Page 1

PUBLICIDADE

TERÇA-FEIRA | 4.DEZEMBRO.2018 | N.º 70 | Ano I | 5.ª Série

PUBLICIDADE

Abrigos para animais abandonados no Pinhal Novo, Cabanas e Quinta da Asseca P.8

PALMELA CRIA ALDEIAS PARA GATOS NATAL

NUNO CARVALHO EM DIA DE CONSELHO NACIONAL NA CIDADE

P.3

Seixal e Palmela apresentam animação para esta quadra

P.4

INDÚSTRIA

P.13

Hempel desenvolve soluções de pintura CORROIOS

P.12

PUBLICIDADE

“O PSD Setúbal está a ter impacto positivo”

S. Silvestre juntou quase mil atletas VITÓRIA

P.14

Equipa treina em Tróia para jogo com Benfica

PUBLICIDADE

Corre a

Unipessoal, Lda

Comércio de Material de Canalização de Águas, Esgotos, Indústria e Materiais Similares

MULTICAMADA INOX GALVANIZADOS REGA GÁS SPIRO

PPR h.correiaunipessoallda@hotmail.com PVC’S Estrada dos Ciprestes, N.º 150 PEAD 2900-317 SETÚBAL VÁLVULAS Tel.: 265 546 260/58 HIDROSANITÁRIOS Fax: 265 546 259 ELECTROBOMBAS Tlm.: 913 869 733


FIGURA DO DIA TERÇA-FEIRA, 04/12/2018

REPARO DO DIA

Û

2

MIRADOURO DA ARRÁBIDA NOTA DO DIA

ANTÓNIO MARIANO

FRANCISCO ALVES RITO Director

Números com coisas dentro Ranking das 500 maiores empresas do distrito e relatório de governação local que mostra Setúbal Os números e as estatísticas também podem comportar quase-afectos, por exemplo, quando nos são próximos. E recentemente houve duas apresentações de resultados cuja leitura recomendo precisamente por terem essa proximidade às nossas coisas. Uma dessas apresentações com números queridos é o ranking das 500 maiores empresas do distrito de Setúbal, que publicámos na semana passada. O ranking, elaborado pela consultora Iberinform Portugal, diz-nos muito, tanto em quantidade como qualidade, quanto à realidade do tecido económico da nossa região. Além da listagem das 500 maiores empresas, ordenada por volume de negócios, a informação mostra vários outros dados, como os concelhos de sede, número de empregados ou evolução de cada uma nos últimos dois anos. A este ranking não falta sequer uma animadora perspectiva de futuro, conferida pela demonstração de que a actividade económica cresceu. No top das dez primeiras empresas, por exemplo, não houve nenhuma que não tivesse aumentado o volume de negócios. Noutro domínio, mas igualmente próximo dos nossos interesses, recomendo a leitura do relatório sobre Qualidade da Governação Local em Portugal, apresentado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos. Das 212 páginas do documento, uma dezena é dedicada a Setúbal. Lê-se, por exemplo, que em 2016 a dívida total do município era de 55 milhões de euros, 58% da capacidade de endividamento da autarquia. As receitas de 54 milhões e as despesas de 38,7 milhões, o que resultou num saldo de orçamental de 15,3 milhões, "o sétimo mais alto do país". Já no domínio da transparência o Municipio de Setúbal apresenta um "desempenho muito baixo". Mas a informação vai muito além disto. Daí recomendar a leitura.

O presidente do Sindicato dos Estivadores e Actividades Logísticas (SEAL) está a ficar, cada vez mais, na fotografia como responsável pelo falhanço nas negociações para pôr fim ao conflito laboral no Porto de Setúbal. Todas as partes são unânimes que as condições acordadas são aceitáveis para os trabalhadores (que estão há um mês sem ganhar), mas a greve mantémse em Setúbal em solidariedade com outros portos. Se as empresas cederam nas suas condições, não devia o sindicato ceder nesta, só em Setúbal?

GNR sensibiliza idosos no combate a burlas em Grândola A Secção de Policiamento Comunitário e Prevenção Criminal do Destacamento Territorial da GNR de Grândola realizou, no passadio dia 30, várias acções de sensibilização dirigidas aos idosos do concelho, para prevenir casos de burlas. Segundo a aquela força de segurança, as acções de sensibilização têm como principal objectivo promover uma maior

proximidade entre a GNR e as pessoas idosas e aumentar o sentimento de segurança destas, alertando-as para os perigos a que eventualmente poderão estar sujeitas. Estas acções, dinamizadas em parceria com o programa Viver Solidário e Universidade Sénior de Grândola, registaram a participação de um total de 29 idosos.

OPINIÃO

PENSAR SETÚBAL Os 100 anos da 1.ª Guerra Mundial: Uma homenagem ao capitão Luiz Diniz Rodrigues

GIOVANNI LICCIARDELLO Professor

Hoje vamos falar de Luiz Diniz Rodrigues, que participou na 1ª Guerra Mundial. Era familiar de duas caras amigas, a Dr.ª Maria Leonor Rodrigues Júlio Martins, que foi professora em Setúbal, nos anos 50, contemporânea de Sebastião da Gama, tendo realizado o estágio juntos, na Escola Veiga Beirão e de Maria do Rosário Júlio Martins, que muito gentilmente me facultaram os seus dados biográficos. A família ainda conserva consigo as fardas, a espada e o malão com a inscrição do Corpo Expedicionário Português com que partiu para a Grande Guerra. Luiz Diniz Rodrigues nasceu a 25 de Outubro de 1889 em Lisboa.

Fez parte do CEP (Corpo Expedicionário Português), tendo embarcado para Brest em Janeiro de 1917, cujo barco apanhou um enorme temporal. Quando desembarcaram, seguiram de imediato de comboio para a Linha da Frente, ficando subordinados hierarquicamente ao Exército Britânico. Quando foi mobilizado, Luiz Rodrigues já tinha concluído o curso de Engenharia e trabalhava nos CTT. Na qualidade de Alferes Miliciano de Engenharia, ficou incorporado no sector das Comunicações na Linha da Frente, não tendo, por esse motivo, estado nas trincheiras a combater. Esteve “aboletado” (termo usado na I Grande Guerra) em casa de uma família francesa e tomava as refeições na messe dos oficiais ingleses. Segundo ele, os soldados queixavam-se muito da falta de vestuário, que não estava adequada às temperaturas baixas, e também da alimentação que era fornecida pelos ingleses, sendo muito diferente da que estavam habituados nas suas aldeias. No famoso Natal de 1914, ambos os lados do conflito suspen-

deram as hostilidades e confraternizaram todos. Amigos e inimigos. Quando as tropas portuguesas estavam à espera de serem substituídas, devido ao cansaço de muito tempo nas trincheiras, e com um moral muito baixo, deuse a Batalha de La Lys, em 9 de Abril de 1918. Os Portugueses tentaram resistir, mas tiveram que retirar, tendo sido muito difícil e com muitas baixas. Durante muito anos, Luiz Rodrigues evitou falar da Guerra, e só no fim da sua vida, se abriu um pouco mais, sem nunca mencionar aspectos da guerra propriamente dita, mas apenas de alguns episódios mais rocambolescos! Para dormir nas trincheiras, Luiz Rodrigues improvisou um catre com ramos e fios de telecomunicações, para não ficar deitado na lama no chão. Como Espanha era “neutra”, não admitia ser atravessada por soldados. Assim os poucos combatentes que tiveram direito a licença e que vinham de descanso a Portugal, vinham à “paisana” e os governantes espanhóis fechavam os

olhos, ignorando a situação. Por ocasião do Armistício, Luiz Rodrigues encontrava-se em Portugal na sua primeira licença, e já não voltou a França, como estava previsto, com sua grande pena, pois os combatentes portugueses participaram no desfile da vitória em Paris e ficaram lá até Abril / Junho de 1919. Após a guerra, Luiz Rodrigues manteve-se no exército até cerca de 1930. Nessa altura, já casado e com filhos, deixou o Exército com a patente de Capitão, pois passava a vida fora de casa, devido aos tempos conturbados vividos em Portugal, com muitas revoluções… e retomou o seu emprego nos CTT. Faleceu a 14 de Janeiro de 1988, aos 98 anos, em Lisboa Luiz Rodrigues foi sempre sócio da Liga dos Combatentes, tendo pedido para ser sepultado no talhão da Liga dos Combatentes no Cemitério do Alto de São João, estando agora as suas ossadas na respectiva Cripta. Fica aqui uma singela, mas muito significativa evocação de Luiz Diniz Rodrigues, combatente da 1ª Grande Guerra Mundial.

FICHA TÉCNICA

PUBLICIDADE geral@osetubalense.com publicidade.setubal@gmail.com

SETÚBAL ALMADA SEIXAL PALMELA BARREIRO ALCOCHETE OUTROS CONCELHOS MONTIJO MOITA 212 383 228 265 520 716 265 094 354 265 092 725 212 318 392 212 047 599 212 047 599 212 384 894 937 081 515

Registo de Título N.º 107552 | Depósito Legal N.º 8/84

Propriedade: Outra Margem - Publicações e Publicidade, Lda. Contribuinte: 515 047 325. (Detentores de mais de 10% do capital social: Gabriel Rito e Carlos Bordallo-Pinheiro). Editor: Primeira Hora - Editora e Comunicação, Lda. Contribuinte: 515 047 031 (Detentores de mais de 10% do capital social: Setupress, Lda., Losango Mágico, Lda., Carla Rito e Gabriel Rito) Sede de Administração e Redacção: Travessa Gaspar Agostinho, 1 - 1.º, 2900-389 Setúbal. Conselho de Gerência: Carla Rito, Carlos Dinis Bordallo-Pinheiro, Gabriel Rito e Carlos Bordallo-Pinheiro.

