Issuu on Google+

JORNAL DE BELTRÃO Francisco Beltrão, domingo, 16 de fevereiro de 2014. Ano XXV - Número 5.277 - R$ 2,50 - Fone: (46) 3520-4000

Foto de Alex Trombetta/JdeB

Foto de Badger Vicari/JdeB

NESTA EDIÇÃO, 2 CADERNOS, 20 PÁGINAS. JdeB, O LEITOR EM PRIMEIRO LUGAR. WWW.JORNALDEBELTRAO.COM.BR

No encontro petista: dirigentes Sirlei Zatta e Zuleide Macari, deputados André Vargas e Luciana Rafagnin, prefeitos Gilmar Paixão e Milton Andreolli. Pág. 3

O prefeito Maurício Baú e sua esposa, Susana, homenageiam o pai dele, ex-prefeito Neuri Baú. Todos os políticos de Salto do Lontra foram homenageados. Pág. 12

A difícil recuperação de um carro roubado que foi parar na Argentina ou no Paraguai

Deputado André Vargas fala mal da imprensa No encontro regional organizado pela deputada estadual Luciana Rafagnin, ontem na Assesoar de Beltrão, quando foi reiterado o apoio para ela concorrer novamente para uma cadeira na Assembleia Legislativa, o deputado federal Andre Vargas aproveitou e falou mal da imprensa. “A imprensa lidera a oposição no Brasil, ela é excessivamente radical contra o nosso governo popular”, assinalou. Ele é pré-candidato do PT ao Senado. O encontro petista reuniu várias lideranças do Sudoeste. Pág. 3

Arbitral em Maringá Foto de Adolfo Pegoraro/JdeB

Foto de divulgação

O caminho para o Paraguai, através da Argentina, é bem mais curto do que ir por Foz do Iguaçu. Em uma hora, carro roubado em Francisco Beltrão já passou a fronteira.

Sudoeste Preço dos combustíveis em Pato Branco é maior que em Francisco Beltrão. Pág. 1A Verê vai construir unidade básica de saúde em Sede Progresso. PT de Nova Prata faz filiações nesta segunda-feira. Pág. 6A Reservatórios de água ede Dois Vizinhos estão razoáveis. Pág. 7A Entidades elabora o Plano de Desenvolvimento Regional Integrado do Sudoeste. Pág. 7

Arbitral da Série Ouro do futsal, ontem de manhã, em Marechal Cândido Rondon. Agora é definitivo, Pato Branco está fora. Pág. 11

Contra o racismo no esporte O foco principal do clássico Cruzeiro x Atlético Mineiro, hoje, no estádio Independência, pelo campeonato Mineiro, é a solidariedade contra o racismo. O tema virou destaque outra vez, nesta semana, depois que o volante Tinga, do Cruzeiro, foi hostilizado em Huancayo, cidade do Peru, onde o Cruzeiro jogou pela Taça Libertadores. Leia também “"Diplomacia da bola" se transforma em arma para governo brasileiro”. E a programação de jogos para o domingo. Esportes. Pág. 11

Existe um acordo internacional que disciplina a recuperação de veículos no Mercosul, mas a prática mostra que a insegurança continua. Há relatos de beltronenses que tiveram carros roubados e levados para a Argentina ou Paraguai e não conseguiram recuperar. Teve até o caso da contratação de um advogado argentino, indicado pela polícia, ele garantiu que traria de volta o carro, mas até o advogado sumiu. E o volume de carros furtados é razoável. No ano passado, foram registrados, somente em Francisco Beltrão, 129 furtos. Destes, 81 a polícia recuperou. Os demais, 38%, continuam com localização ignorada. Outro agravante é que ladrões daqui recebem R$ 500 para levar os carros roubados até a fronteira. Depois a polícia prende, mas como ele não estava mais com o veículo, nada acontece. Pág. 6

As alegrias e os desafios de enfrentar uma gravidez na adolescência. A diferença de idade entre Bruna e a mãe Lilian Furlan é de 15 anos. Paraná Sudoeste Pág. 8A

Pontos de venda de ingressos para a Expobel Tem vários locais em Beltrão e também em cidades da região. Pág.11

TV Beltrão


EDITORIAL

A importância de se ter aeroporto É louvável a iniciativa do governo federal em potencializar aeroportos regionais Brasil afora a fim de dinamizar ainda mais esse meio de transporte. No Paraná, 15 pistas estão na agenda nacional e Francisco Beltrão e Pato Branco fazem parte desse rol. Aeroporto, desde 2006 está na agenda sudoestina de forma mais incisiva, com a conclusão, então, de um estudo patrocinado pela Amsop, quando a bandeira de luta era um grande aeroporto regional (que seria na região de Renascença, numa distância similar para os dois municípios polos, conforme estabeleceu o estudo técnico). No entanto, o planejamento do governo federal na gestão da presidente Dilma Rousseff prioriza a melhoria de pequenos e médios aeroportos do país a fim de estimular os voos também pelo interior. Equipes já estiveram em Beltrão no ano passado, analisando o espaço do aeroporto e o que precisa ser investido para enquadrá-lo nas normas legais. Imaginando que isto se A região precisa agilize e o novo de voos regulares. aeroporto seja uma Mas isto tem de realidade em breve, a região precisará dar ser adequado a condições para que necessidades linhas aéreas possam confortáveis que operar ininterruptamente. Ou seja: é a população preciso ter passageialmeja. ros. As experiências até agora, com o intuito de se ter linhas permanentes, tiveram um começo alvissareiro, com mostras que havia peso financeiro no Sudoeste compatível com essa novidade cotidiana. Com o tempo, porém, seja pelos horários ruins de decolagem e aterrissagem, seja pelo preço alto demais dos bilhetes, as iniciativas fracassaram. Parece unânime se afirmar que a região precisa de voos regulares, que essa realidade nos coloca em sintonia com o país, etc. Mas isto tem de ser adequado a necessidades confortáveis que a população almeja. E horário e custo acessíveis são condições primordiais. Do contrário, pode-se prever que essa nova aposta terá o mesmo destino das anteriores.

2 JORNAL DE BELTRÃO Domingo, 16.2.2014

Opinião

Umas e Outras Prefeito em exercício de Francisco Beltrão, o petista Eduardo Scirea não compareceu ontem no encontro regional da legenda por motivos familiares. Eduardo e sua esposa, Leni Weis Scirea, viajaram até Porto Alegre para se despedir da filha, a jornalista Bruna Scirea, que na semana que vem vai para a Alemanha, num estágio de quatro meses. Bruna se formou em 2011. Mas antes mesmo da colação de grau estava trabalhando no Zero Hora, o principal jornal gaúcho. Depois foi efetivada e agora recebeu essa licença para conhecer a imprensa germânica. O ministro César Borges (Transportes) afirmou que o governo lançará a Proposta de Manifestação de Interesse para a ferrovia que ligará Maracaju (MS) a Paranaguá (PR) ainda em 2014. O Sudoeste está contemplado nesse plano. Na sua estada em Brasília, Eduardo Scirea também tratou sobre esse assunto. Ficou otimista. Com previsão de extensão de 989 quilômetros, a Ferrovia Maracaju-Paranaguá deve receber investimentos de mais de R$ 7 bilhões. A ideia é

No gabinete da Liderança na Assembleia, prefeito de Clevelândia, Álvaro Felipe Valério, e o deputado Ademar Traiano, na assinatura de convênios. implantar novos trilhos entre Maracaju (MS) e Cascavel, ligando-os a partir daí à Ferroeste até Guarapuava (trecho já construído e em operação), passando por Verê e Francisco Beltrão De acordo com estudos do Fórum Futuro 10 Paraná — reunião de propostas elaboradas em 2005, num encontro de personalidades do oeste e Sudoeste em Foz do Iguaçu — , o custo do frete cairia de R$ 28,80 por tonelada do transporte rodoviário para R$ 13,76/t pela nova ferrovia. O Fórum é um movimento que reúne as principais entidades e lideranças

políticas e econômicas do Estado. Em clima de campanha, o expresidente Lula (PT) e o candidato do PSDB a presidente, Aécio Neves, trocaram ataques. Neste século, o PT sempre venceu as eleições presidenciais no estado de Minas Gerais, Lula em 2002 e em 2006, e Dilma Rousseff em 2010. Agora, com o mineiro Aécio na disputa — que foi governador de 2003 a 2010 —, o cenário deve mudar. E Aécio e Eduardo Campos (PSB) confirmam apoio para quem for para o 2º turno.

Pobreza: uma doença que afeta pessoas e empresas Orlando Oda

EXPEDIENTE: JORNAL DE BELTRÃO (Diário de terça a domingo) Fundação: 1° de maio de 1989. Propriedade: Editora Jornal de Beltrão Sociedade Anônima. CNPJ 95420188/ 0001-33 -Rua Mato Grosso, 55 CEP 85.605-280 - Francisco Beltrão - PR. Fonefax: (46) 3520-4000 Conselho Editorial (º) e Conselho de Administração (*): Badger Vicari*º, Celso Albino Reichert*º, Claudiney Del Cieloº, Domingos Rafagnin*º, Flávio Cesar Pedron*º, Itamar M. Pereira*, Ivo A. Pegoraro*º (presidente), Luciano André Trevisan*º, Luiz Carlos Bággioº, Marcos Kuchinski*º e Quintino Girardi*º. Diretor de Redação: Jornalista Ivo A. Pegoraro - ivo@jornaldebeltrao.com.br Chefe de Reportagem: Jornalista Flávio Cesar Pedron flavio@jornaldebeltrao.com.br Diretor Administrativo-Financeiro: Celso A. Reichert - celso@jornaldebeltrao.com.br Diretor de Produção: Quintino Girardi quintino@jornaldebeltrao.com.br Gerente de vendas: Marcos Kuchinski comercial@jornaldebeltrao.com.br Impressão própria As matérias assinadas não representam, necessariamente, a opinião do jornal. Notícias nacionais e internacionais Agência Estado e Agência Brasil Representantes Dois Vizinhos: 3536-2929 (Sucursal) Pato Branco: 3025-2970 Curitiba: Merconeti (041) 3079-4666 Brasília: Central de Comunicação - (061) 3323-4701 O Jornal de Beltrão é associado à ADI-PR (Associação dos Jornais Diários do Interior do Paraná) Endereço eletrônico: jornaldebeltrao@gmail.com assinaturas@jornaldebeltrao.com.br

www.jornaldebeltrao.com.br e www.guiaparanasudoeste.com.br

Tabela de assinaturas: Anual nova: R$ 421,15 - à vista R$ 213,73 - 1+1 R$ 144,62 - 1+2 R$ 110,09 - 1+3 R$ 89,39 - 1+4 R$ 75,61 - 1+5 R$ 427,47 - 30 dias Anual renovação: R$ 404,73 - à vista R$ 205,39 - 1+1 R$ 138,99 - 1+2 R$ 105,80 - 1+3 R$ 85,90 - 1+4 R$ 72,66 -1+5 R$ 410,80 - 30 dias Semestral nova: R$ 215,70 - à vista R$ 109,47 - 1+1 R$ 74,07 - 1+2 R$ 56,39 - 1+3 R$ 45,78 - 1+4 R$ 38,72 - 1+5 R$ 218,83 - 30 dias Semestral renovação: R$ 207,50 - à vista R$ 105,29 - 1+1 R$ 71,25 - 1+2 R$ 55,04 -1+3 R$ 43,97 - 1+4 R$ 37,19 - 1+5 R$ 210,61 - 30 dias Mensal: R$ 38,72 Jornal de domingo: Anual: R$ 129,79 R$ 65,85 - 1+1 Semestral: R$ 65,85 R$ 33,43 - 1+1 Por Correios: R$ 652,28 - anual R$ 326,65 - semestral Tabela válida de janeiro a dezembro de 2013.

Cartas e e-mails: O Jornal de Beltrão faz questão de publicar as cartas e/ou e-mails dos leitores mas, por problema de espaço, quando forem muito longas, ou se for resposta a outra opinião ou a algo publicado no jornal, e sempre que fogem do tema em debate, reserva-se o direito de sintetizá-las.

Pobreza é uma doença. A dor é sentida no bolso. Os afetiva, falta de harmonia, de alegria, sinceridade, esforsintomas são: falta de dinheiro, carência de bens materi- ço. Alguma ou algumas destas "faltas interiores" levam à ais, falta de sossego. A febre é o sintoma de uma doença criação da carência financeira e material. A falta de generosidade é a falta de amor. Significa infecciosa. É um aviso do organismo, um processo de defesa contra alguma anormalidade. Se quiser curar, não mesquinhez, pequenez interna, individualidade. Falta a grandiosidade interior para compartilhar com outras pesadianta combater o sintoma, é preciso tratar a causa. Para isso, é fundamental distinguir a causa do proble- soas. A pequenez interior reflete na vida como pequeno crescimento profissional, pouca vima. Exemplo: o objetivo de uma emsão de negócio e pouco dinheiro. presa não é o lucro, mas se o lucro É fundamental Enxergar só a si mesmo pode mafor pouco, significa que tem alguma distinguir a causa do nifestar também uma miopia. coisa errada. Só fazer planos, metas Já a falta de gratidão é uma das problema. Exemplo: o de vendas e de redução de despesas principais causas de insucesso pesnão resolve o problema. A causa está objetivo de uma soal, profissional e financeiro. A prialém da falta de controle e organizaempresa não é o lucro, meira lei da prosperidade diz que é ção. preciso agradecer as coisas que já mas se o lucro for Quando se combate só o sintoma se possui. Se fizer uma pesquisa acontecem melhoras momentâneas, pouco, significa que com pessoas que ficam desempremas a causa continua existindo. tem alguma coisa gadas por longos períodos entendeQuando a causa não é eliminada, o rá. Pergunte qual é o nome do priproblema retorna em curto espaço de errada. meiro patrão e se um dia na vida tempo e de outra forma. Para melhor compreensão, precisamos analisar a falta de dinhei- agradeceu a esta pessoa. A falta de harmonia junto com a gratidão é também ro de dois ângulos diferentes: coletivo (pobreza no senuma das principais causas dos problemas pessoais e fitido macro) e individual (situação financeira). A pobreza no sentido macro depende do centro que nanceiros. Os planetas não se chocam porque estão em comanda. A Coreia do Norte e a Coreia do Sul, por exem- harmonia, em equilíbrio. A desarmonia é desunião, sepaplo, foram criadas em 1948. Partiram da mesma situa- ração. Faz o dinheiro separar de você. Atrás dos probleção inicial, na mesma região geográfica. Atualmente a mas financeiros de uma empresa está a verdadeira caurenda dos coreanos do Sul é quase 18 vezes maior que a sa do insucesso: brigas, disputas, desarmonia entre membros da família ou sócios. dos coreanos do Norte. Por que isso aconteceu? O desequilíbrio entre a entrada e saída gera a falta de Em 1960, a renda per capita do Brasil era quase dobro da Coreia do Sul. Dez anos depois, em 1970, eram equi- dinheiro. Se falta dinheiro é porque gasta mais do que valentes. Atualmente a renda per capita dos brasileiros ganha. A causa nunca é a torneira da entrada e sim do está em torno de 11.900 dólares, ou seja, quase um ter- ralo da saída. Desperdiça-se o dinheiro em pequenos ço dos coreanos, que hoje estão em 32.100 dólares. Na valores de forma compulsiva. Faz-se isso porque há um última década conseguimos ser o terceiro pior PIB da desequilíbrio interior que faz comprar coisas desnecesAmérica Latina, na frente apenas do Paraguai e da Bolí- sárias para anestesiar e esconder a insatisfação interior. A carência afetiva também pode manifestar como cavia. Por que isso aconteceu? O comparativo com o Brasil pode ser justificado di- rência financeira na vida pessoal. É muito comum peszendo que os coreanos são mais inteligentes, são mais soas com problemas de relacionamentos com pais, matrabalhadores, são mais dedicados, não foram coloniza- rido, mulher e familiares passarem na vida por grandes dos pelos portugueses, etc. Mas, e as duas Coreias? problemas financeiros. A carência interior cria uma caPartiram da mesma situação inicial, mesma raça, mes- rência física exterior por semelhança de sentimento. A ma região geográfica. O único ponto diferente é que lei funciona por atração da semelhança. Não é igualdade! foram comandadas de formas diferentes. Um dos professores que eu tive dizia sempre: "O proDos exemplos é possível perceber quão grande é a influência do comando interno. A mesma influência ocor- blema existe até solucionar. Para solucionar, precisa sare no nível individual. São três forças que comandam o ber qual é o problema". Se curar a infecção, a febre ser humano: força física, forca mental e força interna. desaparece. Se identificar a causa da falta de dinheiro e As pessoas ainda não perceberam e não aprenderam a solucionar o problema, automaticamente ele deixará de utilizar a grande força interior que comanda o ser huma- existir. Que tal tentar? no de dentro e faz as coisas acontecerem. A falta de dinheiro que não necessariamente é pobreOrlando Oda é administrador de empresas, za, é criada pelas diversas "faltas interiores": falta de mestre em administração financeira pela FGV e generosidade, falta de gratidão, de educação, carência presidente do Grupo AfixCode


Política

Domingo, 16.2.2014 - JORNAL DE BELTRÃO

3

FRANCISCO BELTRÃO

Com André Vargas, Luciana faz avaliação do mandato e se prepara para as eleições Encontro regional do PT lotou a Assesoar, com lideranças, prefeitos, viceprefeitos e vereadores. JdeB - Auditório da Assesoar lotado por petistas da região. Aplausos, palavras de ordem em favor do partido. E a deputada Luciana Rafagnin está novamente motivada para enfrentar mais uma eleição. Será a quarta disputa para a Assembleia — ficou na suplência em 1998 (assumiu em 2001) e depois obteve vitórias em 2002, 2006 e 2010. “Sempre fizemos isso, discutir com as pessoas, com as entidades, queremos saber como está o mandato, se o meu nome pode ser o escolhido”, disse Luciana, que deu várias entrevistas antes do evento começar. O deputado federal André Vargas, vindo de Londrina, se atrasou mais de meia hora do horário planejado, às 9. Luciana citou quatro pontos que considera importante na sua trajetória parlamentar: o Hospital Regional de Francisco Beltrão, “uma luta que começou com o movimento de mulheres agricultoras do Sudoeste e depois com a gente defendendo isso na Assembleia”, destacou. Depois a política de habitação rural. “Conseguimos que tivesse a parceria entre o governo estadual e o governo federal.” Ela também citou o credenciamento do Ceonc de Beltrão, que desde o começo do ano passado está atendendo, pelo SUS, pacientes que lutam contra o câncer. E, por fim, a Universidade Fronteira Sul, que tem um campus em Realeza desde a década passada. Foi uma luta que nasceu nos debates da mesorregião. Críticas para a imprensa André Vargas fez um pronunciamento sobre a conjuntura nacional. Sua primeira crítica foi contra a imprensa. “Os partidos de oposição estão enfraquecidos, mas a excessiva radicalização contra o nosso governo, contra o governo popular, vem

Moradias em todos os municípios do Paraná

da mídia; a imprensa está liderando a oposição no país, querendo nos desestabilizar”, afirmou. Para lembrar: setores do PT defendem abertamente a “regulação” da imprensa. Essa iniciativa de censura tem sido combatida pelo ministro Paulo Bernardo (Comunicações), que também é petista. Desde sua chegada, pouco antes das 10 horas, André não poupou o gesto de punho fechado e braço erguido. Na mesa principal do encontro, clamando palavras de ordem, idem. André é vice-presidente da Câmara dos Deputados, e na semana passada protagonizou uma cena polêmica: na presença do ministro do STF Joaquim Barbosa ergueu o braço esquerdo, imitando os mensaleiros presos José Genoino e José Dirceu em novembro do ano passado. Na grande imprensa e ontem, ele disse que não estava arrependido, que o gesto “é um cumprimento” entre petistas. Senado Pré-candidato ao Senado, André defendeu o nome da senadora Gleisi Hoffmann para concorrer ao governo. Ele disse que as conversas com o PMDB do Paraná continuam, pensando em possível coligação. Gleisi é o principal nome da oposição ao governador Beto Richa (PSDB), que será candidato à reeleição. O PMDB está dividido entre apoiar Gleisi, apoiar Beto ou lançar nome próprio ao Palácio Iguaçu. Essa decisão deverá ser feita até abril.

Umas e outras especial Entre os petistas que prestigiaram o encontro organizado pela deputada estadual Luciana Rafagnin, os prefeitos Milton Andreolli (Realeza), Gilmar Paixão (São Jorge d´Oeste) e Lessir Bortoli (Renascença). O prefeito em exercício de Nova Prata do Iguaçu, Ivo Schneider, também compareceu. Luciana citou o ex-vice-prefeito de Beltrão, Arni Hall (1997-2000), que estava presente na plateia. Ela lembrou que sua estreia na política foi em 1992, se elegendo vereadora, e o candidato a prefeito pelo PT foi Arni. Candidato a prefeito de Beltrão em 1988, Zeca Wigineski também compareceu, representando o deputado federal Assis do Couto. O ex-deputado Ovídio Constantino (1991-94) também esteve na Assesoar. Lideranças históricas do PT se encontraram, como foi o caso do exvereador de Dois Vizinhos José Luiz Bigu Favetti, o ex-vice-prefeito de Coronel Vivida Vanderley Ziger, dirigentes como Luís Pirin (Beltrão) e Jairo Zatta (Renascença), vereadores como Seno Staats (Marmeleiro) e Maria Marli Silva (Dois Vizinhos), entre outros.

PT DE FRANCISCO BELTRÂO - O presidente do PT Francisco Beltrão, Camilo Rafagnin, comandou uma reunião com o diretório municipal na quinta-feira. A pauta foi o planejamento para 2014. Camilo apontou pontos principais de ações para o ano, e avaliou como positivo o trabalho do vice-prefeito Eduardo Scirea (que é secretário de Planejamento). Ele, assim como a secretária de Desenvolvimento Rural, Daniela Celuppi, o secretário de Educação, Viro de Graauw, o secretário de Administração, Saudi Mensor, compõem com a equipe de diretores e diretoras do PT na administração municipal de Francisco Beltrão.

