Issuu on Google+

AD Oliveirense já garantiu a subida Leonel Rocha, vereador do Desporto, em entrevista ao OPINIÃO SPORT

“O trabalho na formação é o caminho” Os êxitos desportivos que associações e atletas de Famalicão têm tido nos últimos tempos, foram o mote para uma entrevista ao vereador do Desporto na Câmara de Famalicão, Leonel Rocha. Do xadrez à natação, do voleibol ao futsal, do boccia ao futebol, do automobilismo ao badminton, da dança ao BTT, são muitos os exemplos que têm levado o nome do concelho bem longe e que o vereador atribui, essencialmente, ao trabalho desenvolvido pelas associações, sobretudo na formação.

as IPSS na área social, andaremos perto das 500 associações. É muito… É, o que revela um dinamismo muito grande em Famalicão. Estamos agora a fazer, a nível social, os fóruns nas Comissões Sociais InterFreguesias e apercebemo-nos que as associações estão cada vez mais conscientes do seu papel na sociedade e que esse papel não se limita à sua área. Por exemplo, se é desportiva, a sua ação não se limita à questão desportiva, porque o desporto também é uma escola de valores, é uma escola da cidadania. Portanto, para ser grande, Famalicão precisa de todos, precisa que todos deem as mãos e ajudem a formar os cidadãos de amanhã, nestas diversas vertentes.

José Clemente OPINIÃO SPORT: Pode-se falar de um fenómeno desportivo em Famalicão, tantos são os êxitos alcançados nas várias modalidades? Leonel Rocha: Não é fenómeno nenhum, é apenas e só o coroar do trabalho que as nossas associações têm feito e o mérito é todo delas. É verdade que a autarquia, ao longo destes anos, delineou uma estratégia para o desporto, que passou por alguns objetivos que estão a ser atingidos. Além de todas as medalhas e títulos conquistados, somos, por exemplo, o concelho do distrito que tem mais jovens atletas federados no futebol. No xadrez, a final da taça de Portugal de elites vai ser em Famalicão e está uma equipa famalicense nas meias-finais, a Didáxis de S. Cosme. A verdade é que estamos a cumprir a aposta na formação. O AVC é exemplo disso: chega à 1ª divisão apenas e só com atletas formadas em Famalicão. Isto é um sinal claro de que o trabalho na formação é o caminho. Quando muitos municípios deixaram de apoiar os clubes por causa da situação financeira, nós continuamos a apostar em duas vertentes: na formação, com o pagamento das inscrições, com o pagamento dos exames médicos com o apoio ao desenvolvimento de atividades formativas; e nas infraestruturas desportivas.

pre pouco, principalmente numa altura como a que estamos a viver, em que as empresas têm mais dificuldade em apoiar, em que as pessoas se retraem mais e comparecem menos aos jogos, o que gera menos receitas. Perante este cenário, provavelmente, os clubes e os dirigentes associativos gostariam de ter mais apoio, mas volto a lembrar que a Câmara Municipal, contrariamente àquilo que fizeram muitas câmaras, principalmente as câmaras com a dimensão de Famalicão, não cortou nos apoios. Famalicão é um concelho de campeões? Famalicão é um concelho que tem muitas potencialidades. Se a aposta é na formação e se essa formação for bem feita o resultado só pode ser um: termos campeões. A esse nível, acho que estamos num excelente caminho.

Este ano há eleições autárquicas. Se a coligação vencer, a equipa vai-se manter? Essa situação tem que ser respondida por quem de direito, concretamente, pelo dr. Paulo Cunha [candidato à presidência da Câvertente de obras e a vertente de formação, mara Municipal]. estamos a falar na ordem de 750 mil euros. É um investimento que fazemos no desporto e Mas gostava de continuar? Gostava e sei que o dr. Paulo Cunha está nos famalicenses. também interessado em manter a sua equipa. Há necessidade de dar continuidade Queria ter mais? Queria ter muito mais. E não tenho dúvidas de ao trabalho que foi feito até agora e, da mique os nossos desportistas o mereceriam, nha parte, sinto que preciso ainda de conmas efetivamente o dinheiro, se não for para cluir uma coisa importante, que é um projeto uma coisa, vai para outra. O “bolo” de onde educativo local que implique a questão da sai o dinheiro para o desporto é o mesmo de educação formal com a educação não foronde sai o dinheiro para a renovação das es- mal desenvolvida pelas associações. Estacolas, para as obras nas freguesias, para a mos a caminhar para isso e já estamos a ter manutenção de tudo aquilo que temos. Se resultados, mas ainda falta concretizar em hoje nos orgulhamos de ter um Parque da termos objetivos, de forma a consciencializar Devesa, isso também custou e custa dinheiro. todos os cidadãos e todas as instituições faPortanto, temos que perceber que o dinheiro malicenses da importância educadora que têm. é limitado.

Sabe quantas associações tem o concelho Quer dizer que não tem faltado apoio às co- Tem noção de quanto é que se gasta com as de Famalicão? letividades? coletividades do concelho? Se juntarmos as associações desportivas, reJá sabe que qualquer apoio que se dê é sem- Sim, há um orçamento para isso. Contando a creativas, culturais, as associações de pais e

Portanto, se for convidado, aceita… Aceito porque, acima de tudo, é um grande prazer trabalhar com o dr. Paulo Cunha, com a visão de futuro e com o rasgo que ele tem.

Campeonatos estão a chegar ao fim

AFSA tem mais dois campeões: Colina do Ave e MAL No passado fim de semana, os campeonatos da Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão (AFSA) consagraram mais dois campeões: o Colina do Ave sagrou-se campeão de seniores da 2ª divisão e a Mocidade Alegre de Landim (MAL) é campeão de veteranos. Quanto aos resultados, na 1ª divisão, a 25ª e penúltima jornada terminou assim: ACURA 2-9 ADECA; Barrimau 5-3 AD Esmeriz; GR Covense 6-2 UD Bairrense; ARCV S. Cosme 2-1 AD Pedome; ADRO 1-2 AM Lameiras; AC Ramil 4-2 ADERM; JASP 4-5 FC Landim. Na liderança continua a AM Lameiras, com 65 pontos. Na 2ª divisão, a 17ª jornada teve os seguintes resultados: ADC Novais 4-4 AC Vermoim; Gente Fantástica 2-4 ADESPO; AM Colina do Ave 5-4 União Louredo; GD Carreira 7-3 Cabeçudense; ARCD Bente 3-5 Flor do Monte. A uma jornada do fim da competição, o Colina do Ave sagrou-se campeão, seguindo em 1º lugar, com 36 pontos, mais 4 que 2º e 3º classificados,

o GD Carreira e a União de Louredo, respetivamente. Em veteranos o campeonato terminou no fim de semana, com a 18ª e última jornada a ficar assim: ADC Novais 2-0 ADERM; MAL 11-2 Flor do Monte; Barrimau 2-5 GR Covense; JASP 1-9 UD Bairrense; AC Vermoim 2-2 União Louredo. Disputado até ao fim, o campeonato de veteranos teve como campeão o MAL, que terminou em 1º lugar, com os mesmos 40 pontos que o 2º classificado, o Covense, mas mais golos marcados. Em iniciados, a 17ª e penúltima jornada teve os seguintes resultados: AD Pedome 3-8 GD Carreira; União Louredo 9-2 FC Landim; ADERM 8-0 AD Esmeriz; Barrimau 11-3 AM Lameiras; ADECA 8-2 Cabeçudense. O GD Carreira lidera, com 43 pontos. Na competição feminina e em juvenis disputou-se a primeira mão das meias finais da taça de ambas as competições. Em feminino, os resultados foram: AD Oliveirense 4-3 União

Louredo; ADRO 2-2 AM Lameiras. Em juvenis a primeira mão terminou assim: União Louredo 5-4 AM Lameiras; Barrimau 62 AD Pedome. Entretanto, a AFSA informa que as finais dos torneios de abertura vão realizar-se no dia 18 de maio, nas instalações da ADC Novais, a única associação que se candidatou à organização das mesmas, com a seguinte calendarização: 15h00 – final de iniciados; 16h30 – final de seniores; e 18h00 – final de veteranos. Mais tarde, a 31 de maio e 1 de junho vão disputar-se as finais da Taça Concelhia de Futebol Salão, que se realizarão no Pavilhão do Riba de Ave Hóquei Clube, por indisponibilidade do Pavilhão Municipal, com a seguinte disposição: 31 de maio – final de femininos (20h30); final de veteranos (22h). 1 de junho – final de iniciados (15h); final de juvenis (16h30); final de seniores (18h).


26

sport: 9 de maio de 2013

MAL sagra-se campeão concelhio de veteranos A equipa de veteranos da Mocidade Alegre de Landim (MAL) sagrou-se, na passada sexta-feira, campeão concelhio de veteranos, no campeonato organizado pela Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão (AFSA), ao vencer a ARC Flor do Monte por 11-2. Esta equipa de campeões concelhios, que ao longo de vários anos conquistou vários títulos concelhios em seniores, reagrupou-se no início do presente ano desportivo para participar no campeonato concelhio de veteranos, recuperando o espírito de amizade e de grupo que tantos frutos havia dado anteriormente. O resultado não podia ser mais positivo, diz o grupo, pois logo na primeira edição voltou a dar ao MAL um título concelhio. “Foi um campeonato difícil e decidido ao ‘sprint’, tendo o MAL conquistado o título na última jornada. Neste momento estamos a celebrar o feito, mas o nosso pensamento está já em próximas conquistas, que afinal fazem parte desta que é uma das associações do concelho com mais títulos conquistados no futebol de salão e futsal”, afirma a equipa campeã, que parabeniza também os seus adversários “pela forma como se bateram e valorizaram a nossa conquista e este campeonato”.

futebol

Cabeçudense perde em Chaves e adia festa O Sporting Clube Cabeçudense deslocou-se, este sábado, a Chaves para defrontar o Ervededo, em jogo da 24ª jornada do campeonato nacional de futsal da 3ª divisão. Em caso de vitória neste jogo, o Cabeçudense sagrava-se campeão da sua série e tinha, consequentemente, a subida assegurada, mas não foi o sucedido e a equipa de Cabeçudos perdeu por 7-3. Porém, mantém o 1º lugar, com 52 pontos, mais cinco que o 2º classificado, o Gualtar. A perder nos minutos iniciais, o Cabeçudense pressionava mas esbarrava no guardião do Ervededo. O Cabeçudense acaba por chegar ao empate por intermédio de Victor Lopes, empate este de

pouca duração pois no lance seguinte, a formação famalicense acaba por consentir o 2-1. Resultado que se manteve até poucos minutos do intervalo, ocasião em que o Cabeçudense chega ao 2-2. Na segunda parte a equipa da casa coloca-se em vantagem, marcando o 3-2. O Cabeçudense tentava dar a volta ao resultado mas sem sucesso e num lance de contra-ataque por parte do Ervededo dá-se uma colisão entre um jogador da casa e Ricardo Costa, que acabou assistido fora das quatro linhas e mais tarde encaminhado para o hospital da zona. Com esta saída o Cabeçudense foi mais abaixo e acabou por consentir o 42 e mais tarde o 5-2.

