Page 1

DIRECTOR Joaquim Duarte

SEMANÁRIO 23 de Abril de 2010 | Ano X X V | N. 127 7 | €0,80

(IVA 5% incluído)

Telefone 243 309 600 · Fax 243 333 766 · Centro Nacional de Exposições - Quinta das Cegonhas - Apartado 355 - 2000-471 Santarém info@oribatejo.pt · www.oribatejo.pt

87 milhões é o valor da dívida total | página 10

Câmara de Santarém vergada ao peso da dívida Rio Maior Tribunal à procura dos 250 mil euros página 18

Feira Nacional de Agricultura com cartaz de luxo em Santarém | página 12

Abrantes Centro histórico acolhe escola de hotelaria página 23

Negócios Companhia das Lezírias investe 7,7 milhões página 26

Região Morte de forcado na Estrada 118 página 20

Futebol Amiense disputa título em Riachos página 30

Especial 24 Horas de Karting de Almeirim está de volta páginas 28 e 29

25 de Abril com Sócrates em Santarém Testemunhos e roteiro das comemorações | páginas 6 a 9


2

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

praçapública crónica de maldizer

sopa da pedra

Toiros e râguebi Eurico H. Consciência

Manso é a sua tia

Este ano também houve espaço para a festa brava e para o râguebi na Expo-Criança. Dos toiros, propriamente dito, só houve um par de cornos em pontas, embora os candidatos a toureiro não tenham faltado. Mas voluntários a sério, viu-se no corrupio de “atletas” que experimentaram o râguebi. Duas modalidades tradicionais agora muito em moda no Ribatejo.

não se diz, não se diz. Não é correcto Foi notícia na passada semana o que se passou no debate quinzenal na Assembleia da República entre o Sr. Dr. Louçã, chefe do Bloco de Esquerda e o Sr. Engº Sócrates, chefe do Partido Socialista e primeiro ministro. A certa altura, o Sr. Dr. Louçã, com aquele risinho inocente que o caracteriza, disse que o Sr. Engº Sócrates não se mostrava feroz agora, que estava manso. O Sr. Engº Sócrates não gostou do apodo e terá comentado irreprimivelmente, em tom baixo: Manso é a sua tia. Sua ou tua, não sei bem, mas tanto faz. Como o próprio terá reconhecido logo, esse dito do Sr. Engº Sócrates não foi correcto. Coisas dessas não se dizem. E o Sr. Primeiro Ministro tem que dar o exemplo. Não pode dizer tolices. Claro que a forma correcta seria Mansa é a sua tia. Mansa, que não manso. Adjectivar no feminino substantivo no feminino mandam as regras gramaticais. Questão de concordância – coisa que os políticos cada vez desprezam mais.

Pedralhães Enqu

Internacionalismo proletário

anto o “Magal hães” contin contas na com ua a presta issão parlam entar, leitor am r enviou-nos es igo ta sugestão m ais barata pa tes tempos de ra escrise. O gove rn o poupava um lecas e a pequ enada agrade as cia na mesma, certeza. Este com “pedralhães” também dá pa gar, embora ex ra joija alguns requ isitos prévios software, com de o saber a tabu ada de cor.

A farda fica-lhe tão bem

A concentração de sindicalistas da Função Pública no Largo do Seminário em Santarém começou com dificuldades de arranque no gerador ali instalado para o sistema de som do comício. Valeu a ajuda de uns prestáveis amigos chineses, de uma loja ali na zona, que cederam a tomada de energia eléctrica para o coordenador da CGTP, Valdemar Henriques, poder discursar às massas. Os activistas sindicais contavam-se pelos dedos, mas o internacionalismo proletário esteve ao seu melhor.

A governadora civil de Santarém não faltou à Expocriança e aproveitou a visita para posar junto de um placard da GNR. E, como se vê, farda fica-lhe a matar!...


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 3

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Cartoon de António Maia

eles dizem r

Os autarcas são estruturalmente honestos. Há de facto algumas árvores, mas não são elas que fazem a floresta.” José Junqueiro Secretário de Estado da Admnistração Local, em entrevista ao Jornal de Negócios

r Estamos num

a pergunta da semana

Vai participar nas comemorações do 25 de Abril? Vou participar em Santarém. É a minha terra, onde nasceu o homem número um da revolução do 25 de Abril, Salgueiro Maia e a quem devemos a liberdade. Como ribatejano que sou, vou participar pois devemos-lhe essa homenagem.

Fernando Cordeiro Santarém

Por motivos profissionais não posso participar nas comemorações nem assistir ao vivo, mas se pudesse participava. Assim, vou apenas tentar assistir pela televisão a alguns dos festejos que vão marcar o dia que assinala a revolução dos cravos.

Paulo Coelho Leiria

Sim vou participar aqui nas comemorações do 25 de Abril, em Santarém. É o dia do nosso país, dia da revolução e um dia para a nação que representa a liberdade e o fim da opressão. Devemos todos participar.

Manuel Faustino Santarém

Sim, de certo modo vou participar nas comemorações, pois vou estar no encontro da candidatura de Fernando Nobre, em Lisboa, onde se assinala também os 36 anos do 25 de Abril.

país em que escola ensina matemática e geografia mas não ensina protocolos éticos de cidadania” Francisco Moita Flores Correio da Manhã

r

Vivemos num país de bêbados. Vivemos num país com muitos milhares de alcoólicos. Um país que cultua o vinho e bebidas como a exigência da afirmação pessoal, do espaço da festa e do encontro. O álcool é o maior assassino português” Idem Idem

Francisco Mendes Santarém

F editorial

O legado do 25 de Abril

Levamos 100 anos de República, que vamos assinalar lá mais para o fim do ano, e apenas metade desses anos foram vividos em democracia. A ditadura pesou-nos na outra metade. E deixou lastro social e cultural profundo, que ainda hoje nos embaraça. 36 anos depois do 25 de Abril importa avisar, sobretudo os mais jovens, que a liberdade neste país tem uma história para contar. A Fundação da Liberdade que agora vai nascer em Santarém será, com certeza, mais do que um repositório dessa memória – o que só por si já não seria pouco. Sabemos como a memória é indispensável à própria ideia de identidade, ao conhecimen-

to de nós próprios. Quando se perde a memória dilui-se o sentimento de orientação, esvazia-se a noção do lugar, ausentamo-nos da realidade. Uma espécie de “morte branca”, como lhe chamou José Cardoso Pires. É contra essa difusa sensação de perda do nosso caminhar histórico, especialmente da nossa história recente, que Santarém se quer afirmar como cidade da liberdade. Caberá ao primeiro-ministro José Sócrates, presente nas comemorações oficiais do 25 de Abril em Santarém, anunciar a formalização da Fundação da Liberdade que marcará a reabertura e o destino (perfeito) a dar às instalações da ex-Escola Prática

de Cavalaria de onde partiu, há 36 anos, a coluna militar de Salgueiro Maia que haveria de dar voz de prisão à ditadura. O que será essa Fundação da Liberdade – sonho construído pelo presidente da Câmara, Francisco Moita Flores – dos seus contornos funcionais e financiamento, é segredo para já bem guardado. Até domingo. Altura em que José Sócrates também deverá anunciar outros projectos estratégicos para a nossa região decorrentes da aplicação das contrapartidas pela deslocalização do aeroporto da OTA para Alcochete. Aguardam-se boas novidades. Especialmente bem-vindas neste tempo de crise em

que a Câmara vive sufocada por pesada dívida e com tantos credores aflitos a baterem-lhe à porta. Ta m b é m o j o r n a l O Ribatejo é, de certo modo, um jornal de Abril. Nascemos em liberdade, vai para perto de 25 anos, e honrámos sempre nestas páginas a memória que a revolução dos cravos nos legou. Seguem-se nas páginas imediatas três testemunhos de Abril e um roteiro exaustivo das comemorações do 25 de Abril no distrito de Santarém. E note-se, com agrado, que não há governo nem governança no poder local que, por estes dias, não assinale a data da revolução dos cravos. Esse traço identificador da

memória (e das memórias) que é já património simbólico colectivo. Como recordava há dias Mário Soares, não deixar esquecer a memória histórica é também importante e reconfortante, no plano moral e cívico, para aqueles que viveram e sofreram as sevícias da ditadura. E recorda-nos como a revolução dos cravos “foi pacífica e tolerante”, sem “perseguições, nem discriminações, nem violências”. Por isso “vamos fazer 36 anos de paz política e social, em que as instituições democráticas, apesar dos seus defeitos, funcionam sem grandes sobressaltos. É um activo de que devemos orgulhar-nos”. Joaquim Duarte


4 PRAÇA PÚBLICA | OPINIÃO

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Director Joaquim Duarte joaquim.duarte@oribatejo.pt CP. n.º 867

Redacção - 243 309 601 João Baptista (chefe) joao.baptista@oribatejo.pt - CP. n.º 1157 João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt - CP. n.º 6911 Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt - CP. nº 8754 Jorge Guedes - CP. nº 2798 Jerónimo Belo Jorge - CP. nº 1907 (Abrantes) Maria João Ricardo - CP. nº 6383 (Abrantes) Vânia Clemente (Estagiária) Colunistas Armando Fernandes, Beja Santos, Carlos Chaparro, Daniel Abrunheiro; Eurico Heitor Consciência, José Niza, Luís Eugénio Ferreira, António Maia (Cartoon)

Colaboradores António Branquinho Pequeno, António Brotas, Alexandre Manuel, André Lopes (desporto), Adolfo Luís (fotografia futebol), Carlos Alberto Cruz, Hélder Duque (fotografia futebol), Joaquim Dâmaso (fotografia), João Grego Esteves, José A. Costa (fotografia futebol), Júlio Freches, Nuno Abreu (fotografia futebol), Nuno Matos (fotografia futebol), Renato Campos, Rogério Rodrigues, Rosalina Melro, Vítor Gomes (fotografia futebol)

Departamento Gráfico Vítor Arsénio (chefe), António Vieira

Projecto Gráfico

defrank - Comunicação Editorial defrank@interacesso.pt

Departamento Comercial - 243 309 602 Rita Duarte (directora comercial) 962 108 761 rita.duarte@oribatejo.pt Luís Silva - 962 108 756 Ana Marecos - 962 108 762 Sandra Amendoeira - 961 736 350

Secretariado - 243 309 600 Ana Sousa - 962 108 760

foto denúncia Este buraco na rua O, junto à saída para Almeirim, é um cancro nesta via que parece estar par ficar. Apesar de já ter sido tapado várias vezes, seja com terra seja com alcatrão, o buraco volta a abrir-se e a obrigar os condutores menos avisados a fazerem desvios de direcção, que só não acabaram em acidente por sorte. E não é buraco único, porque alguns metros mais à frente lá estão mais buracos. À atenção dos responsáveis.

Penso logo insisto

Sede: Centro Nacional de Exposições Quinta das Cegonhas Apartado 355 2000-471 Santarém Geral: 243 309 600

A letra G, de GALP e de Governo

Publicidade 243 309 602 Fax: 243 333 766

E-mail info@oribatejo.pt

Internet www.oribatejo.pt

Serviços assinaturas 243 309 600

Paginação e montagem Jortejo, Lda. - Santarém telef.: 243 309 605

Impressão Imprejornal, S.A. Rua Rodrigues Faria 103, 1300-501 Lisboa

José Niza

Distribuição Vasp

Assinaturas (52 Números) Portugal: 25 € Europa: 50 € Resto do Mundo: 75 € Preço Avulso 0.80 € (IVA incluído) Editora e proprietária: Jortejo, Lda. Apartado 355 2002 SANTARÉM Codex

GERÊNCIA Francisco Santos, Ângela Gil, Albertino Antunes

Departamento Financeiro Ângela Gil (Direcção), Catarina Branquinho, Celeste Pereira, Gabriela Alves, João Machado e Patrícia Santos. info@lenacomunicacao.pt

Departamento de Marketing Patrícia Duarte (Direcção), Susana Santos (Coordenação), Catarina Fonseca e Catarina Silva. marketing@lenacomunicacao.pt

Departamento Recursos Humanos Nuno Silva (Direcção) e Sónia Vieira. drh@lenacomunicacao.pt

Departamento Sist. Informação Tiago Fidalgo (Direcção) e Hugo Monteiro. dsi@lenacomunicacao.pt

Unidade de Projectos Lúcia Silva (Direcção) e Joana Baptista (Coordenação) projectos@lenacomunicacao.pt Tiragem semanal 9.500 exemplares Depósito Legal 13 983/86 Sócios com mais de 10% de capital Sojormédia: 83% Nº Registo no ICS: 111209 (20.11.85) Nº Contribuinte: 501636110

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico envoi fermé autorisé par les PTT Portugais · Autorização - Autorisation: Nº 16 DE 001602 DCE pode abrir-se para verificação postal

O problema objectivo e incontornável no elevado preço dos combustíveis é o de que existe realmente uma cumplicidade óbvia, um jogo de interesses, entre o Governo e a GALP: quanto mais altos forem os preços, mais as finanças arrecadam.

Com a letra G podem escrever-se muitas palavras. Por exemplo, GALP, gamanço, ganância. Por exemplo, Governo. Há anos vi na televisão uma entrevista que me fascinou. O tema era o preço dos combustíveis. E o entrevistado um engenheiro português que tinha trabalhado muitos anos nos Estados Unidos e nos negócios dos petróleos. Com total conhecimento de causa ele denunciou, um a um, todos os truques e malabarismos desonestos que as petrolíferas utilizavam para subir especulativamente os preços. Na altura esse senhor era Presidente da Unicer (cervejas) e chamava-se Ferreira de Oliveira. Hoje é Presidente da GALP, continua naturalmente a manter o nome, mas o seu discurso é exactamente o inverso do anterior: de repente, todos os truques e manigâncias que antes denunciava deixaram de existir. Nos vários artigos que neste jornal tenho escrito a propósito da GALP, e contra a GALP, sempre defendi uma tese, até agora incontestada, mesmo pelo porta-voz dessa petrolífera. Quando há dois anos o petróleo atingiu o máximo histórico de 147 dólares o barril, a GALP, já abusando, fixou o preço da gasolina 95 em 300 escudos, isto é, um euro e

meio. Aplicando aos dias de hoje os mesmos critérios da GALP, temos o seguinte: se, há dois anos, com o petróleo a 147 dólares, a gasolina subiu até aos 300 escudos, hoje, com o barril de petróleo a 84 dólares, a gasolina devia rondar os 171 escudos. Mas não: está a mais de 280 escudos! Isto é, 109 escudos acima do preço a que devia estar! E é aqui, nesta tão simples regra de três simples, que está o cerne da questão e a denúncia do embuste. Nesta minha cruzada solitária tenho andado a escrever e a falar sozinho. Mas no passado dia 15 de Abril, o ex-ministro das finanças, Bagão Félix, explicou na televisão exactamente o que eu ando aqui a denunciar há mais de um ano. Até que enfim que alguém... O que acho inacreditável é que uma questão tão simples, tão evidente e tão óbvia como esta, nunca tenha sido denunciada a sério por jornalistas, deputados, comentadores, “especialistas” vários, economistas, fiscalistas, membros do governo. “Eles falam, falam, mas não dizem nada”. São meros figurantes deste petro-psicodrama, representam mal, não sabem os papéis e vomitam a sua enciclopédica ignorância. Mas a este cortejo carnavalesco falta ainda a

Autoridade da Concorrência – que não é, nem autoridade, nem da concorrência – a qual, até hoje, só foi elogiada por duas entidades: a GALP e o Governo! Outra mentira que os média não desmentem – não vá a GALP cortar-lhes a publicidade – é a de que a culpa de tudo isto são os impostos sobre os combustíveis. Este falacioso argumento cai pela base quando se prova, e se comprova, que, já antes de impostos, a gasolina e o gasóleo portugueses são dos mais caros da Europa. Por outras palavras: o que mais determina a escalada e a escandaleira dos preços – muito mais do que os impostos – são os preços especulativos das refinarias. A questão essencial não está pois nem na cartelização dos preços, nem no fisco, mas sim nos preços impostos pelas petrolíferas à solta. A questão está a montante e é prévia à cobrança fiscal. A questão não é olhar estupidamente para os painéis das autoestradas para descobrir se entre a GALP, a BP, ou a REPSOL existe um cagagésimo de cêntimo a mais ou a menos. A questão não é também fingir que se investigam manobras de diversão sobre a cartelização dos preços quando isso só serve de biombo e camuflagem de coisas mais graves.

O problema objectivo e incontornável é o de que existe realmente uma cumplicidade óbvia, um jogo de interesses, entre o Governo e a GALP: quanto mais altos forem os preços, mais as finanças arrecadam. E, aqui, o Estado – demitindo-se das suas obrigações – em vez de actuar e utilizar os meios legais à sua disposição para reprimir os excessos da GALP, designadamente através de medidas fiscais sobre os seus milionários lucros, opta pela solução mais cómoda, mais irracional e mais injusta: não fazer nada! Quando, no Parlamento – e perante a crítica de todas as bancadas – o Primeiro Ministro responde que o problema dos preços se resume a uma mera questão de “mercado” e de “concorrência”, acho que está a demitir-se do voto que lhe dei: há sempre uma gota de gasolina que faz transbordar o depósito. Com a letra G podem escrever-se muitas palavras.


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 5

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

há vinte anos

números

8,2% Tesoureiro dos Serviços Municipalizados da Câmara de Santarém era demitido por desvio de verbas, no valor de 1500 contos. Pedro Canavarro sofria pressões internas para abandonar a liderança do PRD depois de uma entrevista polémica com as suas opiniões mais francas sobre religião e sexualidade. A associação para a navegabilidade do rio Tejo era constituída em escritura pública.

Foi a percentagem da subida na despesa da Segurança Social nos primeiros três meses do ano. Agravada sobretudo pela rubrica das pensões (4,3%) e pela subida de 25% dos gastos com subsídios e apoios aos desempregados. Reflexo da crise económica que continua a exigir uma grande intervenção do Estado. Porém, o deficite público baixou 12 milhões no mesmo período.

estrelas

A Companhia das Lezírias mantém forte investimento este ano, designadamente com a construção de uma central de biomassa para produção de energia. Perto de 8 milhões de euros de investimento com fundos próprios, além de várias candidaturas comunitárias para a área da produção. Interessante, ainda, os resultados positivos apresentados e o estar fora da lista de privatizações do Governo. (Pág. 26)

A espuma dos dias

A Fundação da Liberdade é sonho antigo de Moita Flores, que vê agora a sua formalização concretizada com o empenho pessoal do primeiro-ministro e a certeza do envolvimento da administração central nesta inovadora instituição, que marcará o renascimento da ex-Escola Prática de Cavalaria. E tudo aponta para que os 10 milhões pedidos pela EPC possam reverter para a própria Fundação. (pag. 8)

Rui Portugal Presidente do Conselho Directivo da ARS-LVT

A burocracia administrativa dos serviços da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo está a sufocar financeiramente a Misericórdia da Chamusca e a por em risco o funcionamento da Unidade de Cuidados Continuados, a funcionar no edifício do antigo hospital e onde foram investidos mais de 2 milhões de euros. Já foram despedidos funcionários porque falta assinar o acordo. (Pág. 21)

Opinião

Liberdade livre Vamos ter uma semana pejada de peças e referências ao 25 de Abril, seguramente, muitas delas imbuídas de uma grande carga retórica superficial para esconder o vazio interno, quando devia ser ao Armando Fernandes contrário, pois em tempo de crise precisamos de análises capazes de interpretarem, lerem, precisarem e situarem os fenómenos que provocam Estamos a grandes prejuízos ao regime. tornar-nos Somos uma democracia relanum país de tivamente recente, que se secaloteiros. guiu a quarenta e oito anos de castração mental e de censuNão é ra à expressão de pensamenvergonha to. Estamos a atravessar um dever, con- período de grandes dificuldenável dades e falta de credibilidade das instituições, marcado por é o não pagamento um enorme ruído emanado das dívidas por alguns órgãos de comunicação social e alimentado contraídas conforme os interesses a deem plena fender. A falta de transparênconsciência cia em muitos actos da vida e discerni- política e negócios vultuosos mento. Os provoca outras faltas de intecaloteiros gridade e de escrúpulo levando ao crescente afastamenriem-se dos to da vida cívica homens de desgraçagrande qualidade intelectual dos que e jovens interessados no ser, arcam com em detrimento do ter dos joo prejuízo. tas profissionais. Reina a trivialidade, a coscuvilhice, o espírito de confraria do badalo, concedendo-se desmedida importância a quem não tem nenhuma, banalizando-se a aceitação de procedimentos falhos de integridade como

Moita Flores Presidente da Câmara de Santarém

Vítor Barros Administrador da Companhia das Lezírias

Revisitar Abril é exemplo flagrante o não honrar compromissos assumidos. Estamos a tornar-nos num país de caloteiros. Não é vergonha dever, condenável é o não pagamento das dívidas contraídas em plena consciência e discernimento. Os caloteiros riem-se dos desgraçados que arcam com os prejuízos, os maus pagadores tiram conclusões delirantes dos seus actos porque predomina a farândola, a desmesura do factozinho ou, até, a criação do caso fumarento desviador da atenção sobre o caloteirismo. A liberdade/livre (o termo pertence ao notável poeta António Ramos Rosa), não pode justificar distorções na assumpção das responsabilidades e o enredado gasto de tempo até à prescrição de casos nos quais o Estado e particulares sofrem enormes prejuízos, fazendo crer ao comum dos cidadãos que os canalhas deixaram o baixo mundo e estão em toda a parte. O injustamente esquecido António Sérgio exemplo de homem livre apelidava a falta de integridade intelectual de “frenéticos caprichos deliriosos de fantasmagórica anarquia”. Se o ilustre pensador voltasse cá, após ver um debate no Parlamento, ler jornais e visionar telejornais, fugiria a sete pés. Ora, o 25 de Abril não tem nenhuma culpa do desvario. Apesar do desconsolo de alguns, valeu a pena.

Vicente Batalha

O “25 de Abril” expressou e deu corpo às esperanças mais genuínas do povo português. Festejar Abril, é uma atitude cultural do mais largo alcance, é a vontade de quem quer olhar em frente e construir o país prometido.

Com a Homenagem a Salgueiro Maia, tiveram início as Comemorações do “25 de Abril”, em Santarém. Manuela Cruzeiro, do Centro de Documentação 25 de Abril, da Universidade de Coimbra, em artigo intitulado, “Maia para os Amigos, Herói do Carmo para a História”, escreveu: “Mas, se quisermos preservar as sementes do sonho, aquele fio de azul que haverá sempre em todos os escombros, reencontrar-nos-emos sempre com Manuel Alegre, cronista-mor de reinos imaginários (e tão reais): “Diz-se o teu nome e sais de Santarém/trazendo a espada e a flor da liberdade” ou com João de Melo: “Oficial e cavalheiro que sou, entrarei firme nos portões do Carmo, e ninguém saudarei pelo caminho…” Acto civilizacional, o maior da nossa história contemporânea, universal pela abertura a todos os povos, o “25 de Abril” expressou e deu corpo às esperanças mais genuínas do povo português. Festejar Abril, é uma atitude cultural do mais largo alcance, liberdade, criação, transformação, direito à utopia. Reafirmar os compromissos de Abril, é a vontade de quem quer olhar em frente e construir o país prometido. Jurar fidelidade a Abril, é combater pela liberdade, pela justiça, pelo progresso social e pela paz. Ao chegar aqui, tenho consciência de que não foi para isto que se fez o “25 de Abril”, que os caminhos eram outros, mas foram estes que a maioria do povo escolheu e foram esses caminhos que nos conduziram até onde estamos. Somos todos responsáveis. Relembro as palavras do filósofo e

ensaísta José Gil: “O 25 de Abril não libertou os corpos, se não formalmente, como não alargou os horizontes do espírito, se não teoricamente. Não foram os extraordinários e temerários princípios da liberdade substancial que os vários “processos revolucionários” propuseram e quiseram inscrever (pelo menos na constituição), que transformaram o espaço dos corpos encolhido e enquistado pelo medo e os hábitos e submissão interiorizados durante décadas. A democracia foral criou as condições para a sua transformação mas não a realizou. Depois de várias experiências voluntaristas de abertura – logo abortadas ou engolidas pela prática e discurso políticos – os corpos e os espíritos voltaram aos velhos padrões arquissedimentados.” Uma coisa é certa, “As portas que Abril abriu nunca mais ninguém as cerra”, como diz o poema de Ary dos Santos, e a liberdade de pensamento é o primeiro valor da vida e dignidade humanas. Santarém, uma das capitais de Abril donde partiu a coluna da EPC, comandada pelo capitão Salgueiro Maia, para “pôr um ponto final no estado a que isto chegou”, vitoriou e aclamou no regresso os seus militares. Trinta e seis anos depois, Abril continua vivo, e o seu ideário é mais preciso do que nunca para vencer as complexas dificuldades em que nos querem mergulhar. O país vai comemorar o acto revolucionário, único e paradigmático, que derrubou o fascismo com cravos vermelhos nos canos das espingardas. E cada Abril, de festa e de luta, é uma esperança e uma oportunidade renascidas.


6

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

25 de abril Seguem-se três testemunhos de Abril e um roteiro exaustivo das comemorações e festejos da revolução dos cravos no distrito de Santarém. Mas primeiro vamos os testemunhos, escolhidos a dedo: um advogado que foi dos primeiros civis a colaborar com os militares revoltosos da Escola Prática de Cavalaria, nomeadamente na constituição das comissões administrativas que haveriam de presidir às câmaras municipais do distrito; um médico psiquiatra, compositor e músico que ouviria uma canção sua usada como senha militar no 25 de Abril; e um escritor e actual autarca que preside ao município da capital de distrito; ou ainda, se quiserem, um simpatizante do PCP, um militante do PS e um eleito do PSD. Três testemunhos sobre os ideais que Abril nos legou, de Madeira Lopes, José Niza e Moita Flores. Façam o favor de os ler.

A porta ao lado, que Abril abriu Quando ocorreu o 25 de Abril de 1974 já me encontrava a exercer a advocacia em Santarém. Havia iniciado em 1970, após estágio com o Dr. Humberto Lopes, mantendo-me no seu escritório que ao tempo se situava no Largo do Seminário, à entrada da Rua Serpa Pinto. Através de telefonema do meu sogro, pelas 8 horas, liguei o Rádio Clube Português e recolhi as primeiras informações. Fui logo ao escritório, após o que me dirigi à EPC, recolhendo mais informações junto do então

Capitão Correia Bernardo, que me viria a dizer ainda nesse dia, após a vitória no Carmo: “A parte militar está encaminhada, agora os civis têm de dar a ajuda necessária. Tu e o Manuel Castela avancem…” Mesmo na porta ao lado do meu escritório a Mocidade Portuguesa Feminina tinha as suas instalações, sendo responsável uma senhora que me conhecia e se disponibilizou passados 2 ou 3 dias para entregar a chave. Esta entrega foi formalizada depois pelo MFA, passando aí a funcionar a

sede da CDE (Comissão Democrática Eleitoral). O regime deposto proibia os partidos políticos só permitindo em curto período eleitoral a constituição de comissões eleitorais que se extinguiam imediatamente depois do acto eleitoral. No entanto, a CDE, continuou a sua actividade, desde 1969, realizando Encontros Nacionais periodicamente e mantendo as estruturas distritais. Esta estrutura da oposição democrática unitária foi preciosa para a democratização da sociedade, colaborando

activamente na substituição dos executivos camarário e das juntas de freguesia por comissões administrativas, votadas em plenários abertos, que assumiram o poder local democrático e iniciaram o recenseamento eleitoral muito incompleto. Passei a dividir o meu tempo entre o escritório e a CDE, ao lado, prestando-se o apoio solicitado na ligação ao MFA, que sancionava a posse das comissões administrativas. Desde então, não mais cessei de intervir na vida pública e cívica, procurando dar o meu mo-

João Madeira Lopes*

desto contributo na tentativa de construir o Portugal de Abril, no qual continuo a acreditar, apesar dos retrocessos constitucionais e sociais a que temos assistido. * Advogado


25 DE ABRIL | ABERTURA 7

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Abril alegre e triste Foi por volta das 4 da manhã. Dormia. O telefone tocou. E, como ele estava do lado da minha mulher, foi ela que atendeu. Ainda meio a dormir perguntei-lhe o que era. E ela, também meio a dormir, respondeu-me: “Era o Rolo Duarte (jornalista do Diário de Lisboa e da Flama) a dizer que há uma revolução.” Aí, acordei de vez. - “Contra quem?” - “Ele não disse!” A pergunta tinha sentido porque desde o golpe das Caldas, em 16 de Março, que se falava de um contra-golpe da extrema-direita chefiado pelo general Kaulza de Arriaga. Liguei o rádio e sintonizei o Rádio Clube Português. Estavam a passar marchas militares, música obrigatória de qualqur revolução que se preze. Quando me apareceu a inconfundível voz do Luis Filipe Costa comecei a acreditar que. Mas foi só quando ouvi uma canção minha – “Fala do Homem Nascido” – um poema de António Gedeão cantado pelo Adriano Correia de Oliveira, que percebi do que se tratava. Já passaram 36 anos. E as memórias e as emoções vão-se desvanecendo com a erosão do tempo. Ontem estava a ver na televisão aquela terrificamente bela erupção do vulcão da Islândia e lembrei-me do 25 de Abril: - de

repente saltou a tampa da panela de pressão fascista e os céus incendiaram-se em explosões de alegria, a terra embelezou-se com fragmentos de lava de emoções e Portugal transformou-se num cordão de abraços. Aqueles dias – sobretudo os que ligaram o 25 de Abril ao 1º de Maio – valeram toda a espera, o desespero, os sacrifícios, as prisões, as censuras, as torturas. A Liberdade tranformou-se num oxigénio por todos respirado. E a palavra Solidariedade saltou em festa para as ruas e praças de Portugal. Ainda recordo, com emoção viva, a chegada do Manuel Alegre ao aeroporto. Ou as de Soares e Cunhal a Santa Apolónia. Ainda tenho nos meus olhos o filme da libertação dos presos políticos de Caxias. Depois foram as eleições para a Constituinte e a construção da Constituição, letra a letra, palavra a palavra, tijolo a tijolo. E o dia em que, na Comissão a que eu presidia, se aprovou o artigo 64º.da Constituição – Direito à Saúde. Quem viveu momentos destes, viveu muitas vidas. *** Olho hoje para tudo isto com saudade, orgulho e desilusão. Bem sei que os tempos mudaram, às vezes para pior, outras para melhor. Mas, pior do que a

José Niza

mudança dos tempos, foi a mudança das pessoas, a remoção da solidariedade pelos egoísmos, o “cada um por si” em vez do “um por todos e todos por um”. Olho hoje para o futuro com um olhar triste e de pouca esperança. Ainda vou acreditando – tenho de acreditar! – que os valores e os princípios reocupem de novo os terrenos da ganância e dos interesses, mas... Quando o 25 de Abril, em vez de Festa, se vai transformando num muro de lamentações, é porque já vai restando pouco. PS.- “E depois do adeus”: duas curiosidades. Só uma semana depois é que eu soube que a canção tinha sido a primeira senha musical do 25 de Abril. A canção foi gravada no dia 16 de Março, dia do golpe das Caldas. Nessa manhã, ainda eu estava em Lisboa, o Paulo de Carvalho telefonou-me de Madrid a perguntar o que é que se estava a passar. Coincidências?

Onde estavas? A pergunta foi celebrizada por Baptista Bastos. E cada um responde sobre o espaço onde se encontrava quando ocorreu a revolta dos militares no dia 25 de Abril de 1974. Quero responder sobre o tempo onde estava. Porque não é só meu e pouco importa cada um quando, como naquele dia, o tópus se converte em utopia. E nesse dia tinha 21 anos. O tempo de todas as esperanças, o tempo em que acreditamos que os sonhos comandam a vida e, aliás, cantávamos isso mesmo na companhia de Manuel Freire. Mas sabíamos que havia sonhos que não eram possíveis de serem vividos. A censura cortava-os no papel, a polícia política enfiava qualquer sonho de diferença nos calabouços. Sem acusação. Sem piedade. Em forma de pesadelo.

