Page 1

www.outdoorregional.com.br | 1


2 | www.outdoorregional.com.br


Carta ao leitor Coordenador Geral Rafael J Pereira Coordenador de Criação André Maffeis Jornalista Responsável Juliana Moreno MTB:0056878/SP Repórteres AC Rezende / Camila Marcusso Juliana Cuani / Juliana Moreno Rafael Barbosa/ Vitor Quartezani Colaboradores Bruno Fernandes / Fábio Sanqueta Thássia Moro Gabriela Barreto / Dr. Marcelo L. Galvão João Bidu / Talita Dias Revisão Juliana Moreno / Thássia Moro Projeto Gráfico / Diagramação Bruno Vieira Veiga de Oliveira Produção de moda Gabriela Barreto Comercial Patricia Pereira Agradecimento Ana Paula Aschenbach | Perfexx Assessoria de Comunicação Tiragem / Impressão 8.000 exemplares / Graf. Santa Edwiges Distribuição Boituva/Iperó/Cerquilho/Tietê Tatuí/Sorocaba

Com 76 anos e muitas histórias e músicas pra cantar: assim é Tom Zé, nossa ilustre capa deste mês. Em entrevista ele nos contou detalhes sobre seu mais novo trabalho, lançado em setembro, “Tropicália Lixo Lógico”, que teve participações de Mallu Magalhães, Emicida, Rodrigo Amarante, Pélico e Washington. Também na parte musical desta edição, você confere uma matéria sobre Joss Stone e seu jazz super viciante. Já em Decoração você aprende a como usar os aromas a favor dos ambientes. A editoria Cinema vai contar um pouco sobre o novo filme de Tim Burton, chamado “Frankenweenie”, que conta a história de Victor Frankenstein e seu cachorro Sparky, que é trazido de volta à vida depois de um acidente de carro. Literatura traz o livro “Argo” que, inclusive, deu origem ao filme homônimo que estréia agora em novembro. Moda Feminina está toda em tons pastel, apresentando a nova tendência da estação, chamada Candy Colors. Já para eles, uma matéria sobre os relógios Nato Straps. Em Região você fica por dentro do Projeto Pérola, uma associação de caráter social que atende jovens na região de Sorocaba. E pra se cuidar na estação mais quente do ano que se aproxima, Saúde traz pra você dicas de como se proteger do sol, sem deixar de aproveitar o verão. Tenha uma ótima leitura!

Assinaturas assinaturas@outdoorregional.com.br Edições anteriores edicoes@outdoorregional.com.br Site www.outdoorregional.com.br Empresa CNPJ: 13.970.830/0001-93 Anúncios e Publicidade: Avenida Pereira Ignácio, 378 - 2º andar sala 07, Boituva/SP Telefone: (15) 3263-5028 (15) 9114-2136 / ID 113*16815 contato@outdoorregional.com.br A revista não se responsabiliza por conceitos e opiniões emitidos por entrevistados e colaboradores, assim como não se responsabiliza pelo conteúdo de informes e anúncios publicitários

j-moreno@outdoorregional.com.br 3


4 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 5


Informepublicitário

Lojas Stillo completam cinco anos em grande sucesso

6 | www.outdoorregional.com.br

Localizadas em Boituva/SP, as lojas Stillo são referência em venda de roupas e acessórios das melhores marcas e modelos. “Escolho os produtos com muito carinho, sempre pensando no melhor para os clientes”, nos conta a sócia-proprietária, Angelita Moro. Fundada em 2007, a loja Stillo nasceu com a proposta de trazer, para todos os estilos e idades, as melhores marcas e modelos femininos. Aliado a um atendimento pessoal, esta proposta se mostrou superior e diferenciada, fazendo com que, dois anos depois, fosse fundada a Loja Stillo Uomo, com o mesmo conceito,


porém, destinada exclusivamente para o público masculino. Referente aos cinco anos, Angelita diz que só tem a agradecer. “Agradeço aos clientes, que sempre optaram pelo nosso atendimento e agradeço a minha equipe, que trabalha sempre com muito carinho e empenho”, conta Angelita. E o convite está feito. “Convido todos os leitores, para que venham até as lojas Stillo e conheçam nossos produtos, marcas e o nosso atendimento. Vocês irão se surpreender”, conclui.

www.outdoorregional.com.br | 7


10 - Cinema 12 - Séries 14 - Literatura 16 - Música 18 - Ensaio 22 - Moda Feminina 24 - Moda Masculina 26 - Decoração 28 - Educação 30 - Social 40 - Capa 46 - Esportes 48 - Saúde 50 - Games 52 - Autos 54 - Finanças 56 - Turismo 58 - Direito 60 - Política 62 - Trabalho 64 - Gourmet 66 - Prata da Casa 68 - Região 70 - Galeria 72 - Horóscopo 74 - Crônica

Índice 10 Cinema “Frankenweenie” Mais uma obra de arte de Tim Burton

12 Séries “Go On” A mais nova série estrelada por Matthew Perry

48 Saúde

Cuidado com o sol!

68 Região Projeto Pérola Dignidade e sustentabilidade a grupos sociais

8 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 9


Cinema

Vitor Quartezani v-quartezani@outdoorregional.com.br

Ignorado em 1984, novo longa de animação de Tim Burton traz as principais características do diretor Mais uma vez o diretor Tim Burton resolve investir em um longa de animação. Depois de “A Noiva Cadáver” e “O Estranho Mundo de Jack” é a vez de “Frankenweenie” chegar às telas de cinema, em um longa que promete agradar adultos e crianças. Cada público terá um foco definido no filme; os mais velhos, já ambientados com a maneira de dirigir de Burton, encontrarão elementos de obscuridade e cenários bem trabalhados (todos em preto e branco e em 3D), enquanto as crianças se encantarão com os traços e histórias dos personagens.

História

“Frankenweenie” conta a história do jovem Victor Frankenstein que, depois de ver seu cão Sparky falecer em um acidente de carro, resolve através de rituais de magias reviver o seu cão sem que nenhuma pessoa descubra que ele está vivo. Porém, logo as pessoas descobrem o que aconteceu e todo o sentido da vida (nascer e morrer) começa a se modificar, o que causará uma série de problemas para o jovem.

Curiosidades

Interessante notar que não é a primeira vez que Tim Burton tenta levar “Frankenweenie” às telas de cinema. Em 1984, o diretor já queria levar o filme às telas de cinema, por se tratar de um conto que pode ser encarado como outra versão da famosa história de Frankenstein. Como na época não havia recursos financeiros para a criação do longa, a saída que Tim Burton escolheu foi lançar um curta metragem em live action no mesmo ano, mas que pouca gente conhece. Contudo, no ano de seu lançamento, o curta foi considerado sombrio demais para o público infantil e o

E ao que tudo indica o tempo fez bem ao longa, já que de certo modo, encontra um cenário bem mais favorável para obter sucesso com ‘Frankenweenie diretor foi despedido dos estúdios. Atualmente, a versão original de “Frankenweenie” pode ser encontrada em algumas versões do DVD de “O Estranho Mundo de Jack”.

A estreia

Agora, no dia 02 de novembro, Tim Burton poderá mostrar a todos os espectadores como pretendia lançar o filme há quase 30 anos. E ao que tudo indica o tempo fez bem ao longa, já que de certo modo, encontra um cenário bem mais favorável para obter sucesso com “Frankenweenie”, pois nos dias atuais o público está ambientado com a forma de dirigir do diretor e não se espanta mais com um filme que possa apostar em uma história mais sombria.

10 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 11


Séries

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

Uma série sob medida para Matthew Perry

“Go On” traz de volta às telas o ator Matthew Perry, o eterno Chandler Bing, da aclamada série “Friends”, para dar vida a Ryan King, um comentarista esportivo que perdeu sua esposa em um acidente de carro. Mesmo após esse acontecimento traumático, incrivelmente ele se mostra pronto para voltar ao trabalho. Entretanto, seu chefe o manda para um grupo de aconselhamento antes de permitir que ele volte ao ar.

só tenham sido alcançados por uma estratégia da NBC. A emissora programou a exibição da estreia para o horário seguinte às notícias das Olimpíadas, já que ela foi detentora exclusiva dos direitos para a transmissão dos jogos de Londres no território norte-americano. Depois desse episódio piloto, “Go On” passou a ser exibida oficialmente a partir do dia 11 de setembro e tem tido bons resultados.

Piloto

História

O episódio de estréia de “Go On” aconteceu em agosto nos Estados Unidos e alcançou o registro significativo de 16 milhões de espectadores, embora seja muito possível que esses números

12 | www.outdoorregional.com.br

Bom, logo no primeiro episódio, é quase impossível não ver alguns traços da personalidade, expressões e trejeitos de Chandler em Ryan. A série é uma mistura de comédia e drama, uma


A série é uma mistura de comédia e drama, uma combinação perigosa que Matthew consegue tirar de letra

combinação perigosa que Matthew consegue tirar de letra. Nesse primeiro episódio, por exemplo, que quase todo gira em torno da ida de Ryan ao grupo de apoio, o vemos organizar uma competição entre os participantes para saber a tragédia de quem é, de fato, a pior. Seu único interesse na terapia é conseguir a assinatura de Lauren, a responsável por conduzir as atividades, que o qualifica, depois de dez sessões, a voltar ao trabalho. Seus argumentos conseguem o livrar das sessões, mas ele acaba voltando, dessa vez pelo objetivo certo, após viver uma situação no trabalho que o lembrou da mulher e o fez encarar a lembrança de uma forma não muito agradável. Seu retorno

à terapia, quando ele se abre com seus colegas e conta o real motivo de estar ali, é talvez a melhor cena do piloto.

