo de pessoas que prefere não se envolver em debates políticos, nem a favor ou contra alguma ideologia. Muraldino – possui a mesma conotação da expressão ‘isentão’, com a única diferença de que esta palavra faz referência a ‘quem está em cima de um muro’, indecisa, indefinida.


6

geral

Diário da Manhã

Terça - feira, 17.04.2018, Carazinho

Um Gaitaço para todas as idades Cerca de 700 gaiteiros participaram da 10ª edição do Gaitaço de Almirante Tamandaré do Sul Rodolfo Sgorla da Silva rodolfo@diariodamanha.com

Fotos: Rodolfo Sgorla da Silva/DM

Que Almirante Tamandaré do Sul é a terra do Gaitaço não é novidade, mas a 10a edição do evento tradicional da cidade, realizado no último final de semana, chamou a atenção para as diferentes idades de gaiteiros que marcaram presença no lonão onde aconteceu a programação. O ponto alto do evento é quando todos os gaiteiros presentes tocam, ao mesmo

tempo, dez músicas, atração que aconteceu na tarde de domingo (15) e contou com a participação de cerca de 700 instrumentistas, segundo informação da comissão organizadora. De crianças que recém estão dando seus primeiros passos, até idosos já veteranos na arte da música, todos puderam se integrar e fazer parte da festa. “Uma das coisas mais importantes para a cultura gaúcha é a gaita. Esse evento tem que continuar e a juventude preci-

Crianças de diferentes idades já demonstraram seus dons artísticos e fizeram parte da festa

sa ser incentivada a participar de atividades como essa”, destaca Bibiano de Matos Neto, um dos gaiteiros que participou do evento em Tamandaré. Natural de Tapera, o instrumentista tem 68 anos. Das arquibancadas, ele pode ver crianças que, de tão novas, ainda dão os primeiros passos na vida integrando-se no palco com os músicos que comandaram o evento. Talvez daqui a alguns anos não se lembrem direito do dia 15 de abril de 2018, mas no futuro, ao olharem fotos, verão que estavam com uma gaita nos braços na 10a edição do Gaitaço. Antes das gaitas roncarem, o evento contou com homenagens a quem ajudou a criar o evento. Após o Gaitaço, aconteceu o sorteio de duas gaitas para os participantes, que receberam um adesivo numerado no momento da inscrição. A empresa Minuano, fabricante de gaitas, doou um instrumento para a Prefeitura de Almirante Tamandaré do Sul. “Essa gaita vai ser usada nas aulas de música da rede municipal de ensino. Muito elogiá-

Centenas de gaiteiros participaram do evento vel a atitude da Minuano. Nos sentimos orgulhosos dessa parceria”, destaca o coordenador do 10° Gaitaço, Altair Bicigo, mais conhecido pelo apelido de Caboclo. Bicigo valorizou o caráter de integração do Gaitaço, que, além de atrair pessoas de todas as idades, reuniu gaiteiros de várias regiões do Brasil. Valdeci Gomes da Silva, prefeito de Tamandaré, também enalteceu o evento. “É uma responsabilidade muito grande fazer esse evento, que é o ponto alto das festividades do

município. Tivemos um grande público e somos reconhecidos como o maior gaitaço do Brasil”, elogia. Conforme o prefeito, o recorde do Gaitaço de Tamandaré foi em uma de suas edições ter reunido cerca de mil gaiteiros. “Na próxima edição do Gaitaço, em abril de 2020, queremos ter a participação de 1.100 gaiteiros para quebrar todos os recordes”, diverte-se Bicigo. Além do Gaitaço, o final de semana também a VIII Expotamandaré e a V Mostra da Terneira.

Insatisfação com classe política reflete no comportamento do eleitor Em média, 20% dos eleitores devem votar em branco ou anular o voto de acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha envolvendo pré-candidatos a Presidência da República Por mais que a expectativa da divulgação de uma nova pesquisa sobre o cenário político envolvendo a intenção de votos para os presidenciáveis no pleito de 2018 estivesse pautada pelo desempenho do ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), após o início do cumprimento de sua pena em regime fechado, outro número chama a atenção dos cientistas políticos. De acordo com o Instituto Datafolha, em média, 20% dos eleitores consultados deverão votar em branco ou anular o voto nestas eleições. Os números foram divulgados no último domingo (15) e são um indicativo do que deve refletir nas urnas dentro de pouco mais de seis meses. Seguindo a linha matemática, ao traçar um comparativo com os números registrados nas Eleições de 2014, o índice de votos brancos e nulos pode aumentar em quase cinco vezes. Juntos, somaram 6,34% dos votos no pleito passado, a nível nacional, representando pouco mais de sete milhões de eleitores. No Rio Grande do Sul, o índice foi maior e ficou em 8,09% - cerca de meio milhão de votos. Caso a pesquisa com a projeção de votos brancos e nulos se confirme, na prática, mais de 30 milhões de eleitores optarão por não votar em nenhum candidato nestas eleições. A explicação para tal dado apontando pelo Datafolha está relacionada ao descontentamento generalizado em relação a classe política, avalia

