Issuu on Google+

FALTARAM COISAS ESSENCIAIS Paulo Bento e a campanha de qualificação de Portugal

Há 144 anos, sempre consigo. 1868

Continente - 0,60 € (iva incluido) – Ilhas - S. Miguel e Madeira - 0,75 € (iva incluido) – Porto Santo 0,80 € (iva incluido)

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

Diretor: Rui Alas Pereira | ISSN 0873-170 X |

|

DIÁRIO NACIONAL

Ano CXLV | N.º 220

Terça-feira, 29 de outubro de 2013

MINISTRA GARANTE QUE ESTRATÉGIA DO GOVERNO ESTÁ A DAR RESULTADOS

S!NAIS ENCORA JADORES

35 ANOS DE UNIÃO Ministro Mota Soares diz que “o desemprego é o principal problema” do país e que “o diálogo com a UGT é vital”

OE2014 Bloco de Esquerda vai apresentar medidas alternativas e quer “renegociação firme da dívida pública”

CÂMARA DO PORTO Manuel Pizarro fica com os pelouros da habitação e da ação social

n Num discurso feito nas jornadas parlamentares conjuntas do PSD e do CDS-PP, na Assembleia da República, Maria Luís Albuquerque criticou a anterior governação do PS e reclamou que o executivo tem governado com equidade e tem obtido resultados: “Os resultados de todo este esforço começam a manifestar-se de forma visível na economia e a recuperação do emprego deverá suceder à recuperação da atividade económica, como sugere a melhoria das expectativas de emprego”

FENPROF quer que o programa de rescisões permita subsídio de desemprego e reforma antecipada


local Porto

2 | O Primeiro de Janeiro

Terça-feira, 29 de outubro de 2013

Presidente da CM do Porto decide suspender a votação da proposta

Regras de funcionamento da autarquia aguardam alterações Rui Moreira decidiu suspender a votação da proposta sobre regras de funcionamento da autarquia para que os vereadores do PSD e da CDU possam apresentar as suas alterações ao documento. Na ordem de trabalhos da primeira reunião do novo executivo da Câmara do Porto constava uma análise do projeto de Regimento da autarquia, mas tanto o PSD como a CDU o criticaram, designadamente por manter restrições à intervenção da oposição e dos munícipes. “Gostaria muito que o papel de todos os vereadores fosse respeitado, estamos na disposição de acolher algumas das vossas sugestões”, afirmou

RUI MOREIRA. Presidente da Cãmara do Porto decidiu adiar a votação das regras de funcionamento da autarquia Rui Moreira, lembrando que esta proposta não era de “aprovação obrigatória” nesta reunião do executivo e esperando que seja possível obter “um consenso”. O vereador do PSD Amorim Pereira classificou a proposta do Regimento como “um garrote”, que tem por objetivo “calar a palavra” da oposição. Afirmando que se esta proposta é da autoria do anterior executivo autárquico, liderado pelo social-democrata Rui Rio, “é uma vergonha”, Amorim Pereira criticou o facto da mesma determinar que todas as propostas a apresentar em reunião do executivo tenham de ser "visadas pelo departamento jurídico”. “Este Regimento é um garrote para a oposição, não há nenhum executivo que seja saudável se não tiver uma oposição credibilizada, o Regimento teria obrigatoriamente que ser modificado”, defendeu o social-democrata, apelando ao pre-

sidente Rui Moreira que retirasse “a impossibilidade dos vereadores apresentarem propostas nas reuniões ordinárias”. Acrescentou que, em “reuniões extraordinárias, que podem surgir por convocação de pelo menos um terço [do executivo], também a oposição não teria direito a nada”, tendo em conta que Rui Moreira ganhou as eleições sem maioria absoluta, elegendo seis vereadores, e assinou com o PS um acordo de governabilidade que passa pela atribuição de "pelouros a vereadores eleitos pelo PS", representados na autarquia por três eleitos. Amorim Pereira disse mesmo que, a ser aprovado o regimento, a Câmara do Porto estaria a dar “um sinal para o exterior de arrogância”, que iria “inquinar para o futuro a forma como a Câmara se orienta para o exterior”. O vereador da CDU, Pedro Carvalho, pediu também a “alteração

do Regimento”, tendo defendido que se respeite a lei e que os direitos dos vereadores da oposição, para que possam participar de forma plena naquilo que são as decisões da Câmara. O comunista e os sociais-democratas solicitaram também a alteração da periodicidade das reuniões do executivo, passando de quinzenais para semanais, mas os seis independentes e os três socialistas não aceitaram esta proposta. Para Pedro Carvalho, fazia sentido que as reuniões fossem semanais para a promoção do debate com a oposição, para que não houvesse tantos pontos nas agendas e para permitir a existência de um maior número de reuniões públicas, nas quais o público pode participar. O comunista afirmou ter a expectativa que esta alteração fosse possível de acontecer, lembrando que a CDU sempre a defendeu nos mandatos do antigo presidente, Rui Rio. “Tendo em conta a necessidade da vereação ser a par e passo informada do que se está a passar entenderia como mais cordial que as reuniões fossem semanais”, argumentou o social-democrata Amorim Pereira. Para Amorim Pereira, também a forma como o executivo está composto justificava esta alteração. O presidente da Câmara afirmou entender que as reuniões devem continuar a ser quinzenais, adiantando que “sempre que as situações justifiquem” serão realizadas reuniões extraordinárias. “Entendo que toda a gente perceberá que se é fácil conviver com reuniões quinzenais para quem tem pelouro, não é fácil para quem está na oposição, não fico satisfeito com o facto de se dizer sempre que possível e necessário”, concluiu o social-democrata.

Estudo sobre o perfil dos turistas do Porto e do norte de Portugal

Homens casados e com ensino superior Um estudo sobre o perfil dos turistas internacionais do Porto e norte de Portugal revela que é do sexo masculino, casado e com ensino superior, e que tem entre 20 e 40 anos. O trabalho, da responsabilidade do IPDT – Instituto de Turismo, revela também que o visitante “provem, sobretudo, de Espanha e França, gasta em média 300 euros e pernoita na região, em média, quatro a cinco noites”. A investigação, desenvolvida em parceria com o Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) e com o Aeroporto Francisco Sá

Carneiro, foi feito com base em 4119 entrevistas realizadas presencialmente em 2011 e 2012, na sala de embarque do aeroporto Francisco Sá Carneiro. Os dados indicam, de igual modo, que o turista que visita a região em companhias ‘low cost’ o faz maioritariamente em lazer ou em visita familiares ou a amigos, viajando acompanhado do cônjuge. Relativamente ao alojamento, os que preferem pernoitar no Grande Porto usam, maioritariamente, o hotel, fazendo a reserva através da internet e permanecendo na região entre uma a três

noites. No caso dos que pernoitam fora do Grande Porto, o alojamento em casa de familiares/ amigos assume maior peso, entre os que viajam em companhias ‘low cost’, permanecendo estes oito ou mais noites na região. O estudo demonstra, igualmente, que os turistas que visitam o Porto e o norte do país manifestam “um bom nível de satisfação”. Esta situação faz com que demonstrem “elevadas intenções” de recomendar o destino e, inclusivamente, de repetir a visita. O IPDT – Instituto de Turismo é uma associação sem fins lu-

crativos, de âmbito nacional, que tem como premissa a investigação aplicada no setor do turismo. O IPDT é a entidade responsável pela publicação do anuário “O Turismo em…” – lançado em 2007 e que conta com o alto patrocínio da Presidência da República – e pela organização da Conferência Internacional em Hotelaria e Turismo. Como reconhecimento pelo apoio continuado à investigação e à produção de conhecimento no Turismo, o IPDT foi condecorado em 2011 pelo Governo português com a medalha de Mérito Turístico.

Hoje há rastreios gratuitos aos fatores de risco

Dia Mundial do AVC

O presidente da Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral apela à população para que invista na prevenção da doença, aprenda a reconhecer os sinais e aja de imediato, alertando o 112, sempre que um dos sinais se manifeste. “O AVC é a principal causa de mortalidade e incapacidade em Portugal. Ainda assim, existe um desconhecimento dos sinais de alerta: falta de força num braço, face desviada ou fala perturbada”, referiu Castro Lopes, que falava a propósito do Dia Mundial do AVC que se assinala hoje. Em 2012, os hospitais portugueses receberam 19 177 doentes vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC), de acordo com os últimos dados da Direção-Geral de Saúde. Em Portugal, o AVC é responsável pelo internamento de mais de 25 000 doentes por ano e por um elevado grau de incapacidade, sabendo-se que 50% dos doentes que sobrevivem a um AVC ficam com limitações nas atividades da vida diária. “Prevenir o AVC significa não só controlar os fatores de risco tradicionais como a obesidade, a hipertensão arterial, o colesterol, a fibrilhação auricular, mas também evitar comportamentos de risco, como o álcool, o tabagismo e o sedentarismo” advertiu o especialista. Os progressos alcançados “nas ciências básicas, na indústria farmacêutica inovadora e consequentemente nos cuidados a prestar aos doentes vítimas de AVC são evidentes, fundamentalmente, ao longo das três últimas décadas”, considerou. “Quantas vidas salvas, quanta recuperação completa ou parcial com pequenos défices se obteriam se cada um se preocupasse e não se comportasse como de olhos fechados e ouvidos moucos aos sucessivos alertas”, sublinhou. Face a esta realidade, a Sociedade Portuguesa do AVC decidiu comemorar o dia mundial da doença com ações dirigidas à população em geral. Assim, foi agendada para hoje, entre as 10h00 e as 17h00, a realização de rastreios gratuitos aos fatores de risco do AVC. Esta ação vai decorrer no Jardim da Cordoaria, junto ao Hospital de Santo António, no Porto.


regiões

Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

O Primeiro de Janeiro | 3

Estações do metro fechadas na quinta feira devido a greve

Sem serviços mínimos Câmara de Braga

Novo executivo cumpre promessas eleitorais A Câmara Municipal de Braga revogou o alargamento do estacionamento pago à superfície a mais 27 ruas e a decisão de expropriar prédios contíguos às Convertidas, dando assim cumprimento a duas promessas eleitorais da nova maioria. Ontem, em conferência de imprensa, após a primeira reunião do executivo agora liderado pelo social-democrata Ricardo Rio, a oposição socialista apelidou a revogação de “medida populista” e lamentou não terem sido apresentadas alternativas, pelo que se absteve. Quanto à revogação da expropriação de dois prédios vizinhos da Casa das Convertidas para ali concretizar o projeto da Pousada da Juventude, esta decisão foi aprovada pela Coligação Juntos por Braga em consonância com o vereador da CDU.

