Page 1

Edição mensal de Novembro de 2010 Ano V - Edição 54 | R$ 0,50 www.opedregulho.com.br Noroeste do Espírito Santo

Vereadores não respondem eleitor O panquense Alexandre Melquíades enviou carta aos vereadores questionando sobre os dois anos de mandato - Pág 5

Faltou planejar

WILSON CARIOCA

Com a obra da ponte parada há quase um mês, por causa do período eleitoral, pessoas de todas as idades, incluindo estudantes, do Córrego Paranazinho pagam pela falta de planejamento e têm que atravessar o rio a pé. Página 6.

WILSON CARIOCA

ADM coloca associação de costura para funcionar Mesmo com a força de vontade do grupo, empresário desiste parcialmente de Pancas e leva parte do maquinário para Mantenópolis. CIDADES, página 3

Obelisco é removido da pracinha

CDL sorteia Dia 4 começa R$ 10 mil no a novena de Pancas noel Santa Luzia

A voz do povo falou mais alto. A empresa responsável pela obra até tentou instalar a torre no meio da praça, mas o povo se reuniu e não deixou.

Este ano, assim como em 2008, serão cinco prêmios de mil reais e um super prêmio de R$ 5 mil. Confira a lista completa das lojas participantes.

A tradicional novena de Santa Luzia terá a presença de diversos padres da Diocese de Colatina. O bispo D. Décio Zandonadi fechará com missa no dia 13, dia da santa.

CIDADES, página 4

CIDADES, página 4

variedades, página 9

WILSON CARIOCA

Trilhão de Pancas Os aventureiros motociclistas desafiaram a gravidade no trilhão feito no local conhecido como Pastão, com vista panorâmica para a cidade. turismo, página 12


2

Jornal O Pedregulho - novembro de 2010

EDITORIAL

Pancas perdeu o bonde mais uma vez

É

triste ver que a cidade de Pancas está dormindo para o mundo. O desemprego na cidade faz com que jovens saiam de Pancas em busca de trabalho em outros lugares. Ver um empresário de outra cidade, do ramo têxtil, manifestar interesse em investir em Pancas é muito bom. Saber que ele trouxe máquinário para a cidade e mostrou disposição para treinar as pessoas é ótimo. Inclusive foi até criada uma associação de costureiras na cidade, para usar este maquinário. Ao todo, seriam gerados 68 empregos diretos, segundo estimativas da Agência de Desenvolvimento Municipal (ADM), que ao contrário do que muitos pensam não pertence à prefeitura. Quando lê-se seriam, é porque não serão mais. Mas por quê? Chegaram a Pancas 29 máquinas de custura. Porém, faltou espaço físico para que elas funcionassem. Depois de um tempo, o empresário colatinense que trouxe o maquinário para a cidade ameaçou levar todas as máquinas

para outra cidade, pois deixá-las paradas é perda de dinheiro. Então, a presidente da associação de costureiras se viu quase que na obrigação de conseguir um espaço para que pudesse funcionar pelo menos um pouco do maquinário. Por isso, preparou uma parte de sua casa para receber 12 máquinas, que estão em funcionamento e gerando 14 empregos. Mas o empresário de Colatina deu uma notícia para as costureiras: irá levar o restante das máquinas para Manenópolis. O motivo? Lá ele recebeu total apoio dos órgãos públicos para instalar a empresa naquela cidade. Foi oferecido pela prefeitura de lá espaço físico, energia, manutenção das máquinas e outras

vantagens gratuitamente por dois anos. E em Pancas, o que foi feito pelos órgãos públicos competentes para segurar a empresa na cidade? Em que mundo Pancas está? Como uma cidade que depende tanto de empregos pode praticamente recusar ofertas de trabalho desta maneira? Como será que os comerciantes de Pancas se sentem ao saber que tantos empregos escorreram entre os dedos da cidade e foram para uma cidade vizinha? Ainda mais agora, fim de ano, época de vender mais, tempo que todas as lojas se preparam para grandes vendas. P o v o d e Pa n c a s , ACORDA! Não se pode admitir que o desinteresse e a negligência tome conta da cidade. Mais uma vez o

bonde passou e a cidade não o pegou. Enquanto outros municípios guerreiam para ter empresas geradoras de renda, Pancas parece não querer isso. Já passou da hora de o município parar de depender da renda da prefeitura ao final de cada mês. Pense: por que em Pancas não são aprovadas Leis de incentivo fiscal para atrair indústrias para a cidade? O município não apresenta nada de novo para sua população, que parece ter se acomodado com a situação. No dia primeiro de setembro, por exemplo, a ADM promoveu um evento e convidou todos os secretários municipais, vereadores, prefeito e outras autoridades. Apenas dois vereadores apareceram, e

do metrô de São Paulo eram identificadas. Foram usados nomes de animais com pseudônimos. Desta forma, Celso virou abelha e por aí se vai. O curioso é

que tal fato vem ocorrendo desde 1994, ano que deu início a contínua sucessão de governantes do PSDB naquele estado. Será que nesse processo alguém

virou veado? Também, o que mais podíamos esperar de um partido político cujo símbolo é um tucano?! -----

na porta, principalmente, dos moradores da esquina. E a cada chuva só resta pegar uma enxada e limpar a frente da casa, já que se for esperar pelo pela limpeza pública vai ficar na lama. Não é problema difícil para ser resolvido. O

ex-prefeito André Cardoso até já tinha a solução e até comentou com os moradores o que iria fazer, só que faleceu e o bairro sente saudades do prefeito ou autoridade no bairro, aliás, não só o bairro sente saudade mas toda a cidade.

César Có, Vitória-ES

BRONCAS DO MÊS

Lama ou Lírio dos Vales? Os moradores da Rua Jade, no bairro Lírio dos Vales, que sofreram com a falta de calçamento, tinham um sonho: ver a rua calçada. E graças a união dos moradores e a boa vontade da prefeitura da época o sonho se realizou. A realização do sonho dos

Seriam. Não serão mais. Por quê? Negligência, talvez. O que a empresa precisava era de espaço físico e condições para instalação do maquinário. Mantenópolis fez isso. E levou junto emprego e renda para aquela cidade. ACORDA, gente. Pancas precisa de empregos. Precisa de melhor qualidade de vida. O que não deixa desanimar são brilhantes trabalhos feitos por grupos como o da ADM, CDL, CERP, CECIP e tantos outros, que com certeza amam esta cidade e querem o bem dela de verdade. Estes e outros grupos com amor verdadeiro pela cidade é que farão um município melhor. A união dessas pessoas de bem é que fará Pancas crescer. Não se pode depender apenas da política para desenvolver, até porque... Mas é hora de sacudir a poeira, erguer a cabeça e começar a enxergar o que acontece no município. As pessoas de bem precisam se unir e pensar em melhorar a cidade por si próprias. Assim, e somente assim, Pancas trilhará os caminhos do progresso.

OPINIÃO

CARTA DO LEITOR As últimas notícias veiculadas nos telejornais de todo o País dão conta da forma com que as pessoas envolvidas no esquema de desvio de verbas das obras

por pouco tempo. E o objetivo da reunião era discutir formas para criar leis de incentivo à geração de emprego e renda. Já calculou quanto dinheiro a cidade perde com a perda de empregos como estes? É só refeletir e calcular. Em torno dos seis meses de funcionamento, segundo seu dono, a empresa, com 34 funcionários, geraria um lucro de cerca de R$ 28 mil por mês em turno único. Em dois turnos, este valor sobe para quase R$ 60 mil, que deixariam de circular na cidade por mês. E uma fábrica para funcionar, precisa comprar materiais de higiene e limpeza, papelaria, lanches, cafezinho, pães, equipamentos, entre outros. Comerciante: você que luta o dia todo, trabalha forte para garantir o sustento de sua família, como você vê a cidade deixando de circular tanto dinheiro todos os meses? Outra situação: com o crescimento da associação, estava previsto dentro de um anos incrementar o serviço e, até o final de 2011, cerca de 130 empregos seriam gerados.

moradores se transformou em pesadelo para alguns moradores da Av. José Nunes de Miranda, onde as duas fazem esquina. Acontece que as águas que descem a Rua Jade trazem muita lama, já que o calçamento termina em um morro. A lama para

Bagunça no Conselho Regional de Turismo Márcio Carreiro marcio@amoapancas.com

N

ada ficou decidido na reunião do Conselho Regional de Turismo, acontecida em Colatina na tarde do dia 23 de novembro. A confusão começou a ser formada na parte da manhã, quando algumas pessoas escolhidas a dedo, dentre elas secretários e autoridades políticas dos nove municípios da região Doce Pontões Capixabas. Este grupo se reuniu isoladamente e foi formada a chapa que, no entendimento deles, seria a única a ser apresentada na reunião marcada com os municípios a tarde. Após o início da reunião da tarde, já com todos os municípios devidamente representados, a então “chapa única” se apresentou já querendo ser eleita. Porém, houve mobilização de um pequeno grupo de pessoas, que aumentou com o tempo, sobre um movimento suspeito.

O que a diretoria queria, de fato, era se lançar e os outros cidadãos permanecessem “tímidos”, sem se manifestar, e, então, o grupo seria eleito. O argumento é simples: a maioria absoluta dos 81 representantes (nove de cada cidade) não conhecia o estatuto, que ainda nem tinha sido aprovado. Resultado: queriam fazer a eleição da diretoria sem antes aprovar o estatuto em assembleia geral. Assim, uma das pessoas presentes, que trabalha com turismo há mais de 30 anos, e não se sabe o porquê não conduziu a assembleia, pediu a palavra e fez com que o grupo chegasse a um concenso: adiar a escolha da diretoria. Certo mesmo é que ainda bem que este grupo se manifestou. E possivelmente a nova diretoria será escolhida na próxima reunião, dia 14 de dezembro. Tomara que os escolhidos não tenham apenas ambições individuais.

