O Saquá 155

Page 1

O mal que fazem os bajuladores  PÁGINA 2

Ano XIII • nº 155• 1 a 28 de fevereiro de 2013 • Saquarema • Rio de Janeiro

www.osaqua.com.br • Diretora: Dulce Tupy

O carnaval da família E

ste ano, a Prefeitura favoreceu o chamado Carnaval da Família, descartando o trio elétrico que infernizava a Orla da Lagoa de Saquarema, que tanto atormentava os moradores do Areal, Castelinho e Gravatá com seu barulho infernal. Os famigerados carros de som despejando música de péssima qualidade na orla marítima também foram bloqueados e impedidos de circular com as malas abertas, como nos anos anteriores. Com estas e outras medidas, melhorou muito a qualidade do carnaval saquaremense, mas alguns ajustes ainda são necessários, no ano que vem, para não comprometer o comércio local que se sentiu prejudicado com os barraqueiros de improviso. Páginas 11, 12 e 13

Carnaval 2013

O gigantesco arrastão do Bloco Sirikissamba, de Jaconé

FOTOS: EDIMILSON SOARES

A tradicional fantasia de “clóvis”, cada vez mais rara nos últimos anos, apareceu em Jaconé

Paulo Melo reeleito Casa do Mar é novidade presidente da ALERJ no Morro da Igreja

O

Paulo Melo

A

Casa do Mar, dedicada aos estudos dos oceanos, acaba de ser inaugurada em Saquarema, no Morro da Igreja, em frente à Barrinha. Dirigida pela bióloga Cláudia Magalhães, a Casa do Mar recebeu o também biólogo e fotógrafo João Paulo Krajewski, apresentador do quadro “Domingão Aventura”, do “Domingão do Faustão”, que lançou seu livro “A vida em nossos mares”, com imagens de corais, algas, cavernas e manguezais de mais de 10 países. Página 5

AGNELO QUINTELA

RAFAEL WALLACE/ALERJ

deputado Paulo Melo foi reeleito para exercer a presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), por mais dois anos. Entre as novidades de seu novo mandato está o início da construção da nova sede do Legislativo, em terreno doado pelo governador Sérgio Cabral. Futuramente, o histórico Palácio Tiradentes será transformado em museu, integrado ao Corredor Cultural, na Praça XV. Página 3

A bela rainha da bateria do Bloco Sambaaqui de Jaconé se destacou pelo samba no pé

POLÍCIA

CULTURA

SAÚDE

FUTEBOL

O carnaval frustrado da cacatua

A expo do artista Nelsinho

Secretário visita hospital

Boavista está em 5º lugar

PÁGINA 14

PÁGINA 15

PÁGINA 5

PÁGINA 7


2

OPINIÃO

Fevereiro/2013

O SAQUÁ

O filósofo Plutarco já distinguia o verdadeiro amigo do bajulador

Corrupção, impunidade e aí? Aí é ai, Santa Maria!

Dulce Tupy

Silênio Vignoli

O

livro “Da maneira de distinguir o bajulador do amigo”, escrito por Plutarco, um dos maiores filósofos do Império Romano, poderia ter sido redigido hoje, por sua atualidade e porque o tema é universal e ultrapassa todos os tempos e fronteiras. Escrito na Antiguidade, em torno do Ano 100 depois de Cristo, o texto filosófico vai fundo no conceito da bajulação que promove a ilusão de amizade. Bajulação é uma forma de agradar para subjugar, define Plutarco. E onde há poder e poderosos, sempre haverá um ou mais bajuladores, que representam, com sua astúcia dissimulada, enorme perigo para os que ficam cegos com os seus elogios e sua prática nefasta. O bajulador ganha, assim, pouco a pouco, a estima e a admiração da vítima e se comporta socialmente como um camaleão, ora prestativo e adulador, ora guerreiro e grosseirão, ora efeminado e estrategista, com uma sedução sem limites! É mestre na arte de agradar e se instala no gabinete mágico das vaidades e dos prestígios. O bajulador é uma espécie de ocultista astuto, com o encanto irresistível e agressivo dos mágicos. A bajulação, portanto, é uma coirmã da arte do teatro. No fundo, o bajulador é um velhaco; servidor das vaidades, serviçal de cabeça fria e ator principal da comédia da sedução. O bajulador sempre tem em mente algum engano proveitoso, um truque, uma carta na manga, uma fraude inédita. A bajulação é de fato uma perversão. Com tantas artimanhas, torna-se difícil distinguir o amigo do bajulador. A bajulação vai mais longe que a amizade, em matéria de pequenas amabilidades. O verdadeiro bajulador parece sempre divertido e expansivo, não se opõe a nada, jamais

contradiz, explica Plutarco. O bajulador é um parasita que tem sempre um elogio no bolso, para agradar e exercer seu ofício com habilidade, rodando em volta de seus bajulados... É difícil identificar os mais talentosos bajuladores, porque ocultam sua verdadeira face e se dedicam a ostentar o zelo, a diligência e a prontidão em atender os poderosos, que tornam-se suas presas fáceis. A artimanha do bajulador é derramar elogios, ao contrário dos amigos que dizem a verdade, se necessário for, mesmo que não agrade, mesmo que seja algo que não se queira ouvir. Aqui em Saquarema, como em tantos lugares, há bajuladores onde menos se espera. Inclinados diante da riqueza e do poder, com sua devoção servil, o bajulador afasta os verdadeiros amigos e amigas de suas vítimas. Faz um cerco, para melhor exercer a sua dominação. Ridiculariza os que significam algum tipo de ameaça, para o seu domínio e seu raio de influência. Discriminam aqueles e aquelas que poderiam confrontar com o seu espaço, em palavras, atos ou ideias. Tentam esmagar seus adversários e impedem que suas vítimas vejam claramente o que se passa a sua volta, embriagadas com suas falsas promessas e miragens. Uma piada sobre a bajulação é a do rei que vivia cercado de bajuladores e mandou fazer uma roupa nova. Quando o costureiro apresentou o novo figurino, o rei não gostou e mandou refazer a encomenda várias vezes, até que o costureiro, um bajulador, trouxe uma roupa que disse ao rei ser invisível. O rei vestiu e acreditou que estava lindamente trajado! Assim desfilou nu, diante da corte, aplaudido pelos bajuladores de plantão que teciam elogios à roupa que não existia, deixando o monarca num ridículo diante de seus súditos...

O bajulador é um ator no teatro das vaidades

O SAQUÁ O jornal de Saquarema

www.osaqua.com.br jornal@osaqua.com.br

twitter.com/osaqua facebook.com/osaqua

A

s mais de 200 mortes de jovens universitários, estupidamente, na boate Kiss, em Santa Maria, Rio Grande do Sul, deram prosseguimento a uma ininterrupta sucessão de tragédias que assola o país, deixando-nos traumatizados e diante de uma séria reflexão sobre a cultura brasileira do descaso, da impunidade e da corrupção, esta última em suas duas faces, a do corruptor e a do corrompido, em todas as suas dimensões, desde a propina com que se compra o perdão do agente público fiscalizador até os grandes golpes aplicados contra o Erário. No Brasil, as tragédias anunciadas ou previsíveis, ocasionadas por descaso ou imprevidência, recebem todas o mesmo nome: “fatalidade.” Assim são classificadas as chuvas e os desabamentos que matam centenas de pessoas a cada verão e assim também foi classificado o incêndio da boate de Santa Maria por seus donos. Isto é que precisa ser prontamente refutado. Não houve fatalidade e o noticiário está repleto de evidências de que diversas causas, decorrentes das responsabilidades humanas, contribuíram para o desastre. Crer em “destino” não ajuda em nada o país a rever procedimentos condenáveis, já enraizados na cultural nacional, que transformaram a Kiss no emblema de um fato que se inclui entre os mais funestos do mundo, comparável a incêndios como o que, em 2004, matou quase 200 pessoas na Argentina e o que deu o mesmo destino a outras 300 na China, em 2000 – ambos também em boates. O nome para a culpa por este e outros episódios semelhantes não é fatalidade, mas sim impunidade, uma espécie de mãe de

Editora: Dulce Tupy – dulcetupy@osaqua.com.br Editor adjunto: Silênio Vignoli Diretor comercial: Edimilson Soares Diretora de arte: Lia Caldas / Subito Creative - www.subito.cr Colaboradores autônomos: AG Marinho (redação), Alessandra Calazans (redação e revisão), Michele Maria (redação), Agnelo Quintela, Paulo Lulo e Pedro Stabile (fotografia), Rossini Maraca (publicidade)

