Page 1

QUINTA-FEIRA 27 DE MARÇO DE 2014

R$ 1,00

O PIONEIRO LINHARES-ES | ANO XLVI | Nº 24 | Desde 1967 | Edição de 16 páginas

| DENI

| PANORAMA

| INFORME

O jornalista José Carlos (Cacau) Monjardim Cavalcanti recebe hoje a Comenda Rômulo Balestrero. Pág. 12

Tem o resultado de uma pesquisa, dando a informação de que nenhum parlamentar de Linhares, com mandado será reeleito. Pág. 02

Acontece neste final de semana, sábado, 29, e domingo, 30, Assembleias de Circuito das Testemunhas de Jeová. Pág. 13

jornalopioneiro.com.br

Máquinas do município patrulham estradas visando a colheita do café Secom Linhares

Com a proximidade da época da colheita do café, máquinas do município estão no interior patrolando as estradas para que o escoamento da safra do produto

seja feito de maneira rápida e eficaz. Para isso, as Secretarias Municipais de Agricultura e Obras Públicas abriram quatro frentes de trabalho nas regiões

de Humaitá, Petrolândia, Chapadão do XV, Bagueira, Pontal do Ouro, Guaxe e Japira, onde as máquinas estão atuando. Para o secretário municipal de

Municipalização do trânsito apesar de obrigatória, atinge apenas 25% dos municípios brasileiros A municipalização do trânsito, exigida desde 1998 com o Código de Trânsito Brasileiro, e a Lei de Mobilidade Urbana, vigente desde abril de 2012, trazem diretrizes aos municípios para oferecer eficiência na gestão do trânsito, segurança nos deslocamentos e qualidade do transporte. Pág. 03

Festa da Mulher Linharense 2014 foi sucesso total

Pág. 08

agricultura, José Roberto Macedo Fontes, “o patrolamento é de grande importância e essencial para que os resultados da colheita sejam positivos”, afirma.

Linhares tem três médicas do Programa Mais Médicos atuando Pág. 12

+ colunas

Piranhas eliminam outros peixes nas lagoas de Linhares Não é de hoje que as piranhas, peixes pertencentes da subfamília Serrasalminae (que também inclui peixes como pacus e dourados), invadiram as lagoas de Linhares, e l i m i n a n d o e m gra n d e parte as espécies nativas, notadamente diminuindo a produção de tradicionais espécimes como o robalo. Pág. 14

Cobrança de IPVA relativo a motos e veículos de passeio começa na próxima terça-feira O pagamento do imposto relativo a ônibus, micro-ônibus e caminhões começou em março e vai até o mês de agosto – esse calendário mais extenso vem sendo adotado desde 2012, com o objetivo de diluir os gastos de empresas que apresentam grandes frotas. Pág. 07

| Lá & Cá pag. 09 | Enfoque pag. 07 | Sagração pag. 12


O PIONEIRO O

2 | OPINIÃO QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

| PANORAMA Paulo Cesar Dutra paulodutra2002@yahoo.com.br

“PMDBZÃO” Segundo comentários de bastidores, em Brasília, “o PT está mudando a sua sigla e a partir deste ano, virou o “PMDBZÃO”, segundo eles, um partido neoliberal de falsa esquerda com militontos que acham que são socialistas. Com seus dirigentes socialistas de Camaro Amarelo, La Coste, Rolex e iPhone.”

Made in Brazil Dez anos depois do início do processo de informatização da Justiça Eleitoral brasileira, eis que, em 1995, nasce a urna eletrônica. A ferramenta foi utilizada pela primeira vez nas eleições municipais de 1996, quando o Tribunal Superior Eleitoral - TSE era presidido pelo ministro Marco Aurélio. Novamente à frente da Corte eleitoral, e passadas quase duas décadas, o ministro pondera, em entrevista exclusiva a um órgão da imprensa nacional, que a urna eletrônica “é algo que orgulha os brasileiros em geral, quer ante a fidelidade ao que manifestado pelo eleitor, quer relativamente à rapidez na votação e também na apuração dos resultados”.

POLÍTICO

Funda e imprópria Segundo informações do Movimento Lagoas Limpas, de Linhares, “só estão preocupados com a festa da notícia da lagoa mais profunda do Brasil”. Ou seja, sobre a situação em que se encontra, hoje, a lagoa das Palminhas, ninguém fala nada, maquiaram com reportagens jornalísticas de que tudo vai muito bem com

a água da lagoa. Segundo membros do Movimento, “sobre retirar e ou adequar as pisciculturas nos níveis racionais para cada lagoa, retirar o esgoto sanitário de algumas delas, refazer a mata ciliar no entorno das lagoas e criar um projeto turístico de passeios, lazer e pesca esportiva, ninguém fala nada”.

Essa coluna é publicada todas as quintas e domingos

China aqui

Centro de Pesquisa

Na última segunda-feira, enquanto tentava com altruísmo invejável mediar um conflito entre policiais e manifestantes que protestavam na via Estrutural, no Distrito Federal, o advogado Carlos Augusto Araújo, membro da Comissão de Direitos Humanos da OAB/DF, foi atingido por jatos d’água e spray de pimenta. As imagens das televisões locais e dos celulares, que falam por si sós, lembram o triste episódio da Praça da Paz Celestial. A Ordem emitiu nota de repúdio.

O Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Trabalho - SECTTI e Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo - FAPES, assinaram ontem, a Ordem de Serviço para a construção do Centro de Pesquisa, Inovação e Desenvolvimento - CPID. A solenidade foi realizada às 15h30m, no gabinete do governador. Assinaram o documento o governador Renato Casagrande, o secretário da SECTTI, Jadir Péla e o Diretor Presidente da FAPES, Anilton Salles Garcia.

Funda e imprópria II Por isto, os membros do Movimento Lagoas Limpas continuam denunciando o “pouco caso” que as autoridades da Secretaria de Estado da Agricultura – SEAG e do Instituto Estadual do Meio Ambiente – IEMA, e a Associação dos Piscicultores de Linhares estão fazendo com as lagoas e rios do município. Movimento, através de seus líderes, Carlos Jaques, Luciano Cabral e Jeander-

son Mota, que foram recebidos, no último dia 12, pela promotora do Meio Ambiente, Monica Bermudes Medina Pretti, acreditam que com a intervenção do Ministério Público Estadual, as coisas vão mudar a respeito das lagoas de Linhares. No próximo domingo neste mesmo espaço, vamos dar a versão do SAAE, a respeito da água potável extraída das lagoas para consumo.

Direitos autorais A 3ª turma do Supremo Tribunal de Justiça – STJ decide que é de dez anos o prazo de prescrição para o ECAD cobrar das emissoras de rádio o pagamento de direitos autorais relativos à execução de músicas. Os ministros consideraram que a falta de pagamento das mensalidades se assemelha mais ao descumprimento de obrigação contratual do que a um ato ilícito clássico. Os ministros não afinaram com o ECAD.

Mesário A Casa da Moeda deve indenizar o agente de segurança que teve a escala de trabalho alterada em retaliação por ter sido convocado para atuar como mesário nas eleições de 2012. Para o desembargador Paulo Marcelo de Miranda Serrano, do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro – TRT-RJ, ficou “demonstrado o caráter retaliatório da medida aos empregados que prestaram serviços à Justiça Eleitoral”. Quem tem juízo, obedece!

Petrobrá$ A assessoria de Marketing do governo federal, que adora inventar “palavras” e mais recentemente mudou “presidente” para “presidenta”, justamente a última letra, para identificar a Dilma Rousseff (PT-MG), agora copiou o projeto da palavra “Petrobras”. Agora escreve-se “Petrobra$”. Tem sentido!

REDAÇÃO Av. Governador Lindenberg, 609, Linhares - Centro - CEP:29.900-020 Telefone: (27) 3200-6767 redacao@jornalopioneiro.com.br opioneiro@jornalopioneiro.com.br www.facebook.com/opioneiro

O deputado estadual Luiz Durão (PDT), esteve na Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sesport), acompanhado das secretárias de Turismo, Esporte e Lazer, Sônia Rosani Celestrini e da de Saúde e Saneamento, Eloiza Grassi, ambas de Rio Bananal, solicitando apoio do secretário Vandinho Leite para promo-

ver o esporte no município. O encontro aconteceu na última terça-feira.

Rio Bananal II O secretário informou que existem alguns projetos destinados a Bananal, como a implantação de um “Campo Bom de Bola” e instalação de alambrado em mais dois campinhos do município. Todos os projetos estão dependendo de documentação

da Prefeitura. Sônia Teixeira, que assumiu recentemente a pasta de Esportes, vai providenciar os documentos e dar continuidade aos projetos. Ela também quer reativar a escolinha de futebol do município, que atendia cerca 400 crianças.

FUNDADOR E DIRETOR RESPONSÁVEL Deni Almeida da Conceição

DIAGRAMAÇÃO Diego Pandolfi A. da Conceição GRÁFICO Renaldo dos Santos Alves

DIRETOR COMERCIAL Diego Pandolfi A. da Conceição EDITADO POR Editora O PIONEIRO Ltda ME

CIRCULAÇÃO O PIONEIRO circula todas as quintas-feiras e aos domingos

Caravana presidencial

Rio Bananal

ASSINATURAS assinatura@jornalopioneiro.com.br

COLABORADORES Antônio Bezerra Neto, Alexandre Araujo, Lissu Madeira Abad, Norma Astréa, Dr. Felício, Luciano Pires, Arlene Campos, Monsenhor Jonas Abid, Paulo Cesar Dutra.

O senador Magno Malta (PR) segue em sua caravana na busca de apoio político para sua candidatura à Presidência da República. Nos próximos dias, ele deve passar pelo Estado e o ponto de partida será seu primeiro reduto eleitoral, o município sulista de Cachoeiro de Itapemirim. Malta seguirá por outras regiões capixabas em direção à região norte. Depois do Espírito Santo, o senador seguirá com a caravana para Itapetinga, no sul da Bahia, onde nasceu. Malta vem buscando apoio das lideranças políticas para pressionar a nacional do PR a abonar sua candidatura a presidente. Ele entregou uma carta pedindo o apoio do partido para um palanque alternativo, mas a nacional pretende manter o apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff.

O PIONEIRO é o jornal mais lido do Norte do Estado www.facebook.com/opioneiro www.twitter.com/jornalopioneiro Os colaboradores de O PIONEIRO não têm vínculo empregatício O PIONEIRO não se responsabiliza por conceitos emitidos em matérias assinadas.

Segurança A Assembléia Legislativa do Espírito Santo – ALE aprovou na última terça-feira, o Projeto do Executivo que prevê operação externa de crédito de até US$ 56 milhões (R$ 129,4 milhões) para investimentos no programa Estado Presente, de combate à violência.

(in)Segurança Sair de casa e andar nas ruas do Espírito Santo. A violência sobra nas ruas.

Quem matou Belinelo A morte do diretor-geral do hospital Roberto Silvares, Valdenir José Belinelo, do município de São Mateus que já fez dois anos, no último dia 21, ainda é um mistério. A investigação do crime segue em segredo de justiça, porque envolve gente importante no mundo político capixaba. Quem souber alguma coisa, por favor, envie para eu, no e-mail da coluna.

Sem representação Tem o resultado de uma pesquisa, rolando pelos quatro cantos do Estado, dando a informação de que nas próximas eleições de deputado estadual, nenhum parlamentar de Linhares, com mandado será reeleito. Pior é que na lista dos prováveis eleitos em outubro deste ano, não tem o nome de ninguém de Linhares. Cruz credo!!!

