Page 1


Sebrae-BA Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Diretor Superintendente Edival Passos Souza Diretor Técnico Paulo Manso Cabral Carteira de Projetos Economia Criativa Coordenador Richard Alves Coordenadora de Projetos Luciana Santana Gestora Local Maria Aparecida Fernandes Consultoria Técnica overbrand design Designers: Rodrigo Lyra / Pauline Vieira / Marcus Cordeiro

Fotografias overbrandimagem / Mario Bestetti

Diretor Presidente Moisés Afonso Sales Filho Departamento de Planejamento dos Investimentos Ricardo José Barros Valente Unidade de Meio Ambiente Sandra Neusa Marchesini Ferreira Coordenadora do Projeto Elizabete Lacerda Domingos

Artesãs Antonieta, Ana Maria, Filomena, Joana, Josilene, Hildelia, Marlene, Mª Odete, Mª Lidia, Mª das Virgens, Mª José, Mª Augusta, Roquelina, Sidnéia, Vanessa. Agradecimentos Sr.Emilton Rosa, Grupo LindroAmor, Sr.José ´Massa Bruta´, Sr.Miguel, Sr.Bosco, e toda comunidade de Maracangalha.

Seja conciente. Recicle.

SEBRAE©2009


De um problema ambiental surgiu uma solução de Vida.

Brindes Promocionais: Chaveiro Lindroamor


4 Catálogo Maracangalha / 2009

V

ocê saberia dizer onde fica Maracangalha? Maracangalha existe em nossas mentes, onde nos levariam a saborear um autêntico sarapatel ou xinxim de bofe após um frenético samba de roda. Terra de liberdade e celebração. Esta é a Maracangalha de nossa mente. Um lugar repleto de estórias, incorporado ao nosso imaginário como um local idílico ao qual nos transportamos assim que o relembramos. E é este clima que os produtos artesanais de taboa executados pela Taborte nos traz. Com o colorido dos tecidos, da vivacidade da textura natural da taboa e do afinco do trabalho artesanal; cestos, bolsas, colares e muitos outros produtos chegam as nossas mãos diretamente deste local utópico, aquele lugar que só conhecemos em nossas mentes. A diferença é que na realidade, ele fica logo ali!

Integrantes do Grupo Lindroamor. Samba de roda. Sinalização da entrada de Maracangalha. Integrantes da Lyra. Igreja Matriz. Garotos fantasiados de Caretas. Usina Cinco Rios.


Maracangalha existe! O povoado de Maracangalha, famoso pela música de Dorival Caymmi lançada em 1956, Eu vou para Maracangalha, está situado no município de São Sebastião do Passé, Recôncavo Baiano e integra a região Metropolitana de Salvador. Seu principal acesso se dá a partir de Salvador pela rodovia BR-324 atravessando no Km 51 o viaduto da rodovia BR-110. Hoje, ainda se erguem as ruínas da Usina que exibem em letras de metal “CINCO RIOS”. As duas grandes chaminés, uma de quarenta e cinco metros, outra de sessenta metros de altura subsistem ao fundo. Os outros prédios de oficinas e serviços auxiliares já encontram-se em estado de ruína, mas ainda podemos perceber a dinâmica da época que ela estava em operação. Ao se chegar a Maracangalha, o primeiro conjunto de residências é formado pela Praça Dorival Caymmi, construída em 1972, e cujo canteiro central forma a figura de um violão. Subindo um pouco, a Rua do Cruzeiro – a principal da vila, a Praça do Mercado e, mais adiante, no alto, a Igreja, construída em louvor a Nossa Senhora da Guia, pelo empresário Álvaro Catharino e inaugurada em 1933. A maioria das ruas são calcadas a paralelepipedo, as residências geminadas, cobertas por telhas coloniais seguem harmoniozamente o ritmo do relevo. Varandas abrigam as calçadas de paralelepipedo e os lotes se estendem por longos quintais dominados por frondosas árvores.

