Page 1

www.outdoorregional.com.br

1


2

www.outdoorregional.com.br


EXPEDIENTE

Carta ao leitor Coordenador Geral Rafael Jorge Pereira Coordenador de Criação André Maffeis Jornalista Responsável Juliana Moreno MTB: 0056878/SP Repórteres Bruno Rodrigues / Juliana Moreno Rafael Barbosa Colaboradores Gabriela Barreto / Marcelo Galvão Solutudo / Aline Cunha Vanessa Vichi

O Carnaval já passou, mas o clima aqui ainda é de festa! Alinne Rosa, que agitou os foliões onde esteve, bateu um papo com a Outdoor Regional. Na conversa ela falou sobre os momentos especiais vividos nos quase quatro anos de carreira solo e também contou um pouco sobre a composição de sua atual música de trabalho, “Aquele Fogo”. Você sabe as diferenças entre o cacau e o achocolatado? Em Nutrição você fica sabendo e ainda confere uma lista de benefícios do cacau à saúde. E aproveitando o embalo, Gourmet traz uma receita super fácil de uma delicioso bolo integral de cacau! Já em Saúde a proposta é te fazer entender o que é verdade e o que é equívoco em um dos assuntos mais falados do momento: febre amarela. Em Web você conhecerá uma dupla paulistana que está expondo suas pinturas ao redor do mundo e encantando com seu estilo próprio, explosão de cores e traços criativos. Tenha uma ótima leitura!

Fotografia Raphael Chespkassoff Eduardo de Carvalho Revisão Juliana Moreno / Rafael Pereira Diagramação / Projeto Gráfico Bruno Vieira Veiga de Oliveira Departamento Jurídico Mariele de Oliveira Rosa OAB/SP 377.408 Agradecimento Dayane de Vasconcelos Leme – R&D Comunica Assessoria de Imprensa Fotos Capa Dodô Villar

Juliana Moreno

Tiragem/Impressão 8.000 exemplares Gráfica Santa Edwiges

Jornalista Reponsável pela Revista Outdoor Regional

Distribuição Boituva/Iperó/Cerquilho Tatuí/Sorocaba Assinaturas assinaturas@outdoorregional.com.br Edições anteriores edicoes@outdoorregional.com.br Empresa Pereira e Maffeis Editora LTDA CNPJ: 13.970.830/0001-93 A revista não se responsabiliza por conceitos e opiniões emitidos por entrevistados e colaboradores, assim como não se responsabiliza pelo conteúdo de informes e anúncios publicitários

j-moreno@outdoorregional.com.br

www.outdoorregional.com.br

3


4

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

5


6

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

7


Índice

20 64

22

10 12 14 16 18 20 22 24 26 28 46 50 54 56 58 60 62 64 66

Cinema Séries Literatura Música Moda Masculina Moda Feminina Nutrição Beleza Web Social Capa Esportes Saúde Games Turismo Direito Gourmet Política Crônica

Anúncios e Publicidade: Avenida Pereira Ignácio, 378 2º andar - sala 07 Telefone: (15) 3263-5028 (15) 99114-2136 contato@outdoorregional.com.br Empresa Parceira: Solutudo Boituva (15) 3264-1457 / SoluTudo Boituva

62 8

www.outdoorregional.com.br

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

9


Juliana Moreno Jornalista MTB 0056878/SP

Cinema

j-moreno@outdoorregional.com.br

i

i 10

O filme está previsto para chegar aos cinemas no dia 8 de março

O filme foca o período do julgamento do caso de Molly, que se tornou alvo do FBI www.outdoorregional.com.br

i

Os protagonistas conheceram o diretor quando ele lhes entregou o prêmio Hero Awards, em 2016


“A Grande Jogada” O filme marca a estreia de Aaron Sorkin como diretor, já consagrado como roteirista e que traz na bagagem textos de filmes premiados como “Questão de Honra”, “A Rede Social” e “O Homem que Mudou o Jogo”. “A Grande Jogada” aborda a história de Molly Bloom, uma ex-esquiadora, filha de um psicólogo, que após um acidente grave praticando o esporte nas Olimpíadas de Inverno, decide se mudar para Los Angeles e começar uma nova vida. Lá ela conhece Dean Keith, um produtor de cinema que a contrata como assistente. É através dele que Molly conhece o charmoso submundo da jogatina, já que ele organiza jogos de cartas clandestinos onde clientes muito ricos e famosos participam. O filme é baseado no livro da própria Molly Bloom, que ficou conhecida como “A Princesa do Poker” e é interpretada por Jessica Chastain.

“15h17 – Trem Para Paris” Chega aos cinemas brasileiros em março o 36º filme dirigido por Clint Eastwood. O filme, baseado em fatos reais, conta a história de um ataque terrorista que aconteceu em 2015, num trem que viajava de Amsterdã para Paris. Na ocasião, uma grande catástrofe foi evitada por três soldados americanos que estavam no trem. O trio deteve o terrorista que estava a bordo e evitou um possível massacre no interior do trem. Inclusive, Anthony Sadler, Alek Skarlatos e Spencer Stone interpretam a si próprios no filme. “O que leva uma pessoa a agir assim heroicamente, um pouco idiota, numa situação como essa? Foi isso que mais me atraiu. Queria colocar essa questão e narrar a história com grande realismo, por isso preferi que eles próprios atuassem no filme”, disse o diretor.

“A Escolha Perfeita 3” Está prestes a chegar o filme que encerrará a saga do divertido grupo de acapella universitário liderado por Anna Kendrick. Desta vez, depois de ganharem o campeonato e se formarem na universidade, as Barden Bellas se reencontram e se veem frente à realidade de que não há muitas perspectivas de trabalho para quem faz música acapella. Mas quando surge a oportunidade de uma turnê na Europa, elas se unem mais uma vez para fazerem juntas aquilo que tanto amam pela última vez. A atriz que interpreta Beca, Anna Kendrick, foi questionada se esse terceiro filme será realmente o último da saga. “Se depender de nós, não. Por nós teria ‘A Escolha Perfeita’ 4, 5, 6, 7... nós queríamos fazer um final satisfatório, se este for o fim, mas nós temos a esperança de que iremos trabalhar juntas de novo algum dia”, disse.

www.outdoorregional.com.br

11


Juliana Moreno Jornalista MTB 0056878/SP

Séries

j-moreno@outdoorregional.com.br

Everything Sucks! Nova série da Netflix explora os saudosos anos 90

Estreou no dia 16 de fevereiro a série Everything Sucks!, que é ambientada em 1996 e acompanha a vida de adolescentes de uma escola de Boring, em Oregon.

A trama Os amigos Luke (Jahi Di’Allo Winston), McQauid (Rio Mangini) e Tyler (Quinn Liebling) fazem parte do grupo dos nerds da escola e, por conta disso, têm dificuldades em fazer sucesso no ensino médio. Numa busca por refúgio do bullying, entram para o Clube do Vídeo, onde também esperam conseguir se enturmar com as pessoas. Logo Kate (Peyton Kennedy) entra para a turma e não demora muito para tornar-se um interesse amoroso de Luke. Entretanto, além de ser filha do diretor, a garota está passando por conflitos internos e questionamentos, algo que inclusive já é entregue de cara no trailer e acaba não sendo nenhuma surpresa.

