Page 1

www.outdoorregional.com.br | 1


2 | www.outdoorregional.com.br


Carta ao leitor Coordenador Geral Rafael J Pereira Coordenador de Criação André Maffeis Jornalista Responsável Juliana Moreno MTB:0056878/SP Repórteres AC Rezende / Camila Marcusso Juliana Cuani / Juliana Moreno Rafael Barbosa/ Bruno Rodrigues Colaboradores Bruno Fernandes / Fábio Sanqueta Thássia Moro Gabriela Barreto / Dr. Marcelo L. Galvão João Bidu / Talita Dias Revisão Juliana Moreno / Juliana Cuani Projeto Gráfico / Diagramação Bruno Vieira Veiga de Oliveira Produção de moda Gabriela Barreto Comercial Patricia Pereira Agradecimento Ana Paula Aschenbach | Perfexx Assessoria de Comunicação Tiragem / Impressão 8.000 exemplares / Graf. Santa Edwiges Distribuição Boituva/Iperó/Cerquilho/Tietê Tatuí/Sorocaba Assinaturas assinaturas@outdoorregional.com.br Edições anteriores edicoes@outdoorregional.com.br Site www.outdoorregional.com.br

A capa deste mês está exalando poesia, isso graças à Ana Cañas, que consegue nos trazer aconchego ao som de sua voz. Você irá conhecer um pouco sobre a vida da cantora e também detalhes de seu último álbum, chamado “Volta”. Depois de saber algumas curiosidades a respeito das músicas, acredito que você ficará, no mínimo, curioso para escutá-las. E falando em vozes aconchegantes, em Música você confere uma matéria sobre Renato Vianna, o garoto de voz rouca que consegue conquistar pessoas e ouvidos com seu timbre incomparável. Esta edição também traz o som mais pesado, com a banda MegaRock, de Boituva Bom, também vamos falar de algo característico desta estação: flores. Aproveitando que a Primavera chegou no finalzinho de setembro, que tal fazer uma visita a Holambra? Lá há atrações não só neste período, mas o ano todo. Em Moda você confere um pouco mais sobre as cores do momento: tons fluorescentes. Eles prometem brilhar no seu closet nos próximos meses! E para os homens, uma matéria sobre o queridinho de vocês: o bom e casual blazer. Nesta edição, saiba também como utilizar fotos e molduras para decorar e transformar sua casa em uma galeria de boas recordações. Lá em Educação você também poderá ficar por dentro do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o chamado Ideb. Saiba o que é e também quais suas conseqüências para a educação. A editoria Região nos apresenta o projeto Mais Cultura, desenvolvido pela Secretaria da Cultura e Lazer de Sorocaba. Saiba como funciona e quais são seus benefícios para a cidade. Isto é só um pouco do que esta edição traz pra você. Pode começar a folhear, pois tem muito mais! Boa leitura!

Empresa CNPJ: 13.970.830/0001-93 Anúncios e Publicidade: Avenida Pereira Ignácio, 378 - 2º andar sala 07, Boituva/SP Telefone: (15) 3263-5028 (15) 9114-2136 / ID 113*16815 contato@outdoorregional.com.br A revista não se responsabiliza por conceitos e opiniões emitidos por entrevistados e colaboradores, assim como não se responsabiliza pelo conteúdo de informes e anúncios publicitários

j-moreno@outdoorregional.com.br 3


4 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 5


08 - Cinema 10 - Séries 12 - Literatura 14 - Música 16 - Tecnologia 18 - Ensaio 22 - Moda Feminina 24 - Moda Masculina 26 - Decoração 28 - Educação 30 - Social 36 - Capa 42 - Esportes 44 - Saúde 46 - Games 48 - Autos 50 - Finanças 52 - Turismo 54 - Direito 56 - Política 58 - Trabalho 60 - Gourmet 62 - Prata da Casa 64 - Região 66 - Galeria 68 - Horóscopo 70 - Crônica

Índice 08 Cinema “Faroeste caboclo”: a música que foi parar no cinema

26 Decoração Transforme sua casa em uma galeria de momentos inesquecíveis

48 Autos

Queridinho dos brasileiros, Gol 2013 chega ao mercado repaginado

52 Turismo História, flores e encantos da linda Holambra

6 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 7


Cinema

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

Adaptação da música de Renato Russo, filme que narra a história de João de Santo Cristo chega às telonas no final do mês

D

ifícil encontrar alguém que nunca tenha escutado a famosa música do Legião Urbana, composta por Renato Russo em 1979, aos 19 anos, e que atravessa décadas e gerações conquistando fãs. E é certo dizer que, grande parte das pessoas, pelo menos uma vez, já imaginou as cenas da história contada enquanto escutava a música, que mais parece um roteiro de cinema, ao longo de seus nove minutos de duração.

O filme

Então, tornando realidade a imaginação de muitas pessoas, a história de João de Santo Cristo virou, enfim, filme! A música virou roteiro de cinema a partir da adaptação de Paulo Lins, o autor do livro “Cidade de Deus” e do roteirista Marcos Bernstein. Já a direção ficou por conta de René Sampaio. Bem, o longa contará a história de João, um rapaz que deixa Salvador e parte para Brasília em busca de melhores condições de vida. Lá, ele conhece e se apaixona por Maria Lúcia. Entretanto, ele começa a se envolver com o tráfico de drogas, o que põe a perder muitos de seus sonhos. Além disso, há também Jeremias, um traficante de drogas em seu caminho.

Os personagens

O diretor explicou que novos personagens foram criados para que a história do quarteto principal ficasse mais coerente. O elenco é composto por Fabrício Boliveira, que dará vida ao João de Santo Cristo, Isis Valverde, como Maria Lúcia, Felipe Abib como

Jeremias e, por último, César Trancoso, como Pablo, neto do bisavô de João. Além desses principais, se juntarão ao elenco um policial corrupto e um senador.

A música nos diálogos

As curiosidades do filme se mostrarão, principalmente, nos diálogos, pois muitos serão idênticos à música. Você irá se deparar com frases como “e Santo Cristo já sabia atirar”, “Maria Lúcia era uma menina linda e o coração dele pra ela o Santo Cristo prometeu”, “amanhã às duas horas na Ceilândia, em frente ao lote 14, é pra lá que eu vou”, “organizou a

Tornando realidade a imaginação de muitas pessoas, a história de João de Santo Cristo virou, enfim, filme! rockzonha e fez todo mundo dançar”, entre outras. E sim, você é completamente normal se leu essas frases as cantando mentalmente, tal como são na música.

Estreia

O filme está previsto para chegar aos cinemas no dia 26 de outubro, mas a ansiedade de ver essa história tão conhecida transposta para as telonas, já está deixando a curiosidade de muita gente aflorada. Então nos resta esperar para, enfim, ver esse “Faroeste Caboclo”, tão conhecido dos nossos ouvidos.

8 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 9


Séries

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

Vai uma dose de vingança aí?

Q

uando começaram a surgir as primeiras chamadas da série, as imagens da atriz Emily VanCamp em nada lembravam a doce e meiga Amy, papel que ela viveu na já extinta série “Everwood”. “Revenge” foi criada por Mike Kelley e, em setembro de 2011,foi a estreia de maior audiência no canal americano ABC. A primeira temporada terminou no final de maio e, depois de um período que pareceu quase eterno, a segunda temporada começou no final do mês passado.

que passar a infância na detenção juvenil. Quando ela completa 18 anos, conquista a liberdade e, assim que sai da detenção, é recebida por Nolan Ross (Gabriel Mann), um amigo do passado que a entrega uma caixa deixada por seu pai, onde há detalhes sobre as pessoas que destruíram a vida deles. Fora isso, agora ela é detentora de toda a herança de seu pai. Anos mais tarde ela ressurge nos Hamptons, local onde viveu a infância, com a nova identidade e apenas com um objetivo: vingança.

A história

O plano

No início somos apresentados à Emily Thorne (Emily VanCamp), cujo verdadeiro nome é Amanda Clarke. Aos poucos conhecemos seu passado e os reais motivos para essa mudança de nome. Quando ela tinha apenas nove anos, seu pai foi acusado de terrorismo, o que o condenou à prisão perpétua, onde morreu. Por conta disso, a menina teve sua vida destruída pelas mesmas pessoas que armaram contra seu pai, tendo

10 | www.outdoorregional.com.br

Seu plano começa com a compra da casa onde ela vivia com seu pai. Seus vizinhos da mansão ao lado, são nada menos que os Grayson, os responsáveis pela prisão de David Clarke, seu pai. O principal alvo de Emily é Victoria Grayson (Madeleine Stowe), a mulher mais influente dos Hamptons e antiga grande paixão de David. Então, pouco a pouco Emily coloca em prática seu plano de vingança, acabando com a vida da fa-


mília Grayson e das pessoas próximas deles lentamente, sem que absolutamente nada a incrimine. Nesse meio tempo Emily tem um reencontro com Jack Porter (Nick Wechsler), seu amor de infância. Isso faz com que a personagem se veja muitas vezes em um dilema, pois até mesmo para ele sua verdadeira identidade precisa ser mantida em segredo.

2ª temporada

A season finale deixou muitas questões não explicadas no ar, então, a segunda temporada foi, com certeza, muito aguardada pelos fãs. Com certeza vem mais vingança por aí!

www.outdoorregional.com.br | 11


Literatura

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

Cartas, conversas, memórias de Caio Fernando Abreu “Para sempre teu: era assim que Caio Fernando Abreu assinava certas cartas e foi a partir do nosso trato de publicá-las que nasceu este livro. Hoje, ninguém mais escreve cartas, escreve? E nossa correspondência é tão saborosa que imaginei ser o bastante para contar esta história”.

Caio Fernando Abreu, em essência, vai muito além das frases que viraram clichê em redes sociais e são compartilhadas até a exaustão. Talvez muitos nem sequer saibam quem foi ele. Sim, eu sei que mesmo sem saber essa informação, o que ele escreveu, às vezes, parece descrever exatamente o que sentimos. Muitos o conheceram de ouvir falar, mas existe alguém que teve o privilégio de conhecê-lo por com ele andar. Estamos falando de Paula Dip, amiga com a qual ele conviveu durante 20 anos e a quem, inclusive, dedicou um conto em seu livro “Morangos Mofados”, um clássico. Nas palavras dela, Caio era “maior que as epístolas, um autor que vivia seus amigos, desenhava-os em seus textos, transformava-se neles; inventava-nos em personagens, anjos ou demônios, e em suas mãos transcendíamos uma existência banal em imagens incandescentes ou sombrias, como num filme. Ele tinha esse dom”. Esse era Caio Fernando Abreu: um escritor raro. Foi em 1996 que ele foi tirado de nós, vítima da AIDS, precocemente aos 47 anos. Paula diz que foram precisos dez anos, depois de sua morte, para que ela pudesse reler as cartas que eles trocavam e decidir, por fim, que elas deveriam ser compartilhadas com os leitores que, cada vez mais jovens, conheciam suas palavras e ansiavam por mais. Assim nasceu este livro. “Um testamento do seu tempo como um apóstolo do novo mundo, cujo amor à escrita foi uma chama que iluminou nossa geração”, descreveu Paula. Algo que a escritora faz questão de salientar é que este livro não é uma biografia. “Caio não cabia numa vida, mas sim uma tentativa de registrar nossa amizade, em velhas cartas e textos que não descansam nas estantes e que, a cada releitura, ficam mais atuais. Neles, Caio vive, jovem e eterno, como sempre sonhou”, diz ela. O que encontraremos nessas páginas são cartas, bilhetes e particularidades que ela dividiu com o escritor, além de depoimentos de pessoas que foram importantes na vida de Caio, como Cazuza e Ney Matogrosso. Página a página, é possível ter a sensação de ter realmente o conhecido, ter conversado face a face, recebido seus bilhetinhos durante o dia. Paula Dip, através dessa obra, traz à vida um dos maiores escritores da literatura brasileira e nos permite o conhecer além de seus livros. De verdade.

