Page 1

Primeira obra do executivo de Inês de Medeiros foi dedicada à mobilidade inclusiva

Desconto 10% veja no Jornal

TERÇA-FEIRA 15.MAIO.2018

N.º 73 | Ano II | 1.ª Série www. issuu.com/oseixalense

Preço € 0,01

Director: João Abreu

Ambiente garante que emissões da Siderurgia estão dentro da lei PÁG. 03

Sociedade PÁG. 04

CÂMARA ASSUME CONTINUIDADE DO VIADUTO DE CORROIOS

Amora cada vez mais perto da subida de divisão

Desporto PÁGS. 10 e 11

Seixal vence Paio Pires no Estádio do Bravo

• 4 pontos de vantagem a 4 jornadas do fim PÁG. 10

 DR 

 CMA

Região PÁG. 14

Torneio do Fogueteiro entra na fase decisiva

265 539 690 geral@tipografiarapida.pt www.tipografiarapida.pt


02

ACONTECEU

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

Equipa do Colégio Guadalupe venceu final nacional de microssatélites

A

[ DR 

equipa GSat, do Colégio Guadalupe, concelho do Seixal, foi a vencedora da final nacional do CanSat 2018, uma competição de microssatélites promovida pela Agência Espacial Europeia e pela Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica. A missão da GSat consistiu em medir parâmetros de modo a determinar a viabilidade de existência de vida noutros planetas. O módulo espacial estava equipado com sensores de pressão, temperatura, humidade e campo magnético, e comunicava as suas medições, bem como a posição e velocidade

angular, através de radiofrequência, com uma estação terrestre construída pela equipa. Esta estação estava equipada com duas antenas Yagi, umas das quais de polarização cruzada, que foram testadas e calibradas

no Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), com a ajuda dos professores Filipe Cardoso e Manuel Ferreira, da Escola Superior de Tecnologia de Setúbal (ESTSetúbal/IPS). “É com imenso orgulho que continuaremos a dar todo o nosso

apoio a este tipo de iniciativas e que recebemos a notícia da obtenção do primeiro lugar”, afirmou o docente Filipe Cardoso. A equipa do Colégio Guadalupe representará Portugal na final europeia, que decorrerá este ano em Portugal, na ilha de Santa Maria, Açores, de 27 de junho a 1 de julho. Também a equipa da Escola Secundária D. Manuel Martins, Setúbal, que concorreu pelo primeiro ano ao CanSat, foi apoiada pelos professores da ESTSetúbal/IPS. Sendo uma equipa ainda a dar os primeiros passos, sentiu necessidade de pedir orientação antes de iniciar os seus trabalhos.

Força multinacional de polícia esteve na Costa da Caparica

R

epresentantes de nove países da Força de Gendarmerie Europeia (Eurogendfor) estiveram na Costa da Caparica, no dia 11 de maio, onde participaram numa acção de formação que terminou com uma cerimónia presidida pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, nas instalações dos Serviços Sociais da GNR, desta cidade de Almada. Além do ministro da Administração Interna, estiveram presente na cerimónia, que decorreu durante a manhã, o comandante geral da GNR, Tenente-General Manuel Cou-

Morreu Osvaldo Azinheira Morreu no passado dia 10 de maio, aos 83 anos, Osvaldo Azinheira. Homem reconhecido no concelho de Almada, onde viveu desde os seis anos, integrou a Comissão Democrática Administrativa, após do 25 de Abril de 1974. Foi deputado municipal e vereador na Câmara Municipal de Almada. Técnico da Siderurgia Nacional, no movimento associativo passou pelo Almada Atlético Clube e pela Academia Almadense, da qual foi presidente da direção durante vários anos. Foi adjunto da ex-presidente da Câmara de Almada Maria Emília de Sousa entre 1991 e 2013.

to, e o comandante da Eurogendfor, coronel Lucian Gavrilã da Gendarmeria Romena. Estiveram ainda a vereadora da Protecção Civil de Almada, Francisca Parreira, e o presidente da Junta de Freguesia da Costa da Caparica, José Ricardo Martins. A Eurodendfor é uma força multinacional de polícia operacional de projecção rápida, formada exclusivamente por efectivos das forças policias com estatuto militar. Foi constituída com o objectivo de melhorar a capacidade em operações em áreas vulneráveis. Portugal preside desde 2017 a

esta Força de Gendarmerie Europeia, representada pela GNR desde a sua criação em 2007. O encontro em Portugal reuniu

[ INFOCOSTA 

responsáveis desta força europeia de Portugal, Espanha, Holanda, Itália, França, Roménia, Polónia, Lituânia e Turquia.

Casa do Povo de Corroios comemorou aniversário [ RUI FERNANDES 

A

Casa do Povo de Corroios, uma das mais antigas instituições da freguesia, comemorou a 6 de maio o 84.º aniversário numa sessão solene que reuniu, entre associados, representas do poder local e dirigentes do movimento associativo. “É um bom exemplo do dinamismo de uma colectividade adaptada que mesmo sem infraestruturas consegue desenvolver várias atividades, tanto sociais como desportivas”, avaliava o presidente da Junta de Freguesia de Corroios, Eduardo Rosa. O atletismo da Casa do Povo de Corroios esteve em grande

evidência, com o reconhecimento público a todos os seus atletas, que durante o ano passado chegaram ao pódio em campeonatos nacionais, bem como con-

quistaram outros resultados relevantes. Durante a sessão, os dirigentes da Casa do Povo de Corroios entregaram prémios aos atletas.

Casa Ermelinda Freitas conquistou mais onze medalhas [ DR 

A

Casa Ermelinda Freitas foi premiada com mais 15 medalhas, 5 de ouro e 10 de prata, nas competições Concours International des Cabernetes 2018, Challenge International Du Vin 2018, e no concurso nacional XVIII Concurso de Vinhos da Península de Setúbal 2018. A medalha de ouro atribuída aos vinhos CEF Sauvignon Blanc 2016, CEF Cabernet Sauvignon Reserva 2014 e Terras do Pó Branco 2017, no Challenge International Du Vin 2018. As duas medalhas de ouro atribuídas ao CEF Sauvignon Blanc & Verdelho 2016 e ao Dona Ermelinda Reserva 2015 reconhecido como o “Melhor D.O. Palmela”, no XVIII Concurso de Vinhos da Península de Setúbal 2018. Para a Casa Ermelinda Freitas estas medalhas “mais do que um reconhecimento”, representam um reforço da notoriedade e qualidade da marca a nível nacional e internacional. “Estamos perante um excelente início de ano 2018 da Casa Ermelinda Freitas, que viu o seu ano começar com a distinção do CEF Espumante Bruto pela Deco Proteste como Melhor do Teste e Escolha Acertada”. Ficou ainda “na 29ª posição do TOP 100 Adegas Mundial do ranking da World Association of Writers and Journalists of Wines & Spirits, tendo obtido desde o início do ano de 2018 até a data um total de 56 medalhas com os seus vinhos. Desde 1999 a Casa Ermelinda Freitas, já obteve mais de mil prémios a nível nacional e internacional, prémios que “servem para reforçar a qualidade que a Casa Ermelinda Freitas procura sempre que faz um vinho, de modo a poder premiar todos os seus amigos e consumidores com os melhores vinhos aos melhores preços”.

