Issuu on Google+


02 | O PRESENTE

EDITORIAL

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

Ingrediente à esperança O prêmio gigantesco que a Mega Sena da Virada Caixa Econômica Federal e nesta altura devem estar estuofereceu no fim de ano mexeu valendo com o imaginário dos dando as melhores opções do mercado para multiplicar os apostadores. R$ 224,6 milhões é uma montanha de dinheiro ganhos, planejando viagens, calculando investimentos, que possibilita ao ganhador poder investir e viver na tranenumerando aquisições a serem feitas... quilidade somente com os seus rendimentos. Consciente do Já quem não ganhou continuará alimentando a espeque esse valor poderia representar em suas vidas, a maioria rança de um dia acertar as dezenas da Mega Sena. O fato das pessoas não deixou de fazer aquela fezinha, mesmo da Mega da Virada ter saído, também, para Palotina faz as sabendo das difíceis probabilidades de ganhar. pessoas ficarem ainda mais confiantes. Tanto é verdade que Até aí tudo normal. já aumentou o número de apostas no município, e possivelPassado o sorteio, o zoom zoom da Mega da Virada mente em cidades da região. continua, ao menos em nossa região. Em Palotina, municíOs jogadores acreditam que se um morador de sua pio onde foi premiado um bolão com dez cotas, não se fala cidade, um conhecido ou mesmo um desconhecido apostador em outra coisa desde a noite do dia 31de dezembro. da região conseguiu conquistar o prêmio, eles também terão Quem ganhou a bolada mínima de R$ 5.616.946,50 chances de conquistar. (em caso de dez participantes no bolão; se foram menos e Na verdade, todos têm, apesar das chances serem bascompraram mais de uma cota, o vatante difíceis, indiferente do local onde lor será mais alto) ainda não deve se mora. Desta vez foi Palotina (e Os jogadores acreditam que se um estar acreditando que ganhou uma outros três municípios), mas o bilhete morador de sua cidade, um cifra milionária capaz de mudar a premiado poderia ter sido de quaisquer conhecido ou mesmo um sua vida. Já os moradores de Palooutras cidades do Brasil. Em um fututina arriscam palpites aqui e ali ro sorteio, nada impede que outra cidadesconhecido apostador da região tentando adivinhar quem foram os conseguiu conquistar o prêmio, eles de da região esteja entre as premiadas; sortudos da vez. o fato de alguns dos ganhadores da também terão chances de Há quem diga que os palotinenMega da Virada 2013 serem de Paloconquistar. Na verdade, todos têm, ses milionários são pessoas conhecitina não terá peso algum. apesar das chances serem bastante das na cidade e que costumam jogar Ainda assim, pela proximidade com difíceis, indiferente do local onde se algum premiado ou com a cidade, as sempre na loteria. mora. Desta vez foi Palotina (e Em outros municípios onde estão pessoas passam a acreditar mais na outros três municípios), mas o as apostas premiadas, algumas curipossibilidade de levar uma bolada miosidades. Em Curitiba, um apostabilhete premiado poderia ter sido de lionária. Com isso, ganham as lotéricas, dor registrou boletim de ocorrência, que veem as apostas potencializadas. quaisquer outras cidades do Brasil no 8º Distrito Policial, na quintaDe qualquer forma, o Paraná foi feira (02), relatando o furto do bilhebastante sortudo em 2013. Foi o sete ganhador da Mega da Virada, que teria desaparecido em gundo Estado com mais bilhetes premiados na loteria e um lava a jato da Capital paranaense. Aníbal Fayez também aparece na segunda posição entre os que mais Marraui teria comparecido na lotérica onde foi feita a aposta receberam dinheiro nos sorteios. Ao longo do ano, foram sete antes mesmo da loja abrir as portas, na quinta-feira. Ele apostas que acertaram as seis dezenas e levaram o prêmio estava transtornado. Não à toa. O prêmio dele, feito em um principal (não contando quinas e quadras). Entre elas, único bilhete de R$ 2, vai lhe render nada menos que também teve ganhador da região: Toledo (R$ 14 milhões). R$ 56.169.465,02. Vamos torcer para que 2014 seja ainda melhor e que Já em Teofilândia, na Bahia, o funcionário de um muitos paranaenses consigam ser premiados. hospital onde foi realizado o bolão que resultou numa das Falem o que falem, porque nem todos acreditam nas apostas vencedoras viajou e deixou de participar do rateio loterias da Caixa; há quem diga que são fraudulentas, com os colegas. Ele relatou que seu nome foi excluído da apostar uns trocados hoje ou amanhã não pesa no bolso do lista por ele não ter feito o pagamento. Agora, não se cansa apostador que acredita. Só não se pode jogar o que pode fazer de lamentar. falta, mas com controle e sem exageros não há mal algum. Seja como for, 2014 deu as caras e a vida segue para É preciso ter “pé quente”, mas também pé no chão. quem levou e para que não levou a bolada de milhões de Afinal, todos sabemos, é muito dinheiro que vai para reais. A diferença é que os que ganharam já compareceram o bolso de poucos e pouquíssimo dinheiro para o bolso na quinta-feira para retirar seus prêmios em agências da de muitos sonhadores.

VIMOS A SUA ESTRELA NO ORIENTE E VIEMOS ADORÁ-LO! Neste domingo (05) celebramos a solenidade da epifania do Senhor. Epifania é a manifestação do significado essencial de uma coisa (cf. Dicionário Houaiss). No nosso caso é a manifestação de Deus através da visita dos reis magos a Jesus que o reconhecem como o Salvador. Portanto, Deus se manifesta a toda humanidade através de Jesus Cristo. Ele é uma “luz” que se acende na noite escura do mundo e atrai a si todos os povos da terra. A luz brilhou para nós, a luz da eternidade, que é Jesus. Nele, não há mais trevas. Ele é a estrela que ilumina todos. Na noite de Natal, junto do presépio, celebramos a revelação do amor de Deus por nós. Hoje, junto deste mesmo presépio, celebramos o amor que se abre à humanidade acolhendo todos os homens e mulheres (comentário “Deus conosco”, Editora Santuário). No Evangelho os magos representam todos os povos da terra que esperam ansiosamente a chegada do Salvador. Eles buscam e estão atentos aos sinais da chegada do Messias. Não são acomodados, saem de sua terra procurando com esperança; reconhecem o Salvador na fragilidade de uma criança, Jesus, Deus-salva, e o aceitam e o reverenciam com presentes. A salvação rejeitada pelos habitantes de Jerusalém torna-se agora um dom que Deus oferece a todos que o buscam sem cessar. Podemos notar a referência a uma estrela “especial” que apareceu no céu e que conduziu os magos até Belém. Nesta catequese sobre Jesus, o evangelista Mateus apresenta Jesus como o Messias esperando por todos aqueles que têm esperança e denuncia os que rejeitam Deus e seu projeto salvador. O povo de Israel rejeita Jesus, enquanto os “magos” do Oriente (que são pagãos) o adoram; Herodes e Jerusalém “ficam perturbados” diante da notícia do nascimento do menino e planejam a sua morte, enquanto os pagãos sentem uma grande alegria e reconhecem em Jesus o seu salvador. Mateus preanuncia, desta forma, que diante de Jesus haverá reações diversas, que vão desde a adoração (os magos), até a rejeição total (Herodes), passando pela indiferença (os sacerdotes e os escribas: nenhum deles se preocupou em ir ao encontro desse Messias que eles conheciam bem dos textos sagrados). Os magos, orientados pela estrela e atentos ao que acontece ao seu redor porque buscam o Salvador, tornam-se exemplos de discípulos. Olhando a estrela eles encontram Deus encarnado. A inclinação diante do menino é o ato de reconhecimento e submissão ao rei, não somente dos judeus, mas de toda a terra. Os presentes oferecidos são a confissão da fé de todos os povos na divindade, na realeza e no sacerdócio do Verbo que assumiu a nossa humanidade. Mateus recorre à adoração sempre para expressar o reconhecimento de Jesus como um ser superior e não simplesmente humano (Ele é Filho de Deus, a segunda pessoa da Santíssima Trindade). Adorar é reconhecer o único Deus e Senhor. Aquele menino é o Senhor verdadeiro. Lucas expressa esta verdade através do anúncio dos anjos, enquanto Mateus o relaciona com este belo e dramático relato da visita dos reis magos. A humanidade precisa urgentemente de chegar ao centro de suas vidas e suas buscas. Nós temos a missão de ser instrumentos conduzindo os homens e mulheres de hoje até Jesus para que encontrem o sentido de suas vidas. Recordemos as palavras do papa Bento XVI "no início do ser cristão, não há uma decisão ética ou uma grande ideia, mas o encontro com um acontecimento, com uma Pessoa (Jesus Cristo) que dá à vida um novo horizonte e, desta forma, o rumo decisivo". * O autor é bispo da Diocese de Toledo revistacristorei@diocesetoledo.org


SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

O PRESENTE |

Indefinido

A data de inauguração do Senac em Marechal Cândido Rondon já está definida: será em 10 de março. O que está indefinido ainda é se na mesma data ou na mesma solenidade de entrega da obra ocorrerá a sessão solene para entrega do título de Cidadão Honorário ao presidente da Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio), Darci Piana. A propositura já foi aprovada pela Câmara de Vereadores, no ano passado, a partir de uma sugestão de João Marcos Gomes, até em razão dos relevantes investimentos que a Fecomércio já fez e está fazendo no município. A ideia inicial era entregar a comenda na mesma oportunidade da inauguração do Senac, mas por enquanto não tem nada acertado e isso pode até mesmo ficar para outra ocasião.

03

Dúvida Divulgação

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), já garantiu que deixará o cargo ainda neste mês, quando reassume sua vaga no Senado e começa efetivamente a trabalhar sua pré-candidatura ao Governo do Paraná. O que tem deixado muita gente em dúvida é em relação ao futuro do hoje senador Sérgio Souza (PMDB), que voltará à suplência. Ele já garantiu que vai disputar uma vaga à Câmara dos Deputados. Mas o questionamento de muitos é se o peemedebista vai conseguir alavancar sua candidatura a ponto de se eleger, até em razão de viver os próximos meses no ostracismo - embora tenha tido uma atuação de destaque no Senado. Mas, sabe como é memória de brasileiro... E, além disso, se conseguirá manter toda equipe que possui hoje até como forma de auxiliar na campanha para viabilizar seu nome como deputado federal.

Qualidade aprovada O final de semana chegou e quem deseja aproveitar as praias artificiais do reservatório do Lago de Itaipu pode ficar tranquilo. Isto porque o último boletim de balneabilidade divulgado pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), ontem (03), mostra que a qualidade da água continua própria para banho em todas prainhas, as quais estão localizadas em Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Itaipulândia, Missal, Santa Helena, Entre Rios do Oeste e Marechal Cândido Rondon.

Tensão Apesar de já agendada a inauguração do Senac, a data de entrega do título de Cidadão Honorário ao presidente da Fecomércio, Darci Piana, segue indefinida

Para travar o Congresso O tensionamento eleitoral que impediu que projetos sensíveis aos candidatos e ao eleitorado avançassem no Congresso Nacional em 2013 deve fazer com que o Legislativo, tendo em vista a proximidade cada vez maior das eleições neste ano, deixe de lado as votações mais relevantes e amplie o estoque de propostas remanescentes do ano passado. Casos exemplares são os projetos que mexem com as finanças municipais e, principalmente, estaduais, já que muitos governadores são candidatos à reeleição em outubro. Na semana passada, o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), chegou a declarar que não será candidato à reeleição se o projeto que renegocia dívida dos Estados não for aprovado. A base também quer aprovar no início do ano reduções das alíquotas do ICMS para operações interestaduais. Outra discussão que será retomada em 2014 é a regulamentação do trabalho escravo.

Câmara Na Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), listou o Marco Civil da Internet, o novo Código da Mineração e a reforma política como prioridades para 2014, ano que ele mesmo considera apertado pelo calendário eleitoral e pela Copa do Mundo, que começa em 12 de junho. A expectativa é de que a Câmara trabalhe de fato até meados de abril - a maioria dos deputados tentará a reeleição. Das três prioridades, a reforma política é a mais difícil de se obter acordo.

Comentário do dia

“Sei não!? Acho que 2014 é pra ‘fritar bolinho’ no Congresso”. Opinião do senador Delcídio Amaral (PT-MS) sobre o fato de que as eleições e a Copa do Mundo reduzirão os dias de votação no Congresso e devem dificultar resolução de pendências de 2013.

Deputados do PMDB foram surpreendidos nesta semana com a confirmação de que o Ministério das Cidades não liberou as emendas que haviam sido combinadas entre os parlamentares e a Secretaria de Relações Institucionais. Irritados, eles pediram providências ao líder da bancada, Eduardo Cunha (RJ). Um dos atingidos, João Arruda (PMDB-PR) diz que tentou falar com a equipe do ministro Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), mas não teve sucesso. “Até desligaram na minha cara. O ministro deve ter usado os limites das nossas emendas para atender a seus interesses pessoais. É uma vergonha”, disparou o deputado paranaense. O senador Roberto Requião (PMDB-PR) também não poupou críticas. “Escândalo no Ministério das Cidades. Agnaldo garfeia limites de emendas de parlamentares e manda para a sogra, dele, claro”, declarou, via Twitter. “Picaretagem explícita, tia Dilma. Rua”, emendou, sugerindo que a presidenta demita o ministro.

MAIS UMA APROXIMAÇÃO O PSDB aderiu ao governo de Pernambuco, comandado pelo presidenciável Eduardo Campos (PSB). A aliança local entre as duas siglas tem um objetivo central: atrapalhar a disputa da presidenta Dilma Rousseff (PT) pela reeleição, dando fôlego à campanha presidencial de Eduardo Campos em Pernambuco e a do senador e também presidenciável Aécio Neves (PSDB-MG) em Minas Gerais. PSB e PSDB devem lançar candidato próprio à Presidência, mas têm articulado alianças estaduais para a disputa de 2014. No último mês de dezembro, Campos e Neves se encontraram no Rio de Janeiro para discutir o tema. Além de Pernambuco, os presidenciáveis avaliam a possibilidade de dividir palanques em São Paulo, Minas, Paraíba e Rio Grande do Sul.


GERAL

04 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

PARANÁ

Vendas da indústria sobem 0,9% Pesquisa indica que 11 dos 18 gêneros pesquisados tiveram aumento nas vendas na comparação com 2012 O volume de vendas das indústrias do Paraná teve um aumento de 0,9% em novembro de 2013 em relação ao mesmo mês de 2012. O dado foi divulgado ontem (03) pelo boletim Análise de Indicadores Conjunturais, compilado pelo Departamento Econômico da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep). No acumulado do ano (janeiro a novembro de 2013), a pesquisa indica que 11 dos 18 gêneros pesquisados na indústria tiveram aumento nas ven-

das, em comparação a 2012. Os setores que tiveram as maiores altas foram “Vestuário” (32%), “Couros e Calçados” (22,8%) e “Metalurgia Básica” (15,4%). Mas, se o volume de vendas de novembro for comparado com outubro de 2013, o levantamento registra queda de 2%, considerada “sazonal” segundo a nota da Fiep. A queda inclui “dois dos três gêneros de maior participação na indústria paranaense - Alimentos e Bebidas (-6,45%) e

Refino de Petróleo e Produção de Álcool (-5,26%)”, de acordo com o texto. “As boas notícias vêm, sobretudo, do resultado do PIB paranaense, que evoluiu 5% nos primeiros nove meses de 2013 e que deve continuar crescendo nesta velocidade em 2014, com perspectivas de safra recorde no Paraná”, disse o economista do Departamento Econômico da Fiep, Roberto Zurcher, na nota divulgada à imprensa.

Confiança dos empresários do comércio encerra ano com queda de 2,7% O Índice de Confiança do Empresário do Comércio encerrou 2013 em queda. O indicador recuou 2,7% em dezembro do ano passado em relação a dezembro de 2012, segundo a Confederação Nacional do Comércio (CNC). Essa foi a quinta queda mensal consecutiva. A confiança caiu mais em relação ao momento atual (-7,4%). Os empresários estão menos confiantes em relação às situações atuais da economia (-10,5%), do

setor comercial (-4,4%) e de seu próprio negócio (-7,4%). Segundo a CNC, a confiança dos empresários foi afetada pela decepção com o ritmo de crescimento econômico ao longo do ano, pelo encarecimento do crédito e pela desvalorização cambial que contaminou os preços no atacado. Em relação ao futuro, a queda da expectativa foi de 1,1%. As expectativas em relação ao futuro da economia e do setor

comercial também pioraram: 3% e 0,6%, respectivamente. A expectativa em relação ao futuro do próprio negócio apresentou uma leve melhora, de 0,1%. Os investimentos do empresário do comércio caíram 0,7%, principalmente devido à queda de 4,7%. Houve uma melhora em relação à expectativa de contratação de funcionários (1,3%) e à situação atual dos estoques (1,4%).

Papa doa R$ 11,7 milhões para reduzir dívida da Jornada Mundial da Juventude O papa Francisco determinou a doação de R$ 11,7 milhões para ajudar a saldar a dívida da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que trouxe o pontífice ao Rio de Janeiro na última semana de julho, em sua primeira viagem internacional. Esta quantia, somada aos R$ 800 mil arrecadados pela campanha de doação lançada em outubro pelo Comitê Organizador Local (COL) do encontro católico, reduzirá a dívida dos atuais R$ 43,2 mi-

lhões para R$ 30,7 milhões. Em nota divulgada na tarde de ontem (03), o COL informou que “os recursos chegam para ajudar a saldar parte dos investimentos que fizeram possível essa grande festa de fé”. Em agosto, a Arquidiocese vendeu o imóvel onde funciona o hospital Quinta D’Or, por R$ 46 milhões, o que ajudou a pagar parte das contas da Jornada. “Quando o papa Francisco esteve no Rio, em julho de 2013, ficou bem impressio-

nado com tudo que experimentou naqueles dias, manifestando a intenção de contribuir financeiramente com a Jornada Mundial da Juventude. Foi uma iniciativa que partiu dele, reconhecendo a importância da JMJ para a juventude, sociedade e Igreja. Neste mês de janeiro, o gesto se concretizou. O Sumo Pontífice dispôs a contribuição de R$ 11,7 milhões”, diz a nota do Comitê Organizador Local.

Marina será confirmada como vice de Campos em janeiro A ex-senadora Marina Silva, recém-filiada ao PSB, será confirmada como vice na chapa encabeçada pelo governador e Pernambuco e presidente nacional do partido, Eduardo Campos. A oficialização deverá acontecer ainda até a segunda quinzena de janeiro. Fontes ligadas à cúpula socialista afirmam que a decisão "está tomada" e que o anúncio depende apenas de "alguns ajustes".

Nos bastidores comenta-se que a decisão de Marina - que fazia questão de manter o mistério sobre se iria ou não brigar pela cabeça da chapa socialista - foi antecipada como forma de garantir a "palavra" de Campos de que o PSB não iria apoiar à candidatura do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, à reeleição. A aproximação do PSB com o PSDB, que ontem (03) ingressou oficialmente na gestão do

Executivo pernambucano, com a nomeação de tucanos para o primeiro e segundo escalão do governo, teria sido a gota d'água para agilizar a decisão de Marina em aceitar a posição de vice e evitar a aliança pró-Alckmin. Oficialmente, no entanto, socialistas com livre trânsito a Campos garantem que "ainda há chance" de se fechar um acordo que envolva apoio ao PSDB paulista.

Só oba-oba Uma pesquisa mostra a descrença dos curitibanos sobre benefícios da Copa à cidade e seu entorno. Manchete de um jornal anuncia: “Empresário de Curitiba 'despreza' Copa”. A coluna contradiz: foi a Copa que desprezou Curitiba ao trazer para cá poucos e inexpressivos jogos. O único jogo importante, que envolve a Espanha, será realizado no mesmo horário em que a televisão transmite jogo do Brasil. Investimentos foram exigidos pela Fifa "mascarando a cidade" para, nesta altura, pela pouca importância das equipes que aqui se apresentarão, eventuais turistas verem; o baixo orçamento de tais obras que somam R$ 814 milhões (só perde para o de Porto Alegre entre as cidades-sedes) e ainda deixa margem a dúvidas sobre a real urgência delas. A ponte estaiada e as melhorias na rodoviária e em toda a extensão, dela ao Afonso Pena, são obras “para turista ver”. Da necessária extensão da pista do aeroporto que viabilizaria o embarque de cargas, hoje transferidas a Campinas, nenhuma garantia. A reforma da rodoferroviária seria um ajuste natural a projetos realizados há muito tempo e com poucas atualizações e reformas. Como a que de há muito se realiza no velho mercado municipal. De tão lenta, dá inveja dos japoneses, que em pouco mais de uma semana já haviam recuperado uma estrada asfaltada destruída pelo tsunami. As viárias, programadas para o entorno da Arena da Baixada, vão beneficiar seus moradores, que antecipadamente agradecem. Menos os pequenos empresários da região, que não poderão realizar, num raio de dois quilômetros, nenhuma atividade ligada a ações envolvendo a Copa. Provavelmente nem uma cerveja nacional poderão vender. Daí a questão: o que a Copa realmente somará a Curitiba?

Dúvida válida A utilização de verbas públicas na conclusão (a cada dia mais cara) do estádio do Atlético Paranaense para os jogos a serem nele realizados é questionável. Inclusive, como é tradição no país, a dívida que o clube assume com governos e bancos dificilmente será paga. Essa é a certeza de um colunista que, apesar de ser atleticano, não quer se incluir no rol dos “piores cegos”.

Hora imprópria Outra pesquisa referente à construção do metrô em Curitiba igualmente expõe as dúvidas e incertezas dos curitibanos sobre um projeto a tanto tempo adiado. A preocupação que realmente deve existir é quanto ao custo e à viabilidade econômica, já que obras iniciadas por um governo tradicionalmente encontram resistência num governo próximo. E 2014 é um ano de eleições!

Quem garante! O metrô, em princípio, custará R$ 4,6 bilhões, assim distribuídos: existe compromisso

de que, cumpridas as formalidades, o governo federal liberará R$ 1,8 bilhões a fundo perdido; empréstimo de R$ 1,4 bilhões, divididos entre governo do Estado e prefeitura curitibana (R$ 700 milhões cada). Estranho acerto esse, na medida em que o governo paranaense vem sofrendo sanções do governo federal quanto aos empréstimos negociados com organismos internacionais, “por não ter feito a lição de casa” (frase dos ministros Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann).

Realismo Admitindo-se que "tudo esteja nos conformes", na quintafeira (09) a prefeitura inicia consultas públicas da minuta e dos anexos do edital de licitação. Em fevereiro o lançamento final dos editais do metrô. Como haverá necessidade de participação da iniciativa privada no valor de R$ 1,4 bilhão no custo da obra, construída sob a forma de parceria público-privada, que certeza haverá de que a empresa vencedora não sofrerá contestações? Se qualquer ação for para a Justiça... adeus 2014.

