Issuu on Google+

CONFIRMAR LIGA EUROPA Sporting de Braga e Estoril-Praia podem juntar-se hoje ao Paços na fase de grupos

Há 144 anos, sempre consigo. 1868

Continente - 0,60 € (IVA INCLUIDO) – Ilhas - S. Miguel e Madeira - 0,75 € (IVA INCLUIDO) – Porto Santo 0,80 € (IVA INCLUIDO)

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

Diretor: Rui Alas Pereira | ISSN 0873-170 X |

|

DIÁRIO NACIONAL

Ano CXLV | N.º 177

Quinta-feira, 29 de agosto de 2013

PRESIDENTE DA REPÚBLICA APROVA AUMENTO DO HORÁRIO DE TRABALHO

40 HORAS  Cavaco Silva já promulgou o diploma que estipula o aumento do horário de trabalho para os funcionários do Estado de 35 para 40 horas semanais. O Governo quer implementar esta alteração, integrada na nova Lei Geral do Trabalho da Função Pública, em janeiro de 2014, mas as estuturas sindicais continuam a dizer «não» e a apelar para o «chumbo» no Tribunal Constitucional...

FOBIA DE CONSENSOS  O líder parlamentar do PS diz que o PSD é que tem “fobia” de consensos. “Eles falam muito de consenso. Certamente, é um problema de consciência porque pratica muito pouco. Às vezes, quando não se pratica, fala-se”, acusava Carlos Zorrinho, antes da sessão de abertura da Universidade de Verão em Évora.

PENSÕES Frente Comum pede auditoria às contas da CGA

OE2014 Mais de metade das propostas estavam por apresentar ao final da tarde

ACP

defende seguro obrigatório de responsabilidade civil para os ciclistas


2 | O Primeiro de Janeiro

local Porto

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado pede fiscalização

Horário de trabalho alargado é “irracional e inconstitucional” Bettencourt Picanço classificou como “irracional e inconstitucional” a decisão de alargar o horário de trabalho no Estado para as 40 horas.

Incêndios

Bombeiros continuam o combate às chamas

Bettencourt Picanço. Esta decisão “viola a confiança que os trabalhadores podem ter na legislação que é publicada” O dirigente do Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado garantiu que vai ser pedida a fiscalização da sua constitucionalidade. “Não deixaremos agora de suscitar a inconstitucionalidade junto dos grupos parlamentares da Assembleia da República que votaram contra o diploma, quer junto da procuradora-geral da República e do Provedor de Justiça”, referiu Bettencourt

SEA BIKES

Descobrir a Invicta de bicicleta O SEA LIFE Porto está a convidar turistas e portuenses a viver e a descobrir a Invicta de bicicleta. SEA BIKES é a proposta do oceanário do Porto para quem pretende aproveitar a marginal do rio Douro para um passeio sustentável e que garanta a boa forma física. Partindo da Foz do Douro, onde está localizado o SEA LIFE, até à Ribeira, onde há um ponto de recolha das bicicletas, os turistas podem ainda, durante o percurso, ter acesso a informações sobre algumas das espécies que habitam a costa marítima portuguesa. As SEA BIKES inserem-se no projeto “We Love Tourists”, iniciativa especial de apoio aos turistas promovida pelo SEA LIFE Porto e que dá a conhecer as propostas culturais e de lazer da Invicta.

Picanço, acrescentando: “Iremos suscitar junto do Tribunal Constitucional e ‘a posteriori’ a inconstitucionalidade deste diploma”. Para o dirigente do Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado, “no momento atual do país, em termos de desenvolvimento económico e social, com o desemprego que temos, a medida é irracional”. “Mas, consideramos também

que a medida é inconstitucional, na medida em que se trata de alargar um horário de trabalho que os trabalhadores já têm há imensos anos e em relação ao qual têm a sua vida pessoal e profissional organizada”, afirmou. Segundo Bettencourt Picanço, esta decisão “viola a confiança que os trabalhadores podem ter na legislação que é publicada”.

O diploma que estipula o aumento do horário de trabalho no Estado de 35 para 40 horas semanais foi aprovado em votação final global a 29 de julho com os votos da maioria PSD/CDS-PP e o voto contra de toda a oposição. Assim, já este ano o período normal de trabalho diário dos trabalhadores do Estado passa de sete para oito horas por dia.

Incêndio esteve perto de zona urbana em Penafiel

Fogo em Croca ameaça casas Um incêndio florestal na localidade de Croca, Penafiel, esteve próximo de uma zona urbana, com muitas habitações, mas a situação ficou controlada, informou fonte da proteção civil local. O momento que mais preocupou as autoridades verificou-se ao fim da manhã, em S. Pedro. “Nesta fase, com os meios que temos, estamos a acautelar as casas”, disse o vereador Antonino Sousa. O autarca recorda que os meios de combate disponíveis são reduzidos devido ao grande número de incêndios ativos no distrito do Porto. “Estamos a aguardar a chegada de reforços”, adiantava o mesmo responsável. As chamas estavam, cerca das 16h00, a evoluir em direção à freguesia de Bustelo, também em Penafiel. Ao fim da manhã, outro incêndio deflagrou nas proximidades do recinto onde está a decorrer a Feira Agrícola do Vale do Sousa, em Penafiel, provocando momentos de “alguma apreensão” às pessoas que visitavam o certame.

Mais de 200 bombeiros e outros operacionais, apoiados por 70 veículos, combateram, na manhã de ontem, quatro incêndios que lavram no Baixo Tâmega, nos concelhos de Amarante, Baião e Marco de Canaveses, segundo dados da proteção civil. De acordo com a Autoridade Nacional de Proteção Civil, o incêndio de maiores dimensões, começou na madrugada de terça-feira, com uma frente, na zona de Murgido, Amarante. No terreno, estiveram 137 bombeiros, de várias corporações, com 36 veículos, tendo contado com o apoio do helicóptero que na terça-feira participou no combate às chamas. Este incêndio, consumiu sobretudo zonas de mato, já teve três frentes ativas, ameaçou três aldeias da serra do Marão, que tiveram de ser protegidas pelos bombeiros. Na terça-feira, a proteção civil local disse que este é o maior incêndio do ano no concelho, tendo já consumido algumas centenas de hectares de área de mato e alguma floresta. No concelho vizinho do Marco de Canaveses, deflagraram, na madrugada de ontem, dois incêndios florestais, o primeiro em Outeiro, Soalhães, e o segundo na serra de Montedeiras, freguesia de Manhucelos. Nos dois fogos naquele concelho, encontraram-se cerca de 80 bombeiros, apoiados por 22 veículos operacionais. Em Soalhães os bombeiros tiveram de fazer face a duas frentes. O incêndio que lavra em Baião, com três frentes ativas, já consumiu mato em Cimo de Vila, Viariz. No combate ao fogo encontram-se 21 bombeiros, apoiados por 21 viaturas. Toda a região do Vale do Sousa e Baixo Tâmega acordou ontem com uma densa cortina de fumo resultante dos vários incêndios ativos no distrito do Porto.


Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

regiões

O Primeiro de Janeiro | 3

Chamas chegaram a rodear várias aldeias e lugares de Mondim de Basto

“Maior mancha florestal” dizimada pelo fogo DR

Já o incêndio que lavrou nos concelhos de Oliveira de Frades e Sever de Vouga terá consumido entre 1200 a 1500 hectares.

Candidatura de Baltasar Lopes na Guarda

Recurso para o TC

O candidato independente à Câmara da Guarda Baltasar Lopes anunciou, ontem, que recorreu para o Tribunal Constitucional após o tribunal local ter rejeitado, pela segunda vez, as listas do seu movimento «Juntos pela Guarda». O tribunal da Guarda rejeitou a reclamação do mandatário e manteve a exclusão da candidatura de Baltasar Lopes à Câmara e da lista candidata à Assembleia Municipal devido a eventuais irregularidades nas assinaturas necessárias. No seguimento de uma decisão anterior, Baltasar Lopes também recorreu para o TC, mas explicou que “a juíza do tribunal da Guarda transformou o recurso em reclamação e manteve a decisão de rejeição das candidaturas” do movimento independente. Baltasar Lopes entregou recurso dirigido ao TC e mostra-se “plenamente convencido” de que o tribunal lhe irá “dar razão”. “Acredito nos tribunais. Eu tenho mais de 1.903 assinaturas. O tribunal só considerou 1.500 assinaturas válidas, mas as outras mais de 400 foram regularizadas com o número de Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão após a primeira notificação judicial, dentro do prazo de reclamação”, disse, assegurando estar “tranquilo” e que irá a votos no dia 29 de setembro.

O presidente da Câmara de Mondim de Basto, Humberto Cerqueira, revelou que a “maior mancha florestal” do concelho foi, ontem, “dizimada pelas chamas”. É com uma “dor no coração” que o autarca olha para a paisagem pintada de negro. “Nós temos 11 mil hectares de mata e parte dessa riqueza está a ser destruída”, salientou. Para além do pinhal, as chamas rodearam várias aldeias e lugares do concelho, obrigando à retirada de alguns habitantes de casas mais isoladas e próximas das linhas de fogo. Foi o que aconteceu em Várzea, Carrazedo de Ermelo e Paço. “Estamos a falar de uma zona que tem, tinha, uma mata de pinhal muito densa, com algumas habitações isoladas e, em alguns casos, as pessoas tiveram que sair até a passagem do fogo”, referiu. O autarca referiu que um armazém agrícola foi consumido pelas chamas. De acordo com a página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), no combate às chamas neste incêndio que deflagrou na zona de Fervença, Parque Natural do Alvão, estavam 252 operacionais e 85 veículos. Para este incêndio foram acionados grupos de reforço de Castelo Branco, Coimbra e Leiria. Já há mais de uma semana que esta zona do Alvão é atingida por fogos, que consumiram essencialmente mato. Mais números «negros»

Já o incêndio que lavrou nos concelhos de Oliveira de Frades e Sever de Vouga, nos últimos três dias, terá consumido entre 1200 a 1500 hectares, disseram autarcas dos distritos de Viseu e de Aveiro. “Estimamos que tenha ardido nos dois concelhos (Sever de Vouga e Oliveira de Frades) entre 1.200 e 1.500 hectares. O posto de comando que esteve montado no local acabou por fazer uma visita aérea e apontou para estes números”, revelou o presidente da Câ-

mara de Sever de Vouga, Manuel Soares. Apesar de lamentar que tenha ardido uma extensa área, Manuel Soares congratulou-se com o facto de não se terem registado outro tipo de prejuízos. “Ardeu floresta privada e de baldio, mas felizmente não ardeu nenhuma habitação, fábrica ou aviário. Chegámos a temer o pior, com o fogo a bater em algumas paredes e com a zona industrial a ficar cercada pelas chamas”, explicou. O autarca de Sever de Vouga sublinhou que o concelho a que preside fica situado numa zona de alto risco e muito fustigada pelos incêndios, com parcos acessos, o que dificulta o combate às chamas. “Contratámos uma máquina de rasto que colocámos à disposição do posto de comando e que utilizaram como entenderam para de algum modo terem alguma ajuda”, alegou. Também o presidente da Câmara de Oliveira de Frades, Luís Vasconcelos, desconhece a extensão exata da área ardida, embora estime que tenham sido consumidos cerca de 500 hectares no seu concelho. Em Oliveira de Frades não se contabilizaram outros prejuízos, apesar de ter estado em risco a povoação de Várzea e alguns aviários. 47 suspeitos já detidos

Incêndios. Homem detido por fogo em Freixianda eleva para 47 o número de suspeitos identificados pela Polícia Judiciária

Bairro da Bela Vista

Jovem baleado não corre perigo de vida

O jovem de 15 anos baleado, na terça-feira à noite, junto ao bairro da Bela Vista, em Setúbal, permanece internado no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, mas não corre perigo de vida, assegurou, ontem, fonte hospitalar. Segundo a PSP de Setúbal, o jovem foi atingido a tiro na zona lombar por um disparo de uma espingarda caçadeira.

De acordo com a PSP, o disparo terá sido efetuado por desconhecidos que se faziam transportar numa carrinha, cerca das 21h00, na Praceta Doutor José Romão dos Santos Ferro, junto ao bairro da Bela Vista. O jovem baleado foi assistido no local por uma equipa de emergência médica e transportado ao Hospital de São Bernardo, em Setúbal, de onde foi transferido para o Hospital de Santa Maria. O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária de Setúbal.

A Polícia Judiciária informou, ontem que deteve um homem pelo crime de um incêndio no lugar de Cumeada, Freixianda, concelho de Ourém, elevando para 47 o número de suspeitos identificados por aquela força policial. O último detido, que tem 36 anos, é solteiro, pedreiro de profissão e terá agido “por impulso, associado a um quadro de alcoolismo”, segundo a PJ. “Fortemente indiciado de, ontem [terça-feira], cerca das 17h10, ter ateado um foco de incêndio em mato e floresta povoada por pinheiros e eucaliptos, com recurso a um isqueiro”, adiantou a mesma fonte. No comunicado, destaca-se o facto de ter “ardido uma área de cerca de 3 mil metros quadrados, que só não atingiu maiores proporções devido à pronta intervenção dos populares, de várias corporações, GIPS da GNR e dos meios aéreos”.


