Page 1

21

Os mineiros do Os Osmineiros mineirosdo do

Jota Quest comemoram comemoram comemoram

15 anos de sucesso com gente de desucesso sucessocom comaaagente gente

Especial

Janaynna: a paixão pela música que deu certo

Educação

Confira as dicas para o ENEM 2011

www.outdoorregional.com.br | 1


2 | www.outdoorregional.com.br


Carta ao Leitor

“Outdoor com J” Calma, a redação não pirou de vez não, a verdade é que este mês a Outdoor ganhou a letra J, e tem em suas páginas do mês de “J”unho a bela “J”anaynna e os queridos do rock pop “J”ota Quest. Brincadeiras à parte, o Jota Quest aparece na matéria de capa comemorando seus 15 anos e não é só a banda que debuta, na editoria moda tem outra debutante a São Paulo Fashion Week. Especial, hein. E por falar em especial, a matéria de saúde vem no clima preguiçoso do inverno abordar a importância de uma noite bem dormida. Que delícia! E tem muito mais, gourmet, turismo, política, região, prata da casa, cinema, esportes, tecnologia, enfim, muitos assuntos interessantes e antenados com a atmosfera da nossa região. Ah, a revista Outdoor também tem o imenso prazer de parabenizar a querida colaboradora e jornalista da revista Juliana Moreno que agora é também Martins! Parabéns querida, que sua vida de casada seja maravilhosa.

Foto capa: Nora Lezano

Para quem não sabe a Ju Moreno, como chamamos carinhosamente é uma mulher doce, comprometida, inteligente e que tem a cara da Outdoor: descolada na medida certa. É um orgulho para nós fazermos parte de um momento tão importante em sua vida. A Outdoor aproveita para dividir com vocês, leitores o recebimento do prêmio “destaque solidário” dado pelo Rotary Club de Boituva, com a palavra o sócio proprietário André Maffeis: “Nos sentimos honrados em receber este prêmio pela contribuição à uma campanha humanitária global. Esse é um pequeno gesto que, com outros pequenos gestos, farão uma grande diferença na realidade de diversas pessoas assistidas pelos Rotary Clubs”. Agora sim, recado do mês dado! Boa leitura e até mais!

Melise Scomparim Jornalista

Recado dos leitores “Nossa, cada mês a edição da revista fica melhor. Parabéns a todos os criadores, editores e também os leitores que curtem muito a Outdoor Regional” Thiago Lorenzi – Boituva/SP “Parabéns a toda equipe e parabéns pela parceria com o Carnaboituva! Vocês merecem o meu elogio pelo excelente trabalho que vem sendo desenvolvido!” Tháis Gianotti – Boituva/SP “Nossa, os textos da nova edição da @outdoorregional estão muito bons. Já li várias vezes e me identifiquei bastante!” @raafael_Pereira “A @outdoorregional elogiadiiiiissssima por todos! Parabéns aos amigos!” @emersonbraz

3


www.outdoorregional.com.br | 5


Índice 08

Cinema & TV

10

Literatura

12

Música

14

Tecnologia

16

Moda

18

Decoração

20

Esporte

22

Games

24

Educação

26

Social

32

Especial

38

Capa

44

Prata da casa

46

Gourmet

48

Turismo

50

Saúde

52

Auto

54

Finanças

56

Trabalho

58

Direito

60

Política

62

Região

64

Galeria

66

Crônica

Games pag.22 A história de Lara Croft, heroínas do mundo dos games

Auto pag.42 Jetta chega para reposicionar os médios sedã da Volkswagen

Decoração pag.18 A tendência é olhar pra trás, o vintage está no auge

Moda pag.16 SPFW, as tendências do verão, na semana de moda mais importante do Brasil

A revista Outdoor Regional não se responsabiliza por conceitos e opiniões emitidos por entrevistados e colaboradores da revista, não necessariamente refletem a opinião da redação e editores, assim como não se responsabiliza pelo conteúdo de informes e anúncios publicitários

Expediente

Coordenador Geral Rafael J Pereira| Coordenador de Criação André Maffeis Jornalista Responsável Melise Scomparim MTB:46015 /SP Repórteres AC Rezende/Camila Marcusso/Juliana Cuani Juliana Moreno/Rafael Barbosa/Vitor Quartezani Colaboradores Bruno Fernandes/Fábio Sanqueta/Rafael Moreno/Thássia Moro/Valdely Dantas Revisão Juliana Moreno/Júlia Melo Projeto Gráfico/Diagramação Thiago Nehring/ Bruno Veiga Agradecimentos Julio Vial/ Ronaldo da Paz Foto Flávio Genaro | Comercial Patricia Pereira|Tiragem 8.000 exemplares Distribuição Boituva/Iperó/Cerquilho/Tietê/Tatuí Site www.outdoorregional.com.br|Empresa CNPJ: 07.627.719/0001-04 Anúncios e Publicidade: Avenida Pereira Ignácio, 378 - 2º andar - sala 07 Telefone: (15) 3263-5028 / (15) 9114-2136 / (15) 9744-9382 contato@outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 7


cinema

E se todos nós fôssemos recém casados?

Ficha Técnica “Recém Casados” – “Just Married” EUA - 2003

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

Q

ue meus textos são, na verdade, pequenos pedaços da minha vida, isso muita gente já deve ter notado. Os filmes são, na verdade, panos de fundo para compor cada história, afinal, muitas e muitas vezes a vida imita a arte e vice versa, por mais clichê que isso possa soar. Pois bem, o pano de fundo deste mês não poderia ser outro, por mais que eu tenha vasculhado minha memória em busca de uma história ou ensinamento especial na imensa lista de filmes que já passaram diante dos meus olhos. Sim, caro leitor, “Recém Casados” é o meu filme do mês. Esta que vos escreve agora é uma jovem mulher casada. E é diretamente daqui, do meu quarto de hotel em Gramado, no Rio Grande do Sul, que dou

8 | www.outdoorregional.com.br

uma pequena pausa na minha lua de mel que se iniciou no Dia dos Namorados, para escrever especialmente para você. Como estamos num mês, digamos, romântico e com amor no ar, este filme viria a calhar de uma forma ou de outra. Ele nada mais mostra do que a simplicidade e pureza do amor. Com suas imperfeições, sim, mas também com superação e força. Uma história, a princípio, comum, mas que acaba te pegando de jeito, talvez pela forma verdadeira com que é relatada. É assim que Sarah e Tom conduzem essa história que, com certeza imitou e ainda vai imitar a vida de muita gente. Talvez não tanto pelas trapalhadas, mas sim pelo momento lindo que vivem todos os que um dia se casam, cada um em suas particularidades e modo de ser. Que seja eterno!

Teve estreia o filme “Namorados para Sempre”, estrelado por Michelle Williams e Ryan Gosling. Entretanto, ao assistir, não espere encontrar outra comédia romântica, típica desta época de comemoração do mês dos namorados. O filme na verdade relata um relacionamento em declínio e a luta para a sobrevivência do amor entre o casal. Por isso, não se deixe enganar pelo título, pois o nome original é “Blue Valentine”, algo como “namorado triste”, digamos, bem mais apropriado para a história.

E chegou às locadoras este mês o grande vencedor do Oscar 2011. “O Discurso do Rei”, que no total conquistou quatro estatuetas, nas categorias Melhor Filme, Diretor, Ator e Roteiro original, conta a história do Rei da Inglaterra, George VI, que assume o trono quando seu irmão, Edward, abdica do posto em 1936. Para superar seu nervosismo e gagueira, ele pede ajuda a um especialista em discursos, Lionel Logue, com quem começa uma grande amizade.


www.outdoorregional.com.br | 9


literatura

Rafael Moreno r-moreno@outdoorregional.com.br

“Basta-me um pequeno gesto, feito de longe e de leve, para que venhas comigo e eu para sempre te leve...”

E

sses versos logo acima foram retirados da poesia intitulada “Timidez”, e refletem exatamente meus sentimentos quando li pela primeira vez, ainda moço, uma poesia da professora, jornalista, pintora e, acima de tudo, poetisa, Cecília Benevides de Carvalho Meireles, ou simplesmente, Cecília Meireles. Desde então tenho me aventurado em sebos e bibliotecas em busca de obras raras ou antigas, dessa que foi considerada a mais alta voz lírica da literatura de língua portuguesa. Cecília Meireles não chegou a conhecer o pai, que faleceu três meses antes de seu nascimento no Rio de Janeiro, sendo que, antes de completar três anos de idade, acabou perdendo também a mãe. Seu primeiro livro de poesias foi lançado em 1919 e, anos mais tarde, receberia, entre outros, o Prêmio de Poesia Olavo Bilac pela

10 | www.outdoorregional.com.br

Academia Brasileira de Letras. Também dedicou, com ternura, um bom tempo da sua carreira ao desenvolvimento de livros infantis, tanto que no ano de 1934 organizou a primeira biblioteca infantil da cidade do Rio de Janeiro. Habituada com a solidão desde tenra idade, foi esse mundo que despertou e desenvolveu em Cecília sua sensibilidade. Com poesias tecidas com uma extraordinária arte e paixão, seus versos traduzem harmonia e simplicidade, e nos mostram que invariavelmente Cecília Meireles sempre buscou revestir suas obras com uma palavra: preciosidade. Essa seleção de poemas foi preparada por uma de suas filhas, Maria Fernanda, com o intuito de deixar nos novos leitores, de forma infalível, o desejo de mergulhar e se aprofundar ainda mais no legado de beleza deixado por sua mãe.

