Issuu on Google+

Ano 21 - Nº 3284

MARECHAL CÂNDIDO RONDON - PR, SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

Maria Cristina Kunzler

PP NÃO DESCARTA DEIXAR ALIANÇA Presidente do diretório do PP em Mercedes e um dos pré-candidatos a prefeito pelo partido, Fridolino Weber (Lino) (foto), em visita ao O Presente, ontem (16), falou sobre o processo que está sucedendo as convenções partidárias e a campanha. Avesso a pesquisas, o dirigente diz que o partido aceitou a fórmula escolhida para definir a majoritária, mas salienta que nada impede que a composição seja feita de outra forma, tendo em vista que existem siglas na aliança que estão dispostas somente a indicar o candidato a prefeito, e não a vice. “Nós não colocamos esta imposição. Estamos à disposição tanto para uma candidatura a prefeito como a vice”, declara. Sobre a possibilidade do PP sair da aliança situacionista, ele responde que sim. “Tudo é possível, porque exigimos representação e vai depender de quem for o candidato escolhido e da conversa que teremos. Vamos querer saber qual será a participação do PP nesta coligação. A partir das primeiras pesquisas é que o PP deve definir se estará com a coligação ou não”, frisa. PÁGINA 07

R$ 2,00

Vazamento de água faz baixar o nível do lago municipal PÁGINA 11

Carina Ribeiro/OP

REGIÃO OESTE

Apicultores são surpreendidos com produção fora de época Inesperada. Desta forma foi registrada, neste ano, a produção de mel para a maioria dos produtores da região. Enquanto a colheita mais intensa é realizada entre outubro e novembro, em 2012 a safra foi antecipada, porém com queda brusca logo em seguida. A coleta está acontecendo de forma cíclica. Por isso alguns produtores já colheram duas vezes e ainda esperam colher até uma terceira vez. Um dos maiores produtores de Marechal Rondon, com 250 colmeias, morador do distrito de Margarida, Artemio Schumacher (foto), conta que ficou surpreso com a produção fora de hora em dezembro e janeiro e até mesmo deixou de colher em torno de 600 quilos porque tinha ido viajar. Ao todo, na safra 2011/2012 Artemio colheu quase dez toneladas de mel. No último sábado (11) ele concluiu a colheita e garante que está tranquilo em relação à venda do produto. PÁGINAS 20 e 21

Paralisação na Unioeste ficou dentro das expectativas PÁGINA 15


EDITORIAL

02 | O PRESENTE

Já vai tarde Parece que, enfim, Ricardo Teixeira vai renunciISL, empresa suíça de marketing esportivo que faliu. Ele e o seu sogro, João Havelange, teriam ar ao posto de presidente da Confederação Brasileira recebido uma fortuna na comercialização dos direide Futebol (CBF). Os boatos são muitos, crescem a cada dia. Apesar da expectativa de que ele anunciastos de transmissão de jogos da Copa do Mundo. Uma escandalosa vergonha para o futebol brasileise sua saída ontem (16), pelo visto o anúncio sobre ro. Para não ser expulso do Comitê Olímpico seu futuro ficará somente para depois do Carnaval. Nos bastidores da CBF, a especulação é de que ele Internacional aos 95 anos de idade, Havelange pediu demissão alegando motivos de saúde. talvez não renuncie, apenas se licencie do cargo por Teixeira não tem muita saída. Vem escapando de pelo menos dois meses, enquanto prepara terreno para a sua sucessão. Mas, se renunciar, após 23 anos “saias-justas” faz muito tempo. E, pior, não tem respaldo. Pelo contrário, o próprio governo federal no comando da entidade, terá o mandato encerrado faz forte pressão para que ele deixe a presidência do (até 2015) pelo seu vice, José Maria Marin. A iminente saída de Teixeira não é por acaso. Já Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014. A presidenta Dilma não sem boas relações com o presigosta da ideia dele continuar no dente da Fifa, Joseph Blatter, e Não dá pra acusar sem a com a presidenta Dilma Rouscargo. Na Fifa, a eventual quecomprovação final dos fatos, no da do presidente da CBF é trataseff, novamente ele está envolentanto, tudo leva a crer que vido em fortes denúncias de corTeixeira protagonizou uma série de da com muita euforia, em esperupção. Nesta semana, a imcial pelo presidente da entidade. esquemas em beneficio próprio, prensa divulgou que, por 26 me- abusou até onde pôde da autoridade Blatter tem travado uma bataconferida pelo cargo. Deixou a lha acirrada contra o dirigente ses, a Ailanto Marketing foi dona honestinade e o caráter de lado, ao de uma empresa que tinha como brasileiro. ocupar uma função pública. Triste O silêncio adotado por Ricarendereço a fazenda de Teixeira para o Brasil. Triste para o brasileiro, do Teixeira mostra que ele cheem Piraí, a 80 quilômetros do que cada vez mais é obrigado a Rio de Janeiro. A empresa é gou num beco sem saída. O mais conviver com pessoas corruptas certo que faria, nesta altura do investigada por superfaturar campeonato, é renunciar de fato. amistoso da Seleção Brasileira com Portugal, em 2008, tendo recebido R$ 9 Por sinal, já renunciaria tarde. Se somente uma das várias denúncias que pesam milhões do governo do Distrito Federal (DF) para contra ele se confirmarem, já seria uma vergonha organizar o jogo, que teve até Cristiano Ronaldo. Cheques de R$ 10 mil ao presidente da CBF, para o futebol brasileiro. Mas os indícios são fortes em todos os casos. Imaginem ainda que muita coisa emitidos por Vanessa Precht, uma das sócias da está por debaixo dos panos, não veio à tona. Ailanto, foram encontrados pela Polícia Civil em Brasília. O caso vem dando o que falar e está Não dá pra acusar sem a comprovação final dos fatos, no entanto, tudo leva a crer que sendo tratado na Justiça Federal. Teixeira protagonizou uma série de esquemas em Outra notícia divulgada na imprensa ontem é que sem poder na CBF há mais de cinco anos, Marco beneficio próprio, abusou até onde pôde da autoridade conferida pelo cargo. Deixou a honestinaAntonio Teixeira - tio de Ricardo Teixeira - ganhava de e o caráter de lado. cerca de R$ 1 milhão por ano da entidade, que é privada. Ele recebia R$ 88.070,04 mensais. Um Triste para o Brasil. Triste para o brasileiro, que cada vez mais é obrigado a conviver com considerável salário para quem era apenas figura pessoas corruptas, descomprometidas, que fazem decorativa na CBF depois da Copa de 2006. E os indícios de corrupção na param por aí. do dinheiro público o que bem entendem. É muita safadeza para um país só! Teixeira também está envolvido no escândalo da

EXPEDIENTE Um jornal de bom senso Diretores Arno Kunzler Jornalista Reg. Prof. nº 274/02/38 E-mail - arno@opresente.com.br Paulo Rodrigo Coppetti paulorodrigo@opresente.com.br Editora-chefe Ana Paula Wilmsen DRT/PR nº 8352 jornalismo@opresente.com.br Editora O Presente Ltda Rua Sete de Setembro, 1233 - Centro Marechal Cândido Rondon - PR - CEP: 85960-000 Fone/fax (45) 3254-1842 CNPJ – 84.812.049/0001-39 Internet – www.opresente.com.br

Filiado à ADI Associação dos Jornais Diários do Interior do Paraná Comercialização: Paraná/São Paulo/Rio de Janeiro Merconeti - Ricardo Takiguti (41) 3079-4666 ricardo@merconeti.com.br Sucursal ADI - SP Contato Comercial : Mauro Machado 011-3063-5677 / 3777-8938 - Alameda Lorena, 1304 Conj-703 - São Paulo - SP - CEP 01424-001

Comercialização: Brasília Central de Comunicação - (61) 3323-4701

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

Terezinha Lindino CULTURA UNIVERSITÁRIA Definitivamente, ingressar no ensino universitário hoje pode ser considerado como um momento de passagem da juventude para a vida adulta, uma vez que o(a) jovem se vê diante de múltiplos desafios, tais como: estabelecer novas e diferenciadas relações interpessoais; adaptar-se às exigências culturais, intelectuais e acadêmicas próprias de sua área de formação; tornar-se autônomo na gestão do tempo e de sua vida financeira e, em muitos casos, adaptar-se a viver longe do grupo familiar e social de origem. Com a entrada cada vez mais precoce desses aspirantes a universitários, escrever sobre cultura universitária significa discutir sobre qual é o papel prescrito à universidade como espaço privilegiado para a construção e a expressão dos indivíduos que nela coabitam. Neste caso, esta discussão nos leva a dois caminhos: ao do aspecto político-pedagógico e ao do aspecto psicológico. No que tange ao aspecto político-pedagógico, segundo Mancebo (1998), assistimos no Brasil, à emergência vigorosa de um modelo institucional gerencialista que, entre discursos políticos, atos legislativos e medidas aparentemente isoladas de administração e gestão, enfeixados na reforma administrativa do Estado brasileiro, ganha adeptos não só entre setores conservadores e tecnocráticos, mas também no interior de segmentos, que, até duas décadas atrás, destacavam-se na luta pela institucionalização de um modelo político-participativo de universidade. Este modelo gerencial apresenta por referência básica o atendimento à lógica empresarial e ao mercado competitivo, adotando concepções instrumentais/funcionais de autonomia e de participação, funcionalmente adaptada às exigências do mercado e às necessidades dos seus clientes e consumidores. A autora demonstra em seus estudos que a submissão da universidade aos interesses imediatos do mercado é o principal dispositivo desta construção, conduzindo-a a redefinições de várias ordens, que vão desde a privatização dos interesses, propósitos e objetivos universitários até a privatização da cultura universitária acumulada na prática histórica do trabalho do conjunto dos sujeitos universitários, com a mercantilização do pensar, da elaboração de ideias, do trabalho intelectual, da superioridade inquestionável do individual sobre o coletivo e do sucesso pessoal sobre a solidariedade. Já em relação ao aspecto psicológico, a necessidade de formação do conjunto de novas crenças, valores e significações sugere uma outra personalidade a esse(a) jovem. O calouro agora se torna membro da comunidade universitária e, com isso, deve aprender seus códigos, suas normas e regras básicas de convivência e relacionamento, bem como apropriar-se de um conjunto de conhecimentos já sistematizados e acumulados por essa comunidade. O rito de passagem, então, se estabelece na identificação dessa aprendizagem. Assim, para que haja simbiose entre os desejos deste(a) jovem e os desejos da comunidade universitária, defendemos que a universidade precisa fortificar a cultura universitária, baseando-se também no reconhecimento do saber já adquirido por este aspirante, para além ampliar o incentivo a sua curiosidade. Para isso, é necessária que haja mais ações unificadas em que se ampliem os investimentos para uma autonomia universitária por parte do Estado, que se desenvolva a responsabilidade por parte dos acadêmicos e que se fomentem novas formas de participação desses jovens na aprendizagem dos conhecimentos por parte dos docentes. Para saber mais: MANCEBO, Deise. Políticas para a Educação Superior e Cultura Universitária: O exercício da solidão no ideário neoliberal. In: ANPED, 21, 1998, Caxambú. * A autora é doutora em Educação e docente da área de Fundamentos da Educação, na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), campus de Marechal Cândido Rondon telindino@yahoo.com.br


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

O PRESENTE |

Comemoração

Arquivo/OP

A autorização para a remodelação da Avenida Írio Welp está sendo comemorada pelo prefeito Moacir Froehlich e pelo vice-prefeito Silvestre Cottica. “Com muita alegria, Cottica e eu estamos partilhando com a comunidade de Marechal Cândido Rondon esta conquista. Era algo que queríamos muito, pois sabemos de sua importância. Há 30 anos ouço falar nisso e agora, como prefeito, estamos em vias de concretizar este sonho dos rondonenses”, enfatizou. O prefeito também ressaltou o investimento do Poder Público municipal na obra. “Com a assinatura do convênio com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado de R$ 2,5 milhões, vamos agora licitar a obra. Com a soma de valores, a obra terá valor total de R$ 4,5 milhões. Destes, R$ 2,5 milhões através de financiamento e o restante de contrapartida do Prefeito Moacir Froehlich: “Será uma município, com indenizações, remoção de rede das maiores obras da administração de alta tensão, galerias e nova iluminação. Será Moacir e Cottica, que vai orgulhar a população de Marechal Rondon” uma das maiores obras da administração Moacir e Cottica. Agradeço aos deputados estaduais Ademir Bier e Elio Rusch, que intercederam junto ao Governo do Estado, para que conseguíssemos o empréstimo. Vamos cumprir todos os prazos. Será uma belíssima obra, que vai orgulhar a população de Marechal Rondon”, destacou.

VALORES

A autorização para licitar o início das obras aconteceu na quarta-feira (15). Os investimentos serão da ordem de R$ 4,5 milhões. Na composição dos valores a serem investidos, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, com recursos do BNDES, vai emprestar ao município R$ 2,5 milhões. Outros cerca de R$ 2 milhões são valores disponibilizados pelo governo rondonense, divididos em R$ 648,590 mil em contrapartida, R$ 234 mil em indenizações, R$ 308 mil na remoção da rede de alta tensão, R$ 300 mil em galerias de água pluvial e R$ 600 mil em nova iluminação.

R$ 42 milhões à Assembleia O presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP) e prefeito de Piraquara, Gabriel Samaha, o Gabão, reuniu-se ontem (15) com o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Valdir Rossoni, para fazer dois pedidos em relação ao transporte escolar dos 177.192 alunos da rede estadual de ensino. Gabão solicitou a Rossoni que parte do dinheiro a ser economizado pela Casa em 2012 seja destinado à complementação das verbas necessárias ao custeio do transporte escolar dos alunos da rede estadual de ensino. Embora o serviço seja responsabilidade do Governo do Estado, os municípios assumiram integralmente a tarefa, o que significa um déficit anual superior a R$ 42 milhões.

Rendiment endimentoo médio do trabalho A geração de empregos com carteira assinada foi um dos destaques da última década no Paraná. De 2003 a 2010, período que Roberto Requião governou o Estado, foram criados 800.150 postos de trabalhos formais. De acordo com o estudo “Situação social nos Estados: o caso do Paraná”, apresentado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a taxa de desemprego paranaense foi de 6%, inferior a média nacional. O estudo mostra que quanto à remuneração do trabalho, medida pelo rendimento médio do trabalho, o Paraná também mostra uma situação favorável. O rendimento médio do trabalho no Paraná foi de R$ 1.086,90 em 2001 e, em 2009, estava em R$ 1.239,50. O aumento apresentado pelo Estado foi de 14%, enquanto a média nacional teve um aumento de 7,4%. Na zona rural houve um aumento de 19,1% ao longo do período.

DIREITO DE GREVE DO SERVIDOR PÚBLICO De olho no emaranhado de greves ou de paralisações iminentes Brasil afora, enfim o Senado começa a discutir o projeto sobre o direito de greve do servidor público, eliminando um vácuo de mais de 23 anos desde a promulgação da Constituição (1988), que mandou regulamentar direitos de greve para servidores públicos e a iniciativa privada. A regulamentação da iniciativa privada foi feita em 1989, mas o direito de greve dos servidores públicos continua indefinido, valendo-se de jurisprudências e sendo aplicada a legislação que vale para o setor privado.

Câmara de Rondon antecipa sessão Em virtude do feriado de Carnaval, a terceira sessão ordinária de 2012 da Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon, que aconteceria na segunda-feira (20), foi antecipada para hoje (17), às 08 horas. Conforme o presidente do Legislativo rondonense, Ilario Hofstaetter (Ila), a decisão foi tomada em conjunto com os demais vereadores. Optou-se pela antecipação para que aqueles que queiram acompanhar a sessão possam fazê-lo normalmente para depois aproveitar o feriado. A Câmara de Vereadores funcionará hoje normalmente até às 17h30 e, conforme decreto, estará de recesso até quartafeira (22), quando retornará às atividades no período da tarde.

Perdas com soja já somam R$ 636 milhões O Núcleo de Toledo do Departamento de Economia Rural (Deral), órgão ligado à Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento (Seab), conclui o relatório atualizado com os números referentes aos prejuízos na safra de soja causados pela estiagem. Da estimativa inicial de produção, que estava em 1.479.609 toneladas, o Deral de Toledo estima que após as perdas a produtividade nos municípios de abrangência da entidade ficará em 636.232 toneladas. Isso representa uma quebra de 57%. Os prejuízos financeiros já chegam a R$ 618,476 milhões. A estiagem continua na região de abrangência do Deral de Toledo e, para os próximos dias, não há previsão significativa de chuva. Isso é bom para quem pretende fazer a colheita, mas é ruim porque pode causar mais perdas no campo.

PTB reunido A Comissão Provisória do PTB de Marechal Cândido Rondon esteve reunida ontem (16), sob o comando do presidente Jadir Zimmermann. Na oportunidade, vários assuntos estiveram em pauta, principalmente no que tange às eleições municipais deste ano. O partido, que elegeu Arlindo Lamb como primeiro prefeito da história do município, continua firme no seu propósito de lançar candidato a prefeito em 2012 e neste sentido vem trabalhando a possibilidade de três nomes como pré-candidatos. Vítor Giacobbo, Elmir Port e Valdir Port (Portinho) reafirmaram o interesse em concorrer nas eleições à majoritária. Também para a eleição a vereador o partido está trabalhando no sentido de formatar uma chapa completa. Reunião específica sobre o assunto está marcada para a próxima semana.

Falta bônus A Assembleia Legislativa do Paraná realizou apenas quatro sessões plenárias em 2012. E mesmo com tão pouco trabalho, cinco deputados já usaram o “acordo de líderes” como desculpa para faltar ao plenário. O acordo permite que cada parlamentar falte uma vez ao trabalho sem ser descontado no salário, mesmo que não tenha justificativa nenhuma para a ausência. Deste modo, apenas a partir da segunda falta no mês (com média mensal de 12 sessões realizadas), os deputados passam a ter desconto de R$ 660 (um salário-mínimo) por sessão. Já usaram o acordo em fevereiro: Elton Welter (PT), Toninho Wandscheer (PT), Nelson Justus (DEM), Paranhos (PSC) e Nelson Garcia (PSDB). Fabio Camargo (PTB) e Douglas Fabrício aparecem com faltas não justificadas e ainda podem usar a carta na manga do acordo de líderes para se livrar do desconto.

03


04 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

HARTO VITECK

Poesia anotada

harto.viteck@gmail.com

Cotidianas... “É muito tênue a linha que separa o pioneiro do empreendedor. No primeiro caso estão mentes sonhadoras e criativas e no segundo caso estão mentes dotadas de forte energia criativa. Se você fala em empreendedorismo é fácil, mas ser empreendedor é uma coisa muito difícil”. Abraham Kasinsky 1917-09.2.2012 - empresário paulistano, de ascendência judeu-russa. No começo dos anos 50 fundou a fábrica de amortecedores “Cofap”. Vendeu a sua participação na empresa, em 1997, por US$ 25 milhões. Dois anos depois, criou a fábrica de motocicletas Kasinski, na cidade de Manaus, que acabou vendendo em 2009 para a multinacional chinesa Zongshen. (geração editoral/revista leader/fsp)

… Mas, ao que parece, ele não fazia distinção de condição social. Do tempo em que ainda era príncipe ao fim do Primeiro Reinado (1822-1831), D. Pedro pode ter se aventurado com dezenas de “favoritas”. A seguir, algumas conquistas amorosas atribuídas ao nosso augusto soberano e os supostos frutos dessas escapulidas. … A filha do bibliotecário - Anna Sofia Steinhausen Schüch era enteada do austríaco Roque Schüch, professor do Museu Nacional de Viena, bibliotecário particular de D. Leopoldina e mais tarde diretor do Gabinete Mineralógico de D. Pedro II. Foi mãe de Augusto. … A diva portuguesa - Ludovina Soares da Costa (imagem central) chegou ao Brasil com o marido, o ator João Evange-

lista da Costa, e se tornou um grande sucesso nos palcos do Rio de Janeiro, como no Real Teatro de São João, onde encenou a ópera “A caçada de Henrique IV”. … A atriz uruguaia - María del Carmen García também teria sido amante do general Juan Antonio Lavalleja (17841853). De seu suposto caso com o imperador do Brasil teria dado à luz uma menina em 1828.

Quem ajuda o próximo em silêncio, cumpre melhor o seu dever. Um coração alegre faz a vida longa.

INOCÊNCIA DE CRIANÇA - Mamãe, mamãe, hoje a gente aprendeu na escola qual é a mão esquerda. - E qual é a mão direita, meu filho? - A gente vai aprender amanhã ...

Nada bom para uma geração no país onde juízes precisam ser julgados.

Prof. Hermógenes (1921-...)

................................................

Generoso, contínua e sonoramente, o regato oferecia água puríssima, gostosa, geladinha ... Para quê? Eles bebericavam refrigerantes e se embotavam com sofisticados drinques, que coloridos anúncios apregoavam. O ar cheiroso, doação dos bosques, estava à disposição. Vãmente! Ávida, tensa e estupidamente fumavam refinadas marcas que a propaganda insistentemente impinge. Pássaros gorjeando, o regato cantando, a brisa arpejando no arvoredo, cigarras tinindo... Para quem? Atordoados, curtiam excessivos decibéis agressivos, e, inconscientes, se consumiam no embalo de sucessos rítmicos que suspeitas “paradas” impõem. O sol, as sombras, as águas, o ar, as energias, toda a vida ali... Inutilmente! Estavam eles ausentes, alienados, arrastados em desgraçadas viagens alucinantes e aliciantes, nos rumos imprevisiveis da fascinação química e trágica... À tardinha, tensos, dopados, agitados, frustrados, cansados, intoxicados, eles se foram ... A Natureza ficou chorando a perda de seus “filhos”, que a “civilização” robotizara. ----------------------------------------------------------------------------------------------------* (pioneiro da saúde holística no Brasil, mais conhecido como Prof. Hermógenes), em “Viver com Deus”. Record. Rio de Janeiro, 1987. -----------------------------------------------------------------------------------------------------

de festa e de vitória. Talvez as canções adormeçam as feras Desde que nasceste não és mais que um vôo no tempo. Rumo ao céu? Que importa a rota? Voa e canta enquanto resistirem tuas asas”. Paulo Menotti del Picchia

.................................................

1892-1988 - poeta paulistano

… “Tudinha” - Gertrudes Meireles de Vasconcelos conheceu o então príncipe regente em Minas, no início de 1822. A paternidade de seu filho, o oficial da Marinha Teotônio Meireles da Silva, é atribuída a D. Pedro.

Das Vias Curitibanas

“A Graça de Deus respeita a vontade de quem não a quer”.

Canta. Canta para conservar a ilusão

… “Zindinha” - Adozinda Carneiro Leão era sobrinha e filha de criação de José Fernando Carneiro Leão, conde de Vila Nova de São José (1782-1832), amante de D. Carlota Joaquina. De seu relacionamento com D. Pedro teria nascido uma menina em 1821.

… A negra quituteira - Andreza dos Santos era escrava do Convento da Ajuda,

- de José Hermógenes*

as canções que tens na garganta.

no Rio de Janeiro, e especialista na arte de fazer quindins. Uma menina, nascida em 1831, teria sido o resultado de seus encontros furtivos com o imperador.

… A “joalheira” - Régine de Saturville era esposa do judeu Lucien de Saturville, joalheiro estabelecido na Rua do Ouvidor. Conheceu o imperador na loja do marido e passou a recebê-lo no Hotel Pharoux depois que Lucien voltou para a França, acusado de contrabando.

..........................................................................................................

“(…) Esgota, como um pássaro,

que esperam devorar o pássaro.

… A esposa do general - Maria Joana era casada com o general Antônio Correia Seara (1802-1858), combatente na Confederação do Equador (1824), na Guerra da Cisplatina (1825-1828) e na Sabinada (1837-1838).

Filhos perdidos

Horst Schnepper

Rico não precisa de sombra. Tem ar-condicionado.

Amenizando Amenizandoooestresse estresse

DEITOU NA CAMA E FEZ A FAMA … De escravas a damas da sociedade, quantas mulheres teriam cedido aos atributos varonis de D. Pedro I? Não há consenso entre os historiadores sobre o número de amantes ou mesmo se foram tantas as que privaram da intimidade do imperador.

TAL QUAL UM PÁSSARO

Cabeça de Coruja A primeira lei da natureza é a tolerância; já que temos todos uma porção de erros e fraquezas. Voltaire (François Marie Arouet) 1694-1778 - sábio francês

ZUM

… “Luizinha” - Luísa Clara de Meneses encantou D. Pedro na viagem a Minas Gerais antes da Independência. Na Corte, em encontros furtivos com o príncipe, engravidou. Casou-se com o militar José Severino de Albuquerque e foi mãe de Mariana Amélia. … “Senhorinha” - Ana Rita Pereira da Cunha (1808-1861) se casou com um homem bem próximo de D. Pedro, o barbeiro Plácido Antônio Pereira de Abreu (1780-1842). Era filha do marquês de Inhambupe, ministro e senador do Império. (tt/http:/ /www.revistadehistoria.com.br/secao/ capa/deitou-na-cama-e-fez-a-fama - hvop)

SCHLUSS

“O Brasil, mais uma vez, é assaltado por um lixo televisivo chamado ‘Big Brother’, onde um grupo de aventureiros vai para a casa, patrocinado pela Rede Globo e empresas multinacionais, onde se cometem as maiores barbaridades e inqualificáveis orgias, em nome da conquista de R$ 1,5 milhão, pago pelo resíduo dos milhares de telefonemas que ingênuos dão para excluir alguém nos ‘paredões’... O BBB é uma cultura de todas as mediocridades de nosso já tão depurtado modelo social”. De Antonio Mesquita Galvão (doutor em Teologia Moral)

..........................................................................................................

no artigo “Diga não ao Big Brother”, publicado em Correio Rio-grandense.


