Page 1

FPF CHUMBA ALARGAMENTO “Direção não pode concordar com as propostas” da Liga de Clubes

Há 144 anos, sempre consigo. 1868 2012

Continente - 0,60 € (IVA INCLUIDO) – Ilhas - S. Miguel e Madeira - 0,75 € (IVA INCLUIDO) – Porto Santo 0,80 € (IVA INCLUIDO)

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

Diretor: Rui Alas Pereira | ISSN 0873-170 X |

|

DIÁRIO NACIONAL

Ano CXLV | N.º 102

Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

OPOSIÇÃO EM FORÇA NAS COMEMORAÇÕES DA UGT E CGTP NO DIA DO TRABALHADOR

UN!DOS NOS PROTESTOS EUROPA

Passos diz que Portugal pode fazer a ponte entre Norte e Sul

 As comemorações do 1.º de Maio prometem ser mais um capítulo na série de protestos contra o Governo e a troika. A oposição quer estar ao lado dos trabalhadores e para isso PS, PCP, BE e PEV já confirmaram a sua presença tanto nos desfiles da UGT como nos da CGTP-IN. A delegação do PS, que se divide pelas duas manifestações, é chefiada pelo secretário nacional Miguel Laranjeiro, enquanto Jerónimo do Sousa participa no desfile promovido pela CGTP. Os líderes do BE dividem-se entre Lisboa (João Semedo) e o Porto (Catarina Martins), sendo que a delegação “Verde" na capital será chefiada pela dirigente Manuela Cunha.

CORTES

Medidas podem chegar aos 6,5 mil milhões até final de 2016

INFARMED

Exportação ilegal de remédios em falta nas farmácias nacionais


2 | O Primeiro de Janeiro

local Porto

Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

Moção do PS exige que Governo cumpra os compromissos assumidos

Partidos unidos na defesa da SRU-Porto Vivo DR

Os socialistas advertem que “a curto prazo a SRU ver-se-á impedida de prosseguir a sua atividade, estando a caminho da extinção”. A coligação PSD-CDS viabilizou, na Assembleia Municipal do Porto de segunda-feira, uma moção do PS que exige do Governo o “cumprimento dos compromissos assumidos” com a cidade e com a sua Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU). O deputado social-democrata, Paulo Rios, considerou a moção “importante”, ainda que “um pouco partidária”, e a discussão do tema “fundamental”. “Vistas daqui, torna-se de difícil compreensão algumas medidas dos nossos governantes. O que se passa com a SRU é motivo da maior preocupação. Não conseguimos compreender o que o Governo quer”, lamentou Paulo Rios. Por seu lado, o CDS realçou primeiro que acredita no atual modelo de reabilitação urbana, “com o apoio da administração central”, para depois sustentar que “é evidente que o Governo tem de pagar aquilo que deve” à SRU portuensePorto Vivo “e não queixar-se do retorno” do que investe na cidade. A moção do PS - composta por três pontos, que foram votados em separado - refere que a Porto Vivo está sem presidente desde que Rui Moreira pediu a demissão do cargo, em outubro do ano passado, “e o Governo continua sem pagar os montantes referentes à sua participação na sociedade”. O PS entende que “o Governo afronta de novo o Porto e o Norte” neste caso, na linha do que, para aquele partido, sucedeu nomeadamente com “a forma como foi feita a privatização da ANA e o ataque à independência da administração do Porto de Leixões”. “Ao descredibilizar a SRU-Porto Vivo, asfixiando-a e conduzindo-a à extinção, o Governo PSD descredibiliza todo o trabalho já realizado e compromete por muitos anos a retoma da reabilitação

urbana do Porto. A curto prazo, a SRU ver-se-á impedida de prosseguir a sua atividade, estando a caminho da extinção”, argumentam ainda os socialistas. Num dos seus pontos, a moção aprovada solicita, também, à “Câmara Municipal do Porto que, em face da gravidade da situação, dê conhecimento à Assembleia Municipal do Porto da estratégia que pretende vir a adotar caso o Governo mantenha a sua intenção de abandonar a SRU Porto Vivo”. Nesse ponto, contudo, a coligação PSD-CDS absteve-se, tal como a CDU, e só o PS e BE votaram favoravelmente. AM quer reapreciação do «dossiê» Feira do Livro 2013

Críticas. Impasse na SRU - Porto Vivo une os partidos em torno da exigência ao Governo de uma solução para a sociedade

PS critica Menezes

“Porto não pode ser jardim de aventuras”

Os vereadores socialistas da Câmara do Porto acusaram o candidato social-democrata, Luís Filipe Menezes, de usar a cidade como “jardim de aventuras”, criticando a sua proposta para transformação da rotunda da Boavista no “quintal da Casa da Música”. “A cidade não pode ser um espaço de diversão ou um jardim de aventuras de alguém.

O Porto não é agora um campo de batalhas sem regras. É uma falta de elegância, consideração e cultura não perceber que há órgãos eleitos que tomaram decisões”, criticou o vereador socialista Manuel Correia Fernandes, no fim da sessão camarária de ontem. Correia Fernandes diz que o “hipotético candidato” é “livre para dizer os disparates que lhe apetecer”, mas lembra o Silo Auto como exemplo dos “ataques de tipo rasteiro” do candidato do PSD à Câmara do Porto.

A Assembleia Municipal do Porto aprovou, por unanimidade, uma recomendação defendendo que a Câmara reaprecie o dossiê Feira do Livro 2013, “com vista a viabilizar” a realização deste evento cultural. O documento aprovado é do Bloco de Esquerda (BE), mas sofreu uma alteração cirúrgica na sua redação que permitiu pôr de acordo todos os partidos: onde se lia que a Câmara deve reapreciar a situação, “viabilizando” a 83.ª edição da feira passou a ler-se deve reapreciar a situação, “com vista a viabilizar” a edição deste ano do certame. A alteração começou por ser proposta pelo deputado social-democrata, Paulo Rios, que disse que o PSD valorizava “a importância” da feira e do “diálogo” entre a autarquia e a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL). A APEL suspendeu, a 18 de abril, a edição de 2013 da Feira do Livro no Porto por falta de condições financeiras, criticando o “entendimento errado” da Câmara do Porto quanto ao certame. O principal motivo para esta rotura está relacionado com a falta de acordo quanto ao apoio financeiro da autarquia à feira. Os deputados aprovaram ainda, e por unanimidade e sem discussão, uma moção do PS contra a “morte súbita da Feira do Livro e a perda de mais uma oportunidade de lutar contra a crise, o esvaziamento cultural e a desesperança colectiva”.

Trabalhadores da construção civil

Protesto em Gaia Cerca de meia centena de trabalhadores do setor da construção civil concentrouse ontem, em frente ao Tribunal do Comércio de Gaia, para exigir maior celeridade da justiça na resolução dos processos interpostos, em alguns casos, há “mais de dez anos”. Nesta primeira de várias concentrações que o sindicato do setor pretende realizar em diversas capitais de distrito, os trabalhadores cortaram durante alguns minutos a avenida da República, no sentido descendente. “Em todo o país são dezenas de milhares de trabalhadores com créditos por receber, que totalizam cerca de 90 milhões de euros. Só aqui em Gaia são mais de dez milhões de euros”, afirmou o presidente do Sindicato da Construção de Portugal, Albano Ribeiro. No final de uma reunião com o juiz presidente do Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia, o sindicalista anunciou ainda o envio de um pedido de audiência urgente à ministra da Justiça para que a situação seja analisada. Albano Ribeiro promete “não dar tréguas” a Paula Teixeira da Cruz, por considerar que “dez anos é mesmo muito tempo para quem aguarda o pagamento dos seus créditos”.


regiões

Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

O Primeiro de Janeiro | 3

Abalo na ilha de São Miguel com magnitude de 5,9 na escala de Richter

Açores acorda com sismo Greve parcial terminada

Maquinistas da MTS negoceiam com empresa

Maquinistas do Metro Transportes do Sul terminaram, ontem, a greve aos feriados e ao trabalho extraordinário e vão avançar para negociações com a empresa, revelou o presidente do Sindicato dos Maquinistas. “Vamos explorar essa via da pacificação laboral. A empresa está recetiva para procurar um entendimento com os trabalhadores”, referiu António Medeiros. A greve dos maquinistas aos feriados, ao trabalho extraordinário e a todos os serviços após as oito horas de trabalho já durava há vários meses.

Estabelecimento em Évora

Assalto a ourivesaria rende 20 mil euros

Uma ourivesaria foi assaltada, ontem de madrugada em Beja, tendo sido furtadas peças avaliadas pelo proprietário em cerca de 20 mil euros e que estavam expostas na montra, anunciou a PSP. As peças foram furtadas através de um buraco aberto no vidro da montra da ourivesaria. A polícia indica que recebeu uma chamada, por volta das 02h40, informando que a ourivesaria estava a ser alvo de furto e, “de imediato”, todas as viaturas policiais que estavam em serviço na via pública deslocaram-se para o local.

DR

“Foi dos eventos de maior magnitude nos últimos tempos perto da ilha de São Miguel”, assegurou o diretor executivo do CIVISA. Um dia com a terra a tremer. Mais de uma centena de pequenas réplicas do sismo com epicentro na ilha de São Miguel foram registadas, ontem, nos Açores. O primeiro e mais forte abalo foi sentido às 6h25 locais (7h25 de Lisboa) e teve uma magnitude de 5,9 na escala de Richter, segundo o US Geological, e de 5,8 na escala de Richter, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Entre a hora do sismo inicial e as 14h foi registada mais de uma centena de réplicas, sendo a de maior magnitude de 4,4 na escala de Richter. Segundo o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (Civisa), o sismo teve epicentro a cerca de 34 quilómetros a sudeste de São Miguel, e foi sentido com intensidade máxima V/VI na escala de Mercalli Modificada naquela ilha e nas ilhas de Santa Maria (com intensidade V) e Terceira. “Trata-se de um sismo de origem tectónica normal nesta zona do arquipélago, embora com magnitude relativamente elevada e tem sido

Açores. Mais de 100 réplicas foram sentidas depois do primeiro sismo seguido também, como é normal nestas circunstancias, por algumas réplicas”, acrescentou o diretor executivo do CIVISA, João Luís Gaspar, frisando: “foi dos eventos de maior magnitude nos últimos tempos perto da ilha de São Miguel.” O facto de o epicentro ficar 34 quilómetros a sudeste de São Miguel fez com que não houvesse vítimas e fossem insignificantes os danos causados. “O cenário seria completamente diferente se ocorresse mais próximo e traria outras consequências,

nomeadamente para o parque habitacional vulnerável à actividade sísmica”, frisou Gaspar, em declarações ao Público, recordando a destruição provocada, há quase 15 anos no Faial, por um terramoto com praticamente a mesma magnitude (5,8 na escala de Richter), mas com epicentro cinco quilómetros a nordeste da ilha. O terramoto registado a 9 de Julho de 1998 provocou a destruição generalizada das freguesias de Ribeirinha, Pedro Miguel, Salão e Cedros na ilha do Faial, atingindo também várias locali-

dades do Pico. Morreram nove faialenses e 1700 pessoas ficaram desalojadas. Fonte do Serviço Regional de Proteção Civil garantiu que o sismo foi bem sentido pela população de São Miguel. “Sentiu-se, sentiu-se!” relatou a fonte. A Proteção Civil esteve a averiguar com os bombeiros o terreno, não havendo registo de vítimas ou danos materiais. Fonte dos bombeiros de Povoação disse que “não foram registados danos” e “a população já está habituada” à atividade sísmica.

