Issuu on Google+

HELTON FICA NA BANCADA FC Porto e Rio Ave discutem hoje (16h45) um lugar na final da Taça da Liga

Há 144 anos, sempre consigo. 1868 2012

Continente - 0,60 € (IVA INCLUIDO) – Ilhas - S. Miguel e Madeira - 0,75 € (IVA INCLUIDO) – Porto Santo 0,80 € (IVA INCLUIDO)

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

Diretor: Rui Alas Pereira | ISSN 0873-170 X |

|

DIÁRIO NACIONAL

Ano CXLV | N.º 82

Quarta-feira, 3 de abril de 2013

SOCIALISTAS DIZEM QUE O TEMPO DESTE GOVERNO CHEGOU AO FIM

CENSURA ECONOMIA

Ministro defende revisão e reforço das políticas ativas de emprego

 Pela quarta vez, em menos de dois anos, o Governo de Passos Coelho enfrenta hoje mais uma moção de censura, desta vez apresentada pelo PS e que contará com o apoio do PCP e do BE. "O seu tempo chegou ao fim. A estratégia do Governo falhou estrondosamente, perdeu a credibilidade e está sem autoridade política para enfrentar a crise que estamos a viver em Portugal", justificou António José Seguro, depois da comissão política socialista ter decidido por unanimidade avançar com uma moção, que à partida não terá resultados práticos face à maioria dos deputados da coligação governamental.

CASA PIA

Carlos Cruz entrega-se para cumprir o tempo que falta de prisão (4 anos e 8 meses)


local Porto

2 | O Primeiro de Janeiro

Quarta-feira, 3 de Abril de 2013

Segunda torre do Bairro Aleixo

Dias 5 e 19 deste mês

PS faz apelo para suspender nova demolição Socialistas consideram que Rui Rio não vai atender ao pedido porque revela uma “obstinação completa” sobre o assunto. O PS fez “um apelo” ao presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Rio, “no sentido de suspender o rebentamento da segunda torre do bairro do Aleixo”, agendado para o próximo dia 12. Após a habitual reunião semanal do executivo, vereador socialista Correia Fernandes acrescentou que o autarca “ouviu, mas não vai atender” o apelo que lhe foi dirigido, considerando que Rio revela assim “uma obstinação completa”.

DR

Discórdia. PS quer travar demolição da segunda torre do Aleixo, agendada para dia 12

O PS formalizou o seu apelo através de um documento realçando, nomeadamente, que, “no próximo dia 12, a cidade vai abater ao seu património mais 3,9 milhões de euros que se somam a outros 3,9 milhões que, há cerca de um ano, também ficaram reduzidos a pó em menos de cinco segundos”, com a demolição da primeira torre. “Podemos, assim, dizer que o Porto, mesmo em tempo de crise profunda, se dá o luxo de, sem pestanejar, consumir, em apenas um ano, qualquer coisa como cerca de 7,8 milhões de euros. E assim acontecerá mais três vezes se, entretanto, nada em contrário for decidido”, apontam os socialistas portuenses. Pelas contas do PS, a operação Aleixo custará “quase 20 milhões

de euros” aos cofres municipais, “ou seja, terá reduzido a pó, cinza e nada 10% dos últimos orçamentos anuais” da câmara municipal: “É uma situação absolutamente ruinosa pelo menos na atual conjuntura”, sublinhou Correia Fernandes. O PS insiste que, “neste momento, é melhor não correr para o precipício, mas, antes, parar para pensar” porque a operação aprovada para o Aleixo “não deu até ao momento, quaisquer frutos e tudo leva a crer que nunca os dará”. Acresce, para os socialistas, que as contrapartidas anunciadas pela demolição daquele bairro social não se concretizaram. A implosão da primeira torre daquele complexo residencial foi feita a 16 de dezembro de 2011

ARS Norte garante

Médico de família para 35 mil utentes

Católica vai «Aprender a Educar»

A Faculdade de Educação e Psicologia da Católica Porto vai promover nos dias 5 e 19 duas sessões do programa «Aprender a Educar – Programa para Pais». Os encontros, dinamizados por psicólogos, centram-se numa abordagem prática, decorrem entre as 21h30 e as 23h30 e visam revelar a importância de uma educação centrada no bemestar de crianças e pais. Protesto «ambulante»

Vendedores juntos na CM Porto Alguns vendedores ambulantes da cidade Invicta vão concentrar-se hoje em frente à Câmara do Porto por se sentirem “excluídos e desconsiderados pela governação da autarquia”. Os empreendedores da iniciativa vão recolher assinaturas para um abaixo-assinado em que estão expostas as razões e reivindicações do protesto. A concentração começa às 14 horas.

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte garantiu a oferta de médico de família “a mais de 35 mil utentes”, colocando novos especialistas em Medicina Geral e Familiar nos centros de saúde mais carenciados, depois de na última semana de março ter concluído uma nova fase de colocação de jovens especialistas em Medicina Geral e Familiar, assegurando a oferta de médico de família “a mais de 35 mil utentes que não o tinham”. Em comunicado a ARS afirma que os concelhos de Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira vão passar a disponibilizar médico de família “a mais de 7500 utentes”. Já em Amares, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro, Vieira do Minho e Vila Verde, o ganho é “superior a 5000 cidadãos”.

Na Universidade do Porto

Primeiro pedra do I3S lançada amanhã A Universidade do Porto assinala amanhã (15 horas) o arranque oficial da construção das instalações do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (I3S) – as obras iniciaram-se em janeiro –, numa cerimónia que será presidida pelo secretário de Estado Adjunto da Economia Regional, Almeida Henriques. A construção do edifício-sede e de laboratórios do I3S, ad-

DR

I3S. Investigação na UP

judicada à Mota Engil, vencedora do concurso público lançado em março de 2012, deverá ficar concluída em julho de 2014. O investimento total ronda os 21,5 milhões de euros, 13,6 milhões de euros para a construção do edifício e o restante para equipamento. A empreitada será comparticipada em cerca de 18 milhões de euros por fundos comunitários, através do Programa Operacional do Norte

(ON.2), e o restante é garantido pela universidade. Lançado em 2008, o I3S irá albergar cerca de 250 investigadores doutorados, com um total de mais de 700 funcionários, e irá centrar-se em áreas chaves para o desenvolvimento de respostas aos novos desafios na área da saúde, como as Doenças Neurodegenerativas, Cancro, Doenças Infeciosas e Medicina Regenerativa.

Reabilitação Urbana

Rui Rio amanhã em conferência O presidente da Câmara Municipal do Porto vai estar na sessão de encerramento da conferência sobre Reabilitação Urbana e Espaço Urbano, iniciativa organizada pela Porto Vivo. O financiamento e as experiências internacionais e nacionais de reabilitação urbana vão estar no centro do debate que decorrerá no Rivoli Teatro Municipal, a partir das 17h30.


regiões

Quarta-feira, 3 de Abril de 2013

O Primeiro de Janeiro | 3

Nove distritos com estradas cortadas devido a inundações e desmoronamentos

Afetados querem “responsabilizar Estado” Roubo em dependência bancária de Lisboa

Assalto com caçadeira Um homem armado com uma caçadeira assaltou ao início da tarde de ontem uma dependência bancária na Avenida Almirante Reis, em Lisboa, tendo levado uma quantia não especificada, revelou, horas depois do assalto, fonte oficial da Polícia de Segurança Pública. De acordo com a mesma fonte, a polícia recebeu a informação do assalto às 14h58 e, meia hora depois, ainda estavam na dependência bancária a “tomar conta da ocorrência”. O assalto foi feito com recurso a uma caçadeira e o assaltante levou o dinheiro que estava em caixa, numa quantia que a fonte da PSP não soube especificar. Depois do assalto, e segundo relataram à polícia algumas testemunhas, o homem seguiu a pé pela rua. Por outro lado, a PSP anunciou a detenção, em flagrante, de 16 taxistas suspeitos dos crimes de falsificação da autorização especial de motorista de táxi, durante várias operações de fiscalização rodoviárias na cidade de Lisboa. De acordo com o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, as operações de fiscalização a transportes públicos de aluguer em veículos automóveis ligeiros decorreram entre 22 de março de segunda-feira. Os detidos foram notificados para comparecer em tribunal como arguidos.

DR

Associação de Afetados por Inundações e Calamidades pretende “responsabilizar o Estado” por não responder às reclamações. Nove distritos de Portugal continental mantinham, ao início da tarde de ontem, estradas cortadas devido a inundações e ao deslizamento de terras, permanecendo isoladas as povoações de Reguengo do Alviela e Caneiras, em Santarém, e Valonguinho, em Viseu. De acordo com um balanço das estradas cortadas atualizado pela Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), ontem pela hora de almoço, os distritos de Aveiro, Braga, Coimbra, Évora, Lisboa, Portalegre, Santarém, Setúbal e Viseu continuam afetados, tendo já sido resolvidos os problemas que se verificavam nos distritos de Leiria e Faro. O distrito de Santarém continuava a ser o mais atingido, havendo estradas cortadas em 11 concelhos: Abrantes, Vila Nova da Barquinha, Golegã, Chamusca, Alpiarça, Santarém, Cartaxo, Benavente, Coruche, Almeirim e Torres Novas. No município de Santarém, continuava submersa a Estrada Nacional (EN) 365 na Ponte do Alviela, a jusante do Pombalinho, isolando a povoação do Reguengo do Alviela, a Estrada Municipal (EM) Santarém-Caneiras, o que deixou isolada a povoação de Caneiras, e também a EM 1345, que liga a Ribeira de Santarém a Vale Figueira. No distrito de Viseu, em Resende, estava isolada a povoação de Valonguinho, na freguesia de Barrô, devido ao desabamento de parte da estrada municipal que dá acesso a esta localidade. Já a Câmara Municipal de Fronteira anunciou ter decidido adiar a recriação da Batalha dos Atoleiros, realizada anualmente a 6 de abril, para o mês de junho, devido às previsões de mau tempo. Avançam pedidos de responsabilidades

A Associação de Afetados por

Mau tempo. Nove distritos continuam com estradas cortadas devido a inundações e desmoronamentos de terras

Transportes Sul doTejo

Greve com números aquém das “expectativas”

A greve de ontem dos trabalhadores da empresa rodoviária Transportes Sul do Tejo ficou aquém das expectativas, assumiu o sindicalista João Saúde, com a administração a referir que 80% dos colaboradores estiveram a trabalhar. “Ao contrário do expectável, a adesão não foi a que pensávamos, mas também temos que ter em conta que os traba-

lhadores foram pressionados no sentido de desmobilizar”, disse João saúde, do Sindicato dos Transportes Rodoviários e Urbanos de Portugal. O sindicalista referiu que na zona de Setúbal e Montijo a adesão foi residual, contando cerca de meia centena de trabalhadores, enquanto em Almada, Seixal e Sesimbra foi maior. “Não temos dados concretos, mas no plenário que decorreu em Almada estavam cerca de 150 trabalhadores, o que perante a situação é razoável”, defendeu.