o cientista político, Antônio Kurtz Amantino. “Quem vota em branco ou anula o voto na eleição é porque está insatisfeito com as opções que tem. Outro motivo é porque o eleitor acha que o voto dele não vai mudar nada, já que é um diante de milhões. Têm também quem considera a classe política desacreditada, devido a atual conjuntura do país. Em resumo, é um somatório de fatores que resulta nesta estimativa que mostra a pesquisa”, frisa. Para Amantino, o senso comum do discurso contra a corrupção colabora para propagar a premissa de que todo o político é desonesto e que independente de quem assumir, agirá da mesma maneira. “Primeiro que esta afirmação não é verdade. Nosso sistema de democracia representativa, embora tendo várias falhas, ainda é eficiente, já que não há como ter um sistema de autogoverno. O alto grau de corrupção entre um número grande de políticos vai ser o item que mais agirá sobre a intenção do eleitor em anular o voto ou optar em votar branco, sem contar nos índices de abstenção”, explica. A abstenção, quando o eleitor deixa de votar, atingiu números bastante elevados já em 2014 e somou 21,1% dos votos – cerca de 30,1 milhões de eleitores. Na visão de Amantino, números assim não são necessariamente negativos, visto em que há países em que o voto não é obrigatório e um grande

grupo de pessoas não vota. “É cedo para estimar o número de votos brancos e nulos, pois à medida que vamos nos aproximando das eleições, algumas candidaturas começam a despontar e dependendo de como isso se dará, talvez até aumente o número de pessoas que iriam votar em branco mas que decidem participar do processo eleitoral”, projeta o cientista político. A pesquisa, realizada entre a última quarta (11) e sexta-feira (13), entrevistou 4.194 pessoas em 227 municípios brasileiros. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Após prisão, Lula ainda lidera

Preso desde o último fim de semana na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), o ex-presidente Lula (PT) continua o pré-candidato com índices mais altos de intenção de voto para a eleição de outubro, variando ente 34% e 37%. A candidatura do petista pode ser lançada mesmo com ele em regime fechado, mas ainda precisaria ser avalizada pela Justiça Eleitoral para se tornar oficial. Na ausência de Lula , Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede) aparecem à frente, em situação de empate técnico. Outros possíveis nomes do PT - Jaques Wagner e Fernando Haddad - não ultrapassam 2% das intenções de voto, assim como não há apoio popular no momento às pré-candida-

turas do MDB - Michel Temer e Henrique Meirelles – que somam 2% nas diferentes situações testadas. Incluído como opção do PSB à Presidência, o ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, se sai melhor, alcançando até 10% da preferência dos brasileiros, sempre em condição de empate técnico, porém numericamente à frente de Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT), ambos ex-governadores e com disputas presidenciais no currículo. Nomes testados pela primeira vez como Flavio Rocha (PRB) e Guilherme Afif Domingos (PSD) também não passaram de 1% das intenções de voto, no mesmo patamar do atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), que oscila entre 1% e 2%. Em relação à pesquisa do Datafolha realizada de 29 a 30 de janeiro, Lula recuou quatro pontos percentuais dentro da margem de erro. Na avaliação do cientista político, Antônio Kurtz Amantino, o desempenho do ex-presidente está relacionado com a percepção sobre seus dois últimos mandatos. “Se o Lula pudesse participar da eleição ele ganharia. E digo isso pois de acordo com a Lei da Ficha limpa, na situação em que ele se encontra, não vai poder ser candidato. A Operação Lava-Jato imprimiu a ideia de que todos os políticos e todos os partidos políticos são corruptos. Nessa linha,

o povo pensa que, se todos os políticos são assim, vamos escolher o candidato que olhou para os pobres. Eis que surge o Lula”, entende. Para o Datafolha, a queda no patamar de votos do petista verificada na pesquisa estimulada - quando são apresentados cartões com nomes dos candidatos - é reforçada pela consulta espontânea do levantamento, realizada sem apresentação de nomes e que aponta queda de 17% para 13% nas menções ao ex-presidente. Não houve, porém, ascensão de outros nomes nesse intervalo, com seus principais adversários mantendo seus índices anteriores ou oscilando dentro da margem de erro do levantamento, tanto na consulta estimulada quanto na espontânea.

PT critica nova pesquisa

Em seu site oficial, o Partido dos Trabalhadores afirmou que Lula foi “retirado artificialmente” da pesquisa, e que, mesmo neste contexto, “tem o dobro dos candidatos que assumiriam liderança” nos seis cenários considerados. Para o PT, a definição de candidatura para as eleições de outubro de 2018 permanece ancorada pelo ex-presidente e reafirmam que os acampamentos das vigílias em campanha permanecerão. A sigla critica que dos nove cenários estudados o instituto de pesquisas realizou seis deles sem o ex-presidente.


CLASSIFICADOS - SEGURANÇA CLASSIFICADOS. AUTOMÓVEIS ALUGUEL APARTAMENO CASAS TERRENO

OFÍCIO DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS Rua Venâncio Aires, 279 - Carazinho/RS - Fone: (54) 3329-5588 Sílvia Regina de Assumpção Carbonari, Oficial de Registro, faz saber que pretendem casar-se: EGON WURSTER e CLÁUDIA QUEVEDO. Quem souber de algum impedimento, acuse- na forma da lei. Carazinho, 17 de abril de 2018.