CONCELHO DE SETÚBAL Travessa Gaspar Agostinho, 1 - 1.º - 2900-389 Setúbal - Tel. 265 094 354 (geral) / 265092 633 (redacção) / 265 092 725 - 265 520 716 (dep. comercial) CONCELHO DE PALMELA Rua José Saramago, lote 26 - loja direita 2955-027 Pinhal Novo - Tel. 212 384 894 CONCELHOS DE MONTIJO E ALCOCHETE Praça da República, 63, Galerias Comerciais, Lj 18. Tel./Fax: 212 318 392

CONCELHO DO BARREIRO Intermarche da Moita - Quinta Santa Rosa Rua Classe Operário - Alhos Vedros - Moita Tel.: 212 047 599 - 939 050 535 CONCELHO DA MOITA Intermarche da Moita - Quinta Santa Rosa Rua Classe Operário - Alhos Vedros - Moita Tel. 212 047 599 / 939 050 535 REDACÇÃO Director: Francisco Alves Rito (CPJ 2292) diretor@diariodaregiao.pt Redacção: Mário Rui Sobral (CPJ 3872 A),

Humberto Lameiras (CPJ 2321 A); Ana Martins Ventura (CPJ 7230 A). Colaboradores: Inês Antunes Malta (CPJ 7226 A); Miguel Nunes Azevedo (TP 2608); Fátima Brinca (CPJ 2574); Rogério Matos (CPJ 9929); Helga Nobre; André Rosa; Ricardo Lopes Pereira e José Pina. Fotografia: André Areias; Mário Prata, Alexandre Gaspar e Arsénio Franco. DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO Teresa Inácio, Dulce Lança e Branca Belchior. PUBLICIDADE Direcção Comercial: Carla Sofia Rito e Carlos Dinis Bordallo-Pinheiro. Setúbal: Ana Oli-

veira, Mauro Sérgio, Célia Felix e Rosália Baptista. Montijo: Graciete Rodrigues.Palmela: Liliana Santos. Barreiro: Carla Santos. Moita: Carla Santos. IMPRESSÃO Tipografia Rápida de Setúbal, Lda. - Travessa Jorge d’Aquino, 7 - 2900-427 Setúbal e-mail: geral@tipografiarapida.pt DISTRIBUIÇÃO VASP - Venda Seca, Agualva - Cacém Tel. 214 337 000 Tiragem média diária: 9.000 exemplares

Estatuto Editorial disponível em www.diariodaregiao.pt Edição online www.diariodaregiao.pt Digital Media Officer: José Luís Andrade Os artigos assinados são da responsabilidade dos seus autores


SETÚBAL

Homem de 42 anos foi detido e ficou em preventiva

TERÇA-FEIRA, 04/12/2018

Polícia de folga apanha ladrão em flagrante

ACTUAL

Um elemento da Polícia de Segurança Pública (PSP) estava de folga quando presenciou um roubo por esticão na via pública e acabou por deter o ladrão, após perseguição

policial em hora de folga”. O agente “presenciou o ilícito”, movendo “perseguição apeada ao indivíduo”, que acabou detido. A PSP adianta que “o produto do roubo, um Ipad ava-

liado em 375 euros, foi entregue ao legítimo proprietário”. O homem já estava “indiciado por mais dois crimes de roubo”. Foi presente a tribunal e ficou em prisão preventiva.

DIREITOS RESERVADOS

pelas ruas de Setúbal, na manhã da última quinta-feira. De acordo com um comunicado da PSP, o suspeito de 42 anos “foi interceptado em flagrante delito por um elemento

3

PALMELA Animação natalícia com diversas iniciativas

FOTOS: DIREITOS RESERVADOS

Figuras típicas participam no Natal

NATAL. Figuras típicas invadem o Centro Histórico de Palmela...

A artística plástica Teresa Martins voltou a ser escolhida para enfeitar o centro histórico com figuras religiosas e gentes dos ofícios e da vida de Palmela noutros tempos

A

iniciativa “Viva o Natal em Palmela” chegou no último sábado e irá prolongar-se até ao Dia de Reis, a 6 de Janeiro, no Centro Histórico da vila e que aposta na promoção do comércio local, na valorização do património e da atratividade turística. O presépio foi concebido, mais

uma vez, pela artista plástica Teresa Martins, que alia as figuras religiosas com figuras típicas de Palmela de outros tempos. Mas o Natal em Palmela aposta também na oferta de divertimentos infantis, animações diversas, apontamentos musicais, passeios de charrete e visitas orientadas ao presépio e figuras etnográficas. A Fábrica da Magia, as férias culturais e uma recolha de donativos realizada pelo Moto Clube de Palmela, para entrega à “Quintinha ABC” – Associação Protetora dos Animais, são momentos de destaque na “Viva o Natal Palmela”, a par da venda de trabalhos do ateliê de costura da Associação de Idosos de Palmela e as animações promovidas pela Associação Educativa “A Casa do Castelo”. FÁTIMA BRINCA

SEIXAL Doçaria, artesanato, pista de gelo e muita animação até dia 23

Aldeia de Natal aquece centro histórico da cidade De ano para ano o Natal é cada vez mais tempo de festa no Seixal. Iluminação e muita diversão unem crianças e adultos a uma tradição a que não faltam os símbolos da época. E mais uma vez vai ser reivindicado o Hospital no Seixal

À

...e o presépio inicia a visita ao passado

espera de miúdos e graúdos, a Aldeia Natal é um espaço fantástico que até 23 de Dezembro vai dar outra cor ao núcleo antigo do Seixal. A desafiar a curiosidade e brincadeira, todos vão puder visitar a casa do Pai Natal e a dos duendes, e a Ilha das Guloseimas, viajar no carrossel francês, e patinar na pista de gelo natural. Mágico vai ser também Mercado de Natal onde há artesanato, gastronomia, muita doçaria e ideias de presentes para este Natal. E por falar em doçaria, está a decorrer o Concurso de Doçaria de Natal que tem por objectivo promover a doçaria

tradicional desta época festiva. Participam pastelarias, padarias e doceiros particulares, que têm de entregar os seus doces a concurso até às 15h00 de dia 8 no salão nobre da Associação Náutica do Seixal para serem apreciados pelo júri. A prova, bem como a cerimónia de entrega dos prémios, realiza-se a partir das 16h00. O prémio a atribuir ao vencedor, no montante de mil euros, será oferta do Município do Seixal, sendo atribuído ainda um Prémio Turismo, a cargo da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa. Serão entregues certificados de participação a todos os concorrentes. Com muita iluminação, a Aldeia de Natal do Seixal vai estar aberta de segunda a quinta-feira, das 14h00 às 19h00 e, de sexta-feira a domingo, das 11h00 às 22h00. Mas há mais para assinalar este momento do ano. Integrado no programa da Aldeia Natal, no próximo dia 15, às 16h00, na Sociedade Filarmónica União Seixalense, realiza-se o Natal do Hospital no Seixal. Trata-se de uma iniciativa que se realiza todos os anos, que marca a reivindicação por uma unidade que população e autarcas consideram “necessária”. É a forma de

“transmitir ao Governo que a Comissão de Utentes de Saúde, os órgãos autárquicos, a Plataforma Juntos pelo Hospital e a população não esqueceram as promessas [do próprio primeiro-ministro, António Costa] e pretendem continuar a lutar por este equipamento de saúde”, refere nota de imprensa da autarquia. Para além de reivindicação, o Natal do Hospital no Seixal “é também um momento de união, partilha e solidariedade ao qual se juntam artistas locais e nacionais para um espectáculo musical único”. No palco vão estar nomes como Maria de Lourdes, Fernando Viegas, Mário Barradas, Ricardo Mestre, Vasco Duarte, Manuela Sameiro, David Ventura, Eduardo Santana, Dany Silva, Elisabete, Banza, Vítor Paulo, David Antunes e Samuel. Entretanto, até ao próximo dia 16, decorre a 30.ª edição dos concertos de Natal que vai levar música a várias igrejas do concelho, ao Moinho de Maré de Corroios e à Quinta da Fidalga. Com a participação de diversos grupos corais, coros e bandas do concelho, os Concertos de Natal evocam o espírito natalício através da música, nesta quadra em que se celebra a família e a solidariedade.


4

SETÚBAL Hospital São Bernardo reconhecido na área da pneumologia TERÇA-FEIRA, 04/12/2018

REGIONAL SETÚBAL

A Associação Respira, em parceria com a Linde Saúde, vai distinguir os serviços de pneumologia do Hospital São Bernardo, de Setúbal, durante a cerimónia de lançamento do Prémio Luísa Soares Branco, a ter lugar já amanhã, a

partir das 18h30, no AIR Care Centre, em Lisboa. O hospital setubalense vai receber um certificado de reconhecimento aos serviços de pneumologia bem como um cheque no valor de mil euros (cada um). “É com muito orgulho e satis-

fação que iremos anunciar o lançamento do Prémio Luísa Soares Branco, que pretende distinguir e reconhecer as boas práticas na área dos cuidados respiratórios. Para assinalar esta iniciativa queremos reconhecer os serviços de

pneumologia do Hospital São Bernardo e Hospital Vila Franca de Xira que foram um importante apoio também na realização do I e II Fórum Luísa Soares Branco”, disse Isabel Saraiva, vice-presidente da Respira.