A formação de Cabeçudos viu ainda o árbitro expulsar José Miguel por alegada mão. A partir dessa altura só dava Ervededo que apenas segurava a bola para decorrer o tempo e apostava apenas no contra-ataque, acabando por marcar ainda mais 2 golos. A poucos minutos do final do encontro entram em campo José Pedro e Ruizinho, que acaba por marcar o 3º golo para o Cabeçudense, colocando o resultado no final 7-3. Faltam apenas duas jornadas para o fim da competição. A próxima ronda, a 25ª, disputa-se apenas no dia 18 de maio, com o Cabeçudense a receber o Afifense, equipa que ocupa a 6ª posição.

Liga de Futebol 7 cumpriu 5ª jornada do campeonato no fim de semana A Liga Futebol 7 cumpriu, no passado fim de semana, a 5ª jornada do campeonato, com três jogos de elevada qualidade no Complexo Desportivo Jogos na Praça, em Gavião. O primeiro jogo colocou à prova as equipas da Assistec e Dinis Auto, num jogo onde venceu a Assistec por 4-3. O segundo jogo da jornada opôs as equipas da Hab Carpintaria e Norcana, e no final do encontro a Hab Carpintaria venceu por 30. No jogo que deu por terminada a 5ª jornada, estiveram em campo as equipas dos Pais EFB e

Grupo Requinte, num jogo onde a equipa do Grupo Requinte alcançou uma vitória por 4-0. Na frente e com 13 pontos segue a equipa do Grupo Requinte; com 11 pontos segue a equipa da Hab Carpintaria: a equipa dos Pais EFB tem 8; com 6 está a equipa da Norcana; a Assistec tem 3; e com um ponto encontra-se a equipa Dinis Auto. No próximo fim de semana o Complexo Desportivo Jogos na Praça recebe a 6ª jornada do campeonato da Liga Futebol 7. pub


sport: 9 de maio de 2013 27

futebol

AJJ participa na Liga Zon Kids A Associação Juventude de Joane (AJJ) participou na Liga Zon Kids 2013 com 2 equipas de minis, 1 de pré-escolas, 1 de escolas e mais 2 de infantis. No fim de semana passado, a coletividade conta ter vivido, assim, momentos “de alegria, diversão e muito futebol”. A “família” AJJ reuniu-se e deu festa. As equipas de escolas e minis “B” foram as únicas que se ficaram só pela fase de apuramento, mas ainda assim “com brilhantes desempenhos”. Já os minis “A”, os pré-escolas e as 2 equipas de infantis passaram aos quartos de final, mas não conseguiram depois ir mais além. “Para a AJJ é um orgulho conseguir estes resultados ainda que pudéssemos aspirar a mais”, sublinha a associação, em nota à imprensa, onde agradece ainda a todos os atletas que participaram nesta competição, bem como aos seus familiares e aos treinadores e aos dirigentes da AJJ.

Segunda temporada da Liga Elite Sport Empresas Arrancou, no passado sábado, a II Temporada da Liga Elite Sport – Empresas, agora disputada num formato de 22 equipas, 11 na Liga Elite (1ª Liga) e 11 na Liga Sport (2ª Liga), e novamente organizada pela Academia Elite Sport. Nos jogos de sábado, a única equipa a vencer foi a Sitron que derrotou a Magno Reis com destaque para o MVP do encontro, Ricardo Correia (Sitron). Nos restantes encontros, o Café Mandarim/Pedro Simão marcou a sua estreia na Liga Elite com um empate frente ao Camiliano onde foi de realçar a exibição de Carlos Oliveira (Café Mandarim/Pedro simão), e a Parceiros Novos empatou com a Ricaver sendo Tiago Lopes (Parceiros Novos) o MVP do encontro. Os jogos Novatel-Sardoal e DRT-Cidadinox foram adiados. No domingo a organização realça o público que aderiu. O Café Muralha bateu a Cerlopes pela margem mínima, com destaque para o MVP Daniel Cunha (Café Muralha); o Rotações Bar venceu a Peixaria Santa Catarina onde brilhou Duarte Costa (Peixaria Santa Catarina); a Inforclik empatou perante o Villa Café, onde se destacou Paulo Costa (Villa Café); e no último jogo, a Joanetrónica levou de vencida a Sitron B com destaque para a exibição de Martins (Joanetrónica). O jogo Class Bar-White Café foi adiado. No próximo fim-de-semana haverá jogos da Taça.

Comandados de António Carvalho vencem e carimbam subida

Oliveirense arruma a questão 2-0 Campo de Ribes Árbit ro: Abel Silva (AF Porto) Auxiliares: Célio Eusébio e Joaquim Moreira

Oliveirense Santa Eulália Dany Tiago Moreira Paulo Sampaio Marco Ribeiro Fifas Rui Gonçalves Ni (83’ Ricardo Rocha) Cadete Nuno Fonseca (57’ Cafú) Zé Tiago (68’ Fininho) Correia

Hélder Inácio Benito Basílio Armando Leal (63’ João Pedro) Nélson André Cunha Filipe (45’ Filipe Alves) André Monteiro (38’ Zézé) Benício

Treinadores António Carvalho

João Fernando

Golos: 1-0 Paulo Sampaio (g.p.), 20’; 2-0 Fininho, 80’. Cartões Amare los: 15’ Leal; 19’ Benito; 40 André Cunha; 40’ Benito; 43’ Filipe; 51’ Tiago Moreira; 75’ Ni; 76’ Cafú; 90’ Fininho; Filipe. Cartões Ve rme lhos: 40’ Benito.

Joel Lima Não vai ser preciso andar de calculadora na mão. A Oliveirense já garantiu um lugar no Campeonato Nacional de Seniores (novo modelo competitivo) na próxima temporada e fê-lo de forma brilhante a quatro jornadas do fim da temporada. Para alcançar esse objetivo, ou pelo menos alcançá-lo já, só um resultado interessava aos homens da Ribes no domingo passado: a vitória. Objetivo por certo partilhado também pelos visitantes, que ainda almejam também uma presença nesse mesmo campeonato na próxima época. E se os intentos de ambas as equipas no desafio eram os mesmos, a entrega com que se apresentaram também não se diferenciou muito: entrega total! Dois conjuntos de ataque, à procura da baliza e querendo, o mais cedo possível, adiantar-se no marcador. A Oliveirense, com o seu esquema tipo desde que António Carvalho assumiu o seu lugar, e o Santa Eulália com um ataque muito móvel e pouco posicional e, sobretudo, com jogadores muito bons de bola, que iam confundindo as marcações na retaguarda famalicense. O desafio estava, por isso, entretido. Pena foi que tanto entretenimento não estivesse a resultar em grande situações de golo, porque embora ambas as equipas procurassem muito a baliza, e embora até o fizessem com alguma qualidade até ao último terço, alguma coisa falhava sempre, ou na altura do remate, ou na altura do último passe. Daí que de uns primeiros 20 minutos bastante vibrantes, apenas se possam salientar duas situações de perigo, uma

O plantel da Oliveirense da época 2012/13

em cada baliza: primeiro com Correia a cabecear pouco por cima do ferro da baliza de Hélder; e depois com Benício a rematar, a rasar também o travessão da baliza à guarda de Dany. Mas a fechar este primeiros 20 minutos, todo o paradigma do jogo mudou. Mudou porque Correia consegue-se esgueirar junto à linha de fundo, dando um safanão individual no equilíbrio do jogo, passe atrasado para a entrada de Zé Tiago, que muito mais agressivo sobre a bola que a defensiva visitante, chega primeiro que o defensor Benito, que quando chega já só lá estão as pernas do atacante dos da casa, cometendo penalti. O lance não deixou dúvidas, o árbitro da partida, Abel

Silva, também as não teve e apontou para a marca do castigo máximo. De lá, Paulo Sampaio abriu o ativo. A partir daqui a Oliveirense dominou o jogo, controlou o espaço a seu belo prazer, e fez do que restava da primeira parte um autêntico passeio, que ainda teria uma nota que tornaria tudo ainda mais simples: ao minuto 40, Correia esgueira-se pelo meio da defensiva contrária, leva um toque de Benito, atrasado novamente, e este vê o segundo amarelo e põe os comandados de João Fernando a jogar com 10. E se a tarefa se parecia facilitar, os de Ribes fizeram questão de provar o contrário. Entrou estranhamente apática no segundo tempo a turma famalicense,