Em choque Mesmo com otimismo em relação à Copa, o metrô e outras obras; otimista ainda de que o Paraná não sofra nenhuma dificuldade adicional para receber os financiamentos ajustados, não podemos esquecer que 2014 é ano eleitoral. E eleitorais são anos em que a maldade política prevalece sobre as boas intenções.


GERAL

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

O PRESENTE |

05

2013

Governo registra superávit primário e cumpre meta Resultado fiscal do ano normalmente é divulgado apenas no final de janeiro. Divulgação foi antecipada para acalmar o mercado Elza Fiúza/Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou ontem (03) que o governo federal superou a meta de economizar R$ 73 bilhões em 2013. Segundo ele, o superavit primário - economia do governo para pagar juros da dívida - fechou em cerca de R$ 75 bilhões, reforçado por mais um bom resultado em dezembro. No último mês do ano, o governo economizou cerca de R$ 14 bilhões, mais uma vez graças a receitas extraordinárias obtidas com a recuperação de dívidas de contribuintes. O resultado fiscal do ano normalmente é divulgado apenas no final de janeiro. Mantega disse que antecipou a divulgação para acalmar o mercado. “Nós antecipamos para baixar a ansiedade, já que havia analistas dizendo que não cumpriríamos a meta. Isso vai acalmar os que estavam nervosinhos”, afirmou. O ministro, no entanto, não se comprometeu com nenhuma meta específica para 2014. A proposta do Orçamento deste ano aprovada pelo Congresso fixa

uma meta mínima para o governo federal de apenas 1,1% do PIB, menor do que a economia feita no ano passado, que equivale a cerca de 1,5% do PIB. Questionado se a economia de 2014 pode ficar abaixo da de 2013, Mantega disse apenas: “Não vou definir parâmetros para 2014”. O ministro afirmou que o objetivo para 2014 será anunciado apenas em fevereiro, quando for definido quanto será contingenciado dos gastos previstos para este ano.

REFORÇO Para cumprir a meta do ano, o governo contou com um reforço de mais de R$ 35 bilhões em receitas não recorrentes - R$ 15 bilhões arrecadados com a concessão do poço de Libra, no présal, e mais de R$ 20 bilhões em programas de recuperação de dívidas tributárias. A meta total para o setor público (governo federal mais Estados e municípios), de R$ 111 bilhões (2,3% do PIB), porém, não será alcançada. Diferentemen-

te dos outros anos, o governo federal não é mais obrigado a cobrir o que não foi cumprido da meta dos governos regionais. Inicialmente, o objetivo anunciado para todo o setor público era de economizar o equivalente a 3,1% do PIB. A meta foi abandonada em meados do ano passado diante do fraco crescimento da arrecadação e da dificuldade do governo em limitar a expansão dos seus gastos. Sem as receitas extraordinárias, o governo federal não conseguiria atingir nem mesmo a meta reduzida de R$ 73 bilhões. O objetivo do superávit primário é manter o endividamento público sob controle ao mesmo tempo que limita o crescimento dos gastos públicos, diminuindo a pressão sobre a inflação. Com uma economia maior, a Fazenda ajuda o BC a conter a alta dos preços. Diante da inflação elevada no início de 2013, o Banco Central voltou a subir os juros em abril do ano passado, elevando a taxa Selic de 7,25% para o atual patamar de 10%.

Ministro da Fazenda, Guido Mantega: “Nós antecipamos para baixar a ansiedade, já que havia analistas dizendo que não cumpriríamos a meta. Isso vai acalmar os que estavam nervosinhos”

Ainda assim, o IPCA - índice oficial de inflação - fechará o ano apenas levemente abaixo do de 2012, quando ficou em 5,84%. Pelo terceiro ano seguido, a administração Dilma Rous-

seff não entregou a inflação no centro da meta de 4,5%. A alta dos preços neste ano ajudou a derrubar a popularidade da presidenta, o que levou o governo a subir os juros.


POLÍTICA

06 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

NOS ÚLTIMOS TRÊS ANOS

Um em cada quatro deputados federais trocou de partido Acordos velados entre siglas e brechas legais nas regras contra a infidelidade partidária estimularam 128 parlamentares a mudar de legenda Arquivo/OP

Em vigor há seis anos, as regras estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para conter a infidelidade partidária levaram um “olé” da Câmara Federal. Nos três primeiros anos da atual legislatura (2011-2014), foram registradas 142 trocas de legenda envolvendo 128 deputados - número correspondente a 25% da bancada total de 513 parlamentares. Brechas legais e acordos velados entre as siglas propiciaram as mudanças. A resolução aprovada pelo TSE e ratificada pelo Supremo Tribunal Federal em 2007 determinou que os mandatos pertencem aos partidos e não aos políticos eleitos. O Judiciário, porém, permitiu a mudança de legenda em quatro hipóteses: fusão ou incorporação do partido; criação de nova sigla; mudança substancial ou desvio do programa partidário; ou discriminação pessoal do político eleito.

NOVAS SIGLAS A segunda opção - fundação de um novo partido - foi a mais utilizada pelos parlamentares. Ao longo dos últimos dois anos e três meses, cinco novas legendas foram criadas - PSD e PPL, em 2011; PEN, em 2012; além de Pros e Solidariedade (SDD), em 2013. Dessas, apenas o PPL não filiou congressistas em exercício de mandato. Atualmente, PSD, Pros e SDD somam 80 cadeiras na Câmara. A quantidade é a mesma da trinca oposicionista formada por PSDB, DEM e PPS.

Seis parlamentares do Paraná mudaram de legenda

Líder do PSD na Câmara, Eduardo Sciarra: “O PSD teve a particularidade de representar um sentimento político represado há muito tempo, é uma mobilização de lideranças políticas nacionais importantes”

Os três partidos foram os que mais sofreram com as trocas. A bancada eleita por eles em 2010 era de 109 deputados 27% maior que a atual.

SEM IDEOLOGIA “A intenção da resolução do TSE era justamente manter o desejo do eleitor no momento da votação, respeitando a proporção de votos recebidos pelos partidos, mas na prática não foi isso que aconteceu”, analisa o professor de Ciência Política e Direito Constitucional Valdir Pucci, da Universidade de Brasília. Todas as novas legendas se posicionaram mais favoravelmente ao governo nas votações do que a oposição. “É algo que só reforça o caráter pouco ideológico dos partidos”, pontua. Há outras brechas dentro das brechas. Pucci cita que os novos partidos também puderam ser utilizados como “pontes” para a troca entre legendas antigas. Quando um deputado muda de uma

sigla antiga para uma recémcriada passa a ter liberdade para escolher outra antiga em uma segunda troca. Dos 128 deputados que trocaram de partido, 11 mudaram duas vezes e três saíram e voltaram para a mesma legenda (o que totaliza as 142 trocas). Dentre as mudanças mais bruscas está a do deputado catarinense Paulo Bornhausen, que saiu do “liberal” DEM, passou pelo “nem de direita, nem de esquerda” PSD, e acabou no “socialista” PSB. Dono da quarta maior bancada da Câmara, o PSD foi criado como uma dissidência do DEM, tradicional aliado do PSDB, e já adiantou que vai apoiar a reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT). “O PSD teve a particularidade de representar um sentimento político represado há muito tempo, é uma mobilização de lideranças políticas nacionais importantes”, diz o paranaense Eduardo Sciarra, líder do partido na Câmara.

Seis paranaenses que exercem mandato na Câmara dos Deputados desde fevereiro de 2011 trocaram de partido. Três deles migraram para o PSD: Reinhold Stephanes (exPMDB), Eduardo Sciarra e Pedro Guerra (ambos exDEM). Cida Borghetti saiu do PP para o Pros e Luiz Nishimori do PSDB para o PR. Fernando Francischini foi o que mais mudou, do PSDB para o PEN, em 2012, e do PEN para o Solidariedade (SDD), em 2103. “Mudei de novo porque o PEN não vingou”, justifica Francischini. Nascido em junho de 2012, o Partido Ecológico Nacional (PEN) conseguiu filiar

quatro deputados. Outros dois seguiram a mesma trajetória de Francischini - Berinho Bantim (RR) e João Caldas (AL). A única que sobrou, Nilmar Ruiz (TO) era suplente e ocupou a cadeira por sete meses, o que deixou a legenda atualmente sem representação na Casa. “O problema do PEN foi não ter conseguido montar uma estrutura nacional mais profissional”, avalia Francischini, que é atualmente líder do SDD. Outro que ganhou espaço com a troca foi Sciarra, também líder do PSD. Já Cida Borghetti, na mudança, assumiu a presidência do Pros no Paraná. Arquivo/OP

Dos parlamentares do Paraná, Fernando Francischini foi o que mais mudou de partido: do PSDB para o PEN, em 2012, e do PEN para o Solidariedade (SDD), em 2103

Siglas que não pedem mandato de volta e incentivam o troca-troca Um dos fenômenos que mais alimentou a troca de legendas na atual legislatura foi o acordo velado entre os principais líderes partidários de não reivindicar na Justiça os mandatos dos infiéis. Desde fevereiro de 2011, foram pelo menos 32 trocas diretas entre siglas já estabelecidas. De acordo com a resolução do Tribunal Superior Eleitoral

(TSE), podem solicitar a decretação de perda do cargo eletivo o partido envolvido, o Ministério Público Eleitoral e aqueles que tiverem interesse no caso, como os suplentes. Em novembro, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou à Justiça pedido para a cassação de 13 deputados que trocaram de partido neste ano.

Dentre eles está o paranaense Luiz Nishimori, que deixou o PSDB para ingressar no PR. Segundo Nishimori, a saída foi negociada com o presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves (MG), o que impediria sua perda de mandato. Desde a resolução do TSE, a Justiça determinou a devolução do mandato ao partido em apenas um caso - ain-

da assim, sem efeito prático. Em 2009, o então deputado federal Robson Rodovalho (DF) trocou o DEM pelo PP. A mudança foi questionada pelo DEM e a perda do cargo chegou a ser determinada pelo TSE. Após uma série de recursos de Rodovalho, a decisão final só foi ratificada em 2012, depois do fim do mandato. Em outro caminho, uma

nova possibilidade de restringir a infidelidade é a lei, em vigor desde outubro, que inibe a criação de novos partidos. O texto veda que parlamentares que mudem de legenda no meio do mandato transfiram para a nova sigla parte da cota a que o partido de origem tem direito do Fundo Partidário e do tempo de propaganda no rádio e na televisão.


GERAL

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

O PRESENTE |

BRASIL

Vendas de carros caem pela primeira vez em dez anos Já as vendas de caminhões e ônibus cresceram 14,36% no mesmo período A despeito de o mês de dezembro ter sido positivo para a indústria automobilística, o setor não conseguiu recuperar a queda nas vendas registrada ao longo de 2013 e, com isso, fechou o ano passado com resultado negativo na comercialização de automóveis e comerciais leves depois de nove anos de incremento nas vendas. A última vez que o segmento de automóveis e comerciais leves registrou queda nas vendas foi em 2003 ante 2002, com resultado negativo de 1,40%. Desde então, de acordo com os dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o segmento só registrava resultados positivos. Em 2013, a queda nas vendas de automóveis e comerciais leves chegou a 1,61%. No subtotal das vendas, que engloba ainda caminhões e ônibus, a queda é de 0,91%. No total de vendas de veículos, que conta ainda com motos, implementos rodoviários e

outros, também foi registrada queda, de 2,29%. Em outubro, em relação à expectativa de recomposição do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para janeiro, a Fenabrave esperava um aquecimento nas vendas de automóveis e comerciais leves nos últimos meses do ano, capaz de equilibrar o resultado de 2013 para algo em torno de 1% positivo.

PREVISÃO PARA 2014 A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores decidiu fazer previsões para o ano de 2014 considerando dois cenários distintos. No primeiro, mais otimista, a estimativa é de que 3,575 milhões de automóveis e comerciais leves sejam vendidos no país, o que representaria uma estabilidade sobre o total de veículos emplacados em 2013. Esse cenário mais favorável considera um ano calmo, com inflação que não indique que vá ultrapassar o teto da meta, de 6,5%, e câmbio que não

avance o patamar de R$ 2,50. Já as vendas de caminhões e ônibus, que cresceram 14,36% em 2013, para 191.319 unidades, devem subir 5,73% em 2014, para 202.275 unidades no melhor cenário. O emplacamento de motos tende a atingir 1,515 milhão de unidades, estabilidade em relação ao ano passado. O pior cenário das previsões considera um ano com maior volatilidade, por questões internacionais e pela situação típica brasileira deste ano, com Copa do Mundo e eleições. Nesse caso, a estimativa é de que 3,450 milhões de automóveis e comerciais leves sejam vendidos em 2014 no país, o que representaria queda de 3,50% sobre o total de veículos emplacados de 2013. Também no cenário menos favorável, a venda de caminhões e ônibus neste ano subiria 1,63%, para 194.436 unidades, enquanto a venda de motos cairia 4,50%, com venda de 1,447 milhão de unidades vendidas.

Governo quer explicação da indústria automotiva sobre demissões O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse ontem (03) que quer explicações da indústria automotiva sobre demissão de trabalhadores. À tarde, o ministro se reuniria com o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, e conversaria sobre anúncio de demissões na General Motors (GM). “De fato as empresas não podem estar demitindo trabalhadores”, afirmou o ministro. Quando o governo anunciou a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a compra de veículos, havia acordo de que não houvesse demissões. No último dia 24, o governo publicou decreto aumentando o IPI dos automóveis, mas as alíquotas ainda não voltaram ao patamar original.

O ajuste será gradual neste ano. “É verdade que já estamos su-

bindo, mas ainda tem uma folga de IPI”, disse o ministro.

Estadão

(@Estadao)

Apostador diz ter acertado na Mega Sena e alega que teve seu bilhete roubado: http://oesta.do/1bDoRMm Economia será ponto frágil de Dilma em 2014, diz revista “The Economist”: http://oesta.do/1l6yDPm Cientistas descobrem molécula que bloqueia o efeito de “barato” da maconha no cérebro: http://oesta.do/KnXBeD

Globoesporte.com

(@globoesportecom)

Massa e Rubinho homenageiam Schumacher em seu aniversário http://glo.bo/JNA5qR

G1 (@g1) Venda de veículos cai cerca de 1% em 2013, diz Fenabrave http://glo.bo/Ko5Wix

Jornal O Globo (@JornalOGlobo) Déficit na “conta petróleo” cresce quase quatro vezes em 2013. http://glo.bo/1bDvwq2 Governo libera R$ 2,2 bilhões em emendas parlamentares só em dezembro. http://glo.bo/1bDnLjM Telefónica prepara oferta conjunta por TIM Brasil, diz jornal italiano. http://glo.bo/1bDohOI

Fábio Campana

(@fabiocampana)

Jornalista Curitibano está pessimista sobre construção do metrô.

Caju Freitas (@cajufreitas) Autor/editor do blog No Mundo das Lutas Vitor Belfort vs. Chris Weidman é programado para o dia 24/05.

Veja

(@Veja)

Sisu oferece 171.000 vagas em cursos de Ensino Superior http://goo.gl/Sd5C79

CBN Cascavel

(@cbn_cascavel)

Obras na usina são retomadas, mas negociações com atingidos pela Usina Baixo Iguaçu permanecem estagnadas... http://fb.me/2UQ160P2J

Portal R7.com (@portalR7) Thiago Silva recebe prêmio de melhor brasileiro no futebol europeu pela terceira vez http://r7.com/jFDO #R7 Itaipu bate recorde: capaz de abastecer mundo inteiro por dois dias http://r7.com/5cUD #R7

Jornal do Brasil (@JornaldoBrasil) Ministério nega uso de artifício para elevar balança comercial http://jb.com.br/.ee3h

José de Abreu (@zehdeabreu) Ator Muito estranha essa movimentação do Campos pro PSDB. Novo centrão com Marina de madrinha?

Boca Maldita

(@Boca_Maldita)

Paraná regulariza oito mil propriedades até 2014 - http://bocamld.tk/1g5k22O

Paulo Coelho (@paulocoelho) Escritor Não saber se é preciso esperar ou é preciso esquecer deixa as pessoas malucas.

Papa Francisco

(@Pontifex_pt)

Jesus Menino revela a ternura do amor imenso com que Deus envolve cada um de nós.

Blog do Noblat (@BlogdoNoblat) Melhores chances de crescimento no Brasil estão nas cidades médias http://glo.bo/1d4p41t

O Jornal O Presente também está no Twitter. Acompanhe: twitter.com/o_presente (@O_Presente)

07


ESTADO

08 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

PRESSÃO NAS FINANÇAS

Novo mínimo pode levar prefeituras do Paraná a demitir AMP diz que maioria dos municípios já está no limite legal de despesas com pessoal e terá que cortar gastos Divulgação

As prefeituras do Paraná podem começar o ano tendo que demitir servidores para conseguir pagar o novo salário-mínimo, de R$ 724. O novo valor, que entrou oficialmente em vigor na virada do ano, e terá que ser pago no final do mês, pressiona ainda mais as finanças dos municípios, já prejudicadas pela queda de repasses federais. Segundo a Associação dos Municípios do Paraná (AMP), as prefeituras terão dificuldades para arcar com o novo salário-mínimo, pois a maioria delas já está operando no limite de despesas com pessoal previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Pela LRF, os municípios não podem gastar mais do que 60% de suas receitas com a folha de pagamento dos servidores. “A preocupação é muito grande. Estão todos transitando na divisa”, confirma o presidente da AMP e prefeito de Nova Olímpia, Luiz Sorvos. “Muitos já tiveram que se adequar, demitir e cortar gastos agora no final

do ano para fechar as contas”, explica o dirigente. Sorvos comenta ainda que o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) - que representa a principal fonte de receita de 70% das prefeituras paranaenses - teve aumento real de somente 1% em 2013. “A perspectiva de aumento para este ano é zero. Como podemos dar reajuste (salarial) acima da inflação”, reclama. O novo valor do saláriomínimo é 6,78% superior ao R$ 678 praticado no ano passado. O percentual está acima da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) que, segundo a projeção mais recente do boletim Focus, divulgada pelo Banco Central, deve fechar em 5,72%.

PROTESTO JÁ AGENDADO Diante da situação, já está prevista uma nova marcha de prefeitos à Brasília, em fevereiro, quando o Congresso retoma os trabalhos. No final do ano, eles chegaram a invadir a Câmara em protesto por

mais recursos, sem sucesso. Os municípios reivindicam, entre outras medidas, a aprovação de projeto que aumenta em dois pontos porcentuais a fatia das receitas destinadas ao FPM. Eles querem ainda mecanismos que compensem as desonerações tributárias determinadas pelo governo federal que afetam as receitas do fundo.

IMPACTO Não há estimativas oficiais sobre qual o impacto que o novo mínimo deve provocar nas contas das prefeituras paranaenses. Nacionalmente, os estudos apontam em algo em torno de R$ 1,79 bilhão. Segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), desde 2003, a política de valorização do mínimo já causou impacto de R$ 18,8 bilhões na folha municipal. De acordo com a entidade, os municípios são os maiores empregadores do Brasil, com mais de dois milhões de funcionários com remuneração vinculada ao salário-mínimo.

Hospital Universitário de Cascavel terá nova ala de queimados O Hospital Universitário de Cascavel terá uma nova ala de queimados. Na segunda-feira (06) começa a primeira etapa das obras, que consiste na reforma de uma área que abrigará o setor de materiais do hospital. Em 60 dias deve ser iniciada a segunda fase, no atual almoxarifado, onde funcionará a nova ala, que será o terceiro centro de referência para o tratamento de queimaduras no Paraná. O investimento é de R$ 5,4 milhões. O contrato foi assinado pelo reitor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Paulo Sérgio Wolff, e pelos representantes da empresa vencedora da licitação das obras, Construtora Brock Ltda. O prazo de execução é de 18 meses. “Finalmente a população do Oeste do Paraná contará com um tratamento digno e eficiente às vitimas de queimaduras. Há mais de nove anos reivindicávamos essa obra”,

disse o reitor da Unioeste. Especializada em queimaduras de diversas naturezas e níveis de gravidade, a nova ala será a principal referência na região. Hoje, apenas o Hospital Evangélico de Curitiba e o Hospital Universitário de Londrina prestam esse tipo de serviço. O setor de queimados será construído ao lado do ambulatório do HU e contará com 20 leitos adultos, pediátricos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O ambulatório também será ampliado para oferecer mais conforto aos

pacientes. Atualmente, o Hospital Universitário de Cascavel atende uma população de mais de dois milhões de habitantes. O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, ressaltou o grande volume de investimentos que o Governo do Estado vem fazendo nos hospitais universitários. “Em Cascavel, além das obras, liberamos R$ 1,5 milhão para compra dos equipamentos para esse novo setor e ainda vamos investir na nova ala materno-infantil”, adianta. Divulgação

Perspectiva da ala de queimados do Hospital Universitário de Cascavel: primeira etapa das obras começa na segunda-feira (06)

Presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), Luiz Sorvos: “Muitos já tiveram que demitir e cortar gastos no final do ano”

Paraná tem mais quatro regiões turísticas Após um estudo desenvolvido pela área de regionalização da Paraná Turismo, em parceria com as Instâncias de Governanças Regionais (IGRs), o Paraná aumentou de dez para 14 o número de regiões turísticas no Estado. A mudança e reorganização atende às novas diretrizes do Programa Nacional de Regionalização do Turismo, que priorizam a gestão descentralizada, os investimentos em qualificação profissional e infraestrutura. As novas regiões são Vale do Ivaí, Norte Pioneiro, Cantuquiriguaçu e Roteiros da Comcam (Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão). A diretora-presidente da Paraná Turismo, Juliana Vosnika, explica que para se chegar aos resultados finais foram realizados seminários em todas as regiões turísticas do Estado, com representantes regionais e municipais. O objetivo foi informá-los sobre os novos critérios e possibilitar que assinassem um termo de compromisso com o Ministério do Turismo para se inserirem no programa. “O papel da Paraná Turismo

é identificar os atrativos turísticos nos municípios e orientar para o fortalecimento da região como um todo, buscando investimentos e a abertura de novos mercados”, explica Juliana. O resultado deste trabalho foi a adesão voluntária e formal de 261 municípios que se comprometeram a criarem ou fortalecerem seus órgãos municipais de turismo, além da criação de quatro novas regiões turísticas no Paraná, número que passou de dez para 14. Houve subdivisões nas regiões Norte, Corredores das Águas (Noroeste), Estradas e Caminhos (Centro), além de pequenas mudanças dos municípios que integravam as demais regiões. A próxima etapa a ser desenvolvida pelo Ministério do Turismo junto aos Estados será a busca de uma rede de interlocutores municipais, regionais e estaduais para estabelecer o nível de desenvolvimento (que varia de um a três) de cada uma das regiões turísticas e definir as necessidades de investimento de cada localidade.


