Page 1

Ano 28 | Nº 1444| De 9 a 15 de janeiro de 2020| Diretor: João Fernandes | Gratuito | www.opiniaopublica.pt pub

pub

Decorreram no fim de semana em Antas e Requião

PJ investiga assaltos a postos de combustível em Famalicão p. 7

Presidente da Câmara e presidentes de junta reuniram-se no habitual jantar de Reis

PAULO CUNHA PEDE AOS AUTARCAS PARA RENOVAR AMBIÇÃO EM 2020 O presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, realizou, na passada segunda- autarcas locais no ano que passou e pediu que continuem a ser ambiciosos em 2020, feira, o habitual jantar de Reis com os presidentes das juntas de freguesia do conce- procurando fazer “sempre mais e melhor”. Um desafio que foi prontamente aceite lho. Numa altura em que arranca o novo ano, o edil agradeceu o trabalho dos pelos eleitos das freguesias. p. 9

Famalicão despediu-se do Natal com mega coro comunitário p. 6

FC Famalicão regressa ao pódio com vitória tranquila Ibrahim Cissé e Ivo Pinto reforçam FC Famalicão Riba D’Ave HC empata nos últimos minutos frente à UD Oliveirense

PS Candidatos às eleições internas preparam moções políticas

PSD Paulo Cunha é mandatário distrital de Luís Montenegro

Obras Câmara investe 55 mil euros no parque desportivo do concelho

p. 4

p. 5

p. 7 pub


02

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

CIDADE

Bebé do ano em Famalicão é uma menina

Chama-se Dânia Silva Marques e foi primeiro bebé do ano a nascer na maternidade do Hospital de Famalicão. Dânia nasceu no dia 1 de janeiro, às 10h51, com o peso de 2.430 gramas. Como vem sendo tradição, a Associação do Voluntariado do Hospital de Famalicão, em parceria com o Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA), atribui uma lembrança de um valor monetário ao bebé do ano. A lembrança foi entregue na passada sexta-feira, dia 3, no serviço de Obstetrícia do Hospital de Famalicão.

Cineclube exibe “O Traidor” na casa das Artes

O direito à autodeterminação dos jovens foi o tema

Pasec promoveu Assembleia Internacional Juvenil “Todos por Todos” e o direito à autodeterminação dos jovens foi o tema da Assembleia Internacional Juvenil 2019 (AIJ) organizada pela associação famalicense Pasec em parceria com o Instituto português da Juventude e com o apoio do Programa Erasmus +. A iniciativa, que decorreu entre 26 de dezembro e 2 de janeiro, elegeu 40 delegados jovens a partir de dezenas de encontros locais e deu forma ao projeto “Discovery”, apoiado pelo Programa Erasmus +. Tanto o projeto como a os encontros de trabalho e o evento final, que teve lugar em Viseu, tiveram como principal objetivo levar centenas de jovens em risco de exclusão, a descobrir e a experimentar o seu primeiro projeto de diálogo e aproximação aos decisores políticos regionais e nacionais, e ao mesmo tempo alertar para importância da participação dos jovens na comunidade, tendo como referência a nova estratégia da União Europeia (EU) para a Juventude 20192027. O documento final da AIJ 2019 deixou como pontos de reflexão que é necessário permitir

Participantes na Assembleia Internacional Juvenil de 2019

aos jovens ser arquitetos das suas próprias vidas, apoiar o seu desenvolvimento pessoal e crescimento no sentido da autonomia, reforçar a sua resiliência e proporcionar-lhes as competências de vida necessárias para enfrentarem um mundo em mudança. Ao mesmo tempo constata que é preciso incentivar os jovens e fornecer-lhes os recursos necessários para se tornarem cidadãos ativos, agentes da solidariedade e da mudança positiva inspirados nos valores

da UE e numa identidade europeia. Acrescenta ainda que é preciso melhorar as decisões políticas no que respeita ao seu impacto sobre os jovens em todos os setores, designadamente, o emprego, a educação, a saúde e a inclusão social, e contribuir para a erradicação da pobreza juvenil e de todas as formas de discriminação. O projeto “Discovery” continuará em 2020 com a realização de mais dois eventos de caráter nacional.

Crianças da Gerações querem ser cidadãos amigos do ambiente

“O Traidor”, de Marco Bellochio, é o filme escolhido pelo Cineclube de Joane para abrir a programação semanal de cinema de 2020 na Casa das Artes de Famalicão. O filme é exibido, hoje, quinta-feira, pelas 21h45. Em 1980, quando a polícia aperta o cerco à máfia siciliana, Tommaso Buscetta, um dos criminosos mais proeminentes de Itália, foge para o Brasil, onde continua a dedicar-se ao crime. Quando é finalmente preso pela polícia brasileira e extraditado para o seu país, faz algo de que ninguém estaria à espera: trair a Costa Nostra, tornando-se informador de Giovanni Falcone e Paolo Borsellino, os juízes por detrás da enorme operação policial que ajudou a desmantelar a poderosa máfia italiana. Ao entregar os companheiros e dar informações precisas sobre as estruturas da organização e seus esquemas de corrupção, Buscetta ficou para sempre conhecido como "o traidor". É considerado o primeiro mafioso "arrependido" da história. Um drama baseado em factos reais, realizado e escrito pelo aclamado realizador italiano Marco Bellocchio.

FICHA TÉCNICA

CONSELHO EDITORIAL: Alexandrino Cosme, António Cândido Oliveira, António Jorge Pinto Couto, Artur Sá da Costa, Cristina Azevedo, Feliz Manuel Pereira, João Fernandes, Manuel Afonso e Almeida Pinto. ESTATUTO EDITORIAL: disponível em www.opiniaopublica.pt

DIRETOR: João Fernandes (CIEJ TE-95) jfernandes@opiniaopublica.pt

CHEFE DE REDACÇÃO: Cristina Azevedo (CPJ 5611) cristina@opiniaopublica.pt

REDACÇÃO: informacao@opiniaopublica.pt Carla Alexandra Soares (CICR-248), Cristina Azevedo (CPJ 5611).

DESPORTO: Jorge Humberto, José Clemente (CNID 297) e Pedro Silva (CICR-220).

Neste início do ano de 2020, as crianças da Associação Gerações assumiram um conjunto de compromissos para a defesa do ambiente, da ecologia e da Terra, prometendo ser em cada dia que passa cidadãos mais verdes. Uma menina de dois anos verbalizou e a educadora transcreveu para o papel que se compromete a utilizar o mínimo de água possível na altura da escovagem dos dentes; outra menina, também de dois anos, e a sua família comprometem-se a consumir produtos de produção biológica; uma menina de sete anos, do centro educativo, comprometeu-se a desligar sempre as luzes que não estiver a usar; outra menina, de nove anos, assumiu o compromisso de não usar mais palhinhas de plástico, para diminuir a poluição do planeta; uma família, com a sua criança, comprometeu-se a ir para a escola a pé. Há também quem decida gastar menos água quando toma banho, quem se comprometa a re-

GRAFISMO: Carla Alexandra Soares e Pedro Silva.

OPINIÃO: Adelino Mota, Barbosa da Silva, Domingos Peixoto, Gouveia Ferreira, J. Mário Teixeira, José Luís Araújo, Sílvio Sousa, Vítor Pereira. GERÊNCIA: João Fernandes

CAPITAL SOCIAL: 350.000,00 Euros.

DETENTORES DE MAIS DE 5% DO CAPITAL António Jorge Pinto Couto

duzir a utilização de sacos plásticos, quem decida usar sempre sacos e guardanapos de papel, quem decida oferecer, no futuro, prendas naturais e quem, também em natais futuros, passe a embrulhar as prendas em papel de jornal. Em nota à imprensa, a Associação Gerações recorda que “as crianças não são indiferentes

TÉCNICOS DE VENDAS: comercial@opiniaopublica.pt Maria Fernanda Costa e Sónia Alexandra

PROPRIEDADE E EDITOR: EDITAVE Multimédia, Lda. NIPC 502 575 387

àquilo que as rodeia e às notícias que todos os dias entram pela escola dentro e pela casa que habitam”. Por outro, “a sensibilização que é feita pelos profissionais de educação em torno da Natureza e da necessidade urgente de a preservar, fazem com que as crianças sejam muitos sensíveis e exprimam as suas preocupações de forma muito expressiva”, conclui.

SEDE, REDACÇÃO E PUBLICIDADE: Rua 8 de Dezembro, 216 Antas S. Tiago - 4760-016 VN de Famalicão

IMPRESSÃO: Celta de Artes Gráficas, S.L. Gárcia Barbón, 87 Bajo - Vigo

CONTACTOS Redacção: Tel.: 252 308145 • Fax: 252 30814

TIRAGEM DESTE NÚMERO: 20.000 exemplares, nº 1444

INTERNET - www.opiniaopublica.pt

Serviços Administrativos: Tel.: 252 308146 / 252 308147 • Fax: 252 308149

DISTRIBUIÇÃO: Editave Multimédia, Lda.

NÚMERO DE REGISTO: 115673 DEPÓSITO LEGAL: 48925/91


opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

PUBLICIDADE

03


04

CIDADE

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

Eleições PS: Eduardo Oliveira apresenta Moção Política

Eduardo Oliveira na altura em que apresentou da sua candidatura

A candidatura à concelhia do PS Famalicão "Pela Mudança, Devolver a Esperança", encabeçada por Eduardo Oliveira, vai apresentar da sua Moção Política no próximo sábado, dia 11, pelas 21h00, na Quinta da Telhada, em Outiz. Segundo o porta-voz da candidatura, Ricardo Vale, o evento “irá decorrer num ambiente de proximidade com os militantes e simpatizantes, destacando-se o espaço destinado à apresentação que possuirá uma configuração de 360⁰, representativa da envolvência de todos e para todos que a candidatura defende como pilar fundamental da militância socialista em Famalicão”. O mesmo responsável diz que está o confirmada a participação de mais de 500 pessoas no evento. Além da apresentação da Moção Política, irá também ser anunciado o mandatário concelhio da candidatura.

Rui Faria propõe eleições diretas para escolha do candidato à Câmara

Conferências do JN realiza-se domingo, no Rivoli

Paulo Cunha participa em debate sobre caminhos da descentralização O presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, é um dos autarcas convidados da conferência “Os Caminhos da Descentralização”, promovida pelo Jornal de Notícias, que vai decorrer no domingo, 12 de janeiro, no grande auditório do Teatro Rivoli, no Porto. Paulo Cunha, que é defensor da regionalização, irá debater o tema “A educação como piloto da descentralização?”, pelas 14h30, num painel moderado por Paula Ferreira, editora executiva adjunta do Jornal de Noticias. Para além de Paulo Cunha, o debate irá contar também com as participações dos presidentes de Câmara do Porto, Rui Moreira; de Setúbal, Maria das Dores Meira; de Sintra, Basílio Horta; e de Évora, Carlos Pinto de Sá. A Lei-quadro da Descentralização, publicada em 2018, provocou a reação negativa de muitos autarcas, que dizem estar a confundirse “tarefização” com descentralização. Alguns clamam também pela Regionalização. É neste âmbito que o Jornal de Notícias convida os autarcas a debater publicamente os caminhos da descentralização em três painéis sobre os temas da Habitação, Saúde, Educação e Financiamento, liderados por autarcas com origens políticas distintas e que têm tomado publicamente posições sobre o tema. A iniciativa inserida no ciclo de conferências do JN “Praça da Liberdade”, arranca pelas 10h00,

Paulo Cunha e Rui Moreira são dois dos autarcas convidados

com a sessão de abertura a cargo do diretor do Jornal de Notícias, Domingos de Andrade e do presidente da Câmara Municipal de Porto, Rui Moreira. Segue-se o primeiro painel com o tema “Que obrigações públicas na habitação?” na mesa presidida por Maria das Dores Meira, com moderação de Alexandra Figueira, Jornalista JN. O segundo painel é dedicado ao tema “Competências ou tarefas no sector da saúde?”, com mesa presidida por Basílio Horta, e moderação de Inês Schreck, Jornalista

JN. Depois da pausa do almoço é a vez de Paulo Cunha debater “A educação como piloto da descentralização?”. Segue-se o painel “Como se financia a descentralização?”, com mesa presidida por Carlos Pinto de Sá e moderação de Rafael Barbosa, Chefe de Redação do JN. Por fim, Rui Moreira debate “Descentralizar para regionalizar?”. As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias até esta sextafeira, dia 10, através do site em jn.pt/conferencias.