Ao percorrer, nos três primeiros anos de nosso governo, todo o Estado do Paraná, indo a cada um de nossos 399 municípios,eu cumpri não simplesmente um objetivo de visitar e conversar com os paranaenses, mas, além desta demonstração de respeito, consolidei também o compromisso de listar suas demandas e de estabelecer maneiBeto Richa ras de atendê-las, viabilizando programas, convênios, disponibilizando recursos para o atendimento nos vários setores – segurança, saúde, educação, habitação, em todos, enfim. O setor habitacional era um dos mais carentes. No último dia 12, ao assinar convênio com o município de Balsa Nova para a construção de vinte moradias para famílias de pequenos agricultores, estabelecemos mais um fato significativo em nosso governo: projetos habitacionais para os 399 municípios do Estado, em parceria com as prefeituras e o governo federal, no maior programa neste setor em 47 anos de história da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar). Até 2010, em 46 anos de história, a Cohapar havia construído 186 mil casas; em três anos estamos atendendo 96 mil famílias, com investimentos de R$ 4,5 bilhões. Até o final de 2014, passaremos nossa meta estabelecida de atender 110 mil famílias.Como fazemos em educação, saúde, infraestrutura, segurança, agricultura etc., a presença da administração estadual em todos os municípios paranaenses não é teórica. É concreta. Em habitação se dá o mesmo. Em Guaraqueçaba, no nosso litoral, por exemplo, nunca houve um só projeto no setor habitacional. Agora, estão sendo construídas 50 moradias no município. Floraí, município no Norte do Estado com 5 mil habitantes, há 21 anos não era atendido. Assim como Pinhalão, no Norte Pioneiro, com pouco mais de 6 mil habitantes, não tinha um projeto habitacional há 20 anos. Há outros exemplos de municípios que há muito tempo não tinham atendimento no setor habitacional, como os casos de Mandirituba (18 anos), Ivatuba (17 anos), Mato Rico (16 anos), Boa Vista da Aparecida (15 anos) e em Ventania (13 anos). Balsa Nova, cujo projeto assinamos no dia 12, há 15 anos não recebia atendimento neste setor. Pontal do Paraná conheceu o seu primeiro projeto nesta gestão, começando com a titulação de propriedade e regularização fundiária. Neste município, 190 famílias estão sendo atendidas, além de termos um projeto de construção de 25 casas na área rural e de 244 na área urbana. O primeiro lote de titulação de propriedades em todo o Paraná superou a meta estipulada, de entregar 8 mil títulos em quatro anos. Perto de 10 mil famílias já foram atendidas. Por sua vez, o programa de Regularização Fundiária está próximo de alcançar a meta de atender 16 mil famílias em quatro anos. De 2011 a 2013, atendemos 12 mil famílias. Os programas da Cohapar atendem tanto os paranaenses que vivem nas cidades como aqueles que moram no campo. Nossa meta era beneficiar 10 mil famílias até o final deste ano por meio do programa “Minha Casa Rural”. Superamos este número com um ano de antecedência, com a contratação de mais de 11 mil casas, em programa que beneficia famílias com renda de até R$ 15 mil por ano. Sabemos que a casa é um elemento essencial para que as famílias de pequenos agricultores permaneçam no campo, o que é importante não só do ponto de vista humano, mastambém econômico, pois nosso Estado depende significativamente da agropecuária. O programa é uma parceria entre governo do Estado, envolvendo a Cohapar, Secretaria da Agricultura e Abastecimento e a Emater, além de a Caixa, o Banco do Brasil e os municípios. O diálogo é uma característica essencial de toda a nossa administração e especialmente para o desenvolvimento no setor de habitação. As obras urbanas deste setor, dentro do programa “Minha Casa Minha Vida”,também são viabilizadas pela parceria entre Estado, com o envolvimento da Cohapar, Sanepar e da Copel, o governo federal e as prefeituras. Por isto, estamos alcançando números superlativos e recordes que marcam a história da habitação em nosso Estado e cumprindo o objetivo de proporcionar aos paranaenses a possibilidade da moradia, com mais conforto, mais segurança e mais dignidade para as pessoas. Beto Richa é governador do Paraná


RELIGIÃO (249)

Por que sou católico? (1) A primeira razão do porque sigo a religião de meus pais, sem pestanejar, firma-se no princípio da graça. Considero a suprema felicidade o fato de Deus ter me dado pais católicos. Humildes, mas católicos. Sim, sou cristão da Igreja Católica Apostólica Romana, sem nenhum préconceito, sem nenhum laço, sem enganação de acadêmicos fanfarrões, sem ilusões mundanas. Sou cristão católico por fé! E pelo batismo que recebi no sangue de Cristo! A segunda razão é porque acredito em Deus e no Cristo e não em invenções de homens. Sou cristão católico pelo fato de ser a minha Igreja a mais perseguida do mundo. A mais desprezada! A mais contrariada! Dela, os "sábios" inventam as mais estridentes mentiras. Para enganarem seus discípulos, professores medíocres condenam a história. E, sobretudo porque, como disse Jesus: os maiores inimigos de sua Igreja seriam os de seu próprio seio. Ou seja: viriam de dentro dela. Sou católico romano porque foi Jesus Cristo que disse ao seu povo que Nele não acreditava: "Por isso vos digo: ser-vos-á tirado o Reino de Deus, e será dado a um povo que produzirá os frutos dele." (Mt 21, 42-44). E também em Marcos, 12, 9. E também Lucas 20, 15-16. Logo após a morte de Jesus, aquele que havia sido declarado por amor — Pastor das Ovelhas, Pedro — mudou-se para Roma. E lá morreu de forma semelhante ao Cristo: pregado na cruz, de cabeça para baixo, a seu pedido. Sou cristão católico porque Jesus Cristo deixou um timoneiro para conduzir a sua barca. E até hoje a Igreja Católica nunca ficou, por vontade própria, sem um Papa! Sou Católico porque no Evangelho de Mateus, capítulo 16, versículos de 13 a 20, Jesus declarou solenemente a Pedro e aos demais apóstolos: "Feliz és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto, mas meu Pai que está nos céus. E eu te declaro: tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra, será desligado nos céus". Está tudo bem disposto, irrepreensível, irretocável, e de uma clareza surpreendente. Negar este trecho do Evangelho seria o mesmo que negar toda a Bíblia. Mas Jesus mesmo atestou sobre ela e disse: "ela mesma testifica sobre mim". Portanto, a Igreja de Jesus tem um timoneiro... O Papa! A coroação desta ordem de Jesus, mais uma unção para Pedro, está em João, capítulo 21, versículos 15 a 17. Jesus faz Pedro confessar seu amor: "Amas-me mais que estes outros? Após a primeira e segunda respostas Pedro entristeceu-se porque o mestre lhe interrogara pela terceira vez. Pedro disse-lhe: "Senhor, sabes tudo, tu sabes que te amo". Era o mesmo que dizer "por que me perguntas outra vez?" Mas não era por causa de Pedro e sim por causa dos outros que ouviam a conversa. Logo, Pedro não se tornou o Pastor das "ovelhas e dos cordeiros" por uma "preferência" de Jesus. Antes, tornou-se o que deveria ser pelo seu carisma e determinação. E porque amava o Mestre mais dos que os outros... E porque "o amor e a justiça é a verdadeira religião!" Portanto, a Igreja de Jesus compara-se a uma barca. Jesus sai para "pescar" e anda para outras paragens na Barca de Pedro. E nela até dorme! E Pedro é o timoneiro desta barca, sucessivamente em outros, até o fim dos tempos...

Itacir Camilo Rovaris

MENSAGEM DO DIA

Espere no Senhor, confie n’Ele “Assim fala o Senhor, o Santo de Israel: ‘Povo de Sião, que habitas em Jerusalém, não terás motivo algum para chorar: ele se comoverá à voz do teu clamor; logo que te ouvir, ele atenderá’.” Digo a você Monsenhor Jonas Abib que confiei nas palavras dessa leitura, e o Senhor quer que você confie nelas também. Espere no Senhor, confie n’Ele. A palavramestra é confiar. Diga com fé: “Senhor, eu confio em Vós, por isso eu vou em frente por acreditar que vou ser atendido”. Não é o Senhor quem nos dá o pão da angústia, isso vem dos próprios acontecimentos e da fragilidade do nosso corpo; mas quando a angústia vem ao nosso coração, o Senhor não se aparta de nós, mas está ao nosso lado, como Mestre, para nos conduzir em nossa tribulação. Deus é um maravilhoso pedagogo. Quando estamos na angústia e na aflição, Ele está como um Mestre que nos pega pela mão. Hoje, o Senhor está de braços abertos para nos receber. Deixe que Ele faça parte da sua vida, do seu coração, do seu dia a dia. Você foi comprado por um alto preço: o Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus. Acolha o chamado de Jesus, aceite o abraço d’Ele. Monsenhor Jonas Abib

4 JORNAL DE BELTRÃO Domingo, 16.2.2014

Leituras CATOLICISMO

O coração e a história de nossa igreja (2) Semelhanças e diferenças nos Evangelhos. O ensinamento de forma oral O cristianismo saiu do judaísmo. Durante oito séculos, os judeus viveram na expectativa da vinda do Messias e o discurso dos profetas era de que o "Dia do Senhor" estava próximo. Os pergaminhos eram poucos para a escrita e os ensinamentos das Escrituras eram feito de forma oral. Alguns rabinos ficaram famosos porque sabiam de cor os principais textos do Antigo Testamento. Quanto aos ensinamentos de Jesus, em torno de oitenta por cento, estavam em forma poética. Havia métrica com versos em harmônicos e paralelismos. Isso facilitou muito a memorização dos textos evangélicos. As semelhanças e as diferenças que estão presentes nos evangélicos sinóticos devem-se ao fato dos discípulos e outros cristãos, terem memorizado muito do que Jesus realizou e ensinou. A essência dos ensinamentos de Jesus foi tão envolvente que todos os apóstolos foram martirizados por causa do evangelho e João morreu no exílio. Eis a força da fé nos corações dos discípulos. Semelhanças e diferenças nos Evangelhos sinóticos Existe um volume significativo de discordâncias. Isso indica que os autores dos evangelhos não puderam estabelecer nenhum tipo de acordo entre si. Por outro lado, há também uma harmonia de tal magnitude que demonstra a coerência dos ensinamentos de Jesus. A harmonia dos dados básicos e a

divergência de detalhes são sinais de credibilidade nos evangelhos. Na genealogia de Jesus, Mateus apresenta a linhagem de José e Lucas destaca a figura de Maria, porém é dito que ambos são descendentes de Davi. Há uma coerência neste dado. O evangelho de João É muito mais diferente do que semelhante aos três sinóticos. Os paralelos mais próximos estão nos relatos da Paixão e morte de Jesus. Em João, Jesus emprega uma linguagem diferente. Ele faz longos discursos. A cristologia é mais elevada, pois afirma claramente que Jesus é "um com o Pai" (Jo 10,30). Durante muito tempo pensava-se que João quando escreveu seu evangelho, conhecia tudo o que Mateus, Marcos e Lucas tinham escrito e por isso ele optou por um caminho novo e sem repetição. É muito mais explícito. Hoje predomina a opinião de que João é, em sua maioria, independente dos sinóticos. Escolheu material diferente e apresenta perspectivas novas sobre Jesus. Alguns temas de João têm paralelos nos sinóticos, embora bem menos desenvolvidos, como é o caso da questão da divindade de Jesus. No evangelho de João, Jesus toma sobre si o nome divino: - "Eu sou", que é a mesma forma como Deus se revelou a Moisés na sarça ardente (Êxodo 3,14). Jesus se revela como aquele que tem o mesmo poder divino sobre a natureza que teve Javé, o Deus do Antigo Testamento. O tema sobre o Filho do Homem Nos evangelhos sinóticos, este é o título que Jesus mais aplica a si mesmo. Esta pas-

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

Aprimorando os pontos fracos Na nossa renovação diária, nós vemos que temos muito a aprender para melhorar a nossa qualidade de vida. Por sermos sociáveis, temos em nossos amigos e padrinhos a chance de receber críticas e elogios que servem para nos orientar e melhorar o nosso ser. Está em nosso poder ter a mente aberta e que nos desperta para buscar as melhores coisas que possam nos transformar em seres virtuosos a partir da bondade que se expressa em nossos protetores. Isto também nos capacita na autopercepção de que todos possuem uma grandeza oculta que só revelam por bondade e responsabilidade. A nossa Sobriedade se amplia na medida em que trabalhamos na eliminação dos nossos defeitos de caráter, e ao eliminar estes defeitos faz-se necessário plantarmos alguma semente de virtude. Pois não podemos aceitar vazios numa vida que por si só é um previlégio. Podemos aumentar nossa ternura para melhorar a nossa ternura, para melhorar a nossa serenidade, que é percebida até em nossa fisionomia, para isto devemos conversar com o homem do espelho em ambíguo consentimento. Para isto, a honestidade e a severidade devem ser celebradas a ponto de se

fortificarem como um resultado que vem do quanto nos amamos e somos "mais" nós. Nós não devemos jamais nos afastar de fonte que matou a nossa sede. É o nosso meio de recuperação primitivo o nosso velho porto seguro onde as grandes oportunidades de continuarmos a nascer. "Se não dentro do poço, não há porque de exigirmos uma escada para aproveitar o dia ensolarado." Devemos nos purificar, espiritualizando o novo modo de vida para não cairmos na armadilha da eterna autojustificativa de que, ao fazer uma ótica, não estejamos só vendo defeitos nos outros. Lembramos que os defeitos que nós vemos nos outros são os que estão mais salientes em nós. A todos nós caberá as melhores coisas reservadas pelo nosso Poder Superior, ao agradecer pelo que estamos nos doando ele acrescentará as demais coisas. Que se faça a vontade de Deus e não a nossa, porque ainda temos muito tempo para continuar trabalhando junto as nossas imperfeições que do pouco e com muita prudência são removidas e daí somos parte de uma solução de um problema. Alcoólicos Anônimos Francisco Beltrão.

vindicar a divindade para si mesmo, sendo o Filho de Deus. Nos evangelhos sinóticos, Jesus se apresenta também como aquele que é capaz de perdoar pecados, algo que só Deus podia fazer. É o poder comum entre Jesus e o Pai.

Dom Agenor Girardi sagem é o texto central do livro de Daniel e um dos principais de todo o Antigo Testamento (Dn 7,9-14). Jesus sempre se designou com o título de Filho do Homem, inclusive perante o Sinédrio que o condenou à morte (Mt 26,64), aplicando a Si mesmo este texto de Daniel. Este é um título de grande exaltação e não apenas de mera humanidade. O Filho do Homem era uma figura divina e central de todo o Antigo Testamento, que iria surgir no final dos tempos para julgar a humanidade inteira e reinar para todo o sempre. Portanto, se apresentar como Filho do Homem, significava rei-

Conclusão - Os livros do Novo Testamento não estão em ordem cronológica. Os evangelhos foram escritos depois das cartas de Paulo. É possível que Paulo começasse a escrever por volta dos anos 50 d.C. Se a morte de Jesus aconteceu no ano 33, então sua conversão foi pelo ano 35. É possível dizer que Lucas é o teólogo dos pobres. Mateus procura entender a relação do cristianismo com o judaísmo. Marcos mostra Jesus como o Servo sofredor.João tem outro enfoque e apresenta Jesus como o Verbo de Deus.

Dom Agenor Girardi, MSC - Bispo Auxiliar de Porto Alegre - RS

COMUNIDADE BATISTA BETEL

O avivamento em Paulo e a religiosidade Um dos episódios mais interessantes do livro de Atos encontramos no capítulo 19, quando Paulo em Éfeso anuncia a palavra de Deus com ousadia e intrepidez. Na verdade, passa três longos meses falando do Reino de Deus na sinagoga existente naquele lugar. No contexto percebemos a inserção de uns judeus, chamados exorcistas ambulantes, os quais tendo observado o modo como Paulo lidava com a expulsão dos Espíritos malignos, tentaram clonar as ações paulinas em seus próprios "clientes espirituais". Conheciam eles uma pessoa que estava sob possessão e cheios de convicção acerca da eficácia do novo método, confrontaram o espírito maligno que possuía o homem, dizendo: "Saia dele em nome do Jesus que Paulo prega". Acontece que na cena o inimigo também teve vez e voz, interpelando-os assim: "Conheço a Jesus e também sei quem é Paulo. Mas vós, quem sois?" Após a fala demoníaca, o que se passou seria cômico, não fosse trágico. Aqueles homens saíram dali fugindo, feridos e envergonhados após apanhar do endemoniado. Por outro lado, Paulo vivia naturalmente a sua fé, pregando, orando, fluindo no sobrenatural de Deus. Que contraste, não? Pois bem, o contraste reside na diferença entre ter vida com Deus e ser religioso. O religioso tem algumas características específicas. Em primeiro lugar é ambulante, como eram aqueles exorcistas ambulantes. O ambulante não tem vínculos, alianças, raízes. O ambulante se estabelece nas relações extracionistas, de interesse. O religioso é ambulante no sentido de não querer um compromisso sério com Deus, com a igreja na qual Deus o plantou, o discipulado e as ligações Por outro lado, com espirituais com o Corpo de Cristo. Passa por um sem número de Paulo vivia sem se colocar submisso naturalmente a igrejas a nenhuma delas no sentido de sua fé, pregando, sua visão ou filosofia de minisorando, fluindo tério. O ambulante se isola e o se isola insurge contra a no sobrenatural que verdadeira sabedoria. A religiosidade produz ambulantes, o de Deus. discipulado produz Paulos. Outra característica da religiosidade encontra-se no fato de que a religiosidade produz contenciosos, antagônicos. O texto nos disse que em determinado momento Paulo estava ministrando e no mesmo ambiente existiam pessoas que iam lá apenas para contestar a sua ministração ou perspectiva de fé. Isto se dava numa sinagoga, num ambiente de fé. Ali então Paulo percebeu a estratégia do inimigo que era apenas de causar discussão e confusão. Que fez Paulo? Separou os seus discípulos daquele ambiente de contenda e discussões, levando-os para a Escola de Tirano, realizando ali o discipulado destes. Com isto Paulo estava dizendo: "Eu não tenho tempo para tratar com antagônicos, questionadores, pessoas que apenas querem discutir. Minha missão aqui é fazer discípulos para o Senhor, e nisto me ocuparei". Ocupado nesta direção, gerou discípulos que em dois anos alcançaram toda a Ásia com a pregação do Evangelho. A religiosidade gera discursos e discussões, o avivamento gera apaixonados por almas, pessoas identificadas com a verdadeira missão da igreja, de ganhar, consolidar, discipular e enviar. Muitos "Sambalates, Tobias e Gezens" tem se levantado nesta geração para propor a discussão e interromper a restauração, mas muitos "Neemias" tem se levantado em vigor e força, com a devida resposta: "Não podemos descer porque estamos fazendo uma grande obra". Se você é homem ou mulher de Deus, não gaste tempo com antagônicos que apenas querem discutir o que você crê ou não. Seja prático, faça como Paulo, não tenha tempo para discussões vazias ou contendas, ou fofocas, ou julgamentos. Pr. Fernando Alberto Araújo.


Social

“O bem que você faz hoje pode ser esquecido amanhã. Faça o bem assim mesmo. Veja que, ao final das contas, é tudo entre você e Deus! Nunca foi entre você e os outros.” A mais linda! Esta é para os colorados, tipo o Ivo Pegoraro, Iandu Oliveira, Almir Zanette e Milton Perondi, morrerem de inveja. A matéria foi compartilhada no Facebook pelo colega jornalista Rodrigo Accorsi e, é claro, temos que compartilhar, afinal, um gremista sempre adora tirar uma onda do rival, né! A notícia, divulgada no site do Jornal Zero Hora (de Porto Alegre), teria sido publica pela Revista Monet (Editora Globo), dando conta de que "a camisa do Grêmio foi eleita a mais bonita do mundo". De acordo com o texto, a eleição foi feita por especialistas da moda. Na verdade, eles confirmaram o que a gente já sabia! Em segundo ficou a camisa do Real Madri e em terceiro a do Barcelona.

5

O casal de namorados Samela Ize e Rodrigo Manfroi está de parabéns. Ela se formou na sexta-feira, 8, em Direito pelo Cesul. Já o Rodrigo, que é odontólogo (Presence Dental Clinic), foi aprovado no mestrado em Prótese Dentária pela Universidade São Leopoldo Mandic, em São Paulo. Na quarta-feira, 19, acontece a abertura oficial de eventos para este ano de 2014 do Departamento de Cultura de Francisco Beltrão. No palco, teremos apresentação do Grupo Teatral Sou Arte, de Campo Mourão, que vai contar um pouco da história dos grandes clássicos do cinema através do espetáculo “Cinema in Palco”. Com início às 20 horas, e entrada gratuita, no programa vamos conferir uma mistura de teatro, dança, música e arte circense com “O fantasma da ópera”, “Cantando na chuva”, “Piratas do Caribe” e “Velozes e furiosos”. Imperdível!

Hoje, dia16 * Acir Pedroso * Ademir Signori * Caroline Cristina Fantan * Edson Lupatini * Elenice Lupatini Antonelo * Everaldo Dias de Castro * Emmanuel Olivo * Genesil Terezinha Santos * Gustavo Borges * Irineu Osires Cunha * Irondina Ramos da Silva * Larissa Regina Reinehr * Leonardo Pedron Bönte * Mauro Zuchello * Neuza Liston * Olir Ficagna * Rafael Ferraro * Rodrigo Preczeski * Saudi Mensor * Vitor Dell Olivo * Valdir Borges

* Paulo Busetti * Rosane Aparecida Guerra Pagnussat Amanhã, dia17 * Adão Saldanha * Atacir Nicolodi * Ana Caroline Dalmolin * Ari Vicente Muller * Cecilia Scalabrin * Edivar Tramontini * Elizandro Possamai * Janete Aparecida Harka * Juliane Cristina Klochinski * Marco Antonio Carneiro * Meliane Machado * Nadir M. Busatto * Osmar Felix Côrrea * Quintino Girardi * Rosana Signori * Seno Staats * Valdir Antônio Davoglio

Aqui, as mais belas das piscinas com o presidente do Marrecas Clube, José Altair Constantino, e o vice-presidente, Beto Garcia. O desfile foi coordenado pela Juliana Thomé, com fotos de Juarez Gralak.

Foto Valdecir Vargas

Cultura

Domingo, 16.2.2014 JORNAL DE BELTRÃO

Foto: Juarez Gralak

O fotógrafo Juarez Gralak com Alana Dreher, 1ª Princesa, Jéssica Barcelos, Rainha das Piscinas 2014, e Suéllyn Junkes, 2ª Princesa, eleitas no último sábado, 8, no Marrecas Clube. Você confere todas as fotos do desfile no site www.jgralak.com.br.

Muita alegria e guloseimas no chá de bebê do Lourenzo, realizado semana passada. Na foto, Jaqueline Marchiore Petri, a futura mamãe Thaís Priscila Medeiros Koba, Aline Steimbach, Lizandra Felippi Czerniaski, Fábia Felippi, Rosilaine Zanardi, Camila Da Rosa Vanin e Ticiane Sauer Pokrywiecki com o filho João Pedro, no chá de bebê do Lourenzo. A Thaís e o marido Anderson, mais o irmãozinho Ian, estão ansiosos, pois o príncipe nasce agora em março.

www. jornaldebeltrao. com.br

No último final de semana, a comunidade do Km 20 foi palco de um grande show de trovas. Com a presença de uma comitiva que veio de Mormaço (RS), mais o trio de trovadores comandado por Tetê Carvalho, a festa começou no sábado, 8, de manhã e foi até domingo, 9, à noitinha. Na foto, durante gravação para o programa Gaúchos & Birivas: Tetê Carvalho e o beltronense Osmar Ribeiro fazendo trova, acompanhados do Elóis Rodrigues e dos integrantes do trio – Edegar Pacheco e o Paulo Duzac. Vamos conferir como foi esta festa pela TV Beltrão no dia 9 de março.

Caludir Urbano da Silva, o vereador Tupy Prolo (um dos organizadores do evento), a trovadora gaúcha Tetê Carvalho, o repórter Ademir Augusto “Nini” Macagnan (da Onda Sul FM) e o acordeonista Paulo Duzac, no Entrevero, realizado no Km 20.


6 JORNAL DE BELTRÃO

Geral

Domingo, 16.2.2014

Burocracia torna difícil reaver carros roubados e levados ao exterior "A gente se sente impotente em um país onde não existe lei, estamos totalmente desamparados, inclusive pela justiça brasileira." O desabafo é de uma das vítimas que teve o carro levado para a Argentina. Por Niomar Pereira Todos os dias, veículos roubados no Brasil cruzam as fronteiras dos países vizinhos e jamais são recuperados pelos proprietários. Um prejuízo imensurável para a nação e que está longe de merecer a atenção das autoridades políticas do Mercosul. A região Sudoeste do Paraná, por fazer divisa com a Argentina, sofre muito com esse tipo de crime internacional. Em menos de uma hora os ladrões conseguem atravessar a fronteira. Só no ano passado, em Francisco Beltrão, foram registrados 129 furtos de veículos, sendo 78 motos (60%). A polícia recuperou no mesmo período 81, ou seja, 38% dos beltronenses lesados não viram seu patrimônio retornar. A Argentina e o Paraguai são as rotas preferidas dos marginais, porque é fácil atravessar a fronteira, a fiscalização é ineficaz e, em algumas situações, os governos locais fazem vistas grossas, permitindo que carros roubados aqui circulem livremente do lado de lá. Quando, ocasionalmente, o veículo é recuperado pelas polícias vizinhas, começa um novo calvário para os brasileiros. Corrupção, extorsão e burocracia tornam a recuperação do bem praticamente impossível. Um policial civil — ele trabalha na região de fronteira e não quer se identificar — conta que há relatos da cobrança de propina para reintegrar veículos localizados pelas autoridades argentinas. "Quando o carro é encontrado, a polícia brasileira é comunicada, contudo, há informações de que o cidadão que tenta buscar o automóvel ou moto acaba sendo cobrado em R$ 500." Muitos preferem pagar para não enfrentar a burocracia de tentar repatriar pelos meios legais (leia box). Prejuízo e impunidade A professora Denise Lenzi teve seu automóvel Gol roubado em abril de 2012 em frente ao Núcleo Regional de Educação (NRE), local onde trabalha, e o caso ganhou bastante repercussão nas redes sociais. Apesar de flagrado pelas câmeras de segurança da Avenida Júlio Assis Cavalheiro, o bandido em poucos dias voltou para as ruas para responder pelo crime em liberdade. Ele confessou que levou o carro para a Argentina e vendeu por R$ 500. Desde então, Denise jamais teve notícias do seu automóvel, avaliado na época em R$ 24 mil. "Meu irmão chegou a ir à Argentina conversar com a polícia, não adiantou porque nosso carro nunca mais foi visto", lamenta. Como estava sem seguro, a beltronense teve que arcar sozinha com o prejuízo. "Fazia uma semana que o seguro tinha vencido, eu e meu marido tínhamos decidido não renovar, porque estávamos construindo a casa e o carro estava negociado pelas aberturas (portas e janelas)." Pior do que perder o patrimônio, de acordo com ela, é

O carro (Corsa) dos beltronenses Dickson Vieira e Silmar Gallina (ao lado) foi localizado e apreendido na cidade de Eldorado, Argentina, mas eles não conseguem repatriar o veículo.

a frustração de ver a falta de justiça no país. "Depois de decretada a prisão, em poucas horas o promotor relaxou o flagrante alegando que ele (ladrão) não estava mais de posse do objeto do furto e então foi solto. Mesmo que a gente procurasse a justiça comum, é provável que ele não tenha nada no nome e dificilmente teria condições de nos ressarcir", frisa. Burocracia ou maldade? Os sócios Dickson Vieira e Silmar Gallina estão passando por uma experiência similar, que se difere pelo fato de que o carro foi encontrado em solo estrangeiro. No entanto, encarar a complicação oficial, o desinteresse e a falta de informações precisas não é tarefa fácil, tanto que os dois já dão como certa a perda do veículo, tabelado em R$ 14.500,00. O automóvel, um Corsa Millennium/ 2002, foi levado na madrugada do dia 5 de junho de 2013, na Rua Maringá, em frente à AABB (Associação Atlética Banco do Brasil). Ao se levantar por volta das 6 horas da manhã, Dickson percebeu que o carro não estava mais na frente de sua residência. De imediato entrou em contato com a polícia, que fez algumas buscas. "No começo achavam que era um menor que tinha pegado para andar e em seguida abandonaria em algum lugar, como acontece com um monte de carro", comenta. No dia seguinte, ele recebeu a ligação de um policial militar beltronense informando que a polícia da Argentina havia apreendido o carro em Eldorado — 140 quilômetros da divisa com Barracão —, em uma blitz, com dois argentinos que estavam tentando atravessar numa balsa para o lado paraguaio. O carro tinha sido comprado por R$ 1.000 e seria revendido no Paraguai por R$ 3.000. Imaginando que seria muito fácil reaver o Corsa, Dickson e Silmar procuraram a

Polícia Civil de Barracão no dia 8. Lá, foram orientados a ir até a Polícia Federal em Dionísio Cerqueira (SC), que, por sua vez, mandou-os à polícia do lado argentino. Um verdadeiro jogo de empurra, cada órgão alegando que o processo fugia de sua alçada. "Na polícia de Bernardo Irigoyen, o comissário maior (comandante) nos recebeu muito bem e disse que a única maneira de reaver este automóvel era indo até Eldorado e contratando um advogado de lá. Ele mesmo indicou um advogado que era seu amigo, supostamente uma pessoa de confiança", conta. Polícia indicou advogado Coincidentemente, no mesmo dia, um policial argentino estava indo para Eldorado e, a pedido do comissário, acompanhou Dickson e Silmar até o endereço do advogado. "O problema é que ele (advogado) falava em espanhol e a gente não entendia nada, o policial acabou servindo de intérprete. Ele pediu uma cópia do BO e uma cópia dos documentos do carro — que estavam no porta-luva do carro quando foi roubado —, todavia tínhamos o recibo de venda e deixamos uma cópia para ele, para dar entrada no processo na justiça para recuperar o veículo. Pediu e pegamos R$ 1.000 adiantados para cobrir as custas processuais. Saímos com a promessa de que em uma semana seríamos chamados para ir buscar o veículo", relata Dickson. Segundo Silmar, esse foi o último contato com o advogado. "Depois disso não nos retornaram e quando ligamos no escritório ninguém atende. Fomos novamente até Bernardo Irigoyen e a desculpa que nos deram é que eles são policiais estaduais e quem apreendeu o carro é como se fosse a Polícia Federal deles. Então, alegam que não podem pegar o carro porque está em outra jurisdição."