Elenco

O elenco é muito bom e cheio de rostos conhecidos. Poderemos ver Tyler James Williams, que interpretou Chris em “Everybody Hates Chris”, John Cho, de “Star Trek” e Julie White, a Amanda de “Desperates Housewives. Fora isso, “Go On” terá participações especiais de Lauren Graham, famosa pelo papel de Lorelai em “Gilmore Girls” e Michael Vartan, um dos grandes nomes da já antiga “Alias”.

www.outdoorregional.com.br | 13


Literatura

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

Como a CIA e Hollywood realizaram o mais estranho resgate da história “Eu comecei a pintar ainda na infância e trabalhava como artista plástico ao ser contratado pela CIA em 1965. Ainda me considerava um pintor em primeiro lugar e depois um espião. A pintura sempre foi uma válvula de escape para as tensões que acompanhavam meu trabalho na Agência. Apesar do convívio ocasional com burocratas, cujas idiossincrasias me faziam chegar ao ponto de querer esganá-los, se pudesse ir até o ateliê e pegar um pincel, a raiva reprimida acabava se dissolvendo” O dia é 04 de novembro de 1979. Nessa data, acontecia a Revolução Iraniana, onde manifestantes, a fim de obrigar os Estados Unidos a devolver o Xá Reza Pahlevi, um antigo governante que, com o início das revoltas, se exilou, invadem a embaixada americana em Teerã e fazem 66 reféns. No meio dessa confusão, seis diplomatas conseguiram escapar e se refugiaram na residência do embaixador do Canadá. Entretanto, era inevitável que, uma hora, seriam descobertos. O que fazer, então? É essa incrível e, até mesmo inusitada, história que “Argo” se propõe a contar. Inclusive, o autor, Tony Mendez, é o próprio agente da CIA, diretor do departamento de disfarces da agência americana, que foi responsável por todo o plano mirabolante de resgate. E o plano foi este: valendo-se de disfarces, documentos falsos e passos arriscados, os agentes da CIA, supostamente, produziriam um filme. Tony se passou por produtor de Hollywood e o elenco era composto por agentes secretos, falsificadores e especialistas em efeitos especiais. Com equipe montada, ele parte para Teerã a pretexto de encontrar a locação ideal para a gravação do falso filme de ficção científica, o “Argo”. Dessa forma, os espiões americanos conseguiram se infiltrar no Irã e, disfarçados, resgataram os funcionários da administração dos EUA. O grande trunfo desse livro é que ele revela momentos de uma história que ficou escondida durante 17 anos e também detalhes da operação e do funcionamento da CIA. A chamada “crise dos reféns”, como ficou conhecido o episódio, é contada em tom de thriller político, ao desmembrar fatos dessa complexa operação que conseguiu aliar o alto escalão de Hollywood ao mundo da espionagem. Inclusive, esse relato deu origem ao filme homônimo que estreia nos cinemas brasileiros no dia 9 de novembro, estrelado e dirigido por Ben Affleck, no papel do agente da Cia Antonio Mendez, com direção de George Clooney e Grant Heslov.

14 | www.outdoorregional.com.br

TÍTULO:ARGO AUTORES: Antonio Mendez e Matt Baglio EDITORA: Intrínseca 256 páginas


www.outdoorregional.com.br | 15


Música

Juliana Cuani j-cuani@outdoorregional.com.br

Uma mulher que sabe exatamente o que quer, com opinião sobre tudo, apaixonada por música desde sempre, dona de uma voz marcante aclamada pela crítica e por fãs da soul music. Essa é a britânica Joss Stone, hoje com 25 anos de idade, mas com experiência de sobra: subiu ao palco aos 14.

tou que o filho de Clapton, após cair da varanda, morreu aos dois anos de idade. Fiquei profundamente tocada, chorei constantemente. Minha mãe ficou furiosa com meu pai. Ela temia que ele tivesse exagerado porque eu tendo explosões emocionais extremas. Eu sou muito emocional em qualquer situação”.

Desde o berço

Rumo ao sucesso

A jovem Joscelyn Eve Stoker, nascida em 11 de abril de 1987, cresceu escutando uma grande variedade de gêneros musicais, incluindo R&B e soul music, cantados por artistas como Dusty Springfield  e Aretha Franklin. “Viciei-me em música soul principalmente por causa dos vocais que exigia. Tem que se ter boa voz”, contou à MTV News. O pai é seu grande incentivador. “Quando eu tinha seis anos, ele tocou ‘Tears In Heaven’ do Eric Clapton pra mim e me con-

Em 2002, Joss teve uma audição em NovaYork com Steve Greenberg, chefe do setor executivo da S-Curve Records. Seu primeiro álbum, uma série de covers de soul music, “The Soul Sessions”, lançado em setembro de 2003, alcançou o top cinco da parada britânica. Dele saíram os singles “Fell in Love with a Boy”,

uma regravação do The White Stripes, e “Super Duper Love”. O segundo veio em 2004: “Mind, Body & Soul”, composto de músicas originais, quebrou o recorde de cantora mais jovem a chegar ao topo da parada britânica, antes pertencente a Avril Lavigne. Stone foi indicada a três Brit Awards em 2005, dos quais ganhou dois: “Artista Solo Feminina” e “Artista de Música Urbana”. “Introducing Joss Stone” e “Colour Me Free” foram o terceiro e quarto álbum, lançados em 2007 e 2009, respectivamente. Em 2010, Joss realizou um sonho: a criação da Stone’d Records, sua própria gravadora, onde apresentou seu álbum “LP1”.

cinco shows no Brasil

A Time For Fun anunciou datas de cinco shows de Joss Stone em turnê do disco “The soul sessions volume 2” no Brasil em novembro. Ela canta em São Paulo (11), Belo Horizonte (13), Rio (15), Florianópolis (17) e Porto Alegre (20).

16 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 17


Ensaio

A riqueza dos elementos naturais compondo o cenário da moda primavera-verão com frescor e suavidade. Aposte na leveza das composições!

Modelos: Beatriz Couto Fotos: Mylene Sagas Styling: Gabriela Barreto Cabelo e Maquiagem: Paloma Gianotti Edição de Imagens: Bruno Veiga de Oliveira Local: Portal das Estrelas | 18 www.outdoorregional.com.br | www.outdoorregional.com.br


Calça Pantalona cinza, camisa de seda amarela, top azul mescla e colar preto, azul marinho e prata

Livia Barros – R: Cel. Eugênio Motta, 521, loja 43, Shopping Villa D´ouro, Centro, Boituva/SP - (15) 3263-4347 www.outdoorregional.com.br | 19


Camisola lilas de poa com detalhes em renda amarela.

Livia Barros – R: Cel. Eugênio Motta, 521, loja 43, Shopping Villa D´ouro, Centro, Boituva/SP - (15) 3263-4347 20 | www.outdoorregional.com.br


Short doll de poa lilas e blusa amarela com detalhe em renda

Madame Filó – R: Cel. Eugênio Motta, 398 – A, Centro, Boituva/SP – (15) 3363-2795

www.outdoorregional.com.br | 21


Modafeminina

Gabriela Barreto g-barreto@outdoorregional.com.br

As "cores de doce" ou os “tons pastel” estão em alta e prometem aparecer muito na próxima estação O verão já está por chegar, o horário já mudou e o clima está esquentando. As cores doces são ideais para o alto verão, pois dão frescor a qualquer look. Conhecida também por ser a cor do arco-íris, este estilo é essencial para uma composição fofa e romântica.

Significados

Candy colors remetem a inúmeros significados: cores pastel, cor de sorvete, de bala, de cupcakes e de marshmallow. Que delícia de tendência! E assim as cores clarinhas que prometem fazer sucesso no verão são chamadas por diversos nomes específicos. Já aqui no Brasil a forma mais atual está sendo as candy colors, mas no exterior é mais comum chamarem essas cores de tons pastel, que são um tipo de giz que se chama pastel e são usados há alguns séculos, sendo que suas cores são lavadas, clarinhas. Como o tipo de giz é pastel, o correto é falar tons pastel e não tons pastéis.

Como usar

O triunfo da tendência é misturar as cores, o rosa claro com o amarelo claro, por exemplo. Mas se você prefere aderir à nova moda aos poucos, comece por escolher uma peça em cores clarinhas e misturá-las ao que você já tem no armário. Elas ficam ótimas com cores neutras como branco, creme e cáqui, e também funcionam muito bem com os tons metalizados, como o dourado e o rosê, compondo um look mais moderno e não tão romântico. Assim, até mesmo com os famosos neons vale misturar os tons pastel. Para optar pela composição completa com as cores doces, remetendo um ar bastante romântico, misture vários tons claros dando alto frescor ao look, pois este efeito fica altamente divertido e lindo

22 | www.outdoorregional.com.br


Acessórios

Diversas marcas se renderam às cores do arco-íris, como Colcci, Fórum e Água Doce. Mas não são apenas as grandes marcas que inspiraram suas coleções nas famosas balinhas: a boa noticia é que as fast fashion também entraram na trend da moda e trazem tudo fresquinho para a alegria de todas. Assim, na Riachuelo, Zara e na Renner já se pode encontrar calças, blusas e shorts com preços atraentes. E não são só as roupas, mas os acessórios também aparecem em grande evidência com as cores queridinhas. Diversas marcas de calçados, por exemplo, também apostaram suas coleções nas candy colors, como a Via Marte que traz modelos lindíssimos!

- Abuse dos tons pastel, combine o look todo com cores clarinhas - Se preferir algo menos fofo e mais moderno, opte por compor a cor de bala com os tons metalizados - As candy colors combinam muito bem com os tons neutros, como o branco, creme e o caqui

www.outdoorregional.com.br | 23


Modamasculina

Gabriela Barreto g-barreto@outdoorregional.com.br

Remetendo à sua origem militar, eles estão caindo novamente no gosto dos homens por aí

O

s Nato Straps são relógios com pulseiras de nylon, de diversas cores e formas, e os que estão em alta são os listrados. As grandes marcas estão investindo nessa nova tendência, como a tradicional e sempre Rolex e Christopher Wed, mas também aparecem em marcas mais acessíveis, na Asos e Topman. A grande novidade do modelo é a possibilidade de ter, com um único relógio e algumas pulseiras, inúmeras possibilidades de cores e, com isso, conseguir combinar com todos os tipos de roupas e estilos.

Item importante

Os acessórios masculinos, assim como os femininos, são fundamentais. Os homens têm por preferência compor o visual, principalmente nas combinações do alto verão, no qual podem fazer toda a diferença nos looks mais básicos, do dia a dia, já que não se usam peças tão pesada e sobreposições. Em qualquer modelo o relógio foi e sempre será um acessório clássico e importante para o universo masculino. O triunfo do modelo é que você pode trocar as pulseiras com tamanha facilidade, passando a ter com apenas um relógio e algumas pulseiras a combinação básica e sofisticada, além de muito moderna e atual.

Os preços

Os preços são os mais variados, dependendo da marca, mas muito acessíveis ao bolso de todos. Nato Strap da marca ASOS vão de $26,00 a $35,00 euros e são os relógios com modelo de pulseira azul, branca e vermelha (lembrando a tradicional mar-

24 | www.outdoorregional.com.br


ca Tommy Hilfiger). Já os tradicionais e tão queridos Rolex, com preço sob consulta, são relógios com pulseira marrom, verde e vermelho. Por fim, os famosos Christopher Ward saem por U$480,00 dólares.

