Page 1

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

1


2

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


EXPEDIENTE

Carta ao leitor Coordenador Geral Rafael Jorge Pereira Coordenador de Criação André Maffeis Jornalista Responsável Juliana Moreno MTB: 0056878/SP Repórteres Bruno Rodrigues / Juliana Moreno Rafael Barbosa Colaboradores Gabriela Barreto / Raphael Chespkassoff Dr. Marcelo L. Galvão / Laura Baggio XPRES / Arch 0.7 / Solutudo Rafael Neto / Aline Cunha Revisão Juliana Moreno / Rafael Pereira Diagramação / Projeto Gráfico Bruno Vieira Veiga de Oliveira Departamento Jurídico Mariele de Oliveira Rosa OAB/SP 377.408

A

Outdoor deste mês está no clima de alegria, embalada pelo musical protagonizado por Zélia Duncan e que celebra os 50 anos da Tropicália! Confira na entrevista detalhes sobre “Alegria, Alegria”, que teve sua estreia no dia 13 deste mês!

Em Arquitetura & Decoração, o assunto é encantador: decoração de quarto infantil! Saiba mais sobre o que está em alta, o que nunca sai de moda, bem como fique por dentro do estilo montessoriano, um tipo de quarto que prioriza a autoeducação da criança. O que você sabe sobre adicional de insalubridade? Não são poucas as pessoas que não têm conhecimento sobre essa lei trabalhista que determina um valor a mais no pagamento quando o trabalhador exerce suas atividades exposto a riscos de saúde. Já em Gourmet você irá aprender a fazer uma receita que é a cara dos dias mais friozinhos: sopa de cebola gratinada! E se estamos falando de dias mais gelados, que tal tirar do armário aquele moletom pra lá de confortável? Sim, pode comemorar, pois a peça fará parte das tendências de moda neste outono-inverno! Tenha uma ótimo leitura, fique muito bem informado e até a próxima edição!

Agradecimento Alex Dayrell - Midiorama Distribuição Boituva/Iperó/Cerquilho Tatuí/Sorocaba Assinaturas assinaturas@outdoorregional.com.br

Juliana Moreno

Edições anteriores edicoes@outdoorregional.com.br

Jornalista Reponsável pela Revista Outdoor Regional

Empresa Pereira e Maffeis Editora LTDA CNPJ: 13.970.830/0001-93

A revista não se responsabiliza por conceitos e opiniões emitidos por entrevistados e colaboradores, assim como não se responsabiliza pelo conteúdo de informes e anúncios publicitários

j-moreno@outdoorregional.com.br

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

3


4

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

5


6

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

7


8

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

9


Índice

66 18

54

12 14 18 20 22 24 28 32 34 36 44 48 52 54 56 58 62 64 66

Cinema Literatura Música Moda Masculina Moda Feminina Beleza Arquitetura & Decoração Reflexão Web Social Capa Esportes Saúde Games Turismo Direito Política Gourmet Crônica

Anúncios e Publicidade: Avenida Pereira Ignácio, 378 2º andar - sala 07 Telefone: (15) 3263-5028 (15) 99114-2136 contato@outdoorregional.com.br Empresa Parceira Solutudo – 3264-1457

64 10

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

www.outdoorregional.com.br


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

11


Juliana Moreno

Cinema

Jornalista MTB 0056878/SP

j-moreno@outdoorregional.com.br

i

i 12

Comandando o Dying Gull, seu novo e pequeno navio, Sparrow tentará salvar sua vida do ameaçador Salazar

O filme mistura os detalhes e dificuldade da adolescência com reflexões complexas OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

i

A Warner ainda não confirmou uma sequência da produção, mas a heroína vai aparecer novamente em Liga da Justiça


“Antes Que Eu Vá” E se você pudesse reviver o último dia de sua vida por sete vezes seguidas? Este é o mote de “Antes Que Eu Vá”, adaptação do best-seller de Lauren Oliver que chegará aos nossos cinemas no dia 18 de maio. Samantha Kingston, uma garota linda e popular, que está prestes a se formar, sofre um acidente de carro com as amigas após uma festa. Entretanto, no dia seguinte, quando acorda em sua cama percebe que o dia anterior – Dia dos Namorados - está começando de novo. Assim, ao ter a oportunidade de reviver o mesmo dia vezes seguidas, ela descobre o verdadeiro valor de tudo que está preste a perder.

“Piratas do Caribe – A Vingança de Salazar” E a saga continua! O quinto longa baseado nas aventuras do Capitão Jack Sparrow (Johnny Depp) tem estreia marcada para o dia 25 de maio. Passaram-se seis anos desde a última produção da franquia, que arrecadou US$ 1 bilhão ao redor do mundo. Em “A Vingança de Salazar”, Jack Sparrow precisará encontrar o Tridente de Poseidon, artefato que dá ao possuidor poder absoluto sobre os sete mares. Entretanto, para achar o estimado objeto, ele precisará fazer uma aliança com Carina Smyth (Kaya Scodelario), uma astrônoma, e com Henry (Breton Thwaites), marujo da Marinha Real. Quem dificulta a missão é o Capitão Salazar (Javier Bardem), que lidera um exército de piratas fantasmas assassinos, que abre uma caça a todos os piratas do mundo.

“Mulher-Maravilha” Está chegando o dia da estreia de “Mulher -Maravilha”! Marcado para o dia 1 de junho, o lançamento tem sido aguardado com bastante expectativa. Criada numa isolada ilha paradisíaca, Diana, princesa das Amazonas, foi treinada para ser uma guerreira invencível. Quando um piloto americano cai com seu avião nas areias da costa da ilha, ela descobre que um grande conflito assola o mundo e, convencida de que pode vencer a ameaça de destruição, ela deixa a ilha para executar tal missão. Ao lutar lado a lado com homens nessa guerra, ela descobre, então, todos os seus poderes e seu verdadeiro destino. Além de Gal Gadot, que interpreta a heroína, o elenco conta com as participações de Chris Pine, Connie Nielsen, Robin Wright, Lucy Davis, Danny Huston e Elena Anaya.

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

13


Juliana Moreno

Literatura

Jornalista MTB 0056878/SP

j-moreno@outdoorregional.com.br

“Só os Animais Salvam” Anunciado no mês passado, o livro da Editora DarkSide Books chegou às prateleiras no início do mês. A obra é dividida em contos, sendo que cada um deles é narrado pela alma de um animal envolvido em conflitos e guerras ao longo do último século. Há por exemplo as lembranças de um gato acerca de sua proprietária, uma escritora, atriz, jornalista e mímica que viveu durante a Primeira Guerra. Em outro conto, um cachorro busca conforto no budismo durante a Alemanha nazista, enquanto que um urso faminto à beira da morte narra os acontecimentos durante a guerra que arruinou a Iugoslávia nos anos 1990. Um livro que mostra de forma formidável o ponto de vista dos animais sobre os humanos, indo do pior ao melhor. Uma façanha literária divertida e comovente. Autor: Ceridwen Dovey| Editora: DarkSide Books | 240 páginas

“Um Verão Para Recomeçar” “Um Verão Para Recomeçar” é o primeiro romance da norte-americana Morgan Matson publicado no Brasil e traz ao leitor uma emocionante história sobre superação e amadurecimento. No centro está Taylor Edwards, uma adolescente comum e que possui uma família não muito próxima. No dia do seu aniversário, ela recebe uma triste notícia: seu pai está com câncer e não resta a ele muito tempo de vida. Então, com o objetivo de se reaproximar, a família decide passar o verão na antiga casa do lago, local que não visitavam há anos. O que era pra ser apenas uma viagem em família se transforma em uma intrigante volta ao passado de Taylor, cheia de lembranças e pessoas que um dia fizeram parte de sua vida.