Jornalista Responsável: Dulce Tupy (registro:18940/87/62)

todos os vícios brasileiros, não apenas o da corrupção. Então, aqui se faz e aqui, em geral, não se paga. O da Argentina, por exemplo, levou o dono a uma prolongada permanência na prisão. Governadores e prefeitos acordam e, sem disfarce, procuram faturar em cima dos defuntos, anunciando varreduras e, em algumas cidades, muitos estabelecimentos foram imediatamente interditados. Mas por que só agora, depois da tragédia de Santa Maria, é que foram descobertas tantas irregularidades? Nunca se fez tanta vistoria. Talvez fosse mais prático perguntar: quem tem este raro documento chamado alvará de funcionamento? Ao que se sabe, quantidade de leis é o que não falta. O que falta é outra coisa: a lei no Brasil deixar de ser o instrumento produzido pelos políticos, através do qual eles criam dificuldades para oferecer facilidades em troca dos votos que lhes garantirão o poder. Para quem já esqueceu o ano de 2012 foi um ano eleitoral. Muita gente deve ter trocado o voto pela dispensa do alvará ou sua concessão sem a vistoria. O que chama atenção é constatar nas cartas dos leitores nos jornais que quando todo mundo acha que daqui a dois, três meses ninguém mais vai se lembrar dos alvarás, das portas de emergência, dos revestimentos das paredes e dos tetos das boates, restaurantes e casas de festas. Muita gente acha que é apenas uma onda e como tal vai passar. E por que tanta gente acha isto? Porque o Bateau Mouche virou e ninguém está preso, porque o bondinho de Santa Tereza caiu no esquecimento e porque o caso do Morro do Bumba, em Niterói, ficou sem punição.

Muitos votos já devem ter sido trocados pelos alvarás

Gráfica: Editora Esquema Tiragem: 3.000 exemplares Circulação: Saquarema e Região dos Lagos

As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião do jornal.

COMUNICAÇÕES

www.tupycomunica.com

CNPJ: 04.272.558/0001-87 Insc. Munic.: 0883

Av. Ministro Salgado Filho, 6661 Barra Nova – Saquarema – RJ Tel.: (22) 2651-7441 Fax.: (22) 2651-8337


Fevereiro/2013

3

O SAQUÁ

Paulo Melo de novo presidente da ALERJ

A

FOTOS: RAFAEL WALLACE/ALERJ

Assembleia Legislativa do Rio (ALERJ) elegeu por 53 votos a 13 - e 4 quatro abstenções - a chapa liderada pelo atual presidente, deputado Paulo Melo (PMDB), para a Mesa Diretora do Parlamento. Reeleito para os próximos 2 anos, Paulo Melo vai focar, neste novo mandato, maior transparência das informações sobre o Poder Legislativo e melhorias nas suas instalações, incluindo o início da futura sede da ALERJ, em terreno doado pelo Governo do Estado, na Cidade Nova. “Fomos o primeiro poder a abrir, sem subterfúgios e em obediência à Lei da Transparência, os dados sobre a Casa”, lembrou Paulo Melo, em seu discurso. “Queremos dinamizar a informática da Casa e somos prejudicados pelas instalações

FOTOS: AGNELO QUINTELA

Reinaugurada a Creche Clementina Melo

A

prefeita Franciane Motta reinaugurou no bairro da Raia a Creche Clementina Melo, construída no governo de Antonio Peres. Com o nome da mãe do Deputado Paulo Melo, a creche foi ampliada, teve vários espaços remodelados, ganhou novas salas, entre outros benefícios. Na reinauguração, com a presença do deputado Pau-

Uma das novas salas da creche que leva o nome da mãe do deputado Paulo Melo

Posse do presidente reeleito da ALERJ, Paulo Melo, com o governador Sérgio Cabral e demais autoridades antigas, sem espaço para abrigar o Poder Legislativo”, explicou, defendendo a necessidade de construção de uma nova sede. A mudança para um novo prédio a ser construído em terreno doado pelo Governo do Estado permitirá o aproveitamento da atual sede, o Palácio Tiradentes, um prédio histórico no centro do Rio, como museu. Durante a votação, Paulo Melo falou sobre a presidência como a realização de um so-

nho. De origem humilde, filho de pescador e mãe parteira, o deputado demonstrou em seu primeiro mandato grande competência à frente do Parlamento. Admirado pelos seus pares e até pelos adversários, por sua habilidade política, venceu Domingos Brazão (PMDB), que fez um discurso defendendo alternância de poder, mas reconhecendo que o presidente “reúne todas as condições para presidir esta Casa”.

Rumo Certo

O governador Sérgio Cabral participou da solenidade que elegeu a nova mesa diretora da ALERJ, presidida pelo amigo Paulo Melo. O governador ressaltou a participação efetiva da Assembleia no processo de transformação do estado do Rio. “Hoje o estado é líder na agenda econômica brasileira em diversos setores, dos serviços ao óleo e gás”, afirmou Cabral. “O Rio hoje é líder na captação de recursos, entre os estados brasileiros, e tem o menor índice de desemprego das regiões metropolitanas do Brasil. Quem poderia imaginar, em janeiro de 2007, quando assumi o primeiro mandato, que o estado se transformaria na sede dos maiores eventos do planeta?”, acrescentou o governador. Denominada Chapa Rumo Certo, o grupo de Paulo Melo venceu com uma nova composição da Mesa Diretora: presidente Paulo Melo (PMDB), 1º vice-presidente: Edson Albertassi (PMDB), 2º vice: Roberto Henriques (PSD), 3º vice: Gilberto Palmares (PT), 4º vice: Rafael do Gordo (PSB), 1º secretário: Wagner Montes (PSD), 2º secretário: Graça Matos (PMDB), 3º secretário: Gerson Bergher (PSDB), 4º secretário: Dr. José Luiz Nanci (PPS); suplentes: Samuel Malafaia (PSD), Bebeto (PDT), Alexandre Corrêa (PRB) e Thiago Pampolha (PSD).

lo Melo, a prefeita ressaltou a importância que as creches têm para os pais que trabalham fora e que necessitam de um lugar seguro para deixar seus filhos. Desde que iniciou seu segundo mandato, a prefeita de Saquarema já reinaugurou as obras no Campo de Grama Sintética de Sampaio Corrêa e anunciou a próxima reinauguração do Posto de Saúde de Saquarema, ampliado e remodelado, ao lado do Fórum.

Paulo Melo e Franciane na reinauguração da creche, que foi reformada e ampliada

A plenária do Palácio Tiradentes lotada de deputados, autoridades e eleitores, que marcaram presença na posse festiva do presidente da ALERJ reconduzido para os próximos 2 anos


4

O SAQUÁ

Fevereiro/2013

Nada melhor do que um telefone para quem, até bem pouco tempo atrás, só podia colocar a boca no trombone.

Seu canal direto para fazer denúncias. www.alerj.rj.gov.br

Jornal O SAQUÁ na internet: www.osaqua.com.br Acompanhe o nosso Facebook: www.facebook.com/osaqua

Muito mais conteúdo!!!


Fevereiro/2013

5

O SAQUÁ

Secretário Estadual de Saúde visita mais uma vez a obra do novo hospital de Saquarema

O

secretário estadual de Saúde Sérgio Côrtes esteve em Saquarema, visitando a obra do novo hospital, que está sendo construído na Barreira, em Bacaxá. Acompanhado do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, deputado Paulo Melo e da prefeita Franciane Motta, eles puderem constatar o adiantado da obra que está prevista para ser inaugurada em maio, durante as comemorações do Aniversário da Cidade. Na visita, eles anunciaram a ampliação dos serviços que serão oferecidos pelo novo hospital. Segundo Côrtes, o hospital será o mais moderno do estado em termos arquitetônicos, de equipamento e de infraestrutura. Construído numa área de 12 mil metros quadrados, o hospital oferecerá 72 leitos para internação, além de outros 10 na unidade de terapia intensiva.