Tamanho

O tamanho do relógio também deve ser algo a ser considerado na hora da escolha. Para pessoas muito grandes, um relógio muito fino e pequeno pode dar um ar mais feminino. Assim como um homem muito baixo com relógio muito grande também não fica bem. O ideal, independente do tamanho da pessoa, é escolher modelos de tamanhos médios, não muito grandes, nem muito pequenos. Os homens altos podem abusar dos grandes, sim!

- Sejam eles nos modelos grandes ou médios, todos vão bem em diversas ocasiões do dia - As cores estão presentes nos mais modernos, então, vale a pena apostar na nova tendência e entrar na onda dos mais coloridos/listrados - Com blazer, terno ou look mais casual, os Nato Strap vão bem com todas as composições, padronizando os mais neutros para ocasiões mais formais e os listrados/ coloridos para ocasiões mais informais

www.outdoorregional.com.br | 25


Decoração

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

Saiba como usar os aromas a favor dos ambientes Ao “decorar” sua casa com aromas, é possível deixá-la mais fresca e com sensação de limpeza, o que proporcionará, com certeza, um incrível bem estar aos moradores. Isso é possível graças ao efeito de sprays de ambientes, velas perfumadas e difusores de perfume.

Ambientes e aromas

A escolha da essência é algo de muita importância para que os aromatizantes fiquem agradáveis e não enjoativos. Nos quartos, por exemplo, você pode optar por colocar sachês perfumados dentro dos armários ou ainda aplicar perfumadores próprios para roupas de cama, que são as chamadas águas de lavadeira ou de passar. Outra opção é fazer uso de odorizantes elétricos ou difusores de vareta, pois ambos liberam perfume aos poucos, durante o dia. Uma dica é apostar em notas verdes e essências como a lavanda. Para perfumar a sala, você pode usar vasos de vidro com folhas secas aromatizadas com o perfume de sua escolha. Entretanto, para ambientes de convívio social, as notas mais indicadas são as amadeiradas e florais, já que transmitem um efeito de acolhimento e aconchego, como as de tangerina e ou capim limão. No banheiro, pode abusar de velas perfumadas, pois estas possuem um aroma muito mais duradouro e intenso, o que fará o ambiente ficar perfumado por muito mais tempo. Além disso, por serem muito bonitas, proporcionará um toque todo especial ao ambiente.

Algumas dicas

É certo que a escolha das fragrâncias depende muito do estilo e gosto de cada pessoa, mas existem alguns fatores que devem ser levados em consideração. No inverno você pode usar perfumes mais fortes, como de rosa mosqueta, por exemplo. Já no verão, opte por essências que dão um efeito de frescor, como a hortelã ou outras ervas aromáticas. Na aromaterapia, o gerânio é indicado para contribuir com a sensação de calma, além de atuar no ambiente como antidepressivo. Já para energizar, opte pela essência de lima.

26 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 27


Educação

Thássia Moro t-moro@outdoorregional.com.br

A importância da inclusão educacional no crescimento pessoal dos alunos

O

Brasil é uma referência no processo de inclusão educacional. A lei garante que crianças e adolescentes com deficiência tenham o direito de frequentar as salas de aulas regulares. Esse é um avanço não somente no processo de inclusão dos alunos especiais no cotidiano escolar, mas também um avanço na questão da tolerância e do preconceito. Entretanto, esse caminho ainda é árduo e cheio de desafios. Descubra porque é importante incluir os alunos com necessidades especiais no dia a dia da escola.

A lei

Em 2008, o governo federal aprovou a lei que determina que alunos com necessidades educacionais especiais (intelectual e física) sejam inseridos em classes comuns do ensino regular, pondo fim às chamadas “classes especiais”. O número de estudantes com algum tipo de necessidade especial cresce de maneira significativa a cada ano, em 2011 chegou a quase 185 mil alunos. Esse crescimento deve-se à conscientização de pais e instituições escolares que veem na inclusão um processo de crescimento pessoal e escolar, não somente para o aluno especial, mas também para todo o corpo escolar. A lei garante que toda criança com necessidade especial deve receber um atendimento especializado, dentro ou fora da escola. Entretanto, esse cenário ainda é distante em muitas realidades.

A escola exclui

Pesquisas apontam que o modelo de escola vigente no Brasil é em sua essência excludente. Os conteúdos e as exigências são enormes, algo que limita professores e alunos e não permite a abertura para as múltiplas possibilidades de talentos dos alunos. Quem não se encaixa nesse processo, geralmente, é excluído, independente de possuir deficiências. É por isso que a mudança precisa ser completa e é esse o desafio da educação brasileira.

28 | www.outdoorregional.com.br

A adaptação As escolas precisam estar sempre adaptas para receber os alunos com necessidades especiais e isso não se limita a colocar rampas de acesso. É preciso saber incluir o aluno nos conteúdos e nas atividades escolares, seja usando a linguagem dos sinais ou o braile, passando pelo acesso a mobilidade do aluno em sala, ou inserindo o mesmo nas atividades dos demais alunos. A educação especial é uma modalidade


de ensino que tem como objetivo quebrar as barreiras que impedem o aluno especial de ser parte da sociedade, exercer sua cidadania.

Combate ao preconceito

A inclusão educacional é um grande desafio, mas a proposta de acolher aqueles que são excluídos é um processo que busca combater o preconceito e lidar com as dife-

renças. Segundo os especialistas, formar novos cidadãos mais tolerantes é um dos principais objetivos desse processo. Incluir um deficiente na sociedade não é apenas fazer com que ele se sinta cidadão, mas fazer com que os demais também saibam disso. Dessa forma, as escolas precisam trabalhar com a diversidade, em todos os níveis, estimulando os comportamentos solidários e cultivando a tolerância.

www.outdoorregional.com.br | 29


30 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 31


Social

01

02

03

04

em parceria com

05

32 | www.outdoorregional.com.br

07

1 - Gabriela, Bruna, Natália e Fernando 2 - Andressa, Danilo e Daniele 3 – Carolina, Laís e Camila 4 – Maíra, Francine, Érica e Marília 5 - Babi e Júlia 6 – Diego e Lívia 7 – Carla e Adriana 8 – Gabriela Bocardo 9 – Felipe, Marcelo e Elaine 10 – Luana, Grace e Mariane 11 – Lilian e Alessandra 12 – Kátia e Silvio 13 – Monalisa, Marcelo e Alessandro 14 – Nicole, Isabella, Rafaela e Isabela 15 – Patricia, Gabriela, Beatriz e Isabela

06

08


09

11

10

12

13

14

AGeNDA de NOVEMBRO 2012

15

14/11 - Clube 80 17/11 - Banda Mega Rock 24/11 - Aru達 e Rodrigo Tigre 30/11 - Grupo A Vera (Pagode)

www.outdoorregional.com.br | 33


34 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 35


Social

02

em parceria com 01 03

Projeto X | Boituva/SP 1 – Agda e Thaís 2 – Natália, Jaqueline e Allan 3 – Talia 4 – Guilherme e Maria Júlia 5 – Cinthia

04

Night Niver Fest | Boituva/SP

05

6 – Erica e Laís 7 – Mayara 8 – Tatyana Aparecida

36 | www.outdoorregional.com.br 06

07

08


1010

09

11 12

13

Funk da Capital | Boituva/SP 9 – Isabela, Mayara e Aldaline 10 - Jéssica e Matheus 11 – Mayara Magri 12 – Jessy e Nando 13 – Daisly, Pâmela, Vitória e Letícia

Birthday Verdi | Boituva/SP 14 –Dih Guimarães e Fernanda 15 – Kelvin e André 16 –Tiago e Michele 17 – Mayara e Giovana 14

16

15

www.outdoorregional.com.br | 37

17


Social

01

02

em parceria com

03

Milenium Boliche | Tatuí/SP 1 - Garpelli e Amanda / 2 - Clara e João 3 – Jéssica / 4 – Helen 5 - Lucas, Rebeca, Eduardo e Mayara

05

Sans Café | Tatuí/SP 04

6 - Natalia, Vitor e Elaine 7 – Ricardo e Débora 8 – Isadora e André 9 – Rafael e Melissa

06

38 | www.outdoorregional.com.br 07

08

09


12

10

11

Capitão XV | Tatuí/SP 10 - Amanda 11 – Carlos e Edilaine 12 – Ivan Rezende e Denise 14

Capitão XV | Tatuí/SP 13

13 - Thay Gomes 14 –Daiane 15 – Débora, Ana Paula e Letícia 16 – Ketryn 17 - Maísa e Magali Mantovani 18 – Camila e Afonso Avallone 15

16

17

www.outdoorregional.com.br | 39

18


Capa

40 | www.outdoorregional.com.br

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 41


Do alto de seus mais de 70 anos, ele mais parece um moleque no palco, no sentido de que esbanja entusiasmo e traz no rosto sempre olhos brilhando de felicidade. “Eu não sou gênio, sou um carpinteiro, de tirar sangue da pedra. Trabalho 16 horas por dia para tirar meia dúzia de compassos”. Assim ele auto se define.

De Irará para o mundo

Antônio José Santana Martins, nosso ilustre Tom Zé, nasceu em 1936 no sertão da Bahia, numa cidade chamada Irará. Sua experiência com a música teve início em sua adolescência, quando começou a tocar em alguns programas de televisão nos anos 60 e, consequentemente, acabou entrando para a Escola de Música da Universidade Federal da Bahia. Nessa mesma época, teve início sua aliança com Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa, Maria Bethânia e Djalma Corrêa que resultou nos espetáculos “Nós, Por Exemplo nº 2” e “Arena Canta Bahia”. Depois disso, em 1968, Tom gravou o álbum “Tropicália ou Panis ET Circensis”, definidor do movimento Tropicalista. Apesar do sucesso, Tom conta que viveu uma fase de ostracismo que durou 17 anos, período no qual ele não gravou nada e ficou completamente esquecido. Inclusive ele diz que, nesse momento, já havia decidido a se retirar da música para trabalhar como gerente no posto de gasolina de um sobrinho em Irará. Essa situação mudou quando o músico David Byrne, fundador da banda “Talking Heads”, comprou por acaso um disco de Tom no Rio de Janeiro. “Ele ficou muito admirado e acabou me lançando nos Estados Unidos e desencadeando toda essa carreira internacional, que me deu muita alegria, me fez voltar a compor. David Barney me tirou do posto de gasolina e me levou para cantar no exterior”, lembra.