Anos 90 A partir daí, a história no início percorre um caminho bastante previsível do universo adolescente, como paixões não correspondidas e inimizades. Somado a isso, há referências aos anos 90 em praticamente todos os 10 episódios. A força da série está justamente em seus protagonistas que, embora separados

i

A trilha sonora, que investe pesado em hits da época, é um espetáculo por si só

sejam bastantes caricatos, ganham uma força incrível quando estão juntos em tela. Do outro lado da história estão os pais que lutam para recuperar agora um pouco daquilo que lhes foi roubado no decorrer dos anos. Conheceremos Sherry, que foi abandonada pelo marido e teve que criar o filho sozinha. Já Ken perdeu de forma trágica a esposa, o que ocasionou um afastamento de sua filha.

12

www.outdoorregional.com.br

Roteiro e personagens O roteiro também dá uma força quando começa a investir no desenvolvimento de cada um dos personagens, esmiuçando detalhes dos protagonistas, fato que colabora para a criação de um laço de empatia por eles facilmente. Ao abordar os dramas adolescentes e familiares e as descobertas do ensino médio, Everything Sucks! é uma agradável surpresa no catálogo da Netflix.


www.outdoorregional.com.br

13


Juliana Moreno Jornalista MTB 0056878/SP

Literatura

j-moreno@outdoorregional.com.br

Tudo Que Acontece Aqui Dentro Escrito pelo autor estreante Julio Hermann, o livro tem a premissa de contar uma história de amor a partir de cartas que “deveriam ter sido rasgadas”. Cronista do site Entre Todas as Coisas, Julio escreve sobre sentimentos, sem barreiras e sem qualquer medo de se expor. “São cartas que escrevi enquanto ainda sentia a ferida arder. Os momentos felizes e os dias em que pensei que não iria aguentar”, diz o autor. Nas páginas ele aborda primeiros amores, alegrias, rompimentos, paixão, saudade, entre muitos outros sentimentos. Em suma, “Tudo Que Acontece Aqui Dentro” é um livro de crônicas sobre o amor mais inocente que existe: os primeiros sentimentos.

Autor: Julio Hermann | Editora: Faro Editorial | 192 páginas

A Mulher na Janela Anna Fox é uma mulher que está vivendo uma fase não muito boa. Separada do marido e da filha, pra piorar ela sofre de uma fobia que a mantém reclusa em sua casa, a mesma que um dia abrigou sua família quando outrora era feliz. Agora ela passa os dias sozinha, na companhia apenas do vinho, que a acompanha em suas maratonas assistindo filmes e conversando com estranhos na internet. Fora isso, ela tem apenas mais um passatempo: espionar os vizinhos. Isso começou quando os Russell, pai, mãe e filho adolescente, se mudaram para a casa do outro lado do parque, fazendo Anna ficar obcecada por essa família perfeita. Até que, certa noite, ela vê através de sua câmera algo na casa deles que a deixa aterrorizada e faz seu mundo ruir. A questão agora é saber o que é realidade e o que é imaginação nesse thriller viciante e cheio de suspense.

Autor: A.J. Finn | Editora: Arqueiro | 352 páginas

14

www.outdoorregional.com.br

O Colecionador de Memórias O livro conta a história de Sabrina Boggs, quando ela se depara com uma misteriosa coleção de bens de seu pai, que a leva a descobrir uma verdade onde nunca soube que havia uma mentira. De repente, o homem familiar com quem ela cresceu acaba se tornando um estranho para ela. Em um certo dia ela destrava os segredos do homem que pensava conhecer, bem como memórias, histórias e pessoas que ela nunca sequer soube da existência. “O Colecionador de Memórias” é uma história sobre como as decisões mais comuns podem vir a ter consequências extraordinárias na nossa vida. A autora nos leva a questionar o fato de que desvendando verdades sobre outra pessoa, você realmente pode se entender.

Autora: Cecelia Ahern Editora: Novo Conceito | 272 páginas


www.outdoorregional.com.br

15


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Música

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Banda RC na Veia RC na veia? O que seria? Uma banda criada para tocar todo tipo de músicas do repertório do rei Roberto Carlos. Pois é! Formada em 2014, a banda paulistana vai lançar em março o primeiro produto fonográfico dos quatro anos de carreira. O trabalho refere-se à gravação ao vivo do show realizado em outubro de 2017, em casas de shows na capital paulistana com a participa-

ção do próprio Roberto Carlos, entre outros convidados estelares como Rogério Flausino (Jota Quest), Digão (Raimundos), Toni Garrido (Cidade Negra) e Andreas Kisser (guitarrista do Sepultura). O quarteto do RC na Veia é formado por Dudu (baterista e filho de Roberto Carlos), Alex Capella (voz), Fernando Miyata (guitarra) e Juninho Chrispim (baixo).

Hud Souza Promessa no mundo do sertanejo, o jovem Hud Souza lançará seu primeiro DVD. A previsão é já para o primeiro semestre de 2018. O DVD “Sete Mil Milhas“ foi gravado em São Paulo no final de 2017 e terá 10 faixas autorais compostas pelo próprio cantor. As composições contam com muita influência do country e pop internacional. Hud Souza também planeja uma turnê de lançamento do DVD por todo o Brasil.

Caetano Veloso Toda riqueza cultural e singularidade baiana de Caetano vem, agora, representada por seus meninos. Explico. Caetano Veloso lançou o clipe de Um Canto de Afoxé para o Bloco do Ilê”, gravado ao lado dos filhos Zeca, Tom e Moreno. O vídeo anuncia a chegada de “Ofertário”, registro do show que será lançado em março. Em entrevista ao Estado de São Paulo, o cantor explicou a dinâmica do trabalho que tem Zeca tocando baixo, Tom no violão e Moreno no batuque e pandeiro, e claro, a voz inconfundível de Caê.

16

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

17


Gabriela Barreto Produtora e Styling de moda

Moda Masculina

g-barreto@outdoorregional.com.br

Na linha do linho Tecido é tendência nesta temporada

é muito comum encontrar camisas de linho masculinas com fibra mista, ou seja, é feita a adição de algodão para que a roupa amasse menos, em alguns casos até o algodão é a maior porcentagem, mas a presença do linho sempre vai dar essa cara descontraída e tropical a qualquer peça e esse é seu maior charme.

Como usar Anteriormente o linho era usado no vestuário masculino apenas em peças sociais, como camisas, mas isso vem mudando com o passar das tempora-

das. Podemos ver em diversas vitrines de grifes renomadas shorts, camisetas e até calças de linho. As peças de linho compõem um look elegante. As camisas, por exemplo, ficam boas com calça ou bermuda. O linho também combina com um casamento durante o dia, por exemplo, ou em um churrasco, por isso a tamanha versatilidade da peça.