EXPEDIENTE O Pedregulho Ltda Rua Jade, nº 5, Lírio dos Vales CEP 29.750-000 - Pancas - ES CNPJ: 08.239.237/0001-31 Diretor Wilson Carioca wilbat@opedregulho.com.br Editor Márcio Carreiro Fernandes marcio@opedregulho.com.br

Comercial Augusto Schmidt augusto@opedregulho.com.br (27) 9900.1760 Colaboração Antônio Cláudio Marchesini E-mail contato@opedregulho.com.br Edição online www.opedregulho.com.br

Circulação: Pancas, Alto Rio Novo, Mantenópolis, Águia Branca, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, Colatina, Governador Lindemberg, Marilândia, Baixo Guandu e Cuparaque-MG. Impressão: Gráfica Cricaré: Rua Santa Cruz, 148, Centro, Nova Venécia - ES Tiragem: 2 mil exemplares Envie elogios, críticas e sugestões e ajude a fazer um jornal cada vez mais com a cara da cidade


Jornal O Pedregulho - novembro de 2010 3

CIDADES COMPETÊNCIA

A Agência de Desenvolvimento Municipal de Pancas corre atrás da geração de empregos e renda e do progresso do município

ADM coloca associação de costureiras para funcionar Márcio Carreiro marcio@amopancas.com

A

Associação de Costureiras de Pancas começou suas atividades com 14 pessoas trabalhando diretamente na produção, usando 12 máquinas. Porém a quantidade de associados é maior e falta espaço para que mais empregos diretos sejam gerados. A associação foi fundada

Cláudio diz que falta espaço para gerar mais empregos

há algum tempo, mas só começou a funcionar porque sua presidente, Ana Cláudia Cosme Silva Belo, fez um investimento em sua casa e conseguiu colocar algumas máquinas no local. O grupo conseguiu uma facção de jeans de uma empresa de Colatina. Mas Segundo o diretorpresidente da Agência de Desenvolvimento de Pancas (ADM), Cláudio Cosme da Silva, a ADM busca por mais empresas para investir na cidade. “Já entramos em contato com empresas que manifestaram interesse em investir. Nosso problema é a falta de espaço. Queremos gerar empregos diretos e indiretos aqui. Esse é o papel da ADM, promover o desenvolvimento social e econômico de Pancas”, afirmou Cláudio.

WILSON CARIOCA

EMPREGOS

14 68

Empregos diretos são gerados hoje na atuação situação da associação de costureiras.

A presidente da Associação de Costureiras de Pancas, Ana Cláudia, abrigou as máquinas em sua casa

Cibrazem é a solução O prédio que em Pancas é chamado de Cibrazem (Companhia Brasileira de Armazenamento), no bairro Vila Nova, parece ser local ideal para a ampliação dos serviços de costura. Como já foi relatado, a presidente da associação, Ana Cláudia, disponibilizou um espaço de sua casa para começar as atividades da associação. Ela se viu obrigada a tomar tal atitude porque o empresário ameaçou tirar as máquinas de Pancas, já que estavam paradas, e

levá-las para São José, em Mantenópolis, onde já possui algumas máquinas em funcionamento. E o empresário colatinense cumpriu sua promessa: anunciou para as costureiras que levará as máquinas para Mantenópolis, pois lá a prefeitura garantiu, por dois anos, despesas como aluguel, energia e, inclusive, manutenção para o maquinário. Mas as máquinas que já estão na casa de Ana Cláudia continuarão por lá

É a estimativa da Agência de Desenvolvimento Municipal de Pancas para o número de pessoas que trabalhariam caso o empresário fosse manter o maquinário na cidade.

e outras 17 seguirão para diretamente nas mãos do goMantenópolis. vernador Paulo Hartung, em julho, quando ele esteve em Pancas entregar uma série de Burocracia O espaço do Cibrazem equipamentos do Programa ainda não foi utilizado por Estadual de Fortalecimento um detalhe: existe um con- da Agricultura Familiar, o trato entre o Governo do Pronaf Capixaba. Estado e a Prefeitura de O documento solicitava Pancas e uma das cláusulas que houvesse uma alteração estabelece que a prefeitu- contratual e que a prefeitura ra não pode ceder o espa- pudesse ceder o espaço para ço para terceiros, ou seja, que a ADM desenvolvesse dinem para a ADM nem para versos projetos que carecem qualquer outra associação. apenas de estrutura física. Porém, Cláudio Cosme da A expectativa é que o Silva fez um requerimento contrato seja alteradoaté em nome da ADM e entregou o final de dezembro.


4

Jornal O Pedregulho - novembro de 2010

a voz do povo

O monumento foi retirado da praça graças à pressão popular

“Obelisco” é removido da pracinha Márcio Carreiro marcio@amopancas.com

O

“Obelisco”, obra publicitária colocada na bem no meio da entrada da pracinha central de Pancas no início de novembro, não resistiu à pressão popular e foi removido do local pela mesma empresa que o instalou. Quando a obra começou a ser feita na praça,

O novo local escolhido foi a entrada da cidade. ESTÍMULO

Foto: Márcio Carreiro

Repercussão Com tamanho apelo popular, a matéria não merecia outro local senão a capa. Assim que o jornal iniciou sua circulação os comentários dos moradores ganharam ainda mais força. No dia seguinte, autoridades municipais se reuniram para decidir o futuro da torre. A ficou decidido que entrariam em contato com a empresa responsável para que o “Obelisco” fosse retirado da pracinha.

Prêmios servem de incentivo para os moradores comprarem no comércio local

R$ 10 mil no PancasNoel Márcio Carreiro marcio@amopancas.com

O

LOJAS PARTICIPANTES

Pancas Noel já co- COMPRE E PEÇA SEU CUPOM meçou e mais uma Confira as empresas que aderiram à campanha vez, a Câmara de sede n Polar Móveis e Eletrodomésticos; Dirigentes Lojistas de n Açougue Beira Rio; Pancas - CDL - está a fren- n Armarinho Andrade; n Posto Cordilheiras; te da campanha. Ao to- n Beatriz Calçados; n Ronan Móveis e do, são 53 lojas filiadas à n Casa dos Computadores; Eletrodomésticos; CDL participam do even- n Cássio Moto Peças; n Saúde Farma; to, que este ano sorteará n Castellar Móveis e n Silvaton Material de R$ 10 mil em dinheiro aos Eletrodomésticos; Construção; participantes, sendo cin- n Center Farma; n Supermercado Gonçalves – co prêmios de mil reais e n Constrular Material de Multimarket; o prêmio final de R$ 5 mil. Construção; n Supermercado Pague Menos; Para participar basta n Cravo e Canela; n Supermercado Vieira; comprar nas lojas que ade- n Dupasso Calçados; n Yara Confecções. riram à campanha, preen- n Eletrocell; cher o cupom e depositá- n Eliane Cosméticos; LAGINHA n Carolina Presentes; lo nas urnas de coleta, nas n Eva Modas; próprias lojas. Lembrando n Farmácia do Cici; n Drogaria Evefarma; que cada loja estabelece n Hemacon Material de n Farmácia Vitória; o limite mínimo para enConstrução; n Henke Mercearia e Material de tregar os cupons a seus n J.P. Foto Cine; Construção; clientes. n Jane Luchi; n K.S. Irrigações; O objetivo da campa- n Janine Móveis e n Mercearia Favoretti; nha é fortalecer o comérEletrodomésticos; n Mercearia Kalk e Kalk; cio e estimular que os n Lilian Modas; n Mercearia Paião; panquenses comprem os n Lu Modas; n Mercearia Ragassi; presentes de final de ano n Ludjan Presentes; n Motopan; nas lojas da cidade. n Marissa Calçados; n P.A. Acessórios; Assim, são gerados mais n Mataveli Material de n Posto Elisa; empregos e a circulação Construção; n Souza Material de Construção. de dinheiro na cidade au- n Mercearia Almeida; n Supermercado Brune. menta, sem contar no au- n O Baratão; mento na geração de im- n Panciagro; VILA VERDE n R.G. Silva e Eletrodomésticos; postos, retribuídos para a n Pansfértil; construção de uma cida- n Papelaria Rogu’s; n Supermercado Santo Antônio. de melhor.

ADM promove “Natal + feliz” A Agência de Desenvolvimento de Pancas (ADM) fez uma parceria com a CDL para estimular a arrecadação de brinquedos e alimentos para que estes sejam doados às famílias mais necessitadas do município. “Com essa iniciativa queremos ajudar as pessoas que mais precisam”,

WILSON CARIOCA

os moradores já manifesDiversos moradores ese taram sua indginação e o reuniram na praça e não jornal O Pedregulho recepermitiram que a torre fosse beu e-mails e telefonemas instalana em outro ponto da de panquenses revoltapracinha. A força do povo foi dos com aquela obra, sunovamente comprovada com gerindo que o jornal fizesmanifestação pacífica. Resulse uma reportagem sobre tado: a praça agora não está o assunto. mais com a torre. FOTO: CARIOCA Assim, o jornal ouviu várias pessoas, que opinaram sobre a tal obra. Quase todos os entrevista- de que ela atrapalhara a dos foram contrários a ins- entrada da na praça, tamtalação, com argumentos pava a visão da igreja e outros.

afirma o diretor-presidente da ADM, Cláudio Cosme da Silva. Serão aceitos alimentos não perecíveis, roupas e brinquedos, que serão distribuídos em parceria com o Clube de Esportes Radicais de Pancas (CERP). Quem quiser contribuir pode fazer sua doação diretamente na CDL ou em

uma das lojas participantes da campanha Pancas Noel 2010. “Quanto mais alimentos forem doados maior o número de pessoas beneficiadas. Por isso, pedimos a colaboração de todos. Se cada um fizer a sua parte todos serão beneficiados”, finalizou o diretorpresidente da ADM.

A união fez a força Na manhã do dia 10 de novembro, chegou em Pancas o representante da empresa responsável pela instalação da torre publicitária na Praça João XXIII. Sua intenção era retirar o objeto dali e colocá-lo no meio da Praça. Logo que começou a movimentação para retirar o “Obelisco” da entrada da praça, os leitores do jornal entraram

PEDREGULHOS NOVIDADE

AmoPancas renovado

Para quem ainda não viu o site AmoPancas.com está de cara nova. Agora como o formato de blog, o conteúdo é atualizado com mais frequência e é possível que os internautas deixem seus recadinhos no fim de cada texto.

parabéns

6 anos no ar

Só para não passar em branco, o site AmoPancas completou no dia 15 de outubro seis anos de existência, levando notícias de Pancas a todos os cantos do planeta.