David Barney me tirou do posto de gasolina e me levou para cantar no exterior

42 | www.outdoorregional.com.br

Tropicália Lixo Lógico

Atualmente Tom Zé está realizando realizando shows de seu novo CD, lançado em setembro, “Tropicália Lixo Lógico”. “Tive todo um cuidado para as canções ficarem leves, ritmadas, fáceis de compreender, para evitar que o disco ficasse pesado ou muito metido a inteligente. Se você quiser, jogue a teoria fora e ouça o disco simplesmente como música para sacudir a poeira, para se divertir, para dançar na sala e acabou. Essa é uma das funções do trabalho dessa série de 16 canções”, define ele o novo trabalho. Sobre as canções, ele afirma ter escolhido temas do ambiente de São Paulo e que deviam ser desenvolvidos em canções leves,


fáceis e rimadas. “O Tropicalismo sempre se preocupou com canções que o público podia repetir e imediatamente fazer coro ao cantor”, explica. Além disso, ele afirma que sempre escolheu o que está em volta dele para cantar. “Digo que sempre fiz jornalismo cantado e não música verdadeiramente falando”, diz.

Participações especiais

O disco “Tropicália Lixo Lógico” ainda reúne alguns convidados especiais: Mallu Magalhães, Emicida, Rodrigo Amarante, Pélico e Washington. Mallu cantou ao lado de Tom as músicas “Tropicalea Jacta Est” e “O Motobói e Maria Clara”. Já Rodrigo Amarante teve participação na faixa “NYC Subway Poetry Departament”, que nasceu de uma forma muito interessante. “Quando o trem do metrô de Nova Iorque vai partir e as portas vão se fechar, há uma voz que fala ‘stand clear of the closing doors’. E isso é pronunciado com um tom bastante grave, é bem engraçado. Mas a frase é tão bonita, tem duas linhas aliterativas, parece um verso. Então eu disse que gostaria de conhecer esse rapaz que escrevia avisos tão poéticos para o metrô, pois eu o queria como parceiro em meu próximo disco, já que não era um poeta de se jogar fora”, conta Tom. E assim aconteceu. O cantor Pélico participou da canção “De-De-Dei Xá-Xá-Xá” que, segundo Tom, acabou se tornando uma das músicas que as

pessoas mais se simpatizam e comentam. Washington foi outro que acabou vindo a fazer parte do CD de uma forma curiosa. Tom nos contou que às vezes, quando ia à feira do bairro de Perdizes, em São Paulo, sempre passava por um senhor que vendia enxovais para camas. E toda as vezes esse vendedor lhe falava “o meu sobrinho canta tão bonito, canta tão bem”. Até que chegou um dia em que Tom pediu para que aquele senhor lhe trouxesse um disco do seu sobrinho. “Na semana seguinte ele me deu o disco do Washington e fiquei muito admirado com aquela voz aguda. Então, quando estava gravando o disco, conversamos e mandei a passagem para ele vir de Caruaru. Ele chegou, ensinamos a música, ele gravou e já voltou para Recife e de lá para Caruaru. Vocês podem ouvir na inicialização e na finalização da música “Tropicália Lixo Lógico” essa voz admirável do Washignton”, conta. Por fim, Emicida, como o próprio Tom conta, acabou por cantar algo profundamente nordestino. “Naquela criação da ideia mitológica do nascimento da tropicália, eu usei aqueles versos de sete pés tão comuns na nossa vida nordestina e ele viria a interpretar essa coisa relativamente distante da linguagem dele, mas ao mesmo tempo próxima dele, já que é um discorrer de palavras”, conta.

Os fãs

O público tem se mostrado bastante receptivo a esse novo trabalho. “A reação a esse disco é impressionante. Uma moça me escreveu e falou ‘Tom, você não fez um disco, fez um vício’. Vocês estão me vendo cometer um pecado, pois no Nordeste se diz que quem gaba o toco é a coruja, ou então que elogio em boca própria é vitupério. Enfim, também tenho que vender meu peixe!”, finaliza ele.

www.outdoorregional.com.br | 43


Informepublicitário

Abertura conta “As aventuras da capitã Hamster Rose em busca do Tempo”

C

ansada de observar as pessoas correndo, vivendo em função de uma velocidade da produção e do consumo, Capitã Hamster Rose junta sua tripulação em busca do Tempo. Sua viagem passa por cidades desconhecidas, lugares onde - assim como o que ela habitava - já não se sabe o que é ter tempo. Desde uma terra em que os preços sobem e descem em questão de segundos à outra em que os partos são realizados em pontos de ônibus, uma vez que as pessoas não tem tempo de ir ao hospital. Hamster Rose ainda passará pela cidade dos gagos, em que, cansados de não serem ouvidos pelos outros, decidem fazer uma revolução, organizando um coral. E a cidade em que as pessoas gastam o tempo falando da vida dos outros, onde a palavra de ordem é a fofoca, como os causos contados sobre uma velha viúva que habitava o local. Quase desistindo, a capitã e sua tripulação avistam um lugar diferente, onde as pessoas olhavam para o céu dando formas às nuvens que passavam. Ali, reconheceram pistas de que o tempo poderia estar próximo. Ali havia tempo para contemplar as coisas sem a intensa necessidade de consumi-las. Foi dessa forma que se iniciou a X Expoanglo 2012 “O tempo não existe. O que existe é o passar do tempo” (Millôr Fernandes). O espetáculo, inspirado no livro “As Cidades Invisíveis” de Ítalo Calvino, e construído coletivamente pelos alunos com a orientação do profº Thiago Leite, teve como mote, além da temática do tempo, o trabalho de improvisação teatral. Nele não existe texto pré-definido, apenas um roteiro de ações que dá sequência à trama, além das músicas que narram as passagens da capitã. Contou ainda com a participação de um coral constituído por todos os alunos de 1º a 5º anos e da atuação dos alunos participantes da Trupe Catavento, grupo de teatro da escola, e as turmas de 6º a 8º anos. Mais que apresentar um ponto de vista, a peça pretendeu questionar a relação que estabelecemos com o tempo nos dias atuais, propondo uma incessante busca àquilo que nos parece tão caro, mas que por incontáveis motivos nos foge das mãos: o TEMPO.

44 | www.outdoorregional.com.br

Colégio Anglo Boituva Unidade I Travessa Nussli, 20, Boituva/SP - (15) 3263-2136 Unidade II Estr. Mun. Roque Antunes Fragoso, 75, Boituva/ SP - (15) 3264-1457 www.anglodeboituva.com.br


www.outdoorregional.com.br | 45


Esportes

Vitor Quartezani v-quartezani@outdoorregional.com.br

Incidente no estádio Couto Pereira traz à tona o quanto podemos ser intolerantes

S

empre que penso em um jogo de futebol, penso no espetáculo de jogadores talentosos que desfilam suas habilidades e artes nos campos do Brasil. Porém, de alguns anos para cá, fica cada vez mais difícil frequentar os estádios dos nossos clubes de coração.

A constatação

Lembro que há alguns anos, escutava o jornalista esportivo da Jovem Pan e TV Gazeta, Flávio Prado, que dizia e pedia para que as pessoas parassem de frequentar os estádios, por conta da violência das torcidas e pelas precárias condições que os mesmos apresentavam. Confesso que ouvia isso como uma atitude equivocada e a certo ponto ranzinza. Afinal, pensava eu que ir ao campo de futebol ver meu clube do coração seria o mínimo que poderia fazer para incentivar.

O acontecimento

O tempo me disse que eu estava errado e que o jornalista es-

46 | www.outdoorregional.com.br

tava certo. E o capítulo que me fez ter certeza de que meu lugar agora deve ser longe dos estádios é o episódio que aconteceu no jogo entre Coritiba e São Paulo, realizado no estádio Couto Pereira, onde o jogador Lucas atirou sua camisa a uma fã, algo que gerou uma revolta inexplicável dos torcedores coxas brancos. O detalhe é que a menina em questão, Milena Pscheidt, de 13 anos, é torcedora do time paranaense e foi covardemente agredida verbalmente, mesmo que não tenha acontecido violência física, por integrantes de uma facção organizada. O motivo alegado para tais manifestações é que ela, como torcedora do Coritiba, não poderia em hipótese nenhuma tietar um jogador adversário e muito menos pedir uma camisa sua. É a partir do momento em que tal ação acontece de uma forma tão escancarada, na frente de milhões de pessoas que acompanhavam o jogo pela TV, que tudo aquilo que pensamos a respeito do esporte deve ser repensado. A intolerância é tão grande e exacerbada, que os princípios que tínhamos antes precisam ser revisitados.


Infelizmente, quando olhamos para o cenário atual, não conseguimos vislumbrar uma mudança nesse comportamento, já que hoje, o nosso futebol está tomado por uma “corja” A situação atual

Acredito que hoje, para uma pessoa frequentar um estádio, deve se repensar muito em tudo que pode acontecer. O primeiro ponto é a falta de estrutura e a bagunça no momento da compra e entrada nos estádios. Existe uma máfia que impede que a população, o povo, tenha acesso aos campos do nosso Brasil. Segundo, o risco eminente de uma agressão física, pois hoje a derrota não é aceita e a diferença entre os clubes toma uma proporção inimaginável, no qual uma pessoa pode tirar a vida de outra por qualquer bobagem. Hoje não se pode demonstrar um amor, um sentimento por um clube, sem que haja atrito. Claro que existem exceções, mas

essas exceções estão cada vez mais longes dos campos brasileiros, preferindo o conforto de suas casas, onde podem acompanhar os jogos ao lado dos familiares e amigos, sem que aconteça nenhum incidente. Infelizmente, quando olhamos para o cenário atual, não conseguimos vislumbrar uma mudança nesse comportamento, já que hoje, o nosso futebol está tomado por uma “corja” (em todos os setores) que pensam que podem mandar e impor uma maneira de agir que infelizmente está tornando-se regra em nossos campos. Aos poucos, o futebol, como forma lúdica, vai desaparecendo de nossa sociedade.

www.outdoorregional.com.br | 47


Saúde

Dr. Marcelo L. Galvão m-galvao@outdoorregional.com.br

A nova estação deve ser acompanhada de vários cuidados O Verão está batendo à porta e os cuidados com ele também. Muitos querem ter uma pele bronzeada de um dia para outro, porém esquecem que a cor adquirida, na realidade, é uma reação natural de proteção da pele. Os raios solares estimulam a pele a produzir melanina, por isso, pessoas de pele negra sofrem menos com as agressões, pois têm mais melanina naturalmente.

