Page 1

Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho

CARAZINHO, QUINTA - Feira 15.05.2014

Diário da Manhã

1

www.diariodamanha.com 33 ANOS - Nº 399 - R$ 2,00

Nova viatura para o Corpo de Bombeiros Com recursos provenientes do Funrebom, a corporação carazinhense recebeu um veículo novo para auxiliar no atendimento dos 11 municípios atendidos a 3ª Seção de Combate ao Incêndio. Pág.11 Foto: DM/Rodolfo Sgorla da Silva

100 focos do mosquito da dengue

Bazar da Cáritas vende 8 mil peças Organização se diz surpresa com resultados da comercialização que encerrou sábado. Pág.4

Pesquisa apresenta o perfil dos municípios brasileiros Abordando especificamente o tema Assistência Social, estudo do IBGE reflete a realidades do País e possibilita identificar carências dos municípios. Conexão A Vigilância em Saúde de Carazinho informa que esse é o número de focos confirmados no município. Porém, não foram encontrados mosquitos contaminados e também não há casos suspeitos da doença. Pág. 4

Vem aí o 4º Feirão de Imóveis de Carazinho Este é o momento ideal para quem quer adquirir a casa própria, tendo em vista que empresas do setor de construção civil, móveis e correspondentes bancários estarão todos em um só lugar. Pág.4

As filas nos bancos estão com os dias contados? Legislativo cobra fiscalização da Lei que rege o tempo de espera para o atendimento de clientes nas agências bancárias. Setor de fiscalização da Prefeitura afirma que irá iniciar os trabalhos ainda nesta semana. Projeto de Eduardo Assis deve exigir que os bancos informem aos clientes os horários de entrada e do atendimento. Pág.3


2

DA REDAÇÃO

Diário da Manhã

Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho

Carazinho em Imagens www.facebook.com.br/carazinhoemimagens

Palanque Alessandro Tavares alessandro@diariodamanha.net

Só Secretário Secretário de Obras. Esta é a função de Vitor Xavier na Administração Municipal. Ao contrário do que vinha sendo ventilado, Xavier revelou que a direção do Departamento Municipal de Trânsito foi assumida por Sérgio Goulart. Serginho destacou, porém, que o trabalho vem sendo realizado em conjunto. Sem remuneração específica, Xavier também está a frente da organização da Seara da Canção, a qual garante que será realizada neste ano.

Empresa Águia Branca, de Carazinho. A empresa pertencia a família Sabadin e fazia transporte de passageiros em linhas intermunicipais. Possível ter linhas como Passo Fundo - Carazinho e Tapera - Carazinho. Foto postada por Juliano Sabadin. (*) Essa é uma parceria do DM Carazinho com a Página Carazinho em Imagens. O setor trará diariamente imagens históricas do município. Aproveite!

Fugindo do embate? Depois de uma sessão “turbulenta” na semana passada, Otto Gerhardt, afirmou na ocasião que reapresentaria nesta semana o requerimento que pede por recursos financeiros do Legislativo ao Consepro, porém com nova redação. Ausente da sessão desta segunda-feira (12), por estar em viagem, Otto foi substituído pela suplente Veronite Siliprandi e por conseqüência tal requerimento não foi protocolado. Aliás, o projeto de Otto que prevê salário mínimo para vereadores, conforme o sistema eletrônico da Câmara continua tramitando, e pelo tempo que “tramita” não deve demorar mais muito para ir à votação.

DATA COMEMORATIVAS

Agora não Vereador mais votado na história de Carazinho, Erlei Viera, terá um livro contando sua história pessoal de luta contra as drogas e de voluntariado na prevenção e auxílio a aqueles que sofrem com as mazelas geradas pela drogadição. O livro que será elaborado pela escritora carazinhense, Janaina Lauxen, deve ficar pronto em 2015. O vereador tucano, aliás, decidiu que não irá a concorrer a uma das vagas ao cargo de Deputado Estadual nas eleições deste ano. Mas não descarta a possibilidade de alçar vôos maiores na política nas eleições de 2016.

15 · Dia do Assistente Social 15 · Dia do Gerente Bancário

Instagram @diariodamanhacrz

“Não adianta fazer lei sem fiscalizar” A frase foi dita pelo vereador Eduardo Assis durante seu pronunciamento nesta semana quando se referia à falta de fiscalização das agências bancárias, quanto às leis que orientam o tempo para o atendimento de clientes e à Lei de autoria de Felipe Sálvia que prevê a colocação de acessórios nos caixas eletrônicos que visam dar mais segurança a quem opera o equipamento ao evitar que as demais pessoas percebam a operação que está sendo feita. A frase nos remete a pensar, temos em Carazinho 13 vereadores que dentre suas funções estão fiscalizar e fazer leis. Mas no setor de fiscalização da Prefeitura, vinculado à Secretaria de Fazenda, segundo o departamento de pessoal, temos apenas 8 fiscais em atividade. Difícil equalizar.

Ana Laís Kissmann postou uma foto do seu violão. Ela está fazendo aulas e disse: “A melhor maneira de começar a semana! #music #love#happy”.

Ombros largos Felipão Brasil à fora, vem ocorrendo protestos de classes trabalhistas insatisfeitas com suas remunerações ou condições de trabalho. Algumas manifestações, parte delas que dão a entender certa conotação política, também criticam os gastos com a Copa do Mundo de Futebol. Ainda nesta semana, a EMBRATUR lançou uma campanha internacional de divulgação da Copa que começa em menos de um mês. Mas, com tudo que o vem ocorrendo, algumas “correntes” deveriam ampliar ainda mais a fé na seleção convocada por Luis Felipe Scolari. Por que será difícil balizar o peso que uma eventual derrota da seleção brasileira no campeonato, tenha nas eleições de outubro.

Envie #eunoDM

Fundador Jornalista Túlio Fontoura (1935 1979) Presidente-Emérito Dyógenes Auildo Martins Pinto (1972 1998) Vinícius Martins Pinto (1997 2003)

Presidente Janesca Maria Martins Pinto Vice-Presidente Ilânia Pretto Martins Pinto Diretor Executivo Rogel Mello

Diretora Comercial: Jussara Alberton Sirena Editora: Mayara Dalla Libera (SRTE/RS 16983)

www.diariodamanha.com www.facebook.com/diariodamanha

@jornal_dm


GERAL

Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho

As filas nos bancos estão com os dias contados? Legislativo cobra fiscalização da Lei que rege o tempo de espera para o atendimento de clientes nas agências bancárias. Setor de fiscalização da Prefeitura afirma que irá iniciar os trabalhos ainda nesta semana. Projeto de Eduardo Assis deve exigir que os bancos informem aos clientes os horários de entrada e do atendimento Alessandro Tavares

Poucos são os usuários de bancos que, alguma vez, não tenham se irritado com a fila e demora no atendimento nas agencias bancárias. As reclamações chegaram agora ao Poder Legislativo de Carazinho. O vereador Alaor Tomaz foi um dos primeiros a tratar do assunto no Legislativo neste ano. Ainda na semana passada o vereador solicitou que o setor de fiscalização da Prefeitura intensifique a fiscalização junto aos bancos quanto ao cumprimento ou não da lei que orienta o tempo para o atendimento de clientes. “Começaram a surgir muitas reclamações, tanto em meu telefone, quanto no Facebook, algumas pessoas relatando que tempo de espera em algumas agencias é de até 1h20min. A gente sabe que existe uma lei que determina o tempo de atendimento e que deve ser cumprida. Por isso entrei com uma indicação para que o setor de fiscalização fiscalize isso com maior ênfase para que a comunidade não fique desassistida”, comenta Tomaz.

Foto: Arquivo DM

alessandro@diariodamanha.net

Projeto de Eduardo Assis deve exigir que os bancos informem aos clientes os horários de entrada e do atendimento

O vereador destaca que parte das pessoas se irritam com as filas que se formam nos balcões de atendimento e que pelo o que os bancos arrecadam deveriam atender melhor a seus clientes. “Muitas pessoas ficam irritadas, às vezes tem crianças junto e, na maioria das vezes, se têm outros compromissos além de ir ao banco. Acho que a fiscalização deve ser mais rigorosa e fazer com os bancos cumpram a lei. Com certeza os bancos ganham muito dinheiro e por isso devem atender bem aos clientes”, revela o vereador. Na segunda-feira (12), o vereador Eduardo Assis apresentou projeto na Câmara de vereadores que inclui um artigo na Lei de 2009 a qual rege o tempo de atendimento nas agen-

cias bancárias. Pela ementa, no momento do atendimento, o atendente do caixa deverá colocar a data e o horário em que o cliente foi atendido com o carimbo do banco. Segundo o vereador, com a medida, o ticket que o cliente recebe para ser atendido servirá para comprovar se houve ou não o descumprimento da legislação e assim o comprovante poderá ser encaminhado ao setor competente para este providencie a notificação ao banco. “É muita reclamação. É uma vergonha o que os bancos tem feito. A taxas e juros são altos, mas de atenção aos clientes não querem nem saber. Tem agencia que ao meio dia tem um caixa só funcionando é uma vergonha”, diz Assis

.

Fiscalização da Prefeitura irá agir nesta semana O chefe do setor de fiscalização da Secretaria de Fazenda, Manoel Serafim Gomes, explica que a norma prevê 20 minutos de tempo de espera para o atendimento de clientes, com exceção de datas que coincidam com o final e começo de mês e pós feriados, quando o tempo para o atendimento nestes dias é de 30 minutos. “Há anos atrás foi orientado aos bancos para que cumprissem esta orientação e nesta semana recebemos um ofício da Câmara Municipal. Por isso nós estamos encaminhando novamente aos bancos solicitando que seja cumprida a legislação”, comenta Gomes. O chefe da fiscalização revela que as pessoas que se sentirem prejudicadas com a demora no atendimento nas agencias bancárias podem denunciar o fato junto ao setor na Prefeitura, pois as denúncias se-

rão apuradas. Gomes explica que a lei não se aplica as lotéricas, mas destaca que mesmo assim o setor tem solicitado que estes estabelecimentos também agilizem seus atendimentos. “Temos notado que as lotéricas têm assumido boa parte dos serviços dos bancos. Por isso, temos pedido para que eles coloquem mais gente para atender, e evite que o povo fique aguardando tanto tempo. Esta semana já estamos com os fiscais fazendo este trabalho. Iniciamos com os bancos privados e depois vamos aos bancos públicos que tem o maior movimento”, afirma Gomes. O valor da multa que pode ser aplicado caso constatado o descumprimento da legislação não foi revelado, o setor adiantou, no entanto, que os valores não são pequenos e que sofrem variação anualmente.

Diário da Manhã

3

O Sindicato também reclama O Sindicato dos Bancários em Carazinho admite a situação das filas e que o tempo de espera por vezes tem excedido o que prevê a legislação. Segundo o representante sindical, Antônio Sérgio Frederici, a categoria tem denunciado a falta de pessoal nas agências bancárias para atender ao público. “Nós temos lutando e fizemos campanha. Existe a lei que disciplina esta questão, mas não temos o poder de fiscalização, o que fazemos é denunciar. O Sindicato bate na tecla todo os dias de que os bancos devem colocar mais pessoal para atender aos clientes. Tem bancos com três ou quatro funcionários trabalhando não tem como atender a demanda”, revela Frederici. O representante sindical comenta que a categoria vem pleiteando a ampliação do horário de atendimento nas agências bancárias para dois turnos compreendidos entre 9h e 17hs. A medida aumentaria o número de vagas de trabalho para bancários. Segundo a categoria, os profissionais da área estão tendo a qualidade de vida afetada pelas condições de trabalho. “O cliente vai lá e às vezes xinga o bancário. O cliente quer resolver seus problemas, mas o bancário que atende, tem que atender a centenas de pessoas. E a demora não é em função dos bancários e sim da demanda que é muito grande. Tem muito bancário doente, estressado devido a esta pressão. A sociedade tem que cobrar dos bancos, os banqueiros é que não querem colocar mais gente. Não existe setor na economia hoje que ganhe tanto dinheiro quando os bancos”, comenta Frederici.