Ministro Aguiar-Branco e o futuro dos ENVC

“Não se podem garantir postos de trabalho” DR

O ministro da Defesa, José Pedro Aguiar-Branco, assumiu, ontem, não poder garantir a manutenção da totalidade dos postos de trabalho nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, mas que tem “boas expectativas se houver subconcessão” dos terrenos. “Tomara eu poder garantir, mas não posso”, declarou o responsável pela pasta da Defesa, numa resposta ao deputado do PS Jorge Fão. O governante falava durante uma audição na comissão parlamentar de Defesa Nacional, na Assembleia da República, sobre os Estaleiros Navais de Viana do Castelo e a reforma do setor.

Viana do Castelo. Aguiar-Branco falou sobre futuro dos estaleiros navais

Por seu turno, a esquerda parlamentar defendeu que o Governo deve contestar a decisão da Comissão Europeia sobre os estaleiros e preparar em simultâneo um plano de reestruturação da empresa. Estas soluções foram advogadas pelos deputados Jorge Fão, Honório Novo (PCP) e Luís Fazenda (BE) durante a audição. Durante a audição, o comunista Honório Novo acusou o Governo de ter uma estratégia “premeditada” para criar um cenário de “inevitabilidade” e entregar ENVC aos privados. Já o deputado do BE Luís Fazenda

considerou que Aguiar-Branco não tem condições políticas para liderar o dossiê dos ENVC e que este deve passar para a tutela da Presidência do Conselho de Ministros. Recorde-se que segundo uma resolução do conselho de ministros publicada na semana passada, o Governo está a estudar alternativas ao encerramento do processo de reprivatização que permitam “potenciar” a utilização dos terrenos e infraestruturas. Está previsto o lançamento de um concurso para subconcessão dos terrenos e o consequente encerramento da empresa.


nacional

4 | O Primeiro de Janeiro

Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

1.º de maio será “dia de protesto e mobilização” para um novo rumo

Trabalhadores na rua DR

Centrais sindicais vão marchar em Lisboa no Dia do Trabalhador contra as medidas de austeridade em vigor desde há dois anos. CGTP e UGT vão sair hoje à rua para assinalar mais um Dia do Trabalhador, que será marcado por protestos contra a política do Governo. O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, prevê que o 1.º de Maio seja um dia mobilização para a luta, mas também de propostas de um novo rumo para o país. “Vai ser um 1.º de Maio de protesto, de indignação, mas também de propostas. Iremos apresentar várias propostas relacionadas com questões financeiras, económicas e com o emprego”, prometeu Arménio Carlos, defendendo que a CGTP tem novas ideias que podem ser alternativa à austeridade. “O memorando para o crescimento económico é impossível de concretizar, com a política de recessão que se está a verificar e que vai perdurar se o Governo não for substituído. É necessário cortar na despesa parasitária, mas é preciso encontrar alternativas em termos de receita”, sublinhou o sindicalista, lembrando que a Intersindical apresentou an-

Aguarda novo contacto

PCP disponível para reunir com Governo

1.º de Maio. Desfile será entre o Martim Moniz e a Alameda, em Lisboa teriormente propostas que, se fossem aproveitas, proporcionariam ao Estado português uma receita suplementar de 819 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano. Para Arménio Carlos, é importante demonstrar que os portugueses não estão perante uma inevitabilidade e que têm alternativa. Por isso, a CGTP vai aproveitar o Dia do Trabalhador para apelar à participação na manifestação que está marcada para dia 25 de maio, junto ao Palácio de Belém, para reclamar a antecipação de eleições.

Por seu lado, o secretário-geral da UGT defende que o feriado de hoje deve ser marcado por protesto contra as injustiças e a austeridade, manifestando o desejo de encher a avenida da Liberdade para mostrar que os trabalhadores estão mobilizados para lutar. “Vai ser um 1.º de Maio de forte mobilização dos trabalhadores, filiados nos nossos sindicatos. Se há um 1.º de Maio que deve ser de forte significado e forte mobilização é este, tendo em conta as medidas de austeridade que temos vivido em

Portugal, o empobrecimento dos portugueses, as dificuldades sentidas por milhares de famílias e o desemprego”, explicou Carlos Silva. O sindicalista considera que as pessoas devem sair para a rua no Dia do Trabalhador porque “devem lutar pelos seus direitos, devem lutar por uma vida melhor, e isso não se faz sozinho”. O líder da UGT realça que o 1.º de Maio sempre foi uma jornada de festa e de luta, um dia histórico, e defendeu que este ano esse espírito deve ser recuperado.

Encontro

Alerta para a importância do pós-«troika»

Passos Coelho insiste num consenso alargado DR

O primeiro-ministro dramatizou a importância do período pós-«troika» para Portugal e insistiu num consenso em torno de objetivos de médio e longo prazo, que inclua a sustentabilidade das finanças públicas. Num discurso na abertura da terceira edição das Conferências do Estoril, Passos Coelho sustentou que Portugal pode ter um papel liderante na União Europeia e no mundo globalizado, mas que isso depende do cumprimento do Programa de Assistência Económica e Financeira e de um

Finanças sustentáveis. Passos realçou importância do pós-«troika»

O PCP admitiu ontem a hipótese de se reunir com o Governo, apesar de considerar que o convite de Miguel Poiares Maduro “não corresponde a um propósito de seriedade política”. Independentemente desta posição, das críticas à política do Governo e das opiniões do PCP sobre o rumo do país, a Direção comunista disse que aceitará o encontro caso o Governo “continue a considerar oportuna” a reunião proposta, advertindo desde já que “nesse momento” reafirmará as posições “até agora explicitadas”.

consenso em torno da abertura da sociedade portuguesa. “Todas as sociedades precisam de objetivos de médio e longo prazo que, por definição, estão além das maiorias políticas - que, em democracia, são sempre temporárias. A estabilidade e o investimento social de longo alcance recomendam essa abordagem. Isso é ainda mais verdade para nós, em Portugal, que nos aproximamos do final do Programa de Assistência Económica e Financeira. O período do pós«troika» exigirá disciplina, racionalidade e visão de longo

prazo. Nesse período haverá muito pouco espaço para errar e não bastará contornar os obstáculos ao crescimento, será preciso agir para os remover definitivamente”, afirmou. O chefe do executivo PSD/ CDS defende que “os agentes políticos devem trabalhar para consensualizar aquelas estruturas básicas que constituem o chão firme em que se edifica um espaço de debate plural e divergente de ideias”, acrescentando que “umas finanças públicas sustentáveis constituem parte fulcral dessa estrutura básica”

BE leva propostas para romper com «troika»

O Bloco de Esquerda apresentará “propostas que extravasam os limites do memorando da «troika»”, com o qual, insistem, há que romper, num eventual encontro com o Governo. “O Bloco de Esquerda está disponível para o encontro proposto pelo Governo na carta que nos dirigiu a 24 de Abril. O Bloco de Esquerda não deixará, contudo, de apresentar propostas que extravasam os limites do memorando da «troika», ao contrário do que o Governo sugere”, lê-se na resposta dos bloquistas ao convite de Miguel Poiares Maduro.


Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

economia

O Primeiro de Janeiro | 5

Vítor Gaspar revela valor de mais medidas de consolidação orçamental

Cortes de 4700 milhões entre 2014 e 2016 DR

Vítor Gaspar disse, ainda, que o Governo apresenta “nos próximos dias” as medidas para substituir o desvio orçamental deste ano. Santos Pereira e as «traves» do DEO

“Hora do crescimento” O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, disse, ontem, no Parlamento que “chegou a hora, depois de uma política de emergência, dar oportunidade ao crescimento”, comentando o que está contido no Documento de Estratégia Orçamental (DEO), aprovado em reunião extraordinária do Conselho de Ministros. O ministro da Economia adiantou que após as duas primeiras fases da política do Governo, estabilização financeira do País e, mais tarde as reformas estruturais, Portugal está agora pronto para uma política de crescimento. Santos Pereira respondia às dúvidas de Vieira da Silva, ex-ministro do Governo de José Sócrates, que questionou a presença do ministro na comissão sem apresentar as medidas contidas no DEO. Vieira da Silva afirmou não “ser possível discutir a evolução do emprego sem se saber qual é o sentido da estratégia orçamental”, acrescentando que, desde que o Governo tomou posse “houve a destruição de 250 mil postos de trabalho”. Santos Pereira apelou a consensos para uma estratégia de crescimento. O ministro garantiu, ainda, desconhecer qualquer tipo de acordo entre os parceiros sociais para um aumento do salário mínimo e imputou a responsabilidade para as empresas.