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

GERAL

O PRESENTE | 05

JULGAMENTO

Ficha Limpa tem votos para ser aplicada nas eleições deste ano

José Cruz/ABr

Maioria dos ministros da STF votou favoravelmente à constitucionalidade da lei, mas eles ainda podem mudar o voto ou pedir vistas e adiar a decisão

A

maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) já votou favoravelmente à constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa. Com o voto do ministro Carlos Ayres Britto, o placar está em seis a um pela validade da norma. A aplicação da lei, no entanto, depende da conclusão do julgamento, já que a qualquer momento algum ministro poderia pedir vista e adiar a decisão. Os quatro ministros que ainda não votaram - Gilmar Mendes, Celso de Mello, Marco Aurélio Mello e Cezar Peluso - são contra a lei, mas mesmo assim o placar deverá ficar em seis a cinco pela constitucionalidade da lei. Como o julgamento ainda não foi concluído, no entanto, os ministros ainda podem mudar seu voto. Ayres Britto votou pela total constitucionalidade da lei, discordando da

alteração proposta pelo relator Luiz Fux em relação ao tempo de inelegibilidade. Em novembro, antes de o julgamento ser interrompido por um pedido de vista de Dias Toffoli, Fux defendeu a constitucionalidade da lei, mas propôs uma pequena mudança para reduzir o tempo que uma pessoa pode ficar inelegível quando condenada. Pela Lei da Ficha Limpa, esse tempo é de oito anos, contados após o cumprimento da pena imposta pela Justiça. O ministro sugeriu que seja debitado dos oito anos o tempo que o processo leva entre a condenação e o julgamento do último recurso na Justiça. O ministro Ayres Britto citou os princípios da moralidade e da probidade na vida pública e reproduziu frase do ex-presidente da Câmara Ulysses Guimarães para defender a Lei da Ficha Limpa. Segundo o ministro, a tradição brasileira de respeito ao erário é péssima. “A corrupção é o cupim da República”, disse Ayres Britto. Além de Ayres Britto, já votaram a favor da norma Joaquim Barbosa, Luiz Fux, Rosa Maria Weber, Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski. Até o momento, apenas Dias Toffoli votou contra. Em tentativas anteriores de votar a Lei da Ficha Limpa, o julgamento havia terminado empatado porque faltava a nomeação do 11º ministro, vaga deixada

por Ellen Gracie. Rosa Maria Weber desempatou a favor da constitucionalidade da norma. Lewandowski, primeiro a votar ontem (16), acompanhou o voto do ministro Joaquim Barbosa e, assim como Ayres Britto, discordou da alteração proposta pelo relator Luiz Fux em relação ao tempo de inelegibilidade. “Todas as penas foram feitas de forma consciente, absolutamente dosadas pela racionalidade pelo Congresso Nacional após profunda discussão. Tomo a liberdade de aderir integralmente ao voto do ministro Joaquim Barbosa”, disse Lewandowski. Celso de Mello, que ainda não votou, mas já se manifestou várias vezes contra a lei, votou a atacar duramente o texto aprovado pelo Congresso Nacional. Segundo ele, a lei fere o princípio constitucional da presunção da inocência. O ministro criticou especialmente a inclusão de decisões de tribunais de júri como uma das possibilidades de reprovação de registro de candidatura. O ministro argumenta que se trata de um órgão de uma primeira instância. O texto da Lei da Ficha Limpa proíbe políticos condenados por órgãos colegiados (segunda instância) de se candidatar. “A questão é esta: pode o Congresso Nacional, mediante uma ponderação de valores, submeter um direito

Rosa Maria Weber desempatou a favor da constitucionalidade da norma

fundamental, que é tão claramente anunciado no texto constitucional?”, questionou Celso de Mello. Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Lewandowski já havia defendido a validade da lei em ocasiões anteriores, o que foi lembrado no início de seu pronunciamento ontem. “A minha posição é sobejadamente conhecida”. Ontem, ele voltou a destacar que a lei passou por várias etapas até ser aprovada. Nasceu de um projeto de lei

de iniciativa popular, foi aprovada pela Câmara e Senado e sancionada pela Presidência da República sem vetos. “Estamos diante de um diploma legal que conta com o apoio expresso, explícito dos representantes da soberania nacional”. Na quarta-feira (15), Carmen Lúcia acompanhou o relator Luiz Fux, enquanto Rosa Weber - assim como já havia feito Joaquim Barbosa - votou pela total constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa.


GERAL

06 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

ECONOMIA

Dilma: corte no Orçamento contribuirá para investimentos

Presidenta disse acreditar que, ao longo dos anos, cada vez mais, os Estados serão agentes de investimento

A

presidenta Dilma Rousseff disse ontem (16) que o governo, ao anunciar os cortes do Orçamento, “fez um esforço muito grande no sentido de aumentar e ampliar a consolidação fiscal que tem sido uma característica desde o primeiro ano do governo,

no sentido de procurar uma outra relação entre política fiscal e política monetária”. E, lembrou, que essa é também uma contribuição grande para que os investimentos possam ser feitos. “O que nós procuramos hoje nas finanças públicas, no nosso manejo orçamentário é ampliar a capacidade de investimentos, tanto da União quanto dos Estados”, disse a presidenta, durante cerimônia de assinatura do termo de entendimento para ampliação de crédito fiscal dos Estados de Goiás, Rio Grande do Norte e Santa Catarina, no Palácio do Planalto. Ela acrescentou que “não só é muito significativo que Estados

brasileiros possam investir em rodovias, em saneamento, em programas de erradicação da pobreza, que possam viabilizar projetos essenciais de desenvolvimento, como também vamos buscar de todas as formas incentivar e assegurar condições melhores para investimento privado”. “Essa combinação é a combinação virtuosa para crescimento acelerado”. A presidenta disse acreditar que, ao longo dos anos, cada vez mais, os Estados serão agentes de investimento. “Isto é muito importante num país continental com 27 Estados com situações econômicas e sociais diversas”.

Em carta, CNBB critica Eleonora Menicucci

Em carta à presidenta Dilma Rousseff, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) criticou a posição da nova ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, que, no passado, defendera publicamente a legalização do aborto. “A igreja defende sempre a vida, desde o começo até o seu termo natural”, disse o presidente da entidade, dom Raymundo Damasceno Assis. “Essa é uma questão inegociável”, acrescentou. Em entrevista após o encerramento da reunião mensal do Conselho Episcopal Pastoral (Consep), dom Raymundo informou que não divulgará o teor da carta antes que Dilma a leia, mas disse que a posição da igreja é clara. Segundo ele, a igreja se preocupa com a maternidade precoce e a gravidez indesejável e por isso defende políticas públicas para mulheres em situa-

ção vulnerável. “Mas qualquer debate sobre os direitos da mulher não pode excluir os direitos do nascituro”, ressalvou. A CNBB, segundo dom Raymundo, não interfere no direito da presidente escolher seus auxiliares e espera receber a nova ministra para um debate sobre o tema em suas instalações. “A presidenta é livre para escolher seus ministros, mas é estranho que logo no início dos trabalhos ela tenha abordado um tema tão discutível”, disse. “Há outras questões mais relevantes que precisam ser tratadas pelo governo”, acrescentou. Eleonora está em viagem oficial a Genebra e sua assessoria não quis comentar as críticas. O secretário-geral da entidade, dom Leonardo Steiner, explicou que a declaração da ministra em favor do aborto “incomodou muita gente, não só à CNBB”, mas

fez uma ressalva. “Ela fez um posicionamento pessoal e depois disse que isso não era a posição do governo”. A entidade anunciou também ontem (16) que a campanha da fraternidade deste ano focará o tema “Saúde Pública”. A campanha será lançada oficialmente no dia 22 de fevereiro, com a presença do ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Sobre a campanha do governo dirigida a homossexuais no Carnaval, que orienta para evitar relações de risco, a CNBB informou que apoia o conteúdo voltado para a saúde pública, mas não a distribuição de preservativos. “É uma obrigação, um dever do estado se preocupar com a saúde dos cidadãos”, disse dom Raymundo. “Nós sabemos, pelas estatísticas, que ocorre muito mais transmissão do vírus HIV nos grupos homossexuais”, enfatizou.

Requião terá de ressarcir TV Educativa por gastos com autopromoção

O senador Roberto Requião (PMDB) terá de devolver à Rádio e TV Educativa (RTVE), atual E-Paraná, os valores gastos com a elaboração e transmissão de programas veiculados, durante seu mandato como governador, que foram usados para promoção pessoal ou ataques à imprensa, adversários políticos e instituições públicas. A decisão é da Justiça Federal e atende à ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal (MPF) em 2007. Também foi anexada ao processo uma ação popular proposta em 2009 pelo deputado estadual Fabio Camargo (PTB). O senador ainda pode recorrer da decisão. A juíza Tani Maria Wurster considerou que a veiculação das matérias ou

dos pronunciamentos desrespeitavam a Constituição e os princípios de moralidade administrativa. O valor total a ser ressarcido deve ser determinado na liquidação da sentença. Foram encontradas irregularidades em 14 edições do programa “Governo Hoje” e em cinco do “Diário do Governo”. Também foram constatados problemas em exibições sobre ações do governo; nos informativos “Opinião do Governador”, “Flash Educativa” e “Pra seu Governo”, além de pronunciamentos do governador, propagandas institucionais e programas sobre partidos políticos. Para a juíza, parte da ação proposta havia perdido o objeto. Como o pedido foi feito enquanto Requião

ainda era governador, o MPF solicitava a tutela antecipada em que requeria que o governador se abstivesse de usar o canal indevidamente e que a TV Educativa retirasse do ar e deixasse de veicular matérias com promoção pessoal do governador e agressões aos desafetos. Também foram desconsiderados os pedidos de fiscalização e intervenção na emissora. Outro ponto que havia sido proposto era a perda do cargo público de Marcos Antonio Batista, então diretor-presidente da emissora. A justiça considerou que, como ele havia sido nomeado para cargo em comissão, não havia como determinar perda de cargo público, uma vez que ele não desempenha mais essa função.

PANORAMA POLÍTICO

PEDRO WASHINGTON prpress@terra.com.br

Reação necessária Ao contrário de informações correntes, o governo federal não pensa em elevar o Imposto de Renda sobre aplicações financeiras. Que, por sinal, atravessam um de seus piores momentos, com rendimentos tão baixos que estimulam o brasileiro a guardar seu rico dinheirinho embaixo do colchão, como se fazia no tempo do réis como moeda corrente. Ao contrário, garantiu o ministro Guido Mantega. “Neste momento só pensamos em reduzir impostos”. O que realmente não seria má ideia, se o Brasil quer continuar sua saga de desenvolvimento. Reduzir impostos e os custos da insaciável máquina pública, que não produz nada, mas gasta como ninguém, esse seria um bom modelo a ser adotado neste momento em que a perspectiva de crise atravessa todos os continentes e o Brasil como outros emergentes, sai-se relativamente bem. A China, mais alguns países asiáticos, e a Índia, também sobrevivem. Especialmente o país que Mao Tse Tung colocou no caminho do comunismo; esgotado esse, inventou o modelo “comulista” misto de governo fechado e economia aberta, no melhor estilo capitalista. Inclusive copiando deste a remuneração de empregados. Quanto mais baixa, melhor. Aumenta o lucro dos poderosos que detêm o comando do país. Logo, logo, estará às voltas com a corrupção, se é que já não chegou por lá. Aqui, lamentavelmente para decepção dos brasileiros, a cada dia um escândalo é revelado. Ontem (16) ainda esta coluna referia-se à matéria da revista Veja, com denúncia gravíssima que não pode ficar sem resposta. Ou os citados ministro Gilberto Carvalho e o do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Tofoli, reagem à publicação, ou o que ali foi dito virará verdade. Agora só falta o Palácio do Planalto voltar-se contra a Polícia Federal pela investigação vazada.

Estreia de peso Mais uma vez a decisão de importante assunto de dimensão nacional pode ficar nas mãos da nova ministra do STF, Rosa Weber. Depois de uma estreia dramática, decidindo tema empatado por meses no Supremo (5x5), a ministra teve a responsabilidade de opinar sobre a Lei da Ficha Limpa, igualmente encalhada.

Abaixo a impunidade Independente da decisão do STF, a lei que impede políticos apontados como responsáveis por malfeitorias de continuar disputando eleições, já foi incorporada pelo povo, cansado de ver a impunidade prosperar no país. Embora, quando esta coluna era produzida, o resultado ainda não fora produzido, a própria mudança de posição do ministro Marco Aurélio Mello já era bom indício de vitória da opinião pública.

No limite Depois de ter sua intenção de aumentar os custos dos serviços do Detran para aplicar em segurança, em compasso de espera pela decisão liminar da Justiça, o governo paranaense vê-se a braços com a ameaça de greve da Polícia Civil. O aumento de 23%, 17% de aumento real e 6% de reposição salarial, é o máximo a que o governo pode chegar, garantem os secretários encarregados da negociação. Em 2011 o limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal foi estourado em 2,5%.

Bagrinho A prisão do deputado Waldir Leite e familiares, mais funcionários da Prefeitura de Paranaguá pela montagem de um esquema de licitação que pode ter rendido pelo menos R$ 500 mil, transforma o ex-parlamentar, se provada a tese da polícia, em “corrupto bagrinho”. Enquanto isso o ex-diretor da Casa da Moeda e seu suposto desvio de US$ 25 milhões foi punido apenas com a demissão.

Inocência tardia Já o notório banqueiro Daniel Dantas, depois de anos de investigações, que inclusive redundaram em rápida passagem pela prisão, agora é inocentado. Durma-se com um barulho desses...

Em choque A afirmação do advogado Gori Filho, que cuida da defesa de Waldyr Leite, tenta levar o assunto para a área política. “O que mais pode explicar a prisão dele? (...) A investigação é de 2006 e a prisão em 2012, ano eleitoral”.


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

POLÍTICA

O PRESENTE | 07

Mercedes

PP não descarta deixar aliança e lançar candidato próprio Conforme presidente do partido e pré-candidato, tudo vai depender do nome escolhido para encabeçar a majoritária, se é de consenso ou não

O

grupo de situação em Mercedes, formado por PMDB, PP, PT, PPS e PTB, já escolheu qual será o método utilizado para definir os candidatos a prefeito e vice-prefeito. Pesquisas junto à opinião pública é que vão nortear os trabalhos até se chegar aos nomes que vão compor a chapa majoritária. As agremiações já indicaram seus pré-candidatos e a primeira consulta popular deve ser realizada em março. Por parte do PP foram indicados como pré-candidatos o ex-vice-prefeito e presidente do diretório municipal, Fridolino Weber (Lino), e o ex-secretário municipal Jacó Groff. Em visita ao Jornal O Presente, ontem (16), Lino comentou sobre este processo que está sucedendo as convenções partidárias e a campanha. Avesso a pesquisas, o dirigente pepista diz que o partido aceitou a fórmula escolhida para definir a majoritária, mas salienta que nada impede que a composição seja feita de outra forma, tendo em vista que existem siglas na aliança que estão dispostas somente a indicar o candidato a prefeito, e não a vice. “Nós não colocamos esta imposição. Estamos à disposição tanto para uma candidatura a prefeito como a vice. Apresentamos dois pré-candidatos para disputar a vaga na majoritária e qual deles for escolhido vamos ter que acatar”, declara. O PMDB foi cabeça de chapa nas duas últimas eleições. Questionado se agora seria a vez de outro partido da coligação ter candidato a prefeito, Lino responde que tudo dependerá de pesquisa. “Em município pequeno, dizer que um partido tem a vez é difícil. Em liderança eleita, o PP é o maior partido em Mercedes, pois contamos com três vereadores e o primeiro suplente. Contudo, precisamos acatar o que a população quer. Não adianta dizer que queremos ser candidatos sem ter apoio popular. Precisamos analisar e ver o resultado da pesquisa para tomarmos uma posição”, aponta.

INDEPENDÊNCIA DO PP

Conforme a liderança política, existe a possibilidade do atual grupo de situação sofrer baixas. Perguntado se há chance do PP sair da aliança, ele responde que sim. “Tudo é possível, porque exigimos representação e vai depender de quem for o candidato escolhido e da conversa que teremos. Vamos querer

saber qual será a participação do PP nesta coligação. O partido precisa ter representação e, por isso, não queremos entrar só por entrar, pois senão nas próximas eleições fica uma agremiação fraca”, enfatiza. “A partir das primeiras pesquisas é que o PP deve definir se estará com a coligação ou não”, acrescenta. Lino também admite que pode haver rejeição por determinado nome, caso este seja o escolhido pela pesquisa para ser o candidato a prefeito. “Nem todos são unânimes. Há pessoas no partido que têm rejeição a algum pré-candidato, e é a maioria que vai decidir, e não eu, na condição de presidente. Vamos ver quem será o escolhido para daí o PP decidir se acompanha ou não”, revela, segundo o qual, dependendo da situação que se desenrolar nas próximas semanas, a sigla não descarta lançar até mesmo candidato próprio.

Maria Cristina Kunzler

AVALIAÇÃO DE CANDIDATURA

Desde a emancipação do município, Lino concorreu em todas as eleições, com exceção da última, em 2008. Caso o seu nome não seja o escolhido para compor a majoritária, ele conta que vai avaliar a possibilidade de sair como candidato a vereador. “Nada é impossível, mas na outra eleição com certeza estaremos de volta. Começaremos de novo a traçar um Presidente do diretório municipal do PP e pré-candidato a prefeito, novo caminho e aí será do início. Não é Fridolino Weber (Lino): “Vamos ver quem será o (pré-candidato) escolhido obrigado sairmos vencedor nesta eleição, para daí o PP decidir se acompanha ou não (na coligação)” mas sairemos fortalecidos para uma próxima campanha. Em outras eleições fui candidato e saí desacreditado, mas, mesmo assim, não perdi larmente acho que para o município seria muito bom e também para a política”, opina. com mais de 200 votos de diferença”, aponta.

APOIO À CANDIDATURA ÚNICA

Segundo o pré-candidato, é muito difícil que no município haja candidatura única na disputa para a Prefeitura de Mercedes. Entretanto, ele se posiciona favorável com esta possibilidade que tem sido ventilada. “Eu seria de acordo para que vários rachas terminassem no município. Sabemos que tem muitas pessoas que não aceitam o consenso, mas eu particu-

DESAVENÇAS COM O PREFEITO

É público e notório em Mercedes que o ex-vice-prefeito teve algumas desavenças com o prefeito Vilson Schwantes, ainda no primeiro mandato deste. Por conta disso, caso o nome do pepista seja o escolhido para ser o candidato à majoritária, ele diz que não espera o apoio do atual chefe do Poder Executivo na campanha.


GERAL

08 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

ACORDO

PTI desenvolverá planos de saneamento do Oeste

Prefeituras têm de 2012 a 2014 para apresentarem projetos

A

Itaipu, a Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) firmaram, na quarta-feira (15), em Curitiba, um acordo para a elaboração dos planos de saneamento ambiental de todos os

52 municípios da região. O acordo também inclui financiamentos para programas de geração de trabalho e renda e para a elaboração de projetos de gestão pública. A FPTI está finalizando uma carta convite a ser submetida ao BNDES, solicitando recursos para a elaboração dos planos municipais. De acordo com o documento, o BNDES assumirá 50% dos custos com recursos não reembolsáveis. Segundo o chefe do Departamento de Inclusão Social do BNDivulgação

Ao todo, 15 prefeitos participaram da reunião, em Curitiba, com representantes da Itaipu, BNDES e Amop

DES, Angelo Fuchs, essas ações estão alinhadas com o programa Brasil Sem Miséria. Serão R$ 10 milhões para a elaboração dos projetos de saneamento, R$ 10 milhões para as ações de gestão pública, e R$ 16 milhões para os programas de geração de emprego, que serão realizados em parceria com cooperativas de trabalho. A principal novidade está nos planos de saneamento, que contemplam o tratamento de esgoto, abastecimento de água, drenagem e gestão de resíduos sólidos. A região Oeste do Paraná é pioneira, no país, na elaboração desses planos de forma integrada. “As prefeituras têm de 2012 a 2014 para apresentarem seus planos”, explicou o assessor da diretoria-geral da Itaipu, Herlon Goelzer de Almeida. “Mas os municípios da região estão se adiantando e se preparando para gerir esses resíduos por meio de consórcios municipais, em grupos de cinco a sete prefeituras”, afirmou. O Parque Tecnológico Itaipu também abrigará uma plataforma de informações orientativas às prefeituras, referente a saneamento, e, a partir da metade do ano, promoverá cursos de capacitação à

distância em cooperação com o Ministério das Cidades e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Para Almeida, com o arranjo acordado, “a região Oeste do Paraná dá um passo significativo para

a construção conjunta de soluções e estabelece como meta zerar os passivos ambientais municipais num limite de dez anos, entre elaboração dos projetos e a execução das obras previstas”.


GERAL

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

O PRESENTE | 09

OBRAS

Rusch e lideranças vistoriam asfalto em Nova Santa Rosa

Do total do trajeto, oito quilômetros, 6,140 km estão sendo recuperados com nova pavimentação

A

s obras de recuperação do asfalto entre a cidade de Nova Santa Rosa e o distrito de Alto Santa Fé foram vistoriadas na tarde de ontem (16) por uma comitiva de autoridades,

entre elas o deputado estadual Elio Rusch (DEM), vice-líder do governo na Assembleia Legislativa. O grupo foi integrado também pelo presidente do PP local, Rodrigo Fernandes, pelos vereadores Salete Bucholz (DEM) e Amauri Ladwig (PSDB), pelo presidente do Democratas, Lari Hitz, além de Alcido Niedermeier, Joemir Oliveira e Douglas Baumgartner. A ordem de serviço foi entregue no dia 22 de dezembro para a empresa 3W, de Paranavaí, vencedora da licitação, e as obras passaram a ser executadas em Divulgação

Deputado estadual Elio Rusch e lideranças nova-santa-rosenses durante vistoria às obras, na tarde de ontem (16)

janeiro deste ano. Trata-se de uma das mais importantes ligações entre a cidade e o interior de Nova Santa Rosa, cuja pavimentação, de acordo com o deputado, se deteriorou depois de muitos anos de abandono e de promessas do governo estadual anterior. O trajeto total é de oito quilômetros, dos quais, 6,140 km estão agora sendo recuperados com nova pavimentação, através da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística, em parceria com o município (o restante do trajeto está sendo contemplado com recursos federais). Rusch lembra que o governo anterior havia prometido a recuperação da rodovia, o que acabou não acontecendo na prática. O parlamentar explicou que com a sua argumentação junto ao governador Beto Richa e ao secretário José Richa Filho, foi possível agilizar o processo e viabilizar a importante obra. Ele ressaltou que a participação de lideranças novasanta-rosenses, como Rodrigo Fernandes, Ademar Bloch, Salete Bucholz, Amauri Ladwig, Lari Hitz, Hari Baumgardt, entre outros, também foi decisiva para que o governo estadual priorizasse os recursos para o asfalto a Alto Santa Fé.

“Fico satisfeito com o andamento dos trabalhos na rodovia, como fruto de um trabalho nosso, em conjunto com lideranças locais,

porque sei da importância desse asfalto para toda a comunidade de Nova Santa Rosa”, disse Rusch, durante a vistoria.


GERAL

10 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

VIAGEM INTERNACIONAL

Sperafico relata experiências de missão oficial à Antártida

Divulgação

Deputado Dilceu Sperafico durante viagem à Antártida, da qual também participaram cerca de 30 representantes dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário e oficias da Marinha

Câmara dos Deputados (@CamaraDeputados) Cortes orçamentários de R$ 55 bilhões atingem emendas parlamentares em ano eleitoral. www2.camara.gov.br/agencia/notici…

Jota Agostinho (@blogdojota) Jornalista e colunista político

Após encontro com Dilma, Kassab não descarta apoiar Serra bit.ly/w5g4l5

Valor Econômico

(@valor_economico)

Padilha não lamenta corte de R$ 5,5 bilhões no Ministério da Saúde valor.com.br/u/2533702

Revista Veja (@Veja) Cinco cidades disputam para sediar os Jogos Olímpicos de 2020 goo.gl/a6YPF

Blog Boca Maldita (@Boca_Maldita) “Pelo que vimos, apesar do custo elevado da estrutura e embarcações de apoio, entre outras despesas, vale a pena o Brasil manter lá a Estação Comandante Ferraz”, avalia o deputado

O

deputado federal Dilceu Sperafico integrou a 30ª missão oficial brasileira à Antártida, entre os dias 07 e 11 de fevereiro. Na comitiva, formada por cerca de 30 pessoas, estavam representantes dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário e oficiais da Marinha. Sperafico, como relator setorial da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional em 2011, que tratou da destinação de recursos para as Forças Armadas, foi um dos três parlamentares convidados pela Marinha. O objetivo da missão foi conhecer a estrutura e atividades da Estação Antártida Comandante Ferraz, mantida pelo Brasil na Ilha Rei George, com a finalidade de marcar a presença do país e desenvolver estudos científicos, em colaboração com universidades e outros órgãos de pesquisas. Conforme o almirante-de-es-

quadra Júlio Soares de Moura Neto, comandante da Marinha, a presença do Brasil não é apenas uma bandeira fincada na Antártida, pois são 30 anos de pesquisa nas ciências físicas e geociências que ajudam a entender, entre outras, questões relativas ao aquecimento global e mudanças climáticas.

