Page 1

Canoas, de 13 a 19 de janeiro de 2017. Edição 2739. R$ 1,50

15 DE JANEIRO Instalação Política do Município completa 77 anos PÁG. 6

LONGA ESPERA

Paciente sofre com falta de cirurgia de vesícula PÁG. 4

Prefeito nomeia o próprio filho como secretário de Comunicação PÁG. 11

Prefeitura diz que não tem dinheiro para Carnaval 2017

PÁG. 5

Longa-metragem produzido por alunos da Ulbra estreia em mostra na Capital PÁG. 12


2 I O TIMONEIRO I OPINIÃO I CANOAS, 13 A 19 DE JANEIRO DE 2017

77 anos depois No próximo domingo Canoas completará 77 anos de instalação política. Embora a cidade tivesse se emancipado meses antes, foi só em 15 de janeiro de 1940 que começou o primeiro governo municipal e que políticas públicas começaram a ser implantadas. Agora, quase oito décadas depois, os canoenses vêem avanços, mas ainda esperam que muitas destas políticas sejam aprimoradas. Somos uma cidade instalada há tantas décadas e nem todas as nossas crianças têm vaCanoas gas na Educação está sim de Infantil. Nossos ainparabéns por tudo professores da não recebem a valorização que já conquistou toda que merecem. Na Saúde, as pessoas neste período ainda precisam esdesde a sua perar meses, ou até mesmo anos, instalação para cirurgias de problemas que, com o tempo, podem abalar seus corpos de formas irreparáveis. Canoas está sim de parabéns por tudo que já conquistou neste período desde a sua instalação, mas deve ser parabenizada também pela força de sua gente, que não desiste da sua terra e que será a grande responsável pelas conquistas que este município ainda terá.

Os pobres autoritários

Mudanças no Estado: Executivo/Legislativo - III

Autocrítica é indispensável, especialmente em governos que se anunciam como realizadores do bem, construtores da felicidade do povo. Governos representativos de ideologias sedutoras, que só excepcionalmente são praticadas, no afã de “protegerem” o povo, acabam como opressores, dizem-se democratas, mas impõem suas ideias e sua vontade à força: espancamento, prisão e morte eram comuns. Hoje, as formas de opressão estão mascaradas sob todo tipo de fingimento. Temos, também, a corrupção do fisiologismo no apoio trocado por cargos. Mas, o pior de tudo é o furto de dinheiro público, que falta para a solução de problemas do interesse, inclusive, de crianças. O povoe adulto, não precisa de protetores, de pais, como gostam de ser chamados os ditadores. O povo precisa é de governos que o respeite, garantindo-lhes segurança, trabalho, educação, cultura e outros direitos, a fim de que possa desenvolver suas virtudes sufocadas. Quem se apresenta como seu protetor, na verdade, busca proteção e glória para si mesmo.

Em nome de uma governabilidade dos atores políticos mais elementares respeitos à Constituição Cidadã, de 1988, bem como as Leis Federais 8080 e 8142/90, regrando através de CMS – Conselhos Municipais de Saúde; CES – Conselhos estaduais de Saúde e CNS – Conselho Nacional de Saúde, todos compostos de 50% usuários, 25% de trabalhadores em saúde e 25% de gestores/prestadores, todos propositivos, deliberativos e fiscalizadores do Sistema SUS. Direitos da cidadania e dever do Estado, nos três níveis de governos na saúde publicam. Tivemos ainda a Emenda Complementar 29, por 11 anos para ser aprovada no Congresso, finalmente a Lei complementar 141, regrando: 10% Federal, 12% estados e 15% aos municípios complementados no PAB – Piso Assistencial Básico Fixo em consonância a população municipal bem como o variável o qual, por proposta devidamente aprovada no CMS – do município possam ter cobertura dos estados e Federal, para as verbas respectivas. No caso das entidades filantrópicas devidamente comprovadas, podem complementar o serviço público na saúde com direito de ficar isentas da parte do pagamento a previdência do lado patronal, ou seja, por várias vezes argumentei nas discussões do Conselho Deliberativo da ABC, as acusações dos prejuízos do SUS, quando as pessoas não levam em conta as vantagens do não pagamento é dinheiro que não sai. As mesmas vantagens que agora são atropeladas pelo governo do Estado RS, o Executivo atropelando o Legislativo na exigência sem comprovação por falhas não identificadas e adiantadas no decorrer dos tempos.

Bagagem “Algumas escolas não deram aula, dia 4, porque seus professores acabarão perdendo o apoio das famílias dos alunos que, embora reconhecendo a injustiça da baixa remuneração, estão perdendo a paciência”. (O Timoneiro, 7 de maio 1999). Humor Macaco que gosta de rir dos rabos dos outros, quando senta de mau jeito, lembra que também tem rabo.

Espaço Aberto Esta seção está aberta a todos os canoenses, a todos que queiram falar sobre nossa cidade. São duas páginas reservadas para a opinião por edição. Para participar, envie seu texto por correspondência eletrônica para o endereço otimoneiro@otimoneiro. com.br, ou diretamente na redação do jornal, na rua Victor Barreto, 3056, sala 314, no Centro. A preferência é para os textos que tenham referência à cidade e que tenham, em média, 25 linhas.

Ah férias... Sabrina Borges Portela* Desde 1966 relatando a história de Canoas Editado por: CEDRO - Editora e Empresa de Comunicação Ltda. CNPJ 02.347.932/0001-30

Diretor: Feres Jorge Uequed Editor: Émerson Vasconcelos (MTB/RS 15.402) Colaborador: Esteban Duarte Diagramação: Sinara Dutra Circulação: Celço Andreotti Redação: Av. Victor Barreto, 3056/3º andar Sala 314 - Centro - Canoas - RS - Cep 92010-000 Circulação Semanal Fechamento comercial: Quintas-feiras, às 14 horas IMPRESSO: Gráfica Grupo CG. Filiado a ADJORI/RS Os textos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não traduzindo obrigatoriamente a opinião do jornal.

Fone/fax: 3032.3022 - 3472.3022 e-mail: otimoneiro@otimoneiro.com.br site: www.otimoneiro.com.br Escritório comErcial Porto alEgrE

AV. CARLOS GOMES, 126/207 - HIGIENÓPOLIS - F.:8415.3142

É poder acordar a hora que quiser. É tomar aquele chimarrão sem pressa. É poder fazer atividade física sem correria. É poder fazer um curso de atualização. É poder atualizar a leitura com aqueles livros que estavam ociosos há tempo. É poder fazer aquela visita para familiares e amigos, colocando as conversas em dia. E poder ficar até mais tarde assistindo as suas séries e filmes favoritos. É poder passear com seus animais de estimação e ver o lindo pôr do sol.

É poder caminhar nos parques sentido o frescor da natureza. É poder ver a imensidão e magnitude do mar. É poder viajar e conhecer novos lugares. Enfim férias é tempo de reflexão, de revigorar as energias para colocarmos em prática todas as metas estabelecidas no início do ano. Vamos aproveitar e boas férias a todos!

*Bióloga e Professora


CANOAS, 13 A 19 DE JANEIRO DE 2017 I POLÍTICA I O TIMONEIRO I 3

MEIO MILHÃO

O inquérito do meio milhão de reais encontrado no comitê da candidata Beth Colombo, coordenada pelo ex-prefeito Jairo Jorge, começou a andar. A matéria estava no Tribunal Federal e em função de Jairo Jorge, que também está no inquérito, agora não exercer mais o cargo, o desembargador devolveu à primeira instância, e assim vai correr normalmente. Entre os ouvidos estão o ex-secretário de Habitação a então candidata Beth Colombo (ex-PT, agora PRB) e o ex-prefeito Jairo Jorge (ex-PT, agora PDT).

PRB

A grande maioria das lideranças da Igreja Universal tem vínculos com o PRB. No caso de Canoas não foi diferente. Talvez 20 a 25% da votação que a candidata Beth Colombo obteve para prefeita foi oriunda do trabalho das lideranças religiosas e seus fieis. Agora Beth Colombo anuncia que pretende se candidatar a deputada estadual, e algumas lideranças dizem que vai desfiliar-se do PRB e buscar filiação no PDT, por indicação de Jairo Jorge, que já abandonou o PT pelo PDT. Disse também que fariam uma dobradinha, Beth estadual e Jairo federal. Quem não gostou desta ideia foram lideranças do PRB que votaram maciçamente em Beth para prefeita.

