Issuu on Google+

A ÁN

EST

€ 0,80

AS NC

A SB

Sexta-Feira 1 de Junho de 2012 - Nº 329 - Ano 9 - Director: Fernando Santos Graça | ISSN 1646-8457 LOULÉazine 1 mag

Na linha da frente da informação no concelho de Loulé - 8 anos ao seu serviço, para que se mantenha sempre informado com rigor e isenção

FREGUESIA DE ALTE ENTREVISTAS - EVENTOS ARTESANATO - HISTÓRIA ESCULTURA - PINTURA FOTOGRAFIA - MAPAS LENDAS - TRADIÇÕES

UE pág 3 Q STA

e4

Com orçamento reduzido

DE

BREVEMENTE LOULÉ MAGAZINE - SALIR

Luís Vilar “Um caso de contrabando”, pág 15

Almancil

Corte de estrada gera preocupação Os moradores e comerciantes do sítio do Esteval, e área envolvente, estão preocupados com o prolongar das obras viárias que estão a cortar o acesso aquela localidade da freguesia de Almancil. “Ao menos podiam deixar um corredor que permitisse a passagem de viaturas ligeiras. O comércio do Esteval está a ser castigado por aquelas obras. Se já não bastasse a crise, o bloqueio da estrada está a afetar-nos seriamente”, disse ao quinzenário “O Louletano”, uma comerciante local.

Marchas de Quarteira prometem o mesmo brilho de anos anteriores

RONDA DAS FREGUESIAS pág

5

pág 9

Quarteira

Lavada é o ponto alto das celebrações do Dia do Pescador 1 | Junho | 2012

O LOULETANO 1


SE

GURANÇA ao raio X

EN 125 continua a matar Um motociclista morreu num brutal choque da moto que conduzia com um veículo ligeiro na Estrada Nacional 125, entre o sítio das Quatro Estradas e o cruzamento de Vilamoura. Noe Soares, industrial de construção civil, de 39 anos, residente em Nora dos Velhos/Varjota (S. Sebastião), teve morte imediata, enquanto a condutora do automóvel, de nacionalidade austríaca, mas a residir no Algarve, sofreu ferimentos ligeiros, sendo conduzida ao Hospital de Faro. No local, estiveram uma equipa da VMER do INEM, com médicos e psicólogo, uma viatura de desencarceramento dos Bombeiros Municipais de Loulé e duas ambulâncias. Nesse mesmo dia, vários outros ocorreram ao longo desta via, apelidada como a “estrada da morte”. O corpo do malogrado motociclista foi sepultado no cemitério de Boliqueime.

Jogos ilícitos AAutoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) deteve, no concelho de Loulé, uma pessoa que se dedicava à exploração de jogos ilícitos, sendo apreendida duas máquinas de jogo no valor de 10 mil euros.

Roubos de alumínio Dois homens foram detidos pela segurança do aldeamento da Quinta do Lago (Almancil) quando estavam a desmontar portas e janelas de alumínio de uma casa desocupada num terreno anexo e pertencente aquele empreendimento. Foram entregues à GNR, tendo um deles cadastro por furtos.

… e de ferro Na zona sul da freguesia de Boliqueime, as populações estão apreensivas com os roubos de peças metálicas, públicas, ou privadas. Os larápios procuram essencialmente as tampas de saneamento básico, grelhas metálicas, estruturas de suporte de bombas de água, entre outras peças que sejam vendáveis em sucateiras. Muitos furos estão a ocorrer em propriedades agrícolas.

Burlados em ATM A GNR está a procura mais pessoas que possam ter sido burladas em caixas multibanco da região, no passado fim-de-semana de 19 e 20 de maio, através do metido “cashtrapping”. Um utilizador da ATM da Caixa de Crédito Agrícola da Fonte de Boliqueime (Loulé) encontrou uma chapa de metal a tapar a saída do dinheiro do equipamento. Não chegou a fazer o levantamento e alertou, de imediato, as autoridades que estão a investigar o caso.

2

O LOULETANO

Desemprego preocupa UGT

A

U G T- A l garve está preocupada com o acentuado crescimento do desemprego na região algarvia, face aos dados revelados, recentemente, pelo Instituto Nacional de Estatística, e perante as dificuldades em aplicar na região medidas centradas no emprego e crescimento. Registe-se que, no primeiro trimestre de 2012, o Algarve, com uma taxa de desemprego de 20%, foi a região que registou a taxa de desemprego mais elevada do país. Ainda neste âmbito, o PSD/

Algarve exige a criação de um plano urgente para a recuperação da economia regional, de forma a combater os números do desemprego registados naquele período. Para tal, o presidente da Comissão

Política Distrital do PSD Algarve, Luís Gomes, solicitou ao secretário de Estado do Emprego uma vista à região com o objetivo de traçar medidas de estímulo à economia e às empresas.

Loulé

Inaugurada Casa Memória Duarte Pacheco Duarte Pacheco, ilustre louletano e figura de destaque da vida nacional do século XX, foi homenageado durante as comemorações de mais um aniversário do Município de Loulé que se assinalou no passado dia 17 de maio, com a inauguração da Casa Memória Duarte Pacheco. O espaço localiza-se em frente aos Paços do Concelho, no edifício onde nasceu Duarte Pacheco, remodelado nos anos 90 para instalação da Assembleia Municipal. É no primeiro piso, onde durante anos esteve sedeada a Casa da Cultura que entretanto transitou para o Parque Municipal, que irá funcionar esta zona de memória de um dos louletanos que maior projeção nacional alcançou.

Colégio Internacional de Vilamoura

Aluna do 12º ano do distingue-se nas VII Olimpíadas da Biotecnologia

A

na Carolina Mendes, aluna do 12º ano no Colégio Internacional de Vilamoura, foi sele-

cionada para participar na final da VII edição das Olimpíadas da Biotecnologia, que decorreram na Universidade Católica,

Crise afeta turismo de saúde Sessenta unidades hoteleiras algarvias já dispõem de Spa, duas com talassoterapia e uma com algoterapia. Estes empreendimentos, que se dedicam ao turismo de saúde e bem-estar no Algarve estão a ressentir-se com a crise económica, nomeadamente a nível dos Spa. Refira-se que os cuidados de talassoterapia estão disponíveis nos Hotéis Real Santa Eulália e Vila Lara, e a algoterapia, no Hotel Prainha (Alvor).

FichaTécnica

IN

Algarve

no Porto, com um dos 47 melhores resultados de todo o país. A prova final decorreu a 11 de Maio passado, tendo-se realizado depois uma sessão solene de entrega de prémios, durante a qual a aluna desta escola internacional foi distinguida com o nono lugar a nível nacional. De referir que a VII edição das Olimpíadas da Biotecnologia, foi uma iniciativa organizada pela Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa e Sociedade Portuguesa de Biotecnologia, tendo como principal objetivo pro-

mover o conhecimento e o interesse pela biotecnologia nas suas múltiplas vertentes, promover o uso do método científico na resolução de problemas, para além de estimular o interesse dos alunos em atividades realizadas fora da sua comunidade escolar, o intercâmbio de ideias e a interação professor/aluno em ambiente não letivo.

Registo N.º 124092 | Depósito Legal | Nº 186363/02 | Periodicidade: Quinzenário Sede: Avenida Marçal Pacheco nº 67 8100 Loulé | e-mail: geral@olouletano.pt | http://www.olouletano.pt Director: Fernando Santos Graça Sub-Director: António Peleja Redacção: Fernando Santos Graça - fernandograca@olouletano.pt; Sílvia Inácio Martins - silviamartins@olouletano.pt Colaboradores: Hélio Bernardo Lopes - Luís Monteiro Pereira - José Batista Departamento Comercial: comercial@olouletano.pt Paginação: António M. F. Peleja Composição e montagem: SJS - Sociedade Jornalística do Sul, Lda Propriedade: SJS Sociedade Jornalística do Sul, Lda, Registada no Instituto de Comunicação Social, com o Nº 124092 Editor: SJS Sociedade Jornalística do Sul, Lda Administração e Contabilidade: Apartado 1197 8100 Loulé Redacção/Assinaturas/Publicidade: Apartado 1197 - 8100 - Loulé Sede: Avª Marçal Pacheco, 67 - 8100 Loulé Impressão: CORAZE - Oliveira deAzeméis -Telf.: 910252676 - 910253116-e-mail: geral@coraze.com Tiragem : 3.000 exemplares S.J.S. Sociedade Jornalística do Sul, Lda. é constituída pelos seguintes elementos: Francisco Guerreiro - Pedro Contreiras- ISSN 1646-8457

1 | Junho | 2012


Querença

Pólo Museológico da Água já funciona Foi inaugurado no passado dia 18 de maio, Dia Internacional dos Museus, o Pólo Museológico da Água em Querença, obra integrada no vasto Plano de Revitalização que nos últimos anos tem dado uma nova dinâmica a esta aldeia do interior do Concelho de Loulé. Inserido na Rede de Museus de Loulé - uma estrutura polinucleada que tem o seu centro no Museu Municipal de Loulé e vários polos nas freguesias – este equipamento terá como função principal ser um centro de interpretação da água, uma das riquezas desta freguesia. Assim, permitirá que os visitantes partam deste espaço para os vários percursos existentes em Querença relacionados com a água, sendo disponibilizados audioguias que ajudarão a descobrir esta riqueza hídrica que passa pelas ribeiras, noras, açudes, moinhos, entre outros.