Cidade acolhe hoje reunião do Conselho Nacional do partido

Anfitrião da reunião maior do PSD entre congressos, Nuno Carvalho quer mostrar que o trabalho da concelhia “dá mais força a Setúbal”

ARQUIVO / MÁRIO ROMÃO

“O PSD está a ter impacto positivo em Setúbal” O

Conselho Nacional do PSD reúne-se hoje à noite, no Novotel, em Setúbal, para aprovar o orçamento do partido para o próximo ano, debater a situação política e iniciar o processo de revisão dos estatutos. O presidente da concelhia quer aproveitar o momento para mostrar o trabalho feito na cidade por uma “equipa de verdadeiros independentes” e destacar a intervenção do partido nas questões locais mais mediáticas, como as dragagens e o protesto dos estivadores. Nuno Carvalho afirma que a coordenação com deputados e eurodeputados do PSD deu “força às preocupações dos setubalenses” e sublinha a forma “moderada” e atenta como a concelhia está na política. NUNO CARVALHO. Presidente da concelhia de Setúbal do PSD

Como vê a escolha de Setúbal para a realização do Conselho Nacional? É uma iniciativa do líder do PSD, Rui Rio, descentralizar as reuniões do órgão máximo do partido entre congressos. Chegou a vez do distrito de Setúbal e fico naturalmente feliz por ser no nosso concelho e numa data com especial importância política como dia 4 de Dezembro onde o PSD relembra um histórico líder do partido e do país, Francisco Sá Carneiro. Das matérias em agenda o que destaca? O Conselho Nacional debate a política interna e externa do partido. Espero que possamos focar o PSD nas matérias que estão esquecidas

no Orçamento de Estado como o apoio às empresas onde o financiamento pode passar de um problema a um flagelo. Os últimos avanços na necessária desburocratização do Estado na relação com as empresas são do governo do PSD. Espero também que se possa retomar o tema do apoio às famílias, especialmente nas medidas que apoiam a natalidade porque se continuarmos neste caminho o decréscimo da população em Portugal vai ser dez vezes mais forte e difícil de recuperar que um resgate da troika. Como é que o presidente da concelhia anfitriã vê a situação actual do partido? Vemos que o PSD recuperou o país,

mas parece que o PSD ainda não está recuperado. O nosso partido esteve limitado na forma de fazer política porque a agenda era limitada pela intervenção da troika e ainda há demasiados portugueses que confundem a nossa ideologia com as duras soluções que o PSD teve que implementar devido aos problemas causados pelo anterior governo do PS. Creio que o PSD está a trabalhar para contrariar essa ideia, mas não é fácil quando o PCP, BE e PS elegem o PSD como alvo principal. Está na altura do PSD olhar com atenção para PCP e BE, especialmente este último, porque só faltou a Catarina Martins visitar Sócrates na prisão ladeada pelas irmãs Mortágua, esse

partido concorda com tudo o que o PS fez e faz só para sonhar que um dia pode indicar ministros. Mas atenção, actualmente PCP e BE já governam, uma coligação no Parlamento é uma forma de governar. O presidente do partido na semana passada pediu tréguas, dizendo que a contestação interna é um suicídio colectivo. Acha que Rui Rio tem condições para continuar e disputar as eleições do próximo ano? Qualquer líder do PSD legitimamente eleito pelos militantes tem condições para disputar eleições. As condições em que o partido vai a votos é que têm que ser melhoradas. Essa, aliás, é a opinião comum a todos os simpatizantes e militantes, incluindo o presidente do PSD, daí o seu "pedido de tréguas". Creio que esse ponto comum de melhoria da imagem do PSD deve servir de motor para o nosso partido estar mais forte nas eleições de 2019. E é muito importante que esteja, porque o PSD desempenha um papel fundamental na democracia, porque o CDS está acantonado à direita, o PCP e BE estão acantonados à esquerda e fazem do PS o seu refém. Dar soluções aos diferentes tipos de preocupações de diferentes partes do país só está ao alcance de um partido com a dimensão do PSD, por isso é fundamental que o nosso partido assuma a responsabilidade que tem na democracia. Creio que as principais preocupações dos simpatizantes e militantes estão relacionadas com o que poderá acontecer à nossa democracia se o PSD não desempenhar o seu papel. Ainda há pouco falei das empresas, especialmente as pequenas e médias, e da natalidade em Portugal, sem o PSD esses e muitos outros problemas nunca terão a devida atenção e representação na governação do país. Como presidente da concelhia, o que gostava de transmitir aos conselheiros nacionais? Dois temas locais com eco nacional,

as dragagens no Rio Sado e greve dos estivadores no Porto de Setúbal. O PSD de Setúbal assumiu posições e desenvolveu iniciativas, aliás, foi o primeiro partido a fazê-lo sobre ambas as preocupações. E mais importante é que a posição foi moderada e com preocupações ambientais e laborais. Falta muitas vezes moderação na política, por isso foi importante a intervenção do PSD. E foi naturalmente importante que as posições que assumi como vereador tenham sido o início de uma conduta igual a nível da Assembleia da República e Parlamento Europeu, onde o deputado Bruno Vitorino e o eurodeputado Carlos Coelho deram força necessária às preocupações dos setubalenses sobre estes assuntos. Estamos a ter impacto positivo em Setúbal com esta forma de fazer política. Este Conselho Nacional será mais uma oportunidade para intensificar a atenção e sintonia do PSD no que se refere a assuntos do concelho de Setúbal. Como vê a situação do partido no concelho de Setúbal? Como um partido capaz de servir as pessoas, fazemos isso todos dias, com uma equipa de verdadeiros independentes porque não vivem nem dependem da política para viver, todos os autarcas do PSD de Setúbal têm essa característica sem prejuízo de terem muitos anos como militantes do PSD. Sentimos um grande reconhecimento pelo primeiro ano de mandato cumprido porque estamos a fazer um trabalho sem pensar em ciclos eleitorais e mantendo o foco nas nossas principais causas e as nossas propostas e posições sobre a mobilidade, redução do IMI e IMI familiar reflectem isso. Enquanto vereador nunca contornei um tema, há inclusive muitos temas em que o PSD é primeiro a levar a sua discussão à Câmara Municipal de Setúbal. Estou certo que desta forma o nosso trabalho dá mais força a Setúbal, e já temos agenda para o ano de 2019.


6

ALCOCHETE Preparava-se para consumir em plena via pública quando foi abordado DIÁRIO DA REGIÃO

TERÇA-FEIRA, 04/12/2018

LOCAL

Jovem de 23 anos detido pela GNR com centenas de doses de haxixe

Um jovem de 23 anos foi detido no passada sábado pela GNR, em Alcochete, por suspeita de tráfico de estupefacientes. O suspeito estava na posse de centenas de doses

de haxixe e preparava-se para consumir em plena via pública quando foi detido pelos militares. “Durante uma acção de patrulhamento, os militares detectaram o suspeito a

preparar-se para consumir estupefacientes na via pública, tendo por isso sido abordado. Tinha na sua posse 504 doses de haxixe”, revelou a GNR em comunicado, acrescentan-

do que o jovem, “já com antecedentes de práticas contraordenacionais de consumo, foi constituído arguido e sujeito à medida de coacção de termo de identidade e residência”.

[ DIREITOS RESERVADOS ]

PALMELA Equipamento de 450 mil euros também servirá a escola

Construção do pavilhão desportivo do Poceirão a concurso “dentro de dias”

QUINTA DO ANJO Câmara realiza obras mas contesta decisão

ASAE ordena encerramento de Espaço de Jogo e Recreio

O

Espaço de Jogo e Recreio do Sobral, Quinta do Anjo, concelho de Palmela, foi encerrado devido à intervenção da ASAE, que alegou “a inexistência de soluções eficientes de proteção do EJR contra o trânsito”. O presidente da Junta de

Freguesia de Quinta do Anjo, António Mestre, explicou que a ASAE “quer a instalação de uma protecção com a colocação de um rail junto à estrada” e adianta “em primeiro lugar está a segurança das crianças e, de imediato, procedemos ao encerramento do EJR, vedando o acesso ao mesmo”. António Mestre garante “estamos a trabalhar em parceria com a Câmara para que as alterações em redor do equipamento preencham todas as condições de segurança” e que a “intervenção seja feita o mais rápido possível para que as crianças possam voltar a utili-

zar o Espaço de Jogo e Recreio”. O edil quintajense esclarece que “o equipamento tem todas as condições e a intervenção da ASAE tem a ver com a inexistência de soluções eficientes de proteção do EJR contra o trânsito», apesar do espaço “se encontrar em funcionamento há vários anos”. O gabinete jurídico da autarquia está a preparar a contestação da notificação apresentada pela ASAE, mas está a realizar intervenções no Espaço de Jogo e Recreio do Sobral para que as crianças não sejam prejudicadas. FÁTIMA BRINCA

POR FÁTIMA BRINCA

O

concurso público para a empreitada para a transformação do Polidesportivo de Poceirão, num pavilhão desportivo, será lançado “dentro de

dias”, revelou o presidente da Câmara, Álvaro Amaro, na reunião da última quarta-feira da Assembleia Municipal de Palmela. A empreitada vai a concurso público pelo preço base de 456 mil euros. A proposta da Câmara esclarece que o novo pavilhão “é constituído por diversos espaços polivalentes, com destaque para a grande nave, com 1.250 metros quadrados de área livre, destinada à prática desportiva e a outras atividades socioculturais, e três salas para apoio socioeconómico e capacitação da população e do território nas diversas dimensões: social, educacional, cultural, económica, inovação, ambiente, emprego,

voluntariado, emprego e empreendedorismo”. O presidente da autarquia explicou também que o novo equipamento “servirá a comunidade e as escolas”, entre elas a José Saramago, e os agentes socioculturais, desportivos, associativos e económicos da região, cuja gestão será assegurada pela Palmela Desporto, a exemplo dos outros equipamentos do concelho. O deputado socialista José Manuel Silvério pediu esclarecimentos ao presidente Álvaro Amaro sobre as obras e quis também saber se a gestão do futuro equipamento será assegurada pela Palmela Desporto e se servirá a Escola José Saramago.

