Issuu on Google+

SUJINHO, SUJINHO, SUJINHO Treinador do FC Porto já não acredita na revalidação do título nacional

Há 144 anos, sempre consigo. 1868 2012

Continente - 0,60 € (IVA INCLUIDO) – Ilhas - S. Miguel e Madeira - 0,75 € (IVA INCLUIDO) – Porto Santo 0,80 € (IVA INCLUIDO)

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

|

Diretor: Rui Alas Pereira | ISSN 0873-170 X |

DIÁRIO NACIONAL

Ano CXLV | N.º 104

Sexta-feira, 3 de maio de 2013

PASSOS FALA HOJE AO PAÍS PARA ANUNCIAR MEDIDAS DO PROGRAMA DE MÉDIO PRAZO

CORTES + ERC SKODA E KOPECKY DOMINAM SATA RALLYE AÇORES

E VÃO TRÊS!

SEGUIDAS

WRC Ogier entra a mandar no Rali da Argentina

www.motor.online.pt

Pela primeira vez o piloto checo venceu em pisos de terra

DIRECTOR: RUI ALAS PEREIRA |SÉRIE II ANO XI N.º 956

hoje, às 20h00, mais uma declaração ao país, desta feita para apresentar as principais medidas do "programa de médio prazo", ou seja, mais cortes na despesa do Estado, que o mesmo é dizer novo pacote de austeridade. Após uma reunião com Van Rompuy, Passos referiu ter informado o presidente do Conselho Europeu dos “desenvolvimentos mais recentes do programa decidido em Conselho de Ministros", que passam, de um modo geral, “por um caminho que procura equilibrar os objetivos de consolidação orçamental com uma atitude mais proativa, que agora estamos em condições de começar a fazer, relativamente ao crescimento e à criação de emprego".

03-05-2013 | SEMANÁRIO | PREÇO: 1,50 EUROS IVA INCLUÍDO Taxa paga | Devesas - 4400 V.N. Gaia | Autorizado a circular em invólucro de plástico fechado | Autorização n.º 26 de 2026/00

 O primeiro-ministro faz

DTM Albuquerque estreia-se em Hockenheim

MOTO3 MIGUEL OLIVEIRA QUER ACABAR COM O AZAR EM JEREZ

VAN ROMPUY

Portugal deve consolidar contas sem perder de vista crescimento real e emprego

CONCERTAÇÃO Ministro da Economia avisa que acordo tripartido firmado em janeiro é para cumprir na íntegra

ZORRINHO

diz que não vale a pena alimentar ilusões sobre consensos entre PS e Governo


local Porto

2 | O Primeiro de Janeiro

Sexta-feira, 3 de Maio de 2013

POR INTOXICAÇÃO

BAGUIM DO MONTE

EM 24 HORAS

Incêndio provoca dois feridos

Parque Aventura reabre amanhã

PSP deteve 31 pessoas na Invicta

Um incêndio que deflagrou numa habitação na Rua Antero de Quental, no Porto, provocou dois feridos, por intoxicação, que tiveram de receber tratamento hospitalar. O fogo deflagrou por volta das 3 horas e foi extinto em cerca de 15 minutos, o que evitou que as chamas alastrassem aos prédios contíguos. A habitação ficou inabitável, obrigando ao realojamento do morador.

O Parque Aventura de Baguim do Monte, em Rio Tinto, que funciona sazonalmente, reabre as portas à população nesse fim-de-semana. O Parque Aventura estará aberto todos os fins-de-semana de maio a setembro das 10 às 19 horas e, em cada mês, possui uma temática articulada nas vertentes de comunicação, cidadania e desporto, sensibilização e educação ambiental.

A PSP do Porto deteve entre quarta-feira e ontem 31 pessoas por crimes como furto de anfetaminas, tráfico de droga, condução sob efeito de álcool ou sem habilitação ilegal, desobediência, roubo ou posse de arma ilegal. As detenções foram realizadas entre as 7 horas de quartafeira e as 7 horas de ontem, no âmbito de uma operação de prevenção e combate à criminalidade.

Terrenos aeroportuários em causa

CÂMARA DE PAREDES

MP contesta registos a favor da Câmara do Porto DR

O procurador que representa o Estado pede “condenação da autarquia em custas pelo incidente anómalo a que deu causa”. O Ministério Público (MP) considera existir “falta de fundamento legal” para a Câmara do Porto juntar agora à providência cautelar que interpôs contra o Estado os registos em seu nome de terrenos atualmente afetos ao Aeroporto Sá Carneiro. O MP “opõe-se à apresentação desta peça processual conforme (a Câmara do Porto) a configurou”, referindo-se aos 45 documentos emitidos recentemente (entre 9 de novembro de 2012 e 25 de janeiro) por conservatórias do registo predial, referentes a parceDURANTE A PRÓXIMA SEMANA

CP junta-se à festa e reforça serviços A CP vai reforçar a oferta no serviço urbano por alturas dos dois principais eventos da Queima das Fitas: a Bênção das Pastas, no domingo, e o Cortejo Académico, na terçafeira. Este reforço de oferta garante um acréscimo de 5.500 lugares à capacidade instalada nos comboios, totalizando cerca de 40.000 lugares oferecidos, que são distribuídos pelos comboios das Linhas de Braga, Guimarães, Caíde e Aveiro. A operadora de metro da cidade também já tinha anunciado um reforço do serviço para a próxima semana.

las de terrenos em nome da autarquia e apresentados ao Tribunal Administrativo e Fiscal (TAF) do Porto. De acordo com a ação, o procurador que representa o Estado “ordena a restituição” dos documentos, “com condenação condigna da autarquia em custas pelo incidente anómalo a que deu causa”. A CM Porto alega ser de “elementar justiça” ter direito a “uma pequeníssima parte” da “astronómica quantia” que o Estado vai receber com a privatização da ANA, reclamando e exigindo um tratamento idêntico ao que foi dado a Lisboa. No âmbito do processo de privatização da ANA, o Estado e a Câmara de Lisboa chegaram a um acordo, tendo “a soma dos valores das prestações assumidas pelo Estado perante o município totalizado 286 milhões de euros”.

Exigências. Câmara do Porto quer ter direito a uma parte da verba que o Estado receberá pela privatização da ANA

Gabriel, o Pensador no primeiro dia

Queima das Fitas do Porto arranca no domingo DR

Gogol Bordello, Block Party e Gabriel o Pensador são os «cabeças-de-cartaz» da Queima das Fitas do Porto deste ano, que arranca domingo (dia 5) e termina no dia 12. Na madrugada de amanhã para domingo - dia da monumental serenata que, este ano, se vai realizar na Avenida dos Aliados - sobem ao palco os Cruzamente e Gabriel, o Pensador, o músico brasileiro que aproveita para apresentar o seu novo álbum em Portugal e cujo primeiro «single» se intitula «Surfista Solitário». O bilhete semanal para es-

Festa estudantil. Queima das Fitas arranca domingo

tudantes está fixado nos 56 euros. Já os ingressos diários custam 7,50 euros (estudantes) e 14 euros (não estudantes), valores que aumentam 0,50 cêntimos nas noites de quinta e sextas-feiras e sábado. Entre os restantes artistas que vão subir ao palco montado no parque da cidade, destaque também para Os Azeitonas (domingo para segunda), Quim Barreiros (terça para quarta-feira), Expensive Soul (quarta para quinta-feira) e Xutos e Pontapés (sexta para sábado).

Presidente processa socialistas

O presidente da Câmara de Paredes, Celso Ferreira (PSD), vai processar judicialmente os vereadores socialistas que o acusam de não pretender repor verbas alegadamente atribuídas da forma irregular pelo município. Para o autarca social-democrata, o comunicado socialista a propósito de uma inspeção realizada recentemente à câmara, divulgado na quarta-feira, contém “afirmações falsas e ofensivas à honra e ao bom nome dos autarcas visados”. “Porque há um momento para dizer basta, decidi apresentar queixa-crime contra os vereadores do Partido Socialista”, lê-se numa nota assinada por Celso Ferreira.

CLUBE DOS PENSADORES

João Semedo é o convidado de hoje

O hotel Hotel Holiday Inn, em Gaia, será palco de mais um debate proporcionado por Joaquim Jorge, desta vez com a presença de um dos líderes do Bloco de Esquerdo. Sob o tema «Propostas do BE para uma alternativa», a conversa tem início marcado para as 21h30. Entre os temas em debate, estará a situação política de Portugal, com destaque para a existência de novidades em relação à possibilidade de o BE fazer parte de um novo Governo de esquerda. João Semedo também será questionado sobre a possibilidade de haver consenso na reforma estrutural do Estado e sobre as eleições autárquicas que se aproximam.


regiões

Sexta-feira, 3 de Maio de 2013

O Primeiro de Janeiro | 3

Alunos, professores e encarregados de educação protestam em Monforte

Unidos contra o amianto Antes de se SuicidaR

Suspeito de matar mulher em Marinhais

Um homem de 43 anos é suspeito de ter matado a companheira, de 39 anos, na freguesia de Marinhais, concelho de Salvaterra de Magos, distrito de Santarém. Segundo fonte da GNR, o homem ter-se-á matado após o crime, acrescentando que a filha do casal, de três anos, se encontrava no local. Outra fonte disse que a criança “estava no interior da casa, e terá assistido a tudo”. O alerta para a GNR foi dado por um familiar das vítimas cerca das 10h00. No local estiveram bombeiros, uma equipa do INEM, GNR e Polícia Judiciária.

