Page 1

F1 ALEMÃO MAIS ISOLADO NO MUNDIAL DE PILOTOS EM NURBURGRING

UNHAS E DENTES

12-07-2013 | SEMANÁRIO | PREÇO: 1,50 EUROS IVA INCLUÍDO Taxa paga | Devesas - 4400 V.N. Gaia | Autorizado a circular em invólucro de plástico fechado | Autorização n.º 26 de 2026/00

DIRECTOR: RUI ALAS PEREIRA |SÉRIE II ANO XI N.º 1026

www.motor.online.pt

Vettel vence pela primeira vez em casa

DTM FILIPE ALBUQUERQUE ESPERA ENTRAR NOS PONTOS EM NORISRING


2

12 de julho de 2013

FÓRMULA 1 – GRANDE PRÉMIO DA ALEMANHA

Tricampeão da Red Bull está mais só no caminho do tetra…

Primeira vitória de Vettel em casa O alemão Sebastian Vettel (Red Bull), tricampeão do Mundo de Fórmula 1, conquistou a primeira vitória da carreira no Grande Prémio da Alemanha, reforçando a liderança do Mundial de pilotos ao impor-se na nona prova do campeonato. A Lotus, que volta a estar em bom plano, colocou os seus dois pilotos nos restantes lugares do pódio, com Raikkonen em segundo e Grosjean em terceiro.

Sebastian Vettel, que há uma semana tinha abandonado o GP da Grã-Bretanha com problemas de caixa no seu Red Bull, completou as 60 voltas ao circuito de Nurburgring em 1:41.14,711 horas, batendo por 1,008 segundos o finlandês Kimi Raikkonen, o único que pareceu capaz de provocar uma desfeita

aos espetadores germânicos, pois o francês Romain Grosjean, colega do antigo campeão mundial na Lotus-Renault, terminou mais longe (5,830), no terceiro lugar. O piloto alemão de 26 anos venceu pela 30.ª vez no Mundial de Fórmula 1 e pela quarta vez este ano, aumentando para 36 pontos a vantagem no comando do campeonato de pilotos sobre o espanhol Fernando Alonso (Ferrari), que terminou na quarta posição, a 7,721 segundos do vencedor, enquanto Raikkonen é terceiro, a 41 pontos. Feitas as contas o caminho do tetra está mais desbravado, mas nem por isso será mais fácil…

O piloto espanhol nunca se mostrou capaz de impedir o triunfo do tricampeão mundial, que se tornou o primeiro piloto germânico a vencer a prova caseira do Mundial de F1 no circuito de Nurburgring, sucedendo a Alonso, que se impôs no ano passado – bem como em 2005 e 2010 -, mas em Hockenheim. Depois de uma corrida atribulada no fim-de-semana passado, com o rebentamento de quatro pneus durante o GP da Grã-Bretanha, a prova de domingo passado ficou também marcada por um incidente relacionado com pneumáticos: um operador de câmara foi atingido por uma do carro do australiano Mark Webber (ver

Red Bull multada por roda solta no carro de Webber Os comissários do Grande Prémio da Alemanha, nona prova do Mundial de Fórmula 1, multaram a Red Bull por ter permitido que o australiano Mark Webber regressasse à pista sem as quatro rodas seguras. O operador de câmara da Formula One Management (FOM) Paul Allen foi hospitalizado após ter sido atingido pela roda direita traseira do monolugar de Webber, após a primeira paragem nas “boxes” do australiano. Apesar de ter estado sempre consciente, o operador de câmara foi transferido de helicóptero para o hospital de Coblence, onde permaneceu em observação.

peça à parte) durante uma paragem nas “boxes” e teve de ser retirado em maca do circuito. O britânico Paul Allen, que trabalha para a Formula One Management (FOM), esteve sempre consciente, segundo informou a Federação Internacional do Automóvel (FIA), em comunicado, e, depois de ter sido assistido no local, foi transferido de helicóptero para o hospital de Coblence, onde permaneceu em observações. “Sim, sim, sim! Obrigado rapazes, foi uma corrida dura. Eles realmente obrigaram-me a lutar com unhas e dentes”, exclamou Vettel, através do sistema interno de rádio para os

membros da equipa Red Bull. O britânico Lewis Hamilton, que partiu da “pole position”, debateu-se com muitos problemas de pneus no seu Mercedes, recuperando na parte final da corrida até ao quinto com algumas boas ultrapassagens, acabando a 26,927 segundos de Vettel. Na classificação do Campeonato do Mundo de Construtores, a Red Bull mantém-se firmemente na liderança, com 250 pontos, à frente de Mercedes (183), Ferrari (180) e LotusRenault (157), que se aproximou das escuderias alemã e italiana graças à “quase dobradinha” alcançada em Nurburgring.