Rayra Mendes Oficial Escrevente Autorizada

Foto: DM/Rodolfo Sgorla da Silva

Após furtar veículo, dupla morre em confronto com o POE

Diário da Manhã

7

Escola é arrombada duas vezes Prejuízo chega a R$ 4 mil

A Escola Estadual Marquês de Caravelas, localizada no bairro Glória, foi arrombada duas vezes. Em uma das oportunidades, os criminosos levaram uma roçadeira do colégio e, na outra, um dos ladrões foi preso. No domingo (15), um homem que possui um comércio de produtos usados afirmou à Polícia Civil (PC) que um indivíduo queria lhe vender uma roçadeira, incluindo manual de uso e outros materiais, porém, sem a nota fiscal. O comerciante não adquiriu o produto. Mais tarde, conforme informações do boletim de ocorrência, o comerciante avistou a roçadeira embaixo das escadas de um estabelecimento comercial. Ele pegou o produto e encaminhou à Polícia Civil de Carazinho. A Polícia recolheu a roçadeira e desde o começo da ocorrência acreditava que ela fosse objeto de furto. Diante da solicitação da nota, por parte do eventual comprador, os criminosos não

se deram por satisfeitos e voltaram à escola, já na madrugada desta segunda-feira (16), talvez à procura da nota fiscal para concretizar a venda da roçadeira. Desta vez, com o alarme do educandário disparado, a vigilância foi acionada e um dos criminosos foi detido quando pulava um muro para tentar fugir. O outro ladrão acabou escapando. A dupla foi flagrada pelas câmeras de vigilância da escola nas duas oportunidades. O ladrão preso tem 24 anos. Conforme a polícia, ele não tem antecedentes criminais. O outro homem identificado nas câmeras de vigilância, que conseguiu escapar, seria um criminoso conhecido dos meios policias. O prejuízo calculado pela escola chega a R$ 4 mil. “É uma situação complicada, porque fazemos de tudo para conseguir dinheiro e comprar equipamentos para a escola. O pessoal da empresa de vigilância está de parabéns por nos

Foto: Divulgação

Terça - feira, 17.04.2018, Carazinho

Escola, localizada no bairro Glória, teve danos nas portas feitos pelos homens que buscavam, supostamente, uma nota fiscal dar esse apoio e esse senhor que não comprou a roçadeira foi muito digno. Os suspeitos estragaram bastante as portas da escola procurando a nota fiscal”, conta Iara da Rocha, diretora da escola.

Detento do Pecar passa mal e morre Dois indivíduos furtaram um veículo Gol, de cor branca e placas de Não-Me-Toque, na região central de Carazinho. A informação repassada à policia era de que eles fugiram em direção a Passo Fundo. A guarnição do Pelotão de Operações Especiais (POE) da Brigada Militar (BM) iniciou buscas e localizou a dupla trafegando com o veículo no quilômetro 314 da BR 285, em trecho pertencente a Passo Fundo e distante cerca de 10 quilômetros da divisa com Carazinho. Os suspeitos atiraram con-

tra a guarnição, que revidou e baleou os dois. A dupla morreu no local. Nenhum policial ficou ferido. A perícia foi acionada e compareceu ao local para fazer o levantamento das circunstâncias do fato. Os indivíduos foram identificados como Douglas da Silva Rodrigues, de 19 anos, e Ian César Dias, de 14 anos e com várias passagens pela polícia. Ambos eram moradores de Passo Fundo. No carro furtado foi encontrado um revólver calibre 38. Os corpos foram encaminhados para necropsia.

Motorista é vítima de roubo Um caso de roubo a motorista foi registrado em Carazinho na segunda-feira (16). O profissional estava no interior do caminhão, na parte onde são carregadas as mercadorias, ajeitando produtos para a próxima entrega quando alguém fechou a porta. Ele abriu e se deparou com um homem, que o rendeu com o uso de um revólver. O suspeito estava com o rosto

coberto por um capacete. O ladrão mandou ele ficar quieto no lugar em que estava e fechou a porta. O suspeito foi até a cabine e fugiu levando R$ 3,1 mil, uma folha de cheque e comprovantes de entregas de produtos. A vítima comunicou o fato à polícia e suspeita que o ladrão tenha cometido o crime com a ajuda de outro indivíduo e depois fugido em uma moto.

atendimento no Hospital de Caridade de Carazinho (HCC), porém, não resistiu e morreu. Conforme a ocorrência registrada na Polícia Civil, Luis Carlos Vieira Mendes, de 51 anos,

tinha quadro de saúde sensível devido a problemas respiratórios. Ele era natural de Passo Fundo e, segundo a Polícia, tinha uma condenação por tráfico de drogas.

Animal atropelado causa acidente de motociclista Na noite desta sexta-feira (13), duas vacas estavam sobre a pista da BR 386, nas proximidades do Trevo da Bandeira. Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), um dos animais foi atropelado por um veículo Fox que transitava no sentido Santo Antônio do Planalto-Carazinho. A vaca morreu e ficou caída sobre a pista e poucos minutos depois acabou sendo atingida por um motociclista que seguia no sentido Carazinho-Santo Antônio do Planalto. O rapaz ficou ferido e foi so-

Foto: DM/Rodolfo Sgorla da Silva

Tiroteio aconteceu na BR 285

Um detento do Presídio Estadual de Carazinho (Pecar) passou mal na manhã de domingo (15) e foi encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para

Fato aconteceu na BR 386 corrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o Hospital de Caridade de Carazinho (HCC).

De acordo com a última informação da casa de saúde, o homem permanecia internado com quadro de saúde grave.

