Issuu on Google+

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

1


2 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

3


4 - DIÁRIO DA MANHÃ

GERAL

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

GERAL

DIÁRIO DA MANHÃ -

5


6 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

7


8 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

9


10 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

11


12 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


13

JULIO CAMPOS

Sexta-Feira, 14.03.2014, Passo Fundo Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

Diário DaDA Manhã - 13 DIÁRIO MANHÃ -

NA noite de sábado passado, Márcia Barufaldi recebeu lista de convidados para jantar, no Salão Pérola do Clube Comercial, quando juntos comemoraram sua colação de grau no curso de Administração de Empresas pela UPF.

ONTEM o parabéns a você foi para Marina Von Meusel e também para Daiane Grazziotin. Na segunda-feira, Marília Osório, Neno Gehm da Costa, Heloísa Almeida, Iza Borges Amoretti e Patrícia Romani Cegala trocam de idade. Já a filha de Carlos e Sandra Noschang - a Luísa - e Lorena Ramires fazem aniversário na próxima quarta. É GRANDE a expectativa em torno do casamento dos jovens empresários, Guilherme Lara e Natália Longo, que será realizado no dia 22 deste mês. Os noivos idealizaram para a ocasião um novo conceito de cerimônia com um frescor pra lá de moderno e atual. O convite já dá uma ideia da personalidade dos dois que darão o “sim” seguido de festa nos domínios da In House Club. Essa união romântica/contemporânea promete ficar na memória do calendário social da cidade.

APOSTA certeira. A moda geométrica convoca triângulos, quadrados, losangos, ondas e listras para compor look superatual e vibrante. Podem ser na tendência: preto e branco ou multicoloridos. Com as listras vale uma atenção extra com a mistura dos sentidos delas e com as horizontais que podem alargar a silhueta. Fica a dica.

NESTE mês dedica às mulheres, toda a reverência desta coluna. A mulher é um ser plural, que com cautela e coragem, carrega sempre na bolsa e no coração conquistas e possibilidades. Movidas por essa essência e por seu instinto, são únicas, ímpares. Mulheres ativas, autênticas, independentes, batalhadoras, estupendas são cem por cento em todos os quesitos da vida e desfilam por aí, de corpo e alma, nas passarelas da existência.

1

2

O CASAL Jonatan e Manuele Dalbosco elegeu os domínios da Mozaico Festas para comemoram com familiares e amigos o primeiro ano da filha Valentina. Sob o comando de Kakau Thomé a Mozaico está diversificando seus brinquedos e aprimorando o lugar para proporcionar sempre melhores eventos.

TUDO certo. Telma Lúcia Barros de Lima vai mesmo fixar endereço em São Paulo. Seu esposo, Luiz Carlos de Lima, foi efetivado como vice-presidente de empresa de grande porte por lá. A PARTIR desta semana a Cacau Show já baixou em suas prateleiras os lançamentos e seus inúmeros itens para a Páscoa. Com os clássicos da marca mais as novidades especiais com o melhor chocolate do país e também de chocolate belga, o empresário da grife mais saborosa da chocolateria nacional, Márcio Pruss, afirma que a data vai ser mais que adorável. FOI tudo de bom a sessão tour que Alcir e Lisete Biazi com os filhos Kiko e Mariana a tiracolo e, mais Dona Neca Lütz, acionaram pelos encantadores cenários de Miami e Orlando.

IMPERDÍVEL. Confiram, na próxima semana, o rápido bate-papo da coluna com o cabeleireiro Regison, queridinho entre as personalidades marcantes daqui e da região que entregam em suas mãos os cuidados do visual.

3

1. Os jovens e belos noivos, Guilherme Lara e Natália Longo, estão alinhavando os últimos preparativos para o grande dia 2. Apreciando o panorama dos lugares mais badalados de Miami, Dona Neca Lütz entre Alcir e Lisete Biazi e os filhos deles Mariana e Kiko 3. Na Mozaico Festas, Jonatan e Manuele Dalbosco com a filha aniversariante – Valentina


14 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

15


16 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Conexão

Sexta-feira, 1403-2014 - www.diariodamanha.com

PASSO FUNDO - CARAZINHO - ERECHIM

Jantar Internacional é vitrine para empresas Empresários consideraram muito proveitosa chance de mostrar produtos durante evento que recepcionou as delegações da Expodireto Cotrijal em Carazinho