12 | www.outdoorregional.com.br

TÍTULO: PARA SEMPRE TEU, CAIO F. AUTORA: Paula Dip EDITORA:Editora Record 504 páginas


www.outdoorregional.com.br | 13


Música

Juliana Cuani j-cuani@outdoorregional.com.br

O jovem cantor de timbre rouco tem conquistado o próprio espaço

N

ascer aos seis meses de gestação e sem respirar por 10 longos minutos: para muitos essa é a descrição de um caso perdido. Mas não foi para o cantor gospel Renato Vianna. Ele, por um milagre, se recuperou, cresceu saudável e hoje dedica o seu dom ao louvor. “É difícil de acreditar, não é? Pois é verdade, nasci de novo, Deus me ressuscitou. Só Deus é capaz de fazer milagres e sou prova disso! Me deu uma família linda e um dom maravilhoso e não sei nem como agradecer por tudo isso! Só cantando mesmo”, conta Renato em uma breve conversa com a Outdoor Regional.

A relação família e música

Sobre a relação com a música, os incentivos na família e quais foram as suas inspirações, Renato conta que tudo começou aos cinco anos de idade. “Foi quando meu pai comprou um CD para ele cantar na igreja. Quando ele chegou do trabalho, me viu cantando as músicas e desistiu de cantar, e quem cantou em agradecimento a Deus fui eu!”.

Para ele, tudo isso tem uma base muito forte: a família! “Minha ligação com a família sempre foi bem próxima, eles estiveram comigo em todos os momentos, quando eu mais precisei, sempre me apoiaram”.

Brincadeira de criança?

Apesar de ter começado como brincadeira, ele foi tomando gosto e tudo começou a crescer. “Levei sério mesmo aos 11 anos, mas não acreditava muito na minha voz. Gravei um CD e depois parei por um tempo. Aos 16 participei de um programa de TV (o quadro Novos Talentos no programa Raul Gil). Na época eu tinha muita vergonha e tenho até hoje, mas me empenhei e daí pra frente Deus abriu muitas portas para mim”. Por falar em experiência em concursos, ele também concorreu a uma participação no show da Maria Gadú em uma campanha promovida por uma operadora de telefonia e rádio. “Eu estava em casa e meu produtor ligou perguntando se eu estava a fim de participar dessa campanha. Nem pensei para responder, aceitei imediatamente; e pra mim foi muito especial, nunca tinha imaginado estar ao lado dela, uma pessoa super humilde e bacana, um caráter sem igual”.

Projetos e futuro

O primeiro CD profissional se chama “Para Sempre!”, e traz músicas do compositor Jeremias e do produtor Leandro Aguiari. Ele foi lançado na Expocristã no mês de setembro de 2011. “O processo de gravação foi bem corrido, músicas feitas de madrugada e muito trabalho”. Mas o foco agora é o próximo disco, com previsão de música nova e um clipe, ainda sem data de lançamento.

Fotos: Produtora Frente e Verso 14 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 15


Tecnologia

Saiba quais são os hábitos que podem prejudicar a vida útil dos eletrônicos

16 | www.outdoorregional.com.br

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

P

or serem itens que estão presentes em nosso dia a dia frequentemente, nos habituamos a fazer algumas coisas que podem ser prejudiciais para a vida útil dos aparelhos, podendo até mesmo danificá-los de forma permanente. E para que seus hábitos não venham a colaborar com isso, separamos algumas dicas e orientações para que a qualidade de notebooks, celulares e outros aparelhos eletrônicos seja mantida.


Cuidado com os líquidos

Uma coisa que a maioria das pessoas tem costume de fazer é ir para frente do computador levando uma xícara de café ou um copo de refrigerante. Por mais que digamos “isso nunca vai acontecer comigo”, olha, é bom evitar. Bebidas como café, refrigerantes e até mesmo sucos, se derramadas no aparelho, podem o danificar e muito!

Lugares úmidos

Algumas pessoas, devido à total dependência de celulares e notebook, acabam os levando até mesmo para o banheiro! Enquanto entram para tomar banho, deixam o aparelho ligado em cima do armário, por exemplo, para assim que saírem, poderem ver se há novos e-mails ou ainda escutar o celular tocar caso receba uma ligação. O problema (além da dependência excessiva) é que ambientes úmidos podem danificar os aparelhos eletrônicos. O mesmo vale para praias e piscinas, sem contar o agravante da areia, que pode facilmente entrar em notebooks, por exemplo, que não possuem uma capa protetora.

No colo

Isso talvez seja uma das coisas mais comuns: ir para a cama com o notebook e colocá-lo no colo para utilizar. E quando precisa fazer outra coisa, simplesmente o coloca sobre a cama. A questão é que, quando fica em cima de um tecido, o aparelho tende a superaquecer, o que danifica muito mais a bateria e os componentes eletrônicos. Então, evite ao máximo!

Fumaça de cigarro

Por mais incrível que pareça, fumar não é só prejudicial à saúde do fumante, como também a do seu aparelho eletrônico, pois este “suga” a fumaça do cigarro. Com isso, a nicotina impregna dentro dos aparelhos, os deixando amarelados e engordurados por causa da substância.

Calor em excesso

Nunca deixe seus aparelhos dentro do carro, pois a temperatura ali dentro, quando o carro não está em movimento e com os vidros fechados, pode ficar bastante alta. Se não houver outra alternativa, procure deixá-los debaixo do banco, onde não recebam a luz do sol direta. Até mesmo o GPS sofre com isso, pois muitas vezes ele é deixado continuamente preso no vidro, sempre exposto ao sol.

www.outdoorregional.com.br | 17


Ensaio

Super moderno e sofisticado, o famoso azul bic conquistará os gostos mais variados. A cor aparece como tendência em 2012 e 2013. Renda-se à tonalidade Klein com os ganhadores do Baile da Rainha e Cowboy da Boituvana 2012!

Modelos: Sabrina Marinato e Luis Polastri Fotos: Mylene Sagas Styling: Gabriela Barreto Cabelo e Maquiagem: Paloma Gianotti Edição de Imagens: Bruno Veiga de Oliveira Local: Residencial São José de Boituva | 18 www.outdoorregional.com.br | www.outdoorregional.com.br


Sabrina veste: Body azul klein marinho com detalhes em dourado, Saia em franjas amarelo pastel.

Livia Barros - Shopping Villa D’ouro - R. Cel. Eugênio Motta, 521, loja 43 - Centro - Boituva/SP - (15) 3263-4347 www.outdoorregional.com.br | 19


Sabrina veste: Camisa branca transparente com detalhes na manga em bordados Morena Rosa, Shorts azul klein Morena Rosa. Sandália dourada com fecho em V e Bolsa dourada Carmen Steffens. Colar em cascata dourado.

Luis veste: Camisa polo azul klein Lacoste, Calça jeans escuro Ellus, Cinto lona e Sapatênis marrom.

Stillo Donna - Shopping Villa D’ouro - R. Cel. Eugênio Motta, 521, loja 40 - Centro - Boituva/SP - (15) 3263-2149 Stillo Uomo - Shopping Villa D’ouro - R. Cel. Eugênio Motta, 521, loja 11 - Centro - Boituva/SP - (15) 3263-1401 20 | www.outdoorregional.com.br


Luis veste: Bermuda xadrez em tricoline e camiseta branca 100% algodão

Sabrina veste: Pijama poá branco e azul 100% algodão. Chinelo feminino em tecido c/ solado anti derrapante

Madame Filó – R: Cel. Eugênio Motta, 398 A – Centro – Boituva/SP – (15) 3363-2795

www.outdoorregional.com.br | 21


Modafeminina

Gabriela Barreto g-barreto@outdoorregional.com.br

Eles vão brilhar no seu closet nos próximos meses!

22 | www.outdoorregional.com.br


C

hegou a hora dos tons fluorescentes para acender o look é o que decretam as fashionistas de plantão. Uma temporada irresistivelmente colorida e luminosa começa por aí. Está liberado o uso, sem medo, do intenso neon, então, é hora de usar e abusar dos tons luminosos.

Mesmo sendo indicada para frequentar ambientes mais despojados, você pode adequar o estilo a algo mais casual-formal. São comuns roupas infantis neon e trajes para praticar esportes, pois elas podem ser encontradas em diversos tecidos.

Neon total

A cor laranja é o trend da estação primavera-verão, aparece em quase todas as coleções de grandes grifes famosas. Seja em roupas, sapatos ou bolsas, é a cor que lidera. Aliados ao laranja, o verde e o roxo se destacam em muitas peças e harmonizam o neon fluorescente com mais sutileza.

Hit não só nas ruas, com os mais antenados e modernos do mundo da moda, mas também nas vitrines do hemisfério Norte. Os tons fluor não querem saber de timidez: aparecem na produção do look total em neon. Há quem prefira deixar a luminosidade da tendência localizada em uma só peça, sem tanta ênfase de cor, geralmente combinada a outras peças neutras ou nos sapatos e clutches.

A queridinha

Tons vibrantes

Para as que optam por um look mais discreto sem sair da moda, aposte em combinações com o preto, branco e cinza-mescla, aliados aos tons de neon. E para as mais moderninhas, a critério, usar sem medo de errar. São cores bastante vibrantes que transmitem alegria à composição, seja ela feita apenas por uma peça, ou completa, por todas as peças. Traz luz e harmonia até para aqueles dias mais murchos!

Como combinar

Por serem roupas bastante chamativas, estas podem ser usadas com outras peças mais neutras e equilibrar com as combinações de looks vestindo camisetas, blusas e camisas no tom de neon com um jeans ou caqui, shorts e minissaias. O estilo pode ser agregado a diversos ambientes, pois dependendo da ocasião, esta aparece bastante elegante para ir à balada, por exemplo.