ESTADO

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

O PRESENTE |

09

PARANÁ

Portos fecham 2013 com R$ 250 milhões em investimentos No ano passado, foco foi, principalmente, na gestão de projetos estruturantes de infraestrutura APPA

Os portos de Antonina e Paranaguá fecharam 2013 com um volume expressivo de investimentos em obras e projetos. São quase R$ 250 milhões aplicados em melhorias - R$ 193,4 milhões em ações em execução e R$ 54,2 milhões em procedimentos licitatórios. Os investimentos dão aos terminais paranaenses condições de alcançar a excelência em gestão e de ofertar serviços melhores a todos os usuários. “Seguimos em busca da melhoria constante para oferecer um sistema moderno e eficaz com segurança às cargas e aos navios, além de transparência na gestão e nas operações”, enaltece o governador Beto Richa. O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, explica que, em 2013, o foco dos investimentos foi, principalmente, na gestão de projetos estruturantes de infraestrutura, onde estão sendo investidos aproximadamente R$ 24 milhões. Os destaques são os projetos executivos do novo Corredor de Exportação de Grãos do Porto de Paranaguá (píer em T); de Engenharia do Corredor Oeste (píer em F); e de Engenharia dos Granéis Líquidos (píer em L). São projetos que, segundo Richa Filho, tendem a viabilizar a expansão do aparato portuário por meio

Boletim mostra melhora na qualidade da água do Paraná

Os portos de Antonina e Paranaguá fecharam 2013 com um volume expressivo de investimentos em obras e projetos

de parceria público-privada (PPP), mediante procedimento licitatório que deverá ser executado pelo governo federal. BALANÇO De acordo com o superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino, 2013 foi um ano marcado por conquistas. “Passamos um período da nossa gestão elaborando projetos, que foram concluídos, licitados e, nos primeiros meses de 2014, teremos uma série de obras começando”, diz. “Com isso, requalificaremos a estrutura dos portos do Paraná, com grandes ganhos e melhorias”, comemora. Entre as conquistas, Dividino destaca a consolidação do sistema Carga Onli-

ne, de gerenciamento do fluxo de caminhões na descarga de grãos no Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá, que, em 2013, serviu de exemplo para outros portos do país. Outros destaques foram a alteração do sistema jurídico da Appa (de autarquia para empresa pública), a aprovação do novo quadro funcional dos portos e a nova campanha de dragagem. Em 2013, foi assinado o maior contrato de dragagem que os portos do Paraná já tiveram. São mais de R$ 114 milhões em investimentos. “Vamos oferecer mais segurança e melhores condições operacionais e nos posicionar, novamente, como os portos com melhores condições de manutenção e respeito aos usuários”, afirma Dividino.

O terceiro boletim de balneabilidade da temporada, divulgado ondem (03), demonstra a manutenção na boa qualidade das águas das praias do Paraná. O monitoramento é feito pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) em toda orla litorânea e mais 17 pontos na costa Oeste e Norte do Estado. No litoral, dos pouco mais de 90 quilômetros de costa, apenas 400 metros estão impróprios para banho. Os locais que apresentaram concentrações de bactérias Escherichia coli (E.coli) em desacordo com os padrões estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) são: Caieiras, em Guaratuba (altura da Rua Frederico Nascimento); Ponta da Pita, em Morretes e Antonina. Para a diretora de monitoramento ambiental e controle da poluição do IAP, Ivonete Chaves, essa manutenção na qualidade de água das praias no litoral se deve ao bom tempo. “A chuva é um fator que contribui para maior contaminação de águas pluviais e consequentemente de rios e canais que chegam ao mar, devido ao arraste de esgoto proveniente de sistemas de tratamento primário, como fossas sépticas, alterando a balneabilidade. Como as chuvas não foram intensas nesse

fim de semana no litoral, a qualidade da água se manteve”, explicou. As amostras para análise da qualidade da água são coletadas todos os domingos e segundas-feiras para refletir o comportamento dos locais nos dias mais frequentados e com maior possibilidade de contaminação. Na costa Oeste e Norte do Estado todos os pontos monitorados pelo IAP continuam próprios para banho. “Isso se deve ao trabalho de educação ambiental feito pelo Governo do Estado e municípios para o uso consciente das beiras de rio e represas mais frequentadas”, concluiu a diretora. SINALIZAÇÃO No litoral, os veranistas podem acompanhar a qualidade das águas nas bandeiras instaladas na orla e também em dez totens eletrônicos e outros serviços do Governo do Paraná. A bandeira de cor vermelha significa que a água está imprópria para banho nos 100 metros à esquerda e à direta da sinalização. A azul indica que a água possui bons índices e pode ser aproveitada pelos banhistas. Os veranistas também podem obter essa informação no site do IAP (www.iap.pr.gov.br) e nos comércios locais.


O ano que acaba de iniciar deve ser favorável ao planejamento de investimentos, tanto para os comerciantes e industriais, como para as famílias. De acordo com o economista e professor Neuroci Antonio Frizzo, a confiança dos empresários no controle da inflação e a perspectiva de um crescimento econômico brasileiro um pouco maior deve favorecer esses investimentos. “Em 2013 o país registrou um crescimento de cerca de 2,3%, sendo que para 2014 a expectativa é de que a economia cresça entre 2,8% e 3%”, declara. Ele aponta que no ano passado o governo conseguiu manter a inflação controlada, dentro da margem da meta, mesmo que perto do topo. “Acredito que nesse novo ano não deveremos ter inflação acima de 6%”, aposta Frizzo, destacando que isso é positivo para a economia.

“Quando se evita a geração de um processo inflacionário se faz com que o país continue crescendo, tanto a partir de investimentos internos como externos”, explica.

BALANÇA COMERCIAL A balança comercial brasileira teve em 2013 um dos piores saldos dos últimos anos, aponta Frizzo. Segundo ele, mesmo tendo sido positivo em US$ 2,5 bilhões, foi o pior saldo dos últimos 13 anos e representa uma queda de quase 87% em comparação com 2012. Um dos fatores que tem dificultado a exportação de produtos é o câmbio. “O câmbio fez com que as nossas exportações fossem reduzidas. Além disso, a crise na Europa e o processo de recuperação econômica dos Estados Unidos também fizeram com que houvesse redução do

nosso comércio internacional”, analisa.

CONSUMO De outra parte, no ano de 2013 a renda das famílias cresceu, fazendo com que o consumo interno suprisse um pouco a queda na comercialização externa, expõe o economista. Por outro lado, para conter a inflação foi necessário aumentar a taxa de juros, visando reduzir parcialmente o consumo. “É um preço que precisa ser pago para garantir o crescimento”, comenta.Conforme Frizzo, a taxa básica (Selic) no patamar de 10,25% inibe o crédito, controla a demanda por produtos e serviços e estimula o depósito em poupança. Em 2014, a taxa continuará elevada. “Até junho ou julho não vejo condições de o governo reduzir a Selic, devendo ser mantida entre 10,25% e 10,50%

durante o primeiro semestre”, prospecta, lembrando que, com a Selic em 10,25% e a inflação em aproximadamente 6% se tem uma taxa real de 4%, o que estimula as pessoas a economizarem. “Temos uma taxa de juro para consumo perto de 30% ao ano, o que desestimula o consumo”, reforça Frizzo. Na visão dele, a tendência é que seja incentivado o consumo de bens, enquanto o de produtos e serviços seja desestimulado. “O consumo de bens duráveis (moradia e veículos) gera um ciclo virtuoso e alimenta a economia”, justifica. Por outro lado, o consumo pessoal das famílias e do próprio governo com a máquina pública não oferecem efeito multiplicador, aponta o professor de Economia.

CRÉDITO De outra parte, com a inflação controlada, o trabalhador deixa de ter perda salarial e mantém investimentos familiares que asseguram melhoria da qualidade de vida. “Investimentos na aquisição de moradia própria e bens de uso tendem a continuar”, supõe Frizzo. A oferta de crédito para o se-

tor habitacional também deve ter continuidade ao longo deste ano, prospecta o professor. “O governo federal inclusive está ampliando o programa Minha Casa Minha Vida para outras faixas de renda”, lembra. Em relação ao crédito agrícola, Frizzo estima que deverá haver liberações na mesma proporção que vem ocorrendo nos últimos anos. “O volume tem sido suficiente para que pequenos e médios produtores tenham suas lavouras financiadas, garantindo a produção de alimentos. Não deverá faltar recursos para este setor”, pontua.

GOVERNO Os principais desafios do governo para o ano são a alta taxa de câmbio e o mercado internacional. Outro ponto importante para a economia, de acordo com Frizzo, é o controle das contas do governo. “É preciso mostrar controle rígido dos gastos e também da inflação para criar credibilidade externa”, enfatiza. Em ano de eleição, a lógica é de que no primeiro semestre haja um aumento de gastos. “O governo tem que ter gasto moderado, pois precisa demonstrar que tem recursos e capacidade de fazer frente aos compromissos em relação à dívida pública”, justifica, acrescentando que, se gastar demais, o governo não gera superávit e cria um clima desfavorável no mercado externo. O professor acredita que a taxa média anual do câmbio deverá ser maior do que a de 2013, ficando entre R$ 2,30 e R$ 2,40 e favorecendo as exportações. “Por isso também esperamos que 2014 deve fechar com um saldo da balança comercial maior do que o do ano anterior”, estima Frizzo.

NEGÓCIOS Na percepção do economista toledano, neste ano será importante observar a confirmação do crescimento estimado em 3% para planejar novos investimentos. “As pesquisas sobre o otimismo dos empresários apontam que em 2013 diminuiu, mas que em 2014 a expectativa é de que possa haver um novo momento de investimentos. Alguns empresários ainda devem prospectá-los para 2015 e 2016”,


confio que 2014 será de ganhos para a bolsa de valores”, pontua Frizzo.

ECONOMIA REGIONAL afirma Frizzo, ressaltando que os índices apresentados têm gerado otimismo. “Com inflação baixa, as empresas conseguem ter bons preços e manter sua competitividade no mercado”, expõe, lembrando que isso é importante por favorecer o crescimento das empresas brasileiras.

EMPREGO Em relação a emprego, a situação no Brasil é confortável, garante o economista. “Hoje a taxa é considerada de pleno emprego, mas quando se chega nesse patamar é preciso ficar alerta para a possibilidade de desaquecimento e geração de desemprego. Por enquanto a economia não dá sinais disso e o importante é manter a taxa na casa dos 6,4% que estamos hoje”, avalia. Para Frizzo, a Copa do Mundo é fato de praticamente um mês em que deve ocorrer paralisação em alguns setores, enquanto outros (como turismo e prestação de serviços) estarão aquecidos, gerando um equilíbrio. “O Brasil está acostumado a parar em grandes eventos, como é o caso do Carnaval. Portanto, acredito que não haverá grande impacto na economia”, explana. No caso de empregos, haverá geração maior, porém temporária, acredita o profissional.

BOLSA A bolsa de valores brasileira já registrou dois anos de perda e para 2014 a perspectiva é de reação, explana o economista, que leciona sobre o assunto. “No ano passado a bolsa caiu 15,5%, enquanto a dos Estados Unidos subiu e a da Europa se recuperou bem”, relata. Já esse novo ano Frizzo espera que seja de recuperação, pois os preços dos papéis brasileiros estão defasados. “Se analisarmos as principais ações do mercado acionário brasileiro veremos isso. É o caso da Petrobras, que está com ações em preços mínimos; a própria Vale do Rio Doce, que é uma empresa forte; as empresas siderúrgicas, todas estão com preços abaixo dos anos anteriores”, relata. Esse panorama foi motivado, segundo o profissional, pela fuga de investidores internacionais para o mercado estadunidense, já que está em recuperação. A própria instabilidade em relação à inflação brasileira e outras questões levaram a essa fuga, pois a primeira atitude do investidor é sair do risco. “Com a perda de recursos, os papéis perdem preço”, complementa. De outra parte, o maior controle governamental sobre a economia e a perspectiva de um crescimento maior devem beneficiar a valorização dos papéis brasileiros. “Por isso

Na visão do profissional, a economia regional tende a ser positiva neste novo ano, especialmente em função do clima, que deve favorecer a produção agrícola e pecuária. “Isso faz com que a economia regional não sinta tanto um eventual problema nacional”, comenta. De outra parte, os altos preços agrícolas têm efeito sobre a valorização dos imóveis, que é acima do mercado nacional. “A nossa região é praticamente um oasis, pois os imóveis possuem valor muito elevado. O alqueire de terra é um dos mais caros do país e os imóveis urbanos nas principais cidades do Oeste do Paraná também possuem preços muito altos”, admite Frizzo, lembrando que esta é uma preocupação e há profissionais que defendem que o Brasil está vivendo uma bolha imobiliária. “Diante da realização da Copa do Mundo a tendência é que os imóveis continuem altamente valorizados”, prevê o economista, embora daqui dois ou três anos espera-se que haja uma correção nos preços. Diante do cenário, a dica do profissional é que atualmente vale a pena comprar imóvel no caso de quem vai usá-lo, mas a título de investimento é preciso ter cautela para não adquirir um produto supervalorizado hoje e depois perder dinheiro quando houver a correção.


GERAL

12 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

MARECHAL RONDON

Silvestre Cottica assume cargo de prefeito por 15 dias Ele terá nove ordens de serviço à disposição para assinar caso as empreiteiras estejam prontas para iniciar as obras Ademir Herrmann

O prefeito de Marechal Cândido Rondon, Moacir Froehlich, repassou ontem (03), em solenidade realizada no gabinete da prefeitura, o cargo ao viceprefeito Silvestre Cottica, que ficará à frente do governo municipal durante os próximos 15 dias, período de férias do chefe do Executivo. Durante o ato oficial ocorrido ontem, Froehlich compartilhou com secretários, vereadores e assessores a decisão acertada que tomaram ambos os mandatários no período entre 2012 e 2013, quando optaram em não se afastar do governo para férias. “Era um momento importante, de início de um novo mandato, e fizemos a escolha certa. Havíamos deixado tudo em dia para a eventualidade de precisarmos entregar o governo e dessa forma pudemos imediatamente realizar as primeiras obras e ações assim que iniciamos a nova gestão”, relatou. O mandatário ainda fez uma breve explanação a respeito do andamento das ações de governo e expressou sua satisfação com a condição atual do município. Ele resgatou uma ata do comitê gestor datada do início de 2013 em que foi estabelecido um conjunto de 21 metas para o segundo mandato. “Hoje temos a satisfação de constatar que em apenas um ano desse novo governo já conseguimos realizar ou dar início a 12 ações”, expôs Froehlich. Diante do ritmo forte que im-

primiu no primeiro ano do novo governo, o prefeito justificou a necessidade de tirar férias para arejar e renovar as energias.

CANETA No momento da transmissão do cargo, o prefeito explanou que deixou nove ordens de serviço à disposição de Cottica para que ele assine caso as empreiteiras estejam prontas para iniciar as obras licitadas. As obras são: as pavimentações com pedras irregulares em trecho na Linha Palmital, Ouro Verde e Linha Guavirá, reforma e ampliação dos postos de saúde de Novo Horizonte, Iguiporã e Novo Três Passos, recape das ligações entre a Avenida Rio Grande do Sul e a Rua Minas Gerais, desde a Avenida Irio Welp até a Rua Cabral, recape da Rua 09 de Agosto e do prolongamento da Avenida Rio Grande do Sul. “Deixamos tudo preparado para o caso de ser possível começar mais obras já em janeiro deste novo ano. Isso permitirá que a gestão tenha um andamento normal em minha ausência”, justificou Froehlich. Ele ainda destacou que o vice está em plenas condições de tocar a prefeitura no período. “É com grande satisfação que repasso o cargo para o Cottica. Tenho confiança absoluta e total nele e tenho certeza de que ele dará andamento aos trabalhos conforme o município precisa”, enalteceu. Por sua vez, Cottica declarou, na ocasião, que ambos os

Registro da solenidade de transmissão de cargo ao vice-prefeito Silvestre Cottica pelo prefeito Moacir Froehlich: “confiança absoluta e total”

gestores estão alinhados nos trabalhos, assim como toda a equipe administrativa. “Estamos muito felizes com o andamento do nosso município e sabemos que o serviço prestado é resultado de um esforço de todos os servidores públicos. Nesse período à frente da prefeitura vou contar com a equipe do gabinete, do Departamento Jurídico, secretários e assessores, além do comitê gestor, para dar andamento aos trabalhos e obras”, explanou.

mesmo dia as atividades da operação safra, iniciada em dezembro, sendo que a intenção é antecipar o retorno em cerca de dez dias, em comparação ao ano passado, caso as condições climáticas permitam. Dois distritos já foram praticamente concluídos, que são Novo Três Passos e Porto Mendes. A equipe da Secretaria de Agricultura e Política Ambiental retornou às atividades na quinta-feira (02), visando a limpeza da cidade.

RETOMADA

SAÚDE

A prefeitura retomará o atendimento em expediente normal na segunda-feira (06), já que o período de recesso encerrou ontem. O Setor de Viação e Serviços Públicos também retomará no

Quanto às unidades de saúde, os postos da sede e do interior estarão fechados devido ao período de recesso e férias até o dia 05 de fevereiro, exceto o Posto de Saúde de Porto Mendes, que está atendendo em regime de plantão

e retornará ao expediente normal na próxima segunda-feira. Os postos de saúde do Conjunto Habitacional São Lucas, Loteamentos Augusto I e II, denominados de Estratégia Saúde da Família, e posto de saúde do Jardim Marechal também retornarão com atendimento ao público no dia 06 e a Clínica da Mulher da Mulher e da Criança atenderá em horário especial a partir do mesmo dia (segunda, 06), das 07 às 13 horas, retornando o atendimento normal a partir do dia 05 de fevereiro. No período de recesso os serviços que por sua natureza são considerados contínuos e essenciais, desenvolvidos pela Secretaria de Saúde na Unidade de Saúde 24 Horas e no Hospital Dr. Cruzatti, não sofreram paralisação.


GERAL

14 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

MEDIANEIRA

Secretário de Obras é afastado do cargo Medida atende ao pedido feito pela 1ª Promotoria de Justiça, com base na denúncia de que Arlei Conti autorizou o uso de máquinas da prefeitura e de servidores terceirizados em obras de recapeamento num condomínio particular, onde reside o prefeito O secretário de Obras de Medianeira teve o afastamento cautelar do cargo determinado pela Justiça. A medida atende ao pedido feito pela 1ª Promotoria de Justiça de Medianeira, com base na denúncia de que Arlei Conti autorizou o uso de máquinas da prefeitura e de servidores terceirizados contratados pelo município em obras de recapeamento num condomínio particular, onde reside o prefeito da cidade. Segundo o procedimento, aberto pelo promotor Eduardo Henrique Germano, em meados de novembro de 2013, o Observatório Social de Medianeira denunciou que uma convocação publicada na imprensa dava conta de que obras seriam feitas em vias internas do Condomínio Re-

sidencial Jardim Universidade, em parceria com a prefeitura. A partir disso, foi aberto procedimento investigatório. Durante o processo, o síndico do residencial foi orientado pelo Ministério Público (MP) sobre melhorias em empreendimentos particulares não poderem ser feitas em parceria com a prefeitura. Apesar disso, no dia 18 de dezembro, a Promotoria foi comunicada que máquinas com a identificação de titularidade da prefeitura e servidores terceirizados pelo município estavam operando o recapeamento das vias internas no condomínio. Fotografias feitas por celular registraram, inclusive, a prática. A Promotoria requisitou então apoio operacional do Grupo

Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) da Regional de Foz do Iguaçu e uma equipe foi até o residencial. Dentro do condomínio, tanto o síndico como os servidores que trabalhavam na obra confirmaram que o maquinário era da prefeitura e que a liberação para o trabalho foi dada pelo secretário de Obras. Confirmada a denúncia, o Ministério Público entrou com pedido de liminar para que o secretário fosse afastado de seu cargo cautelarmente. A decisão, assinada pela juíza Pryscila Barreto Passos, foi proferida no dia 20 de dezembro e, três dias depois, o prefeito Ricardo Endrigo publicou no Diário Oficial o decreto determinando o afastamento do secretário por tempo indeterminado.

Unioeste oferece 1.184 vagas pelo SiSU De segunda (06) a sexta-feira (10) estarão abertas as inscrições para os cursos superiores disponibilizados pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) no Sistema de Seleção Unificada (SiSU). A instituição reservou 50% de todas as vagas disponíveis para seleção por meio do SiSU. Somente poderá se inscrever no processo seletivo do SiSU referente à primeira edição de 2014 o estudante que tenha participado da edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e que tenha obtido nota acima de zero na prova de Redação. A Unioeste também reservou metade das vagas ofertadas pelo SiSU para alunos que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas. Mais informações no sítio do MEC/SiSU: (http://sisu.mec.gov.br/) ou no sitio da Unioeste: (www.unioeste.br) ou ainda pelo telefone: (45) 3220-3000.

COMO PARTICIPAR Ao acessar o sistema, os estudantes poderão checar todas as vagas disponíveis para a seleção. Porém, cada estudante só poderá se inscrever em duas opções de vagas. No ato da inscrição, será preciso escolher, em ordem de preferência das vagas, a instituição, o local de oferta, o curso e o turno em que ele é ministrado. Entre a próxima segunda-feira e as 23h59 do dia 10, o estudante poderá trocar suas opções no

sistema quantas vezes quiser, e também cancelar sua inscrição. Durante o período, o SiSU informará a nota de corte de cada curso e turno, ou seja, a nota mínima no Enem para ser aprovado naquele curso, segundo o número total de inscritos e o número de vagas oferecidas. O SiSU considera apenas as últimas opções cadastradas no momento do fechamento das inscrições.

COTAS Na hora de fazer as duas opções de vaga, o candidato deve escolher uma das três modalidades de concorrência: a concorrência pelo sistema de cotas que segue a lei federal, a concorrência pelo sistema de ação afirmativa, determinado pela instituição de ensino que oferece a vaga, e a ampla concorrência.

No próximo dia 13 será divulgada a primeira chamada do SiSU do primeiro semestre de 2014. Os candidatos aprovados deverão fazer a matrícula nos dias 17, 20 e 21 de janeiro nas instituições de ensino que oferecem as vagas, apresentando os documentos exigidos por elas e pela lei federal de cotas. A segunda chamada será divulgada no dia 27, e a matrícula deverá ser feita nos dias 31 de janeiro e 03 e 04 de fevereiro. Os candidatos que não forem convocados nas duas chamadas terão entre os dias 27 de janeiro e 07 de fevereiro para manifestar interesse em participar da lista de espera, usada pelas instituições de ensino para preencher as vagas que ainda estiverem abertas.

