Page 1

OBAMA DEFENDE ESTADO SOCIAL Presidente dos Estados Unidos tomou posse perante cerca de 600 mil pessoas

Há 144 anos, sempre consigo. 1868 2012

Continente - 0,60 € (IVA INCLUIDO) – Ilhas - S. Miguel e Madeira - 0,75 € (IVA INCLUIDO) – Porto Santo 0,80 € (IVA INCLUIDO)

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

Diretor: Rui Alas Pereira | ISSN 0873-170 X |

|

DIÁRIO NACIONAL

Ano CXLV | N.º 31

Terça-feira, 22 de janeiro de 2013

ANA AVOILA DENUNCIA INTENÇÃO DO GOVERNO PARA A FUNÇÃO PÚBLICA

DESPED!R  Afirmando com todas as letras que o “subsídio de desemprego é para despedir”, a Frente Comum rejeita a proposta do Governo para a Função Pública. Ana Avoila diz mesmo que não negoceia qualquer tipo de projetos e de medidas que “retirem direitos aos trabalhadores”, denunciando estar em causa a possibilidade de “o Governo arranjar uma forma inconstitucional de avançar para despedimentos”.

TEMPORAL

Ministra Assunção Cristas garante apoio até 75% para produções destruídas

EDP

Última fase da privatização vai dar prejuízo

BE

quer concurso extraordinário de professores

FANTAS

“Mama” no arranque oficial da 33ª edição do festival de cinema do Porto


2 | O Primeiro de Janeiro

local Porto

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

Candidato do PS diz que medida será importante na criação de emprego

Manuel Pizarro quer parceria com Universidade DR

O socialista diz não ter “dúvidas nenhumas de que a cidade ganharia muito com a colaboração da Universidade”.

O candidato do PS à Câmara do Porto, Manuel Pizarro, defendeu uma colaboração entre a Universidade do Porto e o município de forma a potenciar a criação de emprego e a economia. No dia em que se reuniu com a Direção do polo Tecnológico do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) no âmbito da iniciativa «Fazer Ouvir o Porto», o socialista frisou não ter “dúvidas nenhumas” de que “a cidade ganharia muito com a colaboração da Universidade”. “É necessário um novo papel da Câmara do Porto. Não pode ficar fechada sobre si própria, tem que se constituir como organismo aglutinador das forças positivas da cidade e não há duvida nenhuma que a Universidade do Porto é uma força essencial para a cidade e para a região”, sustentou Manuel Pizarro. O candidato socialista considera que a autarquia podia ajudar a criar emprego e a desenvolver a economia através da cedência e reconversão de espaços municipais que se encontram devolutos, como a matadouro, por exemplo, a empresas. “Há problemas de infraestruturas que ainda não estão resolvidos, era preciso criar espaços. Há espaços propriedade da Câmara que podiam ser utilizados para alojar novas empresas e ajudar à criação de empresas é uma prioridade”, explicou. Manuel Pizarro apontou ainda a reabilitação urbana do Centro Histórico e da baixa como uma área em que deveria existir uma colaboração da Universidade, designadamente de engenharia e arquitetura. Para o socialista, a reabilitação urbana “não pode conduzir a que o preço de mercado dos edifícios reabilitados seja atualmente superior a dois mil euros/metro quadrado”. “Esta reabilitação não é sustentá-

vel. Temos escolas de engenharia e arquitetura e é preciso por esta criatividade e esta inovação ao serviço de um modelo de reabilitação que seja sustentável e à qual a universidade se possa associar”, referiu um dos pretendentes ao lugar de Rui Rio. No âmbito da visita que realizou ontem de manhã, Manuel Pizarro destacou o facto de existirem na UPTEC 117 iniciativas empresariais com mais de 800 postos de trabalho. “E há 12 empresas que saíram do polo de incubação e estão já no mercado a criar emprego e riqueza para o país”, completou. Candidatura de Rui Moreira é bem-vinda

Universidade do Porto. Manuel Pizarro considera que a região tem muita a ganhar com uma parceria com a câmara municipal

Temporal até sábado

CDOS registou 660 incidentes O Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto registou, entre as 8 horas de sexta-feira e as 24 horas de sábado, um total de 660 ocorrências, a maioria das quais relacionadas com quedas de árvores e de estruturas fixas. O CDOS registou ainda um total de cinco feridos, um dos quais com gravidade. Dois são bombeiros e sofreram pequenos

ferimentos e três são civis. Do total de ocorrências registadas no distrito do Porto durante o temporal que assolou o país, a maioria (344) foram relacionadas com quedas de árvores e de diversos tipos de estruturas fixas (196). Houve ainda dez desabamentos, 16 deslizamentos, 80 inundações, duas chamadas para desentupimentos e 12 devido a danos em cabos elétricos. No terreno estiveram 2.311 bombeiros, auxiliados por 748 veículos.

Manuel Pizarro gostava que Rui Moreira apoiasse a sua candidatura, mas considera que “o percurso” do empresário “legitima em absoluto” a sua eventual corrida ao cargo de presidente da Câmara do Porto. Na opinião do candidato socialista, Rui Moreira é um cidadão do Porto com “autonomia suficiente para definir essa sua candidatura de modo próprio”. “O dr. Rui Moreira é um cidadão do Porto, com um percurso cívico que eu aprecio muito e um cidadão cheio de qualidades. Claro que, verdadeiramente, o que eu gostaria era que apoiasse a minha candidatura e ainda não perdi inteiramente essa esperança”, afirmou Manuel Pizarro. Manuel Pizarro defende que “os partidos políticos são essenciais à vida democrática”, mas entende também que “os partidos não ocupam todo o espaço de intervenção cívica e autárquica”, sustentando, assim, que “é absolutamente aceitável a existência de uma candidatura independente”. Rui Moreira já adiantou que está a construir uma “candidatura independente” à Câmara do Porto e disse que só não se assume já como candidato por estar a equacionar as possibilidades de vitória, mesmo avançando “livre da lógica dos diretórios partidários”. Rui Moreira esclareceu ainda que a candidatura que quer construir não é “anti-partidos”. “É independente no sentido de ter cariz presidencialista, em que sou eu quem vai definir as ideias, o programa e os métodos”, sustentou.

Movimento no Porto de Leixões sobe 1,5%

Máximo histórico O total de mercadorias movimentadas no Porto de Leixões atingiu o máximo histórico de 16,6 milhões de toneladas em 2012, devido ao aumento das exportações, sendo a infraestrutura “o maior porto exportador de contentores do país”. Em comunicado, a Administração dos Portos do Douro e Leixões (APDL) refere um aumento de 1,5% no total de mercadorias movimentadas face a 2011, explicando que este crescimento foi “sustentado pelo aumento no volume das exportações realizadas, que registou um crescimento de 23% face ao ano anterior”. “Este aumento foi particularmente refletido na carga contentorizada, área onde o Porto de Leixões atingiu também um novo máximo histórico com um total de 633 mil TEU (‘Twenty-foot Equivalent Unit’, a medida standard internacional equivalente a um contentor de 20 pés) movimentados (mais 23% do que em 2011)”, destaca o documento. Segundo a APDL, Marrocos, Angola, Argélia e Reino Unido destacaram-se entre os mercados de destino que mais contribuíram para este aumento, tendo os principais produtos exportados sido ferro/aço, produtos refinados e aromáticos, paralelepípedos, papel e cartão, bebidas e equipamentos e materiais para a construção civil.


Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

regiões

O Primeiro de Janeiro | 3

Sintra contabiliza prejuízos provocados pelos dois dias de mau tempo

“Maior catástrofe natural em 50 anos” António Costa «avisa» a oposição

“Chumbo não é drama” O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, considerou, ontem, que se o orçamento municipal para este ano não for aprovado “não há drama”, porque a execução com base no orçamento de 2012 “permitirá o funcionamento normal da cidade”. O PSD na Assembleia Municipal de Lisboa fez depender, na passada sexta-feira, a viabilização do orçamento da capital para 2013 de uma nova redução de taxas municipais ou da amortização da dívida no montante de 30 milhões de euros. Este é o maior grupo da oposição na capital, conseguindo fazer chumbar propostas com outras bancadas, uma vez que o PS apenas tem maioria na Câmara. Confrontado com esta imposição do PSD à margem de uma visita a Marvila, o autarca socialista afirmou que o “orçamento é o que é” e que “não há mais nada a mudar”, sendo que “cada um assumirá as suas responsabilidades” na votação, que está agendada para hoje. “Se o orçamento não for aprovado também não há drama, visto que a execução com base no orçamento de 2012 permitirá o funcionamento normal da cidade sem qualquer tipo de prejuízo, graças ao rigor que temos imposto sempre na nossa gestão”, afirmou António Costa.

DR

Concelhos continuam a contabilizar os estragos provocados por dois dias de mau tempo. Prejuízos económicos e naturais elevados.

A “maior catástrofe natural dos últimos 50 anos” que atingiu Sintra, no sábado, derrubou milhares de árvores, impedindo os acessos aos monumentos da vila património mundial da Humanidade. Dois dias depois do mau tempo, os turistas continuam a encher o centro da vila, mas poucos são os que se aventuram a subir a pé até ao Parque do Palácio da Pena, um percurso que demora quase cerca de hora e meia a completar. No início das subidas estão grades e polícias a bloquearem o acesso de viaturas, enquanto ao longo do caminho são os ramos e os restos de árvores os principais obstáculos para as caminhadas num percurso íngreme e sinuoso.

Fazer contas aos estragos

Preocupação em Sintra

Na zona do Chalet da Condessa d’ Edla, o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Fernando Seara, lamentava a “maior catástrofe natural nos últimos 50 anos” no concelho e a devastação provocada pelo vento numa paisagem que tem tentado proteger. “O que me custa é o vento, a intempérie ter levado árvores, algumas delas centenárias, que nós preservámos dos incêndios”, disse. A destruição de árvores e partes de casas é visível por toda a serra, com Fernando Seara a relatar que a zona das sequoias “está totalmente intransitável e sem condições de segurança”. “Os cabos elétricos estão no chão e já tivemos um caso de um carro que pisou um cabo e ardeu”, informou o autarca, cuja maior preocupação é repor a segurança e a acessibilidade na zona. Fenómeno invulgar em Portugal

A meio da tarde de ontem, a EDP Distribuição revelou que o fornecimento de energia elétrica se encontra normalizado nas regiões Norte,

Grande Lisboa e Sul, estando, então, os trabalhos concentrados no Centro, onde a reposição do serviço se faz de forma gradual. Segundo a empresa, os clientes afetados pela falta de energia elétrica concentravam-se, nessa altura, nas zonas do Pinhal Litoral, Pinhal Interior, Baixo Mondego e Baixo Vouga. O mau tempo que causou dezenas de desalojados e a queda de centenas de árvores no sábado foi um fenómeno raro de inverno, que provocou ventos de 140 km/h e elevou o nível do mar. Nuno Moreira, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), adiantou ter-se tratado de uma depressão muito cavada e muito rápida, cuja incidência em Portugal é invulgar. Nos próximos dias, o mau tempo deverá voltar. A nova depressão, explicou, dará origem a chuva, mas sobretudo à queda de neve em altitudes baixas e também a vento com alguma intensidade, chegando aos 100 km/h.

