Page 1

OBRIGADO A VENCER

Portugal joga hoje (17h00) no Azerbaijão cartada decisiva para o apuramento

Há 144 anos, sempre consigo. 1868 2012

Continente - 0,60 € (IVA INCLUIDO) – Ilhas - S. Miguel e Madeira - 0,75 € (IVA INCLUIDO) – Porto Santo 0,80 € (IVA INCLUIDO)

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

Diretor: Rui Alas Pereira | ISSN 0873-170 X |

|

DIÁRIO NACIONAL

Ano CXLV | N.º 76

Terça-feira, 26 de março de 2013

DECO DE ACORDO COM O CHEFE DA MISSÃO DO FMI QUANTO À FATURA DA ELETRICIDADE

JÁ MEX!A NO PREÇO

MANOBRAS

BE contesta moção do PS e remodelação pedida pelo CDS

CHIPRE

 Depois das declarações de Abebe Selassie, chefe da missão do FMI em Portugal, que defendeu a descida dos preços da eletricidade e das telecomunicações de maneira a “repartir de forma justa os sacrifícios”, a Deco aproveita a boleia e reafirma o que já tinha defendido há muito tempo relativamente a um mercado pouco ou nada concorrencial: “Na prática acaba por não haver nenhum operador que obrigue os outros a baixar os preços e torná-los mais apetecíveis para os consumidores”.

Taxa de 30% sobre depósitos pode ser modelo para outros planos de resgate

ELVAS

“Absolvição dos arguidos é uma derrota para o Ministério Público”


2 | O Primeiro de Janeiro

Terça-feira, 26 de Março de 2013

local Porto

STCP está “sem motoristas para servir população” e a tendência é “piorar”

Fectrans pede 80 condutores ao Governo DR

É defendida também a integração nos quadros da empresa dos mais “de uma centena que ilegalmente se encontram contratados a termo”. A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicação (Fectrans) disse, em carta ao secretário de Estado do setor, Sérgio Monteiro, ser urgente a contratação de 80 motoristas para a Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP), depois de na semana passada, ter denunciado que a STCP está “sem motoristas para servir a população”, exigindo uma urgente admissão de mais 70 condutores de autocarros. Para além da admissão dos 80 novos motoristas, a Fectrans refere ser precisa “a integração nos quadros da empresa dos mais de uma centena que ilegalmente se encontram contratados a termo”. “No que diz respeito aos utentes, estes esperam muitas vezes por transporte nas paragens que não chega ou aparece com grandes atrasos. Esta situação já é grave, mas tem tendência a piorar com o tempo caso não se tomem medidas urgentes”, acrescenta a federação sindical na carta. Na carta dirigida ao secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, a Fectrans, em conjunto com o Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos do Norte, solicitaram que sejam dadas orientações ao conselho de gerência da empresa rodoviária para que “faça a admissão do número necessário de motoristas para satisfazer as necessidades da população e se respeitem os direitos consagrados no Acordo de Empresa em vigor”. Recorde-se que no passado dia 5, cerca de 80% dos traba-

Marco de Canaveses

Vereador na câmara deixa PS O único vereador socialista na Câmara do Marco de Canaveses, Artur Melo, anunciou ontem que deixou de ser militante do PS, passando a desempenhar funções na autarquia na qualidade de independente. Em comunicado, Artur Melo defende que pode ser “muito mais útil à causa que para mim é o Marco se o fizer fora do partido a que até hoje pertenci”.

Todos juntos. Trabalhadores e utentes da STCP não têm escondido a insatisfação pelos mais variados motivos

Feira do Livro em dúvida

APEL e CM Porto em conversas A Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) continua em conversações com a autarquia do Porto, por causa da Feira do Livro na cidade, que, a acontecer, será só depois da feira de Lisboa. A Feira do Livro do Porto está em risco de não se realizar este ano, por falta de consenso entre a autarquia do Porto e a APEL, uma vez que terminou o protocolo entre as duas par-

tes que permitia à associação receber um apoio camarário de 75 mil euros. “O processo não está encerrado. Tem questões para resolver com a câmara municipal do Porto. Quando estiverem resolvidas será anunciado”, referiu João Alvim, presidente da APEL. Em janeiro, o presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, disse que existia recetividade da autarquia para que a feira do Livro se realizasse este ano, mas alertou que teria de “haver abertura da parte de toda gente”.

lhadores da STCP aderiram a uma greve contra “a falta de respeito” do Governo e da administração da empresa”. Um dos motivos do protesto foi “a falta de respeito pelos trabalhadores e utentes demonstrada pela Secretaria de Estado dos Transportes e pelo conselho de administração da STCP, que continuam com um silêncio cúmplice face aos sucessivos cortes nos transportes às populações, apesar dos aumentos brutais encapotados com o fim do tarifário monomodal”, afirmou, na altura, a comissão de trabalhadores da empresa.

IPO Porto

Dadores de sangue homenageados No âmbito do Dia Nacional do Dador de Sangue, que se celebra amanhã, o Serviço de Imuno-Hemoterapia do IPO-Porto vai condecorar os dadores. De forma a salientar a importância que têm nos tratamentos, os dadores que amanhã visitem o IPO vão ser recebidos “como estrelas que são”, com direito a passadeira vermelha, da paragem do metro à entrada do IPO.


regiões

Terça-feira, 26 de Março de 2013

O Primeiro de Janeiro | 3

Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana

Protesto em São Bento Trabalhadores deslocam-se a Lisboa para tentar entregar a Passos Coelho uma resolução reclamando a viabilidade dos estaleiros. Festival do Secundário

Jovem preso por tráfico de estupefacientes

A GNR anunciou, ontem, a detenção de um estudante de 19 anos, participante no 10.º Festival do Secundário de Gouveia, por alegado tráfico de estupefacientes. Segundo fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda, o jovem foi detido por elementos do Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Gouveia, pelas 04h00 horas de ontem, no recinto do festival, no âmbito de uma ação de policiamento realizada em coordenação com a organização do evento estudantil. “O estudante era um dos participantes no festival, que está a decorrer desde domingo, e tinha na sua posse cerca de 150 doses de canábis”, disse fonte policial. O Festival do Secundário decorre até quinta-feira, com a participação de 4 mil alunos.

Adega da Lourinhã ameaçada de despejo

Cerca de 600 funcionários dos estaleiros de Viana devem viajar, hoje, para Lisboa num protesto que vai terminar no Palácio de São Bento, reclamando explicações sobre o futuro da empresa, confirmou, ontem, António Costa, porta-voz da comissão de trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC). A partida de Viana do Castelo está agendada para as 07h30 e o protesto na capital deverá arrancar pelas 15h30, à porta da Empordef, holding pública para as indústrias de Defesa, que tutela os estaleiros, antes de terminar junto à residência oficial do primeiro-ministro.

Protesto. “Os trabalhadores dos estaleiros de Viana só pedem para trabalhar”, assegura representante dos empregados

Segundo António Costa, os trabalhadores pretendem denunciar na capital a situação vivida pela empresa, que está praticamente parada, face à falta de respostas do Governo, sendo o quinto protesto – o segundo em Lisboa – desde junho de 2011. “É o momento de informarem os trabalhadores do que se está a passar”, realçou o porta-voz dos trabalhadores, garantindo que a empresa “está parada porque o Governo quer”. No Palácio de São Bento, os trabalhadores vão tentar entregar a Pedro Passos Coelho uma resolução reclamando a viabilidade dos estaleiros, pedindo ainda que o processo de reindustrialização “comece” precisamente com a empresa de Viana do Castelo. Exigem também a libertação de 27 milhões de euros para aquisição de aço e motores necessários ao arranque da construção de dois navios asfalteiros para a Venezuela. “Os trabalhadores dos estaleiros de Viana só pedem para trabalhar”, rematou António Costa.

Problemas na linha da Tua

“Toda a gente foge” O presidente da Câmara de Mirandela, António Branco, acusou, ontem, as entidades de estarem a fugir do problema da linha do Tua, prolongando a indefinição sobre o futuro, o que pode deixar sem transporte as populações da zona. Segundo o autarca, a CP e a Refer alegam não ter mais responsabilidades depois de proposta a desclassificação da li-

nha e o Instituto de Mobilidade e Transportes Terrestres tarda em definir um novo modelo de gestão. O comboio não circula há mais de quatro anos na maior parte desta ferrovia, mas os responsáveis avisam agora que os carris só serão reabilitados se houver financiamento europeu. Segundo António Branco, é necessário que o IMTT “defina o

Viatura e vítimas completamente queimadas

O presidente da Adega Cooperativa da Lourinhã alertou, ontem, que o Ministério da Agricultura estabeleceu o dia 31 de março como prazo para que a cooperativa saia das antigas instalações do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV). Se a ação de despejo se concretizar a partir de abril, está em causa a produção da única aguardente portuguesa com denominação de origem controlada (DOC) pelo principal produtor. “Seria o fim da maior produção de aguardente DOC Lourinhã porque, pelo menos durante um ou dois anos, a Adega não teria condições para receber uvas” disse o presidente da cooperativa, João Pedro Catela. Para o dirigente, “é financeiramente incomportável” não só comprar o espaço como arrendar outro e ter de fazer obras para o adaptar sobretudo às condições de temperatura exigíveis para o processo de envelhecimento da aguardente”. Desde junho que a adega era pressionada para desocupar as instalações.

Homem morre carbonizado em Castro Daire Um homem morreu carbonizado, ao início da tarde de ontem, num incêndio de um carro na Estrada Nacional 2, em Castro Daire. “A viatura ligeira ficou toda queimada, bem como a pessoa que ia ao volante”, referiu a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu, acrescentando que as autoridades não conseguiram ainda identificar a vítima. O carro incendiou-se cerca das 13h50, na curva da Garcia, à saída de Castro Daire para Viseu, por motivos ainda desconhecidos. Segundo a fonte do CDOS, “o carro não se despistou, não bateu em lado nenhum, foi encontrado imobilizado na via a arder”.

novo modelo de gestão para a ferrovia agora sem dono porque, “a curto médio prazo, está a pôr em causa tudo aquilo que está previsto para o futuro desta linha”. A mobilidade das populações está, para já, assegurada por “um despacho excecional”, mas, para o autarca, “o que é importante é que se transforme numa operação regular”.


nacional

4 | O Primeiro de Janeiro

Terça-feira, 26 de Março de 2013

João Semedo contesta moção do PS e remodelação pedida pelo CDS

“Manobrismo político” DR

Num artigo intitulado «Manobras políticas», o líder do BE considera que o secretário-geral do PS está “atrasado seis meses”.