Título registado na ERC sob o n.º 126891; Propriedade: Setupress - Soc. Editora, Lda; Director: João Abreu; N.º Registo Legal 414653/16; Jornalistas: (Cf. n.º 3 do art.º 14.º do Dec.-Lei n.º 56/2001 de 19/2); Redacção: Tel: 265 094 354; redaccao@oseixalense.pt - Editor: Humberto Lameiras - C.P.J. 2321A - humberto.lameiras@oseixalense.pt; Ana Martins Ventura - T.P. nº 2579 - ana.ventura@oseixalense.pt; José Pina - C.P.J. 1055 - jose.pina@oseixalense.pt; Departamento Comercial: Tel: 265 092 725; Filipe Tavares - filipe.tavares@oseixalense.pt; Paulo Maldonado - paulo.maldonado@setupress.pt; Logística: Luís Kaiseler; Departamento Administrativo: Tel: 265 094 354 • geral@ oseixalense.pt; Dulce Lança; Branca Belchior; Editor: Setupress - Soc. Editora, Lda. - Pessoa Colectiva com o n.º 510 965 423 com domicílio na Travessa Gaspar Agostinho n.º 1 - 1º Andar - 2900-389 Setúbal; Gerentes: Carlos BordalloPinheiro; Maria Luisa Bordallo-Pinheiro; Carlos Dinis Bordallo-Pinheiro; Sócios com mais de 5 % do capital social: Bordalo Pinheiro Holding, Lda, Carlos Dinis Bordallo-Pinheiro, Rafael Bordallo-Pinheiro; Tiragem: 5000 ex.; - Paginação: Tel: 265 098 405; Sónia Bordallo-Pinheiro; Marisa Batista; Maria João Besugo - paginacao@oseixalense.pt; Impressão: Tipografia Rápida de Setúbal, Lda - Travessa Jorge D'Aquino, 7 - 2900-427 Setubal - geral@tipografiarapida.pt

"O Seixalense" publica os trabalhos dos seus jornalistas e colaboradores de acordo com a ortografia por eles escolhida.


ABERTURA

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

03

Ministério defende que Siderurgia cumpre lei ambiental

 FOTOS: DR 

Avaliação Desde a visita, em março, realizada pelo Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, a vários passivos ambientais do concelho do Seixal, inclusive à área ocupada pela Siderurgia Nacional (SN-Seixal), que O Seixalense aguarda por resposta a um conjunto de questões colocadas à tutela, sobre a licença ambiental atribuída à SN e emissões permitidas por lei. Finalmente, as respostas chegaram. POR ANA MARTINS VENTURA

E

Ministério do Ambiente considera instalar nova estação para medição da qualidade do ar Durante a visita realizada em março, ao Seixal, por Carlos Martins e membros da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR LVT), a convite da Câmara Municipal, foram abordadas questões em torno da descontaminação dos solos

e da resolução dos problemas de qualidade do ar e ruído, provenientes da atividade industrial da SN – Seixal, o Secretário de Estado do Ambiente afirmou que, a instalação de uma nova estação da qualidade do ar poderá “tranquilizar aqueles que vivem nas imediações da Siderurgia Nacional”. Questionando a autarquia sobre o facto de a instalação de mais uma estação de medição da qualidade do ar ser fator de tranquilização para os residentes em Aldeia de Paio Pires, na época, Joaquim Tavares, vereador respon-

sável pelo pelouro do Ambiente declarou a O Seixalense que, a instalação de mais uma estação de monitorização da qualidade do ar representa “a satisfação de uma antiga reivindicação do Município do Seixal junto do Governo. Com efeito, contra a opinião da entidade que tem jurisdição nesta matéria – a CCDRLVT -, há muito que a Câ-

mara Municipal do Seixal tem exigido a instalação de mais estações de monitorização da qualidade do ar no nosso território”.

MEGASA continua em silêncio No decorrer dos últimos meses, no seguimento de uma pesquisa realizada sobre as emissões efetuadas durante a laboração da

SN, com o objetivo de conhecer valores permitidos por lei e modos de agilização, para garantir o cumprimento da lei ambiental por parte desta unidade industrial, O Seixalense contactou a MEGASA, contudo, até ao momento não foi possível obter qualquer resposta por parte do conselho de administração da empresa.

In memoriam as Angelina Maria Perreia Grande Mãe, lutadora e protectora dos oprimidos

AVISO

Estará sempre no meu/nosso coração

Nos termos do n.º 2 do artigo 78.º do Decreto-Lei n.º 555/99, de 16 de dezembro, com a redação atualizada, torna-se público que a Câmara Municipal do Seixal emitiu, em 11/04/2018, o 2.º aditamento ao alvará de licença de loteamento n.º 3/1993 (n.º 3/2018), em nome de Maria Paula de Sousa Martinho Charneca, na sequência dos despachos n.os 309/VJG/2018, de 10 de fevereiro, e 590/VJG/2018, de 9 de abril, relativo ao loteamento sito em Cruz de Pau, descrito na Conservatória do Registo Predial de Amora sob o n.º 3669/230923, da freguesia de Amora deste município. O presente aditamento altera na cláusula primeira o seguinte: - É alterada a área do lote B, após levantamento topográfico, de 782 m2 para 1111,40 m2.

Agradecia contacto de alguém que conhecesse a D. Angelina

Seixal, 3 de maio de 2018

Obrigado

O presidente da Câmara Municipal do Seixal Joaquim Cesário Cardador dos Santos

ou que com ela colaborasse ou trabalhasse Podem me contactar para 938 073 946 das 09h00 às 22h00 Jorge Castela C/0238

C/0237

m resposta a O Seixalense, no contexto das últimas emissões registadas pela Siderurgia Nacional (SN) e da licença ambiental atribuída à empresa administradora MEGASA S.A., o Governo garante que “acompanha de perto as questões relacionadas com a qualidade do ar, nomeadamente junto à Aldeia de Paio Pires, através da Agência Portuguesa do Ambiente, I.P. (APA) e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT), explica Artur Cabeças, chefe de gabinete do Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins. Relativamente a uma apreciação realizada pela APA aos resultados da monitorização das emissões para a atmosfera realizadas, nos últimos anos, pela Siderurgia Nacional, Artur Cabeças, em representação do Secretário de Estado do Ambiente, informa ainda que, “é possível constatar que a Siderurgia Nacional cumpriu os valores limite de emissões (VLE) de poluentes para o ar, cuja medição é imposta na respetiva licença ambiental, verificando-se assim as condições de cumprimentos estabelecidas em termos de emissão de poluentes para a atmosfera”. Contudo, sobre que parâmetros são necessários cumprir por uma empresa, com as caraterísticas da SN-Seixal, para manter uma licença ambiental e quais os valores avaliados, a Secretaria de Estado do Ambien-

te não pronuncia indicações precisas.