SÉRIE A

Bahia de volta A Série B do campeonato brasileiro deste ano teve as quatro equipes que voltarão à elite definidas apenas na última rodada. O Coritiba, que caiu ano passado, não decepcionou sua torcida e foi o campeão da segundona. A segunda equipe a garantir vaga foi o Figueirense, também da região Sul do Brasil. O Bahia está de volta, depois de sete anos. A última vaga ficou com o AméricaMG. SÉRIE c - 2011

Rebaixados A vida do América de Natal, Ipatinga, Santo André e Brasiliense, em 2011, não será fácil. As quatro equipes caíram para a série C. Mesmo assim, estão melhor do que qualquer time do Espírito Santo, que só consegue inserir um time na série D do Brasileirão porque possui uma vaga garantida para o Estado, porque se depender da bolinha jogada por aqui...

imediatamente em contato com o diretor do jornal, Wilson Carioca, que rapidamente se deslocou até a praça. O representante da empresa foi informado que Wilson estava na praça e logo chegou para ele, mostrando O Pedregulho. “Faltou ética ao jornal aqui, né (sic)”, disse referindo-se a matéria feita pelo jornal. Carioca retrucou:

“Quem é você para falar de ética comigo? Você sai lá da sua cidade, vem poluir o visual da pracinha da minha cidade, não pede a opinião de ninguém e vai falar de ética?” Após conversarem, Carioca entrou em contato com várias pessoas, que se mobilizaram, foram até a praça e impediram que o “Obelisco” fosse instalado no local. E deu certo.

NOVIDADE Braile e libras fazem parte do acervo

Biblioteca agora tem acervo para deficientes visuais e auditivos Márcio Carreiro marcio@amopancas.com

A

biblioteca municipal de Pancas recebeu um acervo de 75 livros em braille¹ e 20 DVDs na linguagem de libras². A coordenadora de projetos da biblioteca, Cassiana Verdam da Silva, disse que teve essa iniciativa porque percebeu a necessidade de se adquirir esse material para a biblioteca, já que no município há pessoas com essas necessidades e que frequentam a biblioteca. “Não podemos nos omitir e simplesmente achar que essas pessoas não existam. Elas existem sim e fazem parte do nosso dia a dia. Quero ver uma criança que não ouve se emocionar ao ver um DVD de historinha infantil contado em libras. Isso é gratificante”. afirmou a coordenadora Segundo Cassiana, conseguir o material não foi fácil, mas ela insistiu pois sabe das dificuldades em adquirir esses materiais, que possuem alto custo. “Entrei em contato com alguns institutos, ONGs, empresas e Governo Federal e 14 meses após o primeiro pedido recebi um acervo em braille do Instituto Benjamim Constant e no dia 3 de novembro recebi um acervo em libras do Instituto Nacional de Educação para Cegos. Tudo gratuito! Está aprovado que precisamos buscar e encontrar meios para trazer benefícios para o

DEFINIÇÃO 1 - BRILLE

É um sistema de leitura com o tato para cegos inventado pelo francês Louis Braille no ano de 1827 em Paris. 2 - LIBRAS

A Língua Brasileira de Sinais é a língua de sinais (língua gestual) usada pela maioria dos surdos dos centros urbanos brasileiros e reconhecida por Lei 10.436, de 2002.

nosso município” disse. Os livros e DVDs estão em fase de cadastros para que as pessoas com necessidades visuais e auditivas possam usar o material. “Enviei oficio a todas as escolas e estas estão me respondendo o número de alunos com deficiência e qual tipo de deficiência, a idade, série... tudo é importante saber”, disse Cassiana. “Agora, o próximo passo é capacitar uma funcionária da biblioteca para trabalhar com o material. Mas enquanto isso os professores que são capacitados podem utilizar a vontade. O material está na biblioteca e pode ser apreciado por todos” finalizou.

DOAÇÕES LIVROS E DVDS

O acervo foi doado pelo Instituto Benjamim Constant e pelo Instituto Nacional de Educação para Cegos.


Jornal O Pedregulho - novembro de 2010 5

CIDADANIA Correspondência enviada pelos Correios questiona vereadores sobre os dois primeiros anos de seus mandatos

Os nove vereadores de Pancas, até o fechamento da edição do jornal, não responderam à carta enviada pelo cidadão Alexandre Melquíades sobre a legislação do biênio 2009/2010

“Eles NÃO responderam” Márcio Carreiro marcio@amopancas.com

O

panquense Alexandre Melquíades env iou uma carta endereçada a todos os vereadores da Câmara Municipal de Pancas solicitando que eles, individualmente, respondessem à seguinte pergunta: “O que foi realizado pelo senhor, como vereador, nestes dois anos de mandato (2009/2010)? Na carta, Alexandre pede que a carta seja apresentada a todos os vereadores, sem exceção, e que esta resposta fosse dada individualmente pelos vereadores. Para receber a resposta, Alexandre deixou seu e-mail de contato e também seu endereço residencial e estabeleceu o prazo de 10 dias para receber as respostas. “Senhores vereadores, desde já adianto que não pertenço a partido político algum. Infelizmente minha esportes

cidade não traz boas oportunidades a jovens como eu, em busca de bons empregos e estudo de qualidade. O objetivo deste documento nada mais é que saber se os senhores estão fazendo jus ao cargo que ocupam. Peço a gentileza destas respostas pois acredito eu, ter esse direito, uma vez que os ajudei a ocuparem este cargo”, diz o trecho final da carta. Alexandre se mostrou decepcionado com a omissão: “Eu tinha muita esperança nessa galera. Poxa, cinco novos vereadores. Não teve muita promessa na última eleição, mas sim muita conversa. Todos falavam com inteligência, sem prometer algo que não poderiam cumprir. Pareciam sinceros, entende? Tudo papo furado”, disse Alexandre. E seu desabafo continuou: “Na verdade os políticos hoje criaram uma nova forma de conquistar votos. Não prometendo, mas tentando ser um espécie de

amigo, sabe? E na verdade é tudo farinha do mesmo saco. É por isso que cada vez mais admiro o André. Não era amigo de ninguém e trabalhava muito. Os vereadores de hoje são o contrario. São populares, mas não apresentam serviço”. Alexandre mostrou-se muito decepcionado, inclusive com o seu candidato. “Eles não responderam. Eu não acreditava que eles fossem responder. Na verdade, esperava que meu candidato respondesse. Ele me conhece muito bem e sabe que votei nele, mas...”. Perguntado se vai mandar a carta também para a Prefeitura, Alexandre disse: “Acho que vou mandar a carta também. Acho que é meu dever. Devo cobrar quem ajudamos a ocupar cargos publicos. O eleitor deve ter o pensamento de cobrança a todo momento. Se tds fizessem algo semelhante pancas estaria melhor”, finalizou.

Respostas Até o fechamento da edição de O Pedregulho nenhum vereador se manifestou e enviou as respostas ao leitor. Devido ao fechamento próximo à data limite da carta, o jornal não entrou em contato individualmente com os nove vereadores e, por isso, não publicou nesta edição o porquê de nenhum deles não ter respondido à carta ao cidadão Alexandre. Porém, para a próxima edição, já há espaço

destinado aos vereadores para que estes possam esclarecer para Alexandre e todos os eleitores de bem de Pancas como anda o trabalho deles na cidade. É bom destacar também que aqueles vereadores que desejarem responder a esta simples pergunta deverão enviar a resposta diretamente para o eleitor Alexandre e, se quiserem, poderão manifestar sua opinião também para o jornal, através do email contato@opedregulho.com.br.

LEIA MAIS internet

Se você quiser baixar o documento na íntegra visite o site www.AmoPancas.com e procure no menu Notícias. AVISO DE RECEBIMENTO

O documento foi enviado pelos Correios no dia 10/11 e retirado dia 16/11. Quem quiser conferir é só visitar o site dos Correios e procurar o número de registro RJ398035971BR.

Processo corre sob segredo de justiça A denúncia de corrupção feita em sessão na Câmara e publicada na edição 52 de O Pedregulho por enquanto ainda não teve resultados. Porém, o inquérito com as pessoas diretamente envolvidas e as testemunhas continua. Para quem não se

lembra, o vereador Juarez Carlos Giles disse que nunca viu tanto dinheiro sendo ofertado para ele e para seus amigos vereadores. Na ocasião, acontecia a eleição para o novo presidente da Câmara, vencida pelo grupo do futuro presidente, Marcos Mataveli. Como são nove os

vereadores, a Câmara dividiu-se em dois grupos, um com cinco e outro com nove pessoas. A população de Pancas aguarda pelo resultado da investigação para saber quem são os verdadeiros culpados e de onde saiu o dinheiro usado na tentativa da compra de votos.

Agora os esportes coletivos e individuais foram privilegiados

ADM funda nova associação em Pancas Márcio Carreiro marcio@amopancas.com

N

asceu em Pancas uma associação, com total apoio e incentivo da Agência de Desenvolvimento Municipal de Pancas (ADM) e pelos esportistas em geral. A assembleia de fundação do Clube de Esportes Coletivos e Individuais de Pancas, CECIP, aconteceu no dia 3 de novembro, com a presença de diversos segmentos da sociedade panquense, o que contribuiu com novas ideias e reflexões sobre múltiplas informações, com objetivos e metas de construir um esporte sólido a toda comunidade. O presidente eleito por unanimidade, Bráulio José Corrá, ex-diretor de esportes e lazer de Pancas e professor de educação física, relatou que os esportes e as atividades físicas em geral desenvolvidas pela CECIP têm muito a desempenhar de forma positiva, com o apoio dos associados, autoridades locais, escolas públicas e privada. Dessa maneira a produção de eventos esportivos, criação de escolinhas esportivas de quadra, campo, lutas, etc.,

A assembleia de fundação da CECIP aconteceu na noite do dia 3 de novembro no auditório da Secretaria Municipal de Educação

devem ser parceiros dos apoios citados anteriormente, integrados na prática com diversas finalidades que proporcionem a auto-estima e empenho dos envolvidos. Dentre as muitas finalidades a CECIP destacamse promover o desenvolvimento dos esportes em geral e a educação física desportiva e oferecer aos associados e toda comunidade recreação e lazer, assegurando-lhes a possibilidade de atividades

esportivas, amadoras e profissionais e desenvolver atividades sociais. ‘‘A disposição de cada um faz a união de todos”, filosofou Bráulio. Na fundação, a CECIP foi enaltecida como um grupo unido, coletivo e cooperativo pode atingir os sonhos e ideais, “pois o esporte em si não alcança o topo de conquistas se não houver planejamento, amor, companheirismo e organização”, finali- Bráulio José Corrá foi eleito zou Bráulio. presidente por unanimidade

Presidente elogia trabalho da agência O presidente da CECIP, Bráulio José Corrá, deu grande importância ao trabalho desempenhado pela ADM na fundação da associação. “A ADM contribuiu na construção do projeto e na elaboração do estatuto. E já começamos o planejamento para melhorar nossa captação de recursos num futuro próximo”, afirmou o presidente.