MARA STEFFENS NOGUEIRA redacao.carazinho@diariodamanha.net

O Jantar Internacional significou para os expositores uma oportunidade para divulgar seus produtos e serviços e quem sabe, abrir caminhos para negociações futuras. A presença de delegações estrangeiras na Casa de Eventos Hipster, na noite de terçafeira (11) deixou os empresários empolgados. Pessoas da região também tiveram a chance de conhecer mais sobre as potencialidades locais. Ilópolis esteve representada pela Secretária de Turismo, Ariana Helena Maia Cittolin. A administração aproveitou para convidar uma ervateira da cidade, a Rei Verde, para mostrar porque a cidade é conhecida como a cidade da erva mate. “Fomos convidados pelos Lions Clube porque a erva mate é um dos símbolos do povo gaúcho, um dos produtos mais importantes para nós, para que os estrangeiros também saibam o quanto gostamos de chimarrão. O próprio nome da cidade já revela nosso talento. Ilo vem do latim “erva” e polis, palavra grega, significa cidade”, pontua ela. Alfeu Strapasson Júnior, representante da Rei Verde destacou que a erva mate não é só usada para o chimarrão. “O consumo está crescendo no mundo todo e o produto já está sendo usado até na produção de cosméticos. Esta oportunidade de divulgar nosso produto é ímpar, diante deste crescimento mundial. A Síria já é o quinto maior consumidor. O primeiro é o Uruguai e o Brasil aparece em terceiro”, revela.

FOTO MARA STEFFENS NOGUEIRA/DM

Produções artesanais

O Grupo Artesania marcou presença com duas coleções direcionadas ao agronegócio. “A Coleção Safras retrata nossas culturas e a Revoadas são representadas pelas aves regionais. Temos peças em tecido, madeira, sabonete e velas. São produtos exclusivos que tem a ver com este momento em que acontece a Expodireto, especialmente com a natureza”, contou Lisete Senger. Sobre a chance de mostrar o talento das artesãs para os visitantes estrangeiros, ela observou a empolgação do grupo. “Se não fosse este jantar, no qual pudemos participar e mostrar nosso trabalho quem sabe jamais teríamos a chance de ofertar isso a pessoas de outros países e de repente nem os visitantes teriam oportunidade de conhecer Empresas tiveram oportunidade de mostrar produtos o que fazemos aqui”, colocou. A artista plástica Ilse Ana Piva Paim também mostrou suas obras durante o jantar. O Grupo Mekal esteve presente para Além de algumas obras, ela procurou apresentar peças que os visitantes puderam mostrar toda sua linha de produtos. adquirir e levar como recordação, como mini-telas e canecas. “Penso que um moLuiz Alberto Xavier da Costa obsermento de abrir janelas, de mostrar o que temos na região. Observando os demais esvou que todas as oportunidades de tandes percebemos a diversidade de representação. Acredito que o evento significa divulgação devem ser aproveitadas. um diferencial para os visitantes estrangeiros que puderam conhecer um pouco do “Nunca se sabe o resultado, mas uma que se faz aqui em um ambiente muito bonito como é o Hipster”, avaliou. coisa é certa: sempre é bom divulgar a marca”, disse ele, avaliando como interessante o evento que mostrou o que é produzido em Carazinho e na O Jantar região. Outro ponto fundamental é O Jantar Internacional foi promovido para que empresas pudesse expor seus que Carazinho começa a aproveitar através de uma parceria entre Grupo produtos. Estiveram representadas Kin a visibilidade que tem a Expodireto Diário da Manhã, Lions Clubes – com Master (Passo Fundo), Bagatini Pedras para também atrair atenções”, argu- respaldo da Governadoria LD-7, Ex- (Soledade) Prefeitura de Ilópolis e Ermentou o empresário, revelando que podireto Cotrijal e Casa de Eventos vateira Rei Verde (Ilópolis), Termobrás, os produtos Mekal, especialmente na Hispter. Participaram da recepção às Tempero do Vovô, Ilse Ana Piva Paim, linha de tintas, são exportados indi- delegações estrangeiras cerca de 600 Grupo Artesania, Donná Esmalteria e retamente, já que são usados por di- pessoas, entre elas vários representan- Grupo Mekal (Carazinho). O Programa versas empresas no acabamento de tes de entidades de classe de Carazinho Yacamim utilizou um espaço para dimáquinas e implementos agrícolas. e da região. O evento também serviu vulgação de seus trabalhos.