E dois feridos ligeiros

Três feridos graves em colisão com pesado

Cinco pessoas ficaram, ontem, feridas, três das quais com gravidade, num acidente ocorrido na variante entre Sarzeda e Sernancelhe, Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu, tratou-se de uma colisão entre um pesado de mercadorias e um ligeiro de passageiros, registada cerca das 07h30. Ao local deslocaram-se os bombeiros de Moimenta da Beira, de Sernancelhe e de Penedono, a ambulância de Suporte Imediato de Vida de Lamego, a VMER de Viseu e a GNR, num total de 24 operacionais e dez veículos.

DR

Protesto foi organizado pelo Movimento Contra Amianto nas Escolas de Monforte e reuniu cerca de 300 pessoas, ontem de manhã. Cerca de 300 alunos, professores e encarregados de educação protestaram hoje, em Monforte, contra a existência de amianto nas coberturas de uma das escolas da vila alentejana, reivindicando a construção de um novo centro escolar. O protesto foi organizado pelo Movimento Contra Amianto nas Escolas de Monforte, tendo ocorrido em frente à escola dos 2.º e 3.º ciclos de Monforte, estabelecimento de ensino que o movimento considera estar em estado de “grande degradação”. Durante o protesto, foi entregue uma carta ao diretor do Agrupamento Vertical de Escolas do Concelho de Monforte e ao presidente do município, em que são reivindicadas melhores condições para os alunos. “Se não nos responderem às cartas que hoje [ontem] entregamos ao presidente da câmara e ao diretor da escola e que vão ser reencaminhadas para a tutela, nós vamos ao Ministério da Educação”, garantiu Elsa Estrela. O diretor do agrupamento de

Amianto. Protesto em Monforte reuniu cerca de 300 pessoas

escolas, António Parreira, reconheceu que trabalhar num estabelecimento de ensino com a presença de amianto “é difícil”, uma vez que esta fibra é “nefasta para a saúde”. Afirmando que, em termos de equipamentos, a escola está “muito mal servida”, António Parreira também defendeu a necessidade de construção de um novo centro escolar para aquela vila alentejana, alegando o facto de a comunidade escolar ter vindo a “aumentar”. “O valor da remoção destes tetos rondará os 180 mil euros, o que significa

que estamos perto do valor da comparticipação do Ministério da Educação, conjunta com a autarquia, para a construção de um centro escolar novo”, disse. Também presente no protesto, o presidente da Câmara de Monforte, Miguel Rasquinho, considerou um “problema grave” a presença de amianto na escola, lamentando que a tutela não tenha ainda recebido o município para avançar com a construção de um novo centro escolar. “Nós temos um projeto de centro escolar elaborado e pago pela câmara

e disponibilizado ao Ministério da Educação, mas, desde agosto de 2012, que estamos a fazer todos os esforços para sermos recebidos e isso ainda não aconteceu”, lamentou. “Isto é muito simples, esta questão do amianto. Nós temos um orçamento de cerca de 200 mil euros para retirar estas telhas da escola e deixe-me dizer que esses 200 mil euros seriam a contrapartida nacional para o Ministério da Educação nos auxiliar na construção do novo centro escolar”, explicou.

Correios de aldeia do concelho de Loulé

Quebra de procura justifica mudança DR

Os CTT justificaram, ontem, a transferência do serviço postal prestado pela estação de Alte, aldeia do concelho de Loulé, com a quebra no número de clientes na ordem dos 38%, entre 2007 e 2011. Na passada semana, dezenas de pessoas protestaram contra o encerramento e privatização daquela estação dos CTT, exigindo que os Correios de Portugal assegurem o serviço, que, segundo fonte sindical, beneficia mais de duas mil pessoas. Em comunicado, a empresa referiu que os serviços vão ser transferidos para um novo posto de correio, a criar no mesmo

Correios. CTT justificam mudança com queda do número de clientes

edifício onde estava instalada a estação, embora não esteja ainda definida data para a transferência. Na nota é adiantado que a transferência de serviços é consequência do sobredimensionamento da oferta dos correios naquela área, face às necessidades. “Entre 2007 e 2011, a estação de correio de Alte perdeu 38% dos seus clientes, verificando-se ainda uma redução de tráfego de 33%, o que motivou a realização de uma análise rigorosa, tendo em conta a necessidade de manter o acesso dos clientes ao serviço, o que está garantido”, acrescentou.

O novo posto de correio, que será explorado por um parceiro local, vai continuar a assegurar todos os serviços postais, incluindo os pagamentos de vales de prestações sociais, a cobrança de faturas e a receção de objetos registados e encomendas, entre outros. “Enquanto a anterior estação de correio funcionava somente durante a manhã, o posto de correio a criar terá um horário de funcionamento durante o dia todo, o que nos permite concluir que as populações saem beneficiadas na prestação dos serviços”, rematou a empresa.


nacional

4 | O Primeiro de Janeiro

Sexta-feira, 3 de Maio de 2013

“Programa de médio prazo” virado para crescimento e emprego

Passos Coelho apresenta hoje novas medidas DR

O PS anunciou que “desconhece em absoluto as medidas do programa de médio prazo” que será dado a conhecer às 20 horas. O primeiro-ministro vai fazer hoje (20 horas) uma declaração ao país para apresentar as principais medidas do “programa de médio prazo”, depois de ontem ter informado o presidente do Conselho Europeu, Van Rompuy, “dos desenvolvimentos mais recentes do programa de médio prazo que Portugal fechou hoje (ontem) no seu Conselho de Ministros”. De acordo com o ministro da Presidência, Luís Marques Guedes, serão apresentadas medidas de redução estrutural da despesa pública decididas pelo executivo. Ontem, Pedro Passos Coelho adiantou que o “programa de médio prazo” tem como meta principal equilibrar os objetivos de consolidação orçamental com “uma atitude mais proactiva” para o crescimento e emprego. “Esse programa indica, de um modo geral, que Portugal seguirá um caminho que procura equilibrar os objetivos de consolidação orçamental - agora com uma sequência mais flexível de metas para a redução do défice, mas que precisa de consolidar de modo a ter uma política financeira saudável para o país - com uma atitude mais proativa, que agora estamos em condições de começar a fazer, relativamente ao crescimento e à criação de emprego”, explicou o primeiro-ministro, numa declaração aos jornalistas, na residência oficial de São Bento, em Lisboa. Através do seu porta-voz, João Assunção Ribeiro, o PS anunciou que “desconhece em absoluto as medidas do programa de médio prazo” que será hoje apresentado. Ao salientar que desconhece as medidas que serão apresentadas pelo Governo, os socialistas sinalizam que não

foram consultados para qualquer tentativa de consenso em termos de curto ou médio prazo. “O PS desconhece em absoluto o que vai ser anunciado pelo primeiro-ministro”, confirmou João Assunção Ribeiro. Van Rompuy quer estimulo ao emprego e crescimento

Declaração ao país. Passos Coelho dá hoje a conhecer medidas acordadas em Conselho de Ministros para promover crescimento

Segunda-feira

Governo reúne-se com sindicatos do Estado

O secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, reúne-se na segunda-feira com a FESAP, Frente Comum e STE. As reuniões com a Frente Sindical da Administração Pública (FESAP), Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública e o Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE) decorrerão de

manhã e a sua realização foi confirmada por fonte oficial do Ministério das Finanças. Em cima da mesa deverá estar a revisão dos suplementos remuneratórios e as rescisões por mútuo acordo nas administrações públicas em vigor o mais tardar a 1 de janeiro de 2014, anunciadas ontem pelo ministro da Presidência do Conselho de Ministros. O governante disse que o Executivo pretende que esta proposta esteja em prática antes do final do ano.

