Issuu on Google+

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

1


2 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

3


4 - DIÁRIO DA MANHÃ

GERAL

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

GERAL

DIÁRIO DA MANHÃ -

5


6 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

7


8 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

9


10 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

11


12 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

13


14 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

15


16 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

17


18 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo

DIÁRIO DA MANHÃ -

19


20 - DIÁRIO DA MANHÃ

Terça e Quarta-feira, 4 e 5.03.2014 , Passo Fundo


Conexão

Sábado e domingo, 3 e 4-05-2014 - www.diariodamanha.com

PASSO FUNDO - CARAZINHO - ERECHIM

À espera da justiça Milhares de pessoas se reúnem para pedir punição pela morte dos dois agricultores de Faxinalzinho e uma resposta do Governo Federal para o impasse que já dura há mais de 10 anos FOTOS JÉSSICA FRANÇA E LUCIANO BREITKREITZ

Jéssica França jessica@diariodamanha.net

Aos poucos o Município de São Valentim, que fica localizado a 35 km de Erechim, foi sendo invadido por agricultores da Região Norte do Estado, no início da tarde desta sextafeira (2), quando parte da RS 480 foi bloqueada. Um protesto que foi marcado com intuito de pedir justiça pela morte dos dois agricultores, Alcemar Batista de Souza e Anderson de Souza, de Faxinalzinho. A manifestação ocorreu em um dos trevos de acesso à cidade e reuniu milhares de agricultores de toda a região, incluindo representantes do Mato Preto e Sananduva, que também vêm sofrendo com o processo de demarcação de terras indígenas. Em caminhada, eles seguiram até o Fórum da Comarca de São Valentim, onde entoaram o Hino Nacional e um dos familiares das vítimas agradeceu pela mobilização. De cima de um caminhão, as lideranças regionais, deputados estaduais e federais, explanavam seu descontentamento com a tragédia que foi anunciada. Em todos os discursos ficou claro que a justiça deve ser feita e que esse crime não pode ficar impune, além de pedido

Agricultores se mobilizam por justiça de uma posição da justiça, no âmbito federal, com relação à demarcação de terras. “Esse protesto foi organizado com urgência, pelo fato de ter acontecido essas mortes e porque não queremos que isso caia no esquecimento. Queremos mobilizar a população e que a justiça seja feita e não de forma lenta”, afirma o prefeito de Faxinalzinho, Selso Pelin. O protesto foi organizado pela Prefeitura e pela Associação dos Moradores do Munícipio de Faxinalzinho. Conforme o presidente da Associação, Ido Marcom, são 170 famílias que vivem na região do Coxilhão Aparecida e que estão sofrendo há 12 anos por uma definição com relação às propriedades rurais. “Nessa mobilização temos reunidos o pessoal do Mato Preto, de Sananduva e dos Sindicatos. Porque queremos justiça, queremos paz e que o governo resolva esse conflito”, disse. O presidente da Cotrel - Cooperativa Tritícola de Erechim, Luiz Paraboni Filho, esteve re-

Agricultores querem audiência com a presidente Dilma De acordo com o coordenador geral da Sutraf Sul - Sindicato Unificado dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Alto Uruguai, Rui Valença, a entidade já teve várias conversas com o Ministério da Justiça, sem avanço algum sobre o caso de demarcação de terras, por isso que a na última terça-feira (29), a entidade solicitou uma audiência com a Presidente da República, Dilma Rousseff. “A posição da Fetraf Sul foi sempre de tentar construir alternativas para o problema, foram inúmeras vezes que fizemos alertas paras autoridades e não fomos ouvidos. Então isso aconteceu porque não tivemos uma ação do Governo Federal, em suma do Ministério da Justiça, que propunha uma alternativa viável e concreta para resolver esse problema. Estamos pedindo uma audiência com a presidente Dilma, porque nos últimos dois anos tivemos inúmeras reuniões com o Ministério da Justiça

e infelizmente não conseguimos resolver, então, entendemos que saiu da esfera da justiça e passou à presidência. Com uma ordem ou decisão da dela para que isso se resolva”, acredita. Conforme Valença o que as famílias e entidades envolvidas com a agricultura familiar querem é a volta da paz e da tranquilidade para que possam continuar produzindo alimentos como sempre produziram. “O Ministério da Justiça já nos conhece, já sabe do problema, porém não sei se tem autoridade, se não tem vontade política ou o que está faltando para resolver. Porque existem decisões políticas e jurídicas, mas o que falta mesmo é tomar a decisão e partir para execução. O que não podemos é correr o risco, é que voltem a ocorrer mais mortes, temos que preservar a vida seja de que lado for”, salienta.

presentando a empresa que é formada por agricultores de toda a Região Alto Uruguai. “Estamos completamente indignados com o que aconteceu, achamos totalmente injusto para um povo trabalhador que busca não somente o sustento da própria família, mas também levar alimentos para o Brasil e para o mundo. Entendemos que o Governo e a Justiça Federal precisam resolver isso da melhor forma e o mais rápido possível, porque isso pode desencadear daqui a pouco uma chacina e isso está anunciado pelas autoridades,

que parecem não querer resolver. Dai a terra do índio para o índio e deixa aquilo que é do produtor rural para ele, já que comprou, pagou, tem escritura e não roubou, não tirou de ninguém. Nossa posição é a favor de quem produz, dos produtores rurais porque a Cotrel é formada por produtores rurais e isso é um problema do produtor rural. Ninguém mais aguenta, nem tem descanso e quando a justiça não resolve as pessoas acabam resolvendo do seu jeito e isso pode causar mais mortes”, alerta o dirigente. Segue na pg2


REGIão Diário da Manhã

2

Famurs manifesta preocupação com os conflitos

Sábado e domingo,

A Federação das AssociaPasso Fundo Erechim ções dos MuCarazinho nicípios do Rio Grande do Sul (Famurs) manifestou, através de nota, o profundo pesar e preocupação pelos recentes episódios ocorridos em Faxinalzinho. “O clima tornou-se insustentável muito em função da publicação de atos oficiais que determinam a demarcação de territórios indígenas no Estado, potencializando a animosidade entre a população. Áreas enormes de comunidades gaúchas estão sendo ameaçadas, injus3 e 4.05.2014

tamente, de expropriação. Ações desse tipo, tomadas por decreto – sem discussão, sem prudência, de forma vertical – ferem prerrogativas basilares do processo democrático e do Estado de Direito”, diz o documento. A Federação ainda defende que toda e qualquer decisão sobre a demarcação de territórios para fins sociais deva ser feita a partir de um amplo debate e que essa discussão precisa envolva não apenas os órgãos do Estado, mas também os municípios, suas entidades representativas e comunidades locais. “Para a os prefeitos

gaúchos, a sonhada igualdade não será alcançada com invasões, expropriações e injustiças. Ela só será conquistada quando as demandas de diferentes parcelas da população forem conciliadas, sem favorecer um gru-

po em detrimento de outro. Manifestamo-nos, portanto, exigindo que as autoridades competentes cumpram o seu papel de defender a população e impeçam a propagação de novos atos de barbárie”, conclui a nota.

Sindicato Rural de Carazinho

O Sindicato Rural de Carazinho também lamentou a mortes dos dois agricultores e disse tratar-se de uma tragédia anunciada. “Essa política não se baseia no apoio e integração das comunidades indígenas à sociedade brasileira, mas em uma lógica absurda de criação desenfreada de territórios isolados para, em tese, acomodar indígenas dispersos e buscar fazer com que estes voltem a seu estilo de vida de 600 anos atrás, nas mesmas condições que viviam à época, negando-lhes acesso aos avanços obtidos através do desenvolvimento e tornando-os assim cidadãos brasileiros”. Conforme o Sindicato, a política indigenista é equivocada e precisa ser revista imediatamente. “Ela se baseia na obtenção de terras produtivas e legítimas, particularmente de pequenos produtores, em flagrante desrespeito do direito constitucional à propriedade privada pelo cidadão do campo. Mais uma vez fica clara a urgência necessária do Estado Brasileiro, não só neste momento de agravo, garantir a segurança e a paz entre os brasileiros, e tome prioridade o estabelecimento de regras objetivas para o processo de atendimento das determinações constitucionais, conforme a vontade do legislador constituinte. Num futuro próximo, você leitor poderá se encontrar na mesma situação, pois se uma área rural pode ser invadida, porque não uma área urbana?”, questiona a entidade.

www.diariodamanha.com Presidente

Vice-Presidente

Janesca Maria Martins Pinto

Diretor Executivo

Ilânia Pretto Martins Pinto

Rogel Mello

@jornal_dm www.facebook.com/diariodamanha

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência,917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800

Protesto foi realizado em um dos trevos de acesso a cidade de São Valentim na RS 480

Área ocupada por indígenas foi devolvida ao proprietário Na tarde de sexta-feira (2), aconteceu a primeira reintegração de posse de uma área ocupada por índios, às margens da ERS 324 em Pontão. De acordo com o presidente da associação dos produtores rurais de Pontão, Jair Rodrigues, a reintegração de posse dessa área foi conseguida na Justiça Federal. “Tínhamos ganho na Justiça Federal a ação de reintegração de posse, mas o Ministério Público Federal e a Funai recorrem da decisão à Porto Alegre. Ganhamos lá tam-

bém e retornando o processo para Passo Fundo o juiz determinou que o local fosse desocupado em 30 dias, prazo que venceu no dia 01. Por isso viemos até a propriedade em um grupo de 60 produtores para tomar posse da área”, relata Rodrigues. O presidente aponta que os índios acamparam na região em junho de 2013. “Desmanchamos as casas e barracos que estavam na terra e agora estamos preparando o terreno para o plantio”, finaliza.