- Para os que ainda têm medo de aderir às roupas fluorescentes, comecem investindo em esmaltes, bolsas, cintos, bijuterias e lenços - Combinar as peças com roupas neutras e sóbrias, nos tons de preto, bege, cinza-mescla, etc - Abuse do laranja, pois a cor promete ênfase para os próximos meses

www.outdoorregional.com.br | 23


Modamasculina

Gabriela Barreto g-barreto@outdoorregional.com.br

Ele tambĂŠm pode ser usado em looks simples e Ăşteis

24 | www.outdoorregional.com.br


M

uitos homens tendem a ter em mente que o blazer só deve ser utilizado em ocasiões formais, mas devido à grande mudança da moda masculina, este também agora é utilizado em um look mais casual.

produção. Ocasiões formais e mais sérias requerem um sapato formal, já no caso dos locais mais despojados e casuais, pode se optar por sapatênis, sneaker e até mocassins ou docksides, que ornam bem com o restante da composição e propiciam um ar mais moderno.

Como combinar

A favorita

Combinações que não apresentam risco de erro para compor um look informal com essa peça são: blazer+camiseta branca+jeans, pois é básico, simples, útil e com maior garantia de sucesso de composição. Entretanto você deve utilizar um modelo mais escuro, para contrastar com a camiseta e não ficar monocromático relatando a aparência de calça social e blazer, o que traria um ar mais social. O blazer cinza também pode ser combinado a ambientes mais descontraídos, pois dá um tom bacana à combinação que, se você preferir, pode ser feita até com uma t-shirt com estampas. O que também fica descolado é compor uma combinação de sobreposição com sobreposição, com um blazer sobre uma camisa jeans que fica sobre uma camiseta básica. Assim o visual fica muito moderno e também de acordo com qualquer situação casual.

Nos pés

Esse estilo pode ser composto por calçados mais casuais, por isso, nos pés, varie de acordo com o tom de sua

Para unir conforto, estilo e elegância, a favorita composição dos homens é exatamente esta: uma t-shirt com o sempre charmoso blazer. Nessa composição você pode formar diversas variações dentro do mesmo estilo, mudando sempre de acordo com o momento em que estará inserido. Caso seja para um local mais casual e descontraído, como aniversários e festas, deve-se usar uma calça skinny com um blazer mais ajustado, mas se optar por ousar um pouco mais, dê destaque para o modelo de t-shirt que tenha estampas. Já para ocasiões mais formais, como trabalho ou jantares, prefira utilizar o que já é de costume: blazer, calça social ou um jeans escuro e discreto, combinado a uma t-shirt lisa, para não ser muito informal. Para diferenciar e ficar com um ar mais moderno, use um modelo com corte diferenciado, como V ou U, por exemplo. Ocasiões sérias requerem um sapato formal, já no caso dos locais mais maleáveis, aposta-se em um sapato de camurça ou mesmo modelos mais descontraídos, como docksides ou mocassins.

- Aposte no blazer com uma t-shirt lisa branca - O uso do jeans e do blazer juntos propiciam um ar mais moderno e antenado - Para uma composição mais casual, aposte no uso de sapatos, como docksides ou mocassins

www.outdoorregional.com.br | 25


Decoração

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

Usados como itens de decoração, os porta-retratos têm o poder de trazer vida e aconchego aos ambientes

N

ão há dúvidas que porta-retratos deixam qualquer ambiente mais bonito e aconchegante. Todos nós temos inúmeras fotografias que ficam por muito tempo arquivadas em pastas em nosso computador e nunca mais são vistas. Então, que tal resgatar esses registros e transformar sua casa em uma galeria de momentos inesquecíveis? Itens que registram momentos especiais, os porta-retratos podem e devem ser usados na decoração, mas para que o resultado seja positivo, é preciso ter alguns cuidados para que eles não deixem o local muito poluído visualmente.

Regra primordial

Esta regra, como em muitos outros casos, é de lei: lugares pequenos, itens pequenos e vice-versa. Ou seja, se você optar por decorar um ambiente que não seja muito amplo, use fotos e molduras menores, pois isso trará todo um equilíbrio ao local. Da mesma forma, se você possui um local grande, pode ousar nas molduras maiores.

Passado e presente juntos

Uma ideia muito legal é fazer uma decoração onde fotos antigas e recentes sejam mescladas. Você pode usar aquelas bem amareladas, de seus avós, por exemplo, juntamente com as recentes e super coloridas. O efeito resultante dessa junção é muito bonito. Isso sem contar que há também a possibilidade de trazer as fotografias em preto e branco para essa mistura, pois também dão um toque todo especial.

Que tal resgatar esses registros e transformar sua casa em uma galeria de momentos inesquecíveis? Cores

Uma boa dica é a seguinte: se for decorar paredes coloridas, procure sempre usar molduras brancas e fotos mais neutras, para que uma harmonia entre os itens seja criada. O mesmo vale para o contrário, quando em paredes claras, o interessante é abusar das molduras que possuam mais cor.

Horizontal ou vertical?

Você pode usar ambas as peças, inclusive juntas, pois molduras na vertical, intercaladas com horizontal não cansam a decoração, além de trazerem ao ambiente um ar mais despojado.

Iluminação

A luminosidade nas fotos é extremamente importante, pois é ela quem vai valorizar as lembranças ali expostas. Por isso, procure distribuir suas fotografias atentando-se para locais mais claros para que a sua decoração seja um sucesso.

26 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 27


Educação

Thássia Moro t-moro@outdoorregional.com.br

Os resultados do Ideb 2011 e suas consequências para a educação 28 | www.outdoorregional.com.br


O

Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é um mecanismo criado pelo Ministério da Educação para mapear detalhadamente a educação brasileira, do ensino fundamental ao médio, em escolas públicas e privadas em todos os Estados e municípios do país. Dessa forma o MEC acredita ser possível identificar os erros e acertos para garantir investimentos nas escolas e governos em busca de melhores resultados.

Metas e avaliações

O Ideb é avaliado a partir de provas aplicadas a cada dois anos, a Prova Brasil e o SAEB, além da taxa de rendimento escolar (evasão e aprovação). Foi divulgado em agosto o resultado do Ideb aplicado em 2011. Segundo o Ministério da Educação, o Ideb superou as metas previstas para esse ano no ensino fundamental, mas somente igualou as metas no ensino médio. Entretanto, as diferenças nos índices em todo Brasil são extremamente desiguais. Os dados apontam que 44,2% das escolas brasileiras estão abaixo da meta.

Problemas e soluções

A diferença entre o ensino fundamental é três vezes maior que o ensino médio. O índice é preocupante, pois aponta que o ensino médio no Brasil está sobrecarregado, principalmente por conta da exigência das matérias estarem somente voltadas para o vestibular e o ENEM. Para os especialistas essa diferença está no próprio investimento dos governos. A aposta é grande no início da aprendizagem, mas ela não continua com a mesma intensidade nos últimos anos da escola, por isso a queda é aparente. Além disso, a preocupação em exigir notas melhores nas avaliações a cada ano não é uma maneira correta de calcular o rendimento de uma escola. A pressão é constante, o que acaba desqualificando o aprendizado.

Até 2022

O MEC pretende alcançar os índices de excelência na educação brasileira até 2022, prazo máximo para que as notas atinjam os níveis dos países desenvolvidos. No ensino fundamental

a previsão é que a nota alcance 6 pontos e no ensino médio 5,2 pontos. Os resultados desse ano apontam que os avanços foram poucos, por isso a atenção precisa ser redobrada.

O cotidiano

O Ideb deve ser considerado pelos pais, pois é importante para saber em qual escola matricular o filho, além disso, é uma importante ferramenta para cobrar melhorias dos governos, instituições e municípios. Para as escolas, os índices servem de parâmetro para buscar melhorias nos pontos em que ela tem mais dificuldades. Aos governantes, o índice aponta os locais de maiores problemas e como investir melhor na rede de ensino de cada cidade.

A solução é valorizar

Apesar das críticas em relação ao método sobre sobre o Ideb é aplicado, os resultados são importantes para demonstrar como a qualidade e a estrutura de ensino no Brasil está sendo feita. Os problemas e soluções devem partir de uma união entre o poder público e as instituições de ensino. Medidas básicas, como valorização do professor, melhor qualidade de ensino, corpo escolar estruturado, estímulo à leitura e o interesse dos alunos são necessidades imediatas. Buscar resultados em metas é importante para apontar os problemas, mas as soluções para elas ainda precisam ser mais bem aplicadas.

www.outdoorregional.com.br | 29


Social

02

04

01

03

06

Boituvana 2012 | Boituva/SP

05

30 | www.outdoorregional.com.br

07

01 – Cristian e Cristano 02 - Alexandre, Alexandre e Everton 03 - Daiane, Carina e Angelica 04 - Cris e Hamilton Serrão 05 - Gusttavo Lima 06 – Viviane, Liriane, Laryssa e Renata 07 - Eduardo e Leandro 08 – Ricardo e João Fernando 09 – Fabiana e Carlos Cézar 10 – Laís, Laura e Thaís 11 – Felipe e Juliana 12 – Flávia, Talita e Patrícia 13 – Fernando, Sorocaba e Patricia 14 – Gabriela e Luís Thiago 15 –Tony Camargo e Clodo Gianotti 16 – Laila e Kátia 17 – João Neto e Frederico Créditos Patrícia Pereira Rafael Pereira André Maffeis

08

09


10

11

12

13

14

16

15

www.outdoorregional.com.br | 31

01 17


Social

19

18

Boituvana 2012 | Boituva/SP

20

18 –Daniel e Máira 19 –Mariane, Jéssica e Luciana 20 –Talyta e Hélio 21 - Karine e Leonardo

Reinauguração loja Atrevida | Boituva/SP 22 - Alessandro e Rose

Esquentanejo | Boituva/SP 22

23 – Alyson e Samira 24 –Inês, Henrique e Ivani

21

Rodeio Itu | Itu/SP 25 – Jorge e Mateus

23 32 | www.outdoorregional.com.br

24

25


0210

01

em parceria com

Capitão XV | Tatuí/SP 01 - Mayara e Isaac 02 - Vanessa e Rodrigo 03 –Marília, Julia e Duda

03

04

05

06

Rota 11 | Tatuí/SP 04 - Raquel e Michel 05 - Jordania e Micaela 06 – Karina

República Botequim | Tatuí/SP 07 - Kath 08 – Guilherme e Raquel 09 –Rafael e Lucilene

07

08

www.outdoorregional.com.br | 33

09


Social

01

02

em parceria com 03

Boituvana 2012 – Boituva/SP

04

01 – Adriana e Jane 02 - Andressa e Maria Eduarda 03 - Bruna Paula / 04 - Edmar e Steffany 05 - Maria Beatriz e Fernanda / 06 - Giovanna e Giovana / 07 – Rosi e Kerolin 08 – Roni e Michelle / 09 - Carine, Júlia e Victória / 10 - Rafaela e Gisele 11 – Patrícia Birelo / 12 – Pâmela 13 –Fábio e Natália / 14 –Marcelo e Tatiane 15 – Daiane e Tamires / 16 - Ângela e Ana 05