O coordenador bloquista, João Semedo, acusou o PS de fazer “uma manobra política” ao apresentar uma moção de censura sem “condenar o memorando” e o CDS-PP de querer uma remodelação no Governo por mera “sobrevivência política”. Num artigo intitulado «Manobras políticas», publicado no «site» www.esquerda.net, o líder do Bloco de Esquerda considera que António José Seguro está “atrasado seis meses” na apresentação de uma moção de censura ao Governo. “Na altura, disse que seria um ponto de partida e não de chegada. Afinal, não será uma coisa nem outra: o PS não chega nem parte para qualquer lado, fica onde está, isto é, fica com o memorando da «troika»”, escreve João Semedo. O coordenador do BE lembra que “mal anunciou a moção de censura”, António José Seguro quis “sossegar a «troika» e a senhora Merkel”, afirmando que “o compromisso do PS com o me-

Ex-corrente bloquista

APSR extingue-se e junta-se ao Socialismo

Mesmas políticas. Semedo diz que remodelação do Governo nada resolve morando é para continuar”. “Esta é a breve história de uma moção de censura que, antes de o ser, já deixara de o ser. O memorando é o programa do governo e o programa do governo é o memorando. Censurar o governo é condenar o memorando, as políticas que o concretizam e os seus resultados: a austeridade, o aumento de impostos, os cortes nos serviços públicos, as privatizações, o colapso económico, o desemprego”, defende Semedo. Numa segunda parte do seu artigo, com o título «Manobras à di-

reita», o deputado bloquista lança críticas ao CDS-PP e ao “silêncio cúmplice de Paulo Portas” para dizer que os centristas querem “mudar umas caras para que tudo fique na mesma”. João Semedo acusa o CDS de desconsiderar “os problemas do país” e “a situação das vítimas da austeridade” e de estar preocupado com “a sua sobrevivência política e ambição de poder”. “Viciado no tartufismo político, o partido de Paulo Portas procura salvar um governo em adiantado estado de decompo-

sição e com os dias contados. Salvar o governo para salvar o próprio CDS, partido profundamente implicado no desastre que tem sido a política governativa”, acusa João Semedo. Semedo sublinha que “por muitos que fossem os remodelados, o primeiro-ministro e os novos ministros continuariam as mesmas políticas” e por isso “remodelar o governo é uma tentativa de prolongar o mandato de um governo em declínio” e que “perdeu legitimidade e credibilidade para governar”.

Recomendação do Regulador de Saúde

“Hospitais públicos sem medicina privada” DR

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) recomendou ao Ministério da tutela o fim do exercício de medicina privada em hospitais públicos, por considerar que, ao não estar regulamentado na lei, apresenta “riscos para os direitos dos utentes”. A deliberação surge depois de a ERS ter tomado conhecimento de que hospitais públicos permitiam o exercício de medicina privada nas suas instalações, alegadamente após o seu horário de funcionamento. O regulador considera que o exercício de medicina privada nos hospitais públicos pode po-

Recado. ERS deu sugestões ao ministro da Saúde, Paulo Macedo

tenciar o tratamento diferenciado dos doentes, sujeitando os do Serviço Nacional de Saúde (SNS) a maiores tempos de espera, para dar preferência de atendimento a utentes particulares ou beneficiários de seguros de saúde. Segundo a ERS, a prática de medicina privada nos hospitais do SNS, por não estar legislada, “não obedece a um quadro uniforme”, nomeadamente em termos de uso de instalações e equipamentos, faturação dos serviços prestados, honorários, repartição e marcação de atividades. A Entidade Reguladora da Saúde entende que tal desregu-

lação “pode potencialmente prejudicar de forma grave” a “transparência” da relação contratual entre o hospital e os seus utentes, assim como a “liberdade de escolha” destes, a “sã concorrência” entre hospitais públicos e privados, o “princípio da nãodiscriminação dos utentes do SNS” e a determinação da responsabilidade civil, designadamente médica, da entidade prestadora de cuidados de saúde, em caso de danos nos doentes. O regulador da Saúde está a analisar a atuação concreta dos hospitais públicos que praticaram medicina privada.

A Associação Política Socialista Revolucionária (APSR), uma das correntes do Bloco de Esquerda, aprovou no sábado a sua extinção e a integração no Socialismo, uma nova plataforma proposta por Francisco Louçã, João Semedo e José Manuel Pureza, corrente que foi apresentada publicamente no início deste ano. Na resolução aprovada, a APSR diz identificar-se com “as definições e objetivos propostos” na plataforma Socialismo e “compromete-se a dar-lhe o melhor contributo”.

Imposto sobre depósitos

“Pode ser modelo para futuros resgates”

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Djsselbloem, admitiu que o plano para o Chipre, que prevê um imposto sobre os depósitos bancários acima dos 100 mil euros, pode ser um modelo para futuros resgates. “Se queremos um setor financeiro são, a única maneira é dizer: olhem, quando correm riscos, têm de os assumir e se não podem lidar com eles, então não os deviam ter assumido. Retirar o risco do setor financeiro e passá-lo para os ombros do público não é a abordagem certa”, defendeu Djsselbloem,ao Financial Times e à Reuters.


Terça-feira, 26 de Março de 2013

economia

O Primeiro de Janeiro | 5

Governo do Chipre e Eurogrupo chegam a acordo sobre os depósitos

“Sim” a corte de 30% acima dos 100 mil euros Arménio preocupado com Conforlimpa

“Situação imoral” O secretário-geral da CGTP-IN considerou, ontem, em Vila Franca de Xira, que a situação vivida pelos trabalhadores da Conforlimpa é uma violação dos direitos humanos e um regresso à escravidão. “Estamos perante situações de regresso à escravidão, agora do século XXI, em que as pessoas trabalham dois, três, quatro meses, todos os dias, nas condições mais duras, e chegam ao fim do mês e não recebem os salários”, afirmou Arménio Carlos, numa ação de protesto dos trabalhadores. Os 7230 trabalhadores não receberam o ordenado de fevereiro e alguns aguardam ainda o pagamento do salário de janeiro e do subsídio de Natal. O pedido de insolvência da Conforlimpa (Tejo), com pedido de recuperação do grupo, foi aceite pelo Tribunal de Comércio de Lisboa a 7 de março, e publicado cinco dias depois em Diário da República. A empresa tem 30 dias para apresentar um plano de viabilização. “Não podemos aceitar que, 39 anos depois do 25 de abril, se possa considerar normal aquilo que é imoral, ilegal e inconstitucional, que é as pessoas trabalharem e não receberem o seu salário. Estamos a falar de salários de 300, 350, 400 euros. O País não pode aceitar situações desta natureza”, criticou.

DR

Resgate implica corte sobre os depósitos superiores a 100 mil euros, muito acima da taxa de 9,9% prevista na versão inicial. O Chipre tornou-se, ontem, no quinto país da zona euro a beneficiar de um plano de ajuda financeira, depois da Grécia, Irlanda, Portugal e Espanha, que recebeu assistência para o seu setor bancário. Nicósia garantiu o lugar na zona euro com um acordo que incide sobre os dois maiores bancos cipriotas bem como os grandes depositantes destes, frequentemente russos, que pagarão 30% sobre depósitos acima de 100 mil euros. “Finalmente, Chipre sai de um período de incerteza e de insegurança para a economia. Uma falha de pagamento foi evitada, o que teria significado uma saída da zona euro, com consequências devastadoras”, indicou o porta-voz do Governo de Chipre, Christos Stylianides, vincando que o plano “concentra-se nos dois bancos que têm problemas e a proteção integral dos depósitos em todos os bancos”. O porta-voz do governo Christos Stylianides indicou que os depósitos de mais de 100 mil euros do Bank of Cyprus deverão pagar uma taxa de “cerca de 30%”, devendo também ser assinado nas próximas semanas com a troika de credores internacionais um protocolo de acordo que prevê reformas estruturais, privatizações e um aumento do IRC, que deverá passar de 10% para 12,5%. Os esforços pedidos a Chipre também incluem a luta contra o branqueamento de dinheiro em função dos resultados de uma auditoria iminente. Em troca, uma ajuda até 10 mil milhões de euros será fornecida essencialmente pelo Mecanismo Europeu de Estabilidade, mas incluirá um apoio, cujo valor ainda está por definir, do FMI. “Distribuição justa” para Berlim

Em reacção, a chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu que o plano de resgate financeiro de Chipre contempla uma “distribuição justa” dos encargos. O plano “requer que os

que contribuíram para causar estes desenvolvimentos indesejáveis assumam responsabilidades e é assim que deve ser”, afirmou num comunicado, onde reforça: “por um lado, os bancos têm de assumir as responsabilidades eles próprios. É o que sempre dissemos. Não queremos que os contribuintes tenham de salvar bancos, mas que os bancos se salvem a eles próprios.” Merkel disse ainda que Chipre pode contar com a solidariedade europeia, embora isso implique que Nicosia desenvolva esforços de privatização, reformas estruturais e aumento de impostos. Também o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schaeuble, considerou que o plano de resgate elaborado para Chipre é “equitativo” e deverá “estabilizar a situação do país”. “É a melhor via possível, mesmo não sendo fácil”, sublinhou. Durão Barroso confiante

Chipre. Quinto país do euro a beneficiar de um plano de ajuda financeira, depois da Grécia, Irlanda, Portugal e Espanha

Em linha com Europa

Bolsa de Lisboa fecha sessão com queda acentuada

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, encerrou a sessão de ontem a perder 1,19% para 6.023,27 pontos, pressionado pelas quedas acentuadas do setor bancário, acompanhando assim a descida das principais praças europeias. Das 20 empresas cotadas no índice de referência português, 14 perderam valor, uma ficou inalterada

face à cotação de sexta-feira e cinco valorizaram. A queda do PSI20 deve-se principalmente à desvalorização significativa do setor bancário, tendo todos os bancos recuado, motivados pela incerteza sobre o possível impacto da solução encontrada para resgatar a banca cipriota. O PSI20 não registou perdas maiores devido a dois dos pesos pesados do principal índice português terem fechado o dia a valorizar. No resto da Europa, os principais mercados também fecharam no vermelho.