REGIão Opções alternativas para o Dia das Mães Acontece neste final de semana mais uma edição do Bazar do Lions. O evento conta com diversos produtos artesanais fabricados especialmente para a data comemorativa Quem for ao Bazar do Lions neste final de semana irá se deparar com uma vasta diversidade de produtos artesanais feitos especialmente para o Dia das Mães. O evento, que ocorre no Bourbon Shopping, trará novamente opções variadas de presentes, utilitários e demais objetos produzidos por artistas e artesãos de Passo Fundo e região. O evento, além de apresentar estas opções, também tem outro viés. Passado o período de vendas, todo o dinheiro que for arrecadado será destinado a entidades sociais. “Deste modo, o Bazar

Foto JULIA MAZIERO POSSA

Artigos de decoração e objetos utilitários podem ser vistos no Bazar do Lions

envolve não somente artistas que mostram seu trabalho e visam o lucro, mas também há a possibilidade de ajudar outras pessoas necessitadas de auxílio”, explica a organizadora da feira, Jaci Benk de Albuquerque. Entre os vendedores, todos se adéquam as vendas conforme seus produtos. Conforme uma das vendedoras do grupo Mãos Fraternas, do Centro Espírita de Caridade André Luiz, Maria do Carmo, nesta época são vendidos muitos aventais, puxa-sacos e tapetes, além de demais adereços dados como presente na data. “Este ambien-

Diário da Manhã

3

Sábado e domingo, 3 e 4.05.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

te é muito proveitoso. A participação do público é muito boa, vendemos bem e nos dá lucro. É muito bom mesmo”, destaca. Entre os estandes Nelia Noello mostra os produtos que fabrica junto da família. Para ela, o Bazar é uma oportunidade maior de produtos únicos criados pelas mãos de cada artista. “É muito bom, tanto para quem compra quanto para quem vende”, pontua. Quando: Neste final de semana (3 e 4 de maio) Onde: Bourbon Shopping Horário: Das 10h às 21h

Seminário aborda terceiro setor na área empresarial Evento trata das mias variadas formas de redução de custo e ganho de competitividade no desenvolvimento econômico e social de uma comunidade Um seminário abordando o terceiro setor e suas possibilidades dentro da área empresarial aconteceu nessa sexta-feira (2). O evento tratou de apresentar aos profissionais das áreas de gestão uma nova forma de utilização da ferramenta denominada de terceiro setor, mostrando sua ideal aplicabilidade e na visão de reduzir o custo e ganho quanto ao desenvolvimento econômico e social de uma sociedade. Destinado a entidades das mais variadas classes, administradores e

demais profissionais responsável por negócios públicos ou privados, o seminário apresentou base nos mais diversos temas da atual Constituição mesclados a obtenção de um novo pensamento entre as demais leis civis. Conforme o palestrante, Takashi Yamauchi, as informações servem, pois muitas pessoas ainda não conhecem a ferramenta correta a ser utilizada do Terceiro Setor na área empresarial, educacional e da saúde. “Como isso não é estudado na academia

e nem visto de forma adequada, muitas pessoas acham que é apenas para a criação de filantropia, o que é equivocado. Pelo contrário, ela pode ser usada por diversas formas, em diversas situações, como por exemplo, informar a população sobre seus reais direitos que muita gente desconhece”, explica. Segundo Yamauchi, ainda existe a necessidade de melhor rendimento desta ferramenta, para aproveitar ainda mais as ações sociais vistas pela sociedade.


REGIão Diário da Manhã

4

Sábado e domingo, 3 e 4.05.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

De volta ao ambiente natural

Pelo menos 13 animais, entre ele o jacaré capturado em Vila Lângaro foram libertados na natureza FOTOS ALESSANDRA PASINATO

ALESSANDRA PASINATO ale@diariodamanha.net

Aos poucos, as caixas fechadas eram abertas. O cativeiro deixava de ser uma realidade aos animais que estavam de volta ao ambiente natural, seu verdadeiro habitat. Da caixa, um gavião alçou voo longo por cima da barragem quase seca. O outro, com os músculos atrofiados, voou baixo e aos poucos foi se adaptando à nova realidade. Na beira do córrego, a tartaruga tigre d’água nem esperou tocar o chão e logo caiu dentro do leito, enquanto que os cágados levaram um tempo até descobrirem a água. As serpentes precisaram de um arpão para saírem das caixas, mas logo deslizaram para a mata fechada em busca de uma nova vida. O último animal a voltar para casa foi o jacaré do papo amarelo, capturado no início do mês em uma propriedade em Vila Lângaro

análise se podem ser soltos ou se vão para cativeiro. “Esses animais acabam saindo do meio ambiente por ter uma mudança de hábito e fi-

cam desprotegidos. Fazemos uma realocação, onde são capturados e devolvidos ao meio ambiente em local protegido”, aponta ele.

Habitat

Jacaré foi solto em uma área preservada não habitada, próxima a Passo Fundo e que, sem demora, deixou a caixa azul para uma área preservada não habitada, distante cerca de 15 quilômetros de Passo Fundo. Ao todo, foram 13 animais de quatro espécies diferentes que retornaram ao ambiente na tarde de sextafeira (2). A ação foi coordenada pelo Ibama, em parceria com o

Hospital Veterinário da Universidade de Passo Fundo (UPF), onde os animais estavam abrigados. Como explica o chefe do Ibama Passo Fundo, Flabeano Castro, os animais são oriundos de resgate de espécies que aparecem na zona urbana e de apreensão. Os animais passam por triagem e exame, tendo uma

A ação libertou dois gaviões, seis serpentes, quatro tartarugas e um jacaré. Conforme Castro, o Ibama tem uma rotina de soltura, onde uma vez ao mês, os animais capturados ou recolhidos são devolvidos em locais apropriados ou encaminhados a criadouros, no caso dos animais que não podem ser soltos. “Em geral, os animais que mais têm ocorrência de captura e soltura são tartarugas e serpentes, pequenos animais como gambá e ouriço que aprecem e que acabam sendo devolvidos à natureza”, frisa. As aves e as serpentes foram soltas dentro de uma unidade de conservação nacional que é Floresta Nacional de Passo Fundo (Flona), com autorização do chefe da unidade. “As aves sempre tem que ser soltas em ambiente intermediário, que tenha campo e floresta. A tendência delas é se alimentar nessa área”, explica o chefe do Ibama. O jacaré por não se uma espécie que já tenha sido avistada na Flona, não teve autorização para ser solto no local, por isso, foi liberto em fora da unidade de conservação, mas em uma área preservada, protegida e isolada da população. “Essa área foi estudada previamente e temos autorização do Núcleo de Fauna de Porto Alegre, para que seja solto no local, que foi escolhido porque tem todas as condições de água corrente, água parada, floresta e de alimentação, que é ideal para ele”, argumenta.


REGIão Diário da Manhã

5

As espécies

A médica veterinária da UPF, Micheli Ataíde, explica que uma equipe fez a triagem e avaliação dos animais, para avaliar o estado de saúde e ter a certeza de que não contaminariam outros animais do ambiente. “O jacaré estava em uma área urbanizada, com risco à saúde e segurança do animal, porque as pessoas acabam se aproximando e o animal pode se estressar. Hoje ele ocorre na região, mas não é espécie endêmica, foi introduzida e se habituou com clima e temperatura. As outras espécies são encontradas na região e foram capturadas em locais inadequados ou feridos por interação de urbanização”, aponta ela. Um dos gaviões foi encontrado com fratura e o outro com interação com fio de energia. Ainda, as serpentes foram encontradas em meio urbano e levadas ao Hospital Veterinário. “As serpentes, que todo mundo tem medo, na verdade, não atacam para atacar, elas que tem medo. O que acontecem são acidentes, porque elas não tem habitat ou falta comida e, por isso, procuram outros ambientes. Nesses casos, é imprescindível acionar as equipes especializadas para que se faça a captura. Elas têm função ecológica de controle de roedores, aranhas e mosquitos. Sem elas, acaba desequilibrando o ambiente e, assim, surgem as doenças”, constata a veterinária.

Sábado e domingo, 3 e 4.05.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

Flabeano Castro

Gavião foi liberto em área mista, com mata e campo aberto próximos

Animais introduzidos

Um dos cuidados que o Ibama prioriza, segundo Castro, é avaliar se o animal ocorre na região, para que não haja um desequilíbrio. “Alguns animais, como um jabuti que foi apreendido nos Correios e algumas serpentes, não tem ocorrência na região e temos quer mandar de volta ao local de origem. Na semana que vem, o bicho preguiça deve retornar ao Mato Grosso do Sul para ser solto, porque se for solto na região, pode causar desequilíbrio ou morrer”, comenta ele. O jacaré, segundo ele, não

é originário da região, mas como foi solto há muito tempo já houve população natural formada. Outro animal como as tartarugas, que também não eram comuns, já são encontradas, em razão da introdução humana. “As tartarugas ocorrem ao sul do Estado nos cursos naturais do Guaíba, em razão da soltura feita sem critérios pela comunidade, que compra os animais e depois joga no curso d’água”, considera. Conforme o biólogo, essa introdução causa desequilíbrio, em

“Esses animais acabam saindo do meio ambiente por ter uma mudança de hábito e ficam desprotegidos. Fazemos uma realocação, onde são capturados e devolvidos ao meio ambiente em local protegido”

razão de que a nova espécie começa a competir com a espécie nativa. Um exemplo, segundo ele, é o javali. “Temos duas espécies de porco do mato no Estado, o cateto e o queixada, e foi introduzido o javali. Ele compete pelo mesmo alimento e os animais nativos acabam morrendo de fome. Além disso, o javali acaba atacando os animais nativos, porque ele é agressivo e vai chegar o ponto em que só vai sobreviver o animal exótico”, conclui.