FILIADO À

ABRAJORI Associação Brasileira dos Jornais do Interior

CNJI Cadastro Nacional de Jornais do Interior Periodicidade verificada em Brasília


O PIONEIRO O

GERAL |

3

QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

AERO LINHARES SPE SA - CNPJ: 19.349.855/0001-50 NIRE: 32300033873 BALANÇO PATRIMONIAL Referência: 31/DEZ/2013 2013

2012

1.671.680,17

0,00

ATIVO CIRCULANTE

1.712,76

0,00

DISPONIVEL

1.712,76

0,00

824,76

0,00

ATIVO

CAIXA GERAL BANCOS C/MOVIMENTO

888,00

0,00

ATIVO NAO CIRCULANTE

1.669.967,41

0,00

IMOBILIZADO

1.669.967,41

0,00

VEICULOS E SEMOVENTES

1.681.175,24

0,00

-11.207,83

0,00

PASSIVO

1.671.680,17

0,00

PASSIVO CIRCULANTE

1.397.825,00

0,00

EMPRESTIMOS E FINANCIAMENTOS

1.397.825,00

0,00

EMPRESTIMOS DE SOCIOS

1.397.825,00

0,00

273.855,17

0,00

(-) DEPRECIACOES ACUMULADAS

PATRIMONIO LIQUIDO CAPITAL SOCIAL CAPITAL SOCIAL INTEGRALIZADO ( - ) CAPITAL SOCIAL A INTEGRALIZAR

285.075,00

0,00

1.629.000,00

0,00

-1.343.925,00

0,00

LUCROS/PREJUIZOS ACUMULADOS

-11.219,83

0,00

PREJUIZOS ACUMULADOS

-11.219,83

0,00

Reconhecemos a exatidão do presente Balanço Patrimonial, cujo Ativo e Passivo estão uniformes na mesma importância de R$1.671.680,17(Um Milhão, Seiscentos e Setenta e Um Mil, Seiscentos e Oitenta Reais e Dezessete Centavos) Ressalvando que a responsabilidade do profissional contabilista, fica restrita apenas ao aspecto meramente técnico desde que reconhecidamente operou com elementos e comprovantes fornecidos pelo(s) sócio(s) administrador(es) da empresa que se responsabiliza(m) pela sua exatidão e veracidade, bem como pelos estoques considerados levantados pela referida administração e sob sua total e exclusiva responsabilidade.

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO Referência: 01/JAN/2013 até 31/DEZ/2013

CUSTO DE VENDAS

2013

2012

()

()

DESPESAS/RECEITAS OPERACIONAIS

(11.219,83)

Despesas Administrativas

(11.207,83)

()

(12,00)

()

Despesas Financeiras (=) RESULTADO OPERACIONAL

(11.219,83)

(=) RESULTADO ANTES DAS PROVISÔES

(11.219,83)

(=) RESULTADO DEPOIS DAS PROVISOES

(11.219,83)

RESULTADO DO PERIODO

(11.219,83)

AERO LINHARES SPE SA Contador(a): IZABELLA FRINHANI TESSAROLO CPF: 074.557.287-19 CRC: 12641 AERO LINHARES SPE SA BRUNO ROZA PESSOTTI CPF: 031.828.367-06 DIRETOR GERENTE

AERO LINHARES SPE SA ALESSANDRO GRASSI CPF: 009.710.317-97 PRESIDENTE

Municipalização do trânsito apesar de obrigatória, atinge apenas 25% dos municípios brasileiros Plano de mobilidade urbana será exigência para municípios com mais de 20 mil habitantes, que representam 52,9% dos que têm o trânsito municipalizado A municipalização do trânsito, exigida desde 1998 com o Código de Trânsito Brasileiro, e a Lei de Mobilidade Urbana, vigente desde abril de 2012, trazem diretrizes aos municípios para oferecer eficiência na gestão do trânsito, segurança nos deslocamentos e qualidade do transporte. O histórico já revela uma baixa taxa de municipalização do trânsito [ver infográfico]. De acordo com dados de compilação da Perkons* – empresa especializada em segurança viária e mobilidade urbana – apenas 25% dos 5.575 municípios brasileiros têm o trânsito municipalizado. Na região Sudeste são 23,6%, no Sul 47,4%, no Centro-Oeste 22,7%, no Norte 15,8% e no Nordeste 14,3%. A Lei de Mobilidade Urbana exige que até 2015 as cidades com mais de vinte mil habitantes, que correspondem a 29,7% do total, apresentem seus planos de mobilidade para receber recursos federais para o setor. No Brasil, desses 1.653 municípios 52,9% (874) concluíram a municipalização do trânsito. A medida transmite a cada prefeitura a responsabilidade sobre o trânsito da cidade. Favorece a atuação mais próxima da comunidade e oferece autonomia para gerir o trânsito de forma integral. O trânsito é dinâmico e a forma como as pessoas transitam tem influência direta do meio. Novos comércios e indústrias, que são polos geradores de tráfego, por exemplo, requerem que o município planeje essas mudanças e atue para oferecer as melhores condições de segurança e de ordenação do tráfego, por meio de sinalização e fiscalização. O desconhecimento de como gerenciar o trânsito, o receio quanto aos investimentos necessários e a comodidade de “terceirizar“ funções aos Detrans podem ser algumas das razões para a não municipalização do trânsito, segundo a especialista em trânsito da Perkons, Maria Amélia Marques Franco. “A gestão integral do trânsito, dentro das atribuições definidas

aos municípios, requer conhecimento técnico específico e capacitação dos servidores, porém com a realização de convênios é possível fazer parcerias para o cumprimento das obrigações municipais”, argumenta. Para Maria Amélia, com a municipalização é possível atender melhor às necessidades dos cidadãos. “Cena comum em municípios pequenos são veículos estacionados em calçadas ou na frente de guias rebaixadas, causando transtornos e os incomodados se veem sem saída para resolver a situação. Não há a fiscalização e sequer a prefeitura tem regulamentado um serviço de guincho para esta finalidade. Conta-se com a paciência e espera-se a gentileza. Sem a atuação do órgão e a fiscalização as ruas podem parecer ‘terra sem dono’”, ilustra.

Espírito Santo Municipalizado

Não Municipalizado

8,97%

91,03%

|

Lei da Mobilidade Urbana precisa ser integrada com os planos das pastas municipais

A Lei de Mobilidade Urbana, que exige Plano de Mobilidade para cidades com mais de 20 mil habitantes, tem como objetivo melhorar a acessibilidade e a mobilidade nos municípios e integrar os diferentes modos de transporte. A legislação dá prioridade aos pedestres e aos meios de transporte não motorizados e ao público coletivo. Dada a abrangência da lei, o superintendente da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), Luiz Carlos Néspoli, acredita que é fundamental uma integração entre os planos previstos para o município em suas diversas pastas, como habitação, desenvolvimento urbano, sistema viário, área de transporte e saúde, uma vez que a mobilidade com qualidade, segurança e sustentabilidade envolve um conjunto de ações coerentes e de longo prazo. “A circulação de pedestres, bicicletas, transporte individuais, táxis, transporte coletivo e outros meios devem estar articulados com o plano di-

retor da cidade, de maneira que haja uma harmonização entre as redes viárias e de transporte e a ocupação e uso do solo da cidade”, afirma. Néspoli explica ainda que caso o município já tenha um órgão de trânsito é importante que ele seja reorientado para seguir as diretrizes da Lei de Mobilidade. O superintendente acredita ser difícil que todos os municípios sejam capazes de elaborar o Plano de Mobilidade até 2015 para pleitear os recursos federais. “Um dos grandes gargalos atuais para absorver, por exemplo, os recursos do PAC, é a carência de bons projetos, o que reflete a pouca estrutura técnica dos municípios”, analisa. Entretanto, avalia que esta lei, aliada aos recursos colocados à disposição pelos governos, tornam o momento propício para a discussão dos problemas de mobilidade e para agitar o meio técnico e político. “Estes fatores dão esperança de que a atenção que está se dando ao tema é irreversível”, completa Néspoli.


O PIONEIRO O

4 | GERAL QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

BALANÇO PATRIMONIAL

DEMONSTRATIVO DE FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (VALORES EXPRESSOS EM REAIS)

ASILO DOS VELHOS E CASA DOS CEGOS DE LINHARES CNPJ: 27.472.265/0001-49

ASILO DOS VELHOS E CASA DOS CEGOS DE LINHARES CNPJ: 27.472.265/0001-49

2013 ATIVO

1.266.755,00

BALANÇO ENCERRADO EM 31/12/2013

2012 1.289.601,64

2013 CIRCULANTE

182.944,11

142.785,82

SUPERÁVIT DO EXERCÍCIO CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA CAIXA BANCOS C/MOVIMENTO APLICAÇÕES FINANCEIRAS

168.994,11

142.785,82

820,00

585,00

38.275,62

39.399,98

129.898,49

102.800,84

13.950,00

-

NÃO CIRCULANTE

1.083.810,89

1.146.815,82

IMOBILIZADO

1.361.321,30

1.146.815,82

(+)Depreciação

(+)Pagamento a Funcionários

(+)Pagamentos de Impostos e Tributos

15.000,00

15.000,00

907.207,61

907.207,61

EQUIPAMENTOS

113.925,78

113.270,78

13.510,16

13.510,16

MÓVEIS E UTENSÍLIOS

151.810,35

150.139,25

VEÍCULOS

159.867,40

212.311,60

(277.510,41)

(264.623,58)

COMPUTADORES E PERIFERICOS

(-)DEPRECIAÇÃO ACUMULADA

-29.491,87

-92.392,53

0,00

0,00

65.331,03

63.921,53

0,00

0,00

2.732,81

27.861,80

-674,46

-6.779,29

4.076,29

-1.255,31

609,06

-5.135,10

0,00

0,00

(+)Diminuição de Despesas Antecipadas (-)Outras contas a receber

EDIFÍCIOS E CONSTRUÇÕES

0,00

(-)Aumento de Clientes

(+)Aumento de Fornecedores

TERRENOS

0,00

(-)Aumento de Estoques

(+)Contas a Pagar EMPRÉSTIMOS A RECEBER

2012

FLUXO DE CAIXA

-13.950,00

0,00

-98,47

0,00

(-)Devoluções de convênios (-)Adiantamento a funcionarios

0,00

0,00

(-)Adiantamento a fornecedores

0,00

0,00

28.534,39

-13.778,90

(+)Recebimento por Venda de Imobilizado

0,00

0,00

(-)Aquisição de Investimentos/Imobilizado

-2.326,10

-6.083,06

0,00

0,00

-2.326,10

-6.083,06

(+)Novos Empréstimos

0,00

0,00

(-)Amortização de Empréstimos

0,00

0,00

0,00

0,00

(=)Fluxo de Caixa Operacional Líquido DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS

(+)Recebimento de Dividendos PASSIVO

1.266.755,00

1.289.601,64

(=)Disponibilidades geradas pelas (aplicadas nas) Atividades de Investimentos DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTOS

CIRCULANTE

48.037,73

41.294,03

OBRIGAÇÕES C/TERCEIROS

2.652,19

2.043,13

(+)Emissão de Debêntures

FORNECEDORES

2.652,19

2.043,13

(-)Pagamento de Dividendos

0,00

0,00

(=)Disponibilidades geradas pelas (aplicadas nas) Atividades de Financiamento

0,00

0,00

26.208,29

-19.861,96

OBRIGAÇÕES DIVERSAS

44.069,76

37.260,66

RESULTADO - CAIXA GERADO OU CONSUMIDO

OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS

33.638,38

30.905,57

(=)Aumento/Diminuição das Disponibilidades

OBRIGAÇÕES SOCIAIS

10.431,38

6.355,09

OUTRAS OBRIGAÇÕES

1.315,78

1.990,24

CHEQUES NÃO APRESENTADOS

1.315,78

1.990,24

PATRIMÔNIO LIQUIDO

1.218.717,27

1.248.307,61

PATRIMÔNIO SOCIAL

1.218.717,27

1.248.307,61

DISPONIBILIDADES - no início do período

142.785,82

162.647,78

DISPONIBILIDADES - no final do período

168.994,11

142.785,82

RECONHECEMOS A EXATIDÃO DO PRESENTE DEMONSTRATIVO FINANCEIRO

Izabella Frinhani Tessarolo Presidente CPF: 074.557.287-19

Irlan Guinazi Contador - CRC-ES nº 11609-ES CPF: 030.822.367-58

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO RECEITAS BRUTAS DA ATIVIDADE

920.898,32

989.729,37

RECEITA DE APOSENTADORIA DE INTERNOS

366.555,04

388.818,56

CONVÊNIO API ASILAR

126.000,00

90.000,00

AUXILIO FINANCEIRO - PML

115.000,00

184.999,93

SUBVENÇÕES ESTADUAIS

108.000,00

108.000,00

SUBVENÇÕES MUNICIPAIS

45.573,37

-

DOAÇÕES DE PESSOAS FÍSICAS

39.445,50

24.244,84

DOAÇÕES DE PESSOAS JURÍDICAS

40.252,00

21.332,50

DOADORES AVULSOS/ANÔNIMOS

1.927,03

1.827,50

41.063,61

79.004,48

DOAÇÕES POR ORDEM JUDICIAL

7.232,00

14.900,86

RECEITAS FINANCEIRAS

6.799,27

6.732,41

18.050,00

67.248,16

5.000,50

2.620,13

DOAÇÕES DE ALIMENTOS/MATERIAIS

RECEITAS C/FESTIVIDADES E EVENTOS OUTRAS RECEITAS

(-)DESPESAS BRUTAS DA ATIVIDADE

950.390,19

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO (Valores expressos em Reais) ASILO DOS VELHOS E CASA DOS CEGOS DE LINHARES CNPJ: 27.472.265/0001-49 PERÍODO: JANEIRO A DEZEMBRO DE 2013 Patrimônio Social

Outras Reservas

Superávit /Déficit

1.340.536,30

-

-

1.340.536,30

Ajustes de Exerc.Anteriores

163,84

-

-

163,84

Superávit/Déficit do Período

-

-

(92.392,53)

(92.392,53)

Em 1º de Janeiro de 2012

1.082.121,90

Ajustes de Avaliação Patrimonial DESPESAS COM PESSOAL/INTERNOS

732.503,45

838.713,57

DESPESAS COM PESSOAL

519.948,42

529.575,85

20.282,78

47.993,21

125.581,14

146.133,44

66.691,11

115.011,07

DESPESAS COM SAÚDE DOS INTERNOS DESPESAS COM ALIMENTAÇÃO DOS INTERNOS DESPESAS COM ROUPAS E ACESSÓRIOS

-

-

-

-

(92.392,53)

-

92.392,53

-

1.248.307,61

-

-

1.248.307,61

Ajustes de Exerc.Anteriores

(98,47)

-

-

(98,47)

Superávit/Déficit do Período

-

-

(29.491,87)

(29.491,87)

Incorporação ao Patrimônio Social

Em 31 de Dezembro de 2012

DEMAIS DESPESAS OPERACIONAIS

217.886,74

243.408,33

Ajustes de Avaliação Patrimonial

DESPESAS GERAIS/ADMINISTRATIVAS

166.432,14

205.858,93

Incorporação ao Patrimônio Social

DESPESAS TRIBUTÁRIAS

4.914,89

6.396,32

DESPESAS FINANCEIRAS

717,06

821,93

45.822,65

30.331,15

(29.491,87)

(92.392,53)

SERVIÇOS PRESTADOS POR TERCEIROS

SUPERÁVIT (DEFICIT) DO EXERCÍCIO

Izabella Frinhani Tessarolo Presidente CPF: 074.557.287-19

Saldo Patrimônio Líquido

Irlan Guinazi Contador - CRC-ES nº 11609-ES CPF: 030.822.367-58

Em 31 de Dezembro de 2013

-

-

-

-

(29.491,87)

-

29.491,87

-

1.218.717,27

-

-

1.218.717,27

RECONHECEMOS A EXATIDÃO DA PRESENTE DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Izabella Frinhani Tessarolo Presidente CPF: 074.557.287-19

Irlan Guinazi Contador - CRC-ES nº 11609-ES CPF: 030.822.367-58


O PIONEIRO O

GERAL |

5

QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014 ASILO DOS VELHOS E CASA DOS CEGOS DE LINHARES CNPJ: 27.472.265/0001-49 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31/12/2013 E 31/12/2012

1 – Contexto Operacional O Asilo dos Velhos e Casa dos Cegos de Linhares – LAR DA FRATERNIDADE é uma instituição filantrópica, com sede própria, com a finalidade de atender integralmente idosos acima de 60 anos sem referência familiar, em situação de vulnerabilidade social, com total gratuidade quantos aos serviços oferecidos. A instituição iniciou os trabalhos por não haver na cidade e região local de atendimento de longa permanência para idosos doentes e carentes. A sede social se localiza na cidade de Linhares – ES, na Rua Felipe dos Santos, 1236 – Interlagos, CEP: 29903-120, tendo como foro o mesmo município e comarca de Linhares – ES. A instituição é mantida com recursos oriundos da verba orçamentária Municipal, aposentadorias dos internos, convênio API/ASILAR, Subvenções governamentais, contribuições avulsas, depósitos em juízo e receitas financeiras oriundas de festas/eventos diversos. A instituição oferece total gratuidade quanto aos serviços oferecidos, e possui o reconhecimento de: - Utilidade Pública Federal D.O.U. 08/11/96; - Utilidade Pública Estadual pela Lei 4747/93; - Utilidade Pública Municipal pela Lei 838/81; - Registrado no Conselho Nacional de Assistência Social; - Portador do Certificado de Entidade Filantrópica; - Registrado no Conselho Municipal de Assistência Social (Lei 2.627 de 04/04/2006). 2 – Apresentação das Demonstrações Financeiras As demonstrações financeiras foram elaboradas e estão sendo apresentadas de acordo com as políticas contábeis adotadas no Brasil, as quais abrangem a legislação societária, as normas do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e os Pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC). A preparação das demonstrações financeiras em conformidade com o CPC PME requer o uso de certas estimativas contábeis críticas e também o exercício de julgamento por parte da administração da empresa no processo de aplicação das políticas contábeis. Neste caso, não foram utilizadas estimativas contábeis. As demonstrações financeiras do Asilo dos Velhos e Casa dos Cegos de Linhares foram elaboradas em conformidade com a ITG 2002 – Entidade sem Finalidade de lucros - aprovada pela Resolução CFC nº. 1409/12. 2.1 – Moeda funcional Trata-se de demonstrações financeiras individuais e encontram-se apresentadas em moeda corrente nacional – denominada de Real. 3 – Práticas Contábeis A empresa adota o regime de competência para o registro das mutações patrimoniais ocorridas no exercício. Por este princípio, as receitas e as despesas devem ser incluídas na apuração do resultado do período em que ocorrem, sempre simultaneamente quando se correlacionarem, independentemente de recebimento ou pagamento. Da confrontação entre o valor final dos aumentos do Patrimônio Líquido – usualmente denominadas “receitas” – e das suas diminuições – normalmente chamadas de “despesas” ou “custos”, emerge o conceito de “resultado do período”: positivo, quando as receitas forem maiores do que as despesas; ou negativo, quando ocorrer o contrário. Os direitos e obrigações são apresentados pelos valores conhecidos ou calculáveis, acrescidos, quando aplicável, dos correspondentes encargos auferidos ou incorridos. 3.1 – Receitas da entidade As receitas estão segregadas de acordo com sua natureza, e registradas no momento em que são disponibilizadas financeiramente para o uso da entidade, na realização de seus objetivos e na manutenção de suas atividades, segundo normas que constam em seu estatuto. As receitas de subvenções e de contribuições espontâneas de terceiros, quando não condicionadas especificamente a eventos futuros, são registradas por ocasião do efetivo recebimento dos recursos. O superávit/déficit referente às atividades da entidade é incorporado ao patrimônio líquido somente ao término de cada exercício social (31 de dezembro), sendo apurado mensalmente apenas para fins de demonstração. Para a consecução de suas finalidades, a entidade obtém recursos financeiros através de convênios e subvenções públicas, doações voluntárias, rendimentos provenientes de aplicações financeiras, recursos oriundos da verba orçamentária Municipal, aposentadorias de internos, convênio API/Asilar, contribuições avulsas, depósitos em juízo e receitas financeiras oriundas de festas/ eventos diversos. 3.2 – Despesas da entidade As despesas estão segregadas de acordo com sua natureza, e registradas no momento da sua realização. Trata-se de despesas necessárias e diretamente condicionadas à manutenção das atividades da instituição e realização de seus objetivos fins, que são oferecidos com total gratuidade. São despesas de caráter permanente e variáveis de acordo com a necessidade e eventualidade de sua realização, tais como: Folha de pagamento de funcionários, pagamento de autônomos e prestadores de serviços, impostos e taxas trabalhistas e fiscais, despesas relacionadas à saúde dos internos, remédios, vestuário, produtos alimentícios, materiais de consumo e de expediente, material de higiene e limpeza, material e bens de copa/cozinha, gás de cozinha, despesas com veículos, material de manutenção e conservação, despesas com eventos para angariar fundos para a instituição, entre outras. 3.3 – Impostos e Contribuições 3.3.1 – Regime Tributário A instituição se enquadra na condição de isenta do imposto de renda. Consideram-se isentas do imposto sobre a renda as instituições de caráter filantrópico, recreativo, cultural e científico e as associações civis que prestem os serviços para os quais houverem sido instituídas e os coloquem à disposição do grupo de pessoas a que se destinam, sem fins lucrativos (Lei nº 9.532, de 1997). A isenção aplica-se, exclusivamente, em relação ao imposto sobre a renda da pessoa jurídica e à contribuição social sobre o lucro líquido. Para o gozo da isenção, a instituição é obrigada a atender aos seguintes requisitos: a) não remunerar, por qualquer forma, seus dirigentes pelos serviços prestados; b) aplicar integralmente seus recursos na manutenção e desenvolvimento dos seus objetivos sociais; c) manter escrituração completa de suas receitas e despesas em livros revestidos das formalidades que assegurem a respectiva exatidão; d) conservar em boa ordem, até que estejam prescritas eventuais ações que lhes sejam pertinentes, os documentos que comprovem a origem de suas receitas e a efetivação de suas despesas e a realização de quaisquer outros atos ou operações que venham a modificar sua situação patrimonial; e) apresentar, anualmente, DIPJ, em conformidade com o disposto em ato da Secretaria da Receita Federal do Brasil. A instituição da mesma forma, também é isenta dos seguintes impostos e contribuições federais: PIS-Pasep, COFINS e CSLL. Tal isenção também fica condicionada ao atendimento dos requisitos acima descritos, ou seja, a manutenção do gozo da imunidade do imposto de renda. 3.3.2 – PIS – Folha de Salários A Instituição recolhe mensalmente o PIS sobre a folha de salários. Trata-se uma obrigação tributária principal devida por todas as entidades sem fins lucrativos, classificadas como Isentas, Imunes ou Dispensadas, e calculado sobre a folha de pagamento de salários. A base de cálculo é o total da folha de pagamento mensal de seus empregados. Entende-se por folha de pagamento mensal, o total dos rendimentos do trabalho assalariado de qualquer natureza, tais como salários, gratificações, comissões, adicional de função, ajuda de custo, aviso prévio trabalhado, adicional de férias, quinquênio, adicional noturno, hora extra, 13° salário e repouso semanal remunerado. Não integra a base de cálculo: o salário-família; o aviso prévio indenizado; o FGTS pago diretamente ao empregado na rescisão contratual; a indenização por dispensa, desde que dentro dos limites legais. A alíquota a ser aplicada sobre a base de cálculo é de 1% (um por cento). 3.3.3 – Contribuição Previdenciária 3.3.3.1 – Considerações gerais A instituição usuflui da isenção da contribuição previdenciaria. Para isso, atende a uma série de exigências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A primeira delas é possuir o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Ceas), que exige os seguintes requisitos: - Estar legalmente constituída no País e em efetivo funcionamento; - possuir inscrição no Conselho Municipal ou Conselho Estadual ou Distrital de Assistência Social; - ser registrada no Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS); - aplicar rendas, recursos e resultado integralmente no território nacional e nos objetivos institucionais; - aplicar as subvenções e doações recebidas nas finalidades a que estejam vinculadas; - aplicar, no mínimo, 20% da receita bruta em gratuidades; - não distribuir resultados, dividendos, bonificações, participações ou parcela do seu patrimônio; - não remunerar nem conceder nem conceder vantagens a diretores, sócios, instituidores ou benfeitores; - destinar em seus atos constitutivos, no caso de dissolução ou extinção, patrimônio a outra entidade congênere registrada no CNAS; - não constituir patrimônio de indivíduo ou de sociedade sem caráter beneficente de Assistência Social; - prestar serviços de forma permanente e sem discriminação de clientela. O Certificado é apenas um dos requisitos legais para a obtenção da isenção previdenciária. Cabe ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) avaliar se a entidade tem condições de ser considerada isenta de recolher a cota patronal, conforme a legislação. Também são exigências: - que seja reconhecida como de utilidade pública federal e estadual ou do Distrito Federal ou

