Page 1

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

1


2

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


EXPEDIENTE

Carta ao leitor Coordenador Geral Rafael J Pereira Coordenador de Criação André Maffeis Criação DGM Consultoria & Comunicação Comercial (15) 3263 - 5028 Jornalista Responsável Juliana Moreno MTB: 0056878/SP Repórteres Bruno Rodrigues Juliana Moreno / Rafael Barbosa Colaboradores Aline Cunha / Gabriela Barreto Dr. Marcelo L. Galvão / Laura Baggio Luana Dourado / Fábio Sanqueta Gislaine Silva

A

primeira Outdoor Regional de 2016 já começa no ritmo do Carnaval e conta com toda a energia de Preta Gil! A cantora, que comandará o Bloco da Preta pela sétima vez no desfile do Rio de Janeiro, conversou conosco sobre carreira, planos para este ano e, claro, contou um pouco do que os foliões poderão ver na festa! Como a época ainda é de férias e viagens para muitos, em Beleza você confere dicas para deixar cabelos e unhas impecáveis mesmo longe de casa. Já em Moda Feminina o assunto são as lindas bolsas de palha, que se tornaram um verdadeiro hit deste Verão. Você conhece o canal do Youtube “Japão Nosso de Cada Dia”? Ainda não? Então corra ver os vídeos, porque estão fazendo um baita sucesso! São feitos pelo casal brasileiro Tales e Priscila, mais conhecidos como Prit e Lohgann. Eles moram no Japão e mostram particularidades do país de uma forma muito descontraída e encantadora. Em Games você confere informações sobre três produtos que devem ser lançados este ano e que prometem usar a realidade virtual para apresentar um novo conceito de se jogar. E tem muito mais! Boa leitura e até a próxima edição.

Revisão Juliana Moreno Diagramação / Projeto Gráfico Bruno Vieira Veiga de Oliveira Agradecimento Alex Dayrell - Midiorama Entertainment Media Tiragem / Impressão 8.000 exemplares / Graf. Santa Edwiges

Juliana Moreno Jornalista Reponsável pela Revista Outdoor Regional

Distribuição Boituva/Iperó/Cerquilho Tatuí/Sorocaba Assinaturas assinaturas@outdoorregional.com.br Edições anteriores edicoes@outdoorregional.com.br Empresa Pereira e Maffeis Editora LTDA CNPJ: 13.970.830/0001-93

A revista não se responsabiliza por conceitos e opiniões emitidos por entrevistados e colaboradores, assim como não se responsabiliza pelo conteúdo de informes e anúncios publicitários

j-moreno@outdoorregional.com.br

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

3


4

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

5


Índice

20 80

08 10 14 16 18 20 22 24 26 30 32 34 36 56 60 62 64 66 68 70 74 76 78 80 82

Cinema Literatura Séries Música Web Moda Masculina Moda Feminina Beleza Bem Estar Kids Arquitetura e Decoração Pé na Estrada Social Capa Esportes Saúde Games Turismo Autos Direito Finanças Política Prata da Casa Gourmet Crônica

66 Anúncios e Publicidade: Avenida Pereira Ignácio, 378 2º andar - sala 07 Telefone: (15) 3263-5028 (15) 99114-2136 / ID 113*16815 contato@outdoorregional.com.br

68 6

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

www.outdoorregional.com.br


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

7


Cinema

i

8

O filme leva para as telas de cinema diversão, emoção e uma boa dose de nostalgia

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

j-moreno@outdoorregional.com.br


Snoopy e Charlie Brown - Peanuts, O Filme A animação baseada nos clássicos quadrinhos de Charles M. Schulz chegou às salas de cinema no dia 14 de janeiro. Na trama, Charlie Brown e sua turma são surpreendidos quando uma garotinha de cabelos vermelhos chega na cidade. Inevitavelmente, Brown logo se encanta pela garota, mas não acha que é bom o suficiente para estar ao lado dela. Então, Snoopy irá ajudá-lo nessa importante tarefa de fazer com que ela o note. E nesse contexto tem espaço pra turma toda: Linus, Lucy, Patty Pimentinha, Marcie, Chiqueirinho, Sally, Schroeder e Woodstock. Um filme adorável para as crianças, como já era de se esperar, mas que também atrai os adultos que desejam resgatar um pouco o gostinho da infância.

i

O Regresso

Creed - Nascido Para Lutar Também no dia 14 estreou “Creed – Nascido Para Lutar”, o sétimo episódio da franquia “Rocky”, mas que já não conta a história do lutador. O filme faz uma ponte entre a série clássica, que teve início em 1976, e uma nova saga. Sylvester Stallone reprisa o famoso papel de Rocky Balboa, mas desta vez quem sobe ao ringue é Adonis, filho de seu primeiro oponente e melhor amigo, Apollo Creed. Michael B. Jordan é quem interpreta Adonis, que nunca conheceu o pai famoso, mas herdou o gosto pela luta e decide procurar ajuda profissional para enfrentar os ringues profissionalmente. Um deleite para os fãs do eterno Rocky Balboa.

O filme rendeu um Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante para Stallone e uma indicação ao Oscar 2016

i

Fevereiro marcará a estreia de “O Regresso”, no dia 4. Com 12 indicações ao Oscar, cuja cerimônia acontecerá no dia 28 do mesmo mês, o novo filme estrelado por Leonardo DiCaprio é uma homenagem à grande produção cinematográfica, segundo palavras do diretor mexicano Alejandro González Iñárritu. Inspirado em fatos reais, o filme conta a história do caçador Hugh Glass, que em uma expedição na década de 1820, foi atacado por um urso e cruelmente deixado pra trás por sua equipe. O homem, então, sobrevive e vai atrás de vingança. Para tornar tudo mais próximo à realidade, o diretor economizou nos efeitos especiais. Filmado no Canadá e na Argentina, elenco e equipe tiveram que enfrentar vários desafios nas locações ao ar livre e estiveram à mercê de duras condições meteorológicas.

O filme faturou três prêmos no Globo de Ouro e a expectativa para o Oscar é grande OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

9


j-moreno@outdoorregional.com.br

Literatura

Direto para a Cabeceira Confira algumas dicas de literatura para esse mês por Juliana Moreno

O que há de estranho em mim Gayle Forman é autora dos livros “Eu estive aqui” e “Se eu ficar”, que juntos já venderam mais de 9 milhões de exemplares no mundo. Agora, a editora Arqueiro lançou a sua nova obra, “O que há de estranho em mim”, que conta a história de Brit, uma menina de 16 anos que é internada em uma clínica psiquiatra por seu pai, que acredita estar ajudando a garota. Ali, ela é submetida a um estranho método de tratamento, que inclui coisas como xingar as outras pessoas internadas no local e dedurar infrações alheias para ganhar a liberdade. Determinada a não colaborar com o tratamento, ela se isola, mas logo unem-se a ela outras garotas também estão decididas a resistir ao modo de vida proposto pela clínica. Juntas, elas vão desafiar o sistema e lutar para saírem da instituição que mais as enlouquece do que as cura. Gayle Forman

Editora Arqueiro | 224 páginas

Depois de você Para os fãs de “Como eu era antes de você”, este talvez seja o lançamento mais aguardado desde sempre. Para contar o que aconteceu com Lou, personagem que não teve um final nada feliz no romance anterior, a autora decidiu escrever “Depois de você”, a aguardada sequência que chega às livrarias no dia 15 de fevereiro. Lou mora em Londres, trabalha como garçonete e ainda não superou a perda de Will. Depois de sofrer um acidente, ela se vê obrigada a voltar para a casa de sua família e conhece Sam Fielding, um paramédico que parece ser a única pessoa a compreendê-la. Depois de se recuperar, ela entra para um grupo de terapia de luto. Lá, ela é incentivada a investir em Sam, mas tudo muda quando alguém do passado de Will retorna para sua vida. Jojo Moyes 10

Editora Intrínseca | 320 páginas

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

Steve Jobs: Insanamente Genial A Editora Seguinte lançou no início do ano uma biografia de Steve Job um tanto quanto diferente. Em “Steve Jobs: Insanamente Genial”, a autora Jessie Hartland retrata a vida do visionário em forma de quadrinhos. A obra foi concebida como uma coleção de recortes da vida de Jobs, com os fatos em ordem cronológica, mas não necessariamente sequenciais. Na HQ são mostrados fatos das diferentes fases da vida de Steve, desde a infância, adolescência, sua amizade com Stephen Wozniak, seu talento para negócios e etc. Um livro ótimo para a nova geração de leitores, mas também um deleite para os fãs das tecnologias criadas por Jobs. Jessie Hartland Editora Seguinte 240 páginas


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

11


Informe Publicitário

Yázigi Com mais de 65 anos de história e há quase 35 em Tatuí, o Yázigi chega agora em Boituva

O

Yázigi foi fundado em 1950, por Fernando Silva e César Yázigi. Um sonho que se tornou realidade e que vem crescendo dia após dia há mais de seis décadas.

