Page 1

www.outdoorregional.com.br | 1


2 | www.outdoorregional.com.br


EXPEDIENTE

CARTA AO LEITOR O Carnaval já passou, mas o mês ainda segue em ritmo de samba aqui na Outdoor! Aliás, samba misturado com rock, o que resulta no peculiar som da banda Sambô, nosso destaque desta edição. Em entrevista eles contaram um pouquinho como surgiu esse som tão diferente e também falaram sobre o último trabalho, o DVD “Estação Sambô”. E seguindo a linha musical, trazemos uma matéria com a banda Hammathaz Brasil, que é de Sorocaba, e tem levado o bom rock’n’roll pela região. Já em “Música”, você fica sabendo um pouco mais sobre a banda teen do momento, a One Direction.

Coordenador Geral Rafael J Pereira Coordenador de Criação André Maffeis Jornalista Responsável Juliana Moreno MTB:0056878/SP Repórteres AC Rezende / Camila Marcusso Bruno Rodrigues / Juliana Cuani Juliana Moreno / Rafael Barbosa Colaboradores Bruno Fernandes / Fábio Sanqueta Thássia Moro / Gabriela Barreto Dr. Marcelo L. Galvão / João Bidu Revisão Juliana Moreno / Thássia Moro Projeto Gráfico / Diagramação Bruno Vieira Veiga de Oliveira

Para os fãs de games, este mês aconteceu o lançamento do jogo “God of War: Ascencion”, desenvolvido pela Santa Monica Studio. E por falar em games, Boituva será sede do TEM Games deste ano, campeonato eletrônico promovido pela TV TEM, afiliada da Rede Globo na região, que acontecerá nos dias 23 e 24. Na editoria Gourmet deste mês você vai aprender a preparar uma receita fácil, leve e muito saborosa: panqueca de ricota. Uma ótima opção para dias quentes! Tecnologia vai abordar um assunto muito presente na atualidade: o vício em redes sociais e até que ponto essas facilidades tecnológicas são benéficas para as pessoas. Ah, não deixe de ler Crônica e emocione-se com a história do pequeno Joe. Vale a pena! Boa leitura e até a próxima!

Comercial Rodrigo Bezerra – (15) 9131-0203 Agradecimento Fernanda Correia - Inova Show Tiragem / Impressão 8.000 exemplares / Graf. Santa Edwiges Distribuição Boituva/Iperó/Cerquilho Tatuí/Sorocaba Assinaturas assinaturas@outdoorregional.com.br Edições anteriores edicoes@outdoorregional.com.br Empresa Pereira e Maffeis Editora LTDA CNPJ: 13.970.830/0001-93 A revista não se responsabiliza por conceitos e opiniões emitidos por entrevistados e colaboradores, assim como não se responsabiliza pelo conteúdo de informes e anúncios publicitários

j-moreno@outdoorregional.com.br

www.outdoorregional.com.br | 3


4 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 5


6 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 7


ÍNDICE

16

10 12 14 16 18 20 24 26 28 34 38 40 42

MÚSICA O quinteto que arrasa corações

Cinema Séries Literatura Música Moda Feminina Ensaio Decoração Educação Social Capa Esporte Saúde Tecnologia

8 | www.outdoorregional.com.br

44 46 48 50 52 54 56 58 60 62 64 66

Games Autos Finanças Turismo Direito Política Gourmet Região Prata da casa Galeria Horoscopo Crônica

26

EDUCAÇÂO

56

GOURMET

Como lidar com a mudança de fases

Panqueca de ricota é a pedida da vez

FALE CONOSCO

Site www.outdoorregional.com.br Anúncios e Publicidade: Avenida Pereira Ignácio, 378 - 2º andar - sala 07 - Telefone: (15) 3263-5028 (15) 9114-2136 / ID 113*16815 contato@outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 9


CINEMA

Por: Juliana Moreno j-moreno@ outdoorregional.com.br

Indomável Sonhadora A desigualdade social fantasiada O filme é narrado pela perspectiva de uma criança, a pequena Hushpuppy, interpretada pela atriz Quvenzhané Wallis. O plano de fundo faz referência à passagem do furacão Katrina em 2005 e ao processo de derretimento da calota polar. Em meio a isso, é retratada a realidade de pessoas que moram numa ilha fictícia chamada Banheira, que fica localizada em uma região pantanosa de Louisiana e que corre o risco de ser inundada caso venha a acontecer uma grande tempestade.

A história

A população é formada em grande parte por pessoas que se recusam a evacuar o local, mesmo estando conscientes do perigo iminente. Dentre eles, está Wink (Dwight Henry), pai da pequena Hushpuppy, e que sobrevive da pesca e da agricultura de subsistência. E é nesse contexto que ele cria a filha de seis anos sozinho e ensina a dureza e, até mesmo, a crueldade da vida.

Esse temível monstro, na verdade, acaba sendo uma metáfora da própria vida que, inevitavelmente, possui perdas, sofrimento e dores Hushpuppy, com o passar do tempo, adquire um visão de mundo negativa, fruto das histórias contadas pelo pai. Por sua vida se resumir apenas à realidade da Banheira, ela cria em seu imaginário o mundo lá fora, de forma que toda ameaça vinda é representada por um grande animal pré-histórico, algo como um grande porco peludo e com chifres, devorador de pessoas. Esse temível monstro, na verdade, acaba sendo uma metáfora da própria vida que, inevitavelmente, possui perdas, sofrimento e dores.

Perspectivas

Segundo as análises já feitas, a grande questão levantada e debatida no contexto do filme é a dureza da vida e até mesmo a desumanização das pessoas. O título original, “Beasts of the

10 | www.outdoorregional.com.br

Southern Wild”, algo como “as bestas do sul selvagem”, remete justamente ao questionamento se eles são mesmo os monstros do imaginário de Hushpuppy, ou se são, na verdade, ela e sua gente, já que eles são comparados a bichos em momentos da história. E é em meio a esse cenário que a pequena menina cresce precocemente, tendo que amadurecer em meio às pessoas que a aconselham a não olhar para o futuro de forma positiva, já que ele lhe trará perdas e dores. O filme chega aos cinemas brasileiros no dia 22 deste mês e concorre aos prêmios de Melhor Filme, Diretor, Atriz e Roteiro Adaptado no dia 24, data marcada para a festa do Oscar 2013.


www.outdoorregional.com.br | 11


SÉRIES

Por: Juliana Moreno j-moreno@ outdoorregional.com.br

Cult Uma série dentro de outra O canal Americano CW lançou este mês uma série que tem como plano de fundo o fanatismo existente nos dias de hoje pelas redes sociais e a necessidade de estar conectado, se comunicando e movendo coisas e situações através de um clique. “Cult”, que estreou no dia 19 de fevereiro lá fora e que chegará ao Brasil pelo canal Warner Channel, mostrará os bastidores de um popular seriado, que leva o mesmo nome e aborda uma série de misteriosos assassinatos. A complicação acontece quando os fãs obsessivos passam a praticar rituais de morte mostrados no show e usam as redes sociais para se comunicarem a respeito disso.

Enredo

Jeff Seton, um jornalista investigativo vivido por Matt Davis (o vampiro Alaric Saltzman de “The Vampire Diaries”) começa a suspeitar do programa quando seu irmão, depois de afirmar que estava sendo perseguido pela atração televisiva, desaparece misteriosamente. E para essa empreitada de investigar o programa e seus fãs, ele conta com a ajuda de Skye (Jessica Lucas), uma jovem assistente do próprio programa, que também suspeita das coisas acontecidas em torno do programa.

esse é o grande trunfo, pois a audiência vai querer entender o que está acontecendo Sobre a série

Em entrevista, o ator principal disse que torce para que haja interação do público com a série. “Sou fascinado por redes sociais e é bastante interessante a maneira como elas foram usadas para inspirar o nosso show”, disse. O programa conta com a produção de Josh Schawartz, o mesmo de “Chuck” e “Gossip Girl”. Já o produtor-executivo é Rockne S. O’Bannon, que afirmou que a série foi criada com um conceito de comunidade. “Estamos planejando diversas formas de interação nessas mesmas mídias sociais, mas sabemos que não

12 | www.outdoorregional.com.br

Matt Davis interpreta Jeff Seton, um jornalista investigativo

podemos dar tanto, pois a interação precisará existir de maneira natural. Antes você via a TV, agora é ela quem o vê”, afirmou.