TRATADO DE MADRI

A base brasileira está entre as estruturas ou bases mantidas por 24 países, conforme estabelecido pelo Tratado de Madri, assinado por mais de 40 nações, que definiu critérios para a ocupação do continente gelado. “Tivemos a oportunidade de conhecer o trabalho, conversar com militares e cientistas que lá estão e saber um pouco do que estão realizando, o que mais se pode fazer e qual é a importância do Polo Sul para o Brasil e a sociedade brasileira”, afirma Sperafico, acrescentando: “lá constatamos que o Brasil tem estrutura muito boa na estação e conta com dois navios para dar cobertura ao trabalho de pesquisadores e militares, coordenados pela Marinha”. Para o deputado, conhecer a Antártida foi uma experiência muito interessante, “pelas diferenças de condições climáticas e geográficas com que nos defrontamos naquele continente”. Ele afirma que o custo financeiro da estrutura é alto, mas trata-se até de questão de soberania.

“Se não fosse importante manter as estações na Antártida, certamente lá não estariam mais de 20 países, enfrentando grandes despesas e todo o tipo de desafios”, avalia. Na opinião do paranaense, mesmo que seja proibido explorar qualquer atividade econômica ou extrativista na Antártida, a presença do Brasil é fundamental ao futuro do país, pois é uma demonstração de compromisso com o futuro do planeta e preocupação com a preservação de seus recursos naturais. “Hoje somente são permitidas pesquisas, mas não sabemos o que irá acontecer dentro de 400, 500 ou mil anos, quando a Antártida poderá se tornar continente muito importante para a humanidade, como hoje se fala da Lua”, destaca. “Por isso, apesar do alto custo da base e de sua estrutura de apoio, o Brasil precisa manter a estação operando e realizando suas pesquisas, pois somente assim fará parte de suas conquistas no futuro”, acrescenta. Com a missão, Sperafico diz ter conhecido melhor o Programa PróAntártida e formado opinião sobre a destinação de recursos públicos para o seu desenvolvimento. “Isso nos permite melhor posicionamento nos debates sobre o orçamento. O volume de recursos é muito alto, o que nos preocupa, mas, por outro lado, vimos que a aplicação está correta e o Brasil age na defesa de sua soberania”, afirma.

Prefeitura de Foz estuda ir à Justiça para receber verba do transporte escolar - bit.ly/xopeDS

G1 (@g1) Justiça suspende liminar e “tarifaço” do Detran volta a valer no Paraná glo.bo/zdbZBS

Paulo Coelho (@paulocoelho) Escritor

Seja uma fonte de alegria. E que cínicos e pessimistas reclamem.

Valdomiro Cantini (@CantiniCBN) Jornalista da CBN de Cascavel

Estamos a 2.800 eleitores do segundo turno nas eleições em Cascavel. Ai sim!

Zeca Dirceu (@zeca_dirceu) Deputado federal do PT

Lula deve fazer última sessão de radioterapia amanhã (hoje) bit.ly/zz3v6B

Zero Hora Esportes (@zh_esportes) Sentença que pode devolver Oscar ao Morumbi deve sair nesta sexta-feira tinyurl.com/89balje Sol e piso sintético aumentam dificuldade que o Grêmio terá contra o São José tinyurl.com/6pl54o7

Leonardo Boff (@LeonardoBoff) Teólogo e escritor

A lógica do sistema é essa: quem não tem quer ter; quem tem quer ter mais; e quem tem mais diz: nunca é suficiente. A crise a está refutando.

Estadão

(@Estadao)

Chumbo é detectado em 400 batons: migre.me/7WyzC

Jornal O Globo (@JornalOGlobo) Gasolina no Brasil é uma das mais caras no mundo. migre.me/7WxHE

Ossami Sakamori

(@Sakamori10)

Engenheiro Civil

Poder. Toda conversa fiada do Mantega, de ontem, é para gerar superávit primário para pagar juros Selic.

Flávio Pinheiro (@flapinheiro) Promotor de Justiça de MG

Gasolina comum brasileira é a 13ª mais cara do mundo! 70% mais cara da que é vendida em Nova Iorque. Imaginem se não fôssemos autossuficientes.

O Jornal O Presente também está no Twitter. Acompanhe: twitter.com/o_presente (@O_Presente)


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

GERAL

O PRESENTE | 11

MARECHAL RONDON

Vazamento de água faz baixar o nível do lago municipal

Fotos: Maria Cristina Kunzler

Estiagem é outro fator que tem dificultado manter o nível do lago normal. A partir da próxima semana a prefeitura tentará solucionar o problema em definitivo

Q

uem frequenta a Parque Ecológico Rodolfo Rieger, de Marechal Cândido Rondon, já percebeu que há dias o nível do lago está baixo. Muitos acreditam que a mudança ocorreu em função da estiagem, já que as chuvas têm sido irregulares e a última precipitação pluviométrica significativa ocorreu há aproximadamente um mês. Contudo, o problema é outro: um vazamento. Ainda no ano passado, a Se-

cretaria de Agricultura e Política Ambiental tentou estancar a saída de água e, para isso, foi colocada lona preta. Mas não demorou muito para que fosse constatado que o problema persistia. “O vazamento já foi localizado. Existe uma manilha de aproximadamente 1,8 metro que corre junto à calçada ao lado da Avenida Rio Grande do Sul, no subsolo. A água infiltra nesta manilha e vai embora”, explica o secretário Urbano Mertz. Ontem (16), o chefe da pasta acertou junto com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) a contratação do serviço de uma escavadeira. Com o maquinário será retirado o barro e colocada a nova terra, que já foi depositada no lago municipal, em uma valeta que será aberta ao lado da manilha. “Queremos formar uma barragem para segurar a água do lago. Com isso,

A terra que será utilizada para tentar estancar o vazamento já foi depositada no lago municipal: uso de lonas pretas não surtiu efeito para solucionar o problema

Com o vazamento de água aliado à estiagem, quem frequenta o parque ecológico já percebeu que o nível do lago baixou: profundidade ainda mantém peixes vivos

pretendemos resolver o problema definitivamente, porque faz tempo que existe este vazamento”, menciona. Com a obra, que terá início na próxima quinta-feira (23), o secretário pede a compreensão dos rondonenses, pois o serviço causará um transtorno momentâneo, assim como a terra que foi depositada no lago municipal já está causando. “Infelizmente não existe outra saída. Vai causar um pouco de transtorno, mas é algo que precisamos resolver”, declara. De acordo com Mertz, quan-

do as chuvas estavam regulares, a água de nascentes que abastecem o lago municipal fazia com que não fosse perceptível o vazamento. Contudo, neste período de estiagem, o vazamento está se sobressaindo em relação ao que as nascentes conseguem repor de água no lago. “Por isso é que o nível de água baixou: em função do grande vazamento e da estiagem. Para fazer a obra, provavelmente o nível do lago precisará ficar ainda mais baixo. Além disso, faremos o monitoramento para impedir a mortandade de peixes”, explica.

PEIXES

Questionado se a preocupação com os peixes é eminente, o secretário rondonense diz que a princípio não, tendo em vista que o lago possui profundidade que vai de três a quatro metros, o que ainda garante o fornecimento de oxigênio. Além disso, existe a moto-bomba que funciona em tempo integral, a qual tem como objetivo ventilar a água. “Mas vamos manter este monitoramento para evitar a mortandade”, comenta.


GERAL

12 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

ATIVIDADE FÍSICA

Abertas inscrições para o Projeto Coração de Ouro

Pessoas a par tir dos 60 anos podem par ticipar gratuitamente

C

om o objetivo de retardar os efeitos do envelhecimento, ampliar a disposição,

melhorar a autoestima e prevenir doenças, terão início a partir do próximo dia 05 as atividades do Projeto Coração de Ouro. Ele é desenvolvido por acadêmicos do curso de Educação Física da Unioeste, com supervisão do professor Alberto Saturno Madureira. O projeto é voltado para pessoas da terceira idade, a partir dos 60 anos, e oferece atividades físicas orientadas, específicas como caminhada, ginástiCristiano Viteck/OP

Alberto Saturno Madureira e Thiago Henrique Machado Madureira: “Por meio do projeto realizamos a promoção da saúde e prevenção de doenças”

Blocos carnavalescos se preparam para desfile em Guaíra

O Carnaval se aproxima e, em Guaíra, os blocos começam a se preparar, tirar as fantasias do armário, enfeitar seus carros alegóricos e ensaiar os passos das canções que devem embalar os três dias de festa. A Comissão Central Organizadora do evento, que será realizado na Avenida Thomas Luiz Zeballos (altura da Praça Duque de Caxias), se reuniu na quarta-feira (15) para definir os últimos detalhes. A folia começa amanhã (18), a partir das 21 horas, com o desfile dos blocos. No domingo (19) as apresentações continuam. Os campeões desfilam também na segunda (20). Nas três noites do evento, a animação estará por conta das bandas 2001, Balanção e Swing da Cor. Conforme a secretária de Turismo, Angela Emmel, as expectativas são as melhores possíveis. “Organizaremos uma estrutura moderna para recepcionar os artistas que irão embalar as noites de festa. Esperamos um grande público, principalmente porque nossas atrações são abertas e gratuitas para toda a população”, ressalta. Segundo o presidente da Comis-

são Organizadora, o secretário de Esportes e Lazer, Volnecir Hoffmann, apenas a estrutura de arquibancada tem capacidade para receber em torno de 1,5 mil pessoas. “Tenho a certeza que faremos um belíssimo evento para agradar aos guairenses e aos turistas que escolheram a nossa cidade para passar o feriado”, expõe.

CONCURSO

Os melhores blocos serão premiados. O desfile é aberto para associações, grupos, agremiações, escolas, entidades e comércios. Os participantes inscritos no concurso serão avaliados pela coreografia, organização, harmonia, animação, comportamento, originalidade, resgate cultural. O primeiro colocado no desfile receberá R$ 2 mil, o segundo R$ 1,2 mil, o terceiro R$ 800, o quarto R$ 600 e o quinto R$ 400. “Tentaremos resgatar um pouco do brilho dos antigos carnavais guairenses. Para isso, nada mais justo que incentivar a população a participar”, diz a secretária de Educação e Cultura, Edilaine Villalba Ortiz Comunello.

ca, alongamento e relaxamento. Conforme o coordenador e o acadêmico Thiago Henrique Machado, as inscrições estão abertas e podem ser feitas junto ao Complexo Esportivo da universidade, com Drederson. “As aulas serão ministradas no Pavilhão Esportivo, às segundas, quartas e sextas-feiras,

das 17 às 18 horas”, detalham.

EXTENSÃO

Segundo Madureira, este já é o décimo ano que o Coração de Ouro é realizado em Marechal Cândido Rondon e que beneficia o público da terceira idade. “Com esse trabalho realizamos o

nosso compromisso social, estabelecendo um link entre ensino, pesquisa e extensão. Os alunos têm a oportunidade de aplicar os conhecimentos adquiridos em sala de aula e de produzirem novos trabalhos científicos para apresentação em congressos, a partir da avaliação das atividades com os idosos”, salienta.


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

GERAL

O PRESENTE | 13

VERÃO PARANÁ

Clima de Carnaval fecha atividades no final de semana

Programação acontece nos terminais turísticos de Três Lagoas, em Foz do Iguaçu, e de Vila Ipiranga, em São Miguel do Iguaçu, além da cidade de São José das Palmeiras

O

último final de semana do Projeto Verão Paraná 2012 promete muita animação nas praias do Lago de Itaipu. Os terminais turísticos de Três Lagoas, em Foz do Iguaçu, e de Vila Ipiranga, em São Miguel do Iguaçu, além da cidade de São José das Palmeiras, recebem as atividades esportivas e recreativas proporcionadas pelo Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, Governo do Paraná e Itaipu Binacional, além de contar com o apoio do Fórum de Turismo Sustentável Cataratas & Caminhos, Caixa Econômica Federal e governo federal. Em todas as cidades haverá torneio de futebol de areia e as inscrições podem ser feitas amanhã (18) pela manhã. Em São José das Palmeiras, o evento acontece na área do ginásio municipal, aproveitando a estrutura de um campo de grama e de um amplo espaço de areia que também serve para as atividades de educação ambiental e recreação, além da avaliação física feita por acadêmicos de educação física. A Secretaria de Esporte de Foz do Iguaçu preparou uma equipe com 20 pessoas para um grande trabalho de recreação no Terminal de Três Lagoas. A área destinada ao lazer e ao camping deve receber um grande volume de turistas argentinos e paraguaios, que normalmente participam intensamente das atividades.

SÃO MIGUEL

Primando sempre pelo sossego das famílias que acampam no Terminal Turístico de Vila Ipiranga, a Secretaria de Esportes de São Miguel do Iguaçu espera um grande número de inscritos para o torneio de futebol de areia. Para quem pretende acampar, haverá muitas atividades para todas as idades. A programação começa hoje (17) com um show sertanejo universitário da dupla Maicon e Marcinho, marcado para as 20h30. Amanhã e domingo (19), equipes de monitores e técnicos em recreação da Uniguaçu/Faesi farão avaliação física gratuita em todos os interessados. Os adeptos do futebol de areia se enfrentam em um grande torneio, nos naipes masculino e feminino, sendo que os vencedores receberão prêmios em dinheiro e troféus e medalhas. Os interessados no regulamento do torneio, bem como na confirmação de inscrição das equipes, poderão procurar a coordenação técnica até as 09 horas do domingo. As inscrições para o torneio terão custo de R$ 50 (masculino) e R$ 30 (feminino). O show de encerramento da programação acontece a partir das 18 horas de domingo, com a Banda Mega Bit.


GERAL

14 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

PATO BRAGADO

Obras no Parque das Águas entram na reta final Marili Besso

Empresa responsável deve concluir nas próximas semanas os trabalhos, restando as obras complementares, de competência do município

H

á cerca de alguns meses para a entrega do complexo Parque das Águas, acompanhada do secretário de Obras e Viação, Sérgio Gossenheimer, assessor de governo e planejamento, Luciano Scherer, equipe técnica da prefeitura, entre outros envolvidos, a prefeita Normilda Koehler realizou uma visita de acompanhamento e verificação dos trabalhos. A empresa responsável deve concluir nas próximas semanas os trabalhos que constam no contrato firmado com a prefeitura, como o projeto de iluminação, construção de banheiros, cisterna e um lago ainda maior que o que já foi construído na primeira etapa do projeto, bancos e lixeiras. Feito isso, restam as obras complementares, de obrigação do município, como estacionamento, construção de guarita e do portal de entrada, instalação de pontos de abastecimento de água potável, colocação de pedras irre-

Autoridades, entre elas a prefeita Normilda Koehler, estiveram no lago conferindo o andamento do projeto

gulares e paisagismo, arborização, entre outras estruturas. Segundo o engenheiro Jair Marcelino, na área de 50,6 mil metros quadrados já foi construído um lago com pista de caminhadas e um bosque. As pessoas já utilizam o local para a prática de caminhadas e também para torneios de pesca promovidos pela administração municipal e nesta etapa em vigor, o lago será ainda maior e terá mais uma pista onde as pessoas poderão fazer caminhadas, com segurança e tranquilidade. “Essa é a melhor forma que encontramos para aproveitar uma área com muitas nascentes. Já que não tínhamos nenhum local específico próximo da cidade e que pudesse ser utilizado pelas famílias para encontros, prática de atividades fí-

sicas e lazer. Certamente, depois de pronto, será um local maravilhoso, com sombras e que poderá ser aproveitado de diversas formas pelas nossas famílias”, expõe a prefeita. Na primeira e segunda etapa do Parque das Águas estão sendo investidos recursos viabilizados por intermédio do deputado federal Dilceu Sperafico e do governo municipal.

CICLOVIA

pantes decidiram procurar parcerias para conscientizar a população de toda a região. “Iremos buscar auxílio das empresas especializadas em navegação, da Prefeitura de Mundo Novo, Consórcio Intermunicipal para Conservação do Remanescente do Rio Paraná e Áreas de Influência (Coripa) e da Associação dos Pescadores Amadores (APA)”, conta a representante do Departamento de Meio Ambiente, Marlene Dallacosta. Dentre as ações propostas esDivulgação

Representantes da prefeitura, da Itaipu, do Parque de Ilha Grande e do IAP, durante reunião na terça-feira (14), definiram ações de um evento ecológico, que será realizado no próximo dia 24

O secretário do Desenvolvimento Urbano, Cezar Silvestri, autorizou, na quarta-feira (15), o prefeito de Toledo, José Carlos Schiavinato, a iniciar as obras de urbanização da Avenida Ministro Cirne Lima, no trecho entre a Avenida Parigot de Souza e a Rua Carlos Barbosa. As obras compreendem a pavimentação de uma área de 4.290 metros quadrados, 3.481,70 metros quadrados de calçadas e a colocação de luminárias. O valor total de investimento é de R$ 530.407,64 e, desse valor, R$ 424.326,11 serão financiados pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedu/ Paranacidade). O restante dos recursos corresponde à contrapartida municipal. Essas obras

somam-se a outros projetos em andamento no município, executados com recursos do Governo do Estado por meio da Sedu/Paranacidade. Silvestri disse que os investimentos irão melhorar a infraestrutura viária do município. “Autorizando o início dessas obras de revitalização dessa avenida de Toledo, estamos ajudando o município a investir numa área considerada importante pelos moradores dos bairros Jardim Coopagro, Jardim Santa Maria, Jardim Tocantins e por toda a população de Toledo, pois a Avenida Ministro Cirne Lima é uma das principais vias de acesso ao campus da Unioeste, ao estádio e outras instalações públicas”, comentou.

Divulgação

Por estar localizado às margens da PR-495, também está sendo construída a ciclovia que ligará o portal de entrada ao complexo. Com o fluxo intenso de veículos, a ciclovia é necessária, evitando o trânsito de pedestres sobre a rodovia, numa extensão de 315 metros lineares.

Evento para limpeza de trecho do Rio Paraná é organizado em Guaíra Representantes das secretarias de Educação, de Agricultura e Meio Ambiente e de Esportes e Lazer e Turismo organizaram, na terça-feira (14), no Centro Administrativo Municipal, uma reunião para definir ações de um evento ecológico, que terá como principal objetivo recolher lixo do Rio Paraná. A coleta será realizada no próximo dia 24, do Centro Náutico Marinas até o Porto Marumbi (aproximadamente 40 quilômetros). Durante o encontro, os partici-

Estado autoriza início de obras de urbanização em Toledo

tão a conscientização dos moradores e proprietários de casas nas ilhas, estímulo à participação da população na preservação das margens, entre outras. “Quanto mais pessoas envolvermos, melhor será o resultado”, destaca o chefe da pasta de Agricultura e Meio Ambiente, Rogério Xavier Lima. Na realização do evento, denominado em 2009 de “Pesca ao Lixo”, foram recolhidos do rio aproximadamente quatro toneladas de lixo. “Envolvemos boa parte da comunidade para lembrar a importância da preservação das águas, das ilhas e de todas as belezas do nosso município”, comenta a secretária de Turismo, Ângela Emmel. Também participaram do encontro representantes da Itaipu, do Parque de Ilha Grande, do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e um dos barqueiros que realiza passeios turísticos pelo Rio Paraná. Na próxima reunião, a equipe definirá um novo nome para o evento, que fará parte do calendário oficial do município.

Registro da reunião entre o secretário do Desenvolvimento Urbano, Cezar Silvestri, e o prefeito de Toledo, José Carlos Schiavinato

PRESENÇA NA CÂMARA Divulgação

O prefeito de Mercedes, Vilson Schwantes, prestigiou, na quarta-feira (15), a primeira sessão ordinária do ano legislativo, junto à Câmara dos Vereadores. Na oportunidade, ele prestou esclarecimentos acerca do fechamento contábil do ano de 2011, falou sobre os principais investimentos previstos para 2012 e enalteceu a criação do Portal da Transparência e da Ouvidoria via web, os quais podem ser acessados a partir do site da prefeitura (www.mercedes.pr.gov.br). Por outro lado, no próximo dia 22, às 17 horas, na Câmara, o prefeito fará prestação de contas da receita, despesa e investimentos do município, conforme determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), referente ao terceiro quadrimestre de 2011.


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

GERAL

O PRESENTE | 15

UNIOESTE

Para Sinteoeste, paralisação ficou dentro das expectativas

Fotos: Cristiano Viteck/OP

Paralisação em Cascavel e Francisco Beltrão teve adesão integral de professores e funcionários. Nos demais campi foi parcial

A

paralisação de professores e funcionários da Unioeste, ontem (16), ficou dentro das expectativas do Sinteoeste (Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos do Ensino Superior do Oeste do Paraná), entidade responsável pela organização da mobilização. Conforme a professora Francis Mary Guimarães Nogueira, presidente do sindicato, no campus de Cascavel a paralisação foi total, inclusive na Reitoria. O mesmo aconteceu em Francisco Beltrão. Já no campus de Toledo a mobilização atingiu 80% dos professores e funcionários, enquanto que em Marechal Cândido Rondon e em Foz do Iguaçu o índice de adesão foi menor. A mobilização de ontem (16) foi um protesto de professores e técnicos da Unioeste, que reivindicam melhorias nos Planos de Cargos Carreiras e Salários (PCCS). Segundo o Sinteoeste, o Governo do Estado havia se comprometido a aprovar o plano de cargos dos docentes ainda em 2011, além de apresentar uma proposta aos técnicos em reunião que deveria ter ocorrido ontem (16), em Curitiba. Apesar disso, em audiência no último dia 02, o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Leal Neto, informou que o governo não apresentaria uma contraproposta aos docentes, além de suspender a reunião que estava

agendada com os técnicos. De acordo com a presidente do Sinteoste, após o Carnaval será feita uma reunião de avaliação com todos os demais sindicatos que representam as duas categorias nas outras universidades estaduais do Paraná. No encontro, serão definidos encaminhamentos de uma nova paralisação, caso até lá não haja nenhuma resposta positiva do ponto de vista do governo estadual de reatar as negociações. Além da Unioeste, a mesma movimentação está envolvendo, em uma luta conjunta, docentes e funcionários da UEL, UEM, Unicentro e UEPG. A reportagem do Jornal O Presente tentou na tarde de ontem uma entrevista com o secretário estadual Alípio Leal Neto, mas a assessoria dele não retornou a ligação.

MARECHAL RONDON

Em Marechal Rondon, faixas foram usadas para protestar

Sobre a paralisação no campus rondonense da Unioeste, Jonas Os- fatiza que, do ponto de vista instimar Winter, membro da diretoria do tucional, a mobilização é justa e Sinteoeste, diz que a mobilização necessária. Segundo ele, não só ficou dentro do esperado. Na ava- para atender aos anseios dos doliação dele, a manifestação é impor- centes e técnicos, mas também para tante para sensibilizar o Governo garantir as condições de funcionado Paraná a respeito das reivindica- mento das universidades estaduções apresentadas. “O governo es- ais. O diretor chama a atenção para tadual não está sendo muito flexí- o corte feito pelo Governo do Paraná em relação aos vel nas negociarecursos de cusções. Então, es“Nós tivemos um corte teio das instituisas mobilizações de custeio, que não ções de Ensino ajudam a mostrar tem condições de Superior, que teque nós estamos encerrar o ano. No rão dificuldades organizados. campus de Marechal Desta forma, nós para trabalhar Rondon, o corte chegou também estamos com o orçamento quase a 48% em mostrando para a tão reduzido comparação a 2011 e a comunidade excomo o de 2012. quase 60% quando terna que esta“A universidade comparado a 2010” mos descontenenfrenta uma tes. Tudo isso requestão muito percute diretamente no governo es- séria que é a necessidade de concurso para agentes universitários e tadual”, observa Winter. Já o diretor do campus de Ma- professores. A nova estrutura da rechal Rondon, Paulo Kolling, en- universidade precisa ser implantaCatve

No campus de Cascavel, 100% dos docentes e técnicos paralisaram o trabalho

da e nós também precisamos ampliar o orçamento da Unioeste em 2012. Nós tivemos um corte de custeio, que não tem condições de encerrar o ano. No campus de Marechal Rondon, o corte chegou quase a 48% em comparação a 2011 e a quase 60% quando comparado a 2010. Entendo que tanto o secretário quanto o reitor da Unioeste, como o próprio governador Beto Richa, sabem que o orçamento das universidades, e não só da Unioeste, precisa ser suplementado porque todas elas não têm um orçamento que dê conta do ano letivo de 2012”, expõe Kolling. Neste sentido, ele afirma que, enquanto diretor do campus, não só apoia a mobilização das categorias como a considera fundamental para a construção da universidade: “no meu ponto de vista, a mobilização é legítima”.