Yázigi Hoje a Rede Yázigi conta com 420 centros  educacionais em todo o país, mais  de 4.500 colaboradores e atende  cerca de 70 mil alunos por ano. Está presente em mais de 180 cidades, 24 estados e mais de 1.500 intercambistas viajam pelo Yázigi Travel. Além disso, cerca de 1.500 pessoas são atendidas pelos projetos sociais e há 85% de satisfação entre os alunos de inglês e espanhol. 12

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

Premiações Somos reconhecidos por muito esforço e qualidade, por isso, fomos premiados pela UNESCO pelo material didático Yázigi, que ensinava inglês utilizando elementos da cultura e do folclore brasileiros. Vencemos em 2004, 2005, 2006, 2007, 2008 e 2009 como melhor franquia do Brasil em todos os segmentos “Pequenas Empresas & Grandes Negócios”. Fora isso, conquistamos também 13 prêmios pela Associação Franquia Sustentável e 25 selos de excelência da ABF Associação Brasileira de Franchising.

Missão Nossa missão é promover o desenvolvimento das pessoas através do ensino de idiomas de qualidade e contribuir para os processos de educação e de exercício de cidadania global, sob os princípios de uma gestão socialmente responsável.

Região O Yázigi já possui uma unidade em Tatuí há 34 anos, na Praça da Matriz, e mais um centro educacional será inaugurado na região em janeiro, desta vez na cidade de Boituva, através de um franqueado com quase 10 anos de experiência na marca e que possui um grupo de escolas em São Paulo e região. O Yázigi em Boituva fica na Rua Camilo Thame, nº 97 e o telefone para contato é o 3363-7370.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

13


j-moreno@outdoorregional.com.br

Séries

História A série foi criada por Tina Fey e Robert Carlock, ambos roteiristas da conceituada “30 Rock”, e a história é no mínimo inusitada. Kimmy (Ellie Kemper) é uma mulher que passou os últimos quinze anos de sua vida convivendo com uma seita que acredita que o apocalipse aconteceu. Sim, ela e mais três mulheres passaram todo esse tempo enclausuradas, vivendo como se não existisse mais nada fora dali. Foram, é claro, ludibriadas por um fanático religioso que afirmava que um apocalipse nuclear tinha tostado a Terra! Quando são salvas por uma equipe da

i No segundo ano, a série contará com algumas vantagens proporcionadas pela Netflix em relação aos padrões e tempos de execução

Unbreakable Kimmy Schmidt Inteligente, envolvente e cheia de personagens cativantes | por Juliana Moreno

U

nbreakable Kimmy Schmidt é uma série que originalmente foi desenvolvida para a rede NBC, que inclusive chegou a encomendar a produção da primeira temporada, mas durante as filmagens a NBC decidiu pelo cancelamento. Foi então que o Netflix teve a excelente – e inteligente - ideia de resgatá-la.

Temporadas Por conta disso, a primeira temporada já pode ser vista completa no canal de streaming, sendo que os episódios produzidos para a segunda temporada serão os primeiros produzidos exclusivamente para o site. Aliás, a segunda temporada está sendo anunciada para o dia 15 de abril e ansiosamente aguardada. O sucesso foi tanto, que o Netflix já anunciou, inclusive, a renovação da série para sua terceira temporada! 14

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

a primeira temporada já pode ser vista completa no canal de streaming

i Tina Fey recentemente anunciou que irá retornar para a frente das câmeras na segunda temporada

SWAT, precisam redescobrir o mundo. Kimmy decide não voltar para sua cidade natal e se muda para Nova York, onde tenta iniciar uma vida adulta, apesar de sua cabeça ainda funcionar como a de uma adolescente de 15 anos. Logo consegue um colega de quarto, o irreverente Titus, e um emprego na casa de uma madame rica. Com 13 episódios no primeiro ano, a série é garantia de boas risadas, ótimas atuações e um roteiro bastante inspirado.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

15


Música

i

16

Seu último álbum dava tons de despedida e foi lançado três dias antes de sua partida

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

b-rodrigues@outdoorregional.com.br


David Bowie

A lenda inglesa que movimentou o mundo musical nos anos 70 e 80 partiu no início de janeiro e causou comoção entre os fãs por todo planeta | por Bruno Rodrigues

O Cantor

D

avid Robert Jones, um londrino que marcou sua história no mundo da música. Com extravagância e estilo único, era considerado um camaleão pela variação de cores em seu figurino. Referimo-nos é claro a David Bowie. Aos 69 anos, no dia 11 de janeiro o músico faleceu e deixou uma comoção enorme nas redes sociais. O sucesso não é por acaso, embora desde cedo tenha realizado o álbum “David Bowie”  e diversas canções, Bowie só chamou a atenção do público em 1969, quando a música “Space Oddity” alcançou o quinto lugar no UK Singles Chart. A influência de David Bowie é única, musical e socialmente. Como escreveu o biógrafo David Buckley, “ele penetrou e modificou mais vidas do que qualquer outra figura comparável”. Em 2002, ficou em 29º lugar na lista popular 100 Greatest Britons e vendeu mais de 136 milhões de álbuns ao longo de sua carreira. Foi premiado no Reino Unido com nove certificações de álbum de platina, onze de ouro e oito de prata, e, nos Estados Unidos, cinco de platina e sete de ouro. Em 2004, a Rolling Stone colocou-o na 39ª posição em sua lista dos “100 Maiores Artistas do Rock de Todos os Tempos” e em 23º lugar na lista dos “Melhores Cantores de Todos os Tempos”. Mesmo quem não conhece seu estilo musical certamente já deve

i

O cantor vendeu mais de 136 milhões de álbuns ao longo de sua carreira

ter visto algo sobre ele seja na MTV ou postagens aleatórias em redes sociais. David talvez não estivesse na boca dos jovens, mas com certeza teve grande influências nos sucessos contemporâneos.

O Cantor

‘Blackstar’, seu 25° álbum de estúdio, foi divulgado no mesmo dia que completara 69 anos

Bowie há um ano e meio lutava contra um câncer. “Blackstar”, seu 25° álbum de estúdio, foi divulgado no mesmo dia que completara 69 anos. Com apenas sete faixas e 45 minutos de duração, é o único trabalho que não tem uma imagem do músico na capa, mas em seu lugar há uma estrela negra. Com músicas melancólicas, o cantor expressa certo envolvimento com a morte. O álbum definitivamente dava tons de despedidas e, coincidentemente, foi lançado três dias antes sua partida. Curiosamente o camaleão se foi no período de seu álbum com uma estrela negra. De forma bem harmônica suas cores deram lugar ao preto. Quando a vida é uma poesia até a despedida é de gala.

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

17


b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Web

Japão Nosso de Cada Dia Conheça um dos casais mais fofos da internet que mostra como o Japão é um país fascinante em seu cotidiano | por Bruno Rodrigues

O Canal

O

casal brasileiro Tales e Priscila, mais conhecidos como Prit e Lohgann, se apresenta no bem-sucedido canal do Youtube Japão Nosso de Cada Dia, se aventurando em suas rotinas no país asiático. A ideia era encurtar os cerca de 18 mil quilômetros de distância entre o Brasil e a terra do sol nascente. Há cerca de 12 anos, eles resolveram encarar o cotidiano da linha de produção de uma fábrica no Japão. No entanto, a criatividade do casal transformou o canal num verdadeiro hit. O primeiro vídeo “Comendo no Japão - Sushi no Kurazushi” foi publicado em julho de 2013 e teve uma repercussão muito maior do que a esperada e acabou alavancando novos temas. O Japão Nosso de Cada Dia mostra particularidades do país de forma bem descontraída, além do divertido quadro “Será que isso funciona?”, em que eles testam gadgets estranhos adquiridos, principalmente, nas lojas de Hyakuen (100 ienes), equivalentes às nossas “lojas de R$ 1,99”. 18

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

O canal possui mais de 520 mil seguidores A repercussão O sucesso enfim chegou. Atualmente o canal possui mais de 520 mil seguidores. O talento de Prit e Lohgann para interpretar diferentes vozes, a desenvoltura e a cumplicidade dos dois é a alma dos vídeos. Sem grandes pretensões, o casal, que deixou as fábricas com exaustivas jornadas de 12 horas diárias e turnos semanais alternados entre diurno e noturno, se dedica apenas ao estudo do japonês e aos vídeos, acaba prestando um importante serviço a possíveis imigrantes com respostas práticas e tira diversas dúvidas de fãs da cultura japonesa. Vale a pena conferir!

i Os vídeos são postados todas as terças, sextas e domingos, sendo “Vlog Nosso de Cada Dia”, “Japão Nosso de Cada Dia” e “Será que isso funciona?”, respectivamente

www.youtube.com/user/japaonossodecadadia


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

19


g-barreto@outdoorregional.com.br

Moda Masculina

Cordões e pulseiras em couro Você pode conseguir efeitos incríveis e únicos em seu estilo se combinar bem | por Gabriela Barreto

P

ulseiras são alguns dos acessórios masculinos que sempre fizeram parte da moda, mas muitos homens nunca usaram por preconceitos. Felizmente, alguns cantores e artistas deram o pontapé inicial para que esses acessórios fossem aderidos pelo público masculino brasileiro. Existem cada vez mais pulseiras e braceletes masculinos no mercado, inclusive já é possível encontrar lojas e quiosques espalhados por shoppings que só trabalham com esses acessórios.