REGIÃO DIÁRIO DA MANHÃ

2

Sexta-feira 14.03.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

Cotações

Evento buscou construir metas e ações referentes aos assentamentos agrícolas

MOEDAS

FECHAMENTO VARIAÇÃO%

Dólar 2,3600 0,25 Euro 3,2792 -0,09

CBOT

FECHAMENTO VARIAÇÃO%

Soja (U$d/bu) 1390,75 0,65 Milho (U$/bu) 483,75 0,00 Trio(U$/bu) 673,75 -1,46 Óleo (U$/bu) 42,99 -0,99 Farelo (U$/tonO) 441,90 1,23 As cotações foram apuradas às 17h30. Horário de BR BM&F

FECHAMENTO VARIAÇÃO%

Soja (U$d/bu) 29,99 0,99 Milho (U$/bu) 33,30 0,99 Boi(U$/bu) 124,35 1,00 Ouro/bm&f zid (R$/gr) 0,00

AGRÍCOLAS FECHAMENTO Soja Passo Fundo (R$/SC) 70,00 Milho Passo Fundo (R$/SC) 27,00 Trigo Carazinho (R$/SC) 39,00 www. agroinvvesti.com.br Av. Gal Neto, 789 - 2104-2300

BOLSA 13/03/2014

Bovespa

-0,91% 45.444 pontos

INCC / PASSO FUNDO VARIAÇÃO NO MÊS

0,44%

**TJLP

JANEIRO A MARÇO

5% a.a.

SALÁRIO MÍNIMO R$ 724,00

SALÁRIO REGIÃO

Menor: R$ 770,00 Maior: R$ 1.100,00

NORMATIVO

DOS COMERCIÁRIOS FECHAMENTO

Passo Fundo Erechim Carazinho

R$ 860,00 R$ 806,00 R$ 862,00

TABELA INSS Até 1.317,07 De 1.317,08 até 2.195,12 De 2.195,13 até 4.390,24

Fetag promove seminário sobre Reforma Agrária

8% 9% 11%

Debater o envolvimento do Movimento Sindical dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais na reforma agrária, além de construir metas e ações para a efetivação de assentamentos de agricultores familiares levou a Fetag realizar na última quarta-feira (12) e quinta (13) o Seminário de Reforma Agrária. O evento, realizado em Porto Alegre, foi destinado a integrantes do movimento sindical, assessores, coordenadores das regionais, dirigentes e lideranças sindicais. Para o vice-presidente da Fetag, Carlos Joel da Silva, existem dois entraves para que seja feita reforma agrária no RS: não existe vontade política dos governos estadual e federal e os critérios atuais impedem que isso aconteça. Joel conta que em grande parte do estado – Biopampa Gaúcho – o limite por família é de R$ 90 mil, valor que em determinadas regiões se consegue comprar sequer 1 hectare. “A reforma agrária volta a ser uma das principais bandeiras de luta da Fetag e vai entrar em todas as mobilizações, como o Grito de Alerta, dia 2 de abril, em Ijuí, e o Grito da Terra Brasil, no mês de maio”, disse. Ao mesmo tempo, a 1ª secretaria da Fetag, Josiane Einloft, explica que a intenção de promover esse debate é fazer com que as lideranças conscientizem-se da necessidade de encampar, de fato, a reforma agrária. “Precisamos fazer com que ela aconteça se quisermos manter a agricultura familiar no campo e com ela a juventude trabalhadora rural. De nada adianta ter Pronaf sem terra, que é onde o agricultor vai plantar. E hoje muitos estão arrendando áreas de

FOTO DIVULGAÇÃO FETAG RS / LUIZ FERNANDO BOAZ

Evento reuniu integrantes do movimento sindical, assessores, coordenadores das regionais, dirigentes e lideranças sindicais

Incra

O superintendente regional do Incra, Roberto Ramos, credita a falta de atualização dos índices de produtividade na maior dificuldade para obtenção de imóveis improdutivos destinados à reforma agrária, bem como os prazos de pagamento para a compra de terras, outro instrumento para fins de reforma agrária. O pagamento à vista é feito somente para benfeitorias, enquanto a terra nua o Incra paga em Títulos da Dívida Agrária (TDA) em cinco anos, o que o coloca, praticamente, fora do mercado de terras. “Esse são os dois principais entraves para obtenção de mais terras destinadas à reforma agrária”, justifica. Ao mesmo tempo, em relação a valores de R$ 90 mil no Bioma Pampa (Metade Sul) e R$ 140 mil no Bioma Mata Atlântica (Metade Norte), Ramos conta que esses pata-

