Page 1

ouseuse.com.br

1


2

ouseuse.com.br


Expediente Diretora Ouseuse: Rosana Marques Projeto Gráfico: Sakey Comunicação Diretor Criativo: Elder San Diretor Comercial: Geraldo Aureliano Diretora Executiva: Elaine Quintiliano Editora Chefe: Eliana Sonja Redação: Eliana Sonja Diagramação: Fernando Naves Assistente Administrativa: Helen Sigiany Produção Gráfica: Ana Luiza Pampanelli Tiragem: 3.000 exemplares Gráfica: Novo Mundo Contato Anúncio Sakey Comunicação sakey@sakey.com.br (35) 3221-4816 A Ouseuse Magazine é uma publicação distribuída gratuitamente. Os produtos Ouseuse apresentados na revista são meramente ilustrativos e podem não corresponder exatamente às peças comercializadas nas lojas, devido a uma possível variação de cores, estampas e tecidos. A disponibilidade das peças está sujeita ao estoque de cada loja. Venda proibida. Distribuição gratuita.

Nossa capa: Giovana Furlet, fotografada por Gustavo Roscoe (Dank Fotografia), usa body da Ouseuse. Ouseuse Rua Ana Vitória, 283, Centro, Juruaia, MG (35) 3553-1861

Editorial

Tempo

de Comemorar

O verão já começa a despontar. A estação do sol, das cores e do brilho. O calor e a alegria fazem surgir, de norte a sul, a exuberância do País. Riqueza de sua gente e de sua natureza que tanto encantam os outros povos. A moda é uma das mostras da quentura do sol tropical e do bom humor dos brasileiros. É chegada a hora das roupas leves tomarem lugar das quentes. Vestidos, shorts, regatas, sandálias e rasteiras são a tônica do verão brasileiro, seguidos de praia, beleza e vaidade à flor da pele. A exuberância brasileira é exatamente o tema da coleção primavera/verão 2014/2015 da Ouseuse. Nas páginas desta revista, você poderá conferir os lançamentos e verificar que as cores fortes, aliadas à sutileza das rendas, estão presentes nas peças íntimas. Além da lingerie, você irá perceber que as linhas praia e fitness têm ganhado destaques nas prateleiras da Ouseuse. Afinal, a mulher brasileira é muito vaidosa e ir à praia ou à academia também exigem

peças que valorizem seu corpo e sua beleza. Espero que apreciem. Mais importante: que comprem, usem e sejam faladas por usarem peças que aliam beleza, conforto e qualidade. Esta revista é um projeto muito especial da Ouseuse. A ideia é aproximar os clientes da marca através de uma comunicação mais efetiva. Propor conhecimentos e instruir seus leitores com informações sobre saúde, turismo e cultura. E, principalmente, mostrar a você o comprometimento da Ouseuse com a sociedade e revelar um pouco mais como somos no dia a dia. Espero, sinceramente, que goste desta publicação. Como sua opinião é muito importante para nós, mandenos um e-mail para nos contar o que achou da Ouseuse Magazine. Teremos o maior prazer em receber sua crítica. Mande sua mensagem para ouseusemagazine@ouseuse.com.br. Ótima leitura e aproveite todas as informações da Ouseuse Magazine. Rosana Marques Diretora Ouseuse ouseuse.com.br

3


Entrevista

RosanaMarques:

20 anos de Ouseuse

Empresária há vinte e seis anos, Rosana Marques é a síntese da Ouseuse Lingerie. Assim como muitos exemplos de mulheres brasileiras - Maria Luiza Trajano/Magazine Luiza, Viviane Senna/ Instituto Ayrton Senna e Zica de Assis/Beleza Natural – a história de Rosana Marques e da Ouseuse se entrelaça em uma sinergia que, muitas vezes, acomete o mundo empresarial. A Ouseuse foi criada em uma época de grandes mudanças políticas e econômicas no Brasil. Em 1994 nascia o Real, em mais uma tentativa de fortalecer a moeda e a economia brasileira. O Brasil já contava em sua história com oito moedas, sem contar o período de escambo. Na política, depois de mais vinte anos sob a ditadura militar, uma nova geração de brasileiros começava a viver sob a liberdade democrática. Itamar Franco era o presidente e o seu ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, instituiu o Real. No ano seguinte, FHC é eleito presidente e as 4

ouseuse.com.br

profundas reformas econômicas estabelecidas em seu governo garantiram ao Brasil maior estabilidade e controle da inflação. Quando a Ouseuse foi criada, esse era o cenário histórico do Brasil. Juruaia, uma pequena cidade do sul de Minas, próxima à divisa do estado de São Paulo, tinha sua economia baseada na agropecuária e uma profunda crise econômica pairava pela cidade e região. Em meio a várias adversidades, Rosana Marques decidiu fundar uma pequena empresa de lingerie. Não entendia nada de costuras de calcinhas e sutiãs. Como ela sempre diz, no máximo, usava essas peças. Mas nunca se abateu diante do desconhecido. Como empresária, sempre correu riscos, ainda que calculados. E, passados vinte anos, Juruaia tornou-se polo mineiro do setor e o terceiro do País. E Rosana Marques é a grande responsável pela cidade estar hoje no mapa da moda brasileira.


Revista - Nestes vinte anos, muitas coisas mudaram em relação à economia brasileira. Quais foram os maiores desafios para o crescimento da Ouseuse? Rosana – Realmente a Ouseuse foi criada em uma época de grandes incertezas econômicas. Mas sempre tive em mente que para ser empresário no Brasil é necessário uma boa dose de desprendimento em relação ao governo. Se você parar para analisar a conjuntura, o desânimo vai ser muito grande e, por mais que você queira, o negócio (seja ele qual for) não dará certo. É claro que administrar pressupõe ficar atento à economia, mas não podemos nos atrelar a ela. No meu caso, apesar de todas as barreiras inerentes a qualquer negócio, principalmente nos primeiros anos, sempre corri riscos, ainda que calculados. Soma-se a isso, o otimismo. Sempre fui uma otimista incorrigível, o que sempre me ajudou nos negócios. Revista – Juruaia é conhecida hoje como polo mineiro de moda íntima. Também tem o posto de terceiro polo do Brasil, atrás de Ceará e Nova Friburgo. Sabemos que sua influência foi fundamental. Fale sobre isso. Rosana – Quando fundei a Ouseuse existiam apenas algumas poucas empresas na cidade. E para que todas as empresas alcançassem o sucesso, ou seja, vender cada vez mais, sempre acreditei que a cidade deveria se tornar um polo. O pensamento é simples, mas lógico: quem vai vir à Juruaia, uma pequena cidade do interior mineiro, para comprar moda íntima de umas poucas confecções? Com certeza, pouquíssimas pessoas. Com essa ideia na cabeça sempre estimulei as pessoas a fundarem suas próprias empresas. E essa força eu sempre passei a todos ao meu redor, mesmo àqueles que eram meus colaboradores. Tenho vários exfuncionários que são empresários hoje e sinto muito orgulho deles.

