Page 1

www.outdoorregional.com.br

1


2

www.outdoorregional.com.br


EXPEDIENTE

Carta ao leitor Coordenador Geral Rafael Jorge Pereira Coordenador de Criação André Maffeis Jornalista Responsável Juliana Moreno MTB: 0056878/SP Repórteres Bruno Rodrigues / Juliana Moreno Rafael Barbosa / Gislaine Silva Colaboradores Gabriela Barreto / Vanessa Vichi Ana Paula Sanches Correia Fotografia Raphael Chespkassoff Allex Moutinho Revisão Juliana Moreno / Rafael Pereira

A nossa capa deste mês chega no melhor estilo “good vibes”, ao som de Melim, o trio que tem conquistado cada vez mais espaço no cenário musical. Formada pelos irmãos Diogo, Rodrigo e Gabriela, a banda foi alçada à fama ao participar do “SuperStar” em 2016 e, desde então, o sucesso só aumenta. Eles bateram um papo com a gente para falar sobre carreira, música e inspirações. Você sabe quando e quanta água deve consumir ao longo do dia? Em Nutrição você fica por dentro desse assunto e ainda vai aprender a preparar uma saborosa água aromatizada de limão, erva-doce e hortelã. Em Esportes você irá conhecer o atleta Fernando Barbosa de Azevedo, lutador de jiu-jitsu da nossa região. Ele, que atua na modalidade desde 2014, já totaliza mais de 150 lutas e muitas medalhas. Moda Feminina apresenta os cintos, que deram uma sumida nos últimos anos, mas voltaram com tudo nesta estação. Saiba quais modelos são tendências e como usá-los de forma a valorizar os looks. Tenha uma boa leitura e nos vemos na próxima edição!

Diagramação / Projeto Gráfico Rafael Neto Departamento Jurídico Mariele de Oliveira Rosa OAB/SP 377.408 Agradecimento Ana Paula Aschenbach - Perfexx Assessoria Tiragem/Impressão 8.000 exemplares Gráfica Grafilar

Juliana Moreno

Distribuição Boituva/Iperó/Cerquilho Tatuí/Sorocaba

Jornalista Reponsável pela Revista Outdoor Regional

Assinaturas assinaturas@outdoorregional.com.br Edições anteriores edicoes@outdoorregional.com.br Empresa Pereira e Maffeis Editora LTDA CNPJ: 13.970.830/0001-93

A revista não se responsabiliza por conceitos e opiniões emitidos por entrevistados e colaboradores, assim como não se responsabiliza pelo conteúdo de informes e anúncios publicitários

j-moreno@outdoorregional.com.br

www.outdoorregional.com.br

3


4

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

5


Índice

12

08

8 10 12 14 18 36 40 46 48 50 52 54 56 58

Web Moda Masculina Moda Feminina Nutrição Social Capa Esportes Psicologia Turismo Direito Política Prata da Casa Culinária Crônica

40 Anúncios e Publicidade: Avenida Pereira Ignácio, 378 2º andar - sala 07 Telefone: (15) 3263-5028 (15) 99114-2136 contato@outdoorregional.com.br

52 6

www.outdoorregional.com.br

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

7


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Web

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Mauro Cezar Autointitulado chato, o jornalista mergulha na internet com seu canal no YouTube e faz enorme sucesso

N

ascido em Niterói, o comentarista esportivo e jornalista, Mauro Cezar Pereira, mergulhou substancialmente no mundo da internet. Mauro possui uma respeitosa carreira, que teve início nos anos 80, quando trabalhou na Rádio Tupi, no Rio de Janeiro.

Carreira Teve passagem pela Rádio Globo e Rádio Manchete, também no Rio. Na seara da mídia impressa, foi repórter de O Globo, editor do Jornal dos Sports e repórter de O Dia e do Jornal do Brasil. Em 1993, foi editor da revista Placar, editor-executivo da Revista do Futebol, editor-chefe das revistas Audio Car, Som & Carro, Cidade e Som e Casa, repórter da revista Forbes Brasil e do jornal Valor Econômico, editor-chefe do portal Ajato, editor do portal Terra, além de editor do site do programa Auto Esporte, da Rede Globo. 8

www.outdoorregional.com.br

Foi comentarista na Rádio CBN em 2001 e 2002. Desde 2004 está nos canais ESPN e atualmente possui um blog no portal UOL.

O canal Polêmico, Mauro Cezar é conhecido por criar marcas registradas como termos táticos no futebol e situações que lhe desagradam. Os mais famosos foram “Cucabol” e “Muricibol”. Outra situação bastante particular foi quando o jornalista assumiu ser fla-

Mauro possui um canal no YouTube com seu nome que tem mais de mais de 270 mil inscritos e 25 milhões de visualizações

menguista e passou a ser perseguido por diversos torcedores. Todo esse ingrediente picante e uma inteligência ímpar fez o jornalista criar um próprio canal. Mauro Cezar costuma ter um ar mais azedo ao comentar sobre futebol. Não à toa, Mauro se autointitula como chato. Demasiadamente crítico e exigente, o jornalista angaria bastante audiência por apaixonados por futebol que o admiram e muitos se divertem com seu estilo. Mauro possui um canal no YouTube com seu nome que tem mais de 270 mil inscritos e 25 milhões de visualizações. O jornalista costuma fazer análises das rodadas esportivas e opinar sobre o desempenho dos jogadores e técnicos. Gosta de futebol com comentários mais ácidos e pertinentes? Então corre lá. www.youtube.com/maurocezar Imagem: Lucas Lima/UOL


www.outdoorregional.com.br

9


Moda Masculina

Gabriela Barreto Produtora e Styling de moda g-barreto@outdoorregional.com.br

Botas Sim, elas vão continuar dominando a moda masculina nas estações mais frias do ano

N

as passarelas e nas vitrines alguns modelos tiveram destaque, mas a preferida entre os homens permanece sendo a bota Chelsea, por ser versátil e combinar com roupas desde as mais casuais até as formais.

Bota Chelsea Para as composições casuais o melhor é optar pela de camurça. Para os mais formais, a de couro é a mais indicada, caindo perfeitamente com um blazer ou terno. Este modelo de bota surgiu na Era Vitoriana na Inglaterra e teve os Beatles como seus maiores e mais famosos usuários. Ela pode até mesmo ser usada na primavera ou em dias não tão quentes.

Vários modelos Outro modelo que será bastante usado em 2019 é a Harness Boots, cuja maior característica é um anel ligado por três

10

www.outdoorregional.com.br

tiras de couro. Apesar de popular, aqui no Brasil é mais difícil encontrá-la nas lojas convencionais. Já a Bota Brogue ganhou muito destaque em usabilidade no outono-inverno! Com detalhes em furos e costura no bico, a Bota Brogue chega como ótima opção pra compor um look mais casual, ficando bem pra diversas ocasiões. Bota pra andar, pra bater, pra fazer trilha, mas que também pode ser usada de forma casual, pra isso as marcas estão apostando na silhueta Hiking, com materiais mais leves, que entreguem mais conforto pro dia a dia.