Ao contrário do que aconteceu há 15 dias, CES não decretou serviços mínimos para a greve de 24 horas dos trabalhadores do Metro de Lisboa, quinta feira. . O Tribunal Arbitral do Conselho Económico e Social (CES) não decretou serviços mínimos para a greve dos trabalhadores do Metropolitano de Lisboa, na quinta-feira, ao contrário do que decidiu há 15 dias e levou à suspensão da greve. Ao contrário do estipulado para a greve do passado dia 15 de outubro, o CES decidiu desta vez que “não são fixados quaisquer serviços mínimos relativamente à circulação de composições”, lê-se no acórdão publicado na sua página da internet. Face a esta decisão, fonte do metro admitiu que as

Metro de Lisboa. Face à decisão do CES de não convocar serviços mínimos, empresa admite que as estações estarão fechadas nesta quinta feira

estações estarão fechadas nesse dia. Na última greve, devido à decisão do CES, a Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) suspendeu a paralisação e substituiu-a por “um dia de luto”. Segundo o sindicato, os serviços mínimos obrigam muitos trabalhadores a prestarem serviço e impede-os de “exercerem o direito à greve”. Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa agendaram uma greve de 24 horas para quinta-feira, depois de 36 organizações sindicais e comissões de trabalhadores do setor dos transportes terem decidido avançar com uma quinzena de greves, entre a próxima sexta-feira e dia 8 de novembro, contra as propostas do Orçamento do Estado para 2014. Recorde-se que, aquando da última paralisação, o secretário de Estado das Infra-estruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, disse que as greves dos trabalhadores do Metropolitano de Lisboa colocam a gestão da empresa “um pouco mais longe da esfera pública”.

Homem assume morte da mulher

Infidelidade e dívidas

Enfermeira acusada de homicídio negligente

Um homem acusado de ter matado a ex-mulher com cinco facadas numa localidade de Sobral de Monte Agraço confirmou, ontem, o crime no Tribunal de Torres Vedras, justificando-o com infidelidade e dívidas quando ainda eram casados. O arguido, de 64 anos, confessou os principais factos da acusação do Ministério Público (MP), confirmando ao coletivo

de juízes que, depois de em junho de 2012 a vítima ter saído para se juntar com outro homem ao fim de 34 anos de casamento, começou a ameaçar os filhos de que iria matar a mãe e, pelo menos duas vezes, passou a rondar a casa para onde aquela foi viver. No dia 15 de março deste ano, deslocou-se à habitação da ex-mulher e, encontrando-a sozinha a ver televisão

Quatro anos e meio para crime em conservatória

O Ministério Público acusou de homicídio negligente a enfermeira do Hospital de Braga responsável por um “erro de programação” do equipamento de fototerapia, de que resultou a morte de uma paciente de 61 anos. “O MP considerou indiciado que, por força de um erro de programação do equipamento, a paciente foi exposta a radiação diversa da que tinha sido prescrita pelo médico assistente, e por tempo superior, o que lhe provocou queimaduras em cerca de 40 por cento da sua superfície corporal, de que viria a resultar a sua morte”, anunciou, ontem, a Procuradoria-Geral Distrital do Porto. A nota acrescenta que o processo se encontra presentemente em fase de instrução. O crime de homicídio por negligência é punível com até 3 anos de prisão, mas se a negligência for grosseira a pena pode ir até aos 5 anos. A enfermeira, que já tinha mais de 30 anos de carreira, foi alvo de um processo disciplinar e entretanto pediu a aposentação, que lhe foi concedida.

Pena suspensa para burlas “por amor”

O Tribunal Judicial de Braga condenou, ontem, a quatro anos e meio de prisão, com pensa suspensa, a funcionária de uma Conservatória daquela cidade que, “por amor”, desviou 252 mil euros referentes a registos automóveis. Durante o julgamento, a arguida confessou os factos, alegando que os praticou para concretizar o sonho de um homem por quem se apaixonara, que queria comprar uma casa no Brasil. Para o efeito, contraiu empréstimos bancários, que foi pagando com as verbas que desviava. A arguida, de 44 anos, foi condenada pelos crimes de peculato, na forma continuada, e de falsificação de documento.

no quarto desferiu-lhe “pelo menos um ou dois” golpes. Apesar de ter planeado o crime, negou ao tribunal ter adquirido a faca com esse objetivo, pois já tinha na sua posse “há 15 anos para matar porcos e borregos”. “Estava passado da cabeça”, afirmou, justificando o crime também com dívidas que teria deixado quando se separaram.


nacional

4 | O Primeiro de Janeiro

Terça-feira, 29 de outubro de 2013

Maria Luís nas jornadas parlamentares conjuntas do PSD e CDS-PP

“Estratégia do Governo está a dar resultados” A ministra defende que a estratégia do Governo a resultar, apontando sinais de recuperação da atividade económica e apostando na recuperação do emprego. Num discurso feito nas jornadas parlamentares conjuntas do PSD e do CDS-PP, na Assembleia da República, Maria Luís Albuquerque criticou a anterior governação do PS e reclamou que o executivo PSD/CDS-PP tem governado com equidade e tem obtido resultados. Segundo a ministra de Estado e das Finanças, o Governo conseguiu progressos na consolidação orçamental, assegu-

MARIA LUÍS. A ministra das Finanças garante que o Governo conseguiu progressos na consolidação orçamental rou a capitalização do sistema financeiro, lançou as bases para uma economia mais aberta e competitiva, tem cumprido os objetivos do programa de resgate e ganhou credibilidade para Portugal. A seguir a este balanço, a ministra declarou: "Em 2013, os resultados de todo este esforço começam a manifestar-se de forma visível na economia. No segundo trimestre, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu e a procura interna registou uma ligeira recuperação. E temos indícios de que estes resultados se tenham repetido no terceiro trimestre. De facto, são múltiplos os sinais que sugerem a recuperação da atividade económica, sinais que devemos encarar com prudência, mas cuja consistência também não podemos ignorar". "Ao longo do último ano temos assistido à melhoria persistente dos in-

dicadores da atividade económica e dos indicadores de confiança nos vários setores", prosseguiu Maria Luís Albuquerque, apontando também "o crescimento do comércio a retalho em agosto ou o crescimento da receita fiscal em setembro". Segundo a ministra de Estado e das Finanças, "a taxa de desemprego, porém, permanece em níveis muito elevados", embora com "uma tendência de estabilização", mas "a recuperação do emprego deverá suceder à recuperação da atividade económica, como sugere a melhoria das expectativas de emprego". "Estes sinais são encorajadores, confirmam que a estratégia está a dar resultados, e afirmam que é importante persistir, para concluir o programa de ajustamento e para avançar no processo de transforma-

ção da economia. São estes objetivos que o Orçamento do Estado para 2014 tem de assegurar", concluiu. Antes de terminar a sua intervenção, Maria Luís Albuquerque voltou a criticar o anterior executivo do PS chefiado por José Sócrates, sustentando que "a crise que eclodiu em 2011 ditou a urgência do ajustamento" e que "a gravidade da situação económica, com uma rutura de pagamentos iminente, pôs em causa as próprias bases da justiça social". "Desde então, trabalhámos para corrigir os desequilíbrios criados e para criar as condições para a recuperação da atividade económico, trabalhámos para construir as bases de um crescimento verdadeiramente sustentado e criador de emprego para que uma crise destas proporções nunca mais seja repetida", acrescentou, recebendo palmas. De acordo com a ministra, o atual Governo está a trabalhar para "um futuro mais justo, mais estável e mais próspero" e lançou "um processo decisivo de transformação da economia e das administrações públicas" que "demorará tempo a concluir, mas já produziu resultados". Todos os ministros do Governo PSD/ CDS-PP e o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, foram convidados a fazer discursos abertos à comunicação social nestas jornadas parlamentares, que se terminam hoje, tendo como temas "Economia e Justiça Social". Pelo contrário, as intervenções e questões dos deputados da maioria bem como as respostas dos membros do executivo - serão à porta fechada, com exceção dos discursos de abertura e de encerramento feitos pelos líderes parlamentares do PSD e do CDS-PP.

Fenprof e o programa de rescisões para professores

Reforma antecipada e subsídio de desemprego A Fenprof quer que o programa de rescisões para professores permita que os docentes que adiram possam receber subsídio de desemprego, que as indemnizações a pagar fiquem isentas de qualquer tributação e que seja permitida a reforma antecipada. As contrapropostas da Federação Nacional de Professores (Fenprof), a ser enviadas ao Ministério da Educação e Ciência (MEC), relativas ao programa de rescisões por mútuo acordo para docentes que sindicatos e Governo ainda estão a negociar, pretendem, de acordo com o comunicado da federação sindical, atribuir “um mínimo de justiça à proposta apresentada” pelo executivo, ainda que a federação, numa “posição de princípio”, discorde e considere “inadequada a aplicação deste programa”.