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, afirmou, por seu turno, estar confiante no sucesso do programa de resgate a Chipre, argumentando que permitirá restaurar a viabilidade da economia cipriota, mas afirmou ser cedo para estimar impactos macroeconómicos. “Estou confiante de que o programa vai resultar, mas, vamos ser honestos. Neste momento, não podemos dizer exatamente qual será o impacto”, disse Durão Barroso, quando questionado sobre os eventuais impactos das medidas acordadas na última madrugada. Para a diretora do FMI, Christine Lagarde, o acordo fornece um “plano completo e credível” para lidar com os desafios económicos que o país enfrenta. Bancos reabrem hoje

Todos os bancos cipriotas vão reabrir, hoje, à exceção do Banco de Chipre e do Banco Popular (Laiki Bank), que reiniciam a atividade mais tarde para se adaptarem ao acordo com o Eurogrupo. Os dois bancos que vão permanecer encerrados até quintafeira. Os bancos estão encerrados desde 16 de março e o único acesso ao dinheiro corrente tem sido através das caixas automáticas, mas com limitações nos levantamentos de quantias.


futebol

6 | O Norte Desportivo

Terça-feira, 26 de Março de 2013

Portugal tem jogo decisivo no Azerbaijão

Caso Rúben Micael

Paulo Bento admite “margem de erro reduzida” O selecionador português não levantou o véu sobre o «onze» que jogará, nomeadamente quem irá substituir Cristiano Ronaldo. Raul Meireles continua em dúvida para o jogo de hoje de Portugal contra o Azerbeijão, em Baku, e só será utilizado “se estiver a cem por cento”. Na conferência de imprensa de antevisão ao encontro, Paulo Bento revelou que, no último apronto, o jogador do Fenerbahçe “fez parte do treino, mas não realizou o final”, e que contará com ele para jogar se não tiver limitações físicas.

DR

Decisivo. Raul Meireles está em dúvida para defrontar o Azerbaijão, esta tarde.

Relativamente à substituição forçada de Cristiano Ronaldo, que está castigado, e outras mudanças face ao «onze» que jogou em Israel, Paulo Bento preferiu não adiantar pormenores: “Temos as nossas ideias alinhavadas, mas decidiremos amanhã (hoje). Não vamos fazer seguramente muitas alterações – há uma forçada e poderá haver mais uma ou outra”, referiu Paulo Bento, que elogiou a presença de Cristiano Ronaldo no estágio da equipa, mesmo sabendo que não pode jogar. Para Paulo Bento, “há ambição da equipa, que quer estar no Mundial”, mas sublinhou que “há que conviver com a realidade que temos neste momento e temos de demonstrar a nossa qualidade de jogo enquanto equipa, para levar os três pontos”. “Pensamos no jogo

de amanhã (hoje), apenas estamos focados nesse jogo e não a pensar já nos de junho. Sabemos que a margem de erro que existe é reduzida, em função da fase de qualificação até aqui”, reconheceu. O selecionador voltou a insiste que Portugal tem “alguma dificuldade em gerir situações que dão algum conforto”, como a vantagem no jogo com Israel. Em todos os jogos, Portugal “construíu ocasiões suficientes para ganhar o jogo”, mas tal não sucedeu e a equipa tem sofridos demasiados golos, que Paulo Bento não quer considerar como sendo apenas responsabilidade do setor defensivo. O encontro entre Azerbaijão e Portugal tem início marcado para as 17 horas, no Estádio Republic, sob arbitragem do inglês Andre Marriner.

Clubes chegam finalmente a acordo O Nacional da Madeira chegou a um acordo com o União da Madeira, da Liga de Honra, para o pagamento de mais de dois milhões de euros, relativos à transferência de Rúben Micael para o FC Porto, em 2008. Fonte unionista adiantou que o acordo implica “um pagamento faseado” e a decisão “foi satisfatória para as partes”, impedindo que o caso se arrastasse. Nacional da Madeira

Claudemir renova contrato O defesa brasileiro prolongou a ligação aos auri-negros por mais duas épocas, ficando ligado ao emblema da Choupana até 2015. O anúncio do Nacional da Madeira surgiu depois de uma série de notícias segundo as quais o jogador, em final de contrato, não iria continuar na equipa madeirense. Claudemir, de 28 anos, chegou ao clube na época 2010/11.

DR

Resposta a Pinto da Costa

“Pode continuar a debitar postas de pescada” O selecionador reiterou que não aceita quaisquer “intromissões” na formação da equipa e equiparou as recentes críticas de Pinto da Costa a “postas de pescada”. “Quem quiser entender isto, entende, quem não quiser entender, pode continuar a debitar as suas postas de pescada como tem feito ao longo do tempo”, disse Paulo Bento, a propósito da alegada utilização do médio do FC Porto sem ser a 100 por cento. “O João Moutinho fez um jogo completo depois de algum tempo de inatividade e, tal como a equipa, melhorou na segunda parte em relação ao que tinha feito na primeira. Jogou, porque quem faz o «onze» na seleção sou eu, e mais ninguém. Tivemos a concordância do departamento médico, depois de uma conversa com o jogador. Estando ele a cem por cento, entendemos que devia jogar”, explicou Paulo Bento. FC Porto

Final da Taça de Portugal no horizonte

Segunda meia-final começa a disputar-se hoje Belenenses e Vitória de Guimarães começam hoje a discutir um lugar na final da Taça de Portugal, no encontro da primeira «mão» das meias finais, que se disputa no Estádio do Restelo. A partida, marcada para as 20 horas, colocará frente a frente o oitavo classificado da I Liga e o líder incontestado da II Liga, que se encontra muito perto do regresso ao escalão maior do futebol portu-

DR

Hoje. Guimarães joga em Belém

guês, três anos após ter caído de divisão. Os vimaranenses, que nunca conquistaram a prova, procuram chegar ao Jamor pela sexta vez na sua história e dois anos após a última presença, em que saíram derrotados pelo FC Porto, por 6-2, na final de 2010/11, enquanto o Belenenses, vencedor de três troféus, vai querer dar sequência à época de sucesso que vem re-

alizando, tentando a nona final do seu palmarés, a última das quais em 2006/07, quando perdeu com o Sporting (1-0). Belenenses e Vitória de Guimarães encontraram-se por nove vezes na competição, com vantagem para os minhotos, que venceram cinco partidas, contra três dos lisboetas. O vencedor desta eliminatória encontrará na final Benfica ou Paços de Ferreira.

Helton já trabalha integrado O guarda-redes brasileiro voltou a trabalhar com o restante plantel, após uma semana de ausência devido a uma contusão na perna esquerda. Após dois dias de folga, o conjunto portista regressou ao Olival, numa sessão em que Atsu não participou por estar a cumprir um plano de tratamento a uma lesão muscular e Quinones participou de forma condicionada.


cultura e espetáculos

Terça-feira, 26 de Março de 2013

O Primeiro de Janeiro | 7

Iniciativa em Lisboa realiza-se de 1 a 28 de abril

«Ler em todo o lado» Iniciativa da Rede de Bibliotecas Municipais de Lisboa e da APEL pretende promover hábitos de leitura e a atividade livreira. Concerto a 13 de abril

Centro Cultural de Macau recebe A Naifa

A banda portuguesa A Naifa vai realizar um concerto em Macau a 13 de abril, a convite da Casa de Portugal em Macau e da Fundação Oriente, com a colaboração do jornal local Ponto Final. No concerto agendado para o Centro Cultural de Macau, a Naifa deverá interpretar temas do quarto álbum «Não se deitam comigo corações obedientes», mas também de álbuns anteriores. A Naifa é um projeto original de Luís Varatojo e João Aguardela, criado em 2004, com a voz de Mitó Mendes, que junta a música popular, o estilo pop, o fado e a música eletrónica. Em 2010, a banda regressou com uma nova formação. Lançado em 2012, «Não se deitam comigo corações obedientes» é o primeiro álbum depois da morte de João Aguardela.

Lisboa acolherá, em abril, o programa «Ler em todo o lado», uma iniciativa para promover hábitos de leitura e a atividade livreira e que, em 2014, se pode estender a outras cidades do País, em parceria com outras autarquias. «Ler em todo o lado» consiste num longo programa de sessões de leitura, apresentações de livros, oficinas e debates que decorrerão em livrarias, bibliotecas municipais e espaços públicos da cidade. A iniciativa é da Rede de Bibliotecas Municipais de Lisboa, a comemorar 130 anos, e da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL). “Ler continua a ser absoluta-

«Ler em todo o lado». Em 2014, iniciativa que este ano se vai realizar em Lisboa pode estender-se a outras autarquias

mente crítico em termos de formação” e ainda que, atualmente, haja mais pessoas a ler, o ato de pegar num livro enfrenta maior concorrência perante outras atividades, disse o presidente da APEL, João Alvim. «Ler em todo o lado» decorrerá de 1 a 28 de abril e envolverá cerca de vinte livrarias da cidade, que praticarão descontos, terão as portas abertas até mais tarde e acolherão sessões de contos para crianças ou encontros com autores. Entre as livrarias aderentes estão a Bertrand, a Buchholz, a rede FNAC, a Leya e a Gatafunho e Cabeçudos, especializadas em literatura para a infância e juventude. A elas juntam-se, por exemplo, as bibliotecas municipais de Belém, Camões, Olivais e Penha de França. Durante a programação haverá tempo para recordar o escritor e artista plástico José de Almada Negreiros, por ocasião dos 120 anos do seu nascimento, com a leitura do «Manifesto anti-Dantas».