O que diz a FEBRABAN Em nota encaminhada ao DM, a FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), através de sua Diretoria de Comunicação, afirma que a prestação de serviços com qualidade é preocupação central dos bancos associados. Nesse sentido, destinam somas significativas em tecnologia para melhor atender seus clientes – no ano passado o total das despesas e investimentos em tecnologia somou R$ 20,1 bilhões. A federação pondera que as operações por meio eletrônico estão registrando forte expansão nos últimos anos, enquanto as agências vêm perdendo participação como canal de atendimento. Dados fornecidos pela entidade indicam que em 2002, o total de transações realizadas na “boca do caixa” representavam 22,8% das operações bancárias. Em 2012, essa participação recuou para 11%, segundo dados da Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária. No documento a Federação informa que mesmo com os números de tal

pesquisa, os bancos vêm abrindo agências. Na média dos últimos dez anos, o crescimento do número de agências é de 3% ao ano, percentual que segundo a Federação é acompanhado pelo número de contratação de funcionários. Em seu posicionamento, a Federação ressalta que o crescimento econômico e a rapidez do ritmo da bancarização, que assegurou a entrada de novos ingressantes no sistema financeiro, superam a expansão da rede de agências. E afirma que, a FEBRABAN e seus bancos associados realizam um trabalho constante para reduzir o tempo de espera para atendimento nas agências bancárias. Dentro desse objetivo, instituiu, em 2009, como parte de seu programa de auto-regulação, que, nos municípios em que não houver leis de tempo de atendimento, o prazo máximo deve ser de 30 minutos em dias normais e 40 em dias de pico – a partir de 2010, esses tempos foram reduzidos para 20 e 30 minutos, respectivamente. Foto: Divulgação

O Sindicato dos Bancários em Carazinho admite a situação das filas e que o tempo de espera por vezes tem excedido o que prevê a legislação. A categoria tem denunciado a falta de pessoal nas agências bancárias para atender ao público


4

GERAL

Diário da Manhã

Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho

Vem aí o 4º Feirão de Imóveis de Carazinho O Feirão da Caixa está completando uma década com edições que contribuem para a compra e venda de imóveis em diversas localidades do país. Só em 2013, foram assinados mais de 930 mil contratos habitacionais em todo o país. Em Carazinho, o 4º Feirão de Imóveis, que será lançado hoje (15), às 19h na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL/SPC), e ocorre nos dias 23 e 24, pretende superar os mais de R$ 20 milhões comercializados no ano passado. De acordo com o presidente da CDL/ SPC, Cláudio Hoffmann, as outras três edições do Feirão de Imóveis tiveram resultados muito positivos. “Nós faremos lançamento do 4º Feirão na quinta-feira junto com os 24 expositores que participarão do evento. São imobiliárias, construtoras, correspondentes bancários, incorporadoras e empresas do ramo de construção. Nos dias 23 e 24, os consumidores terão, em um mesmo local, todos os lançamentos previstos para este e para o próximo ano”,

comenta. Ainda segundo ele, os clientes poderão fazer a simulação de seus financiamentos, que não são apenas para a aquisição de imóveis, mas, para reformas, ampliações, compra de terrenos e construção, além de uma série de produtos. “Esperamos não só os consumidores de Carazinho, mas, de toda a região. Nós temos uma estimativa, entre prospecção e negócios, em R$ 20 milhões, em função dos negócios que ocorreram em 2013. Mais que isso, esta ação da CDL tem como objetivo fomentar a economia do município, tendo em vista que o ramo imobiliário no município gera muitos empregos e movimenta inúmeros segmentos da economia. Afora mão de obra, uma série de outras empresas acaba ganhando com isto”, ressalta Hoffmann. Para o gerente geral da agência da Caixa Econômica Federal de Carazinho, Jorge Luiz Wagner, estes feirões visam fomentar a construção civil e, o even-

to em Carazinho ocorre no mesmo período dos Feirões Caixa da Casa Própria. “Em um único evento, nós estaremos reunindo diversos segmentos, como os correspondentes da Caixa, que podem fazer simulações aos interessados e, assim, podemos identificar qual o montante que ele pode desembolsar e o valor das parcelas. O que nós esperamos, é que este ano supere o número de negócios efetivados, nos dois dias, e prospectados, representando cerca de 180 negócios”, observa, ressaltando que este é o momento ideal para quem quer adquirir a casa própria

Fotos: Arquivo DM

Este é o momento ideal para quem quer adquirir a casa própria, tendo em vista que empresas do setor de construção civil, móveis e correspondentes bancários estarão todos em um só lugar

Presidente da CDL/SPC, Cláudio Hoffmann

.

O 4º Feirão de Imóveis de Carazinho ocorre na sexta-feira (23) e sábado (24), no Auditório do Colégio Notre Dame Aparecida. No primeiro dia, os portões abrem às 13h e vai até às 20h. No sábado, o evento começa às 8h e se estende até às 20h.

Gerente geral da agência da Caixa Econômica Federal de Carazinho, Jorge Luiz Wagner

100 focos do mosquito da dengue

Bazar da Cáritas vende 8 mil peças

A Vigilância em Saúde de Carazinho informa que esse é o número de focos confirmados no município. Porém, não foram encontrados mosquitos contaminados e também não há casos suspeitos da doença

Organização se diz surpresa com resultados da comercialização que encerrou sábado

A Vigilância em Saúde de Carazinho realiza periodicamente trabalho de visitas em residências e monitoramento de locais estratégicos. O objetivo é evitar a proliferação do mosquito da dengue na cidade. Até o momento, foram confirmados 100 focos do mosquito da dengue em Carazinho. “Diariamente fazemos visitas domiciliares, em pontos estratégicos e vistorias marcadas. Em torno de vinte amostras por dia são enviadas para análise em laboratório”, relata Emerson Cardoso, agente de vigilância ambiental. Ele ressalta, porém, que não há casos suspeitos da doença em Carazinho. “São encontradas as larvas do mosquito Aedes Aegypti e também o mosquito alado, ou seja, em sua fase adulta. Porém, não foram encontrados mosquitos contaminados com a doença. Também não há casos suspeitos da dengue no município”, destaca o agente ambiental.

Foto: DM/Rodolfo Sgorla da Silva

Agentes fazem trabalho diário de visitas em residências

Focos espalhados na cidade Segundo Cardoso, os focos são encontrados em praticamente toda a cidade. “Em alguns casos, temos dificuldades, as pessoas não tem consciência com relação à prevenção e é complicado até para os agentes entrarem nas residências. Antes os focos se concentravam nos bairros Oriental, Santo Antônio, Conceição e Operário. Hoje, os focos estão espalhados por toda a cidade”, revela Cardoso

.

Foto: DM/Mara Steffens Nogueira

Das 10 mil peças disponíveis no Bazar Solidário da Cáritas Nossa Senhora de Fátima foram comercializadas 8 mil, número considerado bem significativo pela organização. Além disso, foram arrecadados 780 Kg de alimentos não perecíveis que foram dados como forma de ingresso no salão paroquial. Conforme a coordenadora Cristiane Feistauer isso demonstra a boa participação da comunidade e o espírito solidário dos carazinhenses. O lucro obtido com a venda ainda não foi contabilizado, mas tudo será investido na manutenção dos projetos desenvolvidos pela Cáritas, como os Centros de Juventude e o Grupo de Mulheres. Ela diz que as peças que sobraram serão produto de um novo bazar, que será nos dias 30, 31 de maio e 1º de junho, em Pontão. Aquela comunidade foi escolhida por ser uma região bem conhecida pelo Padre Arnildo Fritzen. Como fazem há vários anos Amabilia (74) e Odete Tabalde (76) visitaramm o Bazar Solidário para conferir o que esteve disponível. Escolheram peças para

Casal esteve no bazar escolhendo peças para enfrentar o inverno

enfrentar o inverno que se aproxima. Amabilie diz que enxerga o bazar com bons olhos já que disponibiliza roupas a preços acessíveis e ainda dá a chance de ajudar crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. “Há cinco anos eu comprei casacos no bazar que até hoje são os meus preferidos. Já eram usados, mas continuam em bom estado e acho que irão durar por bastante tempo ainda”, coloca a aposentada. “Acho importante participar também para ajudar quem está precisando. É uma iniciativa bem interessante”, completa Odete

.


Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho

GERAL

Diário da Manhã

5

“O salário não pode ser o único ganha pão de pessoas que estão na política” Foto: Arquivo DM

Natural de Carazinho, Otto Gerhardt é neto de um dos primeiros prefeitos do Município. Agropecuarista, instrutor de tiros, já fez parte da diretoria do Consepro e Sindicato Rural. Apaixonado por esportes radicais, que testem os limites do homem, seu maior desafio está sendo no Legislativo, onde tem recebido fortes ataques de outros vereadores, inclusive pessoais, em reação aos seus polêmicos projetos. Presidente da Casa no primeiro ano da nova Legislatura foi eleito com 1.230 votos, garantindo a permanência do PT na Câmara Municipal, na vaga de Leandro Adams, que concorreu ao Executivo. Firme nas palavras e convicto em suas ideias, Otto entende estar no caminho certo para mudar a política e garante que não irá recuar Sérgio Augusto Cornélio sergio@diariodamanha.net

DM: Há possibilidade de você retirar esse projeto de lei, antes de ele ser votado, já que alguns colegas vereadores alegam que o texto é inconstitucional? Otto: É constitucional sim, cabe a Mesa Diretora aprovar ou não, é ela que define isso. Não vou retirá-lo, porque prometi isso em campanha, seja aprovado ou não. Minha posição continua a mesma, em relação ao projeto, o qual irá beneficiar o município em termos de custos, a partir da próxima Legislatura. Ele irá modificar a maneira que é feita a campanha, não haverá mais interesse, disputa de sacolões. Acredito que acabará a moeda de troca entre candidatos e eleitores, porque o salário na Câmara já não será mais tão atrativo. Aí, certamente irão se candidatar somente as pessoas que realmente querem trabalhar pelo povo, com o mesmo salário que a maioria dos trabalhadores ganha.

“Ainda tenho esperança que colegas de outras siglas tenham coerência na hora de votar o projeto, que visa mudar esse cenário de desconfiança com a classe política” – Otto Gerhardt, vereador do PT.

DM: Como assimila os ataques de alguns colegas de Legislativo, em relação ao seu projeto que estipula o salário mínimo para vereadores, a partir da próxima Legislatura? Otto: Eu já esperava certa retaliação por parte de alguns vereadores, mas não imaginava que continuariam depois de o projeto dar entrada na Casa. Deu para perceber que se sentiram ofendidos com a proposta, pois o interesse maior nessas eleições foi o salário de vereador, isso ficou bem claro. Trabalharam três meses em campanha e agora ganham o equivalente a um professor com PhD. É um bom negócio e retirar isso, ninguém quer.

DM: Você tem mantido contato com eleitores e entidades para saber o que pensam sobre seu projeto? Percebeu alguma receptividade? Otto: Sim, apoio total. A pergunta que mais me fazem é se vai ter candidato nas próximas eleições. Eu digo que sim, pois há muitos presidentes de bairros e líderes comunitários, que a partir de então, terão a oportunidade de uma disputa mais justa, sem envolver o poder econômico, mas sim, propostas nesse sentido. Basta saber se a população quer isso ou não, e pela reação popular e das entidades, entendo que a maioria está de acordo com a minha proposta. DM: Tens recebido apoio do teu partido, quanto às propostas apresentadas na Câmara Municipal, as quais têm gerado polêmica? Otto: Sim, bastante, tanto em nível local quanto estadual. É o único partido que realmente quer mudanças. Ainda tenho esperança que colegas de outras siglas tenham coerência na hora de votar o projeto, que visa mudar esse cenário de desconfiança com a classe política. No país está havendo cobranças, manifestações populares em relação às mudanças que devem ser feitas nesse cenário político. Infelizmente, a população não está preparada e não se interessa muito por isso, senão teríamos sessões na Câmara de Vereadores lotadas por cidadãos que estão indignados com essa situação.