4 | O Primeiro de Janeiro

opinião

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

ORGULHO-ME DE SER TEU FIEL AMIGO – Parte I Imensas regiões de Portugal agasalham na relação com os touros um mentos antitouradas são autênticos e lamacentos fundamentalistas. Deixo elemento essencial da sua identidade cultural. A tourada é um espectáculo aqui alguns conselhos para esses espertos: bebam juízo; deixem as fraldas; ilustre que ao vivo é pago e concretizado num recinto totalmente fechado. abandonem a imbecilidade; cresçam; e depois apareçam. Somente assiste à tourada ao vivo quem quer. Na televisão, quem não gosta Suínos, ovelhas, coelhos, cabras, patos ou galinhas que morrem à fome de touradas muda para outro canal. Deste modo, deixamos que os “sapienou vivem em condições insalubres não sofrem, as raposas esfoladas vivas tes” pseudo defensores dos animais ensinem os seus filhos à sua maneira e e os patos, engordados por um funil para que seu fígado intumesça e dele Alexandre Gonçalves* se adquira o famoso paté, também não sofrem. Enfim, só os touros é que não os filhos dos outros. O Bloco de Esquerda e os Verdes “sugeriram”, no ano de 2012, a intersofrem. Os pseudo defensores dos direitos dos animais que laborem nos dição das transmissões de touradas na Rádio Televisão Portuguesa (RTP), bem como locais devidos e abandonem a estupidez, o fanatismo e a obtusidade. Será que os cidao fim dos apoios públicos aos espectáculos tauromáquicos. Será que a programação dãos que compõem os movimentos antitouradas não procuram unicamente protagoda RTP deve ser determinada pelo Parlamento? Será que o poder político não deve nismo e alguns momentos de antena? Será que para os mesmos não existem animais circunscrever finalidades genéricas? Será que esta pretensão não é uma autêntica e de primeira e outros de segunda? Será que esses movimentos não estão desenhados em pardacenta ditadura cultural? Será que o poder local não deve manter e solidificar uma telas completamente cendradas, inconsistentes e incongruentes? correspondência contígua com as suas populações? Será que as Câmaras Municipais Nunca devemos aceitar a exterminação de determinadas tradições ou infundir cernão hospedam a obrigação de se embeberem nas principais festividades locais? Será tos gostos com o fundamento de que os mesmos são em benefício da sociedade. Na que a lei não tem que ser “aceitável” para a maioria da população a que se aplica? Será verdade, todos temos a noção que essas condições em nada interferem com algumas que a concepção de legislação específica não resolveria boa parte do problema? configurações aviltadoras existentes na nossa sociedade, e que somente acalentam os Esta conjuntura pode ser degustada como uma verdadeira desconsideração pela egos de determinados indivíduos que se julgam de uma estirpe mais elevada. Há inliberdade. Todos deveríamos usufruir de liberdade para escolher aquilo que gostamos divíduos tão egocêntricos que são incapazes de respeitar os desejos e vontades dos de ver e aquilo que, como cidadãos conhecedores e criteriosos, queremos preservar. outros. Estes movimentos antitouradas estão repletos de “artistas” que não querem Em relação a mim, os movimentos antitouradas não têm capacidade para me impor saber dos animais, mas sim de proveito próprio. Meus caros, o mundo não gira à vossa nada, absolutamente nada. Não admito que um qualquer indivíduo desses movimenvolta, retractem-se por favor! tos me diga aquilo que devo ver na televisão. Não admito que um “sábio” qualquer me As touradas não estão, nem de longe, nem de perto, coligadas aos graves e intensos diga quais são os espectáculos de que devo gostar? problemas a que assistimos não só nas escolas, como também em todos os vértices da Quando me dirijo para um espectáculo tauromáquico observo, ainda que outrora sociedade. Vemos crianças e jovens a injuriarem e espancarem colegas e professores talvez fosse de modo mais amiudado, meia dúzia de histéricos e medíocres. Será que em formatos de pura crueldade. Contemplamos jovens e adultos a cometerem agresesses “iluminados” sabem aquilo que fazem e dizem? Será que não são uma cambada sões, violações e assaltos; a consumirem álcool e drogas; e a desprezarem os verdadeide fascistas? Será que o seu comportamento tem alguma importância? Será que os ros valores e os valores dos outros. Talvez tenha chegado a altura de os cidadãos serem mesmos não são uns jograis fundamentalistas? justos e abandonarem, de uma vez por todas, a hipocrisia. Caso contrário vamos proiInfelizmente existe no nosso País um imenso ataque contra os cidadãos que amam bir também os desenhos animados porque os mesmos albergam violência, batalhas e as touradas. Há, por parte daqueles que não gostam de touradas, uma triste tentatimortes; os filmes, nos quais os traços de veemência e barbaridade abundam; os reality va ideóloga de estandardizar a cultura Portuguesa, assim como o intuito de forçar o shows, uma vez que os mesmos aquartelam linguagem lesiva e comportamentos poupúblico a criar e saborear unicamente certos modelos de programas televisivos. Os co dignificantes; os telejornais, pois abordam constantemente desumanidades; os conargumentos apresentados pelos movimentos antitouradas carecem de “imaginação”, certos musicais, por incitarem ao consumo de álcool e drogas; e os estabelecimentos ou seja são sempre os mesmos, completamente despropositados e improcedentes. de diversão nocturna pelos descomedimentos que aconchegam. Chamam ignorantes, selvagens, inscientes, sanguinários, irracionais e patetas aos afiPara a minha família, este Verão está a ser mais silencioso e cinéreo do que é habitucionados e apaixonados pelas touradas. Será que há algo mais ignóbil, vergonhoso e al. Esta condição está profundamente associada ao facto de as touradas não desfilarem contemptível do que existirem indivíduos que não respeitam os gostos dos outros? nas grelhas de programação dos canais de televisão portugueses. Referir também que Nasci e cresci a ver touradas e, na realidade, as mesmas nunca influenciaram, de os canais, onde os touros e as touradas são os “protagonistas”, disponíveis em alguns forma negativa, o meu comportamento como cidadão. Quando era criança, na Fregueoperadores de televisão por subscrição também não concedem um serviço integral aos sia de Aldeia do Bispo do Concelho do Sabugal, tinha, tal como todos os outros meniaficionados e à festa brava portuguesa, uma vez que focam as suas transmissões nas nos, duas brincadeiras predilectas: jogar futebol, como em qualquer parte do mundo; touradas espanholas e sul americanas. e correr atrás dos outros com um pau de giesta “fixado” à cabeça a fazer de touro. Brincar às touradas era extremamente bom. Belos tempos! Técnico Superior de Relações Públicas/Escritor Na realidade, as corridas de touros nunca me transformaram numa pessoa belicosa, impiedosa, empedernida ou impassível perante pessoas ou animais. Sou um cidadão observador e respeitador de todas as regras da sociedade, nunca desobedeci nem acotovelei a legislação, nem nunca tive comportamentos agressivos contra seres humanos ou animais. Esta é a minha postura perante a vida. É com muito orgulho que respiro e amo touradas. A minha filha Beatriz, com apenas 10 anos, já é uma verdadeira aficionada da festa brava e tenho um gigantesco orgulho nisso. Será que aqueles que pertencem aos movimentos antitouradas não se acham no direito de poder preceituar os gostos de cada um? Será que os mesmos não são ideólogos baratos? Será que essa cambada de ignorantes não se julga uma entidade superior? Os defensores dos animais deviam era aparecer em algumas quintas onde os animais de criação passam fome ou em estruturas precárias de criação, nas quais os animais vivem em completo e constante sofrimento. Nestes casos, as “vedetas” não aparecem, nem organizam qualquer género de petição ou vaga de solidariedade. Aqueles que pertencem aos movi-


Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

nacional

O Primeiro de Janeiro | 5

Aumento do horário de trabalho para o Estado passa em Belém

Presidente aprova 40 horas Cavaco já promulgou o diploma que dita o aumento do horário de trabalho para os funcionários públicos de 35 para 40 horas semanais

publicidade/editais Fogos florestais

Aumentou para 47 o número de suspeitos

A Polícia Judiciária (PJ) informou que deteve um homem pelo crime de um incêndio no lugar de Cumeada, Freixianda, concelho de Ourém, elevando para 47 o número de suspeitos identificados por aquela força policial. O último detido, que tem 36 anos, é solteiro, pedreiro de profissão e terá agido “por impulso, associado a um quadro de alcoolismo”, segundo a PJ. “Fortemente indiciado de ter ateado um foco de incêndio em mato e floresta povoada por pinheiros e eucaliptos, com recurso a um isqueiro”, adiantou a mesma fonte.

O Presidente da República promulgou na quinta-feira o diploma que estipula o aumento do horário de trabalho no Estado de 35 para 40 horas semanais, de acordo com informação hoje disponibilizada na página do Parlamento na Internet. Cavaco aprovou também o diploma que cria o Tribunal Arbitral do Desporto, mas vai solicitar ao TC a fiscalização sucessiva da constitucionalidade das suas normas. Na área do ‘site’ do Parlamento dedicada à Atividade Parlamentar e Processo Legislativo, é possível ler-se que a Proposta de Lei 153/ XII, que estabelece a duração do período normal de trabalho dos trabalhadores da Função Pública, foi promulgada a 22 de agosto. Este diploma, que estipula o aumento do horário de trabalho no Estado de 35 para 40 horas semanas, foi aprovado em votação final global a 29 de julho, com votos da

O Primeiro de Janeiro | 3

Cavaco Silva. Presidente deixou passar o aumento do horário de trabalho maioria PSD/CDS-PP e os votos contra de toda a oposição. O projeto de lei sobre o aumento do horário de trabalho no Estado foi enviado para Belém no dia 08 de agosto. A proposta de lei visa alterar o período normal de trabalho diário dos trabalhadores do Estado de sete para oito horas por dia. No total, os funcionários terão um aumento do horário de trabalho de 35 para 40 horas semanais. Esta alteração será integrada na nova Lei Geral do Trabalho da função Pública, que o executivo começou a discutir com as estruturas sindicais no início de

julho e tenciona implementar em janeiro de 2014. A proposta de lei sobre o aumento do horário de trabalho para as 40 horas semanais foi considerada inconstitucional pelos sindicatos da função pública. O diploma foi enviado na quarta-feira para a Imprensa Nacional Casa da Moeda (INCM), devendo entrar em vigor 30 dias depois de ser publicado em Diário da República. Tribunal Arbitral do Desporto

O Presidente promulgou ainda

o diploma que cria o Tribunal Arbitral do Desporto, mas vai solicitar ao Tribunal Constitucional a fiscalização sucessiva da constitucionalidade das normas relativas ao recurso das decisões arbitrais. Numa nota divulgada no ‘site’ da Presidência da República refere-se que “a decisão de promulgação teve em consideração que a matéria versada neste decreto já foi objeto de uma pronúncia do Tribunal Constitucional, na sequência de um pedido de fiscalização preventiva de constitucionalidade”.

Zorrinho e a “fobia do PSD pelo consenso”

“Falam muito mas praticam pouco” ORDEM DOS MÉDICOS CONSELHO NACIONAL EXECUTIVO

ELEIÇÕES Triénio 2014/2016 Anúncio Nos termos dos art.ºs 5º e 6º do Regulamento Eleitoral, o Conselho Nacional Executivo anuncia que fixou a data das eleições para os órgãos sociais da Ordem dos Médicos, relativamente ao triénio 2014/2016, para o dia 12 de Dezembro de 2013. Os órgãos sociais a eleger são: - Presidente da Ordem dos Médicos; - Mesas das Assembleias Regionais do Norte, Centro e Sul; - Conselhos Regionais do Norte, Centro e Sul; - Conselhos Disciplinares Regionais do Norte, Centro e Sul; - Conselhos Fiscais Regionais do Norte, Centro e Sul; - Mesas das Assembleias Distritais; - Conselhos Distritais e - Membros consultivos dos Conselhos Regionais do Norte, Centro e Sul. Nota: Por estar a aguardar a aprovação dos novos Estatutos da Ordem dos Médicos, que decorrem da nova Lei-Quadro das Associações Profissionais e que obrigarão à realização de eleições, fruto das alterações e melhorias introduzidas na orgânica da Ordem, o CNE ponderou adiar as eleições, em sintonia com decisão do Plenário dos Conselhos Regionais e para evitar despesas acrescidas. Porém, como entretanto o processo não conheceu novos desenvolvimentos e se desconhece quando estará terminado, o CNE deliberou cumprir os actuais Estatutos e convocar as eleições dentro dos prazos legais definidos pelos Regulamentos ainda em vigor, para evitar correr o risco de incumprimento legal. Lisboa, 19 de Agosto de 2013 O Conselho Nacional Executivo

O líder parlamentar do PS, Carlos Zorrinho, argumenta que o PSD é que tem “fobia” a consensos, matéria sobre a qual os sociais-democratas falam “muito”, mas praticam “muito pouco”. “O PSD fala muito de consenso. Certamente, é um problema de consciência porque pratica muito pouco o consenso. Às vezes, quando não se pratica, fala-se”, acusa Carlos Zorrinho. A propósito de declarações feitas pelo coordenador da Comissão Política Nacional do PSD, Marco António Costa, que desafiou o PS, na segunda-feira, a “romper com a sua fobia” aos consensos, Zorrinho devolveu a crítica. “Prova provada de fobia a consenso foi demonstrada pelo PSD e pelo CDS-PP na última vez em que ele foi tentado, por iniciativa do Presidente da República”, disse. O líder do grupo parlamen-

PS. Carlos Zorrinho quer que o PSD fale menos e faça mais pelo país tar socialista falava aos jornalistas antes da sessão de abertura da Universidade de Verão do PS, em Évora, onde foi questio-

nado sobre os apelos ao consenso que têm sido lançados na Universidade de Verão do PSD, a decorrer em Castelo de Vide.


economia

6 | O Primeiro de Janeiro

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

Merkel culpa Schröder pela presença da Grécia entre os países da zona euro

“Nunca devia ter entrado” DR

Já o comissário europeu Olli Rehn disse ser demasiado cedo para estimar quanto vai a Grécia precisar para colmatar novo «buraco». A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou numa ação de campanha para as legislativas alemãs que a Grécia nunca deveria ter entrado na zona euro e responsabilizou o seu antecessor social-democrata Gerhard Schröder por esse erro. Quando falta menos de um mês para as eleições legislativas de 22 de setembro, Angela Merkel endureceu o seu discurso eleitoral e culpou os principais rivais políticos, o Partido Social-Democrata (SPD) e Os Verdes, de terem consentido, em 2001, a adesão da Grécia ao euro, contribuindo assim para fragilizar a estabilidade da moeda única e para os atuais problemas que assolam a Europa. “A crise surgiu ao longo de vários anos, devido a erros na fundação do Euro - por exemplo, a Grécia nunca deveria ter sido admitida na zona euro”, afirmou Merkel, num comício eleitoral na noite de terça-feira na cidade de Rendsburg, no Estado federado de Schleswig-Holstein (norte), e que foi transmitido pelo canal noticioso alemão NTV. A chefe do governo alemão,

Complemento à Portela

Relatório só após a venda oficial da ANA

Grécia. “Crise surgiu por erros na fundação da zona euro”, diz Merkel que procura um terceiro mandato, culpou mais especificamente os governos de coligação entre o SPD e Os Verdes – liderados pelo seu antecessor social-democrata Gerhard Schröder entre 1998 e 2005 – não só pela admissão de Atenas, em 2011, mas também por terem “fragilizado o Pacto de Estabilidade”. Duas decisões que se “revelaram totalmente erradas e que são um ponto de partida que nos levaram as atuais dificuldades”, vincou Merkel A crise na zona euro e a gestão que Berlim tem feito dessa mesma

crise estão a revelar-se temas importantes na campanha eleitoral, apesar de não serem considerados fraturantes. Por outro lado, o comissário europeu para os Assuntos Financeiros e Monetários, Olli Rehn, disse, ontem, ser demasiado cedo para estimar quanto vai a Grécia precisar para colmatar o «buraco» financeiro, num resgate que ascende já a 240 mil milhões de euros. Os credores internacionais terão ainda que analisar profundamente as contas da Grécia para

determinar se é correta a necessidade de um financiamento extra de 10 mil milhões de euros, anunciado na semana passada pelo ministro grego das Finanças, Yannis Stournaras. “É prematuro avançar com qualquer número”, afirmou Olli Rehn numa entrevista em Bruxelas, citada pela Bloomberg. A Europa terá que gerir duas datas em relação à Grécia. No final do ano, terá que ser tomada uma decisão em relação a um «buraco» estimado em 4,4 mil milhões de euros pelo FMI em julho.

Síria faz «disparar» o preço do ouro

Valor mais alto dos últimos três meses DR

O preço do ouro atingiu o valor mais alto em três meses nos EÛA, após os indícios de um ataque internacional à Síria estarem a levar os investidores a procurarem os metais preciosos como refúgio. No início da manhã em Nova Iorque, o ouro para entrega em dezembro subia 1% para 1.434 dólares (cerca de 1,705 euros) por onça (31,103478 gramas), o valor mais alto desde 14 de maio, segundo a agência de informação financeira Bloomberg, que acrescenta que se a onça atingir os 1.453,92 dólares (1.090,42 euros) representará um aumen-

Ouro. Síria levar investidores a procurarem metais preciosos como refúgio

to de 20% face aos mínimos de 34 meses atingido a 27 de junho. Além do ouro, também tem aumentado a preço de jóias, moedas e lingotes na Ásia. Bernard Sin, da refinaria suíça MKS, disse à Bloomberg que foi a “incerteza geopolítica originou que este interesse de compra”. A procura de metais preciosos tem aumentado após as notícias sobre uma possível ofensiva armada ocidental à Síria, cujo regime político os EUA, a Inglaterra e a França consideram responsável pelos ataques com armas químicas a parte da população civil do país asiático.

Ontem, foi conhecido que os EUA não atacarão a Síria de maneira unilateral, mas que têm discutido com os países aliados possíveis ataques que podem durar mais de um dia. “Nenhuma ação militar será unilateral. Irá incluir os parceiros internacionais”, disse um alto funcionário norte-americano, que falou sob a condição de anonimato, em declarações aos jornalistas. Israel destacou “sistemas de defesa ativa”, quando a tensão está a aumentar na região, devido à possível ação militar ocidental contra a Síria, disse uma fonte militar, sob anonimato.

O relatório sobre a viabilidade de um aeroporto complementar à Portela só será conhecido após a assinatura do contrato de venda da ANA - Aeroportos à empresa francesa Vinci, o que deve acontecer “em breve”. De acordo com o Ministério da Economia, são seis as unidades que poderão vir a receber uma companhia de baixo custo: Depósito Geral de Material da Força Aérea, em Alverca, Base Aérea n.º1, em Sintra, Base Aérea n.º6, no Montijo, Base Aérea n.º 5, em Leiria, a Base Aérea n.º 11, em Beja, e a unidade militar de Tancos.

Terceira sessão seguida

Bolsa de Lisboa fecha em queda ligeira

O PSI20 fechou a cair pela terceira sessão consecutiva, uns ligeiros 0,03% para 5.860,04 pontos, pressionado pela Jerónimo Martins, mas com a Galp a subir mais de 3% impulsionada pelo aumento do preço do petróleo. Entre os 20 títulos que compõem o principal índice da bolsa portuguesa, 13 fecharam a desvalorizar, dois inalterados (BES e Banif) e cinco subiram. O ‘peso pesado’ Jerónimo Martins e ainda Semapa, BPI e Mota Engil destacaram-se a cair mais de 2%, enquanto as empresas de energia impediram uma maior queda.


Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

desporto

O Norte Desportivo | 7

Jogam hoje a segunda mão do «playoff» de acesso à fase de grupos

Sp. Braga e Estoril a um passo da Europa DR

«Arsenalistas» recebem o Pandurii, depois de terem vencido por 1-0 na Roménia. Estoril ganhou por 2-0 no campo do Pasching.