Editoras lançam novas obras

Papa é nova aposta

«Cerco de Leninegrado» no Teatro das Beiras

As editoras nacionais preparam edições de obras que revelam o pensamento do atual Papa, assim como a primeira biografia, da autoria do vaticanista Saverio Gaeta, que será editada amanhã. «Francisco: O Verdadeiro Poder é Servir», de autoria do Papa Francisco, é editado em abril, anunciou a editora Nascente que chancela a obra. Intitulado origi-

nalmente, «El verdadero poder es el servicio», o livro foi publicado em 2007, quando o atual Papa era ainda arcebispo de Buenos Aires. Segundo fonte da Nascente, este é “o livro mais revelador do pensamento do novo Papa”. “Redigida pelo seu próprio punho, de forma clara e simples, esta obra mostra-nos um Papa Francisco preocupado com

Festival Internacional Teatro Vinte e Sete

O Teatro das Beiras, companhia profissional sediada na Covilhã, assinala o dia mundial daquela arte de palco, amanhã, com a estreia da peça «O Cerco de Leninegrado», de José Sanchis Sinisterra. O espetáculo coproduzido com o grupo Imaginário será apresentado no Auditório do Teatro das Beiras e ficará em cena até 30 de março e de 3 a 6 de abril, sempre às 21h30. A peça conta uma história “divertida, comovente e surreal” de duas mulheres, Natália e Priscila, respetivamente, a amante e viúva de Nestor, um diretor e encenador de teatro que morreu em circunstâncias misteriosas, enquanto ensaiava «O cerco de Leninegrado». Como resultado, há mais de 20 anos que as duas mulheres habitam um velho e abandonado teatro, o Teatro do Fantasma, que passou a ser ameaçado de demolição. A encenação está a cargo de Gil Salgueiro Nave, com interpretação de Cláudia Lázaro e Isabel Bilou.

21 espectáculos em Vila Real e Bragança Os dramaturgos Gil Vicente, Molière e Carlo Goldoni vão estar em destaque no Festival Internacional de Teatro Vinte e Sete, que durante um mês apresenta 21 espetáculos em Bragança e Vila Real. Com início amanhã, Dia Mundial do Teatro (27 de março), a nona edição do festival prolonga-se até ao dia 27 de abril, com produções para todos os géneros de públicos e escalões etários. Durante um mês, sobem aos palcos dos teatros municipais de Bragança e Vila Real 14 companhias nacionais e estrangeiros, que vão apresentar 21 espetáculos. Da programação complementar faz parte a Companhia Olga Roriz, com «A cidade».

os problemas que ameaçam o mundo e os perigos que assombram a Igreja”, disse a mesma fonte. Outro livro de Jorge Mario Bergoglio, mas em coautoria com rabino Abraham Skorka, intitula-se «Sobre o Céu e a Terra», e será publicado em maio, pelo Clube do Autor. A obra está a ser traduzida para português por Inês Guerreiro.


8 O Primeiro de Janeiro |

roteiro

Terça-feira, 26 de Março de 2013

Roteiro Cultural

Entre Margens – O Douro em Imagens A Exposição Entre Margens – O Douro em Imagens inaugurou no passado dia 21 de março e ficará patente até 7 de Abril, no Largo de São Carlos, em Lisboa. Trata-se da retrospetiva integral do projeto "Entre Margens: O Douro em Imagens", e contou com as presenças de Catarina Vaz Pinto (C. M. Lisboa), Elisa Babo (Fundação Museu do Douro), Nuno Salgado (diretor artístico) e dos fotógrafos Luísa Ferreira, Pauliana Valente Pimentel e Alexandre Almeida. Este projeto tem como objetivo principal a promoção de novas leituras sobre a criação artística contemporânea e a dinamização do espaço público a partir dos conceitos inscritos na Agenda XXI: desenvolvimento local sustentável, cooperação cultural e preservação ambiental, e conta com a parceria de oito municípios da região duriense (Amarante, Lamego, Mirandela, Peso da Régua, Porto, Santa Marta de Penaguião, Vila Nova de Gaia e Vila Real).

“Delta Machine”

Novo álbum de originais “Delta Machine” chega hoje ás lojas e é já lider da tabela digital iTunes. O segundo single chama-se “Soothe my Soul” e a banda actua na edição 2013 do Festival Optimus Alive no dia 13 de Julho

MOMENTOS DOCES

Concerto com Fernando Tordo “Braguêsas, Beiroas e Outras Amantes” é o tema do Concerto a solo de Fernando Tordo, que terá lugar no AMAC - Auditório Municipal Augusto Cabrita, no dia 6 de abril, pelas 21h30. No concerto "BRAGUÊSAS, BEIROAS E OUTRAS AMANTES", Fernando Tordo faz uma viagem pelos cordofones portugueses recuperando assim algumas das violas tradicionais que se foram perdendo no tempo e criando-lhes novo repertório. Fernando Tordo interpreta alguns novos temas e clássicos como “Adeus Tristeza”, “Cavalo à solta”, “Tourada”, “Se digo meu amor”, ”Balada para os nossos filhos”, “Estrela da Tarde”, entre outras canções que fazem parte da história musical do nosso País. É um encontro marcado pela relação de proximidade que o cantor estabelece com o seu público através do prazer que revela em cima do palco, fruto de 48 anos ininterruptos de total dedicação ao seu trabalho.

Receitas e truques para fazer bolos de sonho em casa nas livrarias a 26 de Março. Momentos Doces procura revelar o que está por detrás do mundo da decoração de bolos numa altura em que o Cake Design ganha cada vez mais dimensão nas nossas vidas. Neste livro encontrará receitas, truques e técnicas que conseguirá colocar em prática, em casa, sem que para isso precise de ser grande conhecedora da arte da culinária ou doçaria. Uma aventura, um desafio e uma ajuda imprescindível para fazer bolos de sonho! Um ponto de partida para todos os que se quiserem aventurar neste mundo mágico onde tudo ganha outra dimensão com simples detalhes de açúcar que fazem a diferença. Inspire-se, aprecie e experimente você mesmo porque vai gostar do resultado final.

Portugal dos Pequenitos Portugal dos Pequenitos do dia 26 ao dia 28 de março: dias Cheios de Animação e atividades para todos.


publicidade/editais

Terça-feira, 26 de Março de 2013

ALBINO JOSÉ VAZ AGENTE DE EXECUÇÃO Av. António José de Almeia, nº. 292, 3º andar 3720-239 Oliveira de Azeméis Tel. 256688949 Fax 256683050

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 26/03/2013

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 26/03/2013

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 26/03/2013

Comarca do Baixo Vouga

ANÚNCIO

Aveiro - Juízo de Grande Instância Cível - Juiz 2

VENDA EM PROCESSO EXECUTIVO

EDITAL N.º 26/2013

PROCESSO: 1916/09.4TBVFR, 2º. Juízo Cível Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira

Alteração nº 1 ao Alvará de Loteamento nº 16/2011

EXEQUENTE: CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, SA, NIPC 500.960.046 EXECUTADO: SOCIEDADE DE CONSTRUÇÕES DIAMANTINO & GOMES, LDA, NIPC 504.955314, com sede na Rua Delfim Lima, 189 Canelas VNG Informa-se os eventuais interessados que são aceites propostas de aquisição do(s) seguinte(s) bem(s) penhorado(s): VERBAS VERBA 1 Fracção autónoma designada pela letra “A” destinada a habitação de tipologia T2, no 3º andar esquerdo, compreendendo 2 varandas e garagem na sub # cave, devidamente assinalada com a respectiva letra, sita na Rua Água Velha, nº. 13, Lugar da Malaposta, freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, com a área de superfície coberta de 122,70m2, inscrita na matriz sob o artº. 920 e descrito na 1º conservatória de registo predial de Santa Maria da Feira sob ao descrição 447/ 20001025-A PELO VALOR DE 66.800,00 EUROS VERBA 2 Fracção autónoma designada pela letra “B” destinada a habitação de tipologia T2, no 3º andar Traseiras, compreendendo 2 varandas e garagem na sub-cave, devidamente assinalada com a respectiva letra sita na Rua Água Velha, nº. 13, com a área de superfície coberta de 114,60m2Lugar da Malaposta, freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrita na matriz sob o artº. 920 e descrito na 1º conservatória de registo predial de Santa Maria da Feira sob ao descrição 447/20001025-B. PELO VALOR DE 61.000,00 EUROS VERBA 3 Fracção autónoma designada pela letra “D” destinada a habitação de tipologia T2, no 2º andar esquerdo, compreendendo duas varandas e garagem na subcave, devidamente assinalada com a mesma letra da fracção, com a área de superfície coberta de 122,50m2, sita na Rua Água Velha, nº. 13, Lugar da Malaposta, freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrita na matriz sob o artº. 920 e descrito na 1º conservatória de registo predial de Santa Maria da Feira sob ao descrição 447/20001025-D. PELO VALOR DE 66.800,00 EUROS VERBA 4 Fracção autónoma designada pela letra “E” destinada a habitação de tipologia T2, no 2º. Andar traseiras, compreendendo 2 varandas e garagem na subcave devidamente assinalada coma respectiva letra da fracção, com a área de superfície coberta de 144,60m2, sita na Rua Água Velha, nº. 13, Lugar da Malaposta, freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrita na matriz sob o artº. 920 e descrito na 1º conservatória de registo predial de Santa Maria da Feira sob ao descrição 447/20001025-E. PELO VALOR DE 61.000,00 EUROS VERBA 5 Fracção autónoma designada pela letra “F”, destinada a habitação de tipologia T2, no 2º. Andar direito, compreendendo 3 varandas e garagem na sub cabe, devidamente assinalada com a respectiva letra, com a área de superfície coberta de 120,05m2, sita na Rua Água Velha, nº. 13, Lugar da Malaposta, freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrita na matriz sob o artº. 920 e descrito na 1º conservatória de registo predial de Santa Maria da Feira sob ao descrição 447/20001025F. PELO VALOR DE 65.000,00 EUROS VERBA 6 Fracção autónoma designada pela letra “G” destinada a habitação de tipologia T2, no 2º andar direito, compreendendo 2 varandas e garagem na sub-cave, devidamente assinalada com a mesma letra da fracção, com a área de superfície coberta de 122,50m2, sita naRua Água Velha, nº. 13, Lugar da Malaposta, freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrita na matriz sob o artº. 920 e descrito na 1º conservatória de registo predial de Santa Maria da Feira sob ao descrição 447/20001025-G. PELO VALOR DE 66.800,00 EUROS VERBA 7 Fracção autónoma designada pela letra “H” destinada a habitação de tipologia T2, no 1º andar Traseiras, compreendendo 2 varandas e garagem na subcave, devidamente assinalada com a respectiva letra da fracção, com a área de superfície coberta de 114,60m2, sita na Rua Água Velha, nº. 13, Lugar da Malaposta, freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrita na matriz sob o artº. 920 e descrito na 1º conservatória de registo predial de Santa Maria da Feira sob ao descrição 447/20001025-H. PELO VALOR DE 61.000,00 EUROS VERBA 8 Fracção autónoma designada pela letra “I” destinada a habitação de tipologia T2, no 1º andar direito, compreendendo 2 varandas e garagem na subcave, devidamente assinalada com a respectiva letra, com a área de 124,85m2, sita na Rua Água Velha, nº. 13, Lugar da Malaposta, freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrita na matriz sob o artº. 920 e descrito na 1º conservatória de registo predial de Santa Maria da Feira sob ao descrição 447/20001025-I. PELO VALOR DE 65.900.00 EUROS VERBA 9 Fracção autónoma designada pela letra “K” destinada a habitação de tipologia T3, no r/chão esquerdo, compreendendo 2 varandas e garagem na subcave, devidamente assinalada com a respectiva letra, com a área de superfície coberta de 159,48m2, sita na Rua Água Velha, nº. 13, Lugar da Malaposta, freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrita na matriz sob o artº. 920 e descrito na 1º conservatória de registo predial de Santa Maria da Feira sob ao descrição 447/20001025-K. PELO VALOR DE 87.300,00 EUROS VERBA 10 Parcela de terreno destinada a construção urbana, Lote nº. 8. Aditamento ao Álvara de loteamento nº. 28/2000 a confrontar a norte com Novo arruamento, a Sul com Zona Verde, a nascente e poente com Sociedade de Construção Diamantino & Gomes, Lda, com a área de 283m2, sita no Lugar da Malaposta, freguesia de Sanfins concelho de Santa Maria da feira, inscrito na matriz sob o artº. 971 e descrito na Conservatória de Registo Predial de Santa Maria da Feira # 1, sob a descrição 449/ 20001025 601.560,00 EUROS VERBA 11 Parcela de terreno destinada a construção urbana, denominado de lote 10, a confrontar a norte com arruamento, a sul com Joaquim Henriques da Silva a nascente e a poente com Sociedade de Construção Diamantino & Gomes, Lda, com a área de 1045m2, sito no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrita na matriz sob o Artº. 819 e descrita na 1º conservatória de Registo Predial de Santa Maria da Feira sob o nº. 451/20001025 PELO VALOR DE 40.000,00 EUROS VERBA 12 Parcela de terreno destinada a construção urbana, denominada de lote 12, a confrontar a Norte e nascente com Sociedade de Construção Diamantino & Gomes, Lda, a sul com Joaquim Henriques da Silva e a poente com Arruamento, com a área total de 845m2, sito no Lugar de Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrita na matriz sob o artº. 821 e descrita na 1ª Conservatória de registo predial de Santa Maria da Feira sob o nº. 453/20001025 PELO VALOR DE 37.000,00 EUROS VERBA 13 Parcela de terreno destinada a construção urbana, lote 14 a confrontar a norte e poente com arruamento a sul e nascente com sociedade de construções Diamantino & Gomes, Lda, com a área de 683m2, sito no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o artº. 823 e descrita na 1º conservatória de registo predial de santa Maria da feira sob a descrição 455/20001025 PELO VALOR DE 40.000,00 EUROS