Oliveirense quer agora ser campeã Ainda faltam quatro jornadas para o final desta fase da subida da 3ª divisão, mas a Associação Desportiva Oliveira já tem garantida a subida de divisão. Na próxima temporada, a equipa de Ribes vai disputar o Campeonato Nacional de Seniores, o novo modelo competitivo que entrará em vigor na época 2013/14 e que substituirá a 2ª divisão nacional de futebol. Com a subida da Oliveirense, na próxima época o concelho de Famalicão vai ter quatro equipas nesta competição, com a equipa de Oliveira a juntar-se a Famalicão, Ribeirão e Joane. Assegurada a subida, a Oliveirense vai agora concentrar-se noutro objetivo: sagrar-se campeão nacional da 3ª divisão. A equipa de Oliveira Santa Maria ocupa a 2ª posição, com 37 pontos, menos 1 ponto que o líder, Felgueiras. Para alcançar o título de campeão, a Oliveirense tem que vencer os três jogos que ainda faltam. O primeiro é já no próximo domingo, com a Oliveirense a deslocar-se ao terreno do líder; depois recebe o Lousada, a 19 de maio; o jogo seguinte é apenas a 25 de maio, com a deslocação ao campo do Pedras Rubras; e na última ronda, a 1 de junho, recebe o Paredes.

permitindo ao Santa Eulália dominar o jogo, embora sem criar grandes situações de golo, diga-se, mas ainda assim criando algum nervoso miudinho nos adeptos que viam a sua equipa complicar o que estava fácil. E a verdade é que a Oliveirense só se soltou definitivamente já muito perto do fim, quando o recém-entrado Fininho aproveita um passe de Correia para, na cara de Hélder, com toda a tranquilidade do mundo, dobrar a vantagem da sua equipa. Fininho veio desequilibrar novamente a partida, e de que maneira, e com ele em campo, e depois deste segundo golo, nos últimos 10 minutos, ainda podia ter goleado a equipa de Oliveira Santa Maria, desperdiçando algumas situações. Contas feitas, venceu bem a Oliveirense, garantiu o objetivo da temporada e agora pode começar a pensar exclusivamente no primeiro lugar.

III DI VI SÃO CLASSIFICAÇÃO

1. AD OLIVEIRENSE 2. CA Felgueiras

J

22

22

3. Paredes

22

5. Santa Eulália

22

4. Lousada

6. Pedras Rubras

7. Serzedelo

8. A. Lordelo

22

22

22

22

V

14

15

E

7

3

Sé rie B D

1

4

11

7

4

9

5

8

9

9

7

6

7

5

6

7

6

8

9

29

48

21

13

16

41

13

11. Rebordosa

22

4

5

13

RESULTADOS

22

Pedras Rubras, 3; Vila Meã, 3 Vila Real, 1; Serzedelo, 1

CA Felgueiras, 1; Santa Eulália, 0

Paredes, 4; Leça, 0

A. Lordelo, 1; Rebordosa, 0

AD Oliveirense, 3; Lousada, 1

2

7

32

27

11

12

12. Leça

32

20

34

32

25

3 6

32

21

25

31

48

40

30

7 5

28

32

19

17

P

49

22

22 22

41

37

C

10

9

9. Vila Real

10. Vila Meã

F

30

27 21

32

31

24 17

PRÓXIMA JORNADA

Face decisiva: Os seis primeiros classificados vão disputar a subida de divisão e os seis últimos vão lu-

tar pela manutenção.

GD de Ribeirão já prepara próxima temporada O Grupo Desportivo de Ribeirão não perde tempo e já está a preparar a nova temporada. Depois de não ter conseguido alcançar a subida de divisão ao ser derrotado na última ronda, o clube ribeirense prepara a nova temporada de 2013/14, onde vai continuar a disputar a 2ª divisão, mas que passará a ser denominada de Campeonato Nacional de Seniores. O Ribeirão deve continuar a ter como treinador Daniel Ramos, que tem mais um ano de contrato. Quanto a jogadores o clube já contratou três brasileiros: o guarda-redes Lucas e o lateral esquerdo Luisinho, ambos do Ponte Preta; e ainda o extremo Diego, que é oriundo do Audax.


28

sport: 9 de maio de 2013

futebol

Delães 2-3 Stº Adrião

Ninense vence último jogo em casa Os seniores do Ninense fizeram, domingo passado, o último jogo da temporada em casa, alcançando um triunfo sobre o Gerês por 5-1. Apenas a vitória interessava ao Ninense para manter a liderança alcançada na semana anterior, frente a uma equipa geresina que já tem a descida consumada. A equipa entrou confiante, sem pressões e decidida a continuar a ocupar o trono da liderança. Curiosamente, até foi o Gerês que dispôs da primeira oportunidade na partida. Logo de seguida começou o festival de golos sob a batuta do maestro Cesário. Aos sete minutos, Cesário cabeceia com intenção, mas a bola sai à figura de Edgar. Aos 13 minutos, o mesmo Cesário rouba uma bola, mas remata por cima. Nesta altura o Gerês já estava praticamente encostado às cordas e um rasgo individual do génio Bruno Silva, que escapa pela esquerda, dá o

golo de bandeja a quem mais o tinha procurado até então, com Cesário no coração da área a fuzilar Edgar. Estava feito o golo inaugural da partida. Cinco minutos volvidos e Bruno Silva põe a defesa serrana novamente em sentido, com um remate potente, mas a sair por cima. Mas estava dado o aviso. À passagem da meia hora, Hélder cobra de maneira soberba um livre direto e Bruno Silva, imperial nas alturas, a assinar de cabeça o segundo da partida, resultado com que se chegou ao intervalo. O Gerês nunca atirou a toalha ao chão e entrou com nova alma na segunda parte, fruto também de alguma apatia da equipa famalicense, que por escassos cinco minutos perdeu alguma concentração defensiva, sendo penalizado por um bom golo de Patrick. Estava decorrido um quarto de hora do segundo tempo e novo golo de antologia para

Bruno Silva. O avançado escapa pela direita, sendo servido com um lançamento longo e quando todos pensavam que iria rematar de primeira, dribla o defesa e remata com o pé esquerdo, para mais um grande golo. Aos 20 minutos do segundo tempo, João Cruz entra para o lugar do exausto Ruizinho, ainda a tempo para rubricar uma boa partida. A goleada seria consumada, com João Cruz a bisar na partida. O jogo terminava assim, com uma vitória justíssima dos de Nine. Face ao empate caseiro do Brito, que somou nova divisão de pontos desta vez frente ao Celoricense (3-3), a luta pela subida resume-se agora a três equipas: Ninense, Vieira e Torcatense. O Ninense visita, no próximo domingo, o Arões de Fafe, pelas 16 horas, precisando de um ponto para se sagrar campeão distrital. Alber to Barbosa

Louro 2-0 Pevidém O Pevidém não se podia atrasar e o Louro queria somar pontos para subir na tabela, por isso, logo aos 3 minutos, Rafinha desvia na área de João mas não na melhor direção. Estava dado o sinal de perigo. O Louro não se assustou e Luís Tiago ganha vários ressaltos, foge pela direita e Rafinha, no corte para canto, quase faz autogolo. Na sequência do canto, Martins, de cabeça, faz o golo para o Louro. O Pevidém arriscava mais e novamente por Luís Tiago. O Louro cria perigo na direita, com este a cruzar e Tiago a atirar por cima. A equipa forasteira somente de livre conseguia criar algum perigo junto à baliza de João. Aos 30 minutos novo canto para os da casa e Zé Miguel desvia na pequena área de cabeça, com Carlos em dificuldades para segurar a bola. Na segunda parte o Louro deu o domínio de jogo ao Pevidém e jogava em contra-ataque. O Pe-

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. NINENSE 2. Vieira 3. Torcatense 4. Brito 5. Porto d'Ave 6. Arões 7. Celeirós 8. Celoricense 9. Travassós 10. Forjães 11. Prado 12. Amares 13. Pica 14. Gerês 15. Fão 16. Águias Alvelos

RESULTADOS

J

29 29 29 29 29 29 29 29 29 29 29 29 29 29 29 29

Vieira, 2; Arões, 1 Brito, 3; Celoricense, 3 Porto d'Ave, 2; Prado, 1 Celeirós, 1; Pica, 1 Amares, 0; Torcatense, 1 Águias Alvelos, 2; Forjães, 4 Travassós, 2; Fão, 0 NINENSE, 5; Gerês, 1

V

Divisão Honra E

19 3 17 6 17 6 15 11 15 8 13 9 12 7 11 9 11 9 9 9 9 8 8 8 7 9 4 12 2 7 1 3

D

7 6 6 3 6 7 10 9 9 11 12 13 13 13 20 25

F

44 45 44 54 49 40 29 39 34 37 30 27 25 24 20 28

C

25 22 26 34 28 25 30 36 32 35 34 32 34 43 55 78

P

60 57 57 56 53 48 43 42 42 36 35 32 30 24 13 6

PRÓXIMA JORNADA Pica - Porto d'Ave Torcatense - Celeirós Forjães - Amares Fão - Águias Alvelos Gerês - Travassós Arões - NINENSE Celoricense - Vieira Prado - Brito

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. Pevidém 2. RUIVANENSE 3. Silvares 4. Antime 5. Op. Campelos 6. Stº Adrião 7. LOURO 8. Amigos Urgeses 9. Emilianos 10. S. COSME 11. DELÃES 12. Carreira 13. BAIRRO 14. Ases Stª Eufémia 15. Agrupamento 16. Fermilense

RESULTADOS

J

27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27

vidém, com bolas longas, nunca conseguiu entrar na defensiva do Louro e em ataque organizado também não foi capaz. O Louro, em ataques rápidos pelos seus homens da frente, ia pondo em sentido a equipa visitante. Ao minuto 75, Vitinha entra em campo e aos 77 no primeiro toque que dá na bola, desvia de um adversário e no segundo toque desfere um remate a 30 metros da baliza indefensável para Carlos, estava feito o 2-0 para os da casa. Até final, o Pevidém tentou mas nunca conseguiu criar uma situação de verdadeiro perigo. Pelo Louro alinharam: João, Borges, Ricardo, Rui, Bi, André (Fernando 85’), Tiago (Vitinha 75’), Martins, Nelsinho, Luís Tiago, Zé Miguel (Canigia 80’). Treinador: Tavares.

