Page 1

A história se repete Infelizmente a palavra chuva se tornou sinônimo de enchentes em Capivari e diversas cidades da região. Com o nível perto dos 2,80 metros, as águas do rio Capivari voltaram a alagar e desalojar famílias na cidade. Com a intensidade das

fortes chuvas dos últimos dias, o prédio da Santa Casa de Misericórdia de Capivari foi afetado e alguns setores tiveram que ser interditados. A escada de entrada para a maternidade cedeu. O bueiro que passa por debaixo dela não suportou escoar a quan-

tidade de água, e acabou acarretando numa infiltração e ocasionando o desnível. Várias rachaduras surgiram, tanto na escada que dá acesso à maternidade, como na entrada do Raio-X, e no lado exterior de alguns quartos. Páginas 10 e 11

Marchinhas, rodas de samba e espaço para crianças prometem inovar o Carnaval capivariano O carnaval de rua de Capivari, como tradicionalmente acontecia com o desfile das escolas de samba -“Vai Com Tudo e + 10” e “Turma do Brejo”-, não será realizado neste ano. O motivo para essa

Conheça as propostas dos novos secretários de saúde da região

Confira a entrevista com os secretários Ramon, Freddy e Eliane. Páginas 5, 10 e 12

mudança é que houve pouco tempo para as escolas se prepararem. “Vamos precisar da participação da população para que haja Carnaval. É uma festa da população, que ela mostre

toda a alegria, porque a interação é fundamental, que as pessoas sejam atuantes nele, pois a praça é do povo”, convocou o secretário de cultura Jehoval Junior. Página 9


O SEMANÁRIO

2

oPiniÃo

18 DE JANEIRO DE 2013

Editorial

A culpa é nossa A Assembleia de SP abriu um edital para a renovação da frota de veículos dos Deputados. Cerca de 150 automóveis serão trocados. Foram tantas exigências, mas tantas exigências, que os coitados dos Deputados só poderão comprar... ops, usufruir do Corolla, da Toyota, que custa aproximadamente R$ 72,5 mil. Mas calma, os Deputados ainda preferem o Vectra, da General Motors. Generosos, não? Sábios que são, fizeram pequenas exigências para o modelo do carro “Sedan médio”, com ano de fabricação 2013 e modelo 2013, de “comprimento médio igual ou superior a 4,5 metros”, “motor 2.0 de 4 cilindros, 16 válvulas, com potência igual ou superior a 150 cavalos”, injeção eletrônica, câmbio automático, biocombustível, com airbag duplo dianteiro e airbags laterais dianteiros, direção assistida e ar condicionado digital, entre outros. É, o dinheiro é nosso, mas os carros são para eles. Afinal, alguém tem que ser a mulher de malandro do Brasil. Quanto mais apanha, mais gama. Panelaço? Nem fogão a gente tem. E a comida? É pasto. E a transição dos governos, tudo lindo, as dívidas pagas, muito dinheiro sobrando em caixa... Ah, acordei! Tem novo prefeito trocando o montante dos impostos pela luz, nem que seja no final do túnel, ou qualquer coisa que finja ser um milagre. Estão até comentando sobre um novo programa na TV feito especialmente para os políticos, “Diplomados Esperança”. Na hora de mexer na papelada do antigo governo e ver o angu que sobrou na panela política, as atuais administrações até tomaram um chazinho de maracujá, um Rivotril, pediram um carinho da vovó... porque quase que o coração não aguentou o peso dos elefantes brancos. Mais de 70% dos 5.565 prefeitos conseguiram fechar o mandato e deixar os municípios quebrados. A Lei de Responsabilidade Fiscal parece ser uma criança indefesa, que apanha dessa figura insensata - prefeito inimigo do Estado - que a deixou com um tapinha nas costas. O Estado também merece crédito por tais irresponsabilidades, afinal, pouco ou quase nada fiscaliza os gestores durante as suas administrações. E a Terra dos Poetas? Jesus, Buda, Ganesha, Thor, Hator, alguém nos acuda! Será que precisa jogar pó de pirlimpimpim na preguiça dos Juízes pra sair logo essa decisão? Tudo caminha para que aconteça uma nova eleição, só a cidade que não caminha. Falando em caminhar, é mais fácil nadar. Estamos na Veneza do Brasil, embarcações seriam os veículos oficiais desse recanto de matutos. Se armar a rede, é só bagrão que enrosca. Mentirinha... isso deve ter acontecido na enchente de 1970, hoje o que enrosca mesmo é o lixo. Em Capivari existe curva de rio até nos antros da Prefeitura, gente sagaz que dá nó em pingo de água. Será que falta tanto discernimento para resolver essa questão das enchentes? É só oferecer casas populares em tempo recorde e está tudo certo? Poderíamos chamar isso de tapar o sol com a peneira, mas o tempo está tão nublado que seria como coar suco de acerola em cueca furada (Claro, ela não serve unicamente para guardar propina). Depois dizem em coletivas de imprensa que a estrutura municipal está abalada pela falta de verbas. Abalada mesmo está a estrutura da Santa Casa com essas chuvas, é tanta rachadura que dói no calo de quem precisa dos serviços do SUS (Sistema Ultrajante à Saúde). E o povo brasileiro nem levanta a perna pra fazer a necessidade básica número 1, está tão domesticado que só late quando quer ganhar um ossinho pra ficar distraindo a mente. Falta-nos a sapiência de um bom patrão, temos que parar de tirar férias em regime fechado como os Juízes do Mensalão estão fazendo e gozarmos da liberdade constitucional nos dada por direito, assim como Cachoeira está gozando, no sentido literal do prazer em burlar o sistema. Infelizmente , a culpa também é nossa!

Estou firmemente convencido que só se perde a liberdade por culpa da própria fraqueza. Mahatma Gandhi

FUNDADO EM 15 DE MAIO DE 1991 Publicação da empresa: Darcam Editoral Ltda.-ME Rua Jornalista José Miguél Bósio, 296, Casa 1 - CEP 13370-000 Centro - Rafard/SP - CNPJ: 09.125.268/0001-24 www.osemanario.com.br

reLigiÃo

São Sebastião

CrÔniCaS

Hemorrágica I-V

No próximo domingo, dia 20, celebramos o dia de São Sebastião, este santo popular em nosso país. Ele é padroeiro do Rio de Janeiro e de tantas outras cidades, e também de mais de 350 paróquias no Brasil. Ele nasceu no sul da França, na cidade de Narbonne, por volta do ano 250, mas ainda pequeno foi com a família para a cidade de Milão e foi introduzido no cristianismo pela própria mãe. Foi soldado romano e serviu os imperadores Maximiano e Diocleciano, como comandante da guarda pretoriana, cuja principal função era fazer a guarda pessoal do imperador. Sebastião viveu em um tempo em que os cristãos eram proibidos pelo imperador romano de confessar que eram seguidores de Jesus Cristo.

Respirá-la, sustentar ainda no osso o enfisema. Taquicardia nos pulsos, convulsionar-te no grito. Não se ausente, a tua sombra é o meu refúgio. O teu sol me aviva as águas. No teu silêncio, venha. I – “Eu quero dizer que há mais nisso do que o além se propõe a nos envolver. Um maremoto de desejos, de adorações ao teu rosto, sublimação ao teu âmago. Uma mão adaptada para adorná-la por inteira, a outra pra descrevê-la na perdição do fôlego. Te quero na infinitude do querer, mesmo sabendo do perigo de dizer, resguardo na garganta a escrita que não posso pronunciar nesse amor calado que só te entregarei quando as mãos forem beijadas pela quentura das línguas… quero contentá-la ao meu encanto, como um maestro-lobo rangendo no teu corpo e regendo os teus gemidos.” – II – “aquém há uma faísca pulsando para encontrar a puríssima sonoridade dos teus quereres cerimoniais no bosque da minha vigília que clama pelo teu toque transfigurando-se em labaredas e queimando-me a congênita essência /enluarar-te o corpo / enraizar-te o canto /

Desde o imperador Nero, iniciando em torno do ano 63, os cristãos eram, de tempos em tempos, perseguidos e mortos em Roma e em todo o império por não adorarem os falsos deuses. Como oficial romano, Sebastião tinha acesso às prisões, onde confortava os cristãos e os animava a darem testemunho de Jesus com o martírio e também incentivava outros a se converterem ao cristianismo. Ele foi denunciado ao imperador Diocleciano que ficou furioso em saber que alguém de sua confiança era cristão e condenou-o à morte como traidor. Sebastião foi levado para um bosque dedicado ao deus Apolo e os arqueiros da Mauritânia o flecharam, depois o amarraram a uma árvore e o abandonaram dando-o como morto.

é porque amo-te pelas renovações cíclicas e ainda mantenho essa ideia fixa em cada solilóquio de que há mais de você em mim do que qualquer outro esplendor cósmico / decifrar-te a melodia / é a latência de abstraí-la no teu eu que muito à frente de nós adormece entre 7 cores que coexistem na crença de acordarmos num único suspiro pela manhã emaranhados na graça do sempre / Reverenciar-te o riso / compartilho-me como teu anjo para que possa levar-me além da substancialidade que adorna-te aromas e sei que neles há mais hermetismo do que essa permeação noturna, mas para que permaneça serena como habito-te o sonho faço-me libidinoso segredo / desvendo-te a boca / atrevo-me à entrega /unimo-nos os sóis.” – III – “fazer-te da essência onde escorro meus ossos / desmembro-me o sangue / sopro o irrefutável / fitando-te o verbo contínuo / uma viagem corporal do todo um sempre em repetição infinda no suor que aprisiona / com toda a violação ao pudor / jorrar-te o sêmen da poética ansiando que o teu beijo me leve além do gemido / equivalendo-

Pe. Antônio Carlos D’Elboux Pároco de Rafard

Um grupo de cristãos havia preparado o enterro do mártir e foram buscar seu corpo, mas, para surpresa, as pessoas viram que ele ainda estava vivo. Daí levaram Sebastião até a casa da viúva Irene e cuidaram de suas feridas. Tão logo se recuperou, foi no dia 20 de janeiro, dia consagrado à divindade do imperador e quando ele concedia uma audiência pública a quem quisesse pedir alguma graça ou apresentar alguma queixa diretamente ao imperador, e Sebastião o censurou por sua crueldade para com os cristãos e o admoestou para que abandonasse os falsos deuses e seguisse Jesus Cristo. Furiosamente o imperador o mandou executá-lo na presença de todos e que seu corpo fosse jogado no es-

goto da cidade. Naquela mesma noite um grupo de cristão foi até o local onde o corpo de Sebastião tinha sido jogado para resgatar o corpo do mártir. Como o Rio Tibre estava na vazante, o corpo ficou preso a um ferro e lá o encontraram e levaram para uma catacumba romana, onde o enterraram. São Sebastião foi, logo após sua morte, invocado como protetor contra a peste, a fome, a guerra e todas as epidemias. No ano 680, quando uma peste vitimava a Itália, os fiéis pediram a intercessão de São Sebastião e fizeram um voto de erigir uma Igreja a ele dedicada e a peste cessou imediatamente. Seus restos mortais se encontram na Basílica a ele dedicada, nas Catacumbas de São Sebastião, em Roma.