Nesse tempo já escrevia. Descobri a revolta de ver os meus textos cortados. E não tinha a ver com o português, que era escorreito e sem erros de ortografia. Às vezes cortados pela crítica mais ingénua ou por razões que nem o diabo imaginava. E descobri, uns anos antes, que havia livros proibidos. O meu pai guardava-os, encadernados num papel pardo rugoso, como se assim os libertasse da prisão. Como descobri que a música tinha interditos. Poemas proibidos. Guitarras proibidas. Os Verdes Anos, dedilhados pelo Paredes amedrontavam o regime e eu não sabia como podia aquele regime ser tão poderoso que tinha medo de uma guitarra. E das palavras. E das mágoas revoltadas, pois que não são a mesma coisa que mágoas revolucionárias. As

primeiras trazem desespero nas lágrimas, as outras trazem determinação no olhar. Nesse tempo, o principal olhar estava na guerra. Montar e desmontar a G-3, saber saltar do Unimog para posições de combate, mira postada no inimigo. Mas qual inimigo? Um poema de Agostinho Neto lembrava:O teu inimigo não está aqui no mato, não/o teu inimigo não sou eu, irmão. Claro que havia o inimigo da guerra do Solnado, mas esse era amigo, e os outros que víamos nos filmes de acção norte-americanos. Mas aí eram nazis e fascistas e não viviam no mato. Então quem era o inimigo? Ainda hoje não sei. Nesse dia 25 foi o tempo em que acreditámos que Gedeão e Manuel Freire tinha razão. O sonho comanda a vida. Era aí que eu

estava. Devo dizer, em nome da verdade, que daí nunca saí. Continuo a viver ‘esse dia perfeito’ de que falava Sophia, nada me desencantou, nada meu faz ter saudades do passado. Como Leonardo Coimbra, nesse dia fundador emprenhei de saudades do futuro. E aí estou. Sem mágoa. Sem o saudosismo da velhice, sem a nostalgia dos frustrados, sem a revolta dos vencidos da vida. Estamos todos. Se quisermos. Porque 25 de Abril não é um dia, nem uma década. Nem várias. É a vida. Com vitórias e derrotas, com esforço, com mágoas, mas cheio de alegrias e confiança. Exactamente, confiança pois o mundo é feito de mudança, tal como ensinou Camões há cinco séculos. O resto é lamúria, decadentismo. O 25 de Abril esteve no sítio certo, à hora

Francisco Moita Flores

certa, abrindo as portas a quem acreditava que os sonhos comandam a vida. Hoje, trinta e seis anos depois, sei que comandam a vida. Desde que não se desista. Desde que se resista. Desde que entremos por essas portas da liberdade e saibamos amar com a força que só os homens livres são capazes de ter para o amor. Rematando este texto que me pediram, retorno à pergunta: Onde estavas? E respondo: Estou aqui!


8 ABERTURA | 25 DE ABRIL

O Ribatejo 4 | Setembro | 2009

Roteiro do 25 de Abril no distrito Santarém 23 de Abril Apresentação do livro “Bute daí, Zé”, da autoria de Filomena Marona Beja, às 18h00, na sala de leitura Bernardo Santareno. Concerto com Bandas de Santarém, às 22h00, no Jardim da República. 24 de Abril Concer to para surdos pelo coro do Círculo Cultural Scalabitano, às 11h30, na Igreja do Alporão. Concerto “Sabores de Abril” com a participação do grupo Luangraal, Grupo de Guitarra e Canto de Coimbra e do coro da Câmara do Conservatório de Música de Santarém. 25 de Abril Missa Cantada com os pequenos cantores de S. Francisco, às 12h00, na Igreja de Marvila.

José Sócrates em Santarém no dia 25 de Abril O primeiro-ministro José Sócrates participa nas comemorações do 25 de Abril em Santarém. Para além de “partilhar com a cidade a evocação deste dia histórico e fundador da democracia portuguesa”, o primeiro ministro vem “anunciar a formalização da Fundação da Liberdade, e de outros projectos estratégicos para a região, decorrentes da aplicação dos acordos Ota-Alcochete”, refere o convite da Câmara Municipal. “A Câmara de Santarém convida toda a população para se associar a esta importante iniciativa que marca a ressurreição da ex-Escola Prática de Cavalaria para o seu mais profundo significado simbólico de Liberdade, de paz e de Tolerância”, lê-se no convite enviado em nome do presidente da câmara, Francisco Moita Flores. A concentração de recepção à comitiva do primeiroministro realiza-se, pelas 16 horas, do dia 25 de Abril, no Jardim da República, ocorrendo as cerimónias na parada militar ‘Chaimite’ na EPC. Cerimónia evocativa a Salgueiro Maia, às 15h00, no Jardim dos Cravos. 35º Encontro de Coros comemorativo do 25 de Abril, às 17h30, na Igreja da Graça. 26 a 30 de Abril Ateliê da Liberdade, para

crianças dos 6 aos 12 anos, às 10h30, na sala de leitura Bernardo Santareno.

Abrantes 25 de Abril Grande Prémio de Atletismo, uma prova dos 6 aos 16 anos, que terá a sua partida

às 10h00 da cidade desportiva de Abrantes, com uma duração de 3horas. Palestra subordinada ao tema “ O 25 de Abril e a Constituição Democrática”, com o professor Jorge Miranda, às 16h00, no auditório da Escola Superior de

Tecnologia e um momento cultural protagonizado pelo grupo de teatro “Palha de Abrantes”, com a interpretação “Nas asas da Liberdade” – monólogo “ O Rei Imaginário”, de Raul Brandão.

Almeirim

Alcanena

24 de Abril “Ser Poeta” uma apresentação de 15 temas de José Afonso que relembra êxitos do poeta de Abril, pelo Grupo Frei Fado D’El Rei, às 21h30, no Cine Teatro de Almeirim.

24 de Abril E sp e c táculo “ D an ç ar Zeca Afonso”, pela companhia de dança contemporânea CeDeCe, no Cine-Teatro São Pedro, às 21h30

25 de Abril Festival Internacional de Folclore com a participação de grupos da Grécia, Escócia, Polónia e Bulgária.

25 de Abril Passeio cicloturístico “Circular em Liberdade” com concentração às 11h00, na Praça 8 de Maio Pintura colectiva de um mural por artistas plásticos e aberto à participação da população, na Rua João Silva Nazário, às 11h15 “Tarde em Liberdade”, iniciativa de actividades desportivas e lúdicas para crianças, a partir das 15h00.

Alpiarça 24 de Abril Histórias do 25 de Abril, uma iniciativa para pais e filhos, às 16h30, na Biblioteca Municipal “Fogo de Abril” e “Cantar Abril” dois espectáculos de teatro e musical, às 21h00 e 00h10, no clube desportivo “Os Águias” 25 de Abril “Corrida dos Patudos”


25 DE ABRIL | ABERTURA 9

O Ribatejo 4 | Setembro | 2009

Espectáculo de Teatro Musical “Salazar – Ascensão e Queda” pela Companhia de Teatro do Ribatejo, às 16h00, no Cine-Teatro da Chamusca

Coruche 24 de Abril Actividades desportivas de natação e futsal, a partir das 08h30. “Canções para vós – Renascer 25 de Abril” – espectáculo musical com concorrentes do programa da TVI “Uma Canção Para Ti” 25 de Abril Visita à Escola Museu Salgueiro Maia seguido de lanche convívio, às 15h30. – prova de atletismo para crianças e jovens, às 10h00, na Avenida Pratas Vital, seguido de uma caminhada para pais e filhos, às 11h30 Prova de Ciclismo em pista para juvenis, juniores e cadetes, às 14h00, no Estádio Municipal Dr. Raul José das Neves “Dar Voz” – a poesia combinada com as vozes da música, com a participação do Orfeão da Sociedade Filarmónica Alpiarcense, às 21h30, na Biblioteca Municipal

Benavente 24 de Abril Espectáculo musical com a cantora Anabela, às 21h30, no Cine-Teatro de Benavente “Semente em Terra Queimada”, teatro revista, às 21h45, no centro cultural de Samora Correia 25 de Abril Desfile com as instituições e colectividades da freguesia seguido de várias actuações, no Parque 25 de Abril

Cartaxo 24 de Abril 10º Grande Prémio de Atletismo Rui Silva 2010, às 21h30, na Praça 15 de Dezembro 25 de Abril – Desfile em viaturas do corpo de bombeiros municipais do Cartaxo pela cidade, às 10h00 Corridas da Liberdade 2010, às 10h00

Chamusca 25 de Abril

Coruche 25 de Abril 13ºCorrida da Liberdade – “Tradicional prova de Atletismo”, à 09h00, no pavilhão desportivo municipal, seguido de uma aula de ginástica infantil Caminhando pela saúde – uma caminhada até ao parque Bonito para a população em geral, às 15h30, no pavilhão desportivo municipal.

Golegã 24 de Abril Palestra dedicada à Revolução dos Cravos com o Coronel Eugénio de Oliveira, às 16h30, no Equuspolis 25 de Abril Actividades desportivas de cicloturismo e futebol, a partir das 09h30 e actuação das colectividades das freguesias, às 16h30, no Equuspolis

Mação 25 de Abril 9º Passeio da Liberdade em bicicleta pelas freguesias do concelho, 3º Passeio Pedestre da Liberdade e 1º Passeio infantil da liberdade em bicicleta para crianças dos 6 aos 12 anos. Concentração às 09h00, junto à Câmara municipal de Mação.

Ourém 24 de Abril À conversa com o coronel Sousa e Castro “Capitão de Abril, Capitão de Novembro, às 16h00 25 de Abril Concer to com C arlos Alberto Moniz, acompanhado por violino, às 21h00,

no Cine-Teatro Municipal de Ourém

da Liberdade”, às 09h00, na Falcoaria Real

Salvaterra

Sardoal

24 de Abril Apresentação do livro “O Último Bandeirante” da autoria de Pedro Pinto, jornalista da TVI, às 16h00, no Celeiro da Vala

25 de Abril Prova desportiva de atletismo, às 10h00, na Praça da República “Renascer Abril”, espectáculo musical com a participação de 7 jovens concorrentes do programa da TVI, “Uma Canção Para Ti”, às 15h00, no Centro Cultural Gil Vicente

25 de Abril “Nadar pela Liberdade”, às 09h00, nas piscinas municipais de Salvaterra de Magos Passeio pedestre “Rota

O Quadro Cúbico, iniciativa dedicada à pintura para

todos puderem deixar a sua marca alusiva ao 25 de Abril, a partir das 17h00, na Praça Nova.

Torres Novas 24 de Abril “Né Ladeiras e os companheiros da Rute”, uma alusão à música de intervenção dos anos 70, às 16h00, no auditório da biblioteca municipal Gustavo Pinto Lopes 25 de Abril Espectáculo de Júlio Pereira, no Teatro Virgínia, às 16h00. O músico apresenta-

rá o seu último álbum “Geografias”, num concerto de entrada livre.

Barquinha 25 de Abril Dia dedicado ao desporto com provas pedestres, corridas de corta-mato, uma aula de dança para pais e filhos e um torneio de futebol interescolas no Barquinha Parque Concerto pela banda de música dos bombeiros voluntários da Barquinha e pela sociedade musical Sesimbrense.


10

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

santarém BAIRRO SOCIAL VENDIDO EM HASTA PÚBLICA

A Depois de aprovadas na Câmara, as contas de 2009 deverão agora ser discutidas na Assembleia Municipal marcada para dia 30

Câmara com dívida de 79 milhões Contas da Câmara ∑ Oposição critíca “descalabro”. Moita Flores promnete pagar dívida ainda em 2010 A Câmara de Santarém esgotou a capacidade de endividamento, atingindo a dívida os 79 milhões de euros, a que se somam mais 8 milhões de compromissos assumidos. Um valor muito superior ao do orçamento executado em 2009 que ficou pelos 63,9 milhões de euros. Os números foram conhecidos na última reunião da Câmara, em que foram aprovadas as contas da autarquia de 2009, com os votos contra dos vereadores do PS. O vereador do PS António Carmo acusa Moita Flores de fazer uma “má gestão, eleitoralista, penalizadora para os cofres da autarquia, para os munícipes e para crescimento sustentado de Santarém”. Os vereadores do PS criticaram Moita Flores pelo “descalabro das contas, que se traduz num aumento brutal da dívida do Município, que atingiu o limite do endividamento, com um passivo de 79 milhões de euros”. António

Carmo disse que “só em 2009, a dívida aumentou 19 milhões de euros, o que não se compreende, pois a Câmara recebeu 23 milhões de euros do empréstimo para pagamento de dívidas a fornecedores, e já em 2008 tinha recebido 8 milhões de euros da antecipação de receitas da EDP”. Os vereadores do PS criticam ainda o aumento das despesas com pessoal que passou de 9,3 milhões em 2004 para 14,9 milhões em 2009.

Moita Flores promete regularizar dívida ainda este ano

António Carmo disse estar “preocupado e assustado”, pois “as dívidas a fornecedores atingem o valor de 40,8 milhões de euros e ainda há compromissos assumidos por pagar e não facturados no valor de cerca de 8 milhões de euros”. Moita Flores contestou estes valores, assegurando que a dívida deixada pelo PS em 2005 não foi de 53 milhões de euros como afirmam os socialistas, mas sim de 72,5 milhões de euros, tendo em conta

as verbas que não estavam cabimentadas mas que estavam comprometidas. Segundo disse, o crescimento da dívida “em 7 milhões de euros” deveu-se sobretudo ao investimento, que aumentou 109%, nomeadamente para aproveitamento dos fundos comunitários, frisando que se não fosse a quebra das receitas, em impostos directos e indirectos, em 5 milhões de euros o “desafogo” seria outro. As comemorações do 10 de Ju-

∑ Francisco Moita Flores assegurou que a dívida será

reduzida ainda este ano, colocando grande expectativa nos projectos que vão ser anunciados domingo, quando o primeiro-ministro vier a Santarém para formalizar as contrapartidas pela não construção do novo aeroporto de Lisboa na Ota. Moita Flores não quis revelar o que será anunciado na cerimónia, apenas adiantando que a Fundação da Liberdade, a criar na antiga Escola Prática de Cavalaria, vai ser “uma âncora do país” e “fonte poderosa de receita”. O autarca referiu ainda o encaixe de 15 milhões de euros com a entrada do parceiro privado na empresa Águas de Santarém, prevista para Maio, e de mais um milhão de euros com a venda em hasta pública de um antigo bairro social.

nho custaram cerca de 3 milhões de euros, investimento que inclui a recuperação do Convento de S. Francisco e o arranjo do Campo da Feira. O autarca explicou o aumento da despesa corrente (de 29 milhões de euros em 2008 para 40 milhões em 2009, mais 38 por cento) com a entrada de mais de 300 funcionários que pertenciam ao Ministério da Educação, no âmbito da delegação de competências, e ainda com a necessidade de manutenção dos espaços públicos recuperados. Moita Flores disse que a autarquia escalabitana “não se rende à crise” e não aceita que “o futuro se comprometa”. Moita Flores frisou que o Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) é a “última oportunidade” para consolidar o “salto estrutural” de que Santarém precisa, criando pólos de atracção de investimento que, acredita, passada a crise, irão concretizar-se.

A Câmara Municipal de Santarém vai vender o antigo bairro social 16 de Março em hasta pública, com uma base de licitação de um milhão de euros. A hasta pública, aprovada na reunião de Câmara de segunda feira e agendada para a Assembleia Municipal do próximo dia 30, está marcada para 20 de Maio às 10h30, podendo as propostas ser entregues até dois dias antes. O bairro é constituído por 32 prédios urbanos, (a demolir), implantados num terreno com 3.185 metros quadrados. De acordo com a avaliação da potencialidade construtiva, a área máxima de construção poderá ser de 6.100 metros quadrados, numa volumetria em que a maioria dos edifícios poderá ter dois pisos e pontualmente três. São admissíveis construções para turismo, habitação, serviços e equipamento (conjugáveis). O Bairro 16 Março, construído em 1948, foi sendo desocupado ao longo dos últimos anos, à medida que os inquilinos foram alojados noutros locais, e encontra-se num elevado estado de degradação.

ENCONTRO DISTRITAL DE APOIO A FERNANDO NOBRE O 1º Encontro Distrital de apoio à candidatura de Fernando Nobre à Presidência da República vai realizar-se esta sextafeira, às 20h00, no salão dos Bombeiros Voluntários de Santarém. A reunião conta com a participação da porta-voz da comissão nacional de apoio Margarida Pinto Correia e do director de campanha Artur Pereira. Neste encontro será apresentada a comissão executiva distrital.


12 SANTARÉM

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Vasco Graça Moura à conversa na EPVT

Vasco Graça Moura, eurodeputado e escritor esteve na Escola Profissional Vale do Tejo, em Santarém, no dia 19 de Abril, para uma conversa conjunta sobre os livros e as leituras, uma iniciativa que teve como objectivo assinalar as comemorações do Dia Mundial do Livro. O eurodeputado começou por referir que “não sou professor de nada mas se o fosse seria professor de preguiça”, isto não no sentido da palavra, mas porque a preguiça é a melhor forma de chegarmos aos livros, uma abordagem que deve ser recheada de tempo e prazer. Já questionado sobre o seu relacionamento inicial com os livros, o tradutor da “Divina Comédia” referiu que desde cedo se habituou a ler e dado o seu jeito para as línguas começou a ler em estrangeiro, uma ajuda preciosa face à profissão que veio adoptar no futuro.

Vasco Graça Moura enredando os alunos revelou que todo o escritor tem que se empenhar e encarnar o texto que “tem em mãos” e que a responsabilidade acresce pois existe um leitor. Essa é uma preocupação sua que vem por questões de cidadania e de ética mas também devido ao sistema de valores herdados e construídos durante a sua formação em direito. Ainda assim, o escritor referiu que sempre que exista possibilidade se deve ler o original e que uma tradução é sempre singular, que vem do interior e que diversas vezes acaba por trair o original. Uma conversa à roda dos livros, das leituras e da escrita com a participação de Vasco Graça Moura, o director Mário Gonçalves e os alunos da Escola Profissional Vale do Tejo, numa iniciativa que pretendia assinalar o Dia Mundial do Livro.

ASPA FAZ MANIFESTAÇÃO SILENCIOSA NA CÂMARA

A Os espectáculos nocturnos prometem animação para todos os gostos

Feira do Ribatejo com cartaz de luxo Novidades ∑ Programa da Feira foi apresentado A edição deste ano da Feira Nacional de Agricultura/Feira do Ribatejo, que se realiza de 5 a 13 de Junho no Cnema Santarém, apresenta um dos melhores cartazes musicais dos últimos anos na região e tem previstas várias visitas de várias personalidades políticas de topo no sector da agricultura, entre as quais o Comissário Europeu para o Desenvolvimento Rural e a ministra da Agricultura espanhola que ocupa a presidência do Conselho de Ministros da Agricultura da União Europeia. Além desta representação europeia ao mais alto nível, a Feira recebe ainda a visita do Presidente da República, do primeiro-ministro e do ministro da Agricultura, que estará várias vezes no certame, ao contrário dos últimos quatro anos. O tema deste ano é o das “energias renováveis” e em debate vai estar também a reforma da Política Agrícola Comum (PAC)

depois de 2013. A organização volta a apostar na área da alimentação e dos vinhos com a realização do 3º Salão Nacional de Alimentação, do 4º Salão Nacional de Azeite e o 5º Festival Nacional do Vinho. Novidade este ano é a realização do 1º Concurso Nacional de Mel. Vão haver sessões de degustação e cozinha ao vivo e o lema da organização é que este espaço permita usufruir “o prazer de provar”. Novidade este ano é a realização da Fersant – Feira Empresarial da Região de Santarém, que se muda de Torres Novas

Orçamento de 900 mil euros

para Santarém, ocupando uma zona de aproximadamente 2000 metros quadrados numa das naves da Feira. Os municípios da Lezíria do Tejo vão voltar a estar em destaque com um espaço próprio na zona dos claustros, à semelhança do ano passado. A Feira foi apresentada esta semana e, segundo Luís Mira, administrador do Cnema, a lotação dos espaços já está praticamente lotada. Um bom augúrio para um ano que, apesar da crise, se apresenta positivo para o Centro Nacional de Exposições.

∑ Com um orçamento de 900 mil euros, a Feira aposta forte na animação, com concertos de Mickael Carreira, de Tony Carreira, Daniela Mercury, Ana Moura, Buraka Som Sistema e dos Xutos e Pontapés. A feira acolhe também a final do concurso “A Melhor Voz da Região” realizado pelo jornal O Ribatejo.

Vários elementos da Associação Scalabitana de Protecção dos Animais (ASPA) fizeram um protesto silencioso na última reunião pública da Câmara de Santarém, a 19 de Abril, tendo em conta os atrasos da autarquia na transferência das verbas protocoladas com a associação. Fonte da ASPA disse ao nosso jornal que a dívida ascende neste momento aos 7 mil euros, o que está a causar “grandes dificuldades financeiras à ASPA”, faltando já dinheiro para a alimentação dos animais, para os medicamentos e tratamentos veterinários e para o salário do tratador da ASPA. “São alguns directores que estão a adiantar dinheiro do seu bolso para que possamos continuar a funcionar”, acrescentou, explicando que, em 2010, a Câmara ainda só fez uma transferência de 1.000 euros, verba que se reporta a dívidas do exercício de 2009.

JS EM CAMPANHA SOLIDÁRIA A Juventude Socialista de Santarém deu por concluída a acção “Atreve-te a ser solidário”. Cerca de 700 quilos de roupa, de brinquedos e de outros bens não perecíveis foram encaminhados para instituições privadas de solidariedade social do concelho de Santarém.

TARDES DO EMPREGO NO DIA 28 As “Tardes do Emprego” regressam no próximo dia 28, a partir das 14h00, à Sala de Leitura Bernardo Santareno. A Câmara Municipal de Santarém, em parceria com a PMEConsult, dá continuidade a esta iniciativa que tem o objectivo de promover o diálogo e uma relação mais estreita entre candidatos a um emprego e entidades empregadoras.


14 SANTARÉM

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Fernando Rosas e as causas da queda da 1ª República “Que importância teve a efémera 1ª República? Vale a pena falarmos dos 16 anitos da 1ª República, agora que se comemora o seu centenário?” Estas questões serviram de ponto de partida a Fernando Rosas para a palestra que teve lugar na Biblioteca Municipal de Santarém, na passada terçafeira. Para o historiador, “a República tem uma importância superior aos 16 anos que durou, não tanto pelo que fez, mas pelos horizontes de esperança que abriu, embora frustrados na sua concretização”. Quanto às causas da queda da República, considera que “o principal problema da República é ser um poder urbano, cercado por um mar de ruralidade onde pontificavam a Igreja Católica e os caciques monárquicos”. “A afirmação do Estado laico e a lei da separação do Estado e da Igreja foram marcos muito importantes, que nem Salazar alterou”, salientou o historiador. Fernando Rosas refere que “a República não se conseguiu legitimar democraticamen-

te, não pôs em prática o sufrágio universal, recusando o direito de voto às mulheres e aos analfabetos que eram 70% da população”. “A participação na Grande Guerra foi uma aventura suicidária - o país não estava preparado, sofreu uma tragédia enorme”, afirma o historiador. “A guerra criou o pathos da fome e da miséria, do qual nasceu o milagre de Fátima, em que a N. Senhora anunciou o fim da guerra e só se enganou um ano na previsão”. A guerra precipitou a queda da República, mas os republicanos ainda venderam cara a vida, com o movimento do “reviralho”, uma guerra civil violenta que provocou milhares de mortos e feridos.

Dia Nacional da Prevenção e Segurança no Trabalho Torres Novas, 28 de Abril de 2010 Auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes

PROGRAMA 09h00 Recepção e entrega da documentação 09h30 Abertura 10h00 A Medicina do Trabalho no Município Torres Novas Principais factos assinalados. Orador: Dr.ª Gabriela Teixeira (Médica)

10h30 Promoção da saúde no local de trabalho Orador: Dr. Sérgio Martins (Médico)

11h00 Intervalo para café 11h30 Prevenção de lesões músculo - esqueléticas relacionadas com o trabalho. Orador: Dr.ª Maria do Céu (Fisioterapeuta)

12h00 Ginástica laboral Orador: Dr. João Borges (Licenciado em educação física - WorkWell)

A A conferência foi organizada pela Associação Portuguesa da Cidadania Activa presidida por Ascensão Duarte

“Temos de começar a poupar para a velhice” Conferência ∑ Efeitos do envelhecimento na saúde, segurança social e economia Em 2050, haverá menos 1,8 milhões de portugueses e metade da população terá mais de 55 anos. Os impactos do envelhecimento da população na segurança social, na saúde e na economia foram debatidos na conferência realizada pela Associação Portuguesa de Cidadania Activa (APCA), no dia 15, no auditório da Escola Superior de Gestão de Santarém. O secretário de Estado da Saúde Óscar Gaspar considera ser necessário deixar de encarar a velhice como uma doença, e considerar as oportunidades que o envelhecimento oferece. O envelhecimento da população terá um grande impacto na saúde. “Temos actualmente um sistema nacional de saúde que funciona bem, embora esteja sempre sujeito a críticas, mas queremos assegurar a sua sustentabilidade, para que continue a funcionar bem daqui a 30 anos”, afirmou Óscar Araújo. Segundo o secretário de Estado, os estudos apontam para um aumento de 3,4 mil milhões de euros nas des-

pesas do Estado na saúde até 2050. Para fazer face a estas despesas, considera necessário executar uma série de medidas que reduzam custos, como o aumento de medicamentos genéricos, a melhoria da eficácia da organização e gestão dos serviços, e o aumento da produtividade. “É necessário investir na prevenção da saúde combate ao sedentarismo, adopção de estilos de vida saudáveis - , pois sabe-se hoje que um euro investido na prevenção permite poupar muitos euros na doença”, declarou. O secretário de Estado sublinhou o investimento que está a ser realizado na rede de cuidados continuados, nos centros de saúde mental, e em breve com a oferta de cuidados paliativos, para dar dignidade e uma melhor qualidade de vida a quem está no final da vida. Carlos Pereira da Silva, relator do Livro Branco da Segurança Socialdisse que as alterações introduzidas pelo Governo em 2007 para garantir a sustentabilidade do sis-

tema de segurança social conduzem a uma alteração das reformas. Nas suas contas, quem se reformou em 2007, antes da mudança da segurança social, ficou a receber uma reforma correspondente a 79% do último salário. Com a s muda nça s , quem se reforma em 2010 passa a receber 67% do último salário, em 2030 receberá 61% e em 2048 só terá uma reforma de 50% do último salário. Actualmente, quem chega aos 65 anos tem uma esperança média de vida de 18 anos, e em 2050 este valor será de 21 anos de vida. Entre as soluções propostas por Pereira da Silva, conta-se o incentivo à

Força de trabalho mais velha será mais produtiva

natalidade, a exemplo do que foi feito na Suécia nos anos 90, mas só começa a dar frutos 20 anos depois e exige investimentos em infra-estruturas e apoio social. Aumentar a idade da reforma foi a solução escolhida pelos finlandeses. O aumento da imigração permitiu, por exemplo, à França resolver alguns dos seus problemas. “É preciso precaver uma velhice longa, não se pode deixar todos os problemas para o Estado, tem de haver também responsabilidade individual, através de uma componente de poupança”, propõe Carlos Pereira da Silva. João Baptista

∑ Vítor Escária, professor do ISEG, considera que o envelhecimento, mais do que uma ameaça, é uma oportunidade. No mercado de trabalho, o impacto poderá ser positivo, pois ter uma força de trabalho com pessoas mais velhas, com saber e experiência, irá reflectir-se no aumento da produtividade.


SANTARÉM 15

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Mais capacidade hoteleira precisa-se Pensar turismo em Santarém∑ Encontro debateu estratégias para dinamizar oferta turística O vereador do turismo da Câmara de Santarém diz que o concelho precisa de mais oferta em termos de capacidade hoteleira para acolher turistas. O autarca, que falava na primeira edição do encontro “Pensar o Turismo em Santarém”, referiu que a taxa de ocupação de dormidas no concelho cresceu 20,3 por cento entre 2000 e 2008, mas que ainda assim existe falta de camas no concelho, uma situação que foi especialmente sentida aquando da realização as comemorações do 10 de Junho na cidade. Segundo um estudo realizado pela autarquia, é previsível que Santarém tenha um aumento de 16,1 por cento na taxa de ocupação de dormidas nos próximos anos. Actualmente, o concelho tem 614 camas

A O vereador da Câmara de Santarém defendeu a nova marca do concelho “Uma história de liberdade” disponíveis, distribuídas por dois hotéis, 4 pensões e duas unidades de turismo de habitação. Cerca de 76 por cento dos turistas que visitam o concelho são portugueses e 24 por cento são estrangeiros. De en-

tre os estrangeiros, 40,1 por cento são espanhóis. Vítor Gaspar defendeu ainda que a marca turística do concelho, que tem o slogan “Santarém, Uma História de Liberdade”, é “suficientemente

agregadora de outras marcas que fazem parte da identidade do concelho”. O vereador considera que a actual marca turística de Santarém junta no mesmo conceito as ideias de Santarém como “capital

do Ribatejo, capital do gótico, capital da liberdade, capital da gastronomia”, entre outros aspectos relacionados com a ligação à cidade de nomes como Herculano ou Garret.

ESCOLA GINESTAL MACHADO EM CABO VERDE Uma delegação da Escola Secundária Ginestal Machado de Santarém participou, entre os dias 12 e 16 no encontro de Escolas Associadas da UNESCO, na cidade da Praia, em Cabo Verde, no âmbito do Ano Internacional da Biodiversidade. Participaram duas escolas portuguesas (Escola Secundária Ginestal Machado de Santarém e Escola Secundária Latino Coelho de Lamego), e a Escola Secundária Pedro Gomes da cidade da Praia. Deslocaram-se a Cabo Verde as coordenadoras do projecto Maria Alexandra Forte e Maria Anunciação Teixeira e a professora acompanhante Emília Patrício. As alunas de Santarém, Ana Filipa Saraiva e Cláudia Silva apresentaram a vertente cultural do encontro.


16 SANTARÉM HÉLDER POMBO CONSELHEIRO NACIONAL DO PSD

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Expocriança com 12 mil visitantes Sensibilização ∑ Mais pequenos foram alertados para os perigos da sinistralidade rodoviária

Hélder Pombo foi eleito conselheiro nacional do PSD pela lista de Pedro Passos Coelho, tendo sido o único conselheiro nacional eleito do distrito de Santarém. Natural de S. Vicente do Paul, Santarém, Hélder Pombo, de 32 anos, foi docente universitário nas áreas da fiscalidade, co-autor do livro “Legislação Fiscal e Aduaneira” e tem desempenhado as funções de Representante da Fazenda Pública no Supremo Tribunal Administrativo. Foi membro da JSD, e desde de 2001 é deputado municipal em Santarém. No ano passado foi eleito para a Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo.