Apesar do orçamento reduzido

Marchas de Quarteira prometem o mesmo brilho de anos anteriores Em Quarteira já se sente o “cheirinho” a Santos Populares ou não estivéssemos nós no mês de junho. “O Louletano” esteve à conversa com Ezequiel Tomás, presidente da Apromar - Associação Promotora das Marchas Populares de Quarteira, e foi espreitar os ensaios da Marcha da Fundação António Aleixo. A edição 2012 das Marchas de Quarteira promete ultrapassar o brilho alcançado em anos anteriores….

“As medidas de austeridade estão a ser aplicadas em todos os sectores e os Santos Populares não são exceção. Devido à crise, cada Marcha recebeu menos mil euros que no ano anterior. Um corte significativo e que levou a “alguma ginástica orçamental”.

Sílvia Inácio Martins

C

onsiderado um importante cartaz turístico da região algarvia, as Marchas de Quarteira vão surpreender nesta edição de 2012. Ezequiel Tomás falou à nossa reportagem e não dúvida do sucesso das mesmas. “O brilho de outros anos vai manter-se”, garantiu. Com um orçamento mais reduzido, foi feita alguma “ginástica orçamental” e “tivemos de abdicar de algumas coisas, nomeadamente da cota que a Associação recebe”, confidencia o presidente da Apromar. “Independentemente dos cortes, as Marchas de Quarteira ganharam um bairrismo tão grande que não querem saber da crise e não vão ficar a dever nada ao ano passado”, garante Ezequiel orgulhoso. Assim, nos dias 12, 23 e 28, oito marchas

Agostinho, em frente ao jardim dos Bombeiros e no final do Calçadão Nascente. Nos dias 23 e 28 de junho, no último ponto de atuação, haverá ainda animação musical com a cantora Isabel Frade (23) e Luís Guilherme (28).

Ezequiel Tomás, presidente da APROMAR - Associação Promotora das Marchas Populares de Quarteira

desfilarão ao longo do Calçadão de Quarteira onde mostrarão todo o seu brilho e trabalho, trajando fatos típicos especialmente confecionados para a ocasião, prestando home-

nagem a Stº António, S. João e S. Pedro. O início dos desfiles está marcado para as 21h30 e todas as marchas participantes farão três atuações: em frente à Praceta Joaquim

(continua pág 4)

No interior do Concelho de Loulé Para além de uma mostra de alguns equipamentos ligados à água, o Pólo conta neste momento com uma exposição documental com painéis que falam da cultura da água em Querença, a Paisagem Protegida da Fonte da Benémola, as espécies de fauna e flora aí existentes e os projetos de que foi objeto ao longo dos anos, nomeadamente a criação de uma barragem para aproveitamento hidroelétrico e de uma unidade hoteleira. Está ainda em exibição no local um filme sobre a importância da água na freguesia de Querença, com o depoimento de pessoas de Querença que falam, por exemplo, sobre os métodos de rega utilizados outrora. De referir que neste local ficará ainda integrado o Posto de Informação Turística de Querença, que até aqui funcionava na sede da Junta de Freguesia, e que irá apoiar os visitantes.

1 | Junho | 2012

“Vigilância Florestal 2012”

O

Serviço Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal de Loulé promove, pelo quinto ano consecutivo, o Programa de Voluntariado Jovem – “Vigilância Florestal 2012”, no Concelho de Loulé, que decorrerá entre 2 de julho e 31 de agosto. Esta iniciativa destina-se a jovens com ida-

des compreendidas entre os 12 e os 17 anos, em regime de voluntariado, organizados em nove grupos/brigadas de sete elementos, com supervisão de um monitor devidamente credenciado. A atividade consiste na realização de passeios pedestres, visando uma componente de prevenção e deteção de fogos florestais, vigilância, sensibilização e informação às

populações. O Programa realiza-se por quinzenas, nas freguesias do interior (Alte, Ameixial, Benafim, Salir e Tôr), divididas em cinco sessões organizadas em dias alternados. A saída (9h15) e o regresso (17h30) efetuam-se junto ao edifício do Serviço Municipal de Proteção Civil, na Rua Dr. Frutuoso da Silva. Aliar à vigilância florestal a componente pedagógica, a fim de im-

plementar uma cultura de proteção para com o nosso património comum - a Floresta -, tal como dar a conhecer as Freguesias do interior do Concelho são os principais objetivos desta ação. As fichas de inscrição estão disponíveis em www. cm-loule.pt. Mais informações através do telefone 289400827 ou fax 289415557.

O LOULETANO 3


Ao longo dos anos, a APROMAR tem sido a grande responsável pela estrutura que está por detrás do desfile. Mas é de destacar o esforço, a dedicação e o bairrismo das pessoas envolvidas neste evento, nomeadamente: a organização, coreografia e confeção dos trajes típicos, o que tem contribuído, ao longo dos anos, para o sucesso dos Santos Populares de Quarteira.

Temas das Marchas de Quarteira 2012

Para ficar com uma ideia do que aí vem, “O Louletano” foi assistir a um ensaio da Marcha da Fundação António Aleixo. Composta por cerca de 60 elementos, esta marcha distingue-se das restantes pela sua composição integrar apenas crianças. Com idades compreendidas entre os 4 e os 12 anos, os mais pequenos treinam afincadamente, durante dois meses,

sob o olhar atento da professora Larisa Shumskaya e da equipa técnica da Fundação António Aleixo. De referir que desde de 2003 que a Fundação António Aleixo participa nas comemorações dos Santos Populares de Quarteira com uma marcha infantil. Este ano, a Fundação vai homenagear um local cheio de significado para os quarteirenses: a “Fonte Santa”.

Fundação António Aleixo – “A Fonte Santa – a fonte que encantou e encanta" Rua do Pinheiro – “Quarteira tem Alma Latina” Rua do Outeiro – “Quarteira dos Namorados” Rua Gago Coutinho – “Manjericos em Quarteira” Florinhas de Quarteira – Rua da Cabine – “Amor a Portugal” Marcha de Vilamoura – “O Vinho” Rua Vasco da Gama – “Corações nas Calçadas Portuguesas”

Festa de Aniversário do Banco de Tempo e do Grupo Coral de Quarteira Para comemorar o 9º aniversário da Agência do Banco de Tempo e o 2ºaniversário do Grupo Coral de Quarteira, decorreu, no passado dia 19 do mês de Maio, no Auditório do Centro Autárquico de Quarteira, uma pequena festa dedicada à comunidade local que encheu por completo este espaço cultural. A Agência do Banco de Tempo de Quarteira conta atualmente com cera de 100 membros tendo, no decurso destes nove anos, sido trocados vários serviços envolvendo cerca de 3 500 horas. Desses serviços destacam-se: costura, tricot, companhia (para passear, ir às compras, ir ao cinema, etc.), culinária, manicura, bricologe, transporte, conversas sobre saúde, etc. Para além dos serviços trocados entre os seus membros, o Banco de Tempo de Quarteira tem desenvolvido um conjunto de iniciativas de cariz socio cultural, em estreita colaboração/parceria com outras entidades e instituições da comunidade local, para realização das quais tem sempre contado com o apoio da Junta de Freguesia de Quarteira e da Câmara Municipal de Loulé, o que, publicamente, não podemos deixar de agradecer. Enquadradas no Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade Intergeracional, a Agência do Banco de Tempo de Quarteira tem programadas diversas atividades, envolvendo pessoas de diferentes gerações, tais como um desfile jovem/sénior, Workshops sobre artes artesanais, Encontro de Poesia, das quais, oportunamente, daremos conta do local e data da sua realização. O Grupo Coral de Quarteira, criado por iniciativa do Banco de Tempo, é dirigido pelo professor Carlos Sousa e tem feito algumas atuações em Quarteira e noutras localidades do Algarve. Assim, no próximo dia 13 de Junho, atuará na Escola D. Dinis de Quarteira e no dia 28 de Julho participará num Encontro de Grupos Corais que terá lugar em Tavira. Banco de Tempo de Quarteira

Câmara Municipal de Loulé

Entrega dos processos em formato digital passa a ser obrigatório

N

o âmbito de um conjunto de projetos para promover a simplificação, automação e desmaterialização dos procedimentos administrativos relacionados com a gestão urbanística, a Câmara Municipal implementou uma solução informática -

4

designada e-paper - que vai permitir a receção e tramitação digital dos processos de urbanismo. Trata-se de um desiderato previsto no artº 8-A (sistema informático) do Regime Jurídico da Urbanização e Edificação, e facilita o acesso à plataforma criada a nível nacional, através do portal SIRJUE, no âmbito da qual pode-se

O LOULETANO

promover a consulta às entidades externas, nos termos do previsto no referido diploma. Para operacionalizar esta solução é contudo preciso definir um conjunto de especificações e características a que devem obedecer os documentos a entregar em formato digital, de acordo com as especificações técnicas subjacentes à

aplicação informática (e-paper). A entrega dos processos em formato digital passou, assim, a ser obrigatória. Para esclarecimento das dúvidas que possam surgir os interessados poderão consultar a Autarquia através do endereço eletrónico digital. loule@cm-loule.pt ou em www.cm-loule.pt. 1 | Junho | 2012