Violação de cemitério Foi registrado no sábado (14), na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Carazinho, mais um caso de violação de cemitério em Coqueiros do Sul. Desta vez, o local violado foi o da comunidade de Igrejinha. Conforme o registro, cerca

de 35 crucifixos de metais mais valiosos, como cobre, bronze e alumínio. O fato aconteceu entre o fim de semana retrasado e a manhã da sexta-feira (13). Também houve registros de furto semelhante na localidade de Ati-Açú, não muito dis-

tante dos limites entre os municípios de Coqueiros do Sul e Almirante Tamandaré do Sul. Em coqueiros do Sul, no final de 2017, ao menos em duas oportunidades o cemitério da cidade foi alvo dos ladrões, onde o prejuízo foi calculado em mais de R$ 5 mil.


8

Diário da Manhã

DIÁRIO PASSO FUNDO redacao@diariodamanha.net - (54) 3316.4800 DIÁRIO CARAZINHO redacao.carazinho@diariodamanha.net - 54.3329.9666 DIÁRIO FM 98.7 MHz diariofm@diariodamanha.net - 54.3311.1309 DIÁRIO AM - 570 KHz diarioam570@diariodamanha.net - 54.3311.7756 DIÁRIO AM CARAZINHO - 780KHz diarioam780@diariodamanha.net - 54.3331.2422

www.diariodamanha.com

DM Terça-feira, 17.04.2018

PREVISÃO PARA HOJE Terça - feira, 17.04.2018, Carazinho CARAZINHO

PASSO FUNDO

15ºC 26ºC

15ºC 26ºC

Mínima

26ºC

Mínima

Máxima

LUAS

PORTO ALEGRE

18ºC

Mínima

Máxima

Máxima

Minguante 08-04

Nova 15-04

Crescente 22-04

Cheia 29-04

Grupo Diário volta à estrada com Futsal de Carazinho Campanha do OMF na Série terá cobertura pelo segundo ano consecutivo Foto: Marcelo Fripp/DM

Marcelo Fripp

pelas ondas do seu canal AM 780 vai mobilizar mais uma vez toda sua comunidade.

marcelofripp@diariodamanha.com

O Grupo Diário começa a acompanhar, ao vivo, a partir do próximo sábado (20), a campanha do time do OMF (Os Bartira, Meninos da Vila Futsal), representação carazinhense do Campeonato Estadual da Série Bronze. O time do Meninos da Vila, que neste ano vem reforçados da parceria do time d’Os Bartira, fez sua estreia em 2017 no Estadual de Futsal e a Rádio Diário AM 780 acompanhou toda a campanha, com exclusividade, transmitindo todos os jogos. Inclusive, a Rádio Diário, na Série Bronze de 2017, transmitiu em parceria com a Rádio Vang de Marau, os jogos da final do campeonato. Em 2018 o Grupo Diário novamente reafirma a parceria com a representação de Carazinho no Futsal Gaúcho e a partir deste sábado volta à quadra. A partir das

Los Guaipecas estreia com vitória

20h, vai transmitir a estreia do OMF na Série Bronze de 2018, direto e ao vivo do Ginásio da Fundescar, diante da AEF-Entre-Ijuís. Em 2017 já foram mais de 1 mil quilômetros percorridos pela equipe esportiva da Rádio Diário na cobertura dos 16 jogos da primeira fase da Série Bronze, que teve a participação do Meninos da Vila. Neste ano essa conta

aumenta, primeiro porque as distâncias também se estenderam – como a viagem a São Gabriel que está na agende, quando acontecerá o confronto contra o time do Palmeiras – e serão no mínimo 1,5 mil quilômetros, mas, principalmente, porque as expectativas também cresceram numa campanha de mais sucesso do time de Carazinho, sendo aponta-

do como um dos favoritos à classificação para as fases seguintes da competição. Se o ano de 2017 foi, de certa forma, piloto para o time de Carazinho na Série Bronze, também foi de experimento, mas com muita seriedade e profissionalismo, para a Rádio Diário, a temporada de 2018 promete ser de muita afirmação para o Futsal de Carazinho, que

Depois de sair atrás do placar, o time do Los Guaipecas reverteu o 3 a 0 contra e, com um gol de tiro livre, faltando um minuto para o fim do jogo, venceu a AGF de Fortaleza dos Valos por 4 a 3 na estreia do time carazinhense em Torneio Regional. Os gols do Los Gauipecas foram assinados por Tiago, Alefer Bola (2) e Luis Macau. Para a AGF marcaram Frederico (2) e Tiago Alves. O jogo aconteceu na noite de sábado (14) no Ginásio da Fundescar e reuniu um bom público. O time do Los Guaipecas volta a jogar pela competição no próximo dia 29, diante da representação de Nicolau Vergueiro.

