Page 1

DOMINGO 04 DE MAIO DE 2014

R$ 1,00 0

O PIONEIRO LINHARES-ES | ANO XLVI | Nº 35 | Desde 1967 | Edição de 12 páginas

| LUCIANA & SAULO | PANORAMA

| INFORME

Há muito tempo a sociedade linharense não participava de uma solenidade de casamento com tanto glamour e requinte. Página 07

Foi inaugurado ontem em Sooretama o Centro de Educação Infantil Municipal Anizio Almeida. Pág. 09

Essas eleições sem duvida serão marcadas pela vilania política. O que mais impressiona é o cinismo e a falta de ética. Pág. 02

jornalopioneiro.com.br

Assinado Plano de Prevenção à Violência contra juventude negra Divulgação

Oferta de 780 vagas de emprego nesta segunda-feira no Sine As agências do Sistema Nacional de Empregos (Sine) disponibilizam, nesta segunda-feira (06), chances de ingresso no mercado de trabalho em todo o Estado. São oportunidades para quem procura emprego com carteira assinada. As vagas estão disponíveis nos 11 postos de atendimento do Sine vinculados ao Governo do Espírito Santo. Pág. 03

Com o objetivo apoiar o trabalho da gestão capixaba voltado à juventude, de ampliar a inclusão e diminuir os riscos sociais,

foi firmada na ultima sexta-feira (02), no Palácio Anchieta, em Vitoria, mais uma parceria entre os governos estadual e fe-

jovens às situações de violência, em especial da juventude negra do Espírito Santo. Pág. 12

deral. Com o Plano Juventude Viva, o Governo Federal promete iniciar investimentos na redução da vulnerabilidade dos

Seguem até 12 de maio inscrições para 3ª edição do Projeto Parlamento Juvenil do Pág. 06 Mercosul Pág

Fiscalização no Transporte de rochas ornamentais resulta em mais de R$ 250 mil em multa A Secretaria de Estado da Fazenda, por meio da Receita Estadual, multou no mês de abril cerca de 80 empresas atuantes no setor de rochas ornamentais devido ao transporte irregular de carga. A soma dos autos de infração chega a R$ 250 mil. Pág. 04 Divulgação

Assinado convênio para concessão de estágio e bolsa para estudantes Pág. 10

+ colunas

Internos do Centro de Detenção participam de ciclo de palestras sobre Lei de Execução Penal Internos do Centro de Detenção e Ressocialização de Linhares (CDRL) participam do segundo ciclo de palestras sobre Lei de Execução Penal e Regimento Padrão da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). O objetivo principal das palestras é informar os internos sobre a ação e o funcionamento da Lei de Execução Penal. Pág. 03

| Norma pag. 05 | Acontece pag. 05 | Sagração pag. 08


O PIONEIRO O

2 | GERAL DOMINGO, 04 DE MAIO DE 2014

| PANORAMA

POLÍTICO

Paulo Cesar Dutra paulodutra2002@yahoo.com.br

Essa coluna é publicada todas as quintas e domingos

Pró-Tapir

Cinismo e a falta de ética

CPI da Petrobras

O Programa de Monitoramento das Antas da Mata Atlântica Capixaba (Pró-Tapir), do Instituto Marcos Daniel em parceria com a Fibria, está desenvolvendo uma pesquisa inédita que relaciona as antas ao processo de recuperação florestal e conta com uma técnica mais eficiente para o estudo de populações. A pesquisa quantifica os compostos orgânicos presentes nas fezes dos animais, importantes para o crescimento das árvores.

Essas eleições sem duvida serão marcadas pela vilania política. O que mais impressiona é o cinismo e a falta de ética de alguns políticos. A república está em franca para

O presidente do Congresso Nacional informou que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que irá investigar a estatal, depois do escândalo da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, começará os trabalhos na próxima terça-feira, dia 6 de maio. O anúncio feito por Renan Calheiros veio acompanhado do pedido aos partidos do Senado que escolhessem os membros da comissão. O presidente do Congresso Nacional informou ainda que vai recorrer da liminar do Supremo Tribunal Federal - STF que determina que a CPI se concentra somente na estatal.“É meu dever recorrer da decisão ao pleno daquela Corte. Este recurso, como todos sabem, é uma iniciativa institucional, não é política ou partidária”, afirmou Renan Calheiros.

Pró-Tapir II O novo método, conhecido como FIT (do inglês Footprint Identification Technique), também identifica idade, sexo e quantidade de antas com base nas pegadas encontradas. A partir desses dados, os pesquisadores podem monitorar os animais da Reserva Particular do Patrimônio Natural Recanto das Antas, uma das cinco áreas naturais protegidas no Espírito Santo. O estudo é realizado em parceria com o Laboratório de Microbiologia Ambiental e Biotecnologia, da Universidade Vila Velha (UVV).

a ascensão ao poder ou para usufruir das regalias do fundo partidário. A falta de ética é tão grande que assusta e teme-se até pela falência da democracia.

Cinismo e a falta de ética II Os partidos são entregues a chefes políticos sem nenhum compromisso ideológico. Partidos outrora de esquerda vão para as mãos de reacionários de ultradireita sem o mínimo de pudor. As filiações partidárias não obedecem a nenhum critério ideológico, filia-se a

torto e a direito, o que importa é ganhar aquele “curral” eleitoral, afinal o povo continua sendo gado e massa de manobra, afinal de contas na balança da imoralidade, o peso do político corrupto pesa igual ao do povo corruptor. Eles se merecem.

Cinismo e a falta de ética III Mais uma vez, aberto o período das campanhas eleitorais, podemos sentir, na pele, qual o tipo de relação que existe entre os políticos e o povo. Só mentiras, pois depois de eleitos, ninguém resolve nada. Desculpe-me, “nada para o povo, só para os bolsos deles, na mais descarada corrupção”.

Os serviços públicos continuam a ser prestados com deficiência, sob a alegação de falta de recursos; os professores federais, estaduais e municipais recebem salários aviltantes e quando fazem greve, recebem como resposta a impossibilidade financeira de conceder aumento.

No ar

Candidato do PR O senador Blairo Maggi (PR/MT) na última quarta-feira, em Cuiabá declarou apoio a senador Magno Malta (PR/ES) pré-candidato a presidente da República. "Se a convenção nacional do Partido da República fosse hoje, Magno teria a legenda", disse ele. Maggi, afirmou que não apoia o movimento volta Lula, mas que vai viajar o Brasil pedindo votos para Magno Malta.

Bolsa Família A presidente Dilma Rousseff (PT-MG) fez um pronunciamento tão vergonhoso, que até ela, depois, ficou com vergonha. Tentando melhorar sua imagem, que está pior de que a da presidente da Petrobrás, Graça Foster, Dilma anunciou um aumento de pouco mais de 4% para o Bolso Família. Dilma foi acusada de usar recursos públicos, como cadeias de rádio e televisão, para companha eleitoral antes do tempo adequado.

REDAÇÃO Av. Governador Lindenberg, 609, Linhares - Centro - CEP:29.900-020 Telefone: (27) 3200-6767 redacao@jornalopioneiro.com.br opioneiro@jornalopioneiro.com.br www.facebook.com/opioneiro

Cinismo e a falta de ética IV Poderíamos discorrer centenas de problemas na prestação dos serviços à sociedade, mas nos basta concluir que campanha política custa caro; reeleição fica ainda mais onerosa e de onde vem esse dinheiro todo? Será que sai dos bolsos dos próprios

Cinismo e a falta de ética V Alguém tem que pagar essa festa toda e, com certeza, como sempre, esse custo será nosso: agora por meio da corrupção, ou mais tarde, por meio do desejado financiamento público das campanhas. Em resumo, aquilo que começa errado, só pode ter-

minar pior ainda. Se o povo não é respeitado nos seus mais comezinhos direitos pessoais, durante as campanhas, quanto mais quando esses políticos forem eleitos. O período eleitoral é apenas um aperitivo do que virá pela frente. Que Deus nos guarde!

O sonho do capixaba de ter um aeroporto mais digno está cada vez mais distante. O Tribunal de Contas da União (TCU) já botou farofa no ventilador.