O diferencial

Sobre o fato de a série ser um tanto quanto complexa e diferente, o produtor afirma que esse é o grande trunfo, pois a audiência vai querer entender o que está acontecendo. E para isso, as mídias sociais já estavam fazendo seu trabalho muito antes da data de estréia, instigando as pessoas interessadas na trama. “O que é mais interessante é que não é apenas o marketing do canal que promove o show, mas o show também fala sobre o poder do marketing e da sua influência nas pessoas pela conectividade”, explicou ele.


www.outdoorregional.com.br | 13


LITERATURA

Por: Juliana Moreno j-moreno@ outdoorregional.com.br

O Executivo e o Elefante Um guia de liderança para atingir a excelência interior Não somente para executivos, este na verdade é um livro para líderes. E não estamos falando apenas de negócios, mas sim de relacionamento. Richard L. Draft ensina o leitor, sim, a ser um melhor profissional, mas também conduz o ensinamento de forma que a pessoa possa aprender a ser melhor pai, mãe, amigo, etc. Ou seja, nos ensina a sermos pessoas melhores e mais centradas. O foco principal do livro é o seguinte: por que muitas vezes você, enquanto líder, mesmo tendo consciência do que é o certo a se fazer, toma a decisão errada? Este enigma começa a ser respondido já pelo título do livro, sendo que as figuras do executivo e do elefante são, na verdade, analogias feitas para caracterizar as duas partes da nossa mente, o que o autor chama de self. Sendo assim, o elefante representa nosso inconsciente e o executivo, por sua vez, nossa consciência elevada. E ele caracteriza cada uma da seguinte forma: “quando há um conflito direto entre as duas partes, descobrimos que a parte inconsciente parece tão forte quanto um elefante”. Isso pode ser exemplificado na seguinte situação: você está de regime, mas não consegue resistir a um pedaço de pizza na companhia dos amigos. Diferentemente, o executivo interior tem o papel de oferecer opções de processos de alto nível que podem conduzir o elefante interior, como explica o autor. Ainda segundo ele, a mente voluntária é pequena em comparação com a mente inconsciente, assim como um executivo é pequeno em comparação com um elefante que está conduzindo. E essa é a grande questão do livro: ensinar a como reconhecer e equilibrar cada um dos self, para que isso possa implicar melhores resultados na carreira e também na vida.

Trecho “O grande desafio da liderança não é descobrir o que fazer, mas, na verdade, fazer o que você sabe que vai produzir ótimos resultados. O desafio é aprender a liderar a si mes-

14 | www.outdoorregional.com.br

Ficha Técnica Título: “O Executivo e o Elefante” Autor: Richard L. Draft Editora: Novo Conceito Páginas: 384

mo para fazer o que é preciso quando necessário. Dominar a si mesmo alinha seu comportamento com suas intenções, e conseguir fazer isso é muito, muito mais difícil do que parece”.


www.outdoorregional.com.br | 15


MÚSICA

Por: Juliana Cuani j-cuani@ outdoorregional.com.br

Arrasando os corações teens O quinteto One Direction mostra a que veio A boy band pop One Direction foi formada na cidade de Londres em 2010 e decolou para o sucesso. Composta pelos britânicos Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson e Zayn Malik, e pelo irlandês Niall Horan, o quinteto surgiu em um programa de televisão, o The X-Factor, um reality show musical. Inicialmente se apresentavam como competidores individuais e depois se uniram para concorrer como grupo; eles acabaram na terceira colocação atrás da vice-campeã Rebecca Ferguson e do vencedor Matt Cardle.

Os números do sucesso

O single de estreia, “What Makes You Beautiful”, foi lançado em 11 de setembro de 2011 e alcançou a primeira posição no UK Singles Chart. O single seguinte, “Gotta Be You”, foi lançado em 13 de novembro, seguido do primeiro álbum, “Up All Night”, em novembro de 2011. O álbum foi o décimo sexto mais vendido do ano no Reino Unido com 468 mil cópias. Em menos de um ano de carreira, o 1D é vencedor de três 4Music Awards, 2 Kids’ Choice Awards e um BRIT Awards por melhor single de 2011. Segundo o vocalista Payne, “a inspiração vem de cantores e bandas de música pop e rock britânicos e americanos, como Snow Patrol, Coldplay, Robbie Williams, Elvis Presley,

O álbum Up All Night foi o décimo sexto mais vendido do ano no Reino Unido Lady Gaga e Justin Bieber, mas a principal influência são os Backstreet Boys”.

A fase inicial

Eles tiveram apenas cinco semanas para dar inicio às apresentações como grupo, antes da fase seguinte da competição. Reuniram-se então para ensaiar e aprimorar os vocais em conjunto. Payne disse em entrevistas: “os primeiros dias foram muito difíceis. Nós todos tínhamos ideias diferentes, mas realmente não

16 | www.outdoorregional.com.br

sabíamos em que o grupo se baseava.” O nome One Direction foi criado pelo jurado Simon Cowell. Payne disse: “normalmente, quando você monta uma banda e ela tem um bom tempo para se desenvolver é legal, mas tivemos que fazer isso em uma competição ao vivo, na frente de 20 milhões de pessoas. Se você cometer um erro diante de uma plateia como essa, você é eliminado. Não tínhamos espaço para qualquer erro. Tivemos de crescer muito, muito rápido”. Em maio de 2012, One Direction começou a gravar o segundo álbum de estúdio, “Take Me Home”, em Estocolmo na Suécia. Uma turnê mundial está marcada para o início de fevereiro de 2013.


www.outdoorregional.com.br | 17


MODA FEMININA

Por: Gabriela Barreto g-barreto@ outdoorregional.com.br

Um truque de estilo que pode deixar seu look mais fashion

18 | www.outdoorregional.com.br


Os estilistas do momento arrasam e fazem toda garota enlouquecer nas araras com tanta novidade em suas coleções, mas nem toda roupa vem completa com o que é tendência no momento ou com aquele toque final que só as mulheres sabem dar. Muitas vezes um pequeno detalhe, ou um pequeno truque de moda acaba deixando o look muito mais original e cheio de estilo.

Super na moda

Esse é o caso do famoso nó na camisa ou lacinho na camiseta. Na lateral ou na frente, esse truque tem transformado looks casuais em produções super modernas e descontraídas. E o “truquezinho” ganhou a atenção das mulheres mais antenadas com a moda. É bem simples e a única dica é não amarrar muito forte, assim não estraga a peça. Simples, não? A ideia já foi hit no passado e agora aparece com tudo entre as famosas e as mais viciadas no mundo fashion. Hora de apostar nesse truque para deixar seu look instan-

taneamente mais estiloso e descontraído!

Como usar

Este pequeno detalhe que faz total diferença pode ser usado de formas bem diferentes. Para as combinações em ambientes mais casuais, invista na t-shirt, pois além de clássicas e muito divertidas, combinam com tudo, principalmente com aquele sneaker tendência ou aquele slipper moderno. Abuse dos maxi acessórios e dos chapéus. Fica um charme na hora das composições. Para uma produção mais fina e chique, invista nas camisas. O laço mais comprido é uma boa dica, por que além de elegante, fica bastante estiloso. Com elas, dá para apostar no salto e em um lindíssimo it bag. Para arrematar, aquele blazer sobrepondo tudo. Lindo, e esse é um detalhe que conquistará varias tribos, desde as patricinhas, as mães de família, até as mais despojadas e esportivas. Dentre as amarrações, a da lateral é feita para deixar looks básicos mais fashion, sem perder seu estilo descontraído.

- Para não estragar a peça, nada de apertar muito forte na hora de dar o nó! De preferência, use o nozinho em peças mais larguinhas, de forma que você não tenha que esticar tanto o tecido - Componha o truque com uma t-shirt larguinha e uma skinny ou shorts - Use o detalhe em camisas combinadas a saias longas - Evite usar a tendência do nó combinando com saias curtas - Atualmente muitas coleções vêm apostando no nó, por isso, diversas marcas e modelos já vêm com as pontas soltas para amarrar. Caso a sua não tenha este detalhe já feito, é só deixar os últimos botões da camisa sem fechar para dar o nó

www.outdoorregional.com.br | 19


ENSAIO

Modelo: Mônica Pascoli Fotos: Luciana Guimarães Oliveira Edição de Imagens: Bruno Vieira Veiga de Styling:Livia Barros e Rodrigo Bezerra Cabelo e maquiagem: Alexander Carriel Local: Portal Castello Branco dito: (15) 3263-1030 Agradecimento: Sapatos - Bazar São Bene

20 | www.outdoorregional.com.br


Camisa detalhe gola de tachas, shorts de linho cintura alta e mix de pulseiras de cristais.

www.outdoorregional.com.br | Lívia Barros - R. Cel Eugênio Motta, 521, loja43, Shopping Villa D’ouro, Centro, Boituva/SP - (15) 3263 - 4347

21


Conjunto Floral Azul e Hobby de tule com franja.

22 | www.outdoorregional.com.br

Madame Fil贸 - R. Cel. Eug锚nio Motta, 398 - A, Centro, Boituva/SP - (15) 3363 - 2795


Vestido Floral Costa Transparência MOB.

www.outdoorregional.com.br | Empório Joaquina - Av. Ver. José Ângelo Biagioni, 660, Loja 16, Boituva Park Shopping, Centro, Boituva/SP

23


DECORAÇÃO

Por: Juliana Moreno j-moreno@ outdoorregional.com.br

Uma linda casa de aluguel É possível personalizar o visual do imóvel sem precisar fazer reformas ou gastar muito Se você mora em casa alugada e, por conta disso, acha que não pode ousar muito na decoração, está enganado! É certo que muitas vezes não é permitido mexer na estrutura do imóvel e, muitas vezes, nem ao menos fazer um furo na parede, mas há maneiras incríveis de driblar esses percalços.