CRONOGRAMA 2014 Início das inscrições: 06 de janeiro Fim das inscrições: 10 de janeiro (às 23h59 do horário de Brasília) Primeira chamada: 13 de janeiro Matrícula da primeira chamada: 17, 20 e 21 de janeiro Segunda chamada: 27 de janeiro

A FUNAI E AS INVASÕES DE PROPRIEDADES RURAIS As invasões de propriedades rurais por indígenas têm motivação ideológica, o que dificulta a solução do problema, pois não permite diálogo ou acordos. Nossa preocupação está no fato da Fundação Nacional do Índio (Funai), como os demais órgãos do governo, ter diretrizes definidas e comandadas pela Presidência da República. A área da infraestrutura, por exemplo, cuida do transporte, a da educação das universidades e do ensino em geral e a Funai, pelo que sabemos, teria o propósito de demarcar 23% do território nacional em reservas indígenas, o que é um absurdo. Como somos contrários a esse projeto, estamos trabalhando no Congresso Nacional para modificar a legislação, transferindo parte do poder da Funai aos ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário e ao próprio Legislativo. Somente assim poderemos deter os abusos que vêm ocorrendo em diversas regiões do país. No Rio Grande do Sul, há agricultores cujos antepassados vieram da Europa, a partir de 1840, e compraram e escrituraram suas propriedades, todas pequenas áreas, de 15, 20 ou 30 hectares, estimulados pelo próprio governo. Agora, quase dois séculos depois, um antropólogo esteve lá e declarou que a região havia sido habitada por indígenas no passado e o governo simplesmente mandou retirar os agricultores de suas terras. Sem nada lhes pagar pelas propriedades centenárias, que haviam adquirido e registrado legalmente. Com isso, os produtores estão na miséria, vivendo nas margens de estradas, em total desespero, sem saber o que fazer. No Mato Grosso, nada menos do que sete mil famílias de agricultores da gleba Boca da Mata foram igualmente expulsas de suas propriedades, entregues a 30 famílias de indígenas. No Mato Grosso do Sul houve 35 novas invasões de propriedades rurais no prazo de um mês. Tudo isso está gerando conflitos históricos entre agricultores e indígenas e o mais grave é que o governo não está tomando nenhuma providência para controlar a situação. Pelo contrário, parece estar incentivando as invasões e os conflitos. Prova disso é que a Funai editou portaria estabelecendo que todas as despesas de transporte, hospedagem e alimentação de índios em deslocamentos para “a defesa de seus interesses”, incluindo manifestações e invasões, serão custeadas pelo contribuinte. Precisamos dar um basta a essas distorções e abusos, antes que conflitos se agravem e façam ainda mais vítimas, como já ocorre no Amazonas. Para isso, temos como meta para 2014 aprovar dispositivo legal que retire poderes da Funai, para que o órgão atenda os interesses legítimos da população indígena e não ambições ideológicas. Na verdade, os problemas com as novas demarcações estão mais próximos do que muitos imaginam, pois no próprio Oeste do Paraná já existem conflitos graves. Em Guaíra, Palotina e Terra Roxa, a Funai tem o projeto de demarcar área de 100 mil hectares, sem nenhuma indenização aos agricultores, que adquiriram e exploram legalmente suas terras, o que acabaria com a economia dos municípios. A bancada ruralista está acompanhando com muita atenção tais distorções, disposta a defender os interesses dos agricultores e da população brasileira, sem prejudicar os anseios dos índios. A situação chegou ao ponto em que até parlamentares afinados ideologicamente ao governo, mas que conhecem a realidade de seus Estados, têm chorado ao denunciar injustiças com os agricultores, em manifestações no Congresso.

Matrícula da segunda chamada: 31 de janeiro, 03 e 04 de fevereiro

* O autor é deputado federal pelo Paraná

Inscrição na lista de espera: 27 de janeiro a 07 de fevereiro (às 23h59)

dep.dilceusperafico@camara.gov.br


VARIEDADES

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

O PRESENTE |

15

Mande sua sugestão, crítica ou piada para carina@opresente.com.br

* ○

AMOR À VIDA

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Lili ajuda Klaus a se lembrar do caminho para a cidade. Rafa pede para Vó Tita deixálo contar para Fátima o que aconteceu com Nilson. Olívia e André explicam a situação para Júlia, que fica constrangida. LC leva Paulinha para trabalhar no laboratório, e Angelique fica indignada. William explica o que aconteceu para Líder Jorge. Angelique conta para Tereza sobre Paulinha. Flávio manda Júlia marcar um encontro com Olívia e André. Guto sente ciúmes de Jéssica com Rubinho. Tereza provoca Heloísa e deixa Thomaz nervoso. Hermes e Assis ameaçam William e Lili, que os enfrentam.

ALÉM DO HORIZONTE

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

JOIA RARA Franz fica indignado com a pergunta do delegado. Mundo, Iolanda e Amélia constatam que Tavinho é filho de Gaia e Toni. Valter conta para Laura a verdade sobre a adoção do menino. Franz diz ao delegado que não tem como provar seu álibi. Manfred forja provas contra Franz. Iolanda, Mundo e Amélia contam para Toni e Gaia que Tavinho é o filho deles que estava desaparecido. Artur ajuda Laura a fugir com o filho. Manfred obriga Ernest a fazer um pronunciamento à imprensa contando que é seu pai. O delegado dá voz de prisão a Franz.

SÁBADO (04)

Aline consegue enganar César mais uma vez. Paloma descobre que Aline conseguiu uma cópia da procuração que César fez para ela. Félix discute com Eron. Valdirene joga água gelada em sua adversária. Rubão aceita que Ignácio se case com Gigi. Michel tenta convencer Silvia a lhe dar o divórcio. Paloma acredita que Ciça tenha descoberto algo contra Aline. Márcia procura Rinaldo depois que Atílio vai embora. Denizard, Carlito e Rinaldo choram no bar por causa de Ordália, Valdirene e Márcia. Paloma conversa com Niko sobre Félix. Marilda dispensa Ivan. Pilar leva Félix para falar com Paloma e Bruno.

* Os resumos dos capítulos estão sujeitos a mudanças em função da edição das novelas.

PÓS-CIRURGIA O cara estava morrendo de medo da cirurgia que tinha de fazer. Mas a equipe médica o tranquilizou dizendo que ele seria operado por um grande especialista. Depois de muita choradeira, o cara finalmente se acalmou e foi para a operação.

ACIDENTE NO CEMITÉRIO Notícia de TV em certo país da Europa: Grave acidente aeronáutico aconteceu esta manhã quando um pequeno avião de treinamento precipitou-se ao solo no cemitério municipal. Até o momento já foram resgatados 1.784 corpos. As buscas continuam, apesar de aparentemente não haver sobreviventes.

TOMADA MACHO O caipira entra na loja de ferragens e pede uma extensão.

Passada a anestesia, deu de cara com um velhinho de barba branca e cabelos compridos, olhando sorridente pra ele. Muito aliviado, o paciente agradeceu: - Obrigado por tudo, doutor! - Que doutor, que nada! - disse o velhinho - Eu sou São Pedro!

SALA DE ESPERA O ginecologista abre a porta do consultório e dirige-se às pacientes na sala de espera: - A mulher do próximo, por favor!

- Você quer uma tomada macho ou fêmea? - pergunta o balconista. - Sei não, seu moço! Eu queria uma tomada pra acender a luz e não pra fazer criação!

SORVETE DE BAUNILHA Ingredientes: 2 claras de ovos 5 colheres (sopa) de adoçante em pó culinário 20 gotas de aroma de baunilha

1 colher (café) de fermento em pó químico 6 colheres (sopa) de leite em pó desnatado 80 ml de água fervente

Modo de preparo: Em uma batedeira, em alta velocidade, bata as claras em ponto de neve bem firme. Quando estiver bem consistente, continue batendo adicionando aos poucos duas colheres de adoçante em pó. Quando a mistura estiver homogênea, adicione aroma de baunilha e reserve, na batedeira. Enquanto isso, no liquidificador, bata o leite em pó, as três colheres restantes de adoçante em pó e a água fervente, por aproximadamente cinco minutos. Despeje o conteúdo do liquidificador na batedeira e bata tudo junto, por aproximadamente três minutos. Em seguida, coloque o creme batido em uma vasilha com tampa (para não formar blocos de gelo) e leve ao congelador por três horas.

ÁRIES: Dia que favorece soluções alternativas, originais e atitudes despojadas. O apoio dos amigos é fundamental. Muito importante saber qual é a sua turma. TOURO: Perceba as novas possibilidades em relação aos seus projetos. Hora de apostar na inovação, na intuição, no que lhe faz sair de caminhos conhecidos. GÊMEOS: Criatividade e espiritualidade são temas enfatizados. A colaboração favorece os seus propósitos. Renove a sua fé. Tende a se sentir mais confiante. CÂNCER: Intimidade, relacionamentos e família são temas estimulados hoje. O equilíbrio entre intimidade e liberdade é um importante ponto de amadurecimento. LEÃO: Relacionamento é o tema mais importante do dia. Colabore e respeite diferenças. É nas diferenças individuais que se cresce. Vínculo bom com as pessoas. VIRGEM: Excelente momento para pensar em alternativas diferentes relativas ao trabalho. Projetos coletivos estão enfatizados, ou onde você utilize mais a sua inventividade. LIBRA: Amor e amizade são temas importantes aos librianos e que requerem companheirismo. Hoje as diferenças estão mais enfatizadas. ESCORPIÃO: Originalidade, independência e singularidade estimuladas. Forte intuição. Atenção aos comportamentos compulsivos e inconscientes. SAGITÁRIO: Comunicação, amizades, grupos que ajudam na realização de propósitos. Momento em que sente que uma nova turma está se formando, com mais afinidades. CAPRICÓRNIO: Valorize seus talentos inventivos e o que ainda não foi devidamente explorado. Dia que favorece a carreira, os acordos, as soluções alternativas. AQUÁRIO: Os amigos são a família espiritual. Cultive amizades e as bênçãos que elas trazem à vida. Apoios em questões que envolvem viagens e estudos. PEIXES: Energias emocionais e espirituais em alta. Ênfase no que está ocorrendo subjetivamente. Não se exponha. Resguardo é importante. Fé e intuição.


O sistema de captação das águas da chuva de Marechal Cândido Rondon tem alguns problemas que causam transtornos em pontos específicos da cidade. Ontem (03) não foi diferente. A chuva que caiu durante a tarde sobre o município provocou pontos de alagamento em alguns locais, como na Avenida Rio Grande do Sul. A água transbordou de bueiros, que não deram conta de escoar o grande volume registrado em poucos minutos de chuva. Na Avenida Rio Grande do Sul, próximo à rotatória da Avenida Írio Welp, a água invadiu as calçadas e impediu a passagem de pedestres, além de dificultar a trafegabilidade dos motoristas.

De acordo com o secretário municipal de Coordenação e Planejamento, Mauro Donha, dois são os principais problemas enfrentados pelos rondonenses, porém não em toda a cidade, mas em pontos específicos. “São alguns fatores que favorecem os alagamentos. Primeiro, temos tubulações antigas (com diâmetro menor que as usadas hoje), que já não suportam escoar a água. Depois, temos o próprio assoreamento dessas tubulações”, explica o secretário. “Além disso, temos as bocas de lobo entupidas e, principalmente, algumas ruas que foram construídas sem drenagem no asfalto. Com isso, diz Donha, ao invés da água infiltrar no solo, reduzindo o volume sobre as ruas, ela es-

coa na superfície, causando os alagamentos”, pontua. De acordo com Mauro, a pavimentação sem drenagem é o principal agente causador dos alagamentos em alguns pontos da cidade, especialmente nas baixadas. “Com as chuvas fortes, essa água que deveria correr pela tubulação acaba escoando para as baixadas. Em uma chácara, por exemplo, perto do Sesc, a água consumiu parte da propriedade”, conta. “Isso é um grande problema”, emenda.

SOLUÇÃO Atualmente, de acordo com Donha, todos os novos loteamentos, que são aprovados no município, devem ser entregues com a drenagem e o sistema de captação de água já executados. Ainda segundo ele, o problema será resolvido nos pontos críticos a partir de obras de revitalização das vias. “Ao conseguimos recursos do governo federal para recuperação asfáltica do município, necessariamente temos que promover a drenagem do pavimento. Aos poucos, na medida que substituirmos o asfalto desses pontos onde não foi feita a drenagem, o problema será resolvido”, pontua. Ainda conforme o secretário, não há, para este ano, nenhum projeto específico para ampliar a capacidade de captação de água pelas galerias pluviais. “Temos consciência do problema, mas infelizmente não dá para resolver imediatamente”, destaca.


Previsão é de chuvas e trovoadas de Tromba d’água eleva nível de rio hoje a terça-feira em Marechal Rondon e jovem precisa ser resgatado Ontem (03) choveu forte também em outros municípios do Oeste e nas regiões Sudoeste, Centro-Sul e Metropolitana de Curitiba. Em vários locais os ventos passaram dos 60 quilômetros por hora. O fim de semana no Paraná

promete ser de muito calor, mas também de muita chuva. Segundo o Instituto Simepar, uma nova frente fria chega ao Sul do Brasil e contribui para o aumento da instabilidade atmosférica no Estado. Em Marechal Cândido

Rondon, temporais não estão descartados de hoje (04) a terça-feira (07). A mínima nesses dias fica em 22 graus e a máxima, hoje e amanhã (05), em 28 graus, na segunda (06) sobe para 31 e na terça para 32 graus. Ilustração/Simepar

Apesar da forte chuva, o Corpo de Bombeiros registrou apenas uma situação, no bairro São Lucas. Um adolescente de 15 anos ficou encurralado entre as águas da chuva e um barranco na Sanga Matilde Cuê. O incidente aconteceu por volta das 16h30, quando um grupo de jovens se banhava na sanga e foi surpreendido pela tromba d’água que desceu da cidade e elevou repentina-

mente o nível da água. Cerca de dez jovens brincavam na água quando foram surpreendidos. Os outros conseguiram sair da sanga em tempo. Com a ajuda de cordas e colete salva-vidas, os bombeiros conseguiram fazer o resgate do garoto, enfrentando a forte correnteza que ainda persistia no local, mesmo após o nível da água já ter baixado. Aqui Agora

Previsão do tempo para Marechal Rondon de hoje (04) a terça-feira (07)

Corpo de Bombeiros teve que resgatar jovem que ficou preso


GERAL

18 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

MARECHAL RONDON

Inauguração do Senac é agendada para o dia 10 de março Maria Cristina Kunzler

Expectativa é que solenidade conte com a presença do governador Beto Richa. Além do município rondonense, unidade também atenderá outras cidades da região

A

falta de mão de obra qualificada é sempre uma grande queixa de empresários. Afinal, isso acaba refletindo na economia e pode se tornar um entrave para o crescimento dos empreendimentos. A mesma realidade registrada em Marechal Cândido Rondon ultrapassa fronteiras e atinge todo o Brasil. Por isso, a realização de cursos voltados à capacitação é cada vez maior e mais necessária. No município rondonense, investimentos que estão em pleno vapor tendem a mudar esse prognóstico. Um exemplo disso é a implantação do Senac, a partir do qual será possível qualificar mão de obra para atender o comércio local e de outras cidades da região. A construção da unidade está em ritmo avançado e já há data de inauguração da obra: 10 de março. A informação é do presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sindicomar), João Odorico de Souza. De acordo com ele, a solenidade contará com a presença do presidente da Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio), Darci Piana, e de diversas outras autoridades. Inclusive o governador Beto Richa já teria sido convidado e teria sinalizado positivamente em relação a sua participação no evento. Arquivo/OP

Obra já entrou na fase final com a parte do acabamento: a partir da próxima semana chegam a Marechal Rondon equipamentos e móveis que já podem ser instalados no prédio

“A construtora teria solicitado uma prorrogação na data para entregar a obra, mas este pedido foi negado pela Fecomércio justamente porque a entidade já está com a inauguração programada para o início de março, até em vista do fato que as aulas dos cursos iniciam na sequência. Estive em Curitiba e o que foi repassado é que já está tudo acertado para o dia 10 de março”, garante João Odorico. “Lutamos muito para que essa obra fosse realizada em Marechal Rondon. O Darci entendeu e deu todo apoio. Ele não está medindo esforços para isso. A obra já está muito bonita e está além do que foi inicialmente previsto”, acrescenta. Somente a obra física custou mais de R$ 5 milhões e a unidade terá possibilidade de oferecer uma grande quantidade de cursos, em diversas áreas. A construção já entrou na fase de acabamento. Aparelhos de climatização já estão sendo instalados e a partir do próximo dia 10 começam a chegar em Marechal Rondon os primeiros equipamentos, incluindo máquinas importadas, e móveis. “Alguns equipamentos já chegaram e estão na unidade de Toledo. A construtora se comprometeu a deixar tudo pronto internamente até o dia 10 de janeiro para que estes equipamentos pudessem começar a ser instalados”, menciona o presidente do Sindicomar.

FORMAÇÃO DA EQUIPE

Presidente do Sindicomar, João Odorico de Souza: “A construtora se comprometeu a deixar tudo pronto internamente até o dia 10 de janeiro para que seja possível começar a instalar os equipamentos”

Ainda neste mês também devem abrir as inscrições para os interessados em se candidatar a trabalhar no Senac de Marechal Rondon. Mais informações deverão ser obtidas no site www.senac.br. “A inscrição, seleção dos candidatos e mais informações devem ser feitos e acompanhados pelo site do Senac. Não há nenhuma interferência do Sindicato neste sentido”, reforça João Odorico. As pessoas posteriormente selecionadas precisarão passar por capacitação que deverá ter duração de aproximadamente 30 dias. Só a

partir daí as atividades poderão efetivamente iniciar no município.

CURSOS Os primeiros cursos que serão ofertados no Senac de Marechal Rondon já estão programados (confira o box). A primeira aula do primeiro curso oferecido, de cuidador de idosos, está previsto para iniciar em 24 de março. Esta

agenda é um motivo a mais para a Fecomércio querer inaugurar a obra daqui a cerca de dois meses. “Está sendo exigido o cumprimento do prazo na entrega da obra porque o convênio firmado com o governo federal para a disponibilidade de alguns cursos prevê que as aulas iniciem em março”, informa o dirigente do Sindicato do Comércio Varejista.

INSCRIÇÕES JÁ ESTÃO ABERTAS PARA OS PRIMEIROS CURSOS Embora Marechal Cândido Rondon ainda seja atendido pela unidade de Toledo, o Senac já abriu as inscrições para os primeiros cursos voltados ao município rondonense. Mais informações sobre cada curso já disponibilizado pode ser acessado no site do Senac Paraná (http://www.pr.senac.br). Na parte superior da página na internet consta a opção “Selecione uma unidade”. É necessário clicar em “Outras cidades”, quando aparecerá a relação das cidades paranaenses. A partir daí é só escolher Marechal Cândido Rondon e conferir os cursos, datas, horários, investimento de cada capacitação oferecida e demais informações. Ou, quem preferir, pode entrar em contato diretamente com o Senac de Toledo, por meio do telefone (45) 3378-8100.

CONFIRA OS PRIMEIROS CURSOS DISPONIBILIZADOS PARA O MUNICÍPIO RONDONENSE CURSO

INÍCIO

TÉRMINO

TURNO

Cuidador de idoso*

24/03

03/06

Manhã

Corte de cabelo - técnicas e tendências

07/04

30/04

Noite

Word 2010 e internet)

07/04

12/05

Noite

Escova - modelagem dos cabelos

08/04

29/04

Noite

Excel 2010 - recursos avançados

08/04

13/05

Noite

Cuidador de idoso*

09/04

08/08

Noite

Auxiliar administrativo*

14/04

26/06

Manhã

Manicure e pedicure*

14/04

18/08

Tarde

Salgados para confeitaria

22/04

30/04

Noite

Introdução à informática (Windows 7,

* Cursos gratuitos


Sテ。ADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

ESPECIAL

O PRESENTE |

19


20 | O PRESENTE SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

LORENA KUNZLER lorena@opresente.com.br

Revelest

Otávia e Firmino Peters com a família participando do Prêmio Marechal, que aconteceu recentemente em Marechal Cândido Rondon Leila Fotografias

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ DOS CORREIOS Jovens de todo o país podem concorrer, desde quinta-feira (02), a 2.529 vagas e formação de cadastro reserva para o programa Jovem Aprendiz dos Correios. O candidato deve ter entre 14 e 22 anos e estar matriculado e frequentando a escola, caso não tenha concluído o Ensino Médio. A jornada de aprendizagem é de 20 horas semanais e o curso possui duração de 12 meses consecutivos. Ao final desse período, os aprendizes que tiverem obtido bom aproveitamento receberão certificado de qualificação profissional. As inscrições terminam no próximo dia 19. O edital completo do processo seletivo e o quadro de vagas por localidade estão disponíveis no endereço: www.correios.com.br/institucional/concursos/correios.

Dia 04: Aline Santoni

Dia 06: Davi Zimmermann

Dia 04: Clenio Ricardo Witeck

Dia 06: Eugenio Petry

Dia 04: Fabricio Klohen

Dia 06: Eurico Tadeu Grings

Dia 04: Liani Spier Dia 04: Luiz Cláudio Offemann Dia 04: Rafael Siqueira Dia 05: Ailton de Souza Dia 05: Airton Schneider

Tanit e Gerson Pagé, que hoje (04) comemoram Bodas de Prata. Felicidades

Dia 06: Hari Baumgart Dia 06: Jadir dos Reis Marcilio Dia 06: Janete Pasetti Dia 06: Levi Martins Gomes

Dia 05: Fabiane Schurtz

Dia 06: Lucas Richter

Dia 05: Fábio Maito

Dia 06: Márcia Strey

Dia 05: Heloisa Segalin Letrari

Dia 06: Marcos Guilherme Merten

Dia 05: Marcelo Johann

Dia 06: Margarete Biazus Leal


SOCIAL

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

GERAÇÃO DE ENERGIA

O PRESENTE |

Oficina da Foto

A Itaipu Binacional bateu o recorde de geração de energia elétrica e estabeleceu nova marca mundial. Durante o ano de 2013, a hidrelétrica produziu 93.525.431 megawatts-hora ante 93.054.105 MWh em 2012. A Itaipu é, atualmente, a maior usina hidrelétrica do mundo em geração de energia. Em 2012, forneceu 17,3% da energia consumida no Brasil e atendeu 72,5% do consumo paraguaio.

