Page 1

A s s inaturas

C o nc urs o Fo to gráfic o

Es tatuto Edito rial

Fic ha téc nic a

Po es ia do s Leito res

C o ntac to s

Siga- no s no Tw itter > Ins ira term o a pes quis arProcurar

C aldas da Rainha, Q uinta- feira, 27 de Janeiro de 2011 | 11:48:23

H om e

A c tuais

A c tualidade

A genda

C ultura

D es po rto

Ec o no m ia

Ins tituc io nal

O pinião

Po lític a

So c iedade

Ó b id o s d e s t a c a o e m p re e n d e ris m o n o fe m in in o p o r o c a s iã o d a s c o m e m o ra ç õ e s d o fe ria d o m u n ic ip a l Publicado a 21 de Janeiro de 2011 . Na categoria: Destaque Economia . Seja o primeiro a comentar este artigo.

A C âm ara d e Ó b id o s in c lu iu n as in ic iativ as d o feriad o m u n ic ip al – q u e s e c o m em o ram d u ran te o m ês d e Jan eiro – a v is ita a três em p res as d o c o n c elh o q u e s ão u m ex em p lo d e em p reen d ed o ris m o n o fem in in o . “Is s o é m u ito im p o rtan te n u m p aís o n d e n ão h á m u itas m u lh eres em p res árias ”, referiu o au tarc a, T elm o F aria, d es tac an d o q u e, em term o s d e fu n d o s c o m u n itário s , o em p reen d ed o ris m o fem in in o é m ajo rad o . O au tarc a d is s e q u e o d ia 1 3 d e Jan eiro , d ed ic ad o ao em p reen d ed o r, tev e p o r o b jec tiv o in c en tiv ar o es fo rç o c o lo c ad o p ela in ic iativ a p riv ad a n aq u ele c o n c elh o . “S em o ris c o e o in v es tim en to p riv ad o es táv am o s m u ito m ais p o b res e en fraq u ec id o s ”, d is s e, ac res c en tan d o q u e o s em p res ário s es tão a apo s tar em Ó bido s e a m udar o c o nc elho . Fátim a Ferreira fferreira@ gazetac aldas .c o m

O t h e r T h in g s a p o s t a n o s jo v e n s a rt is t a s c o n t e m p o râ n e o s A O ther Things , um a em pres a que inc lui um a galeria de arte e o des env o lv im ento de um c o njunto de ac tiv idades que pretendem ligar to das as áreas env o lv entes da c ultura, nas c eu há po uc o s m es es . Lo c alizada no es paç o c o m erc ial do em preendim ento Bo m Suc es s o , pretende pres tar s erv iç o s na área da c ultura a nív el nac io nal, ino v ando c o m pro po s tas que alic iem o s públic o s para a interpretaç ão da arte c o ntem po rânea. N a galeria, s ituada na Rua do C o m érc io , nº 19, no em preendim ento , es tão ex po s tas o bras de pintura, es c ultura e tam bém peç as de jo alharia da jo v em c aldens e Liliana A lv es e do s c riado res da em pres a Santo s Pes s o a, s ediada no A BC – A po io de Bas e à C riativ idade, no C o nv ento de S. M iguel, nas Gaeiras . A ac tiv idade do O ther Things s erá tam bém alargada a w o rk s ho ps de pintura, es c ultura o u v ídeo , as s im c o m o a o utras ac tiv idades ligadas à arte. A lguns do s c urs o s irão realizar- s e dentro do em preendim ento , des tinado s preferenc ialm ente ao s turis tas e frequentado res do res o rt e o utro s fo ra, a dec o rrer na região . O o bjec tiv o é, de ac o rdo c o m a pro prietária, So fia Figueiredo , s im plific ar o ac es s o à arte. A apo iá- la, a res po ns áv el tem o c riativ o Jo rge Reis , fo rm ado na ESA D em A rtes Plás tic as , que c o nhec e bem o m eio e fará a po nte c o m o s jo v ens artis tas , m uito s deles s aído s da es c o la c aldens e. A res po ns áv el faz um balanç o po s itiv o do s prim eiro s quatro m es es de func io nam ento , tendo em c o nta o “núm ero s ignific ativ o de pes s o as que já no s c o nhec e e ac o m panha”. Pretendem ago ra es treitar a parc eria c o m aluno s que fizeram a s ua fo rm aç ão na es c o la de artes c aldens e e que “já am adurec eram o s eu trabalho , que nes te m o m ento já po de s er c o m erc ializado ”. So fia Figueiredo des tac o u tam bém a rec eptiv idade da C âm ara de Ó bido s ao pro jec to , que lhes “dá fo rç a” para c o ntinuar. “A c reditei s em pre po rque é um

B re v e s

A c t u a is

O c o rrên c ias Po lic iais V iaturas as s altadas nas C aldas – U m a m ala de pele c o m 80 euro s em dinheiro e s enhas de terrado para a Praç a da Fruta, no v alo r de 4.200 euro s , fo i ro ubada nas C aldas da Rainha do interio r de um v eíc ulo no dia 17 de Janeiro .

C o lec ç ão de arte m o derna da C âm ara de Penic he em ex po s iç ão

In s c riç õ es ab ertas p ara v iagem ac adém ic a do E n g lis h C en tre a In g laterra H as tings e Lo ndres s ão as c idades po r o nde v ai pas s ar a 16ª V iagem A c adém ic a do Englis h C entre a Inglaterra, que s e realiza entre 10 e 17 de A bril e c ujas ins c riç õ es es tão abertas até 28 de Janeiro . D es tinada a aluno s da ins tituiç ão , am igo s e fam iliares , a v iagem c o ntem pla não s ó um pro gram a lúdic o que põ e o s partic ipantes em c o nv ív io c o m o s lo c ais , m as tam bém v árias aulas c o m pro fes s o res nativ o s . M ag ia an im a tard es d e s ábado no V iv ac i A partir de am anhã, 22 de Janeiro , as tardes de s ábado v ão s er anim adas c o m es pec tác ulo s de m agia, dedic ado s s o bretudo para as fam ílias . A inic iativ a “Saldo s M ágic o s ” alia m o m ento s de anim aç ão ao s des c o nto s de épo c a, que nas lo jas do c entro c o m erc ial c aldens e po dem c hegar até ao s 70% .

Ruy de C arv alho m o s tra ex po s iç ão de A na M aria Bo telho em A lc o baç a Pintura de Paul Giro l ex po s ta na N azaré D epo is do s Gato s … s egue- s e N uno M ark l A rtis tas da ESA D em Guim arães “Guerra v iv ida, guerra s entida” no C adav al U m fes tiv al hard no C entro da Juv entude O rç am ento de A lfeizerão apro v ado c o m v o to de des em pate do pres idente da A s s em bleia de Fregues ia Jo ão Garc ia M iguel apres enta peç a de teatro no C C B Es pec tác ulo para a infânc ia e perfo rm anc e em To rres V edras

E d iç ã o im p r e s s a

A Sem ana do Z é Po v inho Já lá v ai o tem po em que no m undo do s negó c io s s ó s e falav a no m as c ulino . Z é Po v inho

converted by Web2PDFConvert.com


pro jec to , que lhes “dá fo rç a” para c o ntinuar. “A c reditei s em pre po rque é um m unic ípio m uito v irado para as artes e bas tante diferenc iado r do s res tantes ”, referiu a res po ns áv el, que já es tabelec eu c o ntac to s para c riar pro jec to s dentro da v ila. O prim eiro es tá prev is to para o C ho c o late Lo unge, m as até Junho já ex is tem v árias inic iativ as planeadas . D urante es te m ês de Janeiro c o m eç aram o s w o rk s ho ps . Para am anhã e do m ingo es tá prev is to um de des enho c o ntem po râneo , que terá c o m o fo rm ado r o c riativ o des ta em pres a c ultural, Jo rge Reis . A 29 e 30 de Janeiro terá lugar um w o rk s ho p de pintura c o ntem po rânea, pelo artis ta plás tic o Ric ardo Ram alho . A jo alheira A na C ris tina Jo rge dará um c urs o de téc nic as c riativ as em res ina, a 19 de Fev ereiro , o nde s erão realizadas peç as c o m res ina, inc rus taç õ es e aplic aç õ es em fio de prata. A 5 de M arç o dará um w o rk s ho p de téc nic as c riativ as em ac rílic o . A s ins c riç õ es já es tão abertas , po dendo o s interes s ado s ac eder à info rm aç ão po rm eno rizada de c ada um do s w o rk s ho ps no s ite http://w w w .o therthings .c o m .pt Es te pro jec to tev e um inv es tim ento inic ial de c erc a de 100 m il euro s . Para a s ua c o nc retizaç ão So fia Figueiredo c o nto u c o m o apo io do IA PM EI atrav és de um a c andidatura ao pro gram a Finic iaO es te, que apo io u em perto de m etade do m o ntante inv es tido .

