Page 1

PUBLICIDADE 0158

TERÇA-FEIRA | 16.ABRIL.2019 | N.º 150 | Ano I | 5.ª Série

PUBLICIDADE

PEDRA FURADA SUBMERSA JÁ FOI DESBASTADA APSS confirma que terminou ‘remoção de afloramento arenítico’. SOS Sado quer ‘encontrar responsáveis’ P.2

SEIXAL P.4

APRESENTAÇÃO DO EVENTO MOBILIZOU CENTENAS

P.8

FERNANDO PÓ P.6

Parque urbano abre renovado no 25 de Abril Mostra de Vinhos apresentada hoje SEIXAL P.7

Câmara aprova compra de comboio solar para Baía do Seixal sem carbono

Mercado Caramelo suspende obras no largo José Maria dos Santos

BRUNO LAGE NÃO ESQUECE CLUBE DA SUA TERRA

P.14

‘O lugar do Vitória é na primeira divisão’

Espectáculo na Baía celebra 25 de Abril SANTIAGO CACÉM P.7

Centro do Cercal vai ser requalificado

PALMELENSE P13

Festa de aniversário com projectos de meio milhão


2

REPARO DO DIA TERÇA-FEIRA, 16/04/2019

Torre de Manobra e Sinalização da Estação de Pinhal Novo

MIRADOURO DA ARRÁBIDA

«Tudo como dantes no Quartel de Abrantes» Reparámos que a Torre continua, teimosamente, há 15 anos, a impedir a conclusão do cais e das linhas e a inviabilizar a passagem para o Pinhal Novo do terminal dos 2 comboios curtos da Fertagus que acabam a viagem em Coina. Isto não permitiu o aumento da oferta de comboios, em vez de 3 podíamos ter tido 5 ligações por hora de Setúbal a Lisboa (e vice-versa) desde 2004 ─ fazendo-se 2 viagens nos comboios da CP entre Setúbal e o Pinhal Novo e o resto do percurso para (e de) Lisboa nos 2 comboios curtos da Fertagus. Assim, podíamos ter tido:

PORTUGAL E O MUNDO

FRANCISCO RAMALHO Ex-bancário, Corroios

Eleições à porta, demagogia na rua À saída de um hotel de Lisboa, depois de um almoço para onde fora convidada recentemente pela Associação de Amizade Portugal-Estados Unidos da América, Assunção Cristas (AC), afirmou que votar no CDS é a melhor garantia para “libertar o país das amarras do socialismo”. Acrescentando ainda, numa ferroada ao PSD, que o seu partido, “ao contrário do PSD de Rui Rio, comprometese que não fará acordos pós-eleitorais com o PS”. Evidentemente que AC, faz pura demagogia, para não dizermos que mente conscientemente. É que a fogosa e ambiciosa líder do CDS, sabe perfeitamente que não há socialismo nenhum em Portugal. O partido responsável pelo atual Governo, o PS, o partido que com o dela e o PSD, privatizou a banca, os seguros, as telecomunicações, os cimentos. etc., ou seja, tudo o que dá lucro, que repôs nas mãos dos latifundiários as grandes propriedades do Alentejo e Ribatejo, acabando assim com a Reforma Agrária, que criou a precariedade laboral e outras malfeitorias contra o povo e os trabalhadores, resumindo, que destruiu as bases do socialismo, como dizíamos, esse partido, o PS, é o que, para denegrir o socialismo, AC e restante direita, apelidam de socialista. Tais declarações que, com certeza, serão repetidas à exaustão até à boca das urnas, foram feitas no local mais que adequado. Adequado Para ela, como para qualquer outro líder dos outros dois partidos da tróica do arco (arco do poder), PS e PSD, também frequentadores de tais almoços. A postura reverente de qualquer um deles, é a mesma que AC, perante a grande potência imperial do outro lado do Atlântico e do braço armado do capitalismo que lidera, a NATO. Acrescentar que não esqueceu, o que no seu discurso é mais que recorrente, “as esquerdas que apoiam este Governo”. Zurzindo-as também. Portanto, apesar de em primeiro lugar serem as Europeias, aí temos já em pleno, a mulher que pretende liderar a direita em Portugal, a vender o seu peixe. Esperemos que não vá muito além daquela que é a sua natural clientela: a minoria altamente privilegiada.

─ DUAS ligações a Lisboa pelo Barreiro, na CP, sem mudar de comboio. ─ UMA ligação a Lisboa pela Ponte, na Fertagus, sem mudar de comboio (que já existe hoje desde Setúbal e em sentido contrário). ─ DUAS ligações a Lisboa pela Ponte, fazendo o troço entre Setúbal e o Pinhal Novo na CP. Quem terá convencido a Torre a continuar com este disparate desde 2004, mesmo depois de a Refer se ter comprometido a deslocá-la trezentos metros mais para Sul, para a conservar e terminar a obra de renovação da estação?

OPINIÃO

Apelo aos Presidentes das Câmaras de Palmela, Setúbal, Moita e Barreiro

MANUEL HENRIQUE FIGUEIRAMunícipe de Palmela (manuelhenrique1@gmail.com)

Façam o (im)possível para se acabar o cais e as linhas na Estação de Pinhal Novo Caro leitor, a 12/03/19 saiu aqui o 3.º e último artigo sobre a mobilidade ferroviária entre Setúbal e Lisboa (para compreender este, leia o outro em opinião: www.diariodaregiao.pt), o qual teve grande número de leitores (164 no Site do jornal, não sei quantos em papel). Nele sugeri ligar as 2 cidades com 5 comboios por hora em vez de 3 ─ mais 66% de oferta ─ e sem criar novos horários ou comprar comboios (devido à falta de recursos financeiros, carência em todas as linhas do país e demora na entrega). Alguns leitores pediram-me para voltar ao tema, dada a utilidade da sugestão.

Mas ter mais comboios exige terminar o cais e as linhas no Pinhal Novo (parados desde 2004) e ajustar a operação nos 2 comboios da CP e nos da Fertagus: 1.º ─ Ajustar os horários do barco da Soflusa e do 2.º comboio da CP (que recua dos 48 para os 38 minutos para haver 3 a partir de Setúbal, de 20 em 20 minutos): o que não é difícil. 2.º ─ Estender os 2 comboios curtos que terminam em Coina até ao Pinhal Novo, fazendo aqui o terminal (o 3.º dos 3 comboios por hora entre Coina e Lisboa já vem a ─ e vai de ─ Setúbal), o que implica mais 11 minutos de viagem: é o ajustamento mais difícil, por exigir mais 1 comboio. Não se comprando (pelo que referi acima e porque não se compra só 1 comboio), só se pode conseguir com uma destas 3 opções: a) Separar os comboios de 8 carruagens, permitindo composições de apenas 4 para as horas de menor procura. b) Eliminar o comboio da Fertagus entre Setúbal e o Pinhal Novo e passar de 2 comboios da CP para 3 entre Setúbal/Praias do Sado e Pinhal Novo (ou Barreiro): se a opção fosse o Barreiro, havia 6 comboios por hora entre Setúbal e Lisboa. c) Eliminar 1 comboio extra do percurso de Coina a Setúbal (dos de 30 em 30 minutos nas horas de ponta): é a pior opção. Eu não inventei estas soluções técnicas, obtive-as junto de quem conhece bem o

assunto, tal como o impasse na Estação do Pinhal Novo e as limitações que provoca no tráfego. Aumentar a oferta é urgente depois da revolução na mobilidade com os novos passes, a que acresce, no curto-médio prazo, os efeitos do aeroporto do Montijo. Por isso apelo aos seguintes Presidentes das Câmaras: Palmela: Por ter maior número de populações lesadas. Palmela (e Aires), Venda do Alcaide, Pinhal Novo e várias em redor da Estação de Penalva (da Quinta do Anjo ao Bairro Alentejano). E para se redimir de, como Presidente da Junta de Freguesia, ter liderado a rejeição da proposta da Refer de deslocar a torre 300 metros para Sul na estação, a que chamou «disparate»: por isso há 15 anos que não temos a obra acabada nem mais comboios. Setúbal: Por gerir uma cidade tão importante (e fortemente ligada a Lisboa e à Península de Setúbal em várias vertentes: económica, social, agora também turística ─ sem mobilidade não há turismo) e com tão fraca oferta ferroviária. Não vai investir 4,5 milhões de euros no novo Interface Rodo-ferroviário do Bonfim para ter 3 comboios por hora para ─ e de ─ Lisboa (só 1 directo e 2 usando o barco). Ponha ao serviço da resolução deste problema a capacidade, determinação e entusiasmo que pôs na melhoria do espaço público e da mobilidade

em Setúbal (destaco o Plano de Mobilidade e o Acesso às praias da Arrábida) e não falo agora noutras áreas da sua acção além da mobilidade: tudo com resultados que não via desde que conheço Setúbal (há 52 anos). Moita: Por ter populações (Brejo da Moita e Barra Cheia) que teriam 3 comboios por hora em Penalva, mas, em especial, por presidir à Associação de Municípios da Região de Setúbal, o que lhe dá um estatuto institucional de peso na resolução do problema. Barreiro: Por ter várias populações (entre Santo António da Charneca e Penalva) que usam a Estação de Coina em vez de Penalva (esta mais perto, subaproveitada, tal como o parque de estacionamento, por ser a única com um comboio por hora de ─ e para ─ Lisboa; enquanto Coina está sobrecarregada e o parque de estacionamento esgotado). Ponha nesta causa o entusiasmo e a dinâmica que tem mostrado em tão curto mandato para vencer o atraso do concelho, marcado por mais de uma década de marasmo. Em conjunto, façam o (im)possível para (com o Governo e a IP-Infraestruturas de Portugal) se resolver este grave problema que afecta os vossos concelhos, pôr a mobilidade ferroviária no século XXI e servir melhor os munícipes.

FICHA TÉCNICA

PUBLICIDADE geral@osetubalense.com publicidade.setubal@gmail.com

SETÚBAL ALMADA SEIXAL PALMELA BARREIRO ALCOCHETE OUTROS CONCELHOS MONTIJO MOITA 212 383 228 265 520 716 265 094 354 265 092 725 212 318 392 212 047 599 212 047 599 212 384 894 937 081 515

Registo de Título N.º 107552 | Depósito Legal N.º 8/84

Propriedade: Outra Margem - Publicações e Publicidade, Lda. Contribuinte: 515 047 325. (Detentores de mais de 10% do capital social: Gabriel Rito e Carlos Bordallo-Pinheiro). Editor: Primeira Hora - Editora e Comunicação, Lda. Contribuinte: 515 047 031 (Detentores de mais de 10% do capital social: Setupress, Lda., Losango Mágico, Lda., Carla Rito e Gabriel Rito) Sede de Administração e Redacção: Travessa Gaspar Agostinho, 1 - 1.º, 2900-389 Setúbal. Conselho de Gerência: Carla Rito, Carlos Dinis Bordallo-Pinheiro, Gabriel Rito e Carlos Bordallo-Pinheiro.

