Issuu on Google+

Notícias sobre paisagismo aquático 1º trimestre 2014

Piscinas biológicas

O prazer de nadar... EcoPool emTinguá, RJ, primeira do continente americano, ... ao natural! é atração em condomínio ecológico

7º Congresso da IOB (Internationale Organisation für naturnahe Badegewässer)

realizado entre 23/25-Outubro, em Bregenz, Áustria

As ecopiscinas “Made in Brasil” foram apresentadas à comunidade internacional presente no Congresso

Praça das Águas, Cabo Frio, RJ Um projeto ousado na orla costeira cabo-friense


Findado o 2013, fazemos o balanço geral do ano, com reflexões positivas. Olhamos para o futuro com a esperança de que o desenvolvimento desta vertente do paisagismo, os biossistemas aquáticos, como lagos e piscinas biológicas, siga a sua caminhada ascendente. A água significa origem da vida. Há centenas de milhões de anos que ela está presente no nosso planeta. A sua utilização no paisagismo tem sido uma constante desde a Antiguidade. Ao longo da História, encontramos biossistemas aquáticos construídos nos jardins mais belos do mundo. Num período em que as inquietações ecológicas aumentam, as biotecnologias aquáticas apresentam-se como uma excelente opção aos tratamentos químicos convencionais para este tipo de espaços lúdicos. Cresce a consciência perante a escassez de água utilizável. Campanhas em defesa do uso racional da água circulam em diferentes meios de muitos países. Nas últimas décadas, os mananciais vieram perdendo a sua pureza. Um dos principais desafios da humanidade no futuro imediato é a conservação das reservas de água utilizável da Terra. Acreditamos na capacidade de autorregeneração da Natureza. Sigamos as suas ensinanças. Amemos a água e ela nos retornará vida! Luís Filipe Pereira projetista-construtor de ecopiscinas

Um 2014 recheado de realizações e sucessos! & parceiros


Reverdecendo o planeta

A revolução verde do bem-estar Associadas a um desenvolvimento sustentável, as piscinas biológicas são um exemplo da capacidade humana para recriar ambientes naturais Uma piscina biológica é um ambiente digno de contemplação. Oferece muito mais do que a simples possibilidade de tomar banho. Permite-nos um agradável convívio com a Natureza sempre mutante, tanto em cores como em formas e aromas, proporcionando momentos de imenso prazer. Estes lagos ornamentais contribuem para a manutenção da biodiversidade e colaboram com a saúde emocional dos seus usuários. Além de valorizar esteticamente a paisagem, são símbolo de pureza e relaxamento espiritual. A simbiose com os elementos naturais envolventes é perfeita. O jardim deve combinar áreas para descanso e lazer, transformando-se num prolongamento da casa e brindando todo o seu potencial paisagístico. O tratamento da água, considerado ecologicamente sustentável, é feito através da simbiose natural entre filtros biomecânicos e o processo de depuração realizado pelas plantas aquáticas. O resultado traduz-se em água de qualidade balnear excelente, durante todo o ano.


Reverdecendo o planeta Os ecossistemas aquáticos artificiais são reais contribuições imediatas para o reverdecer do planeta. Sem exageros nem idealismos, podemos afirmar que cada lago ou ecopiscina construída contribui, de certa forma, para “repor” a maior planície alagável do mundo, o Pantanal, o qual tem sofrido uma séria redução nos últimos tempos. (ver: http://www.planetapantanal.com/o_pantanal.php?id=79)

Conceito e tecnologia O conceito de piscina biológica consiste basicamente em um lago artificial no qual se pode tomar banho sem qualquer risco para a saúde, uma vez que não é utilizado qualquer produto químico na purificação da água. A depuração da água através de plantas, complementada com filtros biológicos, é um processo similar ao que se observa em rios e lagos naturais. Ao contrário dos processos que usam a esterilização da água com cloro e similares, esta tecnologia baseia-se no bio-mimetismo, no equilíbrio natural. O resultado é um exuberante jardim aquático embalando uma massa de água cristalina e natural, sem a presença de produtos químicos, tão nocivos para a saúde. Tal como uma criança, após alguns meses de vida o ecossistema está capaz e suficientemente forte para manter a água límpida e plena de vida. A conceção do sistema ™ é baseada em princípios naturais e bio-químicos onde os elementos da Natureza são respeitados ao invés de serem combatidos, contribuindo para a manutenção da biodiversidade ao criar um micro-ecossistema utilizável. Por ter um processo de filtração lento e suave, estes ecossistemas utilizam bombas de baixo consumo extremamente eficientes.