AEROMÓVEL

O prefeito Busato cancelou a licitação que fora marcada pelo governo anterior para a compra de equipamentos para o aeromóvel. Busato entende o aeromóvel como algo caro, desnecessário e comprometedor das finanças da cidade. Faz parte de um grupo majoritário na cidade, que acredita que a instalação do aeromóvel foi mera pirotecnia do governo Jairo Jorge para sua candidata Beth. E que Canoas não pode suportar o custo de 600 milhões para uma obra secundária e quase inútil. Busato tem outros planos para a locomoção rápida do cidadão em Canoas, entre eles BRT e outros.

PRESÍDIOS EM FÚRIA

JÁ RENDEU

O fato de Jairo Jorge ter abandonado o PT já rendeu o primeiro cargo à sua esposa, Thais Pena, que foi nomeada secretária do Meio Ambiente do município de Alvorada, que é gerida pela coligação PMDB-PDT.

PARECE IMPOSSÍVEL

Mas é verdade. Nos exames da contas da prefeitura, o novo governo encontrou um contrato milionário que Jairo mantinha com a empresa de segurança para si e para a sua vice. Custo mensal do contrato: 187 mil reais. No governo faltava dinheiro para remédios, médicos, pagamento de compromisso com funcionários, mas sobrava mais de 2 milhões de reais para a segurança cinematográfica do prefeito e da vice. Ninguém no RS tem segurança parecida, ou melhor, tinha. Porque o novo governo decidiu cancelar o contrato milionário. Em matéria de jogar dinheiro fora, o governo anterior foi mestre.

INUNDAÇÕES

A equipe da Secretaria de Obras começou um processo de limpeza na canalização que atravessa a 448 e que deveria servir para escoamento em caso de enchente. Foram utilizados equipamentos para retirar a terra que dificultava a passagem das águas. Muita incompetência e falta de atenção fizeram os problemas atingirem níveis insuportáveis. Parece que agora começou o caminho de bom senso e de respeito ao interesse público. Ninguém pode conter a violência das chuvas e inundações, mas pode evitar que elas prejudiquem as populações. E já existem equipamentos e instalações que podem amenizar os problemas, basta cuidado, conhecimento técnico e respeito.

SAÚDE

Canoas precisa tomar uma decisão urgente para corrigir a falta de cirurgias eletivas, que atinge pessoas há mais de 2 anos na espera. Um mutirão para ortopedias faria muito bem à saúde pública. Um mutirão para cirurgia em cataratas e corretivas faria muito bem à saúde pública.

GRACINHA

Todos sabem das dificuldades técnicas e financeiras que atravessa o Nossa Senhora das Graças. Mas agora agravada, pois a direção do hospital decidiu contratar para administração um antigo secretário municipal do governo Jairo Jorge, e fez a nomeação por indicação do senhor Mário Cardoso, excandidato a vice de Beth Colombo. O Gracinha não pode ser depositário de interesses político-eleitorais, nem preparar caminho para as futuras candidaturas de um grupo que saiu da prefeitura.

TITO GUARNIERE

A cobertura da imprensa sobre as chacinas nas cadeias brasileiras é superficial e enganosa. Jornalistas e analistas capricham nos adjetivos, para realçar a indignação e a revolta, mas se perdem nas rotulagens fáceis, passam ao largo das razões profundas e pouco contribuem para o debate e mesmo para a informação honesta. A julgar pela abordagem comum da mídia, as penitenciárias de Manaus e Roraima são da alçada da União. O apego doentio à crença de que a solução dos problemas deve ser buscada, sempre, no governo central em Brasília, escamoteia a realidade: a administração daqueles presídios é dos estados, não da União. Desse modo, uma expressão infeliz do presidente Michel Temer, incidental e secundária, ganha status de assunto relevante, senão principal, passando a impressão de que Temer, ao dizer que a chacina de Manaus foi “um terrível acidente”, é um desalmado, capaz de catalogar a tragédia apenas como um acidente. É patético. Descobrem, agora, horrores da empresa que administra o presídio de Manaus. Deixa-se de lado, de novo, o principal: o presídio estava com mais do que o dobro da capacidade de lotação. E é o Estado que manda para lá os presos além da lotação. Nas cadeias entupidas, seja a gestão pública ou privada, a qualquer pretexto se rompe o frágil equilíbrio, degenerando em rebelião e mortes. Sabe-se também que de um terço até 50% dos detentos, dependendo das fontes, são de prisões provisórias. Se temos 650 mil presos nas cadeias do país, então entre 220 mil e 325 mil aguardam sentença. Quantos desses podem ser absolvidos, aguardar em liberdade a sentença ou acertar as suas contas com a Justiça através de uma pena alternativa? É o efeito mais devastador da morosidade da Justiça brasileira. A cada motim, retomam a ideia de um mutirão da Justiça para esvaziar as cadeias. Mas logo, logo, a promessa é esquecida, sucumbe à rotina, até a próxima tragédia. Na crise atual do sistema, nenhuma outra providência daria resultados tão imediatos. Pode ser para fevereiro ou março, quando suas excelências – juízes, Ministério Público, defensorias - voltarem das férias. Por falar nisso, onde está o Ministério Público? Nestas horas desaparece do radar, abre mão do comum protagonismo. A mídia, os apresentadores da tevê, só querem saber do MP na Operação Lava Jato. Na crise penitenciária, os senhores procuradores e promotores não têm nenhum papel a cumprir? Na cobertura das chacinas, a grande imprensa ama o fácil, o cômodo, o clichê. Manda toda a conta para Brasília, o governo central, o presidente, o ministro da Justiça, e livra a cara do Judiciário, do Ministério Público, das defensorias públicas. Um debate para valer: atribuir às forças armadas um conjunto de tarefas e missões na guerra contra o tráfico e os sindicatos do crime. O Exército, a Marinha e a Aeronáutica custam dinheiro demais ao país no “treinamento” para uma guerra sabe-se lá contra quem, que não está no horizonte, ignorando a guerra que corre solta, decepando cabeças, no limiar do descontrole, e cujas batalhas sangrentas se travam no interior encardido das prisões brasileiras. *titoguarniere@terra.com.br


4 I O TIMONEIRO I SAÚDE I CANOAS, 13 A 19 DE JANEIRO DE 2017

SAÚDE

Seis meses de espera por uma cirurgia de vesícula pelo SUS Canoense enfrenta longa fila para obter procedimento cirúrgico de retirada de pedras

Há três meses a vida de Gisele Duarte mudou drasticamente. Uma série de crises, desencadeadas por uma obstrução no canal da vesícula, fez com que ela procurase atendimento na rede de saúde de Canoas. Até agora o problema não foi resolvido. A primeira tentativa de Gisele em busca de atendimento foi na UPA Rio Branco. No local, foi diagnosticada gastrite, e foram prescritos apenas remédios para dor. Segundo Gisele, após duas semanas, ela não aguentava mais as dores e buscou atendimento novamente, mas dessa vez em uma instituição particular. Lá, foi diagnosticado que ela tem pedras na vesícula e início de pancreatite. Em 1° de dezembro de 2016,

Gisele encaminhou pedido de cirurgia para retirada das pedras da vesícula e foi informada que a lista de espera demoraria aproximadamente 2 anos. Já em 23 de dezembro, após ter uma forte crise, ela foi até o HPSC, onde ficou internada. A paciente foi transferida ao HU já com pancreatite aguda. No local, prometeram acelerar o tempo de espera devido à gravidade constatada no caso. Gisele conta que ficou na Ulbra até 26 de dezembro, quando recebeu alta clínica, "afirmaram que eu não tinha mais pancreatite e que podia voltar pra casa. Disseram que na próxima crise devia ir de volta ao HPSC", afirma. Dia 30, outra crise. Dessa vez,

Gisele foi até o Hospital Conceição, em Porto Alegre. Lá, realizou exame que mostrou nível baixo de pancreatite e foi mandada de volta para casa. Dia 31, passou mal novamente e foi até a Santa Casa. Também não conseguiu atendimento e voltou para Canoas, no HPSC. "Me disseram que eu não sairia dali até realizar a cirurgia" conta. Após realizar novos exames, no dia 6 de janeiro, o corpo clínico do HPSC informou que não foi constatada nenhuma obstrução no canal da vesícula e, segundo Gisele, sem realizar novos exames de sangue que poderiam constatar a continuidade da pancreatite, foi liberada. Dia 10 de janeiro, Gisele foi até

3ª Procuradoria Regional trabalha na cobrança da dívida ativa do Estado A 3ª Procuradoria Regional, com sede em Canoas, trabalha na cobrança da dívida ativa do Estado, aumentando progressivamente a arrecadação. Em 2014, a 3ª PR arrecadou R$ 12.233.438,78; em 2015, o montante subiu para R$ 59.206.259,03; e, em 2016, a soma atingiu R$ 144.767.668,28. De acordo com o Coordenador da 3ª Procuradoria Regional, Procurador do Estado Maximiliano Kucera Neto, os resultados são fruto de trabalho em equipe e da capacitação constante dos Procuradores do Estado e dos Servidores lotados na Regional. "Foram identificados os maiores devedores

do Estado e analisados os perfis de cada um, ação feita em parceria com a Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul", conta Maximiliano. A partir dessas informações, a Procuradoria Regional de Canoas traçou uma estratégia de cobrança, com o objetivo de reduzir a dívida ativa do Estado. Conforme o Procurador do Estado, "as demandas de menor valor são estudadas pelos Analistas Jurídicos e as peças chegam minutadas aos Procuradores do Estado, o que racionaliza o trabalho na 3ª Procuradoria Regional e proporciona uma atenção maior aos processos que envolvem valores mais altos".

o HU, levou todos os exames realizados até o momento para tentar novamente a marcação da cirurgia. "No mínimo 6 meses de espera na fila para uma cirurgia", relata. Gisele conta que desde o início das complicações faz dieta rigorosa, e mesmo assim continua tendo crises: "Não consigo trabalhar, não consigo fazer nada. O que vai ser da minha vida?"