CONCELHO DE SETÚBAL Travessa Gaspar Agostinho, 1 - 1.º - 2900-389 Setúbal - Tel. 265 094 354 (geral) / 265092 633 (redacção) / 265 092 725 - 265 520 716 (dep. comercial) CONCELHO DE PALMELA Rua José Saramago, lote 26 - loja direita 2955-027 Pinhal Novo - Tel. 212 384 894 CONCELHOS DE MONTIJO E ALCOCHETE Praça da República, 63, Galerias Comerciais, Lj 18. Tel./Fax: 212 318 392

CONCELHO DO BARREIRO Intermarche da Moita - Quinta Santa Rosa Rua Classe Operário - Alhos Vedros - Moita Tel.: 212 047 599 - 939 050 535 CONCELHO DA MOITA Intermarche da Moita - Quinta Santa Rosa Rua Classe Operário - Alhos Vedros - Moita Tel. 212 047 599 / 939 050 535 REDACÇÃO Director: Francisco Alves Rito (CPJ 2292) diretor@osetubalense.com Redacção: Mário Rui Sobral (CPJ 3872 A),

Humberto Lameiras (CPJ 2321 A); Ana Martins Ventura (CPJ 7230 A). Colaboradores: Inês Antunes Malta (CPJ 7226 A); Miguel Nunes Azevedo (TP 2608); Fátima Brinca (CPJ 2574); Rogério Matos (CPJ 9929); Helga Nobre; André Rosa; Ricardo Lopes Pereira e José Pina. Fotografia: André Areias; Mário Prata, Alexandre Gaspar e Arsénio Franco. DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO Teresa Inácio, Dulce Lança e Branca Belchior. PUBLICIDADE Direcção Comercial: Carla Sofia Rito e Carlos Dinis Bordallo-Pinheiro. Setúbal: Ana Oli-

veira, Mauro Sérgio, Célia Felix e Rosália Baptista. Montijo: Graciete Rodrigues.Palmela: Liliana Santos. Barreiro: Carla Santos. Moita: Carla Santos. IMPRESSÃO Tipografia Rápida de Setúbal, Lda. - Travessa Jorge d’Aquino, 7 - 2900-427 Setúbal e-mail: geral@tipografiarapida.pt DISTRIBUIÇÃO VASP - Venda Seca, Agualva - Cacém Tel. 214 337 000 Tiragem média diária: 9.000 exemplares

Estatuto Editorial disponível em https://www.facebook.com/pg/ JornalOSetubalense/ about/?ref=page_internal

Edição online www.diariodaregiao.pt Digital Media Officer: José Luís Andrade

Os artigos assinados são da responsabilidade dos seus autores


Entre os quilómetros 4 e 7 nos dois sentidos TERÇA-FEIRA, 16/04/2019

A12 entre Setúbal e Montijo com trânsito condicionado até dia 20

ACTUAL

A circulação de trânsito na Auto-estrada (A12) entre Setúbal e Montijo efectua-se de forma condicionada até ao

próximo dia 20, no troço compreendido entre os quilómetros 4 e 7, face à execução de “trabalhos de reabilitação

e reforço da passagem inferior 13”, anunciou a Brisa Concessão Rodoviária. Desde as 21h00 de ontem e até à meia-

Terminou a remoção de um afloramento arenítico junto ao terminal de contentores do Porto de Setúbal

Para acertar as cotas médias no troço junto ao terminal de contentores do Porto de Setúbal, foi necessário usar um martelo pneumático em zona da Pedra Furada. A SOS Sado não aceitou a intervenção e garante que não pára enquanto não houver responsáveis

noite do próximo sábado, o referido troço sofrerá condicionamento de trânsito em ambos os sentidos.

SETÚBAL

DIREITOS RESERVADOS

Marinha desactiva mais um engenho em Tróia

DIREITOS RESERVADOS

SOS Sado não desiste de encontrar responsáveis pelo desbaste da Pedra Furada

O Destacamento de Mergulhadores Sapadores foi alertado com a suspeita de um engenho explosivo na praia interior de Tróia. É o segundo encontrado naquela zona em menos de um mês

POR HUMBERTO LAMEIRAS

A

obra de remoção de um afloramento arenítico junto ao terminal de contentores do Porto de Setúbal “já terminou”, adianta fonte da Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS). Agora o movimento do batelão no estuário do Sado é no transporte de pedra que irá servir o enrocamento da “construção do aterro da zona adjacente ao Terminal Ro-Ro. A intervenção na incidência do maciço rochoso da Pedra Furada, um monumento geológico com 2 milhões de anos, foi desde o início contestada pela associação SOS Sado que, mesmo terminada esta fase de preparação da obra de Melhoria das Acessibilidades Marítimas ao Porto de Setúbal, não desiste de avançar com uma queixa para “apurar responsáveis”, afirma David Nascimento, porta-voz da associação ambientalista. “A queixa continua. A obra era, ou é, ilegítima, por isso têm de ser apuradas responsabilidades”, acrescenta David Nascimento. Para que o assunto não caia no esquecimento, a SOS Sado, no domingo, entregou ao Comandante do Porto de Setúbal Nicholson Lavrador, uma queixa formal depois de, a 1 de Abril, “terem iniciado obras junto do terminal TERSADO”. Um documento que foi enviado “por mail e fax, com conhecimento da APSS e da Agência Portuguesa do Ambiente”. A “aguardar resposta da capitania”,

3

sobre a remoção de um afloramento arenítico, o cerne do descontentamento dos ambientalistas são as várias intervenções necessárias para o alargamento do terminal do Porto de Setúbal. A primeira onda de protestos surgiu quando se soube que a requalificação do canal para receber navios de maior calado, obrigava à intervenção de dragas. Na altura, saltou o Clube da Arrábida, a SOS Sado e pescadores em contra as dragagens e em defesa da fauna e flora do estuário. SOS Sado continua a desmentir APSS Entretanto, na queixa apresentada no passado domingo, a SOS Sado considera que a regularização na zona da Pedra Furada para acertar as cotas médias neste troço do canal, representa “prejuízo ambiental e geológico considerável, quer pela via do ruído produzido, quer pela ressuspensão de sedimentos gerados e outros que podem ainda não estar determinados”. Foi referida a utilização de um martelo pneumático. Mais ainda, a associação insiste que os trabalhos em curso são “ilegais”, pois “não estão abrangidos pelo projecto geral, não estão mencionados no Estudo de Impacte Ambiental e, por tal, não podem ter sido

avaliados pela Comissão de Avaliação constituída para o Projecto e pela Agência Portuguesa do Ambiente”. Logo a seguir, referem um comunicado da APSS, onde esta afirma que a intervenção no Bico da Parvoíça foi “prevista no projecto de execução e no Estudo de Impacte Ambiental, sujeito a Avaliação de Impacte Ambiental (AIA) e de Declaração de Impacte Ambiental (DIA)”, tendo sido o parecer “favorável,” sem qualquer observação por parte da Comissão de Avaliação, quer no processo de AIA quer no DIA. Ora a SOS Sado desdiz a administração do porto: “Ao contrário do que afirma a APSS, num comunicado emitido já com as obras em curso, refere cotas de profundidade desta formação rochosa que estarão em desacordo com as sondagens geológicas efectuadas no local”. É de recordar que a 03 de Abril, a associação SOS Sado deu entrada no Tribunal Administrativo e Fiscal (TAF) de Almada uma providência cautelar para suspender a remoção de um afloramento arenítico na Pedra Furada. Mas mesmo terminada esta intervenção, vinca David Nascimento que a SOS Sado não v ai baixar os braços. “É preciso manter o equilíbrio de um património que a todos pertence; o Rio Sado”.

D

urante a tarde de domingo a equipa de prontidão de inativação de engenhos explosivos do Destacamento de Mergulhadores Sapadores Nº 1 (DMS1) da Marinha foi ativada na sequência do avistamento de um possível engenho explosivo em Troia. Em nota de imprensa, a Marinha Portuguese refere que cerca das 17h30, um cidadão detetou um engenho numa praia interior de Troia, situada no rio Sado, a montante do terminal dos ferryboats. O alarme chegou ao Comando-

local da Polícia Marítima de Setúbal, que “de imediato solicitou apoio à Marinha para que fosse empenhada uma equipa de inativação de engenhos explosivos dos Destacamento de Mergulhadores Sapadores Nº1 (DMS)”. Refere ainda a nota de imprensa que “o local foi isolado pela Polícia Marítima enquanto a equipa do DMS1 realizou a identificação e neutralização do engenho fumígeno utilizado em ambiente marinho para sinalização de posições ou áreas de interesse”. Não sendo este o primeiro engenho do género detectado na Praia de Troia, – o último foi no mês passado –, a Marinha Portuguesa alerta para “o perigo inerente a este tipo de engenhos que, devido à confluência de diversas rotas marítimas e aéreas, é encontrado com alguma frequência na costa portuguesa e requer precauções no seu manuseamento”. Acrescenta ainda que estes materiais podem ser “extremamente perigoso devido à sua composição, que causa queimaduras graves se em contacto com a pele”, por isso aconselha q que “qualquer avistamento deverá ser sempre relatado à Autoridade Marítima Nacional”.

Espectáculo realiza-se no Largo de S. João

Alcochete comemora Abril com Luís Represas

U

m concerto com Luís Represas é o prato forte do programa de comemorações do 45.º aniversário do 25 de Abril, promovido pela Câmara Municipal de Alcochete. O espectáculo está agendado para as 23h00 do próximo dia 24 no Largo de São João. As celebrações da liberdade no con-

celho alcochetano englobam várias actividades, como música, teatro, dança, poesia, e diversas inciativas de carácter desportivo. Destaque ainda para a habitual sessão solene da Assembleia Municipal, que irá decorrer na Galeria Municipal dos Paços do Concelho, a partir das 16h00, no próximo dia 25.