Assim, a Fenprof exige que os professores que adiram ao programa tenham uma base de cálculo para as suas indemnizações igual ao programa geral que o Governo desenvolveu para os funcionários públicos (está previsto que a maioria dos professores tenham direito a uma compensação inferior ao regime geral aplicável à restante função pública) e que permita o acesso ao subsídio de desemprego. “Tratando-se de um programa que, segundo a argumentação do governo, decorre da existência de uma situação de manifesto sobre-emprego e, por esse motivo, pretende reduzir os efetivos no setor, aos docentes aderentes ao programa será, tal como acontece no setor privado para si-

tuações semelhantes, reconhecido o direito à atribuição de subsídio de desemprego”, lê-se no documento divulgado pela federação. A Fenprof pretende ainda que as compensações a pagar aos professores fiquem isentas de qualquer tributação, e que sejam calculadas tendo por referência o ordenado base dos docentes “ou seja, aquela que lhe é devida sem a consideração de qualquer redução”. “Seria de enorme injustiça que esta indemnização fosse calculada com base num montante que não corresponde ao estabelecido no estatuto de carreira dos docentes da educação pré-escolar, e dos ensinos básico e secundário e que ao longo do período de aplicação do programa pu-

desse até sofrer alterações”, defendeu a Fenprof. Para a federação sindical é também fundamental que os professores que adiram ao programa mantenham o direito de permanecer ligados à Caixa Geral de Aposentações (CGA), “podendo requerer a aposentação antecipada, caso pretendam, passados os cinco anos durante os quais não se poderão aposentar”, e podendo, nesse período, continuar a efetuar descontos para a CGA. A Fenprof pretende também que o cálculo da indemnização tenha em conta esse período de cinco anos em que os professores estão impedidos de pedir a reforma antecipada.

MOTA SOARES FALOU NO 35.º aniversário da ugt

Desemprego é o principal problema do país

O ministro do Emprego, Mota Soares, afirmou que o desemprego é o principal problema do país e que o diálogo com a UGT, que tem “um espírito duro, mas construtivo”, é vital para aumentar o emprego. Falando no 35.º Aniversário da UGT, Pedro Mota Soares, manifestou-se a favor da dinamização do diálogo no Conselho de Coordenação Social (CES), realçou que o principal problema de Portugal “é o desemprego”, jovem e estrutural, e referiu ainda que o diálogo com parceiros sociais, como a UGT, que tem “um espírito duro, mas construtivo”, é fundamental para o “fomento e criação das condições para aumentar o emprego”. “São 35 anos de uma matriz diferenciada, de um sindicalismo democrático, [o da UGT], em que o diálogo social é a via privilegiada para a construção da defesa dos trabalhadores, mas que é [igualmente] reivindicativa na ação”, disse o governante, adiantando que ao longo deste tempo se assistiu “a uma atividade sindical com sentido de Estado e com sentido de compromisso”. Para o ministro, só assim, “governo após governo” o país contou com o contributo que “muito tem valido” em sucessivos acordos de Concertação Social. “(…) o diálogo com a UGT tem permitido [também] fincar pé a muitas das exigências que os credores nos têm pretendido impor”, salientou.


Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

economia

O Primeiro de Janeiro | 5

Mais de metade dos desempregados não recebem esta prestação social

487 mil pessoas sem subsídio de desemprego Por outro lado, mais 9.381 pessoas perderam o RSI entre agosto e setembro, totalizando 255.501 beneficiários.

SEDES critica “políticas erráticas” do Governo

“Incerteza desnecessária” A SEDES - Associação para o Desenvolvimento Económico e Social criticou, ontem, “as políticas erráticas” que criaram uma incerteza “absolutamente desnecessária” e defendeu que a ideia de que o Estado está falido e tudo é aceitável é “um erro grave”. “O acordo com a ‘troika’ fez-se exatamente para evitar essa falência”, argumenta a SEDES numa tomada de posição divulgada no seu site, acrescentando que, embora não seja perfeito, o acordo “evitou o pior”. O documento, subscrito pelo presidente da SEDES, o ex-ministro das Finanças de José Sócrates, Luís Campos e Cunha, e outros oito elementos do conselho coordenador, salienta que “a incerteza e a violação do Estado de Direito” têm afundado mais a economia do que a austeridade. “Por erros de comunicação, políticas erráticas e decisões fora de tempo, criou-se uma incerteza absolutamente desnecessária e um ambiente de desconfiança em relação ao Estado de Direito incompatível com a recuperação da economia, do investimento e do emprego. Ninguém confia em quase nada que seja prometido pelo Governo”, critica a SEDES. A mesma organização frisa que “há várias formas de fazer uma política de austeridade” e defende que a redução da despesa devia ter sido pensada desde o início porque leva tempo”.

O número de desempregados a receber prestações de desemprego em setembro aumentou, ultrapassando os 390 mil, revelam dados da Segurança Social ontem divulgados, que mostram, ainda, que mais de metade das pessoas sem trabalho continuam sem este subsídio. De acordo com os últimos dados disponibilizados na página da internet da Segurança Social, o Estado atribuiu em setembro 390.477 prestações de desemprego, mais 3.351 do que em agosto (387.126) e menos de metade dos 877 mil desempregados que o Eurostat contabilizou nesse mês. Sem receber este subsídio do Estado em setembro ficaram 487 mil dos desempregados registados pelo Eurostat em agosto (últimos dados disponíveis), ou mais de metade dos 877 mil desempregados registados pelo gabinete oficial de estatísticas da UE. Os últimos dados divulgados pelo Eurostat apontaram uma descida ligeira da taxa de desemprego em Portugal em agosto face a julho, de 16,6% para 16,5%, mantendo-se como a quinta mais elevada da União Europeia. Os números da Segurança Social incluem o subsídio de desemprego, subsídio social de desemprego inicial, subsídio social de desemprego subsequente e prolongamento do subsídio social de desemprego, prestações que atingiram em setembro o valor médio de 485,33 euros, face aos 505,03 euros observados um ano antes. O Porto é o distrito com o número de beneficiários com prestações de desemprego mais elevado, tendo sido em setembro atribuídos subsídios a 86.475 pessoas. Segue-se o distrito de Lisboa, com 78.701 desempregados a receber prestações de desemprego. RSI com menos beneficiários

Por outro lado, mais 9.381 pessoas perderam o Rendimento Social de Inserção (RSI) entre agosto e setembro, totalizando 255.501 beneficiários. De

acordo com os mesmos dados do ISS, em setembro havia 255.501 pessoas a receber o Rendimento Social de Inserção, contra os 264.882 beneficiários desta prestação social no mês de agosto, o que significa uma diminuição de 3,6 por cento. Esta tendência verifica-se desde que entraram em vigor as novas regras de atribuição das prestações sociais e já fez com que desde julho de 2012 mais de 45 mil pessoas perdessem o direito a receber o RSI. Em relação ao período homólogo do ano passado, em que existiam 291.631 beneficiários, 36.130 pessoas deixaram de ter acesso a esta prestação social, o que representa uma redução de 14%. Os dados do ISS, atualizados a 1 de outubro e ontem divulgados, referem que o maior número de beneficiários do RSI encontra-se no distrito do Porto (72.403), seguindo-se Lisboa (50.477), Setúbal (21.091) e os Açores (18.831). É também nos distritos do Porto e Lisboa que se concentra o maior número de famílias a beneficiar deste apoio, com 29.880 e 20.918, respetivamente. No total, 103.862 famílias beneficiavam deste apoio em setembro, menos 3.863 em relação a agosto. Segundo o ISS, o valor médio por beneficiário aumentou de 83,07 euros, em agosto, para 83,49, em setembro, enquanto por família passou de 242,01 para 243,23 euros. Segurança social. Número de desempregados a receber subsídio de desemprego aumentou, mas mais de metade das pessoas sem emprego não tem direito Ao valorizar 0,76%

Bolsa de Lisboa fecha em contraciclo com a Europa O PSI20, índice principal da bolsa portuguesa, encerrou, ontem, a ganhar 0,76% para 6.196,33 pontos, por entre uma Europa maioritariamente no vermelho, impulsionado pela valorização de 3,63% do BES. Dos 20 títulos que compõem o índice, 14 encerraram a valorizar e seis (Zon Optimus, Sonaecom, Mota Engil, Espírito Santo Financial Group, Galp Energia e EDP) em

baixa. Ontem, o Banco Espírito Santo revelou que é o primeiro banco português a disponibilizar uma oferta integrada de produtos na moeda chinesa, com o objetivo de “facilitar a entrada dos clientes” no gigante asiático. “É já hoje possível que as empresas portuguesas paguem ou recebam fundos decorrentes das suas importações ou exportações em renminbis [ou yuan], usufruindo ainda da possibilidade de manutenção de depósitos à ordem e a prazo nesta moeda”, explicou a entidade liderada por Ricardo Salgado.