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, revelou, ontem, que vão ser tomadas medidas de consolidação orçamental que ascendem a 4700 milhões de euros entre 2014 e 2016 para garantir o cumprimento das metas que o Governo se propôs. “No cenário atual, a trajetória do saldo orçamental exige a execução de medidas que ascendem a 2,8 mil milhões de euros em 2014, 700 milhões em 2015 e 1.200 milhões em 2016”, afirmou o governante, na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública. Estes valores correspondem a 1,7% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2014, a 0,4% do produto em 2015 e a 0,7% do PIB em 2016, de acordo com informação que o ministro das Finanças apresentou. O governante disse ainda que, “dado que a possibilidade do aumento de impostos parece excluída, a restrição financeira determina o debate”, reiterando: “o Estado ao serviço dos portugueses só poderá ter a dimensão que os cidadãos estejam dispostos a pagar por ele.” DEO “nos próximos dias”

Vítor Gaspar disse, ainda, que o Governo vai apresentar “nos próximos dias” as medidas para substituir o desvio orçamental deste ano juntamente com o documento relativo à reforma do Estado que deverá ter os cortes estruturais na despesa, garantindo que o Documento de Estratégia Orçamental chegaria ainda ontem à Assembleia da República e à Comissão Europeia. O governante relembrou ainda que após a declaração de inconstitucionalidade de quatro normas do Orçamento do Estado para 2013 pelo Tribunal Constitucional, Portugal precisa de apresentar medidas substitutivas para compensar esse desvio, para além de apresentar as medidas de corte de despesa estrutural e o

plano de reforma do Estado para conseguir fechar a sétima avaliação do Programa de Assistência Económica e Financeira. Vítor Gaspar apresentou os resultados dessa avaliação a 15 de março mas a avaliação ainda não está fechada, e só depois disso poderá ser votada pelos responsáveis do Eurogrupo, ECOFIN e conselho de administração do Fundo Monetário Internacional para que Portugal possa receber os 2 mil milhões de euros respetivos à oitava ‘tranche’ do empréstimo internacional. «Swaps» polémicas

Crise. “Estado ao serviço dos portugueses só poderá ter a dimensão que os cidadãos estejam dispostos a pagar”, diz Gaspar

2013 com subida de 10%

Bolsa de Lisboa fecha sessão em queda ligeira

O PSI20 fechou, ontem, a cair 0,22% para 6.248,52 pontos, em linha com as praças europeias, com excepção do DAX (bolsa de Frankfurt), e pressionado pelos «pesos pesados» PT, Galp e EDP, mas acabou por valorizar mais de 7% no total de abril. Contas feitas, o PSI 20 acumula um saldo positivo de 10,5% desde o arranque do ano, o que

equivale a uma valorização de 5,5 mil milhões de euros da capitalização bolsista conjunta das vinte empresas que integram o índice nacional. Na sessão de ontem, o PSI20 perdeu uns ligeiros 0,22% face à sessão de segunda-feira com 10 cotadas em terreno negativo, duas inalteradas (Zon e Banif) e as restantes oito a ganhar valor. Hoje, dia 1 de maio, as bolsas da plataforma NYSE Euronext (que inclui a praça portuguesa) estarão encerradas devido a feriado.

Por outro lado, o ministro das Finanças atribuiu a responsabilidade dos «swaps» problemáticos detetados em várias empresas públicas ao anterior Governo socialista ao qual atribuiu um “padrão de comportamento de ocultação” dos impactos orçamentais das suas decisões. Vítor Gaspar salientou que encontrou um problema “criado pela existência de contratos de natureza especulativa, todos anteriores à sua entrada em funções”, acrescentando que muitos dos contratos analisados permitiram às empresas públicas apresentar resultados mais positivos no curto prazo à custa de riscos significativos. “Reflete um padrão de comportamento do Governo anterior”, considerou o ministro, criticando as “práticas reiteradas de desorçamentação” que atribuiu ao anterior executivo e a “crónica insuficiência das transferências para empresas públicas” face aos objetivos que prosseguiam. Vitor Gaspar sublinhou que o atual Governo “não permitiu a continuação de tais práticas” e que está a defender os interesses dos contribuintes ao renegociar ou contestar judicialmente os contratos problemáticos. A secretária de Estado do Tesouro, Maria Luís Albuquerque, garantiu que não foram realizados contratos de financiamento especulativos desde que o atual Governo entrou em funções, adiantando que estão ainda em vigor 42 dos chamados contratos «swap». Relativamente à Refer, onde foi diretora financeira entre 2001 e 2007, sublinhou que “as operações foram sempre inteiramente adequadas e transparentes”.


futebol

6 | O Norte Desportivo

Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

Críticas a FC Porto e comunicação social

Liga Europa

Benfica denuncia “campanha fraudulenta” João Gabriel recordou que os «dragões» são a única equipa do campeonato que ainda não sofreram penaltis. O Benfica, pela voz do seu diretor de comunicação, João Gabriel, reagiu ontem às críticas da última semana em relação à arbitragem de João Capela no último dérbi. Em conferência de imprensa, o clube denunciou aquilo que considera ser “uma campanha desprezível para contestar o mérito da liderança”, na qual, defende, também a comunicação social participou. O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, foi um dos mais visados. “Durante uma semana man-

DR

Resposta. Benfica diz que “tentam contestar o mérito da liderança” da equipa de Jesus

tivemos de forma paciente o silêncio que hoje (ontem) termina, de forma a acabar com a campanha mais baixa, fraudulenta e imoral dos últimos anos. Uma campanha de insinuações e mentiras, promovida por alguém que evidentemente queria tirar dividendos do clima de intimidação que foi criado. Alguém que em qualquer país da Europa seria um caso e exemplo de estudo em faculdades de Direito, nomeadamente em cadeiras de Direito penal, mas que em Portugal continua a ser recebido na Assembleia da República. Tentaram contestar o mérito da liderança do Benfica de forma desprezível. Essa resulta do trabalho, do empenho e do talento de muita gente de dentro do clube, ninguém deu

nada ao Benfica”, salientou João Gabriel. O responsável pela comunicação do Benfica tentou contrariar a teoria de que a equipa de Jorge Jesus tem sido a mais beneficiada ao longo do campeonato, e, através de recurso a imagens, apresentou seis lances que, na sua opinião, mereciam ter sido sancionados com penaltis contra os «dragões», “a única equipa na Liga portuguesa que ainda não sofreu qualquer penalti ao longo do campeonato, um caso que deve ser único na Europa”. Na sua intervenção, João Gabriel também apontou o dedo a alguma comunicação social, criticando algumas capas de jornais, que, declarou, demonstram “dualidade de critérios” em casos idênticos.

Árbitro francês no Estádio da Luz Stéphane Lannoy foi o árbitro escolhido pela UEFA para o Benfica-Fenerbahçe, da segunda «mão» das meias-finais da Liga Europa. O árbitro francês é um «velho conhecido» do Benfica, num jogo de más recordações para os «encarnados», quando foram goleados por 5-1 na casa do Olympiakos, em jogo da fase de grupos da Liga Europa, em 2008/09. Benfica

Marquês de Pombal está “reservado” A estátua do Marquês de Pombal apareceu grafitada com a frase «Reservado SLB», depois da vitória do Benfica sobre o Marítimo, que deixou os «encarnados» mais perto do título de campeão. Fonte da Câmara Municipal adiantou que a estátua está assinada “No Name Boys e Casal Ventoso”. O Marquês de Pombal é o tradicional local de festejos na capital.

FC Porto não desiste

Lucho quer manter nível até ao final da época O médio argentino do FC Porto considera que a “equipa está num bom momento” e que é fundamental que o FC Porto “mantenha o nível nos jogos que ainda faltam disputar”. “Ainda faltam jogos importantes que sabemos que temos que estar ao melhor nível. O mais importante é que a equipa continue a jogar assim”, referiu o «capitão» do FC Porto, à margem da entrega do prémio de melhor jogador em campo no encontro com o Vitória de Setúbal. “Fiquei contente pela vitória. Era importante somar três pontos para lutar pelo campeonato e é importante para qualquer jogador marcar um golo, neste caso para dar uma pequena vantagem para ganhar o jogo”, disse o internacional argentino, que recebeu o prémio entregue por um patrocinador do clube.

“Não respeita princípios da competição”

Liga de Honra

FPF chumba alargamento da I Liga A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) reprovou a proposta de alargamento da I Liga, aprovado pela Assembleia Geral da Liga, por considerar que a mesma não respeita os princípios da competição. “A Direção da Federação Portuguesa de Futebol não pode concordar com as propostas da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, nos termos em que elas se apresentam. Por

DR

Chumbo. FPF contraria Liga

um lado, elas não respeitam os princípios da estabilidade e integridade das competições. Por outro lado, não asseguram cabalmente a integração do Boavista FC Futebol, SAD, na I Liga”, lê-se num comunicado federativo. Na nota, a Direção da FPF reafirma “que qualquer alteração à regulação dos quadros competitivos deve forçosamente ocorrer no início de uma época

Jogo do Guimarães B à porta fechada desportiva e não no seu decurso”. Na AG extraordinária de 6 de abril, a proposta de alargar o campeonato principal a 18 clubes, recorrendo à disputa de uma «liguilha» para preencher a 18.ª vaga (o 17.º será o Boavista), a realizar no final da presente temporada, envolvendo os dois últimos classificados da I Liga e os terceiro e quarto da II Liga, foi aprovada por maioria simples.

A Liga confirmou que o encontro de sábado entre o Vitória de Guimarães B e o Leixões, irá decorrer à porta fechada. Será o segundo jogo realizado sem a presença de público nas bancadas no Estádio D. Afonso Henriques, depois de no passado domingo ter sido cumprido o primeiro, no encontro que opôs a equipa principal dos vimaranenses e Paços de Ferreira.


cultura e espetáculos

Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

O Primeiro de Janeiro | 7

Mais confirmações para o Festival Positive Vibes

Expensive Soul em Gaia A segunda edição do festival conta ainda com os já anunciados UB40 e Richie Campbell. Expensive Soul atuam a 28 de junho. Certame começa amanhã

Festival de Peças de Um Minuto no Chapitô

O Festival de Peças de Um Minuto, iniciativa do Ano do Brasil em Portugal, vai começar, amanhã, no Chapitô, em Lisboa, com um espetáculo de textos brasileiros. De acordo com a organização, o certame, cuja edição original vem do Brasil, começa às 21h30, com entrada gratuita, e prolonga-se até domingo, na versão brasileira, seguindo-se, de 9 a 12 de maio, a versão de textos em português. Para o festival, o grupo brasileiro de teatro Parlapatões realizou um concurso para escolher 30 textos de autores portugueses, de dramaturgos a guionistas e redatores. A direção geral do festival é de Hugo Possolo e o elenco é composto por Raul Barretto, Hugo Possolo, Ângela Figueiredo e Hélio Pottes, entre outros.

Expensive Soul, Million Stylez , Pow Pow Movement, Dengaz, Xibata & Celebration Sound, Skalibans, Dirty Skankbeats e Chapa Dux são as novas confirmações para o Festival Positive Vibes a decorrer em Gaia nos dias 28 e 29 de junho. “Com data marcada para subirem ao Palco do Positive Vibes a 28 junho, os Expensive Soul vão encher o festival com muitas vibrações positivas”, anunciou, ontem, a organização de mais um festival de Gaia, em comunicado. A 28 de junho sobem também ao palco os Skalibans (uma banda de Almada que se identifica de um modo geral com a sonoridade RockSka-Regg ) e os Dirty Skank Beats

Positive Vibes. Ingressos variam entre os 18 euros (bilhete diário) e 25 euros (passe dois dias que inclui campismo)

(um projeto que faz a fusão de ritmos jamaicanos como o reggae, o Dancehall / Ragga ou Dub com Drum & Bass) Natural da Suécia, Million Stylez actua a 29 de junho no palco principal do Positive Vibes, que no mesmo dia irá também receber os alemães Pow Pow Movement. Dengaz, Xibata & Celebration Sound e os Chapa Dux são os portugueses a animar o Positive Vibes também a 29 de junho. A segunda edição do festival conta ainda com os já anunciados UB40 e Richie Campbell, que irão atuar no palco do Areinho de Oliveira do Douro. O preço dos ingressos varia entre os 18 euros (bilhete diário) e 25 euros (passe dois dias que inclui acesso ao parque de campismo). O festival contará ainda com um serviço especializado de transportes, o Reggae Bus, a funcionar das 02h00 às 00h00, com autocarros a cada 20 minutos, que pretende facilitar a deslocação de todos os espectadores.