A

WALDO SIQUEIRA/PMS

Todos os quartos de enfermaria possuirão banheiros e apenas 2 leitos, proporcionando mais conforto e privacidade aos pacientes e seus acompanhantes. O hospital oferecerá também clínicas médica, cirúrgica, neurológica e pediátrica, pronto-socorro adulto e pediátrico, além de 4 centros cirúrgicos computadorizados, sendo um deles para partos. Projetado para ser referência em todo o estado, o hospital vai oferecer ainda serviços de diagnóstico por imagem como ultrassonografia, radiologia e ecocardiograma. O investimento é de mais de 40 milhões de reais, trazido para Saquarema com a parceria entre a prefeita Franciane Durante a visita de vistoria das obras, equipe técnica e autoridades observam a planta do novo hospital

Casa do Mar de portas abertas

FISIOTERAPIA Dra. Adriana Bonelli & Dra. Marcelle Barroso

BACAXÁ • (22) 2653.2917 Em novo endereço! Rua Pereira nº 15 Convênios: SAF, UNINED, CASSI, FUNCEF, CORREIOS, UNIBANCO AIG, CABERJ, SULAMÉRICA, EMBRATEL, pacotes para particular

João Paulo Krajewski é atualmente um dos produtores e apresentadores do quadro “Domingão Aventura”, do programa “Domingão do Faustão”. O livro, uma preciosidade, foi oferecido pelo próprio Krajewski ao secretário municipal de governo Hamilton Pitico e ao seu filho, o vereador Guilherme Pitiquinho, que participaram do lançamento. O li-

Situada no Morro da Igreja, a Casa do Mar será referência em estudos do ambiente marinho

CENTRO INTEGRADO DE SAÚDE Dra. Patrícia N. Balinski Cirurgiã Dentista

(Crianças e adultos) CRO: 1217780

Atendimento aos sábados de 9 às 16h

JACONÉ – Rua 96, nº 109 Telefax.: (22) 2652-1184

vro custa R$ 96,00 e pode ser adquirido no site http://bit.ly/YxjCJc. Vale a pena. Como vale a pena também uma visita à exposição montada na Casa do Mar, que é o início de um grande projeto voltado para a comunidade de Saquarema, incluindo pescadores, surfistas, estudantes, ambientalistas, moradores e visitantes em geral.

AGNELO QUINTELA

Casa do Mar, no Morro da Igreja, abaixo do cemitério, quase na entrada da Barra Franca, agora é um local voltado para o meio ambiente, onde se desenvolve um projeto de pesquisa marinha, capitaneado pela bióloga Cláudia Magalhães. Com uma equipe pequena, mas dinâmica, Cláudia promoveu uma abertura da Casa do Mar, com a presença do também biólogo e fotógrafo premiado internacionalmente João Paulo Krajewski, que lançou seu livro “A vida em nossos mares”, com uma coleção de imagens coloridas dos diversos ambientes marinhos do planeta. O livro tem 228 páginas, acabamento em capa dura e fotos de recifes de corais cercados de águas transparentes, florestas de algas, cavernas submarinas e manguezais, tiradas em mais de 10 países nos últimos 12 anos pelo autor Krajewski. Bilíngue, em português e inglês, é uma obra para encantar e informar.

Motta e Governo do Estado, através do deputado Paulo Melo. Toda a obra segue os padrões de sustentabilidade e preservação ambiental, como a utilização de blocos pré-moldados na construção e, sistema de captação de água da chuva para reaproveitamento. Nessa última visita ainda foram anunciadas mais novidades: o hospital será regional e vai atender em 2 especialidades deficientes nesta região do estado: a Alta Complexidade em Traumato-Ortopedia (cirurgia de quadril, coluna, joelho e trauma) e Maternidade de Alto Risco (para mulheres que estejam passando por uma gravidez de alto risco).Durante a visita o secretário Sérgio Côrtes definiu com a prefeita Franciane Motta a criação de uma UTI neonatal, que segundo ele será a primeira desse tipo a ser construída na região. Segundo o deputado Paulo Melo, com o hospital, Saquarema vai receber também um plano integrado de políticas de saúde pública. E anunciou melhorias para o antigo hospital, que será totalmente reformado e transformado num centro de atendimento de doenças continuadas.


6

Fevereiro/2013

O SAQUÁ

Estatística pesqueira na Drª Carmem ACUPUNTURA 3ªfeira com hora marcada Dra. Nilma Carmélia Lima Lagoa de Saquarema Ginecologia e Obstetrícia Convênios

A

Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, através da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) e o Consórcio Intermunicipal Lagos São João (CILSJ), entidade delegatária do Comitê da Bacia Hidrográfica Lagos São João, selaram uma parceria para realizar uma estatística pesqueira inédita na Lagoa de Saquarema e na Lagoa de Araruama. O termo de cooperação técnica foi assinado entre o secretário de Desenvolvimento Regional, Felipe Peixoto, o presidente da Fiperj, José Bonifácio, e o prefeito de São Pedro da Aldeia Cláudio Chumbinho, durante a reunião de avaliação das ações ambientais na Bacia Hidrográfica Lagos São João realizadas nos 2 últimos anos. O programa de monitoramento pesqueiro, cujos dados serão coletados por 15 DIVULGAÇÃO

jovens recrutados nas Colônias de Pescadores locais, vai abranger 7 pontos na Lagoa de Saquarema e 33 na Lagoa de Araruama, abrangendo 5 municípios: Araruama, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo e Cabo Frio. Serão investidos R$ 337 mil reais nesta estatística que vai focar o combate à diminuição do pescado, monitorar as espécies que vivem na região, definir o período do defeso e outras iniciativas que podem beneficiar tanto a pesca como o meio ambiente. A assinatura do documento foi após a eleição da nova diretoria do CILSJ, tendo o prefeito de São Pedro da Aldeia, Cláudio Chumbinho, como presidente, a prefeita de Iguaba Grande, Graziela Magalhães, como vice e o biólogo Mário Flávio Moreira, reconduzido ao cargo de secretário executivo. Na ocasião, também foi eleita a nova diretoria colegiada do Comitê da Bacia Hidrográfica Lagos São João, tendo como presidente o prefeito de Silva Jardim, Wanderson Alexandre, como vice o superintendente da Águas de Juturnaíba, Carlos Gontijo, e como secretário executivo o superintendente regional do INEA, Túlio Vagner, além de 4 diretores representantes dos 4 subcomitês.

As prefeitas Franciane Motta, de Saquarema, e Solange Almeida, de Rio Bonito, e o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Felipe Peixoto, na reunião que lançou a estatística pesqueira e elegeu as novas diretorias do CILSJ e CBHLSJ

Dr. Ronaldo Figueiredo ODONTÓLOGO

BRADESCO, AMIL, IASERJ , GEAP GOLDEN CROSS e CABERJ Rua Prof. Franscisco Fonseca 47 Sala 6 - Bacaxá - Saquarema

R. Segisfredo Bravo, 115 Sala 4 - Bacaxá - Centro

Tel. Res.: (22) 2651-1889 Tel. Cons.: (22) 2653-2974 Cel.: (22) 9976-7902

Tel. (22) 2653-1307 (21) 9945-9827

Drogaria

Sol & Luar Medicamentos e Perfumaria Entregamos em domicílio GRAVATÁ (22) 2651-2801 R. Dr. João Vasconcelos 100 BOQUEIRÃO (22) 2651-2846 R. José de Azevedo Pinto 3066

Dr. Elpídio Cañellas CRM: 5236855-4

Urologia (Clínica e Cirúrgica)

E-mail: natpharma@novasaquarema.com.br

R. Francisco Alves Silva 93 - Lj 01 - Araruama - Tel.: (22) 2665-1704 E-mail: natpharma@intnet.com.br

Fisioterapeuta

CREFITO - 107882-F

(22) 2653-2128 BACAXÁ - Rua Pereira, 300 e-mail: lucianobrasil@saquarema.com.br

Farmácia de Manipulação e Homeopatia

Buscando soluções

Implantando qualidade

Entregamos em domicílio qspformulas_bacaxa@hotmail.com

BACAXÁ • Telefax: (22) 2653-6615 • Rod. Am. Peixoto 100, lj. D • em frente ao Fly Shopping

e Obstetrícia

R. Adolfo Bravo 10, Bacaxá - Saquarema - Tel.: (22) 2653-2689

Dra. Dayane Brasil Oliveira

QSP. Fórmulas

Convênios e particular PETROBRÁS • BR DISTRIBUIDORA • APPAI ODONTOPREV • GOLDENTAL • ODONTOEMPRESA

QUALIDADE E CONFIANÇA

CRO 119911-0

CONSULTÓRIO: Rua Beatriz Amaral, 199 - sl 02 - Bacaxá - Saquarema

(22) 2651.8216 / 9888.1514

HOMEOPATIA - MANIPULAÇÃO

Cirurgião-Dentista Periodontista

Consultas: Terças e Quintas à tarde Tel.: (22) 2653-3313 Atendemos UNIMED

CRO: 8642

e-mail: ronaldofigueiredo@saquarema.com.br R. Beatriz Amaral, 155 / sala 104 - Bacaxá