Coturnos e fivelas Ao melhor Estilo Dr. Martens, os coturnos mais robustos, com cano médio ou longo, costura aparente e chamativa, mais neutras, mas de várias cores, ganham novamente um grande espaço no visual masculino! Já as botas masculinas com fivela continuam muito bem pra 2019 também. Tanto a fivela servin-

do como ajuste ou então como detalhe da bota! Prefira as fivelas mais discretas, pois passam um ar de elegância pro calçado, ficando bem melhor em uma produção mais alinhada. Para um aspecto literalmente de guerrilha tática, fazendo parte do nosso estilo casual over, opte pelos modelos de bota Combat Style, que puxam referências totais militares, direto dos campos de batalhas para as passarelas e ruas.

Dicas 01 Invista nas botas Chelsea para compor look casuais urbanos 02 Para os coturnos, jeans e sarja fazem a melhor composição 03 Deixe as botas com fivelas e em couro para ambientes mais formais


www.outdoorregional.com.br

11


Gabriela Barreto

Moda Feminina

Produtora e Styling de moda g-barreto@outdoorregional.com.br

Cintos e mais cintos Eles deram uma sumida nos últimos anos, mas agora voltaram com tudo!

A

gora eles aparecem mais largos, marcando bastante a cintura e, em alguns casos, o uso do cinto duplo, como uma sobreposição. Para acertar no uso dos cintos largos, aposte em peças com tons complementares para que o seu look não fique muito over. Os cintos são um acessório bastante visível, por isso é necessário um certo cuidado para não misturar muitas estampas e cores com eles.

Um complemento ao look O intuito da tendência com os cintos nessa temporada é marcar a cintura e não o quadril, o que traz elegância e força ao mesmo tempo. Você pode estar com um look super básico, mas ele dará aquele destaque, então você pode usá-lo por cima de várias peças, saias, vestidos, blazer e até conjuntinhos. O importante é não deixar ele de lado e usar o acessório como complemento do look, não somente como acessório.

As fivelas Além da largura nos cintos, outro diferencial que eles trazem nessa temporada é nas fivelas, que também são destaque, sejam metalizadas, da

mesma cor do cinto ou não! É importante lembrar que se você quer que a fivela seja a protagonista, dando destaque somente ao cinto no look, evite muitas informações na produção, assim você equilibra!

Cintos de verniz transparente E claro não poderia faltar os cintos de verniz transparente, com o acabamento em cor somente e com fi-

velas quadradas. O estilo é super minimalista e não contrasta muito com o look. Ele é ótimo para as mulheres que têm medo de não valorizar muito sua silhueta, porque ele deixa com um toque de leveza mais natural, mas sem perder o estilo e a modernidade.

Dicas 01 Use com vestidos largos ou em evasê e evite combinar com babados ou vestidos com muito volume 02 Aposte nos cintos com fivelas cromadas e detalhadas, onde o destaque seja a fivela 03 Com calças cintura alta, os cintos alongam e marcam a silhueta

12

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

13


Vanessa Vichi Nutricionista Clínica e Esportiva CRN3 18387

Nutrição

nutricao@outdoorregional.com.br

Água Você sabe quando e quanto deve consumir?

A

água é o elemento mais abundante do nosso corpo. Um indivíduo possui em média de 60 a 75% de água em sua composição corporal e essa quantidade pode variar de acordo com a idade, o sexo e a composição corporal. Quanto maior for a quantidade de tecido adiposo, menor a quantidade de água corporal.

14

www.outdoorregional.com.br

Funções da água O nosso corpo não estoca água, sendo assim, precisamos repor as perdas a cada 24 horas. A água desempenha várias funções essenciais na nossa vida, entre elas: fundamental para os processos fisiológicos de digestão, absorção e excreção; transporte de nutrientes

para as células; regula a temperatura corporal; desempenha papel importante no sistema circulatório; estimula o sistema imunológico; preserva o desempenho esportivo; melhora a qualidade da pele; melhora o funcionamento intestinal e elimina as toxinas do organismo. A recomendação é a ingestão de 35 a 40 ml de água/Kg de peso/dia.


Atividades físicas Duas horas antes da prática esportiva consumir de 400 a 600 ml de água. Durante a prática esportiva consumir de 400 a 800 ml/hora. Após exercícios intensos, a recomendação é para cada 1 Kg de peso perdido, repor 150% de líquidos (consumir 1 litro e meio de água). Durante a prática esportiva, eliminamos água e eletrodos (sódio, cloro e potássio) através da respiração e transpiração. Em atividades físicas de longa duração, além de líquidos, é ideal a reposição desses eletrólitos, que pode ser feita através de bebidas esportiva ou suplementos eletrolíticos.

Lembre-se • Não espere sentir sede para beber água. Deixe sempre uma garrafinha de água com você e consuma ao longo do dia, repondo-a sempre; • Observe sempre a cor da urina. Quanto mais escura e concentrada, é porque maior é a necessidade de se tomar água. Portanto, o ideal é que ela esteja clara e transparente; • Hidrate-se antes, durante e após a atividade física.

Água aromatizada de limão, erva-doce e hortelã Ingredientes • 1 limão-siciliano com a casca, cortado em rodelas • 10 folhas de hortelã fresca • 1 talo de erva-doce cortado em tiras finas • 1 litro de água filtrada

Modo de Preparo Com a ajuda de um pilão, macere a parte das folhas de hortelã fresca e da erva-doce para que liberem um pouco do aroma, adicione o limão com a casca cortado em rodelas. Coloque todos os ingredientes na água dentro de uma jarra com tampa e deixe descansar por três horas, no mínimo, na geladeira ou em temperatura ambiente.

www.outdoorregional.com.br

15


Apresentado por:

Conheça o Período Integral do Colégio Objetivo Boituva As atividades propostas pelo colégio têm como finalidade o desenvolvimento dos alunos

O Colégio Objetivo Boituva é qualidade de ensino e oferece atualmente período integral para seus alunos de 2 a 6 anos. O material didático do “Sistema Objetivo” é completo, com informações claras e abrangentes, contando com um alto padrão de qualidade.

16

www.outdoorregional.com.br

Uma ótima opção Na sociedade moderna, é comum os pais e/ou responsáveis precisarem trabalhar o dia todo, necessitando de uma solução para a grande questão: com quem deixar

os filhos. O estudo em período integral tem sido uma excelente opção para muitas famílias, que têm a garantia de que seus filhos desfrutarão de momentos de aprendizado, lazer e convivência. Fora isso, o aluno de tempo integral, além de


contar com diferentes estímulos o dia todo, tem a segurança de um ambiente monitorado e a garantia de uma alimentação saudável. O Colégio Objetivo Boituva passou a ser mais uma opção para as famílias, ao oferecer não só os cuidados, mas também a formação e os estímulos necessários para o desenvolvimento cognitivo, social e emocional das crianças.