Acordo internacional disciplina recuperação de veículos no Mercosul Exigências: muitos documentos, ciência da autoridade judicial e prazo máximo de cinco anos. Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai — países membros do Mercosul — são signatários do Acordo de Assunção sobre restituição de veículos automotores terrestres e embarcações que transpõem ilegalmente as fronteiras entre os estados. O documento tem como objetivo a luta contra todas as formas da delinquência organizada, reduzindo o impacto negativo que os crimes têm em relação às pessoas, "assegurando uma rápida recuperação dos bens que lhe foram subtraídos sem os prejuízos que as demoras burocráticas acarretam". Na prática, no entanto, não é isso que acontece. A legislação — pesquisada pelo Jornal de Beltrão — prevê que todo veículo ilegal, com origem de país vizinho membro do Mercosul, será interditado, desapossado ou sequestrado e posto à disposição da autoridade judicial ou aduaneira local. Nestes casos, o veículo ficará à disposição

da autoridade competente, sob custódia, sem direito a uso, exceto para sua guarda. O Acordo de Assunção diz que toda pessoa física ou jurídica que deseje reclamar a restituição de um veículo da sua propriedade, que foi roubado ou furtado, formulará seu pedido à autoridade judicial do território em que este se encontre, podendo fazê-lo diretamente ou por seu representante legal. Contudo, a reivindicação não poderá ser realizada após cinco anos contados a partir do dia seguinte em que foi efetuada a denúncia junto à autoridade competente do lugar onde se produziu o roubo ou furto. A demanda de restituição deverá ser apresentada com a seguinte documentação: título de propriedade do veículo ou cópia certificada; certificado de fabricação, documentação de saída da fábrica ao mercado, ou documento equivalente que acredite a titularidade do veículo; certificado de importa-

ção, fatura de compra e conhecimento de embarque, despacho de importação ou documento equivalente que acredite a titularidade do veículo; constância da autoridade competente do país de origem na qual se radicou a denúncia do roubo ou furto do veículo. Recebida a demanda de restituição, o juiz competente do país, uma vez cumpridas as diligências correspondentes, decidirá pelo pronto sequestro, interdição ou desapossamento do veículo. Os procedimentos de tramitação deverão concluir-se num prazo máximo de 60 dias úteis. "A prova sobre os direitos que se invoquem se limitará aos documentos e corresponderá exclusivamente a quem demonstrar a posse ou domínio do veículo. Depois da decisão judicial, o veículo deve ser devolvido imediatamente para seu legítimo proprietário", diz o acordo. (NP)

Alguns indícios, durante a jornada dos dois beltronenses, indicavam que a incursão não daria certo. Silmar recorda que, enquanto estavam na polícia argentina, chegou um policial brasileiro, de Dionísio Cerqueira (SC), para quem a história foi relatada. "Contamos o fato e que tínhamos a promessa de que o carro estaria em nossas mãos em uma semana. Ironicamente, ele falou que demoraria muito mais. Ficamos desconfiados, porque as informações não batiam. Não deixaram nem a gente ir ver onde o carro estava." Dickson não acredita em golpe, mas em burocracia e maldade das autoridades vizinhas. "Não recebemos a informação da polícia argentina, recebemos a informação da polícia daqui, então dizer que foi golpe é difícil. Fomos pela terceira vez e conseguimos falar com o comandante, que também não conseguiu mais contato com o advogado amigo dele. Várias ligações e nada. Telefone ninguém atende. Só conseguimos falar com o policial que nos levou até lá naquele dia, que diz que falta um documento pra ir buscar o carro, mas ninguém fala que documento é." Para Silmar, só resta se conformar com a perda. "Uma pessoa nos falou que se pegasse um advogado com bastante interesse, através do consulado, em Buenos Aires, talvez conseguiríamos. Mas com tamanha burocracia acho que seria difícil." Quem também perdeu a esperança foi o jovem Elizandro Welter, vendedor da Flessak em Beltrão. Ele suspeitava que sua moto, roubada há três anos, tinha sido levada para a Argentina, foi até lá, levou uma cópia do BO e pediu para a polícia entrar em contato caso localizasse. "Até hoje a moto (Honda Broz 150cc) não foi localizada. Na época se falava muito de que as motos eram levadas para lá, porém nunca mais fiquei sabendo nada." Legislação dificulta O capitão Rogério Pitz, subcomandante do 21º BPM de Francisco Beltrão, destaca que este tipo de situação não é competência da Polícia Militar. No entanto, afirma que já atuou em um grupo especial de combate ao crime organizado, dentro da corporação, contra o roubo de caminhões e caminhonetes que eram levados para países vizinhos, e recorda que a falta de legislação dificulta muito a recuperação dos veículos levados para o exterior.

Do lado de lá, bandidos vendem carros por R$ 500 Carros, motos e caminhonetes são vendidos por uma verdadeira pechincha que varia de R$ 500 a R$ 1.000. O dinheiro é usado, invariavelmente, para comprar drogas. Dia 27 de janeiro, policiais rodoviários federais (PRF) do posto da Ponte Ayrton Senna, em Guaíra, recuperaram uma caminhonete Chevrolet/D20, que havia sido furtada no dia 25 em Dois Vizinhos. O condutor, menor de 17 anos, residente em Francisco Beltrão, disse que foi contratado para levar o veículo até o Paraguai e receberia a quantia de R$ 500 reais.


Geral

Domingo, 16.2.2014 JORNAL DE BELTRÃO

CAPACITAÇÃO

7 Entidades regionais debatem

plano de desenvolvimento

Profissionais da Policlínica participam de workshop sobre atendimento ao cliente Treinamento aconteceu na manhã de ontem, no auditório da Unimed de Beltrão. Representantes de entidades reunidos na Amsop para o debate.

O consultor do Sebrae, Heladio Belarini, de Cascavel, ministrou as atividades ontem pela manhã. Por Alex Trombetta A direção da Policlínica São Vicente de Paula, de Francisco Beltrão, organizou um workshop para todos os seus colaboradores com o tema "Atendimento ao cliente". Ontem, pela manhã, parte da equipe participou do evento, ministrado pelo consultor Heládio Belarini, do Sebrae de Cascavel. O outro grupo de colaboradores participará da capacitação no dia 8 de março. De acordo com o gerente de Enfermagem da Policlínica, Álvaro Guancino, o hospital reúne atualmente 140 profissionais, entre enfermeiros, recepcionis-

tas, equipe médica, equipes de nutrição e limpeza, e todos foram convidados a participar do evento. "Temos sempre a preocupação em envolver toda a equipe. O foco é o atendimento ao cliente, afinal, é de extrema importância que os pacientes sejam bem atendimento e orientados", comenta. Na abertura do evento, por volta das 9 horas, o diretor geral da Policlínica, dr. Dalberto Dassoler, pediu o comprometimento de todos para que, cada vez mais, o hospital melhore seu atendimento e a qualidade nos serviços prestados. "É preciso se colocar

no lugar do paciente, para tentar auxiliá-lo,fazer com que ele se sinta protegido e bem atendido sempre. Se cada um fizer um pouquinho, dá para melhorar muito", frisou.

Na abertura, além do diretor-geral, também estiveram presentes os diretores dr. Vasco, dra. Vemilda e o coordenador-geral, Flávio, além de gerentes e coordenadores de cada setor.

FRANCISCO BELTRÃO

Professoras do Ceebja pedem ajuda para deputada Luciana Assessoria - Representantes do Ceebja (Centro de Educação de Jovens e Adultos) de Francisco Beltrão procuraram a deputada estadual Luciana Rafagnin (PT) para repassar algumas

informações a respeito do ano letivo que iniciou na última segunda-feira. Estiveram no escritório regional, em Francisco Beltrão, a diretora Ilda Schmitz, a pedagoga Sandra Bonetti, o representante dos funcionários Ivan Ricardo Vissotto de Almeida, a representante do Conselho Escolar Amina Molina e as professoras Márcia Carleto e Josiane Brenner. De acordo com a comissão, desde dezembro uma instrução do governo do Paraná, sob a alegação de organizar o setor, ameaça a EJA (Educação de Jovens e Adultos), já que impõe dificuldades na viabilização da escolarização de pessoas que por algum motivo interromperam os estudos ou nem iniciaram no tempo considerado regular. De acordo com Ilda, a Instrução determina um período limitado de matrículas e a formação de turmas com 20 alunos tanto na organização coletiva como na organização individual. Para o grupo que esteve com a deputada Luciana o eixo "Trabalho, cultura e tempo", contemplado nas diretrizes da EJA, não está sendo respeitado com esta instrução, o que fere o direito do cidadão trabalhador à educação. A decisão das novas regras saiu às vésperas da distribuição de aulas. A deputada Luciana está junto com a APP-Sindicato, convocando audiência no Plenarinho da Assembleia. “Fico apreensiva com o que me foi repassado. Precisamos nos preocupar com as pessoas e com o direito delas de buscar a escolarização”, comentou. Segundo a diretora Ilda, após uma semana da conversa com a deputada Luciana não houve nenhum avanço no diálogo com o governo do Paraná.

Da assessoria - Cinco entidades de atuação regional estiveram reunidas na tarde de sexta, 14, na sede da Amsop (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná) para formar a primeira instância de uma governança que irá implantar o Plano de Desenvolvimento Regional Integrado do Sudoeste do Paraná (PDRI), uma ação que mapeará potencialidades econômicas e produtivas. Participaram da reunião desta sexta representantes da Amsop, Agência Regional de Desenvolvimento, Fiep, Sebrae e Cacispar. De acordo com o diretor da agência regional, o objetivo inicial desta governança é definir ações prioritárias para o início dos trabalhos. "O comitê tem o papel de dar andamento as atividades do plano. A principal preocupação deste comitê no momento é de mobilizar entidades e órgãos da região para compor a governança regional, cerca de 60 organizações para compor a governança", explicou Celio. Na reunião ficou definido que, uma vez concluído o trabalho de articulação, um evento regional para de instalação da governança será realizado. Na ocasião todas as entidades serão apresentadas e os papéis de atuação definidos. "A previsão inicial para realização do evento para 13 de março", disse Celio. Termo de Cooperação Além da implantação do Plano de Desenvolvimento, o comitê articulador está trabalhando para confeccionar um termo cooperação envolvendo a Fundação Itaipu Binacional, a Fiep, Sebrae PR, além da Amsop, Agência de Desenvolvimento e a Cacispar. "O termo define a realização de estudos das cadeias produtivas do sudoeste do Paraná, realizado pela equipe técnica da Fiep e da Fundação Itaipu. O estudo servirá para trazer um raio-x da econômica regional, identificação e hierarquização de cadeias, para se saber quais são as cadeias promissoras para a economia regional. O termo compreende ainda a elaboração dos planos de ações para as cadeias identificadas", concluiu Celio.

Governo federal quer projeto para inibir a violência ABr - O governo vai encaminhar nos próximos dias ao Congresso Nacional um projeto para regulamentar manifestações populares. Segundo o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o objetivo da medida é garantir a segurança dos manifestantes e dos jornalistas que cobrem os protestos e impedir atos “inaceitáveis” de vandalismo. “A ideia é fazer uma uma lei equilibrada, sem excessos, afirmada no contexto da democracia brasileira, que não aceita atos ilícitos, que não tolera a violência, mas que garanta a liberdade das pessoas de se manifestar independentemente do conteúdo de suas manifestações”, afirmou o ministro. José Eduardo Cardozo pediu aos secretários de Segurança Pública dos O objetivo da estados que contribuam medida é garantir com o texto do projeto de lei, que será encamia segurança dos nhado aos parlamentamanifestantes e res em regime de “A maior dos jornalistas que urgência. parte dos secretários cobrem os protesopinou pela necessidade de uma nova lei”, disse tos e impedir atos o ministro, após se inaceitáveis de reunir com eles. De vandalismo. acordo com Cardozo, aqueles que atuam no campo policial serão ouvidos nos próximos dias a fim de aprimorar o texto. Na última terça-feira, José Eduardo Cardozo disse que ainda não é possível concluir se a morte do cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade pode ser considerada crime contra a imprensa e a liberdade de expressão. Para o ministro, definir o uso proporcional da força vai permitir “saber quando há transgressão e quando não há, para que policiais não sejam acusados injustamente ou para que situações indevidas de atuação policial sejam coibidas e punidas na forma da lei”. Na reunião também foi discutido o esquema policial que será implantado para garantir a segurança na Copa do Mundo deste ano. Cardozo informou que vai se reunir novamente com os secretários de Segurança Pública com o objetivo de ajustar o plano de segurança para o Mundial de Futebol. Há possibilidade de as Forças Armadas serem convocadas para trabalhar em algumas cidades-sede.


8 JORNAL DE BELTRÃO Domingo, 16.2.2014

Social/Variedades MARMELEIRO

Aqui tem história Saiba que grandes oportunidades estarão surgindo no setor financeiro. Porém, não é preciso adotar nenhuma estratégia especial para aproveitá-las.

O atacante Dagoberto, do Cruzeiro, que é natural de Eneas Marques, ao lado do comunicador Giovani Lima, da Vizi FM de Dois Vizinhos. Os dois são colaboradores do Concrevalle/Dois Vizinhos Futsal. Giovani é diretor e Dagoberto é o embaixador da base.

Dia em que terá muita paz íntima e que deverá colaborar decisivamente na solução de seus problemas financeiros e profissionais. A vida amorosa trará satisfação e muitas alegrias. Melhora da saúde.

Carnaval 1958, no Hotel Brasil, hoje Casas Felipe, na foto: Adiles, Sérgio, Adiles, Odair e Vilson.

CAÇA-PALAVRAS Encontre, no quadro abaixo, as palavras sublinhadas do texto que segue. As palavras estão escritas na horizontal, da direita para a esquerda ou da esquerda para a direita, ou na vertical, de cima para baixo ou de baixo para cima. Cuidado com as pegadinhas. Os 15 núcleos do Programa Empreendedor da Acefb (Associação Empresarial de Francisco Beltrão), coordenados por Luciana Meurer e Tatiane Ronsani, são os seguintes: 1. Conselho do Jovem empresário de Francisco Beltrão (Conjefb) 2. Conselho da Mulher Empresária de Francisco Beltrão (Cmefb) 3. Núcleo das Academias de Francisco Beltrão (Nafb) 4. Núcleo Imobiliário de Francisco Beltrão (Nifb) 5. Núcleo dos Profissionais da Construção Civil de Francisco Beltrão (NPCC) 6. Núcleo de Comunicação Visual de Francisco Beltrão (NCV) 7. Núcleo da Gastronomia, Hotelaria e Turismo de Francisco Beltrão (Nugahtur) 8. Núcleo das Panificadoras de Francisco Beltrão (Nupan) 9. Núcleo de Alumínios de Francisco Beltrão (Nualfb) 10. Núcleo Beltronense das Empresas de Tecnologia da Informação (Nubetec) 11. Núcleo dos Veterinários e Zootecnistas de Francisco Beltrão (Nuvetz) 12. Núcleo dos Advogados de Francisco Beltrão (Nucad) 13. Núcleo dos Profissionais de Farmácia de Francisco Beltrão (Nupfar) 14. Núcleo dos Farmacêuticos de Francisco Beltrão (NF) 15. Núcleo de Decoração, Design e Arquitetura de Francisco Beltrão (Nudearq)

N U P F A R T A T I A N

U A H B C A N A I C U L

B F A N O N U V E T Z U

E B C C N J D R N C V C

T E C C M E C P N O R Z J E F E S H E A R Q R U A I T E A R U L U R A S

O menino sonhador

N F B T B F Q T A Q C O

E B F E C A R H T O I E

F F I V N U C A D V A L

C I N A M A R G O R P C

C C O B F L A U N N R U

U A L C U N U N A P U N

Grandes possibilidades de sucesso poderão ser esperadas para os próximos dias. Algumas ideias brilhantes que vier a ter, devem ser colocadas em prática. Pode fazer mudanças e receber agradáveis notícias.

Excelente fase zodiacal para adquirir bens materiais, abrir caderneta de poupança ou conta bancária e progredir pessoalmente. Pessoas conhecidas procurarão ajudar você. Haja com otimismo.

Você ficará indeciso entre ocupar-se realmente com tudo o que se refira as coisas de sua casa, ou optar para uma tendência a uma reclusão voluntária, disposto a colocar todos os seus pensamentos em uma ordem lógica para que possa efetivamente entendê-los.

Carnaval de 1959: Chico, Elviria, Júlia, Anna e Ermínia.

Humor Uma loira foi ao shopping comprar um par de sapatos de jacaré legítimo e o vendedor da loja logo informou o preço: — Mil reais! — O quê? Não é possível. Não tem outro jeito de eu conseguir um par de sapatos de jacaré legítimo? — É, acho que tem... disse o vendedor, enchendo a loira de esperanças. - Eu conheço um parque aqui perto onde tem alguns jacarés. A senhora pode ir até lá caçar um deles e providenciar o seu próprio sapato! A loira concordou e disse que iria caçar os jacarés. Tudo para conseguir o seu sapato de jacaré legítimo! Mais tarde, o vendedor foi conferir. A loira estava no pântano dando um tiro em um jacaré enorme e arrastando-o até a margem, onde estavam mais ou menos uma dúzia de jacarés mortos. E ela, com muita dificuldade, tira outro jacaré morto da água e exclama: — Mas que merda! Mais um sem sapatos!

Hoje, você estará muito crítico nos seus relacionamentos pessoais que o colocará em uma posição mais vulnerável em relação às pessoas do seu convívio. Ótimas oportunidades de ganhar dinheiro e fazer negócios, pelo esforço no trabalho e pela influência de amigos.

Boas coisas deverão acontecer hoje para você. O planeta Vênus vai lhe dar excelentes chances de conseguir realizar o que pretende, principalmente as que vem planejando desde há muito. Bom aos assuntos sentimentais e amoroso. Dia de sorte.

Não deixe que invejosos e incapacitados estraguem sua paz no lar e no trabalho principalmente. Analise as pessoas e só dê crédito àquelas realmente humanas e honestas. Tranquilidade com a pessoa amada. Saúde estável.

Dia favorável para reencontrar com os amigos. O sucesso em novas empresas e empreendimentos será evidente.

Dia em que se encontrará mais ambicioso, empreendedor, hábil e confiante em si mesmo, o que deverá levá-lo a ter lucros nos negócios. Muito sucesso profissional e social e muita prosperidade geral.

Dia muito bom para colocar em prática as novas ideias profissionais e para realizar negócios entabulados anteriormente. Suas qualidades mentais serão ótimas e as condições de progresso material deverão surgir.

Este dia, deverá favorecê-lo nos assuntos familiares e nas questões financeiras ligadas aos amigos. Procure ser previdente quanto aos demais assuntos porque o passado pode trazer alguma coisa que o aborrecerá.


Geral/Esporte

Domingo, 16.2.2014 JORNAL DE BELTRÃO

11

"Diplomacia da bola" se transforma em arma para o governo brasileiro Os locais escolhidos pelo Brasil para fechar acordos são exatamente aqueles colocados pela diplomacia nacional como prioridade para uma ofensiva do governo. AE - Alguns países fazem alianças com governos estrangeiros fornecendo armas, financiando projetos de infraestrutura e até mesmo enviando seus cineastas para ajudar a criar um clima positivo, como no caso de Walt Disney no Brasil, na década de 40. E o governo brasileiro encontrou outra forma de fazer a "política de boa vizinhança": mandando bolas, técnicos, jogadores e até uniformes de futebol a diversos países. Não é de hoje que o futebol abre portas aos brasileiros no exterior. Pelé sempre conta que parou uma guerra na África e não foram poucos os ditadores que usaram a seleção para aumentar sua popularidade. Mas agora a "diplomacia da bola" é algo institucionalizado e incorporado à estratégia da chancelaria brasileira. No Itamaraty, foi criada a CoordenaçãoGeral de Intercâmbio e Cooperação Esportiva, divisão que administra dezenas de acordos fechados entre o País e governos estrangeiros, além de centralizar as centenas de pedidos que anualmente Brasília recebe dos quatro cantos do mundo. Em cinco anos, foram mais de 100 países beneficiados por algum tipo de ajuda esportiva do Brasil e a lista coincide com as áreas dos mundo escolhidas como prioridade da política externa nacional. O Brasil capacitou

técnicos em Timor Leste, Cabo Verde, Botswana, Haiti e Burundi, treinou mais de 20 árbitros em Gâmbia, Libéria, Jamaica e Palestina e estabeleceu dezenas de programas esportivos com países de África, América Central, Oriente Médio e Ásia. Outra iniciativa do Itamaraty foi trazer ao Brasil as seleções de Haiti, Benin, Casaquistão e Filipinas para treinamentos, em parceria com clubes brasileiros. O governo, por exemplo, fechou um acordo para a preparação de um mês da seleção juvenil de Moçambique no Corinthians e mandou a seleção feminina da Palestina para o Santos. Em alguns casos, a cooperação se limita aos aspectos mais básicos, como o envio de bolas e uniformes para Nicarágua, São Tomé e Príncipe, Tonga e Togo. O carro-chefe da iniciativa é o futebol, mas o Brasil também promoveu oficinas de vôlei de praia em cidades como La Paz, Cotonou, Lusaka e Nairóbi. O governo ainda organizou aulas de capoeira em São Tomé e Príncipe, Islamabad, Kingston e Adis Abeba e está em negociação para levar a prática a campos de refugiados no Congo-Kinshasa. "A demanda é muito grande, e crescente", declarou a chefe do departamento que cuida da "diplomacia da bola", a ministra Vera Cíntia Álvarez. Poder No Itamaraty, ninguém nega que a ofensiva diplomática tem objetivos que vão além do esporte - até mesmo ajudando o Brasil a ganhar votos para sediar grandes eventos internacionais Antes da eleição do Rio para os Jogos Olímpicos de 2016, o governo

enviou uma delegação justamente para negociar essa cooperação com países, influenciando na votação. "Eu considero que a cooperação internacional nessa área influenciou positivamente nas bem-sucedidas campanhas brasileiras para sediar eventos como os Jogos Mundiais Indígenas, em 2015 (ainda sem um local definido), os Jogos Olímpicos e os Paralímpicos de 2016 e também os Jogos Mundiais Universitários de Brasília, em 2019", disse diplomata. A instrumentalização do esporte, entretanto, também tem objetivos políticos. Os locais escolhidos pelo Brasil para fechar acordos são exatamente aqueles colocados pela diplomacia nacional como prioridade para uma ofensiva do governo, seja para abrir mercados ou mesmo para obter a simpatia desses países em votações na ONU. Não por acaso, a cooperação foi fechada principalmente com países africanos, árabes e latino-americanos. "Do ponto de vista da política externa, é um instrumento de soft power com um potencial extraordinário, que projeta a imagem do Brasil, veiculando e até materializado discursos e práticas que nos são caras: inclusão social e combate a discriminações", explicou Vera Cíntia Álvarez. Ela, porém, insiste que o Brasil não trabalha com "resultados imediatos". "A cooperação esportiva brasileira não está vinculada a objetivos políticos específicos. Trabalhamos com o conceito de reciprocidade difusa, por meio do qual buscamos instituir um ambiente de maior colaboração no cenário internacional, não diretamente vinculada a resultados imediatistas ou a contrapartidas específicas".