Jonas Osmar Winter, diretor do Sinteoeste no campus rondonense: “Essas mobilizações ajudam a mostrar que estamos organizados”

GREVE Quando perguntado se os protestos, não só na Unioeste, como nas demais instituições de Ensino Superior estaduais, são uma sinalização de greve no futuro próximo, o diretor relembra que nos últimos anos, apesar de impasses ocorridos, tal medida não foi necessária. Por outro lado, ele ressalva que “uma greve não vai surgir do nada. Se ela vier, vai ser em decorrência de uma organização mais consistente da categoria e da exposição de uma pauta justa. Avalio que não há necessidade de uma greve este ano, na medida em que os reitores e o Governo do Estado sabem da crise orçamentária e da necessidade urgente de regulamentar os planos de carreira, cargos e salários”.

Paulo Kolling, diretor do campus de Marechal Rondon: “No meu ponto de vista, a mobilização é legítima”


16 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

LORENA KUNZLER lorena@opresente.com.br

Rodrigo Vipych

Look moda noiva Maximus Atelier, quando do desfile de lançamento da Coleção Primavera Verão 2011/2012. Mais fotos no site: www.maximusatelier.com.br

PROGRAMA CAPACITAR PARANÁ Promover o desenvolvimento sustentável, estruturar e fortalecer as associações comerciais (ACE) para que elas tenham ainda mais representatividade e força nas suas regiões. Este é o objetivo do Programa Capacitar Paraná, aplicado pela Federação das Associações Comerciais e Empresarias do Estado do Paraná (Faciap), por meio de capacitação, consultoria e fornecimento de instrumentos de gestão. As inscrições para o Capacitar 2012 estão abertas e todas as ACEs ligadas à Federação podem participar.

CERTIFICADO DIGITAL PRECISA SER ATUALIZADO O certificado digital, padrão ICP Brasil, teve sua mídia criptográfica renovada. A nova versão do cartão (V2) possui maior capacidade de armazenamento de dados. Esta mudança está prevista na Resolução nº 56/2009 do Comitê-Gestor da ICP-Brasil. É importante ficar atento, entretanto, no momento da renovação do certificado digital e verificar junto à Autoridade de Registro (AR Sescap-PR) se será necessário adquirir o novo cartão para armazenar o certificado compat��vel com a moderna tecnologia. Todos os certificados digitais emitidos antes do dia 31 de dezembro de 2011 continuam válidos de acordo com a sua data de expiração.

Dia 17: Cícero Rodrigues da Silva Dia 17: Elvira Tonelli Dia 17: Geraldo Alves Moreira Dia 17: Giulia Gabriela Blöemer Dia 17: Gustavo Henrique Müller Dia 17: Irma Giombelli Dia 17: Ivo Weber Dia 17: Keli Simone Vorpagel Dia 17: Leonei Butzke Dia 17: Luis Carlos Comin Dia 17: Matheus Pech Dia 17: Nadila Raqueli dos Santos Dia 17: Neusa Osmarini Dia 17: Priscila Carvalho Dahmer Dia 17: Robson Adriano Cigerza Dia 17: Romaldo Volpagel


SOCIAL

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

O PRESENTE | 17 Divulgação

MUDANÇA DE HORÁRIO Após quatro meses em vigência, o horário de verão terminará no próximo dia 26. Os brasileiros que moram nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste do Brasil, além do Estado da Bahia, terão que atrasar o relógio em uma hora. O horário é adotado no país com o objetivo principal de aliviar as redes de transmissão de energia nos períodos do dia em que o consumo é mais intenso. De acordo com o decreto, a mudança no horário ocorre, todos os anos, entre o terceiro domingo de outubro e o terceiro domingo de fevereiro. Se a data coincidir com o domingo de Carnaval, como ocorre neste ano, o final do horário de verão é transferido para o próximo domingo.

PRÉ-DEUTSCHES FEST Hoje (17) acontece em Missal a PréDeutsches Fest, oportunidade em que seis lindas garotas concorrerão à rainha da festa alemã. A festa vai acontecer nos dias 13,14 e 15 de abril. O baile com o concurso para escolha da rainha e princesas será no Centro de Eventos, a partir da 22 horas, com animação da Orquestra Continental (SC).

BAZAR DE MERCADORIAS O Provopar Ação Social de Pato Bragado realiza amanhã (18), no Projeto Piá Luz do Futuro, das 08 às 18 horas, bazar de mercadorias apreendidas pela Receita Federal. São milhares de itens que serão comercializados aos interessados, com a distribuição de senhas que serão repassadas no local, a partir das 05 horas.

Viviane, Jully Anne e Mayara, juntamente com seus esposos. As irmãs casaram-se juntas em uma linda cerimônia que aconteceu recentemente, em Matelândia

BAILE TROPICAL

ALVARÁ DE LICENÇA A Secretaria de Finanças de Nova Santa Rosa comunica, aos contribuintes, que a renovação do Alvará de Licença vence no próximo dia 29. O proprietário de estabelecimento que não recebeu a notificação deverá procurar o Departamento de Tributação, na recepção do paço municipal. Após a data-limite, o valor terá acréscimo.

Divulgação

Toda simpatia de Stefanie Scottini e Maikel

Numa realização do Don Diego Club e Maiko Bücker Eventos, acontecerá no dia 03 de março o Baile Tropical, na AABB, em Marechal Cândido Rondon. Será um evento diferente, à beira da piscina, com muitas frutas, decoração temática, desfile de modas e muitas outras novidades. Haverá show com a Banda Buana. Mais informações sobre camarotes podem ser obtidas pelo telefone (45) 9972-3243.

CURSO DE JUIZ ARBITRAL Eis uma oportunidade para dar um salto profissional. Faça o curso de juiz arbitral promovido pelo Tribunal de Justiça Arbitral do Brasil e Países do Mercosul, em Foz do Iguaçu. A atividade é promissora, com salários que variam conforme o número de audiências coordenadas. A função não requerer concurso público. A arbitragem abre um novo campo para os mais variados segmentos. O foco didático abrange conhecimentos da Lei nº 9.307/96, e dos procedimentos necessários para o exercício da função de árbitro. Administradores, advogados, economistas, professores, contadores e outros profissionais podem ser árbitros. Informações no e-mail tribunalarbitral@live.com.


VARIEDADES

18 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

Mande sua sugestão, crítica ou piada para carina@opresente.com.br

*

SEXTA-FEIRA (17)

MALHAÇÃO

A VIDA DA GENTE

AQUELE BEIJO

FINA ESTAMPA

Cristal é dissimulada ao falar com Gabriel e ele a defende com Alexia. Aparecida ajuda Guido a fazer os pastéis que ele pretende vender. Moisés conta para Carcará sua ideia para conseguir dinheiro no Carnaval. Helena volta mais cedo de viagem e fica furiosa ao ver a festa em sua casa. Natália descobre que está faltando dinheiro da venda dos abadás. Cristal liga para Gabriel na hora em que a polícia chega para impedir o bloco de Betão de desfilar. Dieguinho e Jefferson desconfiam da intimidade entre Carlinhos e Aparecida. Alexia afirma a Beatriz que provará que Cristal está mentindo para Gabriel.

Ana diz a Lúcio que não pode mais casar com ele. Eva se descontrola ao saber que Ana não vai mais se casar. Celina consola Lúcio. Wilson reclama do conselho de Laudelino sobre Moema. Celina confronta Ana por desistir do casamento com Lúcio. Eva se revolta contra Manuela e Rodrigo. Ana vai para a casa de Iná. Jonas avisa a Nanda que não vai mais sustentá-la. Suzana conta para Cícero que estava começando a se sentir envolvida por Renato. Rodrigo procura Ana na casa de Iná.

Ana Girafa conversa com Regina. Alberto vê Regina e Ana Girafa juntos e estranha. Vicente desabafa com Juliana e recebe o apoio da colega. Maruschka avisa Rubinho que eles enfrentarão dificuldades financeiras e revela que Regina achou seu irmão. Rubinho descobre que tem o mesmo nome de seu irmão e suspeita que seja Ana Girafa. Grace Kelly discute com Deusa e demonstra mágoa da mãe. Raíssa mostra as fotos que o detetive tirou de Raimundinha com Jorge e Damiana sai em defesa da empregada. Vicente aparece no apartamento de Lucena para se despedir dela.

Pereirinha desconfia de que Enzo esteja realmente gostando de Danielle. A diretora do colégio de Pedro Jorge pede para conversar com Celina. Álvaro, Íris e Alice chegam à casa de Tereza Cristina. Baltazar se desculpa com Crô. Max avisa aos jornalistas que Danielle está em seu colégio. Pedro Jorge pede para Danielle levá-lo para conhecer sua irmã. Crô fica nervoso com a chegada do delegado Paredes. A imprensa invade o colégio de Pedro Jorge e questiona Danielle. Paulo fica fascinado ao ver Victoria mamando. Esther se assusta ao ver Danielle na televisão.

* Os resumos dos capítulos estão sujeitos a mudanças em função da edição da novela.

LIMPEZA NA CASA

COMEU UM RATO Um bêbado chega em casa e vê a mesa toda desarrumada com alguns restos de comida do dia anterior. Morrendo de fome, ele resolve fazer uma boquinha, ou melhor, devorar tudo que vê pela frente. Como o seu estado não era dos melhores, ele acaba comendo um pequeno rato que estava em cima na mesa. Percebendo a burrada que fez, ele sai à procura de um hospital. Depois de rodar alguns quilômetros em zigue-zague, ele vê um muro branco, estaciona e entra correndo, sem saber que aquilo na verdade era um hospício. - Me ajuda, doutor! - ele grita para o primeiro homem vestido de branco que vê - Eu engoli um rato, doutor! (hic) O que eu faço? Então o louco de plantão resolveu examinar o bêbado e lhe prescreveu uma receita. O bêbado saiu de lá e foi direto para a farmácia. - Seu farmacêutico! - gritou ele, entrando no estabelecimento - Eu engoli um rato (hic) e o médico me deu essa receita! Traz esse remédio pra mim! (hic) Urgente! O farmacêutico olhou para a receita e começou a rir. - O que foi? - perguntou o bêbado - Tá rindo do quê, cara? - Olha só o que tá escrito na receita! - disse ele, sem parar de rir - “Tomar um gato de duas em duas horas e colocar uma ratoeira no fundo das calças!”.

Um homem e uma mulher, que haviam acabado de se casar, não davam muita atenção à limpeza da casa. Desde que começaram a morar juntos, nunca haviam feito uma faxina, isso não incomodava nenhum dos dois, até o momento em que o marido gritou do corredor: - Amor, o que houve aqui no quarto? - Como assim? - Você andou limpando a casa? - Sim, por quê? O marido falou, desapontado: - O que você fez com a poeira que estava em cima do criado-mudo? Eu tinha anotado um número de telefone importante nela.

ROUBO DO BRILHANTE

A mulher vai à delegacia dar queixa de roubo de um brilhante. - Como foi o roubo? - pergunta o delegado. - Eu estava voltando para casa, de metrô. - Bom, e onde estava o brilhante? - Por dentro da minha blusa, bem no decote... - E a senhorita não sentiu a mão do ladrão?! - Bom, doutor, sentir eu senti. Só que pensei que ele estava com boas intenções.

Carne fria com vinagrete verde Ingredientes:

2 tomates verdes picados

Carne

1 cebola picada

1 peça de maminha (cerca de 1kg)

meia xícara (chá) de salsa picada

3 colheres (sopa) de caldo líquido de carne

meia xícara (chá) de azeite meia xícara (chá) de vinagre branco

Vinagrete

1 maçã verde picada

Modo de preparo: Carne: Em uma assadeira, tempere a carne com o caldo líquido. Cubra com papel-alumínio e leve à geladeira por cerca de 30 minutos, para tomar gosto. Leve ao forno médio-alto (200°C), preaquecido, por cerca de uma hora. Retire o papel-alumínio e deixe por cerca de 30 minutos ou até dourar. Deixe esfriar e corte a carne em fatias finas. Coloque em um recipiente com tampa e reserve na geladeira. Vinagrete: em uma tigela, misture os ingredientes e coloque sobre a carne reservada. Misture bem e leve à geladeira por cerca de quatro horas. Sirva.

ÁRIES: Reconsiderações em questões de trabalho e saúde são uma tendência até abril. Terá que harmonizar teoria e prática e vivenciar no cotidiano aquilo que de fato você almeja. TOURO: Fase de importante aprimoramento emocional e de atitudes. Resolução de pendências até o mês de abril. Fase caracterizada pelo retorno de antigas situações. GÊMEOS: O primeiro semestre de 2012 será de reavaliações, de resolução de pendências. Momento de refletir sobre suas atitudes emocionais e em circunstâncias familiares. CÂNCER: O melhor exemplo é dado na prática, canceriano. Fase de aprimoramento. Retorno de situações importantes envolvendo irmãos ou pessoas próximas. Hora de unir talentos. LEÃO: Momento que enfatiza a reflexão sobre o que é valioso e que não é apenas material. Atenção com questões que envolvem finanças, negócios, emoções e carreira. Reflita, reconsidere. VIRGEM: Um teste de paciência e a necessidade de reconsiderar suas atitudes e motivações. Tenha uma visão mais abrangente. Perceba os horizontes amplos que lhe são importantes. LIBRA: Até julho há muitas reconsiderações a serem feitas. Tenha temperança. Necessidade de paciência. Você está tendo a oportunidade de concluir um ciclo neste primeiro semestre. ESCORPIÃO: A maior riqueza que a vida lhe apresenta agora são os relacionamentos. Há muito a aprender com as pessoas. Cuidado com apegos e com atitudes equivocadas. SAGITÁRIO: Cuidado com a tendência a se considerar o dono da verdade. Humildade nunca é demais. Desafio de objetividade e realização. Reconsiderações sobre a carreira até junho. CAPRICÓRNIO: Um dia para refletir sobre os seus ideais e a capacidade de concretizá-los. Realismo não é pessimismo. Questões de carreira ganham mais força no segundo semestre. AQUÁRIO: O retorno de antigas questões mexe com as emoções. Percepção do que deve ser modificado, curado. Dos padrões a serem eliminados. Perfeccionismo pode causar problemas. PEIXES: Momento em que conflitos nas relações podem se acirrar. Evite excesso de cobranças. Antes de julgar ou criticar as pessoas, reflita sobre o que deve mudar em suas próprias atitudes.


AGRONEGÓCIO

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

O PRESENTE | 19

AGUARDADO

Plano Safra deve ser lançado no início de março Programa abrange trigo e culturas de inverno. Leilões de PEP terão continuidade até que haja demanda

O

governo federal pretende lançar o plano safra 2012 referente ao trigo e demais culturas de inverno na primeira semana de março. A informação foi repassada durante a reunião da Câmara Setorial de Cereais de Inverno, realizada em Brasília (DF), nesta semana. “O Ministério da Agricultura ainda está estudando a proposta de política para o trigo apresentada pela Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar) ao ministro Mendes Ribeiro em novembro do ano passado”, disse o superintendente adjunto da organização, Nelson Costa, que participou do encontro. De acordo com ele, na reunião também foram tratados assuntos relativos ao escoamento dos estoques de trigo. “O governo informou que já

apoiou a comercialização de 1,45 milhão de toneladas, através dos mecanismos de garantia de preços mínimos, com dispêndio de R$ 150 milhões para pagamento do prêmio para o PEP (Prêmio de Escoamento do Produto). Foram alocados mais R$ 150 milhões para sustentação de preços, através da Portaria Interministerial 33. Com isso, os leilões de PEP terão continuidade até que haja demanda”, ressaltou.

PLEITO

Na oportunidade, a Ocepar apresentou o pleito de reajuste dos valores de prêmio dos leilões de PEP, conforme os estipulados nos leilões do dia 20 de janeiro de 2012. Também solicitou a revisão da quantidade ofertada por leilão, no sentido de que seja proporcional à participação das unidades da federação na produção nacional. “Em relação ao prêmio, os representantes do Ministério da Agricultura informaram que são obrigados a calcular os valores respeitando a fórmula prevista na Portaria Interministerial 453, de 14 de setembro de

2011. Já as quantidades ofertadas por leilão deverão ser ajustadas nos próximos pregões, de acordo com os indicativos de demanda”, explicou Costa.

OUTROS PEDIDOS

Na reunião da Câmara Técnica, os representantes do setor produtivo solicitaram ainda ao Mapa a revisão do processo de licença automática para importação do trigo argentino, nos meses de safra e de franca comercialização do trigo nacional, pois o governo daquele país decretou o bloqueio da importação de produtos brasileiros. Também formalizaram o pedido de mudança na incidência de PIS e Cofins sobre a indústria no momento da contratação das operações de PEP, já que a Receita Federal tributa o valor do prêmio com alíquota total de 9,25%.

FINANCIAMENTO

Outra proposta apresentada ao governo foi a criação de um programa de financiamento para o setor moageiro, visando dar condições para o setor industrial adquirir a produção nacional.

Auditorias vão ampliar zona livre de aftosa Quatro equipes formadas por fiscais federais agropecuá-

rios do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) iniciaram as auditorias e a avaliação do atendimento aos itens necessários para dar continuidade à ampliação da zona livre de febre aftosa com vacinação no Maranhão, Piauí, em Pernambuco e na parte centro-norte do Pará. Os trabalhos começaram segunda-feira (13) e terminam hoje (17). Nesta primeira fase, os técnicos do Departamento de Saúde Animal (DSA) vão examinar o cumprimento das inconformidades apontadas na última auditoria, realizada em julho de 2011. Também será analisado o sistema de proteção em regiões de fronteira do Pará, Piauí e de Pernambuco. Os Estados de Ceará e Alagoas serão auditados na sequência, durante a primeira semana de março. Já os Estados do Rio Grande do Norte e a Paraíba apresentaram deficiências relevantes e correm o risco de ter a sua classificação rebaixada de risco médio para alto risco,

caso não atendam às recomendações do Mapa. Aqueles que não avançarem nas próximas etapas terão restrições comerciais com as unidades federativas que iniciarem o processo para mudança de status. Entre elas está a proibição de comercialização de animais vivos, de produtos e subprodutos e de material de multiplicação genética. Diante de resultados favoráveis das auditorias, nos meses de março e abril iniciará o inquérito soroepidemiológico para verificação da ausência de circulação viral nos Estados. O cronograma completo prevê atividades até outubro, quando será finalizado o processo. Se todas as exigências forem cumpridas, haverá o reconhecimento nacional da nova zona livre de febre aftosa com vacinação. Após a declaração do Ministério da Agricultura, o próximo passo será a comunicação à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE, sigla em inglês).

Primato apresenta resultados em assembleia A Primato Cooperativa Agroindustrial reúne os cooperados em assembleia geral ordinária, amanhã (18), nas dependências do auditório do Colégio La Salle, em Toledo, às 09 horas. Na pauta, a aprovação da prestação de contas e o relatório da gestão no ano de 2011, orçamento e plano de atividades para 2012, eleição e posse dos membros do Conselho Fiscal, entre outros assuntos. Em 2012, a Primato distribuirá aproximadamente R$ 500 mil de sobras aos cooperados. Deste total, R$ 100 mil fazem parte do Programa Fidelidade, para serem retirados em insumos, conforme a movimentação de cada cooperado no

ano passado. Do total de R$ 400 mil, 50% será distribuído conforme o capital do cooperado e mais 50% conforme a movimentação, o volume de compras, na cooperativa. O rendimento a ser capitalizado é de 14,76%. “Estes valores serão creditados na conta capital de cada cooperado. Significa quase 15% de retorno sobre capital, o que é um bom investimento se considerar que a poupança rendeu em torno de 7,5% em 2011, que a taxa T JLP foi de 6%, o índice de inflação IPCA foi de 6,5%. Então para o cooperado hoje, a cooperativa é um bom negócio”, pontua o vice-presidente da Primato, Elton Endler.

Plantio do trigo sequeiro deve ser em fevereiro A Embrapa Cerrados, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), divulgou orientação aos produtores para o cultivo de trigo sequeiro. De acordo com a Embrapa, a semeadura da cultura em área superior a 800 metros de altitude deve ser em fevereiro. O planejamento deste tipo de plantio é necessário, pois se trata de um cultivo de alto risco, em função da distribuição irregular das chuvas durante o ciclo da cultura e da ocorrência de doenças como a brusone. O pesquisador da Embrapa Cerrados, Julio Albrecht, explica que o plantio em fevereiro é melhor pela ocorrência de chuvas no período e pela possibilidade de se plantar o trigo após o cultivo de variedades precoces de soja. A Embrapa alerta aos produtores que não cumprirem o pra-

zo, pois nesse caso aumenta o risco maior de redução significativa na produção e de perdas na qualidade dos grãos. Isso acontece devido à falta de umidade no período do florescimento e do enchimento dos grãos. Como a indicação da época de plantio é feita segundo o regime de chuvas no período do plantio até a colheita da região, é conveniente o produtor consultar as médias históricas e o prognóstico climático nos endereços eletrônicos do Instituto Nacional de meteorologia (Inmet), no endereço eletrônico www.inmet.gov.br ou do Sistema de Monitoramento Agrometeorológico (Agritempo), no site www.agritempo.gov.br. Desta forma será possível verificar a probabilidade de ocorrência de chuvas, durante o ciclo da cultura, na região da sua lavoura, o que o ajudará a estimar o grau de risco de faltar umidade para o desenvolvimento das plantas.


GERAL

20 | O PRESENTE

APICULTURA

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012 Fotos: Carina Ribeiro/OP

Coofamel tem perspectiva de dobrar produção em cinco anos Para isso será necessário aumentar a disseminação de plantas, promover o melhoramento genético e a tecnificação da atividade

B

uscar a profissionalização cada vez maior e elevar a linha evolutiva da produção de mel na Bacia do Paraná 3 estão entre as metas da Cooperativa Agrofamiliar Solidária de Apicultores do Oeste do Paraná (Coofamel), que planeja dobrar a produção de mel em cinco anos. A informação é do técnico regional da cooperativa, Angelo Daniel Valoto, que esteve ontem (16) em Marechal Cândido Rondon. Para alcançar a meta, será necessário ampliar parcerias para aumentar a disseminação de plantas e possibilitar o melhoramento genético e a tecnificação da atividade. “Temos condição de dobrar a produção ou a oferta de mel na região da Bacia do Paraná 3 (BP3) com tecnologia, troca de abelhas-rainha por meio de parcerias com

Unioeste ou UEM, além de profissionalização e dedicação de mais tempo do produtor para a apicultura, sem deixar de outras atividades do campo”, explana. Atualmente, a região da Bacia produz em média 400 toneladas de mel por safra, sendo que em torno de 1/3 é beneficiado e vendido pela Coofamel. “Aproximadamente um terço é comercializado informalmente pelos produtores, outro terço passa por atravessadores e a outra terça parte a Coofamel tem adquirido e colocado no mercado nacional”, destaca.

COMERCIALIZAÇÃO O mercado da Coofamel abrange pontos desde Foz do Iguaçu, passando por Cascavel, Toledo, Marechal Rondon e Palotina. “Ainda temos clientes em Santa Catarina,

Comercialização do produto no mercado interno é mais vantajosa do que optar pela exportação

São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Sul do Mato Grosso, totalizando cerca de 400 pontos atendidos pela cooperativa”, relaciona Valoto. Dentre os gargalos da atividade estão as frustrações de safra e o número limitado de representantes comerciais da marca. “Não conseguimos manter um volume de produção. Se conseguirmos um patamar de venda garantida, tereTécnico da Coofamel, Angelo Daniel Valoto: mos condições de ampliar o pro“Queremos ampliar parcerias para aumentar a disseminação de plantas e possibilitar cessamento e recolher o mel antes melhoramento genético e tecnificação da atividade” que o atravessador leve. Temos que garantir uma reserva de produto para poder trabalhar com mercadoria o Por enquanto, a unidade da Coofamel ano inteiro”, explica. de Marechal Cândido Rondon é a única com capacidade de processamento de NOVA UNIDADE mel, no entanto, está prevista para maio A cooperativa oferece assistência téc- a inauguração de uma nova unidade em nica, dias de campo, palestras e busca Santa Helena. “A partir daí, nosso volumobilizar os apicultores para participarem me de processo deverá triplicar, garande eventos nacionais e internacionais vi- tindo mais fôlego para ofertar o produto sando ao aperfeiçoamento. no mercado”, afirma Valoto.

Atípico Neste ano foi registrada produção de mel em período inesperado para a maioria dos produtores da região. Enquanto a colheita mais intensa é realizada entre outubro e novembro, neste ano a safra foi antecipada, porém com queda brusca logo em seguida. Segundo ele, havia expectativa de que houvesse uma grande florada, tendo em vista as chuvas registradas no ano passado. “Em setembro houve uma oferta grande de alimento para as abelhas, elas recolheram, mas em seguida houve uma estiagem. Com isso o processo produtivo não teve continuidade”, relata. Quando os produtores pensavam que haveria uma grande frustração de safra, houve chuva, floriu, e as abelhas voltaram a coletar. “A coleta está acontecendo de forma cíclica. Por isso alguns produtores já colheram duas vezes e ainda esperamos colher até uma terceira vez. Teremos que aguardar para ver se vai se concretizar ou irá declinar até o fim de março”, expõe Valoto. Apesar da quantidade de colheitas, o volume de mel colhido está praticamente na média considerada normal. “Como nos últimos dois anos havia sido uma safra ruim, esperava-se uma supersafra para compensar. Mas como há perspectiva de novas colheitas, possivelmente será uma safra considerada boa”, salienta o técnico. Para os produtores do Norte da BP3 - Guaíra, Palotina e Terra Roxa - a safra tende a ser um pouco mais tardia em relação à da região de Santa Helena e Foz do Iguaçu.