Quarteira

Lavada é o ponto alto das celebrações do Dia do Pescador

Política

CDS levou produtores e empresário à AR O Grupo Parlamentar do CDS-PP promoveu uma mostra de Produtos Regionais do Algarve, no Salão Nobre da Assembleia da República. De acordo com o deputado algarvio do CDS-PP eleito pela região, Artur Rêgo, “é bom que os portugueses sintam que o Algarve não é só sol e praia”. A região “tem uma paisagem belíssima, um mar maravilhoso, gente trabalhadora e acolhedora, mas também, até por isso, um potencial agrícola e piscícola rico e variado que se traduz na qualidade dos seus produtos e da sua gastronomia”, sublinhado, também, que “o Algarve tem excelente vinho, um roteiro gastronómico de referência, uma doçaria que cruza e junta influências das diversas culturas mediterrânicas que importa promover”. Participaram: Dâmaso (moxama de atum); Conserveira do Sul (conservas de atum, patés); Do Chumbinho (mel); Fazenda do Cré (licores, compotas); Regionalarte (licores); Talurdinha (licores, aguardente de medronho); Leitão Quentinho da Serra Algarvia (leitão); Chocofigo (figo, alfarroba com chocolate); Quinta do Freixo (compotas, doce de figo); Campos Santos (compotas, enchidos); Única (vinhos); Quinta da Penina (vinhos); Quinta João Clara (vinhos); Quinta dos Correias (vinhos); Quinta do Francês (vinhos); Quinta do Barranco Longo (vinhos); Quinta dos Vales (vinhos); Evangelista de Oliveira (enchidos); Idália Duarte (enchidos); Paxá, Ldª (vinhos); A Ti Marquinhas (doces); Quinta da Vinha (vinhos); Cacial (citrinos); TASA-Técnicas Ancestrais, Soluções Actuais (artesanato).

PSD

D

e 1 a 3 de junho, Quarteira revive uma das suas principais tradições, o Dia do Pescador. Nesta festa que é, acima de tudo, uma homenagem à comunidade piscatória local, a QUARPESCA - Associação dos Armadores e Pescadores de Quarteira, vai uma vez mais dar a conhecer a todos os que visitam e vivem na cidade, esta tradicional manifestação cultural e gastronómica, que é também um cartaz importante. Durante três dias, nas tasquinhas dos “Petiscos do Pescador”,

instaladas na Praça do Mar, os visitantes poderão apreciar as iguarias elaboradas por famílias de pescadores quarteirenses, numa mostra gastronómica onde os sabores do mar são os únicos reis da festa. No dia 2, a partir das 18h00, está previsto o momento alto das festividades que constitui um quadro etnográfico desta comunidade – a realização da tradicional lavada ou arte tradicional de arrastar o peixe para terra. Neste quadro ímpar e típico desta antiga aldeia piscatória, a população é convidada a participar

no "puxar a rede" para terra onde se pode ver a riqueza que ainda se encontra nas águas que banham Quarteira, através

da quantidade e qualidade do pescado que, ano após ano, é capturado. A entrada é livre.

Programa de Animação Dia 1 18h00 - Atuação de José Maria e Amigos. 21h30 - Espetáculo com Nestor e Nuno. Dia 2 18h00 - Atuação de José Maria e Amigos. 21h30 –Espetáculo de fado de César Matoso. Dia 3 17h30 - Atuação de José Maria e Amigos. 21h30 - Baile com Carlos Granito.

"O País a Régua e Esquadro. Urbanismo, Arquitetura e Memória na Obra pública de Duarte Pacheco" apresentado em Loulé No passado dia 25 de maio, foi apresentado, na Sala da 1 | Junho | 2012

Assembleia Municipal de Loulé, o livro "O País a Régua e

Esquadro. Urbanismo, Arquitetura e Memória na Obra

pública de Duarte Pacheco", da autoria de Sandra Vaz Costa.

Luís Gomes reeleito presidente do PSD Algarve O atual presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Luís Gomes foi reeleito presidente da Comissão Política Distrital do PSD Algarve, encabeçando a única lista candidata. Desidério Silva, presidente da Câmara de Albufeira, foi eleito presidente da Mesa da Assembleia Distrital. Entretanto, Cristóvão Norte venceu as eleições para a Concelhia do PSD de Faro, derrotando Carlos Deus Pereira, com 318 votos (69,5%) contra 140.

PS Faro

Candidatos à concelhia unidos em lista única Luís Graça vai ser o cabeça de lista à liderança da Comissão Concelhia do PS Faro, cujas eleições decorrem em junho, depois de se processar a fusão das duas candidaturas (uma de Luís Graça e outra de Mário Dias). A lista única vai integrar elementos das duas candidaturas, com a moção “Novo Sentido”. Vencer as autárquicas de 2013, em Faro, é um dos objetivos e Luís Graça, que integrou o ex-executivo de José Apolinário.

O LOULETANO 5


vai Acontecer Baile na Cerca do Convento

Arrancam no dia 2 de junho, pelas 22h00, na Cerca do Convento, em Loulé, os Bailes Movimenta-te. Esta iniciativa, inserida nas trajetórias de programação cultural em rede, objeto da candidatura Algarve Central – Programação Cultural em rede, com financiamento do QREN, pretende recriar a tradição dos bailes populares que fazem parte do passado cultural e recreativo algarvio. A direção musical está a cargo de Zé Eduardo e a “banda” que acompanhará o baile é constituída pelo próprio Zé Eduardo (Teclas), Marco Martins (Baixo), Sónia "Little B" Cabrita (Bateria) e Javier Orti (Sax Tenor, Soprano). O acordeonista João Frade é o convidado especial. Depois de Loulé, esta iniciativa vai passar por S. Brás de Alportel (3 de junho), Olhão (15 de junho) e Tavira (2 de julho). A entrada é livre.

Dia da Criança em Quarteira A Agência do Banco de Tempo de Quarteira promove, no próximo sábado, dia 2 de Junho, entre as 10h30 e as 18h00, na Rua Vasco da Gama (junto ao Centro Autárquico), uma festa intergeracional dedicada às crianças. O período da manhã será reservado às músicas e cantares com a atuação de grupos juvenis e o da tarde ao desfile de moda infantil e juvenil, com a colaboração das lojas Cinderela e Cartoom Store. Esta festa conta com apoio da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal de Loulé e a colaboração da Pastelaria Duo Doce.

Dia Mundial do Ambiente celebrado em Loulé A Câmara Municipal de Loulé vai comemorar o Dia Mundial do Ambiente (5 de Junho), com um conjunto de ações, que decorrem desde ontem, 31 de maio, até ao próximo dia 5 de junho, entre as quais se destaca o início da edição da Newsletter “LC Sustentável”, a qual será distribuída eletronicamente e disponibilizada no sítio da Câmara Municipal de Loulé. Assim, no dia 31, o Cine-Teatro Louletano foi palco da apresentação final dos projetos do Centro

6

O LOULETANO

Ambiental da Pena, dinamizados durante o ano letivo 2011/2012, o Projeto Horta Biológica, o Projeto Estação Meteorológica e o Projeto “Os cincos Elementos da Rocha da Pena”. Hoje, 1 de junho, na biblioteca do Jardim de Infância nº 5 de Loulé, das 14h00 às 15h00, é projetado um filme relacionado com temáticas ambientais, envolvendo as três turmas existentes. E a 5 de junho, data em que se assinala a efeméride, das 10h00 às 12h00, no Parque Municipal de Loulé, vão ser dinamizados ateliers ambientais relacionados com a reutilização de materiais e utilização de elementos naturais. Esta atividade envolverá duas turmas do 3º ano da Escola Básica Mãe Soberana, de Loulé.

Marinho Pinto apresenta “Horizontes do Futuro” “Justiça, Cidadania e Estado de Direito” é o tema da conferência que o Bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, vai apresentar no dia 21 de junho, pelas 21h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Loulé, no âmbito do ciclo “Horizontes do Futuro”. Marinho Pinto foi eleito Bastonário da Ordem dos Advogados em 30 de novembro de 2007 para o Triénio 2008-2010 e reeleito em 26 de novembro de 2010 para o triénio 2011-2013.

Carminho no 98º aniversário de São Brás de Alportel Hoje, 1 de junho, dia em que se comemora o 98º aniversário do município de São Brás de Alportel, o Jardim da Verbena acolhe a nova diva do fado, “Carminho”, num concerto em que apresentará o seu mais recente trabalho “Alma”.

Quarteira

Barracão foi abaixo Um dos dois espaços comerciais, que se dedicava ao comércio de marisco e peixe congelado no Largo das Cortes Reais (Quarteira), já foi demolido. Desde modo, e após esta ação concertada da CM Loulé e JF Quarteira, este largo apresenta-se mais aberto e com uma nova imagem estética. Resta, ainda, um outro espaço comercial (snack bar).

Arquivo Municipal

Escrivães e pregoeiros abordados em conferência Maria José Azevedo Santos, professora catedrática em Coimbra, apresentou, no Arquivo Municipal de Loulé, a conferência “Escrivães e Pregoeiros no Concelho de Loulé (Séculos XIV-XV). Com base nas Atas de Vereação de Loulé, a investigadora abordou a expansão ativa e passiva da escrita em Loulé (Idade Média) e o poder desta ‘forma de governo’ municipal, assim como o papel e a medida que desempenhavam os pregoeiros numa sociedade predominantemente analfabeta, mas na qual a escrita era já fundamental e indispensável para a governação central e local.