Bruno Bossolan www.brunobossolan.blogspot.com

-nos na solicitude impalpável / carregando-me o que não cabe em ti / oferecendo-te mais do que a cruz que te faço asas / das mãos que te bendigo e da palavra que te ergo à eternidade / acolhendo-te feito um ninho de sol / sendo o único abrigo que te faz florir as pétalas do riso.” – IV – “Afrodite-me teu fruto / rosando as bochechas / deixando espumar dos delicados lábios / o tesão da baba que me lavra o falo para lhe devorar o íntimo / tuas coxas / sendas de submergir / estradas de me perder / subterfúgio para me esgueirar / templo onde entro uivando / com a oferenda do meu espírito que é fiel à tua pureza em receber o teu suor / evocando-me a presença de Baco / ceifo teus seios com os dedos canastras e adentro-te no útero com a palavra desenfreada que te desfere golpes açoitando a fonte do altar / não sou mais eu que desvendo-te os olhos ou trancafio teus beijos / roubo-te a precipitação e surpreendo com a conduta de um deus-poeta-inebriado / arranco-lhe o pecado deleitoso deliciando-me no rito / enquanto te faço gemer em premissas que pressionam a minha boca numa

repetição frenética ao encontro do teu jardim sagrado / acalmo-te num momento brando o descanso para a mais bela invasão / levantando minha rigidez ao encontro do santuário que espera o meu ajoelhar para o sacrilégio da tua fome / então nos entendemos na mesma língua / unificando-nos como seres amansados por uma cerimônia de entrega prolixa e me solto no teu ventre fluindo com a delícia de te ver me encasular / ao final da Vontade firmada pela completude / rolamos para fora do mundo onde existe a luz dos nossos sonhos e o coração da nossa prece / saciando-me em ti / o Todo teu que me caça após estrondarmo-nos a criação.” – V – “de nome bonito / de corpo enluarado / e de malícia escondida / num lugarzinho secreto que só se alcança se te ousar o urro / ou passar contornando no silêncio epidérmico com as retinas que te cuidam / e vez ou outra nesse montante de invasão do fruto / castigar o prazer de sua língua recusando à ela o entrave bruto / pra só depois de perolado, no toque de quem fica, ansiar o quarto do mundo / onde dorme a tua vida.”

F���������: J��� C����� D����� J��� P������

C����������/R������: B���� B������� redacao@osemanario.com.br

J����� O S�������� R������� PABX: (19) 3496-1747 (19) 3496-2771

D������ G����/E����� R����������: T���� D����� - MTB 63932/SP tuliodarros@osemanario.com.br

F���������/C��������: D���� C��������� financeiro@osemanario.com.br vendas@osemanario.com.br

E-����: osemanario@osemanario.com.br

R�������/F��������: K���� J����� reportagem@osemanario.com.br

I��������: EJ E������ � G������ T������: 2.000 ����������

Mídas Sociais: www. facebook.com/osemanario Twitter: osemanario_RCM www.flickr.com/osemanario

Preço de venda avulsa: R$ 2,00 | Valores de assinatura: Anual - R$ 70,00 | Semestral - R$ 50,00 (Valores para assinatura dentro do campo de atuação do jornal: Rafard, Capivari, Mombuca, Rio das Pedras e Porto Feliz)

O� ������� ��������� ��� �������� ��������������� � ������� �� ������. S�� �� ������� ���������������� �� ���� �������.


18 DE JANEIRO DE 2013

O SEMANÁRIO

3


4

O SEMANÁRIO

18 DE JANEIRO DE 2013

Lixo

Desrespeito com a limpeza causa indignação e moradores denunciam Kelly Jordão

Desrespeito: Lixo depositado em terreno particular

Esta publicação custou aos cofres públicos o valor de R$ 67,50 (Lei nº 1571/2012) - Tiragem 2000.

Na manhã de terça-feira (15), um munícipe de Rafard procurou a reportagem do Jornal O Semanário para fazer a denúncia de que outro morador estaria jogando lixo em um terreno particular, em frente a sua residência. O terreno fica localizado no início das ruas Martin Francisco com a Jornalista José Miguél Bósio, e constantemente alguém irresponsável joga o lixo no local, o que acarreta num cheiro insuportável quando o tempo está quente. Em contato com a Prefeitura de Rafard, a assessoria de imprensa comunicou que constantemente são realizadas fiscalizações em terrenos particulares para evitar esse tipo de problema. “Sempre que encontramos terrenos com mato ou outro problema semelhante, realizamos a notificação com o proprietário e concedemos um prazo para a limpeza”, declarou Rosival-

do da Silva, Fiscal de Postura do município. Além do lixo que pode causar perigo à saúde pública, o mato também pode servir de abrigo para animais peçonhentos e insetos, que são mais frequentes em estações mais quentes. Como é um caso específico, o proprietário já recebeu notificações outras vezes e realizou a limpeza. A Prefeitura pode tomar providências contra o munícipe que está jogando o lixo no terreno, caso a população ajude a obter provas concretas contra quem está infringindo a lei. As denúncias podem ser feitas com foto e entregues direto ao setor de Fiscalização, que fica na Prefeitura Municipal de Rafard, ao fiscal Rosivaldo da Silva. Na manhã de quinta-feira (17), uma pessoa iniciou a capinação do terreno onde está sendo depositado o lixo.

Carta do Leitor

Um vereador de Capivari, reeleito pelo povo, divulgou em sua revista de campanha que a remoção do poste na rotatória do Ginásio de Esportes “Ronaldão” – que já havia vitimado 3 pessoas no local – aconteceu através do seu pedido. Porém, a informação não é verdadeira. A remoção do poste do local só aconteceu após diversas tentativas junto ao órgão competente – CPFL – e depois que enviei todos os documentos necessários, inclusive com um baixo assinado de 400 assinaturas da população. Preferi não divulgar isso no período eleitoral para não prejudicar o edil na campanha, mas os créditos devem ser dados a quem é de direito, neste caso, à população. Tenho toda a documentação dos trâmites realizados para a remoção do poste. Quem tiver dúvidas, estou à disposição. Carlito Celestino da Silva Capivari-SP


O SEMANÁRIO

18 DE JANEIRO DE 2013

5 OSemanário/Arquivo

Entrevista Ramon Bisin fala sobre as oportunidades em melhorar os serviços de atimento na saúde

“Quando investimento em prevenção e conseguimos resultados positivos, temos uma população mais saudável” Em Rafard, após ser anunciado como Diretor da Pasta de Saúde, Ramon Bisin cedeu uma entrevista para relatar sobre o novo cargo e de como será o seu trabalho frente a pasta. Sempre atento ao meio político da cidade como qualquer outro cidadão, Ramon aceitou o convite e o desafio de tornar cada vez melhor essa área que carece de imensa atenção da administração pública. Jornal O Semanário - De quem surgiu o convite para você ocupar a Diretoria da Pasta de Saúde? Ramon Bisin - Recebi o convite para assumir a Pasta da Saúde do Prefeito César Moreira e do vice Carlão. O Semanário - Há quanto tempo possui um envolvimento

com a política ou mais precisamente no cargo que ocupa? Ramon - Acompanho como um cidadão normal a política local, mas nunca fui político e nem participei da política. Em relação ao cargo, nunca desempenhei funções públicas na área de saúde, mas sempre fui um curioso da área. Trabalhei em uma empresa privada na área de RH com ligações diretas a área da saúde. Acredito que para desempenhar bem um papel de Diretor, além dos conhecimentos técnicos temos que ter habilidade com as pessoas, principalmente quando lidamos com a vida, como é o caso da saúde. O Semanário - Você se vê preparado para ocupar o cargo dessa pasta que carrega uma maior cobrança da população? Ramon - Sim, com certeza.

Pedágios Desde a instalação, Rafard recebeu pouco mais de R$ 590 mil

Prefeituras arrecadaram cerca de R$ 4 milhões com ISS dos pedágios

O repasse do ISS-QN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) que incide sobre as tarifas de pedágio das rodovias do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, totalizou aproximadamente R$ 4 milhões no ano de 2012, nas cidades de Capivari, Mombuca, Rio das Pedras, Porto Feliz e Rafard. A verba incrementa a receita de 256 prefeituras e é repassada proporcionalmente à extensão da rodovia pedagiada que atravessa o município. O ISS repassado às prefeituras pode ser empenhado em áre-

as como educação, transporte, segurança e saúde. A receita repassada compõe parte significativa dos orçamentos de algumas administrações municipais, especialmente em cidades onde há poucos serviços tributados. Isso contribui para investimentos em áreas sociais e de infraestrutura. Todos os 256 municípios cortados pelos 5,4 mil quilômetros da malha rodoviária concedida recebem o repasse do ISS, que passou a incidir sobre a tarifa do pedágio no ano 2000. Desde então, já foram repassados R$ 2,2 bilhões.

É como eu disse, quando valorizamos a vida e quando conseguimos nos colocar no lugar das outras pessoas, conseguimos vencer grande parte dos obstáculos. Outra característica que considero importante além da capacidade de lidar com as pessoas é a capacidade de administrar o que nos propomos a administrar. Com planejamento, organização, ação e controle da situação, acredito que junto com a nossa equipe conseguiremos resolver a maioria dos problemas e fazer um bom trabalho frente à área da saúde. O Semanário - O que a população pode esperar de sua postura como Diretor da Pasta de Saúde? Ramon - Pode esperar muita disposição e dedicação para trabalhar em prol da comunidade,

sempre dentro dos limites financeiros e limites legais da Prefeitura Municipal de Rafard. O Semanário - Existe uma priorização dentro da Saúde que você dará enfoque? Ramon - Sim. Queremos um atendimento humanizado e de excelente qualidade, para isso temos a consciência de que precisamos investir em capacitação. Outra coisa que priorizaremos nesta gestão é a prevenção por meio de campanhas educativas. Aquela famosa frase “é melhor prevenir do que remediar”, se encaixa bem para a área da saúde. Temos que trabalhar a promoção da Saúde. Quando investimos em prevenção e conseguimos resultados positivos temos uma população mais saudável e uma administração que, ao invés de gastar

Ramon Bisin, Diretor da Pasta de Saúde de Rafard

em doença, promove o bem estar do ser humano. O Semanário - Hoje, como você vê o atendimento básico da saúde no município? Ramon - Quando assumi a pasta, percebi que até hoje boas coisas foram feitas, mas principalmente vi grandes oportunidades de se fazer mais e de melhorar as coisas. O Semanário - Existe algum procedimento ou manobra em especial para a atual administração enfrentar o desafio de inovação, a melhoria da qua-

lidade de atendimento e, principalmente, os custos cada vez maiores de procedimentos, exames, etc.? Ramon - Sim, claro. Como já disse os investimentos em capacitação devem nortear nosso trabalho na área da saúde. Pessoas capacitadas e motivadas atendem bem. No entanto, também sabemos da necessidade de estarmos cobrando maiores recursos dos Governos Estadual e Federal, seja por meio de verbas públicas ou mesmo repasses, que hoje são significativamente inferiores aos custos da saúde para os municípios.

Parceria Empresários e entidades educacionais estão se unindo em busca de fortalecimento

Condicionadores de ar são doados à Escola Municipal Uma grande parceria firmada entre o SENAI “Celso Charuri” Rafard, empresas da região e Escolas Púbicas, já apresenta ações de solidariedade e desenvolvimento socioeconômico. Em reunião entre empresários do Grupo “Murilo Bertoldo” (GEMB), no mês de dezembro de 2012, foi aberta uma discussão sobre o pedido feito pela Diretora Simone Prado, da Escola Municipal Profª Maria Rosa Limbo Duarte, na Vila Balan. Como os alunos do Senai Rafard também usam as salas da Escola Municipal localizada na Vila Balan, em Capivari, para o aprendizado de vários cursos da instituição, os envolvidos nessa parceria viram a necessidade de começar a progredir num bem mútuo. O Diretor do Senai “Celso Charuri”, Caetano José de Santis Júnior, deixou

aberto para Simone caso ela notasse alguma necessidade na escola. Simone observou que os alunos estavam sofrendo com o calor, pois lá se encontram poucos ventiladores. Foi então que ela expôs esse problema para Caetano, que prontamente a ouviu e a convidou para participar de uma das reuniões realizadas entre o GEMB e o Senai “Celso Charuri”. O Empresário Flávio Baggio, Diretor da Parcan Indústria Metalúrgica Ltda, viu o pedido de Simone e se prontificou a doar dois condicionadores de ar, que seriam trocados de sua própria residência. O Coordenador de Atividades Pedagógicas do Senai Rafard, Gilson José Aleluia Souza, efetuou a análise dos aparelhos juntamente com os alunos do curso de eletrôni-

Kelly Jordão

Entrega dos condicionadores de ar aconteceu na Senai Rafard

ca, em aula prática, verificando assim o bom estado dos aparelhos. Após isso, ocorreu a liberação dos condicionadores de ar para doação à Escola Municipal. Estiveram presentes na doação oficial dos equipamentos, ocorrida no dia 17, quinta-feira, em nome do secretário municipal de educação de Capivari - Nadir Assalin,- o seu assessor Luís

Roberto Pilotto, que cede as salas das escolas municipais, a responsável pela parte de RH da Parcan, Anie Bombonatti, a Diretora da Escola Municipal Profª Maria Rosa Limbo Duarte, Simone Prado, o Coordenador de Atividades Pedagógicas, Gilson José Aleluia de Souza e o Diretor do SENAI “Celso Charuri”, Profº Caetano José de Santis Júnior.