O Primeiro de Janeiro | 9

VERBA 14 Parcela de Terreno para construção urbana # lote 15 a confrontar a norte com Armindo Alves da Silva Santos, a sul com arruamento, a nascente e a poente com Sociedade de construção Diamantino & Gomes, Lda, com a área de 955m2 , sito no no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o artº. 824 e descrita na 1º conservatória de registo predial de santa Maria da feira sob a descrição 456/20001025 PELO VALOR DE 39.000,00 EUROS VERBA 15 Parcela de Terreno para construção urbana # lote 17 a confrontar a norte com Armindo Alves da Silva Santos, a sul com arruamento, a nascente e a poente com Sociedade de construção Diamantino & Gomes, Lda, com a área de 740m2 , sito no no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o artº. 826 e descrita na 1º conservatória de registo predial de santa Maria da feira sob a descrição 458/20001025 PELO VALOR DE 37.000,00 EUROS VERBA 16 Parcela de Terreno para construção urbana # lote 18 a confrontar a norte com Armindo Alves da Silva Santos, a sul com arruamento, a nascente e a poente com Sociedade de construção Diamantino & Gomes, Lda, com a área de 965m2 , sito no no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o artº. 827 e descrita na 1º conservatória de registo predial de santa Maria da feira sob a descrição 459/20001025 PELO VALOR DE 45.000,00 EUROS VERBA 17 Parcela de Terreno para construção urbana # lote 19 a confrontar a norte e nascente com Armindo Alves da Silva Santos, a sul com arruamento, e a poente com Sociedade de construção Diamantino & Gomes, Lda, com a área de 1220m2 , sito no Lugar da malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o artº. 828 e descrita na 1º conservatória de registo predial de santa Maria da feira sob a descrição 460/20001025 PELO VALOR DE 45.000,00 EUROS VERBA 18 Parcela de Terreno para construção urbana # lote 21 a confrontar a norte e sul com Sociedade de construção Diamantino & Gomes, Lda, a nascente com arruamento e a poente com caminho de servidão com a área de 950m2 , sito no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o artº. 828 e descrita na 1º conservatória de registo predial de santa Maria da feira sob a descrição 462/20001025 PELOS VALOR DE 43.000,00 EUROS VERBA 19 Parcela de Terreno para construção urbana # lote 22 a confrontar a norte e sul com Sociedade de construção Diamantino & Gomes, Lda, a nascente com arruamento e a poente com caminho de servidão com a área de 600m2 , sito no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o artº. 831 e descrita na 1º conservatória de registo predial de santa Maria da feira sob a descrição 463/20001025 PELO VALOR DE 35.000,00 EUROS VERBA 20 Parcela de Terreno para construção urbana # lote 23 a confrontar a norte com Sociedade de construção Diamantino & Gomes, Lda, a sul com caminho Pedestre a nascente com arruamento e a poente com caminho de servidão com a área de 600m2 , sito no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o artº. 832 e descrita na 1º conservatória de registo predial de santa Maria da feira sob a descrição 464/20001025 PELO VALOR DE 35.000,00 EUROS VERBA 21 Parcela de Terreno para construção urbana # lote 24 a confrontar a norte com Caminho pedestre, a sul com Sociedade de construção Diamantino & Gomes, Lda, a nascente com arruamento e a poente com caminho de servidão com a área de 600m2 , sito no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o art.º 833 e descrita na 1º conservatória de registo predial de santa Maria da feira sob a descrição 465/20001025 PELO VALOR DE 35.000,00 EUROS VERBA 22 Parcela de Terreno para construção urbana # lote 25 a confrontar a norte e sul com Sociedade de construção Diamantino & Gomes, Lda, a nascente com arruamento e a poente com caminho de servidão com a área de 600m2 , sito no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o artº. 834 e descrita na 1º conservatória de registo predial de santa Maria da feira sob a descrição 466/20001025 PELO VALOR DE 35.000,00 EUROS VERBA 23 Parcela de Terreno para construção urbana # lote 26 a confrontar a norte com Sociedade de construção Diamantino & Gomes, Lda, a sul com Joaquim Henrique da Silva e a nascente com arruamento e a poente com caminho de servidão com a área de 716m2 , sito no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, inscrito na matriz sob o artº. 835 e descrita na 1º conservatória de registo predial de santa Maria da feira sob a descrição 467/20001025 PELO VALOR DE 38.000,00 EUROS VERBA 24 Parcela de terreno - Construção urbana - Lote 7 – norte - arruamento; sul - zona verde; nascente e poente - Sociedade de Construções Diamantino & Gomes, Limitada, sito no Lugar da Malaposta freguesia de Sanfins, concelho de Santa Maria da Feira, com a área total de 302m2 PELO VALOR DE 641.800,00 EUROS

ENGENHEIRO FRANCISCO SOARES MESQUITA MACHADO, Presidente da Câmara Municipal de Braga: FAZ SABER QUE, nos termos do artº 27º do D.L nº 555/99, de 16 de Dezembro, alterado e republicado pelo Dec-Lei nº 26/2010, de 30 de Março e por despacho do Vereador da Área do Urbanismo de 2013/01/21, praticado no uso de poderes subdelegados por decisão do Sr. Presidente da Câmara de 2009/10/23, são alteradas as prescrições do Alvará de Loteamento nº16/2011, em nome de JOSÉ DA SILVA E SÁ, LDA, NIPC 500 751 064, respeitante ao prédio sito no Lugar da Carvalheira, freguesia de Palmeira, neste concelho, alterações essas que respeitam o PDM e constam do seguinte: Mantém-se a área total a lotear; A área total de implantação passa a ser de 4328,35 m2, a área total de construção de 7504 m2 e o volume total de construção de 22.512 m3. Com a presente alteração é alterada a mancha, localização da implantação e diminuída a área de implantação e de construção do lote A2 para 210,60 m2 e 351 m2, respetivamente. Para constar se mandou passar o presente edital e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares de estilo e publicado num jornal de âmbito nacional. Braga e Paços do Município, 7/03/2013.