Autora: Morgan Matson | Editora: Novo Conceito | 352 páginas

14

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

“Uma Pergunta Por Dia – Para Mães” A versão original do livro-diário “Uma Pergunta Por Dia”, que já vendeu mais de 100 mil exemplares no Brasil, ganhou no mês passado uma edição especial exclusiva para as mães. Indo além de um álbum de fotos ou um tradicional livro do bebê, a edição é o instrumento perfeito para registrar cada acontecimento não só do crescimento das crianças, mas da intensa experiência regada à descobertas e autoconhecimento na qual a mulher embarca ao se tornar mãe. São 365 perguntas diferentes, uma para cada dia do ano, sendo que é possível começar a qualquer dia e, depois de percorridos os doze meses, volta-se ao início. E aí acontece toda a magia do livro-diário, pois cada novo ano torna-se um convite a rever as respostas anteriores e revisitar as diversas lembranças da jornada. Autor: Potter Style | Editora: Intrínseca | 368 páginas


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

15


Informe publicitário

Dor na coluna Oral Med Center conta com Neurocirurgião Especializado em Coluna

A dor do século A dor na coluna já é considerada a dor do século, pois de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 85% da população já perdeu pelo menos um dia de trabalho por conta de dores nas costas. E isso pode ser verificado até mesmo no nosso dia a dia, pois quem é que nunca ouviu alguém reclamar de dor na coluna, não é mesmo?

Como as dores surgem As razões para essa tão frequente e incômoda dor são diversas, como sedentarismo, obesidade e, na grande maioria das vezes, ergonomia. No Brasil, o estudo da ergonomia ainda é bastante regenerado. A solução para diversas queixas dos pacientes está em sua postura e também na disposição de seus objetos de trabalho. Uma pessoa que passa o dia todo no computador, por exemplo, deve verificar a distância entre sua mesa e cadeira, a altura dos pés no chão e diversos outros fatores que contribuem para lesões. Quem afirma isso é Dr. Marcelo Luis Mudo, Neurocirurgião Especialista em Neurologia e Neurocirurgia pela Associação Médica Brasileira, membro titular da Sociedade Brasileira de Coluna, além de correspondente da North American Spine Society.

Prevenção

i 16

Dr. Marcelo Luis Mudo, formado pela Escola Paulista de Medicina, também é Coordenador do Departamento de Coluna da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

Ainda segundo ele, a prevenção é uma das melhores maneiras de evitar o comprometimento da saúde. Ele indica, ao menor sinal de dor ou sintoma que interfira nos afazeres diários, procurar um especialista ao invés de recorrer às buscas na internet. Dr. Marcelo Luis Mudo atende na Oral Med Center, clínica de Boituva localizada na Rua São João, 196, no Centro.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

17


Música

Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Capital Inicial Zé Ramalho O paraibano Zé Ramalho está percorrendo as cidades do país comemorando 40 anos de carreira. Curiosamente há 20 sem se apresentar em Sorocaba, o cantor e compositor trará seu espetáculo musical para a cidade no dia 2 de junho

e a apresentação será realizada no Recreativo Campestre, às 22h. O repertório é vasto e já fez parte de muitas novelas. Um dos sons mais marcantes se chama “Admirável Gado Novo” que fez parte da trilha sonora da novela global Rei do Gado.

Por fim, para quem curte um clássico rock nacional, no dia 22 de junho poderá curtir as consagradas canções do Capital Inicial. Também pela 102ª Festa Junina Beneficente de Votorantim, Dinho Ouro Preto e Cia se apresentam a partir das 19h. O Capital Inicial é outra oportunidade pra galera mais “old” reviver grandes sucessos e pra meninada apreciar um som de boas reflexões e certa dose de romantismo.

Raça Negra Não importa se você é um fiel roqueiro ou adepto à música eletrônica, o que se vê – principalmente na internet – é que o grupo de samba Raça Negra é absolutamente respeitado. Sucesso indubitável nos anos 1990, a banda se apresenta em Votorantim, às 19h, no dia 16 de junho. O show será na Praça de Eventos Lecy de Campos, pela 102ª Festa Junina Beneficente de Votorantim. Se você é da região e pôde acompanhar a época de sucesso, relembrará diversos hits românticos, mas se você nunca ouviu, não sabe como é difícil “segurar essa barra” (sic) de não conhecer os caras. 18

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

19


Moda Masculina

Gabriela Barreto

Produtora e Styling de moda g-barreto@outdoorregional.com.br

De volta aos anos 90! A tendência é investir em roupas bem despojadas, descoladas e confortáveis Que os Anos 90 estão em alta na moda, na decoração, enfim, isso todo mundo já sabe, já que os desfiles, as vitrines e as ruas apresentam isso diariamente. Nunca referências como Kurt Cobain e o estilo grunge estiveram tão em alta.

Dicas 01 Calça rasgada e camisa xadrez: é o necessário para estar dentro da tendência anos 90

Tendência Peças com modelagem Oversized, mais amplas, com logos estampados, o xadrez como ótima opção de estampa, Itens com detalhes rasgados, pegada grunge no visual: tudo isso ganhou força e aparece muito bem sinalizado na Moda Masculina de Outono/ Inverno 2017

02 Jaqueta estampada é uma das peças que mais reproduzem o estilo

Estilos O xadrez é clássico, nunca sai de moda, na realidade. Mas ele vem forte não apenas em camisas flaneladas, mas como também em calças e na alfaiataria. Para a composição anos 90, a camisa xadrez flanelada aberta com camiseta estampada por baixo, com os tons das estampas se conversando muito 20

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

bem, criam um ar americano à produção, composta ainda por calça com detalhes rasgados e tênis cano médio. O estilo anos 90 me lembra muito a composição de roupas presente nos festivais de rock, por exemplo, que seguem essa linha, bem despojada, descolada e confortável!

03 Invista nas camisetas estampadas por baixo das camisas xadrez


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

21


Moda Feminina

Gabriela Barreto

Produtora e Styling de moda g-barreto@outdoorregional.com.br

O velho e bom moletom! Quem não gosta de um moletom? Nos dias frios, então, não tem peça mais confortável e quentinha do que ele! Pois saiba que agora ele também fará parte das tendências de moda

22

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


C

onfortáveis e práticos, eles ganham a rua com uma tendência mais fashion para garantir a moda da estação. Você verá muitas combinações intrigantes de blusas de moletom com saias e salto ao melhor estilo fashion. Uma composição descolada com moletom traz, além do conforto, a praticidade de um look bem mais casual sendo uma grande trend da estação.

Dicas 01 Aposte no moletom cinza mescla com aplicações em pedras, o que dará ao look um ar de sofisticação

A tendência Durante a maior semana de moda da América, percebe-se nitidamente entre as passarelas que o moletom ganhou lugar definitivo no mundo fashion – tanto no formato clássico quanto em outras peças, como calças e conjuntos de alfaiataria. Separamos algumas dicas queridas que são certeiras para traduzir a tendência das passarelas em looks do dia a dia.

Combinações Para as produções com saias, quanto mais transparência e brilhos, melhor! Isso porque o moletom cumpre muito bem a função de equilibrar a produção, válida para todo tipo de compromisso casual: dependendo dos complementos, dá para ir à festa ou ao trabalho que permite algo mais despojado, sem

medo de errar. Já se unirmos o moletom a uma calça sequinha, aposte em um moletom estilo grandão, tipo oversized, com calças como cigarrete, skinny ou mesmo de alfaiataria mais ajustada ao corpo, que fazem uma dupla imbatível. Sapatos metalizados também ajudam a deixar tudo descolado na medida.

02 Combine o moletom a uma bela calça de couro e salto, isso trará requinte ao tão tradicional moletom 03 Moletom + saia = composição querida da estação, use e abuse

Acessórios E vale muito ainda investir nos acessórios, como as bijoux, pois é com elas que você vai conseguir tirar aquela insegurança de estar muito informal de moletom. Com isso tente misturar a peça com acessórios imponentes para ver o resultado: chique e confortável ao mesmo tempo. Tem composição melhor?