Dr. Luciano Brasil Oliveira

Masculina e feminina, infantil e adulto

Drª Fernanda Silva de Paula CRM5268323-0

Ginecologia

AGORA COM CONVÊNIOS - Unimed - Gama Saúde - AIG Saúde - Fio Prev - Fapes

- Saúde Caixa - Caberj - Cassi - CAC - Correios

FLY SHOPPING, 3º PISO, SALA 35 BACAXÁ Rod. Amaral Peixoto Km 71, nº 51 - Tel. (22) 2653-2722 Cel. (21) 9941-3528


Fevereiro/2013

O SAQUÁ

Boavista vence em casa

7

PAULO LULO

Futebol Compacto Gilson Gomes*

Gravatá e Castelinho revivem 2012

E

m grande estilo, Castelinho e Gravatá se credenciaram para a partida final do campeonato aberto em disputa das taças “Manoel Luiz” e

“Márcio Ferreti”. O Gravatá, na semifinal, goleou a equipe do Só Psico, com placar de 5 x 1, em grande exibição sob comando do técnico Pedro Fagundes. Nos últimos 15 minutos da partida, o Boavista resistiu à intensa pressão do Olaria, que buscava o empate

Castelinho arranca classificação na raça Na outra partida das semifinais, o Castelinho conseguiu sua classificação para mais uma decisão à base de muita raça, pois a equipe do Brasília de Jaconé obrigou os comandados de Junior Ferreti a se desdobrarem em campo para conseguirem

uma virada histórica, já que perdiam pelo placar de 2x0. Com muita luta, dedicação e até um melhor preparo físico, conseguiram virar o placar para 3x2, com grande performance do seu atacante Fabinho, artilheiro do campeonato com 12 gols.

Barroso: 97 anos de tradição Em homenagem aos 97 anos do clube e do seu primeiro ano de mandato, a nova diretoria vai comemorar, em data a confirmar, com um coquetel para diretores e convidados. Na oportunidade,

apresentará seu novo diretor social, o professor Rodolfo, que promete grandes eventos sociais em prol do clube. Na ocasião, haverá uma palestra para os atletas da escolinha.

O Bacaxá em nova era Tomou posse em janeiro a nova diretoria do Bacaxá FC, cujo presidente Juan foi eleito com apenas 1 voto contra, entre os conselheiros, tendo como seu vice Nei Angu. Na ocasião da posse, o presidente fez elogios a todos os adeptos do clube e aproveitou para anunciar de imediato os dois responsáveis pelo futebol e demais esportes: Paulo Sérgio e Jadenir Moreira, que não perderam tempo e já realizaram um festival de malhas, que foi um sucesso. Já está agendado para 10 de março próximo, data em que a agremiação esta-

rá completando 95 anos, uma programação tanto esportiva, com jogos femininos de escolinhas, entre outras categorias, quanto na sede social. Entre outras atrações, o clube prestará homenagens, em memória do eterno presidente de honra, Tancredo Moreira, e aos últimos campeões municipais do clube. Entre outros, Jorge Cutruco, Carli, Wilson Bravo, Amilton, Ademirzinho, Aço, Silvio Bombinha, Pelezinho, Mundinho, Sabará, Tição, Gôdo e Celinho, tendo como presidente e técnico, na ocasião, Edmundo Coutinho.

*Presidente da LISCA – Liga Saquaremense de Clubes Avulsos

VEM AÍ O VASCO

Marcelo Vignoli

A

o derrotar o Olaria por 1X0, gol de Gilcimar, no estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Bacaxá, o Boavista totalizou 13 pontos ganhos, empatando com o Vasco, mas perdendo no saldo de gols, passou a ocupar a quinta colocação no geral, atrás do Flamengo (19), Fluminense (15), Botafogo (14) e Vasco (13) e o terceiro no seu grupo, à frente de Bangu e Audax, ambos com 11 pontos. Faltando somente uma rodada para o término da Taça Guanabara, equivalente ao 1° turno do campeonato estadual de futebol, o verdão de Saquarema ainda pode, matematicamente, chegar às semifinais,

CASA MARLOPES (22)

2652-1449

Material elétrico e hidráulico • Parafusos e ferramentas • Ferragens • Eletrônicos em geral JACONÉ – Rua Treze esquina com rua 81 no 2007 casamarlopes@hotmail.com

SOSERVIÇOS Jardins, piscinas e gramados

Construção, limpeza e manutenção Rua 96, nº 97- Jaconé Saquarema TELEFAX: (22) 2652-1781 / Cel.: (21) 9774-3423

DIGITAL

O Núcleo Oficial do Vasco em Saquarema na sede do Boqueirão

Aguardem!!! (22) 7816-6436

www.nucleosvasco.com.br

E-mail: colorgil@hotmail.com

mas as chances são pequenas, pois precisaria vencer o Botafogo e torcer para o Madureira ganhar do Fluminense. O Boavista sofreu 2 derrotas no campeonato estadual. Não conseguiu contratar reforços, mas o treinador Lucho Nizzo promoveu mudança na equipe, trocando o sistema tático. Assim, o Boavista imprimiu reação com 4 vitórias consecutivas e um empate, chegando à penúltima rodada, com 13 pontos. O time de Saquarema garantirá a sua permanência na elite do futebol estadual se, ao final da competição, totalizar entre 22 e 26 pontos ganhos. Ao que tudo indica, deverá disputar ao menos a quinta colocação geral no final do campeonato, com Madureira, Bangu e Audax, pois assim garantirá vaga na Copa do Brasil.

Ronaldo Serviços

Crea 2007144750

- Eletricista Residencial e Comercial Segurança e - Instalação e Manutenção de Ar alidade Qu Condicionado Split (todas as marcas) ronaldo_josedossantos@yahoo.com.br

Tel.: (22) 2652-1095 | 9613-6084

PIZARIA CALÇADÃO/96 Rua 96 (esquina c/ rua 15) Jaconé – (22) 9911-9246 / 2652-2878


8

Fevereiro/2013

O SAQUÁ

Lançamento do livro Meu Companheiro

design tecnologia marketing

Dia: 27 de fevereiro, quarta, 20:00, no Lake’s Shopping Entrega em domicílio

YAÑEZ

Equipamentos para piscinas, banheiras de hidromassagem, aquecedor solar, a gás e elétrico, saunas a gás, a lenha e elétrica, materiais de impermeabilização

Av. Saquarema, 5.072 - Lj. 2 - Bacaxá Tel. (22) 2651-9503

Ricardo Jorge Fidelis

Fábrica de portões e esquadrias em geral

ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS

Rodovia Amaral Peixoto km 69 Bela Vista, Bacaxá

Corretor de Imóveis Creci nº 38.296

(22) 2655-1604 2653-1107 (22) 2655-1600 - Cel.:/ (22) 7836-5532 ID: ID: 88*22214 (22) 7836-5532 88*22214 - (21) 9985-6467 Av. Nova Saquarema, QD 391 - Lote 9 - Vilatur www.bradockimoveis.com.br contato@bradockimoveis.com.br

Tel. (22) 2031.0447 9221.8224 / 97532284 ID: 124*43863

UNIVERSO EM DESENCANTO CULTURA RACIONAL A verdadeira origem da humanidade. O conhecimento de si mesmo. Conheçam a Fase Racional, a fase do desenvolvimento do raciocínio pela Energia Racional, estudando os Livros UNIVERSO EM DESENCANTO. www.culturaracional.com.br


Fevereiro/2013

9

O SAQUÁ

A posse na Venerável Irmandade de Nossa Senhora de Nazareth

Aniversariantes tes, recepcionados com toda elegância da esposa Graça, o delegado Nilton, que prendeu os assassinos do jornalista Tim Lopes, e a esposa Regina, o casal de advogados Carlos Henrique e Ana, as lideranças comunitárias Ana e Jorge, vários empresários amigos, entre eles o Gaúcho e outros.

As duas jornalistas do signo de aquário do jornal O Saquá, as lindinhas Michele Maria e Alessandra Calazans, aniversariaram em janeiro. Bonitas, inteligentes e ótimos textos, as duas são os braços direito e esquerdo da jornalista Dulce Tupy. Parabéns, que elas merecem...

FOTOS: EDIMILSON SOARES

A

nova mesa administrativa da Venerável Irmandade de Nossa Senhora de Nazareth tomou posse no final de janeiro. A cerimônia se realizou na Igreja Matriz de Nossa Senhora de Nazareth. Para cumprir o período compromissal 2012-2013, foram empossados: Climo Junior, como provedor;

Lucineia (Neinha) Moreira, juíza; Otávio Oliveira, 1º secretário; Hudson Martins, 2º secretário; Clovis Soares, tesoureiro; Arthur Caetano, procurador. Os festeiros responsáveis pela próxima Festa de Nossa Senhora de Nazareth são Climo Jr. e Neinha, que substituem respectivamete Hudson Martins e Marcia Azeredo.

