Page 1

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

1


2

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


EXPEDIENTE

Carta ao leitor Quem abrilhanta a capa deste mês é a simpática dupla Thaeme e Thiago. Eles, que já, estiveram na capa da Outdoor em 2012, agora retornam para contar o que mudou nesses cinco anos, além de falar sobre o DVD “Ethernize” e os planos para este semestre. Coordenador Geral Rafael Jorge Pereira Coordenador de Criação André Maffeis Jornalista Responsável Juliana Moreno MTB: 0056878/SP Repórteres Bruno Rodrigues / Juliana Moreno Rafael Barbosa Colaboradores Gabriela Barreto / Raphael Chespkassoff Dr. Marcelo L. Galvão / Laura Baggio XPRES / Arch 0.7 / Solutudo Rafael Neto / Aline Cunha Gislaine Silva

Se você tem alguma dúvida sobre venda casada, em Direito trazemos uma matéria para sanar suas possíveis dúvidas. Entenda mais sobre essa prática abusiva e proibida pelo Código de Defesa do Consumidor. Moda Feminina destaca algo que chegou de vez para facilitar nossa vida. Trata-se da mini mochila, um item ideal no dia a dia para combinar estilo e praticidade, além de permitir carregar tudo que você precisa para um dia inteiro! Em Turismo você confere dicas para quem deseja fazer um roteiro turístico para apreciar uma culinária variada e de qualidade em São Paulo, especificamente no bairro de Pinheiros. Tem opções para todos os gostos e ocasiões! Estes são alguns dos assuntos que preparamos especialmente para você. Aproveite sua leitura e até a próxima edição!

Revisão Juliana Moreno / Rafael Pereira Diagramação / Projeto Gráfico Bruno Vieira Veiga de Oliveira Departamento Jurídico Mariele de Oliveira Rosa OAB/SP 377.408 Agradecimento Amanda Ferro - Criarte Assessoria e Divulgação Tiragem/Impressão 8.000 exemplares Gráfica Santa Edwiges

Juliana Moreno

Distribuição Boituva/Iperó/Cerquilho Tatuí/Sorocaba

Jornalista Reponsável pela Revista Outdoor Regional

Assinaturas assinaturas@outdoorregional.com.br Edições anteriores edicoes@outdoorregional.com.br Empresa Pereira e Maffeis Editora LTDA CNPJ: 13.970.830/0001-93

A revista não se responsabiliza por conceitos e opiniões emitidos por entrevistados e colaboradores, assim como não se responsabiliza pelo conteúdo de informes e anúncios publicitários

j-moreno@outdoorregional.com.br

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

3


4

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

5


6

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

7


8

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

9


Índice

66 16

12 14 16 18 20 22 28 30 34 44 48 50 52 54 56 64 66

Cinema Literatura Música Moda Masculina Moda Feminina Arquitetura & Decoração Reflexão Web Social Capa Esportes Saúde Games Turismo Direito Política Crônica

Errata: Na capa da edição 87 erramos o nome do vocalista do Grupo Raça Negra. O correto é Luiz Carlos

52

Anúncios e Publicidade: Avenida Pereira Ignácio, 378 2º andar - sala 07 Telefone: (15) 3263-5028 (15) 99114-2136 contato@outdoorregional.com.br Empresa Parceira: Solutudo Boituva (15) 3264-1457 / SoluTudo Boituva

48 10

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

www.outdoorregional.com.br


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

11


Juliana Moreno Jornalista MTB 0056878/SP

Cinema

j-moreno@outdoorregional.com.br

i

i 12

As primeiras reações da crítica tecem elogios grandiosos ao novo filme de Christopher Nolan

Em uma coletiva recente, o diretor Michel Bay afirmou que este será o seu último filme na franquia Transformers OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

i

Dois casais buscam o sucesso em um cenário composto por música, sedução e traição


Dunkirk Chega neste mês aos nossos cinemas o longa que é baseado na história da Operação Dínamo, quando em maio de 1940, quase 400 mil soldados britânicos foram cercados pelos alemães na cidade de Dunquerque, no norte da França, e tiveram que bater em retirada. O resgate dos soldados é considerado um dos momentos mais importantes da Segunda Guerra Mundial, uma operação de tanto risco que o episódio ficou conhecido como “o milagre de Dunquerque”. O filme, dirigido por Christopher Nolan, também responsável por “Interestelar” e “Batman – Cavaleiro das Trevas”, tem no elenco nomes como Tom Hardy, Cilian Murphy, Mark Rylance, Kenneth Branagh e o cantor Harry Styles, do grupo One Direction.

Transformers O Último Cavaleiro O quinto filme da franquia Transformers mostrará Optimus Prime em busca dos criadores da sua espécie em uma viagem pelo espaço. “O Último Cavaleiro” contará com a presença do gigantesco vilão Unicron, um robô-entidade que devora planetas, além da volta dos Dinobots. Com Mark Wahlberg, Josh Duhamel, Anthony Hopkins, Tyrese Gibson, Stanley Tucci e Jerrod Carmichael no elenco, o filme também conta com Akiva Goldsman no roteiro, além de Michael Bay, que retorna para dirigir o longa. O filme, que já estreou em vários países, até o fechamento desta edição já havia arrecadado quase US$ 500 milhões em bilheteria mundial.

De Canção em Canção Com estreia prevista para o final do mês, “De Canção em Canção” reúne um elenco de peso. Ryan Gosling, Natalie Portman, Rooney Mara e Michael Fassbender estão na linha de frente do longa do grande diretor Terrence Malick. Ele é conhecido por usar em seus filmes belas imagens mescladas a uma abordagem filosófica muito rica em detalhes, como pudemos ver em “A Árvore da Vida”, “Amor Pleno” e “Além da Linha Vermelha”. A trama em questão mostra o dia a dia de dois triângulos amorosos que se cruzam no cenário musical de Austin, no Texas. Além disso, o filme conta com participações de grandes nomes do rock, como Patti Smith, Iggy Pop, Arcade Fire, Red Hot Chili Peppers, Florence Welch e outros.

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

13


Juliana Moreno Jornalista MTB 0056878/SP

Literatura

j-moreno@outdoorregional.com.br

“Para depois que eu partir” Chega às livrarias no final do mês “Para depois que eu partir”, livro que conta a história real de uma mãe com câncer terminal que decidiu deixar mensagens para a filha que não verá crescer. Heather McManamy foi diagnosticada aos 35 anos com câncer de mama em estágio terminal, algo que a fez sentir como se sua vida estivesse desmoronando. Passou por várias cirurgias e dezenas de sessões de quimioterapia que estenderiam um pouco seu tempo, mas não impediriam a morte iminente. Foi nesse estágio que ela começou a fazer os preparativos para a jornada futura de sua filha sem a mãe: escreveu mensagens comemorativas para Brianna, com quatro anos na época. O primeiro dia de escola, o aniversário de 16 anos, o dia do casamento, mensagens para dias bons e também para dias maus. Um livro que é uma história do poderoso amor de uma mãe por sua filhinha. Autores: Heather McManamy e William Croyle | Editora: Universo dos Livros | 192 páginas

“Piano Vermelho” O autor Josh Malerman, famoso por “Caixa de Pássaros”, seu romance de estreia, lança agora “Piano Vermelho”. Os Danes, ex-ícones da cena musical de Detroit, um dia recebem a visita de um funcionário misterioso do governo dos Estados Unidos, com um convite mais misterioso ainda: uma viagem a um deserto na África para investigar a origem de um som desconhecido que carrega em suas ondas um enorme poder de destruição. Liderados pelo pianista Philip Tonka, os Danes partem para a tal jornada, desbravando as entranhas mortais do deserto, uma viagem que leva Tonka para o centro de uma complexa conspiração. Seis meses depois ele está em um hospital, se recuperando de um acidente quase fatal. Com as circunstâncias do ocorrido ainda sem esclarecimentos, ele vive em medo e agonia se perguntando onde foram parar seus companheiros e sem saber o que é verdade e o que é mentira.