GERAL

TA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

O PRESENTE | 21 Arquivo/OP

Apicultores são surpreendidos com produção tardia de mel U

m dos maiores produtores de Marechal Cândido Rondon, com 250 colmeias, é morador do distrito de Margarida, Artemio Schumacher. Ele também cou surpreso com a produção fora e hora em dezembro e janeiro e até mesmo deixou de colher em torno de 00 quilos porque tinha ido viajar. A produção começou cedo no ano assado, em setembro, mas foi meor que outros anos. Depois veio ssa produção extra para complementar”, comemora. Ao todo, na afra 2011/2012 Artemio colheu quae dez toneladas de mel. No último sábado (11) ele concluiu colheita e garante que está tranquilo m relação à venda do produto. “Não emos dificuldade em colocar nosso roduto no mercado”, afirma. Na época de colheita o rendimento ra de 2,2 quilos por dia por colmeia. Nunca tinha visto esse volume de mel por colmeia. Agora acredito que possível chegar até os três quilos, onforme vi em um curso”, conta. Artemio lida com apicultura dese 1985, mas há 15 anos com maior

dedicação. Hoje a produção de mel é a principal atividade em termos de renda da família. O serviço de colheita exige, em média, 70 dias de serviço, entre colheita e centrifugação. Após, entra a parte de comercialização. Também é necessário administrar os enxames. “Quando um vai embora é preciso repor. E quando a gente trabalha perto do mato geralmente encontra cobras e aranhas nas áreas próximas das colmeias”, detalha. As colmeias do produtor ficam localizadas em São Roque, São Bernardo, Linha Palmital e Pato Bragado. “Ficam distribuídas, mas é no máximo nove quilômetros de distância daqui (Margarida)”, referencia.

VENDA A venda da produção deve ocorrer gradativamente. Há oito anos Artemio comercializa mel para uma empresa de Maringá, além de ceder parte para a Coofamel e realizar venda direta a consumidores. Atualmente, o quilo de mel é comercializado por ele a, aproximadamente, R$ 4,70.

O investimento do apicultor na atividade é estimado em R$ 50 mil, considerando colmeias, postes, coberturas, caixas, centrífuga, decantadores, fumegador, macacão, entre outros.

QUALIDADE Conforme Artemio, a microrregião de Marechal Rondon produz mel de qualidade. Um dos fatores que favorece é o processo de centrifugação. “O mel centrifugado, ao invés de espremido, possui cheiro e gosto mais puros, enquanto o outro acaba ficando com gosto de cera e de fumaça”, opina. A cor do produto também é um elemento considerado pelo mercado comprador. “Quanto mais claro o mel, melhor a aceitação e mais valorizado”, aponta o apicultor, que ressalta que não há como interferir nessa característica do produto, já que a cor é definida pela florada. Artemio lamenta que no Brasil o consumo de mel seja inferior a países da Europa. “Além disso, não existem campanhas de incentivo ao consumo desse produto, que é bem mais natural para adoçar alimentos”, observa.

Apicultor Lotário Lohmann: “A maior parte da produção nós comercializamos na Feira do Produtor, onde já temos um consumidor cativo”

Fora de hora Outro apicultor tradicional do município, Lotário Lohmann, foi mais um que se surpreendeu com a produção e que deixou de colher. “Em dezembro poderia ter feito pelo menos mais duas colheitas, mas como fiquei 60 dias sem atividade, acabou deixando de ampliar o volume da safra”, considera. Na safra 2011/2012 o produtor já alcançou a produção de 700 quilos de mel. A família dele possui um mercado praticamente certo na cidade. “A maior parte da produção nós comercializamos na Feira do Produtor, da qual participamos há cerca de 20 anos, por isso já temos um consumidor cativo”, expõe. Outra parcela da produção é vendida por Lohmann aos supermercados do município via Associação Central dos Produtores Rurais Ecológicos (Acempre).

Centrifugação garante maior qualidade ao mel: investimento e profissionalização da apicultura

Na safra 2011/2012 o produtor colheu cerca de dez toneladas de mel: comercialização garantida

A cor do mel interfere no preço: quanto mais claro, mais valorizado no mercado

Praga No último ano, o apicultor identificou que as abelhas foram atacadas por uma espécie de carrapato, conhecido como “varroa”. “Ele foi identificado pelo pessoal da universidade, que utiliza algumas colmeias para fazer pesquisa”, relata. Devido à praga, Artemio teve perda de 62 colmeias. “A última vez que havia ocorrido registro de carrapatos faz dez anos”, recorda. Segundo ele, o ácaro suga as abelhas europeias africanizadas, provocando seu enfraquecimento e fazendo-as abandonarem as colmeias. Neste ano, o produtor pretende adquirir um produto para passar nos enxames, visando prevenir novas perdas. “Temos que adotar uma providência, pois nosso objetivo é manter o nível de produção na próxima safra”, conclui.


POLICIAL

22 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

LINHA HEIDRICH

Condenado por estupro pega mais de 16 anos de cadeia

Caso ocorreu em dezembro de 2010 e envolveu duas menores: uma de 15 e outra de 16 anos de idade

O

juiz de Direito da Vara Criminal de Marechal Cândido Rondon, Clairton Mário Spinassi, proferiu sentença sobre um caso de estupro ocorrido no dia 13 de dezembro de 2010, no interior do município. Um jovem de 23 anos foi condenado a 16 anos e oito meses de prisão em regime

fechado, sem direito a recorrer em liberdade. A pena deverá ser cumprida na penitenciária. Ele também terá que pagar R$ 5 mil para cada uma das vítimas, a título de indenização pelos danos causados. Conforme o processo, os fatos ocorreram durante a madrugada de 13 de dezembro de 2010, um domingo, quando duas menores, uma com 15 e a outra com 16 anos de idade, foram levadas para uma estrada rural na Linha Heidrich, onde, mediante graves ameaças, foram estupradas e aban-

donadas no local. Após o crime, um dos envolvidos, o rapaz agora condenado, acabou sendo preso e está recolhido na cadeia pública de Marechal Cândido Rondon. O segundo envolvido, que tem 21 anos de idade, está foragido e até que seja localizado e preso, o processo em relação a ele está suspenso pela Justiça. Um mandado de prisão foi expedido contra o foragido, que, segundo informações, estaria atualmente residindo em Guarantã do Norte, no Mato Grosso.

Cascavel chega ao 25º homicídio do ano

Catve.tv

Polícia apreende maconha, cocaína e crack em Palotina

Divulgação

A Polícia Militar (PM) de Palotina realizou, na quarta-feira (15), a apreensão de drogas no quintal de uma casa e deteve duas pessoas. Segundo a PM, por volta das 13h30, policiais em patrulhamento pelo Bairro Pôr do Sol, na Rua Primavera, avistaram dois indivíduos em atitude suspeita. Durante a abordagem, nada de irregular foi encontrado, porém, quando os policiais realizaram uma busca nos fundos do lote do endereço, foi achado em meio a madeiras um pote de vidro com drogas ilícitas. De acordo com o PM, havia 58 pedras de crack embaladas prontas para o consumo, uma pedra grande de crack não processada somando 51 gramas, quatro papelotes de cocaína pesando 34 gramas e 12 buchas de maconha pesando 33 gramas. Na frente da residência estavam dois jovens. O proprietário da casa, de 60 anos, estava no local, e seu filho, 17 anos, não foi encontrado no local no momento

José Flávio Sarino, 32 anos, foi morto a tiros, no Jardim Itália

O 25º homicídio deste ano em Cascavel foi registrado na noite de quarta-feira (15), no Jardim Itália. Quando as ambulâncias do Siate chegaram a uma residência na Rua Delfim Moreira, José Flávio Sarino, 32 anos, já estava morto, enquanto estava ferido gravemente Maycon Felipe Harchanek, 20 anos, atingido com um tiro no tórax. Segundo os policiais militares, uma terceira pessoa estava com os dois na varanda da casa e conseguiu se salvar pulando a cerca e

Elemento invade residência e usando de violência rouba R$ 1 mil Parte da droga estava preparada para consumo

da abordagem. O rapaz, conforme a polícia, já foi detido várias vezes anteriormente por envolvimento com drogas.

As pessoas que estavam no local, juntamente com o entorpecente, foram conduzidas à delegacia para providências cabíveis.

Artesão é assassinado pelo próprio funcionário em Foz

Nem a própria polícia consegue entender o que teria levado o paraguaio Hector Moreu a atacar o patrão Ramon Dário Gonzales, 45 anos, com golpes de punhal, na madrugada de quarta-feira (15). O crime foi na casa da vítima, no Bairro Ouro Verde, em Foz do Iguaçu. O artesão foi socorrido pelo Siate e acabou morrendo quando era submetido à intervenção cirúrgica no hospital municipal, ainda de madrugada. Pela manhã, na Delegacia de Homicídios, a esposa do artesão foi ouvida e disse também não

esconder-se. Ele não quis gravar entrevista, mas disse à polícia que o crime foi cometido por dois homens encapuzados, um vestindo camiseta amarela e outro camiseta marrom. Eles não disseram nada e chegaram atirando. Maycon foi levado ao Hospital Universitário em estado grave, com risco de morte. O corpo de José Flávio foi encaminhado ao Instituto Médico Legal. A Polícia Militar ainda não tem pistas dos criminosos.

entender as razões da fúria do agressor. Ela contou que, no começo da madrugada, Hector chegou à sua casa pedindo ajuda, pois estava “passando mal”, contou Glória Insfran Ruivo, 44 anos, que é técnica em enfermagem. Sabendo que o jovem tem problemas de saúde, ela recolheu Hector e verificou sua pressão arterial. Como estava acima do normal, pediu que ele voltasse à sua casa para apanhar os documentos porque iriam ao pronto-socorro. Ele buscou os documentos e quando voltou passou a agredir a

vítima, acertando vários golpes e ferindo o artesão com gravidade em várias partes do corpo. Não há, segundo apurou a polícia, nenhum registro de desentendimento anterior entre Hector e o patrão Ramon. O agressor, que é paraguaio, desapareceu. O delegado Marcos Araguari disse esperar que ele se apresente nas próximas horas. Como existem provas testemunhais da autoria do crime, o titular da Delegacia de Homicídios não afasta a possibilidade de pedir para que a Justiça decrete a prisão preventiva de Hector.

Na tarde de quarta-feira (15), em Guaíra, um assalto sem arma foi realizado na Rua Paraguai, Vila Velha. Conforme relatou a vítima à Polícia Militar, um indivíduo jovem, magro, de altura mediana, sem camisa, vestindo bermuda je-

ans estampada, entrou em sua residência. O morador afirmou que o homem não estava armado, mas roubou, mediante violência, aproximadamente R$ 1 mil e fugiu na sequência tomando rumo ignorado.

Adolescentes são encontradas mortas em bosque Duas adolescentes foram encontradas mortas na madrugada de ontem (16), por volta de 01h40, em um bosque do Jardim Cidade Nova, em Campo Mourão, no Noroeste do Paraná. Segundo a Polícia Militar (PM), as vítimas foram localizadas, após denúncia anônima que relatava uma suposta briga. Como a pista de caminhada do Parque Cidade Nova se estende por toda a quadra da Rua Engenheiro Mercer, a polícia vistoriou o local

por quase meia hora, até que encontrou o corpo das duas adolescentes. Elas tinham ferimentos na cabeça e ao redor dos corpos havia várias pedras de grande porte, o que aumenta a suspeita de que elas foram assassinadas. Segundo a PM, as vítimas não estavam com nenhum documento de identificação quando foram encontradas. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal de Campo Mourão.


POLICIAL

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

O PRESENTE | 23

PRF

Operação Carnaval conta com 30% de aumento no movimento

Efetivo também recebeu reforço em 30%. Policiais que estariam de folga foram convocados, assim como quem desempenha funções administrativas

A

Operação Carnaval da Polícia Rodoviária Federal começou à zero hora de hoje (17) e neste ano, além de reforço nas fiscalizações e utilização de todos os equipamentos disponíveis para garantir a segurança no trânsito, a PRF também estará atuando com uma ação educativa, que tem como objetivo alertar os motoristas quanto a seus comportamentos no trânsito. A ação educativa será lançada em todo o Brasil pela PRF e compara veículos a armas, mostrando ao motorista que um comportamento de risco pode tornar o veículo tão letal quanto uma arma de fogo. A campanha “Neste Carna-

val, não faça do seu veículo uma arma” terá início a partir das abordagens da Polícia Rodoviária Federal aos motoristas, motociclistas, passageiros, todos os que estão envolvidos no trânsito de uma forma direta ou indireta. Nas abordagens, os policiais estarão entregando um kit de cartões postais, que comparam uma motocicleta a um revólver, um carro a uma pistola e um caminhão a um fuzil, conforme o perigo que cada veículo desses representa para os demais e de acordo com as atitudes dos motoristas em cada situação. Os postais abordam três condutas que são responsáveis por grande parte dos acidentes com vítimas em todo o Brasil: embriaguez ao volante, excesso de velocidade e ultrapassagem indevida.

REFORÇO

Considerando o Carnaval como um feriado festivo de grande popularidade, com aumento considerável no fluxo de veículos nas rodovias federais do Paraná, a Polícia Rodoviária Federal contará com um reforço no efetivo de aproximadamente

DIAS E HORÁRIOS DA RESTRIÇÃO Hoje (17)

16 às 24 horas

Amanhã (18)

06 às 12 horas

Terça-feira (21)

16 às 24 horas

Quarta-feira

06 às 12 horas

30%. Policiais que estariam de folga foram convocados, assim como policiais que desempenham funções administrativas. Além do seu efetivo empenhado em combater a violência no trânsito, a PRF contará com duas aeronaves que realizarão o patrulhamento aéreo e o socorro de vítimas de acidentes. Também serão utilizados diversos radares, etilômetros e motocicletas. O superintendente regional da Polícia Rodoviária Federal no Paraná, inspetor Gilson Luiz Cortiano, diz que foram estabelecidos pela PRF quatro pilares básicos para promover segurança. São eles: fiscalização de velocidade, fiscalização de alcoolemia, fiscalização de ultrapassagens proibidas e fiscalização de motocicletas. “Além destas ações, que têm por objetivo a redução de acidentes violentos, estaremos realizando intensas fiscalizações (equipamentos, dispositivos para acomodação de crianças, uso do cinto e outros) para todos os veículos, e também ações educativas através da campanha”, menciona.

INFRAÇÕES X ACIDENTES

Estatísticas da Polícia Rodoviária Federal apontam que a maioria dos acidentes são causados por infrações dos motoristas. Uma ultrapassagem proibida, por exemplo, tem grandes chances de causar uma colisão frontal, com mortos e feridos; a

Veículos de maior porte têm restrição de horário A proibição de circulação de veículos de grande porte acontece nas rodovias de pista simples, sempre nos horários de maior movimento. Para proporcionar mais segurança para quem viaja nos feriados, a Polícia Rodoviária Federal restringe o trânsito de veículos com excesso de largura, comprimento ou altura. Nos dias e horários na tabela abaixo, independente de portar autorização especial para trânsito (AET) ou não, está proibido o trânsito de veículos com medidas acima de: 18,60m de comprimento, 2,60m de largura e 4,40m de altura.

ingestão de álcool e o excesso de velocidade são responsáveis por inúmeros acidentes com alto índice de gravidade. As ultrapassagens indevidas, proibidas ou mal calculadas podem resultar em colisões frontais, um tipo de acidente com altíssimo índice de mortalidade. As colisões frontais foram responsáveis por cerca de 30% dos mortos nas rodovias federais do Paraná no Carnaval de 2011. No carnaval de 2011, 38% das pessoas que morreram nas rodovias federais do Estado foram em decorrência de atropelamentos. Este acidente acontece com a junção de vários fatores, entre eles: o excesso de velocidade dos veículos, que prejudica o tempo de frenagem e o descuido dos pedestres ao atravessar a via. A ingestão de álcool por parte de motoristas e pedestres, principalmente neste feriado, é um fator agravante, pois diminui muito o reflexo de ambos. No Carnaval de 2011, 153

motoristas foram multados por beber e dirigir nas rodovias federais do Paraná, dos quais 60 foram presos. Mais de seis mil testes de embriaguez foram realizados no período.

RODOVIAS

No feriado de Carnaval, a PRF espera um aumento de 30% em relação ao número de veículos que irão trafegar nas rodovias federais do Paraná, com picos de até 100% em determinados horários e locais. Os destinos mais procurados serão os litorais paranaense e catarinense, através das rodovias BR-277 e BR-376. Também há previsão de aumento do fluxo em todas as rodovias do Estado. A partir da tarde de hoje, o movimento já estará bem acima do normal, assim como na manhã de amanhã. Também é esperado um grande movimento de retorno a partir de terça-feira (21), com mais intensidade na manhã da Quarta-feira de Cinzas (22).

PF apreende 4 terabytes de pornografia infantojuvenil Uno não para em preferencial e bate contra Vectra

Operação deflagrada ontem (16), pela Polícia Federal, resultou na prisão, em flagrante,

de um homem de 35 anos, pela posse e armazenamento de material de conteúdo pornográfiDivulgação

co infantojuvenil. Foram apreendidos mais de quatro terabytes de imagens e vídeos digitais contendo crianças e/ou adolescentes em cenas de sexo e/ ou pornográficas. Segundo as investigações, o preso compartilhava e divulgava material de conteúdo pornográfico infantojuvenil há quase 15 anos. Estima-se em mais de dez milhões de arquivos digitais retratando pornografia infantojuvenil, uma das maiores apreensões já realizadas pela Polícia Federal no Paraná.

Pedófilo compartilhava e divulgava material de conteúdo pornográfico infantojuvenil há quase 15 anos

Cristiano Viteck/OP

Colisão resultou em danos consideráveis aos carros envolvidos

Acidente ocorrido ontem (16), por volta das 17 horas, no centro de Marechal Cândido Rondon, resultou em danos consideráveis nos dois carros envolvidos. A colisão aconteceu quando o Uno placas BOA-1752, de Toledo, conduzido por Tatiane

Freitas, trafegava pela Rua Tiradentes e avançou a preferencial, atingindo o Vectra placas AEU3626, de Marechal Cândido Rondon, que tinha como motorista Adriano Uecker e seguia pela Rua Rio de Janeiro. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.


AGRONEGÓCIO

24 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

TECNOLOGIA

Fotos: Luciany Franco/OP

Quem tem irrigação não espera chuva para plantar Tecnologia é apontada como uma das soluções mais viáveis de combate à estiagem prolongada

H

á previsão de chuvas para a próxima semana na região de Marechal Cândido Rondon e os agricultores estão atentos para que venham em quantidade suficiente para possibilitar o plantio e a germinação posterior da safrinha. Alguns, porém, estão com o foco em outros detalhes da cultura porque já plantaram ou já planejaram o dia do plantio. Como isto é possível, se há dias não há chuva em volume considerável para o manejo do solo? Eles têm irrigação, tecnologia que vem sendo considerada um dos principais meios para combater a estiagem severa que se repete anualmente no período da safra de verão. Quem já se deu conta disto faz muito tempo é o rondonense Elo Bender Gressler, da Linha Guará, interior do município. Na semana passada ele plantou e nesta semana já estava tranquilo. E a chuva da próxima semana? “Se chover é bom, se não chover, também não tem problema”, diz ele, que tem 25 hectares de soja e milho irrigados por sistema de pivô central desde 2000 - período em que não perdeu uma safra sequer por estiagem prolongada. Gressler conta que já no início da década de

Modelo

A ousadia de Elo Gressler o tornou um modelo na região. Sua área já foi tema de reportagens de vários órgãos de imprensa, dias de campo de universidades e até se tornou campo de reprodução de sementes da Cooperativa Central de Pesquisa Agrícola (Coodetec). “Nunca mais perdi uma safra. Isto já tem 12 anos. Quando tem chuva o bastante, a gente até lamenta por não poder ligar a irrigação”, brinca, com um sorriso largo - reflexo de quem, anualmente, tem conseguido colher pelo menos 100 sacas a mais de grãos por alqueire, do que em áreas sem irrigação. O custo da implantação do sistema de irrigação, há 12 anos, era muito mais caro do que atualmente, cita o produtor, que garante que teria valido a pena, mesmo que fosse ainda mais caro. “Eu tinha planejado pagar em cinco anos e consegui na metade do tempo. E só o fato de não ter mais perdido safra tem me garantido a manu-

80 ele iniciou seu projeto de irrigação, por “canhão”, utilizando a princípio um motor de trator para mover a bomba e, devido aos custos, passou à energia elétrica. Apesar do sistema precário, ele lembra que chegou a plantar ervilha e teve uma safra surpreendente. “Os grãos eram o dobro do tamanho do normal, foi um lucro fabuloso”, conta. A experiência fez com que o produtor amadurecesse a ideia de implantar um sistema de irrigação mais moderno e viável financeiramente. “Porém, sempre me frustravam, avisando que o sistema não valia a pena para pequenos agricultores. Eu insisti ano a ano, até que consegui um bom projeto”, relata. A partir daí, Gressler teve que fazer outra “via sacra” para conseguir o financiamento no banco para pagar o equipamento. Ele lembra que foram cerca de seis meses até ser aprovado. “Como ninguém investia nesse tipo de tecnologia, também no banco parecia improvável ao pequeno produtor”, explica, referindo-se à demora.

Irrigação permite o melhor planejamento da lavoura, desde o plantio à colheita. Elo Gressler plantou soja e milho segunda safra na semana passada

Investimento

tenção da propriedade sem ficar à mercê dos bancos”, comemora. A água que abastece a área do rondonense provém de açudes formados a partir de vertentes fortes. Gressler garante que há água o bastante para ainda mais área: “sou fã de carteirinha da irrigação”, afirma.

TECNOLOGIA

Para o rondonense, há três tecnologias indispensáveis que surgiram nas últimas décadas para ajudar o agricultor: plantio direto, irrigação e os transgênicos. Com relação à irrigação, ele pontua que a primeira grande vantagem está na possibilidade de planejar melhor a lavoura: “Eu planto o dia que eu quero. Se está muito seco, molho antes. Depois, se faltar chuva para germinar, é só irrigar. No decorrer do desenvolvimento da lavoura também: a água está na planta quando ela precisa”, diz ele, ao afirmar que irrigação não é apenas para lavoura já implantada. O engenheiro agrônomo da Agrícola Horizonte, Renato Wiebrantz, destaca que a irrigação é uma importante ferramenta à disposição do agricultor, já que permite um melhor planejamento da lavoura, com investimentos certeiros em melhores sementes e insumos. “A irrigação torna-se melhor do que o seguro. O seguro devolve o que o agricultor perdeu, enquanto quem irriga retira do campo o que investiu, mais o lucro, já que pode conseguir preços melhores para seus produtos vendidos. É um meio de dar sustentabilidade ao negócio, em função de ter uma maior certeza da colheita”, justifica. O técnico lembra que aguardar a Elo Gressler: em 12 anos, desde que implantou chuva para o plantio pode ser um irrigação, não perdeu nenhuma safra

grande gargalo - espera que não é necessária quando há irrigação. Para ele, entre os fatores que atualmente inibem o produtor a investir em irrigação está a falta de incentivo governamental, com implantação de programa efetivo de estímulo, orientação e incentivo. “Apesar de haver linhas de financiamentos para implantação de irrigação, muitos produtores, principalmente os pequenos, ainda acreditam que é inviável o investimento”, relata. Outro detalhe, menciona Wiebrantz, é a necessidade de um bom manancial de água, com a aprovação do órgão ambiental. “Neste ponto o governo também poderia intervir, com programas específicos de estímulo à irrigação para ampliar o número de áreas irrigadas”, avalia. Para o agrônomo, nada é igual à chuva, que oferece umidade do ar e minimiza temperatura, além de molhar o solo, mas a irrigação, com certeza, diminui consideravelmente o índice de perda nas lavouras.

O engenheiro agrícola Claudio Furukawa, da Valley/Valmont, trabalha há mais de 20 anos com irrigação e destaca que a tecnologia evoluiu muito nos últimos anos, bem como as possibilidades de acesso a ela. Ele explica que, há algumas décadas, o preço do sistema era muito mais caro do que o da terra, o que tornava mais conveniente ao agricultor investir na aquisição de mais área do que na tecnologia. “Contudo, hoje a terra está cada vez mais cara e o agricultor tem o desafio de produzir mais em menos área”, cita. Conforme Furukawa, além disso, há sistemas diferenciados possíveis de serem utilizados desde o pequeno ao grande produtor. “Atualmente, o tamanho da área não é mais limitador para investir em irrigação, bem como há sistemas adaptáveis a tipos diferentes de relevo ou cultura e pastagens”, pontua. Ele conta que produtores do Oeste do Paraná que têm média de 130 a 140 sacas de soja por alqueire colheram apenas 30 a 40 sacas neste ano devido à estiagem. “Numa conta rápida, já é possível perceber que só com esta diferença na perda de produtividade seria possível pagar metade do equipamento”, expõe, ao destacar que há linhas de financiamentos disponíveis.