REGIÃO Diário da Manhã

6

Sábado e domingo, 3 e 4.05.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

Quase 26,9 milhões de contribuintes declararam renda

Na Delegacia da Receita Federal em Passo Fundo, que abrange 108 municípios da região norte do estado, foram entregues 134.273 declarações. Isso representa um incremento de 2% em comparação com 2013 Um total de 26.883.633 contribuintes enviaram a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física este ano. O número ficou levemente abaixo da estimativa da Receita Federal, que esperava receber 27 milhões de formulários. No ano passado, 26,1 milhões de pessoas físicas entregaram o documento. O prazo de entrega terminou às 23h59min59s dessa quarta-feira (30), horário de

Brasília. Quem não enviou o documento a tempo terá de pagar multa de R$ 165,74 ou 1% do imposto devido por mês de atraso, até atingir o

valor máximo de 20% do imposto devido. De acordo com a Receita, todas as declarações estarão processadas até o próximo dia 16.

Correção da tabela

A medida provisória (MP) com a correção da tabela do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), anunciada pela presidenta Dilma Rousseff no último dia 30, foi publicada sexta-feira (2) no Diário Oficial da União. Segundo o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal, “quando se corrige a tabela do IRPF abaixo da inflação oficial, todos os trabalhadores são prejudicados”. O percentual de correção da tabela é 4,5%. A MP também faz a correção da dedução simplificada opcional, que em 2014 será R$ 15.880,89 e para o ano-calendário de 2014 passa a ser R$ 16.595,53. Mesmo abaixo do índice de inflação, o governo estima impacto fiscal de R$ 5,3 bilhões para 2015.

Incremento de 2% no número de declarações na região

Na jurisdição da Delegacia da Receita Federal em Passo Fundo, que abrange 108 municípios da região norte do estado, foram entregues, até o dia 30/04/2014, um total de 134.273 declarações. Isso representa um incremento de 2% no número de declarações de 2014 entregues dentro do prazo, em comparação com o ano de 2013. Esse percentual representa um acréscimo de 3.092 declarações na jurisdição da Delegacia da Receita Federal em Passo Fundo. O número tende a aumentar com a entrega das declarações que serão entregues depois do prazo, que se encerrou na quarta-feira (30).

Município

Almirante Tamandaré do Sul

DIRPF 2014 DIRPF 2013 - Total Entregues A entregar em relação à em relação à 2013 2014 202

178

113%

-13%

Aratiba

540

485

111%

-11%

Aurea

353

334

106%

-6%

Barão de Cotegipe

659

650

101%

-1%

Barra Funda

370

334

111%

-11%

Carazinho

9.371

9.193

102%

-2%

Casca

1.445

1.442

100%

0%

Coqueiros do Sul

277

287

97%

3%

Coxilha

283

266

106%

-6%

Entre Rios do Sul

369

335

110%

-10%

Erebango

270

297

91%

9%

Erechim Ernestina Espumoso Estação Getúlio Vargas Gramado dos Loureiros

18.883

18.345

103%

-3%

454

446

102%

-2%

2.454

2.447

100%

0%

791

778

102%

-2%

2.577

2.561

101%

-1%

150

135

111%

-11%

Ibiaçá

698

702

99%

1%

Ibiraiaras

734

723

102%

-2%

Ibirapuitã

490

496

99%

1%

Ipiranga do Sul

317

315

101%

-1%

Lagoa dos Tres Cantos Marau Mato Castelhano Nao-Me-Toque Nicolau Vergueiro Passo Fundo

233

227

103%

-3%

5.722

5.443

105%

-5%

225

230

3.524

3.255

164 36.255

98%

2%

108%

-8%

170

96%

4%

35.399

102%

-2%

Pontão

282

276

102%

-2%

Sarandi

2.765

2.740

101%

-1%

Sertão Soledade

902

919

98%

2%

4.264

4.299

99%

1%

Tapejara

2.679

2.642

101%

-1%

Tapera

1.591

1.571

101%

-1%

Tio Hugo

403

396

102%

-2%

Vanini

223

226

99%

1%

Victor Graeff

690

653

106%

-6%

Vila Langaro

186

170

109%

-9%

108%

-8%

Vila Maria

449

414

2014

2013

DRF Passo Fundo - CAC

64.059

62.690

ARF Erechim

31.120

30.365

ARF Carazinho

28.015

27.247

ARF Lagoa Vermelha

11.079

10.879

134.273

131.181

Total


Economia Resumo financeiro

Confira o resumo financeiro da semana, elaborado pela Privatto Investimento MERCADO

Ibovespa: O Ibovespa fechou a 52.980,31 pontos registrando uma alta na semana de 3,08% (fechamento de 02/05/2014). Dólar: A moeda norte-americana fechou a R$ 2,2193, queda de 1,06% na semana. Petróleo: O barril (Brent) é cotado a US$ 108,54 FTSE 100 (ING): 6.822,40 pontos, com uma alta na semana de 2,04%. DAX 30 (ALE): 9.556,00 pontos, encerrando a semana com uma variação de 1,64%. CDI (Taxa diária 30/04 - anualizada): 10,80%

EUA Indicadores A economia americana fechou o mês de abril com a menor taxa de desemprego desde setembro de 2008: 6,3%. No mês, foram criados 288.000 empregos, este número está bem acima do previsto por analistas, que esperavam até 218.000 novos empregos, 70.000 abaixo do que ocorreu. A taxa de desemprego atingiu a mínima de 5 anos e meio de 6,3 por cento, sugerindo uma forte retomada na atividade econômica no começo do segundo trimestre. A taxa de desempregou caiu 0,4 ponto percentual, tocando o nível mais baixo desde setembro de 2008.

A economia dos Estados Unidos quase não cresceu no primeiro trimestre, o Produto Interno Bruto cresceu a uma taxa anual de 0,1 por cento nos três primeiros meses do ano, o ritmo mais fraco desde o quarto trimestre de 2012, isso representou uma forte desaceleração ante o ritmo de 2,6 por cento registrado no quarto trimestre de 2013. Economistas esperavam que o crescimento desacelerasse para uma taxa de 1,2 por cento. A desaceleração no primeiro trimestre, no entanto, deve ser temporária, e dados recentes indicaram força no final do trimestre.

BRASIL Indicadores

Economistas de instituições financeiras fizeram pequenos ajustes e a pesquisa Focus do Banco Central mostrou na última segunda-feira que os economistas interromperam sete semanas seguidas de alta ao reduzirem a projeção para o IPCA deste ano em 0,01 ponto percentual, a 6,50 por cento. Para 2015, a perspectiva para a inflação no Focus foi mantida em 6,00 por cento, enquanto nos próximos 12 meses os economistas veem o indicador a 6,00 por cento, 0,07 ponto percentual a menos. Em relação à taxa básica de juros, atualmente em 11 por cento, o Focus mostra que os economistas continuam vendo a Selic a 11,25 por cento no final deste ano, pela quinta semana seguida. Sobre o Produto Interno Bruto (PIB), os economistas consultados melhoraram levemente o cenário, elevando a perspectiva de expansão em 2014 a 1,65 por cento, ante 1,63 por cento. A presidente Dilma Rousseff decidiu abrir mão de R$ 5,3 bilhões com a correção de 4,5% da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) em 2015. A conta sobe mais R$ 3,6 bilhões com o reajuste de 10% do programa Bolsa Família. As medidas, que são uma espécie de pacote de bondades do Dia dos Trabalhadores, incluiu ainda a manutenção da política de valorização do salário mínimo. O governo federal publicou nesta quarta-feira, uma nova tabela de tributos sobre os fabricantes de bebidas frias. Com impostos maiores, bebidas podem subir no atacado, de acordo com cálculos feitos por empresas da área, como Ambev, Heineken, Coca-Cola entre outros, “pelo menos 5%”.