[ DIREITOS RESERVADOS ]

Equipamento funciona há vários anos mas ASAE entende que não tem protecção suficiente contra o trânsito

Em resposta ao deputado municipal José Manuel Silvério, o presidente Álvaro Amaro esclareceu que a futura estrutura será gerida pela Palmela Desporto

PUBLICIDADE

Associação Humanitária de Bombeiros de Pinhal Novo Fundada em 1 de Maio de 1951 • Filiada na Liga dos Bombeiros Portugueses e na Federação dos Bombeiros do Distrito de Setúbal Medalha de Duro de duas estrelas da Liga dos Bombeiros Portugueses Medalha Municipal de Mérito— Grau Ouro

CONVOCATÓRIA Nos termos dos artigos 38.°, alínea a). 41.º, n.° 2, alínea c), e 42.°, n.°l, dos Estatutos da Associação Humanitária de Bombeiros de Pinhal Novo, convoco a Assembleia Geral Ordinária a reunir no dia 18 de Dezembro de 2018, pelas 21:00 horas, no quartel-sede da Associação.

ORDEM DE TRABALHOS 1 — Apresentação, discussão e votação do Plano de Ação e Orçamento para 2019; 2 — Outros assuntos. - Obs.: A Assembleia funcionará estando presente o número legal de sócios à hora indicada, ou 30 minutos depois, com qualquer número (art.° 43°, n.° 1 dos Estatutos). - Nos termos dos Estatutos, consideram-se no pleno gozo dos seus direitos, com direito a voto, os associados admitidos há, pelo menos, três meses, e os que não tenham o pagamento das quotas em atraso por um período superior a três meses, (artigo 9.°, n.°s 2 e 3). - Os Sócios deverão vir munidos dos respetivos cartões, ou da última quota paga, na sua falta, de Bilhete de Identidade, Cartão de Cidadão ou qualquer outro cartão de identificação com fotografia, para identificação e registo no livro de presenças. Pinhal Novo, 23 de Novembro de 2018 O Presidente da Mesa da Assembleia Geral Luís Pedralva Costinha

POLIDESPORTIVO. Será transformado em pavilhão com um investimento superior a 450 mil euros


DIÁRIO DA REGIÃO

TERÇA-FEIRA 04/12/2018

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

SETÚBAL Cidade debate direitos humanos na actualidade

Na data em que se assinalam os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos a Câmara Municipal de Setúbal apoia a organização de um encontro que tem como mote central os direitos humanos, na perspectiva da educação, saúde, migrações e inclusão social

[ DIREITOS RESERVADOS ]

Direitos Humanos em destaque na Casa da Baía

"

70 anos depois vamos conversar sobre Direitos Humanos" é o enfoque da iniciativa, organizada pelo Grupo de Implementação do Plano de Igualdade de Género do Centro Hospitalar de Setúbal, com o apoio da Câmara Municipal. Uma iniciativa organizada no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Direitos Humanos. O encontro, a realizar no dia 10 de Dezembro, entre as 09h00 e as 13h00,

na Casa da Baía tem como mote central os direitos humanos, na perspectiva da educação, saúde, migrações e inclusão social. A iniciativa abre com o tema “Dependências atuais, uma questão de igualdade A visão da Educação e Saúde”, moderado por António Fialho, provedor da Igualdade de Género do CHS - Centro

Hospitalar de Setúbal. Este painel conta ainda com as intervenções de Célia Alverca, psicóloga educacional e Maria João Freire, interna de psiquiatria do CHS. O segundo painel dá enfoque ao tema “Migrações e Inclusão Social”, com intervenções de Francisco George, presidente da Cruz Vermelha Portuguesa; António Gonçal-

ves, presidente da EDUGEP; e Cândido Teixeira, presidente da Liga dos Amigos do Hospital de São Bernardo. O Dia dos Direitos Humanos é celebrado desde 1948, a 10 de Dezembro, data em que a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em Paris.

Sindicado dos Bancários Sul e Ilhas e o núcleo de Setúbal do GRAM – Grupo de Ação de Mulheres, realizado no dia 17 de novembro de 2018, com visita guiada pela vila: igrejas Matriz de Santa Maria de São Pedro, museu Municipal de Óbidos e outros monumentos históricos, com as ruas e casas brancas, os estabelecimentos de artesanato e a afamada ginjinha de Óbidos servida em copos de chocolate, que é sempre com muito prazer a visita que Óbidos nos proporciona do seu talento histórico, aos

turistas que cada vez mais são atraídos pela beleza deste paraíso bem preservado de Portugal. Após a visita a Óbidos, o almoço foi no restaurante A Ribatejana, próximo das Caldas da Rainha e de regresso visitamos a Foz do Arelho. Segundo informações, a lagoa vai sofrer melhoramentos do seu assoreamento, que vai tornar aquela região turística ainda mais encantadora. Parabéns à organização por mais esta visita histórica e aguardemos pela próxima. VIVA SETÚBAL

OPINIÃO

Visita histórica a Óbidos

CUSTÓDIO PINTO

Óbidos é uma das mais belas pérolas que existem no nosso país, pois o turismo não é só o Algarve, Lisboa e o Por-

to. Portugal tem muito ainda para descobrir e desenvolver, principalmente no interior, mas temos muito por explorar. O turismo é uma grande indústria, mas para isso acontecer tem que acontecer vontade política, com capacidade para esta indústria que será também um bom incremento para ajudar a equilibrar a balança económica do país. Mas voltemos a Óbidos, foi uma visita maravilhosa à vila medieval e mais pitoresca de Portugal, organizado pela secção sindical regional de Setúbal do

LOCAL

7


8

LOCAL

TERÇA-FEIRA 04/12/2018

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

DIÁRIO DA REGIÃO

PALMELA Para proteger felinos de rua

A Câmara de Palmela está a criar instalações para felinos abandonados para garantir o bem estar dos animais

[ FOTOS: DIREITOS RESERVADOS ]

Aldeias de Gatos nascem no Pinhal Novo, Cabanas e Quinta da Asseca

O

s gatos abandonados passam a ter abrigos em Pinhal Novo, Cabanas e Quinta da Asseca de forma a garantir o bem estar dos felinos, que vivem em zonas urbanas. A vereadora Fernanda Pesinho explica que a iniciativa “faz parte do plano de mandato e depois da esterilização e desparasitação, instalámos abrigos para acolher os gatos abandonados”. A autarca adianta “contamos com a ajuda de cuidadores, que lhes dão comer e fazem a limpeza dos espaços”. Fernanda Pesinho revela “trata-se do projecto Animais na Comunidade, que passam a ter locais, as Aldeias dos Gatos, onde usufruem de todas as condições

CASOTA. Câmara protege gatos de rua

ACOLHIMENTO. Os cuidadores dão comer e fazem limpeza

colónia com mais de três dezenas de felinos, que são acarinhados pela população. Os gatos deixam de estar entregues à sua sorte, muitas vezes eram acossados pelos cães, e a

para enfrentarem o frio e a chuva”, que “foi muito bem recebido pelos moradores, que já alimentavam os felinos”. Na Aldeia dos Gatos de Pinhal Novo, junto à ciclovia, existe uma

casota de madeira tem uma cerca, dá-lhes todas as condições de segurança. Os equipamentos já se encontram instalados no Pinhal Novo, Cabanas e Quinta da Asseca e servem mais de uma centena

de gatos. A vereadora garante “iremos continuar com o projecto em outras zonas do concelho onde existam colónias de gatos”. FÁTIMA BRINCA

Filipe Palhoça lança novos espumantes Marta Palhoça diz que é o “concretizar de um sonho da terceira geração de uma adega de 1950”

A

Filipe Palhoça Vinhos reforçou a sua gama de produtos com o lançamento, na Casa Mãe da Rota dos Vinhos, em Palmela, completamente esgotada, de três espumantes, dois brancos e um rosé. Após o falecimento de Filipe Palhoça, o filho e a nora deitaram “mãos à obra” para o “concretizar de um sonho da terceira geração

da adega”, porque “não podemos cruzar os braços”. A jovem empresária garante que “não queremos que seja mais um espumante”, pois “somos apaixonados pelo que fazemos e os prémios da Melhor Vinha e do Melhor Vinho tinto servem de incentivo para continuarmos a trabalhar”. Marta Palhoça manifestou a sua satisfação pela “adesão de tanta gente” e prometeu que “a próxima apresentação já será na nossa nova loja, que está a ser construída e onde apostámos num grande investimento”. A enóloga Ana Marta Cardim explicou em pormenor os três espumantes, dois brancos e um rosé, dois secos e um meio seco, com destaque para o rosé concebido com as castas de moscatel roxo e castelão, destacando que “são as

[ FOTOS: DIREITOS RESERVADOS ]

VINHOS Bebidas indicadas para Natal e passagem de ano

HENRIQUE SOARES. Saudou a vinda de mais um produto de sucesso da gama de produtos Filipe Palhoça

mais importantes da Península de Setúbal”. Os espumantes, explica a jovem enóloga de 27 anos, “foram concebidos através do método clássico com a segunda fermentação no interior da garrafa, tudo de forma natural, que desafia a apreciação visual, olfativa e gustativa”.