Mau tempo. Presidente da Câmara de Sintra, Fernando Seabra, fala na “maior catástrofe natural dos últimos 50 anos”

Paragem até às 10h00

Hoje é dia de nova greve no Metro de Lisboa

Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa realizam, hoje, uma nova greve, entre as 06h00 às 10h00, condenada pela administração da transportadora, que acusa os sindicatos de prejudicarem “a frágil situação financeira e reputação” da empresa e “milhares de clientes”. Para o Metropolitano de Lisboa, “os sindicatos não querem reconhecer a

situação de emergência em que o País se encontra, banalizando o exercício do direito à greve”. A paralisação parcial insere-se numa jornada de luta dos funcionários do Metro, que envolveu uma greve na semana passada e com novo protesto previsto para dia 29, “desde que a administração se mantenha silencioso e sem tentar resolver os problemas dos trabalhadores”, adiantou a dirigente da Federação Nacional dos Transportes e Comunicações Anabela Carvalheira.

Por outro lado, segundo o presidente do Clube de Campismo do Porto, o temporal provocou estragos no parque de Esmoriz, em Ovar, como “já não se viam desde 1953”, com prejuízos superiores a 500 mil euros. “Esta foi a pior situação de que temos registo”, declarou Carlos Américo, explicando que será necessário proceder ao abate de cerca de 100 árvores. No concelho de Almeirim, o mau tempo destruiu cerca de 60 estufas de morangos e causou prejuízos entre os 500 e os 600 mil euros. “Tínhamos cinco hectares e meio de estufas e a estrutura de cada hectare custa 60 mil euros. A estes 330 mil euros acrescem os prejuízos da produção que está perdida, mais a mão-deobra para remover o material e o plástico, o que ainda deve demorar umas semanas. No total, estimamos um prejuízo entre 500 a 600 mil euros”, explicou Paulo Narciso. Também na Mata do Buçaco, o temporal causou “muitos milhares de euros” de prejuízo, onde centenas de árvores centenárias foram derrubadas. Uma “ermida histórica” e o edifício das garagens do antigo palácio real, na freguesia do Luso, foram atingidos por árvores de grande porte derrubadas pelo vento, sofrendo danos avultados.


4 | O Primeiro de Janeiro

nacional

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

Frente Comum rejeita proposta do Governo para a Função Pública

“Subsídio de desemprego é para despedir” DR

Ana Avoila não negoceia qualquer tipo de projetos e de medidas que retirem direitos aos trabalhadores. A coordenadora da Frente Comum, Ana Avoila, anunciou ontem que o Governo propôs a criação do subsídio de desemprego para os funcionários públicos, procurando a convergência entre o setor público e o setor privado, proposta que foi rejeitada. A informação foi transmitida aos jornalistas pela coordenadora da frente sindical, após um encontro de cerca de duas horas com o secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino. A sindicalista mostrou estar preocupada com a possibilidade de “o Governo arranjar uma forma inconstitucional de avançar para despedimentos, uma vez que na Constituição não estão previstos despedimentos na Função Pública”. “O que está aqui proposto é uma coisa muito perigosa. O subsídio de desemprego é para despedir”, sublinhou Ana Avoila, acrescentando que as matérias em cima da mesa “são inegociáveis”: “Não negociamos qualquer tipo de projetos e de medidas que retirem direitos aos trabalhadores e não vamos negociar porque há coisas inegociáveis, como cortar salários ou reduzir subsídios por doença”. Ana Avoila indicou que do encontro com Hélder Rosalino saíram “as pretensões do Governo para 2013, o que é muito preocupante e, de certa forma, vai de encontro ao relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) encomendado pelo Executivo”. “O Governo propôs a convergência dos regimes de proteção social, a redução no pagamento por doença, a aplicação do subsídio de desemprego à administração pública, uma figura que não existe. Existe sim uma figura que é a cessação de funções, que não permite despedimentos”, esclareceu a responsável. Outro ponto abordado no encontro prende-se com a “sistematização da legislação laboral da

administração pública, o que mereceu a discordância da estrutura sindical”. “O Governo pretende a sistematização da legislação laboral da administração pública, ou seja, quer isto dizer que nós fizemos uma grande reforma da legislação laboral em 2008 (no Governo de José Sócrates) e que o Governo agora discorda e quer reduzir”, referiu Ana Avoila. O relatório do FMI, encomendado pelo Governo português, defende que deveriam ser colocados mais trabalhadores em mobilidade especial e que deveria haver um limite de permanência neste regime, dois anos, depois do qual os funcionários seriam recolocados ou dispensados. “Professores de cursos profissionais podem ter salários em atraso”

Inegociável. Ana Avoila rejeita proposta do Governo que visa atribuir um subsídio de desemprego aos funcionários públicos

Reformas na Saúde

Separação entre setor público e privado

O ministro da Saúde admitiu que vai ser estudada a separação dos profissionais entre o setor público e o privado, como uma das reformas para garantir a sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Discursando na abertura de um debate sobre o «Estado Social. A Saúde. Que futuro?», Paulo Macedo deixou claro que a sustentabi-

lidade do SNS ainda não está garantida, mas que é objetivo do Ministério da Saúde consegui-la. Partindo de uma análise do presente, Paulo Macedo avança algumas medidas que podem ainda ser tomadas para poupar nos custos, salientando que “há ainda muito desperdício que se pode analisar”. Uma das possibilidades deixadas no ar foi a da exclusividade dos profissionais no setor público. “Queremos debater o assunto e estudar em profundidade esta reforma”, anunciou.

A Fenprof teme que “milhares de professores” com turmas de cursos profissionais ou formação possam ter este mês os ordenados em atraso, já que o pagamento das horas lecionadas nestes moldes depende de fundos comunitários, ainda não disponibilizados. A Federação Nacional de Professores não sabe exatamente quantos professores podem estar a ser afetados por esta situação, mas estima que sejam milhares aqueles que podem vir a receber parte ou a totalidade do vencimento com atraso este mês. “O Fundo Social Europeu só paga de três em três meses, e normalmente no primeiro pagamento do ano atrasa. Isto já mostra que, quando os fundos comunitários acabarem, não sei onde irão buscar dinheiro para pagar às pessoas, mas agora, enquanto não acabarem, já se percebeu que vão ficar dependentes destes atrasos”, criticou o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira. Os professores que dão aulas a turmas do ensino dito regular, assim como a turmas de cursos profissionais ou formação, apenas terão parte do vencimento em atraso, já que as aulas do ensino regular são pagas por verbas destinadas no Orçamento do Estado, mas aqueles que apenas lecionam na vertente profissional ou de formação vão receber a totalidade do ordenado com atraso.

Comparticipação para estragos do mau tempo

Apoio até 75 por cento A ministra da Agricultura e do Mar garantiu que a comparticipação para os agricultores que ficaram com as suas plantações destruídas, devido ao mau tempo, pode ir até aos 75 por cento a fundo perdido. Assunção Cristas explicou que os agricultores podem recorrer ao PRODER, uma medida que “tem um grau de comparticipação mais elevado do que é normal 75 por cento”, sublinhando que estes fundos agrícolas europeus visam “dar apoio à agricultura para reposição da capacidade reprodutiva”. A ministra acredita que até ao final desta semana os técnicos da Direção Regional de Agricultura do Norte possam ter dados concretos acerca dos prejuízos causados pelo mau tempo em todas as explorações desta zona. Só depois de se fazer esta avaliação é que se poderá partir “para a reabilitação das estufas”, sendo que a principal preocupação do Governo é que este processo se desenrole o mais rápido possível”, conclui Assunção Cristas. A ministra esteve ontem na Póvoa de Varzim e visitou uma das explorações agrícolas que, no fim de semana, foi fustigada pelo mau tempo. O proprietário ficou com as suas estufas “destruídas quase na totalidade”, o que representa um investimento de “60 mil euros”.


economia

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

O Primeiro de Janeiro | 5

Última fase da privatização longe de chegar aos mil milhões de euros

EDP vai dar prejuízo Estaleiros do Mongedo

18 milhões e 134 postos de trabalho criados

O ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira, anunciou, ontem, um investimento de 18 milhões de euros na reativação dos Estaleiros Navais do Mondego (ENM), na Figueira da Foz. De acordo com Álvaro Santos Pereira, vão ser criados 134 postos de trabalho diretos, prevendo a reintegração dos ex-trabalhadores deste estaleiros, e 230 postos de trabalho indiretos. O plano da Atlantic Shipbuilding, responsável pela reativação da construção, prevê alcançar uma faturação de 66 milhões de euros nos próximos dez anos.

Terceira sessão seguida

Bolsa de Lisboa fecha sessão a valorizar

O PSI20 fechou, ontem, a ganhar 1,11% para 6.232,95 pontos, renovando máximos de mais de um ano. Na terceira sessão consecutiva de ganhos, 17 títulos valorizaram e três recuaram. O BCP protagonizou a maior subida, ao avançar 8,25% para 0,11 euros, num dia positivo também para o BPI, BES e Banif. Entre os ‘pesos pesados’ destaque para a Jerónimo Martins e a Galp, enquanto a EDP liderou as quedas, ao perder 1,0% para 2,39 euros. Já a Portugal Telecom perdeu valor, mas de forma mais moderada, de 0,14% para 4,42 euros.

DR

Dificilmente o Estado conseguirá um comprador privado que ofereça os cerca de mil milhões de euros já pagos pelos 4,14% da EDP.