Fotos: Divulgação

Carazinho é ouro e prata no Estadual de Tênis de Mesa Atletas do Clube Comercial conquistaram o pódio O domingo (15) foi dia do 44º Campeonato Estadual de Tênis de Mesa, realizado na cidade de Caxias do Sul. Representando o Clube Comercial, dois atletas de Carazinho subiram ao pódio pela competição. Na categoria Rating D, Jaime Müller conquistou o ouro e a prata veio com o atleta, Diego Kolrausch, pela categoria Paralímpico. Rating D com o atleta Jaime Müller

Paralímpico teve prata, com o atleta Diego Kolrausch


Conexão

Terça-feira, 17.04.2018 - www.diariodamanha.com

PASSO FUNDO - CARAZINHO

Redução nos juros do crédito imobiliário anima mercado Queda nas taxas da Caixa para imóveis novos e alteração no limite para financiamento de usados são vistas por especialistas como sinal de que a confiança no mercado brasileiro está voltando Caetano Barreto caetano@diariodamanha.com

A Caixa Econômica Federal anunciou, nessa segunda-feira (16), uma redução das taxas de juros do crédito imobiliário, que passaram de 10,25% ao ano para 9% ao ano para imóveis do Sistema Financeiro de Habitação (para imóveis com valor de até R$ 800 mil), e de 11,25% ao ano para 10% ao ano para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (para imóveis acima de R$ 800 mil). Também houve um aumento do percentual do valor do imóvel usado financiado. A proposta, segundo o presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, é facilitar o acesso à casa própria e estimular o mercado imobiliário. Para o presidente do Sindicato dos Corretores (Sin-

dimóveis Norte), Marcos Fernando Salvadori, esse anúncio da Caixa é o reflexo da nova realidade brasileira. “O mercado estava precisando disso, pois a taxa Selic baixava bastante, e o juro habitacional permanecia alto, e essa queda na taxa reflete na prestação e na comprovação de renda. Com essa prestação menor, a comprovação de renda fica mais acessível”, apontou. Pablo Lima, vice -presidente dos incorporadores do Sindicato Indústrias Construção do Mobiliário Passo Fundo e região (Sinduscon), vê nessa medida uma chance para o mercado imobiliário crescer: “A queda dos juros abre a possibilidade da migração dos investimentos de renda fixa e semelhantes para o FGTS, ou seja, a poupança. E como o founding do mercado imobiliário é o FGTS, esse dinheiro a

mais faz com que os agentes financeiros disponibilizem capital para as instituições financeiras possibilitarem o financiamento, e assim automaticamente aumenta a demanda, e com isso todo o setor fica aquecido”, indicou. A última redução de juros feita pela Caixa havia ocorrido em novembro de 2016, quando as taxas mínimas passaram de 11,22% para 9,75% ao ano para imóveis financiados pelo SFH, e de 12,5% para 10,75% ao ano para imóveis do SFI. A queda de -1% no juro do financiamento habitacional, embora pareça pequena, tem relevância na confiança do setor bancário no mercado. “Esse 1% é um monte, mas claro que depende muito da demanda certa do setor bancário, já que o spread (lucro) dos bancos ainda é muito alto, pois eles Segue pg 2

Foto Caetano Barreto / DM

Última redução de juros pela Caixa ocorreu em 2016


ESTADO/PAÍS ainda acham que é arriscado emprestar para o público. Essa Terça-feira, 17.04.2018 desconfiança ainda Passo Fundo existe porque os banCarazinho cos ainda acham que é grande o número de endividados. Assim que o mercado dá mostras que abrandou esse endividamento, os bancos baixam o spread, e assim baixa também o cusDIÁRIO DA MANHÃ

2

to, e aí aumenta mais o fluxo de compra e venda de apartamentos”, exemplificou Lima, que complementou: “Existem dois fatores para baixar o spread bancário: um é a confiança do próprio agente na inadimplência ou não, e o outro é a concorrência entre os bancos, pois se um banco baixa o spread pois está mais confiante, o outro vê que isso resultou em mais vendas, sente que está perdendo, e baixa

o spread também. E isso cria um ciclo, que deixa o mercado mais confiante”. Salvadori concorda: “Estávamos indo na contramão: a taxa Selic baixava, mas a taxa de juros continuava no mesmo índice, porque não tinha dinheiro disponível. Mas agora que houve um aumento na arrecadação, já se pode emprestar mais dinheiro por valores menores”.

Financiamento de imóveis usados Além da redução na taxa de juros para imóveis novos, o banco alterou também o limite de cota de financiamento do imóvel usado, que aumentou de 50% para 70%. Em setembro do ano passado, a Caixa tinha reduzido para 50% do valor do imóvel o limite máximo de financiamento. O presidente do Sindimóveis Norte explica que essa alteração também era algo esperada: “Hoje não tem ninguém que tenha verba suficiente para arcar

mais de 50% do valor total de um imóvel usado, por isso que este tipo de imóvel está estocado”, revelou Salvadori. Lima reitera que esse tipo de negociação atua em conjunto com o financiamento para imóveis novos, na função de movimentar a economia. “O imóvel usado tem um valor mais baixo, mesmo assim ele não tem uma taxa de vacância tão grande. Então se o juro do imóvel novo baixa, começa a aumentar a demanda para imóvel novo, e isso faz com que aumente

a confiança no mercado. E, automaticamente, mesmo que o financiamento do usado não seja tão abrangente, a alta na demanda por imóveis acaba refletindo no usado, então isso pode ser um movimento estratégico da Caixa”, relatou o vice-presidente dos incorporadores do Sinduscon. A Caixa também retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%.