mares já estão em discussão. Eles foram definidos em portaria no Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), portanto uma normativa interna, a qual facilmente pode ser corrigida, não sendo entrave para efeitos de reforma agrária. À tarde, as atividades prosseguiram com o painel A Luta do MSTTR pela Terra e um Balanço da Reforma Agrária, com Nicinha Porto, da Contag, e o doutorando Alisson Zarnott, do Programa de Extensão Rural da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e assessor técnico do Programa de Assistência Técnica, que falou sobre Os Impactos da Realidade e das Dificuldades do Programa de Reforma Agrária. Ontem (13), o professor Wellington Zanini, do Instituto Federal de Sertão, abriu as atividades com o painel

Mudanças Estruturais Passam por Reforma Agrária. Também foram formados grupos de trabalho sobre diversos temas, entre eles: mudança na legislação atual; modelo de luta e pressão pela reforma agrária; escolha de áreas; formação para os agricultores assentados, ATER, comercialização e habitação. O Grito da Terra Brasil 2014 e a elaboração de documento a ser entregue ao governo federal também são temas do encontro.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALMIRANTE TAMANDARÉ DO SUL AVISO DE LICITAÇÃO – PREGÃO Nº. 05/2014

Presidente

Vice-Presidente

Janesca Maria Martins Pinto

Diretor Executivo

Ilânia Pretto Martins Pinto

Rogel Mello

@jornal_dm www.facebook.com/diariodamanha

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência,917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800

O Município de Alm. Tamandaré do Sul torna público a abertura de licitação na modalidade Pregão nº. 05/2014 – Eletrônico – tipo menor preço total por item, para contratação de empresa para o fornecimento de equipamentos agrícolas novos, onde a sessão será realizada no dia 27/03/2014 às 08:30 horas, devendo as propostas serem apresentadas no site indicado até às 17:00 horas do dia 26/03/2014. As sessões de disputa eletrônica e cadastro das propostas serão realizadas no site www.tamandaredosul.com. br/pregao onde está disponível o edital, dúvidas/informações podem ser enviadas para licitacao@tamandaredosul.com.br ou pelo telefone (54)3615-1143. Almirante Tamandaré do Sul, 13 de março de 2014. Ironi José Sebben Prefeito Municipal


REGIÃO

Atenção ao tráfego de máquinas agrícolas

DIÁRIO DA MANHÃ

3

Sexta-feira 14.03.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

Com a colheita da soja já sendo iniciada, a circulação de maquinário nas estradas se intensifica e requer cuidados destes condutores e atenção redobrada de todos os motoristas “A maioria dos acidentes nas estradas envolvendo maquinário agrícola, ou demais aparelhos automotores que andem em velocidade reduzida ou tenham dimensões diferenciadas, resulta em ferimentos graves e mortes”. A afirmação é do Tenente Paulo Roberto Mariano de Souza, analista de operações do Primeiro Batalhão Rodoviário da Polícia Rodoviária Estadual. O alerta ganha ainda mais importância neste período em que a colheita começa a se intensificar e gera a necessidade de trafego de máquinas nas estradas da região. Neste sentido, o tenente explica que os aparelhos automotores, tais como colheitadeiras, tratores e todos destinados a puxar ou arrastar máquinas de qualquer natureza, seja para trabalhos agrícolas, de construção, dentre outros, que vão utilizar vias públicas, precisam estar registrados e licenciados na repartição competente, neste caso no Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA) do Estado. Quando faz este registro, o proprietário recebe uma numeração especial referente ao maquinário, sendo numeração de chassi e placa de identificação, além da orientação adequada de como proceder no caso da necessidade de trafego ou transporte deste maquinário. “Nós entendemos a dificuldade dos agricultores que, muitas vezes, precisam apenas atravessar a via, pois têm lavoura dos dois lados. Nestes casos, quando são trajetos curtos, muitas vezes os agricultores não seguem todos estes trâmites. Mesmo assim, se pede, que jamais se faça essa travessia durante a noite, ou sem sinalização, pois o risco de causar acidentes é muito grande”, argumenta o tenente. Segundo ele, nestes casos, a atitude recomendada é de entrar em contato com o grupo policial rodoviário mais próximo, pedindo orientações referentes ao melhor horário e forma de fazer esta

FOTO DIVULGAÇÃO PM

Além das máquinas, os caminhões que levam a produção até os armazéns também começam a andar mais pelas estradas neste período e requerem atenção travessia. “Dentro da necessidade, pode-se pedir apoio para essa travessia, pois há casos em que o número de máquinas é grande e pode necessitar a interrupção da via por alguns instantes”, explica o tenente, que acrescenta: “A orientação é de

que em todas as situações, quando há dúvidas, se entre em contato com o grupo rodoviário mais próximo, independente de ser estadual ou federal, antes de trafegar com máquinas nas estradas”.