O que diz a prefeitura

Em nota, a Secretária de Saúde, Rosa Maria Groenwald, se pronunciou sobre o caso: "Recebemos a gestão municipal com uma demanda reprimida de 8,5 mil cirurgias

especializadas, 47 mil consultas e 66 mil exames. Entendemos que a Gisele esteja passando por um momento de espera difícil, mas nós estamos trabalhando arduamente, de todas as formas possíveis, para dar conta de todos os procedimento em compasso de espera. Também estamos organizando a realização de mutirões da saúde para tentar resolver boa parte da demanda por cirurgias simples, como a da Gisele." Questionada sobre prazos, a secretária informa que: "Por enquanto não vamos nos comprometer com prazos. A Secretaria da Saúde está trabalhando para que a cirurgia da Gisele, assim como a de todos os pacientes que estão na fila aguardando, ocorra o mais rápido possível."

Estado repassa R$ 10,7 milhões para Saúde de Canoas A prefeitura de Canoas obteve na terçafeira, 10, a confirmação do governo do Estado da quitação do repasse mensal para a Saúde na ordem de R$ 10,7 milhões, ainda referente ao mês de dezembro de 2016. O anúncio foi feito em reunião na Casa Civil do Governo do Estado, com a participação do prefeito Luiz Carlos Busato, a secretária municipal de Saúde, Rosa Groenwald, o chefe da Casa Civil, Marcio Biolchi e o secretário Estadual da Saúde, João Gabbardo. No encontro, o prefeito e a secretária apresentaram um diagnóstico da Saúde no município e as primeiras ações que estão sendo tomadas. "O município investiu 36% do orçamento na Saúde, porém tem uma demanda enorme de cirurgias especializadas, consultas e exames. É preciso atuar com força na melhor gestão deste recurso", disse o prefeito Luiz Carlos Busato, durante o encontro. Já a secretária municipal de Saúde, Rosa

CHUVAS

LUIZ CARLOS CHUVAS

ADVOGADOS ASSOCIADOS

OAB/RS 6.978 chuvas@terra.com.br

OAB/RS 1.828

AÇÕES: - Cíveis - Trabalhistas - Acidentes de trabalho

DANIÈLLE CAETANO CHUVAS OAB/RS 50.211 dcchuvas@terra.com.br

AVENIDA VICTOR BARRETO Nº 3.506 - FONE: 3472.4689

Groenwald, ponderou a necessidade de ações imediatas nos hospitais Universitário, Nossa Senhora das Graças e Pronto Socorro. "Precisamos enfrentar os problemas tanto de gestão como nos equipamentos", explicou.


CANOAS, 13 A 19A DE JANEIRO DE 2015 2017 II GERAL GERAL II O O TIMONEIRO TIMONEIRO II 55 CANOAS, 26 DE JUNHO 2 DE JULHO DE CANOAS, 26 DE JUNHO A 2 DE JULHO DE 2015 I GERAL I O TIMONEIRO I 5

CORTE DE GASTOS

Prefeitura não disponibiliza dinheiro para Carnaval Secretário de Cultura, Mauri Grando, anunciou mudanças nas prioridades da pasta divulgação internet