municipal; - que seja portadora do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Ceas); - promova a assistência social beneficente a pessoas carentes, especialmente crianças, idosos e portadores de deficiência;

tárias e trabalhistas. Por consequência, não foi constituído provisão relativo ao tema abordado. 10 – Patrimônio Líquido 10.1 – Patrimônio Social

3.3.3.2 – Valores de isenção A entidade usufruiu a isenção do INSS, da seguinte forma: Composição dos saldos Contribuição Patronal SAT Outras Entidades Total

2013 106.108,49 14.775,34 28.565,81 149.449,64

O Patrimônio Social corresponde ao superávit acumulado, apurado isoladamente em cada exercício, que posteriormente é transferido para esta rubrica, sendo absorvido por déficit eventualmente apurado em período posterior.

2012 90.264,39 13.539,66 26.176,67 129.980,72

Constitui patrimônio da instituição, todos os bens móveis, imóveis, semoventes e em espécie, adquiridos por compras ou recebidos em doações, contribuições, comercializações ou quaisquer outros meios lícitos de aquisições.

3.4 – Instrumentos financeiros – momento do reconhecimento

O patrimônio da entidade é totalmente desvinculado do patrimônio dos diretores e dos associados internos.

3.4.1. Ativos financeiros Os ativos financeiros da instituição são classificados no momento do seu reconhecimento inicial. São reconhecidos inicialmente pelos valores e custos de transação que lhe são diretamente atribuídos e determinados em negociação direta com terceiros. Os ativos financeiros da instituição incluem caixa e equivalentes de caixa (bancos conta movimentos e aplicações financeiras). 3.4.2 – Passivos financeiros Os passivos financeiros da instituição são classificados no momento do seu reconhecimento inicial. São reconhecidos inicialmente pelos valores e custos de transação que lhe são diretamente atribuídos e determinados em negociação direta com terceiros. Os passivos financeiros da instituição incluem contas a pagar a fornecedores e outras contas a pagar a terceiros. 3.5 – Avaliação do valor recuperável de ativos (teste de “impairment”) A administração revisa anualmente o valor contábil líquido dos ativos com o objetivo de avaliar eventos ou mudanças nas circunstâncias e econômicas e operacionais, que possam indicar deterioração ou perda de seu valor recuperável. Quando estas evidências são identificadas, e o valor contábil líquido excede o valor recuperável, é constituída provisão para deterioração ajustando o valor contábil líquido ao valor recuperável. A instituição avalia periodicamente o efeito deste procedimento e, nas demonstrações financeiras de 2013 e 2012 não identificou ajustes a serem contabilizados. 3.6 – Provisões 3.6.1 – Geral Provisões são reconhecidas quando a instituição tem uma obrigação presente em consequência de um evento passado. É provável que benefícios econômicos sejam requeridos para liquidar a obrigação e uma estimativa confiável do valor da obrigação possa ser feita. A despesa relativa a qualquer provisão é apresentada na demonstração de resultado. 3.6.2 – Provisões para riscos tributários, civis e trabalhistas Provisões são constituídas para todas as contingências referentes a processos judiciais para os quais é provável que uma saída de recursos seja feita para liquidar a obrigação e uma estimativa razoável possa ser feita. A avaliação da probabilidade de perda inclui a avaliação das evidências disponíveis, a hierarquia das leis, as jurisprudências disponíveis, as decisões mais recentes nos tribunais e sua relevância no ordenamento jurídico, bem como a avaliação dos advogados externos. A instituição não possui processos judiciais e administrativos, que evidenciem ou justifiquem provisões e ajustes contábeis. 3.7 – Outros ativos e passivos (circulantes e não circulantes) Os ativos e passivos são classificados como circulantes quando sua realização ou liquidação ocorra até o término do exercício seguinte ao período presente. Caso contrário são demonstrados como não circulantes. 4 – Caixa e equivalentes de Caixa Caixa e equivalentes de caixa incluem dinheiro em caixa, depósitos bancários, outros investimentos de alta liquidez e saldos em contas garantidas. As aplicações financeiras, quando realizadas, são demonstradas ao custo original, acrescido dos rendimentos auferidos até a data do balanço. Composição dos saldos Caixa Bancos c/movimento Aplicações Financeiras de Renda Fixa Total

2013 820,00 38.275,62 129.898,49 168.994,11

2012 585,00 39.399,98 102.800,84 142.785,82

5 – Imobilizado Demonstrado ao custo de aquisição, combinado com depreciação e amortização calculadas pelo método linear, com utilização de taxas apresentadas pela legislação fiscal e tomando-se por base a vida útil estimada dos bens, o qual não diverge significativamente do valor justo. 5.1 - Valores dos bens - custo de aquisição Composição dos saldos Terrenos Edifícios e Construções Equipamentos Computadores e Periféricos Móveis e Utensílios Veículos Eletro Eletrônicos Instalações diversas Total

2013 15.000,00 907.207,61 104.500,84 13.510,16 139.119,35 159.867,40 12.691,00 9.424,94 1.361.321,30

2012 15.000,00 907.207,61 103.845,84 13.510,16 137.448,25 212.311,60 12.691,00 9.424,94 1.411.439,40

% - Taxa anual 04 10 20 10 20 10 10

2013 155.528,70 30.764,03 9.146,15 75.065,94 0,00 4.178,42 2.827,17 277.510,41

2013 1.361.321,30 277.510,41 1.083.810,89

2012 1.411.439,40 264.623,58 1.146.815,82

A receita bruta operacional da instituição é representada por: 11.1 - Receita Bruta Operacional Descrição Aposentadoria de internos Doações de pessoas físicas Doações de pessoas jurídicas Doadores avulsos/anônimos Doações de alimentos/materiais Doações por ordem judicial Convênio API Asilar Auxilio financeiro – PML Subvenções Estaduais Subvenções Municipais Receita c/festividades e eventos Receitas Financeiras Outras Receitas Receita Bruta

31/12/2013 366.555,04 39.445,50 40.252,00 1.927,03 41.063,61 7.232,00 126.000,00 115.000,00 108.000,00 45.573,37 18.050,00 6.799,27 5.000,50 920.898,32

31/12/2012 388.818,56 24.244,84 21.332,50 1.827,50 79.004,48 14.900,86 90.000,00 184.999,93 108.000,00 0,00 67.248,16 6.732,41 2.620,13 989.729,37

11.2 – Convênio API Asilar Trata-se de recurso federal do MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, repassado pela Prefeitura Municipal de Linhares. Os recursos são aplicados para aquisição de material de consumo/manutenção: padaria, gás, produto de limpeza, gráfica, higiene pessoal, papelaria, telefone, roupas de cama, mesa e vestuário, calçados, alimentos, curso de capacitação, honorários contábeis, oficina mecânica, serviços terceirizados, combustível e oficina de artes. 11.3 – Auxilio Financeiro PML – Verba Orçamentária Trata-se de cooperação financeira concedida pela Prefeitura Municipal de Linhares. Os recursos são aplicados para aquisição de material de consumo/manutenção: padaria, gás, produto de limpeza, gráfica, despesas com pessoal, honorários contábeis, higiene pessoal, papelaria, FGTS, INSS, PIS, IRRF, telefone, roupas de cama, mesa e vestuário, alimentos, cursos de capacitação, oficina mecânica e serviços de terceiros. 11.4 – Subvenção Estadual Subvenção financeira para serviço de acolhimento institucional recebida do Governo do Estado do Espírito Santo no ano de 2013, no valor de R$ 108.000,00. Os recursos são aplicados para aquisição de material de consumo/manutenção: padaria, gás, produto de limpeza, gráfica, higiene pessoal, papelaria, telefone, roupas de cama, mesa e vestuário, calçados, alimentos, honorários contábeis, oficina mecânica, serviços terceirizados, combustível e oficina de artes. 12 – Despesa Bruta Operacional A despesa bruta operacional da instituição é representada por: Despesa Bruta Operacional Descrição Despesas com pessoal Despesas c/saúde dos internos Despesas c/alimentação dos internos Despesas c/roupas e acessórios Despesas Financeiras Despesas Tributárias Serviços Prestados por terceiros Despesas Gerais/administrativas Despesa Bruta

31/12/2013 519.948,42 20.282,78 125.581,14 66.691,11 717,06 4.914,89 45.822,65 166.432,14 950.390,19

31/12/2012 529.575,85 47.993,21 146.133,44 115.011,07 821,93 6.396,32 30.331,15 205.858,93 1.082.121,90

13 – Instrumentos Financeiros Tendo apresentado os conceitos e definições nos itens acima, a administração procedeu a análise dos instrumentos financeiros que compõem o Ativo e o Passivo, e concluiu que o valor justo das disponibilidades, os saldos a receber e os passivos circulantes aproximam-se do saldo contábil, em razão de o vencimento de parte significativa desses saldos ocorrerem em data próxima a do balanço. Os recursos da entidade foram aplicados em suas finalidades institucionais de conformidade com seu Estatuto Social, devidamente demonstrados pelas suas despesas operacionais de manutenção de atividades e investimentos patrimoniais necessários para um melhor desempenho de suas funções. 14 – Eventos Subsequentes Não ocorreram eventos entre a data de encerramento do exercício social e de elaboração das demonstrações financeiras que pudessem afetar as informações apresentadas, bem como a análise econômica e financeira.