Orientações De qualquer forma, quando forem andar pelas vias públicas, as máquinas precisam estar acompanhadas de batedores, atrás e a frente, devidamente sinalizados com bandeiras vermelhas e pisca alerta acionado. “Outro fato que requer atenção é a distância entre os batedores e as máquinas, que deve ficar entre 300 e 500 metros. “Não adianta o batedor andar muito próximo da máquina, ele precisa estar a certa distância para que dê tempo de os motoristas reduzirem a velocidade e tomarem a atitude correta até chegarem de encontro a esta máquina”, explica Souza. Outro fator é referente ao horário, sendo que não se deve trafegar com tais máquinas

durante a noite, pois, mesmo com sinalização, o risco é maior. Qualquer veículo que não esteja devidamente licenciado pelo CRVA, precisa andar carregado em caminhão. Caso esteja licenciado, o veículo pode trafegar pelo acostamento, acompanhado de batedores. Porém, há casos em que o trafego só é autorizado mediante transporte em caminhão. Isso, especialmente, por conta das dimensões da máquina em questão, que não podem exceder 2,6 metros. “Todas estas orientações o proprietário irá receber no momento em que for registrar e buscar licenciar a máquina junto ao CRVA”, explica Souza.

Dimensões

Conforme determina a Resolução nº 210/2006 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), foram disciplinadas as dimensões para os veículos pesados que trafegam nas rodovias e estradas do país, sendo a largura máxima dos veículos com ou sem carga de 2,60 metros, a altura máxima é de 4,40 metros e o comprimento total varia conforme o tipo de veículo: 14 metros para os simples e no máximo 19,80 metros para os articulados, como os chamados bitrens ou carretas. Quem descumprir as normas estará sujeito às sanções previstas no artigo 231 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Não obedecer o código de trânsito pode gerar autuações. Mesmo que o veículo não seja licenciado, o condutor pode sofrer penalidades.

Reduza a velocidade

Além das máquinas, os caminhões que levam a produção até os armazéns também começam a andar mais pelas estradas neste período e requerem atenção, especialmente por conta da baixa velocidade que atingem com relação a outros veículos, especialmente em subidas. “Os demais motoristas precisam ficar atentos a este fato e andar com velocidade moderada para não haver risco de bater na traseira destes caminhões”, alerta o tenente. Todas as orientações referentes a este trafego fazem parte do Código Brasileiro de Trânsito, e estão descritas mais especificamente no artigo 115, parágrafo 4°. Além disso, para conduzir estas máquinas é preciso estar habilitado no mínimo na categoria C. “Há casos que não estão descritos na lei, mas que são orientações importantes visando a segurança nas estradas e que vão ser repassadas quando o condutor entrar em contato com o grupo rodoviário mais próximo”, acrescenta Souza.


DIÁRIO DA MANHÃ

4

Sexta-feira 14.03.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

ESPORTE Grêmio empata e segue líder Tricolor não conseguiu marcar gols e ficou no 0x0 com o Newell’s Old Boys FOTO LUCAS UEBEL/DIVULGAÇÃO

TJD não tira pontos do Esportivo Clube foi acusado de racismo, mas pegou pena branda: multa de R$30 mil e cinco mandos de campo FOTO MC10/ DIVULGAÇÃO Objeto de grande polêmica nas últimas duas semanas, a acusação de racismo contra o Esportivo, de Bento Gonçalves, foi alvo de julgamento na noite de ontem (13). Em sessão do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Gaúcha de Futebol, o clube foi penalizado, mas não perdeu pontos na disputa da Série A do Estadual. O racismo teria ocorrido quando o Esportivo recebeu o Veranópolis, há 15 dias, em jogo válido Julgamento ocorreu na sede da FGF pelo Gauchão. Naquela oportunidade, o ou até mesmo a exclusão da equipe do time de Bento Gonçalves venceu por 3x2 Gauchão, o entendimento foi pela puem seu estádio. Porém, ao final do jogo, nição mais branda: R$30 mil de multa o árbitro Márcio Chagas da Silva de- e perda de cinco mandos de campo. nunciou ter sido xingado por palavras Com isso, o Esportivo mantém-se com racistas, além de ter o carro danificado 13 pontos, rebaixando de maneira defipor chutes, com bananas soltas no teto nitiva o Pelotas. Já o Passo Fundo, que e presas no cano de descarga. tem 8 pontos, ainda depende do julgaO julgamento de ontem teve duração mento de uma apelação, contra a perda de três horas. Apesar de alguns audito- de outros 8 pontos por um erro adminisres votarem pela perda de nove pontos trativo.