Autor: Josh Malerman | Editora: Intrínseca | 320 páginas

14

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

“Meus dias com você” É uma manhã comum e Ed e Zoe já estão tendo a primeira discussão do dia, algo bastante recorrente no casamento. Ela acaba se despedindo de forma brusca quando ele sai para o trabalho e, numa tacada cruel da vida, pouco tempo depois um ônibus acerta a bicicleta de Ed, matando-o e deixando Zoe arrasada. Dois meses depois, ainda arrasada pelo acontecimento, decide cuidar do jardim do marido, quando algo acontece e ela cai e desmaia. Aí algo estranho acontece: ao acordar, ela está em 1992, no dia em que conheceu Ed na faculdade. A partir daí, ela passa a reviver diversos momentos de sua vida e percebe que talvez tenha conseguido uma segunda chance. Será que ela vai conseguir fazer algumas coisas diferente, mudar os rumos do relacionamento e, quem sabe, salvar o seu grande amor?

Autora: Clare Swatman | Editora: Arqueiro | 288 páginas


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

15


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Música

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Três em um

Valesca Popozuda Curte funk? É chegado (a) numa pegada de diva, algo bem melody, provocador? Pra descer até o chão? Chega mais que dia 12 de agosto um verdadeiro furacão do batidão aterrissará em Sorocaba. Valesca Popozuda

com seu sucesso “beijinho no ombro” se apresenta no E-dub Two Club and Lounge, a partir das 23h. Os ingressos variam de R$ 35,00 a R$ 100,00. Ah! A classificação é 18 anos, afinal, a pegada é bem adulta, não é mesmo?

Gosta de rock nacional? Prepare-se, pois dia 25 de agosto, Sorocaba recebe no Clube Recreativo Campestre, a partir das 21h, três ícones da música nacional. Trata-se de Jota Quest, Os Paralamas do Sucesso e Ira! O encontro faz parte da quarta edição do já consagrado “Sorocaba Rock Festival”. Sucesso incontestável, as três bandas prometem apresentações muito especiais. O valor dos ingressos individuais varia de R$30,00 a R$100,00. Vale lembrar que existe a opção de camarote vip open bar para 12 pessoas que sai no valor de R$ 1.200,00. Partiu?

Vai, Safadão! Perdeu Wesley Safadão na Festa Junina de Votorantim? Calma, você tem mais uma chance de ver o carismático cantor cearense aqui na região. No dia 7 de setembro, às 22h, na Arena Maeda, Wesley Safadão fará um show pela 11ª edição do Rodeio Itu. Os ingressos variam de R$ 30,00 a R$ 120,00 e, além de Safadão, o evento conta com diversas outras atrações como As Patroas (Maiara & Maraisa e Marília Mendonça), Zé Neto & Cristiano, Henrique & Juliano e Jorge e Mateus. Consulte o site do evento e divirta-se! www.rodeioitu.com.br

16

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

17


Gabriela Barreto

Moda Masculina

Produtora e Styling de moda g-barreto@outdoorregional.com.br

Puffer Jackets As jaquetas fofinhas, que parecem terem sido “infladas”, são ótimas para o frio, além de serem extremamente leves e ocuparem pouco espaço na mala

18

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


O modelo A puffer  é sempre levíssima de usar, graças aos tecidos sintéticos (que garantem um ar sporty) e ao matelassê, costura responsável pelo efeito dos gomos. A versão colete estimula as sobreposições com peças de algodão ou moletons, tornando-se perfeita pra meia-estação. 

Como usar

i

Os fatos atuais se tornam em memes que falam sobre a História

Apesar de serem casacos mais amplos e acolchoados, com uma pegada bastante esportiva, é possível criar visuais sofisticados. Para isso, basta combinar as peças certas, como calça jeans com lavagem escura e botas de couro. Também serve como uma boa opção para combinar com todos os tipos de ocasiões .

Dicas 01 Para o trabalho, aposte na puffer jackets em tons neutros

Esse modelo de jaqueta foi criado nos anos 30, mas com outro nome, The Skyliner, e servia para alpinistas enfrentarem as baixas temperaturas. As de material metalizado e oversized fizeram sucesso nas passarelas.

Diversas marcas investiram em modelos de jaqueta puffer, e foi pensando em deixar de lado as coleções com invernos tristes e caretas, que a Ellus 2nd floor investiu em modelos coloridos e metálicos.

02 Modelos com capuz dispensam ocasiões mais formais e se adequam perfeitamente a momentos de lazer, mais despojados 03 Invista nas jaquetas de materiais metalizados

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

19


Gabriela Barreto Produtora e Styling de moda

Moda Feminina

g-barreto@outdoorregional.com.br

Mini Mochila

A peça apareceu nas passarelas da última temporada de moda em diferentes versões, ganhou ares descolados e já caiu no gosto das fashionistas Foi-se o tempo que a  mochila  estava restrita ao ambiente escolar ou aos guarda-roupas geeks. O conforto é uma vantagem irresistível dessa tendência: na mochila você carrega o que precisa para o dia inteiro, tornando-se um item ideal  no dia a dia

20

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

para combinar estilo e praticidade.

A tendência Já há algum tempo as temporadas de desfiles de moda feminina apre-

sentam as mochilas  como tendência, em alta! Surgiram assim as mini, modelos menores de mochilas, ultra versáteis e modernas. Diversas grifes investiram no modelo, como  Louis Vuitton, Gucci e Chanel  já fizeram suas versões da “mini backpack”.


ckpack pode escolher uma  neutra, que combine com tudo, sem medo de errar! Caso queira fugir da cor preta, tons de  cinza e marrom são ótimas opções, principalmente para o uso na temporada outono-inverno.

Dicas 01 Aposte na mini mochila em cores vibrantes e deixe que ela seja destaque na produção

Como usar São diversas as combinações para o acessório master do look ser a mini mochila: jeans + camiseta ou  saia com botões + camiseta + bomber jacket com uma mini mochila preta. Já para um look mais despojado, aposte em t-shirts de personagens  + shorts e uma mini mochila colorida.

Escolha a sua! Peças em tamanho mini são fofas e atualizam o look do final de semana ou mesmo da balada. A mochilinha ainda pode ser uma grande parceira em viagens, quando você não quer sair com nada além dos documentos e de uma câmera fotográfica. Se você ainda não tem uma mini ba-

02 Surpreenda carregando uma mochila despojada em um look casual

03 Para o trabalho, vá de couro, mas se o ambiente for mais formal, aposte nas cores neutras

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

21


RenataTomazela e Ana Beatriz Ghizzi

Arquiterura & Decoração

Arquitetas Arch 0.7 arq-deco@outdoorregional.com.br

Quero construir! E agora? É comum surgirem dúvidas na hora de construir um imóvel: qual o primeiro passo, quais profissionais contratar, que terreno atenderia as minhas necessidades? Pode parecer complexo, mas existe uma ordem a ser seguida e profissionais capacitados que irão facilitar e organizar todo o processo

Escolhendo o terreno O ponto de partida para quem quer construir é ter o terreno, se ainda não o possui, fique atento a esses itens antes de efetivar a compra. Verifique a localização e o acesso ao terreno, a condição do solo (solo de boa qualidade evita maiores gastos na fun-

22

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

dação), topografia e área (tenha em mente se você prefere uma casa térrea, sobrado e a metragem final da construção).

Projeto É a hora de colocar no papel todas as suas ideias! O projeto, além de garan-

tir um melhor aproveitamento de espaço, reduz os custos de execução, já que minimiza a quantidade de erros e retrabalhos durante a obra, possibilita um planejamento de orçamento e ainda assegura que seu imóvel fique esteticamente harmonioso e funcional. Também são pensadas as questões referentes à insolação e ventila-


O projeto, além de garantir um melhor aproveitamento de espaço, reduz os custos de execução vação junto aos órgãos responsáveis (condomínios/prefeituras) e acompanhar o processo e a apresentação dos projetos e documentos necessários.

Hora de construir

i

Opte sempre por escolher profissionais capacitados, pois são eles que garantirão a qualidade da execução dos projetos

ção, fatores muito importantes para qualidade da edificação. Nesta etapa é importante procurar ajuda de um arquiteto, pois ele irá elaborar um estudo preliminar com base no programa de necessidades de seus clientes e estudar a implantação que melhor se adapte ao terreno escolhido. Definido o projeto básico será desenvolvido o projeto executivo, onde tudo será detalhado e os

projetos complementares compatibilizados.