No Verão Outra vantagem para a valorização das camisas de linho durante o verão é sua composição, já que é um tecido natural que deixa o corpo “respirar”, além de tirar aquela sensação de sauna que algumas peças trazem. Então, já que além de estarem em alta no mundo fashion, as peças são versáteis, combinam tanto com ocasiões formais quanto com aquelas mais descontraídas, e garantem a refrescância que a estação pede, camisa de linho é uma excelente dica de presente para os homens!

Dicas 01 Invista no linho em bermudas e shorts para os dias mais quentes O linho é aquele tecido mais leve, bem indicado para dias mais quentes, favorito todos os anos, principalmente quando vai chegando o Verão.

Uma ótima opção Muitos homens acreditam que esse tipo de peça pode ser mais cara ou até mesmo uma escolha que exige maior sofisticação. Só que o ponto alto dessa escolha se refere às vantagens envolvidas e isso se dá principalmente para quem está querendo investir essencialmente no seu estilo e elegância, mesmo em dias mais quentes! Atualmente

18

www.outdoorregional.com.br

02 A camisa de linho combina perfeitamente para uma tarde de praia até para uma reunião de trabalho

03 Combine a calça de linho a um belo mocassim: é a cara do Verão


www.outdoorregional.com.br

19


Gabriela Barreto Produtora e Styling de moda

Moda Feminina

g-barreto@outdoorregional.com.br

Baile da Vogue Ainda em ritmo de Carnaval, vamos contar um pouquinho sobre um tradicional evento que reuniu celebridades e blogueiras de moda

i

ravilhoso”, música da Tropicália de Caetano Veloso e Gilberto Gil, eternizada na voz de Gal Costa. Como é um Baile de Carnaval de Gala, há duas opções para ir: de traje black tie ou com fantasia glamourosa, que geralmente é adaptada ao black tie e segue o tema sugerido.

O Baile da Vogue aconteceu no dia 1 de fevereiro no Hotel Unique em São Paulo

Convidados Mas quem pode ir ao Baile? Só convidados e todos os anos a lista é feita pela Vogue. No convite, tem a informação de onde e quando será realizado o credenciamento. Isto porque a entrada dos convidados é feita pela digital. Todos os anos os convidados devem comparecer a um determinado local para apresentar identidade, cadastrar digital e tirar

Abram alas para o Baile da Vogue, tradicional baile de gala que acontece todos os anos no Hotel Unique, em São Paulo. O evento reúne toda essa fusão de celebridades em torno de grandes shows, música e muita diversão.

20

www.outdoorregional.com.br

O evento O Baile costuma ter um tema  inicial estabelecido pela Vogue, que muda todo ano. Este ano foi o “ Divino, Ma-


i

Neste ano o tema escolhido para o Baile foi “Divino, Maravilhoso”

foto. Assim, só entra no Baile quem foi realmente convidado, o que evita o problema dos “penetras”.

Quem cria, faz e produz as roupas e fantasias? Os mais renomados estilista e as mais famosas marcas! A cada 10 celebridades se dividem entre Sandro Barros, Patricia Bonaldi, Martha Medeiros ou Le Lis Blanc, Dolce & Gabbana. Este ano os anfitriões da festa foram Sabrina Sato e o jornalista Bruno Astuto, que subiram ao palco para receber os convidados. Entre eles, Bruna Marquezine, Thassia Naves, Juliana Paes, Flavia Alessandra e Marina Ruy Barbosa.

Atrações musicais Quem comandou o som da festa foi a banda Gueri Gueri, o animado Bloco da Preta com a participação de Ludmilla, Pabblo Vittar, Elba Ramalho, Iza, Felipe Pezzoni (Banda Eva) e Di Ferrero. As pick-ups foram comandadas pelos DJs Alok e Marcelo Botelho. Fotos: Divulgação

www.outdoorregional.com.br

21


Nutrição

Vanessa Vichi Nutricionista Clínica e Esportiva - CRN3 18387 nutricao@outdoorregional.com.br

Cacau X Achocolatado Qual dos dois consumir? A maioria dos consumidores de achocolatados são crianças. Por isso, é preciso que os pais estejam atentos, pois os achocolatados em pó contêm grande quantidade de açúcar, que chega a ser dez vezes maior em relação ao cacau. O ideal é que a criança só experimente o mesmo a partir de 1 ano e em pequenas quantidades.

As diferenças A diferença está na composição. O Achocolatado tem uma quantidade elevada de açúcar e, em geral, contém apenas 30% de cacau em pó. O Cacau em pó é mais amargo e mais escuro, ele possui apenas cacau em sua composição, portanto pode ser usado por celíacos, intolerantes a lactose e diabéticos, pois não contém açúcar. Muitas pessoas estranham o sabor inicialmente, pois é bem mais amargo, mas habitue-se a consumir em suas receitas, além de saborosas, serão muito mais nutritivas.

Dicas 01 Procure substituir o achocolatado pelo cacau em pó; 02 Não deixe grande quantidade ao acesso da criança;

03 Se não for possível a substituição, dar no máximo o equivalente a 1 colher (de sopa) por dia de achocolatado para crianças acima de 1 ano; 04 Não ofereça antes das refeições principais, pois é bem calórico e pode prejudicar o apetite da criança.

Benefícios do cacau em pó à saúde * As vantagens do consumo do cacau em pó são inúmeras. Ele é um alimento rico em vitaminas C e do complexo B e minerais, como: cálcio, fósforo, ferro, potássio e sódio, além de conter boas quantidades de fibras; * É um poderoso antioxidante (combate os radicais livres) e por isso previne o envelhecimento precoce e o surgimento de algumas doenças. * Um dos principais benefícios do cacau é o fato de ser fonte de triptofano, aminoácido responsável pela produção de serotonina, neurotransmissor ligado ao bem-estar. * O cacau ajuda a regular a flora intestinal, pois contém flavonóides que ser-

22

www.outdoorregional.com.br

vem como alimento para as bactérias probióticas, beneficiando o funcionamento intestinal. * Rico em fotoquímicos e flavonoides antioxidantes, o cacau ajuda a promover a saúde cardiovascular e também auxilia no controle dos níveis de colesterol e pressão arterial.

Aproveite! O cacau em pó pode ser utilizado nas mais variadas receitas saudáveis, como na preparação de bolos, cookies, panquecas, vitaminas, no iogurte e nas frutas. O cacau não é doce e dependendo da receita, é necessário utilizar adoçante natural ou açúcar mascavo. Lembrese: para usufruir de todos os benefícios que o Cacau pode oferecer, o ideal é seguir sempre as orientações de um Nutricionista.


www.outdoorregional.com.br

23


Juliana Moreno Jornalista MTB 0056878/SP

Beleza

j-moreno@outdoorregional.com.br

Neo Dermo Etage Defense Com foco no Verão e na prevenção dos danos causados pelo sol e também buscando manter a pele nutrida e uniforme mesmo nos dias mais quentes, a Eudora lançou o Neo Dermo Etage Defense FPS 50, um produto que, além de proteger a pele dos danos solares, promete prevenir e tratar agressões externas na região da face. Com indicação para todos os tipos de pele, o produto possui toque seco e efeito mate que ajuda a controlar a oleosidade do rosto. O valor sugerido no site da marca é R$ 69,99.