ALTA TECNOLOGIA

A irrigação tem evoluído também no que tange à precisão. Já é possível implantar sistemas que atendem a esse requisito. O especialista menciona, ainda, que nada adianta o produtor investir em alta genética de sementes e qualidade de adubação e insumos se for perder todo seu investimento devido à estiagem. “A irrigação é a garantia de colheita”, afirma, contudo, citando que o contrário também é verdadeiro. “Quem tem irrigação deve investir mais em tecnologia de produtos e manejo para ter um retorno adequado”, conclui. (Veja matéria completa na próxima edição de O Presente Rural)


25

O PRESENTE SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

Arquivo pessoal

Divulgação

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Nova Santa Rosa (Acinsar), Omir Hettwer, acompanhado das secretárias Tisciane Arnhold e Eliane Becker e do presidente da Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Oeste do Paraná (Caciopar), Khaled Nakka, em recente evento ocorrido em Foz do Iguaçu

João Livi

Parabéns para o pequeno Guilherme Noro Schneider, que completa seu 1º aninho amanhã (18). Ele recebe carinho especial dos padrinhos Sárila e Volnei

CURSO EM ENTRE RIOS A Prefeitura de Entre Rios do Oeste, por intermédio do Departamento de Indústria, Comércio e Turismo, Assistência Social, Vigilância Sanitária e Associação Comercial (Acier), convida os empresários do ramo alimentício do município para participarem do curso de boas práticas na manipulação de alimentos e higiene nas instalações. O curso será realizado nos dias 27, 28 e 29 de fevereiro, das 19h30 às 22h30, no Centro Cultural. As inscrições podem ser realizadas gratuitamente no próprio Departamento de Indústria, Comércio e Turismo, até o dia 23.

Orlando Schulz Júnior e Orlando Schulz (Fecularia Subida)

TRÊS NOVOS FILMES Leila Fotografias

Os cinéfilos do Arcoplex Cascavel JL Shopping terão, a partir de hoje (17), três novas opções de filmes. Muita aventura com “A Invenção de Hugo Cabret”, o drama de “J. Edgar” e muita ação com “Motoqueiro Fantasma 2: Espírito de Vingança”, que será exibido em 3D nas versões legendado e dublado.

CÂNCER DE PELE

O Brasil deve registrar neste ano 134.170 novos casos de câncer de pele. É a estimativa do Instituto Nacional do Câncer. Ele deve aparecer mais nas mulheres, que podem somar mais de 71 mil novos casos. A doença representa 25% dos tumores malignos detectados no país e é o tipo mais comum de câncer em pessoas acima de 40 anos. A recomendação é que a população faça uso do protetor solar, especialmente durante o verão.

CONTRA O HIV

Jerelin Schneider e Emanoele, fotografadas por Leila

Cientistas franceses testam tratamento preventivo contra o HIV em 300 voluntários soro negativos. Os voluntários terão de ingerir dois comprimidos antes do período de atividade sexual, dois comprimidos durante o período, e um comprimido depois. Porém, eles não deverão deixar de lado outros métodos de prevenção. Se a primeira etapa for bem sucedida, uma segunda fase será iniciada com 1,9 mil participantes, incluindo os 300 pioneiros.


ESPORTES

26 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

DIVISÃO DE ACESSO

Data de início da Série Prata desagrada metade dos times Cascavel, Cincão, Grêmio Metropolitano, Grecal e Júnior Team dizem não ter como montar seus elencos até a data definida no arbitral: 1º de maio

E

m reunião conturbada do arbitral da Série Prata do Campeonato Paranaense, realizada na tarde de ontem (16), ficou decidida a data de início da competição: no feriado do Dia do Trabalho, 1º de maio. A data, sugerida e referendada pela Federação Paranaense de Futebol (FPF), desagradou metade dos dez clubes da Divisão de Acesso. Os representantes do Cascavel, Cincão (Londrina), Grêmio Metropolitano (Maringá), Grecal (Campo Largo) e Júnior Team (Londrina) demonstraram insatisfação com a data proposta pela FPF logo no início do arbitral. Alegando terem jogadores emprestados a outros times, essas equipes afirmaram que só teriam condições de montar seus elencos na segunda quinzena de maio e propuseram o dia 13 para o início da

competição. A votação para escolher a data acabou empatada, com Paraná, Serrano (Prudentopólis), Foz, Grêmio Esportivo Maringá e Nacional (Rolândia) votando a favor do início em 1º de maio. Coube, então, ao vice-presidente da FPF, Amilton Stival, estipular a data do pontapé inicial do torneio. “Como houve impasse, a Federação decidiu com o voto de minerva”, explicou Stival. A partir da data do arbitral, a FPF tem 60 dias para apresentar a tabela. “Mas acredito que depois do Carnaval, pelo dia 27 ou 28, deva estar pronta”, disse o vice-presidente da FPF. O diretor esportivo do Júnior Team, Júlio Lemos, criticou a decisão em iniciar a competição no dia 1º de maio e explicou que, com isso, o time não contará com todo o elenco e a comissão técnica, que estão emprestados ao URT (MG) até a metade de maio. “Nas duas primeiras rodadas, vamos ter que montar o time com jogadores juniores e juvenis”, argumenta Lemos.

PARANÁ

O advogado da FPF, Juliano Tetto, chegou ouvir a opinião

dos clubes sobre a data de 18 de abril, proposta pelo Paraná, que também jogará a Série B do Brasileiro a partir de maio. Entretanto, a proposta não foi aceita. Durante sua explanação, o presidente tricolor, Rubens Bohlen, afirmou que com o campeonato começando em maio, a FPF pode ter problemas com a Justiça. Segundo o dirigente, tanto o Sindicato dos Jogadores, quanto o Ministério Público do Trabalho (MRT) devem entrar com processos para que se cumpra o Regulamento Geral de Competições da CBF, que determina um intervalo de 66 horas entre uma partida para atletas. “O 18 de abril minimizaria alguns problemas, mas vamos jogar. O que está claro para a Federação e os outros clubes é que o Paraná vai fazer valer a regra das 66 horas”, enfatizou Bohlen. Mesmo assim, Stival garante que a FPF vai tentar minimizar o problema paranista. Segundo ele, assim que a tabela da Série B do Brasileiro for divulgada, em março, a Federação fará ajustes nas partidas da Divisão de Acesso para evitar o confronto de datas nas partidas do time da Vila Capanema.

Matrícula para escolinha de GR de Palotina pode ser feita até dia 22 Iniciou na quarta-feira (15), em Palotina, o período de matrículas para o Projeto Atleta do Futuro, que é gerenciado pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), através da unidade de Toledo. A exemplo do ano passado, para 2012 o Sesi renovou os contratos de parceria com a MCL Peças Agrícolas e com a prefeitura para desenvolvimento das escolinhas, que no município são na modalidade de ginástica rítmica. As matrículas podem ser feitas até quarta-feira (22), nos locais de treinamento, sendo que as aulas são destinadas para meninas de seis a 17 anos de idade. Para as ginastas que já participavam do projeto, basta apenas a rematrícula, mediante apresentação do responsável para assinar a inscrição. Já para as novas atletas, o responsável deve apresentar sua carteira de identidade, bem como a certidão de nasci-

mento ou o RG da aluna. A coordenação do projeto lembra que em Palotina as vagas são limitadas para 100 meninas. As aulas iniciam na próxima semana e acontecerão sempre no contraturno escolar.

RESPONSABILIDADE Na opinião do prefeito de Palotina, Luiz Ernesto de Giacometti, o município é felizardo em poder contar com um projeto da envergadura do Atleta do Futuro, mesmo sem possuir uma unidade do Sesi. “O projeto volta atenção não apenas para o desenvolvimento físico dos atletas, mas tem preocupação com a formação cidadã, e é isso que nós precisamos estar atentos: em formar nossas crianças e jovens, para termos, sim, bons atletas, mas também pessoas éticas”, comenta. Giacometti observa que a prefeitura tem outras iniciativas es-

portivas e destaca que a parceria com o Sesi e a iniciativa privada, no caso a MCL Peças Agrícolas, dá um grande respaldo e responsabilidade para que as escolinhas de GR tenham continuidade. “É um projeto de vida longa e temos certeza que ainda vamos ter bons resultados com nossas ginastas, em competições e na vida pessoal delas, pelos exemplos e experiências proporcionados através do Atleta do Futuro”, conclui. O empresário Marcos Frazão, diretor da MCL Peças Agrícolas, por sua vez, ressalta que a parceria com o Atleta do Futuro colabora para atender à responsabilidade social da empresa com a sociedade. “Acreditamos que a prática esportiva continuada e organizada colabora para afastar as crianças de caminhos errados, bem como estimula à disciplina, à ética, à cidadania e outros conceitos importantes para a formação humana”, menciona.

Etapa da Copa Verão Paraná de Velocross reúne 110 pilotos em Guaíra

Divulgação

O barro, a poeira e o calor intenso deixaram as disputas ainda mais emocionantes

Os fãs de velocidade tiveram no último domingo (12) uma boa pedida. A Prefeitura de Guaíra promoveu no Centro Náutico Marinas a 2ª etapa da Copa Verão Paraná. O evento foi organizado pela MZ Sports Competições & Eventos, com a supervisão da Federação Paranaense de Motociclismo. Os cerca de 110 pilotos participantes tiveram que quebrar seus recordes e bater os limites de velocidade na pista de aproximadamente 800 metros e seis voltas. “Tivemos competidores de toda região, inclusive do Paraguai”, comenta Emanuel Barreto, um dos organizadores do evento. O barro, a poeira e o calor intenso deixaram as disputas ainda mais emocionantes. No en-

tanto, o diferencial da prova ficou por conta da paisagem de Guaíra, já que a pista foi montada às margens do Rio Paraná. “Esta foi mais uma atração que veio para complementar os eventos recreativos e esportivos do município”, comenta o secretário de Esportes e Lazer, Volnecir Hoffman, segundo o qual, a competição integrou o projeto Verão Paraná 2012 nos Caminhos ao Lago de Itaipu. “A participação de três guairenses nos deixou bastante satisfeitos, um deles, chegou até o pódio”, comemora. Foram dez categorias com baterias de 15 minutos mais duas voltas. Os que se classificaram até a quinta colocação receberam troféus. Os campeões foram contemplados também com premiações em dinheiro. Foram cerca de R$ 3.150.

5ª rodada terá dois jogos pelo Troféu Regional de Futsal Dois jogos marcam hoje (17) a 5ª rodada do Troféu Regional de Futsal masculino. A competição será realizada no Ginásio de Esportes Alcides Pan, de Toledo. O evento esportivo é promovido pela Prefeitura de Toledo, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer, e conta com patrocínio da Status Motos Honda, e apoio do Jornal O Presente, Revista Versões, Lance a Lance, Palotina Esportes e Bolas Kagiva. Pelo grupo B, às 19h45 entram em quadra a Seleção Bragadense/Pato Bragado e

Dreymaq/Toledo. Já pelo grupo C, para as 20h35 está agendado o jogo entre a equipe Jaclani Esportes/Laborde Tintas/ M.C.Rondon contra Catanduvas/Sartori Sport. Por outro lado, na noite de ontem (16) foi realizada a 4ª rodada. A princípio seriam realizados quatro jogos, mas, a pedido, duas partidas foram adiadas para outra data, que ainda será agendada. Tratam-se dos jogos entre a Prefeitura de Guaíra e Entre Rios do Oeste, e Mecânica Ribeiro/Musical Lú e Vilson/Toledo e Prefeitura de Ramilândia.


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

ESPORTES/EDITAIS

O PRESENTE | 27

JOGO DE HOJE

Felipão relaciona cinco volantes contra o Guaratinguetá Marcos Assunção, Márcio Araújo, João Vitor e Chico preenchem o setor. Tinga volta após cinco partidas fora

L

uiz Felipe Scolari deve estar preocupado em preencher o meio de campo palmeirense nesta sextafeira (17) de Carnaval, contra o Guaratinguetá, penúltimo colocado do Paulistão, pela oitava

rodada. O técnico relacionou cinco volantes para o confronto: Marcos Assunção, Márcio Araújo, João Vitor, Chico e Tinga foram convocados. A novidade fica por conta do último jogador, que voltou a ser escolhido por Felipão depois de cinco partidas fora da equipe. Nos dois primeiros confrontos, diante do Bragantino e Portuguesa, o camisa 17 foi titular e foi bastante xingado pela torcida. Outras ausências são o meia Pedro Carmona, por opção técnica, e o atacante Fernandão,

que está com problemas no púbis e não foi ontem (16) a campo na Academia de Futebol. Cicinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, será substituído por Artur. Scolari não fez coletivo durante essa semana, mas deve manter quase a mesma formação que goleou o Ituano no último sábado (11), por 3 a 0, com a seguinte escalação: Deola; Artur, Leandro Amaro, Henrique e Juninho; Marcos Assunção, Márcio Araújo, Patrik, Daniel Carvalho e Patrik; Barcos.

Diário Oficial publica hoje decisão pró-São Paulo no “caso Oscar”

Lucas Uebel/Vipcomm

Um novo capítulo importante na novela que envolve o meia Oscar, o São Paulo e o Internacional é escrito hoje (17). Isto porque a decisão que anula a sentença de 2010, que permitia a rescisão do contrato com o tricolor, seria publicada hoje pelo Diário Oficial. Na semana passada, o acórdão do julgamento já havia sido publicado no site do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo. Só isso, na visão dos advogados do São Paulo, bastava para causar efeito que impedisse o jogador de atuar pelo Internacional. Porém, os representantes de Oscar e do clube gaúcho assumiram o risco e seguiram escalando o meia. “Agora desaparece essa discussão, acabou a alegação de que a decisão não teria efeito enquanto não fosse publicada no Diário Oficial. A partir de sexta, a ordem de rescisão não tem mais efeito e o Oscar volta a ter contrato com o São Paulo. Cabe ao Internacional decidir se vai continuar usando o jogador”, afir-

Oscar não quer voltar ao São Paulo, mas contrato com o clube volta a ter validade com publicação no Diário Oficial

mou Carlos Eduardo Ambiel, que defende o time paulista no caso. De acordo com Ambiel, a providência a ser tomada imediatamente é a alteração no registro de Oscar no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF, para que o contrato com o São Paulo, válido até o fim de 2012, volte a ter validade. A Confederação Brasileira de Futebol e a Federação Paulista de Futebol serão novamente avisadas, agora com a publicação no Diário Oficial.

Preparador diz: “Adriano tem menor peso corporal desde que cheguei” No desembarque do Corinthians após o empate por 1 a 1 contra o Deportivo Táchira, na Venezuela, o técnico Tite não confirmou a presença de Adriano na partida de amanhã (18), contra o São Caetano, pelo Paulistão. Como de costume, passou a bola para o preparador físico Fábio Mahseredjian, que afirmou que o martelo ainda não foi batido. “Ainda não (está confirmado). Vamos observar o treinamento dele e ver como ele vai se apresentar. Ele evoluiu na semana passada, mas dissemos a ele que precisa ter continuidade na evolução. Se teve, tem grandes chances (de jogar). Vamos observar nos treinos”, declarou o profissional, que elogiou sua condição: “Ele mudou porque se dedicou, treinou, evolui. Apareceu no peso corporal mais baixo desde que estou lá”, garantiu, sem falar em números. Profissional de currículo com

vários títulos, inclusive pela Seleção Brasileira, Mahseredjian é o principal responsável por deixar o camisa 10 a ponto de bala para o retorno aos gramados. Fato que até o fez rir quando perguntado se vêlo em campo diante do Azulão lhe daria uma sensação de “dever cumprido”. “Com ele, cumprido é difícil (risos)... Tem sempre cenas dos próximos capítulos (risos). O mais legal é o seguinte: ele está se conscientizando da necessidade de fazer o que está fazendo. Que sem ter condições físicas plenas, não vai conseguir mostrar o seu futebol. Ele tem essa noção. Quando acabou jogo do Flamengo (amistoso, em 15 de janeiro), ele nos procurou e falou: ‘Não dá para jogar’. Então o chamamos para mostrar que ele evoluía em uma semana e ‘involuía’ em outra. Mostramos a necessidade de ficar concentrado, controlando peso e alimentação”, explicou.

Cartolas começam briga por comando da CBF Oscar já anunciou que não voltará ao clube, pelo menos enquanto essa diretoria, comandada pelo presidente Juvenal Juvêncio, estiver no comando. Seus advogados terão oito dias para recorrer da decisão. Legalmente, o jogador, que entrou na Justiça no fim de 2009 reclamando o descumprimento de cláusulas salariais, voltaria ganhando R$ 16 mil, valor acertado no contrato que voltou a ter validade.

Os presidentes das Federações de Futebol já começaram as articulações em busca de um nome de consenso para assumir a presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Os indícios, não negados pela entidade, de uma renúncia do mandatário Ricardo Teixeira anteciparam uma briga programada para ocorrer apenas em 2014. O presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Marco Polo Del Nero, é o nome preferido da ala conservadora, além de ter a simpatia de Teixeira. Ele tem o apoio de aliados do mandatário da CBF, como os presidentes das federações mineira, Paulo Schettino, e catarinense, Delfim Peixoto. A ala independente está sob a liderança dos presidentes das federações do Rio de Janeiro, Rubens Lopes, e do Rio Grande do

Sul, Francisco Novelletto. O principal medo dos dirigentes é o de que a CBF se transforme em uma entidade comandada por paulistas. “Ao prorrogarmos o mandato para 2014, o que estendemos foi a permanência de Teixeira. Se ele renunciar, não tem porque nenhum outro ficar esse tempo a mais, já que a Copa está garantida. Queremos que novas eleições sejam convocadas e quem ganhar ganhou”, frisou Novelletto. O presidente da Federação Gaúcha ainda lembrou que a prorrogação do mandato só ocorreu por causa da Copa. E, agora, novas eleições não prejudicariam o Mundial. Mas um terceiro nome, que pode representar o consenso, é o do vicepresidente da CBF da Região Centro-Oeste, Weber Magalhães. Ele sempre esteve ao lado de Teixeira e não escondeu que cobiça o cargo.

CAMPEONATO PAULISTA JOGOS DE HOJE (17) 19h30 19h30 19h30 21h00

Ponte Preta Botafogo-SP Portuguesa Guaratinguetá

x x x x

Oeste Mogi Mirim XV de Piracicaba Palmeiras


GERAL

28 | O PRESENTE

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

OCUPAÇÃO

Brasil ainda está longe do pleno emprego, afirma Ipea Alto nível de informalidade e taxas ocultas de desemprego mostram que o país não alcançou situação em que haveria vagas disponíveis para toda a população

A

pesar dos aumentos sucessivos na população ocupada registrados nos últimos meses, o Brasil ainda está longe da condição de pleno emprego, afirmam técnicos do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea). O estudo “Considerações sobre o Pleno Emprego no Brasil”, divulgado ontem (16), aponta que o alto nível de informa-

lidade, as taxas ocultas de desemprego (refletindo as pessoas que estão subempregadas ou pararam de buscar trabalho) e o porcentual de 70% de novas vagas com remuneração de até dois salários mínimos comprovam que o país não alcançou a situação em que haveria vagas disponíveis, com remunerações adequadas, para toda a população economicamente ativa disposta a trabalhar. Os pesquisadores dizem que não é possível precisar uma taxa que represente esta condição, porque ela está ligada a indicadores de qualidade dos empregos. “É um conceito absolutamente vago, frágil, que vem sendo empregado sem muito rigor na fala de muitos economistas”, diz o coordenador do Grupo de Análises e Previsões (GAP) do Ipea,

Roberto Messenberg. André Calixtre, assessor técnico da presidência do Ipea, destacou que, ao contrário do que afirmam alguns analistas, o crescimento do mercado de trabalho está acompanhando o desenvolvimento da economia e não impedindo o seu avanço. “Não sabemos o que é o pleno emprego, mas sabemos o que ele não é. Ele não pode estar atrelados a ciclos econômicos. Se o dinamismo da economia diminuir, acabou o avanço do mercado de trabalho”. Calixtre ressaltou ainda que os empregos têm crescido de maneira diferente do que no passado, com aumento da formalização e da massa salarial real. As vagas formais aumentaram 16,7% entre 2007 e 2010, segundo a Pesquisa Mensal de Emprego do

Gasolina paga pelos brasileiros é uma das mais caras do mundo

Mesmo com o controle de preço dos combustíveis pelo governo - uma tentativa de estabilizar a inflação ao consumidor no país - o motorista brasileiro paga um dos litros de gasolina mais caros do mundo. Uma pesquisa da consultoria americana Airinc, mostra que a gasolina comum vendida nos postos do país (R$ 2,90 por litro) custa 40% a mais do que em Buenos Aires (R$ 2,08) e 70% acima do comercializado em Nova York (R$ 1,71). Os dados foram coletados em 35 países, no mês de janeiro, e revela que a gasolina brasileira ocupa a 13ª posição entre as mais caras do mundo, próximo de países desenvolvidos. Como na Noruega, onde o combustível chega a custar R$ 4,49. Também estão à frente do Brasil, Inglaterra e Itália. Segundo especialistas, os impostos cobrados sobre o produto nas bombas são os responsáveis pela distorção. O preço do combustível ao consumidor é atualmente composto por 39% de carga tributária (ICMS, Cide, PIS/Pasep e Cofins). Outros 18% são a margem da distribuidora e revendedora; 9% são o custo do álcool anidro (que é adicionado à gasolina) e mais 34% referem-se ao custo da refinaria. Segundo Alisio Vaz, presidente do Sindicato Nacional das Em-

presas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), o principal problema está no imposto na esfera estadual. No Rio, por exemplo, o Governo do Estado cobra 31% de ICMS sobre a venda da gasolina. Isso representa R$ 0,90 do preço do produto. “Não é nosso papel ficar reclamando de tributação. Quem tem que fazer isso é o consumidor. O imposto é estabelecido pelos poderes Executivo e Legislativo. Mas a carga tributária é sim muito alta”, afirmou Vaz, para quem o peso tributário torna desprezível, por exemplo, os problemas logísticos do país na distribuição de combustíveis, o que aumentaria em "alguns centavos de real o custo final do produto". Para Adriano Pires, diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura, no entanto, política tributária do combustível no país está correta. Ele explica que uma gasolina barata aumentaria o consumo do produto, causador de poluição, e beneficiaria apenas a parcela da população que tem dinheiro para ter automóvel. “Uma gasolina barata não beneficiaria a coletividade. Reduzir impostos da gasolina significaria abrir mão de arrecadação para outros objetivos, como saúde e educação. Esse recurso pode ir para melhorar metrô, transporte coleti-

vo. Gasolina barata é coisa de país pouco desenvolvido”. O tema é controverso. A classe C tem sido a principal responsável pelo aumento do consumo de combustíveis e pela compra de automóveis no Brasil. Segundo o antropólogo Everardo Rocha, da PUC-Rio, a carência de transportes públicos de qualidade muitas vezes exige a compra de um carro. “Uma gasolina mais barata também incentivaria a indústria e a economia inteira. Foi assim nos EUA. Uma gasolina barata não é uma questão apenas de classe social. E quem garante que os recursos arrecadados são revertidos em investimento ou se perde em coisas menos importantes?”, disse Rocha. O combustível brasileiro aparece na pesquisa com o mais caro da América Latina, superando países como Chile (R$ 2,71), México (R$ 1,29) e Venezuela (R$ 0,03). Esta última tem o combustível mais barato do mundo. O preço do combustível brasileiro não é mais caro porque a Petrobras vende o produto a preços subsidiado na refinaria, o que chegou a prejudicar o resultado da companhia no quarto trimestre do ano passado, cujo lucro caiu 52% frente ao mesmo período do ano anterior. E isso pode aumentar a pressão na estatal por um reajuste de preços.

Governo flexibiliza operação de radiodifusores O Ministério das Comunicações concedeu ontem (16), por meio de uma portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), autorização provisória a radiodifusores que já possuem local de funcionamento aprovado, mas que ainda não estão licenciados. Com essa autorização antecipada, emissoras poderão começar a funcionar assim que o Congresso Nacional publicar autorização da outorga.

Até então, era preciso esperar vistoria técnica e licenciamento. De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério, essa pré-autorização só é válida para os processos antigos, que já passaram pelas etapas de outorga, ratificação do Congresso e aprovação de local. Nos processos que tiverem início agora, esse já será o padrão, seguindo as mudanças aplicadas desde janeiro. O intuito das mudanças, conforme as Comunicações, é dar

mais agilidade aos processos. A assessoria explicou também em seu site que o Ministério assinará um convênio com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para que os processos de engenharia sejam analisados pela agência reguladora, que possui unidades regionais e, portanto, mais capilaridade. A intenção da Pasta é a de que informatizar todo o sistema de radiodifusão brasileiro.

IBGE, e 17,2% pela Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho. Já a massa salarial real passou de cerca de R$ 25,5 bilhões, em maio de 2005, para cerca de R$ 38 bilhões, em outubro de 2011, também de acordo com IBGE e Ministério do Trabalho. A existência de “gargalos setoriais” não significa que o mercado de trabalho inteiro esteja se aproximando do patamar ideal de emprego, explica a técnica de Planejamento da Diretoria de Estudos e Políticas Macroeconômicas do instituto, Maria Andreia Lameiras. “Algumas cidades ou atividades podem ter dificuldades de encontrar mão de obra. Temos visto isso ocorrer nos setores que têm criado mais vagas, como a cons-

trução civil, serviços e a indústria naval. Mas isso de forma alguma é um processo generalizado”, afirmou Maria Andreia. Professor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Fernando Mattos avalia que não é possível determinar a real situação dos empregos no país com base nas informações disponíveis atualmente. Segundo ele, as várias pesquisas (PME-IBGE, RaisMTE, PED-Dieese e Caged) possuem limitações em suas representações sobre o mercado de trabalho. “O sonho de consumo de todo pesquisador dessa área seria uma pesquisa mensal medindo as taxas de desemprego abertas e ocultas em todos os municípios. Uma pesquisa deste porte, no entanto custaria muito caro”, pondera Mattos.