Liberação para construir Para que a obra possa ser iniciada é necessário um alvará de construção, que será emitido pela prefeitura local. O profissional que desenvolveu o projeto poderá providenciar a apro-

O próximo passo é a contratação da equipe que irá executar/gerenciar os serviços. Opte sempre por escolher profissionais capacitados, são eles que garantirão a qualidade da execução dos projetos e sua comodidade. Eles poderão te auxiliar na contratação da mão de obra, compra de materiais, gestão dos fornecedores, prazos e controle da qualidade. Não se esqueça do cadastro junto à receita Federal para emissão da CEI.

Habite-se Após a conclusão da obra é necessário a emissão do Habite-se, um documento emitido pela Prefeitura que comprova o direito de efetiva utilização do imóvel. Um fiscal irá verificar se o que foi executado respeita as exigências da legislação local e se está conforme o projeto aprovado. Com tudo validado é só preparar a mudança e aproveitar seu novo lar!

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

23


Informe publicitário

Pedro Dantas Engenheiro Eletricista CREA - 5069955181

Energia Solar no Brasil Brasil ultrapassa 11 mil sistemas de energia solar fotovoltaica conectados à rede elétrica Até a última década, a ideia de produzir sua própria energia era algo presente apenas em filmes de ficção futurista, porém hoje além de possível, é financeiramente viável, devido aos incentivos do governo como isenção de ICMS e IPI dos módulos fotovoltaicos.

Crescimento O retorno de um investimento fotovoltaico para uma residência, comércio, empresa ou área rural é de 4 a 7 anos. Em junho desse ano, de acordo com a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), o Brasil chegou à marca de 11 mil sistemas fotovoltaicos instalados e 12 mil unidades consumidoras que recebem créditos de energia, totalizando uma potência instalada de mais de 90MW. Mesmo com o mercado crescendo tanto, a geração de energia através de um sistema solar fotovoltaico gera diversas dúvidas. Listamos algumas delas abaixo:

Os sistemas são caros e inviáveis? Não, desde o final de 2015 e começo de 2016, o custo dos materiais caíram expressivamente e levando em conta a vida útil do sistema, investir em um sistema fotovoltaico é uma ótima maneira de economizar.

Quanto tempo dura um sistema de energia solar fotovoltaica? Grande parte dos fabricantes de módulos fotovoltaicos tem garantia de vida útil de 25 anos, onde o mínimo de funcionamento após esse período é de 80% da potência inicial.

O sistema produz energia durante a noite? E em dias nublados? Durante a noite e em dias chuvosos, o sistema fotovoltaico não tem capacidade de produção, portanto, se o sistema é conectado à rede, a companhia

24

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

i

A energia solar fotovoltaica é uma opção sustentável e econômica para a preservação do planeta

de energia irá fornecer toda a energia necessária. Já durante dias nublados o sistema gera menos energia do que um dia normal de sol.

Como funciona o sistema de crédito? Eu perco energia que gerar a mais? Um sistema On-Grid, ligado à rede, sempre será dimensionado para produzir mais que o consumido durante o dia. Isso é feito para suprir a necessidade fornecida pela companhia de energia durante a noite ou dias chuvosos, portanto, o excedente produzido vira crédito de energia em kwh, que tem um prazo para ser utilizado de até 60 meses.

Um sistema fotovoltaico valoriza o imóvel? Sim, ter um sistema fotovoltaico valoriza seu imóvel em até 10%.

Qualquer um pode instalar um sistema fotovoltaico em seu imóvel? Não, um sistema fotovoltaico exige profissionais capacitados para o dimensionamento, liberação e instalação, um engenheiro eletricista e profissionais com certificações específicas como NR10 (Segurança em instalação e serviços em eletricidade) e NR35 (Trabalho em altura).

Um sistema desse necessita de manutenção? A manutenção é extremamente simples, já que a principal ação necessária é limpeza dos módulos. Com o mundo todo buscando alternativas para geração de energia renovável, a energia solar fotovoltaica em larga escala como usinas e pequena escala como a micro e mini geração em residências, comércios e industrias é a opção mais sustentável e econômica para preservarmos nosso planeta.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

25


Informe publicitário

EyE Consórcios Tranquilidade, confiança, segurança e experiência

Q

uando o assunto é consórcio, qual é a primeira coisa que vem à sua mente? Uma dívida? Algo que você paga por muito tempo sem ter o bem? Pode ser que até hoje tenha sido esse seu entendimento, mas a verdade é que não é bem assim. É preciso entender que o consórcio não é uma dívida, mas sim um planejamento para aumentar o patrimônio e uma das melhores formas de investimento que existe.

Vantagens Há grandes vantagens ao optar por um consórcio, sendo que uma delas é que a pessoa poderá ser sorteada a qualquer momento e não ficará sujeita às tentações de sacar o dinheiro para satisfazer qualquer impulso. Além dis-

so, poderá utilizar o rendimento do dinheiro investido, sem precisar descapitalizar e transformá-lo em parcelas de consórcio, tendo a possibilidade de aumentar o seu patrimônio.

Abrangência Então, quando você faz um consórcio, você está fazendo uma poupança para que, no futuro, tenha reservas suficientes para conseguir alcançar seus objetivos. E os consórcios hoje contemplam os mais diversos sonhos e objetivos: carros, motos, caminhões, terrenos, imóveis, construções, reformas, cirurgias plásticas, casamentos, formaturas, festas de 15 anos, etc. Ou seja, a abrangência é grande e as oportunidades são reais.

Sobre a EyE A EyE Consórcios, localizada em Boituva, é um escritório de representação do Consórcio Nacional Canopus, que está no mercado há mais de 45 anos. O Canopus é autorizado pelo Banco Central e reconhecido pela ABAC – Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios, órgão que regulamenta os consórcios no Brasil e, além disso, possui parceria com a Caixa Econômica Federal. Representante em Boituva e região, a EyE também atua a nível nacional na venda de consórcios e está entre as cinco maiores administradoras do ramo no Brasil. O consórcio que você precisa está aqui, faça-nos uma visita!

i 26

R: Cel. Eugênio Motta,521 Sala 17 – Centro Boituva Shopping Villa D’Ouro (11) 99834-2724 /EyE Consórcios Ao optar por um consórcio, você está fazendo uma poupança para no futuro ter reservas suficientes para conseguir alcançar seus objetivos

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

27


Laura Baggio

Reflexão

Graduada em Letras, escritora, assessora pedagógica e Coach Life l-baggio@outdoorregional.com.br

Lirabelle à noite Lirabelle à noite Eu olho pela janela e vejo o escuro. E uns pontinhos lá e cá de luz de poste. Eu gosto do escuro, até. Gosto das possibilidades que ele esconde. Gosto de imaginar o verde do mato do chão e o azul do céu que virão preenchê-lo amanhã. E também é no escuro que meu pensamento vai até você. Camuflado de desprezo, indiferença, ele chega ao teu ouvido e te conta minhas promessas de amor, na calada da noite. Não sei falar. Não aprenderia em mil dias. E preciso sussurrar no breu, nas madrugadas ocultas. Sei que nosso desencontro perdurará no meu silêncio e eu te perderei para sempre... Mas não te perderei nas noites de lua.

Para mais textos acesse www.oombrodaborboleta.blogspot.com.br

28

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

29


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Web

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Canal do Pirula Um caldeirão repleto de ciência, meio ambiente, assuntos polêmicos e um toque bem picante nos comentários fazem do Canal do Pirula um atrativo bem interessante nesse mundão chamado internet

i

Os fatos atuais se tornam em memes que falam sobre a História

Sobre o canal “O Pirula é um paleontólogo que sempre se interessou por divulgação científica, sempre gostou de explicar pras pessoas as maravilhas do mundo natural”. É assim que ele se descreve. Aliás, pesquisei muito para descobrir o nome do Pirula e acredite, não encontrei. Pirula é um apelido que este vlogueiro de sucesso recebeu na faculdade e acabou usando inclusive como uma alcunha profissional. Desde criança ele ficava mostrando pra todo mundo trechos de documentários da BBC, até que se formou em Biologia e começou a trabalhar com fósseis, dava cursos sobre Evolução e Paleontologia em faculdades e co-

30

Atualmente seu canal no Youtube tem quase 600 mil seguidores, além do Twitter, com mais 90 mil fãs

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

légios. Chegou, inclusive, a dar aulas em colégios e universidades. Porém, o Youtube foi o portal para que ele se tornasse famoso na internet e tivesse suas ideias e teorias ouvidas num alcance considerável. Seu canal aborda um pouco de tudo. Vai de ciência, religião, palpites sobre entretenimento, política e, claro, sua especialidade: o meio ambiente. Atualmente seu canal no Youtube tem quase 600 mil seguidores, além do Twitter, com mais 90 mil fãs.