O presidente do Conselho Europeu salientou a necessidade de Portugal continuar a consolidar as contas públicas, mas sem perder de vista o crescimento e emprego, que devem ser estimulados, acrescentando que o encontro com Passos Coelho serviu para falar das “perspetivas económicas” de Portugal e da Zona Euro, preparar os conselhos europeus de maio e junho e discutir “assuntos importantes”, tais como a energia e o combate à fraude e evasão fiscal. Herman van Rompuy destacou que “numa altura de crise” o combate à fraude e evasão fiscal ganha especial importância, já que os “sacrifícios devem ser repartidos de forma igual” e que “todas as pessoas e todas as empresas devem contribuir para o esforço comum.” O presidente do conselho europeu destacou, por outro lado, os “progressos significativos” alcançados por Portugal nos últimos dois anos e que garantem ao país credibilidade junto dos seus parceiros europeus e também levaram a um aumento “gradual” da confiança por parte dos investidores. Nesse âmbito, destacou especialmente a “rápida descida dos défices externos” graças ao “aumento significativo” das exportações, os “progressos visíveis na redução do défice” e os “ganhos importantes” alcançados ao nível da completividade. Van Rompuy disse ter a “perfeita noção” de que esses esforços ainda não se traduziram em crescimento e emprego, e, por isso, salientou a importância de avançar e intensificar as reformas estruturais, particularmente “aquelas que facilitem o investimento por parte de empresas e criem emprego”.

Zorrinho afasta consenso entre PS e Governo

Sem ilusões O líder parlamentar do PS advertiu ontem que não vale a pena alimentar ilusões sobre um consenso a curto prazo com o Governo, alegando que da parte do executivo há indisponibilidade para mudar de rumo. Na sua intervenção na conferência «Consensos políticos em tempo de crise», promovida pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, Zorrinho que ainda recentemente colocava em cima da mesa um cenário de evolução em torno de um entendimento de médio prazo, referiu que os últimos dias acabaram por ser “clarificadores”. “Se tivesse vingado esse cenário de consenso, esta manhã (ontem) o Conselho de Ministros teria aprovado um conjunto de medidas para o crescimento e o emprego do PS, assim como medidas que foram também propostas pelo ministro da Economia. Estaria portanto em marcha uma estratégia para o relançamento do tecido económico e social associado a uma renegociação do programa de ajustamento do país”, explicou Carlos Zorrinho, para quem só foram aprovados “um conjunto de cortes ainda não detalhados, assumindo a continuação da mesma linha estratégica”.


economia

Sexta-feira, 3 de Maio de 2013

O Primeiro de Janeiro | 5

Banco Central Europeu decide cortar a taxa de juro diretora para 0,50%

Novo mínimo histórico Devolução de fundos do PAC

Bruxelas «recebe» 310 mil euros de Lisboa

DR

BCE tinha baixado pela última vez os seus juros em julho de 2012, quando passou de 1% para 0,75%, na altura um marco histórico.

A Comissão Europeia vai recuperar 230 milhões de verbas indevidamente utilizadas por 14 Estados-membros no setor da agricultura, dos quais 310 mil de Portugal, divulgou, ontem, Bruxelas. No caso de Portugal, a devolução de fundos da Política Agrícola Comum deve-se a restituições à exportação e organização comum do mercado do açúcar, correção proposta por deficiências nos procedimentos de seleção das declarações de exportação para os controlos físico. As principais correções são imputadas à Grécia (107,6 milhões).

O presidente do Banco Central Europeu garantiu, ontem, que a decisão de cortar a taxa de juro diretora para 0,50% foi objeto de “forte consenso” no Conselho de Governadores, sugerindo que não foi tomada por unanimidade. “Houve um forte consenso para baixar a taxa”, disse Mario Draghi, em conferência de imprensa. O Banco Central Europeu (BCE) baixou a taxa de juro diretora para o mínimo histórico de 0,50%, uma decisão que foi de encontro às expectativas dos mercados, que apostavam num corte da taxa de juro num momento de abrandamento da inflação, contração da economia da zona euro e de subida da taxa de desemprego. O BCE tinha baixado pela última vez a sua taxa de juro em julho de 2012, quando passou de 1% para 0,75%. O Conselho de Governadores, reunido na capital da Eslováquia, em Bratislava, decidiu ainda reduzir a taxa da facilidade permanente de cedência de liquidez (através da qual empresta dinhei-

Segundo dia consecutivo

SATA só garante os serviços mínimos

Bolsa de Lisboa fecha sessão em queda

A bolsa de Lisboa fechou, ontem, a perder uns ligeiros 0,21% para 6.235,09 pontos, fechando em queda pelo segundo dia consecutivo, pressionada pelas desvalorizações dos «pesos pesados» Portugal Telecom, Jerónimo Martins e Galp. Entre as 20 cotadas que compõem o PSI20, o principal índice da bolsa portuguesa, 11 fecharam a cair, duas inalteradas e sete ganharam valor. A Mota-Engil foi o título que mais perdeu (ao cair 2,76%). Já o setor bancário teve um desempenho sobretudo positivo, com BPI e BES a superarem os 1%.

Juros. Passos Coelho elogiou decisão tomada pelo Banco Central Europeu ro aos bancos a um dia) para 1%. Draghi abriu, por outro lado, a porta à possibilidade de cortar a taxa de depósitos para valores negativos, o que levaria a que os bancos pagassem para guardar o seu dinheiro nos cofres do BCE. O presidente do Banco Central Europeu sublinhou também a independência da entidade monetária europeia face à Alemanha, depois de a chanceler Angela Merkel ter dito que preferia uma subida das taxas de juro. Para o primeiro-ministro português, Pedro Passos Coe-

lho, o Banco Central Europeu deu um sinal importante para a correção da fragmentação dos mercados financeiros e apelou à concretização da união bancária europeia. “A decisão de reduzir a taxa de juro e de reforçar as operações não convencionais de política monetária é também um sinal importante, nomeadamente para a correção da grande fragmentação que temos vindo a constatar dos mercados financeiros na Europa, e de que Portugal tem sido uma vítima maior”, declarou.

Passos Coelho defendeu a importância da união bancária europeia “para reduzir esta fragmentação” e apelou à sua concretização: “No ano passado, em junho, em outubro e em dezembro, tomámos decisões muito claras, com um calendário objetivo, no sentido da criação de uma verdadeira união bancária na União Europeia. Devemos, por isso, respeitar os nossos compromissos e implementá-los de uma forma muito decidida”. No seu entender, isso “terá repercussões muito práticas na economia real”.

Primeiro dia de greve com adesão de 100% DR

A administração da SATA propôs aos sindicatos alterações a nível de horários e majoração de horas extraordinárias que levariam a um acréscimo de um milhão de euros nos vencimentos pagos aos trabalhadores este ano, disse fonte do Grupo SATA. Nas negociações para evitar a greve em curso na empresa, a administração da transportadora enviou aos cinco sindicatos que convocaram a paralisação memorandos de entendimento, ontem tornados públicos, com uma série de medidas que preveem alterações, entre outras, a nível de horários e pagamento de horas extraordinárias.

SATA. Paralisação convocada por cinco sindicatos termina amanhã

Fonte do grupo SATA disse que estas alterações levariam a “um aumento da produtividade” e, por conseguinte, também “do rendimento” dos trabalhadores da transportadora aérea açoriana. O documento, em vários pontos idêntico ao apresentado ao pessoal de voo, inclui também propostas como uma majoração de 50% sempre que um período de férias “alterado ou interrompido” coincida verão, Natal, Páscoa e Santo Cristo e, também, o alargamento do prémio de jubilação para os pilotos admitidos até final de 2012.

Os trabalhadores da SATA iniciaram à meia-noite de ontem um período de greve que se prevê durar até amanhã abrangendo o calendário das festas do Santo Cristo, na ilha de São Miguel. A paralisação foi convocada por cinco sindicatos, contra a não aplicação na SATA do mesmo acordo firmado na TAP, com vista a evitar os cortes salariais entre os 3,5% e os 10% previstos no Orçamento do Estado de 2013. Segundo fonte sindical, a greve registou uma adesão de cem por cento, com apenas dois voos de serviços mínimos assegurados.


futebol

6 | O Norte Desportivo

Sexta-feira, 3 de Maio de 2013

“Este campeonato é sujinho, sujinho…”

Nacional-FC Porto

Cosme Machado será o árbitro

Vítor Pereira já não acredita no título O treinador do FC Porto não esquece João Capela e diz que o Benfica será campeão “mesmo que não seja por mérito desportivo”. Vítor Pereira adiantou ontem que a revalidação do título nacional por parte do FC Porto “é impossível” porque este campeonato está “manchado” e é “sujinho, sujinho, sujinho”. Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de amanhã com o Nacional da Madeira, o técnico portista sustentou a sua opinião com o Benfica-Sporting, cuja arbitragem classificou de “inadmissível”. “Recordo todo o trajeto e,

DR

Críticas. Vítor Pereira diz que campeonato fica marcado pela arbitragem no Benfica-Sporting

sem querer retirar mérito ao que cabe ao mérito desportivo, não estou aqui para branquear nada. Gostava que fosse limpinho, limpinho, limpinho, mas é um campeonato que fica manchado e passa a sujinho, sujinho, sujinho, por um jogo inadmissível há duas jornadas atrás”, declarou. Vítor Pereira garantiu que a sua equipa tudo irá fazer para vencer os três jogos que faltam até ao final do campeonato, mas, para diminuir o fosso pontual para o Benfica, terá que contar com ajuda de terceiros, que não crê ser possível, levantando suspeitas sobre alegadas «jogadas de bastidores», por causa do alegado interesse do Benfica no central do Estoril, Steven Vitoria, que está em dúvida para defrontar os «encarnados»,

tal como já tinha acontecido anteriormente com Vítor, do Paços de Ferreira. “À mulher de César não basta ser, é preciso parecer também. Do meu ponto de vista, e é só a minha opinião e não a do clube, acho que, no mínimo, são coisas que não dignificam o futebol português, é algo que do ponto de vista ético não é correto”, criticou. Sobre a deslocação ao terreno do Nacional da Madeira, Vítor Pereira diz que o FC Porto tem a obrigação e a responsabilidade de honrar o seu trabalho, o clube, os adeptos e fazer tudo para ganhar. “Vamos encontrar um adversário difícil, que possui jogadores de qualidade, mas vamos para honrar o nosso trabalho, a nossa qualidade de jogo e conquistar os três pontos”, frisou.