5.2 - Valores de depreciação Composição dos saldos Edifícios e Construções Equipamentos Computadores e Periféricos Móveis e Utensílios Veículos Eletro Eletrônicos Instalações Total

11 - Receita Bruta Operacional

2012 119.240,40 20.379,45 6.444,12 61.321,11 52.444,20 2.909,32 1.884,98 264.623,58

Izabella Frinhani Tessarolo Presidente CPF: 074.557.287-19

Irlan Guinazi Contador – CRC nº 11609-ES CPF: 030.822.367-58

5.3 – Imobilizado líquido Composição dos saldos Custo de Aquisição (-) Depreciação Acumulada Total

6 – Fornecedores As contas a pagar de fornecedores são inicialmente reconhecidas pelo custo de aquisição. Representam as dívidas da entidade com terceiros, referente à aquisição de mercadorias de consumo e manutenção, despesas com contratação de serviços e outras contas a pagar. Composição dos saldos Fornecedores diversos Total

2013 2.652,19 2.652,19

2012 2.043,13 2.043,13

7 – Obrigações trabalhistas e tributárias A empresa adota o critério de reconhecimento dos tributos pelo regime de competência, validando o reconhecimento em contrapartida da receita adquirida mensalmente nas atividades produtivas e exigidas pela legislação tributária. 7.1 – Obrigações trabalhistas Composição dos saldos Salários a pagar Total

2013 33.638,38 33.638,38

2012 30.905,57 30.905,57

2013 4.959,23 4.550,50 54,74 744,23 122,68 10.431,38

2012 1.427,47 4.206,15 0,00 712,74 8,73 6.355,09

7.2 - Obrigações sociais e fiscais Composição dos saldos Inss a recolher Fgts a recolher Contrib.Sindical a recolher PIS Salários a recolher IRRF a recolher Total 8 – Outras obrigações Compõem outras obrigações da empresa, os valores referentes cheques emitidos e pagos, mas ainda não compensados pela instituição financeira. Composição dos saldos Cheques não compensados Total

2013 1.315,78 1.315,78

2012 1.990,24 1.990,24

9 - Provisões para demandas judiciais e administrativas A empresa não é parte em ações judiciais e processos administrativos perante tribunais e órgãos governamentais, decorrentes do curso normal das suas operações, envolvendo questões tribu-

ABANDONO DE EMPREGO JACINTHO GABURRO, portador do CPF: 054.010.54734, proprietário da FAZENDA NOVA ESPERANÇA, CEI: 070320000885, localizada no interior de LinharesES, CEP: 29900-970, solicita o comparecimento da funcionária MARIA ISABEL BRAVO DOS SANTOS, trabalhadora rural safrista, portadora da CTPS: 93865 - 00017-ES, no prazo de 48 horas, sob pena de não o fazendo, ser enquadrado no Artigo 482 letra I da CLT. Linhares-ES, 27 de março de 2014


O PIONEIRO O

6 | GERAL QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

Alunos da escola José de Caldas Brito, do BNH, participam de Olimpíada Canguru de Matemática Confiança, concentração e muitos cálculos marcaram a participação dos alunos da Escola Estadual José de Caldas Brito, localizada no bairro Novo Horizonte, na Olimpíada Canguru de Matemática Brasil 2014. A competição, realizada internacionalmente em diversos países, reuniu cerca de 700 estudantes que tiveram mais uma oportunidade para testar as habilidades e conhecimentos desenvolvidos durante as aulas da disciplina As provas foram aplicadas na última quinta-feira, 20, para as turmas de 6º ao 9º ano do ensino fundamental da unidade de ensino, que estudam nos turnos matutino e vespertino. Promovido por me io da Associação Canguru Sem Fronteiras, a olimpíada tem como objetivo mostrar aos jovens e crianças que a matemática pode ser interessante, útil e divertida. Durante quase duas horas, os participantes tiveram que solucionar questões objetivas, dispostas em ordem de dificuldade crescente (primeiro terço da prova, ques-

tões básicas; segundo terço, questões mais exigentes e terceiro terço, questões mais desafiantes ou técnicas). O grau de conhecimento técnico exigido seguiu de acordo com a escolaridade do aluno. Segundo o professor de Matemática, Jean Javarini, essa oportunidade vem somar com o conhecimento passado pelas unidades de educação. Além de testar parte significativa do conteúdo aprendido, a competição também pode servir como uma espécie de “preparação para outros tipos de provas que podem ser encontradas

fora da escola, já que ela segue um padrão”. Ele também destacou a vontade dos jovens em competir. “Era uma atividade que não valia ponto, que não poderíamos cobrar como nota. Mesmo assim tivemos uma boa participação, os alunos não faltaram e agora estão ansiosos pelo resultado”, contou. A partir do dia 15 de maio, serão enviados às escolas os resultados de estudantes, com destaque para os que forem premiados com medalhas de ouro, prata, bronze e participação.

Chamada para aprovados em cargo de cuidador em Nova Venécia, Aracruz e Linhares A Secretaria de Estado da Educação (Sedu) divulgou terça-feira, 25, a convocação do processo seletivo que visa à contratação temporária de profissionais para o cargo de cuidador nos municípios de Nova Venécia, Aracruz e Linhares. A chamada para os aprovados em Nova Venécia será no dia 31 de março, às 09h30, na Superintendência

Regional de Nova Venécia, localizada na Praça Jones dos Santos Neves, nº 175, Centro, Nova Venécia. Já para os aprovados em Aracruz e Linhares, a chamada será realizada também no dia 31 de março, porém, às 09 horas, na Superintendência Regional de Linhares, localizada na Rua Capitão José Maria, s/n, bairro Araçá, Linhares.

A convocação será de acordo com a regulamentação disposta no edital 09/2014, publicada no Diário Oficial de 22 de janeiro de 2014 e retificações posteriores. O não atendimento às normas que regulamentam o edital acarretará na apuração de responsabilidades pela Comissão Central da Secretaria de Estado da Educação (Sedu).

Polícia Civil prende último suspeito de assassinato no Três Barras Policiais civis da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Linhares prenderam na tarde de terça-feira, 25, o último envolvido na morte de Jorge da Silva Júnior, 23 anos, e na tentativa de homicídio de P.O.B.R., 19 anos. O crime ocorreu no dia 23 de outubro de 2012, na Rodovia BR 101, no bairro Três Barras, em Linhares Segundo o titular da DCCV de Linhares, delegado Fabrício Lucindo, W.S., 22 anos, foi detido no bairro Conceição. “O suspeito disse que estava se escondendo na região de São Mateus, mas foi para Linhares para receber um dinheiro”, contou o responsável pela prisão. O delegado informou que o comparsa do suspeito detido, identificado como R.A.C., 23 anos, foi preso no mês de abril do ano passado, no município de Macaé, Rio de Janeiro. “Os dois suspeitos estavam em uma motocicleta quando cercaram as vítimas, que estavam em outra motocicleta, e efetuaram os disparos”, contou Lucindo. Jorge mor-

reu no local e P.O.B.R. conseguiu sobreviver aos ferimentos. Durante o depoimento, W.S. não confessou o crime, mas de acordo com o delegado existem provas da participação dele. “Ele estava pilotando a motocicleta, enquanto o comparsa executava as vítimas”, afirmou o titular. Fabrício Lucindo explicou ainda que o homicídio foi motivado por uma guerra entre gangues rivais dos bairros Pó do Shell e Jupuranã e ressaltou também que o suspeito já possuía um mandado de prisão pela prática de tráfico de entorpecentes. W.S. foi encaminhado a Penitenciária Regional de Linhares (PRL).


O PIONEIRO O

GERAL |

7

QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

| ENFOQUE enfoque@jornalopioneiro.com.br

Esta coluna é publicada todas as quintas

Entre Nós

O elenco de Entre Nós marcou presença na pré-estreia do filme no Rio de Janeiro. Na foto, Paulo Vilhena, Carolina Dieckmann e Julio Andrade. O filme Entre Nós chega aos cinemas

Divulgação

brasileiros hoje. O longa conta a história de um grupo de amigos que se reencontra dez anos depois de uma tragédia, quando um segredo pode mudar a vida de todos.

Prometheus 2 O cineasta britânico Ridley Scott voltará a colocar-se atrás das câmeras para filmar a segunda parte da ficção científica “Prometheus”, que chegará às salas em março de 2016. O filme original, protagonizado por Noomi Rapace e Michael Fassbender, arrecadou mais de US$ 400 milhões em 2012. O roteiro da sequência, origi-

Captain of the gate Kevin Spacey, que atualmente interpreta o político Francis Underwood na série “House of cards” do Netflix, dará vida ao ex-primeiro-ministro britânico Winston Churchill no filme “Captain of the gate”. O estúdio Sierra/Affinity contará com um orçamento de US$20 milhões para a produção. O filme vai narrar a ascensão ao poder e se centrará em sua oposição ao Terceiro Reich de Adolf Hitler. Spacey filma atualmente a sequência da comédia “Quero matar meu chefe”, ao lado de Jennifer Aniston e Jason Sudeikis.

Noé proibido nalmente escrito por Jack Paglen (“Trascendence”), será revisado por Michael Green, que trabalhou em “Lanterna Verde” (2011) e em séries como “Smallville” (2001), “Everwood” (2002) e “Heroes” (2006). Green colaborou recentemente com Scott no roteiro da sequência de “Blade Runner”.

As autoridades da Indonésia, um país de maioria muçulmana, proibiram a projeção do filme “Noé”, do diretor Darren Aronofsky, por questões religiosas. O longa-metragem, que traz Jennifer Connelly, Anthony Hopkins e Russell Crowe no elenco, também foi proibido nos Emirados Árabes Unidos, Catar e Bahrein.

Need for Speed Filmes baseados em jogos de videogame não são bons e tampouco retratam o que é visto quando os jogadores estão no comando. O resultado disso é que as produções são decepcionantes. Não só para os fãs. “Need for Speed”, baseado no jogo de corrida homônimo que estreou no Brasil em 13 de março, é o novo candidato a derrubar esse tabu. Aaron Paul, ator da série “Breaking

Bad”, está acompanhado por carros caríssimos de marcas como Ferrari, McLaren e Bugatti. Até agora, o longa faturou quase US$ 100 milhões. O filme custou por volta de US$ 66 milhões, mas há gastos com promoção que não estão nesta conta. Em jornais, sites e revistas, há mais críticas negativas do que positivas. Outros games tentaram se aventurar no cinema e a maioria não se deu bem.

Bilheteria

S.O.S. – Mulheres ao mar é o novo líder do ranking

Mais um de Madonna A cantora Madonna assumirá a direção de “Adé: A love story”, seu terceiro filme como diretora, uma adaptação do romance homônimo de Rebecca Walker. Após dirigir “Sujos e sábios” (2008) e “W.E. - O romance do século” (2011), Madonna levará aos cinemas a obra literária de Walker, filha de Alice Walker - autora de “A cor púrpura” - e o advogado dos direitos civis Mel Leventhal. Bruce Cohen

(“O lado bom da vida”) será o produtor desta produção independente junto com Jessica Leventhal e a própria Rebecca Walker. O último trabalho cinematográfico da cantora, “W.E.”, apesar da curiosidade que despertou, só arrecadou US$ 583 mil na bilheteria americano. “W.E.” relatava a história de amor entre o rei britânico Edward VIII e a divorciada americana Wallis Simpson.

Estreia da comédia brasileira supera o terceiro fim de semana de 300 – A ascensão do império em público e, por margem pequena, também em renda; Namoro ou liberdade? e O grande herói também estreiam no top 10. Alemão tem público acumulado de 625 mil.