4

SETÚBAL Protesto adiado por motivo “estratégico”

Trabalhadores da ATF passam greve para 6 de Maio

DIÁRIO DA REGIÃO

TERÇA-FEIRA, 16/04/2019

REGIONAL

Os trabalhadores da ATF decidiram adiar a greve que teria início às 00h00 de 14 de Abril e terminaria às 24h00 de 17 de amanhã. Alegam “motivos estratégicos” para este adiamento, e

indicam que os protestos mantém-se, mas para data a ser comunicada em “momento oportuno, sendo que seguramente irá ter início até 6 de Maio”. Em comunicado, os trabalha-

dores da ATF dizem continuar “firmes nos seus ideais, na esperança que a The Navigator Company finalmente reconheça e corrija todas as discriminações”. Acusam a empresa de

não lhes dar ouvidos sobre a reivindicação de “Trabalho igual, Salário Igual”, é que, dizem, entre as empresas do grupo “existem salários e direitos sociais diferentes”.

[ DIREITOS RESERVADOS ]

SEIXAL Abertura dia 25 de Abril às 10h30

Parque Urbano com vista sobre a baía Depois de ter recebido mais área verde e equipamentos de jardim, o Parque Urbano do Seixal é um espaço de lazer para receber a população e visitantes. Uma vista sobre a baía, estendendo-se pelo Tejo com Lisboa ao fundo

SEIXAL Tomada de posição em defesa da autonomia do poder local

Autarquia quer ter decisão sobre água e saneamento

A

Câmara Municipal do Seixal não está de acordo que a ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos tenha a competência de “aprovar

um regulamento tarifário a estabelecer regras de definição, fixação, revisão e atualização dos tarifários de abastecimento público de água e de saneamento de águas residuais urbanas”. Considera a autarquia que esta entidade deveria “limitar-se a emitir recomendações, a acompanhar o setor e a servir de instrumento de apoio à atividade dos municípios, tendo por base o cumprimento das suas atribuições e competências”. Com isto, na última reunião de Câmara foi aprovada uma tomada de posição pela defesa da autonomia do poder local na prestação dos serviços públicos essenciais. Entende o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, que esta situação “viola a au-

tonomia do poder local, retirando margem de decisão e opção, procurando afastar este serviço central das populações da decisão do poder local e impondo aumentos das tarifas aos utentes”. Para o presidente é ponto assente que “a gestão da água e do saneamento deve ser parte do processo de desenvolvimento local, e os eleitos autárquicos e a população têm direito a tomar decisões sobre estes serviços e não serem apenas meros executantes em nome da entidade reguladora ou da tutela”. A isto acrescenta que “devem ser os municípios a definir a quem deverão ser aplicadas as tarifas e quem pode aceder a medidas de discriminação positiva, como as tarifas sociais”.

[ DIREITOS RESERVADOS ]

Para o presidente da Câmara do Seixal, os poderes da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos vão longe demais e espartilham assuntos que considera serem competências de decisão municipal

O

Parque Urbano do Seixal abre ao público no dia 25 de Abril. É a partir das 10h30 que este espaço agora requalificado pode voltar a ser usado, depois

de ter recebido uma praça de entrada no antigo terreiro, na Mundet, e de um anfiteatro natural. A autarquia realça a “recuperação das áreas de pomar e olival, bem como a área de bosque de sobreiros e carvalhos”. Foram ainda colocadas mesas, miradouros, zonas de estadia e caminhos ao longo de todo o parque. Com uma implantação de 5,3 hectares, o Parque Urbano do Seixal está localizado no Alto Dona Ana, uma zona de cabeço naturalizada com uma cota de 28 metros acima do nível do mar, o que permite ter uma vista privilegiada para a Baía do Seixal e para Lisboa. “A criação deste parque irá permitir o usufruto desta área de excelência por parte da população”, indica a autarquia.

Comboio solar avança para contratação pública Durante a mesma reunião de Câmara, o executivo aprovou o caderno de encargos para a contratação pública para a aquisição de um comboio elétrico solar, no âmbito do desenvolvimento do projeto referente ao Laboratório Vivo para a Descarbonização da Baía do Seixal. Foi ainda decidida a realização

de um protocolo com a Associação das Coletividades do Concelho do Seixal, com o objetivo de apoiar o Campeonato de Futsal do concelho, através da atribuição de uma verba no valor de 8 mil euros. Aprovada foi também a celebração do contrato-programa de desenvolvimento desportivo com a Associação de Mora-

dores dos Redondos, com vista à atribuição de uma comparticipação financeira no valor de 7 995,85 euros, de forma a garantir o apoio necessário à obtenção e instalação de um praticável para o desenvolvimento da modalidade de ginástica acrobática, no âmbito da promoção da atividade física e do desporto.

Rectificação Na edição desta segunda-feira, na peça “Bairro da Jamaica mais perto do fim”, a determinado momento é referido … es-

tava previsto que o próximo processo de realojamento envolvesse 38 pessoas … O correcto é 38 famílias.


DIÁRIO DA REGIÃO

TERÇA-FEIRA 16/04/2019

REGIONAL

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

5

PALMELA Prestação de contas aprovada com votos da CDU

Receita municipal de 46,4 milhões é maior da década capacidade de avançar com o que prometem”.

[ DIREITOS RESERVADOS ]

Álvaro Amaro diz que assim pode aumentar as verbas a transferir para as freguesias

Gastar as receitas a favor das populações

POR FÁTIMA BRINCA

A

Câmara de Palmela reuniu extraordinariamente para a aprovação da Prestação de Contas de 2018, cuja proposta apresentada pelo presidente Álvaro Amaro, regista o “maior crescimento das receitas desde 2009”, tendo “atingido os 46,4 milhões de euros”. As subidas de receita mais relevantes verificaram-se no IMT, com mais 1,9 milhões de euros, na derrama com mais 703 mil euros, nas vendas de serviço com mais 454 mil euros. Também a arrecadação de IMI aumentou 358 mil euros, apesar da taxa ter reduzido. O edil de Palmela congratulou-se com a “saúde financeira do município”, dizendo que “irá permitir que haja um aumento no valor a transferir para as freguesias”.

ANÁLISE. A maioria CDU realçou a saúde financeira do município e a oposição criticou inércia de investimentos

Paulo Ribeiro, vereador do PSD/ CDS, votou contra a proposta por considerar que apesar de “haver um crescimento dos impostos diretos e indiretos, a maioria revelou uma menor eficácia em gastar receitas em investimentos para o bem estar dos cidadãos”, nomeadamente com “a continuação de obras adiadas”.

O autarca social democrata critica a maioria por “gastar menos nas funções sociais, na habitação social e na cultura” e lamenta que “se mantenham os gastos com a Península Digital”. Paulo Ribeiro lembrou “pedimos para que o IMI tivesse uma taxa menor, face à previsão do aumento das receitas, mas a maioria CDU não acei-

tou a redução porque gosta de arrecadar dinheiro” e aposta “numa gestão onde acumula dinheiro e não gasta”. As promessas feitas e não cumpridas são criticadas pelo vereador da Palmela Mais que lembrou “quando apresentam o orçamento vendem-nos um mundo cor de rosa”, mas apesar de “terem dinheiro, não têm

Pedro Taleço, vereador da bancada socialista criticou o apoio de quase 150 mil euros à Península Digital confessando “não perceber o trabalho desenvolvido nesta área”. Também o socialista António Braz confessou a “grande preocupação face a inércia de investimentos”, considerando que “as medidas sociais têm que ser vistas como prioritárias”. Para o vereador Raúl Cristóvão “a redução do IMI deve continuar” e a autarquia de Palmela tem que “apostar em dar respostas mais rápidas a nível da rede viária e da mobilidade”. Palmira Hortense, do MIM, que substituiu José Calado, considerou que apesar de “se ter feito muito“, ainda “há muito por fazer, e com tanta receita devia-se gastar o dinheiro em benefício das populações”.

SETÚBAL Futuro das cidades em debate

Politécnico desafia Setúbal a ser “cidade inteligente” Como devem e podem ser as cidades do futuro? A questão de partida que veio reacender o debate sobre o percurso de Setúbal rumo à sustentabilidade

POR ANA MARTINS VENTURA FOTO ALEX GASPAR

N

a celebração do seu 40º aniversário o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) organiza um novo debate sobre a sustentabilidade das sociedades, com o objectivo de debater “O Futuro das Cidades”. Esta foi a questão colocada a duas dezenas de especialistas em gestão sustentável dos espaços urbanos, no seminário realizado ontem na Escola Superior de Tecnologia de Setúbal. Miguel Castro Neto, professor na Universidade Nova de Lisboa e es-

pecialista em ‘smart cities’ (cidades inteligentes) apresentou a sua perspectiva sobre o que precisamos para usufruir do nosso espaço ‘cidade’ com qualidade de vida. Um objectivo que o professor considera ser possível concretizar através da programação de um sistema central de controlo, para registar toda a informação da cidade e ajudar a programar o dia-a-dia de forma automatizada. “Colocar o passado e o presente numa base de dados para planear o futuro é importante na concretização do conceito ‘smart cities’. Se registarmos o que aconteceu em determinado dia do ano podemos planear o envolvimento de toda a cidade quando voltarmos a concretizar o evento”. Como exemplo, Miguel Neto coloca a organização de uma feira anual. “Se esses dados estiverem registados num sistema de automatização a cidade pode planear-se por si mesma para receber o evento. Identificando pontos onde a circulação de trânsito precisa ser cortada, ruas onde a da iluminação

MESA. Miguel Castro Neto (à dir.) acompanhado pelos vereadores Ricardo Oliveira (Setúbal) e Rui Braga (Barreiro)

pública deve ser reforçada, o público-alvo a quem enviar alertas sobre o evento”. Um meio para maximizar recursos e alcançar a eficiência na gestão sustentável. Durante a conferência, o vereador Ricardo Oliveira, responsável pelo Departamento de Educação e Saúde na autarquia de Setúbal, abordou a importância de Setúbal ser uma ‘cidade educadora’ para conseguir ser uma ‘smart city’. “A tão esperada ci-

dade inteligente”. Para isso, Ricardo Oliveira desafia à reflexão. “Que cidade queremos para o futuro? E quem viverá nessa cidade?”. Sobre a cidade do futuro Ricardo Oliveira tem um plano claro. “O projecto de cidade do futuro que eu quero é um em que as pessoas estejam mais libertas do seu tempo de trabalho, para viverem o seu tempo livre”. Dentro desta perspectiva surgem

movimentos e projectos paralelos focados no futuro sustentável de cidades como Setúbal. “São exemplo disso o grupo Cidades Educadores, a Rede de Municípios Saudáveis e o Smart Cities”. Programas que o município integra com foco no futuro. “Que estas ferramentas ajudem a construir novas cidades, onde não sejamos apenas mais um elemento na cadeia de produção”, conclui Ricardo Oliveira.