Ameixa Negra O Boticário lançou uma nova linha Nativa SPA, desta vez na fragrância de Ameixa Negra. Com foco em hidratação profunda, os produtos contém gotas purificadas de Quinoa e aroma marcante, que revelam a sensualidade natural da pele. A nova linha é composta por Loção Hidratan-

te Desodorante Corporal, Sabonete Líquido para o Corpo, Desodorante Colônia Body Splash, Óleo Desodorante Corporal e Creme Desodorante para as Mãos. Os produtos estão com preços promocionais de lançamento que variam entre R$ 29,90 e R$ 67,90.

Glitter Líquido Este produto foi um dos lançamentos da Quem Disse Berenice para o Carnaval, mas convenhamos que pode ser usado o ano todo! Estamos falando do Glitter Líquido, que pode ser usado nos olhos, rosto ou boca. Além de dar um brilho incrível para os lábios, sozinho ou por cima do batom, ele ainda acende o olhar e ilumina o rosto. É um produto super versátil e lindo! Foram lançadas três cores: Rosalex, Uvex e Dourex. O primeiro tem partículas douradas e roxas, dependendo da luz, enquanto que o Uvex possui uma base mais marrom, puxando para o roxo, com brilho cristal e lilás. O último o próprio nome já define: é puro ouro! Estão disponíveis nas lojas físicas e também no site da marca pelo valor de R$ 35,90. 24

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

25


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Web

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

OSGEMEOS Com estilo próprio, explosão de cores e traços criativos, dupla está rodando o mundo levando suas obras de arte

No Instagram Pra quem gosta de cores vivas, mas sem as linhas geométricas de Romero Britto, existe uma dupla paulistana que está expondo suas pinturas ao redor do mundo. Com um estilo caricato muito particular de pintar, os gêmeos Gustavo e Otávio Pandolfo se tornaram uma ótima sugestão para seguir no Instagram. Vale a pena acompanhar o trabalho dos caras através das postagens. Além das obras, eles postam sobre viagens, premiações e vídeos em ação sobre andaimes e guindastes pintando diversos muros e prédios. O Instagram dos gêmeos possui um milhão de seguidores e mais de 1200 publicações para acompanhar. É como se estivesse numa verdadeira galeria de arte contemporânea, só que com a vantagem de interagir com eles através dos comentários.

História dos artistas Os gêmeos nasceram em São Paulo, em 1974, e sempre trabalharam juntos. Desde crianças, eles criaram uma maneira diferenciada de brincar e se comunicar através da arte.

i

Gustavo e Otávio Pandolfo espalham suas pinturas ao redor do planeta

Já adultos, com o apoio da família, e a chegada da cultura Hip Hop no Brasil nos anos 80, os irmãos encontraram uma conexão direta com seu universo mágico e dinâmico e um modo de se comunicar com o público. Sempre fizeram grafite, mas com o passar dos anos, o trabalho foi se transformando numa linguagem própria e em constante

26

www.outdoorregional.com.br

evolução, com outras referências e influenciado por novas culturas. Eles realizaram inúmeras mostras individuais e coletivas em museus e galerias de diversos países, como Cuba, Chile, Estados Unidos, Itália, Espanha, Inglaterra, Alemanha, Lituânia e Japão. /osgemeos


www.outdoorregional.com.br

27


Social

Fotos: Raphael Chespkassoff

28

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

29


Social

Fotos: Raphael Chespkassoff

30

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

31


Social

Jantar com mĂşsica Fotos: Raphael Chespkassoff

32

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

33


Social

Bloco do GeGe Carnaval 2018 Fotos: Eduardo de Carvalho

34

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

35


Social

Bloco do GeGe Carnaval 2018 Fotos: Eduardo de Carvalho

36

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

37


Social

Absurdo Chopp & Food Carnaval 2018 Fotos: Eduardo de Carvalho

38

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

39


Social

Absurdo Chopp & Food Carnaval 2018 Fotos: Eduardo de Carvalho

40

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

41


Social

Antigos Carnavais O Baile Fotos: Eduardo de Carvalho

42

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

43


Social

Antigos Carnavais O Baile Fotos: Eduardo de Carvalho

44

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

45


Capa

46

www.outdoorregional.com.br

Fotos: DodĂ´ Villar


Juliana Moreno Jornalista MTB 0056878/SP

i

Passado o Carnaval, a cantora se prepara para trabalhar em novos projetos artísticos

j-moreno@outdoorregional.com.br

Aline Oliveira Santos, artisticamente conhecida como Alinne Rosa, teve seu primeiro contato com a música ao som de Roberto Carlos, por influência de sua mãe, que não passava um dia sequer sem ouvir as canções do rei. Mas foi ouvindo uma fita de quatro músicas de Flávio Venturini que Alinne percebeu que poderia cantar. “Aprendi com ele os vocais, ouvindo aquela fita eu fui percebendo tudo que ele fazia com a voz e descobri que conseguia fazer aquilo também”, disse a cantora.

www.outdoorregional.com.br

47


Início Com 16 anos e já com o sonho de ser cantora, Alinne, que é nascida e criada em Itabuna (BA), partiu sozinha e de carona para Salvador. “Quando cheguei a Salvador eu não conhecia ninguém, não tinha dinheiro nem para pegar um ônibus. Minha família não imaginava as coisas que eu passava, mas eu tinha um sonho, uma vontade de crescer e de cantar”, diz. Quando participava como backing vocal de uma pequena banda de axé, ela foi convidada para comandar o Cheiro de Amor, em 2003. Ali ela permaneceu até o Carnaval de 2014 e colocou na bagagem três DVDs, seis CDs e inúmeros prêmios como cantora.

Carreira solo Em carreira solo desde 2014, Alinne Rosa coleciona momentos especiais e conquistas, sendo que a gravação do DVD País da Fantasia é algo ocupa um lugar especial em seu coração. “Me envolvi em cada detalhe, num lugar que eu amo. A Praia da Paciência fica há poucos metros de onde eu moro, com uma vista linda e uma energia muito gostosa. Foi muito especial! Os Carnavais também são sempre marcantes. Lembro de todos com muito carinho! Os blocos cheios, abadás esgotados e a troca de energia com o povo sempre marcam”, conta ela em entrevista.

Carnaval E por falar em Carnaval, a festa rendeu uma agenda cheia à cantora, que se apresentou dois dias em Salvador,

Desde a primeira vez que cantei, antes mesmo de lançar, a resposta foi positiva. Todo mundo tem um certo fogo. Estou feliz com o resultado 48

www.outdoorregional.com.br


i

No Carnaval Alinne Rosa apostou no hit ‘Aquele Fogo’, sua mais recente música de trabalho

dia 11 em Barreiras, também na Bahia, seguindo para Visconde do Rio Branco em Minas Gerais e finalizando a agenda de Santa Rita do Sapucaí, no mesmo estado. Em entrevista a cantora revelou que iria tirar uma semana de férias depois da folia, coisa que não conseguia fazer há quatro anos! “Mas já estava trabalhando em um novo projeto, conversando sobre algumas parcerias com amigos, música nova. Parei tudo para me concentrar no Carnaval, mas depois volto com força total”, promete ela.