A última fase de privatização da EDP relativa os 4,14% detidos pela Parpública poderá ser a mais difícil de concretizar sem que o Estado assuma uma menos-valia tendo em conta os preços-alvo das casas de investimento. O atual valor das ações a preço de mercado, 361,5 milhões de euros, e o valor do reembolso (1015 milhões de euros) da emissão obrigacionista que a Parpública devolveu a 18 de dezembro passado aos investidores é de cerca de 650 milhões de euros. Ou seja, dificilmente o Estado conseguirá um comprador privado que ofereça os cerca de mil milhões de euros já pagos pelos 4,14% da EDP quando há um ano, a China Three Gorges (CTG) pagou 2,7 mil milhões de euros por 21,35% da elétrica portuguesa. Todos os analistas das casas de «research» que acompanham a EDP colocam um preço-alvo das ações (potencial valorização dos títulos a médio prazo) no máximo

EDP. Última fase de privatização pode ser a mais difícil de concretizar de 3 euros, como é o caso da JP Morgan, um valor que é menos de metade do que a Parpública pagou aos investidores obrigacionistas em dezembro, que foi de 6,7 euros por ação. Por exemplo, o Credit Suisse chega aos 2,70 euros, Merrill Lynch aos 2,50 euros, UBS aos 2,55 euros, Morgan Stanley aos 2,60 euros e Millennium BCP aos 2,80 euros. Os títulos que ainda estão nas mãos do Estado foram usados como garantia num empréstimo obrigacionista da Parpública em 2007, no valor de 1015 milhões de euros, sendo que a maturidade des-

te empréstimo seria até dezembro de 2014, mas ficou escrito que os titulares das obrigações poderiam receber o reembolso deste empréstimo, a 6,7 euros por ação, em dezembro de 2012, tal como aconteceu, quando atualmente as ações da EDP estão a negociar a 2,39 euros. Após o pagamento do empréstimo obrigacionista por parte da Parpública, o Estado está agora livre de vender a quem entender, sendo que os chineses da CTG se mostraram interessados em juntar estes 4,14% à sua participação de 21,35% na EDP. Mas ainda, ontem, a CTG in-

dicou que “não projeta” apresentar nova proposta para comprar a participação que o Estado ainda detém, depois da sua primeira oferta, há mês e meio, ter sido aparentemente rejeitada. Se os chineses tivessem feito uma oferta pelos 4,14% igual à que realizaram há um ano pelos 21,35%, no valor de 3,45 euros por ação, o montante desta operação seria de 522,7 milhões de euros por 151.517.000 títulos. Em dezembro passado, o presidente da empresa chinesa, Cao Guangjing, presentou a proposta ao Governo.

“Por motivos de estabilidade financeira”

Bruxelas autoriza recapitalização do Banif DR

A Comissão Europeia anunciou, ontem, que autorizou “temporariamente” a recapitalização concedida por Portugal ao Banif, no valor de 1,1 mil milhões de euros, “por motivos de estabilidade financeira”. A «Comissão Barroso» explicou, em comunicado, que Portugal se comprometeu a apresentar um “plano de reestruturação de grande envergadura para o Banif até 31 de março de 2013”, acrescentando que tomará uma decisão definitiva sobre a compatibilidade da injeção de capital com as regras em matéria de auxílios estatais da União Europeia (UE) depois de avaliar as

Banif. Bruxelas autoriza “temporariamente” a recapitalização

medidas de reestruturação propostas. “A recapitalização de 1,1 mil milhões de euros permite que o Banif respeite os rácios de capital regulamentar”, afirmou o comissário Europeu da Concorrência, Joaquin Almunia, citado no comunicado, acrescentando que “Portugal necessita urgentemente de elaborar um plano de reestruturação aprofundado, reorientando o banco para as suas atividades principais na Madeira e nos Açores e preparando uma significativa redução das suas operações”. Depois de avaliar as medidas

de recapitalização, a Comissão Europeia considerou que foram “bem orientadas, limitadas ao mínimo necessário e continham garantias suficientes para limitar as distorções da concorrência”. Bruxelas acrescenta que o plano de reestruturação a apresentar por Portugal “deve prever uma importante revisão do modelo de negócios do banco, o que implica a adoção de medidas de reestruturação em profundidade, uma considerável redução das atividades e um enfoque geográfico limitado no futuro”. O Estado ficará dono de 99,2% das ações do Banif.


futebol

6 | O Norte Desportivo

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

PAÇOS DE FERREIRA

NOMEAÇÃO MANTÉM-SE

TRANSFERÊNCIA MAIS PERTO

Angulo rescinde contrato

Pedro Proença arbitrará no Bonfim

Liedson já se despediu do Flamengo

O avançado de 24 anos terminou a ligação com o Paços de Ferreira, alegando a doença de um familiar, e já se encontra no Equador, onde deverá prosseguir a carreira. Angulo chegou à Mata Real no início da temporada oriundo do Norte América, equipa do Equador, e, ao serviço do Paços de Ferreira, participou em cinco encontros da I Liga, um deles como titular, num total de 119 minutos.

Pedro Proença vai dirigir o V. Setúbal-FC Porto, correspondente à 12.ª jornada da I Liga, que o próprio decidiu adiar, a 14 de dezembro. A decisão do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol coloca o árbitro internacional pela primeira vez esta época na rota dos «dragões», e a segunda na dos setubalenses, após a vitória sobre o Tondela, para a Taça de Portugal.

Pode ficar consumado a qualquer momento o ingresso do «Levezinho» no FC Porto. De acordo com o «Globoesportes», Liedson já se despediu dos ex-companheiros e aguarda pela conclusão do negócio. “Está tudo a encaminharse. Os serviços jurídicos de Flamengo e FC Porto estão a trocar documentos para oficializar o empréstimo”, disse o dirigente do clube brasileiro, Paulo Pelaipe.

Seis clubes portugueses no «top10»

VITÓRIA DE SETÚBAL

Ninguém na Europa tem tantos extracomunitários DR

O Benfica é o emblema que mais futebolistas oriundos de países de fora da União Europeia tem no seu plantel.

O Benfica é a equipa com maior número de jogadores extracomunitários no seu plantel, entre as principais ligas europeias, encabeçando um lote de seis emblemas portugueses no «top10». Os números, que constam no Estudo Demográfico elaborado pelo «Observatório do Futebol» (CIES Football Observatory), fazem emergir os «encarnados» entre as formações das 31 primeiras divisões europeias. De acordo com os dados relativos a outubro de 2012, o Benfica, AFINAL NÃO

Izmailov de fora da convocatória russa O treinador Fábio Capello não convocou o médio do FC Porto para o jogo amigável entre a Rússia e a Islândia, de acordo com o «site» oficial da União de Futebol da Rússia. Izmailov não se encontra entre os oito médios convocados para a seleção russa, que terá o primeiro treino em Espanha no próximo dia 2 de fevereiro. Na semana passada, a imprensa daquele país informou que o treinador italiano tencionava convocar o exjogador do Sporting, mas tal acabou por não acontecer.

Benfica. Enzo Pérez é um dos muitos jogadores que fazem parte do contingente sul-americano do plantel benfiquista

que lidera o «ranking» juntamente com os italianos do Inter de Milão, conta com 15 atletas extracomunitários, o que corresponde a 76 por cento do plantel às ordens de Jorge Jesus. De resto, no «top10» desta vertente, apenas os «nerazzurri», os ucranianos do Metalist (13 extracomunitários), o Catania (13) e os belgas do Anderlecht (12) impedem o pleno de equipas lusas, em que constam FC Porto (14), Gil Vicente (14), Académica (13), Sporting de Braga (13) e Marítimo (12). Alargando a pesquisa ao «top20», é possível integrar mais seis conjuntos da I Liga, que elevam para 12 o número total de portugueses neste extremo superior do «ranking»: Nacional (12 extracomunitários), Vitória de Guimarães (12), Moreirense (11), Rio Ave (11), Sporting (10) e Estoril (10).

FC Porto volta à competição amanhã

James continua em tratamento e não joga em Setúbal DR

James Rodriguez e Kléber permanecem em tratamento e muito dificilmente serão opções para a visita de amanhã ao terreno do Vitória de Setúbal, em jogo em atraso da 12.ª jornada da I Liga. A ausência do colombiano – falhou, por lesão muscular, os três últimos desafios dos portistas – foi a nota de maior da sessão de trabalho de ontem, que contemplou um treino de conjunto com a equipa B dos «dragões». Por outro lado, além do já referido ponta-de-lança

De fora. James vai falhar o quarto jogo seguido

brasileiro, Kléber, também o argentino Iturbe e o ganês Christian Atsu continuam de fora das opções de Vítor Pereira, por estarem ao serviço das respetivas seleções nacionais. O FC Porto volta a treinar esta manhã (10h30), no centro de treinos do Olival (Gaia), seguindo-se uma conferência de imprensa com o treinador Vítor Pereira, que fará a antevisão do Vitória de Setúbal-FC Porto, marcado para as 20h15, no Estádio do Bonfim.

“Erros para evitar com o FC Porto”

Paulo Tavares afirmou que os erros cometidos frente ao Sporting de Braga servem de lição para o jogo em atraso com o FC Porto, agendado para amanhã. Na antevisão do jogo, o médio reconheceu que o Vitória de Setúbal precisa de regressar rapidamente aos bons resultados, mas lembrou que o FC Porto é sempre um adversário muito difícil. “O FC Porto é uma equipa fortíssima. Temos de ter a maior concentração possível e cometer o menor número de erros possível. Reparámos os erros e estamos a trabalhar para fazer o melhor possível contra o FC Porto”, disse Paulo Tavares, na antevisão da partida.

EM COIMBRA

Académica derrota Nacional

A Académica venceu, ontem à tarde, o Nacional da Madeira, por 2-1, em jogo da 15.ª jornada da I Liga. A formação madeirense chegou ao intervalo a vencer, mercê do tento de Rondon, aos 22 minutos, mas os «estudantes», que terminaram o encontro com mais duas unidades devido a duas expulsões nos insulares, viraram na segunda metade com golos de Makelele (47’) e de Edinho (82’). Com este triunfo, a Académica passou a somar 16 pontos e deixou o 15.º e penúltimo posto da classificação, enquanto o Nacional da Madeira caiu para o 12.º posto, com 15 pontos somados.


cultura e espetáculos

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

O Primeiro de Janeiro | 7

Seis telas de Paula Rego na Marlborough Fine Art

Exposição em Londres Qadros, apresentados pela primeira vez na Casa das Histórias, são inspirados na obra de Alexandre Herculano «A Dama Pé-de-Cabra». Leilão nos EUA

3,47 milhões de euros pelo «Batmobile»

O «batmobile», o carro utilizado pelo super-herói «Batman» na série de televisão norteamericana dos anos sessenta, foi vendido por 3,47 milhões de euros num leilão. O comprador não foi formalmente identificado, mas a publicação Hollywood Reporter revelou, ontem, que se trata de Rick Champagne, proprietário de uma empresa de logística no Arizona. O «batmobile» que foi leiloado no sábado e que foi utilizado na primeira série de televisão «Batman» entre 1966 e 1968 foi construído por Georges Barris a partir de um Lincoln Futura comprado em 1955 num ferro-velho por apenas um dólar. «Batman», a identidade secreta de Bruce Wayne, é o herói de banda desenhada que combate o crime em Gotham City.