6

SEIXAL TERÇA-FEIRA, 16/04/2019

Quinta dos Franceses recebe “Bandeiras da Liberdade” Os artistas da ARTES – Associação Cultural do Seixal apresentam a exposição “Bandeiras da Li-

berdasde’19”. Inaugurada no passado dia 12, no Parque da Quinta dos Franceses, a mostra fica pa-

DIREITOS RESERVADOS

LOCAL

45 anos do 25 de Abril em mostra colectiva de artes

tente até 29 de Setembro, dedicada à apresentação colectiva de artes plásticas ao ar livre e em es-

paços públicos, tendo como tema as comemorações do 45º aniversário do 25 de Abril.

Mostra de Vinhos de Fernando Pó

DIREITOS RESERVADOS

Apresentação decorre em adega recuperada

PALMELA

Tradição recuperada em 1995

Queima de Judas celebra a Primavera

POR FÁTIMA BRINCA

O

ritual da Queima de Judas está de regresso a Palmela, na noite de 20 de Abril, numa iniciativa

de parceria da Câmara com o Movimento Associativo. Este ano participam 15 instituições que irão percorrer as ruas do Centro Histórico, e durante o percurso queimam os Judas, ao som da animação dos Bardoada, que terá finalização no Largo de S. João onde haverá a leitura do testamento e fogo de artifício. O ritual pagão da Queima de Judas foi recuperado em 1995, pela câmara de Palmela e assinala a celebração da Primavera. O evento conta com a participa-

Candidata da Moita é agente da PSP e vai representar distrito na final nacional

'Mulher de armas' eleita Miss Portuguesa de Setúbal

T

em 21 anos, veio da Moita e é agente da PSP. Mariza dos Santos foi coroada Miss Portuguesa Setúbal 2019 no passado sábado, 13, em cerimónia realizada no Hotel do Sado. A vencedora vai, assim, representar o Distrito de Setúbal na final do concurso nacional de beleza “Miss Portuguesa 2019”, a realizar em Julho em Gondomar. Maria Bragança, 21 anos, de Setúbal, e Natalina Machado, 23, de

Alcochete, foram escolhidas como primeira e segunda damas de honor, respectivamente. A iniciativa de sábado foi organizada pela Miss Portuguesa, com o apoio local da autarquia e de várias lojas e profissionais do ramo da moda, contemplando ainda a acção “Beleza por uma causa”, com a realização do desfile inclusivo “Iguais na Diferença”, no qual participaram jovens da APPACDM.

ção dos Bardoada, Grupo Coral “Ausentes do Alentejo”, Serviços Sociais e Culturais dos Trabalhadores do Município de Palmela, Passos e Compassos – Grupo Férias Culturais, Associação de Escoteiros de Portugal – Grupo 40, Motoclube de Palmela, Os Indiferentes, As Avozinhas, Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, Teatro Sem Dono, Sociedade Columbófila de Palmela, Sociedade Filarmónica Humanitária, ATA – Teatro Artimanha, Associação dos Idosos de Palmela e Teatro da Vila.

CM SETÚBAL

Ritual pagão, que assinala a celebração da Primavera, foi recuperado pela Câmara Municipal

A Casa Dupó vai receber a apresentação da Mostra de Vinhos de Fernando Pó, que se realiza hoje, com a participação da Comissão Organizadora, de autarcas e de produtores locais

A

Casa Dupó nasceu de uma adega centenária, que estava em avançado estado de degradação, e foi recuperada, transformando-se num espaço de referência da aldeia vinhateira.

A Mostra de Vinhos, que assinala 24 anos de existência, será hoje apresentada e conta com a participação da Comissão Organizadora, de autarcas e de produtores locais. O evento está agendado para os dias 3, 4 e 5 de Maio, contando com a participação de vários expositores de vinhos, produtos regionais, doces tradicionais, enchidos e queijos. A gastronomia também estará presente com destaque para os petiscos e o leitão. Um dos momentos de destaque em todas as edições é a realização do Concurso de Vinhos, que contará com a participação de mais de três dezenas de produtores. FÁTIMA BRINCA


TERÇA-FEIRA 16/04/2019

Comemorações dos 45 anos do 25 de Abril

Vozes de hoje e outras, mais recuadas no tempo, vão estar ao vivo ou em digital no palco junto à Baía do Seixal para celebrar o Dia da Liberdade. O espectáculo termina com uma viagem no tempo, em multimédia

DIREITOS RESERVADOS

Comemorar a liberdade junto à baía

PALMELA Em almoço-convívio promovido pela Comissão de Freguesia do partido

Mais de 30 comemoram 98.º aniversário do PCP e 45 anos de Abril

M

V

ários artistas locais ao lado de outros de renome nacional vão estar em palco frente à Baía do Seixal na noite de 24 de Abril, com o espectáculo Pop da Revolução. Este é considerado pela organização, Câmara do Seixal, como um momento musical “único”. Vão ouvir-se as vozes de Marisa Liz, Aurea, Carlão, Fernando Ribeiro, Homens da Luta e Tatanka. Na segunda parte, o palco é de Omiri que trazem como convidados Celina da Piedade, Chullage e Russa, até às 2 da manhã. Em ecrã gigante, vão passar as interpretações de Simone de Oliveira, Teresa Salgueiro, Paulo de Carvalho, Jorge Palma e Marco Rodrigues. O espetáculo conta ainda com a participação da Orquestra Tocá Rufar e dos Karma Drums, e de grupos locais: Coro Infantil do Polo do Seixal da Escola Artística de Música do Conservatório Nacional, Grupo Coral Alentejano da Associação dos Serviços Sociais dos Trabalhadores das Au-

SANTIAGO DO CACÉM

7

DIREITOS RESERVADOS

SEIXAL

LOCAL

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

AUREA. Cantora alentejana vai actuar na noite de 24 de Abril no Seixal

tarquias do Seixal (ASSTAS) e Grupo Coral Seixal Vocalis. Quem for receber o 45.º aniversário da revolução de 25 de Abril junto à baía tem oportunidade de assistir a um espectáculo multimédia com imagens e vídeos, efeitos visuais e piro-

técnicos que acompanham uma viagem no tempo, de 1974 até à atualidade, com Abril no Coração. Conta com a direção artística de Rui Júnior, produção do Tocá Rufar e da Nação Valente e direção musical de Tiago Pais Dias (Amor Electro).

ais de 30 militantes e simpatizantes do PCP participaram no almoço-convívio comemorativo do 98.º aniversário do partido e dos 45 anos da Revolução dos Cravos, realizado no último sábado, 13, nas instalações do Grupo Desportivo e Cultural “Ídolos da Baixa”, em Palmela. A iniciativa, organizada pela Comissão de Freguesia do PCP, contou primeiro com intervenções de Domingos Cordeiro e Vanessa Ferreira, ambos da referida estrutura local comunista, e depois de Luís Barata, membro do Comité Central do partido. Luís Barata centrou o discurso no comunicado do Comité Central do PCP, que reuniu no passado dia 8, apelando ao voto na CDU nas eleições europeias que se avizinham. O comunista lembrou a necessidade de mobilização para um bom resultado da CDU no acto eleitoral de 26 de Maio próximo, bem como as “consecutivas e abrangentes lutas dos trabalhadores e de várias cama-

das e sectores da sociedade contra a política do actual Governo”, que, sublinhou, “nos aspectos fulcrais se submete ao imperialismo e aos ditames da política da União Europeia”, colocando em causa “a soberania e o desenvolvimento nacionais”. Luís Barata apelou ainda à participação de todos, no próximo dia 27, na inauguração parcial do Parlatório, do Segredo e de um Memorial do Forte de Peniche, primeiro acto público de massas antecedendo o que virá a ser o Museu Nacional da Resistência e da Liberdade. A União dos Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP) “tem papel destacado na organização” deste evento, “dinamizando excursões a nível nacional, designadamente a partir de Palmela”, que “garantem já muitas centenas de presenças”. Trata-se, na perspectiva do PCP, de uma “vitória contra os desígnios de o Forte vir a ser transformado num espaço histórico em grande parte submetido à gestão privada”.

Investimento ascende a 450 mil euros

Centro histórico de Cercal do Alentejo vai ser requalificado Obras deverão arrancar até ao final deste ano, revelou Álvaro Beijinha. Mercado Municipal também vai ser reabilitado

A

Câmara de Santiago do Cacém vai avançar este ano com a requalificação do espaço público do centro histórico de Cercal do Alentejo, no interior do concelho, num investimento de 450 mil euros. A empreitada,

que vai incidir na zona envolvente à Igreja Matriz e em alguns arruamentos da zona histórica da vila de Cercal do Alentejo, está inserida no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano desenvolvido pelo município. “Vamos dar mais mobilidade às pessoas numa estratégia em que temos vindo a apostar, em que o turismo ganha cada vez mais importância. Ao requalificar as nossas vilas, aldeias e cidades, estamos a contribuir para atrair pessoas ao nosso território”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha.

O projecto, financiado por fundos comunitários, inclui intervenções ao nível das infra-estruturas eléctricas, rede de águas e pluviais e alterações na zona de circulação rodoviária, que “passa a calçada em granito” e, nas zonas para peões, “com lajes em granito”, explicou o autarca. Serão alvo de requalificação as ruas da Parreira, Aldegalega e Guerra Junqueiro, no centro histórico de Cercal do Alentejo. “Do ponto de vista turístico, Cercal do Alentejo é uma das freguesias com maior importância no concelho de Santiago do Cacém,

integrando o percurso da Rota Vicentina, por onde passam milhares de turistas e esta é também uma forma de embelezar aquela zona que precisa de ser reabilitada”, frisou. Álvaro Beijinha disse prever que a operação de requalificação possa arrancar “até ao final deste ano”, após o lançamento, “ainda durante o mês de Maio”, do concurso público da empreitada. Reabilitação do Mercado Municipal O município alentejano anunciou

ainda um investimento de 155 mil euros na reabilitação do Mercado Municipal de Cercal do Alentejo e zona envolvente, com a construção de uma nova cobertura, novas bancas, casas de banho e acessos, além da requalificação da rede eléctrica do edifício. “Prevemos lançar em Maio o concurso público para a requalificação do Mercado Municipal de Cercal do Alentejo, que, de todos os equipamentos do concelho, é o que está em piores condições, tendo um prazo de execução de quatro meses”, concluiu. Lusa


8

LOCAL

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

PALMELA Apresentação do evento bastante concorrida

TERÇA-FEIRA 16/04/2019

DIÁRIO DA REGIÃO

[ FOTOS:DIREITOS RESERVADOS ]