ouseuse.com.br

5


Entrevista

Revista – Essa história que você acabou de nos contar chegou aos bastidores do Prêmio Claudia, maior premiação feminina da América Latina. Como foi para você ser indicada a esse prêmio? Rosana – Um orgulho muito grande! Fico emocionada só de me lembrar do dia em que o Prêmio Claudia entrou em contato comigo. Ser indicada a esse prêmio é o reconhecimento por um trabalho que sempre fiz com muito amor e desprendimento. O período todo – da indicação ao prêmio em si – foi muito bacana. Estar junto a grandes empresárias e mulheres que fazem a história do Brasil é muito gratificante. Uma experiência única em minha vida e me sinto imensamente feliz por esse reconhecimento. Revista – Quais são os maiores desafios do empresariado brasileiro e como você dribla essas dificuldades? Rosana – No caso da moda íntima, os produtos chineses. E de um modo geral as tributações pesadas impostas ao empresariado brasileiro. Os encargos tributários são um pesadelo para qualquer empreendedor e é necessário administrar muito bem essa área para que o negócio fique viável. Ao contrário do Brasil, a mão de obra e os tributos tornam os produtos chineses atraentes. Nesse sentido, o que temos a nosso favor é a qualidade das peças. Revista – Vamos falar um pouco de moda íntima: o que as mulheres brasileiras querem ao comprar uma lingerie? Rosana – Sem dúvida, o trio beleza, conforto e qualidade é o que a brasileira quer ao comprar uma lingerie. Nas duas últimas décadas houve muitas mudanças no design e nos tecidos e as cores finalmente deram o ar da graça na moda íntima. São mudanças significativas e que demonstram o quanto a brasileira é vaidosa e adora uma novidade.

6

ouseuse.com.br


Revista - Ao confeccionar uma peça, o que a Ouseuse tem em mente em relação ao consumidor? Rosana – O consumidor, como já dito anteriormente, adora uma novidade. Como o Brasil tornou-se um país muito mais consumista e as mulheres possuem informações sobre moda e beleza na mesma velocidade da luz, é preciso estar atento às tendências mundiais da moda. Mas como a lingerie brasileira tem suas peculiaridades (a moda íntima brasileira é bem diversa da europeia, por exemplo, principalmente nos quesitos padronagem e designer), a Ouseuse sempre está atenta aos desejos de suas consumidoras. Isso é fundamental para o sucesso de uma marca. Revista – E como mulher, como você se define? Rosana – Eu?! (risos) Sou uma pessoa simples, pois sou de origem humilde. Não perdi essa minha essência. Os clientes da Ouseuse sabem disso, pois adoro bater um papo com eles. Acho essencial esse entrelaçamento com quem compra a marca. Mas sua pergunta é sobre a Rosana mulher, né? Bem, sou super vaidosa e adoro roupas, acessórios e maquiagem (risos). Adoro estar sempre com uma roupa bonita, bem penteada e maquiada. Ah, estou sempre de dieta! Depois de uma certa idade o metabolismo já não é o mesmo e dá um baile na gente (risos). Além de controlar a comida, faço ginástica e caminhada. Sou bem casada e tenho três filhos maravilhosos. Bem sucedida profissionalmente, mas ainda espero alcançar muito mais. Afinal, a vida é feita de sonhos, não é mesmo?!

ouseuse.com.br

7


Editorial Moda Íntima

Brasil. Um país de cores, formas, contrastes, texturas, diversidade. Um povo alegre, multicultural, criativo. Ao misturar essas características, chega-se à Brasilidade (ou brasileirismo, como queira) que nada mais é do que a bossa, o estilo e o jeitinho inconfundível. A mistura de costumes e a miscigenação faz com que o brasileiro seja um povo de hábitos diversificados. Brasilidade é a mistura de raças, cores, sabores e aromas deste país que acolheu um pouco de cada cultura que aqui aportou. São os ricos materiais encontrados na natureza que inspiram a criatividade de nossos habilidosos artistas, artesãos e designers. Brasilidade é o jeito simples de ser, não abrindo mão da ousadia e da criatividade. A Ouseuse apresenta a coleção Ousada pela própria natureza, inspirada no Brasil.

Fotos: Gustavo Roscoe Dank Fotografia Modelo: Giovana Furletti Beauty: Lesley Di Prado Styling: Cristiana Caram 8

ouseuse.com.br


Brasilidade

em alta

ref. 3199

Sol e alegria ouseuse.com.br

9


Editorial Moda Ă?ntima

Azul da cor do cĂŠu

ref. 3205 10

ouseuse.com.br


ref. 3210

Pele dourada

ouseuse.com.br

11


Sensualidade natural

ref. 3206 12

ouseuse.com.br


Beleza Feminina

ref. 3209 ouseuse.com.br

13


Editorial Moda Íntima

Ousada pela própria natureza 14

ouseuse.com.br


ref. 3204

ouseuse.com.br

15


Básica ref. 506

ref. 900

ref. 900

Variedade, cores e estampas não faltam na coleção primavera/verão 2014/2015 da Ouseuse.

ref. 2285 16

ouseuse.com.br

ref. 2285

ref. 2313


ref. 900

ref. 900

ref. 3084

Bテ《ica

ref. 2558

ref. 2558

ref. 3084 ouseuse.com.br

17


Fashion

18

ouseuse.com.br

ref. 590

ref. 619

ref. 2491

ref. 2535

ref. 2876

ref. 2940

ref. 2940

ref. 2943

ref. 3201

ref. 3202

ref. 3202

ref. 3203


ref. 2678

ref. 2678

ref. 2860

ref. 2860

ref. 2943

ref. 2944

ref. 2945

ref. 2942

Fashion ref. 3204

ref. 3204

ref. 3205

ref. 3266

ouseuse.com.br

19


Ousada

ref. 929

OUSADA

ref. 3206

20

ouseuse.com.br


ref. 3181

ref. 3200 ouseuse.com.br

21


Noite

22

ouseuse.com.br

ref. 2193

ref. 3134

ref. 3157

ref. 3230


ref. 3135

ref. 3135

ref. 3180

NOITE

ref. 3136

ref. 3136

ref. 3137 ouseuse.com.br

23


Saúde

Equilíbrio é a palavra-chave

para uma vida mais saudável É consenso entre profissionais da saúde: uma vida mais equilibrada, tanto do ponto de vista físico quanto mental, é fundamental para a saúde humana. Informações não faltam para quem quer alcançar uma vida mais longeva e tranquila. O mais importante, em meio a tantas informações, é discernir o que é relevante para o ser humano. Mas alguns itens são unânimes entre médicos, 24

ouseuse.com.br

nutricionistas, geriatras, entre outros profissionais. Aqui, você vai encontrar quais são esses tópicos para garantir uma vida mais saudável. Claro que é preciso levar em conta a pré-disposição genética e ter em mente que não existem fórmulas infalíveis. Mas ao tomar certos cuidados, pode-se evitar uma série de doenças e garantir uma velhice mais serena.