Modelos Entre os modelos de pulseiras e colares destaca-se o cordão Round Hopes. Produzido em couro, possui seus anéis em aço inoxidável com os dizeres “Paz, Amor, Fé e Força”, e a largura e altura são ajustáveis no couro. A pulseira Cross Roads tem seu design rústico, visual clássico e também é produzida em couro. É muito usada pelos cantores sertanejos 20

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

Dicas 01 Aposte no uso do cordão em couro junto à pulseira em couro, seja o modelo de tiras ou várias entrelaçadas 02 Use os cordões de couro com camisetas gola V 03 Aposte na composição despojada de bermudas de sarja acima dos joelhos combinadas com os acessórios

Lucas Lucco e Luan Santana. Já a pulseira Thick Tac é um modelo mais discreto, versátil, para usar sozinha ou em alguma combinação com outros acessórios. Ela é produzida em couro trançado e o fecho é de aço inoxidável. Outro modelo bastante usado pelos homens mais modernos é a pulseira X-Factor, em couro com detalhes metálicos, possui tamanho único e tem o detalhe de X em aço.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

21


g-barreto@outdoorregional.com.br

Moda Feminina

i

Instagram: @patbrandao

i

i 22

Instagram: @blogaskmi OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

i

Instagram: @mariliaqueirozm

Instagram: @dandynhabarbosa


Bolsa de palha O acessório é um verdadeiro hit do Verão! por Gabriela Barreto

O

que tomou conta do guarda-roupa e das malas de todas as blogueiras brasileiras nesse verão foi a bolsa de palha personalizada: linda, super original e autêntica. Há tempos que as bolsas de palha caíram no gosto das brasileiras. Fato é que uma peça com nossas iniciais tem seu valor e seu estilo próprio. A marca que fez sucesso nesse Verão com peças personalizadas foi a da carioca talentosíssima Carol Arrigoni.

A tendência Primeiro, o handmade nunca esteve tão em alta, então, tudo que é artesanal neste Verão vai ganhar destaque. Conforme relatos da blogueira brasileira Thassia Naves, que já apostou na tendência, as bolsas de palha personalizadas prometem ser febre na estação entre as mais antenadas no mundo da moda. Além das inicias, as bolsas também são incrementadas com aplicações de franjas, rendas, cores e as letras do nome. Se você gostar da ideia, vale até customizar aquela bolsa

velha que você já tinha aposentado, deixando ela com a cara do Verão 2016.

Artesanato A bolsa de palha está muito associada ao trabalho de artesãos, que se utilizam da palha de milho para confeccionar peças com design diferenciado e autêntico. A leveza da matéria-prima e do artesanato combinam com o astral do Verão e fazem com que o acessório seja prático de levar à praia e às piscinas.

Como Usar O modelo por si só já garante um charme exclusivo à moda praia. Porém, as bolsas de palha que apareceram nesse Verão também compuseram looks urbanos, com combinações mais leves, como vestidos longos e macaquinhos. Para assegurar um look praia totalmente estiloso, combine o acessório com um biquíni de crochê, um chapéu com abas largas e uma saída de praia estampada ou com acabamentos em renda. Nada como um mix de tendências para valorizar o visual.

Dicas 01 Invista na bolsa de palha personalizada com as iniciais, fitas, franjas e rendas 02 Aposte em looks frescos para as produções urbanas junto às bolsas de palha 03 O biquíni de crochê compõe o look junto à bolsa personalizada

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

23


j-moreno@outdoorregional.com.br

Beleza

Sem secador e sem chapinha

E

stá de malas prontas e o secador e a chapinha tiveram que ficar de fora por falta de espaço? Não se desespere! Existem formas de deixar as madeixas lindas mesmo sem utilizar os aparelhos. Uma alternativa é recorrer às tranças, que podem ser feitas de várias maneiras e deixam o look muito despojado e bonito. E o melhor é que você tem a opção de usar o cabelo com o ondulado natural que se formará quando soltar a trança.

#Dica Amiga

Aposte nos acessórios, como bandanas e tiaras, que com certeza te ajudarão a ajeitar o penteado. Até mesmo os simples grampos quando utilizados sozinhos podem cumprir essa função com maestria. Se quiser tudo preso, pode optar por um rabo de cavalo, que pode ser simples ou até mesmo mais elaborado, com volume na franja.

Esmalte para viajar Ainda estamos em época de férias e o Carnaval também logo chega! Tudo isso lembra viagens, praia e piscina, não é mesmo? Bem se sabe que a água do mar e da piscina deixa as unhas mais sujeitas ao amarelamento e ao desgaste do esmalte. Então, para não ficar na neurose de ter que se preocupar com as unhas durante a viagem, existem algumas dicas simples. Primeiro, tente sempre evitar os esmaltes escuros, que irão desbotar e descascar com muito mais facilidade. O mesmo vale para os tons cítricos, neon e nail arts, já que podem também não resistir a todo período da viagem. O menos é mais: opte por cores tropicais claras, tons pasteis, cintilantes e não cremosos.

Envelhecimento precoce da pele Que tal aproveitar o início do novo ano e avaliar se você não está colaborando com o envelhecimento precoce de sua pele mesmo sem perceber? Um grande agravante é a poluição, que oxida as células da pele. Para evitar essa reação, diariamente é importante aplicar protetor solar, hidratante e fazer a higienização para eliminar as impurezas. Aliado a isso, é extremamente importante estar sempre bem hidratada, pois a água ingerida favorece a excreção das substâncias que prejudicam a pele. Fique de olho também na alimentação, pois o açúcar em excesso acaba deixando a pele sem elasticidade e com rugas. E na hora de escolher os produtos que irá utilizar, tanto no rosto como no corpo, opte sempre por aqueles que possuem função hidratante. Sua pele agradece! 24

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

25


Bem Estar

j-moreno@outdoorregional.com.br

Água contra o mau hálito Lavar as mãos Uma pesquisa realizada em 64 países consultou 62.398 pessoas e constatou que uma em cada três pessoas no mundo não costuma higienizar as mãos com sabonete depois de utilizar o banheiro! Este simples hábito, além de uma questão de higiene pessoal, também é uma das medidas mais importantes para prevenir doenças, tais como resfriados, gripes, intoxicação alimentar, diarreia e hepatite. A pesquisa ainda mostrou que 73% dos brasileiros costuma lavar as mãos após ir ao banheiro, enquanto que 76% dos chineses e 60% dos sul-coreanos não possuem esse hábito. Na Europa, 85% dos gregos lavam as mãos e 47% dos holandeses, não. Já nas Américas, quem ganhou foram os colombianos, já que a pesquisa apontou que 93% possui o hábito.

S

Alimentação certa

e você está firme na promessa de Ano Novo e segue forte na malhação, saiba que sua alimentação pré e pós treinos pode influenciar bastante nos resultados. Ela precisa ser balanceada, equilibrada e distante de gorduras e calorias em excesso. Antes de malhar consuma alimentos ricos em carboidratos complexos, pois você precisará de bastante energia. O ideal são alimentos ricos em fibras, como cereal integral, barra de cereal e biscoito também integral. Torradas com requeijão e banana com aveia também são boas opções. No retorno do treino, opte por refeições que contenham proteína sem gordura, como atum, filé de frango grelhado, peito de peru, etc. Acrescente também uma porção de algum carboidrato, como arroz, macarrão, batata com casca ou pão integral. Não se esqueça das hortaliças e leguminosas! 26

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

Além de ser essencial para o bom funcionamento do organismo, a água também é importante para driblar o mau hálito! Isso porque, como a saliva é formada por 99% de água, quando consumimos o líquido em pouca quantidade, o fluxo salivar também tende a diminuir, o que favorece o acúmulo de placa bacteriana nos dentes, contribuindo também para o surgimento de cáries e problemas gengivais. O grande problema é que a saliva atua como um “detergente” bucal, portanto, a falta dela colabora para a intensificação do mau hálito. Portanto, habitue-se sempre a ter com você uma garrafinha de água para tomar durante o dia e evitar não somente a desidratação, mas também o temível e indesejado mau hálito.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

27


Informe Publicitário

Pilates X Hérnia de Disco Atividade é importante aliada no tratamento e também na prevenção.

N

ão são poucas as pessoas que, em algum momento da vida, foram acometidas pela hérnia de disco, doença degenerativa da coluna vertebral. Muitas têm recorrido ao método do Pilates, que se mostra bastante eficaz no tratamento, tanto a longo como em curto prazo, proporcionando a melhora nos sintomas.

Tratamento Segundo Elisangela Batistela, fisioterapeuta e proprietária do Studio de Pilates Elisangela Batistela, isso acontece porque o Pilates é um condicionamento tanto físico, quanto mental e, por ser completo, abrange nosso corpo de maneira uniforme. “Isso acaba por fortalecer, alongar e equilibrar a musculatura da coluna vertebral, trazendo um melhor alinhamento, diminuição das tensões existentes, alívio do pinçamento e compressões dos discos, favorecendo a melhora do quadro”, explica ela.

Prevenção

Elisangela Batistela Proprietária - Studio de Pilates Elisangela Batistela

28

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

Ainda segundo Elisangela, a atividade também atua fortemente na prevenção de tal patologia. Ela afirma que a técnica do Pilates ajuda a evitar lesões na coluna, por conta do treinamento muscular específico, onde trabalha-se com a estabilização da coluna, ou seja, fortalecimento dos músculos profundos, responsáveis por manter as vértebras e seus componentes articulares na posição correta.