Autor(a): Cecília Meireles Ano: 2006 Edição: 15ª Número de páginas: 184 Editora: Global

Para quem se interessou, vale a pena ler a coletânea de poemas intitulada “Romanceiro da Inconfidência”, fruto de longa pesquisa histórica que é, para muitos, a principal obra de Cecília Meireles. Nesse trabalho, por meio de uma hábil síntese entre o dramático, o épico e o lírico, há um retrato da sociedade de Minas Gerais do século XVIII, principalmente dos personagens envolvidos na Inconfidência Mineira, abortada pela traição de Joaquim Silvério dos Reis, o que culminou na execução de Tiradentes.


www.outdoorregional.com.br | 11


música

Juliana Cuani j-cuani@outdoorregional.com.br

F

oi o que aconteceu com Uyara Torrente (vocal); Vinicius Nisi (teclados); Rodrigo Lemos (guitarra); Diego Plaça (baixo) e Luis Boursheidt (bateria), que formam “A Banda Mais Bonita da Cidade”. Graças ao poder da internet eles alcançaram o sucesso instantaneamente. Se você ainda não ouviu “Coração não é tão simples quanto pensa Nele cabe o que não cabe na despensa. Cabe o meu amor! Cabem três vidas inteiras. Cabe uma penteadeira. Cabe essa oração”, precisa se atualizar urgentemente. O vídeo postado pela banda, segundo eles próprios “apenas um vídeo bonitinho sem muitas pretensões”, virou febre e teve um número espantoso de acessos: em pouco mais de 15 dias chegaram a 4.500.241 visualizações no Youtube, sem contar os inúmeros ‘tweets’ e compartilhamentos no Facebook. O clipe da música “Oração” se tornou o mais novo queridinho de todos. Os 6 minutos gravados em plano-sequência, ou seja, sem cortes, foram filmados sete vezes,

12 | www.outdoorregional.com.br

depois de vários ensaios na casa de uma amiga dos integrantes da banda que também aparece no vídeo. Os músicos estão juntos há dois anos e, além de “Oração”, composta por Leo Fressato, aproveitam para divulgar as canções “A Boa Pessoa” e “Canção Para Não Voltar”. Eles dizem “seguir essa linha de músicas fofas, do bem, feita por gente bacana, bem vestida e moderna”. Em entrevista à revista Marie Claire, Vinícius Nisi comentou a sensação de “bombar” da noite para o dia. “Estamos todos muito felizes por ter feito um trabalho que toca outras pessoas. Fiquei pensando: a maioria das coisas que se torna um “viral” hoje em dia na internet é piada, tiração de sarro. Foi tão bom sentir que fizemos um “viral” de uma coisa bonita. Tudo ainda está muito à flor da pele. É muito louco fazer parte de uma coisa assim. Não sei o que é a fama em si. A gente sabe o que são pessoas desconhecidas gostarem do que a gente fez. Isso é muito gratificante”.

A banda se formou em janeiro de 2009. Todos já eram amigos da área de música. “Eu e os outros três músicos fizemos faculdade de música na Universidade Federal do Paraná (UFPR). A Uyara já tocava essas músicas antes, inclusive “Oração”. Nenhuma das músicas que tocamos é nossa. A nossa proposta é a desconstrução: criar um novo arranjo, dar uma nova interpretação às canções que gostamos de ouvir. Nenhum de nós é originalmente de Curitiba. A vocalista e o Diego Plaça, baixista, são de Paranavaí, eu sou paulistano, vim por causa da faculdade, o Luís Bourscheidt, baterista, é gaúcho e o Rodrigo Lemos, guitarrista, é carioca”, conta Vinícius. Para a produção do primeiro CD eles contam com o financiamento colaborativo: cada um entra no site, escolhe as músicas, faz uma doação em dinheiro para apoiar a gravação da faixa e recebe em troca, um brinde que eles chamam de ‘recompensa’. Para ouvir ou conhecer, acesse: http://www.myspace.com/abandamaisbonitadacidade


www.outdoorregional.com.br | 13


tecnologia

A Microsoft apresentou as características do seu próximo sistema operacional Melise Scomparim

m-scomparim@outdoorregional.com.br

N

o primeiro dia de junho a Microsoft ofereceu uma antecipação de como será a oitava versão do seu sistema operacional, que deve chegar ao mercado nos próximos 18 meses. A nova edição do Windows se adaptará aos tablets e usará interface baseada no WP7 (Windows Phone 7). A antecipação aconteceu na Califórnia (EUA) durante a conferência “D9: All Things Digital”, e mostrou como o novo software pretende adaptar o seu ambiente tradicional a um sistema de telas sensíveis ao toque, aplicativos e menus dinâmicos, que tomará como referência a estética e a funcionalidade de sua versão atual para celulares Windows Phone 7. Denominado extraoficialmente de Windows 8, o próximo sistema servirá tanto para o ambiente habitual de escritórios (com mouse e teclado), como para dispositivos móveis. Segundo a empresa, não será necessário comprar um novo PC para que o novo Windows rode.

14 | www.outdoorregional.com.br

Para provar a afirmação, o Windows 8 foi testado em máquinas como notebooks Samsung Série 9 e um Sony VAIO série L. Ele também foi projetado para tirar proveito de uma variedade de sensores para detectar movimento e proximidade, e estes sensores não estão presentes nos PCs atuais, ou seja, é possível que o novo sistema operacional rode no seu hardware, mas seus recursos não poderão ser explorados devidamente. A primeira demonstração do Windows em um tablet deixou perceptível a grande mudança da nova plataforma em relação a seus antecessores. Entre outros aspectos, o próximo Windows não apresenta os tradicionais comandos de inicialização na parte inferior da tela e os substitui por um menu oculto que aparece em uma das laterais, enquanto os diversos programas são mostrados visualmente como se fossem aplicativos. A previsão é que o novo Windows seja lançado em 2012. Mais detalhes serão fornecidos na conferência que a Microsoft organizará em setembro na Califórnia. Estamos aguardando.


www.outdoorregional.com.br | 15


moda

W PF S o sd s ê ol s a m o é o todas ão d o nh om estaç u j de 12, c ra a s Mê ão 20 ias pa ver dênc ten

Melise Scomparim

m-scomparim@outdoorregional.com.br

B

ranco e cores cítricas devem fazer a cabeça e o guarda-roupa do verão 2012, com tecidos leves e soltos. Assim foram vários desfiles da SPFW que este ano debutou. Quinze anos. Isso mesmo, são 15 anos da semana de moda mais importante do Brasil. Tudo começou em 1996. Na época foi batizado de Morumbi Fashion Brasil, só em 2001 é que recebeu o nome São Paulo Fashion Week. Hoje é considerado um dos

16 | www.outdoorregional.com.br

maiores eventos do mundo da moda, lado a lado com as semanas de moda de Paris, Milão, Nova Iorque e Londres. O SPFW acontece duas vezes ao ano: em janeiro são exibidas as tendências de inverno e em junho, as tendências de verão. E é sobre elas mesmo que falaremos. Os desfiles foram geniais. Quem viu até achava que o tempo tinha mudado e já era verão. Tudo isso graças aos tecidos nobres usados na maioria das coleções, como a seda.

Os bordados estão em alta. Paetês e metais fazem parte do look verão, assim como os apliques de bordado, tule e renda. Sexy e romântico, um contraste que toda mulher adora. Aliás, o jogo de mostra e esconde vem com tudo, nada de mostrar demais. O colo vem valorizado, assim como algumas fendas. Tudo muito elegante. Anos 1950 e 1960 continuam como referências fortes nas peças, pode apostar. As estampas étnicas e muita assi-


metria aparecem nos desfiles. Tons de lavanda, cítricas e muita estampa são bem vindos. O artesanato surge na passarela da Bienal com apliques, trabalhos em couro e tecidos estampados à mão. Os homens também têm vez,

Entre tendências e mais tendências, a grande novidade deste ano do Fashion Rio ficou por conta do artesanato, principalmente o tricô e crochê. Para o verão 2012, a aposta fica em vestidos, saias, blusas, acessórios e todo tipo de detalhe feito em crochê. A tendência não se restringe ao Brasil. Lá fora, nas passarelas internacionais, a coleção para este verão da italiana Dolce & Gabbana trouxe até sandálias feitas de crochê, além de bolsas de vários tamanhos, minivestidos, minissaias e casaquetos. Aposta feita!

com camisas que trazem certa transparência, bermudas e blazers estampados. Tudo com uma atmosfera cubana. Está liberada a criatividade masculina: jeans, manchas e linhas geométricas. Vale tudo. Eles

Kate Middleton, a duquesa de Cambridge, não é a única da família que chama atenção. Sua irmã Pippa Middleton vem se destacando desde o casamento real. Aos 27 anos, Pippa tem um estilo muito elegante e mistura como ninguém grifes com roupas de lojas de departamento. A bela britânica faz um bom uso da grife Issa, mas a Zara também é bem explorada. A pitada hi-lo deixa qualquer mero mortal a um passo de poder se vestir como membro da realeza, receita perfeita para ganhar os olhares do mundo todo.

podem explorar mais à vontade que nunca. A moda está com a tendência mestre de “seja você mesmo, crie a sua moda”. Cada vez mais democrática e divertida para homens e mulheres.