DR

Sporting exige sigilo

O bracarense Cosme Machado foi o nomeado para dirigir o encontro entre o Nacional da Madeira e o FC Porto, da 28.ª jornada da I Liga. O árbitro de Braga vai ser auxiliado pelos assistentes Alfredo Braga e Tomás Santos. Para a partida de hoje, entre o Moreirense e o Sporting de Braga, o Conselho de Arbitragem nomeou o internacional Olegário Benquerença. Beira-Mar

PJ realizou buscas ao estádio A Polícia Judiciária (PJ) realizou na terça-feira passada buscas na sede da SAD do Beira-Mar, no Estádio Municipal de Aveiro. A investigação incide sobre a atribuição de um apoio publicitário ao clube aveirense no valor de 20 mil euros para a época 2011/2012, por parte da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA),presidida por Ribau Esteves.

Suspensão de negociações em cima da mesa A Direção do Sporting anunciou ontem que a quebra de “confidencialidade e sigilo” vai levar à suspensão das negociações de contratações e renovações, acrescentando que o clube não voltará a negociar com estes agentes desportivos. Em comunicado, é assinalado um “clima de especulação e tentativa de manipulação”, com o clube a assegurar que “não veiculou, nem ninguém por si mandatado, qualquer tipo de notícias sobre contratações, renovações ou vendas”. “A continuação deste tipo de práticas por parte de empresários e outros agentes desportivos com quem o Sporting se relaciona fará com que os processos que possam estar em causa sejam suspensos e os responsáveis por tais falhas de confidencialidade nunca mais venham a ter a oportunidade realizar qualquer negócio com o Sporting”, assegurou o clube.

Sporting de Braga não depende apenas de si

Peseiro mantém crença no terceiro lugar José Peseiro não dá como perdido o lugar mais baixo do pódio no campeonato. O técnico lembra que ainda em disputa nove pontos, mas reconhece que será difícil recuperar os quatro de desvantagem para o Paços de Ferreira. Os «castores» ainda vão defrontar Sporting e FC Porto e José Peseiro anseia por deslizes. “Faltam nove pontos, queremos ganhar os nossos

DR

Champions. Sp. Braga na luta

jogos e esperar que o Paços de Ferreira não ganhe os seus, é tão simples como isso”, resumiu o técnico, em conferência de imprensa. Para defrontar o Moreirense (20 horas), José Peseiro não vai poder contar com Elderson, Hugo Viana e Hélder Barbosa, todos castigados, mas o treinador disse já saber como contornar essas ausências. “Assim como noutras al-

turas encontrámos soluções para as dificuldades que tivemos fruto das várias lesões que nos acompanharam, sobretudo depois de dezembro, este jogo vai ser dentro da mesma linha. Temos jogadores que podem ocupar várias posições e vamos apresentar um «onze» para vencer o jogo”, sublinhou Peseiro, que elogiou o trabalho de Augusto Inácio.

Inglaterra

Villas-Boas quer Mourinho de volta O treinador português do Tottenham defende que “seria espectacular” o regresso a Inglaterra de José Mourinho. “Tê-lo de volta seria espetacular. Seria uma grande aquisição para a «Premier League», onde tem uma história fantástica”, sustentou Villas-Boas, referindo-se à passagem de Mourinho pelo Chelsea, que levou à conquista do título em 2005 e 2006.


cultura e espetáculos

Sexta-feira, 3 de Maio de 2013

O Primeiro de Janeiro | 7

Novo ciclo da Casa da Música pretende celebrar os talentos emergentes

«Consagração da primavera» Concurso em Los Angeles

Waldemar Bastos fica em segundo lugar

O músico angolano Waldemar Bastos ficou em 2.º lugar na categoria «world» do International Songwritting Competition, com a canção «Sofrimentos», do álbum «Pretaluz», de 1997. Os vencedores das 22 categorias em que se divide o prémio foram anunciados na quartafeira à noite, em Los Angeles, na Califórnia, segundo um comunicado ontem divulgado. “Foi uma alegre e reconfortante notícia que nos honra”, declarou o músico, salientando que ao troféu concorriam 20 mil músicos. Na categoria «world», venceu a israelita Mira Awad.

Rapper norte-americano

Chris Kelly dos Kris Kross morre aos 34 anos

O rapper norte-americano Chris Kelly, do antigo duo hip hop Kris Kross, morreu aos 34 anos em Atlanta, nos EUA, revelou, ontem, a imprensa norte-americana. Apesar de não tendo sido adiantada a causa da morte, o diário New York Times cita um porta-voz das autoridades policiais que avança a hipótese de consumo excessivo de drogas. Chris Kelly, conhecido como Mac Daddy, integrava o duo Kris Kross, juntamente com Chris Smith. O primeiro álbum, «Totally Krossed Out», de 1992, incluia o tema «Jump» o maior sucesso da dupla.

DR

Ciclo, que arranca hoje e se prolonga até 12 de maio, pretende homenagear a «Sagração da Primavera» de Igor Stravinski. «Consagração da primavera» é o nome de um novo ciclo da Casa da Música que pretende celebrar os talentos emergentes em vários géneros musicais, que nesta primeira edição se debruça especialmente sobre novos valores da música brasileira. O pretexto para este ciclo, que arranca hoje e se prolonga até 12 de maio, é o centenário de um dos expoentes da música ocidental, uma obra seminal do século XX, a «Sagração da Primavera» de Igor Stravinski. A Casa da Música leva o sentido de florescimento, ligado a esta estação do ano, à procura de novos valores musicais, desta vez em três frentes: o módulo «Novas Vozes Brasileiras», trazendo artistas brasileiros em muitos casos para apresentações inéditas no estrangeiro, o módulo «Spring ON», dedicado a valores emergentes do jazz e cruzamento com o rock e «world music» e um concerto sinfónico para interpretar a obra de Stravinski. O ciclo arranca com as vozes vindas do Brasil, a primeira das

«Consagração da primavera». Ciclo vai homenagear Igor Stravinski quais será Verônica Ferriani, que lançou em 2009 o seu álbum de estreia homónimo. Hoje, atua também Anelis Assumpção, filha de uma figura-chave da Vanguarda Paulista – Anelis Assumpção – que vem mostrar o seu primeiro álbum, «Sou Suspeita Estou Sujeita Não Sou Santa». Amanhã, o dia está reservado para a descoberta de Giseli Santie e Pedro Miranda e domingo para as atuações de Lui Coimbra e Marlene de Castro. Sábado é dia também para a Orquestra Sinfónica do Porto protagonizar um pro-

grama em que a obra de Stravinski se mistura com canções inéditas e em que este agrupamento da Casa da Música pisa o palco depois de um grupo de reclusas do Estabelecimento Prisional de Santa cruz do Bispo atuar. O ciclo «Spring ON!», apresentado como de, “junção do jazz entre duas perspetivas”, a do “jazz como ‘música de rua’ e como ‘música clássica’”, arranca no dia 10 de maio com uma noite com três nomes: Juju, um duo austríaco que explora contextos tímbricos menos usuais, Ziga

Murko, que explora os efeitos eletrónicos com grooves de dança e ritmos urbanos e os familiaresw AP Quinteto, do Porto O resto fim de semana será preenchido ocupado por Jeff Davis Trio, Maxime Bender 4Tet e por Bushman’ s Revenge (dia 11 de maio) e por Phd, Reis/Demuth/ Wiltgen Trio e Moskus. Propostas nas mais diferentes latitudes do jazz como serão exemplo os belgas Phd, capazes de ter uma abordagem de um Paul Motion ou um Bill Frisell, mas também o som de Jacob Bro ou Sigur Rós.