V

16 16 15 12 14 13 11 12 12 11 11 9 8 6 5 1

Silvares, 1; Emilianos, 0 DELÃES, 2; Stº Adrião, 3 RUIVANENSE, 3; Antime, 0 S. COSME, 3; Fermilense, 1 Carreira, 1; Agrupamento, 1 A. Urgeses, 2; Ases Stª Eufémia, 1 LOURO, 2; Pevidém, 0 Operário Campelos, 4; BAIRRO, 0

I Divisão-Série B E

7 5 6 9 3 4 7 4 2 4 2 8 8 6 7 6

D

4 6 6 6 10 10 9 11 13 12 14 10 11 15 15 20

F

54 58 42 40 49 35 35 40 48 42 34 37 33 22 29 20

C

22 36 29 28 38 37 33 44 44 44 44 55 37 38 44 45

P

55 53 51 45 45 43 40 40 38 37 35 35 32 24 22 9

PRÓXIMA JORNADA Stº Adrião - Emilianos Antime - DELÃES Fermilense - RUIVANENSE Agrupamento - S. COSME Ases Stª Eufémia - Carreira Pevidém - Amigos Urgeses BAIRRO - LOURO Operário Campelos - Silvares

AF BRAGA CLASSIFICAÇÃO

1. S. Verissimo 2. Guisande 3. Sequeirense 4. Marca 5. OPERARIO FC 6. Ucha 7. Viatodos 8. ADJ MOUQUIM 9. Ferreirense 10. Granja 11. GD LAGENSE 12. ARNOSO SM 13. Lomarense

RESULTADOS

J

24 24 24 24 24 24 24 24 24 24 24 24 24

Ferreirense, 2; Sequeirense, 1 Juv. Mouquim, 1; Operário, 1 Lomarense, 3; Ucha, 1 Guisande, 1; S. Verissimo, 1 Granja, 0; MARCA, 2 Viatodos, 3; Arnoso SM, 0 Folgou: Lagense

Tiago Gomes

V

18 16 14 12 12 10 8 8 8 8 6 6 5

II Divisão-Série A E

2 5 5 6 6 1 6 3 3 2 7 3 1

D

4 3 5 6 6 13 10 13 13 14 11 15 18

F

52 45 34 42 42 31 29 31 34 23 31 35 30

C

15 18 15 23 24 33 35 45 55 33 48 47 68

FINAL

P

56 53 47 42 42 31 30 27 27 26 25 21 16

CAMPEÃO - S. Verissimo

Culpas & Desculpas Na última edição, publicada no dia 2 de maio, o OPINIÃO PÚBLICA errou. Na página 29 do OPINIÃO SPORT foi publicada uma notícia sobre o título de campeões distritais da equipa de benjamins do Operário Futebol Clube e o nome de um jogador saiu errado. Onde escrevemos Miguel Ângelo deveríamos ter escrito Miguel Nuno, pois assim se chama o jogador que foi campeão de benjamins. Ao visado, ao clube e aos leitores, o OP endereça o mais sincero pedido de desculpas.

Na 27ª jornada do campeonato distrital da 1ª divisão, o CRP Delães recebeu a equipa do Santo Adrião. Entrou melhor a equipa visitante que com maior posse de bola conseguia chegar mais vezes junto da baliza delaense, mesmo que não se traduzisse em grande perigo. No entanto, e com o passar do tempo, a equipa da casa conseguiu entrar no jogo, conseguindo criar perigo na baliza adversária. Na melhor fase da equipa delaense e após uma grande jogada coletiva, Vitinha responde bem a um cruzamento de Marquinho e faz o 1-0 para o Delães. No entanto, a vantagem delaense durou pouco tempo, uma vez que na marcação de uma grande penalidade a equipa visitante restabeleceu a igualdade que se registava ao intervalo. Na segunda parte, o Delães entrou praticamente a sofrer o segundo golo do Stº Adrião. O Delães

sentiu bastante o golo mas com o passar do tempo e com as alterações efetuadas foi à procura do golo de empate. Tal foi conseguido também através da marcação de um penalti, Marquinho faz o empate. Após o empate, o Delães tentou chegar ao golo da vitória, no entanto e quando já todos aguardavam pelo final da partida, o Santo Adrião aproveita uma bola nas costas da defesa delaense e faz o golo da vitória. Resultado injusto para o que se passou dentro das quatro linhas. O Delães alinhou com: Samu, Hélder, Rui Oliveira, Alves, Jean, Maia, Luisinho, Gomes, Marquinho, Vitinha e Moreira. Jogaram ainda Ricardo, Zé Vítor e Jassa. No próximo sábado o Delães desloca-se a Antime em Fafe para defrontar a equipa local às 16 horas. CRP Delães

Futsal distrital masculino O Covense voltou a atrasar-se no campeonato distrital de futsal masculino, depois de na última jornada, a 24ª, ter empatado a 5 bolas frente ao MAL. Os resultados das restantes equipas em prova foram os seguintes: Delães 4-1 Vieira Futsal; Núcleo Rio Homem 1-6 S. Mateus; Mouquim 2-5 AD Esmeriz. Na tabela classificativa, o Covense é 2º, com 56 pontos, menos 4 que o líder Priscos; o S. Mateus é 3º, com 55; em 4º segue o MAL, com 44; a AD Esmeriz é 5º, com 42; em 6º segue o Delães, com 38; o Mouquim é 13º, com 16 pontos. A 25ª e penúltima jornada disputa-se no próximo fim de semana e os jogos das formações famalicenses são os seguintes: MAL-Delães (dia 10, 22h); CovenseAD Esmeriz (dia 11, 21h); S. Mateus-Mouquim (dia 11, 21h).

2ª fase da Taça Nacional Feminina No próximo fim de semana arranca a 2ª fase da Taça Nacional Feminina, onde participam duas equipas do concelho de Famalicão: a Associação Rede Jovem (ARJ) de Mogege e o Futebol Clube (FC) de Vermoim. O FC Vermoim vai disputar a série A e na primeira jornada recebe, no próximo sábado, pelas 16 horas, o Novasemente. Na série B está a ARJ Mogege, que também joga em casa na primeira ronda, recebendo, igualmente no sábado, às 16 horas, os Restauradores Avintenses.

Resultados da Liga de Futsal No fim de semana passado estiveram em disputa vários campeonatos da Liga de Futsal de Famalicão. No escalão de escolas jogou-se a 10ª jornada e os resultados foram: FC Vermoim B 4-7 GRVS Martinho; ADC St Eulália 3-1 MAL Landim; AD Esmeriz 7-0 CRCEscola Toni Paiva. Em pré-escolas também esteve em disputa a 10ª jornada, que terminou assim: MAL landim 1-19 FC Vermoim; CD J Académico 8-2 Sportfut B; CD Lousado 6-1 Sportfut A; AD Esmeriz 7-1 AJ Joane B. Disputou-se ainda um jogo em atraso do escalão de infantis: FC Vermoim B 0-7 AD Esmeriz. Entretanto, no próximo sábado, às 10 horas, no Pavilhão de Vermoim, Barri-

mau e FC Vermoim A vão defrontarse num jogo em atraso referente à 10ª jornada de escolas “B”. No próximo domingo, dia 12 de maio, de manhã vai estar em jogo, no Pavilhão das Lameiras e organizada pelo FC Vermoim, a 16ª jornada de infantis: AJ JoaneRecreio Desportivo (9h); CRC-Escola Toni Paiva-GRVS Martinho (10h); Sportfut-FC Vermoim A (11h); AD Esmeriz-FC Vermoim B (12h). Da parte da tarde, no Pavilhão de Brufe, vai jogar-se a 10ª jornada de escolas “B”: CD LousadoSportfut (16h30); Recreio Desportivo-AJ Joane (17h30). Antes, pelas 15h30, Barrimau e CD Lousado defrontam-se em jogo em atraso de pré-escolas.


sport: 9 de maio de 2013 29

futebol/modalidades

Vilarinho sagra-se campeão da Inatel A uma jornada do fim, o Vilarinho sagrou-se campeão da Inatel Braga, logo na 1ª época em que participa. O jogo que valeu o título foi contra o Crespos, equipa essa que não veio para participar na festa e fez de tudo (anti-jogo, provocadora) para estragar a partida. Mesmo assim, o Vilarinho venceu, em casa, por 1-0. O encontro começou numa toada morna com o Vilarinho a tentar jogar futebol e o Crespos a destruir. O Vilarinho trocava bem a bola mas sem grande objetividade ofensiva, pois faltava o passe final. Nesta primeira parte as oportunidades escassearam mas o Vilarinho podia ter marcado por intermédio de L. Barreiras e Arnaldo. A 2ª parte começou da mesma forma, mas notava-se que o Vilarinho jogava com os dois resultados, pois o empate servia para o Vilari-

nho ser campeão. O Crespos teve a sua única oportunidade num cruzamento remate que beijou a barra de Paulo. Aos 20 minutos acontece o momento do jogo com polémica à mistura: num livre marcado para a área surge um corte de um defesa que trai o guarda-redes e vai à barra, saltando para dentro (ou não) da ba-

liza. O árbitro assistente, muito bem colocado, assinala golo… foi a loucura dentro e fora do campo. A partir daí o Vilarinho fazia contra-ataques perigosos e podia ter acabado com o jogo várias vezes. O Crespos nada fazia, a não ser provocar os jogadores do Vilarinho. Quando o árbitro apitou pela última vez foi a loucura total.