Culpa da imprensa A senadora Ana Rita (PT-ES) que ficou na “reserva” do PT para o Senado este ano, é fiel da balança dos comunistas democratas. Ana Rita responsabilizou a imprensa pela queda da presidente Dilma Rousseff (PT) na pesquisa divulgada na última terça-feira.

Madureira Cuspindo no prato O vice-governador Givaldo Vieira (PT) representou o Governo durante a manifestação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) realizada na Praia de Camburi,

em comemoração ao Dia do Trabalho. Durante o ato, como era de se esperar, não faltaram críticas contra o Palácio Anchieta. “Cuspiram no prato que comeram”.

FUNDADOR E DIRETOR RESPONSÁVEL Deni Almeida da Conceição

DIAGRAMAÇÃO Diego Pandolfi A. da Conceição GRÁFICO Renaldo dos Santos Alves

DIRETOR COMERCIAL Diego Pandolfi A. da Conceição EDITADO POR Editora O PIONEIRO Ltda ME

CIRCULAÇÃO O PIONEIRO circula todas as quintas-feiras e aos domingos

políticos, generosos que são? Será que a gasolina dos carros e motos que participam das carreatas, que os banners e demais produtos da mídia política, estrutura de carro de som e coisas mais, vem dos recursos dos próprios candidatos?

ASSINATURAS assinatura@jornalopioneiro.com.br

COLABORADORES Antônio Bezerra Neto, Alexandre Araujo, Lissu Madeira Abad, Norma Astréa, Dr. Felício, Luciano Pires, Arlene Campos, Monsenhor Jonas Abid, Paulo Cesar Dutra.

Depois de deixar o Tribunal de Contas do Espírito Santo após conquistar sua aposentadoria, o ex-conselheiro Marcos Madureira está sendo cotado para disputar eleição para deputado estadual.

O PIONEIRO é o jornal mais lido do Norte do Estado www.facebook.com/opioneiro www.twitter.com/jornalopioneiro Os colaboradores de O PIONEIRO não têm vínculo empregatício O PIONEIRO não se responsabiliza por conceitos emitidos em matérias assinadas.

Lavagem de Dinheiro Um relatório divulgado pela Receita Federal mostra o caminho dos R$ 26 milhões, que a estatal pagou ao Consórcio Nacional Camargo Correa, pela construção de uma refinaria, que foi para uma das empresas, fictícias, do doleiro Alberto Youssef. O dinheiro que alegadamente pagaria o serviço prestado pelo consórcio encabeçado pela Camargo Correa, uma das maiores empreiteiras nacionais, contratada pela Petrobras passou, em pagamentos realizados entre 2009 e 2013, para a MO Consultoria, empresa fictícia do doleiro.

Lavagem de Dinheiro II Os pagamentos iniciais tinham como objetivo o cumprimento do contrato estabelecido pela construção da refinaria Abreu e Lima. Num total de R$26 milhões que chegaram à conta das empresa de Youssef, através de operações triangulares entre a Camargo Correa, Sanko Sider e Sanko Serviços, o esquema foi detectado pela Polícia Federal que aponta a empresa de Alberto Youssef como fictícia e que serviria, somente, para lavagem de dinheiro.

Lavagem de Dinheiro II O relatório apresentado pela Receita Federal mostra um esquema de passagem de recursos entre as várias empresas. O documento serviu de base para a denúncia feita pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, contra o doleiro Alberto Youssef e outros oito cúmplices do esquema.

Protestos do Lula O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT-SP) falou uma coisa que vai prejudicar a presidente Dilma Rousseff (PT-MG). No último dia 1º, falando para a CUT-Central Única dos Trabalhadores, em São Paulo, saiu com esta “fiz manifestação durante 38 anos e agora vou ter medo de manifestação”, se referindo aos manifestantes que garantem que não vai haver Copa do Mundo no Brasil. “Cutucou a onça com vara curta”. Quem viver verá...

FILIADO À

ABRAJORI Associação Brasileira dos Jornais do Interior

CNJI Cadastro Nacional de Jornais do Interior Periodicidade verificada em Brasília


O PIONEIRO O

GERAL |

3

DOMINGO, 04 DE MAIO DE 2014

Oferta de 780 vagas de emprego nesta segunda-feira no Sine As agências do Sistema Nacional de Empregos (Sine) disponibilizam, nesta segunda-feira (06), chances de ingresso no mercado de trabalho em todo o Estado. São oportunidades para quem procura emprego com carteira assinada. As vagas estão disponíveis nos 11 postos de atendimento do Sine vinculados ao Governo do Espírito Santo localizados em Anchieta, Aracruz, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Guarapari, Linhares, Nova Venécia, São Mateus e Viana. A semana começa com muitas oportunidades de emprego na Grande Vitória. Em Viana, por exemplo, são mais de 500 chances do trabalhador entrar no mercado de trabalho, com vagas para padeiro, fiscal de

| SECTTI A Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Trabalho (SECTTI) executa, no Espírito Santo, a Política Pública de Emprego, Trabalho e Renda, a fim de elevar as chances dos trabalhadores de ingresso no mercado de trabalho por meio das Agências do Trabalhador. As vagas de emprego se encontram disponíveis nos sites: maisemprego.mte.gov.br, www. es.gov.br onde as oportunidades são atualizadas diariamente.

loja, açougueiro, operador de caixa, mecânico de refrigeração, entre outras. Já em Guarapari são 29 vagas, incluindo a vaga para pessoas com deficiência no cargo de treinee para engenheiro mecânico industrial. No Norte do Estado, a agência de Linhares está ofertando 153 vagas, entre elas há chances para garçom, motorista entregador, auxiliar de manutenção predial, ajudante de obras, administrador, mecânico eletricista de automóveis, farmacêutico e nutricionista. Já as agências de Aracruz e Colatina, juntas, oferecem cerca de 70

vagas nas áreas de mecânica, vendas e serviços. Em diversas áreas há também vagas para pessoas com deficiência, que para garantir uma vaga, devem procurar a agência do Sine em seu município. Para isso é necessário procurar a agência do Sine em seu município. Diariamente, dezenas de pessoas são encaminhadas a uma colocação profissional por intermédio das agências do Sine, que divulgam todos os dias as vagas de emprego disponíveis no mercado de trabalho.

| Endereço das agências - Norte do ES Aracruz Endereço: Rua Padre Luiz Parenzi, 737 – Loja 01 – Centro – Aracruz/ES Telefone: (27) 3256 – 3557 / 3296 – 3615

Linhares Endereço: Avenida Governador Lindenberg, 660 – Centro – Linhares/ES Telefone: (27) 3371- 3476

Barra de São Francisco Endereço: Rua Vereador Vantuil Ribeiro Fagundes, nº. 100 - Centro - Barra de São Francisco/ ES Telefone: (27) 3756-5443

Nova Venécia Endereço: Rua Espírito Santo, nº 85, Beira Rio – Nova Venécia/ES Telefone: (27) 3752-2830 / 3752- 3400

Colatina Endereço: Rua: Marechal Eurico Gaspar Dutra 21 - Colatina/ ES Telefone: (27) 3721- 7102 / Fax: 3721-7124

São Mateus Endereço: Praça Anchieta, nº 152 – Centro – São Mateus/ES Telefone: (27) 3763 – 2717 / 3763 – 2706

Internos do Centro de Detenção de Linhares participam de ciclo de palestras sobre Lei de Execução Penal Internos do Centro de Detenção e Ressocialização de Linhares (CDRL) participam do segundo ciclo de palestras sobre Lei de Execução Penal e Regimento Padrão da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). O objetivo principal das palestras é informar os internos sobre a ação e o funcionamento da Lei de Execução Penal. A primeira palestra aconteceu na quarta-feira (30) e contemplou 46 internos. As palestras vão acontecer durante o mês de maio, às quartas-feiras. Ao fim do ciclo, 200 internos serão contemplados na unidade prisional. As palestras serão ministradas pela juíza da 2ª Vara Criminal e da Vara de Execuções Penais de Linhares, Cristiania Lavínia Mayer. Tam-

bém esteve presente na primeira palestra o representante da Pastoral Carcerária, Almir Antônio Segatto. Para o diretor adjunto da unidade prisional, Giovani de Souza Tesch, as palestras são de extrema impor-

tância para informar os internos sobre os regimentos e leis. “Durante as palestras, são esclarecidas muitas informações essenciais para o processo de cumprimento da pena”, destacou.