1

9

5 Evite os refrigerantes e os sucos prontos. O consumo de refrigerantes normais está relacionado ao diabetes e a obesidade, enquanto os refrigerantes light, diet e zero pioram o funcionamento dos rins. Os refrigerantes também ajudam no aumento da celulite. Já a frutose proveniente das frutas, e que adoça os sucos prontos, quando consumida em excesso pode provocar aumento da pressão arterial. Prefira os sucos naturais.

Não consuma alimentos muito calóricos à noite, pois eles podem prejudicar o sono. Além disso, como o metabolismo fica mais lento nesse período do dia, o gasto de calorias será menor e gera ganho de peso.

6

10 Pratique atividades físicas. Elas são fundamentais para promover condicionamento, aumentar a longevidade e diminuir o estresse. Para quem tem mais de 35 anos, exercícios físicos ajudam a manter a massa muscular. A prática é importante porque parte do metabolismo depende da massa muscular. Mas atenção: procure uma atividade que combine com você. Não adianta forçar, é preciso ter prazer ao fazer a atividade física.

2 Distribua melhor as refeições ao longo do dia. Tente se alimentar a cada três horas para evitar redução do metabolismo e sobrecarga em determinadas refeições (principalmente à noite). É preciso evitar que o corpo entre na “reserva de energia”, que é quando o organismo entende que, pelo jejum prolongado, precisa armazenar calorias, o que dificulta a perda de peso.

Tenha um hobbie ou faça atividades de que goste bastante para sair da rotina. É uma ótima maneira de escapar do círculo de pensamentos preocupantes e de manter a motivação. Ler, ir ao cinema, ouvir música e bater um papo com amigos são ótimas formas de relaxar.

Fique longe do cigarro e do álcool. A nicotina é fator de risco para inúmeras doenças e sobrecarrega muito o aparelho pulmonar e o sistema circulatório. Já o álcool, além de trazer problemas comportamentais, é bastante nocivo ao fígado e ao pâncreas, que são fundamentais para o nosso metabolismo. Se você é fumante inveterado ou alcóolatra, não hesite em procurar ajuda profissional.

7 3 Só consuma medicamentos com orientação médica. Sem o acompanhamento profissional, as pessoas tendem a tomar medicação em excesso ou a deixar de tomar os remédios que realmente precisam. Além disso, a mistura de certos medicamentos pode ser mais prejudicial do que benéfico.

Aumente o consumo de líquido ao longo do dia, preferencialmente água, pois mantém o metabolismo em constante movimento, assim como a atividade das células corporais e o funcionamento do intestino. Não espere a sede. Se ela chegar, é sinal de que o corpo já está desidratado.

11 Evite fritura, sal, carne vermelha e açúcar. Lembre-se: tudo em excesso faz mal. Isso vale para qualquer coisa na vida, sejam alimentos ou ações que condicionem ao estresse.

12 4

8 Prefira alimentos integrais em substituição aos carboidratos refinados. Os integrais levam mais tempo para serem digeridos. Assim, promove maior tempo de saciedade e melhor funcionamento do intestino.

Durma bem. Para um sono mais tranquilo, evite refeições pesadas à noite, cafeína depois das 17 horas e exercícios físicos extenuantes no período noturno. O ideal é dormir 8 horas por noite.

A palavra-chave é EQUÍLIBRIO. Em tudo que você fizer em sua vida, lembre-se sempre de pesar na balança. Não deixe um dos lados pender mais à direita ou à esquerda. Tente sempre deixá-la ao meio. Assim, você irá ter uma vida mais longeva e saudável. ouseuse.com.br

25


Editorial: Fitness

ref. 3300

26

ouseuse.com.br


Fotos: Gustavo Roscoe Dank Fotografia Modelo: Giovana Furletti Beauty: Lesley Di Prado Styling: Cristiana Caram

Fitness

E por falar em saúde, como anda você na área de prática esportiva? A linha Fitness Ouseuse tem modelos para nenhuma mulher arrumar desculpas para não

malhar. Escolha a peça que mais combina com você e comece já a ficar com o corpo em dia. Lembre-se: o verão está aí e não dá para ir à praia com aquelas gor-

durinhas a mais, não é mesmo? Primeiro, escolha a roupa fitness, pois a partir da página 48 você vai eleger o seu biquíni deste verão. ouseuse.com.br

27


ref. 3216 ref. 2967 28

ouseuse.com.br


ref. 372 ref. 3176

ouseuse.com.br

29


Editorial: Fitness

ref. 3217 ref. 3273

30

ouseuse.com.br


ref. 2371 ref. 3215 ref. 3273 ouseuse.com.br

31


Fitness

ref. 3265

ref. 3264

ref. 3225

ref. 3226

ref. 3133

ref. 3012

ref. 3263

ref. 2691

ref. 2371

ref. 372

ref. 3289

ref. 2370

ref. 3153

ref. 2371

ref. 3012

ref. 3133

ref. 3219

ref. 3260

ref. 3214 32

ouseuse.com.br


ref. 3079

ref. 3113

ref. 3262

ref. 2375

ref. 3111

ref. 3012

ref. 3012

ref. 3133

ref. 3265

ref. 372

ref. 2968

ref. 2839

ref. 2379

ref. 3012

ref. 3133

ref. 3273

Fitness

ref. 3259

ref. 3261

ref. 2873

ref. 3176

ref. 3133

ref. 3133 ouseuse.com.br

33


Mercado

Mercado de moda

íntima em alta:

grande oportunidade para pequenos empreendedores

A história da lingerie é antiga. De um pano para tampar os seios ao espartilho com barbatanas, ela acompanha a mulher desde tempos remotos. No século XX, os espartilhos dão lugar aos sutiãs e calcinhas. Um conforto aliado aos movimentos femininos despontados com esse novo século. Direito ao voto, mulheres no 34

ouseuse.com.br

lugar dos homens nos períodos das duas grandes guerras, anticoncepcional, sexo casual, carreira profissional e muitas coisas mais foram conquistados pelas mulheres nesse período. A moda acompanhou todas essas mudanças. A moda íntima, por exemplo, antes restrita ao universo dos boudoirs,

ganhou espaço nas discussões femininas. Conquistou o universo da moda e, principalmente nos últimos 20 anos, faz carreira no mundo fashion ao lado de grandes grifes. A marca Victoria Secret’s e suas Angels tornaram-se símbolos de mulheres sensuais. Suas peças são desejadas em todos os cantos do mundo.