Enquanto as passarelas da semana de moda carioca estão cheias de corpos magérrimos, a capa da Vogue Itália deste mês mostra o valor e a sensualidade das mulheres curvilíneas. Com três lindas modelos plus size, foto em preto e branco e um figurino ousado, a publicação arrasou e mostrou que no mundo fashion tem sim espaço para todas as medidas e pesos.

www.outdoorregional.com.br | 17


decoração

Decorando com o Estilo Retrô ou Vintage Valdely Dantas decoracao@outdoorregional.com.br

O

estilo Retrô e Vintage está com tudo, trazendo de volta tudo que já foi tendência décadas passadas e recheando as casas de elementos antigos, coloridos, divertidos e que, apesar da origem, podem ser muito modernos. O Retrô tem um apelo para as cores fortes. A forma inusitada também é comum em papéis de paredes cheios de elementos arredondados, que dão movimento ao ambiente. Mas e esse Vintage, o que é? No mundo da decoração, o Vintage sugere elementos da década de 20 que se tornaram referência para outras épocas, como aquelas geladeiras arredondadas e super coloridas que eu acho maravilhosas! Ou até a decoração da casa da sua bisavó que você herdou, aqueles grandes armários e cômodas de madeira, coloridos e cheios de curvas, que também são lindos!!! Quem adota esse estilo, realmente gosta dele, pois as peças, em geral, possuem valor alto, em virtude de serem originais de época. Na maioria das vezes, os ambientes são mesclados com objetos contemporâneos, criando um contraste. O estilo abrange o universo da ar-

18 | www.outdoorregional.com.br

quitetura, da moda e do design. O estilo Vintage não deve ser confundido com o estilo Retrô. Na decoração Vintage, os objetos são clássicos, originais de época, dos anos 20 aos anos 60, enquanto que na decoração Retrô  são utilizados objetos muitas vezes atuais,  inspirados no que se usou nas décadas 70 e 80. Também podem ser utilizadas peças originais dessas décadas, em bom estado de conservação. Sendo um estilo que aceita peças inspiradas, acaba sendo uma releitura que explora a decoração das décadas posteriores a que caracteriza o estilo Vintage.  As peças Retrô também possuem preços mais elevados que as peças atuais e frequentes, mas são mais acessíveis que as peças Vintage, por serem produzidas pela indústria atual. Atualmente, a mistura do Vintage com o contemporâneo é uma das mais utilizadas na decoração. Enquanto tais peças são clássicas, originais e marcaram determinada época, o estilo contemporâneo é caracterizado pela mistura de materiais: madeira, vidro, materiais sintéticos, metal, todos  em formas retas e simples, focadas na funcionalidade e conforto. Muitas pessoas acreditam que o

Retrô surgiu inspirado no Vintage, mas isso não é correto. Eles possuem características opostas, o Vintage é sóbrio e o Retrô é lúdico. Embora sejam dois estilos diferentes, o Vintage e Retrô andam muito juntos por serem estilos de décadas passadas. Cada um tem sua particularidade, porém, você consegue misturar eles sem problemas. Também valem outras misturas de estilos, gerando uma infinidade de novas leituras. O clássico, o Retrô e o Vintage são os estilos que mais aparecem, pois proporcionam um equilíbrio perfeito com as linhas retas e cores claras do estilo contemporâneo, mas também não podemos esquecer as peças étnicas e rústicas. Para quem quer misturar estilos, mas tem medo de ousar, o ideal é escolher uma decoração simples e “clean”. Escolha móveis contemporâneos e faça a diferença acrescentando objetos e acessórios de determinadas épocas e diferentes estilos, pois isto dará personalidade ao ambiente. Para ajudar nessa mistura, acima, alguns ambientes decorados com esses estilos para você se inspirar nos anos dourados que estão de volta!


www.outdoorregional.com.br | 19


esporte

Vitor Quartezani v-quartezani@outdoorregional.com.br

C

ontrariando a máxima de que o povo brasileiro não tem memória, a Outdoor Regional traz mais uma história que não deve ser esquecida pelos torcedores. Na edição passada, tratamos os 17 anos da morte de Ayrton Senna, e em junho vamos voltar dez anos na história, em 2001, ano em que o país teve sua última conquista em um esporte que não fosse futebol ou vôlei. O tricampeonato de Gustavo Kuerten em Roland Garros. Guga é, depois de Pelé e Senna, o maior esportista que o Brasil conheceu tanto em termos de resultado, quanto no que diz respeito à identificação e carinho com o povo brasileiro. Guga conseguiu fazer, por pelo menos sete anos, com que um esporte tão peculiar como o tênis caísse nas graças da torcida. Na “Era

20 | www.outdoorregional.com.br

Final de Roland Garros de 2001 levou Guga a alcançar o status de ídolo da nação

Guga” a coisa mais fácil de se encontrar eram pessoas discutindo o esporte e o jeito de jogar do brasileiro. Mas a caminhada para o tricampeonato não foi fácil. Uma semana antes de estrear em Roland Garros, Kuerten havia sido derrotado na final do então Masters Series de Roma para o seu rival no saibro naquele ano, Juan Carlos Ferrero, e chegava a Paris cercado de desconfiança e pressionado por ter que defender o titulo do ano anterior. Mostrando que estava disposto a confirmar seu favoritismo, Guga iniciou a campanha com vitórias tranqüilas nas primeiras rodadas. Porém, nas oitavas de final quando se esperava que o brasileiro vencesse com tranquilidade o norte-americano contra Michael Russel, Guga passou o seu pior momento no tor-

neio. Com desvantagem no placar de 2 sets a 0 e com um matchpoint contra, Kuerten conseguiu reverter o panorama do jogo com uma virada fantástica e caminhou rumo à conquista do campeonato e do público francês, já que após a vitória, o brasileiro desenhou um coração na quadra central e se deitou no meio dele mostrando o amor que sentia pela quadra de Paris. Em entrevista recente ao site da RBS, o próprio Guga fez questão de falar da importância da vitória sobre Russel. “Havia uma nebulosidade me incomodando por mais de duas horas e tudo se dissipou em uma bola. Foi um ponto longo, com duas bolas na linha em 45 segundos. O Russel ia fechar o jogo, aí ficou 40 iguais no game, 5 a 3, e, de repente, eu vi que dava para ganhar. Ele errou


uma bola boba, quebrei o saque, e aquilo foi me dando alegria. Fui naquela crença até o final. Estava perdendo por 2 sets a 0 e 5 a 5, mas falei, o jogo é meu. Não tinha dúvida de que iria vencer. No final eu estava quase flutuando na quadra. É uma satisfação lembrar, porque é algo que não tem como buscar. Não tem como encontrar aquela sensação. Não tem como, por exemplo, meditar e alcançar de novo. Desenhar o coração foi o ato mais marcante da minha carreira pois representou tudo o que eu sentia”. A partir daí o caminho se seguiu tranquilo para Guga. Nas quartas derrotou o seu maior rival nas três conquistas de Roland Garros, o russo Yevgeny Kafelnikov que, um ano antes, tinha derrotado o brasileiro nas quartas-de-final das Olimpíadas de Sidney, na Austrália. Na semifinal, chegava a vez de encontrar aquele que tinha o vencido dias antes de começar a disputa de Roland Garros, Juan Carlos Ferrero.

E quando todos esperavam uma partida tensa, equilibrada, o jogo se desenhou com uma facilidade que surpreendeu o próprio Gustavo Kuerten, já que o brasileiro não deu chances ao espanhol e venceu por 3 sets a 0 (6x4, 6x4 e 6x3). É chegada a hora da final e pela frente mais um tenista da esquadra espanhola: um dos jogadores mais simpáticos de todo o circuito, Alex Corretja. No começo do jogo o vento atrapalhava o brasileiro e facilitava a tática do espanhol, que era de atacar o brasileiro subindo a rede. Isso deu resultado no primeiro set e Corretja fechou em 6-7 no tie-break, uma das maiores preocupações do brasileiro que vinha de uma fase sem vitórias nos sets decisivos. Sabendo que não podia mais permitir o jogo do espanhol, Guga voltou agressivo para o segundo set e conseguiu empatar a partida após vencer o set por 7-5. Foi a partir daí o brasileiro parece ter vestido o manto de um super-herói e liquidou a parti-

da com duas vitórias fáceis nos sets seguintes, 6-2 e 6-0, resultado esse incomum em decisões, principalmente de Grand Slam. Assim que o jogo terminou e com o titulo já assegurado, o coração voltou a ser desenhado na quadra e essa imagem emblemática se perpetuou como uma das maiores conquistas da história do esporte nacional. Mesmo dez anos depois, nenhuma outra vitória teve maior representação que as glórias nas quadras de saibro parisienses. Hoje aposentado, Gustavo Kuerten, entrou para a galeria de grandes ídolos do esporte do Brasil, ao lado de nomes como Pelé e Ayrton Senna, os dois maiores expoentes do país em termos de representatividade. E mesmo com esse status, Guga permanece o mesmo sujeito que conhecemos no ano do seu primeiro titulo em 1997: simples, carismático e, principalmente, identificado com o povo de seu país.

Se você participa do Fantasy game Cartola FC da globo.com, procure pela liga REVISTA OUTDOOR e venha mostrar que você é bom de chute. www.cartolafc.com.br

www.outdoorregional.com.br | 21


games

Ficha técnica Nome: Tomb Raider Desenvolvedora: Crystal Dynamics Editora: Square Enix Plataformas: PC / Xbox 360 / PS3 Lançamento: 2012 (ainda sem data definitiva)

Série volta ao passado para contar a história de sua protagonista Rafael Barbosa

r-barbosa@outdoorregional.com.br

L

ara Croft é, sem dúvidas, uma das heroínas mais famosas dos games. A protagonista da série Tomb Raider conseguiu ganhar o carinho dos gamers graças às suas belas curvas e saltos acrobáticos. Agora, o décimo capítulo da franquia promete levar os fãs a conhecer a origem de sua bela heroína. Chamando-se simplesmente Tomb Raider, o game nos leva até a primeira grande aventura de Lara, quando, aos 21 anos, acabou sendo vítima de um naufrágio e terminou presa em uma ilha perdida no meio do oceano. Sozinha e contando somente com seus instintos de sobrevivência, Lara terá que aprender a se adaptar e sobreviver sozinha em um ambiente hostil se quiser continuar viva. O game trará várias inovações à série, a começar pelo cenário. Então, chega de fases lineares, onde devemos simplesmente ir de um

ponto A a um ponto B, pois aqui teremos uma ilha inteira a ser explorada. No decorrer da aventura o jogador deverá interagir com objetos e evoluir as habilidades de Lara para que possa progredir, porém, também terá que se preocupar com pequenos detalhes, como manter a heroína sempre hidratada. O visual de Lara foi novamente reformulado para esta nova empreitada, portanto esqueça a mulher confiante, acrobática e de corpo escultural que vimos nas aventuras anteriores. Veremos uma Lara diferente da que estamos acostumados, mais jovem e mais frágil em todos os sentidos e cuja determinação é a única semelhança com a heroína que marcou a série. Responsável pelo desenvolvimento do game, a Crystal Dynamics promete um dos jogos mais sombrios, reais e violentos de toda a franquia, ao mostrar aos fãs um Tomb Raider nunca antes visto.