ABANDONO DE EMPREGO PAULO SERGIO TOFFOLLI EPP, situada na Rua Presidente Nilo Peçanha, nº 122, Linhares, ES, portadora do CNPJ 07.609.296/0001-91, solicita o comparecimento do funcionário EDUARDO SANT´ANA SANTOS, portador da CTPS: 00048252 0021, CPF nº 146.302.867-99, no prazo de 48 horas, sob pena de não o fazendo, ser enquadrado no Artigo 482 letra I da CLT. Linhares-ES, 04 de maio de 2014

Ministério Público Eleitoral consegue retirada de propaganda antecipada do ex-governador Paulo Hartung A Procuradoria Regional Eleitoral no Espírito Santo (PRE/ES) obteve na Justiça decisão liminar contra propaganda antecipada praticada em rede social pelo ex-governador Paulo Hartung na fanpage do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB/ES). A divulgação recebeu o apoio do presidente do Partido, Lelo Coimbra. O juiz acatou os argumentos da representação proposta pela PRE/ES e os representados foram obrigados a retirar todas as postagens feitas no Facebook que configurem propaganda extemporânea, sob pena de multa. Segundo a representação da PRE/ES, a pré-candidatura de Paulo Hartung foi lançada em 14 de abril deste ano. Na ocasião, foi divulgada uma foto de Paulo Hartung ao lado de frases enaltecedoras e declarações de apoio para a sua volta ao governo. Para a Procuradoria, o pré-candidato estava ciente da publicidade e da ampla divulgação que seria feita ao seu nome, já que a página tem livre acesso e

pode ser compartilhada infinitas vezes. Já em 22 de abril, Paulo Hartung teria postado mensagem no perfil do partido se colocando à disposição para disputar o governo do Estado. A publicação foi uma afronta à legislação, que só admite a campanha eleitoral a partir de 6 de julho (art. 36 da Lei nº 9.504/97). Segundo a procuradora da República Nadja Machado Botelho, houve o objetivo de fixar a imagem do pretenso candidato no subconsciente do eleitorado, em “clara afronta ao princípio isonômico”. Essa posição foi seguida pelo juiz Ubiratan Almeida Azevedo, que reconheceu a urgência do caso, visto que a conduta dos representados traz um “desequilíbrio entre os demais cidadãos que intencionam disputar o próximo pleito eleitoral”. O Ministério Público Eleitoral requereu e obteve decisão liminar da Justiça Eleitoral visando à imediata retirada da propaganda eleitoral antecipada veiculada na rede social Facebook, sob pena de multa diária.


O PIONEIRO O

4 | GERAL DOMINGO, 04 DE MAIO DE 2014

Fiscalização no Transporte de rochas ornamentais resulta em mais de R$ 250 mil em multa A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), por meio da Receita Estadual, multou no mês de abril cerca de 80 empresas atuantes no setor de rochas ornamentais devido ao transporte irregular de carga. De acordo com a Gerência Fiscal da Sefaz, a soma dos autos de infração chega a R$ 250 mil As multas foram aplicadas em blitze realizadas no trânsito nos municípios das regiões Sul e Noroeste do Estado, com o objetivo de cobrar o cumprimento das novas regras para transporte de blocos e chapas de rochas ornamentais, em vigor desde o final do mês de fevereiro. As novas regras foram criadas pela Receita Estadual com base em um estudo junto ao setor de rochas, que participou de diversas reuniões com a Fazenda, com o objetivo de combater a concorrência desleal na atividade. De acordo com o gerente fiscal da Sefaz, Bruno Aguilar Soares, foram abordados pelos auditores quase 500 caminhões. “Inicialmente, as abordagens estão ocorrendo prioritariamente no trânsito destas mercadorias. Porém, também serão realizadas fiscalizações nas empresas do setor de rochas ornamentais”, adianta o gerente. O secretário de Estado da Fazenda, Maurício Cézar Duque, destaca que a realização das operações, com a aplicação das multas, tem por objetivo principal a regularização da atividade, e não o aumento da arrecadação do Estado. “Fomos procurados por representantes do setor de rochas ornamentais, empresários que cumprem suas obrigações junto ao Fisco, mas têm seus negócios prejudicados com a concorrência desleal. Juntos, buscamos uma solução, com a criação do chamado ‘novo marco regulatório’. Agora a Sefaz está cobrando o cumprimento das novas regras. Nossa intenção é resguardar as empresas que operam legalmente, que geram emprego e renda no Estado”, comenta o secretário. Conforme as novas regras

para transporte de rochas, previstas no Decreto 3.517-R, os blocos produzidos no Espírito Santo devem apresentar grafados na própria pedra o CNPJ da empresa, o número da nota fiscal e as medidas líquidas do bloco. A transformação do bloco em chapas deverá seguir orientação do regulamento, de modo que para cada bloco serrado deva ser emitida uma nota fiscal de entrada correspondente às chapas produzidas, que deverão ser

grafadas com o número da respectiva nota fiscal. As notas fiscais devem conter descrição padronizada para blocos e chapas de rochas ornamentais, identificando o tipo de material, cor predominante, nome atribuído e medidas, devendo constar as informações completas do transportador (inclusive as placas dos veículos). Foram criadas também novas regras quanto à constituição, identificação e cadastro das empresas.

| Constituição de empresas As atividades no setor de rochas ornamentais (extração, aparelhamento de placas e comércio atacadista) ficam restritas às empresas enquadradas nos códigos de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) específicos para tais atividades. Além disso, somente será

permitida a criação de empresas no setor se elas comprovarem, perante a Receita Estadual, capital suficiente para adquirir equipamentos e insumos e capacidade financeira para desenvolver o negócio. Serão realizadas entrevistas junto aos sócios e diligências durante o processo de concessão de inscrição estadual.

| Identificação Todas as empresas de rochas deverão manter uma placa de identificação do estabelecimento. A medida vale tanto para novas empresas quanto para as já existentes, abrangendo também todos os contribuintes dos setores atacadista, indústria, café e combustíveis. As placas deverão apresentar razão social, inscrição estadual, CNPJ e endereço da empresa e ser colocadas ao lado do principal ponto de acesso ao estabelecimento. As medidas devem ser 40 cm

x 60 cm para placas que ficarem em galpões, pátios, armazéns e áreas industriais ou rurais, ou 15 cm x 20 x cm para lojas, salas escritórios e demais imóveis. Não há exigência quanto ao tipo de material, mas é importante que a placa tenha fundo claro. A intenção é facilitar não só os trabalhos da Receita Estadual, mas também permitir que os consumidores possam denunciar estabelecimentos irregulares, onde as informações na placa não estejam de acordo com as da nota fiscal.

| Endereço Passa a ser cobrado maior detalhamento nos endereços, como número, ponto de referência e coordenadas geográficas. Nos casos onde não for possível fornecer número de rua, a

empresa deverá apresentar certidão da prefeitura; e quando a empresa ficar em zona rural, a via onde está localizada deverá ser identificada pelos nomes das comunidades de ligação.