Curta «50 Pesos Argentinos»

Prémios em Imperia

«Fazer a Festa» homenageia os saltimbancos

A curta-metragem «50 Pesos Argentinos», realizada por Bernardo Cabral, recebeu dois prémios no festival internacional de arte cinematográfica de Imperia, Itália, anunciou, ontem, o Cine Clube de Avanca. Na gala de encerramento do «8.º Video Festival de Imperia - Festival Internazionale D’Arte Cinematogratica Digitale», que

decorreu sábado na cidade costeira de Impéria, capital da Liguria italiana, Bernardo Cabral subiu ao palco para receber os prémios «Vincitore World Global Film» e «Vincitore Festival of Festivals». «50 Pesos Argentinos» foi produzido pela Cineact, Filmógrafo e Cineclube de Avanca e integralmente rodado na Ilha de S. Miguel,

Livro de Laura Castro lançado no Porto

O terceiro festival de teatro mais antigo do País, o «Fazer a Festa», vai homenagear os saltimbancos com 25 espetáculos infanto-juvenis no Porto, Maia e Matosinhos, de quarta-feira a 8 de maio, revelou, ontem, o direitor da companhia de teatro Art’Imagem, organizadora do evento. José Leitão explicou que a 32.ª edição do «Fazer a Festa – Festival Internacional de Teatro» vai “voltar às origens”, homenageando os saltimbancos, num programa dedicado ao público infanto-juvenil. O objetivo da iniciativa é “sensibilizar as crianças e o público que normalmente não vai ao teatro”, sendo, ao mesmo tempo, “uma oportunidade para o Porto ver o teatro que se faz em Portugal”, afirmou o diretor da Art’Imagem. Este ano o «Fazer a Festa» vai contar com 12 companhias de teatro portuguesas, duas espanholas e uma alemã, que vão protagonizar um total de 25 momentos teatrais diferentes.

«Viajar com Eça de Queiroz» sai amanhã O livro «Viajar com Eça de Queiroz», de Laura Castro, com fotografias de Sérgio Freitas, é apresentado amanhã, às 18h00, na Casa Vilar d’Allen, no Porto. A obra, editada pela Opera Omnia sob o patrocínio da Direção Regional de Cultura do Norte, integra-se na coleção «Viajar com…» que, segundo nota da direção regional, “pretende dar a conhecer alguns dos mais relevantes escritores da literatura portuguesa”. Eça de Queiroz fez jornalismo, enveredou pela carreira diplomática e foi escritor. Entre as suas obras, destacam-se «Os Maias», «O crime do padre Amaro», «A relíquia», «A capital» e «A cidade e as serras».

Açores. Baseado num conto do escritor micaelense Ruy Guilherme Morais que o realizador adaptou, a obra reinventa o início do século XX marcado pela extrema pobreza e com a emigração como quase única alternativa para a população das aldeias açorianas. O filme é protagonizado pelos actores Eduardo Almeida e Fátima Sousa.


8 O Primeiro de Janeiro |

roteiro

Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

Roteiro Cultural

“A MAGIA DOS SONHOS”

Os contos infantis são um ponto de encontro entre adultos e crianças e é a partir deste pressuposto que Paula Nunes, natural de Gaia, explora o mundo mágico das histórias no seu livro “A magia dos contos”. O livro tem ilustrações de Ilva Otero e será apresentado na Casa Barbot no próximo dia 3 de maio, pelas 21.30hs. A entrada é gratuita e, estamos todos convidados a sonhar.

“Festival de peças de UM MINUTO”

O “Festival de peças de UM MINUTO” estreia no Chapitô, em Lisboa, é apresentado entre 2 e 12 de maio. Esta iniciativa de entrada gratuita, está inserida na programação do Ano do Brasil em Portugal e é desenvolvida pela companhia de teatro brasileira Parlapatões. Trata-se de uma versão luso-brasileira deste festival de sucesso no Brasil que, como o nome indica, apresenta peças de teatro de apenas um minuto de duração. Nilton e Filomena Cautela são os padrinhos desta versão portuguesa. Na primeira semana do Festival, de 2 a 5 de Maio, será apresentada a versão brasileira, composta por uma seleção dos melhores textos encenados nas edições do Festival já realizadas no Brasil. Na semana seguinte, entre 9 e 12 de maio, será apresentada a versão portuguesa, composta pelos textos dos autores portugueses selecionados. Os textos portugueses foram escolhidos a partir de desafio lançado em março, aos autores, dramaturgos, guionistas e redatores a residir em Portugal: escrever uma peça com a duração de 1 minuto - e os 30 melhores textos são agora encenados pelo conhecido grupo de teatro “Parlapatões” em Lisboa e, depois, em São Paulo. O Festival conta ainda com textos de autores portugueses convidados a participar.

Exposição Arte em Segredo

A inauguração da Exposição Arte em Segredo, vai decorrer na próxima quinta-feira, dia 2 de maio, às 17h00, na Galeria dos Leões, anexa à Loja da U. Porto, no edifício da Reitoria da Universidade do Porto (Praça Gomes Teixeira). A exposição estará patente até 16 de maio, as obras serão vendidas somente no último dia do evento.

“Vá à Fava” A fava é a terceira iguaria que, este ano, reúne turistas e ferreirenses numa atratividade gastronómica em Ferreira do Zêzere. Sob o l e m a “ Va i à Fava!”, este festival decorre de 3 a 26 de maio e promete fazer as delícias dos que têm um paladar mais exigente. Conhecer as variedades e combinações que se pode fazer com a fava é sempre um enriquecimento do nosso património gastronómico do qual todos se devem orgulhar. O Concelho de Ferreira do Zêzere já é conhecido, a nível nacional, pelas iniciativas gastronómicas que organiza e pelo sucesso que tem obtido das suas edições anteriores dos festivais de lagostim, migas e abóbora. Este é mais um convite para juntar esta delícia à mesa e dar a provar as asas da criatividade que se pode fazer com este legume. Aliar os valores nutricionais da fava às condições favoráveis do clima e do solo da região possibilita a criação de um festival de referência gastronómica a nível nacional que já tem evidenciado o seu sucesso junto dos visitantes. Esta é uma leguminosa dificilmente encontrada nas ementas dos restaurantes portugueses e aqui pode ser saboreada das mais diferentes formas pelos amantes desta iguaria: desde guisados a sobremesas.


publicidade/editais Pº Insolv. nº 1670/12.2T2AVR Insolv. “Cristina Libório Matos” Nif: 158 542 959 Rua Major Antero Magalhães, 132, Bloco F-3º Dto., 3880-032 Ovar Mandatário: Dr.ª Rita Rola. Tel.229 446 879. Fax.229 446 881.E-mail. ritarola-10790p@adv.oa.pt APENSO DA LIQUIDAÇÃO 1.ª Publicação

Pº Insolv. nº 7380/12.3TBVNG Insolv. “Susana Cristina Fernandes Prior Urrice Domingues” Nif: 199 528 446 Morada: Av. da Republica, nº1895, 1º Centro, 4430-206 Vila Nova de Gaia Mandatário: Dr.ª Maria Paula Serra. Tel.228 346 950/223 390 750. Fax.228 346 512 E-mail. mariapaulaserra-7075p@adv.oa.pt APENSO DA LIQUIDAÇÃO Inicio da Liquidação 2.ª Publicação Levando-se ao conhecimento do Tribunal e do credor hipotecário, nos termos e para os efeitos do art.º164.2 do CIRE

Levando-se ao conhecimento do Tribunal e da CC:

ANÚNCIO DE VENDA

VALOR BASE: 90.000,00 € (noventa mil euros) VALOR MÍNIMO: 63.000,00 € (sessenta e três mil euros) correspondente a 70% do valor base. Os proponentes devem juntar à proposta, como caução, um cheque visado, à ordem do Agente de Execução José Carvalho, no montante correspondente a 20 % do valor base do bem ou garantia bancária no mesmo valor (artigo 897° N.° 1 do CPC.) É fiel depositário: O arrendatário Dr. Luís Soares e Silva, Praça Eng.° Armando Rodrigues, 194, 1o sala 1, 4830-524 Póvoa de Lanhoso (artigo 839° do CPC) EXECUTADOS A QUEM FOI PENHORADO O BEM: Aduário Martins Fernandes, e Maria Cândida Gonçalves Ferreira, casados entre si no regime de comunhão geral, com domicílio na Rua Comandante Luís Pinto da Silva, n° 29, 2o Esq, Póvoa de Lanhoso. O Agente de Execução José Carvalho (CÉDULA 3624) Braga: Urbanização Quinta de S. José Lote F.1, Palmeira 4700-752 Braga

Tel./Fax: 253 634 724 - e-mail: 3624@solicitador.net

1

U – 2529 U – 2534 Ovar

1183 Ovar

Casa térrea – Habitação com logradouro

886A cpc €

Avaliaçã o 568º cpc 886 A – (valor de mercad)

1 – Identificação dos bens, valor e outras informações : cfr. quadro infra. 2 – Valor: Prefª 892º CPC Remição 912 cpc Credores garantidos preferentes 165 cire

2

* Preço (mínimo): propostas só acima deste valor.

