Page 1

Divisão Sucroenergética

Kit Midia para a próxima edição

Opiniões


Ferramentas de inteligência para a área industrial Os profissionais das empresas que têm por missão desenvolver os recursos e as facilidades que são utilizados a cada futuro, afirmam já ter disponível uma respeitável massa de soluções prontas para entrar em ação. Entretanto, tecnologia não pode ser desassociada de pessoas. Ela só tem chance de ir avante, de ser implantada e de mostrar resultados se as pessoas se dispuserem a trabalhar para que isso ocorra. Elas precisam ser convencidas de que "aquele novo" será melhor.

Deveremos lançar mão de todas as Ferramentas de Inteligência da área industrial de que pudermos dispor. Sua empresa tem produtos ou serviços que satisfaçam esta exigência? Você sabe que a Revista Opiniões tornou-se, nesses 17 anos, a mais respeitada vitrine do setor.

Estamos saindo de uma verdadeira hibernação e vamos ter que dar um salto à frente.

Então prepare o anúncio e o vídeo ! Temos um Nação para reconstruir. Fechamento: 10 Setembro 2020

Esta edição utilizará os recursos de som e vídeo da Plataforma Digital Multimídia

Opiniões

16 3965-4600 16 99777-7799


Plano de Pautas Divisão Sucroenergética

SUCROENERGÉTICA: Cana, Açúcar, Etanol & Bioeletricidade

Edição

Trimestre

Feira

Fechamento

Ferramentas de inteligência para a área industrial

OpAA65

Ago-Set-Out 2020

-

10 Set 2020

Anuário de Sustentabilidade & Guia de Compras do setor sucroenergético

AsAA20

2020 2017

-

30 Set 2020

Ferramentas de inteligência para a área agrícola

OpAA66

Nov-Dez/20-Jan/21

-

04 Nov 2020

O mapeamento do setor - cenário, área plantada, produtividade, qualidade

OpAA67

Fev-Mar-Abr 2021

-

10 Fev 2021

O mercado mundial do etanol e do açúcar

OpAA68

Mai-Jun-Jul 2021

Agrishow

14 Abr 2021

Com a palavra, os presidentes (das companhias produtoras)

OpAA69

Ago-Set-Out 2021

Fenasucro

28 Jun‑ 2021

FLORESTA: Celulose, Papel, Carvão, Siderurgia, Painéis e Madeira

Edição

Trimestre

Feira

Fechamento

O avanço da mecanização

OpCP61

Set-Out-Nov 2020

-

14 Out 2020

As espécies, os habitats e suas melhores adequações

OpCP60 OpCP62 AsCP19

Dez/20-Jan-Fev/21

-

25 Nov 2020

A floresta plantada, as áreas degradadas e o desmatamento

OpCP63

Mar-Abr-Mai 2021

-

17 Mar 2021

Anuário de Sustentabilidade & Guia de Compras do sistema Florestal - 2020

AsCP20

2020

-

01 Jul 2020

O avanço da tecnologia no novo cenário de trabalho

OpCP60

Jun-Jul-Ago 2020

-

08 Jul 2020

Divisão Florestal

A busca da alta produtividade florestal

Nota: Pautas e datas de fechamento sujeitas a alterações em função da pesquisa de mercado que será realizada 45 dias antes da publicação para verificar a atualidade do assunto.

Marketing: 16 3965-4600 Dpto de Arte: 16 3965-4660


Revista OpiniĂľes do sistema Florestal


Plataforma Digital Multimídia da Revista Opiniões - Sucro PÚBLICO ALVO

68% 16% 5% 11%

Público alvo: A Revista Opiniões é enviada gratuitamente para: • todos os níveis operacionais, técnicos e de comando de todas as Usinas e Destilarias do País, incluindo as unidades em projeto e em construção • para as universidades e centros de P&D Fornecedores: 16% do sistema • para as entidades patronais do setor • para os órgãos governamentais interessados nos segmentos comercial, Entidades, Universidades, Centro de P&D e Governo: 5% industrial e agrícola do setor • para as empresas fornecedoras envolvidas na produção de: cana-de-açúcar, milho, sisal, etanol, Articulistas: 11% açúcar, bioeletricidade, biogas e biometano do país. Produtores: 68% 37%: Diretores 22%: Gerentes 41%: Supervisores

Localização: 3%

Idade:

Sexo:

CIRCULAÇÃO

13%

12% 1%

40%

63%

8%

30%

51,6%

10% 0%

18-24 25-34 35-44 45-54 55-64

65+

Autores dos artigos: Em 17 anos de operação, a Revista Opiniões publicou 2.833 artigos exclusivos, escritos pelos mais respeitados especialistas, sobre exatamente 136 diferentes pautas, tornando-se uma das mais respeitadas mídias dos sistemas sucroenergética e florestal do País. Pautas: Por tratar apenas de assuntos estratégicos atuais, os executivos têm a necessidade, quase a obrigatoriedade, de se instruírem para uma tomada de decisão iminente. As pautas abordam apenas assuntos estratégicos, de interesse nacional, para o qual se busca rumo e consenso, cuja decisão pode mudar, de uma forma sensível, os destinos do setor. Índice de Leitura: Para comprovar o índice de penetração da Revista Opiniões, pergunte ao seu Cliente qual é a revista que ele recebe, respeita e lê. Este detalhe é de grande importante para a valorização do seu investimento de Marketing. Veja por quem foram escritos os 2.833 artigos exclusivos publicados na Revista Opiniões: Governo e países estrangeiros: 3 Presidentes da República, 2 Candidatos à Presidência, 31 Ministros de Estado, 21 Senadores e Deputados, 18 Governadores, 59 Secretários de Estado, 9 Promotores, 86 Diretores de Autarquias, e 21 Embaixadores estrangeiros

9% 16% 14%

21% 12% 28%

Fornecedores: 452 desenvolvedores de tecnologia Consultores: 382 desenvolvedores de tecnologia

Anúncio

Extensão Lgx Alt

Página Inteira Indeterminada Página Inteira Indeterminada com video* Página Dupla Indeterminada Página Dupla Indeterminada com vídeo* Primeiro Anúncio da revista (Dupla) Primeiro Anúncio da revista (Dupla) com vídeo* Meia Página Banner de Bloqueio do Site da Revista

PDF ou Jpg PDF ou Jpg PDF ou Jpg PDF ou Jpg PDF ou Jpg PDF ou Jpg PDF ou Jpg Quinzena