Processo: 2417/12.9T2AVR Açáo de Processo Ordinário N/Referência: 17817372 Data: 12-03-2013 Autor: Banco Espirito Santo, S.A -Sociedade Aberta Réu: Armando João Pereira Rodrigues e outro(s)... 1.ª Publicação

ANÚNCIO Nos autos acima identificados, correm éditos de 30 dias, contados da data da segunda e última publicação do anúncio, citando: Réu: Incertos, com morada na R. Arcebispo Pereira Bilhano, N° 169 - 1o, ílhavo, 3830-000 ílhavo, com última residência conhecida na(s) morada(s) indicada(s) para, no prazo de 30 dias, decorrido que seja o dos éditos, contestarem, querendo, a acção, com a cominação de que a falta de contestação importa a confissão dos factos articulados pelo(s) autor(es) e que em substância o pedido consiste em serem os RR. condenados a reconhecerem o direito de propriedade do A., sobre o imóvel sito na R. Arcebispo Pereira Bilhano, N° 169, r/ch e 1o andar, em ílhavo, descrito na CRP sob o n° 10642 e inscrito na respectiva matriz predial urbana sob o art.º 1927 e, bem assim, a serem condenados a entregar imediatamente no imóvel ao Autor, para além de pagarem as quantias reclamadas e constantes da petição inicial, tudo como melhor consta do duplicado da referida petição, que se encontra nesta Secretaria, à disposição dos citandos. O prazo acima indicado suspende-se, no entanto, nas férias judiciais. Ficam advertidos de que é obrigatória a constituição de mandatário judicial. O Juiz de Direito, Dr(a), Isabel Cristina Gaio Ferreira de Castro O Ofícial de Justiça, Rosa Beatriz Gomes

O Presidente da Câmara, Francisco Soares Mesquita Machado (Eng)

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 26/03/2013

Assistência aos Tuberculosos do Norte de Portugal NIPC 501 419 691 Rua Conde Vilas Boas, 126 4250-495 Porto Tel 228 349 660 Fax. 228 349 669

CONVOCATÓRIA Nos termos do disposto no artigo 16° dos Estatutos, convocamse todos os associados da “ASSISTÊNCIA AOS TUBERCULOSOS DO NORTE DE PORTUGAL”, Associação n.° 501419691, com sede na Rua do Conde de Vilas Boas, n° 126,4250-495 Porto, para participarem na Assembleia Geral Ordinária a realizar pelas 19:00 horas do próximo dia 05 de abril, nas instalações da Associação sitas na Rua do Conde de Vilas Boas, n° 126, 4250-495 Porto, cuja ordem de trabalhos é a seguinte; 1. Discussão e Aprovação do Relatório e Contas do ano de 2012; 2. Outros assuntos de interesse para a associação, A Assembleia funcionará em segunda convocação uma hora depois da primeira convocação se nesta nào estiver reunida a maioria absoluta dos associados no pleno gozo dos seus direitos sociais. Porto, 22 de março de 2013 O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral,

EUNICE COELHO Agente de Execução Cédula n.º 3586

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 26/03/2013

Tribunal Judicial de Matosinhos 4.º Juízo Cível PROCESSO: 9530/03.1TBMTS VALOR: 58.235,80 € EXEQUENTE: CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, S.A. EXECUTADOS: JOSÉ AUGUSTO GUEDES SILVA E OUTROS REFa INTERNA: PE/19/2003 1.ª Publicação

ANÚNCIO Eunice Coelho, Agente de Execução, faz saber que nos autos acima identificados foi designado o dia 17 de Abril de 2013, pelas 14h00m, no 4.º Juízo Cível do Tribunal Judicial de Matosinhos, sito na rua Augusto Gomes, para abertura de propostas entregues até esse momento aos interessados na venda do (s) seguinte (s) bem (ns): BEM A VENDER E VALOR BASE DE VENDA Lote único: Verba um - Prédio Urbano composto por cave, r/c, andar e logradouro, destinada a habitação, na rua Dr. Manuel Sousa Dias Júnior, n.° 197. Freguesia: Vila Nova da Telha; Concelho: Maia; Descrito na 1.ª Conservatória do Registo Predial da Maia, sob o n° 1276/ 19960327; Inscrito na matriz predial urbana sob o artigo: 2365; Pertencente aos executados: José Augusto Guedes da Silva e Maria da Conceição Rodrigues Garcia da Silva; Depositários: Os executados supra referidos. Valor base: 143.000,00 € (cento e quarenta e três mil euros). - Serão aceites as propostas de melhor preço acima de 70 % do valor base anunciado. - As propostas a apresentar deverão especificar, no exterior do envelope, a referência ao processo a que se destinam, bem como a indicação ou menção de se tratar de uma proposta para venda; no interior do envelope deverão ser acompanhadas da fotocópia do bilhete de identidade e cartão de contribuinte, ou simplesmente do cartão de cidadão (no caso de se tratar de pessoa singular) ou do cartão de pessoa colectiva (no caso da se tratar de pessoa colectiva). - Nos termos do art° 897° do C.P.C., os proponentes devem juntar á sua proposta, como caução, um cheque visado, á ordem da agente de execuçào, no montante de 20 % do valor base do(s) bem(ns). - Se o preço mais elevado for oferecido por mais de um proponente, abre-se logo licitação entre eles, salvo se declararem que pretendem adquirir os bens em compropriedade. - Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros; se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir a proposta dos outros, procede-se a sorteio para determinar a proposta que deve prevalecer. A AGENTE DE EXECUÇÃO EUNICE COELHO CÉDULA 3586 Rua França júnior, nº 64, 5º andar – 4450-131 Matosinhos Telef.229351213/14 Fax 229351215 e.mail: 3586@solicitador.net Atendimento dias úteis 15H00M - 17H00

VALOR BASE São aceites propostas superiores a 85% dos valores indicados em cada verba TOTAL GLOBAL DAS VERBAS 2.348.960,00 EUROS APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS As propostas são apresentadas em carta fechada até às 10:00 horas (DEZ HORAS) do dia 09/04/2013 na Secretaria do Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira, sito na Rua Dr. Cândido de Pinho, 18/30 – Ed. Manuel I, Bl. B 4520-211 Santa Maria da Feira, devendo os proponentes, nos termos do nº 1 do artigo 897º do Código Processo Civil, juntar à sua proposta, como caução, um cheque visado, à ordem do solicitador de execução no montante correspondente a 5% do valor base dos bens, ou garantia bancária no mesmo valor. As propostas serão abertas no dia e hora indicado, não sendo obrigatória a presença do proponente. FIEL DEPOSITÁRIO A executada. O Solicitador Albino José Vaz – Cédula 3536

Rua de Santa Catarina, n.º 489 4000-446 Porto Telefone: 22 096 78 46 Tlm: 91 282 06 79 Fax: 22 096 78 45

email: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt


agenda

10 | O Primeiro de Janeiro

Telefones Úteis Hospitais Santo António Tel. 222 077 500 Linha Azul 222 084 601 São João Tel. 225 512 100 Pediátrico Maria Pia Tel. 226 089 900 Linha Azul 226 099 674 Maternidade Júlio Dinis Tel. 226 087 400 Psiquiátrico Conde Ferreira Tel. 225 022 031 Magalhães Lemos Tel. 226 192 400 Privados Ordem do Carmo Tel. 222 008 113 Ordem da Lapa Tel. 225 502 828 Ordem da Trindade Tel. 222 083 656 Prelada - Tel. 228 330 600 Militar Reg. Nº1 Tel. 226 063 011/ 12/13 Santa Maria Tel. 225 504 844 São Francisco Tel. 222 008 441 CONCELHO DE MATOSINHOS Distrital -Tel. 229 372 091 Pedro Hispano Tel. 229 391 000 Linha Azul 229 391 100 CONCELHO DE V. N. GAIA Eduardo Santos Silva Tel. 227 865 100 227 839 001 Vila Nova de Gaia Tel. 223 778 100/ 223 754180

Televisão

Serviço permanente PORTO PERMANENTE Alves – Praça Exército Libertador, 62 – Tel. 228 320 002 Soeiro – Rua de Santos Pousada, 71 – Tel. 225 371 370 MAIA Guardeiras – Consº Luís Magalhães, 1936 – Moreira da Maia – Tel. 229 471 983 VALONGO Outeiro do Linho – Travessa Vasco Gama, 21 / 4440-762 VALONGO Tel. 224 228 888 GONDOMAR Nova de Valbom – Rua Dr. Joaquim Manuel da Costa, 1015 – Valbom Tel. 224 830 117 MATOSINHOS Benisa – Av. Arquitecto Fernando Távora 4450 Leça da Palmeira Matosinhos – Tel. 229 963 134 VILA NOVA DE GAIA PERMANENTE Central – Rua Prof. Amadeu Santos – Valadares – Tel. 227 110 210 Da Serra do Pilar - Morada: Rua de Catorze de Outubro, 306 4430-047 Vila Nova de Gaia Telefone: 223 750 914 Aliança - Rua do Padrão, 294 Pedroso Tel.:227842007

Hoje AMARANTE São Gonçalo – Estrada nacional 15 333, Madalena 4600 Amarante Tel. 225 425 418 FELGUEIRAS J. Reis – Rua Rebelo Carvalho / 4610-212 Felgueiras Tel. 255 922 640 LOUSADA Fonseca – Rua Santo António, 554 – Silvares / 4620-651 Lousada Tel. 255 912 141 MARCO DE CANAVESES Farmácia Cabanelas - Lugar de Eiro Soalhães - Tel. 255511565 PAREDES Ruão – Rua 1.º Dezembro – Castelões, Cepeda – Tel. 255 777 578 PENAFIEL Sameiro – Rua D. António F Gomes, 230-B – Tel. 255 713 071/2/3 SANTO TIRSO Central – Tel. 252 852 923 TROFA Trofense – Rua Costa Ferreira, C. C. Loja 2 – Tel. 252 412 543

Banda Desenhada

ZÉ do boné

Sr. Perfeito

Passatempos

Farmácias de serviço

Terça-feira, 26 de Março de 2013

Amanhã

RTP1

RTP1

06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça da Alegria 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Éramos Seis 15:00 Portugal no Coração 17:00 Futebol: Seleção Nacional (AA) Direto - Azerbaijão x Portugal 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal + 21:00 Portugal Sempre Ligado 23:45 5 Para a Meia-Noite 00:45 Ossos 01:15 Sem Rasto 02:00 O Direito de Nascer 03:30 Televendas 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça da Alegria 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Éramos Seis 15:15 Portugal no Coração 18:00 Portugal em Direto 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal + 21:00 De Caras 21:30 AntiCrise 22:00 Sinais de Vida 23:00 O Que Nos Faz Rir - Estreia 23:45 5 Para a Meia-Noite 00:45 Ossos 01:30 Sem Rasto 02:15 O Direito de Nascer 03:45 Televendas 06:05 Nós

RTP2 07:00 Zig Zag 13:00 National Geographic 14:00 Sociedade Civil 15:30Biosfera 16:00 RTP Premium 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé dos Homens 18:30 Quem É Que Tu Pensas Que És? 19:40 Olhar o Mundo 20:00 Zig Zag 21:00 Salvar Pandas (Doc) 22:00 24 - SumárioDireto 22:07 Cinco Noites, Cinco Filmes 2001 Odisseia no Espaço 00:00 24 Horas 01:01 Portugal Selvagem 01:30 O Último Urso Pardo (Doc) 02:30Euronews

RTP2 07:00 Zig Zag 13:00 O Último Urso Pardo (R/)(Doc) 14:00 Sociedade Civil 15:30 Nós (R/) 16:00 RTP Premium 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé dos Homens 18:30 Portugal de... 19:30 Hóquei em Patins - Taça das Nações / Torneio Montreaux 2013DiretoPortugal - Montreaux 21:00 O Ovo Gigante (Doc) 22:00 24 - Sumário 22:07 Cinco Noites, Cinco Filmes 00:00 24 Horas 01:00 Portugal Selvagem 01:30 Década de Descobertas (Doc) 02:00 Euronews

SIC 06:00 Jornal de Síntese 07:00 Edição da Manhã 08:15 Dance 09:00 A Vida nas Cartas - O Dilema 10:10 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:35 Vingança 15:40 Boa Tarde 18:30 Cheias de Charme 20:00 Jornal da Noite 21:45 Dancin' Days 22:30 Avenida Brasil 23:30 Páginas da Vida 00:35 Mentes Criminosas 01:15 Mentes Criminosas - Conduta Suspeita 02:10 O Encantador de Cães 03:00 Podia Acabar o Mundo 04:00 Televendas

SIC 06:00 Jornal de Síntese 07:00 Edição da Manhã 08:15 Dance 09:00 A Vida nas Cartas - O Dilema 10:15 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:40 Vingança 15:45 Boa Tarde 18:30 Cheias de Charme 20:00 Jornal da Noite 21:30 Dancin' Days 22:15 Sorteio do Totoloto 22:30 Avenida Brasil 23:30 Páginas da Vida 00:40 Mentes Criminosas 01:20 EPT 02:10 O Encantador de Cães 03:00 Podia Acabar o Mundo 04:00 Televendas

TVI

O Andy iniciou uma dieta

A sério! O que ele anda a fazer?