Não foi desta vez que a Sony anunciou um novo game da franquia God of War, porém, isto não quer dizer que os donos de um PS3 irão ficar sem uma nova aventura do espartano Kratos em seus consoles. A Sony anunciou que irá lançar God of War Origins Collection, uma compilação dos

Os fãs de jogos de dança podem começar a se animar. A Ubisoft confirmou que a série Just Dance deixou a exclusividade dos consoles Nintendo. Just Dance 3 também será lançado para o Xbox360 e para o PS3, com suporte ao Kinect e ao Playstation Move, respectivamente, no dia 11 de outubro deste ano, com 40 músicas dos mais variados estilos em seu repertório.

22 | www.outdoorregional.com.br

dois games da franquia lançados para PSP (Chains of Olympus e Ghost of Sparta) totalmente remasterizados em HD e com suporte 3D. O game chega aos consoles domésticos da Sony em setembro deste ano.


www.outdoorregional.com.br | 23


educação

O Enem 2011 está chegando e a Outdoor Regional ajuda você a se preparar para o exame

Thássia Moro educacao@outdoorregional.com.br

O

Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é um importante passo no acesso à universidade. Atualmente, quase todas as universidades, públicas e privadas, adotam o Enem como processo seletivo único. O exame desse ano ocorrerá nos dias 22 e 23 de outubro em todo país. Devido à sua tamanha importância, uma boa preparação para a prova é essencial para atingir um bom desempenho no final do ano. Algumas dicas importantes podem ser seguidas. √ Estabelecer um plano de estudos. Comece organizando seus horários. Reserve de duas a quatro horas por dia para estudar. Intercale os horários com pausas para comer e se distrair. Nunca extrapole o limite da sua mente. Não adianta estudar seis horas por dia e não prestar a devida atenção nos conteúdos. O exagero também é prejudicial. √ Dedique-se em dobro às matérias que você possui mais dificuldade. Não se dedique somente às

24 | www.outdoorregional.com.br

disciplinas que você tem mais facilidade, concentrar um tempo a mais nas dificuldades faz com que você assimile melhor o problema e possa resolvê-lo com mais clareza. √ A redação é outro ponto essencial no exame. Ela constitui metade da nota final e muitos a consideram a parte primordial de todo a prova, pois é a partir dela que seus conhecimentos e a forma como você expõe suas ideias são avaliados. Treinar a redação é fundamental. Busque as antigas provas do Enem ou de outros vestibulares para treinar como elas são aplicadas e a forma como devem ser feitas. √ Leia. A leitura é o primeiro passo para realizar toda e qualquer atividade no mundo escolar. Preste atenção ao que você lê. A maioria das respostas está na própria pergunta que, muitas vezes, por ser longa, atrapalha o aluno em busca de sua solução. √ Procure estar informado. A maioria dos temas do Enem está ligada a assuntos da realidade. Bus-

que se informar todos os dias em jornais, revistas, sites. Assista ao noticiário e preste atenção aos acontecimentos do seu cotidiano. Estar bem informado ajuda a não perder tempo em questões sobre a atualidade e, principalmente, ajuda a argumentar sobre as propostas da redação. √ Exponha suas idéias. Reflita sobre todo o conhecimento adquirido na escola e nos estudos e tente argumentar com as propostas que a prova for apresentando. Organize seu conhecimento para que suas ideias não fiquem desconexas e sem sentido. O bom rendimento no Enem é fruto de um processo que se inicia com toda a preparação que o aluno propõe para si mesmo. A organização e a disciplina são características primordiais em todas as atividades que pretendemos desenvolver. O esforço de anos pode ser recompensado em apenas cinco horas de prova, por isso, arregace as mangas, bons estudos e boa sorte!


www.outdoorregional.com.br | 25


01

social

02

04 CarnaBoituva 2011 | Campo do Votoram | Boituva 01 Ivete Sangalo 02 Nicolly, Netinho e Fernanda 03 Laressa e Alexandre

26 | www.outdoorregional.com.br

05

04 FlĂĄvio, Eunice, DĂŠbora e Rafael 05 Fernando e Ana Cristina 06 Val Dantas, Hellen Tesoto e Vanessa

03

06


07

08

10

07 Jane e Zé Cristo 08 Mariele Rosa, Júlia, Plínio e Edney 09 Gabriela e Rafael Gianotti

09

11

12

10 Gabriela e Fábio 11 Karina e Alessandro 12 Felippe Soares, Renato Franco e Ivete Sangalo

Créditos: Rafael Pereira

www.outdoorregional.com.br | 27


social

01

05

04

07

06

09

08

10 CarnaBoituva 2011 | Campo do Votoram | Boituva 01 Fábio e Dafne 02 Luciana e Luciano 03 Valdete, Fernando, Valdecir e Adriana | www.outdoorregional.com.br 04 Ana28 Gabriela, Thaíra e Natália

03

02

11 05 Janice e Fernando 06 Toshio e Natália 07 Fausto e Rose Thame 08 Raul Carrera

09 Sandra e Denilson 10 Rimena e Nina 11 Luís Felipe, Thaiza, Tamara e Davi 12 Palmiro e Amábile

12


13

15

13 Felipe, Julio e Bruna 14 Andréia, Augusto e Lanna 15 Aloisio e Lais 16 Tamiris e Carol

Créditos: Rafael Pereira Patricia Pereira

14

16

17

18

19

20

Balada Sertaneja | Aterruá Club | Boituva 17 Eucaris, Mara e Driely 18 Oscar e Gustavo 19 Nataniel e Laudicéia Créditos: www.outdoorregional.com.br | 29 20 Jaqueline e Carolina Patricia Pereira


02

03

01

04

social em parceria com

30 | www.outdoorregional.com.br

05

06

07

08


09

10

11

12

13

14

Rota 11 | Tatuí 07 Alisson e Daniele 08 Bruno e Eliane 09 André e Natália 10 Adrianne e Eduardo 11 Cláudio e Maria Elisa 12 Vivian e Daniel 13 Marcelo e Priscila Créditos: 14 Renata e Rafael www.xpres.com.br 15 Letícia e Thiago www.outdoorregional.com.br | 31

Capitão XV | Tatuí 01 Flaviane e Alessandra 02 Ronaldo e Marília 03 Nicole 04 Fernanda e Mayara 05 Taíza e Ana Roarelli 06 Luis Fernando e Gabriela

15

Rodrigo Rodrigues


especial

nina, e m e d em ar t a n n a que y r o d a Jana h l ma bata sso com u é s a m suce o u o t s i conqu paixão e a r r a muita g omparim orregional.com.br Melise Sc tdo arim@ou m-scomp

J

ovem, linda, uma voz fabulosa e uma energia sem fim. Esses são alguns dos muitos adjetivos que podem ser usados para descrever a cantora mato-grossense Janaynna. Engana-se quem pensa que a vida foi simples para Janaynna. Aos 25 anos a moça já tem muita história para contar. A história com a música começou no berço, “sempre digo que não conheci o outro lado da ‘moeda’, pois, quando nasci, meu pai já tinha um grupo também sertanejo. Então é o que conheço, e foi o que vivi desde muito pequena. Acompanhava muito meu pai, era muito grudada com ele e sempre quis cantar. Fazia ele colocar uma cadeira em cima do palco pra eu poder subir e cantar todas as vezes. Não abria mão disso”. A paixão virou profissão quando, aos nove anos, gravou uma fita K-7. “Ainda não existia CD, era só vinil e K-7”

32 | www.outdoorregional.com.br


contou. Foi quando a responsabilidade começou a aumentar. Logo a filha do Pedro Targino ficou conhecida no Jockei Clube de Campo Grande e no Paraguai. E não parou mais. Chegou a fazer dupla com o seu irmão por dois anos e voltou para a carreira solo. Com toda essa responsabilidade desde muito nova, Janaynna não teve uma infância convencional. Ela conta um fato que era constante, “me lembro como se fosse hoje, chegava em aniversários, festas, encontrava com os primos, amigos, e acontecia em algumas vezes de eu não querer cantar e sim brincar, correr enfim; e como eu tinha já optado pela carreira, meu pai não abria mão, ‘você quis agora não tem volta’ ele dizia, eu passava a festa inteira cantando, na maioria das vezes, confesso que em várias delas, morrendo de vontade”. Para a cantora, ganhar o Brasil é um presente de Deus, há muito tempo esperado e buscado. “Foi muito difícil, ousado e desafiador a princípio, mas hoje posso dizer que é uma vitória. Pode ter puxado a fila na geração de hoje em dia, mulher solo no sertanejo, torço pra que esse movimento não pare por aí, quero que tenha muito mais artistas nesse perfil”. Janaynna fez parceria com a dupla Jorge e Mateus, na canção “A carne é fraca”. Ela definiu o encontro como um sonho em todos os aspectos, “foi muito diferente de tudo que já havia vivido. A gravação aconteceu sem nada ter sido premeditado. Em suma, acho que foi dia certo, lugar certo e hora certa. Pra mim, foi muito importante a participação dos meninos, além de

profissionais ao extremo, tem muita estrela, energia boa e, como pessoas, sem palavras. Não é a toa todo esse sucesso. É conquistado, e mais importante que isso, é verdadeiro”. Entre seus ídolos e referências, a jovem cita Milionário e José Rico e Zezé Di Camargo & Luciano, tanto que, em seu CD “Se liga ao vivo em Campo Grande”, tem uma regravação deles com uma roupagem nova, “e agora pro próximo CD já preparei outra pra regravar, e pretendo a cada CD regravar uma deles”. O último trabalho de Janaynna é o CD ao vivo “Se liga ao vivo em Campo Grande”. Ela conta que o projeto não foi fácil, “ninguém acreditava no projeto, fui taxada de louca, mas eu venci! A parte mais importante era eu acreditar. E eu acreditei sem medidas. No dia da gravação foi a maior realização. Tava tudo muito lindo, perfeito, todos os detalhes cuidados com muito amor, e as pessoas que se prontificaram a ajudar, estavam ali pelo amor, com o coração. Sem dúvida, foi um dos grandes diferenciais, pra realização dessa grande vitória”. Esse foi um momento muito importante, um dos episódios mais marcantes da sua trajetória profissional, “esse dia me marcou bastante, foi um dia muito especial, um acontecimento não só no profissional, mas no pessoal também. Naquele dia eu rompi tudo na minha vida e pude provar pra mim mesma que eu realmente era capaz, e não estava ali pra ser mais uma, mas sim, pra fazer a diferença”, conta. Janaynna coleciona fãs. É copiada por mulheres e admirada pelos homens. Quando perguntada como lida em ser referência de beleza, ela