Taça Fundação Inatel na reta final No passado fim de semana disputou-se a 25ª jornada da Taça Fundação Inatel e os resultados das equipas famalicenses em prova foram os seguintes: Vilarinho 1-0 Crespos; Brufense 0-2 Lírios Gerês; Meães 32 Juventude Académico; S. Cláudio 2-3 Mikaelense. Na tabela classificativa, o Vilarinho continua líder, com 57 pontos, e a uma jornada do fim desta primeira fase da competição já se sagrou campeão, dada a distância de 5 pontos para o 2º classificado, o Sete Fontes. Em 3º lugar está o Meães, com 46 pontos; o Juventude Académico é 7º, com 31; em 10º está o Fradelos, com 24; o S. Cláudio é 11º, com 23; e o Brufense é 13º e último, com 8. A 26ª e última jornada disputa-se no próximo fim de semana e os jogos são os seguintes: Juventude Académico-Brufense (dia 11, 15h); Mikaelense-Meães (dia 11, 16h); Crespos-Fradelos (dia 12, 17h); Esporões-Vilarinho (dia 12, 17h).

FAC vence um jogo e empata outro em hóquei em patins Em poucos dias, o Famalicense Atlético Clube disputou duas jornadas do campeonato nacional da 2ª divisão de hóquei em patins. Em jogo da 26ª jornada, disputada no feriado 1 de maio, cedo se percebeu que a equipa do Pessegueiro do Vouga, último classificado, não colocaria muitas dificuldades ao FAC. Desde o início da partida que o jogo foi dominado pelo Famalicense e Pinheiro marcou por duas vezes, colocando o FAC a vencer por 2-0. Durante a primeira parte ainda marcou mais um pelo capitão André Barbosa e com o 3-0 chegou-se ao intervalo. Aos oito segundos da segunda parte, André bisou na partida e apenas seria necessário gerir o jogo. O capitão estava endiabrado e fez mais dois e Pinheiro também

marcou pela terceira vez. Depois do tento de honra visitante, já no minuto final, o júnior Nuno Dias ainda teve a oportunidade de converter um penálti, o que fez superiormente, fixando o resultado final em 8-1. No fim de semana disputou-se a 27ª jornada e o FAC deslocou-se à Feira, para defrontar o Clube Académico local e empatou a dois golos. Num jogo de capital importância para o Feira, o FAC conseguiu conquistar um ponto que não lhe garantindo matematicamente a permanência, só a conjugação de resultados muito desfavorável não permite garantir desde já que esse objetivo está conseguido. O empate final aceita-se e o ponto conquistado é precioso. O campeonato volta no dia 18, na receção do FAC ao Escola Livre.

FAC conquista Taça do Minho em juniores O Famalicense Atlético Clube venceu pela segunda vez a Taça do Minho em hóquei em patins. Na penúltima jornada desta prova, no dia 1 de maio, o FAC deslocou-se a Fão. No embate entre as duas equipas que ainda discutiam a vitória final, o HC Fão venceu por 73 e adiou a “festa” do conjunto famalicense, a quem o empate servia. Assim, Fão e FAC partiram para a última jornada em igualdade pontual mas com vantagem do FAC no desempate. Depois do triunfo no ano pas-

sado, o FAC voltou no domingo a conquistar o troféu, na última jornada, ao vencer os três pontos em Ponte de Lima, frente à AD Limianos, ganhando por 10-7. O FAC esteve sempre na liderança até ao empate a sete golos que colocava em perigo a vitória final mas a melhor qualidade técnica dos atletas famalicenses superiorizou-se. Em Famalicão, a equipa de juvenis recebeu o HC Fão e empatou a quatro golos, terminando a Taça do Minho na 4ª posição. Terminou também a participação nesta taça

das equipas de escolares, infantis e iniciados, com jogos frente ao HC Fão. Os iniciados venceram por 6-3, terminando a prova no 3º lugar e falhando o acesso à final four. Os infantis não estiveram bem e perderam por 4-9 acabando na 5ª posição da sua série e por último, os escolares conseguiram vencer por 9-2. Realce para esta equipa que venceu todos os jogos nesta competição. O torneio de encerramento terá início a 19 de maio e o FAC vai participar em todos os escalões.

9 atletas da Geração Benfica em momento de observação A Escola do Benfica mantém o seu trajeto desde a sua abertura em Março 2009 na cidade de Famalicão, estando neste momento a passar por uma fase muito positiva, segundo o seu coordenador técnico, professor Elias Pinto. “É a melhor fase do projeto. Estamos preparamos para dar o passo na competição federada a 11, onde em princípio iremos criar já na próxima época uma equipa de Iniciados”, adiantou o responsável Num fim de semana marcado por mais uma série de jogos referentes aos vários eventos em que a escola participa, os “encarnados” em Famalicão fizeram-se ainda representar na tarde de domingo, na Póvoa de Varzim, com 9 atletas na ação de observação levada a cabo pelo departamento de prospeção do clube da Luz. “Foi mais um momento em que a nossa escola de Famalicão marcou presença em força, fruto de um trabalho que tem vindo a ser desenvolvido dentro de uma estrutura estável e que começa agora a revelar alguma qualidade”, explicou Elias Pinto.

Para além da ação de observação, a escola do Benfica cumpriu ainda a 24ª jornada dos campeonatos distritais da AF Braga, com a turma de benjamins “B” a vencer, em Gavião, a Dragon Force Famalicão, subindo assim ao 3º lugar da série I. Em Tabuadelo, a equipa de infantis “C” não conseguiu impor-se, tendo perdido o encontro. No domingo de manhã, as equipas “A” e “B” de infantis alcançaram vitórias volumosas, com a turma de Carlos Fernandes a vencer a Oliveirense, mantendo assim o 1º lugar na série H, enquanto a turma de Dinis Moreira foi vencer no terreno do Barco Academia, em Guimarães. Ainda na manhã de domingo, os benjamins “A” receberam e empataram frente à Oliveirense. A turma de traquinas “A” recebeu, no sábado, e venceu o S. Cosme em jornada a contar para a Liga Vale do Ave. A Escola do Benfica informa que as inscrições para novos atletas mantêm-se abertas até final de maio. Os interessados devem contatar a escola de futebol através do 918 081 073 ou pelo efbfamalicao@slbenfica.pt.

Camadas jovens do FC Famalicão As camadas jovens do Futebol Clube de Famalicão jogaram no fim de semana passado e obtiveram os seguintes resultados: Famalicão 2-1 Limianos (juniores); Moreirense 2-1 Famalicão (juvenis A); Famalicão 0-1 Urgeses (juvenis B); Famalicão 5-2 BragaFut (iniciados A); Sandinenses 1-1 Famalicão (iniciados B); Louro 0-5 Famalicão (infantis A); Pevidém 4-3 Famalicão (infantis B); Famalicão 33 Martim (infantis C); Braga 7-1 (benjamins A); Forjães 3-1 Famalicão (benjamins B); Famalicão 4-1 Tadim (benjamins C).

Riba d’Ave hipoteca possível subida A derrota em casa diante o CH Carvalhos pode ter hipotecado em definitivo a hipótese do Riba de Ave Hóquei Clube subir à 1ª divisão nacional de hóquei em patins. Essa possibilidade não fica já esclarecida porque os ribadavenses ainda têm mais um jogo por realizar que os seus adversários até ao final da prova. O RAHC ainda tem para disputar 12 pontos, estando neste momento a 10 do 2º classificado, precisamente a turma dos Carvalhos, e a 7 do 3º, a Sanjoanense. No sábado, em jogo da 27ª jornada do nacional da 2ª divisão, o Riba d’Ave recebeu o CH Carvalhos e perdeu por 8-2. O resultado final espalha a superioridade do atual 2º classificado. Ao intervalo o Riba d’Ave

já perdia por 3-1. Marcaram os golos ribadavenses Raul Meca e Bruno Castro. Na próxima ronda o Riba d’Ave viaja à ilha da Madeira para defrontar o Marítimo. Até ao final da prova a turma ribadavense joga apenas uma vez em casa com a Sanjoanense, deslocando-se à Madeira, HC Marco e Infante Sagres, este último em jogo em atraso da 26ª jornada. Nas camadas jovens, realizou-se em Riba d’Ave a final da Taça do Minho na categoria de infantis, com a equipa do OC Barcelos a vencer a prova após derrotar na final o HC Braga por 8-1. Nas meias-finais o Riba d’Ave perdeu por 5-6 com o HC Braga 6 e na final venceu a Juventude de Viana por 3-2.


30

sport: 9 de maio de 2013

modalidades

Nelson Lemos na seleção nacional de juniores de voleibol Nelson Lemos, atleta do FAC, foi convocado para representar Portugal. A seleção nacional de juniores masculinos, orientada por António Guerra e Ricardo Rocha, viajou na segundafeira rumo à localidade francesa de Saint-Jean D’Iliac (Bordéus) para disputar a Poule B da fase de qualificação europeia para o Campeonato do Mundo de 2013. A qualificação decorre até 11 de maio e os juniores lusos têm que defrontar as seleções da Bélgica, França, Polónia e Letónia, folgando no último dia de competição. Apuram-se os quatro vencedores das poules, que se juntarão ao organizador da fase final do Campeonato do Mundo de Sub-21 (Turquia) e ao campeão europeu 2012 (Itália). A fase final do Mundial 2013 será disputada de 22 de agosto a 1 de setembro, nas cidades turcas de Ancara e Izmir.

Palazon deu aula de bilhar em Famalicão Javier Palazon, um dos melhores jogadores de bilhar carambola do Mundo, esteve na Academia de Bilhar do Famalicense Atlético Clube no domingo passado, a convite do capitão do FAC, Jorge Bastos. Apesar de ainda muito jovem, o espanhol tem no seu curriculum um percurso invejável: tricampeão mundial júnior e ainda dois terceiros lugares nos campeonatos do mundo ab-

solutos, além de muitos outros êxitos. O FAC conta que Palazon deliciou a plateia durante mais de duas horas. O seu conhecimento e demonstração das técnicas de bilhar foram uma excelente propaganda para a modalidade. Palazon ficou também encantado pela beleza do salão e no final foi presenteado com algumas lembranças do clube.