Caso Bruma pode ficar resolvido hoje

Dia “B” em Alcochete O tutor de Bruma, o guineense Cátio Baldé, anunciou que a situação do futebolista leonino “estará resolvida na quinta-feira [hoje]” e que estabeleceu “um pacto de silêncio” com os responsáveis do Sporting sobre o caso. “A única coisa que lhe posso dizer é que este processo vai estar resolvido na quinta-feira”, disse Cátio Baldé, que tem estado envolvido em reuniões com responsáveis do Sporting na tentativa de encontrar uma saída para o impasse a que chegou a situação de Bruma. Recorde-se que a Comissão Arbitral Paritária (CAP) da Liga deu razão ao Sporting, considerando que o contrato entre o clube o internacional sub-20 português é válido. Por outro lado, o Sporting anunciou, através do seu site, que chegou a acordo para a renovação de contrato com Diogo Salomão por mais dois anos. O novo vínculo eleva para 45 milhões de euros a cláusula de rescisão do extremo de 24 anos. “É um prazer voltar à casa que me projectou no futebol ao nível profissional e estou muito contente. É mais uma oportunidade que tenho e espero aproveitá-la bem. É um orgulho continuar ligado ao Sporting”, disse o jovem, que na temporada passada esteve emprestado ao Deportivo da Corunha.

O treinador do Sporting de Braga desvalorizou, ontem, a vantagem de 1-0 trazida da Roménia, diante do Pandurii, mas disse que a equipa está confiante para a passagem à fase de grupos da Liga Europa. Os minhotos recebem os romenos, hoje, depois de terem vencido na primeira mão com um golo solitário de Yazalde, o que “no futebol não é nada, é praticamente zero”, defendeu. Para Jesualdo Ferreira, a estratégia para segurar a vantagem passa por “controlar o jogo desde o início, como o Braga fez lá, através de um domínio maior dos espaços de jogo, e não permitir ao adversário estar por cima”, explicou. Considerou que o valor do Pandurii tem sido menorizado, lembrando que ficou em segundo lugar no campeonato romeno, à frente do Cluj, equipa que bateu os bracarenses na Liga dos Campeões na última temporada. Rejeitou ainda a ideia de um eventual excesso de confiança dos seus atletas: “Por ganhar um jogo não se ganhou nada, não há qualquer motivo para isso, mas os jogadores estão hoje com mais confiança do que há um mês atrás”, disse. Já Nuno André Coelho afirmou que “o grupo está bem, unido, sabe que vai ser mais um jogo complicado, mas está confiante e a trabalhar para o mesmo objetivo que é ganhar”. O defesa central contrariou a ideia de alguma insegurança na primeira mão: “a defesa esteve bem, não sofremos nenhum golo e também temos que dar mérito ao adversário, porque subiram mais um bocado depois de terem sofrido o golo, mas começaram muito atrás, só defendiam”. O regresso de Éder é o grande destaque da lista de convocados do Sporting de Braga. O avançado lesionou-se a 27 de fevereiro, diante do Benfica, na meia-final da Taça da Liga, tendo feito uma rutura dos ligamentos cruzados do joelho direito.

Baiano também recuperou da lesão e integra a lista de convocados, por troca com Tomás Dabó. Nota ainda para a ausência de Custódio, que sai dos eleitos por opção do técnico, Jesualdo Ferreira. Esperança «canarinha» na Áustria

Por seu turno, o Estoril está na Áustria onde, hoje vai defrontar o Pasching, no jogo da 2.ª mão do «playoff» de acesso à fase de grupos da Liga Europa. No primeiro jogo, os estorilistas venceram por 2-0. “Sabemos que temos uma vitória de 2-0 mas vamos lá com o pensamento de trazer outro triunfo. Sabemos que não é fácil mas vamos fazer tudo para passar a eliminatória. Precisamos de ter cautela”, disse Ruben Fernandes. Ainda em Lisboa o técnico Marco Silva pediu à equipa para estar tranquila e pensar só jogo a jogo, embora todos saibam que o Estoril pode continuar a fazer história se entrar na fase de grupos da Liga Europa. De fora deste desafio, ficam os lesionados Babanco e Tiago Gomes. Fenerbahçe expulso das competições europeias

Liga Europa. “Por ganhar um jogo não se ganhou nada”, disse Jesualdo Ferreira, na antevisão da partida de hoje

Principal novidade

Alex Sandro realiza treino condicionado

A reintegração de Alex Sandro, que realizou treino condicionado, foi a principal novidade da sessão de ontem do FC Porto, no Olival, integrada na preparação da deslocação a Paços de Ferreira. O lateral brasileiro voltou a trabalhar com o restante plantel dos «dragões», que uma vez mais não contou com o francês Mangala, a recuperar de uma

distensão na coxa esquerda, contraída no jogo com o Marítimo. Com o guarda-redes Kadú a treinar com a equipa B, foram 27 os jogadores à disposição do treinador Paulo Fonseca, que voltou a chamar Filipe Ferreira, do plantel dos sub-19, para trabalhar com o plantel principal dos «dragões». O tricampeão nacional volta a treinar pelas 10h00 de hoje, igualmente no Olival, em Vila Nova de Gaia, numa sessão que terá os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social.

O Tribunal Arbitral do Desporto rejeitou o recurso do Fenerbahçe e confirmou a suspensão de dois anos das competições europeias de futebol decretada pela UEFA. No mesmo despacho, o TAS rejeitou também o recurso dos ucranianos do Metalist, que tinham sido excluídos da edição desta época da Liga dos Campeões, e substituídos pelos gregos do PAOK, por manipulação de resultados. O Fenerbahçe, eliminado terçafeira pelos ingleses do Arsenal nos «play-off» de apuramento à Liga dos Campeões, terá de cumprir o sansão decretada pela UEFA, que aplicou uma pena de dois anos de suspensão (mais um de pena suspensa) também por manipulação de resultados. Já o Metalist não terá de ser reintegrado na maior prova europeia de clubes. A UEFA já se congratulou, em comunicado publicado no site oficial na Internet, com as decisões do TAS sobre o Fenerbahçe, clube dos portugueses Bruno Alves e Raúl Meireles, e Metalist.


Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

cultura e espetáculos

O Primeiro de Janeiro | 8

Cine-Teatro Constantino Nery

“Laço de Sangue” Exposição

“Montijo… e o campo aqui tão perto” A Câmara Municipal do Montijo, no âmbito do projeto Montijo Lugar de Encontros, leva a efeito a inauguração da exposição “Montijo… e o campo aqui tão perto”, dia 7 de setembro de 2013, às 11h00, na Frente Ribeirinha. Este projeto, iniciado em março, chega agora ao fim no mês de setembro, tendo sido cumprido o seu objetivo principal, uma vez que foram realizadas algumas atividades de animação cultural, desportiva e turística, no Jardim Casa Mora, na Praça da República e na Frente Ribeirinha. A realização desta exposição é o resultado do empenho da Câmara em aproximar e reunir as várias entidades e agentes económicos existentes nas freguesias rurais do Montijo, para assim podermos mostrar o que de melhor existe nesta zona do concelho. Nesta exposição venha (re)descobrir as freguesias de Canha, de Pegões e de Santo Isidro de Pegões. Uma zona rural moderna e geradora de emprego, um refúgio para novos estilos de vida e para dias de descanso em contacto com a natureza. Queremos mostrar-lhe o património natural, civil e religioso, assim como dar-lhe a conhecer a oferta turística existente nestas freguesias, o seu valor económico e os vários agentes que desenvolvem as suas atividades nestas três freguesias rurais do concelho. Ao percorrer os vários núcleos que constituem a exposição, ficará a conhecer os vários aspetos que caracterizam a zona rural do concelho, o património natural e histórico das freguesias de Canha, de Pegões e de Santo Isidro de Pegões, assim como a oferta turística e a vitalidade económica destas freguesias. A gastronomia e os vinhos terão também o seu destaque. Na inauguração estarão presentes os vários agentes económicos representados na exposição que proporcionarão animação demonstrativa das suas diferentes atividades. A decoração do espaço será alusiva ao mundo rural e, por isso, não faltarão os cavalos e outros animais. A animação musical ficará a cargo dos alunos da Escola de Dança e de Música de Pegões. No final da exposição, junto ao Moinho do Cais, terá lugar uma prova de vinhos da região. A organização é da Câmara Municipal do Montijo com o apoio das juntas de freguesia de Canha, de Pegões e de Santo Isidro de Pegões. A mostra está patente até ao final do ano. Deixe-se surpreender, aceite o nosso convite e venha conhecer as propostas apresentadas na exposição “Montijo… e o campo aqui tão perto”.

No dia 14 de Setembro, pelas 21h30 decorrerá o espectáculo “Laço de Sangue” de Athol FUGARD, encenação de Luís Vicente.

Dois irmãos, filhos da mesma mãe, um de pele clara e o outro de pele escura, tentam aliviar o tédio de sua existência ao comprar um jornal para que Zach, de pele escura e analfabeto, possa obter uma correspondente. Ao conseguir uma correspondente de raça branca, numa África do Sul sob o apartheid, cria-se um jogo perigoso, onde os dois irmãos começam a decretar o grande drama da barreira

de cor, com todos os medos e ódios, trancado num fato e numa pele diferente. No jogo, Fugard não fala apenas do laço de sangue entre os dois irmãos, mas do nó de sangue entre todos os homens. O nó de sangue que foi torcido ou quebrado pela terrível consciência de raça e de casta que tem sido um grande problema que atravessa séculos.

ciclo de cinema

OPEN AIR CINEMA – MARTIM MONIZ No mês de Setembro o Mercado de Fusão irá receber o Open Air Cinema - Martim Moniz. Trata-se de um ciclo de cinema que vai acontecer todas as quartas-feiras de Setembro numa parceria com a Zero em Comportamento, na praça do Mercado de Fusão. Para que não faça parecer que o Verão está a terminar, o Open Air Cinema - Martim Moniz vai despertar o desejo de passar o serão descontraidamente em família e com os amigos a ver um agradável filme ao ar livre, debaixo de um céu estrelado, num sítio fresco e numa praça lisboeta emblemática. A primeira quarta-feira (4 de Setembro é destinada não só mas também aos mais pequenos, composta por oito curtas de animação, com ênfase nas produções europeias. Esta sessão terá um inicio mais cedo do que as restantes (21h00). Para as noites de 11, 18 e 25 de Setembro, serão apresentados filmes como Black dynamite, inspirado em James Brown, À Procura de Sugar Man, sobre uma estrela rock dos anos 70, e Estômago – Uma História Nada Infantil Sobre Poder, Sexo e Gastronomia, respectivamente. O espaço estará aberto como sempre com música e os 10 quiosques de comidas do mundo que vão poder adicionar o jantar ao visionamento do filme. Nas restantes quartas-feiras, dias: 11, 18 e 25 as sessões serão as 21h30.A entrada é livre.


publicidade/editais

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 26/08/2013 SANDRA PARENTE Solicitadora de Execução Cédula profissional n.º 3477

Processo: 14813/05.3YYPRT Juízos de Execução do Porto 2º Juízo 1ª Secção Execução para Pagamento de Quantia Certa sob a forma comum Valor: € 21779,95 Exequente: BPN Crédito – Instituição Financeira de Crédito, S.A. Executados: Maria Raquel da Costa Rebelo 1.ª Publicação

ANÚNCIO EDITAL CITAÇÃO DE AUSENTE EM PARTE INCERTA (artigos 244º e 248º do CPC)

Objecto e Fundamento da Citação Nos termos e para os efeitos do disposto no artº 248º e ss do Código de Processo Civil (CPC), correm éditos de 30 (trinta ) dias, contados da data da segunda e última publicação do anúncio, citando o ausente, Maria Raquel da Costa Rebelo, com última morada conhecida na, Rua Adelino da Palma Carlos 95 R/C Esq. Leça da Palmeira em Matosinhos, para no prazo de 20 (vinte ) dias, decorrido que seja o dos éditos, pagar ou deduzir oposição à execução supra referenciada, nos termos do artigo 812º, nº 6 do CPC. O duplicado do requerimento executivo e a cópia dos documentos encontram-se à disposição do citando no escritório da Agente de Execução. Meios de Oposição: Nos termos do disposto no artigo 60º do CPC, e tendo em consideração o valor do processo, para se opôr à execução, é obrigatória a constituição de Advogado. Cominação em caso de revelia Caso não se oponha à execução no prazo supra indicado e não pagar ou caucione a quantia exequenda, seguem-se os termos do artigo 832º do CPC, sendo promovida a penhora dos bens necessários para garantir o pagamento da quantia exequenda, acrescido de 10 %, nos termos do disposto no nº 3 do artigo 821º do CPC. Pagamento, Despesas e Honorários Poderá efectuar o pagamento da quantia exequenda no escritório da Agente de Execução. Á quantia exequenda acrescem, além dos juros calculados nos termos do pedido, a taxa de justiça no montante de €44.50, e os honorários e despesas da Solicitadora de Execução, que nesta data ascendem a €500.00, sem prejuízo de posterior revisão. Este edital encontra-se afixado na porta do último domicílio conhecido do citando, na Junta de Freguesia respectiva e no Tribunal onde corre termos a execução. São também publicados dois anúncios consecutivos no Jornal 1ª de janeiro. A Agente de Execução, Sandra Parente Rua Dr. António de Sousa Macedo, 39 - 1º - Sala 4 – 4050 - 061 Porto - Telef. 223320263 Fax - 222012465 Horário de atendimento: Das 16.30 às 18.30 Email - 3477@solicitador.net Contribuinte fiscal nº. 202.492.532 - Cód. Rep. Fin. - 3.204

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 26/08/2013

TRIBUNAL JUDICIAL DA COMARCA DE BARCELOS 3º JUÍZO CÍVEL

Pr. Dr. Francisco Sá Carneiro – Palácio da Justiça 4750-297 Barcelos

ANÚNCIO Administrador de Insolvência: Dr. José da Costa Araújo, com escritório na Rua José António P. P. Machado, nº 369 1º Esqº, 4750 – 309 Barcelos Telefone: 253 824 116 / Fax: 253 821 065 Processo nº: 91/13.4TBBCL – 3º Juízo Cível Insolvente: José Rodrigues de Brito e Maria Inês Fernandes Vale Brito Nos autos acima identificados procede-se à venda por propostas em carta fechada dos bens, apreendidos para a massa insolvente, e infra identificados, os quais serão adjudicados a quem oferecer o maior preço acima do abaixo anunciado. Foi designado o próximo dia 20 de Setembro de 2013 pelas 14,00 horas para a abertura de propostas em carta fechada, presidida pelo Mmo. Juiz do processo, devendo as propostas ser apresentadas na Secretaria Judicial do referido Tribunal, até à hora da abertura das propostas (14,00 horas), acompanhadas de um cheque visado no montante de 20% do valor proposto para a aquisição, ou garantia bancária, no mesmo valor. - BEM IMÓVEL – VERBA N.º 1 Prédio misto, composto por casa e rés-do-chão, situado no Lugar da Mota, freguesia de Gilmonde, concelho de Barcelos, descrito na Conservatória do registo Predial de Barcelos sob o n.º 193/ 19891020 Gilmonde e inscrito na respectiva matriz sobre os artigos 289 – Rústico e 809-Urbano. VERBA Nº 1 – Valor mínimo a anunciar para venda é de (€ 164.000,00 x 85%) € 139.400,00 VERBA N.º 2 Prédio urbano, composto por rés-do-chão, situado Lugar da Mota, freguesia de Gilmonde, concelho de Barcelos, descrito na Conservatória do registo Predial de Barcelos sob o n.º 1284/ 20101209 Gilmonde e inscrito na respectiva matriz sobre o artigo 529. VERBA Nº 2 – Valor mínimo a anunciar para venda é de (€ 1.400,00 x 85%) € 1.190,00

ANÚNCIO 1.ª Publicação Vende-se no Processo de Insolvência 4415/12.3TBMAI - 2o J, em que é insolvente Rosa Andreia Soares Gomes, o seguinte bem: Verba 3: viatura 46 - DB - 77, sem qualquer garantia Valor base*: 1.000€ As propostas devem ser remetidas para Apartado 47,4634 909 Marco de Canavezes, até ao dia 20 de Setembro de 2013, acompanhadas de 20% do valor e ainda a respectiva identificação do proponente. * - Aceitam-se propostas acima de 70% do valor base

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 27/08/2013 António Bonifácio

Administrador de Insolvências - 96 435 14 42

ANÚNCIO 1.ª Publicação

Vende-se no Processo 652/11.6TBSEI – 2º J, em que é insolvente Brito e Marques, Ldª, os seguintes bens: V. 2: viatura 44 – FV – 66 – valor base: 9.135€* V. 3: viatura 92 – AG – 30 – valor base: 9.065€** V. 4: viatura 82 – BT – 71 – valor base: 3.360€** V. 5: viatura 29 – 44 – ZO – valor base: 1.645€** Os bens podem ser visitados, prévio contacto para o telemóvel 91 329 77 44. As propostas devem ser remetidas por correio para o Apartado 47, 4634 – 909 Marco de Canavezes, até ao dia 20 de Setembro de 2013, acompanhadas de 20% do valor proposto e ainda identificação do proponente. * Reserva de propriedade a favor da Finicrédito ** Reserva de propriedade a favor da Sofinloc