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

23


Juliana Moreno

Beleza

Jornalista MTB 0056878/SP

j-moreno@outdoorregional.com.br

Unicorn Oil

Capim-Limão Tangerina A L’Occitane au Brésil lançou recentemente a linha Capim-Limão agora na versão Tangerina. Unissex, a nova fragrância combina notas cítricas e frutadas, bem como o frescor do Capim-Limão com a energia da Tangerina. A linha é bem completa: tem Desodorante Colônia, Loção Corporal Desodorante,

Sabonete Líquido e Sabonete em Barra Perfumado. Pelo site da marca ainda é possível adquirir toda a linha em preço promocional de lançamento e frete grátis, mas se preferir também pode optar por comprar os itens separadamente. Todos possuem essa pegada fresh na fragrância, perfeita para o dia a dia!

Acho que nunca essa onda de unicórnios esteve tão em alta como agora! Uma novidade que tem aparecido no Pinterest é um iluminador que se propõe a dar um “brilho de unicórnio” na pele, se é que assim podemos definir. É o Unicorn Oil Illuminating Glow Elixir da marca Cult Cosmetics. De acordo com a marca, é feito através de uma mistura de óleos, com o de amêndoa e o de coco, sendo considerado por ela um “hidratante pigmentado”. Está disponível em cinco cores: Rose Gold, Moon Beam, 24K Gold, Iridescent Rose e Celestial. Além de dar o glow de unicórnio, o produto ainda promete ter efeito anti-inflamatório, antioxidante, reduzir vermelhidão, manchas escuras e cicatrizes! Está disponível no site da marca e custa US$ 16,99.

Coleção MulherMaravilha A Risqué lançou uma linha de esmaltes com cores inspiradas na Mulher-Maravilha e convida as consumidoras a revelarem seus poderes, deixando o mundo mais forte e cheio de cor. As cores representam as principais características da super-heroína, tendo como base desde suas roupas até seus acessórios. Todos os esmaltes são hipoalergênicos e possuem pincel flat. A cor Nude Imortal é um amarronzado clássico e a Amazona Poderosa tem um tom de terracota que representa a força. Já o Vermelho Maravilha é bem vivo e revela a intensidade do poder feminino, enquanto que o Dourado da Verdade é escuro e metalizado. A cor Bracelete Indestrutível é um preto chumbo metalizado e o Azul Estrelado tem um tom super intenso. 24

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

25


Informe publicitário

Energia Solar Fotovoltaica Nos últimos anos a preocupação com o meio ambiente promoveu uma intensa busca por novas opções de fontes de energia consideradas renováveis, que provêm de recursos naturais que não se esgotam, como a energia hidráulica, energia eólica e a energia solar

i

A energia fotovoltaica torna-se viável não só em relação à sustentabilidade, mas também em economia

Viabilidade Energia fotovoltaica em sua casa Na última década presenciamos uma revolução energética com o desenvolvimento de novas tecnologias de geração de energia com fontes limpas e de livre captação. Com o grande potencial da fonte solar no Brasil, o alto custo da energia elétrica para o consumidor e os constantes aumentos na tarifa, a energia fotovoltaica torna-se viável não só em relação à sustentabilidade, mas também em economia. Desde 2012, com a criação de regras pela ANEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), é possível que um consumidor em seu imóvel produza sua energia instalando um sistema de Microgeração ou Minigeração ligado à rede pública de energia, consumindo o gerado e devolvendo à rede qualquer excedente de produção, gerando um crédito de energia.

26

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

Como funciona? A energia fotovoltaica é produzida com a conversão de luz solar em energia através dos painéis solares feitos de silício. É possível a produção até mesmo em dias com baixa incidência de sol, nublados ou chuvosos. Esses painéis solares que podem ser fixados no telhado ou no solo, são ligados a um equipamento chamado de inversor, que converte a energia produzida nas placas em energia elétrica, que pode ser utilizada no imóvel onde o sistema fotovoltaico foi instalado. Durante o dia a energia produzida alimenta todos os equipamentos elétricos que estão ligados e o excesso de energia vai para a rede da distribuidora, gerando créditos que serão abatidos na energia consumida quando não há captação de luz solar, como por exemplo, durante a noite. Este crédito poderá ser consumido em até 5 anos ou ainda compartilhado com outros imóveis.

Esses sistemas possuem uma durabilidade de aproximadamente 25 anos e, após esse período, os painéis passam a produzir cerca de 80% de capacidade do sistema instalado inicialmente, sendo que a manutenção necessária durante esses anos é basicamente a limpeza das placas solares. Investir nessa fonte de energia já é viável, com a economia mensal na conta de energia e retorno do investimento em um tempo médio de 5 a 6 anos.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

27


RenataTomazela e Ana Beatriz Ghizzi

Arquiterura & Decoração

Arquitetas Arch 0.7

arq-dec@outdoorregional.com.br

Quarto Infantil Depois de curtir o momento da descoberta da gravidez, vêm os preparativos para receber o mais novo ou nova integrante da família, e neste instante surgem inúmeras dúvidas para planejar e montar o quartinho do bebê. Qual cor e tema escolher? Quais os materiais mais indicados? Existe uma tendência de decoração para o quarto dos pequenos?

Antigamente as características para o quarto de menina eram bem marcantes e o mesmo ocorria para o quarto dos meninos. Havia um diferenciação por cores e estilos, onde cada gênero tinha o seu. Hoje esse conceito se modernizou, o rosa e o azul deram espaço para as mais variadas cartelas de cores, o mesmo estilo passou a ser usado por ambos os sexos e a premissa de que menos é mais nunca esteve tão em alta.

i 28

Cores As cores suaves, além de continuarem em alta, são as mais indicadas. Bebês são muito sensíveis e cores muito fortes acabam provocando estímulos em excesso, deixando-os mais agitados. Por isso, o melhor é dar preferência a tons pastéis, cinza, verde menta, rosa, azul e amarelo claro. Tons suaves dão ao ambiente uma sensação de aconchego, conforto e calmaria.

O quarto montessoriano prioriza a autoeducação, estimulando o desenvolvimento e a autonomia da criança

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

Itens em alta Alguns elementos chegaram para ficar e são tendência na composição do quartinho, como o mix de estampas, as formas geométricas e as nuvens - presentes em papéis de parede, colchas, almofadas e luminárias. Detalhes como bandeirinhas e móbiles também transformam o quarto em um ambiente moderno. Utilizar luminárias pode ajudar a destacar


Foto - Andreia Sartorelli

claros e as cores foram aplicadas nas almofadas do berço, poltrona e nos objetos decorativos. O papel geométrico aplicado em meia altura da parede dá um toque final na composição do quarto.