Infraestrutura e atividades Os alunos realizam suas atividades em um espaço projetado especialmente para essa faixa etária, com atividades de recreação como música, culinária, artes, interação com o meio e a natureza, cineteca (filmes), movimento, roda de histórias, teatro, e outros, sempre com professores especialistas. O período integral também favorece a criação da identidade da criança e sua autonomia por estar em um

convívio social com outros alunos, passando mais segurança aos pais, sabendo que seu filho está em um ambiente com professores qualificados e excelente estrutura. O Colégio Objetivo Boituva oferece todos os cuidados necessários aos alunos no contraperíodo de aulas. Quem ganha com tudo isso, sempre é o aluno Objetivo!

Informações Mais informações sobre o ensino em período integral podem ser obtidas pessoalmente, na Rua Augusta Moretti Picco, 70, Centro, Boituva-SP, ou pelos contato (15) 3263-3528 e matriculas@objetivoboituva.com.br. Seja Objetivo!

www.outdoorregional.com.br

17


Social

Brabus Hamburgueria Fotos: Raphael Chespkassoff

18

www.outdoorregional.com.br

N

o dia 26 de abril, a Brabus Hamburgueria foi reinaugurada em novo local. Clientes e amigos se reuniram para prestigiar a noite de lançamento do novo espaço. A Brabus Hamburgueria agora está localizada na Avenida dos Trabalhadores, 1441, e o atendimento acontece das 11h30 às 15h às quintas e sextas, e das 18h às 23h de terça a domingo.


www.outdoorregional.com.br

19


Social

Pizzaria Del Vecchio Novo espaço foi inaugurado no dia 29 de abril

D

esde 2013, a Pizzaria Del Vecchio assumiu o compromisso de melhorar continuamente, tendo como prioridade servir com excelência e garantir a experiência dos nossos clientes, oferecendo produtos de primeira linha e atendimento diferenciado, num ambiente limpo e aconchegante. Conta com uma equipe responsável e dedicada, o que garante o sabor único para os mais exigentes paladares.

20

www.outdoorregional.com.br

Após sete anos tivemos a necessidade de ampliar nossa casa. Estamos localizados na Avenida Zélia de Lima Rosa, 823, Portal Ville Azaleia, bem em frente ao antigo endereço. Atendemos de terça a domingo e feriados a partir das 18h. Agora com estacionamento próprio. Também entregamos! Venha conhecer nossa nova casa, que ficou maravilhosa! Tudo pensando em você!

(15) 3363 5491 (15) 98181 9747 @pizzaria_del_vecchio Pizzaria Del Vecchio Cardápio completo no site: www.pizzariadelvecchio.com.br Fotos: Raphael Chespkassoff


www.outdoorregional.com.br

21


Social

Pizzaria Del Vecchio Fotos: Raphael Chespkassoff CainĂŁ Dias

22

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

23


Social

Festa da Família Os quatro elementos: a união entre natureza e humanidade

N

os dias 31 de maio e 01 de junho, o Colégio Portinari realizou a 7ª Festa da Família. Neste ano o tema escolhido foi os Quatro Elementos: fogo, água, ar e terra - e a festa teve parceria com a Escola Brasileira de Balonismo e o Café Pimenta Rosa. Através de um projeto desenvolvido pelo Colégio Portinari, os alunos puderam vivenciar tudo sobre os

24

www.outdoorregional.com.br

Quatro Elementos e entender a funcionalidade e a necessidade de cada um deles na natureza, bem como a importância para nós. E tudo isso culminou na Festa da Família, onde pais e filhos puderam interagir e se divertir em oficinas. Para abrilhantar a festa o Colégio trouxe o show Arte Cantada, com o artista Gesiel que canta e conta histórias. No dia 31 o fogo foi o tema para os

alunos do Ensino Fundamental que em roda acenderam a fogueira e em torno da mesma realizaram atividades com suas famílias. Dia 01, água, ar e terra foram destinados ao Berçário e Mini, Jardim II e Maternal e Jardim I, respectivamente, com oficinas diversificadas e muito significativas para pais e filhos. Fotos: Raphael Chespkassoff


www.outdoorregional.com.br

25


Social

Festa da FamĂ­lia Os quatro elementos: a uniĂŁo entre natureza e humanidade Fotos: Raphael Chespkassoff

26

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

27


Social

Fotos: Raphael Chespkassoff

28

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

29


Social

Guerini Planejamentos Lançamento do Portal Ville Jardim Europa

N

o dia 4 de maio, a Guerini Planejamentos realizou o evento de lançamento do Portal Ville Jardim Europa, a segunda fase do masterplan Portal Ville Jardins, bairro planejado inserido na região mais nobre de Boituva. O lançamento conta com 179 unidades residenciais fechadas, 18 residenciais abertas e 17 comerciais. Somente no lançamento, foram vendidas 156 unidades, o equivalente a 73% do total disponível, além de 146 loteamentos, ou seja, 82% do total das unidades. Muito mais do que os números, a Guerini Planejamentos costuma mensurar o verdadeiro sucesso de seus empreendimentos pela satisfação dos clientes. Neste sentido, reforça que este empreendimento já nasce como um sucesso absoluto! Fotos: Raphael Chespkassoff

30

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

31


Social

11º Porco à Paraguaia Fotos: Raphael Chespkassoff

32

www.outdoorregional.com.br

O

rganizado pelo Lions Clube de Boituva, no dia 26 de maio aconteceu o tradicional evento Porco à Paraguaia, que há 11 anos é realizado em prol das entidades Nosso Lar São Vicente de Paulo e Fundação Crescer Criança. Muitas famílias se reuniram no Centro de Eventos de Boituva para desfrutar de um delicioso almoço e colaborar com as entidades promovedoras. Confira!


www.outdoorregional.com.br

33


Social

11º Porco à Paraguaia Fotos: Raphael Chespkassoff

34

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

35


Capa

Melim

No estilo “good vibes”, trio conquista cada vez mais espaço no cenário musical

36

www.outdoorregional.com.br


Juliana Moreno Jornalista MTB 0056878/SP j-moreno@outdoorregional.com.br

A gente compõe com o coração, sem pretensão de nada, sempre de uma forma bem leve e natural

www.outdoorregional.com.br

37


C

omposta pelos gêmeos Diogo e Rodrigo, e pela caçula da família, Gabriela, a banda Melim foi alçada à fama ao participar do “SuperStar”, na Globo, em 2016. Apostando em um pop que mistura MPB, surf music, indie rock e reggae, o trio despontou naquele ano e quebrou recordes nos seguintes.

