Page 1

ANO 4 AGOSTO / SETEMBRO 2011 - Nº 15

Subsídio Religioso • Jornal O TRANSCENDENTE • Serv. Missão Jovem, 1079 • Florianópolis • SC • 88020-001 • Fone: (48) 3222.9572

N

a China, entre 221 e 227 a.C., no reinado do imperador Qin Shi Huangdi – Dinastia Qin, este mandou reproduzir seu exército em terracota, em tamanho natural, denominados: Os Guerreiros de Xi’an. A cidade de Xi’an, situada há 1.200 km de Pequim, tem uma história de 3.100 anos. Na história, houve 13 dinastias que construíram sua capital em Xi’an. No total, as Dinastias governaram a China por 1.140 anos.

O

objetivo da construção do impressionante Exército de Terracota (argila cozida), foi o de guardar o túmulo do Imperador Qin Shi Huangdi. Tal tropa que acompanharia o Imperador após sua morte começou a ser produzida em 246 a.C., quando a empreitada ainda não havia sido concluída. Qin morreu aos 36 anos.

Descobrimento histórico

Cerca de sete mil homens, cada qual esculpido com feições distintas - de acordo com suas características físicas, ficaram enterrados durante mais de dois mil anos, até serem descobertos, em 1974, por camponeses que escavavam um poço de água. Eles foram encontrados enfileirados numa espécie de trincheira de 60m por 230m, a quatro metros de profundidade. Conta-se que tais imagens salvaram a vida de milhares de guerreiros que, anteriormente, eram enterradas junto com o Imperador. Tais esculturas fascinam os olhares pela fidelidade de sua reprodução. Os soldados da cavalaria se apresentam com seus uniformes, cavalos de carros de combates, armamentos em bronze, cavalariço de joelhos, oficial de média patente com armadura, arqueiro, guerreiro em traje de infantaria e geral. Os trajes são compostos por pesadas couraças, capas ou longas túnicas cobertas com placas quadrangulares, perneiras e sapatos de bicos quadrados.

Um sonho com um só objetivo Toda esta obra composta ainda por cem carros de combate esculpidos em madeira que, sem dúvida compõem um conjunto arqueológico sem igual da história imperial da China foi construída como mausoléu para o Imperador Qing Shi. Os oficiais são distinguidos dos soldados comuns por seus chapéus. Os soldados parecem marchar em combate ou estar em atividades de treinamento. A produção de enterramento dos exércitos que protegem o túmulo do primeiro imperador que unificou a China, demandou uma complexa organização de mão de obra envolvendo um grande número de artesãos e trabalhadores em oficinas. Estima-se que houve uma mobilização de 700 mil homens, vindos de diferentes partes do império, para a realização dos trabalhos que levaram 38 anos. Em 1987, a UNESCO conferiu ao mausoléu o título de Patrimônio da Humanidade.

PAG E1.indd 1

Professor, professora, Como podemos perceber, nesta matéria, a China é riquíssima em história, arte, religião e outras tantas ciências. É preciso, portanto, que levemos nossos alunos a saírem do senso comum e deixarem de olhar somente às coisas à sua volta – que são importantes, sim, mas devem ser associadas à uma visão mais ampla e global. Precisamos levá-los a conhecere as maravilhas do mundo moderno, mas, também, as maravilhas do mundo desde o início da sua história e o mundo que ainda iremos construir.

Precisamos Transcender... Além de todos os componentes fascinantes que compõem este fato histórico, o que vale ressaltar é a eterna busca do homem, em qualquer tempo e de qualquer nação, pelo diferente e pela superação. O incrível Exército de Terracota – Exército de Xi’an, foi idealizado por mentes humanas e construídas pelas mãos dos homens em tempos em que a tecnologia científica, como temos hoje, ainda não existia e sim o empirismo e a vontade de transformar o ideal em realidade. Nossos educandos devem aprimorar seu gosto pelas pesquisas, pelo descobrimento e pelo inovador e, não dá para negar que, para que isto aconteça, grande parte da responsabilidade cabe ao professor (a).

Professor(a), lembre-se todo dia, a qualquer aula... Professor(a) que incentiva a investigação será sempre “bendito” pelos seus alunos, pelos pais dos seus alunos, pela escola e, o contrário também sucede, por isto, é bom refletir... como você deseja ser lembrado por seus educandos que um dia serão os profissionais que assumirão a condução da sociedade? Encarte:

31/05/2011 10:49:03


C

“Quem fala e canta corretamente pode ser guia de outros no desenvolvimento da voz”.

(Nitsche)

aros professores, no ensino-aprendizagem o canto tem efeitos muito positivos. “Quem canta é seu próprio instrumento”. Assim, ajudar a criança a desenvolver este talento é, sem dúvidas, uma forma de fazê-la desabrochar para a vida. Na China as crianças são introduzidas muito cedo no mundo das artes. Que tal idealizar em sua escola um festival onde todas as turmas apresentem um canto?