Piso

Se o piso do imóvel não é nem um pouco do seu agrado, e não é permitido (ou não está no orçamento) fazer uma troca, você pode pensar em revesti-lo com cimento queimado que, além de ser moderno, é um material econômico e de prática manutenção. Mas se quiser ter menos trabalho ainda, você pode optar por comprar um tapete e mover os móveis de forma que o menos possível dos pisos fique visível. Agora se o problema é o piso da varanda do apartamento, por exemplo, que tal investir em pedriscos e placas de deque de demolição? Ficará muito lindo e atual.

Adesivos

Eles são sempre bem vindos em diversas situações. Você pode usá-los para dar um toque moderno e original a azulejos da cozinha e do banheiro, por exemplo. Podem também ser usados para esconder imperfeições de vidros ou simplesmente para dar um toque diferente às paredes.

se quiser ter menos trabalho ainda, você pode optar por comprar um tapete e mover os móveis de forma que o menos possível dos pisos fique visível Cores

Se as paredes estão precisando de um pouco mais de vida e cor, uma alternativa mais acessível que as tintas, são os papéis de parede. Você pode usá-los para dar destaque a um local específico, como em uma parede toda, ou ainda usá-los no local

24 | www.outdoorregional.com.br

Se você quer colocar quadros na casa, mas não pode fazer furos na parede para pendurá-los, pode usar fita dupla face para fixá-los. Outra opção é apoiá-los sobre algum móvel

todo, mas em formas de tiras, para não deixar o ambiente muito carregado. Uma boa opção também para trazer cor e utilidade a salas e quartos, é o uso de módulos coloridos. Além de serem de fácil manuseio, se adaptam a vários tipos de ambientes e medidas. Isso sem contar que depois podem ser reaproveitados em uma nova casa, no caso de uma mudança.

Detalhes

Se você quer colocar quadros na casa, mas não pode fazer furos na parede para pendurá-los, pode usar fita dupla face para fixá-los. Outra opção é apoiá-los sobre algum móvel ou prateleira. Quando se tem a necessidade de separar dois ambientes, é possível fazer uso de um biombo. Ele vai dispensar totalmente a necessidade de erguer uma parede e vai trazer mais diversidade ao ambiente.


www.outdoorregional.com.br | 25


EDUCAÇÃO

Por: Thássia Moro t-moro@ outdoorregional.com.br

Do infantil para o fundamental A importância da passagem do ensino infantil para o ensino fundamental A passagem escolar da educação infantil para o ensino fundamental é um importante processo na vida das crianças e, como toda mudança significativa, essa passagem desperta muitas dúvidas nos pais e nos próprios alunos que vão encarar essa nova etapa.

Nova rotina

A entrada no primeiro ano traz consigo mudanças importantes na rotina escolar da criança, algumas atividades do ensino infantil vão perdendo espaço e abrindo lugar para novas experiências. As brincadeiras ainda farão parte dos primeiros anos, mas elas vão ter seu tempo de dedicação diminuído e atividades de estudos passarão a concentrar a maior parte do tempo.

As brincadeiras ainda farão parte dos primeiros anos, mas elas vão ter seu tempo de dedicação diminuído e atividades de estudos passarão a concentrar a maior parte do tempo Notas, provas e lição de casa

Muitas crianças nessa etapa não estão acostumadas a lidar com notas e provas. É no primeiro ano do ensino fundamental que elas vão ganhar importância, mas é importante que os pais e professores não façam dessa atividade um “bicho papão” para os alunos. Eles precisam compreender que elas são importantes, mas que com dedicação podem tirar essa tarefa de letra. As responsabilidades vão crescer, como por exemplo, nas tarefas de casa que são essenciais para o desempenho do aluno.

Brincadeiras

Nos primeiros anos do ensino fundamental as brincadeiras ainda são muito importantes no aprendizado

26 | www.outdoorregional.com.br

Os pais são o espelho da criança e se eles não estão preparados para encarar essa mudança às crianças terão mais dificuldades em enfrentar esse novo desafio

dos alunos, mas elas deixarão de ser centrais e são sempre conciliadas com as atividades normais de estudos. Na educação infantil as brincadeiras, geralmente, são condicionadas pelos professores. Já no ensino fundamental os alunos possuem mais autonomia na hora das brincadeiras, principalmente nos intervalos. Mais importante que incentivar seu filho a estudar e se dedicar a escola é passar confiança para ele, os pais são o espelho da criança e se eles não estão preparados para encarar essa mudança às crianças terão mais dificuldades em enfrentar esse novo desafio. O ensino fundamental é uma importante etapa na alfabetização e amadurecimento escolar, mas esse processo precisa ser partilhado pelo aluno, seus professores e sua família.


www.outdoorregional.com.br | 27


SOCIAL

Zouk Bar | Boituva/SP 01 – Thaís, Giovana e Evelyn 02 – Heloísa, Sam e Amanda 03 - Leonardo e Juliana 04 – Cristiane e Carolina 05 – Daiane e Patricia 06 – Barbara e Magno

Deck Bar e Restaurante Boituva/SP 07 – Ananda e Rernani 08 – Bárbara e Fernanda 09 –Silvio e Ivete 10 –Luciana e Flávia

05

28 | www.outdoorregional.com.br

Créditos: Patricia Pereira


02

11

10 09

Pré-Carnaval no Verdi Boituva/SP 11 – Alyson e Samira 12 – Lanna e Alex 13 – Paulo e Carol 14 – Paloma Gianotti 15 – Franciele e Aline 16 – Jonatas, Daniela e Bruno

13

12

www.outdoorregional.com.br | 29


SOCIAL

02 em parceria com:

Pré- Carnaval | Verdi Boituva/SP

04

01 – Francini e Francisco 02 – Gislaine, Thais e Adriana 03 – Ednéia Varella 04 – Fernanda Carla 05 – Ricardo e Thaís 06 – Valdinei, Getúlio e Leonardo 07 – Brena Garcia 08 – Edmar e Steffany 09 – Filipe e Diane 10 –Tainá e Eduardo Créditos:Raphael Chespkassoff

30 | www.outdoorregional.com.br


02

Sábado na Balada | SRB Boituva/SP 11 – Amanda Christinna 12 – Gabriela e Larrisa 13 –Michele e Mayara 14 – Ricardo e Giorgia 15 – Giovana, Eduarda e Taís 16 – Rayla e Mariane

www.outdoorregional.com.br | 31


SOCIAL

01 em parceria com:

Baile Vermelho e Preto Tatuí/SP 01 – Ana Tereza e Núbia 02 – Suellen Cristini 03 –Marcela e Roberta 04 – Guto e Isa Nardini 05 – Rocha e Thais 06 - César e Renata 07 – Thaisa e Ana Flávia

Créditos: Felipe Celino

32 | www.outdoorregional.com.br


02

10 09

11

Armazém Santa Luiza Tatuí/SP 08 – Maiana Machado e Ana Paula Peixoto 09 – Rebeca Delaroli 10 – Giovana Lorenzetti e Marina Lorenzetti 11 – Luiz Fernando e Carolina 12 – Marcelo Degor e Junior

Sans Café | Tatuí/SP 13 – Gisele Cubas e Felipe Checho 14 –Gisele 15 –Camila Guedes 16 –Amanda Pérez e Taina Sayuri

13

www.outdoorregional.com.br | 33


CAPA

34 | www.outdoorregional.com.br

Por: Juliana Moreno j-moreno@ outdoorregional.com.br


Afinal, é rock ou é samba? Tem guitarra distorcida e bateria com levada pesada, mas também conta com instrumentos como rebolo e pandeiro. Não é um, nem outro, mas sim uma mistura que resulta num rock-samba que só o Sambô sabe fazer. www.outdoorregional.com.br | 35


Estávamos fazendo samba, até que alguém pediu pra tocar um rock. Combinamos o tom e encontramos essa mistura que, além de rock com samba, tem também uma pegada pop e de MPB

mistura agradou logo de cara e tem conquistado ouvidos e corações dia após dia. “Estávamos fazendo samba, até que alguém pediu pra tocar um rock. Combinamos o tom e encontramos essa mistura que, além de rock com samba, tem também uma pegada pop e de MPB”, diz San.

A mistura

Quem são eles

O grupo é formado por San (voz e pandeiro), Sudu Lisi (bateria), Ricardo Gama (teclado) Júlio Fejuca (cavaquinho, guitarra e banjo) e Zé da Paz (pandeiro), e nasceu em Ribeirão Preto-SP. “Nós já éramos um grupo de amigos, todos músicos profissionais, e nos reuníamos numa roda com a mesma intenção: tocar um samba de primeira em volta de uma mesa, batendo papo. Foi assim que o grupo nasceu”, conta Ricardo. Nesse momento, quando alguém lá do fundão gritou “toca rock’n’roll, toca Raul”, o grupo mandou um clássico do rock, “Mercedes Benz”, de Janis Joplin, em samba. E foi assim mesmo: sem ensaio! A

36 | www.outdoorregional.com.br

O grupo preza pela diversidade da música brasileira, misturando estilos como funk, pagode, MPB, pop, balada, rock e samba. Quebrando paradigmas, surgem versões surpreendentes para clássicos do rock e sambas tradicionais. “Cada um tinha um conhecimento em outros ritmos e queríamos unir essas características para fazermos algo diferente. Deu certo. Somos apaixonados pelos dois gêneros. Por isso, decidimos uni-los, ou seja, demos uma nova roupagem ao rock, mas com a essência do samba”, diz San ao explicar o surgimento do conceito de rock-samba.