** - Valor base foi de 167.658,09 € sugerido pelo Presidente da Comissão de Credores Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo, CRL, representada pelo Ilustre mandatário Dr. J. Granja Bento, via fax 239 833 532, em 6.12.2012, passando agora o valor mínimo para base, e calculando-se um novo mínimo, obedecendo assim a um critério matemático e em nome da transparência. BES – Dr.ª Gisela César, Fax: 226 092 146/7 MP Mandatário da insolvente: Dr.ª Rita Rola - Fax: 229 446 881. 3- As propostas são sempre confirmadas, via CTT (questão de certeza) até ao próximo dia 31 de Maio de 2013, para o Apartado 47, 4634-909 Marco de Canaveses. Devem mencionar a identificação completa do proponente, fotocópia do BI/NIPC, endereço e contacto, e ainda caução efectiva de 20% da respectiva proposta,( podendo ser usado o impresso modelo que se disponibiliza) O preço e os eventuais impostos não isentos serão pagos nos 15 dias seguintes (seguidos). As condições de venda encontram-se publicadas no Jornal o Primeiro de Janeiro de 18 e 19/02/2013, e ainda em 03 e 04/04/2013 em edição on-line e papel, assim como no site www.antoniobonifacio.pt FUN, 30.04.2013 Escritório: Funchal - C. S. Martinho- 127- 9000-273 - Funchal

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 1/05/2013

Tribunal Judicial de Arouca DEPARTAMENTO DE PUBLICIDADE

Processo: 106/13.6TBARC Carta Precatória (Distribuída) Exequente: Banco Espirito Santo, S. A. Executado: SÓNIA CRISTINA PIRES MARQUES e outro(s),.. N/Referência: 1033082 Data:11-04-2013 Processo de origem: de Execução Ordinária, Processo n° 637/2001 do Oliveira de Azeméis Tribunal Judicial, 2° Juízo Cível 1.ª Publicação

ANÚNCIO Nos autos acima identificados foi designado o dia 24-05-2013, pelas 14:00 horas, neste Tribunal, para a abertura de propostas, que sejam entregues até esse momento, na Secretaria deste Tribunal, pelos interessados na compra do(s) seguinte(s) bem/bens: 1/2(metade) indiviso do prédio rústico composto por terreno de cultura, com a área registada de 1049 m2, confrontante a Nascente com regueira, a Norte com António da Silva Cardoso, a Sul com Manuel Silva Cardoso e a Poente com Maria de Lurdes da Costa Lopes, denominado Chousalinho, sito em Chousalinho, freguesia de canelas, concelho de Arouca, inscrito na respetiva matriz predial sob o n° 1219 e descrito na Conservatória do Registo Predial de Arouca sob o n° 517/19970311, de que é titular Albertina da Costa Lopes e comproprietário Jorge Filipe Silva Mendes Cardoso, valor do IMI € 510,00, valor a anunciar metade do valor do IMi penhorados a Executado: ALBERTINA DA COSTA LOPES, nascido(a) em 13-03-1947, NIF - 163225508, BI -5054274, domicílio: Rua D. Almira Brandão, N° 710 - C, Picoto, 3720-000 Cucujães

CRP Concelho

Descrição

3856 Valbom

1444 Gondomar

½ da fracção autónoma designada pelas letras “BH”, corresponde a uma habitação no 3º andar

VPT

Preço mínimo a anunciar para a venda = 70%v.bas e 889.2cpc €*

886A cpc €

Avaliaçã o 568º cpc 886 A – (valor de mercad)

Prefª 892º CPC Remição 912 cpc Credores garantidos preferentes 165 cire

* Preço (mínimo): propostas só acima deste valor.

**Comissão de Credores, como órgão colegial de liquidação, deve decidir em acta. (artº 69), o valor a fixar, presumindo-se a sua adesão no silêncio, decorridos 10 dias.

Secção Única

Matriz Freguesia

Valor base

Descrição

VPT

Verba

CRP Concelho

Matriz Freguesia

Preço mínimo a anunciar para a venda = 70%v.bas e 889.2cpc €*

REGULAMENTO DA VENDA (tentativa de venda)

(na modalidade de proposta, por qualquer meio, e posteriormente confirmada por carta , via CTT( para dar certeza da apresentação), por ser a mais conveniente para o caso, e para o bom desempenho da função, economia de recursos, celeridade e transparência e certezas ) art. 164º.1, in fine Cire. (envia-se modelo de proposta para confirmação quando pedido ao AI)

28.178.50€

BEM A VENDER Urbano - Primeiro andar direito, lado sul frente, destinado a escritório, com 90 M2, sito na Praça Eng° Armando Rodrigues, n.° 194, na vila e concelho de Póvoa de Lanhoso, descrito na Conservatória do Registo Predial sob o n.° 947-F/Póvoa de Lanhoso, inscrito na respetiva matriz sob o Artigo 1576° F.

1 – Identificação dos bens, valor e outras informações : cfr. quadro infra. 2 – Valor:

Valor base

FAZ - SE SABER que nos autos acima identificados, encontrase designado o dia 16 de maio de 2013, pelas 14.00 horas no Tribunal Judicial da Comarca Póvoa de Lanhoso - Secção Única, para a abertura de propostas que sejam entregues até esse momento, na secretaria desse Tribunal, pelos interessados na compra do seguinte bem:

(na modalidade de proposta, por qualquer meio, e posteriormente confirmada por carta , via CTT( para dar certeza da apresentação), por ser a mais conveniente para o caso, e para o bom desempenho da função, economia de recursos, celeridade e transparência e certezas ) art. 164º.1, in fine Cire. (envia-se modelo de proposta para confirmação quando pedido ao AI)

40.255,00€**

(Art.0 890° do Código de Processo Civil)

ANÚNCIO DE VENDA

REGULAMENTO DA VENDA (tentativa de venda)

Verba

VENDA EM PROCESSO EXECUTIVO ABERTURA DE PROPOSTAS

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 1/05/2013

1 Hipoteca Banco Santander Totta, SA MMG 32.880.00 €

Processo n.º : 8/07.5YYLSB Espécie: Execução Comum Exequente: Banco Espírito Santo, S.A Executados: Aduário Martins Fernandes e outros 1.ª Publicação

ANTÓNIO BONIFÁCIO (Lic.º Dtº. U. Coimbra) ADMINISTRADOR DE INSOLVÊNCIA * (c. idf. 369-DGAJ-MJ) Telm. 96 435 14 42 ** antonio.bonifacio@sapo.pt (m/refª 468)

40.000.00 €

- Secção Única

Póvoa de Lanhoso: Rua Comandante Luís Pinto da Silva n.° 45 salas 2 e 3, 4830 - 535 Póvoa de Lanhoso

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 1/05/2013

Tribunal Judicial de Póvoa de Lanhoso

ANTÓNIO BONIFÁCIO (Lic.º Dtº. U. Coimbra) ADMINISTRADOR DE INSOLVÊNCIA * (c. idf. 369-DGAJ-MJ) Telm. 96 435 14 42 ** antonio.bonifacio@sapo.pt (m/refª 459)

28.000,00 € **

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 1/05/2013 JOSÉ CARVALHO Agente de Execução Cedula: 3624

O Primeiro de Janeiro | 9

40.000,00 €

Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

** Comissão de Credores, como órgão colegial de liquidação, deve decidir em acta. (artº 69), o valor a fixar, presumindose a sua adesão no silêncio, decorridos 10 dias. O mesmo se diga do credor hipotecário, nos termos do artº. 164, 2 do Cire. Banco Santander Totta SA – Dr. Gomes da Mota. Tel. 226 198 700.Fax. 226 198 709. E-mail: gomesdamota-1381p@adv.oa.pt Mandatária da insolvente: Dr.ª Maria Paula Serra. Tel.228 346 950/223 390 750. Fax.228 346 512 E-mail. mariapaulaserra-7075p@adv.oa.pt 3- As propostas são sempre confirmadas, via CTT (questão de certeza) até ao próximo dia 26 de Maio de 2013, para o Apartado 47, 4634-909 Marco de Canaveses. Devem mencionar a identificação completa do proponente, fotocópia do BI/NIPC, endereço e contacto, e ainda caução efectiva de 20% da respectiva proposta,( podendo ser usado o impresso modelo que se disponibiliza) O preço e os eventuais impostos não isentos serão pagos nos 15 dias seguintes (seguidos). 4- Cada verba é vendida no estado físico e jurídico em que se encontra, sem quaisquer garantias, sendo fiel depositário o A.I., Dr. António Bonifácio, Telf. 96 435 14 42 Todos os encargos com a aquisição são da conta do comprador, nomeadamente todo o IMI em dívida, registos, alvarás, licenças, etc. 5 – Nos 10 dias seguintes ao termo do prazo para a recepção das propostas que fazem presumir a adesão a estas condições de venda, o resultado das mesmas, será comunicado pelo AI a todos os interessados e ao Tribunal, por relatório. 6 – É dado cumprimento ao artº 161º, 164º e outros do Cire, presumindo-se o acordo tácito se nada for dito, e serão atendidos os direitos de preferência / remissão / cedência de posição, etc, após a notificação dos resultados da venda aos insolventes (singulares) e interessados conhecidos, que tenham manifestado tal interesse por escrito, junto do AI, para exercerem tal direito, nos 10 dias seguintes. Verificando-se situações de empate, repetir-se-á a notificação aos interessados para que licitem entre eles, num prazo de 3 dias. 7 – Vai publicado, pelo menos, no “O Primeiro de Janeiro,” jornal e edição on-line, gratuito, alargando a área de difusão a todo o País (e estrangeiro) e, em qualquer outro jornal, mediante sugestão de interessado. Vai, ainda, difundido por todos os investidores conhecidos do AI, habituados a compras de bens apreendidos, podendo ser utilizado o impresso, modelo proposta, usado, habitualmente, para o efeito por este AI. 8- Aceita-se qualquer outra proposta noutros termos, para ponderação do AI, mas fica a adjudicação condicionada ao parecer favorável da C. C. 9- Vai cópia à CC (existindo), presumindo-se a sua concordância, tirada do silêncio deste órgão colegial (artº 69 Cire) não se opondo, no prazo de 10 dias. 10- O(s) credor(es) hipotecário(s) é (são) convidado(s) a requerer (em) a adjudicação nos termos do artº 164.3 e 4 do Cire, no prazo e condições ali estipuladas (devendo enviar caução de 20% sob pena de ineficácia da proposta). Funchal, 26.4.2013

Telefone: 22 096 78 46

Escritório: Cº. S. Martinho 127 – 9000-273 Funchal MCN: – Apartado 47- 4634-909- Marco de Canaveses

Tlm: 91 282 06 79 Fax: 22 096 78 45

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 1/05/2013

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 1/05/2013

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 1/05/2013

Tribunal Judicial de Coimbra

Tribunal Judicial de Vila do Conde

Juízos Cíveis do Porto

5.º Juízo Cível

1.º Juízo Cível

2.º Juízo Cível

Processo: 947/12.1TJCBR Ação Esp.Cump.Obrig.DL269/98 (superior Alçada 1.ª Instª) N/Referência: 3566392 Data: 17-04-2013 Autor: Banco Santander Totta, S.A. Réu: Manuel Roberto Silva 2.ª Publicação

Processo: 243117/11.8YIPRT Ação Esp.Cump.Obrig.DL269/98 (superior Alçada 1.ªlnst.ª) N/Referência: 5456418 Data: 12-04-2013 Autor: Galécia, Produtos Para A Indústria e Construção, SA Réu: Ligações Macho Canalizações, Unipessoal, Lda 2.ª Publicação

Processo: 1100/12.0TJPRT Inventário (Herança) N/Referência: 11594375 Data: 19-04-2013 Cabeça de Casal: Alfredo António Gonçalves de Sousa Interessado: Sofia Conceição de Sousa e outro(s)... 2.ª Publicação

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Fica Réu: Ligações Macho Canalizações, Unipessoal, Lda, domicílio: Estrada do Garajau - Edifício Quintas V, Caniço, 9125-252 Caniço, com última residência conhecida na morada indicada, citada para contestar, querendo, no prazo de 20 dias contados da data da publicação do último anúncio, a acção acima identificada, com a advertência de que na falta de contestação poderá ser conferida força executiva à petição. Fica ainda advertido de que as provas devem ser oferecidas na audiência de julgamento, podendo apresentar até 5 testemunhas e que é obrigatória a constituição de mandatário judicial. O pedido consiste no pagamento de €: 5.100,55, proveniente de contrato, tudo como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta Secretaria, à disposição do citando.