“A CECIP vai trazer oportunidade para os jovens praticarem esportes. Temos o objetivo de combater as drogas, fazer intercâmbios com outros municípios, enfim, vamos trabalhar para formar atletas profissionais e cidadãos de bem. Neste fim de ano mesmo vou ao Rio de Janeiro buscar informações e intercâmbios”, finalizou Bráulio.


6

Jornal O Pedregulho - novembro de 2010

CAPA

Pof falta de planejamento, alunos, professores e cidadãos do Córrego Paranazinho atravessam dentro d’água do rio

Isolaram o Paranazinho Wilson Carioca wilbat@gmail.com

O

Córrego Paranazinho está isolado. Uma ponte que está sendo construída sobre córrego de mesmo nome, pela Prefeitura Municipal de Pancas, em convênio com Secretaria de Agricultura do Espirito Santo, está parada há quase um mês. E a culpa é da burocracia, segundo os responsáveis. Após conversar com o encarregado da conta-convênio, Sr. Luismar Almeida e a Srª Rivanilva Pires de Oliveira, o Engenheiro da Prefeitura Sr. Teixeira, o Prefeito Luiz Schumacher e o Sr. Armando (de Governador Valadares), responsável pela empresa executante da obra, as mesma explicações foram ouvidas. Segundo informaram o atraso se deu em função do período eleitoral, pois a legislação não permite o repasse de verba durante período eleitoral. Segundo informou o engenheiro, “ o pagamento é feito por etapas. Concluída a primeira etapa, procedo a inspeção da obra e se tiver tudo certo o pagamento é liberado”, disse ele. O pagamento da primeira parcela foi feito no dia 29 de outubro, conforme documento mostrado pelo setor responsável, que se negou a fornecer uma cópia para publicação. A empresa não continuou a obra, juntou o seu pessoal

e foi embora sem explicações. O que houve realmente não foi informado por nenhuma das partes. Contudo o resultado é bem visível: crianças, pessoas idosas, professoras e toda a uma comunidade, que conta com mais de cem residências, se veem obrigados a atravessar dentro d’água para irem a escola, ao comércio ou ao hospital. Outra opção é subir uma serra, escorregadia, que aumenta o percurso em quase dois quilômetros. Será que esta lei é nova? Será que a empresa não sabia que precisaria das vigas, após a conclusão da primeira parte? Ou será que o Prefeito, junto com seu staff, não poderiam prever todo o transtorno que vem causando a comunidade, com prejuízo para todo o município? O que faltou realmente? As vítimas sabem: foi planejamento. Se todos esses agentes acima, responsáveis pelo caos, erraram, a comunidade também teve a sua parcela de culpa na escolha do desvio, cedido gentilmente pelo proprietário da fazenda onde a obra é realizada. O desvio deveria passar junto a um campo de futebol ali existente, contudo, isso iria prejudicar, segundo eles, a grama, embora o desvio ficasse há mais de 100 metros do campo, impediram que o mesmo fosse construído no

local. O resultado foi outra opção oferecida: um carreador de café, com inclinação de mais de 40º, que mesmo em tempo seco só passa carros com tração nas quatro rodas, imagine com chuva? Esse desvio, que além de aumentar o

percurso e danificar o carreador da propriedades, se tornou intransitável com as chuvas e o ônibus escolar acabou retido no percurso. Parece que a grama e as pendengas da política valem mais do que as crianças e idosos que

precisam da estrada. Em conversa com o Sr. Armando, por telefone, ele informou que ainda esta semana, acabará com sofrimento. As vigas serão colocadas permitindo assim a volta a normalidade. As famílias e aos

agricultores só restam pedir a Deus que protejam seus filhos e que não os deixem esquecer do que estão passando quando a próxima eleição municipal chegar (2012).

WILSON CARIOCA

Alunos do Córrego Paranazinho que estudam na cidade passam dentro do rio para chegarem a suas casas

Empresários do agroturismo ficam no prejuízo O vale do Córrego Paranazinho é uma região com grande potencialidade para a exploração do agroturismo. Cenário exuberante e belo, além de água em abundância. Foi visualizando tudo isso que o Sr. Jorge resolveu investir no setor. O negócio deu certo e o local virou point

das famílias de Pancas e cidades mineiras que divisam com o município. Tudo ia bem, mas com a falta do acesso provocada pelo atraso da obra da Ponte sobre o rio, ele agora amarga altos prejuízos e viu sua clientela desaparecer no descaso das autoridades responsáveis pela

infra- estrutura municipal. Em conversa por telefone ( já que não há como chegar de carro) com a esposa do Sr. Jorge, Dona Elizete, disse que “a queda da clientela é superior a 85% e que mesmo com o término da obra vai levar certo tempo para o cliente retornar sem contar que

alguns nem voltam”. Outra que também ficou no prejuízo foi a senhora Natália Lourenço, que ao voltar dos Estados Unidos também apostou no setor e recentemente abriu um bar no sítio de seu pai. Não chegou nem a se firmar e viu escoar pelo ralo seus sonhos.


Jornal O Pedregulho - novembro de 2010 7

ZONA RURAL

Campo terá ensino de qualidade

AmoPancas Márcio Carreiro Fernandes marcio@opedregulho.com.br

A força do povo O “obelisco” caiu. E foi por vontade popular. Quando a obra começou a ser feita na entrada da Pracinha muita gente questionou aquele “monumento”. Em poucos dias, ele estava de pé, imponente. E em outros poucos dias ele estava no chão, derradeiro. Graças ao povo panquense que manifestou sua indignação. É como diz o ditado: “A voz do povo é a voz de Deus”. ADM O trabalho da Agência de Desenvolvimento Municipal de Pancas está de tirar o chapéu. Recentemente, a instituição começou a reunir cidadãos para desenvolverem projetos em prol do município. Diversas ideias já surgiram. Em 2011, a agência pretende fortalecer o grupo e desenvolver diversos projetos para o progresso de Pancas. Só um detalhe: o trabalho feito pelos cidadãos, inclusive o presidente, Cláudio Cosme da Silva, e sua esposa, Wélida, é volutário. Projeto simples Por falar em projetos da ADM, vai uma dica pessoal: poderia haver em Pancas, nas praças, mesas para as pessoas jogarem partidas de xadrez ou damas, esportes que trabalham o lado intelectual das pessoas. E não vão gastar muito dinheiro para fazer tais mesinhas. Fluminense O brasileirão está perto do fim. Faltando apenas uma rodada, o Fluminense está muito perto de ser campeão. Na última rodada, a equipe enfrenta o já rebaixado Guarani. O Flu, com 68 pontos, precisa apenas vencer. O Corinthians vem logo atrás com 67. Ano passado o campeão foi o Flamengo. Será que o futebol carioca está voltando aos tempos de glória? Se sim, a família Melquíades agradece.

Presidente assina decreto que irá mudar a Educação do Campo

Certa vez fui de carona com um amigo de Vitória para Pancas. Como ele não conhecia a cidade, em certos trechos, ele reduziu a velocidade e em determinados pontos ficou abaixo da velocidade mínima permitida na rodovia. Um perigo. Não pode Não é possível que os alunos do Córrego Paranazinho estejam atravessando dentro do rio para ir e voltar para a escola, na cidade. Isso é no mínimo falta de planejamento. Já que iria ficar sem dinheiro, por que não improvisar uma pinguela? Natal mais feliz Já começou a campanha Natal mais feliz, promovida pela CDL, ADM e O Pedregulho. Toda a arrecadação será doada para famílias carentes de Pancas. Trinoel Outra atitude louvável vem do Clube de Esportes Radicais de Pancas (CERP). O grupo de motociclistas começou dia 27 de novembro a correr a cidade em busca de alimentos e brinquedos, que também serão doados aos mais necessitados. É de atitudes como essa que uma cidade precisa.

Cobrança Os leitores sugeriram e O Pedregulho, a partir da próxima edição, terá uma seção para levar ao conhecimento dos leitores as reivindicações dos moradores da cidade. O jornal entrará em contato com as autoriFotos antigas Uma seção que vem fa- dades políticas competentes zendo sucesso no site e chegará a um prazo para a AmoPancas.com é a de fo- solução do problema. tos antigas. Os internautas sugeriram e o site começa a Retrospectiva publicar com mais frequênO Pedregulho e o sicia fotos do estilo, especial- te AmoPancas preparam mente fotos de times futebol. uma retrospectiva 2010 de Porém, o acervo é pequeno. Pancas. O conteúdo será Se você possui alguma foto postado na próxima ediantiga e quer publicá-la no ção do jornal e no site. A site é só entrar em contato cobertura online permitique será publicada. rá inserir mais fotos, vídeos e conteúdo multimídia. Má conservação Sempre que passo pelas Festa 2011 rodivias que ligam Pancas a Já começam os boatos Alto Rio Novo ou da Cidade sobre quem tocará na fesPoesia até o trevo de Ângelo ta da cidade em 2011. Um Frechianni noto uma coisa: o dos nomes citados é o do asfalto está cada vez pior e a cantor Leonardo. Mas, cosinalização não é adequada. mo disse, ainda é boato.

Se quiser sugerir algum assunto envie um e-mail para marcio@opedregulho.com.br. Aqui serão tratados assuntos diversos sobre Pancas.