O Studio de Pilates Elisangela Batistela fica na rua Expedicionário Souza Filho, 59. Faça uma visita e conheça todos os benefícios que o Pilates pode trazer para sua vida.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

29


j-moreno@outdoorregional.com.br

Kids

Atenção nas piscinas

Higiene bucal

O

primeiro dentinho do seu bebê nasceu? Pois bem, os dentistas indicam que ele já precisa ser higienizado com escova de cabeça pequena e cerdas bem macias, mas sem a necessidade creme dental. Isso porque a falta de limpeza bucal nessa fase já pode resultar em cárie, mesmo no dente de leite. Outra dica dos profissionais da área é fazer com a que a criança cresça acostumada com essa rotina, começando desde cedo. Você pode começar lim-

pando a gengiva dos pequeninos desde o nascimento, especialmente após as mamadas. Você pode utilizar uma fralda de algodão ou gaze umedecida em água filtrada para retirar o excesso de leite da boca. Por volta dos dois anos, com todos os dentes de leite nascidos, os pequenos começam a querer escová -los sozinhos. Incentive, supervisione e complete a higiene quando necessário. E não esqueça de renovar a escova sempre que necessário.

Em época de Verão e altas temperaturas, difícil é a criança que não quer brincar na água, não é mesmo? As piscinas são uma ótima forma de lazer, mas é preciso muita atenção e cautela. No Brasil, mais de 65% dos afogamentos ocorrem em água doce! O afogamento ainda é considerado com a segunda causa geral de óbito entre a faixa etária entre 1 e 9 anos de idade e a terceira causa entre 10 e 19 anos. As piscinas aparecem como responsáveis por 1,6% de todos os casos de morte por afogamento. Por isso, a supervisão constante de um adulto responsável nunca deve ser substituída por qualquer outro recurso ou equipamento. Aproveite esta diversão com os pequenos! Além de ficarem seguros, você com certeza terá ótimos momentos de lazer.

Alimentação x Cólicas Cólicas, as dores abdominais em recémnascidos, são o terror das mães. Como o sistema digestivos dos bebês ainda é imaturo, as reações a algumas substâncias podem resultar em dores na região abdominal. Embora não se saiba ao certo porque alguns bebês mais suscetíves a isso que a isso que outros, há indícios de que os hábitos da mulher durante a ges30

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

tação podem influenciar na intensidade de cólicas da criança. Alguns alimentos, geralmente os que que provocam gases, podem predispor as cólicas. Por isso, recomenda-se evitar leite, chocolate, brócolis, couve-flor, repolho, feijão, cebola e comidas apimentadas. É uma maneira de tentar remediar esses episódios de tanto desconforto aos bebês.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

31


Arquiterura & Decoração

32

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

arq-dec@outdoorregional.com.br


Boxes A principal função deles é manter o banheiro seco, mas também fazem parte da decoração do ambiente, trazendo beleza e praticidade no dia a dia por Luana Dourado Existem vários tipos de box, tanto no material quanto no design. Eles podem ser de correr, em ângulo, de vidro, de acrílico, etc.

Modelos Quando falamos de tipos, os mais encontrados no mercado são os de correr, ideais para banheiros pequenos, pois melhoram a qualidade do espaço, uma vez que uma parte fica fixa e apenas uma parte pode ser aberta. Os modelos de abrir, que são mais modernos e podem ser instalados em banheiros maiores, possuem uma porta que ocupa mais espaço quando aberta e os boxes em ângulo, instalados no canto formando um ângulo de 90 graus. Há ainda os boxes articulados, também conhecidos como sanfonados, formados por uma parte fixa e duas móveis que funcionam através de dobradiças.

Vidro Se formos falar sobre materiais, as opções também são diversas. Se o box for de vidro, é preciso que ele tenha 8mm por questões de segurança, a fim de evitar acidentes. O box de vidro é mais moderno e fácil de lim-

par, podendo ter alguma aplicação de textura ou não, além de ser encontrado em várias tonalidades.

Outros Materiais

privacidade. São de limpeza fácil e podem durar toda uma vida!

C0rtinas As cortinas são clássicas e ainda não saíram de moda. Ainda existe quem prefira pela beleza e também pelo preço, já que é bem mais barata que os outros modelos. É simples e deixa o banheiro com uma cara aconchegante. Pode ser usada também como medida provisória. De qualquer maneira, todas as opções além de funcionais, vão deixar seu banheiro muito mais bonito!

O campeão de instalações devido ao preço é o box de acrílico. É mais barato e muito mais leve, mas dura menos tempo, por ser mais frágil. Existem opções fixas que podem ser usadas como box, no caso do granito, que embeleza o banheiro, deixando mais elegante. Uma parede feita dessa pedra separa a área do banho e pode ser concluída com uma porta de alumínio ou ainda sem porta, ou blocos de vidro, também colocados como uma parede para separar e dar mais

O campeão de instalações devido ao preço é o box de acrílico

i

Clássicas, as cortinas ainda não saíram de moda

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

33


l-baggio@outdoorregional.com.br

Pé na Estrada

Estrada amiga Nossos caminhos ao volante | por Laura Baggio

E

u devia ter uns nove ou dez anos e já sonhava poder dirigir. Sonhava de verdade e acordava com a sensação estranha de que já sabia, de alguma forma, entrar no carro e sair andando por aí. Talvez tenha sido minha ânsia de liberdade, que desde cedo cutucava minhas entranhas. Talvez tenha sido a curiosidade ingênua de poder fazer o que os adultos faziam. Enfim, uma das primeiras coisas que fiz no meu aniversário de dezoito anos foi tirar a carta de motorista, e depois disso dirigir ocupou o meu dia-a-dia. Ando de lá para cá, na inquietude da minha personalidade e do meu trabalho. A estrada é como uma velha amiga. Ao volante, quase sempre sozinha, vou conversando comigo, encontrando antigos pensamentos, criando novas ideias, lidando com meus medos, às vezes chorando, às vezes cantando. Olhando para o horizonte nas longas retas, os túneis de árvores nas estradas curvilíneas, as montanhas compondo o pôr-do-sol ou as nuvens e seus desenhos inesperados ao longe vou achando e descartando sentidos na minha vida. Dirigir é um momento terapêutico para mim. É quando preciso, além de estar atenta ao trânsito, estar a sós com minha mente e espírito e enfrentar minhas angústias e degustar minhas alegrias. Nesse ano a estrada será, ainda mais do que antes, minha companheira e amiga de desabafos. E já consigo prever, que mais do que isso, ela será também minha grande professora. Espero compartilhar aqui um pouco das expe-

É preciso partir, colocar o pé na estrada, ir em busca, esperançar 34

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

riências do que viverei, como também discorrer sobre as estradas simbólicas da nossa vida, como decisões que mudam nossos rumos, escolhas que germinam outros frutos impensáveis, direções que vamos traçando e significações que vamos desenhando nesse caminho do viver. E ainda, pretendo dividir por aqui um pouco daquilo que acho extremamente necessário: o partir. Amyr Klink, comandante de expedições de barco e escritor brasileiro, disse “Um dia é preciso parar de sonhar e, de algum modo,

i É na estrada, muitas vezes, que encontramos os sentidos da nossa vida

partir”. É preciso partir, colocar o pé na estrada, ir em busca, esperançar. Então é isso. Pé na estrada e vamos lá! Espero que gostem. Para mais textos acesse www.oombrodaborboleta.blogspot.com.br


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

35


Social

R: Ângelo Ribeiro, 274, Centro, Boituva – (15) 98160-1558 /Velharia Bar Fotos: Raphael Chespkassoff

36

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

37


Social

R: Ângelo Ribeiro, 274, Centro, Boituva – (15) 98160-1558 /Velharia Bar Fotos: Raphael Chespkassoff

38

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

39


Social

Réveillon da Quadra Fotos: Jhony Salles

40

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

41


Social

Cultura Alternativa Fotos: Jhony Salles

42

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

43


Social

Temacon Temakeria & Cia Fotos: Raphael Chespkassoff

44

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

45


Social

Absoluto Chopp & Food

Fotos: Vincenzo Daldoss

46

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

47


Social

Formatura First Idiomas Unidade Boituva

48

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

49


Social

Zouk Bar Fotos: Jhony Salles

50

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

51


Social

Legião Urbana In Concert Fotos: Equie Xpres

52

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

53


Social

- Reveillon Snooker - Sans Café - Sensey Sushi e Bar Fotos: Equipe Xpres

54

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

55


Capa

i 56

Com sete anos de existência, o Bloco da Preta é o único do Rio de Janeiro comandado por uma artista solo OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

Fotos: Fernando Torquatto Léo Aversa Midiorama | Entertainment Media


Preta

Gil

Com muito alto astral, cantora se prepara para comandar o Bloco da Preta pela sétima vez no Rio de Janeiro | por Juliana Moreno

U

m nome forte, características marcantes e uma predestinação ao sucesso. Batizada de Preta Maria Gadelha Gil Moreira, filha de Sandra Gadelha e Gilberto Gil e afilhada de Gal Costa. Nasceu no Rio de Janeiro, em 1974, e desde nova já teve a vertente musical aflorada. No início tentou apostar seu talento musical no ramo da produção audiovisual, mas seu destino era de fato estar na frente e não atrás das câmeras.