O que é um quarto montessoriano?

i

Neste projeto, feito pela ARCh 0.7, a aposta foi utilizar móveis claros e as cores foram aplicadas nas almofadas do berço, poltrona e nos objetos decorativos

alguns pontos do ambiente e ainda trazer conforto e aconchego para o bebê, pois permitem uma iluminação indireta. Para os móveis, a dica é investir em um mobiliário clean, para poder abusar da criatividade e brincar com os itens decorativos, ou dar destaque aos berços, com cores e modelos diferentes dos convencionais. O modelo “crescer” é uma opção cheia de estilo que vem ganhando preferência pelas mamães mais antenadas. Basicamente o berço cres-

ce junto com a criança. Inicialmente ele é montado em formato redondo, o que possibilita até levar o berço para outros ambientes, pois passa na largura das portas convencionais e possui rodízios para facilitar. Após os cinco ou seis meses são inseridas as duas laterais prolongadoras e ele se torna um berço do tamanho convencional, mas com as laterais arredondadas. Neste projeto apostamos em utilizar móveis

A principal premissa de um quarto montessoriano é priorizar a autoeducação, ou seja, o quarto deve estimular o desenvolvimento e autonomia da criança. Para isso os móveis e todos os elementos que nele existir devem estar acessíveis à criança, em alturas adequadas e de forma segura, possibilitando ao pequeno explorar seu próprio cantinho. O conceito da organização também pode ser trabalhado neste caso, portanto, disponha os brinquedos de forma que as crianças possam ter acesso a eles e após o uso guardá-los. Este tipo de quarto pode ser montado para crianças de qualquer idade, inclusive para recém nascidos, porém nesse caso o berço só será substituído pela cama baixa quando a criança tiver mais que 6 meses de vida. Aposte no uso de espelhos, barras de apoio, tapetes, lousas e armários baixos. Todos esses elementos, além de complementar a decoração do ambiente, irão contribuir no aprendizado e desenvolvimento do seu filho. Independente do estilo de decoração escolhido, o mais importante é criar um ambiente confortável e seguro para o bebê e funcional para os pais.

Fotos: Imagens de referência

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

29


Informe publicitário

Projeto integração com privacidade Residência na cidade de Boituva-SP projetada pelo arquiteto Rogério Torel teve como premissa a integração harmônica com a área de lazer

30

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

Este projeto apresentou uma particularidade: os proprietários do imóvel morarem no terreno aos fundos da nova casa. “Com isto, a ideia foi de construir em duas etapas, onde na primeira seria construída uma nova casa, onde teríamos amplos espaços para a família e, na segunda etapa, reformar a casa atual, transformando-a numa espaçosa área de lazer que seria repaginada com uma linguagem contemporânea”, explica Rogério Torel.


“Na parte de escolha dos materiais, a participação da empresa Porto Pedras foi determinante na assessoria para definição dos acabamentos dos ambientes” Rogério Torel

Iluminação e privacidade Assim como a integração harmônica, a ideia também era que tivéssemos grandes aberturas de iluminação natural, mas que estas não tirassem a privacidade da família. Pensando nisso, existem grandes janelas na parte superior da residência que integram a um terraço que dá vista para a fachada da residência.

Elementos Outra característica marcante neste projeto, segundo o arquiteto Rogério Torel, são os grandes elementos em balanço que contemplam a fachada e os fundos do terreno. Na parte de escolha dos materiais, a participação da empresa Porto Pedras foi determinante na assessoria para definição dos acabamentos dos ambientes,

i

O aparador em Nanoprime com cuba esculpida foi uma elegante escolha para o lavatório

proporcionando, dessa forma, a criação de espaços clean, porém muito marcantes e aconchegantes. Como destaques temos o lavatório com aparador em Nanoprime com

cuba esculpida, as escadas em superfície de Quartzo Cinza Clean com acabamento 45˚ e a bancada da cozinha em Granito Preto São Gabriel, também com acabamento 45˚.

Atendimento A Porto Pedras, empresa que já está há quase 20 anos no mercado, trabalha com mármores, granitos e pedras decorativas. O atendimento é feito em duas lojas, sendo uma em Porto Feliz, localizada na Rodovia Marechal Rondon Km 132,5 e outra em Boituva, na Rua Acácio Manoel da Silva Viana, 255, no Bairro Nossa Senhora Aparecida. Já Rogério Torel, arquiteto e urbanista, atende na Rua Coronel Eugênio Motta, 1007, em Boituva.

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

31


Laura Baggio

Graduada em Letras, escritora, assessora pedagógica e Coach Life

Reflexão

l-baggio@outdoorregional.com.br

V

A cura eio da Itália, o pai. Trouxe um pouco da tristeza acumulada pelos anos e um punhado de esperança. Voltava para rever o filho esquecido.

Vinha da vida, o filho. Caminhava sem pertences, cantava para sentir a dor passar. Ganhava para a mãe o pão que o pai e o primeiro padrasto não deram. Veio da dança, o primeiro padrasto. Bailarino afeiçoado e sensível. Casou-se com a mãe por amor, mas era homossexual e o Ernesto o levou embora. E o segundo padrasto chegou por último e permaneceu, sem Ernesto para levá-lo. Era o diretor do teatro. Uma vida em drama, a desse filho. E a relíquia dessa trama estava esquecida e empoeirada no porão: era o banner da peça que continha os três: o bailarino, o diretor e o pianista. Já estava certo o encontro. A namorada do filho, atriz, ensaiava suas falas, decoraria quantas fossem precisas para os longos silêncios. Mas o filho foi ver o pai e o pai for ver o filho. Foram e viram-se. Sem cortinas ou maquiagem. Olharam-se com as imperfeições que tinham. E com as cicatrizes. E com as mágoas. E com a vida pulsante. E não havia mais grito de acusação, nem pedidos de perdão imperdoáveis. Havia apenas partituras, e o pai disse: - Canta e eu toco? A atriz ficou sem fala e intitulou a cena: “cura”.

Para mais textos acesse www.oombrodaborboleta.blogspot.com.br

32

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

33


Bruno Rodrigues

Web

Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Língua Portuguesa Um blog e uma página repletos de dicas de regras sobre nossa língua e várias palavras novas para conhecer

i

Céu Marques é professora e criadora do blog

Sobre a página A internet é um enorme reduto de entretenimento, espaço profissional e de aprendizado. E não se trata somente de pesquisas em ferramentas como Google ou Wikipédia, mas também sites e blogs com dicas muito eficazes para aprendizes de matemática, português e demais matérias especificas para concursos públicos e vestibulares. Uma boa pedida a respeito de postagens cotidianas de auxílio na nossa língua é a página “Língua Portuguesa”, que também é acompanhada de um blog (linguaportuguesa. blog.br). A página é abastecida pela professora Maria do Céu Marques. Ela mora no Rio de Janeiro e é formada em Letras (Português – Licenciatura) desde 1997. Considerando como mais um passo profissional, Céu Marques criou um blog em 2014 e estendeu suas postagens para

34

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

o Facebook. Atualmente a página conta quase 1,7 milhões de seguidores e as postagens são diárias com diversas dicas e orientações.

Dicas valiosas A nossa língua é muito vasta, cheia de regras e exceções. E sofreu alterações relevantes recentemente. Não há nada mais oportuno do que estar descendo a timeline de seu Facebook e de repente se deparar com uma dica de português. Muitas vezes você pode dar sorte de aplicar aquela orientação num diálogo ou num texto que precise escrever ao longo do dia. Além de trazer explicações bem claras sobre as regras com exemplos bem simples, as postagens trazem novas palavras e são acompanhadas de ilustrações para facilitar a memorização. Vale a pena dar uma conferida e aprender muito mais sobre a nossa interminável língua.

i

As postagens no Facebook trazem ótimas dicas


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

35


Social

Absurdo Chopp & Food

36

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


Thunder Remember A.A.XI de Agosto

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

37


Social

A Fábrica Pub

38

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


King’s Beer

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

39


Social

Festival Comida de Buteco Posto Octano

40

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


Capitão XV Comenda Empreendedor Prefeito Olimpio Andrade e Título de Policial Padrão de Boituva/SP

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

41


Social

Tintas Pig Boituva

42

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

No dia 20/04, a Axalta Coating Systems, juntamente com a Tintas Pig, em parceria com o Rotary Club de Boituva, realizaram um curso volante

para oficinas de funilaria e pintura automotiva. Confira quem participou! Fotos: Raphael Chespkassoff


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

43


Capa

44

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86


Aconteceu no dia 13 de maio, em São Paulo, a estreia do musical que homenageia o movimento que mudou a história da música brasileira.