O

presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, assinou no início de novembro um decreto que regulamenta políticas públicas voltadas para a Educação no Campo e também o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). “Este decreto sinaliza a organização não apenas de políticas publicas federais para a educação no campo, mas vai acabar organizando também o trabalho feito em estados e municípios”, declarou o ministro da Educação, Fernando Haddad. O decreto atribui ao governo federal a responsabilidade de criar e implementar mecanismos que assegurem a manutenção e o desenvolvimento da educação na área rural. Segundo o decreto, a educação no campo compreende da creche à graduação e a oferta é de responsabilidade compartilhada da União, estados e municípios. Propõe o enfrentamento de quatro problemas: redução do analfabetismo de jovens e adultos; fomento da educação básica na modalidade jovens e adultos integrando qualificação social e profissional; garantia de fornecimento de energia elétrica, água potável e NOVIDADE

Lula e Vanessa Sechim no lançamento do decreto

saneamento básico para as escolas; promoção da inclusão digital com acesso a computadores, conexão à internet e às demais tecnologias digitais. A formação de professores que lecionam nas escolas rurais também está definida no decreto, assim como a adequação do calendário escolar às particularidades das atividades regionais e dos ciclos produtivos; o reconhecimento da relevância da escola multisseriada; e a pedagogia da alternância (combina atividades intensivas na sala

de aula com práticas na propriedade). Uma das principais articuladores para a aprovação do decreto foi a atual Coordenadora Geral de Educação do Campo, Wanessa Zavarese Sechim, ex-secretária de Educação de Nova Venécia (ES), onde durante seu mandato alcançou uma redução na evasão escolar de 14% para 1%. Com os resultados alcançados, foi convidada a assumir o cargo nacional, com objetivo de contribuir e articular melhorias na Educação do Campo, culminando com a criação em conjunto

com diversas entidades e órgãos e a assinatura do decreto nº 7.352 de 4 de novembro de 2010. “A política de educação do campo implantada em Nova Venécia expande-se por todo o país com esse Decreto: assim como em nosso município, todos os alunos brasileiros terão acesso às escolas, receberão bicicletas onde o transporte escolar não chega, acesso à internet, material didático e metodologia específica para alunos do campo” afirma a educadora Veneciana, Rubia Sechim.

Fonte: Portal MEC

A nova área do jornal foi sugerida pelos leitores

Jornal cobrará mais a partir de dezembro O jornal O Pedregulho lançará a partir da próxima edição, uma nova seção com objetivo de cobrar das autoridades políticas municipais soluções para problemas

do cotidiano dos cidadãos panquenses. A participação do leitor será de total importância para o sucesso desta nova área. Para que as sugestões sejam colocados em

pauta, basta que os leitores enviem um e-mail ou carta para o jornal (endereços na página dois) e o jornal se encarregará de cobrar um resultado das autoridades competentes

a cada assunto. O jornal também pedirá uma data limite para que o problema seja solucionado. Estreia em dezembro. Aguarde.


8

Jornal O Pedregulho - novembro de 2010

Câmara Municipal de Pancas MUNICÍPIO DE PANCAS ESPÍRITO SANTO 27.452.325/0001-61

Balancete Analítico da Despesa Extra-Orcamentária Referência: Outubro de 2010 Debitado Código

Descrição

112190100 112191000 112191200 211110101 211110103 212110200 212110700 212119900001 212119900002 212119900003 212119900005 212119900007 212119900009 212120100 212120200 212129900001 212130100 212370300 612110101 623310200

Extras Orçamentárias

SALÁRIO-FAMÍLIA CREDITOS A RECEBER - FOLHA DE PAGAMENTO VALORES DE INSS A COMPENSAR RESTOS A PAGAR PROCESSADOS - DIVERSOS RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS - DIVERSOS INSS - SERVIDORES PENSÃO ALIMENTÍCIA EMPRÉSTIMO CONSIGNADO BANCO DO BRASIL PRÓ-PARTIDO PMDB EMPRÉSTIMO CONSIGNADO BANESTES CONTRIBUIÇÃO SINDICAL 1 DIA DESCONTO PARTIDARIO DEM DESCONTO PARTIDARIO PSDB IRRF DE SERVIDORES IRRF DE PF/PJ ISS RETIDO INSS - SERVIÇOS DE TERCEIROS DEVOLUÇÃO DE VALORES A QUEM DE DIREITO CÂMARA MUNICIPAL DUODÉCIMO RESTOS A PAGAR

No Mês

Até Mês

94,24

872,16 50,40 87,14 8.698,25 10.744,75 53.367,24 2.295,00 37.716,34 1.913,20 27.923,48 593,08 2.226,93 1.147,90 21.894,66 737,06 7,85 9,35

87,14 5.252,32 3.945,36 191,32 3.366,83 229,58 114,79 2.087,81

Total Resumo

Total das Liquidações Orçamentárias Total dos Débitos Financeiros Sub_Total Saldo Disponível Total Geral

CICERO QUEDEVEZ GROBERIO PRESIDENTE

15.369,39

170.284,79

85.020,60 75.634,82 160.655,42 457.318,86 617.974,28

868.970,49 764.954,59 1.633.925,08 457.318,86 2.091.243,94

ANTONIO CLAUDIO MARCHESINI CONTADOR

MUNICÍPIO DE PANCAS Câmara Municipal de Pancas ESPÍRITO SANTO 27.452.325/0001-61

BALANCETE ANALÍTICO DA DESPESA GERAL Referência: Outubro de 2010 Ficha

Elemento de Despesa Código

001000

CÂMARA MUNICIPAL DE PANCAS

100

CAMARA MUNICIPAL DE PANCAS

001000.100.01.031.0087.2.105

Empenhado

Autorizada Orçado

Descrição

Total

No Periodo

Até Período

Saldo da Dotação

331901100

VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS - PESSOAL CIVIL

2

331901600

OUTRAS DESPESAS VARIAVEIS - PESSOAL CIVIL

3

580.000,00

680.000,00

25.000,00

5.000,00

675.000,00

5.000,00

331909200

DESPESAS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES

3.000,00

3.000,00

333901400

DIARIAS - PESSOAL CIVIL

65.000,00

15.000,00

5

333903000

MATERIAL DE CONSUMO

95.000,00

80.000,00

6

333903300

PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO

25.000,00

8.000,00

8.000,00

7

333903500

SERVICOS DE CONSULTORIA

25.000,00

10.000,00

10.000,00

8

333903600

OUTROS SERVICOS DE TERCEIROS - PESSOA FISICA

9

333903700

LOCACAO DE MAO-DE-OBRA

10

333903900

OUTROS SERVICOS DE TERCEIROS-PESSOA JURIDICA

8639

333904600

AUXILIO-ALIMENTACAO

11

333909200

DESPESAS DE EXERCICIOS ANTERIORES

344905200

31.000,00

31.000,00

1.000,00

1.000,00

156.000,00

156.000,00

EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE

3.000,00

3.000,00

50.000,00

50.000,00

1.059.000,00

1.059.000,00

10.000,00

24.000,00

5.000,00

5.000,00

333903900

OUTROS SERVICOS DE TERCEIROS-PESSOA JURIDICA

14

344903000

MATERIAL DE CONSUMO

15

344905100

OBRAS E INSTALACOES

30.000,00

16

344905200

EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE

10.000,00

10.000,00

55.000,00

69.000,00

15.000,00

1.000,00

15.000,00

1.000,00

Total do Projeto / Atividade: 333903900

OUTROS SERVICOS DE TERCEIROS-PESSOA JURIDICA

18

331901300

557.314,70

117.685,30

55.598,45

557.314,70

117.685,30

10.000,00

5.000,00

375,00

6.930,00

3.070,00

450,00

6.930,00

3.070,00

37.162,28

42.837,72

2.417,28

25.112,45

12.049,83

4.073,68

25.112,45

12.049,83

2.400,00

24.265,00

4.800,00

2.400,00

24.265,00

4.800,00

7.677,76

76.633,36

17.799,93

8.405,62

76.633,36

17.799,93

1.920,00

12.032,00

4.968,00

1.920,00

12.032,00

4.968,00

29.065,00

1.935,00

94.433,29

61.566,71

1.000,00 396,95

17.000,00 3.000,00 783,45

16.004,13

33.995,87

878.664,70

180.335,30

22.490,00

1.510,00

16.004,13 70.388,49

718.291,64

16.004,13 160.373,06

72.847,75

718.291,64

160.373,06

22.490,00

22.490,00

5.000,00

30.000,00

30.000,00 10.000,00 0,00

22.490,00

46.510,00

0,00

0,00

22.490,00

0,00

0,00

22.490,00

0,00

0,00

1.000,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

12.427,36

126.637,45

53.362,55

0,00

12.427,36

126.637,45

53.362,55

1.000,00

Obrigações Patronais dos Servidores do Poder Legislativo

OBRIGACOES PATRONAIS

Total do Projeto / Atividade:

001000.100.28.846.0091.2.105

55.598,45

CAPACITAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS

Total do Projeto / Atividade:

001000.100.09.271.0090.2.106

Empenhado a Pagar

Até Período

CONSTRUÇÃO E REFORMA DO PRÉDIO DA CÂMARA MUNICIPAL

13

17

Pagamento No Período

3.000,00 386,50

17.000,00

Total do Projeto / Atividade:

001000.100.01.128.0089.1.035

Saldo a Liquidar

5.000,00

4

12

Até Período

MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES LEGISLATIVAS

1

001000.100.01.122.0088.1.034

Liquidado No Período

180.000,00

180.000,00

180.000,00

180.000,00

180.000,00 0,00

180.000,00

12.427,36

126.637,45

53.362,55

12.427,36

126.637,45

2.204,75

24.041,40

53.362,55

MANUTENÇÃO DAS ATIVIDADES LEGISLATIVAS 45.000,00

45.000,00

30.000,00

15.000,00

2.204,75

24.041,40

5.958,60

45.000,00

45.000,00

0,00

30.000,00

15.000,00

2.204,75

24.041,40

5.958,60

2.204,75

24.041,40

5.958,60

Total da Unidade Orçamentária:

1.354.000,00

1.354.000,00

783,45

1.111.154,70

242.845,30

85.020,60

868.970,49

242.184,21

87.479,86

868.970,49

242.184,21

Total do Orgão:

1.354.000,00

1.354.000,00

783,45

1.111.154,70

242.845,30

85.020,60

868.970,49

242.184,21

87.479,86

868.970,49

242.184,21

1.354.000,00

1.354.000,00

783,45

1.111.154,70

242.845,30

85.020,60

868.970,49

242.184,21

87.479,86

868.970,49

242.184,21

19

331900100

APOSENTADORIAS E REFORMAS

Total do Projeto / Atividade:

Total Geral

CICERO QUEDEVEZ GROBERIO PRESIDENTE

5.958,60

ANTONIO CLAUDIO MARCHESINI CONTADOR

Câmara Municipal de Pancas MUNICÍPIO DE PANCAS ESPÍRITO SANTO 27.452.325/0001-61

Balancete Analítico da Receita Extra-Orcamentária Referência: Outubro de 2010 Creditado Código 112190100 112191000 112191200 211110101 211110103 212110200 212110700 212119900001 212119900002 212119900003 212119900005 212119900007 212119900009 212120100 212120200 212129900001 212130100 212370300 612110101 623310200

Descrição SALÁRIO-FAMÍLIA CREDITOS A RECEBER - FOLHA DE PAGAMENTO VALORES DE INSS A COMPENSAR RESTOS A PAGAR PROCESSADOS - DIVERSOS RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS - DIVERSOS INSS - SERVIDORES PENSÃO ALIMENTÍCIA EMPRÉSTIMO CONSIGNADO BANCO DO BRASIL PRÓ-PARTIDO PMDB EMPRÉSTIMO CONSIGNADO BANESTES CONTRIBUIÇÃO SINDICAL 1 DIA DESCONTO PARTIDARIO DEM DESCONTO PARTIDARIO PSDB IRRF DE SERVIDORES IRRF DE PF/PJ ISS RETIDO INSS - SERVIÇOS DE TERCEIROS DEVOLUÇÃO DE VALORES A QUEM DE DIREITO CÂMARA MUNICIPAL DUODÉCIMO RESTOS A PAGAR

Extras Orçamentárias

ANTONIO CLAUDIO MARCHESINI CONTADOR

Até Mês

94,24

872,16 50,40 87,14 8.698,25

87,14 5.252,32 3.945,36 191,32 3.366,83 229,58 114,79 2.087,81 79,06

Total Geral

CICERO QUEDEVEZ GROBERIO PRESIDENTE

No Mês

JURANI BENEDITO DA SILVA DIRETOR GERAL

53.367,24 2.295,00 37.716,34 1.913,20 30.438,21 593,08 2.226,93 1.147,90 21.894,66 816,12 7,85 13,31

112.833,33

1.128.333,39 2.046,50

128.281,78

1.292.517,68


Jornal O Pedregulho - novembro de 2010 9

ESPORTES FUTEBOL

Campeões municipais agora tem fotos publicadas

Fotos dos campeões

GALO VELHO

Título foi decidido nos pênaltis

Realmatismo

J

ogadores e torcedores das equipes campeãs do campeonato municipal de futebol, nas categorias aspirante e titular, reclamaram que O Pedregulho não publicou a foto deles de campeão. Finalmente, as fotos do Esporte Clube Nílton Sá, no titular, e Juventus, no aspira, são publicadas, para a alegria dos fãs do futebol e leitores do jornal. Vale ressaltar que a equipe do bairro Nílton Sá é uma associação legalizada, com CNPJ, e em breve terá direito ao título de utilidade pública municipal, o que pode levar recursos para o clube. Outros clubes que quiserem se legalizar podem procurar a Agência de Desenvolvimento Municipal de Pancas.

nA

A equipe do Juventus, de Vila Verde, venceu o União por 2x1 e levou o título nos aspiras

equipe do Realmatismo conquistou o título no Campeonato Municipal de Futebol, categoria Master, conhecida também como Galo Velho. Na final, a equipe vencia MIRIM

o São Bento por 3x1, mas permitiu o empate. O resultado levou a decisão do título para os pênaltis e a estrela do goleiro Jefferson falou mais alto: defendeu duas cobranças.

Os panquenses Wesley e Lucas foram campeões

Futebol mirim n No

Nos titulares, o Nílton Sá venceu o Juventus por 3x2, em jogo emocionante com o gol do título marcado no finalzinho do jogo

dia 13 de outubro, em Aguia Branca, aconteceu a final regional da 35ª Copa A Gazetinha. O capitão do Colatinense, o panquense Lucas Dutra, filho de Oscar Dutra, levantou a taça de segundo lugar, garantindo assim uma vaga para sua equipe para a fase final, em Domingos Martins. A última fase acontecerá em janeiro em dias ainda não definidos.

Classificados - OP MENSAGEM DE NATAL

informe publicitário

Agradeço a todos os panquenses que me honraram com os seus votos de confiança para deputado estadual, assim fiquei com 682 votos, o terceiro candidato mais votadode Pancas, totalizando 994 votos em todo o Estado. Minha eterna gratidão a todos os panquenses e a todos os capixabas. Eu desejo a todas as famílias panquense um feliz natal e um feliz ano novo, com muita saúde, paz e grandes realizações. Para vocês meditarem Salmo 121:01e02: “Elevo os meus olhos para o monte de onde me vira o socorro? O meu socorro vem do Senhor que fez o Céu e a terra.”Um grande abraço a todos. Valderes Alves. EDITAIS E OUTROS COMUNICADO DE ABANDONO DE EMPREGO - Solicitamos que o Sr. EDMILSON DE SOUZA MELO, portador de CTPS nº 87.477/00013-ES, domiciliado e residente a RUA CARIACICA, SN, BAIRRO SEBASTIAO FURTADO, PANCAS, ES, CEP: 29750-000, funcionário de nosso Departamento vendas, compareça a sede da empresa no prazo de 72 horas. Esgotado esse prazo, o caso será incurso na letra “I” do artigo 482 da Consolidação das Leis do Trabalho (abandono de emprego), o que configurará seu desligamento desta empresa. Pancas, ES. M. R. FILHO – ME - AV. 13 DE MAIO, 517 – CENTRO - PANCAS – ES - CEP : 29.750-000. CNPJ: 27.342.237/0001-07.

INFORMÁTICA CASA DOS COMPUTADORES - Produtos de informática. Segurança, qualidade, sofisticação, melhores marcas, preço, atendimento. Racks, som automotivo, PCs completos, notebooks, pendrives, celulares Claro. Tel.: 3726.1447.

SAÚDE DR. VINÍCIUS ANTONIO DE OLIVEIRA - Cirurgião-Dentista. Ortodontia. CROES 3496. Tels.: 3726.1873 / 3726.4295

Drª. Sanica Maria de Araújo Silva - Fisioterapeuta. CREFITO 2-99092 F. Fisioterapia Geral, Pilates, RPG, Equoterapia. Tel.: 9879.2314

trânsito? Assessoria total no processo do seguro obrigatório DPVAT. Rua Virgínia Moreira dos Santos, em frente ao Detran. Tels.: (27) 3726.2218 / Ricardo 9772.2872 / Carla - 9772.3012

dutos descartáveis, chocolates, doces, balas, chips, você encontra aqui. Sacolas, bobinas, copos, marmitex, pratos, bandejas de isopor, bombons, chicletes, etc. Tel.: 3726.2142.

GASTRONOMIA

StudioDesenhart - inspirando um artista em você. Aprenda a pintar e desenhar usando o lado direito do cérebro. Prof. Carla Patrícia, 10 anos de experiência. Marque sua aula grátis. (27) 3726.2218 / 9772.3012.

SORVETERIA DOCE PONTÕES CAPIXABA - Dezenas de sabores de sorvetes e picolés esperando você e sua família. Trabalhamos com encomendas de gelo, sorvetes e picolés para festas e outros. Tel.: 9979.4250.

Consórcio de Quadros 50 X 80, 10 parcelas de R$ 30,00 mensais, FLORES, FRUTAS, PAISAGENS. Sorteio todo dia 30. Studio Desenhart (27) 3726-2218.

PAPELARIA ROGU’S - As melhores marcas e os melhores produtos. Av. 13 de Maio, 532, Centro. Tel.: 3726.1825.

RESTAURANTE DO NELSON - Self-Service no Kilo, marmitex, refrigerantes, sucos, preços especiais para mensalistas. Tel.: 3726.1379.

SERVIÇOS FUNERÁRIA SANTA LUZIA - plano de assistência funeral. Plantão 24h. Serviços funerários completos. Contato: Lubelia / Devanir. Tels. (27) 3726.1296 / 9939.7666 / 9856.1165. EASY GLOBAL - Curso de inglês. Profª. Carla Patrícia. Curso superior de Business em Keene, Texas. 14 anos de experiência. Conversasão e gramática. Aulas de fonética (certificação pela Univ. Estadual de Maringá-PR. Tel.: 3726.2218 / 9772.3012. FUNERÁRIA ALVORADA - Atendimento 24h. Com salão de velório grátis. Gerente: Ricardo Gums. Rua Virgínia Moreira dos Santos, em frente ao Detran. Tels.: (27) 3726.2218 / 9772.2872 / 9772.2962 INDENIZA PRESTADORA - Acidente de

ANUNCIE nos classificados de O Pedregulho. Anúncios a partir de R$ 10. Mostre seu produto ou serviço para milhares de pessoas. Anunciar em um classificado local pode aumentar muito a chance de fechar um bom negócio. JA FLORICULTURA - Fazendo tudo para agradar ainda mais quem você ama. Tels.: 3726.1561 / 9858.8511. PROJETARQ - Lara Rodrigues Silva - Arquiteta e Urbanista - CREA ES021209/D. E-mail: projettarq@hotmail. com. Tel.: 9225-0344 SKILLO’S EMBALAGENS - Tudo o que você precisa em itens para festas, pro-

POLLAR MÓVEIS E ELETRODOMÉSTICOS - Conforto e qualidade pelo menor preço. Av. 13 de Maio, 191, Centro. Tel.: 3726.1403 O BARATÃO - enxoval para nenêm; roupas para toda família; cama, mesa e banho; colchões de casal e solteiro; tecidos em geral e muito mais. Tel.: 3726.1344. DUPASSO CALÇADOS - conforto para os seus pés. Calçados e acessórios em geral. Sempre os menores preços. Av. 13 de Maio, 450, Centro. Tel.: 3726.1020.