Proteção

Toda pele necessita de proteção, da mais branquinha até a mais morena, cada uma com grau de proteção específico. Evite os bronzeadores que possuem proteção muito baixa. Prefira utilizar um fator mais baixo e faça exposição ao sol gradualmente. O mínimo é o fator de proteção solar (FPS) 15. Na dúvida, procure um dermatologista. Se você procura proteção, comprar o fator mais alto não adianta se utilizar apenas uma vez por dia. Por mais que muitos produtos possuam tecnologia, ainda sim precisam ser repassados regularmente. O filtro deve ser repassado a cada duas horas e após sair da água. Evite também o sol entre as 11h e 15h. Manchas que você já tenha, como sardas, se não protegidas irão ficar mais evidentes com o Sol. As mãos também são locais que apresentam manchas com a idade. Lembre-se que os efeitos causados pelos raios solares são acumulativos, ou seja, todo dia a pele “pegando” sol irá danificando o DNA das células e em algum ponto da vida, essas mudanças podem levar a um câncer de pele.

Recomendações

Evite nessa época do ano fazer qualquer tipo de tratamento para retirar manchas. Esses processos normalmente deixam a pele mais sensível (mais fina) e podem causar manchas mais acentuadas. Deixe os peelings para o inverno! No mercado existem protetores solares de todas as texturas: creme, gel, emulsão, aerosol. Escolha o tipo mais adequado ao seu gosto e ao tom da sua pele. Vale também para os manipulados. Prefira os que tenham proteção tanto para raios UVA/UVB e tenham filtro do tipo físico (é o que dá aspecto branco e reflete os raios solares) e químico (absorvem os raios até saturar).

48 | www.outdoorregional.com.br

Dicas

√ Passe o filtro solar meia hora antes de expor-se ao sol √ Não se esqueça de passar nas orelhas, nariz e pés √ Uma boa camada de filtro deve ser passada para que nenhuma parte fique sem o produto √ Filtro deve ser passado mesmo embaixo do guarda-sol √ Utilize chapéu e boné √ Nos cabelos utilize produtos que tenham filtro solar para proteger os fios das agressões √ Beba muito líquido: água, sucos, água de coco, etc √ Lave muito bem a pele se algum tipo de ácido, com o limão, por exemplo, cair sobre ela √ Mesmo em locais fechados, utilize filtro solar


www.outdoorregional.com.br | 49


Games

Rafael Barbosa r-barbosa@outdoorregional.com.br

Desenvolvedora: 343 Industries Distribuidora: Microsoft Studios Plataforma: Xbox 360 Lançamento: 06/11/12

“Quando se trata de exclusividade, nada é maior do que Halo”

“Me acorde quando precisar de mim” “Quando se trata de exclusividade, nada é maior do que ‘Halo’”. Foi isto que Steve Beinner (diretor de marketing da marca Xbox), disse quando questionado sobre a importância da série no mundo dos games.

O sucesso

A frase talvez seja pretensiosa, porém mesmo que a franquia não seja a maior dentre todas, é certo dizer que quando se trata de Xbox, a série reina com supremacia. “Halo” atravessou gerações e mesmo que outros títulos exclusivos para os consoles da Microsoft tenham ganhado seus espaços, nenhum conseguiu alcançar o sucesso e a expressividade que a série tem. Motivo

50 | www.outdoorregional.com.br

mais do que suficiente para comemorarmos o lançamento de um novo jogo da saga. “Halo 4” marca uma nova era para a franquia, sendo o primeiro capítulo de uma nova trilogia que irá expandir-se para a próxima geração. O game também será o primeiro jogo a não ser desenvolvido pela Bungie, que ao se desligar da Microsoft, deixou o game a cargo da 343 Industries, companhia criada especificamente para cuidar da série e que pretende deixar sua marca em “Halo 4”.

Um novo começo

Para cuidar de um título tão importante, a 343 Industries não poupou recursos. A equipe envolvida no game contou com mais


de 200 pessoas, entre algumas figuras de destaque, como o diretor de áudio Sotaro Tojima, conhecido por seu trabalho em “Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots”. A desenvolvedora do game promete uma nova leva de armas, personagens e veículos, mas também se propõe a trazer uma narrativa mais dinâmica e imersiva para este novo capítulo da saga. Master Chief (que volta a ser o protagonista) e sua parceira Cortana, terão suas personalidades desenvolvidas de maneira mais profunda e a relação dos dois será um dos destaques na narrativa do jogo.

As mudanças

Sendo o último título da franquia para o Xbox 360, é natural que o game utilize tudo que o console pode oferecer

em termos gráficos. Assim, veremos texturas e efeitos de luz muito superiores aos utilizado nos capítulos anteriores da série, o que combinado ao design grandioso já característico da franquia, promete resultar em cenários simplesmente deslumbrantes. O modo multiplayer também conta com algumas alterações importantes, começando pelo fato de estar ligado à história do game. Novos modos estarão presentes: como o “Grifball”, que consiste em dois times de jogadores que tentam tomar posse de uma bomba, com o objetivo de levá-la até a base inimiga. As armaduras terão mais elementos personalizáveis, porém se estas modificações eram puramente estéticas nos jogos anteriores, desta vez elas trazem consigo vantagens ao jogador. www.outdoorregional.com.br | 51


Autos

N

o final do mês de outubro o Chevrolet Agile atingiu a marca de 200 mil unidades vendidas e, por conta disso, em comemoração, a GM lançou o Agile 2013 com câmbio Easytronic Gen II, que se trata de uma segunda geração do câmbio automatizado da marca, que teve sua estreia na Meriva.

52 | www.outdoorregional.com.br

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

Destaques

O automóvel estará disponível para venda no início deste mês e trará como destaque uma nova cor, chamada azul Infinity. Já a tal Easytronic Gen II é o resultado do desenvolvimento em parceria da General Motors do Brasil com a Magneti Marelli, uma em-


presa que possui tradição no fornecimento desse tipo de componente que, segundo a Chevrolet, é o mais avançado sistema de transmissão automatizada do mercado.

Novidades

Outra novidade que poderemos encontrar no Agile 2013 é o sistema “Auto Start”, que permite acionar o motor apenas com um leve toque na chave, ou seja, sem a necessidade de insistir no motor de arranque de partida. Outro sistema presente no veículo é o Brake Applied System – BAS, que se trata de um sistema de controle da aceleração. Ele permite que, ao se pisar no freio, o sistema libere a ação do acelerador, evitando que o veículo fique acelerado, o que torna a dirigibilidade mais segura. Por último, veremos o sistema creeping, que faz mover o veículo lentamente conforme o motorista solta o pedal de freio, assim como acontece com o câmbio automático convencional. Isso significa

proporcionar uma leve aceleração, o que facilita as manobras de estacionamento e rampas.

Itens

O motor do Agile 2013 continua o mesmo do anterior e também nas versões LT e LTZ. Entretanto, o Easytronic Gen II somente estará disponível na versão LTZ, que também conta com piloto automático, computador de bordo, faróis com acendimento automático acionado pelo sensor crepuscular, faróis de neblina, Premium sound com quatro falantes e dois tweeters, além de rádio AM/FM com CD, MP3/WMA player, Bluetooth, reconhecimento de voz e discagem automática do celular, entrada auxiliar frontal e leitor USB e banco do passageiro dianteiro rebatível com sistema “Dump Latch”. Além disso, o automóvel conta com air bag duplo, freios ABS, ar condicionado e direção hidráulica.

www.outdoorregional.com.br | 53


Finanças

Fábio Sanqueta f-sanqueta@outdoorregional.com.br

O aumento virá, mas não será a curto prazo No dia 16 de outubro, Maria das Graças Foster, a presidente da estatal Petrobrás, afirmou que o aumento do combustível será inevitável e ocorrerá no momento certo, porém sem um prazo específico.

Quando?

“O aumento de combustíveis certamente virá. Quando? Não tem data, é importante dizer”, afirmou ela aos jornalistas após ser homenageada em almoço no Copacabana Palace, promovido pelo Lide, Grupo de Líderes Empresariais. Como ela mesma mencionou, o aumento será a médio ou longo prazo. Como se esta afirmação nos deixasse confortável com tal situação, sabendo que nosso combustível é um dos mais caros do mundo e também um dos que contém os mais pesados níveis de impostos sobre circulação de serviços (ICMS), afetando diretamente em consideráveis 30% no preço final do combustível ao consumidor. O fato é que a administração e os custos estavam de-

fasados, e se o país não acordar e o governo não tomar medidas efetivas (e não emergenciais), realizando uma reestruturação monetária, adequando as taxas, oferecendo margens e ao mesmo tempo bom preço, estatais do porte da Petrobras e qualquer outro tipo de segmento são “forçados” a operar apertadamente e/ou trabalhar em partes ilegalmente.

A situação

De acordo com a executiva, há algum tempo a Petrobras trabalha com margens ruins no abastecimento por importar combustível e atender a demanda interna. Em se tratando de um país privilegiado no que se diz respeito a petróleo, é um absurdo sabermos da importação de combustível e o pior, com preços muito, mas muito mais caros que outros países de pequeno porte. Foster ainda afirmou que um esperado aumento do etanol na mistura com a gasolina não está descartado, reduzindo assim a

O aumento de combustíveis certamente virá. Quando? Não tem data, é importante dizer importação do combustível fóssil, ou seja, o desempenho dos veículos retrocederia. Pelo menos este ano (faltam dois meses), estamos livres deste aumento. A COPOM anunciou uma projeção de aumento zero no preço dos combustíveis, nos deixando “aliviados”. E assim seguem as palhaçadas de nosso querido país, sem planejamento e organização, deixando a inflação correr e se aproveitar.

54 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 55


Turismo

Q

ue o Nordeste brasileiro é rico em belezas naturais todos sabem. Mas, que o Estado de Pernambuco, em especial a capital Recife, é recheada de “tesouros”, talvez poucos saibam. Uma delas é Cabo de Santo Agostinho, uma cidadezinha a 52 km da capital, com temperatura média anual de 28ºC, que reúne nove praias, cada qual no seu estilo. Gaibu e Enseada dos Corais são agitadas, enquanto Itapuama, Pedra do Xaréu e praia do Paiva são sossego absoluto. Calhetas, um pouco mais escondida, é protegida por vegetação e pedras, e está entre as mais bonitas e concorridas da região. O litoral de Cabo de Santo Agostinho conta ainda com as praias: Itapuama, Pedra do Xaréu, Praia do Paiva e Suape.