MUNDO

O número de pessoas sem trabalho na zona do euro teve uma leve queda em março mas permaneceu perto da máxima recorde, um sinal de que as famílias europeias ainda não sentiram a recuperação econômica do bloco e de que não devem ajudar a gerar crescimento

no curto prazo. Cerca de 18,91 milhões de pessoas estavam sem emprego na zona do euro em março, ou 11,8 por cento na população ativa, 22 mil a menos do que em fevereiro. Fonte: Exame.com

GESTÃO E EMPREENDEDORISMO A movimentação da economia na região e no Estado

Diário da Manhã

7

Sábado e domingo, 3 e 4.05.2014

„„* Passo Fundo, Erechim e Carazinho

Passo Fundo Erechim Carazinho

Procura do consumidor por crédito recua 1,1% A demanda do consumidor por crédito recuou 1,1% no 1º trimestre de 2014, quando comparada a igual período do ano anterior, de acordo com dados nacionais do Serviço Central de Proteção ao Crédito de Passo Fundo (SCPC). Na avaliação do valor acumulado em 12 meses (período que abrange abril de 2013 até março de 2014), houve retração de 0,6% em relação aos doze meses anteriores (abril de 2012 até março de 2013). Considerando os segmentos que compõem o indicador geral, a demanda por crédito no 1º trimestre de 2014 caiu 2,4% nas instituições financeiras e 0,2% nas não financeiras, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Em 12 meses acumulados, o setor financeiro recuou 1,5% e o não financeiro 0,3%. A economia encontra-se em um momento de reversão da política estabelecida até

meados do ano passado, encarecendo o custo dos empréstimos ao consumidor. Além disso, as incertezas em relação ao ambiente macroeconômico têm levado os consumidores a serem mais cautelosos. O presidente da CDL Passo Fundo, Agadir Stramari, comenta os dados. “A economia de fato está em um platô, porém, vemos que a re-

dução do volume de busca por crédito no setor não bancário é menor do que o setor bancário. Isto mostra que há consumo por parte das famílias, sendo o gatilho para uma recuperação econômica e uma retomada do crescimento” explicou. A observação de longo prazo nos permite ver a queda no ritmo de crescimento da demanda por crédito, conforme gráfico abaixo.

Superávit na balança comercial A balança comercial brasileira teve superávit (exportações maiores que importações), ficando positiva em US$ 506 milhões em abril. O valor é resultado de US$ 19,724 bilhões em exportações e US$ 19,218 bilhões em importações. Em março deste ano, houve superávit de US$ 112 milhões e, em abril do ano passado, déficit de US$ 989

milhões. Com o resultado de abril, o déficit acumulado neste ano, que em março chegou a R$ 6 bilhões, caiu para US$ 5,56 bilhões. As informações foram divulgadas sexta (2) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. No mês, a média diária das exportações, que corresponde ao volume financeiro vendido

por dia útil, ficou em US$ 986,2 milhões, valor 5,2% superior ao registrado em abril de 2013 e 6,3% maior do que em março de 2014. A alta das exportações na comparação anual foi puxada pelo aumento de 11,4% na venda de produtos básicos. As exportações de não industrializados alcançaram valor recorde para meses de abril, US$ 10,6 bilhões.

Financiamento para compra da casa própria O presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, fez ontem (2) uma previsão de alta na demanda por financiamentos para a compra da casa própria nos próximos anos, cujo valor deve ficar entre 10% e 15% do Produto Interno Bruto (PIB), soma das riquezas geradas no país. “Nós saímos da média 1,6% de participação em

relação ao PIB para os atuais 8,6%”, destacou. Na avaliação dele, como existe uma demanda de consumidores com potencial para tomar crédito e uma carência por imóveis, as contratações vão continuar em expansão. Porém, Hereda reconhece que o ritmo dos negócios tende a ser mais lento.

Bolsa Família sobe para R$ 77 O valor do benefício básico do Bolsa Família foi reajustado em 10%, passando de R$ 70 para R$ 77 mensais. O reajuste, anunciado na quarta-feira (30) pela presidenta Dilma Rousseff em pronunciamento em rede nacional, foi oficializado hoje em decreto publicado no Diário Oficial da União. A correção também vale para os benefícios

variáveis do programa, pagos a famílias que tenham crianças ou adolescentes até 15 anos, gestantes ou bebês de até 6 meses. Nesses casos, o valor subiu de R$ 32 para R$ 35. Esses benefícios variáveis são limitados a cinco por família, atingido o valor máximo de R$ 175, e todos os integrantes devem ser registrados no Cadastro Único do governo federal.


ESPORTE Diário da Manhã

8

Sábado e domingo, 3 e 4.05.2014

Passo Fundo Erechim Carazinho

Inter prepara-se para enfrentar o Sport no Beira-Rio

Colorado no momento é o quarto colocado, com quatro pontos, a dois de distância do líder Fluminense Em meio à maratona de jogos, o Internacional já está com a atenção voltada para a partida contra o Sport-PE, marcada para este domingo (4), às 16h, no Beira-Rio, pela 3ª rodada do Brasileirão. O time colorado irá em busca da segunda vitória em casa no campeonato que poderá deixá-lo no topo da tabela de classificação – no momento é o quarto colocado, com quatro pontos, a dois de distância do líder Fluminense. Após viagem desde Cuiabá-MT, onde atuou nesta quinta pela segunda fase da Copa do Brasil, o Inter desembarcou em Porto Alegre no final da manhã desta sexta-feira. A delegação rumou direto para o CT do Parque Gigante, onde os jogadores treinaram já com vistas ao confronto de domingo. Quem esteve em campo diante do Cuiabá realizou exercícios na academia de musculação, enquanto os demais atletas participaram de atividade com bola, entre eles o zagueiro Juan, que

FOTO DIVULGAÇÃO

Alan Patrick realizou exercícios na academia do CT do Parque Gigante não viajou ao Mato Grosso em virtude de um desgaste muscular. Na manhã deste

sábado, o técnico Abel Braga comanda mais um treinamento.

Nas próximas semanas, o Colorado terá uma sequência de três jogos em casa. Depois, parte para desafios longe do Beira-Rio. Confira: 4/5 (16h) - Inter x Sport (Brasileirão) 10/5 (18h30) - Inter x Atlético-PR (Brasileirão) 15/5 (21h50) - Inter x Cuiabá-MT (Copa do Brasil - jogo de volta) 18/5 (18h30) - Criciúma x Inter (Brasileirão) 22/5 (21h) - Coritiba x Inter (Brasileirão)

Grêmio pronto para enfrentar o Santos pelo Brasileirão Tricolor busca primeira vitória fora de casa Na manhã de sexta-feira, o grupo de atletas do Tricolor trabalhou no gramado do estádio Olímpico, na última movimentação antes do confronto diante do Santos, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro 2014. Para a partida deste sábado (3), às 18h30, o técnico Enderson Moreira deverá escalar a mesma equipe que atuou na última partida disputada. Porém, o treinamento foi realizado de forma setorizada, sem o indicativo de time titular. Após o aquecimento, os atacantes trabalharam as finalizações em uma das goleiras, enquanto que os zagueiros trabalharam os arremates em cobranças de escanteios, batidas pelos meias no gol oposto. Os demais atletas, simultaneamente, realizavam na parte central do gramado, uma movimentação técnica, com o objetivo de acelerar os passes e conclusões a gol.

FOTO LUCAS UEBEL/GRÊMIO

Treinamento foi realizado de forma setorizada, sem o indicativo de time titular O lateral-esquerdo Marquinhos que já vem trabalhando durante esta semana, treinou com os novos companheiros. A delegação gremista deixa o Olímpico ao meio-dia e embarca para São Paulo às 13h10.


Passo Fundo 3 e 4.05 .2014

Moda p5 Em nome do Conforto

Comportamento p9 O orgulho se ser quem se ĂŠ!

Turismo p12 CanadĂĄ


2 CULTURA

Pra Ler

Diário da Manhã Passo Fundo, 3 e 4.05.2014

Pra Ver O Hobbit: A Desolação de Smaug Ano:2013 Gênero: Aventura

Casagrande e Seus Demônios - Walter Casagrande Jr. / Gilvan Ribeiro Blue Jasmine Ano:2013 Gênero: Drama 1984- George Orwell

O Hobbit: A Desolação de Smaug é o segundo filme da trilogia de adaptação da obra-primaThe Hobbit, de J.R.R. Tolkien, e dá continuidade à aventura de Bilbo Bolseiro em sua épica jornada com o Mago Gandalf e treze Anões, liderados por Thorin Escudo de Carvalho, para o Reino dos Anões de Erebor. Bilbo, os anões e Gandalf continuam sua jornada depois de serem salvos pelas águias nas Montanhas Sombrias e se encontram com Beorn, um troca-pele, que pode se transformar em um urso enorme. Depois disto eles continuam até a Floresta das Trevas, onde Gandalf os abandona para tratar de “assuntos pessoais”

Depois de tudo na sua vida se ter desmoronado, incluindo o casamento com Hal, um rico homem de negócios, a elegante Jasmine, uma mulher habituada à vida social de Nova Iorque, muda-se para o modesto apartamento da irmã Ginger, em São Francisco, para se tentar recompor de novo. Jasmine chega a São Francisco num estado mental frágil, a sua cabeça num rolo, devido ao cocktail de anti-depressivos que anda a tomar. Apesar de ainda conseguir projectar a sua postura aristocrática, Jasmine está mentalmente débil e falta-lhe qualquer capacidade prática de cuidar de si própria.

“Demônios à solta” não são mera figura de linguagem. Eles aparecem logo no título do primeiro capítulo do livro Casagrande e seus demônios, tratando daqueles fantasmas que rondam a vida de uma pessoa em desequilíbrio físico e emocional. Os “demônios” ilustram bem a reviravolta na vida de Walter Casagrande Júnior, que foi de ídolo do esporte viciado em cocaína e heroína. Casão, ex-jogador do Corinthians, querido da torcida, integrante da Democracia Corintiana junto com Sócrates, e comentarista da TV Globo, expõe sem firulas ao jornalista Gilvan Ribeiro, coautor do livro, todo o seu declínio e restabelecimento. Ilustrado, com um caderno recheado de fotos, a publicação tem prefácio de Marcelo Rubens Paiva, amigo de sempre, que endossa a hipótese de que tantas coisas boas, e outras tantas ruins, que permearam a vida do ex-jogador dariam um bom roteiro para um livro. Na publicação, Casagrande faz revelações como, por exemplo, o doping que sofreu quando jogava na Europa. Mas Casagrande e seus demônios, como a carreira do próprio jogador, vai bem além das drogas. Fã de rock - especialmente de Janis Joplin e AC/DC -, é amigo de roqueiros nacionais, como Rita Lee, a quem dedicou o “Gol Rita Lee”, no segundo jogo do Corinthians pelo Campeonato Paulista de 1982, contra o São Paulo.