AGRADECIMENTO

informe publicitário

Com 13,28% dos votos de Pancas, Paulo Foletto, PSB, foi o segundo candidato a deputado federal mais votado no município. Essa expressiva votação consolida sua credibilidade perante o eleitor e reafirma seu compromisso de trabalhar pelo crescimento e desenvolvimento das regiões Norte e Noroeste. Foletto foi eleito para a Câmara Federal com a quarta maior votação do Estado: 99.312 votos. Filiado ao PSB há 20 anos, é amigo pessoal do futuro governador do Estado, Renato Casagrande, de seu partido. Paulo Foletto sabe que tem pela frente o desafio de construir uma nova referência nacional para a política capixaba e vai para Brasília com algumas bandeiras definidas. “Além de buscar recursos e projetos para saúde, educação, cultura e meio ambiente, por exemplo, vou lutar pela redução de impostos, por leis mais justas para as micro e pequenas empresas e por eleições gerais”, diz Foletto. Médico cooperativista e deputado estadual no segundo mandato, Foletto participou da reconstrução desse novo Espírito Santo com o governador Paulo Hartung. Conseguiu R$ 85 milhões para obras e serviços nos municípios capixabas. Foi secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, tendo ampliado o Foletto Programa Nossa Bolsa, conquistou beneficiando 5 mil 13,28% dos estudantes. Agora, em votos de Brasília, garante que Pancas fará muito mais. “A população de Pancas que me deu 1.490 votos, pode contar”, diz.


10

@

Jornal O Pedregulho - novembro de 2010

DECORAÇÃO

VARIEDADES

Manoel, conhecido como Cabeça, usou a criatividade para enfeitar a casa de sua família

Uma pedra no meio do caminho Texto e foto: Márcio Carreiro marcio@opedregulho.com.br

P

ara muita gente, seria sim uma pedra no caminho, ou melhor, no meio da obra. E um pedrão! Mas para o pedreiro Manoel, conhecido como Cabeça, o então empecilho tornou-se parte da decoração de sua casa. Tudo começou quando

Cabeça teve a ideia de construir a casa em torno da pedra, no bairro Oscar Lourenço da Silva. Só para se ter uma noção do tamanho inteiro dela, são cerca de sete metros de altura e uma circunferência de cerca de 40 metros. Como seria difícil remover tamanho pedregulho do local, por que não construir próximo a ele? Foi assim que a obra

começou. “Fiz a casa e me veio a ideia de pintar a pedra que divisa com a cozinha”, explicou Cabeça. Vários amigos da família gostaram da ideia e até sugeriram para que a pedra fosse rebocada antes de pintar. Mas Cabeça foi contra. “Me sugeriram para mudar a característica da pedra, mas preferi deixá-la rústica como é. Fica mais natural e bonito”, afirmou. A área pintada não foi pequena, cerca de 16 metros quadrados. Para que a pintura fosse feita, a artista panquense Delândia Romais foi contratada. “Ela nos mostrou algumas imagens de natureza e chegamos a esta pintura”, diz Manoel. A pedra, além de ocupar a casa de Manoel, também marca presença na casa de

Manoel Cabeça construiu sua casa em volta da pedra de cerca de sete metros de altura

sua sogra. E nos fundos da casa há outra pedra, bem maior. Quando perguntado se construirá também naquela pedra, Manoel

reponde: “quem sabe?”. A família recebe visitas de amigos e muitos deles fazem uma foto para levar de recordação. Há

inclusive um espaço feito no pé da pedra que serve para as pessoas sentarem para papear. É a criatividade falando mais alto.

ENCONTRO DE FAMÍLIA

POESIA

O final de semana seguido do feriado da Proclamação da República foi o escolhido pelos membros da família Rabbi para se reunir e relembrar o passado. A história dessa família começa quando Elvira Rabbi, após ter chegado ao Brasil, conhece José Maria Cosme, se casam e têm três filhas: Almira, Olinda e Alaidy. A família veio para Pancas, local onde a maioria reside atualmente (pois Olinda e seus filhos mudaram-se há muito tempo para a capital). O encontro da família teve início no sábado à tarde com de chegada da parte da família que não

A panquense Isadora Machado Breda Silva enviou mais um poema para o jornal O Pedregulho.

TURISTAS

reside mais na cidade. O local escolhido foi o sítio “Recanto dos Anéis”, de propriedade de Anézio, filho de Almira, no Córrego da Prata. No primeiro dia foram apresentadas fotos

antigas, foi servida comida boa e todos tiveram tempo para prosear. As festividades terminaram no dia seguinte com almoço em família música e diversão. “Penso que momentos como esses

devem acontecer sempre. Eles nos ajudam a rever os vínculos e a importância da união famíliar. O encontro da nossa família foi perfeito”, afirmou Welinton Teixeira da Silva.

não é HISTÓRIA

Rampa

Obelisco Poema na história Porque eu li uma discórdia no jornal Pra que isso agora? Quadriculado Boçal Quatro lados Empacados Logo na entrada da praça Cinza, sem nexo e sem graça Põe a Imaculada na história Porque esconderam a imagem Da Santa Igreja Católica Pra que isso agora? Como no olho me parece cisco, É na praça esse tal de Obelisco. Além deste há vários outros poemas publicados no blog da autora. Os interessados devem visitar o endereço www. isadorabreda.blogspot.com.

Piadinhas

Antônio Cláudio Marchesini acmarchesini@hotmail.com

O casal Vilma e Cesar Có, a filha Laila e o namorado Dardanhan estiveram em Pancas para passar um final da semana na casa dos amigos Marize e Pedro Fernandes. Apesar do clima nublado, os quatro foram até a rampa Clementino Isoton para conhecer e apreciar o belo visual da rampa.

Pescaria

O leitor Aílson Braz Fernandes enviou esta foto para O Pedregulho com o seguinte relato: “estávamos com a câmera em frente minha casa quando esse rapaz passou com esse peixe. Minha esposa Valdirene fotografou e ele disse que o pegou na ponte do Pica Pau, e ainda disse que tem outro perto da chacara”, declarou Aílson.

A PARABOLA DO REI SALAMÃO Duas mulheres, acompanhadas de um esbelto rapaz, vão consultar o Rei Salamão. - Salamão! - diz a primeira. - Este rapaz prometeu casar-se com a minha filha. E a outra: - É mentira! Ele prometeu casar-se foi com a minha filha. E ficaram neste bate-boca por alguns minutos, até que Salamão sentenciou: - Tudo bem! Vou cortar o rapaz em dois e cada uma de suas filhas ficará com uma das metades. - Por mim, tudo bem! responde a primeira. - Não, Salamão! - implora a segunda. - Não faça isso! Deixe a filha desta outra mulher casar-se com ele. E então, Salamão proclama: - Ordeno que o rapaz se case com a filha da primeira mulher. - Mas, Majestade! - reclama a segunda mulher. Ela não se importou quando o senhor disse que iria

cortá-lo em dois. - Por isso, mesmo! Isto prova que ela deve ser a verdadeira sogra! ASSALTO DE BAIANO Quatro baianos acabam de assaltar um banco e chegam ao esconderijo. O mais ansioso deles pergunta ao chefe da quadrilha: - E aí? Vamô contar o dinheiro, meu rei? - Och! Pra que todo esse trabalhão? - disse o chefe. - Vamos esperar o noticiário da TV pra saber! NOTICIA RUIM O médico chega para um paciente que sofreu um acidente: - Eu tenho duas notícias para lhe dar, uma boa e outra ruim! - Qual é a ruim? - Infelizmente, vamos ter que lhe amputar as duas pernas. - Ai, meu Jesus! E qual é a boa? - Tem um enfermeiro do turno da noite que quer comprar os seus sapatos.


Jornal O Pedregulho - novembro de 2010 11

TRADICÃO

A novena de Santa Luzia é tradicional em Pancas márcio carreiro

Pr. José Vieira Feitoza

Medo: um gigante que pode ser vencido!

S

upere-o com atitudes corajosas. A coragem não é ausência de medo, mas a superação do medo. “No amor não há medo. Antes o perfeito amor lança fora o medo, porque o medo produz tormento. Aquele que tem amor não é aperfeiçoado em amor”. (1 Jo 4:18) 1) Definindo o que é “Medo”: “um sentimento sufocante de nos esconder, defender-nos ou fugir de algo ou alguém que nos incomoda ou nos ameaça”. 2) Quais são as conseqüências na vida de uma pessoa dominada pelo medo: 1) O medo ofusca a visão; 2) O medo paralisa; 3) O medo provoca o isolamento da pessoa; 4) O medo provoca um desgaste emocional; 5) O medo pode levar a pessoa a perder o contato com a realidade; 6) O medo pode bloquear emocionalmente.

3) Superando o medo. 1.Desenvolva sua fé em Deus (1 Jo 5:4). “Fé é coragem!” 2.Encha-se de amor (1 Jo 4:18). “No amor não há medo”. 3.Não tire os olhos do Senhor (Hb 12:2). 4.Use a armadura de Deus (Ef 6:11-18). 5.Use a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus (Ef 6:17). 6.Descanse naquilo que a Bíblia diz: “Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Direi do Senhor: Ele é o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio”. (Sl 91:1,2) Disse Oliver Wendel Holmes: “O que se encontra atrás de nós e o que se encontra à frente são problemas menores, comparados com o que existe dentro de nós”.