Nos autos acima identificados, correm éditos de 30 dias, contados da data da segunda e última publicação do anúncio, citando o(s) interessado(s) da Herança Jacente de Emídio Aguiar Salgado, com última residência conhecida no Lar de Monte dos Burgos, Rua Monte Burgos, 116, 4250-309 Porto, para os termos do inventário e de que corre o prazo de 30 dias, findo que seja o dos éditos, para querendo, deduzirem oposição ao inventário, impugnarem a sua própria legitimidade ou a de outros interessados e a competência do cabeça de Casal ou as indicações constantes das suas declarações. Fica advertido de que só é obrigatória a constituição de advogado caso se suscitem ou discutam questões de direito e ainda em sede de recurso.

ANÚNCIO

Nota: No caso de venda mediante proposta em carta fechada, em Execução Comum (instaurada em data igual ou posterior a 15/09/2003) os proponentes devem juntar à sua proposta, como caução, um cheque visado, à ordem do Solicitador de Execução ou, na sua falta, da secretaria, no montante correspondente a 20% do valor base dos bens ou garantia bancária no mesmo valor (n° 1 ao Art° 897° do CPC).

Fica Réu: Manuel Roberto Silva,, NIF - 224928481, BI -11855585, domicílio: Rua António José de Almeida, 255,4.º Dtº, Coimbra, 3030265 Coimbra com última residência conhecida na(s) morada(s) índicada(s), citada(o) para contestar, querendo, no prazo de 20 dias contados da data da publicação do último anúncio, a acção acima identificada, com a advertência de que na falta de contestação poderá ser conferida força executiva à petição. Fica ainda advertido de que as provas devem ser oferecidas na audiência de julgamento, podendo apresentar até 5 testemunhas e que é obrigatória a constituição de mandatário judicial. O pedido consiste no pagamento de €: 13.074,78, proveniente de contrato, tudo como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta Secretaria, à disposição do citando.

A Juiza de Direito, Dr(a). Inês Passos Gomes

O Juiz de Direito, Dr. João Mendes Ferreiro

O Juiz de Direito, Dr(a). Mafalda Bravo Correia

O Oficial de Justiça, Ernestino Pinheiro

A Ofícial de Justiça, Ana Maria Luz Adegas Queijo

O Oficial de Justiça, Fernanda Cruz

O Juiz de Direito, Dr. Paulo Ramos de Faria O Oficial de Justiça, Cristina Nunes

«O PRIMEIRO DE JANEIRO», 1/05/2013

Quer anunciar ao melhor preço Telefone: 22 096 78 46

Tlm: 91 282 06 79

?

Fax: 22 096 78 45

email: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt

ANÚNCIO 2.ª Publicação Vende-se no Pº 7380/12.3TBVNG – Insolv: “Susana Cristina Fernandes Prior Urrice Domingues”, Nif: 199 528 446, o seguinte bem: Verba 1 – viatura 76-68-VT. Valor: 2.500 €. As propostas devem ser enviadas para Cº. S. Martinho127 – 9000-273 Funchal, até ao dia 13 de Maio de 2013. Funchal, 26.4.2013


agenda

10 | O Primeiro de Janeiro

Telefones Úteis Hospitais Santo António Tel. 222 077 500 Linha Azul 222 084 601 São João Tel. 225 512 100 Pediátrico Maria Pia Tel. 226 089 900 Linha Azul 226 099 674 Maternidade Júlio Dinis Tel. 226 087 400 Psiquiátrico Conde Ferreira Tel. 225 022 031 Magalhã es Lemos Tel. 226 192 400 Privados Ordem do Carmo Tel. 222 008 113 Ordem da Lapa Tel. 225 502 828 Ordem da Trindade Tel. 222 083 656 Prelada - Tel. 228 330 600 Militar Reg. Nº1 Tel. 226 063 011/ 12/13 Santa Maria Tel. 225 504 844 São Francisco Tel. 222 008 441 CONCELHO DE MATOSINHOS Distrital -Tel. 229 372 091 Pedro Hispano Tel. 229 391 000 Linha Azul 229 391 100 CONCELHO DE V. N. GAIA Eduardo Santos Silva Tel. 227 865 100 227 839 001 Vila Nova de Gaia Tel. 223 778 100/ 223 754180

Televisão

Serviço permanente

Hoje

PORTO PERMANENTE Meneses de Lima – Praça Teotónio Pereira, 227 (à Pr. das Flores) Tel. 225 717 64 De Pereiró – Rua Pereiró 318 4100004 Porto Tel. 226 181 027 MAIA Martins da Costa – Rua do Calvário, 35 – Águas Santas – Tel. 229 714 828 VALONGO Outeiro do Linho – Travessa Vasco Gama, 21 / 4440-762 VALONGO Tel. 224 228 888 GONDOMAR Fonseca – Rua D. João Castro – Seixo – Tel. 224 809 597 MATOSINHOS Moderna – Rua Brito Capelo, 808 – Tel. 229 380 594 VILA NOVA DE GAIA PERMANENTE Cruz - R Oliva Teles 47, S.Félix Marinha 4410-132 Tel:227 532 341 Alves de Oliveira – Rua Caetano Melo, 219 – Oliveira do Douro – Tel. 223 752 142 Castro Carneiro – Avª dos Descobrimentos, 459, loja 9 – Sta. Marinha – Tel. 223 774 140

AMARANTE São Gonçalo – Estrada nacional 15 333, Madalena 4600 Amarante Tel. 225 425 418 FELGUEIRAS J. Reis – Rua Rebelo Carvalho / 4610-212 Felgueiras Tel. 255 922 640 LOUSADA Fonseca – Rua Santo António, 554 – Silvares / 4620-651 Lousada Tel. 255 912 141 MARCO DE CANAVESES Farmácia Cabanelas - Lugar de Eiro Soalhães - Tel. 255511565 PAREDES Ruão – Rua 1.º Dezembro – Castelões, Cepeda – Tel. 255 777 578 PENAFIEL Sameiro – Rua D. António F Gomes, 230-B – Tel. 255 713 071/2/3 SANTO TIRSO Central – Tel. 252 852 923 TROFA Trofense – Rua Costa Ferreira, C. C. Loja 2 – Tel. 252 412 543

Banda Desenhada

ZÉ do boné

Sr. Perfeito

Passatempos

Farmácias de serviço

Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

Amanhã

RTP1

RTP1

06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça da Alegria 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Windeck - O Preço da Ambição 15:00 Éramos Seis 15:45 Portugal no Coração 18:00 Portugal em Direto 19:00 O Preço Certo 20:00 Telejornal 21:00 De Caras 21:30 AntiCrise 22:00 Sinais de Vida 22:45 A Guerra 23:45 5 Para a Meia-Noite 01:00 True Justice 01:45 Californication 02:00 Vidas em Jogo 04:00 Televendas 06:00 Nós

06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça da Alegria 13:00 Jornal da Tarde 14:15 Windeck - O Preço da Ambição 15:00 Éramos Seis 15:45 Portugal no Coração 18:00 Portugal em Direto 19:00 O Preço Certo 21:00 Linha da Frente 21:30 AntiCrise 22:00 Sinais de Vida 22:30 Música Maestro 23:30 5 Para a Meia-Noite 00:30 True Justice 01:15 Californication 01:45 Vidas em Jogo 03:30 Televendas 06:00 Nós

RTP2 RTP2 07:00 Zig Zag 13:00 Animais de Sangue Frio (Doc) 13:52 100 Segundos de Ciência 13:55 Iniciativa 14:00 Ténis: Portugal Open 18:30 A Fé dos Homens 19:00 Nós (R/) 19:30 Iniciativa 19:40 Biosfera (R/) 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic 22:00 24 - Sumário 22:30 Cinco Noites, Cinco Filmes 00:00 24 Horas 01:00 U24 01:30 Esec-tv 02:00 Euronews

07:00 Zig Zag 13:00 O Império das Formigas do Deserto (Doc) 13:55 Iniciativa 14:00 Ténis: Portugal Open 18:30 A Fé dos Homens 19:00 Eurodeputados (R/) 19:30 Iniciativa 19:35 Iniciativa 20:00 Zig Zag 21:00 As Cobras Mais Venenosas da Índia (Doc) 22:00 24 - Sumário 22:30 Cinco Noites, Cinco Filmes 00:00 24 Horas 01:00 U24 01:30 Olhar o Mundo (R/) 02:00 Euronews

SIC

SIC

06:30 Lol 08:15 Cinema 09:30 Cinema 11:30 Cinema 13:00 Primeiro Jornal 14:40 Cinema 15:45 Cinema 18:30 Cinema 20:00 Jornal da Noite 21:30 Dancin' Days 22:15 Sorteio do Totoloto 22:30 Avenida Brasil 23:30 Páginas da Vida 00:40 CSI Nova Iorque 01:20 CSI Miami 02:10 O Encantador de Cães 03:00 Podia Acabar o Mundo 04:00 Televendas

06:00 Jornal de Síntese 07:00 Edição da Manhã 08:40 A Vida nas Cartas - O Dilema 10:15 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:40 Vingança 15:45 Boa Tarde 18:35 Cheias de Charme 19:00 Jornal da Noite 20:00 Liga Europa Benfica X Fenerbahçe 22:30 Dancin' Days 23:15 Avenida Brasil 23:55 Páginas da Vida 00:35 CSI Nova Iorque 01:45 Cartaz Cultural 02:20 O Encantador de Cães 03:20 Podia Acabar o Mundo 04:20 Televendas