Clássico mineiro é marcado por apoio ao volante Tinga e luta contra o racismo AE - A rivalidade e a disputa por pontos no Campeonato Mineiro serão secundários neste domingo no estádio Independência, em Belo Horizonte. Atlético e Cruzeiro jogam em clima de solidariedade para protestar contra os atos racistas sofridos pelo volante Tinga, da equipe celeste, na última quarta-feira, no Peru, em partida válida pela Copa Libertadores. A torcida alvinegra promete gritar o nome do jogador do clube arquirrival antes da partida começar. Já os cruzeirenses, devem entrar em campo com uma faixa de protesto pelo incidente ocorrido, vão atuar motivados para dedicar uma vitória como apoio ao

colega de equipe. Na última quarta, Tinga foi hostilizado por torcedores peruanos durante a derrota por 2 a 1 para o Real Garcilaso, em Huancayo, pela Libertadores. A cada vez que o volante pegava na bola, ouvia gritos que imitavam macacos. O episódio ganhou repercussão internacional, além de ter sido condenado pela presidente brasileira, Dilma Rousseff, e também pelo chefe do executivo peruano, Ollanta Humala. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) decidiu abrir investigação para apurar o caso e o Real Garcilaso pode ser punido. No dia seguinte ao jogo, os atleticanos já começa-

ram a demonstrar solidariedade ao colega cruzeirense. "Muito triste pelo que aconteceu com o meu parceiro Tinga na Libertadores. Incrível como isso ainda existe no futebol", escreveu no Twitter o ídolo alvinegro Ronaldinho Gaúcho. Na mesma rede social, o presidente do clube, Alexandre Kalil, também manifestou apoio. "Racismo na Libertadores? Me tiraram o prazer da derrota do Cruzeiro. Lamentável". O técnico do Atlético, Paulo Autuori, trabalhou durante quatro anos no futebol peruano e ficou espantado com o incidente. "É preciso ter punições fortes. Foi um comportamento la-

mentável", comentou. Ao chegar em Belo Horizonte depois da derrota para o Real Garcilaso, Tinga foi recebido por cerca de 30 torcedores cruzeirenses. O grupo não foi embora do aeroporto de Confins mesmo com o atraso do voo em mais de uma hora, o que fez a chegada do elenco ser feita perto da meia-noite da última sexta Em sinal de apoio, alguns torcedores pintaram o rosto de preto e cercaram o jogador, que se disse surpreso com a manifestação. "Não esperava uma recepção dessa, ainda mais porque perdemos o jogo. Não é uma recepção que eu gostaria que acontecesse", comentou.

Muitos locais para comprar ingressos da Expobel Da assessoria/Acefb A GDO Produções de São Miguel do Oeste (SC) e a Mori Promoções de Francisco Beltrão comunicam que a venda de ingressos da 26ª Expobel nas bilheterias do Parque de Exposições Jayme Canet Júnior será feita somente em espécie (dinheiro). A compra com cartões de débito e crédito podem ser feitas apenas no site www.expobel.com.br. Desde ontem, os ingressos estão sendo vendidos no Calçadão. A venda vai ocorrer todos os sábados até o dia da abertura da Expobel, dia 7 de março. Até o dia 28 de fevereiro os ingressos para a pista vão custar R$ 15. De 1º a 6 de março, R$ 20. No dia dos shows o ingresso custarão R$

25. As meias-entradas para estudantes e idosos valem somente para a pista de show. Os visitantes que comprarem ingressos para os camarotes podem circular também na área VIP. Já os que têm ingressos para a área VIP não podem circular pelos camarotes. Tanto a área VIP quanto os camarotes não têm venda com desconto. Vale ressaltar que os ingressos para estudantes estão sendo vendidos na Associação Empresarial de Francisco Beltrão (Acefb) na Rua Peru, nº 1.250, Bairro Miniguaçu, na entrada principal do Parque de Exposições, de segunda a sexta-feira e também na Mori Promoções, na Rua Tenente Camargo, em frente ao Colégio Nossa Senhora da Glória, no centro.

Onde comprar No site www.expobel.com.br Pontos de venda: Francisco Beltrão: Farmácia Farmaútil, Sobá, Copigil, Paulinho do Cachorro-quente e Ítalo Supermercado (Centro e Cidade Norte); Marmeleiro: Posto Panda; Salto do Lontra: Banca Contigo; Ampere: Rádio Ampere; Dois Vizinhos: Farmácia São João Center; Realeza: Deck Lanches; Dionísio Cerqueira (SC): Rádio Fronteira; Barracão: Mercado Altas Horas; Pato Branco: Letra Café. Mais informações com Mori pelo telefone (46) 9108-8590.

Campeonato Gaúcho Hoje 16h Esportivo x Grêmio 19h Brasil de Pelotas x São Luiz 19h Veranópolis x Passo Fundo 19h Aimoré x Pelotas 19h São José x São Paulo-RS 19h30 Lajeadense x Cruzeiro-RS

Campeonato Paulista Hoje 16h Corinthians x Palmeiras 18h30 Linense x Paulista 18h30 Penapolense x Santos 18h30 Ituano x Bragantino

Campeonato Carioca Hoje 16h Londrina x Metropolitano 16h J. Malucelli x Toledo 16h Cianorte x Atlético-PR 18h30 Paraná Clube x Prudentópolis

Campeonato Paranaense Hoje 16h Vasco x Flamengo 16h Bonsucesso x Bangu 18h30 Duque de Caxias x Botafogo

Campeonato Catarinense Hoje 16h Metropolitano x Brusque 16h Criciúma x Chapecoense 18h30 Figueirense x Avaí 19h Marcílio Dias x Juventus

MARECHAL CÂNDIDO RONDON

Agora é oficial: Pato Futsal está fora da Série Ouro Foz do Iguaçu e Quedas do Iguaçu também estão fora. O Sudoeste participa com Ampere, Clevelândia e Francisco Beltrão. Por Adolfo Pegoraro Na manhã de ontem, acompanhamos em Marechal Cândido Rondon a reunião arbitral do Campeonato Paranaense de Futsal da Série Ouro. Das 16 equipes com direito à disputa, apenas três não compareceram na reunião e estão, automaticamente, fora da competição: Pato Futsal, Quedas Futsal e Foz Futsal. Portanto, a Série Ouro 2014 começará no dia 15 de março com apenas 13 participantes. A tabela deve ser anunciada pela Federação dentro de uma semana. Embora tenha menos times, a competição se mantém no mesmo formato de 2013. As equipes se enfrentam em turno único na primeira fase, totalizando 12 jogos. A única mudança é que agora se classificam apenas dez times para a segunda fase e não mais doze. Em seguida, joga-se dentro do grupo em partidas de ida e volta, classificando-se os quatro melhores de cada chave para as quartas de final. Ampere, Beltrão e Clevelândia As três equipes que vão representar o Sudoeste na Chave Ouro estavam representadas na reunião deste sábado. Ampere, pelo técnico Mauro Córdova. Clevelândia, pelo presidente João Carlos Baixo. Francisco Beltrão, pelo presidente Ivo Dolinski e o diretor de Marketing, Altair Filho, o Fio.

A reunião de ontem (terminou pouco após o meiodia), na Associação Atlética e Cultural da Coopagril, em Marechal Cândido Rondon.


Duas mortes em acidentes A Polícia Rodoviária Estadual registrou dois acidentes com mortes nas rodovias do Sudoeste. Em Francisco Beltrão, na PR 483, próximo ao acesso ao bairro Alvorada, um caminhão Cargo, de Beltrão, conduzido por Guilherme Leonir Lucatelli, 23 anos, atropelou a pedestre Iracema dos Santos Mass, 71 anos, que morreu no local. Na PR 459, em Mangueirinha, aconteceu colisão frontal entre uma Parati, de São José dos Pinhais, dirigida por Lindomar Ghidin, 27 anos, e um caminhão Scânia, de Ponta Grossa, conduzido por João Acir Viante, 57. Lindomar morreu no local. Seu passageiro, Altair Henrique Ghidin, 18, teve ferimentos graves. João Acir sofreu ferimentos leves. Na PR 566, em Itapejara D’Oeste, houve colisão traseira. Envolvidos um Uno Mille, de São Miguel do Oeste, dirigido por Evair Roberto Porsch, 25, e uma moto Honda, CG 125, pilotada por Daniel Balbinotti, 18 anos, que sofreu ferimentos graves. Um choque contra árvore foi anotado em Clevelândia, na PR 280, envolvendo um Corsa, de Rio Negro, Santa Catarina. O motorista, Osiel da Silva, 33 anos, e seus passageiros, Thiago de Oliveira Mendes, 26, e Márcio dos Santos Almeida, 28, sofreram ferimentos. Neste mês já aconteceram 64 acidentes nas rodovias estaduais da região, com cinco mortes

e 60 feridos. No ano são 175 acidentes, com 15 mortes e 153 feridos. Presos planejavam fuga Na madrugada de ontem, 15, foi detectada uma movimentação para uma possível tentativa de fuga na cadeia pública de Clevelândia. O policial de plantão solicitou reforço da Polícia Militar e foi feita uma vistoria na carceragem. A polícia constatou danos nas paredes e grades e apreendeu uma serra usada para cortar ferro, uma talhadeira e dois pedaços de grades que já tinham sido cortados. A partir da apreensão do material, a situação foi contornada. Homem baleado em Santo Antônio No final da tarde de sexta-feira, 14, aconteceu assalto e tentativa de homicídio no Km 13, interior de Santo Antônio do Sudoeste. Dois ladrões invadiram a propriedade de Adriano da Rocha, que foi dominado, juntamente com familiares. Durante o assalto, Adriano foi alvejado por três tiros. Os ladrões roubaram uma camioneta Strada, placas MIT 1156, e R$ 700,00 em dinheiro. Eles estavam em um Vectra, que foi abandonado no pátio de um posto de combustíveis, na BR 163, em Pranchita. Na sequência, embarcaram num Corsa, que era conduzido por uma mulher. Investigações estão em andamento, mas os autores não foram identificados.

12 JORNAL DE BELTRÃO

Geral

Domingo, 16.2.2014

SALTO DO LONTRA

Políticos das 12 gestões são homenageados Ex-prefeitos, vices e vereadores, e também os atuais, receberam uma placa. Por Alex Trombetta Reconhecer o trabalho e a participação de cada um dos políticos que já atuou nos poderes Legislativo ou Executivo de Salto do Lontra foi a intenção do evento realizado na noite de sexta-feira, 14. Mais de 300 pessoas estiveram no centro comunitário da Igreja Nossa Senhora de Aparecida para a solenidade que homenageou mais de 100 pessoas, entre ex-prefeitos, ex-vice-prefeitos e ex-vereadores. Também os integrantes da atual gestão receberam reconhecimentos. O evento teve início às 19h30, com a apresentação de um histórico e um vídeo sobre o município. Após a formação da mesa de honra, com a presença de todos os vereadores, prefeito e vice, e também lideranças religiosas, militares e jurídicas, e após os pronunciamentos de várias autoridades, foi realizada a entrega das placas. Os que já partiram foram representados por familiares, e todos foram amplamente aplaudidos e fotografados. O deputado estadual Nelson Luersen (PDT) também esteve presente e recordou o período em que viveu no município. "Minha família chegou aqui em 1975. Participamos do crescimento desta cidade, vimos o Sudoeste se desen-

volver. Hoje, vemos aqui um município pujante, se desenvolvendo, e agradeço a receptividade deste povo. Sempre levei esta cidade no coração com muito carinho", declarou. "Todo mundo faz parte da história" A homenagem foi organizada pela administração municipal, em parceria com a Câmara de Vereadores. Conforme o vice-prefeito Fernando Alberto Cadore (PPS), todas as pessoas fazem parte da história e devem comemorar o momento. "No meu modo de pensar, e da comissão organizadora, todo muno faz parte desta história. Deu a coincidência de nós estarmos na gestão justamente do cinquentenário, mas todos os outros fazem parte e tiveram suas importantes contribuições. Todo mundo faz parte, cada uma da sua maneira, do seu jeito, na sua condição, mas certamente deu seu melhor, se sacrificou, muitas vezes abriu mão da vida pessoal para se dedicar as causas do município", comenta. O vereador Ivonei Garcia

A primeira homenagem foi entregue para dona Regina, esposa do 1º prefeito, Wilson José da Silva (19641968). O pároco Padre Paulo entregou a placa. (PDT), que representou a Câmara de Vereadores, também elogiou o trabalho de todos os seus atuais e excolegas e disse que, "ao exemplo dos que por aqui já passaram, em nome de todos os vereadores, vamos continuar lutando e representando muito Salto do Lontra. Confesso que fico feliz e honrado em fazer

Observado pelas autoridades da mesa e pelo público, o prefeito Maurício Baú elogiou o trabalho de todos que já passaram pelas gestões do município.

parte deste momento tão especial dos 50 anos de nosso município". O prefeito Maurício Baú (PPS) reconheceu o desafio que os ex-gestores tiveram que enfrentar em suas épocas e falou sobre a bravura e o compromisso de representar o município. "Desempenharam seus mandatos com muitas lutas e determinação, muito empenho e vitórias. Muitas vezes pensamos se vale a pena abrir mão da convivência familiar, da vida pessoal, mas quando vemos que o resultado está dando certo, as coisas acontecendo, e a oportunidade de ajudar as pessoas, percebemos o quanto vale a pena. As famílias estão de parabéns, junto com os homenageados, porque são eles que seguram a casa de pé para que a gente possa trabalhar por esta cidade", declarou.

Hoje é o último dia para se inscrever no concurso da Caixa O pagamento da taxa de inscrição vai até dia 28 de fevereiro. Da assessoria e JdeB A Caixa Econômica Federal prorrogou, até este domingo, 16, o prazo para inscrição nos concursos para carreira administrativa e profissional. O prazo de pagamento das inscrições também foi alterado, passando para o dia 28 de fevereiro. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela Internet. Para o cargo de Técnico Bancário Novo, o valor da inscrição é de R$ 43 e para os cargos da carreira profissional, R$ 74. A realização das provas está prevista para o dia 30 de março. A empresa responsável pela realização do concurso é o Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe/UnB). Informações relativas à documentação necessária, horários e local das provas, além do edital, podem ser consultados no site www.cespe.unb.br. Muitos candidatos e muitos concursos Os candidatos devem se preparar para um concurso bem disputado. É gran-

A Rede de Ensino LFG prepara turmas para vários concursos, em Francisco Beltrão, inclusive da Caixa. Esta turma está se preparando para o concurso da OAB. de a quantidade de inscritos. E muitos estão se preparando com cursinhos específicos. “A procura é grande e acredita-se que as inscrições para o concurso da Caixa podem passar de um milhão e meio”, diz uma fonte ligada a concursos. Outro concurso que tem chamado atenção é o do Assistente Técnico Administrativo Ministério da Fazenda (ATA MF), para o

qual vários cursinhos também já estão se preparando. Seguem endereços eletrônicos para interessados em informações de outros concursos: www.esaf.fazenda.gov.br, www.cesgranrio.org.br, w w w. c o n s u l p l a n . n e t , www.concursosfcc.com.br, www.institutoaocp.org.br, w w w . f g v . b r , www.ibfc.org.br, w w w. v u n e s p . c o m . b r , www.fepese.org.br


ENTREVISTA Ermar Ribeiro de Oliveira, o popular trovador Osmar Ribeiro, tem muita história pra contar. Órfão de pai desde muito pequeno, morou com muitas famílias. É das primeiras turmas da Jornada Jovem, desde 1975. Como artista, percorreu o país. Foi pioneiro, em Beltrão e região, na venda de portões eletrônicos. E muitos o conhecem pelo programa de rádio Coração Sertanejo que ele apresenta das 5:45 às 7:15 da manhã. Págs. 2A e 3A

Preço dos combustíveis em Pato Branco é maior que em Beltrão Coleta feita pela ANP (Agência Nacional de Petróleo) de 9 a 13 de fevereiro mostra que a média dos postos patobranquenses é mais elevada para gasolina, álcool e diesel. Por Adolfo Pegoraro Na coleta de informações feita pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) entre os dias 9 e 13 de fevereiro, os postos de Pato Branco apresentam valores maiores que os de Francisco Beltrão na gasolina, álcool e diesel. Essa pesquisa é feita em 31 cidades do Paraná e apenas Francisco Beltrão e Pato Branco foram consultados dentre os municípios do Sudoeste. A média beltronense do litro da gasolina é de R$ 3,040, contra R$ 3,057 da média pato-branquense. No álcool, a diferença é ainda mais acentuada: R$ 2,078 contra 2,109 de Pato Branco. E no diesel, a diferença chega a quase dois centavos: R$ 2,456 contra 2,474. O gerente administrativo e comercial do Auto Posto Dinossauro, Aldenir Bunn, explica que o grande número de clientes que procuram a empresa devido ao valor mais baixo no combustível compensa a margem de lucro pequena. “A gente sacrifica um pouco da margem de lucro para ter mais clientes dentro da empresa. Na verdade, hoje qualidade e preço baixo todo mundo tem, nosso diferencial é o atendimento.”, diz o administrador que ressalta não sacrificar a qualidade e nem a quantidade de pessoal para obter a margem de lucro mais baixa. “Quanto

mais gente atendendo melhor.”, comenta A empresa que já atua em Pato Branco há mais de 12 anos deve inaugurar em março uma nova unidade no município. Segundo Bunn, também há previsão de instalação de um novo auto posto em Francisco Beltrão. O Posto Stop, de Francisco Beltrão, tem um dos menores preços da região no álcool e na gasolina. Segundo a gerente da unidade, Adriana Moura, é possível fazer um preço mais acessível devido ao grande consumo da Rede Stop. “Temos em nossa rede 30 postos de combustíveis. Com isso, a empresa consegue comprar com um preço menor. Temos uma margem de lucro menor, mas conseguimos compensar no grande volume comercializado”, comenta. O Posto Stop foi inaugurado em Francisco Beltrão no dia 8 de agosto de 2008, mas a matriz da rede fica em Cascavel. Nota fiscal Em suas consultas aleatórias aos postos de combustíveis, a ANP pede também a Nota Fiscal de Compra. Assim é possível saber qual é a margem de lucro, pois se tem informações de quanto o posto paga pela marcadoria e de quanto o produto é revendido. Mas nem todos os postos consultados apresentam

o documento, o que dificulta até a transparência para o consumidor. Em Francisco Beltrão, dos 16 postos pesquisados no dia 12 de fevereiro, quatro não apresentaram a Nota Fiscal de Compra. Em Pato Branco é ainda mais preocupante, pois dos 16 postos consultados, 11 não apresentaram o documento. Aldenir Bunn, do Auto Posto Dinossauro, de Pato Branco, ressalta que é um dever dos empresários apresentar a nota. "Não tem porque não apresentar a Nota Fiscal de Compra", declara. Francisco Beltrão A média do preço do álcool em Francisco Beltrão é de R$ 2,078 por litro de etanol. O preço mínimo é de R$ 2,090 e o máximo de 2,199. O lucro por litro de álcool vendido gira entre R$ 0,18 e R$ 0,39, com média de R$ 0,29. Na gasolina, a média do litro comercializado tem o preço de R$ 3,040. O mínimo praticado é de R$ 2,93 e o máximo de R$ 3,14. O lucro por litro gira entre R$ 0,28 e R$ 0,50, com média de R$ 0,41. E no diesel, os postos de combustíveis beltronenses vendem o litro, em média, por R$ 2,45. O mínimo é de R$ 2,36 e o máximo é R$ 2,57. O lucro por litro de diesel gira entre R$ 0,20 e R$ 0,35. Portanto, sobra mais para o posto com a ga-

O Posto Stop, de Francisco Beltrão, tem um dos menores preços no álcool e na gasolina. Empresa garante que consegue lucrar no grande volume de vendas. solina. Pato Branco A média do litro de gasolina nos postos de Pato Branco é de R$ 3,057. O mínimo praticado é de R$ 2,95 e o máximo é R$ 3,09. O lucro por litro gira entre

R$ 0,31 e R$ 0,50, com média de R$ 0,40. No caso do álcool, a média de preço é de R$ 2,109. O mínimo é de R$ 1,99 e o máximo R$ 2,190. O lucro por litro fica entre R$ 0,31 e R$ 0,14, com média de R$ 0,14.

No diesel, a média patobranquense é de R$ 2,474. O menor preço dentre os postos de combustíveis pesquisados é de R$ 2,37 e o máximo é R$ 2,59. O lucro por litro de diesel fica entre R$ 0,14 e R$ 0,38, com média de R$ 0,27.

Como pesquisar o preço do combustível? JdeB - Para pesquisar o valor dos preços dos combustíveis e a margem de lucro que os postos tiram em cima de cada litro, é só acessar o site da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), que é anp.gov.br. Na página inicial, é preciso procurar, na barra de menu da direita, o item “Revenda de Combustíveis”. Em seguida, haverá opção de revendas de GLP (gás de botijão), combustível de aviação e combustível automotivo. Então é só selecionar o do meio, que mostra os valores do etanol, do diesel e da gasolina. Na página seguinte, vai aparecer as “Páginas Relacionadas” no menu da direita. Então é preciso clicar em “Pesquisa de Preços”. Desde o dia 12 de agosto de 2009, o Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis passou a ser contratado junto à empresa Análise & Síntese Pesquisa e Marketing Ltda. A Lei do Petróleo, em seu Art. 8º, atribuiu à ANP o papel de implementar, na sua esfera de atribuições, a política nacional de petróleo e gás natural, com ênfase na proteção dos interesses dos consumidores quanto a preço, qualidade e oferta dos produtos. Cumprindo essa determinação, a ANP acompanha o comportamento dos preços praticados pelas distribuidoras e postos revendedores de combustíveis, com a realização de uma pesquisa de preços semanal. Atualmente, o Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis abrange gasolina comum, etanol hidratado combustível (álcool etílico hidratado combustível - AEHC), óleo diesel não aditivado, óleo diesel S-10, gás natural veicular (GNV) e gás liquefeito de petróleo (GLP - botijão de 13 quilos), pesquisados em 555 localidades, cerca de 10% dos municípios brasileiros, de acordo com procedimentos estabelecidos pela Portaria ANP nº 202, de 15/8/2000.


2A JORNAL DE BELTRÃO Domingo, 16.2.2014 Se olhar os documentos, o nome é Ermar Ribeiro de Oliveira. Mas todos o conhecem por Osmar Ribeiro. Começando pelo programa Coração Sertanejo, que ele apresenta há 25 anos na Rádio Princesa, das 5:45 às 7:15 da manhã. Nasceu quando os pais moravam na Linha Macaco, perto do Jacutinga, interior de Francisco Beltrão, dia 10 de maio de 1955. Em pouco tempo, os pais mudaram para a Linha Três de Maio, hoje pertencente a Manfrinópolis. Então morreu o pai, Valter Ribeiro de Oliveira, com apenas 26 anos. Deixou viúva Dalíria Ferreira dos Anjos, com quatro filhos: Salete (hoje professora aposentada, reside no Entre Rios), Ermar, Leodete, a "Nega" (tem uma creche em Curitiba) e Cristiano (trabalha no Detran). Do segundo casamento da mãe nasceu a mana Odete, mas um dia o padrasto (Valdomiro) foi embora, levando a menina, e os irmãos nunca mais tiveram notícia dela. Depois teve mudança para Pinhal de São Bento, novo casamento da mãe (com Lourenço Borba) e aí os filhos foram dispersados. Osmar viveu na casa de várias famílias. De cor negra, no meio de gente branca, sentia-se discriminado. Vivia armado, porque chegavam a bater nele. Um dia, foi convidado para fazer uma leitura na igreja. Foi marcante em sua vida. Ele se sentiu resgatado. Passou a participar de encontros de jovens e foi um dos pioneiros da JJ (Jornada Jovem), em 1975. Aliás, foi no encontro comemorativo aos 39 anos da JJ, dia 25 de janeiro, na Cango, que Osmar contou partes de sua vida que a própria família desconhecia. E foi o "gancho" para esta entrevista. Contou em prosa e verso — ele é um consagrado trovador, campeão da Vacaria, conhecido Brasil afora pelos versos que fez e os troféus que conquistou, muitos de nível nacional. Osmar acabou casando com a filha de um dos amigos que o adotaram por algum tempo. Maria Elisa, filha de Lourdes e Selvino Caetano Catto, que residiam e continuam residindo no Km 23. O casamento foi realizado em 29 de julho de 1994, ele com 40 anos, ela com 25. Passaram a viver em função de seu casamento e continuam até hoje, agora mais em função dos três filhos: Ana Célia, de 18 anos, cursa Odontologia na Unisep; Maria de Lurdes, 16 anos, está participando de um intercâmbio pelo Rotary no México; e Osmar Catto Ribeiro de Oliveira, 13 anos, está no ensino fundamental. Osmar e Elisa são sócios do Rotary Cango. Foi numa dessas noites quentes de janeiro de 2014, após um jantar preparado pela esposa, em sua casa, no bairro Vila Nova, que Osmar concedeu esta entrevista.

