Issuu on Google+

CPTT

13 de setembro de 2013

7

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno

…E vão seis títulos para Miguel Barbosa! O piloto Miguel Barbosa (Mitsubishi) sagrou-se pela sexta vez campeão português de todo-oterreno, após dominar a Baja TT Proença-Oleiros e beneficiando da desistência de Hélder Oliveira, seu principal rival na competição. Auxiliado por Miguel Ramalho, o lisboeta comandou de início ao fim a quarta etapa do nacional de todo-o-terreno e pôde prematuramente festejar um novo título, depois de Hélder Oliveira, que seguia em segundo no nacional, ter sido obrigado a abandonar a poucos quilómetros da meta. Na zona de Castelo Branco, Barbosa foi o mais rápido nas duas especiais do dia, num total de 242,57 quilómetros

cronometrados, e t e r m i n o u a Baja TT Proença–Oleiros com o tempo de 5:02.17 horas e com um vantagem de 10 minutos sobre o segundo classificado, Pedro Grancha (BMW). “Estou muito satisfeito com mais esta conquista no Campeonato Nacional. Foi para atingir este resultado que trabalhámos durante a época e é extremamente gratificante conseguir revalidar o título quando ainda faltam

disputar duas provas. Gostaria de agradecer aos meus patrocinadores o apoio todo que me têm prestado e a confiança que sempre deposi-

taram em mim, uma vez que sem eles era impossível conquistar mais este título”, afirmou, visivelmente feliz, Miguel Barbosa.

Alejandro Mar tins (Nissan) fechou o pódio da Baja TT Proença– Oleiros, terminando a 25 minutos do agora hexacampeão nacional.

Piloto de Cascais regressa à segunda posição no CPTT

Pedro Grancha em 2º lugar Nuno Matos desistiu com problemas na caixa de velocidades do Opel Mokka Proto

Aos comandos do BMW Evo X1 inscrito pela equipa PMG Motorsport, a dupla Pedro Grancha/Inês Ponte, alcançou um excelente 2º lugar na Baja TT Proença-Oleiros, resultado que coloca tanto o piloto como a sua navegadora na segunda posição do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno. Na jornada disputada nas pistas da Beira Interior, levada a cabo pela Escuderia de Castelo Branco, o piloto de Cascais apenas foi superado pelo campeão nacional Miguel Barbosa, que nesta quarta etapa terminou com uma vantagem de 9m35s, após mais de quatro horas e meia

de corrida. De salientar que, no derradeiro sector selectivo da prova, Pedro Grancha ficou apenas a 25s do vencedor. “A prova correu-nos, felizmente, muito bem, sem quaisquer percalços do início até ao final. Mantivemos um ritmo forte desde os primeiros

quilómetros, fomos controlando os nossos directos adversários e estou muito satisfeito com a nossa prestação. Regressámos ao segundo lugar no campeonato, que esperamos manter até ao final da temporada”, salientou, no final da prova, Pedro Grancha.

Hélder Oliveira foi obrigado a abandonar depois de ter sido 3.º no prólogo


13motor07