56 | www.outdoorregional.com.br

Juliana Cuani j-cuani@outdoorregional.com.br

Artesanato e eventos

Entre as festas típicas do município está a Festa da Lavadeira, que acontece todos os anos em maio na praia do Paiva. O evento, que começou de forma simples como uma reunião de pescadores, hoje reúne milhares de pessoas, se tornando uma das maiores manifestações populares da cultura do povo pernambucano. Nas festas juninas, uma atração no mínimo diferente, é o Trem do Forró: o percurso do trem era originalmente do Recife até Caruaru, mas nos anos recentes tem ido até o Cabo. Já no artesanato a produção se baseia em cerâmicas que podem ser encontradas no Mercadão, onde há artesanatos e produtos típicos da cultura nordestina. Cabo de Santo Agostinho também faz parte da Rota da História e do Mar.


tados do final do século XVI, e o Forte Castelo do Mar, construído em 1631 pelos portugueses.

História

História e natureza

Parte do Litoral Sul, Cabo é um dos destinos mais visitados, ao lado de Jaboatão dos Guararapes. Cabo de Santo Agostinho possui varias reservas ecológicas, manguezais e lindas praias conhecidas em todo o país. Existem muitas opções para relaxar e praticar esportes aquáticos, como o surf. O verão é a época preferida das pousadas e hotéis que recebem uma grande quantidade de turistas de todos os países do mundo. Outras opções do município são os monumentos históricos. Lá se encontram velhos engenhos, como o Engenho Massangana, que guardam parte da história do município. Além da Igreja de Nossa Senhora de Nazaré e as ruínas do convento carmelita da-

Em 27 de julho de 1811, Cabo de Santo Agostinho foi elevada à Vila e em nove de julho de 1877 foi reconhecida como cidade. Conta-se que o navegador espanhol Vincente Yanéz Pinzón teria ancorado pela primeira vez no Brasil, em janeiro de 1500, antes da esquadra de Pedro Álvares de Cabral, mas não tomou posse do território por causa do Tratado de Tordesilhas, que determinava que estas terras pertenciam a Portugal. Nesta época, a região era habitada por índios Caeté. A descoberta oficial foi feita pelo português Américo Vespúcio no dia 29 de agosto de 1501. As primeiras povoações datam de 1618 e a maioria delas se instalou no ponto mais alto da cidade: a Vila de Nazaré, hoje conhecida como Parque Metropolitano Armando de Holanda Cavalcanti. Nessa época, imperavam o cultivo e exportação da cana-de-açúcar, sendo um dos momentos gloriosos do Cabo. O primeiro engenho da região foi o Madre de Deus (Engenho Velho) e mais tarde o Massangana, onde viveu o abolicionista Joaquim Nabuco.

Curiosidades

- Cabo é reconhecido como marco geológico mundial por ser o ponto de ruptura entre os continentes africano e sul-americano. - Para conhecer a cidade em um dia, o indicado são os passeios de buggy. O roteiro inclui todas as praias, mirantes, a Vila de Nazaré, onde ficam as ruínas históricas, igrejas e o famoso banho de argila - um lago de solo argiloso procurado pelos benefícios estéticos que a aplicação do material traz para a pele.

www.outdoorregional.com.br | 57


Capaito Dire

Bruno Juliana Fernandes Morenob-fernandes@outdoorregional.com.br j-moreno@outdoorregional.com.br

Com a proximidade do final de ano e as festas que o acompanham, há um grande aumento de vendas de produtos e serviços, aguardando a contratação de funcionários temporários. Quais os prós e contras desse tipo de trabalho? Ainda que consideremos a crise econômica que assola o velho mundo, nosso país Tupiniquim parece estar blindado, nossa economia está relativamente aquecida, o crédito fácil e tantas outras facilidades que incentivam o consumo. E por falar em incentivo, não há nada maior que as festas que se aproximam. A época de maior venda do comércio está aí, o Natal. Com ele, ruas cheias, shoppings lotados, e muita gente querendo comprar. Então, surge a necessidade da contratação de funcionários temporários.

Vantagens

Mas quais as vantagens nessas contratações? Quem sai ganhando, empregado ou empregador? A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que regula a relações trabalhistas, prevê algumas possibilidades além das convencionais, tais como a terceirização e a contratação temporária propriamente dita. Nessa primeira, temos o comerciante contratando com um terceiro, que fornece profissionais que compõem seu quadro de funcionários; na segunda, temos a contratação do funcionário diretamente pelo comerciante, para o exercício da função a qual se destinará. Fato importante de considerar, é que nossas leis trabalhistas foram conquistadas a muito custo, não podendo em momento algum serem dispensadas ou ignoradas, ainda que supostamente seja a “vontade” do empregado, parte frágil da relação.

Fique atento

De tal forma, para aqueles que pretendem ou estão buscando nesse final de ano, um trabalho temporário, para sair do desemprego ou apenas aproveitar as festas com um pouco mais de dinheiro no bolso, é necessário fazer valer seus direitos, os quais devem ser preservados. Ainda que a contratação seja por um período determinado, deve-se haver o efetivo apontamento na CTPS (Carteira de Trabalho), e ainda, quando da rescisão do contrato, deverá conter férias proporcionais acrescidas de 1/3 consti-

58 | www.outdoorregional.com.br

Nossas leis trabalhistas foram conquistadas a muito custo, não podendo em momento algum serem dispensadas ou ignoradas... tucional, 13º salário proporcional e FGTS. Nesse caso, não haverá aviso prévio, multa de 40% sobre o FGTS e nem direito ao seguro desemprego. Independente da contratação, seja terceirizada ou temporária, deverão ser respeitados os padrões remuneratórios pela mão-de-obra contratada. Ao comerciante, também existem vantagens na contratação direta temporária, pois terá maior gestão de seus empregados, podendo gerir de forma mais estratégica. Como visto, seguindo todos os requisitos e determinações legais, todos ganham; empregados, empregadores e todos os cidadãos de forma geral, que têm maior conforto em suas compras, sabendo que ninguém precisou ser lesado em seus direitos para usufruir dos benefícios.


www.outdoorregional.com.br | 59


Política

AC Rezende ac-rezende@outdoorregional.com.br

Joaquim Barbosa

O mais conhecido caso de corrupção praticada no Brasil vem sendo julgado com mãos de ferro. O problema são todos os outros, esquecidos pela conveniência política

T

udo começou no distante 18 de maio de 2005, primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores. O governo federal vinha promovendo, desde 2002, importantes mudanças na estrutura econômica e política do País. O antecessor de Lula, o sociólogo Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, deixara a presidência da República sob poucos aplausos e largas vais.

60

O começo

O que ninguém imaginava, até então, é que as mudanças conseguidas pelo PT carregavam, consigo, uma doença contagiosa, perigosa e que estava entranhada no DNA político do País desde sempre: a corrupção. Foi em 18 de maio de 2005 que a revista Veja divulgou com exclusividade o primeiro ato dessa ópera odiosa, que se arrasta até hoje: tratava-se de um vídeo do


ex-funcionário dos Correios, Maurício Marinho, ligado ao então deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ), negociando propinas com empresas interessadas em participar de uma licitação do governo. Mas foi em 6 de junho de 2005 que Jefferson denunciou, à Folha de São Paulo, o esquema de pagamento de mesadas no valor de R$ 30 mil pela cúpula petista para congressistas aliados votarem a favor de projetos de interesse do governo. Abre-se a CPI dos Correios, e o Ministro Chefe da Casa Civil, José Dirceu, renuncia, sob a acusação de ser o comandante do esquema. A maior crise do governo Lula tinha início.

CPI dos Correios

Em 14 de Setembro, o delator do Mensalão, Roberto Jefferson, é cassado e perde seus direitos políticos até 2015. O mesmo aconteceu com José Dirceu em 1 de dezembro. Lula que negava conhecer o esquema e dizia-se traído. Em 23 de março de 2006, começa na Câmara a absolvição da maioria dos acusados de envolvimento no esquema de corrupção conhecido como Mensalão. Apenas Roberto Jefferson, José Dirceu e Pedro Corrêa haviam sido cassados.

A denúncia

Após longa coleta de dados, documentos, depoimentos e informações, o então procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, apresenta ao Superior Tribunal Federal sua denúncia contra 40 pessoas envolvidas no Mensalão. Em 9 de maio de 2012, o Ministro relator do caso, Joaquim Barbosa, torna público seu relatório sobre o processo. Em 10 de outubro, o STF condenou oito réus no item do processo que trata das acusações de corrupção ativa, entre eles o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu (por 8 votos a 2), o ex-presidente do PT José Genoino (9 a 1) e o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares (10 a 0). Dirceu é apontado pela Procuradoria-Geral da República como o “chefe da quadrilha” do mensalão.

Ricardo Lewandowski

A esperança

Joaquim Barbosa vem enfrentando uma pressão ímpar no julgamento de um caso, o maior da história recente do STF. Seu nome é, hoje, um dos mais conhecidos pelo povo brasileiro, que o tem retratado, juntamente com a imprensa, como um verdadeiro vingador de histórias em quadrinhos, a esperança de um Brasil sem corrupção, mais justo e digno. Cogitam seu nome para Presidente da República. E ele tem méritos para isso. Dizem que o Brasil vive um novo momento, em que os culpados serão punidos. Mas não se fala mais da CPI do Cachoeira, praticamente morta. E brotam outras questões que não são muito lembradas pelo povo. São elas: o Mensalão tucano de Minas Gerais, berço onde nasceu o modelo apropriado pelo PT; a suposta compra de votos do Congresso para a reeleição de FHC; a suposta troca de favores nas privatizações do governo FHC entre os beneficiários das privatizações e membros do governo, dentre os quais o tucano José Serra; o suposto envolvimento do banqueiro Daniel Dantas com o esquema de financiamento do Mensalão, dentre outros casos, como a CPI do Banestado, que levantou dados sobre crimes jamais investigados. Se o Brasil vive de fato um novo tempo, é de se esperar que essas questões sejam levantadas em breve. Caso contrário, estaremos vivendo apenas mais uma história em quadrinhos, tão comum do nosso país.

www.outdoorregional.com.br | 61


Trabalho

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

O

s motivos que podem acarretar uma demissão são inúmeros, mas por outro lado, existem algumas coisas que podem definir sua permanência no trabalho. De acordo com especialista do ramo, é possível enumerar alguns motivos que mais rendem demissões nas empresas. Veja cada um deles e analise se em algum aspecto você precisa ficar mais atento para não dar um passo errado rumo à demissão.