PAULO LULO

Ronaldo Lima é um dos grandes empresários de segurança contra incêndio (ver matéria na página 10) no Rio de Janeiro. Proprietário em Jaconé há vários anos, comemorou seu aniversário com uma bela festa em sua casa rosada, onde reuniu amigos de Jaconé, do Rio de Janeiro e familiares de Minas Gerais. Nos teclados, o cantor Fernando Freitas, que também foi a estrela do último Queijos e Vinhos do Lions Clube de Saquarema. Entre os presen-

Os novos festeiros Climo e Neinha com os ex-festeiros Hudson e Márcia


10

O SAQUÁ

Fevereiro/2013

Fogo se combate com prevenção O empresário do ramo de segurança contra incêndio, Ronaldo Lima, fala da tragédia de Santa Maria evitado, se fossem tomadas todas as providências necessárias para evitar acidentes devastadores como estes. Especialista em prevenção de incêndios, o empresário Roão brinca com fogo, meninaldo Sebastião de Lima, dono da empresa na; cuidado com os fogos, Fire Centro, com sede em Bonsucesso, no menino”. Estes conselhos de Rio, e casa de veraneio em Jaconé, explica o minha avó permanecem nos meus ouvique deveria ter sido feito e não foi. dos até hoje. Embora encantada pelo vigor “O que faltou em Santa Maria? O teto das labaredas das fogueiras de São João, teria que ter sido tratado previamente, com sempre vivi momentos traumáticos com um banho ignifugante, que o fogo. Quando me mudei contém líquidos que retiram de São Paulo para o Rio, vi o o oxigênio da matéria, impeincêndio do edifício Andoridindo o fogo de se propagar. nha, da janela da redação da É um processo muito caro, revista Isto É, na Avenida Alfeito com matéria prima immirante Barroso. Pessoas se portada. Esse tipo de tratajogavam das janelas e eu, o mento hoje é utilizado pela fotógrafo e alguns funcionáRede Record e pela Globo, rios, impotentes, sem poder pelas escolas de samba e por fazer nada, torcíamos para alguns clientes especiais”, que os bombeiros conseguisO empresário conta Ronaldo, responsável sem acabar com as chamas o Ronaldo Lima pelo sistema de segurança mais rápido possível. das novelas Rei Davi e José, Também nunca pude esda TV Record e que criou o sistema de sequecer aquelas nuvens negras de fumaça gurança de incêndio de ignifugação, com e o cheiro de queimado que na minha jutratamento retardante da ação do fogo, ventude senti ao ver o incêndio da Favela para a TV Globo, após incêndio ocorrido do Pinto, onde hoje é o condomínio Selva no Programa da Xuxa que destruiu todo o de Pedra, no Leblon, uma das áreas mais cenário e atingiu algumas pessoas. valorizadas no Rio de Janeiro... Assisti ainCredenciado no Corpo de Bombeiro, da, pela TV, o Museu de Arte Moderna, no com o número 020064, desde 1990, RonalAterro do Flamengo, pegando fogo, um ludo é um especialista neste mercado que só gar que frequentei intensamente como aluganha visibilidade quando acontece um na da Escola Nacional de Belas Artes. Corri grande incêndio e depois fica esquecido. para lá e encontrei uma cena dramática, com Às vésperas do carnaval de 2011, houve grande parte do riquíssimo acervo nacional um incêndio na Cidade do Samba, no Rio, de artes plásticas praticamente destruído e a de grandes proporções que destruiu parte diretora com os braços queimados de tanto do barracão das escolas de samba União da carregar os quadros que restaram... Ilha, Portela e Grande Rio. “E olha que lá tinha esprinkler, que Sufoco no Rio Grande do Sul é um chuveirinho que fica no teto e jorra A tragédia que se abateu sobre os uniágua quando aumenta a temperatura”, versitários, na boate Kiss, em Santa Maria, lembra o empresário. “Mas na boate Kiss no Rio Grande do Sul, deixou o país consnão tinha saída; apenas uma saída pequeternado. A dor do fogo que ceifou tantas na. Numa boate, tem que ter várias saídas vidas ainda paira sobre os que permanede emergência”, explica Ronaldo. cem internados. E tudo poderia ter sido Dulce Tupy

“N

Uma história de superação O carnavalesco Cahê Rodrigues conta como superou o incêndio no barracão da Grande Rio

“E

u acreditei. E você?”. Com este título o livro do carnavalesco Cahê Rodrigues, hoje na escola de samba Imperatriz Leopoldinense, acaba de ser lançado, narrando a quase impossível façanha de reconstruir o carnaval da Grande Rio, após o incêndio que atingiu a Cidade do Samba, em 2012. Com o subtítulo “Uma história de superação”, Cahê conta em linguagem emocionante os dias mais difíceis de sua vida, quando teve que refazer todas as fantasias das alas, os destaques de luxo, as alegorias e os 8 carros alegóricos que já estavam prontos para o desfile no Grupo Especial, na Passarela do Samba. Faltavam menos de 30 dias para o desfile das escolas de samba, considerado o maior espetáculo da face da terra. A Grande Rio era uma das favoritas, pois no ano anterior, 2010, tinha alcançado o segundo lugar, perdendo apenas para a Unidos da Tijuca. Na manhã do dia 7 de fevereiro de 2011, o carnavalesco acordou com a notícia do incêndio que já atingia o barracão da União da Ilha, da Portela e começava a lamber a Grande Rio. Correu para a Cidade do Samba, a tempo de ver as labaredas do fogo consumirem o resultado de um ano inteiro de trabalho. Porque, é como ele diz: “o

Aceitamos todos os cartões

Materiais de Construção

Entrega em domicílio

Construindo amigos

Entregamos no Rio, Grande Rio e Região dos Lagos

Rua 13, entre a 84 e 85 Jaconé - Tel. (22) 2652-1895

Rações, medicamentos, material de piscina, de pesca e para pássaros

Tel.: 2652-1888 JACONÉ – Rua 96, esq. c/14

LOUÇA SANITÁRIA - TIJOLO - TELHA CIMENTO - AREIA - FERRO - TUBOS E CONEXÕES MATERIAIS ELÉTRICOS E HIDRÁULICOS EM GERAL

Rua Treze, 4.150, esq. c/71 Jaconé Saquarema - Telefax: (22) 2652-1260

próximo desfile começa quando acaba o desfile anterior”. Com apresentação do jornalista Evandro Lima e prefácio da comentarista esportiva Glenda Kozlowski, o livro de Cahê conta o esforço que teve que fazer, junto com os componentes da escola, para acreditar que seria possível reconstruir o enredo em 26 dias. O prejuízo de mais de 10 milhões promovido pelo fogo num primeiro momento se abateu sobre a comunidade do município de Duque de Caxias, sede da Grande Rio, uma das maiores escolas da Baixada Fluminense, mas não abalou a persistência do presidente de honra Jayder Soares e do presidente administrativo da escola que deram toda a força a Cahê e sua equipe, para refazer o carnaval da escola para o desfile. Contando também com a solidariedade de outras escolas, da Liga das Escola de Samba e de inúmeras pessoas que foram ajudar na reconstrução da Grande Rio, a escola pôde, enfim, desfilar com dignidade. Porém naquela noite, uma chuva caiu justamente na hora que a escola estava entrando na avenida. Foi como se estivesse lavando a alma daqueles componentes cansados mas felizes por terem conseguido se superar, como relembra Cahê Rodrigues.

POINT DO SORVETE CASEIRO MAIS DE 40 SABORES DE SORVETES • AÇAÍ •

Direção: Nelson e Mirian Rua 96, 109 – JACONÉ


Fevereiro/2013

11

O SAQUÁ

Um carnaval muito diferente...