VIDEO

ÍNDICE DE LEITURA - PAUTA - AUTORES

Masculino

48,4%

20%

88%: Brasil 6%: EUA 6%: Outros paises

TABELA DE PREÇOS

Feminino

21x28 cm 21x28 cm 42x28 cm 42x28 cm 42x28 cm 42x28 cm 21x14 cm 860x535 px

Usinas, Destilarias e empresas florestais: 149 Presidentes, 213 Diretores, 190 Gerentes e 50 Técnicos Entidades: 250 Presidentes e 92 Diretores Universidades e Centros de P&D: 316 Professores, 198 Pesquisadores, 113 Lideres de projetos, e 178 Chefes-gerais, Diretores e Presidentes de Universidades e Centros de P&D

VrBruto Líquido 7.662, 8.412, 14.437, 15.187, 16.775, 17.525, 4.225, 3.192,

6.130, 6.730, 11.550, 12.150, 13.420, 14.020, 3.380, 2.554,

Extensão: MP-4 (vídeos em outras extensões precisarão ser antecipadamente testados) Duração: até 3 minutos Largura: 21 cm obrigatoriamente. Reserva técnica obrigatória, mesmo para vídeos verticais. Altura: até 28 cm. Os videos verticais podem ocupar a altura máxima da página. Procedimento: O anunciante deverá enviar o anúncio e o video separados, por e-mail. O Departamento de Arte da Revista Opiniões fará a aplicação do vídeo sobre o anuncio no espaço desejado. Será produzido um modelo de revista para que o Anunciante faça a analise e a aprovação final.

Trimestres 1: 2: 3: 4:

Fev-Mar-Abr Mai-Jun-Jul Ago-Set-Out Nov-Dez-Jan

Marketing: 16 3965-4600 Dpto de Arte: 16 3965-4660

Plataforma Digital Multimídia da Revista Opiniões

www.Revistapinioes.com.br • 16 3965-4600 • 16 99777-7799


Revista OpiniĂľes do sistema Florestal


Anuário de Sustentabilidade do setor Sucroenergético

2020

Esta publicação tem por objetivo registrar e destacar as milhares de atitudes sociais e ambientais, comum e diariamente realizadas pelas empresas do setor sucroenergético espalhadas por todo o Brasil, em favor de seus empregados e da população das cidades de seu entorno. A participação das empresas de base florestal vai muito além do investimento na formação e treinamento de sua mão de obra ou de qualquer atitude cultural. Há regiões que vivem exclusivamente da riqueza gerada pelo sistema. Há cidades onde a população depende exclusivamente das instalações médico-hospitalares mantidas por estas empresas em razão da absoluta inexistência de qualquer suporte público. Há muita coisa que precisa ser publicada. A imagem que ainda se tem precisa ser substituída na mente do povo brasileiro, gerando a mudança de atitude para uma defesa natural e voluntária do sistema florestal. Distribuição: A publicação será suportada pela avançada Plataforma Digital Multimídia da Revista Opiniões, e além do mailing normal, será expedida para os formadores de opiniões ligados às áreas florestal e industrial do sistema, localizados no Governo Federal e Estadual, nas empresas, orgãos e entidades ligados ao desenvolvimento do conhecimento nos centros de pesquisa e universidades, nas organizações ONGs e empresas fornecedoras do sistema. Formato: Fechado: 21 x 28 cm. Aberto: 42 x 28 cm

Opiniões www.RevistaOpinioes.com.br ISSN: 2177-6504

FLORESTAL: celulose, papel, carvão, siderurgia, painéis e madeira ano 17 • número 59 • Divisão F • mar-mai 2020

O Brasil das florestas plantadas

Marketing: 16 3965-4600 Dpto de Arte: 16 3965-4660

Plataforma Plataforma Digital Digital Multimídia Multimídia da da Revista Revista Opiniões Opiniões

www.Revistapinioes.com.br www.Revistapinioes.com.br •• 16 16 3965-4600 3965-4600 •• 16 16 99777-7799 99777-7799


Revista OpiniĂľes do sistema Florestal


Guia de Compras do sistema Sucroenergético + Anuário de Sustentabilidade

O Guia de Compras do sistema sucroenergético e o Anuário de Sustentabilidade das empresas produtoras, são publicados em um único volume. O Anuário de Sustentabilidade divulga as ações sociais e ambientais que as empresas do sistema sucroenergético executaram diretamente para seus funcionários e para a população das áreas geográficas do entorno de suas operações. O Guia de Compras divulga os produtos e serviços oferecidos por todos os fornecedores do país que atendem as empresas produtoras de cana, milho, sisal, açúcar, etanol, bioeletricidade, biogás e biometano. O guia é dividido em seções de atividades operacionais, destacando os segmentos florestais e industriais do sistema. Distribuição: A publicação é suportada pela avançada Plataforma Digital Multimídia da Revista Opiniões, e é enviada para todos os níveis operacionais, técnicos e de comando de todas as Usinas e Destilarias do País, incluindo as unidades em projeto e em construção • para as universidades e centros de P&D do sistema • para as entidades patronais do setor • para os órgãos governamentais interessados nos segmentos comercial, industrial e agrícola do setor • para as empresas fornecedoras envolvidas na produção de: cana-de-açúcar, milho, sisal, etanol, açúcar, bioeletricidade, biogas e biometano do país. Formato: Fechado: 21 x 28 cm. Aberto: 42 x 28 cm

Opiniões www.RevistaOpinioes.com.br

ISSN: 2177-6504

2017

anuário de sustentabilidade do sistema sucroenergético

Anúncio

Extensão

Página Inteira Indeterminada Página Inteira Indeterminada com video* Página Dupla Indeterminada Página Dupla Indeterminada com vídeo* Primeiro Anúncio da revista (Dupla) Primeiro Anúncio da revista (Dupla) com vídeo* Meia Página Vertical no bloco do Guia de Compras Destaque com Logomarca por seção do Guia de Compras Banner de Bloqueio por setor do Site da Revista

Pdf ou Jpg Pdf ou Jpg Pdf ou Jpg Pdf ou Jpg Pdf ou Jpg Pdf ou Jpg Pdf ou Jpg Pdf ou Jpg Quinzena

VIDEO

TABELA DE PREÇOS

Guia de Compras das empresas fornecedoras

Largurax Alt

VrBruto

VrLíquido

21x28 cm 21x28 cm 42x28 cm 42x28 cm 42x28 cm 42x28 cm 10x24 cm 860 x 535 px

7.662, 8.412, 14.437, 15.187, 16.775, 17.525, 4.225, 750, 3.192,

6.130, 6.730, 11.550, 12.150, 13.420, 14.020, 3.380, 600, 2.554,

Extensão: MP-4 (vídeos em outras extensões precisarão ser antecipadamente testados) Duração: até 3 minutos Largura: 21 cm obrigatoriamente. Reserva técnica obrigatória, mesmo para vídeos verticais. Altura: até 28 cm. Os videos verticais podem ocupar a altura máxima da página. A largura será sempre de 21 cm. Procedimento: O anunciante deverá enviar o anúncio e o video separados, por e-mail. O Departamento de Arte da Revista Opiniões fará a aplicação do vídeo sobre o anúncio no espaço demarcado. Será produzido um modelo de revista para que o Anunciante faça a analise e a aprovação final. Em casos especiais, sob consulta, o video poderá ser atualizado.