Menos crianças com abono

Também os beneficiários do abono de família desceram em setembro para 1.198.768, menos 5.169 face a agosto, segundo os últimos dados da Segurança Social. No entanto, desde que as novas regras de atribuição entraram em vigor há um ano, mais de 20 mil crianças passaram a receber este apoio social. A Segurança Social passou a fazer a revisão do escalão em função dos rendimentos do agregado familiar dos últimos três meses. Comparativamente a outubro de 2012, quando existiam 1.178.020 beneficiários, mais 20.748 crianças e jovens passaram a ter direito a esta prestação social (mais 1,7%). Lisboa é o distrito do país com o maior número de abonos de família atribuídos (236.460), seguindo-se o Porto (233.046), Braga (115.080) e Setúbal (88.084).


desporto

6 | O Norte Desportivo

Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

Paulo Bento admite problemas mas acredita na ida ao Mundial 2014

“Falharam coisas essenciais” “Contra a Suécia, iremos com confiança e respeito ao adversário, mas com uma convicção enorme de que podemos estar no Brasil”, indicou. O selecionador português, Paulo Bento, admitiu que faltaram “algumas coisas essenciais” na campanha de qualificação para o Mundial2014, mas mantém uma “convicção enorme” no apuramento para a fase final, nos «play-offs» com a Suécia. Em entrevista publicada no site da FIFA, Paulo Bento reconheceu que a equipa lusa “não foi suficientemente competente” para obter a qualificação direta para a fase final e lamentou que Portugal “ainda não tenha conseguido superar o problema” de defrontar seleções teoricamente inferiores. “[Faltaram] Algumas coisas essenciais. Jogar melhor em algumas partidas, principalmente, nas duas contra Israel e no primeiro tempo contra a Irlanda do Norte em casa. Nesses casos, não mostrámos o nível de jogo que gostaríamos. E até quando jogámos bem faltou-nos algo fundamental, que foi a eficácia”, lamentou. O selecionador português lembrou que Portugal perdeu apenas um jogo e advertiu que o objetivo

Defesa do alargamento

Platini sugere Mundial com 40 selecções

Mundial2014. Paulo Bento reconheceu que Portugal “não foi suficientemente competente” na qualificação de conquistar a qualificação para o Campeonato do Mundo permanece intacto. “Quando traçámos os nossos objetivos, o principal era e continua a ser estar no Brasil. Não será como imaginávamos, terminando em primeiro lugar no grupo. Será na repescagem. Contra a Suécia, iremos com o espírito que a ocasião exige: com confiança e respeito ao adversário, mas com uma convicção enorme de que podemos estar no Brasil2014”, indicou. Paulo Bento defendeu, ainda, que o avançado Cristiano Ronal-

do, «capitão» da equipa lusa, “é um jogador fantástico, que marcará uma época”, rejeitando que precise de ganhar uma grande competição de seleções para ser considerado “um dos melhores jogadores do mundo, e principalmente o melhor de Portugal”. “Eusébio nunca foi campeão mundial nem europeu com a seleção. Ele tem esse desejo, assim como todos nós, mas se fosse assim não poderíamos considerar Eusébio como um dos melhores jogadores da história do País. Ou até o melhor, como consideram alguns que o viram jogar mais do

que eu”, justificou. Para o treinador, os grandes favoritos à conquista do título mundial são as seleções da Espanha, do Brasil, da Alemanha e da Argentina. “Portugal não tem a mesma capacidade para convocar jogadores dessas quatro seleções que mencionei. E mesmo assim os resultados dos últimos anos são extremamente positivos: fomos semifinalistas do Euro2000, semifinalistas do Mundial2006 e finalistas do Euro2004. Para o tamanho do nosso País, o trabalho é muito bom”, sustentou.

João Sousa em 47.º lugar

Carlos Burle pode ter batido recorde de Mcnamara

A surfar ondas históricas na Nazaré O surfista brasileiro Carlos Burle poderá ter batido, ontem, o recorde de Garrett Mcnamara (30 metros) ao surfar uma onda gigante na Praia do Norte, na Nazaré, após ter ajudado no salvamento da compatriota Maya Gabeira. “Foi sorte. Uma pessoa nunca sabe quando vai pegar a onda. Ainda não tinha surfado nenhuma e toda a equipa já tinha apanhado onda, a Maya também que quase morreu. Para mim foi uma adrenalina muito grande ter voltado lá para dentro depois dessa situação toda”, afirmou Carlos Burle, ainda sem confirmação oficial se bateu o recorde

Surf. Dia de possível novo recorde marcado por susto com Maya Gabeira, que quase morreu

O presidente da UEFA, o francês Michel Platini, sugeriu, ontem, o aumento do número de seleções presentes no Campeonato do Mundo de futebol de 32 para 40, em declarações à AFP. “Porque não aumentar de 32 para 40 equipas? Isso permitiria criar oito grupos com cinco seleções cada. E, de acordo com os nossos estudos, obrigaria apenas a adicionar três dias de competição ao Campeonato do Mundo”, observou Platini, dois dias depois de o presidente da FIFA, Joseph Blatter, ter alertada para a necessidade de reconsiderar o número de vagas atribuídas a cada continente.

do havaiano Garrett Mcnamara, que em janeiro deste ano surfou uma onda de 30 metros. “Sei que foi uma onda muito grande, segundo o que vejo nas fotos e nas imagens. Dizem que foi igual à do Garrett mas esta não quebrou, então há uma boa possibilidade de ter batido o recorde”, disse. Carlos Burle surfou a onda gigante depois de ter ajudado a socorrer a compatriota Maya Gabeira, de 26 anos, que foi hospitalizada após surfar uma onda gigante que a deixou inconsciente, garantindo fonte do Hospital de Santo André, em Leiria, que a

brasileira”está estável e não inspira cuidados de maior”. Garrett Mcnamara tentou também a sua sorte, mas acabou por ficar a dar apoio ao grupo de brasileiros no «jest-ski» por segurança. “Estava muito grande para mim. Não me senti seguro”, disse McNamara, que ainda tentou surfar uma onda gigante. O havaiano assegurou que vai continuar à espera de uma boa onda na Nazaré durante esta semana, apesar de admitir os riscos. “Este lugar é mais poderoso do que em qualquer outra parte do mundo, é muito perigoso, mas também desafiante”, frisou.

Portugal visita Eslovénia na Taça Davis

Portugal vai visitar a Eslovénia na primeira eliminatória do Grupo I da zona Europa/ África da Taça Davis, ditou, ontem, o sorteio da Federação Internacional de Ténis, em Londres. De regresso ao Grupo I, Portugal, capitaneado por Pedro Cordeiro, reencontra esta seleção entre 31 de janeiro e 2 de fevereiro de 2014. Por outro lado, João Sousa atingiu a sua melhor classificação de sempre no circuito profissional, ao figurar na 47.ª posição na lista desta semana, reentrando no «top-50» do ATP Tour.


Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

parque fechado

O Primeiro de Janeiro | 7

Volume de negócios no terceiro trimestre de 2013 do Grupo PSA

Continua em quebra O terceiro trimestre de 2013 foi, para o grupo PSA Peugeot Citroën, marcado pela política de preços, pelo impacto das interrupções na produção do Citroën C3, pela pressão sobre as quotas de mercado na Europa e ainda pela forte degradação das taxas de câmbio, o que se reflectiu em nova quebra. Num mercado europeu que ruma a uma estabilização em baixa, o Grupo PSA continua a implementação do plano de recuperação, através do sucesso dos lançamentos no terceiro trimestre dos novos Peugeot 308 e Citroën Grand C4 Picasso (ambos nas fotos), após os dos Peugeot 2008, 208 GTi e XY, 301 e Citroën C4 Picasso, C4 L, C-Elysée e DS3 Cabrio, todos no primeiro trimestre. Houve progressão na estratégia de globalização, com as vendas fora da Europa a atingir 42% dos volumes globais no final de Setembro, com uma forte performance na China, país onde se registou um crescimento de 28%. A situação comercial no Brasil e na Rússia continua sob pressão, agravada pela evolução das taxas de câmbio Progrediu-se também no plano de reestruturação de 8.000 postos de trabalho industriais e estruturais em França, com 6.650 saídas ou acordos de rescisão a finais de Setembro. A negociação muito avançada do Novo Contrato Social vai completar este plano de reestruturação, que tem como objectivo restabelecer a competitividade da base industrial francesa. Os primeiros resultados da aliança do Grupo PSA com a General Motors (GM) estão também à vista, em termos de compras e de produção dos monovolumes do segmento B sobre uma plataforma PSA Peugeot Citroën na fábrica da General Motors de Saragoça, em Espanha. O projecto de desenvolvimento de uma plataforma comum do segmento B está em processo de reavaliação. Quebra no volume de negócios Quanto ao volume de negócios de 12.100 milhões de euros do Grupo PSA no terceiro trimestre de 2013, significou uma quebra de 3,7% relativamente ao período homólogo de 2012. O volume de negócios da divisão Automóvel, de 8.000 milhões de euros, também foi 5,8% inferior ao do terceiro trimestre de 2012. Quanto ao volume de negócios da Faurecia, de 4.100 milhões de euros, teve um crescimento de 0,8% e uma baixa do volume de