O secretário de Cultura de presentantes das Escolas de Samba Canoas, Mauri Grando, em con- da cidade ainda nesta quarta-feira, versa com O Timoneiro, na última 11. quarta-feira, 11, informa que a PreGrando reafirma a importância feitura não realizará o Carnaval de da cultura e deixa claro que não Canoas em 2017. Segundo Mauri, está tratando o Carnaval com dea atual situação financeira do mu- mérito. O secretário se compromenicípio contribuiu para a decisão. teu a prestar apoio institucional às CANOAS, 26 DE JUNHO A 2 DE JULHO DE 2015 I GERAL I O TIMONEIRO I 5 "Neste formato competitivo, muambas ou outras manifestações com desfiles e premiações, não realizadas na cidade. haverá Carnaval em Canoas. A única possibilidade é com uma ação da iniciativa privada", afirma Documentário O secretário ainda anunciou o secretário. Ele ainda destaca que esta não é uma definição apenas de a realização de um documentário Durante o programa “TimeCanoas, sendo que outras cidades que contará a história do Carnaval line” da orádio Gaúcha, na terçade Canoas. A produção será feita Durante programa “Timetambém adotaram a medida. feira, 23, oGaúcha, prefeito na falava sobre pela equipe da Secretaria de Coline” da rádio terçaSegundo Mauri Grando, serão as23, declarações do ex-presidente municação da prefeitura. Segundo feira, o prefeito falava sobre economizados mais de R$ 500 mil e companheiro partidário Luiz as declarações do ex-presidente com relação aos gastos do ano pas- Mauri, a iniciativa não ira gerar Inácio Lula da Silva, queLuiz criticou e companheiro partidário sado, "é um dinheiro que poderia gastos ao município. o próprio “o criticou PT perdeu Inácio Lula dapartido. Silva, que ser redirecionado para vagas em um pouco da utopia... a gente o próprio partido. “o PTHoje perdeu creches ou para outras prioridades" Descentralização só pensa em cargos”. um pouco da utopia... Hoje aDurante gente a avalia o secretário. entrevista, Jairo concordou em cargos”. Durante acom programação nos diversos pontos vidas na pasta são em decorrênciasó pensa "Se as escolas conseguirem da Cultura as posições Lula e Jairodefendidas concordoupor com O titular da pasta ainda informa turísticos da cidade, sem concen- de uma gestão mais "austera",entrevista, levantar dinheiro na iniciativa Olívio Dutra (PT). Em defendidas poroutra Lula opore privada, será feito. Não temos que, durante o ano, serão descen- trar recursos em grandes eventos. segundo o secretário. "Teremosas posições tunidade, Olívio criticou levantamento da Federação própria, gasto com pessoal, a 0,4833, porreduzida pouco classificada Dutra (PT). Emtambém outra oporas ações culturais comino as cidades ficam com 34%. verba pública para açõesOlívio nadaOcontra o Carnaval. Estamos tralizadas a organização. “O PT caiu na das Indústrias do Rio de Janeiro vestimentos, liquidez e custo de O índice é classificado por como C. Nos requisitos, atinOlívio também criticouvala Verbas reduzidas objetivo de chegar até os bairros. culturais. em processo detunidade, O levantamento Federação gasto com pessoal, in- as cidades ficam com 34%. a 0,4833, porEstamos pouco classificada abertos a alguma da solução diferenteprópria, comum dos“O partidos”, (Firjan), publicado em 18 redevestimentos, 95segundo prefeituras do Estado quatro letras de A a D. Segundo giuC. 0,5339 eminforma. Receita atinPrópria, a organização. PT caiu disse. na valaJairo Muitas mudanças promoAvida, ideia, Grando, é ter O reestruturação" dasdesta" Indústrias do Rioque dereceberá Janeiro liquidez e custo de índice édas classificado por como Nos requisitos, diz Mauri, afirmou que o aplaudiu. “Eu o junho publicado deste ano, aponta ficaram entre as 500 a classificação, letra A, é quan-giu 0,7877 Pessoal, comum dos partidos”, disse. Jairo (Firjan), em 18 em de suavida, 95 prefeituras domelhores, Estado 13quatro letras de A aa D. Segundo 0,5339 em em Gastos Receitacom Própria, aplaudi, o critiquei”, comenterceira do índice delasentre entreasas500 100melhores, melhor do13país.a classificação, do a cidadea soma 0,8 a 1,00,7877 0,4931 investimentos, 0,0000 afirmou quenão o aplaudiu. “Eu o junho deste edição ano, aponta em de suages-ficaram letra A,deé quanem em Gastos com Pessoal, tou sobre Olívio. Questionado tão fiscal os municípios Gramado é amelhor primeira na listado anocidade IFGF. soma Classifica-se em em Liquidez e 0,74970,0000 em Custo aplaudi, não o critiquei”, comenterceira edição(IFGF) do índice de ges- delas entre as 100 do país. de 0,8 acomo 1,0 B,0,4931 investimentos, sobre qual seria oQuestionado partido mais ségaúchos como as gestões mais regional e a terceira na nacional. quando alcança a média de 0,6 a de Vida. tou sobre Olívio. tão fiscal (IFGF) os municípios Gramado é a primeira na lista no IFGF. Classifica-se como B, em Liquidez e 0,7497 em Custo rioqual do país, não é bem-avaliadas do país. O le-regionalOeBrasil arrecada aproxima-quando 0,8. alcança A letra Ca média classifica a cidade sobre seria titubeou. o partido “Aqui mais ségaúchos como as gestões mais a terceira na nacional. de 0,6 a de Vida.Mesmo que o estado apresenconcurso de miss“Aqui honesta. vantamento apurou informações damente R$ 400 bilhões por ano0,8.que atinge de 0,4 a 0,6 na média Mesmo te desempenho superior à média rio do país, titubeou. nãoTemos é bem-avaliadas do país. O leO Brasil arrecada aproximaA letra C classifica a cidade que o estado apresendificuldade políticaTemos brasileira de 5.243apurou cidadesinformações onde habitamdamente em impostos. Os municípios, D quando a 0,4. te desempenho nacional emsuperior todos os quesitos,concurso de missnahonesta. vantamento R$ 400 bilhões por ano que eatinge de 0,4fora de 0,60,0 na média à média não chegou ao poder 96,5%cidades da população do Brasil,em por sua vez, responsáveise D quando Canoas, no0,0 entanto, em específico emquesitos, liquidez dificuldade e e só quem na política brasileira de 5.243 onde habitam impostos. Ossão municípios, for de a 0,4. vai nonacional em todos os não viveu enfatizou Mnas arcelo Gdo risa baseadas informações repas-porTranquilidade por cerca de 25% acompanhada contrafluxo grandes cidades gasto com pessoal, onde supera da pressa. Primeiro quem nãoa corrupção”, chegou ao poder 96,5% da população Brasil, sua administrar vez, são responsáveis Canoas, no das entanto, vai no emAjuda específico em liquidez e e sócriticando na e Dificuldades dirigentes da sigla na sadas nas por cada cidade àrepassecretariapor do que é arrecadado. gaúchas e ficou comcidades a virtuais posiçãogasto 36,2% epessoal, 30,1%, respectivamente, Ike foi para as corridas viveu a corrupção”, enfatizou baseadas informações administrar cerca deQuando 25% secontrafluxo das grandes com onde supera A equipe da 0km Racing é com-não aplaudiram o ex-tesoureiro preso do Tesouro Nacional em 2013. trata do total de investimento no de 360º no ranking estadual que o município de Canoas zera sua do Game StockCar. O simulador criticando dirigentes da sigla Direção sadas por cada cidade à secretaria do que é arrecadado. Quando se gaúchas e ficou com a posição 36,2% 30,1%, respectivamente, postae principalmente pelos amigos na operação Lava-Jato JoãonaVacAlguns canoenses, por estaLevando em conta cinco in-tratasetor público, oonde governo abrange 497 e 2.309 noo município liquidez e chega aos 0,7877 em com suacidades própria cena de aplaudiram o ex-tesoureiro preso “Étotal um de lugar eu mefederal sintode conta do Tesouro Nacional em 2013. do investimento no 360º no ranking estadual que de Canoas zera sua e parentes Ike. O chefe é o pai, cari Neto, aos 35 anos do partido. rem próximos aos autódromos dicadores, em receita é responsável por aponta 14%,federal enquanto nacional. Atingiu IFGF igual Gastoe com Pessoal. competições online,um nas quais éliquidez bastante tranquilo”, o jovemabrange Levando emseparados conta cinco in- setor público, o governo 497 cidades e 2.309 no chega aos 0,7877 em na operação Lava-Jato João VacSalentino Ramos Filho, conhecido de Tarumã, em Viamão, possível correrum lado a lado comGasto Ike sobre o por cockpit doenquanto Corsa Clas-nacional. dicadores, separados em receitae oé responsável 14%, Atingiu IFGF igual com Pessoal. como Tino. O mecânico e fã decari Neto, aos 35 anos do partido. Velopark, em Nova Santa Rita, sic da 0km Racing, equipe fundada jogadores que vão dos profisvelocidade há mais de 30 anos já aproveitam para fazer da veloci- pela família. “Mais até que em sionais do mundo real a ferozes preparou vários pilotos. Agora, Durante o programa “Timedade um estilo de vida. É o caso outras situações.” praticantes da modalidade virtual. aposta tudo na carreira do filho. line” da rádio Gaúcha, estabelecimentos e a ajudanadaterçaAuto de um dos mais novos pilotos O estilo sereno é de alguém “O simulador me permitiu “Eu sempre procurei ensinar Racing feira, 23, o prefeitomas falava sobre no paddock, a tentativa ingressantes das categorias lo- acostumado ao automobilismo. A aprender e me preparar muito bem para ele a tranquilidade e os valores éas ainda insuficiente. acordo com declarações doDe ex-presidente cais: Pedro Henrique da Silva família lembra inclusive que o pi- usando o equipamento adequado”, para ser respeitado na pista. Ele Tino, o custo para cada uma dasLuiz oito e companheiro partidário Ramos, o Ike Ramos, de apenas loto por pouco não nasceu em uma explica Ike. Mais tarde, em 2015, aprendeu, e os veteranos hoje aju- corridas variadaentre R$que 7 mil e R$ Inácio Lula Silva, criticou 17 anos. Após uma primeira cor- edição das tradicionais 12 Horas de realizou um curso de pilotagem dam, consideram o Ike um igual”, 8omil. “Estamos à procura de mais próprio partido. “o PT perdeu rida de testes em 2015, o ano de Tarumã. Desde bebê ele foi às cor- que, ao seu final, garantiu sua afirma Tino. esforços quedaseutopia... juntemHoje a gente para um pouco a gente 2016 foi marcado por sua estreia ridas profissionais, e já começava a primeira participação em uma O objetivo hoje é fazer o jovem que opensa Ike possa correr. Fazemos issoa só em cargos”. Durante definitiva na Copa 1.4 de Marcas nutrir a vontade de estar nas pistas. corrida, com direito à pole antes piloto correr a temporada inteira de porque acreditamos no potencial entrevista, Jairo concordou com Entretanto, a vontade não veio na largada. 2017. Há patrocínios de diversos dele”, e Pilotos. explica. as posições defendidas por Lula e Olívio Dutra (PT). Em outra oporO levantamento da Federação própria, gasto com pessoal, in- as cidades ficam com 34%. a 0,4833, por pouco classificada tunidade, Olívio também criticou das Indústrias do Rio de Janeiro vestimentos, liquidez e custo de O índice é classificado por como C. Nos requisitos, atin- a organização. “O PT caiu na vala (Firjan), publicado em 18 de vida, 95 prefeituras do Estado quatro letras de A a D. Segundo giu 0,5339 em Receita Própria, comum dos partidos”, disse. Jairo junho deste ano, aponta em sua ficaram entre as 500 melhores, 13 a classificação, a letra A, é quan- 0,7877 em Gastos com Pessoal, afirmou que o aplaudiu. “Eu o terceira edição do índice de ges- delas entre as 100 melhor do país. do a cidade soma de 0,8 a 1,0 0,4931 em investimentos, 0,0000 aplaudi, não o critiquei”, comentão fiscal (IFGF) os municípios Gramado é a primeira na lista no IFGF. Classifica-se como B, em Liquidez e 0,7497 em Custo tou sobre Olívio. Questionado sobre qual seria o partido mais ségaúchos como as gestões mais regional e a terceira na nacional. quando alcança a média de 0,6 a de Vida. bem-avaliadas do país. O leO Brasil arrecada aproxima- 0,8. A letra C classifica a cidade Mesmo que o estado apresen- rio do país, titubeou. “Aqui não é vantamento apurou informações damente R$ 400 bilhões por ano que atinge de 0,4 a 0,6 na média te desempenho superior à média concurso de miss honesta. Temos de 5.243 cidades onde habitam em impostos. Os municípios, e D quando for de 0,0 a 0,4. nacional em todos os quesitos, dificuldade na política brasileira 96,5% da população do Brasil, por sua vez, são responsáveis Canoas, no entanto, vai no em específico em liquidez e e só quem não chegou ao poder baseadas nas informações repas- por administrar cerca de 25% contrafluxo das grandes cidades gasto com pessoal, onde supera não viveu a corrupção”, enfatizou sadas por cada cidade à secretaria do que é arrecadado. Quando se gaúchas e ficou com a posição 36,2% e 30,1%, respectivamente, criticando dirigentes da sigla na do Tesouro Nacional em 2013. trata do total de investimento no de 360º no ranking estadual que o município de Canoas zera sua aplaudiram o ex-tesoureiro preso Levando em conta cinco in- setor público, o governo federal abrange 497 cidades e 2.309 no liquidez e chega aos 0,7877 em na operação Lava-Jato João Vaccari Neto, aos 35 anos do partido. dicadores, separados em receita é responsável por 14%, enquanto nacional. Atingiu um IFGF igual Gasto com Pessoal.