Sistemas de financiamento Pablo Lima reitera que o cenário econômico tem dado mostras de retomada, mesmo que tímida, e que as instituições financeiras estão atentas à essa movimentação. “O sinal que a Caixa nos dá é que a confiança no mercado brasileiro, de maneira

geral, está aumentando. Por exemplo, no mercado paulista, que é o mais resiliente do país, já está acontecendo o aumento na compra, venda e alugueis, que também ditam a velocidade de vendas. Nós não sentimos isso ainda aqui no Rio Grande do Sul

pois esse movimento demora, já que dependemos indiretamente do resultado desses cenários, mas em pouco tempo essa realidade muda aqui também”. Marcos Salvadori conclui explicando que, mesmo com juros ainda acima da taxa

Selic, o financiamento ainda é a opção mais atraente para quem quer investir ou morar: “O financiamento habitacional continua sendo o melhor negócio, porque o interessado tem o dinheiro disponível no momento da apreciação do seu crédito, ao contrá-

rio de outras modalidades, como o consórcio habitacional, que depende de sorteio e lance. Todos os financiamentos habitacionais são regulamentados pelo Banco Central, o que muda de um banco para o outro é a taxa de juros”.

Municípios da região se beneficiam de decisão do Senado Proposta que passou pelo Congresso objetiva compensar localidades impactadas pelas usinas hidrelétricas e alagamentos O Senado Federal aprovou por unanimidade um Projeto de Lei Complementar que altera os percentuais de distribuição da compensação financeira pela utilização de recursos hídricos (PLC 315/2009). Pela proposta, municípios sedes de hidrelétricas que recebiam 45% passarão a receber 65% dos recursos dessa compensação, o que impactará nas finanças de diversas prefeituras da região Norte do Estado. De acordo com Salmo Dias, presidente da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do

Sul (Famurs), este aumento chegou na hora certa para os municípios que tiveram queda na arrecadação depois que a Tarifa Atualizada de Referência (TAR), utilizada no cálculo da Compensação Financeira foi reduzida atingindo diretamente os seus orçamentos. “Esta decisão ajudará muito as cidades afetadas tanto pela redução da taxa de compensação, quanto pela instalação de hidrelétricas. Com esse aumento de 20%, os municípios poderão voltar a investir em programas sociais principalmente nas localidades mais afetadas pela constru-

www.diariodamanha.com Presidente

Vice-Presidente

Janesca Maria Martins Pinto

Ilânia Pretto Martins Pinto

@diariodamanhaRS www.facebook.com/redediariodamanha

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência, 917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800

ção e funcionamento de hidrelétricas”, explanou Salmo. Em outubro passado, a Famurs promoveu uma reunião para tratar sobre as perdas financeiras sofridas por 67 municípios gaúchos impactados por usinas hidrelétricas e alagados. Conforme o presidente da entidade municipalista, os gestores defendem a necessidade de aumentar o percentual da Compensação Financeira

pela Utilização de Recursos Hídricos (CFURH), repassada aos municípios devido às consequências da instalação de usinas. “A aprovação do PLC 315/2009 amplia o índice de 45% para 65%, a exemplo do que ocorre com municípios que produzem minérios. Nós queremos o mesmo tratamento para os municípios que produzem energia hidrelétrica”, avalia Salmo, que é prefeito de Rio dos Índios.

O vice-presidente da Associação Nacional dos Municípios Sedes de Usinas Hidroelétricas (AMUSUH) e prefeito de Cotiporã, José Carlos Breda, lembrou que a entidade mobilizou gestores municipais, durante encontro em Brasília, para pressionar os parlamentares quanto à aprovação do projeto. “Este projeto corrigirá uma distorção constitucional e diminuirá os prejuízos das prefeituras”, afirmou.

Impacto A decisão beneficia 67 municípios gaúchos que serão contemplados com R$ 17,4 milhões a mais por ano. Entre os contemplados está Ernestina, município com mais de 3 mil habitantes, que possui uma usina hidrelétrica da CEEE inaugurada em 1957, que gera potência efetiva de 3,7 megawatts com o aproveitamento do Rio Jacuí. A redação do Diário da Manhã entrou em contato com o prefeito do município, Odair Boehm, e ele informou que a quantia e o destino dos recursos oriundos da nova proposta ainda estão em discussão, e serão anunciados no decorrer da semana.

Segundo dados da Associação Nacional dos Municípios Sedes de Usinas Hidroelétricas (Amusuh), em todo o país, cerca de 40 milhões de pessoas que residem em 729 municípios serão impactadas positivamente com a aprovação da matéria. O texto aprovado pelo Senado segue para sanção presidencial e a partir disso já será concedido o aumento no repasse mensal. Na região, entre as cidades beneficiadas com a medida, também estão: Passo Fundo, Nonoai, Ibirapuitã, Marau, Nicolau Vergueiro, Pontão, Ronda Alta, Tio Hugo, entre outras.


GERAL GERAL POLÍCIA GERAL

Terça-feira, 17.04.2018 Passo Fundo Carazinho

3

Novelas REDE GLOBO

O Outro Lado do Paraíso

Deus Salve o Rei

’Orgulho e Paixão‘

Ulisses toma a frente da equipe da cozinha com a ausência de Brumela. Selena despista Catarina, o caçador e os soldados. Mirtes deixa o convento. Romero encontra o arco de Levi na mata. Selena usa seus poderes para impedir que os guardas encontrem Afonso, Amália e Levi. Catarina designa Ulisses como o novo comandante da cozinha do castelo. Agnes leva Afonso e Amália para se esconder em uma caverna. Brumela diz a Betânia que trabalhará no campo. Virgílio pressiona Diana a contar o que sabe sobre o paradeiro de Amália.