Início da carreira O primeiro álbum de estúdio, “Prêt-à Porter”, foi lançado em 2003 e já começou com muita ousadia. Na época, ainda sob o holofote do pai, ela se impôs sem medo algum das críticas ou reprovações que poderiam surgir. De cara, logo em seu CD de estreia, rodeado de expectativas, Preta surgiu nua na capa do disco. A cantora afirma que na época ela era uma mulher que tinha acabado de se descobrir. Dois anos depois, a cantora lançou o segundo álbum de estúdio, “Preta”. Foi em 2007 que ela montou o show “Noite Preta”, no Cinemathequé, no Rio Janeiro. Ali ela cantava as músicas que lhe agradavam, sem distinções de gêneros ou autores. Não demorou muito para que o local não comportasse mais o que no início deveria ser um pocket-show para no máximo 200 pessoas. O show mudou-se para o Espaço Laranja, um local maior, onde 700 pessoas poderiam curtir o espetáculo. O sucesso aumentou em tais proporções que a “Noite Preta” ganhou corpo, conquistou o público e viajou por todo país. Depois disso, em 2009, ainda virou CD e DVD “Noite Preta Ao Vivo”, gravado na The Week Rio.

Este será o sétimo ano do Bloco na Preta no Carnaval OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

57


O Bloco da Preta é o terceiro maior do Rio e arrasta mais de um milhão de pessoas pelas ruas

Sucesso Depois disso, Preta teve a ideia de criar o “Bloco da Preta”. O que a princípio deveria ser um projeto paralelo para atender uma demanda de shows no verão do Rio, acabou virando um projeto para o ano todo devido à grande explosão no Carnaval. O quarto disco, “Sou Como Sou”, foi lançado em 2012 e marcou uma fase mais madura e autoral da cantora. O trabalho contou com “Batom”, uma composição de Ana Carolina e participações de Thiaguinho, Franscisco Gil, seu filho, e o pai Gilberto Gil. No ano seguinte veio a gravação do DVD “Bloco da Preta”, no Citibank Hall. Com seis blocos de estilos

58

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

musicais diferentes, dedicados ao pop, axé, sertanejo, funk, pagode e samba, ainda trouxe ao palco grandes nomes da música nacional: Lulu Santos, Ivete Sangalo, Israel Novaes, Anitta, Thiaguinho e Monobloco.

Carnaval Preta está com os preparativos para o Carnaval a pleno vapor. Mesmo em meio a uma agitada agenda, conseguiu um tempinho para conversar conosco sobre sua vida, programações e planos. Este será o sétimo ano do Bloco na Preta no Carnaval e os ensaios estão lotados e o público bastante animado. “Estou muito feliz com a confirmação de que meu

i

pai irá cantar comigo esse ano. Será a primeira vez dele em um trio no Rio de Janeiro e o primeiro em que ele prestigia o nosso bloco. Também teremos o Nego do Borel, o que vai deixar tudo ainda mais divertido, louco e animado”, adianta Preta.

Bloco da Preta A cantora também afirma que é gigante a emoção e também uma grande responsabilidade comandar um bloco que é considerado o terceiro maior do Rio de Janeiro. “O Rio tem feito um ótimo Carnaval de rua que sempre esteve presente, mas nos últimos anos cresceu em proporção e organização. O Bloco da Preta abre os


“Quero ter saúde para continuar fazendo meus shows, gravando meus discos e isso pra mim é o próprio sonho, o de fazer o que eu gosto”, diz. Falando em shows, Preta também nos contou que existe uma música que nunca pode ficar de fora: “Sinais de Fogo”. “É a minha música ‘alfa’, o primeiro grande sucesso. Um presente da Ana Carolina que não só batizou minha carreira, mas que acabou virando um hino dos meus fãs”, diz ela.

Estou muito feliz com a confirmação de que meu pai irá cantar comigo esse ano. Será a primeira vez dele em um trio no Rio de Janeiro e o primeiro em que ele prestigia o nosso bloco

i trabalhos no domingo anterior à abertura do Carnaval, o Bola Preta sai durante a festa e os Monobloco fecha; é a trilogia dos grandes blocos da cidade. Sou muito feliz de poder fazer parte desse time, dessa história”, diz.

Olimpíadas Outra grande novidade para este Carnaval, é que o Bloco da Preta terá uma ligação com as Olimpíadas. “Tive a honra de ser convidada para ser madrinha do ‘Time Brasil’, a nossa seleção de atletas nacionais e o fato de sairmos no Rio nos permite unir as duas coisas, Carnaval e

Preta possui uma linha de esmaltes, lançada há cerca de um ano e que é uma das mais vendidas do país

Olimpíadas”, explica. Preta também diz que o tema do bloco será olímpico e, por conta disso, está preparando uma roupa inspirada na Grécia, berço dos Jogos.

Planos Sobre os planos para este ano, Preta nos contou que após o Carnaval entrará em estúdio. “Quero fazer algo vibrante e eclético, como é o nosso público e o espírito dos meus shows e fãs”, adianta a cantora. Ela também disse que não gosta de fazer planos a longo prazo, pois sua vida é bastante corrida e o foco quase sempre é o de resolver o que está por perto.

Preta também nos disse, entre risos, que sua vida não possui rotina. “Minha vida é um turbilhão de emoções, tarefas, reuniões, shows e agora ainda tenho minhas ‘obrigações’ de mulher casada e avó”, diz. Segundo ela, um dia normal em sua vida é algo totalmente imprevisível. E assim, em clima de alto astral, a cantora deixou o recado: “sejam felizes, não espere que ninguém faça por você o que você mesmo pode fazer, pois o grande sabor da vitória é ter suado a camisa”, finalizou.

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

59


Esportes

i

60

A natação ganhou grande atenção nas Olimpíadas ao longo dos anos e hoje é um dos maiores atrativos

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

b-rodrigues@outdoorregional.com.br


Natação Considerado um dos esportes mais saudáveis para ser praticado e sem dúvidas uma das principais atrações dos Jogos Olímpicos | por Bruno Rodrigues

D

Sobre o Esporte

esde a Grécia Antiga esta atividade já era praticada por ser benéfica ao corpo humano. No século XIX, os ingleses criaram as primeiras regras para a prática da natação enquanto esporte competitivo. Ao longo dos anos, a modalidade se tornou olímpica e ganhou grande atenção nos jogos, sendo um dos maiores atrativos. A natação é considerada um dos esportes mais saudáveis, pois trabalha com diversos grupos musculares e articulações do corpo. Há também o benefício desta prática desenvolver o sistema cardíaco e respiratório. Como qualquer atividade esportiva, antes de praticar, o interessado deve procurar orientação de um profissional da área e passar por testes de avaliação médica.

A lenda Considerado um dos maiores atletas de todos os tempos, Michael Phelps já quebrou trinta e sete recordes mundiais e conquistou o maior número de medalhas de ouro olímpicas em uma única edição, oito no caso. Feito este realizado nos Jogos de Pequim. Diante de seus resultados, Phelps superou as sete medalhas de ouro do compatriota Mark Spitz conquistadas nos Jogos Olímpicos de Munique, em 1972. Ao conquistar a sua 19ª medalha olímpica em Londres, tornou-se o atleta mais medalhado da história dos Jogos Olímpicos, batendo o anterior recorde que pertencia a Larissa Latynina, ginasta da União Soviética, que detinha um total de dezoito. Ao vencer a prova dos 200 metros estilos, nos Jogos Olímpicos de 2012, tornou-se o primeiro nadador do mundo a conquistar o titulo olímpico, três vezes consecutivas na mesma especialidade a nível individual, feito que já tinha realizado em prova coletiva, nos 4 x 200 metros livres. Michael Phelps bateu todos os recordes que tinha a bater. Uma lenda!

Atletas brasileiros O Brasil tem uma bela tradição na natação. Grandes nomes honraram as cores verdes e amarelas como Gustavo Borges e Xuxa. Atualmente esta responsabilidade se encontra nas mãos de Daniel Orzechowski, Bruno Fratos, Felipe Lima, Nicholas Santos, Tales Cerdeiras, Thiago Pereira e principalmente Cesar Cielo. Pelo fato de ter levado a medalha de ouro nos 50m nas Olímpiadas de 2008, em Pequim, Cielo conquistou respeito e notoriedade no esporte mundial. Vamos ver quem verá a bandeira ser erguida no pódio nas Olímpiadas do Rio. Esperamos que seja um de nossos representantes.

Michael Phelps comemora a medalha de ouro nas Olimpíadas de Londres 2012

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

i 61


Saúde

m-galvao@outdoorregional.com.br

Boa parte das doenças sexualmente transmissíveis têm cura, porém outras não, então, a palavra de ordem é a prevenção

62

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

i


Tira Teima sobre DSTs Mitos e verdades sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis por Dr Marcelo Galvão

A

pesar de muita informação disponível e pessoas cada vez mais abertas em discutir sobre o tema, o número de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) ainda cresce em todo o mundo. Para esclarecer algumas dúvidas, escolhi os principais mitos e verdades para responder.

nonucleose Infecciosa ou a Herpes Labial, por exemplo, pode ser transmitida através de um beijo.

Na primeira vez não se pega DST ou se engravida.

Verdade! O SUS garante o tratamento das DSTs. Procure uma unidade básica de e se informe dos tratamentos disponíveis.

Mentira! Não importa se é a primeira ou a última vez. Se pega DST através do contato da pele/mucosa com secreções contaminadas. Já a gravidez pode ocorrer desde que as pessoas envolvidas estejam dentro do período reprodutivo.