“Aquele Fogo” No Carnaval Alinne apostou em sua nova faixa, “Aquele Fogo”, composição própria. Ela explicou pra nós como aconteceu a ideia para escrever a música e como tem sido a resposta dos fãs à canção. “Sabe aquele amigos que fazem qualquer festa ser boa? Tenho alguns assim, de certa forma me inspirei neles. Desde a primeira vez que cantei, antes mesmo

de lançar, a resposta foi positiva. Todo mundo tem um certo fogo. Estou feliz com o resultado”, afirma ela.

Sonhos profissionais Sobre sua carreira e sonhos profissionais, Alinne diz que ainda há um longo caminho a percorrer. “Sou muito grata e tenho orgulho de tudo que conquistei, mas tenho muitas coisas ainda a fazer, conhecer e aprender. Hoje tenho buscado explorar outros dons que acabaram ficando um pouco de lado, como a pintura e a composição”, revela.

Recado Para finalizar a entrevista, a cantora deixou um recado aos fãs e leitores da Outdoor Regional. “Meus amores, Alinnistas e leitores da Outdoor Regional, desejo que 2018 seja um ano de muita luz e muitas realizações. Espero encontrar vocês em breve e com aquele fogo! Super beijo”, finalizou Alinne.

www.outdoorregional.com.br

49


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Esportes

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Jogos de Inverno PyeongChang teve o maior evento de todos e contou com a participação de dez atletas brasileiros

O evento Quando se trata dos Jogos Olímpicos o mundo todo para para assistir. O que nem todos sabem é que eles existes em duas estações do ano. A mais conhecida se trata do verão, pois engloba mais países em função de atingir o mundo todo, países

50

www.outdoorregional.com.br

tropicais, potências africanas e todo tipo de nação que possua o calor como algo mais familiarizado. Este ano, porém, é a vez dos Jogos Olímpicos de Inverno, que foi realizado em PyeongChang, na Coreia do Sul. Além de todo clima esportivo, o evento teve um grande significado político aproximando as duas Coreias, que

na abertura dos jogos desfilaram sob uma mesma bandeira, com as presenças de Kim Yo-jong, irmã do líder norte-coreano Kim Jong-um, e do presidente honorário da Coreia do Norte, Kim Jong-un. Esta edição contou com 2.925 atletas de 92 países num total de 102 medalhas de ouro, a maior de todas até o momento.


i

Esta edição contou com 2.925 atletas

Os brasileiros Como nos Jogos de Inverno não têm futebol, a coisa fica mais difícil para o Brasil. Pior, aqui não tem neve. Mas nem por isso nosso país deixou de marcar presença. E a delegação verde e amarela foi composta por dez atletas que disputaram cinco modalidades: Isabel Clark (snowboard), Isadora Williams (patinação artística), Michel Macedo (esqui alpino), Jaqueline Mourão e Victor Santos (es-

qui cross-country). Edson Bindilatti, Odirlei Pessoni, Rafael Souza, Edson Martins e Erick Vianna (reserva) formam o quinteto da equipe de bobsled. A relação do Brasil com os Jogos de Inverno começou em Albertville, em 1992. A partir daí, nosso país esteve presente em todas as edições da competição. A Confederação Brasileira de Desportos na Neve e a Confederação Brasileira de Desportos no Gelo são os grandes protagonistas para que haja o desenvolvimento

destas modalidades no país. O Comitê Olímpico do Brasil dá suporte a esse trabalho e aos atletas brasileiros através de repasse de recursos da Lei Agnelo/Piva e projetos especiais de apoio à classificação e participação em Jogos Olímpicos de Inverno. Se o importante é participar, resultado nenhum é considerado uma fria para nós. O importante, sem dúvida, é ver nossa bandeira tremulando. Mesmo que seja em uma temperatura abaixo de zero.

www.outdoorregional.com.br

51


Informe publicitário

Dr. Raul Sartoreli Melaré Quiropraxista e Acupunturista AQB - 0107

Hérnia de Disco Entenda melhor qual é a relação dela com a Quiropraxia Dores nas costas é a maior causa isolada de transtorno de saúde relacionado ao trabalho e de ausência dele. Também é a causa mais comum de incapacidade em trabalhadores com menos de 45 anos de idade, tem predileção por adultos jovens e é responsável por aproximadamente 1/4 dos casos de invalidez prematura.

Coluna vertebral A coluna vertebral é composta por 33 vértebras, que juntas são capazes de sustentar o corpo, realizar movimentos do tronco e proteger a medula espinhal e seus nervos. Entre cada vértebra há uma estrutura cartilaginosa, que se chama disco intervertebral, e tem a função de amortecer os impactos do dia a dia sofridos na coluna.

dratado, isto é, possui boa irrigação de nutrientes e água, ele é forte e maleável, suportando cargas externas e o peso do corpo.

Causas Predisposição genética é a causa de maior importância para a formação de desordens discais, seguida do envelhecimento, da pouca atividade física, da má postura e do tabagismo. Carregar ou levantar muito peso também pode comprometer a integridade do sistema muscular que dá sustentação à coluna vertebral e favorecer o aparecimento de desordens discais.

Como ocorre A nutrição do disco é essencial para saúde de todo corpo, e para que isto ocorra de uma forma eficaz, é necessário um bom alinhamento e movimento das articulações da coluna. O desvio na coluna vertebral, ou má posição de uma vértebra, aumenta a pressão sobre os discos, fazendo com que ele deforme, criando uma disfunção conhecida como hérnia de disco. Esta possui 4 estágios: Abaulamento, Protusão, Extrusão e Sequestro, como mostra a figura ao lado.

Disco intervertebral O disco intervertebral possui duas estruturas: uma interna e outra externa. A primeira é chamada de núcleo, que é mais líquido, e a segunda são lâminas mais resistentes que sustentam o núcleo dentro do disco. Quando o disco está bem hi-

52

www.outdoorregional.com.br

Sintomas Ao deformar, o disco comprime o nervo ou a medula provocando sintomas diversos. Os mais comuns são: dor, formigamento, queimação, diminuição da sensibilidade e até fraqueza muscular. Este processo pode levar vários anos para dar início às primeiras crises sintomáticas.

Cuide-se Quanto antes se corrigir o desalinhamento da coluna, o fator causal da hérnia de disco, melhores e mais rápidos resultados são obtidos. A Quiropraxia é a única profissão habilitada para tal tratamento. Ela é especializada em correção das disfunções da coluna vertebral. Não deixe para depois, procure um Quiropraxista graduado. Mais informações : www.quiroecia.com.br www.quiropraxia.org.br.


www.outdoorregional.com.br

53


Saúde

Marcelo Galvão Farmacêutico Bioquímico
e Pós-Graduado em Assuntos Regulatórios na Indústria Farmacêutica
 CRF-SP 50.071 m-galvao@outdoorregional.com.br

Febre Amarela Entenda mais sobre essa epidemia

Não há outra notícia na mídia a não ser o aumento expressivo do número de casos confirmados de febre amarela no país, a corrida aos postos de saúde para receber a vacina, a caça aos macacos. Enfim, o que é verdade e o que é equívoco você vai saber agora.