Turismo

Mendes Bota interpela secretária de Estado Em audição parlamentar à secretaria de Estado do Turismo, Cecília Meireles, realizada na Comissão de Economia e Obras Públicas, o deputado Mendes Bota manifestou à governante a necessidade de se encontrar um sucedâneo para o programa de animação “Allgarve”. Para Mendes Bota, “não se deve passar de um “’Allgarve’ para um ‘Nadagarve’”, referenciando que o Turismo de Portugal investiu 14 milhões de euros, acrescido da contribuição das autarquias, a ERTA e outras entidades para um bolo de “mais de duas dezenas de milhões de euros, sem proveito significativo para o sector”. A falta de apoios das entidades do turismo à Volta ao Algarve em Bicicleta mereceu, igualmente, um reparo do deputado algarvio.

Intercâmbio de jovens profissionais No âmbito do programa educacional do Rotary – IGE (Intercâmbio de Grupos de Estudos), cinco jovens profissionais oriundos dos Estados Unidos (Alabama) estiveram, durante uma semana, na região algarvia. Este programa do Rotary Internacional resulta da parceria dos distritos rotários dos dois países (EUA – 6880 e Portugal – 1960) destinado à receção de jovens com idades compreendidas entre os 25 e 40 anos acompanhados de um rotário “team leader”. Ruínas romanas do Cerro da Vila (Vilamoura), Arquivo Municipal de Loulé, centro de produção da cortiça da Serra do Caldeirão e S. Brás de Alportel, Fortaleza de Sagres, Galerias de Arte (Porches e Silves), aldeia de Estoi, Museu de Arqueologia de Faro, Igreja do Carmo, Biblioteca Municipal de Olhão e Fábrica de Conservas foram cenários de visita. 1 | Junho | 2012


opinião Festival MED DO FUNDO DA ALMA

O “coiso” está preto As previsões da OCDE sobre Portugal, sobretudo no que toca a emprego, qualidade de vida e felicidade, são negras e preocupantes. O desemprego não é uma oportunidade para mudar de vida, num País sem investimento e sem crescimento, mas sim uma verdadeira tragédia social. Chega a ser chocante a inconsciência dos instalados face a um problema que constitui um verdadeiro drama para milhares de indivíduos e famílias. O optimismo, nos dias que correm, é uma espécie de “fuga à realidade”, pois o País encontra-se mergulhado numa profunda recessão e os políticos não têm respostas para os dramas humanos e os problemas sociais que afectam uma larga maioria de cidadãos. Há ministros que, envolvidos nos cálculos macroeconómicos, nos estudos académicos e nos jogos políticos, não descem à realidade e ignoram o desespero de milhares de famílias que já não conseguem garantir o pão da sobrevivência. As políticas de austeridade, que sempre denunciámos por serem excessivas e de consequências imprevisíveis, estão a fazer enorme estragos e a proletarização das classes médias não traz nada de positivo para o futuro do País. O discurso governamental é deveras contraditório e revela uma grande insensibilidade social. Primeiro, foi o convite aos jovens para embalarem a trouxa e partirem para o estrangeiro. Depois foi aquela classificação de piegas a quem tem todo o direito de se queixar das políticas dominantes. Agora foi esta de considerar o desemprego uma oportunidade, num contexto completamente hostil à plena realização da pessoa humana. Portugal é hoje um País atacado por uma forte “desumanização”, onde os mais fracos e os inocentes têm dificuldades em defender-se. Há uma profunda desigualdade nas oportunidades, nos rendimentos, na justiça, na repartição dos sacrifícios. A OCDE vem reconhecer a infelicidade dos portugueses e o aumento do número de suicídios traduz uma realidade dramática que muitos fingem desconhecer. O “coiso” está preto e tudo indica que não vai ficar por aqui. O Algarve, a mais turística região portuguesa, tem a taxa mais elevada de desemprego e o poder central tem revelado não ter uma estratégia de desenvolvimento para quem continua a ser “contribuinte de primeira e beneficiário de segunda”. É um erro colossal o que o Governo está a cometer relativamente ao Algarve no que diz respeito às portagens na Via do Infante, ao IVA na restauração e ao adiamento da requalificação da EN 125, a juntar a tantos outros que têm sido cometidos ao longo dos anos em matéria de património urbanístico, ecológico e cultural. É normal que já não se oiça uma gargalhada sonora, autêntica e genuína. A política é uma tristeza…

Por: Luís Monteiro Pereira 1 | Junho | 2012

reduzido a dois dias A Curva da Cintura com Arnaldo Antunes, Toumani Diabaté e Edgard Scandurra, SMOD, Sany Pitbull, A Jigsaw, Miguel Araújo e Norberto Lobo são os primeiros nomes já avançados para a 9ª edição do Festival MED.

E

stão já fechados os primeiros nomes para a 9ª edição do Festival MED, um dos mais conceituados eventos de World Music realizado no nosso País. No fim do mês de junho o centro histórico de Loulé volta a encher-se de sons e sabores dos quatro cantos do mundo, representados pelas mais variadas manifestações artísticas, sendo a música o tema central deste festival. A Cerca e a Matriz voltam a ser os palcos principais das atuações dos grandes nomes do circuito internacional de World Music. O palco Castelo, à semelhança das edições passadas, será dedicado ao que de melhor se faz em Portugal. A Curva da Cintura com

Arnaldo Antunes, Toumani Diabaté e Edgard Scandurra, SMOD, Sany Pitbull, A Jigsaw, Miguel Araújo e Norberto Lobo são os primeiros nomes já avançados para esta edição, este ano reduzida a dois dias – 29 e 30 de junho. Recorde-se que no ano passado, o festival decorreu de 22 a 25 de junho. Na edição de 2012, o Festival MED será palco da esperada estreia mundial do projeto que junta três grandes nomes do género. Arnaldo Antunes (Tribalistas), Edgard Scandurra (Ira) e Toumani Diabaté (um dos músicos africanos mais importantes da atualidade) reuniram-se para gravar “”A Curva da

Cintura”. Este disco traz até ao público as vozes quentes dos dois conhecidos artistas brasileiros e o talento do maliano nas cordas da requintada kora, instrumento que domina e que o levou a vencer por duas vezes o

Grammy Awards de melhor álbum de Traditional World Music. A Curva da Cintura com Arnaldo Antunes, Toumani Diabaté e Edgard Scandurra será apresentado em estreia mundial dia 29 de junho, no palco Cerca.

Os bilhetes estarão à venda a partir de dia 1 de junho no Cine-Teatro Louletano e na FNAC do Algarve Shopping. O bilhete diário custa 12,00 €.

Lar de Idosos e Serviço de Apoio Domiciliário da Tôr

Apoia a população e cria novos postos de trabalho no interior

N

o passado dia 19 de maio, foi dia de festa para a comunidade da Tôr com o lançamento da primeira pedra do Lar de Idosos e Serviço de Apoio Domiciliário da Tôr, obra promovida pela Associação Social e Cultural da Tôr. Numa população marcada pelo envelhecimento e pela desertificação, este equipamento que nasce no âmbito de uma candidatura ao Programa Operacional do Potencial Humano constitui uma mais-valia ao nível das respostas socais locais. Implantado numa área total de construção de 2415 m2, o edifício será constituído por três pisos

e um pátio com função de praça/convívio. O Lar terá 19 quartos simples e 19 quartos duplos, com a capacidade total de 57 utentes. Na

componente de apoio domiciliário, destina-se a 40 novos utentes, assegurando-se assim a permanência dos idosos na sua residência, com o

devido suporte técnico e institucional. No total, o equipamento dará resposta a 97 utentes e vai criar 25 novos postos de trabalho.

O LOULETANO 7


Aconteceu Alte

Seminário debateu citrinos algarvios A Escola Profissional de Alte (EPA) promoveu, no dia 31 de maio, um seminário subordinado ao tema “O valor dos citrinos no Algarve. O mercado, produtos e a comercialização”, integrado no projeto “A Escola e a Comunidade”. “A cultura dos citrinos: o valor económico e os impactes ambientais”, “Os citrinos e os seus derivados: os critérios de qualidade utilizados para a avaliação de ambos”, “O mercado e o consumidor” e “O Mercado global de citrinos e do sumo de laranja, a sua organização e gestão” foram temas debatidos. Durante o dia, decorreu uma mostra de transformados cítricos desenvolvidos e produzidos pelos alunos do curso profissional Técnico de Processamento e Controlo de Qualidade Alimentar da EPA.

“Gentes de Loulé” comemora aniversário A Unidade de Cuidados na Comunidade – Gentes de Loulé comemorou o 1º aniversário, no passado dia 17, com um vasto programa de atividades realizadas na sala polivalente da Casa da Cultura no Parque Municipal de Loulé. Recorde-se que a UCC Gentes de Loulé presta cuidados de saúde, apoio psicológico e social no âmbito domiciliário e comunitário.

na redução das contas da eletricidade, do gás, entre outros, e principalmente numa melhoria da qualidade de vida para todos.