2

12 de julho de 2013

FÓRMULA 1 – GRANDE PRÉMIO DA ALEMANHA

Classificações GP da Alemanha

Pos. Nº Piloto Carro 1 1 Sebastian Vettel Red Bull-Renault 2 7 Kimi Raikkonen Lotus-Renault 3 8 Romain Grosjean Lotus-Renault 4 3 Fernando Alonso Ferrari 5 10 Lewis Hamilton Mercedes 6 5 Jenson Button McLaren 7 2 Mark Webber Red Bull-Renault 8 6 Sergio Perez McLaren 9 9 Nico Rosberg Mercedes 10 11 Nico Hulkenberg Sauber-Ferrari 11 14 Paul di Resta Force India-Mercedes 12 19 Daniel Ricciardo Toro Rosso-Ferrari 13 15 Adrian Sutil Force India-Mercedes 14 12 Esteban Gutierrez Sauber-Ferrari 15 16 Pastor Maldonado Williams-Renault 16 17 Valtteri Bottas Williams-Renault 17 20 Charles Pic Caterham-Renault 18 21 Giedo van der Garde Caterham-Renault 19 23 Max Chilton Marussia-Cosworth

Voltas 60 60 60 60 60 60 60 60 60 60 60 60 60 60 60 59 59 59 59

1.008 5.830 7.721 26.927 27.996 37.562 38.306 46.821 49.892 53.771 56.975 57.738 60.160 61.929 1v 1v 1v 1v

Pilotos não classificados - 18 Jean-Eric Vergne Toro Rosso-Ferrari - 22 Jules Bianchi Marussia-Cosworth - 4 Felipe Massa Ferrari

22v 21v 3v

hidráulica motor acidente

Mundial de Pilotos Pilotos Sebastian Vettel Fernando Alonso Kimi Raikkonen Lewis Hamilton Mark Webber Nico Rosberg Felipe Massa Romain Grosjean Paul di Resta Jenson Button Adrian Sutil Sergio Perez Jean-Eric Vergne Daniel Ricciardo Nico Hulkenberg Pastor Maldonado Valtteri Bottas Esteban Gutierrez Jules Bianchi Charles Pic Max Chilton Giedo van der Garde

Pontos AUS MAL 157 15 25 123 18 0 116 25 6 99 10 15 15 93 8 18 0 84 0 12 0 57 12 10 8 41 1 8 2 36 4 0 4 33 2 0 10 23 6 0 0 16 0 2 0 13 0 1 0 11 0 0 6 7 0 4 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

Mundial de Construtores Equipas Red Bull Mercedes Ferrari Lotus Force India McLaren Toro Rosso Sauber Williams Marussia Caterham

Pontos AUS MAL 250 23 43 183 10 27 180 30 10 157 26 14 59 10 0 4 49 2 2 10 24 0 1 6 7 0 4 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

Tempo Dif. 1.008 4.822 1.891 19.206 1.069 9.566 0.744 8.515 3.071 3.879 3.204 0.763 2.422 1.769 1v 26.562 5.093 4.814

CHI 12 25 18 10 6 2 0 15 12 1 0 8 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

BAH ESP MON 25 12 18 4 25 6 18 18 1 0 12 15 10 15 12 8 25 10 15 0 4 0 0 0 6 2 6 4 8 0 0 10 1 2 0 0 0 4 8 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

CAN 25 18 2 12 18 25 8 0 2 0 6 0 0 4 1 0 0 0 0 0 0 0

GBR ALE 0 25 15 12 10 18 10 6 2 0 15 0 8 0 4 0 0 1 0 0 0 0 0 0 0

CHI 12 15 33 20 12 9 0 0 0 0 0

BAH ESP MON 31 22 33 12 8 37 4 40 6 33 18 1 6 12 7 6 8 0 1 4 8 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

CAN 37 25 22 2 8 0 4 1 0 0 0

GBR ALE 18 31 37 12 23 12 10 33 0 12 0 1 0 0 0


4

12 de julho de 2013

FÓRMULA 1 – GRANDE PRÉMIO DA ALEMANHA

Vettel adotou uma estratégia de três paragens

Vitória suada dá maior liderança

O piloto alemão da Red Bull, Sebastian Vettel, ampliou a sua liderança do campeonato com uma vitória suada no Grande Prémio da Alemanha, adotando uma estratégia de três paragens, com um stint no pneu P Zero Amarelo no início da corrida, seguido por mais três passagens pelo pneu médio P Zero Branco.

O líder do campeonato começou a corrida do segundo lugar da grelha e fez um excelente arranque para assumir a liderança logo na primeira curva. Havia várias estratégias ao direito do trabalho, desde o início, com os dois Ferraris a partirem com o pneu composto médio, assim como o McLaren de Jenson Button e o Sauber de Nico Hulkenberg. De 11.º, Nico Rosberg (Mercedes) também foi um dos sete pilotos que começaram com pneus médios. A entrada do carro de segurança, a faltarem 36 voltas para o final da corrida, levou a maioria dos pilotos a fazer as suas segundas paragens, com as paradas finais próximas dos momentos finais da corrida. Como diferentes pilotos estavam a usar estratégias diversas, o pódio só foi resolvido nas últimas voltas. O Lotus de Kimi Raikkonen chegou até ao segundo posto, enquanto Alonso se tinha de contentar com a quarta posição, atrás do outro Lotus de Grosjean. Jenson Button também completou a prova com pneus macios. Os cinco primeiros classificados (Hamilton ainda recuperou a tempo do quinto posto) em Nurburgring todos usaram uma estratégia de três paragens, com Button a destacar-se, na sexta posição, entre os pilotos que só pararam duas vezes. Paul Hembery, diretor da Pirelli, cometou assim mais um Grande Prémio da Alemanha: “Esta prova tinha todos os ingredientes para ser uma corrida brilhante, em termos de estratégia

desde o início, com alguns pilotos a partirem com pneus médios, a fim de ir mais longe na primeira paragem do que os carros montados com pneus macios. Para muitas equipas, era quase um pneu de qualificação, que deu as táticas de uma vantagem interessante. Havia diferentes estratégias em jogo, o que significava que o final da corrida iria acabar por ser extremamente perto. O desempenho global e a durabilidade dos nossos pneus estiveram em linha com as nossas expectativas, enquanto a degradação térmica foi, talvez, um pouco mais alta do que o esperado para esta corrida, devido às altas temperaturas da pista. Mas o desgaste acabou por ser pouco como prevíamos. Certamente que teria sido possível completar a corrida com apenas duas paragens, como muitos dos concorrentes mostraram, se não tivesse entrado o safety car. No entanto, o carro de segurança acabou por alterar ligeiramente as coisas. Por último, mas certamente não menos importante, gostaria de agradecer ao nosso pessoal na fábrica de Izmit, na Turquia, que têm trabalhado incansavelmente, após Silverstone, para produzir a quantidade necessária de novos pneus traseiros. Uma palavra de agradecimento para a nossa equipa de logística, que fez com que os pneus estivessem na Alemanha na terça-feira. Foi um grande esforço da equipa, pelo que gostaria de agradecer a todos”.