A

Prefeitura de Saquarema planejou um Carnaval da Família, com algum acerto, como o fim do trio elétrico na Orla da Lagoa, que só trazia sujeira e barulho para os moradores dos bairros do Areal, Castelinho e Gravatá. Acerto também na fiscalização do Decreto Municipal 006, de 2001, que proíbe o uso de equipamentos sonoros em veículos particulares, com intensidade acima dos limites permitidos, em locais públicos. Neste caso, os infratores ficam sujeitos à multa e retenção do veículo. Com isso, os terríveis carros com malas abertas cheias de caixas de som despejando música de baixa qualidade praticamente desapareceram do município, limitando-se a poucos locais, como em Jaconé, onde quase não houve fiscalização. Também foi combatido o uso de veículos automotores na areia das praias, cuja proibição está na Lei 938, de 2009. Neste caso os veículos infratores também estão sujeitos à apreensão do veículo. E proibição ainda quanto à presença de cães e demais animais domésticos nas praias, prevista na mesma lei, ficando o dono sujeito ao recolhimento do animal ao depósito público e demais sanções legais. Já em obediência ao Decreto Municipal 681, de 2007, foi proibida a venda de cerveja, refrigerante e bebidas em geral em embalagem de vidro, sujeito à multa e apreensão das mercadorias, assim como proibida a prática de acampamento nas praias de Itaúna e da Vila (Decreto Municipal 812, de 2009). E foi proibido durante o carnaval, atirar água, spray de espuma,

AGNELO QUINTELA

EDIMILSON SOARES

Rua Alfredo Menezes, 202 - Bacaxá - Saquarema

Indiazinha do Bloco do Sambaaqui de Jaconé

Barrinha fervendo

PAULO LULO

Praia da Vila colorida e alegre com a passagem do Bloco do Truco, que quase não saiu com as proibições de última hora


12

Fevereiro/2013

O SAQUÁ PAULO LULO

farinha e substâncias que comprometam a saúde e a segurança das pessoas (Decreto Municipal 1.024, de 2011), além do uso de cerol nas linhas de pipas, papagaios ou assemelhados (Lei n° 1.172, de 2011), sujeito à multa, sendo que quando o infrator for menor de idade, os pais serão, para todos os efeitos, os responsáveis.

MILTINHO

Proibição em Bacaxá e engarrafamento em Jaconé

Banda de carnaval no Bloco Frut os

do Coqueiral DULCE TUPY

Saquabloco Caminhão pipa refrescando os foliões do

Em Barra Nova, Bate Mal juntou com a bateria do Estamos a Bordo e homenageou a aniversariante Dolores

EDIMILSON SOARES

O carnaval de 2013 melhorou no geral, mas foi infeliz em Bacaxá, com a proibição do tradicional Bloco das Piranhas, na Rua Pereira. Organizado pelo Nelsão, um comerciante local, a diversão carnavalesca conta com o apoio de muitos empresários do bairro e não prejudica ninguém. É o tipo de diversão autossustentável, que se mantém há anos. Tanto que a proibição do Bloco das Piranhas não deu certo e o bloco saiu de qualquer jeito, mesmo proibido... Aliás, o desfile do Bloco das Piranhas, tradicional em tantas cidades e até aqui ao lado, em Araruama, constava inclusive do folheto distribuído pela Prefeitura. A proibição de última hora só serviu mesmo para atrasar a brincadeira e impedir o clima de confraternização que sempre pairou sobre as piranhas, as famílias, jovens e crianças que saem para brincar na Rua. Por outro lado, se sobrou guarda municipal e até polícia no Bloco das Piranhas, em Bacaxá, faltou fiscalização em Jaconé, onde o comércio irregular invadiu mais uma vez a praia em frente à Rua 96, fechando a esquina mais importante do bairro, por onde passa todo o trânsito, tanto em direção ao Rio de Janeiro como para o centro de Saquarema. Ali houve tumulto, com carros parados durante horas, enquanto fantasiados de piranhas subiam em cima dos carros e ônibus, com brincadeiras de mau gosto por todo lado. Sem fiscalização, Jaconé virou terra de

EDIMILSON SOARES

Dr. Cícero e a esposa Lucy do Bloco Que Merda é Essa

O tradicional Bloco das Piranha s na Rua Pereira, em Bacaxá, impedid o de sair apesar de constar na publicaç ão oficial da prefeitura

DULCE TUPY

AGNELO QUINTELA

AGNELO QUINTELA

bou mais O Bloco Virgens de Itaúna bom arrastando a, ânic Oce nida uma vez na Ave ada anim to mui e ita bon gente

A Turma do Barril saiu animando a orla da Lagoa de Saquarema, na Barrinha

a, por Barra Nov posa circulou . Nossa Av da al O Bloco da Ra fin e i tro do Vôle en C lo pe do passan areth Senhora de Naz


Fevereiro/2013

13

O SAQUÁ EDIMILSON SOARES

ninguém, com um palanque com música eletrônica se esgoelando na praia, atrapalhando também o trânsito na orla, que poderia ter funcionado como um escapa do tumulto da esquina da rua 96. O comércio informal justamente neste local da praia, em frente à Rua 96, deveria ser proibido e o palanque deveria ficar mais longe da esquina, para liberar o trânsito de carros, ônibus e ambulâncias. Apesar de tudo, o carnaval de Jaconé foi o mais animado do município, com o desfile de blocos como o Camarão, o Que Merda é Essa, o Sirikissamba, o Rama, o Manguaça, o Sambaaqui, o Magno e outros. A queixa foi sobre o congestionamento gigante no bairro e a necessidade de construção de uma nova ponte sobre o Canal Salgado, para fazer fluir os veículos...

A má propaganda não vendeu o produto AGNELO QUINT

ELA

O Bloco do Galo arrasou na Avenida Litorânea, na altura do Pantanal

EDIMILSON SOA

RES

Pitiquinho e Pitic o com as folionas do Bl oco Escangalhados

ARES

EDIMILSON SO

O Bloco Sirikiss amba, com o casal Graç a e Ronaldo e dem ais foliões, se esbald ando em Jaconé

PAULO LULO

O grande to na engarrafamen a de ai Pr esquina da a 96 Ru a m co Jaconé aç ul ão impediu a circ dos veículos

Jovens se arriscam pulando da ponte em Saquarema

No centro da Vila, que já abrigou grandes desfiles carnavalescos - com os antigos blocos do Grilo, Reco-Reco, Gaiola das Loucas e outros - o Bloco do Truco se virou para desfilar, driblando as proibições e culminando em seu barracão, onde realizou uma grande folia. O Saquabloco circulou, arrastando uma multidão, culminando com farta distribuição de água, jogada do alto de um carro pipa sobre os foliões. Na orla da Praia da Vila, um caminhão vendeu milhares de latas de cerveja, prejudicando o comércio, numa disputa desigual. No Verde Vale, o Tigre deu o tom. Em Itaúna, vários blocos, entre eles o célebre Virgens de Itaúna, fizeram vibrar os foliões. Aliás, Itaúna recebeu um tratamento privilegiado; a maioria dos policiais e guardas municipais estavam lá. Em Barra Nova, três blocos se revezaram: Estamos a Bordo, Bate Mal e o novato Bloco da Raposa. No Coqueiral, dois blocos arrastaram os foliões: Bloco do Galo e Frutos do Coqueiral. Na restin-

ga de Jaconé, o Afoguei o Ganso, também alegrou moradores e veranistas, à beira do mar. Foi, enfim, um carnaval alegre e descontraído. Mas o povo ressentiu-se de não ter a banda com bonecos gigantes, na abertura do carnaval, na Vila, como sempre vinha ocorrendo nos últimos anos. O carnaval exuberante que se esperava, já surgiu totalmente ao contrário no outdoor colocado em algumas avenidas. Com um desenho fraco sobre um fundo branco, serpentinas e confetes desmilinguidos, com baixa criatividade e capacidade de invenção, o out door anunciou um carnaval sem brilho e emoção. No Boqueirão, o Bloco Escangalhados, sob a liderança do próprio secretário de governo Hamilton Pitico e seu filho Guilherme Pitiquinho, arrematou a temporada carnavalesca na Quarta-feira de Cinzas. Os pontos positivos do carnaval 2013 foram: o Baile dos Idosos, no Pedacinho do Céu e as matinês no Clube Saquarema e na Cinea Fest House, que trouxe a atriz mirim Larissa Manoela, a Maria Joaquina da novela Carrossel, exibida pelo SBT; os banheiros químicos , apesar da necessidade de aumentar o números deles no ano que vem; o atendimento médico nos postos de saúde de plantão e no hospital de Bacaxá; o Serviço Salvamar que se esmerou para atender os chamados de emergência, assim como a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros; a animação dos desfiles de blocos em vários pontos da cidade e nos bairros, com baixíssimo índice de brigas e violência em geral; o clima, o tempo, o sol, as praias, a lagoa e as noites quentes que embalaram o carnaval, apesar da superpopulação, quando a população pulou de 70 para cerca de 300 mil pessoas em Saquarema. A destacar ainda o serviço de coleta de lixo que funcionou a contento. Assim, pode-se dizer que o saldo foi muito bom.