Não se relacionar Fique atento aos quatro motivos que mais costumam causar demissões nas empresas

62 | www.outdoorregional.com.br

Por incrível que pareça, os problemas comportamentais são os que mais acarretam pontos negativos ao funcionário. Pois, de fato, de nada adianta o profissional ser excelente do ponto de vista técnico, se ninguém na empresa conseguir conviver com ele. E, consequentemente, se um bom relacionamento não for construído, isso vai afetar o desenvolvimento do trabalho. Se a pessoa não souber se relacionar, dificilmente vai alcançar os resultados esperados pela empresa.


Metas

Isto é regra em qualquer lugar: quando você não alcança as metas esperadas, se torna um forte candidato à demissão, já que as empresas precisam desses resultados para sobreviver e se manter no mercado. É importante que o profissional esteja atento, pois sua atuação precisa ser boa o suficiente para fazer com que a empresa cresça. Entretanto, se você apresentar soluções para que suas metas possam ser batidas e os resultados sejam alcançados nas próximas etapas, há grande chance de você continuar, afinal, empenho e vontade sempre contam pontos.

Envolvimento

O terceiro tipo de profissional que mais corre o risco de ser demitido é aquele que exerce tão somente o seu papel, não se importando se existem outras coisas que ele possa fazer. Muitas vezes, uma tarefa não fará parte da sua lista de deveres, mas se está ao seu alcance, faça. Isso mostra que você não está comprometido apenas com o seu trabalho, mas sim com o propósito de toda a empresa.

Conhecimento técnico

Apesar de parecer o erro mais grave, cometer erros técnicos é o último item da lista. Isso acontece pelo fato de que deficiências técnicas podem ser compensadas, ou seja, se o funcionário não sabe algo, quase sempre terá alguém para ensinar. O fato só se agrava se esse profissional não buscar se corrigir e nem querer o aprimoramento em algo que tenha apresentado comportamento falho.

www.outdoorregional.com.br | 63


Gourmet

Talita Dias t-dias@outdoorregional.com.br

modo de preparo

01 02 03 04 05 64

Leve ao fogo a água com o caldo de galinha e a margarina até ferver.

Junte a farinha de trigo de uma só vez, mexendo até soltar da panela.

Nhoque Recheado

D

uvido encontrar alguém que resista a uma boa massa, coberta com molho encorpado e um queijo puxando. Tradicional da Itália, o nhoque ao qual estamos acostumados, é uma massa com base geralmente de batata, simples e inconfundível. Como se já não fosse bom o suficiente, separamos para você uma receita desse prato, em uma versão nada complicada e com um diferencial. Sucesso garantido!

Tire do fogo, junte as batatas até formar uma massa homogênea.

Massa Faça bolinhas e recheie com a mussarela.

Acomode em um refratário, cubra com molho de sua preferência e leve ao forno por 15 minutos para derreter o queijo.

2 cubos de caldo de galinha 4 colheres (sopa) margarina 3 xícaras (chá) farinha de trigo  ½kg de batata cozida espremida 650 ml água 

Recheio

300g mussarela em cubos


www.outdoorregional.com.br | 65


Pratadacasa

Thássia Moro t-moro@outdoorregional.com.br

A Outdoor traz para você mais uma banda de rock da nossa região O cenário musical da nossa região tem nas bandas de rock representantes de peso que não deixam a desejar em nenhum aspecto ao bom e velho rock’n’roll. Uma banda que ilustra bem essa realidade é a The Boots Trap. E é um pouco da trajetória dessa banda da nossa região que a Prata da Casa reserva para você esse mês.

A banda

The Boots Trap é uma banda recente, formada em 2011 e que completou um ano de existência em julho desse ano. Composta por cinco integrantes, surgiu da ideia de juntar um grupo de amigos que gostavam de música, tocavam instrumentos e, principalmente, amavam o rock. Os músicos atuais são Augusto Barba (O Homem Só) vocal, performance e guitarra; Álvaro De Bonis, guitarra e synth guitar; Giovani Politani, baixo e Rafael Bueno na bateria. Rafael Bueno, em entrevista a Outdoor, contou que a banda se inspira “no rock’n’roll dos anos 50, 60 e 70, com uma forte dose de blues”. Suas maiores influências vão de Led Zeppelin, passando por Beatles, Stones, The Who e muitas outras. “Além dos clássicos temos também a proposta de tocar músicas de bandas conhecidas, mas que geralmente não são tocadas”, afirma Bueno. A The Boots Trap não foca seu trabalho em composições próprias, mas mesmo assim não se intitula como uma banda cover. “Fazemos novas versões para antigas canções”, comenta o baterista. O estilo próprio, a alta qualidade musical e a presença de um performacer/vocalista são os pontos de destaque da banda. “O Homem Só (personagem vivido pelo vocalista nos shows) está em busca de dar vida ao espírito do rock and roll”.

Os shows

Mesmo em um cenário regional, no qual o rock está em frequente ascensão, a banda The Boots Trap afirma que os espaços para o público do segmento musical ainda são poucos. Nossa região é rica em diversidade musical, mas pouco valoriza os músicos profissionais independentes, principalmente as bandas de rock. Dessa forma, a banda preenche sua agenda com apresentações em festas particulares, como formaturas e festas temáticas.

66

The Boots Trap é mais um exemplo de uma banda independente da nossa região que com seu som próprio, baseado em grandes artistas e bandas, faz com que o rock’n’roll continue preservado em sua essência e espírito. E há quem duvide que uma boa dose de rock não seja um santo remédio para nossos ouvidos e alma.


www.outdoorregional.com.br | 67


Região

Camila Marcusso c-marcusso@outdoorregional.com.br

Fundado em janeiro de 2000, o Projeto Pérola é uma associação de caráter social que visa desenvolver a consciência protagonista nas comunidades assistidas, na região de Sorocaba/SP, a fim de que os jovens atendidos utilizem os conhecimentos ao longo do curso e acreditem em seu potencial.

O que é

De acordo com Fábio Duran, assistente de marketing do projeto, são oferecidas aulas de informática gratuitamente para qualquer pessoa alfabetizada ou que esteja em processo de alfabetização. A instituição conta com 52 unidades, sendo 33 localizadas na cidade de Sorocaba e as demais distribuídas nas cidades de Iperó, Itapetininga, Mairinque, Piracicaba, Salto e Votorantim. “Quando conheci o Pérola, tive a oportunidade de ter meu primeiro emprego. Eu estava concluindo o ensino médio e o projeto mudou minha maneira de pensar, me mostrando que eu poderia, sim, cursar uma universidade. Hoje esse sonho está se realizan-

do, pois já estou cursando o último semestre do curso de Ciências Contábeis”, narra Franciele Batista de Lima, de Sorocaba, que participou do projeto em 2006.

Objetivos

A missão do Pérola é promover a conquista da sustentabilidade e dignidade de grupos sociais, valorizando talentos e lideranças por meio de ferramentas sociais, como as aulas de informática e de cidadania, nas quais os alunos estudam sobre meio ambiente, mercado de trabalho, saúde e responsabilidade social. “As aulas de informática são um atrativo para os jovens, pois junto com elas são ministradas as aulas de cidadania. Resumidamente, o foco do projeto é fortalecer a inclusão social através de ferramentas como a tecnologia e a cultura”, conta Fábio Duran. Atualmente, o Pérola atua em quatro frentes de trabalho: Escola Digital e Cidadania, Escola de Cultura e Arte, ProInfo e Serviços Digitais. A Escola Digital e Cidadania está presente em sete cidades do estado e é a de maior atuação. A Escola de Cultura e Arte pro-


Fotos: Assessoria de Imprensa do Projeto Pérola

move aulas de música, enquanto a de Serviços Digitais atua no desenvolvimento de softwares. Já o ProInfo é um Programa Federal de Inclusão Digital, que insere na grade curricular convencional o uso do computador como ferramenta de ensino. Em Iperó, por exemplo, são 10 escolas beneficiadas.

Resultados

Ao longo de onze anos, o Pérola formou mais de 22.000 alunos. Sua metodologia, chamada Ciclo Virtuoso, faz com que o jovem entre como aluno, torne-se voluntário e

passe a fazer parte do quadro de colaboradores do projeto. É o caso de Cristiane Santos Silva, moradora da cidade de Sorocaba, que fez o curso de informática básica e cidadania em 2006 e agora trabalha na área. “Resumo a experiência como uma oportunidade de aprendizado. Fiquei entre os dez melhores alunos e consegui um emprego que mudou a minha vida e da minha família”, finaliza.


Galeria

Vitória By Kids Coleção Verão Feminina Contramão R: Cel. Eugênio Motta, 521, Loja 42, Centro, Boituva/SP Fone: ( 15 ) 3363-2648

Mania de Biju Coleção Primavera/Verão - Conjunto Colar + Brinco R: Cel. Eugênio Motta, 216, Centro, Boituva/SP Fone: (15) 9776-3958 / 8152-8140

Miss Flora Calça Feminina Fórum R$ 195,00 à Vista R: Camilo Thame, 47, Loja 05, Centro, Boituva/SP Fone: (15) 3363-1505

Atrevida Lingerie Cueca Boxer Caveira R$ 28,00 à Vista R: Cel. Eugênio Motta, 266, Centro, Boituva/SP Fone: (15) 3363-2258

70 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 71


Horóscopo

Escrito por: João Bidu www.joaobidu.com.br Twitter: @joaobidu

Signo do mês Escorpião - 23/10 a 21/11

j-bidu@outdoorregional.com.br

Áries

de 21/03 a 20/04

Neste mês, aproveite a oportunidade de mudar tudo o que incomoda em sua rotina. Na profissão, a primeira semana será primordial para você conseguir colocar suas tarefas em dia, pois a partir do dia 07, há sinais de obstáculos nesse setor. Então, faça o que estiver ao seu alcance para antecipar atividades e evitar mais conflitos. Ótimo astral para quem pretende organizar seus objetos pessoais e se livrar daqueles que já não tem mais serventia. Vida social movimentada, apenas tenha cuidado com fofocas. Há sinais de harmonia a dois e apenas assuntos profissionais podem abalar o entrosamento do casal. Na conquista, estará exigente e vai investigar seu alvo antes de se render ao romance.