noticiário

12 de julho de 2013

5

DTM no traçado citadino de Norisring

Filipe Albuquerque espera entrar nos pontos

Neste último mês toda a estrutura da Audi teve oportunidade de avaliar a informação recolhida nas quatro primeiras jornadas e Filipe espera que os problemas de estratégia que assolaram as suas cor-

ridas estejam agora ultrapassados para que definitivamente o piloto português possa entrar nos lugares pontuáveis: “Esta é a prova mais atípica do calendário, pois trata-se de uma pista citadina. É um

circuito com os muros muito perto e que faz aumentar os níveis de adrenalina. O mínimo erro paga-se muito caro. Temos pouco tempo de treinos por isso temos que ser eficazes desde cedo”, começou por dizer o piloto português. “A equipa trabalhou bastante neste tempo de paragem para colmatar os problemas que tivemos nas primeiras corridas. Acredito que os mesmos estejam ultrapassados e que com um carro rápido e uma estratégia eficaz consigamos finalmente fazer uma boa corrida e amealhar os primeiros pontos”, rematou Filipe Albuquerque. A qualificação terá transmissão em directo na Sporttv 4 amanhã (sábado), pelas 13h.40, e a corrida será no domingo (Sporttv 2), pelas 12h30.

já perto do final fiquei sem transmissão e o abandono foi inevitável”, lamentou Álvaro Parente.

O piloto portuense foi obrigado a arrancar domingo do penúltimo lugar da grelha de partida, em consequência do

abandono logo no início da corrida de qualificação, realizada no sábado, apesar de ter partido da “pole position”.

Depois de um interregno de quase um mês, Filipe Albuquerque regressa este fim-de-semana ao DTM que tem a sua quinta jornada no traçado citadino d . Ao volante do Audi RS5 DTM, o piloto português espera finalmente entrar nos pontos.

Campeonato FIA GT na Holanda

Parente abandona corrida principal Álvaro Parente abandonou a corrida principal da etapa holandesa do campeonato FIA GT devido a problemas técnicos na transmissão do McLaren.

O piloto português, que faz equipa com o francês Sébastien Loeb, recordista de títulos no Mundial de ralis, com oito triunfos, lutava pelo quarto lugar depois de ter protagonizado um grande recuperação, mas foi obrigado a desistir quando faltavam três minutos para o fim. “Fizemos uma excelente corrida. Ataquei ao máximo o quarto classificado, mas seria muito difícil suplantá-lo [...]. O quinto posto era um bom resultado, depois do azar de ontem, mas

Caramulo Motorfestival regressa de 6 a 8 de Setembro com várias novidades

Mais de 30 mil visitantes esperados O Caramulo Motorfestival - Festival Internacional de Veículos Clássicos e Desportivos é o evento que junta em Portugal a maior diversidade de veículos, e este ano irá decorrer de 6 a 8 de Setembro, com atividades para toda a família. Ao longo de três dias, é possível ver centenas de veículos, desde automóveis de competição, clássicos, Super Desportivos, Fórmulas, entre outros, passando pelas motos clássicas e de competição, bicicletas antigas, veículos todo-o-terreno e militares, e até um avião acrobata. A 8.ª edição do Caramulo Motorfestival promete muita emoção a todos os visitantes. As principais novidades deste ano são o Trial de Motos em Demonstração, o Passeio de Ferraris e a Prova em Regularidade na Rampa do Caramulo que, junto com a prova de Velocidade, integrará o Motorfestival. Quem não poderia faltar a este espetáculo são os pilotos de competição, que todos os anos animam o Caramulo Motorfestival. Nesta edição, a KS Team of Portugal criada em 2011 e composta por Nuno Caetano (Vice-Campeão Nacional Promomoto 1000), José Leite (Pluri-Campeão Nacional de Motociclismo, Ricardo Duarte (Campeão Nacional Promomoto 1000) e Afonso Vaz (Campeão Nacional Supersport 600), vão deslumbrar todos os aficionados com subidas da rampa em demonstração. Este ano, os principais destaques do