Os números do sucesso

Com uma média de 25 shows por mês, o Sambô realmente caiu no gosto do povo. “Já comemoramos o 3º lugar no ranking dos CDs/DVDs mais vendidos em todo país, mais de 20 mil seguidores no Twitter e mais de 40 milhões de visualizações no Youtube. Sem contar que em 2012 vendemos um milhão de cópias e somos os mais baixados no iTunes”, conta e comemora Ricardo Gama. E sobre tamanha exposição e sucesso na mídia, eles dizem que não esperavam que pudessem alcançar esse patamar. “Está sendo muito prazeroso poder fazer o que gostamos e, ao mesmo tempo, ter esse reconhecimento pela mídia e público”, diz Júlio.

O novo DVD

No final do ano passado o grupo gravou o DVD “Estação Sambô – Ao Vivo”, o segundo da carreira, que contou com novas versões e participações especiais. “Esse trabalho foi gravado no meio de uma turnê. Priorizamos um palco convencional para po-

dermos ter essa interatividade com os fãs, buscando, na verdade, transformar o show em uma roda de samba”, explica Gama. No DVD, o grupo contou com as participações de Thiaguinho, Péricles, Di Ferrero e Sidney Magal. Ainda sobre o show, San explica que eles reuniram vários clássicos como “Sunday Bloody Sunday, hit famoso na voz de Bono Vox, da banda irlandesa U2, ao qual deram novo arranjo. Também fazem parte do repertório as músicas “Aluga-se”, de Raul Seixas, além de “Mercedes Benz”, famosa nas vozes de Janis Joplin, Michael McClure e Bobo Neuwirth. Aliás, segundo eles, essas três são as músicas que mais fazem sucesso nos shows. “Somadas às três composições próprias do primeiro trabalho e que repetimos nesse, são nove as músicas próprias. Os temas são variados, assim como todo o nosso repertório”, conta San. No novo DVD também encontramos versões de músicas como “Zóio de Lula”, do Charlie Brown Jr, “Os Cegos do Castelo”, dos Titãs, “Pais e Filhos”, do Legião Urbana e “Smell Like a Teen Spirit”, do Nirvana, entre outras.

Somos apaixonados pelos dois gêneros. Por isso, decidimos uni-los, ou seja, demos uma nova roupagem ao rock, mas com a essência do samba

www.outdoorregional.com.br | 37


ESPORTES

Por: Bruno Rodrigues b-rodrigues@ outdoorregional.com.br

A trajetória de esforço, treino e foco em direção às conquistas 38 | www.outdoorregional.com.br


A bicicleta pode parecer um meio de transporte inofensivo, para práticas tranquilas de passeios aos finais de tarde. Se tratando de mulheres ciclistas, a visualização da pedalada se torna ainda mais sensível. Certo? Não para Luana Oliveira, pilota de downhill. Nascida em Itu, a atleta de 21 anos coleciona títulos. Entre eles, o tetracampeonato (2008, 2010, 2011 e 2012) da famosa Descida da escada de Santos.

O esporte

Mas afinal, o que é downhill? Traduzindo o nome, quer dizer “morro abaixo”. O objetivo desse esporte é descer montanhas ou escadas, isso mesmo, descer escadas o mais rápido possível. Essa categoria de Mountain Bike surgiu na Califórnia (EUA) durante a década de 1970. Ganhou força em Portugal, mais precisamente em Porto de Mós (Leiria) e daí em diante a modalidade se espalhou mundo a fora. Para praticar esse esporte, foram desenvolvidas bikes especializadas, do tipo “cruiser”, utilizando pneus mais largos e freios mais potentes.

A fera

Luana Oliveira teve seu primeiro contato com a bike através do BMX (também chamada de bicicross). Começou a aprender e adquirir a técnica, até que um amigo viu que ela tinha potencial para o downhill. Luana emprestou uma bike específica e foi participar de uma prova. Ganhou destaque, se apaixonou e nunca mais parou. No início, a ituana conta que a base que teve no BMX ajudou muito na adaptação, a dificuldade maior foi conseguir patrocínio. “O esporte é mal divulgado e as chances de conseguir patrocínio para se manter e poder evoluir são poucas, aliás, essa é a maior dificuldade para todos os atletas brasileiros que não são jogadores de futebol”, diz a atleta.

Os desafios

O esporte exige bom preparo físico, por isso, Luana conta com uma equipe composta por um personal trainner, nutricionista e

o fisiologista Cadu Polazzo. Durante as provas, a pilota encara muitos perigos, como as inclinações das descidas e os próprios degraus. A dificuldade aumenta quando chove, a pista molhada provoca quedas e atrapalha o desenvolvimento das atletas. Além do percurso, das condições climáticas, ainda existe um grande desafio, ou melhor, uma grande desafiante que vem lá da Holanda: Anneke Beerten, é uma das grandes adversárias da nossa brasileira no fourcross (modalidade que une downhill e BMX).

A recompensa

Apesar de todos os obstáculos no começo da carreira, Luana agora desfruta de muitos benefícios. A pilota se tornou uma cidadã do mundo. Através do esporte, ela conheceu países como Canadá, Escócia, Itália, Áustria, África do Sul, Chile, Guatemala, Colômbia, EUA, Alemanha e México. Além disso, atualmente ela é patrocinada pela Oakley, TNT Energy Drink, Eppo Itu e Shimano. “Conquistei todos os patrocínios com muito esforço, treino e bastante foco para mostrar meu potencial e vencer as provas que me fizeram ser reconhecida”, conta a pilota. Luana é mais um exemplo de jovens atletas do Brasil que não desistiram em meio às dificuldades e deixa um recado para a moçada que sonha em ser piloto de sucesso como ela. “Galera, se tem interesse e a oportunidade para começar, comece! Se cair levante, se não conseguir, tenta de novo. O começo no esporte para mim foi muito difícil, eu não tinha condições de ter a bike dos sonhos, nem todo o equipamento necessário e muito menos incentivo. Mas a partir do momento que aquilo já fazia parte de mim, se tornou uma força para continuar lutando. Eu sempre me esforcei para continuar, para evoluir, para vencer e hoje posso dizer que todo o sacrifício valeu muito a pena. Mesmo assim continua não sendo fácil e acho que é isso, esse desafio, que mais me fortalece e prova o que eu realmente quero”, finaliza.

www.outdoorregional.com.br | 39


SAÚDE

40 | www.outdoorregional.com.br

Por: Dr. Marcelo L Galvão m-galvao@ outdoorregional.com.br


Marchinhas, serpentinas, confetes e alegria, muita alegria. O Carnaval do Brasil é conhecido no mundo todo. E toda essa diversão, regada a muita bebida, pode fazer com que nos esqueçamos de certos cuidados com pessoas que nunca vimos e muitas vezes nunca mais veremos. É aí que mora o perigo. As DST’s – Doenças Sexualmente Transmissíveis – antigamente chamadas de doenças venéreas, em determinadas fases não apresentam sintomas. Aparência não significa ter saúde. Basta o contato com a pele infectada para transmitir a doença. Se você não tomou cuidado, conheça um pouco sobre cada uma delas e veja se não ganhou um presente de grego nesse Carnaval:

Descrevendo

•Sífilis: É causada por bactéria. Causa ferida nos órgãos genitais e o aparecimento de caroços nos gânglios da virilha (ínguas). Não causa dor, ardor, coceira ou pus. Os sintomas podem desaparecer sozinhos, porém a infecção continua. Pode voltar depois de muito tempo causando manchas em várias partes do corpo, inclusive levar à cegueira, paralisia ou a morte. Grávidas podem transmitir para o feto; •Gonorreia: É causada por bactéria. Infecta os olhos, garganta, reto, pênis e colo do útero. Causa ardor ao urinar. Nos homens pode ocorrer corrimento/ pus. Nas mulheres, sangramento. A falta de tratamento pode levar a dor

durante a relação sexual, gravidez fora do útero (tubas) ou dificuldade para engravidar; •HIV: É causada por vírus. Não apresenta sinais. Como destrói o sistema de defesa do organismo, outras doenças, inclusive as DST’s se aproveitam da situação. Veja mais sobre esse tema na edição 35/2012; •HPV: É causada por vírus. Conhecida também como crista de galo ou verruga genital. Infecta a boca, garganta, pênis, ânus, vagina, vulva e colo do útero. Causa verrugas de diversos tamanhos. Existem mais de 100 tipos de variações desse vírus. Alguns podem causar câncer;

Onde procurar ajuda

Se você notou qualquer sinal/sintoma descrito acima, procure uma unidade de saúde para confirmar o diagnóstico e indicar o tratamento adequado. Se você tem um (a) parceiro (a) fixo, peça que o acompanhe para prevenir contra reinfecção. E lembre-se: camisinha deve ser usada em todas as relações.

www.outdoorregional.com.br | 41


TECNOLOGIA

Por: Juliana Moreno j-moreno@ outdoorregional.com.br

O vício das redes sociais Conectado no mundo virtual, mas cada vez mais distante da vida real Infelizmente se tornou uma cena comum nos dias de hoje: vários amigos em um restaurante, reunidos em volta de uma mesa, mas sem nenhum diálogo. Isto porque as atenções estão voltadas para outra coisa: os celulares.