Início da carreira Diogo, Rodrigo e Gabriela nasceram em uma família especialmente musical, em Niterói, no Rio de Janeiro. Juntamente com os outros dois irmãos, foram estimulados desde cedo a ficarem à vontade para escolherem instrumentos e aprenderem a dominá-los. Os três optaram pelo violão e canto, sendo que Diogo pegou a bateria também, Rodrigo adotou teclado e guitarra, e Gabriela escolheu o cavaquinho. Os gêmeos começaram a tocar em bandas de pop rock, enquanto Gabi ia para o samba de raiz. Em 2015, quando ela foi chamada para participar da Festa da Música da gaúcha Canela, convidou os irmãos para a acompanharem. Deu liga imediata! Inclusive esse foi um dos assuntos do bate papo deles com a Outdoor. “A nossa conexão com a música vem desde a infância, cantar e tocar era um hobby. Apesar de irmãos, no começo nós três seguíamos carreira solo, mas sempre nos apoiamos muito, um dia, por acaso, em um evento de música, acabamos subindo no palco para cantar juntos e foi tão incrível a resposta da galera, e a energia dentro do palco, que decidimos seguir com a música em família”, conta Diogo. 38

www.outdoorregional.com.br

Depois disso, eles postaram alguns vídeos na internet e logo receberam um convite para participarem do “SuperStar”, onde foram até a semifinal. Já no final do ano seguinte, assinaram com a gravadora Universal e em um mês lançaram o primeiro EP, com três músicas: “Meu Abrigo”, “Transmissão de Pensamento” e “Ouvi Dizer”. O sucesso foi imediato e gigante! Com três semanas de lançamento, “Meu Abrigo” bateu o primeiro milhão de views no YouTube e entrou na lista de “50 Virais” do Spotify.

Parcerias Na metade de 2018 lançaram o primeiro álbum e após dois meses, gravaram “Um Sinal” com Ivete Sangalo e pouco

tempo depois “Eu Pra Você”, em parceria com Sandy. “A gente amou os dois convites, tanto da Sandy, com o projeto novo dela, o ‘Nós Voz Eles’, quanto da Veveta. Foi uma honra pra gente, as duas artistas são incríveis, San é a humildade em pessoa, quando ela canta

A gente adora falar de coisa boa, faz parte da nossa verdade e propósito


parece um CD de tão afinada e Veveta recebeu a gente na casa de praia dela com o maior carinho, nos deu várias dicas sobre vida e carreira”, conta Gabriela. Perguntei se eles têm o desejo de dividir os vocais com algum outro artista. “Sobre sonho de feat, sonhando bem alto mesmo, a gente ama Djavan, é uma grande referência pra Melim”, conta Gabi. “Também tem o Natiruts. A gente se identifica muito com a forma deles de passar a mensagem nas músicas, o fato de falar sempre de amor e positividade é algo que temos em comum. Estamos sempre escutando os álbuns do Nat nos camarins dos shows, e em casa, pra nós seria uma honra gravar com eles algum dia”, complementa Rodrigo.

Inspirações e composições Pra aproveitar o gancho, quis saber o que costuma tocar nas playlists do trio. Gabi diz que tem ouvido bastante Ariana Grande, Amy Winehouse e Djavan, enquanto que Rodrigo curte Natiruts, Coldplay e Lulu Santos, e Diogo afirma que adora Ed Sheeran, Justin Timber-

Percebemos depois de lançar o álbum que praticamente todas as canções falam de positividade e amor lake e Maroon Five. Aliás, essa soma de influências de cada um é o que forma o som da Melim. “É um pouco difícil rotular o nosso estilo musical. A gente costuma chamar de ‘good vibes’, pois percebemos depois de lançar o álbum que praticamente todas as canções falam de positividade e amor”, diz Diogo. “Acho que tem um pouquinho de cada coisa, pop, reggae, folk, MPB, e a gente adora falar de coisa boa, faz parte da nossa verdade e propósito”, diz Gabi sobre a sonoridade do trio. Sobre a composição das músicas, Diogo diz que tudo que eles escrevem acaba sendo um reflexo dos próprios sentimentos, experiências e histórias que ouvem das pessoas. “A gente compõe com o coração, sem pretensão de nada, sempre de uma forma bem leve e natural”, diz ele. “O som da Melim acaba sendo a soma das influências de cada um, ado-

ramos Djavan, Natiruts, Skank, Nando Reis, Marisa Monte, Cássia Eller, Ariana Grande, Ed Sheeran, Corinne, Joss Stone, entre outros”, complementa Rodrigo.

“Um Mundo Ideal” A mais recente novidade do trio foi o convite para regravar o clássico “Um Mundo Ideal”, versão em português da música do filme “Aladdin”, adaptação em live action da famosa animação do Walt Disney Animation Studios, lançado em 1992. “Estamos muito felizes por fazer parte desse momento. Nossas músicas procuram passar mensagens de encorajamento, de realização de desejos e mostrar que sonhos são possíveis. A história de Aladdin está muito alinhada com o nosso propósito, que é somar na vida do outro de alguma forma”, diz Gabi. Já Diogo afirmou que interpretar um dos maiores sucessos da animação foi um desafio incrível. “Sabemos da responsabilidade que é produzir uma nova versão depois de tantas já gravadas, mas como bons fãs da Disney que somos, temos certeza que o público vai curtir”, disse ele. Por fim, Rodrigo destacou que melodicamente falando a canção é linda. “Todos os produtores e músicos envolvidos nessa produção ficaram bastante felizes com o resultado”, finalizou.

www.outdoorregional.com.br

39


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Esportes

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Kaue de Souza Leal Jovem atleta sorocabano conta com várias conquistas e disputará o mundial na Bélgica em julho

i

Kaue conquista títulos desde 2016

O

Ciclismo BMX, também conhecido como Bicicross, é a modalidade mais nova do ciclismo. A origem deste esporte se data pelas décadas de 1960 e 1970, época em que as vertentes mais tradicionais do esporte — estrada e pista — já faziam parte dos Jogos Olímpicos. Curiosamente, o BMX surgiu graças à admiração de jovens norte-americanos pelo

40

www.outdoorregional.com.br

Motocross. A vontade de imitar as manobras dos ídolos aliada à falta de equipamento fez com que bicicletas fossem utilizadas em pistas de terra. Nasceu assim, então, o Bicycle Moto Cross, ou simplesmente BMX.

Atleta regional E em nossa região há um prodígio competidor deste esporte.

Nascido em Sorocaba, no dia 30 de janeiro de 2007, o competidor de Ciclismo BMX, Kaue de Souza Leal, pertencente à categoria Boys 12 anos, roda o Brasil e o mundo com suas talentosas pedaladas. Ele iniciou no esporte em 2014 com a prática de treinamentos em Votorantim e Sorocaba, participando de provas regionais. No ano seguinte foi integrado à equipe


votorantinense, filiado à Associação Paulista de BMX (APBMX) e à Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e no primeiro ano em competições oficiais foi vice-campeão Brasileiro e campeão Paulista.