Caramulo Motorfestival são: Rampa do Caramulo – A Rampa do Caramulo, uma rampa assumidamente rápida, está inserida no Campeonato de Portugal de Montanha e tem uma extensão de 2,8km. Durante os dois dias, decorrerá em simultâneo a Rampa Histórica do Caramulo, com provas de velocidade e de regularidade, concessionada aos automóveis e motociclos históricos, clássicos e de competição. Ao longo do traçado haverá bancadas e uma zona VIP para permitir que os visitantes assistam às provas. Rally Histórico Luso-Caramulo – Organizado em parceria com o Clube LusoClássicos, decorrerá um rally de automóveis clássicos durante o Caramulo Motorfestival, que terminará com os automóveis em exposição em frente do Museu do Caramulo. Durante o fim-de-semana, este rally percorrerá toda a região do Caramulo com o objetivo de promover o Motorfestival. Passeios Históricos – Os tradicionais passeios históricos também marcam presença nesta edição do Caramulo Motorfestival. Todos os passeios terminam no Caramulo, ao longo dos dois dias do evento, ficando os automóveis em exposição em

frente do museu ou no parque de clássicos. Alguns dos passeios já previstos são: Passeio Histórico Viseu-Caramulo, Passeio Histórico Salamanca-Caramulo, Passeio Ferrari, Passeio Harley-Davidson, Passeio Targa Clube, Concentração Porsche Club Portugal, Passeio SideCar e Passeio ACP Clássicos. Espetáculo Aéreo com Avião Acrobata – O avião acrobata da Ford vai voltar ao Caramulo para um espetáculo aéreo de cortar a respiração. Os visitantes do evento poderão ver a destreza e experiência do piloto que gosta de fazer voos rasos e picados nos céus do Caramulo. Raiada do Caramulo - Desfile de Bicicletas Antigas – Não são só os veículos motorizados que estarão em destaque nesta edição do Caramulo Motorfestival. As bicicletas antigas também irão desfilar pela Serra do Caramulo até ao Museu, onde ficarão expostas para que todos os visitantes as possam apreciar. Feira de Automobilia – Na sequência do enorme sucesso que se registou nas últimas edições, a Feira de Automobília regressa este ano ao Caramulo Motorfestival. Esta área comercial e de exposições irá realizar-se no Pavilhão Multiusos do Caramulo, ao lado do Museu do Caramulo, e aqui os visitantes podem comprar, trocar ou vender todo o tipo de peças de automobilia, designadamente peças de automóveis, miniaturas, posters antigos, etc.. Pacote Clássicos – Qualquer clássico, individual ou em grupo pode juntar-se à festa do caramulo Motorfestival deste ano. Mediante uma pré-inscrição, os clássicos poderão estacionar e ficar em exposição no recinto do Motorfestival, tendo ainda a

possibilidade de desfilar na Rampa do Caramulo no final de cada dia. Vespa Caramulo – A concentração Vespa Caramulo regressa a esta edição do Motorfestival e irá juntar Vespas e motorizadas. As Vespas vão desfilar na Rampa do Caramulo e juntar-se à Grande Parada, onde todos os participantes e automóveis da rampa, clubes, ralis, passeios e concentrações alinham. Atividades Outdoor – Os amantes da Natureza e dos desportos ao ar livre têm uma alternativa a um programa de atividades exclusivamente relacionadas com automóveis e motociclos. Estão previstas um conjunto de atividades e demonstrações com o intuito de entreter os espectadores. De acordo com a organização deste evento, “a variedade de propostas que o Caramulo Motorfestival apresenta, o facto de ter uma componente alargada de atividades e ações propostas a quase 700 metros de altitude, numa serra onde praticamente não existe mais nada, fazem deste festival um evento ímpar a todos os níveis. Ao longo dos anos, a adesão do público e dos participantes tem demonstrado que o Caramulo Motorfestival é uma marca muito forte, que concentra todas as atenções e tem um impacto direto

na região”. Para além de animação e divertimento ligado aos automóveis e motociclos, o evento integra ainda um conjunto de ações lúdicas e turísticas, como parques infantis, gastronomia e restauração, zonas chill out e música ao vivo. O Caramulo Motorfestival tem crescido todos os anos em número de visitantes e participantes, tendo recebido na última edição mais de 30 mil pessoas.


6

noticiário

12 de julho de 2013

Grande Prémio da Letónia em MX1

Rui Gonçalves em oitavo O português Rui Gonçalves (KTM) terminou em oitavo lugar no Grande Prémio da Letónia e permanece no nono lugar do Campeonato do Mundo de motocrosse, após a 11.ª prova, ganha pelo italiano Antonio Cairoli (KTM). Depois de ter falhado a etapa sueca, por estar a recuperar de uma intervenção cirúrgica ao joelho direito, Gonçalves conseguiu hoje o oitavo

posto na segunda manga na pista de Kegums, a 49,576 segundos de Cairoli, depois de, no sábado, ter sido 11.º na primeira corrida, então a 59,713 segundos do belga Ken de Dycker (KTM). Após a 11.ª das 17 jornadas do Mundial de MX1, o transmontano continua no nono lugar, com 203 pontos, numa classificação que é

liderada por Cairoli (514). O francês Gautier Paulin (Kawasaki) e o belga Clement Desalle (Suzuki) ocupam os restantes lugares do pódio, com 432 e 414 pontos, respetivamente. O Mundial de MX1 prossegue este fim-de-semana, com o Grande Prémio da Finlândia, que vai ser disputado em Hyvinkaa.