JdeB - Você tem muitas histórias, passou por várias famílias. Osmar - Eu passei, eu tenho várias culturas, formação de várias famílias. Tenho de cabloco, tenho de italiano, tenho de alemão. Eu saí de casa bem pequeno. Até os treze anos fiquei em Manfrinópolis, daí vim para Francisco Beltrão, onde trabalhei na lavação do Posto Balança, que nessa época era na Avenida Júlio Assis, do lado do Hotel Cruzeiro. Não tinha o posto lá, tava ainda em fase de terraplanagem. Quando o posto foi construído, eu passei a trabalhar como frentista. Eu tinha um padrinho, ele já faleceu, veio no Posto Balança e me achou parecido com o meu pai, que era compadre dele, e falou comigo e me levou pra roça, pro Alto Jacutinga. Ele me ensinou a respeitar os mais velhos, essas coisas que um pai ensina para um filho. Quando meu padrinho foi embora pra Realeza, eu não quis ir junto porque tinha um filho dele, da minha idade, que tinha muito ciúme de mim, ele brigava comigo, me maltratava. Fiquei na casa de um cunhado dele, Antônio Carbonera. Quanto tempo eu não lembro, mas não foi muito tempo que eu parei lá. De lá fui trabalhar de piãozinho — pela comida a gente trabalhava — no Hélio Mendes Lopes, chamavam de Hélio Brito,

Entrevista ENTREVISTA COM OSMAR RIBEIRO

As idas e vindas de um trovador Órfão de pai, ele morou com muitas famílias. Atribui à Igreja seu "resgate" social. Como trovador, tornou-se conhecido pelo país afora. Hoje vive bem com sua família de três filhos estudantes, fazendo vendas, versos e rádio. primo do Osmar Brito. Quando o Hélio foi embora eu também não fui, parei um pouquinho na casa da sogra do meu padrinho, Agnes Silvestrin, e lá eu era muito desprezado, não sei por que, mas era assim. Na quinta-feira, Dia de São João, fomos jogar futebol na Linha São Brás. Era frio, eu joguei muito, fazia gol de cabeçada, eu era rápido e eles garraram um pouco de simpatia por mim. O Irineu Copini, hoje meu compadre, mora aqui no Floresta, me chamou pra trabalhar de peão pra ele, pra mim ir jogar no time, e eu aceitei e fui morar na casa dele. Na comunidade em São Brás, estranho, negrinho ali, eu não me enturmava. Eu aprendi a ficar mais na defesa das coisas, não sentar nas cadeiras sem ser chamado, eu era assim... Tímido. Dá pra ver pelas esfregas que levei, discriminação. Apanhei de rapazes mais velhos que eu, mesmo na casa de alguns patrão, pessoas bem conhecidas, que os meninos pequenos me surravam, eu tinha que aguentar quieto, esse tipo de coisa. No São Brás eu era um menino arredio, até que a Marcelina Prado me chamou para fazer uma leitura, no terço, e eu tava armado. Fiquei armado porque eu precisava, era o jeito, revólver trinta e dois. Não era pra matar ninguém, eu não tinha essa intenção, tanto que nunca surrei uma pessoa, mas é uma espécie assim de me defender, se eu precisasse, porque eu não tinha ninguém, nem um primo. Quando ela me chamou pra fazer a leitura, eu fiquei dividido, entrar na igreja armado, mas fui.

fazer parte do grupo de jovens e me senti integrado na igreja. Na Capela São Jorge, eu era da liturgia, rezava o culto, fazia as palestras. Quando tinha reunião aqui fora, que a igreja chamava as pessoas pra instruir, eu vinha, o patrão nunca me descontou o salário. Lá no Catto me senti integrado, trabalhar com uma família que é bem respeitado, uma família assim de uma postura correta, bonita, vivia junto com eles, e também eu gozava do respeito da comunidade, até por causa dos meus patrão. Eu rezava o terço lá na igreja e participava da vida da comunidade, virei um líder, jogava bola. Uma vez troquei uma trova com o Avelino Maccari Osmar Ribeiro contou sua história no dia da em cima da comemoração dos 39 anos da JJ, 25 de janeiro. caminhonete. Eu sabia que eu cantava um ver- guntou meu nome. sinho, mas nunca tinha sido esNaquela época o Pelé jogava premido, e o [hoje] falecido Avelino me espremeu em cima da ca- e era famoso. É, e depois a igreja me deu toda minhonete, nós fomos num jogo de bola, e a caminhonete parou essa amizade, que entre eles eu numa encruzilhada. Ele cantou quero destacar o Itamar Pereira, um verso e eu respondi e se tra- crido lá em Anita Garibaldi, Sancamo na trova na encruzilhada, ta Catarina. Uma outra pessoa de noite. Nossa, foi uma cantiga que eu quero citar é o Luiz Graque mexeu com o cantador, que czic, também amigo daquele temDeus o tenha, o Avelino, que fa- po. Eu tenho essa consciência leceu em um acidente. Então, que a igreja foi que me resgatou, como trovador eu trabalhava no porque no simples convite que Catto e o Pedro Marcon foi lá pra mim participar de uma oraQue idade você já devia ter? carregar uns boi, e tinha um cir- ção me trouxe pro convívio e o Ali eu já estava com uns dezes- co aqui em Marmeleiro, o Gildo apelido de Osmar Ribeiro, que seis, por aí. E li a leitura. Como de Freitas tinha um circo de ro- ninguém sabia meu nome, eu até eu não sabia ler, eu fui dizendo deio, cavalo aporreado. Ele ia na contei pra alguns que era Ermar, palavras bonitas, fui criando pa- cidade e avisava com a kombi que mas era um nome difícil, a irmã lavras boas e no final eu falei pa- iam desafiar os cavalos dele, ti- da Marcelina tocou a me chamar lavra da salvação e eles disse- nha cavalo criminoso, que mata- de Osmar e ficou. ram graças a Deus. Depois do va dois, três. E trovador também, E ninguém olhava documenterço, fui parabenizado pelas pes- se aparecesse, tanto cantava com soas que vieram falar comigo, fi- o Gildo ou com qualquer um dos to? Eu não tinha. A certidão de nasquei assim com um certo crédi- trovador que ele tinha — ele moto. No domingo seguinte eu fui rava em Pato Branco nesse tem- cimento eu fiz, eu até tive, mas ler de novo, e me po. Tem uma letra, uma vez, pra internar minha mãe enturmei com eles, Gostei lá do Para- em Curitiba, levaram os docujoguei caçador, e o ná, ele [Gildo] tem mentos nossos e perderam. EnPorque eu era Catto, que jogava letra que ho- tão, quando eu fiz 17 anos eu já um rapaz xucro, uma no time, me chamenageia o Assis fui registrado com 18, pra poder tímido, brabo, mou, tu não quer Bandeira, homens fazer o título de eleitor. Quem me trabalhar comigo pioneiros da época. trouxe aqui pra registrar foi o mas assim lá em casa, tem Então o Pedro Mar- saudoso José Quirino Steimbadiscreto e o fato bastante serviço. con esteve lá e fi- ck, ele fazia campanha política da Marcelina ter cou sabendo que eu pro Altair Freire, da Linha FreiEle falou temos noventa porcas criacantava verso e re, e no mesmo tempo era uma me convidado deiras. Naquele cantei pra ele. Ele oportunidade de fazer registro de pra ler a leitura mandou me buscar, nascimento, uma oportunidade tempo, noventa porca era muito, e me despertou um me botou bota e que os políticos davam. Eu tinha eu que era um peão bombacha e me le- 17 anos, mas ele falou bom, você outro lado, meu que andava que vou lá no Marme- não tem documento nenhum, valado espiritual. nem um balão, leiro, lá nas man- mos já fazer 18, porque aí tu qualquer lugar pra gueira do circo. vota, porque se não votar não mim estava bom. Depois eu cantei no interessa fazer título. Votei em Aceitei. Saí da casa do Copini, do Piquete Crioulo com o [hoje] fa- São Brás a primeira vez. Irineu, do Virgílio, e fui trabalhar lecido Luiz Fernades, que tinha a O senhor se sentiu mais valolá no Catto. Lá tinha a nona, que Tribuna do Sudoeste. Ganhei a rizado. é vó da minha mulher. Sabe aquela trova e fui assim vivendo. É. E eu vim em muitos cursos vó, aquela mãe que os filhos, embora casados, obedeciam ela? Ela Você falou, aquele dia do en- depois. Talvez ele estivesse me ainda era assim. Me explicaram contro da Jornada Jovem, que preparando pra um dia eu cuidar os sistemas deles. Eu era muito a igreja resgatou você na comu- dos netos dele (risos). Então, eu devo obrigação à igreja, e até trabalhador, eu não tinha medo de nidade. boi xucro, porque eu gostava Me resgatou. Porque eu era um aquele dia lá eu falei, e era uma quando as pessoas falavam bem rapaz xucro, tímido, brabo, mas realidade que eu nunca tinha dito de mim, queriam ser meu patrão assim discreto e o fato da Mar- pra ninguém, nem pra Maria Eliporque eu já dirigia jipe, mexia um celina ter me convidado pra ler a sa. Mas eu sabia que a igreja é pouco na mecânica, trabalhava leitura me despertou um outro que me tirou aquela insegurancom trilhadeira. Um ex-patrão é lado, meu lado espiritual, e eu ça, eu ficava com um pé atrás meu sogro e o outro ex-patrão é percebi que depois disso as pes- das pessoas, porque eles sempre meu compadre. Mas lá no Catto soas passaram a me estender a procuravam me maltratar, e eu tinha muito serviço, me integrei mão, falar comigo. Eu tinha um não reagia, porque pra reagir eu com eles, eles são pessoas muito apelido de Pelé, ninguém sabia tinha que fazer alguma maldade, católicas e no Km 23 eu passei a meu nome, o patrão nunca per- e eu não tinha ninguém por mim,

então era mais fácil ficar na minha. E como é que foi aquele período do seu nascimento? Eu nasci no Rio Macaco, no sítio do Nego Silva, ali perto do Rancho Beira Chão. Beira Chão é uma casa sem paredes, e o meu pai morou de agregado no sítio do Nego Silva. Depois ele arrumou outro sítio, escolheu a terra lá no 13 de Maio. Era uma vez no rio cheio, tem um cidadão que mora lá e chama Sidoca do Amaral, e ele tinha uma égua grande nadadeira, acostumada com enchente, e o Sidoca me enrolou no ponche e fez tipo um tira-colo, passou comigo nadando no rio pro lado de lá. O meu pai faleceu em 57, no mês de outubro, e ele tá sepultado na Barra do Sarandi, a terra onde era a safra do Elias Côrrea, depois o cemitério virou uma fazenda, hoje o dono daquela fazenda até já me convidou pra ir lá, é o João Marchiori. Do que morreu o teu pai? Meu pai morreu de doença. Na época, morriam e ninguém sabia direito do quê. Porque aqui só tinha a Policlínica, o doutor Walter, e era muito difícil vir aqui a cavalo. E depois que o meu pai faleceu, nós ficamos meio assim. Daí a mãe casou, e esse homem que a mãe casou por primeiro não era mau, ele só não gostava de trabalhar (risos), preguiçoso! Mais tarde, quando ela casou com outro, esse Lourenço dava tiros em casa, daí que ele espalhou nós. Esse primeiro marido, que a mãe teve depois de perder o seu pai, teve uma filha com ele? Sim, a Odete. Eu tenho poucas lembranças dela, eu era muito guri. Eu não me lembro como é que a mãe se separou. Eu só me lembro que ele foi embora num cavalo branco (risos), e levou ela no cavalo. Já fiz procura e não encontrei. Um irmão da mãe que desapareceu, até o JdeB fez a matéria, achamos ele 50 anos depois, ele é bugre, deve ser guarani. Depois eu me criei aqui em Beltrão, formei amigos e descobri o meu irmão mais novo, uns vinte anos depois, em Rondônia, alcoolizado, daí eu trouxe ele pra cá, internamos e hoje está aí feito, uma pessoa recuperada, trabalha na Ciretran em serviços gerais. Eu também tive um período de alcoolismo, foi um período curto, hoje já faz 26 anos que não bebo. Eu evito vinagre e qualquer coisa de derivados, assim, que possa me puxar pro lado da bebida. Eu tenho a consciência de que pros outros é normal, mas pra mim não. Você se sente uma pessoa sadia. Sim. Eu bebi um período curto. Houve uma época em que eu vivi da música. Fui muito trovador, muito procurado, muito assediado. Participei de campanhas políticas em vários estados do Brasil como Bahia, Rondônia, São Paulo, Rio Grande do Sul, no Paraná também. Em Francisco Beltrão nunca cantei em eventos políticos, porque nunca aceitei. Você, trovador, sempre? Sim, porque eu li muito Salomão, Eclesiastes, Livro da Sabedoria. Pra um trovador que lê esses livros sagrados, fala da ciência da vida, e quando ele consegue traduzir isso pro dia a dia, quando ele tem uma disputa com outros travadores, se ele não souber, ele tá enrolado, porque muita gente também não sabe, mas nesses versos de Salomão você encontra tudo o que precisa pra viver bem. Salomão disse lá num trecho "nunca discuta com um louco", se você não é louco, não discuta, evite que o outro, que não conhece você, pense que sejam os dois loucos (risos).


Entrevista

Domingo, 16.2.2014 JORNAL DE BELTRÃO

3A

“Nunca usei o verso pra diminuir uma pessoa” JdeB - Quando surgiu o Osmar Ribeiro, que é mais conhecido profissionalmente como o homem dos portões eletrônicos? Osmar - Ah, foi assim: quando eu me recuperei do alcoolismo, fiquei meio extraviado, foi um tempo muito difícil pra mim. Então apareceu um amigo, de nome Celso Chiapetti, ele é de família daqui, mas morava em Foz do Iguaçu, e ele falou tu não quer vender portões eletrônicos? Eu perguntei como é que era isso e ele me deu um cartãozinho. Tinha uma foto e era só o que ele tinha. Ia ganhar 15% do que eu vendesse. Ele me comprou uma pasta, uma camisa manga longa bem bonita, porque eu não tinha condições, eu saí muito zerado da vida do alcoolismo. E já fui vender portão eletrônico lá no [João Batista] Zancanaro. Eu disse você sempre foi meu amigo, e quando a gente não tá bem, precisa dos amigos, e hoje eu não tô bem, preciso te vender um portão eletrônico (risos). Não existia aqui, tinha dois ou três só, que esse mesmo Celso tinha vendido. Daí ele [Zancanaro] me perguntou como é que funcionava e eu disse não sei, nunca instalei nenhum (risos). Mas ele me comprou igual. Daí fui na Decorbel, tinha um menino lá, e eu vendi pra ele mais um portão. Daí vendi pra Delma Cadore, pro Clodoveu Franciosi, pro Jair Babinski, numa tarde vendi cinco e recebi tudo, e vendi pro Zair Bevilaqua, com dois motor. E lá no Zair não conseguia acertar pra instalar. Era doze fios que tinha, cada fiozinho ia no seu lugar, sapatiei e não dava certo. Fui lá falar com o Adir (Seleski), que era formado em eletrotécnica, e disse que ele tinha que me ajudar, falei que tava colocando o motor pro homem lá desde cedo e não dava certo. Ele disse mas tu tá louco, Ribeiro. Eu disse mas tu tem que me ajudar, tu tem o dever de me ajudar, você estudou e as pessoas que estudam é pra ajudar os que não sabem. Eu tirei ele do serviço, a gente foi com o carro dele. Outra vez, eu lembro que eu caí da moto e me machuquei, e tinha que vir insta-

lar um portão no prédio do sinaleiro, eu tava lá na Marabá, daí eu já trabalhava na Rádio Princesa, e o Léo disse mas como é que tu tá fazendo, Ribeiro? Eu disse eu vou de ônibus. O motor do portão eletrônico eu levei nas costas muitas vezes. Daí o Fausto disse mas então, hoje eu vou trabalhar com você. Ele colocou as ferramentas na caminhonete dele e aí fomos nós trabalhar, ele foi junto comigo e me entregava a chave (risos). As pessoas te ajudavam. Eu devo muita obrigação pra muita gente, pras pessoas que acreditaram em mim. Quando foi feito o negócio na Paróquia Nossa Senhora da Glória, aquele tempo que foi negociado as grades em volta, também foi preciso palavras de pessoas de peso da sociedade, e isso facilitou eles acreditarem e negociarem comigo. Quando eu entrei na Rádio Princesa, que eu entrei de locutor mesmo, eu já era trovador, já era conhecido, precisava ter uma quantia de cotas, que o Zancanaro trabalhou comigo dois dias, ele ajudando a vender. Eu disse Zancanaro, você tem os teus amigos e não custa nada pra você me ajudar. Ele foi comigo na na Casa das Noivas, foi na Poupança do Bamerindus, na Marabá. O Fausto me patrocinou seis meses, mas não era pra falar o nome, ele disse que era só pra me ajudar. Você morou com a família Catto e sua esposa é Catto, como é que começou esse romance com a Maria Elisa? Você é 15 anos mais velho, você viu ela nascer? Sou 15 anos mais velho, muito embora pareça mais novo (risos). Quando eu fui lá na casa deles trabalhar, a Elisa tinha uns dois anos, três anos, por aí. Eu trabalhei lá e em 1976 eu vim embora pra cidade e não vi mais eles. De vez em quando no Natal eu ia visitar eles. Mais tarde, a Elisa já tinha terminado a faculdade e eu sempre conversava com eles, mas de namoro nunca passou pela

Após 47 anos, o reencontro do tio Chico com a família. A foto é da chegada dele, na rodoviária de Francisco Beltrão, em janeiro de 2013: as tias Maria de Lourdes e Dalíria (mãe do Osmar) abraçadas ao tio Chico (Francisco Ferreira dos Anjos), esposa do Chico, Salete (irmã do Osmar), Manoel André Jonson (marido da Maria de Lourdes), Osmar e Cristiano. cabeça. Um dia, quando inaugurou a Rádio Educadora, que mudou para o prédio novo, eu ganhei um convite e eu sei que nessas festas grã-finas tem os casais e eu não tinha, e me imaginei lá meio perdido. Aí falei pra Maria Elisa se queria minha companhia lá na festa. Mas não sei, essas festas aí..., menina do interior também. Muito embora eu era da outra emissora, mas as amizades sadias com colegas do mesmo ramo fez com que eles me chamassem. E a Maria não foi, ela não quis ir. Depois se encontramos no Km 23, eu ia na casa dos pais dela de vez em quando e ela às vezes estava lá, e quando nós namoramos não precisou muito namoro pra casar, não necessitava, já era conhecido.

JdeB - Maria, eu perguntei pro Osmar o seguinte: ele conhecia você menina, uma garotinha, e você conhecia ele. Quando foi que deu aquele estado de oba, esse é o meu marido? Maria - Na realidade, demorou um pouco pra se compreender, separar uma coisa da outra, porque nós, o fato de ter amizade desde criança, era uma certa convivência. Não foi assim tão de repente. Nós cultivava uma amizade como irmãos, a gente se encontrava e conversava e saía como amigos.

Mas como é que vocês começaram a namorar? Um dia encontrei com a Maria Elisa perto do Posto Petrobrás e ela sempre falava comigo, mas mais pelo conhecimento, pela amizade da família. Eu falei pra Maria que eu estava sozinho, eu tive uma outra mulher e não cheguei ser casado, um período curto, quando eu me recuperei do alcoolismo comecei a colocar os pés no chão, compreender a mim mesmo e não deu mais aquele casamento. E a Elisa ficou sabendo que eu estava sozinho e falou tu tá sozinho? E eu tô, tô aí passando frio. E ela ficou com dó de mim, acho que foi, nunca perguntei. [Dirigindo-se à esposa] Aquela vez que você perguntou se eu estava sozinho, você ficou com dó de mim, né? Depois fomos, nós sempre íamos em festa, ia em baile, mas nunca falamos em namoro, nem nada, uma amizade. Até que um dia eu perguntei se ela queria namorar comigo. Primeiro eu quis ver qual era a maturidade da Maria Elisa. Eu conhecia ela desde menina, mas isso não quer dizer qual é o grau de postura, o raciocínio, grau de reflexo, rapidez de interpretar, porque, acho que é um defeito que tenho, a pessoa falou comigo, já tá entendido, já pode mudar que aquilo eu já fui lá no fim. Daí a pessoa, pra aceitar viver comigo, de dividir a vida, tem que ter mais ou menos a velocidade de raciocínio, eu tudo pela metade já compreendi. Às vezes fica ansiado de a pessoa contar um causo e eu já entendi tudo e eles continuam contando.

JdeB - Foi ele que falou em namoro pela primeira vez? E qual foi a sua reação? Maria - Sim, depois mais tarde amadureceu a ideia e começamos a namorar, porque existem várias maneiras de surgir um relacionamento, pra depois um casamento. No caso, pra se conhecer tem pessoas que se enxergam e já aquele primeiro olhar. Nós vinha desde criança, já se conhecia e se queria bem, depois eu acho que as coisas foram se encaixando, mais ou menos isso. Nós demoramos bastante tempo até porque eu acho que era pela forte amizade que nós tínhamos, que daí não criou esse impacto.

Mas com a Maria sempre deu certo? Então, nós nunca tinha tido filho, aí falamos com o pai dela pra namorar, ele não falou que não era, a única coisa que ele falou é que eu era mais velho que ela, mas que eu era um homem muito trabalhador e de uma postura correta e de um caráter assim com-

A filha mais velha, Ana Célia, e a esposa de Osmar, Maria Elisa.

provado. E foi assim, ficamos noivos, começamos a construir esse barraco e morei aqui uns três meses sozinho antes de casar. Casamos na igreja aqui do bairro (São José), daí a Maria trouxe as mudanças dela pra cá.

agora, muitos anos depois, ele me encontrou e me deu uma fotografia: eu, uma das minhas irmãs, o meu irmão, a mãe, o segundo marido dela e a Odete pequenininha no colo. Um valor histórico a foto.

E muito tempo depois veio a Ana Célia? Sim, ela nasceu em 1996, nós casamos em 1994.

Você sofreu de pequeno e você guardou mágoa daquelas pessoas que te judiaram, ou ainda guarda? Não, não tenho mágoa nenhuma mais, eu fui criado assim, aos trancos e barrancos, tempo de guri tivemos algumas discussões e nunca surrei uma pessoa, sempre fui amigo e procurei viver com gente certa, gente boa. Meus patrões escolhi pela índole, escolhia sempre pelo jeito deles, jeito da família, tanto que o Irineu Copini é padrinho do Osmar Agnaldo. Um outro patrão é meu compadre e o outro patrão é o meu sogro. Eu vivia com pessoas boas, tanto que se não fosse pessoas que quero bem eu não ia voltar depois. Eu me ajeitei na família dos patrão mesmo, que esses foram meus principais amigos.

E vocês tiveram a felicidade também de três filhos bonitos. Sim, a Ana Célia que tá estudando, a Maria de Lurdes que está no México, no intercâmbio. Até quero agradecer o Rotary pela oportunidade, sou membro fundador do clube com nossos companheiros, sou do Rotary Francisco Beltrão Cango, este ano nós vamos assumir o clube, o Elto Maronesi vai ser o presidente e eu vou ser do protocolo dele de 2014-2015. E você tem o herdeiro também, o Osmar verdadeiro né? É, o Osmar Agnaldo. Temos um filho homem que tá na roça trabalhando hoje, trabalhando com os porcos nas férias, na cidade não pode deixar um piá “devarde”, tem que ocupar. Agora é férias, ele fica lá com os tios, ganha dez reais por dia. É a ocupação dele e ele vê como é que se ganha a vida. Ele tem 13 anos, quando vem pra casa traz o dinheiro e entrega pra mãe guardar, e o grande pagamento meu e da Maria Elise é que ele vai se comprar uma bicicleta e ele mesmo vai pagar. Meu filho não tem amiguinhos, assim de andar enturmadinho, anda junto com nós ou em casa com as irmãs dele, porque cada um tem um jeito de conduzir a família, nós é assim, meio por perto. Eu trago muito das moda antiga, de tentar conduzir os filhos pro melhor. Nos dias de hoje não é fácil, a gente tem que abrir mão de muita coisa, negociar. A Ana Célia faz curso de inglês, matemática e português e tá no segundo ano de Odontologia, e nós ficamos atiçando, incentivando, ajudando, apoiando, vai que dá, pra eles ter um futuro melhor um pouco. Não que o nosso foi ruim. Na minha vida eu tenho orgulho de tudo o que aconteceu, foi educativo pra mim, mas os filhos vivem um tempo um pouco melhor, hoje já você tem os filhos com roupas boas, calçados bons. Cada coisa no seu tempo. No meu tempo nós usava aquela conga, lembra da conga? O seu Arcêndio Marchetti (prefeito de Salgado Filho na gestão 73-76), um irmão pra mim, ele me fotografou uma vez numa igrejinha lá dos Gandin, eu e meu irmãozinho, nós estávamos juntos ainda, usando tirantes (suspensórios) amarrado na cintura, pra fazer cinto, e

E você continua ligado à igreja católica? Sim, muito embora tenha na minha família evangélicos. A vovó Dorvina, professora aposentada, saudosa, evangélica do lado do meu pai, os troncos de Santa Catarina são evangélicos, e ali nos arredores de Porto Alegre, tem uma parentada lá, são músicos, eles são o conjunto da igreja. A Maria Elisa conheceu eles agora, os visitamos, as mulheres tocam acordeom, eles tocam violão, outros tocam aparelho de sopro, são a orquestra da igreja, são nossos primos-irmãos. A música sempre fez parte da nossa família, meu irmão canta agora sertanejo comigo, o Cristiano, nós cantamos várias canções de época. Eu nasci trovador por acidente de percurso eu acho, aprendi a juntar as palavras. Nunca fui um trovador maroto, fui um trovador sempre de o outro concorrente me cacetiar e eu dar a volta e chegar nele do lado certo. Aí a comissão que julga percebia que eu não queria dar pancada, que também é uma forma, uma agressão diferente, desarmando ele de certa forma. Nunca usei o verso pra diminuir uma pessoa. Recentemente tivemos numa festa em Realeza, fazenda de um amigo, e eles trouxeram um trovador de Santa Catarina, e lá vem na perna (expressão que corresponde a “do pescoço pra baixo é canela”, ou seja, vale apelação, baixaria), eu dava a volta. Eu disse pra ele que ele não percebia que estava apanhando de mim, que as minhas puas têm uma dose de anestesia, que não sente, que vai ver daqui uma semana.