Seis telas de Paula Rego inspiradas na obra de Alexandre Herculano «A Dama Pé-de-Cabra» vão estar expostas a partir de quinta feira em Londres, na galeria Marlborough Fine Art. Os quadros foram apresentados pela primeira vez na Casa das Histórias, o museu em Cascais dedicado à obra da pintora, entre julho e outubro, no âmbito de um projeto com a artista portuguesa Adriana Molder. A série foi inspirada no texto publicado na coletânea «Lendas e Narrativas», que o escritor português do século XIX escreveu com base numa lenda que remonta ao século XI. Na mesma exposição estarão uma série

Paula Rego. Exposição de seis telas inspiradas na obra de Alexandre Herculano «A Dama Pé-de-Cabra» começa dia 24 deste

de oito gravuras a cores inspirada em temas diversos, incluindo o poema «Do you remember an Inn, Miranda?», de Hilaire Belloc, e a personagem Pierrot. Na exposição, que permanece aberta ao público até 1 de março, será vista pela primeira vez «The Playground» [O Parque Infantil], uma maqueta escultural criada com figuras que Paula Rego usa como modelo para as suas telas. A pintora portuguesa, de 77 anos, reside e trabalha no Reino Unido desde os anos 1970, país onde estudou e de onde era originário o marido, também pintor, Victor Willing. Em 2010 foi agraciada com o título de Dama Oficial da Ordem do Império Britânico pela rainha Isabel II. Em 2011, recebeu o Doutoramento Honoris Causa da Universidade de Lisboa. A par de Maria Helena Vieira da Silva, Paula Rego é a pintora lusa mais aclamada a nível internacional, estando colocada entre os quatro maiores pintores vivos em Inglaterra.

Associação de Críticos de Londres

«Tabu» derrotado

«Lisbon Ground» chega quinta feira ao CCB

O filme «De rouille et d’os», do francês Jacques Audiard, venceu o prémio de melhor filme estrangeiro da Associação de Críticos de Londres, para o qual estava também nomeada a longa-metragem «Tabu», do português Miguel Gomes. De acordo com o noticiado, ontem, pelo Huffington Post, «De rouille et d’os» foi o escolhido na categoria em língua

não inglesa, para a qual estavam também nomeados, além de «Tabu», «Amor», de Michel Haneke, «Holy Motors», de Leo Carax, e «Era uma vez na Anatólia», de Nuri Bilge Ceylan. O filme de Haneke acabou por vencer o prémio de melhor filme do ano, para o qual estavam também indicados «Argo», «Beasts of the southern wild», «A vida de Pi»

Iraniano edita novo trabalho em março

A exposição «Lisbon Ground», que representou Portugal na 13.ª Mostra Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza, vai estar, a partir de quinta-feira, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa. A mostra, comissariada pela arquiteta Inês Lobo, esteve em Veneza entre agosto e novembro de 2012, e foi vista por cerca de 5 mil pessoas nesse período, segundo dados da Direção-geral das Artes (DGArtes), entidade promotora do evento. A mostra internacional dedicada à arquitetura reuniu nessa edição 69 projetos criados por equipas de arquitetos, fotógrafos, artistas e críticos de arte de 55 países de todo o mundo. «Lisbon Ground», a exposição da representação oficial portuguesa, esteve instalada no Palácio Fondaco Marcello, onde o projeto mostrou trabalhos dos arquitetos Siza Vieira, Souto Moura, Francisco Aires Mateus, Gonçalo Byrne, João Luís Carrilho da Graça, Manuel Aires Mateus e Ricardo Bak Gordon.

Álbum de Mazgani produzido por John Parish O músico iraniano Shahryar Mazgani, radicado em Portugal, edita em março um novo álbum, gravado no Reino Unido com produção do guitarrista britânico John Parish. O novo álbum, o terceiro de originais e ainda sem título, sucede a «Song of distance», de 2010, e foi gravado e misturado em Bristol, com a participação de John Parish, músico e produtor que tem colaborado nos últimos anos sobretudo com PJ Harvey. No disco, cujo primeiro single, ontem divulgado, se chama «Distant Gardens», participou ainda o músico Mick Harvey, colaborador de longa data de Nick Cave. Mazgani tonasceu em Teerão, mas vive em Portugal desde 1980.

e «O mentor», de Paul Thomas Anderson. «Amor» valeu ainda a Emmanuelle Riva a distinção de melhor atriz. Nas categorias de representação foram ainda distinguidos Joaquin Phoenix e Phillip Seymour Hoffman, com os prémios de melhor ator e melhor ator secundário. O prémio de melhor realizador foi entregue a Ang Lee, por «A Vida de Pi».


roteiro

8 O Primeiro de Janeiro |

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

Roteiro Cultural

«Dead End», de Chris Thorpe «Dead End», de Chris Thorpe no Teatro Municipal Maria Matos, de 23 a 26 de Janeiro, às 21h30. É uma coprodução Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura apoio Comuna Teatro de Pesquisa, Maria Matos Teatro Municipal, Taberna das Almas, com direção de Jorge Andrade, texto de Chris Thorpe a partir de contos de tradição oral originalmente recolhidos por Francisco Martins Sarmento, interpretação de Anabela Almeida, Jani Zhao, Joana Bárcia, Jorge Andrade, Mónica Garnel, Rui Lima, Sérgio Martins, Simão Cayatte, Tânia Alves e também Chen Reuyu, Hu Yifan, Huang Jianpin, Jiang Rui, Liv Weichi, Wang Binyu, Zang Xiaobin, entre outros, cenografia de José Capela com execução de Carlos Maia, figurinos de José Capela, luz de Daniel Worm d'Assumpção e banda sonora de Rui Lima e Sérgio Martins. "dead end" é uma aproximação ao melodrama. Segundo um opúsculo de 1817 intitulado o Tratado do Melodrama, da autoria de Abel Hugo, Armand Malitourne e Jean Joseph Ader, "para fazer um bom melodrama, primeiro é preciso um título. Depois é preciso adaptar a esse título um assunto qualquer, seja histórico, seja de ficção. Colocam-se como principais personagens um farsante, um tirano, uma mulher inocente e perseguida, um cavaleiro e, sempre que se possa, um animal aprisionado: um cão, gato, corvo, passarinho ou cavalo". O centro de um melodrama é uma personagem injustamente votada ao sofrimento. O desenlace costuma ser adiado até ao final do terceiro ato para que, assim, aumente a revolta do público e o seu desejo de que o desfecho justo e consolador chegue. Está-se "agarrado à história".

«Percursos de vida ilustrados»

Está patente no Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa, até 27 de Janeiro, a exposição «Percursos de vida ilustrados». A Câmara Municipal de Esposende, através do seu Museu Municipal estabeleceu uma parceria com a Comunidade de Inserção Social de Esposende CISE, com o apoio do Programa Juventude em Acção, do Instituto Português da Juventude, para o desenvolvimento de um projeto educativo através da arte. Este projeto foi desenvolvido com um grupo de senhoras com problemas de alcoolismo, acolhidas em regime de internamento no CISE e que ao longo de um ano participaram nas oficinas de escrita, teatro e ilustração. Refira-se ainda que só em Portugal o problema do alcoolismo afecta aproximadamente um milhão de pessoas. A convicção da potencialidade da Arte enquanto veículo para os processos terapêuticos, constituiu o denominador comum a todo o processo e, esta longa experiência de trabalho, possibilitou o recurso a uma multiplicidade de conceitos, técnicas e instrumentos de intervenção cujo resultado final é agora possível apreciar na exposição Percursos de vida ilustrados. As histórias de vida destas senhoras deram origem ao livro Cartas de mim cuja edição foi apoiada pelo Banco Barclays e apresentado a concurso de amplitude internacional do Barclays, denominado Madday, onde entre inúmeras candidaturas dos vários países onde a instituição opera, foi seleccionado e distinguido com um prémio.

«The Old King» O Teatro Municipal da Guarda (TMG) apresenta dia 2 de Fevereiro, pelas 21h30, uma coprodução Teatro Camões e Útero Associação Cultural, com criação de Miguel Moreira a partir de uma fotografia de Daniel Blaufuks, interpretação e cocriação de Romeu Runa, música de Pedro Carneiro, vídeo de Daniel Blaukfuks, caracterização de Nucha. Uma obra escolhida de um artista plástico. The Old King de Daniel Blaufuks. Um homem de cabeça baixa. Sentado. Agarra num livro. Tem uma gravata, uma esferográfica no bolso da camisa e um relógio. Um performer. Romeu Runa. Bailarino do Ballet Gul-

benkian até à sua extinção. Trabalha com o criador Alain Platel. Trabalhou com diversos coreógrafos e encenadores. Um músico. Pedro Carneiro. Percussionista, compositor, chefe de orquestra. Um criador de vídeo. O artista plástico da obra escolhida. Daniel Blaufuks utiliza no seu trabalho a fotografia e o vídeo, apresentando o resultado através de livros, instalações e filmes. Os seus temas de predileção são a ligação entre o tempo e o espaço e a representação da memória privada e pública. Um encenador. Miguel Moreira. Fundador do Útero em 1997.

«Iridescente» - Maria João e Mário Laginha «Iridescente» - Maria João e Mário Laginha Maria João e Mário Laginha, uma dupla que não precisa de apresentações apresentam neste concerto o seu novo trabalho intitulado, "Iridescente". Quatro anos depois de terem gravado o último trabalho, intitulado "Chocolate", Maria João e Mário Laginha regressam com um novo disco. Este novo trabalho, apresentado na Casa da Música do Porto (Cdm), dia 27 de Janeiro, às 21h00, convoca de novo Maria João, na voz e Mário Laginha ao piano e junta Eduardo Raon, na harpa, João Frade, no acordeão e Helge Norbakken, na percussão.

Sir Scratch no Hard Club Dia 25 de Janeiro, ás 22h00, o Hard Club traz-nos Poetry slam com Sir Scratch, um dos mais promissores MCs do hip hop lusitano e um dos talentos emergentes no panorama musical nacional, que se fará acompanhar de outros poetry slammers.