O Road Show do Governo Civil de Santarém e os stands da PSP e GNR, a par dos insufláveis e dos jogos tradicionais, fizeram as delícias dos mais pequenos na Expo - Criança, que decorreu entre 15 e 18 de Abril, no Centro Nacional de Exposições, em Santarém. Este ano o certame recebeu apenas 12.100 visitantes, uma quebra de cerca de 40 por cento em relação à edição de 2009, isto apesar de se terem realizado dois concertos – um com as actuações dos ex-concorrentes dos “Ídolos”, e outros com as “Just Girls” – que prometiam levar muita gente ao Cnema, mas que acabaram por não atrair muitos espectadores. Ainda assim, os mais

pequenos que visitaram a feira, a esmagadora maioria em visitas escolares, não perderam a oportunidade de usufruir das muitas brincadeiras à sua disposição. O road show, acção itinerante promovida pelo Governo Civil, onde

Município de Santarém

CÂMARA MUNICIPAL Departamento de Obras e Equipamentos Secção de Trânsito

EDITAL N.º 46/2010 RICARDO GONÇALVES RIBEIRO GONÇALVES, Vereador do Trânsito da Câmara Municipal de Santarém. TORNA PÚBLICO que no âmbito das Comemorações do 25 de Abril, o trânsito e estacionamento irão sofrer as seguintes alterações: Dia 25 de Abril de 2010 (Domingo) x

Restrições à circulação viária, nos seguintes arruamentos

 Das 14h:30m às 16h – Arruamento de acesso ao Jardim dos Cravos, Avenida Marquês Sá da Bandeira, E. N. 3 (Santarém/Cartaxo - sentido descendente) e Avenida Afonso Henriques (troço entre a ligação com a Rua Pedro de Santarém e a Avenida Marquês Sá da Bandeira – sentido Sul/Norte);  Das 15h às 19h - Arruamento de acesso ao Convento de S. Francisco e Largo Infante Santo (troço desde o quiosque á antiga Escola Prática de Cavalaria). x

Interdição de estacionamento, nos seguintes arruamentos

 Das 08h Às 16h:30m – arruamento de acesso ao Jardim dos Cravos;  Das 08h às 21h – Rua Zeferino Brandão, Arruamento de acesso ao Convento de S. Francisco e Largo Infante Santo. Santarém, Edifício Sede do Município, 16 de Abril de 2010. O Vereador Ricardo Gonçalves Ribeiro Gonçalves

era possível experimentar o simulador virtual de um carro e fazer um percurso através da pista das bicicletas, onde é recriado um ambiente rodoviário, com a confluência de vias e diversa sinalização, foram dos espaços mais

procurados. A Governadora Civil de Santarém aproveitou o certame para abordar a temática da sinistralidade rodoviária na região, garantindo que as acções de sensibilização vão continuar. Sónia Sanfona reve-

lou que nos próximos tempos este tipo de acções vai ser desenvolvida também junto do público sénior. “É possível perceber que um conjunto de acidentes envolve pessoas mais idosas, com idades superiores aos 60 anos e que, em alguns casos, conduzem veículos sem a obrigatoriedade de habilitação legal, nem estão sujeitos a exames periódicos de saúde para aferir da sua capacidade para se manterem ao volante de um veículo. Estes veículos também causam acidentes, e portanto vamos preparar uma campanha para os mais idosos que ainda andam na estrada, tentando incutir alguns valores e preocupações, e cuidados necessários a qualquer condutor”, reveriu a Governadora.


18

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

região lezíria do tejo CÂMARA APOIA IDOSOS COM TELEASSISTÊNCIA

A José Soares, o ex-gerente da Caixa Agrícola acusado de várias burlas, está envolvido em mais um negócio bastante duvidoso

Por onde andarão 250 mil euros? Banco ∑ Garante não ter registo do depósito a prazo e diz que queixoso levantou dinheiro ao balcão Um dos maiores suinicultores da Região Oeste exige à Caixa de Crédito Agrícola Mútuo (CCAM) de Alcobaça a devolução de 250 mil euros que diz ter aplicado num depósito a prazo em 2001, no balcão de Rio Maior. O banco, que recusa devolver o dinheiro, alega não ter qualquer registo dessa operação e acusa o queixoso, José João Alexandre, de estar envolvido num “esquema” com o ex-gerente da dependência, José Soares, suspeito de vários crimes que ditaram o seu afastamento da banca. Este processo cível chegou às alegações finais a 15 de Abril. Na petição, a que o nosso jornal teve acesso, José João Alexandre e a esposa, Maria Alexandre, relatam que foram convencidos pelo ex-gerente, de quem são amigos pessoais, a subscrever um depósito a prazo com uma taxa de juro de 6,4% ao ano, bastante superior ao que a concorrência oferecia na altura. O produto foi cons-

tituído em Maio de 2001, na presença do queixoso, do ex-gerente, do antigo subgerente de Rio Maior e de um advogado da CCAM, numa reunião em que o suinicultor passou dois cheques de 125 mil euros e guardou uma promissória como prova. Só em 2004, ao surgirem “rumores” sobre o envolvimento de José Soares em várias irregularidades, o queixoso procurou saber das suas poupanças, tendo descoberto que o depósito nunca foi cons-

Pedido cível superior a 330 mil euros

tituído, nos moldes em que lhe tinha sido transmitido. Em resumo, o casal diz não saber o que terá sido feito ao dinheiro, mas exige que a CCAM se responsabilize pelos actos do seu funcionário, que foi gerente desta dependência durante mais de 20 anos, até ter pedido a demissão ao ver-se acusado de vários desfalques. “Esta é uma história verdadeiramente mirabolante” e “digna de um filme de categoria B”, referiu o advogado da CCAM nas

alegações finais. A defesa acusou mesmo o autor do processo de ter estado “envolvido num negócio particular” com o ex-gerente, e ambos inventaram o depósito a prazo para tentar que a caixa suporte o dinheiro que perderam, em 2004, quando uma auditoria interna pôs a nu os crimes alegadamente cometidos por José Soares. A instituição bancária tentou provar que não tem qualquer registo contabilístico ou

∑ Nesta acção declarativa, José João Alexandre pede um total de 335 mil euros. Aos 250 mil euros do depósito a prazo, acrescem 56 mil euros anuais de juros à taxa prometida de 6,4% e uma indemnização de 30 mil euros por estar privado do dinheiro há nove anos. O processo cível, que corre no Tribunal de Rio Maior, é em tudo semelhante a outro que está em julgamento em Santarém, onde o queixoso, Marco Cardoso, reclama à CCAM a devolução de 225 mil euros. Este dinheiro também serviu para constituir um depósito a prazo, mas os cheques acabaram depositados no BPI, numa conta controlada por José Soares. Em Rio Maior, corre ainda um processo-crime movido pelo banco a José Soares, que foi presidente da direcção da CCAM Ribatejo Centro antes desta ter sido adquirida pela CCAM Alcobaça.

informático da constituição do depósito a prazo, pelo que se recusa a devolver os 250 mil euros, e sustenta que a promissória junta aos autos pelos autores “é falsa” e da autoria de José João Alexandre e José Soares. Durante o julgamento, duas funcionárias do balcão de Rio Maior testemunharam que foi o próprio suinicultor quem levantou os cheques de 125 mil euros em dinheiro, ao balcão, em dias diferentes. Na interpretação da Caixa, José João Alexandre emprestou-o a José Soares, que na altura atravessava dificuldades financeiras em empresas onde era sócio, juntamente com um dos seus filhos. “O Eng. Soares não actuou no exercício das suas funções, mas sim no exercício de negócios paralelos e com dinheiros que terceiros lhe emprestaram”, considerou o advogado, para quem “a única lesada, no meio disto tudo, é a Caixa Agrícola”. João Nuno Pepino

A Câmara de Coruche e a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) assinaram um protocolo para a implementação do serviço de teleassistência no concelho, ao abrigo do qual a autarquia comparticipa a assistência a 10 munícipes de parcos rendimentos, sinalizados pelos serviços de acção social do município. O acordo foi firmado na quarta-feira, 21 de Abril, por Luís Névoa, directorgeral da CVP, e Dionísio Mendes, presidente da Câmara, que sublinhou o facto deste acordo proporcionar respostas sociais a pessoas idosas ou dependentes, vítimas de doenças prolongadas e de condição económica precária, que “assim vêm atenuada a dependência e o isolamento a que tantas vezes estão submetidas”. A Câmara, na reunião de 31 de Março, já tinha definido os escalões de comparticipação deste serviço. Quem tiver rendimentos inferiores à pensão social, 274 euros, fica isento de qualquer pagamento, e entre o valor da pensão social e o salário mínimo nacional (475 euros), o município comparticipa o serviço em 50%.

INAUGURAÇÃO DE ETAR NA ERRA A nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Erra, concelho de Coruche, vai ser inaugurada no domingo, 25 de Abril, dia em que entrará também em funcionamento. O novo equipamento significou um investimento de cerca de 133 mil euros, suportado pela empresa intermunicipal Águas do Ribatejo, e destina-se a servir esta freguesia que tem cerca de 1.110 habitantes. A empreitada, que arrancou a 29 de Setembro de 2009, foi executada pela empresa Ecofmeq.


CARTAXO | RIO MAIOR | REGIÃO 19

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

PLENÁRIO DE MILITANTES DO PS NA EREIRA O primeiro plenário de militantes do Partido Socialista (PS) do Cartaxo após a eleição da nova comissão política concelhia, liderada por Pedro Magalhães Ribeiro, realiza-se na sexta-feira, 23 de Abril, pelas 21h30, na Casa do Povo da Ereira. Nesta reunião vai ser apresentado o plano de actividades e orçamento para 2010, o novo jornal “Cartaxo Socialista” e o novo site do PS Cartaxo na Internet. Da ordem de trabalhos, fazem também parte um ponto de situação sobre a sede local do partido e a análise da situação política.

PAULO CALDAS VISITOU OBRAS NO PALÁCIO DA JUSTIÇA O presidente da Câmara do Cartaxo, Paulo Caldas, visitou na semana passada os trabalhos, já em fase de conclusão, que estão a decorrer no palácio da justiça da cidade, um investimento que ronda os 3 milhões de euros. “Esta obra beneficia os munícipes e também quem ali trabalha diariamente”, afirmou o autarca, realçando a grande beneficiação que foi feita em todos os serviços de justiça, tribunal, Ministério Público e Conservatória. No entanto, e uma vez que a Loja Única já não vai ser implementada no Cartaxo, Paulo Caldas quer assegurar junto do Ministro da Justiça que “tudo corre bem ao nível dos equipamentos informáticos e também de algumas funcionalidades substitutas” da Loja Única. Junto da secretaria do tribunal, o autarca manifestou ainda a disponibilidade da Câmara para ajudar na aquisição de algum equipamento de decoração, acautelar a zona de estacionamento para juízes e magistrados, e assegurar os serviços de jardinagem na zona envolvente do tribunal.

“TIA KIKAS” CONTINUA CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE

A Os melhores vitivinicultores do concelho vão estar presentes nesta 22ª edição

Néctares do Cartaxo para provar na Festa do Vinho Animação ∑ Quatro dias recheados de gastronomia regional e muita música A s potencialidades do sector vitivinícola do Cartaxo vão estar em destaque na 22ª edição da Festa do Vinho, entre 29 de Abril e 2 de Maio. Serão quatro dias de festa no pavilhão municipal de exposições, com tasquinhas de todas as oito freguesias, muita animação musical, seminários, workshops e provas de vinho. Sendo o vinho o ponto central da festa, os interessados em conhecer as particularidades e a qualidade dos néctares produzidos

na região podem participar em dois workshops de iniciação à prova de vinhos, nos dias 1 e 2 de Maio, às 17 horas, acções dirigidas por Teresa Gomes, escanção e responsável pela Wine Solutions. Quanto a provas guiadas de vinhos, o centro de promoção vitivinícola da Quinta das Pratas acolhe “Os Perfis dos Vinhos de Portugal” no dia 1 de Maio, pelas 10h30, orientada pelo enólogo Aníbal Coutinho. “As Mudanças do Mundo do Vinho” é o tema do

seminário organizado em parceria pelo Município do Cartaxo, Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e a Rede Europeia de Cidades do Vinho (Recevin), no dia 30 de Abril, a partir das 15 horas, no auditório municipal da Quinta das Pratas. Este seminário, com Carmé Ribes, directorageral da Recevin, e Maria do Carmo Guilherme, da Rota dos Vinhos da Península de Setúbal / Município de Palmela, e Edite Azenha, vice-presidente

do Instituto da Vinha e do Vinho está integrado no IX Estágio Internacional para Jovens Viticultores, que este ano está a decorrer em Portugal. Quanto ao programa mais popular da festa, destaque para a tradicional corrida de toiros e o desfile de campinos, a 1 de Maio. Este evento, que se realiza desde 1990 e costuma reunir mais de 50 campinos a desfilar pelas ruas da cidade, culmina com as provas de perícia no campo da feira.

Rio Maior aprova orçamento para 2010 Cerca de 32 milhões de euros é o valor do orçamento para 2010 que a Câmara Municipal de Rio Maior aprovou na última reunião do executivo, extraordinária e realizada a 16 de Abril. O documento, que passou com os quatro votos da maioria PSD / CDS e a abstenção dos três eleitos do PS, “é intelectualmente honesto porque não ilude os

riomaiorenses”, começou por justificar a presidente da autarquia, Isaura Morais, explicando que é um orçamento “de transição, realista e de contenção”. Das prioridades e projectos para 2010, a autarca destacou a delegação de competências nas Juntas de Freguesia (que levam 590 mil euros, o que reflecte um acréscimo 5,4% de face ao ano transacto), a

regeneração urbana, com a deslocalização da Loja do Cidadão, o inicio da requalificação da EN 114 entre a cidade e o nó da A15, o Centro de Alto Rendimento de Natação, e a Revisão do PDM, entre outros. Nesta reunião, foram também aprovadas as contas de 2009, por unanimidade. O grau de execução geral foi de apenas 66%, o que,

segundo Isaura Morais, tem a ver “uma redução significativa no Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis, num montante aproximado de 1 milhão de euros” a nível das receitas correntes. A dívida de curto prazo aumentou para 5,8 milhões de euros devido, em grande parte, à construção de centros escolares em 2009.

A empresária Maria António vai recomeçar a campanha de solidariedade a favor de Mariana Caria, a menina do Cartaxo que nasceu com paralisia cerebral e que precisa de dar continuidade aos tratamentos em Cuba. Maria António, conhecida por “Tia Kikas”, vai recolher e entregar à família da criança donativos recolhidos entre os clientes do bar de diversão nocturna “La Siesta” e do ginásio Horas Vagas, ambos no Vale de Santarém, e da discoteca “Kapott”, em Almeirim. Recordese que a empresária pagou os bilhetes de avião da menor e da mãe para a sua primeira estadia em Cuba. A família agradece o altruísmo da empresária e de todos aqueles que contribuam para esta causa. Os donativos podem ser efectuados na conta do Montepio, com o NIB 0036 0290 991000 2096 214.

PAULO VARANDA ASSUME PELOUROS DE RUTE OURO

Paulo Varanda, vicepresidente da Câmara do Cartaxo, vai assumir os pelouros da vereadora Rute Ouro, que abandonou o executivo municipal por razões pessoais. Rute Ouro vai ser substituída por Rita Gameiro, que toma posse a 27 de Abril como vereadora sem funções executivas. Nessa data, durante a reunião de Câmara, o presidente Paulo Caldas já anunciou que vai propor um louvor aos ex-vereadores Francisco Casimiro e Rute Ouro, “pela competência no exercício das suas funções e alto contributo dado ao desenvolvimento do concelho”.


20 REGIÃO | BENAVENTE | CARTAXO

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Morte de jovem forcado faz disparar sinistralidade rodoviária Aumento ∑ Se o período contabilizado for de um ano, há mais óbitos nas estradas do distrito Um elemento do Grupo de Forcados Amadores de Alcochete, residente em Samora Correia, morreu na madrugada de sábado, 17 de Abril, num acidente de viação na Estrada Nacional 118, junto à Ponte das Enguias, no limite do concelho de Benavente. Ricardo Queijo Mota, de 21 anos, vinha de Alcochete, onde esteve numa reunião do grupo, e regressava sozinho a casa, por volta das 2h30. Segundo conseguimos apurar, após a ponte, o jovem terá perdido o controlo do carro, embateu nas protecções laterais e rodopiou na estrada, tendo sido atingido na traseira por outro ligeiro que seguia no sentido Porto Alto – Alcochete. Ricardo Mota morreu no local, ao passo que uma das ocupantes da outra viatura foi evacuada em estado muito grave para o Hospital do Barreiro. A condutora sofreu ferimentos ligeiros. “Não acredito que nunca mais o vou ver. Era tão boa pessoa que não merecia morrer assim”, lamentou ao nosso jornal a avó da vítima, Virtuosa Brandão. “Ficámos todos desprovidos de palavras para falar não só do forcado, mas so-

A Ricardo Mota

A O estado do carro de Ricardo Mota ilustra bem a violência do embate bretudo do jovem que tinha uma enorme alegria de viver e do amigo com quem passámos por bons e maus momentos”, afirmou ao nosso jornal o cabo do grupo, Vasco Pinto. O funeral do jovem, que fardou pela primeira vez nos Amadores de Alcochete a 22 de Março de 2009, numa corrida em Santarém, realizou-se na terçafeira, 20, para o cemitério de Samora Correia, acompanhado por centenas de pessoas num ambiente de

grande consternação. A jaqueta de forcado que o jovem envergava nas corridas de toiros “desceu com ele à terra e vai acompanhá-lo para sempre”, referiu o cabo do grupo, Vasco Pinto. A semana entre segunda-feira, 12 de Abril, e sábado, 17, foi uma das mais trágicas este ano nas estradas da região, onde quatro pessoas perderam a vida em consequência de vários acidentes rodoviários no sul do distrito. Além de

Ricardo Queijo Mota, as autoridades registaram o atropelamento de um idoso em Almeirim, e duas colisões frontais com pesados que provocaram a morte de um cidadão de nacionalidade ucraniana no Biscainho, Coruche, e de uma mulher de 29 anos no Monte de Santo Isidro, junto a Samora Correia, quando se deslocava para o local de trabalho. Estes números, além de preocupantes, contrariam a tendência verificada nos

primeiros três meses do ano, e que apontam para um decréscimo no número de mortos e feridos graves. De qualquer forma, entre os dias 8 Abril de 2009 e 7 Abril de 2010 morreram nas estradas do distrito 69 pessoas, mais 19 do que entre 8 Abril 2008 e 7 Abril 2009. Feridos graves foram 263, menos em que no ano anterior.

João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

Paulo Caldas promete pagar dívida da Câmara O presidente da Câmara do Cartaxo assumiu na última reunião pública do executivo, realizada a 15 de Abril, que toda a dívida de curto prazo da autarquia fica paga nos próximos dois meses, e anunciou ainda que vai arrancar com um novo ciclo de obras. No que toca às dividas, cerca de 5,6 milhões de euros serão objecto de pagamento via Acordos de Regularização de Dívida, com uma maturidade de 5

anos. A este valor, acrescem ainda cerca de 2 milhões de euros, “que serão desenvolvidos também com uma outra instituição financeira”, com uma maturidade final de 8 anos, explicou. Segundo o autarca, o “encaixe financeiro extraordinário da concessão das águas vai permitir também o pagamento directo de cerca de 5,5 milhões de euros, ficando assim toda a dívida do Município consolidada”. No fundo, segundo a

Câmara, todos os pagamentos da dívida de pequenos montantes serão efectuados directamente e o endividamento bancário do município fica apenas assente em empréstimos de médio e longo prazo, a menos de 10 anos, e os Acordos de Regularização de Dívida, serão a 3, 5 e 8 anos. “Fruto de uma política de aproveitamento dos fundos comunitários e públicos que permitiram investir cerca de 120 milhões de euros

nos últimos dois mandatos, o município acumulou uma divida de curto prazo significativa que vai, finalmente, ser consolidada”, garantiu Paulo Caldas, para quem “o pior já passou”. “Conseguimos aguentar uma política de investimentos intensa, num período de vacas magras”, disse, afirmando que a Câmara tem disponibilidade para conseguir honrar os seus compromissos presentes e futuros de investimento do

QREN, o que permite ao autarca dizer que vai arrancar com “um novo ciclo de obras”. “Manifesto esta segurança suportado pela maior taxa de co-financiamento comunitário a fundo perdido agora conquistada, cerca de 80%”, afirmou, assegurando que “a gestão financeira da autarquia, que apresenta agora, após anos muito difíceis, resultados positivos, não hipoteca gerações futuras”.

ÁGUAS DO RIBATEJO INVESTE CINCO MILHÕES DE EUROS EM BENAVENTE A Águas do Ribatejo já adjudicou a empreitada para a construção do subsistema de abastecimento de água no eixo Benavente / Vale Tripeiro / Samora Correia, um investimento que ronda os cinco milhões de euros e é um dos mais significativos do plano de investimentos da empresa intermunicipal, em termos de rede de águas. A obra foi entregue por 4,3 milhões de euros, acrescidos de IVA, à sociedade Oliveiras SA, que já anunciou que vai contratar mãode-obra local e dos concelhos limítrofes para a execução dos trabalhos, que se iniciam em Maio e têm um prazo de sete meses, devendo estar concluídos no primeiro trimestre de 2011. Esta empreitada, com arranque previsto para Maio, servirá, segundo um comunicado de imprensa da Águas do Ribatejo, para “melhorar de forma significativa a qualidade do abastecimento de água para uma população de cerca de 25 mil pessoas, repartidas pelas freguesias de Benavente e Samora Correia, incluindo os lugares de Porto Alto, Arados, Bilrete e Coutada Velha”. Está prevista a construção de um reservatório em Vale Tripeiro, Benavente, com 5.000 m3 de capacidade, duas estações elevatórias, dois sistemas adutores em Benavente (5,4 quilómetros de extensão) e Samora Correia (11,5 quilómetros), equipamento para tratamento e desinfecção da água, e oito reservatórios. “A empreitada inclui ainda a reabilitação e remodelação as estruturas e equipamentos existentes nas freguesias de Benavente e Samora Correia que, após a inauguração dos novos equipamentos, irão funcionar como reserva”, acrescenta a mesma nota.


CHAMUSCA | REGIÃO 21

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Burocracia ameaça projecto social da Misericórdia da Chamusca Problema ∑ Vistoria técnica detectou irregularidades. Pessoal contratado foi dispensado A Câmara da Chamusca teme que a demora “burocrática” na abertura da Unidade de Cuidados Continuados (UCC), que obrigou a Misericórdia local a dispensar no início do mês funcionários contratados em Dezembro, possa comprometer o projecto. Francisco Matias, vice presidente da autarquia, disse à Lusa estar “solidário” com a Santa Casa da Misericórdia da Chamusca (SCMC), receando contudo que a dispensa dos funcionários, além dos postos de trabalho que se perdem, possa comprometer um projecto no qual a Câmara é parceira. A demora na assinatura do acordo obrigou à

dispensa dos cinco enfermeiros, sete auxiliares de acção médica, uma assistente social, dois fisioterapeutas e uma enfermeira em estágio contratados para preparar a entrada em funcionamento da unidade. Foram ainda suspensos os contratos com as empresas que garantiam os serviços de limpeza e alimentação. “Já não temos capacidade financeira para suportar estes funcionários, até porque não sabemos quando será assinado o acordo”, disse Fernando Milheiro, vice provedor da SCMC, sublinhando que a situação deixou a instituição em “sufoco”, obrigando a esta decisão “drástica”.

A UCC da Chamusca, um investimento superior a 2 milhões de euros, tem 43 camas, contando com as tipologias de internamento de média duração e reabilitação (21 camas) e de longa duração e manutenção (22), que passaram a integrar a Rede Nacional de Cuidados Continuados. Instalada no antigo hospital da Misericórdia, a unidade foi inaugurada em Dezembro, mas foi entretanto forçada a corrigir um conjunto de “inconformidades” detectadas numa vistoria técnica, o que foi concluído no final de Janeiro. Contudo, a visita técnica final, que levou à emissão de parecer favorável para a cele-

bração do acordo entre a Misericórdia e o Ministério da Saúde, só foi realizada a 3 de Março, estando a assinatura do protocolo dependente da publicação

do Orçamento do Estado em Diário da República, segundo informação da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo.

ACORDO DEPENDE DO ORÇAMENTO DE ESTADO A ARS-LVT sustenta que a celebração do acordo com a SCMC está dependente da publicação do Orçamento de Estado para 2010. “Estando reunidas todas as condições legais para o efeito, a unidade iniciará funcionamento de imediato”, afirmou à Lusa. Segundo a ARS-LVT, a Misericórdia foi alertada, numa vistoria técnica realizada no final de Novembro, que as alterações ao projecto inicial não tinham ainda todas as aprovações finais, tendo sido confirmada no início de Dezembro a existência de “inconformidades que careciam de regularização para que fossem celebrados os acordos”. Para a ARS-LVT, a decisão de manter a inauguração da UCC para a data marcada (10 de Dezembro) e de contratar pessoal coube exclusivamente à Misericórdia.


22

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

região médio tejo santarém Verdes questionam governo sobre Polis dos Rios

A O capitão e os dois tenentes, à altura dos factos, apanharam penas de multa

Oficiais pára-quedistas condenados por agressão Espancamento ∑ Juiz do Entroncamento dá como provada quase toda a acusação Três oficiais da Escola de Tropas Pára-quedistas de Tancos foram condenados em penas de multa pelo espancamento de um aspirante, ocorrido no clube de oficiais do quartel, em Maio de 2007. O major Luís Mamão, na altura capitão, e o tenente Nelson Pereira, que entretanto abandonou a vida militar, foram considerados culpados de um crime de ofensa à integridade física e dois de coacção na forma tentada. Em cúmulo jurídico, Luís Mamão foi condenado a 300 dias de multa à taxa de 10 euros (3 mil euros, no total), e Nélson Pereira a 170 dias de multa à taxa de 7 euros (o que perfaz 1.190 euros). Quanto ao tenente Gabriel Costa, foi declarado culpado de dois crimes de coacção e condenado a 120 dias de multa à taxa de 5 euros (600 euros). No que respeita à parte cível, os arguidos foram condenados a pagar solidariamente 10.300 euros por

perda de vencimentos ao aspirante Emanuel Fidalgo, que se viu obrigado a abandonar a carreira militar. Todos vão também ressarcir o queixoso por danos não patrimoniais, Luís Mamão em 3.554 euros, Nélson Pereira em 1.200, e Gabriel Costa em 700 euros. O major terá ainda que pagar 2.637 euros ao Hospital da Universidade de Coimbra, pela cirurgia e tratamentos reconstrutivos da face de Emanuel Fidalgo. O juiz Rui Rebelo, do Tribunal do Entroncamento, deu como provada quase toda a acusação do Ministério Público. A 10 de Maio

de 2007, Emanuel Fidalgo foi chamado ao clube de oficiais, onde foi humilhado e obrigado a fazer exercícios físicos. Quando estava no chão, foi agredido com um pontapé na cara desferido por Luís Mamão, o que lhe provocou lesões graves na zona do nariz e do olho direito. De seguida, o então capitão rasgoulhe a t-shirt com uma faca, enquanto um dos tenentes, Nélson Pereira, o agarrava pelo pescoço. Quando os arguidos, todos embriagados, tentavam fechar as persianas, a vítima conseguiu fugir e refugiar-se no seu carro. Já junto à viatu-

Recurso é hipótese em aberto

∑ No final da sessão, os advogados dos arguidos, Castro Lousada e Maria Paula Andrade, deixaram em aberto a possibilidade de apresentar recurso, depois de estudarem com mais detalhe a sentença e de ouvirem a opinião dos seus constituintes.

ra, estacionada no parque de oficiais, os agressores tentaram obrigá-lo a sair, tendo Luís Mamão atirado uma pedra ao vidro sem o conseguir partir e Gabriel Costa utilizado a sua arma de serviço também para tentar partir o vidro. O episódio terminou quando Emanuel Fidalgo conseguiu chegar à Casa da Guarda. O tribunal deu ainda como provado que, dias depois do aspirante ter regressado ao quartel de Tancos, concelho da Barquinha, os três arguidos apanharam novamente Emanuel Fidalgo sozinho num gabinete e pressionaram-no para desistir da queixa. Luís Mamão desenhou um enforcado num papel para tentar mostrar ao aspirante o que lhe podia acontecer e disse-lhe para “pensar bem o que queria da vida”. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

Os “Verdes” querem conhecer os motivos do governo para não ter incluído representantes de todos os municípios banhados pelo Tejo no despacho que define a comissão consultiva do plano de requalificação e valorização do rio. Em Março, foi publicado um despacho do Ministério do Ambiente que visa encontrar um modelo institucional para as intervenções no Tejo, no âmbito do Polis Rios. A primeira fase do projecto implica a criação de um plano específico, acompanhada por uma comissão consultiva de que farão parte, segundo o despacho, representantes do Ministério e de organismos por si tutelados, do núcleo empresarial da região de Santarém e de 15 municípios. Abrantes, Alenquer, Almeirim, Alpiarça, Azambuja, Benavente, Cartaxo, Chamusca, Constância, Golegã, Salvaterra de Ma-

gos, Santarém, Vila Franca de Xira e Vila Nova da Barquinha são os concelhos indicados. Os ecologistas questionam por que motivo não foram incluídos outros municípios da bacia do Tejo, como Almada, Seixal ou Loures, e concelhos banhados pelo Tejo Internacional (Nisa ou Mação, por exemplo) ou por afluentes, além de representantes das associações de ambiente e de utilizadores, como os sectores da pesca ou do turismo. Num documento entregue na Assembleia da República, o deputado José Luís Ferreira pede esclarecimentos ao Ministério quanto aos critérios de selecção para constituir a comissão consultiva. O eleito pergunta também se o governo pondera incluir aquelas entidades no grupo e pede uma justificação no caso de a resposta ser negativa.

Judiciária investiga cadáver encontrado em Chainça A Polícia Judiciária (PJ) de Leiria está a investigar o possível homicídio de um homem encontrado morto num anexo de uma moradia em Chainça, concelho de Abrantes, no domingo, 18 de Abril. António Ventura Catraia tinha 47 anos e estava desaparecido desde o passado dia 9, facto que já tinha levado a família a apresentar queixa na PSP de Abrantes. Segundo conseguimos apurar, o corpo foi descoberto no chão, atrás de uma porta trancada, e apresentava algumas marcas de agressão, o que leva a autoridades a acreditar que o homem poderá ter sido assassinado. A casa

onde foi descoberto pertence a um casal de emigrantes em França e não está habitada com regularidade. António Catraia estava divorciado e residia Vale das Rãs, embora passasse parte do tempo na casa dos pais, na Chainça. O homem costumava acompanhar a comunidade cigana local pelos mercados e feiras, como motorista. Como o cadáver estava já em avançado estado de decomposição, o reconhecimento foi feito pela comparação das impressões digitais do bilhete de identidade. O funeral realizou-se na terça-feira, 20 de Abril, para o cemitério de Santa Catarina.


TOMAR | ABRANTES | REGIÃO 23

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Barcos regressam ao rio Nabão Três barcos a remo e três “gaivotas” estão de regresso ao Nabão, em Tomar, onde se torna novamente possível circular calmamente entre o Açude dos Frades e o Açude do Flecheiro. Este regresso das embarcações ao rio “resulta da intenção da autarquia em dinamizar, do ponto de vista turístico, um dos recursos naturais mais importantes e emblemáticos de Tomar”, explica uma nota da Câmara, que acres-

EX-MILITARES FERROVIÁRIOS ORGANIZAM CONVÍVIO Os ex-militares do Batalhão de Sapadores Caminhos-de-ferro vão realizar um almoço de confraternização no próximo dia 29 de Maio, no batalhão de serviço de material do Entroncamento. Mais informações e reservas pelo número 914 120 345 (Manuel Lopes).

centa que a exploração foi entregue ao único concorrente, a empresa FunZone, que garante os passeios entre 1 de Maio e 30 de Setembro. Aos domingos e feriados, os barcos circulam entre as 11 e as 19 horas, e entre as 14 e as 19 horas de segunda a sábado. O preço por uma hora é de 4,65 euros e 2,45 euros por meia hora. O ponto de partida é no cais do rio, na zona desportiva, onde poderão comprar-se os bilhetes.