Conquistas e metas Em 2016, o jovem atleta foi campeão Paulista, Brasileiro,

em Londrina, da Copa do Brasil e campeão americano West Palm Beach, nos Estados Unidos, além de ser o número 1 do Ranking Nacional na categoria Boys 9 anos. No ano seguinte, faturou o Campeonato Paulista, Brasileiro e Carioca de BMX. Em 2018, Kaue levou mais um Paulista, um Brasileiro, na cidade de Americana e o Campeonato Sul-americano, em Santiago,

no Chile, além da Copa do Brasil e Copa Penks Internacional. No ranking da categoria boys 11 anos arrebatou a posição de número 1. Este ano, recentemente ele venceu a Copa Brasil, em Araxá, a Taça Brasil em Cosmópolis, Copa Ricardo Alves, em Americana e é o atual líder do Campeonato Paulista. Em 2019, Kaue tem como meta manter os títulos conquistados em 2018 em âmbito estadual, nacional e internacional, almeja o Top 3 no Campeonato Pan-americano e o Top 5 no Campeonato Mundial em Zolder, na Bélgica. Além de participar de Etapa do Campeonato Americano. Olho nele!

www.outdoorregional.com.br

41


Apresentado por:

Férias em Las Vegas Do ócio criativo ao aprendizado empreendedor

C

omo tudo aquilo que é importante a você e sua vida, é necessário de planejamento e decisões. Férias é uma coisa que para mim sempre foi importante ser planejada para que você tenha um bom aproveitamento.

Ócio criativo Gosto muito da proposta trazida pelo professor e sociólogo italiano Domenico de Masi, o ócio criativo é uma maneira inovadora de definir o trabalho atual. Ao contrário do que muitos acreditam, ócio criativo não significa não fazer nada. Por ócio criativo entende-se a união entre trabalho, estudo e lazer, de forma que alguém possa experimentar a riqueza gerada pelo trabalho, o conhecimento ocasionado pelo estu42

www.outdoorregional.com.br

do e a alegria proporcionada pelo lazer. É desta forma que me planejo e encaro meu ócio criativo, utilizando-o de forma inteligente. Para mim as férias sempre têm sido um ótimo momento de planejar e praticar o ócio criativo. Estive em Las Vegas pela segunda vez. A primeira estive por três dias, onde vinha de um intercâmbio (2018) de San Diego, passando por Los Angeles e acabei visitando Las Vegas por três dias e logo percebi que seria impossível ver tudo aquilo. Ir para Las Vegas é sonho de turismo de milhares de pessoas. O que leva as pessoas a Las Vegas além do sonho de se tornarem milionários? Além deste sonho existem muitas outras coisas a se fazer Vegas. Para mim, a cidade mais populosa

do estado de Nevada, dos Estados Unidos, é um roteiro que envolve além de apostas em cassinos, mas possui uma vida noturna frenética e é o palco dos maiores shows do mundo. Estamos falando de Las Vegas, que leva o apelido de “Cidade do Pecado”. Nesta viagem meu roteiro estava traçado por nove dias em conhecer


melhor a cidade, hotéis cassinos, restaurantes e shows do Cirque Du Soleil, onde desde o ano de 2004, estudo as estratégias desta grande “empresa”, palco da construção de “profissionais talentosos”. Nestes dezesseis anos assistindo e estudando suas estratégias, procuro oferecer esse aprendizado sobre a fantástica gestão de pessoas em minhas aulas de MBA, palestras e treinamentos que agregam muito à minha profissão como palestrante, coach e treinador. Como um apaixonado por gestão empresarial e especialista em gestão de pessoas, trago elementos de meus estudos pelas viagens que faço pelo mundo com o objetivo de agregar ao meu trabalho, aos meus clientes, além de trazer satisfação e prazer ao meu trabalho. Guy Laliberté, fundador e presidente da companhia Cirque Du Soleil estabeleceu um modelo de negócios que possibilitou ao Cirque viver plenamente sua missão. Como base do modelo está:

• Conjugar as artes com os negócios, garantindo a viabilidade financeira; • Provocar as mudanças: conspiração para um mundo melhor. Mas para chegar ao sucesso e já ter sido reconhecido como um dos bilionários da revista Forbes, teve um trabalho árduo construído por valores sólidos que sua companhia estabeleceu. Existem diversas ferramentas aplicadas à gestão de pessoas e performance. Algumas competências pelas quais os colaboradores são avaliados: • Colaboração • Comunicação • Gestão da diferença • Inovação • Vontade de aprender • Capacidade de adaptação • Melhoria e manutenção da eficiência • Preocupação com recursos financeiros e materiais • Resolução de problemas • Enfoque na qualidade • Domínio técnico e funcional

• Colocar a criação e a criatividade no centro de sua identidade e ações;

“Contudo para mim o sucesso de um grande negócio nasce na mente de seu criador e sua missão e valo-

res são sustentados pela sua forma de gerir os negócios e inclusive as pessoas que deve ser considerado seu maior patrimônio. Para mim não existe sorte e sim perceber o momento; identificar algo inovador, trabalhar arduamente no planejamento e executá-lo incansavelmente até que ele se torne real e sustentável” Empresário: Gestão Empresarial e Educação Corporativa Um sonho também realizado, apesar de não ser um local muito perto de Las Vegas (distância de 200 km), o Grand Canyon foi uma parada obrigatória. Considerado um dos lugares mais bonitos do mundo, a paisagem é impressionante e merece ser apreciada. Por conta de toda a sua beleza, é um dos cartões postais do Arizona. Então, deixo a dica: Vegas é um palco extraordinário de lazer, divertimento, aprendizado é empolgante. Vale a pena! Deixo aqui os espetáculos que que tive o prazer de assistir desta poderosa fábrica de criatividade e talentos: Saltibamco (Brasil-SP), Lanuba (Orlando-Flórida), PARAMOUR (New York), KÀ, ZUMANITY, Michael Jackson ONE, The Beatles LOVE (Las Vegas) e encerrando meus estudos, neste momento de volta para casa, o espetáculo o “OVO” chega ao Brasil dirigido pela coreógrafa brasileira Déborah Colker e terá ritmo de samba, forró e bossa-nova. Paulo Paiva é Palestrante, Empresário, Coach, Consultor, Psicanalista, Escritor, Terapeuta Transpessoal e Master em Programação Neurolinguística. É graduado em Administração e Especialista em Gestão Executiva em RH e Gestão Estratégica de Pessoas. Autor de livros, e de diversos artigos para sites, revistas e jornais especializados em Recursos Humanos, gestão, carreira e administração, Paulo é considerado o “Gestor de Almas” das organizações por sua maneira de desenvolver pessoas de forma provocativa e holística, integrando Corpo, Mente e Alma. www.outdoorregional.com.br

43


Maria Silvia Martos Pompeu Terapeuta Integrativa, Palestrante Coaching, Reiki e Mindfulness

Apresentado por:

Mudanças, você quer mesmo? A maioria das pessoas está em busca de mudanças em suas vidas. Mas por onde começar?