Quebrando as regras Acreditem, umas das coisas que mais fazem sucesso na internet são plataformas diretas e dinâmicas. Porém, o

Pirula quebra essa regra com vídeos longos e sem muitas edições. O que rola ali é realmente o que ele tem para apresentar como conteúdo, teoria e opinião. E pasmem, faz bastante sucesso. Além de ter uma boa oratória o vlogueiro ainda usa de bastante naturalidade para tratar temas científicos tomando todo cuidado com os leigos, ensinando várias teses e refutando outras que ele não concorda. É claro que uma pitada bem acentuada de acidez não poderia faltar. Gosta de ciência e assuntos polêmicos em geral? Então corre lá conhecer! /Canal do Pirula

i

Personagens famosos também são alvos da brincadeira


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

31


Gislaine Silva Graduanda em Jornalismo

Informe publicitário

g-silva@outdoorregional.com.br

Imobiliária do Rafa: de pai para filho Rafael Modanez Gianotti seguiu os passos de seu pai e hoje é responsável por dar continuidade em uma história de sucesso que completa 40 anos

i

Rafael Modanez Gianotti está à frente da imobiliária desde 2006

U

m dos pioneiros na locação de imóveis, Rafael Gianotti decidiu abrir seu escritório de administração imobiliária em 1977, enquanto se preparava para a OAB depois de ter se formado em Direito, carreira esta que também inspirou seu filho Rafael Modanez Gianotti a seguir.

32

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

Seguindo os passos do pai Durante o colegial, Rafael estava pesquisando quais os cursos que mais o interessavam e a presença familiar na sua vida, fez com que decidisse cursar Direito. “Eu me interessava bastante pelos assuntos que conversava com meu pai sobre advocacia e gostava também dos assuntos da minha mãe que era engenheira civil, porém não era muito fã de matemática e foi aí então que optei por

seguir a profissão do meu pai”, conta. Rafael entrou na faculdade em 2004, onde frequentava o curso noturno e paralelamente durante o dia ajudava seu pai nos afazeres com a imobiliária. Em 2006, Rafael Gianotti passou a se dedicar a outros negócios, e pediu ao filho para que desse continuidade no trabalho árduo e transparente construído até ali. Foi a partir de setembro de 2006 que ele assumiu e ficou à frente da imobiliária. Rafael diz que seus pais sempre foram sua inspiração. “Desde pequeno acompanhei as profissões de


meus pais, sempre achei que ambas me agradariam. E quando meu pai sinalizou que me apoiaria como seu sucessor na imobiliária, a escolha pela profissão ficou mais clara pela possibilidade de dar continuidade a uma empresa já consolidada no mercado”, afirma.

Crescimento da imobiliária De 2005 até 2013, a imobiliária permaneceu no mesmo local, porém com o crescimento, a demanda do mercado e a mudança no perfil do cliente, foi necessário mudar o local da imobiliária e contratar mais mão de obra para suprir e se manter atualizado. A mudança foi primordial e trouxe ainda mais visibilidade para a imobiliária. “Mudamos para o prédio da Rua José Ferrielo e por ser uma estrutura mais nova, ele nos proporcionou ainda mais visibilidade no negócio e foi realmente uma fase muito importante para a imobiliária”, diz Rafael.

Valores que permanecem Para ele, o que mantém a qualidade da imobiliária por 40 anos é a transparência e a idoneidade de pai para filho. “A transparência, seriedade, honestidade

e comprometimento na negociação sempre foram marcantes e há 40 anos somos lembrados por isso”, afirma ele. Mesmo muito jovem, Rafael diz que sempre soube assimilar bem essa transição. “A responsabilidade é muito grande, mas ainda bem que mesmo novo sempre soube levar isso, esses princípios e valores estão ligados ao meu caráter e o da minha família. Hoje o que tento é fazer com que as pessoas saibam que, apesar de novo, sou eu que estou à frente dos negócios e que seguimos os mesmos caminhos com serenidade, confiança, profissionalismo e comprometimento. O cliente pode esperar aquilo que ele encontraria na empresa na época que era do meu pai”, conclui.

Uma história ligada a Boituva Quando o assunto é Boituva, Rafael conclui deixando sua mensagem de

i

O novo prédio proporcionou ainda mais visibilidade e a mudança de local marcou uma fase muito importante para a imobiliária

gratidão. “Falar de Boituva é falar da história da família. Boituva pra mim é tudo, é o terreno fértil que decidimos plantar. Tudo veio de geração para geração. Boituva tem potencial para continuar fazendo histórias bonitas assim como a do meu pai e também a que eu quero construir”, conclui.

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

33


Social

Niver do Fefeu Absurdo Chopp & Food Fotos: Vincenzo Daldoss

34

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

35


Social

2ª Feijoada do Guerra Fotos: Raphael Chespkassoff

36

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

37


Social

Celebração 4th of July Fotos: First Idiomas Boituva

38

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

39


Social

Estância West

40

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88


A Fábrica Pub Comenda Empreendedor Prefeito Olimpio Andrade e Título de Policial Padrão de Boituva/SP

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

41


Informe publicitário

Por: Camila Patekoski Marcusso

Feira Cultural 2017 Inovação e criatividade na Feira Cultural do Colégio Objetivo Boituva

Em 1º de julho, o Colégio Objetivo Boituva realizou a Feira Cultural 2017, com o tema da Organização das Nações Unidas, ano internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento. Em vez de realizar a tradicional Festa Junina, o colégio optou por inovar e instigar ainda mais a imaginação e a criatividade dos alunos para as pesquisas e confecções dos trabalhos. As salas de aula se transformaram em diferentes países e a quadra poliesportiva em um grande palco de atrações multiculturais, onde também foram servidas comidas típicas de diversas partes do mundo. Ambientadas de acordo com os países homenageados, as instalações contaram com decorações e figurinos temáticos, além de muito conhecimento, por parte dos alunos e da equipe, para serem compartilhados com os visitantes. Como, por exemplo, uma réplica da Torre Eiffel e a história do macaron, doce típico da França; a Torre de Pisa, o Coliseu e o Vaticano na Itália, além de uma mesa farta com comidas tradicionais; a biografia de Mao Tsé-Tung e sua influência na China, bem como o horóscopo chinês; e a Calçada da Fama nos Estados Unidos. No Brasil, foi montada a praia de Copacabana, ícone do Rio de Janeiro; o minimundo de Gramado,

42

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

no Rio Grande de Sul; o Pelourinho na Bahia, a região amazônica no norte, as praias do nordeste e as chapadas do centro-oeste. Também houve representação da quarta maior roda gigante do mundo na Inglaterra; um balão de verdade lembrando a Capadócia, na Turquia; e a construção do muro de Berlim, na Alemanha. Na sala da Arábia Saudita houve amarração de lenços nos visitantes que desejassem; enquanto na Espanha houve exposições de obras de artistas regio-

i

A Feira Cultural inovou e instigou ainda mais a imaginação e a criatividade dos alunos

nais e, na Rússia, apresentação teatral de um folclore russo. Na ambientação da Tailândia foi montado um tuk-tuk, carro pequeno utilizado para o transporte no país, e houve uma transmissão ao vivo da participante Yuko, do Master Chef Brasil, que falou sobre seu país de origem. Na quadra, foram promovidas as apresentações artísticas, que envolveram desde os alunos da educação infantil até os do ensino médio. E contaram ainda com a participação de estudantes da Unip Polo Boituva. Após as danças, houve um lindo coral com músicas em diversas línguas, como francês, italiano, tailandês, inglês e português. Os convidados se emocionaram com a interpretação da música Trem Bala, de Ana Vilela, que fala sobre os momentos simples que dão sentido à vida. A feira reuniu pais, alunos, familiares e convidados para celebrar o encerramento do semestre. O Colégio Objetivo Boituva agradece a presença de todos e parabeniza os alunos, professores, coordenadores e departamentos administrativos e deseja aos estudantes excelentes férias!