Plataforma Plataforma Digital Digital Multimídia Multimídia da da Revista Revista Opiniões Opiniões

www.Revistapinioes.com.br www.Revistapinioes.com.br •• 16 16 3965-4600 3965-4600 •• 16 16 99777-7799 99777-7799


Opiniões Sucroenergético: cana-de-açúcar, etanol, açúcar e bioeletricidade

Opiniões Florestal: celulose, papel, carvão, siderurgia, painéis e madeira

Anuário de Sustentabilidade + Guia de Compras: um para cada setor


Das 10, escolha todas. Nossos argumentos: Acessibilidade: a revista pode ser lida no celular, no desktop ou baixada em PDF. Fidelidade: pergunte para o seu cliente qual é a revista que ele recebe. Credibilidade: em seguida, pergunte qual é a revista que ele respeita e acredita. Penetração: depois pergunte qual é a revista que ele recebe e realmente lê. Baixo custo: Apenas 4 edições cobrem todo o ano, ou seja, 4/12, ou seja 1/3 dos custos. Pautas: são definidas por pesquisas para definir o assunto atual mais importante. Índice de Leitura: em função do interesse na pauta, é comum que se leia a revista inteira. Nível: artigos escritos por 2.833 cientistas, executivos e autoridades em 17 anos. Distribuição dirigida: enviada para todos os níveis de comando do setor. Distribuição: distribuição feita por e-mail operacionalizado pela Google profissional. Auditoria: o anunciante pode auditar nossos bancos de dados sem prévio aviso. Tecnologia: a Plataforma Digital Multimídia da Revista Opiniões é suportada pela operação conjunta das 3 mais avançadas plataformas internacionais de armazenagem, manuseio e tráfego de informação e imagem digital do planeta.

4 revistas trimestrais do setor sucroenergético, 4 revistas trimestrais do setor florestal, e 2 anuários de sustentabilidade e guia de compras em cada setor. Lembre-se: quem é visto é lembrado! Planeje a Revista Opiniões no seu Plano de Marketing. Ligue agora 16 3965-4600.

Opiniões


Anúncio Estático - preparo da Arte Para obter um melhor resultado na produção de um anúncio para a Plataforma Digital Multimídia da Revista Opiniões, pedimos que siga as instruções abaixo para o criação da Arte:

da pagina (21 cm), quer o vídeo seja na horizontal ou vertical. Esta área deve ser considerada como reserva técnica e não poderá ser utilizada para textos ou ilustrações importantes, mas apenas por ilustrações decorativas, pois será coberta pelo video e seus controles. 6. Solicitamos que, se o anúncio contiver vídeo, leia todas as intruções do bloco Anúncio Dinâmico. 7. Mesmo sendo uma publicação digital, as instruções de sangria devem ser seguidas. A página da revista Opiniões Digital tem, quando acabada, as dimensões de 210 mm de largura por 280 mm de altura, ou seja, 21 x 28 centímetros. Em função da sangria solicitada de 3 mm, a arte final de um anúncio deve ser produzida com 216 mm de largura por 286 mm de altura. Uma dica é produzir o anúncio nas medidas de 210 por 280 mm – com o título, textos e fotos no local desejado – e depois, de aprovado, ampliar somente o fundo até a margem da sangria, ou seja 216 por 286 mm. No desenho abaixo, a linha traçajada em vermelho mostra as medidas finais da revista. A linha em azul mostra o anúncio com a sangria de 3 mm em todos os lados. Repare que o que estiver depois da linha vermelha tracejada vai ser cortado quando a revista for finalizada.

1. Para que a resolução seja otimizada e se obtenha uma melhor vitalidade nas cores, gere o arquivo final na extensão PDF. 2. A resolução deve ser de, pelo menos, 300 DPI, no formato RGB. 3. Salve o anúncio com as margens de corte para melhor dirigir a diagramação desejada. 4. Se o anúncio tiver vídeo, não faça a demarcação da área prevista para sua alocação, simulando, por exemplo, um aparelho de TV ou uma tela de cinema, ou qualquer outro tipo de marcação. 5. No que se refere à área ocupada por um vídeo em uma página, para que todos os controles da barra de Menu sejam visualizados, deverá ser reservada a largura inteira

INFORMAÇÕES TÉCNICAS INFORMAÇÕES TÉCNICAS INFORMAÇÕES TÉCNICAS

#

INFORMAÇÕES INFORMAÇÕES TÉCNICAS TÉCNICAS

Opiniões

3. Qual 3. Qual é aérevista a revista que que você você mais mais respeita respeita nono setor setor dede Açúcar Açúcar e Álcool? e Álcool?

3. Qual 3. Qual é aérevista a revista que que você você mais mais respeita respeita nono sets

Roberto Rodrigues

Revista Opiniões:

Se de você maior tem concorrentes dentro do mercado de áçucar e álcool; A revista credibilidade do setor sucroenergético 3você Se Se você tem concorrentes dentro do do mercado de áçucar e álcool; Se3 tem você concorrentes tem concorrentes dentro do dentro mercado mercado de de eáçucar álcool; e álcool; A revista de maior credibilidade doáçucar setor sucroenergético 3 3 Se você gostaria que as qualidades diferenciais dos produtos e serviços da sua Revista Revista Opiniões: Opiniões: 3você Se Se você gostaria que as qualidades diferenciais dosdos produtos e serviços da da suasua Se3 gostaria você gostaria que as qualidades que as qualidades diferenciais diferenciais dos produtos produtos e serviços e serviços da sua 3 3