Pº 461/11.2 TBVLM, Insolv: “Marsou, Ldª e outra.” Nif: 501 542 639 Apenso da Liquidação 1.ª Publicação Leva-se ao conhecimento do Tribunal o seguinte:

ANÚNCIO/EDITAL REGULAMENTO DA VENDA (Nova tentativa de venda)

(na modalidade de proposta, por qualquer meio, e posteriormente confirmada por carta , via CTT( para dar certeza da apresentação), por ser a mais conveniente para o caso, e para o bom desempenho da função, economia de recursos, celeridade e transparência e certezas ) art. 164º.1, in fine Cire. (enviase modelo de proposta para confirmação quando pedido ao AI) 1 – Identificação dos bens, valor e outras informações :

2114 Valença

309 Valença

Loja 53 – 1ºandar, destinada a actividades económicas

Preço mínimo a anuncia r para a venda = 70%v.b ase 889.2cp c €*

VPT 886-A cpc €

Avaliação 568º cpc 886 A – (valor de mercad)

Prefª 892º CPC Remição 912 cpc Credores garantidos preferentes 165 cire

Nada a assinalar

25 mil

3

valor base €

22.305,63

Descrição

Ao melhor preço

CRP Concelho

Verba

Matriz Freguesia

* Preço (mínimo): propostas só acima deste valor.

Comissão de Credores, como órgão colegial de liquidação, nada decidiu em acta. (artº 69), presumindose a sua adesão no silêncio, decorridos 10 dias. a) O valor mínimo da 2ª tentativa de venda 12.250 €, baixando-se agora o preço, obedecendo assim a um critério matemático. 3- As propostas são sempre confirmadas, via CTT (questão de certeza) até ao próximo dia 31 de Janeiro de 2013, para o Apartado 47 – 4634 – 909 MCN.

www.oprimeirodejaneiro.pt

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 22/01/2013

www.oprimeirodejaneiro.pt

ANTÓNIO BONIFÁCIO (Lic.º Dtº. U. Coimbra) ADMINISTRADOR DE INSOLVÊNCIA * (c. idf. 369-DGAJ-MJ) Telm. 96 435 14 42 ** antonio.bonifacio@sapo.pt (m/refª 366.5)

www.oprimeirodejaneiro.pt

publicidade/editais

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

As condições de venda encontram-se publicadas no Jornal o Primeiro de Janeiro de 25 e 26/01/2012, em edição on-line e papel, assim como no site www.antoniobonifacio.pt. MCN, 21.01.2013 Escritório: Funchal - C. S. Martinho- 127- 9000-273 - Funchal MCN : – Apartado 47- 4634-909- Marco de Canaveses

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 22/01/2013 MARIA MANUELA CALDEIRA DA SILVA FREITAS Agente de Execução Cédula n.º 3251

Porto - 1º e 2º Juízos de Execução - 2º Juízo - 3ª Secção N.º do Processo:20934/04.2TJPRT Credor(s):Caixa Geral de Depósitos SA e outros Executado(s):Orlando Francisco Costa Silva e outros Valor:12.581,71 € Referencia interna:PE/4849/2006 2.ª Publicação

EDITAL Nos termos e para os efeitos do disposto no nº 1 do art. 893 do Código Processo Civil, fica V. Exa. notificado na qualidade de executada, encontra-se designado o dia 29-01-2013, pelas 15:30 horas, no escritório da Agente de Execução sito na Rua Cunha Júnior - Edf. Forum, nº 41 B Esc. 1.7 - 4250-186 Porto, para abertura de propostas, para a venda do direito de compropriedade que V. Exa. detém sobre o bem infra mencionado. Apenas serão consideradas propostas recebidas até ao dia útil anterior ao designado para abertura de propostas, no escritório da Agente de Execução. As propostas entregues pessoalmente no escritório da Agente de Execução deverão ser entregues em envelope fechado, contendo no seu interior a identificação completa do proponente, por quem exiba documento de identificação bastante. As propostas enviadas por correio deverão conter, sob cominação e de não serem consideradas, fotocópia do bilhete de identidade e número de contribuinte do proponente e / ou seu legal representante, bem como telefone de contacto. O proponente deve juntar à proposta, como caução, um cheque visado, à ordem da Agente de Execução Maria Manuela Freitas, no montante correspondente a 20% do valor base do bem ou garantia bancária no mesmo valor. Identificação do imóvel penhorado: Fracção H - 3º Andar Direito, com entrada pelo Lote 55, composta hall, corredor, sala, cozinha, 2 casas de banho e 3 quartos, sito na Praceta Fernando Pessoa, S. Clemente - Loulé. Inscrito na Matricial predial urbana sob o artigo 7021, Fracção H, no serviço de finanças de Loulé 1, com o valor tributável de 56.096,64€ e descrito na Conservatória do Registo Predial do Loulé sob o n.º 106/19850129 - H. O bem pertence à executada Idalina Oliveira Costa, solteira, residente na Praceta Fernando Pessoa, Lote 55 - 3º Dto - S. Clemente - Loulé. Valor base: 28.048,32€. Será aceite a proposta de melhor preço acima do valor de 19.633,82€ correspondente a 70% do valor base. É fiel depositária, que o deve mostrar, a pedido da agente de execução. DATA E ASSINATURA 17-01-2013

Empresas e Pessoas com

O Agente de Execução MARIA MANUELA CALDEIRA DA SILVA FREITAS Cédula Profissional: 3251 Rua Cunha Júnior - Edifício Forum, nº 41 B Escr. 1.7 4250-186 PORTO - Portugal Tel. 222 000 748 Fax: 222 010 524 3251@solicitador.net Portugal Horário de Atendimento: 10.30h - 12.30h

dificuldades económicas (art.º 1º Cire)

www.antoniobonifacio.pt

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 22/01/2013

Tribunal de Família e Menores de Coimbra 2o Juízo Processo: 953/12.6TMCBR Divórcio Sem Consentimento do Outro Cônjuge Autor: Maria da Graça Pereira Marques Silva Réu: Júlio Pinho da Costa Silva Marques 1.ª Publicação

ANÚNCIO 144 ANOS TODOS OS DIAS CONSIGO

Rua de Santa Catarina, n.º 489 4000-446 Porto

Nos autos acima identificados, correm éditos de 30 dias, contados da data da segunda e última publicação do anúncio, citando o(a) ré(u) Júlio Pinho da Costa Silva Marques, com última residência conhecida em domicílio: Rua da Harmonia N° 1, Ventosa do Bairro, 3050-552 Mealhada, para no prazo de 30 dias, decorrido que seja o dos éditos, contestar, querendo, a presente acção, com a indicação de que a falta de contestação não importa a confissão dos factos articulados pelo(s) autor(es) e que em substância o pe4ido consiste , tudo como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta Secretaria, à disposição do citando. Fica advertido de que é obrigatória a constituição de mandatário judicial. Coimbra, 14-01-2013, N/Referência: 1400605 O Juiz de Direito, Dr(a). Helena Lamas O Oficial de Justiça, Fernanda Neto

O Primeiro de Janeiro | 9

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 22/01/2013 CARLA MENDES Agente de Execução Cédula n.º 3076

Tribunal Familia Men. e Comarca de Cascais 4.º Juízo Cível

Processo: 8466/06.9TBCSC -4o Juizo Cível Processo Comum Exequente: Finicrédito - Instituição Financeira de Crédito, S.A Executado: Rodrigo Emanuel Brandão Rilhas Tânia Isabel Brandão Rilhas Proc. Int. n° 589/06PRT-B 2.ª Publicação

ANÚNCIO A CITAR: Rodrigo Emanuel Brandão Rilhas OBJECTO E FUNDAMENTO DA CITAÇÃO Nos termos e para efeitos do disposto no art. 248°. do Código Processo Civil, correm éditos de 30 (trinta) dias, contados da data de afixação dos editais, citando o ausente Rodrigo Emanuel Brandão Rilhas com última residência conhecida em Rua Luis de Camões, Bloco B, 1.º drt, concelho de Cascais, para no prazo de 20 (vinte) dias, decorrido que seja o dos éditos, pagar ou deduzir oposição à execução e, no mesmo prazo, à penhora supra referenciada, nos termos do artº.813° n°1 e 2, do Código Processo Civil. O duplicado do requerimento executivo e a cópia dos documentos encontramse à disposição do citando na Secretária do Tribunal Judicial de Familia Menores e Comarca de Cascais. MEIOS DE OPOSIÇÃO Nos termos do disposto no artigo 60° do Código Processo Civil, é obrigatória a constituição de Advogado. COMINAÇÃO EM CASO DE REVELIA Caso não se oponha à execução e/ou penhora no prazo supra indicado e não pague ou caucione a quantia exequenda, seguemse os termos do artigo 886° do Código Processo Civil, sendo promovida a venda dos bens penhorados necessários para garantir o pagamento da quantia exequenda, acrescido de 10%, nos termos do disposto no n° 3 do artigo 821° do Código Processo Civil. PAGAMENTO, DESPESAS E HONORÁRIOS Poderá efectuar o pagamento da quantia exequenda no escritório do signatário (dias e horas constantes do rodapé) em dinheiro ou cheque visado. À quantia exequenda acrescem, para além dos juros calculados nos termos do pedido, a taxa de justiça inicial no montante de 24,00 € e os honorários e despesas do Solicitador de Execução, que nesta data ascendem a 1.430,89 €. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Este edital encontra-se afixado na porta do último domicílio conhecido do citando, na Junta de Freguesia de Cascais e no Tribunal Familia Menores e Comarca de Cascais A Agente de Execução Carla Mendes Paços de Ferreira Avenida Dr.Nicolau Carneiro, 15 - 2º Dtº Ft. 255 965 242 // Fax: 255 965 470 4590-511 Paços de Ferreira

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 22/01/2013

Tribunal da Relação do Porto 5a Secção Processo: 174/12.8YRPRT Revisão/Confirmação de Sentença Estrangeira N/Referência: 5073971 Data: 11-01-2013 Requerente: António Manuel Rodrigues Mateus Requerida: Maria Isabel Marques Fernandes 1.ª Publicação