Elisabeta foge com Jane. Camilo não consegue impedir Julieta de retirar a máscara da suposta Jane, que na verdade é Ludmila. Cecília fica encantada com o lugar apresentado por Tibúrcio. Julieta se enfurece com Susana. Xavier negocia a venda da fazenda à qual ateou fogo. Darcy vê Susana conversando com Olegário e fica desconfiado de algo. Agatha embriaga Brandão para seduzi-lo, mas se enfurece quando o coronel a chama de Mariana. Xavier e Virgílio vão à oficina de Luccino.

Clara relata ao Juiz sobre seu relacionamento com Beatriz e a herança que recebeu da amiga. A pedido de Patrick, o Juiz convoca Hermínia para depor e todos se surpreendem. Amaro volta a enxergar e afirma que ama Estela. Estela aceita se casar com Amaro. Juvenal e Desirée planejam o casamento. Hermínia revela ao juiz que Fabiana manteve Beatriz internada à força e afirma que a paciente era sã. Clara agradece Patrick por ter vencido o processo. Sophia ironiza Amaro por se casar com Estela, que sofre com o desamor da mãe. Rosalinda conforta Estela.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Acessório de montaria usado como amuleto O criador da Psicanálise Maciço coberto pela Mata Atlântica

© Revistas COQUETEL

Anexo da cozinha do apartamento (pl.)

Alga usada na culinária japonesa

Letra que precede o apóstrofo

Arma de guerra dos índios brasileiros

"Disque (?) para Matar", filme de Força que retarda a Alfred velocidade de queda Hitchcock dos corpos

Aquele que tem o dom da profecia

Fogo, em inglês Progressivos Aqui, em francês Código (abrev.) Sentimento ausente no assassino frio

Estado do Palácio dos Leões (sigla) Inexistem em versos brancos Total ausência de talento Erva aromática

Cirque (?) Soleil, trupe canadense

Treinadas (feras) Dez, em inglês

Via onde é proibida a manobra de retorno Newton (símbolo) Ileso; incólume

Extensão do verbo pronominal (Gram.)

Instrumento de sopro da orquestra clássica Função química da benzidina

Músculo da face interna da coxa

Astral

Estimulante usado por povos andinos Conexão hidráulica com ângulos retos

Órgão do comércio Sucesso de Jobim

A disputa entre hutus e tutsis, em Ruanda

Royal (?), companhia londrina de dança Antiga feira de utilidades domésticas

Escritor de "Almas Mortas"

(?) passant: de passagem (fr.)

Gênero de ofídios não venenosos A amiga dos pais, para as crianças

Tarifa (?): incide sobre as im- Sociedade portações Anônima Imunidade (sigla) (?), polêmico privilégio de políticos

O oposto da ordem (Filos.)

Cidade natal de Lot Decifre a escrita

2/en. 3/ici — ten. 4/fire — nori. 5/endro. 6/triste.

35

Solução F A S E R F I R E G R A I R M A S U D N U L E N D R O F A G R O R E A G U D A D U A T S O A P A R L

E T N I C A O D I D R

S A D D A T M A O C D A P T E E N T R E I N S T M E

N O M A R C I V O I C D D E O N T T S E S E Ã B O R A U L T L E I N T A

R E S I S T E N C I A D O A R

BANCO

Ofensa Metal de esquadrias (símbolo)

ÁRIES - Período benéfico para férias e para todos os tipos de diversão. As atividades criativas e lúdicas também estão estimuladas. Relacionamento com os amigos e pessoas da família será intenso e afetuoso. TOURO - Possibilidade de iniciar um novo romance ou de se apaixonar de novo pelo seu parceiro atual. Ideias brilhantes continuarão beneficiando você no trabalho. Procure apenas manter- se organizado. GÊMEOS - Período de recolhimento, de meditação e de contato com certos conflitos interiores. E’ bom não forçar as situações nem tentar continuar certas atividades. Procure considerar as limitações do momento, aprendendo a se revigorar com elas. CÂNCER - Estabilização das novas situações no trabalho. Você poderá agora usufruir de certos benefícios criados nesse âmbito. Conversas importantes com amigos, aumentando sua compreensão e sua vivência emocional. Eles poderão ajudar nos assuntos de ordem intelectual. LEÃO - Seus projetos pessoais continuarão a se desenvolver de forma positiva, trazendo os primeiros resultados práticos. Momento importante na vida familiar, na qual poderá encontrar um equilíbrio emocional e interior muito profundo. VIRGEM - Fase de aumento da energia física e da confiança. A vida profissional começará a se estabilizar, mas logo terá de sofrer reformas. Pequenos conflitos com a pessoa amada e problemas com negócios financeiros. Confusão e subjetividade na maneira de pensar.