Seguem até 12 de maio inscrições para 3ª edição do Projeto Parlamento Juvenil do Mercosul O Ministério da Educação (MEC), em parceria com o Unicef e todas as secretarias de Estado de Educação, vai selecionar 27 estudantes do ensino médio com idades entre 14 e 17 anos, matriculados na rede pública escolar do Brasil, para participarem da 3ª edição do Projeto Parlamento Juvenil do Mercosul Para concorrer às vagas, os candidatos terão que redigir um texto narrativo intitulado “Memórias de Estudante” com no mínimo uma lauda e no máximo três, sob a orientação de um professor de Língua Portuguesa. O material deverá conter ações desenvolvidas no âmbito de representação estudantil a partir de vivências relacionadas à inclusão educativa, jovens no mundo do trabalho, participação cidadã e direitos humanos. O texto deverá ser entregue na Avenida César Hilal, sala 302, 3º andar 1.111, em Santa Lúcia, Vitória, ou enviado pelos Correios com o CEP: 29056-085, juntamente com a ficha de inscrição até o dia 12 maio, para Assessoria Especial de Currículo, sob os cuidados do técnico educacional, Everaldo Simões. “Como verdadeiros cidadãos conscientes, os estudantes devem participar efetivamente desses eventos, pois o protagonismo juvenil é a força que futuramente irá contribuir para a transformação do rumo politico do Brasil e, consequentemente, da educação da rede pública do Espírito Santo”, salientou Everaldo Simões. Nesta primeira etapa serão escolhidos apenas três alunos, sendo um do sexo masculino, um do sexo feminino e um jovem que represente a diversidade brasilei-

ra, composta por negros, indígenas, moradores de comunidades populares, áreas rurais e portadores de deficiência. Uma comissão de professores especialistas da Unidade Central da Sedu fará a escolha dos estudantes que irão disputar a etapa nacional, que acontecerá em Vitória de 04 a 07 de julho, realizada pelo MEC. A lista com o nome dos classificados será divulgada no dia 14 maio de maio, no site da Sedu e por meio das Superintendências Regionais de Educação (SRE). Desta vez serão selecionados 27 estudantes, sendo um de cada estado, para representar o Brasil ao lado de alunos da Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Chile e Venezuela, com o objetivo de discutir temáticas de interesse comum entre os países do Mercosul. Na primeira edição do projeto, ocorrida em 2010 e com duração de dois anos, os alunos selecionados representaram o Brasil em diversos encontros nacionais e internacionais, como, por exemplo, na capital Montevidéu, no Uruguai. Os estudantes produziram um documento em conjunto com alunos de outros países membros do Parlamento do Mercosul para debater ações e assuntos referentes à educação na contemporaneidade.

| Projeto Parlamento Juvenil do Mercosul O Projeto Parlamento Juvenil do Mercosul é uma ação contemplada dentro do plano estratégico do setor educativo do Mercosul elaborada para contribuir com a integração regional, acordando e executando políticas educativas que promovam uma cidadania regional, uma cultura de paz e o respeito pela democracia, pelos direitos humanos e meio ambiente. O Parlamento Juvenil do Mercosul segue o modelo do Parlasul (Parlamento do Mercosul), criado em 2005 e atuante desde 2007. Integrado por 18 representantes de cada país do bloco

e, no Brasil, composto por deputados e senadores das cinco regiões. O projeto é formado em conjunto pelos Ministérios de Educação do Brasil, Uruguai, Paraguai, Argentina, Bolívia e Colômbia. Seu objetivo principal é abrir espaços de participação, possibilitando que jovens possam debater e trocar ideias sobre temas atuais e importantes. O debate e a participação constituem práticas importantes para uma educação democrática, respeitosa dos direitos humanos e promotora de uma cidadania crítica.


O PIONEIRO O

OPINIÃO |

5

DOMINGO, 04 DE MAIO DE 2014

| ACONTECE Lissu Madeira Abad lissuabad@terra.com.br

Esta coluna é publicada todos os domingos

| NORMA ASTRÉA Norma Astréa N. Grünewald normaastrea@gmail.com Esta coluna é publicada todos os domingos

O casamento

Grupo de viagem Um grupo de amigas formado por Karla Abad, Letícia Modenese, Natalia Verzola, Bartira Almeida, Ana Claudia Casagrande, Clarissa Valadares, Tatiana Espíndula, Analu Simmer, Narciele Borges chegaram recentemente da Califórnia, onde curtiram muito as cidades de São Francisco, Salsalito, Carmel, Monterey e outras próximas.

Rio de Janeiro Cheguei no Rio para passar o feriado de 1º de maio e no dia 2 participei de uma bela festa de Bodas de Ouro, dos amigos Celina e Fernando Rodrigues, ele grande empresário pernambucano que hoje mora no Leblon. O Gávea Golf Clube de São Conrado que já é um local belíssimo, estava mais belo com o decor que recebeu para esta grande festa de Bodas. Serviço nota mil, presenças elegantes da sociedade pernambucana e carioca e música excelente. Os noivos estavam super felizes, recebendo os convidados junto com os filhos e netos com enorme alegria. Os presentes foram trocados por doações para a Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos. Com toda a violência que vemos e ouvimos pelos canais de tv no Rio de Janeiro, graças a Deus estou aqui, sã e salva e a Cidade Maravilhosa continua linda.

Jane Araujo e o nosso guia Roberto, no aeroporto de Budapeste

Adriana Benezath aniversariou no dia 23 e recebeu inúmeros abraços dos seus amigos de trabalho, na Porto Seguro, em Goiânia. Também Penha Nonato comemorou niver entre familiares, mas na agência de viagens tia Penha, recebeu manifestação de carinho de seu staff. Bo Andersen, diretor da Agência de Turismo Scan-Suisse, e que convidou um grupo de agentes de viagens e jornalistas, para um super fam trip da Lapônia e Varsóvia, representa também várias companhias de navegação na Europa. O Skal Internacional de Vitória se reuniu para almoço no hotel Senac, sábado passado. O número de associados que

marcou presença foi grande e o convívio entre esses amigos, transcorreu com bastante alegria. No dia 7 reunirei os passageiros que irão comigo a Turquia (Istambul e Capadócia). Ainda temos algumas vagas, caso haja interesse por parte de quem está lendo esta coluna. Raphael Balista com a esposa Aline embarcarão em agosto para o Leste Europeu. Eles sabem das coisas, pois Praga e Budapeste são cidades lindas que merecem ser visitadas. Uma linda festa de 15 anos aconteceu na última sexta no Cerimonial Le Buffet, quando convidados de Thayná Batista puderam curtir uma noite de felicidade e alegria.

O sábado carioca sempre é animado. Revejo parentes e a noite, curto um teatro quando sei que há uma boa peça ou pego um barzinho na Lapa, ouvindo samba. Com o feriado de quinta-feira a “Cidade Maravilhosa” ficou cheia de turistas que aproveitam para vir ao Rio fazer compras e curtir a vida. É uma festa. Gosto de ver essa movimentação. Hoje, domingo, enquanto vocês lêem a Coluna Acontece eu embarcarei para Vitória num vôo da Azul, a minha cia aérea preferida para vôos domésticos. Viagem a Turquia, no ano passado. Este ano tem mais

Recordo-me de que ao chegar a Linhares em 1968, havia quatro locais onde se poderia ser fotografado: o Foto Gava (próximo ao cemitério do centro), pertencente ao Sr. Luiz Gava, o grande pioneiro dessa arte no município; o Foto Gury (na rua Soeiro Banhos, onde hoje é uma selaria), e o Foto Arte (próximo ao Minibar) do saudoso José Maria Javarini. No início da década de 70, após aposentar-se como oficial do Exército Brasileiro, meu pai decidiu ser fotógrafo e abriu o Foto Vitória, que funcionou em quatro endereços (todos próximos ao Banestes do centro de Linhares), e a meu irmão Neolúcio pertenceu até recentemente. Devo ao meu genitor todos os ensinamentos, a paixão que tenho pela arte fotográfica, e a honra em poder dizer que sou a primeira mulher que teve coragem de empunhar uma câmera e fotografar profissionalmente na Cidade do Verde e das Águas. Passei muito sufoco para aprendê-la, fiz muita “cáca”, estraguei muuuuuito papel, mas me apropriei da técnica e graças a isso mereci, durante muitos anos, a honra de ser escolhida para fotografar diversos eventos importantes, dentre eles os casamentos, aniversários e os filhos de muitos linharenses ilustres. Um filme envolvendo o tema desses parágrafos iniciais passou dentro da minha cabeça, quando na noite de 26 de abril de 2014 eu assisti à cerimônia religiosa do casamento de Luciana Durão Pandini e Saulo Uneida Zanon, brilhantemente celebrada pelo padre Selésio Petri na igreja Matriz, onde centenas de vezes eu atuei como fotógrafa. Ao ver a entrada triunfal e emocionante dos pais da noiva, Adriana e Cirilo Pandini, e os do noivo, Lucileia e Guerino Luiz Zanon, eu me recordei, claramente, de detalhes dos casamentos desses dois casais, pois fui eu que fotografei as cerimônias e as festas de seus casamentos, em duas manhãs de sábados, em datas diferentes, há cerca de 28 anos, talvez. Ao longo de minha carreira como fotógrafa, eu vivi o tempo em que as recepções eram realizadas nas casas das noivas, onde, em determinado momento, fazia-se a foto do casal lendo telegramas ou segurando uma panela de pressão, perto da cama dos pais da noiva onde ficavam os presentes. Rs,rs,rs.... Algum tempo depois, o chique era fazer as festas na Lagoa dos Paus, em alguma fazenda ou no Guararema Clube, na AABB ou no Banestes. Tenho recordações sobre esses tempos, que dariam diversas crônicas e pretendo escrevê-las brevemente, mas para esta eu me lembrei de duas festas de casamentos inesquecíveis: o da filha do então prefeito, Antônio Muniz dos Reis, e o de um casal de ciganos. O primeiro foi no clube da AABB, tinha um buffet comandado pela culinarista Élida Maria RigoniCaus, que o iniciou servindo finos canapés, em vez dos habituais (medonhos de feios) espetões de madeira com pedações de carne, assados pelos próprios convidados em uma vala, contendo brasas. Como acredito que TODOS os correligionários haviam sido convidados, assisti, aflitivamen-