Adolfo em 6º no Regional da 1ª divisão de bilhar Começou a disputa da fase final do campeonato regional da 1ª divisão de bilhar, que conta com a participação de 8 atletas, entre os quais está o atleta do Famalicense AC, Adolfo Pereira. As duas primeiras (de sete) jornadas disputaram-se em Leça e as restantes no salão do Fenianos no Porto, onde se concluirá a prova. Com cinco jornadas disputadas, os resultados não são os que Adolfo esperava mas o nível dos atletas é muito alto. Ocupa a 6ª posição, fruto de dois triunfos, e ainda está na luta pelo pódio, necessitando para isso de vencer os dois jogos que ainda lhe faltam e esperar por uma conjugação de resultados positivos. O feito principal já foi conseguido, com a presença nesta final. As duas últimas jornadas realizam-se no próximo sábado, dia 11.

Mais de cem jogos de badminton em Famalicão Disputou-se no Pavilhão Municipal de Famalicão, o apuramento zonal Norte para a 5ª e última jornada do circuito nacional de badminton que se vai disputar no Funchal. Catorze atletas em representação do Famalicense Atlético Clube, num universo de cerca de 108 clubes. Desportivamente, Sónia Gonçalves venceu em par senhora com Ana Rita Santos, atleta esta que venceu a final de singulares frente a Sónia, num jogo emocionante e decidido no terceiro set nas vantagens (22-20). Destaque para Nuno Sá que em singulares atingiu as meiasfinais e para o par Jorge Santos/Silvina Guimarães que, em misto, também foram semifinalistas. Na categoria inferior (D), Rui Carvalho foi finalista em pares homens. Nenhum atleta do FAC estará na Madeira. Para a semana, o FAC vai disputar o mesmo zonal, em Albergaria, mas na categoria de não seniores.

FAC em várias provas de ciclismo O atleta do Famalicense Atlético Clube, João Barbosa, participou na 3ª prova pontuável para a Taça de Portugal de XCM (Maratonas) que se realizou em Alte, no Algarve. A prova não correu da forma desejada, já que dois furos colocaram o atleta em dificuldades e o resultado final foi por isso condicionado, terminando na 71ª posição no escalão de masters A. A outro nível, participação em ritmo de treino de Ricardo Mendes no Luso-Galaico, prova disputada na região de Esposende onde finalizou em 56º lugar. No passado dia 1 de maio, realizou-se a 1ª Maratona de Santo Tirso, integrada no Campeonato Regional Porto de XCM e que inaugurou a temporada. O FAC esteve representado com cinco atletas. João Alves, a maior esperança para um resultado de relevo, não foi feliz, com vários problemas mecânicos e de pneus que o levaram a não concluir a prova. Em masters A, João Barbosa conseguiu o 8º lugar no escalão e 24º na geral, Marco Marques foi 20º e Ricardo

Mendes 29º. Em masters B, Joaquim Barbosa conseguiu a 14ª posição. No campeonato regional de XCO, a 5ª prova disputouse na rápida pista de Gondar, em Guimarães. Alguma expectativa sobre a prestação de João Alves que não defraudou e em juniores terminou em 5º, o melhor resultado da temporada de um atleta do FAC. Com este resultado sobe ao 6º lugar da geral a apenas 4 pontos do 5º classificado. Também Tiago Fernandes, no mesmo escalão, fez o seu melhor resultado da temporada, finalizando em 10º. Em masters B, José Barros fechou o TOP10 e Joaquim Barbosa foi 12º. Em masters A, Marco Marques acabou na 17ª posição e na prova de elites, Pedro Machado foi 14º. Na promoção, João Ferraz acabou na 16ª posição. Coletivamente, o FAC foi 10º. Em Labruge, realizouse a 3ª prova do campeonato XCO de Vila do Conde. A lutar pelos lugares cimeiros, Pedro Machado ficou em 3º lugar em elites e José Barros em 5º, no seu escalão de masters B.

Campeonato Nacional de Alex Ryu Jitsu 2013

Atletas famalicenses com 35 títulos nacionais No passado sábado, no pavilhão da Escola Didáxis de S. Cosme do Vale, realizou-se o Campeonato Nacional Lightcontact, sob a égide da Federação Portuguesa de Alex Ryu Jitsu e organizado pela Associação de Artes Marciais de Famalicão e pela Associação Portuguesa da Alex Ryu Jitsu. Participaram 230 atletas de todos os escalões etários, em representação de federações e associações de estilos marciais diversos, como o Kung-FuAssociação do Minho, Kempo Contact, Kempo-Tode, Kick-boxing, para além das 22 academias famalicenses de Alex Ryu Jitsu. Os combates, em número de 150, presenciados por muito público, decorreram dentro do mais alto nível técnico, com especial destaque para os atletas famalicenses, não obstante alguns dos seus adversários serem campeões nacionais e com estatuto internacional. Foram campeões nacionais os seguintes atletas famalicenses: escalão mini-infantis – Miguel Azevedo (Acad. ARJ BV Famalicenses), Rubem Costa (Acad. ARJ Joane), Inês Reis (Calendário), Diana Pe-

reira (Cavalões); escalão infantis – João Costa (Lousado), Duarte Lobo (Joane), Ana Silva (PSP Famalicão), Bruna Carvalho (Cavalões); escalão iniciados – Francisco Marques (Vermoim), Marco Carvalho (Vermoim), Mário Ferreira (BV Famalicenses), Sara Novais (Cavalões); Daniela Carneiro (Arnoso Stª Maria); escalão juvenis – Domingos Silva (Vermoim), Tiago Sabino (BV Famalicenses), Filipe Guedes (Bairro), Luís Pereira (Joane), Gabriela Gonçalves (BV Famalicenses), Marta Borges (Calendário); escalão juniores – Tiago Soares (Bairro), Miguel Leitão (Cavalões), Catarina Borges (Korpus), Ana Sousa (Cavalões), Ana Novais (Cava-

lões); escalão seniores – Diogo Silva (Korpus), Miguel Ferreira (Bairro),Bruno Azevedo (Vermoim), Tiago Moreira (Cavalões), João Delgado (Korpus), Rui Araújo (Gavião), Catarina Barbosa (PSP/Famalicão), Gabriela Cunha (Cavalões), Orquídea Maia (Arnoso Stª Maria), Ana Pinho (PSP/Famalicão). Por equipas, a 1ª classificada foi a Academia Alex Ryu Jitsu do Calendário, em 2º lugar ficou a Academia Alex Ryu Jitsu de Cavalões e em 3º a Academia do Porto/Kempo. O próximo evento nacional será a disputa da Taça de Portugal Alex Ryu Jitsu, a 8 de junho, integrada nas Festas Antoninas de Famalicão.

ACV em várias provas de atletismo A equipa de atletismo da ACV (Associação Cultural de Vermoim) participou, uma vez mais, no Grande Prémio de Atletismo de Landim, que se realizou no dia 1 de maio e homenageou mais uma vez a consagrada Rosa Oliveira e também o ex-internacional António Rodrigues que se destacou nas provas de fundo do atletismo nacional. Presente esteve também Jéssica Augusto, campeã europeia dos 10 mil metros em 2010, que apadrinhou a 11ª edição da prova. A equipa de atletismo ACV obteve um honroso 9º lugar coletivo, numa prova que contou com cerca de duas centenas de atletas. Em termos individuais, Filipe Ribeiro foi 31º, Vítor Costa 39º, António Ferreira 40º, Joaquim Ferreira 44º, Francisco Miranda 52º e José Costa

53º. Os atletas da ACV participaram também 27ª edição da prova de atletismo organizada pela ARC Airão Santa Maria. Entre 70 atletas, Vítor Costa, em seniores, terminou em 22º lugar e Filipe Ribeiro em 23º. Joaquim Ferreira, na categoria de veteranos, alcançou o 16º posto classificativo, seguido de perto por José Costa na 19ª posição. No 1º Grande Prémio União Nogueirense também estiveram atletas da ACV e os resultados foram: seniores – Filipe Ribeiro 22º, Vítor Costa 33º; veteranos M40 – Miguel Miranda 28º; veteranos M45 – António Ferreira 23º, José Magalhães 27º, José Costa 30º; veteranos M50 – Joaquim Ferreira 17º.

Miguel Mesquita e Cedric Cruz em destaque no 5º Open de Famalicão

Os finalistas Sérgio Paiva e Miguel Gonçalves

Famalicão acolheu, de 27 de abril a 1 de maio, em Famalicão, o 5º Open de Famalicão, prova integrada no calendário da Federação Portuguesa de Ténis. Sérgio Paiva foi o vencedor em singulares masculinos, derrotando na final Miguel Gonçalves por 6/2 e 6/3. Em destaque estiveram Miguel Mesquita e Cedric Cruz, ambos do Ténis Clube de Famalicão (TCF), que foram derrotados nas meias-finais pelos finalistas: Sérgio Paiva venceu Miguel Mesquita por 6/4 e 6/2; na outra meia-final, Cedric Cruz foi eliminado pelo outro finalista, Miguel Gonçalves, por 6/2 e 6/3. Na variante de pares, Hugo Spratley e Miguel Gonçalves venceram na final Sérgio Paiva e João Negreiros por 7/5, 4/6 e 10/7 no super tie-break.


sport: 9 de maio de 2013 31

modalidades

CCDR e Escola D. Maria II no Regional de Atletismo Cerca de 40 alunos da Escola D. Maria II e atletas do Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão (CCDR) participaram no campeonato regional de infantis e juvenis de pista, que se realizou no Estádio 1º de Maio, em Braga, este fim de semana. Os atletas obtiveram excelentes participações individuais e coletivas. Destaque para o 2º lugar coletivo nos escalões de infantis e juvenis alcançado pelo CCDR em ambos os sexos, e para o 3º lugar obtido pela Escola D. Maria II em infantis masculinos. Em termos individuais de realçar as três vitórias alcançadas pelos atletas Luís Santos (infantil) e Elsa Cruz (juvenil); o 1º lugar alcançado por Luís Costa do CCDR, nos 2.000 obstáculos; o 2º lugar de Rita Rocha e Diogo Moreira (D. Maria II) no lançamento do peso e de Márcia Costa (CCDR) no salto em comprimento; o 3º lugar da infantil Ana Costa (CCDR) no quadruplo salto e de Pedro Sousa (D. Maria II); e a vitória do infantil Gonçalo Carrasco (CCDR) no salto em altura e 2º lugar nos 1.000 metros. De realçar que a Escola D. Maria II e o CCDR estabelecem um projeto em comum, há cerca de uma década, no que concerne ao trabalho de formação no atletismo, por forma a dar continuidade ao projeto do Desporto Escolar de atletismo quando os alunos saem da escola, permitindo assim que os atletas prossigam os treinos e consequente evolução técnica e rendimento desportivo no clube.