Mercado Caramelo mobiliza Pinhal Novo

MERCADO CARAMELO. Álvaro Amaro anunciou a suspensão das obras

Quarta edição da iniciativa vai decorrer em Maio, durante três dias. Manuel Lagarto, presidente da Junta de Freguesia, realçou envolvência da população. Sopa caramela foi chamariz POR FÁTIMA BRINCA apresentação da quarta edição do Mercado Caramelo mobili-

A

PUBLICIDADE

zou, na tarde/noite do último domingo, a população do Pinhal Novo, que não resistiu ao chamamento da sopa

caramela, que é a rainha do evento. O Mercado Caramelo irá realizar-se a 10, 11 e 12 de Maio no Jardim José Maria dos Santos, onde terá um espaço mais alargado depois da eliminação do lago. No entanto, o presidente da Câmara de Palmela, Álvaro Amaro, fez questão de anunciar que “as obras vão ser suspensas

até dia 8 de Julho para que os eventos agendados possam decorrer normalmente”, porque “após a realização das comemorações do 25 de Abril, do Mercado Caramelo, das Festas do Pinhal Novo e do Festival de Gigantones as obras irão avançar em grande força com a colocação de dois jogos de água, pavimento e mobiliário urbano novos”. O presidente da Junta de Freguesia de Pinhal Novo, Manuel Lagarto, destacou a envolvência da população e “com esta apresentação parece que estamos no Mercado Caramelo do antigamente, que queremos continuar a dinamizar e daí que a bênção dos animais seja uma iniciativa que continue a mobilizar os participantes”. O autarca anunciou a participação, pela primeira vez, da Arcolsa, que “está a proteger a raça saloia e teremos uma exposição de ovelhas, com a realização da ordenha e da tosquia”. O artesanato e a gastronomia são vertentes que terão um espaço mais alargado, mas haverá também exposições de máquinas agrícolas, a participação de 12 profissões antigas, a apresentação do pudim de abóbora e das batatas ensalsadas, que se juntam à sopa caramela e ao abafadinho caramelo. Nas actividades recreativas destacam-se a Mais Louca Corrida de Carrinhos de Rolamentos, os Robertos de Santa Bárbara, os Gaiteiros da Bardoada, os ranchos folclóricos, a Charanga Huga do Rosário, entre outras.


LOCAL

HORÓSCOPO Pelo Astrológo Tarólogo e Guia Espiritual

Francisco Guerreiro Consultório: 96 377 05 04 MONTIJO

E-mail: francisco_astrologo@hotmail.com

CARNEIRO - 21.03 a 20.04

^

No plano amoroso, bons momentos adivinham-se. A harmonia é uma constante, mesmo que possam surgir alguns conflitos. No plano profissional, pode vir ao de cima uma questão antiga e que pode abalar a sua posição no trabalho. Tente parecer que está seguro mesmo que isso não corresponda á realidade. Carta da Semana – A Temperança, capacidade de adaptação ás evoluções, tente compreender o que o rodeia.

TOURO - 21.04 a 21.05

_

No plano amoroso, esta semana sente-se um pouco confuso em termos sentimentais. Mas não surgirão grandes problemas. No plano profissional, estará iluminado, com uma grande capacidade de influência sobre os outros e de resolução de problemas. Carta da Semana – O Mago, capacidade de escolha, aproveite para tomar decisões e encontrará boas soluções.

Gémeos - 22.05 a 21.06

`

No plano amoroso, consegue contagiar todos com a sua boa disposição. Excelente período para relacionamento a dois. No plano profissional, grandes perspectivas de promoção ou até mesmo de se tornar independente. Carta da Semana – O Imperador, esta carta representa o começo da luta pelo progresso.

CARANGUEJO - 22.06 a 22.07

a

No plano amoroso, desenvolva uma postura séria e de confiança, ainda que atravesse um período algo complicado, pense que nem tudo o que parece é. No plano profissional, semana de grandes concretizações embora alguns resultados sejam mais demorados. Carta da Semana – A Papisa, esta carta aconselha a que seja prudente e não “fale demais”, pois a confidencialidade não será respeitada.

LEÃO - 23.07 a 23.08

b

No plano amoroso, tendência para desmotivação, mas não se precipite e evite explosões verbais. No plano profissional, a falta de concentração neste período farão com que surjam muitos problemas além de você achar que algo se passa por trás das suas costas. Carta da Semana – A Lua, esta carta diz-nos que esta semana não deve arriscar pois a sorte não está aliada a si. Tente gerir-se pela lógica.

VIRGEM - 24.08 a 23.09

c d

No plano amoroso, não se culpe por algo que aconteceu no passado, se surgir oportunidade de amar, siga em frente mas sem grandes expectativas. No plano profissional, a fase que se aproxima é favorável a associações, no entanto, não é aconselhável que o faça sem que analise correctamente as pessoas em questão. Carta da Semana – O Amoroso, esta carta diz que deve evitar decisões muito repentinas sem estarem bem definidas.

BALANÇA - 24.09 a 23.10

No plano amoroso, vai ultrapassar a instabilidade sentimental, novos conhecimentos. No plano profissional, tente conter os gastos, só economizando é que se pode ter resultados positivos. Carta da Semana – O Mundo, esta carta capta boas influências, que permitem que consiga ter êxito em tudo aquilo a que se propuser fazer.

ESCORPIÃO - 24.10 a 22.11

e

No plano amoroso, viva o amor com muita intensidade mas respeitando a individualidade de cada um, caso contrário pode correr o risco de se perder, de não saber quem é. No plano profissional, leve avante novas iniciativas. Aposte em trabalhos pessoais e verá o seu trabalho ser reconhecido. Carta da Semana – O Sol, esta carta exerce uma influência positiva e protectora, mas você necessita de uma virtude natural sua que é a coragem.

SAGITÁRIO - 23.11 a 20.12

f g

No plano amoroso, aumente a tentativa de promover o diálogo e a descoberta de afinidades para consolidar a sua relação. No plano profissional, semana de grandes realizações, mas vai correr alguns riscos, mas correrá tudo pelo melhor. Carta da Semana – A Imperatriz, esata carta define uma semana de boas evoluções, em todas as situações sairá com bons resultados.

i

PALMELA Assembleia de Freguesia do Poceirão e Marateca preocupada

PCP apresenta moção contra encerramento de valências do Centro Social de Palmela Os encarregados de educação apenas foram informados sobre o encerramento de valências do Centro Social de Palmela através de uma circular. Agora temem não ter alternativas de ATL e creche

C

arlos de Sousa, presidente do Centro Social de Palmela (CSP), confirmou recentemente que o polo do Poceirão desta IPSS e o Centro Porta Aberta vão encerrar no final do ano lectivo. Esta tomada de decisão surge devido ao estado de quase insolvência em que a instituição se encontra e levará ao despedimento de 21 trabalhadores, colocando ainda em risco de assistência 65 crianças e jovens. Neste contexto, o PCP apresentou uma moção em Assembleia de Freguesia da União das Freguesias de Poceirão e Marateca, como gesto de solidariedade para com os pais e encarregados de educação e trabalhadores do infantário “A Cegonha”. A instituição integra o polo do Poceirão do Centro Social de Palmela e está também em vista de encerrar em Julho. Através desta moção o PCP contesta a forma como a direcção do Centro Social de Palmela geriu este processo, “sem comunicação com os pais, mães, encarregados de educação e trabalhadores”. E exige que, “o Instituto da Segurança Social não fique passivo e indiferente perante este quadro”, solicitando também o apoio da Câmara Municipal de Palmela e Junta de Freguesia, “tendo em vista encontrar-

se uma solução que envolva todas as entidades, autarquias e famílias”. O PCP considera ainda que, a decisão da direcção do CSP deixa encarregados de educação “sem ser assegurada qualquer alternativa no acompanhamento das crianças”, uma vez que, “não há respostas de creche e ATL no território”. A moção foi aprovada por unanimidade com 12 votos a favor (7 votos da CDU, 4 votos do PS e 1 voto da Coligação Palmela Mais). Comunidade revela preocupação As dívidas avaliadas em milhares de euros são a principal causa do encerramento das valências do CSP. Carlos Sousa afirma que por esse motivo alguns imóveis

serão vendidos. “Nomeadamente a Casa Amarela e o edifício localizado perto da nova farmácia de Palmela”. Está ainda a ser desenvolvida uma candidatura ao Programa PER (Programa Especial de Revitalização) para garantir continuidade de apoio a cerca de 300 crianças. Perante este contexto o presidente da Junta de Freguesia de Palmela, Jorge Mares, lamenta que “as crianças e os jovens sejam afectados com uma situação de crise” e comenta que Carlos Sousa “herdou uma estrutura cheia de problemas”. Ana Clara Birrento, ex-directora do Centro Distrital da Segurança Social, também tem demonstrado grande preocupação com a situação e revela disponibilidade para “visitar a instituição”.

CAPRICÓRNIO - 21.12 a 20.01

No plano amoroso, se continuar a haver uma ausência de apoio e dedicação as relações correm o risco de se dissolverem. Reflicta e estabeleça prioridades. No plano profissional, tente dar um equilíbrio á parte profissional, mas tudo está controlado. Carta da Semana – O Julgamento, esta carta significa que está a ser observado, qualquer passo em falso, cai-lhe tudo em cima, como se tivesse constantemente a ser julgado.

AQUÁRIO - 21.01 a 19.02

h

TERÇA-FEIRA 16/04/2019

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

DIREITOS RESERVADOS

10

No plano amoroso, semana de recompensas, esteja confiante e tudo correrá como deseja. No plano profissional, possibilidades de viagens de negócios, contenha os gastos, está um pouco extravagante. Carta da Semana – O Papa, esta carta mostra-nos que você tem necessidade de sentir seguro e de conhecer a verdade.

PEIXES - 20.02 a 20.03

No plano amoroso, modifique algumas atitudes para que consiga aliviar tensões familiares. No plano profissional, momento em que tem algumas dificuldades em controlar situações inesperadas. Carta da Semana – O Dependurado, esta carta diz-nos que você tem que se libertar de algumas situações, mas que só consegue se tiver apoios.