LIBRA - Certas possibilidades de realização profissional que pareciam trazer bons resultados poderão ser adiadas. Os novos rumos da sua vida ganharão mais consistência e força, através da sua luta e das atitudes práticas que tomar neste dia. ESCORPIÃO - Período de acomodação das novas situações. Será necessário ter paciência consigo próprio. Tendência a não enxergar novas perspectivas para o futuro, mas elas logo surgirão. Mantenhase fiel aquilo que é necessário fazer, mesmo que modifique a sua vida. SAGITÁRIO - O relacionamento com as pessoas queridas poderão ajudar você a se organizar interiormente de uma maneira nova completando assim a transformação da sua personalidade. Possibilidade de perdas materiais. CAPRICÓRNIO - Melhoria das condições materiais e financeiras, graças ao apoio de outras pessoas e de conquistas suas diante do mundo. Sintonia com os aspectos mais desconhecidos da mente e do psiquismo humano. AQUÁRIO - Apesar dos relacionamentos estarem ocupando a maior parte do seu tempo, você passará a se interessar mais pelos assuntos financeiros e pelo contato com os aspectos mais profundos do seu psiquismo. Os momentos de intimidade com a pessoa amada serão importantes. PEIXES - Possibilidade de tornar o ambiente em que você vive em algo mais de acordo com o seu gosto e necessidade. Florescimento das relações familiares e maior contato com suas origens e com emoções importantes do seu passado.


ESPORTE DIÁRIO DA MANHÃ

4

Terça-feira, 17.04.2018 Passo Fundo Carazinho

Grêmio tem duelo de líderes Tricolor volta a campo a partir das 21h30min pela Libertadores. Adversário de hoje será o Cerro Porteño no Paraguai

O jogo mais aguardado até aqui na Chave A da Taça Libertadores da América ocorre hoje (17) no Paraguai. A partir das 21h30min (horário de Brasília) o líder Cerro Porteño recebe o Grêmio no Estádio La Olla, em Assunção. Será a oportunidade do Tricolor assumir a ponta da classificação. Com 4 pontos em dois jogos, o Grêmio aparece em

2º, dois pontos atrás do Cerro. Para este compromisso, o técnico Renato Portaluppi tem um importante desfalque confirmado e uma dúvida. Enquanto Luan nem viajou, lesionado, o zagueiro Pedro Geromel sofre com uma virose e talvez não atue no Paraguai. A delegação desembarcou na madrugada de ontem (16) em Assunção. No período da

tarde, os jogadores realizaram apenas um treinamento no campo. Não houve o reconhecimento do gramado do La Olla. Segundo o zagueiro Paulo Miranda, que deve ser o substituto de Geromel, “o Cerro é uma equipe que sabe jogar a Libertadores e por isso será muito difícil jogar aqui. Mas nosso grupo está preparado e busca o resultado”. O Grêmio deve ir a cam-

Foto Lucas Uebel/ Divulgação

po com Marcelo Grohe; Léo Moura, Paulo Miranda (Geromel), Kannemann e Cortez; Maicon, Arthur, Cícero e Ramiro; Everton e Jael.

Classificação – Chave A

1º Cerro Porteño (Paraguai) 6 pontos, 2º Grêmio (Brasil) 4, 3º Defensor (Uruguai) 1 e 4º Monagas (Venezuela) 0 ponto.

Paulo Miranda pode ser titular no lugar de Geromel hoje pela Libertadores

Derrota preocupante do EC Passo Fundo Inter treina em Porto Alegre Tricolor não segurou o Esportivo em pleno Vermelhão da Serra e agora precisa somar pontos na Divisão de Acesso Antes postulante a uma vaga na Série A do Campeonato Gaúcho em 2019, agora o Esporte Clube Passo Fundo tem o sinal de alerta ligado. A derrota por 2x1 de virada para o Esportivo, em pleno Estádio Vermelhão da Serra no domingo (15), deixou o Tricolor mais longe da classificação à segunda fase da Divisão de Acesso. De quebra, passa a

sofrer a ameaça do rebaixamento. No domingo, o Passo Fundo teve a estreia do técnico Hélio Vieira e de outros três jogadores: o zagueiro Fernando Pinto, o atacante Tchelé e o meia Gustavinho. Foi exatamente Gustavinho quem abriu o placar, em belo gol. Mas Raymond e Jean Carlo decretaram a virada do Esportivo.

O resultado deixa a equipe em 6º lugar na Chave B, com 9 pontos. A diferença para o 4º colocado, União-FM, é de 5 pontos. Já em relação ao Brasil-Fa, último e hoje na zona de rebaixamento, é de 6 pontos. O EC Passo Fundo volta a campo amanhã (18), quando recebe o líder Ypiranga a partir das 20h15min no Vermelhão da Serra.

Depois de estrear com vitória no Brasileirão, o Internacional agora concentra suas atenções na partida decisiva que fará com o Vitória na próxima quinta-feira (19), às 19h15, em Salvador, pela 4ª Fase da Copa do Brasil. O time colorado joga por um empate no Barradão para avançar às oitavas de final, uma vez que venceu a partida de ida, no Beira-Rio, por 2 a 1. Em caso de derrota por um gol de diferença (não há gol qualificado), a decisão da vaga será nos pênaltis. O atacante

Rossi sofreu uma lesão muscular e ficará afastado dos gramados por quatro semanas. O grupo colorado treinou na tarde desta segunda-feira no CT do Parque Gigante atividade regenerativa para quem esteve em campo contra o Bahia e com bola entre os demais atletas. O técnico Odair Hellmann ainda comandará mais dois trabalhos, nesta terça, em Porto Alegre, e na véspera do jogo, em Salvador. Edenilson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo é desfalque certo.

Carazinho  
Carazinho  
Advertisement