O SEMANÁRIO

6

ASSoCiAÇão dE ProTEÇão AoS AnimAiS foCinHo CArEnTE Assembléia Geral EdiTAL dE ConVoCAÇão A ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO AOS ANIMAIS FOCINHO CARENTE, por seu sócio-presidente, convoca os seus associados em pleno gozo dos seus direitos estatutários, para comporem a Assembléia Geral que realizar-se-á no dia 27 de Janeiro de 2013, às 14:00 horas, à Rua Alan Rolin Barbosa, 141 – Rafard-SP, cuja ordem do dia será: - reformulação do Estatuto Social; - alteração dos membros da diretoria. E, para que todos tenham conhecimento, faz publicar este edital. Rafard, 17 de Janeiro de 2013. Tiago Gabassi - Sócio/Presidente

M.M. COMÉRCIO DE ÁGUA MINERAL RAFARD Entregas em domicílio

Galão 20 Litros e Galão 10 Litros diSK ÁGuA: Depósito: (19) 3496-2750 Residência: (19) 3491-7099 / 3492-5315

artigo

Tudo no Universo tem começo, meio e fim, porém, como tudo vibra e a vida terrena obedecendo as sábias Leis de Deus – entre elas as da Natureza, prossegue ininterruptamente, dentro do espaço e do tempo se renovando como na vida do espírito: nascer, viver, morrer e renascer, evoluindo sempre. É nosso propósito neste sucinto artigo incentivarmos a comunidade deste Município a praticar – o que muitas pessoas desconhecem - a cidadania, isto é: independente de suas origens, grau de escolaridade, raça, cor, credo político e religioso, patrioticamente amar e preservar este pedaço do Brasil, participando e colaborando dentro de suas possibilidades, para o seu desenvolvimento e progresso. Muito importante, imprescindível, se torna o nosso

18 DE JANEIRO DE 2013

O caminho certo

irrestrito apoio às autoridades administrativas recém-eleitas e empossadas para que, com competência, honestidade e o competente decoro, caráter, dignidade, braço forte e firme, com segurança orientarem ao caminho certo o destino da cidade. Muitos dos eleitos, não obstante possuidores de alguma teoria e muita boa vontade, não estão ainda com prática suficiente para o desempenho das funções às quais foram designados e assim, necessitam da nossa compreensão e voto de confiança quanto as prováveis falhas que serão no início de suas tarefas cometidas, falhas que certamente uma vez corrigidas não se repetirão. Ao prefeito e seu substituto legal, cumpre a delicada incumbência de consultar e colher de fontes fidedignas, informações para a escolha

D������� F������ :. FRC

e designação dos seus assessores nos cargos de confiança e Secretarias, principalmente quanto ao setor das finanças onde qualquer duvida resultará em mancha para as suas imagens e perda de confiança sendo evitado também o apadrinhamento, empreguismo e protecionismo chamado de “cabide de emprego”. Em nossa compreensão, para o sucesso de qualquer empreendimento, ou no desempenho dos cargos de Comando, Liderança, Direção, Governo ou Presidência de uma organização, para gozar do respeito, admiração e consideração, não apenas dos auxiliares diretos como de toda a sociedade, os seus ocupantes devem se estribar na honestidade, dignidade, honradez e caráter sem mácula, retratados em suas exemplares e irrepreensíveis condutas.

Em especial aos legisladores cujos mandatos lhes foram conferidos para zelar pela segurança, defesa e conforto da população, assim todos os cargos públicos devem ser ocupados por elementos que tenham ao menos o básico de boas maneiras no tratamento às pessoas que por ventura os procurem para orientação sobre assuntos pertinentes ao seu setor de trabalho. Almejando sucesso em seus empreendimentos e que todas as barreiras encontradas e as que surjam sejam com galhardias vencidas, como pessoalmente prometemos ao prefeito Moreira, reiteramos publicamente que voluntariamente, prosseguiremos em pé e às ordens para colaborar com a sua administração, elogiando ou criticando construtivamente, mas sempre a bem da cidade e sua população.

Agro Comercial e Papelaria

ELETriCiSTA

GLOBAL

Residencial e Industrial

Toda linha de materiais p/ escritório e escolar. Pintos, rações, materiais p/ pesca, ferramentas e produtos veterinários

Valdir Quagliato

Aberto de segunda à sexta das 8h às 18h. Sábado das 8h às 12 h.

Av. São Bernardo, nº 53 - Centro - RAFARD

Rafard Corretora de Seguros Seguros para automóveis, residências, máquinas agrícolas, vida, empresarial SEGURADORAS: ITAÚ, PORTO SEGURO, MARÍTIMA E VERA CRUZ

Fone: (19) 3496-1226 R. Maurício Allain, 328 - Centro - Rafard/SP

Teo Modas R. Maurício Allain, 142 Centro - Rafard-SP Aberta aos sábados até às 16h

fone: 3496-2423

Funerária Conselvan 3496-1247 TOLDOS - CORTINAS - COBERTURAS POLICARBONATO E POLI-LIGHT

Roberto Andreotti R. Mal. Deodoro, 56 - RAFARD

MATERIAIS P/ CONSTRUÇÃO

Fone: (19) 3491-1919 Fax: (19) 3491-3853 Al. Faustina Franchi Annicchino, 755 - Capivari-SP

Escritório Contábil real

VADINHO ASSESSORIA

Abertura de firmas Fiscal - Contábil

Pães - Doces - Bolos Sorvetes - Café Espresso R. Cons. Gavião Peixoto, 617 - RAFARD

R. Bento Dias, 694 - Centro

Fone: (19) 3496-1691

Fone: (19) 3491-2440

Plano de Assistência Familiar CAPIVARI - R. General Osório, 455. Fones: (19) 3491-1033 / 3491-3511 RAFARD - IV Centenário, 199 Centro - Fone: (19) 3496-2697

TEL. 3496-1242 Cel.: 9143-0072

Convênio com Aferc, Cosan, Branyl, Rigitec, Rafitos, Parcan, Trancian, Microsal

Rua Maurício Allain, 147 Rafard - F.: 3496-2786

Rua XV de Novembro, 784

R. Maurício Allain, 119 Fone: (19) 3496-1187

fone: (19) 3496-1235

Nova União

Um carinho especial a seus olhos

O melhor pão da cidade. Aceitamos encomendas de pão, bolos, doces e salgados.

R. Maurício Allain, 130 - Rafard

Rua Paul Madon, 488 RAFARD

Drogaria

Ótica XV

Panificadora Pantojo

ENTREGA À DOMICÍLIO

Fone/Fax: (19) 3491-4451

Confecções Soreli Ltda-mE

“O mundo maravilhoso das malhas”

 3491.1246 R. Regente Feijó, 902 - Capivari

ZEZINHO Locação DVD, VHS e GAMES r. fernando de barros raia - Capivari-SP

f.: 3491-7085

T i J o L o S Telefones: (19)

3491-2965 / 3491-6271 Av. José Annicchino, 37 Centro - CAPIVARI/SP


O SEMANÁRIO

18 DE JANEIRO DE 2013

7

Material Escolar Nas voltas às aulas, veja como economizar nas compras

Dicas para economizar Quem tem filho sabe que o custo com o material escolar representa um gasto expressivo no orçamento da família, principalmente no começo do ano, onde os impostos e dívidas do final do ano anterior sempre ultrapassam o planejado. Em 2013, o material escolar está 8% mais caro em relação a 2012, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Uma boa saída para economizar e evitar maiores dívidas é se reunir com amigos ou familiares para garantir produtos mais baratos em papelarias que vendem por atacado, deixando o orçamento leve e ensinando as crianças desde cedo a comprar apenas o necessário, e não se deixar levar pelo uso da propaganda de grandes marcas que incitam o consumo irresponsável de seus produtos. A economia pode chegar a 29% em alguns itens. Existe ainda a possibilidade de negociar descontos com os atacadistas. O pacote de papel sulfite A4 custa em torno de R$ 14,90, mas o preço pode cair para R$ 11,99 na compra acima de dez unidades (19% mais barato). Na

aquisição superior a 50 pacotes, cada um é vendido por R$ 10,50,onde registra o abatimento de 29%, se comparado ao preço original. A marca e a capa do caderno, dependendo da propaganda de algum produto, também fazem diferença no bolso do consumidor. Um caderno universitário de capa dura com 200 folhas é vendido por R$ 12,90. Outro da mesma marca cuja diferença está na ilustração da capa custa, no mesmo estabelecimento, R$ 34,90, custando assim quase o triplo do preço de um caderno simples. Especialistas Economistas afirmam que comprar o material escolar em estabelecimentos com preços de atacado é vantajoso para o bolso do consumidor. É recomendável que os pais se unam a famílias dos amigos de seus filhos e até mesmo de outras salas para conseguir descontos e ofertas especiais. O ideal é comprar à vista e sempre pedir por descontos. O cartão de crédito somente deverá ser usado quando a loja oferecer um parcelamento sem juros.

AssCom. Rafard

Funcionário realizam limpeza do gramado no Posto de Saúde

Dicas Pesquisar - A internet deve ser usada como ferramenta para comparar os preços. Reaproveitar - Reutilizar itens usados na série anterior, como mochila e estojo, pode ser uma boa alternativa. Livros - É possível se reunir com os outros pais da turma de seu filho e negociar a compra de livros didáticos diretamente com as editoras. Tirar proveito - Pense em trocar livros usados com alunos de outras turmas. Separe o que pode ser reaproveitado e faça trocas com os pais de estudantes que estejam em outras séries. Sebos - Em alguns casos, vale a pena procurar livros escolares usados em sebos. Porém, é preciso ter cuidado

para comprar apenas exemplares em bom estado de conservação. Compra - Não leve as crianças para hora de comprar o material escolar. A tendência é que elas escolham produtos da moda, com imagens de artistas ou personagens de desenhos animados de sucesso, o que faz com que custem mais caro. Convênios - Alguns estabelecimentos comerciais têm convênios com empresas e com colégios para conceder descontos a funcionários e alunos. Se informe sobre isso antes de ir às lojas. Limites - As instituições de ensino também não podem exigir que os alunos usem itens de marcas específicas ou que as compras sejam feitas em uma determinada loja.

Curso de corte e costura industrial industrial. Serão montadas turmas às terças e quartas feiras, tanto para o período matutino quanto para o período vespertino, sendo de manhã das 8 às 11h e a tarde das 13 às 16 horas. Segundo Helena Francisco da Silva, Diretora do Departamento de Assistência Social, no total são 20 vagas, sendo 10 por período. “A previsão é que iniciemos esse curso já no dia 18 de fevereiro. Já temos ex alunas, inclusive que estão aptas e disponíveis ao mercado de trabalho,” registrou

Limpeza continua

Ilustrativa

Oportunidade Inscrições podem ser feitas a partir de segunda-feira (21)

O treinamento faz parte de uma ação do governo de César Moreira para desenvolvimento econômico e capacitação para o Mercado de Trabalho. Gerar renda e capacitar para o mercado de trabalho criando oportunidade aos moradores de Rafard: Estes são os objetivos do Prefeito César Moreira. E para que esses objetivos sejam alcançados, o Departamento de Assistência Social está abrindo inscrições a partir do próximo dia 21 de janeiro para o curso de corte e costura

Força Tarefa

Heleninha. As inscrições deverão ser feitas na Oficina Municipal de Costura, na Rua Nossa Senhora de Lourdes, 20- centro, das 08 às 11h00 e das 13 às 16h00, sendo que o interessado deverá estar portando RG, CPF e comprovante de residência no ato da inscrição. Geração de renda A Prefeitura de Rafard terá ainda um grupo de ex-alunas, às quintas e sextasfeiras, que se reunirão para executar serviços de confecção, sendo que a renda ficará

exclusivamente para o próprio grupo. “Trata-se de mais um incentivo àquelas que já passaram por capacitação, mas que por algum motivo ainda não estão inseridas no mercado de trabalho”, destacou Heleninha. O prefeito César Moreira declarou que seu objetivo é fazer com que os munícipes conquistem seu próprio espaço. “Devemos ensinar a pescar e não darmos o peixe. Dessa forma, acreditamos no desenvolvimento da pessoa”, finalizou o prefeito.