Pelo TARÓLOGO e ASTRÓLOGO Francisco Guerreiro. Resolva todos os seus problemas sentimentais, profissionais, financeiros e de saúde, marcando uma consulta pelo número 96 377 05 04. Após a 1.ª consulta efectua tratamentos espirituais. Consultório: Rua Serpa Pinto n.º 127 3.º Esq. - Montijo

E-mail:francisco_astrologo@hotmail.com

De 24 a 19 de Abril

Palmela comemora Dia Mundial da Dança em vários pontos do concelho

O

Dia Mundial da Dança vai ser assinalado em vários pontos do concelho de Palmela, entre 24 e 29 deste mês, com um conjunto de iniciativas dirigido a diversos públicos. O espectáculo “Dançar Abril”, a iniciativa “Dança ao Largo”, com aulas diversas de participação livre, a apresentação de “Cinema(s) À Volta da Dança”, o “Baile da Liberdade” e o “Baile de Danças Tradicionais do Mundo”, com os Dahu, dão corpo ao programa de comemorações preparado pela DançArte/Passos e Compassos, companhia residente no Cineteatro S. João, e pela Câmara Municipal. “O programa comemorativo abre dia

24, às 22h00, com o espectáculo 'Dançar Abril 2019', no Centro Cultural de Poceirão, prossegue dia 28, entre as 10h00 e as 17h00, com a iniciativa 'Dança ao Largo', no Largo de S. João, em Palmela, que vai proporcionar aulas diversas de participação livre, e encerra dia 29, com a apresentação de cinema(s) 'À Volta da Dança', às 10h00, 14h30 e 18h00, no Cineteatro S. João, em Palmela”, resume a autarquia. De permeio, a programação contempla ainda duas outras iniciativas: no dia 26, às 21h30, o 'Baile da Liberdade', em Águas de Moura, junto ao Sobreiro Centenário – iniciativa promovida pela União

de Freguesias de Poceirão e Marateca com o apoio da Câmara Municipal, que também integra o programa comemorativo do 45.º aniversário do 25 de Abril; e no dia 28, às 16h00, na Biblioteca Municipal de Palmela, o 'Baile de Danças Tradicionais do Mundo', com os Dahu, promovido por Leónia de Oliveira, também com o apoio da autarquia. “Valorizar a dança e o encontro entre as pessoas, cruzar linguagens e motivar públicos, sublinhando os benefícios da sua prática” são, de acordo com a edilidade, “alguns dos objectivos das comemorações” do Dia Mundial da Dança, que se assinala a 29 de Abril.


TERÇA-FEIRA 16/04/2019

PUBLICIDADE

O DIĂ RIO DA REGIĂƒO DE SETĂšBAL

LUĂ?S FILIPE VIEIRA SOUSA

MARIA IDĂ LIA AZEVEDO DOS REIS

ANTĂ“NIO MARIA DE PINHO PEREIRA

NUNO ANDRÉ CAMPOS SILVA

(1968 – 2019)

(1946 – 2019)

(1935 – 2019)

(1976 – 2019)

Participação e Agradecimento

Participação e Agradecimento

Participação e Agradecimento

Participação e Agradecimento

A funerĂĄria Armindo lamenta informar o falecimento de LuĂ­s Filipe Vieira Sousa. A famĂ­lia vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolĂŞncias.

MunicĂ­pio Palmela CĂ‚MARA MUNICIPAL

A funerĂĄria Armindo lamenta informar o falecimento de Maria IdĂĄlia Azevedo dos Reis. A famĂ­lia vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolĂŞncias.

A funerĂĄria Armindo lamenta informar o falecimento de AntĂłnio Maria de Pinho Pereira. A famĂ­lia vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolĂŞncias.

A funerĂĄria Armindo lamenta informar o falecimento de Nuno AndrĂŠ Campos Silva. A famĂ­lia vem por esta via agradecer a todas as pessoas que se dignaram a acompanhar o funeral ou que, de qualquer outra forma, manifestaram as suas condolĂŞncias.

Departamento de Administração e Desenvolvimento Organizacional

PRECISA-SE

Edital N.Âş 45/DADO-DAG/2019 de Palmela, freguesia de Palmela, no dia 20 de abril entre as 20h00 e as 00h00, nos locais que a seguir se apresentam:

Ă LVARO BALSEIRO AMARO, Presidente da Câmara Municipal do MunicĂ­pio de Palmela: No uso das competĂŞncias que lhe estĂŁo atribuĂ­das pelo artigo 35Âş., nÂş. 1, alĂ­nea t), do Regime JurĂ­dico das Autarquias Locais, aprovado pela Lei nÂş. 75/2013 de 12 de setembro e para efeitos do estipulado no artigo 56Âş. e nos termos da alĂ­nea rr) do nÂş. 1 do artÂş. 33Âş. do mesmo diploma legal e artigos 7Âş., 8Âş. e 9Âş. do CĂłdigo da Estrada, torna pĂşblico que, durante a realização do evento “Queima do Judasâ€?, serĂĄ condicionada a circulação e interdito o estacionamento de veĂ­culos nas vias de circulação rodoviĂĄria na Vila

Corte e condicionamento de vias Dia 20 de abril (såbado) das 20h00 às 00h00 • Avenida dos Bombeiros Voluntårios de Palmela • Largo 5 de Outubro • Rua Luis de Camþes • Largo do Município • Praça Duque de Palmela • Rua do Castelo • Largo D. Afonso Henriques • Travessa da Saboaria • Rua da Saboaria • Travessa do Arrabalde • Rua do Brochado • Largo D. João I

• Rua da Ladeira • Rua Mouzinho de Albuquerque • Rua Hermenegildo Capelo • Largo do Mercado • Rua 31 de janeiro • Rua Heliodoro Salgado • Rua Joaquim Brandão • Largo Marquês de Pombal • Rua Almirante Reis • Rua do Passadiço • Rua Jaime Afreixo • Rua Serpa Pinto • Rua Coronel Galhardo • Rua Augusto Cardoso • Largo do Passo da Formiga • Rua de Olivença • Largo de S. João Batista Proibição de estacionamento de veículos Dia 20 de abril (såbado) das 14h00 às 00h00 • Largo dos Loureiros

• Largo do Município • Praça Duque de Palmela • Largo D. Afonso Henriques • Largo D. João I • Largo do Mercado • Rua Hermenegildo Capelo • Rua 31 de Janeiro • Rua Heliodoro Salgado • Largo Marquês de Pombal • Rua Joaquim Brandão • Largo Passo da Formiga • Rua de Olivença A infração estarå sujeita a penalização (reboque e coima). Para constar se lavrou o presente Edital que vai se afixado nos lugares públicos do costume. Palmela 11 de abril de 2019. O Presidente da Câmara à LVARO MANUEL BALSEIRO AMARO

CLASSIFICADOS PRECISA-SE EM SETĂšBAL

0983

1021

LAR IDOSOS PRECISA

ASSADOR

AUXILIARES

PARA RESTAURANTE CONTACTO 918 167 391

ZONA DE PALMELA TLF.: 917 417 583

BLOCO CL�NICO Farmåcia Portugal DIRECTOR TÉCNICO Fernando Gamito Rodrigues Av. Jaime Cortesão, 77-B Tel. 265 539 060 • Setúbal Horårio: 09h00 - 13h00; 14h00 - 20h00 Såbado: 09h00 - 13h00

0985

EMPREGADA/O DE MESA E AJUDANTE DE COZINHA AV LUISA TODI, Nº 588 (ADEGA DO ZÉ)

Divisão de Administração Geral

Queima do Judas Proibição de estacionamento de veículos, corte e condicionamento de vias – Vila de Palmela

11

1020 RESTAURANTE CASA LAGARTO PRECISA

COLABORADOR COM EXPERIĂŠNCIA A SERVIR AS MESAS. CONTACTO 969 747 076

LABORATÓRIO DE ANà LISES CL�NICAS '5$0$5,$),/20(1$/23(63(5',*­2 '5$/)5('23(5',*­2 +RUiULR�D�IHLUDK 6iEDGRK 5XD-RUJHGH6RXVD_6HW~EDO ZZZSUHFLODESW_WHO WHOP_)D[


12

SETÚBAL

Novo núcleo do projecto que já é um ícone internacional

25 de Abril com “Nosso Bairro, Nossa Cidade”

DIÁRIO DA REGIÃO

TERÇA-FEIRA, 16/04/2019

SOCIEDADE

Setúbal assinala as comemorações do 45º aniversário da Revolução dos Cravos com a inauguração de um novo nú-

cleo do projecto “Nosso Bairro, Nossa Cidade”, na Bela Vista. No dia 25, pelas 13h00, o número 6 da Rua do Monte,

recebe assim um reforço na sua actividade na alfabetização de adultos, estudo acompanhado para as crianças,

ateliers de trabalhos manuais, formações e workshops, peças de teatro, dança, ginástica, festas e reuniões.

LITORAL ALENTEJANO Paula Bravo inaugura mostra na Métizartis e vende tela nos primeiros dias

Mostra estará patente ao público no espaço sediado na Livraria Europa América até ao próximo dia 28

[ MÉTIZARTIS ]

Pintora de Vila Nova de Santo André faz sucesso em Lisboa POR ALIETTE MARTINS

Expressão da Alma” intitula a exposição de pintura da autoria de Paula Bravo, alentejana de Vila Nova de Santo André, que pode ser apreciada até ao próximo dia 28 na Galeria Métizartis, sediada na Livraria Europa América, em Lisboa. A mostra da artista – que nasceu em 1956 em Moçambique (em Lourenço Marques, Maputo desde 1976) e adoptou Portugal para residir ainda com tenra idade – foi inaugurada no passado dia 3 e já faz sucesso, registando logo nos primeiros dias a venda de um dos trabalhos. Paula Bravo veio para a Europa

ARTES. Paulo Bravo veio para a Europa com os seus familiares ainda em menina, e Portugal foi o local escolhido para permanecerem

com os seus familiares quando, em tempo de menina/moça, Portugal foi o local escolhido para permanecerem. Facto esse que, certamente, viria a guiar-lhe os sonhos que determinaram o seu gosto pela pintura, visível no percurso de suas telas, em que a expressão da cor é reveladora do que lhe vai na memó-

ria a abrir-se ao presente num permanente “vai-e-vem” entre Moçambique e a terra alentejana que adoptou, esquiçando poentes observados na paisagem que admira. É nesse “universo”, nascido na inspiração movida pelo pensamento, que a artista “vive” o que pinta, enquanto catarse, em que se completa.

A cerimónia de inauguração da mostra contou com as presenças de inúmeros amigos da artista, além de Elsa Flores, Curadora da Métizartis. Entre os presentes esteve uma figura que não deixou de causar surpresa e de provocar emoções fortes a Paula Bravo: o amigo de longa data, com quem

não se encontrava há bastante tempo, João Peliz, que em Lourenço foi director do “Instituto Verney”, colégio que a artista frequentou. A ocasião foi ainda abrilhantada por um momento musical a cargo da professora de música Elsa Flores, também oriunda de Vola Nova de Santo André.