Seu espaço no guarda-roupa feminino não é mais restrito a um pequeno lugar no fundo da gaveta. Com tantas opções de modelos, tecidos e cores, hoje é possível dizer: “me mostre tua lingerie que te direi quem tu és”. Os tempos das cores bege e branca ficaram para trás. “As cores e as estampas têm espaço nas prateleiras na mesma proporção dos modelos. A lingerie não é mais um mero coadjuvante no guarda-roupa. Há mulheres que compõem seu look a partir da lingerie e não da roupa em si, o que mostra essa realidade”, comenta Rosana Marques, diretora da Ouseuse. No Brasil, a ascensão da lingerie é fruto da economia equilibrada, do aumento do poder aquisitivo das mulheres e da elevada autoestima feminina. O mercado cresceu na mesma proporção ao se dar conta de que as mulheres precisavam dar vazão às suas conquistas. O salto começou no início dos anos 1990 e não parou mais. Pesquisa apresentada pelo Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI) mostra que nos últimos anos o crescimento do setor de moda íntima no Brasil foi de 33%. Segundo os dados mais recentes da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), o Brasil possui 3,5 mil unidades produtivas com porte industrial. Em 2012, foram produzidas 1,5 bilhão de peças íntimas e o setor faturou US$ 3,6 bilhões. Esses

números mostram o poder da indústria de lingerie do País. Marques comenta que “o crescimento deverá ser ainda maior. Não é preciso ir longe para se chegar a essa conclusão. A Ouseuse, a cada ano, aumenta seu faturamento e o número de peças comercializadas. Se isso acontece com a minha marca, com certeza ocorre com todo o setor

brasileiro”. Sem dúvida, a moda íntima é um nicho com grande potencial. Basta saber explorar o segmento. De acordo com o Sebrae, no Brasil é alto o percentual de vendas feitas por sacoleiras. Para se ter uma ideia, de acordo com a da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), 70% da produção do estado é comercializada por

ouseuse.com.br

35


Mercado

sacoleiras. “As opções são variadas, com modelos, tamanhos e cores que atendem a todas as classes econômicas e faixas etárias. Para quem quer começar um negócio próprio, sem investir muito, a moda íntima é uma excelente opção”, diz Marques. Ainda precisa ser convencido de que vale a pena? No Brasil, cada brasileira compra em média 7,6 peças por ano. E mais: 20% dos compradores são homens que escolhem peças para suas esposas e namoradas. Um dos fatores para esse desenvolvimento crescente está na expansão da mulher no mercado de trabalho. Mais independentes, as mulheres estão exigentes e, cada vez mais, gastam com produtos para elas e que tenham qualidade. Marques incentiva: “vale a pena começar um negócio com moda intima. A Ouseuse possui vários clientes que começaram do nada e que, hoje, possuem uma vida financeira confortável. É claro que, como todo negócio, é preciso ter foco, persistência, organização e dinamismo. Com esses ingredientes, é possível ganhar muito dinheiro e conquistar a tão almejada independência financeira”.

Existem, pelo Brasil afora, muitos exemplos de mulheres que conquistaram o sucesso profissional através do trabalho com moda íntima. A Ouseuse tem orgulho de fazer parte da história de algumas dessas mulheres. Confira o depoimento de algumas de suas clientes.

“No início de 2011, ao assistir o programa Super Pop!, vi um desfile da marca Ouseuse e fiquei encantada com os modelos. Dias depois, juntamente com meu marido Paulo, rodamos mais de 500 km para chegarmos em Juruaia. Chegando lá, tivemos uma recepção calorosa por parte da empresária Rosana Marques, seus familiares e funcionários da Ouseuse. Vimos uma empresa 36

ouseuse.com.br

moderna e em expansão e sentimos segurança para explorar um novo nicho de mercado. Fizemos compras de modelos variados e em uma boa quantidade. Começamos a contratar consultoras na minha cidade (Patrocínio/MG) e região e fazer vendas consignadas. Depois de 30 meses trabalhando dessa forma, sentimos total confiança em abrir a loja

by Ouseuse. E, além da loja, continuamos com 20 consultoras e em plena expansão. É verdade que é tudo muito trabalhoso, mas está valendo a pena. E é verdade também que temos nosso mérito, mas tudo isso só foi possível graças ao apoio e confiança que tivemos desde o início da empresária Rosana Marques e da família Ouseuse”. Geralda Aparecida Ferreira Rabelo é da cidade de Patrocínio (MG), revende Ouseuse desde 2011. Em 2013 abriu uma loja licenciada Ouseuse.


“Vendi a empresa Água de Cheiro em 2009 e, após um ano sabático, achei que já era hora de voltar ao mercado. O comércio é cativante porque nos obriga a estar conectada com o mercado, com a moda e com as novidades. Convidei Elvira Guimarães para sócia e já estamos juntas há três anos. Lingerie para nós é um segmento novo, sedutor e atraente. O universo feminino é povoado de sonhos, principalmente no que se refere à beleza, à autoestima e à sensualidade, e a Ouseuse encanta e seduz com suas peças, seus modelos e sua qualidade. Percebemos que o mercado de lingerie está em expansão devido ao crescimento da moda numa época em que mulher vê a peça íntima não mais como uma neces-

sidade, mas como um acessório que eleva sua autoestima, satisfaz sua vaidade e bem-estar. Trabalhar com lingerie vai de encontro aos desejos da mulher moderna, pois proporciona grande satisfação, felicidade e prazer. Nos três anos que estamos nesse segmento é visível que as empresas cada dia mais procuram estar conectadas com os desejos da mulher moderna e investem em tecidos e designer inovadores. O resultado são peças bem elaboradas e de qualidade. A mulher, por sua vez, quer se olhar no espelho e se achar bonita, desejada, portanto, as pe-

ças íntimas ocupam atualmente um lugar importante no guarda-roupa feminino. A Rosana Marques me foi apresentada por Isabel Gonçalves, a Dedel, que gentilmente me ciceronou por Juruaia quando estive na cidade pela primeira vez. Senti “amor à primeira vista” pela Rosana, pois me encantei com seu dinamismo e com a Ouseuse. Fizemos uma parceria e estamos juntas até hoje”. Elisabeth da Cunha Pimenta, mais conhecida com Beth Pimenta, é proprietária da Corpo Bonito, em Belo Horizonte, loja que vende moda íntima do polo mineiro de Juruaia.

“Sou proprietária da Ouseuse Sorocaba há dois anos, mas o meu amor pela Ouseuse é antigo. A ideia de montar uma loja exclusiva veio em 2010, ano em que meu filho nasceu. Queria trabalhar em algo que pudesse ter contato com pessoas, levar beleza e realizar sonhos. E, acima de tudo, algo que não me distanciasse do meu papel de mãe e mulher. As vantagens da loja licenciada Ouseuse são duas: ofereço aos clientes um produto reconhecido como uma das melhores marcas no segmento de lingerie e com o respaldo da matriz em Juruaia, o que me dá muita segurança. Ter

em nossa fachada o nome Ouseuse tem muito mais significados do que apenas vender um produto conhecido. É a garantia de que trabalhamos com qualidade, bom gosto, sofisticação e excelência. As pessoas estão cada vez mais exigentes e sabem como irão consumir. Por isso, sempre tenho a preocupação em satisfazer os clientes ao oferecer qualidade, beleza e conforto. O consumidor está mais exigente e disposto a adquirir produtos com durabilidade. O preço nem sempre é o fator determinante, apesar de estar sempre atenta à coerência que o mercado exige

na precificação. Quando ofereço uma lingerie para as minhas clientes estou respondendo a uma vontade delas. Cada mulher tem uma necessidade diferente. Visualizo dois pontos distintos na hora da compra: peças confortáveis para o dia a dia e peças para datas comemorativas e especiais. As mulheres querem se sentir femininas, mas com aconchego. Mas também querem ser atrevidas e poderosas. A Ouseuse entende isso. Entende que nós mulheres somos tal como a lua - cheias de fases. E para cada uma delas, tem uma lingerie Ouseuse que nos agrada e acompanha”. Lia Marques é proprietária da loja licenciada Ouseuse Sorocaba, no interior de São Paulo, desde 2012.