O Governo Municipal de Rafard dá continuidade aos serviços de limpeza na cidade, que nesta semana focou os serviços em prédios e locais públicos. O Centro de Saúde e a Escola Municipal Professora Josefina Chiarini Borghesi receberam poda de árvores e capinação. No distrito industrial, os serviços também foram iniciados, no entanto tiveram que ser interrompidos por conta das chuvas. “Estamos fazendo a nossa parte. Ainda não na agilidade que queremos, porque além das chuvas, o limite financeiro da Prefeitura precisa ser res-

peitado. Mas acredito que se seguirmos com os serviços e o cidadão também fizer a parte dele, teremos uma Rafard mais limpa e mais agradável”, relatou o Prefeito de Rafard, César Moreira. Na próxima semana, caso não haja fortes chuvas, o trabalho de limpeza segue no Distrito industrial. O Departamento de Fiscalização da Prefeitura também estará notificando alguns proprietários de terrenos para que façam a limpeza dos mesmos e assim colaborem com a limpeza da cidade. Com informações da assessoria de imprensa de Rafard.


8

O SEMANÁRIO

18 DE JANEIRO DE 2013


18 DE JANEIRO DE 2013

CADERNO 2

CAPIVARI

Investimento Marchinhas, rodas de samba e espaço para crianças prometem inovar o Carnaval

Diferente, sucesso do Carnaval depende da participação popular O carnaval de rua de Capivari, como tradicionalmente acontecia com o desfile das escolas de samba -“Vai Com Tudo e + 10” e “Turma do Brejo”-, não será realizado neste ano. O motivo para essa mudança é que houve pouco tempo para as escolas se prepararem, e também não aconteceu uma transição da antiga administração para a atual, dificultando assim a organização desse evento popular. O secretário de cultura, Jehoval F. Dias Júnior, declarou que conta com a ajuda do município para que ocorra uma festa onde todos possam se divertir, referindo-se à programação diferenciada deste ano para os dias de folia. “Vamos precisar da participação da população para que haja Carnaval. É uma festa da população, que ela mostre toda a alegria, porque a inteiração é fundamental, que as pessoas sejam atuantes nele, pois a praça é do povo”. Segundo representantes das agremiações, a indecisão política que afeta Capivari desde as últimas eleições prejudicou a preparação dos desfiles. Cada escola tem direito a R$ 33 mil de subvenção da Prefeitura, mas mesmo assim optaram por não desfilar pela falta de tem-

Kelly Jordão

Prefeito interino, Secretário de Cultura e representantes das escolas de samba durante coletiva

po. Para marcar presença no Carnaval 2013, as baterias da “Vai Com Tudo” e “Turma do Brejo” se apresentarão em duas noites na praça central. Sem os desfiles, as atrações da festa do momo serão realizadas na praça central. “A ida para a avenida Pio XII foi um grande avanço e não queremos regredir, porém, sem a apresentação das escolas, não há necessidade de gastarmos com estrutura em dois locais. Queremos fazer uma festa bonita e, ao mesmo tempo, econômica”, enfatizou Jehoval. O Carnaval 2013 terá a volta da banda “Só Não Vai Quem Já Morreu”, com desfile pela rua XV de Novembro - trajeto original - ao som da corporação musical Euclydes Colaneri. O evento contará ainda com o desfile do Corso Carnavalesco (car-

ros antigos), concurso para Rei Momo, oficinas gratuitas de confecção de máscaras carnavalescas, início das gravações do “Doc Cultura” da Secretaria de Cultura e Turismo em parceria com a Ícone TV sobre o Batuque de Umbigada, matinê para as crianças na Casa da Cultura e Roda de Samba, além de muitas outras atrações que farão a alegria do Carnaval em Capivari. Além de todo o planejamento específico para o evento que está sendo montado para a segurança, no intuito de amenizar os imprevistos desagradáveis, Jehoval reforçou que está dando enfoque principalmente para integrar as crianças em um ambiente

saudável e deixá-las numa situação confortável, inclusive para toda a família, nesses dois dos seis dias de festa destinados à elas, com oficinas de criação de máscaras e matinês. Para o prefeito interino, André Rocha (PSOL), a festa deste ano será uma inovação no município. “Estamos apresentando um novo modelo de festa para o município e estou certo de que a população vai gostar e participar. E assim, quem sabe, poderemos juntar essas novas atrações aos tradicionais desfiles das escolas de samba no ano que vem. Tenho certeza que será um ganho muito grande para o Carnaval capivariano”, finalizou André.

9

O SEMANÁRIO


O SEMANÁRIO

10

Homenagem a uma grande mulher

Iracy Giovanetti Waldmann, mais conhecida por Dª Lita. Nasceu em 21 de junho de 1927, casou-se em 25 de junho de 1949 com Ludolf Eugênio Waldmann morou em Bandeirantes, São Paulo, Piedade, Porto Feliz e retornou a Capivari em 1962. Ficou viúva aos 47 anos com cinco filhos, sendo três menores. Guerreira lutou, trabalhando muito para manter a família unida e dar continuidade aos negócios do marido assegurando o futuro dos filhos, com coragem e perseverança. Soube enfrentar as dificuldades que a vida lhe reservou. Atenta a todos os acontecimentos sempre se fazendo presente aos eventos. De personalidade marcante, alegre, sempre entusiasmada, jovial, solidária, preocupava-se em receber bem as pessoas que vinham a sua casa, oferecendo-lhes o seu famoso e delicioso cafezinho. Viveu intensamente os seus 85 anos, afável com todos, não fazia distinção entre as pessoas. Religiosa não perdia missa e sempre participou do Coral São João Batista e do Madrigal em Canto, sempre feliz, pois gostava muito de cantar. Mãe dedicada, companheira, amiga sempre preocupada com o bem estar dos filhos, noras, genros e netos. Para cada um tinha um carinho e um tratamento especial. Tudo fazia para manter a união familiar. A sua partida foi como a sua vida, com muitas pessoas a sua volta e muitas homenagens. Nossos agradecimentos aos amigos pela grande corrente de oração, carinho, apoio, homenagem e solidariedade, que Deus os abençoe. AGRADECIMENTO Queremos agradecer aos médicos Dr Walmor Val, Dr Anibal Rossi, Dr Luiz Antonio Bereta, Dr João Felisberto dos Reis, Dra Nádia Schincariol, Dr Álvaro, aos enfermeiros, funcionários e atendentes do Hospital Unimed e Administração pelo carinho, dedicação, aconchego e profissionalismo. Aos Padres Adalton e Roberto Carlos pelas orações, carinho e pronto atendimento. Nosso muito obrigado e que Deus lhes pague e os abençoe. Família Waldmann

18 DE JANEIRO DE 2013

Enchentes Moreto continua sendo o mais atingido

A história se repete Infelizmente a palavra chuva se tornou sinônimo de enchentes em Capivari e diversas cidades da região. Com o nível perto dos 2,80 metros - quando o normal é de 80 centímetros -, as águas do rio Capivari voltaram a alagar e desalojar famílias na cidade. Segundo o Diretor da Defesa Civil, Ricardo Lourenço de Souza, 26 famílias foram abrigadas no Ginásio Municipal “Ronaldão”, entre elas, 15 desalojadas e 3 desabrigadas.

As constantes chuvas do último final de semana prejudicaram várias famílias dos bairros: Moreto, Nova Aparecida, Juventus e Centro. Rafard No bairro próximo à Estação, algumas casas também sofrem com as cheias do rio Capivari, nas ruas Felício Vigorito e Colonização. De acordo com a Prefeitura de Rafard, dois caminhões, sen-

No domingo, às 17h o rio chegou à 2,70 metros

Túlio Darros

Bairro Moreto na tarde de domingo (13)

do um a serviço da Prefeitura e outro da Raízen, ficaram de prontidão para realizar a retirada dos pertences das famílias que tiveram suas residências atingidas, porém até às 21h do domingo (13), houve resistência para a saída e nenhuma delas utilizou o serviço. “À noite as coisas ficam mais complicadas. Quando a água sobe muito, normalmente atinge diversas casas de uma vez só e é impossível realizamos todas as mudanças ao mesmo

tempo, por isso estamos pedindo para que os moradores façam suas mudanças antes que a água chegue às casas,” informou com preocupação o fiscal geral Claudemir Chiarini. Segundo a Prefeitura, as famílias que aceitarem a ajuda serão abrigadas nos ginásio de esportes “Olavo de Campos Borghesi”. A Diretoria Municipal de Saúde também alertou os moradores sobre os riscos e solicitou que não haja contato com a água, para evitar doenças.

Entrevista Conheça a Secretária de Saúde de Capivari

“Reestruturação visa atendimento mais humano e digno na saúde” Para conhecer mais sobre os novos secretários de Capivari e fornecer à população algumas informações sobre o lado profissional de cada um, o Jornal O Semanário deu início a uma série de entrevistas com eles. A primeira a conceder entrevista e expor um pouco sobre si foi a Secretária de Saúde, Eliane Regina Queiroz Piai. Natural de Itapeva e com experiência desde 1988 na área da saúde, Regina foi convidada pelo prefeito eleito Rodrigo Proença e pelo vice Vitor Riccomini para ocupar o cargo. Aos 43 anos, Eliane carrega a responsabilidade de transformar a atual situação problemática da saúde na cidade num serviço eficaz e humano, para atender com dignidade e respeito quem necessita do Sistema Único de Saúde (SUS). Confira a entrevista: Jornal O Semanário - Você se vê preparada para ocupar o cargo dessa secretaria que carrega uma maior cobrança da população? Eliane Regina Queiroz Piai Sim, depois de vários anos trabalhando nessa área creio ter adquirido a experiência necessária para

OSemanário/Arquivo

exercer a função que me foi confiada e, com o apoio de uma equipe de coordenação competente e comprometida, creio que posso contribuir para a solução dos problemas hoje existentes, criando assim meios para uma melhora no atendimento à população. O Semanário - O que a população pode esperar de sua postura como Secretária de Saúde? Eliane - A população pode esperar o meu comprometimento, transparência em minhas ações e empenho na busca de solução para os problemas hoje existentes, visando apenas a melhoria da qualidade dos serviços prestados a população.

Eliane Regina Queiroz Piai, Secretária de Saúde de Capivari

O Semanário - Existe uma priorização dentro da Saúde que você dará enfoque? Eliane - Sim, será priorizada a reestruturação da atenção básica, a melhora das unidades de atendimento, objetivando oferecer a população um atendimento médico e de enfermagem mais humanizado e digno.

Eliane - Não é o atendimento ideal, assumimos a Secretaria com algumas deficiências no quadro de profissionais, principalmente médicos, e essas deficiências, esse número reduzido de médicos e a grande demanda que temos, por muitas vezes ocasionam uma lentidão no atendimento.

O Semanário - Hoje, como você vê o atendimento básico da saúde no município?

O Semanário - Existe algum procedimento ou manobra em especial para a atual administração enfrentar o desafio de inovação, a melhoria da qualidade de atendimento e, principalmente, os custos cada vez maiores de procedimentos, exames, etc...? Eliane - A saúde pública é

um direito essencial do ser humano e se faz necessário buscar constantemente reformulações nas políticas públicas que assegurem e ofereçam condições para que esse direito seja suprido com qualidade. Não vejo como um procedimento ou manobra especial à solução desses problemas apresentados, a única solução possível pra se alcançar essa melhora no atendimento é reestruturar a atenção básica, ter um quadro profissional compatível com as demandas apresentadas, para dar mais agilidade ao atendimento, buscar alternativas através de convênios para realização de exames e acima de tudo oferecer um atendimento mais humanizado à população.