GRÂNDOLA Sang-Mook Lee destaca-se também pela defesa dos direitos das pessoas com mobilidade reduzida

Sul-coreano tem mantido forte colaboração com os responsáveis do Centro Ciência Viva do Lousal

S

ang-Mook Lee, reputado geofísico sul-coreano, vai visitar na próxima quarta-feira, 17, a aldeia mineira do Lousal. A deslocação do professor ao concelho de Grândola resulta de um convite lançado pelos responsáveis do Centro Ciência Viva do Lousal, com quem o sul-coreano “mantém uma forte colaboração”, anunciou a Câmara

Municipal. Sang-Mook Lee aproveita uma estada de seis dias em Portugal – tendo em vista a participação nas comemorações da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa – para, no penúltimo dia de visita a terras lusas, integrar na agenda um encontro na localidade do litoral alentejano. “Durante este período Sang-Mook Lee irá ainda participar numa reunião técnica com responsáveis do LNEG, Almina/EPDM e Somincor/Lundin Mining, no Centro de Estudos Geológicos e Mineiros do Alentejo”, adiantou a autarquia. O geofísico é visto pela comunidade científica mundial como “o Stephen Hawkings da Coreia”, depois de ter sofrido “um devastador aci-

dente rodoviário”, encontrando-se actualmente tetraplégico. “A partir desse momento, além da sua continuidade no trabalho de investigação científica, tornou-se uma figura mundialmente incontornável na defesa dos direitos das pessoas incapacitadas ou com limitação de mobilidade e na demonstração da sua possibilidade de continuarem activas e socialmente produtivas”, lembra a edilidade. As condições de acessibilidade aos espaços e equipamentos científicos da Mina do Lousal “têm constituído uma das prioridades do município de Grândola e do Centro Ciência Viva do Lousal, ao longo do processo de revitalização da aldeia mineira”, sublinha a autarquia a concluir.

[ DIREITOS RESERVADOS ]

Referência mundial da geofísica vai visitar aldeia mineira do Lousal

GEOFISICO. Sang-Mook Lee é muito reconhecido pela comunidade científica


TERÇA-FEIRA 16/04/2019

SOCIEDADE

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

Depois de um milhão de euros investidos no Cornélio Palma

Futuros projectos dominam aniversário do Palmelense milhão de euros” com obras que se reflectem na “construção de uma caldeira de água, numa nova sede no Cornélio Palma, mais balneários, uma pista de atletismo e de lançamentos, um campo de futebol de 5 coberto e nova iluminação led para reduzir os custos de energia”. O Palmelense tem neste momento 15 equipas em competição com 272 atletas federados, treinadores certificados e uma escola de formação com mais de 300 miúdos. João Paulo Santos lembra “somos o 7º clube do distrito e o maior do concelho a nível de atletas federados”. Mas o presidente palmelense quer ir mais longe e acredita que quando “assinalarmos o século do nosso clube queremos estar a disputar o campeonato da segunda liga nacional”.

O Palmelense assinalou 95 anos e em noite de aniversário o presidente do clube deu a conhecer os futuros projectos, que envolvem investimentos de mais meio milhão de euros POR FÁTIMA BRINCA

O

aniversário do Palmelense foi comemorado em clima de festa e união, que reuniu mais de duas centenas de pessoas, na sala de eventos da Sociedade Filarmónica “Os Loureiros”. O presidente João Paulo Santos viu-se rodeado de adeptos e representantes de instituições, em que o Pinhalnovense marcou presença pela primeira vez numa demonstração de parceria que promete dar frutos no futuro. O dirigente palmelense, que assumiu funções em 2015, conseguiu transformar o pelado em dois relvados sintéticos no Cornélio Palma, que passou a ser património do clube e onde “se investiu um milhão de euros” destacou. Os projectos vão continuar, anunciou e os investimentos “irão contemplar obras em cerca de meio

Contributo notável no desporto O dinamismo dos dirigentes do Palmelense é reconhecido pela câmara e pela Junta de Freguesia de Palmela, com o presidente Jorge Mares a destacar “nunca aconteceu um dinamismo destes e os dirigentes do Palmelense têm toda a legitimidade para serem ambiciosos” e prometeu todo o apoio porque “este clube é a referência da nossa terra e eu acredito no seu trabalho”.

Para o vereador do Desporto, Luís Calha, o Palmelense “tem dado um contributo notável no desporto, onde todos estão imbuídos do mesmo espírito de apoio garantindo que o clube tem presente e um futuro promissor no envolvimento da comunidade”. O autarca destaca o “aglutinar de forças e de vontades que semearam as plantas que germinaram e deram origem a um caminho partilhado com a câmara com a sua visão estratégica e de futuro”. Luís Calha congratulou-se com “o espírito de união e registo a presença do presidente do Pinhalnovense, pois não faz sentido que o movimento associativo esteja de costas voltadas” e deixou “uma palavra de incentivo e confiança para continuarem a desenvolver a envolvência dos associados em torno do Palmelense”. Também o presidente da AFS, Francisco Cardoso, realçou “gostei muito da presença do Pinhalnovense, porque como disse o presidente António Sousa a causa é a mesma e no distrito temos que trabalhar mais em parceria”. Nas comemorações de aniversário foram distinguidos os sócios com 25 e 50 anos e as crianças estiveram em destaque com momentos de dança e habilidades dos pequenos craques.

13

[ FOTOS: DIREITOS RESERVADOS ]

DIÁRIO DA REGIÃO

O presidente do Palmelense com os autarcas do PS

O vereador Luís Calha ao lado do presidente do clube aniversariante

O Palmelense assinalou a pasasgem de 95 primaveras

MOITA XX Milha Ribeirinha

C

om um total de 405 pontos, o Clube Desportivo e Recreativo Ribeirinho venceu a XX Milha Ribeirinha, prova integrada no torneio das colectividades do município da Moita em Atletismo/Atletismoita que contou com a participação de 282 atletas, em representação das 23 equipas participantes. A prova de estrada decorreu, no passado sábado, 13, na Avenida Capitães de Abril, junto ao parque Zeca Afonso na Baixa da Banheira. O lote das cinco equipas melhor classificadas e premiadas foi composto ainda por G.D.P Chão Duro (156 pontos), A. A. Pinhalnovense (90 pontos), G.D. Fonte da Prata (51) e U.A. Povoense (48).

[ DIREITOS RESERVADOS ]

Desportivo Ribeirinho triunfa na Baixa da Banheira

PARTICIPAÇÃO. A iniciativa juntou 282 atletas de 23 equipas

Os atletas mais rápidos foram Marco Tavares e Gonçalo Figueiredo (CDRR), Hélder Santos (Leiria Marcha) no escalão sénior masculino, e Catarina Anastácio, Cátia Santana e Ana Carolina Filipe (o CDRR fez o pleno nesta categoria ao conquistar os três lugares do pódio). A finalizar realizou-se a caminhada solidária da Associação NÓS que percorreu o parque para mostrar as excelentes condições existentes para a prática da modalidade. Durante a actividade, a Associação NÓS promoveu animação e vendas solidárias, ao som de muita música, um cabeçudo e pinturas faciais para alegrar a tarde.


14

CLUBE DE VELA DO BARREIRO

Dois velejadores na luta pela ida às Selecções Nacionais

TERÇA-FEIRA, 16/04/2019

DESPORTO

O Clube de Vela do Barreiro participou com vários atletas na 1ª Prova de Apuramento Nacional Optimist, que se realizou em Tavira. Esta prova faz parte do critério Nacional de Selecção da classe Optimist para as 12 vagas que

existem para os Campeonatos Internacionais, cinco para o Campeonato do Mundo e sete para o Campeonato da Europa, sendo neste caso 4 masculinas e 3 femininas. Foram quatro dias intensos com regatas e ventos

para todos os gostos. Para o Clube de Vela do Barreiro o balanço é positivo com várias regatas nos lugares cimeiros e com dois velejadores na luta pelas vagas nas Selecções Nacionais. No final das 10 regatas Tiago Wanzeller

classificou-se em 5.º lugar; Vasco Soares, em 16.º; Madalena Wanzeller, em 21.º; Filipa Romão, em 38.º e Joana Paleta, em 50.º lugar. A próxima prova de apuramento realiza-se de 1 a 5 de Maio, em Leixões.

Treinador do Benfica desejou “toda a felicidade” ao clube da sua terra natal

A

pós o embate entre Benfica e Vitória, que as águias venceram, por 4-2, o treinador das águias Bruno Lage, que nasceu em Setúbal há 42 anos, fez questão de deixar uma mensagem ao principal clube da sua terra natal. “Quero deixar uma palavra para o Vitória, que é o clube da minha terra, e desejar que a partir de hoje tenha toda a felicidade e conquiste os pontos que lhe permitam alcançar o seu objetivo, pois o seu lugar é na primeira divisão”. Sem tempo a perder, menos de 24 horas depois da derrota (4-2) sofrida no Estádio da Luz com o líder Benfica, o Vitória FC deu ontem de tarde início à preparação do duelo de sexta-feira (15:30 horas) com o Portimonense. Na recepção aos algarvios, a contar para a 30.ª jornada da I Liga, os sadinos têm como objectivo reencontrar-se com os êxitos de forma a aumentar a distância para os lugares de descida. Disso mesmo deu conta o treinador Sandro Mendes nas declarações proferidas após o final do encontro, confessando-se orgulhoso da postura da sua equipa em campo. “Os jogadores estão de parabéns pela atitude e pela imagem que aqui deixaram, que dignifica o futebol português. Isto não atrapalha o nosso percurso e o nosso objectivo, que passa por garantir a manutenção o mais rápido possível”. O técnico dos setubalenses, que considerou irrepreensível o comportamento dos seus atletas do ponto

ARSÉNIO FRANCO

Sadino Bruno Lage diz que “lugar do Vitória é na primeira divisão” diante do Portimonense. Dois dos quatro jogadores advertidos com cartão amarelo na Luz estavam em risco de exclusão, razão pela qual não vão poder dar o contributo à equipa na sexta-feira. Tratam-se do capitão Vasco Fernandes (defesa-central) e de André Sousa (lateral-esquerdo), que vão assim falhar a partida. As ausências vão obrigar Sandro Mendes a mexer no onze, perfilando-se o central brasileiro Bruno Pires e o lateral Sílvio – que está na fase final da recuperação de uma lesão – como hipóteses a preencher as vagas. Depois da sessão de ontem, o timoneiro dos sadinos vai preparar a estratégia para poder encarar o jogo de forma a não afectar o rendimento da equipa no Estádio do Bonfim. Sub-23 defrontam hoje (15h30) o Belenenses SAD no Vale da Rosa

de vista da entrega, frisou também o facto de o Vitória não se ter limitado a defender. “Não podíamos vir ao Estádio da Luz e estar 90 minutos a

defender. Não trouxemos autocarro, procuramos jogar o jogo pelo jogo, mas o Benfica tem grandes jogadores que resolvem a qualquer momento.