ÍNDICEFIRJAN FIRJAN ÍNDICE

Gestãofiscal fiscalde deCanoas Canoas Gestão entreas aspiores pioresdo doEstado Estado entre

"Só quem "Só nãoquem chegou não chegou ao poder aonão poder viveu a não viveu a corrupção" corrupção"

Dos 497 municípios do Rio Grande do Sul, Canoas assume a posição 360 no ranking Dos 497 municípios do Rio Grande do Sul, Canoas assume a posição 360 no ranking

"Só quem Canoense se destaca nas pistas de automibilismo não chegou ao poder não viveu a corrupção"

ÍNDICE FIRJAN

Gestão fiscal de Canoas entre as piores do Estado Dos 497 municípios do Rio Grande do Sul, Canoas assume a posição 360 no ranking


6 I O TIMONEIRO I GERAL I CANOAS, 13 A 19 DE JANEIRO DE 2017

HISTÓRIA

Instalação política de Canoas completa 77 anos no domingo Primeiro prefeito da cidade tomou posse no dia 15 de janeiro de 1940

Em 27 de junho de 1939, foi decretada a emancipação de Canoas, e no 15° dia do primeiro mês do ano 1940 foi instalada e inaugurada a política da nova cidade, mostrando a consciência social que então já existia no sangue canoense. Neste dia, tomou posse como o primeiro prefeito da cidade, Edgar Braga da Fontoura. Portanto, no próximo domingo, 15, completa 77 anos a instalação política do município. O historiador Antônio Jesus Pfeil recriou o dia da instalação política de Canoas, com ajuda de documentos e depoimentos. Em seu livro "Canoas: anatomia de uma cidade”, ele descreve este dia como festivo e marcante, pois coroou uma luta que vinha ganhando espaço há quase uma década. A cerimônia teve início às 10 horas, em frente ao prédio que abrigava o Cinema Central, na rua Guilherme Shell, quase na esquina com a praça da Bandeira. Canoas, antigamente, pertencia a Gravataí. O livro "História de nossos Prefeitos - volume 1: Edgar Braga da Fontoura” complementa ao nos informar que o tempo estava "ruim”, mas que de qualquer forma, "considerável número de pessoas compareceu ao ato”. Autoridades da época de diversas partes da região estiveram presentes na cerimônia, como os prefeitos de São Leopoldo e de São Sebastião do Caí, párocos e coronéis, o secretário de Obras Públicas do governo do Estado e o professor Thiago Würth, que hoje dá nome a uma importante

escola municipal. O primeiro discurso de Edgar Braga da Fontoura como Prefeito, segundo uma publicação do jornal de Porto Alegre, Folha da Tarde, de 15 de janeiro de 1940, foi marcado por homenagens aos cidadãos que fizeram do sonho de emancipação uma realidade e também por suas promessas de trabalhar para tornar a cidade digna, tendo como prioridades iniciais a instrução pública e as estradas. Neste dia, o prefeito Braga da Fontoura igualmente anunciou

que os serviços de eletricidade e de transportes seriam entregues a empresas particulares.

Antes da cidade

Canoas, que hoje é constituída apenas por zona urbana, segundo critérios do IBGE, teve como pioneiros grandes proprietários de terras. O primeiro deles foi o conquistador Francisco Pinto Bandeira, que recebeu da Coroa portuguesa, em 1740, uma área com três léguas de comprimento

e uma de largura ao longo da margem direita do rio Gravataí. No local, foi instalada a sede da Fazenda do Gravataí - atualmente bairro Estância Velha. Em 1771, com a morte de Francisco, as terras passaram para o filho, Rafael Pinto Bandeira. Com o falecimento destes, sua viúva, Josefa Eulália de Azevedo, a Brigadeira, divide a área entre os filhos. A partir daí, as terras são repartidas, dando origem a um povoado. A área onde hoje está situada a cidade de Canoas começou a ser

Canoas: uma cidade de destaque no Rio Grande do Sul Canoas é sinônimo de economia forte e de povo trabalhador. O município, fundado em 1939, possui o quarto maior Produto Interno Bruto (PIB) gaúcho. Vizinha da capital Porto Alegre, a cidade é sede de grandes empresas nacionais e multinacionais. O crescimento econômico de Canoas deu-se, principalmente,

a partir de 1945, depois do fim da Segunda Guerra Mundial. Além de numerosas indústrias, instalam-se no município a Base Militar da V Zona Aérea e a Refap, impulsionando o desenvolvimento da cidade. Seu desenvolvimento pode ser atribuído, em grande parte, à instalação da Refinaria Alberto

Pasqualini (Refap) e da Base Aérea. Na educação, embora ainda não consiga atender a todas as crianças que necessitam de vagas na Educação Infantil, a cidade tem a segunda maior rede de ensino do Estado. São escolas públicas e particulares, além de uma universidade e dois centros universitários.

povoada em 1871, quando houve a inauguração do primeiro trecho da estrada de ferro que ligaria São Leopoldo a Porto Alegre. Canoas pertencia aos municípios de Gravataí e São Sebastião do Caí. Contam os registros históricos que o major Vicente Ferrer da Silva Freire, então proprietário da Fazenda Gravataí, aproveitou a Viação Férrea para transformar suas terras em uma estação de veraneio. Ponto de referência obrigatório, o local passou a ser designado Capão das Canoas.

Parabenizamos a nossa cidade pelos seus 77 anos de Instalação do Município.

15 DE JANEIRO –15 INSTALAÇÃO DO MUNICÍPIO DE CANOAS DE JANEIRO - INSTALAÇÃO DO MUNICÍPIO DE CANOAS

Feliz aniversário! Feliz

aniversário!

Quem cuida da saúde das pessoas, como nós, sabe dos valores com que trabalham os cuida da saúde das pessoas, nós, sabe dos valores com que canoenses. Essa cidade, Quem construída pelo trabalho de suacom população, merece o reconhecitrabalharam os canoenses. Essa cidade, construída pelo trabalho de sua mento e os elogios, quando aos 77 anos se credencia como um dos maiores municípios do população, merece o reconhecimentos e os elogios, quando aos 76 anos se país. credencia como um dos maiores municípios do país. Estamos felizes por participar juntopor dosparticipar canoenses caminhada. Estamos felizes juntodesta dos canoenses desta caminhada.

Benjamin Constant, 1489 | Bairro São Geraldo | Porto Alegre | RS Fone/Fax: (51) 3388.1742 | 3032.0051 | Cel.: (51) 9973.4275

Canoas/RS 3466.9500

e-mail: clinicasantana@via-rs.net | www.clinicasantana.com.br


www.gamp.org.br

gamp@gamp.org.br


EXECUTIVA MUNICIPAL DE CANOAS

CANOAS

Sindicato dos Comerciรกrios de Canoas Antonio Fellini Presidente


CANOAS, 13 A 19 DE JANEIRO DE 2017 I GERAL I O TIMONEIRO I 9

Adevic fala sobre distribuição de espaços com o Ceia A associação funciona no antigo prédio da escola Rio de Janeiro, no Mathias Na última edição de O Timoneiro, profissionais do Centro de Capacitação, Educação Inclusiva e Acessibilidade de Canoas (Ceia) relataram más condições de trabalho e citaram problemas na divisão de espaços com a Adevic. As duas instituições funcionam no mesmo terreno, na Rua Rio de Janeiro, 360, no bairro Mathias Velho. A Adevic, após a publicação da matéria, procurou a redação para contar o seu lado da história. O presidente da Adevic, José Antonio Guimarães, informa que a construção do novo prédio do Ceia foi realizada através dos Orçamentos Participativos de 2010 e 2011. "A conquista, é importante lembrar, foi da Adevic, pois foi a instituição que se mobilizou para tal". Guimarães afirma que a entidade não divide espaço com o Ceia. "Cada instituição têm seu espaço e nós abrimos mão, no OP, em favor

do Ceia", diz o presidente. José Antonio Guimarães comenta que não consegue entender como o Ceia está perdendo espaço para a Adevic. "O Ceia tem oito salas, mais cozinha, mais dois setores de banheiros em pleno funcionamento e outra sala de atividades. Onde é que estamos tomando o espaço deles?", questiona. Um dos relatos de profissionais do Ceia fez referência aos equipamentos utilizados pela Adevic. O presidente defende que todos os materiais, como ar-condicionado, internet e carro foram conquistados pela entidade através de projetos. "Acho que estão se misturando as coisas. Não dá pra entender o que foi dito", disse Guimarães. "Me parece que isso deixa transparecer uma certa perseguição com uma ONG que presta atendimento especializado e serve de referência

não só em Canoas, como em toda a região." concluiu José Antonio.