Os três novos vinhos envolveram uma produção de seis mil garrafas para venda no mercado nacional para degustar na noite de Natal ou para começar o Ano Novo. Antes de terminar a apresentação, que contou com a presença do presidente da Câmara de Palmela, Álvaro Amaro, Marta Palho-

ça anunciou “o lançamento do Grande Escolhas para o mercado nacional, mas a piscar o olho ao mercado internacional”, e acrescentou “iremos lançar novidades no próximo ano, mas ainda são surpresas, que a seu tempo serão reveladas”. FÁTIMA BRINCA


DIÁRIO DA REGIÃO

TERÇA-FEIRA 04/12/2018

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

PUBLICIDADE

9


10

PUBLICIDADE

TERÇA-FEIRA 04/12/2018

O DIĂ RIO DA REGIĂƒO DE SETĂšBAL

JOĂƒO DE SOUSA DOS SANTOS

CARMEN ISABEL DA SILVA MOREIRA

CELESTE MARIA DA SILVA LOPES

JOSÉ LU�S AMARAL TORRES

DE 91 ANOS FALECEU EM 23/11/2018

DE 43 ANOS FALECEU EM 27/11/2018

DE 88 ANOS FALECEU EM 29/11/2018

DE 72 ANOS FALECEU EM 29/11/2018

Seu Filho, Nora, Netas e Restante FamĂ­lia vĂŞm por este meio na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, agradecer a todos os que se dignaram a acompanhar ou que de outra forma lhes manifestaram o seu pesar.

Sua Filha, IrmĂŁ, Cunhado, Sobrinha, Companheiro e Restante FamĂ­lia vĂŞm por este meio na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, agradecer a todos os que se dignaram a acompanhar ou que de outra forma lhes manifestaram o seu pesar.

Suas irmĂŁs, Cunhados, Sobrinhos e Restante FamĂ­lia vĂŞm por este meio na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, agradecer a todos os que se dignaram a acompanhar ou que de outra forma lhes manifestaram o seu pesar.

Sua Esposa, Filhas, Genro, Netos e Restante FamĂ­lia vĂŞm por este meio na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, agradecer a todos os que se dignaram a acompanhar ou que de outra forma lhes manifestaram o seu pesar.

AgĂŞncia FunerĂĄria Pinhalnovense, Lda.

AgĂŞncia FunerĂĄria Pinhalnovense, Lda.

AgĂŞncia FunerĂĄria Pinhalnovense, Lda.

AgĂŞncia FunerĂĄria Pinhalnovense, Lda.

$)XQHUiULDGD $)XQHUiULDGD 3LFKHOHLUD/GD )XQHUDLV&UHPDo}HV7UDVODGDo}HV 6(59,d2 3(50$1(17( 9HQGDGHDUWLJRVUHOLJLRVRVHHVRWpULFRV 7OP

3UHoRVORZFRVW

(67$026&216,*23$5$26(59,5&20+21(67,'$'((&203(7Ăˆ1&,$ 6HGH 5XD'U)DULDGH9DVFRQFHORVQž% /LVERD 7HO )D[

)LOLDLV $Y*HQHUDO+XPEHUWR 'HOJDGRQ¾ 3LQKDO1RYR 7HO)D[

5XDGD&RUGRDULD Qž% $PRUD 7HO

ZHEIXQHUDULDSLFKHOHLUDSW

ASSOCIAĂ‡ĂƒO DE SOCORROS MĂšTUOS MONTEPIO GRANDOLENSE ASSEMBLEIA GERAL ORDINĂ RIA

Convocatória De harmonia com o n.° 1, alínea b) do artigo 36°, dos Estatutos da Associação, convocam-se os Associados para reunir em Assembleia Geral Ordinåria, no edifício sede da Associação, na Rua D. Nuno à lvares Pereira n.° 58-1° andar, em Grandola, dia 7 de Dezembro de 2018 (6°Feira), pelas 19,30 horas, com a seguinte ordem de trabalhos: 1. Informaçþes. 2. Discussão e votação do Programa de Ação e Orçamento para o ano seguinte e do Parecer do Conselho Fiscal; Nos termos do n.° 1 do artigo 40° dos Estatutos, a Assembleia Geral considera-se constituída em primeira convocatória se estiverem presentes mais de metade dos Associados Efetivos com direito a voto e no pleno gozo dos seus direitos associativos ou trinta minutos depois com qualquer número de presenças. Nos termos Estatuårios, (artigo 39°) as cópias dos documentos de suporte à realização da Assembleia Ordinåria, encontram-se disponíveis para consulta a partir do dia 28 de Novembro de 2018. Grândola, 15 de Novembro de 2018 A Presidente da Mesa da Assembleia Geral Graça da Conceição Candeias Guerreiro Nunes

Aviso Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo à LVARO MANUEL BALSEIRO AMARO na qualidade de Presidente da Câmara Municipal de Palmela: Torna público, para efeitos do estipulado no n.º 1 do artigo 13.º do Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo, aprovado em 03/12/2014 e 26/02/2015, em reuniþes de Câmara Municipal e de Assembleia Municipal, respetivamente e em vigor desde 13 de março de 2015, anexo a este Aviso, a abertura do procedimento de candidaturas aos apoios municipais às associaçþes que desenvolvam atividades de natureza social, cultural, educativa, desportiva e recreativa no município de Palmela, durante o ano de 2019. Os processos de candidatura aos apoios financeiros terminam a 31 de janeiro de 2019 destinando-se a: a) Apoio financeiro à continuidade e/ou incremento das atividades culturais, sociais, desportivas, recreativas ou outras de relevante interesse público municipal; b) Apoio financeiro para a realização de obras de conservação; c) Apoio financeiro para aquisição de equipamentos. As candidaturas devem ser formalizadas em conformidade com o n.º 5 do artigo 13.º e artigos 14.º e 15.º do Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo, disponibilizado no sítio institucional do Município de Palmela, www.cm-palmela.pt. Palmela, 20 de novembro de 2018. O Presidente da Câmara, à LVARO MANUEL BALSEIRO AMARO

ASSOCIAĂ‡ĂƒO HUMANITĂ RIA DOS BOMBEIROS MISTOS DE Ă GUAS DE MOURA CONVOCATĂ“RIA Conforme previsto na alĂ­nea b) do ponto n.Âş 2 do artigo 47.Âş e no ponto n.Âş 4 do artigo 48.Âş dos Estatutos da Associação HumanitĂĄria dos Bombeiros Mistos de Ă guas de Moura, convoco todos os sĂłcios para uma Assembleia Geral OrdinĂĄria a reunir no dia 19 de dezembro de 2018, quarta-feira, pelas 21:00 horas na Sede da Associação em Ă guas de Moura, com a seguinte ordem de trabalhos: 1.Informaçþes da Direção 2. Apresentação, discussĂŁo e votação do Plano de Atividades para 2019 3. Apresentação, discussĂŁo e votação do Orçamento para 2019 4. Outros assuntos. CONVOCATĂ“RIA Conforme previsto no ponto n.Âş 2 do artigo 70.Âş dos Estatutos da Associação HumanitĂĄria dos Bombeiros Mistos de Ă guas de Moura, convoco todos os sĂłcios para uma Assembleia Geral Eleitoral, a reunir no dia 19 de dezembro de 2018, quarta-feira, pelas 21:00 horas na Sede da Associação em Ă guas de Moura, com a seguinte ordem de trabalhos: Ponto Ăşnico. Eleição dos Titulares dos Ă“rgĂŁos Sociais para o triĂŠnio 2019/2021. NOTA: Conforme previsto n.Âş 1 do artigo 49 dos Estatutos da Associação HumanitĂĄria dos Bombeiros Mistos de Ă guas de Moura, as Assembleias Gerais poderĂŁo funcionar com qualquer nĂşmero de Associados em segunda convocação, trinta minutos depois da hora inicial desde que nĂŁo inferior a 8 (oito) associados efetivos. Ă guas de Moura, 23 de novembro de 2018 O Presidente Assembleia Geral, JosĂŠ Henrique Cardoso


TERÇA-FEIRA 04/12/2018

PUBLICIDADE

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

11

CAROLINA MARIA AUGUSTO

ANTÓNIO JOAQUIM REDONDO NARCISO

AMÉLIA DE JESUS FERNANDES CORREIA

MARIA ELVIRA PIMENTA CAMALHÃO

(1931 – 2018)

(1948 – 2018)

(1922 – 2018)

(1945 – 2018)

Participação e Agradecimento

Participação e Agradecimento

Participação e Agradecimento

Participação e Agradecimento

A funerária Armindo lamenta informar o falecimento de Carolina Maria Augusto. A família vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolências.

A funerária Armindo lamenta informar o falecimento de António Joaquim Redondo Narciso. A família vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolências.