Bebida e direção: tolerância zero! Michele Maria

E

m 29 de janeiro, entrou em vigor, em todo o território nacional, a determinação de tolerância zero para bebida e direção. A decisão do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada no Diário Oficial da União, regulamenta a Lei nº 12.760/2012, a nova Lei Seca, sancionada em dezembro pela presidenta Dilma Rousseff. Segunda a nova lei, bem mais rigorosa que a anterior, nenhuma quantidade de álcool é permitida ao condutor, nem mesmo a de bombons de licor, o que levará a autuação. Agora, 0,34 miligramas ou mais por litro de ar no bafômetro - ou igual a 6 decigramas no exame de sangue poderá levar o motorista a responder criminalmente. A pena para 0,05 mg/l será de R$ 1.915,30, recolhimento da habilitação, suspensão do direito de dirigir por 12 meses, além de retenção

do veículo até a apresentação de outro condutor habilitado. O Ministério das Cidades explica que na prática fala-se em tolerância zero, porque a margem de erro do bafômetro é de 0,04 mg/l. Em caso de pessoas que excederam os 0,34 miligramas, a pena prevista é a detenção de 6 meses a 3 anos, multa e suspensão do direito de dirigir. Os municípios limítrofes de Saquarema – Maricá e Araruama – receberam a Operação Lei Seca e suas ações de conscientização durante o Carnaval. Mais de 20 mil foliões foram abordados nestas cidades. Alguns foram multados, outros perderam a Carteira Nacional de Habilitação e ainda alguns deles sofreram sanções administrativas. Em consequência, em todo o país, a redução dos casos de acidentes nas estradas, grande parte em decorrência de uso de bebida, foram reduzidos em relação ao ano passado, no carnaval. Porque agora é pra valer! Bebida e direção: tolerância zero!


14

O SAQUÁ

Rose do Frango Atropelado: uma vida de luta e vitórias

Plantão de Polícia AG Marinho*

U

m dos restaurantes de maior sucesso no centro da Vila é o Frango Atropelado da Rose. “Antes, eu fazia o frango atropelado numa barraca, aqui perto, e as pessoas adoravam. Na minha barraca até fazia fila... Depois, eu resolvi abrir o restaurante e a freguesia aumentou”, conta Rose orgulhosa de ter muitos de seus frequentadores expostos em fotografias nas paredes, como se fosse uma galeria. Carioca de Botafogo, Rose teve uma vida difícil, antes de vir morar em Saquarema, junto com a sócia Lia Dib. Moradora de Itaúna, aqui encontrou a paz. Evangélica, Rose Marie se orgulha de ter conquistado sua freguesia com um tempero caseiro e um menu variado que inclui, além do frango desossado, farofa de ovo, feijão tropeiro, jiló, pirão de peixe, carne assada e outras delícias, self-service ou à la carte. Visando um atendimento cada vez melhor, agora pretende colocar ar condicionado, para uma clientela sempre mais exigente.

Cacatua com catapora

F

altando quatro meses para o carnaval, Lourenço brecou todas as contas, prestações, compromissos e se preparou para exibir a fantasia dos seus sonhos. Só a peruca, nas cores salmon e berinjela, custou 1.800 reais. A tiara, atochada de balangandãs e pedrarias, era o luxo da viadagem carnavalesca e valeu o preço das quatro prestações da casa que deixou de pagar. Do peito, coberto com um arranjo de penas de ciririca da floresta, cor de carambola, descia um emaranhado de plumas que entrava pela lasca da bunda e se esparramava no V do rego num enorme chuveiro de penas de faisão dourado. As botas de cano longo, dos dedões dos pés até os joelhos, foram forradas com penugens de rabo de ganso e de pescoço de galo, salpicadas com paetês negros e cristais de lantejoulas. Tudo pronto, estava orgulhoso com a

sua fantasia de cacatua com catapora, mesmo sabendo que os cheques pré-voavam sem fundos pelas lojas e supermercados e os cobradores congestionavam a linha telefônica com ameaças. Já fantasiado, com um prestobarba dava os retoques finais nos cabelos do rego para maquiar as bochechas da bunda, quando recebeu a notícia de que o Bloco das Piranhas não ia desfilar. Irado aprontou um salseiro na rua, porta da frente e dentro de casa. Quando as filhas, a esposa e os vizinhos tentaram contornar a situação, deu um faniquito, misturou tudo, fez uma salada de palavrões e um ensopado de cacete e saiu distribuindo em quem chegasse perto. Na confusão, salpicou a cara do irmão de porrada. Na delegacia, quando lhe foi perguntado a razão pela qual estava com a bunda cheia de espuma de barbear, berrou enfurecido e esganiçado: “e onde é que já se viu uma cacatua com o rabo cabeludo?”

Sururu no acampamento

EDIMILSON SOARES

Neusa Ferrari reeleita presidente do Saquarema Futebol Clube

A

presidenta Neusa Ferrari do Saquarema Futebol Clube acaba de ser reeleita. Mulher empreendedora, ex-secretária municipal de Turismo de Saquarema, Neusa em seu primeiro mandato reformou o salão do clube e agora vai partir para a reforma dos banheiros.

As praias, invadidas pelos barraqueiros, viraram um acampamento durante o carnaval. Numa grande concentração de conhecidos, parentes e amigos, que chegaram em um caminhão baú de mudança, onde transportaram e descarregaram, em carrinhos de supermercados, tralhas, roupas, fogões, lonas, panelas e crianças. A primeira providência foi pregar uma placa com os seguintes dizeres: “CARNAVAL DOS SEM TETOS”. Na sequência saíram catando paus e bambus. Montaram as lonas, armaram os barracos e já começaram as brigas e confusões. A primeira, segundo a gritaria, começou porque alguém fofocou que “foi Xincha quem, de propósito, cagou na barraca de Quirinha” que com o pé atolado foi lavar na praia, tomou uma ondada nos peitos e quase morreu afogada. Zefa, que passou o carnaval jogando búzios e fazendo macumba, aprontou uma confusão porque “na hora de bater tabaque pro santo, tocaram um funk de putaria pra entidade”. Romualda apron-

tou um bate-boca porque lavou na praia e botou no varal pra secar, as fraldas dos seus filhos “que foram roubadas e usadas como papel higiênico para esses maconheiros limparem a bunda”. No segundo dia, o xingamento teve início logo que a sopa de tatuí com entulho, cozida no fogão de lenha, ficou pronta. Gerúncio e a mulher, os dois de porre de cachaça, furaram a fila. Alguém reclamou e tomou uma cusparada na cara. Em represália, o xerife do acampamento suspendeu a cota de rancho do casal. Os filhos não gostaram e jogaram um balde de areia dentro da panela. Um vizinho chamou a polícia. Os sem “sem tetos” negaram o fato, mas quando os soldados foram embora o pau comeu no acampamento. Na quarta-feira, quando a empresa proprietária começou a retirar os banheiros químicos, o grupo tenteou impedir, bloqueando a passagem do caminhão e fazendo algazarra na rua. O grito de ordem era o seguinte “e nós vai cagá adonde”.

*AG Marinho é jornalista e poeta. Email: siragom@gmail.com

Assembleia Geral Ordinária

EDIMILSON SOARES

Em conformidade com as disposições do Estatuto Social da ONG Circulo Artístico Cultural de Saquarema, a Presidente do CACS , convoca os associados da Entidade, quites com suas obrigações estatutárias, a se reunirem em Assembleia Geral Ordiinária, a realizar-se no dia 15 de março de 2013, as 19 h no espaço cultural CACS, no Lake´s shopping 2º piso loja 51 em primeira con-

vocação, com maioria simples dos associados e em segunda convocação, com qualquer número com a fiinalidade de eleger os membros titulares da Diretoria Executiva, do Conselho Fiscal e coordenadores responsáveis pelas áreas de Música, Dança, Teatro, Artes Plásticas, Literatura e Fotografia , entre outros para exercer o mandato no período de 2013 a 2015. Telma Cavalcanti