Vice-presidente relata problemas

O espaço ocupado pela Adevic é o antigo prédio da Escola Rio de Janeiro. O local tem mais de 30 anos de existência. "A Adevic reformou e pintou o prédio através de projetos" disse o vice-presidente da Adevic, Eri Domingues. Ele ainda ressaltou que a entidade também passa por problemas estruturais, potencializados pelos temporais recentes. "Tivemos que erguer o piso, pois se perdeu muito material nas enchentes. Atualmente, o prédio tem goteiras, infiltrações. Por isso já estão programadas novas reformas", disse. Ainda conforme Eri, a Associação atende aproximadamente 300 pessoas e suas famílias há mais de 20 anos.

INFORMATIVO ASMC Nº. 596 - Ano III Associação dos Servidores Municipais de Canoas Fundada em 12/06/62 e-mail: asmc_canoas@terra.com.br site: www.asmc.com.br Fone: (51) 3472-1866

CANUDO

Iniciamos o ano de 2017, curtindo quatro grandes amigos, recebendo neste mês de janeiro, os seus canudos em colação de grau, sendo que desses, três passaram pela ASMC, duas como funcionárias, um como auxiliar na advocacia e uma terceira, ligada ao meio tradicionalista. A primeira, foi a minha sobrinha, Francine Santos, exfuncionária da ASMC, que formou-se em Nutrição, recebendo seu canudo no dia 07 de janeiro, com grande festa no salão social da Entidade. A Francine é filha do meu sobrinho, José Francisco Farias dos Santos e Rosane Martins, ele é vicepresidente Social da ASMC. A segunda, a receber o seu canudo, que ocorrerá no próximo dia 21 de janeiro, no salão de eventos da PUC, é a Caroline Lisboa, ex-Jovem Aprendiz na ASMC, que estará se formando em Direito. O terceiro é o grande amigo, Diego Galineu Alves, da Gonçalves & Gonçalves Advocacia (Jurídicos da ASMC), que estará se formando e recebendo o seu canudo, no mesmo dia da Caroline Lisboa (dia 21), nas dependências do Teatro do Sesi. Vou ter que me dividir, para participar das duas formaturas ou faltar em uma, são dois amigos muito queridos. E, a quarta formanda do mês de janeiro, não teve ligação com a ASMC, mas é uma grande amiga, batalhadora, foi Prenda Regional quando fui Coordenador da 12a. Região Tradicionalista no ano de 2009. A Tuany Prado, é filha do amigo Airton Flores, morador de Sapucaia do Sul e vai se formar em Jornalismo.

COTA EXTRA

Direito Previdenciário

Concessão de pensão por morte união estável - I A concessão de pensão por morte não exige reconhecimento judicial de união estável. A Primeira Turma do STF decidiu, que é possível o reconhecimento de união estável de pessoa casada que esteja comprovadamente separada judicialmente ou de fato, para fins de concessão de pensão por morte, sem necessidade de decisão judicial neste sentido. A decisão se deu no Mandado de Segurança (MS) 33008, no qual a Turma restabeleceu a pensão, em concorrência com a viúva, à companheira de um servidor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) que, embora formalmente casado, vivia em união estável há mais de nove anos. O relator do MS, já havia concedido, em agosto de 2014, liminar suspendendo acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU) que considerou ilegal a concessão do benefício devido à ausência de decisão judicial reconhecendo a união estável e a separação de fato. Na sessão desta terça-feira (3), o ministro apresentou voto quanto ao mérito da ação e reiterou os fundamentos apresentados naquela decisão. “O artigo 1.723 do Código Civil prevê que a união estável configura-se pela ‘convivência pública, contínua e duradoura e estabelecida com o objetivo de constituição de família’”, assinalou. “Trata-se, portanto, de situação de fato que prescinde de reconhecimento judicial para produzir efeitos, tanto que eventual ação terá conteúdo meramente declaratório. Basta, assim, que seja comprovada, no caso concreto, a convivência qualificada”. Barroso observou que, de acordo com o parágrafo 1º do mesmo dispositivo, não há impedimento ao reconhecimento da união estável se “a pessoa casada se achar separada de fato ou judicialmente”. “A separação de fato, por definição, também é situação que não depende de reconhecimento judicial para a sua configuração, tanto que a lei utiliza tal expressão em oposição à separação judicial”, explicou. “Assim, nem mesmo a vigência formal do casamento justifica a exigência feita pelo TCU, pois a própria legislação de regência autoriza o reconhecimento da união estável quando o companheiro está separado de fato do cônjuge”. Airton Joel Cardoso - OAB/RS 43486 Fone 3059.1111 e 8419.5050

Literatura CULTURA NÃO É ESPETÁCULO

Esse título já o usamos como afirmativa, para defender a ideia de que a cultura resulta da formação, da humanização. Primeiro as pessoas, o ser humano. A cidade precisa de numerosas oficinas de artes, localizadas em escolas e entidades particulares conveniadas. Em médio prazo, teríamos um ambiente cultural, um clima geral de mais sensibilidade, inteligência, a cidade agindo com espírito novo. Os espetáculos seriam o complemento. O novo espírito exigiria espaços físicos maiores, onde expandir-se. Mas isso discutiremos na hora. (CT).

NELSI URNAU

A escritora Nelsi Inês Urnau (Nelsinês) está para lançar mais um livro, este de poemas. O livro tem o título “Mel e Fel – Poemas outonais”, e sua produção está a cargo da Editora Metamorfose, de Porto Alegre, que ainda não tem data para o lançamento. A autora já publicou várias obras, entre elas: Loucos não insanos, Clube dos combatidos, Asas livres, In quietude, Zé Toquin, Cecília e amigos, Mágica especial. Enquanto aguardam o livro, leiam este poema de amostra: HUMANIDADE O corpo, cavalo selvagem domestique-se. As ideias, borboletas fugazes conduza-se. As emoções, fogo ardente ordene-se. A vontade, balanço de brisa equilibre-se. O intelecto, pedra bruta lapide-se. A alma, presa da matéria liberte-se. O ser, animus racional reabilite-se. A humanidade, régia natureza transcenda-se.

COMUNICADO DE DISSOLUÇÃO DE ASSOCIAÇÃO

Associação Gaúcha dos Militares Inativos da Aeronáutica-AGM-I-Aer. CNPJ 93.542.504/0001-14, com sede à Rua Fioravante Milanez nº 68/403 Centro Canoas/RS CEP – 92010-240. Comunica a Dissolução, Liquidação e posterior extinção, conforme Ata da Assembléia Geral Extraordinária de 19/10/2016-Wilson Dantur- Liquidante.

São diversos os pedidos de cota extra, acima da cota normal. Como tínhamos, o decreto nº 340 de 25 de julho de 2016, do prefeito Jairo Jorge, que autorizou uma cota extra para casos especiais, em até R$ 150,00/mês, até negociarmos com a nova Administração, estamos mantendo o que existia. Tão logo negociarmos com o prefeito Busato, estaremos divulgando o resultado.

QUADRIMESTRE

Já com as dificuldades, que a nova Administração iniciou o seu mandato, com previsão de parcelamento de salário dos funcionários no mês de janeiro, a Prefeitura terá de repor a inflação dos quadrimestres, dos meses de janeiro a abril, maio a agosto, setembro a dezembro/2016, que dificilmente ultrapassará os 7%. Uma das reivindicações da ASMC, é que a nova Administração retorne às incidências dos quadrimestres, nos meses de vencimento.