Ele hoje desceu as escadas e subiu duas vezes e só comeu bolachas

06:30 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:30 Ninguém Como Tu 16:00 A Tarde é Sua 18:00 Doce Fugitiva 19:00 Doida por Ti 20:00 Jornal das 8 21:30 Euromilhões 21:45 Destinos Cruzados 22:45 Louco Amor 23:45 Equador - Mini série 00:45 Série - Apanha-me Se Puderes 01:45 Filme - O Barco do Rock 04:00 Amanhecer 05:00 É a vida Alvim!

TVI 06:30 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:30 Ninguém Como Tu 16:00 A Tarde é Sua 18:00 Doce Fugitiva 19:00 Doida por Ti 20:00 Jornal das 8 21:45 Destinos Cruzados 22:45 Louco Amor 23:45 Equador - Mini série 00:45 Série - Apanha-me Se Puderes 01:45 Guestlist 02:15 Filme - Fuga Sob Pressão 04:00 Amanhecer 05:00 É a vida Alvim!


agenda

Terça-feira, 26 de Março de 2013

Cinemas PORTO DOLCE VITA Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 21h20, 00h35

Sugestões Os Smurfs M/6 Sessões: 10h30, 12h50, 15h20, 18h (V.Port./3D)

Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 14h, 16h30, 19h (V.Port./3D)

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h15, 15h40, 18h30, 21h30, 00h10

Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 22h, 00h35

Um Dia M/12 Sessões: 13h40, 16h20, 19h, 21h20, 23h50

Os Smurfs M/6 Sessões: 12h50, 15h30, 18h30 (V.Port./3D) Um Dia M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h05, 21h50, 00h30 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h30, 15h10, 17h50, 21h10, 23h50 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h30, 00h10 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h50, 21h40, 00h25 Assim é o Amor M/12 Sessões: 12h40, 15h25, 18h10, 21h, 23h50 MAIA MAIASHOPPING Os Smurfs M/6 Sessões: 13h30, 16h, 18h40, 21h20, 23h50 (V.Port./3D) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h20, 19h, 21h50, 00h35 Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 21h10, 00h10 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 13h40, 16h30, 19h10, 21h40, 00h20 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h10, 15h50, 18h50, 21h30, 00h30 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h50, 16h10, 18h30 (V.Port.)

MATOSINHOS MAR SHOPPING O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h40, 16h20, 19h10, 22h, 00h30 Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 22h45 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h40, 15h10, 17h40, 20h (V.Port./3D) Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h20, 24h Os Smurfs M/6 Sessões: 13h10, 15h50, 18h30 (V.Port.) Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 12h50, 15h30, 18h20, 21h30, 00h10 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h10, 21h, 23h40 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 18h50, 21h40, 00h20 ) VILA NOVA DE GAIA LUSOMUNDO GAIASHOPPING Carros 2 M/6 Sessões: 13h15, 15h45 (V.Port./3D) Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 18h25, 20h55, 24h Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 15h50, 18h50, 21h55, 00h35

NORTESHOPPING Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h10, 22h30

Super M/12 Sessões: 21h50, 00h25

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h40, 15h10, 18h10, 22h, 00h35

Os Smurfs M/6 Sessões: 13h05, 15h35, 18h15, 20h50, 23h50 (V.Port./3D)

O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h10, 15h30, 18h20, 21h40, 00h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 16h, 18h50, 22h, 00h45 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 10h50, 13h20, 15h50, 18h40 (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 21h10, 23h40

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h55, 15h40, 18h40, 21h30, 00h10 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h55, 15h, 17h20, 19h40 (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h, 21h45, 00h40 Animais Unidos M/6 Sessões: 12h45, 14h55, 17h10, 19h25 (V.Port./3D) Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sessões: 21h40, 00h30

Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h50, 15h05, 17h25, 19h45, 22h, 00h20 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h25, 16h05, 18h45, 21h20, 00h15 UCI ARRÁBIDA 20 O Último Destino 5 M/16 Sala: Sala 1 Sessões: 14h, 16h30, 19h, 21h35, 00h35 A Ressaca - Parte II M/16 Sala: Sala 2 Sessões: 22h20, 00h40 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sala: Sala 2 Sessões: 13h40, 15h50 (V.Port.), 18h, 20h10 (V.Port./3D) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sala: Sala 3 Sessões: 13h55, 16h25, 18h55, 21h25, 24h Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sala: Sala 4 Sessões: 14h10, 16h40, 19h05, 21h35, 00h05 Sem Prada nem Nada M/12 Sala: Sala 5 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 21h50, 00h20 Larry Crowne M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 18h30 Tinhas Mesmo Que Ser Tu M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 13h50, 16h10, 21h30, 00h15 A Árvore da Vida M/16 Sala: Sala 7 Sessões: 18h45

Carros 2 M/6 Sala: Sala 8 Sessões: 13h40 (V.Port.) Eu Vi o Diabo M/16 Sala: Sala 8 Sessões: 16h10, 19h05, 22h, 00h55 Cowboys & Aliens M/12 Sala: Sala 9 Sessões: 14h, 16h30, 18h55, 21h25, 00h15 Assim é o Amor M/12 Sala: Sala 10 Sessões: 13h50, 16h35, 19h20, 22h, 00h40 Chefes Intragáveis M/12 Sala: Sala 11 Sessões: 14h10, 16h40, 19h15, 21h45, 00h20 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 12 Sessões: 14h05, 16h45, 19h20, 21h55, 00h35 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 13 Sessões: 13h45, 16h20, 18h55, 21h35, 00h15 (2D) Bem-vindo ao Sul M/12 Sala: Sala 14 Sessões: 14h15, 16h40, 19h10, 21h40, 00h10 Os Smurfs

HOJE TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade a partir da tarde. Períodos de chuva,por vezes forte a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, passando a aguaceiros. Queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, descendo gradualmente a cota para os 800 metros a partir da tarde. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de sudoeste, temporariamente moderado a forte (30 a 45km/h) no litoral, rodando para noroeste, sendo forte (35 a 50 km/h) nas terras altas. Pequena subida da temperatura mínima. MADEIRA: Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros fracos a partir do início da manhã, em especial nas vertentes norte. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de noroeste, rodando para leste. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva, passando a aguaceiros. Vento sudoeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, rodando para oeste e tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO CENTRAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva. Vento sudoeste muito fresco a FORTE (40/65 km/h) com rajadas até 80 km/h. GRUPO ORIENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Aguaceiros. Vento do quadrante sul fresco (30/40 km/h), tornando-se FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 75 km/h.

TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade a partir da tarde. Períodos de chuva,por vezes forte a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, passando a aguaceiros. Queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, descendo gradualmente a cota para os 800 metros a partir da tarde. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de sudoeste, temporariamente moderado a forte (30 a 45km/h) no litoral, rodando para noroeste, sendo forte (35 a 50 km/h) nas terras altas. Pequena subida da temperatura mínima. MADEIRA: Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros fracos a partir do início da manhã, em especial nas vertentes norte. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de noroeste, rodando para leste. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva, passando a aguaceiros. Vento sudoeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, rodando para oeste e tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO CENTRAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva. Vento sudoeste muito fresco a FORTE (40/65 km/h) com rajadas até 80 km/h. GRUPO ORIENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Aguaceiros. Vento do quadrante sul fresco (30/40 km/h), tornando-se FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 75 km/h.

M/6 Sala: Sala 15 Sessões: 14h, 16h30, 18h55 (V.Port.), 21h20, 24h Amigos Coloridos M/12 Sala: Sala 16 Sessões: 13h50, 16h20, 18h50, 21h45, 00h25

“Luz”

Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sala: Sala 17 Sessões: 15h, 17h55, 21h25, 00h15 Animais Unidos M/6 Sala: Sala 18 Sessões: 14h10, 16h20 (V.Port./3D) Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sala: Sala 18 Sessões: 18h35, 21h15, 00h10 A Melhor Despedida de Solteira M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 13h50, 16h35 Super 8 M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 19h20, 21h55, 00h30 Um Dia M/12 Sala: Sala 20 Sessões: 14h, 16h40, 19h10, 22h, 00h40

GONDOMAR LUSOMUNDO - PARQUE NASCENTE Os Smurfs M/6 Sessões: 13h25, 16h, 18h35, 21h10, 23h50 (V.Port.) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h45, 16h30, 19h15, 21h55, 00h40 O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h50, 16h20, 19h30, 22h, 00h30

Sem Remorsos M/12 Sala: Sala 7 Sessões: 14h05, 16h25, 21h40, 00h10

Tempo

AMANHÃ

O Primeiro de Janeiro | 11

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 12h50, 15h20, 17h50, 21h20, 24h Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 21h15, 24h Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h10, 15h30, 18h (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 15h, 17h40, 20h30, 23h Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h25, 21h, 00h05 Um Dia M/12 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 22h10, 00h45 Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h50, 00h20 Carros 2 M/6 Sessões: 13h40, 16h25, 19h (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 14h30, 17h30, 20h40, 23h40 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 14h45, 17h15, 20h, 22h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h15, 15h50, 18h40, 21h40, 00h25

Maria João & Mário Laginha Nos próximos dois meses, o Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, vai ser palco de grandes concertos. Maria João & Mário Laginha, Samuel Úria e Camané preenchem a programação agendada para o próximo mês de abril. Em maio, José James inicia uma digressão nacional em Guimarães.