LEASH NA ARENA MUNDO RIC A atração no palco da Arena Mundo RIC hoje (04) é a banda curitibana Leash. Allan, Fábio, Maurício e Léo prometem agitar a Praia Central de Guaratuba com sua Surf Music com influência do pop, reggae, rock, country, entre outros tantos estilos. O show começa às 16h30. A Arena Mundo RIC ocupa uma área de três mil metros quadrados e leva aos veranistas serviços, atividades esportivas e entretenimento até o dia 26 deste mês. As atividades começam às 08h30 e seguem até às 19h30. Arquivo pessoal

O paizão Alexandre Hoffmeister com a filha Camil e

21

Eliandra e Alceu, de Pato Bragado, que trocaram o “sim” eterno no último dia 21. O evento foi registrado pela Oficina da Foto


GERAL

22 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

NOVA SANTA ROSA

Prefeito e vice vistoriam obras de interiorização Atividades estão sendo intensificadas para atender à demanda dos produtores e garantir estradas em condições para o escoamento da produção Marcos Elieser

A Prefeitura de Nova Santa Rosa está executando no distrito de Alto Santa Fé mais uma etapa do Programa de Interiorização proposto pela administração municipal, por meio da Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Infraestrutura, onde estão sendo intensificadas as ações de melhorias nas estradas principais e vicinais em diversas linhas do distrito. O prefeito Rodrigo Fernandes e o vice-prefeito Ademar Bloch acompanharam, ontem (03), o trabalho de patrolamento que está ocorrendo na Linha Brasil. Eles estavam acompanhados pelo vereador Jaime Thelen e pelo secretário de Administração e Planejamento, Luiz München. Segundo Ademar, embora a secretaria esteja trabalhando com uma equipe reduzida,

devido ao fato de alguns funcionários estarem em férias, ainda assim a interiorização continua sem prejuízo ao desenvolvimento das atividades no distrito de Alto Santa Fé.

ECONOMIA O vice-prefeito lembra que a chuva tem atrapalhado os trabalhos, mas garante que a interiorização atenderá as expectativas da comunidade e da própria administração municipal. O prefeito, por sua vez, ressalta que ocorreu uma significativa redução no consumo de combustíveis, no desgaste dos maquinários e uma maximização na qualidade dos serviços públicos ofertados aos produtores, uma vez que todos os maquinários ficam concentrados no mesmo local, sem a necessidade de grandes deslocamentos.

Prefeito Rodrigo Fernandes e o vice-prefeito Ademar Bloch, acompanhados pelo vereador Jaime Thelen e do secretário de Administração e Planejamento, Luiz München, vistoriaram os trabalhos realizados em Alto Santa Fé ontem (03)

Administração de Santa Helena abre prazo para parcelamento de débitos A administração de Santa Helena, por meio de lei aprovada pela Câmara de Vereadores, abre um processo de parcelamento de débitos dos contribuintes com vencimentos até 31 de dezembro de 2012. A adesão ao plano deve ser feita até o dia 14 de fevereiro. A intenção, segundo a secretária de Finanças, Liziane Brizot, é que as dívidas sejam regularizadas e que o contribuinte seja beneficiado. Os cálculos de parcelas são feitos no Departamento de Tri-

butação. As dívidas poderão ser fracionadas em 36 vezes, em parcelas mínimas que variam de R$ 50 a R$ 100, com obediência ao enquadramento específico regido pelo C��digo Tributário do município. Segundo a secretária de Finanças, se enquadram na “Lei do Parcelamento” contribuintes com qualquer tipo de débitos tributários, mesmo inscritos em dívida ativa ou ajuizados, tanto de empresas, quanto pessoas físicas. “Optamos pelo parcelamen-

to porque desta forma também ajudamos o cidadão que está com dívidas e deseja pagar”, observa. A maioria dos débitos em atraso, e que se enquadram na lei, é de Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). A lei também estipula o prazo máximo para que o contribuinte opte pelo plano de pagamento. Conforme o texto, há 60 dias após a publicação da lei para a adesão, o que ocorreu no dia 19 de dezembro, portanto, a data final é 14 de fevereiro.

Guaíra conta com nova ambulância do Samu

Divulgação

O município de Guaíra recebeu, no último dia 18, mais uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que agora conta com duas ambulâncias e 28 profissionais, entre médicos, enfermeiros e motoristas. A ambulância, veículo Boxer 350 LH Peugeot, foi adquirida com recursos do governo federal. Estiveram presentes no ato da entrega da chave o prefeito Fabian Vendruscolo, os vereadores Tereza Camilo dos Santos, Almir Bueno e Rossano França Triches, o secretário de Saúde Leandro Danelon, e o diretor de Saúde, Adriano

Agora o Samu de Guaíra conta duas ambulâncias e 28 profissionais

Cesar Richter. O veículo é fruto de um termo de doação concretizado por intermédio do Ministério da Saúde e município de Guaíra.

Novos conselheiros tomam posse em Maripá Ocorreu na última quintafeira (02) a solenidade de posse dos novos conselheiros da eleição suplementar do Conselho Tutelar realizada no mês de dezembro no município de Maripá, por meio da Secretaria do Trabalho e Assistência Social. Os três conselheiros que obtiveram maior votação e que tomaram posse foram: Claudia Gabert Luquine, que recebeu 155 votos; Gilberto Queiroz Barbosa, 78 votos; e Luiz Carlos Angelotti, 45 votos. Deste modo, a partir da data ficou completo o quadro de conselheiros titulares no município, assim como um conselheiro suplente (Cleunice da Fatima da Rosa, que recebeu 35 votos) aguardando convocação em caso de alguma vacância.

A posse dos três convocados foi realizada nas dependências da sede do Conselho Tutelar e contou com a participação de várias autoridades. Ao fazer uso da palavra, o vice-prefeito Elizeu Spagnol desejou bom trabalho aos novos conselheiros, ressaltando que o Conselho Tutelar desempenha um papel muito importante na comunidade, sendo um trabalho que exigirá muita responsabilidade e ética, já que eles irão se deparar com muitas dificuldades e decisões importantes que terão que ser tomadas durante o mandato. Ele ainda colocou a administração à disposição para dar suporte e apoio necessário aos novos conselheiros. Divulgação

A ambulância, de suporte avançado, possui aspirador, detector fetal portátil, oxímetro de pulso portátil, desfibrilador “heartstart” e ventilador pulmonar.

Com a posse, ficou completo o quadro de conselheiros titulares no município


Sテ。ADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

ESPECIAL

O PRESENTE |

23


GERAL

24 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

TOLEDO

Aquário Municipal abre 2014 com mais de 400 visitantes Em dezembro, foram 5.323 visitas. Três povoamentos de espécies acontecerão neste mês Carlos Rodrigues

O Aquário Municipal Doutor Rômulo Martinelli, de Toledo, recebeu, na quinta-feira (02), mais de 400 visitantes já no primeiro dia de funcionamento no ano novo. A alta visitação gera expectativas positivas para o período de férias, que registra normalmente um acréscimo considerável nas visitações. Com média de cinco a seis mil visitas ao mês, o elevado número logo no primeiro dia de funcionamento neste ano chamou a atenção, segundo informou a coordenadora do Aquário Municipal e do Jardim Zoobotânico, Marlene Maria Genari. “Tivemos não só a população local, mas muita gente de fora, inclusive de outros países, como Itália, Paraguai e Argentina”, comentou. Conforme Marlene, o balanço de 2013, assim como o início de 2014, é muito positivo. “Desde o início do ano passado ampliamos o nosso número de visitação e a divulgação melhorou, segundo o próprio retorno que recebemos aqui,

por meio das pessoas que acabam retornando”, emendou. A satisfação dos visitantes é um indicativo da qualidade do espaço. Um casal de Curitiba ficou encantado com o Aquário. Edenir Benedito do Nascimento visitou o local pela segunda vez e trouxe o marido para conhecer o local. Segundo José Benedito do Nascimento, a beleza é o grande destaque. “É muito lindo, esperamos poder visitar o restante do Parque (Ecológico Diva Paim Barth) ainda hoje”, comentou sorridente. Já a pequena Maryane Steffani veio com os pais de Paranavaí e gostou do que viu. “É a primeira vez que venho aqui e achei muito legal. Nunca tinha visto nada parecido”, comentou ela, ao afirmar que pretende voltar no futuro. O espaço funciona de terçafeira a domingo, das 10 às 12 horas, das 14 às 16 horas e das 18 às 20 horas. No último mês de 2013, o Aquário Municipal registrou

5.323 visitas, das quais 260 representam alunos e professores de escolas. As visitas incluíram ainda o roteiro do Parque das Aves. A orientação em ambos os locais é direcionar os visitantes para os demais pontos turísticos do Parque Ecológico Diva Paim Barth. “Nosso intuito é divulgar as belezas da cidade e da mesma forma que muita gente que vem aqui e não sabem que pode visitar o Parque das Aves, eles fazem a recomendação do Aquário”, explicou.

MELHORIAS Para se tornar ainda mais atrativo, o Aquário Municipal que conta com a colaboração dos acadêmicos de Engenharia de Pesca da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e de Biologia e Agronomia da Pontifícia Universidade Católica (PUC/Toledo) -, prevê novidades ao longo deste ano. “Queremos realizar algumas reformas, como pintura e decoração temática no interior do

A alta visitação gera expectativas positivas para o período de férias, que registra normalmente um acréscimo considerável nas visitações: média é de cinco a seis mil visitas ao mês

aquário, com o intuito de atrair ainda mais visitantes”, informou a coordenadora. No último mês de 2013 o Aquário Municipal recebeu ainda um novo povoamento. O espaço, que contava com 60 espécies - coletadas nas Bacias do Rio Paraná, Amazonas e do Iguaçu -, recebeu novas espécies. “Temos, por exemplo, arrai-

as e outras espécies que vamos deixar no suspense para que os visitantes possam vir aqui conferir”, comentou Marlene, ao informar ainda que ao longo de janeiro outros três povoamentos serão realizados, a fim de ofertar ainda mais variedade e beleza aos visitantes. Em breve, o Aquário Marinho também receberá novas espécies.


ESPORTES

26 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

REFORÇO

Botafogo mantém negociação avançada para ter Bolatti Dirigente afirma que conversas com volante estão bem encaminhadas, mas não finalizadas. Além disso, ele adianta que atacante Elias ainda pode permanecer no clube Edison Vara/Reuters

De acordo com o gerente executivo do Botafogo, Aníbal Rouxinol, as negociações da diretoria para trazer o volante argentino Bolatti, de 28 anos, que pertence ao Internacional, estão avançadas. Mesmo mantendo cautela para falar da transação, o dirigente garantiu que as conversas tanto com os dirigentes da equipe gaúcha quanto com o jogador foram boas e o acerto pode acontecer em breve. “Existe uma negociação em curso e é uma negociação avançada, mas não concretizada, por isso não podemos falar muito. Porém, as conversas com o Inter e com o jogador foram boas”, declarou o dirigente, citando também os casos de Willian José e Neílton, ambos do Santos, que estão próximos de assinar com o clube. “Também existem negociações com eles dois, mas não podemos dizer em

Grêmio e Inter estreiam hoje na Copa São Paulo Atualmente, o volante argentino Bolatti, de 28 anos, pertence ao Internacional

que estágio está, porque ainda existem algumas pendências”, emendou. Rouxinol também falou da situação do atacante Elias, que teve seu contrato encerrado com o Botafogo no fim de dezembro. O dirigente disse que apesar de a diretoria não ter exercido o direito de compra do jogador, fixado em

R$ 2 milhões, a permanência dele não está descartada. “Existia uma preferência ao Botafogo pela compra do Elias, que não ocorreu. Temos conversado com o Resende, com o empresário do Elias e a negociação não está encerrada. Há ainda a possibilidade de o Elias jogar pelo Botafogo em 2014”, afirmou.

Sem Kleina e Leandro, Palmeiras se reapresenta com caras novas O Palmeiras voltou das férias ontem (03) com algumas caras novas: o volante França, emprestado até o fim do ano pelo Hannover (ALE), e o atacante Rodolfo, ex-Rio Claro, se juntaram aos remanescentes do título da Série B e aos jogadores que voltaram de empréstimo. Diogo, ex-Portuguesa, também foi à Academia, mas ainda não pisou no gramado. O grupo foi submetido a testes físicos e depois foi a campo para atividades sem bola. As baixas ficaram por conta do técnico Gilson Kleina, que terá um dia a mais de folga e retorna hoje (04), do lateralesquerdo Juninho, que não deu

justificativa para a ausência, e dos atletas que não tiveram seus vínculos renovados. O atacante Leandro, artilheiro da equipe na temporada passada, ainda negocia com o clube e não se apresentou. As saídas confirmadas são as dos zagueiros André Luiz e Vilson, dos volantes Léo Gago, Márcio Araújo e Charles, dos meias Ronny, Fernandinho e Rondinelly, e o atacante Ananias. O goleiro Bruno e os volantes Marcelo Oliveira e Wendel renovaram seus contratos: o primeiro por duas temporadas e os outros dois até o fim do ano. Ambos se apresentaram. O clube já acertou as con-

tratações do zagueiro Lúcio, ex-São Paulo, e do lateral-esquerdo William Matheus, exGoiás, que se apresentam nos próximos dias. Ainda há negociações com o lateral-direito Moreira, do Libertad (PAR), e com o meia Marquinhos Gabriel, ex-Bahia. Anselmo Ramón, atacante do Cruzeiro, pode ser envolvido na troca pelo também ata cante Luan, que seguirá emprestado à Raposa. Voltaram de empréstimo o lateral-direito Tutinha, os zagueiros Luiz Gustavo e Wellington, o meia Patrick Vieira e os atacantes Mazinho e Miguel Bianconi.

Após ameaças de boicote, a 45ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior começou ontem (03) com a participação dos grandes times do Brasil. Grêmio e Inter estreiam hoje (04) na competição com transmissão pela televisão. O tricolor gaúcho enfrenta o São Caetano, às 10 horas, no Estádio Vereador José Ferez, em Taboão da Serra. Os times estão no grupo Q junto com os anfitriões e o Luverdense, do Mato Grosso. A partida passa ao vivo na RedeTV. Já o Internacional joga às 17 horas contra o Rio Claro, com transmissão direta pelo Sportv e pela ESPN Brasil. O colorado está no grupo E, cuja sede é o Estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, em Marília. Na chave, estão também o Brasília e a equipe da casa. Ao todo, a Copa São Paulo conta com 104 times dividi-

dos em 26 grupos. Avançam para a fase eliminatória os líderes de cada grupo e os seis melhores segundo colocados. Pelos cruzamentos, não há chance de clássico Gre-Nal logo na etapa seguinte.

SEM BOICOTE Em meados de 2013, os grandes clubes do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, além de outros gigantes do futebol brasileiro, ameaçaram deixar de participar da Copinha caso o São Paulo fosse confirmado pela Federação Paulista de Futebol. Os clubes protestavam contra supostos aliciamentos do tricolor paulista a jovens da base. O movimento teve vários adeptos, mas não vingou. Grêmio e Inter assistiram de longe as manifestações e mantiveram a política de boa vizinhança com todos.

JOGOS DA DUPLA GRE-NAL NA PRIMEIRA FASE DA COPINHA HOJE (04) 10h00

Grêmio

x

São Caetano (RedeTV)

17h00

Inter

x

Rio Claro (Sportv e ESPN Brasil)

19h00

Grêmio

x

Luverdense (Sportv)

21h00

Inter

x

Brasília (Rede Vida)

16h00

Grêmio

TERÇA-FEIRA (07)

DIA 10/01 x

Taboão da Serra (Sportv e ESPN Brasil)

DIA 11/01 19h00

Inter

x

Marília (Sportv)

UFC planeja Belfort x Weidman nos Estados Unidos Vitor Belfort é o próximo desafiante do cinturão do americano Chris Weidman e deve ficar longe do Brasil na sua segunda tentativa de conquistar o título dos médios. Segundo afirmou o CEO do UFC, Lorenzo Fertitta, em entrevista à ESPN.com, está nos planos da organização realizar o duelo nos Estados Unidos,

novamente em Las Vegas, provavelmente em maio ou julho. Belfort já estava ciente de que enfrentaria o campeão do duelo entre Anderson Silva e Weidman, no último sábado (28), pelo UFC 168. Com a fratura de Spider e a permanência do cinturão nas mãos do americano, questionouse se o brasileiro receberia a

vantagem de ter uma quarta chance de lutar em seu país - o Fenômeno vem de três vitórias seguidas, todas elas no Brasil. A grande dúvida sobre uma possível luta de Vitor Belfort nos Estados Unidos é referente à polêmica em torno da Terapia de Reposição de Testosterona (TRT), a que o brasileiro se sub-

mete. O lutador precisa ser licenciado pelas Comissões Atléticas dos Estados onde a luta se realiza e, de acordo com o líder da Comissão Atlética de Nevada, Keith Kizer, o carioca precisa provar que sua necessidade do TRT não está relacionada ao uso de “drogas de melhora de rendimento”.

Ex-campeão dos meio-pesados (2004) e pesados (1997) do UFC, o cinturão dos médios é um antigo sonho de Belfort, apesar da esperada revanche contra Spider não ter se concretizado. O carioca desafiou o então campeão em 2011, mas acabou nocauteado com um chute frontal no rosto.


ESPORTES

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

O PRESENTE |

27

DE SAÍDA?

Depois de Vargas, Santos está de olho em Zé Roberto Meia que completará 40 anos em 2014 ainda terá reunião com a direção do Grêmio para negociar sua permanência no Olímpico O nome do meia Zé Roberto, mais uma vez, voltou a aparecer entre a lista de possíveis reforços do Santos para a temporada. O jogador ainda terá uma reunião com a direção gremista, já que no seu contrato há uma cláusula que prorroga seu vínculo em mais seis meses caso o Grêmio garantisse uma vaga na Copa Libertadores, o que aconteceu. A readequação salarial que o camisa 10 precisará passar caso permaneça no Grêmio, porém, seria um

ponto que conta a favor do Santos. Se fechar com o time santista, Zé volta para se ex-clube e terá Leandro Damião e Eduardo Vargas, que deve ser anunciado até terça-feira (07), como seus companheiros. O Grêmio se reapresenta na quarta-feira (08). O grupo fará a sua pré-temporada em Bento Gonçalves.

NO ATAQUE E o Santos demonstra que está mesmo no ataque.

O atacante Leandro não foi à reapresentação do elenco do Palmeiras, ontem (03), na Academia de Futebol, mas o clube ainda tenta mantê-lo para 2014. A intenção é acertar um novo empréstimo, até o fim do ano, mas já há o temor de perdê-lo para o clube santista. Alguns membros da comissão técnica alviverde dão a saída do jogador como certa e veem o rival como provável destino, mas o Peixe nega o interesse.

Inter tenta estancar problema na bola aérea com Dida, Ernando e Paulão A defesa do Internacional foi o setor que mais teve problemas em 2013. E também foi o setor que mais recebeu reforços ao final da temporada. O clube gaúcho já tem quatro contratações para o setor - três anunciados de maneira oficial e um esperando final da punição por doping. A bola aérea é um dos fatores que contaram para as contratações de Dida, Paulão e Ernando. O goleiro tem 1,96m, o zagueiro Paulão tem 1,87m e Ernando tem 1,84m. Todos aumentam a média de altura da defesa. Dos defensores que já estão no grupo, apenas Alan, 1,94m, tem altura maior do que a dos zagueiros contratados. Ambos chegam com status de titular - a dupla e Juan brigam por duas vagas na defesa, embora o camisa 4 ainda não tenha continuidade definida após a metade do ano. “O Paulão é um jogador rápido. Também

O treinador espanhol Miguel Ángel Portugal, que treinava o Bolívar (BOL), está acertado com o Atlético-PR. É o que afirma o site esportivo “Late!”, da Bolívia. O técnico anunciou a desvinculação do ex-clube na quinta-feira (02) e ontem (03) desembarcou em Curitiba. Portugal substituirá Vagner Mancini, que deixou o clube após não ter o contrato renovado pela diretoria do rubro-negro mesmo

após a ótima campanha no Campeonato Brasileiro, que culminou com a ida do clube à Copa Libertadores. O Atlético estreará na competição diante do Sporting Cristal (PER), no próximo dia 29 . O clube sofreu um desmanche em relação à equipe que terminou 2013. A chegada de um novo comandante seria o primeiro passo para a construção de um time forte para a disputa do ano. Divulgação

Divulgação

Paulão é uma das apostas do Inter para acabar com problemas na bola aérea

é muito bom nas bolas aéreas”, elogiou o presidente Giovanni Luigi em entrevista para a Rádio Gaúcha. Contratado do rival Grêmio mesmo com 40 anos, Dida também é uma arma contra as jogadas aéreas. O goleiro joga adiantado principalmente nas bolas paradas e tem saída do gol elogiada pelo mandatário. “É um goleiro experiente e que fica à disposição do Abel. Tem uma bola aérea muito boa, sai do gol

muito bem. É um jogador de vivência internacional e tem condições de nos ajudar bastante”, completou Luigi. Para fechar os investimentos no setor defensivo, falta apenas a contratação de um lateral-direito. Com a saída de Gabriel, o Inter admite que precisará fazer um investimento maior para contar com um reforço para a posição. Com mercado restritivo, o clube gaúcho procura jogadores no mercado sul-americano.

Blatter quer instituir punição a jogadores que simulem lesões O presidente da Fifa, Joseph Blatter, deseja instituir no futebol uma punição aos jogadores que simulem lesões. O dirigente sugere que estes atletas fiquem um tempo fora da partida, mas não especificou por quanto

Treinador espanhol pode ser o novo técnico do Atlético-PR

tempo seria o castigo. “Em termos práticos isso seria como minutos de castigo, e poderia ser feito para que os jogadores que gostam de fingir pensem melhor”, escreveu Blatter em sua coluna na revista da Fifa. O dirigente defendeu o seu

ponto de vista afirmando que se tornou algo normal, no futebol atual, alguns jogadores caírem no chão e fingirem estar lesionados. “Acabar com este tipo de trapaça é uma questão de respeito aos adversários e torcedores”, completou Blatter.

O espanhol Miguel Ángel Portugal, que treinava o Bolívar (BOL), já estaria acertado com o Atlético-PR

Bruninho desabafa e abandona time brasileiro por salários atrasados O levantador Bruninho, do RJ Esportes, filho do técnico Bernardinho, desabafou em seu Facebook e anunciou ontem (03) que está deixando a sua equipe do Brasil para defender o Modena, na Itália. Entre outros pontos, ele criticou a falta de profissionalismo no vôlei brasileiro e revelou que recebeu apenas um mês de salário desde o início da temporada. “Eu e alguns companheiros de elenco recebemos apenas um mês desde o início da temporada, situação que me levou a tomar a decisão mais difícil da minha carreira: a de deixar o Brasil por algum tempo”, destacou o jogador da Seleção Brasileira de vôlei. “A situação se torna inevitável e, na nossa curta carreira de atletas,

não podemos abrir mão dos nossos direitos como profissionais por praticamente uma temporada inteira”, declarou. Faltando pouco mais de dois anos dos Jogos no Rio de Janeiro, o armador também esbravejou ao citar o descaso que os esportes olímpicos sofrem com a falta de investimento e atacou: “É preciso valorizar o esporte coletivo que mais medalhas olímpicas e mundiais conquistou para o nosso Brasil”, expôs, emendando: “Se isso acontece em uma modalidade com tanta visibilidade, e considerada por muitos a segunda mais importante do país, imaginem o que se passa com as que não têm o mesmo espaço na mídia”, concluiu Bruninho.