Atividade 1: Crianças da china

Incentivando as crianças: Vamos compor uma letra de música em homenagem aos nossos coleguinhas chineses? Então complete as frases de acordo com os desenhos:

• As crianças chinesas gostam muito de • Quando cantam elas parecem um quando regamos • Ou uma linda • As crianças chinesas também tocam • E gostam muito de comer

a terra em que ela esta plantada

Atividade 2: Caminho de vida O Taoísmo é uma religião chinesa que leva as pessoas a seguirem um Caminho cheio de valores. Em sua religião, também existe um Caminho a seguir. Quais valores você acha que são importantes para colocar no seu Caminho de vida? Escreva no caminho ao lado.

Atividade 3: Bons pensamentos A cultura oriental ensina que os exercícios físicos são muito importantes pois além de fazerem bem para o corpo, também fazem bem para a mente e para o espírito. Veja o desenho. Esta é Mei. Ela está praticando meditação. Enquanto medita ela deixa que bons pensamentos entrem na sua mente e no seu coração. Leia as sugestões abaixo. Quais destes pensamentos você escolheria para habitar seu coração? Marque com um “X” os pensamentos da sua escolha, Após, conte para seus colegas os sentimentos escolhidos.

ças Crian do rezan az pela p

Me briga nina n um m do com enino

a onde Linda fest ão se todos est o divertind

Aniversário com bolo de chocolate

Alunos fa bagunça zendo na sa de aula la

Atividade 4: meio ambiente

PAG E2.indd 1

20/05/2011 10:19:35


Olá, professor, professora, A cultura chinesa é muito presente no Brasil. Se refletirmos bem, muitos são os hábitos e costumes chineses que adotamos em nosso dia a dia como, por exemplo, o hábito de comer comidas chinesas, a compra de produtos “made in China”, a medicina oriental – acupuntura, entre outros. Porém, mesmo assim, ainda conhecemos muito pouco desta rica cultura milenar. Então, que tal construir com seus alunos novos conhecimentos a respeito da China nas aulas de informática?

A tábua da sabedoria, ou quadrado mágico Tangram é um quebra-cabeça originário da China e seu autor é desconhecido. Segundo a lenda, o jogo surgiu quando um monge chinês deixou cair uma porcelana quadrada, que partiu-se em sete pedaços – daí seu nome, que significa “tábua das sete sabedorias”, “quadrado mágico” ou, “tábua das sete sutilezas”. Formado por cinco triângulos de tamanhos diferentes, um paralelogramo e um quadrado, o Tangram é um jogo muito inteligente e divertido. Com suas peças geométricas é possível montar figuras humanas ou de animais. É um divertimento e tanto, vamos conhecer mais e jogar Tangram? O Tangram pode ser feito com vários materiais: cartolina, papel cartão ou emborrachado. Aplique este conhecimento chinês em sua sala de aula e promova momentos de desafio e cooperativismo com sua turma, de modo que todos possam criar, jogar e se divertir à vontade.

Fazendo e aprendendo Pesquise no site de O Transcendente os endereços de outros sites indicados para pesquisa e faça o seu próprio Tangram www.otranscendente.com.br

Brincando de farmácia e aprendendo sobre ervas medicinais

A medicina tradicional chinesa, embora muito antiga, evoluiu no tempo para se adaptar às necessidades do mundo moderno. Hoje, não só na China, mas no mundo todo, essa medicina está presente, e um dos produtos mais usados pelos chineses para curar as pessoas são as ervas medicinais. É certo que também no Brasil se utiliza muitas ervas medicinais para fazer chás. É no estado da Amazônia que se encontra a maior reserva de plantas medicinais do mundo. Na Amazônia, nossos índios são os que mais conhecem e utilizam as ervas medicinais. Vamos conhecer melhor as “ervas que curam” encontradas no Brasil?

Fazendo e aprendendo

A partir das pesquisas na internet, no site www.otranscendente.com.br, elaborem uma exposição destas ervas na sala de aula com degustação especial de chás e saches de ervas para perfumar o ambiente.

Esta estante é da casa de Li Zhong. Ele é taoísta e lê livros importantes da sua religião. Nesta imagem Li Zhong está buscando um ensinamento no livro sagrado dos taoístas, o “Tao Te Ching” ou, “Livro do Caminho e da Virtude”.

Fazendo e aprendendo Escreva, no espaço abaixo, o nome do livro sagrado da sua religião e também uma frase de sabedoria que se encontra nele.

O Altar é o centro sagrado de um Templo. Sobre os Altares são colocados alguns símbolos referentes à religião professada no Templo. No Altar Taoísta, por exemplo, os símbolos variam entre objetos sagrados e oferendas. Leia na página 03 deste encarte e saiba quais elementos são estes.