Brasil na rota mundial da ecologia e sustentabilidade

Condomínio Ecológico Vale do Tinguá ...um exemplo a seguir! Cientes da nova realidade, os empresários autores do Condomínio Ecológico Vale do Tinguá decidiram incorporar um lago para natação no seu projeto. Este condomínio ocupa uma área de 164ha totalmente dedicadas ao convívio em harmonia com a Natureza. Baseado numa filosofia de construção sustentável, este empreendimento reúne um conjunto de iniciativas ecológicas que reduzem o consumo de recursos naturais e contribuem com a preservação da Natureza. No dia 23 de Junho de 2012, coincidindo com o evento RIO+20, o Condomínio apresentou mais uma das suas atrações, o Lago de Mergulho Contemplativo, com uma área de 350m², um projeto desenhado em parceria com a ™ e executado em parceria com a Eco Tinguá.

Este foi o primeiro lago de mergulho, ou ecopiscina, construído no Brasil com um sistema de depuração da água totalmente biológico. Este projeto foi desenhado com especificidades muito próprias, uma delas é primícia no mundo das ecopiscinas: o jardim vertical subaquático.

Novembro-2011 Junho-2012

Dezembro-2013

Após 18 meses, este é o aspeto da ecopool. Tem sido feito um seguimento contínuo, incluindo análises físico-químicas e microbiológicas, cujos resultados estão de acordo para o atendimento de “Conama 274/2000 - Balneabilidade”. (Análises realizadas em laboratório certificado)


Brasil na rota mundial da ecologia e sustentabilidade

A primeira do continente americano é atração no condomínio ecológico Desde a sua inauguração, o lago de mergulho foi visitado por milhares de pessoas que costumam passear aos fins de semana por esta região e participar nos eventos ecológicos organizados pelo condomínio. O Condomínio Ecológico Vale do Tinguá continua sendo construído na Baixada Fluminense, em plena Mata Atlântica, e já oferece variadas opções de lazer e relax a todos os que por lá passam. Este empreendimento representa desenvolvimento para a região e um excelente investimento para quem aposta na paz e harmonia familiar. Como mostram as imagens, a água cristalina permite a observação de todo o ecossistema aquático. A bioengenharia aplicada garante água de excelente qualidade balnear durante todo o ano. A obra contou com a supervisão de ™, dois responsáveis da o Dr. Jerome Davis, da África do Sul, e seu parceiro Luís Pereira, de Portugal, ambos membros da IOB, organização internacional à qual estão associados os melhores construtores de piscinas biológicas do mundo, e que está desta forma presente também no Brasil.


7º Congresso IOB

Presença brasileira no

7º Congresso da IOB

(Internationale Organisation für naturnahe Badegewässer)

Pela primeira vez, o Brasil está presente no evento que reúne os melhores profissionais do setor Realizado entre 23 e 25 de Outubro passado, em Bregenz, Áustria, o 7º Congresso da IOB foi, uma vez mais, o ponto de encontro dos cerca de 270 profissionais do setor, vindos de 21 países. O congresso efetua-se a cada dois anos, sempre em países diferentes, até agora todos europeus. Este evento foi organizado pela Associação Austríaca (VÖSN) sob o patrocínio da IOB – Organização Internacional das águas balneares naturalizadas (tradução literal p/ Português). Como já vem sendo hábito, o congresso é precedido por Rallys que levam os participantes a conhecer vários lugares, públicos e privados, onde estão instaladas piscinas biológicas. Na foto ao lado podemos ver o grupo com quem viajaram os convidados brasileiros, curiosamente transportados pelo onibús do Bayern de Munique. Neste passeio apreciaram-se algumas biopiscinas alemãs e austríacas. Os empresários brasileiros Júlio Peixoto e Eduardo de Castro, que acompanharam Luís Pereira e Jerome Davis, puderam comparar com as que se vêm fazendo no Brasil. Na foto ao lado vemos o grupo em um desses empreendimentos.


7º Congresso IOB

As ecopiscinas “Made in Brasil” foram apresentadas à comunidade internacional presente no Congresso A cidade de Bregenz, maravilhosamente localizada nas margens do Lago Constança, o terceiro maior lago da Europa Central, acolheu o evento

Visão geral do Lago Constança com o “Seebühne” em primeiro plano, ainda com o cenário da ópera “A Flauta Mágica”, do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, apresentada no famoso Festival de Verão de Bregenz.

Durante os três dias do congresso, foram debatidos inúmeros temas sobre o universo dos biossistemas aquáticos artificiais, relacionados com as piscinas biológicas. Estas exposições ajudam a compreender a atividade natural dos meios aquáticos e possibilitam a partilha de conhecimentos. O projeto Ecopool Tinguá, realizado no Brasil, foi exposto como um caso de sucesso durante a palestra feita pelo projetista e construtor Luís Pereira, vendo-se na imagem acompanhado por Udo Schwarzer, que amavelmente se ofereceu para traduzir a sua palestra.