Exposição fica patente até ao dia 26

World Press Photo no Museu da Electricidade DR

Cada imagem da exposição World Press Photo, patente no Museu da Eletricidade, em Lisboa, “conta uma história, e há fotógrafos que arriscam a vida para captá-la”. Numa visita guiada aos jornalistas, Sander Zwart, comissário desta 56.ª edição do concurso mundial de fotografia, sublinhou o poder das imagens destas premiadas pelo júri, entre elas, uma do português Daniel Rodrigues. De acordo com a Fundação EDP, que gere o museu, a exposição estará patente ao público de hoje a 26 de maio. Para esta edição os membros do júri do World Press Photo ava-

Museu da Electricidade. World Press Photo patente até dia 26 de maio

liaram 103.481 fotografias, submetidas por 5.666 fotógrafos de 124 nacionalidades. No total, o júri premiou imagens separadas em nove categorias, captadas por 54 fotógrafos de 32 nacionalidades. O júri deste concurso internacional de fotojornalismo - conhecido pelas imagens de grande impacto - anunciou em fevereiro deste ano os vencedores de 2013, relativos a fotografias tiradas no ano anterior. Na entrada da exposição, a foto que conquistou o primeiro prémio este ano, captada em Gaza pelo sueco Paul Hansen, depois

de um ataque aéreo israelita, é a primeira história que o público vai conhecer. Numa rua estreita, um grupo de homens transportam os cadáveres de duas crianças mortas no ataque manifestando o sofrimento e raiva sentido no momento que o fotógrafo capturou com a câmara. O fotógrafo português Daniel Rodrigues, 25 anos, foi distinguido com o primeiro prémio na categoria Vida Quotidiana do World Press Photo, com uma imagem de jovens a jogar futebol, num campo de terra na Guiné-Bissau. Em 2012, a exposição foi vista 33.076 pessoas.


roteiro

8 O Primeiro de Janeiro |

Sexta-feira, 3 de Maio de 2013

Roteiro Cultural

“Vivir Mi Vida”

“Texturando um sonho” "Vivir Mi Vida” é o primeiro single promocional da nova produção musical de Marc Anthony com a Sony Latin. Esta nova produção, já disponível digitalmente, assinala o regresso aos estúdios de gravação do vencedor de cinco prémios GRAMMY, sendo o primeiro projecto de música original no género tropical do cantor em cerca de uma década. “Vivir Mi Vida” foi produzido por Marc Anthony e Sergio George. O tema é uma adaptação da canção "C'est La Vie" de Cheb Khaled e marca o reencontro do cantor com Sergio George, que já produziu muitos dos grandes êxitos

Está patente ao público na Galeria de Exposições Tinturaria, a mostra colectiva de trabalhos dos alunos do 12º ano da Escola Secundária Campos Melo. A exposição, intitulada “Texturando um sonho”, conta com variadas peças elaboradas no decorrer das aulas de Oficina de Artes e Desenho, durante este ano lectivo, que englobam pintura, desenho e escultura. As obras de cariz artístico foram desenvolvidas com base em três técnicas distintas: textura, tridimensionalidade e retrato. No que diz respeito à textura, os trabalhos provêm da selecção prévia de uma imagem e posterior aplicação da técnica, segundo a criatividade e competências apreendidas. O outro conjunto de trabalhos surgiu no estudo da tridimensionalidade/escultura, tendo os alunos reaproveitado objectos, descontextualizando-os e fornecendolhes um novo conceito estético. Procedeu-se também à exploração do auto-retrato, retrato e rosto humano, tendo os alunos recorrido ao espelho e numa segunda fase reproduzido rostos a grafite. A exposição “Texturando um sonho” pode ser visitada até ao dia 2 de Junho.

que colocaram a vasta carreira de Marc Anthony na história. “Vivir Mi Vida” foi gravado nos estúdios Hit Factory, em Miami, e Top Stop Music na Del Rey Beach (Florida), sendo uma celebração e um hino à vida no estilo e voz única de Marc Anthony. O grande público teve a oportunidade de ouvir Marc Anthony na sua primeira apresentação ao vivo deste tema, com a sua orquestra, no dia 25 de Abril nos Prémios Billboard de Música Latina. O álbum que contém este tema tem edição agendada para o Verão de 2013.

Fausto O TNDM II recebe, no dia 9 de maio, na Sala Estúdio, Fausto, a partir das obras homónimas de Fernando Pessoa e Christopher Marlowe, com direção de Francisco Salgado. Esta coprodução TNDM II e Procur.arte estará em cena até dia 2 de junho, de quarta a sábado às 21h15 e domingo às 16h15.

Mega festa da poesia Para comemorar este acontecimento ímpar na vida cultural do país, organizamos uma mega festa da poesia, que se realiza no dia 23 de Maio, às 22h00, no auditório do Teatro do Campo Alegre, e que trará a palco uma dezena de artistas convidados. Fazendo jus ao seu carácter eminentemente multidisciplinar, estarão representadas na festa várias disciplinas artísticas. LEITURAS Teresa Coutinho lê Herberto Helder; Filipa Leal lê António Maria Lisboa, Ruy Belo, Mário Cesariny, Ana Hatherly, Daniel Jonas, Nuno Moura, José Miguel Silva, Ana Paula Inácio e Filipa Leal; Pedro Lamares lê Al Berto; Isaque Ferreira lê Alberto Pimenta, João Habitualmente e Levi Condinho. DANÇA Mafalda Deville Luís Guerra PERFORMANCE Sónia Baptista IMAGEM Mariana, a Miserável MÚSICA António Zambujo (concerto no final da segunda parte)

“Vénus”

A Câmara Municipal de Montemor-o-Novo e a Galeria das Salgadeiras têm a honra de apresentar a exposição "Vénus" que inaugura no dia 4 de Maio de 2013, pelas 18h30 na Galeria Municipal de Montemor-o-Novo. A exposição estará patente até ao dia 31 de Maio, de Terça a Sexta das 10h às 12h30 e das 15h às 18h e Sábado das 15h às 18h. Depois da exposição na Galeria das Salgadeiras, em 2012, Cláudio Garrudo apresenta a sua mais recente série intitulada "Vénus", uma referência ao cariz simbólico da deusa romana do Amor e da Beleza, aqui representada não de forma explícita, mas antes no domínio do sensorial. Não lhe vemos o rosto, desconhecemos, porventura, a sua condição ou as circunstâncias em que se encontra... Porém, vem-nos à memória e ao sentimento a afirmação da Mulher, plena de força e de vontade, orgulhosa de si mesma e da vida que dentro nasce. Corpos disformes, formas pictóricas, em metamorfose, que nos remetem para territórios da imaginação, a de cada um, onde a sensualidade e o erotismo subjacentes à Mulher se assumem enquanto assunto.


Sexta-feira, 3 de Maio de 2013

Desde 1868 a informรก-lo

publicidade/editais

O Primeiro de Janeiro | 9

Quer anunciar ao melhor preรงo Telefone: 22 096 78 46

Tlm: 91 282 06 79

?

Fax: 22 096 78 45

email: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt


agenda

10 | O Primeiro de Janeiro

Telefones Úteis Hospitais

Farmácias de serviço

Televisão

Serviço permanente

Hoje

PORTO PERMANENTE Pasteleira, Lda. – Rua André de Resende, 92 – Tel. 222 687 011 Antero de Quental – Rua Antero de Quental, 520 – Tel. 225 025 048

Santo António Tel. 222 077 500 Linha Azul 222 084 601 São João Tel. 225 512 100 Pediátrico Maria Pia Tel. 226 089 900 Linha Azul 226 099 674

MAIA Castelo – Rua Augusto N Silva, 410 – Castelo da Maia – Sta. Maria do Avioso Tel. 229 813 561

Maternidade Júlio Dinis Tel. 226 087 400 Psiquiátrico Conde Ferreira Tel. 225 022 031 Magalhã es Lemos Tel. 226 192 400

VALONGO Santa Joana – – Rua Augusto N Silva, 410 – Castelo da Maia – Sta. Maria do Avioso Tel. 229 813 561

Privados Ordem do Carmo Tel. 222 008 113 Ordem da Lapa Tel. 225 502 828 Ordem da Trindade Tel. 222 083 656

GONDOMAR Castro – Estrada Nova de S. Pedro – S. Cosme – Tel. 224 837 321

Prelada - Tel. 228 330 600 Militar Reg. Nº1 Tel. 226 063 011/ 12/13

MATOSINHOS Barranha – Avª Calouste Gulbenkian, 1535 – Tel. 229 563 183

Santa Maria Tel. 225 504 844 São Francisco Tel. 222 008 441 CONCELHO DE MATOSINHOS

VILA NOVA DE GAIA PERMANENTE Magalhães Suc. – Rua de Trás, 157 – Sta. Marinha – Tel. 223 746 810 Confiança - Rua de São Mamede, 1254 Serzedo 4410-021 Serzedo Oliveira – Gav. Da Rua Silveira c/ Rua Santos Pousada – Oliveira do Douro – Tel. 227 820 038

Distrital -Tel. 229 372 091 Pedro Hispano Tel. 229 391 000 Linha Azul 229 391 100 CONCELHO DE V. N. GAIA Eduardo Santos Silva Tel. 227 865 100 227 839 001 Vila Nova de Gaia Tel. 223 778 100/ 223 754180