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

43


Capa

Foto: Fernando Hiro - EDIÇÃO 88 REGIONAL 44 OUTDOOR


Juliana Moreno

i

Jornalista MTB 0056878/SP

A dupla lançou recentemente em todas as plataformas digitais a música ‘Sarcasmo’

j-moreno@outdoorregional.com.br

Eles já estiveram na capa da Outdoor no ano de 2012, quando a dupla ainda dava seus primeiros passos. Hoje, cinco anos depois, eles estão novamente aqui para falar sobre essa trajetória de sucesso que vêm trilhando desde então.

Cinco anos depois Iniciei a entrevista perguntando a eles sobre as mudanças mais significativas que ocorreram na carreira no decorrer desses cinco anos. “Nossa, muita coisa aconteceu! Olhando para trás vejo quantas coisas boas tivemos na nossa carreira. Os álbuns, EP’S, DVD’S, shows. Tudo foi especial, mas a gravação do CD e DVD ‘Ethernize’ foi um sonho realizado”, diz Thaeme. Já Thiago afirma que nesse tempo amadureceram muito,

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

45


i

O arranjo da música ‘Sarcasmo’ teve influência dos hits mundiais da atualidade, com um toque de trap e elementos eletrônicos

como artistas, profissionais, quanto como pessoas. “Tudo vem para somar e realmente, como a Thaeme disse, a gravação do DVD ‘Ethernize’ foi especial. Foi planejado e feito com muito carinho e, com certeza, é um marco na nossa história”, afirma Thiago.

O sucesso Também quis saber se naquela época da primeira entrevista, ainda com a formação da dupla sendo algo bem recente, eles imaginavam que conseguiriam tamanha projeção na mídia em tão pouco tempo. “A gente esperava que isso acontecesse, mas nunca tivemos certeza. A nossa única certeza sempre foi trabalhar duro, sermos profissionais e respeitosos com todos à nossa volta, acreditar naquilo que fazemos e ter amor pelo ofício. Acredito que essa projeção na mídia é resultado de tudo isso”, explica Thaeme.

“Ethernize” O DVD “Ethernize”, terceiro projeto em vídeo da dupla, apresentou uma estrutura grandiosa e um repertório repleto de canções inéditas. Lançado

46

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

no ano passado, o show de gravação contou com projeções em 3D que dão a sensação de vários cenários paralelos. Elementos gráficos foram desenvolvidos para serem fundidos a esse conteúdo e a iluminação toda em LED e sound effects, sincronizados como no cinema, complementaram a grandiosidade do DVD, repleto de inovações tecnológicas. O trabalho contou com romantismo, evidenciado pelas músicas “Pra Ter Você Aqui” e “Traição Não É Acidente”, bem como com muito agito ao som de “Igreja Ou Barzinho” e Nunca Foi

A nossa única certeza sempre foi trabalhar duro, sermos profissionais e respeitosos com todos à nossa volta, acreditar naquilo que fazemos e ter amor pelo ofício


Ex”. Também tiveram participações especiais, como Gusttavo Lima na faixa “Fica Louca” e a dupla Rick e Nogueira em “Ponto Fraco”. Já na canção que dá nome ao trabalho, quem dividiu o palco com a dupla foi a irmã de Thaeme e os irmãos de Thiago.

O futuro Perguntei se eles conseguem neste momento imaginar – ou sonhar –

i

O DVD ‘Ethernize’, terceiro projeto em vídeo da dupla, apresentou uma estrutura grandiosa e um repertório repleto de canções inéditas

No clipe de nova música de trabalho, Thaeme e Thiago mostraram talento como atores no filme dirigido por Jacques Junior

como a dupla estará daqui cinco anos. “Nosso sonho é ser uma dupla consagrada como, por exemplo, Chitãozinho e Xororó. Ficar muitos e muitos anos aí no mercado, cantar juntos até a gente ficar bem velhinho. A dupla é uma criança ainda, tem seis anos, então a gente sonha em poder levar a nossa música pra sempre, que fique eterna no coração das pessoas”, explica Thaeme. Já Thiago diz que o sonho é daqui 100 anos cantar e olhar um para a cara do outro e dizer “é... se eternizou!”. Para este segundo semestre eles afirmam que o plano é continuar viajando pelo Brasil com a turnê “Etherni-

ze”. “Já estamos preparando muitas surpresas para os nossos fãs e admiradores. Aguardem! Tem coisa boa chegando”, diz Thiago.

Aos fãs Para finalizar a dupla deixou uma mensagem para todos os fãs. “Obrigada a todos vocês pelo carinho, atenção e todo amor! Sem vocês não seríamos nada. Que Deus abençoe a todos com muita paz, saúde e muito amor”, diz Thaeme. “Obrigado por vocês fazerem parte da nossa carreira”, finalizou Thiago.

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

47


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Esportes

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

i

Curry é especialista em arremessos de 3 pontos

Stephen Curry Conheça um pouco mais sobre este fenômeno do basquete atual e sua vitoriosa carreira na NBA

De vento em popa A NBA costuma apresentar ao mundo extraordinários jogadores de basquete. A nata das quadras deste esporte mundial desfila suas habilidades pelos mega ginásios americanos com jogos que deixam os torcedores em pleno delírio. Nos últimos anos, uma equipe vem se

48

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

destacando e se configurou como a atual campeã do torneio: trata-se do Golden State Warriors, da cidade de Oakland, na Califórnia. A equipe conta com feras como Klay Thompson, Kevin Durant e Stephen Curry. Este último possui um talento especial: o arremesso de três pontos. Não é raro ver Curry decidir

partidas com este tipo de jogada, pois sua precisão impressiona até mesmo grandes astros que fazem parte da história deste esporte. O armador de 29 anos tem dois títulos pela NBA (2015 e 2017) e dois prêmios individuais de MVP - Most Valuable Player (jogador mais valioso) em 2014-15 e 2015-16, além dos


títulos mundiais pela seleção americana, em 2010 e 2014.

Prodígio Com 1.91m de altura, Curry nasceu em 14 de março de 1988, na cidade de Akron, em Ohio. Steph começou a jogar basquete em 1999, na Queensway Christian College, em Etobicoke (Canadá). Aos 14 anos, Wardell Stephen Curry foi para o high school, para defender o Charlotte Christian. Em 2009, atuando pela Universidade de Davidson, se inscreveu no draft (evento de recrutamento de atletas da NBA). O Golden State Warriors o selecionou na sétima escolha geral de 60. Dois anos depois, operou o tornozelo direito. À beira de uma enorme queda, o armador viveu uma temporada problemática em 2012, quando uma série de lesões o permitiram atuar apenas 26 vezes em 66 jogos da franquia. Os Warriors temiam pela aposta que tinham feito. Mas em 2013 ele apareceu pra valer quando quebrou o recorde de cestas de três pontos em uma temporada da NBA, com 272. E de lá pra cá se tornou esse fenômeno das quadras de basquete. Curry certamente está junto dos grandes nomes da NBA de todos os tempos como Allen Iverson, Scottie Pipen, Kobe Bryant, Michael Jordan, Kevin Durant, Lebron James, entre outros.

em 2013 ele apareceu pra valer quando quebrou o recorde de cestas de três pontos em uma temporada da NBA, com 272

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

49


Dr. Marcelo L. Galvão

Farmacêutico Bioquímico e Secretário da Comissão Técnica do Conselho Reg. de Farmácia de Sorocaba CRF-SP 50.071

Saúde

m-galvao@outdoorregional.com.br

Lave as mãos, por favor! O mais simples método de higienização é o mais importante contra as doenças

i

Manter as mãos limpas evita a propagação de vírus e bactérias que causam gripe e dor de barriga

Parece até estranho abordar um tema como esse em um mundo com tanta informação, não é mesmo? Mas sim, lavar as mãos, ou melhor, a falta de lavá-las ou realizar essa tarefa de forma inadequada acontece com muita frequência, levando a população a transmitir doenças.