04

SOCIEDADE

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

Câmara do Seixal garante que vai dar continuidade ao viaduto de Corroios Infraestruturas viárias A melhoria da mobilidade no eixo central do concelho do Seixal é questão assumida pelo executivo autárquico. O presidente da autarquia afirma que vai avançar com a continuação do viaduto entre Corroios e a Amora, uma alternativa viária de caracter regional que está parada há cerca de uma década. Joaquim Santos diz estar ainda em conversações com o Governo para a construção do nó da A2, junto à Pista Carla Sacramento. [ MANUEL FIALHO 

POR HUMBERTO LAMEIRAS

A

Câmara do Seixal está decidida a melhorar a mobilidade no percurso da Estrada Nacional 10 e acessibilidade à A2. O presidente da autarquia, Joaquim Santos, diz que não se pode esperar mais por decisões do Governo, e afirma que a Câmara vai assumir esse investimento, provavelmente irá tentar acertar contas depois. O edil refere-se especificamente ao viaduto que ficou com a construção parada na zona da Quinta do Brasileiro, Corroios, há uma década,

e que seria uma alternativa à Estrada Nacional 10, numa ligação regional entre Almada e os limítrofes do Seixal, permitindo ainda a ligação até ao Barreiro e Moita. Para já Joaquim Santos quer que este troço siga até à zona de Amora, incluindo no trajecto a construção de uma rotunda na Estrada Nacional 10 junto à Pista Carla Sacramento. “É uma obra que não deveria ser a Câmara a executar, mas vamos fazê-la porque não podemos continuar com os constrangimentos de trânsito que temos atualmente no centro de Corroios nas horas de ponta”, afirma Joaquim Santos.

Lembre-se que este viaduto, alternativa à Estrada Nacional 10, começou a ser construído pela Câmara de Almada até ao início do concelho do Seixal, sendo conti-

nuado pela autarquia seixalense que investiu cerca de 3,5 milhões de euros na obra que teve de parar por alegados problemas levantados pelo proprietário do terreno. Entretanto, no ano passado, o presidente da Câmara deu a saber que as questões sobre o terreno estavam ultrapassadas, e que este troço, apesar de ser competência do poder central, seria continuado em 2018 para estar concluído em 2010, acarretando para a Câmara um investimento adicional na ordem dos 3,6 mi-

lhões de euros. Quanto ao nó da A2, junto à Pista Carla Sacramento, o presidente da autarquia avança estar em conversações com a Infraestruturas de Portugal e com a secretaria de Estado do Planeamento para que “seja construído um novo nó entre o Fogueteiro e o de Almada”. Ainda sobre o compromisso da autarquia para melhorar a mobilidade no eixo central do concelho, para além da construção da recente rotunda no nó do Fogueteiro, o

O presidente Joaquim Santos afirma que a mobilidade no concelho não pode ficar à espera de decisões do Governo, pelo que vai ela própria assumir investimentos edil revela que será construída uma nova rotunda na ligação da Rua General Humberto Delgado e a Rua do Grémio. Uma obra que irá acabar com último semáforo na Estrada Nacional 10 entre Corroios e o Fogueteiro. “É mais um investimento necessário para permitir melhor mobilidade nesta via central”.

Publireportagem

Mais higiene e elegância para animais domésticos

C/06P

G

rooming & Self-Service de lavagens de animais domésticos. É um serviço prestado pela Mimopet, empresa instalada em Santa Marta de Corroios, que trata do seu animal dá-lhe banho, seca, tosquia, corte de unhas e arranja o pelo. Num conceito de sel-service, acompanhado por funcionários, é possível dar banho ao seu animal em cubas individuais com toda a segurança e sem sujar a sua casa. A preço low cost, a empresa dispõe de boxes para todo o tamanho de animais, fornece avental, toalha, pente ou escova, champô e sistema de secagem, ajuda ainda, caso necessário, com o corte de unhas. “Trata-se de uma manei-

[ DR 

ra mais higiénica de tratar o seu animal e com mais frequência”, refere Luís Santos, responsável pela Mimopet, e especializado em grooming. “Nem todas as pessoa têm condições em casa para tratar, com frequência, da higiene dos seus animais. Nós permitimos que o façam com todos os requisitos necessários”, acrescenta. A empresa conta ainda com os conhecimentos de Rute Oliveira, especializada em cabeleireira canina, que faculta toda a elegância aos animais. “É um trabalho de dedicação”, diz. A empresa tem ainda um serviço de PetTaxi, que vai buscar o animal a casa, trata dele e leva-o de volta aos seus donos, “o que para pessoas com dificuldade

de deslocação é óptimo”. O conceito da Mimopet “é inovador”, afirma Luís Santos, que acrescenta: “este sistema facilita a vida a quem tem animais, sejam de pequeno ou grande porte, e consegue-se assim que estes estejam sempre com boa higiene, recomendado para quem com eles convive diariamente, seja pelo Grooming ou Self-service”.


TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

05

C/207

PUBLICIDADE


06

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

Frente ribeirinha recebe projectos educativos

Seixal e Amora comemoram elevação a cidade, Corroios a vila e Fernão Ferro a freguesia

A

A

Frente Ribeirinha de Amora vai receber, entre os dias 16 e 19 de maio, a Feira de Projectos Educativos que, este ano, é dedicada ao tema Conhecer Quem Somos para Construir o Futuro. Trata-se de uma iniciativa que pretende lembrar o passado, viver o presente e imaginar o futuro através do património. O desafio foi lançado às escolas da rede pública do concelho que aceitaram estar presentes nos trabalhos que integram a mostra de projetos educativos. Esta viagem pelo tempo tem início na zona dedicada ao Património Imaterial, onde decorrerão as apresentações culturais, e estende-se pelas áreas do Património Natural e do Pa-

O objectivo da iniciativa é lembrar o passado, viver o presente e imaginar o futuro através do património. O desafio foi lançado às escolas da rede pública do concelho trimónio Material, as quais comportam ainda áreas de exposição. Por sua vez, no espaço do Património Digital, serão realizadas atividades associadas às novas tecnologias. Na área exterior, associada ao Pa-

trimónio Imaterial, serão dinamizados jogos e atividades físico-motoras. Durante três dias, as escolas vão apresentar atividades como danças populares, jogos do património e ateliês de robótica. Segundo a autarquia, este é “um programa recheado de atividades e animação com música e teatro, além de exposições e vídeos que retratam o trabalho da comunidade educativa, sempre com o património presente”. O dia 19 de maio, sábado, é dedicado à população em geral e oferece uma aula aberta de canoagem, um percurso para observação de aves e outras atividades nas quais se pode descobrir o património natural do Seixal.

20 de maio o Seixal e Amora celebram o 25.º aniversário de elevação a cidade, e Corroios a ascensão ao estatuto de vila. Também em 1993, mas no dia 27 de maio, Fernão Ferro passou a ser freguesia, por subdivisão da antiga freguesia de Arrentela. No Seixal o programa de comemorações, que ainda não foi revelado, irá decorrer no dia 26 de maio e em Fernão Ferro no dia 27. Entretanto a Amora já começou a assinalar a data a 12 de maio, com um Tributo a José Afonso, enquanto a Freguesia de Corroios vai dedicar todo o dia 19 a várias atividades para vincar a sua elevação a vila. O Parque Urbano da Quinta da Marialva, em Corroios, vai estar em festa entre as 15h00 e as 18h00, com a participação das coletividades da freguesia, entre jogos organizados e atividades de demonstração. Na Amora, a elevação a cidade terá dia grande a 19 de maio, com várias atividades, estando a sessão solene de aniversário marcada

para domingo, dia 20, na Sociedade Filarmónica Operária Amorense. As comemorações vão decorrer até 26 de maio com debates, exposições sobre a Amora de Ontem e de Hoje, música e várias iniciativas desportivas.