DM: Como avalia o governo Renato Süss, até o momento? Otto: O prefeito tem boas intenções, é uma pessoa do bem, mas infelizmente falta experiência política. Muitas palavras ditas e atitudes, o fazem perder a credibilidade em relação a esses atos. Falta pulso firme dentro da Prefeitura, pois alguns CCs, os chamados amigos do Rei, têm influenciado excessivamente em suas decisões. O prefeito não tem uma linha própria de decisão. Na Prefeitura estão todos empenhados em ajudar o Município, mas não é isso que irá alavancar o desenvolvimento da cidade e sim, acabar com as rixas e promessas de cargos políticos, colocando somente as pessoas capacitadas, no lugar certo. Isso evitaria o troca-troca de secretários e outros cargos do primeiro escalão. DM: E quanto à Câmara Municipal, os trabalhos estão a contento? Otto: Eu tenho medo das surpresas que virão. Não tenho nem ideia do que pode vir pela frente, pois este acordo que não foi cumprido quanto à formação da Mesa Diretora para os quatro anos, essa virada de mesa, pode vir com surpresas desagradáveis, até mesmo uma possível venda da Eletrocar. DM: Que avaliação faz do seu trabalho como vereador? Otto: O que eu prometi em campanha está sendo cumprido. Consegui emendas parlamentares sem diárias; dinheiro para o Consepro; a doação do meu salário mensalmente, e de forma integral, para o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e ao Adolescente (COMDICACAR) e apresentei o projeto do salário mínimo para vereadores que, entendo, não podem ganhar mais que outros trabalhadores. Se alguém ainda tiver guardado em casa algum santinho da campanha pode conferir que tudo que prometi está lá, registrado. DM: Você se decepciona com a política ou essas dificuldades lhe estimulam a seguir em frente? Quais os planos políticos de Otto Gerhardt em relação ao futuro? Otto: Estou decepcionado sim, ainda estou avaliando o meu futuro na política, pois não tenho muita esperança em mudanças dentro da Câmara Municipal. Em relação à candidatura para a Assembleia Legislativa, não está definido, pois o partido ainda não fez as prévias regionais e depois a estadual. Meu nome está à disposição, mas tenho poucas esperanças em concorrer. A concepção atual da política tem que ser modificada, para que pessoas não vivam dela, não sejam beneficiadas individualmente e trabalhem só pelo coletivo. Acho que estou sozinho

.


6

Diário da Manhã

ECONOMIA DIREITO E CIDADANIA

Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho

Danilo Dal Zot Flores Advogado - OAB/RS 92.133

Pagamento indevido de royalties a Monsanto Já há alguns anos os juizados e tribunais vêm se deparando com a necessidade apreciar sobre a licitude do pagamento dos royalties a empresa MONSANTO DO BRASIL sobre o desenvolvimento de sementes transgênicas RR1. Os royalties são definidos como taxas tecnológicas de inovação. A empresa citada, logo que foi liberado o plantio da soja transgênica em nosso país, ainda na safra 2002/2003, passou a cobrar dos agricultores a referida taxa tecnológica de duas formas. Primeira, na qual o agricultor pagava antecipadamente os royalties na compra das sementes geneticamente modificadas e recebia autorização para entrega de parcela de seu produto sem nada mais ser descontado a esse título. Segunda, a empresa multinacional, num verdadeiro exercício de autotutela, ajustava com os recebedores de grãos o desconto de 2% sobre todo o produto transgênico entregue, desde que não fosse verificado esse pagamento antecipado na compra da semente. O caso ganhou mais relevo recentemente no ano de abril de 2012, quando a empresa citada foi condenada em primeiro grau na 15° Vara Cível da Comarca de Porto Alegre a devolução dos royalties desde 2003. Nesse processo coletivo, o principal objeto da discussão é definir qual a lei aplicável, se a Lei de Patentes, Lei n° 9.279/96, ou se a Lei n° 9.456/97, Lei dos Cultivares. Por esta última lei, o produtor poderia reservar para si e produzir suas próprias sementes, motivo pelo qual seria indevido o desconto de 2% diretamente nas moegas. Este processo está em grau de recurso e aguarda decisão de segundo grau no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul desde junho de 2012. Paralelo a isso, a MONSANTO ingressou com algumas ações judiciais ainda no ano de 2009, na Vara Federal do Rio de Janeiro contra o Instituto Nacional da Propriedade Industrial, pois o INPI negava-se a conceder a prorrogação das patentes de forma administrativa. Nas citadas ações, a MONSANTO buscava revalidar algumas patentes que foram registradas nos EUA, mas que lá mesmo foram abandonadas ou não utilizadas quando dos registros, sendo que no início de 2002 ingressaram no país após o processo de patenteamento. A MONSANTO não obteve êxito em seus pleitos em julgamentos em primeiro e segundo grau, notadamente porque o entendimento judicial estabeleceu que essas chamadas “patentes pipelines” tem o seu termo inicial de contagem do prazo de 20 anos de validade das patentes da data em que foram registradas no exterior e não do ingresso no Brasil, mesmo que não utilizadas ou abandonadas. A última decisão veio do STJ, em 23.02.2013, ratificando as outras decisões do TRF da 2° Região e dos juízos a quo. A decisão declarava que a última patente sobre a soja transgênica RR1 teria expirado em 30.09.2010, ou seja, todos os royalties pagos após aquela data seriam passíveis de devolução. De imediato, antecipando-se aos efeitos dessa decisão, a empresa de sementes tentou celebrar um termo de acordo e quitação geral com os agricultores. Em apertada síntese, a MONSANTO teria a “liberalidade” de não cobrar os royalties para safra 2013 e, em contrapartida, agricultores deveriam dar quitação integral sobre valores já pagos a esse título. Essa medida não atingiu o efeito esperado, já que poucos agricultores aderiram a esse contrato de discutível legalidade. Em outubro de 2013 uma nova tentativa da empresa foi buscada para evitar as ações judiciais na busca pela devolução dos pagamentos indevidos. Com o lançamento da tecnologia titulada como RR2 (sementes transgênicas resistentes ao lagarto), a MONSANTO trouxe aos agricultores um novo contrato. Agora, para os agricultores conseguirem adquirir as sementes RR2 da nova tecnologia, novamente seriam obrigados a abrir mão da restituição dos pagamentos indevidos relativos a sementes RR1. Já existem decisões cautelares no Rio Grande do Sul e no Estado do Mato Grosso que consideram (como não poderia deixar de ser) essas cláusulas abusivas e asseguram ao agricultor a compra desse tipo de semente, independentemente de assinatura desse expediente contratual. Fica bastante claro que a MONSANTO tenciona frustrar a intenção dos produtores rurais na busca da devolução dos valores indevidamente pagos pelos royalties da semente RR1 após 30.09.2010. Somente com o ingresso de ações judiciais será possível a restituição do que foi pago de forma imprópria.


DMGERAL REGIÃO

Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho

Diário da Manhã

7

Almirante Tamandaré do Sul – Tio Hugo

Município recebe oficialmente o título de Terra do Gaitaço Comissão de Cultura aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei que confere ao município de Almirante Tamandaré do Sul o título de “Terra do Gaitaço” Foto: Divulgação

Em 2010, os parlamentares estaduais e federais começaram a apoiar Almirante Tamandaré do Sul, protocolando projetos em relação ao evento realizado no município desde 2002. De início, o deputado estadual Gilmar Sossela (PDT) protocolou o projeto que elege a gaita como instrumento símbolo do Rio Grande do Sul, projeto este, que contou com autoridades municipais, juntamente com o coordenador do Gaitaço, Sergio Antônio Martins do Oliveira. O projeto foi aprovado por unanimidade. Em 2011 a Deputada Estadual Silvana Covatti (PP), apresentou no Parlamento Gaúcho, o Projeto de Lei nº 106/11, que declara o município de Almirante Tamandaré do Sul como “Terra do Gaitaço”. O projeto foi proposto em razão do encontro de gaiteiros que acontece desde 2002. Ainda no ano de 2011, foi aprovado em sessão plenária a proposta a nível estadual, declarando então, o município de Almirante Tamandaré do Sul como a Terra do Gaitaço. Na quarta-feira (7), a Comissão de Cultura (CCULT) da Câmara dos Deputados aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei (PL) 6993/2013, do

Em 2012, O Gaitaço bateu o recorde, com 1004 gaiteiros deputado federal Giovani Cherini (PDT/RS). O PL que confere ao município de Almirante Tamandaré do Sul o título de “Terra do Gaitaço” a nível federal, teve parecer favorável do relator, Onofre Santo Agostini, e está designado, agora, para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJC). Se aprovado nesta comissão, o PL será encaminhado ao Senado Federal. Conforme justificativa do projeto, a concessão deste título a Almirante Tamandaré do Sul se dá pelo fato de ter ocorrido, em 2002, o

maior Gaitaço do Brasil. Na ocasião, participaram 60 gaiteiros no encontro. No ano seguinte, a participação atingiu o número de 516 pessoas. Em 2012 foi batido o recorde: 1004 gaiteiros. De acordo com Giovani Cherini, nada mais importante para fazer jus ao município de Almirante Tamandaré do Sul do que conferir este título, pois possibilitará o fomento o turismo local, principalmente na época do evento. “É uma justa homenagem a um município que vem contribuindo com a cultura e o desenvolvimento social do país”, concluiu o deputado federal. Segundo o coordenador do Gaitaço, Sergio Antônio Martins de Oliveira, além destes projetos que visam a cultura municipal, ainda será elaborado um projeto para o turismo de Almirante Tamandaré do Sul. “Agradecemos aos parlamentares pelo empenho de eleger nosso município, agora então, oficialmente a Terra do Gaitaço, evento que realizamos desde 2002 com garra e determinação. Vamos continuar elaborando projetos para renovar sempre essa cultura do município, pois como sempre ressalto ‘Um povo sem cultura é um povo sem raiz’”, agradece o coordenador

.

Audiência regional definiu as demandas da Participação Popular e Cidadã 2014 Na sexta-feira (9), foi realizada no auditório da UPF Campus Soledade, a Audiência Pública Regional do Processo de Participação Popular e Cidadã Orçamento 2015. Na ocasião os delegados eleitos nas audiências locais dos municípios que constituem o Corede do Alto da Serra do Botucaraí, elencaram e definiram quais as demandas que constituirão a cédula de votação da Participação Popular deste ano. Comandaram as atividade o presidente do Corede Botucaraí, Idioney Oliveira Vieira, o Coordenador da

Secretaria de Planejamento (Seplag), Renê Cecconello, entre outras autoridades do âmbito estadual e regional. Representando Tio Hugo, estavam o Secretário de Administração, Planejamento e Finanças, Nelson Dapper, a Secretária de Desenvolvimento e presidente do COMUDE, Denir Mühl, o Secretário de Saúde, Lúcio Bruinsma, e delegados do município, eleitos em assembleia municipal. Dapper afirma que a votação do Processo de Participação Popular e cidadã 2014, ocorre nos dias 2, 3

Foto: Divulgação

Audiência foi realizada no auditório da UPF Campus Soledade

As demandas que possuem ligação direta com o município de Tio Hugo, são: – Desenvolvimento Rural: Apoio à Fruticultura - Capacitação de pessoas e implantação de pomares e hortas. (Alto Alegre, Barros Cassal, Campos Borges, Espumoso, Fontoura Xavier, Gramado Xavier, Ibirapuitã, Itapuca, Jacuizinho, Mormaço, Nicolau Vergueiro, Soledade, Tio Hugo; Victor Graeff; São José do Herval); –Turismo: Desenvolvimento e Marketing de produtos turísticos (divulgação turística) - Criação de material impresso e audiovisual. (Tio Hugo); – Segurança: Viaturas leves para a Polícia Civil – Victor Graeff, apoiando o município vizinho; – Educação: Equipamento-mobiliário para laboratório de informática (Alto Alegre, Gramado Xavier, São José do Herval, Soledade, Tio Hugo). Além da demanda estratégica que também estará em votação, que é voltada para a construção e reforma de prédios da segurança pública, dirigida aos municípios de Mormaço e Tio Hugo.

e 4 de junho. No entanto, a votação em urnas espalhadas pelos municípios só ocorre na quarta-feira, dia 4 de junho, ou seja, durante os três dias os cidadãos podem votar pela internet, utilizando apenas o número do seu título de eleitor. “Solicitamos aos cidadãos que possuem acesso à internet diariamente, que votem pelo site da Participação Popular. Aos demais, pedimos que procurem as urnas espalhadas pelo município no dia 4 de junho para votar. A participação da comunidade é fundamental para garantirmos novas conquistas ao nosso município”, enfatizou Nelson

.