TVI

Eu prometi à Flo que lavava a louça

Deixa ver, cinco, dez minutos…

…é o tempo que ela vai ficar furiosa pelos pratos ainda estarem no lava-louça

06:30 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:30 Ninguém Como Tu 16:00 A Tarde é Sua 18:00 Doce Fugitiva 19:00 Jornal das 8 19:45 Liga dos Campeões - R.Madrid x Dortmund 21:45 Euromilhões 22:00 Big Brother Vip - nomeações 23:00 Destinos Cruzados 23:45 Mundo ao contrário 00:30 Liga dos Campeões - Resumos 01:00 Big Brother Vip Extra 02:00 Filme - Marci X - A Dama do rap 03:30 Amanhecer

TVI 06:30 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:30 Ninguém Como Tu 16:00 A Tarde é Sua 18:00 Doce Fugitiva 19:00 Doida por Ti 20:00 Jornal das 8 21:15 Big Brother Vip Diário 22:15 Destinos Cruzados 23:15 Mundo ao contrário 00:15 Big Brother Vip Extra 01:45 Autores III 02:30 Programa a Designar 03:45 Amanhecer


agenda

Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

Cinemas PORTO DOLCE VITA Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 21h20, 00h35

Sugestões Os Smurfs M/6 Sessões: 10h30, 12h50, 15h20, 18h (V.Port./3D)

Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 14h, 16h30, 19h (V.Port./3D)

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h15, 15h40, 18h30, 21h30, 00h10

Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 22h, 00h35

Um Dia M/12 Sessões: 13h40, 16h20, 19h, 21h20, 23h50

Os Smurfs M/6 Sessões: 12h50, 15h30, 18h30 (V.Port./3D) Um Dia M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h05, 21h50, 00h30 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h30, 15h10, 17h50, 21h10, 23h50 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h30, 00h10 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h50, 21h40, 00h25 Assim é o Amor M/12 Sessões: 12h40, 15h25, 18h10, 21h, 23h50 MAIA MAIASHOPPING Os Smurfs M/6 Sessões: 13h30, 16h, 18h40, 21h20, 23h50 (V.Port./3D) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h20, 16h20, 19h, 21h50, 00h35 Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 21h10, 00h10 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 13h40, 16h30, 19h10, 21h40, 00h20 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h10, 15h50, 18h50, 21h30, 00h30 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h50, 16h10, 18h30 (V.Port.)

MATOSINHOS MAR SHOPPING O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h40, 16h20, 19h10, 22h, 00h30 Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 22h45 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h20, 16h, 18h40, 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h40, 15h10, 17h40, 20h (V.Port./3D) Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h20, 24h Os Smurfs M/6 Sessões: 13h10, 15h50, 18h30 (V.Port.) Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 12h50, 15h30, 18h20, 21h30, 00h10 Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h10, 21h, 23h40 Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 18h50, 21h40, 00h20 ) VILA NOVA DE GAIA LUSOMUNDO GAIASHOPPING Carros 2 M/6 Sessões: 13h15, 15h45 (V.Port./3D) Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 18h25, 20h55, 24h Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 15h50, 18h50, 21h55, 00h35

NORTESHOPPING Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h10, 22h30

Super M/12 Sessões: 21h50, 00h25

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h40, 15h10, 18h10, 22h, 00h35

Os Smurfs M/6 Sessões: 13h05, 15h35, 18h15, 20h50, 23h50 (V.Port./3D)

O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h10, 15h30, 18h20, 21h40, 00h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h, 16h, 18h50, 22h, 00h45 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 21h50, 00h25 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 10h50, 13h20, 15h50, 18h40 (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 21h10, 23h40

O Primeiro de Janeiro | 11

Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 12h55, 15h40, 18h40, 21h30, 00h10 Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 12h55, 15h, 17h20, 19h40 (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 13h30, 16h10, 19h, 21h45, 00h40 Animais Unidos M/6 Sessões: 12h45, 14h55, 17h10, 19h25 (V.Port./3D) Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sessões: 21h40, 00h30

Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 12h50, 15h05, 17h25, 19h45, 22h, 00h20 Amigos Coloridos M/12 Sessões: 13h25, 16h05, 18h45, 21h20, 00h15 UCI ARRÁBIDA 20 O Último Destino 5 M/16 Sala: Sala 1 Sessões: 14h, 16h30, 19h, 21h35, 00h35 A Ressaca - Parte II M/16 Sala: Sala 2 Sessões: 22h20, 00h40

Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sala: Sala 4 Sessões: 14h10, 16h40, 19h05, 21h35, 00h05 Sem Prada nem Nada M/12 Sala: Sala 5 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 21h50, 00h20 Larry Crowne M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 18h30 Tinhas Mesmo Que Ser Tu M/12 Sala: Sala 6 Sessões: 13h50, 16h10, 21h30, 00h15 A Árvore da Vida M/16 Sala: Sala 7 Sessões: 18h45

Eu Vi o Diabo M/16 Sala: Sala 8 Sessões: 16h10, 19h05, 22h, 00h55 Cowboys & Aliens M/12 Sala: Sala 9 Sessões: 14h, 16h30, 18h55, 21h25, 00h15 Assim é o Amor M/12 Sala: Sala 10 Sessões: 13h50, 16h35, 19h20, 22h, 00h40 Chefes Intragáveis M/12 Sala: Sala 11 Sessões: 14h10, 16h40, 19h15, 21h45, 00h20 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 12 Sessões: 14h05, 16h45, 19h20, 21h55, 00h35 Conan, o Bárbaro M/12 Sala: Sala 13 Sessões: 13h45, 16h20, 18h55, 21h35, 00h15 (2D) Bem-vindo ao Sul M/12 Sala: Sala 14 Sessões: 14h15, 16h40, 19h10, 21h40, 00h10

TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade a partir da tarde. Períodos de chuva,por vezes forte a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, passando a aguaceiros. Queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, descendo gradualmente a cota para os 800 metros a partir da tarde. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de sudoeste, temporariamente moderado a forte (30 a 45km/h) no litoral, rodando para noroeste, sendo forte (35 a 50 km/h) nas terras altas. Pequena subida da temperatura mínima. MADEIRA: Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros fracos a partir do início da manhã, em especial nas vertentes norte. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de noroeste, rodando para leste. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva, passando a aguaceiros. Vento sudoeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, rodando para oeste e tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO CENTRAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva. Vento sudoeste muito fresco a FORTE (40/65 km/h) com rajadas até 80 km/h. GRUPO ORIENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Aguaceiros. Vento do quadrante sul fresco (30/40 km/h), tornando-se FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 75 km/h.

Animais Unidos M/6 Sala: Sala 18 Sessões: 14h10, 16h20 (V.Port./3D)

A Melhor Despedida de Solteira M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 13h50, 16h35 Super 8 M/12 Sala: Sala 19 Sessões: 19h20, 21h55, 00h30 Um Dia M/12 Sala: Sala 20 Sessões: 14h, 16h40, 19h10, 22h, 00h40

GONDOMAR LUSOMUNDO - PARQUE NASCENTE Os Smurfs M/6 Sessões: 13h25, 16h, 18h35, 21h10, 23h50 (V.Port.) Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h45, 16h30, 19h15, 21h55, 00h40

Amigos Coloridos M/12 Sessões: 12h50, 15h20, 17h50, 21h20, 24h Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sessões: 21h15, 24h

Carros 2 M/6 Sala: Sala 8 Sessões: 13h40 (V.Port.)

HOJE

Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2 M/12 Sala: Sala 17 Sessões: 15h, 17h55, 21h25, 00h15

18ª edição da Mostra de Vinhos de Marateca e Poceirão

O Último Destino 5 M/16 Sessões: 13h50, 16h20, 19h30, 22h, 00h30

Sem Remorsos M/12 Sala: Sala 7 Sessões: 14h05, 16h25, 21h40, 00h10

Tempo

Amigos Coloridos M/12 Sala: Sala 16 Sessões: 13h50, 16h20, 18h50, 21h45, 00h25

Green Lantern - Lanterna Verde M/12 Sala: Sala 18 Sessões: 18h35, 21h15, 00h10

Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sala: Sala 2 Sessões: 13h40, 15h50 (V.Port.), 18h, 20h10 (V.Port./3D) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sala: Sala 3 Sessões: 13h55, 16h25, 18h55, 21h25, 24h

Os Smurfs

M/6 Sala: Sala 15 Sessões: 14h, 16h30, 18h55 (V.Port.), 21h20, 24h

Capuchinho Vermelho: A Nova Aventura M/6 Sessões: 13h10, 15h30, 18h (V.Port./3D) Chefes Intragáveis M/12 Sessões: 15h, 17h40, 20h30, 23h Conan, o Bárbaro M/12 Sessões: 13h, 15h40, 18h25, 21h, 00h05 Um Dia M/12 Sessões: 14h10, 16h45, 19h20, 22h10, 00h45 Sem Prada nem Nada M/12 Sessões: 21h50, 00h20 Carros 2 M/6 Sessões: 13h40, 16h25, 19h (V.Port.) Capitão América: O Primeiro Vingador M/12 Sessões: 14h30, 17h30, 20h40, 23h40 Planeta dos Macacos: A Origem M/12 Sessões: 14h45, 17h15, 20h, 22h30 Cowboys & Aliens M/12 Sessões: 13h15, 15h50, 18h40, 21h40, 00h25

A 18ª edição da Mostra de Vinhos de Marateca e Poceirão decorre entre 10 e 12 de maio na localidade de Fernando Pó, concelho de Palmela. Os melhores vinhos produzidos nestas freguesias rurais, de grande tradição vitivinícola, estarão disponíveis para prova e venda durante o certame, num total de 27 tintos e 14 brancos. Os 10 melhores vinhos do ano serão selecionados por um painel de provadores, em prova cega, com divulgação e entrega de prémios agendadas para as 19h00 de domingo. À Mostra de Vinhos junta-se, também, a Feira de Vinhos do Concelho de Palmela, com a presença de 13 pavilhões de produtores/engarrafadores de todas as freguesias. Além da degustação e compra de vinhos, o público terá à sua disposição um programa complementar, com muitos motivos para uma visita. O evento contará com uma mostra de produtos regionais, onde não faltarão os queijos de ovelha e a doçaria típica. A Mostra de Vinhos de Marateca e Poceirão é promovida pela Comissão da Mostra e pela Associação Cultural e Recreativa de Fernando Pó, com o patrocínio da Câmara Municipal de Palmela e da Junta de Freguesia da Marateca. As entradas têm o valor simbólico de dois euros na sexta-feira e um euro no sábado e no domingo.

Palmela Conquista!