Inundações e Calamidades anunciou, ontem, que pretende “responsabilizar o Estado” por não responder às reclamações das comunidades afetadas pelas cheias e apela à criação de um fundo de calamidades. António Fonseca, presidente da AAIC, afirmou que o objetivo da associação passa pela constituição de um fundo de calamidades e pela criação de um consórcio para substituir as seguradoras, algo, que segundo António Fonseca, presidente da AAIC, já acontece em vários países, “no caso de Espanha há mais de 50 anos”. O dirigente recordou que estas mesmas propostas foram apresentadas no ano passado pela AAIC numa reunião com o secretário de Estado da Administração Interna, Filipe Lobo D’Ávila. António Fonseca lamenta que desde então “nada se tenha feito” para minimizar os danos causados pelas cheias e que o Estado “nunca tenha recorrido ao Fundo de Solidariedade criado pela União Europeia em 2001, ao qual países como a Alemanha ou a Holanda recorrem em situações de calamidade”. Nos próximos dias os elementos da associação, com a colaboração dos peritos reguladores de seguros, vão para o terreno fazer um levantamento das recentes inundações, de forma a calcular os estragos registados. “A dificuldade não é conviver com as cheiras mas sim com os seus prejuízos”, sublinhou. Na sequência desse levantamento, a associação vai determinar “as medidas a tomar contra o Estado”, procurando promover uma “frente reivindicativa”, disse o presidente da AAIC. António Fonseca garante que a associação pretende apenas “atuar com legitimidade na defesa dos afetados pelas cheias e arranjar soluções”, como a construção de novas barragens. Também a Associação de Regantes e Beneficiários do Vale do Lis exige da Agência Portuguesa do Ambiente uma indemnização no valor mínimo de três milhões de euros por causa das cheias. “Vai ser feito um pedido de indemnização à APA, com toda a certeza, já que a responsabilizamos, enquanto dona da obra da Ponte das Tercenas [Marinha Grande] de estrangular o escoamento da água do rio Lis”, explicou Henrique Damásio.


nacional

4 | O Primeiro de Janeiro

Quarta-feira, 3 de Abril de 2013

PS apresenta hoje, no Parlamento, alternativas à atual política do Governo

Quarta moção de Censura para Passos Coelho DR

Será a primeira moção de censura do PS sob a liderança de António José Seguro e também a primeira da última década. O PS apresenta hoje, no Parlamento, com o apoio do PCP e do Bloco de Esquerda, a sua moção de censura ao Governo, a quarta que a «equipa» liderada por Pedro Passos Coelho enfrenta deste que está à frente dos destinos de Portugal. Durante o debate, os socialistas vão apresentar propostas que pretendem configurar uma alternativa assente nos princípios da concertação estratégica e na revisão do memorando com a «troika». Esta será a primeira moção de censura do PS sob a liderança de António José Seguro e também a primeira da última década deste partido, depois de os socialistas, em 2003 (então liderados por Ferro Rodrigues), terem censurado o executivo PSD/CDS de Durão Barroso por Portugal apoiar intervenção militar dos Estados Unidos no Iraque. Durante o debate, do ponto de vista político, os socialistas pretendem em primeiro lugar provar que, apesar de existir uma maioria parlamentar PSD/CDS, está já instalada uma crise política em Portugal. Depois, ao recorrerem ao instrumento constitucional da moção de censura, que se destina a derrubar governos, os socialistas querem também transmitir que, nas atuais circunstâncias, a queda do Executivo de Passos Coelho e uma mudança política até podem representar uma saída para o país. Ao longo das últimas semanas, o secretário-geral do PS, António José Seguro, tem vindo a defender a tese de que o país pode sair da atual conjuntura económica, financeira e social se adotar um rumo baseado numa concertação estratégica no plano interno. Dessa concertação estratégica, fazem parte medidas como o aumento do salário mínimo nacio-

Alternativa. PS quer Passos Coelho fora do Governo para dar ao país um outro caminho para sair da crise financeira

Defesa do Estado

Petição da CGTP com 89 mil assinaturas

A CGTP entregou ontem uma petição à presidente da Assembleia da República com mais de 89 mil assinaturas em defesa das funções sociais do Estado e prometeu continuar a lutar contra a sua destruição. Segundo Arménio Carlos, as assinaturas foram recolhidas “num espaço curto de tempo e com grande diversidade de pessoas”. Seis mil assinaturas

resultaram de recolha online e as restantes resultaram de contactos diretos. “Cada assinatura desta petição tem um significado especial, porque foram dedicados 10 ou 15 minutos a cada pessoa para saber quais eram os seus anseios em relação ao tema. Nenhuma assinatura vai ficar esquecida, é um compromisso de futuro para a CGTP, que promete continuar a lutar pela defesa das funções sociais do Estado”, disse aos jornalistas o secretário-geral da Intersindical.

nal e das pensões mais baixas, a descida do IVA da restauração, a evolução dos salários em função de ganhos de produtividade, de competitividade e da taxa de inflação e a mobilização de recursos financeiros (designadamente dos comunitários) em programas de formação e de inserção profissional. Com estas medidas, segundo António José Seguro, Portugal poderá revitalizar o mercado interno e, ao mesmo tempo, estancar a recessão económica e combater o agravamento do desemprego e da pobreza. Outro conjunto de propostas que tem sido preconizado pelo PS passa pela renegociação do memorando com a «troika» (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional), visando essencialmente introduzir critérios de maior flexibilidade no seu cumprimento. O PS quer “metas e prazos credíveis”, defendendo uma “trajetória de consolidação do défice orçamental em que sejam adotadas medidas estruturais e que conciliem rigor orçamental e crescimento económico”. Perante a «troika», os socialistas pretendem também renegociar o alargamento dos prazos de pagamento de parte da dívida pública e renegociar “a postecipação do pagamento dos juros concedidos ao abrigo do Programa de Assistência Económica e Financeira”. O secretário-geral do PS, que assume a sua defesa de um projeto federalista para a União Europeia, é ainda favorável a uma progressiva convergência fiscal entre Estados-membros e a uma diferente gestão cambial que não penalize tanto as economias periféricas da zona euro. Fora do Parlamento e à margem da política nacional, a apresentação da moção de censura do Governo também foi falada na Comissão Europeia, instituição que se escusou a comentar “desenvolvimentos políticos nos Estados-membros”, mas reiterou a importância de um consenso entre as principais forças políticas para a implementação das reformas ser bem-sucedida.

Segurança Social cria 400 postos de trabalho

20 milhões em emprego O Ministério da Solidariedade e Segurança Social (MSSS) estima conseguir criar 400 postos de trabalho com os novos Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS+), para os quais existe uma verba de cerca de 20 milhões de euros. Na apresentação pública, que decorreu ontem, em Lisboa, o ministro Pedro Mota Soares defendeu que estes novos contratos são de eficácia garantida e anunciou que graças a aos novos CLDS+ será possível criar cerca de 400 postos de trabalho junto das instituições particulares de solidariedade social (IPSS). O programa CLDS+ tem como objetivo a promoção da inclusão social, o combate à pobreza, principalmente infantil, e exclusão social em territórios vulneráveis. Em meados de março, Mota Soares anunciava que a verba destinada aos CLDS+ era de 10 milhões de euros, mas ontem afirmou que o valor afinal chega aos 20 milhões de euros, a maioria vinda de fundos comunitários. A verba será atribuída ao abrigo da assinatura de 80 novos contratos, diretamente vocacionados para o combate ao desemprego, numa parceria com autarquias e instituições sociais. Atualmente, estão em curso 79 projetos inseridos nos CLDS, abrangendo 18 concelhos.


economia

Quarta-feira, 3 de Abril de 2013

O Primeiro de Janeiro | 5

“Governo tudo fará para estabilizar e mesmo reduzir a taxa de desemprego”

Fevereiro sem subidas Negociações concluídas

Chipre vai pagar empréstimo em 22 anos

O governo cipriota concluiu, ontem, as negociações com a «troika» sobre as condições que acompanham o resgate financeiro de 10 mil milhões de euros. “Hoje [ontem] foi concluída a elaboração do memorando que é um requisito para o resgate financeiro. Trata-se de um importante passo, com o qual se encerra um longo período de instabilidade”, referiu o porta-voz do governo, Christos Stylianides. O acordo contempla um prazo de amortização de 22 anos para os 10 mil milhões de euros do resgate, a uma taxa de juro de 2,5%.

Contraciclo com a Europa

Bolsa de Lisboa fecha sessão em queda

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, fechou, ontem, a perder 0,52%, para os 5.791,98 pontos, com o setor da banca a contribuir decisivamente para a queda. Das 20 cotadas, 13 fecharam o dia no vermelho, seis valorizaram e uma manteve a cotação inalterada. BES, BCP e Banif terminaram a sessão com perdas superiores a 4%, enquanto o BPI desvalorizou, mas em menor escala, 2,74%. O PSI20 contrariou a tendência europeia, onde as principais praças registaram ganhos significativos, praticamente todas acima de 1%.