Winston, herói de ‘1984’, último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceânia não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O’Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que ‘só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade só o poder pelo poder, poder puro.’

v CINEMA

Bella Cittá (54) 3045-2814 // Bourbon(54) 3581-1920

COLUNA CINEMA O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro

Tantas vezes Nova York já foi destruída no cinema, é sempre aquela correria, e em O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro deve ser a primeira vez que os novaiorquinos param para assistir. Nos duelos entre Aranha e Electro ou entre Aranha e Rino, já tem até as grades na calçada prontas para separar a plateia da ação. É evidente que tudo se volta para o espetáculo num filme desses - o próprio nome já diz - mas a tendência dos roteiros de Alex Kurtzman e Roberto Orci é sempre lidar com o espetaculoso e não necessariamente com o espetacular. A dupla pensa a trama, a ação, as viradas do roteiro por seu potencial de impacto e de retenção da atenção do espectador, e não seu potencial narrativo; é assim nos roteiros de Além da Escuridão Star Trek,Transformers e neste novo Homem-Aranha também. Impacto não falta em O Espetacular Homem-Aranha 2, na forma de revelações (segredos do passado, do presente) e de expectativas (em torno do destino de alguns personagens, em torno da formação do Sexteto Sinistro). Vilões fazem fila para manter a ação em marcha, um de cada vez, enquanto crises e tragédias são dispostas ao longo da trama de forma mecanizada (o adeus aos pais, o vilão prestes a morrer, a donzela na iminência do perigo). Tudo parece grave e urgente nos filmes de Orci e Kurtzman, mas só na superfície e só por um instante: urgências se resolvem num passo, para dar lugar a urgências novas. Aqui, o que temos é um produto com visível vocação para o descompromisso (o visual colorido em computação gráfica e a trilha de Hans Zimmer lembram desenho animado, e o ator Andrew Garfield foi certeiro ao comparar a ação deste filme a um desenho doPernalonga) e para espelhar a geração dos millennials (o perfil hipster de Garfield, os diálogos irônicos e autorreferentes entre Peter e Gwen). Então quando Orci e Kurtzman tentam injetar gravidade no espaço curto entre uma cena descompromissada e um diálogo irônico, tudo acaba soando mais artificial, mais posado. Essa incapacidade de encontrar um tom para o filme vem acompanhada de omissão no trato do herói. O Peter Parker dos quadrinhos é uma clássica figura da Jornada do Herói organizada porJoseph Campbell, capaz de aprender com seus erros, levantarse de novo e tornar-se um herói melhor; neste filme, o erro só acontece perto do desfecho e não leva à lição, e sim a uma fuga. O Peter dos dois O Espetacular Homem-Aranha vive de luto mas não parece crescer com a perda. Justiça seja feita aos dois roteiristas, desde o filme anterior - cuja trama de conspiração envolvendo os pais de Peter é elucidada na continuação - já tínhamos um herói tratado com mimos, sob falsos dilemas. Esse é um legado de paternalismo deixado por Harry Potter no cinema de fantasia e aventura: protagonistas protegidos por um heroísmo hereditário (aqui Richard Parker literalmente diz ao filho que ele é “especial”), com coadjuvantes funcionais que resolvem boa parte das buchas (a tia e o pai que explicam a charada, a secretária da Oscorp que sabe mais que o filho do dono). A certa altura, uma personagem diz que só ela é capaz de resetar um sistema, e por esse motivo, ela, a personagem, seria de fundamental importância na cena. Mas daí surge na tela a alavanca escrita “Master Reset”, e o espectador pode acordar para a realidade: qualquer pessoa é capaz de ver e acionar a maldita alavanca! Essa cena sintetiza o falso senso de gravidade em que Orci e Kurtzman envolvem seus personagens, sempre fadados a pensar, diante da torcida, que são astros de um grande espetáculo.

CAPITÃO AMÉRICA 2 – O SOLDADO INVERNAL Dois anos após os acontecimentos em Nova York (Os Vingadores - The Avengers), Steve Rogers (Chris Evans) continua seu dedicado trabalho com a agência S.H.I.E.L.D. e também segue tentando se acostumar com o fato de que foi descongelado e acordou décadas depois de seu tempo. Em parceria com Natasha Romanoff (Scarlett Johansson), também conhecida como Viúva Negra, ele é obrigado a enfrentar um poderoso e misterioso inimigo chamado Soldado Invernal, que visita Washington e abala o dia a dia da S.H.I.E.L.D., ainda liderada por Nick Fury (Samuel L. Jackson).

BoURBON II

CAPITÃO AMÉRICA 2 – O SOLDADO INVERNAL diariamente. 16:30 19:00 21:30

DIVERGENTE

Na futurística Chicago, quando a adolescente Beatrice (Shailene Woodley) completa 16 anos ela tem que escolher entre as diferentes facções que a cidade está dividida. Elas são cinco, e cada uma representa um valor diferente, como honestidade, generosidade, coragem e outros. Beatrice surpreende a todos e até a si mesma quando decide pela facção dos destemidos, escolhendo uma diferente da família, e tendo que abandonar o lar. Ao entrar para a Dauntless, ela torna-se Tris e vai enfrentar uma jornada para afastar seus medos e descobrir quem é de verdade. Além disso, Tris conhece Four, um rapaz mais experiente na facção que ela, e que consegue intrigá-la e encantá-la ao mesmo tempo.

O ESPETACULAR HOMEM ARANHA 2-3D

Depois das aventuras de O Espetacular Homem-Aranha (2012), Peter Parker (Andrew Garfield) tenta manter a promessa que fez ao pai de Gwen Stacey (Emma Stone), de que a protegeria sem chegar perto dela. Mas o herói está apaixonado, e não consegue se afastar. Ao mesmo tempo, vários inimigos tomam conta da cidade, e a formatura da escola se aproxima. Neste contexto, surge um novo vilão, o poderoso Electro (Jamie Foxx), para desafiar as habilidades do Homem-Aranha. BELLA CITTÁ I - legendado Mas o amigo da vizinhança poderá diariamente 18:50 21:30 dublado - diariamente 13:30 contar com a ajuda do velho amigo Harry Osborn (Dane DeHaan), BOURBON I que o ajudará a descobrir novos Sex. -sab e Dom. 13:30 16:10 18:50 21:30 segredos sobre o seu passado.

16:10

Seg. ter. e quar. 16:10 18:50 21:30

JULIO SUMIU

Edna acorda no meio da noite e se desespera ao saber que seu caçulaJulio desapareceu sem deixar vestígios. Preocupada com a falta de ação da polícia, ela sobe o morro para conversar com o traficante Tião Demônio, que estaria mantendo seu filho refém. No meio de um tiroteio, Edna se vê obrigada a levar para casa sacolas cheias de drogas. Com a ajuda de Sílvio, o filho mais velho, ela transforma o apartamento em uma “boca” para pagar o resgate de Julio. Em meio a muitas confusões e reviravoltas, uma dona de casa conservadora muda sua vida bella cittá II e seus princípios tentando salvar a família.

RIO 2 –

BOURBON II

sáb e Dom. 14:20

diariamente 19:00

BELLA CITTÁ II

diariamente 16:20

COPA DE ELITE

Em plena era dos dinossauros, quando estes gigantescos seres dominavam a Terra, um pequeno filhote luta para sobreviver em meio às ameaças da natureza. Já crescido, ele é separado dos pais e obrigado a confrontar uma realidade dura em que se luta o tempo todo pela sobrevivência. Não fosse o bastante, terá que lidar com uma rivalidade com o irmão, que é bem mais forte que ele.

bella cittá II

diariamente 14:20 21:00

www.diariodamanha.com

Editora Liliana Crivello RP 10.698

Jornalista Natália A. Mendes

@jornal_dm www.facebook.com/diariodamanha

Colaboração Christine Oliveira

Diagramação Ederson Rodrigo Teixeira Alessandra Studzinski

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência,917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800


PERFIL 3

Diário da Manhã Passo Fundo, 3 e 4.05.2014

Roberta

Moura Batesini Essa é terceira vez que a faixa de Rainha do Clube Comercial chega à casa de Roberta Moura Batesini. Antes dela, a mãe e a irmã já representaram o clube, e foi delas que Roberta ganhou conselhos importantes para enfrentar esse desafio de representar um dos clubes mais tradicionais de Passo Fundo. Roberta tem 16 anos, e está cursando o segundo ano do ensino médio do Colégio Conceição. Com muitas possibilidades, como qualquer garota, Roberta ainda não escolheu qual profissão vai seguir. Por enquanto, estuda, sai com as amigas, cuida da saúde e aproveita o ano de Rainha. - Você não é a primeira rainha da família. Conta um pouco dessa história? A minha mãe foi rainha em 1984, a minha irmã foi rainha em 2009 e agora eu em 2014. - E de onde surgiu essa vontade de participar do concurso? Na verdade, eu nunca tinha pensado em ser rainha. Quando surgiu o convite eu pensei que não fiz festa de 15 anos, não debutei, nem fiz nenhuma comemoração e como tinha o histórico na família eu achei legal aceitar para representar o clube. - E você teve apoio da sua mãe e da sua irmã? Tive bastante dica, ajuda de como falar, de como discursar. Elas me ajudaram bastante. - E qual foi o principal conselho? Eu acho que na verdade não existe um conselho, foi uma educação que você passou ao longo da vida, é só aplicar o que se aprende em casa. Sempre ser educada, ter postura. Foto Dalttro Mattos