ANÚNCIO Nos autos acima identificados, correm éditos de 30 dias, contados da data da segunda e última publicação deste anúncio, citando: Recorrido: Maria Isabel Marques Fernandes, filho(a) de,,, domicílio: Lieu Dit La Champtoise,, Saint André D´apchon, 42370 Saint André D’apchon - France França com última residência conhecida na(s) morada(s) indicada(s) para, no prazo de 15 dias, decorrido que seja o dos éditos, deduzir oposição, querendo, à ação. Na falta de oposição, encontrando-se observados todos os requisitos exigidos pelas disposições combinadas dos artigos 1096.° e 1101.° do Código de Processo Civil, o Tribunal concederá a revisão e confirmará a sentença estrangeira revidenda nos termos do n.° 1 do artigo 1094.° do mesmo Código, para que produza os seus efeitos em Portugal. O pedido consiste na revisão e confirmação da sentença estrangeira, que decretou o Divórcio entre o Requerente e a Requerida, com todas as legais consequências, designadamente a produção de efeitos na ordem jurídica Portuguesa, tudo como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta Secretaria, à disposição do citando. Fica advertido de que é obrigatória a constituição de mandatário judicial, caso queira intervir nos autos. O Juiz Desembargador, Dr(a). Manuel Fernandes O Oficial de Justiça, José von Hafe

DEPARTAMENTO DE PUBLICIDADE Rua de Santa Catarina, n.º 489 4000-446 Porto Telefone: 22 096 78 46 Tlm: 91 282 06 79 Fax: 22 096 78 45 email: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt

Povoa de Varzim Avenida Mouzinho Albuquerque C Com Premar Lj. 11 Tel. E fax: 252 681 597 4490-409 Povoa de Varzim

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 22/01/2013 CARLA MENDES Agente de Execução Cédula n.º 3076

Tribunal Familia Men. e Comarca de Cascais 4.º Juízo Cível

Processo: 8466/06.9TBCSC -4o Juizo Cível Processo Comum Exequente: Finicrédito - Instituição Financeira de Crédito, S.A Executado: Rodrigo Emanuel Brandão Rilhas Tânia Isabel Brandão Rilhas Proc. Int. n° 589/06PRT-B 2.ª Publicação

ANÚNCIO A CITAR: Tânia Isabel Brandão Rilhas OBJECTO E FUNDAMENTO DA CITAÇÃO Nos termos e para efeitos do disposto no art. 248°. do Código Processo Civil, correm éditos de 30 (trinta) dias, contados da data de afixação dos editais, citando o ausente Tânia Isabel Brandão Rilhas, com última residência conhecida em Rua Luis de Camões, Bloco B, 1.º drt, concelho de Cascais, para no prazo de 20 (vinte) dias, decorrido que seja o dos éditos, pagar ou deduzir oposição à execução e, no mesmo prazo, à penhora supra referenciada, nos termos do artº.813° n°1 e 2, do Código Processo Civil. O duplicado do requerimento executivo e a cópia dos documentos encontramse à disposição do citando na Secretária do Tribunal Judicial de Familia Menores e Comarca de Cascais. MEIOS DE OPOSIÇÃO Nos termos do disposto no artigo 60° do Código Processo Civil, é obrigatória a constituição de Advogado. COMINAÇÃO EM CASO DE REVELIA Caso não se oponha à execução e/ou penhora no prazo supra indicado e não pague ou caucione a quantia exequenda, seguemse os termos do artigo 886° do Código Processo Civil, sendo promovida a venda dos bens penhorados necessários para garantir o pagamento da quantia exequenda, acrescido de 10%, nos termos do disposto no n° 3 do artigo 821° do Código Processo Civil. PAGAMENTO, DESPESAS E HONORÁRIOS Poderá efectuar o pagamento da quantia exequenda no escritório do signatário (dias e horas constantes do rodapé) em dinheiro ou cheque visado. À quantia exequenda acrescem, para além dos juros calculados nos termos do pedido, a taxa de justiça inicial no montante de 24,00 € e os honorários e despesas do Solicitador de Execução, que nesta data ascendem a 1.430,89 €. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Este edital encontra-se afixado na porta do último domicílio conhecido do citando, na Junta de Freguesia de Cascais e no Tribunal Familia Menores e Comarca de Cascais A Agente de Execução Carla Mendes Paços de Ferreira Avenida Dr.Nicolau Carneiro, 15 - 2º Dtº Ft. 255 965 242 // Fax: 255 965 470 4590-511 Paços de Ferreira

Povoa de Varzim Avenida Mouzinho Albuquerque C Com Premar Lj. 11 Tel. E fax: 252 681 597 4490-409 Povoa de Varzim


agenda

10 | O Primeiro de Janeiro

Telefones Úteis

Farmácias de serviço

Hospitais

Televisão

Serviço permanente PORTO PERMANENTE Vitália – Praça da Liberdade, 34 – Tel. 222 004 133 Lousada – Rua do Campo Lindo, 52 – Tel. 225 020 353

Sa n t o A n t ó n i o Te l . 2 2 2 0 7 7 5 0 0 Linha Azul 222 084 601 S ã o Jo ã o Te l . 2 2 5 5 1 2 1 0 0 Pediátrico Ma r i a Pi a Te l . 2 2 6 0 8 9 9 0 0 Linha Azul 226 099 674

MAIA Aeroporto – Avª do Aeroporto – Moreira da Maia – Tel. 229 471 994

Ma t e r n i d a d e J ú l i o D i n i s Te l . 2 2 6 0 8 7 4 0 0 Psiquiátrico Co n d e Fe r r e i r a Te l . 2 2 5 0 2 2 0 3 1 Ma g a l h ã e s L e m o s Te l . 2 2 6 1 9 2 4 0 0 P r i va d o s O r d e m d o Ca r m o Te l . 2 2 2 0 0 8 1 1 3 Ordem da Lapa Te l . 2 2 5 5 0 2 8 2 8 O r d e m d a Tr i n d a d e Te l . 2 2 2 0 8 3 6 5 6 P r e l a d a - Te l . 2 2 8 3 3 0 6 0 0 Mi l i t a r Re g . N º 1 Te l . 2 2 6 0 6 3 0 1 1 / 1 2 / 1 3 Sa n t a Ma r i a Te l . 2 2 5 5 0 4 8 4 4 S ã o Fr a n c i s c o Te l . 2 2 2 0 0 8 4 4 1 CO N CE L H O DE M ATO S I N H O S D i s t r i t a l - Te l . 2 2 9 3 7 2 0 9 1 Pe d r o Hi s p a n o Te l . 2 2 9 3 9 1 0 0 0 Linha Azul 229 391 100 CO N CE L H O DE V. N . G A I A E d u a r d o Sa n t o s Si l v a Te l . 2 2 7 8 6 5 1 0 0 227 839 001 Vi l a No v a d e Ga i a Te l . 2 2 3 7 7 8 1 0 0 / 2 2 3 7 5 4 1 8 0

Hoje AMARANTE Amarante – Av.ª 1.º de Maio / Edifício Mirante / 4600-013 Amarante Tel. 255 422 449 FELGUEIRAS J. Reis – Rua Rebelo Carvalho / 4610-212 Felgueiras Tel. 255 922 640

VALONGO Alfena – Rua 1º Maio 1841, 4445-243 Alfena Tel.229 670 041

LOUSADA Fonseca – Rua Santo António, 554 – Silvares / 4620-651 Lousada Tel. 255 912 141

GONDOMAR Areosa – Rua D. Afonso Henriques, 1 – Areosa – Tel. 229 732 014

MARCO DE CANAVESES Farmácia Cabanelas - Lugar de Eiro Soalhães - Tel.:255511565

MATOSINHOS Confiança – Rua Godinho Faria, 265 – S. Mamede de Infesta – Tel. 229 010 009

PAREDES Lopes Caçola – Praceta Jaime P. Moura, Loja 35 4620-030 Lousada Tel. 255 811 673

VILA NOVA DE GAIA PERMANENTE De Francelos – Avª Francelos, 611 – gulpilhares – Tel. 227 623 645 Matias – Rua Prof. José Bonaparte, 288 – Oliveira do Douro – Tel. 223 823 978 Gaia Nova - Rua Professora Rita Lopes Ribeiro, 58/64 Santa Marinha 4400-694 Vila Nova de Gaia

PENAFIEL Sameiro – Rua D. António F Gomes, 230-B – Tel. 255 713 071/2/3 SANTO TIRSO Central – Tel. 252 852 923 TROFA Trofense – Rua Costa Ferreira, C. C. Loja 2 – Tel. 252 412 543

Banda Desenhada

ZÉ do boné

Sr. Perfeito

Passatempos

Só sabes estar sentado a ler o jornal enquanto eu tenho de lavar a louça

Eu cozinhei, servi o jantar e porque não já agora também posso lavara a louça

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

Ok

O sou mesmo nada sarcástica

Amanhã

RTP1 06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça da Alegria 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Velhos Amigos 15:00 Portugal no Coração 18:00 Portugal em Direto 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal + 21:00 O Nosso Tempo 21:30 Sinais de Vida 22:30 Quem É Que Tu Pensas Que És?Maria do Céu Guerra 23:30 5 Para a Meia-Noite 00:30 Sangue Fresco 01:30 O Direito de Nascer 03:00 Televendas 06:05 Nós

RTP1 06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça da Alegria 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Velhos Amigos 15:15 Portugal no Coração 18:00 Portugal em Direto 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal + 21:00 De Caras 21:30 Sinais de Vida 22:30 Portugal de...Patrícia Reis, a visão da escritora sobre o país e a sua missão como portuguesa 23:30 5 Para a Meia-Noite 00:30 Sangue Fresco 01:30 O Direito de Nascer 03:00 Televendas 06:05 Nós

RTP2 07:00 Zig Zag 13:00 National Geographic (R/) 14:00 Sociedade Civil 15:30 Biosfera 16:00 RTP Premium 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé dos Homens 18:30 No Meio do Nada 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic 22:00 Hoje 22:35 Cinco Noites, Cinco Filmes Paris 36 00:30 Estranha Forma de Vida Uma História da Música Popular Portuguesa 01:15 Bairro Alto (R/) 02:00 Euronews

RTP2 07:00 Zig Zag 13:00 National Geographic (R/) 14:00 Sociedade Civil 15:30 Nós (R/) 16:00 RTP Premium - Eunice Encena 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé dos Homens 18:30 No Meio do Nada 19:00 Dois Homens e Meio 19:30 Mar de Letras 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic 22:00 Hoje 22:35 Cinco Noites, Cinco Filmes Potiche - Minha Rica Mulherzinha 00:30 Estranha Forma de Vida Uma História da Música Popular Portuguesa 01:00 Bairro Alto (R/) 01:45 Euronews