Prémio de História Alberto Sampaio com candidaturas abertas Pedro Santos Silva é mandatário para a Educação

A candidatura “Famalicão Precisa do PS", encabeçada por Rui Faria, propõe eleições diretas para a escolha dos primeiros candidatos à Câmara Municipal e Assembleia Municipal. Esta é uma das medidas da Moção de Estratégia da lista de Rui Faria candidata às eleições internas do partido em Famalicão, que será apresentada no próximo dia 18 de janeiro. Em comunicado, a candidatura apresentou já duas das suas medidas inseridas no capitulo do desenvolvimento e modernização. Numa delas, Rui Faria assume o compromisso de apresentar, na primeira reunião da Comissão Politica resultante das eleições, a proposta de eleição direta dos cabeças de lista à Câmara e Assembleia Municipal, “num claro sinal de abertura do partido”. A outra medida defende que

a composição das listas à Câmara Municipal e Assembleia Municipal tenham, pelo menos, 30% de jovens, “num claro sinal de participação e renovação do PS”. No mesmo comunicado, é anunciado Pedro Marcelo Santos Silva como mandatário para a Educação, Modernização e Causas Sociais. Trata-se de um jovem professor famalicense, mestre em Matemática, “com um percurso cívico empenhado nas causas sociais e da juventude”, afirma a candidatura. Para além de um percurso de militância de vários anos na Juventude Socialista, “tem sido um ativista das causas socialistas na sua freguesia natal, Antas, onde tem, com a sua militância e tenacidade, impulsionado várias candidaturas à Assembleia de Freguesia”, refere ainda o comunicado.

As candidaturas ao Prémio de História Alberto Sampaio 2020 já estão abertas. O prémio, que pretende distinguir estudos de história económica e social tem um valor pecuniário de seis mil euros, financiado em partes iguais pelas autarquias, de Famalicão, Braga e Guimarães, cabendo este ano à Câmara de Braga a sua dinamização. As inscrições estão abertas até 31 de maio e através do prémio quer-se manter "viva a pessoa e obra de Alberto Sampaio, promovendo o desenvolvimento dos estudos científicos e investigação nas áreas ligadas ao seu legado, em especial, nas disciplinas da História Social e Económica". Os estudos concorrentes devem ser enviados para a Academia das Ciências de Lisboa e podem resultar ou ter por base trabalhos académicos, nomeadamente, dissertações de mestrado ou teses de doutoramento, desde que respeitem o Regulamento. No texto do regulamento do galardão, explica-se que Alberto Sampaio foi "um eminente historiador que, nascido em Guimarães e sepultado em Famalicão, passou a sua vida entre estes dois concelhos minhotos, tendo organizado a I Exposição Industrial de Guimarães e sido sócio fundador da Sociedade Martins Sarmento e destacado colaborador da Revista de Guimarães da mesma Sociedade". Em Famalicão, o Arquivo Municipal tem o seu nome. Refira-se que o prémio foi criado em 1995, no âm-

Alberto Sampaio passou a vida entre Guimarães e Famalicão

bito dos 150 anos do nascimento do historiador, funcionando de forma bienal até 2008, ano em que ficou inativo. Em 2016 foi reeditado e desde então atribuído anualmente. O júri será designado pela Academia das Ciências de Lisboa.


opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

CIDADE

05

Concelhia de Famalicão do PSD é a segunda com mais peso no país nas eleições diretas

Paulo Cunha é mandatário distrital de Luís Montenegro O presidente da Comissão Política Concelhia do PSD de Famalicão, Paulo Cunha, é o mandatário distrital de Luís Montenegro para as diretas do próximo sábado, 11 de janeiro, que vão eleger o próximo presidente do partido. Paulo Cunha entende que Luís Montenegro é o candidato que está melhor colocado para unir o PSD e para ganhar o país. “Tem um profundo conhecimento do partido e do país, está disponível, tem sentido de responsabilidade, tem ideias e uma grande abertura para interagir com os militantes e com a comunidade na construção de um projeto sólido para que Portugal tenha uma alternativa à atual governação socialista”, afirma o dirigente social-democrata que é também presidente da Câmara de Famalicão. Em Famalicão, as eleições vão ter lugar na sede do partido, na rua Adriano Pinto Basto, entre as 14h e as 20h. Podem votar os militantes que regularizaram quotas até 22 de dezembro, sendo obrigatória a apresentação de um documento de identificação (cartão de cidadão, carta de condução ou passaporte).

Para Paulo Cunha, “é um orgulho e um enorme motivo de satisfação a existência de um tão alto número de militantes com a situação regularizada, sinónimo da vitalidade do PSD de Famalicão e da maturidade política e democrática dos seus militantes”. Em termos de militantes ativos, Famalicão tem neste momento 2458 cidadãos nas suas fileiras, o que representa 2,29% dos militantes social democratas do país que são atualmente 107.422. Destes, 40.436 estão em situação de exercer o voto nas diretas de 11 de janeiro.

O presidente do PSD Famalicão, Paulo Cunha

De resto a Concelhia famalicense do PSD é a segunda maior do país com militantes com quota válida e que assim estão em condições de escolherem o próximo

presidente do partido nas diretas de 11 de janeiro. São 1408 militantes famalicenses que podem exercer o direito de voto, o que representa um peso de 3,48% da

possibilidade total de votos nacionais. À frente de Famalicão, só está a concelhia de Lisboa com 2235 militantes com situação regularizada.

Luís Montenegro em Famalicão Entretanto, o OPINIÃO PÚBLICA sabe que o candidato à liderança do PSD, Luís Montenegro, está hoje, quinta-feira, em Famalicão, para um encontro com militantes do partido. A ação de campanha está marcada para as 21 horas, na Casa das Artes e contará com a presença do mandatário distrital da candidatura, Paulo Cunha. O encontro ocorre dois dias antes do ato eleitoral que vai eleger o próximo presidente do PSD. pub


06

CIDADE

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

Dia de Reis celebrado por crianças e seniores famalicenses

E cumpriu-se a tradição. Foi com as vozes afinadas das crianças e seniores do concelho que na passada segunda-feira, dia 6 de janeiro, Famalicão levou os votos de um bom ano a toda a comunidade. O Dia de Reis foi assinalado com o Cantar dos Reis Infantil, na Casa das Artes, e com o Cantar dos Reis Sénior, no Pavilhão Municipal das Lameiras, naquela que é uma das tradições mais antigas promovidas pela autarquia famalicense e uma das mais acarinhadas pela comunidade. “Fico naturalmente muito satisfeito por ver que esta é uma tradição que se mantém com o envolvimento e entusiasmo de todos os famalicenses, dos oito aos oitenta. É bom começar o ano com esta alegria contagiante”, referiu o presidente da Câmara, Paulo Cunha, que fez questão de marcar presença junto dos séniores, na tarde de segunda-feira,

onde sublinhou que esta iniciativa pretende, antes de tudo, promover o convívio e o exercício da mente dos séniores do concelho. Recorde-se que o Cantar dos Reis Infantil, que se dividiu por dois dias (6 e 7 de janeiro), contou este ano com a participação de perto de 800 crianças do ensino pré-escolar e 1.º Ciclo de várias instituições educativas do concelho: Associação de Moradores das Lameiras, Casa do Pes-

soal do Hospital de Vila Nova de Famalicão, Creche Mãe, Creche e Jardim de Infância Nossa Senhora da Guia, Creche e Jardim de Infância Nossa Senhora da Lapa, ACB – Jardim de Infância, EB de Valdossos, EB de Mões, EB Conde São Cosme e a Mais Plural. Já o Cantar dos Reis Sénior contou com a participação de perto de um milhar de seniores, provenientes das várias instituições sociais do concelho.

Concerto decorreu na Praça D. Maria

Mega coro comunitário encanta público com músicas natalícias

Foram muitas as vozes que encantaram o público que se deslocou à Praça D. Maria II, no domingo à tarde, para assistir à atuação do mega coro comunitário. Liderados pelo maestro Keith Horsfall, músico e professor envolvido na educação artística há mais de 30 anos, a atuação durou cerca de uma hora e mostrou o verdadeiro espírito comunitário que existe no concelho famalicense. A energia do maestro inglês e as músicas de natal contagiaram o público e criaram um ambiente natalício no encerramento da iniciativa comunitária. Foi um momento de comunhão entre o coro e o público, onde, em algumas músicas, Keith Horsfall pediu a

ajuda das pessoas que foram assistir para aquecer a tarde fria que se fez sentir na praça. Em palco, estiveram todos os participantes dos dez coros representativos de cada uma das Comissões Sociais InterFreguesias do concelho, que ao longo do mês de dezembro trouxeram o espírito natalício à cidade de Famalicão. Contente com o ambiente que se fez sentir na cidade durante a época, Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal de Famalicão, mostrou-se satisfeito por esta ação ser “um exemplo fantástico do que uma comunidade deve significar”. O edil frisou o facto de o coro ter sido construído por pessoas das 49 freguesias e que em dois ensaios prota-

gonizaram o concerto. “Depois de dois ensaios foi realmente entusiasmante ouvir uma prestação destas. O maestro foi inexcedível no esforço e os famalicenses gostaram muito”, finalizou, deixando a garantia que o projeto “tem tudo para continuar”. O “Comunidades (en)Coro” é uma ação de Natal que juntou os coros de diversas comunidades, protagonizando concertos todos os domingos, no Mercado de Natal, desde de 1 de dezembro. O espetáculo no passado domingo encerrou a iniciativa com muito público a assistir. P. S. veja em www.famatv.pt ou

pub

Restaurante Sabores do Algarve organiza almoço solidário Este Natal teve um sabor especial para algumas famílias carenciadas do concelho de Famalicão. O restaurante Sabores do Algarve levou a cabo, no passado dia 18 de dezembro, o seu primeiro almoço solidário, que reuniu 29 pessoas. Esta ação caridosa traduziu-se no concretizar de um sonho para a Chef Bia, que toma as rédeas da cozinha do restaurante desde a sua abertura. A presenciar o momento esteve o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, e Ademar Carvalho, adjunto para a ação social da autarquia.

CHMA recebe 40 médicos internos oriundos de diversas Faculdades

São 40 médicos internos (32 de Formação Geral e 8 de Formação Específica) que iniciaram um período de formação no Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA), que tutela os hospitais de Famalicão e Santo Tirso. O ingresso no internato médico é precedido de procedimento concursal para o preenchimento do número de vagas anualmente fixadas para o efeito, “sendo de salientar que grande parte destes médicos escolheu o CHMA como primeira opção, o que demonstra a qualidade formativa da instituição e o prestígio dentro das instituições de ensino”, afirma o Centro Hospitalar em nota à imprensa. A colocação destes novos internos do Ano Comum no CHMA irá permitir que desenvolvam na instituição a sua formação prática em diversas áreas

clínicas, “sendo um reconhecimento de que o Centro Hospitalar dispõe de qualidade e capacidade técnica para colaborar na formação médica”, acrescenta a mesma nota. Relativamente aos médicos em Formação Específica, a formação abrange as especialidades de Medicina Interna (4 médicos), Pediatria (2), Cirurgia Geral (1) e Ginecologia/Obstetrícia (1). É de salientar que, pela primeira vez na sua história, o CHMA recebeu ainda uma médica para formação específica em Anestesiologia, no quadro de um novo programa que permitirá ao Centro Hospitalar, em partilha com outros hospitais, receber de dois em dois meses um interno desta especialidade. A origem académica dos novos internos é oriunda das diversas Faculdades de Medicina portuguesas.


opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

FREGUESIAS

07

Apoios foram aprovados recentemente em reunião do executivo municipal

Câmara vai investir 55 mil euros no parque desportivo do concelho A atribuição de 21 mil euros para a instalação de um novo sistema de iluminação LED no recinto da Associação Desportiva Juventude de Mouquim foi um dos apoios financeiros aprovados recentemente pelo executivo municipal de Famalicão com vista à melhoria do parque desportivo do concelho. Foram também beneficiadas a Associação Cultural e Recreativa de Avidos, o Bairro Futebol Clube, o Grupo Desportivo de Cavalões e o Clube Desportivo de Lousado, num valor total de investimento que ronda os 55 mil euros. A maioria das intervenções englobadas neste valor prendese com a realização de obras de melhoramento e de valorização dos recintos desportivos. É o caso do Clube Desportivo de Lousado que viu agora aprovado um apoio no valor de 14 mil euros para a aquisição de O Clube Desportivo de Lousado vai receber um apoio de 14 mil euros uma estrutura modular para balneários e para o reforço da ilu- de Avidos cujo apoio de 4500 campo de jogos para a criação Um investimento “inevitável, minação do seu recinto, e da euros tem em vista a realização de melhores condições para a necessário e desejável” que, de Associação Cultural e Recreativa de obras de reabilitação do prática de Futsal. acordo com o presidente da Câ-

Assaltantes, munidos de caçadeira, ameaçaram os funcionários

PJ investiga assaltos a postos de combustível em Famalicão A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar dois assaltos a bombas de abastecimento de combustíveis que ocorreram no último fim de semana, em Famalicão, com apenas algumas horas de diferença e a cerca de quatro quilómetros de distância. Segundo noticiou o jornal Correio da Manhã, as autoridades investigam a possível ligação dos casos, já que o ‘modus operandi’ foi similar, ou seja, os assaltos terão sido perpetrados por três indivíduos, munidos de uma caçadeira, que ameaçaram os respetivos funcionários.