É

muito comum imaginar como poderia ser diferente determinado aspecto da vida: trabalho, relacionamento, amor, necessidades básicas, etc. Se você pudesse identificar e escolher a sua prioridade, qual seria? Sem esta resposta, não se consegue nem sair do lugar. Abaixo, alguns dos principais aspectos a serem observados para você se abrir ao novo.

A decisão da mudança só depende de você? Mais uma vertente, a qual não é um impeditivo, mas é importante para seguir adiante no planejamento. Quem você deve acolher para essa ideia? Precisa de apoio ou autorização de mais alguém? Por que essa pessoa aceitaria/aprovaria a sua ideia de mudança? Sem esta resposta, você pode gerar resistências desnecessárias já na largada.

Mudar por quê e pra que? Outro aspecto fundamental é o motivo da mudança. Ele é legítimo? É seu? É para agradar alguém? É para se parecer com alguém? É para seu prazer e realização pessoal? É para seu crescimento e evolução? Este é um dos principais fatores que podem causar erosão e detonar o seu plano de ação mais adiante. Se o motivo for frágil, você poderá perder a motivação no meio da jornada.

Quais os efeitos colaterais dessa mudança? Efeitos colaterais e/ou impactos 44

www.outdoorregional.com.br

na sua vida ou de outras pessoas, em seu orçamento, no seu estilo de vida, em sua rotina, na comunidade, restrições físicas ou legais, etc. Enfim, há mudanças simples e outras um tanto mais complexas. Se tudo for previamente considerado e adequadamente trabalhado, fluirá perfeitamente bem. Caso contrário, poderá se transformar numa avalanche de retrabalhos e custos adicionais, tanto no aspecto emocional quanto financeiro.

Plano de manifestação Esta etapa se traduz em datas e ati-

vidades para manifestação da sua mudança ou objetivo. Quanto mais legítima a sua motivação e quanto melhor o seu trabalho prévio, maiores as probabilidades de sucesso. Enfim, essas são algumas das importantes frentes a serem observadas quando se fala em trazer o novo à sua vida. As terapias integrativas como Reiki, Meditação, Barras de Access e Coaching podem elevar o seu contato com o seu melhor, de forma que suas escolhas sejam as mais genuínas possíveis, e você realmente abra espaço no seu universo para o novo chegar. Permita-se!


www.outdoorregional.com.br

45


Psicologia

Bettina Schrader Psicóloga CRP-06/128569

Resiliência, a arte de manter-se bem O que é resiliência? O termo resiliência vem originalmente da física e diz respeito à propriedade de um corpo voltar à forma original, depois de ser submetido a uma deformação. Por uma pessoa resiliente, entendemos alguém que consegue superar traumas, doenças graves ou perdas significativas, desenvolvendo estratégias para enfrentar as adversidades. Faz parte da vida, nos depararmos com uma ou mais situações consideradas estressantes em alguns momentos. A capacidade de ser resiliente é desenvolvida a partir das nossas crenças espirituais e contextos culturais, dependendo altamente da nossa aprendizagem. Algumas dicas para ficarmos mais resilientes:

Ser flexível Se você estiver pronto para enfrentar desafios, vai ter mais facilidade em ajustar seus objetivos e encontrar maneiras de adaptação.

Ter disponibilidade para aprender Frente a uma experiência negativa, pense o que você aprendeu dela e o que pode fazer diferente em uma próxima ocasião.

Pensar positivamente O que você pode fazer para mudar sua situação? Trabalhe na solução de

46

www.outdoorregional.com.br

problemas ao invés de ficar paralisado pelo desafio.

Interagir socialmente Sustente o relacionamento com amigos e familiares. Em momentos difíceis procure e aceite ajuda daqueles que se preocupam com você!

Ter propósitos Faça coisas que agregam significado para sua vida e que façam você se sentir mais forte.

Manter hábitos saudáveis Tenha uma dieta balanceada, pratique exercícios físicos e reserve um tempo para o lazer e o descanso.

Ter boa autoestima Sinta orgulho das suas habilidades e

conquistas. Isso deixará você menos fragilizado frente a um impacto doloroso.

Preservar o senso de humor Experimentar momentos de bom humor diante de uma situação difícil fortalece o sistema imunológico e contribui significativamente com a redução do mal estar.

Psicoterapia A Psicoterapia é uma forma de tratamento destinada a ajudar as pessoas a lidarem e ressignificarem as dores, os conflitos e as perdas inerentes à existência humana. Um recurso potencializador e acelerador do tratamento é a hipnose clínica. Ela auxilia na manutenção do foco e no relaxamento global, contribuindo também com o desenvolvimento da resiliência.


www.outdoorregional.com.br

47


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Turismo

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Paraty Um paraíso histórico no sul do estado do Rio que abriga a maior feira literária do país

C

om uma distância de cerca de 256km da capital Rio de Janeiro, a litorânea Paraty reserva uma calmaria poética que destoa das praias agitadas espalhadas pelo país. Ao caminhar pelo Centro Histórico o turista se deslumbra com o ar clássico da cidade.

Características Embora não seja tão simples trafegar a pé por suas ruas em formato de canal, com calçamento de pedras irregulares e esquinas desencontradas, cada passo vale a pena. A beleza do casario colonial, dos barquinhos coloridos ancorados na margem do Rio Perequê-Açu ou no cais, das lojas e dos ateliês de arte, sem dúvida, compensa todo o esforço. O Centro Histórico também sedia o principal palco da Feira Literária Internacional de Paraty (Flip), evento reconhecido internacionalmente como referência para os amantes da literatura. Sempre no mês de julho, a Flip reúne renoma48

www.outdoorregional.com.br

dos escritores e transforma a cidade num potencial turístico. Paraty também é o ponto de partida para os passeios marítimos às praias mais distantes e ilhas da região. Uma delas, a Ilha do Araújo, mostra o cotidiano original dos tradicionais caiçaras. E a Ilha dos Cocos é perfeita para realizar um mergulho livre em águas cristalinas.