O que é Febre Amarela (FA) É causada por um vírus que se utiliza de um transmissor, que no caso da FA silvestre podem ser os mosquitos dos gêneros Haemagogus ou Sabethes e na FA urbana, é o mosquito bem conhecido nosso, o Aedes aegypti. A doença é classificada como infecciosa grave. Esses mosquitos ao picarem macacos ou humanos contaminados, recebem o vírus junto ao sangue sugado e transmitem para a próxima vítima.

Macacos são transmissores? Não! Os macacos são hospedeiros do vírus igual nós humanos. Quem transmite é o mosquito. Os macacos são tão vítimas como nós. As equipes que mo54

www.outdoorregional.com.br

nitoram as matas utilizam os macacos como um sinal de alerta, caso morram. Com isso, pode-se restringir o acesso das pessoas nestes lugares. Matando os macacos, os mosquitos silvestres precisam voar mais longe atrás de sangue, chegando até as cidades.

Sintomas

Ocorrem em média entre 3 a 6 dias após a picada. Na forma leve, causa fraqueza, dores pelo corpo, vômitos e náuseas, cefaleia intensa e febre súbita. A febre amarela leva esse nome devido ao estágio grave da doença, que causa febre alta e icterícia (pele e área branca dos olhos ficam de cor amarelada). Além desses sintomas, podem ocorrer hemorragias e insuficiência de múltiplos órgãos.

Tratamento Caso perceba os sintomas acima, procure um hospital. Informe todos os medicamentos que utiliza, já que podem agravar em alguns casos. Após o diagnóstico, o tratamento é para minimizar os sintomas. O repouso é absoluto, hi-

dratação e internação em UTI nos casos graves.

Vacina Anos atrás, a vacina era recomendada para quem viajava para locais endêmicos e tinha validade de 10 anos, mas agora é dose única. Como as áreas de risco no momento aumentaram, o Governo irá realizar a dose fracionada. A eficácia foi comprovada mesmo em dose menor. A vacina para um momento de epidemia é válida e protege por 8 anos. Com isso, quem receber a dose fracionada, deverá tomar o reforço ou a dose integral posteriormente. A vacina leva 10 dias para criar os anticorpos contra o vírus no nosso corpo. Comunique quais medicamentos está tomando; pode ser necessário um tempo de espera antes de tomar a vacina.

Quem não pode tomar a vacina A vacina é o método mais eficiente de proteção, porém, algumas pessoas podem ter efeitos após a administração da vacina. Entre elas, pessoas


Matando os macacos, os mosquitos silvestres precisam voar mais longe atrás de sangue, chegando até as cidades alérgicas ao ovo, idosos, imunossuprimidos (HIV+/ tratamento do câncer/ transplantados), gestantes e lactantes precisam de um aval médico. Essas pessoas devem evitar locais com confirmação de casos e utilizar repelentes para se proteger, tanto da febre amarela como das outras doenças do mosquito, como Dengue, Zika e Chikungunya. Crianças menores de seis meses não devem tomar a vacina, nem utilizar repelente; o ideal é utilizar roupas de manga comprida e mosquiteiro no berço.

Não se desespere! A prioridade no momento é para a população de áreas confirmadas. A luta contra o Aedes precisa continuar independentemente da Febre Amarela. Por isso, o importante é evitar água parada.

Caça-Palavras! Agora, busque as palavras grifadas no texto e as ache no quadro. A resposta? No site do Chame o Farmacêutico!

Continue lendo sobre esse assunto no site www.chameofarmaceutico.com.br ou nas mídias sociais: Facebook, Youtube e Instagram @chameofarmaceutico ou Twitter @chameofarma Contato ou Sugestões - chameofarmaceutico@gmail.com

www.outdoorregional.com.br

55


Rafael Barbosa Jornalista

Games

r-barbosa@outdoorregional.com.br

i

Iconoclasts Game mostra o talento e as limitações do seu único criador

Temas políticos são geralmente abordados de forma superficial nos jogos. De vez em quando vemos um ditador aqui, um rei maligno ali, mas poucos títulos se propõem a retratar como diferentes conceitos dea governos e religiões podem influenciar a vida das pessoas e a forma como elas pensam sobre sua existência e a daqueles que os cercam. Iconoclasts demorou quase oito anos para ser produzido, e se por um lado este tempo parece excessivamente longo para um game de ação e plataforma 2D, ele se justifica quando descobrimos que ele foi feito por uma única pessoa: o suíço Joakim Sandberg. Uma informação que se mostra importante para que se possa apreciar melhor as qualidades

56

www.outdoorregional.com.br

do game e relevar os seus defeitos.

Lindo e ordinário Acompanhamos a trajetória de Robin, uma mecânica pertencente a um país distópico e ditatorial, que persegue nossa heroína unicamente por ela tentar seguir a profissão que escolheu para si e ajudar outras pessoas no processo. Acompanhar esta aventura é uma experiência visual incrível, já que o estilo gráfico do jogo, que simula jogos da era 16bits (o conhecido pixel art) é lindíssimo tanto na concepção dos personagens, sempre cheios de carisma, quanto dos cenários recheados de detalhes.

Lançamento: Janeiro de 2018 Desenvolvedor: Joakim Sandberg Produtora: Bifrost Entertainment Plataformas: PS 4, PS Vita, PC

Conforme acompanhamos nossa heroína através de um vasto mundo, estamos sempre nos surpreendendo com o fato de cada personagem que encontramos traz elementos em sua aparência que os torna único, assim como os cenários, que são muito diferentes uns dos outros. Mas se por um lado o jogo é lindo, explorá-lo poderia ser mais divertido. Temos uma arma que ganha diferentes tipos de tiros, mas usá-los não é muito interessante, pois os combates do game são descartáveis, com inimigos fracos e muito fáceis de serem derrotados, apesar dos encontros com chefes serem muito bons. O jogo prefere manter seu nível de dificuldade nos cenários, que sempre trazem um pequeno desafio a ser superado, mas mesmo estes momentos não são muito inspirados, não trazendo um desafio que prenda o jogador, assim como a música do game, que é genérica e sem graça.


aproxima mais da nossa realidade e cria uma reflexão importante sobre a importância de termos diferentes pontos de vista sobre qualquer assunto e os perigos do pragmatismo e de se seguir cegamente um dogma. Apesar de seus problemas, Iconoclasts é uma experiência gratificante. Mesmo que seja um game com uma jogabilidade medíocre, sua narrativa e visual são encantadores e nos mantém interessados em continuar segurando o controle. Espero que Joakim Sandberg continue a fazer jogos, mas também espero que ele chame outras pessoas para seu próximo projeto, afinal, o designer já mostrou seus pontos fortes neste título e não faria mal ter outras pessoas de talento para ajudar com suas deficiências como criador.

i

As lutas contra os chefes são um dos pontos fortes do game, pois cada um deles exige uma estratégia diferente para ser vencido