“Em dezembro de 2012 comecei a trabalhar com moda íntima. Fiz uma parceria com a Ouseuse abri uma loja licenciada da marca. Estou muito satisfeita com o diferencial da marca, que oferece produtos com muita qualidade e beleza, pois atende e supera as expectativas de nossos clientes. Acredito que esse mercado seja bem promissor, pois estamos diretamente ligados à valorização da beleza. Por isso, vale a pena trabalhar com moda intima. As mulheres e os homens,

a cada dia que passa, estão se cuidando mais, investem em beleza, na autoestima e na realização pessoal e a lingerie é fundamental na hora de vestir-se bem. As mulheres realmente dão um show quando o assunto é comprar, mas os homens também estão antenados e cada vez mais vaidosos, posso dizer também que estão preocupados em apimentar a relação com

peças modernas e também presenteiam com muito bom gosto! As mulheres querem aliar o conforto e a beleza, por isso a Ouseuse elabora peças que atendem a todas às necessidades femininas”. Marisa Aparecida Monteiro Vicencette é proprietária da loja licenciada Ouseuse Campo Mourão, no interior do Paraná. ouseuse.com.br

37


Turismo

Minas Gerais:

Com seus casarões, igrejas barrocas, ruas de pedras, gastronomia e sotaque peculiar, Minas é história viva do Brasil. Conhecer suas cidades históricas é viajar no tempo e no espaço. É no cheiro de mofo sentir pessoas de outras eras. No caminhar pelas pedras ouvir os cascos dos cavalos de outrora. Nas ricas igrejas sentir os sons do passado. Assim é viajar pelas cidades históricas de Minas Gerais. E a Ouseuse Magazine convida você a conhecer um pouco mais da rica história desse estado.

Tiradentes Tiradentes consegue reunir todos os elementos que representam Minas Gerais através da história, cultura, arte e culinária. A cidade possui um dos mais belos acervos barrocos do país e as lembranças da época da Inconfidência Mineira, riquezas que a tornaram um Patrimônio Histórico Nacional. Um passeio imperdível é o de Maria Fumaça - um trem secular que liga Tiradentes a São João Del Rey. As pousadas coloniais e restaurantes diversificados garantem todo o charme à cidade, escolhida para a realização de eventos como a Mostra de Cinema e o Festival de Gastronomia e Cultura. 38

ouseuse.com.br

Visitar suas cidades históricas é voltar ao passado São João Del Rei Com igrejas ricas e belos casarios coloniais, a cidade retrata a época do ciclo do ouro e da Inconfidência mineira, movimento revolucionário que lutava pela liberdade do país. A cidade conserva suas tradições seculares através da música, dos sinos das igrejas e das orquestras setecentistas. A cidade é bem desenvolvida, mas o núcleo histórico permanece preservado. Terra natal de grandes nomes como Joaquim José da Silva Xavier - Tiradentes, e o ex-presidente Tancredo Neves, a cidade é cenário para grandes eventos como o carnaval e o Festival de Inverno. Outra atração imperdível é o passeio de Maria Fumaça até a vizinha Tiradentes.


Diamantina

Serro

Umas das mais importantes cidades históricas de Minas Gerais, terra de Chica da Silva e do presidente Juscelino Kubitscheck, possuí um belíssimo conjunto arquitetônico do período barroco. Diamantina é conhecida ainda por suas serestas e vesperatas, eventos musicais em que os músicos se apresentam à noite, ao ar livre, das janelas e sacadas de velhos casarões, enquanto o público acompanha das ruas. Há ainda o mercado municipal, antigo rancho dos tropeiros que se tornou um ponto turístico da cidade.

Ouro Preto

Ouro Preto congrega o maior conjunto de arquitetura barroca do Brasil. A antiga Vila Rica foi construída por escravos e artistas como Aleijadinho, no auge do ciclo do ouro, e possui um valioso acervo cultural em suas igrejas e museus. Primeira cidade brasileira a receber o título de Patrimônio da Humanidade, Ouro Preto é parada obrigatória para conhecer a história de Minas. A cidade ainda atrai estudantes de todo o país para a Universidade Federal (UFOP), que agitam a bucólica cidade com as tradicionais repúblicas, principalmente durante o carnaval.

Sabará Localizada na região metropolitana de Belo Horizonte, possui um patrimônio histórico de grande importância na formação cultural de Minas Gerais. A mineração era tão intensa na cidade que a Coroa Portuguesa instalou a Casa da Intendência, para a cobrança do “quinto”, onde fica o atual Museu do Ouro. Entre os seus principais pontos turísticos estão a pequena e encantadora capela de Nossa Senhora do Ó e o Teatrinho Municipal, além da belíssima igreja de Nossa Senhora do Carmo. A cidade realiza importantes eventos anuais como os festivais da Jabuticaba, de Ora-pro-Nobis, de Teatro de Palco e Rua, e as festas Junina e da Cachaça.

Serro tem ladeiras de sobra que levam a belas igrejas do século 18 e um preservado casario colonial. No Museu Regional, os destaques ficam por conta das imagens sacras dos séculos 18 e 19 e do mobiliário do século 19. A cidade é famosa também pelo saboroso queijo que leva o nome da cidade, tombado em 2008 como Patrimônio do Brasil. Para curtir a natureza - salpicada de cachoeiras e trilhas -, as opções são os povoados de Milho Verde, São Gonçalo do Rio das Pedras e Pico do Itambé.

Congonhas Congonhas é conhecida como a “cidade dos profetas”, pelo conjunto de doze obras esculpido em pedra sabão por Aleijadinho. A perfeição das esculturas atraem turistas do mundo inteiro. Patrimônio Cultural da Humanidade, Congonhas ainda vale a pena pelas seis capelas que compõem o Jardim de Passos, que representam a Via Sacra com obras do grande artista barroco. A Igreja de Nossa Senhora do Rosário, a mais antiga da cidade, construída por escravos antes dos mineradores chegarem à região, é visita obrigatória. Do Museu da Imagem e Memória e do Parque da Cachoeira, é possível admirar a natureza e contemplar a paz e harmonia do lugar.