Abrantes acolhe nova escola de hotelaria

ESPECIALISTAS EM UROLOGIA REUNIDOS EM TOMAR

A Os eleitos do PS pelo distrito conheceram as obras na Solano de Abreu

Deputados visitam escola em Abrantes Alterações ∑ Secundária vai ter novo edifício

Abrantes vai ter uma escola prof issional de hotelaria, segundo a presidente da autarquia, Maria do Céu Albuquerque, que se deslocou na semana passada a Lisboa para uma reunião com responsáveis do Ministério da Educação. Neste encontro, a autarca garantiu que a escola a instalar em Abrantes não é um pólo da existente em Ourém / Fátima, mas sim uma escola autónoma, embora com ligações a esta instituição. A instalação da escola no centro histórico de Abrantes, no edifício do antigo centro de emprego, “preconiza uma opção de instalação de um serviço no centro da cidade”, uma vez que a Escola Superior de Tecnologia vai ser deslocalizada para o Tecnopolo do Vale do Tejo, em Alferrarede. Deste modo, Céu Albuquerque quer garantir que não haja um es-

vaziamento de serviços no centro histórico, tanto mais que a autarquia pretende criar uma residência para estudantes do ensino superior numa antiga pensão, em edifício devoluto e já adquirido para o efeito. A autarca quer que neste edifício funcione um restaurante que servirá de “montra” para os trabalhos teóricos dos alunos. Maria do Céu Albuquerque planeia revitalizar o centro histórico da cidade com a criação de um fundo imobiliário para ajudar a instalação de casais jovens. Por outro lado, para o comércio, uma nova candidatura ao ModCom, programa de modernização do comércio, poderá vir a criar condições para fazer o “ensombramento” de algumas ruas mais comerciais, evitando, deste modo, que os clientes “andem à chuva ou ao Sol intenso do Verão”, revelou.

Os quatro deputados do PS eleitos pelo distrito de Santarém, António Gameiro, João Galamba, Anabela Freitas e João Sequeira, visitaram as obras em curso no recinto escolar da secundária Dr. Solano de Abreu, em Abrantes, na segunda-feira, 19 de Abril, com o objectivo de perceber como está a decorrer todo processo de requalificação deste equipamento. “Pretendemos dar a conhecer às populações o trabalho que o governo português está a desenvolver no ensino”, referiu António Gameiro. Após a visita às obras, o deputado referiu ao nosso jornal “que todos ficaram impressionados com o trabalho que está a ser desenvolvido na reestruturação da escola”, acrescentando ainda “que este novo modelo de escola poderá garantir uma sociedade futura mais intelectual e competitiva”. Esta escola de Abrantes é uma das que continua em fase de requalificação, ao abrigo do programa de

Modernização da Parque Escolar e pelo Programa Nacional dos Centros Escolares. Segundo Jorge Costa, director da Solano de Abreu, “haverá uma reestruturação completa na estrutura do estabelecimento”, uma vez que as obras em curso vão introduzir várias alterações em todo o edifício. Equipamento e mobiliário novo nas salas de aula, criação de um novo edifício essencialmente de serviço escolar, onde se pode encontrar mais tarde a secretaria, a sala da direcção, a sala de professores, uma biblioteca nova e a sala de

trabalho dos docentes são algumas das novidades. Haverá ainda, segundo Jorge Costa, a integração de dois parques de estacionamento junto ao pavilhão gimnodesportivo, que passa para dentro do recinto escolar. Presentemente, os alunos encontram-se a ter aulas em salas de aula improvisadas fora do edifício principal mas, que segundo o director da escola, apresentam melhores condições do que as salas antigas, uma vez que até são climatizadas.

10 milhões de euros de investimento público

∑ Na primeira fase das obras, estão a ser investidos cerca de dez milhões de euros, uma vez que, segundo a presidente de Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, que acompanhou esta visita dos deputados, “é uma obra de grande dimensão necessária para o enriquecimento do ensino ”.

Joana Margarida Carvalho

As VIII jornadas de urologia do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) vão realizarse nos próximos dias 7 e 8 de Maio, no Hotel dos Templários, em Tomar. Subordinadas ao tema “Urologia, Cruzamento de Olhares”, este encontro, promovido pelo serviço de urologia do CHMT, prevê reunir cerca de 200 profissionais de saúde de todo o país e um vasto conjunto de especialistas que abordarão as questões mais pertinentes desta especialidade clínica. Em discussão, vão estar temas como a detecção precoce das doenças da memória, o cancro no aparelho urinário, a incontinência feminina e masculina, o abandono de idosos nos hospitais ou a performance e qualidade em cirurgia, entre outros. Entre os conferencistas, encontram-se especialistas de várias formações, designadamente médicos, enfermeiros, assistentes sociais e farmacêuticos, o que diversifica as comunicações. Para Paulo Vasco, director do serviço de urologia do CHMT, e a exemplo das edições anteriores, “uma vez mais esta iniciativa terá uma adesão muito significativa de participantes, constituindo um acontecimento muito significativo no plano da formação global dos profissionais de saúde da região e do país”.


24

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Instituto Politécnico de Santarém

politécnico

Integram o Instituto Politécnico a Escola Superior Agrária de Santarém, Escola Superior de Educação de Santarém, Escola Superior de Desporto de Rio Maior, Escola Superior de Saúde de Santarém e Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém

Alunos da Gestão aprendem sobre associativismo na Polónia

A O debate juntou professores, futuros professores e educadores de vários pontos do país

Direitos da Criança em debate na Expocriança Expocriança∑ Escola de Educação fez parte de “think tank” que debateu o tema A Escola Superior de Educação (ESES) fez parte de um “think tank” (depósito de ideias) sobre o tema “A promoção dos direitos das crianças em contexto de desigualdade”, no qual o jornal O Ribatejo foi moderador e relator das conclusões. Entre as propostas destaque para a sugestão da professora Sónia Seixas, da ESES, para que as crianças envolvidas num conflito judicial possa ter acesso a um advogado próprio que defenda os seus direitos. A docente sugeriu ainda que os magistrados (advogados e juízes) que trabalham com estes processos deveriam ter formação específica na área do desenvolvimento infantil e que a área da mediação familiar seja introduzida, de forma progressiva, nos processos judiciais, constituindo-

se como um primeiro passo de resolução dos conflitos. Outra das necessidades elencadas foi a de que estes processos tenham mais celeridade e de que as crianças tenham acompanhamento permanente ao longo do processo, por parte de profissionais especializados. Na área do combate às desigualdades sociais e

culturais foi proposto que seja dado mais ênfase ao domínio da multiculturalidade nos programas escolares, não apenas com aprendizagem em sala de aula, mas com a definição de novas estratégias para operacionalizar uma metodologia de combate aos preconceitos. Concluiu-se ainda que os programas escolares devem integrar aspectos como as festivi-

Aprender a lidar com a diferença na sala de aula

∑ Desta reunião de debate de ideias foi consensual que deve ser na sala de aula por onde se deve começar a aprender a lidar com a diferença, com culturas e formas de ser distintas. Foi ainda referido que esta aprendizagem deve começar em casa, mas que a escola pode colmatar lacunas da educação familiar.

dades e celebrações próprias das várias culturas e nacionalidades dos alunos que fazem parte da turma e que os docentes tenham formação prévia sobre estas culturas. Foi também sugerido que os encarregados de educação tenham direito a um dia livre, pelo menos uma vez por período lectivo, para poderem ir à escola conhecer melhor a realidade de aprendizagem dos seus educandos. Outra proposta foi a de que as escolas tenham horários alargados, pelo menos um dia por mês, para que os professores pudessem atender os encarregados de educação. Estas conclusões vão agora ser enviadas ao Governo, ao Ministério da Solidariedade Social. Bruno Oliveira

Dois alunos da Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém (ESGTS) estiveram seis dias em formação, na Polónia, no âmbito do Programa de Associativismo Europeu “Juventude em Acção” sobre o tema da “Gestão de Conflitos”: Diogo Passagem, presidente da Associação de Estudantes da escola, e Tiago Machado, afirmaram a O Ribatejo ter sido uma experiência “muito positiva” porque lhes permitiu aprender mais sobre como actuar na resolução de conflitos e na melhoria da comunicação nas organizações. Estes

alunos foram os únicos portugueses neste grupo que, de 24 a 31 de Março, aprenderam novos conceitos de liderança, de motivação, de comunicação organizacional, entre outros. Nesta aventura internacional, Diogo Passagem e Tiago Machado falaram também sobre a cultura portuguesa aos seus colegas de outras nacionalidades e, no final, ficaram surpreendidos por terem percebido que os portugueses são vistos como pessoas dinâmicas e activas, ao contrário da percepção interna que existe no nosso país.

Capoulas Santos fala de agricultura na Escola de Gestão O eurodeputado do PS, Capoulas Santos, será o próximo convidado do Curso de Estudos Europeus que está a decorrer na Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém. Capoulas Santos vem à escola, no próximo dia 23 de Abril, pelas 19h30, dar uma aula no âmbito deste curso e vai fslar sobre a Política Agrícola Comum. Neste curso já participaram nomes com a eurodeputada do PS, Edite Estrela, a eurodeputada do Bloco de Esquerda, Marisa Matias, entre outros. A sessão de encerra-

mento está marcada para 26 de Abril, com a presença de Edmundo Martinho, presidente do Instituto de Segurança Social e coordenador Nacional do Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social.


26

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

negócios CARTAXO APOIA EMPRESAS EM MISSÕES INTERNACIONAIS A Câmara do Cartaxo vai apoiar as empresas e empresários do concelho que pretendam participar nas missões empresariais que a Nersant está a preparar para este ano e que serão quatro. Marrocos, Tunísia, Moçambique e Angola. A autarquia do Cartaxo vai pagar 55% do valor das despesas feitas pelas empresas nas deslocações, sendo que os restantes 45% são comparticipados ao abrigo do Sistema de Incentivos à Qualificação de PME (QREN), um programa ao qual a Nersant se candidatou e que permite acesso a fundos perdidos.

A A ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, visitou a Companhia no Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Companhia das Lezírias prevê investir 7,7 milhões em 2010 Exportação ∑ Vinhos, azeites e cavalos são sectores em crescimento A Companhia das Lezírias (CL) prevê manter em 2010 um nível de investimento idêntico ao realizado nos últimos quatro anos (da ordem dos 7,7 milhões de euros) recorrendo a fundos próprios. Um dos projectos previstos é a criação de uma central de biomassa para produção de energia, que poderá criar 12 novos postos de trabalho, além ajudar na estratégia de combate aos incêndios nos terrenos da exploração e para a produção de energias alternativas. O plano estratégico da CL para 2009/2011 tem ainda em conta a diminuição das ajudas comunitárias até 2013 e o presidente do Conselho de Administração, Vítor Barros, diz que já sente esta diminuição em áreas como a modulação, as agro-ambientais e os plafonamentos. A empresa tem estado a ser preparada para “ir buscar ao

mercado muito mais proveitos”, diz o administrador. Foi ainda decidido aumentar de 120 para 130 hectares a área de vinha, comprando mais direitos no mercado, e vão começar em breve a segunda fase de obras na adega do Catapereiro, nomeadamente na zona para o envelhecimento dos vinhos e na criação de sala de provas ligada ao

Empresa fora da lista das privatizações do Estado

enoturismo, programada para 2010, estando a adega a ser preparada para produções que podem chegar a um milhão de litros. O administrador refere ainda que foi feito recentemente um investimento feito na modernização e ampliação da adega que permitiu a entrada, em Outubro de 2009, dos vinhos companhia na cadeia de distribuição do Pingo Doce.

Já aprovada pelo Programa de Desenvolvimento Rural (Proder) está a ampliação da área de olival de 20 para 30 hectares, estando em fase de aprovação mais 300 hectares para produção de arroz, estando em fase de conclusão a certificação da produção florestal com impactos na cortiça que será colocada no mercado. Outra aposta da CL é a

∑ A Companhia das Lezírias teve lucros de cerca de 140 mil euros em 2009 em segundo afirmou à Lusa o administrador Vítor Barros, saiu da lista de privatizações do Estado, por influência do Ministério da Agricultura. Apesar de os resultados actualmente não serem os mesmos de há alguns atrás, continua a revelar “uma estrutura financeira muito boa”, diz Vítor Barros. Os 139.698 euros de lucro líquido foram inferiores em 34% aos alcançados em 2008, uma quebra justificada pela seca entre Março e Outubro, que afectou em particular as pastagens e forragens, e pela forte quebra no preço do arroz, cultura que em 2009 registou recordes de produtividade na CL (8 toneladas/hectare) e que sofreu quebras no preço dos 400 euros/tonelada em 2008 para os 228 euros/tonelada.

produção de carne de bovino rica em ómega-3 que poderá vir a duplicar em breve, fruto da negociação para colocar esta produto inovador em mais duas lojas da cadeia Continente, que se juntarão às lojas de Oeiras e Telheiras, que vendem esta carne desde Junho e Setembro de 2009, respectivamente. A empresa exportou, em 2009, mais de 20% da sua produção de vinhos e azeite, numa estratégia de internacionalização que inclui ainda a venda de cavalos. Outro dos projectos, que se atrasou devido às condições climatéricas durante o Inverno, é a conclusão do Espaço de Visitação e Observação de Aves (EVOA. Um projecto com financiamento do QREN e apoio da Brisa e visa a criação de lagoas com dissimuladores para observação de aves, na cabeceira norte do estuário do Tejo.

JORNADA DO SECTOR HORTÍCOLAS DECORRE EM ALMEIRIM A Federação Nacional de Organizações de Produtores de Frutas e Hortícolas (FNOP) realiza em Almeirim, no próximo dia 23 de Abril, no salão nobre dos Paços do Concelho, as Jornadas Temáticas sobre fitofármacos e sobre organizações de produtores/ programas operacionais. As jornadas abrem às 9h com a presença prevista do secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Rui Barreiro, seguindo-se o debate sobre “estrangulamentos à competitividade do sector hortofrutícola”. A seguir é apresentada a directiva quadro do uso sustentável de produtos fitofarmacêuticos e, à tarde, pelas 15h20, debatese a estratégia nacional para o sector hortofrutícola e ainda os programas operacionais de apoio. No encerramento das jornadas, às 17h30, está prevista a presença do ministro da Agricultura.


INVESTIR & AGIR | NEGÓCIOS 27

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Função Pública manifestou-se em Santarém

A A conferência da Risa encheu o Convento de S. Francisco em Santarém

Postura da banca preocupa empresários da região Conferência da RISA ∑ Especialistas debateram alterações da economia para 2010 O facto de ser a banca a gerir o acesso aos apoios de linhas de financiamento públicas preocupa os empresários. Uma queixa que esteve na mesa do debate da conferência que a Risa organizou em Santarém. Foi José Eduardo Carvalho, presidente da Nersant, que, aproveitando a presença do secretário de Estado do Orçamento, pediu para que seja repensada o facto das linhas do PME Invest continuarem, na sua perspectiva, “excessivamente dependentes da gestão comercial da banca”. Segundo o dirigente empresarial, esta situação “inviabiliza os objectivos positivos deste apoio” e causa dificuldades de acesso a muitas empresas. “Não posso admitir que a celeridade destes processos esteja dependente do facto das empresas terem ou não as suas contas e as contas dos seus funcionários todas domiciliadas no mesmo banco ao qual recorrem para a linha PME Invest”, referiu José Eduardo Carvalho, que deixou ainda queixas relativamente à postura do fis-

co ao estar alegadamente a penhorar contas correntes de clientes como mecanismo “privilegiado” de cobrança fiscal. “Custa-me ver colegas empresários com residências a serem executadas pelo fisco e pela banca e outros empresários, com situações sólidas até à pouco tempo, a não terem sequer a possibilidade de passar um cheque”, disse ainda o presidente da Nersant. O dirigente pediu ainda que existam mecanismos mais direccionados para a consolidação do passivo financeiro das empresas, uma área que, segundo José Eduardo Carvalho, é essencial para ultrapassar esta conjuntura de crise. Em resposta, o secretário de Estado do Orçamento, Emanuel dos Santos, disse que a aplicação do PME Invest dificilmente poderá ser feita sem recorrer à banca, uma vez que são os bancos que possuem uma rede de balcões mais alargada pelo território nacional. De outra forma, disse o governante, teria que ser o Estado, através do IAPMEI, a abrir

delegações por todo o país e a aumentar a despesa pública. Emanuel dos Santos falou também do défice público e da “impossibilidade” do Governo em reduzir mais este indicador sem retirar os apoios sociais e à economia nesta fase. “O Orçamento para 2010 é um compromisso entre o combate ao défice e a necessidade de se manterem estes apoios”, frisou, afirmando ainda que no PEC “a economia foi poupada, não houve aumento de tributação para as PME”. Outro dos intervenientes nesta conferência foi Pedro Capucho, em representação da AEP, que falou

da importância das fusões e aquisições nesta fase de crise. Para a AEP, muitas das empresas da economia portuguesa têm “fraca dotação de capitais próprios e maior preponderância dos passivos a curto prazo”, uma situação que dificulta também a relação com a banca quando a crise aperta, referiu Pedro Capucho. O dirigente da AEP salientou ainda o papel das PME que, na sua opinião, têm maior flexibilidade, rapidez de decisão, relações mais próximas com os trabalhadores e que, por este conjunto de factores, podem também conseguir adaptar-se melhor à crise.

“A economia privada já não aguenta mais impostos”, diz presidente da Nersant

∑ José Eduardo Carvalho foi também peremptório ao referir que a “economia privada não aguenta mais aumento de impostos” referindo ainda que o aumento dos processos de execução fiscal “não é solução para a crise e para o défice púlico”.

Um conjunto de sindicalistas da Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública manifestouse esta semana em Santarém, no Largo do Seminário, sob a coordenação da CGTP, com o objectivo de alertar para as alterações na administração pública, central e local, nomeadamente ao nível de aspectos como a progressão nas carreiras, os aumentos salariais, mas também alertando para o que consideram ser o “perigo de privatização de alguns serviços públicos”. A afirmação é do coordenador distrital da CGTP, Val-

demar Henriques, que critica a postura de “desvalorização dos serviços públicos por parte de alguns com o objectivo de criar espaço para a privatização” desses serviços. Os sindicatos voltam à rua e a Santarém para assinalar os 120 anos do 1º de Maio, numa marcha que vai partir do W Shopping, vai passar pelo Jardim da República e pelo Largo do Seminário. Em curso está também um concurso de desenho nas escolas do concelho de Santarém que visa desafiar as crianças a desenharem o que para significa para elas o trabalho.

Loja Dainese abriu na Casa das Peles do Cartaxo

A marca de equipamento para motociclismo Dainese está agora presente numa loja do Cartaxo, no complexo da Casa das Peles. Esta é a marca escolhida pelos piltos Valentino Rossi, Jorge Lorenzo, Marco Simoncelli, os três grandes que ganharam 12 títulos mundiais nos últimos anos. A loja abriu no dia 17 Abril e é a primeira loja portuguesa exclusiva da reconhecida

marca italiana de equipamento para motociclismo. Aqui vai poder vestir-se dos pés à cabeça também para as modalides de ski e de ciclismo (amador e profissional) e aproveitar já a nova colecção Primavera/ Verão e outros artigos de colecções anteriores a preços de um outlet. A loja tem 450 m2 e está aberta todos os dias, incluindo fins-desemana.


28

especial

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

24 horas de karting de almeirim

Programa paralelo

Demonstração de karts mais potentes Paralelamente à prova principal das “24 Horas”, vão realizar-se três corridas de uma outra categoria de karts, os SA250, máquinas mais potentes com motores de 250 c.c., e já com uma potência na ordem dos 30 cavalos. “Serão apenas provas de demonstração desta classe, com pilotos experientes e habituados a estes karts, mas de grande espectacularidade na pista”, garante José Carlos Magalhães. Em termos do calendário desta competição, há uma manga de qualificação na sexta-feira, dia 23 de Abril, ao passo que as meias-finais e a final realizam-se no sábado de

manhã, antes do início das “24 Horas”. No que respeita à animação nocturna, ela também será feita em moldes diferentes das edições anteriores. Em vez de um palco montado no exterior para espectáculos, a noite de sábado será animada por DJ’s, numa discoteca montada dentro do pavilhão multiusos da Quinta da Conceição. “Como Abril é ainda mês de chuva e este ano está a ser particularmente chuvoso, optámos por não arriscar a montagem do palco exterior e deslocar a animação para o pavilhão”, justificou o responsável.

Pilotos vão estrear nova frota

Novos bólides prometem mais espectáculo na pista A estreia oficial de uma nova frota de karts comprada propositadamente para esta edição é a grande novidade das “24 Horas de Almeirim 2010”, que estão de volta ao Kartódromo da Quinta da Conceição entre os dias 23 e 25 de Abril. “São máquinas mais evoluídas, que nos dão maiores garantias de sucesso e menos problemas técnicos que as antigas”, disse ao nosso jornal José Carlos Magalhães, que assumiu a exploração do kartódromo desde o dia 1 de Março, e é o novo responsável pela organização deste evento, depois de ter assumido as funções de director de prova nas últimas cinco edições. A redução significativa do número de avarias durante a prova principal foi uma das principais razões que levou a organização a investir na aquisição da nova frota, máquinas com motores de 270 c.c. a quatro tempos e 9,5 cavalos de potência. “Estamos a afinar os karts para não darem qualquer tipo de problemas, pelo que espero que esta edição seja um verdadeiro sucesso e que os pilotos se sintam satisfeitos”, acrescenta José Carlos Magalhães. A partida simbólica do

A

Depois de cinco anos como director de prova, José Carlos Magalhães é o novo responsável pela organização das “24 Horas de Almeirim” evento, que já se tornou um clássico em Almeirim por alturas do 25 de Abril, será novamente realizada no centro da cidade. A concentração está marcada para as 9h30 de sábado, dia 24, no Parque das Laranjeiras, de onde os karts arrancam em cara-

vana ao longo do percurso até ao kartódromo. A partida oficial para as “24 horas” será dada às 13 horas, e a partir daí todo o espectáculo decorre na pista, até às 13 horas de domingo, 25 de Abril. Em termos de participação, a organização está optimista. “Além

EQUIPAS CONFIRMADAS Com presença confirmada na pista do kartódromo da Quinta da Conceição, à hora de fecho desta edição, estavam já as equipas da Precigeste (vencedores da edição de 2009), Speedy kart end Team, Tecnilab Portugal, Liztrêz, Ormei, Virus Karta, KCMistica, Alcarlubri, Renault Cacia, Gasolinas Team, BCP, Centro Implantologia Arade, e IHSV and Friends.

de já termos garantida a presença de algumas das melhores equipas dos anos anteriores, temos outras novas que se formaram propositadamente para vir a esta competição, e que nunca cá estiveram a competir”, afirma José Carlos Magalhães. À hora de fecho desta edição, a organização esperava atingir as 15 equipas em competição, embora seja possível reunir um máximo de 17 em pista. “Temos esperança e vamos tentar chegar a este número, mas as que temos já apontam para uma prova bastante razoável”, afirma o responsável.


24 HORAS DE KARTING DE ALMEIRM | ESPECIAL 29

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

4º Torneio Prof. José Peseiro

Benfica e Sporting marcam presença Benfica e Sporting são os cabeças de cartaz da 4ª edição do Torneio José Peseiro, que vai reunir mais de 300 miúdos de um total de 24 equipas dos escalões de escolinhas, escolas e infantis no campo de futebol da Quinta da Conceição, nos dias 24 e 25 de Abril, durante a realização das 24 horas de kart de Almeirim. O sábado, dia 24, está reservado para o torneio de escolinhas, com 16 equipas, entre as quais duas do Footkart, clube responsável pela organização do evento, várias equipas de todo o Ribatejo, o Belenenses e o Nacional da Madeira, uma presença muito especial tendo em conta que é o clube que José Peseiro treinou durante mais anos

e com o qual mantém uma relação muito especial. A exemplo do ano passado, os responsáveis decidiram manter a realização, no domingo, de dois quadrangulares para escolas e infantis. “Foi uma aposta que resultou muito bem, porque os atletas já têm outro nível competitivo e representam escolas de formação do melhor que há em Portugal”, disse ao nosso jornal o presidente do Footkart, Mário Amoroso. A nível de escolas, o quadrangular reúne Benfica, Sporting, Footkart e o Odiáxere, do Algarve. Nos infantis, que estão à beira já de começar a jogar futebol de 11, estarão também presentes Benfica, Sporting, Footkart e a escola Foot21.

A Mário Amoroso, presidente da direcção direcção do Futkart

Footkart aposta na qualidade Fundada em 2005, o Footkart chega a 2010 “numa espécie de ano zero, porque decidimos fazer uma aposta na qualidade dos treinadores”, explicou ao nosso jornal o presidente do clube de formação de Almeirim, Mário Amoroso. A contratação do professor Edgar Cardoso, da Geração Benfica, para coordenar tudo o que se refere ao futebol e metodologia de treino, foi a grande alavanca para esta mudança e os resultados já estão a aparecer. “Sentimos que as nossas equipas evoluíram muito não só em ter-

mos desportivos e de resultados, mas também a nível de relacionamento humano e espírito de grupo, o que é muito importante”, sublinha Mário Amoroso. “Atrás dele, temos um lote de treinadores com formação académica e desportiva, e que possam desenvolver o trabalho de qualidade do prof. Edgar”, acrescenta o responsável, explicando que “custou um pouco a assimilar a nova mentalidade, mais competitiva e mais exigente, onde se treina a sério, mas isso está a reflectir-se nos jogos e nos resultados das equipas”.

Esta época, vestiram a camisola do Footkart cerca de 120 atletas, o que dá uma ideia do crescimento do clube. Esteve representado com uma equipa de iniciados no campeonato distrital, que ficou apurado para disputar o nível 1 (a divisão principal) no ano que vem, duas equipas nos infantis, uma equipa de escolas sub11, outra de escolas sub10 e um lote de 15 miúdos nas escolinhas, sem competição. “Estamos a sentir algum reconhecimento e as pessoas estão a ver que aqui se trabalha com qualidade”, afir-

ma Mário Amoroso, sublinhando que, ao contrário do que erradamente se pensa, “o Footkart não é uma escola de futebol privada”.

Talentos chegam aos grandes Três miúdos que começaram a dar os primeiros pontapés no relvado da Quinta da Conceição estão lançados no mundo do futebol. Afonso Caetano, nascido em 1997, e Daniel Bragança, em 1999, estão nas escolas de formação do Sporting, ao passo que Tomás Caetano (irmão de Afonso) está nos juvenis do Benfica.


30

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Z

LIGA DE HONRA

27ª jornada

28ª jornada (25 Abril) Varzim Beira-Mar Trofense Oliveirense Estoril Chaves Feirense Freamunde

Fátima Penafiel Santa Clara Sp. Covilhã Aves Carregado Portimonense Gil Vicente

Z

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16.

Beira-Mar Portimonense Santa Clara Oliveirense Feirense Trofense Desp. Aves Penafiel Gil Vicente Fátima Freamunde Estoril Sp. Covilhã Varzim Chaves Carregado

27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27

14 14 12 13 11 11 9 8 8 7 8 6 6 5 5 5

6 6 11 7 10 6 11 11 10 12 8 13 9 12 10 6

7 7 4 7 6 10 7 8 9 8 11 8 12 10 12 16

GOLOS

39-27 38-30 41-24 34-24 31-21 36-39 32-27 30-31 30-27 28-29 37-42 23-26 33-45 21-34 26-34 23-42

PONTOS

DERROTAS

1 1 1 1 0 2 1 2

EMPATADOS

Oliveirense Beira-Mar Chaves Feirense Estoril Varzim Portimonense Freamunde

JOGOS

Classificação 1 1 2 1 1 3 1 3

VITÓRIAS

Fátima Gil Vicente Trofense Sp. Covilhã Penafiel Carregado Aves Santa Clara

48 48 47 46 43 39 38 35 34 33 32 31 27 27 25 21

2ª NACIONAL - SÉRIE CENTRO

28ª jornada

29ª jornada (25 Abril) Monsanto Arouca Praiense Pampilhosa Ac. Viseu Marinhense Tourizense Operário

Tondela Mafra Sertanense Vit. Pico Eléctrico Esmoriz U. Serra Ol. Bairro

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16.

Arouca Pampilhosa Tourizense Tondela Mafra Esmoriz Sertanense U. Serra Praiense Eléctrico Operário Ac. Viseu Marinhense Oliv. Bairro Monsanto Vit. Pico

28 28 28 28 28 28 28 28 28 28 28 28 28 28 28 28

15 14 13 13 12 12 11 10 9 10 10 8 8 8 6 8

6 7 7 6 9 6 6 8 10 7 6 9 7 6 10 4

7 7 8 9 7 10 11 10 9 11 12 11 13 14 12 16

37-23 40-28 33-24 46-26 28-24 26-26 31-31 25-25 23-22 30-33 29-32 32-33 18-33 30-43 24-35 24-38

PONTOS

GOLOS

DERROTAS

1 1 0 1 0 0 0 0

EMPATADOS

Monsanto Arouca Praiense Pampilhosa Ac. Viseu Marinhense Tourizense Ol. Bairro

JOGOS

Classificação 2 0 0 3 1 2 2 1

VITÓRIAS

Sertanense Operário Mafra Tondela Vit. Pico Eléctrico Esmoriz U. Serra

51 49 46 45 45 42 39 38 37 37 36 33 31 30 28 28

Z DISTRITAL - DIVISÃO PRINCIPAL - APURAMENTO CAMPEÃO E MANUTENÇÃO

9ª jornada (25 Abril) Atl. Riachense U. Tomar Torres Novas

Amiense Cartaxo Alcanenense

Div. Principal - Manutenção 8ª jornada Fazendense 1 Mação Alferrarede 0 Pego Ouriquense 2 U. Almeirim 9ª jornada (25 Abril) Fazendense Mação Pego

0 3 1

U. Almeirim Alferrarede Ouriquense

Div. Principal Atl. Riachense Amiense U.Tomar Torres Novas Alcanenense Cartaxo

1. 2. 3. 4. 5. 6.

Div. Principal Mação 8 Fazendense 8 Pego 8 Ouriquense 8 U. Almeirim 8 Alferrarede 8

Apuramento Campeão 8 6 0 2 12-7 8 5 2 1 13-4 8 4 0 4 10-12 8 2 2 4 8-11 8 1 2 5 5-11 8 1 4 3 10-13 - Manutenção 5 2 1 9-4 5 1 2 13-12 3 2 3 10-6 4 0 4 14-14 2 1 5 10-14 1 2 5 8-14

PONTOS

GOLOS

DERROTAS

EMPATADOS

JOGOS

1. 2. 3. 4. 5. 6.

47 42 29 28 27 26 27 26 22 21 17 8

DISTRITAL - DIVISÃO SECUNDÁRIA - APURAMENTO DO CAMPEÃO

5ª jornada

6ª jornada (25 Abril) Moçarriense Ferroviários Samora

1. 2. 3. 4. 5. 6.

Benavente Mindense Ouriense

Samora Correia Ouriense Benavente Moçarriense Ferroviários Mindense

5 5 5 5 5 5

3 3 3 1 0 0

2 2 0 3 2 1

PONTOS

GOLOS

DERROTAS

1 0 2

EMPATADOS

Mindense Ferroviários Ouriense

JOGOS

Classificação 6 2 2

VITÓRIAS

Benavente Samora Moçarriense

0 9-2 11 0 10-5 11 2 12-8 9 1 8-7 6 3 1-5 2 4 1-14 1

DISTRITAL - DIVISÃO SECUNDÁRIA - TORNEIO DE ENCERRAMENTO Série A

5ª jornada (25 de Abril) U.Chamusca Caxarias Goleganense Ferreira do Zêzere Série B 4ª jornada Salvaterrense Emp.Comércio

1 4

Porto Alto Pontével

5ª jornada (25 de Abril) Pontével Salvaterrense Porto Alto Emp.Comércio

1 0

PONTOS

GOLOS

Classificação 1 2

DERROTAS

Goleganense U.Chamusca

EMPATADOS

1 5

JOGOS

4ª jornada Caxarias Ferreira do Zêzere

VITÓRIAS

Z

Classificação VITÓRIAS

Div. Principal - Apuramento Campeão 8ª jornada Amiense 4 U. Tomar 0 Cartaxo 2 Alcanenense 2 Torres Novas 4 Atl. Riachense 2

Z

André Lopes

desporto

1. 2. 3. 4.