“Alegria Alegria” Protagonizado por Zélia e com direção de Moacyr Góes, o espetáculo celebra a Tropicália, movimento que revolucionou a música popular e a cultura brasileira, destacando todas suas singularidades e sua importância. Conversamos com Zélia para saber mais sobre esse momento na carreira da cantora, que embarcou com “Alegria Alegria” em sua primeira experiência no teatro musical.

i

O espetáculo cumprirá uma temporada de dois meses, com 54 apresentações, finalizando no dia 9 de julho OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

45


i

Para Zélia, o Tropicalismo pode ser definido em cinco palavras: liberdade, amor, comportamento, consistência e música

O espetáculo, que reúne um elenco de 15 atores e coloca Zélia Duncan como condutora, tem as canções de Caetano Veloso como eixo da encenação, consideradas pelo diretor Moacyr Góes a tradução mais fiel do movimento, mas também conta com composições de Gilberto Gil, Roberto Carlos, Luiz Gonzaga, Vicente Celestino, entre outros. Além de Moacyr e Zélia, a ficha técnica do espetáculo reúne outros nomes consagrados do teatro brasileiro, como Hélio Eichbauer (cenografia), Alonso Barros (coreografia), Ary Sperling (direção musical) e Fabio Namatame (figurinos), além, claro, dos atores: Josi Lopes, Laura Carolinah, Luana Zenun, Nay Fernandes, Pamella Machado, Stephanie Serrat, Talitha Pereira, Bruno Fraga, Daniel Caldini, João Felipe, Luiz Araujo, Marcos Lanza, Patrick Amstalden, Cadu Batanero e Ingrid Gaigher. 46

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

Tropicalismo Para Zélia, o Tropicalismo pode ser definido em cinco palavras: liberdade, amor, comportamento, consistência e música. “O Tropicalismo foi uma forte reação à censura, ao preconceito, ao fascismo. Precisamos urgente de todo esse antídoto de novo. E musicalmente uma herança definitiva para os rumos da música brasileira”, define ela. O diretor também afirmou que a ideia do espetáculo não é explicar para as pessoas o que foi o movimento, mas proporcionar a elas uma experiência com as músicas e com as cenas, de modo que o espetáculo produza sentimentos, reflexões e emoções. Pergunto para Zélia quais são os sentimentos, reflexões e emoções que “Alegria Alegria” proporcionaram a ela.

“Muito! Minha geração se alimentou dessas músicas, dessas ideias. É muito emocionante pra mim rever e reaprender tudo, me sinto muito feliz e privilegiada”, conta.

Parceria Interessante destacar que Moacyr já havia declarado que sempre pensou em Zélia para esse projeto. O espetáculo, aliás, marcou o reencontro dos dois, visto que nos anos 90, Zélia foi aluna de Moacyr em um curso de teatro na CAL (Casa das Artes de Laranjeiras) e ele chegou a dirigir um show da cantora. Perguntei para a cantora qual foi a sua reação ao receber o convite e também qual o sentimento em ser condutora do espetáculo. “Fiquei lisonjeada. Antes de mais nada admiro e confio em Moacyr profundamente! Provocou uma


pequena redução na minha vida. Tive que priorizar, segurar as datas, me organizar pra ficar em São Paulo, mas tudo está e vai ser lindo”, diz a cantora.

Desafios e planos Zélia também relatou os maiores desafios que enfrentou no desenvolvimento do trabalho. “Chegar num elenco de 14 pessoas sem conhecer ninguém, mesmo sendo eu conhecida, é difícil, misterioso sempre. Mas nos demos muito bem e hoje me sinto completamente à vontade e confiando nos meus colegas para enfrentar todos os perigos. Ser protagonista, falar textos, me movimentar em meio a todos eles, tudo é novo e delicioso”, explica. “Alegria Alegria” cumprirá uma temporada de dois meses, com 54 apresentações, finalizando no dia 9 de julho. Após esse período, Zélia adianta que lançará o álbum que acabou de gravar com Jaques Morelembaum, com repertório de Milton Nascimento e diz que também irá continuar a turnê de seu disco de sambas.

o espetáculo celebra a Tropicália, movimento que revolucionou a música popular e a cultura brasileira, destacando todas suas singularidades e sua importância

Fotos: Marcos Hermes

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

47


Bruno Rodrigues

Esportes

Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

O adeus de uma lenda

Francesco Totti se despede dos gramados como o maior nome da história da equipe do Roma e deixará saudades em diversos admiradores ao redor do planeta

i

Francesco Totti é o maior jogador da história do Roma

Amor à camisa Alguns jogadores de futebol significam muito mais do que meros atletas. Se for exemplificar aqui no Brasil, mais especificamente nos times de São Paulo, teremos exemplos de ídolos eternos nas quatro maiores equipes do estado. Vejamos no Corinthians: Sócrates, Marcelinho Carioca e Tite. No Santos: Pelé e Neymar. No São Paulo: Raí, Telê Santana e Rogério Ceni e por fim, no Palmeiras, Ademir da Guia e Marcos. Os goleiros Rogério Ceni e Marcos se encaixam no seleto grupo de jogadores que vestiram uma única camisa profissionalmente. Este é o caso do italiano Franscesco Totti, capitão e camisa 10 da equipe do Roma. Poucos podem se dar ao luxo de ter uma história de fidelidade ao clube como este jogador.

48

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

Despedida Ele começou sua história no Roma ainda como criança sendo gandula. Nas categorias de base já se destacava pela sua habilidade e visão de jogo. Não demorou muito para estrear na equipe principal aos 16 anos numa partida contra o Brescia. Despontou-se e logo se tornou o respeitado capitão da equipe. Fez inúmeras partidas memoráveis contra o Lazio, arquirrival do Roma. Dono de um refinado toque de bola e chutes precisos, o italiano recusou propostas colossais para ir a outros clubes, como do espanhol Real Madrid. Totti quebrou diversos recordes na equipe e ganhou alguns títulos. O mais importante deles pelo clube foi o campeonato italiano de 2000/01 e pela seleção, o inesquecível tetra da Copa

i

Aos 40 anos, Totti encerrará a carreira nos gramados

do Mundo de 2006, na Alemanha. Mas sem dúvida, o maior título que ele conquistou foi o amor incondicional da torcida romanista e o respeito por todos que são apaixonados por este esporte. Aos 40 anos, “il capitano” jogará sua última partida no dia 28 de maio contra o Genoa, no Estádio Olímpico de Roma. Seu fino trato com a bola deixará saudades. A nós admiradores só resta agradecer: grazie, Francesco!


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

49


Informe publicitário

Projeto AMA já beneficiou cerca de 3 mil crianças em Boituva O projeto AMA – Área de Mobilização Ambiental foi lançado em 2010, com o intuito inicial do plantio de mudas de árvores nativas nas unidades fabris do Grupo Petrópolis. Com a iniciativa, a cervejaria reafirmava o compromisso com a comunidade, colaboradores e a sociedade, em prol da preservação do meio ambiente

i Parceria Com o sucesso do projeto, firmou-se a parceria com o Instituto Internacional de Pesquisa e Responsabilidade Social Chico Mendes, desde 2011, no projeto PEA – Programa de Educação Ambiental. A parceria resultou na inclusão da matéria Educação Ambiental nas turmas do quarto ano da rede pública de ensino, que recebe os materiais informativos sem custo algum. O projeto inclui trilhas ecológicas, onde os alunos entram em contato com a natureza e têm a oportunidade de plantar uma muda de árvore nativa, contribuindo com o meio ambiente da cidade. Eles recebem um kit com material escolar e encerram o passeio com um lanche na área de reflorestamento.  Com atuação ampliada, o projeto em Boituva também contempla todas as escolas particulares da cidade. Desde a inauguração da ação, cerca de 3 mil crianças de aproximadamente 16 escolas foram beneficiadas com o passeio pela trilha ecológica.  As atividades realizadas em Boituva prezam pela conscientização para contribuir na melhoria da água do Rio Sorocaba, deixando a área mais atrativa para a aproximação de animais nativos da região.