Cobrança de IPVA relativo a motos e veículos de passeio começa na próxima terça-feira Proprietários de automóveis, caminhonetas, utilitários e motocicleta começam a pagar IPVA a partir da próxima terça-feira (1º). O recolhimento poderá ser feito em cota única, com desconto de 5%, ou em duas vezes, com parcelas vencendo entre os meses de abril, maio e junho, conforme o calendário O pagamento do imposto relativo a ônibus, micro-ônibus e caminhões começou em março e vai até o mês de agosto – esse calendário mais extenso vem sendo adotado desde 2012, com o objetivo de diluir os gastos de empresas que apresentam grandes frotas. Ao contrário do que acontece em grande parte dos estados brasileiros, onde o recolhimento do IPVA começa em janeiro, no Espírito Santo o calendário começa mais tarde, considerando os gastos dos contribuintes durante cada início de ano. As alíquotas do imposto no Estado estão entre as menores do País: 2% para carros de passeio, caminhonetes e utilitários e 1% para micro-ônibus, ônibus, motocicletas e ciclomotores. Metade do valor arrecadado fica com o município onde o veículo foi emplacado, enquanto a outra parte fica com o Estado. Por determinação constitucional, no mínimo 25% da arrecadação do IPVA é utilizado na Educação; os municípios precisam aplicar pelo menos 15% em Saúde e o Estado, pelo menos 12%. O gerente de Arrecadação e Cadastro da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Sergio Pereira Ricardo, lembra que os boletos de cobrança são enviados para os endereços registrados no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) cerca de um mês antes do vencimento da primeira ou única parcela. Porém, mesmo quando por qualquer motivo os contribuintes não tiverem rece-

bido o documento, o recolhimento deve ser realizado dentro do prazo – caso contrário, haverá a cobrança de multa e juros. Quem não tiver recebido o documento para pagamento do IPVA pode retirar outra cópia no site do Detran (www.detran.es.gov. br), em uma Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), ou em uma das Agências de Atendimento da Receita Estadual. O gerente lembra ainda que os proprietários de veículos devem estar atentos não só para não perderem o prazo de pagamento do IPVA, mas também para realizar corretamente o recolhimento do imposto, especialmente quando esse for efetuado através de Internet Banking ou terminais de autoatendimento. De acordo com a Gerência de Finanças da Sefaz (Gefin), em 2013 foram devolvidos aos contribuintes R$ 248 mil em IPVA, sendo a grande maioria referente a pagamentos realizados indevidamente - por exemplo, quando o cidadão se confunde e acaba pagando duas vezes uma mesma parcela. Para evitar que isso aconteça, basta ficar atento às informações contidas no Documento Único de Arrecadação (DUA). O montante engloba também, em menores proporções, casos de restituição por perda do veículo em razão de furto, roubo ou sinistro provocado por acidente e ainda isenções concedidas a portadores de deficiência física. A previsão da Sefaz é arrecadar R$ 432 milhões com o pagamento do imposto em 2014.


O PIONEIRO O

8 | GERAL QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

Festa da Mulher Linharense foi sucesso total “Mulheres Profissão – Desafios e Avanços”. Com esse tema aconteceu, no Cerimonial Le Pallace, no bairro Três Barras, quarta-feira, 19, a 18ª Festa da Mulher Linharense, numa promoção conjunta, como de costume, do Yázigi internexus, representado por Maria Consuelo Quitiba Lofêgo e Gladys Quitiba Lofego, e TAM Viagens de Linhares, representada por Zilda Pandolfi Almeida da Conceição e Dayla Pandolfi Almeida Galvêas, com renda total destinada à Associação Pestalozzi de Linhares e Lar da Fraternidade. A música esteve entregue a Banda Black Tie, que atuou com maestria; coquetel super elogiado e uma apresentação de destaque do Studio Unerê de Danças,

sempre muito elogiado. A apresentação da festa foi feita pela jornalista e Comunicadora Empresarial, Maria do Carmo Calmon, que se declarou emocionada “ao prestar este trabalho voluntário de real importância para a sociedade linharense”. Sorteios de brindes, inclusive passagens aéreas e hospedagem por três noites, para Natal, Rio Grande do Norte, com direito a acompanhante, ofertado pela TAM Viagens, que teve como ganhadora a senhora Mary Helmer, e dezenas de outros brindes, ofertados pelo comércio local, fizeram a alegria de muitas delas. Este ano quatro mulheres foram homenageadas, em categorias de trabalho diferentes. São elas: Priscila

Gladia Leal Silva, 38 anos, Gari da Prefeitura de Linhares; Miriã Ribeiro Reinoso, 29 anos, Soldado da Polícia Militar do Espírito Santo; Drieke Quirino de Amaral, 27 anos, Motorista de ônibus da Viação Joana D’Arc; e Claudia Ramos Coutinho, 48 anos, Policial Rodoviária Federal. A festa teve participação de mais de 200 mulheres, que já saíram programando a do ano que vem, porque sabem que além da diversão existe a vontade de ajudar às entidades que se beneficiam com a renda. Os agradecimentos especiais das organizadoras vão para Gráfica Rossi, Chopp Brusk (Delivery Linhares), Studio Unerê de Danças, Vida Saudável e Jornal O PIONEIRO.

Fotos: Zilda Pandolfi


O PIONEIRO O

SOCIEDADE |

9

QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

| LÁ & CÁ Alexandre Araújo colunalaeca@hotmail.com Essa coluna é publicada todas as quintas

São duas meninas!

De Bike Nova

Silvana e Frederico Paiva receberam a notícia de que a cegonha vai entregar duas meninas no segundo semestre. As primeiras herdeiras do casal irão se chamar Alice e Laura. Que venham com muita saúde!

Sidney Galon acaba de adquirir uma bike super moderna na loja do gente boa Renan Roberte, a Bike One. Bem equipado vai fazer companhia a esposa Sílvia nas pedaladas de fim de semana. Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa.

Chocolates Brasil Cacau Linhares vai ganhar, quando abril chegar, uma franquia deliciosa: é a Chocolates Brasil Cacau que vai ficar ali – bem no centro da cidade – pertinho da Desvio. O empreendimento será comandando pelas amigas Josiele Biancardi e Lú Zon. Mais pra frente a coluna dará mais detalhes. Sucesso pras duas.

Henrique Bazoni

“Aprendi que um homem só tem o direito de olhar um outro de cima para baixo para ajudá-lo a levantar-se” Johnny Welch

Solidariedade I No Bazar Beneficente ao Lar da Fraternidade no Pitágoras, Adriana Armani, Cláudia Magnago Caldara e Tati Lopes Fonte

Novo Correio Linhares acaba de ganhar mais uma agência dos Correios. Agora os frequentadores do Shopping Pátio Mix terão mais comodidade

para despachar encomendas e cartas – bem raras nos dias de hoje -, além de outros serviços que o órgão oferece.

A cegonha vem aí! Henrique Bazoni

Christiny e Honorinho Frisso receberam no início da semana a notícia de que Lisi terá um irmãozinho. A cegonha entrega o novo herdeiro do casal no fim do ano. Parabéns da coluna.

Niver

Solidariedade II Também contribuindo para a realização do Bazar, a bat-colega Vanessa Bergamaschi e Flávia Siqueira

Roque Zanetti recebeu amigos para comemorar o aniversário da esposa Marinalva na última terça. Por lá Gilda e Debinho Soeiro e Teresa com João Bobbio. Tudo gente boa!

Almoço em Família Cardápio Light I

Cardápio Light II

Tati e Luciano Rastoldo almoçavam no restô de Magda e Rodrigo Foletto na última segunda em clima bem light. Pratos coloridos com muita salada, frango grelhado e carboidratos na medida certa. Estão corretos!

Quem investe num delivery super bacana de comidinhas lights prontas para consumo e preparo é o amigo Rodrigo Garcia. Na verdade, a grande tendência do mercado é esta e ele está no caminho certo. Sucesso da coluna.

Os Agrizzi estavam todos reunidos no último domingo no restaurante Laguna’s, ali no Jardim Laguna. Ana e Narciso Agrizzi almoçavam na companhia dos filhos Itiara que estava com Ricardo Nunes e Clara, e Fábio com a esposa Karla Frisso. Tudo em clima super família.

Antonella está chegando

Showroom de Jóias

Quem também espera com ansiedade a chegada da primeira herdeira é Laryssa e Rafael Araújo. Antonella está prestes a chegar para alegria dos avós, em especial de Zete e Cola Armani, que são pessoas queridonas de Lá&Cá.

Renata Miranda recebeu convidados para apresentar seu novo showrrom de semijoias. Com decoração clean e de muito bom gosto o novo espaço fica ali no Shell, pertinho da praça do bairro.

Encontro de Comunicação Os jornalistas que integraram a assessoria de comunicação da gestão Guerino Zanon se reuniram para almoço de bate-papo descontraído e de ame-

nidades. Jogando conversa fora, euzinho da silva, Ananda Bisi, Mariana Guidolini, Suellen Alves, Paola Grobério Nali e Pryscila Costa.

Coquetel de Lançamento I

Coquetel de Lançamento II

Ghina e Maré Grassi estão de vitrine nova para os lançamentos da nova estação. O outono da loja foi apresentado aos clientes na semana passada com a simpatia do staff de lá.

Também na onda dos lançamentos outono-inverno estão Brunella Galavotti Borges e Naira Galavotti que contrataram as delícias da doceira Camila Galavotti para receber clientes e mostrar as novidades das araras.


10 | GERAL QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

O PIONEIRO O


O PIONEIRO O QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

GERAL | 11


O PIONEIRO O

12 | GERAL QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

| SAGRAÇÃO LITERÁRIA Antonio Bezerra Neto bezerrapoesia@gmail.com

Linhares tem três médicas do Programa Mais Médicos atuando

Esta coluna é publicada todas as quintas e domingos

Meu quarto de hotel

" | Abajur Clássico, FSP obre a escrivaninha de peroba repousava uma esplêndida xilogravura de Goeldi – possivelmente uma cópia – com as características do artista: ideias urbanas cunhadas por uma atmosfera de solidão densa, figuras humanas que se perdem em ruas, becos e praças mal iluminadas de cidades indiferentes à presença de cada um.

S

A propósito, tenho nas minhas ouças uma lição de um erudito professor de História da Arte que dizia: “Há também nas gravuras de Goeldi um ambiente dominado pelo bruno, só rompido pela luz branca filtrada ou por pequenas superfícies de cor”. Em seu fantasioso, pescadores, peixes e o mar protagonizam cenas que denotam uma solidão profunda. Suas xilogravuras são emblemáticas do conflito do ser humano e uma das melhores tradições da arte brasileira. Efetivamente, era um homem de agruras, um expressionista de linha brasileira que demarcava seus trabalhos com fortíssimas influências existenciais. Um dos conceitos do existencialismo é o de que a última palavra é sempre do acaso. E, sem inovar em nada, eu digo: como é bom o ocaso, a toada da vida, o não milagre das coisas. Goeldi tinha o absurdo do mundo nos seus trabalhos.

E ando pelo meu quarto de hotel. A camareira passa e solta um sorriso sem frenesi. Estou quase arribando. Uma saudade inexplicável toma conta de mim. Pareço tão brando! O que estará acontecendo com minha autonomia histórica? Num cantinho, a observação que lavra a modernidade: “Atenção, este quarto é para não fumantes”. O cigarro passou a ser uma espécie de maldição dos tempos modernos. Cá está o meu quarto de hotel no derradeiro olhar: um abajur clássico, um belo sofá de napa dos anos sessenta, um som que brinda Johann Sebastian Bach, as toalhas úmidas carinhosamente dependuradas e as marcas de um tinto que cortou a noite. O quarto me agrada. Há certa lascívia espalhada pelos seus recantos nascida da formidável libido humana.