A Rainha-2014 Roberta com seus pais Claudia Moura e Ernesto Batesini e a irmã Rafaela

- E como é a responsabilidade de representar o Clube Comercial? É uma responsabilidade bem grande, mas eu espero e vou tentar superar todas as expectativas. Na programação do ano já tem festa temática das décadas de 60 70 e 80, o jantar do dia dos namorados, o jantar dos gourmets, e os eventos tradicionais do clube. - E como é a preparação para essas datas? Vou me preparar para estar presente, e ver onde a diretoria requisitar algum auxílio que eu possa colaborar com o clube, com certeza vou ter essa disponibilidade. - Qual a sua expectativa para esse ano? Vou tentar estar presente em todos os eventos e representar muito bem o clube. - E qual é a sensação de ser coroada? É muito legal, é um momento só teu e você sabe que tem essa responsabilidade. É um desafio.l


4 MODA As principais tendências em calçados femininos Outono/Inverno 2014 Diário da Manhã Passo Fundo, 26 e 27.04.2014

Aquela época mais fria do ano, que nós tanto amamos por ser também a mais elegante, está chegando e nós listamos pra vocês as 5 principais tendências em calçados femininos no Outono/ Inverno 2014.Preparem-se para misturas bem interessantes. Do clássico ao punk, os sapatos destacam-se por misturar estilos e por criar combinações inusitadas.

02

Sandálias também serão tendência no Inverno 2014

01

As botas estarão no topo das mais usadas.

04

Preto e branco – o clássico do inverno.

Uma das cores, ou melhor, combinações de cores que mais se destacaram nesse inverno é o tradicional P&B (Preto e Branco). Ele aparece em mistura de couros, mas também em estampas como: pied de poule, zebras, póas, entre outros.

Para este inverno o que se destacaram foram as sandálias com tiras finas e delicadas na parte superior, mas com salto grossos ou finos. Outro detalhe interessante foram os recortes, que destacaram em muito os modelos. A aposta é combiná-las com meias nos dias mais frios.

Inverno sem animal print não existe né? Em 2014 não é um dos maiores destaques desta vez, mas é e sempre será um coringa, chic e moderno.

03

05

Cores – as principais tendências

Animal Print continua como tendência fortíssima Em relação às cores, além do P&B, outras também se destacarão neste inverno como: •Vermelho •Nude •Metalizados

Botas Gabriel

Borboletas por todo o lado Alguns dos desfiles de Haute-Couture, que apresentaram recentemente as propostas para o Verão 2014 no Hemisfério Norte, trouxeram para as passarelas de Paris a leveza encantadora das borboletas. O simpático inseto foi tema das coleções e dos cenários apresentados por estilistas como Jean Paul Gaultier, Valentino e Alexis Mabille, como destacaram os sites da Vogue e da Marie Claire, em seus resumos da temporada fashion. Outro veículo expert em tendências, a revista Harper’s Bazaar, também trouxe o tema à baila em sua edição alemã de Fevereiro, na qual destaca a América Latina como o destino quente do momento, por onde circulam artistas interessantes e até elas, as buterflies, que ganharam o título emblemático “zeitgeist”, ou “o espírito do tempo”:

Jóias: Preto e dourado

E, no mundo das joias, a linha Rock Spring, da coleção Rock Season, destaca o romantismo das borboletas em peças de ouro rosé, com uma pitada de rock’n’roll em detalhes inspirados nos spikes, por exemplo, ou no acabamento sutilmente escurecido do metal.

As borboletas dão formas ultrafemininas a anéis, brincos de diversos tamanhos e modelos – alguns com o complemento de gemas preciosas em tons rosados -, pendentes, e até um braceletestatement. Veja as imagens e inspire-se para incorporar a tendência.


Lurdes De Conto

8 SOCIAL

Diário da Manhã Passo Fundo, 3 e 4.05.2014

CLUBE COMERCIAL comemorou em alto estilo seus 102 Anos

Festa linda, diferenciada, divertida e muito bem prestigiada pelos Associados.Muita gente elegante circulou no Salão Cristal do Clube Comercial na noite gloriosa de25 de abrilpara participarem da festa magna do Clube Comercial o seu Jantar Baile de Aniversário. A decoração impecável de Maninha Trevisan como sempre deu o tom festivo do acontecimento. A gastronomia de Lisete e Alcir Biazi ofereceu iguarias de encher os olhos e o coração dos presentes, servindoAnte-pastos, Jantar e Sobremesas supimpas que agradaram aos mais exigentes paladares dos convivas. A animação foi outro show a partecom a já famosa Banda VOGA de Santa Cruz do Sul, elogios para o som ambiente durante o jantar, foi perfeito. Cerimonial com troca de Conselheiros Administrativo e Fiscal. O ponto alto da noite,sem duvida foi o desfile das Soberanas aRainha 2013/Ana Ana Carolina Basso da Silva que passou a coroa e o cetro para a Rainha 2014/Roberta de Moura Batesini, momento marcado pela emoção e pelo glamour das jovens, que levaram a passarela do Clube muita atitude além de elegância e beleza. Mais uma vez não se pode deixar de dizer parabéns Casal Presidente Dirce e Diógens Michelin esua competente Diretoria, por mais um evento de sucesso, comentadíssimo pela organização primorosa.

Paulo Fernando de Oliveira, Karen Oppermann Lisboa e Hugo Lisboa, Bariba Brizola, Bábara De Conto Reveilleau e Rafael Brizola Marques

As Senhoritas Majestades lindas de viver, ambas exibiram belíssimos modelos de BB Moda MulherAna Carolina Basso da Silva Rainha-2013 e Roberta Moura Batesini- Rainha 2014. Na foto com Bariba Brizola

Casal Presidente do Clube Comercial Dirce e Diógenes Michelin, os fidalgos anfitriões da noite.

A Rainha Roberta Moura Batesini com os elegantes avós Ivanhoé Silveira Moura e Rovena Moura

Entre os prestigíados o casal Vaine e Nereu Grazziotin

A Rainha 2013- Ana Carolina Basso da Silva com seus pais Nádia Basso da Silva e Carlos Eduardo Lopes da Silva

Entre os notados o simpático casal Silvia e Marco Silva


10 FESTAS


COMPORTAMENTO 11


12 TURISMO

Diรกrio da Manhรฃ Passo Fundo I Carazinho I Erechim, 5 e 6.10.2013


A Revist


FOTO ALESSANDRA PASINATO

Diรกrio da Manhรฃ

1

Sรกbado e domingo, 03 e 04.05.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

PASSO FUNDO - CARAZINHO - ERECHIM

Sรกbado e domingo, 03 e 04.05.2014 - www.diariodamanha.com

Abandono emocional: um retrato da sociedade

Pรกginas 4 e 5


Diário da Manhã

2

Sábado e domingo, 03 e 04.05.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

Médica participa de Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica FOTO ARQUIVO PESSOAL

A médica dermatologista Elisângela Welter, integrante da equipe da Clínica Gastrobese, de Passo Fundo, participou do 26º Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica, realizado de 9 a 12 de abril de 2014, em Porto Alegre. Maior evento da cosmiatria e cirurgia dermatológica do país, abrilhantado por experts em cosmiatria e cirurgia dermatológica do Brasil e exterior. Participaram dermatologistas de todo o Brasil que trocaram grande aprendizado e atualização. A comissão organizadora elaborou um programa científico abrangente e diversificado, com atividades teóricas e práticas, incluindo os principais tópicos em cirurgia convencional, oncologia, cosmiatria e laserterapia. Conforme Elisângela Welter, foram dias de imersão na dermatologia com cursos práticos e teóricos a cerca da dos mais recentes tratamentos e tecnologias para rejuvenescimento facial, tratamentos corporais e técnicas cirúrgicas

ENDEREÇOS l Passo Fundo v Centro de Saúde (Posto Central) Rua Fagundes dos Reis, 270 (54) 3311-6494 v Hospital São Vicente de Paulo Rua Teixeira Soares, 808 Centro (54) 3316-4000 v Hospital da Cidade Rua Tiradentes, 295 Centro/Annes (54) 2103-3333 v Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes (54) 3313-4435 v Hospital Municipal Rua Alcides Moura, 100 Centro (54) 3316-4500 v Hospital de Olhos C.L. Dyógenes A. Martins Pinto Campus I - UPF - Bairro São José (54) 3318-0200

v Prontoclínica Tv. Dr. Arthur Leite, 58 - Centro (54) 3313-5100 v Bombeiros -193

l Carazinho v Hospital de Caridade Rua General Câmara 70 (54) - 3329-9898 v Ambulatório Municipal Avenida São Bento, anexo ao prédio do Senai v Centro de Especialidades Médicas (CEM) Av Pátria, 736 - junto ao prédio do INSS (54) 3331-4510 v Bombeiros -193

GERAL Serviço de Hemoterapia do HSVP amplia horários de atendimento FOTO ASCOM HSVP / CAROLINE SILVESTRO

Mensalmente, para dar conta de toda a demanda, o Serviço de Hemoterapia do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo são necessárias 1500 coletas de sangue. Em função disso, o Serviço de Hemoterapia realiza campanhas permanentes de incentivo à doação de sangue, e recentemente, estendeu os horários de atendimento, ficando da seguinte forma: segunda a sextafeira, das 7h30min às 17h30min, sem fechar ao meio dia, e no sábado das 7h30min às 12h e das 14h às 16h, preferencialmente, com agendamento. Com a campanha nacional de vacinação contra a gripe, o serviço convida os doadores a doarem sangue antes de realizar a vacina, já que esta torna o doador inapto por 30 dias. Os requisitos para tornar-se um doador são ter entre 18 e 69 anos, pesar mais que 50 kg e sentir-se bem de saúde. O gesto da doação é rápido e seguro. Alguns minutos do seu dia, podem salvar muitas vidas. Mais informações fone (54) 3316 4087.