é muito honesta. “É regrado, comer pouco, malhar muito, os fãs em geral são exigentes, mas confesso que gosto do desafio”. Ela revela como é seu relacionamento com os fãs. “Gosto de ter, se possível, todos por perto. É o que me dá força, e que me faz testificar a cada dia que eu amo o que faço, não importa a pedra que esteja no meu caminho, quando lembro que tenho pessoas, e que sou responsável por elas indiretamente, derrubo qualquer muralha. Esse é o maior pagamento que recebo. Nem sei se podemos chamar assim, pois não há dinheiro no mundo que pague todo esse amor, carinho das pessoas, lealdade, essa cumplicidade. E são eles que me fazem crescer a cada dia. Depois de Deus, somente os fãs é que dizem onde o artista vai estar ou chegar”. Para finalizar a conversa, Janaynna respondeu a pergunta que não quer calar: a carne é fraca e o coração é vagabundo mesmo? “Com certeza! Sem hipocrisias, acho que esse é um fato que muitas pessoas passam, basta saber o que queremos, e onde queremos chegar”. A cantora não se esqueceu dos fãs de Boituva e região e fez questão de deixar seu recado: “quero convidar toda galera de Boituva e região pra estarem juntinho comigo nesse mega show. Me comprometo a colocar 50 graus de temperatura. Ninguém vai ficar parado. Muita energia, muita adrenalina, e o compromisso de vocês é que se divirtam pacas... Galera, muito obrigada por me deixarem fazer parte da vida de cada um de vocês. Conto com a presença de todos, e até lá”.

www.outdoorregional.com.br | 33


34 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 35


36 | www.outdoorregional.com.br


15

capa

Foto: Marco TĂşlio

anos de sucesso

38 | www.outdoorregional.com.br


A

A Banda Jota Quest comemora com uma nova turnê e a Outdoor fica por dentro de tudo Melise Scomparim m-scomparim@outdoorregional.com.br

Outdoor este mês teve o imenso prazer de conversar com Márcio Buzelin, tecladista do Jota Quest. O mineirinho deu detalhes sobre os 15 anos da banda, que é referência no pop-rock nacional. Para quem chegava da escola ou do clube, se trancava no quarto, colocava o CD da banda e cantava todas as músicas, no último volume, ou então vivia cantarolando por aí os refrões da banda, imagina como esta jornalista que vos escreve ficou com a oportunidade de fazer uma matéria tão especial. E foi assim, matando a curiosidade de jovem fã e adulta admiradora, que se deu essa entrevista, uma condução bem natural. É claro que conversar com quem realmente entende do que faz é um ponto positivo extra, já que Márcio, além de tecladista, também compõe. Uma ótima experiência. www.outdoorregional.com.br | 39


Foto: Marcos Hermes

Pergunto para Buzelin como é completar 15 anos de carreira com tanto sucesso. Ele, com sua simplicidade mineira, disse ser incrível, “pois parece que estamos em uma turnê só, somos tão envolvidos com nosso trabalho que não paramos muito para olhar para trás, sempre estamos procurando nos superar e alcançar um novo lugar. Mas esse aniversário de 15 anos de mercado nos deixou orgulhosos, confesso. Pois dedicamos a nossa vida para isso, e tem sido compensador”, conta. Sem dúvidas, é compensador. Afinal, o Jota Quest é quase uma unanimidade. A banda atinge positivamente diversas faixas etárias e estilos musicais. Para o tecladista, a explicação vem do fato de que “nunca procuramos nos repetir em busca de sucesso, pelo contrário, vamos por caminhos novos que nos fazem aprender. É mais arriscado, mas é espontâneo e verdadeiro. Com isso, sempre agregamos novas referências e estilos na nossa identidade, essa não pode ser corrompida em função de nada, pois prezamos muito por ela”. Ainda falando sobre a variedade do público da banda, ele explica que há também a liberdade, e que o Jota Quest fala, de forma simples, aquilo que muitas pessoas vivem e pensam. Isso ajuda nessa grande aceitação de pessoas diferentes se identificarem. O Jota Quest inicialmente foi influenciado por black music, funk de raiz, rock clássico, discoteca, música mineira, além do pop-rock brasileiro. Com o passar do tempo muita coisa foi agregada, sempre no intuito do aprendizado, identificação de alguém da banda e o próprio desafio. Isso inclui desde algumas músicas eletrônicas, como alguns sons contemporâneos, desde os mais produzidos em estúdio e tecnológicos até os mais orgânicos e bandas novas.

40 | www.outdoorregional.com.br


Com isso, os mineiros se solidificam no mercado nacional e trazem o “Projeto Quinze”, que teve início com a idéia de fazer uma coletânea. O formato foi ficando mais “rico” e elaborado e, como Buzelin descreve, “acabou virando uma festa de comemoração, uma celebração onde terão DJs, bandas de abertura, um show maior, cenário diferenciado, convidados e algumas surpresas sempre. Festa é isso!”. O projeto percorre quinze capitais brasileiras até dezembro deste ano.

Ping Pong Perguntinhas rápidas e respostas na lata! Outdoor Regional>> Como a banda vê o atual cenário musical no Brasil? Márcio Buzelin>> Diverso, volúvel, rico, competitivo, com coisas péssimas e outras ótimas ao mesmo tempo. Porém, com esses festivais grandes de volta, vindo para o Brasil, pensamos que acontece uma estimulação, um crescimento e qualificação da música e cultura do público brasileiro. Outdoor Regional>> Como é a relação da banda com os fãs em época de redes sociais? Márcio Buzelin>> Ótima. Sempre tivemos muita simpatia por internet. E uma forma de termos muito mais feedbacks das pessoas. É uma troca ótima. O próprio cd Jota 15 teve boa parte do repertório do CD baseado em uma votação que fizemos. É veloz, é novo, é desafiador e oferece muitas ferramentas para ajudar o artista. Basta ter dedicação e criatividade, assim como entender essa nova realidade.

www.outdoorregional.com.br | 41


Quinze Com o desejo de atingir vários pontos do país e levar a festa do Jota Quest é que a banda escolheu quinze capitais brasileiras para abrigar a turnê. Confira os locais e as datas! Manaus / AM – 06/08/11 Palmas / TO – 14/05/11 Goiania / GO - 13/08/11 Natal / RN – 29/10/11 São Paulo / SP - 17/06/11 Brasília / DF – 27/08/11 São Luiz / MA – 05/11/11 Salvador / BA – 09/07/11 Porto Alegre / RS – 03/09/11 Vitória / ES - 14/11/11 João Pessoa / PB – 23/07/11 Belo Horizonte / MG - 08/10/11 Curitiba / PR – 19/11/11 Belém / PA – 05/08/11 Recife / PE – 11/10/11 Rio de Janeiro / RJ - 26/11/11 Maceió / AL – 22/10/11 Florianópolis / SC – 03/12/11 Fortaleza / CE – 28/10/11 42 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 43


prata da casa

Melise Scomparim

Dançar e conquistar é melhor com as próprias pernas

m-scomparim@outdoorregional.com.br

O

Projeto “Independentes Urbanos Cia de Dança” surgiu da proposta profissional em montar uma equipe de dança de nível profissional na cidade de Boituva, onde fosse possível participar de festivais e levar o nome da cidade. O grupo oficialmente iniciou-se no mês de fevereiro, quando tornou-se parte da Associação Cidadão do Amanhã, ONG que existe há 20 anos. O Projeto “Independentes Urbanos” trabalha toda a parte cultural de forma gratuita a crianças, adolescentes e adultos em vulnerabilidade social, e uma forma de inclusão de pessoas com uma boa renumeração, para com outros níveis sociais. O coordenador do projeto é Jessé da Cruz. Ele contou que o nome veio de um desejo pessoal como profissional: “poder conseguir caminhar com as próprias pernas para crescer, sempre com ajuda de parceiros e colaboradores”. O nome oficial surgiu depois de diversos nomes .“Independente de

expressão, ânimo e vontade de vencer e quebrar barreiras de preconceitos, injustiças e desvalorização da dança”. O grupo oficial é formado por 30 componentes, sendo 15 adultos, 10 jovens e 5 crianças, porém o projeto deve abranger cerca de 100 componentes. Com poucos meses de vida e sem esperar grandes resultados, o grupo ganhou seu primeiro prêmio no Campeonato Estadual de Dança. “Realmente não esperávamos conseguir nada. Foi sensacional, só o fato de estarmos no palco, sendo prestigiados por pessoas que entendem, vivem e apreciam dança”. A emoção de ganhar o campeonato foi ímpar. Para Jessé “a emoção que passamos dentro do teatro, somente cada um de nos pode saber, foram 120 coreografias e cerca de 90 academias, todos com o mesmo sonho, a mesma proposta e em busca de seus objetivos. Quando voltamos na van que foi patrocinada por pessoas que acreditam no trabalho, fiquei ima-

Prata da casa é uma editoria destinada a divulgar os artistas da nossa Região. Se você possui uma banda, grupo de dança ou de teatro, é esportista ou tem qualquer talento artístico , este espaço é para você! Escreva agora para prata@outdoorregional.com.br