GRC regressa aos Estados Unidos

Nelsinho Piquet retorna ao X-Team Mitshbishi Pouco menos de duas semanas após brilharem em Munique, as estrelas do GRC atravessam o Atlântico rumo aos Estados Unidos, onde disputarão uma série de seis etapas nesta temporada. A primeira jornada é em Loudon, no tradicional circuito oval de New Hampshire, que terá pelo menos uma novidade: Nelsinho Piquet vai conduzir o Mitsubishi EVO XTR na quarta etapa. Esta será a segunda vez que o GRC visita a região. O layout da pista a ser utilizado contém partes dos traçados oval e misto de New Hampshire (conhecido por receber provas de Nascar e Indy), com duas retas longas e uma hairpin em elevação, que cruza o pit wall logo depois da linha de chegada. Na lista de inscritos, o X Team Mitsubishi, apoiado por Petrobras, Mitsubishi, SKY e Outback, conta com o

retorno de Nelsinho Piquet, responsável pela estreia da equipe em Foz do Iguaçu, após a participação de Guilherme Spinelli, que levou o time às finais da competição em Munique a bordo do Mitsubishi EVO XTR. “Vai ser muito bom voltar ao carro do X Team Mitsubishi aqui nos Estados Unidos. Será interessante disputar um evento como o GRC dentro de um circuito oval, usando todos os traçados disponíveis. A pista será bem diferente do que andei em Foz do Iguaçu, com predominância de asfalto.Espero poder levar o time novamente às fases finais, assim como fez o Guiga”, comentou Nelsinho. O piloto brasileiro junta-se a nomes como o ex-companheiro de F-1 Scott Speed, além dos astros do Rallycross Travis Pastrana, Tanner Foust e Toomas Heikkinen.

Ficha técnica – Mitsubishi Evo XTR

Motor: 2.0L MIVEC Turbo (Garrett TR30R) Potência: aproximadamente 475 cavalos Caixa: sequencial, seis marchas Tração: integral Suspensão: Exe-tc Rodas: Enkei Nt03+M Pneus: Cooper RallyCross Freios, pinças e rotores: AP Racing Capô e asa traseira: fibra de carbono Portas, parachoques, carroceria traseira e paralamas: material composto Painel: fibra de carbono Banco, cinto, extintor e santantonio: de acordo com as especificações da FIA

Calendário do Global RallyCross em 2013 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª 9ª

etapa etapa etapa etapa etapa etapa etapa etapa etapa

-

18 a 21 de abril - Foz do Iguaçu (Brasil) 16 a 19 de maio - Barcelona (Espanha) 27 a 30 de junho - Munique (Alemanha) 10 a 13 de julho - New Hampshire (Estados Unidos) 17 a 20 de julho - Bristol (Estados Unidos) 31 de julho a 3 de agosto - Los Angeles (Estados Unidos) 7 a 10 de agosto - Atlanta (Estados Unidos) 19 a 22 de setembro - Charlotte (Estados Unidos) data a definir - Las Vegas (Estados Unidos)

Nacional de Supercross

Nacional de Trial Indoor

Ação começa em Oliveira Santa Maria

Campeonato arranca no Porto

Tal como na época passada, Oliveira Santa Maria volta a ser palco da jornada inaugural do Campeonato Nacional de Supercross. Uma competição com cinco jornadas, a disputar nas quentes noites de Verão. A prova minhota assinala também a estreia de um novo formato. Os pilotos são repartidos em dois grupos para treinos e meias-finais, independentemente da classe a que pertençam, SX1 ou SX2. Segue-se uma super-repescagem e a acção culmina com duas finais Elite, disputadas por 18 pilotos, e a partir delas são também extraídas classificações por classe. Além disso, vai haver também um Troféu de Mini SX, para jovens praticantes até aos 12 anos de idade, com motos de 50 (Infantis A, dos 6 aos 8 anos) ou 65cc (Infantis B, dos 8 aos 12). Hugo Santos e Hugo Basaúla estão na primeira linha para discutir os títulos absolutos e SX1, até porque Joaquim Rodrigues e Paulo Alberto não deverão disputar integralmente o Campeonato, mas apenas uma ou outra prova selecionada. O regressado Nélson Silva, João Vivas e Sérgio Pita são outros nomes a considerar na SX1, enquanto em SX2 Sandro Peixe, Pedro Carvalho, Diogo Graça e os irmãos Maricato são candidatos aos lugares cimeiros. O Campeonato terá cinco provas, todas nocturnas, e salvo a primeira as outras disputam-se em quatro Sábados consecutivos no mês de Agosto. Quanto a Oliveira de Santa Maria, localidade situada a cerca de 15 Km de Famalicão, é um cenário bem conhecido dos pilotos, pois esta será a 9.ª edição da prova minhota, que volta a animar a noite do próximo Sábado.

O Campeonato Nacional de Trial Indoor será constituído por três jornadas e começa no Porto. Cinco pilotos selecionados vão desafiar os obstáculos no Pavilhão Rosa Mota. O actual campeão, Pedro Sousa, parte em defesa do título perante Diogo Vieira, Filipe Paiva, Leandro Castro e Nuno Castro – o quinteto Ficha da prova participante neste Trial Cidade do Porto. Trial Indoor do Porto No domingo, a partir das 15h, no Pavilhão Rosa Mota, enfrentam 14 de Julho. cinco zonas de obstáculos nos dois sentidos, mais a zonas das Campeonato Nacional de Trial “paralelas” e, eventualmente, salto em altura. As zonas artificiais serão Indoor, 1.ª jornada. concebidas com recurso a pneus, caixas metálicas, caixas, bobines 5 zonas nos dois sentidos, mais e paletes de madeira. “paralelas”. A prova insere-se no programa da 3.ª Festa da Moto/ Henisa, orgaPavilhão Rosa Mota. nizada pelo Moto Clube do Porto nos jardins do Palácio de Cristal. Além Partida: 15h00. de exibições desportivas, exposições temáticas e feira da moto, nos Moto Clube do Porto. dias 13 e 14 haverá também tasquinhas de comes e bebes, desfiles TRIAL INDOOR – CALENDÁRIO de moda e concertos musicais. 14 Julho Porto Voltando ao Trial, o Campeonato arranca então no Porto, seguindo-se 27 Julho Lamego no último Sábado do mês a jornada de Lamego, para terminar no 03 Agosto Esposende primeiro Sábado de Agosto em Esposende. Uma competição curta, em Nacional de Quad-Cross que os pilotos têm de dar o máximo em cada prova para conquistar Sapardos em estreia a melhor pontuação possível.