Fazbem Cruá, rico em vitamina C Da mesma família das abóboras, a cucurbitácea, o Cruá, ou Melão Cruá, Caboclo é um fruto exótico originário da América do Sul, é uma trepadeira, de crescimento rápido, que pode aderir firmemente à superfícies lisas. Suas folhas são cinza-peludo, arredondadas ou cordiforme-arredondadas em forma de rim, profundamente recortada na base. As flores são brancas ou amarelas. Os frutos ainda verdes são consumidos como legumes, de sabor doce , são apropriados para sucos doces e compotas, quando maduros. A casca é preta, vermelha ou amarelada de acordo com o seu amadurecimento, o interior amarelo e as sementes escuras. Contém fibras, cálcio, fósforo, caroteno, tiamina, riboflavina, niacima e vitamina C.

Purê de cruá Ingredientes: • 3 xícaras de polpa cozida de cruá • 1/2 xícara de leite • 1 colher (sopa) de manteiga sem sal • 1 colher (sopa) de manteiga de garrafa • 1 pimenta dedo-de-moça sem sementes picada em quadradinhos • 1 colher (sopa) de salsinha picada finamente • 1 pitada de sal

Como fazer: Coloque a polpa do cruá numa panela e junte o leite. Bata bem com o mixer (se não tiver, passe a polpa pelo espremedor de batatas ou peneira antes de juntar o leite). Leve ao fogo e deixe ferver, mexendo sempre. Desligue o fogo, junte a manteiga e misture para derreter. Junte sal se for necessário. À parte, aqueça a manteiga de garrafa e junte a pimenta e a salsinha. Desligue o fogo e junte 1 pitada de sal. Coloque o purê numa tigela e decore com a manteiga de garrafa.

l Erechim v Hospital de Caridade Rua S Paulo, 466 (54) 3520-8400 v Hospital Santa Terezinha Rua Itália, 919 (54) 3520-2100 v Bombeiros -193

Editora

Liliana Crivello RP:10698

www.diariodamanha.com

Clélia Fontoura Martins Pinto - ME Matriz: Rua Independência,917, sala 3 - Passo Fundo Contato: (54) 3316-4800

Jornalista

Sirlei Pazinato RP: 14391 @jornal_dm www.facebook.com/diariodamanha


GERAL Feira de saúde alerta sobre prevenção à Hipertensão Arterial

Diário da Manhã

3

Sábado e domingo, 03 e 04.05.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

FOTO ASCOM HC

Uma em cada quatro pessoas tem pressão alta A hipertensão arterial está associada a 45% dos ataques do coração e 51% dos derrames cerebrais

Centenas de pessoas receberam orientações oferecidas pelos profissionais do Hospital da Cidade O Programa de Residência Multiprofissional do Hospital da Cidade (HC) através de enfermeiros, fisioterapeutas, residentes, farmacêuticos e psicólogos realizaram no sábado (26), ações de saúde com foco na prevenção. A equipe de atendimento se dividiu entre o centro da cidade e o bairro Victor Issler para atender a população durante a 2° Feira de Saúde. Entre as atividades estavam orientações sobre

os cuidados para a prevenção da Hipertensão Arterial, medição da circunferência abdominal e verificação do Índice de Massa Corporal (IMC). Os profissionais também orientaram sobre o resultado das avaliações, o que fez a diferença para a dona de casa, Silvia Borges “eu trabalho de dia e estudo a noite, então o tempo é bem calculado e a gente deixa pra depois as questões de saú-

de, como medir a pressão. Quando o atendimento vem até nós, não tem mais como fugir”, brinca. Os participantes puderam levar para casa um cartão com as informações sobre o IMC, circunferência abdominal, e orientações sobre cuidados com a saúde. A atividade, para a enfermeira Francieli Giachini Esmério é importante para a prevenção de várias doenças adquiridas.

A pressão alta atinge, em média, 25% da população brasileira. Por ser uma doença que só apresenta sintomas em fases mais avançadas, a hipertensão é conhecida como um mal silencioso e é responsável pela morte de 9,4 milhões de pessoas por ano, no mundo. Além disso, a hipertensão arterial está associada a 45% dos ataques do coração e 51% dos derrames cerebrais, segundo dados da Organização Mundial da Saúde.


ESPECIAL Diário da Manhã

4

Sábado e domingo, 03 e 04.05.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

Abandono emocional: FOTO DIVULGAÇÃO

Para psiquiatra, comodismo e individualismo excessivos resultam em uma sociedade com valores deturpados. Que prefere não se meter, se eximir das responsabilidades que humanamente são suas Ocorrida no mês de abril, a morte do menino Bernardo Uglione Boldrini, de 11 anos, encontrado enterrado em um matagal, em Frederico Westphalen, tem trazido à pauta da sociedade uma importante discussão: as consequências do abandono emocional. Os maiores suspeitos de envolvimento no crime, até agora, são a madrasta, uma amiga dela e o pai do menino, residentes em Três Passos. Mas, para o psiquiatra Dr. Carlos Hectheuer, a visão que diz respeito a responsabilidade precisa ser ampliada. “Trata-se de um menino abandonado, carente, que viveu a indiferença. Ele é quase um protótipo do modelo da vida na sociedade atual, que diz: ‘não estou nem aí para o meu semelhante’. ‘Não me importo’”, contextualiza o médico,

considerando o fato de que Bernardo já havia procurado ajuda no Ministério Público, alegando a indiferença do pai e da madrasta. “O menino pediu ajuda na cidade e não foi ajudado. Ou seja, era um abandonado. Isso caracteriza a civilização ocidental e a oriental que também está se transformando. Ninguém quer ter nada a ver com o outro. As pessoas olham apenas para os próprios interesses, para as próprias conquistas, para uma televisão com tela maior para assistir a copa do mundo”, argumenta o psiquiatra, que acrescenta: “ A situação é tal que a brutalidade do planejamento e do assassinato deste menino encerra em si toda uma questão social, emocional e psicológica gravíssima que envolve a sociedade atual”.

Casos como drogadição e criminilização podem ser reflexos do abandono emocional

Motivos Segundo o médico, antigamente culpava-se a pobreza, a ganancia, a falta de educação dos pais e do meio por fatos semelhantes. Mas hoje já se observa que essas questões não são determinantes, pois fatos semelhantes ocorrem em todas as classes sociais. “Há um detalhe que eu, como psicanalista, preciso chamar a atenção: este menino procurou aliados para que o ajudassem a viver. Chegou aos 11 anos, que é um mo-

mento importantíssimo de transição da infância para a adolescência, procurando identificações. Uma referência em que ele pudesse se espelhar. Ele não encontrou isso no pai. Procurava ajuda em todos os setores da sociedade. Prova disso é que chegou em tal desespero que recorreu a justiça, ao Ministério Público, que é um lugar que assusta até os adultos. O menino disse que o pai não gostava dele, a madrasta o mal tratava.

Depois de passar pela promotoria, o caso foi encaminhado ao juiz, que seguindo o protocolo, chamou o pai e o menino e deu um prazo de 90 dias para o pai gostar do filho. Isso é uma agressão a inteligência. Um deboche”, considera Hectheuer, que continua: “Ele procurava ajuda e sem receber, se agarrou a mãe morta há quatro anos. Sem outros exemplos, tinha o modelo da mãe, que até que se prove o contrário, se

suicidou. Mesmo assim, tentou viver. Procurou ajuda em pessoas vivas, razões e motivação para viver e não encontrou. Encontrou sim a indiferença do pai e uma madrasta e sua amiga que não tinham motivação de ajudar. Ao que tudo indica, elas se juntaram e, inconscientemente, fizeram a vontade dele, que via no seu futuro a morte, o exemplo da mãe morta. A única figura em que ele podia se espelhar”.