Jornada Ambiental dos Caçadores pelo Ambiente foi um sucesso

necrologia -Faleceu no dia 26 de Maio, Vitorino Santos Mendes, com 48 anos, residente na Cruz Assumada - Loulé. Funeral realizado pela Agencia Funerária Algarve - Loulé, no dia 28 de Maio da Igreja de Sant´Ana para o Cemitério de Loulé. -Faleceu no dia 27 de Maio, Arminda da Silva Dias, com 89 anos, residente na Rua Frei Luís da Cruz - Loulé. Funeral realizado pela Agencia Funerária Algarve - Loulé, no dia 29 de Maio da Igreja de Sant´Ana para o Cemitério de Loulé.

8

O LOULETANO

Espaços públicos em exposição Está patente ao público até ao dia 17 de junho, no edifício do Cineteatro de São Brás, a exposição “Requalificação Urbana e Valorização Ambiental de um Sistema de Espaços Públicos na vila de São Brás de Alportel”. Trata-se de uma mostra de trabalhos desenvolvidos no âmbito da disciplina de Projetos de Arquitetura Paisagista da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve. Os trabalhos refletem o processo da criação de propostas para diversos espaços: Largo de S. Sebastião, Terminal Rodoviário (Parque da Vila), Adro da Igreja Matriz e Jardim da Verbena.

Faro

Vitorino candidata-se à Câmara Decorreu no passado dia 27 de Maio, em Lagos, a Jornada Ambiental promovida pela Federação dos Caçadores do Algarve (FCA), integrada no “Dia Nacional do Caçador pelo Ambiente”. O Presidente da FCA, rotulou a edição 2012 de “um sucesso”. “Este ano o produto da recolha atingiu somente 190 toneladas, o que representa um progresso muito significativo em termos ambientais, uma vez que há cada vez menos lixo abandonado no espaço rural”, disse.

Sapateado

Quarteira brilha Dia Mundial da Energia em Palmela Alunos de Loulé participaram nas celebrações Para assinalar o Dia Mundial da Energia, que se celebrou a 29 de maio, a Câmara Municipal de Loulé convidou a DECO Algarve para colaborar numa ação de sensibilização, que tever lugar no dia 28 de maio, com alunos do 4º ano da Escola Básica de Vale de Rãs, em Loulé. Esta ação teve como propósito mostrar que, com a adoção de gestos simples do dia-a-dia, é possível promover comportamentos que se traduzem numa enorme poupança de energia em casa, refletindo-se

S. Brás de Alportel

A Classe de Sapateado da professora Annette Almeida, patroneada pela Xávega - Associação para o Desenvolvimento Cultural de Quarteira, participou, no passado dia 26, no Cine Teatro São João, de Palmela, a convite da Câmara Municipal dessa cidade, nas comemorações do Dia Internacional do Sapateado. Os alunos da classe de Annette Almeida, com a sua exibição de sapateado irlandês, arrancaram os mais fortes e calorosos aplausos da assistência que enchia a sala de espetáculos palmelense.

José Vitorino anunciou que se vai recandidatar, em 2013, à Câmara de Faro, liderando uma nova força política “Aliança Cívica CFC/Salvar Faro”. Segundo Vitorino, este novo projeto alternativo é direcionado para os abstencionistas que são contra a “partidocracia”, em Faro, e os descontentes com a coligação “Faro com Macário PSD/CDS” e o PS. Recorde-se que José Vitorino foi presidente da CM Faro, entre 2001 e 2005, eleito pelo PSD. Em 2009, candidatou-se como independente, obtendo 1287 votos (4,12%).

S. Brás de Alportel

Guerreiro candidata-se

à concelhia do PS O socialista Vítor Guerreiro apresentou-se como candidato à liderança da Comissão Política Concelhia do PS de S. Brás de Alportel, cujas eleições estão marcadas para 2 de junho, com a moção “As pessoas são a nossa motivação”. Com uma experiência autárquica de quase duas décadas nos órgãos autárquicos locais (na assembleia municipal, de 1993 a 2001, e desde 2002, na câmara municipal, como vereador), o candidato assume as questões sociais e a gestão autárquica participada como principais prioridades.

No interior

Proteção Civil de Loulé promove sessões Solidariedade Villas-Boas coordena informativas “Agenda criança” A Câmara de Loulé, através do seu Serviço Municipal Luís Villas-Boas, diretor do Refúgio Aboim Ascensão (Faro), foi nomeado para presidir ao grupo de trabalho que irá lançar a “Agenda Criança”, projeto que terá como missão assegurar a garantia dos direitos, proteção e cuidados necessários das crianças. Este grupo de trabalho, criado pelo secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, Marco António Costa, visa assumir os compromissos de Portugal, no âmbito da ratificação da Convenção sobre os Direitos da Criança.

de Proteção Civil, está aa promover sessões públicas de esclarecimento no âmbito da Defesa da Floresta contra incêndios. A importância da floresta, medidas preventivas, medidas de autoproteção, comportamento de risco, fiscalização e legislação são pontos a esclarecer. Assim, no dia 7 de junho (11h00) realizar-se-á uma sessão no Ameixial (Junta de Freguesia), e no dia 21 (16h00), terá lugar a sessão, em Alte, no Pólo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte.

1 | Junho | 2012


Ronda das freguesias ALTE S. CLEMENTE Rotários com nova casa O Rotary Club de Loulé (RCL), que está a comemorar o 31º aniversário, inaugurou a sua nova sede social. O edifício foi cedido pela Câmara Municipal de Loulé, que recuperou a antiga escola primária da Goldra (S. Clemente), cedendo-a aos rotários, que, assim, podem desenvolver uma melhor atividade em prol da comunidade local.

… tal como os Escuteiros de Loulé A Câmara Municipal de Loulé cedeu o espaço da antiga escola primária do Poço Novo (S. Clemente), ao Agrupamento 290 de Loulé do Corpo Nacional de Escutas-Escutismo Católico, que passará a ter aí a sua sede. Para o edil Seruca Emídio, a disponibilização deste espaço visa “dará vida a uma instituição que tem a ver com a própria comunidade, com jovens e crianças, com a Natureza”. José Cercas Vicente, Chefe da Junta Regional do Algarve do Corpo Nacional de Escutas, considerou a escola desativada como um “espaço digno” para a prática de atividades escutistas ao ar livre. A sede deste Agrupamento foi inaugurada no passado dia 26.

QUERENÇA

Informática e tecnologia reúne aficionados A empresa TechNation-Soluções Informáticas, com o apoio da JF Querença e Casa do Povo, promove o evento TechNation LAN PARTY, entre os dias 15 e 17 de junho, no salão de festas da aldeia querencense. O evento consiste num encontro de aficionados da informática e tecnologia, no qual serão desenvolvidos jogos de computador, concursos, concertos e muito convívio. Um dos objetivos desta iniciativa é dar a conhecer a aldeia de Querença aos jovens visitantes e comércio local. Realizar-se-á, também, no largo do Museu da Água, um baile ao som da música tradicional.

Combatentes comemoram

Dia de Portugal

A direção do Núcleo de Loulé da Liga dos Combatentes, em colaboração com a Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Querença, vai comemorar o dia 10 de junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidade Portuguesas, em Querença. O programa consta de uma missa de sufrágio pelos combatentes falecidos na Igreja Paroquial, de uma romagem e homenagem aos militares mortos no cemitério local e de um almoço-convívio.

SALIR

no final do passeio, um pequeno banquete servido na sede da Associação. O valor das inscrições é de 6 euros.

Placas de identificação em falta Ao invés do que acontece na vizinha Alte, os monumentos históricos e os equipamentos públicos na freguesia de Salir precisam de ser identificados com placas de identificação histórica em bilingue (português e inglês), conforme reconheceu, ao jornal “O Louletano”, uma visitante espanhola. De fato, um turista quando chega junto do castelo almóada, da Igreja Matriz e da capela de Nossa Senhora do Pé da Cruz não consegue interpretar, historicamente, o que está a visualizar. Outros espaços, como a sede da JF e a biblioteca José Viegas Gregório, entre outros, deviam contar, também, com informação técnica exterior.

S. SEBASTIÃO Mais caminhos arranjados A Junta de Freguesia de S. Sebastião está a arranjar os caminhos rurais da freguesia. Deste modo, foram beneficiados os caminhos do Lagar do Caliço/Horta do Constantino, Boa Hora/Charneca, Betecna/Casalinho, Lagar do Caliço/ Partilha de Boliqueime, Debrúzias, Vale da Negra, Poço de Vale Judeu, Ponte/Partilha da Freguesia de Boliqueime, Hortas da Várzea da Mão, Luciano Simão, Moinho/Caminho Estufas Marinho e Cerro/Parragil (Maria Caliço). Foi, igualmente, pavimentado o caminho da Bela Vista (Vale Judeu).

Jovens desenvolvem produto energético

Santos Populares no Barranco do Velho

Uma barra energética produzida à base de figo, amêndoa, mel e alfarroba, destinada a desportistas, é um dos produtos criado pelos jovens (nove) recém-licenciados da Universidade do Algarve, que estão a viver, desde setembro de 2011, na aldeia de Querença. Em declarações à Lusa, o coordenador do projeto, João Ministro, adianta que os jovens “têm procurado desenvolver projetos inovadores, criativos e sustentáveis”. Além desta barra, os universitários desenvolveram outros projetos como a manutenção e cultivo de terrenos agrícolas, na perspetiva de futuramente criar um banco de solos, a criação da primeira rota das libélulas e libelinhas e a produção de viveiros de plantas autóctones. Como complemento do projeto, a Portugal Telecom, um dos parceiros do “Querença”, prevê a instalação de tecnologia de ponta na aldeia, como uma rede de fibra ótica, a cobertura por rede móvel de 4G e a criação de um mercado online para produtos regionais.