O grupo começou por assaltar uma bomba de combustíveis, na sextafeira, dia 3, na EN206, em Requião. Aí apontaram a arma ao funcionário e obrigaram-no a dar todo o dinheiro que estava na caixa registadora, cerca de 250 euros, e ainda levaram um telemóvel. Fugiram de carro, tendo a GNR sido chamada ao local. Oito horas depois, já durante a manhã de sábado, na freguesia de Antas, também três indivíduos encapuzados e armados surpreenderam o funcionário da loja de conveniência do posto de abastecimento, na EN101.

Apontaram-lhe uma caçadeira e entregaram um saco para a vítima colocar o dinheiro da caixa registadora, tabaco e raspadinhas. Ainda roubaram o telemóvel do funcionário. Na altura, estava um cliente a tomar café que também foi obrigado a colocar os bens no saco. A PJ está ainda a investigar um primeiro caso, que aconteceu na noite da passada sexta-feira, em que três encapuzados entraram numa farmácia, em Oliveira Santa Maria, onde tentaram levar a caixa registadora, mas sem sucesso.

mara Municipal, Paulo Cunha, é também representativo do crescimento das associações desportivas do concelho. “Quando um clube, como é o caso do Clube Desportivo de Lousado, solicita um apoio financeiro para melhorar o seu recinto, porque devido ao aumento do número de atletas este deixou de reunir todas as condições, eu só posso ficar satisfeito. É sinal de que as nossas coletividades estão a atrair cada vez mais atletas e estas melhorias são fundamentais para que assim continue”, refere ainda o edil. Em nota à imprensa, a autarquia recorda que os últimos anos foram inúmeras as intervenções realizadas nos recintos desportivos do concelho, relacionadas sobretudo com a introdução de sistemas de iluminação mais eficientes e amigos do ambiente, com melhorias infraestruturais ao nível dos balneários e bancadas, com a colocação de relva sintética e a construção de sedes sociais.

GNR recupera bens furtados de casa em Famalicão Um homem, de 22 anos, foi identificado, na passada terça-feira, pela GNR pela prática do crime de furto numa residência no concelho de Famalicão. “No âmbito de uma investigação relativa a um furto em residência, ocorrido no passado dia 3 de janeiro, foi possível apurar a identificação do seu autor, bem como recuperar o material que havia sido subtraído, avaliado em 300 euros”, referiu a GNR, em comunicado. Segundo a Guarda, a intenção do suspeito seria vender o material furtado para lucrar com o referido ilícito. O suspeito foi constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal de Famalicão. O material recuperado foi entregue ao proprietário. pub


08

PUBLICIDADE

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020


opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

FREGUESIAS

09

Presidente da Câmara e presidentes de junta reuniram-se no habitual jantar de Reis

Paulo Cunha pede aos autarcas que continuem a ser ambiciosos em 2020 Cristina Azevedo O presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, realizou, na passada segunda-feira, o habitual jantar de Reis com os presidentes das juntas de freguesia do concelho. Numa altura em que arranca o novo ano, o edil agradeceu o trabalho dos autarcas locais no ano que passou e pediu que continuem a ser ambiciosos em 2020. “O desafio terá que ser sempre o da superação, o da ambição permanente de querer fazer sempre mais e contem comigo para vos acompanhar neste nível de exigência com presença e disponibilidade”, afirmou o edil. Depois, aos jornalistas, Paulo Cunha explicou que os seus desejos para 2020 são “não nos contentarmos com o que já temos, não nos acomodarmos na zona de conforto que é o recanto do já angariado”. “Queremos mais do que aquilo que já temos. Isso acontece na vida pessoal, na vida empresarial e, obviamente, na vida institucional das autarquias”, acrescentou. O presidente da Câmara en-

Paulo Cunha manifestou-se “honrado” pela equipa de autarcas e de vereadores que o acompanha

tende que o êxito do concelho passa não só pelo desempenho camarário, empresarial ou associativo, mas também pelos autarcas de freguesia que “conhecem bem os seus territórios e que procuram, diariamente, sem exceção, criar condições para que

esses mesmo territórios e as pessoas que lá habitam possam ter melhor qualidade de vida”. Paulo Cunha manifestou-se, assim, “honrado” pela “equipa de autarcas e de vereadores” que o acompanha na gestão dos destinos do concelho e apontou que

“há unanimidade e reconhecimento público nacional de que estamos a trabalhar bem e isso é resultado do trabalho, da ambição e da exigência de todos”. Os presidentes de junta, que este ano brindaram o executivo camarário com cantares populares

na abertura do jantar, assumiram essa ambição de fazer mais e melhor. “Se temos 10, queremos 15, porque, por mais que façamos, nunca teremos tudo feito”, sustentou António Oliveira, autarca de Joane, para quem “a vontade de fazer sempre mais e melhor está na génese dos autarcas”. Pela mesma bitola seguiu o presidente da Junta de Requião, João Pereira, que salientou ainda a colaboração que tem sido demonstrada por parte da Câmara Municipal. “Dentro do possível, tem tentado dar resposta aos nossos anseios e penso que todas as freguesias têm vindo a concretizar obra por forma a dar resposta às necessidades da sua terra”. Refira-se que este jantar é já uma tradição com vários anos em Famalicão e senta à mesma mesa o executivo camarário e os autarcas do concelho de várias sensibilidades políticas, para fazer o balanço do ano que passou e, sobretudo, traçar objetivos para o ano que agora começa. veja em www.famatv.pt ou pub


10

PUBLICIDADE

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

Falecimentos

JOSÉ PEDRO COSTA SEARA

Missa de 8º Aniversário de Falecimento

A família vem por este meio comunicar às pessoas de suas relações e amizade, que a missa do 8º aniversário de falecimento será celebrada quarta-feira, dia 15 de Janeiro pelas 18 Horas no Mosteiro Francisco Assis, Cruz de Pêlo de Vale S. Martinho. Igualmente aqui deixam o seu agradecimento a todos aqueles que participarem neste piedoso ato, pelo seu eterno descanso.

Vale S. Martinho, 9 de Janeiro de 2020 Desde já, antecipadamente agradece A Família

Joaquim Rodrigues de Oliveira, no dia 2 de janeiro, com 53 anos, viúvo de Joaquina Martins Pereira, de Cambeses, Barcelos.

Carlos Manuel da Silva Guedes, no dia 5 de janeiro, com 53 anos, casado com Maria Emília Ferreira da Silva, de Cabeçudos.

Elísio Manuel Vilaça Martins, no dia 2 de janeiro, com 61 anos, casado com Maria da Conceição da Silva Ferreira Martins, de Ruílhe, Braga.

Abílio Castro da Costa, no dia 6 de janeiro, com 57 anos, casado com Olga Maria Campos Ferreira da Costa, de Arnoso Sta Eulália.

Lucinda Pinto Simões, no dia 2 de janeiro, com 84 anos, viúva de José Andrade de Araújo, de Arentim, Braga.

José Ferreira Carneiro, no dia 7 de janeiro, com 69 anos, casado com Maria de Fátima Alves Nogueira, de Sequeirô, Santo Tirso.

António Sampaio de Sá, no dia 3 de janeiro, com 89 anos, viúvo de Maria Moreira Pinto, de S. Tiago da Cruz. Joaquim Marques Ferreira, no dia 7 de janeiro, com 78 anos, casado com Maria Alice Rodrigues Ferreira, de Vale S. Cosme. Agência Funerária Arnoso - José Daniel Pereira Arnoso Santa Eulália - Telf. 91 724 67 03

Agência Funerária da Lagoa Lagoa – Telf. 252 321 594

Maria Adelaide de Oliveira, no dia 3 de janeiro, com 87 anos, viúva de José Machado, de S. Martinho de Campo, Santo Tirso. Casimiro Ferreira, no dia 2 de janeiro, com 94 anos, viúvo de Maria da Conceição Castro, de Bagunte, Vila do Conde.

António Rodrigues da Silva, no dia 30 de dezembro, com 89 anos, viúvo de Arminda Azevedo Carvalho, de Ribeirão.

Joaquina Alves Sampaio Severo, no dia 6 de janeiro, com 89 anos, viúva de José Joaquim Batista Severo, de Bagunte, Vila do Conde.

Maria Helena da Silva Araújo, no dia 2 de janeiro, com 62 anos, casada com Rodrigo Matos Guerreiro e Sá, de Ribeirão.

Agência Funerária Riba D’Ave Riba D’Ave – 917 586 874

José da Silva Santos, no dia 3 de janeiro, com 81 anos, casado com Maria da Conceição Rodrigues da Silva, de Calendário. Albertina do Céu Reis Costa, no dia 4 de janeiro, com 100 anos, de Antas. Funerária Ribeirense Paiva & Irmão Lda Ribeirão – Telf. 252 491 433

Emília Silva de Faria, no dia 27 de dezembro, com 89 anos, viúva de Ernesto Marques de Sá, de Vale S. Cosme. Carla Judite Peixoto Rodrigues, no dia 28 de dezembro, com 44 anos, casada com Agostinho Manuel Gomes Ferreira, de S Tiago da Cruz. Agência Funerária das Quintães Vale S. Cosme – Tel.: 252 911 290

Paulo Ricardo da Costa Gomes, no dia 2 de janeiro, com 29 anos, solteiro, de Raimonda, Paços de Ferreira. Maria da Silva, no dia 3 de janeiro, com 89 anos, viúva de Luís de Oliveira, de Oliveira S. Mateus. António Pereira Marques, faleceu em França no dia 3 de janeiro, com 88 anos, casado com Maria Lopes Dinis, de Pedome. Joaquim Oliveira de Campos, no dia 5 de janeiro, com 64 anos, solteiro, de Delães. Dr. José Manuel Guimarães Diniz, no dia 5 de janeiro, com 72 anos, casado com Dra. Maria de Fátima Mendes Duran Ferreira Guimarães Dinis, de Oliveira S. Mateus. José António do Couto Francisco, no dia 8 de janeiro, com 64 anos, casado com Maria Arminda Machado Pimenta Francisco, de Guardizela, Guimarães. Agência Funerária Carneiro & Gomes Oliveira S. Mateus – Telm. 91 755 32 05

José Carlos Figueiredo Beselga, no dia 5 de janeiro, com 67 anos, casado com Maria Adelaide Dias Pinto Beselga, de Sta Cristina do Couto, Santo Tirso.

João de Oliveira, no dia 1 de janeiro, com 87 anos, casado com Joaquina da Silva Maciel, de Gondifelos. Deolinda Maria Ferreira, no dia 4 de janeiro, com 88 anos, viúva de Júlio de Costa Leal, de Gondifelos. Agência Funerária Palhares Balazar– Tel.: 252 951 147

Luís Osório Alves, no dia 31 de dezembro, com 88 anos, casado com Maria Manuela Carneiro Torres, de Famalicão. Miguel Ângelo Ferreira da Cruz, no dia 31 de dezembro, com 82 anos, casado com Ilda Alice Ferreira, de Calendário. Albino Carneiro Moreira da Silva, no dia 2 de janeiro, com 85 anos, casado com Maria dos Prazeres Cadeias da Silva, de Famalicão. António Azevedo Rego, no dia 2 de janeiro, com 82 anos, casado com Laurinda Rodrigues do Sacramento, de Vermoim. José Vitor Brandão de Carvalho, no dia 6 de janeiro, com 85 anos, casado com Rosa da Silva Araújo, de Calendário.

Delfina Gonçalves Carneiro, no dia 5 de janeiro, com 85 anos, viúva de Manuel Coelho, de Bairro.

José Guilherme Guimarães Folhadela Marques, no dia 6 de janeiro, com 79 anos, casado com Isabel Maria Machado de Azevedo Folhadela, de Viatodos, Barcelos.

Agência Funerária de Burgães Sede.: Burgães / Filial.: Delães Telf. 252 852 325

Agência Funerária Rodrigo Silva, Lda Vila Nova de Famalicão – Tel.: 252 323 176


opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

Este domingo há teatro em Lousado A Casa do Povo de Lousado, em parceria com a Câmara de Famalicão, recebe a peça “Despertar”, do Teatro Momento, este domingo, dia 12, pelas 15h30. A entrada é livre e, no local, haverá serviço de bar, que beneficiará as obras de reparação do teto da Casa do Povo lousadense. Entretanto, a instituição reuniu recentemente em Assembleia Geral ordinária e decidiu atribuir o título de Sócio Honorário a Jorge Reis e a Felipe Reis, lousadenses radicados há longos anos no Brasil, mas que continuam a contribuir para Casa do Povo de Lousado.