34 | www.outdoorregional.com.br 06

07

08


09

10

11

12

13

14

15

www.outdoorregional.com.br | 35

01 16


Capa

36 | www.outdoorregional.com.br

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br


C

antora de voz doce e delicada, que exala um talento puro. Compositora de letras que bailam pela poesia e trazem aconchego aos ouvidos. Assim é Ana Cañas, que, incrivelmente, só começou seu caso de amor com a música depois dos vinte anos de idade.

www.outdoorregional.com.br | 37


Primeiros acordes

Seu primeiro contato com a música aconteceu quando ela cursava Artes Cênicas e fez um teste para um musical. Na ocasião, ouviu pela primeira vez um standard de jazz interpretado por Ella Fitzgerald. Ela descreve que, ao ouvir a americana cantar, ficou profundamente tocada e sentiu que vivia ali um “momento-colisão”, onde tudo se esclarecia em seu coração e em sua alma. “Eu sabia que tinha encontrado meu caminho através do profundo amor que senti pela beleza e transcendência do canto de Ella”, diz. Entretanto, ela diz que precisou, desde aquele momento, correr atrás, estudar e tentar conhecer parte da boa música feita no Brasil e no mundo e que ela, até então, desconhecia. “Mesmo não tendo começado mais nova, vivo a música com muita intensidade desde o momento da descoberta”, afirma.

O ilustre retorno

E intensidade é, realmente, um fator muito marcante no novo álbum de Ana, intitulado “Volta”. Álbum que, inclusive, marcou realmente o retorno da cantora, depois de três anos sem ne-

38

nhum lançamento, sendo que os trabalhos anteriores, “Amor e Caos” e “Hein?”, haviam sido lançados em 2007 e 2009, respectivamente. “O nome escolhido para o disco explicita esse sentido do retorno. Um ciclo que encerra e outro que se inicia. Um retorno às raízes, ao momento em que me apaixonei pela música como linguagem pessoal de expressão artística”, descreve. E o disco “Volta” é nada menos que uma obra prima. A música que dá nome ao álbum é uma canção que Ana escreveu há muito tempo, no começo de 2009, e que ela guardou durante todo esse tempo. Foi a primeira música do álbum a ser gravada e que deu o tom para as músicas seguintes. “A escolha do repertório foi pautada em cima do coração”, diz ela. Algo interessante é que todo o CD foi gravado ao vivo, num sítio de um amigo da cantora, em Vargem Grande, no Rio de Janeiro, tendo Ana na voz e violão, Fabá Jimenez na guitarra e Fábio Sá no baixo. Fora eles, houve a participação também de bichos! Sim, por ficar localizado no meio da Mata Atlântida, totalmente isolado, o local possuía muitos insetos, que acabaram conseguindo uma participação nas faixas. Outra coisa inusitada é o latido do cachorro Inácio, gravado no final da faixa “Difícil” e que, inclusive, aparece descrito até nos créditos da música. Algo que também fez toda a diferença foi a forma de gravação de “Volta”. “Foi um disco feito no exílio. Um momento de pausa e reflexão, revendo valores e formas já utilizadas. O gravamos inteiramente ao vivo, com todos os instrumentos tocados e registrados juntos, na mesma sala, incluindo a voz. Algumas músicas, chegamos a registrar com apenas um microfone, como se fazia em 1930 e 1940”, conta Ana.


Show, composições O novo show de Ana Cañas é dirigido pelo ilustre Ney Matogrosso, fato que a cantora reconhece como uma grande honra e também como o momento mais marcante e importante da carreira, juntamente com a felicidade que o novo disco lhe trouxe. “É uma experiência inédita para mim, pois pela primeira vez estou recebendo uma direção. E está sendo ótimo, maravilhoso, pois o diretor é uma pessoa sensível, generosa e um grande artista que conhece muito bem o palco”, diz. Em seus shows, Ana destaca que existem algumas músicas que sempre são muito pedidas. “‘Urubu Rei’ e ‘Volta’ são músicas do novo disco que não podem faltar no show novo. Sinto que as pessoas se conectaram a elas de uma forma diferente, especial e intensa. E ‘Esconderijo’, que ficou conhecida por conta da execução na novela ‘Viver a Vida’, de Manoel Carlos”, conta ela.

Sobre as composições, Ana afirma que, para ela, ainda é “contar uma história pessoal”. “É se deixar levar pelo coração, ser sincero e honesto consigo mesmo, para o bem e para o mal”, revela. Já no quesito “inspirações”, ela tem consigo uma lista imensa. Fazem parte dessa lista artistas como Billie Holiday, Elias Regina, Ella Fitzgerald, Edith Piaf, Caetano Veloso, Rolling Stones, Led Zeppelin, Tom Waits, Fiona Apple, Nina Simone, Joh Coltrane, Chico Buarque e Gilberto. Ao que se vê, boa inspiração é o que não falta para ela.

Daqui pra frente

Sobre os planos para este ano, Ana diz que pretende seguir em turnê, apresentando o show “Volta” sempre que tiver oportunidade. “Onde quiserem e nos chamarem. Estou muito feliz e realizada com este novo trabalho”, finaliza. E a felicidade de Ana Cañas tem fundamento e explicação. Cada faixa do novo álbum deixa claro que o universo, digamos, conspira em favor de quem tem talento e poesia –de sobra– pra oferecer.

www.outdoorregional.com.br | 39


Informe Publicitário

A Escola de Idiomas CNA, Unidade Boituva, em parceria com o Colégio Peres Guimarães, realiza neste ano o 2º ZOMBIE WALK da região.

S

eguindo o sucesso do ano passado, que reuniu cerca de 100 “zumbis” pelas ruas de Boituva, este ano o evento deve reunir um número ainda maior. O evento acontece no dia 26 de outubro e os participantes partem da Praça da Rodoviária às 19h rumo ao caminhódromo, na Avenida Brasil. Para participar, o aspirante a zombie walker deve ser maior de 12 anos e terá que se cadastrar previamente, até dia 15 de outubro no Colégio, trazendo 1 litro de leite, além de vir devidamente caracterizado no dia. Menores de 12 anos que queiram participar devem levar autorização por escrito dos pais ou responsáveis legais. O cadastro com antecedência é importante para a organização do evento e para que os participantes possam concorrer a brindes, sem contar que a arrecadação de leite irá beneficiar muitas pessoas e quanto mais cadastrados mais pessoas poderão ser ajudadas. É um ato de diversão e descontração, mas possui um propósito solidário e de compromisso com a sociedade também.

Responsabilidade e segurança Eventos como o Zombie Walk chamam bastante atenção e algumas pessoas podem confundir com bagunça, desordem ou confusão. No intuito de evitar qualquer problema nesse sentido, algumas precauções são tomadas: Os participantes têm que assinar um termo de compromisso com as regras de conduta do evento, no ato do cadastro; O trajeto é todo feito por calçadas; Instruções prévias são passadas aos participantes no sentido de não tocar em ninguém, invadir estabelecimentos particulares sem autorização ou sujar vias públicas;

CNA Boituva/ Colégio Peres Guimarães Rua São Benedito, 594, Vila Aparecida, Boituva/SP (15) 3263-3145 / 3363-3205 WWW.colegioperesguimaraes.com.br

O que é Zombie Walk? Zombie Walk é uma Flash Mob* composta por um grande grupo de pessoas que se vestem de zumbis. Geralmente caminhando ou correndo por grandes centros urbanos, os participantes organizam uma rota através das ruas da cidade, passando por shoppings, parques e outros locais com grande público. Durante o evento, os participantes se caracterizam como zumbis e se comunicam como zumbis (iguais aos filmes de horror), grunhindo, gemendo e gritando “miolos” ou “cérebros”. *Flash Mob: aglomerações instantâneas de pessoas em um local público para realizar determinada ação inusitada previamente combinada. 40 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 41


Esportes

Bruno Rodrigues b-rodrigues@outdoorregional.com.br

A

invasĂŁo gringa na

Os atletas estrangeiros cada vez mais se instalam no basquete brasileiro e enchem os olhos da torcida e dos crĂ­ticos mais exigentes 42 | www.outdoorregional.com.br


O

s atuais campeões olímpicos, donos dos melhores times de todos os tempos e maiores incentivadores dos jovens no basquete, sem dúvida, são os norte-americanos, mas o Brasil é a bola da vez no quesito “importação de estrangeiros”. A liga nacional, o NBB (Novo Basquete Brasil), conta com 33 atletas internacionais, entre homens e mulheres, incluindo dois treinadores. O país avança na modalidade e cada vez mais amplia o nível de qualidade dos atletas e da competição. Quem ganha são os torcedores, que podem acompanhar partidas épicas com a chegada dos “monstros” importados.

o país, pelo contrário, gostam muito do calor humano do povo brasileiro e, claro, do clima tropical. Prova da satisfação dessa vivência no país, é o armador da equipe do Bauru, Larry Taylor. Nascido em Chicago, o atleta se naturalizou brasileiro e passou a ser chamado carinhosamente de “Juninho” pelos torcedores e companheiros de equipe. Taylor disputou a Olimpíada de Londres pela seleção brasileira, fez belas jogadas, cantou o hino nacional e caiu nas graças da torcida verde e amarela.

O motivo

Depois da chegada dos estrangeiros no NBB, o torneio ganhou muito em criatividade e técnica. Estrelas como os estadunidenses David Jackson, ala-armador do Flamengo, Eddie Basden, ala-armador do Bauru e os argentinos Guilherme Federico Kammerichs, ala-pivô do Flamengo e o armador Juan Pablo Figueroa do Pinheiros, são algumas das atrações que a imprensa e os torcedores brasileiros podem apreciar durante o andamento da competição. Com esses craques em quadra, a valorização do torneio influencia na permanência de jogadores brasileiros na liga. Os atletas nacionais permanecem no Brasil e contribuem também para a apresentação de belos jogos. O efeito estrangeiro no país não fica só dentro das quadras, mas também com prancheta e cuidado das estratégias da equipe. Exemplo disso é a seleção brasileira que aderiu a contratação do técnico argentino Rubén Magnano.