Se empresa você tem concorrentes dentro do de áçucar epotenciais álcool; A3 Aempresa revista de de maior maior credibilidade docompra; do setor setor estivessem nacredibilidade memória de mercado seus eepotenciais dos Clientes empresa estivessem estivessem na memória memória de seus de Clientes seus Clientes e dos esucroenergético dos potenciais Clientes Clientes Se você tem concorrentes dentro do mercado de áçucar esucroenergético álcool; quando forem assinar ona próximo pedido deClientes 3revista empresa estivessem na memória de seus Clientes e dos potenciais Clientes

forem assinar próximo pedido de de compra; quando forem assinar forem o assinar próximo o próximo pedido de pedido compra; compra; edos e e Se quando você gostaria que asoqualidades diferenciais produtos e serviços da sua 3 quando Se você acredita seja verdadeira a expressão diz quee"quem é visto Se você gostaria queque as qualidades diferenciais dosque produtos serviços da sua 3 estivessem memória de seus Clientes eque dos potenciais Se você acredita quena seja verdadeira a expressão que diz que é Clientes visto Seempresa você acredita você acredita que seja que verdadeira seja verdadeira ado expressão a expressão que que diz "quem que é"quem visto é visto 333 3 éSe lembrado"; então: Se você Se você tem tem concorrentes concorrentes dentro dentro mercado do mercado de diz áçucar de áçucar e álcool; e "quem álcool;

33 empresa estivessem na memória de seus Clientes e dos potenciais Clientes quando forem assinar o próximo pedido de compra; e é lembrado"; então: é lembrado"; é lembrado"; então: então:

quando forem oOpiniões próximo pedido de compra; e produtos Considere aassinar Revista como uma ferramenta para se comunicar com 3 Se você Se você gostaria gostaria queque as qualidades as qualidades diferenciais diferenciais dosdos produtos e serviços e serviços daosua da sua 33 Se você que Opiniões seja verdadeira a expressão que diz que "quem écom visto asucroenergético. Revista como uma ferramenta para se comunicar com o o Considere Considere aacredita Revista a Revista Opiniões Opiniões como uma como ferramenta uma ferramenta para se para comunicar se comunicar comDe o 33 3Considere mercado Estamos seguros ao lhe propor esta solução. toda empresa empresa estivessem estivessem na memória memória de de seus seus Clientes Clientes e dos e dos potenciais Clientes Se você acredita que na seja verdadeira a expressão que diz quepotenciais "quemClientes é visto 33

#

Sangria TÉCNICAS INFORMAÇÕES Sangria Sangria

A revista de maior credibilidade do setor sucroenergético A revista dede maior credibilidade dodo setor sucroenergético ARevista revista A revista deOpiniões: maior maior credibilidade credibilidade do setor setor sucroenergético sucroenergético

mercado sucroenergético. Estamos seguros ao lhe propor esta solução. Deque toda mercado mercado sucroenergético. sucroenergético. Estamos seguros seguros ao lhe propor ao lhe esta propor solução. esta solução. Depara toda De toda forma, para comprovar se Estamos estamos qualificados para isto, peça o é lembrado"; então: é lembrado"; então: quando quando forem forem assinar assinar próximo o próximo pedido pedido de compra; de compra; e isto, eisto, forma, para comprovar se estamos qualificados para peça para o o forma, para forma, comprovar para comprovar seoestamos se qualificados qualificados para isto, para peça para peça que para oqueque responsável pelo Marketing daestamos sua empresa faça a pesquisa acima. Considere a Revista Opiniões como uma ferramenta se comunicar com o responsável pelo Marketing da suasua empresa faça a pesquisa acima. responsável responsável pelo Marketing pelo Marketing da sua empresa da empresa faça a pesquisa faça a para pesquisa acima. acima.

Revista Revista Opiniões: Opiniões:

A revista A revista dede maior maior credibilidade credibilida

você você temtem concorrentes concorrentes dentro dentro do do me 33Se Se você você gostaria gostaria queque as qualidades as qualidades difer d 33Se Se

empresa empresa estivessem estivessem na na memória memória de de se quando quando forem forem assinar assinar o próximo o próximo pedido ped

3 a acredita Revista como uma ferramenta para sediz comunicar o 3 3Considere Se Se você você acredita queOpiniões que sejaseja verdadeira verdadeira a expressão a ao expressão que que diz que que "quem "quem écom visto é visto mercado sucroenergético. Estamos seguros lhe propor esta solução. De toda

você você acredita acredita queque seja seja verdadeira verdadeira a 33Se Se

responsável pelo Marketing da sua empresa faça a pesquisa acima. Considere Considere a pelo Revista a Revista Opiniões Opiniões como uma uma ferramenta ferramenta para para se acima. comunicar se comunicar comcom o o Marketing dacomo sua empresa faça a pesquisa 3 3responsável

Considere a Revista a Revista Opiniões Opiniões como como uma u 33Considere

Opiniões Opiniões Opiniões Opiniões

mercado sucroenergético. seguros ao lhe propor esta peça solução. Deque toda é lembrado"; é lembrado"; então: então: seEstamos forma, para comprovar estamos qualificados para isto, para o forma, para comprovar se estamos qualificados para isto, peça para que o

Opiniões Veja Veja se se isto isto é é verdade verdade

mercado mercado sucroenergético. sucroenergético. Estamos Estamos seguros seguros ao lhe ao lhe propor propor estaesta solução. solução. De toda De toda forma, forma, para para comprovar comprovar se estamos se estamos qualificados qualificados para para isto, isto, peça peça para para queque o o responsável responsável pelopelo Marketing Marketing da sua da sua empresa empresa façafaça a pesquisa a pesquisa acima. acima.

9 9 99

Opiniões Opiniões Veja se isto é verdade

#

8

INFORMAÇÕES TÉCNICAS INFORMAÇÕES TÉCNICAS

14

Revista Opiniões: Revista Opiniões: Revista Revista Opiniões: Opiniões:

286 mm

#

Mas é preciso acreditar. Sem confiança não há esperança para sairmos das dificuldades que se avizinham, atormentadas pelo aumento da inflação e do desemprego, pelo desequilíbrio das contas públicas, pela redução do saldo comercial, por um crescimento pífio do nosso PIB... do Custo Brasil. "

Coordenador do Centro de Agronegócio da FGV, Embaixador Especial da FAO para as Cooperativas, Presidente da Academia Nacional de Agricultura e Presidente do Conselho Deliberativo da Unica

Pagina + Sangria:

Quando ouvimos alguém falar bem de colocamos dúvida Quando Quando ouvimos ouvimos alguém alguém falar bem falar de bem si mesmo, de simesmo, mesmo, colocamos colocamos em em dúvida em dúvida o o oo Quando ouvimos alguém falar bem de sisimesmo, mesmo, colocamos em dúvida Quando ouvimos alguém falar bem de colocamos em dúvida que diz. Assim, para comprovar aaa informação abaixo verdadeira, faça que que diz. diz. Assim, Assim, para para comprovar comprovar se se informação ainformação informação abaixo abaixo verdadeira, éverdadeira, verdadeira, faça façaque que diz.diz. Assim, Assim, para para comprovar comprovar se se a informaç a inform que Assim, para comprovar se informação abaixo ééé que diz. que Assim, diz. Assim, para comprovar para comprovar se ase informação informação abaixo abaixo é verdadeira, éverdadeira, façafaça faça que diz. Assim, para comprovar se a ainformação abaixo ééverdadeira, verdadeira, faça que diz. Assim, para comprovar se abaixo uma pesquisa: ligue para seu Cliente eeepergunte: uma pesquisa: ligue para seu Cliente pergunte: uma pesquisa: uma pesquisa: ligue para ligue seu para Cliente seu Cliente e pergunte: eepergunte: pergunte: uma pesquisa: ligue para seu Cliente pergunte: uma uma pesquisa: pesquisa: ligue ligue para para seuseu Cliente Cliente e pergun e pergu uma pesquisa: ligue para seu Cliente uma pesquisa: ligue para seu Cliente e pergunte: 1. Qual é arevista revista que você recebe? Qual é aéaérevista que você recebe? 1. 1.éQual Qual aa arevista revista que você que recebe? você recebe? 1. arevista que você recebe? 1.Qual Qual é que você recebe? 1.1. Qual érevista que você recebe? 1. Qual 1. Qual é aérevista a revista que que você você recebe? recebe? 2.Qual Qual é arevista revista que você lê? 2. Qual é a revista que você lê? 2. 2. é Qual a é a revista que você que lê? você lê? 2. Qual é a revista que você lê? 2. Qual é aérevista que você lê?lê? 2.3. Qual a arevista que você 2. Qual 2. Qual é aérevista a revista que que você você lê?lê? 3. Qual é arevista revista que você mais respeita no setor deAçúcar Açúcar eÁlcool? Álcool? Qual érevista aéérevista que você mais respeita setor de eee 3. 3.éQual Qual aa arevista revista que você que mais você respeita mais respeita no setor no de setor Açúcar Açúcar e Álcool? eÁlcool? Álcool? 3. que você mais respeita no setor Açúcar Álcool? 3.Qual Qual é que você mais respeita no setor dede Açúcar

O empresariado brasileiro está ansioso por boas notícias do lado do governo para se lançar num ciclo de desenvolvimento com investimentos, geração de empregos, aumento da produção e de excedentes exportáveis, sobretudo no agronegócio: ele quer ardentemente confiar no governo, que se reinventará a partir de 1º de janeiro de 2015.

A presidente Dilma Roussef deu um primeiro sinal nessa direção, ao comunicar, logo depois de conhecidos os resultados das eleições, seu compromisso de dialogar com todos os setores sociais e econômicos do País. Esse anúncio foi recebido com alegria por todos os potenciais investidores e, com certo ceticismo, por alguns setores específicos que, nos últimos 4 anos, não tiveram acesso à Presidente e viram sua atividade produtiva “derreter “ ante a total falta de políticas adequadas. Mas é preciso acreditar. Sem confiança não há esperança para sairmos das dificuldades que se avizinham, atormentadas pelo aumento da inflação e do desemprego, pelo desequilíbrio das contas públicas, pela redução do saldo comercial, por um crescimento pífio do nosso PIB em relação aos países emergentes, por incertezas da economia global, por perdas de competitividade em função do recorrente Custo Brasil. É preciso acreditar.

Tamanho da Página: 280 mm

travessia

Veja se isto verdade Veja se isto éverdade verdadeVeja Vejase seisto istoéé Veja se isto é Veja Veja se se isto isto ésié é verdade verdade Veja se isto é verdade Quando ouvimos alguém falar bem de colocamos em dúvida o Quando Quando ouvimos ouvimos alguém alguém falar falar bem bem dede si mesmo, mesmo, si mesmo, colocamos colocamos emem dúvida dúvida o oQuando Quando ouvimos ouvimos alguém alguém falar falar bem bem dede si mes si m

Sangria Sangria

#

INFORMAÇÕES TÉCNICAS INFORMAÇÕES INFORMAÇÕES TÉCNICAS TÉCNICAS Sangria SangriaINFORMAÇÕES TÉCNICAS Sangria Sangria Sangria Sangria Sangria editorial

99

Quando ouvimos alguém falar bem de si mesmo, colocamos em dúvida o Quando ouvimos alguém falar bem si mesmo,abaixo colocamos em dúvida 9faça 9oo que diz. Assim, para comprovar se ade informação é verdadeira, faça Quando ouvimos alguém falar bem si mesmo, colocamos em dúvida que diz. Assim, para comprovar se ade informação é verdadeira, uma pesquisa: seu Cliente pergunte: abaixo que diz. Assim,ligue parapara comprovar se ae uma pesquisa: ligue para seu Cliente einformação pergunte: abaixo é verdadeira, faça 1. Qual é a revista quepara vocêseu recebe? uma pesquisa: ligue Cliente e pergunte: 1. Qual a revista que você recebe? 2. Qual é é 1. éa a revista revista que que você você lê? recebe? 2. Qual lê? respeita no setor de Açúcar e Álcool? 3. Qual é a revista que você mais 2. 3. Qual é a revista que você lê? mais respeita no setor de Açúcar e Álcool? 3. Qual é a revista que você mais respeita no setor de Açúcar e Álcool?

Página final:210 mm Pg+sangria: 216 mm

é lembrado"; é lembrado"; então: então:

mercado mercado sucroenergético. sucroenergético. Estamos Estamos segu se forma, forma, para para comprovar comprovar se se estamos estamos qu responsável responsável pelo pelo Marketing Marketing da da suasua emp e

O O


Anúncio Dinâmico - preparo do Vídeo 6. DIMENSÕES: O vídeo tem como limites a largura de 21 cm e a altura de 28 cm. Se horizontal, o video deverá deixar reservado toda a extensão da largura, para que todos os controles da barra de Menu sejam visualizados. Esta área não poderá ser utilizada para textos ou ilustrações importantes, mas apenas por ilustrações decorativas, pois será coberta pelo video e seus controles. 7. PROCEDIMENTO: O anunciante deverá enviar por e-mail o arquivo da Arte do anúncio, o arquivo do video (separados), e um rascunho do local desejado para a aplicação do vídeo. O Departamento de Arte da Revista Opiniões fará a aplicação do vídeo sobre o anúncio no espaço demarcado no rascunho. Será produzido um modelo de revista para que o Anunciante faça a analise e a aprovação final. 8. ATUALIZAÇÃO DO VIDEO: Em casos especiais, sob consulta, o video poderá ser atualizado mesmo depois do up-load da revista.