Social Mundo Animal

Envie a foto de seu animal de estimação para a coluna Social do Mundo Animal. Capriche na foto, ele pode aparecer no jornal e ficar famoso. Contato: ligiatesser@yahoo.com.br

4A JORNAL DE BELTRÃO Domingo, 16.2.2014

Em Pato Branco, projeto de lei apresentado no Legislativo obriga cães a utilizarem coleira Pauta está em análise na assessoria jurídica da Câmara. Se passar por comissão, seguirá para ser votada. Da assessoria e JdeB O vereador Geraldo Edel de Oliveira, Ito Oliveira (PV), de Pato Branco, protocolou no dia 6 de fevereiro, no Legislativo, um projeto de lei que estabelece regras para a condução em vias públicas e locais de acesso público de cães de grande porte (ferozes, exemplo: pitbull). Pela proposta, os animais deverão usar guia curta de condução, focinheira e estar acompanhados por pessoa maior de idade. O projeto foi lido em sessão no dia 10 de janeiro, e foi encaminhado para avaliação na assessoria jurídica. Após esta etapa, a pauta ainda será avaliada por uma comissão e, se aprovada, irá para votação no plenário. Com a aprovação do projeto e sanção do Executivo, passear na cidade com cães de raças ferozes sem o uso de coleira, guia e até focinheira custará ao proprietário do animal multa no valor de 10 UFM's (Unidade Financeira Municipal). A legislação prevê duplicação do valor da multa em casos de reincidência. O valor arrecadado será destinado para campanhas de conscientização quanto à compra de raças de cães ferozes. A fiscalização ficará sob a responsabilidade da Vigilância Sanitária, órgão em que qualquer cidadão poderá efetuar a denúncia. "A preocupação é com a segurança das pessoas, das crianças que estão, por exemplo, em locais de lazer", diz o vereador. Conforme Ito, é comum a presença de cães de raças sem os equipamentos de segurança (coleira, focinheira) em praças e ruas. "Cão feroz oferece muito perigo para a sociedade se conduzido de forma livre, sem os equipamentos mínimos de segurança, podendo ferir pessoas que trafegam livremente pela rua, logradouros, locais privados", justifica o vereador.

Fox é o amigão de Thuane Téo. Ele é muito engraçado e não tem um dia que a dona não dê risada de alguma coisa que ele apronta. Para ela, a carinha de coitado faz com que seja impossível brigar com Fox.

Se necessário, saiba o jeito correto de usar a focinheira para não machucar o pet. A focinheira De modo geral, a focinheira é um equipamento usado para impedir que cães mordam uma pessoa. Os donos optam pela utilização, na maioria das vezes, em passeios em locais públicos, onde há mais elementos diferentes para o animal que possam levá-lo a atacar alguém ou mesmo outro animal. Em São Paulo, desde março de 2004,

com o decreto nº 48.533, é obrigatório o uso de focinheiras para algumas raças — mastim napolitano, pitbull, rottweiller, american stafforshire terrier — durante o passeio em shoppings, centros de eventos ou locais de aglomerações públicas. No entanto, em vias públicas é somente exigida a guia curta de condução e enforcador, não obrigando o uso de focinheira.

Essa é Pérola, o encanto do lar de Jonas e Danieli.

Operadora cria serviço para monitorar cão pelo celular AFP - Os japoneses que ficam preocupados com seus animais de estimação quando estão longe de casa agora poderão ter um pouco mais de tranquilidade, graças a um serviço disponibilizado pela operadora NTT Docomo. O serviço funciona através de uma coleira com um pequeno dispositivo de 30 gramas, que contém captadores, unidades de comunicação 3G e Bluetooth, além de um chip de localização GPS. "Se a temperatura do local onde se encontra o cachorro passar de um limite determinado, o dono recebe um e-mail", explica a NTT Docomo. O dono, que também pode controlar as atividades físicas do bichinho, tem de simplesmente ajustar a quantidade diária de comida em função das calorias queimados. A base de dados — acessível via internet a partir de vários dispositivos como tablets ou smartphones — contém as informações recolhidas sobre o cão, e também indicações dietéticas e conselhos veterinários.

Acessível via internet, contém informações sobre indicações diabéticas e conselhos veterinários.

O sono também é medido e, se o cachorro se perder, o proprietário pode ver a todo momento onde se encontra graças ao GPS incorporado.

Sisi e Odin ficam serelepes quando vão passear com a dona, Ida De Toni.

No Japão, onde a cada ano diminui o número de filhos por casal, os animais domésticos são cada vez mais tratados como um membro da família.

Essa cachorrinha linda é a Duda. Ela foi fotografada pela dona, Roana Kerchbern. Elas são de Marmeleiro, mas estão morando em Cascavel.


5A

Artesã é especializada em entalhe de madeira Artista pato-branquense Carmem Souza fez do entalhe na madeira seu sustento. Nascida em Campo Largo e criada em Pato Branco, Carmem Souza é a mais velha das três filhas do casal Hélio Ricardo e Nair. Carmem descobriu seu talento para o entalhe de madeira ainda na adolescência. Ela conta que foi a única das três irmãs a seguir a influência artística do pai, que apesar de ser funcionário do Instituto de Terras e Cartografia do Paraná sempre foi reconhecido em Pato Branco pelos trabalhos de decoração e esculturas que fazia. "Meu pai era um verdadeiro artista. Era ele quem decorava as festas de 15 anos na cidade. Antigamente aqui tinha o cinema e era ele que fazia as propagandas dos filmes através dos slides. Quando tinha Páscoa e Natal os lojistas chamavam para ele decorar o comércio", relembra a artesã. Manualmente, com o auxílio de formões, goivas e martelo, Carmem esculpe na madeira as mais diver-

sas e belas formas. Na região ela é uma das, senão a única mulher com esta habilidade. Por ter descoberto esta aptidão ainda muito jovem, ela sempre fez do artesanato em madeira seu ganha pão. Seus principais trabalhos são as enormes placas de identificação de porteira muito usadas em grandes fazendas, chácaras, cabanhas e recantos. Carmem já teve sua arte levada para diversos municípios do Sudoeste e alguns trabalhos foram encomendados até mesmo por clientes de Curitiba. A perfeição dos entalhes feitos pelas mãos da artista podem ser conferidos, por exemplo, nas molduras de alguns quadros da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro de Pato Branco. Ela relembra que durante muitos anos uma das principais encomendas que recebia era para a confecção de quadros da Santa Ceia, mas que hoje eles não são mais populares.”Teve um

Gente e sociedade Foto de Saggin Fotografias

Domingo, 16.2.2014 PARANÁ SUDOESTE

Ensaio do pré-casamento de Alana e Anderson, que casam no dia 25 de março deste ano.

A artista Carmem Souza e sua obra que concorreu no concurso de Minipresépios de 2013.

Foto de Saggin Fotografias

Pato Branco

Ensaio gestante da Maristela e do André. Os papais estão ansiosos esperando a chegada da Amanda.

ra para ser utilizada. "Hoje em dia está cada vez mais raro conseguir madeira boa para isso", explica. Entre as madeiras mais indicadas pela artesã estão a imbuia, a guajuvira, o cedro, a cerejeira e o eucalipto. Embora as encomendas para esta forma de arte em madeira tenham se tornado raras, Carmem diz que pretende continuar trabalhando enquanto receber pedidos. "Sempre me dediquei ao máximo a este trabalho, não fiquei rica, mas sempre fiz e ainda faço o meu trabalho com muito gosto", finaliza.

Notas da semana Mais asfalto O prefeito Augustinho Zucchi autorizou processos licitatórios na ordem R$ 7,4 milhões para obras de pavimentação asfáltica na área urbana e calçamento no interior. O anúncio, realizado no gabinete municipal, foi acompanhado por vereadores, secretários municipais, representantes de entidades ligadas à agricultura e por agricultores das comunidades atendidas. Está prevista a pavimentação de 16,5 quilômetros com asfalto quente, com investimentos de R$ 5,8 milhões. Para o interior, serão licitados 10,9 quilômetros de calçamento, com investimento de R$ 1,6 milhão. As obras de infraestrutura são provenientes de convênios entre a Prefeitura e o Governo do Estado.

Eventos Pato Branco terá um calendário oficial com os principais eventos esportivos realizados na cidade,

foi o que anunciou o secretário de Esporte, Lazer, Juventude e Idoso, Paulo Stefani, nesta semana. Organizado pela Secretaria de Stefani juntamente com entidades e clubes locais, o calendário reunirá diversas modalidades e faixas etárias, com o intuito de unificar os eventos e mobilizar a participação da população. O primeiro evento do cronograma será o Campeonato Municipal de Vôlei de Areia — masculino e feminino, que inicia no dia 21 de fevereiro.

Carnês de IPTU A distribuição dos carnês do IPTU inicia amanhã em Pato Branco. Os contribuintes poderão retirar os carnês no ponto de distribuição, ao lado do Depatran. O atendimento será de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h15 às 17h45. A distribuição segue até 17 de março. Ao todo, serão distribuídos 33.195 carnês, que representam

arrecadação de R$ 8,7 milhões. No mesmo carnê, estão incluídos a taxa de Coleta de Lixo e a taxa de Iluminação Pública.

Novos uniformes na rede municipal A Prefeitura de Pato Branco iniciou a distribuição do novo uniforme escolar aos alunos do 1º ao 5º ano da Rede Municipal de Educação. O novo modelo de uniforme leva as cores do brasão do Município (azul, branco e vermelho). Neste ano, serão distribuídas 23.290 peças, com investimento de R$ 355 mil em recursos próprios da Prefeitura. Cada aluno receberá uma bermuda, uma camiseta manga curta, uma camiseta manga longa, uma calça e uma jaqueta.

Câmara rejeita dois vetos Os vereadores de Pato Branco apreciaram na sessão ordinária de quartafeira dois dos sete vetos apresentados pelo prefeito

Augustinho Zucchi entre dezembro do ano passado e janeiro desse ano. Os dois desses vetos foram rejeitados por unanimidade durante a sessão do Legislativo. Os projetos de lei tratam da isenção de IPTU para portadores do vírus HIV e doentes de câncer e da questão do comércio ambulante.

Ensaio de pré-casamento de Caroline e Jaime; o casal sobe ao altar no dia 22 deste mês de fevereiro. Foto de Saggin Fotografias

Moldura feita pela artista está exposta na Igreja Ucraniana.

tempo que eu não vencia fazer", comenta. A artista diz que nunca chegou a contabilizar o número peças de arte feitas por ela. "Teve uma época que eu fiz tanto troféu para a Fespato, que eu já fazia de olhos fechados aquele patinho com a bola do lado", conta aos risos. Carmem relata que não tem um tipo predileto de trabalho para realizar. "Acho maravilhoso trabalhar com madeira", generaliza. Porém, as obras grandes de Carmem podem ser adquiridas somente por encomenda e o cliente precisa trazer a prancha de madei-

Foto de Saggin Fotografias

As placas são a especialidade de Carmem.

Arthur e Davi, em recente ensaio.

Escritor é homenageado

Evangélicos A difusão da cultura evangélica através de show gospel e as manifestações inseridas na Marcha para Jesus, foram os temas do encontro realizado no Legislativo na última quinta-feira, com a presença de pastores e da diretora da Associação de Pastores Evangélicos de Pato Branco (Aspep). No encontro com os vereadores Guilherme Silverio (Pros) e Vilmar Maccari (PDT) ficou acordo que, a Aspep discutirá internamente o nome do artista que fará apresentação na Expopato 2014.

Autor do romance "Quando Meninos Viram Homens", o escritor pato-branquense Marcos Vinícius de Bortolli foi homenageado com uma Moção de Aplauso da Câmara Municipal de Pato Branco na noite de quarta-feira, dia 12. Segundo Marcos, a obra é resultado de um trabalho de quatro anos de pesquisa, viagens e escrita, com diversos percalços. O livro tem 420 páginas.


VERÊ

Unidade Básica de Saúde será construída em Sede Progresso Da assessoria Terão início em breve as obras da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Distrito de Sede Progresso. A conquista veio de uma parceria com o Governo Federal e também vai garantir recursos para a construção de uma UBS para o Distrito de Presidente Kennedy, que também foi contemplado pelo projeto. Através da mesma parceria, o posto de saúde central também será reformado. Para receber os recursos, Verê se cadastrou no Ministério da saúde e apresentou projetos que foram aprovados. Segundo o prefeito Adão Carlos dos Santos, "com melhor estrutura nos postos de saúde, vamos melhorar ainda mais a qualidade do atendimento da saúde na atenção básica, com tratamento preventivo e adequado à realidade local". Quando as obras das Unidade Básica de Saúde estiverem concluídas em Sede Progresso, o prédio que atualmente abriga o posto de saúde, e que foi totalmente reformado na atual gestão, passará a abrigar uma unidade avançada do Departamento Municipal de Agricultura.

6A JORNAL DE BELTRÃO Domingo, 16.2.2014

Dois Vizinhos SEGURANÇA

DeputadoAnibelli garante conquista aos CTGs Projeto do deputado, transformado em lei assinada pelo governador, permite que os CTGs mantenham os tablados de madeira, para executar suas danças.

NOVA PRATA DO IGUAÇU

PT vai fazer novas filiações na próxima segunda-feira Dança no assoalho de madeira do CTG mantém o som original das botas dos dançarinos.

Elderson Lira, presidente do PT de Nova Prata. Da assessoria O Partido dos Trabalhadores (PT) de Nova Prata do Iguaçu está programando um dia de novas filiações na próxima segunda-feira, 17 de fevereiro, com início às 19 horas, no Restaurante Águia, do Maninho. O evento contará com a presença do prefeito em exercício Ivo Oscar Schneider, vereador Airton Pasqualon, do presidente municipal do PT, Elderson Lira, e do deputado federal Assis Miguel do Couto (PT). O presidente do partido disse que este encontro de filiação era aguardado por muitos simpatizantes. "O diretório esperou o momento certo para realizar este encontro, momento de festa e alegria de todos os partidários do PT, onde o companheiro Ivo Schneider assumiu o cargo de prefeito municipal". Elderson também destacou a vinda do deputado Assis do Couto neste importante encontro. Interessados em fazer filiação devem levar o título eleitoral, RG e CPF.

Da assessoria e do JdeB Graças a uma proposta apresentada pelo deputado Anibelli Neto, do PMDB, na Assembleia Legislativa, que foi sancionada pelo governador Beto Richa (Lei 17950/2014), os Centros de Tradição Gaúcha (CTGs) instalados no Paraná não têm mais que se preocupar com a substituição de seus tablados. A mudança nos tablados vinha sendo exigido pelas autoridades responsáveis pela concessão de laudos de vistoria, principalmente pelo Corpo de Bombeiros de alguns municípios, com a justificativa de que tais pisos serem de madeira, material de fácil combustão e que pode ocasionar incêndios. É que, a partir da sanção da lei, está proibida a exigência, por parte da autoridade responsável pela emissão do laudo para funcionamento de CTGs, de substituição ou retirada de pisos de madeira do imóvel. A proibição se estende a pisos de madeira utilizados em palcos, tablados ou pistas de dança. Ao apresentar o projeto, o deputado Anibelli Neto afirmou que não procedia a proibição, sob o argumento que o tablado de madeira colocava em

risco os participantes dos eventos. Mais do que isso, o deputado defendeu que o tablado de madeira faz parte de tradições seculares referentes à cultura do Movimento Tradicionalista Gaúcho, onde é imprescindível a utilização de tal piso para a execução de apresentações de danças tradicionais. Tais danças - destacou Anibelli exploram movimentos de sapateado, onde o solado dos calçados (botas) deve ser de couro e taco (madeira) e o piso do local de apresentação de madeira, ocasionando um barulho da dança, que acompanha o ritmo da música. Na sua avaliação, é importante preservar as tradições culturais há tempos difundidas em nosso Estado. Exemplos de dança O deputado Anibelli apresentou exemplos de danças que utilizam o som obtido pelo choque do solado do dançarino com a madeira: — Chimarrita: dança típica do folclore gaúcho, trazida de Portugal, amplamente praticada nos Estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além de pro-

víncias argentinas e uruguaias. Tem como características o bater de pés e o bater de mãos e os figurantes dispõem-se em filas e depois seguem assim, até formarem uma roda, um atrás do outro. O passo é lento e atraente. É um baile cantado, onde há solo e coro. — Chula: também uma dança típica do Rio Grande do Sul, dançada em desafio e praticada apenas por homens. Uma vara de madeira denominada lança é colocada no chão, com dois ou três dançarinos dispostos em suas extremidades. Ao som da gaita gaúcha, os dançarinos executam diferentes sapateados, avançando e recuando sobre o pedaço de madeira. — Catira: é uma dança folclórica brasileira, em que o ritmo musical é marcado pela batida dos pés e mãos dos dançarinos. De origem híbrida, com inflências indígenas, africanas e européias, tem suas raízes em Mato Grosso, Goiás e norte de Minas. É uma dança típica do interior do Brasil, principalmente na área de influência da cultura caipira (Mato Grosso, norte do Paraná, Minas Gerais, Goiás e partes de São Paulo e MS).

TRF4 mantém desapropriação de terras próximas à hidrelétrica de Salto Osório Da assessoria O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) manteve, na última semana, decisão de primeiro grau que determinou ao proprietário de uma fazenda próxima à usina hidrelétrica Salto do Osório, no sudoeste do Paraná, que deixe o local, desfazendo a construção e restaurando a área ambiental. Ele luta judicialmente para se manter na área alegando que sua situação está consolidada e que as águas da represa não atingem suas terras, situadas no município de São Jorge d'Oeste.

A propriedade, entretanto, fica dentro da área de 398 metros ao redor da usina, que foi desapropriada pela União por correr risco de ser inundada quando esta atingir seu pleno funcionamento. Diante da resistência do desapropriado em deixar o local, a Tractebel Energia, empresa responsável pela usina, pediu judicialmente reintegração de posse. O réu ajuizou recurso no tribunal contra a decisão, após a Justiça Federal de Francisco Beltrão (PR) julgar a ação procedente. Segundo o relator do

processo, juiz federal Nicolau Konkel Júnior, convocado para atuar no tribunal, a desapropriação ocorreu por interesse social, devendo ser respeitada toda a área desapropriada. "Devese trabalhar com toda a margem calculada pela empresa, ainda que por mera razão de segurança". Konkel ressaltou que a permanência do autor na propriedade poderia restringir a elevação do nível operacional da usina para o aumento

da produção de energia. Usina Hidrelétrica Salto do Osório A Usina Hidrelétrica de Salto Osório (UHSO) está localizada no estado do Paraná, entre os municípios de São Jorge D´oeste e Quedas do Iguaçu, no rio Rio Iguaçu, e tem uma capacidade instalada de 1.078 MW. Pertencia à estatal Eletrosul Centrais Elétricas S.A até 1997, quando foi privatizada


Dois Vizinhos

Domingo, 16.2.2014 PARANÁ SUDOESTE

7A

Situação dos reservatórios de água em Dois Vizinhos é razoável Da assessoria e JdeB Mesmo com a estiagem, a situação dos reservatórios de água em Dois Vizinhos é considerada razoável. De acordo com Celço Arisi, engenheiro e responsável pelo escritório regional da Sanepar em Francisco Beltrão, o município ainda não corre risco de desabastecimento ou racionamento. Ele ainda destaca que o consumo teve aumento recente, entretanto, as duas estações continuam com níveis razoáveis. "Mesmo assim, indicamos o consumo racional de água. Precisamos dessa redução para manter o abastecimento", diz. Na última terça-feira, 11, o consumo total de água registrado pela Sanepar em Dois Vizinhos foi de 250 mil litros de água por hora, ou seja, cerca de 5 milhões e 800 mil litros no dia. O pico máximo registrado foi nesse mesmo mês de fevereiro e chegou a 6 milhões e 300 mil litros de água/dia. Estimativas dão conta que o aumento do consumo está em 500 mil litros de água ao dia, o que representa 10% a mais do habitual.

Uma das centrais de captação de água fica no Rio Dois Vizinhos. O secretário municipal de Desenvolvimento Rural, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Hélio Capelesso, disse que a situação já é preocupante, principalmente para os agricultores, que visualizam a escassez de água nas nascentes. Para o secretário, é imprescindível que todos, na cidade e no interior, tenham responsabilidade ao utilizar a água para que não haja a necessidade de passar pela situação de racionamento. Servidores da prefeitura acompanham a situação de perto para dar, principalmente aos moradores do cam-

po, todo o suporte que for necessário. Falta de água Em função das altas temperaturas, o consumo de água tratada aumentou significativamente em todo o Paraná. Em Ponta Grossa, Francisco Beltrão, Guarapuava e Assis Chateaubriand foi necessário implantar o rodízio no abastecimento. As cidades foram divididas em grupos e nenhum deles fica mais de 24 horas sem receber água. Ou seja, estão ficando com as torneiras secas apenas os clientes que não possuem reserva domiciliar com capacidade

para suprir as necessidades básicas pelo período do rodízio, e se não houver mais chuva em breve, a situação poderá ser agravada. A Sanepar recomenda que os moradores verifiquem se a sua residência conta com caixa-d'água instalada e se a capacidade é compatível com o consumo da família. Em pesquisa realizada pela entidade com os clientes de todo o Estado, 20,6% dos entrevistados disseram que não possuem caixa-d'água, imprescindível para garantir o abastecimento no imóvel durante os períodos de interrupção do fornecimento na rede pública.

BRF vai auxiliar financeiramente centros de educação infantil Da assessoria Na tarde de quinta-feira, 13, foi firmada a parceria entre a BRF de Dois Vizinhos e a Prefeitura para uma cooperação financeira entre a empresa e os centros municipais de Educação Infantil (Cmeis). O objetivo é melhorar os materiais didáticos, pedagógicos e as instalações dos locais e, para isso, a BRF vai fazer a doação de R$ 15 mil. A única contrapartida é que os Cmeis cumpram alguns compromissos de aplicação do recurso para o apoio educacional, além de permitir que a empresa verifique a correta destinação através de prestação de contas. O dinheiro será depositado diretamente na conta dos centros. A secretária de Educação, Tânia Mara Nicareta,

A assinatura do convênio aconteceu na última semana. disse que esse apoio é muito relevante para a melhora na qualidade do ensino de cada Cmei e que confia na capacidade de cada diretora para o direcionamento da verba para os fins realmente necessários. Já a coordenadora de Recursos Humanos da BRF, Tatiana

Farina, comentou que a empresa fica satisfeita em repassar esses valores a cada centro. "Quando nossos colaboradores têm confiança de que seus filhos estão sendo bem cuidados, que a empresa se preocupa com a educação deles e que toda estrutura necessária

está sendo, na medida do possível, disponibilizada, a produtividade é maior, contribuindo para um resultado final satisfatório." A diretora do Cmei Nona Luíza, no bairro da Luz, Nilse Nicolodi, disse que cada centro tem toda a liberdade em utilizar esse recurso da forma mais viável. "Fazemos reuniões com a APMF (Associação de Pais, Mães e Familiares), além de professores e colaboradores, para que possamos definir a correta distribuição da verba. Esse dinheiro é muito bem-vindo, a exemplo do ano passado, quando conseguimos construir, em uma grande parceria entre Prefeitura, BRF e pais, uma quadra esportiva para melhorar a qualidade de ensino das crianças.”

Pró-Vida vai receber R$ 40 mil mensais do Governo do Estado Da assessoria e JdeB Na última semana, o prefeito de Dois Vizinhos, Raul Isotton (PMDB), participou de reunião com o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, e o deputado estadual Caíto Quintana (PMDB), quando foi confirmado o repasse mensal, a partir de março, de R$ 40 mil para o Hospital Pró-Vida. O valor será usado para pagamento das dívidas do hospital. Outra conquista foi a de uma ambulância para Dois Vizinhos, numa solicitação protocolada no ano passado pelo deputado e que deverá ser entregue até o final do mês de março. Na conversa com o secretário de Estado, o prefeito falou sobre a situação do hospital e as dificuldades da instituição. Outro resultado da conversa foi a sinalização de Caputo Neto para envio de equipamentos que deverão aumentar a ca-

auxiliando na busca de recursos junto ao Estado", disse o prefeito.

O deputado Caíto Quintana com Marco Aurélio Zandoná, prefeito de Barracão, o secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, e o prefeito de Dois Vizinhos, Raul Isotton. pacidade nos atendimentos. Uma equipe da Secretaria de Estado da Saúde vai visitar o Pró-Vida e avaliar quais as principais necessidades, para efetivar o envio dos equipamentos. "Temos de agradecer ao deputado Caíto Quintana e

ao secretário Caputo Neto, pela receptividade e pelo empenho em viabilizar esses recursos. Também agradecemos à 8ª Regional de Saúde, que acompanha o dia a dia da saúde de Dois Vizinhos e que conhece a fundo a nossa realidade,

Comunicados A Secretaria Municipal de Saúde de Dois Vizinhos comunica a todos os pacientes diabéticos que, na próxima segunda-feira, 17, acontece o encontro municipal, a partir das 13h30, no Centro de Cultura Arte e Vida. Outra novidade é que, em virtude do calor, a farmácia municipal vai estar atendendo até as 22 horas em virtude do calor excessivo. Já nos dias 18 e 19 de fevereiro, a Farmácia Municipal estará fechada para realização de inventário e implantação de novo sistema. O atendimento será direcionado para a Farmácia do Posto Sul no período da manhã e nas farmácias do PSF Santa Luzia e Jardim da Colina (que atende no parque de exposições) no período da tarde.