AMANHÃ

TODO O TERRITÓRIO: Céu muito nublado, diminuindo de nebulosidade a partir da tarde. Períodos de chuva,por vezes forte a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela, passando a aguaceiros. Queda de neve nos pontos mais altos da serra da Estrela, descendo gradualmente a cota para os 800 metros a partir da tarde. Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) de sudoeste, temporariamente moderado a forte (30 a 45km/h) no litoral, rodando para noroeste, sendo forte (35 a 50 km/h) nas terras altas. Pequena subida da temperatura mínima. MADEIRA: Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros fracos a partir do início da manhã, em especial nas vertentes norte. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de noroeste, rodando para leste. AÇORES: GRUPO OCIDENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva, passando a aguaceiros. Vento sudoeste FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 80 km/h, rodando para oeste e tornando-se muito fresco (40/50 km/h). GRUPO CENTRAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Períodos de chuva. Vento sudoeste muito fresco a FORTE (40/65 km/h) com rajadas até 80 km/h. GRUPO ORIENTAL: Períodos de céu muito nublado, tornando-se encoberto. Aguaceiros. Vento do quadrante sul fresco (30/40 km/h), tornando-se FORTE (50/65 km/h) com rajadas até 75 km/h.

Nos dias 4 de maio e 8 de junho, parta à descoberta da vila de Palmela e participe nas visitas guiadas ao Castelo e ao Centro Histórico, numa iniciativa da Câmara Municipal de Palmela com o Dr. António Lameira. A visita ao Castelo de Palmela tem início às 10 horas, junto à Igreja de Santiago, e apresenta, em pormenor, o Monumento Nacional que foi sede histórica da Ordem de Santiago. A sua localização privilegiada permite desfrutar, também, de uma

vista panorâmica singular, entre o Tejo e o Sado. A partir das 14h30, decorre uma visita ao Centro Histórico de Palmela, com partida junto ao Chafariz D. Maria I. O percurso destaca monumentos, largos, miradouros, edifícios e outros pontos de interesse do núcleo mais antigo da vila. A participação é gratuita, mediante inscrição até às 12h00 dos dias 2 de maio e 6 de junho, respetivamente, através dos contactos patrimonio.cultural@cm-palmela.pt ou 212336640.


1868

Há 144 anos, todos os dias consigo.

Director: Angela Amorim | Distribuição Gratuita | www.edvsemanario.pt |

|

O PRESIDENTE DE ALGUNS PORTUGUESES Revoltou-me o discurso do Presidente da República, Professor Cavaco Silva. Ele que vê, é claro que vê, um povo a definhar, ele que tem conhecimento da situação desastrosa do tecido empresarial e do exponencial crescimento da pobreza, ele que tem consciência que este governo de coligação já não tem base de apoio porque as pessoas se afastaram, quando seria expectável um André Escórcio* discurso independente, próprio de um Presidente da República, acabou por se manifestar como o mais servil apoiante de um governo que nos desgraça. Demonstrou, uma vez mais, um sentido de vingança pessoal, o desejo de ajustar contas com o passado, clarificou o seu posicionamento partidário, enfim, teve uma atitude descredibilizadora da função que compete ao mais Alto Magistrado da Nação. Só foi alto na sua estatura, de resto, muito rasteiro no que ao Estado diz respeito. Revoltante. Aliás, independentemente da sua intervenção, repito, partidária, este é um homem apavorado. Ele e o Primeiro-Ministro, com desculpas esfarrapadas, ao encerrarem às portas dos jardins de Belém e de S. Bento, num dia que, tradicionalmente, as pessoas os visitam, demonstraram medo do povo, muito medo que não aparecessem por lá grupos a cantar a Grândola ou em manifestações menos favoráveis. Tiveram medo e refugiaram-se na Assembleia da República. Como o governo não toma a palavra nas intervenções da sessão solene comemorativa do 25 de Abril, o Presidente da República acabou por fazer esse trabalhinho de defensor de um governo que só se aguenta porque, infelizmente, o Presidente não tem coragem e independência político-ideológica para devolver a palavra aos cidadãos. Disse: “Portugal não está em condições de juntar uma grave crise política à crise económica e social em que está mergulhado”. Uma frase que é um monumental embuste. Portugal tem problema para muitos anos, mas, em 2015 realizam-se eleições legislativas nacionais. A levar à letra a posição do Presidente da República, tal significaria que este governo teria de continuar para além de 2015 e as eleições suspensas, naturalmente, por receio da crise política no meio da tempestade que enfrentamos. Trata-se, assim, de uma justificação ardilosa, porque ele sabe, ora se sabe, que o País não vai parar por causa da marcação de eleições. No contexto em que nos encontramos, importante seria ter um governo de gestão por uns meses, para que a sociedade pudesse respirar dos atentados que, diariamente, são perpetrados contra o bolso dos portugueses, seria bom até para que a Europa e os mercados tivessem cuidado com o descarado ataque que estão a fazer às possibilidades de Portugal, cuja palavra que me ocorre é apenas uma: saque! Professor www.comqueentao.blogspot.com

Diretor: Rui Alas Pereira (CP-2017). E-mail: ruialas@oprimeirodejaneiro.pt Redatores: Joaquim Sousa (CP-5632), Andreia Cavaleiro (CP-6983), Cátia Costa (Lisboa) e Vasco Samouco. Fotografia: Ivo Pereira (CP-3916) Secretariado de Direção: Sandra Pereira. Secretariado de Redação: Elisabete Cairrão. Publicidade: Conceição Carvalho (chefe), Elsa Novais (Lisboa, 918 520 111) e Fátima Pinto. E-mail: conceicao.carvalho@oprimeirodejaneiro.pt Morada: Rua de Santa Catarina, 489 2º - 4000-452 Porto. Contactos: redação - Tel. 22 096 78 47 - Tm: 912 820 510 E-mail: geral.cloverpress@oprimeirodejaneiro.pt - Publicidade - Telefone: 22 096 78 46, Fax: 22 096 78 45 Propriedade: Globinóplia, Unipessoal Lda. Edição: Cloverpress, Lda. NIF: 509 229 921 Depósito legal nº 1388/82 Impressão: Coraze, Telefs.910252676 / 910253116 / 914602969, Oliveira de Azeméis. Distribuição: Vasp. Tiragem: 20 000

EUROMILHÕES

13

36

40

43

50

5

9

Comemorações do Dia do Trabalhador

Oposição em força nos desfiles da UGT e CGTP PS, PCP, BE e PEV estarão representados nas comemorações do 1º de Maio, com os socialistas a marcarem presença tanto no desfile da CGTP-IN como no da UGT. A delegação do PS é chefiada pelo secretário nacional Miguel Laranjeiro, integrando também os secretários nacionais Jamila Madeira e Álvaro Beleza e o deputado Nuno

Sá. Os socialistas estarão cerca das 15h00 no desfile da CGTP-IN, entre o Martim Moniz e a Alameda, e cerca das 16h00 no desfile da UGT, do Marquês de Pombal aos Restauradores. O secretário-geral do PCP, Jerónimo do Sousa, participa no desfile promovido pela CGTP, que, como habitualmente, decorre, em Lisboa.

Os líderes do BE dividem-se entre Lisboa e o Porto: João Semeado participa no desfile da CGTP na capital e Catarina Martins nas comemorações da mesma central sindical na Invicta. “Os Verdes” estão presentes no desfile da CGTP em Lisboa com uma delegação chefiada pela dirigente Manuela Cunha.

Deputados europeus em Portugal

Avaliar impacto da crise Uma delegação de sete deputados da comissão dos Direitos da Mulher e da Igualdade de Género do Parlamento Europeu (PE) estará em Portugal esta semana para avaliar o impacto da crise junto das mulheres, foi ontem anunciado. O grupo, que integra as eurodeputadas portuguesas Edite Estrela (PS) e Inês Zuber (PCP), estará em Portugal na quinta e na sexta-feira para “recolher informação e dar especial

atenção às situações de pobreza e de precariedade no trabalho”, de acordo com a informação divulgada pela delegação portuguesa do PS no PE. O objetivo da visita a Portugal é, segundo a delegação portuguesa do PS no PE, “averiguar o impacto da crise e das medidas de austeridade na situação das mulheres”. Os eurodeputados terão encontros com os secretários de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade,

Teresa Morais, e do Emprego, Pedro Roque, bem como com os deputados membros da subcomissão de Igualdade da Assembleia da República. Na agenda da visita a Portugal constam também reuniões com organizações não governamentais (ONG) e associações de apoio às mulheres, bem como com os membros das comissões Cidadania e Igualdade de Género e para a Igualdade no Trabalho e no Emprego.

Infarmed deteta nas farmácias portuguesas

Exportação ilegal de medicamentos O Infarmed detetou a existência de exportação ilegal de medicamentos, que estavam em falta nas farmácias portuguesas, revelou ontem a autoridade do medicamento. No âmbito de ações inspetivas, o Infarmed descobriu que alguns medicamentos se encontram rateados no mercado nacional porque são canalizados diretamente por distribuidores por grosso para exportação e que, em alguns casos, os distribuidores se abastecem junto de farmácias, “o que configura um incumprimento legal”. “Foram também detetadas situações de exportação ilegal junto de distribuidores, ou seja, em determinado período não foram satisfeitos pedidos de determinados medicamentos por farmácias, verificando-se, no entanto, registo de movimentos de expor-

tação desses mesmos medicamentos nesse mesmo período”, sublinha o Infarmed. Perante estas realidades, o Infarmed agiu em conformidade, nomeadamente propondo uma alteração legislativa que garanta o abastecimento do mercado nacional de medicamentos essenciais que estão a ser alvo de exportação ou distribuição para o mercado intracomunitário. Esta solução prevê a publicação e a manutenção de uma lista de medicamentos essenciais em falta no mercado nacional e a obrigatoriedade dos distribuidores por grosso procederem à notificação da exportação desses medicamentos. No prazo máximo de três dias, tem que se decidir sobre a imprescindibilidade dos medicamentos por ra-

zões de saúde pública, proibindo-se a exportação daqueles que estejam em falta no mercado nacional. No contexto geral, o Infarmed revela que entre 2011 e 2013 foram realizadas 230 ações inspetivas às várias entidades envolvidas no circuito do medicamento, devido às dificuldades de acesso a remédios, por se encontrarem esgotados ou rateados. Especificamente sobre a exportação ilegal, o Infarmed revela terem ido realizadas, entre 2011 e 2012, 76 ações inspetivas a farmácias e distribuidores, suspeitos de exercício de exportação sem cumprimento das obrigações de abastecimento do mercado nacional. “Em 2013, a autoridade do medicamento já realizou diversas diligências nas quais se incluem ações inspetivas”, acrescenta.

1-05-2013  

1-05-2013a