O SEMANÁRIO

18 DE JANEIRO DE 2013

11 Kelly Jordão

Santa Casa Chuvas intensas nos últimos dias danificaram estrutura do prédio

Setores interditados O Corpo de Bombeiros de Capivari e a Defesa Civil foram acionados na noite de domingo (13), para averiguar a estrutura do prédio da Santa Casa de Misericórdia de Capivari. Com a intensidade das fortes chuvas dos últimos dias, a escada de entrada para a maternidade cedeu. O bueiro que passa por debaixo dela não suportou escoar a quantidade de água, e acabou acarretando numa infiltração e ocasionando o desnível. Várias rachaduras surgiram, tanto na escada que dá acesso à maternidade, como na entrada do Raio-X, e no lado exterior de alguns quartos. Segundo o laudo técnico apresentado pela engenheira da Prefeitura, Joceli Angelim Cardoso, não há risco de desabamentos, apenas foram tomadas medidas preventivas para que houvesse a maior comodidade dos pacientes e para zelar pela segurança de todos. “Como medida preventiva

(pois não há interdição), estamos passando as pacientes da maternidade para o Posto 1 da enfermagem e reservando uma sala do centro cirúrgico apenas para procedimentos de parto, visando a segurança das pacientes”, informou a assessoria da Santa Casa. A Santa Casa está atendendo normalmente os pacientes e todos os setores estão funcionando, inclusive a maternidade e o raio-x. Reformas O prédio passou por algumas reformas e foi reinaugurado no dia 21 de dezembro de 2012, com a reabertura da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Na época, a diretoria da Santa Casa, informou que prosseguiria com as reformas também no pronto socorro, em quartos, corredores e da maternidade. Contratação Em reunião realizada na terça-feira (15), com os re-

presentantes da saúde das cidades de Capivari, Elias Fausto, Mombuca e Rafard, o presidente da Santa Casa, Jorge Elias, solicitou a indicação de um auditor contábil para a instituição. A sugestão é para que seja implantada a auditoria contábil e financeira no hospital, refletindo em benefícios não apenas para a Santa Casa, mas sobretudo para os cidadãos desses municípios. “Com a auditoria realizada mensalmente, conseguiremos utilizar melhor e dar mais transparência à utilização do dinheiro público”, declarou o presidente.

Entrada do Raio X da Santa Casa de Misericórdia de Capivari, interditada na última segunda-feira

Na mesma reunião, Jorge Elias solicitou que cada cidade indique um representan-

te para integrar o quadro da Santa Casa, atuando na tomada de decisões e contribuindo

Trincas e rachaduras apareceram em diversos pontos. Escadaria e entrada da maternidade foram bastante afetados.

com sugestões e críticas para a melhoria efetiva dos serviços prestados pela entidade.


12

CADERNO 3 Devendo

MOMBUCA

“Prefeitura tem mais de R$ 680 mil em dívidas”, anuncia Maria Ruth Durante coletiva de imprensa na última quarta-feira (16), a prefeita de Mombuca, Maria Ruth B. de Oliveira e o vice Palito anunciaram a situação das dívidas deixadas pela Administração anterior. Segundo Ruth, o saldo devedor passa de R$ 680 mil. De acordo com dados do setor financeiro da Prefeitura, as dívidas são com dezenas de fornecedores e prestadores de serviço. O balanço das dívidas mostrou pendências urgentes que já estavam atrasadas há meses. “Entre as dívidas estão valores como: mais de R$ 19 mil com a Santa Casa de Capivari, o que representa quase 4 meses de atraso, outros R$ 38 mil são em dívidas com a CPFL, que nos

primeiros dias de janeiro encaminhou notificação à Prefeitura com a possibilidade de corte de energia. Outra dívida deixada para trás é com a Previdência Social, cujo valor é de R$ 184 mil reais”, informou a prefeita. Ela declarou ainda, que para evitar o corte de energia foram tomadas medidas urgentes e pagar a conta na CPFL. “São muitas dívidas e nós vamos tomar providências para que os fornecedores não fiquem sem o pagamento. Dívidas como a CPFL, a Santa Casa, a empresa que fornecia cesta básica, a Previdência Social e tantas outras passam de R$ 680 mil reais. Agora nossa prioridade é resgatar o crédito que a Prefeitura de Mombuca perdeu com tantas dívidas atra-

sadas”, afirmou a prefeita. Além das dívidas, a nova Administração Municipal enfrenta problemas com a frota de veículos e as cestas básicas atrasadas dos funcionários. São mais de 12 veículos parados entre ônibus, máquinas e caminhões. Ainda não se sabe o exato de recurso que será preciso para recuperar a frota. Sobre as cinco cestas básicas atrasadas, a prefeita Ruth anunciou que já está sendo analisada uma forma de garantir que os funcionários não percam as cestas. Obras A gestão de Maria Ruth e Palito começou encontrando barreiras com obras e serviços inacabados.

De acordo com levantamento apresentado pelo Governo Municipal (ADM 2013/2016), mais de 10 obras em Mombuca apresentam problemas como falta de término, segurança e abandono. O relatório aponta problemas em obras como a creche Pró Infância, passarela, casas populares, quadra da Vila Nova, sede da Terceira Idade, entre outros. Sobre as providências a partir de agora, o Governo Municipal anunciou que irá acionar as empresas responsáveis por cada uma das obras inacabadas ou com problemas de estrutura. Com informações da assessoria de imprensa de Mombuca.

18 DE JANEIRO DE 2013

O SEMANÁRIO

Novidade

Ruth inova e traz o Gabinete Itinerante para Mombuca

AssCom. Mombuca

Prefeita Ruth realiza atendimento a morardor

A prefeita Maria Ruth B. de Oliveira deu o primeiro passo para o início do Gabinete Itinerante em Mombuca, nessa terça-feira (15), apresentando assim um compromisso do Plano de Governo para estar cada vez mais perto dos moradores. Segundo Ruth, o Gabinete Itinerante vai ser a ligação entre a prefeitura e o povo. “São mais de 20 anos ajudando as pessoas através do trabalho no Fundo Social e oito anos como vice prefeita, e sempre esti-

ve perto dos moradores. Meu lugar é perto do povo que me elegeu, isso é um compromisso que vou cumprir sempre”, afirmou a prefeita. O Gabinete Itinerante vai acontecer em vários pontos da cidade sempre às terças-feiras, no período da manhã. O Gabinete será aberto ao público para que toda a população possa participar ativamente do Governo Municipal. Com informações da assessoria de imprensa de Mombuca.

Passeio

Turismo do Saber leva crianças para Ilha Bela

AssCom. Mombuca

Alunos de Mombuca que formaram caravana para passeio ao litoral

Saúde

Dr. Freddy assume secretaria de saúde Para conhecer mais sobre os novos secretários de Mombuca e fornecer à população algumas informações sobre o lado profissional de cada um, o Jornal O Semanário deu início a uma série de entrevistas com eles. O primeiro a conceder entrevista e expor um pouco sobre si foi o Secretário de Saúde, Dr. Freddy Sanchez Dominguez. Com experiência na área da saúde há mais de 18 anos e natural de Mombuca, Freddy recebeu o convite diretamente da prefeita Maria Ruth e do vice-prefeito Palito para ocupar o cargo. Com a preocupação de focar na melhoria do atendimento e a responsabilidade de transformar a atual situação problemática da saúde num convívio mais harmonioso entre os populares e os profissionais, Dr. Freddy pretende levantar no começo de seu secretariado todos os pontos negativos da área para poder estuda-los e transformá-los e assim atender as necessidades da população que carece de muitos cuidados. Jornal O Semanário - De quem surgiu o convite para você ocupar a Secretaria de Saúde? Freddy Sanchez Dominguez - O convite surgiu da prefeita Maria Ruth e do vice Palito. Nós estamos trabalhando juntos para atender aos moradores de Mombuca com o diferencial da qualidade no Serviço de Saúde. Temos um Plano de Governo forte e com o olhar voltado para as necessidades da Saúde na cidade. O Semanário - Há quanto tempo possui um envolvimento com a política ou mais precisamente no cargo que ocupa? Freddy - Dos 18 anos de trabalho na Saúde, 10 deles foram na Saúde Pública. Já trabalhei por 4 anos como secretário de

AssCom. Mombuca

Saúde na Bolívia, estive à frente de trabalhos na Santa Casa de Capivari e já conheço a realidade da Saúde aqui em Mombuca, pois também já estive trabalhando na cidade. Nesta nova etapa de trabalho, eu tenho a certeza de que vamos conseguir atingir os melhores resultados no bom atendimento. O Semanário - Você se vê preparado para ocupar o cargo dessa secretaria que carrega uma maior cobrança da população? Freddy - A liderança de todo trabalho em equipe é um desafio. A Saúde é um setor muito delicado e fundamental para a qualidade de vida de uma cidade. Eu acredito que o Plano de Ação que a prefeita Ruth está trazendo para o Serviço de Saúde é um caminho promissor para que possamos oferecer um serviço de qualidade contando com toda a equipe de profissionais que estão trabalhando ao nosso lado. O Semanário - O que a população pode esperar de sua postura como Secretário de Saúde? Freddy - A população pode estar certa de que vamos ampliar os serviços e o mais importante é que estamos no caminho da Humanização do Serviço de Saúde. Um Serviço de Saúde humanizado e responsável garante a qualidade do atendimento desde a recepção até o momento em que o paciente volta pra casa sentindo-se bem atendido e com resultados positivos para a sua saúde e bem estar. O Semanário - Existe uma priorização dentro da Saúde que você dará enfoque? Freddy - Nossa meta desde a primeira semana de trabalho é fazer um levantamento geral das principais necessidades e

Mombuca está entre os 32 municípios contemplados pelo Programa Turismo do Saber, da Secretaria Estadual de Turismo, que neste ano vai levar mais de 1280 crianças para conhecer as cidades do litoral Paulista. O Programa é um resgate do antigo Projeto Caravanas do Conhecimento. Em parceria com o Governo Municipal de Mombuca, através da Diretoria de Educação, mais de 30 alunos mombucanos viajaram na manhã da última segunda-feira (14) para a cidade de Ilha Bela, onde passaram uma semana com atividades na praia e em pontos turísticos da cidade. Antes da saída, as crianças receberam os kits com a camiseta do Programa e os demais itens necessários para a viagem. A prefeita Maria Ruth B. de Oli-

veira, a diretora municipal de Educação Silvia Elaine Ramos de Oliveira e o vereador Eugênio de Oliveira Neto chegaram cedo para acompanhar a saída e desejar boa viagem aos pequenos. “Mombuca foi premiada com este Programa, porque as crianças que talvez nunca tivessem esta oportunidade estão aqui de malas prontas para uma viagem como esta. Isso é muito bom. O resultado a gente vê na alegria destas crianças”, enfatizou a prefeita. De acordo com a diretora de Educação Silvia Elaine, as crianças ficaram alojadas em uma escola em Ilha Bela e viajaram acompanhadas por monitoras da Rede Municipal de Educação. Com informações da assessoria de imprensa de Mombuca.

Apoio

Dr. Freddy Sanches Dominguez, novo secretário de saúde de Mombuca

aplicar o Plano de Ação para Humanizar o atendimento dos usuários do Serviço de Saúde, inclusive com Projetos de Prevenção e Educação em Saúde. Nestes 15 primeiros dias estamos fazendo um levantamento dos atendimentos, das formas de trabalho e das necessidades da Saúde em Mombuca. É importante lembrar que a prioridade principal de um bom Serviço de Saúde é que o morador sinta-se valorizado e bem atendido nas unidades de Saúde. O Semanário - Hoje, como você vê o atendimento básico da saúde no município? Freddy - Temos uma equipe de profissionais competentes e capacitados. O atendimento básico é oferecido e nós estamos trazendo as mudanças, as novas ideias e a solução dos problemas que encontramos na Saúde. Eu acredito que nesta linha de trabalho em equipe e com toda a credibilidade que o Governo Ruth e Palito vêm construindo, nós vamos ter um ótimo atendimento básico e ainda vamos ampliar o

Deputado Milton Monti declara apoio e promete recursos

AssCom. Mombuca

Serviço com novos projetos. O Semanário - Existe algum procedimento ou manobra em especial para a atual administração enfrentar o desafio de inovação, a melhoria da qualidade de atendimento e, principalmente, os custos cada vez maiores de procedimentos, exames, etc.? Freddy - No Plano de Governo da prefeita Ruth existem ações que vão fazer do Serviço de Saúde um modelo de atendimento de qualidade. O desafio da inovação será encarado como incentivo para implantarmos novos programas, melhorar o atendimento diário, ter o medicamento que o paciente precisa e fazer com que o paciente sinta-se bem dentro da Unidade de Saúde e da Unidade do PSF (Vila Nova). Com certeza, entre os maiores desafios está a dificuldade de recursos financeiros, mas as metas para a Saúde serão prioridades neste Governo que está apenas começando e já está trazendo um novo conceito de Saúde para Mombuca.