FREGUESIAS

11

Louro celebrou os Reis com Mostra Comunitária

Santo Amaro celebrado em Arnoso Santa Eulália, Joane e Carreira Arranca este fim de semana, em Arnoso Santa Eulália, a festa em honra de Santo Amaro. No sábado e no domingo, dias 11 e 12 de janeiro, tem lugar o Sagrado Lausperene, com missa, no domingo, pelas 10 horas. O programa prossegue na quarta-feira, 15 de janeiro, dia de Santo Amaro, com a missa solene, pelas 11 horas. À tarde, a partir das 15 horas tem lugar a procissão que sai da igreja paroquial em direção ao Mosteiro de Arnoso Santa Eulália, onde será proferido o sermão em louvor de Santo Amaro. No final, a procissão regressa à igreja paroquial. Além das cerimónias religiosas, durante o dia haverá no recinto da festa doces de Santo Amaro, bem como os tradicionais figos e o vinho branco e palhete. O Santo Amaro celebra-se também na vila de Joane com missa e sermão, no dia 15, pelas 9h00. O programa prossegue no fim de semana seguinte, com missa seguida de procissão de velas, no dia 18, pelas 18h30. No dia 19, a missa está marcada para as 11h00 e, à tarde sai a procissão, pelas 15h00, acompanhada pela Banda Musical de Cabreiros, de Braga. Já na freguesia da Carreira, as cerimónias religiosas arrancam no dia 15, com missas às 8h00, 10h30 e 18h30. No dia 19, destaca-se a eucaristia às 11h15 e a procissão em honra de Santo Amaro, pelas 15h00.

Dádiva de sangue em Riba d’Ave Esta sexta-feira, dia 10, a Associação de Dadores de Sangue de Famalicão promove uma “Colheita de Sangue” no Salão Paroquial de Riba d’Ave, aberta à população, com o apoio do Agrupamento de Escuteiros, das Guias de Portugal e do Grupo de Jovens. A “colheita” será realizada entre as 15h00 e as 19h00 pelo Instituto Português do Sangue e do Transplantação.

As Mostras Comunitárias estão de volta, com o arrancar do novo ano, às freguesias do concelho de Famalicão. A Freguesia do Louro deu o pontapé de partida com a tradicional “Arrancada dos Reis”, no passado sábado. A iniciativa reuniu diversos expositores, que se juntaram à celebração dos Reis para mostrar todo o trabalho desenvolvido em território famalicense. A marcar presença nas festividades esteve o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha que, em entrevista à comunicação social, aproveitou para desejar um bom ano a toda a comunidade e explicou a importância das Mostras Comunitárias para as freguesias. “No total, serão concretizadas 49 Mostras Comunitárias ao longo de 2020. Com a sua realização, pre-

tende-se trazer dinâmica e vitalidade às comunidades e também mostrar o que cada uma delas tem de melhor. Esta é uma excelente forma de dar a conhecer, enquadrar e fortalecer laços com diversas entidades tais como associações, corporações, produtores locais e artesãos”, referiu o autarca. Um dos assuntos em debate foi a disparidade das Mostras Comunitárias entre cada uma das freguesias do concelho, tema ao qual Paulo Cunha explicou que “a Câmara Municipal não tem um paradigma fixo para a realização das Mostras Comunitárias, nem as pretende formatar de forma igual”. “Pretende-se, pelo contrário, criar condições para que cada uma delas tenha a sua especificidade”, acrescentou. Aberto à mudança e evolução, o

edil famalicense acrescentou também que estão a ser incorporadas novas iniciativas em cada Mostra Comunitária. A iniciativa, teve inicio pelas 21h30, com o cantar das janeiras que ecoou bem alto para dar as boas vindas ao novo ano. A animação musical ficou a cargo dos músicos Armando Caldas e Jorge Filipe e ainda com Renato Rego e Rui Queiroz. Por sua vez, o ponto alto da Mostra Comunitária deu-se aquando do corte do bolo rei gigante, onde se podiam ler as letras que completam o nome da freguesia, e que marcou a celebração do dia de Reis de todos os presentes. J.M. veja em www.famatv.pt ou

FNA leva Luz da Paz de Belém a idosos e acamados de Oliveira Santa Maria O Núcleo de Oliveira Santa Maria da Fraternidade Nuno Álvares (FNA) fez, no passado dia 21 de dezembro, pelo terceiro ano consecutivo, a distribuição da Luz da Paz de Belém e sua mensagem aos idosos e acamados da freguesia. Pelos escuteiros adultos da FNA, a Luz e a sua mensagem chegaram a quase três dezenas de Idosos e acamados, “num dia pleno de emoções e do qual saímos de coração pleno por podermos partilhar momentos de afeto, ternura e esperança”, refere aquele núcleo da FNA em comunicado. “A cada ano que passa vamos conseguindo chegar a mais casas e mais pessoas”, diz ainda a FNA, aproveitando para agradecer o apoio da Junta de Freguesia de Oliveira Santa Maria e a forma como foram recebidos pelas famílias. pub


12 PRAÇA PÚBLICA

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

Rés-Pública

Ouvi nas Caminhetas

Célia Menezes

João Afonso Machado

Um novo ano começou, trazendo energias renovadas e a esperança de um futuro melhor, onde as pessoas desejam saúde, dinheiro, amor e alcançar sucesso na vida profissional e realizações na vida particular. Para os mais ligados às matérias astrológicas, o ano de 2020, poderá ser um ano de abundância, segundo o horoscopo chinês entramos num novo ciclo – o Ano do Rato “…é um ano de abundância, trazendo oportunidades e bons projetos.” Face a esta antevisão, favorável para os mais crentes, o que podemos nós esperar de 2020? A julgar por 2019, poderemos ter um ano conturbado. Protestos, greves, eleições, impasses políticos e crise climática marcaram o ano 2019. Os movimentos populares foram uma constante e, quer queiram quer não, a modificação terse-á que fazer com e pelas pessoas. O que vai mudar na política – nacional e local? Política Nacional – o ano 2020, será marcado com a realiza-

Para os nossos cuidadores de doentes A costumeira descontração dos portugueses, para não se trair, não deu por isso – o mundo muda aceleradamente. A todos os níveis e, designadamente, no plano das relações familiares. Cá em Portugal, ante a euforia profissional e o fracasso do desemprego, as gentes procuravam a sua independência, o apartamento mais funcional, a cidade, o desenrascanço. E para trás foram ficando, no antigo casario onde haviam criado os seus filhos, - os idosos; cada vez mais, em quantidade e longevidade, os idosos. É de todos hoje sabido – vive-se mais tempo, o mundo laboral é mais absorvente, os solavancos da nossa economia não se compadecem com os regalos campestres de outrora. Os nossos dias são uma selva e não é justo sigamos as teorias de Darwin acerca da sobrevivência dos mais fortes. Um trajeto imparável, este que refiro. Mas que só agora começa a ser patente. Como não acredito na bondade do Estado, acrescento a fatalidade da falha de meios para darmos albergue, bem-estar e alegria que dignifiquem os nossos idosos. Valhamnos muitas coisas, à cabeça das quais a Santa Casa da Misericórdia e os seus lares e instituições afins! Entretanto, confrontamo-nos com o Presente e – sempre à portuguesa – ao improviso que ele nos impõe. Quase todos se deparam já com pais e avós incapacitados, desprovidos de autonomia, e a aflição que é zelar por eles entre as incontornáveis obrigações do trabalho e dos empregos. Quantos não abdicam desta fonte de rendimento para tratar do seu velhinho acamado, alimentá-lo à colherada, tratar da sua higiene! Ouvimos nas caminhetas, recorrentemente, histórias de quem passa o seu tempo à cabeceira de um doente entrevado; ou as aflições dos que têm a seu cargo pessoas já atacadas pela demência, em maior ou menor grau… Foi neste contexto de emergência (face à ausência de respostas capazes dos poderes públicos) que, há meses atrás, nasceu a Associação da Casa da Memória Viva, iniciativa de um grupo de meia dúzia de famalicenses. Totalmente direcionada para a terceira idade, maxime, daqueles que já vão padecendo de doenças do foro neurológico, com todas as inerentes consequências. A Casa da Memória Viva tem objetivos amplos, e um deles passaria pela criação de um “alfarrabista”, um espaço de coisas antigas que os ajudasse a viverem um tempo que não é atual mas foi o deles: que os ajudasse a guardarem essa noção do tempo e do espaço, o lugar que por direito lhes assiste na vida mediante o emergir das suas recordações. E, também, a desenvolver, reforçar e acautelar uma nova noção, um novo affaire surgente na nossa sociedade – o dos “cuidadores”. Pessoas que, remuneradamente ou não, abdicam de si para acompanhar – cuidar – de quem necessite. Tarefa custosa, a requerer preparação específica. Formação. Tranquilidade e resistência psicológicas. Por todos os motivos de justiça, o seu retorno à vida de antes, uma vez dispensados os seus serviços. E os modos possíveis de descanso – trata-se de uma profissão de “rápido desgaste”… Faltam meios. Falta gente. A Casa da Memória Viva carece de apoio, de financiamento e de uma sede em local adequado aos seus propósitos. O projeto é de Famalicão e para Famalicão. E esta crónica um apelo à diligência e ao contributo de todos os famalicenses.

2020, ano do rato! O que esperar? (parte I)

ção dos congressos dos principais partidos tendo em vista a preparação das eleições presidenciais e autárquicas. No Partido Social Democrático (PSD) – depois dos fracos resultados das europeias e legislativas os militantes do PSD vão decidir se continuam com a liderança de Rui Rio ou se querem mudar de líder. O PSD, arrisca-se a perder protagonismo, caso seja incapaz de sanar as suas divisões internas. No Partido Popular (CDS-PP) – depois da hecatombe eleitoral no passado mês de outubro e da demissão da líder do partido, Assunção Cristas, os candidatos à liderança do partido têm a difícil tarefa de convencer os congressistas a escolher o melhor líder para o partido – mais do que um líder, este partido necessita de um “refresh” e de um programa galvanizador. No Partido Comunista Português (PCP) – Jerónimo de Sousa, admitiu deixar a liderança do par-

Chão Autárquico

tido, até à data ainda não há nomes em cima da mesa para a sucessão. É um PCP ferido que se vê obrigado a fazer política contundente sob pena de se tornar irrelevante. No Partido Socialista (PS) – António Costa terá que gerir as sensibilidades do partido. Na corrida à liderança fala-se em nomes como: Pedro Santos, Fernando Medina e Catarina Mendes. O PS continua a governar – sem maioria – ficando tudo na mesma. Aparentemente, nada de relevante vai acontecer na política nacional, mas, será um ano decisivo para traçar os objetivos políticos para o ano de 2021. (na próxima edição, desenvolveremos os temas: política local, economia e sustentabilidade – antevisão 2020) Terminamos, sem antes desejarmos um Feliz Ano Novo a todos os colaboradores do Jornal Opinião Pública, a toda a equipa deste jornal, aos leitores e a todos os famalicenses!

Os Reis Magos

Vieira Pinto

Os Reis Magos: Belchior, homem de 70 anos, rei da Pérsia; Baltasar, homem de 40 anos, rei da Arábia; e Gaspar, homem de 20 anos, rei da Índia, eram homens sábios da antiguidade, de ciências várias, inclusive da astrologia e astronomia. Eram também homens crentes de outras religiões pagãs, lá do Oriente. Tudo, assim, como reza a história da antiguidade. Ora, aqueles reis, ao ouvirem falar do nascimento de Jesus, em Belém da Judeia, e tendo presente o texto constante do livro do Salmos,72.11, que diz: “Virão adorar Senhor todos os povos da terra”, resolveram colocar-se a caminho do presépio da natividade. Na verdade, tendo visto, então, estes convertidos rei, ao cristianismo, uma estrela, uma luz especial, lá nos céus do Oriente, Mt.2.1, e, guiados por ela, acorreram a Belém da Judeia para adorar o Menino, oferecendo, então, ouro incenso e mirra. Como diz o livro dos Números, em 24.19, cerca de 1200 anos, antes do nascimento de Jesus, “uma estrela desponta da estirpe da Jacob, um reino surgido de Israel, se levanta. Um rebento de Jacob dominará sobre seus inimigos”. De facto, a façanha destes e outros reis das nações revela a humildade e aceitação dos povos, na propagação da fé cristã, com origem no nascimento do Menino, em Belém da

Judeia. Chegados, pois, os reis a terras de Judeia, parando a estrela condutora dos Reis Magos, como refere o evangelista Mateus, junto ao palácio de Herodes, foram, então, perguntar ao seu homólogo onde teria nascido o Rei dos judeus. Este, alarmado, assustado e desconhecendo tal feito universal, pediu aos Reis Magos para irem e o informarem onde teria nascido aquele Menino. Mais, pediu aos magos que, após O terem encontrado, no regresso, viessem trazer toda a informação, para que O pudesse ir visitar também! Claro, a sua intenção, além de se apoderar das oferendas de ouro, incenso e mirra, oferecidas pelos Reis Magos ao Menino, era mesmo exterminar o seu Adversário, dado o receio de lhe usurpar o poder temporal. Não esqueçamos que Herodes, não sabendo o local do nascimento do Menino, ordenou, então, a matança de todas as crianças até aos 2 anos, no seu reino, como referem as escrituras. Na verdade, os Reis Magos regressaram por outro caminho, sabendo da intensão de herodes. De fato a cegueira do poder temporal de Herodes não vislumbrou, logo aí, que o Menino não veio pregar o reino temporal, mas sim, o Reino espiritual aos homens, o Reino do Alto, junto da humanidade e pela humanidade, por todas as nações, Ubi et Orbi.