Opinião

Portugal e o Mundo

A denuncia da face mais hedionda do fascismo

N

o passado dia 25 de Abril, à noite, no auditório José Queluz da Junta de Freguesia de Corroios, reuniu a Assembleia de Freguesia para a Sessão Solene Comemorativa do 44º aniversário do 25 de Abril. Imediatamente a seguir, para todos os seus membros, convidados e público em geral, passou o filme de Susana Sousa dias, “48”. A obra faz a denuncia da face mais hedionda do fascismo. As sevícias, as humilhações, as torturas mais cruéis nas prisões pela tenebrosa polícia política do regime, a PIDE/DGS. E fá-lo atra-

vés de fotografias tiradas na prisão aos ex-presos políticos (cedidas, com grande dificuldade e muita burocracia, pela direção do Arquivo da PIDE/DGS) e relatos na primeira pessoa. Por eles próprios. Não é novidade, para a grande maioria dos portugueses, os métodos usados pela PIDE. Mas sabe-se de uma maneira genérica, vaga, distante. Desconhece-se os pormenores mais sórdidos, mais monstruosos, mais humilhantes, mais inumanos. A tortura do sono que levava alguns à loucura, as ameaças aos

familiares, as torturas mais atrozes, as humilhações, como, por exemplo, uma senhora que está a ser interrogada, tem necessidade de ir à casa de banho, pede para lá ir, não lhe é concedida autorização, até que urina e evacua ali mesmo, depois é obrigada a despir-se e limpar tudo com a própria roupa. Portanto, tudo isto e muito mais, se passou às mãos daqueles facínoras a mando de Salazar e Caetano, contra homens e mulheres que se bateram heroicamente com riscos da própria vida, que tantos perderam, em

prol da liberdade do seu povo. De todos nós. Mas há um aspeto deste calvário bastante menos conhecido e ainda muito mais abominável; é que, conforme o testemunho de um dos protagonistas, a grande maioria dos anti-fascistas e anti-colonialistas das ex-colónias, foram pura e simplesmente assassinados da forma mais cruel e brutal e atirados para valas comuns. Há ainda outro “crime”, este cometido já depois do 25 de Abril, que é o branqueamento desta negra página da nossa história recente, ao não se

Francisco Ramalho ter divulgado convenientemente e condenado como mereciam aqueles carrascos e os principais responsáveis. Susana Sousa Dias, fá-lo com o seu filme. Também criminosamente tão pouco divulgado. O nosso aplauso à Junta de Freguesia de Corroios, por tê-lo feito.


POLÍTICA

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

07

Opinião

Concelhias do CDS-PP do Seixal e Almada atentas às queixas dos enfermeiros

Exercício do mandato… sem Pelouros.

Saúde O CDS-PP do Seixal e Almada reuniram com o Sindicato dos Enfermeiros para sentir o pulso desta estrutura sobre as grandes questões destes profissionais de saúde. A falta de reconhecimento da especialização na carreira, e a questão salarial estiveram no centro de um encontro que abordou ainda a falta de enfermeiros nos centros de saúde no distrito de Setúbal.

A

s concelhias do CDS-PP do Seixal e Almada reuniram com o Sindicato dos Enfermeiros onde ouviram algumas preocupações destes profissionais de saúde. O encontro decorreu na sede da estrutura centrista de Almada, onde esteve também Ismael Pimentel da Federação dos Trabalhadores Democratas Cristãos (FTDC), indicado pela estrutura sindical, autónoma do partido. Em cima da mesa esteve uma das questões que preocupa os enfermeiros que se centra no reconhecimento da especialização na carreira por serem “considerados generalistas”, ao contrário do que acontece com os médicos. Para o Sindicato dos Enfermeiros “esta situação não faz o mínimo de sentido”, pelo que afirma querer “aprofundar esta luta” e “não a deixar cair no esquecimento”. Segundo esta estrutura sindical esta “é uma questão de justiça”. A isto acrescenta que “embora existam enfermeiros com especialização, não são reconhecidos como tal, tendo em conta ainda que mesmo com essa especialização auferem o seu salário como generalistas”. Segundo Ismael Pimentel, estes profissionais de saúde “aguardam impacientemente o despacho conjunto entre os ministérios da Saúde e das Finanças para a recolocação de mais enfermeiros, com o objectivo de melhorar a qualidade do serviço prestado às populações”. No que se refere aos concelhos do Seixal e Almada, e de forma mais alargada a todo o distrito de Setúbal, “é unânime que existe uma gritante falta de enfermeiros, escassez essa, que afecta directamente as populações do concelho de

[ DR 

Sindicato dos Enfermeiros aguardam o despacho conjunto entre os ministérios da Saúde e das Finanças para a recolocação de mais enfermeiros, com o objectivo de melhorar a qualidade do serviço prestado às populações Almada, Seixal e da região”. O Sindicato do Enfermeiros, com sede no Porto e Delegação em Lisboa, ouviu da parte do CDS-PP e da FTDC,

a promessa de acompanhar o processo e de agendar novos encontros a fim de se conseguir chegar aos órgãos decisores para que as reivindicações

Rui Belchior Pereira PSD

na reunião debatidas possam surtir resultados práticos. Sobre o balanço desta reunião, as estruturas políticas do CDS-PP do Seixal e Almada, a FTDC e o Sindicato dos Enfermeiros, para além de alertarem que existe “falta de médicos nos centros de saúde neste dois concelhos, assim como nos do distrito de Setúbal”, apontam que a “falta de um planeamento de saúde para a área em questão que possa minimizar as falhas do sistema”.

P

essoalmente, como dirigente e autarca do PSD fui sempre contra a aceitação de pelouros pelos partidos da oposição. Porquanto, entendo que esta opção política, muitas vezes incompreendida pelo próprio eleitorado, têm constituído um verdadeiro desastre para a oposição no Concelho do Seixal, visto que as condições proporcionadas para o exercício destes cargos, não passa de uma mitigada e empobrecida versão de democracia. Tal opção, é preciso que se diga, tem servido apenas para a CDU, com base na artimanha politica proclamar em todos os fóruns o seu “sentido democrático”. Por outro lado, tem servido para proveito do próprio individuo que aceita o cargo, em determinadas condições porque não quer pessoalmente prescindir de uma série de regalias materiais. A justificação que tem sido usada para aceitar pelouros, tem sido a informação, mas o que a realidade demonstra é que a informação não passa e os resultados eleitorais perpetuam no poder a CDU há 44 anos. Em suma, este modelo é bom, mas apenas para a CDU. Pior do que qualquer outro argumento é a triste constatação de que os vereadores da oposição são alvo de discriminações, pressões e até chantagens, muitas vezes sob à ameaça de lhe retirarem o pelouro, caso o seu sentido de voto não vá ao encontro de determinadas pretensões. Assim, tendo em conta tudo isto, o percurso de vida e grande prestígio de muitos destes vereadores, está na hora de em conjunto com os seus partidos, repensarem este modelo, para que não caiam no voluntarismo, na apatia politica ou na mera colaboração táctica de autopreservação. Seguir na mesma direção é persistir num perigoso factor de manutenção do erro. Definitivamente é preciso fazer diferente.


08

CONCELHO

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

Proteção Civil organiza Dispositivo Especial de Combate a Incêndios de acordo com condições meteorológicas Novos planos O Dispositivo Especial de Combate a Incêndios para 2018 começou logo a 1 de janeiro, com o primeiro incêndio florestal do ano. 2018, representa deste modo uma nova organização fora de escalas de gravidade organizadas mediantes datas fixas. Através do SIRESP GL todos os comandos de bombeiros estarão interligados em uma rede nho e 1 de julho a 30 de Setembro, respetivamente. As mais complicadas do DECIF. E a fase DELTA de 1 outubro a 31 outubro, assim como a ECHO, de 1 novembro a 31 dezembro. Consideradas já fases de rescaldo sobre o período de maior risco: o verão.