ARTIGO

Princípios Bíblicos Autogoverno Por Laércio G. de Lucca Graça e Paz da parte do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo! "Como cidade derrubada, sem muro, assim é o homem que não pode conter o seu espírito." Provérbios 25:28. Quando o rei Salomão, em toda a sua sabedoria, falou-nos este provérbio, ele estava fazendo menção a outro princípio bíblico: o princípio do Autogoverno. Salomão compara a uma cidade sem muros, sem proteção, aquela pessoa sem controle, que não consegue exercer domínio em determinada área de sua vida. Por que a uma cidade sem muros? Porque em sua época as cidades eram cidades fortes, cidades-países, e precisavam estar fortemente protegidas contra ataques repentinos de seus inimigos. Temos conhecimento de que alguns muros destes tinham a espessura suficiente para que um carro de nossa época andasse por eles. Tal era a preocupação com a proteção da cidade. Assim, quando temos autocontrole sobre nosso espírito, construímos muros de proteção para a nossa vida. Autogoverno é o mesmo que domínio próprio, e somos chamados à prática deste princípio quase que diariamente. Em nossa casa, escola, universidade, trabalho, reuniões etc., pois são nestes ambientes que revelamos quem de fato somos. Permita-me exemplificar, para maior compreenção: nossa casa é o lugar onde mais precisamos exercitar o domínio próprio. Muitas vezes tratamos tão bem os "de fora" de nossa casa, pois temos, na maioria das vezes, algum tipo de interesse, e os "de dentro", aqueles que mais amamos, como esposa e filhos, somos sem paciência, tratamos com grosserias, gritos e palavras de baixo calão. Em nossos dias estamos presenciando até mesmo a morte de pessoas da mesma família, por discussões que começam pequenas, mas pela ausência deste princípio tão importante do autogoverno, assistimos todos os dias através dos jornais e matérias policiais a tragédias como esta. A Bíblia nos ensina que "a palavra branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira". Provérbios 15:1. Aconselho a todos praticar este princípio. Não sermos tão duros com nossas palavras. E se alguém descontrolado falar em tom de voz alto com você, baixe o seu tom, e você verá que por causa da sua voz branda, acalmará o furor da outra pessoa. Estamos vivendo um tempo de escassez de paciência; encontramos a todo momento pessoas nervosas por conta das situações que o mundo tenta nos impor, por isto temos visto tanta desgraça acontecer, inclusive entre familiares. Creio que a falta deste princípio, do autogoverno, é uma das maiores razões de tantas tragédias. Sinta-se convocado a viver o domínio-próprio, o autogoverno, e você, com toda certeza, viverá mais, pois estará livre de possíveis estresses, perturbações e até mesmo problemas de saúde. Deus nos capacite a cumprir mais este princípio que Ele mesmo estabeleceu para que, na prática dele, tenhamos, com certeza uma vida melhor. Deus te abençoe! Abraço! Comunidade Batista Betel - Uma Igreja que se importa com você!


Allan Chiapetti: Um 8A JORNAL DE BELTRÃO Domingo, 16.2.2014 beltronense na Embraer Por Leandra Francischett A Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A.) é uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo, com mais de 40 anos de experiência em projeto, fabricação e comercialização. A Embraer já produziu mais de 5.000 aviões, que hoje operam em pelo menos 80 países. O beltronense Allan Chiapetti, filho de Marinez e Ademir, Allan Chiapetti, passa a fazer parte desta engenheiro elétrico. história e por isso está residindo em São José dos Pinhais. No início de 2013, ele formou-se em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e, meses depois, foi contratado pela Embraer. O processo seletivo foi longo e inclui prova de inglês, prova técnica, dinâmicas de grupo e entrevistas. A seleção começou em março de 2013 e ele entrou cerca de sete meses depois, em setembro. “Quando a Embraer me chamou, eu estava trabalhando na obra de uma usina eólica em Trairi, no interior do Ceará. Mas antes de ir para o Ceará eu já havia começado o processo seletivo e tinha em mente que, se desse certo, viria para a Embraer. O emprego é bom em muitos sentidos, a empresa oferece vários benefícios, as oportunidades de crescimento são boas e o produto é bem interessante.” Allan trabalha na engenharia de manufatura, que, conforme ele mesmo explica, é quem faz a interface entre o projeto e a produção. “Eu não chego a montar nada no avião, mas como a aeronave que eu trabalho ainda está em desenvolvimento, a gente fica muito ligado ao grupo da montagem.” Segundo ele, é a manufatura que fornece tudo — material, ferramenta e documentação — para que a produção possa executar os trabalhos e definir o que entra no avião a cada momento. Outras funções importantes são analisar os projetos e criar os roteiros de montagem que são utilizados pela produção para montar os equipamentos na sequência correta e da maneira certa. “O trabalho é bem variado e a pressão é sempre bem grande, mas o resultado é bom.” Allan não precisa usar uniforme, normalmente trabalha de camisa ou de polo, exceto na sexta-feira, quando pode ir de camiseta. O jovem fará uma disciplina isolada na pós-graduação na área de produção/manufatura, "inovação tecnológica", pelo ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), que também fica em São José dos Pinhais.

Geral

Grávida aos 14 anos: o susto e a alegria de ser mãe na adolescência

Lilian Furlan, hoje com 34 anos, e a filha Bruna comemoram a vida. Por Leandra Francischett “Minhas amigas comemorando o primeiro dia de aula dos filhinhos delas no colégio e eu aguardando o primeiro dia de aula da minha filhota na universidade. É, acho que me adiantei um pouco na vida”, escreveu Lilian Furlan esta semana, nas redes sociais. Bruna, sua filha, comentou este post: “Ainda não passei (no vestibular). Mas te garanto que será só mais um ano e estarei lá realizando o sonho da nossa vida, mamis. E quanto ao adiantamento, foi ótimo pra mim. A propósito, é tu que vai comigo no baile dos idosos quando eu tiver com 65 e tu com 80. Te amo, minha joia rara”. Lilian tinha 14 anos e estava na 8ª série, na escola Cristo Rei, quando engravidou de Bruna, que nasceu um dia antes de a mãe fazer 15 anos. “Pense a loucura que foi. Bom, até hoje eu me assusto quando vejo meninas grávidas na adolescência e tão novinhas, então pense naquela época!” Para Lilian, este foi seu presente de debutante, embora um pouco diferente do tradicional. No dia 28 de fevereiro é aniversário de Bruna e no domingo, dia 2 de março, é

cipalmente o fato de que, se Deus me permitir, ela vai estar do meu lado por muitos anos.” A filha enfatiza que Lilian procura educá-la de forma rígida. “Acredito que ela age assim pois sabe como é o mundo hoje em dia e tem maior conhecimento dos inúmeros perigos ao saírmos de casa, o que outras mães mais velhas talvez não saibam.”

Lilian e a filha Bruna Furlan e o bom humor sobre a pouca diferença de idade. de Lilian. Ela destaca que as vantagens de ser mãe nova é que as duas se dão muito bem, embora tenha muito ciúme da filha. Além disso, Bruna foi um presente de Deus e sempre foi seu estímulo para estudar e batalhar. Em 2000, Lilian foi para Marechal Cândido Rondon, cursar Agronomia na Unioeste, e teve que deixar Bruna em Beltrão, com apenas 5 anos. Isso graças ao apoio dos pais Dalírio e Agilda. “Foi uma separação muito difícil, porém, ano retrasado tivemos que repetir, porque ela foi estudar em Curitiba e eu fiquei aqui. Eu chorava o dia todo.” Bom humor Elas têm uma relação tranquila, pautada no bom humor, como boas amigas. Aliás, não há diferença de idade quando o assunto é guarda-roupas e nem quanto a irem nas mesmas fes-

tas. “Ela usa tudo o que é meu, roupas, calçados, maquiagem. É muito bom ser mãe de menina. Somos companheiras pra tudo.” Para Bruna, ter uma mãe tão jovem é ótimo em alguns fatores, mas em outros nem tanto. “O que mais me incomoda mesmo é o ciúme que ambas temos. Eu principalmente em relação aos meus amigos. Quando eles querem me irritar, ousam falar bem da minha mãe, só pra me deixar brava, mas os outros fatores são excelentes, prin-

“Cara a tapa” Bruna acredita que o sofrimento maior foi no momento em que sua mãe teve que "dar a cara a tapa" na sociedade para assumir a gravidez. “Isso é o que mais me encanta e toda vez me emociono ao lembrar que ela foi contra tudo e todos pra eu nascer e me criar sozinha se fosse preciso, mas graças a Deus sempre tive muitos cuidados por todo mundo.” Ao apresentar sua mãe, Bruna se diverte com a reação de espanto das pessoas e já se acostumou com a frase “parece sua irmã”, e se diz muito orgulhosa disso.

“É estranho pensar que há 20 anos minha mãe estava vivendo um dos momentos mais lindos e difíceis ao mesmo tempo da sua vida. Ela estava prestes a completar quinze anos e trocou o baile de debutantes por um hospital, dando à luz a mim! Essa força de vontade que fez ela lutar contra tudo e todos para meu nascimento é o que me faz levantar todos os dias disposta a ser uma pessoa melhor e alcançar todos os nossos sonhos. Sou eternamente grata a cada passo que ela fez por mim, a cada puxão de orelha, a tudo... Espero ser ao menos um terço da incrível mulher que ela é. A melhor mãe do mundo, e mais bonita também, certamente!” Bruna Furlan.


e-mail: classificados@jornaldebeltrao.com.br

ASTRA ELEGANCE - 05, completo, airbag, ABS, abaixo da tabela Fipe. Tratar (46) 9913-0668 ou 3524-6473. BLAZER DLX - 98/99, 4.3 GAS. 6V, , prata, excelente estado, R$ 20 mil, vendo ou troco por maior valor. F (46) 9115-1551. CELTA - 01, AL, TE, limpador e desembaçador, pneus em bom estado, rebaixado e legalizado, R$ 11.900,00, somente venda. Tratar (46) 99261011. CELTA LIFE - 06 ,1.0, 2p, flex, DH , Vermelho, 4 pneus novos, vidro e Trava Elétrica, R$ 13.000,00, Tratar: (46)8804-7198 ou 9111-4555. CELTA LIFE FLEX - 08, 1.0, preto, 4 portas, R$ 17.800,00. Tratar (46) 99314415. CELTA SUPER - 04, 1.0, 4 portas, prata, placa A, c/ limpador e desembaçador, trava, alarme, ar quente, jogo de rodas. Aceito biz 125 como entrada, valor de venda R$ 14.600. Tratar (46) 3525-1373. CORSA HATCH JOY - 06, 1.0, preto, VE, TE, AL, única dona, motor novo c/ garatia. R$ 18.500,00 F(46) 35234587 ou 9912-6436. CORSA WIND - 97/98, básico. R$ 9.800,00. Ou troco por maior valor. Tratar (46) 9104-2729. MONTANA - 09, 1.4 flex, bca, AQ, VE, TE, AL, aro 15, c. marítima, parachoq na cor, 48 mil km, ótimo estado. F:(46)9976-3304/9975-0185. S10 COLINA CS - 08, diesel, 4x4, completa + couro, impecável. F(46) 8804-7017. VECTRA ELEGANCE - 09, prata, flex, airbag duplo, controle de som no volante, som MP3, bluetooth, ar digital, completo. F: (46) 9932-8584.

@PALIO ELX - 06, 1.4, cinza chumbo, completo, Fipe R$ 19.400,00 por R$ 18 mil. Somente essa semana! Tratar (46) 8403-3622 ou 3524-4429.

NEGÓCIO DE OCASIÃO!CIVIC LXS - 08, prata, automático, bancos em couro, 80 mil km, xenon, central multi midia, 4 pneus novos, 2º dono, manual do proprietário, NF, chave reserva, placa A, nunca bateu, carro novo. Aceito carro de menor valor. Tratar (46) 3536-3187 ou 9101-3407 ou 9109-1232.

L200 - 03, 4X4, GLS, CD TURBO, preta, Sto Antônio e quebra mato BEPO cromados, rodas esporte, 5 pneus novos. Lindíssima! À combinar. F:(46)9105-3003.

MEGANE GRAND TOUR - 11, 1.6, dynamique, airbag, ABS, piloto aut., computador de bordo, controle de som no volante, 5 pneus novos, top de linha. F: (46) 8817-7013. URGENTE! CLIO SEDAN - 06/07, flex, completo, ar, dir., trava, AL, roda liga leve, ótimo estado. R$ 10 mil e assume financ. F: (46) 9911-0726/ 3524-6631.

@OPORTUNIDADE!! VOYAGE - 13, branco, completo, motor tec, rodas esportivas, NF, 1° dono. Valor a combinar. Tratar (46) 9974-3526 ou 8807-1670. FOX - 12/13, DH, 9 mil km, preto, preço a combinar. Tratar (46) 99752763. GOL - 97, 1.000, prata, todo revisado, pneus bons, vendo por R$ 7 mil à vista. Tratar (46) 3527-1900. GOL GL - 90, 1.8, impecável, R$ 8 mil. Tratar (46) 3523-4587 ou 99126436. KOMBI - 12, 9 lugares, impecável, F(46) 8819-3030. OFERTA! PARATI SURF - 08, completa, AC, DH, VE, TE, LDT, AL, rodas de liga. R$ 26.800,00 . Tratar (46) 8805-5071 ou 9904-1585. PASSAT IRAQUIANO - 86, 1.8, motor novo, 4 portas, bordô, alarme, trava, VH, AC gelando. Tratar (46) 99739091 ou 9104-2950. POLO SEDAN - 08, 1.6, completo + sensor de estacionamento. Tratar (46) 9932-8584.

BRAVA ELX - 00, 1.6, 16V, vermelho, completo, todo revisado. Tratar (46) 9973-9091 ou 9104-2950.

VENDE-SE

PALIO ECONOMY - 10, 1.0, 4 pneus novos, ar condicionado, vidro, trava elétrica, AL, som, placa A, veiculo nunca batido. R$ 22.600,00. Tratar (46) 3525-1373. UNO WAY CELEBRATION - 13/13, 7 mil km, carro novo. Tratar (46) 99129875. VENDO OU TROCO! DUCATO - 99, 2.8, diesel, revisada, troco por carro de maior ou menor valor. Tratar (46) 9974-5431.

@ OPORTUNIDADE! SAVEIRO TREND - 12/12, 1.6, flex, hidráulica, c/ abertura no vidro traseiro, baixa km. Fipe R$ 28.900,00 vendo por R$ 26 mil. F: (46) 3524-5491.

F 250 XLT - 99, mod. 2007, branca, placa A. Aceito troca por carro. Tratar (46) 9974-7256/ 3055-6105. FIESTA SEDAN - 09, 1.0, flex, prata, completo, 4 portas, R$ 23.800,00. Tratar (46) 9931-4415. FOCUS HATCH - 13, 1.6, prata, flex, placa, pneus novos, todas as revisões feitas na agência, único dono, está na garantia. Valor da Fipe, sem troca. F: (46) 9113-2821. FOCUS SEDAN GLX - 11, aut, completo, manual. F(46) 8819-3030.

OPORTUNIDADE! CIVIC LXL - 11, 1.8, flex, prata, completo menos câmbio automático, R$ 49.900,00. F: (46) 9974-6299.

HONDA XRE 300 – 11, 13.000 km, impecável. SOMENTE ESSA SEMANA R$ 10.500,00. Tratar (46)9914-7413 (tim) ou 9123-9191 (vivo).

SUZUKI S X 4WD - 10, 2.0, automático, prata. Tratar (46) 3527-3254 ou 99142120.

VENDE-SE FILHOTES DE LHASA APSO - machos R$ 350,00 e fêmeas R$ 500,00; Yorkshire - machos R$ 650,00 e Shih tzu - machos R$ 450,00. F: (46) 99197161. FILHOTES DE BORDER COLLIE Vacinados e desverminados. Tratar (46) 3525-1065 ou 9107-0656. FILHOTES DE SHIH-TZU - Lindos filhotes, vacinados e desverminados. R$ 700,00. Tratar (46) 8813-3858.

ALUGA-SE @APARTAMENTO - No Edifício João Paulo II, fundos do Quartel, c/ 2 qtos, sala, coz., wc, lavand., garagem coberta, portão e porteiro eletrônico, maximo 2 pessoas. Tratar (46) 99272011 ou 8819-8442. ALUGO APARTAMENTO - 1 suíte + 2 qrts, 2 salas, coz., wc, lav., garagem p/ 1 carro, Rua Alagoas, 1139, R$ 750,00. Tratar (46) 8415- 3450. APARTAMENTO - c/ 2 quartos, Av. Porto Alegre, em frente ao Ceonc. Tratar (46) 3524-0053. APARTAMENTO - c/ 75 m², no bairro Cango, Rua São João, 491. R$ 560,00. De preferência casal ou no máximo 3 pessoas. Tratar (46) 99764814. APARTAMENTO - Com sacada, sala, coz., wc, 2 qrts, lavaderia, Rua Teresópolis, 958, próx. ao Mercado Dayomar, ao lado da loja Cristal. Tratar (46) 3523-0945/ 9915-0475.

COMPRA-SE OPORTUNIDADE! COMPRO VEÍCULOS - Motos e caminhões FINANCIADOS. Tratar (46) 9903-3487/9124-5713 ou 8820-8505.

APARTAMENTO NOVO - 1 suíte+ box, 2 qrts, wc social, sala e coz. conjugada, 2 sacadas, lavanderia, ampla garagem, apartamento único no imóvel, B: Cristo Rei, próx. a Igreja Católica. R$ 950,00, sem condomínio. Tratar (46) 9975-2913/ 3523-5293 . APTO - 90m², n° 111, em frente a ambev. Sem garagem. Tratar (46) 9915-0683 ou 3524-2045 APTO NOVO - R: Santa Marta, 151, Cristo Rei, 100m da Avenida, c/1 suite + 1 qto, sl, coz, 2 wc, lav, gar. p/ 1 carro. R$ 700,00. F: (46)8415-3450.

MERCEDES

VENDE-SE

CAMINHÃO MB 1113 - 81, graneleito, trucado, turbinado, DH. Aceito carro no negócio. R$ 45 mil. Tratar (46) 8406-9130 ou 3572-1227.

ALLUVAN IMOVÉIS: Apartamento 174m², B: Nossa Senhora Apª, c/ 1 suíte c/ sacada, closet c/ armários, AC, painel p/ TV, cabeceira da cama, 1 qto, sala c/ painel, escritório, ar 24.000 btus, cozinha c/ armários sob medida, tampa de granito, wc social, aquecimento a gás, lavanderia c/ armários, sacada c/ churrasq, linda visão da cidade, garagem p/ 2 carros, Box p/ deposito. R$ 370 mil. Creci J4793. F(46) 3523-7777 ou site WWW.cordassoimoveis.com.br

TRÊS MB 608 - uma 79, 80 e outra 83 essa de 83 entrada + parcela de R$ 400,00. Aceito troca. Tratar (49) 91353483.

VENDE-SE EUROCARGO IVECO 160-E21 - 19/ 99, diesel. R$ 65 mil. Tratar (46) 99314415.

APARTAMENTO NOVO - no edifício Vitoria Park no 7° (último) andar, frente para o nascente do sol, com 123m, 1 suíte, 1 quarto, 1 banheiro social, cozinha, copa, sala, garagem. Prédio com elevador. R$225.000,00. Tratar (46) 9917-1894 APTO NOVO - Com 1 suite + 2 quartos, sala 2 ambientes, coz., lavand., 2 sacadas com churrasq., e 2 vagas de garagem exclusivas. R$ 245 mil. Aceito carro ou terreno, Próx. a Unipar. F(46) 9921-8781 ou 8801-6369. IMPERDÍVEL: APTOS. NOVOS, próx. ao Mário de Andrade – c/02 quartos, sala, cozinha, área de serviço, sacada c/churrasqueira, 01 vaga de garagem, c/elevador - a partir de R$ 159.000,00. F: (46)3524-6631/99740615. VENDE-SE OU ALUGA-SE APTO No Centro de Curitiba. Tratar (46) 3547-1018 ou 9112-9001 com Lourenil ZANATTA CORRETOR DE IMÓVEIS VENDE: APARTAMENTO em excelente localização, próximo a UNIPAR, com área total de 72 m². Contendo 02 quartos, sala, cozinha, lavanderia, sacada e vaga de garagem. No Edifício Brasília, Rua Pernambuco, bairro Vila Nova. R$ 150 mil (Cód. VA-010) Tratar: (46) 3523-0576, 8806-6363 (Claro), 9911-0904 (Tim), 9125-4469 (Vivo) ou 8408-9488 (Oi). Creci F 21037. Email:zanattaimoveis@hotmail.com Veja essa e outras opções no site: WWW.ZANATTAIMOVEIS.COM.BR

VENDE-SE NAVARINI IMÓVEIS VENDE: Apartamento 146m², Ed. Vila Maria, 1º andar, na União da Vitória esq. c/ a Rua Guanabara. Com 1 suíte + 2 quartos, wc, sala 2 ambientes, coz. e lavand. mobiliadas, 1 vaga de garagem. R$ 270 mil. F: (46) 3524-2525. Creci 14472

VENDE-SE APARTAMENTO NOVO - no edifício Vitoria Park no 7° (último) andar, frente para o nascente do sol, com 123m, 1 suíte, 1 quarto, 1 banheiro social, cozinha, copa, sala, garagem. Prédio com elevador. R$225.000,00. Tratar (46) 9917-1894.

APARTAMENTO - no Centro Fco Beltrão, 70m², com 2 qrts, wc, sala, coz., área de serviço e garagem. R$ 650,00 + IPTU. F: (46) 3525-1150/ 9903-4497. APARTAMENTO - No Ed. Zatta, Av. Luiz Antônio Faedo, próx. ponte da Cango,com sacada, c/ garagem. Tratar (46) 3524-4371.

ESCORT GL - 87, 1.6, álcool, marrom, documentação em dia , R$ 3 mil. Tratar (46) 9122-7239. ESCORT GLX - 98, 1.8, 16 val., 4 portas, completo + couro e som. R$ 9.500,00. Tratar (46) 9976-4457 ou 9916-1510.

APARTAMENTO - Próx. a Copel do Centro, aprox. 84m², com 1 suíte + 1 quarto, wc, sala grande, coz., e despença. Tratar (46) 9917-4783 ou 35232499.

307 GRIFFE - 07, 2.0, automática, completíssimo. Tratar (46) 9914-1322.

BARBADA! PALIO ECONOMY - 10, básico, 2 portas, único dono, valor a baixo da tabela fipe, R$ 18.200,00. Tratar (46) 9908-8513/ 3523-0801.

OPORTUNIDADE! UNO CELEBRATION - 08, flex, completo, 4 portas, preto, R$ 17 mil. Tratar (46) 99762736.

Domingo, 16.2.2014 JORNAL DE BELTRÃO

APARTAMENTO - Com 2 suítes, visão p/ torre, ao lado do Correio, em frente ao Hotel Cristal. Tratar (46) 9105-5563. APARTAMENTO - Mobiliado, Com 1 suíte + 2 qrts, c/ 185m², B. Nossa Sra Ap., 02 anos de uso, móveis e acabamento de primeira. R$ 370 mil. F(46)9911-5016.

ALUGA-SE CASA - c/ 3 quartos, coz., área de serviço, Bairro Cristo Rei, ótima localização. Tratar (46) 8836-6952 CASA DE MADEIRA - 80m², 3 qrts, sala, coz., garagem, lavaderia, wc, em ótimo estado. R$ 720,00. Tratar (46) 8808-4639/ 8824-5731. CASA na Rua Uruguai, Bairro Vila Nova com 03 quartos, sendo 01 suíte, sala com lareira, garagem para 2 carros, lote todo fechado e em excelente localização. Tratar (46) 91068840 e (46) 9922-3461 com Fábio.

VENDE-SE CASA com 180m2, B. Jardim Itália II, suíte, 2 qtos, wc, lavabo, garagem, 2 salas, coz., churrasq., R$ 235 mil, mais informações, fale conosco (46) 3524-1546/ 9908-0600. CRECI F23107. CASA com 71m2, Lot. Bom Pastor, 2 qtos, wc, garagem, lav. sala, coz. Acabamento em gesso e cerâmica de primeira, possibilidade de ampliação. Própria para MCMV, R$ 130 mil, mais informações, fale conosco (46) 3524-1546/ 9908-0600. CRECI F23107. CASA Lot. Primavera, c/ 2 qtos, sala, coz., lavanderia, garagem. Própria para MCMV. R$ 120mil mais informações fale, conosco (46) 3524-1546/ 9908-0600. CRECI F23107. DALABETA VENDE! CASA NOVA, ALTO PADRÃO, C/370,00M2 DE TERRENO E 155,00M2 DE ÁREA CONTRUÍDA – C/SALÃO DE FESTAS E PISCINA – no Bairro São Cristovão – Excelente Investimento! F: (46)35246631/9974-0615

DALABETA VENDE: OPORTUNIDADE! CASA DE ALVENARIA; no Centro de Fco. Beltrão – c/terreno de 750,00M2 – com: 01 suíte, 02 quartos, WC social, sala de estar, sala de jantar, cozinha gde; área de serviço, salão de festas c/wc, garagem p/02 carros e piscina – EXCELENTE LOCALIZAÇÃO!! EXCELENTE INVESTIMENTO! F: (46)3524-6631/99740615 OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO! ZANATTA CORRETOR DE IMÓVEIS VENDE: CASA com mais de 120m², em ótima localização, em terreno todo murado, medindo 450m² (15 x 30). A 1 km do centro da cidade, no bairro Cristo Rei, rua Prof. Canísio Hillebrand. Contendo suíte, 02 quartos, sala de esta e sala de jantar, cozinha, garagem para 02 carros, lavanderia e salão de festa com churrasqueira. De 250 mil, por R$ 220 mil. Tratar: (46) 3523-0576, 8806-6363 (Claro), 99110904 (Tim), 9125-4469 (Vivo) ou 8408-9488 (Oi). Creci F 21037. Email:zanattaimoveis@hotmail.com Veja essa e outras opções no site: WWW.ZANATTAIMOVEIS.COM.BR OPORTUNIDADE! CASA MISTA- B: Pe. Elrico, Trav. Pavão, 46, lote de 15x30, murada c/garagem. R$ 60 mil. Troco por Caminhonete. F(46)91070415/9107-2027 PLANO MINHA CASA MINHA VIDA! ZANATTA CORRETOR DE IMÓVEIS VENDE: CASA financiável, com aprox. 65 m². Contendo 2 quartos, sala, cozinha, banheiro, lavanderia e garagem. Com acabamentos em madeira de cedro, de primeira qualidade (forro, janelas e portas). Na parte de baixo do Loteamento Bom Pastor. R$ 115 mil. Encaminhamos seu financiamento, com condições especiais e ENTRADAS REDUZIDAS! Tratar: (46) 3523-0576, 8806-6363 (Claro), 9911-0904 (Tim), 9125-4469 (Vivo), 8408-9488 (Oi). Creci F 21037. Email:zanattaimoveis@hotmail.comVeja essa e outras opções no site: WWW.ZANATTAIMOVEIS.COM.BR ZANATTA CORRETOR DE IMÓVEIS VENDE: CASA de 2 pisos, toda em alvenaria em Lote plano de 336 m², com aprox. 240 m² de área construída. Contendo na parte superior, suíte, 03 quartos, banheiro e escritório. Na parte de baixo, sala de estar e sala de jantar, cozinha, lavanderia, lavabo, garagem para 02 carros e churrasqueira. Lote todo gramado com piscina. Na Rua Arapoti, bairro Seminário. R$ 400 mil. (Cód. CA-057) Tratar: (46)35230576, 8806-6363 (Claro), 9911-0904 (Tim), 9125-4469 (Vivo) ou 84089488 (Oi). Creci F 21037. Email:zanattaimoveis@hotmail.comVeja essa e outras opções no site: WWW.ZANATTAIMOVEIS.COM.BR ZANATTA CORRETOR DE IMÓVEIS VENDE: CASA em alvenaria, com aprox. 90 m² em Lote de 324 m². Contendo 02 quartos, dispensa, sala, cozinha, banheiro, lavanderia e garagem. Na Rua Marilena, Bairro Jardim Itália I. 95 mil (aceita troca / entrada e o restante parcela-se). (Cód. CA-059). Tratar: (46) 3523-0576, 8806-6363 (Claro), 99110904 (Tim), 9125-4469 (Vivo) ou 8408-9488 (Oi). Creci F 21037. Email:zanattaimoveis@hotmail.comVeja essa e outras opções no site: WWW.ZANATTAIMOVEIS.COM.BR ZANATTA CORRETOR DE IMÓVEIS VENDE: CASA NOVA, 2 pisos, em excelente localização! Com aprox. 200m². Parte inferior contendo, cozinha, sala de jantar e estar, escritório e lavabo, garagem para 3 carros, salão de festa com pia em mármore, banheiro e churrasqueira. Parte superior contendo suíte, 2 quartos com sacada e banheiro social. Acabamentos de primeiríssima qualidade. Lote grande, com 630 m². No Bairro Alvorada, Rua Rio Grande do Sul. R$ 640 mil (a negociar). Tratar: (46)3523-0576, 8806-6363 (Claro), 9911-0904 (Tim), 9125-4469 (Vivo) ou 8408-9488 (Oi). Creci F 21037. Email:zanattaimoveis@hotmail.comVeja essa e outras opções no site: WWW.ZANATTAIMOVEIS.COM.BR

VENDE-SE IMÓVEL - no loteamento Jardim Europa (fazendinha), no lago de Salto Caxias em Nova Prata, lote de 700m², c/ casa de alv. Aceito troca. F(46)91120953.