Caxarias Ferreira Zêzere U. Chamusca Goleganense

Série A 4 1 4 2 4 1 4 0

3 0 2 3

0 2 1 1

1. 2. 3. 4.

Salvaterrense Emp. Comércio Porto Alto Pontével

Série B 4 3 4 2 4 1 4 0

1 1 1 1

0 7-2 10 1 7-3 7 2 3-4 4 3 4-12 1

9-5 7-9 8-9 4-5

6 6 5 3

A Amiense-U.Tomar: André teve muitas dores de cabeça para travar o ataque amiense Divisão Principal - fase final

Amiense disputa título em Riachos O Riachense perdeu, o Amiense ganhou e o campeonato está de novo ao rubro, com os de Amiais de Baixo a terem a perspectiva da sua disputa em Riachos na antepenúltima jornada, depois de amanhã. Foi estrondosa a derrota do líder em Torres Novas, como já não se via desde há duas épocas. À meia hora de jogo já o Riachense perdia por dois a zero, uma desvantagem que ainda conseguiu reduzir na segunda parte, mas que viu ser aumentada antes do final da partida. O Torres Novas venceu o jogo da sua época, contra o seu rival concelhio, com particular gozo por este ser líder desde o início da época e ainda só ter perdido uma vez. Apesar da vitória, os amarelos não ultrapassaram o U. Tomar, que também perdeu, em Amiais de Baixo. O Amiense entrou de rompante não deu hipótese aos jovens nabantinos: Moleiro e João Maga-

lhães abriram o marcador logo no início do jogo, que na segunda parte ganhou contornos de goleada com os tentos de Rodrigo e novamente Magalhães, o atacante que alinhava no Monsanto na época passada. No outro jogo, o Alcanenense empatou no Campo das Pratas, casa original do SL Cartaxo. Os cartaxenses estavam a vencer (com golos de Bruno Brito e Joel), quando ao fechar da partida Renato Moreno deixou cair um balde de água fria sobre a turma de Cláudio Madruga. João Caetano já tinha marcado mais cedo para o Alcanenense. Na antepenúltima jornada, a recepção do Riachense ao Amiense promete ser o jogo mais importante da época. A pressão está dos dois lados: o Amiense sonha com os dois prometidos pontos de secretaria, que lhe renovarão as esperanças; o Riachense tem uma qualidade de jogo que

perdeu muito do brilho da fase inicial, mas perdeu também Pedro Galrinho, o patrão da defesa que está castigado. Por outro lado, o factor casa pode ser determinante: há três anos que o Riachense não é derrotado no seu Coronel Mário Cunha, palco de muitas goleadas sonantes. O que é certo é que as duas equipas arrastam sempre muitos associados, por isso, aguarda-se a presença em peso do público nas bancadas. De resto cumprese campeonato na luta por lugares dignificantes. O U. Tomar continua a defender o seu lugar no pódio ante o Cartaxo, enquanto o Torres Novas recebe o Alcanenense, a equipa com mais derrotas nesta fase final.

Fazendense fica na Principal O Fazendense venceu o Mação com um tento solitário de Carrapato e confirmou a permanência na Principal na próxi-

ma época, o que, de resto já se previa. O Pego venceu à vontade e colocouse a apenas um ponto de também garantir a manutenção: João Ferreira, Rui Sousa e Bokas marcaram em Alferrarede. Por fim, o Ouriquense venceu o U. Almeirim, ficou às portas da manutenção, e ditou a provável descida da equipa almeirinense, orientada por Ricardo Sardinheiro. Apesar de ainda ter hipóteses matemáticas, o calendário não é nada favorável ao U. Almeirim. No domingo há dérbi fervoroso entre Fazendense e U. Almeirim. No dérbi concelhio costuma haver grandes partidas, mas é provável que o Fazendense remeta definitivamente o seu rival vizinho para a Secundária. Entre Pego e Ouriquense, nenhuma das equipas quer perder para não colocar em risco a manutenção. Por fim, com o destino traçado, Mação e o Alferrarede cumprem calendário.


FUTEBOL | DESPORTO 31

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Divisão Secundária

Samora Correia chega à liderança A última jornada da primeira volta terminou com os resultados esperados. O Samora superiorizou-se ao Ferroviários no estádio da Murteira, com um golo em cada parte. Paulo Sérgio marcou de penálti e Nuno Matias dilatou o resultado na segunda parte. Enquanto os pupilos de Paulo Costa vêm o objectivo da subida cada vez mais longe, os de João Bancaleiro cumprem metade do calendário na li-

derança. O Ouriense deixou-se apanhar pelos axadrezados de Samora, pois cedeu um empate no pelado do Moçarriense. Os amarelos da Moçarria entraram mesmo a vencer marcando os dois primeiros tentos da partida. Por seu lado, a equipa de Ourém queixou-se muito da arbitragem de Rui Cordeiro, nomeadamente no lance da expulsão do capitão Célio Pereira. Também em lugar de promoção, o Benavente cilindrou

o Mindense, mantendo-se no 3.º lugar. A turma de Minde, que até costumava vender caras as derrotas durante a primeira fase, não conseguiu contrariar a tendência atacante do Benavente. A segunda metade da fase de apuramento de campeão inicia-se com bons ventos de subida em Samora, Ouriense e Benavente. Mas ainda faltam cinco jogos para o final. No domingo há um jogo grande entre os actuais líderes, Samora

e Ouriense. Apesar de ainda ser cedo para dizer que é decisivo, o jogo promete emoção q.b. O Moçarriene volta a jogar em casa, na recepção ao Benavente. Já o Ferroviários vai tentar obter a primeira vitória ante o Mindense.

Torneio de Encerramento Surpresa em Ferreira do Zêzere, onde os da casa marcaram uma mão cheia ao U. Chamusca e colaram-se na liderança ao Caxarias,

Divisão principal

Liga de Honra

Fátima garante manutenção A três jornadas do fim, o empate em casa frente ao Oliveirense permitiu ao Fátima respirar de alívio por garantir a participação na Liga de Honra na próxima época. Diga-se que aproveitou as derrotas do Chaves e do Varzim. Uma das equipas com mais empates na corrente época, o Fátima conseguiu mesmo pontuar frente a quatro candidatos à subida - Beira-Mar, Feirense, Portimonense e agora, Oliveirense. David Simão marcou um golo madrugador no Municipal, ajudando os ribatejanos a dominar toda a primeira parte. No entanto, contra a corrente do jogo, Moreira nas alturas, empata para os de Oliveira de Azeméis, mesmo antes do intervalo. No domingo, o Fátima deslocase à Póvoa do Varzim para defrontar uma equipa que precisa de pontuar. Recor-

de-se que serão despromovidos os dois últimos classificados.

Actual direcção prepara próxima época No passado dia 16, a Assembleia-Geral do Centro Desportivo de Fátima mandatou a actual direcção, presidida por Luis Albuquerque, por mais três meses de gestão. A segunda tentativa de acto eleitoral foi frustrada,

dado que não surgiu qualquer lista candidata à direcção, perante os 38 sócios presentes. Assim, o actual elenco directivo garante a gerência durante o período delicado que se aproxima, ou seja, a conclusão da actual época e a preparação da próxima, em que o Fátima voltará a participar na Liga de Honra. Na assembleia foi também constituída uma co-

missão de cinco reconhecidos associados do clube, com a missão de assegurar a efectiva realização de eleições no dia 16 de Julho. Luís Albuquerque voltou a demonstrar-se avesso à estagnação, reiterando a sua disponibilidade para se candidatar para o próximo biénio, caso as condições e os apoios sejam melhorados de forma a permitir o crescimento do clube.

Todos à espera da decisão da AFS Todas as atenções se viram no domingo para Riachos, no jogo que pode definir a atribuição do título. O Riachense recebe o Amiense com cinco pontos de avanço, mas com a insegurança de não saber se a Associação atribui mais dois pontos ao Amiense. Três semanas depois de ter realizado a queixa sobre a presença irregular do treinador do Cartaxo Cláudio Madruga e do delegado João Anacleto no jogo entre as equipas, o Amiense ainda não obteve resolução. A Associação de Futebol de Santarém pediu tempo para analisar a aplicação dos regulamentos e já recebeu os argumentos de defesa do Cartaxo e do Amiense, mas a decisão é esperada apenas para a semana que vem. Seja como for, tanto Frede-

rico Rasteiro como Paulo Eira estão conscientes de que o vencedor do decisivo Riachense-Amiense será provavelmente o campeão da época 2009/2010.

Se for campeão, o Riachense sobe Caso o Riachense vença o campeonato, a situação da recusa da subida não se irá repetir e o clube aceitará a promoção à 3.ª Divisão Nacional, evitando assim a penalização da descida para a Secundária. Posto que nas duas AssembleiasGerais realizadas para as eleições não surgiram listas candidatas, a direcção tem reunido e tomou a decisão, de forma a poder começar a preparar a próxima época, numa altura em que o campeonato se aproxima do fim.

Taça do Ribatejo

Final no Entroncamento

2ª Nacional

Monsanto sem hipótese O Monsanto tinha obrigatoriamente que vencer na Sertã para manter acesas algumas esperanças de vir a atingir a manutenção. Mas a derrota voltou a acontecer, num jogo em que não houve diferença na quali-

que mais não conseguiu do que um empate no seu novo sintético, frente ao Goleganense. Tudo muito renhido, portanto, na Série A. No que respeita à série B, o Salvaterrense tem já uma confortável distância na liderança, apesar de ter cedido os primeiros pontos, num empate com o Porto Alto. O Pontével voltou a sofrer uma goleada, desta vez frente ao 2.º classificado, o Empregados do Comércio.

dade das equipas em campo, apenas na sorte. Jamerson ainda colocou o Monsanto em vantagem na primeira parte, que chegou ao fim já empatada. Como o Sertanense também precisava da vitória para ficar

tranquilo, observaram-se sempre muitas oportunidades de golo para ambos os lados. Rui Gorriz viu Ragner ser expulso perto do fim da partida e aos 90+3 minutos o Sertanense marca o tento da vitória, que lhe

deu a certeza da manutenção. A cinco pontos da linha de água e duas jornadas do fim do campeonato, é praticamente certa a descida do Monsanto. Depois de amanhã, recebe o Tondela em Alcanena.

Riachense e Alcanenense entenderam-se quando ao local de realização da final da Taça Ribatejo, uma reedição da época passada, quando os dois clubes se defrontaram em Torres Novas. Desta vez o palco escolhido foi o Complexo do Bonito no Entroncamento, um espaço tido como vantajoso pelas óptimas condições do relvado e da nova bancada, mas

também porque não fica no concelho do clube de Riachos, como acontece com o Municipal de Torres Novas. A final da Taça do Ribatejo está agendada para o dia 9 de Maio às 17 horas e, no mesmo campo nº1 do Complexo do Bonito, será precedido de um jogo de promoção préescolas entre equipas das camadas de formação dos dois clubes.


32 DESPORTO | MODALIDADES Hóquei em patins - formação

Resultados do Hóquei Clube de Santarém Não foi um fim-de-semana positivo para o Hóquei Clube de Santarém, mas os escolares e os iniciados registaram bons resultados frente ao Sporting Marinhense. Os mais novos conseguiram uma vitória por 7-5 na Marinha Grande, ao passo que os iniciados ganharam em casa por 6-3, continuando assim no comando da tabela do torneio de encerramento. Os

juniores, a jogar em Santarém, perderam por 12-7 frente à AA Coimbra e terminaram a prova no terceiro lugar, arredados da fase final. Os infantisperderam com o Sporting por 5-2. Por último, os benjamins, que defrontaram o Santa Cita pela quarta vez esta época, perderam pela margem mínima, 6-5, numa partida em que deram boa réplica à equipa da casa.

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Taça de Portugal de hóquei em patins

Equipas do distrito apuradas O Hóquei Clube “Os Tigres”, de Almeirim, e o Sporting Clube de Tomar, as duas equipas do distrito ainda a disputar a Taça de Portugal de hóquei em patins, estão apuradas para os oitavos de final da prova, numa fase em que já estão a medir forças com alguns dos grandes do hóquei nacional. Nesta última eliminatória, disputada no passado

fim-de-semana, os tomarenses receberam e venceram o Valongo por 6-4, e agora têm em mãos a espinhosa tarefa de defrontar, ainda que em casa e perante o seu público, o primodivisionário HC Braga, actual 11º classificado da divisão principal do hóquei português. Com o pavilhão Alfredo Bento Calado praticamente cheio, os “Tigres”

derrotaram o SC Leiria e Marrazes por 7-5, num jogo difícil e muito bem disputado. No final, o clube almeirinense fez a festa e entregou a José Sousa Gomes, presidente da Câmara, uma camisola autografada por todos os elementos do plantel. Na próxima eliminatória, que se joga dia 8 de Maio, os Tigres recebem o GDS Cascais, formação que li-

Oito provas de BTT

TORNEIO DE VETERANOS EM ALPIARÇA

Associação lança regional de maratonas A Associação de Ciclismo de Santarém está a lançar o campeonato regional de maratonas de BTT, num total de sete provas no Ribatejo e zona centro disputadas entre 20 de Junho e 7 de Novembro. Este campeonato arranca em Samora Correia, seguindose depois Coruche, (27 de Junho), Santarém (11 de Julho), Carqueijal - São Jorge, na Batalha (5 de Setembro), Abrantes (5 de Outubro), Alpiarça (10 de Outubro)

e finalmente Salvaterra de Magos (a 7 de Novembro). As provas terão percursos com um nível de exigência mais elevado para os atletas federados e outro acessível aos praticantes amadores. Todas as provas serão realizadas em duas voltas de cerca de 40 quilómetros para os federados masculinos, havendo também a opção de realizar apenas uma volta para o escalão de promoção (atletas não federados).

Atletismo para jovens

Corridas da liberdade no Cartaxo Para assinalar a revolução de Abril, a Câmara do Cartaxo vai promover as corridas da liberdade para crianças e jovens nascidos entre 1993 e 2006, que se realizam na manhã do dia 25 na pista do estádio municipal. Todos os participantes,

que deverão rondar os 300 miúdos, recebem medalhas de participação e um pequeno lanche; os três primeiros classificados de cada escalão levam também para casa uma taça. A iniciativa contempla ainda um escalão para os pais, que fazem parte da festa.

dera a 2ª divisão nacional – zona sul, e que se apurou ao cilindrar o Aljustrelense por 15-2, no terreno do adversário. No que se refere ao campeonato da 3ª divisão, zona centro, os Tigres, que já garantiram a subida de escalão, deslocam-se este fim-de-semana ao pavilhão do SC Leiria e Marrazes, naquela que será o seu penúltimo jogo na prova.

Pedro Roldão tem apenas 8 anos mas já dá nas vistas

Craque do AC Pernes na mira do Benfica Pedro Roldão, um jovem jogador de 8 anos do Atlético Clube de Pernes, foi chamado pelo Benfica para prestar provas no centro de estágios do Seixal. Estava a ser observado há vários meses por olheiros dos encarnados, que encontraram no jovem médio ofensivo das esc ol i n h a s d o Pe r n e s uma “promessa de futuro”, segundo o treinador Luís Ferreira. Pedro

Roldão começou a jogar no clube há cerca de cinco anos e já sonha ser jogador de futebol profissional. No treino de captação que fez no centro de estágios do Benfica, foi o único jogador desta idade do distrito e brilhou ao marcar 3 golos e a dar outros tantos a marcar. Para já, o pequeno craque regressa aos jogos em Pernes mas, segundo Luís Ferreira, está

previsto que possa vir a integrar estágios do plantel do Benfica. “Ele é um jogador raçudo, corre o campo todo, tem um bom drible e disputa bem os lances”, refere o treinador. Já o pequeno Pedro Roldão diz que tem como ídolo Saviola, do Benfica, e sobre Cristiano Ronaldo tem uma opinião mais crítica, afirmando que o jogador do Real Madrid “não anda a jogar bem”.

A secção de futebol juvenil do Clube Desportivo “Os Águias” está a organizar o II torneio de futebol de veteranos, em futebol de 7, que se vai realizar no estádio municipal Dr. José Raúl das Neves, em Alpiarça entre os dias 18 de Maio e 2 de Junho. As inscrições, no valor de 100 euros, estão abertas até ao próximo dia 14 de Maio, na sede do clube, pelo fax 243 558 429 ou pelo email jota.rpc@gmail.com. Cada equipa deverá inscrever entre 7 a 14 jogadores, todos nascidos até final de 1975, à excepção de dois elementos, nascidos em 1976 ou 1977.

TREINOS DE CAPTAÇÃO DE FUTSAL O Clube Desportivo “Os Patos”, do Rossio ao Sul do Tejo, Abrantes, vai arrancar com treinos de captação para jovens que queiram praticar futsal federado. Realizam-se às quintas-feiras às 19h30 para juniores e juvenis, e às sextas-feiras às 18 horas para infantis e iniciados, sempre no pavilhão do Pego.


MODALIDADES | DESPORTO 33

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Apneia livre numa piscina

Scalabisport tenta recorde do Guiness A Scalabisport está a lançar a tentativa de bater o recorde do Guinness para o maior número de pessoas em apneia livre numa piscina, iniciativa que está agendada para 3 de Julho, no complexo aquático municipal de Santarém, das 9 às 13 horas, e que conta já com o apoio e presença de Júlio Isidro, que irá animar esta manhã. Este registo é para o maior número de pessoas

que sustêm a respiração debaixo de água durante pelo menos 15 segundos, em simultâneo e num só local. O actual recorde é de 280 pessoas, atingido por “La Scuola del Mare 2”, em Verona, a 11 de Outubro de 2009. A Scalabisport encontra-se na fase de selecção e convida os interessados a realizar uma prova de selecção no sábado, 24 de Abril, às 15h30, nas piscinas de Santarém.

Taça do Mundo de Triatlo

Duarte Marques brilha no México Dua rte Ma rques, triatleta do Clube Desportivo “Os Águias”, de Alpiarça, esteve em bom plano na prova da Taça do Mundo que se disputou em Monterrey, no México, onde terminou no 6º lugar da geral, no domingo, 18 de Abril. O jovem cortou a meta com 45 segundos de atraso em relação ao vencedor da prova, que

foi um português, João Silva, do Olímpico de Oeiras. Matt Chrabot, dos Estados Unidos, subiu ao segundo lugar do pódio, após ter conseguido segurar o ataque de Gregor Buchholz, da Alemanha, que terminou na 3ª posição, a 28s do mais rápido. Miguel Arraiolos, o outro atleta dos Águias que integrou a selecção nacio-

nal, quedou-se pelo 32º lugar, com mais 5m32s que João Silva, estudante de medicina de 20 anos, que se tornou assim no segundo atleta português a vencer uma prova da Taça do Mundo, a seguir a Vanessa Fernandes. João Pereira, o quarto triatleta inserido na selecção nacional ficou-se pelo 25º lugar, a 3m25s do vencedor.

Fazendas de Almeirim

CAPR homenageou pescadores O jantar que assinalou o 45º aniversário do Clube Amadores de Pesca do Ribatejo (CAPR), das Fazendas de Almeirim, serviu para homenagear todos os pescadores que

esta época se sagraram campeões nacionais e regionais ao serviço do clube, que tem vários atletas apurados para as selecções portuguesas que vão participar em campeona-

Taça Albino Maria

Inatel chega às meias-finais Os jogos referentes aos quartos de final do campeonato de futebol do Inatel, disputados no passado fim-de-semana, não trouxeram grandes surpresas, pelo que as equipas consideradas favoritas acabaram por seguir em frente. No campo das Sentieiras, concelho de Abrantes, o Benfica do Ribatejo conseguiu vencer por 5-3 nas grandes penalidades, depois de um 0-0 no final do tempo regulamentar. O Paço dos Negros, a jogar em casa, também almejou apenas uma magra vitória por 1-0 sobre o Rio de Moinhos. A Azambujeira, campeã distrital em título, venceu o Lavre por 1-0, ao passo que o Almoster acabou por ser a equipa que conseguiu o resultado mais avantajado, ao vencer no terreno do Rebocho por dois golos sem resposta. Os jogos das meias finais, que se realizam a 24 e 25 de Abril, vão colocar

frente a frente Benfica do Ribatejo e Azambujeira, e Paço dos Negros contra o Almoster. A Série 2 do campeonato chegou ao fim no passado fim-de-semana, mas os jogos dos quartos de final ainda não eram conhecidos à hora de fecho desta edição. Isto porque ainda se aguarda decisão sobre o processo que envolve o Vale das Mós, suspeito de ter utilizado irregularmente um jogador. O clube do concelho de Abrantes incorre numa pena que lhe poderá valer a desclassificação e consequente anulação de todos os jogos em que participou, o que provocará alterações na classificação final da série e uma possível alteração a nível da equipa apurada no 2º lugar, uma vez que a disciplina é o factor de apuramento. Já estão apuradas Olival, Fazendas Figueiras, Vale de Cavalos, Alcobertas e Zebrinho.

tos do mundo e da Europa, e também dois sócios que completaram as bodas de prata, ou seja, 25 anos como associados. Para assinalar a revolução de Abril, o CAPR vai

realizar um convívio piscatório na barragem dos Gagos, na manhã de domingo, dia 25, entre as 9 e as 13 horas, seguido de um porco no espeto para quem participar.


34

David Antunes e DJ Max no Vintage Club em Rio Maior

culturas

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

David Antunes chega ao Vintage Club em Rio Maior, dia 23 de Abril, a partir das 23h00 para uma grande noite musical. Já dia 24 de Abril, a noite no espaço será preenchida por uma video party com o DJ Max.

destaques

Homenagem a Beatriz Costa no Teatro Sá da Bandeira Beatriz Costa – Uma Mulher Admirável, uma iniciativa do Circulo Cultural Scalabitano sobe ao palco do Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, dia 24 de Abril, às 21h30. Um espectáculo musical de homenagem à diva do teatro e cinema português que salienta as origens, o percurso social e intelectual mas também a mulher que um dia foi Beatriz Costa. Um ícone da cultura popular portuguesa, que se estreou aos 15 anos no teatro revista e cedo alcançou o estrelato, passando pelo Parque Mayer, o Teatro Avenida e ainda os palcos do Rio de Janeiro e São Paulo, no Brasil. Mas foi nos anos 30 que o seu trabalho se destacou aos olhos do público com o filme A Canção de Lisboa, de Cotinelli Telmo, ao lado de An-

tónio Silva e Vasco Santana e em 1939, A Aldeia da Roupa Branca, de Chianca de Garcia, aquele que acabou por ser o seu último filme. Anos depois, a diva regressa ao teatro e na década de 60 acaba por viajar pelo mundo, onde contactou com personalidades como Salvador Dali, Pablo Picasso, Sophia Loren, Greta Garbo e Edith Piaf. Uma mulher com ambição e desejo de saber, reconhecida pelo seu talento e trabalho no teatro e televisão que acabara por falecer aos 88 anos de idade. O Circulo Cultural Scalabitano presta-lhe agora a sua homenagem juntamente com a Orquestra Típica Scalabitana, o Veto Teatro Oficina e Academia de Dança do CCS, dia 24 de Abril, no Teatro Sá da Bandeira, às 21h30.

Teatro para miúdos em Santarém

Projecto Kaleidoscópio na noite do Cartaxo O projecto Kaleidoscópio marca presença nas noites de jazz do Cartaxo, dia 23 de Abril, às 22h30. O trio composto por Miguel Martins, o contrabaixista António Quintino e o baterista José Salgueiro prometem mostrar a intensa cumplicidade e criatividade

musical que os une, numa viagem através da música improvisada que revela retratos de experiencias de vida, sítios imaginários, free jazz, rock e worldmusic. Para ver e ouvir no Bar do Centro Cultural do Cartaxo, dia 23 de Abril, às 22h30.

“Desenho ao Invés” chega ao Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, dia 28 de Abril, às 10h00. Uma iniciativa dedicada aos mais novos que procura diminuir a distância entre a arte, o espectador e os bailarinos através de um conjunto de provas e tarefas que poderão ser executadas pelo público de forma à história poder ter continuidade. Uma história sobre o mundo fantástico das fadas, bruxas, magos, duendes e gnomos onde é proibida a entrada de humanos.

“Amar a Terra” momento de bailado em Abrantes Abrantes recebe dia 30 de Abril, no Cineteatro S.Pedro um espectáculo de bailado pela companhia “Kamu Suna Ballet Company”. “Amar a Terra” é um espectáculo integrado nas comemorações do ano internacional do planeta terra, um momento de dança dinâmico, educativo e poético que pretende ao mesmo tempo ser arrojado, sensual e provocador. Para ver no cine-teatro S.Pedro, dia 30 de Abril, às 21h30

roteiro cinemas SANTARÉM W Shopping - Cinemas Tel: 707220220

Castello Lopes 1

21h40 e 00h30

Castello Lopes 3 Confronto de Titãs

Castello Lopes 2

De Paris com Amor

Parnassus - o homem que queria enganar o diabo

Acção/Aventura (M12) Um agente sedento de brilhar, para além das sombras da sua profissão, vê o seu desejo realizado quando lhe é atribuído um novo parceiro na luta contra o crime - Wax.Sessões às 12h50, 15h00, 17h10, 19h20,

Acção/Aventura (M12) “Imaginarium” é o nome de um espectáculo fantástico e ambulante, que o Dr. Parnassus conduz de terra em terra, e que satisfaz todas as fantasias dos seus espectadores. Sessões às 13h20 e 16h10

Acção/Aventura (M12) Nascido de um deus, mas criado como um homem, Perseus foi impotente para salvar a sua família de Hades, o deus vingativo do submundo. Sem nada a perder, Perseus voluntaria-se para liderar uma perigosa missão.Sessões às 13h10, 15h30, 18h00, 21h30 e 00h00

∑ dragão

Castello Lopes 4 O livro de Eli Acção (M16) Cidades vazias, estradas cortadas, tudo à volta são marcas de uma destruição catastrófica. Sem civilização e leis, as estradas pertencem a gangs de assassinos. Sessões às15h40, 19h00, 21h50 e 00h20

Animação (M6) Do mesmo estúdio que criou “Shrek”, “Madagáscar” e “O Panda do Kung Fu” esta divertida aventura que tem lugar no lendário mundo de Vikings. Sessões às 13h00, 15h10, 17h20 e 19h30.

Castello Lopes 5 Juntos ao Luar

Como treinares o teu

Romance (M12) Savannah

Curtis encontra-se de férias escolares quando conhece John Tyree, um soldado de regresso a casa em licença. Para o jovem, é praticamente amor à primeira vista. Sessões às 13h30, 16h00, 18h10, 21h20, 23h40

Castello Lopes 6 Um cidadão exemplar Drama/Thriller (M16) Clyde Shelton é um cidadão exem-


O Ribatejo

CULTURAS 35

Oficina Infantil do Dia da Mãe no Entroncamento

23 | Abril | 2010

Entroncamento realiza dia 24 de Abril, às 15h00, no Centro Cultural, uma oficina infantil dedicada ao Dia da Mãe. Os mais novos terão a oportunidade de criar um presente original e prático para oferecer nesse dia tão especial que é o Dia da Mãe.

exposições

Destaque

Alpiarça

“Belavista” uma peça de teatro escolar aliada às novas dramaturgias

Exposição 48 anos de censura em Portugal, uma exposição alusiva ao 25 de Abril, para ver até 8 de Maio, na Biblioteca Municipal de Alpiarça – Dr. Hermínio Duarte Paciência. Uma exposição que reflecte os tempos vividos antes do 25 de Abril, onde tudo e todos estavam sujeitos à censura.

“Belavista” em estreia absoluta no Teatro Virgínia, em Torres Novas, dia 23 e 24 de Abril, às 14h30 e 21h30, respectivamente. Um espectáculo inserido no projecto de teatro juvenil Panos – Palcos Novos Palavras Novas, da Culturgest, que junta o teatro escolar e juvenil às novas dramaturgias. “Belavista” é um espectáculo encenado por Suzana Barreto, com texto de Lisa Mcgee que recorda o bairro Belavista, na periferia de Lisboa ao mesmo tempo que evoca a vista que uma rapariga tem sobre um determinado es-

Torres Novas Livro Numa altura em que se comemora o dia do livro e do autor, pequenos leitores saltam para telas coloridas e, sempre com a mesma energia, procuram alcançar o seu objecto preferido: o livro. Uma exposição organizada por Madalena Bensusan, para ver de 23 de Abril a 15 de Maio, na Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes

vai acontecer...

Câmara Lenta - Antevisão por Francisco Maia

Constância Mostra biográfica “António Torrado é por excelência um contador de histórias. A sua bibliografia regista actualmente mais de 120 títulos, onde sobressai a produção literária para crianças. Uma mostra biográfica de António Torrado, para ver até dia 30 de Abril, na Biblioteca Municipal Alexandre O’Neill.

paço. Em palco, uma rapariga constrói histórias, a partir da sua janela, situada de frente para um terreno baldio, onde relações humanas, solidão, fronteiras, curiosidade e voyerismo estão no centro da história. Um mundo radical e intenso vivido durante a adolescência, altura em que tudo é uma questão de vida ou morte, momentos impregnados pelo tédio e a adrenalina que o perigo provoca. Uma iniciativa Panos, que une os jovens a favor da arte do teatro, para ver dia 23 e 24 de Abril, no Teatro Virgínia, em Torres Novas.

Parnassus-O homem que queria enganar o diabo Clássico caso em que o feitiço se virou contra o feiticeiro, pois “Parnassus – O homem que queria enganar o diabo” para além de ser uma bela confusão de filme, é só superado pela estranheza inata da história. Este filme realizado por Terry Gilliam, foi muito antecipado pelo facto de ser a última obra de Heath Ledger, actor que faleceu em 2008 a meio das filmagens deste mesmo filme. Acompanhado por grandes nomes, tal como Johnny Deep, Jude Law e Colin Farrell, este último filme de Heath Ledger torna-se de certa forma uma desilusão, não pelos desempenhos mas pelo filme em si. Embora um filme muito interessante a nível visual, especialmente nas partes “imaginárias”, o filme espalha-se literalmente em termos de história e narrativa. Tal como o diabo, não seja enganado a ver este filme no grande ecrã.

Santarém Arte sacra Uma exposição intitulada “Escola Prática de Cavalaria” organizada pelos alunos do 12º ano da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, no âmbito da área curricular de área projecto. Para ver até 07 de Maio na sala de leitura Bernardo Santareno

Rádio Pernes comemora 30º Aniversário A rádio Pernes assinala 30 anos de existência dia 01 de Maio com um espectáculo de música portuguesa. O espectáculo tem início marcado para as 14h30, na Quinta da Tufeira, em Pernes e conta com a presença de grandes nomes da música nacional e internacional, fado e ainda grupos de dança. UHF, Joana Amendoeira, Apolo, Alex, Iran, Costa, David Antunes, Maria Teresa Azóia e muitas outras caras conhecidas são alguns dos convidados para esta festa que assinala 30 anos dedicados à música. Dia 01 de Maio, às 14h30, na Quinta da Tufeira, em Pernes.

roteiro cinemas plar que vê a sua mulher e filha serem brutalmente assassinadas. 10 anos depois, O homem que se safou da acusação de homicídio é encontrado morto e Clyde Shelton admite friamente que é o culpado. Sessões às 13h40 16h20, 18h30,22h00 e 00h15

TORRES NOVAS TorreShopping Fora de Controlo

Thriller(M12)- Sessões às 13h10, 16h00, 18h30, 21h10 e 23h40

Confronto de Titãs Acção (M12)- Sessões às 12h40, 14h50, 17h00, 19h10, 21h30 e 00h00

Lembra-te de mim Romance(M12)- Sessões às 13h00, 15h40, 18h10, 21h20 e 23h50

Como treinares o teu dragão Animação (M6)- Sessões às 12h50, 15h00, 17h10 e 19h20

Teatro Virgínia A mulher sem cabeça Drama (M12) Verónica está ao volante do seu automóvel quando, num momento de distracção, atinge qualquer coisa e foge amedrontada. Sessão dia 28 de Abril, às

∑ 21h30.