Nacional de Quad-Cross

Sapardos em estreia Ficha da prova

Organização:9.º Supercross de Oliveira Santa Maria. 13 de Julho. Campeonato Nacional de Supercross, 1.ª jornada. Pista com 600 metros. Oliveira Santa Maria, a 15 Km de Famalicão. Treinos: entre as 18h30 e 19h20. Corridas: a partir das 20h00 – meias-finais Elite; A partir das 21h00 – Superpole, Super-repescagem, Mini SX e duas finais Elite. Amigos de Oliveira Santa Maria – Associação Cultural, Recreativa e Desportiva. SUPERCROSS – CALENDÁRIO 13 Julho Oliveira Santa Maria 03 Agosto Poutena 10 Agosto Fafe 17 Agosto Quintiães 24 Agosto Parceiros (Leiria)

Sapardos é uma localidade minhota com algumas tradições no Motocross, mas agora vai acolher pela primeira vez uma prova do “Nacional” de QuadCross, mais exactamente a segunda pontuável para esse Campeonato. Ausente por lesão ficará o actual detentor do título, João Vale. Situada a uma dúzia de quilómetros de Vila Nova de Cerveira, a pista de Sapardos integrou diversas vezes o calendário do “Regional” Norte de Motocross. Agora, prepara-se para receber os homens do Quad-Cross, com treinos matinais e seis corridas a partir das 15h horas, com duas mangas que reúnem os pilotos do Campeonato Open e Troféu Basic, outras tantas para Iniciados e ainda mais duas Hobby, para não-federados. Fora de combate está o campeão em título e líder na tabela de pontos Open, João Vale, pois recentemente lesionou um pé em treinos, com fractura e rotura de ligamentos, pelo que deve observar cerca de dois meses em convalescença. Em consequência, as previsões apontam para um cerrado confronto entre Tiago Gomes, Ricardo Sousa e Diogo Campos, para a vitória absoluta. Entre os concorrentes ao Troféu Basic, veremos se Firmino Salazar manterá a invencibilidade registada na primeira prova, situação extensiva a Tomás Clemente na classe de Iniciados.

Ficha da prova

Organização; Quad-Cross de Sapardos 14 de Julho Campeonato Nacional de QuadCross, 2.ª jornada. Pista de Sapardos, com 1100 metros. Sapardos, a 12 Km de Vila Nova de Cerveira. Treinos: sessões das 11h00 às 13h010. Corridas: entre as 15h00 e 17h30, duas mangas por classe: QX Open/ Basic, Iniciados e Hobby. PentaControl e Comissão de Festas de Sapardos.


comércio & indústria

5 de julho de 2013

7

Citroën revela novo concept

DS3 Cabrio Racing em Goodwood A Citroën vai desvendar o seu novo concept-car, o DS3 Cabrio Racing, que representa um piscar de olho ao compromisso da marca no Campeonato do Mundo de Ralis (WRC), no Goodwood Festival of Speed, o encontro anual por excelência das viaturas de competição históricas.

É uma primeira saída do modelo antes do Salão Automóvel de Frankfurt, em Setembro próximo, e vai estar exposto, entre hoje e domingo, uma única unidade do concept que assume todos os pontos fortes do DS3 Racing, juntamente com o requinte do DS3 Cabrio. Trata-se de uma escolha coerente, dado que o Citroën DS3 Cabrio, para além de oferecer grandes possibilidades de personalização, adopta uma arquitectura optimizada (apenas 25 kg mais pesado do que a versão sedan), o que lhe confere um comportamento

ágil e brilhante. Sébastien Loeb pôde fazer-lhe alguns ensaios de demonstração no Col du Corbier, na região de Haute Savoie, há algumas semanas. O DS3 Cabrio Racing adopta uma pintura com acabamento cinza Moondark, jantes de 19 polegadas em preto brilhante e inserções Black Chromes no interior e nos retrovisores. Este exercício de estilo é, antes de mais, um DS, com fortes elementos de identidade, como a trama DS em fios brilhante, em destaque na lona do tejadilho em preto (que contém um aspecto

técnico de tecelagem, como a fibra de carbono), ou gravado nas caixas dos retrovisores, mas também a cor Carmim presente nas pinças dos travões, centros das rodas, as portas com amplas faixas laterais, bem como numa parte das letras e do logótipo. O savoir-faire da Citroën Racing está, também, em destaque, através da adopção de um kit em carbono, travões e uma ligação ao solo específica. Esta nova edição mantém as performances da versão Racing, recorrendo ao motor de 1.6 litros e 207 cv. No interior, o DS3 Cabrio Racing combina desempenho e elegância, com uma tripla reinterpretação dos materiais (couro pleine fleur Nappa , couro com logo DS gravado e Alcântara), uma confecção Bracelet DS nas bacquets em três materiais e com pespontos em pérola, específicos da linha DS, em conjunto com uma cor inédita Carmine nos bancos, painel de bordo e alavanca da caixa de velocidades. O Carmin surge ainda nas estruturas dos assentos, bem como no painel que liga à banda lateral das portas. O concept DS3 Cabrio Racing é, igualmente, um estado de espírito que se expressa através de uma linha de produtos lifestyle, integrando um

banco de criança em couro bracelet em três materiais, fazendo a ponte com os outros bancos do veículo, ou mesmo capacetes que recorrem à cor da carroçaria. Devidamente

adaptado e com fortes conteúdos de requinte em cada detalhe, é um DS3 descapotável que alia performances a um visual desportivo, com preparação Racing.