DR

Segundo os dados do Eurostat, é a primeira vez que a taxa de desemprego em Portugal não aumenta desde agosto do ano passado. O ministro da Economia e do Emprego garantiu, ontem, que o Governo tudo fará para estabilizar e mesmo reduzir a taxa de desemprego, quando questionado sobre a estabilização do valor nos 17,5% em fevereiro, segundo dados do Eurostat. “O mais importante é que tudo faremos para não só estabilizarmos, mas também reduzirmos a taxa de desemprego”, disse Álvaro Santos Pereira, à margem da apresentação do novo Plano Estratégico Nacional do Turismo. O ministro português afirmou ainda que o Governo fará tudo o que está ao seu alcance “para dinamizar a economia, impulsionar o investimento e criar emprego”. “Precisamos de rever as nossas políticas ativas de emprego, reforçá-las e também dar uma ênfase especial às políticas de atração de investimento. Isso é o que estamos a fazer”, disse Álvaro Santos Pereira. A taxa de desemprego, em fevereiro de 2013, estabilizou nos 12% na zona euro e nos 17,5% em Portugal, que continua a apresentar a

Desemprego. Segundo Eurostat, números estabilizaram em fevereiro terceira taxa mais alta, segundo o Eurostat. Já no conjunto dos 27 países da UE, o gabinete oficial de estatísticas da UE regista uma ligeira subida de 0,1 pontos para os 10,9% em fevereiro, por comparação a janeiro. Em relação a Portugal, é a primeira vez que a taxa de desemprego não aumenta pelo menos desde agosto de 2012. Na comparação mensal, Portugal continua a apresentar a terceira maior taxa de desemprego, depois da Grécia (26,4%) e Espanha (26,3%). As taxas mais baixas registaram-

se, em fevereiro, na Áustria (4,8%), Alemanha (5,4%), Luxemburgo (5,5%) e Holanda (6,2%). Na comparação homóloga, com o mesmo período do ano anterior, as maiores subidas registaram-se na Grécia (de 21,4% para 26,4% entre dezembro de 2011 e dezembro de 2012), Chipre (de 10,2% para 14%), Portugal (de 14,8% para 17,5%) e Espanha (de 23,9% para 26,3%). Em relação à apresentação, o Governo anunciou que o novo Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT) para 2013-2015 “é mais realista” que o anterior e pre-

vê um crescimento médio anual de 3,1% das dormidas e de 6,3% nas receitas. O novo PENT prevê uma monitorização trimestral de todo o plano, cuja supervisão ficará a cargo do Turismo de Portugal, do Governo e da Comissão de Orientação Estratégica para o Turismo. Já o secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, sublinhou que “os novos objetivos do PENT prevêm o crescimento médio anual de 3,1% de dormidas e um crescimento médio anual de 6,3% das receitas”.

Devido à passagem para o mercado livre

Portugueses pagaram menos pela luz em 2012 DR

Os portugueses pagaram menos pela fatura de eletricidade no ano passado pelo facto de uma boa parte das famílias ter deixado a tarifa regulada e ter aderido ao mercado livre, refere um relatório da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). Segundo o relatório do mercado retalhista de eletricidade de 2012, os preços praticados em mercado livre “estão cerca de 10% abaixo das tarifas reguladas em vigor”, sendo que “os comercializadores no mercado liberalizado começaram a apresentar ofertas de tarifa bi-horária no quarto trimestre de 2012”.

Eletricidade. Portugueses pagaram menos em 2012 devido ao mercado livre

Pedro Verdelho, responsável pela direção de tarifas e preços da ERSE, afirmou que os consumidores de baixa tensão normal (BTN), neste caso, um casal com dois filhos com um consumo anual de 5.000 kWh e com uma potência contratada de 6,9 kVA e que continuaram na EDP Serviço Universal pagaram durante o ano de 2012 cerca de 1005 euros, enquanto que os que mudaram para o mercado livre tiveram uma fatura anual entre os 905,23 euros e os 985,54 euros. Na comparação de ofertas tarifárias, a ERSE indica que um casal sem filhos, com um consu-

mo anual de 1.900 kWh e com potência contratada de 3,45kVA, também obteve uma baixa de preços: quem continuou nas tarifas reguladas pagou 404,21 euros, quem saiu para o mercado liberalizado pagou entre 363,91 euros e 396,08 euros por ano. Já um casal com quatro filhos, com um consumo anual de 10.900 kWh e uma potência contratada de 13,8 kVA, a sitaução mantém-se: quem continuou com a tarifa regulada pagou 2.193,45 euros, quem foi para o mercado liberalizado pagou entre 1979,14 euros e 2185,23 euros.


futebol

6 | O Norte Desportivo

Quarta-feira, 3 de Abril de 2013

GOALCONTROL

BEIRA-MAR EM APUROS

LIGA DOS CAMPEÕES

FIFA usa tecnologia na baliza

Presidente acredita em Costinha

Real Madrid entra hoje em campo

O GoalControl GmbH, um sistema semelhante ao «olho de falcão», foi a tecnologia da linha de golo escolhida pela FIFA para a Taça das Confederações de 2013. Em comunicado, o organismo assinalou que este método, produzido por uma empresa alemã, ficou mais perto de ser a tecnologia selecionada para o Campeonato do Mundo de 2014, se for bem aceite na Taça da Confederações.

Majid Pishyar diz ter a certeza de que o treinador Costinha vai “salvar” a equipa aveirense da despromoção à Liga de Honra. Em declarações ao «site» oficial do clube, o investidor iraniano e presidente da SAD do Beira-Mar sublinhou que “tem faltado sorte e felicidade nos momentos decisivos” e que a equipa não tem conseguido “aproveitar as ocasiões de golo” que cria durante os jogos.

A primeira «mão» dos quartos de final da Liga dos Campeões fica completa esta noite com os jogos Real MadridGalatasaray e Málaga-Borussia de Dortmund. Em Madrid, a equipa de José Mourinho parte como favorita frente a um dos «outsiders» ainda em prova, enquanto o Málaga quer continuar o conto de fadas na sua primeira participação na «Champions», depois de ter eliminado o FC Porto.

Final da Taça da Liga definida hoje

LIGA EUROPA

Helton de fora da meia-final com o Rio Ave DR

O guarda-redes brasileiro não vai estar no FC Porto-Rio Ave e deverá ser substituído na baliza pelo também «canarinho», Fabiano. O guarda-redes Helton ficou de fora dos convocados do FC Porto para a meia-final da Taça da Liga, frente ao Rio Ave, tendo sido substituído por Kadú numa lista que integra ainda o avançado Sebá, da equipa B. Além do «guardião» brasileiro, de fora das opções de Vítor Pereira ficaram ainda Silvestre Varela, que se limitou a fazer tratamento a uma mialgia no adutor direito, e Christian Atsu, que trabalhou de forma condicionada no treino de ontem. LISTA DE CONVOCADOS

Filipe Augusto e Vilas Boas de regresso Os futebolistas Filipe Augusto e André Vilas Boas são os destaques da convocatória do Rio Ave para a visita ao Estádio do Dragão. Os dois médios regressam às opções, depois de terem cumprido um jogo de castigo na última jornada do campeonato, e substituem o lateral esquerdo Edimar e o médio Wires, que cumprem um encontro de suspensão. O defesa André Dias foi convocado à condição, enquanto Rodriguez, que está a contas com uma lesão muscular, Pateiro e Jefferson ficaram de fora da convocatória.

Para lutar pela segunda presença dos «azuis e brancos» numa final da Taça da Liga, o treinador portista chamou ainda o extremo Kelvin. Lista dos 19 convocados: Guarda-redes – Fabiano e Kadú, defesas – Danilo, Maicon, Mangala, Abdoulaye, Alex Sandro, Otamendi; médios – Fernando, Lucho, João Moutinho, James, Izmailov, Castro e Defour; avançados – Jackson Martinez, Liedson, Kelvin e Sebá. FC Porto e Rio Ave defrontam-se esta tarde, no Estádio do Dragão, em jogo marcado para as 16h45, e que será arbitrado pelo lisboeta Hugo Miguel. O vencedor deste encontro vai defrontar, em Coimbra, o Sporting de Braga, que eliminou o Benfica, na final da competição, que está agendada para as 19h45 do dia 13.

Mudança na baliza. Fabiano será uma das poucas novidades no «onze» do FC Porto para defrontar o Rio Ave, no Dragão

Equipa motivada para o Estádio do Dragão

DR

“Sonho”. Rio Ave quer surpreender FC Porto

O treinador Alan Pardew chamou 19 futebolistas para o encontro de amanhã, no Estádio da Luz, na primeira «mão» dos quartos-de-final da Liga Europa. Entre os eleitos, um dos destaques vai para o guarda-redes Tim Krul, de regresso às opções após quase um mês de paragem devido a uma lesão num tornozelo, e para o «central» Mike Williamson, depois de ter sofrido uma lesão a 19 de janeiro. Para Lisboa segue também o jovem avançado, Adam Campbell, de 18 anos, que é o mais novo jogador a vestir a camisola do Newcastle numa competição europeia. Ben Arfa é o grande ausente.

SPORTING

Rio Ave acredita no “sonho” de chegar à final O treinador Nuno Espírito Santo garantiu que a sua equipa está “motivada” para defrontar o FC Porto e acalenta “o sonho de estar na final de uma grande competição”, apesar de considerar que o favoritismo está do lado dos bicampeões nacionais. “O FC Porto é favorito neste desafio. Joga em casa por um título que certamente também ambiciona. Mas este é um sonho que já acalentamos desde o início da época e será algo que vai ajudar a projetar o clube”, disse o técnico, em conferência de imprensa.

Newcastle traz 19 jogadores

Nuno Espírito Santos adiantou que, apesar do “curto período de recuperação”, a equipa “está preparada” e consciente das dificuldades que os «dragões» vão causar. “Vamos para este jogo com o sonho da final e embora conscientes das dificuldades estamos otimistas e motivados, sabendo que é difícil mas possível”, salientou o ex-guarda-redes do FC Porto. Questionado sobre a influência que a goleada sofrida com o Benfica (6-1), o treinador do Rio Ave deixou claro que esse desaire já foi ultrapassado.