pub

Famalicão

Barbosa: Rua Santo António, Tel. 252 302 120 Calendário: Rua da Liberdade, Tel. 252 378 400/1 Cameira: C. Mouzinho Albuquerque, Tel. 252 323 819 Central: Praça D. Maria II, Tel. 252 323 214 Nogueira: Av. Marechal H. Delgado, Tel. 252 310 607 Valongo: Rua Adriano Pinto Basto, Tel. 252 323 294 Gavião - Av. Eng. Pinheiro Braga, 72 - Telef. 252 317 301 Marinho: Edif. S. José - Estalagem - Telf. 252 921 182 Martins Ventura: R. C. Cerejeira - Lousado - Telf. 252 493 142 Estação: Largo da Estação - Nine - Telf. 252 961 118 Ribeirão: Rua Quinta Igreja 9 - Ribeirão - Telf. 252 416 482 Joane: Rua S. Bento, nº 217 - Telf. 252 996 300 Landim: Estrada Nacional 204/5, nº 693 - 252321765

Famalicão Quinta, 9

Serviço Valongo

Sexta, 10

Barbosa

Sábado, 11

Cameira

Domingo, 12

Central

Segunda, 13

Calendário/Ribeirão

Terça, 14

Nogueira

Quarta, 15

Valongo

Vale do Ave

Almeida e Sousa: Covas - Oliv. Stª Maria - Telf. 252 931 365 Bairro: Av. Silva Pereira, Telf. 252 932 678 Delães: Portela - Delães - Telf. 252 931 216 Riba de Ave: Av. Narciso Ferreira, Telf. 252 982 124

Vale do Ave

Serviço

Quinta, 9 Sexta, 10 Sábado, 11 Domingo, 12 Segunda, 13 Terça, 14 Quarta, 15

Riba de Ave Almeida e Sousa Bairro Delães Riba de Ave Almeida e Sousa

Serviço de disponibilidade

Paula Reis: R. José Elisio Gonçalves Cerejeira, nº 629 Calendário - Tel. 252 378 057 Maceiras: Louro - Telf. 252 310 425 Marques: Largo da Igreja - Fradelos - Telf. 252 458 440 Oliveira Monteiro: Largo Igreja - Cabeçudos - Telf. 252 331 885 Pedome: Av. S. Pedro, 1139 - Pedome - Telf. 252 900 930 Pratinha: Largo do Cruzeiro - Cavalões - Telf. 252 375 423 S. Cosme: Vale S. Cosme - Telf. 252 911 123 Arnoso: Av. Joaq. Azevedo - Arnoso Sta. Maria - Telf. 252 916 612


FC Famalicão regressou aos triunfos, aos jogos sem sofrer e aproveitou para ultrapassar o Sporting CP

Racic foi “Rei” na ascensão ao pódio 3-0 Estádio Municipal de Famalicão Árbitro: Artur Soares Dias Auxiliares: Rui Licínio e Paulo Soares VAR / AVAR: Bruno Esteves / Rui Teixeira

FC Famalicão V. Setúbal Rafael Defendi (C) Lionn Riccieli Patrick William Alex Centelles Gustavo Assunção Uros Racic Pedro Gonçalves (Ofori 81’) Fábio Martins (Walterson 86’) Diogo Gonçalves Anderson (Toni Martínez 72’)

Makaridze Sílvio Artur Jorge Jubal Nuno Pinto José Semedo (C) Carlinhos Éber Bessa André Sousa (B. Mansilla 56’) Zequinha (Guedes 71’) Hachadi (Ghilas 46’)

Treinadores João Pedro Sousa

Júlio Velazquez

Golos: Pedro Gonçalves (24’), Anderson (64’) e Racic (85’) Cartões Amarelos: Gustavo Assunção (34’), Carlinhos (35’) e Patrick William (65’). Cartões Vermelhos: Não houve.

Pedro Sousa Em domingo de Reis, o Futebol Clube (FC) de Famalicão brindou os adeptos com um triunfo, uma exibição séria e muito segura. Por consequente, o conjunto de João Pedro Sousa subiu ao 3º lugar do campeonato, beneficiando da derrota do Sporting CP frente ao FC Porto. Obrigado a mexer no onze, o técnico do conjunto famalicense promoveu a estreia da dupla Riccieli/Patrick William no eixo da defesa. Lionn regressou ao lado direito do setor mais recuado e Anderson manteve-se como homem mais adiantado do xadrez famalicense. Já o Vitória Futebol Clube (FC) apresentou-se de uma forma pouca usual e vista. Nuno Pinto, na fase de construção de jogo, juntouse ao meio campo e André Sousa, pelo lado esquerdo, e Zequinha, no corredor direito, deram profundidade à equipa sadina. José Se-

medo, Éber Bessa e Carlinhos foram os homens do centro do terreno e Hachadi foi sempre o jogador mais adiantado. Uma formação dinâmica, que causou surpresa no FC Famalicão na etapa inicial da partida. Porém, a turma da casa acertou as marcações e arrancou para um jogo tranquilo e sério. O primeiro

aviso foi dado por Anderson. Racic lançou o avançado brasileiro nas costas da defesa, mas o remate do camisola 33 foi defendido por Makaridze. Foi um aviso para o que veio a seguir. O médio sérvio, com espaço, isolou Diogo Gonçalves na direita, com um passe milimétrico, e o extremo português serviu Pedro Gonçalves, que só teve de

MELHOR FC FAMALICÃO:

Uros Racic Robusto, forte nos duelos, mas com uma técnica acima da média. Que jogaço fez o internacional sub-21 sérvio. Abriu o corredor para Diogo Gonçalves no primeiro golo e coroou a exibição com um tento de levantar o estádio, para ver e rever. É um jogador acima da média e mostrou, mais uma vez, a grande qualidade no relvado do Estádio Municipal de Famalicão.

Com combinações rápidas, sobretudo, no lado direito do ataque, Pedro Gonçalves esteve perto de bisar. Depois de um grande trabalho no lado direito do ataque, Anderson serviu o camisola 28, mas o encosto saiu ao lado da baliza sadina. Poucos minutos volvidos, os papeis trocaram e o FC Famalicão chegou ao segundo golo. Pedro Gonçalves assistiu Anderson que, depois de uma má abordagem de Jubal ao lance, aproveitou e regressou aos golos, rematando de pé direito. Ainda antes do final da partida, a formação da casa chegou ao terceiro golo. E que golo. Uros Racic, o melhor em campo, fez gato e sapato da defesa sadina e, de pé esquerdo, colocou a bola no ângulo da baliza defendida por Makaridze. O golo da noite, que corou a exibição de gala do 69. Uma vitória que atira o FC Famalicão para o 3º lugar, após 15 jornadas disputadas. A próxima ronda é no Estádio do Bessa, frente ao Boavista FC, no sábado, empurrar para a baliza deserta. Es- às 18h. tava feito o primeiro e a formação da casa encontrava-se por cima no jogo. Com mais posse de bola, os homens de João Pedro Sousa empurraram o Vitória FC para a defensiva. Até ao intervalo, Pedro Gonçalves ainda enviou uma bola à barra e Jubal, do lado setubalense, cabeceou para uma defesa tranquila de Rafael Defendi. A segunda metade trouxe uma mudança no esquema de Júlio Velazquez. A entrada de Ghilas trouxe mais dificuldades à defesa do FC Famalicão. Capaz de segurar a bola, o argelino, numa dessas ocasiões, trabalhou bem sobre Patrick William, cruzou, mas Zequinha atirou à malha lateral. Foi a melhor ocasião do conjunto sadino em toda a partida. Antes, Anderson teve nos pés a oportunidade de aumentar a vantagem, mas pecou no momento da finalização. pub


14

FUTEBOL

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

FC Famalicão: Encontros do campeonato e da taça já têm horários

FC Famalicão assinou com dois jogadores para o setor mais recuado

O Futebol Clube (FC) de Famalicão já conhece as horas e os dias dos próximos três embates para a Liga NOS e dos quartos de final da Taça de Portugal. A Liga Portugal anunciou os horários das jornadas 16,17 e 18. O atual 3º classificado do campeonato vai defrontar o Boavista FC, no dia 11 de janeiro (sábado), às 18h, no Estádio do Bessa. Na jornada seguinte, o FC Famalicão recebe o Marítimo SC, no dia 19 (domingo), às 17h30. Por fim, a partida frente ao Santa Clara está agendada para dia 26 (domingo), às 15h, no Estádio Municipal de Famalicão. Pelo meio, o emblema famalicense ainda vai disputar os quartos de final da Taça de Portugal frente ao FC Paços de Ferreira, no dia 15 de janeiro (quarta-feira), às 20h.

Sub-23: Dois jogos sem vencer para o FC Famalicão A formação de sub-23 do Futebol Clube (FC) de Famalicão perdeu as duas últimas partidas na Liga Revelação. Os jogos frente ao Vitória SC e Portimonense SC terminaram com desaire para os comandados de Vaz Pinto. No jogo frente aos algarvios, na passada terça-feira, em partida da 23ª jornada, o FC Famalicão não teve argumentos para contrariar o adversário. Com uma derrota por 4-0, o conjunto de Vaz Pinto somou o segundo desaire consecutivo. Ao intervalo, placard assinalou uma desvantagem para os famalicenses de um golo. No segundo tempo, a formação de Portimão marcou mais três e fechou o re-

sultado em 4-0. Os golos foram apontados por Casagrande, Vilela e dois de Sérgio Neto Antes deste encontro, o FC Famalicão recebeu Vitória SC em partida da 22ª jornada, que terminou com o triunfo da equipa vimaranense por 0-1. O único golo da partida surgiu já a poucos minutos dos 90. Lançado em velocidade, Agostinho Mané foi mais rápido que a defensiva famalicense, ultrapassou o guardião Gabriel Souza e fez o único tento da partida. De referir, que a equipa de Vaz Pinto está a disputar os jogos caseiros em casas emprestadas. Desta feita, o jogo foi no Centro de Estágios de Melgaço.

FC Famalicão Feminino: Entrada no novo ano com hábitos antigos A equipa feminina do Futebol Clube (FC) de Famalicão entrou no novo ano a golear. A receção ao SC Vila Real terminou com a vitória por 20-0. A equipa comandada por João Marques segue imparável na II Divisão do Campeonato Nacional de Futebol Feminino. Joana Magalhães foi a jogadora em maior foco, ao marcar seis dos vinte golos que deram a nona vitória no campeonato. Os outros tentos foram assinados por Carolina Rocha (3), Cristiana Vieira, Daniela Silva e Cristina Ferreira (2), Soraia, Gaby e Maria Negrão. Ainda houve dois autogolos. Com mais esta vitória, o FC Famalicão continua isolado na liderança e com mais 5 pontos que o segundo classificado.

Futebol feminino: Oitavos de final da Taça Portugal estão definidos Já é conhecido o alinhamento dos oitavos de final da Taça de Portugal. A equipa feminina do Futebol Clube (FC) de Famalicão vai disputar o acesso aos quartos de final frente ao Paio Pires FC. O emblema famalicense vai jogar em casa esta eliminatória. Os jogos desta ronda estão agendados para dia 26 de janeiro. Restante sorteio: SCU Torrense - SL Benfica; Sporting CP - SC Braga; Vilaverdense FC - AD Grijó; UR Cadima – Amora; Valadares Gaia - Estoril Praia; AD Ovarense - FC Romariz; Gil Vicente - Clube Futebol Benfica.

Ibrahim Cissé

O Futebol Clube (FC) de Famalicão recebeu duas caras nova para o plantel sénior. Ibrahim Cissé e Ivo Pinto chegam ao clube famalicense para reforçar o setor mais recuado do plantel. Ibrahim Cissé chega do Nice é joga na posição de defesa central. Esta temporada, o jogador costa-marfinense disputou duas partidas pelo emblema francês. Com apenas 20 anos, o atleta é um produto da formação do Nice. Em declarações ao site oficial do FC Famalicão, Ibrahim Cissé revelou estar “muito en-

Ivo Pinto

tusiasmado por vir para um clube que aposta na juventude”. O jogador mostrou-se determinado para “singrar no FC Famalicão”. Já o defesa direito Ivo Pinto tem 30 anos e chega do Dínamo Zagreb. Com formação no Futebol Clube do Porto, o atleta tem um vasto currículo no futebol internacional. Em 2013/14, o defesa direito saiu para o Dinamo Zagreb e chegou a disputar jogos da Liga dos Campeões. Também foi tricampeão croata e venceu uma taça daquele país. Depois de vários anos a

jogar na Croácia, Ivo Pinto rumou a Inglaterra para representar o Norwich, onde acrescentou ao currículo o título de campeão do Championship (segundo escalão nacional do futebol inglês). No início desta temporada, o jogador regressou ao Dinamo Zagreb e agora muda-se para o país natal. Em declarações ao site do FC Famalicão, o atleta de 30 anos mostrou-se “muito feliz” com o regresso e destacou o facto de vir para “clube que está a desenvolver um projeto muito interessante”.