CARTAXO

CONSTÂNCIA CineTeatro

Centro Cultural

Invictus

Felicitações Madame

Drama (M12) Recentemente eleito Presidente, Mandela sabia que a nação continuava racista e economicamente dividida, fruto do apartheid. Acreditando que poderia unir o seu povo através da linguagem universal do desporto, Mandela apelou à equipa de

Documentário (M12) Cartaxo destaca o talento e o trabalho desenvolvido pela maior coreógrafa portuguesa de sempre – Olga Roriz no dia mundial da dança.Sessão dia 29 de Abril, às 21h30, no CCCartaxo.

rugby, que fez uma improvável caminhada até à Final do Campeonato do Mundo de 1995. Dia 24 de Abril às 21h30.

SARDOAL CineTeatro Gil Vicente Lobisomem Terror (M16) Dia24 de Abril às 16h00 e às 21h30.


36 CULTURAS

horóscopo

Natascha Kampusch em Liberdade

carneiro 21/3 a 20/4

Canal Odisseia

touro 21/4 a 21/5

2 de Março de 1998, Natascha Kampusch, uma menina austríaca de dez anos, era sequestrada quando ia para a escola. Teriam que passar oito amargos anos para que esta menina, agora uma jovem, conseguisse fugir da cave na qual tinha permanecido fechada pelo seu sequestrador que, após descobrir que Natascha tinha fugido, suicidou-se, amarrando-se ao caminho-de-ferro. Passaram 3 anos desde que esta história, conhecida nos meios de comunicação como o “caso Kampusch”, veio a público

A semana tende a decorrer de forma muito balança 24/9 a 23/10 tensa podendo assistir-se a conflitos quase per-

Algumas ligações tendem a chegar ao limite do razoável ou aceitável; é altura de definir o futuro. Paixões fortes poderão levar a atitudes extremas ou excessivas mas a verdade é que os comportamentos mornos não são desejáveis neste momento.

escorpião 24/10 a 22/11

gémeos 22/5 a 21/6

Poderá dirigir a sua vida e de forma mais ou menos directa conseguir realizar os seus intentos. Terá de ser o “motor” das relações. Semana de cariz amplamente favorável mas não se julgue Hércules pois acabará por deitar muito a perder.

sagitário 23/11 a 20/12

Saia e divirta-se; tristezas não pagam dívidas ou anulam momentos negativos, sobretudo os que envolvem terceiros. Pequenas mas relevantes questões podem agora ser resolvidas. Ocupe-se de pequenas coisas ou de situações conjunturais.

caranguejo 22/6 a 22/7

Momentos de invulgar satisfação. Os amores tendem a dar-lhe grandes alegrias. Acima de tudo, saberá o que quer e como quer. Na conjuntura dominam bons indicadores profissionais e económicos. Os seus projectos e ideias terão bom acolhimento.

capricórnio 21/12 a 20/1

Tente encontrar os seus verdadeiros sentimentos; quanto mais se dividir ou dispersar mais dificilmente se sentirá satisfeito. Ouça o que têm a dizer-lhe e se preciso for, dê o braço a torcer. Todas as garantias ou precauções são recomendáveis esta semana.

leão 23/7 a 23/8

Faça um esforço para modificar algumas posições e assim permitir um fortalecimento das relações. Poderá esta semana combater decepções e entrar num período mais protegido. Os resultados serão proporcionais ao seu empenho profissional.

aquário 21/1 a 19/2

Conjuntura amorosa favorável. Aposte numa vida sentimental saudável ainda que para isso tenha de formular opções. Favorecidos novos relacionamentos. Tendência a evoluções profissionais positivas e de encontro aos seus interesses.

Tem bons motivos para se sentir privilegiado nos amores; provas de interesse e apreço surgirão seguramente. Tente não comprometer um relacionamento por implicância. As coisas tendem a correr-lhe bastante bem em termos profissionais.

peixes 20/2 a 20/3

Património Mundial Português RTP2 Domingo,25 de Abril,21h20

A série documental “Património Mundial” reúne 14 filmes, de 25 minutos cada, sobre edifícios e paisagens portugueses classificados pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade. Das vinhas da Ilha do Pico, nos Açores, ao Mosteiro da Batalha, passando, claro, pelos Jerónimos e pelo centro histórico de Guimarães, esta série cobre parte do que de melhor existe em Portugal em património histórico construído e em paisagem natural.

sorte

virgem 24/8 a 23/9

1112xx1xxx111 Super 14. Académica - Benfica 1 : M-M

totoloto 1 | 8 | 11 | 12 |43| 44| 26

joker 9.572 .695

loto2 9 | 13 | 16 | 33 | 39| 42 | 41 Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Os sentimentos tendem a desenvolver-se com maior fluidez e relações em conflito podem compatibilizar-se ou chegar a uma saída. Os momentos íntimos devem ser intensificados. O tempo e os argumentos usados em devida altura dar-lhe-ão agora razão.

sudoku 8

6 2 1

Sherry Thomas PVP:16,00€ Famosa em Paris, mal-afamada em Londres, Verity Durant é tão conhecida pelos seus dotes culinários quanto pela sua vida amorosa. Contudo, essa será a menor das surpresas que espera o seu novo empregador quando este chega a Fairleigh Park, a propriedade que acaba de herdar após a inesperada morte do seu irmão.

CD Pesadelo em Peluche Mao Morta PVP:14,99€ Pesadelo em Peluche é o décimo quinto álbum do grupo português Mão Morta. As músicas são interpretadas por Adolfo Luxúria Canibal e contam com um convidado especial num dos temas, Fernando Ribeiro dos Moonspell, junta-se aos bracarenses em «Como um Vampiro».

3

5

1 3

4

4

3

7

1

9

7

1

6

9

5

8

7

2

3

6 8

5

8

4 5

1

HORIZONTAIS: 1 - Dão notícias. 2 - Gritavam as bacantes em honra de Dionísio. Afundado. 3 - Sofre metamorfoses. São Ceausescu e Drácula. 4 - Dá azeitonas. Falava-se no sul de França. 5 - Pão doce. No meio da retina. Diz-se ao telefone. 6 - Inseparável de Pedro. Partes do percurso. 7 - Para comer ou jogar. Operação que se faz com o sinal da cruz. 8 - O de Colombo era evidente. Deslocar-se. 9 - ... como um pêro. Atenuado. 10 - O que o generoso faz. São sete os capitais. 11 - Usa a voz. A dobrar exprime vida.

LIVRO O fruto proibido

6 9

1 5 3

8

7

Stephen Chbosky/Jonathan E. St PVP: 29,99€ Após uma devastadora explosão nuclear, e uma batalha com a vizinha New Bern, a antes pacífica cidade de Jericho começa a reconstruir-se, enquanto tenta comunicar com o mundo exterior. O recém-formado governo Cheyenne esforça-se para estabelecer o seu domínio na região, mas os cidadãos de Jericho ficam desconfiados desses novos líderes

6

3 8

7

6

4

2 9

5 5

7

8 2

4

9

DVD Jericho

4 6

VERTICAIS: Mosteiro lisboeta. 2 - Forma geométrica parecida com o ovo. Serra andaluza. 3 - Letra grega. Nem sempre se sai assim de um acidente. Era a AR. 4 - Como fica muita gente quando passa várias horas no trânsito. 5 - Cardeais. Servia de meio de locomoção a Tarzan. 6 - A paciência tem-nos. Haver. 7 - Não merecido. O que a grua faz. 8 - Banha Paris. Confidente. 9 - Meias trovas. Cortado. 10 - Devastar. O estóico suporta-a bem. 11 - Poema de António Nobre. Ilha do Dodecaneso. Tem espinhos.

HORIZONTAIS: 1 - jornalistas. 2 - evoé; imerso. 3 - rã; romenos. 4 - oliveira; Oc. 5 - ló; ti; alô. 6 - Inês; etapas. 7 - mesa; somar. 8 - ovo; ir. 9 - sã; mitigado. 10 - dá; pecados. 11 - cantora; ora.

totobola

Precisa de clarificar um pouco mais o plano amoroso da sua vida e para isso é importante que vença barreiras e fale sobre o que o preocupa. Domine-se em situações de conflito. Tente ser transparente em questões profissionais, para também poder exigir.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

VERTICAIS: 1 - Jerónimos. 2 - oval; Nevada. 3 - ró; ileso; AN. 4 - nervosa. 5 - OE; cipó. 6 - limites; ter. 7 - imérito; iça. 8 - Sena; amiga. 9 - tro; aparado. 10 - assolar; dor. 11 - Só; Cós; rosa.

9 | 11 | 17 | 26 |40| 3 | 9

manentes e a entendimentos quase impossíveis. Mantenha a sua postura até ao fim, mesmo nas situações surpreendentes. Tome muito cuidado. Não se precipite.

palavras cruzadas Marcos Cruz - Rede Expresso

Concurso nº 16/2010

euromilhões

escaparate

Esta semana poderá, após reflexão e diálogo, encontrar melhor rumo para as relações e para as vivências do quotidiano. Poderá não se sentir muito satisfeito com performances. Terá de actuar com calma e maturidade para não beliscar a sua actual imagem.

terça-feira, 27 de Abril, 21h00

23 | Abril | 2010

Azambuja lança pela segunda vez o concurso de fotografia “Olhar, Observar, Registar” dedicado ao tema Património Rural/Paisagens Culturais. A entrega dos trabalhos termina no dia 18 de Maio - Dia Internacional dos Museus, as fotografias concorrentes serão expostas no museu municipal e a divulgação das classificações dos trabalhos e a atribuição dos prémios está marcada para 16 de Outubro.

Soluções

televisão

O Ribatejo

Concurso de fotografia em Azambuja

9

3

Só há uma regra: completar a grelha, de modo a que cada linha, cada coluna e cada bloco de 3x3 incluam os números de 1 a 9, sem repetições!

JOGO How to Train Your Dragon DS PVP: 39,99€ Baseado no filme da DreamWorks Animation, o videojogo How to Train Your Dragon lança os jogadores numa aventura na terceira pessoa onde vestem a pele de um herói Viking e embarcam numa missão épica para se tornarem o maior treinador de dragões.


38 COMERES & BEBERES | RESTAURANTES E ESPECIALIDADES SANTARÉM A GRELHA Especialidades Peixe Fresco, Bacalhau Assado com Magusto, Espetadas de Lulas com Gambas, Espetadas de carne Barrosã com Gambas e Ananás, Espetadas Mistas, Arroz de Feijoca, Bons Vinhos da Região Folga 2ª Feira Morada R. Ateneu Comercial, 1 r/c Esq. – Santarém Telefone. 243333348/ 243322636/ 917604488 ADEGA DO BACALHAU Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau assado com Magusto, Bife à Casa Folga Domingo Morada Travessa da Boleta, 2 e 4 (centro histórico) Santarém. Tel. 243306519964569837. QUINTAL DO BECO Especialidades Lulas fritas com camarão, Bife à Beco. Folga Domingo. Morada Beco dos Fiéis de Deus, nº 15, Santarém. Tel. 243391247. OH VARGAS Especialidade Comida Tradicional Folga Sábado (excepto para serviços marcados) Morada EN 3 - Portela das Padeiras - Santarém Tel. 243351146. O SALSA Especialidades Peixe Fresco, Carnes da Especialidade, Massinhas de Peixe, Açorda de Ovas Folga Domingo Aberto nos Feriados Morada EN 3 – Portela das Padeiras – Santarém Tel. 243351341 J F RESTAURANTE Especialidades Folhado de Perdiz, Bacalhau frito com Gambas e Coentros, Camarão com Risotto 3 queijos, Bifes do lombo, Cozinha Tradicional portuguesa Folga 3ª Feira Morada Jardim de Cima - Santarém Tel. 243302200 CASA CONDEÇO Especialidades Açorda de Bacalhau à Barrão, Molhinhos de Carneiro com Grão, Migas Ribatejanas c/ Bochechas de Porco Favas com Entrecosto Folga 2ª Feira Morada Rua do Alfageme, 41 – Ribeira de Santarém - Santarém Tel. 243326887 A CARROÇA Especialidades Bacalhau à Carroça; Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau à Brás, Carne de porco à Alentejana, Petiscos (amêijoas, moelas, pica-pau) - Aberto todos os dias Morada Rua Principal – Advagar - Achete Tel. 243478216 LUÍS DO LEITÕES Especialidades Leitão assado à Bairrada, Bacalhau à Lagareiro, Grelhados variados Folga 2ª Feira Morada Rua Teófilo Braga, 10 - Santarém Tel. 243332102 O BACALHAU Especialidades Borrego à Casa, Bacalhau à Lagareiro, Peixe Fresco Folga 3ª feira à tarde Morada Rua S. Tiago Tremez Tel. 243479196 TABERNA DO QUINZENA Especialidades: Magusto com Bacalhau Assado, Pato Assado no Forno, Cozido à Portuguesa, Cabrito Assado no Forno, Pernil de Porco e Naco de Toiro Bravo Avinhado Folga Domingo Morada Taberna I - Rua Pedro Santarém,93/95-SantarémTel.243322804 Morada Taberna II – Cerco da Mecheira, 20 - Santarém Tel. 243333110 ADEGA DOS SABORES Especialidades Cabrito Assado no Forno, Bacalhau assado com batata a murro, Polvo à Lagareiro. Folga 5ª feira e domingo ao Jantar. Morada Rua 25 de Abril, 27 – Casa dos PinheirinhosCasal da Charneca – Almoster – Santarém. Tlm 916845000 MINA VELHA Especialidades: Bacalhau Assado com Magusto, Bacalhau c/ Broa, Massa à Barrão, Bife à Mina Velha, Posta à Mina Velha. Folga : Domingo à Noite e 2ª Feira. Contacto 243 372 581. Morada : Urb. Quinta das Fontainhas – Santarém. Long. 08´42´20” O. Lat. 39´42´19” N O CANTINHO DA BELA Especialidades Bacalhau gratinado,

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

bacalhau à casa, ensopado de borrego, lombo assado com migas, coelho à caçador Folga Domingo Morada Estrada Nacional 3, Lote 3, Pernes Tel. 243 449 514.

SAL & BRASAS Especialidade: Carnes na brasa Folga 2ª feira Morada Cruzamento Monte da Barca - Coruche Tel. 243618319 PONTE DA COROA Especialidades: Cozinha regional e grelhados no carvão Folga Domingo Morada Estrada Nacional 114 Coruche Tel. 243617390

QUINTA DOS GRAVELHOS Folga 3ª feira Morada: Rua do Comércio, 58 - Moçarria Tel. 243499300 Tlm. 967062629 DOM TACHO Especialidades Ensopado de Enguias, Feijoada de Gambas, Mar e Terra Morada Rua Marquesa da Ribeira Grande 53, Vale de Santarém Tel. 243 761078. Aberto todos os dias.

ALPIARÇA TERTÚLIA Especialidades Ensopado de enguias, bacalhau com broa, bacalhau com favas, bacalhau (frito) à marialva, porco preto, borrego à moda de Alpiarça, costeletas de borrego, espetada de javali, alheiras (caça/ mirandesa), coelho com molho de coentros. Bons vinhos da Região e de outras regiões. Ementas personalizadas para grupos e ocasiões especiais. Abrerto todos os dias Morada Rua Engº Álvaro da Silva Simões, 108 - Alpiarça Tel: 243558588 Reservas 935587920. Site http//tertulia-rest-bar.hi5.com Email:bernardos.inv.hot@sapo.pt

O CANTINHO DOS SABORES Especialidade Bacalhau Assado com Açorda de Grelos Folga: Domingo. Morada Estrada Nacional 3, Alto do Vale, Vale de Santarém Tel. 243761268 TABERNA RENTINI Especialidades Cozinha Tradicional, Grelhados no carvão Morada Casais do Quintão - Perofilho, 2005-021 Várzea - Santarém Tel. 243499254 CHAFARICA DA TORRE Especialidades Carne de Vitela Maronesa, Bacalhau na brasa, Camarão Tigre, Raia com molho de alcaparras Folga Domingo Morada Praceta João Caetano Brás, 9 - S. Domingos - Santarém Telf. 243 372 649 - 96 6620790 O TASCO Especialidades Massa à Barrão, Bacalhau grelhado com Magusto, Bife à Tasco, Entrecôte com Migas, Carnes de Porco Preto grelhadas Folga Domingo Morada EN 3 – S. Pedro (frente à JAE) – 2005 Santarém Tel. 243302740 Tlm. 917062391 O BERNARDO Especialidades: Bacalhau no forno com Broa de Milho, Polvo no forno, Ensopado de Borrego, Cabrito no Forno e Lombos de Fataça Grelhados Folga: 2ªas Feiras Morada: Loja Nova – S. Vicente do Paúl Contactos: 243428388 Telemóvel 9918939656 O CANTINHO DO AVÔ Especialidades: Queixadas de Porco no Forno, Molhinhos com Feijão Branco, Cozido à Portuguesa, Feijoada à Transmontana, Secretos de Porco Preto, Magusto com Bacalhau Assado, Polvo à Lagareiro. Folga Domingo. Morada Rua Paulino da Cunha e Silva nº 121 – 2000-369 Alcanhões. Tel. 243428303 CONSTÂNCIA FALCÕES Especialidades: Troxas de Sta. Madalena, Bife na Pedra, Terra e Mar, Maçã Romana Folga: Terça-Feira Morada: Rua Luís de Camões, 33 Abrantes Horário: 12h10m ás 15h00m e das 19h30m ás 22h30m Telefone: 249 098 875 E-mail: restaurantefalcoes@gmail.com SALVATERRA PRETO & BRANCO Especialidades Bacalhau com natas, Porco Preto, Arroz de Pato, Enguias do Rio, Carne Mirandesa Folga 2ª feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 144 - Salvaterra de Magos Tel. 263507858 - 918675981 CALIFÓRNIA Especialidades Enguias c/arroz de feijão, Ensopado de Enguias, Entrecosto Frito c/arroz de feijão, Vitela estufada, Chispe c/Feijão Branco. Serve Jantares. Fecha às terças. Telf: 263504643 . Foros de Salvaterra. O PINTO Especialidades Enguias fritas c/arroz de feijão, ensopado de enguias, polvo à lagareiro, Borrego à Alentejana. Fondue. Aberto todos os dias. Serve jantares. EN 118 KM54 – Marinhais ADEGA DA ROSA Especialidades Picanha, Bacalhau à Lagareiro, Chocos à Lagareiro, Espetada de lulas c/gambas, costeleta Mirandesa. Garrocheira – Foros de Salva-

terra; Telf: 263 507 240 CABANA DOS PARODIANTES Especialidades Bife à Patilhas & Ventoinha, Molhata de Enguias (caldeirada típica avieira). Pode encomendar Barretes, Bolo Rei e outras especialidades. Folga 4ªs feiras à tarde. Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca. Mail: cabana.eventos@gmail.com telf: 263504177 ; site: www.cabanadosparodiantes.com ESCAROUPIM Especialidades Enguias todo o ano, Açorda de Sável, Lampreia em época, Arroz de Bacalhau c/ Farinheira, Migas, Tarte de Perdiz Folga 5ª Feira e Domingo ao jantar Morada Largo do Avieiros - Escaroupim - Salvaterra de Magos Tel. 263107332 telemóvel: 912539228email:rest.o.escaroupim@ hotmail.com A CASINHA Especialidades Ensopado de Enguias, Enguias Fritas, Picanha, Plumas de Porco Preto, Alheira, Caça Grelhada Morada Av. Dr Roberto Ferreira da Fonseca 54 - Salvaterra de Magos Tel. 263504795 Aberto ao domingo durante o mês da enguia BARQUINHA

da Largo da Praça de Toiros, 1 A - Almeirim Tel. 243592528 O GALINHA Especialidades Sopa 3/1, Sopa da Pedra, Polvo à Lagareiro, Cozido à Portuguesa, Arroz de Tamboril, Massada de Cherne, Bife à Cortador Folga 3ª Feira. Aceita-se reservas para grupos Morada Rua Ilha da Madeira, 16 J - Almeirim Tel. 243579797 DAVID PARK Especialidades Arroz de Tamboril, Espetadas de Lombinhos c/ Gambas, Cozinha Tradicional, Peixe Fresco grelhado na Brasa Folga 4ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 15 - Almeirim Email: davidparkmail.telepac.pt. Tel. 243591475 SEPÚLVEDA Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Molhinhos c/ Grão, Entremeada de Vitela, Moelas estufadas c/ batata frita, Chocos e Grelhados Folga Não tem Morada Rua Vinha do Santíssimo, Bloco 32 - Almeirim Tel. 938732058 O FORNO Especialidades Sopa da Pedra, Peixe Fresco, Carne Porto Preto e Grelhados Folga 3ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 23 - Almeirim Tel. 243592916

ALMOUROL Especialidades Enguias, Sável e Lampreia Folga 3ª Feira Morada Tancos, Vila Nova da Barquinha Tel. 249 720 100. Mail: www.almourol.com

O CHURRASCO Especialidades Frango, Coelho, Carnes grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. 5 de Outubro, 115 - Almeirim Tel: 963458371

ABRANTES

CONSTANTINO DAS“ENGUIAS” Especialidades: Enguias Fritas, Ensopado, Grelhados no carvão Folga à 2ª Feira. Aceita reservas Morada Foros de Benfica – Benfica do Ribatejo Tel. 243589156

CRISTINA Especialidades Bacalhau c/Broa, Polvo à Lagareiro, Cherne c/molho de coentros, cabrito assado no forno, Arroz de Pato à Antiga, Perna de Borrego assada c/alecrim. Folga Domingo à tarde e 2ª feira Morada Rio Moinhos – Abrantes Tel. 241881177 Fax: 241881343 Email info@restaurantecristina.com Web www.restaurantecristina.com AVENIDA Especialidades Polvo a Lagareiro, Bacalhau a Braga, Pescada Gratinada com Camarão, Bifes da vazia à Portuguesa com Pimenta ou com Alho. Reservas para grupo e Serviço de Take Away pelo 968486613 - Karaoke aos Sábados Morada Av. Forças Armadas - Abrantes O FUMEIRO Especialidades Bife da casa, Fondue de Porco Preto, secretos com migalhana, Ovas na Brasa com Açorda de Ovas, Bacalhau à Fumeiro Folga Domingo Morada Rua do Pisco, 9 – Abrantes Tel. 938851963 Email restaurantefumeiro@clix.pt ALMEIRIM RETIRO DO CAMPINO Especialidades Sopa da Pedra, Grelhados no Carvão Folga 3ª Feira Mora-

CAMBÁIA Especialidades: Ensopado de Enguia e Enguias Fritas. Folga 4ª e 5ª feira (excepto feriados). Morada Rua do Campo da Bola - Foros de Benfica. Tel. 243580934 CARTAXO QG Folga 3ª feira Morada: Praça 15 de Dezembro,1-Cartaxo Tel.243499300 Tlm. 967062629 O CHURRASCO Especialidades Frango, Coelho, Costeletas e Mistas grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. Dr. Gomes da Silva (Sociedade Filarmónica Cartaxense) Cartaxo Telem: 963458371 TABERNA DO GAIO Especialidades Pratos Regionais e grelhados de peixe e carne. Jantares às sextas e sábados. Folga ao domingo. Estrada Nacional N3 - Cruz do Campo - Cartaxo. Telf: 243 759 883

TABERNA DO ALFAIATE Especialidades Bacalhau assado no forno com manja, Migas de bacalhau, Cabrito assado no forno, Naco de boi em vinho tinto com migas, Entrecosto de porco preto com arroz de feijoca, Porco preto assado no forno à padeiro. Folga Encerra às 2ª feiras e Domingos ao jantar. Morada Lapa, Cartaxo, telefone 243 790 005

GOLEGÃ CENTRAL Especialidades: Bife à Central com Molho à Brogueira, Entrecosto à Goleganense, Açorda de Sável- Sobremesa: Toureiros Telefone : 249976345 Morada : Largo Imaculada Conceição 3 a 8 - 2150-125 Golegã. Reservas@ cafecentral.pt www.cafecentral.pt O BARRIGAS Especialidades: Buffet de entradas regionais, fritada de camarão com açorda e naco de boi no carvão.Folga: Domingo ao jantar e 2ª feira Morada: Largo 5º Outubro, nº 55 e 56 – Golegã Contacto: 240 717 631 Site: www. obarrigas.com Outras info: Zona para fumadores CORUCHE Ó MANEL Especialidades: Espetadas do Toiro Bravo. Dobrada e mão de vaca. Sopa de Rabo de boi. Grelhados. Morada Rua de S Tomé, 4 – Bairro Novo. Tel. 243675878. Folga ao Domingo JAKIM GIRASSOL Especialidades: Bacalhau c/ Migas, Feijoada de Chocos c/ Gambas, Borrego assado no forno, Pernil de Porco no Forno, Arroz de Pato, Bacalhau gratinado c/camarões. Petiscos variados. Morada: Estrada Nacional 119 (Área de serviço Repsol) – Biscainho . Tel. 243660333 A TASCA Especialidades Pernil de porco no forno, cozido à portuguesa. Carne Brava Folga Domingo Morada Mercado Municipal – Coruche Tel. 243675232 O CHOUPO Especialidades Bacalhau à Choupo; ensopado de enguias; cabrito assado à padeiro; medalhões de porco à Ti Fernanda Folga 2ª feira (após almoço) Morada Montinhos dos Pegos (1 Km cruz. Monte da Barca) – Coruche Tel. 243618875 O FARNEL Especialidades Bacalhau à Farnel; Bacalhau assado c/migas à moda de Coruche; cabrito frito à lavrador; migas de batata c/carne de porco; ensopado de borrego, grelhado de novilho bravo e porco preto na telha Folga 2ª feira Morada Sala p/banquetes no Monte da Barca. Rua Vasconcelos Porto – Coruche Tel. 243675436

RIO MAIOR MANJAR DO PARQUE Especialidades Leitão assado em forno de lenha, Picanha à Brasileira, Secretos de porco preto na brasa , Manjar de Gambas, Bacalhau Maravilha, Bife à Casa. Leitão assado para fora. Ementas para grupos Morada Rua Almirante Cândido Reis, 26 R/c (junto ao jardim) – Rio Maior Tel. 243997071 Email geral@manjardoparque.net PALHINHAS GOLD Especialidades Alheira de caça, Carne mirandesa, Porco preto com migas, Picanha, Bacalhau com crosta de azeitona, Tiborna de bacalhau, Caril de gambas, Arroz de tamboril, , Pão de Ló caseiro. Folga Domingo à noite e 2ª Feira. Morada Trav. do Palhinhas (centro da cidade) - Rio Maior Tel. 963435547. Site www.palhinhasgold. pt FÁTIMA SANTA RITA - Madeirense e Açoriano Especialidades: Bacalhau Espiritual, Bacalhau com camarão, Bacalhau Nove Ilhas, Bife de Atum; Alcatra, Linguiça do Pico, Secretos Porco Preto, Vitela. Morada: R. Rainha Santa Isabel (em frente ao Hotel Cinquentenário) Fátima. Tel. 249098041/919822288. Site: http://santarita.no.comunidades.net. Oferta de 5% de desconto com a apresentação deste jornal. MAÇÃO O GODINHO Especialidades Café – Restaurante. Cozinha Regional. Quarta-Feira: Cozido à Portuguesa. Serve Almoços e Jantares. Encerra ao Domingo. Telf: 241572874;tlm 962536310 Rua da Republica – Mação O CANTINHO Especialidades Restaurante Marisqueira; Especialidades: Arroz de Marisco, Cataplana de Cherne, Bife à Cantinho na Frigideira e Maranho de Mação.Almoços e Jantares.Aberto todos os dias.Telf: 241107558.Tlm: 964677705. Rua Monsenhor Alvares de Moura - Mação TORRES NOVAS O BABALHAU BRASAS Especialidades: Arroz de Pato, Cabrito no Forno, Camarão Flamejado c/manga, Peixe Fresco do Mar e Carne c/Qualidade. Folga ao Domingo à noite e Segunda. Ladeira da Enfermaria Militar, nº 21 – T Novas – Telf: 249183699. Reservas: 913125149


OPINIÃO | COMERES & BEBERES 39

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Cravos Falar de cravos esta semana eis um tema que não desafia a nossa argúcia, mas é importante pelo significado simbólico que têm na sociedade portuguesa, mesmo para os detractores do 25 de Abril. Trazer os cravos à colação no domínio dos comeres e beberes é que pode parecer abstruso, mas não é. O cravo é conhecido por outras designações: calêndula-francesa, cravo-turco, cravos-túnicos e o cravinho não é mais nem menos do que cravo-da-Índia, cravo-decabecinha, cravo, cravo-aromático e girofleiro. A origem vai do México ao Chile passando pelo Peru, enquanto que o cravinho provém das Molucas e das Filipinas

que foram aziagas para o grande navegador nortenho Fernão de Magalhães. Prolifera e embeleza muitos jardins mesmo na Madeira, detendo inúmeras qualidades que no referente a comeres vão desde o seu emprego em marinadas em vinagre, leguminosas e pickles, até à conservação de carne e charcutaria, passando pelas caldeiradas com vinho tinto, bolos de mel, frutos secos e em água de vida. Uma forma de os utilizar passa por os pregar numa cebola e depois colocá-la no estufado ou cozido. Também aromatiza bebidas alcoólicas e tabaco. Mas os cravos possuem propriedades enquanto planta medicinal que todos os interessa-

Alvarinho Vinho verde ∑ 2009 O universo do Alvarinho sofreu grandes alterações com o consequente aumento da oferta e abaixamento do seu custo. A casta Alvarinho é a rainha das castas do denominado vinho verde porque era e é bebido novo, no cume da sua “virilidade”, ou então por ser muito mais frescal em relação aos restantes em termos de idade para ser bebido. Este Alvarinho que hoje trago a terreiro, de 12,5.º, é proveniente de Melgaço, sendo distribuído pela cadeia Modelo-Continente. Trata-se de um vinho que no copo mostrou limpidez e consistente vivacidade, o nariz colheu intensidade frutal a maçãs e limão,

na boca mostrou uma acidez atrevida e fresca, num corpo redondo e concentrado, com uma persistência duradoura num acentuado equilíbrio de sabores. Acompanhou bem fatias finas de presunto e depois um arroz de garoupa com gambas. Boa relação qualidade/preço. A. F.

dos devem conhecer para dela retirarem benefício no combate a grande número de maleitas. Não tenho espaço, muito menos saber para descrever tais virtudes do cravo, no entanto, lembro e recomendo a leitura das seguintes obras: Plantas e Produtos Vegetais em Fitoterapia; Plantas Medicinais da Farmacopeia Portuguesa e Plantas Aromáticas em Portugal Caracterização e Utilizações. A edição cuidada e rigorosa é da Fundação Calouste Gulbenkian, sendo o custo de cada título acessível a todas as bolsas por obra e graça da filantropa instituição. E, mais não digo, pois muitos leitores

sabem quão grato estou à Fundação. Por tudo. Boas leituras e não se esqueçam de empunhar um cravo no dia 25. Armando Fernandes

PS. Entre outros locais de venda, também na sede da Fundação (Avenida de Berna, 45) podem ser adquiridos os títulos referidos.