te, à uma multidão faminta avançando sobre as bandejas conduzidas pelos garçons, quase derrubando-os. Já o casamento dos ciganos aconteceu em uma área onde hoje é o bairro Colina, se bem me lembro o menu era churrasco, mas do que eu mais me recordo mesmo é da duração da festa: uma semana! Mas, voltemos ao casamento de Luciana e Saulo, filhos de famílias que têm posses o suficiente para realizarem uma festa que, dificilmente, será igualada por outros nesta década, em virtude do extremo bom gosto na escolha de tudo, desde as roupas maravilhosas das mães e avós dos noivos, produzidas por Telma Orletti (Luciléia) e Caramello (Adriana e sua mãe, a maravilhosa Dona Dilene), até à contratação do grande responsável por surpreender, agradavelmente, os nossos cinco sentidos a cada minuto: Alexandre Araújo! Graças a esse profissional, nossos ouvidos se surpreenderam com os violinos, clarins e pistons na entrada da noiva na igreja e saída dos noivos dela. Também foi dele a escolha do nome que surpreendeu agradavelmente os nossos olhos: Regina Malacarne, que produziu deslumbrante decoração, usando 15 tendas, todas com os pisos forrados de carpetes ou tapetes, pilastras, lustres lindíssimos, peças decorativas maravilhosas, e um lindo bolo fake produzido por Jandira e Almerinda. Graças à escolha dos serviços de Maria José Neves (ZZ), de Camila Galavotti, de Maria Fernanda Belizário Marchiorie de Louise Lacourt, os paladares dos 600 convidados se deliciaram, respectivamente, com as comidas japonesas ou de boteco (ambas com autosserviço), ou com as delícias servidas por garçons: coquetéis, refrigerantes, água de coco, whiskies, cervejas, pró secos, tintos do naipe do “Azul”..., os ramequins, tortelets, quiches, fingerfoods (destaque para o bacalhau com natas e alho poró, e o camarão VM com catupiry), patinhas de caranguejo, cento e vinte quilos de camarão pistola ao molho agridoce, seis mil doces finos, um bolo de corte e dois mil bem casados, todos maravilhosos. Os mimos não ficaram apenas na audição, visão (ao término da festa, como cortesia, recebemos uma bela foto colhida por um profissional na chegada dos convidados), olfato ou paladar; estendeu-se ao “tato”, quando as mulheres receberam um lindo par de chinelinhos para aliviarem os pés. Eu não precisei de nenhuma câmera para registrar os muitos detalhes dessa festa, mas lego essa crônica aos noivos, suas queridas famílias, aos convidados e a todos os profissionais que trabalharam em uma festa que entrou para história dos casamentos linharenses. Especificamente ao Alexandre Araújo, eu peço que na próxima vez convença os seus contratantes a fazer tudo igual ou superior ao casamento de Luciana e Saulo Uneida Zanon, mas com duração de casamento de ciganos. Ah! E que me convidem para eu registrar nos ASCL: Anais dos Super Casamentos Linharenses. Rs,rs,rs...


O PIONEIRO O

6 | SOCIEDADE DOMINGO, 04 DE MAIO DE 2014

| DENI Deni Almeida da Conceição denialmeida@jornalopioneiro.com.br Essa coluna é publicada todas as quintas e domingos

"

Apesar de não ter sido ponto facultativo, sexta-feira, como de costume quando existe um feriado numa quinta, o comércio foi fraco em Linhares. “Esse negócio de feriado no meio da semana atrapalha muito as vendas”, disse um comerciário da rua Capitão José Maria.

Bom dia, Dalzizo Antonio Armani

Curtas -feira, 16, e Beth Carvalho sábado, 17, são as grandes atrações do Roda de Boteco que acontecerá na área verde do Alvares Cabral, em Vitória.

Encerra-se hoje o 5º Festival da Madeira e Feira de Agroturismo de Marechal Floriano, iniciado sexta-feira.

Só teve gente elegante no casamento de Luciana Pandini e Saulo Zanon. A sociedade linharense é sempre destaque, quando o assunto é festa bonita.

Zeca

Pagodinho

sexta-

Rua da Conceição Moradores da Rua da Conceição não reclamam do movimento que bares e restaurantes provocam, mas sim da falta de recolhimento de lixo por parte do Serviço de Limpeza da cidade. Segundo dizem, a maior concentração da sujeira acontece nos finais de semana.

Ajuda voluntária Pouca gente sabe, mas através do Serviço social, o Hospital Rio Doce desenvolve o Projeto Amigas da Maternidade, formado por senhoras da sociedade linharense que, através de voluntárias arrecadam recursos e materiais e confeccionam enxoval para

Panan Luiza e Paulo Joaquim do Nascimento, Paulinho da Panam. Gente nossa Foto: Deni

Aparecida e o advogado e contador Valdir Massucatti, comemoraram quinta-feira, 33 anos de casados, ao lado de familiares. Parabéns ao casal.

Foto: Peperazzi

Feriados

Engolimos de uma vez a mentira que nos adula e bebemos gota a gota a verdade que nos amarga" (Denis Diderot)

Utin

doação às crianças carentes. Arrecadam também fraldas descartáveis e promovem um Chá Beneficente que acontece todos os anos. Esse trabalho visa, também, a promoção da acolhida, humanização do atendimento e ajuda social aos pacientes necessitados.

O médico Jair Perini, Provedor do Hospital Rio Doce, tem perdido horas de sono para resolver problemas naquela unidade hospitalar. Por falta de profissionais médicos, as exigências da classe são muitas. A UTIN está fechada por falta de profissionais médicos, não tem Pediatras. Foto: Deni

Amigas

Alunos do 4º período do curso de Pedagogia da Faculdade de Ensino Superior (Faceli) se movimentam na promoção de um seminário, dias 7 e 8, com o tema “A Inclusão das Crianças de Baixa Visão e Cegueira na Educação Infantil”. A coordenação é da professora Luciane de Oliveira.

Edna Venturini, Lucileia Zanon, Mirian Rocha, Zélia Soeiro, Rose Bortot e Zilda Almeida Foto: Peperazzi

Seminário

Curtas II Pelo menos dois vestidos – o de Lucileia Zanon e o de Maria Consuelo Quitiba Lofêgo - elogiados no casamento de Luciana e Saulo Zanon foram feitos pela estilista Thelma Orletti.

Paparico Luciano Ribeiro Durão paparicando a filha Natalia, que cursa medicina Foto: Deni

Quem chega em Linhares neste início de semana é o empresário Jaime Beltrão, o homem da Lasa. Vem inspecionar a empresa.

Papo firme Jobson Bortor em papo firme com o deputado federal Lelo Coimbra e Jairo Rocha Filho Todas as fotos de hoje foram feitas no Condomínio Lago Azul

O presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, desembargador Sérgio Bizotto Pessoa de Mendonça, esposa Elizabeth vieram a Linhares no ultimo final de semana para a cerimônia do casamento de Luciana Pandini e Saulo Zanon.

Casal Luiz Rigoni e Maria das Graças (Graça) Foto: Peperazzi

Linhares tem um número grande de academias e todas vivem lotadas. O pessoal se cuida. É isso aí.