Presidente pede apoio dos adeptos

Bruno de Carvalho apelou à presença dos adeptos na partida de sábado frente ao Moreirense, referindo que, apesar da vitória em Braga, é preciso união para os seis jogos que faltam na I Liga. O novo presidente do Sporting defendeu que os adeptos devem estar, mais que nunca, unidos em torno do clube. “Estamos todos felizes pela vitória e pela entrega e o acreditar da nossa equipa, mas o próximo sábado é fundamental para nos reunirmos em torno da nossa equipa, no jogo frente ao Moreirense, e demonstrarmos em uníssono todo o nosso amor e apoio ao Sporting”, salientou ao «site» oficial dos «leões».


cultura e espetáculos

Quarta-feira, 3 de Abril de 2013

O Primeiro de Janeiro | 7

Cinema São Jorge recebe nova edição do FESTin

“Filmes muito fortes” Até dia 10 deste mês, Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa homenageia os trabalhos feitos no Brasil e em Angola. Padre António Vieira

“Maior projeto da história editorial lusa”

A obra completa do padre António Vieira, em 30 volumes, num total de 15 mil páginas, que será publicada durante dois anos a partir deste mês, “é o maior projeto da história editorial portuguesa”, garantiu, ontem, José Eduardo Franco, que coordena a edição com Pedro Calafate. O historiador realçou que, “destas 15 mil páginas, cerca de um quarto são de inéditos ou textos parcialmente inéditos, nomeadamente teatro e poesia, da autoria de Vieira, que até os investigadores desconhecem”. Os primeiros três volumes são apresentados amanhã na Aula Magna da Universidade de Lisboa, e na sexta-feira, na sala 2 da Casa da Música, no Porto. A Obra Completa de Vieira é um projeto luso-brasileiro.

O Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (FESTin) já “nasceu na crise”, mas não se deixou afetar por ela, aumentando este ano o número de convidados e prometendo “filmes muito fortes”, realça a direção. Lembrando que o festival “nasceu na crise”, Léa Teixeira, da direção, promete “filmes de qualidade” nesta edição, que cresceu para os 35 convidados, “na maioria” do Brasil e dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa. A próxima edição do FESTin começa hoje e prolonga-se até dia 10, no Cinema São Jorge, em Lisboa. “Por incrível que pareça, com toda a crise, acho que temos um

FESTin. «Colegas», do brasileiro Marcelo Galvão, que estreia sexta feira, é um dos filmes de sucesso deste certame

festival, este ano, bem melhor”, resume Léa Teixeira. Porém, reconhece, parceiros e patrocinadores sempre recordam a “crise” e, por isso, o FESTin continua a precisar de mais ajudas. “É claro que queremos mais apoio, até governamental, que faltou um pouco”, nota. O FESTin recebe “apoio logístico” da Câmara Municipal de Lisboa, que cede o Cinema São Jorge, e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), mas não tem subsídios do ICA. O festival – que este ano homenageia o Festival de Gramado (Brasil) e o cinema de Angola – quer também atrair “mais público”. As três edições anteriores tiveram, em conjunto, dez mil espetadores. “Este ano esperamos mais, até porque a adesão está sendo bem grande”, antecipa Léa Teixeira, destacando a exibição de “filmes muito fortes”, como o de abertura, «O Grande Kilapy», do angolano Zezé Gamboa, e «Colegas», do brasileiro Marcelo Galvão.

DGArtes anuncia novos apoios

4 milhões para teatro

Mural de Júlio Pomar no Museu da Cerveja

A Direção Geral das Artes (DGArtes) anunciou que 54 entidades artísticas vão repartir cerca de 4,3 milhões de euros atribuídos nos concursos de apoios diretos, anuais, bienais e quadrienais na área do teatro. Os apoios diretos às artes nas áreas da arquitetura, fotografia, “design”, artes digitais e artes plásticas, cruzamentos disci-

plinares, dança e música tinha sido anunciado a 28 de março, exceto para o teatro. Destas 54 entidades, segundo a DGArtes, seis receberão apoios anuais, 18 bienais (2013-2014) e 30 quadrienais (2013-2016), num montante total de 4.350.391,93 euros. A DGArtes publicou ainda online as atas das reuniões da Comissão de Apreciação, os

«Pela razão que têm!» é uma das estreias

O pintor Júlio Pomar vai inaugurar, hoje, um mural em azulejo com dez metros de largura, inspirado nas culturas lusófonas, criado para o Museu da Cerveja, no Terreiro do Paço, em Lisboa. A peça intitula-se «Contos Murais» e resulta de um convite feito pelo Museu da Cerveja à Galeria Ratton, fundada em 1987, especializada na produção de peças em azulejo. O Museu da Cerveja abriu em 2012, na sequência da requalificação da ala nascente do Terreiro do Paço, com um espaço museológico sobre a cultura cervejeira nos países de língua portuguesa. A inauguração do mural, na opinião de Tiago Monte Pegado, “mostra, por um lado, a grande vitalidade do azulejo e também do pintor Júlio Pomar”, que completou 87 anos em janeiro, e vai assistir na sexta-feira à inauguração do atelier-museu com o seu nome, em Lisboa. O painel vai ser inaugurado às 18h00, no Museu da Cerveja, com a presença do artista.

Cinema militante com ciclo na Cinemateca O cinema militante, feito por cooperativas de realizadores, que esteve proibido ou registou os primeiros anos de liberdade em Portugal integra um ciclo que a Cinemateca exibirá ao longo de abril em Lisboa. São quase 30 sessões com cinema feito “num período de grande efervescência”, por coletivos de realizadores que surgiram na época ou intensificaram a produção, “para responder diretamente às questões levantadas pela rapidez dos acontecimentos”, explica a programação. O ciclo inclui algumas estreias, como «Pela razão que têm!» (1976), com camponeses a reconstituirem uma ocupação de terras ocorrida no ano anterior.

critérios de avaliação e majoração das candidaturas provenientes de todas as regiões do país, os resultados provisórios do júri e os apoios solicitados. Nos critérios de avaliação entram a qualidade artística, a relevância do percurso profissional, a consistência do projeto de gestão e comunicação e a capacidade de gerar receitas próprias.


8 O Primeiro de Janeiro |

roteiro

Quarta-feira, 3 de Abril de 2013

Roteiro Cultural

Big Jump Terá lugar a cerimónia de inauguração do evento Big Jump, no próximo dia 04 de Abril, às 11h30, no Parque da Bela Vista, em Lisboa. Uma Produção em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, o Big Jump conta com o MAIOR INSUFLÁVEL DO MUNDO, numa mega-estrutura de entretenimento com 13 insufláveis no total e muitos espaços concebidos a pensar nas crianças e nos momentos em família. O evento tem por base a diversão ao ar livre e, em 2013, faz a sua estreia em Lisboa, no Parque da Bela Vista, de 05 de Abril a 02 de Junho. Para além dos insufláveis, a sua principal atração, o parque é uma plataforma em si de entretenimento para toda a família, com interatividade total, áreas complementares de restauração e lazer, atividades de animação e temáticas.

“Luz”

A exposição "Luz" de Lucília Monteiro estará patente ao público de 23 de Março até 18 de Maio, na Galeria das Salgadeiras, de Quarta a Sexta das 17h às 21h, e Sábado das 16h às 21h. “Luz” é o título da exposição que Lucília Monteiro inaugura na Galeria das Salgadeiras apresentando uma série de fotografias e uma instalação em torno da temática do ex-voto. Esta é a primeira exposição de Lucília Monteiro na Galeria das Salgadeiras. Lucília Monteiro aborda este tema, não pelo lado religioso, mas sim pelo seu cariz estético e objectual, retirando-o do seu contexto natural que seria uma igreja ou uma capela. Ao registar esta menina de coração na mão, desde logo e per se uma metáfora dos tempos actuais e da nossa vunerabilidade enquanto espécie, Lucília Monteiro posiciona o seu olhar numa perspectiva simbólica dessa representação da figura e do corpo humanos, acrescentando-lhe uma outra camada de representação que é a imagem fotográfica. Uma espécie de “natureza-morta” delicada e concretamente colocada numa mesa e banhada pelas cambiantes da luz natural ao longo do dia, como que a perguntar, citando José Tolentino de Mendonça a propósito desta série, “Que luz me dará a ver o invisível?”. Esta exposição insere-se na temática do Silêncio, tema escolhido pela Galeria das Salgadeiras em ano de comemoração do seu décimo aniversário.

“Para além da História” Exposição “Para além da História”, patente no Centro Internacional das Artes José de Guimarães, com atividades paralelas até 30 de junho. “Para além da História” oferece um novo olhar com programa de visitas, oficinas e leituras para todos os públicos. Na sequência do intenso ciclo de visitas orientadas à exposição "Para além da História", o Serviço Educativo d’ A Oficina amplia agora o mapa de aprendizagens e experiências que esta exposição oferece com um novo programa de visitas, oficinas e leituras, pensando em todos – crianças e adultos, escolas e famílias, vimaranenses e visitantes. As diversas atividades relacionadas com esta exposição irão decorrer no Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG), edifício integrado na Plataforma das Artes e da Criatividade (Av. Conde Margaride, 175), inaugurado em 2012, no âmbito da Capital Europeia da Cultura. De terça a domingo, das 10h00 às 19h00, e ao longo deste segundo trimestre do ano, será possível realizar diferentes visitas orientadas ao CIAJG e à exposição “Para além da História”, uma magnífica mostra que reúne peças das três coleções que José de Guimarães vem juntando há cerca de cinco décadas – arte tribal africana, arte pré-colombiana e arte arqueológica chinesa –, obras da autoria do artista e de outros artistas contemporâneos e objetos do património popular, religioso e arqueológico de Guimarães. “Para além da História”, exposição inaugural do CIAJG comissariada por Nuno Faria, desenha um novo mapa de relações entre nós e as formas produzidas, perto ou longe, por artistas, artesãos e outros construtores de significados. Nestas viagens pela exposição, dirigidas a maiores de 4 anos, o público tem ao seu dispor quatro tipologias de visita, com quatro epicentros, podendo assim percorrer a exposição sob diferentes conceitos: Atlas, Celebração, Corpo/Espaço e Memória. Sempre adaptadas ao perfil dos visitantes, estas visitas estão disponíveis quer para grupos escolares ou outros grupos Plataforma das Artes e da Criatividade Av. Conde Margaride, nº 175 4810-535 Guimarães Tlf. +351 300 400 444 organizados, quer para famílias, neste caso considerando o encontro de diferentes gerações e saberes num espaço mais íntimo. Existem disponíveis, por marcação, visitas orientadas para público com necessidades especiais.