Lagos ornamentais

Praça das Águas, Cabo Frio, RJ Um projeto ousado na orla costeira cabo-friense A nova Praça faz parte do projeto de reforma da orla costeira envolvente à Avenida do Contorno, em Cabo Frio. O projeto de revitalização é da Arquiteta Viviane Menezes e de Peter Gasper. A Arquiteta Viviane recriou vários espaços num arranjo paisagístico harmonioso, onde o verde e a água se interligam perfeitamente. Além do lago central todo renovado, onde os jogos de iluminação e as marolas são novidade, a praça tem dois

lagos ornamentais com peixes, plantas aquáticas e jardins ao redor.

Perspetiva artística de um dos lagos ornamentais de peixes.

O projeto de reforma da orla costeira de Cabo Frio engloba outras áreas como a Praça dos Quiosques e a Praça Verde. Um projeto arrojado que pretende ser o ícone de uma cidade florescente, virada para um futuro turístico, e conhecida mundialmente pelas suas belas paisagens litorâneas.


Lagos ornamentais

Praça das Águas, Cabo Frio, RJ Os dois lagos ornamentais de peixes, que acompanham o lago grande central, são micro-ecossistemas aquáticos ecologicamente sustentáveis O desenho e execução do projeto biotecnológico destes dois lagos ficou a cargo de Luís Pereira, em parceria com a Arquitetura Positiva. Atendendo às características especiais do projeto, foi desenhado um sistema de filtragem e depuração biológica para efetuar o tratamento da água destes lagos. Como todo jardim marítimo, estes biossistemas estão sujeitos às adversidades climáticas comuns ao litoral, como vento forte e maresia constantes. As diferentes condicionantes foram tomadas em Julho-2013

Outubro-2013

Novembro-2013

conta para a elaboração das distintas áreas que compõem cada espaço aquático. Assim mesmo, o sistema biológico foi dimensionado para suportar um relativo incremento da carga orgânica, proveniente de provável alimentação dos peixes por parte dos usuários da Praça. Porém, convém recordar que o excesso de alimento provoca a eutrofização dos lagos ornamentais, pelo que se recomenda o seu controlo rigoroso. Nas imagens abaixo, é bem visível o andamento da obra durante 2013.

Agosto-2013

Setembro-2013

Outubro-2013

Novembro-2013

Dezembro-2013

Dezembro-2013


Praça das Águas, um espaço para ser acarinhado e preservado por todos

A pré-inauguração, realizada em época de festas natalícias, juntou centenas de milhar de pessoas em redor do espaço aquático Após alguns meses, os trabalhos de revitalização da Praça das Águas estão praticamente concluídos. Esta obra emblemática veio acrescentar valor a Cabo Frio. Na foto acima se pode apreciar como está sendo acarinhada por todos, cabo-frienses e turistas de todas as regiões, na noite de ano novo. O espelho d’água central ocupa uma área aproximada de 1.500m², onde os

jogos hídricos e luminotécnicos, da autoria de Peter Gasper, são a atração noturna principal. Nos extremos situam-se os lagos ornamentais com peixes. Os seus jardins, recheados de plantas aquáticas, são as zonas de depuração, filtros biológicos que se encarregam do tratamento da água, em conjunto com outros componentes tecnológicos de última geração.


Reproduzindo Natureza

São Paulo já tem

O projeto foi desenhado para a residência de um condomínio privado em Cotia, SP A ecopiscina está inserida em um espaço residencial onde o jardim passou a ser um prolongamento da casa O local ideal para relaxar em companhia de um livro, estar com os amigos ou simplesmente dar uns bons mergulhos. A água pura, livre de produtos químicos nocivos à saúde, refresca corpo e alma, acalmando a azáfama da vida cotidiana. O espaço convida ao desfrute da natureza, delicadamente inserida no jardim desta residência. A área de banhos é separada da zona de regeneração, apreciando-se esta plantada com diferentes espécies

aquáticas, que produzem belos e variados cenários ao longo do ano.


Reproduzindo Natureza Nova Iguaçú, RJ,

mais uma ecopiscina está sendo construída na Baixada Fluminense decidiram optar por instalar uma ecopiscina. Trocaram 20m² de gramado por um belo jardim aquático que se encarrega do tratamento da água, em conjunto com outros De início, esta piscina foi componentes tecnológicos, todos eles de projetada para funcionar com um baixo consumo. (Mais info na próxima Newsletter) sistema tradicional com tratamento por cloro. Após conhecerem a existência de uma tecnologia que desse a possibilidade de poder nadar sem produtos tóxicos, os proprietários

À sombra de um coqueiro...


Piscinas biológicas, simplesmente relaxantes!

Beleza natural adaptável a qualquer jardim Água pura e cristalina todo o ano Sistema de baixo consumo energético

Luís Pereira em parceria com

Estrada União e Indústria, 13.786, Itaipava 25.740 Petrópolis, RJ, Brasil e-mail: luispereira@arquiteturapositiva.eco.br Telf.: (+55) 21-99987 4486


Newsletter organica 1ºtrim 2014