50

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

Capacitação

A fim de aumentar o engajamento no PEA, os professores são convidados para eventos de capacitação, realizados todo início de ano pelo Instituto Chico Mendes. A capacitação envolve um dia intenso de aulas, dicas e dinâmicas que podem ser aplicadas com os alunos. Para este ano, a expectativa com o projeto é positiva e espera-se a participação de todos os alunos nas atividades de educação ambiental em sala de aula. As primeiras trilhas em Boituva já foram realizadas, com as escolas Terra Mater e Antonio Modolo.

O projeto inclui trilhas ecológicas, onde os alunos entram em contato com a natureza e têm a oportunidade de plantar uma muda de árvore nativa

O projeto

Hoje com mais de 1,1 milhão de árvores nativas da Mata Atlântica e do Cerrado, sendo as metas: 40 mil em Boituva, 473 mil em Petrópolis, 507 mil em Teresópolis, 100 mil em Rondonópolis, 25 mil em Alagoinhas e 70 mil em Itapissuma. Além do plantio, o Projeto também realiza a manutenção de dois anos de cada muda, a fim de garantir a sobrevivência e desenvolvimento da mesma.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

51


Dr. Marcelo L. Galvão

Farmacêutico Bioquímico e Secretário da Comissão Técnica do Conselho Reg. de Farmácia de Sorocaba CRF-SP 50.071

Saúde

m-galvao@outdoorregional.com.br

i

Siga sempre a recomendação da prescrição do médico ou do farmacêutico

Uso racional de medicamentos Você está usando corretamente ou indevidamente algum remédio?

Os medicamentos mudaram a longevidade da vida das pessoas, não temos dúvida. O descobrimento de novos princípios ativos e classes terapêuticas curaram ou criaram qualidade de vida das doenças

52

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

crônicas, mas o uso indevido deles também causam grandes problemas. 05 de Maio foi instituído como Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos para alertar sobre esses erros.

Dose A diferença entre o veneno e o remédio é a dose. Siga sempre a recomendação da prescrição do médico ou do farmacêuti-


co. Durante a consulta, fale todos os sintomas que sente. Além disso, sempre leve com você a relação de todos os medicamentos (inclusive chás e produtos naturais) que você já toma e mostre ao prescritor. Em primeiro lugar, exija que a receita esteja legível. Segundo, compre os medicamentos apenas na quantidade indicada. Terceiro, sempre administre (tome) seus medicamentos com um copo d’água e no(s) horário(s) indicado(s). Tente deglutir (engolir) os medicamentos inteiros já que muitos podem ter proteção gástrica, tanto para não causar alguma dor de estômago ou até porque o medicamento precisa chegar até o intestino para ter sua ação. Medicamentos líquidos devem ser utilizados com o copinho com marcação de mililitros (ml) ou em quantidade de gotas; preste atenção para não usar nem mais, nem menos.

Erros mais comuns Entre os erros mais comuns pode-se destacar a automedicação, quando se

compra por conta própria os medicamentos; reaproveita medicamentos de tratamentos anteriores sem se ter certeza que está com a mesma doença; indica-se para terceiros medicamentos baseado em experiências próprias; não se toma o medicamento no horário certo e administra-se a dose em dobro no próximo horário; utiliza antibióticos sem necessidade: existe diferença entre infecção e inflamação e o uso de antibiótico nos casos errados gera resistência bacteriana, e com isso, quando for realmente necessário, o medicamento não terá eficácia e não conseguirá levar à cura da doença.

Medicamentos precisam também de cuidados Para isso, siga as seguintes dicas: sempre verifique a validade dos medicamentos; nunca os armazene no banheiro ou lugares com umidade e/ ou luz direta; alguns medicamentos precisam de refrigeração, porém eles não podem ser congelados; mante-

nha sempre dentro da sua caixa original junto com a bula para consultas futuras.

Fale com seu farmacêutico O profissional habilitado para falar sobre medicamentos com toda ênfase é o farmacêutico. Desde a pesquisa, o desenvolvimento, a produção, o transporte e a dispensação, o farmacêutico se faz presente em todos os processos de um medicamento. Além disso, ele tem conhecimento técnico sobre a forma correta de utilização (administração), efeitos adversos, interações com outros medicamentos/alimentos e sobre como deve ser armazenado. Na dúvida, fale com seu farmacêutico. Continue lendo sobre esse assunto no site www.chameofarmaceutico.com.br ou nas mídias sociais: Facebook, Youtube e Instagram @chameofarmaceutico ou Twitter @chameofarma Contato ou Sugestões chameofarmaceutico@hotmail.com

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

53


Rafael Barbosa

Games

Jornalista

r-barbosa@outdoorregional.com.br

i

Lançamento: abril de 2017 Plataformas: PlayStation 4, PlayStation 3 Desenvolvedora: Atlus Editora: Atlus

Persona 5 O jogo mais estiloso que você já jogou

Persona 5 é um jogo de muita personalidade. Ao contrário de outros títulos japoneses, que buscam influências em jogos ocidentais, o novo game da Atlus se mantém fiel às suas raízes e abraça não apenas a cultura japonesa, mas alguns dos elementos mais clássicos dos RPGs orientais, para transmitir uma mensagem poderosa de uma forma própria, divertida e cheia de estilo. Controlamos um jovem estudante que, ao ser acusado por um crime que não cometeu, é obrigado a recomeçar sua vida em outra cidade. Enquanto tenta se adaptar à sua nova realidade, nosso herói descobre que pode invocar Personas (manifestações físicas dos 54

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

desejos dos seres humanos) utilizando este poder para redimir o coração de pessoas dominadas pelos seus desejos obscuros.

Vida estudantil O game cria um mundo fantástico para apresentar um conceito filosófico interessante: como a imagem que passamos à sociedade não reflete necessariamente quem somos. Mas apesar do seu tom fantasioso, o game consegue lidar com temas reais e importantes. Persona 5 busca retratar a cultura japone-

sa utilizando a perspectiva de um estudante oriental. Ao acompanharmos o cotidiano do nosso herói e seus companheiros, através do dia a dia escolar, dos locais frequentados por eles e das relações entre as pessoas que os rodeiam, o game consegue apresentar um pouco desta cultura enquanto também traz uma crítica a mesma, mostrando uma sociedade pautada em valores rígidos e que tende a marginalizar aqueles que se afastem de suas normas sociais. Ao apresentar os adolescentes como os grandes prejudicados por este sistema, o game mostra coragem ao tratar de temas como opressão, abuso físico e assédio se-


i

O ponto forte de Persona 5 sãos os personagens, cujas características e motivações são bem desenvolvidas pela trama do jogo

xual, entre outros assuntos complexos e que raramente são abordados em jogos. Mas apesar dos seus momentos de seriedade, o game consegue transmitir uma aura leve e divertida, em grande parte por conta da sua estética visual, que traz animações estilo anime, e pelo seu design artístico lindíssimo e que consegue transformar até mesmo um simples menu ou uma transição entre batalhas em uma demonstração estilo e beleza.