9

VENDE-SE VENDO CASA DE MADEIRA p/ retirar do local, 7x10, cobertura grossa, paredes duplas, em ótimo estado. R$ 7 mil. Tratar (46) 91386508 ou 9925-3023.

COMPRO CONSÓRCIO! Contemplado, não contemplado, em atraso ou cancelado. Pago à vista o melhor preço! Vou até você! f(46) 9971-9976.

CONSULTAS ESPIRITUAIS @IRMÃ BIANCA - tarôs, cartas, búzios e vidências na água, trabalhos p/ amor, saúde, comércio, negócios e união familiar, orientação espiritual para propriedade no campo e na lavoura irmã Bianca tem a solução para seus problemas por mais difícil que seja. Trabalhos rápidos e garantidos. Tratar (46) 3524-0981 ou 9936-6429 ou R: Pará, nº 1136, B: Industrial, próx. Unipar. Ligue e agende o seu horário. AMARRAÇÃO AMOROSA Pai Laércio do Exu Omulu Rei das Almas.Trago a pessoa amada em apenas 7 dias Realizo trabalhos de Bruxaria, Nação (Orixás) e Quimbanda para todos os fins. 43 3152-1658/43 9678-5730/43 9644-0792 Com Pai Laércio ou Irmã Jaqueline. MÃE JUSSARA - Faço trabalho com alta magia. Trago quem você ama gamado em você. Também faço trabalho para prosperar seu comércio, político. Faço e desfaço qualquer tipo de trabalhos, tenho experiência e respeito pelos seus sentimentos. Sigilo absoluto. Tratar(43) 3322-6735/ 99225315 ou solucoes.deamor@hotmail.com

VENDE-SE FURGÃO DE ALUMÍNIO - Seminovo, 10,5x3m, com 82m³. Tratar (46) 9115-2590. MÁQUINA - De fazer caixa de papelão e caixa de pizza. Tratar (49) 91353483. MAQUINA DE SORVETE - conjugada, 1 batedor de caldas. R$ 5 mil. Tratar (46) 9976-2251 ou 9903-2763. OPORTUNIDADE! VENDO - Malha, elanca, moletom, viscolycra tudo em kg. Para terminar estoque! Tratar (46) 9918-4338 ou 9915-1425. TRAILER - c/ ponto, bom faturamento na rua Teresópolis, em frente ao moinho, Pinheirinho, valor a combinar. Aceito carro. F(46) 8836-2201 TRAILLER - de lanches, em funcionamento, c/ ponto. R$ 9 mil. Aceito proposta. F(46) 9924-1277 ou 88227367

VENDE-SE OPORTUNIDADE! 05 AR CONDICIONADOS NOVOS na caixa, quente e frio, split, marca CONSUL e KOMECO, de 9 mil Btus R$ 1.100,00 e 12 mil Btus R$ 1.200,00. Com garantia. Parcela-se. E tbm disponibiliza ar condicionado de 110v. F: (46)9112-4976.

PROCURO MOÇA - Para divisão de despesas, em apartamento próximo a Unipar. Preferência que tenha mobilia. F(46)9905-8474/3524-3442(na parte da tarde).

ORAÇÃO MILAGROSA AFLITA Se viu Virgem Maria aos pés da cruz, vale-me Mãe de Jesus, confio em DEUS com todas as minhas forças, para isso lhe peço que ilumine o meu caminho concedendo-me a graça que tanto desejo. Amém (Rezar três dias e fazer três pedidos, sendo dois difíceis e um impossível, publique no terceiro dia e veja o que acontece no quarto dia.


10 JORNAL DE BELTRÃO

Classificados/Geral

Domingo, 16.2.2014 PLANO MINHA CASA MINHA VIDA ZANATTA CORRETOR DE IMÓVEIS VENDE: SOBRADOS financiáveis, com prox. 70 m². Contendo 2 Quartos, sala, cozinha, banheiro, lavabo, lavanderia e garagem. Lote plano com bom espaço de terreno na frente e nos fundos do imóvel. Localizado na parte baixa do Lot. Bom Pastor. De R$ 125 mil, por R$ 120 mil. Venha até nós e faça uma simulação do seu financiamento, com condições es-peciais e ENTRADAS REDUZIDAS! Tratar: (46) 35230576, 8806-6363 (Claro), 9911-0904 (Tim), 9125-4469 (Vivo), 8408-9488 (Oi). Creci F21037. Email:zanattaimoveis@hotmail.comVeja essa e outras opções no site WWW.ZANATTAIMOVEIS.COM.BR

ZANATTA CORRETOR DE IMÓVEIS VENDE: LOTE de 364 m², em ótima localização, com 26 metros de frente com a Av. Progresso, no bairro São Miguel. Próximo a mercados, escola, posto de saúde e aprox. 2 km do centro da cidade. R$ 70 mil. (Cód. LO-003) Tratar: (46) 3523-576, 8806-6363 (Claro), 9911-0904 (Tim), 9125-4469 (Vivo) ou 8408-9488 (Oi). Creci F 21037. Email:zanattaimoveis@hotmail.com Veja essa e outras opções no site: WWW.ZANATTAIMOVEIS.COM.BR

LOTE - No Loteamento Pedra Branca. Aceito camionete. Tratar (46) 9922-0894 ou 8813-3674. LOTE com 432m2, B. Cango, possui edificação de 145m2, excelente ponto comercial na Av. General Osório, R$ 450 mil. Mais informações, fale conosco (46) 3524-1546/ 9908-0600. CRECI F23107.

CONTRATA-SE

ALUGA-SE

CONTRATA-SE VENDEDOR - para trabalhar na região sudoeste, experiência com vendas supermercados, residir em Beltrão há mais de 2 anos, disponibilidade para viagem de segunda a sexta, veículo próprio ou moto. Currículo para vendas@trams.com.br ou entregar na Rua Antonio Carneiro Neto, 1001.

@SALAS COMERCIAIS - Diversos tamanhos, a partir de 100m². Ótimo ponto comercial. Excelente localização na Av. Luiz A. Faedo, próximo da Kako Pneus. F:(46)9922-9432/ 3057-0415.

BARRA LANCHES CONTRATA - Garçon, de terça a domingo, a partir das 19:00 hrs. Tratar (46) 8811-4806 ou informações no local CONTRATA-SE COZINHEIRA - com experiência, para trabalhar pela manhã e parte da tarde, de segunda a sexta-feira. F: (46) 9933-1514 após as 13 horas. CONTRATA-SE EMPREGADA DOMÉSTICA (BABÁ) - com referências, CNH, disponibilidade para viajar com a família e que goste de animais de estimação (cachorros). Salário inicial: piso estadual da categoria. F: (46) 8818-9806 com Taís (horário comercial). CONTRATA-SE PESSOA DO SEXO FEMENINO - para trabalhar em floricultura, atendimento ao cliente, montagem e criação de embalagens, buquet, entre outras. Para trabalhar em horário das 8hs ao 12hs e das 13:30 as 18:30, com disponibilidade para trabalhar tbm nos fds nas decorações de eventos. Pessoa responsável, simpática e dedicada. Interessados currículo na FLORICULTURA CAZA FLOR, Av. Antônio de Paiva Cantelmo, 327, centro, atrás loja Pé na Lua. F: (46) 3523-6678 c/ Carlos ou Preto. EMPRESA DO RAMO MÉDICO HOSPITALAR CONTRATA: Secretária / Faturista - Favor enviar currículo com foto !!!! diretoria.proffix@gmail.com

SALA COMERCIAL - em clínica montada para profissionais da área de saúde. Região central. Edificio Aline. Tratar (46) 9111-8659.

VENDE-SE BARRACÃO com 156m2 e terreno de 572m2, próx. a Renault, com escritório, estacionamento próprio. R$ 330 mil, mais informações, fale conosco (46) 3524-1546/9908-0600. CRECI F23107. LANCHONETE E CASA DE SHOW funcionando, no Centro de Marmeleiro, lanchonete completa, c/ clientela formada, há mais de 3 anos no mercado. Valor a combinar. Aceito carro de menor valor. F: (46) 8808-1580. MERCEARIA - Na Cidade Norte, 150m², ótima clientela, ótimo ponto comercial. R$ 60 mil. Aceito carro até R$ 20 mil. F(46) 9929-9115/88144675 OPORTUNIDADE! LOJA DE BIJUTERIAS E ACESSÓRIOS - femininos, Travessa Frei Deodato, sala 2, ao lado da casa do Passáros. Vendo por motivo de mudança. F(46) 3523-6272 ou 9909-7056 c/ Juliana PRÉ MOLDADOS - de vários tamanhos, valor abaixo do mercado. Tratar (46) 9934-4766 ou 3525-1335 SALA COMERCIAL - na Rua 7 de Setembro, Bairro Cristo Rei – próx. a Igreja Católica, valor a combinar F: (46)3524-6631/9974-0615/9922-4310

PRECISA-SE DE MANICURE - E uma massagista/esteticista. Tratar (46) 9914-6794 ou 8405-1135. PRECISA-SE DE TOSADOR (A) - Para pet shop, com experiência. Tratar (46) 3523-1868 SONY FRUTAS CONTRATA: Auxiliar de depósito, motorista/entregador com disponibilidade de horário e que more na cidade norte. Mandar currículo para: sonyfrutas@hotmail.com ou na empresa, no Bairro Jardim Itália URGENTE! CONTRATA-SE TÉCNICO EM REFRIGERAÇÃO - com experiência em instalação e manutenção de ar condicionado. Garantimos excelente salário. F: (46) 3536-6257/ 9904-7070 c/ Emerson ou Vanessa. URGENTE! PRECISA-SE DE MANICURE - Tratar (46) 9920-6624 ou 3523-3822.

ALUGA-SE

DALABETA VENDE: TERRENO C/ 300M2 – NO ALTO DA AV. JÚLIO ASSIS - EXCELENTE INVESTIMENTO! Por apenas 145.000,00 F: (46)35246631/9974-0615 (claro) IMOBILIÁRIA TRINDADE: Lote de esquina 15X16 (240m²), localizado na Rua Gaspar Silveira Martins com Rua Prudente Albuquerque, no Bairro Cristo Rei. Próximo a creche, duas quadras acima da Igreja Católica. R$ 115.000,00. Aceita-se carro no negocio ou parcela. Tratar (46) 3524-1818 ou 9933-3313. WWW.imobiliariatrindadefb.com.br. IMPERDÍVEL! TERRENO URBANO C/1000,00(M2), no Loteamento Dalabeta, - ótima localização! Por apenas R$ 90.000,00 – Recebe-se veículo e parcela-se. F: (46)3524-6631/99740615 IMPERDÍVEL: 02 terrenos com 300m2(cada), com infra-estrutura pronta, em ótima localização – próx. ao santa fé, por apenas r$ 45.000,00(cada) F(46)3524-6631/ 9974-0615/9922-4310 LOTE - 13,5x37, 500m², condominio rural, Santa Barbara, R$ 50 mil à vista. Tratar (46) 9925-4196. LOTE - 1.000m², 32m de frente p/ Br, localizado no final do prolongamento da Julio Assis. F(46) 3524-1244 ou 8821-0635 LOTE - De 16 x 40.8, na rua Papa Pio XII, bairro Cango ao lado do deposito da Líder Materiais de Construção. Tratar (46) 9915-3512. LOTE com 338,5 m2, Lot. Recanto Verde, com vista privilegiada da cidade por apenas R$ 43 mil. mais informações, fale conosco (46) 35241546/9908-0600. CRECI F23107

LOTES Lot. Rios c/ infraestrutura e documentação, a partir de R$ 50 mil. Negociável. Ótimo para MCMV, mais informações, fale conosco (46) 35241546/ 9908-0600. CRECI F23107. NAVARINI IMÓVEIS VENDE: Lote 12x22m (264m²), Rua Tijucas, bairro São Cristovão. R$ 110 mil. Tratar (46)3524-2525. Creci 14472. NAVARINI IMÓVEIS VENDE: Lote 546m², Rua Pato Branco, bairro São Cristovão. R$ 125 mil. Creci 14472. Tratar (46) 3524-2525 OPORTUNIDADE! ÁREA C/ 4.000,00(M2), perímetro urbano, no Loteamento Dalabeta- Podendo ser utilizado para construção de vários segmentos Empresariais. EXCELENTE INVESTIMENTO! R$ 430.000,00 – Recebe-se caminhão e veículo F: (46)3524-6631/9974-0615 TERRENO - rua Rio Grande do Sul. B: Alvorada, 663m² (15x44,20). R$ 350 mil. Tratar (46) 9116-5364 ou (45) 9922-1172 ZANATTA CORRETOR DE IMÓVEIS VENDE: LOTE de 360 m², bem localizado, com 20 metros de frente, por 18 metros de largura. No Bairro Cristo Rei, Rua Santa Ana, próx. Ao Colégio Estadual Vicente de Carli. R$ 85 mil. (Cód. LO-013) Tratar: (46) 3523-576, 8806-6363 (Claro), 9911-0904 (Tim), 9125-4469 (Vivo) ou 8408-9488 (Oi). Creci F 2 1 0 3 7 . Email:zanattaimoveis@hotmail.comVeja essa e outras opções no site: WWW.ZANATTAIMOVEIS.COM.BR ZANATTA CORRETOR DE IMÓVEIS VENDE: LOTE DE ESQUINA com aprox. 325 m². No Loteamento Bom Pastor. Pronto para financiar. O Loteamento é bem localizado, próximo ao Aeroporto de Francisco Beltrão. R$ 60 mil. Venha até nós e faça uma simulação do seu financiamento! Tratar: (46)3523-0576, 8806-6363 (Claro), 9911-0904 (Tim), 9125-4469 (Vivo) ou 8408-9488 (Oi). Creci F 21037. Email:zanattaimoveis@hotmail.comVeja essa e outras opções no site: WWW.ZANATTAIMOVEIS.COM.BR

@LAVANDERIA BELTRÃO - Agora também lavamos sofás, poltronas, colchões, tapetes e também tingimos peças em algodão. Atendemos em dois endereços na Av. General Osório, 55, Cango e outro na Av. União da Vitória em frente a panificadora Doce Pão. Tratar (46) 3524-2511 ou 9975-0574/ 8836-4774 @ACOMPANHANTES - As mais belas mulheres da cidade e região, com idade de 18 a 25 anos à sua disposição. Tratar (46) 9942-3704

OPORTUNIDADE EMPREGOS JAPÃO - Para Descendentes, homens, mulheres e casais, vistos, Elegibilidade, passagens F(41)3019-9858(Tim)ou (41)97013602 www.nipponservice.com.br

ACOMPANHANTES DE LUXO - Mulheres de 18 a 24 anos. Muito carinho sem compromisso. Contato para encontro: (46) 9921-6348. Para Francisco Beltrão e Região

PROCURA-SE

@TRANSPORTADORA MARSARO. Mudanças locais, municipais e interestaduais. Trabalhamos com desmontagem e montagem, fornecemos caixas e pláticos bolha. Solicite um orçamento. Entrada + 2x, no cheque, cartão ou boleto. Tratar (46) 8802-2030/9976-6500 ou mudancas.marsaro@hotmail.com Emitimos nota fiscal. @VEG TRANSPORTES E MUDANÇAS - Sua mudança c/ segurança, agilidade e responsabilidade. Equipe especializada em montagens de coz., e dormitórios modulados. Tratar (46) 9106-9426/9920-5634. vegtransportesmudanca@yahoo.com ARBEL COMPRESSORES E LAVADORAS DE ALTA PRESSÃO - Av. Duque de Caxias, 386, Trevo do B: Alvorada. Tratar (46) 3524-2596 e 3524-2406 INSTALAÇÃO DE AR CONDICIONADO - experiência, segurança e confiabilidade. Tratar (46) 8806-7495/ 8824-9850/ 9107-7324. LIMPEBEL! A LIMPEZA QUE FALTAVA EM SUA OBRA - Limpeza pós-obra, limpeza de vidros e pisos, limpezas em geral, lavagem e pintura de telhados, lavagem de placas, casas e prédios. Lavagem, pintura e impermeabilização de pavers. Agora com mais uma novidade: roçadeira p/ limpeza de terrenos. PINTURAS DE PISOS EPOXI. Tratar (46) 3527-1374/8817-0700

CUIDO DE PESSOAS IDOSAS - Ou doentes (pode ser em hospital). Possuo carteira B. Possuo experiência. F (46) 8823-1100/ 9971-6145 .

@PENSÃO - No coração das faculdades. Excelente localização, no B. Vila Nova, servimos ref. ou sem ref., internet,Tv.F(46)3527-2193/91116391/9103-0699.

@URGENTE! LOTE - no Santa Barbara, próx. a UTFPR com 16x62.5 (1000m²), de esquina, no alto do loteamento, com bela visão. R$ 65 mil a vista, ou 25 mil + 92 parcelas de R$ 500,00 direto c/ o proprietário. Aceito carro/moto. Negociável. F: (46)88155104/ 3524-0827/ 3520-1673 Paulo.

QUITINETE - 2 qrts, sala, coz., wc, lav., garagem. R: Santo Antônio, 655, Cristo Rei, ao lado Panificadora Cristo Rei. R$ 450,00. F:(46)9915-1349

ACOMPANHANTE DE LUXO - Para mulheres de bom gosto. Homens de 20 a 25 anos. Tratar (46) 9936-6442.

PROCURO EMPREGO - como motorista, categoria E. Com experiência. Tratar (46) 8408-5386

VENDE-SE

LOTES - a partir de R$ 35.000,00, em bairro residencial, a 2 minutos do centro, na cidade de Marmeleiro - PR. Forma de pagamento flexível e fácil negociação. F: (46) 9911-7843/ 99118937.

VENDE-SE VENDO OU ALUGO! SOBRADO Com 2 quartos + 1 suíte, lavabo, wc, sala, coz., garagem, área de serviço, aprox. 109m², B. Vila Nova, R. Antonio Marcelo, 962, prox. R. Curitiba e Parque de Exposições. R$ 850,00 (aluguel) - R$ 180 mil (venda). Tratar (46) 9982-6000 ou (41) 9652-1155(TIM) admmordomus@hotmail.com

Anuncie no JdeB 3520-4000

REPARE BEM REPAROS E REFORMAS! serviços de elétrica hidráulica, pintura, contruções e reformas, jardinagem e detetização. F(46) 3055-4441 ou 3055-4440 SOFÁ CLEAN - Limpeza de estofados, tapetes, cortinas, interiores de veículos, edredons (cobertores), carpetes. Atendimento a domicílio. Tratar (46) 9934-1299/ 9912-3885/ 3523-2229. SUPER LIMPEZA: Lavamos sofá, cadeiras, colchões, cama box. Atendemos todo Sudoeste. Orçamento sem compromisso. Atendimento a Domicilio. Tratar (46) 9121-9480/9936-3383. TERRAPLENAGEM VALÉRIO - Venda de terra; LIMPEZA DE LOTES, terraplenagem e Aterros; Serviços de rompedor, retroescavadeira, escavadeira hidráulica, trator de esteira e caminhões de caçamba p/ açudes. Locação de máquinas. Tratar (46) 3523-1753 ou 9917-2131.

VENDE-SE EMPILHADEIRA YALE - 99, diesel, Aceito troca. Tratar (49) 9135-3483.

Jornal de Beltrão 3520-4000

GESTÃO DE PESSOAS

Comportamento no ambiente de trabalho Há muito tempo que as pesquisas provam que a maioria dos colaboradores que são demitidos, tem como causa comportamentos inadequados no trabalho. Muitos profissionais são contratados por possuírem uma formação técnica invejável, mas acabam sendo desligados por não adotarem atitudes básicas para trabalhar em equipe de forma Melissa Faust eficiente ou por não seguirem as políticas impostas pela empresa. O site Administradores.com publicou recentemente uma lista com os principais comportamentos que podem atrapalhar o crescimento de qualquer profissional: - Dificuldade de trabalhar em equipe: é preciso aprender a trabalhar em sinergia com outras pessoas. Profissionais que apresentam dificuldade de aceitar opiniões diversas e lidar com personalidades diferentes da sua, tendem a se isolar no ambiente de trabalho, gerando um clima desagradável e impedindo a troca de experiência, que poderia contribuir para a melhoria dos resultados da organização. - Trazer problemas pessoais para o ambiente de trabalho em excesso: o fato da liderança reconhecer a importância dos sonhos pessoais para a motivação e conhecer particularidades do contexto familiar do colaborador, não lhe dá o direito de aproveitar esta abertura para justificar constantes atrasos e falta de comprometimento com as metas da empresa porque está passando por uma crise pessoal. - Utilização de redes sociais e internet em demasia: quando perguntamos para funcionários de qualquer empresa sobre qual o vilão da produtividade, a resposta será sempre a falta de tempo e o excesso de atribuições. E apesar da correria que realmente toma conta do mundo dos negócios, muitos profissionais gastam horas do seu dia acessando redes sociais e sites de assuntos diversos, que nada contribuem para sua função. Aprender a gerenciar o tempo é fundamental para facilitar o crescimento profissional. - Falta de organização: este é outro ponto que contribui para queda da produtividade, quando há falta de organização para armazenar dados, informações e documentos em geral, pois dificulta a agilidade na resolução de tarefas, gera retrabalhos para o próprio profissional ou para colegas que dependem da sua informação para realizar suas atividades. - Dificuldade em receber feedbacks: temos que reconhecer que temos uma visão limitada sobre nosso próprio desempenho, por isso é função do líder através de feedbacks proporcionar o desenvolvimento da sua equipe. Não somos acostumados a receber criticas, mas elas são imprescindíveis para o nosso crescimento. A esta listagem, incluiria também como comportamento inadequado aquele colaborador que fica o tempo todo medindo a quantidade que trabalha em comparação aos colegas, como se ele fosse prejudicado por realizar maior número de atividades. Ao contrário, quem é mais produtivo aprende mais e tem melhores oportunidades de crescimento. É aquela velha história: tenha iniciativa e faça o seu melhor, não se compare com os colegas. Assim como ficar questionando se determinada tarefa faz parte de sua função. Se o profissional é comprometido com a empresa e tem capacidade de fazer, então faz parte sim! Aproveite as oportunidades da fazer coisas diferentes, não veja como um peso, pois é o empresário que vê como peso aquele funcionário que precisa quase que implorar para ele trabalhar! Lembre-se que como profissional é você quem precisa conquistar a confiança do chefe e dos colegas, primeiro precisa mostrar que é capaz e que está disposto a colaborar com as metas da empresa. O profissional que demonstra estar mais preocupado com seus próprios problemas e sua necessidade de se mostrar melhor que os outros, só encontra dificuldades de relacionamento e não evolui. Faça uma autoavaliação, peça feedback para pessoas de sua confiança, e faça um plano de ação para mudar comportamentos limitantes. Pense nisso e sucesso! Melissa Faust Administradora, especialista em Recursos Humanos, palestrante e consultora empresarial. E-mail: melissa_faust@hotmail.com


Jornaldebeltrão 5277 2014 02 16