Sempre no mês de julho, a Flip reúne renomados escritores e transforma a cidade num potencial turístico

Opções gastronômicas As opções de peixes e frutos do mar na cidade são vastas. O restaurante Le Gite d’Indaiatiba, que fica a 20 km do Centro, conta com robalos e camarões frescos pescados na Baía de Paraty. Outra opção é o Voilà Bistrot, que combina ambiente romântico e bons ingredientes. O Bananas da Terra e Thai Brasil ficam no Centro Histórico, assim como a maioria das opções gastronômicas da cidade e podem agradar ao paladar com as opções gastronômicas marítimas. O Camarão Casadinho é uma receita tradicional na mesa

caiçara, e é composta por dois camarões grandes, unidos como um sanduíche. Tem também o quitute, que já foi usado para alimentar as tropas portuguesas no Caminho do Ouro, ainda ganha um recheio de farofa de camarões miúdos com coentro e manjericão antes de ser amarrado e frito.


www.outdoorregional.com.br

49


Direito

Drª Ana Paula Sanches Correia Advogada OAB/SP 355.278 direito@outdoorregional.com.br

Violência obstétrica, até quando? Em um momento tão único e especial devemos nos assegurar que seremos tratadas como merecemos, com muito amor, cuidado e respeito

O

nascimento de um filho é o momento mais importante e feliz na vida da mulher. E por isso, as gestantes têm o direito de proteção na hora do parto, para que não sofram qualquer tipo de violência. O Ministério da Saúde proferiu recente despacho (03/05/19), que busca acabar com o uso do termo “violência obstétrica”, por considerá-lo impróprio. Em resposta (recomendação nº 29/2019), o Ministério Público Federal advertiu o órgão, para que este se abstenha de realizar ações voltadas a abolir o uso da expressão, afinal, o termo já é conhecido pela população.

O que é violência obstétrica? É considerado violência obstétrica o desrespeito à mulher, seu corpo e seus processos reprodutivos. Esses atos violentos, podem ser físicos, psicológicos, verbais, além de negligência, discriminação, condutas excessivas ou desne50

www.outdoorregional.com.br

cessárias, entre outras. As mulheres devem ter a possibilidade de decidir sobre seus corpos de forma humana e jamais devem ter o momento de seu parto transformado em sofrimento desmedido. As gestantes não devem ser induzidas à realização de uma cesárea desnecessária e, tampouco, forçadas a um parto normal com sofrimento além do esperado, o que por muitas vezes ocorre no Sistema Único de Saúde (SUS).

A lei do acompanhante De acordo com a Lei nº 11.108/05, é permitido à parturiente a presença de um acompanhante durante todo o período de trabalho de parto, durante o parto e o pós-parto imediato. O acompanhante será indicado pela parturiente, podendo ser pessoa de ambos os sexos, de sua confiança e convivência, não necessitando ser parente. A Instituição Hospitalar não deve recusar acompanhante do sexo masculino, em especial quando for genitor do neonato, sob a alegação

de existência única de sala coletiva.

Plano de parto O plano de parto é uma ótima ferramenta para ajudar a parturiente e toda a equipe médica a acertarem os procedimentos que serão ou não realizados durante o nascimento do seu filho. A ideia é garantir o direito da parturiente a ter uma maternidade segura, livre de intervenções desnecessárias e sem violência obstétrica. Para as mamães que quiserem conhecer um pouco mais sobre este procedimento, a Defensoria Pública de São Paulo fornece informações e um modelo de plano em seu site (https://www.defensoria.sp.def.br/ dpesp/). Por fim, importante esclarecer e informar, que todo dano sofrido durante este momento que deveria como regra ser único e especial, poderá ensejar indenização moral ou mesmo, dependendo das circunstâncias, material.


www.outdoorregional.com.br

51


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Política

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Educação em guerra O ato realizado por milhares de pessoas em todo Brasil teve dura resposta do presidente Jair Bolsonaro

Foto: Lucas Lacaz Ruiz / A13 / Agência O Globo

Manifestação O dia 15 de maio foi marcado por um ato de manifestação em âmbito nacional. Mais de 220 cidades do país receberam nas ruas milhares de pessoas para protestar contra as atuais medidas tomadas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro. A inciativa da paralisação teve como objetivo chamar a atenção para a posição antagônica dos manifestantes sobre o bloqueio de recursos para a educação anunciado pelo Ministério da Educação (MEC). Houve atos em todos os estados do país e também no Distrito Federal. Além de organizações ativistas, as universidades e as escolas também fizeram paralisações, após a convocação de uma greve de um dia por parte de entidades ligadas a sindicatos, movimentos sociais e estudantis e partidos políticos. Vale ressaltar que os atos foram pacíficos, 52

www.outdoorregional.com.br

não havendo registro de confronto com policiais. Ponto positivo, mas sem deixar de ser uma obrigação cumprida por parte dos grevistas, uma vez que se trata de um ato em

Foto: Kleyton Silva - Ascom

favor da Educação. Com quatro meses à frente da presidência, esta foi a primeira grande manifestação que o governo Bolsonaro teve de lidar.


Mais de 220 municípios participaram da paralização

Foto: Arena/Estadão conteúdo Claudio Capucho

Contra-ataque áspero No mesmo dia, em Dallas, nos Estados Unidos, Jair Bolsonaro respondeu e chamou os manifestantes de “idiotas úteis” e “imbecis”. Mais tarde, por meio do porta-voz Otávio Rêgo Barros, disse que as manifestações são “legítimas e democráticas, desde que não se utilizem de violência, nem destruam o patrimônio público”. Antes disso, uma fala do ministro da Educa-

ção, Abraham Weintraub, esquentou as turbinas de incentivo para as manifestações. Em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo” no dia 30 de abril, o ministro sinalizou cortes em universidades onde houvesse o que classificou de “balbúrdia”. A guerra é extensa e tem argumentos para todos os lados, seja por circulação de fotos com aulas com tons escandalizantes em universidades federais ou por outro lado, por grandes figuras estudantis representando o país de maneira sublime na seara intelectual mundo afora. À imprensa cabe respei-

tar a premissa de ouvir os dois lados. Se há quem diga que este manifesto tem interesse puramente político, de outro lado, existem argumentos de que há motivos legítimos para cobranças quanto às decisões do MEC. Se essa guerra terá um vencedor não sabemos, mas que ela trará estragos em ambos os lados, infelizmente não há dúvidas.

www.outdoorregional.com.br

53


Gislaine Silva

Prata da casa

Jornalista MTB 0088426/SP g-silva@outdoorregional.com.br

Jiu-Jitsu: sonhar, lutar e vencer Atleta se prepara para lutar na Califórnia em dezembro

“Missão dada é missão cumprida”. Essa é a frase que resume Fernando Barbosa de Azevedo, 20 anos, natural de Iperó e atualmente residente de Boituva, apaixonado pelo jiu-jitsu. Foi em 2011 que o jovem decidiu praticar algum esporte, a princípio por hobby, e depois com o passar do tempo, teve a certeza de que era através desse esporte que se tornaria um dia campeão. Em 2014 Fernando participou do seu primeiro campeonato como faixa branca juvenil e de la pra cá, o jovem já acumula 42 medalhas de ouro, 20 pratas e 15 bronzes, totalizando mais de 150 lutas. 54

www.outdoorregional.com.br

Carreira Mesmo muito jovem, o atleta começou a trabalhar cedo e o esporte acabou não sendo prioridade na sua vida, já que não tinha mais tempo para treinar. Em 2018, Fernando voltou a praticar com força total e sua maior motivação para isso era sua avó. “Fui criado pela minha avó e ano passado ela faleceu. Foi um choque muito grande pra mim, porque ela era a minha maior incentivadora. Sempre que lutava e mesmo quando não ganhava, minha avó falava que eu sempre seria campeão pra


mundial na Califórnia. “O meu sonho é me tornar um dos melhores atletas do jiu-jitsu e ser reconhecido pelo meu esforço. Graças a Deus sou muito abençoado, hoje faço parte da equipe BR Jiu-Jitsu e quero representá-los na Califórnia, ser campeão na minha categoria e quem sabe ser campeão em Dubai. Tudo isso é possivel, basta confiar, treinar muito e correr atrás, pois nada é impossível para Deus e para mim”, afirma Fernando.