Fevereiro/2013

Pentelhos Rastafari Para brincar o carnaval os dois amigos resolveram fazer uma dupla punk-funk-rock-sertaneja e, desvairados sem pudor, mergulharam no fandango da sacanagem. Para escrachar de vez, fumaram um cachimbão de uma erva chamânica do Baixo Xingu e se destabacaram na maior doideira sem limites. As fantasias, uma minimíssima sunga transparente e chapéu de palha. A de um, que tinha o corpo todo cabeludo, despencava uma pentelhada em cachos naturais de fazer inveja e estava penteada com tranças no estilo rastafari que terminavam com caramujos coloridos e guizos que tilintavam no balanço fricoteiro e no sacolejo dos pentelhos. A do outro, de um buraco bem no meio, butucava para fora e deixava a mostra um par de bojudos testículos rosados e graúdos: um pintado com a bandeira do Brasil e o outro com a do Flamengo. De vez em quando eles arriavam as peças até os joelhos e ficavam pelados “para ajeitar os adereços”. A mulherada se esparramou no visual e não despregava o olho, fazendo turismo na volumosa paisagem apresentada pelos gatões. Os maridos, putos da vida, protestaram pela audácia dos saradões e queriam briga. A polícia veio, não gostou do que viu e decretou a interdição da dupla e das fantasias. O pessoal do bloco protestou favorável, mas os machões das calçadas declararam guerra. A porradaria começou, mas os dois, que eram bons de briga e estavam muito doidões de erva do Xingu, enfiaram os desafiantes no cacete. A polícia entrou na briga e respeitou a bandeira do Brasil, mas deixou a do flamengo cozida nos borrifos de spray de pimenta. Durante a confusão alguém palmeou e arrancou uma montoeira de tranças pentelhudas do rastafári. O arranca rabo terminou na delegacia. EDITAL ABANDONO DE EMPREGO A empresa TECNOCELL DE SAQUAREMA TELEFONIA LTDA ME, CNPJ 03.736.971/0001-92, estabelecida na Praça Santo Antônio 230, Cep 28993-000, Centro, Bacaxá na cidade de Saquarema, RJ. SOLICITA o comparecimento URGENTE no endereço citado do empregado(a) GINELLY RIBEIRO LABRE, portadora da CTPS: 7312677/030RJ no prazo de 10 dias, o seu não comparecimento ou falta de justificativas implicará em rescisão contratual por ABANDONO DE EMPREGO.

Naputavelha Antiguidades

Rua do Oceano, 236 – Praia de Itaúna Saquarema – Tel. (22) 2651-2223


Fevereiro/2013

15

O SAQUÁ

Nelsinho expõe suas telas na Casa da Cultura

DULCE TUPY

Cultura é notícia Beatriz Dutra*

O vira-lata das ondas

A

DIVULGAÇÃO

conteceu no Quebra-Mar, tradicional “point” de Santos, a 85 km de São Paulo, mas poderia ter acontecido em Itaúna, aqui em Saquarema. Tão inusitado que foi noticia de jornal: “Parafina”, o vira-lata surfista. Desde sempre soubera-se sem estirpe, mas um cachorro charmoso, romântico, livre e arrojado. Sempre quisera adrenalina e muitas emoções na sua vida. Só não poderia imaginar que há três anos, ao fugir do barulho dos fogos do “réveillon”, iria se esconder exatamente na escolinha de surfe de Picuruta Salazar, mais de 40 anos de surfe e 150 títulos na carreira: um dos principais nomes do esporte no Brasil. Resultado: foi adotado pelo surfista. Há cerca de um ano, Picuruta resolveu colocá-lo numa prancha para ensiná-

lo a surfar. E para sua surpresa, o viralata não queria mais de lá descer... Hoje, por incrível que pareça, já surfa sozinho e virou estrela do surfe do litoral paulista. De dia, mora na escolinha e à noite dorme num quiosque de cocos. Tem a vida que pediu a Deus. Em reportagem de Marcelo Justo para a “Folha de São Paulo”, de 29/12/2012, Picureta revela: “Ele gosta mesmo é da liberdade que tem aqui. Vem, come a ração, bebe água e fica nos esperando pra surfar”... “Parafina” ficou tão popular na praia que “teve que implantar um micro-chip com seus dados, além da coleira identificada para que todos saibam que tem dono e está bem de cuidado”, informa seu dono. E conclui: “A idéia do chip veio depois que uma mulher foi vista tentando colocar uma coleira para levá-lo da praia”. Não seria surpresa, se em próximos campeonatos de surfe em Itaúna, “Parafina” pudesse participar como “hors concours”...

O cão Parafina e Picuruta Salazar dividem a prancha para curtirem juntos o mar do litoral paulista *Poeta, “Cidadã Saquaremense” e presidente da Academia de Letras Rio – Cidade Maravilhosa

SOS FOSSA

Com desentupimento eletro rotativo (Rootor Rooter) Av. Saquarema, 3061 - Porto da Roça

Tel.: (22) 2651-1924 e 2651-9707

Almar Imobiliária

Compramos ou vendemos o seu imóvel em Vilatur www.marioalmar.com.br (22) 2655-1033 9977-4382 mario@ marioalmar.com.br

O artista plástico Nelsinho com uma de suas belas marinhas, inspirada na Praia de Itaúna

A

paisagem de Saquarema tem muitos intérpretes e já foi retratada por vários artistas, entre eles o famoso Pancetti, baiano, modernista, que se apaixonou pelo nosso ambiente. Visitante de Saquarema, ele se hospedava no antigo Hotel Iate Clube, de frente para a Lagoa de Saquarema, substituído agora por um condomínio e pelo Lake’s Shopping. Pancetti gostava de pintar junto com o amigo Antenor de Oliveira, poeta e pintor nativo de Saquarema, às vezes no alto da igreja de Nossa Senhora de Nazareth, considerada uma das mais belas paisagens do Estado do Rio de Janeiro. Nelsinho, quando menino, ficava vendo Antenor de Oliveira pintando e com ele aprendeu a arte dos pincéis, a sutileza da luz e o sentido das cores. Nascido em Saquarema, no dia 13 de maio de 1948, fez sua primeira exposição em 1966, promovida pelo Departamento de Turismo de Saquarema. Em 1972, participou do Salão Niteroiense, organizado pelo Centro

Niteroiense de Turismo e do Salão de Verão de Araruama, do 1º Salão da Região dos Lagos. Em 1988, Nelsinho fez parte de uma célebre exposição em Araruama, organizada pelo crítico de arte, poeta e escritor Walmir Ayala, seu grande amigo. Participou também de inúmeras Gincanas de Pintura no Rio, Niterói, Maricá, Rio Bonito, Saquarema e Teresópolis. Suas telas são conhecidas no Brasil e no exterior. Em sua atual exposição na Casa de Cultura, um catálogo do Núcleo Popular de Cultura, do Centro de Estudos Sociais Aplicados da UFF (Universidade Federal Fluminense), revela que houve uma exposição itinerante em vários municípios da região: Saquarema, Maricá, Cabo Frio, Arraial do Cabo e São Pedro da Aldeia, da qual Nelsinho também participou. E, para homenagear este filho talentoso da cidade, poemas foram lidos em sua homenagem, no vernissage, dia da abertura, entre eles “Pintor de Saquarema”, de Latuf Mucci e “Vocação”, de Antenor de Oliveira.

Ferragens e ferramentas em geral para sua casa

Av. Profº. Souza, 365 - Lojas 1 e 2 - Bacaxá

Reforma e manutenção de buggys Tel. 2653-5706 Rua Francisco Cabral, 20 Barreira – Saquarema

Tel. (22) 2653-0553/2653-0787/9224-2485

CONSTRUCENTER DE SAQUAREMA Materiais de Construção

Areia - tijolos - cimentos lajes pré-moldadas etc.

Av. Saquarema, 5418 - Bacaxá Telefones: (22) 2653-3424/2653-3148


16

Fevereiro/2013

O SAQUÁ

Ricardo

CONCRETO BOMBEADO

Segundo MELHOR AMIGO do homem

(22) 2673-1261 | 9926-3499 7834-7881 - ID: 83*3752 Representante:

Ricardo Trindade

Estrada do Engenho Grande - Engenho Grande - Saquarema

SEGURANÇA É POR NOSSA CONTA! Venda - Instalação Locação - Manutenção Monitoramento 24 horas Tels. (22) 2652 1463 / 7835 9950 ID 83*81131 Rua 13, esquina com 83 - Jaconé, Saquarema-RJ www.elite24horas.com.br

O SAQUÁ Anuncie no site de a.com.br w w w.osaqu

?

Por que colocar um banner no nosso site

da sua marca para  Divulgação o público que realmente interessa o banner tem um link,  Como aumento do acesso ao seu site banner aparece em todas  Oasseu páginas de O SAQUÁ *

São 2 opções de pagamento: R$ 30,00/mês ** – para quem também anuncia na versão impressa

R$ 50,00/mês ** (pré-pago) – para quem só quer anunciar na internet (22) 2651.7441

jornal@osaqua.com.br

Se preferir, fale diretamente com os nossos contatos comerciais: Rossini Maraca (22) 8808.1350 ou Edimilson Soares (22) 9954.1549 * Alternadamente com os outros anunciantes. ** Não está incluído nesse valor a criação do banner.