Contudo, devido às temperaturas elevadas fora de época e aos fenómenos meteorológicos associados, que levaram aos incêndios de grandes dimensões ocorridos no norte e centro do país e a mais de 100 vítimas mortais em 2017, a ANPC decidiu

Do Produtor para o Consumidor Baixo Preço com Alta Qualidade

Locais e dias de Distribuição dos nossos Produtos • Arrentela à 4 feira entre as 17h00 e as 19h30 (semanalmente) Ao lado da antiga sede de Freguesia da Arrentela • 5ªf estamos na Amora (quinzenalmente) entre as 17h00 e às 19h00 No átrio do Clube de Canoagem da Amora e dos Lusitanos • 6ª feira estamos no mercado Levante em Corroios entre 17h00 e as 19h30 (semanalmente) Para encomendas: encomendas.moita@prove.com.pt ou 961071190 (Ana Marques)

C/0164

E

ste ano a Autoridade Nacional para a Proteção Civil (ANPC) não vai manter fases estanque no âmbito do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios (DECIF). Acabam assim as fases ALFA, assinalada de 1 de janeiro a 14 de maio, como sendo de menor gravidade ou necessidade de organização de mais meios. Seguida pelas fases BRAVO e CHARLIE, de 15 de maio a 30 ju-


TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

Uma espécie de nova rede SIRESP José Artur Neves, secretário de Estado da Proteção Civil também apresentada que o verão de 2018 será o momento de colocar  ARQUIVO 

em prática uma nova rede SIRESP - Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal. O novo sistema não difere em muito do nome dado ao anterior. Através do SIRESP GL todos os comandos de bombeiros estarão interligados em uma rede que permitirá controlar à distância os operacionais no terreno, através de uma nova georeferenciação. Para que tal seja possível a rede está a ser melhorada com mais 471 antenas e 18 geradores.

Meios em falta continuam a ser questão central Desde o início de maio a Proteção Civil devia contar com 20 meios aéreos de combate a incêndios, mas neste momento tem apenas 3 helicópteros em operação. Os 14 meios aéreos alugados até ao momento ainda não têm luz verde do Tribunal de Contas para avançar. E, a par destes meios em atraso, os 3 Kamov do Estado es-

tão parados, sem autorização de voo por parte da Autoridade Nacional para a Proteção Civil (ANPC). Tendo em conta estas condições, a ANPC já lançou em comunicado que, dificilmente, terá todos os meios de combate a incêndios florestais, disponíveis a partir do dia 1 de junho, como previsto anteriormente.  DR 

Seixal apresenta Maio Património sob o lema “Ligar, participar, conhecer”

 DR 

Ligar, participar, conhecer” é o tema deste ano do evento Maio Património, a decorrer de 18 a 20 de maio, nos vários núcleos museulógicos do concelho, e que celebra os 36 anos do Ecomuseu Municipal do Seixal com a realização de várias iniciativas, com destaque para a Noite dos Museus, no próximo dia 19. Um momento que promove a abertura alargada dos museus um pouco por todo o mundo. Maio Património apresenta para toda a população ateliês, concertos, visitas temáticas e o encontro “Tipografando com... Mário Zambujal”. No Seixal, a noite dos museus é celebrada na antiga fábrica de cortiça Mundet, com um programa

que se inicia pelas 21h30 e inclui a exibição ao ar livre do filme “Mundet - o Mundo da Cortiça”, seguida de uma partilha de memórias entre os antigos trabalhadores da Mundet e o público em geral. Pelas 22h30 têm início os espetáculos, ao som do Gipsy Jazz dos Manouchka e com a animação pelos Xaral´s Dixie. A festa na Mundet decorre até cerca da 1h00 com entrada livre.

C/0236

que as fases do DECIF são agora reguladas de acordo com o agravamento das condições meteorológicas e consequente risco de incêndio.

09


10

DESPORTO

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

Amora dá mais um passo importante rumo ao título Vitória Jogando de forma muito compacta na sua zona defensiva a equipa da Baixa da Banheira criou muitas dificuldades de progressão à equipa da Medideira, que foi jogando com muita paciência. França de penalti e Hugo Rosa marcaram os golos da vitória.  O SEIXALENSE 

POR JOSÉ PINA

O

Amora venceu a União Banheirense por duas bolas a zero em jogo relativo à 26.ª jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão dando assim mais um passo importante rumo ao título, que está cada vez mais perto. A quatro jornadas do fim do campeonato a equipa comandada por Élio Santos tem quatro pontos de vantagem sobre o segundo classificado [Barreirense], uma margem que, embora não seja muito acentuada, permite acalentar esperanças na concretização do objectivo. Nesta partida com o Banheirense [penúltimo classificado, que na jornada anterior havia sido goleado no Barreiro] não foi fácil chegar à vitória devido à forma muito organizada como o adversário abordou o jogo. A jogar a favor do vento, a equipa forasteira tentou surpreender nas primeiras jogadas do encontro mas o Amora rapidamente tomou conta do jogo e aos 20 minutos criou a sua primeira grande ocasião por Peter que, com um remate cruzado efectuado do lado direito, levou a bola a bater no poste mais distante da baliza guardada por Carlos Agra. O domínio territorial era do Amora mas as situações de perigo pouco acentuadas porque o adversário se batia galhardamente na sua zona defensiva e o golo só veio a acontecer na compensação dada pelo tempo perdido na primeira parte. Peter, numa boa movimentação ofensiva, entrou na área e foi trava-

Estádio da Medideira, em Amora 13 de Maio, 17 horas 1.ª Divisão AF Setúbal – 26.ª jornada

RESULTADO

2 0

Cerca de 250 espectadores

AMORA

AMORA: Madureira; Adérito, Ruben Nunes, Balela, Tiago Penha; França, Pedro Pereira (Hugo Rosa, 76’), Edson; Bernardo (Jessy , 45’), Joca A 85’ e Peter (Bruninho, 66’). Treinador: Élio Santos

BANHEIRENSE

BANHEIRENSE: Agra; Neves, Pedro Silva A 45+1’, Aiveca, Paulinho (China, 49’); Rafa, Rolo, Bruno Santos (Maldine, 72’) A 86’; Fábio (Fábio, 59’), Celé e Bruninho. Treinador: Carlos Neves Árbitro: Francisco Oliveira (Setúbal) Golos: 1-0, França (45+2’) gp; 2-0, Hugo Rosa (88’).

do em falta por Pedro Silva dando origem a um penalti que seria convertido por França. Na segunda parte o jogo man-

Declarações do mister Élio Santos - Amora

teve as mesmas características com o Amora ao ataque e o Banheirense a actuar muito compacto no seu sector mais re-

cuado. A baliza de Agra sofreu alguns calafrios mas somente aos 88 minutos voltou a ser alvejada com êxito, desta vez por

“O adversário jogou com uma linha de quatro defesas e sete homens mais à frente. Quando isto acontece, as coisas tornam-se muito complicadas”. “Na 1.ª parte estava a ser difícil chegar à zona de finalização e tivemos que mudar o sistema para dar mais largura ao jogo e só conseguimos chegar ao golo no fim, na cobrança de um penalti”.