Água e sabão O jeito mais simples de higienizar as mãos é lavá-las com água e sabão ou sabonete. A preferência é usar sabonete líquido. Sabe por quê? Porque o

50

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

sabonete em barra pode ser facilmente contaminado. Quantas mãos passaram por ele antes de você? Como o sabonete líquido fica geralmente em um dispenser, não se tem contato com o restante do produto. Apenas a quantidade que você for usar entra em contato com as mãos ainda sujas. O sabão, como o de coco, por exemplo, também poderia ser utilizado, mas todo sabão pode ressecar um pouco a pele se comparado com outros tipos de sabonetes. Dentro da sua residência você até pode usar o sabão ou sabonete em barra já que a quantidade de pessoas que vão usá-lo é menor e já conhecida, como família e

amigos, mas ainda sim, o sabonete líquido é a melhor escolha.

Quantas vezes lavar? Isso não tem regra. Lavar antes de pegar em alimentos, tanto para consumo como preparo, antes e após usar o banheiro, após sair do ônibus ou metrô, pegar em corrimãos, antes e após visitar doentes, ao chegar em sua casa, ao cuidar de crianças pequenas, brincar com seus animais, entre tantas outras ocasiões. Mesmo que vá usar luvas, você deve lavar as mãos antes e depois


de calçá-las. Você não precisa ficar neurótico com isso a ponto de se tornar um TOC, mas tomar essas medidas previne que você não adquira micro-organismos, como bactérias ou que você passe-as para outras pessoas e objetos.

Como lavar Primeiro molhe as mãos. Em seguida, adicione o sabonete líquido na palma das mãos e faça movimentos circulares com as mãos abertas. Esfregue as pontas dos dedos na palma da outra mão. Ainda com as mãos abertas, deslize os dedos entre as mãos, tanto com palma com palma, como palma e dorso das mãos. As pontas dos dedos devem ser friccionadas na palma da outra mão. Lave cada dedo com movimentos de rotação começando do dedão até o dedo mínimo. Repita todos os processos com a outra mão. Abra novamente a torneira, enxague as mãos e seque com papel toalha, principalmente em lugares públicos e feche a torneira com o papel toalha que você usou. Descarte no lixo, de preferência um que tenha pedaleira. Pronto! Parece complicado, mas na prática vai levar entre 40 e 60 segundos

Álcool Gel A praticidade de levar o álcool gel junto com você é ótima. Muito mais seguro que o líquido, a versão em gel ainda pode ter componentes que hidratam as mãos em contrapartida do próprio

álcool que pode ressecar. A preferência é sempre ir até a pia e lavar com água e sabão, mas na ausência dessa possibilidade, o gel garante pelo menos a eliminação de boa parte dos micro-organismos. Mas lembre-se: o álcool gel elimina apenas os “bichinhos”, mas a sujeira ainda continua em suas mãos.

Mãos limpas sempre Manter as mãos limpas, além de evitar que você fique doente, evita também a propagação de vírus e bactérias que

causam gripe e dor de barriga, por exemplo. Um ato simples que evita tantas complicações de saúde de uma comunidade ou cidade. Lave as mãos, por favor!

Continue lendo sobre esse assunto no site www.chameofarmaceutico.com.br ou nas mídias sociais: Facebook, Youtube e Instagram @chameofarmaceutico ou Twitter @chameofarma Contato ou Sugestões chameofarmaceutico@hotmail.com

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

51


Rafael Barbosa Jornalista

Games

r-barbosa@outdoorregional.com.br

Outdoor Indica Vamos aproveitar este momento de calmaria do ano para falar de alguns jogos pequenos e que com certeza valem um pouco da sua atenção

O ano de 2017 já chegou na metade e que primeiro semestre nós tivemos no mundo dos games! Excelentes jogos chegaram às prateleiras das lojas nestes primeiros seis meses e embora nós tenhamos falado de alguns deles, é impossível comentar todos os grandes lançamentos até aqui, principalmente os títulos independentes, que têm feito a alegria dos gamers tanto quanto os títulos de produções milionárias.

52

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

What Remains of Edith Finch Plataformas: PS4 / PC O título produzido pelos americanos da Giant Sparrow se propõe a ser uma narrativa diferente da que estamos

acostumados a acompanhar em jogos. Controlamos Edith Finch, uma jovem que é a última remanescente de uma família afligida por uma terrível maldição que matou praticamente todos os seus membros. Disposta a salvar sua vida, a garota volta ao lar de sua família para tentar descobrir como acabar o terrível destino que eliminou seus ancestrais. O game está interessado em contar uma história e, assim, com uma estrutura puramente narrativa, somos leva-


cia que promete ser recompensadora se o jogador estiver disposto a encarar um autêntico Point and Click, que traz um humor delicioso, mas também uma progressão lenta, onde ficar sem saber o que fazer muitas vezes faz parte da experiência.

dos a conhecer um pouco mais sobre a família de Edith e como alguns de seus familiares faleceram, sendo que cada uma destas “tragédias familiares” é passada ao jogador através de uma experiência interativa e de jogabilidade diferente. Um game com uma narrativa intrigante e que é passada de uma maneira poucas vezes vista nos games.

Full Throttle Remastered Plataformas: PS4 / PS Vita / PC Está aí uma das remasterizações mais esperadas dos últimos anos. Quando foi lançado em 1995, Full Throttle simbolizou o fim da era de ouro dos jogos Point and Click, trazendo tudo que o

gênero tinha de melhor e ficando marcado como um dos melhores títulos de sua época. Agora reformulado, o título foi relançado de forma totalmente remasterizada, com gráficos e áudio remodelados. Acompanhar o motoqueiro Ben, enquanto o líder da gangue The Polecats se envolve em uma intrincada conspiração mundial, é uma experiên-

Rime Plataformas: PS4 / PC / Xbox One Rime é um daqueles títulos adequados para jogarmos com nossos filhos. O novo trabalho dos poloneses da Tequila Games traz uma estética que parece ter saído de um conto infantil, contando as aventuras de um garotinho que acaba perdido em uma ilha e agora deve explorar os mistérios deste lugar para encontrar seu caminho para casa. Com um visual de cair o queixo e uma trilha sonora encantadora, o título apresenta uma jogabilidade baseada na exploração de um universo fantástico, investindo em uma dinâmica onde nunca estamos fazendo a mesma coisa ao mesmo tempo e que sempre instiga o jogador a seguir em frente para descobrir que maravilhas e desafios encontrará a seguir. Um título singelo e cativante, ideal para todas as idades.

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

53


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Turismo

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

Gastronomia paulistana Hambúrguer gourmet, bolinho de bacalhau e sorvetes artesanais são algumas das deliciosas opções que a capital apresenta com um requinte gastronômico de qualidade Que São Paulo é um poço cultural todo mundo sabe. Que é o grande expoente econômico do país, também. E a respeito de sua gastronomia, é possível fazer um roteiro turístico para apreciar uma culinária variada e de qualidade? Pois bem, a Outdoor Regional apresenta algumas opções bastante saborosas pra quando você estiver de bobeira na capital, ou mesmo passando uma temporada por lá. Assim você não vai ficar sem apreciar

54

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

uma refeição de qualidade. Como este jornalista que vos fala já trabalhou no bairro de Pinheiros, as dicas serão por ali, aliás, mais especificamente na Rua Joaquim Antunes, ok?

Bifão de respeito Na esquina da Rua Artur de Azevedo com Joaquim Antunes, se encontra um charmoso bar que serve refei-

i

O charmoso Bar do Mário serve refeições durante o dia de segunda a sábado


na esquina da Rua Pinheiros com a Joaquim Antunes. Por lá, é possível encontrar hambúrgueres bem elaborados acompanhados de ingredientes muito diferentes com um estilo bem americanizado. Além de diversas cervejas internacionais, lá você pode apreciar o Milk Shake de Guinness com Jack Daniel’s.

Que tal um sorvete artesanal?

ções durante o dia todo de segunda a sábado. Trata-se do Bar do Mário. O Mário, aliás, é um simpático torcedor da Portuguesa que fica no caixa e faz questão de olhar nos olhos de cada cliente. Vale a pena experimentar o premiado bolinho de bacalhau. Uma ótima sugestão é o suculento bife de chorizo argentino que vem numa porção generosa acompanhado de

arroz, feijão e salada. É de dar água na boca.