A Região

A Usina 5 Rios e o povoado de Maracangalha formam um importante conjunto do início da industrialização no estado da Bahia. Situados no Recôncavo Baiano, região de enorme valor por sua importância histórica e cultural, berço de expressivas manifestações afro-brasileiras como o Maculelê, Samba de Roda e da Capoeira. No seu entorno existem diversos monumentos que podem enriquecer o conhecimento sobre o assunto. Quando for a Maracangalha não deixe de visitá-los! Museu do Recôncavo Wanderley Pinho Localizado no distrito de Caboto, estrada do Matoim, município de Candeias. É um conjunto arquitetônico tombado pelo IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional, construído no século XVIII e formado por casa-grande com quatro pavimentos, 55 cômodos, dois pátios internos, capela e fábrica. Museu do Recolhimento dos Humildes Na Praça Frei Bento em Santo Amaro (acesso pela Br 324, seguindo para Cachoeira), possui um acervo formado por pertences trazidos pelas reclusas, junto com seus dotes. São arcas, baús e jóias que se juntaram às imagens e alfaias da capela, acrescido dos trabalhos artesanais por elas produzidos, entre os quais: bordados em fios brancos em finíssimas cambraias e fios de ouro em sedas. Destaque para as delicadas flores de papel laminado e de asas de besouro. Você também poderá buscar mais informações sobre a região nas seguintes publicações: História de um engenho do Recôncavo: Matoim, Novo Caboto, Freguesia. Wanderley de Pinho (Rio de Janeiro: Zélio Valverde, 1946). Segredos internos – Engenhos e escravos na sociedade colonial. Stuart Schwartz (São Paulo: Companhia das Letras, 2005). Encruzilhadas da Liberdade. Walter Fraga Fo. Campinas UNICAMP, 2006.


6 Catálogo Maracangalha / 2009

Esteira de taboa (foto maior) Boneca em taboa e chita

Artesanato em Taboa

O emprego de fibras naturais como a da taboa para a confecção de objetos utilitários é uma tradição que os índios nos legaram e foi largamente empregada nos engenhos do Reconcavo Baiano.


Taboa (Typha domingensis) é uma planta hidrófila (aquática) típica de brejos, manguezais e várzeas e outros espelhos de águas. Mede cerca de dois metros e na época de reprodução apresenta espigas cor de café contendo milhões de sementes que se espalham pelo vento.

As técnicas de trançado na sua maioria empregam folhas de palmeira, cipós, bambus, tabocas e taquaras, palha de milho, cascas e entrecasca de certas palmeiras, como é o caso do licuri e da piaçava, arbustos e árvores produtoras de fibras têxteis.O instrumental é simples: facão para cortar a matéria prima, facas e tesouras para acabamento Em Maracangalha a Taboa é conhecida pelo nome de tabú que também batiza a localidade do Alto do Tabú no caminho do antigo engenho da Quibaca.

Cestas para Mesa Brincos Tapetes e esteiras Brindes

Esteiras, balaios, abanos, peneiras, recheios de cangalha, e muito mais, foram os utensílios prodúzidos nos engenhos do Recôncavo Baiano. Este vasto emprego deve-se tanto a abundância de matéria prima como a importância utilitária que estes utensílios detiveram, em todos os aspectos da vida cotidiana do Brasil colônia.

Colares

O emprego da fibra da taboa para a confecção de objetos utilitários é uma tradição que se perdeu no tempo. Devemos aos índios os saberes do emprego das matérias primas nativas no trançado, enriquecida pelas habilidades africanas e européias que empregaram suas tradições de acordo com as necessidades aqui no novo mundo.

Pufe-Revisteiro

A

taboa é aquele “capim alto” dos brejos, formando massas uniformes, bastante rústica e que está presente em vários pontos do planeta. A taboa cresce rápido, toma qualquer espaço alagadiço, tanto em água doce, como em água salobra. É usada na fabricação de esteiras e outros trançados. Chega a dar 4 cortes por ano.


6 Catálogo Maracangalha / 2009

Coleção

LindroAmor Inspiração para nossa coleção, o LindroAmor é uma expressão cultural muito querida pelos habitantes de Aenean ut sem vel sem auctor iaculis. Maracangalha. Um grupo de senhoras e jovens devotas de Maecenas Pellentesque posuere, non São Cosme e dui. Damião e Nossa Senhora da Guia,dui vestidas tristique fringilla, metusllentesque posuere, dui com chamativos vestidos de chita e chapéus enfeitados com fitas percorrem as ruas do Povoado durante o mês de non tristique fringilla, metus. agosto. São acompanhadas por um grupo de músicos, dançando, cantando e erguendo a bandeira do grupo, pedindo contribuições para os festejos dos santos de sua admiração.