Ao longo do ano No jogo, nosso herói vive uma vida dupla. Em um momento temos que viver como típicos estudantes, indo à escola, passeando, estreitando laços com nossos amigos e desem-

penhando outra série de atividades que nos trarão vantagens para quando assumirmos nossos mantos de heróis. Nestes momentos o game assume sua carga de RPG clássico, onde temos que explorar fortalezas e lutar contra inimigos em batalhas por turnos, que tem um nível de estratégia dinâmico e onde temos sempre que nos focar nas fraquezas dos inimigos para vencer. O jogo se passa ao longo de um ano e como temos sempre um tempo limitado para cumprir nossos objetivos, temos que gerenciar isso da melhor forma possível, escolhendo atividades que consideramos mas importantes naquele momento, o que nem sempre é fácil. Apesar de ter uma ótima história, o enredo do game muitas vezes acaba sabotando

o jogador, se alongando demais em muitos momentos e nos prendendo em uma looping narrativo que nos obriga a ver os dias passarem quando na verdade preferíamos estar desbravando aquele universo. Apesar da história pouco dinâmica, Persona 5 é um jogo muito divertido e que tem seu próprio tempo, apresentando seus elementos pouco a pouco, mas prendendo o jogador com sua estética artística impecável, sua ótima narrativa, jogabilidade divertida e uma mensagem poderosa e que vale a pena ser ouvida.

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

55


Bruno Rodrigues

Turismo

Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Canela

Exuberante, agradável e extremamente acolhedora. Esta preciosidade localizada na Serra Gaúcha traz diversas atrações para turistas que adoram o período de frio

A cidade Quando a temperatura começa a esfriar, alguns hábitos passam a fazer parte dos nossos dias. Nada melhor que um edredom, filme e uma boa pipoca para propiciar momentos de muito aconchego. Mas o período frio também é muito bom para fazer turismo. Em se tratando de especialidade de atrações para essa época do ano o sul do Brasil é uma ótima pedida. Na Serra Gaúcha localiza-se uma das cidades mais charmosas do país, 56

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

Atrações turísticas chamada Canela. Com aproximadamente 43 mil habitantes, este simpático município recebe milhares de pessoas durantes os meses de junho e julho para apreciarem suas exuberantes particularidades. Além de requintadas atrações arquitetônicas e naturais, a cidade oferece ótimas opções gastronômica que vão de pizzas a churrascos com a devida qualidade gaúcha.

Passear por Canela é ter o privilégio de presenciar uma fusão harmônica de história, natureza e lindas construções. Como por exemplo, a da Igreja Matriz de Canela ou também conhecida como Catedral de Pedra. Construída a partir de 1953, ela possui 65 metros de altura e ostenta uma imponência magistral na praça matriz. Não é raro acompanhar casais que vão à cidade em período de lua de mel e fazem belas fotos em frente


muito ar fresco. É possível se deparar com variados tipos de espécies como macaco, quatis, cutias, gambá, entre outros com muita facilidade. Sem dúvida Canela é um atrativo tanto para casais aventureiros e apaixonados, como também para um belo passeio em família.

i

A Catedral de Pedra é uma das mais belas atrações da cidade

à igreja, pois realmente é um cenário lindíssimo. Ainda para quem aprecia belas construções, o Castelinho Caracol é um local muito bonito e com uma riquíssima tradição, afinal seu prédio foi construído entre 1913 e 1915. Mais adiante se encontra o Parque do Caracol, que abriga uma escadaria de 927 degraus, mas não se assuste, pois o esforço vale a pena. Além de circular por um belo cenário de mata preservada, chega-se na base de uma enorme cascata, em que a vista é de tirar o fôlego. Outro roteiro imperdível é o Vale da Ferradura, que conta com o melhor da natureza. Lá você encontra flora, fauna e

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

57


Aline Cunha

Direito

Advogada OAB/SP 318.489

direito@outdoorregional.com.br

Adicional de Insalubridade Algumas pessoas não têm conhecimento, mas a lei trabalhista determina o pagamento do adicional de insalubridade quando o trabalhador exerce suas atividades exposto a riscos para a saúde

O

benefício do adicional de insalubridade está previsto na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e reconhecido pelo Ministério do Trabalho e Emprego, estando regulamentado pela Norma Regulamentadora NR -15.

Os riscos Segundo a CLT, é considerada atividade insalubre aquela em que o trabalhador é exposto a agentes nocivos à saúde acima dos limites tolerados pelo Ministério do Trabalho e Emprego. A NR-15 define os critérios a serem observados de acordo com o risco a que o trabalhador está exposto, bem como o seu grau. Atualmente, ela considera que devem receber adicional de insalubridade aqueles que exercem atividades que envolvem os seguintes riscos: - Ruído contínuo e de impacto; - Calor e frio; - Radiações ionizantes; - Condições hiperbáricas; - Vibrações; - Umidade; - Agentes químicos (caracterizados por limite de tolerância ou por atividade); - Poeiras minerais; - Benzeno; - Agentes biológicos.

O pagamento Aquele que trabalha com atividade insalubre pode receber o adicional em seu grau mínimo, médio e máximo, sendo o seu pagamento em 10%, 20% e 40%, respectivamente, dependendo

58

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

do grau determinado na NR-15. O artigo 192 da CLT aponta como referência o salário mínimo da região, mas o tema é polêmico: há decisões judiciais que obrigam o pagamento adotando como referência o salário do trabalhador, ou até mesmo o salário-base da categoria.

Direitos É importante destacar que os trabalhadores que exerceram trabalho em con-

i

Os trabalhadores que exerceram trabalho em condições insalubres podem se aposentar com menos tempo em comparação à aposentadoria comum

dições insalubres podem se aposentar com menos tempo em comparação à aposentadoria comum. O trabalhador que nunca recebeu o adicional de insalubridade e se encaixa nas condições de risco acima deve procurar a justiça do trabalho para ter o seu direito reconhecido.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

59


Informe publicitário

Como nasceu a Solutudo Rafael Somera e Erika Morales, formados em Logística pela FATEC Botucatu, são dois jovens visionários que viram uma oportunidade para o investimento que mudaria suas vidas, cujo objetivo era fazer a diferença. E fizeram!

A ideia Um dia, Erika estava em um hotel, quando um turista perguntou à recepcionista o que havia pra fazer em Botucatu. A resposta foi: “nada”. Indignada, Erika contatou Somera para mudar essa situação. Como naquele ano, 2005, iria acontecer na cidade os Jogos Abertos do Interior, resolveram montar um guia impresso com tudo o que os turistas podiam fazer na cidade. Assim surgiu a Solutudo. Quando terminaram o curso, Somera passou a trabalhar na área de marketing e Erika em vendas. Como eles sempre gostaram de divulgar informações às pessoas, resolveram dar vazão ao talento e encararam o desafio de serem a ponte entre o que busca informação e aquele que tem a oferecer.

i

60

Até hoje existem 34 unidades da franquia, entre o interior de São Paulo, Espírito Santo, Sergipe e Mato Grosso do Sul

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

Trajetória e crescimento Sem nenhum investimento inicial, o primeiro escritório da marca era dentro da casa de Somera com um computador antigo. As empresas pagaram pequenas quantias para aparecer no material impresso e, com esse dinheiro, eles im-

primiram e distribuíram pela cidade. Com o sucesso da ação, decidiram seguir com a ideia. E essa os levou além de Botucatu, a nada menos que 34 cidades. E o desafio que é do tamanho da oportunidade, como visionários que são, tornaram-se uma franquia bem sucedida. Até 2012, a Solutudo só estava em Botucatu. De 2012 a 2014, criaram seis unidades próprias em outras cidades, mas em 2015, decidiram vender todas e apostar no modelo de franquias. Cada franquia atua em uma cidade inteira e até hoje existem 34 unidades entre o interior de São Paulo, Espírito Santo, Sergipe e Mato Grosso do Sul.