SEXT A -FEIRA 7 DE FEVEREIR O DE 20 12 SEXTA -FEIRA,, 1 17 FEVEREIRO 2012

APARTAMENTO, vendo, 146.70 m², 1 suíte + 2 quartos, bwc, sala, cozinha planejada 18 m², lavanderia, dispensa, cortinas, jogo de jantar, 2 ares-condi., no centro, valor a combinar. Tr. (45)3254-3144 ou 99650030 com Toninha Imóveis. Creci 9.384.

APARTAMENTO, vendo, 92 m², suíte + 1 quarto, sala, cozinha, bwc, lavand., sacada, na Rua 22 de Abril, R$ 170.000,00. Tr. (45)32543144 ou 9965-0030 com Toninha Imóveis. Creci 9.384.

APARTAMENTO, vendo, c/ 1 suíte, 3 quartos, garagem p/ 3 carros, no Ed. Di Cavalcante, na R. Men de Sá esq. c/ Ceará, R$ 200.000,00. Tr. (45)9972-5013 ou 32541718 com Imobiliária Bier. Creci 2390.

APARTAMENTOS, vendo, 189 m², c/ 2 vagas na garagem, no Ed. Vale do Reno, valor a combinar, aceito terra. Tr. (45)3254-3144 ou 9965-0030 com Toninha Imóveis. Creci 9.384.

CASA, vende-se, 67.43 m², nova, conjugada, c/ 2 quartos, sala, cozinha, bwc, garagem, na R. Américo Vespúcio, Lot. Monte Carlo, R$ 90.000,00, pode ser financiada. Tr. (45)32545000 com Certo Imóveis. Creci J-4248.

CASA, vende-se, 67.97 m², em construção, c/ 2 quartos, sala, cozinha, bwc, lavand., garagem, R. Almir Dalla Vechia, Lot. Recanto dos Pássaros, R$ 80.000,00, pode ser financiada pelo Minha Casa, Minha Vida. Tr. (45)32545000 com Certo Imóveis. Creci J-4248.

CASA, vende-se, 99.85 m², usada, c/ 2 quartos, 1 suíte, sala, cozinha, bwc, garagem, na R. Travessa Rio Branco, Lot. Continental, R$ 160.000,00, aceito propostas, pode ser financiada. Tr. (45)3254-5000 com Certo Imóveis. Creci J4248.

Temperatura: 27º/21º

CASA, vendo ou troco, alvenaria, c/ laje, 3 quartos, sala, cozinha, bwc, no Bairro Higienópolis, valor a combinar, aceito propostas. Tr. (45)9948-7706. CASA, vendo, 100 m², c/ suíte + 2 quartos, sala estar/jantar, cozinha, lavand., garagem, jardim de inverno, ótima localização, próximo ao Posto Tonin/ Copagril, valor a combinar. Tr. (45)9969-6919 com Valdir/JF Investimentos. CASA, vendo, 110 m², alvenaria, c/ laje, 2 quartos, 1 suíte, demais depend., no Lot. Augusto I, R$ 145.000,00. Tr. (45)32544814 ou 9931-9908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743. CASA, vendo, 111 m², c/ suíte + 2 quartos, demais depend., em fase de acabamento, próximo ao Clube Aliança, valor a combinar. Tr. (45)9969-6919 com Valdir/JF Investimentos. CASA, vendo, 120 m², abas de concreto, 3 quartos, 2 bwc, sala, copa, cozinha, garagem, lavand., churrasq., acabamento em gesso, jd. interno, portões elet., terreno 398.25 m², no Lot. Avenidas, valor a combinar. Tr. (45)3254-3144 ou 9965-0030 com Toninha Imóveis. Creci 9.384. CASA, vendo, 130 m², de esquina, no Bairro Arco Irís, R$ 77.000,00. Tr. (45)32544814 ou 9931-9908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743. CASA, vendo, 135 m², alvenaria, c/ 3 quartos, sala, cozinha, lavand., 2 bwc, garagem, terreno 500 m², na Rua 12 de Outubro, nº 295, 300 m do Banco do Brasil, valor a combinar, pode ser financiada. Tr. (45)32841048 ou 9962-0082 com Antonio Corretor de Imóveis. Creci 17.145.

Temperatura: 33º/22º

Temperatura: 27º/21º

O PRESENTE | 29

Classificados na internet: www.opresente.com.br

CASA, vendo, 157 m², com forro de madeira, 3 quartos, 2 bwc, sala, cozinha, garagem, área de festa, terreno 14x49, murada, Rua 12 de Outubro, nº 2565, no Lot. Rainha, R$ 120.000,00, pode ser financiada. Tr. (45)3284-1048 ou 9962-0082 com Antonio Corretor de Imóveis. Creci 17.145. CASA, vendo, 170 m², semi-mobiliada, terreno 617 m², com título, no clube náutico, em Porto Mendes, valor a combinar, aceito carro, terreno ou casa de menor valor. Tr. (45)3254-3144 ou 9965-0030 com Toninha Imóveis. Creci 9.384. CASA, vendo, 68.92 m², c/ laje, 3 quartos, sala, cozinha, lavand., bwc, garagem, no Lot. Santa Felicidade, MCR, R$ 86.000,00. Tr. (45)3284-1048 ou 99620082 com Antonio Corretor de Imóveis. Creci 17.145. CASA, vendo, 70 m², alvenaria, c/ laje, 2 quartos, sala, cozinha, bwc, lavand., churrasq., terreno c/ espaço p/ construir + 2 aptos, na Rua Pernambuco, nº 2260, próximo à Unioeste, em MCR, valor a combinar, pode ser financiada. Tr. (45)3284-1048 ou 99620082 com Antonio Corretor de Imóveis. Creci 17.145. CASA, vendo, 70 m², terreno 20x38, no Lot. Pooch, R$ 155.000,00, pode ser financiada Tr. (45)3284-1048 ou 9962-0082 com Antonio Corretor de Imóveis. Creci 17.145. CASA, vendo, 80 m², 3 quartos, sala, cozinha, lavand., garagem, terreno 12x24, no Bairro Frankfurt, R$ 110.000,00, pode ser financiada. Tr. (45)32841048 ou 9962-0082 com Antonio Corretor de Imóveis. Creci 17.145.

Temperatura: 27º/20º

CASA, vendo, alvenaria, 100 m², área de festas de 45 m², na Rua Estrela, nº 145, Condomínio Arco Irís, valor a combinar. Tr. (45)3284-1594 com Moacir. CASA, vendo, alvenaria, nova, no Cond. Residencial União, R$ 70.000,00 de entrada + R$ 60.000,00 financiado pela CEF, parcelas de R$ 422,00. Tr. (45)32544814 ou 9931-9908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743. CASA, vendo, c/ 2 quartos, sala, cozinha, bwc, lavand., churrasq., no Conj. Habitacional São Lucas, R$ 60.000,00, pode ser financiada. Tr. (45)32543128 ou 9952-6136 com Francisco Imóveis. CASA, vendo, próximo ao cemitério de MCR, R$ 105.000,00, apta p/ financiamento. Tr. (45)3254-4814 ou 9931-9908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743. CASAS, vendo ou troco, 2, no mesmo terreno 12x35, ao lado do novo mercado da Copagril, valor a combinar, troco por chácara próximo a MCR. Tr. (45)32543943 ou 9934-8875. CHÁCARA, vendo ou troco, na Linha Gaúcha, 1.000 m do asfalto, R$ 70.000,00. Tr. (45)3254-4814 ou 99319908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743. CHÁCARA, vendo, 3.5 alq., com casa de 3 pisos, açude grande, mata natural e casa para zelador, próxima ao novo mercado da Copagril, R$ 580.000,00. Tr. (45)9972-5013 ou 32541718 com Imobiliária Bier. Creci 2390.

Temperatura: 39º/23º

Temperatura: 27º/21º

CHÁCARA, vendo, 33.765 m², de frente p/ BR 163, próximo ao frigorífico de suínos em Novo Horizonte, ideal p/ indústria ou comércio, valor a combinar. Tr. (45)9969-6919 com Valdir/ JF Investimentos.

SOBRADO, vende-se, 170 m², novo, c/ 2 quartos, 1 suíte, salas, cozinha, 2 bwc, lavand., garagem, na R. Paraná, Lot. Freitag, R$ 315.000,00, pode ser financiado. Tr. (45)32545000 com Certo Imóveis. Creci J-4248.

CHÁCARA, vendo, 4.5 alq., próximo à Sperafico, fundos, R$ 250.000,00. Tr. (45)9972-5013 ou 32541718 com Imobiliária Bier. Creci 2390.

SOBRADO, vendo, 187 m², c/ 2 quartos, 1 suíte c/ sacada, 2 salas, bwc, cozinha, lavand., garagem, terreno 13x48, na R. Presidente Costa e Silva, nº 1253, em MCR, R$ 320.000,00. Tr. (45)99688581 ou 3279-1201.

FAZENDA, vendo, no MS, terra preta, 45% de argila, 7,5 de PH, a partir de R$ 5.000,00 o hectare. Tr. (45)3254-4814 ou 99319908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743. PRÉDIO, vendo ou troco, comercial e residencial, c/ 7 apartamentos de 150 m², 13 quitinetes de 50 m², 3 salas comerciais de 90 m², no centro de MCR, valor a combinar, troco por terra na região. Tr. (45)3254-4814 ou 9931-9908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743. SÍTIO, vendo, c/ 3.9 alq., casa de alvenaria, na linha Guarani, na cabeceira do asfalto, valor a combinar. Tr. (45)3254-4814 ou 99319908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743. SÍTIO, vendo, c/ 4 alq., planta 3, c/ chiqueiro p/ 300 suínos (desativado), casa de alvenaria, em Novo Horizonte, valor a combinar. Tr. (45)3254-4814 ou 99319908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743.

SOBRADO, vendo, 190 m², novo, c/ suíte, 2 quartos, 2 bwc, 2 salas, cozinha sob medida, lavand., área de festas, garagem p/ 2 carros, piscina aquecida, sist. de aquecimento solar p/ água, jd. interno, terraço, móveis imbutidos novos, ar-cond., cerca elét., terreno 480 m², no Lot. Parque Ecológico, R$ 480.000,00. Tr. (45)99725660 com Eduardo.

SOBRADO, vendo, 259.99 m², c/ terreno de 25x40, piscina, área de festas, na Rua Paraíba, nº 135, R$ 380.000,00, aceito Apartamento em Curitiba. Tr. (45)3284-1048 ou 99620082 com Antonio Corretor de Imóveis. Creci 17.145.

TERRA, vende-se, 2.80 alq., sem benfeitorias, na linha Maracanã, R$ 115.000,00. Tr. (45)3254-5000 com Certo Imóveis. Creci J-4248.

TERRA, vendo, 1 alq., c/ casa nova, pré-moldado, porão p/ cantina de vinho, açude, 1.400 pés de uva e 400 pés de espinheira santa, 3 km do asfalto, saída de Quatro Pontes, R$ 230.000,00. Tr. (45)99725013 ou 3254-1718 com Imobiliária Bier. Creci 2390.


CLASSIFICADOS

30 | O PRESENTE TERRA, vendo, 1 alq., c/ fonte de água, riacho, sisleg, documentação ok, ideal p/ moradia, próximo à linha Heidrich (3 minutos do portal), valor a combinar, aceito terreno ou carro. Tr. (45)9951-5251 ou 88414400. TERRA, vendo, 12 alq., toda em pasto, em São José do Iguaçu, valor: 600 scs de soja o alq. Tr. (45)9972-5013 ou 32541718 com Imobiliária Bier. Creci 2390. TERRA, vendo, 16 alq., planta 14, na linha Boa Vista, Novo três Passos, valor: 1.100 scs de soja, na troca aceito caminhão, carreta ou propriedade em Cascavel. Tr. (45)9972-5013 ou 32541718 com Imobiliária Bier. Creci 2390. TERRA, vendo, 3 alq., planta 2.5, 3.500 m do asfalto, sem benfeitorias, na linha Neuhaus, R$ 140.000,00. Tr. (45)99696919 com Valdir/JF Investimentos. TERRA, vendo, 31 alq., com benfeitorias, encostado na BR, valor a combinar. Tr. (45)9923-9210 ou 99826389. TERRA, vendo, 41 alq., toda mecanizada de 1º, c/ 2 barracões, 2 casas, poço artesiano, 5 km do asfalto, em Japorã, Mundo Novo, MS, valor: 900 scs de soja o alq., aceito troca. Tr. (45)9972-5013 ou 32541718 com Imobiliária Bier. Creci 2390.

TERRA, vendo, 5.18 alq., em Bela Vista, R$ 265.000,00, aceito casa ou terreno como parte de pgto. Tr. (45)3254-4814 ou 99319908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743. TERRA, vendo, 60 alq., planta 40, c/ várias benfeitorias, a 4 km do centro de MCR, próximo ao Guarani, R$ 2.100.000,00. Tr. (45)9972-5013 ou 32541718 com Imobiliária Bier. Creci 2390. TERRENO, vendo, 1.000 m², c/ casa de madeira, em Novo Horizonte, R$ 55.000,00. Tr. (45)32544814 ou 9931-9908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743. TERRENO, vendo, 1.400 m², c/ 2 casas de alvenaria, na Rua 31 de Março, Bairro Ana Paula, valor a combinar. Tr. (45)3254-4814 ou 9931-9908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743. TERRENO, vendo, 12.60x40, no Lot. Nova América, R$ 48.000,00, aceito casa de maior valor. Tr. (45)3284-1048 ou 99620082 com Antonio Corretor de Imóveis. Creci 17.145. TERRENO, vendo, 12x36.99, na R. Isidoro Lonini, Lot. Renascer, R$ 50.000,00. Tr. (45)99154674. TERRENO, vendo, 308 m², no Lot. Wollstein, R$ 48.000,00. Tr. (45)99696919 com Valdir/JF Investimentos.

TERRENO, vendo, 350 m² (10x35), c/ casa de madeira, na Vila Gaúcha, valor a combinar. Tr. (45)32544814 ou 9931-9908 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743.

APARTAMENTO, ofereço p/ alugar, no Bairro Higienópolis, próximo a BR, R$ 310,00. Tr. (45)3254-4814 com Localiza Negócios Imobiliários. Creci J 4743.

TERRENO, vendo, 390 m² (13x30), no Lot. Floresta, próximo ao Bairro Frankfurt, valor a combinar. Tr. (45)3284-1048 ou 99620082 com Antonio Corretor de Imóveis. Creci 17.145.

APARTAMENTO, ofereço p/ alugar, suíte + 2 quartos, sala c/ 2 ambientes, sala de jantar e cozinha independente da lavanderia, no calçadão, centro de MCR, R$ 550,00. Tr. (45)99656161 ou 9973-0444.

TERRENO, vendo, 454.28 m², de esquina, no Parque Ecológico, valor a combinar. Tr. (45)3254-3144 ou 9965-0030 com Toninha Imóveis. Creci 9.384. TERRENO, vendo, 483.50 m², 100 m da Av. Rio Grande do Sul, no Vale Verde, R$ 55.000,00. Tr. (45)32543144 ou 9965-0030 com Toninha Imóveis. Creci 9.384. TERRENO, vendo, 800 m², na Rua Dom Pedro, centro, valor a combinar. Tr. (45)3254-3144 ou 99650030 com Toninha Imóveis. Creci 9.384. TERRENO, vendo, de esquina, meio terreno, ao lado da super creche, Lot. Santa Felicidade, valor a combinar, aceito carro ou barco. Tr. (45)3254-3943 ou 9934-8875. TERRENO, vendo, na Av. Maripá, a 1/2 quadra do Ruzza Supermercados, em MCR, R$ 300.000,00, aceito terreno. Tr. (45)99725013 ou 3254-1718 com Imobiliária Bier. Creci 2390. TERRENOS, vendo, 2, de 396 m² (18x22), no Lot. Roda D'água, R$ 55.000,00 cada, pgto à vista. Tr. (45)3254-0101 ou 99210999 com Plano Empreendimentos Imobiliários Ltda. Creci J 3910. TERRENOS, vendo, 4, 400 m² (20x20), no Lot. Roda D'água, em MCR, R$ 55.000,00 cada, pgto à vista. Tr. (45)3254-0101 ou 9921-0999 com Plano Empreendimentos Imobiliários Ltda. Creci J 3910. TERRENOS, vendo, são 7 juntos, na Av. Rio Grande do Sul, valor a combinar. Tr. (45)9978-0302 com João.

APARTAMENTOS, alugo, prédio novo, 2 quartos, demais depend., garagem, portão elet., gás encanado, interfone, parabólica col., área de lazer, sacadas, no Resid. Alexandre Henrique, R. José Bonifácio, nº 164, próx. à prefeitura, valor a combinar. Tr. (45)32541167 ou 9959-0433 com Terezinha. APARTAMENTOS, ofereço p/ alugar, c/ 1 e 2 quartos, para casal, c/ sala, cozinha, lavand., bwc, garagem, na Rua 7 de Setembro, nº 434, atrás da Loja Dez, Prédio Batske, valor a combinar. Tr. (45)99407523 ou 9971-1150. CASA, ofereço p/ alugar, alvenaria, 8 peças, na Rua Bahia, nº 52, MCR, valor a combinar. Tr. (45)99747190. CASA, ofereço p/ alugar, alvenaria, c/ 3 quartos, demais depend., na R. Aracajú, nº 799, próximo ao posto da Copagril, R$ 550,00. Tr. (45)3254-5734 ou 9126-1819 com Ivone.

FUSCA, vendo, ano 78, vermelho, c/ 4 pneus novos, aro 14, R$ 3.500,00. Tr. (45)9144-0343 com Gustavo.

CELTA 1.0 VHC, vendo, ano 2003, c/ ar-cond., alarme, trava, 4 pneus novos, em ótimo estado, R$ 18.000,00. Tr. (45)99798119 com Carlos. CHEVETTE 1.6, vendo, ano 89, gasolina, 2º dono, alarme, som, rodas de liga leve aro 14, R$ 7.500,00. Tr. (45)9921-4096. CLIO RL 1.0, vendo, ano 2001, Renault, valor a combinar. Tr. (45)9134-5388. COROLLA 1.8 XEI, vendo ou troco, ano 2007/07, valor a combinar, aceito carro até R$ 15.000,00. Tr. (45)9960-8587 com Cleto. CORSA 1.4, vendo ou troco, ano 95, com trava e vidros elétricos, todo revisado, valor a combinar. Tr. (45)9915-3065. CORSA SEDAN, vendo, ano 2003, metálico, completo, modelo novo, revisado, em ótimo estado, valor a combinar. Tr. (45)99785237 . CORSA, vendo ou troco, ano 95/96, branco, 2 portas, c/ motor novo, R$ 8.500,00. Tr. (45)9935-0414. ECOSPORT XLT 1.6, vendo, ano 2005/06, Ford, prata, flex, bancos em couro, R$ 34.000,00. Tr. (45)84182834 com Eduardo.

CASA, ofereço p/ alugar, c/ 7 peças, laje, alvenaria, na R. Minas Gerais, nº 1360, próximo ao Allmayer, valor a combinar. Tr. (45)9974-7113 ou 99276373.

ESCORT 1.0 HOBBY, vendo, ano 95, prata, ótima mecânica, básico, em bom estado, R$ 6.900,00, aceito biz com partida. Tr. (45)99709884.

CASA, preciso p/ alugar, no Lot. Avenidas ou próximo ao Parque Industrial, valor a combinar. Tr. (45)99053787 com Débora.

ESCORT 1.6 L, vendo, ano 93, Ford, vermelho, 2 portas, gasolina, R$ 5.500,00. Tr. (45)9904-4099 com Jandir.

ASTRA 2.0 ADVANTAGE, vendo, ano 2006, preto, flex, 2 portas, completo, 67.000 km, valor a combinar. Tr. (45)9937-3320 ou 99049125. ASTRA HATCH, vendo, ano 2002/03, branco, 4 portas, entrada + 48x de R$ 578,69. Tr. (45)9937-3357.

ALUGO QUARTOS, com ou sem móveis, próximo à Unioeste, em MCR, valor a combinar. Tr. (45)91473785 ou 9106-8688.

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

BITREM, vendo, ano 2011/11, Randon, valor a combinar. Tr. (45)32791185 ou 8816-2656 com Adilson.

ESCORT 1.6, vendo, ano 94/94, Ford, valor a combinar. Tr. (45)3254-2074 ou 9134-0593 com Jeverson. FH 12 380, vendo, ano 94 e carreta guerra 98, todo vermelho, motor novo, em ótimo estado, trabalhando, R$ 50.000,00 + financiamento. Tr. (45)8826-6263 (tim) com Gilvane. FIESTA SEDAN 1.6, vendo, ano 2002, prata, Ford, c/ ar-cond., DH, vidros e travas elétricas, bancos em couro, valor a combinar. Tr. (45)9980-7100.

GOL 1.0 SPECIAL, vendo, ano 2003, cinza, 2 portas, básico, R$ 12.500,00, aceito biz com partida. Tr. (45)9917-1333.

GOL GL 1.8, vendo, ano 97, prata, gasolina, 2 portas, completo, rodas, arcond., DH, R$ 15.000,00. Tr. (45)9904-4099 com Jandir.

GOL III PLUS 1.0, vendo, ano 2001, prata metálico, 4 portas, DH, ar-cond., comando elét. vidros, travamento central, rodas liga leve, toca cd mp3, completo, super conservado, valor a combinar. Tr. (45)9972-2543.

GOL, vendo, ano 2004/ 05, branco, 2 portas, álcool original, particular, em ótimo estado, valor a combinar, sem troca. Tr. (45)9966-6718 ou 32841819.

JEEP, vendo, ano 64, R$ 13.500,00. Tr. (45)91345388.

KA, vendo, ano 2007/07, Ford, vermelho, c/ ar-cond., vidros e travas elétricas, som, revisado, doc. 2012 pgos, R$ 18.000,00. Tr. (45)9950-5655.

KADETT 2.0 MPFI, vendo, ano 97, verde, placa A, c/ arcond., vidro elétrico, faróis de neblina, limpador e desemb. traseiro, engate, rodas esportivas, pelicula, impecável, R$ 10.500,00. Tr. (45)9966-3654.

MERIVA 1.8, vendo, ano 2007, branca, flex, joy, completa, em bom estado, R$ 30.900,00. Tr. (45)99356494 ou 3284-2995 com Vagner.

MONTANA 1.4, vendo, ano 2007/08, flex, com direção hidráulica, R$ 21.500,00. Tr. (45)99044099 com Jandir.

MONTANA SPORT 1.8, vendo, ano 2005, vermelha, flex, completa, cap. marítima, som, prot. caçamba, alarme c/ acion. dos vidros, chave reserva, pelicula, usada p/ passeio, R$ 26.000,00. Tr. (45)84070650.

MONZA GL, vendo ou troco, ano 95, vermelho, c/ DH, vidros elétricos, 4 portas, desemb. traseiro, volante regulavel, trava elétrica, R$ 11.000,00. Tr. (45)99417811 com Ricardo.


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

MONZA, vendo, ano 94, bordô, completo, álcool, R$ 7.500,00. Tr. (45)99475651 ou 8419-5866.

PALIO FIRE, vendo, ano 2004/04, Fiat, prata, 2 portas, placa A, pneus novos, em ótimo estado, R$ 16.000,00. Tr. (45)99620703.

PAMPA 1.8, vendo, ano 96, prata, álcool, R$ 14.000,00. Tr. (45)99044099 com Jandir.

CB 500, vendo ou troco, ano 99, roxa, Honda, 44.000 km, c/ bateria, relação e pneu dianteiro novos, valor a combinar, aceito moto de menor valor. Tr. (45)9994-2027 com Giovan. CB 500, vendo, ano 2000, Honda, preta, pneus e relação novos, trava coroa toda revisada, escape original e coyote tryoval, valor a combinar. Tr. (45)9917-5477.

PEUGEOT 206, vendo, ano 2000, preto, 4 portas, completo, R$ 10.000,00 + 14x de R$ 373,00. Tr. (45)9940-7571.

CB 600 HORNET, vendo, ano 2005/05, vermelha, Honda, 30.000 km, em ótimo estado, R$ 22.500,00. Tr. (45)9977-0876 com Bruno.

PICK-UP CORSA, vendo ou troco, ano 2003, prata, completa, valor a combinar. Tr. (45)9948-7706.

Atenção vítimas de acidente do ano de 2008 à 2011

PUNTO HLX 1.8, vendo, ano 2008, laranja spot, completo, valor a combinar. Tr. (45)9932-5335 ou 9119-0760.

SANTANA 1.8, vendo, ano 97/97, prata, 4 pneus novos, 4 portas, placa A, arcond., bem conservado, valor a combinar. Tr. (45)3254-4273 com Alice.

SAVEIRO 1.6, vendo, ano 98/98, gasolina, básica, em ótimo estado, c/ rodas, engate, capota, trava e alarme, valor a combinar. Tr. (45)8819-5080.

SCANIA 124 360, vendo, ano 2002, bitrem Guerra 2002, valor a combinar, aceito terreno em MCR. Tr. (45)9919-6646.