“Na 2.ª parte tivemos cerca de 90% de posse de bola porque o Banheirense jogou sempre com o bloco muito baixo e defendeu muito dentro da pequena área. Desmontar estes sistemas tácticos, tão rigorosos defensivamente, não é fácil mesmo quando se tem jogadores de maior qualidade”. “Precisávamos de ter marcado mais cedo para garantir maior tranquilidade

Hugo Rosa. Os únicos remates de verdadeiro perigo criados pelo Banheirense surgiram apenas nos instantes finais com França a safar sobre a linha de baliza e logo a seguir Balela a desviar para canto um pontapé desferido por Celé.

mas foram três pontos muito saborosos. A nossa vitória nunca esteve em causa porque o Banheirense fez apenas um remate à nossa baliza, aos 94 minutos”. “Sabemos que que o nosso público é muito exigente e que gosta de ver jogar bem e ganhar mas isso nem sempre é possível. Nesta altura o mais importante são os pontos e isso foi conseguido”.

Torneio Complementar de Seniores

Seixal vence Paio Pires em mais um dérbi concelhio O Estádio do Bravo, que se apresentou com uma boa moldura humana, recebeu as equipas do Seixal e Paio Pires que se defrontaram em mais um dérbi concelhio, que terminou com a vitória da equipa da casa por 2-1.

Os paiopirenses foram os primeiros a marcar ainda no decorrer da primeira parte por Ivo (24’) e foram para o intervalo a ganhar por 1-0 mas na segunda parte os seixalenses deram a volta ao marcador com golos de Nivaldo (53’)

e Abraham (80’) que acabaram por ser suficientes para a conquista dos três pontos. Surpreendido em casa foi o Ginásio de Corroios que perdeu com o Águas de Moura, por 3-2. O jogo até começou bem para o Ginásio que se adiantou

no marcador aos 8 minutos, o Águas de Moura empatou aos 13 mas os ginasistas voltaram a marcar aos 31 e saíram para o intervalo em vantagem (21). Na etapa complementar o Águas de Moura esteve melhor e acabou por vencer com golos

marcados aos 67 e 86 minutos. Na classificação o Seixal continua em 1.º lugar com 17 pontos, mais cinco que o segundo classificado. Paio Pires e Corroios seguem respectivamente na terceira e quarta posição, ambos com 9 pontos.


TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

11

Torneio Indoor 4X4 do Fogueteiro

Competição entra na sua fase derradeira Eliminatórias A fase de grupos terminou, seguem-se agora as eliminatórias que vão ditar o nome dos vencedores do torneio. João Alves, José Augusto e Botelho (pai e filho) foram as figuras de cartaz do último fim-de-semana.  DR 

POR JOSÉ PINA

R

ealizou-se no passado fim-de-semana a última jornada da fase de grupos do Torneio Indoor 4x4 do Fogueteiro que vai entrar agora na sua fase derradeira, com jogos a eliminar. Os jogos da primeira eliminatória disputam-se nos dias 19 e 20 de Maio, as finais estão marcadas para o dia 26 e a festa de encerramento terá lugar no dia 27 no renovado polidesportivo do clube, ao ar livre. Resultados da última jornada da fase de grupos: PETIZES A (Série A): Pinhalnovense 7 G. Benfica Almada 1; Pinhalnovense 2 Acad. Sporting C. Piedade 16; (Série B): Quinta-

jense 1 Colégio Atlântico 11. PETIZES B (Série Única):

Quintajense 5 G. Benfica Almada 6; Quintajense 5 Acad. Spor-

Academia Voleibol Atlântico supera expectativas  DR 

E

m jogo a contar para o campeonato nacional a equipa de infantis que recebeu o Esmoriz, perdeu por 3-1. Para o torneio Adelaide Patrício as iniciadas receberam e venceram o Belenenses (3-0) e para

o mesmo torneio as juvenis venceram (3-1) a AD Maristas, no seu reduto, terminando a competição em terceiro lugar. Os seniores masculinos concluiram a sua participação no campeonato nacional com uma

vitória (3-0) sobre o GC Sines tendo ficado em 4.º lugar. As seniores femininas perderam com o Sporting (3-0) no último jogo do campeonato nacional da 3.ª divisão ficando em segundo lugar logo atrás da equipa leonina. Os responsáveis pela Academia sentem-se “orgulhosos com estes resultados. Temos apenas quatro anos e estamos cientes das dificuldades no futuro, mas temos as portas abertas a quem se queira juntar a nós. Queremos desenvolver a modalidade no concelho e, como estamos numa fase de captações, deixamos o convite a quem goste de praticar voleibol, venham ter connosco”.

Torrense empata mas continua em 2.º lugar

O

Torrense empatou com o Oriental (20-20) em jogo a contar para a 10.ª jornada do Campeonato Nacional da 3.ª Divisão realizado no Pavilhão dos Loios, nas Olaias, em Lisboa. Na primeira parte o Oriental esteve melhor e foi para o intervalo a ganhar por 10-7. Na segunda parte aconteceu o inverso,

quem se superiorizou foi a equipa da Torre da Marinha que obteve o parcial de 10-13. Jorge Colaço e Patrick Silva com quatro golos, cada um, foram os melhores marcadores da equipa. Na tabela classificativa, o Torrense manteve o segundo lugar (com 26 pontos) e continua com

apenas menos um ponto que o Lagoa, (27) que nesta jornada também havia empatado com o Mafra. Na próxima jornada, dia 19 de Maio, a equipa da Torre da Marinha desloca-se ao Algarve para defrontar o Lagoa no Pavilhão Municipal Jacinto Correia, às 19 horas.

ting Corroios 10. TRAQUINAS B (Série A): CR Instrução 2 Seixal 1; Acad. Sporting Corroios 3 Pinhalnovense 5; (Série B): Sesimbra 1Luvas Pretas 8; Belenenses Barreiro 4 Luvas Pretas 6; Amora 6 Luvas Pretas 6; Amora 5 Belenenses Barreiro 5. BENJAMINS A (Série A): Belenenses Barreiro 4 Acad. Sporting Corroios 9; (Série B): Acad. Fusco 3 St.ª Marta Pinhal 16; Costa Caparica 2 1.º Maio Sarilhos 10; Esc. Futsal Benfica Almada 7 St.ª Marta Pinhal 10. BENJAMINS B (Série Única): Acad. Fusco 7 Acad. Sporting Corroios 6; Costa Caparica 2 CDR Fogueteiro 8; Acad. Fusco 0 CDR Fogueteiro 6.

Equipas apuradas par a a fase seguinte Depois da realização da última jornada ficaram apuradas para a fase seguinte, as seguintes equipas. CDR Fogueteiro, Pinhalnovense, Sporting CP, CRI, St.ª Marta Pinhal (Petizes A); Seixal Clube 1925 (Petizes B); Belenenses Barreiro, Quintajense, Qt.ª Princesa, Amora, Frassati e Seixal Clube 1925 (Traquinas A); Pinhalnovense, Belenenses Barreiro, Amora (Traquinas B); SL Benfica, Acad. Sporting Corroios, Belenenses Margem Sul, 1.º Maio Sarilhos, Zona Sul, Benfica Barreiro (Benjamins A); Belenenses Barreiro, Benfica Almada (Benjamins B).