PRECISA-SE EMPREGADA/O PARA LAR DE IDOSOS PALMELA - 917 417 583

PRECISA-SE

COZINHEIRA TELEFONE 918167391

PRECISA-SE DE AJUDANTE DE COZINHA COM EXPERIÊNCIA. REST CASA LAGARTO, SETÚBAL 969 747 076

CONSERVATÓRIO REGIONAL DE SETÚBAL FUNDADO EM 1988 INSTITUIÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA

CONVOCATÓRIA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA Nos termos do art.º 21, Parágrafo 1°. dos Estatutos da ASSOCIAÇÃO CULTURAL DO CONSERVATÓRIO REGIONAL DE SETÚBAL, convoco os sócios no pleno uso dos seus direitos, para uma reunião da Assembleia Geral Ordinária Eleitoral, a realizar no dia 18 de Janeiro de 2019, das 19hOO às 22hOO, na sede da Associação, sita na Avenida Dr. António Rodrigues Manito n.º 4, em Setúbal, a qual terá a seguinte: ORDEM DE TRABALHOS Ponto Único - Eleições dos Corpos Sociais para o triénio 2019-2021 A Assembleia Geral Eleitoral funcionará das 19hOO às 22hOO, hora em que se encerrará a urna e se procederá ao respectivo escrutínio, ficando, desde já, marcada a tomada de posse dos Corpos Sociais da Associação para as 23hOO. Nos termos do parágrafo 5°. do mesmo Artigo 21°. dos Estatutos, as listas de candidatos deverão estar na posse do Presidente da Mesa da Assembleia Geral até trinta dias antes da realização da Assembleia. Setúbal, 29 de Novembro de 2018 O PRESIDENTE DA MESA DA ASSEMBlEIA GERAL (Vitor Manuel Ramalho Ferreira)

A funerária Armindo lamenta informar o falecimento de Amélia de Jesus Fernandes Correia. A família vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolências.

A funerária Armindo lamenta informar o falecimento de Maria Elvira Pimenta Camalhão. A família vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolências.

Associação de Socorros Mútuos Setubalense Rua Major Afonso Pala, 63 a 67-1° 2900-199 Setúbal Geral: 265522226 Gab. Direção: 265535154 Fax 265535158 CONVOCATÓRIA

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DIA 20/12/2018 Ao abrigo do n° 1 do art.°36°, da alínea c), convoco os associados para a Assembleia Geral Ordinária no próximo dia 20 de Dezembro, entre as 08h30 e as 19h30, na sede social da Instituição sita na Rua Major Afonso Pala, 63 a 67, em Setúbal, com a seguinte: ORDEM DE TRABALHOS Ponto único: Eleição dos Órgãos Associativos para o triénio de 2019/2021. CONVOCATÓRIA

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DIA 20/12/2018 Ao abrigo do n° 1 do art.°36°, da alínea b), convoco os associados a reunirem em Assembleia Geral Ordinária no próximo dia 20 de Dezembro, pelas 20h00. na sede social da Instituição sita na Rua Major Afonso Pala, 63 a 67 (sala de reuniões -2° andar), em Setúbal, com a seguinte: ORDEM DE TRABALHOS 1. Discussão e votação do Programa de Ação para o ano de 2019 e respetivo Parecer do Conselho Fiscal; 2. Discussão e votação do Orçamento; 3. Informações. Se à hora indicada não estiver presente o número legal de sócios, a Assembleia funcionará uma hora depois com qualquer número de presenças (art°40-1). Setúbal, 29 de Novembro de 2018 O Presidente da Mesa da Assembleia Geral Dr. David da Fonseca Martins


12 SOCIEDADE

TERÇA-FEIRA 04/12/2018

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

DIÁRIO DA REGIÃO

SEIXAL Quinta da Marialva assistiu a uma prova que promete ficar na agenda do atletismo

Quase mil atletas partiram para percorrer os 10 quilómetros da 2.ª São Silvestre de Corroios, no passado domingo. Para os mais jovens foram apenas 5 quilómetros mas competição não faltou numa prova que trouxe a campeã Carla Sacramento

[ FOTOS: RUI FERNANDES ]

Carla Sacramento regressa à competição na São Silvestre de Corroios

POR HUMBERTO LAMEIRAS

L

aura Grilo, na categoria Sénior Feminino, e Nelson Cruz, em Veteranos Masculinos 40, foram os vencedores da 2.ª edição da São Silvestre de Corroios. Uma prova que, no passado domingo, partiu do Parque Urbano da Quinta da Marialva, passou por artérias da vila, teve a linha de meta no Pavilhão Multiusos deste Parque Urbano e foi elogiada por participantes, pela organização e pela madrinha da prova, a campeã de atletismo Carla Sacramento, que promete estar presente na 3.ª edição a realizar-se para o ano. “Estou sem palavras por voltar à minha terra”, comentou Carla Sacramento a O SETUBALENSE-DIÁRIO DA REGIÃO. Natural do Seixal,

CARLA SACRAMENTO. Foi madrinha da prova ganha por Laura Grilo e Nelson Cruz

COMPETIÇÃO. Cerca de 1500 atletas inscreveram-se mas só 900 participaram

a campeã manifestou “ser bom regressar” e rever atletas que correram consigo anteriormente. E sobre esta “grande festa de atletismo”, diz estar “prometido” que para o ano está de volta. A residir em Espanha, Carla Sacramento esteve onze anos sem competir por dedicação à maternidade, agora está a treinar “há seis meses”. Um regresso “devagarinho”, em que o objectivo “é chegar ao meu nível de momento, não ao anterior, isso já não é comparável”, avalia a atleta que mostrou satisfação por ter concluído os 10 qui-

siga conciliar”, afirma. Entretanto a 3.ª edição da São Silvestre “já está a ser preparada”, afirma o presidente da Junta de Freguesia de Corroios. “Aqui quando fazemos um evento nunca é só para um ano, é para ter continuidade”, diz Eduardo Rosa. Quanto a prova deste ano afirma que “correu bem”, mas já planeia “melhorar a parte logística e apoios” na próxima edição. Organizada pela Associação A Natureza Ensina, com o apoio da Junta de Freguesia de Corroios, esta prova “está a ganhar importância regional e local”, afirma Eduardo

Rosa que revela a presença no próximo ano de uma equipa vinda de Espanha e outras duas de grandes clubes nacionais. Orgulhoso com esta competição que teve 1500 inscritos, embora só comparecessem na Quinta da Marialva cerca de 900 atletas, o director da prova, e elemento da associação, Rodrigo Silva, salientou a satisfação dos atletas e que “é fabuloso assistir a uma chegada de atletismo em pavilhão”, por isso considera que o circuito neste parque urbano “tem as condições ideais” para este tipo de competição.

ções que cativem as famílias, nomeadamente perspetivas de trabalhar com horários e salários dignos, face ao aumento do custo de vida; daí a importância de ser atualizado o Salário Mínimo Nacional, entre outras medidas, já propostas pelo PCP, de que são exemplo a reposição dos escalões do abono de família, horários de trabalho regulares que permitam o acompanhamento das crianças e jovens, bem como proteção da maternidade e paternidade ou em caso de doença dos filhos. Estes e outros direitos, que integram uma necessária rede de apoio, apenas estarão garantidos com serviços públicos de adequados às necessidades das famílias. O executivo da CDU na CM de Pal-

mela, que tenho orgulho de integrar, tem-se pautado pela coerência na sua intervenção, dando provas efetivas que vai além das palavras e propaganda populista e que avança com medidas de proteção e apoio às famílias do concelho, concretamente através da gratuitidade da fichas de trabalho aos alunos/ as do 1º CEB, reforço dos apoios socioeducativos, transportes escolares, alimentação escolar, bolsas de estudo, etc A CDU Palmela investe nas suas famílias, queremos que sintam que este concelho as acolhe, que trabalhamos para criar mais e melhores condições de vida quotidiana, todos os dias, para que cresçam e sejam felizes, orgulhosas, no/do nosso Concelho.

lómetros da São Silvestre de Corroios em 00:45:36. “Ficar abaixo dos 50 minutos foi muito bom para quem está a recomeçar há tão pouco tempo”. E com este ficou em 4.º lugar na sua categoria. Por agora a campeã está a preparar trabalho com jovens atletas e seniores que estão a começar a praticar atletismo para que o façam sem se lesionar. Este ensinamento está a ser feito em Espanha num clube que junta cerca de uma centena de jovens e outros tantos veteranos, mas “se em Portugal me desafiarem eu venho, desse que con-

OPINIÃO

CDU no país e em Palmela Investir nas famílias, por um país com futuro

ZORAIMA CRUZ PRADO CDU Palmela

O

PCP, os Verdes e os seus aliados têm pugnado por melhorar as condições das famílias em Portugal, denunciando e lutando pelas condições de trabalho e propondo em sede da Assembleia da Republica, nomeadamente na Lei do Orçamento de Esta-

do, medidas que melhorem a vida das famílias Portuguesas. Aliás, a proteção social e o apoio às famílias tem sido uma prioridade para o PCP, que sempre tem proposto e lutado pela implementação de medidas que se traduzam em melhores condições de vida para as famílias de Portugal. Já em 2017, com efeito em 2018, as medidas propostas pelo PCP, traduziram-se numa poupança de 12 milhões de Euros para as famílias e destaco aqui o alargamento da oferta dos manuais escolares ao 2º ciclo, medida que abrangeu cerca de 550 mil crianças. Para 2019 o PCP mantém a coerência e defende o investimento nas famílias, designadamente que todos os alunos até ao 12º

ano recebam gratuitamente os manuais escolares, já no ano lectivo 2019/2020. Este investimento nas crianças e jovens, terá um impacto muito positivo nas famílias traduzindo-se num alívio dos seus gastos com a Educação que, em Portugal, é em media de 1030 euros/ ano, mas trata-se também de uma importante medida para combater o abandono e insucesso escolares. Famílias felizes e com perspetivas de futuro, permitem construir, fixar as famílias, inverter a espiral de envelhecimento da população, construir um país sólido e com vigor. O PCP não é alheio ao facto de que, para as famílias serem autossuficientes e verem em Portugal um país onde podem sonhar e construir um futuro, é imperativo criar condi-