Hambúrguer gourmet Se você optar por uma alternativa além de um almoço convencional é só caminhar mais um pouco até chegar ao Meats. A hamburgueria fica

Depois dessas duas deliciosas opções, ali mesmo, na Joaquim Antunes n° 1147 você encontra a Frida & Mina Sorvetes Artesanais. Ali você pode apreciar sabores atraentes como morango com vinagre balsâmico, doce de leite, crocante de macadâmia e açúcar mascavo com noz pecã, chocolate com cerveja, entre outros. É servido tanto em potinho como em uma deliciosa casquinha produzida por eles mesmos. Vale a pena conferir e tirar suas próprias conclusões. Garanto que não vai se arrepender!

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

55


Aline Cunha Advogada OAB/SP 318.489

Direito

direito@outdoorregional.com.br

Venda casada Condicionar a compra de um item à aquisição de outro produto ou serviço é o que caracteriza a venda casada, uma prática abusiva e proibida pelo Código de Defesa do Consumidor

Venda casada é a prática que os fornecedores têm de impor, na venda de algum produto ou serviço, a aquisição de outro não necessariamente desejado pelo consumidor. Segundo a Secretaria de Acompanhamento Econômico, ligada ao Ministério da Fazenda, “venda casada é a prática comercial que consiste em vender determinado produto ou serviço somente se o comprador estiver disposto a adquirir outro produto ou serviço da mesma empresa. Em geral, o primeiro produto é algo sem similar no mercado, enquanto o segundo é um produto com numerosos concorrentes, de igual ou melhor qualidade. Dessa forma, a empresa consegue estender o monopólio (existente em relação ao primeiro produto) a um produto com vários similares. A mesma prática pode ser adotada na venda de produtos com grande procura, condicionada à venda de outros de demanda inferior”.

Entenda Imagine que você deseja comprar um carro e, na concessionária, informam que só é possível adquirir o veículo caso leve também um seguro. Esse seria um típico caso de venda casada. Essa prática é abusiva e proibida, de acordo com o artigo 39, I, do Código de Defesa do Consumidor (CDC). No entanto, ela ainda é muito frequente em diversos tipos de serviços. Além disso, também se considera venda casada quando um fornecedor impõe a contratação de outros produtos ou serviços de empresas “parceiras”.

Direito do consumidor O que o CDC prescreve é que o consumidor deve ter ampla liberdade de escolha quanto ao que deseja consumir. Assim, não pode o fornecedor fazer

56

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

qualquer tipo de imposição ao consumidor quando da aquisição de produtos ou serviços. O que a lei pretende é evitar que o consumidor, para ter acesso ao produto ou serviço que efetivamente deseja, tenha de arcar com o ônus de adquirir outro, não de sua eleição, mas imposto pelo fornecedor como condição à usufruição do desejado. São exemplos de venda casada: a inclusão de cartão de crédito na abertura de uma conta bancária, garantia estendida na compra de um produto sem consentimento do cliente, salão de festas que condicionam a contratação do buffet próprio, etc.

Denuncie Para se afastar a hipótese de venda casada, deve o juiz, na aplicação da lei, aferir as finalidades da norma, para que, diante do caso concreto, consiga definir, quando manifesta, a prática abusiva. No entanto, não se deve esquecer o papel da sociedade consumidora que deve lutar pelo respeito à lei, exercendo plenamente a cidadania através de denúncia ao Procon e ao Ministério Público, bem como com ajuizamento de ações no sentido de combater tal infração.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

57


Parceiro Solutudo

Pizzaria Funchal Localizada na praça de alimentação do Shopping Villa D´Ouro, pizzaria conta com mais de 60 sabores em seu cardápio nistrativa e nutricional, ficamos sabendo como está o mercado da pizza no Brasil todo, como está a qualidade dos produtos que usamos, podemos fazer compras em grupo, até saber golpes aplicados, ou seja, tudo que envolve o mundo das pizzas em tempo real através de um grupo no WhatsApp.  

Atendimento

A Pizzaria Funchal acredita no aprendizado e melhora constante, na importância em manter a qualidade dos produtos, em estar atento ao mercado e principalmente respeitar seu cliente. Atendemos diariamente das 18h às 23:30h, tanto o salão, com o delivery e estamos situados na praça de alimentação do Shopping Villa D’Ouro

i

R: Cel. Eugênio Motta, 521 Sala 03 – Centro - Boituva (15) 3363-3258 / 99112-0362 /Pizzaria Funchal Boituva

Fidelidade, qualidade no atendimento e o intuito de servir é o lema do Pilão

A Pizzaria Funchal foi inaugurada em 2008 e a ideia inicial, bem como nome, partiu dos proprietários do Shopping Villa D’Ouro, os primeiros donos da pizzaria, uma família portuguesa, o que também explica o nome, originário de uma ilha em Portugal.

Mercado Hoje quem está à frente da pizzaria é Vladmir Pieroni e Adriana Paquier. Estamos há três anos neste ramo e o desafio e a superação são diários, diante do quadro político/econômico que vivemos. É um aprendizado constante conhecer o público interno (equipe de trabalho), externo (clientes e até fornecedores), adaptar-se e visualizar as mudanças, entre tantos outros fatores. Focamos na qualidade dos nossos produtos, em aprendizado constante, o qual contamos com a Associação da Pizzarias Unidas, Sebrae e feiras. Com a Unidas temos apoio em toda área admi-

i

58

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

i

Há nove anos no mercado, a Pizzaria Funchal preza pela qualidade dos produtos e respeito aos clientes


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

59


Parceiro Solutudo

Ateliê Miudezas Aulas de costura para crianças

Unindo paixões O que acontece quando você reúne duas grandes paixões num propósito? Sucesso, claro! Foi isso que aconteceu com Mônica de Oliveira Roma que, durante anos, atuou como professora de educação infantil, e em 2014 abriu as portas de seu ateliê para ensinar exclusivamente às crianças os artesanatos que aprendeu com a avó, como costurar, bordar e crochetar. Desde então a professora e proprietária ensinou esses artesanatos à muitas crianças, meninas e meninos, participou de Programas de TV e ministrou aulas em grandes feiras de artesanato no país, como a Rio Artes Manuais e agora a Mega Artesanal. O trabalho com as crianças chamou tanta atenção por resgatar as antigas tradições familiares, que a TV TEM e o Programa “Kombina” da TV Aparecida foram conferir de perto como é que tudo isso acontece, gravando entrevistas com as alunas e familiares, contando como as “costurices” mudaram a rotina da criança, não só mantendo as tecnologias “in off”.

Sobre as aulas O “Ateliê Miudezas” oferece semanalmente oficinas de costura, com duração de duas horas e meia, em que as crianças usam agulhas, linhas, tecidos, máquina de costura, sempre com muita atenção para não costurar o dedo e muita imaginação para compor peças

60

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

únicas, como alfineteiros, almofadas, bolsinhas, bordados, estojos, bonecas de pano, bichinhos, marcadores de página, chaveirinhos, carteirinhas, nécessaires e muito mais. Para as crianças com mais tempo de curso, são ensinadas técnicas do “patchapliqué” e “quilting livre”, que valorizam os projetos. Além de promover a socialização das crianças, essas oficinas desenvolvem e estimulam a criatividade, a perseverança, a coordenação motora, ampliam a concentração e valorizam a autoestima. Todas as peças criadas são levadas para casa no mesmo dia. “As crianças ficam muito entusiasmadas com a capacidade de produzir algo tão original! A família toda vibra e se encanta”, comenta a mãe de uma das alunas.

Ação Solidária Uma vez ao ano, todos os alunos e familiares se envolvem e participam da Campanha “Naninhas Do Bem”, confeccionando e doando travesseirinhos fofinhos à outras crianças. Em 2015 destinaram as Naninhas ao GPACI em Sorocaba e, em 2016 à Creche Ida Scott Ferrielo, em Boituva mesmo. E esse ano já estão pensando no modelo a ser costurado e a entidade a ser presenteada. Aguardem!