FC Famalicão: Sub-16 confirmam bom momento de forma A formação do Futebol Clube (FC) de Famalicão continua a obter resultados positivos. O passado fim de semana marcou o arranque dos jogos neste ano de 2020. A equipa de sub-19 mantém-se em zona de qualificação para a fase de apuramento do campeão nacional. A equipa de Rui Baptista empatou a uma bola na receção ao Leixões SC. O golo da formação famalicense foi apontado por Xavi e permite continuar na 4ª posição do campeonato, em igualdade pontual com o CD Aves. Já no escalão de sub-17, o FC Famalicão também empatou a uma bola, mas desta feita frente ao Moreirense FC. Fábio Melo foi o autor do tento da formação famalicense. Com este resultado, o FC Famalicão continua na vice-liderança da fase de manutenção do Campeonato Nacional. Os sub-16 confirmaram o excelente momento de forma que atravessam. Os jovens jogadores do

FC Famalicão golearem a AD Fafe por 5-2. João Santos, com quatro golos, foi a figura do encontro, com o outro tento a ser apontado por Castro. A equipa comandada por Rui Alves está no 4.º posto da Divisão de Honra da AF Braga, em igualdade pontual com a equipa B do Vitória Sport Clube. Na 2ª fase do Campeonato Nacional sub-15, o FC Famalicão venceu o Gil Vicente por 2-1. Os golos foram apontados por Gil e Miguel Vaz. Depois deste resultado, os famalicenses estão no 6º lugar do campeonato. Nos sub-14, o conjunto famalicense foi à casa do Bairro da Misericórdia triunfar por 1-4 e ocupam a 9.ª posição da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Braga. Por fim, os sub-13 A perderam frente ao Ribeirão FC por 1-5 e estão no 7.º lugar da Série D da 2.ª Divisão da AF Braga.

FC Famalicão assina com três jogadores da formação

O Futebol Clube (FC) de Famalicão assinou com três jogares da formação do clube. Diogo Ferreira, Rodrigo Moura e Vítor Oliveira foram premiados com um contrato de formação, devido aos bons desempenhos na equipa de sub-14. Diogo Ferreira é defesa central e está na segunda temporada no FC Famalicão. Vítor Oliveira, colega de setor de Diogo, está no clube há seis meses, depois de ser adquirido ao Clube Caçadores das Taipas. Por último, Rodrigo Moura, avançado, joga no clube famalicense há cinco anos.


opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

AD Oliveirense abre o ano com triunfo A Associação Desportiva (AD) Oliveirense conseguiu um triunfo importante na luta pela salvação. No primeiro jogo liderado por José Nuno Azevedo, a formação de Oliveira Santa Maria foi ao terreno do Câmara de Lobos vencer por 0-2, no jogo da 16ª jornada. A primeira parte não trouxe golos e a ação ficou reservada para os últimos 10 minutos. Foi aí que a AD Oliveirense conseguiu chegar à vantagem. Armand Bagramyan foi o autor do primeiro tento e desbloqueou a partida, aos 80 minutos. Pouco tempo volvido, a equipa da casa ficou reduzida a 10 elementos, devido à expulsão de Lino Graça. Com mais um jogador, a AD Oliveirense conse-

guiu sentenciar a partida. Já no período de descontos, Juan Balanta marcou o segundo golo e fixou o resultado em 0-2. No próximo jogo, a AD Oliveirense recebe a formação do Merelinense, no domingo, às 15h. AD Oliveirense convoca Assembleia Geral Ordinária A Associação Desportiva (AD) Oliveirense vai realizar uma Assembleia Geral Ordinária no dia 25 janeiro 25, às 17h. A reunião vai abordar dois assuntos. O ponto número 1 vai ser para dar informações e o segundo ponto é relativo à situação da SAD do clube de Oliveira Santa Maria, onde se vai esclarecer a relação entre o clube e a SAD.

Ribeirão FC empata no terreno do CC Taipas A partida entre o Caçadores das Taipas e o Ribeirão Futebol Clube (FC) terminou empatada a zero, em jogo da 19ª jornada da Pró-Nacional – AF Braga. Este empate permite ao Ribeirão FC manter o momento positivo. Depois de duas vitórias e um empate nos últimos três jogos, o Ribeirão FC queria dar seguimento ao momento positivo. Contudo, os ribeirenses tiveram pela frente um adversário difícil e que está a realizar um bom campeonato. Neste jogo, as defesas levaram sempre a melhor sobre os ataques e o jogo terminou sem golos. Com esta igualdade, o Ribeirão FC está na 6ª posição, agora com 27 pontos. Na próxima ronda, os ribeirenses recebem o Santa Maria FC, no sábado, às 15h. A partida vai ser realizada no complexo Desportivo de Ribeirão.

GD Joane perde na receção ao líder As duas equipas entraram em campo para tentar os três pontos. Num bom momento de forma, o GD Joane queria bater o pé ao primeiro classificado e entrou melhor, mas na primeira parte não trouxe golos. No segundo tempo, o Brito SC entrou por cima e chegou ao golo. O GD Joane respondeu através de Rui Pereira e empatou a partida. Contudo, o Brito SC teve capacidade de colocar-se na frente do marcador e conquistou os três pontos. Com esta derrota, o GD Joane situa-se no 7º lugar, com 27 pontos. O Grupo Desportivo (GD) de Joane 19ª jornada da Pró-Nacional - AF A próxima ronda, o clube joanense não conseguiu superiorizar-se ao Braga, o emblema joanense perdeu vai ao terreno do Pevidém SC, no domingo, às 15h. líder do campeonato. Em jogo da na receção ao Brito SC por 1-2.

FUTEBOL

15

AD Oliveirense com reforços para o resto da época A Associação Desportiva (AD) Oliveirense tem mais dois jogadores para ajudar na luta pela salvação no Campeonato de Portugal. Maurício Tévez, Ebuka Peter e Latapy são as caras novas do plantel liderado por José Nuno Azevedo. O primeiro atleta é argentino e chega do Newell´s Old Boys. Com 23 anos, o extremo chegou a ser apontado como uma das maiores promessas do

emblema da Argentina. Já Ebuka Peter chega do Chaves Satélite. Com 21 anos, o atleta fez a formação no Gil Vicente e depois teve passagens pelo Alcains e pelo Pedras Rubras. Latapy, de 20 anos, é um médio guineense, com passagens no FC Canchungo (Guiné-Bissau) e Nuno Tristão FC (Guiné-Bissau) e em Portugal representou o Mealhada e o ADR Pasteleira.

SC Cabeçudense vence e ADC São Mateus continua na perseguição Mais uma jornada favorável para as duas equipas do concelho de Famalicão que estão a disputar o Campeonato Interdistrital de Futsal – Série Braga/Viana. O Sporting Clube (SC) de Cabeçudense foi ao terreno do Juventus Real vencer por 3-6. Com este triunfo, a equipa liderada por Ricardo Costa somou a 12ª vitória em 12 partidas e encontra-se no 1º lugar. Já a ADC São Mateus recebeu e bateu a formação do GDR Gondarém por 52. Com menos uma partida, a equipa de oliveira São Mateus está a seis pontos do SC Cabeçudense, situando-se na 3ª posição, com 30 pontos. Na próxima jornada, o SC Cabeçudense recebe o ACR Marretinhas, no domingo, às 18h, no Pavilhão Municipal das Lameiras. A ADC São Mateus viaja até Vizela para defrontar a AD Jorge Antunes, no sábado, às 17h30.

FC Vermoim vs Lusitânia Lourosa termina em goleada caseira O Futebol Clube (FC) de Vermoim venceu o Lusitânia de Lourosa por uns expressivos 6-1. O triunfo na 12ª jornada do Nacional Futsal Feminino Zona Norte permitiu à formação de Francisco Paiva subir à 3ª posição do campeonato. A equipa da casa queria dar um passo afirmativo na luta pelo play-off de acesso à fase de campeão. Na receção à equipa do concelho de Aveiro, as jogadoras da casa chegaram ao primeiro golo através de Gabriela Almeida. A partida chegou ao intervalo com a margem mínima favorá-

vel ao FC Vermoim. Ao abrir a segunda metade, Patrícia Magalhães bisou no encontro, em apenas dois minutos. Ana Azevedo não quis ficar atrás da colega e também faturou em duas ocasiões. Pelo meio dos golos da capitã, Elsa Ferreira fez o gosto ao pé. Esta vitória permite a ascensão do FC Vermoim ao 3º posto, com 18 pontos. No próximo jogo, as comandadas de Francisco Paiva vão a casa do CD Chaves tentar fechar o apuramento para o play-off de campeão.

Liga Futsal Famalicão teve a primeira jornada do ano No passado fim de semana, realizaram-se os primeiros jogos do ano 2020, com os seguintes resultados: Pré-Escolas: Estrelas do Ave – Ribeirão 7-1 Sportfut/FC Vermoim; Recreio Desportivo A 5-2 AJ Joane; Recreio Desportivo B 4-1 ADECA – Castelões: Infantis; AD Esmeriz 1-3 Recreio Desportivo. No próximo fim de semana, com a organização do Recreio Desportivo, os jogos vão ser disputados no Pavilhão Municipal das Lameiras, co o seguinte escalonamento: Escolas: ADC Caldinhas vs AD Esmeriz (09h30); Sportfut/ FC Vermoim vs ADECACastelões (10h30) e Recreio Desportivo vs AJ Joane (11h30).


16

MODALIDADES

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

Equipa A da CX A2D nos 1/16 avos de final da Taça de Portugal

A XLII Taça de Portugal de Xadrez é a prova mais simbólica do calendário oficial da FPX da época 2019/2020. O Clube de Xadrez da Associação Académica da Didáxis é representado, nesta prova, com duas equipas que disputaram no passado sábado os trinta e dois avos de final. A Equipa A recebeu a equipa bracarense CX Braga A e confirmou o favoritismo inicial, ao vencer nos tabuleiros 1, 2 e 4 e registando um empate no 3.º tabuleiro. O encontro foi arbitrado por Mário Oliveira e o CX A2D A foi representado pelo Mestre FIDE Luís Silva (Capitão), Luís Romano, João Romano e José Santos. A Equipa B visitou a jovem equipa matosinhense EX Porto C e não foi feliz, pois perdeu por 3,5-0,5. Apenas se registou um empate no tabuleiro 3 e derrotas nos tabuleiros 1, 2 e 4. O CX A2D B foi representado por Emanuel Fernandes (Capitão), Eduardo Viana, Henrique Guimarães e José João Pinto. A próxima eliminatória, dezasseis avos de final, reunirá 32 equipas, no dia 28 de março, que aspiram a conquista da 42.ª Taça de Portugal de Xadrez.

Atlético Clube de Vale S. Martinho com vários pódios

Louredo e Covense vencem Torneio de Abertura O Louredo e o Covense sagraram-se vencedores do Torneio de Abertura no escalão de seniores e veteranos, respetivamente. As finais realizaram-se no passado sábado, no Complexo Desportivo da ADESPO. Na final em seniores, o Louredo levou a melhor sobre o Requião Mais. A equipa de Calendário levou a melhor no prolongamento e venceu por 2-1, numa final com muito público a assistir. Já o jogo decisivo no escalão de veteranos terminou com o triunfo do Covense sobre o conjunto da AM Lameiras, por 3-2. Sem golos no primeiro tempo, a ação ficou reservada para a segunda metade, onde o Covense foi mais eficaz e venceu o Torneio de Abertura. Encerrado o capítulo do torneio de abertura, arranca esta semana os campeonatos da 2.ª divisão e dos veteranos. Nos seniores, a 1ª jornada está assim definida: às 16h jogam ADEPSO vs Barrimau e Milho d´Oiro vs ARPO, às 18h Flor Monte vs 1.º Maio e Louredo vs Requião Mais e às 21h Riba D’Ave vs Bairrense. Nos veteranos, a jornada inaugural tem as seguintes partidas: GRAC vs Pedome (20h30), Barrimau vs Lameiras (21h), Novais vs Covense (21h) e S. Mateus vs Flor Monte (22h).