Carlos Leitão (CT Pombal) vence Torneio Baía do Seixal, em cadeira de rodas

 DR 

C

arlos Leitão (CT Pombal) ao derrotar João Sanona (CT Setúbal) por 2-1, no jogo da final, com os parciais de 6-4, 5-7 e 6-2, sagrou-se vencedor do Quadro Principal do Torneio Baía do Seixal, em cadeira de rodas, que se disputou nos dias 5 e 6 de Maio, na freguesia de Corroios, numa organização do Clube Recreativo e Desportivo Brasileiro Rouxinol. No Quadro B a vitória foi de João Couceiro (ET José Mário Silva) que se impôs a Cristiano Ma-

galhães (CT Marco) no jogo decisivo, vencendo por 2-0 (6-0 e 6-2). Em Pares, João Sanona (CT Setúbal) e Paulo Espírito Santo (ET José Mário Silva) formaram a dupla vencedora.

Canoagem e Kayak Polo no Seixal

A

Associação Náutica do Seixal está a promover aulas abertas gratuitas de canoagem para todos aqueles que queiram experimentar a prática desta modalidade. As aulas tiveram início no passado domingo, dia 13 de Maio, e prosseguem no dia 27, entre as 10 e as 12 horas; em Junho decorrem nos dias 10 e 24 e em

Julho nos dias 8 e 22, sempre à mesma hora. Abertas estão também as inscrições para as equipas de Kayak Polo, sub16 (11-16 anos) e absoluto (+ de 16 anos). Os treinos decorrem na estação náutica do Seixal, às quartas e sextas-feiras entre as 19 e as 20,30 e aos domingos entre as 11 e as 12,30 horas.


12

I

CULTURA

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

magem & Som

O cinema e a música invadem esta semana o palco do Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal. Desde as películas do eclético festival de cinema IndieLisboa ao Fado de Teresa Salgueiro, frente à baía, vive-se cada vez mais a arte, para além das fronteiras.

POR ANA MARTINS VENTURA

Ambiente mágico na voz de Teresa Salgueiro Cinema do festival IndieLisboa no Seixal

 DR 

A

partir de hoje, algumas películas exibidas na 15ª edição do Festival Internacional de Cinema Independente IndieLisboa, que decorreu entre o dia 26 de abril e 6 de maio, são apresentadas no Seixal. São cinco as propostas cinematográficas recebidas junto à baía, no Auditório Municipal do Fórum Cultural. A longa-metragem “Sollers Point”, de Matt Porterfield, marca o arranque da programação no Seixal, pelas 21h30. A extensão do IndieLisboa ao

Seixal resulta de uma parceria entre a organização do festival e a Câmara Municipal, para a apresentação de um conjunto de filmes das várias secções do festival, incluindo alguns premiados. O IndieLisboa é um festival de cinema, generalista, para a apresentação de curtas e longas-metragens, que não podem ser vistos de outra forma, uma vez que não integram, na sua maioria, os chamados circuitos comerciais de distribuição, nas salas de cinema.

Programa – Extensão Seixal

T

15 de maio “Sollers Point”, De Matt Porterfield Longa-metragem da secção Silvestre 22 de maio “Infância, Adolescência, Juventude” De Rúben Gonçalves Longa-metragem vencedora da Competição Nacional Novíssimos 29 de maio Sessão de Curtas-Metragens Premiadas: “Matria”, “Tremors”, “Rabbit’s Blood”, “Waste N0.5 The Ra of the Medusa”, “Solar Walk”, “Stay Ups” 12 de junho “Baronesa” De Juliana Antunes Longa-metragem vencedora do Grande Prémio e Prémio Especial do Júri da Competição Internacional 19 de junho “Matangi/Maya/M.I.A.” Filme vencedor da secção IndieMusic  DR 

eresa Salgueiro sobe ao palco do Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal no dia 19 de maio, pelas 21h30. Na digressão que a traz ao Seixal, Teresa Salgueiro celebra a multiplicidade do seu percurso, com a interpretação de temas da sua autoria e de arranjos originais para canções portuguesas, com uma homenagem ao grupo onde iniciou o seu percurso na música: os Madredeus.

vento da Arrábida, Teresa Salgueiro escreveu, gravou e dirigiu a produção do disco “O Mistério”, a que se segue a aventura de criar arranjos originais para canções mexicanas e latino-americanas, culminando com a edição exclusiva para o México do disco “La Golondrina y El Horizonte”. Segue-se “O Horizonte”, um álbum da sua autoria, onde reafi rma a faceta de compositora e letrista.

Fado no Convento da Arrábida

O percurso de ‘Uma Voz’

Em 2011, em retiro no Con-

Figura artística ímpar, pela voz e imagem emblemática, re-

presentativa de Portugal no mundo, Teresa Salgueiro começou o seu percurso na música ao integrar o grupo Madredeus, em 1985, com apenas 17 anos. Com os Madredeus gravou 9 álbuns de originais, pensados para a sua voz e modo singular de interpretar. Entre 1987 e 2007, no seu trabalho conjunto com os Madredeus, Teresa Salgueira somou 5 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo, assumindo um papel de embaixadora cultural do sentir e ser português, através do Fado.

Música popular brasileira deixa novos ritmos no Fórum Cultural

 DR 

A

manhã, pelas 21h30 horas, o cantor e compositor Toquinho, um dos nomes maiores da música popular brasileira, atua no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixa. Um concerto comemorativo dos 50 anos de carreira. Um concerto que conta também com as participações especiais dos convidados Kamila Faustino (voz) e João Ventura (piano e voz).

Inspiração… Foi a batida do violão de João Gilberto a interpretar “Chega de saudade” que estimulou Toqui-

nho a aprender o instrumento. E deste modo iniciou a sua carreira profissional na década de 1960, ao lado de grandes nomes da

música popular brasileira, como Tayguara, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gal Costa e Paulinho da Viola.


AGENDA GASTRONÓMICA

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

13

Bacalhau com Batata Doce à “Zé do Pipo” [ DR 

Ingredientes (para 4 pessoas)

400g de bacalhau demolhado sal e pimenta q.b. 500gr de batata doce 2 colheres de sopa de leite de coco ou natas noz moscada 1 cebola grande azeite q.b. 1 folha de louro 2 dentes de alho maionese q.b. azeitonas e salsa para decorar

Preparação: Num tacho coza as batatas em água temperada com sal, e noutro tacho cozinhe durante alguns minutos o o bacalhau em água a ferver. Entretanto corte a cebola em rodelas ou meias luas finas e leve-as a cozinhar

numa frigideira com o azeite, os dentes de alho laminado e a folha de louro até a cebola estar dourada e cozinhada. Tempere com um pouco de sal e pimenta. Desfie o bacalhau em lascas, mas sem ficar muito desfeito. Reser ve.

Depois de as batatas estarem cozinhadas, reduza-as a puré, e tempere de sal, pimenta e noz moscada e junte as natas ou o leite de coco misturando bem. Unte com um pouco de azeite um tabuleiro que possa ir ao forno. Ao centro coloque

o bacalhau e rodeie-o com o puré. Por cima do bacalhau disponha a cebolada e por cima desta uma camada generosa de maionese. Leve ao forno previamente aquecido a gratinar durante alguns minutos, até a maionese estar dourada.

Antes de servir decore com as azetonas e a salsa picada e Sirva com uma salada. Bom Apetite!