negócios de 5,1% para o Banque PSA Finance, reflectindo a quebra dos volumes europeus. Quanto ao ano de 2013, o grupo espera um mercado automóvel em quebra na ordem dos 4% na Europa, um crescimento na ordem dos 14% do mercado chinês, de cerca de 2% na América Latina e uma queda na ordem dos 7% do mercado russo. Divisão automóvel As vendas de veículos montados fora da Europa representam 42% das vendas totais no final de Setembro de 2013, em comparação com 36% no final de Setembro de 2012. O volume de negócios da divisão Automóvel no terceiro trimestre de 2013 regista uma quebra de 5,8% para 8.030 milhões de euros, em comparação com os 8.523 milhões de euros do terceiro trimestre de 2012. As vendas globais de veículos montados do grupo ascenderam a 610.400 unidades no terceiro trimestre, uma quebra de 2,4%, e a 2.070.500 unidades no acumulado a nove meses, uma diminuição de 1,5%. Tal reflecte uma diminuição dos volumes na Europa, Brasil e Rússia, parcialmente compensada por um forte crescimento dos volumes na China, Argentina e na bacia do Mediterrâneo. O volume de negócios gerado pelas vendas de veículos novos no terceiro trimestre de 2013 foi de 5.518 milhões de euros, contra 6.125 milhões de euros no 3º trimestre de 2012. Este recuo de 9,9% explica-se, principalmente, por uma forte baixa dos volumes de veículos montados fora da China (menos 7,3%), sob o efeito de um mix de mercado desfavorável, da política de preços e da contínua pressão na quota de mercado das marcas Premium e de low cost na Europa. Reflecte, igualmente, a pressão muito forte das taxas de câmbio a menos 5,0%, principalmente relacionadas com o rublo, o real, o peso e a libra esterlina. O mix por produto, de menos 0,3% no terceiro trimestre de 2013, viu-se temporariamente afectado pela substituição do Peugeot 308 e pela crescente cadência de montagem do Peugeot 2008. O mix de produto é de +0,4% na análise

a nove meses e deverá também crescer no quarto trimestre, como resultado dos novos lançamentos. Estes factores desfavoráveis foram parcialmente compensados por um efeito de preço positivo de +1,2%. Os stocks de veículos novos elevamse a 408.000 unidades no final de Setembro, descendo 63.000 unidades comparativamente a 30 de Setembro de 2012. No terceiro trimestre, o Grupo procedeu a uma emissão de obrigações, a 10 de Setembro de 2013, no valor de 600 milhões de euros, operada em conjunto com o reembolso das linhas existentes, representando um montante líquido de 300 milhões de euros. Esta

operação reorganiza, também, o prazo das entregas dos próximos cinco anos, alargando para 2019 os prazos de vencimento. O Grupo procedeu também à assinatura de um contrato de financiamento com o Banco Europeu de Investimento, no valor de 300 milhões de euros. Os investimentos continuam a concentrar-se em projectos prioritários. No final de Junho, os montantes de investimento e despesas de Pesquisa e Desenvolvimento capitalizadas viram-se reduzidas em 764 milhões de euros em relação ao primeiro semestre de 2012. O segundo semestre assistirá, também, a uma diminuição, embora mais limitada.

Evolução dos mercados Os mercados automóveis europeus progrediram 2,5% no terceiro trimestre de 2013, registando situações contrastantes de país para país. Houve crescimento na Grã-Bretanha (+12%), em Espanha (+9%, depois de vários anos em for te baixa) e na Europa central e oriental (+6%). Houve recuo dos mercados de Itália (-4%), Alemanha e França (-1%). Neste contexto, a quota de mercado do Grupo PSA na Eu r o p a e l e v a - s e a 1 1 ,9 % n o acumulado dos primeiros nove meses de 2013, contra os 12,7% registados no mesmo período de 2012.


parque fechado

8 | O Primeiro de Janeiro

Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

Opel Astra 2.0 Diesel faz 24 horas à velocidade máxima

O mais rápido do mundo Dois Opel Astra 2.0 CDTI tornaram o modelo no mais rápido Diesel de produção do mundo, à média de 201 km/h, fixando 18 novos recordes de velocidade. Os resultados aguardam ainda a aprovação da Federação Internacional do Automóvel (FIA). O teste decorreu no anel de velocidade do centro de testes de Millbrook, na Grã-Bretanha, para a tentativa de recorde de resistência e velocidade por parte de 12 pilotos que se revezaram em turnos de condução ao volante dos Astra 2.0 CDTI. Cada automóvel correu uma distância de 4800 km, com paragens totais abaixo dos 22 minutos. A média foi de 201 km/h, o que será um novo recorde para veículos de passageiros FIA com motores Diesel sobrealimentados com 1600 a 2000 cm3 de cilindrada. Na totalidade, a equipa de testes Opel obteve 12 recordes mundiais e seis recordes britânicos de resistência e velocidade. A corrida de 24 horas foi feita com modelos Astra de série,

acrescentando equipamento de segurança como arco anti-capotamento, bancos de competição Corbeau e cintos de segurança Luke. Os automóveis foram vistoriados, selados e guardados sob supervisão das autoridades desportivas inglesas até à altura de irem para a pista e a Opel aguarda o sancionamento da FIA. Para além de três pilotos Opel, a condução foi repartida por mais nove jornalistas da especialidade. O antigo piloto de Turismos e actual director do departamento de Performance Cars & Motorsport da Opel, Volker Strycek, liderou a equipa e mostrou-se muito satisfeito com os resultados. “Os dois Astra estiveram irrepreensíveis, andando sempre com acelerador a fundo. E nenhum

dos carros precisou sequer de uma gota de óleo”, realçou. Parceira da iniciativa, a Michelin equipou os carros com pneus Pilot Super Sports, de série em muitos modelos Astra. Para aferir a capacidade dos pneus em tão dura prova, a Opel realizou testes complementares de cerca de 1000 km no Nerão. “Fizemos uma única troca de pneus

em cada carro, por mera precaução. E o trabalho da suspensão e dos pneus é muito intenso por causa das forças exercidas devido à inclinação do anel de velocidade”, explica ainda Volker Strycek, comandando também uma boxe muito experiente, que encarou a iniciativa como uma corrida de resistência de 24 horas. Duncan Aldred, o Vice-Presidente

interino da Opel/Vauxhall para Vendas e Pós-Venda e Presidente e CEO da Vauxhall, não esconde o orgulho pelo feito: “Quando alguém compra um automóvel, atribui importância máxima à fiabilidade e à segurança dinâmica. Para além dos recordes que nos propusemos alcançar, o intuito era também provar essas qualidades do nosso Astra”.

Mercedes premiada no German Design Award 2014 A Mercedes-Benz teve duplas honras no German Design Award (Prémio de Design Alemão) 2014, com o Classe S e o conceito Ener-GForce a serem galardoados. Comissionados pelo Conselho de Design Alemão, 30 conhecidos especialistas em design avaliaram 1900 candidaturas baseados em critérios que visam descobrir tendências únicas de design e premiaram as melhores com o German Design Award. A arquitectura clássica e a silhueta fluida do Mercedes-Benz Classe S oferece aquilo que a marca classifica como uma interpretação

Tiago Monteiro na luta contra o cancro O piloto portuense Tiago Monteiro é um dos rostos da campanha da Liga Portuguesa Contra o Cancro, que se está a realizar em conjunto com o Peditório Nacional para a instituição. A campanha é protagonizada por muitas figuras públicas para além de Tiago, já que André VillasBoas, Mariza, Cláudia Vieira,

Núria Madruga e Paulo Pires também se lhe associaram. O objectivo foi o de criar um conceito de revolta e uma linguagem de protesto contra a terrível doença, captando a atenção e sensibilizando os cidadãos para contribuírem para esta causa tão nobre. Tiago Monteiro aceitou de imediato a proposta para fazer

parte. “Não podemos ser de todo indiferentes e espero com esta contribuição ajudar a sensibilizar as pessoas para este drama. Todos juntos, com uma pequena contribuição que seja, podemos ajudar milhares de pessoas. Peço que todas as pessoas contribuam para o peditório a favor desta causa tão nobre”, reforçou o portuense.

muito contemporânea do conceito de design de clareza sensual. O seu design constrói a ponte entre o idioma de design progressivo de hoje com a elegância clássica dos Mercedes dos anos 1930. E foi com estes atributos que já tinha ganho o prémio Best of the Best no Automotive Brand Contest 2013. Quanto ao conceito Ener-G-Force, que tem os genes do G-Class, demonstrou em Los Angeles ser um possível caminho para o futuro do clássico jipe. Graças aos sistemas alternativos de tracção, o Ener-G-Force foi também desenhado para ser excepcionalmente

amigo do ambiente e para demonstrar características avançadas de carroverde, o que o seu design incorporou de forma muito consistente. O German Design Award foi criado pelo Conselho de Design Alemão, uma fundação criada há 60 anos pela Federação da Indústria Alemã em conjunto com muitas empresas de topo do país. Actualmente, cerca de 200 empresas alemãs orientadas para o design, que empregam 1,8 milhões de pessoas (cerca de um terço da população portuguesa activa…), são membros do Conselho de Design Alemão.


publicidade/editais

Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

ROSÁRIO POÇAS Agente de Execução Cédula n.º 4042

O Primeiro de Janeiro | 9

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 29/10/2013

Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia - Juízos de Execução Processo: 8436/07.0TBVNG Referencia interna: PE/217/2007 Valor da Execução: 78.718,93€ Exequente: Banco Santander Totta, S.A Executados: Francisco Manuel dos Santos Silva Fernanda Adelaide Menezes Pereira Silva Execução para Pagamento de Quantia Certa 2.ª Publicação