ESPORTES

28 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

ENTRE RIOS DO OESTE

Campeonato de futebol sete abrirá calendário esportivo Após readequações nos ginásios, será realizado o Campeonato Municipal de Futebol de Salão Divulgação

Integrar cada vez mais pessoas às atividades oportunizadas pela Secretaria de Esportes de Entre Rios do Oeste, para garantir mais qualidade de vida à população. Este é um dos principais objetivos da pasta, e, conforme explica o secretário João Amadeu Salla (Russo), a equipe se esforçou bastante ao longo do ano passado. Prova disso, segundo ele, é que centenas de pessoas participaram dos campeonatos e torneios realizados em 2013. “Neste mês iniciaremos o calendário esportivo com o Campeonato Municipal de Futebol Sete, que reunirá dezenas de equipes em disputas que prometem ser acirradas. Esta será a primeira competição no município. Já nos meses de março e abril serão realizados os campeonatos municipais de bocha e bolão”, enfatizou Russo à reportagem de O Presente, acrescentando que Entre Rios do Oeste estará representado por atletas que competirão em várias modalidades nos Jogos da Amizade. De acordo com o secretário, 2014 promete ser bastante movimentado em termos de atividades, a considerar que no ano passado foram promovidos mais de 22 eventos esportivos, entre campeonatos realizados em Entre Rios do Oeste e jogos oficiais que aconteceram em diversos municípios do Estado. “Vamos disponibilizar mais ações neste ano, para que mais pessoas tenham acesso aos projetos desenvolvidos e possam representar o município em disputas em outras localidades”, ressaltou. A Secretaria de Esportes

Secretário de Esportes de Entre Rios do Oeste, João Amadeu Salla (Russo): “Nossa meta para este ano é melhorar o que deu certo, além de ampliar as ações em termos de modalidades e categorias”

investirá em readequações e reformas nos ginásios de esportes, sendo algumas delas solicitações apresentadas pelo Corpo de Bombeiros, e outras que são necessárias para oferecer mais comodidade e segurança aos atletas e à comunidade. “Tão logo estiverem prontas as reformas, será iniciado o tradicional Campeonato Municipal de Futebol de Salão, para que os locais estejam em condições de uso conforme as exigências atuais. Entre outras ações, estão sendo executadas melhorias no gramado do estádio municipal. Além disso, atendemos nas empresas com ginástica laboral e os alunos das escolas municipais têm aulas de xadrez”, completou. A área de esportes, menci-

ona Russo, foi promissora em termos de envolvimento da comunidade nas programações no município e de resultados conquistados com a participação de jogos oficiais. “Foram 22 eventos esportivos no qual estivemos comprometidos, sejam eles realizados em Entre Rios ou então que aconteceram em outras cidades. Como exemplo, nós participamos dos Jogos Abertos, Jogos Escolares, Jogos da Juventude e alcançamos a fase regional dos Jogos Bom de Bola”, destacou. Em Entre Rios foi realizado o Campeonato Municipal de Futsal nas categorias adulto, veterano, feminino e categorias de base; Campeonato de Futebol Sete nas categorias veterano e livre; e

Campeonato de Futebol Sete na Linha Boa Esperança. “Também foi realizado o Campeonato Municipal de Futebol Sete na Linha Golondrina, coordenado pela diretoria da associação e que contou com apoio da prefeitura”, comentou. De acordo com Russo, outra atividade que envolveu muitas pessoas foi a etapa do Cicloturismo, realizado pelo Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, com mais de 80 participantes, e o passeio ciclístico do município. No início do ano passado também foi realizada a etapa do Verão Paraná nas modalidades de vôlei de praia, handebol de praia e futebol de areia; campeonato de futebol

de campo com oito equipes e 20 jogadores em cada uma, totalizando 160 atletas; e o Campeonato de Futebol Suíço teve participação de 12 equipes na categoria livre e seis no veterano, enquanto o Campeonato Municipal de Bocha em Trios reuniu 12 equipes. “Também foi realizado o campeonato de bocha da terceira idade, categoria individual, com 18 participantes, e o de bolão recebeu seis equipes. Com a união da nossa equipe e o comprometimento dos esportistas, foi possível alcançar sucesso nas atividades do ano passado e nossa meta para este ano é melhorar o que deu certo, além de ampliar as ações em termos de modalidades e categorias”, finalizou Russo.

Transparaná terá largada dia 26 em Foz do Iguaçu Falta pouco mais de 20 dias para o 20º Transparaná Troller, competição que faz a ligação da Costa Oeste com o Litoral do Paraná. O maior rali de regularidade do Brasil terá início em 26 de janeiro, em Foz do Iguaçu, e até o dia 1º de fevereiro carros de várias partes do país passarão pelos caminhos históricos do

Estado, antes percorridos por desbravadores, tropeiros, colonizadores, índios, jesuítas, entre outros aventureiros. Cerca de 100 competidores paranaenses já confirmaram presença no rali. No total, até agora 47 duplas de seis Estados (18 cidades) do Brasil já estão inscritas. Todas elas divididas nas categorias master

(principal da competição), graduados, junior, jeep e adventure. Interessados em participar podem se inscrever pelo site www.transparana.com.br. Se preferir pode enviar e-mail para alex@mundonav.com.br. Todas as informações sobre a lista de inscritos e detalhes serão divulgados no site do

evento. O Transparaná Troller 2014 tem como patrocínio Ouro a Trolle, Prata a Acassius Gráfica e Dispauto Auto Peças, Bronze a Ekron Off Road, Off Shox Amortecedores Especiais, Mamute Off Road, Itaipu Binacional, Klein e apoio do Recanto Thermas & Resort Park Ho-

tel, Secretaria do Turismo do Paraná, Barracão do Jeep, Santa Paula Hotel, Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu e Jeep Club 4x4 de Foz do Iguaçu. A supervisão é da Confederação Paranaense de Automobilismo, enquanto a realização é do Jeep Club de Curitiba e do Mundo Nav.


ESPORTES

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

O PRESENTE |

29

FUTEBOL

Seletiva regional de atletas acontecerá em Guaíra Inscrição custará R$ 20 por atleta. É permitida participação de jogadores de oito a 23 anos Está programada para as 15 horas de quinta-feira (09), em Guaíra, uma seletiva regional de atletas de futebol de campo. A coordenação é de responsabilidade do Centro Cultural Esportivo Promocional (CEP), de Santa Rosa, Rio Grande do Sul. De acordo com o presidente do CEP Futebol, Leonor Scherer, a partir das seletivas já foram colocados mais de 150 atletas em clubes do Brasil e do exterior. “O objetivo é

recrutar atletas para encaminhamento direto a clubes ou empresários, não levando os jogadores a centros de treinamento”, afirma. O apoiador da atividade em Guaíra, Tito Costa Porto, informa que a seletiva está aberta para interessados do município e atletas que residem em outras cidades da região e ocorrerá no Campo da Messiânica, localizado ao lado do cemitério. “As inscrições de cada atleta para a

seletiva custam R$ 20 e são feitas na hora, sendo que podem participar interessados com idade entre oito e 23 anos. Para quem for selecionado para o exterior é preciso ter idade mínima de 18 anos”, completa. Os jogadores interessados devem apresentar-se no local de calção, chuteiras, meias e documento de identificação. Conforme Scherer, o Centro Esportivo atua há mais de 20 anos descobrindo e re-

Campo Mourão contrata Guelé para disputar o Paranaense Divulgação

O jogador bicampeão paranaense pelo Umuarama nos anos de 2007 e 2008, Alexsandro Tiete de Azevedo, o Guelé, de 24 anos, foi contratado recentemente pelo Campo Mourão para disputar pelo clube o Campeonato Paranaense de Futsal Chave Ouro e os Jogos Abertos do Paraná. O jogador, que atua como ala/fixo, competiu três temporadas no Umuarama Futsal e no ano passado atuou pelo AD Indaiatubana, de São Paulo. Outras passagens do atleta são pelo Ivaiporã Futsal, Pato Branco e Paranavaí. Guelé foi campeão da Taça Paraná sub-20 pelo Umuarama e campeão da Chave Prata do Campeonato Paranaense em 2011. Além dele, já estão certos no elenco do tricolor mourãoense o fixo Alessandro Maringá (renovação), o goleiro

Guelé foi campeão da Taça Paraná sub-20 pelo Umuarama e campeão da Chave Prata do Campeonato Paranaense em 2011

Babalú (repatriado da Europa), os alas Batata (renovação), Pulga (renovação) e João Gabriel

(ex-Paranavaí), além dos pivôs Vini (renovação) e Cleodon (ex-Aracati, do Ceará).

CBFS convoca franquias e clubes para reunião da Liga Futsal A Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS), por meio do Comitê Executivo da Liga Nacional Futsal, convocou oficialmente nesta semana os proprietários de franquias e clubes participantes para uma reunião que será realizada no dia 29 de janeiro, das 10 às 18 horas, na Federação Paulista de Futsal. No encontro será definida a fórmula de disputa da competição neste ano. Serão discuti-

das as propostas encaminhadas à entidade até a última terça-feira (31), definindo a tabela de jogos da principal competição do futsal brasileiro. O segundo item da pauta será apreciação da movimentação financeira da Liga Nacional Futsal 2013 e assuntos gerais. Neste ano, 20 equipes participarão da competição, sendo quatro do Paraná: Copagril/Sempre Vida/Marechal Cândido Rondon, Guarapu-

ava, Maringá e Umuarama; Sesi Futsal, do Distrito Federal; Minas representando Minas Gerais; Cabo Frio/Macaé pelo Rio de Janeiro; quatro de Santa Catarina: Concórdia, Floripa Futsal, Jaraguá e Joinville; seis do Estado de São Paulo: ADC/Intelli, Corinthians, São Bernardo, São Caetano, São Paulo FC e Sorocaba; e três do Rio Grande do Sul: Carlos Barbosa, Erechim e Venâncio Aires.

velando futuros jogadores profissionais de futebol de campo, junto aos clubes e empresários esportivos da sua rede de parceria. Os jogadores revelados atuam em diversos clubes do Brasil e do exterior, que disputam campeonatos na Europa e em outros continentes. Entre os atletas revela-

dos pelo CEP está Leandro Augusto Oldone, de Cascavel, que joga no futebol mexicano. Em caso de dúvidas, mais informações podem ser obtidas com Tito, pelos telefones (44) 9976-3347 e 84222004, ou Leonor Scherer, pelos telefones (55) 3511-2012 e 9962-4766. O site é www.cepfutebol.com.br.


POLICIAL

30 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

CADA VEZ MAIS CEDO

Menor de 13 anos apreendido já tinha passagem Adolescentes de 12 e 13 anos e um casal de maiores foram flagrados com 4,5 quilos de maconha, em Toledo Divulgação

Dois menores de idade, de 12 e 13 anos, e um casal maior de idade foram flagrados com 4,5 quilos de maconha na noite de quinta-feira (02), em Toledo. Dos quatro, apenas o menor de 12 anos não tinha passagem pela polícia. O jovem, de 19 anos, já havia sido preso, em janeiro do ano passado, portando 21 pedras de crack. A mulher, também de 19 anos, já teve passagens por tráfico e danos. Consultado no sistema, os policiais constataram que o menor de 13 anos também já havia passado pela delegacia. As prisões e apreensões aconteceram depois que policiais militares foram acionados para verificar os jovens e adolescentes, que estavam em atitude suspeita em um ponto de ônibus, pró-

Polícia investiga se homem atropelado já estava morto

Maconha e envolvidos foram encaminhados à Polícia Civil; Conselho Tutelar deve auxiliar os menores

ximo ao Terminal Rodoviário da Vila Pioneiro. As drogas foram encontradas nas mochilas, em revista. A mulher ficou exaltada e disse que a droga era do seu irmão, de 13 anos.

Os suspeitos esperavam um ônibus que os levaria até a cidade de Cascavel, onde provavelmente a droga seria vendida. Os envolvidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil.

BPFron apreende armas brancas e maconha Divulgação

As duas armas estavam no carro de um dos suspeitos

A Polícia Civil quer saber se um homem, que estava deitado sobre uma rodovia, em Entre Rios do Oeste, já estava morto quando foi atropelado por um veículo por volta das 22 horas de quinta-feira (02). Um motorista trafegava na pista quando atropelou a vítima, mas ele não soube informar se o senhor estava morto antes do impacto. A vítima é Inácio Bamberg, de 58 anos. O condutor chamou a polícia, que iniciou as in-

REVISTA EM MATELÂNDIA

Duas armas brancas e dez gramas de maconha foram apreendidas pelo Batalhão e Polícia de Fronteira (BPFron) em Marechal Cândido Rondon. Dois homens foram presos depois que eles foram abordados por estarem em atitude suspeita, na noite de quarta-feira (1ª). Com eles, foram encontradas as dez gramas do entorpecente, divididas em duas porções. Os policiais revistaram o carro de um dos suspeitos e encontraram as armas. Havia grande aglomeração de pessoas na hora da prisão. Os jovens têm idades de 19 e 22 anos. Eles foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil local.

CAPOTAMENTO NA BR-467 Catve

Um Chevrolet Spin, de Nova Santa Rosa, capotou na tarde de ontem (03), na BR-467, entre Toledo e Cascavel. Chovia muito no momento do acidente. O condutor, de 45 anos, perdeu o controle do carro no fim de uma curva e capotou. Ele saiu da pista e parou somente em uma plantação. O motorista estava sozinho e não ficou ferido.

vestigações. De acordo com o motorista do veículo, o homem estava deitado no asfalto e ele não teve como desviar o carro. O acidente aconteceu em um trajeto que liga o interior à cidade de Entre Rios. Socorristas chegaram a ser chamados, mas quando chegaram, a vítima já estava sem vida. O motorista deve voltar a ser ouvido nos próximos dias pela Polícia Civil de Marechal Cândido Rondon, que comanda as investigações.

Divulgação

Investigadores da 15ª Subdivisão Policial e agentes do Departamento Penitenciário apreenderam diversos objetos na carceragem da Delegacia Regional de Matelândia na quintafeira (02), durante uma revista no local. Nas celas foram encontrados facas artesanais, chaves pontiagudas, celulares, carregadores, videogames, CDs e uma pequena quantidade de drogas. O local pertence à 8ª Regional de Cadeias, que abrange ainda Cascavel, Toledo, Laranjeiras do Sul, Catanduvas, Marechal Cândido Rondon e Medianeira.

Loja é assaltada em Marechal Rondon Objetos de uma loja de presentes foram furtados ontem (03), na Vila Gaúcha, em Marechal Cândido Rondon. Quando o proprietário chegou para abrir o estabelecimento, às 08 horas, percebeu que uma grade da porta da frente estava quebrada e outras duas portas estavam deslocadas. Nenhuma mercadoria de

grande valor foi levada do local. Tintas para cabelo, óculos de sol e pen-drives foram alguns dos itens furtados. Os bandidos também levaram a caixa registradora, retiraram o dinheiro de dentro e a jogaram em um terreno baldio, próximo à loja. A polícia não tem pistas de quem possa ter cometido o crime.


POLICIAL

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

O PRESENTE |

31

SEM SOLUÇÃO

Celulares e drogas invadem cadeias da região Durante revistas nas carceragens, comumente são apreendidos objetos que os presos, em tese, não deveriam, jamais, ter acesso Arquivo/OP

Celulares, maconha e di- sado também tentando arversos objetos não permiti- remessar objetos para dendos foram encontrados den- tro da cadeia, um dia após tro da Carceragem da Dele- uma operação bate-grade. De acordo com o chefe de gacia de Polícia Civil de Guaíra. É comum acontecer esse Cadeias da 8ª Região, Ari tipo de flagrante nas cadeias Batista da Silva, uma série da região. A população per- de fatores permite para que gunta como pode o detento materiais desse tipo cheque deveria estar isolado ter guem às mãos dos detentos. acesso a drogas e celulares. “A primeira coisa a fazer é A resposta aponta para uma tirar os condenados de densérie de erros, que fragiliza tro das carceragens e coloas estruturas prisionais hoje cá-los em Foz do Iguaçu (Penitenciária Estadual)”, diz instaladas na região. A apreensão de cinco ce- Ari. Conforme o chefe de lulares e quase meio quilo Cadeias, são especialmente os condenados de maconha dentro da carceA construção dos que se utilizam ragem da cadeia dois presídios em desses equipamentos. “Hoje pública de GuaGuaíra vai as penitenciáriíra no último dia desafogar a as têm mais conde 2013 se repete carceragem de dições de atenem todos os municípios da re- Marechal Rondon, der os condenados. O problema gião, como Memas isso deve é que faltam vadianeira, Palocomeçar a t i n a , T o l e d o e acontecer próximo gas e há uma demora excessiva Marechal Cânao fim do ano para que os cadido Rondon. sos sejam julgaNa cadeia rondonense, durante uma re- dos. Com isso, os detentos vista no mês de agosto do passam anos dentro das carano passado, foram encon- ceragens, ou cumprindo trados 22 celulares, além pena, ou esperando julgade facas artesanais, drogas mento. “É necessário ainda e até cadernos de recado detectar os líderes negativos que estão presos e sepaentre quadrilhas. Geralmente, esses obje- rá-los dos demais”, pontua tos entram camuflados em o servidor. Mas os problemas não são material entregue aos presos ou pelos solários. Em somente os detentos. Falta Medianeira, por exemplo, de treinamento do agente várias pessoas foram fla- carcerário, falta de equipagradas nos últimos dois mentos, estrutura física inameses jogando ou tentan- dequada e pouca participado jogar objetos para den- ção de entidades civis ligatro da área onde os presos das à segurança são probletomam sol. Em Marechal mas evidentes dentro das Rondon, dois menores fo- delegacias da região. “Estaram flagrados no ano pas- mos fazendo um levantaDivulgação

Em agosto do ano passado, objetos encontrados em Marechal Rondon lotaram uma sala da delegacia

mento para melhorar algumas delegacias, como em Marechal Cândido Rondon. Esperamos que neste ano consigamos melhorar um pouco essa situação”, explica. Para isso, desafogar as carceragens é essencial. “A construção dos dois presídios em Guaíra vai desafogar a carceragem de Marechal Rondon, mas isso deve começar a acontecer próximo ao fim do ano”, espera Ari. Ainda segundo ele, a situação em Marechal Rondon ficou bastante crítica por conta da falta de atenção para o local. “Como o Estado passou a responsabilidade para a região de Cascavel - antes era de Foz do Iguaçu - Marechal Rondon passou a receber mais atenção”, diz.

OBJETOS

Parte dos aparelhos encontrados na cadeia de Guaíra

As operações bate-grade, como são chamadas pela polícia, ou revistas, ocorrem com frequência sempre entre agentes carcerários, Polícia Militar, Polícia Civil e Batalhão de Polícia de Fronteira. O objetivo é vistoriar o local onde ficam os detentos e localizar objetos não permitidos. Em Guaíra, a revista terminou com a apreensão de

cinco telefones celulares, três carregadores para celular, seis fones de ouvido e aproximadamente meio quilo de maconha. Entre os objetos já encontrados na região estão cartões de memória, pen-drives, máquinas de tatuagem, cadernos de contabilidade, agenda telefônica e armas de fabricação artesanal.

CADEIA CIDADÃ A segurança deve aumentar minimamente em Marechal Rondon depois que o setor administrativo da Delegacia de Polícia Civil se mudar da atual sede para um novo local. Uma residência já foi alugada pela prefeitura para receber os policiais, ao valor aproximado de R$ 1,4 mil por mês. A casa vai concentrar os trabalhos dos investigadores e de atendimento ao público, além de ter salas específicas para o desempenho do trabalho administrativo. Por conta disso, o prédio onde hoje funciona a delegacia e a carceragem, na Avenida Rio Grande do Sul, vai ficar somente com a carceragem, que deve acomodar os presos com mais qualidade. Dois, entretanto, são os problemas. A demora para

que a polícia se mude, já que a casa alugada foi anunciada há aproximadamente meio ano, e os problemas estruturais do atual prédio, que, mesmo sendo exclusivamente destinado à carceragem, precisa de reformas, paliativas.

COMPROMETIDO Laudos de engenheiros e do Corpo de Bombeiros local comprovam que o prédio não tem condições de ser reformado. Uma nova cadeia precisa ser construída. A casa onde vai funcionar a nova delegacia abrigaria, provisoriamente, a Delegacia Cidadã, programa do governo que implanta infraestrutura de uma delegacia para atendimento ao público, separando os presos da sociedade.


A

cademias de Marechal Cândido Rondon seguem a tendência nacional e oferecem diversas modalidades de treinamentos fí-

sicos para seus alunos. A musculação, que sempre foi o carro-chefe, há anos perde espaço para outras atividades, mais modernas, divertidas e, por vezes, mais eficazes do que a

incansável repetição do levantar e empurrar pesos. Não que a musculação não seja um bom treino para manter a saúde, mas que tal aliar caiaque, bike, caminhadas, corridas e técnicas verticais na rotina de treinamento? O convite é para deixar as salas de musculação uma ou duas vezes por semana para um treino diferente, que envolve o aprendizado de técnicas esportivas, o contato com a natureza e necessita de um bom preparo físico. Quem vem oferecendo a novidade em Marechal Rondon é a Academia Fenix, criada pelo educador físico Tiago Pinz em 2010. Com o passar do tempo, ele sentiu a necessidade de oferecer mais opções de treino a seus clientes. Hoje, os alunos da academia podem

participar de atividades ao ar livre, sem custo adicional. “Muitas pessoas ainda têm uma imagem da academia como lugar de pessoas muito fortes, mas não é isso. A própria musculação tem diversas funções além de deixar os músculos fortes, inclusive serve para perder peso, corrigir postura e garantir um bom condicionamento físico”, diz o educador. “As academias estão aí porque o corpo precisa de atividade física. Especialmente nos dias de hoje, porque as pessoas são menos ativas que antigamente. É muito tempo em frente a computadores, tablets, videogames e pouco tempo usado para uma atividade física. Por isso, passamos a oferecer várias modalidades de treino, que agradem a um público maior”, conta Tiago. Lutas, dança e aeróbica são alguns dos itens nos cardápios das academias rondonenses. Na Fenix, a novidade é o treino de aventura. Uma vez por semana, o aluno tem a opção de deixar de lado as atividades dentro da academia, seja ela qual for, e praticar modalidades como passeios de caiaque, percursos de bike, caminhadas e corridas na natureza, rapel em cachoeira, escalada e slackline, tudo com equipamentos da própria academia e supervisionado por educadores físicos com experiência nesses esportes. “É uma oportunidade de estar em contato com a natureza ao mesmo tempo em que se pratica uma atividade física”, argumenta o pro-


fessor. “Um dia, o aluno faz algo, na vez seguinte, temos outra atividade, e assim por diante, sempre intercalando com o treino na academia”, explica Pinz. Para isso, o educador físico usa as belezas naturais e artificiais de Marechal Rondon. “Tem muita gente que gosta de fazer o rapel na Cachoeira da Onça, ou andar de caiaque no Rio Guaçu ou no Lago de Itaipu”, pontua. Os treinos de aventura acontecem ainda pelas estradas do interior do município, com as bikes, as caminhadas e as corridas, e na pedreira municipal, com o rapel e a escalada. Antes de iniciar as atividades, o aluno tem uma rotina de ações a cumprir, como fazer alongamentos e aquecimento. “É muito bom. Além da atividade física, o treino de aventura promove o bem-estar”, argumenta. A procura tem aumentado para essas atividades, que Pinz executa há cerca de dez anos. Até pessoas de outros municípios, como Toledo e Santa Helena, já procuraram ele para praticar.