44 | www.outdoorregional.com.br

ginando tudo que passamos até chegar aonde chegamos”. E não foi só isso. No mês de maio “Os Independentes Urbanos” conquistaram 7 prêmios no III CERTAME ARTE DANCE, na cidade de Mongaguá: 3º lugares com as coreografias: “Amar, abraçar e beijar” - Jazz Duo Sênior, “Vem Brilhar” - Jazz Conjunto Juvenil, “Brilhos” - Jazz Conjunto Sênior e “Viela” - Hip Hop Infantil. Em 2º lugar ficaram as coreografias “Brasil, brasileiro” - Dança Caráter Infantil e “Sorriso, Show” - Estilo Livre Sênior. Em 1º lugar aos Independentes Urbanos foram consagrados pelo Solo de Hip Hop do Coreógrafo Jessé da Cruz “Urbanização”. Ciente dos obstáculos, Jessé acredita que o grupo vai muito longe ainda, agradeceu os familiares dos alunos e seus, parceiros e a toda população de Boituva e região. “A equipe de dança ‘Independentes Urbanos’ veio para ficar e marcar todos os lugares que pisarem, dançarem e proporcionarem momentos de entretenimento cultural às pessoas”, finaliza.


www.outdoorregional.com.br | 45


gourmet

O

típico prato brasileiro surge em uma versão vegetariana e muito saborosa. Afinal, segundo pesquisa do IBOPE (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística), 9% da população brasileira é vegetariana. (A pesquisa foi realizada entre agosto de 2009 e julho de 2010)

Ingredientes - 1 cebola cortada em cubos - 3 dentes de alho amassados - 3 colheres (sopa) de óleo - 100g de tofu defumado em cubos - 200g de cogumelo portobello ou shitake - 200g de carne vegetal, glúten em pequenos cubos - 100g de pts, carne de soja hidratada em pequenos pedaços - 200g de salsicha vegetal em finas rodelas - Coentro bem picado a gosto - Pimenta dedo de moça em pequenos cubos a gosto - Sal a gosto - Pimenta do reino moída na hora a gosto - 1kg de feijão preto já cozido

46 | www.outdoorregional.com.br

Melise Scomparim m-scomparim@outdoorregional.com.br

Modo de preparo Limpe muito bem os cogumelos. Corte-os em finas fatias, reserve. Frite a salsicha vegetal e a carne de soja em uma frigideira anti aderente, até que fique bem crocante. Reserve. Em uma panela grande, refogue com óleo, a cebola e o alho. Aumente a chama e adicione o cogumelo, deixe que cozinhe até murchar. Adicione a carne vegetal, a salsicha vegetal e a carne de soja hidratada. Tempere com sal, pimenta do reino, coentro e a pimenta dedo de moça. Abaixe o fogo e adicione o feijão preto. Deixe cozinhar em panela semi tampada por 15 minutos. Mexa de vez em quando e verifique o tempero. Sirva acompanhado de arroz, farofa e couve refogada.


www.outdoorregional.com.br | 47


turismo

Gramado é o grande destino de inverno no Brasil Melise Scomparim

m-scomparim@outdoorregional.com.br

G

ramado está localizada a 135 quilômetros da capital Porto Alegre no Rio Grande do Sul. A cidade é conhecida como um dos maiores pólos turísticos de inverno no Brasil. Longe de ser o acaso, Gramado foi planejada como destaque turístico ainda na década de 1970, pelo então prefeito Pedro Bertolucci. Antes a cidade era rural. Hoje, porém, abriga cerca de 140 hotéis e uma infinidade de atrações. Em 2009 surgiu em Gramado

48 | www.outdoorregional.com.br

o primeiro museu de cera do Brasil, o Dreamland. Hoje o prédio abriga dois museus diferentes: o Harley Motor Show, meio museu, meio bar, e o complexo Hollywood Dream Car, outro museu, só que de carros antigos. O acervo é avaliado em R$ 20 milhões. Outro destaque é o chocolate, afinal, frio e chocolate fazem praticamente o casal perfeito. E em Gramado, lojinhas e fábricas estão espalhadas por todos os lados. Em alguns estabelecimentos é possível conferir de

perto a produção das delícias. Ainda no roteiro gastronômico, o município capricha em seus restaurantes, desde os tradicionais italianos aos mais exóticos pratos. Sem deixar de lado as sopas, caldos, cozinha alemã e, claro, fondues. Para escapar da culpa do consumo de muitas calorias, passeios não faltam: atrações culturais no Lago Joaquina, pista de patinação no gelo, Gramado Zoo com mais de 250 espécies, todos da fauna brasileira e os jardins do Parque Knorr, um


bosque repleto de trilhas, que abrigam a casa do Papai Noel e sua fábrica de brinquedos. E para quem pensa que só de frio vive Gramado, esse realmente é um pensamento de um passado muito distante, afinal, em agosto começa o Festival de Cinema, que em 2011 completa 39 edições e ganha a cada edição mais notoriedade da mídia especializada internacional.

Agora, você pode dizer “mas em agosto ainda é frio”. Tudo bem, entre os meses de novembro e janeiro, Gramado também é disputado. O Natal da cidade é um dos mais belos do Brasil, o Natal Luz impressiona pela beleza e perfeição. A cidade inteira entra no clima e são apresentações, corais e desfiles que encantam. Gramado é sensacional o ano todo.

www.outdoorregional.com.br | 49


saúde

Melise Scomparim

m-scomparim@outdoorregional.com.br

A

lua já está alta no céu, o barulho na rua diminui, é chegada a hora de dormir. Ao contrário do que muitos pensam, uma noite de sono tranquila e com a duração certa ajuda muito vários aspectos da vida. Durante o sono o corpo gasta calorias. Isso mesmo: dormir emagrece. Isso acontece porque há um aumento da síntese do hormônio leptina, responsável pela sensação de saciedade. Ao mesmo tempo, baixa a produção de grelina, o hormônio do apetite. Ou seja, quando se tem um descanso adequado, o risco de chegar à obesidade é bem menor. Além disso, é durante o intervalo de um dia para o outro que nosso corpo se fortalece e restabelece, são produzidas por nosso cérebro

50 | www.outdoorregional.com.br

Dormir não apenas recarrega as baterias. Uma boa noite de sono pode fazer muito mais pela sua saúde

substâncias que ajudam nas defesas do organismo, protegem o músculo cardíaco. Porém, se dormir é algo difícil, o resultado pode ser muito problemático para a saúde, já que passar noites em claro aumenta a incidência de diabetes tipo 2, depressão, mau humor, problemas de memória e concentração, problemas cardiovasculares e até o aparecimento de câncer. O sono também pode ser considerado como “fonte da juventude”, já que ajuda a produzir o hormônio do crescimento, o GH, em maior quantidade. Nas crianças esse hormônio é essencial e nos adultos, é responsável pela renovação da pele, dos ossos e dos músculos. Dormir menos de cinco horas por noite pode ser muito prejudicial. Se isso acontece, é importante procu-

rar um médico para analisar se não há algum problema de saúde contribuindo ou causando o distúrbio do sono. Prepare o ambiente para o descanso: lençóis macios, quarto escuro, colchão e travesseiros adequados são essenciais. Uma rotina regular também ajuda, seu cérebro vai saber que a hora de dormir se aproxima. Evite cafeína, nicotina ou álcool à noite, essas substâncias podem retardar ou interromper o sono. Comidas pesadas também devem ser evitadas. Relaxe, evite atividades próximas ao horário de descanso, prefira uma música suave, um livro e deixe os problemas fora da cama. Procure solucioná-los durante o dia. Durma bem e tenha uma vida mais disposta e saudável!


www.outdoorregional.com.br | 51


autos

A nova geração do Jetta chega ao Brasil com duas versões

Melise Scomparim

m-scomparim@outdoorregional.com.br

A

Volkswagen lança o Novo Jetta, projetado na Alemanha, mais confortável, esportivo, maior e com duas versões: Highline e Confortline. A Highline, equipada com um conjunto motriz excepcional – motor 2.0 TSI com 200 cv e transmissão DSG com dupla embreagem e seis marchas –, a opção mais

52 | www.outdoorregional.com.br

potente da categoria. A versão Confortline conta com motor 2.0 Total Flex e transmissão automática de seis marchas ou manual de cinco. As duas versões do Novo Jetta oferecidas no Brasil têm características próprias, voltadas para nosso mercado, onde o segmento dos sedãs médios atende consumidores sofistica-

dos e exigentes. Vários detalhes diferem do modelo oferecido nos Estados Unidos como, por exemplo, as motorizações. O Novo Jetta apresenta dimensões que o colocam próximo ao segmento imediatamente superior. A distância entre-eixos de 2.651 mm e os 1.778 mm de largura possibilitaram uma grande ampliação


do espaço interno, com ganho significativo para os passageiros do banco traseiro, e o porta-malas oferece 510 litros de espaço para bagagem. O desenho segue a mesma tendência da marca, com linhas dinâmicas, equilíbrio dimensional e elegância atemporal. A dianteira se destaca pelas linhas horizontais, o capô aparece em forma de “V”. Na traseira, os elementos de iluminação são divididos em duas seções, estendendo-se nas laterais desde os para-lamas até a parte posterior do carro. Na parte interna, os comandos estão dispostos de maneira intuitiva. As cores equilibradas e materiais refinados dão ao Novo Jetta uma aparência com estilo fortemente europeu.