DIÁRIO DA REGIÃO

TERÇA-FEIRA 04/12/2018

SOCIEDADE

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

13

HEMPEL Grupo tem fábrica em Palmela

Soluções de pintura para um mercado exigente Presente em mais de 80 países, nos últimos anos a Hempel lançou diversos produtos com tecnologias patenteadas que adicionaram valor acrescentado a soluções tradicionais

A

Hempacore de protecção contra o fogo são considerados pela Hempel como “perfeitos para uma grande variedade de estruturas, desde estádios a aeroportos e edifícios, garantindo a integridade estrutural em caso de fogo, até duas horas”. No entanto, não basta proteger contra incêndios. A estrutura metálica de um edifício “também necessita de protecção anticorrosiva”. A gama Avantguard de produtos de zinco activado “possui os primários ideais para sistemas de protecção contra a corrosão e estão aprovados para utilização com Hempacore One e Hempacore One FD”. “Os nossos clientes beneficiam assim de uma protecção excelente contra a corrosão e contra incêndios num único sistema”.

Produtos Hempacore One 43600 Hempacore One FD 43601 Hempacore AQ 48860 Características •Elevado volume de sólidos •Tempos de secagem curtos •Produto de alto desempenho •Compatível com uma vasta gama de primários e acabamentos Vantagens •Cobre uma maior área de superfície por litro •Diminui o tempo total de aplicação •Espessuras reduzidas permitem diminuir o tempo de aplicação e o custo total do projeto •Possibilidade de adaptar os sistemas de pintura a uma grande variedade de condições de exposição

[ DIREITOS RESERVADOS ]

ssociada do Grupo Hempel, fundado em 1915, e com sede na Dinamarca, a Hempel Portugal estabeleceu-se em 1970 com um escritório de vendas em Lisboa. Fornecedora de soluções em pintura para os mercados marítimo, in-

dustrial e de construção civil, em 1975 construiu a sua fábrica portuguesa, em Palmela. Presente em mais de 80 países, nos últimos anos a Hempel lançou diversos produtos com tecnologias patenteadas que adicionaram valor acrescentado a soluções tradicionais. Foram desenvolvidas gamas e produtos importantes como Hempacore – protecção contra o fogo – e Avantguard – primários com zinco activado. Como protecção avançada contra a corrosão e incêndios, a tecnologia de zinco activado Avantguard e os revestimentos intumescentes Hempacore, “oferecem uma protecção excelente para o aço estrutural”, garante a empresa. Os revestimentos intumescentes

Hempadur Avantguard® 550 Hempadur Avantguard® 750 Hempadur Avantguard® 860 Características • Excelentes propriedades anticorrosivas •Excelente resistência mecânica, mesmo em condições cíclicas de temperatura •Propriedades autorregeneradoras •Muito tolerante a diferentes condições de clima durante a aplicação (temperatura e humidade elevadas), bem como a altas espessuras de filme seco Vantagens •Excelente proteção – manutenção reduzida •Elevada resistência à fissuração em zonas como arestas e cordões de soldadura. Excelente resistência à abrasão •Impede desenvolvimento de fissuras, mesmo antes do seu aparecimento •Menor necessidade de redecapagem em caso de espessura excessiva. Menor formação de empolamentos, mesmo quando a humidade é elevada durante a aplicação

Presidente do clube destaca sucesso da iniciativa

Gala junta 19 clubes rotários O Rotary Club de Palmela recebeu pela primeira vez a Gala Nacional, tendo conseguido uma participação recorde de 70 pessoas em representação de 19 clubes a nível nacional

POR FÁTIMA BRINCA

O

presidente do Rotary Club de Palmela, Pedro Cunha, confessou-se lisonjeado por “nos

terem escolhido para a organização conjunta da Gala” e “podermos promover o concelho de Palmela”. O dirigente de Palmela destacou as atividades que “estamos a promover para ajudar os mais carenciados” e deixou o desafio “voltem ao nosso clube e a Palmela para provarem a nossa gastronomia e os nossos vinhos distinguidos como os melhores do mundo”. A Gala deste ano, realizou-se no Dona Isilda, na última sexta-feira, tendo distinguido como Delegado do Ano, Esteves Mendes, do Club Rotary do Barreiro, com o editor da revista promotora do evento, Artur

Lopes Cardoso, a destacar a importante participação do distinguido como “delegado exemplar, que é da Marinha, mas nunca foi ao fundo”. O Delegado do Ano destacou “esta distinção envolve a minha gratidão por me acharem merecedor, mas é de todos os companheiros do Rotary Club do Barreiro”. Também Mara Duarte, em representação da Governadora, realçou “o forte compromisso das organizações que não podem viver em ilhas, mas em parceria e na simplicidade de gestos é tão fácil fazer e continuar a inspirar-nos”.

[ DIREITOS RESERVADOS ]

AEROPORTO DE PRAGA. Infraestrutura foi pintada com tintas Hempel

PEDRO CUNHA. Presidente do Rotary quer continuar a promover o concelho de Palmela

A Gala, que integrou momentos de música, poesia e fado, terminou com a intervenção do presidente da Associação Portugal Rotário, João

Barbosa, que lembrou “somos uma escola de valores, de formação, companheirismo, emoção e magia, que dá de si antes de pensar”.


14

ATLETISMO 1300 atletas na São Silvestre de Corroios

Nelson Cruz e Laura Grilo foram os vencedores

TERÇA-FEIRA, 04/12/2018

DESPORTO

Nelson Cruz (Clube Pedro Pessoa) e Laura Grilo (Clube de Atletismo de Amora) foram os vencedores da São Silvestre de Corroios que se disputou no passado domingo, 2 de Dezembro, na distância de 10 km. Nelson Cruz cortou a linha de

chegada em primeiro lugar, destacado, com cerca de um minuto de avanço sobre David Tavares (Novas Luzes) que terminou em segundo lugar à frente de José Oliveira (Clube Pedro Pessoa). No sector feminino a vitória foi de Laura

Grilo tendo-se classificado nos outros lugares do pódio Lucília Soares (Grupo de São Domingos) e Catarina Carmo (Clube Pedro Pessoa). Em termos colectivos venceu o Clube Pedro Pessoa, seguido do CDR Ribeirinho e A Natureza

Ensina. A prova, organizada pela Associação Natureza Ensina com o apoio da Junta de Freguesia de Corroios e Câmara Municipal do Seixal, teve 1300 atletas inscritos e foi disputada por 27 equipas. JOSÉ PINA

Vitória começa hoje de tarde, em Tróia, a preparar o duelo de sábado com as águias

O

regresso ao trabalho do plantel do Vitória FC estava previsto para ontem, mas o treinador Lito Vidigal decidiu adiar para hoje, pelas 16 horas, o arranque da preparação da recepção ao Benfica, a contar para a 12.ª jornada da I Liga. A folga extra representa um prémio para os jogadores que alcançaram no sábado um triunfo (0-1) no reduto do Marítimo, desfecho que permitiu aos sadinos ascenderem à sétima posição. Após 11 jornadas do campeonato, a equipa liderada por Lito Vidigal assume-se como equipa sensação da prova. O êxito obtido na Madeira permitiu aos setubalenses subir ao 7.º posto da tabela classificativa, com 17 pontos. Para encontrar melhor prestação em período homólogo é necessário recuar a 2007/08 quando o Vitória, na altura comandado por Carlos Carvalhal, era 5.º classificado com 18 pontos. A produtividade dos setubalenses, que ganharam quatro dos últimos cinco jogos da I Liga (Moreirense, Tondela, Feirense e Marítimo foram as vítimas), contrasta com os anos mais recentes em que a equipa

ARQUIVO / ARSÉNIO FRANCO

Lito Vidigal premeia equipa com folga antes da recepção ao Benfica

LITO VIDIGAL. Técnico dos sadinos contente com os quatro triunfos dos últimos cinco jogos da I Liga (Moreirense, Tondela, Feirense e Marítimo)

andou quase sempre nos lugares mais baixos da tabela. Apenas em 2015/16, com Quim Machado como técnico, os sadinos tiveram um arran-

que que se aproximou do actual, sendo na altura também 7.º classificado mas com 15 pontos (menos dois que agora) à 11.ª ronda.