Touro

Reynaldo Gianecchini 12/11/1972

Meg Ryan 19/11/1961

Os desafios que surgirem no serviço servirão de estímulos para a sua carreira. Não desanime com os contratempos: seja paciente e enxergará oportunidades de seguir adiante. É tempo de superar metas e mostrar sua competência. Neste mês, seu interesse por assuntos familiares tende a crescer e você vai se aproximar deles, apenas tenha cautela para não invadir a intimidade de cada um. A dois, curta a intensidade do momento. Uma onda de sensualidade e um coração repleto de amor vão dar o toque que faltava para a felicidade do casal. Só a sua possessividade pode pôr tudo a perder. Sedução em alta! Se está livre, poderá atrair alguém. Caso esteja de olho em um alvo, espere por boas surpresas. 72 | www.outdoorregional.com.br

de 21/04 a 20/05

No trabalho, você saberá como provar a sua competência aos seus chefes. Planejamento e persistência serão os seus maiores trunfos nesse setor. Em casa, a cumplicidade com os parentes mais próximos tende a crescer neste mês, mas vigie melhor suas reações para evitar conflitos desnecessários. Aprenda a respeitar as opiniões diferentes das suas. A união conta com as energias de Sol e Saturno que devem reforçar o amor e o comprometimento do casal. Mas, na segunda quinzena, controle sua impulsividade e tenha jogo de cintura para não prejudicar a relação. Na paquera, aproveite ao máximo as aventuras da primeira semana, pois depois do dia 07, as chances de desentendimentos devem aumentar.

Gêmeos

de 21/05 a 20/06

Você vai colocar o seu trabalho em sua lista de prioridades e deixar suas tarefas em dia, melhorando cada vez mais sua carreira. Mas, na segunda quinzena, cuidado com prazos e colegas que gostam de fofocar. A primeira semana em seu lar contará com momentos descontraídos, mas é melhor manter a discrição de sua vida afetiva e profissional depois do dia 07, pois divergências de opinião podem prejudicar o convívio. Momentos tensos podem surgir com sua cara-metade, então, tente manter a calma e fugir de reações exageradas. Se conseguir se controlar, toda essa energia deve se reverter para a hora do sexo. Vênus dará uma forcinha na paquera, mas evite brincar com os sentimentos dos outros.


Câncer

de 21/06 a 21/07

Sua animação será total no serviço durante a primeira semana, mas depois do dia 07, contratempos envolvendo comunicação podem surgir, então, tente se expressar com clareza para amenizar as tensões. A partir do dia 22, o Sol vai proteger a sua carreira. Tudo que envolva o seu universo familiar contará com sua atenção, apenas precisa fugir de assuntos polêmicos em seu lar. No romance, transformações em seu jeito de encarar o relacionamento devem surgir, podendo melhorar a sintonia e a cumplicidade já existentes ou afastar o casal. A segunda quinzena surge sem conflitos e com muita entrega. Caso esteja só e em busca de um namoro, pode encontrar o que procura em alguém mais experiente.

Leão

de 22/7 a 22/8

Seu empenho nas tarefas profissionais será invejável. Continue assim e conquistará a admiração de seus superiores. Depois do dia 17, as energias de Marte vão ajudar você a iniciar um projeto e tomar as iniciativas necessárias para sua carreira deslanchar. Neste mês, sua família será o seu porto seguro. Converse com seus parentes mais velhos e aprenderá importantes lições para sua vida. A dois, você vai buscar mais estabilidade, então, quanto mais sintonia, mais gostoso será o romance. Algumas tensões podem surgir, mas você saberá como contorná-las. Caso esteja livre, desencontros podem surgir, mas saberá atrair olhares sem fazer esforço. Aposte em conversas descontraídas com seu alvo.

Virgem

de 23/08 a 22/09

Um astral extrovertido e entusiasmado toma conta do seu astral: aproveite para fazer contato com pessoas influentes e divulgar o seu trabalho. Na segunda semana, tente manter o foco em uma tarefa de cada vez. Mas, a partir do dia 14, sua disposição será reforçada. Apenas tenha cuidado com mal-entendidos. O convívio estará animado em casa, mas tenha cuidado para não se indispor com os familiares por causa da agitação. Na união, crises serão superadas e darão lugar para um clima harmonioso. Converse com maturidade e tudo vai fluir bem. Depois do dia 22, traga mais romantismo à relação. Na hora da conquista, seu poder de sedução estará a mil e caberá a você decidir se quer investir.

Libra

de 23/09 a 22/10

A sua vontade de melhorar suas condições financeiras dará o entusiasmo que faltava para crescer no trabalho. Depois do dia 12, Netuno enviará poderosos estímulos para você perseguir seus ideais. Há muita lealdade no contato com o pessoal de casa, mas cuidado com as exigências na hora de cobrar colaboração na organização do espaço. Use a diplomacia libriana para que todos ajudem sem sobrecarregar ninguém. Na vida a dois, passe mais tempo com o seu amor e traga alegria ao relacionamento. Contratempos podem atrapalhar seus planos, mas faça deles motivos para rir. Apenas tenha controle da sua possessividade ou ela poderá prejudicar sua união. Vênus vai realçar seus encantos na conquista.

Sagitário

de 22/11 a 21/12

Trabalho em equipe deve render ótimos resultados neste mês: aposte nisso! Mas lembre-se de se expressar com clareza e escolher suas palavras para evitar mal-entendidos. Em casa, você fará de tudo para manter um convívio harmonioso com o pessoal. Mostre-se presente na vida de seus parentes e valorize a cumplicidade. Período de altos e baixos na vida afetiva, então vigie suas reações para evitar que pequenos problemas tomem uma proporção maior do que deve. Compartilhe mais sua vida com o seu par e amenize desentendimentos. Reservar um tempinho apenas para o seu amor também é uma ótima pedida. Há sinais de sucesso para quem procura um novo par. Seu jeito simpático vai atrair uma paixão.

Capricórnio

de 22/12 a 20/01

Atividades que favoreçam o seu raciocínio e tudo que envolva aprendizado conta com boas vibrações astrais neste momento. Mas não se empolgue muito ou não aproveitará toda a informação que recebe. No trabalho, estabeleça prioridades e foque nelas. Depois do dia 07, pense antes de falar ou pode comprometer seu emprego. Mês agitado em família, então entre no clima e aproveite para se divertir. Na união, vai desejar fortalecer os laços existentes, então, esclareça tudo que possa gerar confusão e evite comentar do seu relacionamento com os demais: invista na cumplicidade do casal. Não faltarão charme e sensualidade na hora da conquista, mas avalie seus pretendentes antes de se envolver.

Aquário

de 21/01 a 19/02

Na profissão, conte com a ajuda dos astros para conquistar o seu sucesso, mas para isso deve se concentrar em seus objetivos e seguir com determinação em busca de resultados. Mostre que tem disciplina e aprenda ao lidar com os desafios. Vida social em alta: aproveite para organizar reuniões com pessoas queridas e colocar os assuntos em dia. Na vida sentimental, suas emoções estarão acentuadas e gestos de carinho e cumplicidade serão mais valorizados no romance. Curta a alegria do momento e resolva assuntos pendentes. Caso esteja só, não desanime diante de desencontros e evite se envolver em aventuras sem futuro e estará livre para conquistar seu amor. Cuidado com romances proibidos!

Peixes

de 20/02 a 20/03

Já é tempo de definir metas profissionais e seguir em busca de suas conquistas. Neste período, não faltará garra para investir em suas metas. Em casa, o convívio não será dos melhores, então tenha jogo de cintura para manter a harmonia em seu lar. Pense muito bem antes de falar e evite que suas palavras gerem mágoas e mal-entendidos entre as pessoas que ama. Curta o clima de sintonia da união e invista em programas prazerosos na companhia de seu par. Depois do dia 07, exercite sua paciência e não permita que pequenos desentendimentos se transformem em grandes problemas. Caso esteja só, Netuno vai acentuar sua carência e realçar o seu charme. Se estiver de olho em alguém, aproxime-se! www.outdoorregional.com.br | 73


Crônica

H

á pouco tempo fiquei sabendo que a filha de um amigo meu foi traída. O pior é que a pobre estava apenas a alguns dias de anunciar o tão esperado noivado, fruto de um feliz namoro de alguns anos, ou talvez, deva dizer, não tão feliz. Briga daqui, chororô de lá, e a família toda se amontoa ao redor da pobre menina. O pai imediatamente decretou que o infeliz nunca mais pisaria em sua casa e, que se tivesse a petulância de aparecer, iria quebrar todos os dentes da boca do homem que até agora pouco, chamava de segundo filho nos churrascos de família. O irmão mais velho, por outro lado, fala que talvez não seja bem assim, que existem muitas mulheres safadas no mundo e que, se isso aconteceu mesmo, a culpa não seria apenas do seu cunhado, “seu brother”, amigo de todas as horas e testemunha de algumas escapadinhas.

74 | www.outdoorregional.com.br

Rafael Barbosa r-barbosa@outdoorregional.com.br

A inocência sempre prevalece, principalmente quando o ato aconteceu apenas uma vez (ou duas ou três) À mãe, detentora do eterno papel de consoladora, cabe zelar pela menina de coração partido, abraçar, dar amor e talvez também chorar, afinal, mães são conhecidas por compartilhar os sentimentos dos filhos. Quanto ao adúltero (e me desculpem por ser maldoso), este tenta se defender. Talvez diga que foi seduzido, que a mulher o perseguiu, ou que depois de um tempo de insinuações maliciosas, esta o beijou: e afinal de contas o que se faz quando alguém lhe beija, a não ser retribuir a gentileza? A inocência sempre prevalece, principalmente quando o ato aconteceu apenas uma vez (ou duas ou três). E lá vem a família se amontoando novamente. A mãe consoladora, não polpa ofensas à “vagabunda” sedutora que claramente é a grande culpada, embora também não deixe de criticar a ex/futura nora, afinal, que homem sai para procurar fora o que já tem em casa? O pai por outro lado, fica de fora, escondendo o orgulho de ter um filho “pegador”. E com familiares entrando em choque, o ex/futuro casal, tenta se resolver. Pode demorar um pouco, mas depois de seguir a quase infalível receita do pós-adultério (um quilo de desculpas, meio litro de juras de amor e uma dose a gosto de promessas irracionais) os pombinhos voltam a ser um feliz casal. Noivado de volta. E com o tempo vem o casamento, seguido daqueles churrascos de domingo com a família que, pelos cantos, sempre vai lembrar o que aconteceu. Porém, nada que um casal unido não possa suportar, isto se a atual/ ex-mulher, conseguir superar aquela amargura escondidinha lá no fundo que sempre vai teimar em se fazer notar.


www.outdoorregional.com.br | 75


76 | www.outdoorregional.com.br

Outdoor Regional  

Edição 35 - Tom Zé