SIC 05:45 Etnias 06:25 Lol 08:35 Disdney Kids 10:05 Dance! 12:15 O Nosso Mundo 13:00 Primeiro Jornal 14:10 Alta Definição 16:05 E-Especial 15:30 Sessão Hollywood 17:45 O Formigueiro 20:00 Jornal da Noite 21:30 Gosto Disto! 22:35 Sorteio do Totoloto 23:15 Sábado à Luta 00:00 Downton Abbey 00:45 EPT 01:45 Cinema 02:45 Telenovelas TVI 06:30 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:30 Tempo de Viver 16:00 A Tarde é Sua 18:30 Doida por Ti 20:00 Jornal das 8 21:30 Euromilhões 21:45 Casa dos Segredos - Desafio Final - Diário 22:45 Louco Amor 23:45 Doce Tentação 00:30 Casa dos Segredos - Desafio Final - Extra 01:45 Série - Dr. House VI 03:30 Amanhecer 05:00 TV Shop

SIC 06:00 Jornal de Síntese 07:00 Edição da Manhã 08:35 Cartas da Maya - O Dilema 10:15 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:40 Vingança 15:45 Boa Tarde 18:30 Fina Estampa 20:00 Jornal da Noite 21:30 Dancin' Days 22:15 Sorteio do Totoloto 23:00 Avenida Brasil 23:35 Páginas da Vida 00:45 CSI Las Vegas 01:30 Investigação Criminal Los Angeles 02:30 Investigação Criminal Los Angeles 03:15 Podia Acabar o Mundo 04:10 Televendas TVI 06:30 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:30 Tempo de Viver 16:00 A Tarde é Sua 18:30 Doida por Ti 20:00 Jornal das 8 21:45 Casa dos Segredos - Desafio Final - Diário 22:45 Louco Amor 23:15 Doce Tentação 23:45 Casa dos Segredos - Desafio Final - Extra 01:45 Guestlist 02:15 Série - Dr. House VII 04:00 Amanhecer 05:00 TV Shop


agenda

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

O Primeiro de Janeiro | 11

Cinemas PORTO DOLCE VITA Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 21h20, 00h35

Sugestões Os Smurfs M/6 Sessões: 10h30, 12h50, 15h20, 18h (V.Port./3D)

Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 14h, 16h30, 19h (V.Port./3D)

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h15, 15h40, 18h30, 21h30, 00h10

Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 22h, 00h35

Um Dia M/12 Sessões: 13h40, 16h20, 19h, 21h20, 23h50

Os Smurfs M/6 Sessões: 12h50, 15h30, 18h30 (V.Port./3D) Um Dia M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h05, 21h50, 00h30 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h30, 15h10, 17h50, 21h10, 23h50 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h30, 00h10 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h50, 21h40, 00h25 Assim é o Amor M/12 Sessões: 12h40, 15h25, 18h10, 21h, 23h50 MAIA MAIASHOPPING Os Smurfs M/6 Sessões: 13h30, 16h, 18h40, 21h20, 23h50 (V.Port./3D) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h20, 19h, 21h50, 00h35 Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 21h10, 00h10 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 13h40, 16h30, 19h10, 21h40, 00h20 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h10, 15h50, 18h50, 21h30, 00h30 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h50, 16h10, 18h30 (V.Port.)

MATOSINHOS MAR SHOPPING O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h40, 16h20, 19h10, 22h, 00h30 Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 22h45 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h40, 15h10, 17h40, 20h (V.Port./3D) Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h20, 24h Os Smurfs M/6 Sessões: 13h10, 15h50, 18h30 (V.Port.) Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 12h50, 15h30, 18h20, 21h30, 00h10 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h10, 21h, 23h40 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 18h50, 21h40, 00h20 ) VILA NOVA DE GAIA LUSOMUNDO GAIASHOPPING Carros 2 M/6 Sessões: 13h15, 15h45 (V.Port./3D) Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 18h25, 20h55, 24h Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 15h50, 18h50, 21h55, 00h35

NORTESHOPPING Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h10, 22h30

Super M/12 Sessões: 21h50, 00h25

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h40, 15h10, 18h10, 22h, 00h35

Os Smurfs M/6 Sessões: 13h05, 15h35, 18h15, 20h50, 23h50 (V.Port./3D)

O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h10, 15h30, 18h20, 21h40, 00h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 16h, 18h50, 22h, 00h45 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 10h50, 13h20, 15h50, 18h40 (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 21h10, 23h40

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h55, 15h40, 18h40, 21h30, 00h10 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h55, 15h, 17h20, 19h40 (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h, 21h45, 00h40 Animais Unidos M/6 Sessões: 12h45, 14h55, 17h10, 19h25 (V.Port./3D) Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sessões: 21h40, 00h30

Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sala: Sala 17 Sessões: 15h, 17h55, 21h25, 00h15

UCI ARRÁBIDA 20 O Último Destino 5 M/16 Sala: Sala 1 Sessões: 14h, 16h30, 19h, 21h35, 00h35

Animais Unidos M/6 Sala: Sala 18 Sessões: 14h10, 16h20 (V.Port./3D)

A Ressaca - Parte II M/16 Sala: Sala 2 Sessões: 22h20, 00h40

Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sala: Sala 18 Sessões: 18h35, 21h15, 00h10

Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sala: Sala 2 Sessões: 13h40, 15h50 (V.Port.), 18h, 20h10 (V.Port./3D) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sala: Sala 3 Sessões: 13h55, 16h25, 18h55, 21h25, 24h

A Melhor Despedida de Solteira M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 13h50, 16h35

Um Dia M/12 Sala: Sala 20 Sessões: 14h, 16h40, 19h10, 22h, 00h40

Sem Prada nem Nada M/12 Sala: Sala 5 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 21h50, 00h20

GONDOMAR LUSOMUNDO - PARQUE NASCENTE Os Smurfs M/6 Sessões: 13h25, 16h, 18h35, 21h10, 23h50 (V.Port.)

Larry Crowne M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 18h30 Tinhas Mesmo Que Ser Tu M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 13h50, 16h10, 21h30, 00h15

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h45, 16h30, 19h15, 21h55, 00h40

A Árvore da Vida M/16 Sala: Sala 7 Sessões: 18h45

O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h50, 16h20, 19h30, 22h, 00h30

Sem Remorsos M/12 Sala: Sala 7 Sessões: 14h05, 16h25, 21h40, 00h10

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 12h50, 15h20, 17h50, 21h20, 24h Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 21h15, 24h

Carros 2 M/6 Sala: Sala 8 Sessões: 13h40 (V.Port.)

Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h10, 15h30, 18h (V.Port./3D)

Eu Vi o Diabo M/16 Sala: Sala 8 Sessões: 16h10, 19h05, 22h, 00h55

Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 15h, 17h40, 20h30, 23h

Cowboys & Aliens M/12 Sala: Sala 9 Sessões: 14h, 16h30, 18h55, 21h25, 00h15

Chefes Intragáveis M/12 Sala: Sala 11 Sessões: 14h10, 16h40, 19h15, 21h45, 00h20 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 12 Sessões: 14h05, 16h45, 19h20, 21h55, 00h35 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 13 Sessões: 13h45, 16h20, 18h55, 21h35, 00h15 (2D) Bem-vindo ao Sul M/12 Sala: Sala 14 Sessões: 14h15, 16h40, 19h10, 21h40, 00h10

TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado ou encoberto, com abertas para o final do dia no litoral a norte do cabo Mondego. Chuva forte e persistente, diminuindo de intensidade a partir do final da tarde no litoral a norte do cabo Mondego. Queda de neve acima dos 1500 metros para o final do dia. Vento moderado a forte (30 a 40 km/h) de sudoeste, soprando forte (40 a 50 km/h) com rajadas da ordem dos 80 km/h no litoral, diminuindo de intensidade a partir do meio da tarde. Nas terras altas, o vento soprará forte a muito forte (50 a 65 km/h) de sudoeste, com rajadas da ordem dos 90km/h, e da ordem dos 110 km/h nas regiões do interior Centro. Subida da temperatura mínima. Pequena subida da temperatura máxima. MADEIRA: Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros, em geral fracos. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de oeste, soprando moderado a forte (30 a 45 km/h) nas terras altas. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL - Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros, geralmente fracos. Vento oeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO CENTRAL - Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros, em especial durante a madrugada e manhã. Vento oeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO ORIENTAL - Céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade ao longo da tarde. Períodos de chuva durante a madrugada e início da manhã, passando a aguaceiros fracos. Vento oeste muito fresco (40/50 km/h) com rajadas até 65 km/h, tornando- se fresco (30/40 km/h).

TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado. Períodos de chuva, por vezes forte no Alentejo até ao início da manhã. Queda de neve acima dos 1400/1600 metros. Vento moderado (20 a 35 km/h) de sudoeste, diminuindo de intensidade a partir da tarde. Nas terras altas, o vento soprará forte (40 a 55 km/h) de sudoeste com rajadas da ordem dos 80 km/h. Pequena descida da temperatura mínima na região Norte. Pequena subida da temperatura mínima na região Sul. MADEIRA:Períodos de céu muito nublado. Possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos até ao início da manhã. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de oeste, soprando moderado (20 a 35 km/h) nas terras altas até ao início da manhã. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL - Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva a partir da tarde. Vento oeste muito fresco (40/50 km/h) com rajadas até 60 km/h, rodando para norte e tornando-se bonançoso (10/20 km/h). GRUPO CENTRAL - Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Aguaceiros. Vento oeste fresco a muito fresco (30/50 km/h) com rajadas até 60 km/h, rodando para sudoeste. GRUPO ORIENTAL - Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros, geralmente fracos. Vento oeste fresco (30/40 km/h), rodando para sudoeste e tornando-se muito fresco (40/50 km/h) com rajadas até 60 km/h.

«Encontro de Dança»

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h25, 21h, 00h05

Assim é o Amor M/12 Sala: Sala 10 Sessões: 13h50, 16h35, 19h20, 22h, 00h40

HOJE

Um ano após a morte de Dennis Hopper (1936 – 2010), a FNAC, em parceria com a TASCHEN, recorda o carisma e o talento do realizador de Easy Rider (1969) numa exposição, patente até dia 25 de Janeiro, que dá a conhecer a sua faceta de fotógrafo aclamado e que evoca alguns dos grandes momentos da sua carreira de ator ao lado de Natalie Wood, James Dean e Elizabeth Taylor.