... um abajur clássico, um belo sofá de napa dos anos sessenta, um som que brinda Johann Sebastian Bach..."

monotonia dos dias, corro meus olhos e vejo que independente de tudo vou sobreviver: preciso – e como preciso! – sobreviver. O poeta Giuseppe Ungaretti gostava de trabalhar as minúcias das coisas. Sua poética fazia bonitas pilhérias do mundo. Em 1916 deixou anotado: “De volta ao trabalho / como qualquer / fibra criada / queixar-se de quê”. A vida talvez seja feita dessas condensações tolinhas. O avião já taxia pela pista do grande aeroporto. No céu, uma dor de outono e uma saudade de lascar, repuxar o coração, deslocar meu olhar, enfim jogar-me no canteiro das muitas impossibilidades. Terei uma longa noite... Abaixo, um poema chiste feito no alto da noite. .....................

Pego os jornais presenteados por uma pessoa muito querida. Apanho a mala e conduzo-a como se estivesse levando para minha casa um desses poemas de Rilke. O amor são duas solidões protegendo-se uma a outra... E que verdade! O mundo me deu desatino, felizmente.

Andante XIX Minha última lembrança: Casa das Rosas ela comendo docinhos da Avenida Paulista

No aeroporto de Congonhas pensei na essencialidade da vida. Rasguei-me de vontades e saudades. E agora? Volto para a

após furtivas fotos em que furtava toda beleza do mundo

Médicas cubanas que estão atuando em Linhares, Nancy Cruz Fernández, Tâmara Gisela e Yerma Tamara Mariño

Nos últimos dias Linhares recebeu três médicas cubanas, especialistas em atenção básica de saúde, por meio do programa Mais Médicos, do Governo Federal. Elas atuam nas unidades de saúde dos bairros Shell e Araçá. Yerma Tamara Mariño Hechavarria é natural do município de Niquero, província de Granma, ao leste da ilha de Cuba, e trabalha como médica há 16 anos. Mesmo tendo deixado seus dois filhos em casa para trabalhar em um país diferente, Tamara está muito feliz. “A recepção aqui no Brasil está sendo ótima. Mesmo com saudade da família, estou muito feliz”, conta. Nancy Cruz Fernández nasceu na cidade de Melena Del Sur, província de Mayabeque, no lado oeste de Cuba. Ela tem 24 anos de experiência com saúde e se sente preparada para atender os brasileiros. “Estamos muito animadas em trabalhar por aqui. Apesar da língua diferente, brasileiros e cubanos têm muito em comum. Estou achando o clima daqui muito parecido com o de lá e a comida também”, afirma. Já Tâmara Gisela Alonso Diaz veio do município de Caimito, província de Artemisa, ao Norte de Havana, capital do país. Formada em 1994, a médica se mostrou entusiasmada em trabalhar em Linhares, cidade que tem

um clima muito parecido com o de sua cidade natal. “Estou me adaptando muito bem à cidade. O clima é bem parecido de onde eu morava e trabalhar aqui no Brasil será uma ótima oportunidade de crescimento profissional. Em Cuba nós gostamos de conhecer o paciente, saber onde ele mora, seus hábitos, seus costumes, pois boa parte das doenças surgem do próprio ambiente onde o cidadão mora. A alimentação, as condições de higiene, tudo isso afeta a saúde das pessoas. É tudo isso que levamos em conta na prevenção das doenças”, afirma Tâmara. Antes de desembarcarem no Espírito Santo, as médicas passaram por treinamentos em São Paulo para aprender mais sobre a língua portuguesa e sobre o exercício da medicina no país. Segundo o diretor de Estratégia de Saúde da Família, Márcio Coração, o trabalho das médicas cubanas será focado na atenção básica, garantindo um atendimento mais amplos nas unidades de saúde. “Dessa forma, os atendimentos ambulatoriais e demais procedimentos básicos de saúde serão otimizados nas unidades de saúde. Vamos tratar de forma mais efetiva os casos ambulatoriais, além dos atendimentos em pediatria e ginecologia”, garantiu Márcio.


O PIONEIRO O

OPINIÃO | 13

QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

| Carlos Jaques

| INFORME Esta coluna é publicada todas as quintas e domingos

Redação O PIONEIRO redacao@jornalopioneiro.com.br

Academia da Saúde

A partir da próxima segunda-feira, 31, as pessoas interessadas poderão fazer matrículas para usar a Academia da Saúde inaugurada terça-feira, 25, no bairro Interla-

Divulgação

gos. É só comparecer na sede da Associação de Moradores do bairro, que fica na rua Vasco Fernandes Coutinho, próximo da Unidade de Saúde.

Prazo para cadastro Os proprietários de equídeos (cavalos, burros, mulas, jumentos) têm até a próxima segunda-feira (31) para cadastrar seus animais junto ao Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf). O produtor que não estiver devidamente cadastrado após o prazo indicado estará sujeito a multas e outras penalidades definidas pelo Instituto. Para fazer o cadastro, o proprietário deve procurar o escritório do Idaf de seu município, apresentando os documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de residência) e cópia da escritura do terreno (ou

outro documento que comprove a posse da terra). Aqueles que mantêm equídeos em parques de exposições, clubes de cavalo, hípicas ou locais semelhantes devem apresentar os documentos pessoais e um documento que comprove a autorização do dono da propriedade quanto à manutenção do equídeo no espaço (contrato de aluguel das baias, declaração de concessão de uso do local ou contrato de arrendamento do pasto). Caso seja um espaço público, será necessária uma autorização da prefeiturado município ou da instituição responsável pelo local.

Academia no Interlagos Uma Academia da Saúde foi entregue terça-feira, 25, à população do bairro Interlagos I pelo governo do Estado. A solenidade aconteceu às 19 horas, na praça localizada na Avenida Vasco Fernandes Coutinho. No último dia 11, os moradores de Pontal do Ipiranga também receberam os equipamentos, como parte dos investimentos do Programa Estado Presente. Essas unidades foram financiadas pelo Governo do ES como

forma de promover a saúde por meio das atividades físicas. Os terrenos foram cedidos pelo município. A academia disponibiliza dez tipos de máquinas desenvolvidas para atender diversos públicos. Os aparelhos têm um sistema de carga ajustável de acordo com tipo físico de cada pessoa, possibilitando a quem nunca praticou atividade física ter a mesma oportunidade de quem já está acostumado aos exercícios.

Desmatamento Em Rio Bananal o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) flagrou, na segunda-feira (24), o desmatamento de uma área de 1,2 hectares de vegetação nativa de Mata Atlântica em estágio médio de regeneração, na Comunidade de Barra do Córrego Primavera. A equipe do Idaf chegou ao local após receber denúncia anônima sobre a infração. O técnico do Idaf, Otavio Gabrieli Dalvi, explica que o proprietário não tinha auto-

rização do Instituto para realizar a supressão. A área foi embargada. O proprietário recebeu multa no valor de R$ 6 mil e deverá recuperar a área degradada. A supressão de vegetação nativa depende de autorização prévia do órgão de defesa, que, no Espírito Santo, é o Idaf. Conforme determinação da Lei Estadual 5.361/1996, a supressão só pode ser autorizada para vegetação em estágio inicial de regeneração, cabendo vistoria do Instituto no local.

Parlamento Jovem O Programa Parlamento Jovem Brasileiro (PJB) 2014 está com inscrições abertas para estudantes da 2ª, 3ª ou 4ª série do ensino médio regular ou integrado do Espírito Santo que desejam concorrer a duas vagas para vivenciar o dia a dia da Câmara dos Deputados. A oportunidade tem colocado jovens de todos os estados e Distrito Federal como peça fundamental no processo de mudança do Brasil, estimulando-os a propor alternativas para problemas encontrados no país. A inscrição pode ser feita até o dia 23 de maio. Para colocar em prática esta ideia, os participantes se deslocam para Brasília durante cinco dias, período em que ficam trabalhando no Parlamento como “Deputados Jovens”, atuando, por exemplo, como autores e relatores de projetos de lei. Nesse período, eles entendem toda a tramitação que acontece no órgão e podem realizar até a defesa e votação em plenário. Esta experiência foi vivida por Eduardo Wolfgram, ex-aluno da Escola Estadual Dom Daniel Camboni, localizada de Nova Venécia. Ele teve o projeto selecionado no ano passado, quando integrou o programa. Eduardo contou que ter contato com a rotina parlamentar o ajudou a entender melhor como funciona o trabalho dentro da Câmara.

Testemunhas de Jeová Com um programa que começa às 9h40min deste sábado, acontece neste final de semana, sábado, 29, e domingo, 30, Assembleias de Circuito das Testemunhas de Jeová, com o tema “A Palavra de Deus é proveitosa para ensinar”. Ainda no sábado, na parte da manhã tem Cântico 65 e oração; O ensino do Grandioso Instrutor nos beneficia; Escola do Ministério Teocrático; Cântico 66 e anuncios; Você pode ‘se ocupar no seu ensino’ por tempo integral?; Dedicação e batismo; e Cântico 58. Na parte da tarde o programa começa às 13h20 min com música, depois tem Cântico 70; Experiências; Simpósio: Rejeite ‘ensinos estranhos – o ensino de Balaáo, ‘tens de odiar o teu inimigo’, construa celeiros maiores, sereis como Deus; Cântico 52 e anúncios; Imite o “modo de ensinar” de Jesus; Ensine a si mesmo para ensinar outros; Cântico 117 e oração. No domingo pela manhã o programa começa com musica e Cântico 115 e oração, prossegue durante o dia e se encerra às 15h30min com o Cântico 113 e oração.

Carlos Jaques Mazzei Ferreira é médico Dermatologista

Eu avisei! Vai faltar água Não é petulância nem presunção, o título é para chamar atenção. Se já não bastasse os apagões por falta d’água, pela redução da capacidade geradora de nossas hidrelétricas e falta de linhas de transmissão, por culpa do “São Pedro”, coitado, “pagando o pato” pela incompetência de nossos governantes, agravado pela corrupção, agora também o risco de desabastecimento humano no maior e mais rico estado Brasileiro, São Paulo. Pelas eleições “pode-se tudo”, frase de um político muito conhecido como raposa velha, sagaz, que elegeu-se na mentira, nela persiste, e de tanto repetir, vai “virando verdade”, e a água vai esvaindo-se dos reservatórios pela falta das chuvas, pelo desperdício, pela má gestão dos recursos hídricos e continuam a afirmar que não vai faltar, mas só até o ultimo minuto do fechamento das urnas, pois em seguida virá o aviso; O governo informa que apesar de todos os esforços e negociações, São Pedro não quis colaborar, não cedeu e não vai fazer chover o necessário, portanto somos obrigados a informar que já a partir da zero hora, as alíquotas das contas de água sofrerão um aumento de 100% e haverá rodízio semanal de abastecimento, ficando proibido banhos com mais de 30 segundos, preferentemente urinar nas ruas e necessidades no mato, e dentes nem pensar escovar após refeições, somente a noite e com bochecho simples... Parece exagero e brincadeira de mau gosto, mas tudo é possível neste País em que governantes brincam de governar e responsabilidade é palavra politicamente incorreta.