ANÚNCIO Nos autos acima identificados foi designado o dia 19 de Novembro de 2013, pelas 14,00 horas, no Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia - Juízos de Execução, para abertura de propostas em carta fechada, que sejam entregues até esse momento, na Secretaria do Tribunal, pelos interessados na compra do seguinte Bem Imóvel: Verba Um: - Prédio urbano - Na Rua Covinha, 502, habitação 72o esq. frente - Entrada 1 - Pedroso - Vila Nova de Gaia - comportando, 2 quartos, sala comum, cozinha, despensa, 2 banhos, átrio, 2 varandas com varandas com 8m2 e garagem na cave com 14,50m2 e devidamente assinalada com a respectiva letra. Artigo matricial - 7023 Artigo da Conservatória do Registo Predial de Vila Nova de Gaia 5873/19981217 - G A penhora da Fracção G foi efectuada pela apresentação AP -1536 de 26/04/2012 Valor-base:39.947,49€ Será aceite a proposta de melhor preço acima do valor de 27.963,24 €, correspondente a 70 % do Valor-base Só serão aceites propostas que acompanhem cheque visado no valor correspondente a 5% do Valor-base à ordem da Agente de Execução, ou garantia bancária no mesmo valor. Para o caso dos proponentes não se encontrem presentes no dia de abertura, cópia do Bilhete de Identidade ou cartão de identificação de pessoa coletiva. É fiel depositário do bem, que o deve mostrar a pedido, Francisco Manuel Santos Silva Edital encontra-se afixado no imóvel, na respectiva Junta de Freguesia e no Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia A Agente de Execução designada, Rosário Poças Cédula Profissional: 4042 Rua dás Covinhas, 99 - 4405-854 V. N. de Gaia Telefone/Fax: 22 711 31 71 e-mail: 4042@solicitador.net Atendimento: Dias úteis das 9h00 às 11h00

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 29/10/2013

Tribunal Judicial da Guarda - Juízos de Execução Processo: 1199/13.1TBGRD Interdição / Inabilitação N/Referência: 3049733 Data: 17-10-2013 Requerente: Arminda Maria Alves de Carvalho Interdito: José de Carvalho Saraiva 2.ª Publicação

ANÚNCIO

Faz-se saber que foi distribuída neste tribunal, a ação de Interdição/Inabilitação em que é requerido José de Carvalho Saraiva, com residência em domicílio: Sta Casa da Misericórdia - Rua Mestre Alfredo, Manteigas, 6230-106 Manteigas, para efeito de ser decretada a sua interdição por anomalia psíquica. O Juiz de Direito, Dr(a). Joana Carla Henriques da Silva A Ofícial de Justiça, Maria Helena C.D.Mamede

Ganhe convites duplos com o “O PRIMEIRO DE JANEIRO”

Desde 1868 a informá-lo

Quer anunciar ao melhor preço Telefone: 22 096 78 46

Tlm: 91 282 06 79

?

Fax: 22 096 78 45

email: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt


agenda

10 | O Primeiro de Janeiro

Telefones Úteis Hospitais Santo António Tel. 222 077 500 Linha Azul 222 084 601 São João Tel. 225 512 100 Pediátrico Maria Pia Tel. 226 089 900 Linha Azul 226 099 674 Maternidade Júlio Dinis Tel. 226 087 400 Psiquiátrico Conde Ferreira Tel. 225 022 031 Magalhã es Lemos Tel. 226 192 400 Privados Ordem do Carmo Tel. 222 008 113 Ordem da Lapa Tel. 225 502 828 Ordem da Trindade Tel. 222 083 656 Prelada - Tel. 228 330 600 Militar Reg. Nº1 Tel. 226 063 011/ 12/13 Santa Maria Tel. 225 504 844 São Francisco Tel. 222 008 441 CONCELHO DE MATOSINHOS Distrital -Tel. 229 372 091 Pedro Hispano Tel. 229 391 000 Linha Azul 229 391 100 CONCELHO DE V. N. GAIA Eduardo Santos Silva Tel. 227 865 100 227 839 001 Vila Nova de Gaia Tel. 223 778 100/ 223 754180

Televisão

Serviço permanente

Hoje

PORTO PERMANENTE Alves – Praça Exército Libertador, 62 – Tel. 228 320 002 Soeiro – Rua de Santos Pousada, 71 – Tel. 225 371 370 MAIA Sousa Beirão – R Ângela Adelaide Calheiros Carvalho Meneses 244, 4470-135 Maia Tel. 225 301 113 VALONGO Vilardell – Rua Central do Campo, 1251 / CAMPO / VALONGO Tel. 224 225 582 GONDOMAR Central – Rua Dr. Joaquim da Costa, 931 – Valbom – Tel. 224 837 321 MATOSINHOS Moderna – Rua Brito Capelo, 808 – Tel. 229 380 594 VILA NOVA DE GAIA PERMANENTE Marques – Largo Francisco Rodrigues, 89/91 – Vilar de Andorinho – Tel. 227 822 836 Gândara – Rua Velha dos Lagos – Vilar do Paraíso – Tel. 227 162 451

AMARANTE São Gonçalo – Estrada nacional 15 333, Madalena 4600 Amarante Tel. 225 425 418 FELGUEIRAS J. Reis – Rua Rebelo Carvalho / 4610-212 Felgueiras Tel. 255 922 640 LOUSADA Fonseca – Rua Santo António, 554 – Silvares / 4620-651 Lousada Tel. 255 912 141 MARCO DE CANAVESES Farmácia Cabanelas - Lugar de Eiro Soalhães - Tel. 255511565 PAREDES Ruão – Rua 1.º Dezembro – Castelões, Cepeda – Tel. 255 777 578 PENAFIEL Sameiro – Rua D. António F Gomes, 230-B – Tel. 255 713 071/2/3 SANTO TIRSO Central – Tel. 252 852 923 TROFA Trofense – Rua Costa Ferreira, C. C. Loja 2 – Tel. 252 412 543

Banda Desenhada

ZÉ do boné

Sr. Perfeito

Passatempos

Farmácias de serviço

Tenho um bom plano para esta noite

Vamos ao bar, bebemos umas cervejas e jogamos bilhar

Terça-feira, 29 de outubro de 2013

Fazemos isso todas as noites

Eu não disso que era novo, só disse que era um bom plano

Amanhã

RTP1 06:30 Bom Dia Portugal 09:56 Praça da Alegria 12:14 Os Nossos Dias 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Windeck - O Preço da Ambição 14:37 Éramos Seis 15:19 Portugal no Coração 18:00 Portugal em Direto 19:08 O Preço Certo 20:00 Telejornal 21:09 Bem-vindos a Beirais 21:49 Quem Quer Ser Milionário 22:47 5 Para a Meia-Noite 23:56 Os Seguidores 00:47 Os Bem-Amados (Filme) 03:11 Ler +, Ler Melhor 03:18 Regresso a Sizalinda 04:06 Televendas 06:06 Nós

RTP1 06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça da Alegria 12:15 Os Nossos Dias 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Windeck - O Preço da Ambição 14:45 Éramos Seis 15:30 Portugal no Coração 18:00 Portugal em Direto 19:00 O Preço Certo 20:00 Telejornal 21:15 Bem-vindos a Beirais 22:00 Quem Quer Ser Milionário 23:00 5 Para a Meia-Noite 00:15 Os Seguidores 01:00 Resgate (Filme) 03:00 Ler +, Ler Melhor 03:15 Regresso a Sizalinda 04:00 Televendas 06:00 Nós

RTP2 07:00 Zig Zag 15:08 Predadoras 15:30 Iniciativa 15:35 Além de Nós: Mudança na Paisagem (R/) 16:29 Sociedade Civil 18:00 A Fé dos Homens 18:35 Iniciativa (R/) 18:38 Ler +, Ler Melhor 18:48 Zig Zag 20:08 Futsal Direto –Portugal Espanha 21:53 Ler +, Ler Melhor (R/) 22:00 Síntese 24 horas 22:25 Agora (Diários) 22:31 Mad Men 23:23 Os Contemporâneos 00:04 Liberdade 21 00:55 E:2 - Escola Superior de Comunicação Social 01:24 Agora (Diários) (R/) 01:30 Euronews

RTP2 07:00 Zig Zag 15:05 Predadoras4:3 15:25 Iniciativa 15:35 Republicanos, Graças a Deus! (R/) 16:30 Sociedade Civil 18:00 A Fé dos Homens 18:32 Iniciativa (R/) 18:35 Ler +, Ler Melhor 18:40 Zig Zag 20:55 Ler +, Ler Melhor (R/) 21:00 À Procura do Zé 22:00 Síntese 24 horas 22:25 Agora (Diários) 22:30 Dexter 23:30 Os Contemporâneos (R/) 00:30 Liberdade 21 01:15 Esec-tv 01:45 Agora (Diários) (R/) 02:00 Euronews

SIC 06:00 Sic Notícias 07:00 Edição da Manhã 08:40 A Vida nas Cartas - O Dilema 10:15 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:30 Rosa Fogo 15:40 Boa Tarde 18:15 Senhora do Destino 19:15 Sangue Bom 20:00 Jornal da Noite 21:35 Sol de Inverno 22:30 Amor à Vida 23:30 A Guerreira 00:50 CSI Las Vegas 01:30 Inimigos do Estado 02:40 As taras de Tara 03:20 Televendas TVI 06:30 Diário da Manhã 10:12 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:45 A Outra 16:00 A Tarde é Sua 18:15 Doce Fugitiva 18:36 I Love It 19:32 Casa dos Segredos 4 - Diário da Tarde 20:00 Jornal das 8 21:27 Belmonte 22:33 Casa dos Segredos 4 - Nomeações 23:43 Casa dos Segredos 4 - Extra 01:05 Série - Segurança Nacional 03:08 O Último Beijo 04:00 É a vida Alvim! 05:00 TV Shop

SIC 06:00 Sic Notícias 07:00 Edição da Manhã 08:40 A Vida nas Cartas - O Dilema 10:15 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:40 Rosa Fogo 15:50 Boa Tarde 18:10 Senhora do Destino 19:10 Sangue Bom 20:00 Jornal da Noite 21:30 Sol de Inverno 22:25 Amor à Vida 22:45 Sorteio do Totoloto (no intervalo) 23:20 A Guerreira 00:55 CSI Las Vegas 01:40 EPT - European Poker Tour 02:40 As taras de Tara 03:45 Televendas TVI 06:30 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:30 A Outra 16:00 A Tarde é Sua 18:00 Doce Fugitiva 18:30 I Love It 19:30 Casa dos Segredos 4 - Diário da Tarde 20:00 Jornal das 8 21:45 Belmonte 22:45 Destinos Cruzados 23:45 Casa dos Segredos 4 - Diário 00:30 Casa dos Segredos 4 - Extra 01:30 Liga dos Campeões - Resumos 02:00 Guestlist 02:30 Série - Segurança Nacional 04:15 O Último Beijo 05:00 TV Shop


agenda

Terça-feira, 29 de outubro de 2013

Cinemas PORTO DOLCE VITA Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 21h20, 00h35

Sugestões Os Smurfs M/6 Sessões: 10h30, 12h50, 15h20, 18h (V.Port./3D)

Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 14h, 16h30, 19h (V.Port./3D)

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h15, 15h40, 18h30, 21h30, 00h10

Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 22h, 00h35

Um Dia M/12 Sessões: 13h40, 16h20, 19h, 21h20, 23h50

Os Smurfs M/6 Sessões: 12h50, 15h30, 18h30 (V.Port./3D) Um Dia M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h05, 21h50, 00h30 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h30, 15h10, 17h50, 21h10, 23h50 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h30, 00h10 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h50, 21h40, 00h25 Assim é o Amor M/12 Sessões: 12h40, 15h25, 18h10, 21h, 23h50 MAIA MAIASHOPPING Os Smurfs M/6 Sessões: 13h30, 16h, 18h40, 21h20, 23h50 (V.Port./3D) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h20, 19h, 21h50, 00h35 Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 21h10, 00h10 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 13h40, 16h30, 19h10, 21h40, 00h20 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h10, 15h50, 18h50, 21h30, 00h30 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h50, 16h10, 18h30 (V.Port.)

MATOSINHOS MAR SHOPPING O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h40, 16h20, 19h10, 22h, 00h30 Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 22h45 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h40, 15h10, 17h40, 20h (V.Port./3D) Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h20, 24h Os Smurfs M/6 Sessões: 13h10, 15h50, 18h30 (V.Port.) Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 12h50, 15h30, 18h20, 21h30, 00h10 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h10, 21h, 23h40 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 18h50, 21h40, 00h20 ) VILA NOVA DE GAIA LUSOMUNDO GAIASHOPPING Carros 2 M/6 Sessões: 13h15, 15h45 (V.Port./3D) Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 18h25, 20h55, 24h Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 15h50, 18h50, 21h55, 00h35

NORTESHOPPING Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h10, 22h30

Super M/12 Sessões: 21h50, 00h25

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h40, 15h10, 18h10, 22h, 00h35

Os Smurfs M/6 Sessões: 13h05, 15h35, 18h15, 20h50, 23h50 (V.Port./3D)

O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h10, 15h30, 18h20, 21h40, 00h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 16h, 18h50, 22h, 00h45 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 10h50, 13h20, 15h50, 18h40 (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 21h10, 23h40

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h55, 15h40, 18h40, 21h30, 00h10 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h55, 15h, 17h20, 19h40 (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h, 21h45, 00h40 Animais Unidos M/6 Sessões: 12h45, 14h55, 17h10, 19h25 (V.Port./3D) Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sessões: 21h40, 00h30

Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h50, 15h05, 17h25, 19h45, 22h, 00h20 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h25, 16h05, 18h45, 21h20, 00h15 UCI ARRÁBIDA 20 O Último Destino 5 M/16 Sala: Sala 1 Sessões: 14h, 16h30, 19h, 21h35, 00h35 A Ressaca - Parte II M/16 Sala: Sala 2 Sessões: 22h20, 00h40 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sala: Sala 2 Sessões: 13h40, 15h50 (V.Port.), 18h, 20h10 (V.Port./3D) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sala: Sala 3 Sessões: 13h55, 16h25, 18h55, 21h25, 24h Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sala: Sala 4 Sessões: 14h10, 16h40, 19h05, 21h35, 00h05 Sem Prada nem Nada M/12 Sala: Sala 5 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 21h50, 00h20 Larry Crowne M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 18h30 Tinhas Mesmo Que Ser Tu M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 13h50, 16h10, 21h30, 00h15 A Árvore da Vida M/16 Sala: Sala 7 Sessões: 18h45

Carros 2 M/6 Sala: Sala 8 Sessões: 13h40 (V.Port.) Eu Vi o Diabo M/16 Sala: Sala 8 Sessões: 16h10, 19h05, 22h, 00h55 Cowboys & Aliens M/12 Sala: Sala 9 Sessões: 14h, 16h30, 18h55, 21h25, 00h15 Assim é o Amor M/12 Sala: Sala 10 Sessões: 13h50, 16h35, 19h20, 22h, 00h40 Chefes Intragáveis M/12 Sala: Sala 11 Sessões: 14h10, 16h40, 19h15, 21h45, 00h20 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 12 Sessões: 14h05, 16h45, 19h20, 21h55, 00h35 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 13 Sessões: 13h45, 16h20, 18h55, 21h35, 00h15 (2D) Bem-vindo ao Sul M/12 Sala: Sala 14 Sessões: 14h15, 16h40, 19h10, 21h40, 00h10 Os Smurfs

HOJE TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade a partir da tarde. Períodos de chuva,por vezes forte a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, passando a aguaceiros. Queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, descendo gradualmente a cota para os 800 metros a partir da tarde. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de sudoeste, temporariamente moderado a forte (30 a 45km/h) no litoral, rodando para noroeste, sendo forte (35 a 50 km/h) nas terras altas. Pequena subida da temperatura mínima. MADEIRA: Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros fracos a partir do início da manhã, em especial nas vertentes norte. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de noroeste, rodando para leste. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva, passando a aguaceiros. Vento sudoeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, rodando para oeste e tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO CENTRAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva. Vento sudoeste muito fresco a FORTE (40/65 km/h) com rajadas até 80 km/h. GRUPO ORIENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Aguaceiros. Vento do quadrante sul fresco (30/40 km/h), tornando-se FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 75 km/h.

TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade a partir da tarde. Períodos de chuva,por vezes forte a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, passando a aguaceiros. Queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, descendo gradualmente a cota para os 800 metros a partir da tarde. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de sudoeste, temporariamente moderado a forte (30 a 45km/h) no litoral, rodando para noroeste, sendo forte (35 a 50 km/h) nas terras altas. Pequena subida da temperatura mínima. MADEIRA: Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros fracos a partir do início da manhã, em especial nas vertentes norte. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de noroeste, rodando para leste. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva, passando a aguaceiros. Vento sudoeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, rodando para oeste e tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO CENTRAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva. Vento sudoeste muito fresco a FORTE (40/65 km/h) com rajadas até 80 km/h. GRUPO ORIENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Aguaceiros. Vento do quadrante sul fresco (30/40 km/h), tornando-se FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 75 km/h.

M/6 Sala: Sala 15 Sessões: 14h, 16h30, 18h55 (V.Port.), 21h20, 24h Amigos Coloridos M/12 Sala: Sala 16 Sessões: 13h50, 16h20, 18h50, 21h45, 00h25 Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sala: Sala 17 Sessões: 15h, 17h55, 21h25, 00h15 Animais Unidos M/6 Sala: Sala 18 Sessões: 14h10, 16h20 (V.Port./3D) Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sala: Sala 18 Sessões: 18h35, 21h15, 00h10 A Melhor Despedida de Solteira M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 13h50, 16h35 Super 8 M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 19h20, 21h55, 00h30 Um Dia M/12 Sala: Sala 20 Sessões: 14h, 16h40, 19h10, 22h, 00h40

GONDOMAR LUSOMUNDO - PARQUE NASCENTE Os Smurfs M/6 Sessões: 13h25, 16h, 18h35, 21h10, 23h50 (V.Port.) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h45, 16h30, 19h15, 21h55, 00h40 O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h50, 16h20, 19h30, 22h, 00h30

Sem Remorsos M/12 Sala: Sala 7 Sessões: 14h05, 16h25, 21h40, 00h10

Tempo

AMANHÃ

O Primeiro de Janeiro | 11

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 12h50, 15h20, 17h50, 21h20, 24h Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 21h15, 24h Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h10, 15h30, 18h (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 15h, 17h40, 20h30, 23h Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h25, 21h, 00h05 Um Dia M/12 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 22h10, 00h45 Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h50, 00h20 Carros 2 M/6 Sessões: 13h40, 16h25, 19h (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 14h30, 17h30, 20h40, 23h40 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 14h45, 17h15, 20h, 22h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h15, 15h50, 18h40, 21h40, 00h25

“The Crazy Diamonds” No dia 2 de novembro, a partir das 21h30, o Auditório Municipal de Pinhal Novo recebe a banda “The Crazy Diamonds” para um concerto de tributo aos Pink Floyd. Originário de Setúbal, o agrupamento construiu o espetáculo com base nos temas mais emblemáticos da banda britânica – uma das mais influentes de sempre - aliando a música aos meios audiovisuais para proporcionar aos fãs uma experiência única. Os “The Crazy Diamonds” são compostos por Miguel Silva (voz e baixo), João Oliveira (guitarra e voz), João Faustino (guitarra e voz), Fernando Aníbal (teclados), Inês Lobo (bateria), Diana Abreu (voz de apoio) e Dina Alves (voz de apoio). As entradas para o espetáculo, organizado pelos “The Crazy Diamonds”, com o apoio da Câmara Municipal de Palmela, têm o valor de cinco euros.


1868

Há 144 anos, todos os dias consigo.