O Parque de Merendas do Centro Comunitário Nossa Senhora da Conceição, no Barranco do Velho (Salir), vai receber os festejos dos Santos Populares. Assim, no dia 12 de junho (19h00), a Festa de Stº António será abrilhantada por Silvino Campos; no dia 23 (19h00), a Festa de S. João será animada por Paulo Coelho: no dia 28 (19h00), Vera Mónica abrilhantará a Festa de S. Pedro. Estas atividades contam com o apoio da CM Loulé e JF Salir.

Ampliação de escola

Passeio pedestre a Vale da Rosa

Mercado de Almocreves

1 | Junho | 2012

A Associação dos Amigos da Cortelha (AAC), no âmbito das suas iniciativas, organiza, no domingo (dia 3), um passeio pedestre ao sítio do Vale da Rosa (situado a 5 kms a norte da Cortelha). O objetivo visa mostrar os trilhos, veredas, paisagens e cores da Serra do Caldeirão, perfumada pelo intenso aroma campestre. A concentração para o passeio (de 9 km) será pelas 8h30 no jardim local, junto à EN nº2, havendo,

BOLIQUEIME

A Câmara de Loulé vai investir mais de meio milhão de euros na ampliação da Escola Básica Integrada de Boliqueime. O concurso público da obra já foi aberto, sendo definido como único critério de adjudicação, o preço mais baixo. A empreitada tem um prazo de execução previsto de 360 dias.

Pelo terceiro no consecutivo, a Junta de Freguesia de Boliqueime (JFB), o Agrupamento de Escolas, a Associação Cultural, o Clube Desportivo, a Sociedade Recreativa, a Casa do Povo, a Associação de Pais da Escola Básica Integrada Prof. Dr. Aníbal Cavaco Silva, a Paróquia e o Centro Social e Cultural de Vale Silves vão realizar o Mercado de Almocreves, no dia 6 de junho (18h00), no Adro da Igreja de Boliqueime. Música, animação, sabores e jogos são os condimentos festivos.

O LOULETANO 9


opinião | opinião | opinião | opinião | opinião | opinião | opinião | opinião | opinião | opinião

A xenofobia e as mafias grassam em Portugal e, especialmente, no concelho de Loulé

P

ara os que não sabem o que é a Xenofobia digo-vos que é a aversão aos estrangeiros e a tudo o que lhes diz respeito. A maior parte dos imigrantes procura fixar-se no concelho de Loulé, por ouvir dizer que é o mais rico do país e por haver aqui mais turistas do que em qualquer outro concelho. Queixam-se, lamentam-se, especialmente, os algarvios que o desemprego em Portugal se deve, sobretudo, à vinda de milhares de trabalhadores estrangeiros, concretamente dos países de Leste, Brasil e Cabo Verde. É certo que estes emigrantes ocupam muitos postos de trabalho em Portugal, mas, na maioria, são trabalhos ou empregos que os portugueses desempregados não aceitam por serem de trabalho árduo, duro, como na construção civil e agricultura. Quando há seis anos procurámos por a nossa horta em Almodôvar a produzir, e que deu 15 sacos de batatas, feijão verde, alfaces, cenouras, tomates, pimentos, melancias, pepinos e outros bens, procurámos na vila e arredores trabalhadores para nos ajudarem, mas ninguém aceitou, embora pagasse mais do que recebiam nos empregos do comércio e serviços. Tivemos de fazer tudo sozinhos, com a ajuda duma imigrante brasileira e de um motocultivador que comprámos. Muitos daqueles a cuja porta batemos estavam desempregados ou a receber

o rendimento mínimo, mas pegar numa enxada ou numa charrua, suja as roupas e faz calos nas mãos. Não esquecem os algarvios, que muitos dos que vêm do estrangeiro para trabalhar em Portugal, onde a mão de obra, embora mal remunerada, é melhor paga do que nos países deles, são engenheiros, médicos, professores (de todos os graus de ensino), educadores de infância, etc., mas que, ao contrário dos portugueses, quase analfabetos, não têm vergonha de pegar numa enxada ou na construção civil. Os portugueses só devem estar gratos aos imigrantes por aceitarem fazer o trabalho que aqueles, sem escolaridade, não querem fazer, mas que é essencial para o progresso do país. Outro aspecto da vida social, que muito nos tem chocado, é a perseguição que se faz a alguns desses imigrantes. Temos conhecimento directo dum caso em que, por dinheiro, organizaram uma máfia, onde entram advogados, comerciantes e industriais para prejudicar estrangeiros que, aqui, estão a trabalhar. A proprietária de um restaurante da cidade de Loulé, bem conhecido, aceitou dinheiro de uma engenheira, dona de um prédio na rua Ascensão Guimarães, em Loulé, que tem o terreno (lado poente) dum quintal vago e apto a nele e na casa (nascente) fazer um ou dois prédios de vários andares. Se a senhora romena, que lá mora, saísse (por aí ter vivido com uma

10 O L O U L E T A N O

senhora de muita idade, de quem cuidava, a quem cozinhava, dava de comer, lavava e levava a passear, a par do seu trabalho no referido restaurante), venderia o prédio por muitos milhares de euros. Então, resolveu contactar a patroa daquele restaurante, onde trabalhava a pessoa, que aí vivia com a senhora de idade, para a despedir, por pensar que se ela não tivesse emprego, não podia aí viver e regressaria à Roménia, onde tem duas filhas a estudar, uma das quais finalista da Universidade. Deste modo, a tal engenheira, dona do referido prédio, deve ter dado À DONA DO RESTAURANTE, QUE CEGA PELO BRILHO DAS NOTAS A DESPEDIU, SEM JUSTA CAUSA, e sem processo disciplinar. Descobriu-se, depois, que a patroa não fazia os descontos para a Segurança Social, sobre o verdadeiro ordenado, sabendo-se que lhe diminuiu o ordenado e despediu-a. Era, segundo, os clientes, a melhor empregada e a mais antiga, pois havia outra com menos tempo de casa. São ILEGALIDADES DE BRADAR AOS CÉUS. Pensa-se, ainda, que falsificou o contrato de trabalho original, adulterando-o e substituindo-o por outro que lhe convinha, e juntou este ao processo que corre no Tribunal de Trabalho de Faro. A patroa consegue ser tão simpática com as inspectoras do trabalho do IDICT e com os da ASAE, que nunca teve problemas com estas

entidades. A patroa nunca lhe pagou horas extraordinárias e ela fez muitas, e segundo os clientes diários era a mais eficiente e mais simpática, e que trouxe muita clientela. Só que a empregada romena é de rija têmpera, qual aço e aguentou-se, não abandonando Portugal, nem a casa onde, ainda, vive. Sabemos uma coisa muito estranha, que nunca tínhamos observado na nossa vida de 52 anos de advocacia e 2 anos de Juiz no Tribunal de Loulé. Foram-lhe nomeados sucessivamente 4 advogados como defensores oficiosos, que, em princípio, aceitaram, mas que, uma semana ou duas depois, lhe diziam que não podiam fazê-lo, por terem muito serviço. Parece que toda esta teia MAFIOSA É DIRIGIDA por um advogado da nossa praça, que, inclusivamente contactou as pessoas que melhor conheciam a romena para não aceitarem ser suas testemunhas, pois têm medo que percam AS BENESSES DO RESTAURANTE QUE A ELES, CLIENTES HABITUAIS, FAZ PREÇOS MUITO INFERIORES. Com tudo isto, confiamos plenamente que a dona do restaurante obtenha uma sentença que a condene por tudo que fez de ilegal e desumano. Ainda continuamos a confiar na justiça, apesar das muitas desilusões que tivemos ao longo dos anos. QUE SEJA FEITA JUSTIÇA DIVINA.

Jacinto Duarte

Liga dos Combatentes CONVOCATÓRIA Pedro Maria das Neves Oliveira, sócio combatente número 15.4847, a desempenhar as funções de Presidente da Mesa da Assembleia-Geral do Núcleo de Loulé da Liga dos Combatentes, convoca de acordo com o determinado no Estatuto e Regulamento Geral de Funcionamento da Liga dos Combatentes, os sócios na plenitude dos seus direitos para reunirem em Assembleia Geral Ordinária, no dia 02 de Junho de 2012, (Sábado), pelas 14 horas, no edifício da Sede da Cooperativa de Habitação Económica 26 de Junho, na cidade de Loulé, com a seguinte ordem de trabalhos: Ponto 1 – Trinta minutos para apresentar e discutir, com carácter deliberativo, qualquer assunto de interesse social. Ponto 2 – Situação actual Núcleo de Loulé da Liga dos Combatentes. Ponto 3 – Situação actual do Centro de Apoio Médico, Psicológico e Social do Sul e Algarve. pub No caso de não se encontrar presente à hora marcada o número de sócios previsto pelo Regulamento, a Assembleia funcionará no mesmo local, em segunda convocatória, uma hora depois, com qualquer número de sócios. Loulé, 11 de Maio de 2011 O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral Pedro Maria das Neves Oliveira Jornal “O Louletano” nº 329 de 1 de Junho de 2012

Vela O CIMAV – Clube Internacional da Marina de Vilamoura, com o apoio das marinas de Vilamoura, Albufeira e Portimão, organizou a regata das Marinas 2012, que se disputou durante dois dias. O velejador Gonçalo Silva (CV Lagos), com Apparently, foi o vencedor na classificação geral em ORC, secundado por Rui Belchior (GCN Faro e Paul Mallet (CV Lagos. Na classificação OPEN, João Miguel Galvão (GCN Faro), com Stella Maris, foi o mais rápido, seguido de José Calvário (CIMAV) e Luís Brito (ICM Portimão).