Teatro Virgínia apresenta dia 06 de Abril, às 21h30, o espetáculo O Baile, coreografado por Aldara Bizarro, com música original de Artur Fernandes (Danças Ocultas). Foi inspirado no filme O Baile, de Ettore Scola (1983), e na memória dos bailes de bairro, de aldeias e de vilas de Portugal. A partir da pesquisa dos bailes tradicionais e das várias formas da dança, procura-se recriar um baile contemporâneo, inspirado nas ideias e perceções dos participantes e incluindo três níveis de envolvimento: os profissionais (bailarinos, músicos e coreógrafa), as comunidades que ensaiaram de propósito para o efeito, e o público que assiste ao espetáculo, e que acaba por se envolver no baile de forma espontânea.


publicidade/editais

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 3/04/2013 MARIA JOÃO NETO DA SILVA Agente de Execução C.P. 2762

Tribunal Judicial de Mondim de Basto Secção de Processos

ANÚNCIO Tribunal Judicial de Mondim de Basto Acção Executiva sob forma de processo comum Secção Única Processo: 115/08.7TBMDB Exequente: Credor Reclamante: Banco Comercial Português, Sa. Executado: Fernanda Maria Sousa Ferreira 1.ª Publicação FAZ-SE SABER que nos autos acima referenciados, encontrase designado o dia 22 (vinte e dois) de Abril de 2013, pelas 14:00 horas, no Tribunal Judicial de Mondim de Basto, para a abertura de propostas, que sejam entregues até esse momento, na secretaria desse Tribunal, pelos interessados na compra de 1/2 do bem a seguir identificado. Lote Único Prédio Urbano, destinado a habitação, sito no Lugar da Serra, freguesia e concelho de Mondim de Basto, composto por casa de rés-do-chão, 12 andar e quintal, com área coberta de 66m2 e descoberta 750m2, a confrontar de Norte - António Augusto Gaspar Lages; Sul - Alfredo Carvalho; Nascente - Monte Baldio e Poente - Estrada. Inscrito no artigo matricial n.º 1103 e descrito na Conservatória do Registo Predial de Mondim de Basto sob o n.º 1116/ 19960709. O bem penhorado (1/2) pertence à Executada - Fernanda Maria de Sousa Ferreira, residente na Av.ª da Igreja, n.º 20, º 1. andar esquerdo, freguesia e concelho de Mondim de Basto. Serão aceites as propostas de melhor preço igual ou superior a 70% do valor de 128.000 €, sendo o valor a anunciar de 89.600,00 €. Os proponentes devem juntar à sua proposta, onde deve constar a sua identificação completa com a indicação da respectiva residência, um cheque visado à ordem do Agente de Execução, no montante correspondente a 20% do valor base do bem ou garantia bancária do mesmo valor, como caução. Ê fiel depositário a Executada, que deve mostrar o bem, a pedido aos dias úteis. O Agente de Execução Maria João Neto da Silva Rua António Matos, n.º 50 4595 -122 Frazão - Paços de Ferreira Telefone: 255891581 * Fax: 255864019 * e.mail: 2762@solicitador.net

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 3/04/2013

CONVOCATÓRIA Nos termos do Artigo 21.º n.º 1 alíneas a) e b), dos números 2 e 3 dos estatutos do Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Centro Regional de Segurança Social do Porto, convocam-se todos os associados para a Assembleia Geral Ordinária a realizar no próximo dia 11 de Abril de 2013, pelas 16h30, no refeitório das instalações da Rua António Patrício, 262, com a seguinte ordem de trabalhos:

22 de março de 2013. A Presidente do Conselho Geral Transitório, Marta Cristina Pereira Vida.

DEPARTAMENTO DE PUBLICIDADE Telefone: 22 0967846/7

Fax: 22 0967845

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 3/04/2013

FAVO Cooperativa de Habitação Económica de S. Mamede de Infesta, CRL.

CONVOCATÓRIA N.º 01/2013 Assembleia Geral Ordinária 18 de Abril de 2013 – 20h30 Ao abrigo do disposto n.º 2 do Artigo 35.º dos Estatutos da Cooperativa, convoco todos os cooperadores para reunirem em Assembleia Geral Ordinária a realizar no próximo dia 18 deAbril de 2013, (quinta-feira), pelas 20,00 horas na Travessa Costa Goodolfhim n.º 54, da freguesia da Senhora da Hora, com a seguinte ORDEM DE TRABALHOS Ponto 1 Ponto 2

Ponto 5

Informações. Apresentação, apreciação e votação do Balanço, Relatório e Contas da Atividade desenvolvida pela Direção durante o ano de 2012, bem como do Parecer do Conselho Fiscal relativo ao mesmo documento. Apresentação, apreciação e votação da proposta de Plano de Atividades e Orçamento para o ano 2013, bem como do Parecer do Conselho Fiscal relativo ao mesmo documento. Apresentação, apreciação e votação da proposta da Direção tendo em vista a exclusão de cooperadores. Alteração do local da sede da Cooperativa.

Ponto 6

Outros Assuntos.

Ponto 3

Ponto 4

No caso de falta de comparência à hora marcada do número legal de associados, a Assembleia reunirá trinta minutos mais tarde com qualquer número.

Nota: 1. Se à hora marcada para o início da Assembleia não estiverem presentes 50% e mais um dos cooperadores, a Assembleia reunirá com qualquer número de presenças uma hora mais tarde. 2. Os documentos a que se referem os pontos 2 e 3 da agenda de trabalhos estarão à disposição dos cooperadores a partir do dia 8 de Abril de 2013.

Porto, 02 de Abril de 2013.

S. Mamede de Infesta, 25 de Março de 2013.

1. Apresentação, análise e aprovação do relatório de contas do ano 2012; 2. Assuntos de interesse geral.

O Presidente da Assembleia Geral João Manuel Ribero Santos Marnoto

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral José Nogueira Soares Ferreira

REGULAMENTO DA VENDA (tentativa de venda)

(na modalidade de proposta, por qualquer meio, e posteriormente confirmada por carta , via CTT( para dar certeza da apresentação), por ser a mais conveniente para o caso, e para o bom desempenho da função, economia de recursos, celeridade e transparência e certezas ) art. 164º.1, in fine Cire. (envia-se modelo de proposta para confirmação quando pedido ao AI) 1 – Identificação dos bens, valor e outras informações : cfr. quadro infra. 2 – Valor:

1

Matriz Freguesia

CRP Concelho

Descrição

U – 2529 U – 2534 Ovar

1183 Ovar

Casa térrea – Habitação com logradouro

Preço mínimo a anunciar para a venda = 70%v.bas e 889.2cpc €*

VPT 886A cpc €

Avaliaçã o 568º cpc 886 A – (valor de mercad)

Prefª 892º CPC Remição 912 cpc Credores garantidos preferentes 165 cire

* Preço (mínimo): propostas só acima deste valor. ** Comissão de Credores, como órgão colegial de liquidação, deve decidir em acta. (artº 69), o valor a fixar, presumindo-se a sua adesão no silêncio, decorridos 10 dias. ** - Valor base foi de 167.658,09€ sugerido pelo Presidente da Comissão de Credores Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo, CRL, representada pelo Ilustre mandatário Dr. J. Granja Bento, via fax 239 833 532, em 6.12.2012, passando agora o valor mínimo para base, e calculando-se um novo mínimo, obedecendo assim a um critério matemático e em nome da transparência. BES – Dr.ª Gisela César, Fax: 226 092 146/7 MP Mandatário da insolvente: Dr.ª Rita Rola - Fax: 229 446 881. 3- As propostas são sempre confirmadas, via CTT (questão de certeza) até ao próximo dia 19 de Abril de 2013, para o Apartado 47, 4634-909 Marco de Canaveses. Devem mencionar a identificação completa do proponente, fotocópia do BI/NIPC, endereço e contacto, e ainda caução efectiva de 20% da respectiva proposta,( podendo ser usado o impresso modelo que se disponibiliza) O preço e os eventuais impostos não isentos serão pagos nos 15 dias seguintes (seguidos). As condições de venda encontram-se publicadas no Jornal o Primeiro de Janeiro de 18 e 19/02/2013, em edição online e papel, assim como no site www.antoniobonifacio.pt

www.oprimeirodejaneiro.pt

O Juiz de Direito, Dr(a). Paulo Emanuel Teixeira Abreu da Costa A Oficial de Justiça, Adelaide Maria Oliveira

ANÚNCIO/EDITAL

www.oprimeirodejaneiro.pt

Nos autos acima identificados, correm éditos de 30 dias, contados da data da segunda e última publicação do anúncio, citando o(a) ré(u) Ana Lícia Martins Pereira Americano, com última residência conhecida em domicílio: Rua Santo Amaro Bloco A , Ent 56 , 2.º Dt, 4515-186 FOZ DO SOUSA GDM, para no prazo de 30 dias, decorrido que seja o dos éditos, contestar, querendo, a presente acção, com a indicação de que a falta de contestação não importa a confissão dos factos articulados pelo(s) autor(es) e que em substância o pedido consiste , tudo como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta Secretaria, à disposição do citando. Fica advertido de que é obrigatória a constituição de mandatário judicial. Porto, 20-03-2013 N/Referência: 4914712