Desde a antiguidade, o hemisfério norte do planeta era quem dava as cartas nos grandes investimentos esportivos e sempre atraía esportistas de alto nível. O fato dos países de primeiro mundo possuírem uma estrutura muito desenvolvida os levou ao longo da história a terem grandes campeonatos e inúmeros atletas que marcaram a eternidade com suas jogadas geniais. Porém, o mundo está acompanhando uma grande mudança econômica, países emergentes estão em ascensão financeira e importando cada vez mais jogadores internacionais. Com a valorização do real e o aumento da qualidade de vida, o Brasil se tornou uma bela opção para se profissionalizar e competir sem ter preocupação com um salário baixo. A invasão gringa reflete claramente o cenário mundial da economia, com crise nos Estados Unidos, desemprego recorde na Espanha e o estado de alerta na Grécia, que são alguns dos exemplos dessa mudança de cenário mundial e, consequentemente, no mercado esportivo.

Os exportadores

Os atletas vêm de todas as partes do mundo. Os estadunidenses lideram esse intercâmbio com 20 jogadores, Argentina e Cuba vêm em seguida com três, Colômbia com dois, Sérvia, Gana, República Dominicana, Paraguai e México com um cada. A dificuldade com o idioma, as diferenças na cultura e na alimentação certamente se tornam desafios diários extra-quadra para esses jogadores, mas nenhum deles demonstra insatisfação com

As estrelas

O gringo da região

O armador Kenny Montrell Dawkin atua pela equipe de Sorocaba, a LSB (Liga Sorocabana de Basquete). Nascido em Holly Springs, Mississipi, nos Estados Unidos, aos 25 anos, o jogador de 1.80m disputa sua terceira temporada pela equipe do interior paulista. Considerado o melhor jogador da Liga Sorocabana, Dawkin se destaca entre os 15 melhores estrangeiros que atuam no Brasil. Veloz não só fisicamente, o armador age com rapidez na hora de servir os companheiros e no momento de definição do arremesso.

www.outdoorregional.com.br | 43


Saúde

Dr. Marcelo L. Galvão m-galvao@outdoorregional.com.br

Cada vez mais jovens buscam medicamentos para conseguir superar os problemas

B

rigar com o namorado, chefe pressionando resultados, provas na faculdade, conflitos com a família. A vida moderna cada vez mais corrida, cada vez mais instantânea, torna a vida estressante demais. O jovem que ainda está em fase de definição de conceitos, profissão e sentimentos, é obrigado a tornar decisões que muitas vezes se arrastaram pelo resto da vida. Os pais, por sua vez, mesmo com tanta informação disponível acabam não sabendo como agir e como ajudar os filhos nessas escolhas. Como no passado, para que o bebê desse seus primeiros passos, os pais devem deixar o mesmo superar seus limites, sem deixar de ficar ao lado e ajudar quando for preciso. Essa metodologia pode ser usada em todas as fases dos filhos.

Soluções erradas

Muitos jovens atualmente veem buscando alternativas nada saudáveis para conseguir romper algumas barreiras. Uma delas são os medicamentos da classe Benzodiazepínicos, dentre eles estão o Clonazepam, Bromazepam, Diazepam, Midazolam, Lo-

razepam e Alprazolam. Pode ser que você nunca tenha ouvido falar nesses nomes, mas seu eu citar (respectivamente) Rivotril®, Lexotan®, Valium®, Dormonid®, Lorax® e Frontal® com certeza você vai conhecer alguém que faça o uso desses “remedinhos” quando não consegue dormir ou fica ansioso.

A tarja preta

Todos esses medicamentos são ótimos quando usados corretamente e com indicação avaliada. Para comprar é necessária notificação médica (receita azul) porque possuem tarja preta, ou seja, venda somente com retenção de receita. Mas o porquê dessa tarja? Porque além de ser um medicamento que atua no Sistema Nervoso Central, o uso contínuo pode levar à dependência. O corpo vai sempre achar que precisa do medicamento para enfrentar alguma situação ou problema. Tem o efeito igual às drogas ilícitas. Os medicamentos também são drogas, porém têm estudo comprovado para tratamento ou cura de alguma doença.

Como lidar

Infelizmente qualquer médico pode prescrever independentemente da sua especialidade. Com isso fica mais fácil qualquer paciente obter a receita. É aí que mora o perigo: como o medicamento causa um bem estar devido ao relaxamento, muitos deixam de tratar o que causa o problema. É “tampar o Sol com a peneira”, como diriam nossos avós. Buscar ajuda de psicólogos ou psiquiatras é o melhor caminho para conseguir enfrentar todos os obstáculos da vida. Obstáculos sempre existirão e superá-los faz parte de uma vida saudável.

44 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 45


Games

Rafael Barbosa r-barbosa@outdoorregional.com.br


E

xistem poucas séries tão cativantes quanto “Assassin’s Creed”. A ideia de explorar grandes momentos históricos, enquanto une ficção e realidade dentro de uma história recheada de mistérios e conspirações, realmente caiu no gosto dos gamers.

História e personagens

A série continua a retratar a guerra entre Assassinos e Templários, narrada sobre a perspectiva de Desmond Milles, membro de uma linhagem de famosos assassinos. O jogo continuará a nos levar através da história dos antepassados de Desmond, mas agora pelos olhos de um novo ancestral: Connor Kenway . Connor é um mestiço de pai britânico e mãe indígena, criado na tribo dos Mohawks e que é atraído para a luta contra os templários quando sua tribo é atacada por colonos brancos. O jogo irá contar 30 anos de vida de Connor, decorrendo entre 1753 e 1783, ou seja, os principais momentos da independência americana. Veremos o protagonista participar de períodos históricos, como a Guerra dos Sete Anos e a Revolução Americana, além é claro de interagir com figuras históricas como George Washington e Benjamin Franklin. O game está sendo produzido desde a finalização de “Assassin’s Creed 2”, o que quer dizer que, não apenas será o maior game da série até então, como também o que trará a maior quantidade de inovações.

Mais inovações

Agora enfrentaremos mais inimigos na tela graças à adição de novos movimentos de batalha, como a possibilidade de usar inimigos como escudos e a habilidade de empunhar duas armas. Já que grande parte do game se passará em um ambiente selvagem, animais como lobos e ursos também serão uma preocupação, principalmente quando o protagonista estiver caçando, uma nova habilidade que será útil na hora de conseguir provisões e dinheiro. Haverá também a possibilidade de comandarmos nosso próprio navio de guerra e participar de batalhas navais. O on-line não foi esquecido e este também sofreu melhorias, como a adição de um novo modo chamado “Wolf Pack”, que permite aos jogadores criarem equipes de até quatro jogadores. E o melhor de tudo é que o sucesso da série no Brasil fez com que a Ubisoft investisse pesado na localização do jogo, ou seja, “Assassin’s Creed 3” será totalmente traduzido, contando com dublagem e legendas em português.

Desenvolvedora: Ubisoft Montreal Produtora: Ubisoft Plataformas: Xbox 360, PS3, Wii-U Lançamento: 30/10/2012 (para PS3 e Xbox 360)


Autos

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

Veículo chega ao mercado com muitas melhorias e sem aumento de preço

É

possível um carro ganhar melhorias, como novo design, motores aperfeiçoados, equipamentos de série e tudo isso com preço praticamente igual ao cobrado pelo modelo anterior? O novo Gol 2013 prova que é!

Os valores

A versão básica anterior, que custava R$ 27.904,00, agora é vendida por R$ 27.990,00. Já a versão 1.6 Power, que antes era R$ 38.242,00, encontra-se por R$ 38.290,00. O aumento de valor, como podemos ver, é mínimo. O motivo, talvez, seja o fato da Volkswagen querer tornar os veículos ainda mais competitivos no mercado brasileiro.

O design

A primeira grande novidade da linha 2013 já é vista no design, pois o novo Gol incorpora a linguagem mundial da VW, tendo a dianteira com dois elementos horizontais, faróis com fundo escuro e friso interno cromado, além de lanternas traseiras multifacetadas. Já o console central ganhou acabamento preto e a iluminação passou a ser branca e vermelha. Na versão Power podemos ver a grade dianteira preto brilhante, com um detalhe cromado. Já na básica, essa grade possui uma cor preta opaca e não possui o cromado.

48 | www.outdoorregional.com.br


Equipamentos

Um fator interessante é que a lista de equipamentos de série do Gol 1.0 cresceu. Ele agora vem com conta-giros, banco do motorista com regulagem de altura, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, limpador de pára-brisa com temporizador, lavador e limpador do vidro traseiro, cintos de segurança traseiros retráteis e pára-sóis com espelho para motorista e passageiro. Já o Gol Power, fora isso, tem duplo airbag, ABS e direção hidráulica com ajuste em altura e profundidade. O ar-condicionado, para ambos, é opcional e oferecido à parte.

Outras novidades

O novo Gol também recebeu novos recursos possibilitados pelo aperfeiçoamento de sua eletrônica, pois a antiga rede CAN/ LIN foi substituída por outra de padrão inteiramente CAN. Por conta disso, todas as versões do veículo passaram a ter aviso sonoro de faróis ligados, limpador traseiro automático, que é acionado toda vez que o dianteiro estiver em funcionamento e a marcha à ré for engatada, como também o retrovisor autoajustável, usado para proporcionar a visão do meio-fio, nas manobras de baliza, caso o carro esteja equipado com os retrovisores elétricos, que são opcionais.

www.outdoorregional.com.br | 49


Finanças

Fábio Sanqueta f-sanqueta@outdoorregional.com.br

Com crédito rápido, juros baixos e facilidades de pagamento O empréstimo consignado oferece a possibilidade de crédito rápido, sem necessidade da papelada burocrática e agilidade na operação. Essa situação favorável se deve ao fato das amortizações (parcelas) serem efetuadas através da própria fonte pagadora, descontando no pagamento do funcionário. O empréstimo consignado é utilizado por servidores públicos, funcionários de empresas privadas, militares, aposentados e pensionistas.

Vantagens

- Aprovação imediata, mediante a solicitação. O prazo para pagamento pode se estender a 60 meses, sem necessidade de avalista e consulta aos órgãos de proteção ao crédito, como o SPC e Serasa. - Atualmente com taxas de juros mais baixas do mercado financeiro. Na verdade, os bancos ou instituições financeiras oferecem o crédito com risco igual a zero. Com juros de 1,5% ao mês (dependendo do prazo), é muito inferior à média do mercado oferecido em torno de 3% ao mês. Esta vantagem é muito grande pelo fato de não haver praticamente nenhum

risco ao cedente, com níveis de inadimplência zero. - Mais vantajosa do que utilizar cheque especial ou cartão de crédito. - O crédito pode ser concedido por uma instituição em convênio com a empresa do trabalhador, por sindicatos ou outra instituição. O empregador ou a Previdência Social controlam a operação, que não pode ultrapassar 30% do salário de pensionista ou aposentado. - O crédito é rapidamente liberado e o pagamento será cobrado em parcelas mensais, debitadas automaticamente do salário.

Fique atento

Se atente à porcentagem de seu salário que será comprometida com este tipo de empréstimo, afinal, toda família/pessoa possui custos básicos necessários no seu dia a dia. Aconselho não possuir mais que 30% de seu salário comprometido com empréstimos e dívidas, não somente aposentados e pensionistas que são controlados pela Previdência Social e/ou empregador. Para aderir a um empréstimo consignado, basta procurar o departamento pessoal (RH) de sua empresa ou alguma agência bancária.