Voleibol

Albufeira vence Taça Nacional O Atlético Clube de Albufeira (ACA) venceu, fora, o Juventude Pacense (Paços de Ferreira), por 3-1, com os parciais 19-25, 20-25, 25-22 e 18-25, conquistando a Taça Nacional da III Divisão em voleibol. Esta vitória permitiu esquecer o 3º lugar, alcançado no Campeonato Nacional. 1 | Junho | 2012


Futebol

Quarteirense despede-se com derrotas O Clube Desportivo e Recreativo Quarteirense terminou a segunda fase (subida) do Campeonato Nacional da 3ª Divisão, Série F, com uma derrota, 3-2, em Lagos, frente ao Esperança. A formação de Quarteira, que já havia assegurado o regresso ao Nacional da 2ª Divisão, juntamente com o SC Farense, classificou-se na 2ª posição, com 38 pontos, a oito do emblema farense (46). O CF Esperança de Lagos obteve a 3ª, 24; o Aljustrelense a 4ª, 30; o Sesimbra a 5ª, 29; e a UD Messinense, 6ª, 22. Por sua vez, o GD Lagoa assegurou a manutenção no escalão terciário, que terá a companhia, na próxima época, do E. Lagos, Messinense e Lusitano FC.

Btt

Louletanos destacam-se na “Rota Histórica” A equipa BTT Loulé/BPI, que corre com as bicicletas Specialized, fez-se representar na 3ª etapa da Taça de Portugal XCM Sport Zone – “4ª Rota Histórica de Mêda”, com 11 atletas nos variados escalões competitivos. Dos resultados individuais, destacam-se Carlos Cabrita, em 2º lugar, e Adelino Cruz, 3º, em veteranos C. Celina Carpinteiro foi 3ª em elites femininas. Coletivamente, o BTT Loulé/BPI conquistou o 3º lugar do pódio.

Ori-Btt

Loulé domina na Messejana Os betetistas louletanos estiveram em particular evidência no I Ori-BTT de Messejana, alcançado a vitória coletiva. A equipa do Clube BTT Terra de Loulé participou com 18 atletas, seis nos escalões jovens e veteranos, e cinco nos escalões seniores, e ainda, um atleta nos escalões abertos (Ângelo Marques), num conjunto de mais de uma centena de atletas. Susana Pontes (CPOC) venceu a elite feminina (as duas etapas) e Daniel Marques (COC), a vertente masculina. O BTT Loulé/BPI foi o vencedor coletivo.

Badminton

Lagoenses conquistam títulos A ACD da CHE Lagoense (Lagoa) arrecadou nove títulos masculinos no Campeonato Nacional nas categorias de Sub-13, Sub-15, Sub-17 e Sub-19, com a presença de 32 clubes, sendo a grande dominadora dos nacionais de badminton. 1 | Junho | 2012

Artes marciais

Quarteira acolheu torneio regional

O

Pavilhão Desportivo da Escola Secundária Drª Laura Ayres recebeu o 12º Torneio de Artes Marciais Cidade de Quarteira, numa organização da seção de karate do CDR Quarteirense e União Shitoryu Portugal. A prova reuniu 60 participantes, representativos de vários clubes algarvios, nomeadamente do Karate Clube de Loulé, Quarteirense, Escola de Karate do Algoz, Escola de Karaté de Almancil, Escola de Karate de Salir, Karate Clube de Albufeira, KCA-Paderne e

Ciclismo

Colégio Internacional de Vilamoura. Os atletas disputaram 11 categorias distribuídas por vários escalões etários, entre os 5 e 16 anos, pelas disci-

plinas de karate (kata e kumite) e kobudo (kata). A entrega dos prémios foi feita por Fernando Gonçalves, vice-presidente da USRP.

Louletano

Ribeiro venceu Clássica do Alpendre

Paulo Renato pode continuar

O ciclista Sérgio Ribeiro (Efapel-Glassdrive) conquistou, ao sprint, a 22ª edição da clássica do Alpendre, e assunou a liderança da Taça de Portugal de elites, após três provas. O tavirense Samuel Caldeira (Carmim-Prio/Tavira) foi 2º e Hélder Oliveira (Onda-Boavista), 3º. Na categoria sub-23, Nuno Meireles (Mortágua) foi o vencedor. Nesta prova, os louletanos Victor Valinho e António Olmo estiveram em fuga, durante bastante tempo, mas acabaram por ceder nos dez quilómetros finais. Rui Vinhas (Louletano/Dunas Douradas) aproveitou a participação na primeira fuga para conquistar o título de melhor trepador e o seu colega de equipa António Olmo arrebatou a camisola das metas volantes. O conjunto louletano triunfou coletivamente. A Taça de Portugal é liderada por Sérgio Ribeiro, seguido de Samuel Caldeira (2º) e Hélder Oliveira (3º).

O bom trabalho desenvolvido na época passada, pode levar à continuidade do treinador Paulo Renato à frente da equipa sénior do Louletano DC, que irá competir no Nacional da 2ª Divisão. Segundo o “O Louletano” apurou as coisas, ainda, não estão definidas, assim como está por definir a planificação da temporada.

… assim como Marito no Quarteirense O técnico Mário Júnior, que levou, em dois anos, o CDR Quarteirense, da I Divisão Distrital à 2ª Divisão Nacional, ainda, não tem a sua situação contratual resolvida. Marito tem sido alvo da cobiça por vários clubes nacionais, estando a direção do emblema de Quarteira a debater a questão do treinador.

Faro

Moto Clube anuncia artistas O Moto Clube de Faro (MCF) já apresentou o cartaz para a 31ª Concentração de Motos de Faro que vai ter lugar entre 19 e 22 de julho. Este ano, a edição conta com a participação de Bill Idol, como cabeça de cartaz, que irá a apresentar um espetáculo de “punk rocker”. Juntam-se, ainda, os Apocalyptica, WarCry, GNR, Rebeldes, Noidz e Aurea.

Golfe

Campeonato universitário disputa-se em Lagoa Os campos de golfe de Vale da Pinta e Gramacho, situados em Lagoa, e integrados no Pestana Golf Resort, vão receber nos dias 2 e 3 de junho, mais uma edição do Campeonato Nacional Universitário de Golfe. Trata-se de uma organização da Associação Académica da Universidade do Algarve (AAUALG), em parceria com a Federação Académica de Desporto Universitário (FADU).

Btt

Loulé vence em casa O BTT Loulé/BPI sagrou-se vencedor, coletivo, da terceira etapa da Taça Regional do Algarve em BTT XCO (cross-country olímpico), prova organizada pelo Clube BTT Terra de Loulé, com o apoio do Município de Loulé e ACA. O circuito foi desenhado entre o Pavilhão Desportivo Municipal de Loulé e o cerro de Santa Luzia, muito completo e seletivo. A próxima prova da Taça Regional está agendada para 15 de julho, em Monchique.

Ghost Boy organiza passeio A associação de jovens da Tor, Ghost Boy Club, vai levar a efeito entre os dias 2 e 7 de junho, uma ligação de bicicleta (btt) de Lisboa a Lagos. Esta travessia realizar-se-á por trilhos de terra e sempre junto à costa alentejana e vicentina, com um percurso de cerca de 450 quilómetros e em autonomia total.

O L O U L E T A N O 11


Visão de Prata Óptica de Design e ambiente moderno

F

oi no passado dia 21 de Abril que, em pleno coração da cidade de Loulé, nasceu um novo espaço comercial. A Visão de Prata (Grupo Optivisão), na Praça da República, apresenta-se primeiramente como uma Óptica de design e ambiente modernos, onde encontra vários artigos ópticos e aparelhos diversificados, entre eles um aparelho de última geração no mercado que satisfaz o desejo dos clientes e coloca à disposição todos os recursos necessários para a venda de óculos personalizados. Não obstante, é possível encontrar também o Espaço Clínico da Visão de Prata, onde atualmente operam as especialidades de Oftalmologia, Optometria, Contactologia, Ortóptica e Psicologia Educacional. Este projeto conta com uma equipa jovem e dinâmica, que trás consigo uma experiência familiar de 40 anos no mercado da óptica. A segurança destes anos de experiência, aliados à tecnologia avançada disponível, refletem-se num serviço de máxima qualidade. Tendo parceria com todas as marcas de lentes de referência, a Visão de Prata oferece um atendimento personalizado e em exclusivo, aliando a capacidade técnica à consultoria de imagem, respondendo às suas necessidades e expetativas, sendo um lugar especializado em tendências. Se precisa de ser aconselhado por especialistas, visite a Visão de Prata, que se encontra aberta de Segunda a Sexta das

12 O L O U L E T A N O

09:00h às 19:00h, encerrando das 13h às 14h para periodo de almoço; e aos Sábados das 9h às 13h. As consultas de Optometria estão disponíveis todos os dias sem marcação.