40 ADVOGADOS SANTARÉM A Dr. José Francisco Faustino; Drª. Cristina Alvarez; Dr. João Rafael; Dr. Pedro Goulão; Dr. Pedro Matos Barbosa; Dr. Francisco Lopes Leitão - Rua Capitão António Montez, 10 – Santarém - Tel. 243327159 Fax 243327160 - adv.santarem@mail. telepac.pt A Oliveira Domingos - Largo Cândido dos Reis, 3 -1º - Santarém Tel. 243326310 - Fax 243333587 oliveiradomingos-161e@adv.oa.pt A Sandra Alexandre - Rua do Colégio Militar, 10 - 2º esq. - 2000-230 Santarém - Telef./Fax: 243 322 268 A Dr. Francisco Antunes Luís - Av. D. Afonso Henriques, 89 - 2º Dtº - Santarém - Tel. 243321024/ 243321426 - Fax 243321425 advogados.s@mail.telepac.pt

O Ribatejo 23 | Abril | 2010 A Drª Margarida Lencastre Fróis - Praça Sá da Bandeira, 22 – 1º Santarém - Tel. 243325178 Fax 243325178 - margarida.lencastre@ gmail.com A Drª Cristina Saldanha - Av. D. Afonso Henriques, 67 – 1º Esq – Santarém - Tel. 243323019 Fax 243333414 - cristinasaldanha1531e@adv.oa.pt A Dr.º Martins Carreto - Rua Dr. António José de Almeida, 17-2º Dto - 2000-238 Santarém - Telefone 243333519 Fax 243326531 e-mail: artinscarreto-1078C@adv.oa.pt A Dr.ª Helena Marques Duarte - Rua Pedro de Santarém - 2 – 2º A - Tel. 243 352 407 – Fax. 243 352 409 - 2000-223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) - hmduarte-16362l@adv.oa.pt

A Dr. Morgado Ribeiro - Av. do Brasil – Edifício Scálabis, 1º Esq – Santarém - Tel. 243323143 Fax 243326144 - morgadoribeiro-185e@ adv.oa.pt

A Drª Ana Sofia Casebre - Rua Dionísio Saraiva, Lote 1 – 1º Andar – Porta A – Almeirim - Tel. 243579134 Fax 243579134 TLM 936280534 A Dr. Sérgio Luís Coutinho dos Santos - Praça da República, 18 A 1º - Apartado 61 – 2080-044 Almeirim Tel. 2435991172 - Fax 243593224 sergiosantos - 365e@advogados.oa.pt A Dr. Vítor Sousa - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626

A Dr. Pedro Borrego - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim -Tel. 243570091 Fax 243570099 - pedroborrego-2083e@ adv.oa.pt A Drª América Cravo - R. Dr. Óscar da Costa Neves, 8 - 1º - 2080-130 Almeirim - Tel. 243597946/8 Fax 243597947 - americacravo-855e@ adv.oa.pt A Drª Sónia Bento - Praça da República, 29 - 1º Esq.º - 2080-044 Almeirim - Tel. 243372159 Fax 243597999 sbentompires.adv@gmail.com

ADVOGADOS Av. 5 de Outubro, Nº 77, 3º Dtº - 1050-049 LISBOA Tel. 213 172 720 Fax. 213 172 729

ABRANTES

CARTAXO

A Mário P. Claro - Célia Cruz Rua Luís de Camões nºs 9 - 11, 1º Esq., 2200-421 Abrantes Tel 241 379 090 - Fax.: 241 363 364; Trv. da Batoca, 6 - 2140-149 Chamusca; Tel/fax: 249 760 058 E-mail: mclaro.ccruz.spa@mail. telepac.pt

A Drª Liliana Pita - R. Dr. Manuel Correia Ramalho, 9 – 2º Esqº - 2070095 Cartaxo - Tel 243703631 Fax 243703631- lilianapita-18943l@ adv.oa.pt

A Norberto Timóteo - Advogado Praceta do Chafariz, Lote 6- 1º Esq. - Apartado 93 - 2204-909 Abrantes; Tel.: 241 363 484; Fax: 241 365 234; Email: norbertotimoteo-169e@ advogados.oa.pt A Eurico Consciência & Associados - Abrantes - Apartado 37 Tel: 241372831 /2/3 - Fax: 241362645 - E-mail: consciencia-839c@adv.oa.pt A António Pires de Oliveira - Rua de Santa Isabel, nº 1- 1º Dto. 2200-393 Abrantes Tel.: 241 360 540 - Fax: 241 372 481 E-mail: dr.a.oliveira-355e@adv.oa.pt - Cédula Prof. 355 Évora

Armando Ferreira

A Drª Ana Fonseca e Silva - Praça 15 de Dezembro, 23ª - 2º A – 2070049 Cartaxo - Tel. 243704323 Fax. 2437074328 - anafonsecaesilva1002e@advogados.oa.pt

LISBOA A Albertino Antunes - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa Tel. 213172720 Fax. 213172729 A Alexandre Oliveira - Telem.: 969 239 263 - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa - Tel. 213172720 - Fax. 213172729

ADVOGADOS    

Eurico Heitor Consciência Rui Roboredo Consciência João Roboredo Consciência Teresa Roboredo Consciência

   

Normando Sérgio Rita Teimão Figueiredo Fernando Zuzarte Saraiva Helena Marques Duarte

ABRANTES: Rua de S. Domingos – 336 – 2º A – Apart. 37 Tel. 241372831/2/3 – Fax 241362645 – 2200 – 397 ABRANTES PONTE DE SOR: Rua Vaz Monteiro – 19 – 1º andar Tel. 242207319 – Fax 242203335 – 7400 – 281 PONTE DE SOR SANTARÉM: Rua Pedro de Santarém – 2 – 2º A Tel. 243352407 – Fax 243352409 – 2000 – 223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) LISBOA: Rua Braamcamp – 52 – 9º Esqº Tel. 213860963 – 213862922 – Fax 213863923 – 1250 – 051 LISBOA

assinatura anual por apenas 25 €

Francisco Pedrógão

A Drª Rute Nunes - Rua Dr. Lopes Batista, 5 B -1º E – Cartaxo TLM 914177635 Fax 243120102 - rute.nunes@apoiojuridico.com - www.apoiojuridico.com

MADEIRA LOPES FRANCISCO MADEIRA LOPES

ADVOGADOS

ADVOGADOS

Av. do Brasil - Edifício Scalabis - 1º F Tef.: 243326242 2000 SANTARÉM

A Drª Ana Gomes Ribeiro - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570093 Fax 243570099 - anagomesribeiro2104e@adv.oa.pt

Tel.: 243323700 - Fax: 243332994 Rua Elias Garcia, 24 - 1º Apartado 173 2001-902 Santarém

Tel: 243 328 444 - Fax: 243 391 079

ADVOGADOS

A Drª Ana Oliveira Simões - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570092 Fax 243570099 - anaoliveirasimoes2078e@adv.oa.pt

Telem.: 969 239 263

Travessa do Fróis, 3 - 1º e 2º

ANA MARTINHO DO ROSÁRIO ISABEL ALVES DE MATOS VICTOR BAPTISTA

A Dr. Adriano de Melo Nazareth Barbosa - Praça da República, 29 – 1º Esq. – Almeirim - Tel. 243597997/8 Fax 243597999

ALBERTINO ANTUNES ALEXANDRE OLIVEIRA

SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL

2000-145 SANTARÉM

A Dr. Manuel Faustino Silva - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 - faustino-1239e@adv.oa.pt

A Drª Célia Sousa Pinhal - Praça Lourenço de Carvalho, 12 A 1º 2080-043 Almeirim - Tel. 243593737 Fax 243593737 TLM 966110936 Celiasp-1498e@adv.oa.pt

ORLANDO MENDES TERESA PINTO FERREIRA

E-mail: orlandomtpf_socadv.rl@mail.telepac.pt

ALMEIRIM

Pcta. Pedro Escuro n. 2 1.º Esq. Telef.: 243333821 Fax: 243391021 2000 SANTARÉM

E.Mail: consciencia-839c@adv.oa.pt

Visite o nosso Site: advogadosabrantes.com

FARMÁCIAS DE SERVIÇO SANTARÉM

ALMEIRIM

TORRES NOVAS

Sexta

23 S. Nicolau

R. Capelo Ivens, 38

243 325 067

Sexta

23 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 592 265

Sexta

23 Central

Rua de São Pedro, 5

Sábado

24 Francisco Viegas

Rua Pedro Santarém, 2-A

243 330 570

Sábado

24 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Sábado

24 Ferreira Martins

Rua José Augusto Torres, Lt 129 249 812 472

Domingo 25 Oliveira

Rua Colégio Militar, 1

243 326 182

Domingo 25 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Domingo 25 Ferreira Martins

Rua José Augusto Torres, Lt 129 249 812 472

Segunda

26 Pereira

Av. Grup. Forcados Amadores St - 8 243 325 113

Segunda

26 Correia de Oliveira

Rua Condessa da Junqueira

243 509 370

Segunda

26 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

249 819 540

Terça

27 Sá da Bandeira

Av.ª do Brasil, 38

243 322 966

Terça

27 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 592 265

Terça

27 Nicolau

Rua 25 de Abril, 7

249 830 180

Quarta

28 Confiança

Urb. Oliv. Arame - S. Domingos

243 306 410

Quarta

28 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Quarta

28 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

249 822 067

Quinta

29 Vitorino

Av.ª Bernardo Santareno, 24

243 326 704

Quinta

29 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Quinta

29 Central

Rua de São Pedro, 5

249 822 411

Sexta

30 Helena

R. Dr. Jorge Sena, 12 - Alto do Bexiga 243 420 214

Sexta

30 Correia de Oliveira

Rua Condessa da Junqueira

243 509 370

Sexta

30 Ferreira Martins

Rua José Augusto Torres, Lt 129 249 812 472

TOMAR

249 822 411

CORUCHE

ALPIARÇA

Sexta

23 Misericórdia

Rua Infantaria, 15, Nº 9

249 312 465

Sexta

23 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Sábado

24 Torres Pinheiro

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Sábado

24 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Domingo 25 Ribeiro dos Santos

Av. Norton de Matos

249 324 373

Domingo 25 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Segunda

26 Nova

Rua Silva Magalhães, 77-79

249 310 360

Segunda

26 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Terça

27 Central

Rua Marquês de Pombal, 16

249 312 329

Terça

27 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Quarta

28 Misericórdia

Rua Infantaria, 15, Nº 9

249 312 465

Quarta

28 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Quinta

29 Torres Pinheiro

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Quinta

29 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Sexta

30 Ribeiro dos Santos

Av. Norton de Matos

249 324 373

Sexta

30 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Sexta

23 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Sábado

24 Almeida

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

Domingo 25 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Segunda

26 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

Terça

27 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Quarta

28 Almeida

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

Quinta

29 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Sexta

30 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

SALVATERRA DE MAGOS ABRANTES Sexta

23 Motta Ferraz

Sábado

CARTAXO Largo Mota Ferraz, 7

241 360 520

23 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

24 Central do Cartaxo

R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B 243 749 123

24 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.S. Mart. 47

241 360 530

Sábado

Domingo 25 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.S. Mart. 47

241 360 530

Domingo 25 Abílio Guerra

Segunda

Rua José Estevão, 1

241 360 060

Segunda

26 Silva

Sexta

Sexta

Rua de S. Sebastião, 3

243 700 130 243 702 653

26 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 770 997 243 700 130

Terça

27 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Terça

27 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

Quarta

28 Duarte Ferreira

R. Tenente Cor. J. B. Canejo, 13

241 333 222

Quarta

28 Central do Cartaxo

R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B 243 749 123

Quinta

29 Motta Ferraz

Largo Mota Ferraz, 7

241 360 520

Quinta

29 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

Sexta

30 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.S. Mart. 47

241 360 530

Sexta

30 Correia dos Santos Rua da República, 10

23 Martins

Sábado a Sexta 24 a 30 Carvalho

R. Heróis de Chave

263 504 319

R. Dr. Gregório Fernandes, 20/2 263 504 451

RIO MAIOR Sexta

23 Cândido Barbosa Rua Serpa Pinto, 50

Sábado a Sexta 24 a 30 Almeida

243 994 700

R. Almir. Cândido dos Reis, 19 243 992 255

BENAVENTE

243 702 653

Funciona 9 às 22 h

243 770 997

Assegura serviço durante a noite Martins

Baptista

Av. Dr. Francisco S. Dias, 8, 1º 263 580 108 R. do Diário de Notícias, 9-r/c

263 517 633


D Diagnóstico e tratamento da síncope ou desmaio

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

saúde

41

A síncope é um desmaio ou perda de consciência transitória e reversível por diminuição do débito sanguíneo cerebral. Estima-se que 1 pessoa em cada 4 terá durante a sua vida pelo menos um episódio sincopal. O diagnóstico é complicado por se tratar de um sintoma fugaz, resultante de perturbações do ritmo cardíaco.

Doença de Refluxo Gastroesofágico O que é a Doença de Refluxo Gastroesofágico (DRGE) ∑ Saber prevenir e também saber tratar Os alimentos e os líquidos que ingerimos passam pelo esófago e seguem para o estômago onde se misturam com o suco gástrico. A separar o esófago do estômago há uma válvula que impede o conteúdo gástrico – ácido – de subir ou refluir para o esófago. A doença de refluxo gastroesofágico (DRGE) é uma doença crónica em que há passagem do conteúdo gástrico para o esófago. O conteúdo gástrico que reflui para o esófago é frequentemente acompanhado de uma sensação de azia, de ardor, e pode mesmo deixar um sabor amargo na boca. Isto no adulto. Na criança, ainda nos primeiros meses de vida, pode ocorrer refluxo moderado em consequência da imaturidade da referida válvula sem que tal implique qualquer mal-estar ou perturbação do crescimento da criança ou outras complicações. No entanto, quando em excesso,

com engasgos ou vómitos, pode ter consequências ao nível do normal crescimento da criança ou predispor a infecções e distúrbios respiratórios.

Quais as manifestações da DRGE? As mais frequentes são: a azia ou pirose (sensação de ardor no peito, atrás do esterno, é o sintoma mais comum do refluxo, que pode ser ainda mais doloroso quando a pessoa se baixa, inclina ou se deita); dor com a sensação de queimadura na “boca do estômago”, normalmente tão aguda que leva a que a pessoa acorde no meio da noite; eructação ou arrotos; regurgitação amarga; náuseas; dificuldade para engolir que se manifesta por engasgamento; rouquidão, especialmente pela manhã, dor de garganta; pigarro ou necessidade de limpar a garganta repetidamente, etc.

Quais as complicações mais comuns? Caso não haja tratamento atempado ou diagnóstico

precoce as complicações mais frequentes são: a esofagite, que é a inflamação do revestimento do esófago; a estenose, que é a redução do calibre do esófago; a úlcera que se traduz no aparecimento de uma ferida aberta neste órgão; o esófago de Barrett, que é uma alteração em que o tecido rosado normal do esófago se vê substituído por um tecido de uma cor mais avermelhada. Estas são as complicações mais comuns. As mais raras podem degenerar em tumores ou cancro.

A DRGE é uma doença grave? Na maioria dos casos, é uma doença benigna, só raramente tem complicações graves. Mas pode ser muito incomodativa, e causar má qualidade de vida. Em muitos casos, exige uma terapêutica prolongada para evitar novas manifestações dos sintomas e novas lesões do esófago. Na maioria dos casos, é facilmente controlável com medicamen-

tos. Nos casos em que os doentes têm uma esofagite mais grave poderá haver necessidade de outras medidas terapêuticas ou cirúrgicas.

Quais as medidas farmacológicas para a DRGE? O tratamento da DRGE visa aliviar os sintomas, cicatrizar as lesões, prevenir as recidivas (repetições), inclui as mudanças de estilo de vida e medicamentos. Os antiácidos, que neutralizam a acidez do estômago, são frequentemente usados no inicio, mas não actuam sobre a inflamação causada pelo ácido na mucosa do esófago. Os medicamentos que reduzem a produção do ácido, também chamados bloqueadores dos receptores H2, aliviam os sintomas por um período de tempo mais longo, mas não actuam de forma tão rápida como os antiácidos. Os medicamentos que blo-

queiam a produção de ácido (inibidores da bomba de protões) e cuja utilização permite a cicatrização das lesões da mucosa esofágica. A terapêutica com estes medicamentos tem, geralmente, uma duração de 4 a 12 semanas.

E além dos medicamentos? Acima de tudo, adoptar estilos de vida saudáveis e aprender a prevenir os sintomas do refluxo gastroesofágico. Assim é importante fazer refeições pequenas. Evitar alguns alimentos, como gorduras, chocolates, citrinos; refogados à base de tomate; evitar bebidas gaseificadas, ou com cafeína; evitar comer nas 2 a 3 horas antes de deitar; tal como não fumar; tentar emagrecer; não usar roupa apertada; evitar actividades que aumentem a pressão intra-abdominal logo após as refeições e elevar a cabeceira da cama cerca de 15 centímetros. Beja Santos

CONSULTÓRIOS MÉDICOS DO JARDIM Praça da República, Nº 47 - 1.º - ALMEIRIM Junto à Farmácia Barreto do Carmo MEDICINA GERAL E FAMILIAR Dr.ª Emanuela Santos Andrade Dr. Generoso Barbosa Dr.ª Anabela Xavier de Basto PSIQUIATRIA Dr.ª Joana Alexandre Dr. João Chambel CARDIOLOGIA Dr.ª Marisa Peres NEUROCIRURGIA Dr. Rui Bello Silva PSICOLOGIA Dr.ª Sandra Silva Dr. Ricardo Luciano (Avaliação Psicoterapia c/ crianças) ENDOCRINOLOGIA Dr. Carlos Fernandes PEDIATRIA Dr.ª Teresa Barracha Dr. Nuno Carvalho GINECOLOGIA/OBSTETRÍCIA Dr.ª Patrícia Silva Dr.ª Graça Marona Dr. Pedro Rocha (HDS) Dr.ª Lucília Gaspar (HDS) PODOLOGIA Dr.ª Sandrina Fortunato

UROLOGIA Dr. António Oliveira ORTOPEDIA Dr. Joaquim Simões CIRURGIA VASCULAR Dr. Edgar Berdeja FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA Fisioterapeuta Alexandra Claudino PNEUMOLOGIA Dr.ª Paula Cravo IMUNOALERGOLOGIA Dr. Abreu Nogueira DIETISTA/NUTRICIONISTA Dr.ª Susana Brites/Dr.ª Helga Marques NATUROPATIA/ /HOMOTOXICOLOGIA Dr. Jaime João Tavares TERAPIA DA FALA Terapeuta Dora Colaço SERVIÇOS DE ENFERMAGEM Enf.ª Ana SHIATSU Drª Mª Rosário Salavessa ELECTROCARDIOGRAMAS Com Técnico Especializado CTG - Grávidas Holter - 24 h Mapa (Tensão Arterial)

Acordos com ADVANCE CARE; MULTICARE e MÉDIS ANÁLISES CLÍNICAS - com todos os acordos

MARCAÇÕES

Tel 243 593 422 Tlm 969 902 195

Terapeuta Osteopata

Dr. A. JÚLIO SILVA

Rui Leite

Médico Especialista ORTOPEDIA

INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

(Centro Clínico do Choupal) R. Capitão António Montez, 4-A • Tel. 243326935 • SANTARÉM

Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243 327 546 - 2000 SANTARÉM

Ceficarte

CENTRO DE FISIOTERAPIA DO CARTAXO

MARCAÇÕES: Tlm.: 919 612 454 • Tel./Fax: 243 702 311 Av. João de Deus, n.º 10 r/c • 2070-011 Cartaxo

Dr. ARMANDO RODRIGUES LOPES

OSTEOPATIA


42 SAÚDE

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

CENTRO AUDITIVO WIDEX Audiologia  X  X  X X

Dr.ª Odete Batista Diagnóstico (adultos e crianças) Reabilitação Auditiva (Próteses Auditivas) Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Cerebral (PEATC) Protectores de Natação

Cardiopneumologia X

Dr.ª Patrícia Branco

Estudo do Sono

Acordos: CGD, SAMS, PT, Médis, Advance Care e Mondial Assistance Horário: 13.00 às 20.00 horas

Largo Cândido dos Reis, 14 - 1.º Esquerdo • 2000-241 Santarém Tel.: 243 391 547 • Fax: 243 391 549 • E-mail: audioteste@netcabo.pt

Drª MADALENA BARRETO INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243327546 - 2000 SANTARÉM

DR. JOSÉ LUÍS P. BARRETO UROLOGISTA Pela Ordem dos Médicos DOENÇAS DOS RINS, VIAS URINÁRIAS E APARELHO SEXUAL MASCULINO

F. RIBEIRO DE CARVALHO CIRURGIÃO PLÁSTICO Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética Cirurgia Estética e Reconstrutiva da Mama Cirurgia do Contorno Corporal Cirurgia Estética Facial Surgimed Pcta. Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6 - r/c SANTARÉM Marcações pelo Tel: 243 30 57 80

CONS. - SURGIMED

Pr. Eduardo Rosa Mendes n.º 6 R/C - Telef.: 243305780 2000 SANTARÉM

Dr. Martinho do Rosário

Médico de Urologia CONSULTAS 2ªs, 4ªs e 6ªfeiras a partir das 15 h. MARCAÇÕES todos os dias, a partir das 15 h. SANTARÉM

Dr. Rui Castro

Rua José Saramago, 17 Telef.: 243327431 - 2005-185 SANTARÉM

DRA. MARISA PERES MÉDICA CARDIOLOGISTA

Médico Especialista de Clínica Geral

Consultas e Exames de Cardiologia

CLIMECO - Clínica Médica de Eduardo Lopes

CONSULTÓRIO:

Santarém: GFS: 243 328 890 IMS: 962 567 961

Oftalmologia Dr. Eduardo Lopes

Rua José Saramago, 17-1º (edifícios atrás do Banco de Portugal)

Telef. e Fax: 243 327 431

Almeirim: Clínica do Jardim: 243 593 422

Telemóvel: 917 770 678

Enfercentro: 243 579 601

CONSULTAS E MARCAÇÕES DIÁRIAS

Aveiras de Cima: Centro Médico de Aveiras: 263 474 976

Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Oftalmologia Pediátrica Drª Cristina Amorim Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Ortóptica Dr. Alfredo Sousa - Drª Ana Ascensão Neurocirurgia Dr. Bello da Silva Acordos c/ Multicare

Neurologia Drª Adelaide Palos Dermatologia Drª Maria João Reumatologia Drª Manuela Micaelo Acordos c/ Multicare

Psicologia Drª Sandra Silva - Drª Isabel Baptista Medicina Interna Dr. Victor Bezerra Nutrição Drª Susana Rodrigues MARCAÇÕES PELO TELEFONE 243 328 303 Rua Colégio Militar, Lt. A - 1º Esquerdo (junto ao antigo Campo dos Leões) 2000 SANTARÉM


SAÚDE 43

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

Júlio Aranha Cardiologista

Consultas de Cardiologia Ecocardiograma M e 2D Ecocardiograma com doppler e côr ECG Holter de 24 horas Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial Electrocardiograma EXAMES EFECTUADOS NO CONSULTÓRIO E AO DOMICÍLIO SANTARÉM - Tel. 243 327 431 RIBACLÍNICA - CHAMUSCA - Tel. 249 760 031

CENTRO CLÍNICO DO CHOUPAL MED. FÍSICA E REABILITAÇÃO CONSULTAS

Fisiatria (Dr.ª Helena Martins) (Dr. José Miguel Pais) Ortopedia (Dr. A. Júlio Silva) Psicologia (Dr.ª Elsa Couchinho) (Dr.ª Teresa Molina) Clínica Geral e doenças do Coração (Dr.ª Liliana Aleksandrov)

Drª ISABEL MONTEIRO Médica Cardiologista

OTORRINO

DR. FLÁVIO DE SÁ CHEFE DO SERVIÇO HOSPITALAR DE OTORRINO PEDIÁTRICO

ACORDOS FISIOTERAPIA: ADSE, ADMFA, ADMA, C.G. DEPÓSITOS, CTT, SAMS, TELECOM e SEGURADORAS R. Capitão António Montês, 4-A (Rampa Ciclistas) Tel. 243326935 - Fax: 243326935 2000 SANTARÉM

• Otorrino (crianças) • Otorrino Geral • Alergologia • Terapia da Fala • Exames de Audição • Endoscopia • Cirurgia Pediátrica e Geral • Doenças do Saco Lacrimal

DR. JOSÉ BRANCO

TODOS OS DIAS DAS 9.00 - 20.00 horas R. Dr. António José de Almeida, n.º 11 - 2.º Esq.º Tel./Fax 243 329 010 - SANTARÉM

PSICÓLOGO CLÍNICO E PSICOTERAPEUTA MEMBRO FUNDADOR DA SOCIEDADE PORTUGUESA DE PSICOTERAPIAS CONSTRUTIVISTAS

• Consultas de Cardiologia • Electrocardiogramas

www.sppc.org.pt

• Ecocardiogramas Modo M, 2D e Doppler a cor • M.A.P.A. (Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial)

LISBOA: CLÍNICA MOVIMENTO E SAÚDE R. JOSÉ FALCÃO 52, 2º F

Rua Dr. António José de Almeida, nº 11, 4º Dt.º 2000 - SANTARÉM

ALVERCA: R. CIDADE DÉVNIA, 21, 2º, DTO

Telef. 243 326 957 INFORMAÇÕES E MARCAÇÕES: 961 285 155

Sílvia Lencastre Fróis Psicóloga Clínica

Surgimed

Psicologia Clínica e Psicoterapia Marcações pelo tmóvel -

918 732 116

Santarém • Coruche • Rio Maior

CENTRO MÉDICO E DE ENFERMAGEM DE ABRANTES

JOSÉ MANUEL PIRES TEIXEIRA

Largo de S. João, N.º 1 - Telefones 241 371 566 - 241 371 690

MÉDICO ESPECIALISTA - GINECOLOGISTA / OBSTETRA ASSISTENTE HOSPITALAR GRADUADO do HOSPITAL DE SANTARÉM DOENÇA DA MAMA - DIPLOMADO e MASTER em Senologia / / Pat. Mamária pela F. de Medicina da Un. de Barcelona CONSULTÓRIO NA CLÍNICA “FERRO DE ENGOMAR” Rua do Quintino, 9 - A - Tel.: 243770939 - CARTAXO

CONSULTÓRIO DENTÁRIO - Nova morada -

DR. MARCÃO Médico especialista de ESTOMATOLOGIA (Doenças da boca e dentes) pela Ordem dos Médicos e pelo Hospital de Santa Maria

CLÍNICA - CIRURGIA - PRÓTESES DENTÁRIAS CONSULTAS TODOS OS DIAS Largo Cândido dos Reis, 11 - 1º Direito (junto à rotunda do hospital velho) Telef: 243 326 435 - 2000 SANTARÉM

C O N S U LTA S ACUPUNCTURA Dr.ª Elisabete Alexandra Duarte Serra ALERGOLOGIA Dr. Mário de Almeida; Dr.ª Cristina Santa Marta CARDIOLOGIA Dr.ª Maria João Carvalho CIRURGIA Dr. Francisco Rufino CLÍNICA GERAL Dr. Pereira Ambrósio - Dr. António Prôa DERMATOLOGIA Dr.ª Maria João Silva GASTROENTERELOGIA E ENDOSCOPIA DIGESTIVA Dr. Rui Mesquita; Dr.ª Cláudia Sequeira MEDICINA INTERNA Dr. Matoso Ferreira NEFROLOGIA Dr. Mário Silva NEUROCIRURGIA Dr. Armando Lopes NEUROLOGIA Dr.ª Isabel Luzeiro; Dr.ª Amélia Guilherme

POR

MARCAÇÃO

OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA Dr.ª Lígia Ribeiro, Dr. João Pinhel OFTALMOLOGIA Dr. Luís Cardiga ORTOPEDIA Dr. Matos Melo OTORRINOLARINGOLOGIA Dr. João Eloi PNEUMOLOGIA Dr. Carlos Luís Lousada PROV. FUNÇÃO RESPIRATÓRIA Patricia Gerra PSICOLOGIA Dr.ª Odete Vieira; Dr. Michael Knoch; Dr.ª Maria Conceição Calado PSIQUIATRIA Dr. Carlos Roldão Vieira; Dr.ª Fátima Palma UROLOGIA Dr. Rafael Passarinho NUTRICIONISTA Dr.ª Carla Louro SERVIÇO DE ENFERMAGEM Maria João TERAPEUTA DA FALA Dr.ª Susana Martins

Anat.Patológica Dra. Margarida Mendes

Endocrinologia Dr. Luís Raposo

Ortopedia Dr. Duarte Cadavez

Cir.Geral/Obesidade Dr. Joaquim Costa

Gastroenterologia Dr. Júlio Veloso

Otorrino. Dr. Flávio de Sá

Cirurgia Plástica Dr. Ribeiro de Carvalho

Medicina Interna Dra. Luísa Wandschneider

Pneumologia Dr. Marco da Costa e Silva

Cirurgia Vascular Dr. Mário Soares Clínica Geral Dra. Hélia Castro Dr. Benjamim Coimbra Dermatologia Dra. Joana Parente Dietética Dra. Célia Dias

Neurocirurgia Dr. Carlos Calado

Psicologia Dra. Elsa Martins Dr.João Paulo Ribeiro Dra. Cátia Lima

Neurologia Dr. Jorge Becho

Psiquiatria Dr. Vítor Henriques

Neuropsicologia Dr. Nuno Pestana

Reumatologia Dr. Teixeira Costa

Oftalmologia Dr. Juan Palomares Dr. Castela Rodrigues

Urologia Dr. Luís Barreto Dr. Luís Costa

Exames Complementares e Outros: • • • • • • •

Endoscopia Digestiva Alta Colonoscopia Fibrorectosigmoidoscopia Polipectomia Endoscópica Citologia Aspirativa Urofluxometria E.C.G.

• Trat. varizes (esclerose e laser) • Sedação profunda c/apoio de Anest. p/ exames endoscópicos • Laser Cirúrgico • M.A.P.A. • Holter 24 horas • Polisonografia em ambulatório

Marcações das 9:00 às 19:00 de 2ª a 6ª Feira Telef: 243 305 780 Fax: 243 305 781 Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6-r/c 2005-174 SANTARÉM Email: surgimed@mail.telepac.pt


44 PUBLICIDADE | SERVIÇOS

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

CRÉDITOS PAU LO N I ZA assinatura anual

por apenas 25 €

* CRÉDITO RÁPIDO P/ INÍCIO DO SEU NEGÓCIO Taeg desde 7,00%

* CRÉDITO PESSOAL COM POSSIBILIDADE ASSINATURA DE 1 SÓ TITULAR, SE CASADO Taeg desde 12,04%

* CRÉDITO CONSOLIDADO S/ HIPOTECA C/ REDUÇÃO ATÉ 50% DO ENCARGO MENSAL Taeg desde 12,49%

* CRÉDITO COM GARANTIA DO SEU AUTOMÓVEL E NEGÓCIOS AUTO ENTRE PARTICULARES Taeg desde 18,52%

* LINHAS DE CRÉDITO C/ APOIO DO ESTADO

P/ INÍCIO DO SEU NEGÓCIO E REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDAS EM EMPRESAS JÁ EXISTENTES Taeg desde 2,50%

* CRÉDITO HABITAÇÃO E TRANSFERÊNCIAS COM REDUÇÃO DA SUA PRESTAÇÃO MENSAL E POSSIBILIDADE DE TAXA FIXA ATÉ 7 ANOS Taeg desde 5,1994%

* CRÉDITO CONSOLIDADO C/ HIPOTECA MESMO P/ PESSOAS COM PROBLEMAS BANCÁRIOS, Redução até 60% da prestação mensal Taeg desde 6,509%

www.pauloniza.pt Urb. Vila das Taipas. Lt.4 – r/c Drt. 2080-067 Almeirim E-mail: geral@pauloniza.com

Telf.: 243 579 296

FAÇO LEITURA TAROT,

SE TEM PROBLEMAS DIFÍCEIS... NÃO CONSEGUE RESOLVER PROBLEMAS FAÇO AMARRAÇÕES INFALÍVEIS À PESSOA AMADA... OU A QUEM QUISER!!!