Uma história para se refletir O grande destaque de Iconoclasts está no seu enredo. Apesar de pecar um pouco no ritmo de sua história, o game consegue nos apresentar um mundo que traz uma mitologia rica, com civilizações diferentes e que tem suas próprias ideologias e culturas, mostrando não só a estrutura daquele universo, mas como ele afeta seus habitantes, que seguem crenças muito específicas e têm sua própria visão sobre a vida levada por outros povos. Ao fazer isso o game não só dá uma profundidade extra aos seus personagens, estabelecendo arcos e motivações interessantes, como também se

www.outdoorregional.com.br

57


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Turismo

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Porto Seguro História, belezas naturais e muita animação fazem desta cidade baiana um lugar para ir e querer voltar sempre

Atrações Reunindo muita história e belezas naturais estonteantes, esta cidade baiana é conhecida pelo trecho onde foi fundada a primeira vila do Brasil, no século XVI. Existem várias referências sobre descobrimento, como o Marco da Pos-

58

www.outdoorregional.com.br

se, as ruínas da primeira igreja construída em solo brasileiro e da primeira escola de jesuítas. A cidade de Porto Seguro é subdividida em outros quatro distritos: Arraial d’Ajuda, Caraíva, Trancoso e Vale Verde. Além de reunir belas praias, com um mar tipicamente nordestino contornado por coqueiros im-

ponentes, a animação de Porto Seguro toma conta das turistas ao som de axé e outros ritmos. A parte histórica da cidade rende ótimos passeios como a Cidade Alta, que guarda o Marco Padrão da Posse, de 1503. Tem também a réplica da Nau Capitânia da esquadra de Cabral está no Memorial da Epopeia do


Descobrimento, na Praia do Cruzeiro, entre outros atrativos de tornar o passeio inesquecível. Para os baladeiros de plantão o point é a Passarela do Álcool. Existem luaus nas megabarracas Axé Moi, Tôa Tôa e Barramares e nas festas na Ilha dos Aquários. O Squadra Club, em Mundaí, a Bombordo, no Centro, e a casa de shows Boca da Barra, em Curuípe se encarregam de fechar a madrugada com muito som.

Turista regional O assistente de farmácia e radialista tatuiense, Adriel Carmona, 25, viajou para Porto Seguro com sua noiva Elizete durante as férias por durante sete dias. Aliás, curiosamente, foi lá no clima baiano e tropical de Porto, que ele pediu a mão dela em casamento. Durante o passeio o casal visitou o centro de Porto Seguro, o marco histórico de 1506  em frente à igreja de Nossa Senhora da Pena. Conheceram também

i

Adriel e Elizete na lateral da Igreja de Nossa Senhora d’Ajuda com as famosas fitinhas; ao lado o Farol de Porto Seguro

a cadeia onde os escravos eram castigados e nem conseguiam ver a luz do sol, tudo sob a explicação de guias para trazer toda tonalidade do clima histórico necessário.   “Para quem gosta de um pouco de história é sensacional, construções, aldeias indígenas, muitos animais silvestres, dança e uma gastronomia maravilhosa, Porto Seguro reúne tudo isso”, explica Adriel.  Entre as aldeias existentes, a mais famosa delas é a Aldeia dos Pataxós, onde é possível experimentar a culinária e participar de danças com os índios. Dentre as várias praias espalhadas pela costa, existe a

Praia da Coroa Vermelha, que possui uma rua e uma galeria com diversos tipos de artesanatos indígenas, que vão de colher de pau a arco e flecha. “Outro passeio que é de tirar o fôlego é conhecer o Parque Marinho  Recife de fora, o passeio de barco dura cerca de 50 minutos. O local é formado por pequenas faixas de areia e muitas pedras desenhadas pelas águas.  Conforme a maré desce é possível caminhar por entre as pedras sempre acompanhado do guia de preservação e ao mergulhar a experiência se torna maravilhosa”, se entusiasma o tatuiense.

www.outdoorregional.com.br

59


Aline Cunha Advogada OAB/SP 318.489

Direito

direito@outdoorregional.com.br

Inscrição indevida nos órgãos de proteção ao crédito Dentre os inúmeros danos sofridos por consumidores no mercado de consumo, uma das situações que se repete cotidianamente é a inscrição indevida de seu nome nos órgãos de proteção ao crédito

Atualmente cresce a queixa de consumidores com o nome inserido em órgãos de proteção ao crédito. A prática abusiva de cadastro indevido nesses órgãos pode causar uma série de constrangimentos e prejuízos ao consumidor.

O que acontece A inscrição em órgãos de proteção ao crédito é uma prerrogativa do credor, sempre que o consumidor não cumprir pontualmente com suas obrigações. No entanto, muitas vezes o consumidor não contratou qualquer produto ou serviço com determinada empresa ou, tendo contratado, já realizou o pagamento integral do preço combinado e, ainda assim, é inserido injustamente no rol de maus pagadores, ficando com o crédito restrito em razão de ato abusivo cometido por fornecedores de produtos e/ou serviços.

60

www.outdoorregional.com.br

i

o consumidor tem direito à reparação pelos danos morais sofridos, pois teve o seu crédito injustamente restrito, fato este que atinge diretamente a sua honra e a sua imagem

O que fazer Neste caso de inclusão indevida, o consumidor tem direito à reparação pelos danos morais sofridos, pois teve o seu crédito injustamente restrito, fato este que atinge diretamente a sua honra e a sua imagem. Diante do assustador aumento de inclusões indevidas em tais órgãos, o Superior Tribunal de Justiça – STJ já se posicionou no seguinte sentido: a inclusão de forma indevida do nome do consumidor em órgãos de proteção ao crédito é considerado dano “in re ipsa”, isto é, não é necessária a comprovação, através de outras provas, da ofensa moral sofrida, pois a própria inclusão indevida é o suficiente para caracterizar o ato ilícito e ensejar o pagamento a título de indenização.

Conclusão Dessa forma, o consumidor que teve o seu nome indevidamente incluído nesses órgãos deve requerer, em juízo, o cancelamento imediato da inscrição injusta, bem como postular pelos danos morais. Importante salientar que, nos casos em que ocorrer a inscrição de forma indevida, porém, se já existir uma inscrição anterior e devida, não haverá a incidência de danos morais, pois a negativação de seu nome não é fato desconhecido e capaz de causar imediato transtorno e/ou prejuízo, uma vez que o consumidor já estava com seu crédito restrito por outros débitos. Consumidor, conheça e faça valer os seus direitos!


www.outdoorregional.com.br

61


Juliana Moreno Jornalista MTB 0056878/SP

Gourmet

j-moreno@outdoorregional.com.br

Bolo integral de cacau

Ingredientes

Aproveitando o tema abordado na editoria Nutrição, segue uma receita de um bolo delicioso que leva cacau nos ingredientes. Que tal aproveitar todos os benefícios dele de uma forma super saborosa?