Fonte: Joana Roque http://paracozinhar.blogspot.pt


14

REGIÃO

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

Centro Comunitário do Pia II recebe rampa para mobilidade reduzida Inclusão A presidente da Câmara de Almada, ainda como candidata, prometeu aos jovens do Centro Comunitário do PIA II, no Bairro Amarelo, que se fosse eleita a primeira obra que assinariam seria a construção de uma rampa que permitisse o acesso a pessoas com mobilidade reduzida a este centro. Inês de Medeiros anotou, foi eleita, e acabou de inaugurar essa rampa. [ CMA 

POR HUMBERTO LAMEIRAS

O

s jovens do Centro Comunitário do PIA II esperaram quatro anos até que fosse construída uma rampa de acessibilidade a este espaço. Finalmente, na passada semana, a rampa tornou-se realidade o que permite mais fácil acesso, neste caso particular, de um dos jovens que frequenta o centro, e se desloca em cadeira de rodas. Esta plataforma, situada na Praceta da Maçaroca, n.º 12, no Monte de Caparica, resulta da primeira decisão de Inês de Medeiros, enquanto presidente da Câmara Municipal de Almada, tendo sido anunciada, pela própria a 28 de outubro de 2017, na cerimónia de instalação dos órgãos municipais do concelho de Almada. “Foi o meu despacho número 1, antes mesmo dos despachos de delegação de competências”, lembra a presidente e, a O Seixalense, revela que a história que envolveu esta rampa teve “um grande simbolismo” para si.

Tudo começou ainda durante a campanha eleitoral para as autárquicas em que a comitiva socialista se deslocou àquele centro comunitário localizado no bairro Amarela, um dos considerados problemáticos. Na altura Inês de Medeiros propôs aos jovens que fizessem um pequeno exercício sobre o orçamento participativo em que, balizados por uma determinada verba, apresen-

A construção desta rampa “foi o meu despacho número 1, antes mesmo dos despachos de delegação de competências”, lembra Inês de Medeiros tassem projectos sobre algo de que pudessem beneficiar. Os jovens conceberam projectos, debateram entre eles,

e seleccionaram ideias como a construção de um campo de futebol, um parque infantil e, entre outros, a construção de

uma rampa de acesso ao Centro Comunitário PIA II para ser usada por um dos seus amigos que se desloca em cadeira de rodas. “Os jovens defenderam os seus projectos mas, quando chegou o momento de votarem, 98% deles escolheram a rampa”, conta Inês de Medeiros. “São jovens de um bairro com alguns problemas, mas não perderam os valores da solidariedade”, comenta a presidente. E o mais estranho, refere a autarca, é que “há 4 anos que pediam a construção desta rampa e apenas receberam respostas burocráticas. O IRUH dizia que não tinha responsabilidade para a executar, o mesmo dizia o então executivo da Câmara de Almada, e também a Junta de Freguesia de Caparica”. Para Inês de Medeiros esta situação “era inaceitável” e nada justificava que uma obra tão pequena, mas de grande importância andasse num passar de culpas. “Prometi que se fosse eleita presidente da Câmara de Almada, esta seria a primeira obra que faria”, e foi.

Entidades querem praias ainda mais seguras

A

té 1 de junho, data da abertura oficial da época balnear, haverá vigilância nas praias aos fins-de-semana e feriados. Segundo a vereadora da Protecção Civil, Francisca Parreira, a Câmara de Almada “está este ano, pela primeira vez, em articulação com a Autoridade Marítima, a apoiar a existência de um dispositivo de prevenção e segurança nas praias do concelho aos fins-de-semana e feriados, até à abertura oficial da época balnear, a 1 de junho”. Nesta acção estão também envolvidos os bombeiros voluntários de Cacilhas e Trafaria, e duas associações de nadadores-salvadores licenciadas (Âncora – Associação de Nadadores Salvadores

[ DR 

da Fonte da Telha e Associação NSRS Atlântico). Cada uma das entidades está responsável por uma área geográfica. Fonte da Telha à Praia da Bela Vista (Associação Âncora), Praia da Bela Vista à Nova Praia (Associação NSRS Atlântico), Praias da Frente Urbana da Costa da Caparica (Bombeiros de Cacilhas) e Praias de S. João à Trafaria (Bombeiros da Trafaria). Aos fins-de-semana e feriados cada uma das entidades disponibiliza uma viatura 4x4 ou uma moto4 e dois nadadores-salvadores. A coordenação está a cargo da Autoridade Marítima local - Capitania do Porto de Lisboa, através do Instituto de Socorros a

Náufragos. A Câmara Municipal de Almada, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, disponibiliza uma rede rádio e os respetivos

equipamentos, permitindo às entidades envolvidas o contacto permanente. Entretanto a Câmara avança que durante a época “irá celebrar

protocolos com várias entidades para reforçar a assistência aos banhistas em zonas balneares sem concessionário e em áreas não vigiadas”.


PASSATEMPOS PASSATEMPOS - SUDOKU

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

Telefones Úteis

15

Tempo

JUNTAS DE FREGUESIA União das Freguesias de Seixal, Arrentela e Aldeia de Paio Pires 211 316 223 Amora - 212 268 730 Corroios - 212 535 814

HOJE 26º 17º

Fernão Ferro - 215 979 195

DIVERSOS

Céu limpo

Centro de Emprego do Seixal 212 267 230 Segurança Social -Serviço Local de Amora/ Seixal 212 219 270 / 300 502 502 Tribunal Judicial do Seixal 212 274 500 Julgados de Paz – 212 219 200

09/AGOSTO 26º 17º

Céu limpo

Serviço de Finanças Seixal 1 Seixal) 212 219 710 Serviço de Finanças Seixal 2 (Cruz de Pau) – 212 260 760

10/AGOSTO 32º 18º

Céu limpo PSP PSP Cruz de Pau - Amora 212 260 350 PSP Seixal - 212 273 230 / 212 223 318

11/AGOSTO

PSP Torre da Marinha - 212 276 500 PSP de Corroios - 212 548 410 GNR Aldeia de Paio Pires 265 242 594

34º 19º

Céu limpo

GNR Fernão Ferro – 212 124 624 265 242 592

AVARIAS EDP (avarias) 800 506 506 EDP (informações) 800 505 505

SERVIÇOS MUNICIPAIS

Jogo dos 7 erros

Piquete de águas: 210 976 000 (9 às 17 horas) ou 210 976 046 (fora do horário de expediente) Piquete de contadores: 212 276 700 (9 às 17 horas) ou 210 976 046 (fora do horário de expediente) Piquete de esgotos: 210 976 000 (9 às 17 horas) ou 210 976 046 (fora do horário de expediente) Proteção Civil Municipal: 919 374 732 Linha Seixal Limpo: 210 976 011 Leitura do Consumo de Água: 800 500 210

12/AGOSTO 32º 19º

Céu nublado nuvens altas

13/AGOSTO 30º 18º

Céu pou nublado

Posto de Turismo: 212 275 732 Canil/Gatil Municipal: 210 976 200 Espaço Cidadania: 210 976 223

TRANSPORTES Táxis do Seixal - 212 250 265 Táxis Tur - 965 087 803

14/AGOSTO 28º 17º

Transtejo - 213 103 131 Fertagus - 213 845 442/43 TST - 210 427 000

Céu pou nublado


C/203

16

TERÇAFEIRA 15.MAIO.2018

PUBLICIDADE

Telefone 265094354 geral@oseixalense.pt  

Edição nº 73 dia 15 de Maio de 2018

Telefone 265094354 geral@oseixalense.pt  

Edição nº 73 dia 15 de Maio de 2018

Advertisement