Vereador Neto, prefeita Ruth, Deputado Milton Monti e vereador Walter

Em uma reunião com mais de duas horas de conversa com o deputado federal Milton Monti (PR), a prefeita Maria Ruth B. de Oliveira falou sobre as dificuldades encontradas neste início de mandato e a necessidade de recursos para investir em Mombuca. Na visita ao deputado, a prefeita Ruth foi acompanhada do presidente da Câmara Walter Ap. Martins de Moraes e do vereador Eugênio de Oliveira Neto. No encontro foram apresentados os principais desafios do município e apontados os caminhos para a vinda de recursos. Milton Monti afirmou que está ao lado da prefeita Ruth nesta nova etapa da Administração de Mombuca e que em breve serão anunciados recursos para a cidade. “Assumimos o compro-

misso com a cidade de Mombuca e estamos afirmando nosso compromisso com a prefeita Ruth de fazer a indicação de emendas para vinda de recursos para investir em obras e infraestrutura”, comentou o deputado. Para a prefeita Maria Ruth B. de Oliveira, o compromisso do deputado com a cidade é um importante caminho para a vinda de recursos. “Diante de tantos desafios que estamos enfrentando neste começo de mandato é muito importante este apoio e compromisso do deputado Milton Monti em nos ajudar na vinda de recursos. Estamos otimistas e vamos conseguir trazer muitos recursos para a cidade”, completou Ruth. Com informações da assessoria de imprensa de Mombuca.


18 DE JANEIRO DE 2013

CADERNO 4

Regional

13

O SEMANÁRIO Arquivo Pessoal

Jornalismo Entrevista traz experiências, escolhas e sonhos da universitária

Jovem portofelicense fala sobre os desafios da carreira profissional A escolha de uma profissão para o jovem se ingressar no mercado de trabalho sempre foi uma das fases mais complexas na vida contemporânea. São conflitos obtidos com os pais, com os próprios desejos e com a demanda da sociedade onde vive. Muitos jovens seguem as cobranças autoritárias dos pais, onde acabam cursando uma faculdade para ter uma saudável renda fixa no final do mês, porém adoecem com o anseio de viver o que sonharam e se tornam profissionais, nem sempre, frustrados. Não é via de regra, mas a sociedade cobra o que muitas vezes não pode oferecer a estes profissionais, colocando-os numa balança de escolha dolorosa, entre um futuro promissor de reconhecimentos e uma vida de comprometimento com a própria vontade. Quando muitos desses jovens quebram o tabu do tradicionalismo imposto por gerações que seguiram a mesma profissão, os pais não enxergam que isso é mais uma prática libertária de escolha, e sim um afronte aos costumes e moldes de uma única visão para ter sucesso na vida. O risco existe para toda carreira, independentemente da área em que se segue, e a maior ênfase que se deve dar ao assunto é sobre o merecimento e capacidade do profissional, de como ele se porta no cargo onde está e em qual posição deseja chegar. Profissão Para iniciar o conjunto de matérias sobre a escolha dos jovens no mundo profissional com uma exploração mais aprofundada sobre o assunto, a equipe do Jornal O Semanário procurou alguém que estivesse seguindo as próprias ambições e se mantendo no caminho da própria vontade, optando pela área do Jornalismo. Da Terra das Monções -portofelicense- Marcela Cortez nasceu em setembro de 1991, trazendo ao mundo o aspecto da indecisão libriana. Filha de Lenita e Neto, principais responsáveis pelos valores que carrega e carregará por toda a vida, como a formação do caráter, honestidade, respeito e amor de sobra. Lenita é professora e isso sempre ajudou Marcela com as tantas palavras difíceis que o mundo oferece. Começou a trabalhar aos 14 anos, depois que ganhou um curso de manicure/pedicuro. A vida de Marcela foi assim até os 17 anos, quando no fim do colegial, conseguiu um emprego que lhe desse maior segurança para que pudesse continuar a estudar. A jovem estudante então concluiu o colegial e se ingressou na faculdade para cursar Jornalismo. E foi lá mesmo onde

ela conheceu inúmeras pessoas e começou a enxergar o mundo por várias facetas. Inseriu-se no mercado de trabalho como estagiária quando estava concluindo o primeiro ano do curso. No primeiro estágio trabalhou durante cerca de um ano numa revista que tratava sobre assuntos da cidade e outra específica, onde falava sobre cavalos. Depois desse estágio conseguiu outro numa assessoria de imprensa. Marcela, que está no último ano da faculdade e ansiosa para poder exercer a profissão que escolheu em período integral, espera o término do curso para poder planejar sua vida diante de outra realidade. “Agora é a reta final que me aguarda. Um pouco de medo por não saber como será daqui para frente. Claro que nesse meio tempo várias coisas aconteceram. Um tombo aqui, outro ali e a gente aprende a ser gente grande! De tudo o que já passou, uma hora você sabe que a vida é a única coisa que temos em nós. E aquela vontade por poder fazer o que ainda não deu tempo, correndo... Por mais clichê que seja -descrever é se limitar-. E que difícil é isso, se resumir em linhas! Se você se identifica com as loucuras que o mundo possa te oferecer e ter a mente aberta, então vá. Porque nada segura aquilo que queremos ser”, concluiu a estudante. Bate-papo Deixando a timidez de lado e explorando mais o mundo dessa jovem, o bate-papo com Marcel mostra claramente a visão dela diante dos próprios desafios, e convida outros jovens se fortificarem diante dos possíveis problemas, mas que podem ser resolvidos com a determinação e confiança. Jornal O Semanário - Por que você escolheu o Jornalismo? Marcela Cortez - Sempre assisti aos telejornais quando era criança. Não prestava tanta atenção até porque um noticiário não tem conteúdo que atraia, coisa e tal... mas nesse dia era um link ao vivo com uma repórter e o cinegrafista. Eles estavam em meio a um tiroteio. Lembro-me da câmera cair ao chão e a repórter também, e a filmagem continuava. Foi uma gritaria, pessoas, realidade. Por mais bizarro que isso seja, me deixou encantada. Foi então que o meu sonho de infância se tornou ser jornalista. No colegial participei mais de atividades como redação e leitura, pensando sempre em coisas que eu levaria de lá para a faculdade. O Semanário - Qual a área do jornalismo que você mais gosta? Marcela - É difícil dizer uma só área. Se fosse para escolher ficaria com assuntos do cotidiano, a parte mais solidária. Gosto

de histórias de pessoas que superaram coisas. Que motivam. A parte social da vida. Mas aí o rumo me mostrou outros campos que também gosto (às vezes tenho até medo de dizer, mas Moda é outra paixão e que possui um campo amplo). Mas nunca quis que esses dois temas entrassem em conflito - uma por ser totalmente importante e significativa que é ter instrumentos para ajudar as pessoas e a outra por ser capitalista e fútil, se tornando coisas bem distintas-. O Semanário - Como você vê o mercado de trabalho? Marcela - A profissão permite que você trabalhe entre glamour e realidade. São mil coisas diferentes, flexíveis, depende daquilo que escolher. Infelizmente, com a queda do diploma não podemos exigir melhores salários, aliás, ganhamos bem pouco. Então se você fizer a escolha de continuar vai saber que é totalmente por um bem estar ou alguma ideologia, nunca fará fortuna ou dificilmente alcançará a fama. O Semanário - O que mais te motiva a seguir nesse caminho? Marcela - Ideologia. Não sei, mas o jornalismo sempre

Marcela Cortez, último ano de jornalismo na faculdade Ceunsp - Salto

é ligado com o pensamento de ‘ah, vou mudar o mundo’, e não, você não irá. Mas você descobre que pode ajudar as pessoas. Descobre que pode descobrir o mundo dentro da própria rua. O conversar com as pessoas e saber que elas existem e estão aqui por algum motivo. Ou talvez seja fé, que dentre tantas coisas ruins que acontecem, sempre haverá uma boa. O Semanário - Dentro das possibilidades e da ética profissional, você acha que uma matéria bem redigida pode alavancar o povo contra um sistema corrupto? Marcela - Sozinho ninguém faz revolução. Com um bom texto, embasamento, ter provas antes de dizer qual-

quer coisa, ser principalmente - muito principalmente – honesto, irá te ajudar. Você é um formador de opinião. Sempre terá como despertar a dúvida e de questionar. Uma hora a gente percebe que nem todas as promessas são cumpridas e nem todos os contos são de fadas. Acho que o brasileiro está tomando um rumo e opiniões quanto à política, mas ainda é falha. Isso por puro comodismo, porque brasileiro espera que o ‘outro’ apure e acredita sem questionar. Será que todo mundo mesmo é confiável, será que o que vemos na internet é real? Então isso terá importância, a veracidade é importante. E alguns se esquecem de usar a cabeça para avaliar. O Semanário - Você já tem alguma perspectiva traçada para o seu futuro profissional? Marcela - Já fiz planos para o que seria legal conhecer depois de formada. Viajar para fora do país e conhecer outras culturas. Acho que o único objetivo que tenho é sair da bolha de comodismo e do egoísmo para vivenciar a realidade do lugar onde moro. Conhecer o outro. Talvez isso. O Semanário - Você acha que é perigoso ser um jornalista

diante de tanta opressão política e de uma ditadura mascarada? Marcela - A verdade é que quando você passa a ser um ‘teto de vidro’, as pessoas conhecem você, seu trabalho, sua família e toda sua rotina, elas formarão uma opinião, seja boa ou má. Quando você assume suas opiniões e luta por algo, significa não agradar a todos. E, vez ou outra, te atacarão. Se tem uma coisa que nós ainda não conhecemos é a liberdade. Em todas as possíveis formas de interpretação, somos reprimidos e forçados a viver nesse sistema. O “pensar” é que dá medo. Vejo tantos jovens classe média/alta, que acreditam mesmo que o mundo é cor de rosa e todo bonito, fácil, consumível e comprável. Gente, por favor, é nessa tal bolha que digo que vivemos! É preciso olhar o outro, olhar fora. É a esse tipo de opressão que estamos sujeitos. Entende? O Semanário - O que você tem a dizer para quem quer estudar jornalismo? Marcela - Que é preciso ter boa vontade e sempre, mas sempre mesmo, fé! Qual é o tipo de pessoa que queremos ser: a que busca só status ou a que realmente tem vontade de ser diferente?