FERIADOS E COMEMORAÇÕES - dezembro 01 • Dia Internacional da Luta contra a AIDS 01 • Dia do Imigrante 01 • Dia do Numismata 02 • Dia Nacional do Samba 02 • Dia da Astronomia 02 • Dia Pan-americano da Saúde 02 • Dia Nacional das Relações Públicas 03. Dia Internacional do Portador de Deficiência 04 • Dia da Propaganda 04 • Dia do Pedicuro 04 • Dia do Orientador Educacional 08 • Dia Mundial da Imaculada Conceição 08 • Dia da Família 08 • Dia da Justiça 09 • Dia da Criança Defeituosa 09 • Dia do Fonoaudiólogo 09 • Dia do Alcoólico Recuperado 10 • Declaração Universal Direitos Humanos 10 • Dia Internacional dos Povos Indígenas 10 • Dia Universal do Palhaço 11 • Dia do Arquiteto 11 • Dia do Engenheiro 13 • Dia do Cego 13 • Dia do Marinheiro 13 • Dia do Ótico 13 • Dia de Santa Luzia 13 • Dia do Engenheiro Avaliador e Perito de Engenharia 14 • Dia Nacional do Ministério Público 16 • Dia do Reservista 18 • Dia do Museólogo 20 • Dia do Mecânico 21 • Dia do Atleta 22 • Início do verão 23 • Dia do Vizinho 24 • Dia do Órfão 25 • Natal 26 • Dia da Lembrança 28 • Dia do Salva-vidas 31 • Dia de São Silvestre / Reveillon

Em 2009, a missa foi realizada na parte da manhã, com menor chance de chuva e mais calor

Novena começa dia 4 Márcio Carreiro marcio@amopancas.com

A

tradicional novena de Santa Luzia já está com a programação definida. Este ano, além do pároco da cidade, Pe. Cremílson Silva Gomes, outros oito padres, além do bispo da diocese de Colatina, D. Décio Sossai Zandonade, contribuirão para a realização convidados oito padres Os panquenses aguardam a vinda do bispo para rezar os salmos em cima das montanhas, vontade manifestada desde quando D. Décio assumiu a diocese. Fica a sugestão do jornal em realizar uma missa na torre do voo livre, já que é um local que tem acesso através de veículos motorizados e também possui um visual esplêndido. É possível reunir no mesmo dia uma caminhada ecológica, para os mais corajosos e fisicamente preparados, subindo pela frente da montanha, e também uma revoada de parapente após a missa.

PROGRAMAÇÃO sábado - 4/12 - 19h30

Abertura

No primeiro dia da novena a missa será presidida pelo pároco da cidade, Pe. Cremílson Silva Gomes, com apoio da equipe da Paróquia São José, de Alto Rio Novo

terça - 7/12 - 19h30

4° dia

Pe. José Valdecy Romão, da Paróquia São João Batista, em Aracruz, celebra junto com as comunidades São João Batista e São Sebastião (Paranazinho) sexta - 10/12 - 19h30

DOMINGO - 5/12 - 19h30

SEGUNDA - 6/12 - 19h30

3° dia

2° dia

O ex-pároco de Pancas, Pe. Malvino Xavier da Silva, celebra juntamente com a comunidade São Sebastião, do distrito de Alto Mutum Preto.

A missa do terceiro dia será presidida pelo Pe. Neil Joaquim de Almeida, da paróquia São Pedro, de Baixo Guandu, com ajuda da comunidade N. S. Aparecida.

quarta - 8/12 - 19h30

quinta - 9/12 - 19h30

5° dia

Pe. Américo Teixeira Lima Filho, vigário da Quase-paróquia Sagrada Família - Colatina, celebra com as comunidades N. S. das Graças e São Sebastião, do Bairo Operário sábado - 11/12 - 19h30

6° dia

O sexto padre vem de longe, do norte do Estado, Paróquia Cristo Rei, em Sooretama. Pe. Miguel Sartore celebra com as comunidades São Bento e Santa Bárbara. domingo - 12/12

7° dia

8° dia

9° dia

Neste dia o Pe. Luiz Cláudio Alves Diniz, da Paróquia Imaculado Coração de Maria – São Silvano, celebrando com a comunidade Sagrado Coração de Jesus.

O Pe. Antônio Paulo Mascarenhas França vem com sua equipe da Paróquia São Domingos, de São Domingos do Norte. Após a missa, show sertanejo com Sandro e Claudemir.

11h - Cavalgada; 14h - leilão de animais; 19h30 - missa com Pe. Edgar Rigoni, de Novo Brasil, e as com. N. S. Penha, Vila Verde, e Divino E. Santo, do Icaraí. Depois, show com a Banda Hallel.

segunda - 13/12 - feriado

Encerramento

A missa de Santa Luzia acontecerá às 18h e será presidida pelo Bispo Diocesano D. Décio Sossai Zandonade, com apoio da Comunidade Matriz.

Tradição de Santa Luzia Antigamente em Pancas era tradicional que os pais e avós motivassem as crianças a colherem capim fresco na noite da véspera de Santa Luzia (13 de dezembro) e colocassem debaixo da cama para que o burrinho da santa comesse o capim e, em troca, ela

deixaria balas, bombons e outras guloseimas. Com o avanço dos anos, muitas famílias deixam esta tradição de lado. Um dito popular

comumente ouvido em Pancas é que se chover no dia de Santa Luzia o mês de janeiro será de sol intenso. Já se der sol, janeiro será chuvoso.

Tradições a parte, é estudada a possibilidade de, se chover, a missa do dia de Santa Luzia, às 18h, seja realizada no Ginásio de Esportes José Moreira dos Santos.

Roberto Eugênio, 3/12

Xuxinha, 2/12

Acilda, 17/12 e Terezinha, 16/12

Pedro Lucas nasceu em 17/11

ANIVERSARIANTES DO MÊS JANEIRO Você que faz aniversário no mês de janeiro de 2011 e gostaria de divulgar seu aniversário com sua foto envie uma fotografia, em boa resolução, para contato@opedregulho.com. br. É importante enviar a fotografia com antecedência, pois os espaços são limitados. Cadastre sua data de aniversário também no site www.AmoPancas.com. Jaime Chaves dos Santos, 17/12


12

Jornal O Pedregulho - novembro de 2010

TURISMO PARCERIAS

O Clube de Esportes Radicais de Pancas reuniu mais de 100 pessoas durante o Trilhão em Pancas

Trilhão reforça o turismo Texto e foto: Wilson Carioca wilbat@gmail.com

U

m dos principais motivos da vinda do turista em Pancas é a beleza da região e o relevo, que propicia a prática de esportes radicais. A geografia dotou o lugar de condições para o voo livre, alpinismo, ciclismo e tudo mais que se possa imaginar em se tratando de esportes. E o motociclismo figura entre as opções mais radicais: o enduro de regularidade, aqui conhecido como trilhão. Aliás, o aumentativo é bem propício em relação às dificuldades encontradas e é isso que os pilotos profissionais procuram e os amadores em busca do aperfeiçoamento gostam. Sem falar que a falta de lazer acaba por excluir os que aqui chegam buscando descanso. A cidade não tem nenhum atrativo nem

vida noturna. Se é que tem vida fora do esporte. O Clube de Esportes Radicais de Pancas (CERP) realizou no início de novembro o seu trilhão, evento que trouxe para a cidade mais de uma centena de pilotos, amigos e familiares, além de muitos aficionados do esporte que lotaram o ginásio poliesportivo de Pancas e deram um show com suas máquinas e grandes habilidade que o trilhão exige. Ainda mais com a chuva que não deu trégua. O evento não tem caráter competitivo e visa a confraternização entre os praticantes de motociclismo, de diferentes regiões unidas pelo esporte. Eventos como este realizado por clube particular são uma aula para os políticos que não sabem o que fazer para o desenvolvimento turístico da região. É assim que se faz. Foi só sucesso e beleza este evento.

O trilhão foi realizado sob uma leve chuva no local conhecido como Pastão, com visual panorâmico de toda a cidade

CERP preocupada com o lado social n Além

de promover a diversão dos seus membros através da prática esportiva, um dos objetivos do CERP é se envolver diretamente com a socidade e ajudar os mais próximos. Com esse objetivo, os associados se reuniram e chegaram a um consenso:

já que o natal se aproxima, o grupo já começou desde o dia 27 de novembro a recolher doações, entre alimentos, roupas, brinquedos e outros, para que sejam doadas nas proximidades do natal. O evento, nomeado pelos Trinoel, pretende

arrecadar e distribuir donativos para as famílias carantes. “Acredito que nós do Clube de Trilheirs de Pancas conseguiremos doar cerca de 50 cestas básicas e em torno de mil brinquedo para as famílias mais necessitadas de nossa

cidade. Para isso, contamos com a contribuição de todos os panquenses”, afirmou o presidente da CERP, Anoel de Paula. Este projeto tem apoio da ADM, que enviará ofício às associações cadastradas no município para facilitar a captação de doações.

Restaurante

Alegrete Atenção panquenses e toda Região dos Doce Pontões:

Quando você fizer uma visita à capital do estado aquela já tem o lugar certo para almoçar.

3225.7809

(27) Rua Ferreira Celho,121- Praia do Suá-Vitoria/ES

Habitação Rural Em Pancas O Programa Nacional de Habitação Rural do Governo Federal no âmbito do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, é também uma das políticas públicas trabalhadas pelo movimento sindical em Pancas. Desde 2009, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais tem trabalhado o programa no município em parceria com a Caixa Econômica Federal, Seag, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Espírito Santo (Fetaes) e a Prefeitura Municipal de Pancas. A construção de moradias dignas no meio rural para proprietários e seus filhos com renda bruta anual de até R$ 10.000,00 (dez mil reais), está se tornando realidade. É grande a demanda de unidades habitacionais em Pancas para este público. Necessário, se faz, no entanto, lembrar que os beneficiários que se enquadram no programa devem também estar em

dia com as obrigações junto ao Cartório de Registro de Imóveis e a Receita Federal. O programa libera crédito de até R$ 18.800,00 gratuitamente para aquisição de materiais de construção. O primeiro projeto viabilizado em Pancas construiu cinco unidades contemplando beneficiários do Programa Nacional de Crédito Fundiário na Associação

Sindicato

Peixoto Menezes, localizada no Córrego Coração do Norte. Para a diretoria do sindicato, que está acompanhando a viabilização da construção de mais quarenta unidades no município para 2011, o programa torna realidade o sonho da casa própria e é uma conquista para a cidadania da agricultura familiar.

Av. 13 de maio, Centro de Pancas Telefax: (27)

3726.1487

PT de Pancas comemora vitória de Dilma Em clima de grande alegria o PT de Pancas comemorou juntamente com os partidos aliados e simpatizantes a vitória de Dilma Rousseff à presidência da República. Muito satisfeito com o resultado das eleições presidenciais em Pancas, o presidente do partido Reginaldo Muniz, certo do dever cumprido diante das manifestações de carinho e confiança de todos, só tem agradecimentos a fazer pelo apoio que o partido recebeu. Para Reginaldo, a vitória de Dilma significa esperança e continuidade no projeto de desenvolvimento do país.

edicao_54  

Edição mensal de dezembro de 2010.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you