AMARANTE São Gonçalo – Estrada nacional 15 333, Madalena 4600 Amarante Tel. 225 425 418 FELGUEIRAS J. Reis – Rua Rebelo Carvalho / 4610-212 Felgueiras Tel. 255 922 640 LOUSADA Fonseca – Rua Santo António, 554 – Silvares / 4620-651 Lousada Tel. 255 912 141 MARCO DE CANAVESES Farmácia Cabanelas - Lugar de Eiro Soalhães - Tel. 255511565 PAREDES Ruão – Rua 1.º Dezembro – Castelões, Cepeda – Tel. 255 777 578 PENAFIEL Sameiro – Rua D. António F Gomes, 230-B – Tel. 255 713 071/2/3 SANTO TIRSO Central – Tel. 252 852 923 TROFA Trofense – Rua Costa Ferreira, C. C. Loja 2 – Tel. 252 412 543

Banda Desenhada

ZÉ do boné

Sr. Perfeito

Passatempos

Sexta-feira, 3 de Maio de 2013

RTP1

RTP1

06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça da Alegria 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Windeck - O Preço da Ambição 15:04 Éramos Seis 15:44 Portugal no Coração 18:00 Portugal em Direto 19:08 O Preço Certo 20:00 Telejornal 20:55 A Semana de Nuno Morais Sarmento 21:20 Sexta às 9 21:57 AntiCrise 22:20 Sinais de Vida 23:22 Portugueses Pelo MundoBelfast 00:15 5 Para a Meia-Noite 01:37 True Justice 02:19 Californication 02:51 Vidas em Jogo 04:08 Televendas 06:09 Salvador

06:30 Zig Zag 08:00 Bom Dia Portugal – Fim-deSemana 11:00 Cuidado com a Língua! (R/) 11:15 Viagem ao Centro da Minha Terra - Nazaré 12:00 BBC Terra 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Aqui Portugal 18:00 Sinais de Vida (Compacto da semana) 19:00 Voz do Cidadão 19:15 Hotel 5 Estrelas - Desaparecido em Alcântara 20:00 Telejornal 21:00 Feitos ao Bife 22:30 Herman 2013 23:45 V de Vingança (Filme) 03:45 Janela Indiscreta com Mário Augusto 04:15 Televendas 06:00 Salvador

RTP2

RTP2

07:00 Zig Zag 13:00 As Cobras Mais Venenosas da Índia (R/) (Doc) 13:51 Iniciativa 13:55 Ténis: Portugal Open 18:30 A Fé dos Homens 19:02 Consigo 19:29 Iniciativa 19:32 A Entrevista de Maria Flor Pedroso 20:08 Zig Zag 21:03 Como Funciona a Natureza (Doc) 21:56 24 - Sumário 22:00 Código de Bairro 22:30 Cinco Noites, Cinco Filmes 00:00 24 Horas 01:07 Teatro em Casa 01:53 A Entrevista de Maria Flor Pedroso (R/) 02:29Euronews

07:00 Fórum África 2012 07:30 África 7 Dias 07:58 Zig Zag 09:35 Universidade Aberta 10:00 Nós 10:30 Consigo (R/) 11:00 Parlamento 12:00 Ténis: Portugal Open 14:05 Planeta GeladoMaking Of 14:30 Desporto 2 19:00 RTP Artes 19:30 Academia RTP 20:00 Zig Zag 21:00 Bairro Alto 22:00 Palcos 23:00 No Limite 00:00 24 Horas 01:00 U24 01:30 RTP Artes (R/) 02:00 Euronews

SIC

05:50 Etnias 06:30 Lol 08:45 Disney Kids 09:45 Os Protegidos 10:00 Rex, O Cão Polícia 12:15 O Nosso Mundo - Wildest Artic 13:00 Primeiro Jornal 14:00 Alta Definição 14:40 E-Especial 15:30 Cinema 17:45 Sessão Hollywood 20:00 Jornal da Noite 21:45 Gosto Disto! 22:55 Sorteio do Totoloto 23:00 Páginas da Vida 00:15 O Contra Ataque 00:45 EPT 01:00 Cinema 03:45 Televendas

06:00 Jornal de Síntese 07:00 Edição da Manhã 08:40 A Vida nas Cartas - O Dilema 10:15 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:25 Querida Júlia Sextas Mágicas 19:10 Cheias de Charme 20:00 Jornal da Noite 21:55 Dancin' Days 22:55 Avenida Brasil 23:55 Páginas da Vida 01:00 Mentes Criminosas 01:40 CSI Miami 02:50 Volante 03:10 Podia Acabar o Mundo 04:00 Televendas

TVI

A Flo obrigou-me a ir ao centro de emprego

Nós dizemos o emprego que procuramos e eles procuram arranjar uma vaga

O que lhes disseste?

Domador de leões marinhos

Amanhã

06:30 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:30 Ninguém Como Tu 16:00 A Tarde é Sua 18:00 Doce Fugitiva 19:00 Doida por Ti 20:00 Jornal das 8 21:15 Euromilhões 21:30 Big Brother Vip Diário 22:15 Destinos Cruzados 23:15 Mundo ao contrário 00:15 Big Brother Vip Extra 02:00 Programa a Designar 03:45 Amanhecer 04:45 TV Shop

SIC

TVI 06:30 Animações - Curious George 07:30 Kid Kanal - Dora, a exploradora 07:45 Kid Kanal - Sponge Bob 08:15 Kid Kanal - Kung Fu Panda 08:45 Kid Kanal - Winx 09:45 Série - Heroes 10:30 A Verdade de cada um 11:00 Inspector Max 13:00 Jornal da Uma 14:00 Filme a Designar 16:00 Filme a Designar 18:00 Não Há Bela Sem João 20:00 Jornal das 8 22:00 Destinos Cruzados 23:00 Big Brother Vip Diário 00:15 Filme a Designar 02:00 Filme a Designar 03:45 Amanhecer 04:45 TV Shop


agenda

Sexta-feira, 3 de Maio de 2013

O Primeiro de Janeiro | 11

Cinemas PORTO DOLCE VITA Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 21h20, 00h35

Sugestões Os Smurfs M/6 Sessões: 10h30, 12h50, 15h20, 18h (V.Port./3D)

Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 14h, 16h30, 19h (V.Port./3D)

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h15, 15h40, 18h30, 21h30, 00h10

Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 22h, 00h35

Um Dia M/12 Sessões: 13h40, 16h20, 19h, 21h20, 23h50

Os Smurfs M/6 Sessões: 12h50, 15h30, 18h30 (V.Port./3D) Um Dia M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h05, 21h50, 00h30 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h30, 15h10, 17h50, 21h10, 23h50 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h30, 00h10 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h50, 21h40, 00h25 Assim é o Amor M/12 Sessões: 12h40, 15h25, 18h10, 21h, 23h50 MAIA MAIASHOPPING Os Smurfs M/6 Sessões: 13h30, 16h, 18h40, 21h20, 23h50 (V.Port./3D) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h20, 19h, 21h50, 00h35 Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 21h10, 00h10 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 13h40, 16h30, 19h10, 21h40, 00h20 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h10, 15h50, 18h50, 21h30, 00h30 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h50, 16h10, 18h30 (V.Port.)

MATOSINHOS MAR SHOPPING O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h40, 16h20, 19h10, 22h, 00h30 Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 22h45 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h40, 15h10, 17h40, 20h (V.Port./3D) Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h20, 24h Os Smurfs M/6 Sessões: 13h10, 15h50, 18h30 (V.Port.) Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 12h50, 15h30, 18h20, 21h30, 00h10 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h10, 21h, 23h40 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 18h50, 21h40, 00h20 ) VILA NOVA DE GAIA LUSOMUNDO GAIASHOPPING Carros 2 M/6 Sessões: 13h15, 15h45 (V.Port./3D) Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 18h25, 20h55, 24h Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 15h50, 18h50, 21h55, 00h35

NORTESHOPPING Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h10, 22h30

Super M/12 Sessões: 21h50, 00h25

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h40, 15h10, 18h10, 22h, 00h35

Os Smurfs M/6 Sessões: 13h05, 15h35, 18h15, 20h50, 23h50 (V.Port./3D)

O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h10, 15h30, 18h20, 21h40, 00h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 16h, 18h50, 22h, 00h45 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 10h50, 13h20, 15h50, 18h40 (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 21h10, 23h40

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h55, 15h40, 18h40, 21h30, 00h10 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h55, 15h, 17h20, 19h40 (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h, 21h45, 00h40 Animais Unidos M/6 Sessões: 12h45, 14h55, 17h10, 19h25 (V.Port./3D) Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sessões: 21h40, 00h30

Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h50, 15h05, 17h25, 19h45, 22h, 00h20 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h25, 16h05, 18h45, 21h20, 00h15 UCI ARRÁBIDA 20 O Último Destino 5 M/16 Sala: Sala 1 Sessões: 14h, 16h30, 19h, 21h35, 00h35 A Ressaca - Parte II M/16 Sala: Sala 2 Sessões: 22h20, 00h40 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sala: Sala 2 Sessões: 13h40, 15h50 (V.Port.), 18h, 20h10 (V.Port./3D) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sala: Sala 3 Sessões: 13h55, 16h25, 18h55, 21h25, 24h Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sala: Sala 4 Sessões: 14h10, 16h40, 19h05, 21h35, 00h05 Sem Prada nem Nada M/12 Sala: Sala 5 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 21h50, 00h20 Larry Crowne M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 18h30 Tinhas Mesmo Que Ser Tu M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 13h50, 16h10, 21h30, 00h15 A Árvore da Vida M/16 Sala: Sala 7 Sessões: 18h45 Sem Remorsos M/12 Sala: Sala 7 Sessões: 14h05, 16h25, 21h40, 00h10 Carros 2 M/6 Sala: Sala 8 Sessões: 13h40 (V.Port.) Eu Vi o Diabo M/16 Sala: Sala 8 Sessões: 16h10, 19h05, 22h, 00h55 Cowboys & Aliens M/12 Sala: Sala 9 Sessões: 14h, 16h30, 18h55, 21h25, 00h15 Assim é o Amor M/12 Sala: Sala 10 Sessões: 13h50, 16h35, 19h20, 22h, 00h40 Chefes Intragáveis M/12 Sala: Sala 11 Sessões: 14h10, 16h40, 19h15, 21h45, 00h20 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 12 Sessões: 14h05, 16h45, 19h20, 21h55, 00h35 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 13 Sessões: 13h45, 16h20, 18h55, 21h35, 00h15 (2D) Bem-vindo ao Sul M/12 Sala: Sala 14 Sessões: 14h15, 16h40, 19h10, 21h40, 00h10 Os Smurfs

Tempo HOJE TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade a partir da tarde. Períodos de chuva,por vezes forte a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, passando a aguaceiros. Queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, descendo gradualmente a cota para os 800 metros a partir da tarde. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de sudoeste, temporariamente moderado a forte (30 a 45km/h) no litoral, rodando para noroeste, sendo forte (35 a 50 km/h) nas terras altas. Pequena subida da temperatura mínima. MADEIRA: Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros fracos a partir do início da manhã, em especial nas vertentes norte. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de noroeste, rodando para leste. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva, passando a aguaceiros. Vento sudoeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, rodando para oeste e tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO CENTRAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva. Vento sudoeste muito fresco a FORTE (40/65 km/h) com rajadas até 80 km/h. GRUPO ORIENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Aguaceiros. Vento do quadrante sul fresco (30/40 km/h), tornando-se FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 75 km/h.

AMANHÃ

TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade a partir da tarde. Períodos de chuva,por vezes forte a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, passando a aguaceiros. Queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, descendo gradualmente a cota para os 800 metros a partir da tarde. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de sudoeste, temporariamente moderado a forte (30 a 45km/h) no litoral, rodando para noroeste, sendo forte (35 a 50 km/h) nas terras altas. Pequena subida da temperatura mínima. MADEIRA: Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros fracos a partir do início da manhã, em especial nas vertentes norte. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de noroeste, rodando para leste. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva, passando a aguaceiros. Vento sudoeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, rodando para oeste e tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO CENTRAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva. Vento sudoeste muito fresco a FORTE (40/65 km/h) com rajadas até 80 km/h. GRUPO ORIENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Aguaceiros. Vento do quadrante sul fresco (30/40 km/h), tornando-se FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 75 km/h.

M/6 Sala: Sala 15 Sessões: 14h, 16h30, 18h55 (V.Port.), 21h20, 24h Amigos Coloridos M/12 Sala: Sala 16 Sessões: 13h50, 16h20, 18h50, 21h45, 00h25

“A Era dos Malditos”

Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sala: Sala 17 Sessões: 15h, 17h55, 21h25, 00h15 Animais Unidos M/6 Sala: Sala 18 Sessões: 14h10, 16h20 (V.Port./3D) Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sala: Sala 18 Sessões: 18h35, 21h15, 00h10 A Melhor Despedida de Solteira M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 13h50, 16h35 Super 8 M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 19h20, 21h55, 00h30 Um Dia M/12 Sala: Sala 20 Sessões: 14h, 16h40, 19h10, 22h, 00h40

GONDOMAR LUSOMUNDO - PARQUE NASCENTE Os Smurfs M/6 Sessões: 13h25, 16h, 18h35, 21h10, 23h50 (V.Port.) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h45, 16h30, 19h15, 21h55, 00h40 O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h50, 16h20, 19h30, 22h, 00h30 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 12h50, 15h20, 17h50, 21h20, 24h Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 21h15, 24h Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h10, 15h30, 18h (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 15h, 17h40, 20h30, 23h Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h25, 21h, 00h05 Um Dia M/12 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 22h10, 00h45 Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h50, 00h20 Carros 2 M/6 Sessões: 13h40, 16h25, 19h (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 14h30, 17h30, 20h40, 23h40 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 14h45, 17h15, 20h, 22h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h15, 15h50, 18h40, 21h40, 00h25

Romance “A Era dos Malditos” apresentado no Chapitô O romance de estreia de Ana Gonçalves, a "Era dos Malditos”, será apresentado no próximo dia 4 de Maio, às 18h30, no Bar do Chapitô. Em “A Era dos Malditos”, a mais recente aposta da editora Alphabetum, são retratados os “Malditos” - os “desempregados, miseráveis, precários, enganados, distraídos, informados, pobres e remediados”, aqueles “a quem foi roubada qualquer ideia de futuro” e que descem à rua para tentar recuperar a vida com dignidade, convidando o leitor a, eventualmente, rever-se neles. A obra será apresentada pela psicóloga clínica Sandra Valdeira, especializada em educação e intervenção comunitária, uma das primeiras leitoras da obra de Ana Gonçalves, que partilha com a autora o gosto pelos livros.

«Novos Compositores» Terá lugar hoje, às 21h00. no Auditório da Nova (Campus de campolide) o concerto «Novos Compositores», protagonizado pela Orquestra Metropolitana de Lisboa e dirigida pelo Maestro Nir kobaretti.


1868

Há 144 anos, todos os dias consigo.

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

|

Diretor: Rui Alas Pereira (CP-2017). E-mail: ruialas@oprimeirodejaneiro.pt Redatores: Joaquim Sousa (CP-5632), Andreia Cavaleiro (CP-6983), Cátia Costa (Lisboa) e Vasco Samouco. Fotografia: Ivo Pereira (CP-3916) Secretariado de Direção: Sandra Pereira. Secretariado de Redação: Elisabete Cairrão. Publicidade: Conceição Carvalho (chefe), Elsa Novais (Lisboa, 918 520 111) e Fátima Pinto. E-mail: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt Morada: Rua de Santa Catarina, 489 2º - 4000-452 Porto. Contactos: redação - Tel. 22 096 78 47 - Tm: 912 820 510 E-mail: geral.cloverpress@oprimeirodejaneiro.pt - Publicidade - Telefone: 22 096 78 46, Fax: 22 096 78 45 Propriedade: Globinóplia, Unipessoal Lda. Edição: Cloverpress, Lda. NIF: 509 229 921 Depósito legal nº 1388/82 Impressão: Coraze, Telefs.910252676 / 910253116 / 914602969, Oliveira de Azeméis. Distribuição: Vasp. Tiragem: 20 000

Ministro da Economia e a concertação social

CRÓNICAS DE UM CADÁVER ANUNCIADO (21) Se houve uma altura em que falávamos do Japão como sendo o país do mundo com a maior taxa de suicídios, talvez seja importante recordarmos que o Japão, possivelmente, já fará parte daqueles países que utilizam Portugal como laboratório de estudo sobre aquilo que não se pode fazer em termos de (des) organização social. Tendo em conta os dados do primeiro semestre deste presente ano, os registos do Instituto Nacional de Medicina Legal contabilizou uns meros 235 suicídios em todo o território nacional, sendo que 83 suicídios ocorFilipe Abraão reram na região norte de Portugal. Segundo o Jornal de Notícias, um Martins do Couto* médico e professor da UP defende que “a falta de projetos de vida pode ter um efeito aniquilador”. Com efeito, apelando aos lugares comuns do nosso quotidiano, quando qualquer um de nós desenvolve um projeto, seja ele qual for, o que fazemos? Em primeiro lugar, contamos aos outros as nossas intenções, defendemos o nosso ponto de vista, escutamos as opiniões diversas que possam surgir, mas cuidamos dele como de um bebé se tratasse. A questão é, quando alguém tem um projeto, que é sempre utópico porque ainda não está realizado, não estará esse alguém deslumbrado pelas suas ideias, não estará ele mergulhado numa felicidade efémera, porém graciosa e inspiradora, porque sabe, de antemão, do longo caminho que terá de percorrer, experienciando a beleza do seu acontecimento e a esperança da sua concretização? Por outro lado, quando não temos projetos, não prevalecerá a sensação que flutuamos ao sabor do vento, com os pés bem longe do chão, remediando aquilo que nos aparece pela frente, com uma estranha sensação de pássaro ferido abandonado à sua sorte, que ora se entretém fugindo dos caçadores furtivos, ora se alimenta das migalhas ocasionais? É este o projeto que o governo nos presenteia. É este o cardápio dos seus propósitos – ou da falta deles. Quando um governo não comunica com o seu povo, quando um primeiro-ministro não desvela os seus projetos, as suas intenções, é porque não tem projeto. E quando não há comunicação, não existe mensagem, e quando não existe mensagem é porque não há ideias, vazio sepulcral preenchido pelos corvos que se banqueteiam da voz ausente – oportunidade de ouro para se exibirem com vozes ocas, fragmentadas ou partidas, sem verdade nem esperança –, e é assim que a maioria dos profissionais da comunicação social asseguram os seus salários, proporcionando-nos uma mensagem que, embora representante e reflexo do deus obscuro dos tempos sombrios, não deixa de ser vazia de sentido e promotora de desolação, miséria, tristeza e da estupidez humana. Em resumo, não deixando de exibir a notícia flagrante do aqui e agora, revestem sempre, mas com roupas pobres e velhas, o apocalipse now. E quando os representantes do povo elegem um projeto – se é que se pode chamar de projeto – que não é seu, mas dos interesses superficiais, mesquinhos e materialistas do Norte da Europa e o submetem ao seu povo, podemos concluir que os advogados do diabo de nada aprenderam na escola, que nada compreendem do seu povo, e que, distantes e calculistas, munidos de calculadoras made in Tawain and Germany, desferem cálculos cuja matemática ninguém compreende, gerindo Portugal como se de uma empresa da década de 60 se tratasse, esquecendo-se porém que a economia dos tostões depende da economia das almas, e que a verdade do mundo não depende da filosofia do cifrão, mas da filosofia dos homens. Desta forma, o encontro entre governo e povo nunca se deu, nem nunca se dará (para mal dos nossos pecados, mais uma vez) – e mesmo a eloquência afinada dos nossos políticos nunca convenceram o povo que, seguro da vida que pretende para o seu futuro, em nada se coaduna com o projeto desprojetado de vida que pretendem para ele. Talvez seja importante para os senhores e senhoras da política escutarem o convite que o povo continua a endereçar aos seus gabinetes, por forma a fazerem companhia a Sócrates que está a tirar um cursito de filosofia em part-time para os lados de França – embora, possivelmente, seja tarde de mais. Poderão assim compreender a razão da tão elevada taxa de suicídios ocorridos no primeiro semestre deste ano e, – quem sabe? Talvez aprendam o que verdadeiramente inspira o povo, se bem que já são demasiado velhos para isso. Já que estamos a falar de projetos, o que interessa verdadeiramente saber é que, o povo, arrependido por outrora ter brincado com os cartões de crédito que lhe deram com a promessa de que ele iria atingir o paraíso, deseja encontrar uma saída urgente para eliminar as suas dívidas, as suas contas – e que ele aprendeu, à sua própria custa, que ter muitas coisas ou muitos bens, não é sinónimo de boa vida – e que a qualidade de vida obtém-se, não por se possuir três ou quatro carros, mas em saber como se usar condignamente um; e que não é preciso ganhar muito dinheiro para se ter uma vida interessante e com sentido – desde que se ganhe o proporcional aos padrões mínimos de dignidade e respeito pela pessoa humana; longe dos holofotes da politiquice formal que visa fazer obras inúteis e megalómanas de que ninguém precisa, o povo aspira pela política informal, aquela, qual pedra preciosa, que opera à margem dos trâmites normais do funcionamento das instituições – daquele que desce do seu pedestal cristalizado rumo à população para se inteirar do que realmente é importante, sagrado e inspirador – só assim algum dia a política conseguirá mobilizar a população: quando o poder fugir ao que está legalmente instituído, mas que, preocupado, consiga unir as aspirações pessoais em sinergias em prol de todos, projeto coletivo em que não entra dinheiros ou subsídios – ou pouca coisa – mas que se alimenta do sonho de um que é de todos – eis um projeto. Ao ir contra as aspirações pessoais e sociais, mais do que asfixiar o povo, o governo está a aniquilá-lo – mais do que a exterminar as suas parcas economias – encontra-se, neste momento, a esgotar o ser, que, mais endividado, sonâmbulo e náufrago de um mar sem fim, não consegue vislumbrar qualquer utilidade para a sua vida – terror e tragédia do século XXI – onde, por vezes, mais do que não se encontrar utilidade e esperança para a sua própria vida, não se encontra utilidade para a vida dos outros. *Professor

Acordo tripartido firmado é para cumprir integralmente O ministro da Economia e Emprego, Álvaro Santos Pereira, disse que o acordo tripartido firmado em concertação social em janeiro de 2012 será integralmente cumprido. “Reiterei [aos parceiros sociais] a disponibilidade para cumprir integralmente o acordo de 18 de janeiro de 2012”, disse o ministro aos jornalistas no final de uma reunião de cerca de três horas tida na sede da concertação social, em Lisboa. O encontro de ontem teve como foco a ‘Estratégia para o Crescimento, Emprego e Fomento Industrial 20132020’ recentemente apresentada pelo Governo. Álvaro Santos Pereira considerou a reunião “muito proveitosa”, ao contrário da maioria dos parceiros, e disse que o documento está aberto aos contributos dos parceiros sociais, que irão

apresentar em breve de forma formal novos contributos para o texto. No que refere a cortes na despesa e a novas medidas de redução estrutural da despesa pública, Santos Pereira escusou-se a tecer comentários remetendo o assunto para a declaração do primeiro-ministro agendada para as 20h00 de hoje.

O Governo enviou na semana passada aos parceiros sociais a ‘Estratégia para o Crescimento, Emprego e Fomento Industrial 2013-2020’, documento com o qual pretende criar as bases para o crescimento económico assente em pressupostos como a reindustrialização, investimento e exportações.

Oposição parlamentar manifesta grande preocupação

Medidas previstas “matam” crescimento e emprego A oposição parlamentar afirma que as medidas previstas no Documento de Estratégia Orçamental (DEO) “matam” qualquer política para o crescimento e o emprego e mostram uma predominância do ministro das Finanças no Governo. “Com estas metas e este discurso aqui na Assembleia da República, o ministro das Finanças reduziu à insignificância política o discurso do ministro Paulo Portas, de Álvaro Santos Pereira e do PSD, mas valha a verdade que isto já é um clássico neste Governo”, disse o deputado socialista Rui Paulo Figueiredo, numa intervenção em plenário. O deputado do PS falava durante um debate agendado pelo PCP sobre uma política alternativa que resgate o país do declínio económico e social. Na sua intervenção, Rui Paulo Figueiredo considerou que “o caminho seguido pelo Governo nos últimos dois anos tem sido um desastre” em toda a linha, apesar de estar “a ir ao bolso dos portugueses de todas as formas”. “O Governo não acerta uma previsão e não atinge uma única das suas metas, já

nem no seio do Governo se acredita no ministro das Finanças e com este documento de estratégia orçamental o Governo acena com a bancarrota”, afirmou. O deputado do PS referiu que as novas medidas de austeridade relegam o ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, à “irrelevância política”. “A resposta está dada e nós tínhamos razão, as propostas da economia foram eclipsadas pelo documento, que não muda de políticas nem de receita, por isso a mesma receita vai conduzir aos mesmos resultados”, criticou Figueiredo. Neste contexto, o socialista defendeu como medidas prioritárias “o aumento do salário mínimo nacional e das pensões mais baixas através da concertação social”, além do prolongamento do subsídio social de desemprego em mais seis meses. Pelo BE, a deputada Mariana Aiveca afirmou que o novo documento de estratégia orçamental “matou qualquer estratégia de crescimento”, assinalando que “o desemprego em 2016 estará em 17,5%”.

O deputado do PCP João Oliveira acusou o Governo de “fazer um saque do dinheiro público para satisfazer as necessidades do capital” e de enganar os contribuintes com “a patranha do não há dinheiro” para aumentar salários e pensões. Da bancada laranja, o socialdemocrata Afonso Oliveira advogou que a oposição faz propostas “foram do quadro do possível” e defende “o incumprimento” do memorando acordado com a troika. “O PS tem enormes responsabilidades no estado das contas públicas e não assume os erros do passado, até tem orgulho no seu passado recente, que foi um desastre”, criticou. No mesmo tom, o centrista Michael Seufert acusou o PS de estar “numa posição muito confortável do toca e foge”e defendeu que é preciso diferenciar “entre propostas e intenções”. “O PS negociou as metas e as maturidades, as bases do programa de ajustamento, e agora grande solução é um novo governo, ainda nos lembramos bem do último governo do PS”, ironizou.


3-05-2013