Mariana Mariana pode ser chamada de “berço de Minas Gerais”, pois foi a sua primeira vila, capital e cidade do estado. Fundada em 1711, a cidade mantém viva tradições religiosas como procissões, novenas, Semana Santa, Festa do Divino e Corpus Christi, além de manifestações culturais típicas como o Boi-da-manta, Congado, Malhação de Judas, Pastorinhas e Folia de Reis. Na catedral da Sé e na Igreja de São Francisco de Assis encontramse primorosos trabalhos da arte barroca, e destaca-se também uma visita à Rua Direita, considerada a mais bela de Minas Gerais. ouseuse.com.br

39


Editorial Linha Masculina

Linha

Masculina

Os homens também têm vez na Ouseuse. Assim como as mulheres têm várias opções de modelos e peças de lingerie, a linha masculina, traduzida em cuecas, pijamas e sungas, traz uma gama de cores, estampas e tecidos para deixar o homem mais bonito. Em tempos de vaidade masculina, nossos queridos e amados homens podem escolher as peças que mais lhe agradam. E com conforto, é claro.

ref. 2145 40

ouseuse.com.br

Fotos: Gustavo Roscoe Dank Fotografia Modelo: Diego Oliveira Beauty: Lesley Di Prado Styling: Cristiana Caram


ref. 965

ref. 143

ref. 073

Cuecas

ref. 2734

ref. 3212

ref. 2335 ouseuse.com.br

41


ref. 2409

ref. 2717

Sungas

ref. 2818 42

ouseuse.com.br

ref. 3196


Estampas Exclusivas

Artista plástico cria

estampas exclusivas para a Ouseuse

As grandes marcas possuem estilos próprios e, mesmo em meio às tendências, gostam de inovar em sua estética. E para se diferenciar uma das outras, as estampas exclusivas são amplamente utilizadas. Muitas marcas possuem departamentos apenas para criar as estampas das coleções. Com uma trajetória com tendência ao único, a Ouseuse, desde a coleção linha praia de 2014, vem utilizando as técnicas do artista plástico Du Rodrigues para confeccionar biquínis e sungas com tecidos exclusivos. “O trabalho de Du é original, alegre e diferente de tudo que se vê por aí”, explica Rosana Marques. A natureza é o principal elemento nas obras do artista, concebido através de traços orgânicos e curvilíneos. A parceria com a Ouseuse resultou em tucanos multicoloridos e conceitos variados do mar e suas riquezas. A simetria única de Du Rodrigues dá vida a personagens que fundem com

outras formas orgânico-vegetais, criando assim um mundo mágico, onde é possível encontrar na mesma obra um grande leque de cores vibrantes e contagiantes. “Acredito ser impossível ficar indiferente ao se deparar com algo tão colorido! As cores acabam por penetrar no inconsciente das pessoas, resgatando lembranças e sentimentos felizes, propondo assim um passeio de volta à infância, muitas vezes esquecida diante do cotidiano racional e conturbado da vida adulta”, diz Du Rodrigues. Formado em Design Gráfico, Du Rodrigues cria obras nas mais variadas técnicas. Atualmente, a tinta acrílica e as canetas marcadoras são suas ferramentas predominantes. Junte-se aos utensílios a identidade entre as diversas formas de sentir, entender e fazer arte. Assim, nasce a obra desse artista, inspirado na beleza da natureza e na defesa da criança que existe em cada um. ouseuse.com.br

43


44

ouseuse.com.br


ouseuse.com.br

45


Social

Projeto Social

Amigas do Peito

resgata autoestima de mulheres mastectomizadas Angelina Jolie, musa do cinema norte-americano, esteve sob os holofotes no ano passado não por sua beleza ou por ter conquistado uma estatueta do Oscar. A diva causou polêmica e estarreceu o mundo com a dupla mastectomia a que ela resolveu se submeter. A cirurgia de retiradas das duas mamas foi resultado de uma constatação científica. Jolie tinha 87% de chance de vir a sofrer de câncer de mama, por razões hereditárias e, para prevenir, submeteu-se ao procedimento. Na época, Jolie explicou a decisão. “Posso agora dizer aos meus filhos que não precisam ter medo de me perder para o cancro da mama”. Polêmica à parte, o que Angelina Jolie provocou foi uma discussão – saudável – sobre o câncer de mama. A decisão de uma mastectomia não é fácil, mas diante da crueldade da doença, é uma opção para retardar o óbito. Os números do câncer de mama são assustadores. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que pouco mais de 50 mil mulheres sejam diagnosticadas com câncer de mama por ano somente no Brasil, a maior incidência de neoplasia em mulheres, que leva à morte 11 mil pessoas por ano no País. De 2008 a 2013, 63,5 mil brasileiras fizeram cirurgia de remoção dos seios para tratamento de câncer pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os dados são do Departamento de informática do SUS (Datasus), que não consideram os procedimentos na rede particular. Os dados também revelam que apenas 10% dos procedimentos realizados pelo SUS foram seguidos de cirurgias reconstrutoras. O que muitas mulheres não sabem é que existe uma lei, sancionada em 2013 pela presidente Dilma, que obriga o SUS a fazer a reconstrução do seio no mesmo dia da mastectomia. “Cerca de 60% das mulheres que não se submetem à reconstrução imediata desistem de fazer o procedimento posteriormente. Hoje, a fila de espera pela cirurgia reparadora no SUS pode chegar a cinco anos”, comentou o presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia, Carlos Alberto Ruiz, quando a lei foi sancionada. O objetivo da Lei é estimular a melhora dos cuidados da paciente de câncer de mama pelo SUS e contribuir para a saúde e a autoestima da mulher, que não precisará passar por anos de espera até ter acesso à cirurgia plástica reparadora, pou46

ouseuse.com.br

pando traumas psicológicos e sequelas físicas. Segundo a lei, se não for possível a cirurgia imediata, a paciente deverá então ser acompanhada e passar pela cirurgia plástica assim que suas condições clínicas permitirem. A Lei 9797/99 prevê a reconstrução, mas não estabelece o prazo. Em função da longa espera, dezenas de milhares de mulheres acabam desenvolvendo doenças depressivas. A realidade brasileira foi o trampolim para Rosana Marques, diretora da Ouseuse, criar em 2007 o Projeto Social Amigas do Peito. Um sutiã especial para colocar uma prótese de silicone é confeccionado pela marca desde então e doado para mulheres carentes que fizeram a mastectomia e que, por um motivo ou outro, não se submeteram à reconstrução do seio. “Foi uma maneira encontrada pela Ouseuse de ajudar na autoestima dessas mulheres. É muito triste olhar-se no espelho e ver-se mutilada por causa do câncer de mama. O sutiã é um alento”, explica Marques. “Minha avó Luzia teve que fazer uma mastectomia e foi uma fase muito difícil. E quando ficamos sabendo do Projeto Social Amigas do Peito, pesquisei na internet e entrei em contato com a Ouseuse para saber como adquirir o sutiã. Minha avó ficou muito contente, pois agora ela se sente mais confortável sem a preocupação com a prótese”, comenta Cristiane Sena, de Camanducaia (MG). Júlia Rosa Bosignoli, de São Paulo, capital, é uma das mulheres contempladas pelo Projeto. “Esse sutiã especial me ajudou muito na autoestima, pois a peça é linda, confortável e de qualidade. E com esse sutiã não me sinto diferente das outras mulheres.” Em 2013, a Ouseuse doou mais de 150 peças para várias partes do País. Mulheres de Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e de Pernambuco receberam o sutiã especial. “A ideia é ajudar o máximo possível de mulheres”, enfatiza Marques. O Projeto Social Amigas do Peito está apto a ajudar a qualquer mulher carente, de qualquer parte do País. Mas, para aquelas que puderem bancar o sutiã, a Ouseuse também comercializa a peça. Para saber como adquiri-lo, no site www.ouseuse.com.br/amigasdopeito tem todas as informações.