A exposição "Luz" de Lucília Monteiro estará patente ao público de 23 de Março até 18 de Maio, na Galeria das Salgadeiras, de Quarta a Sexta das 17h às 21h, e Sábado das 16h às 21h. “Luz” é o título da exposição que Lucília Monteiro inaugura na Galeria das Salgadeiras apresentando uma série de fotografias e uma instalação em torno da temática do ex-voto. Esta é a primeira exposição de Lucília Monteiro na Galeria das Salgadeiras. Lucília Monteiro aborda este tema, não pelo lado religioso, mas sim pelo seu cariz estético e objectual, retirando-o do seu contexto natural que seria uma igreja ou uma capela. Ao registar esta menina de coração na mão, desde logo e per se uma metáfora dos tempos actuais e da nossa vunerabilidade enquanto espécie, Lucília Monteiro posiciona o seu olhar numa perspectiva simbólica dessa representação da figura e do corpo humanos, acrescentando-lhe uma outra camada de representação que é a imagem fotográfica. Uma espécie de “natureza-morta” delicada e concretamente colocada numa mesa e banhada pelas cambiantes da luz natural ao longo do dia, como que a perguntar, citando José Tolentino de Mendonça a propósito desta série, “Que luz me dará a ver o invisível?”. Esta exposição insere-se na temática do Silêncio, tema escolhido pela Galeria das Salgadeiras em ano de comemoração do seu décimo aniversário. Lucília Monteiro tem-se destacado no seu trabalho enquanto foto-jornalista, nomeadamente na Revista Visão (Porto) numa colaboração já com 20 anos e da qual há a realçar pela sua importância as seguintes reportagens: Guerra na Bósnia, em 1995; Minorias Étnicas na China, em 1998; Guerra em Angola, em 2001; e Golpe de Estado na Venezuela em 2001. Desde 1989, tem participado em diversas exposições, sendo de destacar a exposição colectiva "A2V" que inaugura a 15 de Março na Centro de Artes Casa das Mudas, na Madeira. Publicou uma série de livros de Fotografia.


1868

Há 144 anos, todos os dias consigo.

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

|

Diretor: Rui Alas Pereira (CP-2017). E-mail: ruialas@oprimeirodejaneiro.pt Redatores: Joaquim Sousa (CP-5632), Andreia Cavaleiro (CP-6983), Cátia Costa (Lisboa) e Vasco Samouco. Fotografia: Ivo Pereira (CP-3916) Secretariado de Direção: Sandra Pereira. Secretariado de Redação: Elisabete Cairrão. Publicidade: Conceição Carvalho (chefe), Elsa Novais (Lisboa, 918 520 111) e Fátima Pinto. E-mail: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt Morada: Rua de Santa Catarina, 489 2º - 4000-452 Porto. Contactos: redação - Tel. 22 096 78 47 - Tm: 912 820 510 E-mail: geral.cloverpress@oprimeirodejaneiro.pt - Publicidade - Telefone: 22 096 78 46, Fax: 22 096 78 45 Propriedade: Globinóplia, Unipessoal Lda. Edição: Cloverpress, Lda. NIF: 509 229 921 Depósito legal nº 1388/82 Impressão: Coraze, Telefs.910252676 / 910253116 / 914602969, Oliveira de Azeméis. Distribuição: Vasp. Tiragem: 20 000

Deco de acordo com o chefe da missão do FMI em Portugal

POLITICA E COISAS PIORES

O Governo vai-se demitir... Pressinto perante a conjuntura actual que o governo vai-se demitir. A crescente contestação, as dificuldades criadas, Pedro Passos Coelho pode bater com a porta. Tudo corre mal: previsões, desemprego, Joaquim Jorge* decisão de inconstitucionalidades do TC, imposições da troika, moção de censura do PS, regresso de Sócrates, etc. Deste modo livra-se de um desaire histórico nas eleições autárquicas e passa a bola para o PR, Cavaco Silva, um ser inexistente. Aproveita e tira o tapete ao PS, que já pensava que iria para o poder, esquecendo que tem também muitas culpas no cartório, assinou o memorando. Mário Soares e tantos outros que digam qual a alternativa e o que acham que se pode fazer. Neste país já espero tudo e não espero nada. Aguardo para ver até que ponto vamos aguentar tudo isto. *Biólogo, fundador do Clube dos Pensadores facebook.com/joaquim.jorge.CdP

Luz e telecomunicações têm de ficar mais baratas As afirmações do chefe do FMI em Portugal a defender a descida de preços da luz e telecomunicações não surpreenderam os responsáveis da Deco, que apontam a necessidade de se reduzir rendas e IVA e garantir a livre concorrência. “As declarações de Abebe Selassie não nos surpreendem”, disse o jurista da entidade de Defesa dos Consumidores Luís Pisco, lembrando que a Deco tem alertado para a mesma questão. O chefe da missão do Fundo Monetário Internacional, Abebe Selassie, considerou que é muito desapontante o facto de os preços da eletricidade e das telecomunicações não terem descido e disse que esta questão é importante para garantir que os sacrifícios são repartidos de forma justa. Apesar de elogiar a tentativa do Governo para reformar no mercado de produto, Abebe Selassie disse que a ‘troika’ vai estar atenta aos desenvolvimentos nestes setores e, se necessário, revisitar o que já foi feito. No caso do mercado da energia, o

encarecimento do preço final cobrado ao consumidor pela luz e pelo gás deve-se, segundo Luís Pisco, a duas razões. “Por um lado, o aumento do IVA que o Governo fez, que foi perfeitamente exagerado – passou da taxa mínima para a taxa máxima, quando o memorando da ‘troika’ falava unicamente num aumento da taxa do IVA, ou seja, o Governo podia ter decidido na altura por um aumento para a taxa intermédia”, defendeu o jurista da Deco. Isto provocou um aumento de 17% a 18% na fatura mensal dos consumidores, adiantou. Por outro lado, lembrou Luís Pisco, os preços também são prejudicados pela questão dos CIEG (custos de interesse económico geral) que “são custos políticos”. Esses CIEG “estão agregados à conta final a pagar pelo consumidor mas, no nosso entender, deveriam ser revistos para serem reduzidos ou eventualmente desaparecerem”, defendeu. Ainda assim, o jurista lembra que a EDP passou recentemente por um

processo de privatização, o que levou à necessidade de “manter a pílula dourada para os compradores”. Como tal, a empresa “não perder um conjunto de regalias em termos de subsidiação de energia, o que também veio impedir uma redução desses mesmos custos de interesse geral”. No campo das telecomunicações, Luís Pisco põe a tónica na necessidade de se avaliar as condições de concorrência entre os operadores. “Temos visto e de alguma forma também anunciado um comportamento similar no mercado por parte de todos os operadores, com aumentos relativamente semelhantes ou iguais, com comportamentos de tarifas muito semelhantes”, disse. Segundo o jurista da Deco, os operadores estão a funcionar num mercado concorrencial “teoricamente”, mas, “na prática, acaba por não haver um operador que obrigue os outros a vir ao mercado baixar os preços e torná-los mais apetecíveis para os consumidores”.

Defesa de Hugo Marçal e a absolvição dos arguidos

“Elvas é uma derrota para o Ministério Público” A advogada de Hugo Marçal, no julgamento relativo à casa de Elvas, considera que a absolvição de quatro arguidos do processo Casa Pia é “obviamente uma derrota” para o Ministério Público do “ponto de vista processual”. Sónia Cristovão falava aos jornalistas à saída das Varas Criminais de Lisboa, onde o coletivo, presidido por Ana Peres, decidiu absolver o advogado Hugo Marçal, o apresentador Carlos Cruz, o exmotorista casapiano Carlos Silvino e Gertrudes Nunes, dona da casa de Elvas, onde, segundo a acusação, alunos casapianos terão sido abusados sexualmente, por alguns dos arguidos. Sónia Cristovão admitiu que o tribunal absolveu Hugo Marçal com base no princípio “in dubio pro reo” (em caso de dúvida, decide-se a favor do réu), mas que a decisão é importante porque permite ao arguido encerrar um capítulo da sua vida e recomeçar outro.

A advogada revelou que já tinha comunicado o veredicto do tribunal a Hugo Marçal, o qual “reagiu com muita emoção”, depois de tudo o que passou, nos últimos oito anos, com este processo, em termos de vida pessoal e familiar. Sónia Cristovão realçou a importância desta absolvição, notando que, com ela, “Elvas acabou”, explicando que “acabou por cair aquele que era o grande palco da acusação”, ou seja aquela cidade alentejana, onde figuras importantes da sociedade portuguesa teriam abusado de menores casapianos. “Elvas acabou”, insistiu a advogada, dizendo não acreditar que a absolvição agora proferida venha a ser alterada pelo Tribunal da Relação de Lisboa, caso o Ministério Público venha a recorrer da decisão, como é expectável que suceda face à importância da matéria. Por seu lado, Manuel Gonçalves Silva, advogado de Gertrudes Nu-

nes, foi parco em palavras, à semelhança do que aconteceu em todo o processo Casa Pia, limitando-se a dizer que a absolvição “era o que esperava” e “sempre esperou”. Mesmo que o Ministério Público recorra da decisão, o advogado de Gertrudes Nunes diz que mantém a “mesma esperança” na absolvição. A leitura do acórdão realizou-se sem a presença dos quatro arguidos, dispensados pelo tribunal. No processo Casa Pia, o médico Ferreira Diniz, que apresentou recurso com a fundamentação da prescrição dos crimes, foi condenado a sete anos de prisão e já cumpriu 16 meses de prisão preventiva. Carlos Cruz foi condenado a sete anos de prisão efetiva (cumpriu 16 meses de preventiva), o ex-embaixador Jorge Ritto, a seis anos e oito meses de prisão (cumpriu 13 meses), e o ex-provedor da Casa Pia Manuel Abrantes, a cinco anos e nove meses de prisão (cumpriu um ano).

26-03-2013  

26-03-2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you