VERBA N.º 3 3 Mobílias de quarto completas (compostas por cama, cómoda e mesinhas de cabeceira); 1 Mesa de jantar e 8 cadeiras; 2 sofás; 2 televisores. VERBA Nº 3 – Valor anunciar para venda (€ 1.000,00 x 85%) € 850,00* VERBA N.º 4 Estufa de viveiro, aproximadamente de 7 mil plantas ornamentais e cerca de trezentos vasos. VERBA Nº 4 – Valor anunciar para venda (€ 10.000,00 x 85%) € 8.500,00* VERBA N.º 5 Viatura automóvel de marca “Toyota”, modelo “DYM 150, com a matrícula 90-00-AG; Viatura automóvel de marca “Volkswagen”, modelo “Polo”, com a matrícula 76-63-TH; Viatura automóvel de marca “Volkswagen”, modelo “Caddy”, com a matrícula 79-57-UG; Viatura automóvel de marca “Volkswagen”, com a matrícula 06-36-BX; VERBA Nº 5 – Valor anunciar para venda (€ 2.000,00 x 85%) € 1.700,00* VERBA N.º 6 Tractor de marca “Lamborghini”, com a matrícula 76-83-BR; Reboque de mercadorias, marca “Meca”, com a matrícula P-57141 VERBA Nº 6 – Valor anunciar para venda (€ 1.000,00 x 85%) € 850,00* *Ao valor da aquisição dos móveis acresce IVA de 23%. Os bens serão mostrados a quem o pretender, pelo Administrador de Insolvência, no próximo dia 05 de Setembro de 2013, das 10,30h às 12,30horas ou em qualquer outro dia, mediante, marcação prévia, pelo telefone acima indicado. O Administrador de Insolvência José da Costa Araújo

DEPARTAMENTO DE PUBLICIDADE Telefone: 22 0967846/7 Fax: 22 0967845

Av. António José de Almeia, nº. 292, 3º andar 3720-239 Oliveira de Azeméis Telf. 256688949 Fax 256683050

ANÚNCIO

Email:conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 27/08/2013 Pº Insolv. nº 1690/11.4T2AVR - C Insolv:”José Manuel Simões Balreira e mulher Carla Maria Sá Rodrigues Balreira” Nifs: 170 967 689 e 175 353 891 (Dº R 30.11.2011) Mandatário dos insolventes: Dr. Silva Lopes, Fax: 223 758 801 1.ª Publicação Apenso da LIQUIDAÇÃO Leva-se ao conhecimento do Tribunal o seguinte:

HABITAÇÃO NA FREGUESIA DE CANEDO CONCELHO DE SANTA MARIA DA FEIRA PROCESSO: 5507/08.9TBVFR, 1.ª Publicação 4º. Juízo Cível Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira

EXECUTADO Artur Jorge Barbosa dos Santos, portador do contribuinte nº. 176601864 Informa-se os eventuais os eventuais interessados que são aceites propostas de aquisição do(s) seguinte(s) bem(s) penhorado(s): VERBA ÚNICA Habitação no rés-do-chão direito com a área coberta de 60,5m2 e área descoberta 115,48m2, sita no Lugar das Costouras, freguesia de Canedo, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o Artº. 2158-B e descrito na Conservatória de Registo Predial de Santa Maria da Feira, sob a descrição 443/19901126-B VALOR BASE São aceites propostas superiores a 70% do valor 40.000,00 € APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS As propostas são apresentadas em carta fechada até às 10:00 horas (dez horas) do dia 10/09/2013 na Secretaria do Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira, sito na Rua Dr. Cândido de Pinho, 18/30 – Ed. Manuel I, Bl. B – 4520-211 Santa Maria da Feira, devendo os proponentes, nos termos do nº 1 do artigo 897º do Código Processo Civil, juntar à sua proposta, como caução, um cheque visado, à ordem do solicitador de execução no montante correspondente a 20% do valor base dos bens, ou garantia bancária no mesmo valor. As propostas serão abertas no dia e hora indicado, não sendo obrigatória a presença do proponente. FIEL DEPOSITÁRIO O executado. O Solicitador - Albino José Vaz – Cédula 3536

Albino José Vaz AGENTE DE EXECUÇÃO Av. António José de Almeia, nº. 292, 3º andar 3720-239 Oliveira de Azeméis Telf. 256688949 Fax 256683050

ANÚNCIO VENDA EM PROCESSO EXECUTIVO APARTAMENTO EM BELAS SINTRA PROCESSO: 24739/05.5YYPRT, 1.ª Publicação 2°. Juízo Execução Tribunal Porto EXECUTADO Carlos Fernando Chicharro Margarido, NIF n° 209052813 Informa-se os eventuais os eventuais interessados que são aceites proptfstas de aquisição do(s) seguinte(s) bem(s) penhorado(s): VERBA ÚNICA Fracção Autónoma designada pela letra “M” correspondente ao terceiro andar direito destinado a habitação, composto por cozinha, WC, 3 divisões e despensa, inscrito na matriz sob o Art. 2961- “M” e descrito na Conservatória de Registo Predial de Queluz, sob a descrição n°. 159/19850514-M, prédio sito no Lugar de Idanha, freguesia de Belas, concelho de Sintra. VALOR BASE São aceites propostas superiores a 70% do valor 97.700,00 € APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS As propostas são apresentadas em carta fechada até às 9:30 horas (nove e trinta horas) do dia 17/09/2013 na Secretaria do Tribunal do Porto, sito na Rua Cantor Zeca Afonso, concelho do Porto, devendo os proponentes, nos termos do n° 1 do artigo 897º do Código Processo Civil, juntar à sua proposta, como caução, um cheque visado, â ordem do solicitador de execução no montante correspondente a 20% do valor base dos bens, ou garantia bancaria no mesmo valor. As propostas serão abertas no dia e hora indicado, não sendo obrigatória a presença do proponente. FIEL DEPOSITÁRIO O executado.

Tlm: 91 282 06 79

Desde 1868 a informá-lo

Albino José Vaz AGENTE DE EXECUÇÃO

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 27/08/2013

- BENS MÓVEIS –

António Bonifácio

Administrador de Insolvências - 96 435 14 42

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 27/08/2013

VENDA EM PROCESSO EXECUTIVO

VENDA POR PROPOSTA EM CARTA FECHADA

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 26/08/2013

O Primeiro de Janeiro | 9

O Solicitador - Albino José Vaz – Cédula 3536

ANÚNCIO

REGULAMENTO DA VENDA (tentativa de venda) (na modalidade de proposta, por qualquer meio, e posteriormente confirmada por carta , via CTT( para dar certeza da apresentação), por ser a mais conveniente para o caso, e para o bom desempenho da função, economia de recursos, celeridade e transparência e certezas ) art. 164º.1, in fine Cire. (envia-se modelo de proposta para confirmação quando pedido ao AI) 1 – Identificação dos bens, valor e outras informações: Verba 6 – matriz 476 da Freguesia de Sangalhos, CRP 2017, Concelho Anadia – quota de 1/3 sobre terra e cultura, videiras e árvores de fruto. Verba 7 – matriz 892 da Freguesia de Sangalhos, CRP 2060, Concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre casa de habitação de rés-do-chão, 1º andar… Verba 8 – matriz 217 da Freguesia de Avelãs de Caminho, CRP 466, Concelho Anadia – quota de 1/3 sobre casa-de-habitação de rés-do-chão, 1º andar… Verba 9 – matriz 44, freguesia de Avelãs de Caminho, CRP 467, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre terra de semeadura Verba 10 – matriz 61, freguesia de Avelãs de Caminho, CRP 468, concelho Anadia – quota de 1/3 sobre terra de semeadura Verba 11 – matriz 249, freguesia de Avelãs de Caminho, CRP 469, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre terra de semeadura com oliveiras e pinhal Verba 12 – matriz 843, fregueisa de Avelãs de Caminho, CRP 470, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre pinhal e eucaliptal Verba 13 – matriz 45, freguesia de Avelãs de Caminho, CRP 619, concelho de Anadia – terra de semeadura Verba 14 – matriz 10710, freguesia de Avelãs de Cima, CRP 3506, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre terreno a mato e eucaliptal Verba 15 – matriz 10742, freguesia de Avelãs de Cima, CRP 3507, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre pinhal e mato com eucaliptos Verba 16 – matriz 10758, freguesia de Avelãs de Cima, CRP 3508, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre pinhal e mato Verba 17 – matriz 10768, freguesia de Avelãs de Cima, CRP 3509, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre pinhal e mato Valor BASE: 20.000€ Aceitam-se propostas a partir de 70% do valor base Não há Comissão de Credores Notificação desde já aos insolventes para efeitos de pedido de adjudicação e remição por carta registada. Mandatário dos insolventes: Dr. Silva Lopes 3- As propostas são sempre confirmadas, via CTT (questão de certeza) até ao próximo dia 20 de Setembro de 2013, para o Caminho de S. Martinho 127, 9000 – 273 Funchal Devem mencionar a identificação completa do proponente, fotocópia do BI/NIPC, endereço e contacto, e ainda caução efectiva de 20% da respectiva proposta, (podendo ser usado o impresso modelo que se disponibiliza) O preço e os eventuais impostos não isentos serão pagos nos 15 dias seguintes (seguidos). 4- Cada verba é vendida no estado físico e jurídico em que se encontra, sem quaisquer garantias, sendo fiel depositário o A.I., Dr. António Bonifácio, Telf. 96 435 14 42 Todos os encargos com a aquisição são da conta do comprador, nomeadamente todo o IMI em dívida, registos, alvarás, licenças, etc. 5 – Nos 10 dias seguintes ao termo do prazo para a recepção das propostas que fazem presumir a adesão a estas condições de venda, o resultado das mesmas, será comunicado pelo AI a todos os interessados e ao Tribunal, por relatório. 6 – É dado cumprimento ao artº 161º, 164º e outros do Cire, presumindo-se o acordo tácito se nada for dito, e serão atendidos os direitos de preferência / remissão / cedência de posição, etc, após a notificação dos resultados da venda aos insolventes (singulares) e interessados conhecidos, que tenham manifestado tal interesse por escrito, junto do AI, para exercerem tal direito, nos 10 dias seguintes. Verificando-se situações de empate, repetir-se-á a notificação aos interessados para que licitem entre eles, num prazo de 3 dias. 7 – Vai publicado, pelo menos, no “Primeiro de Janeiro” , alargando a área de difusão a todo o País (e estrangeiro) e, em qualquer outro jornal, mediante sugestão de interessado. Vai, ainda, difundido por todos os investidores conhecidos do AI, habituados a compras de bens apreendidos, podendo ser utilizado o impresso, modelo proposta, usado, habitualmente, para o efeito por este AI. 8- Aceita-se qualquer outra proposta noutros termos, para ponderação do AI. FUN, 21/08/2013 Escritório: Cº. S. Martinho 127 – 9000-273 Funchal

Quer anunciar ao melhor preço Telefone: 22 096 78 46

Tlm: 91 282 06 79

?

Fax: 22 096 78 45

email: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt


10 | O Primeiro de Janeiro

publicidade/editais «O PRIMEIRO DE JANEIRO», 29/08/2013

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 26/08/2013

“ELEIÇÕES GERAIS PARA OS ORGÃOS DAS AUTARQUIAS LOCAIS - 2013 O Grupo de Cidadãos Eleitores “JUNTOS POR SAPIÃOS E SAPELOS” - JPSS vem, nos termos e para os efeitos do n.º 4 do artigo 21.º da Lei n.º 19/2003, de 20 de junho, alterado pelo artigo 1.º da Lei n.º 55/2010, de 24 de dezembro, comunicar que constitui Mandatário Financeiro ABÍLIO DE FREITAS PEREIRA

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 29/08/2013

“ELEIÇÕES GERAIS PARA OS ORGÃOS DAS AUTARQUIAS LOCAIS - 2013 O Grupo de Cidadãos Eleitores “VIVA BOTICAS E GRANJA - VBG vem, nos termos e para os efeitos do n.º 4 do artigo 21.º da Lei n.º 19/2003, de 20 de junho, alterado pelo artigo 1.º da Lei n.º 55/2010, de 24 de dezembro, comunicar que constitui Mandatário Financeiro

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 29/08/2013

“ELEIÇÕES GERAIS PARA OS ORGÃOS DAS AUTARQUIAS LOCAIS - 2013 O Grupo de Cidadãos Eleitores “UNIÃO DO TERVA” - UT vem, nos termos e para os efeitos do n.º 4 do artigo 21.º da Lei n.º 19/2003, de 20 de junho, alterado pelo artigo 1.º da Lei n.º 55/2010, de 24 de dezembro, comunicar que constitui Mandatário Financeiro

EDITAL Procedimento concursal de recrutamento para o preenchimento em regime de contrato de trabalho por tempo determinado de 1 posto de trabalho de Motorista de Transporte Pesados de Passageiros. Torna-se público que foi publicado no Diário da República, II Série, n.° 159, de 20 de agosto de 2013, aviso de abertura de procedimento de concurso para contrato por tempo indeterminado de 1 posto de trabalho de Motorista de Transporte Pesados de Passageiros, Assim, informa-se que se encontra aberto, pelo prazo de dez dias úteis, a contar da data da publicação no Diário da República, o período para apresentação das candidaturas ao procedimento concursal. Ponte de Lima, 23 agosto 2013 O Presidente da Junta de Freguesia de Correlhã João Fernando Cerqueira de Oliveira

HUGO ANDRÉ GARCIA RODRIGUES

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 29/08/2013

“ELEIÇÕES GERAIS PARA OS ORGÃOS DAS AUTARQUIAS LOCAIS - 2013 O Grupo de Cidadãos Eleitores “COUTO DORNELAS INDEPENDENTE” - CDI vem, nos termos e para os efeitos do n.º 4 do artigo 21.º da Lei n.9 19/2003, de 20 de junho, alterado pelo artigo 1.º da Lei n.9 55/2010, de 24 de dezembro, comunicar que constitui Mandatário Financeiro Diamantino Davide Peixoto Batista «O PRIMEIRO DE JANEIRO», 29/08/2013

“ELEIÇÕES GERAIS PARA OS ORGÃOS DAS AUTARQUIAS LOCAIS - 2013 O Grupo de Cidadãos Eleitores GRUPO DE INDEPENDENTES POR FERVENÇA, candidato à Assembleia de Freguesia de Fervença, município de Celorico de Basto, vem nos termos e para os efeitos do nº4 do artº 2º1 da lei 19/2003 de 20/06, alterado pelo artº 1º da lei nº 55/2010 de 24/12, comunicar que constitui Mandatário Financeiro Bruno Miguel Pereira Sousa «O PRIMEIRO DE JANEIRO», 29/08/2013

“ELEIÇÕES GERAIS PARA OS ORGÃOS DAS AUTARQUIAS LOCAIS - 2013 O Grupo de Cidadãos Eleitores TODOS POR AGILDE, candidato à Assembleia de Freguesia de Agilde, município de Celorico de Basto, vem nos termos e para os efeitos do nº4 do artº 21º da lei 19/2003 de 20/06, alterado pelo artº 1º da lei nº 55/2010 de 24/12, comunicar que constitui Mandatário Financeiro Bruno Miguel Pereira Sousa

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 27/08/2013

Freguesia da Correlhã

Jorge Helder Pereira Veiga da Cunha

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013


publicidade/editais «O PRIMEIRO DE JANEIRO», 29/08/2013

Decreto - Lei 306 / 2007 de 27 de Agosto (Anexo I, partes I, II e III) Ç 01 Abril a 30 de Junho 2013

*

* * * * * *

* * * *

*

Controlo R1 Bactérias coliformes Escherichia coli Desinfectante residual Controlo R2 Alumínio Amónio Número de colónias a 22 ºC Número de colónias a 37 ºC Condutividade Clostridium perfringens Cor pH Manganês Nitratos Oxidabilidade # Cheiro a 25 ºC Sabor a 25 ºC Turvação Controlo I Alcalinidade Antimónio Arsénio Benzeno Benzo(a)pireno Boro Bromatos Cádmio Cálcio Carbono Orgânico Total Chumbo Cianetos Cloretos Cobre Crómio 1,2-dicloroetano Dureza Total Enterococos fecais Fluoretos Ferro Hidrocarbonetos Aromáticos policíclicos (HAP)

Unidades

0 0 &

UFC/100 mL UFC/100 mL mg/L Cl2

200 0,50 Sem alteração anormal Sem alteração anormal 2500 0 20 ≥ 6,5 ≤ 9,0 50 50 5 3 3 4

µg/L Al mg/L NH4 UFC/1 mL UFC/1 mL µS/cm a 20 ºC UFC/100 mL mg/L Pt/Co unidades de pH µg/L Mn mg/L NO3 mg/L O2 Taxa diluição Taxa diluição NTU

& 5,0 10 1,0 0,010 1,0 10 5,0 & Sem alteração anormal 25 50 250 2,0 50 3,0 & 0 1,5 200

mg/L CaCO3 µg/l Sb µg/l As µg/l µg/l C20H12 mg/l B µg/l BrO3 µg/l Cd mg/L Ca mg/L C µg/l Pb µg/L CN mg/L Cl mg/l Cu µg/l Cr µg/l mg/L CaCO3 UFC/100 mL mg/L F µg/L Fe