A Volkswagen equipou o Novo Jetta com a transmissão DSG, de dupla embreagem Tiptronic e seis marchas. A configuração deste sistema faz com que execute trocas de marchas com muita rapidez e suavidade, sem interrupção de torque, de forma automática ou manual. O número de marchas (seis) também contribui com o desempenho, mantendo o motor sempre dentro da faixa de giros ideal para oferecer maior torque com menor consumo. O resultado é sensível ao menor toque no acelerador: o Jetta Highline acelera de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e alcança a velocidade máxima de 238 km/h. Tudo isso com um consumo médio de 14, 8 km/l na es-

trada (referência NBR 7024). O motor TSI combina injeção direta de combustível e sobrealimentação de ar em um motor compacto com potência comparável à unidades bem maiores (tendência conhecida como “downsizing”). Com a injeção direta, o combustível é injetado sob altíssima pressão, o que proporciona uma imediata e finíssima pulverização do combustível, cuja posterior combustão ocorre de forma completa (menos poluentes) e com baixas perdas (alto aproveitamento do calor gerado). Como o torque máximo ocorre em baixa rotação e é mantido por uma larga faixa de operação, os motores TSI proporcionam grande prazer ao dirigir.

Fonte: Imprensa Volkswagen


finanças

Fábio Sanqueta financas@outdoorregional.com.br

S

e sua renda cobre suas despesas, meus parabéns! Você faz parte de uma minoria. Aproveite e comece a investir o dinheiro que sobra no fim do mês. Mas se a sua renda apenas iguala suas despesas ou até mesmo é menor, cuidado! Você está vivendo perigosamente

54 | www.outdoorregional.com.br

e financia suas despesas no cheque especial (juros altíssimos) ou no cartão de crédito. Inicialmente descubra para onde sua receita está indo, ficará surpreso, pois certamente tem gastos desnecessários. Com esta simples tabela abaixo, terá noção do que está gastando mal e de quanto é sua renda.


www.outdoorregional.com.br | 55


trabalho

Aprenda a fugir de pensamentos que somente empacam uma carreira profissional Rafael Barbosa r-barbosa@outdoorregional.com.br

O

mercado de trabalho é cheio de mitos, pensamentos populares que, muitas vezes, impulsionam a carreira das pessoas. O problema é que muitos destes ditos podem ser incrivelmente prejudiciais para

todos aqueles que almejam uma carreira bem sucedida. Assim, para tentar ajudar você a fugir destes verdadeiros “destruidores de bons profissionais”, nós, da Outdoor Regional, apresentamos a você alguns dos mitos mais populares do mundo corporativo, na esperança

de que você possa reconhecê-los ao deparar-se com eles. Conhecer estes itens nocivos e saber evitá-los pode ser um grande passo para adequar-se ao que o mercado espera de um bom profissional, o que é sempre importante quando se quer ter uma carreira de sucesso.

Salário é igual à importância: Este é um mito muito comum e totalmente equivocado. A verdade é que um indivíduo irá ganhar o equivalente à importância de suas qualidades, afinal, como diria o consultor de empresas Valter Ludwig, “As pessoas recebem pela sua raridade e não pela sua importância”. Tome, por exemplo, o jogador de tênis Gustavo Kurten, que chegou a ganhar em um único jogo o que a maioria dos professores não ganharia em um ano. Pode parecer injusto, porém, existem milhares de professores, mas apenas um Guga. Só trabalho bem se ganhar bem: Não é difícil conhecer pessoas que assumidamente fazem um trabalho ruim pelo simples fato de que, na opinião delas, não ganham o suficiente. Porém, pessoas espertas fazem um trabalho magnífico mesmo quando ganham pouco. Jogadores de futebol começam jogando por um salário mínimo e não fazem gol contra porque ganham pouco. Eles sabem que se fizerem bem feito, um dia alguém irá descobri-los, e é exatamente isto que acontece a qualquer profissional que faça um excelente trabalho. 56 | www.outdoorregional.com.br


Líder é uma palavra bonita para chefe: Tivemos uma matéria inteira sobre o assunto na última edição da revista, porém é sempre bom relembrar. Líder e chefe são atribuições muito diferentes. Chefe é uma posição imposta por um cargo, enquanto um líder é aquele que consegue o apoio dos companheiros, ou de seus subalternos, devido unicamente a suas qualidades como pessoa e como profissional. Lembre-se, o mercado valoriza e está sempre a procura de bons líderes. Minha empresa, minha carreira: Muitas empresas pagam, ou ajudam a pagar cursos de especialização para seus empregados, porém, nunca deixe que somente sua empresa se preocupe com a sua formação. Lembre-se que, em primeiro lugar, a carreira é sua e é você que deve cuidar com ela. Assim, ficar parado, ou contentar-se unicamente com as oportunidades de aprendizado que sua empresa lhe oferece, somente irá barrar a sua evolução como profissional. Só é preciso trabalhar: A maioria das pessoas pensa que focar-se unicamente em seu trabalho e executá-lo de maneira competente é o suficiente para progredir no mercado. Competência é essencial, porém, está longe de ser um único fator que define a importância de um funcionário. Ajudar seus companheiros, ser prestativo para com os outros e estar sempre disposto, são atitudes muito apreciadas, e que irão elevar suas qualificações aos olhos de seus companheiros de trabalho e dos seus superiores. Um dia alguém aqui vai me reconhecer: Existe uma verdade absoluta sobre o mercado de trabalho: ele não é perfeito. Assim, é comum vermos empresas que não conseguem reconhecer um bom profissional e que acabam tornando-se verdadeiras “estagnadoras de carreira”. O consultor de carreiras, Max Gehringer, disse uma vez que é mais sábio mudar de empresa do que tentar mudá-la, e esta é, sem dúvida, uma atitude a se considerar quando não se é valorizado. Persistir em um emprego sem futuro na esperança que alguém note seu trabalho é uma atitude que provavelmente só irá atrasar sua vida. Se opinião fosse boa, se vendia, não se dava: Aceitar críticas nunca é fácil. Porém, ser aberto à opinião de outras pessoas é importante para a evolução profissional e pessoal de qualquer ser humano. Porém, cuidado, aquele que somente aceita conselhos de seus superiores pode até ganhar a simpatia do chefe, mas vai acabar ganhando também a antipatia dos colegas. Talento é primordial: Frases como “Eu nunca conseguiria fazer isso”, ou “Eu não tenho talento para tal coisa”, são muito comuns. É verdade que existem pessoas que têm facilidade para fazer determinadas tarefas, mas talento é, acima de tudo, o resultado de muita prática, preparação e oportunidade. Lembre-se que Mozart somente tornou-se um gênio da música porque, em algum momento, alguém lhe apresentou um piano e porque ele passou a vida toda se aperfeiçoando. O importante é fazer o que se gosta: Talvez este seja o maior mito existente no mercado de trabalho, sempre difundido por pessoas otimistas e bem intencionadas, porém com pouca visão da realidade e do que o mercado de trabalho realmente precisa. Lembrando das sábias palavras de, Waldez Ludvic, “Se todas as pessoas fizessem o que gostassem, não haveria nada no mundo”. Um bom profissional não é aquele que faz o que gosta, e sim aquele que gosta do que faz, que admira os resultados de seu trabalho e sempre procura fazer o seu melhor.

www.outdoorregional.com.br | 57


direito O Superior Tribunal Federal, por decisão unânime, classificou a união homoafetiva como “entidade familiar”, nos termos do artigo 1.723 de nosso Diploma Civil

Bruno Fernandes b-fernandes@outdorregional.com.br

O

STF, em 5 de maio do presente ano, reconheceu como “entidade familiar” a união pública, contínua e duradoura entre pessoas do mesmo sexo. Tal decisão é de relevante valor social, ainda mais se considerarmos o fato de Juízes e Tribunais ficarem proibidos de rejeitar a declaração da “união estável” para pessoas do mesmo sexo. A aludida disposição, frente a sua eficácia geral, e contra todos, vincula decisões futuras de entendimentos relativos ao tema, garantindo direitos antes simplesmente ignorados, que traziam insegurança e completa injustiça aos envolvidos. Com este entendimento, as minorias sexuais passam a ter garantidos direitos como à dignidade humana, privacidade, pluralismo e diversidade sexual, entre outros. As famílias de fato, que agora passam a ser efetivamente consideradas como “entidades familiares”, ficam agora de certa forma, amparadas contra condutas discriminatórias, que antes eram ignoradas. Além do mais, terão também direitos particulares tratados com outros olhos, vez que condutas tidas

58 | www.outdoorregional.com.br

em relações sociais agora possuem também amparo legal. Tal “reconhecimento” não equipara completamente a união entre pessoas homossexuais, com as uniões havidas entre heterossexuais, pois perante o segundo, existem algumas diferenças e facilidades, tais como questões atinentes a futuro casamento; impossibilitado em face dos primeiros, vez que a proibição de casamento entre homossexuais, permanece válida. Com o novo e importante rumo tomado neste sentido, de ao menos começar a se discutir os relacionamento homoafetivos, novos temas são trazidos à tona, como a pertinência da criminalização de condutas homofóbicas e até mesmo referente à permissão do casamento entre estes, já permitidos em diversos outros países, independente de seu desenvolvimento. Trata-se tal decisão de importante evolução democrática, ao deixar de considerar princípios já ultrapassados e preconceituosos, e analisar a realidade social, despidos das vestes do preconceito, considerando e acompanhando apenas a evolução de nossa sociedade atual.