8

Diário da Manhã

Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho

Astral

Novelas GLOBO

Globo

GLOBO

Em família

Geração Brasil

Helena e Virgílio vão à casa de Juliana pedir desculpas para Jairo. Selma diz a Verônica que se decepcionou com ela por não ter tentado reconquistar Laerte. Ricardo faz uma entrada triunfal no saguão do aeroporto em seu retorno ao trabalho. Helena diz a Clara que ela precisa tomar uma decisão em relação a Marina e Cadu. Vanessa fecha outro trabalho de fotógrafa para Flavinha, sem consultar Marina. Nando, Juliana e Jairo se encontram na portaria do prédio e ficam constrangidos.

Jonas ameaça a mãe para mantê-la afastada de sua família. Plugar perde o apoio dos investidores, e Rita e Herval culpam Davi. Manuela invade o sistema da empresa que a contratou. Herval decide devolver a verba extra que a Plugar recebeu. Jonas manda convidar Verônica para cobrir a festa de gala em sua homenagem. Moreira sugere que Pamela apresente um programa na Parker TV. Edna pede para Herval escrever um artigo criticando Jonas. Jonas agradece a premiação e apresenta uma palestra, sem ver que os slides foram adulterados.

Meu pedacinho de chão

Chiquititas

Epaminondas paga a Zelão o salário atrasado e suas férias, avisa ao empregado que irá assinar sua carteira de trabalho e não irá mais expulsá-lo da casa onde mora com Mãe Benta. Rosinha desconfia da bondade de Epaminondas com Zelão e comenta com Izidoro que estranhou a atitude do patrão. Epaminondas diz a Catarina e a Ferdinando que não pagará Zelão pelos anos anteriores de trabalho. Ferdinando se certifica de que nenhum empregado de Epaminondas tem carteira assinada.

Neco sai de dentro do posto médico, pois os capangas da prisão da Amazônia apareceram lá. Carol e Fernando namoram e veem filme na casa dela. Tobias vai atrás de Maria Cecília no apartamento novo. Ele diz que Oscar avisou que ela está sozinha e que decidiu levar comida para ela. Os dois jantam juntos, a luz de velas, pois o aparamento está sem luz elétrica. A Boneca Laura fala com a mascote Pipoca que Maria está crescendo e esquecendo ela aos poucos. A Boneca diz que irá fugir. Maria Cecília assume que está confusa e não sabe se irá casar com Junior, quando ele voltar da Amazônia.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Região no meio do Brasil onde se encontra (?) do a capital Estado, do país museu paulistano Grito em touradas

© Revistas COQUETEL

Alvará Área pública de lazer da capital gaúcha de (?): liberta o Extra- Ilógico; inpreso terrestre coerente

Tecido de acabamento de decotes Incluir numa lista

Intenção dos noivos Concórdia

Airton Rufatto Alexandre Leonardo Guareschi Ângelo Cavol Édio Lizandro da Fontoura Bratz Edvino Costa Roseto M. de Souza Elga Eli Elisabete Nunes Érico da Rosa Rocha Gabriel Weissheimer Andreis Gelma Ramos de Quadros Jacira Fátima Batista João Pedro Lemos de Gois Joaquim Vieira Sarmento José Antônio Otto José Colling Loraine Schacht Luciane Leite Luiz M. Dierings Luiz Antônio Fredrichs Márcia Fabiele Schlichting Marcos R. da Silva Júnior Roberto Buchholz Silvia Maioki Scheine Trentin Tatiane da Silva Costa Terezinha Saldanha Barcelos Velci Martins de Meira

Letra que identifica o ás no baralho

Cidade paulista dos "bons ares" Casaco, (?) Bordoem inglês sa, persoEncobre nagem de (escândalo) Angeli (HQ)

Rádio (símbolo) Cogumelo, em inglês

Tecnologia que mescla texto, som e imagens

Estola usada por atrizes em musicais Gritam por Bobo, em inglês

Animalsímbolo do Flamengo (fut.)

Darcy Ribeiro, educador e antropólogo "Quem sabe (?), sabe viver" (dito) Local de trabalho do camelô No de 1995 surgiu o DVD

Filtro de água feito de barro Post-(?), adesivo para recados

3, em romanos Órgão de Rede de saúde computada ONU dores (red.) O conterrâneo de Gengis Khan Fogo simbólico Produto da apicultura

Na hora (?): no momento preciso

85

Solução

T O C E

S O T E C L A T O T O N U C A T R R A A B A U D R R I T A D O N O R I I N G O E L T U R

R R O U P I L H A A F

P A R Q U E

BANCO

Renato Teixeira: compôs "Romaria"

Abrigo de caça de esquimós

M U B S O H A R O L O M O M O S

Área de atuação de Coco Chanel

Metro (símbolo) Interior do pão

V I N A E R S A R B O Z L A M A U R O L T AL M I M I R I T D R I P T A C

A força que se opõe ao movimento

"Larga", em PNBL

2/it. 3/boá. 4/coat — fool. 8/botucatu — mushroom. 10/pinacoteca. 11/alta-costura.

O hemisfério acima do equador (abrev.)

Caminhou

P O L C A N P A C L T F O C S E N A T R A A L

"Metade", em "semibreve"

Parabéns 15.05.2014

Joaquim Barbosa, no caso "Mensalão" Fenômeno acústico aproveitado em shows

rede SBT

ÁRIES Melhora de saúde e das chances de sucesso geral. Saiba agir com inteligência e com perícia que conseguirá chegar onde pretende. Êxito pessoal, social, elevação do caráter e felicidade íntima e amorosa. TOURO Indecisão para tomar atitudes. Procure animar-se. Conte com a compreensão do ser amado. Nervosismo exagerado, cuide-se. Chegou à hora de você começar a se defender das pessoas que estarão difamando sua moral. GÊMEOS Desenvolver aptidões pessoais e tornar-se útil são objetivos primários na sua vida. Qualquer que seja a sua área de atividade, você tende a introduzir nela forte eficiência e meticulosidade. CÂNCER O excesso de confiança em si e de otimismo, principalmente ao lidar com seu dinheiro, poderá acarretar-lhe sérios problemas. Faça tudo dentro de suas condições. Êxito, todavia, social e em viagens. LEÃO Dia em que conseguirá realizar boa parte de seus anseios e desejos, principalmente porque estão ligados ao campo profissional. Fluxo propício, também, ao amor, às diversões e as reuniões sociais e festividades. VIRGEM Faça tudo com originalidade que é uma das suas melhores qualidades, que conseguirá influenciar pessoas importantes para seu progresso. Muito bom fluxo para obter sua independência financeira e a liberdade de espírito. LIBRA Não invente coisas novas hoje. Deixe para uma época mais propícia. Tome cuidado com acidentes, causados por inflamáveis e corrosivos, e cuide de sua saúde e reputação. Neutro ao amor. Confie em si mesmo. ESCORPIÃO Criaturas ou ocorrências dispersivas poderão desviar sua atenção dos compromissos e problemas mais importantes do dia. Não permita que isto aconteça. Fluxo excelente para o trabalho, a saúde e o amor. SAGITÁRIO Notícias, aparentemente exageradas ou formuladas com o intuito de pressioná-lo, deverão ser pura e simplesmente desacreditadas. Esteja alerta para o que vier. Bom fluxo ao amor e ao casamento. CAPRICÓRNIO Boas relações com parentes, vizinhos e amigos, poderão ser esperadas para hoje. Pode solicitar favores, e por em prática novas ideias. Êxito profissional e financeiro. Grandes chances em loterias. AQUÁRIO Disposição tranquila e excelente estado mental para entabular novas coisas visando sua melhora geral. A elevação da personalidade será o ponto máximo de seu sucesso. Melhora da saúde, mas não se descuide. PEIXES Evite prejudicar sua saúde não cometendo excessos alimentares, alcoólicos e profissional. Não confie demais, também, em subordinados e estranhos. Todavia o sucesso pessoal e a evolução da personalidade serão evidentes.


Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho

GERAL

Diรกrio da Manhรฃ

9


10

Diário da Manhã

CLASSIFICADOS.AUTOMÓVEIS ALUGUEL APARTAMENO CASAS TERRENO

(54)

3329-9666

Página 10

OFÍCIO DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS Rua Venâncio Aires, 279 - Carazinho/RS Fone: (54) 3329-5588 Sílvia Regina de Assumpção Carbonari, faz saber que pretendem casar-se: Jair Antonio da Silva e Mariele Farias da Rosa Quem souber de algum impedimento acuse-o na forma da lei. Carazinho, 23 de Abril de 2014.

Anuncios Aluga-se : Pavilhão de 800m², pé direito de 5m, vão livre , c/ terreno a frente de 600m², à Rua Dr.Eurico Araújo, 150, Carazinho. tratar com paulo - (54)9981-2593. Vendo Verreno 450 m² c/ kioski e piscina – valor r$ 155.000,00 – B. Braganholo fone pra contato: 549923-3541 Vilmar b. Bellenzier Vendo Coleção long play, Roberto Carlos, Ray Conniff, Seara da Canção e outros. Tratar: 9982-8704 Enio Vendo Vendo um Kitinet, vendo apartamento de um quarto, recebo soja no negócio. Fone para contato: 54-3331-1976/ 54-9957-1503 Pessoa para contato: Evaldo S. Moura. Vendo Vectra GLS 1997, 2.0, 8válvulas, 04 pneus novos,em ótimo estado, todo revisado. R$.17.000,00 à vista ou R$11.000,00 de entrada e mais financiamento. Fone 9929-6407

Rayra Mendes Oficial Escrevente Autorizada

Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho


POLÍCIA

Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho

Diário da Manhã

11

Fotos: DM/Gabriella Bellé

E mais... Motocicleta é apreendida Prefeito. Renato Süss, entrega veículo novo ao comandante do do Corpo de Bombeiros de Carazinho, tenente Lisandro Ribeiro

Nova viatura para o Corpo de Bombeiros Com recursos provenientes do Funrebom, a corporação carazinhense recebeu um veículo novo para auxiliar no atendimento dos 11 municípios atendidos a 3ª Seção de Combate ao Incêndio Gabriella Bellé gabriella@diariodamanha.net Na tarde de ontem (14), foi entregue um veículo Chevrolet Cobalt, modelo 2014, ao 3º Seção de Combate ao Incêndio (SCI) de Carazinho, em frente a Prefeitura. O automóvel, que foi adquirido com recursos do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom), será utilizado para atender aos 11 municípios que são assistidos pela corporação carazinhense. De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros de Carazinho, tenente Lisandro Ribeiro, o Funrebom é fruto do trabalho de vistorias que o Corpo de Bombeiros realiza. “Na parte técnica, das vistorias que fazemos, é arrecadado um valor, que é revertido para a aqui-

sição de equipamentos para a corporação. O nosso último investimento foi este veículo, para que possamos fazer nosso trabalho de maneira adequada em todas as localidades que abrangemos”, afirma. O investimento foi de R$ 57 mil. Para o prefeito, Renato Süss, este é um momento significativo para a administração. “Nós podemos novamente realizar a entrega de um carro para os nossos bombeiros, para que eles possam ficar com cada vez mais elementos para auxiliar nossa população nas horas de necessidade e, salvar vidas”, observa. Ainda segundo o tenente, também na tarde desta quarta-feira, foi realizada a assinatura da licitação para a aquisição de um novo caminhão para o Corpo de Bombeiros. “Nós es-