Pº Insolv. nº 1670/12.2T2AVR Insolv. “Cristina Libório Matos” Nif: 158 542 959 Rua Major Antero Magalhães, 132, Bloco F-3º Dto., 3880-032 Ovar Mandatário: Dr.ª Rita Rola. Tel.229 446 879. Fax.229 446 881. E-mail. ritarola-10790p@adv.oa.pt APENSO DA LIQUIDAÇÃO 1.ª Publicação Levando-se ao conhecimento do Tribunal e da CC:

www.oprimeirodejaneiro.pt

ANÚNCIO

1 — Nos termos do disposto nos artigos 21.º e 22.º do Decreto -Lei n.º 75/2008, de 22 de abril, com a redação dada pelo Decreto -Lei n.º 137/2012, de 2 de julho, torna -se público que se encontra aberto o procedimento concursal prévio à eleição do diretor do Agrupamento de Escolas de Padre Benjamim Salgado, concelho da Vila Nova de Famalicão, pelo prazo de 10 dias úteis, a contar do dia seguinte ao da publicação do presente aviso no Diário da República. 2 — Os requisitos de admissão ao presente concurso são os constantes nos n.os 3 e 4 do artigo 21.º do Decreto -Lei n.º 75/ 2008, de 22 de abril, com as alterações introduzidas pelo Decreto Lei n.º 137/2012, de 2 de julho. 3 — O pedido de admissão ao procedimento concursal é efetuado por requerimento, disponibilizado nos serviços administrativos bem como na página eletrónica do Agrupamento de Escolas de Padre Benjamim Salgado, dirigido ao presidente do conselho geral transitório do Agrupamento de Escolas de Padre Benjamim Salgado, podendo ser entregue pessoalmente, nos serviços administrativos da escola sede do Agrupamento, Escola Secundária Padre Benjamim Salgado, Rua dos Estudantes, 4770 -260 Joane, entre as 9 horas e as 16 horas e 30 minutos, ou remetido por correio registado com aviso de receção, expedido até ao termo do prazo fixado no n.º 1 do presente Aviso. 4 — O requerimento será acompanhado pelo curriculum vitae e por um projeto de intervenção no Agrupamento de Escolas. 5 — É obrigatória a prova documental dos dados pessoais e dos restantes elementos constantes do currículo, com exceção daqueles que se encontrem arquivados no respetivo processo individual e este se encontre no Agrupamento de Escolas De Padre Benjamim Salgado. 6 — No projeto de intervenção o candidato identifica os problemas, define a missão, as metas e as grandes linhas orientação de ação, bem como a explicitação do plano estratégico a realizar no mandato. 7 — Os métodos de apreciação das candidaturas serão os seguintes: a) A análise do curriculum vitae de cada candidato, designadamente para efeitos de apreciação da sua relevância para o exercício das funções de diretor e o seu mérito; b) A análise do projeto de intervenção no Agrupamento de Escolas; c) O resultado da entrevista individual realizada com o candidato. 8 — As listas dos candidatos admitidos e dos candidatos excluídos, serão afixadas na escola sede do Agrupamento, no prazo máximo de oito dias úteis após a data limite de apresentação das candidaturas, sendo igualmente divulgadas, no mesmo prazo, na página eletrónica do Agrupamento e em local apropriado da escola sede e em todas as escolas do Agrupamento, sendo estas as únicas formas de notificação dos candidatos. 9 — O resultado da eleição será submetido à homologação pela Direção -Geral dos Estabelecimentos Escolares — Direção de Serviços da Região Norte, no prazo previsto na lei, sendo o candidato eleito posteriormente notificado de acordo com o Regulamento.

Processo: 2515/12.9TMPRT Divórcio Sem Consentimento do Outro Cônjuge Autor: Rui Manuel Americano Bastos Réu: Ana Lícia Martins Pereira Americano 1.ª Publicação

Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado, Vila Nova de Famalicão

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 3/04/2013

40.255,00€

2.º Juízo-1.ª Secção

ANTÓNIO BONIFÁCIO (Lic.º Dtº. U. Coimbra) ADMINISTRADOR DE INSOLVÊNCIA * (c. idf. 369-DGAJ-MJ) Telm. 96 435 14 42 ** antonio.bonifacio@sapo.pt (m/refª 459)

Valor base

2 Juízo de Família e Menores do Porto

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 3/04/2013

O Primeiro de Janeiro | 9

57.506,72€**

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 3/04/2013

Verba

Quarta-feira, 3 de Abril de 2013


agenda

10 | O Primeiro de Janeiro

Telefones Úteis Hospitais Santo António Tel. 222 077 500 Linha Azul 222 084 601 São João Tel. 225 512 100 Pediátrico Maria Pia Tel. 226 089 900 Linha Azul 226 099 674 Maternidade Júlio Dinis Tel. 226 087 400 Psiquiátrico Conde Ferreira Tel. 225 022 031 Magalhães Lemos Tel. 226 192 400 Privados Ordem do Carmo Tel. 222 008 113 Ordem da Lapa Tel. 225 502 828 Ordem da Trindade Tel. 222 083 656

Farmácias de serviço

Televisão

Serviço permanente PORTO PERMANENTE Borralho – Av. Fernão de Magalhães, 692 – Tel. 225 367 569 Central do Porto – Rua 31 de Janeiro, 203 – Tel. 222 001 684 MAIA Álvaro Agante – Avª D. Manuel II, 1386 – Vermoim – Tel. 229 419 854 VALONGO BemMeQuer – Rua de S. Vicente 12074445-210 Alfena Tel. 229 670 593 GONDOMAR Cardoso – Largo de Sto. António, 49/52 – S. Cosme – Tel. 224 830 024

Hoje Vilar de Andorinho AMARANTE São Gonçalo – Estrada nacional 15 333, Madalena 4600 Amarante Tel. 225 425 418 FELGUEIRAS J. Reis – Rua Rebelo Carvalho / 4610-212 Felgueiras Tel. 255 922 640 LOUSADA Fonseca – Rua Santo António, 554 – Silvares / 4620-651 Lousada Tel. 255 912 141 MARCO DE CANAVESES Farmácia Cabanelas - Lugar de Eiro Soalhães - Tel. 255511565

Prelada - Tel. 228 330 600 Militar Reg. Nº1 Tel. 226 063 011/ 12/13 Santa Maria Tel. 225 504 844 São Francisco Tel. 222 008 441 CONCELHO DE MATOSINHOS Distrital -Tel. 229 372 091 Pedro Hispano Tel. 229 391 000 Linha Azul 229 391 100 CONCELHO DE V. N. GAIA Eduardo Santos Silva Tel. 227 865 100 227 839 001 Vila Nova de Gaia Tel. 223 778 100/ 223 754180

VILA NOVA DE GAIA PERMANENTE D’Arrábida - CC Arrabida Shopping, Lj 030 Praceta Henrique Moreira 4400-346 São Pedro da Afurada Gonçalves - Avenida São Salvador 233, Seixezelo 4415-943 Tel:227 640 009 Tavares da Silva - Rua Heróis do Ultramar, 1800 Balteiro 4430-432

PAREDES Ruão – Rua 1.º Dezembro – Castelões, Cepeda – Tel. 255 777 578 PENAFIEL Sameiro – Rua D. António F Gomes, 230-B – Tel. 255 713 071/2/3 SANTO TIRSO Central – Tel. 252 852 923 TROFA Trofense – Rua Costa Ferreira, C. C. Loja 2 – Tel. 252 412 543

Banda Desenhada

ZÉ do boné

Sr. Perfeito

Passatempos

MATOSINHOS Beleza – Rua Coronel Laura Moreira, 282 – Leça da Palmeira – Tel. 229 942 969

Quarta-feira, 3 de Abril de 2013

RTP1

RTP1

06:30 Bom Dia Portuga 10:00 Praça da Alegria 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Éramos Seis 15:14 Portugal no Coração 18:00 Portugal em Direto 19:09 O Preço Certo 20:00 Telejornal + 21:00 Termómetro Político 21:31 AntiCrise 22:01 Sinais de Vida 22:53 Cuidado com a Língua! 23:20 O Que Nos Faz Rir 00:26 5 Para a Meia-Noite 01:46 Clínica Privada - Estreia 02:27 Sem Rasto 03:05 O Direito de Nascer 04:20 Televendas 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal

RTP2

RTP2

07:00 Zig Zag 13:00 Gorilas da Montanha (R/) (Doc) 14:00 Sociedade Civil 15:30 Nós (R/) 16:00 RTP Premium 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé dos Homens 18:30 Portugal de... 19:40 Biosfera (R/) 20:00 Zig Zag 21:00 Gorilas da Montanha (Doc) 22:00 24 - Sumário 22:07 Cinco Noites, Cinco Filmes 00:00 24 Horas 01:00 Trovas Antigas, Saudade Louca 02:00 Euronews

07:00 Zig Zag

SIC 06:00 Jornal de Síntese 07:00 Edição da Manhã 08:45 A Vida nas Cartas - O Dilema 10:15 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:40 Vingança 15:45 Boa Tarde 18:30 Cheias de Charme 20:00 Jornal da Noite 21:30 Dancin' Days 22:15 Sorteio do Totoloto 22:30 Avenida Brasil 23:30 Páginas da Vida 00:40 Mentes Criminosas 01:20 CSI Nova Iorque 02:10 O Encantador de Cães 03:00 Podia Acabar o Mundo 04:00 Televendas

TVI

O que distingue os rapazes dos homens

Tenho de encontrar alguma coisa que faça saírem do sofá

Amanhã

06:30 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:30 Ninguém Como Tu 16:00 A Tarde é Sua 18:00 Doce Fugitiva 19:00 Jornal das 8 19:45 Liga dos Campeões - R.Madrid x Galatasaray 21:45 Destinos Cruzados 22:45 Louco Amor 23:45 Equador - Mini série 00:30 Liga dos Campeões - Resumos 01:00 Guestlist 01:30 Filme a Designar 03:30 Amanhecer 05:00 TV Shop

10:00 Praça da Alegria 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Éramos Seis 15:15 Portugal no Coração 18:00 Portugal em Direto 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal + 21:00 De Caras 21:30 AntiCrise 22:00 Sinais de Vida 22:45 A Guerra 23:45 5 Para a Meia-Noite 00:45 Clínica Privada 01:30 Sem Rasto 02:15 O Direito de Nascer 04:00 Televendas 06:05 Nós