Hospital do Câncer de Barretos

recebe sutiãs especiais

Referência no tratamento de câncer no País, o Hospital do Câncer de Barretos recebe pessoas de todas as partes do Brasil. Desde a sua fundação, em 1967, o Hospital atende com procedimentos 100% pagos pelo SUS. Para cobrir todas as despesas da entidade, as doações são sempre bem-vindas. Com a ajuda financeira de pessoas físicas e jurídicas, inclusive de muitos famosos, o HCB consegue atender milhares de pessoas todos os

anos. A Ouseuse Lingerie esteve no dia 18 de setembro no Hospital do Câncer de Barretos para fazer a doação de sutiãs especiais para mulheres mastectomizadas. Rosana Marques, proprietária da marca, fez a entrega pessoalmente a três mulheres atendidas pelo HCB e mais 50 sutiãs foram entregues à Débora Sabrina Freire, do Departamento de Captação de Recursos do Hospital. Mas a doação não para por aí: em um documento, assinado

pela empresária e entregue ao HCB, a Ouseuse se compromete a doar sutiãs de acordo com as demandas da entidade. “Foi muito positiva a visita ao Hospital. É muito gratificante poder ajudar mulheres que necessitam de um apoio físico e psicológico. Fui muito bem recebida e espero estreitar os laços com o Hospital. E já estou com outras ideias para ajudar essa entidade que tanto bem faz ao Brasil”, comenta Marques.

ouseuse.com.br

47


Editorial: Praia

ref. 3194

48

ouseuse.com.br


Fotos: Gustavo Roscoe Dank Fotografia Modelo: Giovana Furletti Beauty: Lesley Di Prado Styling: Cristiana Caram

Praia

“É verão. Bom sinal. Já é tempo de abrir o coração e sonhar”. Nada como essa música do Roupa Nova para nos encher de expectativas para a estação mais quente do ano. Alegria, sol, mar, água de coco. Quer mais? Claro que sim: um belo biquíni da Ouseuse para deixar mais completa a estação mais amada pelos brasileiros.

ouseuse.com.br

49


ref. 3195

50

ouseuse.com.br


ref. 2777 ouseuse.com.br

51


ref. 2994 52

ouseuse.com.br


ref. 2976

ref. 3313

ref. 2576

ref. 2576

ref. 3282

ref. 2577

ref. 3194

ref. 2854

Praia ref. 2977

ref. 3284

ref. 3193

ref. 3283

ouseuse.com.br

53


ref. 2400

ref. 2400

ref. 2979

ref. 2979

ref. 3198

ref. 2777

ref. 2855

ref. 2924

ref. 2856

ref. 2994

ref. 2924

Praia

ref. 2783 54

ouseuse.com.br


Cientistas alertam:

leitura faz bem à saúde

O título não é um trocadilho humorístico. É sério: a leitura é um hábito salutar tanto para o conhecimento pessoal quanto para a saúde física, mental e emocional. A leitura traz enormes benefícios, principalmente quando a pessoa começa a ler desde criança, pois melhora o fluxo de aprendizagem, enriquece o vocabulário escrito e oral, desperta a criatividade, além de aumentar o conhecimento e a interpretação. Ler é, portanto, benéfico para qualquer idade e, sabe-se hoje que também ajuda na saúde física das pessoas, pois auxilia na atividade cerebral com o relaxamento mental e estímulo da memória. Quando o assunto é manter o cérebro saudável, os cientistas são unânimes: a leitura é imbatível. “Nenhuma outra atividade mobiliza tantas variações da memória quanto a leitura de livros, jornais e revistas. Mas não basta simplesmente ler. É preciso refletir sobre o que está sendo lido”, enfatiza o neurologista João Roberto Azevedo. Muitas pessoas podem torcer o nariz para essa atividade. O hábito de leitura não é como escovar os dentes, por exemplo, que é possível verificar com certa rapidez os efeitos de uma

não escovação diária. No caso da leitura, a pessoa pode passar uma vida inteira sem perceber o quanto esse hábito faz falta à sua vida como um todo. Conhecimento é sempre benéfico, seja qual for a atividade da pessoa. Quer um exemplo da falta de leitura? É só dar uma “voltinha” na rede social Facebook para descobrir o quanto as pessoas escrevem mal. E elas cometem erros básicos, nada de palavras difíceis ou frases mirabolantes. Mas o que fazer para começar a gostar de ler? Não forçar a barra é o primeiro passo. Nada de leituras complicadas e escritores excêntricos. Pare e pense sobre o tipo de leitura que mais lhe agrada. Sempre há algo que desperta nosso interesse. Não adianta, por exemplo, começar a ler “Ulisses” (James Joyce) por ser um clássico da literatura, pois é uma obra super difícil. Aí, o resultado pode ser o inverso do esperado. Não interessa se o livro é um clássico ou não. Para descobrir se um escritor vale a pena ser lido, é preciso que se tenha um bom nível de experiência com a leitura. Isso, a gente só descobre com o tempo. Ao adquirir o hábito de leitura, automaticamente se aprende a discernir a boa literatura. ouseuse.com.br

55


Duas dicas para quem gostou desse artigo e está disposto a se tornar leitor. Vá a uma livraria ou a uma biblioteca pública. Comece a olhar os títulos das obras disponíveis e, o mais importante, o assunto do livro. Existem romances, romances históricos, dramas, biografias, policiais, ficção científica e fantástica, poesia, contos, crônicas, suspense, terror, infanto-juvenil e muitos outros. A internet possui vários e-commerces de livros e os melhores trazem sinopses dos livros. É uma boa maneira de conhecer o conteúdo do livro e o seu gênero. É uma forma mais fácil de identificar o que mais lhe agrada e começar, enfim, a adquirir o hábito de leitura. E no mais, inicie a viagem pelo mundo das letras. Comece a conhecer outros países e outras eras. Descubra outros planetas, vidas e histórias. Ao lado há dicas de leituras de vários gêneros. Descubra qual mais lhe interessa e boa leitura.

Título: O Caçador de Pipas Autor: Khaled Hosseini Gênero: Romance Sinopse: História tocante da amizade entre Amir e Hassan, dois meninos que vivem no Afeganistão da década de 1970. Durante um campeonato de pipas, Amir perde a chance de defender Hassan, num episódio que marca a vida dos dois amigos para sempre. Vinte anos mais tarde, quando Amir está estabelecido nos Estados Unidos, após ter abandonado um Afeganistão tomado pelos soviéticos, ele retorna a seu país de origem e é obrigado a acertar as contas com o passado. Um livro emocionante e que conquistou milhões de leitores no mundo todo.