H

á uma forma de treinamento que ensina como lidar com ações do cotidiano com mais facilidade, usando apenas a força do corpo. Levantar um balde cheio d’água, carregar as sacolas do supermercado, correr alguns metros sem se cansar ou ter um estresse muscular no fim do dia. É possível eliminar essas pequenas dificuldades e alcançar mais qualidade de vida com o treinamento funcional, uma modalidade da educação física que vem conquistando cada dia mais rondonenses. “A base do treinamento funcional é promover atividade com o peso do corpo. Transferimos o treino para a realidade do dia a dia”, explica o educador físico e empresário da Corpus Fit Brasil, Renan Nunes. Sua

academia tem sido cada vez mais procurada por conta da atividade, mais leve do que os intermináveis pesos da musculação tradicional. Uma das grandes vantagens do treinamento funcional é que a atividade pode ser praticada por pessoas de qualquer idade, de crianças a idosos. “A musculação se faz para músculos específicos, é mais segmentada. Torna-se mais estético do que eficaz. Já o treino funcional serve para preparar o aluno para as atividades diárias, como subir escadas, pegar um balde, pular um muro”, explica o professor. O objetivo é cuidar e ativar o corpo como um todo para os desafios que as pessoas encontram, seja no trabalho, no lazer ou em casa.

“O treinamento funciona da seguinte forma: cada dia o aluno tem uma meta diferente. Para alcançar seus objetivos, usamos técnicas que ensinam o corpo como executar os exercícios”, pontua Nunes. Giros, saltos, agachamentos. As atividades até parecem fáceis de ser realizadas, mas é indispensável a presença de um profissional da área. Todo e qualquer exercício feito de forma errada pode provocar danos à saúde.

CUSTOS Por enquanto, a Fenix não cobra adicionais nas mensalidades de seus alunos para que eles participem das atividades extras. “Como o treinamento de aventura é novo, as pessoas têm certa resistência em praticar se for preciso investir”, explica Pinz. Mas isso deve mudar com o tempo. “A gente faz esse treino primeiro para mostrar para as pessoas que é possível fazer muito mais. Aos poucos, o público vai entendendo que as academias têm custos com educação, equipamentos para as atividades e de segurança e que é preciso investir para participar dessas atividades”, frisa o empresário e educador físico. Para quem não é aluno da academia, o treinamento de aventura tem custos. É preciso passar por uma avaliação prévia do educador físico.

O Treinamento Funcional parte de um trabalho que utiliza os padrões fundamentais do movimento humano, como por exemplo levantar, saltar, girar, suspender. De maneira geral, a atividade busca o aperfeiçoamento do sistema músculo-esquelético e trabalha os sistemas sensoriais, motor e de percepção. Esse tipo de treinamento trabalha o corpo como um todo, através de gestos específicos. O Treinamento Funcional pode ser adaptado a qualquer programa e objetivo de treinamento e pode garantir qualidades como força, velocidade, equilíbrio, agilidade, coordenação, flexibilidade e resistência. Ele consiste basicamente em realizar exercícios livres, em superfícies instáveis ou com materiais que gerem instabilidade. Entre os benefícios estão melhoria da postura, equilíbrio muscular, diminuição da incidência de lesão, melhora do desempenho atlético a flexibilidade, aumento da eficiência dos movimentos, melhora da força e da coordenação motora.


AGRONEGÓCIO

34 | O PRESENTE

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

PRODUÇÃO E VENDAS

Setor de máquinas tem cenário de incertezas em 2014 Comercialização de colheitadeiras neste ano não deverá repetir 2013, quando cerca de oito mil unidades foram vendidas, um recorde Divulgação

Depois de um ano de recorde para a produção e as vendas internas de máquinas agrícolas no país, 2014 não deverá ser tão promissor para o setor, principalmente por conta das incertezas sobre a disponibilidade de recursos para o Programa de Sustentação do Investimento (PSI), do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), que representa empresas do segmento no país, ainda não divulgou suas previsões para este ano, porém o vice-presidente da entidade, Milton Rego, estima um ano de estabilidade para as vendas de máquinas. Rego admite que o cenário ainda é um pouco nebuloso. Embora as condições para o PSI tenham sido divulgadas no início de dezembro - os juros subiram de 3,5% para 4,5% ao ano para micro e pequenas empresas, e para 6% ao ano nos contratos de grandes companhias -, persistem as preocupações em relação ao fluxo de recursos para o programa em 2014. O orçamento do PSI ainda será definido pelo governo, mas há sinais de que será menor que os R$ 100 bilhões de 2013 em função das novas condições do programa.

"Ao fim de 2012, não havia essa perspectiva de aperto fiscal", afirma Rego. Há ainda incertezas sobre câmbio, eleições, além de perspectiva de rentabilidade agrícola um pouco menor ante 2013, observa o dirigente. As vendas de colheitadeiras, geralmente mais fortes no primeiro trimestre, já deverão ser impactadas pelo aumento dos juros do PSI e pela regulamentação das novas condições, prevê Rego. Assim, a comercialização em 2014 não deverá repetir 2013, quando cerca de oito mil unidades foram comercializadas, um recorde. Nos últimos anos, o setor foi impulsionado pela boa capitalização dos produtores, juros atrativos do PSI e necessidade de renovação do maquinário. Ano passado, a comercialização interna chegou perto de 83 mil unidades - até novembro totalizou 77,2 mil unidades desempenho histórico, acima do recorde de 1976, quando havia forte incentivo governamental. A produção também foi recorde. De janeiro até novembro, foram 94 mil máquinas, superando até mesmo o volume de 2010 - de 88 mil unidades. Entretanto, as exportações continuam perdendo competitividade e esse cenário deve perdurar em 2014, acredita Rego. Há dez

anos, por exemplo, o Brasil chegou a embarcar 31 mil unidades, segundo a Anfavea. No acumulado deste ano até novembro exportou apenas 14,6 mil unidades, queda de 5,1% sobre igual intervalo de 2012. Na avaliação de André Carioba, vice-presidente sênior e gerente geral da AGCO para a América do Sul, será quase impossível repetir o recorde de 2013 neste ano. Ele estima que as vendas internas da companhia terão desempenho entre 5% e 10% inferior a 2013. Ano passado, a AGCO também registrou recorde nas vendas no Brasil, sendo que o faturamento cresceu cerca de 15% ante 2012, praticamente o mesmo aumento do volume comercializado. Globalmente, a companhia registrou receita próxima de US$ 11 bilhões, 10% maior que em 2012. Mas Carioba também demonstra preocupação com os recursos disponíveis para o PSI em 2014. Segundo ele, o Ministério da Fazenda sinalizou R$ 40 bilhões a menos para o Finame, que são linhas de financiamento em que o PSI também está inserido. "É expressivo e preocupa", diz.

OTIMISMO Mas há quem esteja mais

Clima preocupa produtores argentinos Enquanto Brasil e Paraguai observam as lavouras de verão entrando em fase crucial de desenvolvimento - período reprodutivo -, na Argentina, os trabalhos de plantio ainda correm soltos. Levantamento divulgado recentemente pelo Ministério da Agricultura (MinAgri) e Bolsa de Cereales aponta que as sementes de soja ocuparam

83,2% da área e as de milho 73,4% do total a ser cultivado na temporada 2013/14. Os índices estão à frente do registrado nesta mesma época do ano passado. Estimativas oficiais indicam que a produção deve superar 50 milhões de toneladas da oleaginosa e mais de 20 milhões do cereal. Porém, os volumes só devem ser concretizados se o

clima favorecer o desenvolvimento das plantações, que estão em fase inicial de desenvolvimento. O pico de colheita é previsto para março. Por enquanto, a maior parte da área agrícola do país vizinho está em boas ou excelentes condições, segundo o MinAgri. Mas uma onda de calor que atingiu o Sul da América do Sul nas últimas semanas preocupa os produtores. No Paraguai, as lavouras prometem produtividades acima da média do ano passado. Brasil, Argentina e Paraguai são responsáveis pela maior fatia das exportações globais de soja. Em alguns pontos da Argentina, 40ºC foi a temperatura registrada na última semana, como a Capital Buenos Aires. Segundo meteorologias, 2013 foi o ano mais quente das últimas quatro décadas no país.

Nos últimos anos, o setor foi impulsionado pela boa capitalização dos produtores, juros atrativos do PSI e necessidade de renovação do maquinário: neste ano, cenário ainda é nebuloso

otimista em relação a este ano. Paulo Herrmann, presidente da John Deere Brasil e vice-presidente de vendas e marketing para a América Latina, estima que 2014 será muito positivo para a companhia no país, com os juros ainda competitivos do PSI, aumento de área plantada e preços das commodities agrícolas ainda acima da média histórica. A empresa não abre números específicos do desempenho no Brasil. A Deere & Co faturou US$ 37,7 bilhões em 2013, alta de 4,1% sobre 2012. Herrmann afirma que a companhia cresceu mais que o mercado brasileiro em 2013 e que em 2014 as vendas podem ficar estáveis. "Não tem porque olhar para 2014 e achar que será um ano ruim", diz. O Brasil já é o segundo mercado para a multinacional americana, atrás apenas dos Estados Unidos.

A demanda brasileira por tratores de alta potência levou a John Deere a anunciar a nacionalização da série 8R, com investimento de US$ 40 milhões para a ampliação da fábrica de Montenegro, no Rio Grande do Sul. Os tratores começarão a ser produzidos no país no ano que vem. Esse é apenas um exemplo de que a tendência de crescimento do mercado de máquinas maiores e mais sofisticadas continuará, diante de variáveis como a mão de obra, preço da terra e antecipação da janela de cultivo, pondera Rego, da Anfavea. A intensificação do uso das máquinas também é um dos fatores de expansão do mercado, crê Herrmann, da John Deere. "O equipamento trabalha mais vezes na mesma cultura". Isso significa necessidade de renovação em menor tempo.

Preços da soja despencam em Chicago neste início de ano O pregão de quinta-feira (02) na Bolsa de Chicago foi de queda de preços para a soja no mercado futuro, com baixas de até 25 pontos, indicou ontem (03) relatório da consultoria Agrinvestor Intelligence. De acordo com os analistas, a volta das chuvas influenciou o fraco desempenho nas cotações neste início de ano. "A volta das chuvas na América do Sul, particularmente na Argentina e Sul do Brasil, onde as lavouras vinham sofrendo com falta de umidade e temperaturas

muito elevadas, foi determinante para esfriar o mercado neste primeiro pregão do ano novo, pois mantém a perspectiva de uma safra recorde na região", citam os analistas em seu relatório. Conforme a consultoria, o que pode evitar uma pressão maior nos preços nos próximos dias é a demanda nos Estados Unidos, que tem estado bastante aquecida. No Brasil, o mercado de câmbio encerrou o dia em alta de 1,4%, com o dólar comercial cotado a R$ 2,389 para compra e R$ 2,391 para venda.


SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

AGRONEGÓCIO

O PRESENTE |

35

DEMARCAÇÃO INDÍGENA

1,2 mil famílias devem ser expulsas de terras no MA Suspeita-se que não haja plano de reassentamento aos pequenos agricultores A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) alerta a sociedade brasileira para mais um ato de covardia que está na iminência de ser praticado pelo Ministério da Justiça, contra 1.220 famílias de pequenos agricultores do Maranhão. Elas devem ser expulsas nos próximos dias de uma área demarcada pela Fundação Nacional do Índio (Funai), sem receber nenhuma assistência do Estado, passando a viver um terrível drama social. Há um ano, foi realizada operação semelhante na Terra Indígena Marãiwatsédé, onde um povoado construído na antiga fazenda SuiáMissú, no estado do Mato Grosso, foi totalmente destruído e seus quase sete mil habitantes não índios foram expulsos sem nenhum plano de reassentamento. A deso-

cupação foi tão desastrosa que a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República reconheceu que houve abusos e violações de direitos que não deveriam jamais se repetir. A CNA e a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (Faema) não criarão dificuldades ao cumprimento de qualquer ordem judicial, mas tampouco abdicarão da obrigação de defender os direitos humanos, inclusive dos pequenos produtores que vivem em uma das regiões mais pobres do Estado do Maranhão. O objetivo é cumprir o dever de zelar pelo respeito aos direitos dos agricultores. A presidente da CNA, senadora Kátia Abreu, enviou ofício há mais de três meses aos ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e da Secre-

taria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, solicitando acesso da CNA à parte da operação de desocupação que trata do plano de reassentamento. "A despeito da cautela de ressalvar informações estratégicas e de caráter sigiloso em meu pedido, não foi obtida resposta, o que gera a suspeita de que não existe plano de reassentamento, como não existiu na operação anterior", diz. Diante disto, a CNA denuncia que novas violações de direitos humanos praticadas pelo Poder Público estão prestes a se repetir e pede à sociedade brasileira que se mantenha atenta para impedir os abusos. “Todos nós, índios ou não, somos cidadãos brasileiros. Não é justo que o Estado garanta o direito de uns, violando direitos de outros”, disse em comunicado a presidente da CNA.

2014 deve ser menos remunerador para a soja O mercado dá sinais de que 2014 deve ser um ano menos remunerador para a soja no Brasil. Com o quadro de oferta e demanda pressionando a cotação da commodity, analistas de mercado falam em um cenário não tão favorável como o das últimas safras. “Os preços serão menos remuneradores, oferecendo uma rentabilidade menor que a atualmente oferecida pelo mercado. A oferta internacional deve aumentar e isso deve exercer pressão sobre os preços”, diz Fernando Burgos, diretor geral da consultoria Safras & Mercado. Por enquanto os analistas

dizem ser cedo para assumir posições que aponte a qual patamar de preços a soja chegará em 2014. No entanto, lembram que os valores orientam as decisões dos produtores e é uma variável que pode estimular ou reduzir a produção de um bem. “Não é possível fazer futurologia, mas os fundamentos de mercado apontam claramente para uma tendência diferente”, disse ainda Burgos. Na avaliação do especialista, o produtor rural precisa estar preparado para gerir os riscos, dominando não apenas os aspectos ligados à produção

e produtividade no campo. Ou seja, estruturar operações que lhe permitam manter a renda na atividade. “Nosso produtor é eficiente no campo, mas também enfrenta os riscos diversos como os do clima, das doenças. O que não depende de sua vontade é o comportamento de preços das commodities. A única coisa que resta é fazer gestão de risco de preço”, frisou Burgos. A produção brasileira de soja para a temporada 2013/14 está estimada entre 87,4 milhões de toneladas e 90,2 milhões de toneladas, conforme a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Anvisa estende prazo para mudança nos limites de micotoxinas A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) prorrogou para 1º de janeiro de 2017 a mudança nas regras que altera os limites de micotoxinas tolerados para o trigo e seus derivados. A medida, que também contempla as culturas do milho, arroz, cevada e seus derivados, está detalhada na Resolução nº 59, publicada no Diário Oficial da União de 30 de janeiro de 2013. A Câmara Setorial das Culturas de Inverno é composta por 30 entidades, entre as quais a Ocepar, Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), representantes do governo e da iniciativa privada. Em setembro de 2013, a Câmara encaminhou um documento à Anvisa, em que ressaltou que um dos desafios da agricultura brasileira era garantir a produção de alimentos seguros, isentos de contaminantes biológicos, físicos e químicos quando do consumo humano ou animal.

Também reiterou o comprometimento da cadeia produtiva nacional com a qualidade do trigo produzido e comercializado no país, iniciativa que contribui para minimizar o risco de contaminação e atende a legislação vigente (atual e futura), garantindo a competitividade e sustentabilidade da cadeia produtiva do trigo no Brasil. “Entendemos a importância da adoção de medidas de controle da contaminação de trigo por micotoxinas e da adequação da legislação brasileira à realidade nacional, à luz do que é praticado no mundo, mas solicitamos a prorrogação do prazo para que sejam feitos estudos e, a partir dos dados obtidos, sejam então adotados os limites com base na realidade brasileira”, disse o presidente da Câmara Setorial das Culturas de Inverno, que também é gerente técnico e econômico do Sistema Ocepar, Flávio Turra. Divulgação

CMN regulamenta perdão de dívidas agrícolas Em reunião extraordinária na segunda-feira (30), o Conselho Monetário Nacional (CMN) regulamentou a forma de abatimento das dívidas de pequenos agricultores e assentados da reforma agrária. Depois de conceder descontos de até 80% na dívida, o CMN determinou que esse rebate deve incidir sobre o saldo devedor até 31 de dezembro de 2014 e substituirá todos os bônus de adimplência e demais be-

nefícios do programa. As operações do Pronaf contratadas até o fim de 2010 e que estiverem inadimplentes até o fim deste ano poderão ser renegociadas com amortização mínima de 5% da dívida, pagamento em até dez anos, sendo cinco de carência, e taxa de juros de 0,5% ao ano a partir da data de refinanciamento. O mutuário tem que fazer a opção pela renegociação até 30 de junho de 2014.

Por último, o CMN estabeleceu as regras para os bônus de adimplência para os financiamentos concedidos pelos fundos constitucionais do Norte, Nordeste e CentroOeste. No ano que vem, por exemplo, as operações para investimento terão juros de 5,3% ao ano para produtores e cooperativas com receita bruta de até R$ 90 milhões. Para quem tem receita superior a R$ 90 milhões, os juros sobem para 7,06% ao ano.

Objetivo com a medida é garantir a competitividade e sustentabilidade da cadeia produtiva do trigo no Brasil


EDITAIS

36 | O PRESENTE - Edição 3749

R E S U LTADO LOTOFÁCIL FEDERAL LOTOMANIA

CONCURSO 1414 :

CONCURSO 1000:

CONCURSO 04828 :

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

LOTERIAS 02 03 04 08 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 22

1º 00.529

/ 2º 04.695 / 3º 86.097

29 36 39 41 43 45 54 58 59 60 66 70 75 76 81 83 86 94 95 98

/ 4º 79.823

MEGA-SENA

/ 5º 34.185 CONCURSO 1561:

23 26 28 54 55 60


SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014

APARTAMENTO, vendo, c/ cozinha planejada, mesa de mármore e tanque de lavar roupa, no Cond. Canadá, R$ 110.000,00. Tratar (45) 3254-0477 ou 9931-9908, Creci J-04743, www. localizafacilnegocios.com.br. ÁREA INDUSTRIAL, vendo, c/ 2 terrenos, total área 4.113,55 m², casa, escritório, 2 barracões, demais depend., rua asfaltada, na R. Luiz Centenaro, Parque Industrial II, valor a combinar, estudo proposta. Tr. (45) 32811048 ou 9931-7941. CASA, vendo ou troco, 120m², c/ 3 quartos, sala, cozinha, 2 bwc, garagem p/ 2 carros, terreno 387,50m², Jd. Botafogo, 100m da Av. Maripá, R$ 130.000,00, aceito carro ou camionete Tr. (45) 9944-7004. CASA, vendo, 116m², alvenaria, c/ 2 quartos, suíte, sala, cozinha, lavand., garagem fechada, Lot. Imperial, R$ 160.000,00. Tr. (45) 32540477 ou 9931-9908, Creci J-04743, www. localizafacilnegocios.com.br.

Classificados na internet: www.opresente.com.br

CASA, vendo, 120m², alvenaria, c/ laje, semi acabada, próx. ao CTG, R$ 130.000,00, parcelo pgto. Tr. (45) 9972-5013 ou 3254-1718 com Imobiliária Bier. Creci 2390. CASA, vendo, 124m², c/ laje, 3 quartos, 2 bwc, sala, cozinha, lavand., garagem p/ 2 carros, churrasq., R$ 190.000,00. Tratar pelo (45) 32540477 ou 9931-9908, Creci J-04743, www. localizafacilnegocios.com.br. CASA, vendo, 125m², nova, c/ 2 quartos, suíte, bwc, sala, cozinha, garagem p/ 2 carros, área de serviço, murada, cercada, terreno 13x28, Lot. Andorinhas, 700m da Realize, valor a combinar. Tr. (45) 9903-2025 ou 8834-7876. CASA, vendo, 126m², c/ 2 quartos, sala, cozinha, 2 bwc, área de serviço, garagem, terreno 267m², em Novo Horizonte, R$ 125.000,00, aceito veículo ou terreno no negócio. Tratar pelo (45) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com.

CASA, vendo, 150m², alvenaria, c/ laje, 3 quartos, suíte, 2 bwc, garagem p/ 2 carros, próx. a Unioeste, R$ 350.000,00. Tratar pelo (45) 32541345 ou 8405-9418 (tim) Creci 6630-F. CASA, vendo, 156,76m², nova, c/ laje, 3 quartos, suíte, sala de estar, sala de jantar, bwc, cozinha, lavand., garagem, jd. de inverno, terreno inteiro, Lot. Porto Seguro, R$ 250.000,00, pode ser financiada. Tr. (45) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com. CASA, vendo, 57,17m², nova, c/ laje, c/ 2 quartos, sala de estar, cozinha, bwc, terreno 173,10m², Lot. Porto Seguro, R$ 105.000,00, pode ser financiada. Tr. (45) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com. CASA, vendo, 57,55m², nova, c/ laje, 2 quartos, sala, cozinha, bwc, terreno 115,10m², Lot. São Francisco, R$ 105.000,00, pode ser financiada. Tr. (45) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com. CASA, vendo, 65,20m², cercada, terreno 45m profundidade, Lot. Bem Te Vi, R$ 125.000,00, pode ser financiada. Tr. (45) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com.

Temperatura: 33º/23º

Temperatura: 34º/23º

Temperatura: 32º/23º

Temperatura: 33º/22º

CASA, vendo, 65,97m², seminova, c/ laje, 2 quartos, suíte, sala, cozinha, lavand., bwc, Lot. Wollstein, R$ 150.000,00, pode ser financiada. Tr. (45) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com. CASA, vendo, 70m², alvenaria, c/ 3 quartos, sala, cozinha, bwc, Jd. Líder, R$ 80.000,00. Tratar pelo (45) 99888532 com Nilton. CASA, vendo, 75m², c/ 3 quartos, sala, cozinha, bwc, lavand. fechada, terreno de esquina, R$ 115.000,00. Tr. (45) 32540477 ou 9931-9908, Creci J-04743, www. localizafacilnegocios.com.br. CASA, vendo, 89,98m², c/ laje, 2 quartos, sala, cozinha, lavand., bwc, garagem, terreno 382,8m², Lot. Higienópolis, R$ 230.000,00. Tr. (45) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com. CASA, vendo, alvenaria, ao lado do mercado novo da Copagril, R$ 230.000,00, aceito troca. Tr. (45) 3254-1718 ou 9972-5013 com Imobiliária Bier. Creci 2390. CASA, vendo, c/ 2 quartos, 2 bwc, sala grande, cozinha, lavand., garagem fechada p/ 4 carros, terreno 12x42, Lot. Boa Vista, R$ 170.000,00. Tratar pelo (45) 32540477 ou 9830-3448, Creci J-04743, www. localizafacilnegocios.com.br. CASA, vendo, imobiliada, R. Coslar, nº 50, Bairro Franckfurt, R$ 2 3 0 . 0 0 0 , 0 0 . Tr. ( 4 5 ) 9972-5013 ou 32541718 com Imobiliária Bier. Creci 2390.