Artesãs com seus produtos: bolsas Anália e Lindro Amor, chapéus Samba Chula e Samba de Roda


Making off da sessão de fotos com artesãs e o designer Rodrigo Lyra

Brinco Jaqueline, colar Doce Maracangalha, bolsa Anália (detalhe), pulseira Doce Maracangalha


6 CatĂĄlogo Maracangalha / 2009

Colar Doce Maracangalha (conjunto), brinco Augusta, chapĂŠu


No sentido horĂĄrio: carteira Flor, brinco Augusta, chapĂŠu Samba de Roda, presilhas de cabelo Augusta, esteira de praia Madre de Deus


6 Catálogo Maracangalha / 2009

Conjunto para gastronomia: caminho de mesa Dendê, ramalhete de flores de taboa, argola de guardanapo Dendê, cesto pequeno Três Xis

Gastronomia Mesa farta e saborosa pede acessórios.


Mobiliário O conforto e a maciez da taboa caem muito bem com móveis e acessórios para residências. Agregue a isto, o apelo de um produto sustentável, ecologicamente correto e boas práticas do design social.

Pufe Torrão de Açúcar e tapete Massapê


Catálogo Maracangalha / 2009

6

APA Joanes/Ipitanga A Área de Proteção Ambiental - APA Joanes/ Ipitanga - criada pelo Decreto Estadual N°. 7.596, em 05/06/1999, encontra-se localizada na Região Metropolitana de Salvador, envolvendo os municípios de Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari, Dias D’Ávila, Simões Filho, Candeias, São Francisco do Conde e São Sebastião do Passé. São 64.456 hectares, que fazem parte das Bacias Hidrográficas dos Rios Joanes e Ipitanga, abrangendo suas nascentes, represas e estuário. Esse importante manancial é responsável por cerca de 40% do abastecimento de água da região metropolitana, o que justifica sua proteção ambiental. Vale destacar que a localidade de Maracangalha está localizada na área de influência das nascentes do rio Joanes. Ver mais www.sema.ba.gov.br

Lista de produtos Acessório Feminino

BOLSA CARTEIRA FLOR Pequena (25x15cm) Grande (35x15cm)

BOLSA MEDIA LINDRO AMOR 50x27cm

BOLSA GRANDE ANÁLIA 50x32x12cm

CHAPÉUS SAMBA CHULA 12x30cm

CHAPÉUS SAMBA DE RODA 12x38cm

BOLSA CARTEIRA MORENA FACEIRA 35x15cm

Adorno Feminino COLAR DOCE MARACANGALHA PULSEIRA DOCE MARAGANGALHA BRINCO AUGUSTA BRINCO JAQUELINE MISSE LENE Brindes CHAVEIRO LINDRO AMOR 12x22cm

CHAVEIRO CHAPÉU DORIVAL 5x20cm

Samba de Roda

Decoração RAMALHETE DE FLORES 15X20cm

O samba, notório símbolo nacional, tem suas origens no Samba de Roda do Recôncavo da Bahia e está inscrito no Livro de Registro das Formas de Expressão pelo IPHAN - Instituto do Patrimônio Artístico e Histórico Nacional. Esta verdadeira manifestação musical, coreográfica e poética foi também reconhecida como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO. O samba floresceu adquirindo variações ao ritmo dos trabalhos nos engenhos de açúcar. Foi a população de origem africana; trabalhadores escravos, homens livres, negros, mulatos e mestiços que forjou o ritmo alegre a partir de sua sacrificada trajetória.

PASSADEIRA MASSAPÊ 70x150cm

TAPETE MASSAPÊ 165x165cm

ESTEIRA DE PRAIA MADRE DE DEUS 45x140cm

CAMINHO DE MESA DENDÊ 35x120cm

JOGO DE MESA DENDÊ 42x35cm

ARGOLA DE GUARDANAPO DENDÊ 6x6cm

CESTO TRÊS XIS Pequeno (22x10cm) Médio (32x16cm) Grande (42x16cm)

Mobiliário PUFE TORRÃO DE AÇÚCAR

Ver mais

www.iphan.gov.br

40x40x40cm


Olhando para o futuro, homenageamos a nossa colega Maria Augusta.


Contato:

Projeto Maracangalha  

Desenvolvimento de grupo produtivo Taboarte de Maracangalha, São Sebastião do Passé (BA)

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you