Só pega AIDS quem é homossexual? Falso! O vírus do HIV não escolhe homem ou mulher, criança ou idoso, casado ou solteiro, heterossexual ou homossexual. Basta que um esteja com o vírus e tenha contato com qualquer fluído sexual, leite materno ou sangue através de mucosa, feridas e objetos cortantes contaminados.

Posso beijar todo mundo? Depende! Apesar de você poder beijar quem você quiser, a “doença do beijo”- Mo-

O SUS garante o tratamento das DSTs?

No sexo oral não se pega doença, não é mesmo? Falso! Qualquer tipo de relação (vaginal/ anal/ oral) pode transmitir DSTs. Apesar de o índice parecer menor no caso do sexo oral, a transmissão pode ocorrer. Além do HIV, pode ocorrer a transmissão do HPV ou Gonorreia que podem se instalar na garganta.

Toda DST tem cura. Depende! Boa parte das doenças sexualmente transmissíveis têm cura, porém outras não. O HIV, a Hepatite C e a Herpes, por exemplo, possuem tratamento que melhora a qualidade de vida do paciente, mas não existe cura. Por isso, a prevenção é o melhor caminho. Há também vacina para algumas, como no caso das Hepatites A, B e D e do HPV.

dica fundamental é usar camisinha em todas as relações Mãe positiva para HIV pode ter filho negativo? Verdade! Hoje em dia, mães que são positivas e fazem o pré-natal corretamente, praticamente zeram a possibilidade de ter filhos também positivos. Caso ainda tenha alguma dúvida, procure um farmacêutico ou um médico. Na internet há muitos sites bons de referência no assunto, como o www.aids.gov. br, mantido pelo Ministério da Saúde. A dica fundamental é usar camisinha em TODAS as relações. Se o (a) parceiro (a) não quiser usar, use você! Retire gratuitamente nas unidades de saúde, tanto a camisinha masculina como feminina. Antes de tudo, se ame e previna-se! Quer sugerir alguma matéria para as próximas edições? Envie um email para m-galvao@outdoorregional.com.br Você confere o conteúdo exclusivo dessa e de outras matérias no site: www.chameofarmaceutico.com.br

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

63


Games

i

64

Em 1 de agosto de 2012 a companhia anuncionou a campanha no site de levantamento coletivo de investimentos Kickstarter. Em apenas 4 horas o projeto Oculus Rift conseguiu o montante de 250 mil dólares

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

r-barbosa@outdoorregional.com.br


O preço da realidade virtual O ano de 2016 promete ser especial para os videogames, afinal, é neste momento em que a realidade virtual deixa de ser um sonho de ficção científica para chegar como um produto em nossas casas | por Rafael Barbosa

i

Quem comprou os óculos em 2012, através da campanha de financiamento coletivo no Kickstarter, receberá um Oculus Rift gratuitamente

O

HTC Vive (produzido em parceria com a Valve), o Oculus Rift (feito pela Oculus VR) e Playstation VR (que será lançado pela Sony) são três produtos que devem ser lançados este ano e que prometem usar a realidade virtual para apresentar um novo conceito de se jogar. Uma realidade empolgante, mas que vem com algumas ressalvas financeiras, e é sobre isso que iremos falar nesta matéria dividida em duas partes que a Outdoor traz para você.

Oculus Rift e HTC Vive O Oculus Rift já entrou em pré-venda pelo salgado preço de US$ 599, o que o torna mais caro do que qualquer console disponível no mercado, uma situação ainda mais complicada para o mercado brasileiro. Uma conversão direta colocaria este valor a aproximados R$ 2.425, porém, quando somamos as diversas tributações que estamos acostumados a pagar, não fica difícil imaginar este aparelho sendo vendido por mais de três mil reais, se não mais, afinal, o PS4 foi lançado ao preço de R$ 4 mil quando custava US$ 399 nos EUA. O HTC Vive entra em pré-venda no dia 29 de fevereiro e deve seguir o mesmo caminho, custando o mesmo que o Oculus. Mas caso você tenha suas economias e esteja disposto a lidar com estes custos para provar uma experiência que, verdade seja

dita, todos descrevem como sendo fantástica mesmo em seus modos mais básicos, espere um pouco porque você talvez ainda tenha que desembolsar uma verba a mais. Isto porque o Oculus necessita de um PC “parrudinho” para funcionar e se isto não é um problema para os entusiastas, provavelmente as pessoas não acostumadas a jogar no PC terão que desembolsar uma boa grana para colocar sua máquina em ordem, já que um PC adequado aos requisitos mínimos do Oculos custa por volta de R$ 3 mil.

Playstation VR Quando olhamos para a situação do Playstation VR o cenário fica um pouco mais cômodo, pois embora o produto de realidade virtual da Sony ainda não tenha qualquer data de lançamento ou pré-venda, ele só funcionará com o PS4 e é muito pouco provável que a Sony lance um acessório por um preço mais elevado que o seu console. Isto já tornaria o seu valor “travado” em no máximo USS “399”, embora também seja preciso gastar uma verbinha comprando o console junto. Mas verdade seja dita, quando Palmer Luckey, o criador do Oculus, fala que o produto é “obscenamente barato pelo que ele é”, isto não é inteiramente mentira, afinal estamos falando de um produto sem precedentes no mercado. Entretanto, mesmo que seja verdade, isto não torna a situação mais difícil para os aparelhos VR, mas falaremos mais sobre o impacto dos seus valores no mercado no mês que vem. OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

65


Turismo

i

66

Local é um tesouro inesgotável para amantes da arte e cultura

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

b-rodrigues@outdoorregional.com.br


Roma

Charmosa e agitada, a capital italiana atrai milhões de turistas por sua riqueza histórica, cultural e gastronômica por Bruno Rodrigues

U Histórica

m prato cheio para apreciadores da história e arquitetura, Roma é considerada um tesouro inesgotável para amantes da arte e cultura. Possui um agitadíssimo centro com tudo do melhor para boêmios, modernos, glutões e fanáticos ligados à moda. São inúmeros os atributos que a capital italiana, atualmente habitada por cerca de 3 milhões de pessoas, possui. A “Cidade Eterna” tem diversas atrações imperdíveis que podem ser vistas a pé por se concentrarem em uma área com pontos turísticos muito próximos. Além de ser muito agradável, a cada esquina, terá uma surpresa com ótimos cafés, restaurantes e pracinhas. Os monumentos consideráveis imperdíveis são o Panteão com seu teto abaulado, Vitor e Emanuel ll, Castelo Santo Ângelo, Museu do Vaticano, Basílica de São Pedro e, claro, o Coliseu. Trastevere é o bairro da boemia, repleto de bons restaurantes, bares e boates. O Centro Novo é um dos locais mais disputados da cidade para hospedagem com muitos hotéis, tanto estrelados como mais simples, restaurantes, casas de show e opções de compra. Dentro dela, a área ao sul da Villa Borghese é especialmente recomendável para turistas por estar muito próximo das principais atrações da cidade.

da são as casas de pizza al taglio, que vendem pedaços de pizza. A conta final é animadoramente baixa e a qualidade, bem razoável. Os cafés são de excelente qualidade, não só pela bebida em si, mas também pelos doces e pães. Pratos romanos clássicos são o carciofi alla giudia (alcachofras judias) e fiori di zucca fritti (flor de abobrinha frita). Além de aconchegante, histórica e linda, a “Cidade Eterna” segue sendo muito democrática com seus visitantes.

A “Cidade Eterna” tem diversas atrações imperdíveis que podem ser vistas a pé Alimentação Algo que jamais acontecerá em Roma é o caso de alguém passar fome por falta de opção. Por mais miserável que seja o orçamento do visitante, não há como não achar um bom restaurante que ofereça um menu a bom preço. Até a casa mais simples oferecerá um cardápio com antipasto (entrada ou saladinha), primo piatto (normalmente um prato de arroz, pasta ou sopa), secondo piatto (prato principal, carne, ave ou pescado), contorno (acompanhamento) e dolce (sobremesa). Alguns oferecem até uma taça de vinho da casa e café. Caso queira pular um dos pratos (comendo, por exemplo, só a entrada e o prato principal), não há problemas. Tudo é muito flexível, e os preços são convidativos. Outra opção de refeição rápi-

i

Osteria Der Belli em Trastevere

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

67


b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Autos

i Versão busca atrair o consumidor que deseja um carro compacto acessível, espaçoso e com a mesma sofisticação de modelos de categorias superiores

Conectividade

Cobalt 2016 Mudança do visual e um mergulho tecnológico na conectividade são as grandes apostas do novo modelo | por Bruno Rodrigues

Características

O carro é considerado ideal para família, pois é espaçoso e conta com um porta-malas de 563 litros

A

alteração no visual é inegável. Com a mudança, o Cobalt ficou mais autêntico, deixou de lado a frente que lembrava o Agile e adquiriu a nova identidade visual da Chevrolet, já usada lá fora, no Malibu e no novo Cruze, e que será vista futuramente no Onix e outros modelos vendidos no Brasil. Na parte traseira, as lanternas bem verticais passaram a ocupar também parte da tampa do porta-malas, esticando mais para a horizontal, num desenho que lembra o do BMW Série 3. O carro é considerado ideal para família, pois é espaçoso e conta com um porta -malas de 563 litros. As opções de câmbio podem ser escolhidas entre manual e automática. Os motores vêm com opções de 1.4, 1.8 e 16 Vflex. E a potência fica na faixa de 102 cv e 108cv. Nada mal para um elegante veículo de grande porte. 68