Atletas do GRAC foram campeões A equipa de atletismo do GRAC – Grupo Recreativo e Associativo de Cruz participou, no passado sábado, no Grande Prémio de Montanha em Atães, Guimarães, onde conseguiu 3 campeões nos Regionais de Montanha. Natália Nogueira foi primeira em infantis; Paulo Nogueira ficou em 1.º lugar e Hugo Azevedo em 2º em iniciados. Já Ana Fernandes também ficou em 1º lugar em Juvenis. Na mesma tarde, a atleta Juliana Silva obteve o 3º lugar nos 300 metros e conseguiu um novo record pessoal nos 100 metros. Na manhã de domingo, na prova Famalicão-Joane dos Pequeninos, Fábio Sousa foi 8º em minis, Natália Nogueira foi 4º em infantis e Paulo Nogueira alcançou o 2º posto em iniciados. Ainda no domingo, a estreante Filipa Costa venceu, em salto em comprimento, no Campeonato Regional Infantil. Já na prova dos 150 metros, a mesma atletas, Filipa Costa, ficou no 3º lugar e Rita Sousa em 4º. Juliana Silva ficou em 3º nos 200 metros. Entretanto, no passado dia 1 de maio, a atleta do GRAC, Ana Fernandes esteve presente no 20º Grande Prémio de Serzedo, onde voltou a destacar-se, obtendo o 2º posto no escalão de infantis.

ADECA em Landim e no Famalicão-Joane A Associação Desportiva de Castelões participou, com bons resultados, no Grande Prémio de Landim, no dia 1 de maio. Em minis masculinos, Francisco Costa ficou em 4º; em benjamins masculinos, Vasco Ribeiro ficou em 2º lugar, Filipe Barros em 4º e Diogo Oliveira 8º e neste escalão a ADECA conquistou o 1º lugar por equipas; em iniciados masculinos, Miguel Torres foi 2º, João Barros 5º, Bruno Silva 11º e a ADECA ficou em 2º; em juvenis, Miguel Novais foi 5º, Bruno Abreu 13º; em veteranos, Adelino Fernandes ficou em 3º, Manuel Ribeiro em 11º, José Magalhães em 34º, José Meira em 38º, Paulo Ribeiro em 48º. Entretanto, no domingo participou no Famalicão-Joane dos Pequeninos e obteve os seguintes resultados: em benjamins masculinos, Diogo Oliveira ficou em 5º; em infantis masculinos, Pedro Carvalho foi 12º e Bruno Silva 11º; em iniciados, Miguel Torres em 1º lugar e João Barros em 8º; em juvenis, Miguel Novais foi 3º e Bruno Abreu 8º; na corrida popular, Adelino Fernandes ficou em 2º lugar na geral e em 1º em veteranos.

ARC S. Cosme consegue 3º lugar em Landim A ARCSCosme/Mercadinho Paga-Pouco conquistou, no passado feriado de 1 de maio, em Landim, um excelente 3º lugar coletivo da prova de seniores masculinos. Para mais este feito contribuíram o 11º lugar de Ruben Costa, o 14º lugar de Roberto Machado, o 18º lugar de José Barbosa, o 19º de Simão Mendes, o 21º de Hélder Ferreira, o 33º lugar de Rui e o 36º lugar de Pedro Semina.

Óscar Barros, treinador do Atlético Voleibol Clube, em entrevista ao OS

“O AVC é o projeto da minha vida” José Clemente malicão a competir nas competições europeias. O Atlético Voleibol Clube (AVC) sagrou-se campeão nacional da 2ª di- Tudo isso é bem pensado? visão de voleibol feminino, título Tem que ser tudo bem pensado. que lhe valeu também subida ao 1º Nós perspetivamos tudo aquilo que escalão. Óscar Barros, 49 anos, pro- fazemos com muitos anos de antefessor de educação física, é o coor- cedência. Por exemplo, este título denador do todo o voleibol do AVC da subida à 1ª divisão foi perspetie treinador da equipa sénior e da vada há 8 anos atrás e foi dito às joequipa de cadetes. Em entrevista gadoras. Foi um objetivo traçado ao OS, fala do clube, do título con- em comum, entre a equipa técnica, quistado e do futuro. a direção da altura e as jogadoras, algumas delas, na altura, com 14 OPINIÃO SPORT: O AVC sagrou-se anos. Entendemos que a maior mocampeão numa fase final muito tivação seria traçarmos objetivos competitiva? ambiciosos. ÓSCAR BARROS: Sim, aliás, todo o campeonato foi difícil e muito equi- Já está aí mais uma equipa de inlibrado. É muito difícil subir à 1ª di- fantis. Continuam, por isso, a previsão, é uma competição muito para o futuro? apertada, como na generalidade Sim, há uma equipa de infantis, já das modalidades. Os clubes envol- há duas de minis e temos também vidos eram muito fortes e se acres- uma equipa de cadetes. O projeto centarmos a isto, o facto de a nossa não pode parar e quero salientar equipa ser a mais jovem de todas, que este título foi conseguido com com uma média de idades perto atletas única e exclusivamente fordos 20 anos, percebe-se que não madas no AVC. Esta equipa sénior é fruto do trabalho de quatro equitenha sido fácil. pas que fizeram todo o percurso de Que projeto é este? formação no AVC e penso que é Este projeto nasceu com a finali- este o caminho. Somos fundamendade de ser unicamente virado para talmente uma escola de voleibol e o voleibol feminino. Era a minha vamos continuar a sê-lo. área enquanto treinador e essa foi a primeira premissa. A segunda foi Como é que se gere toda esta jufazer um clube de formação, fun- ventude? damentalmente uma escola de vo- Penso que todos nós, responsáveis leibol. Estas ideias foram ganhando do AVC, somos pedagogos por voforça, foram ganhando raízes e os cação. Depois, não deixamos de ser resultados foram aparecendo, fa- uma família. É muito comum ver-se zendo com que o projeto crescesse as seniores a treinar com os cadetes, ou as cadetes a ir ao treino das cada vez mais. seniores, ou as cadetes a ajudar O AVC é uma associação de fazer nos treinos das mais novas. Há uma campeões? união enorme. E quem são os adepQuero acreditar que sim. Em 15 tos do AVC? A maior parte são as anos de existência, temos 10 títulos atletas, são os pais das atletas, são nacionais em todos os escalões, te- os amigos das atletas, são os famimos dois ou três segundos lugares, liares das atletas. O AVC é isto, as fomos vice-campeões duas ou três atletas. vezes, conseguimos atingir já por uma vez as meias-finais da Taça de É com elas que vai competir na próPortugal, fomos o primeiro clube xima temporada ou vai contratar em modalidades coletivas em Fa- fora?

Sempre dissemos que queríamos, tanto quanto possível, que a equipa sénior fosse um espaço para que as atletas formadas no clube pudessem competir. Aquilo que tenho de salvaguardar são situações pontuais de necessidade de ajustar o plantel, por não termos aqui ou ali uma jogadora para colmatar essa falha. Aliás, estamos a tentar que mais uma ou duas jogadoras formadas no clube, que estão a jogar por diversos clubes, consigam juntar-se ao projeto. A direção não tem faltado com apoio? Nós queremos sempre mais, organizamos esta fase final e foi reconhecida como a melhor de voleibol feminino alguma vez feita em Portugal. Já tínhamos feito outras, mas quisemos fazer melhor. E se viermos a organizar outra, no futuro, terá de ser melhor que esta, o que implica sempre mais custos, mais envolvimento, mais pessoas. A Câmara Municipal tem sido absolutamente exemplar no apoio, mas já não chega, como é óbvio. Aquilo que fazemos é inventar soluções para colmatar as necessidades. O seu futuro vai continuar a passar por este projeto? Já trabalhei na Federação Portuguesa de Voleibol, na seleção de juniores, e tive, na altura, a possibilidade de continuar nesse projeto e noutros. Nunca entendi que fosse aceitável, porque este é o projeto da minha vida. Acreditamos muito neste projeto, somos nós que definimos estratégias, não temos que ir para casa a recear que alguma coisa não surja por falta de lealdade, que é uma coisa muito comum no desporto. E esta tranquilidade, esta paz, permite-nos fazer aquilo em acreditamos. Por isso, não consigo ver-me fora deste projeto. veja em www.famatv.pt ou