SCÉNIC 1.6, vendo, ano 2002, preta, c/ ar-cond., DH, travas e vidros elétricos, cd player, super conservada, valor a combinar. Tr. (45)9980-7100.

UNO ESPORTIVO 1.6 R MPI, vendo, ano 93, prata, c/ ar-cond., teto solar, vidros e travas elétricas, pneus novos, todo revisado, super conservado, R$ 10.000,00. Tr. (45)9980-7100.

UNO, vendo, ano 2004/ 04, azul, c/ 4 pneus novos, trava, alarme, som, valor a combinar, aceito propostas. Tr. (45)9134-0596.

CB 300, vendo ou troco, ano 2011, vermelha, c/ 3.000 km, valor a combinar. Tr. (45)9951-7608.

(45) 9972-7923 Informações 9134-9384 H.J. MUNCHEN & VENGRAT 3254-4503 CNPJ: 10759805/0001-77

CG 150 SPORT, vendo ou troco, ano 2006/07, valor a combinar, aceito biz 2008 a 2010. Tr. (45)9935-0414. CG TITAN ES, vendo, ano 2008, Honda, com 7.200 km, R$ 5.000,00. Tr. (45)9801-0246 ou 32542324 com Daniela. FACTOR, vendo, ano 2010/11, Yamaha, vermelha, completa, c/ rodas liga leve e freio a disco, R$ 500,00 + 35x de R$ 309,00 (transferir financiamento). Tr. (45)9973-1170 com Junior. XRE 300, vendo, ano 2011/11, preta, Honda, c/ 6.700 km, R$ 13.100,00. Tr. (45)9979-7209.

ANTENA P/ INTERNET, vendo, nova, R$ 200,00. Tr. (45)9935-8443 com Silvia. APARELHOS PARA ACADÊMIA DE MUSCULAÇÃO, vendo, completo, em ótimo estado de conservação, na cidade de Guaíra/PR. Tr. (44)98293782 com Priscila. AR-CONDICIONADO, vendo, Mitsuo, split, 9.000 btus, seminovo, R$ 650,00. Tr. (45)9941-2737.

CAMA ELÁSTICA, alugo, reservas. Tr. (45)91258160 ou 9903-1160. CARTA DE CRÉDITO CONTEMPLADA, vendo, para autos, crédito R$ 11.530,00, entrada R$ 5.000,00 + 25x de R$ 413,00. Tr. (45)9992-7586. CARTA DE CRÉDITO CONTEMPLADA, vendo, para autos, crédito R$ 11.810,00, entrada R$ 6.000,00 + 28x de R$ 336,00. Tr. (45)9992-7586. CARTA DE CRÉDITO CONTEMPLADA, vendo, para autos, crédito R$ 12.500,00, entrada R$ 5.500,00 + 28.5x de R$ 412,00. Tr. (45)9992-7586. CARTA DE CRÉDITO CONTEMPLADA, vendo, para autos, crédito R$ 21.600,00, entrada R$ 10.800,00 + 38x de R$ 448,00. Tr. (45)9992-7586. CARTA DE CRÉDITO CONTEMPLADA, vendo, para autos, crédito R$ 24.200,00, entrada R$ 12.000,00 + 44x de R$ 476,00. Tr. (45)9992-7586. CARTA DE CRÉDITO CONTEMPLADA, vendo, para autos, crédito R$ 4.650,00, entrada R$ 2.200,00 + 29x de R$ 152,00. Tr. (45)9992-7586. CARTA DE CRÉDITO CONTEMPLADA, vendo, para autos, crédito R$ 9.320,00, entrada R$ 4.500,00 + 34x de R$ 243,00. Tr. (45)9992-7586. COMPUTADOR, vendo, novo, HD 500 GB Sata3, 4 GB memória DDR3, monitor 18.5 LCD, gravador dvd, placa mãe AM3, teclado, mouse, caixas de som, c/ garantia de 12 meses, R$ 900,00, condições especiais p/ pgto. Tr. (45)99401637 (tim) ou 8826-9446 (claro) com Cristiano. COMPUTADOR, vendo, novo, processador dual core, 2 GB mem., 500 GB de HD, gravador dvd/cd, tela LCD 18.5", preto, kit mouse, teclado, com windows 7 instalado som, com garantia, R$ 850,00. Tr. (45)9982-7830 ou 3254-9209 com Fabiano.

O PRESENTE | 31

CONSÓRCIO NÃO CONTEMPLADO, compro, acima de R$ 20.000,00. Tr. (45)99725253 com Paulo.

FREEZER, vendo, Consul, vertical, 5 gavetas, 230 litros, 110v, modelo Gran Luxo, em ótimo estado de conservação, valor a combinar. Tr. (45)3284-2705.

OFERTA DE TRABALHO para vendedor interno com experiência, interessados enviar currículo com foto na Milksoft, na BR 163, Km 33, próximo ao portal.

CURSO ONLINE, vendo, do Instituto Renato Saraiva p/ delegado de Polícia Civil. Tr. (45)9915-4674.

GELADEIRA, vendo, 320 l, Electrolux, valor a combinar. Tr. (45)9932-6524.

OFERTA DE TRABALHO para vendedoras dos produtos Tupperware, comissão + brindes. Tr. (45)8815-7474 ou 99528949 com Graciele.

DISTRIBUIDORA DE ALIMENTOS contrata vendedor de ambos os sexos, que possui veículo próprio (carro ou moto) p/ região de MCR à Santa Helena (região aberta). Tr. (45)84182834 ou 3254-2278 com Eduardo. EMPRESA DA REGIÃO contrata pessoas do sexo masculino, acima de 18 anos, que tenha carteira de habilitação para trabalhar com instalações de antenas, interessados. Tr. (45)9922-2142 com Edson. FILHOTE, vendo, de Poodle Micro Toy, fêmea, com a 1º vacina, R$ 200,00. Tr. (45)9950-5433. FILHOTES, vendo, de Chow Chow, com 50 dias, machos e fêmeas, puros, vacinados, valor a combinar. Tr. (45)9970-9884. FILHOTES, vendo, de Doberman, pretos, machos, 50 dias, R$ 380,00. Tr. (45)3254-3123. FILHOTES, vendo, de Poodle Micro Toy, machos e fêmeas, c/ 45 dias, 1º vacina, desverminados, valor a combinar. Tr. (45)9134-0596 com Emerson. FREEZER, vendo, Consul, 4 gavetas, em bom estado de conservação, valor a combinar. Tr. (45)99326524.

LANCHA DE ALUMÍNIO, vendo, Levefort, com carreta rodoviária, motor de popa Evinrude 35 hp, equipada com sonar, R$ 15.000,00. Tr. (44)9935-8504 ou (44)3642-4001. LOJA DE CELULARES, vendo, completa, c/ todos os móveis e estoque, motivo mudança, preço de ocasião. Tr. (45)8808-3448 com Marcos.

PORCELANATOS, polimento, tira manchas, riscos e encardidos da superfície do porcelanato, cerâmica, granito, pedras em geral, polimento de concreto, interessados. Tr. (45)32543943 ou 9105-2280.

LOJA DE INFORMÁTICA, vendo ou troco, há 2 anos no mercado, c/ ótima clientela, motivo mudança, Tr. (45)9908-7853.

SALÃO E ESCOLA DE CABELEIREIROS, vendo, na Av. Rio Grande do Sul, nº 554, centro, valor a combinar. Tr. (45)3254-7919 ou 9930-3438 com Marcos.

LOJA/BOUTIQUE, vendo, perto do Sicoob, centro de MCR, valor a combinar. Tr. (45)9923-0767.

TABLET MOX, vendo, com fonte, usado, R$ 200,00. Tr. (45)9994-4290 com Mateus.

MERCADO, vendo, com ótima clientela, em MCR, valor a combinar. Tr. (45)3254-0242.

TELEVISÃO 29", vendo, tela plana, Samsung, revisada, valor a combinar, parcelo pgto. Tr. (45)9113-1083 com Irineu.

MERCADO, vendo, no centro de MCR, valor a combinar, aceito propostas. Tr. (45)9932-5171. NOTEBOOK, vendo, Acer Dual Core, novo, 5 GB memória, HD 500 GB, gravador dvd, web cam, tela 14 " LED, wireless, acompanha fonte e bateria, com garantia de 12 meses, R$ 1.100,00, condições especiais de pgto. Tr. (45)99401637 (tim) ou 8826-9446 (claro) com Cristiano.

VENDO, camas elásticas e piscina de bolinhas, valor a combinar. Tr. (45)32542257 ou 9988-5844.

MUDAS DE EUCALIPTO, vendo, várias variedades, c/ plantio e manutenção completa, valor a combinar. Tr. (45)8803-0231 (tim) ou 3254-2720 com Herton.

NOTEBOOK, vendo, Acer, novo, processador dual core, 3 GB mem., 500 GB de HD, webcam, gravador dvd/cd, tela 14", com windows 7 instalado, com garantia, R$ 950,00. Tr. (45)9982-7830 ou 32549209 com Fabiano. PARA ASSINANTES

2,00 Este cartão é válido somente para a edição do dia 18/02/2012 R$

Marcar com X:

Compro Vendo

Troco

Preciso para alugar Ofereço para alugar

Produto: ---------------------------------------------- Marca: --------------------------------Novo/usado/ano: ----------------------------------- Valor: ---------------------------------Obs.: --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Tratar com: ------------------------------------------ Fone: ---------------------------------Endereço: -------------------------------------------- Cidade: -------------------------------Remetente: ------------------------------------------ Fone: ---------------------------------Assinatura do responsável: ----------------------------------------------------------------Obs.: Não nos responsabilizamos pela publicação de cartões rasurados e por informações incorretas. Entregue este cartão na recepção do Jornal O Presente entre 08 e 12 horas do dia 17/02/2012.

Recorte na linha pontilhada

VOLVO FH12 380, vendo, ano 2003, bitrem 2000 Randon, R$ 100.000,00 de entrada + financiamento, aceito troca. Tr. (45)99087113.

Você sabia que tem direito a indenização?

CLASSIFICADOS


MARECHAL CÂNDIDO RONDON - PR

SEXTA-FEIRA

17

FEVEREIRO DE 2012 Fone/fax: (45)

3254-1842

PTI desenvolverá planos de saneamento do Oeste PÁGINA 08


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

CADERNO DE EDITAIS

Edição 3284 - O PRESENTE | 01


02 | O PRESENTE - Edição 3284

EDITAIS

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

EDITAIS

Edição 3284 - O PRESENTE | 03

Continua


04 | O PRESENTE - Edição 3284

EDITAIS

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

Continua


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

EDITAIS

Edição 3284 - O PRESENTE | 05

Continua


06 | O PRESENTE - Edição 3284

EDITAIS

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

Continua


SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

GERAL/EDITAIS

Edição 3284 - O PRESENTE | 07

IMPASSE

Policiais civis do Paraná fazem operação padrão

Categoria deixou de fazer funções que não são atribuições dos policiais e afirma que cumprirá apenas o que é determinado pela lei. A par tir de amanhã (18), só 30% dos policiais devem trabalhar

O

s policiais civis do Paraná iniciaram uma operação padrão à zero de ontem (16). A categoria deixou de fazer funções que não são atribuições dos

policiais e afirma que cumprirá apenas o que é determinado pela lei. Os policiais civis do Estado rejeitaram a proposta de aumento salarial de 20% feita pelo governador Beto Richa (PSDB). Eles aprovaram indicativo de greve e a paralisação de todas as atividades da Polícia Civil deve começar em 48 horas, ou seja, a partir do sábado de carnaval (18). Somente 30% dos quatro mil policiais do Estado (1,2 mil) devem seguir trabalhando, conforme determina a lei, de acordo com o presidente do Sindicato das Classes Policiais Civis (Sinclapol), André Gutierrez. O presidente do sindicato disse que os policiais civis não estão fazendo a escolta de presos e - durante as visitas - deixaram de atender familiares de detentos que estão nas delegaci-

as. “Policiais têm de revistar pessoas como se um distrito policial fosse um presídio. Isso não será feito e a consequência será a suspensão das visitas”, afirmou Gutierrez. Em alguns distritos, segundo Gutierrez, a categoria é responsável também por preparar a alimentação dos detentos. “Policial civil não pode servir como cozinheiro para preso. O governo (do Paraná) terá de dar um jeito nessa situação”, salientou. Outra medida adotada foi que presos em regime semiaberto não serão aceitos nas delegacias. O sindicato pede que o Judiciário tome providências sobre a questão. Um ofício foi entregue à Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) ontem para

comunicar sobre as medidas adotadas pela categoria durante a operação padrão. De acordo com o Sinclapol, a comunicação oficial foi entregue também no Palácio Iguaçu, sede do Executivo estadual.

PROPOSTA

No início da tarde de quartafeira (15), o Governo do Paraná apresentou a proposta de reajuste de 26% (20% mais reposição da inflação) para policiais civis de 4ª e 5ª classes. Os oficiais de 1ª, 2ª e 3ª classe receberiam apenas a reposição da inflação. Essa opção foi rejeitada. Os policiais civis querem que o subsídio seja implantado com a incorporação de benefícios. Para isso, o salário inicial pretendido pela categoria é de, no mínimo, R$ 5.750. Atualmente, este valor é de R$ 2,7 mil.

REPERCUSSÃO NO GOVERNO

O secretário estadual de Administração, Luiz Eduardo Sebastiani, justificou que o governo não suporta, em uma tacada só, pagar a defasagem salarial dos policiais acumula-

SÚMULA DE EMISSÃO DE LICENÇA PRÉVIA

SÚMULA DE EMISSÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO

A empresa abaixo torna público que recebeu do IAP Licença Prévia para o empreendimento a seguir especificado: Empresa: Tucson Loteadora e Incorporadora de Imóveis Ltda Atividade: Loteamento Endereço: Lote nº (57-REM/58-REM-D/ 57-H)/1 – 1ª Gleba da Cia. Mate Laranjeira Município: Guaíra, Paraná. Validade: 22/12/2013

A empresa abaixo torna público que recebeu do IAP Licença de Operação para o empreendimento a seguir especificado: Empresa: José Eladio Pletsch Deves Atividade: Suinocultura, sistema UPL Endereço: Lote Rural n° 17/B e 17/C Município: Quatro Pontes, Paraná. Validade: 31/01/2016

da há vários anos. Outra alegação é de que todos os profissionais da área de segurança pública receberam, em maio do ano passado, a reposição inflacionária de 6,5%. Com base na afirmação de que os cargos mais altos da Polícia Militar receberam aumento salarial desproporcional aos postos mais baixos em 2010, a gestão estadual enfatiza que, nas negociações, está priorizando a recuperação salarial na base das corporações. Sebastiani declara que o governo estadual está dentro da faixa de limite máximo de gastos com pessoal. A assessoria de imprensa do governo estadual informou que nem o governador e nem o secretário de Segurança Públi-

ca, Reinaldo Almeida César, comentariam o início da operação padrão e o indicativo de greve na Polícia Civil. A assessoria de imprensa do chefe da Polícia Civil, delegado Marcus Vinicius Michelotto, também informou que ele não falaria sobre a situação. Antes da decisão dos policiais, Richa disse que a proposta de aumento real de 23% para algumas categorias era o máximo que o governo estadual poderia oferecer. “Fomos no limite do que era possível para atender da melhor maneira os anseios dos nossos policiais. Não sei de outra categoria profissional que tenha conquistado aumento semelhante no país”, afirmou o governador.

PM refuta aumento de 23,5% e faz protestos Associações que compõem o Fórum das Entidades da Polícia Militar (PM), que

mantêm negociação com o Governo do Estado, também recusaram na quarta-feira (15) a proposta de reajuste salarial oferecida pelo governo. À tarde, cerca de 70 policiais fizeram uma carreata até o Palácio Iguaçu, onde encerraram a manifestação acendendo velas em frente do prédio. Mais contidos, no entanto, os policiais militares evitam falar em greve. “O desgaste de uma greve é muito grande para a sociedade. O que queremos é mostrar que não aceitamos a proposta e que o governo faça uma nova (proposta). Estamos mobilizados”, justificou o cabo Carlos Lima, da Associação da Classe Policial Militar. De acordo com o subtenente Alcino Fogaça, os policiais querem mostrar à população a importância da implantação do subsídio. “O objetivo vai ser a conscientização da sociedade. Não temos a intenção de greve na PM”, afirma.


GERAL

08 | O PRESENTE - Edição 3284

SEXTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2012

MEIO AMBIENTE

Descontrole populacional de formigas no Oeste preocupa

Instituto Ambiental do Paraná está debatendo com os municípios da região, Itaipu Binacional e outros representantes do governo formas de controlar o problema

O

Instituto Ambiental do Paraná (IAP) está debatendo com municípios da região Oeste, Itaipu Binacional e outros representantes do governo formas de controlar a superpopulação de formigas no entorno do reservatório da hidrelétrica. Os insetos, que nesta época do ano se preparam para o inverno estocando seus alimentos, estão invadindo regiões de Áreas de Preservação Permanente (APP), áreas rurais e urbanas. As formigas causam destruição de lavouras, arborização de áreas urbanas e recuperação de APPS. O assunto foi discutido na quarta-feira (15), numa reunião em Foz do Iguaçu. O principal aspecto abordado foi a regularização de agrotóxicos para realizar o controle populacional dos insetos em APPs e áreas urbanas. Atualmente o estado do Paraná não possui registro atualizado no IAP de

nenhum formicida para uso não agrícola, necessário para fazer esse controle em áreas de proteção. Para o diretor de controle e recursos ambientais do IAP, Paulo Barros, é necessário que a comunidade atue em duas fases diferentes. “Para poder manter a situação sob controle e não ter esse problema nos próximos anos é importante um programa de ação contínua. Primeiro é necessário realizar um controle químico e depois o controle biológico da população de formiga”, explica. Segundo o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto, “uma alternativa para o controle dessa situação emergencial é firmar um Termo de Compromisso com concordância do Ministério Público Federal e Estadual, Ibama e Crea para inicialmente controlar a população de formigas com o uso do formicida e posteriormente com a aplicação do controle biológico para manter a população ecologicamente controlada”. Para isso, ficou acordado que cada município fará um levantamento com fotos e relatórios para comprovar e documentar os problemas com as formigas em áreas urbanas e rurais, a Itaipu por sua vez fará o levantamento da superpopulação presente nas APPs em torno do reservatório da

usina. Toda essa documentação irá compor um dossiê que será encaminhado ao IAP, Ibama e Ministérios Públicos Estadual e Federal para que o estado possa autorizar o uso emergencial de algum formicida para o controle populacional do inseto e garantir a produção das lavouras. Para obter a autorização para uso no Estado os agrotóxicos não agrícolas (usados para outras atividades que não na agricultura) precisam se cadastrar e ter a autorização no Ministério do Meio Ambiente e posteriormente solicitar os registros nos órgãos estaduais como Seab e IAP. O presidente do IAP lembrou aos participantes do evento a importância desses registros. “O registro é importante para que as autoridades conheçam as substâncias que entram no estado e suas formas de controle ambiental em caso de mau uso”, explica. Participaram da reunião representantes da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop), a representante da Casa Civil da região de Foz de Iguaçu, Tatiana Frankiv, representantes da Itaipu Binacional, Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento, vereadores, conselhos de meio ambiente, chefes de núcleos de governo, e Organizações Não Governamentais (ONGs).

Cooperativa Integrada realiza assembleia hoje A Integrada Cooperativa Agroindustrial, que atua nas regiões Norte e Oeste do Paraná, realiza hoje (17), no Parque Governador Ney Braga, em Londrina, a Assembleia Geral Ordinária (AGO) para prestação de contas do exercício 2011. Cooperados de toda área de atuação da cooperativa deverão participar da reunião, que irá apresentar os números alcançados no último ano, um balanço dos investimentos e uma perspectiva para as atividades e ações que serão desenvolvidas ao longo de 2012. Com matriz em Londrina, a cooperativa atua em 43 municípios e conta com mais de 6,5 mil cooperados. Hoje, a Integrada faz parte das poucas cooperativas paranaenses com faturamento superior a R$ 1 bi-

lhão. Os números de 2011 serão apresentados na assembleia, mas a diretoria sinaliza para um crescimento acima de 30% em relação a 2010, quando o faturamento atingiu R$ 1,1 bilhão.

EXPECTATIVAS “A safra de verão superou todas as expectativas, com o casamento perfeito de boa produtividade com preços satisfatórios. O resultado dessa sinergia perfeita foi o recorde no volume de grãos recebidos”, ressalta o presidente da Integrada, Carlos Murate. Somadas com as culturas de milho e trigo, a cooperativa recebeu mais de 1,3 milhão de toneladas. Ele ressalta que, mesmo com um cenário de crise econômica internacional, a cooperativa conseguiu se estruturar

para aproveitar as oportunidades do bom momento vivido pelo agronegócio nacional. Durante a assembleia, os associados também irão decidir a destinação dos R$ 14 milhões referentes às sobras do exercício 2011, que estarão à disposição da AGO. Murate lembra que, além da distribuição das sobras entre os cooperados, de acordo com a movimentação de cada um na cooperativa, parte do valor será destinada para capitalização e realização de investimentos nas estruturas de recebimento e armazenagem. “A construção de novas estruturas e a melhoria das 54 unidades de recebimento já existentes garantirá um melhor atendimento ao cooperado, com mais eficiência e agilidade”, finaliza.

Ministério da Agricultura faz auditorias para ampliar zona livre de aftosa O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento estará fazendo auditorias para ampliar a zona livre de febre aftosa. Maranhão, Piauí, Pernambuco e o Pará são os primeiros Estados a receber vacinas contra a doença após avaliação dos fiscais federais agropecuários. O objetivo é que os Estados sejam reconhecidos como livres da febre aftosa até o final do ano. Segundo o ministério, nesta primeira fase, que começou na última segunda-feira (13), “os técnicos do Departamento de Saúde Animal (DSA) vão examinar o cumprimento das inconformidades apontadas na última auditoria, realizada em julho de 2011. Também será analisado o sistema de proteção em regiões de fronteira do Pará, Piauí e de Pernambuco”. Na primeira semana de março, os Estados do Ceará e de Alagoas serão avaliados pelos fiscais federais agropecuários. O comunicado também destaca que, caso o Rio Grande do Norte e a Paraíba não cumpram a determinação do ministério podem ter a nota de classificação de risco reduzida. “Os Estados do Rio Gran-

de do Norte e a Paraíba apresentaram deficiências relevantes e correm o risco de ter a sua classificação rebaixada de risco médio para alto risco, caso não atendam às recomendações”. Os Estados que não atenderem às determinações do ministério terão “restrições comerciais com as unidades federativas que iniciarem o processo para mudança de status. Entre elas, está a proibição de comercialização de animais vivos, de produtos e subprodutos e de material de multiplicação genética”. Caso os resultados das avaliações sejam favoráveis, o órgão iniciará em março o inquérito soroepidemiológico para verificação da ausência de circulação viral nos estados. O cronograma completo prevê atividades até outubro, quando será finalizado o processo. Com o cumprimento de todas as exigências, haverá o reconhecimento nacional da nova zona livre de febre aftosa com vacinação. Após a declaração do Ministério da Agricultura, o próximo passo será a comunicação à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE, sigla em inglês).

Produção de leite deve crescer 4% em 2012 Estimulada pelo fortalecimento da demanda doméstica e crescimento das exportações, o mercado de leite deve continuar crescendo em 2012. Essa é a previsão da Leite Brasil, associação que representa os produtores brasileiros. O setor fechou 2011 com uma produção total próxima de 31 bilhões de litros, um modesto crescimento de 1% em relação ao ano de 2010. Para 2012, o volume deve subir para 32,3 bilhões de litros, um avanço de 4%. “O principal motivo para a produção ter ficado praticamente estável em 2011 foi o elevado custo, que desestimulou os produtores. Em 2012, a Leite Brasil aposta na recuperação da rentabilidade e queda nos preços das commodities para reduzir os custos, fazendo com que o mercado volte a crescer dentro da média histórica dos últimos dez anos”, explica o presidente da Leite Brasil, Jorge Rubez. O consumo de leite projetado para 2012 é de aproximadamente 170 litros por habitante, um aumento de cerca de 2% em relação a 2011, porém ainda abaixo do recomendado pelo Ministério da Saúde, de 200 litros per capita por ano. Os preços pagos aos produtores tiveram uma boa recuperação no último ano, com variação nominal positiva de 17%. Apesar disso, o

ganho foi neutralizado pelo aumento nos custos de produção, que variaram cerca de 20%, segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). “Recomendo ao produtor de leite dar prioridade à administração dos custos de produção, principalmente alimentação do gado e mão de obra, que está se tornando escassa nas propriedades leiteiras”, aconselha Rubez. O executivo também reforça a importância de os produtores de leite melhorarem a tecnologia empregada na produção. “Isso certamente vai possibilitar que sua atividade seja mais lucrativa”, completa. A expectativa da Leite Brasil é que as exportações de lácteos cresçam em 2012, chegando a 362 milhões de litros, alta de 15% em relação a 2011. Já as importações devem recuar 30%, chegando a 888 milhões de litros no ano. Um estudo da associação de produtores projeta que, em 2012, a participação das importações no total de leite disponível será de 2,7%. Este índice alcançou 4% em 2011. A redução nas importações brasileiras deve ocorrer principalmente em função de acordos de cota no Mercosul e uma pequena melhoria nos níveis de exportação, apesar de não haver boas expectativas para o câmbio.


02-17-2012.pdf