Page 1

6

De 18 a 24 de Outubro de 2011

Famalicense é a primeira “MasterChef” de Portugal DISCRETA, LÍGIA DOS SANTOS, CEDO SE ASSUMIU COMO POTENCIAL VENCEDORA DO “REALITY SHOW” EMITIDO PELA RTP Lígia dos Santos, engenheira civil de Vila Nova de Famalicão, é a primeira MasterChef de Portugal. Na grande final do programa televisivo emitido pela RTP, os pr-atos da famalicense foram os preferidos do júri, constituído por Justa Nobre, Chefe Cordeiro e Ljubomir Stanisic. A engenheira civil, que de forma discreta se foi confirmando como uma forte candidata à conquista do primeiro título de “MasterChef”, confirmou os dotes que lhe foram sendo registados pelo júri do programa. Lígia é conisdera-

da detentora de um instinto próprio, tempero apurado e conhecedora da cozinha tradicional. A famalicense defrontou na final Luís Fernandes, também ele engenheiro civil, mas de Lisboa. Para a final da passada quinta-feira os dois fina listas tiveram que criar uma ementa constituída por entrada, prato principal e sobremesa em aspenas duas horas. Lígia fez filete de cavala com chalotas de escabeche como entrada, lombinho de porco preto com migas de bivalves para prato

Ranking das escolas

Júlio Brandão com os melhores resultados do concelho A EB 2, 3 Júlio Brandão registou os melhores resultados do concelho de Famalicão nos exames de Língua Portuguesa e de Matemática do 9.º ano. A Júlio Brandão é ainda a terceira do distrito, só superada por duas escolas do ensino privado, com uma média global de 3,23 valores, numa escala de 1 a 5. A nível nacional, ocupa o 63.º lugar, segundo o jornal “Público”, e o 65.º, segundo o “Expresso”. Para a unidade de ensino, estes resultados são “motivo de orgulho e de satisfação”, mas também o devem ser para a comunidade famalicense, que, no entender da escola “deve reconhecer o mérito e o empenho de alunos e professores”.

Hóquei: juvenis do FAC vencem Fão Os juvenis do hóquei do Famalicense Atlético Clube (FAC), deslocaram-se a Fão para o primeiro encontro da época. A formação de Vila Nova de Famalicão levou de vencida por 3 a 6 a equipa visitada. Ao intervalo o marcador registava 2-3. Na segunda parte o FAC fechou a conta com o dobro dos golos do adversário. O próximo encontro é no dia 30 de Outubro em Barcelos, e no dia 1 de Novembro, tem lugar a estreia em casa frente ao HC Braga.

principal, e pudim de Abade de Priscos com calda cítrica de toranja e gengibre como sobremesa. O adversário optou por uma entrada de raviolis pretos com recheio de camarão e creme de marisco, filetes de salmonete com puré de beterraba, lingueirão e espargos como prato principal, e, como sobremesa, encharcada de ovos. No momento da avaliação, o júri degustou os pratos no restaurante. As entradas de ambos foram elogiadas pelos três jurados. A espessura excessiva da massa dos raviolis de Luís suscitou críticas, contudo o júri relevou o facto da sua entrada ser mais elaborada do que a de Lígia. Na prova dos pratos principais, o júri dividiu-se. Enquanto a chefe Justa preferiu o prato de peixe do Luís, o chefe Cordeiro elegeu o prato de carne da Lígia. Perante a divergência de opiniões, a sobremesa foi determinante para a decisão que acabaria por colocar a

Tempero certeiro e instinto da famalicense, votlou a seduzir o juri

vitória nas mãos da jovem engenheira civil famalicense. Os jurados elogiaram a escolha de doces tradicionais. A chefe Justa confessou-se desapontada com a qualidade dos fios de ovos que acompanharam a encharcada de Luís, mas já para o chefe Cordeiro a recei-

ta estava. Na sobremesa de Lígia, a calda cítrica foi muito elogiada. A decisão final acabou por não demorar muito, e de dentro do envelope saiu mesmo o nome de Lígia dos Santos, que se torna a primeira “MasterChef” portuguesa. Para

além do “incontabilizável” prestígio que lhe confere a vitória, Lígia leva ainda para casa o prémio de 25 mil euros, e a oportunidade de publicar um livro de culinária.

SANDRA RIBEIRO GONÇALVES

Grupo Desportivo de Natação de Famalicão

Infantis premiadas com ouro na primeira prova de preparação O Grupo Desportivo Natação de Vila Nova de Famalicão esteve presente com 17 nadadores na primeira prova de preparação de infantis, no Porto (Clube Fluvial Portuense). Esta prova contou com a presença de 213 nadadores do norte do país, num total de 13 clubes, e sagrou-se mais um sucesso para o clube famalicense, que trouxe para casa duas medalhas de ouro, três de prata e uma de bronze. As responsáveis pela distinção máxima foram Ana Martins e Rita Pereira. O se-

gundo lugar do pódio foi conquistado também por Rita Pereira, e ainda por Adriana Couto, e os grupos de estafeta com Adriana Couto, Mari-

ana Baptista, Rafaela Silva e Mariana Rego; e Mariana Machado, Ana Martins, Inês Oliveira e Rita Pereira. O bronze foi conquistado por intermédio dos atletas João Ferreira, João Silva, Xavier Ferreira e Pedro Ferreira. Esta primeira prova dos infantis do GDN contou com um total de 18 nadadores (Maria Inês Machado, Rita Pereira, Inês Oliveira, Ana Martins, Adriana Couto, Adriana Figueiredo, Rafaela Silva, Mariana Rego, Maria Araújo, Mariana Baptista, Diogo Baptista, Mateus Carvalho, Pedro

Ferreira, João Silva, João Ferreira, Xavier Ferreira, Eduardo Maia).

Colheita de Sangue em S. Miguel-o-Anjo A Associação de Dadores de Sangue Famalicão promove mais uma “Dádiva de Sangue” no próximo domingo, dia 23 Outubro, no Salão de S.Miguel-oAnjo, entre as 09h00 e as 12h30.

fm0618  

6 Os juvenis do hóquei do Famalicense Atlético Clube (FAC), deslocaram-se a Fão para o primeiro encontro da época. A formação de Vila Nova d...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you