Temos a nossa identidade e tentámos mostrá-la aqui”, vincou. A partida em Lisboa trouxe consequências directas para o embate

Após o empate do fim-de-semana no reduto do V. Guimarães, equipa com quem os sadinos partilham a liderança do play-out de despromoção da Liga Revelação (ambos com 32 pontos), os sub-23 do Vitória defronta hoje, a partir das 15:30 horas, no Complexo Municipal de Atletismo do Vale da Rosa, o Belenenses SAD, em partida da 10.ª jornada da competição. Os interessados em assistir ao encontro podem adquirir os bilhetes por 2,5 euros (sócios e acompanhantes) e cinco euros (não sócios). RICARDO LOPES PEREIRA

A

secção de ginástica vitoriana esteve em destaque no fimde-semana na Cascais Beach Cup, prova internacional de Trampolins, realizada na Parede. Pedro Mendes e Rui Praxedes conquistaram, respectivamente, o primeiro e segundo lugares na prova em duplo mini trampolim. Pedro Mendes juntou ainda ao triunfo o segundo lugar em trampolim individual. Por equi-

VFC

Ginástica e atletismo subiram ao pódio no fim-de-semana pas, o Vitória arrecadou o segundo lugar no escalão de 13/14 anos conquistado pelos ginastas Afonso Mendes, Daniel Oliveira e Rui Praxedes. A equipa de atletismo venceu este fim-de-semana o Grande Prémio de Montemor, prova em que conquistou o primeiro lugar por equipas e quatro pódios individuais na categoria de veteranos. Silvestre Gomes (M60) ar-

recadou o primeiro prémio no seu escalão e Henrique Dias (M65), João Veiga (M55) e Luís Baço (M40) terminaram nas segundas posições. Ainda no escalão (M40), Luís Rações cortou a meta no terceiro posto. Para a conquista do pódio por equipas, contribuíram ainda Luís Margarido (6.°), Marcelo Santos (10.°), Luís Baço (11.°) e Mark Ribeiro (13.°) da classificação geral.


TERÇA-FEIRA 16/04/2019

DESPORTO

DIREITOS RESERVADOS

O DIÁRIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

FUTEBOL FEMININO Sporting empata aos 90 minutos

Amora deixou escapar a vitória mesmo ao cair do pano

A

TORNEIO INTERASSOCIAÇÕES Na 1.ª edição realizada em Castelo Branco

Selecção Distrital Feminina Sub-14 termina em quarto lugar

A

selecção distrital Sub-14 da AF Setúbal terminou a sua participação no Torneio Nacional Interassociações de Futebol Feminino, na variante de 7, em quarto lugar. O desfecho classificativo, que por si só, já é revelador da excelente campanha das nossas jovens futebolistas, só não foi mais relevante porque a selecção de Viana do Castelo se superiorizou (4-2) no derradeiro desafio do torneio, garantindo assim o 3.º lugar. Num jogo, em que as atletas revelaram o desgaste físico acumulado ao longo de uma jornada competitiva que promoveu cinco partidas, Viana do Castelo entrou melhor e festejou, logo aos 4 minutos, o primeiro golo do desafio. A selecção da AF Setúbal, liderada pelo seleccionador distrital, João Pedro Valente, empreendeu uma boa reacção, assumiu o controlo e apro-

ximou-se da baliza contrária, mas a finalização não foi a melhor. Com o intervalo a aproximar-se, as adversárias aproveitaram uma saída em falso da linha defensiva e aumentaram o parcial para 2-0, aos 22 minutos mas a determinação das atletas setubalenses acabou por dar frutos perto do apito para o descanso com o golo de Beatriz Pedras, (25’) que fixou o resultado ao intervalo (2-1). Na segunda parte a selecção setubalense tentou assumir o comando do jogo em busca da igualdade mas quem marcou foram as vianenses que fizeram o 3-1 aos 32 minutos e aumentaram para 4-1 aos 41 minutos. A selecção da AF Setúbal não baixou os braços, continuou a lutar pelo melhor resultado possível e nos instantes finais da partida estabeleceu o resultado da partida (4-2), com um golo de Nikol Teixeira.

Balanço positivo Num balanço geral pode dizer-se que foi uma participação bastante positiva das jovens futebolistas que honraram condignamente as cores da instituição que representam bem como o futebol feminino da região naquela que foi a primeira edição de sempre de um interassociações de futebol feminino, no escalão de Sub-14. Para que conste, aqui fica o nome das jovens futebolistas que integraram a comitiva: Inês Meninas (Luvas Pretas), Beatriz Marques (Amora),Beatriz Pedras (Arrentela), Ana Silva (Pinhalnovense), Guadalupe Bravo, Beatriz Sousa, Nair Frias e Cristina Nunes (Escolinha de Setúbal), Nair Pina (St.º André), Margarida Pereira, Nikol Teixeira e Micaela Pereira (Barreirense), Catarina Santos (Costa de Caparica) e Carlota Filipe (Palmelense). JOSÉ PINA

CANOAGEM Excelente desempenho nas provas de fundo

Clube de Canoagem de Amora entre os melhores a nível nacional

M

elres recebeu nos dias 6 e 7 de Abril, as duas primeiras provas do calendário nacional de canoagem; o Campeonato Nacional de Fundo, onde só podem competir embarcações de K1 e a Taça de Portugal de Tripulações, para as embarcações de K2 e de K4. O Clube de Canoagem de Amora fez-se representar por 69 atletas, na sua maioria atletas com experiência e qualidade reconhecida, mas também alguns iniciantes da modalidade,

onde o principal objectivo era ganhar experiência e ajudar a colectividade a ir mais longe. No conjunto das duas provas o Clube de Canoagem de Amora conquistou 11 medalhas de primeiro lugar, 6 de segundo e 3 de terceiro lugar, entre outras honrosas classificações, resultando daí um excelente quarto lugar colectivo, em ambas as provas. De referir que este campeonato é realizado em distâncias que variam

entre os 2km e os 5km, consoante o género e o escalão e é considerado por muitos a prova mais participada e importante da época, uma vez que é aquela em que todos os canoístas participam, desde os maratonistas aos velocistas, conseguindo aferir desta forma o ranking do atleta. O Clube de Canoagem de Amora entra desta forma com o pé direito na luta pela manutenção do 3º lugar colectivo a nível nacional, conquistado o ano passado. JOSÉ PINA

15

mora e Sporting B empataram a duas bolas em jogo realizado no Parque do Serrado relativo à segunda jornada da segunda fase do Campeonato Nacional Feminino da 2.ª Divisão. O jogo, que foi muito disputado e bastante competitivo, ficou marcado por três expulsões, Margarida Costa, guarda-redes do Sporting, aos 14 minutos, Daniela Borges, guarda-redes do Amora, aos 31 minutos, ambas com cartão vermelho directo e Raquel Ferreira (Sporting) por acumulação de cartões amarelos, aos 58 minutos. Ao intervalo registava-se um empate (1-1) com golos de Carla Cardoso, para o Amora que se colocou em vantagem aos 30 minutos e Inês Macedo, para o Sporting que igualou mesmo à beira do intervalo (45’). Na segunda parte o Amora ficou em superioridade numérica a partir dos 58 minutos e colocou-se de novo na frente do marcador por in-

termédio de Márcia Crespo (75’). O jogo estava a correr de feição às amorenses e a vitória parecia ser uma realidade mas, mesmo ao cair do pano (90’), Rita Fontemanha, com o golo que marcou, evitou a derrota da equipa leonina. Nos outros jogos da Série Sul, o Benfica venceu o Condeixa por 4-0 e o Quintajense perdeu em casa com o Estoril B (1-2). Depois da realização desta jornada o Benfica comanda com seis pontos, em segundo lugar está o Amora com quatro, na terceira posição o Estoril B e o Condeixa com três pontos, em quinto lugar segue o Sporting com um ponto e na cauda da tabela está o Quintajense ainda com zero pontos. Jogos da próxima jornada: Sporting B – Condeixa, dia 20 às 15 horas, no Estádio Universitário; Amora – Quintajense e Estoril B – Benfica, no dia 25 de Abril, às 16 horas. JOSÉ PINA

PINHALNOVENSE Juniores vão já no quinto triunfo consecutivo

Esforço desenvolvido tem sido compensado com bons resultados

O

Pinhalnovense ganhou nesta jornada mais uma batalha na luta pela permanência na 2.ª Divisão Nacional ao derrotar o Farense, por 2-1, na partida realizada no Campo Santos Jorge. Este era um jogo muito importante devido à necessidade que a equipa de Pinhal Novo tinha em pontuar, tendo em conta que os três piores classificados de todas as séries descem de divisão, juntamente com os três últimos de cada série. O Pinhalnovense entrou em campo disposto a vencer e colocou-se em vantagem logo no primeiro minuto com um golo de Duarte Correia e aos 26 Regan Marais elevou para 2-0. O golo da equipa algarvia só aconteceu nos instantes finais da partida (90’). Superadas as dificuldades o Pinhalnovense conseguiu os seus intentos alcançando desta forma a sua quinta vitória consecutiva e com ela totalizar 24 pontos que o colocam nesta altura numa posição que satisfaz plenamente as suas pretensões porque tem o segundo melhor registo

de todas as séries. Quer isto dizer que o trabalho compensa e que o esforço desenvolvido tem valido a pena mas fica o aviso para não descomprimir para não perder o comboio porque ainda faltam cinco jornadas e há outros adversários que também querem lá chegar. Nos outros jogos da jornada tudo decorreu dentro da normalidade com os primeiros a sobreporem-se aos últimos. Resultados da 9.ª jornada: Pinhalnovense 2 Farense 1; Olhanense 1 Casa Pia 2; Louletano 0 Linda-aVelha 1; Juventude 0 Oeiras 4. Classificação: 1.º Oeiras, 35 pontos; 2.º Linda-a-Velha, 34 pontos; 3.º Casa Pia, 31 pontos; 4.º Farense, 27 pontos; 5.º Pinhalnovense, 24 pontos; 6.º Juventude, 13 pontos; 7.º Olhanense, 12 pontos; 8.º Louletano, 10 pontos. Próxima jornada (20/04): Casa Pia – Louletano; Olhanense – Juventude; Farense – Oeiras; Linda-aVelha – Pinhalnovense. JOSÉ PINA


C/0981

C/0986

Profile for O Setubalense

O Setubalense, diário da região nº 150  

O Setubalense, diário da região nº 150  

Advertisement