Duas empresas participaram do pregão para a aquisição de um novo caminhão para o Corpo de Bombeiros

tamos comprando o chassi do caminhão e, posteriormente, no ano que vem, fazer o encarroçamento dele. Nós já ganhamos um caminhão novo no fim do ano, com recursos do Orçamento de Participação Popular, do governo do Estado. Este caminhão que estamos adquirindo agora, é com recursos do Funrebom e virá para atender as necessidades regionais do Corpo de Bombeiros, ale, de fazer a renovação final da frota dos veículos de Carazinho”, revela, completando que é provável que uma das empresas entre com um recurso, por especificações técnicas, mas, nos próximos dias, uma das duas empresas que participaram do pregão deve ser definida. O valor do chassi será de, aproximadamente, R$ 190 mil. Dois veículos novos já haviam sido adquiridos pela corporação, além de outro mais antigo, mas em condições de uso. Com a implantação desta nova viatura e o caminhão, a renovação da frota estará completa. “Nós tínhamos dois caminhões, um de 1973 e outro de 1982. Um deles foi substituído por um modelo 2013. Agora, vamos substituir o outro, com equipamentos direcionados as ocorrências de maior incidência em nossa região. Então, ficaremos com quatro viaturas leves e outros dois caminhões bem equipados para atender a nossa comunidade, com segurança ao nosso efetivo”, ressalta tenente Ribeiro

.

Conforme ocorrência registrada na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), uma motocicleta foi apreendida em Carazinho no final da tarde desta terça-feira (13). Uma mulher, que teve sua moto furtada, entrou em contato com a Brigada Militar afirmando que o veículo estava em uma residência no bairro Floresta. Uma guarnição se deslocou até a casa alvo da denúncia e encontrou uma motocicleta preta sem placa e com a numeração do chassi raspada. Os policiais conversaram com o morador que se disse proprietário do veículo. O homem afirmou ter comprado a motocicleta por R$ 500, mas não soube informar de quem havia comprado. A motocicleta foi recolhida e será encaminhada para perícia. O homem foi encaminhado até a Delegacia de Polícia, onde foi ouvido e, em seguida, liberado.

Roubo de carga na BR 386 Foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), um caso de roubo de carga. O fato ocorreu na BR 386 na sexta-feira (9). Segundo o registro policial, por volta das 11h do dia 9, um carazinhense de 25 anos conduzia uma van carregada de cigarros. Dois quilômetros após passar pelo município de Santo Antônio do Planalto, um carro preto encostou próximo ao seu veículo, onde o caroneiro apontou uma arma para o rapaz de 25 anos e ordenou que ele encostasse seu veículo. Em seguida surgiu outro automóvel junto com o primeiro carro preto. O rapaz de 25 anos foi obrigado a conduzir a van da empresa onde trabalha por uma estrada secundária. Os veículos pararam e os suspeitos colocaram a carga que estava na van nos seus automóveis. O rapaz foi obrigado a

seguir viagem com os ladrões, sendo deixado na localidade de Capão de Santana, entre os municípios de Montenegro e Portão. Ele conseguiu ajuda de um caminhoneiro, que o deixou em um posto de combustíveis, de onde ele conseguiu retornar. O fato foi registrado no plantão da Delegacia de Polícia de Carazinho no início desta semana. A van da empresa foi encontrada pela Brigada Militar abandonada no município de Victor Graeff.

Jovem morre após acidente em propriedade rural Uma jovem, de 17 anos, morreu após um acidente com um trator em uma localidade do interior de Camargo. O fato ocorreu no final da manhã desta segunda-feira (12), em uma propriedade rural. Segundo informações preliminares, ela estaria em um trator com seu namorado quando sofreu uma queda e o veículo passou sobre seu corpo. A jovem foi encaminhada para o Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo. Ela passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. Ela era natural de Soledade.

Dois casos de furto em residência Duas residências em Carazinho foram alvo da ação de bandidos. Conforme ocorrência registrada na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), os ladrões entraram em uma casa localizada no bairro Esperança após arrancar uma madeira da parede. Foram furtados um notebook, um aparelho de DVD e um videogame. O outro caso de furto registrado recentemente em Carazinho ocorreu no bairro Dileta. Os ladrões arrombaram a porta da frente da residência e levaram da casa uma garrafa térmica, um aparelho de DVD e R$ 200.


12

Diário da Manhã

DIÁRIO PASSO FUNDO redacao@diariodamanha.net - (54) 3316.4800 DIÁRIO CARAZINHO redacao.carazinho@ diariodamanha.net - 54.3329.9666 DIÁRIO ERECHIM redacao.erechim@diariodamanha.net - 54.3321.2223 DIÁRIO FM 97.7 MHz diariofm@diariodamanha.net - 54.3311.1309 DIÁRIO AM - 570 KHz diarioam570@diariodamanha.net 54.3311.7756 DIÁRIO AM CARAZINHO - 780KHz diarioam780@diariodamanha.net - 54.3331.2422

dm

Quinta - Feira, 15.05.2014

Quinta - Feira, 15.05.2014, Carazinho

www.diariodamanha.com

PREVISÃO PARA HOJE PASSO FUNDO

14ºC

22ºC

Mínima

Máxima

PORTO ALEGRE

14ºC

15ºC Mínima

22ºC 13ºC Mínima Máxima

22ºC Máxima

LUAS

25ºC

Mínima

ERECHIM

CARAZINHO

Máxima

Nova 28-5

Crescente 5-6

Cheia 14-5

Minguante 21-5

Ministra do STJ proíbe greve de servidores da Polícia Federal A ministra Assusete Magalhães, do Superior Tribunal Justiça (STJ), proibiu servidores da Polícia Federal (PF) de entrarem em greve. Ela entendeu que os policias federais têm direito de reivindicar melhorias salariais, mas não podem interromper os serviços essenciais prestados. A decisão foi motivada por uma ação da Advocacia-Geral da União (AGU) para garantir o funcionamento da PF às vésperas da Copa do Mundo. Na decisão, a ministra concedeu medida liminar para proibir que a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) e os demais sindicatos da categoria iniciem a paralisação. Caso descumpram a determinação, os sindicatos terão que pagar R$ 200 mil por dia de greve. No recurso apresentado ao STJ, a AGU alegou que os funcionários da Polícia Federal não podem entrar em greve, por exercerem funções essenciais à sociedade. “A suspensão ou redução das atividades policiais em decorrência de movimento grevista ilegal, assim como medidas que interfiram na prestação de serviços e causem prejuízos à população, são abusivas e não podem ser toleradas pelo Poder Judiciário”, afirmou o órgão.

Feitos carazinhenses no futebol estão em exposição Mostra temporária do Museu Olívio Otto ressalta época em que Carazinho foi cidade importante no cenário do esporte gaúcho Fotos: DM/Mara Steffens Nogueira

Mara Steffens Nogueira mara@diariodamanha.net Carazinho já foi importante no cenário esportivo do Rio Grande do Sul. Quem acompanhou Glória e Veterano, que surgiram em 1933 e eram tão rivais quanto Grêmio e Internacional, viu o Atlético nascer da fusão destes dois clubes e depois vibrou com o Galo quando se tornou campeão do interior em 1974 e campeão da Segundona em 1995 lamenta olhar em volta e perceber que o futebol é praticamente uma lembrança. “Memórias do Futebol Carazinhense” é a mais nova exposição temporária no Museu Olívio Otto. Aberta na terça-feira (13) vai até o dia 1º de agosto. Exaltar os feitos dos carazinhenses no futebol, a mostra também faz referência a Copa do Mundo, que desta vez será no Brasil. O bancário aposentado Altair Ivar Pellegrini foi até o local para conferir a exposição. As fotos e flâmulas foram os itens que mais chamaram atenção dele, pois são coisas que remetem a sua infância. “Cheguei a Carazinho em 1968. Não acompanhei Glória e Veterano, mas vi o Atlético nascer em 1970. Nos tempos de ouro da equipe, eu não perdia um jogo apenas. Eu era praticamente o primeiro a chegar ao Estádio Paulo Coutinho aos domingos”, recorda. Ele considera importante realizar exposições temáticas para que o público possa se sentir atraído ao museu e conhecer mais da história de Carazinho. “Vi no jornal que teria esta exposição no Museu, então decidi vir conferir”, coloca. Ele lamenta o fato de o futebol estar um pouco esquecido na cidade. “Acho que as coisas foram terminando a medida em que manter um clube e o futebol foi ficando cada vez mais caro”, opina

.

Estudantes de Ibirubá vieram a Carazinho conhecer o Museu Olivio Otto

Altair Ivar Pellegrini já conferiu a nova exposição temporária

A exposição Registros fotográficos, camisas, bandeiras, troféus. Entre os objetos expostos está um pouco da história de um dos desportistas carazinhenses que mais brilharam no futebol. Irno Lübke defendeu tanto Veterano quanto Glória, mas começou sua carreira no São José de Encantando. Adotou Carazinho em 1958 quando se casou com Enide Lübke. Depois de jogar em Carazinho, ele se transferiu para o Santo e jogou ao lado de Pelé. Lübke também defendeu a Seleção Brasileira, embora não tenha sido titular. Com a camisa verde amarela foi campeão Pan-Americano na Costa Rica em 1963. Antes de encerrar a carreira ainda passou por Grêmio, Rampla Juniors de Montevidéu e Pelotas. Outras peças em destaque – algumas pertencentes a instituição e outras emprestadas por desportistas locais - são a camisa do Atlético campeão da Segundona em 1995 e um pôster publicado no Jornal Diário da Manhã homenageando a equipe que voltava para a elite do futebol gaúcho. A Copa do Mundo também ganhou destaque na mostra. Um cartaz traz informações sobre os países que disputarão o mundial. A camisa que será usada pela seleção de Felipão neste ano, a Brazuka, a bola oficial da Copa e uma obra de Ilse Ana Piva Paim. Clenara Muneroli, responsável técnica pelo Núcleo de Ciências Naturais do Museu Olivio Otto, diz que a intenção da exposição é resgatar a importância que Carazinho já teve no cenário gaúcho. “Foram vários nomes de destaque e muitos dos nossos jovens não tem conhecimento disso”, comenta, ressaltando que a expectativa é para um bom número de visitantes, uma vez que o tema é algo que interessa a maioria da população. “Acredito que as pessoas que fizeram parte desta história virão até o Museu para conferir a exposição. Além disso, esperamos um bom número de escolas. Várias já agendaram a visitação”, confirma. Na tarde de quarta-feira (14) estudantes do 2º ano do Ensino Médio da Escola General Osório, de Ibirubá estiveram no Museu. Conforme Clenara, quando o grupo de visitantes é grande, é importante que se faça o agendamento através do telefone 3331-2699 ramal 152. O Museu atende de terça a sexta-feira, de manhã e de tarde, e nos sábados à tarde.


Melhor Idade

Terça-feira, 10.12.2013, Passo Fundo

Guia

Diário da Manhã -

Quinta-feira, 15.05.2014 - www.diariodamanha.com

1

CARAZINHO

Foto: DM/Mara Steffens Nogueira

A voz da experiência

O assunto do momento é a Copa do Mundo. Todo torcedor tem um palpite, uma opinião sobre a atuação do time de Felipão. Uns concordam outros discordam da convocação do treinador da Seleção, mas certamente a maioria deseja que, jogando em casa, o Brasil faça bonito e conquiste o Hexacampeonato Mundial. Dirceu Weber (85) foi lateral e quarto zagueiro na juventude. O conhecido desportista carazinhense acompanhou várias copas que já foram realizadas até hoje e fala sobre suas expectativas par ao Mundial que começa em 28 dias.