Fazendo e aprendendo Em seu caderno ou uma folha, desenhe o Altar do seu Templo religioso – sinagoga, igreja, terreiro, e também os símbolos que nele são colocados ou ofertados. Após, converse com seus colegas para saber se há diversidade religiosa em sua turma. Com certeza será um aprendizado muito legal!

PAG E3.indd 1

20/05/2011 10:21:17


Pois é, caros adolescentes e jovens, por que não “um jovem sábio?” Não é preciso envelhecer para alcançar a sabedoria. Cá entre nós, tem muito jovem perdendo sua vida prá violência: drogas, homicídios, trânsito e suicídio. Segundo o Mapa da Violência 2011 no Brasil (vide referência site OT), a juventude na faixa de 15 a 24 anos é a maior vítima e a maior causadora da violência. Diante disso, por meio de um olhar mais ampliado sobre as coisas à sua volta, sobre a natureza e sobre a sabedoria dos povos, que tal exercitar a sabedoria, ainda na juventude? As religiões podem contribuir muito para a sabedoria dos jovens. No Taoísmo, por exemplo, toda a natureza é contemplada e vários símbolos conclamam os jovens à reflexão e a vivência da paz. Vamos conhecer?

Sabedorias

O

Tao ensina que é preciso ir além das aparências para entender as coisas, pois as coisas realmente importantes são aquelas que parecem sem significado, como: (observe os desenhos) Na roda o mais importante é o buraco central que permite ao eixo girar a estrutura. Na parede o que mais importa não é, necessariamente a porta, mas a abertura que permite a pessoa passar por ela. No cálice o mais importante é o seu vazio interno que serve para receber o conteúdo. Que sabedoria, heim? Você já havia pensado assim?

Vamos adiante! A arte chinesa também é permeada por sabedoria. Por meio dela os artistas revelam riquíssimos pensamentos, sentimentos e lições de vida. Vejamos: A paisagem, assim como o pinheiro – árvore solitária em meio às pedras, são desenhos tradicionais da China. Também uma paisagem irregular com montanhas em vários tons – simbolizando o fluxo de yin e yang... o vai e vem da vida.

Atividade: Exercitando a

sabedoria. Converse com seus colegas sobre a interpretação destes desenhos e juntos, pensem e desenhem outras imagens que servem de comparativo e de reflexão para a vida.

V

TÁBUA DOS ANTEPASSADOS

ocê já ouviu falar em “tábua dos antepassados”? É possível que não, pois tal objeto não faz parte da cultura brasileira e sim da chinesa. Nela estão inscritos, em ideogramas chineses, os nomes dos familiares já falecidos. A tábua dos antepassados representa um carinho especial com os antepassados Ela é objeto de veneração para os chineses e faz parte do ornamento da casa - no oratório. Na cultura ocidental há algo parecido com a tábua dos antepassados dos chineses. Você já ouviu falar em lápide ou epitáfio? São tábuas de pedra colocadas em túmulos com mensagens ou frases religiosas, em homenagem à pessoa falecida. De certo modo, as frases inscritas nessas pedras também revelam um pouco da essência do ente querido.

Atividade: Agindo com

sabedoria. Na verdade não precisamos esperar pela morte para contemplarmos bonitas mensagens de vida ou frases de sabedoria e religiosas. Isto é agir com sabedoria! Então, quais frases você escolhe como mensagem para você mesmo enquanto está cheio de vida? Escreva cartões especiais com estas frases e coloque em seus livros, cole em seu quarto, fixe-as no mural da sua escola ou envie-as para seus amigos e familiares Exemplo: “Tenho muitos amigos, sou uma pessoa feliz!”; “Quem ama o seu próximo, ama a Deus”; “Dentro de mim existe uma luz que me faz brilhar!” “você é muito importante em minha vida.”

SONS QUE ANUNCIAM E CHAMAM...

A

s religiões orientais utilizam sinos para anunciar a leitura de textos sagrados. É uma forma de chamar a atenção para um momento muito importante. Do mesmo modo, outras religiões também utilizam sinos, sinetas e cantos para anunciar a proclamação da Palavra de Deus. Nas religiões de origem africana, os tambores são tocados para comunicar algo especial. É inconcebível para o povo africano, deixar os atabaques de fora de um culto por serem um instrumento natural da cultura africana e, consequentemente, do afro-descendente brasileiro.

Atividade: Atitude de sabedoria.

Pesquise em outras religiões e também na vida cultural do nosso país – celebrações, festas, desfiles - em quais momentos são emitidos sons que anunciam e chamam para momentos importantes.

PAG E4.indd 1

21/05/2011 14:29:49

O Transcendente - Encarte Pedagógico 15  

Edição Agosto/Setembro 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you