O vício

Já é comprovado: uma pesquisa feita no final do ano passado em oito países constatou que 60% dos brasileiros que possuem um celular com acesso à internet, checam o aparelho uma vez a cada 30 minutos. Entretanto, a situação está se agravando tanto, que não é de se duvidar que logo isso se inverta: as pessoas darão uma pausa a cada meia hora, mas para levantar a cabeça do celular e ver o que está se passando na vida real. Isso não está longe de acontecer, se formos nos basear em outra pesquisa feita para conhecer o perfil das pessoas que não conseguem largar seus aparelhos. Acredite: 65% dos entrevistados

Essa é a realidade atual: a interação presencial precisa estar condicionada a um castigo para que possa acontecer da forma correta disseram que não viveriam sem seus iPhones, 40% deixariam de beber café, 18% de tomar banho todos os dias e, pra acabar, 15% disseram que deixariam de fazer sexo no fim de semana para não terem que deixar seus aparelhos de lado.

Os resultados

Um estudo feito pela Universidade de Chicago foi um pouco mais a fundo na questão e acompanhou a rotina de checagem de atualizações em redes sociais de 205 pessoas, durante sete dias. Depois de finalizado esse período, o resultado foi chocante: eles concluíram que resistir às tentações do Facebook e do Twitter é mais difícil do que dizer não ao álcool e ao cigarro. Visto isso, não é de se espantar que já exista um programa de dependência 42 | www.outdoorregional.com.br

60% dos brasileiros que possuem um celular com acesso à internet, checam o aparelho uma vez a cada 30 minutos de internet no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (Ipq-HCUSP).

A realidade

Uma medida que já vem sendo tomada para tentar conter a situação de pessoas que saem para se divertir com os amigos, mas não conseguem desgrudar do celular, é o chamado “phone stacking”. Trata-se de uma espécie de jogo, no qual todos do grupo são obrigados a empilhar os celulares no centro da mesa, por exemplo. Quem não resistir e pegar o aparelho para checar as redes sociais, paga a conta geral. Essa é a realidade atual: a interação presencial precisa estar condicionada a um castigo para que possa acontecer da forma correta. Até onde as pessoas vão para tentar suprir esse mito da onipresença, de querer tudo ao mesmo tempo?


www.outdoorregional.com.br | 43


GAMES

Por: Rafael Barbosa r-barbosa@ outdoorregional.com.br

“Mas houve uma época, antes de Kratos se tornar o monstro conhecido como o Fantasma de Esparta” 44 | www.outdoorregional.com.br


Depois que “God of War 3” chegou às lojas, muitos se perguntaram qual seria o caminho que a Santa Monica Studio daria à sua franquia. Agora, depois de três anos, vemos a série regressar aos consoles caseiros, para contar a história de como Kratos iniciou sua jornada de vingança e redenção. “God of War: Ascencion” será cronologicamente o primeiro capítulo da série e se passará seis meses após o espartano ter sido enganado pelo deus Ares e matado sua família. No game, veremos um kratos muito mais humano, martirizado pela culpa e muito diferente daquela figura consumida pelo ódio que encontramos nos outros jogos.

Novos elementos

Este novo game promete manter todos os elementos que fizeram a fama da franquia. O design artístico continuará a trazer ambientes amplos e estruturas colossais, porém o título promete vir com gráficos melhorados, com um ótimo acabamento de texturas e um sistema de iluminação mais eficiente. Pelo que pudemos ver até agora, o sistema de combate é basicamente o mesmo que encontramos em outros jogos da série, porém alguns elementos novos foram inseridos à brincadeira. Agora Kratos pode utilizar as armas deixadas pelos inimigos e alguns movimentos também foram acrescentados ao já vasto (e brutal) repertório de golpes do gigante espartano, que agora também pode, por exemplo, prender um inimigo nas correntes de um braço, enquanto utiliza a lâmina do outro para atacar seus oponentes. No decorrer da aventura, os jogadores encontrarão inimigos já conhecidos pelos fãs da série, além de alguns oponentes que parecem ser baseados em outras mitologias, como o Elefantauro (um híbrido de elefante e homem). Porém, isto não quer dizer

que o game será um emaranhado de mitologias. Durante campanha, o jogador encontrará monstros marinhos colossais, os já conhecidos sátiros, além das três fúrias (entidades que personificam a vingança e as grandes vilãs do game), o que mostra que as lendas gregas continuam sendo a força motriz da série.

Uma batalha épica entre amigos

Mesmo que o modo história do jogo traga alguns novos elementos, todos eles são ofuscados pela grande novidade do game: o modo multiplayer. Nele, o jogador comandará um campeão, que deve escolher entre quatro deuses (Zeus, Ares, Hades e Poseidon). Cada divindade oferece habilidades distintas ao jogador, como bônus para ataques de fogo e corpo a corpo, no caso do deus da guerra. Uma vez que isto aconteça, o jogador poderá escolher entre diversos modos em que deve lutar com outros jogadores. Os tipos de competição serão variados, mas já estão confirmados os modos deathmatch, onde quatro competidores se digladiam em uma arena e o modo Execução, onde duas equipes de quatro jogadores devem conquistar áreas especificas de um gigantesco cenário, vigiado por um ciclope colossal. Com o decorrer da jogatina, o jogador ganhará pontos, com o qual poderá comprar armaduras e evoluir suas armas. “God of War: Ascencion” marca a última aparição de Kratos nesta geração de consoles. Um retorno que com certeza responderá algumas dúvidas sobre a história do anti-herói, em uma aventura que reforçará os alicerces da série para os futuros jogos da franquia e o melhor de tudo, é que o game será traduzido e dublado para o português.

www.outdoorregional.com.br | 45


AUTOS

Por: Juliana Moreno j-moreno@ outdoorregional.com.br

Chevrolet Onix Tecnologia, conforto e beleza andando juntos

O Onix chegou ao mercado brasileiro para substituir a segunda geração do Corsa na briga entre os hatchbacks compactos e, só em janeiro, conseguiu a quinta colocação na lista dos carros mais vendidos. Isso mostra que o carro tem agradado os consumidores, com seu design atraente e cheio de personalidade, além de alta performance e economia.

Versões

O carro é oferecido nas motorizações flex de 1.0 e 1.4 e em três versões, sendo elas LS, LT e LTZ. Todas já saem de fábrica com airbag duplo, freios com ABS e EBD e direção hidráulica. A versão LT possui vidros e travas elétricas, direção com ajuste de altura e retrovisores pintados na cor da carroceria. Já a versão LTZ, top de linha, vem com ar-condicionado, espelhos elétricos, computador de bordo, rodas de liga leve de 15 polegadas, faróis de neblina e o sistema de entretenimento multimídia MyLink. Com ele é possível trazer músicas, fotos, vídeos e aplicativos de celular para dentro do carro, o que resulta na incrível experiência

O carro tem agradado os consumidores, com seu design atraente e cheio de personalidade, além de alta performance e economia

A versão LS 1.0 está saindo por R$ 30.790, a LT 1.0 por R$ 32.590, a LT 1.4 por R$ 36.190 e, por fim, a LTZ 1.4 chega por R$ 43.090

de poder ouvir música e ver vídeos com muito conforto, numa tela LCD de 7 polegadas.

Detalhes e valores

Apesar de ser um carro compacto, oferece um bom espaço interno, até mesmo para as pernas no banco traseiro. Os bancos acomodam bem até mesmo quem tem mais de 1.80m. A transmissão manual tem cinco velocidades e encaixes precisos e macios. O motor 1.4 chega a 98/106 cv e o 1.0 rende 79/80 cavalos de potência. A versão LS 1.0 está saindo por R$ 30.790, a LT 1.0 por R$ 32.590, a LT 1.4 por R$ 36.190 e, por fim, a LTZ 1.4 chega por R$ 43.090

46 | www.outdoorregional.com.br

Onix Sedã

A Chevrolet recentemente confirmou a apresentação da versão sedã do carro para o final de fevereiro. Há ainda informações de que o novo carro deve receber o nome de Prisma, talvez na busca por separar o novo sedã do Onix, basicamente como a Chevrolet já fez anteriormente com a dupla Celta e Prisma. O novo veículo deve ser lançado nas versões LT e LTZ, com as mesmas motorizações 1.0 e 1.4 flex usadas no hatch.


www.outdoorregional.com.br | 47


FINANÇAS

Por: Fábio Sanqueta f-sanqueta@ outdoorregional.com.br

CDB’s, o novo vilão Mudanças no cenário

Até o início de 2012, a maior segurança e certeza de tranquilidade para um investidor cauteloso era a aplicação de seu patrimônio financeiro em poupança e CDB’s, que são títulos de renda fixa emitidos por uma instituição financeira. Após todas as mudanças no cenário econômico em relação aos juros (obtendo uma queda de 50%) durante todo o período de 2012, esses tipos de investimentos não garantem o retorno esperado.