2 - Diário da Manhã Diário da Manhã

2

Quinta-Feira, 15.05.2014 Carazinho

Terça-feira, 10.12.2013, Passo Fundo

2 a 3 % dos alcóolatras têm mais de 65 anos Ainda que maior parte das pesquisas e dos esforços por parte dos programas que combatem as adicções, enfoquem principalmente aqueles que caem nas garras do alcoolismo ainda jovens, esta é uma doença que pode apresentar-se em qualquer etapa da vida

Do ponto de vista médico, o alcoolismo é uma doença crônica, com aspectos comportamentais e socioeconômicos, caracterizada pelo consumo compulsivo de álcool, na qual o usuário se torna progressivamente tolerante à intoxicação produzida pela droga e desenvolve sinais e sintomas de abstinência, quando a mesma é retirada. Em seu portal na internet o médico Drauzio Varella esclarece que alguns fatores genéticos estão relacionados com a doença. “Sem desprezar a importância do ambiente no alcoolismo, há evidências claras de que alguns fatores genéticos aumentam o risco de contrair a doença. O alcoolismo tende a ocorrer com mais frequência em certas famílias, entre gêmeos idênticos (univitelinos), e mesmo em filhos biológicos de pais alcoólicos adotados por famílias de pessoas que não bebem”, comenta. De acordo com ele, estudos mostram que adolescentes abstêmios, filhos de pais alcoólicos, têm mais resistência aos efeitos do álcool do que jovens da mesma idade, cujos pais não abusam da droga. “Muitos desses filhos de alcoólicos se recusam a beber para não seguir o exemplo de casa. Quando acompanhados por vários anos, porém, esses adolescentes apresentam maior probabilidade de abandonar a abstinência e tornarem-se dependentes. Filhos biológicos de pais alcoólicos criados por famílias adotivas têm mais dificuldade de abandonar a bebida do que alcoólicos que não têm história familiar de abuso do álcool”, coloca.

Alcoolismo na terceira idade

Intoxicação Aguda O profissional diz que o álcool cruza, com liberdade, a barreira protetora que separa o sangue do tecido cerebral. “Poucos minutos depois de um drinque, sua concentração no cérebro já está praticamente igual à da circulação. Em pessoas que não costumam beber, níveis sangüíneos de 50mg/dl a 150 mg/dl são suficientes para provocar sintomas. Esses, por sua vez, dependem diretamente da velocidade com a qual a droga é consumida, e são mais comuns quando a concentração de álcool está aumentando no sangue do que quando está caindo”, analisa. Os sintomas da intoxicação aguda são variados: euforia, perda das inibições sociais, comportamento expansivo (muitas vezes inadequado ao ambiente) e emotividade exagerada. Há quem desenvolva comportamento beligerante ou explosivamente agressivo. “Algumas pessoas não apresentam euforia, ao contrário, tornam-se sonolentas e entorpecidas, mesmo que tenham bebido moderadamente. Segundo as estatísticas, essas quase nunca desenvolvem alcoolismo crônico”, informa. Com o aumento da concentração da droga na corrente sanguínea, a função do cerebelo começa a mostrar sinais de deterioração, provocando desequilíbrio, alteração da capacidade cognitiva, dificuldade crescente para a articulação da palavra, falta de coordenação motora, movimentos vagarosos ou irregulares dos olhos, visão dupla, rubor facial e taquicardia. O pensamento fica desconexo e a percepção da realidade se desorganiza. Ainda conforme o médico, quando a ingestão de álcool não é interrompida surgem letargia, diminuição da frequência das batidas do coração, queda da pressão arterial, depressão respiratória e vômitos, que podem ser eventualmente aspirados e chegar aos pulmões provocando pneumonia entre outros efeitos colaterais perigosos. Em não-alcoólicos, quando a concentração de álcool no sangue chega à faixa de 300mg/dl a 400 mg/dL ocorre estupor e coma. Acima de 500 mg/dL, depressão respiratória, hipotensão e morte.

Entre 2 a 3 % dos alcóolatras têm mais de 65 anos, mas em alguns casos, o alcoolismo é resultado de uma longa história de abuso, na maioria deles é uma forma de escapar de uma realidade difícil de assumir. Ainda que maior parte das pesquisas e dos esforços por parte dos programas que combatem as adicções, enfoquem principalmente aqueles que caem nas garras do alcoolismo ainda jovens, esta é uma doença que pode apresentar-se em qualquer etapa da vida. Segundo o Dr. Camilo Verruno, diretor do Programa Nacional de Controle do Uso Indevido do Álcool (CUIDA), nas pessoas com mais de 65 anos, o alcoolismo pode adotar duas formas. A forma terminal da alcoolização que caracteriza-se pela dependência física que as pessoas adultas atingem depois de um longo tempo – mais de dez anos - bebendo de forma constante (porém, acompanhada de um alimentação regular que permite a sobrevida). “Estes alcóolatras crônicos costumam estar bastante comprometidos e apresentam sinais característicos como a perda da memória e demência, entre outros”, explica o especialista no portal Boa Saúde. “Entretanto, é mais comum o caso dos abusadores. Adultos com uma má situação sócio-econômica, que vivem sozinhos e que normalmente são rechaçados por suas famílias, recorrem ao álcool (geralmente de má qualidade) para obter o efeito da droga. Utilizam uma substância aditiva como o álcool, para escapar de uma realidade que não podem assumir”, continua. Mas quais são os efeitos sobre a saúde de quem padece desta enfermidade? As conseqüências a longo prazo são muitas, afetando o organismo de diversas formas. Do ponto de vista nutricional, a diminuição dos valores de ácido fólico, ferro e niacina que acompanham o alcoolismo, favorecem a aparição de anemias, lesões cutâneas, diarréia e depressão.

As alterações gastrintestinais do alcóolatra afetam o esôfago (inflamação e câncer), o estômago (inflamação e úlceras), o fígado (hepatite, cirrose e câncer) e o pâncreas (pancreatite, baixos valores de açúcar no sangue e câncer). Quanto às complicações cardiovasculares, as principais são: arritmia, insuficiência cardíaca, hipertensão arterial e arteriosclerose. Do ponto de vista neurológico, as conseqüências do alcoolismo abrangem uma ampla gama que vai do mais leve ao mais grave: confusão, coordenação reduzida, limitação da memória de curto prazo, deterioração dos nervos que controlam os movimentos dos braços e das pernas, psicose e acidentes cerebrovasculares. Ainda conforme Verruno, o impacto da dependência, tanto psicológica como física, gerada pelo álcool interfere com a capacidade de relacionar-se e trabalhar, e pode gerar também um grande número de condutas autodestrutivas. O constante estado de embriaguez da pessoa alcóolatra pode alterar as relações familiares e sociais e as estatísticas demonstram que é uma freqüente causa de divórcio. Com respeito aos problemas profissionais, a ausência que acompanha o alcoolismo é uma comprovada causa de desemprego.

Fundador Jornalista Túlio Fontoura (1935 1979) Presidente-Emérito Dyógenes Auildo Martins Pinto (1972 1998) Vinícius Martins Pinto (1997 2003)

www.diariodamanha.com

Editora: Mara Steffens Nogueira Diagramação: Tiago A. Moreira Contato: (54) 3329-9666

Os grupos de Alcoolicos Anônimos estão presentes em quase todas as cidades brasileiras e desenvolvem apoio importante na luta dos dependentes desta droga. Em Carazinho as reunião ocorrem todas as terças e quintas-feiras, a partir das 20h, junto ao Mofecom, nos fundos da Secretaria de Saúde.

Presidente Janesca Maria Martins Pinto Vice-Presidente Ilânia Pretto Martins Pinto Diretor Executivo Rogel Mello @jornal_dm www.facebook.com/diariodamanha


Terça-feira, 10.12.2013, Passo Fundo

Diário da Manhã -

O que esperar da Seleção Brasileira?

3

Diário da Manhã

Dirceu Weber, desportista bem conhecido em Carazinho dá sua opinião sobre a convocação de Felipão e diz o que espera da Seleção Brasileira na Copa Mara Steffens Nogueira mara@diariodamanha.net O assunto do momento é a Copa do Mundo. Todo torcedor tem um palpite, uma opinião sobre a atuação do time de Felipão. Uns concordam outros discordam da convocação do treinador da Seleção, mas certamente a maioria deseja que, jogando em casa, o Brasil faça bonito e conquiste o Hexacampeonato Mundial. Dirceu Weber foi lateral e quarto zagueiro na juventude. O conhecido desportista carazinhense acompanhou várias copas que já foram realizadas até hoje. Tinha 21 anos quando em 1950 o Brasil sediou a competição pela primeira vez. Garante que irá torcer para o Brasil mas não acredita que o time seja o campeão. A aposta dele é na Espanha. “Sou brasileiro e por isso irei torcer, mas não estou confiante. Existe muita coisa, muito dinheiro envolvido nisso. Acho que a Espanha vencerá, embora o Brasil tenha a derrotado recentemente, mas penso que desta vez os espanhóis nos vencem”, comenta. Weber aponta que o futebol nos clubes de forma geral não está muito bem e analisa que os jogadores estrangeiros é que estão fazendo diferença nas equipes brasileiras. “Não vejo um time que esteja jogando bem. Os castelhanos estão nos “surrando”. Venceram Atlético-MG, Cruzeiro, Botafogo, Flamengo. Não temos mais jogadores que dão confiança ao torcedor”, opina, referindo-se a participação dos brasileiros na Libertadores da América.

3

Quinta-Feira, 15.05.2014 Carazinho

Fotos: DM/Mara Steffens Nogueira

Sobre a convocação, Weber critica a pouca participação de jogadores que atuam no Brasil. “Os que jogam aqui tem mais garra, mais raça. Outra coisa que observei é que são atletas muito “miúdos”. O próprio Neymar. É ótimo jogador, mas machuca-se facilmente por causa do seu tipo físico. Acho que estamos dependendo muito dele. Se não acontecer nada, e tomara que não aconteça, mas ele é que pode fazer a diferença”, argumenta. Hoje com 85 anos, Darci Weber ele coleciona boas lembranças da época em que o esporte em Carazinho tinha grande destaque. Ele nasceu numa família apaixonada pelo futebol já que o Grande Hotel, administrado pelos pais, praticamente era a sede do Grêmio Atlético Glória. “A mãe e o pai ajudaram a plantar a grama do campo do Glória. A minha mãe adotou o time. Ela ia para os jogos levando leite e distribuía para os jogadores no final. Era a maneira que ela tinha de manter a equipe unida e concentrada”, conta. No corredor do apartamento onde mora ele expõe um pôster do Glória campeão estadual em 1956. Dez anos antes a equipe havia chegado a final, mas perdeu para o Ferrocarril de Uruguaiana. Olhando a imagem, ele aponta com orgulho e saudade o colega Irno Lübke, que jogou ao lado de Pelé no Santos, em 1960. “Ele chegou a Seleção Brasileira, mas era reserva. Quando faleceu, foi sepultado aqui em Carazinho vestindo a camisa da Seleção”, revela Weber.