Número de análises previstas no PCQA

Percentagem de análises efectuadas

867 289 289 289 886 50 50 50 50 289 50 50 50 50 ─ 47 50 50 50 60 3 ─ ─ ─ 3 ─ ─ ─ 3 3 3 ─ ─ 3 ─ ─ 3 3 ─ 3

100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 ─ 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 ─ ─ ─ 100,0 ─ ─ ─ 100,0 100,0 100,0 ─ ─ 100,0 ─ ─ 100,0 100,0 ─ 100,0

Percentagem de análises que

Valor Mínimo

Valor Máximo

0 0 <0,10 (LQ)

> 100 (LSM) 0 0,87

<50 (LQ) <0,05 (LQ) 0 0 147 0 <6 (LQ) 6,95 <2,0 (LQ) ─ <1,0 (LQ) <1 (θ) <1 (ω) <0,20 (LQ)

<50 (LQ) <0,05 (LQ) 9 30 297 0 <6 (LQ) 8,12 9,1 ─ <1,0 (LQ) <1 (θ) <1 (ω) 0,62

43 ─ ─ ─ <0,0050 (LQ) ─ ─ ─ 21,1 1,2 <7 (LQ) ─ ─ 4,0E-03 ─ ─ 65 0 ─ <50 (LQ)

56 ─ ─ ─ <0,0050 (LQ) ─ ─ ─ 34,7 1,3 <7 (LQ) ─ ─ 1,2E-02 ─ ─ 96 0 ─ <50 (LQ)

98,27 96,54 100,00 ─ 100,00 100,00 100,00 ─ ─ 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 ─ 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 ─ ─ ─ ─ 100,00 ─ ─ ─ ─ ─ 100,00 ─ ─ 100,00 ─ ─ ─ 100,00 ─ 100,00

cumprem a legislação

0,10

µg/l

3

100,0

<0,025 (LQ)

<0,025 (LQ)

100,00

Benzo(b)fluoranteno Benzo(k)fluoranteno Benzo(ghi)perileno Indeno(1,2,3cd)pireno Magnésio Mercúrio Níquel Nitritos Pesticidas-Totais Alacloro Atrazina Bentazona Desetilatrazina Desetilterbutilazina Diurão Linurão Terbutilazina Selénio Sódio Sulfatos

& & & & & 1 20 0,5 0,50 0,10 0,10 0,10 0,10 0,10 0,10 0,10 0,10 10 200 250

µg/l C20H12 µg/l C20H12 µg/l C22H12 µg/l C22H12 mg/L Mg µg/l Hg µg/l Ni mg/L NO2 µg/l µg/l C14H20ClNO2 µg/l C8H14ClN5 µg/l C10H12N2O3S µg/l C6H10ClN5 µg/l C7H12ClN5 µg/l C9H10Cl2N20 µg/l C9H10Cl2N2O2 µg/l C9H16ClN5 µg/l Se mg/L Na mg/L SO4

3 3 3 3 3 ─ 3 3 ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─

100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 ─ 100,0 100,0 ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─

<0,0050 (LQ) <0,0050 (LQ) <0,005 (LQ) <0,010 (LQ) 2,2 ─ <6 (LQ) <0,010 (LQ) ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─

<0,0050 (LQ) <0,0050 (LQ) <0,005 (LQ) <0,010 (LQ) 9,4 ─ <6 (LQ) <0,010 (LQ) ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─

─ ─ ─ ─ ─ ─ 100,00 100,00 ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─

* Tetracloroeteno e tricloroeteno * Tetracloroeteno * Tricloroeteno Tri-halometanos total(THM) Clorofórmio Bromodiclorometano Dibromoclorometano Bromofórmio * Cloreto de Vinilo * Epicloridrina * Acrilamida Totais

10 & & 100 & & & & 0,50 0,10 0,10

µg/l µg/l µg/l µg/l µg/l µg/l µg/l µg/l µg/l µg/l µg/l

─ ─ ─ 3 3 3 3 3 ─ ─ ─ 1813

─ ─ ─ 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 ─ ─ ─ 100,0

─ ─ ─ 27,3 15,9 8,5 2,0 <1,0 (LQ) ─ ─ ─

─ ─ ─ 50,4 38,5 10,4 2,9 <1,0 (LQ) ─ ─ ─

─ ─ ─ 100,00 ─ ─ ─ ─ ─ ─ ─ 99,29

*

* * * * * * * * * * * *

$

No controlo de Inspecção a Oxidabilidade é substituida pelo Carbono Orgânico Total. Parâmetro sem valor paramétrico definido. Dispensa/redução de controlo de acordo com o artigo 11º do Decreto-Lei nº306/2007. Resultados calculados de acordo com critérios adotados pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos(ERSAR ). Limite de Quantificação Limite Superior do Método Nº limiar do cheiro (EN 1622:2006) Nº limiar do sabor (EN 1622:2006)

Desde 1868 a informá-lo

1) Quota social de valor nominal de € 9.000,00, titulada por José Furtado Ferreira, na sociedade Furitel – Comércio de Telecomunicações, Lda., com a matrícula 504 384 040, a que se atribuiu um valor de € 9.000,00 2) Quota social de valor nominal de € 1.000,00, titulada por José Furtado Ferreira, na sociedade Furitel – Comércio de Telecomunicações, Lda., com a matrícula 504 384 040, a que se atribuiu um valor de € 1.000,00 3) Quota social de valor nominal de € 4.500,00, titulada por José Furtado Ferreira, na sociedade Terceiramédia – Comércio de Telecomunicações, Lda., com a matrícula 506 108 104, a que se atribuiu um valor de € 4.500,00 4) Quota social de valor nominal de € 500,00, titulada por José Furtado Ferreira, na sociedade Terceiramédia – Comércio de Telecomunicações, Lda., com a matrícula 506 108 104, a que se atribuiu um valor de € 500,00 5) Quota social de valor nominal de € 11.469,95, titulada por José Furtado Ferreira, na sociedade Boristel – Informática e Telecomunicações, Lda., com a matrícula 503 282 693, a que se atribuiu um valor de € 11.469,95 6) Quota social de valor nominal de € 1.000,00, titulada por José Furtado Ferreira, na sociedade Boristel – Informática e Telecomunicações, Lda., com a matrícula 503 282 693, a que se atribuiu um valor de € 1.000,00 Os proponentes devem juntar à sua proposta, nunca inferior a 85% do valor base, cheque - visado de 5% do valor base, como caução, à ordem da massa insolvente de José Furtado Ferreira, e que será devolvido, caso a proposta não seja aceite. A abertura de todas as propostas recebidas será feita no dia 18 de Setembro de 2013 às 16h00 no domicílio profissional do administrador da insolvência O Administrador da Insolvência João Morais de Almeida

DEPARTAMENTO DE PUBLICIDADE Telefone: 22 096 78 46

Fax: 22 096 78 45

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 29/08/2013 Processo: 302/11.OTJPRT-D Prestação de contas administrador (CIRE) N/Referência: 11705097 Data: 08-08-2013 Insolvente: Gonçalo Nuno Coelho Gomes Credor: Banco Espirito Santo S.A. e outro(s)...

ANÚNCIO O Juiz de Direito deste Juízos Cíveis do Porto, 3ª Juízo Cível de Porto, faz saber que são os credores e a/o insolvente Gonçalo Nuno Coelho Gomes, Endereço: Rua João de Bosco N.º140, 3.º Esquerdo, Hab 31, 4000-000 Porto, notificados para no prazo de 5 dias, decorridos que sejam dez dias de éditos, que começarão a contar-se da publicação do anúncio, se pronunciarem sobre as contas apresentadas pelo administrador da insolvência (Artº 64º nº 1 do CIRE). O Prazo é contínuo, não se suspendendo durante as férias judiciais (nº 1 do artº 9º do CIRE).

Observações: As causas dos incumprimentos aos valores paramétricos devem-se: Parâmetros microbiológicos A situações pontuais em 80,0% dos casos, não se confirmando após realização de análises de verificação; À deficiente manutenção dos sistemas de distribuição predial ( 20,0%), da responsabilidade dos proprietários/utilizadores. Parâmetros físico-químicos Não se verificaram situações em incumprimento . # & * $ LQ LSM θ ω

Nos autos acima identificados procede-se à venda, mediante propostas em carta fechada, das participações financeiras, mais bem discriminadas infra, as quais serão entregues a quem oferecer o melhor preço, devendo os interessados, até às 16h do dia 18 de Setembro de 2013, entregar as propostas de compra em carta fechada, indicando no envelope o nº do processo em epígrafe, dirigidas ao Administrador da Insolvência – João Morais de Almeida, para a Av. Dr. João Canavarro, n.º 305 – 3º S/32 – 4480-668 Vila do Conde. As participações financeiras em causa consistem em:

www.oprimeirodejaneiro.pt

VENDA MEDIANTE PROPOSTAS EM CARTA FECHADA

REDE DISTRIBUIÇÃO PREDIAL

www.oprimeirodejaneiro.pt

ANÚNCIO

RESULTADOS OBTIDOS NO CONTROLO DE QUALIDADE DA ÁGUA DESTINADA A CONSUMO HUMANO

Valor Paramétrico

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 28/08/2013

Processo n.º 3038/10.6TBVCD – 1.º Juízo Cível TRIBUNAL JUDICIAL DE VILA DO CONDE INSOLVÊNCIA DE José Furtado Ferreira

ÁGUAS DO PORTO, E.E.M

Parâmetro

O Primeiro de Janeiro | 11

www.oprimeirodejaneiro.pt

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

Juiz de Direito, Dr(a). Maria do Rosário Marques Neiva Vieira O Oficial de Justiça, Paulo Martins

Quer anunciar ao melhor preço Telefone: 22 096 78 46

Tlm: 91 282 06 79

?

Fax: 22 096 78 45

email: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt


publicidade/editais

12 | O Primeiro de Janeiro

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 27/08/2013 SANDRA PARENTE Solicitadora de Execução Cédula profissional n.º 3477

Processo: 14813/05.3YYPRT Juízos de Execução do Porto 2º Juízo 1ª Secção Execução para Pagamento de Quantia Certa sob a forma comum Valor: € 21779,95 Exequente: BPN Crédito – Instituição Financeira de Crédito, S.A. Executados: Maria Raquel da Costa Rebelo 2.ª Publicação

ANÚNCIO EDITAL CITAÇÃO DE AUSENTE EM PARTE INCERTA (artigos 244º e 248º do CPC)

Objecto e Fundamento da Citação Nos termos e para os efeitos do disposto no artº 248º e ss do Código de Processo Civil (CPC), correm éditos de 30 (trinta ) dias, contados da data da segunda e última publicação do anúncio, citando o ausente, Maria Raquel da Costa Rebelo, com última morada conhecida na, Rua Adelino da Palma Carlos 95 R/C Esq. Leça da Palmeira em Matosinhos, para no prazo de 20 (vinte ) dias, decorrido que seja o dos éditos, pagar ou deduzir oposição à execução supra referenciada, nos termos do artigo 812º, nº 6 do CPC. O duplicado do requerimento executivo e a cópia dos documentos encontram-se à disposição do citando no escritório da Agente de Execução. Meios de Oposição: Nos termos do disposto no artigo 60º do CPC, e tendo em consideração o valor do processo, para se opôr à execução, é obrigatória a constituição de Advogado. Cominação em caso de revelia Caso não se oponha à execução no prazo supra indicado e não pagar ou caucione a quantia exequenda, seguem-se os termos do artigo 832º do CPC, sendo promovida a penhora dos bens necessários para garantir o pagamento da quantia exequenda, acrescido de 10 %, nos termos do disposto no nº 3 do artigo 821º do CPC. Pagamento, Despesas e Honorários Poderá efectuar o pagamento da quantia exequenda no escritório da Agente de Execução. Á quantia exequenda acrescem, além dos juros calculados nos termos do pedido, a taxa de justiça no montante de €44.50, e os honorários e despesas da Solicitadora de Execução, que nesta data ascendem a €500.00, sem prejuízo de posterior revisão. Este edital encontra-se afixado na porta do último domicílio conhecido do citando, na Junta de Freguesia respectiva e no Tribunal onde corre termos a execução. São também publicados dois anúncios consecutivos no Jornal 1ª de janeiro. A Agente de Execução, Sandra Parente Rua Dr. António de Sousa Macedo, 39 - 1º - Sala 4 – 4050 - 061 Porto - Telef. 223320263 Fax - 222012465 Horário de atendimento: Das 16.30 às 18.30 Email - 3477@solicitador.net Contribuinte fiscal nº. 202.492.532 - Cód. Rep. Fin. - 3.204

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 27/08/2013

TRIBUNAL JUDICIAL DA COMARCA DE BARCELOS 3º JUÍZO CÍVEL

Pr. Dr. Francisco Sá Carneiro – Palácio da Justiça 4750-297 Barcelos

ANÚNCIO Administrador de Insolvência: Dr. José da Costa Araújo, com escritório na Rua José António P. P. Machado, nº 369 1º Esqº, 4750 – 309 Barcelos Telefone: 253 824 116 / Fax: 253 821 065 Processo nº: 91/13.4TBBCL – 3º Juízo Cível Insolvente: José Rodrigues de Brito e Maria Inês Fernandes Vale Brito Nos autos acima identificados procede-se à venda por propostas em carta fechada dos bens, apreendidos para a massa insolvente, e infra identificados, os quais serão adjudicados a quem oferecer o maior preço acima do abaixo anunciado. Foi designado o próximo dia 20 de Setembro de 2013 pelas 14,00 horas para a abertura de propostas em carta fechada, presidida pelo Mmo. Juiz do processo, devendo as propostas ser apresentadas na Secretaria Judicial do referido Tribunal, até à hora da abertura das propostas (14,00 horas), acompanhadas de um cheque visado no montante de 20% do valor proposto para a aquisição, ou garantia bancária, no mesmo valor. - BEM IMÓVEL – VERBA N.º 1 Prédio misto, composto por casa e rés-do-chão, situado no Lugar da Mota, freguesia de Gilmonde, concelho de Barcelos, descrito na Conservatória do registo Predial de Barcelos sob o n.º 193/ 19891020 Gilmonde e inscrito na respectiva matriz sobre os artigos 289 – Rústico e 809-Urbano. VERBA Nº 1 – Valor mínimo a anunciar para venda é de (€ 164.000,00 x 85%) € 139.400,00 VERBA N.º 2 Prédio urbano, composto por rés-do-chão, situado Lugar da Mota, freguesia de Gilmonde, concelho de Barcelos, descrito na Conservatória do registo Predial de Barcelos sob o n.º 1284/ 20101209 Gilmonde e inscrito na respectiva matriz sobre o artigo 529. VERBA Nº 2 – Valor mínimo a anunciar para venda é de (€ 1.400,00 x 85%) € 1.190,00

ANÚNCIO 2.ª Publicação Vende-se no Processo de Insolvência 4415/12.3TBMAI - 2o J, em que é insolvente Rosa Andreia Soares Gomes, o seguinte bem: Verba 3: viatura 46 - DB - 77, sem qualquer garantia Valor base*: 1.000€ As propostas devem ser remetidas para Apartado 47,4634 909 Marco de Canavezes, até ao dia 20 de Setembro de 2013, acompanhadas de 20% do valor e ainda a respectiva identificação do proponente. * - Aceitam-se propostas acima de 70% do valor base

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 28/08/2013 António Bonifácio

Administrador de Insolvências - 96 435 14 42

ANÚNCIO 2.ª Publicação

Vende-se no Processo 652/11.6TBSEI – 2º J, em que é insolvente Brito e Marques, Ldª, os seguintes bens: V. 2: viatura 44 – FV – 66 – valor base: 9.135€* V. 3: viatura 92 – AG – 30 – valor base: 9.065€** V. 4: viatura 82 – BT – 71 – valor base: 3.360€** V. 5: viatura 29 – 44 – ZO – valor base: 1.645€** Os bens podem ser visitados, prévio contacto para o telemóvel 91 329 77 44. As propostas devem ser remetidas por correio para o Apartado 47, 4634 – 909 Marco de Canavezes, até ao dia 20 de Setembro de 2013, acompanhadas de 20% do valor proposto e ainda identificação do proponente. * Reserva de propriedade a favor da Finicrédito ** Reserva de propriedade a favor da Sofinloc