32

sport: 9 de maio de 2013

modalidades

Campeonato Nacional da I Divisão – Fase Apuramento de Xadrez

NXVSC-Didáxis vence título coletivo O Núcleo de Xadrez de Vale S. Cosme (NXVSC) – Didáxis participou nas duas últimas sessões do 55º Campeonato Nacional da IFase Apuramento, II e III Divisões por Equipas no formato concentrado, que decorreram no passado fim de semana, e a primeira equipa sagrou-se campeã nacional da I divisão nacional de xadrez – fase apuramento. Com a manutenção já assegurada na 3ª divisão nacional – série, a segunda e terceira equipas do NXVSC-Didáxis brilharam nas duas últimas jornadas com duas vitórias e, desta forma, asseguraram o 2º e o 3º lugares, obtendo 15 e 14 pontos, respetivamente. No entanto, as atenções estavam todas voltadas para a primeira equipa do NXVSC-Didáxis, que a duas sessões do final do campeonato estava classificado em 4º lugar, mas com a ambição de conseguir o apuramento para o Campeonato Nacional Coletivo da I Divisão-Fase Final, sendo que as duas primeiras equipas classificadas garantiam o “passaporte” na próxima época escaquística. No sábado, 6ª sessão, após vitórias brilhantes do capitão Bruno Gomes, 2º tabuleiro, perante o mestre nacional Carlos Carneiro (Escola Profissional de Gaia) e Ivo Dias, 4º tabuleiro, a Miguel Ferreira (Escola Profissional de Gaia). No 1º tabuleiro, bastou a Luís Silva empatar diante o mestre nacional

José Alves dos Santos (Escola Profissional de Gaia) para confirmar a vitória por 2,5-1,5 à equipa gaiense, que era líder do campeonato. A WCM Inês Machado Oliveira perdeu com o jovem promissor gaiense José Margarido. Para domingo, 7ª e última sessão, entre os 8 clubes participantes estavam classificadas em 1º lugar cinco equipas, nomeadamente o NXVSC-Didáxis. Perante o Sport Operário Marinhense, o NXVSC-Didáxis confirmou o seu favoritismo com duas vitórias cruciais de Bruno Gomes e da WCM Inês Machado Oliveira no 2º e 3º tabuleiros, respetivamente. Ivo Dias, no 4º tabuleiro, numa jornada de fortes emoções foi derrotado por Ricardo Oliveira. Com a necessidade de depender apenas de si para assegurar o apuramento, o 1º tabuleiro do NXVSC-

Didáxis, Luís Silva, revelou toda a sua mestria e frieza no “jogo das 64 casas” com uma vitória contundente a Daniel Silva e fechando, desta forma, o resultado a favor da jovem equipa famalicense por 3-1. Desta forma, beneficiando de melhor coeficiente de desempate, o NXVSC-Didáxis conquistou o título coletivo de campeão nacional da I divisão nacional de xadrez – fase apuramento. Contando com nove anos de existência, esta é sem dúvida a maior conquista alcançada pelo jovem clube famalicense, constituindo mais um feito inédito para o NXVSC-Didáxis: um clube escolar de xadrez (vertente federada) formado, essencialmente, por alunos e ex-alunos, encarregados de educação e professores da Didáxis de Vale S. Cosme.

Escola Tomatubikers presente em 2 campeonatos no mesmo dia O passado domingo, dia 5 de maio, foi um dia em cheio para os jovens atletas da Escola de BTT Tomatubikers Famalicão com a participação, na parte da manhã, na 3ª prova a contar para o Campeonato de Vila do Conde de BTT que decorreu em Labruge, e na parte de tarde no Campeonato Regional de XCO do Minho que decorreu em Gondar. Em Vila do Conde, na categoria bambis, Luna Carneiro obteve um excelente 2º lugar naquela que foi a sua segunda participação em provas de BTT; em benjamins, Rúben Oliveira subiu mais uma vez ao lugar mais alto do pódio; em juvenis femininos, Ana Moreira terminou no pódio com a conquista do 3º lugar, o mesmo fizeram Vítor Lima e Nuno Costa, que terminaram em 2º e 3º lugar na categoria Cadetes, assegurando desta forma os seus lugares no campeonato; em masters femininos Carmo Moreira ficou em 2º, Olga Costa em 3º e Rosa Fernandes em 5º. Já em Gondar, os atletas famalicenses disputaram

as provas a contar para o Campeonato Regional Minho de XCO e também aqui os Tomatubikers subiram ao pódio por 5 vezes, tendo mesmo a Escola Tomatubikers conseguido o 3º lugar entre todas as escolas presentes. Em benjamins, Rúben Oliveira perdeu o 3º lugar por dez segundos classificando-se em 4º; em iniciados, Miguel Pedroso subiu ao pódio conquistando o 3º lugar, e uma queda levou Afonso Costa à desistência; em juvenis masculinos, Pedro Barbosa foi 6º, Francisco Ruivo 13º e Pedro Carneiro 24º; em juvenis femininos, Ana Moreira conseguiu o 2º lugar e Marta Reis o 6º; em cadetes, António Azevedo conseguiu o 1º lugar, Vítor Lima o 2º e Nuno Costa foi 7º; em juniores, Pedro Martins ficou em 9º; ainda na categoria de promoção, uma queda retirou as aspirações a uma melhor classificação de André Esteves que terminou a prova em 4º lugar a 5 segundos do 3º; na classificação por equipas os Tomatubikers ficaram em 4º lugar entre as 13 equipas presentes.

João Pedro Gomes em concurso de saltos em França O cavaleiro famalicense João Pedro Gomes alcançou, no fim de semana, um brilhante 4º lugar, com a égua Zarza Lithya, no CSI 2* de Fontainebleau, nos arredores de Paris. Com efeito, o jovem cavaleiro, que prepara a sua participação no próximo Campeonato da Europa a realizar-se no mês de julho, em Vejer de la Frontera, esteve durante este fim de semana muito competitivo, classificando-se sempre nos melhores 10, numa lista de 100 participantes oriundos de toda a Europa e de países como Bermudas, Brasil, Chile e EUA, entre outros. As próximas participações internacionais serão novamente em Paris, Wierden (Holanda) e Hagen (Alemanha) durante os meses de maio e junho.

Liberdade FC dominador no Circuito Concelhio de Atletismo O Liberdade FC apresentou-se no Grande Premio de Landim, no dia 1 de maio, a 1ª prova do circuito de atletismo “Corre Famalicão”. Na prova de seniores, em femininos Tânica Silva conquistou o 1º lugar e Liliana Silva o 4º, e em masculinos, Óscar Mendes ficou em 1º lugar, Ricardo Mendes em 5º e André Silva em 8º; em juniores femininos, Jéssica Lopes terminou em 1º, Marta Oliveira em 2º, Andreia Santos em 4º e Márcia Araújo em 5º, e masculinos Hélder Salazar terminou em 1º lugar e André Pedrosa em 5º; em veteranos masculinos, Armindo Araújo ficou em 17º; por equipas, o Liberdade conseguiu o 1º lugar em juniores femininos e em seniores masculinos. De salientar ainda as classificações de Susana Mallheiro, que foi 1ª em iniciados femininos; Eduardo Salazar, 2º em benjamins masculinos e Diana Duarte 3ª em femininos; Nuno Azevedo foi 6º em infantis masculinos; Catarina Araújo ficou em 6º em juvenis femininos e Ricardo Magalhães em 6º em masculinos.

Ricardo Vaz da EBI de Pedome na final regional de xadrez escolar Decorreu no passado sábado, 4 de maio, a final regional de xadrez escolar da zona norte. O grupo de equipa de xadrez da EBI de Pedome conseguiu, pela primeira vez, apurar um aluno para uma fase tão adiantada do circuito de provas escolares. Ricardo Oliveira Vaz, do 9º B, foi o estudante da EBI de Pedome que fez história ao participar em tão importante prova que reúne os melhores xadrezistas da zona Norte. A prova contou com cerca de 75 xadrezistas de diversas escolas e foi disputada na Escola Secundária da Maia num sistema suíço de 7 sessões, tendo sido, mais uma vez, dominado pelos xadrezistas da Escola EB 2,3 Trigal Santa Maria de Tadim. Ricardo Vaz obteve três excelentes vitórias em sete jogos ficando a meio da tabela classificativa, prestação de que o grupo equipa de Pedome “muito se orgulha”. “O Ricardo tem talento, humildade e postura para vir a ser um grande xadrezista. É isso que desejámos”, afirmam os responsáveis.

CRC com excelente prestação no Campeonato Regional Minho No passado domingo, realizou-se o 13º BTT Gondar Jovem/CNE Taça Manuel Abreu, aquela que foi a quinta prova do Campeonato Regional Minho Cross Country. A equipa CRC Afa Cycles /Vegas Cosmetics esteve em grande plano, conseguindo bons resultados em todas as categorias em que esteve representada. Na categoria de benjamins, Ana Costa obteve o 1º lugar e Rodrigo Silva o 6º lugar. Em iniciados Tiago Dias alcançou o 1º lugar e Beatriz Pereira o 2º lugar. Em infantis, César Costa obteve o 1º lugar e Pedro Sampaio o 2º posto. Na categoria de juvenis, Miguel Sousa fez o 1º lugar e João Dinis o 3º lugar. Em cadetes, João Antunes conseguiu o 3º lugar e Tiago Araújo o 5º. Em equipa de escola, o CRC conseguiu o 1º lugar.

Atleta da EARO na seleção de atletismo de Braga Sara Dias Oliveira, atleta juvenil da Escola Atletismo Rosa Oliveira (EARO), foi selecionada para representar a seleção da Associação de Atletismo de Braga no Quilómetro Jovem Nacional, que se realiza no dia 11 maio, em Cantanhede. “A EARO está muito orgulhosa e aqui demonstra a grande aposta na formação de jovens atletas”, afirma a coletividade. Entretanto, no domingo passado a EARO participou mais uma vez no XII Famalicão-Joane dos Pequeninos, tendo conquistado oito pódios, depois de no dia anterior no Campeonato Regional de Pista Ar-Livre ter conseguido dois títulos de campeões regionais e dois de vice-campeões. Já no dia 1 de maio a EARO esteve no XI Grande Prémio de Atletismo de Landim, organizado pela Junta de Freguesia, tendo participado com 53 atletas em todos os escalões e tendo conquistado 13 pódios coletivos e 10 individuais.


OS1096