Dirceu Weber, aos 85 anos, fala da expectativa para o mundial, além de dar opiniões na escalação

Há 28 dias do mundial Após divulgar a lista de 23 jogadores para defender a seleção brasileira na Copa do Mundo na última quarta-feira, o técnico Luiz Felipe Scolari completou nesta terça-feira a relação de 30 nomes que precisa ser enviada à Fifa com a inclusão de sete atletas que fazem parte de uma "lista de espera", que pode ser acionada caso ocorra algum corte. Fazem parte da lista Diego Cavalieri (goleiro), Rafinha (lateral-direito), Filipe Luis (lateral-esquerdo), Miranda (zagueiro), Lucas Leiva (volante), Lucas (atacante) e Alan Kardec (atacante). Assim, a nova lista não conta com jogadores experientes, como o atacante Robinho e os meias Kaká e Ronaldinho Gaúcho, que lideraram a seleção brasileira em outros Mundiais e ficarão fora da Copa no país. A preparação da seleção brasileira terá início no dia 26 de maio, com a apresentação dos jogadores na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). Nos primeiros dias os jogadores passarão por exames médicos e testes psicológicos. Os treinos começam no dia 29. Antes do Mundial, os comandados de Felipão farão amistosos contra Panamá (3 de junho, em Goiânia) e Sérvia (6 de junho, em São Paulo). O Brasil abre a Copa do Mundo no dia 12 de junho, contra a Croácia, às 17h (horário de Brasília), no Itaquerão, em São Paulo. A seleção ainda terá como adversários na primeira fase o México (17 de junho, em Fortaleza) e Camarões (23 de junho, em Brasília).

Planos de saúde crescem impulsionados por terceira idade

A faixa etária com maior crescimento de beneficiários, em 2013, foi a de 59 anos ou mais Levantamento do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (Iess) mostra a expansão de planos individuais e empresariais no país, impulsionada, sobretudo, pela terceira idade. A faixa etária com maior crescimento de beneficiários, em 2013, foi a de 59 anos ou mais. O total de beneficiários nessa faixa cresceu 5,1% na comparação anual. Em contrapartida, o número de jovens até 18 anos, com plano de saúde, cresceu 3,4% em relação a 2012.

Foto: Divulgação

As informações fazem parte do boletim “Saúde Suplementar em Números”, produzido com base no banco de dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). O informativo está disponível no site do instituto. De acordo com o estudo, os beneficiários idosos chegaram a 6,1 milhões em 2013, equivalendo a 12,1% do total de vínculos do país. O avanço dessa faixa etária também foi expressivo no segmento de planos exclusivamente odontológicos, totalizando 1 milhão de vínculos e uma alta de 10,4% em relação ao acumulado de 2012. Com informações da Agência Brasil.

De acordo com o estudo, os beneficiários idosos chegaram a 6,1 milhões em 2013, equivalendo a 12,1% do total de vínculos do país


4 - Diário da Manhã Diário da Manhã

Quinta-Feira, 15.05.2014 Carazinho

Opinião

Terça-feira, 10.12.2013, Passo Fundo

Se existe amor, não pode haver escuridão!

Lovaine Streit Junges “Para ocupar-se consigo é preciso conhecer a si mesmo, para conhecer-se é preciso olhar-se em um elemento que seja igual a si; é preciso olhar-se em um elemento que seja o próprio princípio do saber e do conhecimento, e este princípio do saber e do conhecimento é o elemento divino. Portanto é preciso olhar-se no elemento divino para reconhecer-se: é preciso reconhecer o divino para reconhecer a si mesmo”. (Foucault) Cada ser humano reage de maneira única ao meio em que está exposto, em seu processo de desenvolvimento. Quando crianças, somos atentos ao olhar materno, ao afeto dos nossos pais. A presença ou a ausência desse olhar fará a grande diferença na nossa vida adulta. Na relação com o “outro”, marido, esposa, filhos, irmãos, amigos, estamos atrás desse olhar que nos conforta, nos confirma, nos conduz. Ele nos faz sentir amados e, sentir-se amado é sentir-se importante para alguém. Então, imaginem a tragédia que é uma velhice sem amor, se a vida inteira precisarmos do olhar do “outro”? Ao buscar a origem da tristeza, das dores, da depressão nos integrantes dos diferentes grupos, nos quais realizo atividades, um elemento comum se faz presente: o fato de ser ou não ser amado. O sentimento de um afeto esperado e não respondi-

do causa sofrimento e desencadeia no ser humano um movimento que o desestabiliza. Embora, há que se considerar que todos nascemos com uma carga genética que nos predispõe ou não às doenças, algumas vezes, o sofrimento é tão profundo que a única saída para a pessoa em resposta ao desamor, é adoecer. E aí surgem as dificuldades. Como lidar com isso? Uma primeira opção é buscar a ajuda dos remédios. Mas esta, nem sempre é suficiente, pois a tristeza que a pessoa sente gira em torno dela, não sai do lugar, não abre espaço a não ser para mais tristeza, numa lamuria sem fim, que não conhece esperança. E sem esperança, os remédios são deixados de lado. Como diz Mário, um senhor que trabalhou por muitos anos como motorista de caminhão: “-Nem mesmo que eu ganhasse uma “bolada” em dinheiro na loteria, não adiantaria de nada, eu não tenho vontade de fazer nada, nada! Eu vivo pelo amor que tenho pelo meu filho, mas não posso ter ele perto de mim!” Sem amor a vida perde o significado, não tem valor. No entanto, o fato da pessoa não se sentir amada, não quer dizer que o “outro”, pais, marido, filhos, amigos não a ame. Talvez eles não consigam amá-la como gostaria que amasse, mas a amam do seu modo, de acordo com as suas próprias experiên-

cias de vida. E como se não bastasse esse sentimento, ainda passamos a vida sem aprender a apreciar a nossa própria companhia. É preciso preenchê-la com muito barulho, com muita gente em volta. Uma senhora diz: “Eu preciso da televisão ligada, nem que eu não escute, mas tem que estar ligada!” Por que a quietude assusta? Contudo, esse meu dizer é um dizer vazio quando a pessoa, participante do grupo, está cheia de tristeza. Somente quando ela voltar o olhar para a alma, permitindo que esta a guie no cuidado de si mesma se torna possível modificar o pensamento: será que eu me amo, será que eu me aceito? Isso acontece quando me silencio e me escuto. O silêncio nos preenche, nele conseguimos ser inteiros. A partir desse aprendizado já não temos mais necessidade de estar rodeados de gente para sentir que somos amados. Não é mais necessário estar sempre negociando, barganhando amor. Gostamos das pessoas porque estamos plenos de nós mesmos. Sendo assim, seja eu, seja você um olhar sensível e atento capaz de “fisgar” no outro o melhor de si, os seus talentos mais preciosos. Talvez, se escolhermos caminhar por este caminho, a velhice não tenha tempo para ser nem solitária e nem sem amor!


Conexão

Quinta-feira, 15-05-2014 - www.diariodamanha.com

PASSO FUNDO - CARAZINHO - ERECHIM

Acidente entre seis veículos deixa duas vítimas fatais na BR 285 Fato ocorreu próximo ao acesso ao Bairro José Alexandre Zacchia e deixou outras quatro pessoas ficaram feridas. Rodovia permaneceu bloqueada por várias horas

A noite de quarta-feira (14) terminou trágica em Passo Fundo. Um acidente envolvendo seis veículos deixou dois mortos e quatro feridos no Km 298 da BR 285, próximo ao acesso ao Bairro José Alexandre Zacchia. O fato ocorreu por volta das 21h e, de acordo com informações da Policia Rodoviária Federal, teria iniciado com uma ultrapassagem mal sucedida. Conforme o relato de policiais no local, o Ford Fusion, com placas de Passo Fundo, que seguia no sentido Carazinho/Passo Fundo fazia a ultrapassagem de vários veículos, quando colidiu na traseira do Honda/Fit, com placas de Balneário Camboriú, que, por consequência, bateu na traseira do Chevrolet/Kadet, com placas de Osasco São Paulo, e este em um quarto carro, um GM/Prisma, de Ciríaco. Um caminhão Mercedes Benz, de Tapejara, carregado com frutas, que vinha em sentido contrário, também se envolveu no acidente, colidindo frontalmente com um Ford /

FOTOS SIRLEI PAZINATO

Del Rey, com placas de Carazinho. As vítimas fatais foram Edivelton Eduardo Lucca, de 31 anos, de Sarandi, que estava no Kadet e um segundo homem, que estava no Del Rey e até o fechamento desta edição ainda não havia sido identificado. Os dois ficaram presos às ferragens. Com o impacto, os veículos Fusion e Prisma saíram do asfalto, indo parar cada um em uma margem da

rodovia. Já o Kadet permaneceu no meio da pista enquanto o Del Rey e o caminhão Mercedes Benz ficaram presos um ao outro no acostamento. A pista foi interrompida nos dois sentidos por diversas horas e a área isolada, sendo que dezenas de pessoas estavam em volta do local, acompanhando a ação dos policiais e Bombeiros que atenderam a ocorrência. Por volta das 22h30min, peritos do Instituto

Geral de Periciais faziam a avaliação do local. Os feridos são Mauricio Roman da Silva, de 26 anos, que teria fraturado a coluna e Daiane da Silva Medeiros, de 30 anos, que teve ferimentos leves, ambos estavam no Fusion e foram conduzidos ao Hospital São Vicente de Paulo. Evandro Marcos Lucca, de 39 anos, que estava no Kadet e Adilson Dias de Chaves, também de 39 anos, que estava no caminhão

foram conduzidos ao Hospital da Cidade e passam bem. Ainda conforme informações preliminares da PRF, embora até o fechamento desta edição, ainda não houvesse confirmação sobre quem dirigia o Fusion, nem um dos dois ocupantes tem Carteira Nacional de Habilitação, sendo que o teste do etilômetro apontou consumo de álcool pelo rapaz e a moça teria se negado a fazer o teste.


GERAL DIÁRIO DA MANHÃ

2

Quinta-feira, 15.05.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

Desembargadora gaúcha recorre a deputado para chegar ao TST

Assis Melo (PCdoB) reuniu-se com a desembargadora para discutir maneiras de apoiá-la Candidata a uma vaga no Tribunal Superior do Trabalho (TST) em uma lista tríplice, a desembargadora e ex-presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 4ª Região, Maria Helena Mallmann, recorreu ao deputado federal, Assis Melo (PCdoB), para pedir apoio e a interlocução do comunista junto a outros parlamentares e a presidente, Dilma Rousseff, pela indicação do seu nome. Mallmann estava acompanhada da sua sucessora na presidência do TRT atualmente, Cleusa Regina Halfen. Maria Helena concorre à vaga deixada pelo ministro do TST, Carlos Alberto Reis de Paula, ao lado de outras duas candidatas de São Paulo e da Bahia. A desembargadora espera contar com o apoio do bancada gaúcha do Rio Grande do Sul, mas, especialmente das centrais sindicais e dos

trabalhadores. “Gostaria de chegar ao TST com o apoio da classe trabalhadora”, reforçou Mallmann, que tem mais de 30 anos de magistratura como juíza do Trabalho, assumindo inclusive a presidência da Associação de Magistrados Regional e Nacional. A partir do pedido, imediatamente, Assis chamou o deputado Roberto Santiago (PSD-SP), vice-presidente nacional da União Geral dos Trabalhadores (UGT). Ao ouvir o relato de Mallmann, Santiago disse que levaria o nome dela para apreciação da direção da central, mas que, pessoalmente, apoiaria a indicação da desembargadora gaúcha. Na sequência, Assis chamou o sindicalista gaúcho Miguel Salbarry Filho, da UGT do RS, para apresentar Mallmann. Salaberry comprometeu-se de imediato com o apoio da UGT do RS à desembar-

FOTO ROBERTO CARLOS DIAS/DIVULGAÇÃO

Deputado Roberto Santiago, desembargadora Mallmann, deputado Assis Melo e presidente do TRT 4ª Região, Cleusa Regina gadora. Ele é presidente do Sindicato dos Empregados em Clubes Esportivos do Estado do Rio Grande do Sul. Após fazer essa mediação, Assis apresentou Mallmann e Cleusa à bancada do PCdoB para que

pudessem expor a ideias e propostas para chegar até o TST. A desembargadora conta inclusive com apoio da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB-RS), da qual Assis também dirigente, e Central

Única dos Trabalhadores (CUT). Entre as propostas, a desembargadora promete se unir a grupo de ministros contrários ao PL 4330, que trata da terceirização, e fazer a defesa da unicidade sindical.