Equipa sénior do Louredo

Equipa de vetranos Covense

O Bente venceu o Landim, por 7-6 e saiu da zona de despromoção. O Pedome recebeu e venceu o GRAC por 3-1. A Outeirense triunfou na deslocação ao Novais, por 4-1. Já a ADERM deslocou-se ao terreno da 1ª Divisão: Bente sai da JASP e venceu por 0-3. O MAL recezona de despromoção beu o Castelões e perdeu por 4-6. Na 1ª Divisão, os jogos regres- O Cajada recebeu o GRV S. Martisaram no fim de semana passado. nho e triunfou por 6-4. Por fim, Es-

EARO com 23 pódios no Campeonato Regional de Corta Mato Curto A Escola Atletismo Rosa Oliveira (EARO) conquistou vinte e três pódios no Campeonato Regional Corta Mato Curto da Aabraga, na cidade de Vizela. Individualmente, conquistou doze títulos de campeões regionais, três vice-campeões, cinco sub vicecampeões regionais e quatro pódios coletivos. A escola joanense ainda foi campeã regional de benjamins a juvenis, em feminino, campeã regional benjamins a juvenis, em masculino, campeã regional absoluta, em feminino, e vice-campeã regional absolutos, em masculino. Em destaque pela equipa Joanense estiveram os

O Atlético Clube S. Martinho Restaurante Marco teve uma época festiva muito preenchida a nível de provas, com a conquista de alguns troféus individuais. No dia 23 de dezembro, o Atlético S. Martinho esteve representado na S. Silvestre de Famalicão por 6 atletas: Roberto Machado, Nuno Ribeiro, Paulo Oliveira, Rui Araújo, Paulo Machado e Liliana Silva. No dia 28 de dezembro, Patrício Castro foi 2º classificado na São Silvestre de Vieira do Minho, com um tempo de 00:36:41. No dia seguinte, a atleta voltou a subir ao pódio na São Silvestre de Amares, terminado a prova no 2º lugar, em veteranos, percorrendo os 10 quilómetros em 00:39:16. No passado sábado, disputou-se em Vizela, o Regional de Corta-Mato Curto, da Associação

de Atletismo de Braga. Com representação em cinco escalões diferentes, os resultados do Atlético de Vale S. Martinho - Restaurante Marco foram os seguintes: Rita Castro - 10ª Infantil - 6m53s; Sara Castro - 8ª iniciada 14m24s; Rui Araújo - 9º Júnior 17m16s; Roberto Machado - 29º Sénior - 15m06s; Tiago Azevedo 39º Sénior - 16m57s e Patrício Castro - 9º Veterano I - 15m13s. Relativamente à classificação coletiva, o clube famalicense terminou no 6º lugar, em jovem feminina, e em 9º lugar, em absolutos. Por fim, na manhã do passado domingo, novamente, Patrício Castro venceu em Veteranos I Masculinos e foi 3º da geral individual na Runbanada, prova de 10 quilómetros realizada em Cabeceiras de Basto.

meriz e ACURA empataram a duas bolas. No próximo sábado, dia 11 de janeiro, realiza-se a 11.ª jornada, com os seguintes jogos: às 16h jogam ADERM vs MAL, Castelões vs Novais, Outeirense vs Acura, Esmeriz vs Bente e Landim vs Pedome. Cajada vs Jasp e GRVS. Martinho vs GRAC jogam-se às 18h.

seguintes atletas: Benjamins feminino: 1ª Mariana Maciel e 3ª Mariana Martins; Benjamins masculino: 1º Tiago Silva e 3º Simão Azevedo; Infantis feminino: 1ª Leonor Silva; Infantis masculino: 1º Gonçalo Rodrigues; Iniciados feminino: 1ª Ana Faria e 2ª Bruna Pereira; Iniciados masculino: 1º Leandro Gonçalves e 3º João Azevedo; Juvenis feminino: 1ª Ana Marinho; Juvenis masculino:1º Francisco Silva e 2º João Rodrigues; Juniores feminino: 1ª Beatriz Fernandes, 2ª Diana Silva e 3ª Cátia Silva; Juniores masculinos: 1º Rui Oliveira; Veteranas F40: 1ª Anabela Silva; Veteranas F50: 1ª Rosa Oliveira e Veteranos M50: 3º José Araújo.

Liberdade FC conquista seis títulos regionais individuais e um coletivo No passado sábado, disputou-se o Campeonato Distrital de Corta Mato Curto, em Vizela. Os atletas do Liberdade FC regressaram a casa com seis títulos regionais individuais e um coletivo: Ana Araújo (3ª Infantil), Inês Sousa (3ª Iniciada), Joana Ferreira (3ª Juvenil), Eduardo Salazar (3º Juvenil), Alfredo Fernandes (3º Júnior) e Tânia Silva (2ª Sénior). Coletivamente, a associação de Calendário conquistou o 3º lugar pela equipa jovem feminina. Destaque ainda, para as prestações de Carolina Faria (10ª Benjamim), Clara Costa (13ª Infantil), Beatriz Faria (6ª Iniciada) e Ricardo Vieira (4º Iniciado). Coletivamente, a equipa jovem masculina alcançou o 6º lugar. No mesmo dia, Tânia Santos e Armindo Araújo subiram ao pódio na 32ª S. Silvestre de Esmeriz. Tânia Santos cortou a meta no 2º lugar sénior e Armindo Araújo venceu como Veterano M50. Referência ainda para a participação na S. Silvestre da Vila Nova de Famalicão, evento realizado a 23 de dezembro, destacando os resultados de Tânia Silva 6ª, Tânia Santos 18ª, André Silva 20º, Armindo Araújo 64º, Hélder Salazar 508º, Miguel Araújo 1600º e Carina Alves 216ª.


opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

Riba D’Ave HC trava UD Oliveirense no Pavilhão das Tílias A equipa de hóquei em patins do Riba D’Ave HC recebeu a UD Oliveirense em partida da 12ª jornada do Campeonato Nacional da I Divisão. O encontro terminou empatado a quatro bolas. A partida não começou favorável para a equipa da casa. A formação comandada por Renato Garrido conseguiu colocar-se na frente do marcador. Jorge Silva e Xavier Mayordomo puseram o conjunto forasteiro a vencer por duas bolas a zero. As equipas recolheram aos balneários com a vantagem para a UD Oliveirense. No segundo tempo, O Riba D’Ave HC respondeu logo nos primeiros cinco minutos. Hugo Azevedo reduziu a desvantagem. Porém, 5 minutos depois, Jordi Bargalló repôs a vantagem para a formação forasteira em dois golos. O jogo estava de parada e reposta e os ribadavenses voltaram a reduzir a desvantagem. Tomás Pereira foi o autor do golo. O jogo entrou nos últimos dez minutos e na fase mais caótica. Primeiro, Diogo Fernandes defendeu um livre direto da UD Oliveirense e segundos depois, Diogo Cardoso e Jorge Silva receberam cartolina azul e deixaram as

MODALIDADES

17

Hóquei em patins: FAC goleia último classificado No regresso do Campeonato Nacional II Divisão – Zona Norte, o Famalicense Atlético Clube (FAC) foi ao terreno do GDC Fânzeres vencer por 26. Este resultado permite à turma famalicense continuar na perseguição ao 1º classificado. A partida não começou de feição para os homens de Vítor Silva. A equipa da casa adiantou-se no marcador logo no início da partida, com um golo de Gil Vicente. O FAC respondeu e, poucos segundos depois, chegou ao empate. Pedro Silva voltou a colocar o resultado empatado. A primeira parte não teve mais golos e as equipas foram para balneários empatadas a uma bola. A segunda metade abriu com um golo do FAC. Nuno Silva adiantou a formação de Famalicão no resultado, que só sofreu alterações nos últimos sete minutos. Rui Silva e Hugo Costa colocaram o marcador em 14 e Telmo Ramos, segundos volvidos, aproveitou para reduzir para 2-4. Na reta final, o FAC ainda faturou por mais duas vezes. Hugo Costa e Rui Silva bisaram no encontro e fecharam as contas em 2-6. Com este triunfo, o FAC mantém o 2º lugar, agora com 28 pontos e a dois do SC Marinhense, 1º classificado. O próximo compromisso dos homens de Vítor Silva é a contar para a Taça de Portugal. O FAC recebe a AD Sandinense, no sábado, às 21h.

equipas a jogar com menos um elemento. Já dentro dos cinco minutos finais, Jordi Bargalló bisou no encontro e repôs a diferença de dois golos para o conjunto de Oliveira de Azeméis. Contudo, uma resposta forte da equipa da casa permitiu chegar à igualdade. Primeiro foi Dinis Abre a apontar o terceiro tento dos riba-

davenses e, através de um livre direto, Diogo Cardoso empatou a partida, fixando o resultado final em 4-4. Com esta igualdade, o Riba D’Ave HC encontra-se na 7ª posição. O próximo compromisso é a contar para a Taça de Portugal. Os ribadavenses enfrentam, fora de portas, o HC Ponta Delgada, no sábado, às 18h30.

AMVE conquista pódios na São Silvestre de Esmeriz A secção de atletismo da AMVE deslocou- se a Esmeriz para mais uma prova desta época e conquistou dois pódios. A equipa feminina ficou no 2º lugar do pódio, enquanto Paula Carvalho, em Veteranos II femininos, conquistou também um 2º lugar.

Figueiredos Runners & Friends em destaque fim de semana A Associação Figueiredos Runners & Friends participou em duas competições no passado fim de semana. A coletividade participou no Regional de Corta Mato Curto, em Vizela e da 32ª São Silvestre de Esmeriz. No Regional Corta Mato Curto, os Figueiredos apresentam-se com 10 atletas, nos escalões sénior e veterano. A classificação dos atletas foi a seguinte: Davide Figueiredo sagrou-se campeão regional, no escalão m40, Miguel Figueiredo vice-campeão regional, no escalão m40, Fernando Figueiredo vice-campeão regional, no escalão m50 e Tiago Freitas sub vice-campeão regional. A Associação ainda participou na São Silvestre de Esmeriz. A equipa de atletismo somou 4 pódios. Miguel Figueiredo alcançou o 1º lugar do escalão veterano m45 masculino, Celina Silva terminou em 2º lugar veterano feminino m35 e João Figueiredo ficou no 3º lugar da geral. No coletivo masculino, os Figueiredos subiram ao degrau mais alto, apresentando-se com os seguintes atletas: João Figueiredo, Miguel Figueiredo, Marko Santos, Paulo Leça e Tiago Sá. pub


18

PUBLICIDADE

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

LimPEZAS FLOREStAiS

Faço serviço de limpeza com roçadora de terrenos, quintais etc Preço sob consulta mANUtENÇÃO dE JARdiNS LimPEZA dE FLOREStAS

Paulo Oliveira : 910 026 596

AdmitE-SE

Motorista de Pesado de passageiros com Certificado para Transporte Colectivo de Crianças Contacto:917589370/916333293

PARt-timE dAS 16H ÀS 20H 300€/mÊS FiXO m/F

ZONA:FAMALICÃO/STºTIRSO/TROFA

CONtACtO: 252 044 173

ALUGA-SE

APARTAMENTO T2 NO CENTRO DE FAMALICÃO JUNTO AO ANTIGO TRIBUNAL CIVICO. APARTAMENTO COMPLETAMENTE RENOVADO

Contacto: 968 083 610


Já bebeu café hoje? O café, a seguir à água, é a bebida mais consumida em todo o mundo e as razões são obvias. Cientificamente comprovados, os benefícios do café não deixam ninguém indiferente. Confira alguns deles.