PUBLICIDADE

Cartório Notarial de Maria Teresa Oliveira Sito do Cartório na Avenida 22 de Dezembro n.º 21-D em Setúbal Certifico, para efeitos de publicação, que no dia trinta de novembro de dois mil e dezoito, neste Cartório, foi lavrada - uma escritura de justificação, a folhas 20 do livro 347- A, de escrituras diversas, na qual: Vítor Manuel da Silva Inácio, natural da freguesia de Belas, concelho de Sintra e mulher Teresa da Conceição Ribeiro Fernandes Inácio, natural da freguesia de Montes da Senhora, concelho de ProençaA-Nova, casados sob o regime da comunhão de adquiridos residentes na Quinta das Flores, CCI 1417, Malpique, Lançada, Montijo contribuintes números 141978139 e 141978120, justificaram a posse, invocando a usucapião, do seguinte: Prédio rústico composto de terreno de cultura hortícola e árvores de fruto, com a área de catorze mil e duzentos metros quadrados, si to no Alto da Malhada, na freguesia e concelho da Moita, descrito na Conservatória do Registo Predial da moita sob o número mil seiscentos e quarenta e seis da dita freguesia, inscrito na matriz sob o artigo 100 da Secção N, com o valor patrimonial de 138,67€. Está conforme. Cartório Notarial, Avenida 22 de Dezembro número 21-D em Setúbal, 30 de novembro de 2018. A Notária, Maria Teresa Oliveira

Lito Vidigal, treinador que desde o início da época não tem poupado nos elogios aos seus jogadores, não escondeu, após o êxito na Madeira, a sua satisfação pelo momento atual e revelou a ambição de ir mais além. “Estamos numa posição boa. É claro que não é suficiente porque nós queremos sempre mais, mas, dificilmente nos últimos anos, o Vitória estaria nesta posição e isso é mérito dos jogadores, que acreditam e querem ser melhores”. Frente às águias, o Vitória não deverá ainda contar com os contributos de André Sousa e Alex Freitas, jogadores que continuam entregues ao departamento médico. À disposição do timoneiro dos sadinos, como aconteceu na partida de sábado com o Marítimo, está

já Berto, avançado que foi titular no Estádio da Madeira. Bilhetes já à venda no Bonfim Os interessados em assistir ao vivo ao embate entre vitorianos e águias podem desde ontem adquirir os respectivos ingressos no Estádio do Bonfim. Os associados do emblema verde e branco podem comprar os bilhetes por cinco euros, enquanto os não sócios têm à sua disposição ingressos com o custo de 12 euros (bancada superior Sul), 24 (lateral Sul) e 30 (central). Entretanto, os responsáveis sadinos vão nos próximos dias lançar uma campanha de angariação de sócios. Depois de ter sido superada a barreira dos 10 mil associados na pas-

sada semana, o clube tem como objectivo chegar aos 12.500 sócios até ao final de 2019. Atleta da casa venceu Corrida do Vitória Jorge Robalo, atleta do Vitória, foi o grande vencedor da Corrida do Vitória (distância de 10 quilómetros) que teve lugar este sábado na cidade de Setúbal, com partida e chegada no Estádio do Bonfim. O clube da casa venceu ainda, por equipas, o evento que contou com a participação de cerca de meio milhar de atletas. Presença notada na prova organizada pela secção de atletismo dos sadinos foi a de Francis Obikwelu, medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004 (100 metros). RICARDO LOPES PEREIRA


TERÇA-FEIRA 04/12/2018

DESPORTO

DIREITOS RESERVADOS

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

SEIXAL CLUBE 1925 Novas Tecnologias no Futebol

Primeiro clube do distrito a ter uma aplicação para telemóvel

O

SEIXAL Mais jovem campeão europeu de futebol foi distinguido pela autarquia

António Simões vai dar nome a rua do concelho António Vitorino de Almeida, Joaquim Letria, José Rodrigues dos Santos, João Malheiro, José Augusto, Mário João, José Henrique, António Veloso, Álvaro Magalhães, Hilário e Luís Boa Morte foram algumas das personalidades que marcaram presença na homenagem POR JOSÉ PINA

A

ntónio Simões, o mais jovem campeão europeu da história do futebol, nascido no concelho do Seixal, mais propriamente em Corroios, foi homenageado pela Câmara Municipal e pela Casa do Benfica no Seixal, num jantar que reuniu 120 pessoas no auditório dos serviços centrais da autarquia. Domingos Almeida Lima e Alcino António foram os representantes do Sport Lisboa e Benfica na cerimónia que contou também com a presença de Alfredo Monteiro e Joaquim Santos, presidentes da Assembleia e Câmara Municipal, Paulo Lopes, presidente da Casa do Benfica no Seixal e outras figuram públicas, ligadas não só ao desporto mas também à cultura e à

música, nomeadamente o maestro António Vitorino de Almeida, Joaquim Letria, José Rodrigues dos Santos, João Malheiro, José Augusto, Mário João, José Henrique, António Veloso, Álvaro Magalhães, Hilário, Luís Boa Morte, Jaime Mercês, Joel Almeida e Fusco, entre outros. Embaixador do concelho O presidente da Câmara Municipal do Seixal Joaquim Santos, o primeiro orador da noite, traçou um breve resumo daquilo que foi o percurso de António Simões como homem e como jogador salientando o facto de ser um filho da terra e anunciou que o seu nome vai ser dado a uma artéria do município. “Começo por saudar o homenageado pelo seu percurso enquanto desportista no Benfica e na selecção nacional, que escreveu uma história impar no futebol português. Para o concelho do Seixal é um orgulho ter no seu território a fábrica de campeões do SL Benfica. O Seixal é conhecido como o concelho do desporto popular que nos últimos quatro anos concedeu cinco milhões de euros ao movimento associativo para a construção e manutenção de equipamentos que são fundamentais para o desenvolvimento desportivo dos jovens como António Simões, nascido no concelho do Seixal, em 1943. O município tem orgulho em ter uma figura como António Simões que se destaca

como referência e como embaixador do concelho”. O presidente da Casa do Benfica no Seixal, Paulo Lopes, no seu discurso teceu rasgados elogios ao homenageado pelo seu percurso ao longo da vida tanto como homem como jogador e brindou-o com uma oferta alusiva ao momento, arrancando desta forma fortes aplausos a todos os presentes. “Um garoto que se fez homem” Alcino António apelou à união de todos os benfiquistas, dizendo que “para mim e para o Almeida Lima era muito fácil não estarmos aqui mas estamos para honrar o Simões e os companheiros que se mantêm unidos. É com esta união que gostaríamos de ver todas as pessoas que tal como eles lutam por um ideal”. E, António Simões referiu que “para mim é elogiante ficar a saber que o meu nome vai ser atribuído a uma rua do concelho, não estava à espera de tal coisa. Dizem que é por eu ser o mais jovem campeão europeu da história do futebol de todos os tempos, mas eu digo que esse jovem campeão europeu é do Seixal. Fui muito cedo campeão da europa, bem me poderia ter deslumbrado mas não foi isso que aconteceu porque gente como a que aqui está, mais o senhor Costa Pereira, o Coluna, e outras grandes figuras, contribuíram para que um garoto se fizesse homem”.

15

Seixal Clube 1925 apresentou na passada sexta-feira, uma aplicação para telemóvel com a qual será possível conhecer todos os atletas das suas equipas, bem como os resultados das competições em que participam. O projecto que é inovador no distrito de Setúbal mas que os maiores clubes nacionais já utilizam só foi possível concretizar graças a uma parceria com a empresa BinaryCaravel. A cerimónia decorreu no restaurante Lisboa à Vista e nela participaram o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos; o presidente da União de Freguesias do Seixal, Arrentela e Aldeia de Paio Pires, António Santos; a presi-

dente do clube, Maria Teresa Andrade; o representante da BinaryCaravel, João Carreiro e o jornalista da Rádio Renascença Carlos Dias que abordou o tema “Novas Tecnologias no Futebol”. A aplicação, desenvolvida pela BinaryCaravel, já está disponível para download gratuito para Android e iOS, existindo também a versão premium que poderá ser subscrita por 1,99€/ano. A aplicação permite também que se conheçam as iniciativas que o clube dinamiza bem como aquelas que são organizadas pelos seus parceiros, nomeadamente a CM Seixal e União de freguesias de Arrentela, Seixal e Aldeia de Paio Pires. JOSÉ PINA

BEIRA MAR DE ALMADA Problemas em uma das balizas

Jogo com o Banheirense começou com atraso de quase hora e meia Uma das balizas tinha menos dois centímetros que a outra. Com o recurso a um macaco hidráulico tudo se resolveu e o jogo só começou às 16h20m, quando deveria ter o seu início às 15 horas POR JOSÉ PINA

A

7.ª jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão ficou marcada por um caso ocorrido no campo de jogos do Beira Mar Atlético Clube de Almada que impediu que o encontro com o Banheirense começasse, como estava previsto, às 15 horas. A situação teve a ver com a medida das balizas. O Banheirense alertou o árbitro para a eventualidade de não terem as mesmas medidas. Feita a verificação constatou-se que havia uma diferença de dois centímetros, facto que poderia inviabilizar a realização do encontro.

Feita uma análise ao problema, os dirigentes do Beira Mar de Almada prontificaram-se de imediato a resolvê-lo precisando naturalmente de tempo para isso. Cerca de uma hora depois o problema estava resolvido mas o jogo só começou por volta das 16h20m porque o árbitro do encontro só autorizou o aquecimento dos jogadores depois de estar tudo devidamente em ordem. Rui Bicho, presidente do Beira Mar de Almada, contou ao nosso jornal que “o Banheirense obrigou o árbitro a medir as balizas verificando-se então que havia uma diferença de dois centímetros, numa delas. Fica a ideia que o Banheirense provavelmente queria ganhar o jogo na secretaria, à semelhança de uma ocorrência registada a época passada num jogo em Sines, mas nós prontificámo-nos de imediato a resolver o problema. Tivemos que ir buscar um macaco hidráulico para puxar os tubos da baliza que entram pela relva dentro, devido à natural compactação das terras causada pelo tempo. E, depois de tudo resolvido o jogo teve então o seu início”.


O Setubalense, diário da região nº 70  
O Setubalense, diário da região nº 70  
Advertisement