Empresas na legalidade Mudança do Simples Nacional diminui a informalidade de empresas e prestadores de serviços A Câmara dos Deputados aprovou esta semana o texto principal do Projeto de Lei que altera o sistema de tributação das micro e pequenas empresas e universaliza o acesso do setor de serviços ao Simples Nacional (Supersimples). O texto aprovado modifica o enquadramento com base no faturamento e não mais por categoria, ou seja, as empresas que faturam até R$3,6 milhões por

Presidente

Vice-Presidente

Janesca Maria Martins Pinto

Diretor Executivo

Ilânia Pretto Martins Pinto

Rogel Mello

@jornal_dm www.facebook.com/diariodamanha

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência,917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800

ano poderão se beneficiar do regime tributário simplificado. De acordo com o advogado Thiago Massicano, especialista em direito empresarial, a mudança no texto do Lei do Simples Nacional ( Lei 123/2006) é positiva porque poderá colaborar com a diminuição da informalidade de empresas e prestadores de serviços e ainda aumentar a arrecadação do fisco. “Até então, na lei estava prevista uma lista de quais objetos sociais e empresas poderiam se enquadrar no Simples, com a mudança no texto todos os comércios, indústrias

e prestadores de serviços que faturam até 3,6 m poderão se beneficiar de um regime tributário simplificado, em outras palavras, isso poderá regularizar os informais no mercado de trabalho e aumentar a arrecadação do fisco”, explica. Thiago comenta que a mudança no conceito do Simples Nacional é uma solicitação de vários setores empresariais, desde o início da Lei, em 2006, e defende alteração da Lei como uma forma de afastar a informalidade e instruir os mecanismos tributários em uma unificação de tributação.


GERAL

Pesquisa apresenta o perfil dos municípios brasileiros

DIÁRIO DA MANHÃ

3

Quinta-feira, 15.05.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

Abordando especificamente o tema Assistência Social, estudo do IBGE reflete a realidades do País e possibilita identificar carências dos municípios O IBGE, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, divulgou nesta quarta-feira (14), os resultados da Pesquisa de Informações Básicas Municipais realizada em 2013 nas prefeituras dos 5.570 municípios brasileiros, relativamente ao tema Assistência Social. Os dados apresentados estão agregados por classes de tamanho da população dos municípios, Grandes Regiões e Unidades da Federação, e abrangem os principais eixos temáticos da pesquisa. As informações refletem as diferentes realidades do País e possibilitam identificar as carências existentes nos municípios brasileiros no tocante à rede de assistência social, fornecendo importantes subsídios tanto para a regulação da qualidade dos serviços como no que concerne à partilha e aos repasses de recursos públicos.

Dados A pesquisa apontou que entre 2009 e 2013, o número de Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) aumentou 44,9%, passando de 5.499 em 4.032 municípios para 7.986 em 5.437 municípios. O Nordeste concentrou a maior proporção de municípios com presença de CRAS (99,5%) e a menor ficou no Sul (96,1%). Já os Centros de Convivência, que apoiam o trabalho social com famílias desenvolvido no CRAS, passaram de menos de um terço dos municípios em 2009 para mais da metade dos municípios em 2013, com destaque para o Centro-Oeste, com 69,9% de abrangência. Em 2013, foram contabilizados 510 Centros-Dia (equipamentos

de proteção social especial para pessoas com deficiência, idosas e suas famílias) presentes em 290 municípios (5,2% do total). Já as unidades de atendimento ao adolescente em conflito com a lei, em 2013, eram 1.918, distribuídas em 1.240 municípios (22,3%). Em 2013, a existência de Abrigo Institucional ou Casa-Lar, que prestam serviços de proteção social especial de alta complexidade, foi reportada por 34,4% dos municípios. Os equipamentos destinados ao acolhimento de crianças e adolescentes totalizavam 2.907 unidades distribuídas em 1.613 municípios (29%). Já os dedicados ao atendimento de idosos são 1.780 unidades, em 1.131 municípios (20,3%).

Resultados do Rio Grande do Sul: 487 ou 98% dos municípios gaúchos realizam serviços de proteção básica; 392 ou 78,9% dos municípios gaúchos realizam serviços de proteção especial; 350 ou 70,4% dos municípios gaúchos realizam serviços de proteção especial de média complexidade; 287 ou 57,7% dos municípios gaúchos realizam serviços de proteção especial de alta complexidade; 421 ou 84,7% dos 497 municípios do Rio Grande do Sul tem política de Assistência Social que atende grupos específicos. Quantidade de municípios conforme o grupo atendido e o percentual que os municípios de cada grupo representam do total de municípios do Estado: Povos indígenas: 65 (13,1%); População em situação de rua: 97 (19,5%); Comunidades quilombolas: 51 (10,3%); Catadores de materiais recicláveis: 137 (27,6%); Ribeirinhos: 33 (6,6%); Agricultores familiares: 339 (68,2%); Povos ciganos: 7 (1,4%); Assentados da reforma agrária: 59 (11,9%); Pescadores artesanais: 42 (8,5%). Quantidade de municípios gaúchos que possuem unidades físicas da rede sociassistencial, conforme o tipo de unidade. Quantidade de municípios e o percentual que cada um tem com cada tipo de unidade: Centro de referência da assistência social (CRAS): 470 (94,6%); Centro de convivência: 219 (44,1%); Centro da juventude: 44 (8,9%); Centro de referência especializado de assistência social (CREAS): 91 (18,3%); Centro de referência especializado para população em situação de rua (Centro POP): 11 (2,2%); Centro dia: 23 (4,6%); Unidade de atendimento ao adolescente em conflito com a lei: 99 (19,9%); Abrigo ou Casa lar: 197 (39,6%).

Pesquisa

O Suplemento de Assistência Social da Pesquisa de Informações Básicas Municipais - MUNIC 2013 permitiu a atualização de informações sobre a infraestrutura, às atividades realizadas na sede dos órgãos gestores municipais e a estrutura existente para o gerenciamento da política de assistência social. Dois municípios não tinham estrutura para tratar da política e um município não respondeu ao questionário, portanto a pesquisa abrangeu 5.567 municípios. Além da estrutura das unidades da rede de serviços socioassistenciais, as informações pesquisadas foram: a infraestrutura do órgão gestor, recursos humanos, legislação e instrumentos de gestão, existência e estrutura de conselho municipal, gestão financeira, convênios e parcerias e serviços socioassistenciais.


ESPORTE DIÁRIO DA MANHÃ

4

Quinta-feira 15.05.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

Inter goleia o Cuiabá Com o placar de 4x1, equipe colorada está classificada para a próxima fase da Copa do Brasil

O Internacional venceu o Cuiabá-MT por 4 a 1 na noite de ontem (14), no Beira-Rio, e garantiu a passagem à terceira fase da Copa do Brasil (havia empatado em 1 a 1 o jogo de ida). Alex (2), Rafael Moura e Fabrício marcaram os gols colorados. Na próxima fase, o adversário será o vencedor do duelo entre Ceará e Chapecó. O time nordestino venceu o primeiro jogo, fora de casa, por 2 a 1. Agora, o Clube do Povo volta novamente as atenções para o Brasileirão. No próximo domingo (18), defenderá a liderança isolada do Brasileirão diante do Criciúma, em Santa Catarina.

FOTO ALEXANDRE LOPS

Beira-Rio só depois da Copa

O duelo com o Cuiabá foi o último jogo no Gigante antes da Copa do Mundo. A partir do dia 22 de maio, a FIFA assume o comando do estádio visando aos preparativos para os cinco jogos que a sede gaúcha receberá a partir do dia 15 de junho. Com isso, o Inter volta a jogar no Beira-Rio, onde está com 100% de aproveitamento desde a sua reinauguração, somente na segunda quinzena de julho.

Escalações

O técnico Abel Braga colocou em campo praticamente o mesmo time que havia iniciado diante do Atlético-PR, no último final de semana, pelo Campeonato Brasileiro. Apenas o zagueiro Paulão, com uma lesão muscular, ficou de fora. Ernando entrou em seu lugar. O Cuiabá, por sua vez, veio com um time misto, com cinco titulares e seis reservas. Isso porque o time da capital do Mato Grosso prioriza a disputa da Série C do Brasileirão.

Preparação tricolor em dois turnos Enderson Moreira treina setorização no Olímpico Na atividade de ontem (14), o técnico gremista, Enderson Moreira promoveu um treinamento de setorização no gramado suplementar do estádio Olímpico. Divididos em duas equipes, os atletas participaram de um coletivo que indicou o time que vai a campo contra o Fluminense, no domingo (18). De um lado, o ataque titular do Grêmio, formado por Barcos e Dudu na atividade, enfrentava o sistema defensivo que deve ir a campo no domingo, com Pará, Werley, Bressan e Breno. De um lado do campo, o preparador Rogério Godoy trabalhava em separado com os goleiros. Após a atividade, o lateral-esquerda Wendell concedeu entrevista coletiva para se despedir do torcedor gremista. Acompanhado do executivo de futebol do Clube, Rui Costa, o atleta falou sobre o seu futuro e agradeceu o carinho do torcedor. FOTO LUCAS UEBEL / GRÊMIO FBPA

Divididos em duas equipes, os atletas participaram de um coletivo que indicou o time que vai a campo

Colorado mantém 100% de aproveitamento no Beira-Rio em 2014

Todos os jogadores estão convocados ou pré-selecionados As 32 seleções estão com suas listas de convocados prontas. A partir da seleção provisória de 30 nomes, as federações precisarão apresentar a lista definitiva com 23 jogadores até o dia 2 de junho Os técnicos das 32 seleções que disputarão a Copa do Mundo começaram a escalar os jogadores que defenderão as cores de seus países no torneio. A expectativa que rondou o anúncio dos escolhidos pelo técnico Luiz Felipe Scolari no dia 7 de maio, tomou conta de outros torcedores e dos amantes do esporte ao redor do planeta. Candidatos a craques do Mundial, nomes como o do argentino Messi, do português Cristiano Ronaldo e do brasileiro Neymar eram certos. No entanto, estrelas de grandes clubes, como o francês Nasri (Manchester City - Inglaterra), o argentino Tevez (Juventus - Itália), o alemão Mario Gómez (Fiorentina - Itália), o zagueiro inglês John Tery (Chelsea - Inglaterra) e o lateral holandês

Van der Wiel (PSG - França) ficaram de fora das listas. Outros atletas não foram chamados por problemas de lesões, como os atacantes Theo Walcott da Inglaterra e Christian Benteke da Bélgica, além do zagueiro Bryan Oviedo da Costa Rica e do goleiro espanhol Victor Valdés. Enquanto isso, torcedores da Colômbia nutrem esperanças pela recuperação do astro da equipe. O atacante Falcao García foi pré-convocado, mesmo se recuperando de uma cirurgia no joelho, assim como o meio-campista chileno Arturo Vidal, que passou por uma artroscopia. O alemão Sami Khedira se recuperou do rompimento dos ligamentos cruzados do joelho e voltou a jogar recentemente, tendo mais chances de estar na Copa.

Listas

As listas de jogadores convocados ou préselecionados das 32 equipes que vão participar da Copa do Mundo foi repassada à FIFA na terça-feira (13). A partir da lista provisória de 30 nomes, as federações precisam, então, apresentar a lista definitiva com 23 jogadores (entre os quais, três goleiros) até o dia 2 de junho. No dia 5 de junho, às 17h (de Brasília), a FIFA publicará uma lista com todos os jogadores que disputarão o Mundial, contendo dados relevantes sobre cada um, como idade, altura, clube e número de jogos e gols pela seleção. Um jogador da lista definitiva só poderá ser substituído se ele sofrer uma grave contusão até 24 horas antes do primeiro jogo da fase de grupos da sua equipe. Além disso, a lesão deve ser confirmada pelo Comitê Médico da FIFA. O jogador substituto, porém, não precisará necessariamente ter sido chamado para a lista provisória.


Carazinho  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you