VERBA N.º 3 3 Mobílias de quarto completas (compostas por cama, cómoda e mesinhas de cabeceira); 1 Mesa de jantar e 8 cadeiras; 2 sofás; 2 televisores. VERBA Nº 3 – Valor anunciar para venda (€ 1.000,00 x 85%) € 850,00* VERBA N.º 4 Estufa de viveiro, aproximadamente de 7 mil plantas ornamentais e cerca de trezentos vasos. VERBA Nº 4 – Valor anunciar para venda (€ 10.000,00 x 85%) € 8.500,00* VERBA N.º 5 Viatura automóvel de marca “Toyota”, modelo “DYM 150, com a matrícula 90-00-AG; Viatura automóvel de marca “Volkswagen”, modelo “Polo”, com a matrícula 76-63-TH; Viatura automóvel de marca “Volkswagen”, modelo “Caddy”, com a matrícula 79-57-UG; Viatura automóvel de marca “Volkswagen”, com a matrícula 06-36-BX; VERBA Nº 5 – Valor anunciar para venda (€ 2.000,00 x 85%) € 1.700,00* VERBA N.º 6 Tractor de marca “Lamborghini”, com a matrícula 76-83-BR; Reboque de mercadorias, marca “Meca”, com a matrícula P-57141 VERBA Nº 6 – Valor anunciar para venda (€ 1.000,00 x 85%) € 850,00* *Ao valor da aquisição dos móveis acresce IVA de 23%. Os bens serão mostrados a quem o pretender, pelo Administrador de Insolvência, no próximo dia 05 de Setembro de 2013, das 10,30h às 12,30horas ou em qualquer outro dia, mediante, marcação prévia, pelo telefone acima indicado. O Administrador de Insolvência José da Costa Araújo

DEPARTAMENTO DE PUBLICIDADE Telefone: 22 0967846/7 Fax: 22 0967845

Av. António José de Almeia, nº. 292, 3º andar 3720-239 Oliveira de Azeméis Telf. 256688949 Fax 256683050

ANÚNCIO

Email:conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 28/08/2013 Pº Insolv. nº 1690/11.4T2AVR - C Insolv:”José Manuel Simões Balreira e mulher Carla Maria Sá Rodrigues Balreira” Nifs: 170 967 689 e 175 353 891 (Dº R 30.11.2011) Mandatário dos insolventes: Dr. Silva Lopes, Fax: 223 758 801 2.ª Publicação Apenso da LIQUIDAÇÃO Leva-se ao conhecimento do Tribunal o seguinte:

HABITAÇÃO NA FREGUESIA DE CANEDO CONCELHO DE SANTA MARIA DA FEIRA PROCESSO: 5507/08.9TBVFR, 2.ª Publicação 4º. Juízo Cível Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira

EXECUTADO Artur Jorge Barbosa dos Santos, portador do contribuinte nº. 176601864 Informa-se os eventuais os eventuais interessados que são aceites propostas de aquisição do(s) seguinte(s) bem(s) penhorado(s): VERBA ÚNICA Habitação no rés-do-chão direito com a área coberta de 60,5m2 e área descoberta 115,48m2, sita no Lugar das Costouras, freguesia de Canedo, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o Artº. 2158-B e descrito na Conservatória de Registo Predial de Santa Maria da Feira, sob a descrição 443/19901126-B VALOR BASE São aceites propostas superiores a 70% do valor 40.000,00 € APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS As propostas são apresentadas em carta fechada até às 10:00 horas (dez horas) do dia 10/09/2013 na Secretaria do Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira, sito na Rua Dr. Cândido de Pinho, 18/30 – Ed. Manuel I, Bl. B – 4520-211 Santa Maria da Feira, devendo os proponentes, nos termos do nº 1 do artigo 897º do Código Processo Civil, juntar à sua proposta, como caução, um cheque visado, à ordem do solicitador de execução no montante correspondente a 20% do valor base dos bens, ou garantia bancária no mesmo valor. As propostas serão abertas no dia e hora indicado, não sendo obrigatória a presença do proponente. FIEL DEPOSITÁRIO O executado. O Solicitador - Albino José Vaz – Cédula 3536

Albino José Vaz AGENTE DE EXECUÇÃO Av. António José de Almeia, nº. 292, 3º andar 3720-239 Oliveira de Azeméis Telf. 256688949 Fax 256683050

ANÚNCIO VENDA EM PROCESSO EXECUTIVO APARTAMENTO EM BELAS SINTRA PROCESSO: 24739/05.5YYPRT, 2.ª Publicação 2°. Juízo Execução Tribunal Porto EXECUTADO Carlos Fernando Chicharro Margarido, NIF n° 209052813 Informa-se os eventuais os eventuais interessados que são aceites proptfstas de aquisição do(s) seguinte(s) bem(s) penhorado(s): VERBA ÚNICA Fracção Autónoma designada pela letra “M” correspondente ao terceiro andar direito destinado a habitação, composto por cozinha, WC, 3 divisões e despensa, inscrito na matriz sob o Art. 2961- “M” e descrito na Conservatória de Registo Predial de Queluz, sob a descrição n°. 159/19850514-M, prédio sito no Lugar de Idanha, freguesia de Belas, concelho de Sintra. VALOR BASE São aceites propostas superiores a 70% do valor 97.700,00 € APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS As propostas são apresentadas em carta fechada até às 9:30 horas (nove e trinta horas) do dia 17/09/2013 na Secretaria do Tribunal do Porto, sito na Rua Cantor Zeca Afonso, concelho do Porto, devendo os proponentes, nos termos do n° 1 do artigo 897º do Código Processo Civil, juntar à sua proposta, como caução, um cheque visado, â ordem do solicitador de execução no montante correspondente a 20% do valor base dos bens, ou garantia bancaria no mesmo valor. As propostas serão abertas no dia e hora indicado, não sendo obrigatória a presença do proponente. FIEL DEPOSITÁRIO O executado.

Tlm: 91 282 06 79

Desde 1868 a informá-lo

Albino José Vaz AGENTE DE EXECUÇÃO

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 28/08/2013

- BENS MÓVEIS –

António Bonifácio

Administrador de Insolvências - 96 435 14 42

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 28/08/2013

VENDA EM PROCESSO EXECUTIVO

VENDA POR PROPOSTA EM CARTA FECHADA

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 27/08/2013

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

O Solicitador - Albino José Vaz – Cédula 3536

ANÚNCIO

REGULAMENTO DA VENDA (tentativa de venda) (na modalidade de proposta, por qualquer meio, e posteriormente confirmada por carta , via CTT( para dar certeza da apresentação), por ser a mais conveniente para o caso, e para o bom desempenho da função, economia de recursos, celeridade e transparência e certezas ) art. 164º.1, in fine Cire. (envia-se modelo de proposta para confirmação quando pedido ao AI) 1 – Identificação dos bens, valor e outras informações: Verba 6 – matriz 476 da Freguesia de Sangalhos, CRP 2017, Concelho Anadia – quota de 1/3 sobre terra e cultura, videiras e árvores de fruto. Verba 7 – matriz 892 da Freguesia de Sangalhos, CRP 2060, Concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre casa de habitação de rés-do-chão, 1º andar… Verba 8 – matriz 217 da Freguesia de Avelãs de Caminho, CRP 466, Concelho Anadia – quota de 1/3 sobre casa-de-habitação de rés-do-chão, 1º andar… Verba 9 – matriz 44, freguesia de Avelãs de Caminho, CRP 467, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre terra de semeadura Verba 10 – matriz 61, freguesia de Avelãs de Caminho, CRP 468, concelho Anadia – quota de 1/3 sobre terra de semeadura Verba 11 – matriz 249, freguesia de Avelãs de Caminho, CRP 469, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre terra de semeadura com oliveiras e pinhal Verba 12 – matriz 843, fregueisa de Avelãs de Caminho, CRP 470, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre pinhal e eucaliptal Verba 13 – matriz 45, freguesia de Avelãs de Caminho, CRP 619, concelho de Anadia – terra de semeadura Verba 14 – matriz 10710, freguesia de Avelãs de Cima, CRP 3506, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre terreno a mato e eucaliptal Verba 15 – matriz 10742, freguesia de Avelãs de Cima, CRP 3507, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre pinhal e mato com eucaliptos Verba 16 – matriz 10758, freguesia de Avelãs de Cima, CRP 3508, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre pinhal e mato Verba 17 – matriz 10768, freguesia de Avelãs de Cima, CRP 3509, concelho de Anadia – quota de 1/3 sobre pinhal e mato Valor BASE: 20.000€ Aceitam-se propostas a partir de 70% do valor base Não há Comissão de Credores Notificação desde já aos insolventes para efeitos de pedido de adjudicação e remição por carta registada. Mandatário dos insolventes: Dr. Silva Lopes 3- As propostas são sempre confirmadas, via CTT (questão de certeza) até ao próximo dia 20 de Setembro de 2013, para o Caminho de S. Martinho 127, 9000 – 273 Funchal Devem mencionar a identificação completa do proponente, fotocópia do BI/NIPC, endereço e contacto, e ainda caução efectiva de 20% da respectiva proposta, (podendo ser usado o impresso modelo que se disponibiliza) O preço e os eventuais impostos não isentos serão pagos nos 15 dias seguintes (seguidos). 4- Cada verba é vendida no estado físico e jurídico em que se encontra, sem quaisquer garantias, sendo fiel depositário o A.I., Dr. António Bonifácio, Telf. 96 435 14 42 Todos os encargos com a aquisição são da conta do comprador, nomeadamente todo o IMI em dívida, registos, alvarás, licenças, etc. 5 – Nos 10 dias seguintes ao termo do prazo para a recepção das propostas que fazem presumir a adesão a estas condições de venda, o resultado das mesmas, será comunicado pelo AI a todos os interessados e ao Tribunal, por relatório. 6 – É dado cumprimento ao artº 161º, 164º e outros do Cire, presumindo-se o acordo tácito se nada for dito, e serão atendidos os direitos de preferência / remissão / cedência de posição, etc, após a notificação dos resultados da venda aos insolventes (singulares) e interessados conhecidos, que tenham manifestado tal interesse por escrito, junto do AI, para exercerem tal direito, nos 10 dias seguintes. Verificando-se situações de empate, repetir-se-á a notificação aos interessados para que licitem entre eles, num prazo de 3 dias. 7 – Vai publicado, pelo menos, no “Primeiro de Janeiro” , alargando a área de difusão a todo o País (e estrangeiro) e, em qualquer outro jornal, mediante sugestão de interessado. Vai, ainda, difundido por todos os investidores conhecidos do AI, habituados a compras de bens apreendidos, podendo ser utilizado o impresso, modelo proposta, usado, habitualmente, para o efeito por este AI. 8- Aceita-se qualquer outra proposta noutros termos, para ponderação do AI. FUN, 21/08/2013 Escritório: Cº. S. Martinho 127 – 9000-273 Funchal

Quer anunciar ao melhor preço Telefone: 22 096 78 46

Tlm: 91 282 06 79

?

Fax: 22 096 78 45

email: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt


publicidade/editais

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

O Primeiro de Janeiro | 13

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 29/08/2013

EXTRACTO

VERBA UM: Prédio rústico composto por terreno a mato, sito no Alto do Cornadinho, com a área de nove mil e seiscentos metros quadrados, a confrontar de norte com Joaquim F. da Silva, de sul com António André Gaspar, de nascente e de poente com Maria Emília P. G. Vasconcelos, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Valongo, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 493, com o valor patrimonial €3,41, ao qual atribuem igual valor. VERBA DOIS: Prédio rústico composto por terreno a mato, sito no Lugar de Alto do Chão Grande, com a área de dois mil metros quadrados, a confrontar de norte com limite da freguesia com Santo Tirso, de sul com Joaquim F. Gaspar, de nascente com Joaquim G. Ribeiro e outro e de poente com caminho, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Valongo, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 439, com o valor patrimonial €0,57, ao qual atribuem igual valor. VERBA TRÊS: Prédio rústico, denominado “Sorte da Fonte Vendeira”, composto por mato, sito no Lugar de Monte Queimado, com a área de dois mil, quinhentos e vinte metros quadrados, a confrontar de norte com Manuel André Gaspar Júnior, de sul com Laura Ribeiro, de nascente com António da Costa e de poente com limite da freguesia com Santo Tirso, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Valongo, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 519, com o valor patrimonial €0,91, ao qual atribuem igual valor. VERBA QUATRO: Prédio rústico, denominado “Sorte do Chão Grande”, composto por mato, sito no Lugar de Alto do Chão Grande, com a área de dois mil metros quadrados, a confrontar de norte com limite da freguesia com Santo Tirso, de sul com Laurinda Moreira da Costa, de nascente com Manuel Marques Moreira e de poente com Manuel Moreira, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Valongo, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 446, com o valor patrimonial €0,57, ao qual atribuem igual valor. VERBA CINCO: Prédio rústico, denominado “Sorte do Chão Grande”, composto por mato, sito no Lugar de Alto do Chão Grande, com a área de cinco mil oitocentos e cinquenta metros quadrados, a confrontar de norte com limite da freguesia com Santo Tirso, de sul com Joaquim G. Ribeiro e outro, de nascente com Manuel Gaspar Ribeiro e de poente com Ernesto Gomes de Oliveira, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Valongo, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 431, com o valor patrimonial €1,37, ao qual atribuem igual valor. VERBA SEIS: Prédio rústico, denominado “Sorte do Chão Grande”, composto por mato, sito no Lugar de Alto do Chão Grande, com a área de dois mil e setecentos metros quadrados, a confrontar de norte com limite da freguesia com Santo Tirso, de sul com Joaquim G. Ribeiro, de nascente com Domingos M. dos Santos e de poente com Manuel Marques Moreira, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Valongo, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 444, com o valor patrimonial €0,80, ao qual atribuem igual valor. VERBA SETE: Prédio rústico, denominado “Sorte da Fonte Vendeira”, composto por pinhal e mato, sito no Lugar de Monte Queimado, com a área de dois mil, quinhentos e vinte metros quadrados, a confrontar de norte com Ana Marques Carneiro, de sul com António André, de nascente com António da Costa e de poente com limite da freguesia com Santo Tirso, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Valongo, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 523, com o valor patrimonial €5,35, ao qual atribuem igual valor. VERBA OITO: Prédio rústico, denominado “Sorte do Cornadinho”, composto por mato, sito no Lugar de Alto do Cornadinho, com a área de três mil metros

VERBA DEZ: Prédio rústico, denominado “Sorte da Fonte Vendeira”, composto por pinhal e mato, sito no Lugar de Monte Queimado, com a área de dois mil, quinhentos e vinte metros quadrados, a confrontar de norte com Laura Ribeiro, de sul com Fernando Rodrigues de Oliveira, de nascente com António da Costa e de poente com limite da freguesia com Alfena, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Valongo, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 530, com o valor patrimonial €5,35, ao qual atribuem igual valor. Que não são detentores de qualquer título formal que legitime o domínio dos prédios acima devidamente identificados sob as verbas um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove e dez. Que os prédios acima identificados sob as verbas um e dois (inscritos na matriz sob os artigos 493 e 439) vieram à posse deles no ano de mil novecentos e noventa e dois em dia e mês que não conseguem precisar, por compra verbal a José Moreira Vieira, que também usava e era conhecido por José da Rocha Vieira, viúvo, residente que foi no lugar da Igreja, na freguesia de Lordelo, concelho de Paredes. Que o prédio acima identificado sob a verba três (inscrito na matriz sob o artigo 519) veio à posse deles no ano de mil novecentos e noventa, em dia e mês que não conseguem precisar, por compra verbal a Miguel Pereira de Sousa, solteiro, maior, residente que foi na freguesia de Sobrado, concelho de Valongo. Que os prédios acima identificados sob as verbas quatro e cinco (inscritos na matriz sob os artigos 446 e 431) vieram à posse deles no ano de mil novecentos e oitenta e quatro, em dia e mês que não conseguem precisar, por compra verbal a Matias Martins Ferreira, viúvo, residente que foi na referida freguesia de Sobrado, concelho de Valongo. Que o prédio acima identificado sob a verba seis (inscrito na matriz sob o artigo 444) veio à posse deles no ano de mil novecentos e oitenta e seis em dia e mês que não conseguem precisar, por compra verbal a Maria Ferreira Santos, viúva, residente na já referida freguesia de Lordelo, concelho de Paredes. Que o prédio acima identificado sob a verba sete (inscrito na matriz sob o artigo 523) veio à posse deles no ano de mil novecentos e oitenta e quatro em dia e mês que não conseguem precisar, por compra verbal a Miguel Pereira de Sousa, viúvo, residente que foi na já referida freguesia de Sobrado, concelho de Valongo. Que o prédio acima identificado sob a verba oito (inscrito na matriz sob o artigo 471) veio à posse deles no ano de mil novecentos e oitenta e oito em dia e mês que não conseguem precisar, por compra verbal a lida Pereira Gaspar, viúva, residente que foi na já referida freguesia de Sobrado, concelho de Valongo. Que os prédios acima identificados sob as verbas nove e dez (inscritos na matriz sob os artigos 464 e 530) vieram à posse deles no ano de mil novecentos e noventa em dia e mês que não conseguem precisar, por compra verbal a Faustino Alfredo Augusto Lobo, viúvo, residente que foi na referida freguesia de Sobrado, concelho de Valongo. Que todos estes actos de compra e venda nunca foram formalizados. Que, não obstante a isso e, desde então os primeiros outorgantes têm usufruído de todos os prédios rústicos acima identificados, limpando-os, cortando o mato, avivando as estremas, gozando todas as utilidades por eles proporcionadas, pagando os respectivos impostos, com ânimo de quem exercita um direito próprio, sendo reconhecidos como seus donos por toda a gente, fazendoo de boa fé por ignorar lesar direito alheio, pacificamente porque sem violência, contínua e publicamente, à vista e com o conhecimento de toda a gente e sem oposição de ninguém, e tudo isto, por um lapso de tempo superior a vinte anos. Que esta posse exercida em nome próprio, de forma pacífica, contínua, pública e de boa-fé, desde há mais de vinte anos, conduziu a aquisição de todos os prédios acima identificados por usucapião, que expressamente invocam, justificando o seu direito de propriedade para efeito do seu ingresso no registo predial, já que, dado o modo de aquisição, não detêm quaisquer documentos formais extrajudiciais que lhes permita fazer prova do seu direito de propriedade perfeita. A Notária