Diversas são as vantagens com tal posicionamento, pois se abre uma infundada gama de direitos, antes submersas sobre as vestes do preconceito, disfarçados na burocracia e procedimentos infindáveis. Garantias de direitos como prestação alimentar, partilha de bens, direitos previdenciários e hereditários, entre outros mais simples, como uma trivial inclusão em planos de saúde, ou até mesmo a possibilidade de declaração de dependentes em imposto de renda, que recente permissão, trouxe acaloradas discussões sobre conveniência ou não. Em pese a existência de entendimentos mais conservadores, que devem ser respeitados, tal permissiva, traz resposta a um clamor da própria sociedade, para a solução de problemas que há muito estão à mercê de entendimentos pessoais, quando levados aos Tribunais brasileiros. Temos ainda entendimentos religiosos, que tratam o casamento como sagrado, esquecendo ser este um ato civil, e não apenas religioso. Devendo assim, quem sabe futuramente, ser este também visto sob um prisma menos restritivo e preconceituoso.


www.outdoorregional.com.br | 59


política

Ex-homem forte do governo Dilma Rousseff, ele foi substituído no ministério mais importante pela jovem senadora Gleisi Hoffmann, que está em seu primeiro mandato AC Rezende ac-rezende@outdoorregional.com.br

A

ntônio Palocci caiu. Agora ex-homem forte do governo Dilma Rousseff, deixou o cargo de Ministro-Chefe da Casa Civil após denúncias da imprensa de que ele teria enriquecido de forma suspeita. O Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, até que tentou lhe dar uma sobrevida, engavetando as denúncias contra ele, mas as explicações pouco sólidas levaram Palocci a abdicar do cargo. Nessa primeira crise do governo Dilma, onde a oposição, ainda desorientada, tentou fazer das denúncias de enriquecimento do ex-deputado um manancial de lodo para desestabilizar o governo federal, a Presidente mostrou sua forma de fazer política. Firme, técnica e silenciosa, colocando água

onde políticos oposicionistas queriam derrubar gasolina. Formalmente, Palocci pediu demissão. Na prática, foi demitido por Dilma, que nomeou para o cargo a senadora Gleisi Hoffmann, de boa capacidade de interlocução política e baixo “passivo político”, ao contrário de Palocci. Mas esse “baixo passivo político” pode ter um peso extraordinário nos momentos críticos. Somente com o desempenho dela se poderá afirmar se a escolha de Dilma foi ou não acertada. Hoffmann é senadora de primeiro mandato, conhece as estruturas políticas. Mas entre conhecer e fazer há um abismo que coloca a ética e os padrões morais na corda bamba. Coordenador da campanha eleitoral de Dilma, Palocci teve, à frente da Casa Civil, sua se-


Entenda o caso Segundo denúncias da imprensa, o ministro teria enriquecido como consultor fazendo tráfico de influência, atuando junto a órgãos públicos representando empresas privadas. Palocci afirmou que o alto faturamento de sua empresa no final de 2010 devia-se a pagamentos à prazo que clientes tiveram de liquidar de uma só vez, para que ele encerrasse suas atividades de consultor e ingressasse no governo. Mas ele coordenou a campanha de Dilma Rousseff, e a oposição tenta fazer a ligação de seu alto rendimento (cerca de R$ 20 milhões no ano passado) à arrecadação de campanha.

gunda grande chance de ter vida pública nacional. A primeira ele desperdiçou ainda no governo Lula, quando, Ministro da Fazenda, violou o sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa. Agora, seis meses e sete dias diante no posto de braço direito da maior mandatária nacional, precisou posicionar-se diante das câmeras de TV e explicar seu enriquecimento. Mas não convenceu. Hoffmann é serena, firme e independente. Mas, indiscutivelmente, o Banco Central preferia Palocci. A queda do ex-Ministro

desencorajou o Copom (Comitê de Política Monetária) a tomar decisões sobre a alta doa tomar decisões sobre a alta dos juros diferentes do que previa o mercado. Considerado mais sensato e ortodoxo no tocante à economia, Palocci encorajaria o Copom a adotar uma taxa de juros mais baixa do que os 12% de então, já que fazia cinco semanas seguidas que se matinha uma expectativa de queda da inflação (somada à uma queda de 2,1% da produção industrial brasileira de abril ante março). Os juros foram aumentados em 0,25% após sua saída.

www.outdoorregional.com.br | 61


região

o rr rcuss a Ma @outdoo l i m o Ca s rcus c-ma

C

om uma iniciativa diferente e criativa, Sorocaba implantou o projeto dos Ônibus Rosa e Azul, que são unidades móveis da Prefeitura que levam tratamentos de saúde aos bairros da cidade, específicos para as mulheres e para os homens, respectivamente. O Ônibus da Mulher foi inaugurado em maio de 2007, com o objetivo de facilitar o acesso aos serviços de saúde, como exames, agendamento de mamografia, testes de HIV e orientações sobre câncer de mama.   Já o Ônibus do Homem, inaugurado em agosto de 2010, fornece orientações referentes a dietas, prática de atividades físicas, aferição da pressão arterial, da glicemia e consultas médicas urológicas, focadas na

62 | www.outdoorregional.com.br

r

om.b

al.c egion

realização de exames de próstata e cálculos renais. Além disso, desde setembro do ano passado, informa também sobre doenças sexualmente transmissíveis e realiza testes de sífilis e HIV. De acordo com a Secretaria da Comunicação de Sorocaba, foram realizados 20.872 atendimentos no município durante todo o ano de 2010. “Os atendimentos realizados pelo Ônibus Rosa vêm aumentando a cada ano. Já os feitos pelo Ônibus Azul revelam que a população masculina da cidade aprovou a unidade móvel e que está cuidando cada vez mais de sua saúde”, afirma o secretário da Saúde de Sorocaba, Ademir Watanabe. Para a sorocabana Tássia Alves de Lima, os Ônibus do Ho-

mem e da Mulher facilitam o acesso da população aos serviços de saúde. “As unidades móveis permitem que as pessoas tenham acesso aos exames de prevenção às doenças sem que precisem sair do bairro em que vivem ou trabalham, facilitando o cuidado com a saúde”, disse. Não é preciso agendar horário para ter acesso aos serviços oferecidos, basta comparecer ao local indicado. O coordenador do Programa Municipal de Atenção Integral à Saúde do Homem (Paish) da Secretaria da Saúde de Sorocaba, o urologista Fernando Guimarães Russo Ramos, considera satisfatório o trabalho que vem sendo realizado pelo Ônibus Azul. “Fizemos o diagnóstico de dez tumores malignos de próstata, ou seja, são dez pacientes


Tássia Alves de Lima afirma que a iniciativa dos ônibus traz comodidade para a população

que não imaginavam que tinham a doença e hoje estão em tratamento”, afirmou. Ambos os ônibus atendem a população de segunda a segunda e a cada dia da semana está em um local diferente. A agenda das duas unidades sempre é definida com um mês de antecedência. “As unidades móveis podem atingir uma parcela da população que dificilmente procura por esses exames, seja pelas filas dos postos de saúde, seja pela dificuldade de locomoção até um desses locais, trazendo comodidade para que a popula-

ção cuide da saúde sem que seja preciso realizar grandes mudanças na rotina”, comentou Tássia. A sorocabana completa afirmando que as ações são efetivas, mas podem ser aprimoradas. “Dificilmente haverá um dia em que diremos que as ações do governo no combate às doenças serão suficientes. A ideia dos ônibus é excelente, mas pode ser aprimorada com o aumento do número de veículos e com uma maior diversidade de exames”, concluiu Tássia Alves de Lima. Confira a agenda dos Ônibus Rosa e Azul através do site www. sorocaba.sp.gov.br.

www.outdoorregional.com.br | 63


galeria

Conjunto Calcinha e Sutien Fruit De La Passion C/ Alça Strass | Rua Cel. Eugênio Motta | Nº398A | Centro | Boituva/SP Fone: (15) 3363 - 2795

Sapatilha Carrano Rua Cel. Eugenio Motta, 521 | Loja 43 | Shopping Villa D´ouro, | Centro | Boituva Fone: (15) 3263-4284

Raclete para 6 pessoas 127 Rua Camilo Thame, 39 | Centro | Boituva/SP Fone: (15) 3263-4121

Blusa feminina Rua Estela Gomes Bertolli, 159 De Lorenzi |Boituva/SP Fone: (15) 3363-2966 / 9616 - 1096

Porta sutien Rua Nove de Julho, 40 | Centro | Boituva/SP Fone: (15) 3363-2258


www.outdoorregional.com.br | 65


crônica

Rafael Barbosa r-barbosa@outdoorregional.com.br

L

embro de uma vez ter ouvido um amigo dizer o quanto não gostava do dia dos namorados, de como esta data hipócrita era meramente um feriado comercial, feito para vender presentes à pessoas ingênuas e influenciáveis. Não que isto seja de todo mentira, porém, sempre lembro destas palavras quando vejo o dia dos namorados chegando e acho engraçado pensar que hoje, este mesmo amigo, deve estar pensando em que presente irá comprar para sua namorada. É incrível como o amor dá outro significado às nossas vidas, como ele muda nossos olhos para que possamos ver o mundo de uma maneira diferente. Mas claro que este privilégio, esta visão mais colorida e alegre do mundo, não vem de graça. O amor é um sentimento orgulhoso, que cobra pedágio pelos caminhos da vida e que sempre exige algo de nós. Amar é tornar-se vul-

66| www.outdoorregional.com.br

nerável, assumir que você depende daquela pessoa especial, que precisa dela na sua vida e que sem o seu carinho acabará condenado a uma vida sem graça, desprovida da alegria que poderia ter. Porém,

nunca é fácil entregar-se a alguém desta maneira e, por isso, é triste dizer que muitas pessoas escolhem passar a vida sem nunca ter amado. Porque você escolhe amar. O amor não aparece em nossas vidas de surpresa, como um ban-

dido que invade seu lar e que lhe surpreende com uma arma na mão e uma sentença. Ao contrário, você permite que ele entre em sua vida, como um amigo que pede permissão para entrar em sua casa e, depois de algumas horas de um bom papo, você passa a desejar que ele não vá embora. E quando ele se vai, você fica triste, sentindo que um pedacinho seu foi perdido e então passa a procurar por ele em todos os lugares, na esperança de que alguém o tenha achado para você. E sorte daqueles que encontrarem, pois creio que só a estas pessoas é guardada a verdadeira felicidade, a chance de ser um pouco mais ingênuo, mais sorridente, de sonhar acordado e de ver o mundo com outros olhos: os olhos da pessoa amada. E me perdoem se esta crônica parece piegas, ou melosa, mas se não fosse dessa forma ela não seria uma crônica sobre o amor.


www.outdoorregional.com.br | 67


68 | www.outdoorregional.com.br

Outdoor Regional  

Edição 21: Jota Quest

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you