Largura reservada: 21,0 cm Altura: Proporcional

Altura reservada: 28,0 cm Altura ocupada: 28,0 cm

Todos os argumentos de persuasão que podem ser aplicados em um comercial de televisão – a mais eficaz de todas mídias – estão disponíveis na Revista Opiniões, através da sua inédita, exclusiva e revolucionária Plataforma Digital Multimidia. Ou seja, o tradicional leitor da revista de papel tornou-se, de fato, em um atento telespectador. Mais do que isto, o anunciante passou a ter como público todos os potenciais compradores e influenciadores de uma decisão de compra do setor, em função da penetração que a Revista Opiniões tem. A publicidade e o jornalismo passam a ter um novo patamar e limites de operação. Agora estão a disposição do anunciante desde a força da simplicidade de uma singela, eficiente e objetiva peça publicitária, até uma superprodução com roteiro e uma potente trilha sonora. A pergunta ideal a fazer neste cenário é: qual é a argumento e a forma ideal para se consolidar vendas? Qual é a imagem que o anunciante deseja construir para o seu produto ou serviço? Este é o espectro das ferramentas que a Revista Opiniões passa a colocar a sua disposição. 1. ALOCAÇÃO: No que se refere a alocação, para uma melhor ideia da aplicabilidade, o vídeo deve ser visto como uma ilustração, ocupando o espaço até então reservado para uma fotografia, com a diferença que a "fotografia" ganha vida e começa a se movimentar automaticamente, tão logo a página seja virada, chamando a atenção pelo fato inesperado. 2. SOM: O som de um anúncio é automaticamente desligado assim que se saia da página. Via de regra, o som do próximo anúncio precisa ser ligado. Existem algumas características de movimentações de páginas, que faz o som ligar automaticamente assim que se abra a página. 3. CONTEÚDO: O vídeo pode conter qualquer tipo de conteúdo social ou comercial, como: a atividade de uma máquina em campo, um detalhe significativo de uma operação agrícola ou industrial, argumentos expositivos como os realizados em uma palestra, depoimentos de consumidores, reportagens de acontecimentos, lançamento de produtos, propagação de informações de eventos, apresentação de mensagens institucionais de interesse corporativo, dentre uma série de outros interesses. 4. EXTENSÃO: MP-4 (vídeos em outras extensões precisarão ser antecipadamente testados) 5. DURAÇÃO: até 3 minutos

Largura reservada: 21,0 cm Largura ocupada: proporcional à altura

15


Plataforma Digital Multimídia Revista Opiniões Atenção: É importante que você leia estas instruções antes de prosseguir. Existem muitas facilidades que tornarão sua leitura mais agradável. Ligue o Som

Índice

Ao passar o mouse sobre o video, aparecerá uma barra de controle. Para habilitar o som dos anúncios e dos artigos da revista, clique sobre a Escala de Volume. Ligue o som agora, no video da página ao lado, antes de continuar. Ao virar a página, o som é desligado e abre o da página seguinte.

articulistas Editorial de abertura: Hjalmar Fugmann, 8 Presidente da Voith Paper América do Sul

Produtores de Floresta: Cesar Augusto Valencise Bonine, 10 Gerente Executivo de P&D da Suzano Jonas Felipe Salvador e José Ricardo Paraiso Ferraz, 12 Gerente de Desenvolvimento Florestal e Diretor Florestal da Duratex, respectivamente Carlos Alberto Justo da Silva Jr, 14 Gerente-geral de Planejamento e Competitividade da Eldorado Roosevelt de Paula Almado, 18 Gerente de Desenvolvimento e Tecnologia da ArcelorMittal BioFlorestas David Evandro Fernandes, 20 Gerente de P&D Florestal da Veracel Celulose Edson Antonio Balloni, 22 Engenheiro Florestal Márcio Bernardi, 24 Gerente de Planejamento e Desenvolvimento Florestal da CMPC Ronaldo Neves Ribeiro, 28 CIO na Cenibra - Celulose Nipo-Brasileira Fernando Lopes Latorre, 30 Engenheiro de P&D e Area Manager da Carboval da Vallourec Bruno Mariani Piana, 32 Gerente de Planejamento e Gestão Florestal da International Paper José Mario de Aguiar Ferreira, 38 Gerente Florestal da RMS do Brasil Arthur Rizzardo Zanardi, 40 Gerente de Projetos da Bracell Benone Magalhaes Braga, 42 Assessor da Diretoria da Aperam BioEnergia Cientistas e especialistas: Luiz Carlos Estraviz Rodriguez, 48 Professor de Economia e Planejamento Florestal da Esalq-USP Fornecedores do Sistema Florestal: Felipe Vieira, 52 Marketing & Sales General Manager da Komatsu Forest Mario Carlos Wanzuita, 54 Diretor de Projetos da Holtz Engenharia em Negócios Ricardo Anselmo Malinovski, 56 CEO da Malinovski Florestal Fabricio Gomes de Oliveira Sebok e Vinicius de Moura Santos, 58 Coordenador de Desenvolvimento de Produtos Florestais e Coordenador de Marketing em Florestas da Bayer América Latina, respectivamente

Ligue o Som:

Marcio Luiz Campos, 60 Diretor de Vendas para AL da Siemens Energy

Fullscreen: Para acionar o som no celular, toque no ícone de Tela Cheia (fullscreen) que aparece sobre o vídeo. A seguir, ative o som tocando na imagem do alto-falante.

Movimento das páginas 1: Para folhear a revista, use estas setas. 2: Para avanços e retornos maiores, clique diretamente na barra das páginas. 3: Para ler a revista quando estiver off-line, clique neste ícone e baixe o arquivo em PDF.

Índice: Para movimentar-se diretamente para o artigo desejado, clique no articulista escolhido. Para voltar para o índice, clique no quadradinho em destaque. Q

Índice

produtores de florestas

Opiniões

tecnologia e atitude Nas últimas décadas, em grande parte das vezes, associamos a evolução à tecnologia, à conectividade, e, nos últimos meses, estamos associando a evolução ao trabalho remoto e à possibilidade da reinvenção da forma de contato entre pessoas ou instituições. O que a história nos ensina é que a evolução sempre esteve associada ao conhecimento, seja para resolver problemas, seja para melhorar a qualidade de vida, independentemente da tecnologia da informação. Grandes saltos da humanidade vieram através da troca de experiências, ou seja, da ampliação da capacidade de enxergar as coisas por diversos ângulos e, em muitas vezes, de se construírem laços entre civilizações. Por outro lado, o digital é uma ferramenta importante para não apenas ganharmos velocidade, mas também para termos melhor qualidade nas integrações entre ideias e culturas.