A situação atual

As aplicações nos três maiores bancos privados, Itaú, Santander e Bradesco, e também nas instituições financiadas pelo governo, Caixa e Banco do Brasil, se depararam com um recebimento nos últimos 12 meses em 8% e 6,5% respectivamente. Enquanto isso, os fundos de renda fixa com liquidez diária renderam 10%. A lógica para esse cenário tem como racional a forma como os bancos preferiram captar os recursos, através das letras financeiras, com garantias de financiamentos em longo prazo.

Para alguns investidores com pouca instrução no setor econômico financeiro, mais especificamente em investimentos, os papéis de CDB’s ainda são uma segurança O que fazer

Porém, apesar de todos esses números divulgados nos garantindo um retorno baixo na comparação com meses atrás, ainda assim está acima dos índices de inflação divulgados recentemente através das instituições responsáveis. Para alguns investidores com pouca instrução no

48 | www.outdoorregional.com.br

setor econômico financeiro, mais especificamente em investimentos, os papéis de CDB’s ainda são uma segurança. A justificativa é simples: caso não haja condição de aplicar no setor de imóveis (com rentabilidade garantida), porém com necessidade de um alto poder de capital, o investimento em CDB’s exige um mínimo de aplicação em torno de R$ 500, ou seja, com pouco poder econômico inicial você se torna um investidor. Entretanto, apesar da facilidade, o retorno com valores baixos é o mínimo, se tornando mais uma garantia de “gastar” esse valor do que propriamente um investimento.


www.outdoorregional.com.br | 49


TURISMO

Por: Juliana Cuani j-cuani@ outdoorregional.com.br

Ubatuba possui mais de 80 praias muito convidativas aos turistas

50 | www.outdoorregional.com.br


Ubatuba é um dos quinze municípios paulistas considerados estâncias balneárias pelo Estado. Tal status garante a eles uma verba maior para a promoção do turismo regional. O nome Ubatuba tem origem tupi e há pelo menos duas interpretações. Em tupi, ubá quer dizer canoa, enquanto u’ubá significa cana-do-rio. Como tyba se diz “ajuntamento”, o nome da cidade pode significar tanto “ajuntamento de canas-do-rio” quanto “ajuntamento de canoas”. Em 2011, a população aferida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística foram pouco mais de 79 mil habitantes.

Localização

Ubatuba está localizada no litoral norte de São Paulo, a 250 km da capital. Faz divisa com Parati (Rio de Janeiro) ao norte e com Caraguatatuba ao sul, e é banhada pelo Oceano Atlântico. A cidade é cortada pelo Trópico de Capricórnio, passando em frente à pista do aeroporto. Em 21 de abril de 1933, o engenheiro Mariano Montesanti inaugurou a rodovia descendo para Ubatuba a partir de Taubaté, fazendo a primeira ligação por estrada com o planalto e o Vale do Paraíba. Esse foi o grande impulso ao turismo. Em 1948, Ubatuba conquistou a categoria de estância balneária. Ubatuba é cercada pela Serra do Mar e pela Mata Atlântica. Mais de 80% do território da cidade fica em áreas de preservação. Além disso, foi criada em 1991 uma sede do Projeto TAMAR, destinada à conservação das espécies de tartarugas-marinhas, oferecendo educação ambiental, pesquisa científica, ações sociais e comunitárias envolvendo os moradores locais.

Litoral

A cidade tem um clima chuvoso constante, sem estação

seca, e o mês mais quente é fevereiro, com temperatura média de 25,5°C. Ubatuba possui mais de 80 praias ao longo de seu litoral. Dentre elas, as mais conhecidas são: Maranduba, Itamambuca, Lázaro, Vermelha, Grande, Enseada, Perequê e Saco da Ribeira. A praia do Lázaro fica a 15 Km ao Sul do Centro da cidade e é cercada pela praia da Sununga de um lado e Domingas Dias do outro. A praia da Enseada é de águas tranquilas, tornando-se ideal para famílias, pois não atrai muitos surfistas. Já a Praia do Félix é uma das mais procuradas: fácil acesso com carro, estacionamento, mar para surfistas e banhistas comuns. Não tem um mar muito forte e é bastante plana atraindo os fãs de caminhada a beira mar.

Trilhas e cachoeiras

A cidade também possui algumas ilhas, como a Ilha das Couves e a Ilha Anchieta. Esta última possui presídio desativado, que no passado foi utilizado para manter presos políticos. Para quem quer algo mais radical, as trilhas em busca de cachoeiras são a opção. Para chegar à Cachoeira do Espelho, é preciso passar pela trilha conhecida como caminho do Sertão do Cambucá. Tem esse nome por ter um lago com uma enorme pedra no centro coberta por uma camada de água. Quando os raios de sol batem na pedra, tem-se a impressão de estar diante de um imenso espelho entre as árvores. A Cachoeira da Escada fica perto de Paraty e tem formação semelhante a uma grande escada. No bairro do Ipiranguinha, a 5 km do centro, a Cachoeira do Ipiranguinha oferece aos visitantes um lago natural e uma queda d’água de 7m com águas claras e refrescantes.

www.outdoorregional.com.br | 51


DIREITO

Por: Bruno Fernandes b-fernandes@ outdoorregional.com.br

Lei,

agora seca! Com o advento do Código de Trânsito Brasileiro e com a posterior alteração em seu artigo 306, foram instituídas questões para proibir e punir a condução de veículos sob os efeitos do álcool

Tal medida teve mais críticas que sucessos e agora ganha novas vestes. Será o bastante? Primeiramente, é de grande importância evidenciar que uma sociedade adequada não existe somente com a existência de uma legislação apropriada, mas sim com cidadãos de bom senso e respeito ao próximo, independente da repreensão ou punição estatal.

Na prática

Quando da criação da “Lei Seca”, que visava regular as condutas a fim de proibir e/ou punir motoristas alcoolizados de conduzir veículos automotores, tínhamos em mente um situação, a qual não se conseguiu chegar a termos legais. Mesmo com a boa intenção de seus criadores, os termos utilizados davam espaços para o infrator escapar ileso da punição. Para que o infrator pudesse ser responsabilizado pelo crime de dirigir embriagado, ele precisava, necessariamente, fornecer meios à comprovação do estado alcoólico, através de exames de sangue ou pelo popular “bafômetro”. Obviamente isso não ocorria, vez que além de depender da vontade do infrator, este ainda encontrava respaldo constitucional no sentido de que “ninguém será obrigado a constituir prova contra si mesmo”.

Basta ser constatado o estado de embriaguez, através dos já aludidos exames clínicos, ou pelo intermédio de vídeos, provas testemunhais e outras mais em direito admitidas Atualmente

No intuito de sanar tal falha, fora recentemente criada a Lei nº. 12.760/2012, dando dentre outras, nova redação ao artigo 306 do CTB, suprimindo a antiga necessidade de comprovação de 52 | www.outdoorregional.com.br

dosagem alcoólica, pela simples constatação da redução da capacidade psicomotora, em razão da influência do álcool ou outra substância psicoativa. Tal mudança possibilita ao agente responsável pelo cumprimento da norma, verificar o estado do infrator, sem necessariamente contar com a boa vontade deste, que como já dito, poderia recusar-se à realização de exames. Agora, basta ser constatado o estado de embriaguez, através dos já aludidos exames clínicos, ou pelo intermédio de vídeos, provas testemunhais e outras mais em direito admitidas. Dessa forma, diferentemente do que ocorria com a lei antes de sua atual mudança, teremos meios mais abrangentes de punição, ou melhor, meios mais efetivos, já que de fronte aos antigos, tínhamos uma lei morta, sem aplicação prática e repercussão em nosso dia a dia, sendo difícil a punição dos infratores.


www.outdoorregional.com.br | 53


POLÍTICA

Vamos pensar, por alguns minutos, na atuação da mídia brasileira em dois casos: no tráfico de pessoas presente na novela “Salve Jorge”, e na cobertura da imprensa sobre a tragédia que vitimou mais de duas centenas de pessoas em uma boate em Santa Maria/ RS. 54 | www.outdoorregional.com.br

Por: AC Rezende ac-rezende@ outdoorregional.com.br

A população européia, no final do século XVIII, experimentava os primeiros ares de uma nova forma de pensar, sentir, fazer arte e filosofia, permeada pelo subjetivismo e marcada pelo transbordamento das paixões: eram os ares do movimento chamado “Romantismo”. A literatura ganhava novos contornos. Lançado


em 1774, o livro de autoria de Johann Wolfgag Goethe, despertou uma comoção inédita nos leitores. “Os Sofrimentos do jovem Werther” narra a história do jovem apaixonado por Charlotte, levado ao suicídio por não ter seu amor correspondido. A obra causou uma onda de suicídios por toda a Europa, tamanha a identificação dos leitores com o drama vivido por Werther. Ficção e realidade foram ligadas, confundidas e experimentadas ao mesmo tempo. Mas há confusão, hoje, entre ficção e realidade?