Lula Simone e Antonio Carlos Gava (Lula)


O PIONEIRO O DOMINGO, 04 DE MAIO DE 2014

O casamento de Luciana Pandini e Saulo Zanon

H

á muito tempo a sociedade linharense não participava de uma solenidade de casamento com tanto glamour e requinte, como foi o de Luciana Durão Pandini e Saulo Uneida Zanon, realizado sábado, dia 26 de abril, na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, no centro de Linhares, presidida pelo padre Selézio Petri, que prendeu a atenção dos cerca de 500 convidados com palavras que se encaixaram de maneira simples e objetiva em cada um dos presentes, de maneira especial nos noivos; o padre foi muito feliz em seu pronunciamento, principalmente quando disse que “o amor supera todos os obstáculos da vida”.

O cerimonial, confiado ao jornalista Alexandre José de Araujo seguiu perfeitamente o ritual em todos os seus detalhes e inseriu ainda na celebração, a participação dos pais da noiva, Adriana Durão Pandini e Cirilo Pandini, e os pais do noivo Lucileia Maria Uneida Zanon e Guerino Luiz Zanon. Os padrinhos foram Carolina Pandini e Fabricio Oliveira, Mariana Paraiso e Fausto Zanon, Luana Bridi e Thiago Pandini, Paula Gava e Régis Zanon, Natália Durão e Emerson Albuquerque, Rubia Ribeiro e Augusto Rosa, Daniela Pinon e Mark Henry Lowdon, Samily Dadalto e Luiz Carlos Dadalto, Isabela Nunes e Thiago Nunes, Thiele Rampinelli e Marcelo Rampinelli,Juliana Rozindo e Déo Rozindo, Larissa Miranda e João Henrique dos Santos, Gabriela Paste e Thiago Borba, Julia Netto e Leandro Maciel. Simpático como sempre, o noivo Saulo Zanon caminhou até o altar conduzido pela mãe, Lucileia Zanon, sempre orgulhosa e valorizando os passo a cada olhar dos convidados. Na comitiva pomposa das Dames d’Honneurs e Pajen estavam Betina Boninsegna, Ana Luiza Prata, Glaucia Pandini, Amanda Kill, Olivia Uneida Trevisoli e Mateus Uneida Marchiori. Na clarinada, quando as clarinetas do Coral Sonata, do maestro Haritam Nathanailidis anunciaram, a noiva Luciana Pandini já estava na porta da

igreja de braço dado ao pai, Cirilo Pandini e os convidados voltaram-se seus olhares de admiração para aquele momento especial e esperado da noiva, que adentrou sorridente e comunicativa sem demonstrar qualquer nervosismo, mesmo sendo o foco maior da cerimônia. O seu vestido, que logo chamou atenção pela elegância e sofisticação, é da grife Marchesa e foi muito elogiado. Após a solenidade da igreja os convidados foram recepcionados no Condomínio Lago Azul, na Lagoa Juparanã, que recebeu decoração caprichada de Regina Malacarne, onde as flores coloridas e o tom verde predominaram, num equilíbrio de elegância e luxo sem exagêro. Zezé Buffet foi feliz nos mínimos detalhes, dos canapés e camarões VG a mesa japonesa, onde os convidados se encontravam descontraídos sem perderem o glamour da grande noite, uma das mais fantásticas registradas em Linhares. Os doces, que sempre enchem os olhos... e a boca, foram de Camila Galavotti e Maria Fernanda Belizario. A música esteve por conta do Dj Romão Durao e Banda João Vitor e Vinicius e a festa só se encerrou às cinco horas da manhã, ainda com o salão cheio. Os noivos viajaram para Bora Bora, na Polinésia Francesa, de onde só regressam na próxima semana.

SOCIEDADE |

7


O PIONEIRO O

8 | GERAL DOMINGO, 04 DE MAIO DE 2014

| MONICA CAETANO

| SAGRAÇÃO LITERÁRIA

Mônica Caetano Gonçalves mcaetanogoncalves@gmail.com

Antonio Bezerra Neto bezerrapoesia@gmail.com

Monica é Psicológa, poeta e cronista residente em Belo Horizonte Esta coluna é publicada todos os domingos

Esta coluna é publicada todas as quintas e domingos

Contraste

Pelas Terras do Sem Fim

"

As estradas de barro batido costumam me levar aos mais profundos recônditos do Espírito Santo."

manhã se espraia. Ouço um Arabesque que vem do talento do grande compositor Claude Debussy, obra para piano em meio a uma viagem inesperada. A estrada é de barro batido – o interior tem dessas delícias – e uma garoa à paulistana cai criando um elã entre meu universo e a natureza seminal. Ouço Debussy. Ele parece estranho para os companheiros de viagem. “Deus, a música clássica me leva aos mortos”, é o que diz o chofer tomado por outros desejos musicais. Ainda acrescenta: “Tenho aversão a todos os compositores clássicos, inclusive Bach, figurinha celebrada...”. O que fazer? Bem... A natureza é o porto de todas as coisas, até mesmo do afronte.

A

Sigo, ouvindo Debussy. Ele vive um momento único. As artes estão se renovando para implantar o novo século. Neste contexto, Debussy cunhou sua própria dicção musical: um sistema original de harmonia e de estrutura musicais inspirados nos pintores impressionistas e nos poetas simbolistas. Sua abordagem teve uma enorme influência na música do século 20. Leio que, em sua obra pianística, Debussy resgatou o rococó. Seu último volume, "Études" (1915), possui variantes de estilo e textura baseados nos exercícios para o piano,

| por Silvia Rodrigues

com nítida influência do jovem Stravinsky. Dentro da matriz humana foi famoso por seu gosto pelos bons vinhos e restaurantes caros e era frequentador assíduo de circos, teatros populares e cafés-concertos. Criava gatos e era tido como conquistador. Debussy se envolveu seriamente com ao menos três mulheres: Gabrielle Dupont, Rosalie Texier e Emma Bardac. Isso lhe fazia bem! “Uma mulher sempre remoça!” me dizia costumeiramente o velho Oliveira, ourives que invadiu minha infância como poucos. As estradas de barro batido costumam me levar aos mais profundos recônditos do Espírito Santo. E tome viagem... Um arco-íris surge inesperadamente, e o bom chofer comenta: “Antonio, como gostaria de entender todas as belezas da vida!”. Eu me recolhi em silêncio e pensei com meus botões: de onde vem em mim ainda esse espaço para glorificar a vida? Não sei. Corro os olhos pela estrada, os ipês já começam a florejar, pássaros cantam, rolinhas lindamente arrulham pelo chão, lebres correm pelo mato espesso e uma cerração toma conta da estrada já íngreme. O que fazer diante de tanta beleza. O arco-íris já foi dissipado. A garoa é persis-

-tente e eu me sinto enlaçado pela natureza que cerca a estrada vicinal. Debussy continua me proporcionando caminhos para vencer os pequenos embaraços que costumam surgir de forma inopinada. Ao largo, passam alguns trabalhadores com foices, enxadas e estrovengas. Cães latem. As lavouras de café parecem prontas para oferecer, aos donos, novas e bem-aventuradas safras. Paro num pequenino restaurante – tipo bodega – para comer algo. O moço pro-clama: “Temos quibe de Beirute!”. Não me faço de rogado. “Mentira! Como chegaria quibe do Líbano neste cafundó?” O garoto se assusta; e penso: como esse danadinho descobriu essa invenção de Beirute por estas terras tão distantes! Ah, só pode ser brincadeira... Afinal, esse mundo cansado necessita de boas caçoadas: mangar da vida é uma terapia de primeira linha. É bom perpassar a vida pelas estradas diachas do Espírito Santo. O importante é ter acuidade para suportar. Gosto de conviver com iscas. Nas mãos, carrego um pe-queno livro de Norberto Bobbio. As eleições já brotam e um desejo enorme de votar brota do meu coração. A vida é viçosa por estas estradas das Terras do Sem Fim.

| Jean-Baptiste Debret – Museu Afro-Brasileiro

inda hoje são raros os que podem se dizer absolutamente livres da influência do preconceito racial, tão arraigado em nossa cultura que podemos vêlo transitando em mãodupla. Há expressões cotidianas, muitas vezes encontradas até mesmo na literatura que denotam o peso de parte de nossa história que já deveria ser página virada. Nem mesmo depois da fotografia Kirlian, que comprovou que nossa aura de energia é multicolorida, aboliu-se o uso do termo negro de alma branca, por exemplo.