O Ateliê não para de crescer Com o sucesso das aulas e com a intenção de acomodá-los melhor, o ateliê ganhou um novo espaço, ainda maior, mas com o mesmo carinho, criatividade e charme de antes. Aproveitem que as Oficinas Criativas de Férias estão a todo vapor e venham aprender com a gente! Av. Prof ª Célia Lourdes Vercellino, 470 - sala 01 – Centro – Boituva (15) 3363.2458


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

61


Parceiro Solutudo

Espaço Più Bella Bia Fantinatti, uma jovem cabeleireira especialista em cabelos loiros e em nutrição capilar, vem renovando o mercado na região e trazendo muitas novidades em seu Espaço!

i i

Legenda

Em março deste ano o salão mudou-se para um novo espaço, mais confortável e amplo para melhor atender a clientela

O sonho Inaugurado em setembro de 2014, o projeto que até então não passava de um sonho de uma garota de 19 anos, graças à ajuda de sua mãe e de seu avô, saiu do papel e tornou-se realidade. Assim começaria a trajetória do Espaço Più Bella, em um pequeno e não tão bem localizado ponto na cidade de Boituva, porém, com grande sucesso na conquista de clientes, o salão já se destacava por seus serviços diversificados e atendimento exclusivo.

62

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

O novo espaço Em março de 2017, o salão se mudou para outro espaço, onde conseguiram trazer mais conforto para sua clientela, em um ambiente climatizado e mais amplo, além de uma sala completa de estética cheia de novidades para a mulherada.

Especialidade A saúde do seu cabelo é a nossa especialidade! Estamos sempre em busca dos melhores produtos e tendências, para que os cabelos que não sejam apenas maravilhosos, mas sim saudáveis e com plena vida. Além, claro, dos excelentes resultados após a especialização em loiros, que simplesmente fez a cabeça das mulheres! R: Prof. José Assad Atalla Jr., 438, Jardim Oreana – Boituva (15) 3268-7173 | (15) 99698-5487 /Espaço Più Bella @espacopbella


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

63


Bruno Rodrigues Jornalista e Pedagogo MTB 0071443/SP

Política

b-rodrigues@outdoorregional.com.br

i

Aécio ficou afastado por 46 dias

O retorno de Aécio Pode chamar de pizza, de triste desfecho, ou como quiser, o fato é que o processo de Aécio foi posto ao esquecimento e quem perde é o povo brasileiro

Pizza tucana Para perplexidade da população brasileira, o Conselho de Ética do Senado salvou o mandato de Aécio Neves (PSDB-MG). Por 12 votos a quatro, o Senado decidiu que não haveria consistência para julgar se Aécio quebrou o decoro parlamentar e, desta maneira, aniquilou o processo de forma peremptória. O tucano foi acusa-

64

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

do no Supremo Tribunal Federal pelo crime de corrupção e obstrução à Justiça. Aécio Neves recebeu o valor de 2 milhões de reais do empresário da JBS, Joesley Batista, que, segundo o MP, foi entregue como pagamento em forma de propina. Para todo efeito, a irmã dele, Andrea Neves, e um primo, Frederico Pacheco, chegaram a ser presos por conta desses crimes e estão cumprindo prisão domiciliar. Já Aécio foi suspenso de suas fun-

ções legislativas pelo período de 46 dias, pois o STF assimilou que se ele estivesse em exercício poderia interferir diretamente nas investigações. A Procuradoria pediu a sua prisão, porém, a solicitação não foi aprovada pelo Judiciário. Assim, o parlamentar alegou que o valor era um empréstimo pessoal e o recurso seria usado para pagar os advogados que o defendem nos sete inquéritos que responde pela Lava Jato. Como


i

Apesar de receber 2 milhões da JBS, processo de Aécio foi arquivado

alguns Senadores estão sendo investigados na operação, a votação de enterrar o processo de Aécio tornouse obviamente cômoda aumentando não só a revolta da oposição tucana como todo e qualquer eleitor atento. Sendo assim, o brasileiro teve que engolir à luz de suas vistas mais um caso de pizza.

Nome aos bois Infelizmente, a política brasileira parece estar longe de ter uma solução. No entanto, atualmente é possível ter um bom número de informações de diversas fontes alternativas. Outra ferramenta importante é saber quem são os representantes públicos e o que fazem. Por isso, é fundamental saber como votaram os Senadores no caso do Aécio Neves. A seguir, a lista dos nomes e suas posições na votação. Contra a abertura do processo votaram: Acir Gurgacz (PDT-RO), Airton Sandoval (PMDB-SP), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Eduardo Amorim (PSDB-SE), Flexa Ribeirto (PSDB-PA), Gladson Camelli (PP -AC), Hélio José (PMDB-DF), João Alberto Souza (PMDB-MA), Pedro Chaves (PSC-MS), Roberto Rocha (PSB-MA), Romero Jucá (PMDB-RR) e Telmário Mota (PTB-RR). Foram a favor da abertura: Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), João Capiberibe (PSB-AP), José Pimentel (PT-CE) e Lasier Martins (PSD-RS).

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

65


Rafael Barbosa Jornalista

Crônica

r-barbosa@outdoorregional.com.br

A importância da fé Poucas coisas na vida são mais importantes do que nossa fé. É através dela que conseguimos a força para superar adversidades, enfrentar desafios e encontrarmos conforto nos momentos de sofrimento e decepção. Mas não falo apenas da fé religiosa, embora confesse que ela tem me ajudado muito a passar por uma época muito difícil da minha vida. Existe um poder na crença do divino que talvez nunca seja plenamente compreendida, afinal, acreditar em um poder superior é uma das características que nos acompanha desde o início da civilização, sendo usada de tantas maneiras que é impossível desassociá-la da nossa história. É verdade que a fé já foi, e ainda é, utilizada de forma abusiva por muitas pessoas, porém não há como negar que a crença exerce um poder primariamente positivo nas pessoas, pois creia você em Buda, Maomé, Jeová ou Deus, todas essas divindades trazem palavras positivas e que nos incentivam a sermos melhores com nós mesmos e com aqueles ao nosso redor. Independentemente de você acreditar na crença de alguém ou não, não há como negar que a fé de uma pessoa tem um poder que a extrapola e pode ser sentido também naqueles ao seu redor, que é contagioso e muitas vezes pode trazer mudanças incríveis na vida de alguém. Você pode acreditar em nenhum Deus, mas não há como negar o poder de uma oração, que de formas inexplicáveis à nossa compreensão, muitas vezes opera milagres, seja naqueles ao redor ou simplesmente no coração daquele que a entoa, que passa a ficar com o coração mais brando, calmo e confiante após proferir suas palavras de devoção. A fé ainda faz parte da sua vida de formas essenciais. Todos precisamos ter fé naqueles que nos rodeiam, pois esta é a única forma de vivermos vidas plenas e felizes. Precisamos acreditar que o profissional com quem trabalhamos irá cumprir sua função da melhor forma possível e assim garantir que todos tenham sucesso, afinal, ninguém trabalha sozinho e uma conquista geralmente é

66

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

o produto da ação combinada de muitas pessoas. É importante que acreditemos nas pessoas, pois esta é uma força motriz poderosa e todos nós sabemos como é motivador e revigorante sentir que temos a confiança de alguém depositada em nossos ombros e como isso nos incentiva a sermos melhores e correspondermos a esta expectativa, seja no trabalho de um companheiro de profissão, na fidelidade da outra parte de um relacionamento ou mesmo em uma pessoa doente, que vê as pessoas ao seu redor acreditando na sua recuperação. Mas antes de acreditarmos nas outras pessoas, temos que acreditar em nós mesmos, que somos capazes de viver da melhor forma possível, de superar as

adversidades que aparecem em nossas vidas ou de que simplesmente somos pessoas boas que merecem serem felizes, o que muitas vezes é insuportavelmente difícil, a menos que se tenha fé. Afinal, se a fé move montanhas, acreditar em você mesmo não parece tão difícil, não é? Independente da sua crença no divino, em outras pessoas e em você mesmo, a fé torna a vida suportável e, alguns acreditam, até mesmo mais feliz. Pessoalmente acho gratificante como uma palavrinha de apenas duas letras pode ter tanto significado, influenciar e até mesmo mudar nossa vida de tantas maneiras. Ela mostra que viver pode ser simples, e que somos nós que complicamos tudo.


OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

67


68

OUTDOOR REGIONAL - EDIÇÃO 88

Outdoor Regional  

Edição 88 - Thaeme & Thiago

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you