O crédito é rapidamente liberado e o pagamento será cobrado em parcelas mensais, debitadas automaticamente do salário

50 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 51


Turismo

Holambra oferece durante o ano todo opções de lazer para todas as idades e diferentes tipos de público

52 | www.outdoorregional.com.br

Juliana Cuani j-cuani@outdoorregional.com.br


U

m fato curioso, e por que não dizer engraçado, sobre o município de Holambra é a origem do nome: é a junção de Holanda, América e Brasil, em virtude da colônia neerlandesa que se firmou na antiga fazenda Ribeirão, na microrregião de Campinas. Fundada em 27 de outubro de 1991, a cidade anualmente promove a maior exposição de flores da América Latina, a Expoflora.

Um pouco de História

Com a devastação causada pela Segunda Guerra Mundial, o governo neerlandês, antes conhecido como Holanda, hoje chamado Países Baixos, estimulou a imigração para principalmente Austrália, Brasil, Canadá e França. A Associação Neerlandesa dos Lavradores e Horticultores Católicos enviou uma comissão para o Brasil para coordenar a imigração e fixar um acordo com o governo brasileiro. Feito isso, um grupo de 500 imigrantes se estabeleceu na antiga fazenda Ribeirão no estado de São Paulo. Em 1948, foi fundada a colônia Holambra I e a Cooperativa Agro-Pecuária de Holambra, com o objetivo de produzir  leite e laticínios. A partir de 1951, com a vinda de um novo grupo de imigrantes, é iniciado o cultivo de flores.

Diversão para todos

O município de Holambra possui muitas atrações. Uma delas é o Moinho Povos Unidos, uma réplica fiel de um tradicional moinho holandês moedor de grãos. Possui 38,5 metros de altura em nove andares e pesa mais de 90 toneladas, sendo o maior moinho da América Latina. Foi construído em 2008, de acordo com os moinhos na província Holanda do Sul. Durante o ano todo, o turista encontra diferentes opções de lazer para todas as idades e tipos de público. Na Cidade das Flores, pode-se fazer uma viagem de volta ao passado ao conhecer as centenas de fotos e objetos expostos no Museu Histórico e Cultural, que mostra o processo de colonização holandesa.

Declarada estância turística, a cidade também oferece um roteiro rural possibilitando contato com a natureza e com a fauna em um parque temático, passeios a cavalo por trilhas em matas fechadas e campos. Também é possível visitar o Mini Sítio e o Parque de Diversões. Para os amantes da gastronomia não faltam doces, salgados e pratos da culinária holandesa que podem ser encontrados em confeitarias, cafés e restaurantes típicos, ricamente decorados com objetos e cores da Holanda. Entre os tradicionais pratos típicos holandeses estão: Pannekoek (panquecas), Eisben (joelho de suíno), Batata Holandesa, Poffertjes (doce exclusivo da Expoflora), Speculaas, Stroopwafel (bolachas), Violtje (doce de violeta) e Sorvete de Rosas.

O amor por cores e flores

Esse é um sentimento compartilhado por muitos que visitam Holambra. Lá acontece a maior exposição de flores da América Latina, a Expoflora, que reúne anualmente cerca de 40 paisagistas que criam ambientes para a mostra de paisagismo e jardinagem, além da exposição de flores e plantas ornamentais. Uma das atrações da Expoflora, realizada há 31 anos, é a Chuva de Pétalas que acontece diariamente com a utilização de 150 quilos de pétalas por apresentação, o que equivale a 18 mil botões de rosas, despetalados um a um. Diz a tradição, que quem pega uma pétala no ar tem os seus desejos realizados. Para poder levar uma pequena amostra desse encanto para casa foi criado o Shopping das Flores, espaço onde são disponibilizados para venda mais de 200 espécies e 2 mil variedades de flores e plantas ornamentais. Existe ainda o Jardim dos Apaixonados, uma charmosa praça adornada com grandes corações floridos, em que o visitante poderá fotografar e ser fotografado. Além, é claro, do momento das compras. Milhares de souvenirs holandeses, como artesanato, moda e decoração estão à espera dos turistas.

www.outdoorregional.com.br | 53


Direito

Bruno Fernandes b-fernandes@outdoorregional.com.br

Credor que lança nome de devedores em cadastros de inadimplentes tem agora cinco dias para excluir o registro do rol dos maus pagadores, após o pagamento da dívida, sob pena de reparação moral

D

ecisão recente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) definiu prazo de cinco dias para credor requerer a exclusão do nome devedor dos serviços de proteção ao crédito, após o efetivo pagamento, sob o risco de ter que suportar ações de reparação por dano moral.

credor para que proceda a retirada do nome do devedor dos órgãos de proteção, sendo que julgamentos anteriores, em que pese já houvessem reconhecido a obrigação do credor no pedido de cancelamento do débito, não fixavam prazos exatos para exclusão.

O prazo

Benefícios

Aludido tempo do pagamento, tem seu início no instante em que o valor é efetivamente colocado à disposição do credor, ocasião então, quando se deve proceder à contagem do prazo para a exclusão do registro. Referida decisão, veio a estabelecer limite objetivo ao

Tal procedimento fora formado por analogia ao artigo 43 do Código de Defesa do Consumidor, que prevê o mesmo prazo para a correção de informações de dados cadastrais de consumidores aos órgãos competentes, não sendo assim, definido aleatoriamente, fator que dá maior embasamento ao julgado. Com a estipulação temporal, tem-se garantido direito à norma de suma importância para o consumidor, que passa a ter prazo determinado para aguardar a contrapartida do adimplemento do débito; contudo, tal novidade não importa apenas em vantagens aos devedores, mas também às empresas, que poderão basear-se em prazos determinados, podendo de tal feita, organizar-se a fim de criar rotinas a atender aos procedimentos, sem incorrer em riscos desnecessários. O consumidor pode então gerar expectativas conhecidas em questões temporais, sabedor que após o efetivo pagamento, dentro da data determinada, terá regularizada sua situação cadastral, podendo se sujeitar a análises sem correr riscos. Isso reflete em um segurança adicional, favorecendo ao adimplemento de obrigações, gerando maior confiança às tratativas, além de incumbir devidamente a obrigação a quem efetivamente cabe o cumprimento, ou seja, quitada a dívida, nada mais cabível que o seu cancelamento.

Após o efetivo pagamento, dentro da data determinada, terá regularizada sua situação cadastral, podendo se sujeitar a análises sem correr riscos 54 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 55


Política

Enquanto milhares de candidatos pelo Brasil mostraram suas promessas de governo, os marqueteiros trabalharam furiosamente na produção de balões de ensaio jogados ao povo, que fizeram disso uma festa de criança ou um compromisso de quadriênio

56 | www.outdoorregional.com.br

AC Rezende ac-rezende@outdoorregional.com.br

A

s tevês, rádios, muros e ruas foram tomados nos últimos meses pela avalanche de propagandas políticas, em vários formatos e veículos. Os municípios brasileiros estão em processo eleitoral, movimentando a máquina do marketing que se esforça por mergulhar em mel as palavras dos candidatos, ao mesmo tempo em que trabalha desesperadamente para esconder seus esqueletos no armário. Nesse movimento, a retórica, não raro, se descola completamente da realidade e alça voos muito mais altos do que o permitido pela razão humana, e é uma arma poderosa e sempre presente.

O movimento

O marketing tem predominado sobre qualquer outro elemento da política. Desde a eleição de Fernando Collor para a Presidência da República, em 1989, o marketing político tem sido usado no Brasil com tamanha ferocidade que é tido,


hoje, como o principal elemento do jogo eleitoral. Com ele, tudo passa a ser possível: uma cidade comandada há décadas pela mesma legenda partidária, com milhares de problemas insolúveis, arrastados por anos a fio, se depara com propostas de solução e promessas juradas sobre a Bíblia Sagrada. Engraçado que essas propostas comumente são feitas pela mesma legenda que se mostrou incompetente na solução dos problemas agora “solucionados”.

O engodo

Claro, óbvio até, que se trata de engodo eleitoral. Uma peça de marketing pensada por marqueteiros no conforto de suas poltronas. O drama humano passa a ser visto como arma pelos adversários, enquanto os feitos do partido da “situação”, por menores que sejam, são louvados em sua propaganda política como sendo a salvação da existência humana. Hipocrisia tingida de verdade absoluta.

A solução

Contra esse movimento draconiano, que torna o ser humano um objeto que vota, e não um sujeito que pensa, a única arma é a memória, muito mais do que o voto. Cabe a memória o papel de guardiã da civilização, da democracia e da cidadania. Vote em quem votar, exija o cumprimento de todas as propostas feitas pelo candidato vencedor (mesmo que você tenha votado no adversário), dentro dos próximos quatro anos. Não aceite desculpas, como falta de dinheiro ou má administração do gestor anterior: se o vencedor fez a promessa, a fez sob o manto sagrado do processo eleitoral democráti-

co, e tem, portanto, a responsabilidade de cumpri-la. Se não cumprir, terá se demonstrado, cabalmente e sem desculpas, um irresponsável e incompetente. A beleza do movimento eleitoral democrático, banhado no marketing, está nisso: enquanto o marketing dá asas à imaginação humana, fornece armas ao cidadão. O marketing promete soluções. O cidadão tem que cobrá-las.

O preço do voto

Se antes o voto era comprado com dentaduras e meio quilo de feijão, hoje ele é conquistado com promessas. E essas devem ser cobradas, sempre, em toda ocasião, a qualquer tempo, de quem quer seja o eleito e tenha feito a promessa: não é porque você não votou em fulano que você não pode exigir que ele cumpra tal ou qual promessa que tenha feito. Esse é um artifício muito usado pelo eleito: dizer que, se você votou no adversário dele, não tem que cobrar dele o que quer que seja. Guarde consigo os materiais de campanha e cobre dos eleitos o cumprimento das promessas que eles fizeram em seus materiais. Eles governam para todos, e não somente para seus eleitores.

Números

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, o número de eleitores aptos a votar em 2012 cresceu 6% em relação às eleições de 2008: 138.544.348 eleitores aptos, conforme dados consolidados após o alistamento eleitoral. Em 2008, eram 130.604.430 aptos a votar. Segundo o TSE, as mulheres somam quase 52% dos 140 milhões de eleitores brasileiros – elas são 72.877.463 contra 67.382.594 eleitores do sexo masculino.

www.outdoorregional.com.br | 57


Trabalho

Juliana Moreno j-moreno@outdoorregional.com.br

Quem convive com essa realidade precisa estar atento para que os males decorrentes disso n達o interfiram no trabalho

58 | www.outdoorregional.com.br


Q

uem tem o computador como ferramenta de trabalho, convive com uma dura realidade: a jornada de trabalho, diariamente, acontece com você sentado em uma cadeira. E muitas vezes a jornada não é de oito horas, mas sim de nove, dez e assim por diante. Bem, e como não dá pra fugir disso, separamos algumas dicas para que essa rotina se torne menos prejudicial à saúde e também para que, através delas, você consiga maiores rendimentos em seu trabalho.

Faça pausas

Se sua jornada é de oito horas, procure não passá-las seguidamente sentado. Eduque-se para fazer pausas de hora em hora, para esticar as pernas e, se possível, fazer um alongamento leve. Isso fará com que seu corpo não se canse tão fácil, o que será também benéfico ao trabalho que você necessita desempenhar.

Descanse os olhos

Os olhos sofrem muito com a rotina em frente ao computador, ficando cansados facilmente. A dica anterior já ajudará nesse quesito também, sendo que outra técnica usada para o descanso da vista, é olhar para um ponto fixo, fora do monitor e que esteja a uma certa distância. Pode não parecer, mas isso já vai ajudar no processo de descansar os olhos durante o dia.

Se alimente

É muito comum as pessoas se envolverem tanto no trabalho, que acabam esquecendo-se de alimentar-se corretamente. O ideal é que você coma algo a cada duas ou três horas, pois além de contribuir com o bem estar do seu corpo, você se sentirá melhor e isso refletirá em seu trabalho. Além da alimentação, procure também tomar

bastante água, pelo menos de hora em hora, pois isso fará seu organismo funcionar melhor.

Tenha postura

Esse é um dos itens mais importantes, pois passar a jornada de trabalho inteira com uma postura inadequada, com certeza trará prejuízos. A postura errada, inclusive, afeta seu trabalho, pois se as dores decorrentes disso começarem a aparecer, você ficará cada vez mais incômodo em sua cadeira, sem conseguir se concentrar em suas tarefas da maneira correta.

Fora do computador

Muitas pessoas são acostumadas a passar o dia todo trabalhando no computador e, ao chegarem em suas casas, relaxarem navegando na internet. O ideal seria ter os momentos livres longe de sua ferramenta de trabalho, pois aí sim o seu corpo terá um tempo de descanso. Sem contar que, se você passar suas noites também, em sua casa, em frente ao computador, seu corpo já estará cansado quando você chegar ao escritório no dia seguinte.

Passar a jornada de trabalho inteira com uma postura inadequada, com certeza trará prejuízos

www.outdoorregional.com.br | 59


Gourmet

modo de preparo

01 02 03 04 05

Tempere o frango com sal e pimenta. Em uma panela derreta a manteiga, frite o alho, acrescente o frango e deixe dourar. Acrescente ½ xícara de água, o vinho branco e os champignons. Acerte o sal e deixe cozinhar por 5 minutos em fogo baixo. Bata o cream cheese com o restante da água no liquidificador e despeje na panela junto com o frango.

Deixe cozinhar por 10 minutos, mexendo constantemente.

Sirva em seguida.

Dica: Sirva com arroz branco, batata sauté e alguma folhagem refogada, dando preferência às de sabor marcante, como o espinafre.

60 | www.outdoorregional.com.br

Talita Dias t-dias@outdoorregional.com.br

Frango ao molho de champignon

V

ocê já perdeu as contas de quantas vezes teve a sensação de provar um prato com frango e sentir sempre o mesmo sabor? Variando um pouco os ingredientes, vai ver que uma refeição diferente e saborosa nem sempre é sinônimo de complicação.

1 peito de frango cortado em cubos 150 g de cream cheese 1 xícara (chá) de água 1 xícara (chá) de vinho branco seco 200 g de champignon em conserva 5 colheres (sopa) de manteiga 2 dentes de alho amassados Sal e pimenta a gosto


www.outdoorregional.com.br | 61


Pratadacasa

Thássia Moro t-moro@outdoorregional.com.br

A MegaRock promete muito som para a região

N

as cidades do interior, acredita-se que não haja espaço na música para outros gêneros que não a música sertaneja, mas isso é um grande engano. Em Boituva, por exemplo, existe uma banda que aposta no rock’n’roll para provar que essa tese não está certa. A Prata da Casa desse mês apresenta a MegaRock, uma banda independente que varia todas as vertentes do bom e velho conhecido rock, agradando a todos os gostos e idades.

O começo

A MegaRock surgiu em 2008 em uma reunião de amigos que tocam instrumentos e são apaixonados por música. Em 2010 a banda trocou alguns integrantes e mantém essa formação desde então, com César Augusto nos vocais, Felipe Linardi na guitarra, Marcelo Bolognesi na bateria e Fabrício Páscoli no baixo. Em entrevista à Outdoor, o baixista da MegaRock contou que as influências da banda são variadas, assim como seu repertório, e faz uma viagem a todos os momentos marcantes do rock mundial, de Elvis Presley a Led Zeppelin.

A vida e à música

Os integrantes da banda não vivem da música profissionalmente, mas é a paixão pelo rock que os une a ensaiar. Páscoli afirma que depois de uma semana cansativa de trabalho e estudos, tudo o que eles desejam é passar o fim de semana tocando para acabar com o stress acumulado. “Começamos a tocar por amor a música e ao rock’n’roll e não como profissão, por isso cada apresentação parece ser sempre melhor”, diz Apesar disso, a MegaRock acredita que o cenário para o rock na região ainda é muito inferior aos demais estilos. “A chance que as bandas possuem hoje em dia é somente em bares voltados para um público mais rock ou em eventos raros como um encontro de motociclistas”, comenta o baixista.

Repetório

O público da nossa região que gosta do estilo tem a MegaRock como uma aliada para aproveitar essa paixão, já que a banda mescla de Beatles a Strokes. Com um repertório tão variado, a MegaRock garante três horas de show sem intervalos. “Como os integrantes da banda possuem idades diferentes fica fácil incluir músicas boas que agradem a todos”, finalizam. Se a MegaRock for tocar perto da sua cidade, não deixe de prestigiar e curtir o bom e velho rock’n’roll.

62 | www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 63


Região

Camila Marcusso c-marcusso@outdoorregional.com.br

Projeto Mais Cultura oferece atividades artísticas aos sorocabanos

C

riado em 2007, o projeto Mais Cultura, da Secretaria da Cultura e Lazer de Sorocaba (Secult), tem como objetivo formar cidadãos por meio da arte e proporcionar aos participantes a oportunidade de aprendizado e vivência de diferentes experiências.

O que é

O programa abrange quatro vertentes artísticas: música, dança, artes plásticas e teatro, que contam com várias atividades, como violino, violão, guitarra, teclado, canto coral, flauta, percussão, dança de salão, ballet, jazz, capoeira, pintura em tela, teatro, entre outras. A princípio, as oficinas eram oferecidas apenas para crianças e jovens de até 18 anos (que são o público-alvo), mas hoje algumas atividades foram estendidas a adultos.  “Seja tocando, cantando, dançando ou atuando, o Mais Cultura atende, de janeiro a dezembro, inúmeras manifestações por todo o município. A realidade desse programa, que atende aproximadamente 1.200 munícipes, se concretiza nos pilares da excelência de seus professores e dinamismo da Secretaria de Cultura e Lazer de Sorocaba”, afirma o Diretor de Área da Cultura da Secult, Jonicler Real. Os cursos são sediados no Palacete Scarpa, mas também acontecem no Parque dos Espanhóis, na Biblioteca Municipal, no Museu Histórico Sorocabano, na Casa do Cidadão do Éden e em diversos outros locais da cidade.

Os resultados

Segundo Jonicler, o sucesso do projeto pode ser notado no cotidiano, por meio de elementos como o aumento da participa-

64 | www.outdoorregional.com.br


O projeto tem como objetivo formar cidadãos por meio da arte e proporcionar a oportunidade de aprendizado e vivência de diferentes experiências

ção dos familiares nas apresentações, o acréscimo do número de inscrições a cada ano e a diminuição significativa do número de evasão dos cursos. “O jovem recebe informação, possibilitando-o posteriormente a escolher com discernimento um instrumento ou arte qualquer que lhe seja mais prazerosa, tornando-se um profissional ou não”, conta. André Balbi, Jéssica México e Michele Fernandes participam das oficinas de teatro desde 2009, quando montaram o espetáculo “Nana Neném”. Em 2012, apresentaram a peça “Geração Pipoca”, conquistando seis prêmios da categoria, e “Afinal, O que é arte?”, explicando a importância da arte na vida das pessoas.

Para eles, o projeto é uma oportunidade de desenvolver habilidades por meio da arte. “O Mais Cultura, desde o início, me ajuda a enfrentar a timidez e a me relacionar com as pessoas. O acesso ao teatro é o início da minha carreira profissional, além disso, durante a montagem dos espetáculos, adquirimos um conhecimento mais amplo de como encarar a vida”, diz André. De acordo com Jonicler, o próximo passo do projeto é oferecer novos cursos que atraiam ainda mais os jovens. “Não formamos profissionais. São pessoas comuns que se tornam apreciadores das artes, cidadãos que por vivenciarem e conviverem com os mais diferentes formatos artísticos transformam aqueles que os cercam”, finaliza o diretor.

Fotos: Secretaria da Cultura e Lazer de Sorocaba

www.outdoorregional.com.br | 65


Galeria

Vitória By Kids Coleção Primavera/Verão Bibi R: Cel. Eugênio Motta, 521, Loja 42, Centro, Boituva/SP Fone: (15) 3363-2648

Atrattiva Acessórios e Presentes Chinelos Uatt R$ 45,90 ou 10% de desconto à vista R: Camilo Thame, 39, Centro,Boituva/SP Fone: (15) 3263-4121

Miss Flora Calça Colors Feminina Cantão R: Camilo Thame ,47, Loja 05, Centro,Boituva/SP Fone: (15) 3363-1505

Atrevida Lingerie Conjunto Marcyn Em até 5x de R$ 22,18 R: Cel. Eugênio Motta, 266, Centro, Boituva/SP Fone: (15) 3363-2258

66| www.outdoorregional.com.br


www.outdoorregional.com.br | 67


Horóscopo

Escrito por: João Bidu www.joaobidu.com.br Twitter: @joaobidu

Signo do mês Libra - 23/9 a 22/10

j-bidu@outdoorregional.com.br

Áries

de 21/03 a 20/04

Neste mês, você estará mais prestativo(a) no ambiente profissional e isso facilitará a interação com seus colegas. E, depois do dia 05, você assumirá uma postura mais firme ao expressar suas opiniões, tornando-se mais convincente. Em casa, o excesso de sinceridade pode abalar o relacionamento familiar, então, tenha cautela com o que fala ou poderá magoar as pessoas de sua estima. Na união, você estará mais presente e vai querer incluir sua cara-metade em suas atividades. Aproveite o período para fazer planos com quem ama e fortalecer os vínculos existentes. Se deseja conquistar, não vai economizar charme para atrair uma nova paixão, mas sua meta será viver um romance de qualidade.