10 dicas para

Título: O Tempo entre Costuras Autor: María Duenãs Gênero: Romance Histórico Sinopse: O cuidado de María Dueñas com as palavras faz o leitor ouvir a respiração da frágil e pobre trabalhadora que um dia se apaixona loucamente, parte de Madri para o romântico Marrocos, meses antes da Guerra Civil Espanhola (1936- 1939), para ter sua inocência perdida pelos caminhos da vida. Até que se transforma uma vez mais para mergulhar, durante a Segunda Guerra Mundial, em um novo mundo, agora repleto de espiões, impostores e fugitivos. Uma leitura apaixonante. 56

ouseuse.com.br

Título: Vale Tudo Autor: Nelson Mota Gênero: Biografia Sinopse: O jornalista e produtor musical Nelson Motta, amigo e fã de Tim, escreveu a biografia do cantor sem censura, sem restrições e sem julgamentos, fiel à memória rebelde, desbocada e transgressora de Tim Maia. Nelson narra com paixão e irreverência a carreira brilhante e a vida turbulenta do cantor. Um bom livro para conhecer os bastidores das batalhas por um lugar ao sol no mundo da música.

Título: O Amor que acende a Lua Autor: Rubem Alves Gênero: Crônicas Sinopse: Um passeio pelo amor, natureza, infância, religião, culinária e outros assuntos de uma forma lúdica, sensível e prazerosa. São 29 crônicas que arrebatam os sentimentos humanos e nos faz sentir a beleza das pequenas coisas. Rubem Alves é um cronista singelo, que parte das coisas mais simples do cotidiano para mostrar a importância da vida. Uma leitura obrigatória para pessoas sensíveis.


Título: Marina Autor: Carlos Ruiz Záfon Gênero: Infanto-Juvenil Sinopse: Na Barcelona dos anos 1980, um solitário aluno de internato, conhece Marina, uma jovem misteriosa que vive num casarão com o pai idoso. Em passeios pela cidade, os dois presenciam uma cena estranha num cemitério e se envolvem na resolução de um mistério que remonta aos anos 1940. Quinze anos mais tarde, ele regressa à cidade para exorcizar seus fantasmas e enfrentar suas lembranças - a macabra aventura que marcou sua juventude, o terror e a loucura que cercaram a história de amor.

Título: Feliz Ano Velho Autor: Marcelo Rubens Paiva Gênero: Memórias O livro é a história do acidente que deixou Marcelo tetraplégico, a poucos dias do Natal de 1979. Jovem paulista de classe média alta, vida boa, muitas namoradas, ele vê sua vida se transformar num pesadelo em questão de segundos. Um mergulho na história de uma era em “sexo, drogas e rock and roll” era o estilo de vida de uma geração.

Título: As Esganadas Autor: Jô Soares Gênero: Policial Em “As esganadas”, o autor explora mais uma vez um tema que lhe é caro: os assassinatos em série. A deliciosa narrativa está nas tentativas aparvalhadas da polícia de encontrar um criminoso que, além de muito esperto e de não despertar suspeita nenhuma, possui uma rara característica física que dificulta a utilização dos novos “métodos científicos” da polícia carioca. Um livro engraçado e gostoso.

começar a aventura Título: O Menino do Pijama Listrado Autor: John Boyne Gênero: Drama Sinopse: Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz ideia de que seu país está em guerra e muito menos de que sua família está envolvida no conflito. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e, para além dela, centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com um frio na barriga. Em uma de suas andanças Bruno conhece Samuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. “O Menino do Pijama Listrado” é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável. Um livro surpreendente, apesar de muito triste. Mas vale a pena ser lido.

Título: A Culpa é das Estrelas Autor: John Green Gênero: Infanto-Juvenil Sinopse: Sucesso mundial, o livro conta a história de dois adolescentes com câncer e a paixão avassaladora entre os dois. Pungente, corajoso e irreverente, a obra de John Green tornou-se um daqueles best-sellers capaz de conquistar admiradores de todas as idades. A obra contém palavras emocionantes sobre as alegrias e as tragédias da vida e do amor. Apesar de triste, vale a pena ser lido pela bela mensagem e por despertar o interesse do leitor do começo ao fim.

Título: Agosto Autor: Rubem Fonseca Gênero: Suspense Sinopse: Realidade e ficção se misturam nessa obra de grande sucesso de Rubem Fonseca. A crise que culminou no suicídio de Getúlio Vargas é o ponto chave da história com várias características marcantes: violência, sexo, um policial incorruptível. A ficção fica por conta do protagonista, o Comissário Mattos, suas namoradas e o crime contra o milionário Paulo Gomes de Aguiar. Os fatos reais são o atentado a Lacerda e a crise que levou à morte de Getúlio. A história não é apenas pano de fundo, pois figuras históricas são protagonistas do livro e ganham voz e ação dentro da narrativa. Uma ótima opção para quem gosta de história e de um bom suspense. ouseuse.com.br

57


Moda

A moda imita a arte:

tendências verão 2015 Mulher vaidosa está sempre atenta à moda. O ecletismo é uma característica da moda verão 2015 e estilos variados tomam conta das araras lojas de roupas. É só escolher o estilo que mais combina com você e curtir o verão com muito alto astral e bom gosto. E claro, a Ouseuse tem um modelo que combina com cada uma das tendências do verão 2015. Dizem que a moda imita arte. Resolvemos mostrar que essa premissa é verdadeira. Assim, aprendemos um pouco mais sobre alguns pintores famosos e os estilos da arte da quais a moda se inspira.

Tecidos Fluídos / Impressionismo Para enfrentar o verão tropical nada como vestidos e blusas com tecidos leves e transparentes. Os cortes amplos completam os looks. Edgar Degas é célebre em retratar bailarinas, mostrando nuances do movimento e os tecidos etéreos de suas vestimentas.

ref. 2639

Edgar Degas 58

ouseuse.com.br

Lady Like / Pop Art

Estilo Esporte Chic / Abstrato

As adeptas do romantismo e das peças delicadas vão se apaixonar pelo estilo Lady Like. As peças são inspiradas nos anos 50: saias midi, rodadas e com cintura marcada, cores suaves e florais delicados. O Pop Art nasceu com Andy Warhol, em meados dos anos 50, e Marilyn Monroe um ícone desse período.

Para as mulheres que gostam de um visual mais despojado, nada como o estilo Esporte Chic. Com um pé nos anos 90, a tendência é marcada por shorts, elásticos, tecidos tecnológicos, roupas de telinha e tênis. Kandisky, com suas formas e coloridos, é um forte representante do estilo abstrato.

ref. 619

ref. 2558

Andy Warhol

Wassili Kandisky

Cores Suaves / Impressionismo

Amarelo e Laranja / Pós-Impressionismo

As cores energéticas estão com tudo, mas para aquelas que preferem os tons mais suaves, a paleta Candy Colors traz cores doces e delicadas. Na arte, o impressionismo é a grande expressão das cores suaves. As principais características desse estilo são a natureza como tema, valorização da luz natural, decomposição das cores, sensação de movimentos, efeitos de sombras coloridas e luminosas. Claude Monet foi o grande artista desse movimento.

Amarelo e laranja são cores quentes e a cara do verão brasileiro. Van Gogh é o grande expoente do pós-impressionismo que acentuava a pintura com valores específicos – a cor e a bidimensionalidade. Com origem no impressionismo, porém vai contra ele devido à sua superficialidade ilusionista da realidade.

ref. 2971

ref. 2973 Claude Monet

Van Gogh


ouseuse.com.br

59


60

ouseuse.com.br

Ouseuse magazine  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you