Não podemos correr o risco de gerar muita informação e de ficar conectados sem um propósito claro. Mas o que tudo isso tem a ver com florestas, silvicultura, Brasil? Tem tudo a ver! Mas, antes de falarmos em avanços na tecnologia ou digital, vamos falar um pouco sobre cultura e resultados. Nossas florestas plantadas atingiram patamares sem precedentes de produtividade e capacidade de adaptação a diferentes ambientes. Saímos de florestas de eucalipto produzindo entre 15 e 20 m³/ha/ ano, há 50, 60 anos, para valores que superam 60 m³/ha/ano, em tão pouco tempo, olhando-se para as características florestais. Isso, em grande parte, graças ao pioneirismo dessa forma de cooperativismo. Através da troca de experiências entre profissionais de empresas florestais, assim como universidades e institutos de pesquisa, os resultados colocaram o Brasil no topo do mundo em florestas plantadas.

Ainda temos desafios a vencer. Nossos tratores e equipamentos, por exemplo, na maior parte dos casos, não foram projetados para nosso setor, causando enormes transtornos e perda de eficiência à operação florestal. "

Jonas Felipe Salvador e José Ricardo Paraiso Ferraz Gerente de Desenvolvimento Florestal e Diretor Florestal da Duratex, respectivamente

Institutos foram criados, conexões foram fortalecidas, e objetivos em comum foram fundamentais para darmos foco ao que era necessário. Isso foi possível mesmo com pouca tecnologia da informação, mas com muita vontade de evoluir, visão de longo prazo, disposição para o compartilhamento de experiências e muita confiança no trabalho construído a várias mãos. O setor florestal brasileiro desenvolveu naturalmente uma identidade própria e, até podemos arriscar dizer, única no mundo. Uma cultura de inovação, excelência nos processos, senso de urgência através da priorização das ações e da introdução de tecnologias focadas nas soluções de problemas. Quando comparamos alguns setores, como industrial, agricultura e florestas plantadas, podemos notar enormes diferenças. A indústria normalmente se une com maior facilidade para trabalhar aspectos políticos e regulatórios, mas dificilmente para abordar assuntos técnicos, mesmo que pré-competitivos. A agricultura apresenta trabalhos em conjunto, mas bastante ligados a ações comerciais e pouco vinculados ao desenvolvimento cooperativo entre produtores. Há também a presença forte do Estado, como podemos exemplificar no trabalho da Embrapa nas últimas três décadas. Já o setor de florestas plantadas se diferenciou desenvolvendo laços entre universidades, institutos, e até mesmo entre empresas concorrentes, no objetivo maior: melhorar nossas florestas plantadas. Em algum momento ao longo do tempo, fomos perdendo o foco em ações vinculados a esse objetivo maior, e preocupações que não tínhamos começaram a ocupar boa parte do tempo de nossos debates. Aos que possuem mais tempo de caminhada nos trabalhos cooperativos, deixamos aqui algumas perguntas para refletir: gastávamos nosso tempo discutindo coisas como compliance, royalties, NDA (Non-Disclosure Agreement)? Dedicávamos grandes esforços para análise de contratos e convencimento da importância de um projeto cooperativo? Nossas energias eram direcionadas na troca de informações, em resolver problemas da floresta, na discussão de resultados, na geração de conhecimento e na aplicação dos aprendizados. E, voltando a falar em tecnologia, talvez essa falta de foco também se reflita na postergação em resolver problemas substanciais. A mecanização da silvicultura é um bom exemplo disso. Ampliamos a quantidade e a precisão das ferramentas e tivemos diversos avanços, mas ainda não superamos desafios colocados à nossa frente há vários anos. Não viabilizamos, em escala técnica e econômica, o plantio mecanizado; ainda temos desafios no controle mecanizado de formigas cortadeiras; a tecnologia de aplicação de defensivos é ruim quando comparamos à da agricultura; nossos tratores e

equipamentos, na maior parte dos casos, não foram projetados para nosso setor, causando enormes transtornos e perda de eficiência à operação florestal. Desde o final dos anos 1990; falamos de silvicultura de precisão e ainda temos questões muito semelhantes às daquele tempo. Demos o devido foco e energia para esses desafios? Dentro do próprio setor, podemos fazer a comparação com a mecanização da colheita, onde o alto nível de tecnologia é viabilizado. Havia um foco claro naquele tempo: aumentar a segurança na colheita. Outros setores do agro tiveram desafios enormes nas últimas décadas, e vemos os resultados alcançados, como a mecanização da cultura da cana-de-açúcar, a irrigação de grãos nas áreas mais secas, a fruticultura no Nordeste, a automação e a tecnologia aplicada à produção de proteína animal, entre muitos outros exemplos. Podemos aprender algo com esses setores? Qual foi o foco dado? O setor florestal brasileiro tem a cultura e a capacidade de trabalhar de forma cooperativa, o que pouco vemos nesses outros setores. E o que muda neste novo cenário de pós-pandemia? Assim como no mundo todo, evoluiremos muito na agilidade, nos trabalhos remotos e nos resultados medidos pelas entregas, e não mais pelo tempo ou pelo esforço. Isso veio para ficar, mas precisou de uma pandemia dessas proporções para acelerarmos todo esse processo. E na silvicultura? Será que esse cenário de coisas remotas não pode nos distanciar de colocar os pés na floresta (o Gemba da filosofia Lean)? Não deveríamos focar nos aspectos que estão travando o grande salto de que precisamos em tecnologia aplicada à silvicultura? Qual o papel das instituições e dos profissionais nesse novo cenário? Ele é diferente de antes ou devemos resgatar princípios deixados para trás? Estamos balanceando as ações de curto, médio e longo prazo? Devemos nos debruçar nessas inquietudes para focar naquilo que resulta na real evolução: gerar conhecimento e colocar a ”mão na massa“ para resolver problemas na prática. Nunca podemos deixar de reconhecer o quanto nosso setor é vitrine de boas práticas e grande evolução ao longo das décadas, mas e daqui para frente? Não vamos tirar nenhuma lição dessa crise? Podemos aprender muito com o momento atual, com os avanços da tecnologia e das conexões, modernizando nossos processos, mas não teremos o resultado desejado se não tivermos a cultura e os princípios sobre os quais o setor foi construído, além de definirmos claramente nosso foco. Trilhamos esse caminho de forma cooperativa e juntos construiremos a nova história. E, agora, ainda mais, alavancada pelo digital. n

4: Para enviar o link por e-mail ou por mídia social, clique e escolha a opção desejada. 5: Para aproximação da página, clique na barrinha e controle a distância confortável de leitura. Movimente-se pela página com "clique e arraste" do mouse. 6: Opção de pesquisa. Barras amarelas mostrarão, na barra de controle das páginas, a localização da palavra pesquisada em todos os artigos da revista. 7: Clique para acionar a tela cheia (fullscreen). A tecla ESC retorna ao formato original.