13:00 Gorilas da Montanha (R/) (Doc) 14:00 Sociedade Civil 15:30 Eurodeputados (R/) 16:00 RTP Premium 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé dos Homens 18:30 Conta-me História 19:30 Iniciativa 20:00 Zig Zag 22:00 24 - Sumário 22:07 Cinco Noites, Cinco Filmes 00:00 24 Horas 01:00 Trovas Antigas, Saudade Louca 01:30 Olhar o Mundo (R/) 02:00 Euronews

SIC 06:00 Jornal de Síntese 07:00 Edição da Manhã 08:45 A Vida nas Cartas - O Dilema 10:15 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:40 Vingança 15:45 Boa Tarde 18:30 Cheias de Charme 19:15 Jornal da Noite 20:00 Liga Europa - Benfica X Newcastle 22:15 Dancin' Days 23:00 Avenida Brasil 23:45 Páginas da Vida 00:30 Mentes Criminosas 01:45 Cartaz Cultural 02:30 O Encantador de Cães 03:15 Podia Acabar o Mundo 04:00 Televendas

TVI 06:30 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:30 Ninguém Como Tu 16:00 A Tarde é Sua 18:00 Doce Fugitiva 19:00 Doida por Ti 20:00 Jornal das 8 21:45 Destinos Cruzados 22:45 Louco Amor 23:45 Equador - Mini série 01:00 Série - Apanha-me Se Puderes 02:00 Autores III 02:45 Amanhecer


agenda

Quarta-feira, 3 de Abril de 2013

Cinemas PORTO DOLCE VITA Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 21h20, 00h35

Sugestões Os Smurfs M/6 Sessões: 10h30, 12h50, 15h20, 18h (V.Port./3D)

Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 14h, 16h30, 19h (V.Port./3D)

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h15, 15h40, 18h30, 21h30, 00h10

Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 22h, 00h35

Um Dia M/12 Sessões: 13h40, 16h20, 19h, 21h20, 23h50

Os Smurfs M/6 Sessões: 12h50, 15h30, 18h30 (V.Port./3D) Um Dia M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h05, 21h50, 00h30 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h30, 15h10, 17h50, 21h10, 23h50 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h30, 00h10 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h50, 21h40, 00h25 Assim é o Amor M/12 Sessões: 12h40, 15h25, 18h10, 21h, 23h50 MAIA MAIASHOPPING Os Smurfs M/6 Sessões: 13h30, 16h, 18h40, 21h20, 23h50 (V.Port./3D) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h20, 19h, 21h50, 00h35 Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 21h10, 00h10 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 13h40, 16h30, 19h10, 21h40, 00h20 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h10, 15h50, 18h50, 21h30, 00h30 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h50, 16h10, 18h30 (V.Port.)

MATOSINHOS MAR SHOPPING O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h40, 16h20, 19h10, 22h, 00h30 Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 22h45 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h40, 15h10, 17h40, 20h (V.Port./3D) Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h20, 24h Os Smurfs M/6 Sessões: 13h10, 15h50, 18h30 (V.Port.) Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 12h50, 15h30, 18h20, 21h30, 00h10 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h10, 21h, 23h40 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 18h50, 21h40, 00h20 ) VILA NOVA DE GAIA LUSOMUNDO GAIASHOPPING Carros 2 M/6 Sessões: 13h15, 15h45 (V.Port./3D) Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 18h25, 20h55, 24h Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 15h50, 18h50, 21h55, 00h35

NORTESHOPPING Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h10, 22h30

Super M/12 Sessões: 21h50, 00h25

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h40, 15h10, 18h10, 22h, 00h35

Os Smurfs M/6 Sessões: 13h05, 15h35, 18h15, 20h50, 23h50 (V.Port./3D)

O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h10, 15h30, 18h20, 21h40, 00h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 16h, 18h50, 22h, 00h45 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 10h50, 13h20, 15h50, 18h40 (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 21h10, 23h40

O Primeiro de Janeiro | 11

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h55, 15h40, 18h40, 21h30, 00h10 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h55, 15h, 17h20, 19h40 (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h, 21h45, 00h40 Animais Unidos M/6 Sessões: 12h45, 14h55, 17h10, 19h25 (V.Port./3D) Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sessões: 21h40, 00h30

Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h50, 15h05, 17h25, 19h45, 22h, 00h20 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h25, 16h05, 18h45, 21h20, 00h15 UCI ARRÁBIDA 20 O Último Destino 5 M/16 Sala: Sala 1 Sessões: 14h, 16h30, 19h, 21h35, 00h35 A Ressaca - Parte II M/16 Sala: Sala 2 Sessões: 22h20, 00h40 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sala: Sala 2 Sessões: 13h40, 15h50 (V.Port.), 18h, 20h10 (V.Port./3D) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sala: Sala 3 Sessões: 13h55, 16h25, 18h55, 21h25, 24h Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sala: Sala 4 Sessões: 14h10, 16h40, 19h05, 21h35, 00h05 Sem Prada nem Nada M/12 Sala: Sala 5 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 21h50, 00h20 Larry Crowne M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 18h30 Tinhas Mesmo Que Ser Tu M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 13h50, 16h10, 21h30, 00h15 A Árvore da Vida M/16 Sala: Sala 7 Sessões: 18h45

Amigos Coloridos M/12 Sala: Sala 16 Sessões: 13h50, 16h20, 18h50, 21h45, 00h25 Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sala: Sala 17 Sessões: 15h, 17h55, 21h25, 00h15 Animais Unidos M/6 Sala: Sala 18 Sessões: 14h10, 16h20 (V.Port./3D) Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sala: Sala 18 Sessões: 18h35, 21h15, 00h10 A Melhor Despedida de Solteira M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 13h50, 16h35 Super 8 M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 19h20, 21h55, 00h30 Um Dia M/12 Sala: Sala 20 Sessões: 14h, 16h40, 19h10, 22h, 00h40

GONDOMAR LUSOMUNDO - PARQUE NASCENTE Os Smurfs M/6 Sessões: 13h25, 16h, 18h35, 21h10, 23h50 (V.Port.) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h45, 16h30, 19h15, 21h55, 00h40 O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h50, 16h20, 19h30, 22h, 00h30

Sem Remorsos M/12 Sala: Sala 7 Sessões: 14h05, 16h25, 21h40, 00h10 Carros 2 M/6 Sala: Sala 8 Sessões: 13h40 (V.Port.) Eu Vi o Diabo M/16 Sala: Sala 8 Sessões: 16h10, 19h05, 22h, 00h55 Cowboys & Aliens M/12 Sala: Sala 9 Sessões: 14h, 16h30, 18h55, 21h25, 00h15 Assim é o Amor M/12 Sala: Sala 10 Sessões: 13h50, 16h35, 19h20, 22h, 00h40 Chefes Intragáveis M/12 Sala: Sala 11 Sessões: 14h10, 16h40, 19h15, 21h45, 00h20 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 12 Sessões: 14h05, 16h45, 19h20, 21h55, 00h35 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 13 Sessões: 13h45, 16h20, 18h55, 21h35, 00h15 (2D) Bem-vindo ao Sul M/12 Sala: Sala 14 Sessões: 14h15, 16h40, 19h10, 21h40, 00h10 Os Smurfs

M/6 Sala: Sala 15 Sessões: 14h, 16h30, 18h55 (V.Port.), 21h20, 24h

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 12h50, 15h20, 17h50, 21h20, 24h Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 21h15, 24h Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h10, 15h30, 18h (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 15h, 17h40, 20h30, 23h Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h25, 21h, 00h05 Um Dia M/12 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 22h10, 00h45 Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h50, 00h20 Carros 2 M/6 Sessões: 13h40, 16h25, 19h (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 14h30, 17h30, 20h40, 23h40 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 14h45, 17h15, 20h, 22h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h15, 15h50, 18h40, 21h40, 00h25

Tempo HOJE TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade a partir da tarde. Períodos de chuva,por vezes forte a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, passando a aguaceiros. Queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, descendo gradualmente a cota para os 800 metros a partir da tarde. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de sudoeste, temporariamente moderado a forte (30 a 45km/h) no litoral, rodando para noroeste, sendo forte (35 a 50 km/h) nas terras altas. Pequena subida da temperatura mínima. MADEIRA: Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros fracos a partir do início da manhã, em especial nas vertentes norte. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de noroeste, rodando para leste. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva, passando a aguaceiros. Vento sudoeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, rodando para oeste e tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO CENTRAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva. Vento sudoeste muito fresco a FORTE (40/65 km/h) com rajadas até 80 km/h. GRUPO ORIENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Aguaceiros. Vento do quadrante sul fresco (30/40 km/h), tornando-se FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 75 km/h.

AMANHÃ

TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade a partir da tarde. Períodos de chuva,por vezes forte a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, passando a aguaceiros. Queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, descendo gradualmente a cota para os 800 metros a partir da tarde. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de sudoeste, temporariamente moderado a forte (30 a 45km/h) no litoral, rodando para noroeste, sendo forte (35 a 50 km/h) nas terras altas. Pequena subida da temperatura mínima. MADEIRA: Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros fracos a partir do início da manhã, em especial nas vertentes norte. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de noroeste, rodando para leste. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva, passando a aguaceiros. Vento sudoeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, rodando para oeste e tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO CENTRAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva. Vento sudoeste muito fresco a FORTE (40/65 km/h) com rajadas até 80 km/h. GRUPO ORIENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Aguaceiros. Vento do quadrante sul fresco (30/40 km/h), tornando-se FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 75 km/h.

Lisboa MOTOSHOW

No dia 13 de Abril de 2013, o Convento de São Paulo promove um encontro, que terá o acompanhamento da Dra. Carolina Bloise, onde será feito um passeio para observação da diversidade floristica da Serra D´Ossa e alguns aspectos da sua utilização pelo homem. Será feita ao longo do passeio uma recolha de plantas para preparação de um herbário para cada participante. Após o Almoço convivio, cuja ementa também será alusiva ao tema, serão degustadas algumas tisanas com as plantas recolhidas pelos participantes, com o acompanhamento da Dra. Bloise. Por 58,00 euros por pessoa poderá participar neste passeio (inclui passeio com a guia, almoço, herbário, e degustação de chás).


1868

Há 144 anos, todos os dias consigo.