CLASSIFICADOS O SEMANÁRIO

14

Imóveis

JArdim ELiSA

Vendo casa 3 dormitórios, sala, cozinha, banheiro e garagem, R$ 150 mil. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - indeterminado

CASA rAfArd

Vendo, 2 dormitórios, terreno 354m², R$ 110 mil. Tratar pelo fone: 34922727. IB - Indeterminado

CHÁCArA

Vendo, 10.500m² à Av. Demétrio Girardi (estrada p/ o Pavão Bonito) toda infraestrutura. R$ 550 mil. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - indeterminado

ViLA CLEmEnTE

Casa (terreno inteiro), 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro e quintal grande. R$ 240 mil. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - indeterminado

JArdim ELiSA

Casa nova, 3 dormitórios, sendo 1 suíte, sala, cozinha, banheiro e garagem, R$ 180 mil. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - indeterminado

oPorTunidAdE

Excelente imóvel comercial na rua XV de Novembro (750m²), Centro, Capivari. Confira! Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - indeterminado

ribEirão

Área de 4.025m² no Ribeirão. R$ 100 mil. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - indeterminado

São JoSÉ

Vendo casa, 3 dorm., sala, coz., banheiro, gar., R$ 190 mil. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - indeterminado

roSSi

Vendo casa, 2 dormitórios, sala, cozinha, copa, banheiro, garagem p/ 3 autos, quintal grande e dispensa com banheiro. R$ 240 mil. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - indeterminado

CEnTro rAfArd

Vendo casa excelente, 3 dormitórios, sala, copa, cozinha, banheiro, garagem e quintal grande. R$ 240 mil. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB

- indeterminado

CAnCiAn

VEndo ou TroCo

Dois terrenos 5x25 metros cada, em área comercial. Tratar com Elias pelos fones: 3491-3901 / 9127-4929 / 3491-4753. Ed. 1083/1084/1085/1086

TErrEnoS

Vendo, 11x28m, Residencial Pintangueiras, plano, terreno 308m², R$ 110 mil. Tratar pelo fone: 3492-2332. RI - indeterminado

Jd. ELiSA

Vendo casa, 2 quartos, 1 suíte, 2 vagas, terreno 150m², construido 120m², R$ 210 mil. Tratar pelo fone: 3492-2332. RI - indeterminado

SAnTA roSA

Vendo casa, 3 quartos, terrea, terreno 250m², construido 152m², R$ 240 mil. Tratar pelo fone: 3492-2332. RI - indeterminado

Jd. SAnTo AnTonio

Vendo 3 quartos, 2 vagas, garagem, terreno 250m², construido 120m², R$ 280 mil. Tratar pelo fone: 3492-2332.

Vendo no Ed. Rio Capivari, 3 dormitórios e uma vaga na garagem. Valor R$ 290 mil. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - indeterminado

Jd. São mArCoS

Vendo edícula em construção. Valor R$ 110 mil. Tratar pelo fone: 34922727. IB - indeterminado

ALuGo CHÁCArA

Para festas, eventos ou finais de semana, com piscina, campo, churrasqueira. Localizada no Cancian. Tratar pelo fone: 9402-9336. INDETERMINADO

CHÁCArA CAnCiAn

Vendo, 1200m², casa com sala, 1 quarto, cozinha e banheiro, salão de festas com churrasqueira e 2 banheiros. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - Indeterminado

CHÁCArA morAdA do SoL

Vendo, construção 167m² e pomar. Espaço especial p/ residência e eventos. R$ 350 mil. Tratar c/ Nivaldo pelo fone: 3496-1270. INDERTERMINADO

ALuGA-SE CHÁCArA

Para festas, eventos e finais de semana. Ótima localização, piscina, churrasqueira e salão para festas. Em Capivari. 19 3492-5251 ou 92550445. Indeterminado

APTo. PrAiA GrAndE

Alugo, em frente ao mar, no Forte, para 10 pessoas, com garagem para 1 carro. Tratar pelos fones: 34911246 (comercial) ou (19) 9240-5738.

Indeterminado

ALuGA-SE CHÁCArA

Para festas, eventos e finais de semana. Ótima localização, piscina, churrasqueira e salão para festas. Capivari/SP. 19 3492-5251 / 19 92550445. Indeterminado

CASA rAfArd

Vendo, no bairro Bela Vista, com 2 quartos, sala, cozinha, banheiro, lavanderia fechada e varanda, terreno 14,5m de frente x 22m de fundo. R$ 50 mil. Tratar com Marcelo pelo fone: 9204-2530. Ed. 1079 a 1086

São PEdro

Vendo terrano com ótima localização, 8 x 25 metros, planíssimo, R$ 45 mil + 40 parcelas de R$ 256,00. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - Indeterminado

ALuGo CASAS P/ TEmPorAdA

A 200 metros da praia, capacidade para até 15 pessoas. Localizado na Al. Das Violetas, 262 – Balneário Yemar – Ilha Comprida – SP. Tratar com Borges ou Leni pelos fones: (13) 3842-1820 ou (15) 9123-2564. Ed. 1075 a 1084

CorSA HATCH 2011

Vendo, preto, 1.4. Tratar pelo fone: 3492-5543. PV - indeterminado

HiLuX 09

Vendo, preta, diesel, R$ 97 mil. Tratar pelo fone: 3491-3114. MV - indeterminado

CorSASEdAn PrEmiun 2011

Vendo, prata, 1.4. Tratar pelo fone: 3492-2417. BV - indeterminado

GoL PoWEr G5 2011

Vendo, preto, 1.6. Tratar pelo fone: 3492-2417. BV - indeterminado

CLASSiC

GoL G4 2009

Vendo casa, 3 quartos, com churrasqueira, terreno 273m², construido 180m², R$ 295 mil. Tratar pelo fone: 3492-2332. RI - indeterminado

CEnTro

Vendo edícula luxo, churrasqueira, murada, terreno 540m², construito 116m², R$ 500 mil. Tratar pelo fone: 3492-2332. RI - indeterminado

Pão dE AÇÚCAr

Vendo casa, 2 quartos, 1 suite, 4 vagas, luxo, terreno 675m², R$ 550 mil. Tratar pelo fone: 3492-2332. RI indeterminado

ViLA fÁTimA

Vendo casa, 2 quartos, 1 suite, 2 vagas, luxo, terreno 306m², construito 220m², R$ 640 mil. Tratar pelo fone: 3492-2332. RI - indeterminado

CHÁCArA CAnCiAn

Vendo 2 casas, churrasqueira, suite, terreno 1500m², construido 330m², R$ 380 mil. Tratar pelo fone: 34922332. RI - indeterminado

SAnTA TErEZinHA

Vendo, 1 lote 5x25 metros, 125m². Tratar pelo fone: 3491-4573 ou 34926931. Ed. 1084 a 1091

Vendo, série ouro, preto, motor 0Km. R$ 10.500,00 mil. Fone: 9181-6114.

APArTAmEnTo

Vendo, preto, R$ 21 mil. Tratar pelo fone: 3492-5543. PV - indeterminado

São JoSÉ

CHÁCArA

Vendo terreno de 8x25. Valor R$ 45 mil + 40 parcelas de R$ 256,00. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - indeterminado

PALio 09

RI - indeterminado

Veículos

Jd. São PEdro

Vendo, prata, R$ 34 mil. Tratar pelo fone: 3492-5543. PV - indeterminado

Vendo, branco, 1.6, gasolina, R$ 16.900,00. Tratar pelos fones: 34916113 ou 3491-6249. LV - indeterminado

Vendo chácara, 1 dormitório, sala, cozinha, banheiro, salão de festas grande, churrasqueira e 2 banheiros. R$ 185 mil. Tratar pelo fone: 34922727. IB - indeterminado Vendo chácara de 1.520m², no bairro Pagotto. Valor R$ 90 mil. Tratar pelo fone: 3492-2727. IB - indeterminado

ASTrA 2011

TEmPrA 95 INDETERMINADO

mErCEdES 1113

Vendo, caminhão ano 81, cor azul, com baú de 6,50 metros, duas portas laterais, documentação em dia. Tratar pelo fone: 3496-1989. INDETERMINADO

GoL 1000i 97

Vendo, branco, R$ 10.900,00. Tratar pelos fones: 3491-6113 ou 34916249. LV - indeterminado

Vendo, preto, ar, 4 portas. Tratar pelo fone: 3492-2417. BV - indeterminado

uno 2006

Vendo, prata, 4 portas. Tratar pelo fone: 3492-2417. BV - indeterminado

SAfirA ELEGAnCE 05

Vendo, preta, flex. R$ 33 mil. Tratar pelo fone: 3491-3114. MV - indeterminado

GoL TrEnd 2010

Vendo, preto, vidro e trava, 2 portas. Tratar pelo fone: 3492-2417. BV -

indeterminado

foX 2008

Vendo, 4 portas, flex, preto, d.h., R$ 23.500,00. Tratar pelos fones: 34916113 ou 3491-6249. LV - indeterminado

CELTA 2007

Vendo, 4 portas, flex, preto, R$ 18.500,00. Tratar pelos fones: 34916113 ou 3491-6249. LV - indeterminado

Estamos selecionando candidatas, para serviços de higiene e salão de beleza. Interessadas entrar em contato pelo fone: 19 9169-1621. INDETERMINADO

Negócios & Oportunidades

rETA

Vendo máquina de costura industrial. Tr a t a r p e l o f o n e : 3 4 9 6 - 1 9 8 9 . INDETERMINADO

oVErLoCK

Vendo máquina de costura industrial para malha. Tratar pelo fone: 34961989. INDETERMINADO

rEfriGErAdor

Vendo, branco, 340 litros, Brastemp. Tr a t a r p e l o f o n e : 3 4 9 6 - 1 9 8 9 . INDETERMINADO

frEEZEr

Vendo, branco, 450 litros, Metalfrio. Tr a t a r p e l o f o n e : 3 4 9 6 - 1 9 8 9 . INDETERMINADO

SErrA dE AÇouGuE

Vendo, seminova, branca. Tratar pelo fone: 3496-1989. INDETERMINADO

PrESTo SErViÇo

Cuidadora de idosos, acompanhante ou babá. Tratar pelos fones: 34961503 ou 9488-4960. INDETERMINADO

CorSA HATCH 2008

Vendo, d.h., cinza, flex, R$ 23.500,00. Tratar pelos fones: 3491-6113 ou 3491-6249. LV - indeterminado

ASTrA GL 01

Vendo, completo, cinza, gasolina, 1.8, R$ 18.500,00. Tratar pelos fones: 3491-6113 ou 3491-6249. LV

- indeterminado

uno 2011

Vendo, vermelho, completo. Tratar pelo fone: 3492-5543. PV - indeterminado

foX 2011

Vendo, prata. Tratar pelo fone: 34925543. PV - indeterminado

S10 2011

Vendo, Executive, preta. Tratar pelo fone: 3492-5543. PV - indeterminado

AGiLE 2011

Vendo, prata, LT. Tratar pelo fone: 3492-5543. PV - indeterminado

AGrAdECimEnTo Diante da iniciativa em colaborar com esta obra de Deus, de nossa parte dedicamos a toda população de Capivari e Rafard os nossos sinceros agradecimentos, por nos estender as mãos com todo carinho, com as doações recebidas no mês de dezembro através da carta da campanha de Natal. Gostaríamos também de agradecer a todos os contribuintes, empresas e voluntários. Na certeza de que Deus é fiel em retribuir em dobro, desejamos a todos um feliz 2013 e o nosso muito obrigado.

Vendo, com ar, branco, 1.0, R$ 15 mil, original, álcool. Tratar pelo fone: 3491-3114. MV - indeterminado

uno WAY 2011

Vendo, flex, cinza, R$ 25 mil. Tratar pelo fone: 3491-3114. MV - indeterminado

CobALT 2012

Vendo, prata, R$ 37 mil. Tratar pelo fone: 3491-3114. MV - indeterminado

Diretoria Lar dos Velhinhos São Vicente de Paulo

S10 AdVAnTAGE

Vendo, prata, 2.4, flex, R$ 47 mil. Tratar pelo fone: 3491-3114. MV -

indeterminado

PriSmA mAXX 09

Vendo, prata, R$ 21 mil. Tratar pelo fone: 3491-3114. MV - indeterminado

GoL TrEnd 2010

Vendo, preto, vidro e trava, 2 portas. Tratar pelo fone: 3492-2417. BV -

indeterminado

Indeterminado

LoGuS 94

Vendo, álcool, ótimo estado de conservação. Tratar pelo fone: 98410488. INDETERMINADO

PALio 99

Vendo, cinza, R$ 8.500,00. Tratar pelo fone: 3491-3114. MV - indeterminado

STiLo 2003

Vendo, prata. Tratar pelo fone: 34925543. PV - indeterminado

SuZuKi burGmAn 2009

Vendo, 125CC, automática, prata. Tratar pelo fone: 3491-6103. Indeterminado

CELTA LifE 09

Vendo, preto, 2 portas, R$ 18 mil. Tratar pelo fone: 3492-5543. PV -

indeterminado

CArGo 1314

Vendo, caminhão 86 toco, cor branco, com baú de 7 metros c/ porta lateral. Documentação em dia. Tratar pelo fone: 3496-1989. INDETERMINADO

10/01 – Moacyr Vaz de Almeida – 70 anos 11/01 – Iracy Giovanetti Waldmann (Lita) - 85 anos 12/01 – Irma Graciano de Carvalho – 69 anos 13/01 – Benedicta das Dores Bueno – 83 anos 14/01 – Norberto Ferraz Leite – 68 anos

Vendo perfumes da marca Perfam (essência de importados). 212 Sexy e Man, Ferrari Black, Eternit, Polo Blue e muito mais. Confira. Preços: 30ml R$ 29,80; 50ml R$ 39,60; 100ml coleção especial R$ 59,00. Tratar pelos fones: 9377-3697 / 9319-3054 / 9608-6177. Indeterminado

CLASSiC 03

Vendo, branca, bom estado de conservação, documentada. Tratar com Vagner pelo fone: 9734-9485.

osemanario@osemanario.com.br

PErfumES

indeterminado

dT 180 96

aNUNcIe: (19) 3496-1747

SELEÇão

Vendo, com teto, 2.0, R$ 56 mil. Tratar pelo fone: 3491-3114. MV -

Ve n d o , p r e t a , 1 0 k m r o d a d a , novíssima, R$ 3.500,00. Tratar pelo fone: 9236-9445. Indeterminado

iMÓVeiS - VeÍCULoS - eMPregoS negÓCioS & oPortUnidadeS

Empregos

foCuS TiTAnium 2011

CG TiTAn fAn 07

18 DE JANEIRO DE 2013

fAbriCA dE VELAS CHAmA dE ouro LTdA mE, torna público que Requereu junto a CETESB as Licenças Previa e de Instalação concomitantemente para a atividade de Fabricação de Velas de Cera e Estearina, sito à Avenida João Salvati nº 128, Jardim Nova Aparecida, Capivari/SP.


ESPORTES

O SEMANÁRIO

16

18 DE JANEIRO DE 2013

Fale com a Redação redacao@osemanario.com.br

Futsal Disputa terá início na segunda-feira (21) com a participação de 10 equipes

Rafard realiza Campeonato de Futsal

O Governo Municipal de Rafard realiza, por meio da Diretoria de Cultura, Esporte e Turismo dá inicio na segunda-feira (21), ao Campeonato de Futsal 2013, com cerimônia de abertura a partir das 19h, no Ginásio de Esportes Olavo de Campos Borghesi. Dez equipes disputam os jogos que acontecem às segundas e quartas-feiras, até o mês de março. Participam do campeonato as equipes: Placar/Capivari, Bar do Zeca, Deportivo, Rafard Futsal, RNG, MF Parafusos, Kania, Real mala/ FC. Braga, Os Moleques, União. Na última sexta-feira (11), foi realizada uma reunião com as equipes participantes para acertar os últimos detalhes da disputa. Homenagens Duas personalidades serão homenageadas no Campeonato, Carlos Roberto Gasparini (Carlinhos) e Antônio Cerezer.

Carlos Roberto Gasparini, mais conhecido por Carlinhos Gasparini, foi uma pessoa muito querida por todos os amigos e pessoas que conviviam ao seu lado. Corintiano fanático. Trabalhador, desempenhou funções em várias empresas como: União São Paulo, Caldeiraria Panza, Empresa Hessel entre outras. Em sua vida esportiva, Gasparini jogou em vários times disputando diversos campeonatos. No time da fazenda São Bernardo e no time da antiga Ponte Preta de Capivari, Carlinhos disputou campeonatos amadores. Também jogou no time do veterano de Rafard, o antigo SEUR e disputou vários campeonatos internos no antigo clube SAR, atual clube CSER. Merecedor desta homenagem, Carlinhos era um amante do futebol e da prática esportiva. Antônio Cerezer, mais conhecido como Toninho Cerezer. Quando solteiro, jogou por muitos anos no time

AssCom.Rafard

Representantes das equipes reunidos no Centro Cultural

da Santa Lídia Taquaral. Construiu um campo para realização de campeonatos, pois naquela época essa não era uma prática existente. As disputas em seu sítio tiveram inicio a partir do ano de 1976 sendo realizados campeonatos amadores e infantis, até os dias de hoje. Jogos estes muito disputados com times de alto nível, inclusive com a presença de jogadores profissionais como Amaral, ex jogador do Palmeiras, Zetti, ex jogador do São Paulo, Toninho de Oliveira, também ex

jogador do São Paulo dentre outros. Antonio também era presidente do Cerezer Futebol Clube e sempre foi uma pessoa muito querida por todos os seus familiares e por todos os que ali frequentavam. Recebia todos os torcedores com muito carinho cumprimentando um a um, mostrando ainda o seu contentamento com a presença de todos. Líder, investidor do esporte, é merecedor desta homenagem por toda sua história como um incentivador do futebol em Rafard.

MICROSAL

Rod. Campinas - Tietê, Km 44,5 - CAPIVARI PABX (19) 3492-8000

PRODUTOS QUÍMICOS

Contribuindo com o esporte em Rafard e Região

ADVOGADOS

MONTEIRO e SILVA R. IV Centenário, nº 199 - Centro - RAFARD/SP

Fone: (19) 3496-2316 ou 3496-1109

Impasse Leão estreia a noite, na quarta-feira (23), diante do Grêmio Catanduvense

Arquibancada interditada não deve impedir Capivariano de mandar jogos em casa A exemplo de 2012, a torcida do Capivariano não poderá ocupar a arquibancada provisória necessária para que o Carlos Colnaghi receba os jogos do time na disputa da Série A2 do Campeonato Paulista. A estrutura removível, com capacidade de 8 mil lugares, foi interditada na terça-feira, 15, a pedido do Corpo de Bombeiros (CB), por não atender algumas normas de segurança e acessibilidade. O problema, porém, não deve impedir que o Leão mande seus jogos em casa, uma vez que a diretoria do Capivariano e a Prefeitura, por meio da Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer, têm trabalhado para atender todas as exigências necessárias e estão perto de obter a liberação da Federação Paulista de Futebol (FPF). “Estamos trabalhando para atender tudo que nos é

solicitado e, assim, garantir que o Leão jogue perto da sua torcida”, declarou o secretário da Juventude, Esporte e Lazer, Murilo Castellani. Entre as irregularidades apontadas pelo Corpo de Bombeiros na montagem da arquibancada provisória estão: falta de acessibilidade para portadores de deficiência física e tamanho dos assentos menor que 70 centímetros. As exigências, que atendem especificações da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e do próprio Corpo de Bombeiros, estavam previstas no edital de licitação para contratação do serviço, segundo a Secretaria. Tapumes foram usados para cercar a área da arquibancada provisória. Com isso, o estádio viu sua capacidade se reduzir de 15 mil lugares (número mínimo

exigido pela FPF) para 7 mil (assentos da arquibancada fixa). Desde que o campo tenha estrutura para receber 15 mil torcedores, a FPF libera o estádio, mesmo que nem todos os lugares possam ser ocupados. Liberação A liberação do Carlos Colnaghi depende de três alvarás: da Vigilância Sanitária, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar. O primeiro o clube já possui. Os outros dois enfrentam situações diferentes. Com o Corpo de Bombeiros, está quase tudo acertado. Segundo Castellani, a documentação necessária já foi enviada à corporação, que, por sua vez, agora deve confirmar a liberação do alvará à Federação Paulista de Futebol. Em novembro passado, o Capivariano obteve alvará da

Polícia Militar (com validade de um ano), mas com algumas restrições. Na próxima segunda-feira, 21, a PM irá vistoriar o estádio para averiguar se as melhorias solicitadas foram atendidas. Prefeito interino de Capivari, André Rocha (PSOL) reconhece as dificuldades para cumprir todas as exigências da Polícia Militar devido ao pouco tempo de trabalho – são menos de três semanas no cargo –, mas demonstra otimismo. “Assim que assumimos e tomamos conhecimento das solicitações da Polícia Militar, começamos a trabalhar para corrigir os problemas do estádio. É difícil, mas não estamos medindo esforços”, afirma. O Capivariano estreia na A2 na quarta-feira, 23, às 19h, contra o Grêmio Catanduvense, e tem o mando do jogo.

Futsal Após duas derrotas, Rafard busca primeira vitória nesta sexta-feira (18)

Leão estreia nesta quarta-feira na série A2 O Leão da Sorocabana faz sua estreia nesta próxima quarta-feira (23), às 19h, no Estádio Municipal Carlos Colnaghi, diante do Grêmio Catanduvense pela 1º rodada do Paulista da Série A-2. Depois de um longo período de preparação, com treinamentos e jogos amistosos, o Capivariano FC começa a maratona, visando seu 3º acesso consecutivo em 3 anos. No começo do ano de 2013 houve a mudança no comando técnico, no lugar de

Paulinho Maclaren, a diretoria do Capivariano resolveu trazer de volta o técnico João Abelha que no ano de 2012 dirigiu a equipe durante quase toda a 1ª fase. O Capivariano que manteve 80% dos jogadores que participaram da campanha de 2012, tanto na Série A-3 como na Copa Paulista, além da volta do técnico João Abelha para a disputa da Série A-2, conta com algumas reformas no Estádio Carlos Colnaghi, como a instalação das arquibanca-

das tubulares, que aumentou a capacidade do estádio para 15 mil lugares. Os jogos de quarta-feira, a partir de agora, serão às 19h e aos sábados, às 16h. A Diretoria do Capivariano espera uma grande presença de torcedores nesta próxima quarta-feira, diante da Catanduvense que no ano de 2012 participou da Série A-1. Jogos da 1º rodada Grêmio Osasco x Ferroviária, Santo André x Velo

Clube, Juventus x Noroeste, Monte Azul x Portuguesa de Desportos, São Carlos x Guaratinguetá, Rio Claro x Comercial, Rio Branco x AUDAX, Santacruzense x Grêmio Barueri, São José x Red Bull. A Rádio Cacique AM, no comando de Gilson Pereira, e a Rádio Alternativa FM, no comando de J.Camilo, transmitem Capivariano x Grêmio Catanduvense a partir das 18h30, direto do Estádio Carlos Colnaghi.

Premiação Empresários e esportistas se reúnem em noite de gala

Troféu Imprensa movimenta esportistas

OSemanário/Arquivo

Premiação da 10ª edição realizada em 2012

A equipe Disparada no Esporte da Rádio Alternativa FM realiza na noite desta sexta-feira (18), a 11ª edição do Troféu Imprensa “Melhores do Esporte”, homenageando esportistas de Capivari e região, e também celebridades convidadas. Presença confirmada

do narrador esportivo da 105FM, Ricardo Melo e também dos já padrinhos da festa, Beto Quinalha e Zenon, comentaristas do programa esportivo na TV Século 21. A festa acontece no salão social do Capivari Clube, a partir das 20h30.

Futsal Após duas derrotas, Rafard busca primeira vitória nesta sexta-feira (18)

Estreia com derrota A categoria adulta da escolinha futsal Rafard, formada por garotos acima de 15 anos, iniciou sua participação no Campeonato Regional de Elias Fausto. O campeonato conta com 10 times, sendo divididos em duas chaves de cinco equipes que irão jogar 4 jogos cada uma em suas respectivas chaves. Só os dois primeiros de cada chave se classificam para as semifinais. Com apoio da Diretoria de Cultura, Esporte e Turismo, a equipe de Rafard fez sua estreia na quinta-feira (10), contra a anfitriã (Elias Fausto), perdendo por 4 a 2. O atleta Juninho,

foi o autor dos gols do time de Rafard. A equipe voltou às quadras na última segunda-feira (14), e desta também foi derrotada pelo ADI de Indaiatuba, pelo placar de 3x1. “Os próximos jogos são muito importantes e temos que buscar as vitórias para tentarmos chegar a semifinal do campeonato. Vamos nos esforçar para levarmos mais um título para nossa cidade” declarou o treinador José Alves. Em busca da primeira vitória, a equipe de Rafard enfrenta o GA Indaiatuba nesta sexta-feira (18).

Jornal O Semanário Regional - Edição 1084  

Jornal O Semanário Regional - Edição 1084

Advertisement