4

3

1

7

2

Passe o mouse sobre o vídeo, clique na Escala e ligue o Som:

5

6


BENEFÍCIOS E VANTAGENS - BENEFICIOS Y VENTAJAS - BENEFITS AND ADVANTAGES DOBRA OU TRIPLICA A MASSA DE CANA A SER COLHIDA NUM ÚNICO TRÂNSITO DA COLHEDORA. Duplica o triplica la masa de la caña a ser cosechada en un único tránsito de la cosechadora. It doubles or triples the sugarcane mass of the lane to be harvested in a single run of the harvester. COPIA O RELEVO DO SOLO INDEPENDENTE DA AÇÃO DO OPERADOR. Copia la forma del suelo independiente del operador. It copies the soil´s shape and level independently from the operador inputs. AUXILIA NA ABERTURA DE ACEIROS DE COLHEITA EVITANDO O ESMAGAMENTO DA CANA. Ayuda en la apertura de brechas evitando el aplastamiento de la caña de azúcar. It assists on opening gaps at sugarcane field plant avoiding sugarcane crushing. O TCH LIMITE PARA ADENSAMENTO DEPENDE DA CAPABILIDADE DE SUA COLHEDORA, POIS A MESMA PASSARÁ A ENFRENTAR UM CANAVIAL COM TCH DOBRADO. El TCH limite para adensamiento depiende de la capacidad de su cosechadora, pues la misma pasará a enfrentar un cañaveral con TCH duplicado. Sugarcane field yield limit selection for densification depends on your sugarcane harvester capability, because it should face a double density sugarcane row on track. O USO DE TRATORES COM PILOTO AUTOMÁTICO FACILITARÁ SOBREMANEIRA A OPERAÇÃO EM ÁREAS GEOREFERENCIADAS QUE TENHAM CANAVIAIS CAÍDOS. La operaciõn de adensamiento en áreas georreferenciadas en cañaverales caídos se quedará sobremanera facilitada utilizando tractores con auto-pilot. The georeferenced areas densification with decumbed sugarcane will remain an easy operation using auto-pilot tracking tractors. DISPOSITIVO DE FÁCIL MANUSEIO. Equipaje de manejo fácil. Easy handling equipment.

www.fcntecnologia.com.br +55 19 99604-0736 • +55 19 98159-0609 Rua Antonio Frederico Ozanan, 2293 13417-160 - Piracicaba - SP

Solicite à felix@fcntecnologia.com.br a Planilha de Pay-back da CORT-I-CANA


RENOVABIO está te convocando 3 Garanta

a redução de pelo menos 25% no consumo de óleo diesel nas áreas de baixo TCH.

3 Melhore

o índice de certificação de sua empresa no RENOVACALC.

SOLICITE à felix@fcntecnologia.com.br A PLANILHA DE PAY-BACK DA CORT-I-CANA. PREENCHA-A COM SEUS PRÓPRIOS DADOS DE DESEMPENHO E SURPREENDA-SE.


UMA MÁQUINA COMPLETA PARA QUALQUER FLORESTA

COBRA

A FILOSOFIA DA PONSSE NO HARVESTER COBRA: Uma máquina eficiente e econômica para atender as demandas do mercado em produtividade, custo, ergonomia e flexibilidade de atuação. Com um sistema hidráulico inovador, o Cobra traz como proposta uma única bomba de trabalho para grua e cabeçote sem perdas em rendimento. A redução de componentes como caixa redutora de bombas e o sistema hidráulico simplificado, proporcionam menor perda de energia e facilidade na manutenção.

R. Joaquim Nabuco, 115 – Vila Nancy Mogi das Cruzes/ São Paulo – BRASIL CEP 08735-120/ Tel:+55 11 4795 - 4600

Av. Ápio Cardoso, 850 Cincão, Contagem/ Minas Gerais - BRASIL CEP 32371 630/ Tel: +55 31 3359 6000

H5

H6

H7

H7 Euca

H77 Euca

A logger’s best friend www.ponsse.com


2000

2004

2010

2018

2019

Primeiro equipamento licenciado pelo CTC Centro de Tecnologia Canavieira.

Aços de alta resistência

Basculante e pranchas.

Porta Container e Rodocaçamba.

Lançamento do Consórcio Sergomel

1975

1990

Fundação por: Osvaldo Ilceu Gomes

Reformas e adequações de carrocerias

2014 Lançamento da linha de produtos no segmento Florestal

Av. Marginal José Osvaldo Marques, 1620 Sertãozinho - SP | CEP: 14173-010 CNPJ: 45.271.020/0001-35 | +55 16 3513-2600

www.sergomel.com.br


Soluções integradas para o combate a incêndios florestais


INFLOR 19 ANOS. MUDANDO A FORMA DE GERIR NEGÓCIOS FLORESTAIS. Crescimento, consolidação e inovação compõem a nossa história. Com tecnologia e inteligência, nossas ferramentas aprimoram a gestão florestal de mais de 12 milhões de hectares em todo o mundo.

Somos Inflor. Somos floresta 4.0

inf lor.com.br


A longger's best friend


Junto com o setor sucroenergético, ajudando a manter as luzes acesas. Quando o mundo como conhecemos parece parar, nós permanecemos focados em manter a energia fluindo, trabalhando junto com o setor sucroenergético para assegurar que a produção de energia limpa e o apoio à produção de alimentos e combustíveis renováveis não pare.

0800 11 94 84

www.siemens.com.br/gp


publicações

Opiniões

Profile for Revista Opiniões

Kit-Midia OpAA65  

Kit Midia da próxima Revista Opiniões do sistema Sucroenergético

Kit-Midia OpAA65  

Kit Midia da próxima Revista Opiniões do sistema Sucroenergético

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded