Page 6

6

O TEMPO BETIM 11 a 17 de abril de 2014

Política

Privilégio. Gestora usaverba daprópria pastasucateada parabancaraluguel decasa do filho

Prefeitura prorroga férias, e Regina só volta em maio Medida,quefoipublicadano‘ÓrgãoOficial’deterça(8),foianunciadaapósjornaldivulgarque secretáriadeAssistênciaSocialhaviadecididoseausentarapósmenosdeummêsnocargo NELSON BATISTA/ARQUIVO

“ÓRGÃO OFICIAL”/REPRODUÇÃO

Da Redação politica@otempobetim.com.br MesmocomaSecretariaMunicipal de Assistência Social (Semas)emfrangalhosdevidoadenúncias de corrupção e desvio de recursos públicos envolvendo contratos com Organização Não Governamentais (ONGs), a Prefeitura de Betim decidiu prorrogar as férias da gestora da pasta, a servidora pública apostilada Regina Rezende, que assumiu o cargo há menos deummês. Comisso, Regina,que édetentora de um dos supersalários da prefeitura, só deverá retomar a função no dia 5 de maio, já que no dia 1º de maio é feriado do Dia do Trabalho. A prorrogação das férias de Regina, que foi publicada no “Órgão Oficial” da terça (8), foi anunciada após o jornal O Tempo Betim divulgar que a gestora da Semas goza de privilégios e mordomias no governo municipal que os servidoresmunicipaisnemconseguem sonhar. Além das férias de 30 dias, Regina recebeu um salário bruto, no mês de março, que ultrapassou R$ 47 mil e ainda é contemplada com o aluguel de R$ 5.000 por mês pago comrecursosda própriasecretaria para um imóvel de propriedade do seu filho, Matheus Rezende Pereira. No local, funciona um dos oito Centrosde Referênciade Assistência Social (Cras) de Betim. Deacordocomoespecialis-

Interinanão esclarecese vaiapurar denúncias

Mordomia. Regina aluga casa do filho com verba da sua pasta

Publicação. Prorrogação das férias de Regina foi oficializada no dia 8

ta em administração pública Leonardo Militão, o aluguel da casa do filho de Regina, que é pago desde maio de 2013, é ilegal, já que não é permitida alocação de imóveis deparentesdiretosdeservidores municipais com a prefeitura. Segundo funcionários públicos, Regina utiliza sua posição política privilegiada para manter a casa dofilho alugada pela sua própria secretaria com preços acima do mercado. A casa está localizada na alamedaMariaTuríbia,nocentro. Segundo imobiliárias con-

devidoa desvios deverbas públicas, Regina estaria, segundoamigos, fazendoum cruzeiro pelo Mediterrâneo, que incluiriaoEgito.Durante operíodo, ela está sendo substituída pela servidora Neiva Amaral. Parao presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Betim (Sindserb), Geraldo Teixeira, “esse é mais umabsurdo queestásendo cometido dentro da prefeitura”. “Como a secretária pode deixar a Semas em meio a tantas denúncias, sendo que ela foi nomeada para o cargo há menos de um mês. Era o momen-

sultadas,o aluguelpagoéquase o dobro do cobrado na região. A própria prefeitura alugaoutrascasas,na regiãoCentral e com o mesmo padrão de acabamento, por R$ 2.000. É o caso da sede do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, no Brasileia. Enquanto a sua secretaria enfrenta sérias denúncias de corrupção em convênios realizados com o Núcleo Assistencial Irmãos Glacus, e corre o risco de ser investigada por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara

to de ela analisar a auditoria, quer já revelou corrupção nos convênios da secretaria com Irmãos Glacus e até investigar os demais convênios firmados. Mas parece que isso não é prioridade”, afirmou. Regina não retornou as ligações. Já a prefeitura informou que estão sendo tomadas providências no sentido de troca do imóvel. Com relação às férias, a prefeitura disse que Regina já havia feito a solicitação anteriormente. Sendoassim,asecretáriamanteve o pedido mesmo após assumir o cargo há um mês.

A reportagem de O Tempo Betim ligou, na tarde da última quinta-feira (10), para a secretária interina de Assistência Social de Betim, Neiva Amaral de Faria, que substitui Regina no período de férias, para saber o que ela está fazendo diante das diversas denúncias de corrupção e desvio de recursos públicos federais, estaduais e municipais que envolvem a pasta. Por telefone, a secretária interina disse que a reportagem poderia mandar as perguntas por e-mail, mas, até o fechamento da edição, ela não havia repondido as perguntas. Além de ser questionada sobre as denúncias de corrupção envolvendo a Semas, a secretária interina também não respondeu se irá implantar alguma política voltada para a área durante o período em que estiver à frente da Semas nem se irá receber alguma remuneração extra durante o período em que irá substituir Regina.

JOÃO LÊUS/ARQUIVO

C4 tira Waldir e põe Dinho na Infância Depoisdeselivrardoseuviceprefeito, Waldir Teixeira (PV), exonerando-o do cargo de secretárioadjuntodaInfânciana semana passada, o prefeito Carlaile Pedrosa (PSDB) nomeou o comerciante Geraldo Magela Diniz, o Dinho, para a função. A publicação foi feita no“ÓrgãoOficial”daterça(8). Dinho,quefoiescolhidoparaocargoporgozardaconfiançadosC4, comoé apelidadoo

clãdos Pedrosa, foi demitido da funçãodesecretáriodeGoverno noiníciodoanopelovice-prefeito Waldir Teixeira, acatando orientação de Carlaile, que afirmouque“quando elevoltasseo colocarianaTransbetim”. Segundoinformaçõesdepessoasligadasaoprefeito,Carlaile lamentava, apesar da amizade comDinho,odesempenhoineficienteeaincompetênciadoamigo.

Nomeação. Dinho, que goza de confiança dos C4, assumiu a Infância

Dinho, segundo os colegas, não comparecia a secretaria, chegava sempre atrasado e não assumia as funções do cargo estratégicodesecretáriodeGoverno.“Éumanulidadeaatitudedo prefeito Carlaile, que prioriza o interessepessoalaoprofissionalismo”,disseumservidor. Waldir ressaltou que espera que o novo secretário dê continuidadeaváriosprojetosimportantes que estavam sendo desenvolvidos por ele na Infância, como o plano que prevê a construção de 30 creches no municípioatéofimde2016.Oobjetivo do plano era sanar o déficit de crianças que estão fora de cre-

ches. Segundo o CMDCA, 23.102 crianças de 0 a 5 anos nãoestãomatriculadas.“Esperamosqueesseprojetonãoseja deixado de lado, como muitosoutros”. Oex-secretárioGilmarMascarenhas, demitido por Carlaile, revelou que “há 10 meses prepara cartas para pedir as empresasdeBetimparadepositarasverbas o ConselhoMunicipaldos DireitosdaCriança e do Adolescente (CMDCA), que já teriam possibilitado a construçãode seis creche sem nada gastar de dinheiro público, mas Carlaile não as assina”.

O Tempo Betim - Sex, 11/04/2014  

Edição semanal de O Tempo Betim

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you