ENCHENTES

Não estou aqui para defender ninguém, mas não devemos ser injustos com a nova Administração. Na semana passada, houve uma enxurrada durante uma forte chuva, no bairro Harmonia, onde resido, alagou, assim como os demais bairros e outras cidades, como Esteio, Sapucaia e outras. Ocorre, que através da rede social, só se via criticas à nova Administração, onde sem o menor conhecimento, diziam mais uma vez “não foram ligadas as bombas”. Creio, que a pessoa que fala isso, deveria se informar ou ir até o local das casas de bombas verificar. Ocorre, que os bairros Harmonia e Mathias Velho, são áreas planas, o caimento para as casas de bombas são quase zero e a água só chegará nas bombas, mais ou menos, duas horas após as enxurradas. Minha casa na Harmonia, fica 60cm acima da rua Machado de Assis e, dessa vez, nivelou com a altura da minha casa, necessitando de panos para conter a água, foi a primeira vez que isso ocorreu. Na penúltima enxurrada, em 2016, a água ficou 0,10cm abaixo, em questão de duas horas após a chuva na minha rua não tinha mais água acumulada, isso chama-se enxurrada. Para terem uma idéia, o valão da República, entre as ruas José Veríssimo e Curitiba, o caimento é de 1,20m, só isso, quer dizer, que o caimento é de 0,004%, por cada metro. Outro exemplo, é o caso da rua José Maia Filho entre as ruas Saldanha da Gama e Mathias Velho, o caimento é de apenas 0,40cm. Nesse caso, a primeira água a sair, é a que está mais próxima dos desaguadouros, no nosso caso, as casas de bombas, exceto parte que deságua do valão ao lado dos trilhos do trem, na rua República. Canoas, 13.01.17.

ASMC 54 ANOS COM VOCÊ Firmo Farias dos Santos Presidente


10 I O TIMONEIRO I VARIEDADES I CANOAS, 13 A 19 DE JANEIRO DE 2017

A história de Canoas, mês a mês MAIO, 1969 A opinião do O Timoneiro, na edição do dia 17: TRÂNSITO, MORTE CERTA Quem não pensa nos problemas do trânsito? Ao atravessar uma rua, ao procurar uma parada de ônibus, o transeunte pensa que isso devia ser assim e aquilo devia ser assado. Infelizmente, a eterna vigilância é impossível e os menores descuidos resultam em mortes e prantos que duram o resto da vida. Mais infelizmente, ainda, os motoristas pensam muito menos. Geralmente, ao tomar a direção de um veículo automotor, o homem sofre uma mudança para pior: fica mais forte (pelo menos pensa isso), com uma imensa sensação de autoridade material sobre os mortais que andam a pé. Daí serem necessárias medidas rigorosas, para unir os que abusam da velocidade e põem em perigo a vida de outros. Não essas providências aparatosas, tomadas de vez em quando, mas providências continuadas, rotineiras, que garantem a todos a máxima segurança. Canoas cresce e começa a mostrar as sementes de um trânsito malucos, em que nem andando sobre os passeios uma pessoa estará livre da morte sob as rodas. Por isso aqui vai nossa saudação esperançosa ao Grupo de Trânsito, que a Prefeitura compôs para estudar os problemas e ordenar a execução de suas soluções. Mas que tudo resulte em fatos positivos, como a redução de velocidade antes do cruzamento Vitor Barreto – Tiradentes – via férrea, onde não acontece um acidente por dia só por sorte.

Maçonaria

Secreta, não escondida Pessoas pouco esclarecidas, que são em número considerável, ainda acusam a Maçonaria de ser secreta, como se suas empresas, seus clubes, suas unidades militares não tivessem seus segredos. Alguém que pretenda participar de alguma reunião das entidades referidas será impedido, com justiça. O segredo é um selo de garantia de pureza das fórmulas da Iniciação. O silêncio, recomendado como “necessário à ordem e à seriedade a que se deve a imensa diferença que existe entre reuniões maçônicas e profanas. O silêncio, assim praticado, eleva-se à categoria de virtude, graças à qual se corrigem muitos defeitos, ao mesmo tempo que se aprende a ser prudente e indulgente com as faltas que se observam”. (Luís Umbert Santos). Seria injusto dar, gratuitamente, a quem não haja comprovado merecimento, o direito de saber palavras e modos reveladores de uma sabedoria exclusiva. Ademais, não estamos escondidos. Nossos templos têm nas fachadas símbolos identificadores, nossos estatutos estão nos tabelionatos, nossas Lojas constam dos cadastros dos governos aos quais pagamos tributos. (Sócrates).

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA COOPERATIVA DOS TRABALHADORES METALÚRGICOS DE CANOAS

O presidente da Cooperativa dos Trabalhadores Metalúrgicos de Canoas Ltda. Registrada no NIRE sob o n° 43.400.083.791 em sessão no dia trinta de janeiro de dois mil e um na junta comercial do estado do Rio Grande Do Sul e inscrita no CNPJ sob o n° 04.270. 350 .928/0001-47, no uso de suas atribuições estatutárias, Convoca seus associados para Assembleia Geral Ordinária que se realizará na Rua João Goulart, n° 250 Bairro São Jose, cidade de CanoasRS, no dia 24 de Janeiro de 2017, às 15 horas em primeira chamada, as 16 horas em segunda chamada e as 17 horas em terceiro e ultima chamada, e demais procedimentos com base no Estatuto Social, para seguinte ordem do dia: -Prestação de contas relativo ao ano de 2014 -Prestação de contas relativo ao ano de 2015 -Prestação de contas relativo ao ano de 2016 Canoas, 13 de janeiro de 2017. João Henrique Barbosa da Silva Presidente

memória da cidade ANO 1951 O Canoense Futebol Clube foi campeão invicto da Liga Canoense de Futebol, com Nemézio Miranda de Meirelles como diretor, e Fal Forno como treinador. Em pé, da esquerda para a direita: Veleda, Raul, Milton, Valério, Tila, Beneti e Bube. Agachados, na mesma ordem: Paulo Varga, Ferrinho, Bisturi, Élio e Soares. (Do arquivo do fotógrafo Toninho da Silva).

Agenda tradicionalista

Congresso Tradicionalista Olegar Lopes*

O 65º Congresso Tradicionalista Gaúcho, promovido pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), 11ª Região Tradicionalista e Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves, será realizado nesse final de semana, dias 13, 14 e 15, no CTG Laço Velho, rua Quinze de Novembro, 125, Bento Gonçalves. Na pauta dos trabalhos do congresso que serão discutidos está a eleição e posse do presidente do MTG, bem como eleição do Conselho Diretor. No mesmo local, antes da abertura do congresso, às 13h30min, do dia 13, será realizada a 83ª Convenção Tradicionalista Extraordinária com duas sessões plenárias, cuja abertura será às 8 horas se estendendo até às 12 horas. As proposições serão dez a serem discutidas no transcorrer do congresso. Selecionei algumas as quais considerei que podem interessar aos tradicionalistas: proposição 2 – criar o Hino à Bandeira do MTG; proposição 3 – Instituir o dia da Imprensa Tradicionalista (19 de dezembro); proposição 4 – Alternar congresso e convenção - congresso num ano, convenção no ano seguinte; proposição 6 – Tema do ano de 2017 “Gaúcho de nascimento, tradicionalista

por opção”, proposição 7 – Tema para 2017, “O tradicionalismo constrói para o futuro”, proposição 8 – Tema para 2017, “Resgatando os legados de 1947”; proposição 9 – Tema quinquenal para o MTG “MTG sinônimo de simplicidade, tradicionalidade e voluntariedade”. Atente para minha referência (pode interessar aos tradicionalistas), sobre o tema anual para 2017, proposições 6 e 7. Muito distante de empolgar alguém, assim como o tema quinquenal , apenas a 8 tem fundamentos para peões e prendas trabalharem em suas entidades. O congresso é isso, além do reencontro de amigos. A principal notícia tradicionalista da 12ª RT é a posse da do Coordenador eleito Fabiano Vencatto e sua equipe de trabalho dia 16 de janeiro, às 20 horas, no CTG Independência Gaúcha, Esteio. A comissão que ora dirige o CTG Brazão do Rio Grande promove a volta das atividades da entidade, após recesso de fim de ano, com jantar dia 20, às 21 horas. Convites ou confirmação da presença pelo fone 3466 9809. Tradicionalista - olegar.tradicionalista@yahoo.com

Dr. Ednilson S. O. Lautenschläger

Gastroenterologia e Endoscopia Digestiva Cremers 18980

Atende Convênios IPE, Caixa Federal, Unimed, Fassem e Particulares CONSULTÓRIO: Rua 7 Povos, 200/401 - Canoas - F: 3466-9124