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

|

O CASINO Vivemos num país transformado em um casino ilegal, de jogo escondido e de máquinas viciadas, que há muito promete, em enorme tabuleta, que, amanhã, todos serão felizes. Todos os dias os jogadores confrontam-se com a palavra “amanhã”, enquanto as máquinas montadas pela colossal máfia pertença de muitos padrinhos, continuam a extorquir, a espalhar a miséria e a matar sem tiros. Eles sabem como manter o sonho, a ilusão, num espaço André Escórcio* de fumos múltiplos que impedem ver e perceber as artimanhas dos donos deste casino a céu aberto. Nunca a canção de Abril “Os Vampiros”, de Zeca Afonso, esteve tão bem enquadrada com o momento que vivemos. De facto, “eles comem tudo”, de uma forma agressiva, despudorada e insensível. Enganam e jogam com a mentira, repetem o discurso até à exaustão, mantêm uma frente avançada de pressão ao Tribunal fiscalizador do grande casino e alimentam a propaganda que tenta prevalecer a ideia que “amanhã”, sempre amanhã, chegará o momento da máquina devolver o dinheiro que engoliu. Obedientes a uma corja de bandoleiros, obcecam e vidram fazedores de opinião, viciando-os e convencendo-os que aquela é a máquina da sorte, mesmo que assistam à falência das famílias, da sociedade e do país. Padrinhos demoníacos que já provaram resistir a qualquer exorcismo se, qual metáfora, considerarmos as insistentes vozes em tantas pontes que apelam à expulsão do espírito maligno e pelo encerramento do jogo que consome e devora os portugueses. Os donos têm a Europa nas mãos. Colocaram-na a saque na ausência de referências de qualidade. Onde era suposto haver estadistas, transformaramnos em novos padrinhos da monumental correia de transmissão. Os íntegros, os de olhar humanista não centrado no salve-se quem puder, têm as tribunas da palavra quase inacessíveis. Paulatinamente, abriram espaço aos políticos de vão de escada, aos ventríloquos, aos que ocupam lugares sem a mínima preparação. É vê-los nos governos, nos grupos parlamentares e na comunicação social a defenderem o indefensável, muitos com um ar imberbe, quando à vista de todos está o jogo das cadeiras e dos interesses, não venha uma dada circunstância ser mal interpretada pelos padrinhos do sistema e passarem a peças a “abater”. Estou farto desta gente superficial que não se importa de fazer trabalho sujo, gente que entrega a soberania nacional a representantes de outros casinos. A causa da dívida, imposta como sendo de todos os jogadores, tem origem em outros casinos, não é apenas consequência de há muito integrarmos a roleta russa europeia. Há razões para sair do casino e depressa, vedar o acesso a qualquer “troikiano” e punir quem ilude com esse “amanhã” de felicidade, quando a fome de tudo é prato do dia. *Professor www.comqueentao.blogspot.com

Diretor: Rui Alas Pereira (CP-2017). E-mail: ruialas@oprimeirodejaneiro.pt Redatores: Joaquim Sousa (CP-5632), Andreia Cavaleiro (CP-6983), Cátia Costa (Lisboa) e Vasco Samouco. Fotografia: Ivo Pereira (CP-3916) Secretariado de Direção: Sandra Pereira. Secretariado de Redação: Elisabete Cairrão. Publicidade: Conceição Carvalho (chefe), Elsa Novais (Lisboa, 918 520 111) e Fátima Pinto. E-mail: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt Morada: Rua de Santa Catarina, 489 2º - 4000-452 Porto. Contactos: redação - Tel. 22 096 78 47 - Tm: 912 820 510 E-mail: geral.cloverpress@oprimeirodejaneiro.pt - Publicidade - Telefone: 22 096 78 46, Fax: 22 096 78 45 Propriedade: Globinóplia, Unipessoal Lda. Edição: Cloverpress, Lda. NIF: 509 229 921 Depósito legal nº 1388/82 Impressão: Coraze, Telefs.910252676 / 910253116 / 914602969, Oliveira de Azeméis. Distribuição: Vasp. Tiragem: 20 000

Pelouros distribuídos na Câmara Municipal do Porto

Pizarro fica com a habitação e ação social

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, vai assumir os pelouros do desenvolvimento económico e social, desporto e turismo, enquanto o socialista Manuel Pizarro fica com a habitação e ação social, informou fonte da autarquia. O autarca vai ainda manter sob a sua dependência direta a reabilitação urbana, uma das suas “bandeiras” na campanha eleitoral, mas sem o estatuto de pelouro, visto que a ação técnica relacionada com este dossier está incluída nas competências da Sociedade de Reabilitação Urbana Porto Vivo, cujo capital é dividido entre a Câmara do Porto e o Estado. Entre os vereadores independentes

eleitos na lista de Rui Moreira, a vicepresidente da câmara, Guilhermina Rego, deterá as pastas da educação, organização e planeamento, Manuel Sampaio Pimentel ficará com a fiscalização e proteção civil e Paulo Cunha e Silva será responsável pela cultura. Segundo a mesma fonte, Filipe Araújo, também independente, terá a inovação e o ambiente e Cristina Pimentel, igualmente da lista de Rui Moreira, ficará com a mobilidade. O socialista Manuel Pizarro deterá a habitação e a ação social, enquanto Manuel Correia Fernandes, número dois da lista do PS, será responsável pelo urbanismo. Carla Miranda, número três da lista do PS, não terá

qualquer pelouro, apesar de já ter assumido o cargo de vereadora e garantido que cumprirá o seu mandato “até ao fim”. A atribuição de pelouros a dois dos três vereadores eleitos pelo PS insere-se no acordo estipulado entre Rui Moreira e Manuel Pizarro para a governação da cidade. A atribuição de “pelouros a vereadores eleitos pelo PS” consta no texto do acordo entre as duas candidaturas. Ontem de manhã, na primeira reunião do novo executivo municipal, a maioria composta por seis eleitos do independente Rui Moreira e por três do PS aprovou a fixação de sete vereadores a tempo inteiro na Câmara do Porto.

Bloco vai apresentar medidas alternativas para O OE2014

Renegociação firme da dívida A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda (BE) revelou que o partido vai apresentar esta semana, no âmbito da discussão do Orçamento do Estado para 2014, um pacote de medidas que pretende ver contempladas. “Queremos, desde logo, tornar a dívida pública sustentável, evitando assim um segundo resgate ou um programa cautelar. A dívida está, neste momento, em 127,8 por cento do PIB e o Governo prevê que cresça mais de 6,5 mil milhões em 2014”, declarou Catarina Martins, no âmbito de uma conferência de imprensa, em Ponta Delgada. “Esta trajetória é insuportável é necessária uma renegociação firme junto das instituições financeiras e não financeiras nacionais e internacionais”, preconiza a dirigente do BE. Catarina Martins destaca que um segundo eixo de medidas a apresentar pretende “corrigir as injustiças do Orçamento do Estado que agravam as desigualdades”, através de um sistema fiscal mais justo que “tribute fortunas e proteja salários e pensões”,

bem como através da “proteção do Estado social e dando prioridade às políticas públicas que apoiam quem está mais frágil”. A dirigente do Bloco revela ainda que o “eixo central de medidas do BE é destinado ao emprego e ao crescimento económico” com iniciativas que “correspondem às necessidades reais da economia portuguesa”. A coordenadora nacional considera que a proposta de Orçamento do Estado para 2014 “aprofunda os erros” e “agrava a crise” económica e social do país, sendo “desde logo um documento com contas erradas”, o que “só por si anuncia que será um documento para falhar”. A dirigente do BE considera que o Orçamento do Estado para 2014 “sobreavalia despesas que quer cortar”, sendo “completamente irrealista” quando se considera que vai poupar 200 milhões de euros em viaturas do Estado, não explicando, simultaneamente, “muitas das suas despesas”. “Há quase 600 milhões de euros

de cortes na despesa que aparecem neste Orçamento do Estado sem se explicar onde é que os cortes vão ser feitos. Ao mesmo tempo sobreavaliase estes cortes na despesa, subavaliase impactos de cortes nas receitas, nomeadamente a reforma de IRC”, considera Catarina Martins. A coordenadora nacional do BE citou Lobo Xavier para referir que este previa que uma quebra de um ponto percentual no IRC levaria uma perda de receitas do Estado de 100 milhões de euros por ano. “Uma vez que a quebra de receita de IRC prevista pelo Governo é de dois pontos percentuais estaríamos a falar de, pelo menos, 200 milhões de euros de perda de receita. Ora, o Governo prevê apenas uma quebra de receita de 70 milhões de euros, sendo que a própria previsão que faz sobre investimento e crescimento económico não permite explicar a diferença entre os 70 milhões de euros de perda e os 200 milhões de euros para que apontava Lobo Xavier”, sublinha a dirigente do BE.

“Crise económica e saúde mental” em Madrid

Desempregados sofrem problemas psicológicos Os desempregados têm 34% de possibilidades de sofrer problemas psicológicos, incluindo depressão e ansiedade, propensão que é mais do dobro da que afeta a população com trabalho, segundo especialistas que debateram “Crise económica e saúde mental”, em Madrid.

Homens entre os 15 e os 29 anos e idosos, com mais de 64, são os setores da população mais vulneráveis às doenças mentais, que em parte se agravam devido à crise económica, de acordo especialistas de serviços de psiquiatria. Estes são alguns dos dados anali-

sados na jornada “Crise económica e saúde mental”, que decorreu ontem na Faculdade de Medicina da Universidade Autónoma de Madrid (UAM), onde se debateram, entre outras questões, fatores de risco derivados da crise económica que afetam de forma direta a taxa de suicídios.


29 10 2013