CONTACTE-ME TODOS OS DIAS SANTARÉM 927 354 476

Telm. 938 879 678


45

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

emprego & formação ENGENHEIRO CIVIL

Prémios, produtividade e competitividade

Florinda Matos(*)

Um estudo comparativo sobre a Administração Electrónica na Europa, denominado “Smarter, Faster, Better eGovernment”, apresentado esta semana, veio demonstrar que Portugal ocupa o primeiro lugar na “disponibilização e sofisticação dos serviços online”. Este estudo, realizado pela Comissão Europeia, avalia os serviços públicos, disponíveis na internet, em mais de 14 mil sites em toda a União Europeia mais a Noruega, a Islândia, a Suíça e a Croácia. Considerando que, em 2004, Portugal ocupava a décima sexta e na décima quarta posição, respectivamente, em matéria de “disponibilidade” e de “sofisticação”, esta é uma grande evolução, da qual nos devemos orgulhar. Para este sucesso contribuíram Programas como o “Simplex” e o “eescola”, que têm permitido a modernização administrativa e tecnológica de Portugal. Inclusivamente, a própria União Europeia aprovou, na passada Segunda-feira, a “Agenda Digital para

a Europa” que inclui um projecto de promoção do uso de computadores portáteis e de Internet nas escolas, semelhante ao programa e-escola, desenvolvido em Portugal. Paralelamente a estes sucessos, no campo tecnológico, nos últimos anos, Portugal tem atingido níveis de desenvolvimento científico significativos, em diversas áreas. Perante este cenário, uma grande questão se levanta: Porque é que Portugal continua baixar nos índices de produtividade e de competitividade? A resposta é difícil e faz-me lembrar o Paradoxo da Produtividade de Robert Solow, prémio Nobel da Economia 1987, que disse a seguinte frase:” Vê-se computadores em toda parte, menos nas estatísticas de produtividade”. Isto quer dizer que pode ser difícil estabelecer uma relação entre os Investimentos em Tecnologias de Informação com melhorias quantificáveis ao nível da produtividade e da competitividade. De facto, parece haver consenso, entre os especialistas, que os benefícios práticos das Tecnologias e da Ciência só são visíveis quando estes investimentos são acompanhados de medidas de âmbito organizacional e comportamental. Transpondo este raciocínio para o que se passa na economia portuguesa, parece-me que só poderemos ter resultados positivos com a reorganização estratégica e económica das nossas empresas, a qual passará por

uma profunda mudança ao nível das formas de organização e de gestão. Contrariamente ao que se tem vindo a verificar, em que as prioridades das empresas se têm centrado em investimentos e em edifícios e equipamentos, é necessário que as atenções actuais se virem para a organização, para a formação e para a inovação. A tarefa principal dos gestores e empresários deve ser a gestão do conhecimento, assente na valorização e gestão dos activos intangíveis (capital intelectual). A tarefa do Estado deverá ser de facilitador da reestruturação da economia portuguesa, promovendo políticas de investimento mais selectas, promovendo melhorias no sistema educativo, simplificando e optimizando o sistema fiscal, agilizando e melhorando o sistema judicial, promovendo a desburocratização, melhorando as leis laborais e facilitando o desenvolvimento de um ambiente propício ao empreendedorismo e à atracção e fixação de talentos. O exemplo deverá ser dado pelo Estado, quer ao nível da reorganização das suas estruturas, quer ao nível da formação dos seus recursos humanos. Na minha opinião, caso medidas como estas não seja m implementadas, continuaremos, alegremente, a ganhar prémios e a vermos a nossa produtividade e competitividade a afundarem-se. (*) Investigadora MRC / ISCTE – IUL Consultora PMEConsult (florinda.matos@icaa.pt)

(m/f)

P/ ANGOLA REQUISITOS: x x x x

Disponibilidade Imediata Possuir Passaporte Ter idade superior a 25 anos e inferior a 40 anos Experiência de 3 anos na condução de obras

FUNCÕES A DESEMPENHAR: x Adjunto do Director Geral (Controlo de Pessoal; Direcção de Obra; Compras; Trabalho Administrativo; Supervisão de Estagiários; Controlo de Equipamentos.) x Local: Província de Luanda

x x x x x

OFERECEMOS: Salário base: 2 500€ Prémio Anual Produção Assistência Médica Total 3 Viagens por Ano (Ida e Volta) Alojamento e Viatura de serviço Envio de Candidaturas até dia 30 ABRIL para: Grupo Lis - Deptº Pessoal – Angola Telf: 249 720 030 * Fax: 249 720 039 E-mail:listorres@mail.telepac.pt Rua Brigadeiro Lino Dias Valente, nº 8 2330-103 Entroncamento Nota: Só serão feitas entrevistas a candidatos portadores de Passaporte regularizado


46

O Ribatejo 23 | Abril | 2010

imobiliário & classificados IMOBILIÁRIO arrenda-se A LOJA 45m2 Torres de S. Domingos Str TL 24931452/ 918498975 A CARTAXO armazém c/2 pisos c/ 300m2 cada. Área total 600m2. Arrecadação, wc, escritório, grande parque estacionamento. A negociar recheio 750€/ mês. TLM 967181336 A QUARTO em zona calma e simpática da cidade de Santarém TLM 919301034 A QUARTO mobilado em Santarém TLM 969303121

A LOJA em São Nicolau, 72m2, zona urbana, com extracção fumos. Bem localizada. Preço: 600,00€ - Ref. A81 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A T4/ ESCRITÓRIO na R. António José de Almeida. Remodelado, para escritório ou Habitação. Preço: 500,00€ - Ref. A39 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/ 243094092 A APARTAMENTO T3 em São Domingos. Todo mobilado e equipado. Com lareira e ar Condicionado. Preço: 550,00€ - Ref. A104 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/ 243094092 A LOJA/ ESCRITÓRIO Estrada de São Domingos, 1wc 55m2. Excelente localização. Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

A TERRENO 2270m2 p/ estaleiro Alcanede TLM 927732803

A APARTAMENTO T3 Hospital, semi-novo, cozinha equipada Ar condicionado, rec. calor, hidromass., Excelente localização Preço: 600,00€ - Ref. A107 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A O CNEMA dispõe de 3 lojas (espaços comerciais/ escritórios) c/ as seguintes áreas 18m2, 26m2 e 125m2 ( esta última inclui wc). Contactar TLF 243300300 ou geral@ cnema.pt

IMOBILIÁRIO trespassa-se A CAFÉ em S. João da Ribeira (RIO MAIOR) Contacto: 243 949 159

A ESCRITÓRIO em Marvila, 3 salas, 1 wc, Perto do Seminário Preço: 400,00€ - Ref. A79 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

uma T3 e outra T2. Quintal c/ anexos, adega e telheiro. 100.000 € www.remax. pt/121871074-28 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 778 968

IMOBILIÁRIO vende-se A MORADIA T3 Arneiro Tremês, 415m2 útil, c/ terreno, a 10km Santarém Preço: 125.000,00€ - Ref. 00363 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/ 243094092 A QUINTINHA c/3 casas 70.000€ Santarém TLM 911008574 A EREIRA Moradia antiga de 7 assoa. inserida num lote de 840 m2. Garagem e anexos. 128.000 € www. remax.pt/121871072-49 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 334 733 A ALMEIRIM APT T2 totalmente mobilado, c/ oferta de todas as despesas bancárias com o processo de transacção (escritura e custos associados). 52.500 € www.remax.pt/12187105785 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 778 997 A ALPIARÇA Imóvel constituído por 2 habitações independentes,

A ALMOSTER Quintinha ribatejana inserida num lote c/ 8500 m2. Casa térrea, dependências e logradouro. 82.000 € www. remax.pt/121871028-313 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 926 613 915 A SANTARÉM Fantástico APT T2 c/ cozinha semi-equipada, sala c/ ar condicionado, quartos c/ roupeiros embutidos...90.000 € www.remax. pt/121871074-1 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 926 613 906 A VALADA, PORTO DE MUGE Moradia T3 c/ logradouro. Possibilidade de atracar o seu barco à porta de casa. 75.000 € www.remax.pt/12187105784 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 778 997 A ALMOSTER Casinha térrea para recuperar, inserida num lote de 440 m2, com adega, palheiro e fumeiro. 49.000 € www. remax.pt/121871073-1 RE/ MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 725 440

A VALE DE SANTARÉMLote de terreno c/ 1.000 m2, c/ casa antiga para reconstruir. 35.000 € www. remax.pt/121871067-12 RE/MAX Milénio – AMI 6883 Tel. 961 778 994 A MORADIA isolada V3, zona tranquila, bons acessos em Vale Figueira. Cozinha ampla c/ lareira rústica, 3 quartos (2 c/ roupeiro), sala c/ lareira e 2 wc, uma c/ banheira e lavatório duplo. Exterior ajardinado com possibilidade de construção de piscina –149.900€ www. remax.pt/120431070-145 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500 A ÓPTIMO APT como novo, em zona sossegada, fácil estacionamento. Sala c/ lareira e recup. de calor, cozinha equipada c/ placa, forno e exaustor, boa despensa, casa de banho com banheira de hidromassagem e 2 quartos c/ roupeiro c/ portas de correr dispõe ainda de arrecadação c/ 25 m2 e pré-instalação de Ac e Asp. central. – 80.000€ www.remax.pt/1204311054 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500

Faleceu o Exmº Senhor

DANIEL RIBEIRO ANTUNES

CONVOCATÓRIA Nos termos da alínea a) do argo 14.º da Lei n.º 45/2008, de 27 de Agosto, convoco os membros da Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) para uma sessão ordinária a realizar no dia 27 de Abril de 2010, às 21.00 horas, na respecva sede, sita na Quinta das Cegonhas, em Santarém, com a seguinte ordem de trabalhos: x Período Antes da Ordem do Dia; x Ordem do Dia: 1 – Apreciação da Acvidade da Comunidade Intermunicipal; 2 – Apreciação e Votação dos Documentos de Prestação de Contas do exercício de 2009; 3 – Apreciação e Votação da Proposta de Aplicação do Resultado Líquido do exercício de 2009; 4 – Apreciação e Votação de Proposta de Alteração do Regulamento Interno da CIMLT. Santarém, aos 16 de Abril de 2010 Idália Maria Marques Salvador Serrão de Menezes Moniz

ARRENDA-SE

Espaço para escritório/ Serviços c/ 80 m2 Qualquer actividade Em openspace, Totalmente Remodelado Centro Cidade Santarém

Contacto: 96 210 87 61

Faleceu com 83 Anos de idade, no Hospital Distrital de Santarém a 13/04/2010, era natural e residente em Valverde – Alcanede, casado com Custódia Antunes Pereira, teve dois filhos Manuel Pereira Antunes (já falecido) e Maria Odete Pereira Antunes Vitorio. Netos deixou quatro a Cláudia, Federico, Sónia e o Miguel. O funeral realizou-se no dia 14 de Abril de 2010, com missa de corpo presente na Capela de São Pedro – Valverde, seguindo após as cerimónias para o cemitério de Valverde - Alcanede. A Família agradece a todas as pessoas que estiveram presentes no funeral do seu familiar ou que de algum modo manifestaram o seu pesar. Agência Funerária Amado & Xavier, Lda Travessa dos Amados, s/ nº 2 * 2480-215 Mendiga Tel: 244 450 680 - 965 802 316 * Fax: 244 450 660 * mail: amadoxavier1@sapo.pt

A T3 em bom estado de conservação, c/ 2 casas de banho e cozinha c/ despensa. Dois dos quartos têm roupeiro; uma das casas de banho tem janela. O imóvel tem duas frentes e boa exposição solar. Situado na zona da Praça de Touros, próximo da Segurança Social e do Instituto da Juventude, a dois passos do Politécnico - 70.000€ www.remax. pt/120431108-43 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT constituído por 3 quartos c/ roupeiro, um dos quais suite, wc na zona social, sala c/ lareira e AC, cozinha c/ placa, forno e esquentador, despensa na cozinha e área de estendal. Boa localização, comércio variado, Hospital, farmácias, cafés e hipermercados. Bons acessos. Possui um lugar de estacionamento e ainda possui uma arrecadação c/ 4,20 m² – 122.000€ www. remax.pt/120431104-16 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A VARZEA moradia de rés do chão e 1º andar. Possui 3 quartos e 3 casas de banho. Inserida num lote de terreno de 640,5 m² e c/ uma área de

implantação de 258,8 m². No logradouro possui algumas árvores de fruto, um furo, tertúlia e garagem. A necessitar de algumas obras de remodelação – 129.500€ www.remax.pt/120431071115 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A MORADIA de 2 pisos em Urb. nova perto do centro da cidade, restaurantes e serviços. R/ chão c/ cozinha e sala de refeições, sala de estar / lareira e wc de serviço, garagem c/ portão automático e terraço c/ churrasqueira. 1º andar c/ 3 quartos c/ roupeiros e uma arrecadação transformada em escritório com janela velux e wc completo – 135.000€ www. remax.pt/120431114-6 AMI 5430 - RE/MAX SCALA Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T3 c/ pouco tempo de uso. Possibilidade de espaço de garagem. Santarém – S. Domingos (95.000€) Ref; 001001018 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda. pt – 243306076/ 917 997770 A MORADIA geminada c/ 3 assoa., 2 pisos, terraço e


IMOBILIÁRIO & CLASSIFICADOS 47

O Ribatejo 23 | Abril | 2010 logradouro. Centro da cidade. Bom preço. Calçada do monte – Santarém (95.000€) Ref; 001002002 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A V2, pré-instalação a.c., cozinha rústica c/ lareira, telheiro c/ barbecue e lavatório, parqueamento, murado e possib. construção de 182m2. Frade de cima – (125.000€) Ref; 001003006 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A QUINTINHA c/ 10.200 m2, moradia c/ 4 quartos, sala comum (32.85 m2) c/ recup. calor, Cozinha semi-equipada, pré-instalação de aquec. central e garagem p/ 2 carros. Piscina (4.5mx9m). Achete (199.000€) Ref; 001004007 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A APT T2 em muito bom estado, situado na zona nobre de S. Domingos – Santarém (95.000 €) Ref; 001005001 Trata: Imovenda, Lda – AMI 5774 www.imovenda.pt – 243306076/ 917 997770 A APT T2, Almeirim, coo novo, cozinha equipada, logradouro c/churrasqueira. Valor 90.000,00€ - Ref.

A-327 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A TERRENO c/ 165m2, Almeirim, c/ moradia para demolir. Valor 27.500,00€ Ref A-326 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A APT T3, Almeirim, novo, lugar garagem, ar condicionado, cozinha equipada, excelentes. Valor 115.000,00€ - Ref. A-322 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A MORADIA T2 rural, na Várzea, 1900m2 terreno, zona sossegada. Valor 68.000,00€ - Ref. A-320 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915 A LOJA em Santarém, nova, 110m2, grandes montras. Valor 97.500,00€ - Ref. S-574 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915 A São Vicente Paúl Moradia T3, usada, como nova, c/ 2 quartos, suite , cozinha, sala, 2 wc, alpendre, garagem. 2 cadernetas urbana c/1.000m2 e rústica c/3.020m2. convida ao relax e qualidade de vida . ZEN , c/ a capital do gótico e entrada para A1 a 10 min. ZEN MOR.199 PREÇO 175.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

A Santarém – Jardim de Baixo Moradia T3, r/c e 1º, usada, soalheira, em ópt. estado, pré-instal. p/ paneis solares, logradouro, alpendre, garagem indiv.. Zona residencial mtº aprazível, próx. entrada A1, zonas comercias, escolas e cidade de Santarém. ZEN MOR.198 PREÇO 165,000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Romeira Moradia T4+1. r/chão, cave e sótão. No r/ chão: hall, sala, quarto, suite, wc e alpendre; na cave: cozinha, despensa, casa máq., 2 quartos, casa jantar e wc. Sótão amplo. 2 cadernetas, urbana c/ 450m2, rústica c/ 11.680m2. ZEN MOR.130 PREÇO 199.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Alpiarça Moradia T5+1,usada ( cave, r/c e 1º), proj. numa construção e acab. Qualidade, zona habitacional privilegiada... Barragem, Museu dos Patudos e Reserva Natural do Cavalo Sorraia. ZEN MOR.168 PREÇO 280.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – S.Salvador Apt Duplex T2, usado, bem cons., bons acab., 2 quartos, sala, Wc ,cozinha, zona arrumos, garagem priv. c/acesso ao duplex, arrecadação, em zona calma, a 3 min. centro da cidade, e 5 min. acesso a

A SANTARÉM – ARREDORES Moradia p/ remodelação c/ terreno, acessos alcatroados, bons acessos, local calmo. REF. 3788 Preço: 36.000,00€ Trata Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

APARTAMENTO W SHOPPING (PLENO CENTRO SANTARÉM) T3; BOA LUZ; AQUEC. CENTRAL; A/C; VARANDAS GRANDES; 3 WC; 2+1 LUGARES GARAGEM; ÓPTIMA QUAL. CONSTRUÇÃO

A PINTURAS, limpezas pequenas reparações e serv. na sua casa TLM 968866300

TEL. 969 672 004 A1 .ZEN APT.107 PREÇO 97.500€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Almeirim Apt T3, novo, hall (tecto falso c/ projec.) 2 quartos (roupeiros de correr), 1 suite( banheira hidrom. wc c/ janela), sala, wc, cozinha semi-equipada c/ electrodom. INDESIT, garagem (box indiv. exterior, c/ água e luz ligado cada fracção), zona agradável, c/ jardim, bons acessos rodoviários ZEN APT.155 PREÇO 105.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Apt. usado T2 Almeirim c/ 1 lugar de garagem. 100.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Casa antiga em Ponte do Soleiro/ Santarém. 50.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A LOJA c/ + - 40 m2 em Santarém na zona histórica. 42.500€ neg - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE TOMAR

EDITAL 2ª SESSÃO ORDINÁRIA Miguel Fernando Cassola de Miranda Relvas, Presidente da Assembleia Municipal de Tomar, Torna Público que de harmonia com a alínea b), do nº 1, do Artº 54º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com, as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro, e do Regimento convoca a Assembleia Municipal para a 2ª Sessão Ordinária, a realizar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, pelas 15 horas, do próximo dia 30 de Abril de 2010 (sexta-feira) com a seguinte Ordem de Trabalhos:

A Apt. usado T2 em Santarém. 65.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. novo T3 c/ garagem em Almeirim. 126.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A 260m2 de Implantação; Num Terreno c/ 3.120m2, poço, árvores de fruto, forno a lenha casa de campo, ideal p/ fins de semana, água, luz, acessos alcatroados, a 20 min. do Nó da A1 de Santarém. Transportes públicos próximo. REF. 3878 Preço: 49.500,00€ Trata Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A SANTARÉM – arredores Ruína c/ 520m2, terreno c/ 18.540m2, árvores de fruto, água próximo, zona calma, bons acessos, a 15 minutos de Santarém. REF. 3796 Preço: 56.000,00€ Trata Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

A ALCANENA Moradia em pedra inserida na magnifica paisagem da Serra D’Aire e Candeeiros. Composta por 2 quartos, adega, logradouro, excelente p/ fins de semana e férias a 5 minutos da A1 e A23. REF. 3943 Preço: 46.000,00€ Trata Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A SANTARÉM – SÃO NICOLAU APT T4 c/ arrecadação, cozinha totalmente remodelada, localização junto a comércio e serviços. REF. 3941 Preço: 75.000,00€ Trata Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

EMPREGO oferece-se

DIVERSOS geral A CONSULTAS DE TAROT SAMORA CORREIA Ajudo problemas: Inveja,Mauolhado,Negocios,Amor unir e afastar,Desmancho Magias e Amarraçôes. Marcações: 966850599 A EXPLICAÇÕES: de Matemática A e B; biologia, geologia, física, química, geografia, estatística e MACS aos 2º e 3º ciclos e nível universitário. Perto da Ginestal Machado. Contacto: 914 626 531

A SERVENTE contrução civil obras públicas T927732803

DIVERSOS mensagens A HOMEM div.39 procura mulher qualquer nacionalidade para relação séria TLM 934968331

FAUSTINO SANTOS

Acupunctura / Hipnoterapia Clínica Licenciado em Medicina Tradicional Chinesa Curso pós-graduado de aperfeiçoamento de Hipnose em Clínica Médica (componente de especialização) da Faculdade de Medicina de Lisboa

Praceta Pedro Escuro, 10 - 3.º Esq.º (Junto à Rádio Pernes)

MARCAÇÕES - Telemóvel: 962 600 338

www.faustinosantos-acupunctura.com

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SANTARÉM

EDITAL 03/2010 ANTÓNIO JÚLIO PINTO CORREIA, PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DO CONCELHO DE SANTARÉM: TORNO PÚBLICO que, de harmonia com a Lei e o Regimento, convoco a Assembleia Municipal para a Sessão Ordinária de Abril, a realizar no dia 30 de Abril (sexta-feira), pelas 20.30 horas, no Salão Nobre do Governo Civil, na Cidade de Santarém, com a seguinte Ordem de Trabalhos:

- PAOD - ORDEM DE TRABALHOS 1. Discussão e votação da Deliberação de Câmara tomada em reunião de 18.03.2010, sobre a “Constituição da Associação a designar por: Mosteiros de Portugal – Associação das Cidades com Mosteiros da Humanidade”, ao abrigo das alíneas a) e m), do nº 2, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; (Grelha B de Tempos a que se refere o número 4 do Artigo 35º do Regimento da A.M.); 2. Discussão e votação da Deliberação de Câmara tomada em reunião de 01.04.2010, sobre a “Proposta de Alteração Parcial dos Estatutos da A. Logos – Associação para o Desenvolvimento de Assessoria e Ensaios Técnicos”, ao abrigo da alínea m), do nº 2, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; (Grelha B de Tempos a que se refere o número 4 do Artigo 35º do Regimento da A.M.); 3. Discussão e votação da Deliberação de Câmara tomada em reunião de 01.04.2010, sobre a “Proposta de Alteração ao Regulamento Municipal de Edificações e de Urbanização do Concelho de Tomar”, ao abrigo da alínea a), do nº 2, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; (Grelha B de tempos a que se refere o número 4 do Artigo 35º do Regimento da A.M); 4. Discussão e votação da Deliberação de Câmara tomada em reunião de 13.04.2010, sobre os “Documentos de Prestação de Contas da Câmara Municipal de Tomar, referente ao ano de 2009”, ao abrigo da alínea c), do nº 2, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; (Grelha D de Tempos a que se refere o número 4 do artigo 35º do Regimento da A.M.); 5. Discussão e votação da Deliberação de Câmara tomada em reunião de 13.04.2010, sobre o “Relatório de Actividades e Contas do Exercício dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento do ano de 2009”, ao abrigo da alínea c), do nº 2, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; (Grelha D de Tempos a que se refere o número 4 do artigo 35º do Regimento da A.M.); 6. “Apreciação da Informação Escrita a apresentar pelo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Tomar”, ao abrigo da alínea e), do nº 1, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro; 7. “Outros Assuntos de Interesse para a Autarquia”, ao abrigo da alínea r), do nº 1, do Artº 53º, da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro. O Ponto 6 e o Ponto 7 terão discussão conjunta (Grelha C de Tempos a que se refere o número 4 artigo 35º do Regimento da A.M.).

1. APRECIAÇÃO DA INFORMAÇÃO ESCRITA DO PRESIDENTE DA CÂMARA ACERCA DA ACTIVIDADE DO MUNICÍPIO E DA SUA SITUAÇÃO FINANCEIRA, DESDE A ÚLTIMA SESSÃO ORDINÁRIA DA ASSEMBLEIA. 2. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DO RELATÓRIO DE GESTÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM E BALANÇO SOCIAL REFERENTES AO ANO DE 2009. 3. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA PROPOSTA DE NOMEAÇÃO DE AUDITOR EXTERNO DO MUNICÍPIO DE SANTARÉM - EXERCÍCIO DE 2010 E 2011. 4. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA PRIMEIRA REVISÃO AO ORÇAMENTO E GRANDES OPÇÕES DO PLANO DO MUNICÍPIO DE SANTARÉM DE 2010. 5. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA PROPOSTA DE ALTERAÇÃO AO MAPA DE PESSOAL DO MUNICÍPIO DE SANTARÉM. 6. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA PROPOSTA DE PROTOCOLOS DE DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS NAS FREGUESIAS RURAIS DO CONCELHO. 7. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA PROPOSTA DE PROTOCOLOS DE DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS NAS FREGUESIAS DA CIDADE. 8. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA PROPOSTA DE CEDÊNCIA DE POSIÇÃO DETIDA NO PROTOCOLO EM FAVOR DA EMPRESA SCALABISPORT – GESTÃO DE EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS, EEM – REALIZAÇÃO DO 3º CAMPEONATO DE KARATÉ WUKF. 9. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA RENOVAÇÃO DO RELATÓRIO DO REVISOR OFICIAL DE CONTAS RESPEITANTE À CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE DE GESTÃO URBANA (SGU) – STR-URBHIS – SOCIEDADE DE GESTÃO URBANA DE SANTARÉM, EM, SA. 10. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA RENOVAÇÃO DO RELATÓRIO DO REVISOR OFICIAL DE CONTAS RESPEITANTE CONSTITUIÇÃO DA EMPRESA MUNICIPAL DE CULTURA E TURISMO – CUL-TUR – EMPRESA MUNICIPAL DE CULTURA E TURISMO DE SANTARÉM, EEM. 11. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA PROPOSTA REFERENTE AO CONCURSO PÚBLICO TENDENTE À CELEBRAÇÃO DE CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS NA ÁREA DE SEGUROS – REPARTIÇÃO DE ENCARGOS. 12. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA PROPOSTA DE GEMINAÇÃO ENTRE OS MUNICÍPIOS DE SANTARÉM E DE BELMONTE – PROPOSTA DE PROTOCOLO (ABRIL DE 2010). 13. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DAS PROPOSTAS DE “VOTOS, MOÇÕES OU RECOMENDAÇÕES” ENTREGUES NA MESA ATÉ AO INÍCIO DO PERÍODO DE “ANTES DA ORDEM DO DIA”.

PARA CONSTAR E OS DEVIDOS EFEITOS, será este EDITAL afixado nos PAÇOS DO CONCELHO, nas JUNTAS DE FREGUESIA, e publicado nos Jornais “CIDADE DE TOMAR”, “O TEMPLÁRIO”, “O RIBATEJO” e “O MIRANTE”.

PARA CONSTAR E DEVIDOS EFEITOS, será este EDITAL afixado nos locais do costume e publicado nos jornais da região.

Assembleia Municipal de Tomar, 19 de Abril de 2010

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SANTARÉM, 20 de Abril de 2010.

O Presidente da Assembleia Municipal, Miguel de Miranda Relvas

O Presidente da Assembleia Municipal António Pinto Correia


tempo: nublado 23 | ABRIL | 2009

∑agenda Sábado

Santarém ∑ O Cine-Teatro São Pedro apresenta às 21h30, o espectáculo “Dançar Zeca Afonso”. Almeirim ∑Os Frei Fado d’el Rei apresentam “Senhor Poeta”, com 15 temas de José Afonso. No cineteatro de Almeirim, às 21h30 com entradas livres. Coruche ∑ “Canções para vós” é junta vozes do programa “Uma canção para ti”, dirigidas por Carlos Moniz. Às 21h30, no Pátio do Museu.

O tempo para os próximos dias promete aguaceiros e continuação de céu nublado com abertas ao longo do dia. Prevêem-se melhorias para o meio da próxima semana. As temperaturas máximas vão manter-se a rondar os 25 a 30 ºC.

Impresso em papel que incorpora 30 por cento de fibra reciclada, com tinta ecológica de base vegetal

rosário breve

Assaltante de farmácias apanha 10 anos de prisão Daniel Abrunheiro

Arguido ∑ Ex-segurança de Santarém preso nas Caldas da Rainha O Tribunal de Almeirim condenou a 10 anos de prisão efectiva, em cúmulo jurídico, o autor da onda de assaltos a farmácias em Almeirim, em Janeiro de 2008. O arguido, um ex-segurança nocturno de Santarém, foi considerado culpado de três crimes de roubo agravado a outras tantas farmácias (Mendonça, Central e Barreto do Carmo), um de detenção de arma proibida (a faca de cozinha que usou para ameaçar as vítimas durante os assaltos) e outro de roubo na forma tentada, cometido na pastelaria Venicien, em Almeirim. Foi, no entanto absolvido da acusação de roubo na farmácia Gameiro,

em Alpiarça, que lhe era imputada pelo Ministério Público. O indivíduo, de 39 anos, encontra-se actualmente a cumprir pena no Estabelecimento Prisional das Caldas da Rainha por um assalto a um posto de combustíveis, em Santarém. Neste processo, o arguido, que actuou sempre com um gorro na cabeça e um cachecol a tapar-lhe os olhos, foi identificado por vários funcionários das farmácias pela fisionomia e por uma tatuagem na mão. Foi detido a 31 de Dezembro de 2008, numa operação policial montada pela GNR de Almeirim logo após o assalto à farmácia Barreto do Carmo.

PS vence eleições com maioria na Barrosa O PS obteve a maioria absoluta nas eleições intercalares realizadas na freguesia da Barrosa, concelho de Benavente, no passado domingo, 18 de Abril. Fátima Machacaz, cabeça de lista dos socialistas, conseguiu um total de 257 votos, contra 106 em Joaquim Castanheira, da CDU (menos 43 votos), e 37 em Mário Rosa, do PSD (menos 48 votos). A abstenção cifrou-se nos 35%, uma vez que foram às urnas 403 eleitores, dos 622 votantes inscritos. Com este resultado, o PS garante a maioria com cinco mandatos na Assembleia de Freguesia, ficando a CDU com dois; o PSD fica sem representação, perdendo o eleito que conseguiu nas eleições autárquicas de 11 de Outubro de 2009. A população foi chamada novamente a pronunciar-se depois de não ter sido possível formar executivo para a Junta de Freguesia por falta de entendimento entre as três forças políticas que elegeram representantes. Recorde-se que o PS venceu as eleições em situação de maioria relativa, com três mandatos, os mesmos que a CDU, sobrando o eleito pelos social-democratas. As eleições de domingo vieram confirmar a vitória do PS, que conseguiu assim roubar à CDU uma freguesia que geriu durante os últimos 20 anos.

Vulcão como nós A relação entre certo Poder e certa Corrupção atingiu a proverbial razão directa entre a cavadela e a minhoca. Mas não faz mal, porque já não somos povo mas público apenas. Não é isso porém o que hoje aqui me move. Para entreter o público, e nem de propósito, tivemos aquela maluqueira do vulcão com sua nuvem de cinza à escala multicontinental. Julgo que foi providencial, a gireza do fenómeno. Pela primeira vez, e só porque encurralados nos nossos aeroportos de feira popular, os estrangeiros turistas perceberam o que os Portugueses sofrem há coisa de cinco anitos: não poderem sair daqui nem terem alternativa de ir a nenhures. Só pela graça de Deus é que o nevoeiro vulcânico não coincidiu com a visita próxima do chefe de vendas máximo do mesmo alegado Deus. Sua, dele, Santidade, em o Maio que aí vem, já poderá imitar o voo dos anjos com escala na nuvem que quiser. E reforçar em Fátima que a pedofilia é coisa dos homossexuais, não dos padres irlandeses, norteamericanos, alemães, canadianos ou da nossa viática e viriática Beira Alta etc. Com ou sem vulcão, quem não háde voar longe é o poeta Alegre, esse grande Exilado de Argel, esse Bardo de Águeda, essa vítima recorrente do Marajá das Seychelles, vulgo Mário Soares. Há-de ser tão próximo Presidente para o ano como o Sporting campeão este. Tudo isto, afinal, é justo e bom. E o público agradece, até por vingançazita daquela meia dúzia de meses que o poeta Alegre esteve na folha de pagamentos da Emissora Paroquial, ou Nacional, a ponto da reforma de uns milhares de tostões dos novos que só por isso lhe cabe. Quando, e se, chegar a votos, há perceber que há sempre alguém que resiste / há sempre alguém que diz vulcão. Deixando o senhor por ora em paz, tenho algum receio do dia seguinte ao do levantamento da tal nuvem do tal vulcão. O meu receio provém da certeza-certezinha de que, por mais límpida e solar venha a próxima manhã, nos continuaremos a não enxergar como Povo nem um palmo à frente do nariz. daniel.abrunheiro@gmail.com

ed 1277  

Jornal O Ribatejo

Advertisement