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

|

UMA HOMILIA DESAJUSTADA Reflecti se deveria ou não escrever em clara oposição ao que li. Decidi que a solenidade destes dias não me impedia de ter uma opinião contra o essencial da homilia do Senhor Bispo do Funchal nas cerimónias Pascais. Irritou-me aquela lengalenga, porque a par dos elementos da História milenar, não consegue dar um passo em frente devidamente contextualizado com a realidade. O tempo de sofrimento não é o de há dois mil anos. André Escórcio* Ficou o exemplo. Hoje, desse exemplo e dessa Palavra, urge partir, chamando os bois pelo nomes, partir para um espaço de intervenção directa, frontal e correctora dos desequilíbrios geradores de “sofrimento”. Ao Bispo, essa reserva que os cristãos podem(iam) ter na Região da Madeira, dominada por senhorios, pede-se frontalidade e não subserviência, pedem-se contributos e não palavras para um peditório que todos nós já demos e continuamos a dar. Não basta dizer que: “perante as imagens de sofrimento, o discípulo de Cristo não pode ficar insensível ou indiferente. É necessário, pois, cultivar um coração compassivo, sensível à dos que sofrem”, disse. Pois, Senhor Bispo, esse sentimento é o que milhares têm e defendem, mas que resolve? Resolverá alguma coisa? Ora, o Bispo sabe, ora se sabe, que isto não vai com “compaixão”, com um sentimento de pesar que nos causam os males alheios, isto vai com atitudes certas de quem tem o poder político nas mãos. Como salientou o Bispo, “(...) nos caminhos deste mundo, são muitos ainda aqueles que experimentam ao vivo os sofrimentos de Jesus e solicitam a nossa solidariedade, atenção e amor concreto”. Pois, é isso que muitos milhares sentem e oferecem, mas isto não se resolve com caridade. Resolve-se com posições firmes, consistentes, humanistas e de respeito pelas prioridades. Porque o meu coração “não é insensível em face dos problemas dos outros” é que escrevo e tento denunciar a pouca-vergonha. Mas eu não tenho púlpito, eu não tenho a chefia da Diocese, eu não possuo a força de uma rede hierárquica capaz de colocar em sentido os responsáveis pelos dramas humanos. E o Senhor Bispo do Funchal, que não deve ser partidário, tem o dever de “(...) ajudar as pessoas a perceberem que elas podem fazer mais do que acham que podem”, todavia no sentido da luta pela sua dignidade e não no sentido que deduzi das palavras ditas. As pessoas, Senhor Bispo, não resolvem o problema do desemprego, elas estão atadas, metidas numa camisa de forças, tal como vi e ouvi um homem com as lágrimas nos olhos, numa recente manifestação de trabalhadores dos estaleiros navais de Viana do Castelo: “eu, com o meu trabalho, com o meu suor, consegui dar formação a uma filha; custa-me dizer a uma outra que não pode continuar porque não tenho dinheiro!” As pessoas, Senhor Bispo, amarradas a um sistema que as conduz, inevitavelmente, ao “sofrimento” sabem que os responsáveis por esse sofrimento estão a montante, estão na governação, uns há dois anos, outros há 37! As pessoas sabem que existem directórios europeus e mundiais que as condenaram ao sofrimento, em função da ganância e da especulação. É contra esses, Senhor Bispo, que deve um olhar felino, independente e uma palavra cáustica. Professor www.comqueentao.blogspot.com

Diretor: Rui Alas Pereira (CP-2017). E-mail: ruialas@oprimeirodejaneiro.pt Redatores: Joaquim Sousa (CP-5632), Andreia Cavaleiro (CP-6983), Cátia Costa (Lisboa) e Vasco Samouco. Fotografia: Ivo Pereira (CP-3916) Secretariado de Direção: Sandra Pereira. Secretariado de Redação: Elisabete Cairrão. Publicidade: Conceição Carvalho (chefe), Elsa Novais (Lisboa, 918 520 111) e Fátima Pinto. E-mail: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt Morada: Rua de Santa Catarina, 489 2º - 4000-452 Porto. Contactos: redação - Tel. 22 096 78 47 - Tm: 912 820 510 E-mail: geral.cloverpress@oprimeirodejaneiro.pt - Publicidade - Telefone: 22 096 78 46, Fax: 22 096 78 45 Propriedade: Globinóplia, Unipessoal Lda. Edição: Cloverpress, Lda. NIF: 509 229 921 Depósito legal nº 1388/82 Impressão: Coraze, Telefs.910252676 / 910253116 / 914602969, Oliveira de Azeméis. Distribuição: Vasp. Tiragem: 20 000

EUROMILHÕES

12

17

25

29

41

1

4

Carlos Cruz entregou-se às autoridades

Mais quatro anos e oito meses de prisão O ex-apresentador de televisão Carlos Cruz, condenado por abuso sexual de menores no âmbito do processo Casa Pia, entregou-se ontem de manhã às autoridades, informou Ricardo Sá Fernandes. Segundo o advogado, Cruz entregou-se no Estabelecimento Prisional da Carregueira, cerca das 10h40. “Tendo transitado em julgado o acórdão que o julgou no processo ´Casa Pia`e tendo sido requerida pelo Ministério Público a emissão de mandado para a sua condução à cadeia, a fim de cumprir a pena de prisão a que foi condenado, venho informar que o meu representado, Carlos Pereira Cruz, se apresentou hoje voluntariamente no Estabelecimento Prisional da Carregueira, pelas 10:40, ao abrigo do regime legal que permite tal entrega voluntária”, refere um comunica-

do de Ricardo Sá Fernandes enviado às redações. “Aí ficou preso, após ter cumprido o respetivo procedimento de ingresso”, acrescenta. Entretanto, fonte judicial da 8.ª vara criminal de Lisboa garantiu à Lusa que Carlos Cruz se apresentou no estabelecimento antes de ter sido emitido o despacho do juiz que considera transitada em julgado desde 14 de março a pena de prisão a que o exapresentador de televisão foi condenado. O Tribunal da Relação de Lisboa, em sede de recurso, alterou a pena inicial de sete anos de prisão a que Cruz tinha sido condenado na primeira instância, fixando-a em seis anos (por três crimes de abuso sexual). Do total da pena, o arguido já cumpriu um ano e quatro meses de prisão preventiva, faltando-lhe cumprir quatro anos e oito meses.

No documento, Ricardo Sá Fernandes volta a referir que o seu constituinte não cometeu os crimes por que foi condenado, assegurando ainda que Carlos Cruz nunca esteve no local onde terão sido cometidos, um prédio da Avenida das Forças Armadas, em Lisboa, nem conhecia as vítimas ou outros envolvidos. O exapresentador de televisão continua a insistir ser alvo de um “erro judicial gravíssimo” e tem uma queixa pendente no Tribunal Europeu dos Direitos do Homem. Além de Carlos Cruz, foram condenados no processo Casa Pia o antigo motorista da instituição, Carlos Silvino (15 anos de prisão), o médico Ferreira Dinis (sete anos de prisão), Manuel Abrantes (cinco anos e nove meses) e Jorge Ritto (seis anos e oito meses).

Bloco de Esquerda diz que se trata de um “bem essencial”

Eletricidade deve voltar ao 6% de IVA A deputada bloquista Ana Drago defende que a eletricidade é um “bem essencial” e deve voltar à taxa de 6% de IVA e considerou que a liberalização do mercado é “uma ficção” que tem “aumentado a fatura”. “Temos que perceber que hoje a fatura da eletricidade para as famílias e empresas é um dos custos mais graves nos seus orçamentos e sabemos que desde que o Governo está em funções, desde o primeiro

semestre de 2011, as faturas para o consumo doméstico das famílias subiram 25%”, afirmou a deputada do BE. Ana Drago falava aos jornalistas no Parlamento, na apresentação de um projeto de lei para repor a taxa do IVA na eletricidade e no gás natural nos 6% e que será discutida na quinta-feira, conjuntamente com iniciativas do PS e do PCP. A bloquista afirmou que o custo da energia é hoje “um problema gravís-

simo para muitas famílias” e há “relatos muitíssimo dramáticos de idosos que já vivem à luz das velas”, considerando incompreensível a aplicação da taxa de 23% a “um bem essencial”. “Não acredito que o senhor primeiro-ministro, o senhor ministro Miguel Relvas ou o senhor ministro Vítor Gaspar consigam viver na sua casa sem eletricidade, a eletricidade não é um bem de luxo, não pode ser taxada a 23%”, justificou.

Porto vai ter novo espaço cultural

“1ª Avenida” nos Aliados O Porto vai contar com o espaço “1ª Avenida”, com mais de 4500 metros quadrados dedicados às artes, divididos por 50 divisões distribuídas por sete andares num edifício da Avenida dos Aliados. Apresentado ontem à imprensa, o espaço, no edifício AXA, abre as portas ao público a 19 de abril, com a mostra de algumas das primeiras iniciativas resultantes das 78 candidaturas ao usufruto dos espaços do edifício recuperado, que deverão ser seguidas de outros projetos artísticos que respondam à convocatória aberta do “1ª Avenida”

entre abril e outubro de 2013. O novo equipamento cultural resulta de um investimento “superior a 1 milhão de euros”, segundo o vice-presidente da Câmara, Vladimiro Feliz, tendo a autarquia contribuído com 20 por cento do orçamento total e sendo os restantes 80 por cento financiados pelos fundos europeus do Programa Operacional Temático Valorização do Território (POVT) e “alavancados por investimentos de parceiros privados”. Para o vice-presidente da Câmara, a “grande mais-valia” destes novos

sete andares de cultura prende-se com “o palco privilegiado - a montra - para aquilo que se faz em termos de cultura, animação e criatividade”, no que considera “a sala de visitas da cidade, que são os Aliados”. “Não há aqui uma única forma de mostrar e de fazer cultura”, disse à Lusa Vladimiro Feliz, que prefere pensar numa “uma forma diferente de construir a cidade”, que responda a “um desafio de mostrar que é possível dar uma vida diferente a estes edifícios”, que sairão também valorizados ao “demonstrarem o seu potencial”.


3-04-2013