N o v a s in s t a la ç õ e s d a F ru t ó b id o s c o m e ç a m a la b o ra r n o V e rã o

A nova empresa representa um investimento de 650 mil euros suportado pelos proprietários

A Frutó bido s , em pres a pro duto ra do lic o r de ginja d’Ó bido s , v ai c o m eç ar a labo rar nas s uas no v as ins talaç õ es a partir de m eado s do ano , po r alturas da pró x im a c am panha. Tratas e de um inv es tim ento de 650 m il euro s s upo rtado inteiram ente pelo s pro prietário s . M arina Brás adquiriu a em pres a, juntam ente c o m o m arido , em 2001, e des de então tem pro c urado im prim ir

um a no v a dinâm ic a nes te s ec to r. “A ntes de dar es te pas s o , era im po rtante inc entiv ar à pro duç ão do fruto ”, refere a em pres ária, lem brando que na prim eira c am panha que fizeram pagaram o fruto a 1,5 euro s . V endo o des ânim o do s pro duto res c o m o s preç o s e a s ua des m o tiv aç ão para c o ntinuar c o m o s ginjais , c o m eç aram a pagar m ais c aro o fruto , inc entiv ando - o s a c o ntinuar e a c riar no v o s po m ares . A Frutó bido s c hego u a pagar a ginja e c inc o e a s ete euro s o quilo , e o ano pas s ado já pagaram a quatro euro s . O fac to da C âm ara ter inc entiv ado tam bém à realizaç ão de no v as plantaç õ es lev o u a um aum ento da quantidade do fruto . Tudo is to perm itiu à em pres a am pliar as s uas ins talaç õ es , c riando um a no v a s ede, à entrada da A m o reira. A s no v as ins talaç õ es perm item pro duzir m ais lic o r e, des ta fo rm a, tam bém apo s tar na ex po rtaç ão . A pes ar dis s o , M arina Brás garante que a pro duç ão do lic o r c o ntinua a s er feito de fo rm a artes anal. “O pé da ginja para as garrafas c o ntinua a s er retirado à m ão e o s pro c edim ento s s erão feito s da m es m a m aneira que ac tualm ente”, c o nta a res po ns áv el, adiantando que a únic a m ec anizaç ão ex is tente s erá para a linha do enc him ento , o que “não interfere em nada na qualidade do lic o r”, ex plic o u. O s ingredientes utilizado s na c o nfec ç ão do lic o r s ão to do s naturais : a ginja, aç úc ar, água e álc o o l de o rigem agríc o la. O ano pas s ado a Frutó bido s pro duziu 80 m il to neladas de lic o r e, de ac o rdo c o m M arina Brás , em 2011 irão no tar- s e po uc as diferenç as em relaç ão e es s e v alo r, po is o pro duto nec es s ita de es tágio s nas diferentes fas es . O s c o m erc iantes de Ó bido s s ão o s princ ipais c lientes da em pres a (c o ns o m em m ais de 50% da pro duç ão ), s endo o res tante v endido pelo país e tam bém no Bras il, Es panha, Franç a e A lem anha, em bo ra em pequenas quantidades . A lém do aum ento da pro duç ão , es ta que é a m aio r em pres a do país a fazer ginja, pretende tam bém div ers ific ar a o ferta, es tando prev is ta a c o nfec ç ão de lic o res naturais , c o m pro duto s da região , e tam bém s ubpro duto s da ginja. Es tão tam bém a trabalhar na c ertific aç ão da em pres a, garantindo ao s c lientes a m elho ria