A

Lembrei-me de alguns versos de Cruz e Sousa tantas vezes impregnados de brancura. Nosso Cisne Negro encarnou o contraste entre sua origem negra e a educação nos moldes europeus que recebeu. Filho de escravos alforriados criou-se sob a proteção e cuidados dos antigos senhores, que o tinham como se filho fosse. Por ironia seu tutor e seu pai, chamavam-se Guilherme e foi com D. Clarinda – clara e linda – que aprendeu as primeiras letras. Sua poesia representa

bem o quanto são raros os poetas e escritores de origem negra ou mestiça reconhecidos no Brasil e denota além da musicalidade e sensualismo, uma obsessão pela cor branca, expressas pelas figuras de suas alvas musas, como objeto do desejo proibido e também de repulsa. Àqueles que se limitam à sua obra, escapa a vida do homem que lutou contra o preconceito racial para além do contexto pessoal - já que vítima de discriminação – através da participação em jornais e publicações abolicionistas. Foi um exemplo daqueles que não se deixam abater pelas vicissitudes da vida, alcançando através da poesia a harmonia de suas cores tão límpidas como em “Cristais”: “Mais claro e fino do que as finas pratas/ o som da tua voz deliciava…/ Na dolência velada das sonatas/ como um perfume a tudo perfumava.// Mais claro e fino do que as finas pratas/ o som da tua voz deliciava…/ Na dolência velada das sonatas/ como um perfume a tudo perfumava”.


O PIONEIRO O

OPINIÃO |

9

DOMINGO, 04 DE MAIO DE 2014

| LUCIANO PIRES

| INFORME Esta coluna é publicada todas as quintas e domingos

Redação O PIONEIRO redacao@jornalopioneiro.com.br

Luciano Pires é jornalista, escritor, conferencista e cartunista.

Esta coluna é publicada todos os domingos

Loteamentos irregulares

Você sabia que há ruas e avenidas interrompidas e transformadas indevidamente em lotes em Linhares? A Secretaria Municipal de Obras, está trabalhando para notificar os responsáveis pelo fechamento de ruas e avenidas que são transformadas em lotes em diversos bairros da cidade. No bairro Planalto, por exemplo, os muros que fechavam a rua Al-

Divulgação

cebíades Rangel de Souza foram colocados no chão desde a última quarta-feira. A ação foi liberada pela Procuradoria Municipal no início deste ano. Agora, as equipes da prefeitura farão a limpeza do terreno retirando vegetação, entulhos e qualquer outro material que possa atrapalhar a pavimentação e a reabertura da via.

Controle químico Vitória sediará de 05 a 09 de maio corrente, um curso de atualização no controle químico dos agentes transmissores da leishmaniose e doença de Chagas. A capacitação, ministrada por profissionais do Ministério da Saúde e das secretarias de Estado da Saúde do Espírito Santo (Sesa) e do Ceará, será realizada no auditório da Câmara Municipal. Participarão cerca de 70 técnicos das regiões Sul e Sudeste do Brasil

O objetivo do curso é discutir a situação atual da doença no Brasil e treinar os profissionais para combater os agravos, aprimorando o controle químico dos agentes transmissores da doença de Chagas (inseto conhecido como barbeiro que carrega o protozoário Trypanossoma cruzi) e da leishmaniose (mosquitos popularmente conhecidos como asa de palha, cangalhinha, birigui, tatuquiras, entre outros).

Sooretama Foi inaugurado ontem em Sooretama o Centro de Educação Infantil Municipal Anizio Almeida, obra executada em convênio entre o Governo do Estado e a Pre-

feitura daquele município. O valor do convênio é de R$ 1.329.375,03. O Centro Educacional fica na Avenida Vista Alegre, sem número, bairro Sayonara.

Parceria Visando apoiar o trabalho da gestão capixaba voltado à juventude, de ampliar a inclusão e diminuir os riscos sociais, foi firmada nesta sexta-feira (02), no Palácio Anchieta, mais uma parceria entre os governos estadual e federal. Com o Plano Juventude Viva, o Governo Federal promete iniciar investimentos na redução da vulnerabilidade dos jovens às situações de violência, em especial da juventude negra do Espírito Santo. O Governo do Estado, atualmente, já oferece diversos projetos voltados para a juventude, entre eles o Pronatec, Nossa Bolsa e Jogos na

Rede. Além disso, oferece edital de Projetos de Cultura Hip Hop e de Coletivos Juvenis. A ideia do Plano Juventude Viva é ampliar as ações já criadas e executadas pelo Governo do Estado, voltadas à juventude nas áreas do trabalho, educação, saúde, acesso à justiça, cultura e esporte, além de criar ações individuais. Dentre as ações que serão oferecidas pelo projeto, está a criação da Estação Juventude, em que dois micro-ônibus irão circular pelas áreas rurais do Estado, visando levar aos jovens conhecimento de seus direitos e qualificação.

Mudança O Conselho Estadual de Educação, que antes funcionava na Avenida Jerônimo Monteiro, n.º 240, Edifício Rural Bank, Centro de Vitória, mudou de endereço. Agora, a repartição pública realiza os serviços na Avenida Nossa Senhora dos Navegantes, n.º 635, 7.º andar, Enseada do Suá, Vitória. O Conselho Estadual de Educação, órgão de deliberação coletiva do sistema estadual de ensino, de natureza participativa e representativa, exerce funções de caráter normativo, consultivo, deliberativo e de assessoramento ao secretário de Estado da Educação nas questões que lhe são pertinentes. O conselheiro presidente, Artelírio Bolsanello, revela os benefícios proporcionados pela mudança de endereço do órgão.

Feira em Nova Venecia Começou quinta-feira (1º) e se encerra hoje, a Feira Regional Pedra, Pão, Mel e Saberes do Espírito Santo – Feira de Artesanato, Agroindústria, Agroturismo e Economia Solidária. A atividade, que ocorre na Praça do Granito, no município de Nova Venecia apresenta as potencialidades agrícolas e artesanais dos municípios do extremo Norte capixaba. A realização é da Associação de Agroturismo do Estado do Espírito Santo (Agrotures), em conjunto com a Secretaria Municipal de Cultura de Nova Venécia, com o apoio do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). O objetivo da Feira é evidenciar o grande potencial que os municípios dessa região possuem, além de incentivar a comercialização de produtos, o que contribui para gerar oportunidades de negócios. Serão expostos produtos das seguintes regiões turísticas: Pedras, Pão e Mel, que englobam os municípios de Nova Venécia, Vila Pavão, São Gabriel da Palha, Barra de São Francisco, Ecoporanga, Vila Valério, Boa Esperança e Água Doce do Norte; e Doce Terra Morena, que envolvem Pinheiros, Ponto Belo, Montanha, Mucurici e Pedro Canário.

Aí...

Aí um idiota joga tinta na estátua de Carlos Drummond de Andrade, o que causou repercussão nacional. Aí o pobre Drummond ficou lá, sujo. Aí um cidadão chamado Herbert Parente, dono de uma loja de materiais de construção, em vez de esperar a Prefeitura, foi limpar por conta própria a estátua. Aí ele virou herói nacional. Aí apareceram informações na imprensa de que a Prefeitura do Rio já gastara 25 mil reais com manutenção da estátua, etc. Aí essa informação foi para as redes sociais e levantou questões sobre a incompetência do poder público de responder rapidamente aos problemas que surgem no dia a dia. Aí uma pessoa perguntou: “Mas por que tudo que envolve o serviço público é tão mais caro?”. Aí meu irmão, que conhece profundamente o assunto, responde em sua página do Facebook: "Porque teria que abrir um processo interno, teria que sair atrás de apresentar três orçamentos, as empresas ou pessoas responsáveis por executar o serviço teriam que estar em dia com a Receita, INSS, FGTS, não poderiam ter dívidas com o município. Aí o departamento jurídico teria que ver se o edital estava correto, se não volta para correção. Aí teria que ser publicado no diário oficial do município, com prazo para entrega das propostas. Se alguém se sentisse injustiçado, pediria a suspensão do processo. Aí o departamento jurídico iria defender o município dizendo que estava tudo certo. Ai teríamos que esperar a publicação do vencedor no Diário Oficial. Publicado, seria redigido o contrato em três vias e enviado via correio para que quem ganhou assinasse e enviasse de retor-