ESPECIAL Diário da Manhã

um retrato da sociedade

FOTO ALESSANDRA PASINATO

Responsabilidade Para o psiquiatra, as pessoas de- acrescenta Hectheuer. viam parar frente a tragédias como Para o médico, a sociedade tem esta e refletirem sobre o que se está responsabilidade de denunciar. fazendo com os jovens. Neste sen- “Como cidadã, sabendo de um tido, ele reforça que os casos de caso de maus tratos, de abandono, abandono emocional são extrema- a pessoa deve ir ao conselho tutemente frequentes e acabam sendo lar, ou a promotoria, ou ao juiz e imersos na sociedade denunciar, pedindo por não terem desfeanonimato, segredo chos como foi o caso de justiça. Mas não do menino Bernardo. se pode permitir Mesmo assim, tem reque um ser humaAnalisando númerflexos extremamente no, uma criança, alos, percebe-se que as sérios. Dentre estas guém indefeso, seja consequências, está a queixas de maus-tra- mal tratado sem drogadição, dentre di- tos são extremamente tomar uma atitude. versas outras situações. frequentes. Mas quase Quando isto acon“Analisando númetecer sem que ninninguém denuncia, ros, percebe-se que as guém se indigne, queixas de maus-tra- ninguém questiona, nin- faça alguma coisa guém se escandaliza tos são extremamente para ajudar, a hufrequentes. Mas quase manidade vai estar ninguém denuncia, Dr. Carlos Hectheuer perdida, o caos insninguém questiona, talado”, alerta o psininguém se escandaliza. Uma pes- quiatra, lembrando que situações soa mal tratada, ou fica deprimida como está não ocorrem somente e se suicida, ou termina com a vida nas famílias, mas em setores públide outras formas, como recorrendo cos, como a saúde, por exemplo. “A as drogas, por meio de criminaliza- comunidade que hoje chora e leva ção, um acidente de carro...Isto por- flores, não ajudou. Chorar agora é que não suporta um sofrimento tão hipocrisia. É preciso agir antes”, intenso sem que ninguém a ajude”, completa o psiquiatra.

Denunciar casos de abandono emocional é dever da sociedade

7ª Jornada de Nutrição Enteral e Parenteral do Planalto Médio O Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo e a Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional promovem a 7a Jornada de Nutrição Enteral e Parenteral do Planalto Médio. A jornada que é realizada bianulamente, inova e cresce a cada edição, tornando-se referência em todo o Rio Grande do Sul e Oeste de Santa Catarina. Nesta 7a edição, que acontece de 14 a 15 de agosto, no Auditório do Colégio Notre Dame, em Passo Fundo, o tema central é “A excelência no cuidado multidisciplinar em Terapia Nutricional”, visando assim, discutir os avanços que integram esta área. A jornada tem a finalidade de gerar novos conhecimentos relacionados à terapia nutricional, além de opor-

5

Sábado e domingo, 03 e 04.05.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

tunizar a troca de experiências entre profissionais e estudantes das áreas envolvidas. Para tanto, conta com a presença de renomados palestrantes nacionais e uma programação completa e atualizada do que há de mais novo em terapia nutricional nas diferentes áreas do conhecimento. O evento é também uma oportunidade para apresen-

tação de produção científica. Os trabalhos poderão ser submetidos na forma de Resumo simples e apresentados na forma de Pôster. Haverá premiação para os melhores trabalhos. As instruções para a inscrição dos trabalhos estão disponíveis no site: www.hsvp.com.br. Mais informações no email emtn@hsvp.com.br e fone: (54) 3316-4062.


ESTÉTICA Diário da Manhã

6

Sábado e domingo, 03 e 04.05.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho

Brasil ganha o primeiro banco de fibroblasto Começou a funcionar no país o primeiro banco de fibroblasto nacional. Trata-se da empresa Tech Life - um dos braços do Grupo São Lucas, que inclui a CordCell. Os fibroblastos referem-se às células reprodutoras de colágeno, que podem ser utilizadas por exemplo, para preenchimento de rugas, marcas de acne e correção de cicatrizes. Como trata-se de um centro de tecnologia celular, inicia também testes para preparo e utilização de queratinocitos e melanocitos em vitiligo, além de armazenamento de gordura como fonte de células-tronco mesenquimais e preenchimento com gordura para seios, bumbum e marcas de expressão. Outros serviços que estão sendo introduzidas pelos cientistas da Tech Life é o uso do PRP (plasma rico em plaquetas) na ortopedia e polpa de dente de leite (banco de células-tronco mesenquimais encontradas na polpa do dente de leite). A equipe especializada da Tech Life é responsável por extrair da pele as células de fibroblasto que em seguida são purificadas para, assim, se multiplicarem. As células são cultivadas por 40 a 50 dias e depois desse período já estão prontas para serem injetadas nos locais de trata-

mento indicado. Os resultados são excelentes, podendo variar de seis meses até ultrapassar dois anos e não há contraindicação. A técnica já foi aprovada nos Estados Unidos, mas ainda não foi validado no Brasil.

As células são cultivadas por 40 a 50 dias e depois desse período já estão prontas para serem injetadas


Diário da Manhã

Banco de Tecidos possibilitou mais de 900 transplantes em 2013 FOTO ASCOM HSVP

No primeiro trimestre de 2014, 285 pacientes já deixaram a fila de espera. Um número expressivo, mas que necessita de mais doadores para que as demandas sejam atendidas A captação, o processamento e o transplante de órgãos são procedimentos de alta complexidade, que exigem estrutura técnica e equipe preparada para elaborar os processos. O Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo, possui o único Banco de Tecidos Musculoesqueléticos (BTME), da região sul do Brasil, e realiza todos os processos da doação de órgãos, por possuir uma estrutura adequada e de qualidade. Em 2013, a unidade possibilitou 993 transplantes

de tecidos musculoesqueléticos e no primeiro trimestre de 2014, 285 pacientes já deixaram a fila de espera. Um número expressivo, mas que necessita de mais doadores para que as demandas sejam atendidas. Segundo o enfermeiro do BTME do HSVP, Anderson Flores, um doador pode beneficiar dezenas de receptores, mas infelizmente ainda há um baixo número de doações. “As principais causas para esta situação são a negativa familiar”, relata.

Manifestar a vontade de ser doador é essencial Para que a doação aconteça e dezenas de pessoas possam ser beneficiadas é necessário que os futuros doadores manifestem claramente o seu desejo a sua família. “Não é preciso assinar nenhuma declaração em vida para que aconteça a doação. A decisão final é tomada pela família após a morte. A consulta da família é obrigatória, se essa não for localizada, não ocorre a doação”, evidencia Anderson. Buscando incentivar a doação de órgãos, o Hospital São Vicente de Paulo possui a campanha Doe Órgãos: uma corrente pela vida, que é realizada permanentemente. Mais informações podem ser obtidas no site hsvp.com.br/btme/ inicial ou pelo fone (54) 3316 4017.

Doação pode ser feita em vida ou após óbito Conforme Anderson, em vida o procedimento pode ocorrer nos casos em que o paciente necessita ser submetido a uma cirurgia de colocação de prótese de quadril, na qual a cabeça do fêmur é substituída, e para o paciente o osso não terá mais utilidade. Após o óbito, a doação pode acontecer tanto nos pacientes em morte encefálica quanto nos pacientes pós-parada cardíaca. “Nas duas situações são avaliadas a causa do óbito e o prontuário do potencial doador. Para garantir a segurança dos receptores dos tecidos, são realizados exames de sangue no doador e controle rigoroso de qualidade de cada segmento retirado”, enfatiza o profissional, destacando ainda que os segmentos ósseos somente serão retirados após a realização de uma triagem sorológica do doador, que consiste na coleta e análise de exames para diagnosticar possíveis doenças infectocontagiosas.

7

Sábado e domingo, 03 e 04.05.2014 Passo Fundo Erechim Carazinho


peSquisa Diário da Manhã Diário da Manhã

8

8

Sábado e domingo, Sábado e domingo, 03 e 04.05.2014 03 e 04.05.2014 Passo Fundo Passo Fundo Erechim Erechim Carazinho Carazinho

Nova superbactéria é descoberta em paciente brasileiro

Cientistas brasileiros e americanos identificaram no sangue de um paciente que morreu em São Paulo uma nova superbactéria que é altamente resistente ao antibiótico vancomicina, remédio comum e de baixo custo utilizado para tratar infecções causadas por bactérias Staphylococcus aureus resistentes à metilicina (MRSA). Um estudo sobre a nova cepa foi divulgado no último dia 17 na publicação científica “The New England Journal of Medicine” e relata que a nova linhagem isolada no país também pode ser encontrada fora de hospitais, principal local de contaminação, e ser transmitida principalmente por contato com a pele. Segundo o estudo, indivíduos saudáveis podem contrair este tipo de infecção por estafilococos, e não apenas enfermos ou pessoas com imunidade baixa. Apesar do alarme, de acordo com a pesquisa, como existe apenas um caso documentado infecção, é cedo para dizer se a superbactéria pode ser considerada uma ameaça.

Vacina contra herpes zóster chega ao Brasil

o herpes zóster causa bolhas em algumas áreas do corpo (geralmente no rosto, no pescoço e nas costas) e dores fortes

Apesar de já estar disponível nos EUA, Canadá, Reino Unido e Austrália, entre outros países, há alguns anos, a primeira vacina contra o herpes zóster, doença causada pela reativação do vírus da catapora com a queda da imunidade e que atinge principalmente idosos, chega ao Brasil este mês. O herpes zóster, também conhecido como cobreiro, é uma doença pouco frequente que aparece em menos de 0,5% da população, especial-

mente em idosos. Quando surge, o herpes zóster causa bolhas em algumas áreas do corpo (geralmente no rosto, no pescoço e nas costas) e dores fortes. Na maior parte dos casos, as lesões e as dores vão embora. O problema, porém, são as complicações que podem surgir após a doença. A mais comum é a neuralgia pós -herpética. A dor, causada por uma inflamação de um nervo, torna-se crônica e compromete bastante a qualidade de vida dos idosos.


Passo Fundo