- Efeito estimulante. O principal componente do café é a cafeína. Esta substância, quando consumida em doses baixas a moderadas, tem ação estimulante. Assim, o sono diminui e a energia aumenta. - Melhora o desempenho na atividade física. Devido à ação estimulante da cafeína, o café proporciona mais energia para praticar exercício físico. A bebida estimula a ação dos músculos durante atividades prolongadas, que passam a utilizar a gordura como fonte de energia, em vez de açúcares encontrados nos carboidratos. A ingestão de cafeína reduz a sensação de fadiga, assim como o aumento da força muscular, possibilitando um maior grau de carga e repetições de cada exercício. - Bom para os músculos. A cafeína poupa a glicose do músculo esquelético. Quanto maior a quantidade de glicose no músculo, mais longe ele fica da fadiga. Além disso, ainda aumenta e facilita a entrada da quantidade de cálcio. - Melhora a concentração. Devido ao efeito estimulante da cafeína, o café irá proporcionar uma maior concentração e, consequentemente, uma maior capacidade de aprendizagem. - Protege o sistema respiratório. Diversos estudos apontam que o café tem um efeito broncodilatador e reduz a fadiga dos músculos respiratórios. - Previne o Parkinson. Estudos apontam que os indivíduos que bebiam diariamente uma chávena de café possuíam um risco 50% menor de desenvolver a doença, não tendo sido encontrada qualquer associação em relação ao consumo de descafeinado. Por isso, acredita-se que é a cafeína que ajuda a prevenir o Parkinson. - Diminui o risco de depressão. Diversas pesquisas demonstraram uma associação inversa entre o consumo de café e o risco de suicídio. É conhecido que doses moderadas de cafeína interferem positivamente no humor. Além disso, o ácido acético presente no café apresenta efeitos antidepressivos. - Previne o cancro. O café, em quantidades moderadas, ajuda na prevenção do cancro devido à sua ação antioxidante e combate os radicais livres que favorecem o aparecimento de tumores. - Diminui o risco de morte. Um estudo feito com mais de 400 mil homens e mulheres americanos, publicado na revista científica “New England Journal of Medicine”, concluiu que o consumo moderado de café pode estar inversamente relacionado à mortalidade total. Os consumidores de café apresentaram menor mortalidade por causas cardíacas, doenças respiratórias, acidente vascular cerebral, causas externas, diabetes e doenças infeciosas. - Previne a morte por cirrose. Uma pesquisa levada a cabo pela Universidade Nacional de Singapura, com uma amostra de 63 mil pessoas, observou que beber duas ou mais chávenas de café por dia pode reduzir o risco de morte por cirrose. - Previne diabetes tipo 2. Estudos realizados em animais apontaram que o café, tanto a versão normal quanto a descafeinada, ajuda a prevenir o diabetes tipo 2. O efeito deve-se ao ácido clorogénico presente na bebida que provoca a diminuição da concentração de glicose e aumento da sensibilidade à insulina. - Diminui o cálculo renal. Alguns estudos iniciais observaram que o consumo diário de 240 ml de café, mesmo o descafeinado, é capaz de diminuir o risco de cálculos renais de 9 a 10%. pub


20

ESPECIAL

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020 pub

Afinal, o café ajuda a emagrecer?

pub

Há boas notícias para quem não passa um dia sem beber, pelo menos, uma chávena de café. Estudos apontam que o consumo de cafeína ajuda a reduzir o armazenamento de lípidos nas células de gordura e a limitar o ganho de peso. A cafeína, substância que compõe maioritariamente o café, estimula o sistema nervoso central e potencia a decomposição de gordura das células. Além disso, a cafeína aumenta os níveis sanguíneos da adrenalina que atravessa o sangue, permitindo que as gorduras sejam decompostas e libertadas no sangue, onde ficam disponíveis para serem utilizadas como ácidos graxos livres. Além disto, diversos estudos mostraram ainda que a cafeína pode aumentar a taxa metabólica em 3% a 11%, sendo que doses maiores trazem um efeito maior. Quanto maior é a taxa metabólica de uma pessoa, mais fácil será perder peso. Entretanto, o aumento não é igual para todas as pessoas. Dados revelam que os efeitos da cafeína na queima de gordura em pessoas magras representam um aumento de 29% da taxa metabólica, face a apenas 11% em indivíduos com excesso de peso. Também a idade é uma das variáveis que altera os efeitos do café na perda de peso. Apesar das vantagens, que à primeira vista, se encontram no consumo de café, é importante acrescentar que este efeito metabólico apenas é potenciado pela prática de exercício físico regular. Assim, o café deve ser bebido 30 minutos antes do treino, de modo a que a cafeína ingerida aumente a libertação de

ácidos gordos que vão ser usados como fonte energética pelos músculos. Por isso, permite uma maior resistência e intensidade nos treinos, por períodos mais longos. Em suma, não é a ação isolada do café que vai fazer com se consiga perder peso. Esta bebida apenas surtirá os seus efeitos quando aliada a uma boa alimentação e ao desporto.

Um inimigo chamado açúcar As hipóteses de emagrecimento com a ingestão de café, anulam-se a partir do momento em que se adiciona açúcar à bebida. Por inofensivo que pareça, cada pacote de açúcar faz a diferença na sua saúde. Em primeiro lugar, beber o café açucarado faz com que não se aperceba do seu verdadeiro sabor e impede-o de apreciar todo o processo inerente ao grão, corpo, torragem, moagem, aroma e sabor de cada tipo de café. Além disso, adotar esta medida na sua vida é bastante simples. Experimente começar a diminuir, ao longo de um mês, a quantidade de açúcar que coloca em cada chávena. Chegará a uma altura em que vai conseguir apreciar a bebida sem qualquer açúcar e perceberá que, no fundo, é apenas uma questão de hábito.

9 em cada 10 portugueses bebem café Os dados relativos ao consumo de café no ano de 2019, em Portugal, ainda não estão contabilizados, mas os estudos realizados em 2018 não deixam dúvidas. As vendas de café atingiram 535 milhões de euros. São números enaltecedores para os produtores de café, que apenas são suportados pelo crescimento do consumo dos lares e pelo desenvolvimento da economia. Assim, o país tem apresentado uma tendência moderada de crescimento, com um aumento que ronda os 5% nos últimos anos. Quanto à exportação de café torrado e solúvel, no ano passado registou-se um aumento de 6%, o que se traduz em 70 milhões de euros. O principal destino da exportação do café português é Espanha, que retém 35% da produção, seguida de França e Grécia. Ao todo, em Portugal, são 67 as empresas que se dedicam a este setor, que se situam maioritariamente no norte e centro. A grande maioria destas empresas são de pequena e média dimensão e, em geral, têm uma gestão de tipo familiar e atuam a nível regional. Um estudo levado a cabo pela Kantar aponta que 9 em cada 10 portugueses são consumidores de café, sendo que esta é a principal bebida consumida, fora de casa, em ambiente social.


opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

ESPECIAL

21

Conhece a origem do cafØ? O café faz parte da vida da maioria dos portugueses. Por cá, o significado de ir beber um café é um convite básico para se estar com alguém, mesmo que a bebida escolhida seja qualquer outra. O café não pode falhar na rotina diária dos portugueses e os motivos para isso são diversos: fazer uma pausa, espantar o sono ou mesmo confraternizar. A verdade é que o café já faz parte da cultura portuguesa. E apesar de, atualmente, todo o tipo de café estar ao nosso alcance, nem sempre foi assim. A planta do café é originária da Etiópia e foi, nos primeiros tempos, usada como alimento. É apenas em 575 d.C. que passa a ser cultivada pelos árabes com o objetivo de a utilizarem na preparação de uma bebida. Segundo as primeiras referências, o café foi classificado na família dos evónimos e logo depois na família dos jasmins. Mais tarde, o café foi incorporado por Linneo e, posteriormente, por De Jussie, como pertencente à família das Rubiáceas, género coffea. A história mais generalizada atribui a descoberta das propriedades do café a um prior de um mosteiro cristão, no qual um pastor de cabras, de nome Kaldi, se teria apercebido de que os animais confiados à sua guarda, após terem comido de “uma certa planta” não podiam conciliar o sono e ficavam em grande

agitação. O prior certificou-se do facto e utilizando os grãos dessa planta fez beber a decocção obtida aos seus monges, os quais, graças a ele, ficavam mais despertos durante os ofícios religiosos da noite. A implementação da bebida para a Europa deu-se entre os anos 1600 e 1649 através do primeiro café público "Café Florian", em Veneza, que abriu em 1645. O café chegou pouco depois a França (1659), tendo o seu consumo expandindo-se rapidamente e em grande escala. As "casas de café" na Europa tornaram-se, desde então, lugares influentes, frequentados por artistas, intelectuais, mercadores, banqueiros, sendo um fórum para atividades políticas e desenvolvimento da sociedade. Em Portugal, a sua produção tornou-se num outro modo de exploração económica. No século XVIII, durante o reinado de D. João V, o café passou a ser produzido no Brasil, tornando-se num dos locais exportadores a nível mundial. Depois, passou a ser cultivado nas ex-colónias de Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe e, mais tarde, Angola. Inspirados pela moda dos cafés enquanto espaço de tertúlia, as cidades portuguesas passaram também a ter lugares que hoje em dia são autênticos museus e ícones da cultura espalhados pelo país. pub

pub


22

ESPECIAL

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

Bolo de bolacha com café

Ingredientes:

 400 g bolachas Maria 250 g Manteiga 200 g açúcar em pó 1 lata de leite condensado

1 copo grande de café pronto 2 colheres (sopa) de café solúvel 2 gemas bolacha esmigalhada para decorar

Preparação: - Misture muito bem os 200 g da manteiga com as gemas e o açúcar, até obter uma massa cremosa e homogénea. Reserve um pouco do café já pronto, adicione o restante ao creme de manteiga e misture novamente. - Passe as bolachas pelo café que reservou, disponha-as num prato, formando uma base em forma de flor, e cubra com uma camada de creme. Continue a formar camadas intercaladas de bolacha e café até terminarem. Cubra todo o bolo com o resto do creme e leve ao frio. - Leve ao lume o leite condensado com a restante manteiga e o café solúvel, previamente dissolvido em água. Retire e deixe arrefecer. - Retire o bolo do frio e cubra com o creme anterior. Decore com bolacha esmigalhada e sirva.

Ingredientes:

 200 g de açúcar 125 g de cacau em pó 125 g de chocolate em pó 80 g de manteiga 1,5 dl de café 8 claras Grãos de café para decorar

Preparação: - Peneire o chocolate com o cacau em pó. Adicione a manteiga amolecida e o café e envolva muito bem. - Bata as claras em castelo com o açúcar e envolva cuidadosamente com o preparado de chocolate. - Leve ao frigorífico por cerca de 1 hora e sirva decorado com grãos de café.

Nousse de chocolate e café


opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

Tudo sobre Beber café em Portugal é uma tradição. Paralelamente, surgiu um vasto número vasto de expressões que se aplicam a esta arte de saborear o café, que ganha diferentes nomes e expressões em cada região do país. De seguida, encontrará algumas delas.

Chávena Escaldada. O café pode ser feito utilizando a "chávena servido numa chávena maior. escaldada", que nada mais é do que ser servido na chávena muito quente. Para que o café seja servido dessa forma, é pre- Meia de Leite. A meia de leite é o café com leite servido numa ciso pedir. Se nada disser, o café será servido numa chávena chávena maior. Confere uma textura suave e sedosa ao café. um pouco menos quente. Galão. O galão é o café com leite servido no copo alto com uma Café expresso. O café expresso é aquele que normalmente é dose de café expresso e o restante completado com leite. servido por predefinição, sendo que a chávena é enchida até Garoto ou Pingo. É uma chávena de café com bastante leite e metade. pouco café. Por outras palavras, é o café curto ou italiana com Café curto ou Italiana. O café curto, também chamado de ita- leite. A expressão Pingo utiliza-se maioritariamente no Porto e liana, é aquele café que vem só o fundo da chávena coberto. o Garoto em Lisboa. Neste caso, enche-se a mesma até menos que a metade. Esse café é pedido, normalmente, pelos apreciadores de cafés com Bica ou Cimbalino. Na região de Lisboa, também se utiliza o termo Bica para pedir o simples café expresso. O termo "bica" sabor mais intenso, tendo em vista que é mais concentrado. significa “beba isso com açúcar”. Já no Porto o cimbalino, reCafé cheio. Ao contrário do café curto ou italiana, o café cheio é mete para o café tirado da diretamente da máquina importada aquele que enche a chávena de café praticamente por com- de Itália, "La Cimbali". pleto. É, portanto, consumido por aqueles que gostam do café Pingado. O café pingado é o café com umas gotas de leite frio. com um sabor menos forte. Café duplo. O café duplo é, como o nome evidencia, o dobro do Café com cheirinho. Este tipo café caracteriza-se por ter um café, mais precisamente é o café concentrado como o expresso toque de aguardente tipicamente portuguesa.

ESPECIAL

23

Mitos sobre o café O consumo de café, tal como de todas as restantes bebidas deve ser feito com moderação. No entanto, e como esta é uma bebida que já faz parte da cultura portuguesa, muitos foram os mitos sobre o café que surgiram ao longo dos anos. Confira alguns deles e esclareça as suas dúvidas. - Beber café faz mal à saúde. Beber café regularmente, entre 3 a 4 chávenas diárias, deve fazer parte de uma dieta saudável e equilibrada. Não causa efeitos adversos para a maioria dos adultos saudáveis e traz benefícios terapêuticos. - Beber café aumenta o risco de doença cardiovascular. O consumo moderado de café não está associado a um maior risco de problemas cardiovasculares tais como doenças e ataques cardíacos, arritmia ou hipertensão. Pelo contrário, vários estudos sugerem que o café pode ajudar a reduzir este tipo de patologia. - Grávidas não devem beber café. A recomendação é que as mulheres grávidas limitem a dose diária de cafeína para 200 a 300mg/dia, o que não significa eliminar o consumo. Desta forma, não há qualquer inconveniente em ingerir até duas chávenas, que correspondem a cerca de 80-100mg diárias de café. - O consumo de café vicia. A remoção de cafeína da dieta normal pode levar a sintomas temporários de abstinência em algumas pessoas, como dores de cabeça, que podem ser evitados por uma redução gradual da ingestão de cafeína. - Descafeinado é mais saudável do que café. O descafeinado é, na verdade, tão rico em antioxidantes quanto o café. pub


24

PUBLICIDADE

opiniãopública: 9 de janeiro de 2020

Profile for Editave Multimédia

Opinião Pública - 1444  

Edição nº 1444 de 9 de janeiro de 2020 do semanário regional Opinião Pública.

Opinião Pública - 1444  

Edição nº 1444 de 9 de janeiro de 2020 do semanário regional Opinião Pública.

Advertisement