ainda é des s e tem po , m as v ê c o m bo ns o lho s a c apac idade em preendedo ra das m ulheres que, à c us ta de bas tante pers is tênc ia e pro fis s io nalis m o , têm s abido dar c artas ao nív el da ac tiv idade ec o nó m ic a, do em preendedo ris m o e da c riaç ão de riqueza. N azaren o s q u erem zo n a ex c lu s iv a p ara p es c a d o anzol Já em A go s to de 2008 a c o m unidade pis c ató ria da N azaré s e tinha juntado à autarquia lo c al para rec lam ar a c riaç ão de um a zo na m arítim a para a c aptura atrav és de anzo l.

Capa da Edição #4845

Download Adobe PDF Reader

C r ó n ic a s

N erlei d eb ate s o lu ç õ es p rátic as p ara c o m b ater a c ris e Leiria ac o lhe na pró x im a quinta- feira, 27 de Janeiro , um a c o nferênc ia s o bre “O s no v o s des afio s da ec o no m ia po rtugues a”. Bas ílio H o rta, pres idente da A gênc ia para o Inv es tim ento e C o m érc io Ex terno de Po rtugal, fala s o bre as s o luç õ es prátic as que ex is tem para c o m bater a c ris e, num a inic iativ a da N erlei – A s s o c iaç ão Em pres arial da Região de Leiria e da em pres a M edia XXI – C o ns ulting, Res earc h & Publis hing. G ás n atu ral m ais b arato p ara g ran d es c o n s u m id o res in d u s triais A s tarifas do gás natural que tinham s ido dec ididas em Junho do ano pas s ado m o tiv aram um a o nda de m anifes taç ão nas em pres as m ais c o ns um ido ras de energia. M es es depo is , a Entidade Regulado ra do s Serv iç o s Energétic o s (ERSE) anunc io u a rev is ão das tarifas do ano 2010- 2011 nas indús trias c o m c o ns um o s ac im a do s 10.000 m etro s c úbic o s , pro c edendo à fix aç ão ex c epc io nal das tarifas . AFON SO SAN TOS N O I ESTÁ GIO D E PREPA RA Ç Ã O PR É JÚ N IO R – F PN M ais um a v ez e na s equênc ia do trabalho ho nes to e v álido , que é efec tuado na nataç ão de c o m petiç ão do s Pim põ es /C im ai, é c o m im ens o prazer que no tic iam o s m ais um a c ham ada de um atleta à Selec ç ão N ac io nal Pré Júnio r.

converted by Web2PDFConvert.com


a trabalhar na c ertific aç ão da em pres a, garantindo ao s c lientes a m elho ria c o ntínua e o fo rnec im ento de pro duto s s eguro s . “Po de- s e fazer m uita c o is a c o m a ginja”, c o nta a em pres ária, lem brando que têm es tado a trabalhar c o m fac uldades , na elabo raç ão de es tudo s e ex periênc ias s o bre es ta área.