Temperatura: 33º/23º

Temperatura: 29º/18º

O PRESENTE | CASAS , vendo, 2, 90m² cada, c/ laje, 3 quartos, sala, cozinha, lavand., bwc, garagem, área construída 180m², terreno 367,50², Lot. Wollstein, estão alugadas, R$ 240.000,00. Tr. (45) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com. CASAS, vendo, em diversos Bairros, Marechal Cândido Rodnon, a partir de R$ 90.000,00, pelo programa Minha Casa Minha Vida. Tr. (45) 32540477 ou 9931-9908, Creci J-04743, www. localizafacilnegocios.com.br. CASAS, vendo, em diversos Loteamentos, valor a combinar, pelo programa Minha Casa M i n h a Vi d a . Tr. ( 4 5 ) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com.

37

CHÁCARA, vendo, 1 alq., c/ benfeitorias em alvenaria, em Pato Bragado, valor a combinar, aceito casa em MCR, Pato Bragado ou Entre Rios. Tr. (45) 3254-1345 ou 84059418 (tim) Creci 6630-F. CHÁCARA, vendo, 3.000m², no perímetro urbano, em MCR, a partir de R$ 115.000,00. Tr. (45) 3254-0477 ou 9931-9908, Creci J-04743, www. localizafacilnegocios.com.br. CHÁCARA, vendo, 3.500m², terra plana, sem pedras, c/ floresta natural, 500m de MCR, valor a combinar, preço de ocasião, aceito carro ou casa. Tr. (45) 9934-8875 ou 9105-2280. CHÁCARA, vendo, c/ rio, reserva legal, terra plana, ideal p/ lazer e moradia, 200m do asfalto, 2.700m de MCR, valor a combinar, estudo proposta ou financiamento próprio. Tr. (45) 3254-0477 ou 9931-9908, Creci J-04743, www. localizafacilnegocios.com.br.


CLASSIFICADOS

38 | O PRESENTE QUITINETES, vendo, 9, 32m² cada, c/ 2 quartos, sobre 2 terrenos de 360m² cada, escriturado, R. Pastor Meyer, nº 1120, Lot. Universitário, R$ 650.000,00. Tr. (45) 9106-9267 ou 9907-2566. SOBRADO , vendo, 290m², c/ 4 quartos, suíte, demais dependências, terreno de esquina, valor a combinar, aceito troca. Tr. (45) 9923-5543. TERRA, vendo, 11,5 alq., parte em lavoura, restante potreiro, Linha Boa Vista, próx. a São José do Iguaçú, valor: 600 scs de soja o alq., sem troca. Tr. (45) 9972-5013 ou 32541718 com Imobiliária Bier. Creci 2390. TERRA, vendo, 14,9 alq., 13 mecanizados, benfeitorias em alvenaria, água corrente, açude, boa localização, R$ 100.000,00 o alq., condições de pgto a combinar. Tr. (45) 32541345 ou 8405-9418 (tim) Creci 6630-F. TERRA, vendo, 158.400m², na BR 163, próx. Polícia Rodoviária Federal, ótima localização, valor e prazo a combinar. Tratar (45) 99246339 ou 8809-1180, Creci F21288. TERRA, vendo, 3,5 alq, c/ benfeitorias, em Nova Santa Rosa, R$ 430.000,00, aceito casa em MCR ou NSR como parte de pgto. Tr. (45) 3254-1345 ou 8405-9418 (tim) Creci 6630-F. TERRA, vendo, 3,5 alq., com casa de alvenaria, 2 aviários, seminovos, 15x130, R$ 800.000,00. Tratar (45) 9972-5013 ou 3254-1718 com Imobiliária Bier. Creci 2390. TERRA, vendo, 96 alq., lavoura, c/ benfeitorias, região de Assis Chateaubriand, valor: 1.200 scs por alq., 50% de entrada e saldo p/ 2 anos. Tr. (45) 9923-9210. TERRA, vendo, 300 hectares, com barracão e moradia, toda plana e em pasto, 190 km de Unaí, MG, 300 km de Brasília, R$ 1.500.000,00, aceito 70% em imóvel na região. Tr. (45) 9972-5013 ou 3254-1718 com Imobiliária Bier. Creci 2390.

TERRA, vendo, 4,5 alq., primeira chácara atrás da Sperafico, próx. ao Portal de MCR, sem benfeitorias, R$ 350.000,00, troco por casa. Tr. (45) 9972-5013 ou 3254-1718 com Imobiliária Bier. Creci 2390. TERRA, vendo, 5 alq., 3,75 em lavoura, sem benfeitorias, água corrente, 1km da BR 163, próx. a Maracajú dos Gaúchos, Guaíra, R$ 450.000,00, aceito casa até R$ 300.000,00, entrada e prazo a combinar. Tr. (45) 9944-0352 ou 8809-1180, Creci F21288. TERRA, vendo, 5 alq., em pastagem, c/ casa em alvenaria, 100m², chiqueiro p/ 400 suínos, 2.000m da BR163, próx. a Samolé, Linha Flor da Serra entrada p/ Linha 3 Voltas, Quatro Pontes, R$ 300.000,00 à vista, aceito casa, caminhão ou terrenos até R$ 150.000,00. Tr. (45) 99822786 com Claudio. TERRA, vendo, 55 alq., planta 30, restante em pasto, parte da terra plana, próx. a São Roque, valor: 60.000 scs de soja, aceito prédio em troca. Tr. (45) 9972-5013 ou 32541718 com Imobiliária Bier. Creci 2390. TERRENO, vendo ou troco, 17x22, esquina, Av. Irio Jacob Welp, Lot. Lageado Bonito, pode construir 3 casas, R$ 90.000,00, aceito carro, camionete ou parcelo pgto. Tr. (45) 9944-7004. TERRENO, vendo ou troco, 390m², Lot. Floresta, 30m do SAMU, 100m da Av. Irio Jacob Welp, ótima localização, R$ 130.000,00, aceito carro ou camionete Tratar (45) 9944-7004. TERRENO, vendo, 12,75x28, todo murado, 700m da rotatória da bandeira, R$ 120.000,00 aceito troca. Tr. (45) 9127-5666 ou 9954-4696. TERRENO, vendo, 14,60x30, R. Tocantins, entre R. Tiradentes e R. Castelo Branco, centro, 500m da rotatória da bandeira, R$ 150.000,00. Tr. (45) 9947-5747 com Jair.

TERRENO, vendo, 25x20, na Avenida, em Porto Mendes, R$ 80.000,00. Tratar (45) 9972-5013 ou 32541718 com Imobiliária Bier. Creci 2390. TERRENO, vendo, 304m², 12,6x25, R. José dos Santos, nº 359, Lot. Wollstein, ao lado do mercado, R$ 65.000,00. Tr. (45) 9972-5013 ou 3254-1718 com Imobiliária Bier. Creci 2390. TERRENO, vendo, meio, de esquina, Lot. Gralha Azul, R$ 40.000,00. Tratar (45) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com. TERRENOS, vendo, 14m de frente, Lot. Recanto Feliz, 400m do mercado Weimann, a partir de R$ 45.000,00 à vista ou R$ 5.000,00 de entrada e saldo até 60 meses, parcelamento direto. Tr atar (45) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com. TERRENOS, vendo, bem localizados, valor a partir de R$ 45.000,00, R$ 5.000,00 de entrada e restante entre 40 a 60 meses. Tratar (45) 9978-6422 com Raimundo Van Den Bonn, Creci F11955J. TERRENOS, vendo, Lot. Beija Flor, em frente ao Lot. Ana Paula, a partir de R$ 85.500,00 à vista ou 20% de entrada e saldo até 60 meses, parcelamento direto. Tr. (45) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J4248, certoimoveis.com. TERRENOS, vendo, Lot. Wutzke, em NSR, saída p/ Planalto, val o r a c o m b i n a r, p e l o programa Minha Casa M i n h a Vi d a . Tr. ( 4 5 ) 9979-1080 c/ Adelar ou 3254-5000 na Certo Imóveis, Creci J-4248, certoimoveis.com.

SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014 CORSA WAGON SUPER, vendo, ano 96, 4 portas, R$ 9.900,00. Tr. (45) 9923-5543.

APARTAMENTO, alugo, p/ temporada, c/ 2 quartos, 1 bwc, sala de estar, sala de jantar, cozinha, sacada lateral c/ churrasq., garagem, aprox. 100 metros do mar, em Meia Praia, próx. Shopping Andorinha, valor a combinar. Tr. (45) 9807-1138 ou 9807-1109. QUARTOS, ofereço p/ alugar, c/ móveis ou sem móveis, próx. à Unioeste, em MCR, valor a combinar. Tr. (45) 9106-8688 ou 9913-1604. SALA COMERCIAL, alugo, 65m², R. Minas Gerais, centro, 130m da rotatória da Bandeira, R $ 6 7 8 , 0 0 . Tr. ( 4 5 ) 3 2 5 4 - 4 5 1 2 o u 9 9 11 8128 com Fernando. SALA COMERCIAL, alugo, 70m², c/ bwc, cozinha, bem localizada, R$ 750,00. Tr. (45) 3254-7707. SALA COMERCIAL, alugo, R. Pernambuco, nº 1623, 30m da Unioeste, R$ 700,00. Tr. (45) 9969-8051. SOBRADO, alugo, de esquina, c/ 3 quartos, 3 bwc, sala, cozinha, lavand., garagem fechada, R. Fortaleza, nº 499, Lot. Nova América, valor a combinar. Tr. (45) 32540477 ou 9997-0396, Creci J-04743, www. localizafacilnegocios.com.br.

CORSA SEDAN MPFI 1.0, vendo, ano 99/99, 8v, ar cond., DH, trava elét., R$ 11.900,00. Tr. (45) 9994-1949 ou 3254-1266 com Lucas. CORSA WIND 1.0 , vendo ou troco, ano 2000, prata, ar quente, limpador e desembaçador traseiro, som, estado de novo, ótimo estado, R$ 10.800,00. Tr. (45) 3254-4512 ou 99118128 com Fernando.

D20 BRASINCA, vendo, ano 89, cabine dupla, turbo, completa, R$ 25.000,00. Tr. (45) 9924-6339. F-1000, vendo ou troco, ano 80, R$ 15.000,00, troco por carro. Tr. (45) 8817-8141 com João. F-1000, vendo, ano 93/ 94, vermelha, R$ 42.000,00. Tratar (45) 3284-1500. FIESTA 1.0, vendo, ano 95, branco, 4 portas, parte interna nova, som, pneus novos, R$ 6.900,00. Tr. (45) 9909-8313. FIESTA SEDAN 1.6, vendo, ano 2012, prata, flex, completo, cd, único dono, 41.000km, manual, impecável, R$ 32.900,00. Tr. (45) 8803-6565. FIORINO FURGÃO, vendo, ano 2008, flex, impecável, valor a combinar. Tr. (45) 9973-4000. FUSCA, vendo, ano 73, marron, 2º dono, manual, chave reserva, 118.000km, R$ 16.000,00. Tratar (45) 9127-5666 ou 9954-4696. FUSCA, vendo, ano 83, vermelho, motor novo, som, bancos de couro, ótimo estado de conservação, R$ 5.000,00. Tr. (45) 9103-8213 ou 32791072 com Aline. GOL G5 1.0, vendo, ano 2011, prata, completo, airbag, abs, retrovisor elét., som, alarme na chave, 25.000km, R$ 26.990,00. Tr. (45) 91275666 ou 9954-4696.

JIPE WILLYS, vendo, ano 60, motor 6cc, todo original, documentação em dia, valor a combinar. Tr. (45) 9103-8213 ou 3279-1072 com Aline. JIPE WILLYS, vendo, ano 62, motor original 6cc, caixa reduzida, pneus em ótimo estado, valor a combinar. Tr. (45) 9917-1333. KA GL IMAGE 1.0, vendo, ano, 2000, azul, completo, R$ 11.500,00. Tr. (45) 9127-5666 ou 9954-4696. ONIX LT 1.0, vendo, ano 2013, branco, 13.000km, sistema de som mylink, airbag, R$ 30.600,00. Tr. (45) 3279-1732. PALIO 1.6, vendo, ano 97, ar cond., DH, vidros elét., trava, alarme, rodas, R$ 11.800,00. Tr. (45) 9923-5543. PALIO ELX 1.0, vendo, ano 2007/07, preto, 8v, trava, alarme, DH, 4 portas, valor a combinar. Tr. (45) 9964-5175. PARATI, vendo, ano 94/95, azul, ótimo estado, valor a combinar. Tr. (45) 9973-4000. POLO SEDAN 1.6, vendo ou troco, ano 2005, prata, flex, completo, R$ 22.500,00. Tr. (45) 99149921 com Édi Luiz. S10 2.8, vendo, ano 2001, vermelha, cabine dupla, diesel, valor a combinar. Tr. (45) 91418618 com Jeferson. S10 EXECUTIVE 2.8, vendo, ano 2007, prata, diesel, c/ acessórios, santo antônio, lona, estribo cromado, 125.000km, R$ 53.000,00. Tr. (45) 88322323 ou (65) 9671-9642. S10 EXECUTIVE, vendo, ano 2010, diesel, cabine dupla, acessórios, R$ 67.000,00, aceito carro de menor valor. Tr. (45) 9923-5543. SANTANA 1.8, vendo, ano 2001, branco, álcool, completo, 4 portas, R$ 13.000,00. Tr. (45) 8809-1180. SANTANA QUANTUM 1.8, vendo, ano 86/87, álcool, completo, 4 portas, 2º dono, R$ 6.500,00. Tr. (45) 88143463 com Marcos.


SÁBADO, 04 DE JANEIRO DE 2014 SAVEIRO G3 1.6, vendo, ano 2000, vermelha, c/ ar-cond., R$ 16.990,00. Tratar (45) 9127-5666 ou 9954-4696. SIENA HLX 1.8, vendo, ano 2007, flex, R$ 20.500,00, abaixo da tabela fipe. Tr. (45) 9916-8606. TIPO 2.0, vendo, ano 95, prata, 8v, completo, rodas do Estilo 16", bom estado, R$ 5.700,00. Tr. (45) 88007637 com Anderson. UNO MILLE FIRE, vendo, ano 2008, azul, básico, flex, 2 portas, som, manual, bem conservado, R$ 12.500,00. Tr. (45) 9910-3881 com Marcos. VECTRA ELEGANCE 2.0, vendo, ano 2008, preto, flex, completo, ar digital, airbag duplo, cd original no volante, 56.000km, manual, chave reserva, R$ 36.500,00. Tr. (45) 8803-6565. VECTRA ELEGANCE, vendo, ano 2008, prata, airbag, ar digital, placa A, couro, revisado, R$ 33.000,00. Tr. (45) 9914-1350. VECTRA GLS 2.2, vendo, ano 2001, prata, completo, ar digital, R$ 19.990,00. Tr. (45) 91275666 ou 9954-4696. VECTRA GLS 2.2, vendo, ano 99, azul, 8v, gasolina, completo, 4 pneus novos, impecável, valor a combinar. Tr. (45) 8800-7637 com Anderson. VECTRA GLS, vendo, ano 2001, verde escuro metálico, 8v, completo, ótimo estado, R$ 18.500,00, aceito moto ou carro de menor valor. Tr. (45) 9909-8313.

CLASSIFICADOS YBR FACTOR 125, vendo, ano 2009/09, valor a combinar. Tr. (45) 91235932 com Djiovane.

VECTRA GTX 2.0, vendo ou troco, ano 2010, preto perolizado, 8v, 64.000km, todos originais do gtx, sensor de chuva, retrovisor retrátil, R$ 40.500,00. Tr. (45) 9961-0071 ou 9931-3089 com Marcos. ZAFIRA EXPRESSION 2.0, vendo, ano 2009, prata, flex, automático, completo, ar digital, airbag duplo, rodas liga leve, cd, cibié, 65.000km, impecável, R$ 39.800,00. Tr. (45) 9986-9262.

YBR FACTOR, vendo, ano 2009/10, roxa, completa, R$ 4.500,00. Tr. (45) 9949-4465.

ANTENAS, instalações, manutenção e assistência técnica de aparelhos e antenas parabólicas e digitais, azbox, az-américa, bravo +, bravissimo, etc, atendo MCR e região, interessados. Tr. (45) 99344624 com Gilson. CAÇAMBA , v e n d o , metálica, Jeep Willys, ano 1957, R$ 1.800,00. Tratar (45) 9914-4663 com Dimas.

BIZ 100, vendo, ano 2003, azul, valor a combinar. Tr. (45) 9957-3879. CB 300, vendo ou troco, ano 2011, preta, valor a combinar, troco por moto de menor valor. Tr. (45) 9109-6022 com Waldemiro. CBX 200 STRADA, vendo, toda reformada, motor retificado, pintura nova, painel, escape e amortecedor novos, pneu novo, impostos pagos, impecável, valor a combinar. Tr. (45) 9950-0423 com Francisco. TROCO, moto Yamaha 225 por motocultivador Yanmar ou tobata, c/ enxada rotativa, Tratar (45) 8803-5935.

CONSÓRCIO CONTEMPLADO, vendo, p/ automóvel, crédito R$ 42.450,00, entrada R$ 15.000,00, assume 59 parcelas de R$ 773,00. Tr. (45) 3254-5050 ou 9999-4847 na CredCerto. CONSÓRCIO CONTEMPLADO, vendo, p/ imóvel, crédito R$ 98.400,00, entrada R$ 14.400,00, assume 56 parcelas de R$ 2.263,26. Tr. (45) 3254-5050 ou 9999-4847 na CredCerto.

O PRESENTE |

39

FILHOTES, vendo, Pastor Alemão, c/ 45 dias, valor a combinar. Tratar pelo (45) 99233369 com Elton.

TELEVISORES, vendo, seminovos, 14", 20" e 29", valor a combinar, preço de ocasião. Tr. (45) 9944-4415 ou 8800-0718.

FILHOTES, vendo, Yorkshire, vacinados, valor a combinar. Tr. (45) 9950-5433 com Sirlei.

VENDO, máquinas de costura, galoneira, overlock, corta-viés, c/ estoque de tecidos e aviamentos, m��veis para loja, motivo de mudança, valor a combinar. Tratar (45) 9959-1676 ou 3254-8539.

INSTALADOR DE ANTENAS, parabólicas, sky e digitais, consertos e instalações em geral, interessados. Tr. (45) 99456693 com Marcio. LAVA SOFÁ, lavagem a seco, lava, estereliza e perfuma, cama box, cobertores, edredons, tapetes, estofados de veículos, cortinas e persianas, interessados. Tr. (45) 9934-8875 ou 9105-2280. LOJA DE ROUPAS, vendo, masculina e feminina, completa ou somente instalações, em funcionamento, ótima localização, no centro, em Toledo, valor a combinar. Tr. (45) 9967-4488. LOJA DE ROUPAS, vendo, R. 7 de Setembro, nº 576, centro, MCR, valor a combinar, aceito carro ou terreno. Tr. (45) 9995-5557 com Marcos.

MADEIRAS, vendo, usadas, podem ser utilizadas em telhado ou cortadas p/ lenha, valor a combinar, preço de ocasião. Tr. (45) 9133-2060. MÁQUINA DE SORVETE, vendo, Italiano, usada, ótimo estado, c/ garantia, R$ 12.000,00, pode ser parcelado. Tr. (45) 99044099 com Jandir. OFERTA DE TRABALHO p/ marmoreiro, na R. Rio Grande do Sul, nº 5980, interessados. Tr. (45) 3254-5816 ou 9967-5251. OFERTA DE TRABALHO p/ técnico de refrigeração, interessados. Tr. (45) 9904-4099 com Jandir. OFERTA DE TRABALHO p/ vendedor interno, interessados. Tr. (45) 9904-4099 com Jandir. PROCURO pessoa p/ serviços gerais ou servente de pedreiro, interessados. Tr. (45) 9913-1604. PROCURO trabalho como manicure, interessados. Tr. (45) 9983-3295.

VENDO, restaurante e pizzaria, em Nova Mutum, Mato Grosso, valor a combinar, aceito troca. Tr. (45) 8832-2323 ou (65) 9671-9642. VENDO, título Aliança, quitado, valor a combinar. Tr. (45) 8800-5232 ou 9982-9155.

COLHEITADEIRA, vendo, ano 2004, John Deere 1450, 19 pés, 2700hs, pneus novos, ótimo estado, R$ 240.000,00, prazo a combinar. Tr. (45) 8805-4760 ou 9942-9940 com Arnildo. OVELHAS, vendo, 2, machos, reprodutores, Santa Inês, puro de origem, valor a combinar. Tr. (45) 9925-5242 ou 9971-2858.

CONSÓRCIO NOVO, vendo, p/ imóvel, crédito R$ 140.000,00, assume 120 parcelas, 1ª a 4ª de R$ 1.839,31, demais parcelas de R$ 1.489,31. Tr. (45) 3254-5050 ou 99994847 na CredCerto. PARA ASSINANTES

CONSÓRCIO NOVO, vendo, sem taxa de adesão, crédito R$ 500.000,00, prazo 193 meses, c/ até 8 contemplações por mês. Tr. (45) 9842-5000 c/ Tânia ou 3254-5000 na Certo Imóveis.

2,00 07/01/2014 R$

Este cartão é válido somente para a edição do dia Marcar com X:

Compro Vendo

Troco

Preciso para alugar Ofereço para alugar

Produto: ---------------------------------------------- Marca: --------------------------------Novo/usado/ano: ----------------------------------- Valor: ---------------------------------Obs.: ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Tratar com: ------------------------------------------ Fone: ---------------------------------Endereço: -------------------------------------------- Cidade: -------------------------------Remetente: ------------------------------------------ Fone: ---------------------------------Assinatura do responsável: ----------------------------------------------------------------Obs.: Não nos responsabilizamos pela publicação de cartões rasurados e por informações incorretas. Entregue este cartão na recepção do Jornal O Presente entre 08 e 12 horas do dia 06/01/2014.

Recorte na linha pontilhada

CONSÓRCIO NOVO, vendo, p/ moto, crédito R$ 10.000,00, assume 70 parcelas, 1ª a 4ª de R$ 202,47, demais parcelas de R$ 177,47. Tr. (45) 3254-5050 ou 9999-4847 na CredCerto.



01-04-2014.pdf