Super 8 M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 19h20, 21h55, 00h30

Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sala: Sala 4 Sessões: 14h10, 16h40, 19h05, 21h35, 00h05

Os Smurfs

«Dennis Hopper, o Mito Sobrevive»

Amigos Coloridos M/12 Sala: Sala 16 Sessões: 13h50, 16h20, 18h50, 21h45, 00h25

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h25, 16h05, 18h45, 21h20, 00h15

Tempo

AMANHÃ

M/6 Sala: Sala 15 Sessões: 14h, 16h30, 18h55 (V.Port.), 21h20, 24h

Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h50, 15h05, 17h25, 19h45, 22h, 00h20

Um Dia M/12 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 22h10, 00h45 Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h50, 00h20 Carros 2 M/6 Sessões: 13h40, 16h25, 19h (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 14h30, 17h30, 20h40, 23h40 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 14h45, 17h15, 20h, 22h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h15, 15h50, 18h40, 21h40, 00h25

«Primeiro» - Miguel Ângelo "Primeiro" é o disco que assinala o regresso de Miguel Ângelo às canções de sempre. É também o início de um percurso a solo, passados 25 anos com os Delfins, entre outros projetos como a Resistência, e o recente Movimento. Será apresentado no Pax Julia - Teatro Municipal, dia 26 de Janeiro, às 21h30.

O Cine-Teatro Avenida apresenta, dia 26 de Janeiro, às 17h00, o espetáculo «Encontro de Dança» da Escola Silvina Candeias. Neste dia participarão os Professores e Alunos de todas as idades. Estarão, também, presentes Escolas de outras localidades a participar no concurso para a melhor Coreografia, com votação do público, em que a vencedora receberá um prémio monetário. Dançar é uma Arte!


1868

Há 144 anos, todos os dias consigo.

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

|

Que Lata! Que lata tem este presidente do governo da Madeira! Que lata! Com que então... há momentos em que “não se pode exigir mais das pessoas”. E de quem foi a culpa das exigências que estão a ser feitas às pessoas? De quem foi a culpa dos desequilíbrios orçamentais que conduziram a Madeira, enquanto Região Autónoma, com órgãos de governo próprio, é preciso André Escórcio* não esquecer este aspecto, com orçamento próprio, à situação de bancarrota? Quem é que fez uma política contra os princípios norteadores da humanização e, portanto, da coesão social? Quem é que andou para aí, durante trinta e tal anos, a gastar o dinheiro público que tinha e não tinha, ao ponto de hoje a Região estar de joelhos, qual pedintes, sem cheta para acudir às situações de gritante pobreza? Quem foi aquele que não respeitou os princípios fundamentais do planeamento, os princípios da transformação graduada no tempo? Quem foi o sujeito que não ouviu ninguém, nunca quis discutir com a oposição, quer na sede própria, na Assembleia, quer em debates públicos? Quem é que tudo fez por controlar as instituições públicas e privadas e quem foi a personagem que ofendeu professores universitários, especialistas, jornalistas e por aí fora. Quem é que tudo assumiu na primeira pessoa do singular, puxando a si os “louros” e que agora descarta para outros a situação de gravíssimo constrangimento social. Que lata! Uma terra que poderia ser exemplo nacional e internacional em todos os sectores e áreas do desenvolvimento está hoje “afogada” num oceano de dívidas e de empresas insolventes incapazes de gerarem empregos. E vem este homem falar de políticas humanizadoras depois do rol de disparates cujo fim último nunca foi o bem-estar das pessoas, tampouco a coesão social, mas as eleições seguintes, a luta pelo poder e só pelo poder. Fiz obra, repete, frequentemente. Mas que obra? A obra de construção e aprimoramento do ser humano? A obra da coesão social? Não, essa ficou por inaugurar. A obra que lhe diz respeito, na esteira de muitos interesses que a História um dia concluirá, fica aí, em cimento e alcatrão, não fica na educação, na saúde, nos direitos sociais e numa economia sustentável. Enquanto governante deu um passo superior à sua própria perna e agora, choramingando e empurrando com a barriga, tenta esconder a sua responsabilidade dizendo que “não se pode exigir mais das pessoas”. Que lata! Professor www.comqueentao.blogspot.com

Diretor: Rui Alas Pereira (CP-2017). E-mail: ruialas@oprimeirodejaneiro.pt Redatores: Joaquim Sousa (CP-5632), Andreia Cavaleiro (CP-6983), Cátia Costa (Lisboa) e Vasco Samouco. Fotografia: Ivo Pereira (CP-3916) Secretariado de Direção: Sandra Pereira. Secretariado de Redação: Elisabete Cairrão. Publicidade: Conceição Carvalho (chefe), Elsa Novais (Lisboa, 918 520 111) e Fátima Pinto. E-mail: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt Morada: Rua de Santa Catarina, 489 2º - 4000-452 Porto. Contactos: redação - Tel. 22 096 78 47 - Tm: 912 820 510 E-mail: geral.cloverpress@oprimeirodejaneiro.pt - Publicidade - Telefone: 22 096 78 46, Fax: 22 096 78 45 Propriedade: Globinóplia, Unipessoal Lda. Edição: Cloverpress, Lda. NIF: 509 229 921 Depósito legal nº 1388/82 Impressão: Coraze, Telefs.910252676 / 910253116 / 914602969, Oliveira de Azeméis. Distribuição: Vasp. Tiragem: 20 000

“Mama” no arranque da 33.ª edição do maior festival de cinema do País

Oriente de novo na rota do Fantas Joaquim Sousa

O regresso da secção Orient Express, muito apreciada pelos fãs do Fantasporto, é um dos pontos altos da 33.ª edição do maior festival de cinema do País, que se realiza no Teatro Rivoli, entre 25 de fevereiro e 10 de março, com “Mama” na abertura oficial (01 de março) e “Robot & Frank” na sessão de encerramento (10 de março). Na apresentação do cartaz, hoje naquele local, Mário Dorminsky, diretor do Fantas, fez questão de assinalar que o regresso do cinema oriental em 2013 se deve “à qualidade dos filmes”, em contraponto com o verificado no ano anterior. “Pieta”, do sul-coreano Kim Ki Duk, Leão de Ouro de 2012 no festival de Veneza, ou “Ace Attorney”, do japonês Takahsi Miike, são algumas das apostas para o público ficar de olhos em bico. O mexicano Guillermo del Toro, o realizador de “Labirinto de Fauno” e agora como produtor, também regressa às telas do Fantas com o filme “Mama”, com honras de abertura oficial, numa sessão dupla que exibe ainda “The Red Shoes”, o clássico de Michael Powell e Emeric Pressburguer que celebra 65 anos. “Insensíveis”, do espanhol Juan Carlos Medina, e “The Deep Blue”, do britânico de Terence Davies, são

alguns dos destaque numa programação em que poderão ainda encaixar, como possíveis preferências, alguns filmes nórdicos que são sucesso nos seus países. Para a cerimónia de encerramento, a organização escolheu “Robot & Frank”, de Jake Schreier, um filme futurista que conta com as interpretações de Frank Langella, Susan Sarandon e Peter Sarsgaard. O Fantasporto conta ainda com retrospetivas dedicadas a António Macedo, que será homenageado com o Prémio Carreira e que António Reis, da organização do certame, considera “um dos grandes autores do cinema português”, e às “Stars do Cinema Francês”. O espaço “Fantas Previews”, que exibe duas dezenas de filmes inéditos comercialmente em Portugal, o “Fantas em Curtas”, exposições ou as conferências são alguns dos ingredientes que compõem todo este festival. O belga René Laloux, responsável há 40 anos por “O Planeta Selvagem”, é também distinguido no certame. Este filme será exibido ao som dos “Beautify Junkyards”. O Programa Especial de 2013 será dedicado ao cinema e à literatura, enquanto a noite de 9 para 10 de março é reservada ao Baile dos Vampiros, na tradicional festa de encerramento no Hard Club.

80 POR CENTO DOS FILMES EUROPEUS

Beatriz Pacheco Pereira, da organização do Fantas, espera mais público nesta edição relativamente ao ano anterior: “Registámos cerca de 70 mil espetadores em 2012, esperamos mais em 2013”. Segundo a responsável, o Fantasporto “é o maior festival de cinema em Portugal”, cuja 33.ª edição apresenta cerca de 300 filmes entre 35 países participantes, sendo 80 por cento europeus. O cinema português não é esquecido e volta a fazer parte da competição. “É o picante de uma competição a sério, tal como o ano passado. Estamos assim a promover e a aumentar a qualidade do cinema português”, referiu Beatriz Pacheco Pereira, alertando que “o Porto está vazio de atividades culturais”. Mário Dorminsky considera que “existe retração das empresas privadas” e por isso “há muitas parcerias com hotéis e transportes”. “O festival hoje faz-se com um orçamento bem inferior do que há cinco anos”, revela o responsável organizativo”, acrescentando que “os realizadores não europeus pagam do seu bolso a viagem para o Porto”. O bilhete normal mantém-se nos 5 euros. O programa completo será divulgado mais tarde. O site do festival é www.fantasporto.com.

Obama defende veemente Estado social

“Os compromissos fortalecem-nos” Barack Obama tomou ontem posse para o segundo mandato como presidente dos Estados Unidos, com um apelo para a unidade de todos os norte-americanos, elevação do debate político e defesa veemente do Estado social. No seu discurso de tomada de posse no Capitólio, em Washington,

perante perto de 600 mil pessoas concentradas na alameda que se estende por três quilómetros, Obama defendeu que “as escolhas difíceis para reduzir o custo dos cuidados de saúde e do défice”, não podem deixar desprotegidas as próximas gerações. “Os compromissos que fazemos uns com os outros – através do Medicare

e Medicaid [programas de assistência de saúde para idosos e mais pobres, respetivamente] e Segurança Social – não tolhem a nossa iniciativa, fortalecem-nos. Não nos tornam uma nação de dependentes, libertam-nos para tomar os riscos que tornam grande este país”, disse o 44.º Presidente dos Estados Unidos.

Bloco entrega projeto de lei

Concurso extraordinário de professores O Bloco de Esquerda (BE) entregou ontem na Assembleia da República um projeto de lei para a vinculação efetiva dos professores em posição precária, mas que ocupam lugares que são necessidades permanentes no ensino, propondo um concurso extraordinário. Os deputados do BE propõem que esse concurso extraordinário decorra ainda este ano, lembrando que na pas-

sada semana, por despacho, o Ministério da Educação e Ciência (MEC) criou “apenas 600 vagas para professores contratados”, e recordando a promessa do ministro Nuno Crato, em junho do ano passado, de “retirar da precariedade professores com mais de 10 anos de serviço permanente, que totalizavam em 2012 perto de 12 mil professores”. “Propomos que todas as vagas que

tenham sido colocadas a concurso de preenchimento de necessidades transitórias por três anos sucessivos ou que, durante esse mesmo período temporal, tenham sido preenchidas mediante recurso a renovações de contratos a termo certo de docentes, sejam tornadas lugares de quadro nas escolas ou agrupamentos de escolas”, lê-se no projeto de lei entregue pelo BE no parlamento.

22-01-2013  

22-01-2013