Flash Sales Peugeot Opel produz Mokka bem sucedida em Espanha a partir de 2014 A campanha de Marketing Flash Sales Peugeot foi um sucesso. Ainda o segundo dos três dias da oferta não estava concluído e já a totalidade dos 150 vouchers de desconto se encontrava esgotada. “Sabíamos que esta campanha tinha todas as condições para ser bem-sucedida, mas não contávamos com uma adesão tão forte por parte dos Clientes. A rapidez com que os vouchers se esgotaram demonstra que, cada vez mais, estão despertos para bons negócios”, diz Nuno Marques, Director de Marketing da Peugeot Portugal O dia 3 de Julho marcou a abertura dos registos das Flash Sales Peugeot e, no espaço de apenas uma semana, perto de dois mil internautas efectuaram a respectiva inscrição em www.flashsales.peugeot.pt. As ofertas promocionais abarcaram parte importante da gama de passageiros Peugeot, nomeadamente os modelos 107, 208, 308, 308 SW, 3008, 5008 e RCZ. O número de vouchers era variável consoante a versão, assim como o respectivo montante de desconto, que oscilava entre 1.250 e 4.750 euros. Tratando-se de uma operação de âmbito nacional e em parceria com a toda a Rede Peugeot, os vouchers podem ser usados até às 13h00 de amanhã, em qualquer Concessionário. Face ao forte retorno desta acção, o site www.flashsales. peugeot.pt continuará activo para que novos interessados se possam registar e possam receber, em primeira mão, informação sobre futuras Flash Sales Peugeot.

A Opel/Vauxhall vai começar produzir o modelo Mokka na fábrica da GM em Saragoça, Espanha, já na segunda metade de 2014. A decisão foi motivada pela elevada procura do modelo no mercado europeu e permitirá criar capacidade adicional de produção de SUV na fábrica de Bupyeong, na Coreia do Sul, que era a única fonte de produção até agora. O CEO da Opel, Karl-Thomas Neumann, afirma: “A decisão de Saragoça segue a estratégia da nossa empresa de produzir automóveis onde os comercializamos. A enorme procura do Mokka sublinha a atracção pelos nossos modelos, acrescenta dinâmica à nossa ofensiva de produto e mantém emprego na Europa. A decisão vai contribuir para enfrentar a questão da subutilização da capacidade de produção na Europa, pelo que constitui numa boa notícia para toda a nossa organização”. Já o presidente do European Employee Forum (EEF), Wolfgang SchäferKlug, acrescenta: “São excelentes notícias para Saragoça e para todas as fábricas, já que melhoramos a utilização da capacidade instalada total. A direcção da Opel/Vauxhall foi ao encontro de um pedido de longa data do EEF para produzir o nosso pequeno SUV na Europa. Este é, sem dúvida, um caso em que todos ficamos a ganhar na Opel/ Vauxhall”. Numa primeira fase, a GM vai investir 80 milhões de dólares para iniciar a

produção em Saragoça. A decisão de produzir o Mokka na Europa contribui para manter 5800 postos de trabalho na fábrica espanhola, que produz atualmente os modelos Corsa e Meriva. Desde o lançamento do Opel/Vauxhall Mokka, no verão do ano passado, o modelo tem granjeado enorme sucesso, coleccionando elogios de especialistas e de compradores. O Mokka está entre os três SUV mais vendidos em vários países da Europa. Na fase inicial, a produção europeia do Mokka será baseada em kits CKD de peças oriundas da Coreia do Sul. A integração europeia será gradualmente aumentada.

“Este é mais um excelente dia para a Opel/Vauxhall”, continua KarlThomas Neumann. “Na sequência da recente decisão da GM de investir quatro mil milhões de euros nas operações europeias e um compromisso adicional de investir 230 milhões de euros no Centro de Desenvolvimento de Rüsselsheim, na Alemanha, temos mais uma prova de que estamos no caminho certo. Quem mais ganha são os clientes e os empregados da Opel/Vauxhall na Europa. Com este investimento vamos poder produzir mais unidades Mokka e satisfazer mais rapidamente a procura”.


8

comércio & indústria

5 de julho de 2013

Atendidas pretensões de marcas como a Chevrolet

GPL sem restrições Terminaram anteontem as restrições ao estacionamento subterrâneo de veículos movidos a Gás de Petróleo Liquefeito (GPL), através da entrada em vigor da Lei 13/2013. O autocolante azul e de interdição também desaparece, substituído por uma vinheta verde no pára-brisas.

Os carros novos, já de fábrica convertidos, matriculados desde quarta-feira, são entregues já com esta vinheta. Assim, nas marcas que já apostavam no GPL, como a Chevrolet, a aposta será reforçada, e mais marcas vão aderir ao Bi-Fuel (GPL + gasolina). Aveo Bi-Fuel A Chevrolet foi pioneira na introdução de automóveis a GPL em larga escala no mercado português e já iniciou comercialização do novo Aveo Bi-Fuel (foto). Uma proposta para pequenas famílias, empresas ou para quem necessita de percor-

rer um número mais elevado de quilómetros, podendo desta forma obter uma poupança nos custos de utilização. Este reforço da gama surge numa altura em que foi finalmente aplicada a nova lei do GPL (Lei 13/2013), que termina com a obrigatoriedade de utilizar o dístico exterior de grandes dimensões nos modelos que cumpram os requisitos constantes da lei, sendo o mesmo substituído por uma pequena vinheta de aplicação no pára-brisas. Todos os modelos Chevrolet Bi-Fuel matriculados desde o dia 10 de Julho já dispõem desta vinheta.