Agradecimento

do é confiar em Deus e não desistir jamais. “O segredo é nunca desistir dos sonhos, independente de tudo o que passou, Deus sempre tem um propósito na vida de cada um. Basta confiar nos planos e seguir”, afirma ele.

Competições para este ano ela e foi muito difícil para mim me recuperar pra voltar. Mas hoje eu voltei com tudo e luto por ela, sempre foi e sempre vai ser”, diz. Atualmente o jovem possui doze patrocinadores. Esse ano já participou de várias competições, foi campeão em Sarapui e ficou em segundo lugar na Copa Bandeirantes. Fernando treina quatro vezes ao dia, vive hoje apenas do esporte e diz que o segre-

E as competições não param. No último dia 19 de maio, o jovem participou do Campeonato Sulamericano. Em junho é a vez de disputar o Campeonato Brasileiro no Ibirapuera em São Paulo; em Setembro vai para Argentina no Open; Novembro a competição será no Chile no Open pela CBJJ (Confederação Brasileira de Jiu-jitsu) e em dezembro a ideia do atleta é fazer eventos beneficentes na cidade para arrecadar dinheiro para o campeonato

“Me sinto realizado por chegar até aqui. Quero agradecer primeiramente a Deus, aos meus professores Thiago Castro, Marcelo Oliveira e Marcos Duval, meus amigos de treino e todos meus patrocinadores que agregaram em meu potencial. Gostaria de agradecer à revista Outdoor pela oportunidade de estar aqui hoje falando da minha trajetória. Graças à revista eu tenho certeza de que muitas pessoas vão poder conhecer minha história e ajudar a realizar o meu sonho de competir em Long Beach na Califórnia dia 12 de dezembro”, conclui. Quer conhecer mais sobre a história do Fernando e ajudá-lo? Siga-o nas redes sociais! Fernando Jiujitsu @jiujitsu_fernando

www.outdoorregional.com.br

55


Juliana Moreno Jornalista MTB 0056878/SP

Culinária

j-moreno@outdoorregional.com.br

Doce de Abóbora Um clássico que nunca sai de moda e que combina perfeitamente com o outono

Ingredientes • 500 g de abóbora • 200 g de açúcar • 3 cravos-da-índia • 2 ramas de canela em pau Fo n te: www.p an e l i n ha.com .br

56

www.outdoorregional.com.br

Modo de Preparo 1. Corte a abóbora em cubinhos

4. Quando ferver, abaixe o fogo, tampe a panela e deixe uma fresta para o vapor sair

2. Em uma panela grande, coloque a abóbora, o açúcar, os cravos e canela

5. Deixe cozinhar por 20 minutos, desligue o fogo e deixe esfriar completamente com a panela fechada

3. Deixe descansar por duas horas, depois mexa com uma colher de pau e leve ao fogo alto

6. Após isso, transfira o doce para uma compoteira e guarde em local seco e arejado


www.outdoorregional.com.br

57


Rafael Barbosa

Crônica

Jornalista r-barbosa@outdoorregional.com.br

Olhe aquele bêbado O

lha aquele bêbado, de semblante tão perdido num bar qualquer, com um copo cheio à sua frente, mas com a cabeça vazia de ideias. Será que ele percebeu que sua vida deixou de ter sentido no momento em que passou a apenas esperar pela próxima rodada? Será que entende que agora procura somente um último gole no fundo de uma garrafa, ao invés de um propósito na vida? Reparem naquele desmiolado, cujo suor do trabalho duro deu lugar ao tom rançoso da bebida, e que parece ter voltado no tempo enquanto estuda cuidadosamente seu próximo passo, tal qual uma criança pequena, durante seu caminho para casa. Será que ele tem os olhos tão turvos pela embriaguez que não consegue ver os olhares de angústia e medo que tomam conta de sua família? Pessoas que antes só lhe tinham amor, mas que começam a fechar as entradas de seus corações, apesar de deixarem a porta da casa destrancada tarde da noite. Notem este indecente, que não consegue entender que perdeu há muito tempo uma batalha que nunca pode vencer e que tenta manter sua sanidade ao acreditar que não tem problema destruir a própria vida, se o fizer com seu próprio dinheiro. Será que ele não percebeu que o valor que paga pelo vício é sua liberdade e que escolheu trocar as oportunidades que a vida lhe deu, pelos males de uma doença? Olhem para este pobre orgulhoso, que apesar de claramente estar doente de corpo e alma, não encontra a força para buscar ajuda, pois admitir o alcoolismo seria aceitar que perdeu o controle sobre si mesmo e que o domínio de sua vida agora pertence ao vício. Percebam este desesperado, que mente não apenas para aqueles de quem gosta, mas principalmente para si mesmo

58

www.outdoorregional.com.br

quando diz que vai deixar o vício, que não precisa de clínica ou do apoio dos Alcoólicos Anônimos para largar a bebida, apenas para se render novamente quando entende que o raiar de um novo dia não traz a esperança, mas sim a necessidade incontrolável por um novo trago. Reparem neste desamparado, tragado pela vergonha de saber que, se admitir que precisa de ajuda, estará fazendo uma confissão que pode e será usada contra ele no tribunal da vida. Pois ele sabe que alcoólatra não é simplesmente uma condição e sim também um xingamento usado por pessoas que não

conseguem entender que um copo de bebida pode ser muito mais do que um tira-gosto ou um momento de curtição entre amigos. Para alguns, aquele copinho de vidro pode simbolizar também um mundo de necessidades e desespero. Olhe para este bêbado! Olhe bem no fundo dos olhos dele e se permita olhar de volta para você mesmo. O que você vê? Alguém que julga sem entender o problema da outra pessoa? Ou aquele que está disposto a ajudar alguém que, apesar de não pedir, pode estar precisando desesperadamente de uma mão amiga.


www.outdoorregional.com.br

59


60

www.outdoorregional.com.br

Profile for Outdoor Regional

Outdoor Regional  

Edição 110 - Melim

Outdoor Regional  

Edição 110 - Melim

Advertisement