Ficção e realidade

O jornalista e doutor em História Social pela USP, José Arbex Jr., responde afirmativamente a essa pergunta, em tese defendida no ano de 2000, sob o título “Telejornovelismo – mídia e história no contexto da guerra do Golfo”, ele coloca a televisão e as novas tecnologias que aceleram as comunicações como elementos principais dessa confusão. Arbex analisa, entre outros, o caso da atriz Daniela Perez, assassinada na vida real pelo ator Guilherme de Pádua, com quem contracenava na novela “De Corpo e Alma” (levada ao ar entre 1992 e 1993). Enquanto a novela mostrava Daniela viva, na pele da personagem Iasmin, os jornais e telejornais noticiavam o assassinato da atriz. “O que torna o caso de Daniela Perez interessante é, precisamente, a confusão entre telenovela e realidade. Como ela foi protagonista de ambos, o apagamento de fronteiras entre os gêneros foi total”, escreve Arbex no livro “Showrnalismo – a notícia como espetáculo”, resultado da publicação, em livro, da tese de Arbex. “As reportagens, assim como leitores e telespectadores, participavam da confusão entre Daniela e Iasmin”, escreve o autor.

Para Arbex, esse episódio demonstra a capacidade da televisão de “criar mundos reais”, ou seja, elementos que, embora ficcionais, são vividos intimamente como realidade, pela identificação dos telespectadores com os personagens da ficção. “O processo de identificação permite viver certas emoções sem correr riscos”, afirma em sua tese. “No ato de participar intensamente da trama da telenovela, perde-se a consciência de que tudo não passa de fantasia. O drama da personagem é fantasioso, mas a lágrima que o telespectador derrama ou a palpitação de seu coração é real”, escreve Arbex.

Guerra do Golfo

De acordo com Arbex Jr., a maneira como distinguimos aquilo que “conhecemos” daquilo que efetivamente “vivemos” está mudando, graças ao grande desenvolvimento das tecnologias da informação, principalmente pela implantação de uma mídia planetária, especialmente a televisão. “A Guerra do Golfo (iniciada em 1991) serviu como um divisor de águas. Pela primeira vez, uma guerra era transmitida ao vivo, em ‘tempo real’, por uma rede de alcance planetário (a CNN), graças a um satélite retransmissor estrategicamente colocado em órbita polar estacionária”, escreve. Para Arbex, o telespectador não apenas tomava conhecimento dos fatos, como se sentia “participando” do conflito. Também foi a primeira vez onde se utilizou a técnica de transmissão de imagens criadas por um processo de simulação. Para ele, “a cobertura ‘ao vivo’ do conflito consagrou, definitivamente, a ‘espetacularização’ da notícia”.

www.outdoorregional.com.br | 55


GOURMET

Por: Juliana Moreno j-moreno@ outdoorregional.com.br

Panqueca de ricota Uma ótima opção para refeições rápidas e leves A panqueca é uma boa opção para aquele dia em que a fome chega, mas você está sem muita vontade de passar horas na cozinha. Esta receita é super prática, muito fácil de fazer e o melhor de tudo: super leve! Acompanha bem uma saladinha e arroz branco.

Rendimento: 6 porções Tempo de preparo: 60 minutos

Ingredientes para a massa 1 xícara de farinha de trigo 1 ovo 1 xícara de leite 1 pitada de sal

Ingredientes para a massa 200g de ricota amassada com um garfo ½ cebola pequena picada em cubos 1 dente de alho pequeno picado 2 colheres (sopa) de azeite 3 colheres (sopa) de creme de leite fresco Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

Por último faça o creme de iogurte batendo 200 ml de creme de leite até chegar ao ponto de chantilly, depois junte com 200 ml de iogurte natural.

Bata no liquidificador a farinha de trigo, os ovos, o leite e o sal.

Em uma frigideira antiaderente, coloque um pouco de manteiga e em seguida uma concha de massa, espalhando bem por todo o fundo e formando uma panqueca fina. Deixe os lados dourados, retire e reserve. Repita esse processo com toda a massa. 56 | www.outdoorregional.com.br

Recheie os discos de panqueca e cubra com molho de tomate ou outro de sua preferência.


www.outdoorregional.com.br | 57


Região

Por: Camila Marcusso c-marcusso@ outdoorregional.com.br

TEM GAMES Boituva será sede do campeonato TEM Games 2013 . Ótima notícia para os boituvenses que gostam de games O campeonato eletrônico promovido pela TV TEM, emissora afiliada da Rede Globo na região, será realizado nos dias 23 e 24 de fevereiro, no Centro de Eventos Francisco Gianotti (avenida Pereira Ignácio, s/nº).

Objetivo

De acordo com informações do site oficial do evento, a ação tem como objetivo incentivar o espírito de equipe e cooperação, proporcionando aos participantes uma interação não apenas no mundo virtual, mas também em um encontro de lazer, adrenalina e diversão. “É muito bacana ver esse evento de destaque ser realizado em Boituva. Além de ser uma novidade e uma oportunidade de diversão para o público local, é também um meio de divulgação da cidade”, fala o empresário Thiago Gonçalves.

Na primeira edição, realizada em 2010 nas cidades de Tatuí, Bauru, Sorocaba e Rio Preto, foram duas modalidades disputadas pelos quase 1.500 jogadores A Prefeitura de Boituva apoia o evento, por meio do Departamento de Cultura. “Ao apoiar uma ação como o TEM Games, o município valoriza um bem, pois o game está se tornando uma prática cultural em nosso país, que é o 4º maior no mercado de games, além, é claro, de sociabilizar o jogador e valorizar o espírito de equipe e cooperação”, afirma Rogério Vianna, diretor do Departamento de Cultura de Boituva. Na primeira edição, realizada em 2010 nas cidades de Tatuí, Bauru, Sorocaba e Rio Preto, foram duas modalidades disputadas pelos quase 1.500 jogadores.

As disputas

Neste ano, serão disputados dois jogos: PES 13 (game de futebol) e UFC Undisputed 3 (game de artes marciais mistas, do inglês Mixed Martial Arts - MMA ), ambos da plataforma Xbox 360. Os três primeiros colocados de cada modalidade serão premiados.

58 | www.outdoorregional.com.br

Neste ano, serão disputados dois jogos: PES 2013 e UFC Undisputed 3

Os primeiros com um console Xbox 360; os segundos com um celular smartphone; e os terceiros com um Ipod Shuflle cada. “É muito importante incentivar os games na nossa região. Em janeiro, o evento Campus Party foi realizado em São Paulo, prova de que o e-games já é uma realidade no mundo e está começando a ser no Brasil também”, conta o professor Bruno Prieto. Outros projetos como esse serão bem-vindos em Boituva. “O Departamento de Cultura tem como objetivo proporcionar aos munícipes o bem-estar cultural, social e educacional. Por esse motivo, estamos abertos a futuros projetos que visem o entretenimento e a arte”, diz Rogério Vianna. Para mais informações sobre o TEM Games, acesse: http://redeglobo.globo.com/sp/tvtem/tem-games-itapetininga/platb/o-tem-games/


www.outdoorregional.com.br | 59


PRATA DA CASA

Por: Thássia Moro t-moro@ outdoorregional.com.br

Conheça a Hammathaz Brasil A Prata da Casa traz para você mais uma dose de rock O rock está em alta na Outdoor e a quantidade de bandas que são destaques na coluna Prata da Casa não deixa dúvidas: a nossa região possui grandes bandas de rock’n’roll! A banda que trazemos nessa edição é mais um exemplo dessa safra de sucesso que cresce a cada ano por aqui.

O começo

A Hammathaz surgiu em 2003 na cidade de Sorocaba e de lá para cá já são praticamente 10 anos de estrada e desde 2010 a banda está estabilizada com a seguinte formação: Junior Jacques (vocal), Guilherme Mendes e Vitor Machado (guitarras), Anderson Andrade (baixo) e Diego Antunes (bateria).

Influências e sonoridades

As influências da banda são variadas, mas todos dividem o gosto pelas bandas mais tradicionais como Iron Maiden, Metallica e Sepultura. Segundo Anderson, a banda tem uma grande diversidade de influências e mescla várias sonoridades que resultam

O nome Hammathaz Brasil não é desconhecido para os fãs de rock, pois eles já se apresentaram com bandas renomadas, como Angra, Torture Squad, Glória e Matanza em um “Metalcore/Deathcore pesado e agressivo, mas ao mesmo tempo com bastante melodia”, afirma.

Vida e música

Quase todos os integrantes da Hammathaz vivem da música. Júnior e Anderson possuem um renomado estúdio de gravação e ensaios em Sorocaba, o Ponto Sonnoro. Além disso, a maioria deles trabalha como professor de música, cada um em sua especialidade. O estúdio Ponto Sonnoro é o local de encontro da banda e é lá que todas as gravações e produções são feitas. “Os 60 | www.outdoorregional.com.br

Quase todos os integrantes da Hammathaz vivem da música

shows nós conciliamos com os nossos trabalhos diários, rolam muitas noites mal dormidas e muito trabalho, mas no fim do dia é sempre muito gratificante”, comenta Anderson.