Paralelamente, a nova lei permite o estacionamento em parques fechados e abaixo do nível do solo, desde que estes cumpram os requisitos indicados no novo dispositivo legal. O GPL permite uma redução de custos de utilização da ordem dos 30 a 40 por cento (considerando o actual custo do litro de GPL, de cerca de 80 cêntimos por litro). E não menos importante é a vantagem ambiental, por via das emissões mais reduzidas da alimentação a GPL. Em menos

de quatro anos de comercialização, a Chevrolet atingiu já em Portugal vendas superiores a 2400 unidades de versões Bi-Fuel. Outra vantagem dos sistemas Bi-Fuel é o aumento significativo da autonomia do automóvel, podendo circular-se com um ou outro combustível (GPL ou gasolina), consoante o que for mais conveniente. A alternância entre os dois combustíveis é comandada por uma tecla posicionada no painel de instrumentos,

sendo essa mudança praticamente impercetível. Em Portugal, todas as empresas de distribuição de combustíveis apostaram nos últimos anos em desenvolver as suas redes de abastecimento de GPL. Hoje, o país conta com mais de 250 postos de abastecimento que asseguram uma cobertura eficaz do território, número que terá tendência para aumentar significativamente em virtude do novo enquadramento legal da utilização de GPL.

smart fortwo edition “BoConcept” O smart fortwo edition “BoConcept” é o primeiro modelo de produção com origem na sua cooperação com a BoConcept, especialista dinamarquês de design de interiores urbanos. O modelo de edição limitada pode agora ser encomendado como coupé e cabrio, e chegará aos concessionários em Novembro. Em Portugal a edição é limitada a 35 unidades e estará disponível com duas motorizações a gasolina, de 71cv e 84cv. Depois do smart fortwo BoConcept signature style – que as lojas BoConcept em várias cidades de todo o mundo usaram como embaixador da marca esta Primavera –, o smart fortwo edition “BoConcept” está a ser lançado a um preço que começa em 13.600 euros

de segurança de tridion e as jantes de liga leve em antracite brilhante. Os símbolos “edition” nos triângulos dos retrovisores constituem um cunho adicional. O smart fortwo edition “BoConcept” baseia-se na linha de equipamento “passion”. Isto significa que, entre outras funcionalidades, tem um programa de mudança automática de velocidades por toque suave, vidros elétricos, ar condicionado com controlo automático de temperatura e um tecto panorâmico transparente com cortina anti-sol. Estão igualmente disponíveis como opção, entre outras, direcção assistida, bancos aquecidos, porta-luvas com chave e sistema de som smart com cinco altifalantes.

e chega aos 16.550 de base para o cabrio mais potente. Para o interior, os designers dinamarqueses escolheram contrastes de cores marcantes, mas acolhedoras. Os bancos exclusivos em pele em castanho tabaco, com uma faixa de tecido cinzento e pesponto duplo em amarelo. O revestimento das portas e o painel de instrumentos evidenciam-se pelo contraste entre a pele em castanho tabaco e as costuras em amarelo. No exterior, há o mesmo sombreado amarelo marcante nas capas dos retrovisores das portas e nas coberturas dos cubos das jantes de liga leve (155/60 R 15 à frente, 175/55 R 15 atrás). Os painéis da carroçaria são pintados em branco cristal mate, enquanto a célula

Final Europeia Young Creative Chevrolet

Portugal volta a brilhar O estudante português Luís Miguel Emílio, 24 anos, da Modatex, ficou em segundo lugar da categoria de Moda na final europeia do concurso de arte e design Young Creative Chevrolet (YCC) 2013. É a sexta vez em seis edições que jovens portugueses obtêm um lugar no pódio deste concurso internacional, incluindo um primeiro lugar em 2010. Reunido no passado dia 4 de Julho em Londres, o júri apreciou trabalhos oriundos de 15 países europeus, realizados tendo por base o desafio escolhido para esta edição: a paixão e a intensidade que se vive em torno do desporto mais popular do mundo, o futebol. O tema surge na sequência do crescente envolvimento da Chevrolet

com a modalidade a nível global, materializado nos patrocínios às equipas da Premiere League  inglesa, Manchester United e Liverpool FC, bem como ao futebol jovem nos EUA e ao projecto One World Futbol. O YCC 2013 contemplou novamente quatro disciplinas - Moda, Fotografia, Vídeo e Artes Visuais -, encorajando os estudantes a celebrar e a mostrar a sua perspectiva sobre o fenómeno global que é o futebol. Os três primeiros classificados em cada disciplina irão receber um prémio monetário de, respetivamente, 5200, 4200 e 3200 euros, estando já agendada a entrega de prémios para o próximo Outono, na cidade

inglesa de Manchester. Adicionalmente, cada estudante classificado em primeiro lugar será convidado a participar numa sessão exclusiva de trabalho em bastidores, com profissionais de renome nas suas respectivas áreas. Vencedores anteriores participaram, por exemplo, numa sessão de trabalho nos estúdios de design It’s Nice That, na produtora Endemol e numa sessão fotográfica do Chevrolet Camaro. Este ano participaram estudantes de Alemanha, Áustria, Bélgica, Croácia, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, França, Hungria, Itália, Portugal, Reino Unido, República Checa, Roménia e Sérvia.

Motor 12 07 2013  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you