Marina Antónia Alves de Sousa

DEPARTAMENTO DE PUBLICIDADE Telefone: 22 096 78 46

Tlm: 91 282 06 79 Fax: 22 096 78 45

www.oprimeirodejaneiro.pt

Mais certifico que eles, nessa escritura, declararam o seguinte: Que são donos e legítimos possuidores, com exclusão de outrem dos seguintes bens imóveis, todos sitos na freguesia de Sobrado, concelho de Valongo:

VERBA NOVE: Prédio rústico, denominado “Sorte do Cornadinho”, composto por terreno a mato, sito no Lugar de Alto do Cornadinho, com a área de três mil cento e vinte metros quadrados, a confrontar de norte com Laurinda F. da Costa, de sul com Irene A. C. Moreira, de nascente com António F. de Castro e de poente com Manuel C. da Silva, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Valongo, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 464, com o valor patrimonial €0,80, ao qual atribuem igual valor.

www.oprimeirodejaneiro.pt

MARIA ISMÉNIA MARTINS PEREIRA, CF 152 099 425 e marido, FERNANDO DA CONCEIÇÃO CRUZ, CF 152 099 433, casados sob o regime de comunhão de adquiridos, naturais ela da freguesia de Boelhe e ele da freguesia de Luzim, ambas do concelho de Penafiel, residentes na Travessa de Lordelo, na freguesia de Paredes, concelho de Penafiel, titulares dos cartões de cidadão da República Portuguesa com os números de identificação civil 06538512 8ZZ1 e 03816479 5ZZ1, válidos até 16/07/2014 e 17/07/2014 .

quadrados, a confrontar de norte com António Carneiro de S. e outro, de sul com Irene A. C. Moreira, de nascente com António André e de poente com Joaquim Moreira da Silva, não descrito na Conservatória do Registo Predial de Valongo, inscrito na respectiva matriz sob o artigo 471, com o valor patrimonial € 0,80, ao qual atribuem igual valor.

www.oprimeirodejaneiro.pt

Certifico narrativamente, para efeitos de publicação, que, neste Cartório, em 9 de Agosto de 2013 de fls 43 a fls 47 do livro de notas para “Escrituras Diversas” n° 90-A, foi lavrada uma escritura de Justificação Notarial, na qual foram Justificantes:


agenda

14 | O Primeiro de Janeiro

Telefones Úteis Hospitais

Farmácias de serviço

Televisão

Serviço permanente

Hoje

Sa n t o A n t ó n i o Te l . 2 2 2 0 7 7 5 0 0 Linha Azul 222 084 601

PORTO

219 Oliveira do Douro 4430-269

PERMANENTE

Oliveira do Douro

S ã o Jo ã o Te l . 2 2 5 5 1 2 1 0 0

Vaz – Rua Costa Cabral, 2395

Pediátrico Ma r i a Pi a Te l . 2 2 6 0 8 9 9 0 0 Linha Azul 226 099 674 Ma t e r n i d a d e J ú l i o D i n i s Te l . 2 2 6 0 8 7 4 0 0 Psiquiátrico Co n d e Fe r r e i r a Te l . 2 2 5 0 2 2 0 3 1 Ma g a l h ã e s L e m o s Te l . 2 2 6 1 9 2 4 0 0

(à Areosa) – Tel. 225 495 139

FELGUEIRAS

S. Lázaro – Av. Rodrigues de Freitas,

J. Reis – Rua Rebelo Carvalho /

309 – Tel. 225 368 316

4610-212 Felgueiras Tel. 255 922 640

MAIA Agra – Rua 5 de Outubro, 24 r/c –

LOUSADA

Milheiros – Tel. 229 605 441

Fonseca – Rua Santo António, 554 – Silvares / 4620-651 Lousada Tel. 255 912 141

P r i va d o s

VALONGO

O r d e m d o Ca r m o Te l . 2 2 2 0 0 8 1 1 3

Sobrado – Rua Santo André, 30 /

Ordem da Lapa Te l . 2 2 5 5 0 2 8 2 8 O r d e m d a Tr i n d a d e Te l . 2 2 2 0 8 3 6 5 6 P r e l a d a - Te l . 2 2 8 3 3 0 6 0 0 Mi l i t a r Re g . N º 1 Te l . 2 2 6 0 6 3 0 1 1 / 1 2 / 1 3

SOBRADO / 4440-337 VALONGO

MARCO DE CANAVESES

Tel. 224 160 087

Farmácia Cabanelas - Lugar de Eiro Soalhães - Tel. 255511565

GONDOMAR Cruz da Maia – Praça do Município,

PAREDES

252 – S. Cosme – Tel. 224 835 098

Ruão – Rua 1.º Dezembro –

Sa n t a Ma r i a Te l . 2 2 5 5 0 4 8 4 4 S ã o Fr a n c i s c o Te l . 2 2 2 0 0 8 4 4 1 CO N CE L H O DE M ATO S I N H O S Distrital -

Castelões, Cepeda – Tel. 255 777 578

MATOSINHOS Ferreira da Silva – Norte Shopping – Senhora da Hora – Tel. 229 120 500

PENAFIEL Sameiro – Rua D. António F Gomes,

Te l . 2 2 9 3 7 2 0 9 1

Pe d r o Hi s p a n o Te l . 2 2 9 3 9 1 0 0 0 Linha Azul 229 391 100

230-B – Tel. 255 713 071/2/3

VILA NOVA DE GAIA Cruz - R Oliva Teles 47, S.Félix

CO N CE L H O DE V. N . G A I A

Marinha 4410-132 SÃO FELIX DA

SANTO TIRSO

E d u a r d o Sa n t o s Si l v a Te l . 2 2 7 8 6 5 1 0 0 227 839 001

MARINHA - Tel:227 532 341

Central – Tel. 252 852 923

Vi l a No v a d e Ga i a Te l . 2 2 3 7 7 8 1 0 0 / 223 754180

mentos, 459, loja 9 – Sta. Marinha

TROFA

– Tel. 223 774 140

Trofense – Rua Costa Ferreira, C. C.

Alves de Oliveira - Rua Caetano Melo,

Loja 2 – Tel. 252 412 543

Castro Carneiro – Avª dos Descobri-

Banda Desenhada

ZÉ do boné

Sr. Perfeito

Passatempos

A Flo obrigou-me a ir ao centro de emprego

Quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Nós dizemos o emprego que procuramos e eles procuram arranjar uma vaga

O que lhes disseste?

Domador de leões marinhos

RTP1 06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Verão Total - Direto Mortágua 13:00 Jornal da Tarde - Direto 14:16 Windeck - O Preço da Ambição 14:37 Éramos Seis 15:15 Verão Total - Direto Mortágua 18:00 Portugal em Direto 19:10 O Preço Certo 20:00 Telejornal 21:00 Bem-vindos a Beirais 21:31 Hotel 5 Estrelas "Ai, quem será? Ai, quem será?" 22:22 Portugueses Pelo Mundo Osaka 23:02 Amor Sem Aviso (Filme) 00:54 Sob Suspeita 01:36 Ler +, Ler Melhor 01:49 Vidas em Jogo 03:33 Televendas 06:02 Nós RTP2 07:00 - Zig Zag 15:10 - Suburgatór... 15:25 - Iniciativa 15:30 - Grandes Livros 16:30 - Sociedade Civil 18:00 - A Fé Dos Homens 18:32 - Iniciativa 18:35 - Ler +, Ler Melhor 18:40 - Zig Zag 20:55 - Ler +, Ler Melhor 21:00 - Grandes Livros 22:00 - Síntese 24 Horas 22:25 - Agora (diários) 22:30 - Fringe 23:15 - Lado B 00:06 - O Processo Dos Távoras 01:05 - Euronews SIC 06:05 LOL!@SIC (YU-GI-HO 5Ds) 07:00 Edição da Manhã 08:40 A Vida nas Cartas - O Dilema 10:15 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:30 Vingança 15:55 Boa Tarde 18:25 Cheias de Charme 20:00 Jornal da Noite 21:45 Dancin' Days 22:45 Avenida Brasil 23:45 Páginas da Vida 00:40 Investigação Criminal Los Angeles 01:40 Cartaz Cultural 02:15 Hawthrone 03:20 Televendas TVI 06:30 - Diário da Manhã 10:15 - Você na TV! 13:00 - Jornal da Uma 14:30 - Ninguém Como Tu 16:00 - A Tarde é Sua 18:00 - Doce Fugitiva 19:00 - Doida por Ti 20:00 - Jornal das 8 21:45 - Gang dos Cotas 22:15 - Destinos Cruzados 23:30 - Mundo ao contrário 00:15 - Liga dos Campeões 00:55 - Segurança Nacional 01:53 - Guestlist 02:18 - Castle III 03:11 - Deixa-me Amar 05:00 - TV Shop

Amanhã RTP1 06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Verão Total - Direto Crato 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Windeck - O Preço da Ambição 14:45 Éramos Seis 15:30 Verão Total - Direto Crato 18:00 Portugal em Direto 19:00 O Preço Certo (R/) 20:00 Telejornal 21:00 Bem-vindos a Beirais 22:00 Hotel 5 Estrelas "Isto só vídeo" 22:45 Portugueses Pelo Mundo (R/) 23:30 O Último Destino 5 - Estreia 01:30 Sob Suspeita 02:15 Ler +, Ler Melhor 02:30 Vidas em Jogo 04:00 Televendas 06:00 Palácios de Portugal RTP2 07:00 - Zig Zag 15:10 - Suburgatório T.1 ... 15:32 - Iniciativa 15:36 - Grandes Livros 16:28 - Sociedade Civil 18:00 - A Fé Dos Homens 18:35 - Iniciativa 18:38 - Ler +, Ler Melhor 18:47 - Zig Zag 20:58 - Ler +, Ler Melhor 21:09 - Grandes Livros 22:00 - Síntese 24 Horas 22:22 - Agora (diários) 22:28 - Clínica Privada 23:14 - Lado B 00:10 - O Processo Dos Távoras 01:03 - Agora (diários) 01:09 - Euronews SIC 06:00 LOL 07:00 Edição da Manhã 08:45 A Vida nas Cartas - O Dilema 10:15 Querida Júlia - Sextas Mágicas 13:00 Primeiro Jornal 14:25 Querida Júlia - Sextas Mágicas 19:15 Cheias de Charme 20:00 Jornal da Noite 21:50 Dancin' Days 22:55 Avenida Brasil 23:50 Páginas da Vida 00:55 Investigação Criminal Los Angeles 01:35 Donas de Casa Desesperadas 02:45 Volante 04:05 Televendas TVI 06:30 - Diário da Manhã 10:15 - Você na TV! 13:00 - Jornal da Uma 14:30 - Ninguém Como Tu 16:00 - A Tarde é Sua 19:00 - Jornal das 8 19:30 - Super Taça Europeia - Bayern x Chelsea 21:45 - Euromilhões 22:00 - Gang dos Cotas 22:30 - Destinos Cruzados 23:30 - Mundo ao contrário 00:30 - Segurança Nacional 01:30 - Autores IV 02:30 - Castle III 03:30 - Deixa-me Amar 05:00 - TV Shop


Quinta-feira, 29 de agosto de 2013

agenda Sugestões

Cinemas PORTO DOLCE VITA Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 21h20, 00h35 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 14h, 16h30, 19h (V.Port./3D) Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 22h, 00h35 Os Smurfs M/6 Sessões: 12h50, 15h30, 18h30 (V.Port./3D) Um Dia M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h05, 21h50, 00h30 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h30, 15h10, 17h50, 21h10, 23h50 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h30, 00h10 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h50, 21h40, 00h25 Assim é o Amor M/12 Sessões: 12h40, 15h25, 18h10, 21h, 23h50 MAIA MAIASHOPPING Os Smurfs M/6 Sessões: 13h30, 16h, 18h40, 21h20, 23h50 (V.Port./3D) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h20, 19h, 21h50, 00h35 Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 21h10, 00h10 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 13h40, 16h30, 19h10, 21h40, 00h20 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h10, 15h50, 18h50, 21h30, 00h30 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h50, 16h10, 18h30 (V.Port.) NORTESHOPPING Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h10, 22h30 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h40, 15h10, 18h10, 22h, 00h35 O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h10, 15h30, 18h20, 21h40, 00h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 16h, 18h50, 22h, 00h45 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 10h50, 13h20, 15h50, 18h40 (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 21h10, 23h40 Os Smurfs M/6 Sessões: 10h30, 12h50, 15h20, 18h (V.Port./3D) Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h15, 15h40, 18h30, 21h30, 00h10 Um Dia M/12 Sessões: 13h40, 16h20, 19h, 21h20, 23h50 MATOSINHOS MAR SHOPPING O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h40, 16h20, 19h10, 22h, 00h30 Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 22h45 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h40, 15h10, 17h40, 20h (V.Port./3D)

O Primeiro de Janeiro | 15

Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h20, 24h Os Smurfs M/6 Sessões: 13h10, 15h50, 18h30 (V.Port.) Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 12h50, 15h30, 18h20, 21h30, 00h10 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h10, 21h, 23h40 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 18h50, 21h40, 00h20 ) VILA NOVA DE GAIA LUSOMUNDO GAIASHOPPING Carros 2 M/6 Sessões: 13h15, 15h45 (V.Port./3D) Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 18h25, 20h55, 24h Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 15h50, 18h50, 21h55, 00h35

M/12 Sala: Sala 9 Sessões: 14h, 16h30, 18h55, 21h25, 00h15 Assim é o Amor M/12 Sala: Sala 10 Sessões: 13h50, 16h35, 19h20, 22h, 00h40 Chefes Intragáveis M/12 Sala: Sala 11 Sessões: 14h10, 16h40, 19h15, 21h45, 00h20 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 12 Sessões: 14h05, 16h45, 19h20, 21h55, 00h35 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 13 Sessões: 13h45, 16h20, 18h55, 21h35, 00h15 (2D) Bem-vindo ao Sul M/12 Sala: Sala 14 Sessões: 14h15, 16h40, 19h10, 21h40, 00h10 Os Smurfs M/6 Sala: Sala 15 Sessões: 14h, 16h30, 18h55 (V.Port.), 21h20, 24h

Super M/12 Sessões: 21h50, 00h25

Amigos Coloridos M/12 Sala: Sala 16 Sessões: 13h50, 16h20, 18h50, 21h45, 00h25

Os Smurfs M/6 Sessões: 13h05, 15h35, 18h15, 20h50, 23h50 (V.Port./3D)

Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sala: Sala 17 Sessões: 15h, 17h55, 21h25, 00h15

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h55, 15h40, 18h40, 21h30, 00h10 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h55, 15h, 17h20, 19h40 (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h, 21h45, 00h40 Animais Unidos M/6 Sessões: 12h45, 14h55, 17h10, 19h25 (V.Port./3D) Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sessões: 21h40, 00h30 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h50, 15h05, 17h25, 19h45, 22h, 00h20 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h25, 16h05, 18h45, 21h20, 00h15 UCI ARRÁBIDA 20 O Último Destino 5 M/16 Sala: Sala 1 Sessões: 14h, 16h30, 19h, 21h35, 00h35 A Ressaca - Parte II M/16 Sala: Sala 2 Sessões: 22h20, 00h40 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sala: Sala 2 Sessões: 13h40, 15h50 (V.Port.), 18h, 20h10 (V.Port./3D) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sala: Sala 3 Sessões: 13h55, 16h25, 18h55, 21h25, 24h Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sala: Sala 4 Sessões: 14h10, 16h40, 19h05, 21h35, 00h05 Sem Prada nem Nada M/12 Sala: Sala 5 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 21h50, 00h20 Larry Crowne M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 18h30 Tinhas Mesmo Que Ser Tu M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 13h50, 16h10, 21h30, 00h15 A Árvore da Vida M/16 Sala: Sala 7 Sessões: 18h45 Sem Remorsos M/12 Sala: Sala 7 Sessões: 14h05, 16h25, 21h40, 00h10 Carros 2 M/6 Sala: Sala 8 Sessões: 13h40 (V.Port.) Eu Vi o Diabo M/16 Sala: Sala 8 Sessões: 16h10, 19h05, 22h, 00h55 Cowboys & Aliens