Voltando a Linhares, estamos a consumir água com odor incomodo e sabor intragável, que significa cheiro e sabor de algas, algas que cresceram exageradamente na lagoa Juparanã, processo chamado de Eutrofização, provocado por excesso de matéria orgânica, fósforo e outros nutrientes despejados na lagoa por esgoto doméstico, industrial, atividade agrícola nas encostas e piscicultura em tanques redes. Água ainda potável? Quem pode afirmar categoricamente que está dentro dos parâmetros de potabilidade e sem risco a população? Nos meus primeiros anos de Linhares, lá pela década de 80, me vangloriava das informações de que o SAAE fornecia a melhor água do Espírito Santo, uma das melhores do Brasil, mas nesta época a lagoa Juparanã, majestosa, limpa e transparente nos fornecia a matéria prima quase pronta para consumo e hoje, bem, hoje um caldo verde de algas! A Lagoa Juparanã recebe efluentes, resíduos, de Linhares, Sooretama, Rio Bananal e mais oito municípios da bacia do rio São José, que deságua na lagoa. Há anos desenvolvem-se reuniões, fóruns, eventos grandiosos para discussão sobre o que fazer, mas muito pouco foi efetivamente realizado e os anúncios de projetos de tratar 100% do esgoto e outras ações ficaram somente na intenção ou na propaganda eleitoreira. É chegada a hora de unir a necessidade de preservar água para sobreviver, com a vontade popular e exigir o cumprimento de metas e promessas, sob o risco de desabastecimento próximo, ou será que São Pedro vai “negociar uma ajudazinha”, eu avisei!


O PIONEIRO O

14 | GERAL QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

Piranhas eliminam outros peixes nas lagoas de Linhares Não é de hoje que as piranhas, peixes pertencentes da subfamília Serrasalminae (que também inclui peixes como pacus e dourados), invadiram as lagoas de Linhares, eliminando em grande parte as espécies nativas, notadamente diminuindo a produção de tradicionais espécimes como o robalo Na Apiguá - Associação de Piscicultores do Guaxe, e que desde 2004 cria tilápias em confinamento, produzidas em tanques atracados uns aos outros, foram obrigados a substituir as amarras de sisal e de derivados químicos, por cabos de aço. Isso para não ter mais prejuízos, pois as piranhas cortam tudo quando precisam se alimentar. Reginaldo Messias Viana, que é da associação, disse que a entidade foi obrigada a travar os tubos de flutuação das gaiolas, até com arames. “Usávamos cordas normais, mas com o tempo observamos que elas cortavam e perdíamos várias gaiolas e os prejuízos com os peixes por causa dos cortes que as piranhas realizavam nos obrigaram a substituir o material para amarração”, afirmou o administrador da associação. Mas quem sobrevive da pesca em outras lagoas, como a Juparanã, também reclama das piranhas. É o caso do pescador Jorviano Lemes do Carmo,72 anos, que vive do que pesca. Para ele a piranha que se encontra na Lagoa Juparanã, entrou pelas águas do rio Pequeno, mas que a espécie veio pelo rio Doce. “Moço, esse peixe chegou aqui na década de 80. Antes dava pra sobreviver, agora tá difícil”, justificou.

Monsenhor Jonas Abid www.cancaonova.com.br Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente de honra da Fundação João Paulo II

Ave, cheia de graça! ós precisamos da presença de Maria em nossas vidas, daquela que é a mãe do Senhor. Está tudo na Palavra de Deus: “Quando Isabel estava no sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus à cidade da Galileia, chamada Nazaré, a uma virgem (…) chamada Maria” (Lc 1,26-27).

N Os pontos (foto)(são 80 no total) que deverão ser monitorados, via câmeras de vigilância em Linhares, só devem entrar em operação definitiva no final de junho deste ano. A informação é do secretário Municipal de Cidadania e Segurança Pública, Washington Monteiro. O projeto, em parceria com o Governo do Estado, está orçado em aproximadamente R$ 4 milhões, e poderá ultrapassar esse valor caso seja expandido para outras localidades do município. A fase de implantação das câmeras, segundo a Secretaria de Segurança, está quase no fim e em alguns pontos os equipamentos deverão ser remanejados. Alguns desses

pontos de captação de imagens, apresenta problemas, entre eles, a visibilidade limitada no alcance das câmeras e também as estruturas de sustentação (postes), mal localizados, impedindo o acesso de cadeirantes e acesso de pedestres, frisa o secretário. No momento o projeto continua sendo analisado para definitiva implantação, passando pela criação e instalação de equipamentos da central de monitoramento. O local deverá ser o mesmo onde hoje estão as instalações da própria SMCSP, e em breve será efetuada a contratação de pessoal técnico e treinamento.

Lançada a Rede Capixaba de Direitos Humanos A população capixaba que sofre com o desrespeito às diferenças acaba de receber mais um canal de denúncias, a Rede Capixaba de Direitos Humanos A Rede, uma parceria entre a Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (Seadh) e a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), é uma ação pioneira no Brasil e foi lançada segunda-feira, 24, no Campus Federal. Disponível no endereço www. rcdh.ufes.br, é uma importante estratégia de combate ao preconceito e à violação de direitos. É uma ferramenta multifuncional que permite ao cidadão adquirir conhecimento sobre seus direitos bem como fazer contatos virtuais com órgãos públicos como Ministério Público e Defensoria Pública, atuantes na defesa da garantia dos direitos daqueles que constantemente são vitimas da discriminação e da ignorância. Para o secretário de Assistên-

|C CANTINHO DA REFLEXÃO

Pontos de videomonitoramento só estarão prontos no mês de junho

cia Social e Direitos Humanos, Helder Salomão, a Rede é um instrumento ousado que muito tem a contribuir com a sociedade. “Em parceria com a universidade, entregarmos uma ferramenta moderna, rica em informações e com tamanha importância nos faz avançar significativamente rumo à instrução da população sobre seus direitos e sobre como reivindicá-los.” Declarou o secretário. Ao acessar a Rede o internauta encontrará informações sobre os Conselhos de Direitos e Políticas Públicas existentes nas três esferas de Governo – Federal, Estadual e Municipal – além de endereços, contatos, legislações, estatutos e demais documentos que podem ser usados em sala de aula como material pedagógico.

O Termo de Cooperação Técnica entre a SEADH e a Ufes para criação do endereço virtual da Rede Capixaba de Direitos Humanos foi assinado em 2013, primeiro passo para a implantação do site que é uma ação do Programa Estadual de Direitos Humanos, implementado pelo governador Renato Casagrande. O presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos, Gilmar Ferreira, declarou que a semana começou emocionante. “É com muita emoção que inicio minha semana em um evento tão importante para sociedade, principalmente para aqueles cidadãos que convivem diariamente com o tormento do preconceito. Estou muito feliz em participar desta grande conquista na área dos Direitos Humanos.” Declarou Gilmar.

A escolha foi de Deus e não de Maria, para integrá-la a seu projeto, Ele enviou um de seus anjos, para anunciar o seu desígnio. Ela mesma vai dizer no seu cântico: “a minha alma engrandece o Senhor, o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, porque Ele olhou para a humildade de sua serva. Todas as gerações, de agora em diante, me chamarão feliz, porque o Poderoso fez para mim coisas grandiosas”. (Lc 1,47-49). O Senhor quis realizar maravilhas nela! Quem tem o direito de alterar aquilo que Deus quis fazer? Um artista deseja fazer uma obra-prima de barro. Para isto, molda-o da forma que quer. Deus quis moldar esse ‘barro’: Maria. Ela também é barro, como nós, de carne, o que em nada diminui sua honra e força. Mas Deus quis fazer maravilhas nela. E Maria não

glorificou a si mesma, mas o chamou: meu Salvador. O anjo disse a ela: Alegra-te, cheia de graça! O Senhor está contigo. Na hora ela perturbou-se com estas palavras e começou a pensar no significado daquela saudação, pois era israelita e conhecia bem as Sagradas Escrituras, o termo “cheia de graça” tinha peso. E ninguém nunca havia saudado-a assim. Por isso, quando o anjo a chama “cheia de graça”, ela se espanta. É como dissesse: Não pode ser. Eu, cheia de graça? E o anjo a chamou diretamente: Ave, cheia de graça. O que isto queria dizer? Todo o Amor de Deus, toda a sua bondade e benevolência, toda graça, tudo foi canalizado para ela. Por isso, precisamos estar ao lado de Maria na luta contra o dragão. Para sermos protegidos do ataque dele, precisamos estar com ela, debaixo do seu manto. Mais ainda, precisamos estar no seu ventre, como Jesus. Bem debaixo do seu coração. É ela quem vai esmagar a cabeça da serpente. É ela quem vai vencer! Portanto, não é apenas uma devoção, não é uma coisa poética, é uma questão de salvação.


O PIONEIRO O QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

INDICADOR PROFISSIONAL | 15


O PIONEIRO O

16 | SOCIEDADE QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2014

| DENI Deni Almeida da Conceição denialmeida@jornalopioneiro.com.br Essa coluna é publicada todas as quintas e domingos

Engolimos de uma vez a mentira que nos adula e bebemos gota a gota a verdade que nos amarga” Denis Didero Marcelo Santos

Bom dia, Jair Perini Deni

Bibi Neste sábado, 29, e domingo, 30, tem apresentação de Bibi Ferreira, indiscutivelmente um dos maiores nomes do teatro brasileiro, no Teatro Universitário em Goiabeiras, na Ufes. Ela vai apresentar o espetáculo “Bibi – Historias e Canções”. Não há mais ingresso.

Nova Direção

My family Em pé: Aghata e Vanessa; sentadas: Dayla, Zilda e Maria. Esse encontro aconteceu sábado, em Vitória, na comemoração do aniversário de Aghata

Curtas O médico Telmo Fiorot foi reeleito segunda-feira para mais um mandato na presidência da Unimed Norte Capixaba. Começa dia 1º e vai até 20 de abril o Festival de Torta Capixaba, na Ilha das Caeiras, em

Vitória. Está confirmado a apresentação de Djavan, no Alvares Cabral, dia 09 de maio, oportunidade em que estará lançando novo CD e DVD “Rua dos Amores – ao vivo”.

Esta é a médica Daniella Dias Azzari Campostrini, Neurologista e Neurofisiologista, que está chegando de São Paulo para atuar em São Paulo. Seu marido é o Cardiologista e Hemodinamicista Tarcisio Campostrini Borghi Junior, que atua em Linhares

Feijoada O vereador Marcelo Pessoti com Lucas das Neves Ribeiro degustavam a feijoada do Restaurante Spetáculo, no Hortomercado, na Enseada do Suá, sábado passado.

Por lá, também, passaram Gorete e o médico Joel Giuberti que visitavam os filhos que estudam na capital.

As irmãs Viviane e Christiane Pianna venderam a Loja Vivace da Praia do Canto, em Vitória, para o empresário Sérgio Hermesmeyer, da loja Divas. Christiane agora deve assumir um cargo nas empresas do Grupo Pianna, e Viviane continua com suas duas Lojas Vivace de Linhares.

Paparico

Comenda

Antônio Luis Rodrigues (Toinho ex-gerente do Banco do Brasil em Linhares, que hoje reside em Sete Lagos - MG) com a neta Maria Julia Rodrigues Rocha, de 16 anos.

O jornalista José Carlos (Cacau) Monjardim Cavalcanti recebe hoje, na Assembleia Legislativa do Espírito Santo, a Comenda Rômulo Balestrero. A indicação da homenagem é do deputado Marcelo Santos. Parabéns por mais essa Cacau.

Olho na TV “O consumidor deixou de lado algumas prioridades para focar seu objetivo na compra de aparelhos de televisão, de preferência a maior que pu-

der, por causa dos jogos da Copa do Mundo”. Observação de um lojista, da Rua Capitão José Maria, queixando-se da queda nas vendas.

O PIONEIRO 27 DE MARÇO DE 2014  

Edição do Jornal O PIONEIRO do dia 27 de março de 2014

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you