no. Tendo em vista o prazo decorrido, o vencedor pediria realinhamento de preços, pois o produto a ser utilizado aumentou de preço. Aí quem abriu o processo vai enviar para o setor jurídico para ver se pode dar o realinhamento de preços. Aí o setor jurídico encaminha para o departamento de compras para fazer uma nova pesquisa de mercado e ver se realmente o preço aumentou. Aí, tendo em vista os meses que se passaram desde a solicitação, realmente o preço aumentou. Aí o setor jurídico refaz o contrato e manda ser publicado no Diário Oficial e dá um novo prazo para a empresa ou pessoa executar o serviço. Sim eu sei a sua pergunta, mas por que não enviaram um funcionário para fazer o serviço. Não pode porque no quadro não tem funcionário especializado em limpeza. Se pedir para o Zé Mané, o sindicato entra com um processo por desvio de função. Aí o setor jurídico terá que defender a prefeitura,mas a justiça do trabalho dará ganho de causa ao funcionário que foi obrigado a fazer algo que não constava de suas obrigações. Este aproveita a deixa e entra com uma queixa-crime contra seu superior, que o mandou fazer o serviço, alegando assédio moral. Será que agora vocês entendem porque tudo no serviço público acaba saindo mais caro?” E olha que ele nem falou em corrupção, incompetência e má fé da autoridade (in)competente. Aí, num país onde as autoridades falham em agir, a atitude dos cidadãos que chamam a si a responsabilidade é compreensível... Ops! Quem foi que disse isso mesmo?


O PIONEIRO O

10 | GERAL DOMINGO, 04 DE MAIO DE 2014

| O PIONEIRO NOS BAIRROS | PAVAZINE Redação O PIONEIRO redacao@jornalopioneiro.com.br

Esta coluna é publicada todas as quintas e domingos Esta coluna é publicada todos os domingos

Óculos

Novo Horizonte

Professor cria plataforma para celular e muda visão de alunos sobre filosofia.

Assinado convênio para concessão de estágio e bolsa para estudantes

A relação entre um professor com ânsia de mudança no sistema de educação e alunos dispostos a ajudar revolucionou as aulas de filosofia de uma escola pública de Nerópolis, na Região Metropolitana de Goiânia. Juntos, eles desenvolveram uma plataforma virtual para estudar a disciplina.

Viva la literatura Estudantes do curso de Administração da Faceli poderão participar em estágio não obrigatório no Projeto de Formalização e Desenvolvimento da Atividade do Microempreendedor Individual A Faceli - Faculdade de Ensino Superior de Linhares -, a Famol - Federação das Associações de Moradores de Linhares - e a Prefeitura de Linhares assinaram no início da semana um convênio para a concessão de estágio não obrigatório e respectiva bolsa-auxílio a estudantes de nível superior. O acordo tem como objetivo viabilizar para os estudantes do curso de Administração da Faceli a participação em estágio não obrigatório, no Projeto de Formalização e Desenvolvimento da Atividade do Microempreendedor Individual, por meio das associações de moradores. A prefeitura e a Famol devem proporcionar aos estagiários as condições e facilidades para o bom aproveitamento do estágio; e fica assegurada à Faceli a seleção de dez alunos candidatos à vaga de estágio. Os estudantes selecionados atuarão diretamente nas associações de moradores, nos diversos bairros

e distritos de Linhares. O contrato pode ser de até 24 meses, e nunca inferior a seis meses. Para Sandra Bassani, diretora presidente da Faceli, a iniciativa proporcionará aos alunos vivência prática e aplicação dos conhecimentos em contexto real. "A nossa participação está em sintonia com o projeto de extensão Faceli nas Comunidades, que lançamos recentemente e vai envolver professores e estudantes dos cursos de Administração, Direito e Pedagogia da faculdade", frisa. O prefeito Nozinho Corrêa destaca. "Tenho certeza que o projeto vai incentivar a comunidade e valorizar as micro e pequenas empresas". De acordo com Luciano Bastos, presidente da Famol, o levantamento de informações sobre os microempreendedores da cidade é necessário, até para valorizar uma categoria que tanto movimenta a economia local e não provoca nenhum

impacto negativo ambiental ou social. O secretário de Desenvolvimento, Indústria e Comércio de Linhares, Rodrigo Paneto, explica que o objetivo é a formalização e a qualificação dos microempreendedores individuais. "Cito um exemplo: a dona Maria, que faz o salgadinho, será formalizada e vai aprender técnicas comerciais e de higiene". Paneto acrescenta que outra face importante do projeto é que a Faceli atinge mais um de seus objetivos, por meio dessa integração com a sociedade. "O aluno/estagiário vai ser remunerado e vai poder ensinar, aprender e empreender", finaliza. O Agente de Desenvolvimento Local, Joel Liberato Santana, vai trabalhar na articulação e integração dos envolvidos no projeto. Em seguida, o SEBRAE Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - vai orientar, formalizar e capacitar os microempreendedores.

Coldplay espalhará letras do novo disco por bibliotecas.

Para promover o lançamento do próximo álbum da banda inglesa, a gravadora escondeu nove envelopes com letras de faixas de “Ghost stories” dentro de livros de bibliotecas espalhadas por nove países. Detalhe: as letras foram escritas a mão por Chris Martin, líder do grupo.

Mundial da Educação Projeto incentiva educação para além dos muros das escolas. O projeto, sob coordenação de entidades como a rede Todos pela Educação, o site Catraca Livre, o Centro de Referências em Educação Integral, entre outras, se apresenta como uma iniciativa para extrapolar os muros da escola e levar a educação para os vários espaços dos municípios: praças, museus e jardins.

#Limpeza Conheça os tipos de amigos mais excluídos no Facebook.

Os mais excluídos: Ex-colegas do ensino médio, Amigos do amigo, Colegas de trabalho, Amigos com interesses comuns

Status: Roncando Três em cada dez usuários de celular enviam SMS dormindo, diz pesquisa.

TURMA DO JIRIMECO por TIAGO PIROLA / FLÁVIO POUBEL Publicada todos os domingos

O estudo feito por pesquisadores na Universidade de Villanova, na Filadélfia (EUA), com 300 estudantes revelou que cerca de 35% deles já tinha mandado mensagens de texto com o celular enquanto estavam na fase inicial do sono. E mais de 50% deles admitiram que o celular ou outros gadgets interferiam no sono deles de alguma forma.

Que as mentiras alheias não confundam nossas verdades. Caio Fernando Abreu


O PIONEIRO O DOMINGO, 04 DE MAIO DE 2014

INDICADOR PROFISSIONAL | 11


O PIONEIRO O

12 | GERAL DOMINGO, 04 DE MAIO DE 2014

Assinado Plano de Prevenção à Violência contra juventude negra Com o objetivo apoiar o trabalho da gestão capixaba voltado à juventude, de ampliar a inclusão e diminuir os riscos sociais, foi firmada na ultima sexta-feira (02), no Palácio Anchieta, em Vitoria, mais uma parceria entre os go-

vernos estadual e federal. Com o Plano Juventude Viva, o Governo Federal promete iniciar investimentos na redução da vulnerabilidade dos jovens às situações de violência, em especial da juventude negra do Espírito Santo.

O Governo do Estado já oferece projetos voltados para a juventude, entre eles o Pronatec, Nossa Bolsa e Jogos na Rede. Além disso, oferece edital de Projetos de Cultura Hip Hop e de Coletivos Juvenis. A ideia do Plano Ju-

ventude Viva é ampliar as ações já criadas e executadas pelo Governo do Estado, voltadas à juventude nas áreas do trabalho, educação, saúde, acesso à justiça, cultura e esporte, além de criar ações individuais. Dentre as ações

que serão oferecidas pelo projeto, está a criação da Estação Juventude, em que dois micro-ônibus irão circular pelas áreas rurais do Estado, visando levar aos jovens conhecimento de seus direitos e qualificação.

O PIONEIRO 04 DE MAIO DE 2014  

Edição do Jornal O PIONEIRO do dia 04 de maio de 2014

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you