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

O Cobalt marca a estreia da segunda geração do sistema de entretenimento MyLink, que integra as versões mais caras, LTZ, farol de neblina, sensor de estacionamento, computador de bordo, rodas aro 15 de alumínio, controle no volante e controle de velocidade de cruzeiro, além de itens mais comuns de um carro conectado, como mapas, atender e fazer ligações sem pegar o celular. O MyLink agora é compatível com os sistemas Car Play e Android Auto, que permitem operar os aparelhos diretamente na tela sensível ao toque de 7 polegadas: ícones e aparência são iguais aos do seu telefone, deixando tudo muito fácil de usar. O OnStar, serviço de assistência pessoal que  acabou de chegar ao Brasil no Cruze 2016, entra em cena nas versões com transmissão automática. No primeiro ano é de graça e os preços após esse período ainda não foram divulgados.

i O My Link agora é compatível com os sistemas Car Play e Android Auto, que permitem operar os aparelhos na tela sensível ao toque de 7 polegadas

A central mais completa, do mesmo tamanho daquela do Cobalt, só aparece na topo de linha, EXL (R$ 72.700), que também oferece airbag lateral para motorista e passageiro da frente, além dos airbags frontais obrigatórios, bem como acabamento em couro nas portas, volante e câmbio. Claramente o Cobalt e alguns de seus concorrentes mostram, justamente, é que não é preciso chegar aos R$ 70 mil para ter um sedã com espaço e conectividade.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

69


direito@outdoorregional.com.br

Direito

mente os tribunais consideram o alcoolismo como uma doença e que deve ser tratada, sendo mais sensato encaminhar o alcoólatra (ou viciado em drogas ilícitas) para tratamento em vez de demiti-lo; Violação de segredo da empresa - quando feita a terceiro capaz de causar prejuízo ao empregador; Ato de indisciplina ou de insubordinação - indisciplina é o descumprimento de ordens gerais; insubordinação é o descumprimento de ordem específica; Abandono de emprego – faltar injustificadamente por mais de 30 dias consecutivos.

i

Demissão por justa causa Saiba quais as principais situações que podem ocasioná-la | por Aline Cunha

A

demissão por justa causa nada mais é do que a rescisão do contrato de trabalho em decorrência de uma falta grave cometida pelo trabalhador, ou seja, a rescisão ocorre por culpa do trabalhador. A falta cometida deve ser grave de modo que o empregador não possa mais confiar no trabalhador, o que torna impossível a continuidade da relação de emprego.

Motivos A CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) determina em seu artigo 482 quais são os motivos ensejadores da demissão por justa causa, vejamos alguns:

70

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

Ato de improbidade - desonestidade, abuso de confiança ou fraude; Incontinência de conduta ou mau procedimento - comportamento desrespeitoso; Condenação criminal do empregado, passada em julgado, caso não tenha havido suspensão da execução da pena - quando não houver mais possibilidade de recurso; Desídia no desempenho das respectivas funções - falta de zelo com as atividades, descuido, preguiça; Embriaguez habitual ou em serviço – o trabalhador passa mais tempo embriagado do que sóbrio. Atual-

A demissão ocorre quando um comportamento torna impossível ou difícil a continuidade do vínculo de trabalho

Com a demissão por justa causa o trabalhador perde alguns de seus direitos

Consequências Com a demissão por justa causa o trabalhador perde alguns de seus direitos, como aviso prévio, 13º salário, FGTS, multa de 40% do FGTS e seguro desemprego. O pagamento das verbas rescisórias deve ocorrer no prazo de 10 dias após a notificação da demissão. Além de o empregado perder os seus direitos, a demissão por justa causa pode também atrapalhar o início de carreira em uma nova empresa.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

71


Boituva

Prefeito inspeciona obras das 500 primeiras unidades do MCMV O prefeito esteve na região do bairro Água Branca, onde inspecionou as obras das primeiras 500 unidades do Minha Casa Minha Vida de Boituva, que prosseguem na fase de cobertura. O empreendimento integra o Programa de Ações

Integradas (PAI) da Prefeitura local e visa ampliar a oferta de moradias para famílias com renda de até R$ 1.600,00 (mil e seiscentos reais). Com investimentos de mais de 60 milhões de reais, essas 500 unidades inte-

gram os empreendimentos habitacionais Vida Nova I (300 unidades) e Vida Nova II (200 unidades), que também contarão com creche e escola para atender filhos dos moradores.

IPTU 2016 com desconto do PAI Através do Programa de Ações Integradas (PAI), a Prefeitura reescalonou a tabela de descontos, estendendo a isenção de 100% no IPTU para imóveis com até 100 metros quadrados de área construída e criando outras duas faixas, com 50% de desconto no IPTU para imóveis de 101 até 120 metros quadrados e 25% para imóveis com até de 121 a 150 metros quadrados. O desconto é apenas para o imposto e não contempla taxas e serviços do município.

Por meio do PAI, a Prefeitura também estendeu a isenção que já era concedida aos aposentados, pensionistas, famílias adotantes de crianças desamparadas com até 14 anos, aos beneficiários da Lei de Orgânica de Assistência Social (LOAS), famílias adotantes de adolescentes até 16 anos, portadores de doenças graves. Mas, de acordo com a legislação, o beneficiado deve ter proprietário de único imóvel, seja qual for a metragem.

Subsídio do transporte escolar em 2016 A Prefeitura de Boituva através da Secretaria de Educação e Cultura realizará o cadastramento dos estudantes para reembolso de Transporte Escolar do ano letivo de 2016 entre os dias 01 de fevereiro e 30 de março. Para o cadastramento será necessário preencher a ficha de inscrição disponibilizada no site da prefeitura e entregar os seguintes documentos originais e cópias na sede da Secretaria Municipal de Educação e Cultura: Comprovante de residência (atualizado); Comprovante/Atestado de matrícula esco72

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

lar carimbado e assinado pela instituição (2016); Comprovante de transporte (Contrato); Comprovante de Imposto de Renda e Comprovante de Renda Familiar (Holerite, Carteira de trabalho se desempregado ou autônomo). Se autônomo, Pro Labore, Declaração de escritório autenticada e reconhecido firma); RG do aluno e CPF do aluno. A Secretaria Municipal de Educação está localizada na Rua Sorocaba, 84 – Jd Esplanada. O atendimento será realizado das 8h30 às 11h30 e das 13 às 16 horas.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

73


f-sanqueta@outdoorregional.com.br

Finanças

A pior recessão dos últimos 20 anos Como chegamos a este cenário? | por Fábio Sanqueta

i As previsões não são animadoras: analistas e especialistas do mercado afirmam esperar uma recessão em 2016 de -2% e isso ainda pode piorar

E

m 2015, desde o início do ano já era previsto um período muito difícil para a economia brasileira de uma forma geral, mas não se imaginava a velocidade e a dimensão da deterioração e da grande “bola de neve” que se tornaria.

Recessão

Segundo dados divulgados recentemente pelo IBGE, possivelmente o Brasil fechará com uma retração de 3,5%. Na comparação entre um ano e outro, é a pior queda em 20 anos quando iniciou a pesquisa pelo instituto e visualizando somente o período de 2015 é a pior recessão desde 1990. O último trimestre de 2015 foi o pior do ano, mostrando que a crise vem se aprofundando e não se tem a curto e médio prazo um horizonte para melhorias. Segundo analistas e especialistas do mercado, espera-se uma recessão em 2016 de -2%, podendo ainda piorar.

O último trimestre de 2015 foi o pior do ano, mostrando que a crise vem se aprofundando 74

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

Operação Lava Jato Somente a Lava Jato deve ter um impacto de -2,5% no PIB devido a paralisação das atividades na Petrobras e das grandes construtoras do país, cortando investimentos relevantes e rescindindo contratos, além do elevado número de demissões no setor da construção civil, um dos principais do país.

Crise Política Indecisões, pedido de impeachment da presidente, medidas de aumento dos gastos públicos, dívida pública em crescimento abusivo e a perda do grau de investimento.

Ajuste e aperto monetário Os ajustes fiscais e monetários realizados pela necessidade foram acima do esperado, levando uma queda da arrecadação e proporcionando déficits nas contas públicas. Como a inflação ficou acima do esperado,

os juros foram crescendo através do Banco Central em um ritmo super acelerado.