Conheça a Nova Coleção 2012 e vá até ao novo espaço comercial de Loulé, junto ao Mercado e à Câmara Municipal.

1 | Junho | 2012


Salir

Salirenses animaram Festa da Espiga D

ezoito carros alegóricos desfilaram na Festa da Espiga 2012, que se realiza na vila de Salir, desde 1968. O carro inaugural, tripulado pelo ídolo Diogo Ramos, representava José Viegas Gregório, a alma criadora da Festa. Seguiram-se Barrosas (mondadeiras), Besteiros (ceifas), Freguesia de Salir (debulhadeira), Frixo Seco (moinho de vento), Montes Novos (ciclo do pão), Casa Branca/Touriz (desfolhada do milho), Vale Maria Dias (lavadeiras), Barranco do Velho (cortiça), Salir (frutos secos/varejo), Nave do Barão (vinho), Portela do Barranco/Califórnia/Ameixeirinhas (destilação do medronho), Cortelha (escola do antigamente), Corte Neto (palma/esparto), Várzea do Poço (horta/regadio), Pena (roca a tear), Palmeiros (empreita/palma) e Sarnadinha (sapateiro). Os representantes dos Montes Novos, com sátiras políticas, e da Cortelha, reivindicando a manutenção da escola primária local, foram os mais evidentes. Para o presidente da JF, Deodato João, “o balanço é muito positivo, as coisas correram bastante bem em ano de restrições orçamentais”. Contudo e entre a assistência, algumas vozes insurgiram-se contra o fato de ser tocado o mesmo tipo de música durante bastante tempo. “Até parece que estamos no Alentejo, pois só estão a tocar música alentejana, quando temos por cá os corridinhos e bonita música ligeira”, sublinhou um visitante, agradado com o desfile etnográfico e encenação das artes e tradições locais.

pub

FSG 1 | Junho | 2012

O L O U L E T A N O 13


Ciclismo Louletano

“Claudleaf” quer afirmar-se

Neto Gomes escreve livro

Fernando Santos Graça

S

ão jovens, estudantes e partilham o gosto pela música e pelas bandas de rock. Um dia, há pouco mais de quatro meses, em conversa de amigos, decidiram ir longe nos seus propósitos e fundaram a “Claudleaf”. Não se consideram uma “banda de garagem”, como muitas outras que existem em Loulé. Preferem, sim, ser conhecidos como um “projeto com futuro���, com “conceito” e que se quer “afirmar” no panorama musical algarvio. “Ao contrário doutros, optámos por criar um estilo próprio, com música variada e inspirada em várias bandas internacionais”, afirmou a guitarrista Ana Rostrou, que a par da Joana Doré, personifica The XX, James Blake, Oceania, Portishead e Radiohead como os principais grupos inspiradores e referências musicais. Ensaiam, semanalmente, na cave da habitação dos irmãos Doré, no sítio do Barranco de Apra (S. Clemente) e já marcam

presença na abertura de concertos para outras bandas, em concursos de bandas (como convidados) e em bares da região. No passado dia 26, atuaram pela primeira vez a solo, no Rock Movie Bar (Loulé), mas tencionam alargar o campo das suas atuações. Todavia, “o nosso grande objetivo passa por gravar um álbum com dez temas originais, pois somos uma banda de originais, que servirá de rampa de lançamento para a ‘Claudleaf’ se apresentar mais objetiva em concertos”, confessou Ana, em concordância com os seus companheiros que, também, confessaram a boa recetividade do público ouvinte. “As nossas atuações têm sido boas, as pessoas têm gostado, por sermos diferentes de todas as outras bandas”, confidenciou o baterista Diogo Martins, que adquiriu traquejo numa outra banda, ao invés dos seus parceiros que, apenas, frequentaram escolas de música.

14 O L O U L E T A N O

O Cine-Teatro Louletano foi pequeno para receber todos os apaixonados pelo ciclismo que no passado dia 19 de maio, quiseram ouvir as palavras do jornalista, escritor e comunicador Neto Gomes, durante a apresentação do livro “Vencendo a Estrada, Tendo Loulé como Bandeira”, que retrata 75 anos da História do Ciclismo Louletano, num período compreendido entre 1933 e 2008. “Com esta obra, pretende-se perpetuar uma das páginas mais importantes do desporto em Loulé. As gentes de Loulé sempre vibraram com o ciclismo e os anos 50, 60 e 70 deram um cunho muito particular à modalidade em Loulé. Esta é uma homenagem singela a todos os que vestiram as cores do Concelho”, disse o presidente da Câmara Municipal de Loulé, durante a cerimónia de lançamento do livro.

Quem são? A “Claudleaf” é constituída por Diogo Martins (baterista), Tomás Doré (guitarra/teclado/2ª voz), Joana Doré (vocalista), Loic Santos (baixista) e Ana Rostrou (guitarra rítmica/voz). 1 | Junho | 2012


Pesquisa e coordenação de Jobat

230

Numa das etapas mais preenchidas da sua carreira, Orlando Marques chegou a ser chefe de redacção d’O Pluto, onde escreveu, sob o pseudónimo de Jomar, um punhado de argumentos para o traço ágil e febril de Vítor Péon:

“Três Balas”, “Dick, Terry e Tom no Reino Selvagem”, “Roubo e Crime”, “Traidor em Fuga”. Dessa época intensamente criativa, recor- A Pantera dos Mares”, novela de Orlando Marques, ilustrada por Vítor Péon, com início n’O Pluto nº 10, de 1/2/1946. dou, mais tarde, os longos serões passados em casa de Roussado Pinto, a trabalhar na montagem do jornal, pois era lá que funcionava provisoriamente a redacção. Como registou nas suas crónicas publicadas no Mundo de Aventuras (2ª série), em 1977, era um trabalho que fazia sem sacrifícios, por gosto e com gosto: “Ali, na Rua Maria Pia, em Lisboa, na casa que era o próprio lar de Roussado Pinto, vivi horas esquecidas entregue com ele e com o Péon à feitura do jornal, num ambiente alegre e despreocupado, tão diferente do clima de tensão e agitação do escritório onde trabalhava até ao anoitecer. (...) Gostava de jornais. Gostava de escrever. Gostava das tipografias, do trabalho da composição, da montagem, da impressão. Sentia-me no meu ambiente, tendo à minha volta todo um pequeno mundo feito de boas vontades e de grandes dedicações. (...) Algumas vezes cheguei a ver o Roussado Pinto com a face rechonchuda mascarrada de tinta de impressão, a dar ordens, em largos gestos. Ou então, na sua mesa de trabalho, enterrado em papéis e desenhos. Tudo se fazia com vontade e com dedicação sem limites”. N’O Pluto – onde o pseudónimo de Jomar eclipsou o

nome que todos os leitores conheciam –, Orlando Marques escreveu também algumas das suas melhores novelas, quer de enredo policial, como “Os Planos H.P. 202”, quer de “cowboys”, como “Os Cavaleiros da Máscara Vermelha”, e também de ambiente exótico, com destaque para “A Pantera dos Mares”, em que deu vida a uma trágica heroína que poderia ter-se cruzado com o Corsário Negro, de Emilio Salgari: “Tanoa, “Os Piratas do Grande Golfo”, novela de Orlando Marques publicada na uma mulher estranha, Colecção Juvenil Galo de Oiro, 5º que no seu barco corsário volume, Outubro de 1974. percorreu os mares, cometendo uma série petrificante de crimes, roubos, assaltos e pilhagens”. Neste género, tão popular ainda há poucas décadas – e que recentemente ressurgiu nas telas de cinema graças ao êxito fulgurante da série “Piratas das Caraíbas”, com Johnny Depp num papel carismático –, Orlando Marques escreveu outra excelente novela, “Piratas do Grande Golfo”, publicada na Colecção Galo de Oiro, já nos anos 70, quando o Jornal do Cuto e o Mundo de Aventuras deram novo impulso à sua carreira –, mas desta feita com um herói português, radicado na ilha de S. Domingos, o destemido Carlos Penedo, inimigo figadal do temível pirata “Pala Negra”. »»»

“Três Balas”, história de Orlando Marques, com desenhos de Vítor Péon, publicada n’O Pluto nº 15, de 8/3/1946.

“Dick, Terry e Tom no Reino Selvagem”, história de Orlando Marques, com desenhos de Vítor Péon, publicada n’O Pluto nº 21, de 25/4/1946.

1 | Junho | 2012

O LOULETANO 329 15 O L O U L E|T A N O 15


Na linha da frente da informação no concelho de Loulé - 9 anos ao seu serviço, para que se mantenha sempre informado com rigor e isenção

www.olouletano.pt

Redacção: Apartado 1197 8 1 0 0 - 6 0 1 LO U L É Te l m : 9 6 9 6 0 8 2 5 9 geral@olouletano.pt

16 O L O U L E T A N O

327

num computador perto de si...

1 | Junho | 2012


Louletano 329