2 xícaras de farinha de trigo integral 4 colheres (sopa) de cacau em pó 1 colher (sopa) de fermento em pó 1/2 xícara de adoçante forno e

Modo de Preparo 1. Bata no liquidificador todos os

1/2 xícara de óleo de linhaça

ingredientes, menos o fermento

3. Coloque em uma forma untada com óleo de linhaça

2 xícaras de água

2. Depois que a massa estiver bem

4. Leve ao forno preaquecido a 180ºC por 40 a 45 minutos aproximadamente

fogão

homogênea, adicione o fermento e mexa

62

www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br

63


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Política

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Intervenção federal no Rio Temer decreta intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro e promete uma resposta firme ao crime organizado

Medida extrema Durante muitos anos se via uma rivalidade entre PT e PSDB no Brasil. Mas em pleno ano eleitoral, o que mais se constata atualmente é outra bipolaridade: os adeptos de Bolsonaro acompanhado de uma possível intervenção do exército nacional em todo país contra os militantes de viés esquerdista. Um evento agitou opiniões de especialistas políticos sobre o

64

www.outdoorregional.com.br

rumo da segurança nacional no Brasil, trata-se da assinatura do decreto de intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro. Com esta anuência do presidente Michel Temer, as Forças Armadas assumem a responsabilidade do comando das Polícias Civil e Militar no estado do Rio do Janeiro. O decreto já foi protocolado por um funcionário da Casa Civil na Primeira Secretaria da Câmara Federal assim que chegou ao Congresso. Esta medida prevê que o general do Exército

Walter Souza Braga Netto, do Comando Militar do Leste, seja o interventor no estado. O general assume até o dia 31 de dezembro de 2018 a responsabilidade do comando da Secretaria de Segurança, Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e do sistema carcerário no estado do Rio. Durante o discurso na solenidade, Temer comparou o crime organizado que atua no Rio de Janeiro a uma metástase e que, por isso, o governo federal tomou a decisão de intervir no


O general assume até o dia 31 de dezembro de 2018 a responsabilidade do comando da Secretaria de Segurança, Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e do sistema carcerário no estado do Rio estado e irá dar respostas firmes aos criminosos. “Não podemos aceitar passivamente a morte de inocentes, e é intolerável que estejamos enterrando pais e mães de família, trabalhadores, policiais, jovens e crianças, e vendo bairros inteiros sitiados, escolas sob a mira de fuzis e avenidas transformadas em trincheiras. Por isso, chega, basta. “Nós não vamos aceitar que matem nosso presente nem continuem a assassinar o nosso futuro”, discursou o presidente.

Visões opostas Esta ação trouxe diferentes pontos de vista. Enquanto algumas pessoas vibram esperançosas com um alento no crime carioca, outras, no entanto, entendem que a intervenção abre

i

Braga Netto, general do Comando Militar do Leste

uma brecha considerável para uma ditadura militar. O jornalista da Revista Fórum, Renato Rovai, por exemplo, expressa isso de modo contundente em sua coluna no texto “Intervenção no Rio: O Brasil acordou hoje bem mais perto de uma ditadura militar”. Ele faz duras críticas à TV Globo e discorda da medida do governo Temer. “Isso criará um sentimento de que em outros lugares o exército também deve assumir o controle da segurança pública, até porque a inse-

gurança não é exclusividade do Rio. E com o uso da força o governo poderá controlar protestos, manifestações, descontentamentos e todo o resto”, escreveu o jornalista em seu blog. Por ora, cabe aos brasileiros esperar. Nem dá para entregar o país totalmente nas mãos dos militares devido à história que escancara os malefícios da ditatura, mas também não dá para criticar sem ao menos ver os resultados no Rio. Como diria Aristóteles, “o equilíbrio está no meio”.

www.outdoorregional.com.br

65


Rafael Barbosa Jornalista

Crônica

r-barbosa@outdoorregional.com.br

A doença da alma O ódio é a doença mais terrível e contagiosa que existe. Ao contrário das outras enfermidades, que necessitam de um meio específico para serem transmitidas, ele consegue se propagar livremente, pois não faz distinção de gênero, classe social, opção sexual, idade ou religião. É a única doença totalmente democrática, pois acolhe a todos, necessitando unicamente da vaidade humana para se propagar, o que torna todos nós em alvos fáceis de serem contaminados. A tentação de cair em suas garras é grande, afinal, ele nos liberta de certas amarras sociais, permitindo que nos coloquemos acima da fonte de nossa antipatia. Se digo que você é um barbeiro no trânsito, um egoísta, um mão de vaca ou um racista, por consequência quero dizer que eu não sou nenhuma dessas coisas e, assim, que estou acima de você. O ódio é a barreira mais fácil de lidarmos com nossas frustrações, mas assim como o escudo de Perseu, esta proteção também se mostra um espelho que apenas reflete tudo aquilo que não gostamos em nós mesmos, desnudando nossos medos, inseguranças e ignorância. Quando mostro meu desgosto contra um homossexual, isso apenas mostra a insegurança que tenho sobre minha própria sexualidade, daqueles próximos a mim e da forma como esta opção sexual vai de encontro ao meu mundo heterossexual. Se sou contrário ao sistema de cotas, tudo que isto mostra é que tenho medo de que uma pessoa me tome uma oportunidade de trabalho ou uma vaga em uma universidade e se acredito que judeus são mesquinhos e islâmicos são terroristas, é porque talvez as pessoas tenham me dito muito isso quando, na verdade, eu não tenho nenhum conhecimento verdadeiro sobre estas duas culturas. Por isso o ódio é tão traiçoeiro, porque embora ele possa ser usado como uma arma para atacar o outro, ele também reflete algo ruim ou que você não gos-

66

www.outdoorregional.com.br

i

Como toda doença, o primeiro passo para a cura é descobrir que se tem uma enfermidade

ta em si mesmo. Quando você odeia alguém, na verdade apenas odeia a si próprio, mas prefere apontar para outra pessoa, pois tem vergonha de apontar para o próprio reflexo no espelho. Jesus, Siddhartha Gautama, Gandi e outros tantos sábios diziam que devemos abolir completamente o ódio de nossos corações, mas não para que possamos ser indivíduos melhores aos olhos dos outros e sim para que possamos verdadeiramente evoluir como indivíduos. Aquele que não odeia, se entende e também se aceita suficientemente para não precisar apontar culpados para suas próprias frustrações e decepções pessoais. Os sábios pregam o amor porque você somente pode amar verdadeiramente alguém, quando

se ama também. Como toda doença, o primeiro passo para a cura é descobrir que se tem uma enfermidade. Admita que você odeia alguma coisa ou alguém, mas não pare apenas aí e pergunte-se qual a fonte deste ódio. Você desprezaria aquela pessoa bem-sucedida se você também fosse uma pessoa de sucesso pessoal e profissional? Você criticaria aquele homem ou mulher que tem um corpo bonito e que passeia com roupas que definem seus atributos se tivesse o condicionamento e a confiança deles? Odiar é fácil, mas admitir que ele existe é difícil, pois isso seria o primeiro passo para que possamos ser pessoas melhores e assim seguir um caminho que nos leve ao amor e a felicidade.


www.outdoorregional.com.br

67


68

www.outdoorregional.com.br

Outdoor Regional  

Edição 95 - Alinne Rosa

Outdoor Regional  

Edição 95 - Alinne Rosa

Advertisement