Queda no Consumo Um dos principais fatores que contribuem para o PIB nacional é o consumo interno. O brasileiro tem por natureza ter uma cultura altamente consumista e esse fator é incentivado pelas autoridades, sabendo da importância do mesmo para o crescimento e continuidade da atividade brasileira. Com todas as indefinições, alta de desemprego, juros elevados e inflação abusiva, o brasileiro deixou de consumir, adquirindo somente o básico.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

75


Política

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Após um dos recessos mais conturbados da história política recente, deputados e senadores decidirão futuros importantes para o andamento do país

76

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

i


O que esperar em 2016? Ano de eleições municipais e diversos nós a serem desatados na política nacional: 2016 promete ser um ano de muita movimentação | por Bruno Rodrigues

O

Âmbito Nacional

segundo ano de mandato de Dilma Rousseff começou de forma arriscada para a presidente. Em sua primeira aparição pública neste ano, Dilma anunciou a reforma da Previdência com a revisão da idade mínima de aposentadoria. O ano de 2015 trouxe um enorme desgaste à petista, no entanto, em meio a tanta turbulência o governo do PT teve apoio maciço de movimentos sociais como CUT, MST e MTST. Agora a situação pode mudar bruscamente, com estas instituições analisando a decisão impopular da presidente nesse reajuste previdenciário. Na política é natural mudanças de postura e de lado, nenhum apoio se sustenta como incondicional. O impeachment, mesmo com mais timidez, ainda assombra a gestão petista. A operação Lava Jato segue desvendando um mar de corrupção as quais são aprofundadas e descobertas facetas de desolação à economia do país. O contra-ataque foi claramente dado: foram cortados R$ 151 milhões nos recursos destinados à Policia Federal em 2016, reforçando acusações de agentes e delegados de restrições orçamentárias à corporação feitas por Dilma Rousseff. Ainda sobre a expectativa do rumo político do país, em fevereiro deputados e senadores retomarão suas atividades após um dos recessos mais conturbados da história política recente,

O impeachment, mesmo com mais timidez, ainda assombra a gestão petista e decidirão futuros importantíssimos para o andamento do país. O exemplo disto se encontra no futuro de Eduardo Cunha, que assim como os petistas, ganhou fôlego neste intervalo de passagem de ano. Além disso, atualmente cinco CPIs estão abertas na Câmara e mais quatro no senado, exercícios estes que movimentarão as investigações como as de irregularidades em aplicações incorretas de recursos em quatro fundos de pensão: Petros (Petrobras), Funcef (Caixa Econômica Federal), Postalis (Correios) e Previ (Banco do Brasil).

Região Este ano tem eleições municipais e tanto em Boituva como em Sorocaba os dois prefeitos são pré-candidatos à reeleição. Em Boituva, Edson Marcusso, do PTB, quatro vezes eleito prefeito da cidade (1988,

1996, 2000 e 2012) e Antonio Carlos Pannunzio, do PSDB, em Sorocaba, eleito em 1989 e 2012, alinham suas estratégias para seguir na gestão de suas respectivas cidades. No caso do prefeito sorocabano, a sombra do ex-prefeito e deputado federal Vitor Lippi, além da deputada estadual Maria Lúcia Amary, acalora uma possível disputa dentro do partido tucano para o posto de candidato em 2016. Pannunzio contou com variadas adversidades, seja com a dengue, problemas na merenda escolar, ou com o lixo, mas, de forma sensata, segurou os cofres sorocabanos em diversos gastos e investimentos, como um pai de família em período de recessão. Ação vista por muitos como impopular, todavia, responsável para um gestor que visa lisura em seu mandato e uma sequência sem nenhuma espécie de rombo econômico para o próximo governante.

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

77


prata@outdoorregional.com.br

Prata da Casa

Luiz Fernando & Gabriel Dupla conquista a nova geração sem esquecer as raízes por Gislaine Silva

N

aturais de Boituva/SP, Luiz Fernando & Gabriel têm quatro CDs gravados e, há quatro anos, comandam o programa “Luiz Fernando & Gabriel”, na TV Votorantim. Atualmente, a dupla trabalha a divulgação da música “O Milagre do Bolo”.

Início da carreira

Luiz Fernando está há 31 anos na música. Sua primeira formação foi com o Sampaio, da dupla Teodoro & Sampaio. Ele conta que viveu uma experiência única. “Cantar com o Sampaio foi maravilhoso, aprendi muito com ele, foi uma experiência única e inesquecível”. Depois de algumas tentativas com outros parceiros, um amigo em comum do Gabriel o chamou para formar a dupla Luiz Fernando & Gabriel, e a formação deu tão certo que a dupla está há 15 anos junta.  Gabriel está na estrada há 19 anos. Ele lembra e conta exatamente o dia que começou sua carreira. “Minha primeira apresentação

78

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

foi no dia 26 de outubro de 1996, na igreja São Judas Tadeu. Conheci o João Pedro, meu primeiro parceiro, tentamos uma formação, mas sem sucesso. Depois de várias tentativas com outras pessoas, foi que conheci o Luiz Fernando e foi a parceria certa”, finaliza.

O sertanejo

Em entrevista a Outdoor, a dupla contou sobre a nova onda do sertanejo comparado ao ritmo de 15 anos atrás. “Tem duplas que partem para o lado solo, uma carreira mais difícil de manter, até porque tem que ter investimento, envolve muita grana.  A música sertaneja mudou muito, existem músicas boas, mas elas se tornaram muito descartáveis. Para mim a música sertaneja raiz é a que predomina, mas tocamos o que o público pede, sem deixar a nossa essência”, disse Luiz Fernando. 

Música Na opinião de Luiz Fernando, a mistura de

gerações faz com que a música raiz jamais saia da moda. “Gostamos de tocar ‘Boate azul’, ‘Saudade da Minha Terra’, músicas que marcaram e que ficarão para sempre. A música sertaneja em si tem vários ritmos, tem coisa boa, mas tem outras que as pessoas absorvem e depois já esquecem. Podemos observar que hoje existem várias formas de levar esse ritmo misturando várias gerações”, conclui.  

Sonhos

“Todos nós temos sonhos, gostaríamos de agradecer a Deus por nos permitir sair em busca dos sonhos e às pessoas como a equipe da Outdoor, que nos incentiva através da divulgação, a continuar o nosso caminho na música”, dizem eles quando o assunto são os sonhos. “Gostaria de parabenizar a revista pela qualidade que leva a informação e agradecer pelo convite.  Não  queremos ficar  famosos, queremos apenas ter o verdadeiro valor do reconhecimento, através do nosso trabalho”, finaliza Luiz Fernando.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

79


j-moreno@outdoorregional.com.br

Gourmet

Salada de Verão por Juliana Moreno

U

ma mistura de folhas, peras grelhadas, gorgonzola e nozes. À primeira vista pode parecer estranha, mas essa combinação rende uma salada linda, refrescante e muito saborosa!

Ingredientes Mix de folhas com: • Alface Agrião Rúcula • Peras portuguesas • Queijo gorgonzola • Nozes • Mel • Suco de limão • Azeite • Sal

Modo de Preparo 01 - Esta é uma salada muito fácil de ser preparada, sendo que o único empenho maior precisa ser nas peras 02 - Corte-as em fatias de mais ou menos 1cm 03 - Tempere as fatias com um pouco de mel, azeite, suco de limão e sal 04 - Em uma frigideira bem quente, grelhe as fatias sem movimentar muito para que elas não desmanchem e reserve 05 - Para a montagem, coloque em um recipiente as folhas, nozes e o queijo picado grosseiramente 06 - Finalize colocando por cima as fatias de pera e um fio de azeite

80

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

81


r-barbosa@outdoorregional.com.br

Crônica

As cores da virada por Rafael Barbosa

O

ano novo é um período muito especial. É uma data em que eu “revisito” tudo que fiz durante os 365 dias passados e me programo sobre o que quero viver com a chegada deste novo ano, além de festejar com os amigos, isto claro, com a devida preparação. Depois de fazer o prato que levaria para a festa chegou a hora de me trocar e lá estava eu parado na frente do guarda roupa tentando decidir o que iria vestir. Primeiro fui pelo óbvio e peguei uma cueca vermelha, o que é perfeito, pois consigo minha paixão ardente em 2016 sem que as pessoas vejam e pensem que estou desesperado. Passo para a calça e aí a coisa começa a complicar. Não quero ir de azul, afinal quem precisa de tranquilidade, mas usar uma calça branca me parece “coxinha” demais, pois todo mundo usa branco e não quero ser mais um “Pai de Santo” no Réveillon. Penso seriamente em sair e comprar uma calça amarela, afinal todo economista fala que para ganhar dinheiro deve-se gastar dinheiro, mas então lembro que verde é que atrai dinheiro e fico com a calça branca mesmo. Para finalizar, pego uma camiseta verde e uma camisa branca (se vou ser Pai de Santo vou fazer direito e o terreiro que me aguarde). Me olho no espelho e, pelos meus cálculos, se me vestir assim vou passar 2016 como um tarado super tranquilo e cheio da grana, o que já está ótimo. Vou para a festa e aproveito uma ótima noite, seja jogando conversa fora ou olhando para as roupas do povo e vendo o que eles querem para o ano novo. Tudo vai indo muito bem até que um amigo fala “cara, cadê o dourado? Não quer dinheiro esse ano?”. Quando falo que estou de verde para isso, ele responde que verde significa esperança e o meu mundo vem abaixo. Lá estou eu, há 20 minutos da meia noite, e em vez de um taradão cheio da grana eu vou ser um cara com esperança? Eu não quero esperança, quero ter esperança de ganhar dinheiro, ora bolas. Entro em desespero, mas por sorte encontro alguns anéis no quarto do meu an82

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

O resultado é que passei pela virada de ano e agora é esperar o resultado

fitrião e em um minuto estou mais dourado que um bicheiro no Rio de Janeiro. O resultado é que passei pela virada de ano e agora é esperar o resultado, afinal a gente tem que ter fé (olha só o verde ajudando). Mas mesmo que a preparação do ano novo tenha sido bem-sucedida, ela me deu tanto trabalho que tomei a decisão de facilitar minha vida e ir na virada para 2017 vestido de palhaço. Assim uso todas as cores possíveis e, no final, do jeito que eu sou talvez ninguém note a diferença.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

83


84

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 71

Outdoor Regional  

Edição 71 - Preta Gil

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you