Objetivo Em suma, a criatividade, a vontade e o esforço os levaram não somente ao sucesso profissional, mas ao objetivo desejado: ajudar as pessoas a terem mais tempo, encontrando a informação em um só lugar. E assim nasceu a Solutudo – Soluções para tudo, onde você encontra todo tipo de informação da sua cidade, desde vagas de emprego, eventos, utilidades públicas, até todos os prestadores de serviços, do menor ao maior, dando a eles a mesma oportunidade de serem encontrados em qualquer cidade, em qualquer lugar.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

61


Política

Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Moro precisará arrumar uma nova forma de punição para José Dirceu

i

Corte Suprema x Lava Jato Decisão do STF torna claro conflito entre Corte e Operação Lava Jato e beneficia políticos condenados se safando de suas condenações

Soltura Com a política em plena ebulição no país diante das denúncias e novidades que surgem a cada etapa da Lava Jato, um fato revolta os brasileiros: por três votos a dois, o Supremo Tribunal Federal determinou a soltura do ex-ministro petista José Dirceu. A corte acatou o pedido de habeas corpus (ação judicial com o objetivo de proteger o

62

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

direito de liberdade de locomoção lesado ou ameaçado por ato abusivo de autoridade) e deixou claro uma nítida queda de braço entre a Corte Suprema e o Lava Jato. Esta decisão é mais uma somada a diversas decisões tomadas pelo STF derrubando as prisões preventivas determinadas pelos juízes Sérgio Moro e Marcelo Bretas. Além de Dirceu, foram soltos o empresário Eike Batista, o ex-assessor do Parti-

por três votos a dois, o Supremo Tribunal Federal determinou a soltura do exministro petista José Dirceu


Cármem Lúcia é atual presidente do STF

i

do Progressista João Cláudio Genu e o pecuarista José Carlos Bumlai. Em agosto de 2015, José Dirceu havia sido condenado em primeira instância por Moro, em processos que somam uma pena de mais de 32 anos de prisão. Com a soltura do petista, o juiz precisará buscar uma nova alternativa de cumprimento, como por exemplo, uma tornozeleira eletrônica, até que condenação se mantenha ou possa ser revogada por instâncias superiores.

Consequência Essas reiteradas decisões pró-habeas corpus tomadas pelo Supremo podem dar tempo e preparação para outros pedidos de liberdade feitos para demais presos pela Lava Jato. São os casos, por exemplo, do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, os ex-deputados Eduardo Cunha (PMDB) e André Vargas (PT), e o ex-diretor da Petrobras Renato Duque. O caso mais importante é o de Cunha, pois o im-

pacto de uma delação do ex-parlamentar pode causar um enorme transtorno em Brasília. Como era de se esperar, Cunha já teve pedidos de habeas corpus feitos, mas que foram negados no STF e no Superior Tribunal de Justiça. Caso continue sob cárcere, a pressão para que ele contribua com delações

à Justiça com informações que podem atingir do presidente Michel Temer a parlamentares do baixo clero só aumenta. A tarefa de Moro e Bretas não será fácil, mas ao menos já dá para perceber que a impunidade política no país já não gravita mais sobre os olhos da população como outrora.

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

63


Juliana Moreno

Gourmet

Jornalista MTB 0056878/SP

j-moreno@outdoorregional.com.br

Sopa de Cebola Gratinada

Ingredientes 2 colheres (sopa) de manteiga

Quando começa a esfriar, podemos declarar oficialmente aberta a temporada de sopas e caldos! E uma sopinha bastante apetitosa é esta feita de cebolas, que parece complicada, mas na verdade é bem simples e rende duas porções generosas!

1 colher (sopa) de óleo de soja 2 cebolas médias fatiadas bem fininhas 2 batatas picadas 1 caldo de legumes diluído em um 1 litro de água 1 xícara de molho bechamel (caseiro ou de caixinha) Sal, noz-moscada e pimenta do reino a gosto Torradinhas de pão 1 xícara de queijo ralado

64

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

Modo de Preparo 01 - Refogue a cebola na manteiga e no óleo 02 - Mexa bastante em fogo médio até as cebolas estarem bem douradas, o que vai acontecer aproximadamente em 10 a 15 minutos

05 - Tampe a panela e deixe cozinhar até as batatas ficarem bem molinhas 06 - Feito isso, com um amassador de batatas, na própria panela, aperte a mistura até que a textura fique mais cremosa 07 - Em seguida junte o molho bechamel e deixe ferver por um minuto aproximadamente

03 - Depois adicione meia xícara de café de água, pois isso vai fazer as cebolas murcharem bem

08 - Coloque a sopa em cumbucas, junte as torradinhas de pão e despeje o queijo por cima

04 - Acrescente as batatas e a água com o caldo de legumes

09 - Leve ao forno para gratinar até que fique douradinho por cima


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

65


Rafael Barbosa

Crônica

Jornalista

r-barbosa@outdoorregional.com.br

S

Deuses Políticos

omos um povo que continua se levantado contra o que considera injusto. Temos movimentos populares se erguendo em ações que param nosso país e inevitavelmente a política é o motivo da grande maioria destas iniciativas, afinal, poucas coisas trazem uma influência tão profunda à vida das pessoas. Cada ação tomada, proposta feita e lei aprovada nos congressos e parlamentos impacta nossas vidas e talvez seja por isso que olhamos para nossos representantes políticos como figuras que parecem estar além de nós, como anjos e demônios que vagam acima dos meros seres humanos. Os tratamos como deuses, propagando suas palavras e obras através das redes sociais ou para qualquer um disposto a ouvir, como um pastor proclamando as palavras de Cristo, e se você faz parte de alguma rede social, sabe que alguns ditos engajados políticos podem ser tão fervorosos e radicais quanto um fanático religioso. Mas apesar de serem alvos de tanta devoção, ódio e amor, olhamos para nossos políticos de forma crítica e recorreremos diretamente a eles apenas quando obrigados, quando por lei devemos apertar um botão verde, a cada quatro anos. E exatamente ao ouvirem estes clamores é que estes deuses da política se dignam a olhar para a humanidade, mesmo que por pouco tempo, afinal sabem que serão deixados em paz a partir do momento em que o horário eleitoral deixar de passar na televisão, quando então voltarem às suas vidas supremas e de assuntos importantíssimos, se distanciando mais uma vez da população pela qual deveriam zelar. Mas quem pode culpá-los? Como se não bastasse o fato de nunca os procurarmos para debater suas ideias e as atividades que desempenham como nossos representantes, agora nem mesmo deixamos que nos representem, ao organizarmos movimentos ditos “apartidários”, que relegam a política e por conta disso, se tornam tão inúteis quanto um grito em uma tempestade. Me entristece quando um líder de um

66

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

i

Se não deixamos que os representantes que nós mesmos elegemos estejam ao nosso lado, durante os momentos em que o povo busca por mudanças, que esperanças temos de que nossa voz seja ouvida?

movimento qualquer afirma, muitas vezes com orgulho, que uma determinada ação popular não conta com nenhuma representação partidária, pois apenas quer dizer que ele não conta com nenhuma força política e assim, o clamor do povo nunca irá chegar às pessoas que deveriam estar ouvindo. Se não deixamos que os representantes que nós mesmos elegemos estejam ao nosso lado, durante os momentos em que o povo busca por mudanças, que esperanças temos de que nossa voz seja ouvida? Deixamos que nosso grito ecoe inutilmente através das redes sociais e dos veículos de comunicação, ambos facilmente manipuláveis, ao invés de gritá-los diretamente nos ouvidos daqueles

que deveriam ouvir nosso clamor. Somos todos como Hércules, o semideus que ascendeu para junto dos deuses gregos, pois todos somos senhores de nossos destinos e podemos buscar nosso lugar de direito no Olimpo Brasiliense. Mas embora nem todos queiram participar deste mundo, temos o dever de trazer estes deuses políticos para junto de nós, para que sintam nossas necessidades na pele, ouvindo nossos pedidos e olhando em nossos olhos, para que lembrem da época em que foram humanos e possam verdadeiramente desempenhar seus papéis. Não escolhemos deuses para nos representarem e sim homens, mas para isso temos que tratá-los como tal.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

67


68

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 86

Outdoor Regional  

Edição 86 - Zélia Duncan

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you