Tempo

Quinta do Vallado

Animais Unidos M/6 Sala: Sala 18 Sessões: 14h10, 16h20 (V.Port./3D) Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sala: Sala 18 Sessões: 18h35, 21h15, 00h10 A Melhor Despedida de Solteira M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 13h50, 16h35 Super 8 M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 19h20, 21h55, 00h30 Um Dia M/12 Sala: Sala 20 Sessões: 14h, 16h40, 19h10, 22h, 00h40

GONDOMAR LUSOMUNDO - PARQUE NASCENTE Os Smurfs M/6 Sessões: 13h25, 16h, 18h35, 21h10, 23h50 (V.Port.) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h45, 16h30, 19h15, 21h55, 00h40 O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h50, 16h20, 19h30, 22h, 00h30 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 12h50, 15h20, 17h50, 21h20, 24h Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 21h15, 24h Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h10, 15h30, 18h (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 15h, 17h40, 20h30, 23h Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h25, 21h, 00h05 Um Dia M/12 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 22h10, 00h45 Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h50, 00h20 Carros 2 M/6 Sessões: 13h40, 16h25, 19h (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 14h30, 17h30, 20h40, 23h40 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 14h45, 17h15, 20h, 22h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h15, 15h50, 18h40, 21h40, 00h25

A Quinta do Vallado sugere a todos os visitantes e apaixonados pela arte dos vinhos programas de duas, três e cinco noites que, além da experiência das vindimas, incluem também atividades diversificadas que permitem desfrutar da região duriense e do charme do novo hotel rural. Todos os participantes terão a oportunidade de se juntar a esta experiência ancestral de convívio e contato com a natureza, numa das regiões mais apetecidas do momento. A época das vindimas é um convite a conhecer o Douro e a desfrutar das suas paisagens únicas, compreendendo toda a sabedoria popular acumulada há gerações que permite fazer alguns dos mais aclamados e premiados vinhos do mundo. Venha conhecer o Douro e deixe-se levar pela magia da região, aproveitando o conforto e as sugestões da Quinta do Vallado. Os programas incluem várias atividades como, além da típica vindima e pisa a pé tradicional, passeios inesquecíveis a pé, de barco ou de canoa, explorando lugares e paisagens de beleza rara que só o Douro oferece. Se pretende relaxar, o Vallado sugere que conheça a piscina e desfrute de uns calmos banhos de sol, seguindo para uma massagem de vinoterapia, sessões de cinema ao ar livre ou ainda uma aula de yoga num ambiente intimista dos jardins da Quinta. A época também é do copo e do garfo. A Quinta do Vallado apresenta uma seleção de vinhos de alta qualidade e um Menu variado e típico, com uma escolha de ingredientes produzidos na horta do Vallado pelas mãos de quem mais sabe. Desfrute de um bom vinho e de um bom prato, depois de um dia a vindimar, debaixo da ramada ou à beira-rio. A Quinta do Vallado está de portas abertas todo o ano, no entanto o programa de vindimas decorre até 15/10/2013, para receber todos os amantes de vinhos e, claro, da região do Douro. Deixe-se surpreender e venha às vindimas no Vallado.

“Dominguinhos”

HOJE TODO O TERRITÓRIO: Céu geralmente limpo, aumentando temporariamente de nebulosidade no interior da região Sul durante a tarde. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) do quadrante leste, rodando para noroeste no litoral oeste durante a tarde, e soprando moderado a forte (25 a 40 km/h) de leste nas terras altas. Pequena descida da temperatura máxima nas regiões do interior da região Sul. MADEIRA: Céu em geral pouco nublado, apresentando períodos de muito nublado nas vertentes norte, em especial até ao meio da manhã. Vento moderado (20 a 30 km/h) de nordeste, soprando forte (35 a 45 km/h) nas terras altas até ao final da manhã e sendo fraco (inferior a 15 km/h) nas vertentes sul da ilha da Madeira. REGIÃO DO FUNCHAL: Céu geralmente pouco nublado. Vento fraco (inferior a 15 km/h). Pequena subida da temperatura máxima. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL Períodos de céu muito nublado com boas abertas. Vento leste moderado (20/30 km/h). GRUPO CENTRAL Períodos de céu muito nublado com boas abertas. Vento leste moderado (20/30 km/h). GRUPO ORIENTAL Períodos de céu muito nublado com abertas. Vento nordeste moderado (20/30 km/h), soprando temporariamente de leste.

AMANHÃ TODO O TERRITÓRIO: Céu geralmente limpo. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) do quadrante leste, rodando para noroeste no litoral oeste durante a tarde, em especial a norte do Cabo Raso, e sendo moderado a forte (30 a 45 km/h) de leste nas terras altas até ao fim da manhã e no fim do dia. MADEIRA:Céu em geral pouco nublado. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de norte, sendo fraco (inferior a 15 km/h) nas vertentes sul da ilha da Madeira. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL Períodos de céu muito nublado com boas abertas. Vento leste bonançoso a moderado (10/30 km/h). GRUPO CENTRAL Períodos de céu muito nublado com boas abertas. Vento leste bonançoso a moderado (10/30 km/h). GRUPO ORIENTAL Períodos de céu muito nublado com boas abertas. Vento nordeste bonançoso a moderado (10/30 km/h).

O MAR Shopping continua a apostar na programação infantil gratuita e oferece a todas as famílias o programa ideal para as manhãs de domingo e para todos os primeiros sábados de cada mês, reforçando o seu posicionamento de centro comercial “family friendly”. A diversão está garantida com sessões de cinema gratuitas para crianças dos 3 aos 12 anos, exibidas no primeiro sábado de cada mês, e com os “Dominguinhos”, todos os Domingos entre as 11h00 e as 12h00, com diversas atividades, igualmente sem custos, como leitura de contos, espetáculos de fantoches e ateliers educativos, entre muitas outras. A vasta programação dos “Dominguinhos” varia consoante as diferentes temáticas mensais, e acontece em parceria com a Catavento, empresa da incubadora de indústrias criativas da Fundação de Serralves, dedicada a projetos educativos. As entradas são válidas para crianças dos 3 aos 12 anos, obrigatoriamente acompanhadas de pelo menos um adulto, num máximo de cinco pessoas por grupo. Os bilhetes, limitados a um total de 450 lugares, podem ser levantados no Balcão de Informações do MAR Shopping, ao longo da semana anterior à exibição do filme, de segunda a sexta-feira, entre as 10h00 e as 24h00.


1868

Há 144 anos, todos os dias consigo.

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

|

ERA UMA VEZ UM OLÍMPICO PESADELO... O que os portugueses esperam de Luís Filipe Vieira, de Pinto da Costa ou de Bruno de Carvalho é que falem dos seus clubes. Do mesmo modo, o que esperam de José Constantino presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP) é que ele fale de Olimpismo e Jogos Olímpicos. Um dos sinais que melhor indica que uma orGustavo Pires* ganização está a entrar em estado de entropia surge quando o seu líder, em vez de tratar dos assuntos da sua própria organização, começa a querer tratar dos assuntos de outras organizações com as quais nada tema ver. Quando tal acontece, os resultados serão invariavelmente medíocres por muito boa que a organização possa ser. Assim sendo, uma organização será sempre penalizada por um líder que, com carências no domínio dos princípios, dos valores, do conhecimento e da cultura, começa a querer determinar aquilo que os outros líderes devem fazer. Contudo, o que dele se espera é que fale da sua própria organização e não das organizações dos outros. O que se espera do presidente do COP é que fale da organização que lidera e não do Sport Lisboa e Benfica. Uma organização como o COP pode ter história, memórias, cultura, projetos, ídolos, arquivo histórico, site de propaganda, uma caravela com cinco anéis, uma Rosa Mota e até um Hermínio Loureiro. Contudo, será sempre penalizada por um mau líder que, para além dos discursos, das poses e das promessas balofas, desenvolve uma praxis que ignora o passado, despreza a cultura, pessoaliza os projetos e, do ponto de vista social, a encoberto da Rosa Mota, e de Hermínio Loureiro do ponto de vista político, põe o futuro da organização a progredir em marcha-atrás ao desencadear conflitos absolutamente inúteis. Mesmo considerando que estamos na “estação idiota”. Desmesurada ambição, ausência de organização e ostracização da competência, se interpretamos bem a prosa de Constantino no “face book”, fazem parte do código genético e da sobrevivência de pessoas que se servem das organizações que representam para sublimar os seus interesses mais mesquinhos. Para elas, não é necessário selecionar nem investir na escolha dos melhores porque qualquer “gato sapato” serve desde que, subservientemente, cumpra o que se lhe exige. É que “as organizações são como os peixes, quando apodrecem é pela cabeça”. Qualquer cidadão tem todo o direito de criticar quem quer que seja. Contudo, diz o pudor, o bom senso e a cultura democrática que, quem ocupa posições institucionais executivas com competências de representação externa, deve abster-se de o fazer. Quem lidera e representa instituições tal como o COP, Federações, Faculdades, etc. não se deve andar a meter na vida das outras instituições sobretudo quando tem tanto para fazer na sua própria casa. O pensamento do presidente do SLB é conhecido. O do presidente do COP para além do congenitamente demagógico “queremos mais dinheiro”, desde que foi eleito, nada de substancial se conhece. Por isso, perante o que se está a passar, depois da hecatombe dos JO de Pequim (2008) e da confusão que resultou dos JO de Londres (2012) tudo leva a acreditar que, ao compasso da batuta da mais genuína irresponsabilidade, o Movimento Olímpico está a ser conduzido para um autêntico pesadelo nacional que vai ser a participação nos JO do Rio (2016). *Professor na FMH/UTL

NOVA DERROTA (4-2) COM O ZENIT

Paços na Liga Europa O Paços de Ferreira foi ontem relegado da Liga dos Campeões em futebol para a Liga Europa, ao perder por 4-2 no reduto com Zenit, na segunda mão do “play-off ”, depois do desaire em Portugal por 4-1. O internacional português Danny, aos 29 e 48 minutos, Aleksandr Bukharov, aos 66, e Andrei Arshavin, aos 78, de penálti, apontaram os tentos do conjunto russo, enquanto Manuel José, aos 67, e o brasileiro Carlão, aos 83, faturaram para a equipa lusa. Face a este desaire, o Paços de Ferreira junta-se ao Vitória de Guimarães na fase de grupos da Liga Europa, fase à qual ainda podem rumar, na quinta-feira, o Sporting de Braga e o Estoril, em vantagem após a primeira mão dos “play-offs”.

Diretor: Rui Alas Pereira (CP-2017). E-mail: ruialas@oprimeirodejaneiro.pt Redatores: Joaquim Sousa (CP-5632), Andreia Cavaleiro (CP-6983), Cátia Costa (Lisboa) e Vasco Samouco. Fotografia: Ivo Pereira (CP-3916) Secretariado de Direção: Sandra Pereira. Secretariado de Redação: Elisabete Cairrão. Publicidade: Conceição Carvalho (chefe), Elsa Novais (Lisboa, 918 520 111) e Fátima Pinto. E-mail: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro. pt Morada: Rua de Santa Catarina, 489 2º - 4000-452 Porto. Contactos: redação - Tel. 22 096 78 47 - Tm: 912 820 510 E-mail: geral.cloverpress@oprimeirodejaneiro.pt - Publicidade - Telefone: 22 096 78 46, Fax: 22 096 78 45 Propriedade: Globinóplia, Unipessoal Lda. Edição: Cloverpress, Lda. NIF: 509 229 921 Depósito legal nº 1388/82 Impressão: Coraze, Telefs.910252676 / 910253116 / 914602969, Oliveira de Azeméis. Distribuição: Vasp. Tiragem: 20 000

Últimos 30 anos da Caixa Geral de Aposentação

Frente Comum pede auditoria às contas A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública apela ao Governo para que avance com uma auditoria às contas dos últimos 30 anos da Caixa Geral de Aposentação (CGA), revelou a líder da entidade, Ana Avoila. “Deve ser feita uma auditoria às contas da CGA dos últimos 30 anos para se perceber o que é feito do dinheiro, porque os trabalhadores sempre descontaram”, afirmou aos jornalistas a sindicalista, no final de uma reunião de quase duas horas com o secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, no Ministério das Finanças, em Lisboa. Ana Avoila frisou que “a fórmula de cálculo da CGA é intocável”, pelo que exigiu que se faça uma auditoria “com inspeções que vão ao fundo da questão”.

Segundo a sindicalista, “o Governo está numa de convencer o povo português que tem que ser assim porque a CGA tem um défice muito grande”. E reforçou: “O Estado tinha que assegurar a sua comparticipação como as outras entidades patronais. Nunca assegurou. O que é que é feito do dinheiro”. Questionada sobre qual foi a resposta do secretário de Estado às pretensões do sindicato, a responsável disse que “o Governo não respondeu ao pedido da auditoria”. E acrescentou que o Executivo, nesta reunião, também “não respondeu às exceções que vai criar na lei”. Por tudo isto, Ana Avoila considerou que “este Governo está a ir contra quem mais trabalhou” e que “a proteção social dos trabalhado-

res portugueses está a descer cada vez mais”. De acordo com a líder sindical, o Governo quer fazer a “convergência dos regimes de Segurança Social [público e privado] pelas condições mínimas, ao contrário do que manda a lei”. Logo, na sua opinião, a intenção do Governo de avançar com o projeto-piloto que visa a convergência entre os regimes da Segurança Social e da CGA, e que implicará cortes médios de pensões no Estado que poderão chegar aos 10%, “é batota”. Ana Avoila realçou que “há uma parte do diploma que o Tribunal Constitucional deve considerar inconstitucional”, apontando para a possibilidade de serem feitos cortes nas pensões mais antigas, e que “o corte de 10% também pode ser considerado inconstitucional”.

Orçamento de Estado para 2014

Mais de metade das propostas ainda por apresentar Mais de metade das propostas de orçamento que os ministérios tinham de apresentar até à meia-noite na Direção-Geral do Orçamento (DGO) continuavam por entregar às 17h00 de ontem, depois de as Finanças terem alargado o prazo por 48 horas. De um total de 433 propostas de orçamento para 2014, estavam por submeter nos serviços da DGO 229 documentos e apenas 67 tinham sido validados, sendo que 137 tinham sido submetidos, mas não va-

lidados, o que significa que podem ainda sofrer alterações ou correções antes de serem validados. O Ministério da Educação e Ciência era aquele que tinha mais orçamentos para apresentar (119), mas também o que tinha mais orçamentos validados (54) e por submeter (65). Com 47 propostas de orçamento para apresentar, a Presidência do Conselho de Ministros, por sua vez, tinha 33 propostas por submeter e 14 submetidas mas não validadas.

Também o Ministério da Economia tinha 25 das suas 35 propostas totais por submeter, sendo que as restantes 10 tinham sido submetidas mas não validadas. O universo de orçamentos que os serviços devem submeter está nesta altura nos 433, um número mais elevado que em anos anteriores. No entanto, este valor pode ser alterado à medida que o prazo vai avançando, com ajustes naturais da parte da DGO, o que já aconteceu também este ano.

ACP defende para os ciclistas

Seguro obrigatório de responsabilidade civil O Automóvel Club de Portugal (ACP) defende que os ciclistas sejam obrigados a ter um seguro de responsabilidade civil, já que as novas regras do Código da Estrada tornam as bicicletas com direitos semelhantes aos dos restantes veículos. O novo Código da Estrada, já aprovado e a aguardar publicação em Diário da República, acaba, por exemplo, com a discriminação dos velocípedes na regra geral da cedência de passagem, e passa a ter prioridade todo o veículo que se apresente pela direita, no caso

de não haver sinalização. “Dado que os ciclistas estão em igualdade de circunstâncias em relação a um veículo a motor e têm um determinado número de regalias novas, a partir daí é fundamental que também tenham um seguro de responsabilidade civil contra terceiros, como têm os carros, os motociclos e tudo o que circula na via pública”, disse à agência Lusa o presidente do ACP, Carlos Barbosa. Para o responsável, a partir do momento em que “têm equivalência aos veículos motorizados”,

as bicicletas devem ter “o mesmo seguro para responsabilidade de terceiros”, no caso de estarem envolvidos nalgum acidente. Aliás, Carlos Barbosa prevê que as novas regras do Código da Estrada tragam mais acidentes com bicicletas: “A coexistência entre automobilistas e ciclistas nem sempre é pacífica. Tenho receio que, ao aprenderem a conviver, haja vários acidentes e problemas. Acho que é fundamental todos os ciclistas, até para sua própria proteção, terem um seguro de responsabilidade civil”.


29 08 2013