CANOAS, 13 A 19 DE JANEIRO DE 2017 I GERAL I O TIMONEIRO I 11

IGARA

Moradores do Igara se mobilizam contra cessão de terreno Vizinhos pedem revisão de contrato que cede espaço ao Grêmio São Cristóvão Moradores do Igara e arreadores se mobilizam em contrariedade a uma cessão de terreno ao Grêmio São Cristóvão, em área verde localizada no residencial dos jardins. O contrato foi firmado durante a administração anterior, gerando insatisfação em meio à comunidade. Madalena Behenck, uma das moradoras do local, informa que, nesta semana, uma petição foi encaminhada ao gabinete do atual prefeito, Luiz Carlos Busato (PTB). Junto ao documento, ainda foram anexadas mais de 300 assinaturas pedindo a revisão do contrato com a entidade esportiva. "Não estamos contra o Grêmio, mas queremos que aquela área seja de uso da comunidade e não de uma instituição privada", afirma

Madalena. Ela ainda ressalta que os moradores nunca foram consultados sobre a caso. "A última administração não se reuniu nenhuma vez com os moradores do bairro para explicar a situação", conclui. Em nota, a administração anterior havia informado, através da Secretaria Municipal de Relações Institucionais, que "a cedência da área é baseada na Lei Municipal 5269/2008 e suas alterações, e regulamentada pelo Decreto 397/2015. Vale ressaltar que as obras são investimentos realizados pelo Programa Bairro Melhor. Quanto à consulta, todo o processo é por Edital Público aberto a todas as entidades sem fins lucrativos com sede em Canoas. A área é pública, o equipamento a ser instalado, os recursos

utilizados são públicos e o acesso e utilização dos equipamentos de acordo com o descrito no Termo de Autorização de uso."

O que diz a prefeitura

Também em nota, a atual administração informa que pretende reavaliar a situação. "Embora tenhamos tomado conhecimento deste fato de maneira informal, e ainda que a cedência da área esteja amparada pela legislação, estamos abertos para receber tanto a comunidade quanto o Grêmio para dialogarmos até chegarmos a um consenso. O importante é que se encontre uma solução boa para ambos os lados", disse o secretário de Relações Institucionais, Airton Souza.

Prefeitura irá comprar viaturas para órgãos de segurança pública O prefeito Luiz Carlos Busato (PTB) e a vice-prefeita, Gisele Uequed (Rede), receberam na sextafeira, 6, o secretário de Segurança do Estado, Cesar Schirmer. Durante o evento, que contou com presença de secretários municipais, vereadores, deputados, representantes da Brigada Militar e Polícia Civil, Busato anunciou que o município irá adquirir 35 viaturas, que serão destinadas à Brigada Militar, Polícia Civil, Susepe e Guarda Municipal. "Queremos uma contrapartida do Estado, Canoas precisa de um efetivo

maior na Brigada Militar. Depois da inauguração do presídio, teremos aumento na circulação de pessoas na cidade. Estamos buscando recursos para adquirir as viaturas. No primeiro momento a prioridade foi o pagamento em dia da folha. Mas eu imagino que teremos recursos próprios para essa compra", relata. O secretário da Segurança Pública e Cidadania, Ranolfo Vieira Junior, já trabalha para que, até o final do primeiro semestre deste ano, o município adquira e repasse cerca de 35 viaturas do tipo pickup, em modelo

semelhante ao utilizado pela Força de Segurança Nacional no Rio Grande do Sul, como suporte de trabalho das instituições. "Não fizemos ainda uma distribuição efetiva de quantos veículos seriam destinados para cada um, mas podemos dizer que o número total foi avaliado como suficiente para atender satisfatoriamente nossa cidade", afirma ele. A maior preocupação é estabelecer, no convênio e/ou parceria com o governo do Estado, cláusulas que limitem a utilização dos automóveis exclusivamente em Canoas.

Busato confirma seu filho como Secretário de Comunicação O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato (PTB), anunciou nesta quinta-feira os últimos nomes da gestão. Dentre as nomeações, uma delas chamou a atenção quando foi divulgada na internet. A secretaria de Comunicação, que sequer havia sido confirmada no quadro do novo governo até então, terá o filho do prefeito, Rodrigo Busato, como titular da pasta. Ele é publicitário e é conhecido no meio cultural como Rodrigo Ferrari, nome artístico que utiliza em sua carreira como músico. Além disso, foram confirmados quatro subprefeitos, e os escolhidos para comandar a Fundação da Saúde e as autarquias. O ex-vereador Carlos Eri será responsável pela subprefeitura do Rio Branco, enquanto o também ex-parlamentar Dr. Pompeu cuidará do Guajuviras. Já o suplente de vereador Marcinho ficará responsável pela Mathias e Jardel Soares Machado pela Niteroi. No CanoasPrev, assume Ana Steffen Kern, enquanto no CanoasTec, Marcelo Nonnenmacher será o presidente. Por fim, Fernando Ritter foi oficializado como presidente da Fundação de Saúde.

Reunião busca solução para abertura do Parque Tecnológico O secretário de Desenvolvimento Econômico de Canoas, Felipe Martini, recebeu, na última terça-feira, 10, um grupo de empresários que participam do projeto do Complexo Empresarial de Tecnologia a ser instalado no Parque Canoas de Inovação. O "cluster" tecnológico ocupará o bairro Guajuviras e reunirá espaços e atividades ligadas à comunidade, ciência, empreendedorismo, tecnologia, meio-ambiente, sustentabilidade, cultura e lazer. "Sou um entusiasta do empreendedorismo e esse projeto é uma das prioridades da nossa secretaria. É com esse perfil de gestor e com muita celeridade que vamos olhar com carinho para os empresários", disse Martini. As cinco empresas que formam o APL (Arranjo Produtivo Local) são a Exatron (sensores e automação industrial), a Novus (automação industrial e na área da medicina), a TCS/FKS (automação automotiva), Digistar (equipamentos de telecomunicações) e a Victum (projetos de produtos).

Sarah Regert Silveira vence competição de laço A prenda Sarah Regert Silveira conquistou mais dois prêmios em competições de laço. Sarah, que tem 12 anos de idade, já disputa competições desde 2013. No dia 17 de dezembro, Sarah foi campeã no rodeio da Federação Gaúcha de Laço em Triunfo, na categoria laço prenda até 12 anos. No dia 18, participou das finais do campeonato da Federação, no qual ficou em segundo lugar.


Canoas, de 13 a 19 de janeiro de 2017. divulgação

AGENDA Exibição do filme Attila Marcel Onde: Teatro do Sesc Canoas Quando: 15 de janeiro às 17 horas Quanto: Entrada franca

Festival Cultura Underground #2 Onde: Teatro do Sesc Canoas Quando: 14 de janeiro às 20 horas Quanto: R$ 5 a R$ 10 + 1kg de alimento

Longa produzido na Ulbra integra mostra no Cine Santander Cultural Eu não vou dizer eu te amo tem roteiro e direção de Augusto Bozzetti O filme Eu não vou dizer eu te amo, produzido como trabalho de conclusão do curso de Produção Audiovisual da Ulbra, vai ser exibido na Mostra Seleção de Cinema Brasileiro, no Cine Santander Cultural, em Porto Alegre. A mostra ocorre de 10 a 23 de janeiro. O longa-metragem Eu não vou dizer eu te amo tem roteiro e direção

de Augusto Bozzetti e foi realizado em 2015. A equipe de produção foi composta também por João Henrique Mattos (direção de fotografia), Jeniffer Casagrande (direção de arte), Julia Escobar (produção executiva), Sergio Albeche (assistência de produção), Rafael Barpp (assistência de som) e Marcelo Morandini (som, montagem

e material gráfico). O filme foi selecionado para o programa Encontros com o Cinema Brasileiro e também para a Mostra Gaúcha de Longas do Festival de Gramado, além de ter sido indicado ao Prêmio ABC de Cinematografia na categoria de Melhor Direção de Fotografia para Filme Estudantil.

Show do Grupo Nosso Balanço Onde: Clube Tradição Quando: 14 de janeiro Quanto: R$ 0 a R$ 25

PROBLEMAS COM PRAGAS? Não deixe que as pragas tomem conta do seu comércio ou residência. Chame a Detiprag e elimine ratos, baratas, cupins, pulgas e outras ameaças.

REALIZAMOS

LIMPEZA DE CAIXAS D’ÁGUA

Parabenizamos a comunidade canoense pelos 77 anos de Instalação Política do Município.

A Casa da comunidade canoense

Acompanhe as sessões nas terças e quintas-feiras, às 17h15min Contato: (51) 3462.4800 - Horário: segunda a quinta-feira, das 12h15min às 18h15min, e sexta-feira, das 8h às 14h Rua Ipiranga, 123 - Canoas - www.camaracanoas.rs.gov.br

Edição 2739  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you