FC Marau perde a primeira Clube marauense perdeu por 3x1 em Panambi e busca a recuperação em casa, domingo Grêmio, de Zé Roberto, chegou aos 7 pontos com o empate de ontem KLEITON VASCONCELLOS kleiton@diariodamanha.net

Diante de mais de 43 mil torcedores que lotaram a Arena na noite de ontem (13), o Grêmio tinha como objetivo vencer o Newell’s Old Boys, para chegar aos 9 pontos e encaminhar a sua classificação no Grupo 6 para a segunda fase da Taça Libertadores da América. Contudo, o Tricolor não conseguiu furar a defesa argentina e ficou no 0x0. Com isso, segue líder, com 7 pontos, enquanto o Newell’s é o vice, com 4 pontos. Na semana que vem, as equipes voltam a jogar, mas em Rosário (Argentina). O primeiro tempo do jogo nem pareceu de Libertadores. Baixo número de faltas, poucas chances e nenhuma tensão. Na verdade, o Grêmio não conseguiu pressionar o Newell’s, não chutou a gol e fez do goleiro argentino Gusman um nobre expectador. Já a equipe argentina mostrou bom toque de bola e teve espaços para jogar. O segundo tempo pareceu de outro jogo. Não fosse um chute cruzado

do lateral Cáceres, que passou perto da trave, o Newell’s não teria aparecido no ataque. Já o Grêmio, aos poucos, foi amassando o adversário. Assim, passou a ter oportunidades cada vez mais claras de gols. Aos 16min, Zé Roberto cabeceou por cima. Aos 26min, Barcos chutou para Gusman espalmar. O camisa 9 apareceu novamente aos 33min, quando recebeu de Luan e chutou por cima. E, aos 36min, Dudu fez a jogada, houve um bate-rebate na pequena área e Pará acertou o travessão. Assim, sem conseguir marcar, o Grêmio não saiu do 0x0. O Grupo 6 da Libertadores tem o Grêmio líder com 7 pontos, em 2º o Newell’s (4), em 3º o Atlético Nacional da Colômbia (4) e em 4º o Nacional do Uruguai (1 ponto). Grêmio 0x0 Newell’s Old Boys

Grêmio (0): Marcelo Grohe; Pará, Werley, Rhodolfo e Wendell; Edinho, Ramiro, Riveros e Zé Roberto (Alan Ruíz); Luan e Barcos. Técnico: Enderson Moreira. Newell’s: Guzmán; Cáceres, Víctor López, Heinze e Casco; Villalba, Bernardi (Castro), Banega (Orzán), Figueroa, Maxi Rodríguez; Ponce (Trezeguet). Técnico: Alfredo Berti. Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

O Futebol Clube Marau conheceu sua primeira derrota na Divisão de Acesso na noite dessa quarta-feira. A equipe foi até a cidade de Panambi e, de virada, perdeu para o time da casa por 3x1. Na primeira etapa, a equipe marauense criou diversas oportunidades, inclusive com bolas na trave, mas não saiu do 0x0. Os gols saíram no segundo tempo. A equipe marauense abriu o placar logo aos 2 minutos com o artilheiro Rodrigão. Um minuto depois foi a vez do time da casa empatar com Colazzo. Buscando a reação, o técnico Vanderson Pereira realizou duas alterações: a

entrada de Ricardo Rufino e Anderson no lugar de Fábio e Da Silva. Apesar das trocas e a mudança tática, a equipe marauense seguiu desperdiçando chances. Melhor para o Panambi que conseguiu a virada aos 16’ com Gavião. O placar foi decretado no último minuto, aos 48’, novamente com Gavião: 3x1.

Próximo jogo

O FC Marau volta a campo no domingo (16), quando recebe no Estádio Carlos Bebber, o Avenida, de Santa Cruz do Sul. O jogo acontece às 16h. Os ingressos serão vendidos na hora a R$20(masculino) e R$10 (feminino). Crianças até 10 anos não pagam.


Passo Fundo