Passado e futuro

Na história do Hammathaz já foram lançadas duas demos, a “Antahkarana” em 2005 e “Deceiver” em 2010. Além do EP “Cawling”, lançado em 2011 e que teve boa repercussão no cenário independente, proporcionando destaque em sites e revistas do segmento. E em 2013 a banda prepara a gravação do segundo EP, previsto ainda para o primeiro semestre, além do primeiro clipe oficial. O nome Hammathaz Brasil não é desconhecido para os fãs de rock, pois eles já se apresentaram com bandas renomadas, como Angra, Torture Squad, Glória e Matanza. Por isso, não esqueça esse nome e aproveite mais uma boa dose de um rock’n’roll de qualidade!


www.outdoorregional.com.br | 61


GALERIA

Pimenta Calçados Oxford Preto Tabita R$ 175,68 à Vista ou 4x R$ 46,97 Av. Ver. José Angelo Biagioni, 660, Loja 5, Centro, Boituva/SP Boituva Park Shopping

Vitória By Kids Tênis Feminino e Masculino Bibi R: Cel. Eugênio Motta, 521, Loja 42, Centro, Boituva/SP Shopping Villa D´Ouro (15) 3363-2648

Único Outlet Moleton Hollister com bolso e capuz Vários modelos! Venha conferir! R: Cel. Eugênio Motta, 521, Loja 02, Centro, Boituva/SP Shopping Villa D´Ouro

Mania de Biju Linha de Maquiagem MAYBELLINE, as melhores novidades Av. Ver. José Angelo Biagioni, 660, Loja 47, Centro, Boituva/SP Boituva Park Shopping (15) 9737-3339

62 | www.outdoorregional.com.br


Rock Store Relógio Iron Maiden R$ 49,90 Av. Alexandrina B. Vercellino, 184, Centro, Boituva/SP (Próx. a Escola Vercellino) (15) 9700-8558 / 9743-7220

Rock Store Camiseta Premium Stamp R$ 58,90 Av. Alexandrina B. Vercellino, 184, Centro, Boituva/SP (Próx. a Escola Vercellino) (15) 9700-8558 / 9743-7220

Rock Store Blusa customizada R$ 59,90 Av. Alexandrina B. Vercellino, 184, Centro, Boituva/SP (Próx. a Escola Vercellino) (15) 9700-8558 / 9743-7220

Atrevida Lingerie Corpete Dechelles R: Cel. Eugênio Motta, 266, Centro, Boituva/SP (15) 3363-2258

www.outdoorregional.com.br | 63


HORÓSCOPO

Por: João Bidu j-bidu@ outdoorregional.com.br Válido de 25/02/2013 a 03/03/2013

ÁRIES

É melhor você diminuir o ritmo no trabalho, assim poderá refletir sobre a melhor forma de seguir em busca dos seus objetivos. Nesta semana, você vai preferir a tranquilidade do lar a agitações sociais. Seja mais amável com seus familiares. No campo afetivo, busque momentos de relaxamento com seu par.

TOURO

Você saberá o que fazer para ajudar os colegas de trabalho e o clima profissional tende a melhorar. Caso precise de apoio, conte com a ajuda de seus parentes, pois não faltarão solidariedade e camaradagem com o pessoal de casa. A dois, não tente impor suas ideias. Aprenda a compartilhar o que sente.

GÊMEOS

O período é ideal para quem quer arriscar e tomar atitudes ousadas na vida profissional, pois tudo indica que conquistará benefícios. Tudo indica que seus familiares vão tentar interferir em seu romance: não permita! Na paixão, sua sensualidade estará à flor da pele: saiba aproveitar sua companhia!

64 | www.outdoorregional.com.br

CÂNCER

É tempo de pensar sobre sua vida profissional e reorganizar prioridades e tarefas, pois assim novas oportunidades podem se abrir à sua frente. Em casa, já é tempo de superar desentendimentos e curtir a companhia de seus familiares. No amor, quando há conflitos, ambos são culpados: vigie suas reações.

LEÃO

Dedique-se com mais garra e vontade às suas responsabilidades profissionais e pode aumentar os seus rendimentos. Aproveite o seu tempo livre ao lado de pessoas de sua estima, principalmente seus familiares. A paixão conta com boas vibrações astrais e deixa sua sensualidade em destaque neste período.

VIRGEM

Novidades devem surgir no serviço, então, fique de olho! Mas não acredite em promessas milagrosas. A harmonia do seu lar será mantida com um diálogo aberto entre seus parentes: demonstre mais o seu afeto! A dois, esqueça a timidez e mostre que sabe agir de maneira ousada e conquiste de vez seu amor.


LIBRA

No trabalho, deixe sua rotina mais prazerosa e verá como sua produtividade tende a aumentar. Há sinais de tensão no ambiente doméstico: invista no diálogo para resolver desentendimentos. Vênus traz harmonia e compreensão nos assuntos do coração. Boa fase para fazer novos planos com a sua cara-metade.

ESCORPIÃO

Os astros enviam mais disposição para você nos assuntos profissionais e isso pode gerar excelentes oportunidades no serviço. Em casa, demonstre sua preocupação com o bem-estar dos demais e mostre-se mais presente na vida de todos. Caso esteja livre, um amor à primeira vista não está descartado agora.

SAGITÁRIO

Já é tempo de mudar aquilo que deseja no campo profissional: siga em busca dos seus sonhos! Os assuntos familiares recebem os estímulos dos astros, levando você a se preocupar mais com o ambiente doméstico. No amor, você vai desejar curtir um clima de intimidade com seu par. Curta o aconchego do lar.

CAPRICÓRNIO

É tempo de unir sua intuição com o seu raciocínio lógico ao desenvolver seus projetos e atividades profissionais. A troca de experiências com os familiares mais velhos vai render boas lições para sua vida. No amor, aprenda a expressar os seus sentimentos e aproxime-se mais do seu par. Erotismo em alta.

AQUÁRIO

Bons ventos sopram em direção à sua vida profissional, indicando algumas conquistas. Aproveite para se dedicar aos seus objetivos e poderá se surpreender com os resultados. Cultive um bom relacionamento em família. No romance, um clima de sintonia vai reinar. Na intimidade, dê asas à sua imaginação.

PEIXES

Tudo indica que a sua disposição e dedicação ao trabalho será reconhecida. Antigas questões familiares podem se resolver nesta fase. Você saberá como contagiar as pessoas ao seu redor com tanta energia. No campo sentimental, faça das diferenças um fator de complementariedade entre você e a pessoa amada.

www.outdoorregional.com.br | 65


CRÔNICA

Por: Rafael Barbosa r-barbosa@ outdoorregional.com.br

O preço do amor Em meados de dezembro acordei com meu pai a chamar. Ao sair do meu quarto, o encontrei um tanto eufórico, cheio de sorrisos, e ao perguntar a ele o que aconteceu, a única resposta que recebo é um simples dedo apontando para o chão. Lá, olhando para mim, estava um pequeno pinscher, cuja única preocupação era farejar o novo ambiente. A história é simples: um cãozinho desamparado na chuva e um ex-PM de coração mole. Não é preciso muito para imaginar o resultado, então, em pouco tempo decidimos que, o recém batizado Joe, seria o mais novo membro da família. Porém, duas semanas depois, um homem apareceu a nossa porta e, acompanhado da mulher, nos mostrou algumas fotos que provaram que o nosso Joe era, na verdade, o Pitoco dele. Minha família ficou transtornada. Não podíamos simplesmente devolver o cãozinho, não conseguíamos imaginar ele vivendo em outro lugar e ainda mais com um nome ridículo como Pitoco (como se Joe fosse um nome austero e sofisticado). A discussão sobre quem ficaria com o filhote demorou um bom tempo, até que não resisti e perguntei o quanto o homem tinha pagado por ele.

Não vou condenar a atitude de ninguém, afinal, como disse minha mãe, a necessidade muitas vezes passa por cima das nossas vontades - “Paguei 200 reais nele e na irmãzinha dele. Mas o dinheiro não é nada, nós nos apegamos muito a ele”. - “Eu te pago 300 reais e ele fica comigo”. - “Ah, então está tudo certo”. Não vou condenar a atitude de ninguém, afinal, como disse minha mãe, a necessidade muitas vezes passa por cima das nossas vontades. Nunca mais o vi, mas algum tempo depois meu pai me contou que, ao conversar com um frentista, este disse que conhecia o sujeito e que, ao encontrá-lo recentemente, perguntou se havia encontrado o cachorrinho que

66| www.outdoorregional.com.br

Joe, o mais novo integrante da família Barbosa

estava procurando. - “Encontrei sim, uma família o achou. Peguei 300 reais e deixei com eles. Parece que ele ficou doente, então eu saí no lucro”. Lucro? É estranho como algumas pessoas conseguem usar palavras frias em situações puramente emocionais. Mas quando me lembro disso, enquanto escrevo estas palavras, olho para o lado e lá está o pequeno Joe, ao meu lado enquanto trabalho, compartilhando comigo sua companhia e seu carinho, honesto e verdadeiro. Sinto pena das pessoas mesquinhas, pois elas nunca saberão que na vida algumas coisas simplesmente não têm preço.


www.outdoorregional.com.br | 67


68 | www.outdoorregional.com.br

Outdoor Regional  

Edição 38 - Sambô

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you