Touro

Tom Zé 11/10/1936

Ana Furtado 22/10/1973

No trabalho, saberá como agradar e manter um bom convívio com colegas, superiores e clientes. Apenas deixe a ingenuidade de lado e não confie cegamente em tudo que prometem a você. Em família, o clima é de união e amizade, mas sua exigência exagerada poderá gerar brigas: contenha-se! Neste mês, a busca pela harmonia com seu par será ainda mais importante para você, então, controle a impaciência para que a paz se faça presente em seu romance. Relacionamento instável corre o risco de se romper. Na conquista, atrairá olhares por onde passar, mas sua exigência estará grande e tende a analisar bem o alvo antes de investir. Se encontrar alguém especial, deixe paixão fluir espontaneamente. | www.outdoorregional.com.br 68 a

de 21/04 a 20/05

Com as boas vibrações dos astros e disposição de sobra para atuar no trabalho, conseguirá provar sua competência aos seus superiores. Mas, se está em busca de um emprego, conquistará seu lugar ao sol. No universo familiar, o clima é de muita união e, caso algum problema surja, você saberá o que fazer para contornar a situação. Na vida a dois, seu jeito responsável vai trazer mais estabilidade para a união e, com as boas energias de Marte, a paixão tende a esquentar. Aproveite o momento para esclarecer assuntos e fazer planos com quem ama. Está só? Seu charme vai atrair muitos olhares, mas cuidado ao se aproximar de um amigo(a), pode confundir as estações: não tenha pressa na conquista.

Gêmeos

de 21/05 a 20/06

Sua vida profissional conta com as boas vibrações de vários astros. Na primeira semana, aproveite para dar início em um projeto. Depois do dia 06, Saturno garante sua disciplina e Mercúrio facilita o seu aprendizado e a comunicação. Os momentos passados em casa em companhia de seus familiares serão prazerosos. Mas saiba ouvir as opiniões dos demais e evite desentendimentos à toa. Na união, você estará mais agitado(a) do que o de costume e vai agitar o romance, mas cuidado para não extrapolar e criar conflitos com quem ama. Depois do dia 07, Marte aumenta o clima de paixão. Na paquera, seu charme será irresistível, mas sua exigência estará em alta, podendo adiar o início de um romance.


Câncer

de 21/06 a 21/07

O acúmulo de tarefas pode tumultuar um pouco sua vida profissional. Então, pare, reflita e trace prioridades, assim evita o estresse. Depois do dia 07, conte com as boas energias de Marte para investir em sua carreira. Os assuntos familiares estarão em sua lista de prioridades e você estará mais exigente com a organização de seu lar. Faça o que estiver ao seu alcance para manter a paz em família. No romance, Saturno vai te deixar exigente, mas cuidado com as críticas ou poderá arrumar conflitos onde eles não existem. Invista em momentos descontraídos a dois. Na conquista, vai desejar segurança e não vai se entregar sem garantias. Converse com seu alvo e avalie se ele combina com você.

Leão

de 22/7 a 22/8

Neste período o seu poder de comunicação estará em alta e você saberá como conquistar aliados e obter sucesso em seus projetos profissionais. Clima intenso nos momentos passados em família, mas Saturno deixará você mais exigente com as responsabilidades de seu lar. Apenas não deixe de lado o seu bom humor ou poderá criar conflitos com seus entes queridos. Na união, não desanime nem se irrite diante dos obstáculos que surgirem. Seu maior desafio será controlar a impulsividade e evitar conflitos. Com o Sol incentivando o diálogo e uma postura madura, tudo tende a se resolver. Na hora da conquista, não faltarão sedução e ousadia, então, foque seu alvo e evite falatórios com os demais.

Virgem

de 23/08 a 22/09

Trabalhar nunca foi problema para você e, neste período, sua disposição e o seu empenho serão ainda maiores. Seja firme ao defender suas ideias, mas evite atitudes teimosas. Em casa, tenha mais jogo de cintura e evite ser autoritário(a) demais com os seus parentes. Não tente impor seu ritmo e seus pensamentos às pessoas do seu convívio. Tudo azul na vida conjugal, você esbanjará romantismo e erotismo ao lado de seu amor. Mas convém evitar assuntos delicados para fugir de confusão. Caso esteja em busca de um novo amor, conte com as energias de Saturno, que reforçam o seu poder de sedução neste mês. Se tem alguém em mente, deve deixar a timidez de lado e tomar a iniciativa na paixão.

Escorpião

de 23/10 a 21/11

Com disposição e senso de responsabilidade de sobra, você vai eliminar as pendências existentes no campo profissional e ainda investir em novos projetos. Mas controle seu entusiasmo ou poderá se sobrecarregar com novas tarefas. Em casa, contenha a impaciência e evite fazer cobranças exageradas aos seus parentes. Depois do dia 07, há sinais de problemas envolvendo bens de família: tente manter a calma. Na união, você saberá exatamente quais são suas responsabilidades e vai fazer tudo o que estiver ao seu alcance para manter um romance feliz. Invista em conversas maduras com seu amor e tudo vai se resolver. Está só? Saia com os amigos para bater papo, mas prefira lugares mais calmos.

Sagitário

de 22/11 a 21/12

O trabalho vai exigir mais de você neste período. Organize suas tarefas e cumpra os prazos estabelecidos para evitar cobranças à toa. Reflita sobre os seus sonhos profissionais e siga em busca de sua realização. Em casa, cumpra suas responsabilidades e fuja de conflitos. Seu desejo por liberdade estará em destaque e você não vai parar muito tempo em sua casa. No romance, faça um esforço e tente restabelecer um clima de harmonia com seu amor. Seu jeito extrovertido e aventureiro pode prejudicar o bom andamento da união. Então, não dê espaço para brigas e invista em momentos de intensidade a dois. Na paquera, vai atrair sem fazer esforço, mas mantenha a discrição sobre suas conquistas.

Capricórnio

de 22/12 a 20/01

Mostre a determinação típica dos capricornianos e não permita que obstáculos prejudiquem o seu desempenho profissional. Planeje seus próximos passos e mantenha a disciplina que tudo vai fluir. Em casa, controle sua impaciência diante de mudanças ou imprevistos e evite conflitos com seus familiares. Mas lembre-se de cumprir os compromissos assumidos. No romance, aposte em seu poder de sedução e fuja da rotina. Atração por alguém de fora pode mexer com sua cabeça: não coloque tudo a perder por isso. Caso esteja só, oportunidades de conquista não vão faltar. Os astros acentuam sua sensualidade neste mês, mas há uma tendência a escolher alguém usando mais a razão do que o sentimento.

Aquário

de 21/01 a 19/02

O seu desejo de segurança no trabalho deixará sua carreira em primeiro lugar em sua lista de prioridades. Como você sabe exatamente o que deseja, vai investir seus conhecimentos e sua determinação para conquistar seus objetivos. Em casa, divida tarefas para que ninguém se sobrecarregue e ainda tenha tempo para se divertir. Na união, o desejo de se aventurar será muito forte, então, faça o que estiver ao seu alcance para tirar o romance da mesmice ou poderá prejudicar o seu relacionamento com suas impulsividades. Na paquera, charme e simpatia serão suas marcas registradas, mas seu desejo por liberdade tende a falar mais alto e há tendência a viver altas aventuras, mas seja prudente!

Peixes

de 20/02 a 20/03

Ótimo momento para investir em tarefas em equipe, pois terá facilidade para entender o raciocínio e o desejo das pessoas do seu convívio profissional. Não desanime diante de imprevistos, depois do dia 07, tudo vai fluir. Em casa, há sinais de confusão e agitação, não permita que isso tire o seu humor e evite se envolver em brigas que não vão levar a lugar algum. Um clima de romantismo estará presente em sua vida afetiva e, ao mesmo tempo, você terá uma visão clara do que precisa melhorar em sua união. Aproveite o momento para acabar com desentendimentos bobos. Na paquera, invista em sua aparência e melhore sua autoestima. Converse com seu alvo e descubra suas afinidades e diferenças. www.outdoorregional.com.br | 69


Crônica

Rafael Barbosa r-barbosa@outdoorregional.com.br

V

ou dizer a verdade: sou um grande mentiroso. E acredite, digo isso com muito orgulho, afinal, sempre acreditei que a mentira é, e arrisco dizer, sempre será, excessivamente antagonizada. Temos a pré-disposição de vê-la como a grande vilã, causadora de muitos dos males que afetam nossas vidas ou a sociedade, e somos levados a pensar assim desde a infância, quando nossos pais inocentemente nos dizem que mentir é errado. Claro, a mentira realmente pode causar muitos males, porém, ela é exatamente como o fogo: se mantida sob controle, ela vai mantê-lo aquecido nas noites frias que virão, porém, se deixá-la crescer demais, ela provavelmente vai te queimar. E pode parecer pretensioso da minha parte, mas ouso dizer que o mesmo pode ser dito em relação à verdade. E acredite, eu posso sentir o seu olhar de descrença, mas se duvida do que digo, talvez um desafio possa mudar sua opinião. Tente passar um mês sem mentir. Não, 15 dias já devem ser o suficiente. Tente ficar todo este tempo sendo 100% sincero com as pessoas, sem diminuir, maquiar, ou abrandar a verdade, afinal, isto também seria mentir. Me aventuro a dizer que se topar este desafio, com certeza vai terminar sua quinzena sendo a pessoa mais honesta do seu bairro, embora provavelmente também termine sendo a mais infeliz. Isto porque possivelmente vai acabar

70 | www.outdoorregional.com.br

sem aquela pessoa amada, emprego, amigos (eles vão começar a te achar um chato) e talvez até sem moradia. As pessoas podem não lidar bem com uma mentira, mas estas também não lidam muito bem com a verdade e aí está a razão para mentirmos tanto (cerca de 60 vezes por dia, segundo algumas pesquisas). Geralmente nos baseamos nas grandes tragédias que uma mentira causa para difamá-la, mas e as pequenas mentiras que contamos todos os dias? As mentirinhas que nos ajudam a terminar um dia sem brigas, que dão aquela mãozinha na hora de conseguir ou até manter um emprego. E quanto àquelas que - me desculpem as meninas - nos ajudam a manter um relacionamento? Pensem nisso quando perguntarem alguma coisa sobre a aparência de vocês aos seus namorados. Mentir não é infame, nem mesmo é um mal necessário, afinal, assim como a verdade, precisamos dela todos os dias para manter nossas vidas nos eixos. Portanto, pense duas vezes antes de chamar alguém de mentiroso. Afinal, e não somos todos?


www.outdoorregional.com.br | 71


72 | www.outdoorregional.com.br

Outdoor Regional  

Edição 34 - Ana Cañas