C lin iM e d é c o n c e lh o

a

p rim e ira

p o lic lín ic a

do

A prim eira po lic línic a de Ó bido s , deno m inada C liniM ed, abriu as s uas po rtas em finais de N o v em bro do ano pas s ado . Situada no Bairro do s A rc o s , é a c o nc retizaç ão de um s o nho da m édic a Ro s e M arie Barbo s a, que gere o es paç o c o m m ais do is s ó c io s . “A c ho que s atis faz as nec es s idades de um a A nova policlínica está aberta desde finais de Novembro e tem po pulaç ão que v iv e entre despertado a curiosidade da população v ário s c entro s urbano s e o nde ex is tia um a lac una na área da s aúde”, c o nta a m édic a, que c o ntinua a ex erc er funç õ es na U nidade de Saúde Fam iliar Rainha D . Leo no r, nas C aldas da Rainha. O pro jec to c o m eç o u há c erc a de do is ano s e, c o m o nes s a altura a res idênc ia ainda es tav a a s er c o ns truída, c o ns eguiram fazer as alteraç õ es nec es s árias para as v alênc ias m édic as . Ro s e M arie Barbo s a ex plic a que tento u arranjar um “leque v ariado ” de m édic o s , de m o do a abarc ar as v árias es pec ialidades da área da s aúde. A li s ão dadas c o ns ultas de m edic ina geral e fam iliar, m edic ina dentária, o rto do ntia, ginec o lo gia, derm ato lo gia, m edic ina interna, gas trentero lo gia, neuro lo gia, o rto pedia, c irurgia geral, c irurgia pediátric a, des env o lv im ento , ps ic o lo gia, e nutriç ão . A partir de A bril terão a v alênc ia de pediatria e, no utro s c as o s , c o m o o ftalm o lo gia, o to rrino o u c ardio lo gia, po s s uem parc erias c o m o utras entidades . Es tão tam bém a aguardar a po s s ibilidade de ter ac o rdo s c o m a Seguranç a So c ial. Ro s e M arie Barbo s a c o ns idera que a res po s ta da po pulaç ão tem s ido bo a. A prim eira utente que tiv eram para a m edic ina dentária fo i um a v izinha do lado , que s o ube do s erv iç o e dec idiu ex perim entar. “Tem hav ido m uita pro c ura de info rm aç ão s o bre as es pec ialidades que tem o s ”, c o nta a m édic a, adiantando que es tão tam bém a preparar um pequeno ginás io de m edic ina fís ic a de reabilitaç ão . O utra c o is a que inic ialm ente não es tav a prev is ta, m as rapidam ente tiv eram que des env o lv er fo i um a equipa para fazer pens o s . “H av ia m uita gente na zo na que não quer ir, e não tem dis po nibilidade para s e des lo c ar, às C aldas , pelo que tem o s feito es s e s erv iç o ”, ex plic o u a res po ns áv el, que dis s e não s aber o inv es tim ento to tal do pro jec to , po is fo i feito po r parc elas . A C liniM ed es tá aberta diariam ente, ex c epto ao do m ingo , entre as 10h00 e as 18h00. A o s s ábado s func io na das 10h00 às 13h00, po dendo o ho rário ainda s er reajus tado de ac o rdo c o m as nec es s idades . À s ex ta- feira, entre as 8h00 e as 10h00, é feita um a c o lheita de anális es c línic as .

C o m e n t á r io s r e c e n t e s M iguel M endes em Lanç am ento do bo letim “C o nto s e D ito s ” na Fes ta de N atal da A s s o c iaç ão Paradens e M anguito Ec o ló gic o em A s s em bleia M unic ipal Func io nario em A s s em bleia M unic ipal C átia em Es c o la de artes de repres entaç ão abre nas C aldas na pró x im a s egunda- feira Teres a O liv eira em M o v im ento de apo io à as s o c iaç ão “D e V o lta a C as a” A ntó nio M endes em C ró nic a do Q uébec (C anadá) - O s m eus N atais M anguito Ec o ló gic o em O O es te à M es a - U m a bela Lareira para c o m er zé po v inho em M o v im ento de apo io à as s o c iaç ão “D e V o lta a C as a” zé po v inho em Interv enç ão de Ferreira da Silv a inaugurada na v és pera de N atal m aria indio em Fes ta de N atal no C o légio Rainha D . Leo no r

Se achou este artigo interessante, adicione-o aos seus "Social bookmarks" Tw itter

Fac ebo o k

D es ignFlo at

D elic io us

D igg

Stum bleU po n

Tec hno rati

converted by Web2PDFConvert.com


D e ix e - n o s a su a o p in iã o Nom e (obrigatório) E-m ail (obrigatório) Website

Enviar

A r tig o s r e la c io n a d o s: P o r p a la v r a - c h a v e

P o r Se cção

Fes tas C rianç as aprendem m ais s o bre a Repúblic a em Ó bido s v ida c o m erc ial Inaugurado C entro de D ia das Gaeiras Editado guia das indús trias c riativ as do c o nc elho de Ó bido s

N ave g ação Assinaturas Concurso Fotográfico Estatuto Editorial Ficha técnica Poesia dos Leitores Contactos Publicidade

N uno C rato apo nto u na Benedita o que dev e m udar na Educ aç ão Sto . A ntão de Salir s upero u ex pec tativ as Ins c riç õ es abertas para M o s tra de C erâm ic a C o ntem po rânea de São M artinho do Po rto Pro m o l des pede trabalhado res e s ubs titui- o s po r pes s o al tem po rário O es te é des tino de ro m anc e nas p ro p o s t a s da o perado ra turís tic a So ltró pic o

Ú lt im a a c t iv id a d e

Secçõ es

Acontecim entos Culturais Anim ação Festas Cinem as Ocorrências Policiais Sto. Antão de Salir superou expectativas Nuno Crato apontou na Benedita o que deve m udar na Educação Colecção de arte m oderna da Câm ara de Peniche em exposição Inscrições abertas para Mostra de Cerâm ica Contem porânea de São Martinho do Porto Afonso Esteves (Arneirense) sagrou-se Cam peão Distrital de Iniciafos Prom ol despede trabalhadores e substitui-os por pessoal tem porário Oeste é destino de rom ance nas propostas da operadora turística Soltrópico Alliance Française das Caldas participa em eventos internacionais Bom barralense acentua pior fase dos alvinegros Ruy de Carvalho m ostra exposição de Ana Maria Botelho em Alcobaça

Actuais Actualidade Agenda Acontecim entos Culturais Anim ação Cinem a Festas Breves Cultura Desporto Atletism o Autom obilism o Badm inton Basquetebol BTT Cicloturism o Colectividades Futebol Futsal Ginástica Hóquei em patins Kem po Matraquilhos Motociclism o Motonautica Natação Patinagem Artística Pentatlo Pesca Pool 8

P a la v r a s - c h a v e

C aldas da Rainha , Ó b id o s , A lc o b a ç a , N a z a ré , C C C , F o z do Arelho , ESA D , T o rre s V e d ra s , Pe niche , C adaval , C aldas , Z é Po vinho , A nim ação , C ró nic a d o Q ué b e c , O c o rrê nc ias P o lic iais , B o m b arral , V IV A C IN E , G a e ira s , D E BR A Ç O S A BE R T O S , A co n te cim e n to s C u ltu ra is , F e sta s , Jo sé d o C a rm o F ra n cisco , Be n e d ita , Gazeta das C aldas , A lfeizerão , ex po s iç õ es , J.L. Rebo leira A lex andre , N adado uro , Cerâmica , José Rafael Nascimento , Fernando Costa , Museu Malhoa , Linha do Oeste , bom sucesso , vivaci , ETEO , Cinemas , república , Centro de Cultura Espírita , PSD , Câm ara das Caldas , Assem bleia Municipal , São Martinho do Porto , bom beiros , oeste , Expoeste , Lagoa de Óbidos , Santa Catarina , dança , CHON

converted by Web2PDFConvert.com


Crianças aprendem m ais sobre a República em Óbidos Crónica do Québec (Canadá) – Os partidos políticos, aí e aqui! Óbidos destaca o em preenderism o no fem inino por ocasião das com em orações do feriado m unicipal Inscrições abertas para viagem académ ica do English Centre a Inglaterra vida com ercial

Pentatlo Pesca Pool 8 Rugby Ténis Tiro com Arco Triatlo Vela Voleibol Destaque Diversos Econom ia Institucional Necrologia Opinião Correio Leitores Rubricas Sem anais Painel Política Sociedade Suplem entos

2010 Gazeta das C aldas | D es env o lv ido po r Janela D igital

converted by Web2PDFConvert.com

Óbidos destaca o empreendedorismo no feminino por ocasião das comemorações do feriado municipal  

A Câmara de Óbidos incluiu nas iniciativas do feriado municipal – que se comemoram durante o mês de Janeiro – a visita a três empresas do c...